Page 1

PUBLICAÇÃO DA FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES COMERCIAIS E EMPRESARIAIS DO ESTADO DE MINAS GERAIS

FECHAMENTO AUTORIZADO. PODE SER ABERTO PELA ECT.

AV. AFONSO PENA, 726 - 15º ANDAR - CENTRO - BELO HORIZONTE - CEP 30130-003

SETEMBRO/OUTUBRO/2011 ANO IV - Nº 23 - GESTÃO 2010-2012

Federaminas reúne Associações Comerciais no seu XIV Congresso e homenageia empresários de destaque do Estado

 Divulgação/Tauá Hotel & Convention





Palavra do presidente Novas oportunidades

Depois de um rígido planejamento e de demorados preparativos, chegamos, finalmente, ao XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais. A importante e aconchegante cidade de Araxá é o cenário ideal para esse encontro que virou tradição e que, a cada ano, vem integrando cada vez mais os empresários mineiros e as entidades que os representam. Uma verdadeira celebração ao associativismo. Sob a batuta da Federaminas, dirigentes de centenas de Associações Comerciais e Empresariais se debruçarão sobre temas relevantes e de interesse da classe produtiva, e, durante dois dias, discutirão novos caminhos e oportunidades para o crescimento individual e coletivo. Uma oportunidade única para a troca de experiências, para rever velhos companheiros e, sobretudo, para reforçar os sólidos laços do Sistema Federaminas. Um grande encontro, movimentando toda estrutura do Sistema Federaminas, é o que planejamos para Araxá, neste final de outubro. Além das ACEs, teremos órgãos e instituições vinculadas e parceiras, num grande esforço em busca de novos caminhos. Teremos, também, espaços para homenagens, principalmente para os “empresários de destaque”, indicados por suas respectivas Associações. “Mudanças: despertar de novas oportunidades” é o tema que nos propõe o XIV Congresso das ACEs, um desafio para que, individual e coletivamente, tenhamos coragem e ousadia para mudar o que for preciso, e consciência e sensibilidade para aproveitar as oportunidades que surgem, resultados do nosso esforço intenso, seja à frente de uma empresa ou de uma Associação Comercial. De antemão, apostamos no sucesso de mais essa iniciativa da Federaminas e das suas federadas. Nos encontramos em Araxá! Wander Luis Silva Presidente

Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais

Diretoria Executiva Federaminas Gestão 2010/2012 Presidente: Wander Luis Silva (Ipatinga) Vice-Presidentes: Alexander Fontana Brito (Pirapora), Avelino José Miguel (Janaúba), Benedito Coutinho de Almeida (Poços de Caldas), Charles Lotfi (Belo Horizonte), Ernani Campos Porto (Caratinga), Denílson Rosa (Piumhí), Edmilson Soares dos Santos (Governador Valadares), Emílio César Parolini (Araxá), Fernando M. de Gouveia Junqueira (Além Paraíba), Geraldo Eustáquio A. Drumond (Montem Claros), Hebert Lever José do Couto (João Pinheiro), Heleno Oliveira e Silva (Itajubá), Luiz César Pereira Negreiros (São Lourenço), Luiz Henrique Mendes (Pouso Alegre), Marco Aurélio Moreira (Contagem), Ralph Duarte Funchal (Três Pontas), Sérgio Marques Cordeiro (Ponte Nova), Valmir Rodrigues da Silva (Alfenas) Diretoria: Antônio Carlos Almeida Machado, Antônio Fernando do N. Teixeira, Antônio Gualberto de Faria, Benito de Araújo,Cícero Braga Neto, Cleide Isabel Basiqueto Bersani, Edson Martins Coelho , Felício Brum Lugão, Flávia Cristina de Souza, Geraldo Gabriel de Mello Filho, Girlândia Lima Borborema, Gislaine Márcia José Pires da Silva, Ivair de Andrade, Izabel Cristina Gonçalves, João Ernesto de Oliveira, João Tadeu Dorta Machado, Joaquim Ferreira Alves, José Norberto Dias, Karone Marlus Rocha de Oliveira, Lucimar dos Santos, Marcelo Valadares Couto, Márcia Rocha da Silva, Márcio Elias Cardoso, Nelson Antônio Mourão Barros, Persival Ferreira da Costa, Roberto Carlos de Oliveira, Romero Machado Campos Júnior, Sebastião Calais de Almeida, Siomara Regina de Souza, Rosana A. Sibila Fraga Souza Conselho Fiscal: Amaury Gonçalves, Francisco José L’abbate Neto, Lauro Tadeu de Almeida Lopes, Luiz Américo Bertolaci Jr., Rubens Nunes Medeiros, Welington Magno de Figueiredo Assessoria de Comunicação Eli R. de Souza - MG01521JP Nádia Louzada Redação e Edição Jakson Goulart

Leia nesta edição: Associa-Minas já capacitou mais de 6 mil empresários ..................8 Treinamento prepara a retomada do Empreender

. ...................9

Diretoria tem reunião com representantes de 23 federadas

. ............10

ACEs mineiras aderem ao Mutirão da Conciliação

..................13

Federaminas cada vez mais perto das suas federadas

...................18

Fotolito e Produção Gráfica Gráfica Art Publish - 31.3822.6019 artpublish@artpublish.com.br Tiragem 3.000

MISSÃO Ser referência como entidade representativa do movimento classista empresarial. VISÃO Representar, integrar e fortalecer as ACEs promovendo o desenvolvimento econômico sustentável no estado de Minas Gerais.




Araxá sedia Congresso das ACEs Encontros da Federaminas leva mais de 1.000 pessoas a uma das maiores estâncias hidrominerais mineiras

E

mpresários, dirigentes e executivos das aproximadamente 400 Associações Comerciais de Minas Gerais são esperados em Araxá, nos dias 20 e 21 de outubro, para mais um grande encontro promovido pela Federaminas. Essa cidade famosa por suas estâncias hidrominerais e suas termas, vai sediar o XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais e o Mérito Empresarial 2011, promoção tradicional que premia os empresários de destaque em todo o Estado. “Mudanças: despertar de novas oportunidades” é o tema do encontro de Araxá, cuja programação será realizada no Tauá Grande Hotel. O Congresso está sendo organizado com o apoio da Associação Comercial de Araxá. “Queremos fazer um grande e proveitoso encontro, com uma programação intensa e integração das entidades que compõem o Sistema Federaminas”, resume o presidente da entidade estadual, Wander Luis Silva. Araxá é um município da mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, com população estimada de 95 mil habitantes. A escolha como sede do encontro estadual foi uma homenagem à cidade e à ACIA, que, conforme Wander Luis, tem sido uma grande parceira, ao lado do poder público local. “O Congresso será o maior evento do empresariado de Minas Gerais, com o envolvimento de cerca de 400 Associações Comerciais”, contabiliza o presidente da Federaminas. Desde o início do segundo semestre a diretoria e funcionários da Federaminas vêm trabalhando na organização do XIV Congresso das ACEs, que foi lançado oficialmente no dia 23 de agosto último. Para



reforçar a mobilização das federadas, a entidade estadual promoveu quatro encontros regionais – Piumhi, Pirapora, Pouso Alegre e Carangola –, o que aumenta a confiança no sucesso do evento.

PROGRAMAÇÃO

O XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais será aberto no dia 20 de outubro (quinta-feira), com o credenciamento dos participantes de 13h30 às 14h. A programação de palestras e debates será iniciada com três eventos que ocorrem simultaneamente às 14h, o Encontro dos Postos Avançados de Conciliação Extraprocessual (PACE), que será coordenado pela Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial (CBMAE); o Encontro do Programa Empreender; e o Encontro da Câmara Estadual da Mulher Empreendedora (CEME). Estes encontros encerram às 18h e em seguida haverá a abertura solene do Congresso das ACEs, marcada para as 20h, com apresentação cultural e a presença de convidados importantes. A programação do XIV Congresso das ACEs tem sequência no dia 21 de outubro (sexta-feira) com três interessantes palestras. Na parte da manhã, a primeira será do gerente de contas do Google Brasil, André Azevedo, sobre o tema “Internet como plataforma de negócios”, ainda pela manhã, o consultor Robert Wong fala sobre “O sucesso está no equilíbrio”. E após a pausa para o almoço, as atividades serão retomadas às 14h, com a realização de novas palestras e debates, entre elas, a Drª. Nise Yamaguchi, que ministrará a palestra “A arte de viver e lutar pelos seus sonhos”.


Solenidade destaca A entrega do prêmio “Mérito Empresarial 2011” será um dos pontos altos dos dois dias de eventos organizados pela Federaminas, com o apoio da ACIA, em Araxá. O evento será realizado no dia 21, às 20h, para homenagear empresários indicados pelas Associações Comerciais Empresariais e personalidades destacadas pela Federação. No total, são esperados aproximadamente 110 empresários, de todas as regiões do Estado, que serão homenageados nos salões do Tauá Grande Hotel.

ENCONTRO REGIONAL

Antes do Congresso das ACEs foram realizados quatro encontro regionais nas Associações das cidades de Piumhi, Pirapora, Pouso Alegre e Carangola, além do lançamento oficial dos eventos em Araxá, durante um coquetel em 18 de maio. Foi alcançado pleno êxito na realização destes encontros, que teve adesão total das associações comerciais das regiões, para o debate de assuntos de interesse do sistema e apresentação da pauta do XIV Congresso.

Terra de Dona Beja e de águas medicinais O Grande Hotel foi inaugurado em 1944, pelo então governador mineiro Benedito Valadares e pelo presidente Getúlio Vargas, e, ao longo da história, foi palco de grandes acontecimentos sociais, políticos e culturais. O complexo se impõe pela magnitude do seu conjunto arquitetônico. Projetado por Luiz Signorelli, sob influência do estilo missões, tem aproximadamente 43.000 m² de área construída, com imponentes salões revestidos em mármore de Carrara e decorados por rico mobiliário, lustres de cristais da Boêmia, janelas com cristais franceses bisotados, obras de arte em afresco e vitrais.

Cidade rica em minerais como o nióbio, é famosa também por suas águas, com destaque para o complexo das Termas de Araxá, uma casa de banhos, spa e tratamento de beleza com 16 mil m² de área construída. As Termas estão ligadas ao Grande Hotel por uma galeria suspensa decorada com afrescos de paisagens dos principais pontos turísticos de Minas Gerais. Em frente ao Grande Hotel encontra-se a Fonte Andrade Júnior, onde estão localizadas as fontes alcalino-sulfurosas. O prédio é constituído por um pavilhão situado em uma pequena península no lago de água de Lama Sulfurosa e possui quatro bebedouros que escoam águas mineralizadas, carbonatada, sulfatada, radioativa e alcalina, indicadas para casos de diabetes, gota, obesidade, desvio de metabolismo, hepatite, males dos rins, estômago, fígado e problemas de pele.

Divulgação/Tauá Hotel & Convention.

Localizado na mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, o município de Araxá possui aproximadamente 95 mil habitantes e integra o Circuito das Águas de Minas Gerais, reconhecido pelas propriedades terapêuticas diversificadas de suas águas medicinais e pelo clima agradável, o ano todo. O Tauá Grande Hotel, onde será realizado o XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais, é um dos principais pontos turísticos da cidade. Araxá é conhecida também como a terra de Dona Beja, personagem influente no século XIX e tema de livros, filmes e novelas.

TERMAS DE ARAXÁ




CEME reúne empreendedoras do estado Como parte da programação do XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais, nos dias 20 e 21 de outubro, no Tauá - Grande Hotel e Termas de Araxá, será realizado também o Encontro da Câmara Estadual da Mulher Empreendedora (CEME), órgão ligado à Federaminas e que atualmente é presidido pela empresária Marinez Gotelip Borja de Oliveira. Com a presença de integrantes de Conselhos da Mulher de várias

Associações Comerciais, o encontro em Araxá será palco para debate de assuntos relacionados com a atividade empresarial e a sociedade brasileira. Entre a programação do I Encontro Mineiro da Mulher Empreendedora, cujo tema é InterAções na Arte de Empreender, está a palestra do psiquiatra e neurocientista, Dr. Eduardo Aquino, que vai falar sobre “O papel da mulher em um mundo em transformação”.

Projeto Empreender congrega consultores Também faz parte da programação do XIV Congresso das ACs o Encontro do Projeto Empreender, um dos três encontros simultâneos realizados no dia 20. Entre a programação voltada para os consultores e demais interessados, haverá a palestra do presidente do Grupo Zema, Ricardo Zema, falando sobre sua trajetória no mundo dos negócios.

PACE também realiza encontro

Divulgação/Tauá Hotel & Convention

No Encontro do PACE (Postos Avançados de Conciliação Extraprocessual) serão debatidos temas importantes relacionados aos postos de conciliação. Além da apresentação da peça teatral, “Teatro da Conciliação”, a Desembargadora Márcia Milanez, do TJMG, e o assessor da 3ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de MG, e o Secretário-Geral dos Juizados de Conciliação, Juliano Veiga, ministrarão a palestra “A Conciliação nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania”.



Demonstração de força O presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, reforçou a importância da participação de todas as Associações Comerciais do estado no Congresso marcado para os dias 20 e 21 de outubro, em Araxá. “A ampla participação das federadas no evento dará uma demonstração da força e do poder de mobilização do Sistema Federaminas e fortalecerá, ainda mais, o movimento associativista em Minas Gerais”, afirmou Wander Luis.


Divulgação

Médica fala sobre ‘a arte de viver e lutar pelos seus sonhos’ A médica e escritora Nise Yamaguchi, diretora do Instituto Avanços em Medicina, é uma das palestrantes no XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais, realizado nos dias 20 e 21 de outubro, em Araxá. “A arte de viver e lutar pelos seus sonhos” é o título da palestra, na qual deverá focalizar aspectos como a transformação do mundo em que vivemos, aprimoramento como ser humano e solidariedade. Como médica, Nise Yamaguchi explica que o que faz é tentar achar, junto com os pacientes, por que a vida vale a pena. “Isso, para mim, é tão essencial quanto chegar ao diagnóstico e ao tratamento. Em essência, o que quero é conhecer a pessoa que está na minha frente”, resume. Numa analogia com os desafios do mundo empresarial, Nise Yamaguchi defende que, “muitas vezes o

Nise Yamaguchi: é preciso olhar além das formas e das aparências

problema é sério, mas a solução pode ser muito simples”. Conforme a médica, há uma grande diferença entre foco no problema e foco na solução, que ela pretende mostrar no Congresso das ACEs. “Precisamos ter os olhos da alma muito abertos para conseguirmos olhar além das formas, das aparências e conectarmos com os nossos seres amados de coração para coração”, ensina a especialista, adiantando como será sua palestra no Congresso de Araxá.

Palestra de engenheiro vai ensinar a ‘fazer a diferença’

Divulgação

O engenheiro e consultor Robert Wong é outro palestrante do XIV Congresso das Associações Comerciais de MG. “O sucesso está no equilíbrio” é o título da palestra desse especialista, que pretende focalizar aspectos como motivação da equipe, além de estimular e provocar transformações competitivas e ensinar a conquistar melhores resultados para as empresas e a melhorar a qualidade nos relacionamentos interpessoais. O palestrante foi considerado pela revista The Economist um dos 200 mais destacados headhunters do mundo, “por seu genuíno interesse nas pessoas e no seu talento em descobrir qualificações, às vezes até desconhecidas pelo próprio candidato”.

FAZER A DIFERENÇA

Robert Wong também é membro efetivo de várias organizações não-governamentais e atualmente é sócio-presidente de uma empresa de consultoria executiva que tem o seu nome. Para a palestra no Congresso da Federaminas, ele preparou uma abordagem que alia teoria, prática e auto-conhecimento para motivar e inspirar as pessoas a “fazer a diferença”. Sua empresa foi considerada pela revista Gestão & RH “Empresa Revelação de 2009” e eleita como “As 100 Melhores Empresas Fornecedoras de RH”. Autor do best seller “O sucesso está no equilíbrio”, Wong lançou ainda a obra “Super dicas para conquistar um ótimo emprego” e é considerado um dos palestrantes mais inspiradores e requisitados do mercado nacional e internacional.

Parcerias importantes

Robert Wong é considerado um dos melhores palestrantes do Brasil

O XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais e o Mérito Empresarial 2011 são uma realização da Federaminas, com o apoio da ACIA Araxá e da Câmara Estadual da Mulher Empreendedora (CEME), e conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Araxá; da CBMM, Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração; da Certisign; do Sebrae-MG; e dos Correios juntamente com o Governo Federal.




Associa-Minas amplia o movimento associativista Dezenas de cidades jå receberam o programa Associa-Minas, lançado pela Federaminas em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG) com o objetivo de levar palestras sobre temas variados às Associaçþes Comerciais mineiras. São vårios os palestrantes do programa, que abordam temas variados tendo como foco principal o associativismo. O Associa-Minas Ê um projeto anual, lançado hå três anos, e que pretende percorrer vårias cidades de Minas Gerais. O objetivo principal Ê abordar temas relevantes para os empresårios. AtÊ o final do ano, outras cidades serão contempladas com as palestras, que terão nova edição em 2012. O grupo de palestrantes do Associa-Minas Ê composto por Robson Rodrigues, Manoel Ignåcio, Cleide Bersani, Valmir Rodrigues, Luiz AmÊrico Bertolaci Jr. e Alex Nunes, cujo nível tem sido bastante elogiado pelas federadas e pelos participantes das palestras. Associativismo Empreende

dor

Associativismo Empreen

dedor

A Federaminas, em parc eria com o Sebrae-MG ea Associação Comercial e Empresarial, convida você a dar uma oportunidade ao seu negócio. 3DUWLFLSH

PALESTRA:

DATA:

CERTIFICADO

+25Ăˆ5,2

LOCAL:

, Certificamos que SHOD participou da palestra R(PSUHHQGHGRU´UHDOL]DGD FRPRWHPD³$VVRFLDWLYLVP SHORSURMHWR$VVRFLD0LQDV VHR6HEUDH0* UDPLQD D)HGH LDFRP SUHVDULDOHPSDUFHU $VVRFLDomR&RPHUFLDOH(P WRWDOL]DQGRGXDVKRUDV GH QRGLDGH

INSCREVA-SE:

 GH

INCENTIVO

“O programa tem dado resultados extremamente positivos, com uma grande participação dos empresĂĄrios. Desta forma, acreditamos estar contribuindo com os empresĂĄrios, com as Associaçþes Comerciais e com as cidades incluĂ­das na programação de palestras, alĂŠm de incentivar o associativismoâ€?, avalia o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva.

Relaçþes de consumo sĂŁo tema de palestras “Conflitos nas relaçþes de consumoâ€? e a “IndĂşstria do dano moralâ€? ĂŠ um dos temas abordados nas palestras realizados pelo “timeâ€? do programa Associa-Minas nas Associaçþes Comerciais mineiras. Os principais motivos que geram os conflitos ligados Ă s relaçþes de consumo e as precauçþes a serem tomadas de acordo com o CĂłdigo de Proteção e Defesa do Consumidor sĂŁo algumas das questĂľes abordadas. Um dos principais palestrantes do Associa-Minas ĂŠ o professor e advogado Manoel IgnĂĄcio, que atua como consultor jurĂ­dico na ĂĄrea do SPC, açþes de danos morais e responsabilidade civil da empresa. Ele tem falado nas ACEs sobre os conflitos nas relaçþes de consumo, de forma prĂĄtica e objetiva, alĂŠm de orientar os empresĂĄrios para alavancarem seus negĂłcios. “Temos um pĂşblico bastante participativo e que necessita efetivamente de esclarecimentos em vĂĄrias ĂĄreas. A grande participação nas palestras nos dĂĄ a certeza de que se trata de um tema atualâ€?, avalia o palestrante, que publicou em 2011 um livro sobre o tema da palestra pela editora Scortecci baseado nos frequentes questionamentos sobre o assunto. As palestras do Associa-Minas sĂŁo indicadas para empresas de todo o setor, principalmente proprietĂĄrios, gerentes, vendedores, atendentes e profissionais de cadastro, crediĂĄrio, caixa, estoque, jurĂ­dico, contĂĄbil e demais colaboradores do Palestra do associa-minas na federada de Ponte Nova comĂŠrcio e das ACEs.



:DQGHU/XLV6LOYD 3UHVLGHQWHGD)HGHUDPLQDV

GH Palestrante

o Presidente da Associaçã &RPHUFLDOH(PSUHVDULDO

*$5$17$-Ăˆ$68$9 $*$

APOIO:

5($/,=$d­2

CE Associação Comercial e Empresarial

Todos os participantes receberão certificado. 5($/,=$d­2 APOIO:

CE Associação Comercial e Empresarial

Mais de 6 mil pessoas jå foram capacitadas AtÊ o final de outubro, o programa Associa-Minas, desenvolvido pela Federaminas em parceria com o Sebrae-MG, deverå totalizar 75 palestras sobre o tema associativismo, em todas as regiþes do Estado. Conforme levantamento feito pela Federaminas, no período de 28 de junho a 29 de setembro último, 62 palestras foram realizadas nas Associaçþes Comerciais de São João Nepomuceno, Martinho Campos, Dores de Campos, Ubå, Leopoldina, Itamarandiba, João Monlevade, AlÊm Paraíba, Capelinha, Ipatinga, Governador Valadares, Itabirinha, Bom Despacho, Campestre, Campanha, Ponte Nova, Rio Paranaíba, Monte Alegre de Minas, Tupaciguara, Araxå, Lagoa da Prata, Caxambu, Coronel Fabriciano, Lajinha, Salinas, Capitólio, Timóteo, AimorÊs, Taiobeiras, Itaobim, Borda da Mata, Ouro Branco, Manhuaçu, SimonÊsia, Alfenas, Arcos, Manhumirim, GuaxupÊ, São Roque de Minas, Esmeraldas, Mutum, Barroso, São Domingos do Prata, Divinópolis, Andradas, São João Evangelista, Janaúba, Candeias, Piranga, Estiva, Pouso Alto, Mato Verde, Barão de Cocais, Piumhi, Unaí, Bocaiúva, Carmo da Mata, João Pinheiro, Pedro Leopoldo , Santo Antônio do Monte, Conceição do Mato Dentro, Carmo do Paranaíba.


Federaminas

Consultores de ACEs são treinados pelo Empreender

Treze Associações Comerciais participaram, no final de setembro, em Belo Horizonte, de um treinamento sobre o Programa Empreender. O encontro, que reuniu consultores das ACEs de várias regiões, teve como pauta as técnicas de consultoria e a forma de atuação do “Empreender” junto aos núcleos setoriais. Esse encontro foi o segundo do ano para avaliação e planejamento do Empreender em Minas Gerais – o primeiro foi realizado em abril. As ações do programa desenvolvido em parceria com o Sebrae-MG também serão debatidas durante o XIV Congresso da Federaminas, que será realizado em Araxá, nos dias 20 e 21 de outubro. De acordo com o consultor Clóvis Consoli, da Federação das Associações Comerciais de Santa Catarina, responsável pelo treinamento, a capacitação é o primeiro passo de um processo que deve ser seguido por monitoramento, além de outros encontros e visitas técnicas. O trabalho foi organizado pela coordenadora estadual do Empreender, Cleide Bersani, que preside a Associação Comercial e Empresarial de Campanha, com apoio da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB).

ACOMPANHAMENTO

Após o treinamento, os consultores das ACEs terão um acompanhamento da coordenação do programa, além de outros encontros e visitas técnicas. “É importante essa retomada do Empreender no Estado, e também o treinamento dos consultores, por caber a eles o contato direto com os empresários nos municípios”, destacou o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva.

Inscrições ainda podem ser feitas para a missão à NRF em Nova York Os participantes da missão empresarial que a Federaminas levará à 101ª Convenção da National Retail Federation (NRF), a acontecer em Nova York (EUA) entre 12 e 22 de janeiro do próximo ano, conhecerão as principais novidades em tendências do setor, através de seminários, fóruns de debate, cases de empresas reconhecidas mundialmente e mostras de produtos e tecnologias de última geração. E também estenderão a viagem a Orlando, na Flórida, para participar de curso no Disney Institute. Uma série de facilidades é disponibilizada pela Federaminas aos participantes, a começar de apoio para a obtenção do visto americano no Consulado dos Estados Unidos em São Paulo. O pacote inclui as passagens aéreas, com saída e retorno pela capital paulista, cinco noites de hospedagem em Nova York e três noites em Orlando, em hotéis de luxo, seguro viagem, ingresso na convenção da NRF, ônibus exclusivo para traslados do hotel para o congresso e as visitas técnicas, equipe de apoio, visitas guiadas na feira por especialistas de varejo. O “Retail´s Big Show 2012” reunirá as maiores e melhores empresas e profissionais do varejo com as últimas tendências e inovações do mercado de consumo mundial. Mais informações e inscrições com Duda Torres, pelo telefone (31) 3078-7038, ou pelo e-mail duda@ federaminas.com.br

O treinamento para retomada do “Empreender” reuniu representantes de 13 ACEs

Uberlândia, com 23 núcleos, é destaque de Minas Gerais A Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (ACIUB) é um dos destaques do Programa Empreender em Minas Gerais e no Brasil. A cidade conta com 23 núcleos, que atendem a 400 micro e pequenas empresas locais. A ACIUB desenvolve seis dos nove projetos mineiros aprovados pela última chamada do “Empreender Competitivo” – destinado a núcleos setoriais mais desenvolvidos. Merece destaque o Núcleo de Agência de Viagem, um dos principais “cases de sucesso” apresentados no 21º Congresso da Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), realizado em agosto, em Salvador (BA). Após o treinamento realizado na Federaminas, no final de setembro, a expectativa da Associação Comercial de Uberlândia é de ampliar ainda mais o “Empreender” na cidade. “Apesar de já conhecer a metodologia, participar deste treinamento me ajudou a ter outra percepção sobre as problemáticas que acompanho nos núcleos e quais ferramentas posso utilizar para melhorar processos e alcançar mais resultados” afirmou Bruno Tavares, consultor da ACIUB.




Gestão empresarial ganha reforço com nova parceria

Federaminas

A Federação das Associações Comerciais de Minas Gerais formalizou, em setembro, mais uma importante parceria para qualificar os empresários e as suas federadas. Desta vez, a Federaminas assinou um termo de cooperação com o Conselho Regional de Administração de Minas Gerais (CRA-MG), cujo objetivo principal é “disseminar conhecimentos para dirigentes e funcionários de empresas mineiras”. O termo de cooperação foi firmado no dia 22 de setembro pelos presidentes da entidade de classe, Wander Luis Silva, e do CRA-MG, Pedro Rocha Fiuza. Além dessa parceria, os dois dirigentes conversaram sobre a possibilidade de realizar ações conjuntas em várias regiões do Estado. Por meio dessa nova parceria, as Associações Comerciais, juntamente com outras entidades e as Faculdades de Administração, pretendem realizar uma série de eventos nas cidades mineiras. Na avaliação de Wander Luis, a existência de aproximadamente 400 Associações Comerciais em todas as regiões mineiras é um fator que pode contribuir para um alcance maior do programa. Por sua vez, o presidente do CRA-MG ressaltou que “esse é um passo importante para o desenvolvimento da gestão empresarial em Minas”.

Wander Luis oficializou a parceria com o Conselho Regional de Administração

Convênios com a RMPC passam por uma avaliação A Federaminas está avaliando os convênios mantidos com a Rede Mineira de Proteção ao Crédito (RMPC) e, se necessário, poderá fazer algumas mudanças no sistema atual. Essa decisão foi tomada no dia 9 de setembro, durante reunião, na sede da entidade estadual, em Belo Horizonte, com representantes de várias federadas vinculadas à RMPC. A avaliação dos convênios, conforme o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, está sendo feita. A preocupação maior é com a ruptura do contrato da Rede Nacional de Informações Comerciais (Renic) com uma de suas bases. Esse trabalho está sendo acompanhado também pelo vice-presidente Emílio Parolini e pelo coordenador do Setor de Negócios da entidade, Ricardo Lacerda. Novas reuniões do grupo deverão ser agendadas para a definição sobre o assunto.

Diretoria tem reunião com representantes de 23 ACEs Dirigentes de 23 Associações Comerciais partici- presidente da Federaminas, Wander Luis Silva e Emíparam, no dia 31 de agosto último, da reunião plena lio César Parolini, respectivamente. Também entraram da diretoria da Federaminas. O encontro foi realiza- na pauta da diretoria a atuação das Regionais da entido na sede da entidade estadual, em Belo Horizonte, dade, os programas PACE e Empreender e a represencom diversos temas de interesse dos empresários na tação da classe em conselhos governamentais. pauta. Participaram da reunião Federaminas Durante a reunião, a direda diretoria da Federaminas toria da Federaminas apredirigentes das Associações sentou o programa da missão Comerciais das seguintes cique representará o Estado na dades: Teófilo Otoni, Lagoa 101ª Convenção da National da Prata, Taiobeiras, João Retail Federation (NRF), em Monlevade, Araxá, Itaúna, Nova York, e detalhou a proItaobim, Itajubá, Alfenas, gramação do XIV Congresso Timóteo, Patrocínio, Piumhi, das Associações Comerciais de João Pinheiro, Pirapora, Três Minas Gerais e do Mérito EmMarias, Contagem, Três Copresarial 2011. rações, Ponte Nova, CampaO encontro foi coordenado A última reunião da diretoria da nha, Santa Luzia, DiamantiFederaminas teve uma pauta extensa pelo presidente e pelo vicena, Iapu e Santa Bárbara.

10


Correios e Federaminas Firmou-se, em 26/8/11, parceria entre os Correios e a Federaminas. Essa parceria visa estimular o fomento do mercado mineiro e estreitar o relacionamento da ECT com os empresários. Além disso, permitirá ainda que todos os associados de ACE (Associação Comercial Empresarial) tenham acesso aos melhores serviços de logística e de comunicação, com os menores custos.

Amplie seus negócios e o relacionamento com seus clientes Nesse contexto, os Correios dispõem de ferramentas para que os associados (membros de uma ACE) possam interagir com o seu público-alvo. Isso tem sido um desafio para as empresas, uma vez que destacar o produto/serviço nesse mercado tão concorrencial está cada vez mais difícil, exigindo criatividade e excelentes canais logísticos. É neste cenário que aparece a “Solução Completa Correios” - uma excelente alternativa para as empresas que procuram melhores resultados, com maiores facilidades e menores custos.

Conheça mais sobre a Solução Completa: 1) Com os serviços de Mala Direta Postal - Mala Direta Postal Domiciliária e Impresso Especial dos Correios, a sua empresa pode fazer prospectos, conquistar novos clientes e mercados, falar diretamente com seu público, divulgar seus produtos, estreitar as relações com seus fornecedores, fazer campanhas personalizadas e ampliar seus canais de venda por meio de catálogo. É a solução certa para sua ação de Comunicação! 2) Com o serviço de Carta/Cartão-Resposta, sua empresa pode realizar pesquisas, incentivar a manifestação dos clientes, facilitar a solicitação de pedidos e atualizar cadastros. 3) Utilize o Telegrama para realizar ofertas exclusivas. 4) As soluções SEDEX e PAC entregam seu pedido com segurança, rastreabilidade e garantia de entrega no prazo acordado em todo Brasil:

SEDEX - o melhor e mais utilizado serviço de encomenda expressa do País, com a maior cobertura nacional e o mais alto grau de credibilidade.

PAC - Serviço de encomenda da linha econômica para o envio de mercadorias com entrega domiciliar. Se a prioridade é custo de encaminhamento, então PAC é o serviço certo.

E-SEDEX - O e-SEDEX é um serviço dos Correios para remessa expressa de mercadorias adquiridas por meio do comércio eletrônico. Preços diferenciados para as lojas online que contratam este serviço!

5) Com a Logística Reversa, sua empresa melhora a política de relacionamento e realiza a devolução/ troca de produtos (Pós-Venda). Além de minimizar desgastes com clientes e parceiros, uma solução de logística reversa se apresenta como diferencial competitivo que agrega valor ao seu produto. Pode ser o ponto chave para garantir a próxima venda!

11


1º Encontro da Regional Alto São Francisco Aconteceu no dia 28 de setem- disso, decidiu-se agendar uma reu- na conclusão do encontro, exibiu bro, com a participação do presi- nião da Regional com a diretoria da um vídeo de divulgação do Condente da Federaminas, Wander Unimed para procurar a resolução gresso das Associações Comerciais Luis Silva e da superintendente do impasse. em Araxá, conclamando a particiThelma Láuar, na sede da AssoNa seqüência, o presidente Val- pação de todos para o pleno suciação Comercial e Empresarial de dir de Andrade ressaltou a impor- cesso do evento. Lagoa da Prata, o 1º Encontro da tância da participação de todas as Entre os presentes estavam o Regional Alto São Francisco, que federadas no XIV Congresso e na presidente da federada de Santo tem na presidência o empresário solenidade Mérito Empresarial, a Antônio do Monte (Acisam), GeralValdir José de Andrade. ocorrerem em Araxá. O presidente do Lelis de Faria, e a gerente Cássia, O presidente Valdir de Andra- da Federaminas, Wander Luis, par- o presidente da federada de Bom de destacou que o objetivo da ticipou ativamente dos trabalhos e, Despacho (Acibom), Jailton AnAC Lagoa da Prata Regional é unir as federadas tônio de Oliveira, juntamente integrantes para, em conjuncom a assessora jurídica Viviato, buscarem o seu fortalecine Vieira e as executivas Marília mento. O vice-presidente Gee Patrícia, a presidente da federaldo de Almeida apresentou rada de Dores do Indaiá (Aceo mix de serviços que a ACE dores), Maria das Graças Cruz oferece aos seus associados, e a executiva Darcelene Eneida destacando a sua importânde Oliveira, além do presidencia para dotar de recursos a te da ACE de Lagoa da Prata, entidade. Um dos serviços é o Valdir de Andrade, os vice-preplano de saúde Unimed, que sidentes Geraldo de Almeida e conta com um problema que A Federaminas esteve representada pelo seu Paulo Roberto Pereira, a execurevelou-se comum a todas as presidente, Wander Luis, e pela superintendente tiva e assistentes jurídicos das entidades presentes. Diante Thelma Láuar entidades presentes.

Wander Luis homenageado em Guaxupé O presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, foi homenageado com o troféu “Mérito Associativista” pela Associação Comércio e Industrial de Guaxupé. Ele e mais sete empresários de segmentos variados que contribuíram para o desenvolvimento econômico do município foram homenageados durante a solenidade em que foram anunciados os “Destaques Empresariais” e o “Destaque do Ano” da cidade, no dia 6 de setembro. A empresária Lucimara Aparecida de Carvalho Arantes, presidente da Associação Comercial de Guaxupé, destacou o apoio recebido da classe e da Federaminas como diferencial na gestão da entidade. Ela disse que o objetivo é estreitar ainda mais o relacionamento com todos os setores e ampliar a cesta de produtos e serviços oferecidos aos seus associados.

12

Líder também é distinguido em Piumhi O presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, foi um dos homenageados pela primeira edição do “Mérito Empresarial Alaor Messias Marques”, comenda criada pela Associação Comercial e Empresarial de Piumhi para distinguir instituições e pessoas que contribuem com a entidade e com a classe que representa. A primeira entrega do Mérito Empresarial de Piumhi aconteceu no dia 17 de setembro, junto com o anúncio do nome do “Empresário do Ano” da cidade, que será homenageado pela Federaminas no Mérito Empresarial estadual, logo após a realização do XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais, marcado para os dias 20 e 21 de outubro, em Araxá. A associada indicada pela entidade foi a Cooperativa Agropecuária de Piumhi, que será representada pelo empresário Modesto Antônio de Oliveira.

PESQUISA

De acordo com o presidente da ACE de Piumhi, Denílson Rosa, o “Mérito Empresarial” é um reconhecimento público a instituições e personalidades que “movem os diversos segmentos econômicos e sociais da cidade”. Os premiados foram indicados por uma ampla consulta de opinião pública, que envolveu mais de 1.000 entrevistas. Durante o evento, o presidente Wander Luis cumprimentou a federada em nome das cerca de 400 Associações Comerciais que integram o Sistema Federaminas e destacou a importância de se distinguir os membros da comunidade que contribuem para o seu desenvolvimento socioeconômico.


Mineiros participam do Mutirão da Conciliação Três Associações Comerciais que integram o Sistema Federaminas participaram do “Mutirão da Conciliação Empresarial” promovido pela Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), através da sua Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial (CBMAE). Entre as entidades mineiras que aderiram ao mutirão estão as ACEs de Patos de Minas, Uberaba e Pouso Alegre. O mutirão foi realizado no período de 19 a 24 de setembro, nos Postos Avançados de Conciliação Extraprocessual (PACEs) de cada cidade e na Câmara de Arbitragem Mediação e Conciliação no caso de Pouso Alegre. A iniciativa visa atender a empresários envolvidos em conflitos e que buscam uma solução rápida e eficiente dos seus processos. Foram analisados casos referentes à rescisão contratual, inadimplência, entre outros conflitos empresariais. Conforme o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, essa mobilização, que envolveu ACEs de todo o País, reforça o compromisso da entidade empresarial em mostrar à sociedade os benefícios e a importância de conhecer e usar os métodos alternativos de solução de conflitos.

SEMANA NACIONAL

Após o sucesso do Mutirão, a Federaminas e as ACEs já se preparam para a sexta edição da Semana Nacional da Conciliação, programada para o período de 28 de novembro a 2 de dezembro, com a adesão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Serão priorizados os processos em que figurem como parte os maiores litigantes do País, referentes a imóveis financiados pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e a instituições financeiras que são parte em processos com correntistas. A meta do TJMG é melhorar, cada vez mais, os índices de acordo em relação aos obtidos em anos anteriores. Para isso, o Tribunal considera fundamental a adesão das Associações Comerciais, que, além de funcionarem como Postos de Conciliação Extrajudicial, ajudam a mobilizar e conscientizar ainda mais a população sobre a importância de se tentar solucionar conflitos por meio de acordos.

PACE de Uberaba é referência no Brasil Minas Gerais é uma referência para o Brasil em termos de conciliação. Um exemplo é a cidade de Uberaba, onde o Mutirão da Conciliação Empresarial realizado em setembro teve resultados bastante positivos. Conforme o coordenador adjunto da Câmara Brasileira de Arbitragem (CBMAE), Aldo Torres, o Posto Avançado de Conciliação Extrajudicial (PACE) de Uberaba é referência para o País. “Os números são surpreendentes, e mostram um crescimento meteórico que se tornou referência para no nosso projeto a nível nacional”, destacou. O PACE começou a funcionar na sede da Associação Comercial de Uberaba (ACIU) em fevereiro deste ano com sucesso de acordo que gira em torno de 86% dos casos, sem custos para as partes – o reclamante paga apenas a postagem da carta convite. “Com esse esforço concentrado temos conseguido evitar a entrada de novos processos na Justiça. Na conciliação não há vencedores ou perdedores. Dizemos que aqui é o “ganha-ganha”, comemora o diretor financeiro da ACIU, Manoel Rodrigues Neto.

Minas Gerais tem mais um PACE Minas Gerais tem mais um Posto Avançado de Conciliação Extraprocessual (PACE), que foi implantado na Associação Comercial e Industrial de São Gotardo (Acisg), presidida pelo empresário José Lucimar de Araújo. Daniel Freitas Resende, coordenador estadual do projeto de conciliação desenvolvido pela Federaminas, TJMG, CACB/CBMAE e Sebrae, foi recebido no PACE - Acisg pelo presidente da Federada (foto), no dia 6 de outubro, para conhecer as instalações do Posto. Na oportunidade o dirigente da AC de daquela cidade foi convidado para apresentar a trajetória de instalação, o desenvolvimento e os resultados do PACE - Acisg no XIV Congresso das Associações Comerciais de Minas Gerais, em Araxá, no próximo dia 20, para os dirigentes de federadas interessados em também implantar o projeto em suas cidades.

13


ECONOMIA NEGÓCIOS

Arrecadação de impostos passa de R$ 1 bilhão Nos primeiros nove meses de 2011 os brasileiros já pagaram R$ 1 trilhão referentes a impostos. Esse valor foi alcançado no 13 de setembro, 43 dias antes do que o governo demorou, em 2010, para arrecadar esse mesmo montante. Isso quer dizer que a carga tributária brasileira, que já é a maior do mundo, cresceu ainda mais. Só nos seis primeiros meses do ano, o aumento foi de 19,4%. O valor foi registrado também pelo “Impostômetro” está instalado na capital paulista em abril de 2005, com

objetivo de informar aos brasileiros quanto pagam de impostos. A ideia é criar consciência nos brasileiros que, pela falta de transparência do sistema tributário, sabem quase nada sobre o quanto pagam e o pouco que recebem em contrapartida em serviços públicos, além de fiscalizar como os recursos são aplicados. O “Impostômetro” se baseia em dados oficiais sobre o orçamento e a arrecadação da União, que fica com 69,5% do total, dos Estados, que abocanham 26%, e dos municípios, que ficam com 4,5% do bolo total.

Cobrança indevida lidera queixas contra os bancos

Empresas devem declarar investimentos estrangeiros

As cobranças bancárias indevidas, que deveriam ocorrer raramente, de acordo com o ranking mensal do Banco Central, têm sido cada vez mais frequentes. Das reclamações recebidas pela instituição, o primeiro lugar se refere a débito de contas não autorizados pelos clientes, e o segundo a cobrança irregular de tarifas de serviços não contratados pelos usuários. Desde abril, conforme o BC, houve um crescimento de mais de 100% de reclamações nesse sentido. Para usar as cobranças de tarifas a seu favor e evitar cobranças indevidas, é importante verificar periodicamente o extrato e fazer uma análise crítica dos serviços pagos e os que foram utilizados de fato. Essa avaliação pode ser feita semestralmente. Em caso de cobrança indevida, o correntista deve solicitar à instituição o estorno imediato, e não deve hesitar em exigir o estorno, mesmo que o valor seja baixo, pois, além de estar fazendo valer seu direito, estará contribuindo para que a instituição reveja seus processos de trabalho. Caso tenha problemas relacionados a cobranças indevidas, O Banco Central, em seu site, aconselha aos consumidores a procurarem primeiramente a própria instituição que lhe prestou o serviço ou comercializou o produto financeiro.

O Banco Central (BC) iniciou, no dia 3 de outubro, a quarta edição do Censo de Capitais Estrangeiros no País. A pesquisa sobre investimentos estrangeiros na economia brasileira é feita a cada cinco anos, desde 1995. As declarações devem ser entregues até o dia 1º de novembro de 2011, pelo site do BC. Conforme o Banco Central, estão obrigadas a prestar as informações todas as pessoas jurídicas no Brasil que tinham, em 31 de dezembro de 2010, investimentos estrangeiros diretos em qualquer montante ou dívida externa igual ou superior a US$ 1 milhão. Não precisam fazer a declaração as pessoas físicas e as pessoas jurídicas devedoras de repasses de créditos externos.

Superávit comercial sobe 81% até setembro O superávit comercial (exportações maiores que importações) do Brasil, de janeiro a setembro deste ano, chegou a US$ 23,034 bilhões. Com isso, o crescimento foi de 81,4% em relação ao mesmo período de 2010 (US$ 12,695 bilhões), conforme informações divulgadas pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

14

No acumulado até setembro, com 189 dias úteis, as exportações chegaram a US$ 190 bilhões (média diária de US$ 1,005 bilhão) e as importações ficaram em US$ 166,966 bilhões (média de US$ 883,4 bilhão). Pelo critério da média por dia útil, o superávit comercial ficou em US$ 121,9 milhões, crescimento de 80,5% em relação ao ano passado (US$ 67,5 milhões).


ECONOMIA NEGÓCIOS

Burocracia tributária toma R$ 20 bilhões de empresas A cada hora, cinco novas regras tributárias chegam à contabilidade das empresas brasileiras. Para colocálas em prática, um batalhão de profissionais é acionado, softwares são alterados e planilhas refeitas. No fim do dia, a maratona para ficar em ordem com o Fisco já corroeu 1,16% do faturamento da empresa no período. Em um ano, a conta fica salgada. Levantamento da Federação das Indústrias de São Paulo (FIESP) mostra que as empresas gastam R$ 19,7 bilhões só com a burocracia do sistema tributário. Esse custo equivale ao que a indústria de transformação desembolsa por ano com a folha de pagamento, e supera em 58% o investimento em pesquisa e desenvolvimento. Intitulado “Carga Extra da Indústria Brasileira”, o

trabalho mostra o quão pesado é o gasto da indústria para preparar o pagamento de um tributo e honrar outros compromissos. Custa caro manter o complexo sistema tributário brasileiro. Não bastasse a elevada carga de impostos e contribuições, que na indústria chega a 40,3% dos preços dos produtos, as companhias também têm de arcar com essa despesa adicional. Até chegar ao consumidor final, considerando a cumulatividade da cadeia produtiva, os gastos com o sistema podem chegar a 2,6% do preço dos produtos industriais. O maior custo das empresas é com pessoal. De acordo com o estudo, são dez funcionários para realizar cada atividade, como folha de pagamento, escrituração fiscal e contabilidade.

Juros do microcrédito caem para 8% ao ano Mais uma boa notícia para os pequenos empresários e profissionais autônomos. Os juros sobre empréstimos vai baixar de 60% para 8% ao ano. O anúncio foi feito durante o lançamento do Programa Nacional de Microcrédito (Crescer), criado pelo governo federal para aumentar o acesso de empreendedores informais e microempresários às linhas de crédito. O valor de cada operação de crédito, destinado a capital de giro ou investimento, pode chegar a R$ 15 mil. Uma das vantagens anunciadas é que os empreendedores não vão precisar oferecer garantias para obter empréstimos e vão pagar apenas 1% de taxa de abertura de crédito, no lugar dos 3% exigidos atualmente. Os bancos privados que aderirem ao programa terão subsídios do governo para oferecer linhas de créditos diferenciadas. A previsão é que mais de 3,4 milhões de clientes sejam beneficiados com o programa até o fim de 2013. O Crescer é mais um incentivo criado para os empreendedores individuais nos últimos meses. Anteriormente, o governo já havia reduzido o valor do recolhimento do INSS de 11% para 5%. Ainda está em processo de aprovação no Congresso Nacional o aumento do teto de faturamento dos pequenos empresários de R$ 36 mil para R$ 60 mil.

Senado aprova alterações no Supersimples A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou o projeto de lei complementar 77/11, que reajusta em 50% as tabelas de enquadramento das micro e pequenas empresas no Simples Nacional (Supersimples), o regime diferenciado que possibilita o pagamento de diversos tributos por meio de alíquota única. A medida eleva o teto de faturamento das micro e pequenas empresas que participam do programa de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões. Já o valor mínimo de faturamento passa de R$ 120 mil para R$ 180 mil. O projeto também amplia o faturamento máximo anual dos empreendedores individuais de R$ 36 mil para R$ 60 mil. O projeto segue para o plenário do Senado e, se aprovado, passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2012.

15


Os bancos e a obrigação de indenizar A Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que instituições financeiras devem responder de forma objetiva – ou seja, independentemente de culpa – no caso de fraudes cometidas por terceiros, indenizando as vítimas prejudicadas por fatos como abertura de contas ou obtenção de empréstimos mediante o uso de identificação falsa. A decisão foi dada em dois processos semelhantes envolvendo o Banco do Brasil e segue a sistemática dos recursos repetitivos. O procedimento dos recursos repetitivos está previsto no artigo 543-C do Código de Processo Civil e determina que as decisões tomadas nesse regime orientem a solução de processos que abordam a mesma questão jurídica. No primeiro caso, o estelionatário usou a certidão de nascimento de outra pessoa para tirar carteira de identidade em nome dela. Com esse documento – materialmente autêntico, mas ideologicamente falso –, o estelionatário abriu conta bancária e emitiu vários cheques sem fundos. O nome da vítima foi negativado em serviços de proteção ao crédito, o que a levou a pedir indenização por danos morais. A Justiça determinou a retirada do seu nome dos serviços de proteção e a declaração de inexistência da dívida, mas a indenização foi negada, pois se entendeu que o alto nível da fraude impossibilitava o banco de impedi-la. No segundo caso, a conta foi aberta pelo falsário com os documentos originais de outra pessoa. A Justiça considerou que a assinatura da vítima e a falsificada eram semelhantes e que o banco teria agido de boa-fé. Em ambos os casos, as vítimas recorreram ao STJ. O relator dos processos, ministro Luis Felipe Salomão, entendeu ser cabível a indenização para as duas vítimas, em vista do que prevê o artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor (CDC): “O fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e riscos.”

Riscos inerentes

Essa responsabilidade só é afastada em caso de culpa exclusiva do consumidor ou de terceiros, mas, segundo o ministro, a culpa de terceiros neste caso é aquela que não tem relação de causalidade com

16

a atividade do fornecedor. O magistrado apontou que as fraudes bancárias fazem parte dos riscos inerentes e previsíveis dos negócios das instituições financeiras. “No caso de correntista de instituição bancária que é lesado por fraudes praticadas por terceiros – hipótese, por exemplo, de cheque falsificado, cartão de crédito clonado, violação do sistema de dados do banco –, a responsabilidade do fornecedor decorre de uma violação a um dever contratualmente assumido, de gerir com segurança as movimentações bancárias de seus clientes”, disse o ministro. Segundo ele, nos casos em julgamento, o serviço bancário se mostrou “evidentemente defeituoso”, porque “foi aberta conta em nome de quem verdadeiramente não requereu o serviço e, em razão disso, teve o nome negativado. Tal fato do serviço não se altera a depender da sofisticação da fraude, se utilizados documentos falsificados ou verdadeiros, uma vez que o vício e o dano se fazem presentes em qualquer hipótese”. Embora as vítimas não tivessem vínculo contratual com o Banco do Brasil, o relator disse que isso não afasta a obrigação de indenizar. “Não há propriamente uma relação contratual estabelecida, não obstante, a responsabilidade da instituição financeira continua a ser objetiva”, comentou. Segundo ele, aplica-se nessas situações o artigo 17 do CDC, que equipara ao consumidor todas as vítimas do evento. Para o ministro Salomão, argumentos como a sofisticação das fraudes ou a suposta boa-fé não afastam a responsabilidade dos bancos em relação a esses terceiros. Seguindo o voto do relator, a Segunda Seção determinou que as vítimas recebam indenizações por danos morais de R$ 15 mil cada uma, com correção monetária e juros. No caso da vítima que havia perdido nas instâncias inferiores, a dívida foi declarada extinta e determinou-se a imediata exclusão de seu nome dos cadastros de inadimplentes. ••••••••••••••••••••••• A matéria acima refere-se ao REsp 1199782 e ao REsp 1197929. Fonte: Notícias do STJ, de 29/08/2011. Informações adicionais Assessoria Jurídica - (31) 3048-9547 e-mail: juridico@federaminas.com.br Rizza Virgínia Silvério Porto de Sant’Ana


Padronização de ACEs ganha força em Minas A campanha nacional pela mudança de nomenclatura das atuais Associações Comerciais para Associações Comerciais e Empresariais (ACEs) continua recebendo adesões em Minas Gerais. A campanha, lançada pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), com o apoio da Federaminas, tem o objetivo de padronizar os nomes e logomarcas das entidades que representam a classe empresarial. De acordo com o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, a padronização da marca ACE entre as federadas mineiras contribui para fortalecer a imagem das entidades e facilitar a sua identificação. “Essa mudança fortalece o associativismo, através da união das entidades, e promove uma imagem sólida do Sistema Federaminas, agregando valor e reforçando a representatividade das Associações Comerciais em todo País”, destacou Wander Luis. O dirigente estadual explicou

que a nova marca ACE foi feita pensando nos valores físicos e emocionais das entidades que integram o Sistema CACB, como acolhimento aos empresários de diversos segmentos, o associativismo, a ética e a transparência na gestão.

IDENTIDADE

Uma das federadas que se tornou ACE recentemente é a de São Roque de Minas, que aprovou a nova denominação em agosto. A expectativa do presidente da entidade, Antônio Gualberto de Faria, é que essa mudança ajude a dinamizar o trabalho de assistência aos trabalhos e reforce a sua representatividade em níveis estadual e nacional. A mesma expectativa tem o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Resplendor, Christian Borba Polito, que defende a nova marca como uma “identidade nacional” para o movimento associativista. Mais representatividade para a classe é o que espera o em-

Mudar para evoluir

presário Dinaldo Antônio da Silva, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Campo Belo, que desde setembro vem adotando a nova marca. Outra entidade que desde o mês de agosto aderiu à denominação Associação Comercial e Empresarial é a de Turmalina, que também modificou a sua logomarca, conforme o presidente Roberto Xavier Jardim. Empolgado com a mudança, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itaúna, João César Santos Vieira, acredita que a mudança de identidade visual só traz benefícios para as entidades do Sistema Federaminas. Com a nova marca, sem fronteiras, potencializaremos todos esses benefícios e traremos mais oportunidades para toda a classe empresarial”, destacou. AC Itaúna

Marca nacional aumenta força e representatividade, diz presidente da ACE Itaúna “Chega um momento em que temos de mudar, evoluir.” Com essas palavras, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itaúna, João César Santos Vieira, justificou a mudança de denominação da entidade, que antes utilizava a nomenclatura ASCINDI e, agora, é ACE Itaúna. “A ACE, como marca nacional, terá muito mais força e representatividade, agregando valor, reforçando a imagem e, principalmente, fazendo a marca permanecer na lembrança das pessoas, através de realizações em prol do crescimento e desenvolvimento da nossa região”, afirmou. A adoção da marca ACE, que está sendo padronizada em todo o País, também vai trazer benefícios para os empresários de Itaúna, conforme João César. “Vamos desenvolver ações que tragam grandes transformações para Itaúna, à fim de valorizar o que existe de melhor no nosso município e, principalmente, promovendo a classe empresarial da cidade, através dessa mudança de grande importância para o associativismo local”, vislumbra o

A diretoria da ACE Itaúna aprovou a mudança da marca e da nomenclatura

dirigente empresarial. “A partir do momento em que a marca se torna nacional, a identidade se fortalece ainda mais e, com ela, o movimento associativo se desenvolve e ganha mais representatividade frente aos poderes públicos em todo o País. Além disso, faz com que as entidades estejam mais próximas e trabalhando em conjunto para a promoção da classe empresarial e da sociedade”, conclui o presidente da ACE Itaúna, que aposta que, com essa mudança, além dos valores que a entidade preza ao longo de sua história de quase meio século, “novas oportunidades se abrirão com a nova marca”.

17


Wander Luis visita federadas Raul Soares – O presidente da Federaminas,

Wander Luis Silva, participou de uma reunião na Associação Comercial de Raul Soares, presidida pelo empresário Nery Conde, no dia 6 de setembro. O evento teve palestra do professor Pachecão, que integra o elenco do programa “Escola de Talentos” da Federaminas. Timóteo – A Associação Comercial de Timóteo (Aciati), presidida pelo empresário Hiler Félix, promoveu no dia 17 de setembro a 15ª edição do tradicional “Grande Baile Aciati”. Além do presidente da Federaminas, o evento reuniu dirigentes de várias entidades empresariais do Vale do Aço e empresários de destaque do município. Itajubá – Acompanhado da superintendente da Federaminas, Thelma Evelange Láuar, Wander Luis também participou, no dia 8 de setembro, da 11ª Frici – Feira Regional Industrial, Comercial e de Turismo de Itajubá (foto). O evento foi encerrado no dia 11, com pleno sucesso, conforme avaliação do empresário Heleno de Oliveira e Silva, presidente da Associação Comercial de Itajubá, organizadora da Feira. Uberlândia– A Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub), presidida pelo empresário Rogério Nery, e o seu Conselho da Mulher Empresária (CME) promoveram, no final de agosto, 2º Almoço Empresarial. Aproximadamente 110 empresários do empresários do município e do Triângulo Mineiro participaram do evento, cujo objetivo foi fortalecer a relação entre empresários de diversos segmentos, divulgar as ações da entidade e gerar novas perspectivas de negócios.

E MAIS:

Como parte de uma série de visitas a Associações Comerciais do Norte de Minas, o presidente da Federaminas, Wander Luis, esteve nas cidades de Itaobim, Minas Novas e Taiobeiras nos dias 3 e 4 outubro. Wander Luis ainda participou da abertura da III Prosseg – Feira de Produção, Negócios e Potencialidades da Serra Geral, em 4 de outubro. O evento é promovido pela federada presidida pelo empresário Geraldo Miguel Soares, e ocorre de 3 a 9 deste mês com o objetivo de integrar produtores e consumidores de 16 municípios da região. São cerca de 90 estandes expondo os setores de agronegócio, comércio e serviços.

Federaminas presente também nas redes sociais

Além de uma revista bimestral e de um portal na internet com as principais informações sobre a entidade e assuntos de interesse da classe empresarial, a Federaminas também está presente nas redes sociais, criando novos canais de comunicação com seus associados. O twitter e o facebook são mais dois canais que a Federaminas utiliza para comunicar-se com as Associações Comerciais e o empresariado de modo geral, com informação atualizada. As notícias e informações da entidade podem ser acompanhadas nessas redes sociais através dos links respectivos no site www.federaminas.com.br

18

AC Itajubá

Federaminas participa do lançamento de nova ACE A Federaminas mantém firme a sua política de integração das aproximadamente 400 Associações Comerciais que integram o sistema. Para isso, são constantes as visitas e encontros com dirigentes das entidades do interior, num trabalho de divulgação dos programas e ações da entidade estadual e de apoio às federadas e aos empresários. No final de agosto, por exemplo, a superintendente da Federaminas, Thelma Avelange Láuar, e o supervisor do Setor de Negócios, Washington Oliveira, estiveram em Sapucaí Mirim, para formalização da criação de mais uma Associação Comercial e Empresarial. Na oportunidade, também fizeram uma palestra, sobre o tema “Desenvolvimento e associativismo”. No mesmo mês, os assessores da Federaminas estiveram nas Associações Comerciais de Brasópolis, Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre, Alfenas, Guaxupé e Arceburgo. As viagens continuam até o fim do ano, com encontros já agendados em dezenas de outras cidades do interior mineiro.


BdmG Geraminas. parceiro ideal para a sua empresa crescer.

Em Minas Gerais, empresas de todos os tamanhos encontram no BDMG soluções especiais de financiamento. O BDMG Geraminas é a melhor opção para micro e pequenas empresas optantes pelo Simples Nacional. Podem ser financiados capital de giro e investimentos fixos até R$ 360 mil. O BDMG Geraminas é destinado a empresas com, no mínimo, seis meses de operação. Se esse é o seu caso, passe a contar com um parceiro para ampliar os seus negócios. Juros: 12% ao ano | Carência: até 6 meses | Prazo total: até 3 anos BDMG. O Banco parceiro do cliente empreendedor.

www.bdmg.mg.gov.br

19


Notícias das Federadas Federada de Itabira inaugura nova sede Uma concorrida solenidade marcou, no dia 13 de setembro, a inauguração da nova sede da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita). O evento, que teve a presença do presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, e do coordenador do Setor de Negócios, Ricardo Lacerda,

contou também com homenagens a empresários e autoridades que contribuíram para a construção do prédio. Durante a solenidade, quando foi o primeiro a discursar, Wander Luis valorizou a importância da Acita no desenvolvimento econômico de Itabira e elogiou a “ousadia” do presidente da entidade, José AC Itabira Antônio Reis Lopes, de construir uma nova sede, “que oferece todas as condições para a ampliação dos serviços prestados ao empresariado itabirano”. Por sua vez, o prefeito João Izael disse que história da Acita “é fantástica e se confunde com a de Itabira”. “Se hoje a cidade tem Wander Luis parabenizou a ousadia de uma economia ativa e pujanJosé Antônio

Café Empresarial empossa novo vice-presidente da Federaminas O ex-prefeito e ex-presidente da Associação Comercial de Caratinga, Ernane Campos Porto assumiu oficialmente, no dia 27 de setembro, como novo vice-presidente da Federaminas. Ele foi empossado em concorrido “Café Empresarial” realizado na sede da ACIC, com a participação de aproximadamente 200 dirigentes de empresas da região. Ao empossar seu novo companheiro de diretoria, o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, destacou a folha de serviços prestados por Ernane Porto no movimento associativo e na administração pública. Por sua vez, o ex-presidente e ex-prefeito de Caratinga se disse honrado por integrar a diretoria da Federaminas, cuja gestão sempre acompanhou de perto e considerou um modelo para outras entidades de classe. O “Café Empresarial” da ACIC teve ainda uma apresentação do programa de certificação digital da Federaminas, com o responsável pelo setor, Júlio Carlos de Oliveira. Ele destacou a confiança e a segurança do sistema adotado pela Federaminas e disponibilizado às federadas. “A internet é hoje uma ferramenta que aproxima e agiliza os processos empresariais, e a certificação digital é mais que uma necessidade, também uma oportunidade de negócios para as Associações”, destacou Júlio Carlos.

COMENDAS

Durante a reunião, o presidente da ACIC, Geraldo Campos, entregou um cheque ao presidente do Corpo de Bombeiros Voluntários de Caratinga, João Batista Bárbara, como reconhecimento e contribuição dos empresários à manutenção da corporação. Outro momento de destaque do “Café Empresarial” foi a entrega de comendas em homenagem a vários empresários locais.

20

te, deve muito à Associação Comercial”, constatou. O momento atual vivido pela cidade também foi tema do discurso do presidente da Acita. “A nossa cidade vive um cenário privilegiado, com um horizonte de mais prosperidade para os próximos anos. E, com a construção da nossa nova sede, a entidade reafirma seu compromisso de ajudar no desenvolvimento local”, afirmou José Antônio Lopes.

Feira Regional tem aprovação unânime A 11ª edição da FRICI – Feira Regional, Industrial, Comercial e de Turismo de Itajubá, realizada de 8 a 11 de setembro, foi um sucesso de público e teve a aprovação unânime dos expositores. O resultado foi comemorado pela Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Itajubá (ACIEI), promotora do evento, que atraiu mais de 30 mil visitantes, superando o público da edição anterior. O presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, e superintendente da entidade, Thelma Evelange Láuar, participaram do evento e conferiram o seu sucesso. Ele destacou que iniciativas como essa valorizam o comércio e a produção locais, além de gerar empregos e movimentar a economia local. A Frici 2011 também ganhou um selo personalizado, emitido pelos Correios para homenagear datas e acontecimentos representativos das cidades, empresas e outras instituições de relevância na vida nacional. No final da solenidade, a ACIEI homenageou, com certificados, as comissões organizadoras da Frici em todas as suas 11 edições.


Notícias das Federadas Associação de Nova Lima completa 80 anos e empossa novo presidente O Teatro Manoel Franzen de Lima foi palco de dupla comemoração no dia 25 de setembro: a apresentação da nova diretoria da Associação Comercial de Nova Lima (ACINI) para a gestão 2011-2014, que tem à frente o empresário Sanderson Ragonezi, e a comemoração dos 80 anos de fundação da entidade. A Federaminas foi representada no evento pela superintendente Thelma Láuar. Empresário dos setores de informática e radiofônico, Sanderson Ragonezi vai comandar a Associação Comercial de Nova Lima pelos próximos três anos, depois de ocupar vários cargos na diretoria da entidade. “A ordem é continuar trabalhando pelo crescimento do comércio, indústria e serviços para a população de Nova Lima”, afirmou o novo presidente. Planos para o mandato não faltam, conforme Ragonezi. “Nosso trabalho será apoiar os empresários e criar uma situação favorável para o comércio local e aumentar a geração de emprego e renda em Nova Lima”, resumiu. Ele pretende implantar novos projetos, que vão desde a reforma do prédio da entidade até ampliação da assistência aos empresários, em todas as áreas.

Federada de Aimorés alcança pleno sucesso no Café Empresarial Em 23 de outubro a Associação Comercial de Aimorés (Aciasa) realizou mais um Café Empresarial, evento organizado todas as sextas-feiras, que teve participação maciça e contou com a presença do prefeito Municipal de Aimorés, Sr. Marcelo Marques. Na ocasião, o prefeito explanou sobre diversos assuntos de interesse da classe empresarial e da comunidade local e, com isso, a federada de Aimorés, mostrou a parceria e o bom relacionamento com a prefeitura, colocando-se à disposição da comunidade e dos interesses da classe empresarial, reafirmando seu papel. Estiveram presentes no Café Empresarial, diretores da Aciasa, empresários e a imprensa local.

115 anos da ACE de Juiz de Fora O presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, foi um dos convidados da solenidade de comemoração dos 115 anos de fundação da Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora, a primeira de Minas Gerais e que, atualmente, é presidida pelo empresário Aloísio Vasconcelos. A data foi comemorada em grande estilo, com uma solenidade no dia 15 de setembro com a participação de mais de 800 convidados, entre autoridades políticas, militares e empresariais. A solenidade organizada pela ACE de Juiz de Fora marcou também a instalação da Câmara da Mulher Empreendedora e do Conselho de Jovens Empreendedores, além de homenagens a empresas e entidades centenárias da cidade, uma homenagem póstuma ao ex-presidente da República Itamar Franco, presidente de honra da entidade. Pela Federaminas, também participou da solenidade a presidente da Câmara Estadual da Mulher Empreendedora (Ceme), Marinez Gotelip Borja de Oliveira.

Exposição em Arceburgo

Festa em Vargem Alegre

A Associação Comercial e Empresarial de Arceburgo, presidida pela empresária Marilda Batista Alves Zanola, promoveu, 9 a 11 de setembro, a III Expoburgo. A mostra reuniu produtos e serviços dos principais estabelecimentos empresariais do município.

A Associação Comercial e Empresarial de Vargem Alegre, presidida pelo empresário Edsel Dias de Oliveira, movimentou o município e a região com a “Fest Country”, realizada de 2 a 4 de setembro. Shows artísticos, cavalgada e rodeios animaram a programação, que atraiu visitantes de várias cidades.

21


Notícias das Federadas Feniub atrai empresas de vários estados e países Empresas de diversas cidades e Estados, e até do exterior, participaram, na primeira semana de outubro, da edição de 2011 da Feniub Logística, promovida pela Associação Comercial de Uberlândia (ACIUB) que recebeu uma média de 3 mil visitantes em cada um dos quatro dias do evento no Castelli Máster. Foi a 42ª edição da tradicional feira de logística, uma das mais antigas do País. De acordo com o presidente da ACIU, Rogério Nery de Siqueira Silva, a Feniub Logística 2011 teve um volume de negócios 30% maior em relação à edição do ano passado. A exposição deste ano teve muitas novidades, a começar pelo lançamento da Movimenta – Feira Internacional de Logística, prevista para acontecer bienalmente, a partir de 2012, e a Arena Empresarial, um espaço planejado para empresas ofertarem seus produtos e serviços para clientes e convidados.

NEGÓCIOS

Rogério Nery destacou ainda que o evento promovido pela ACIUB gerou um grande volume de transações comerciais. “A Feniub Logística consolidou-se como um centro de geração de negócios, importante, principalmente, para o setor de transporte, cujos desafios devem ser encarados como oportunidades de negócios”, comemora o dirigente da ACE de Uberlândia. “O custo da logística no Brasil é um dos mais altos do mundo, algo em torno de 20,5% do PIB nacional, enquanto que nos Estados Unidos é de 10% do PIB norte-americano. Isso é ruim? Não, é excepcional para os jovens profissionais de logística, pois significam oportunidades de trabalho. Se tudo estivesse feito, não haveria nada mais para fazer. As oportunidades e os desafios estão aí”, afirmou o presidente da Associação Comercial de Uberlândia.

7º Festlingerie supera expectativas em Juruaia Fabricantes, produtores, lojistas e consumidores de várias cidades e Estados estiveram em Juruaia, no início de setembro, para conhecer as novidades da moda íntima apresentadas durante o 7º Festlingerie. Conforme balanço da Associação Comercial de Juruaia (Aciju), promotora do evento, milhares de pessoas foram à cidade, no período de 5 a 10 de setembro, para conhecer os lançamentos da coleção primavera-verão 2011-2012. De acordo com o presidente da Associação Comercial de Juruaia, João Carlos Iório, a Festlingerie 2011 foi “sucesso total” e superou todas as expectativas das confecções de moda íntima da cidade. “As empresas se esmeraram para apresentar peças para todos os tipos e gostos, mas sempre preocupadas com a qualidade”, destacou Iório, que também é proprietário da marca Lindelucy Lingerie.

VENDAS

A cidade teve um grande movi-

22

mento durante a Feira de Lingerie, conforme o presidente da Aciju. “O interessante é que, dessa vez, muitas pessoas vieram pela primeira vez e se surpreenderam com o número de confecções em uma cidade pequena. Isso significa que o Festlingerie foi muito positiva em termos de visitas e em vendas”, completou João Carlos Iório. O 7º Festlingerie recebeu, em sua maioria, pessoas de Minas Gerais e São Paulo, mas atraiu também compradores do Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro e Rondônia. Além de apresentar as novas coleções, Iório destacou que o evento também serviu para aproximar mais os empresários e consultores das confecções, já que Juruaia cresce a um ritmo veloz. “A cada ano, algumas dezenas de novas confecções são montadas na cidade e, com isso, novidades não faltam no mercado de moda íntima”, concluiu o presidente da Aciju.

Expociapi é sucesso na 14ª edição Foi um grande sucesso a 14ª Expociapi – Exposição Comercial, Industrial e Agropecuária de Pirapora, evento tradicional promovido de 15 a 17 de setembro pela Associação Comercial de Pirapora, que tem na presidência a empresária Flavia Tatiana Ribeiro de Oliveira. A Federaminas esteve representada no evento pelo assessor Júlio Carlos. Foram três dias de uma extensa programação, que contou com diversas palestras, além de dezenas de estandes de empresas, concurso “Garota Expociapi”, agenda empresarial do Sebrae, workshop e apresentações artísticas. Paralelamente à exposição, foi realizado também o 1º Encontro dos Farmacêuticos do Alto Médio São Francisco.


O TEMA DESTE CONGRESSO NÃO VAI DESPERTAR APENAS NOVAS OPORTUNIDADES. VAI DESPERTAR VOCÊ TAMBÉM.

TAUÁ - GRANDE HOTEL E TERMAS DE ARAXÁ

23


24 Quem tem conhecimento vai pra frente. | 0800 570 0800 | sebraemg.com.br br

052011 Federamnas SETEMBRO OUTUBRO 2011