Page 1

FESTI DANÇA


FESTI DANÇA


A ESCOLA É O MEIO

S

obreviver 30 anos no cenário da dança brasileira sendo referência de qualidade e profissionalismo é resultado para poucos festivais de dança no Brasil. Nesta edição comemorativa, o Festidança se debruça àqueles que o ajudaram a chegar neste patamar: a Escola. E com ela, seus alunos, professores e diretores. Não existem bailarinos sem escola, professores sem alunos. São eles que depois viram bailarinos profissionais, fomentam seus grupos, companhias, criam as suas (outras) escolas. Caminham do amador ao profissional, vivem e comungam de uma mesma paixão. Sob esse olhar nasceu uma proposta pedagógica e educativa para comemorarmos essa edição sob a temática: A ESCOLA É O MEIO. Ao longo de dez dias, gratuitamente, inúmeros espetáculos convidados habitam os mais diversos espaços da cidade, apresentando uma dança que abraça todas as linguagens. Palestras falam de gestão, empreendedorismo, mitos e verdades da nossa dança. Lançamentos de livros validam ainda mais esta arte. Oficinas dos mais diversos professores e segmentos pensam da metodologia à prática. Mostras de danças paralelas, contemporânea e infantis nos fazem olhar para a dança

de ontem, hoje e amanhã. E todas as noites competitivas ganham a abertura de grupo convidado da sua linguagem para que a dança profissional esteja lado a lado com a amadora e que os estudantes e o público presentes vejam a multiplicidade de caminhos que ainda se pode trilhar. O Festidança é um evento o qual eu já estive em todas as pontas: como presidente do júri, professora, palestrante, jurada de seleção e agora curadora. É sempre um prazer, um encontro, um sopro de arte vivenciá-lo. O mesmo que todos vocês irão sentir nesta celebração que começa com a apresentação do Balé do Teatro Guaíra e que se encerra com a da São Paulo Companhia de Dança. Nesse “meio”, a escola habita todas as suas potências e possibilidades. Do clássico ao contemporâneo, do jazz às danças populares, do sapateado à dança de salão, das batalhas aos repertórios. Que todos vivam esses momentos e comemorem esses 30 anos de Festidança.

MARCELA BENVEGNU

Curadora da 30ª edição do Festidança


13.06 quinta ABERTURA 20H | TEATRO MUNICIPAL

CARMEN

BALÉ TEATRO GUAÍRA Carmen é uma das tragédias mais conhecidas da história da arte. A trama é tecida por Carmen, uma cigana sedutora, o toureiro Escamillo, o cabo da polícia Don José e sua noiva Micaela. A obra nos aproxima da realidade quando escancara o feminicídio, tão conhecido da nossa sociedade atual. Um trabalho que se articula a partir da dramaturgia da ópera e da trilha composta por Rodion Shchedrin e Georges Bizet. Carmen é uma obra criada para o Balé Teatro Guaíra em 2016, com concepção e coreografia de Luiz Fernando Bongiovanni. Concepção, Coreografia e Direção: Luiz Fernando Bongiovanni Co-Direção: Edson Bueno Música: Georges Bizet/ Rodion Shchedrin / Ärvo Pärt Iluminação: Beto Bruel Figurino: Paulo Vinícios Cenário: Gelson Amaral Ensaiadores: Soraya Felício e Airton Rodrigues Assistente de ensaios: Regina Kotaka Operador de luz: Valdevino Guerreiro Operador de som: Daniel Merniski dos Santos Chefe de Palco: Douglas Rangel Consultoria de Dança Flamenca: Carmen Romero

Elenco: Carmen: Karin Chaves Don Jose: Carlos Matos Micaela: Gloria Candemil Toureiro: Vitor Rosa Betina D’Agnoluzzo, Carlos Matos, Clarissa Cappellari, Claudia Sibille, Glória Candemil, João Bicalho, Juliana Rodrigues, Karin Chaves, Leandro Vieira, Leonardo Lino, Luana Nery, Luana Teodoro, Luciana Voloxki, Murilo Machado, Nelson Mello, Paula Sousa, Reinaldo Pereira, Rene Sato, Ricardo Alves, Rodrigo Castelo Branco, Rodrigo Leopolldo e Vitor Rosa.


13.06 A 13.07 | EXPOSIÇÃO

FESTIDANÇA | 30 ANOS

CURADORIA: ROBSON JACQUÉ E DANILO FERRARA O olhar curatorial da exposição mergulha na história da dança em São José dos Campos, desde a primeira edição do Festidança, de que participei como integrante do grupo Contempo, até a 30ª edição. O festival nasce em 1988 seguindo as diretrizes da Comissão Municipal Setorial De Dança/FCCR que é abraçada por coletivos representantes da área. Assim, a exposição registra a memória de 30 anos de vida artística, onde as lembranças e emoções externalizam todo esse universo criativo e dançante que vivemos ao longo desses anos na cidade. Shopping Centro De segunda a sexta, das 9h às 18h Centro Cultural Clemente Gomes De segunda a sexta, das 8h às 21h

19H | CENTRO DA JUVENTUDE

QUINTA DA JUVENTUDE Cypher com a participação de Bruninho Síndrome Crew, Tito, Buia, Cray-z, Igor, Alle Bruno e Biel.


14.06 sexta CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES 15H | OFICINA

TÉCNICAS DE DANÇA CLÁSSICA

ANGELA NOLF

Danilo Ferrara

Técnica de Dança Clássica aplicada como instrumento de trabalho para o bailarino contemporâneo, visando colaborar para a construção de um corpo versátil, capaz de transitar pelas várias linhas de expressão corporal. A partir de 15 anos - 30 vagas.

16H30 | OFICINA

TÉCNICAS DE DANÇA CONTEMPORÂNEA CASSI ABRANCHES

Nessa oficina de dança contemporânea, Cassi Abranches, que foi bailarina do Grupo Corpo por diversos anos, divide com os participantes parte do seu repertório gestual e trechos de criações. A partir de 15 anos - 30 vagas.

MUSEU MUNICIPAL 18H30 | PERFORMANCE

PONTO_A_PONTO CIA ROBSON JACQUÉ

Performance em dança que busca o lugar do corpo no espaço e cria uma correlação ao instante presente de diálogos entre espectadores e performers, ao passo que envolve-se num emaranhado desvelado pelo novelo de lã.

Divulgação

Direção: Robson Jacqué Som instrumental ao vivo: Romulo Scarinni Performers: Luan Fonseca, Gabriel Tolgyesi e Robson Jacqué

CINE SANTANA 14H E 19H | FILME

BILLY ELLIOT 6 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

REINO UNIDO, 2000. DIREÇÃO: STEPHEN DALDRY. 12 ANOS.

A vida de um menino, filho de mineiro, muda quando ele assiste a uma aula de balé. O garoto que tem um talento natural para a dança fica dividido entre sua inesperada paixão e os problemas de sua família, que é contra sua nova atividade.


Grupo DivinaDança

TEATRO MUNICIPAL Divulgação

19H | CONVIDADO ABERTURA

ESTRANHO LUGAR GRUPO DIVINADANÇA

Direção: Andrea Pivatto Coreógrafo: Igor Vieira Assistente de coreografia: Érika Ishimaru (Keka) Elenco: Carolina Verzolla, Fernanda Godoy, Guilherme Moreira, Ícaro Freire, Luisa Biella, Marcio Vitorino, Sofia Biella, Yuri Ruppini Iluminação: Veronica Giordano

MOSTRA COMPETITIVA DANÇA CONTEMPORÂNEA

CONVIDADO ENCERRAMENTO

THE COLE STROLL & SHIM SHAM SHIMMY

JOVENS DE CORAÇÃO TAP DA LONGEVIDADE

CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS (CET) 21H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

RASTRO DE OSSOS GABRIELA DELLIAS

Espetáculo solo que se propõe como um retorno à terra em busca de renascimento, devotando o pulso do coração ao reencontro dos elementais, da ancestralidade e da pureza selvagem. Inspirado no conto “La Loba”, do livro “Mulheres Que Correm Como Lobos”. Concepção e criação: Gabriela Dellias, Orientação corporal e cênica: Robson Jacque. Elenco: Gabriela Dellias (bailarina contemporânea), Denilson de Paula e Ligia Kamada (músicos).

7 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

Dos lugares em que existimos somos parte. Somos pares, mas também somos ímpares. Somos possibilidades. Me ocupo de mim, do outro, de lugares e sonhos. Por vezes vívidos, intensos. Em outras vezes, ilusão. O outro que me é lugar é também espelho. E as partes se somam, se distanciam, subtraem, se diferenciam. Somos pares e sendo assim somos os ímpares que se situam. Em algum lugar, meu e seu, nesse estranho lugar.


15.06 sábado MUSEU MUNICIPAL 15H30 | PALESTRA

TURMA DA DANÇA INÊS BOGÉA

PRAÇA CÔNEGO LIMA 10H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

DANÇAM AS PALAVRAS

NÚCLEO EXPERIMENTAL DE DANÇA TEATRO DE SJCAMPOS O Núcleo realiza a intervenção artística tendo como inspiração-base alguns poemas da obra literária do Poeta Moraes. Eles criam maneiras de ‘traduzir’ poeticamente em linguagem do corpo e da cena a diversidade estética e de conteúdo dos poemas. Concepção e direção: Marie Bueno e co-criação do Coletivo de Intérpretes criadores

A palestra irá abordar os diferentes profissionais envolvidos na criação e nos ensaios de um espetáculo de dança, a partir do livro Outros Contos do Balé, que Inês relança nesta palestra. Além da conversa sobre as profissões, serão exibidos trechos de uma grande produção de dança, com comentários sobre os elementos da cena e a interpretação dos bailarinos.

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES 15H | OFICINA

TÉCNICAS DE DANÇA DE SALÃO JIMMY E ANTONIA

Performance em dança que busca o lugar do corpo no lugar do espaço e cria uma correlação ao instante presente de diálogos entre espectadores e performers, ao passo que envolve-se num emaranhado desvelado pelo novelo de lã.

15H | OFICINA

8 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

10H | INTERVENÇÃO

MOVIMENTO D’UM CORPO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS VINÍCIUS BARROS

TÉCNICAS DE HOUSE DANCE MARCEL XAVIER

Oficina com foco na dança house, voltada a descoberta de novas possibilidades dentro do estilo, por meio da ampliação do repertório, exercícios e ferramentas norteadoras.


Discípulos do Ritmo

TEATRO MUNICIPAL 19H | CONVIDADO ABERTURA

LEMNISCATA

DISCÍPULOS DO RITMO

Direção e concepção: Franco Andre Pereira “Frank Ejara” Interpretes criadores: Andre Luiz Martins “BBoy Andrezinho”, Edi Carlos “BBoy Soneka”, Alex Oliveira de Sousa “BBoy Casper”, Israel Ramos da Silva “BBoy Ramon”, Jonathan Hudson Lopes “BBoy Sorriso” Concepção Musical: Davide Nelson de Merra “Nelson D.” Criação de Luz: Alessandra Domingues Operador de Luz: Mauricio Shirakawa Adereços: Julio Dojcsar - casadalapa Figurino: Claudia Schapira

MOSTRA COMPETITIVA

DANÇA DE SALÃO E DANÇAS URBANAS

Claudia Oliveira

A Cia. Discípulos do Ritmo traz para o universo cênico uma pesquisa sobre o infinito e suas relações com o movimento e música. O que se repete ou o que muda constantemente? Infinito, o que nunca para de se mover, o que não para de evoluir e o que não para de se repetir. Um dia que inicia, acaba e dá origem a outro novo dia, definido pelo tempo, espaço, ritmo e movimento.

CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS (CET) 21H

A NOTÍCIA

CALEIDOS CIA DE DANÇA CONVIDADO ENCERRAMENTO NO LIMITS ASIN

Essa coreografia conta a história de duas épocas distintas, mas ao mesmo tempo muito parecidas na história da música e da dança, mostrando um pouco do clássico das músicas com movimentações atuais. Coreógrafo: Washington Ferreira

Com solo do intérprete criador Nigel Anderson, o noticiário de violência contra homossexuais no Brasil e no mundo se desdobra numa rede de denúncias, afetos e ações no corpo múltiplo do ator dançarino, revelando e discutindo narrativas pessoais do não-macho na sociedade atual. Concepção: Isabel Marques, Fábio Brazil, Nigel Anderson Direção: Isabel Marques e Fábio Brazil Texto e intérprete criador: Nigel Anderso Trilha sonora: Nigel Anderson Cenário: Fábio Brazil Produção: Mobilis Ltda ME

9 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

OLD SCHOOL NEW LIFE


16.06 domingo CENTRO DA JUVENTUDE 13H

MOSTRA DE DANÇA E MOVIMENTOS URBANOS

DJ’S NIKO E POW, E MC VICENTE BLOOD A batalha de danças urbanas será realizada de forma individual, nos estilos de Locking, Popping, Breaking Dance e Hip Hop Free Style. As inscrições podem ser feitas no dia, das 10h às 13h, basta levar um documento com foto e comprovante de endereço. Durante a batalha estará acontecendo o ‘Encontro de Malabares’, exibição de documentário, vídeoclips de danças urbanas, intervenção espontânea com o grupo Artvidance, Jam Session de BMX e Skate, Pontos de Vista: Bikers pelo Mundo e demonstração de Parkour.

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES

Divulgação

15H | OFICINA

PARQUE VICENTINA ARANHA 10H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

CHULOS

10 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

DUAL CENA CONTEMPORÂNEA Três Reis Magos peregrinam pelo mundo e profetizam o nascimento de um novo rei. O mundo, porém, não acredita mais em profecias e, no meio da indiferença e da desesperança, os três magos testemunham o inusitado: o nascimento de palhaços que celebram e protegem o nascimento do novo. Um novo poderoso porque inocente, porque coletivo, porque expressão de todos os sonhos e utopias. Um novo que renova o mundo.

JAZZ DANCE

ZECA RODRIGUES Nesta aula, Zeca Rodrigues, um dos mais premiados coreógrafos da cena atual com a Cia de Cutabão, entre outras, ministra uma masterclass para que os alunos possam conhecer ainda mais o seu estilo. A partir de 15 anos - 30 vagas.

16H30 | OFICINA

JAZZ DANCE JHEAN ALEX

Também na linha das masterclasses, Jhean Allex traz ao Festidança uma oficina marcada por um jazz com assinatura particular. Diretor artístico da Raça Companhia de Dança, Jhean Alex também é um dos grandes nomes do gênero no Brasil. A partir de 15 anos - 30 vagas.


TEATRO MUNICIPAL 19H | CONVIDADO ABERTURA

JAZZ IN CONCERT GALPÃO 1

Sob direção artística de Erika Novachi, a versão pocket de Jazz in Concert convida o espectador a um passeio por diversas linhas do jazz. Em cena: jazz raiz, tradicional, contemporâneo e lyrical, que poderão ser vistos em diferentes coreografias assinadas por grandes nomes do gênero. Coreografias: Erika Novachi, Pat Taylor, Luana Espíndola e Nathan Trasoras Músicas: Galang (Vijay Lyer Trio), Oblivion (Pablo Ziegler), Anymore (Dean Fields), Don’t Let The Sun Go Down On Me (Elton John), How Can I Go On (Freddie Mercury e Montserrat Caballé) e Nothing Else Matters (Brookling Duo) Elenco: Alexandre Barcellos, Andressa C. Denny, Claudia D. Soga, Cleberson P. dos Santos, Déborah Takeuti, Denis Ramos Soares, Giulia Badini, Iara C. de Moraes, Isadora Bortolato, José Fernando Nogueira, Leandro Peron, Lucas B. de Souza, Marcelo Teigon, Natália P. T. de Melo, Natasha Spinosa, Sabrina Rodrigues e Vanessa I. Denny

CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS 20H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

URROU

CIA MONICA ALVARENGA Espetáculo que pretende dialogar com as fronteiras entre dança, teatro e performance, em um manifesto ritual, poético e político. O espetáculo é inspirado no culto do Boi Ápis do Antigo Egito e no Bumba Meu Boi, fazendo uma conexão do arcaico com o novo, do sagrado ao profano. Cenário, Iluminação, Técnico, Produção, Operador de Luz, Operador De Som e Direção: Ederson Cleiton Produção, Criadora Intérprete, Maquiagem: Mônica Alvarenga

MOSTRA COMPETITIVA JAZZ DANCE E JAZZ MUSICAL CONVIDADO ENCERRAMENTO

DANÇANDO NA CHUVA ASIN

11 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

Cia Mônica Alvarenga

Elisa Monteiro

Com um mix do clássico do cinema ‘Cantando na Chuva’ e da canção ‘Umbrella’, da cantora Rihanna, os dançarinos abordam a inclusão e a mudança do olhar para as potencialidades individuais.


terça

18.06

17.06 segunda

CENTRO DA JUVENTUDE 8H

MOSTRA PARALELA CASA DE CULTURA RANCHO DO TROPEIRO ERNESTO VILLELA 14H | Centro de Arte Pas de Quatre

FLASH MOB INTEGRAÇÃO CULTURAL Intervenção de dança, com Adivan Sales, durante o Treino Funcional Cross, da professora Andreza Vilas Boas, da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida/São José Desportiva.

CASA DE CULTURA EUGÊNIA DA SILVA 14H | Circuito de Danças Joles Sales de São Paulo

MOSTRA PARALELA CASA DE CULTURA LILI FIGUREIRA 10H | Centro de Arte Pas de Quatre 14H | Aula Aberta com Salihah Dança do Ventre e apresentação Studio Ares do Oriente

12 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

CASA DE CULTURA FLÁVIO CRAVEIRO 10H | Zoe Cia de Danças e Corpus Cia de Dança 14H | Aula Aberta com Washington Oliveira e apresentação Dansoul e Corpus Cia de Dança

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES 10H | Danny Baraldi


CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS (CET)

14H E 19H

20H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

SUÍTE DON QUIXOTE

KANTUTA – UMA BOLÍVIA EM SP

Dom Quixote estreou em 1869, no Teatro Bolshoi, pelo Ballet Imperial, com coreografia de Marius Petipa e Alexander Gorsky. A Cia. Paulista de Dança apresenta o primeiro ato desse clássico, que conta a história da jovem Kitri, apaixonada por Basílio, mas forçada pelo pai a aceitar o pedido de casamento de um nobre. Direção Artistica: Adriana Assaf Assistente Técnico: Jhonny Almeida / Jonatas Pagano Basílio: Marcos Silva Kitri: Larissa Luna, Adrielle Mendes Espada: Paulo Vitor Rodrigues, Mercedes: Meryane Gonçalves Don Quixote: Bruno Cayses Sancho: Augusto Lourenço Gamache: Leandro Affonso Lorenzo: Fausto Ribeiro Corpo de Baile: Lauren Agata, Luana Roseling., Gleiciele Vicentin, Lais Mello, Thaisa Concon, Leticia Endler, Meyrielle Gonçalves, Livia Cassante, Lucas Rodrigues, Rafael Freitas, Gregory Ferreira, Yan Lopes, Alexandre Biscaia, Raul Teixeira, Guilherme Loiola, Peter Azevedo.

RUMOS CIA EXPERIMENTAL DE DANÇA

O espetáculo retrata por meio da dança contemporânea a migração dos Bolivianos para a cidade de São Paulo: a busca por dias melhores, o atravessar pela fronteira, as condições de trabalho e a costura como principal atividade laboral, sem deixar de trazer a preservação da cultura boliviana, suas raízes, os sabores, as festividades e o momento em família. Residir e resistir. Realização: Rumos Cia Experimental de Dança Concepção e Direção: Carlos Veloso e Edson Burgos Intérpretes-criadores: Carlos Veloso, Edson Burgos, Jonas Hory, Giovana Falcade, Julia Falcade, Isabela Pinheiro, Thamiris Braun, Maria Clara Mirra e Mariana Morgado. Fotografia: Camila Morgado e Coletivo Eixo Quinze Figurinos: Irene Santana

Divulgação

CIA PAULISTA DE DANÇA

Rumos Cia Experimental de Dança

13 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

CINE SANTANA


Sergio Fernandes

19.06 quarta

Gumboot Dance Brasil

MOSTRA PARALELA TEATRO SESI

CASA DE CULTURA TIM LOPES 15h | Aula Aberta com Marco Sanches e apresentação do Instituto Marco de Dança

20H

‘YEBO’

GUMBOOT DANCE BRASIL

14 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

O espetáculo aborda a exploração, tanto das minas como dos sete povos levados para extração do minério, a criação de um dialeto sonoro a partir das batidas nas botas de borracha e a espera das mulheres por seus maridos mineiros durante a temporada de exploração das minas. Direção Geral: Rubens Oliveira Elenco: Danilo Nonato, Diego Henrique, Fernando Ramos, Munique Mendes, Naruna Costa, Pâmela Ammy, Rafael Oliveira, Samira Marana, Silvana de Jesus e Washington Gabriel. Músicos: Mauricio Oliveira e Eduardo Marmo. Produtor: Kelson Barros

CASA DE CULTURA CHICO TRISTE 14H | Fusion Funk, Jazz TCC, Grupo Meninas de Ouro e Grupo Cairuçu de Paraty

NÚCLEO DE AÇÃO CULTURAL DESCENTRALIZADA (NACD) 14h | Aula Aberta de Dança de Rua com Vivi Vidal e apresentações da Compasso Cia. de Dança e Grupo Enredo de Paraibuna

CASA DE CULTURA RANCHO DO TROPEIRO 10H | Academia Clara Iriê e Priscila Mota Cia de Dança de Caçapava

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES 10H | Grupo Artvidance


CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES

WORKSHOPS

20.06 quinta

9h Jazz - Academia Cristina Cará Ballet - Marco Sanches 15h Hip Hop – Edson Pitchula Sapateado – Samanta Varela

20H30

CONVIDADO ABERTURA

FESTA DA DANÇA NO BAR DE QUINTA

FAVELA DIGITAL

> Abertura com Passinho Brazil Cia de Dança > MC Betinho Zulu > Apresentação das oficinas de Danças Urbanas, do Programa Arte nos Bairros > Cypher com a participação de Bruninho Síndrome Crew, Alle Bruno, Tito, Buia, Cray-z, Igor e Biel > Retrô Dancing com DJ Paul, DJ Marcelo Oliver e professor Passinho Jeferson > Food Trucks

O espetáculo destaca as manifestações que influenciaram a origem do passinho, movimento cultural derivado dos bailes funks cariocas. Entram na dança o frevo, futebol, o samba, a capoeira e o funk, numa apresentação contagiante.

PASSINHO BRAZIL CIA DE DANÇA

15 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

Divulgação

Diretor do Projeto: Byron Mendes Diretor Artístico: Henrique Talmah Produção: Daniel Braga Coreógrafa convidada: Carmen Luz Video Mapping: Sol Galvão Direção musical: Dj Vinimax Figurinista: Clébio Holanda Elenco: Arlanzinho, Jota, Lucas Scooby, André Mickey, Thalia, Lucas Minhoca e Claudinho. Participação: MC Iguinho Imperador


20.06 quinta

TEATRO MUNICIPAL 16H | CONVIDADO ABERTURA

POETAS DA COR CIA DRUW

O espetáculo proporciona uma experiência lúdica criada a partir de partituras imaginárias e poéticas na dinâmica deletéria do gesto. As cores estão em tudo, dentro e fora das coisas, na luz, no pigmento, entre o céu e a terra, na física e na química. A peça celebra a inocência – segundo o pintor francês Henri Matisse (1869–1954), “o verdadeiro gênio consiste ao retorna à infância”. Concepção e Direção: Miriam Druwe Intérpretes/Criadores: Alessandra Fioravanti, Elizandro Carneiro, Felipe Sacon, Maria Emilia Gomes, Orlando Dantas, Roberto Gouvêa Colaborador dramatúrgico: Ronaldo Aguiar Composição e direção musical: Divanir Gattamorta Pesquisa Coreográfica: Denise Namura, Michael Bugdahn e Cia Druw Desenho de Luz: Lúcia Chedieck Cenário e Figurino: Marco Lima Vídeo Cenário: Tatiana Guimarães Operação de luz: Marcel Gilber ou Tomate Saraiva

Claudio Roberto

16 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

MOSTRA INFANTIL

Cia Druw


TEATRO SESI

19H

20H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

MOSTRA COMPETITIVA

ABRAÇO QUE VÓS ME NORDESTES

DANÇA DO VENTRE CINE SANTANA

19H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

COLHEITA

CORPO DE BAILE DE CARAGUATATUBA O espetáculo trata dos conflitos gerados na vida urbana, da interdependência do outro na formação do ser individual e, principalmente, da questão da alteridade na vida humana, fazendo o público refletir sobre se colocar no lugar do outro, além enxergar o próximo com alguém que contribui em minha formação. Direção Geral: Cristina Neves | Provocador: Fernando Machado | Concepção Coreográfica: Cristina Neves e companhia | Light designer: Cristian Rocha | Texto: Gabriella Neves | Figurino: Rosa Maria Graner | Elaboração Audiovisual: Sal | Elenco: Estevão Prado, Elisa Venâncio, Natália Lima, Samantha Delfino, Ysadora Dias,Junior Pain, Maira Naara e Octávio Polleti

ERICO SANTOS

O espetáculo dialoga com as vidas que saem do Nordeste em busca de seus caminhos e escolhas, traz a poesia do cenário nordestino, a alegria dos corpos, a força das lutas diárias e a resistência do afeto. Impulsos esses que fizeram Erico Santos investir numa dança que dialogasse inclusive com suas vivências pessoas, trazendo um caráter biográfico para a poética da cena. Concepção e Dança: Erico Santos Músico: Leandro Perez Produção: Djalma Moura Provocação Cênica: Aysha Nascimento Figurino: Wellington Adélia Cenografia: Lídia Bardaouil Arte gráfica e Cordel: Daniel Normal Iluminação: Fernando Melo Preparação Corporal: Anelise Mayumi Foto e Vídeo: Bárbara Bandeira

17 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS

Aline Batista

Erico Santos


ÁREA EXTERNA - SHOPPING CENTRO

MUSEU MUNICIPAL

11H | INTERVENÇÃO

16H | PALESTRA

URBAN MIX

GESTÃO, EMPREENDEDORISMO E ARTE NA ESCOLA DE DANÇA

ADIVAN SALES

MOVIMENTO D’UM CORPO VINÍCIUS BARROS

CINE SANTANA

LUCIANNE MURTA

Lucianne Murta narra a sua trajetória de sucesso e também de percalços, na busca pelo entendimento do cliente, da gestão de pessoas e de excelência. Como falar de arte? Como cobrar? Como diferenciar preço e valor? Dança é negócio? Quem é você gestor e artista? Como empreender pensando na escola de dança? Uma conversa para falar de gestão e arte.

TEATRO MUNICIPAL 19H | CONVIDADO ABERTURA

LA FETE 14H E 19H | FILME

A BAILARINA

FRANÇA, 2017. DIREÇÃO: ERIC SUMMER E ERIC WARIN. LIVRE.

Uma sonhadora menina órfã toma uma atitude arriscada para conseguir o que quer: foge para Paris para realizar o sonho de ser uma grande bailarina. Lá ela decide se passar por outra pessoa, e consegue uma vaga no Grand Opera, onde vai aprontar muitas aventuras.

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES 15H | OFICINA DE SAPATEADO AMERICANO

B.r.U.s! POESIA DO RITMO: MOVIMENTO E SOM

18 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

CHRIS MATALLO

Com participação especial de Jim Hamilton (percussão), os participantes terão oportunidade de explorar a linguagem do sapateado americano fazendo um paralelo com a percussão e desenvolver mais a fundo o universo musical e percussivo. A oficina terá música ao vivo. A partir de 10 anos - 30 vagas.

CIA KIKA SAMPAIO Com música do compositor franco-libanês Ibrahim Maalouf e coreografias de João Sá, o espetáculo é inspirado nos anos 60, na França, e visa transmitir a sensação existencialista de viver e experimentar o momento. Traz-se ao palco as fases que podem acontecer durante uma festa: encontro, celebração, sedução, enfrentamento, comunhão e, claro, dança. Direção Geral: Kika Sampaio Elenco: Bianca Brison, Conrado Hackmann, Duda Moura, Gisele Fretta Barros Gueg Côrtes, Gustavo Gennari, Raquel Ramos e Teo Possatti

MOSTRA COMPETITIVA

BALLET CLÁSSICO DE CRIAÇÃO/ SAPATEADO CONVIDADO ENCERRAMENTO

O BANQUETE É PRA VOCÊ... ESTÁ SERVIDO? ACADEMIA SUELI MAIA

A apresentação propõe o questionamento sobre a maneira como alimentamos nosso corpo e alma, com as boas escolhas de nutrientes e sentimentos.


20H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

RUBEDO

CIA DANÇA SIAMESES ​ riado pelo coreógrafo Maurício de Oliveira e inspirado em C estudos sobre a alquimia do psicólogo James Hillman, Rubedo é um trabalho sobre a vida em transformação, sobre essa urgência de abandonar todos os padrões estabelecidos para descobrir um caminho próprio, de ser feliz por ser quem é. Espetaculo da programação SESI - Viagem Teatral, oferecido na forma de parceria para o Festidança. Concepção e direção: Maurício de Oliveira Dramaturgia: Maurício de Oliveira e Bergson Queiroz Coreografia: Maurício de Oliveira e Elenco Intérpretes/Criadores: Ivan Bernardelli, Liliane de Grammont, Gleysson Moreira, Vinícius Francês, Graziely Perdiz Pesquisador convidado: Clayton Santos Guimarães Pesquisa sonora: Maurício de Oliveira Criação de Trilha: Arthur Decloedt Edição e Mixagem: Vinicius Francês Projeto de luz: Aline Santini Figurino: Adriana Hitomi Kimonos: Pedro Ivo Costa Vídeo mapping e Operação de Luz: Cibele Appes, Eduardo Alves, Fuzuê Filmes Criação de Objetos manipuláveis: André Mello e Duda Paiva Criação de Adereços: André Mello Fotografia: Celso Doni, Willian Aguiar, Arthur Wolkovier, Ballet em Foco Studio Projeto Gráfico, Produção e revisão de texto: Clayton Santos Guimarães Direção de Produção: Alessandra Herszkowicz, Tanza Produções Assistente de Produção: Clayton Santos Guimarães

21.06 sexta

TEATRO DO SESI

CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS (CET) 22H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

OSTRA

Concepção e direção: Marie Bueno e co-criação coletiva

Cia Dança Siameses

19 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

OSTRA é o diálogo entre as linguagens da dança, teatro e poesia. Esta fusão artística causa um estranhamento e aproximação, como no mundo contemporâneo de identidades mescladas, mestiças e híbridas. No processo criativo nos lançamos a narrar e transcrever na carne do corpo poético dos intérpretes criadores as palavras colecionadas - poemas - dos poetas joseenses Charles Lima e Poeta Moraes.

Arthur Wolkovier

NÚCLEO EXPERIMENTAL DE DANÇA TEATRO DE SJCAMPOS


22.06 sábado

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES 14H30 ÀS 17H30 | OFICINA

METODOLOGIA DE ENSINO PARA PROFESSORES DE BALLET CLÁSSICO GISELA VAZ

A oficina abordará dicas primordiais em um curso de ballet clássico, a construção de uma aula, demonstração dos passos e explicação técnica, erros mais comuns apresentados pelos alunos, construção de combinações, trabalho de braços e cabeça, posição dos pés e braços, posições e direções do corpo.

A partir de 18 anos - 20 vagas

15H | WORKSHOP

BALLET CLÁSSICO INTERMEDIÁRIO PRAÇA CÔNEGO MANZI SÃO FRANCISCO XAVIER 14H | MOSTRA PARALELA

AULA ABERTA DE SAPATEADO AMERICANO

ALICE ARJA

O workshop será uma aula de ballet clássico, nível intermediário/adiantado, sob o estilo e técnica de Georde Balanchine, com explicações e orientações comparativas à metodologia das Escolas Russas e Inglesas. A partir de 14 anos - 20 vagas

ALINE CARNEIRO

16H | MOSTRA PARALELA

JOVENS DE CORAÇÃO

20 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

TAP DA LONGEVIDADE

O espetáculo conta com a junção de coreografias até então concebidas separadamente pelo grupo, tendo entre elas um fio condutor que as interliga diante de relatos dos próprios bailarinos, criando um espetáculo sensível, com um olhar cuidadoso sobre a importância de se viver com leveza, curiosidade, dinamismo, carisma e alegria essa fase tão delicada, porém intensa. Supervisão geral e coreografia: Aline Carneiro Orientação cênica: Josivan Costa

MUSEU MUNICIPAL 16H | PALESTRA

MITOS E VERDADES DO BALLET ANDREJA PICON

A palestra abordará como a ciência tem ajudado a técnica clássica a embasar melhor alguns aspectos de sua tradição: um melhor entendimento da rotação externa de membros inferiores (o “en dehors”), o uso correto da sapatilha de pontas, o melhor aproveitamento da aula para um aprendizado eficiente e seguro, questões relacionadas ao aquecimento e flexibilidade de bailarinos, entre outros.


Divulgação

Instituto Marco de Dança

CONVIDADO ENCERRAMENTO

TEATRO MUNICIPAL

MIGRATÓRIO

19H | CONVIDADO ABERTURA

INSTITUTO MARCO DE DANÇA

GOPAK

Obra inspirada pelo voo das andorinhas que, na mudança de estação, viajam cerca de 10 mil km da Europa até o sul da África, sem pausa, para fugir do frio e se alimentar. Uma voa na frente da outra, revezando e dando suporte para que todas cheguem vivas ao seu destino.

Taras Bulba, o solo masculino intitulado GOPAK. Esta dança popular da Ucrânia tem origem no verbo hopati, que significa saltar e corresponde a exclamação Hop!, entoada durante a dança, é uma dança masculina e de muitos saltos acrobáticos. Cícero Gomes é primeiro bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Coreógrafo: Mosseyev Música: Soloviev

MOSTRA COMPETITIVA

BALLET CLÁSSICO DE REPERTÓRIO/ DANÇAS POPULARES

Música: Ezio Bosso | Coreografia: Marco Sanches | Figurino: Helena Dias Elenco: Beatriz Fraga, Bianca Santos, Bruna Karoline, Caio Veneziano, Letícia Silva, Nathalia Morato, Leonardo Inacio, Ana Clara Bispo, Maria Luiza Loberto, Gabriela Vasconcelos, Maria Victoria Dias, Sarah Diniz

TEATRO DO SESI 20H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

RUBEDO

CIA DANÇA SIAMESES Espetaculo da programação SESI - Viagem Teatral, oferecido na forma de parceria para o Festidança.

21 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

CICERO GOMES


22.06 sábado

CINE SANTANA 21H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

JOGADO

SOPRO CIA DE DANÇA Como uma metáfora para a vida, o espetáculo se vale dos jogos para mostrar por meio do balé, as dinâmicas do cotidiano. As estruturas dos jogos aparecem como pano de fundo para construção do sentido da obra e alguns dos seus movimentos podem ser reconhecidos na dança, nos intérpretes e na sua relação com o espaço. Direção geral: Roberto Amorim e Tatiana Portella Coreógrafo e concepção da obra: Roberto Amorim Assistente de coreografia: Tatiana Portella Música: Trilha Original Figurino: Tatiana Portella e Roberto Amorim Dança contemporânea: Roberto Amorim Operadores e técnicos de som e luz: Tom Conceição Desenho de luz: Roberto Amorim Assistente de palco e apoio: Wanderlei Oliveira, Roberto Portella Secretária: Alcidina Portella, Sônia Alves Agente Cultural e produtora: Angra Custodio

CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS 19H | MOSTRA CONTEMPORÂNEA

TENTATIVAS CONTRA O VENTO GRUPO CAMPO FICTÍCIO

Luiza Folega

22 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

Neste trabalho, a dança é colocada como uma tentativa alquímica constante de transformar a matéria do corpo em outra coisa. Confrontando o vento produzido por dois ventiladores industriais, o bailarino mistura-se com os materiais plásticos propostos neste trabalho, confunde-se e transforma-se em novas formas entre o caótico e o suspenso. Entregando-se ao vento, o corpo parece aprender a permanecer e adaptar-se, e encontrar maneiras de seguir neste processo.

Grupo Campo Fictício

Situação de criação: Campo Fictício Concepção e performance: Chico Lima Colaboradoras: Andreia Ferreira Yonashiro, Lu Favoreto e Morena Nascimento Desenho de Som: Tiago de Mello Iluminação: Cauê Gouveia Figurino: Leandro Benites Arte Gráfica: Gabrilândia Registro de atividades em vídeo e foto: Luiza Folegatti Produção Executiva: Eduardo Bordinhon Gerência de Mídias Sociais: Rodrigo Melhado (Matula) Assistência de produção local (Franco da Rocha): Fabia Pierangeli


23.06 domingo

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES 8H | OFICINA

BALLET CLÁSSICO CICERO GOMES

O curso visa, a partir da metodologia clássica, buscar novas formas de entender o movimento, incluindo exercícios para dinâmica, limpeza técnica e condicionamento para ballet clássico. A partir de 12 anos | 20 vagas

PRAÇA DE SANTANA

15H | OFICINA

DANÇAS BRASILEIRAS MARIA EUGÊNIA NÓBREGA

Por meio das diferentes danças tradicionais brasileiras e de exercícios de consciência corporal, a oficina irá transmitir aos participantes passos e gingados característicos de cada dança, assim como trabalhar suas infinitas formas de recriação proporcionando uma vivência lúdica e criativa com o movimento. 17 a 50 anos | 20 vagas

10H | MOSTRA PARALELA

DIVERTISSIMANT

INSTITUTO MARCO DE DANÇA

MOVIMENTO D’UM CORPO VINÍCIUS BARROS

15H | OFICINA

DANÇAS POPULARES

DECK - AVENIDA ANCHIETA

DECA MADUREIRA

Acima de 15 anos | 20 vagas

16H | OFICINA

COACHING DE VARIAÇÃO CLÁSSICA CICERO GOMES

Paulo Amaral/FCCR

No coaching, Cicero se utilizará de seus conhecimentos para orientar os bailarinos do que diz respeito à técnica, musicalidade, estilo e fidelidade coreográfica. A partir de 12 anos | 20 vagas

PARQUE VICENTINA ARANHA

OLHARES DOS SAPATOS CIA DANÇA SEM FRONTEIRAS

O espetáculo apresenta uma dramaturgia provocativa e lúdica, com personagens-sapatos, cada qual com suas características e movimentações. Mais um espetáculo do Dança sem Fronteiras que mostra a dança como um território que representa, respeita e entende o sujeito com suas singularidades.

16H

RETRÔ DANCING Aulas abertas de dança, com a troca de passos ao som de músicas dos anos 70, 80 e 90, comandadas pelos DJ’s Jeff e Piu e os professores de ‘passinho’ Mauriceia e Bruno. Nesta edição especial, o evento acontece no deck da Avenida Anchieta, onde o público costumava se concentrar na década de 80, conhecida como a “Rua do Pôr do Sol”.

23 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

10H30


23.06 domingo 24 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

19H | TEATRO MUNICIPAL

GALA DE ENCERRAMENTO

CERIMÔNIA DE ENTREGA DOS PRÊMIOS AOS MELHORES DO FESTIVAL SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA DIREÇÃO ARTÍSTICA: INÊS BOGÉA


A obra de Guivalde de Almeida parte da versão original de 1898 de Marius Petipa e integra o terceiro ato da obra. Em cena assistimos ao casamento de Raymonda com João de Brienne. Coreografia: Guivalde de Almeida a partir do original de 1898 de Marius Petipa Música: Raymonda, de Alexander Glazunov (18651936), executada pela Orquestra Filarmônica de Nice, com regência de Klaus Weise e Orquestra Sinfônica de Moscou, com regência de Alexander Anisimov Iluminação: Wagner Freire Figurino: Tânia Agra.

GRAND PAS DE DON QUIXOTE O Pas de deux de Dom Quixote é o momento do casamento de Kitri e Basílio, personagens principais dessa obra. Coreografado por Marius Petipa, o balé Don Quixote é baseado num capítulo da famosa obra de Miguel de Cervantes, que narra as aventuras do barbeiro Basílio e seu amor por Kitri, a filha do taberneiro. Coreografia: SPCD a partir do original de 1869 de Marius Petipa (1818-1910) Música: Leon Minkus (1826-1917) Iluminação: Wagner Freire Figurinos: Tânia Agra

FADA DO AMOR O duo traduz a energia e o amor da fada pelo ser humano marcado por sua entrega e delicadeza. O pas de deux integra Dr. Coppélius, O Mago de Marcia Haydée, uma releitura de Coppélia. A magia desta obra nos leva a perceber a leveza da bailarina que cruza a cena nos braços do bailarino. Coreógrafa: Marcia Haydée Música: La Nymphe de Diane, No 16 B, de Léo Delibes (1836-1891), solo de violino executado por Jean Baptiste Marie e Roger André Iluminação: Nicolas Marchi Figurino: Evandro Machado

25 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

SUÍTE DE RAYMONDA


26 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

CURADORIA

É jornalista e pesquisadora de dança. Cursou o programa executivo da Harvard Business School, em Boston (2019) e é master em Mídia e Comunicação e Negócios pela University of California (2017). É mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e pós-graduada em Estudos Contemporâneos em Dança pela Universidade Federal da Bahia. Foi coordenadora de Educativo, Comunicação e de Registro e Memória da Dança da São Paulo Companhia de Dança (2009-2017) com cursos de Arts Management e História da Dança pela Universidade de Nova York (NYU). Atua como jurada, palestrante e crítica convidada em eventos no Brasil e no exterior. É codiretora do Congresso Internacional de Jazz Dance no Brasil e já ministrou palestras sobre o tema Broadway Dance Center, em Nova York, na Crossroads of Arts, em Los Angeles, Califórnia e na West London University, em Londres, Inglaterra. É consultora artística da White Wave Dance Company, em Nova York e dirige a Marcela Benvegnu - Consultoria e Comunicação para a Dança.

MARCELA BENVEGNU

É bailarino e músico. Iniciou seus estudos em dança em Recife, PE, aos 14 anos, com vivências em matrizes populares brasileiras e capoeira. Participou de um projeto de formação em dança contemporânea e clássica através do Grupo Experimental de Dança. Participou como bailarino de diversos espetáculos e coreografou outros, incluindo trabalhos solo. Foi vice-campeão (2010) e campeão (2011) no Concurso de Passista de Frevo de Recife (PE), além de receber prêmio de melhor solo e melhor bailarino no Festival Internacional de Dança Encut (2013). Atua como dançarino e professor convidado em eventos de dança no Brasil e no exterior. Integrou a comissão julgadora de concursos e festivais de dança no Brasil. Ministrou cursos de frevo, capoeira e danças brasileiras em universidades e centros culturais nacionais e internacionais. Como músico, participa da banda que acompanha Antonio Nóbrega em seus shows. Foi professor na Escola Municipal de Frevo do Recife (2011) e, atualmente, ministra aulas de danças populares brasileiras no Instituto Brincante. É bailarino da Cia. Antonio Nóbrega de Dança.

ALISSON LIMA


JURADOS

JURI DE SELEÇÃO

MOSTRA COMPETITIVA

OCTAVIO NASSUR

DANÇA CONTEMPORÂNEA (14/06)

ERIKA NOVACHI

Diretora do Galpão 1 Academia, de Indaiatuba, professora e coreógrafa de lyrical jazz e bailarina. Atuou em companhias como o Grupo Raça e Companhia Dançar. Entre seus principais prêmios como coreógrafa, destacam-se diversos primeiros lugares na categoria no Festival de Dança de Joinville.

MARINA COURA

Sapateadora profissional, coreógrafa e professora. Diretora da escola Garagem da Dança, desenvolve trabalhos pelo Brasil e nos Estados Unidos. Como bailarina, dançou em palcos pelo Brasil, Nova Iorque, Los Angeles e Chicago, e atuou em programas de TV. Residiu em Nova Iorque, em 2009, onde se especializou e aprimorou sua técnica.

ALICE ARJA

Diretora artística do Centro de Arte e Dança de Campo Grande, especializada no magistério da dança clássica através de metodologias inglesa, cubana e russa, bem como no currículo de treinamento ABT.

DAPHNE CHEQUER

Já integrou o Ballet Jovem do Palácio das Artes, Companhia Mário Nascimento, Marilu Dias Escola de Dança, Harmonia Studio de Dança, professora de dança contemporânea na Companhia Sesc de Dança, assistente de direção de movimento da cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos, professora e ensaiadora da São Paulo Companhia de Dança.

MAURÍCIO OLIVEIRA

Diretor, coreógrafo e bailarino. Sua trajetória profissional começou no Balé da Cidade de São Paulo (1989-1992), passou pelo Balé do Teatro Castro Alves, em Salvador (1993). Dançou em diversas companhias como Choreographishes Theater Von Johan Kresnik (1994-1996), Pretty Ugly Dance Company, sob a direção de Amanda Miller, Djazzex em Den Haag (1997), Leine & Roebana, em Amsterdam (1998), Paul Selwyn Norton, também em Amsterdam (1999) e Frankfurt Ballet (19992003), sob a direção de William Forsythe.

ANGELA NOLF

Formada pela Escola de Dança de São Paulo, fez aperfeiçoamentos em Londres, no Royal Ballet, Imperial Society of Teachers of Dancing e Coreologia Benesh. Recebeu o prêmio destaque pelo Cecchetti Summer Course (Londres), criação e interpretação pela Associação Paulista de Críticos de Arte.

CASSI ABRANCHES

Atuou na Raça Cia de Dança (SP), o Balé do Teatro Castro Alves (BA) e o Balé do Teatro Guaíra (PR). Convites de peso resultaram em trabalhos como “Ariana”, para a Cia Jovem Bolshoi Brasil, e “Rio Eu Te Amo”, filme que estreiou em setembro de 2014 e reúne dez curtas, entre os quais “Pas de Deux”, de Carlos Saldanha, cujos personagens foram coreografados por ela. Em 2016, assinou a Direção Coreográfica e de Movimento da Abertura dos Jogos Paralímpicos RIO 2016.

27 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

Na área da cultura há 23 anos, é idealizador do Fih2 Internacional de Hip Hop. Coordenador nacional do MBA em dança (gestão e produção cultural), da Faculdade Inspirar, PR. Criador da metodologia de ensino Funk Slide System. Diretor e Coreógrafo da Cia. de Dança Heart Company, dirige a Dance Concept Brasil desde 1998.


JURADOS JAZZ (16/06)

MOSTRA COMPETITIVA DANÇAS URBANAS (15/06)

FRANK EJARA

Dançarino, coreógrafo e produtor musical. É fundador da Cia. Discípulos do Ritmo. Já participou de diversos eventos de batalha como Juste Debout, UK Championship, BBoy Summit, Who is Who e Le Battle, o qual se consagrou campeão no Locking em Paris.

TATI SANCHIS

Educadora física, especializada em jazz dance e danças urbanas com constante aprimoramento em Nova Iorque e Los Angeles. Representa a Imperial House of Waacking, no Brasil. Já coreografou e dirigiu videoclipes, shows, musicais, longa metragens e eventos para a Disney Channel do Brasil e América Latina e Nickelodeon.

HENRIQUE BIANCHINI

Educador Físico, pela Unesp, com 20 anos de envolvimento com as Street Dances, pesquisador da cultura hip hop e das danças urbanas com método próprio para o ensino de dança. Diretor da empresa Urbaninhos Dança e Eventos, voltada ao treinamento de professores e agenciamento de aulas de dança para o público infanto-juvenil.

DANÇAS DE SALÃO (15/06)

JIMMY

Criador do estilo de dança samba funkeado e fragmentado, é um revolucionário do samba gafieira e participou de shows de cantores consagrados, como: Martinho da Vila, Neguinho da Beija Flor, Alcione, Elza Soares, entre outros.

ANTÔNIA

28 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

Participou da Cia The Jhonnys, cia Marcello Moragas, Cia PARES de Dança e das coreografias de Wellington Lopes.

KELLY PALHARES

Com 16 anos, formou-se em danças árabes. Em 2000, iniciou na dança de salão, onde atuou como professora, dançarina de companhias e campeonatos. Em 2017, conquistou o 1º lugar no campeonato Wonder Zouker (Zouk Lady Style), em São Paulo.

ZECA RODRIGUES

É tetracampeão do Festival de Dança de Joinville (SC), onde foi indicado a melhor coreógrafo em 2009, 2012, 2017 e 2018, e oito vezes campeão do Passo de Arte Internacional, São Paulo, onde foi premiado como Melhor Coreógrafo. Em 2015 e 2017, fez temporadas de especialização em Jazz e Musical Theater na Steps e no Broadway Dance Center, em Nova Iorque.

JHEAN ALEX

Paulistano de notável saber nas modalidades jazz dance, contemporâneo, ballet clássico e ballet moderno. Participou, em seus 30 anos de carreira, dos principais encontros, congressos e festivais do Brasil. É diretor artístico da Raça Cia de Dança de São Paulo.

ERIKA NOVACHI DANÇA DO VENTRE (20/06)

MUNIRA MAGHARIB

Bailarina há mais de 25 anos, sendo referência em folclore árabe no Brasil. Trabalha também como coreógrafa e professora, tendo vários prêmios nos maiores concursos de dança oriental. Ministra workshops e faz shows por todo o Brasil. Residiu no Egito, estudando a língua e cultura do país e possui 4 DVD’s didáticos de sua autoria.

MARCIO MANSUR

Com especialização em folclore egípcio em mais de 10 cidades, com orientação de profissionais como: Mahmoud Reda, Mohamad Kaazef e Tito Seif, participou de grandes festivais no Brasil como convidado especial e jurado, viajou ministrando workshops em mais de 20 cidades no Brasil e participou do FAIDEC em Córdoba, na Argentina.

BALLET DE CRIAÇÃO (21/06) E BALLET DE REPERTÓRIO (22/06)

GISELA VAZ

Proprietária e diretora artística do Studio Dançarte, presidente do Conselho Brasileiro da Dança, representante do Prix de Lausanne na América Latina, graduada pela Royal Academy of Dancing (Londres) e Julliard School (Nova Iorque). Possui mais de 80 prêmios nacionais e internacionais como bailarina e coreógrafa, tendo recebido, em 2008, o Prêmio Secult por sua obra “Alegoria” e, em 2010, pela obra “Haman”, que na competição do New York City Dance Alliance.


Primeiro Bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. É formado na Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, tendo estudado também na Escola de Dança da Opera de Vienna (Áustria) e Elmhust School for Dance (Inglaterra).

VAL RIBEIRO

ALICE ARJA

Ator, dançarino, produtor cultural, arte educador e brincante da cultura popular. É formado em artes cênicas. Em 2008, iniciou suas pesquisas em antropologia teatral a partir das danças, cordéis, cantos, percussão e oralidades afros e indígenas, estabelecendo parcerias com outros artistas, espaços, coletivos e mestres/mestras da tradição popular.

SAPATEADO (21/06)

DECA MADUREIRA

KIKA SAMPAIO

Professora, coreógrafa e diretora do Kika Tap Center, escola pioneira no Brasil especializada em sapateado americano há 40 anos. Sua formação inclui alguns dos mais renomados professores de dança brasileiros e especialistas do sapateado americano em Londres e EUA. Contemplada como melhor coreógrafa com o Prêmio Bibi Ferreira, com o musical New York New York.

CHRIS MATALLO

Ela foi chamada de “Carmen Miranda” pelo jornal The New York Times. Foi homenageada pela UCTT em Filadélfia, EUA, como uma das principais dançarinas de sapateado do mundo em 2015. É bacharel em dança, pela Unicamp, e diretora artística e organizadora do Brazil International Tap Festival desde 1999.

JIM HAMILTON

Seu profundo amor pela música e cultura brasileira, o levou a colaborações incomuns, tanto nos Estado Unidos como no Brasil. Com a criação de um rótulo de gravação chamado “Tension Rod”, em 2012, ele mudou seu estúdio de gravação para o que é agora o Rittenhouse Soundworks (Philadelphia), uma instalação de gravação de última geração para filmes e som. Tocou no Festival de Jazz de Montreal, em 2002, com várias aparições nos Grammy Awards.

DANÇAS POPULARES (22/06)

MARIA EUGÊNIA NÓBREGA

Dançarina, coreógrafa e diretora cênica. Dentre suas participações em espetáculos e aulas-espetáculo, esteve em “Compasso Sincopado” e “Naturalmente - Teoria e Jogo de uma Dança Brasileira”, ambos de Antonio Nóbrega, com os quais compartilhou os prêmios de “Melhor Espetáculo de Dança do Ano” pelo jornal Folha de São Paulo. Em 2012 viajou com a Cia Soma por países da Europa e Índia demonstrando o trabalho através de oficinas e apresentações de espetáculos.

Com 25 anos de carreira artística, formou-se bailarino, ator e coreógrafo pelo Balé Popular do Recife, grupo fundado por seu pai no qual atuou até 2003. Em 2006 fundou a Cia Brasílica e com esta desenvolve trabalhos nas linguagens de dança e música, principalmente. É diretor, coreógrafo, bailarino e músico percussionista. É idealizador do projeto Deca Madureira e Orquestra Multicultural Brasílica e do grupo Balé Multicultural. Atua como arte-educador no projeto Fábricas de Cultura no Ateliê de Percussão e de Cultura Popular.

MOSTRA INFANTIL (20/06)

GEORGIA LENGOS

Graduada em dança pela Unicamp, criadora e diretora da Balangandança Cia. Recebeu, por duas vezes, o Prêmio APCA. Em 2007, por “O tal do Quintal, brincadeiras, medos e sonhos” dança para crianças e, em 2010, pela curadoria/programação de dança junto ao educativo Itaú Cultural.

MIRIAM DRUWE

Bailarina, coreógrafa, professora e intérprete-criadora integrou elencos profissionais, como o Cisne Negro Cia de Dança, a República da Dança e o Balé da Cidade de São Paulo. É coreógrafa e diretora da premiada Cia Druw (SP), onde estabeleceu uma profícua carreira formada por espetáculos destinados a públicos jovens e infantis, em criações abetas a todas as plateias, como “Lúdico”, “Vila Tarsila”, “Girassóis” e “Poetas da Cor”. Graduada em artes visuais, é educadora por opção e talento, também desenvolvido nos dez anos de sua coordenação de Artes no Educandário Allan Kardec.

HELENA CERESA

Professora e coreógrafa de danças árabes com especialização no Egito. Coreógrafa premiada no Festival Internacional das Escolas Luxor (SP), Festival Shimmie (SP), Fragmentos de Dança (Sorocaba), DançAção (Sorocaba), Salto Fest Dance (Salto), Ventre Mania (SP), Mosaico (SP), Lumina (RJ), entre outros.

29 | FESTIDANÇA - 30 ANOS

CÍCERO GOMES


JURADOS MOSTRA DE DANÇAS E MOVIMENTOS URBANOS SELETIVA

RICARDO ALVES DA SILVA (ZÓIO)

Zóio, como é mais conhecido, participou de programas de TV como jurado e competidor. Possui dois importantes títulos como dançarino solo, do campeonato Batalha do Ano (2000 – 2002). É um dos integrantes e coreografo da equipe Dynamic Breakers, da cidade de Santos.

ALLE BRUNO

Estudante e praticante das danças urbanas há 14 anos, hoje ministra aula como professor e diretor da modalidade hip hop na academia Ballet Luana Faria. Ministra workshops e compõe mesa de júri em batalhas de hip hop dance por todo Vale do Paraíba e litoral norte.

TITO

Conhecido como B.boyng Tito, já competiu e participou de vários eventos, workshops e campeonatos no Brasil e no exterior. Integrante do grupo Aliados Force Crew, se tornou bboyng em meados de 2002.

MOSTRA (16/06)

FRANK EJARA MARCEL XAVIER

Iniciou seus estudos na dança aos 17 anos, através do hip hop freestyle. Em 2014, integrou o elenco da Companhia da Vila. Atualmente, faz parte do Grupo de Dança Underground Vibrations, grupo focado na dança house.

ANDREZINHO BBOY

Dançarino desde 1988 no estilo Bboying ou breaking. Integrante da Cia Discípulos do Ritmo e Back Spin Crew. Vencedor (1º lugar) nos campeonatos Individual Nacional de Breaking (1999), Up Rock (2000), Paulista de Trio de Breaking (2001), Dupla de BBoying, em Votorantim (2002), Trio de Breaking (2003) e Dupla em Curitiba (2004).

PALESTRANTES ANDREJA PICON

É professora registrada na Royal Academy of Dance – London, graduanda e mestre em educação física pela EEFE – USP; doutora em biomecânica pela Faculdade de Medicina da USP; pós-doutora pela Engenharia Biomédica Poli e FMUSP, onde atua como pesquisadora, com inúmeros artigos publicados. Atua há mais de 20 anos no ensino da dança.

INÊS BOGÉA

Doutora em artes, pela Unicamp, bailarina, documentarista, escritora, professora no curso de especialização Arte na Educação, na USP, e autora do ‘Por Dentro da Dança’ com a São Paulo Companhia de Dança na Rádio CBN. Foi crítica de dança da Folha de São Paulo de 2001 a 2007. É autora de diversos livros infantis e de mais de 40 documentários sobre dança.

LUCIANNE MURTA

É diretora artística da Lucianne Murta Escola de Ballet. Formou-se como bailarina clássica pela Escola de Bailado de Santos, passou pela San Diego Ballet School e pela Califórnia Ballet School, ambas na Califórnia, EUA. Foi bailarina do Grupo Uirapiru e atuou como professora no Núcleo de Dança Nice Leite - Ilara Lopes, no Brasil, e na Stratcraft Dance School, em Londres, Inglaterra.

WORKSHOP SAMANTA VARELA

Iniciou seus estudos em 1983, na Academia Valderez Zani, em Santos. Ingressou na Academia Cristina Cará, em 1990, onde cursou ballet clássico, jazz e sapateado. No Festidança, obteve o prêmio Coreógrafa Destaque em 2005 e 2007.

MARCO SANCHES

Coreógrafo, professor de ballet clássico e dança contemporânea. Atualmente dirige a Companhia Jovem de São José dos Campos e o Instituto Marco de Dança. Já ganhou prêmios, entre eles, o Festival de Dança de Joinville, Festival Internacional de Goiás, Tanzolymp Dance Competition (Alemanha).

EDSON PITCHULA

Aos 25 anos de carreira, já conquistou os primeiros lugares como melhor bailarino da noite no Festidança 2015, melhor bailarino no Festival Internacional Mercosul (Argentina); melhor bailarino no Festival Internacional de Goiás; Festival Dunada, em Santos e Festival Meeting Hip Hop, em Campinas.


ENDEREÇOS CASA DE CULTURA CHICO TRISTE Rua Milton Cruz, s/n° - Vila Tesouro (12) 3929-7559

CASA DE CULTURA TIM LOPES Av. Ouro Fino, 2520 - Bosque dos Eucaliptos | (12) 3917-1612

CASA DE CULTURA EUGÊNIA DA SILVA Rua dos Carteiros, 110 - Novo Horizonte (12) 3907-8024

CENTRO CULTURAL CLEMENTE GOMES Av. Olivo Gomes, 100 - Parque da Cidade – Santana | (12) 3924-7300/7341

CASA DE CULTURA FLÁVIO CRAVEIRO Av. Lênin, 200 - Dom Pedro I (12) 3903-2298 CASA DE CULTURA JÚLIO NEME Praça Cônego Manzi, s/nº- São Francisco Xavier | (12) 3926-1123 CASA DE CULTURA LILI FIGUREIRA Rua Roberto Cruz, 40 - Jardim Santo Onofre | (12) 99740-4383 CASA DE CULTURA RANCHO DO TROPEIRO ERNESTO VILLELA Rua Ambrósio Molina, 184 - Eugênio de Melo | (12) 3905-1855

CENTRO DE ESTUDOS TEATRAIS Av. Olivo Gomes, 100 - Parque da Cidade – Santana | (12) 3924-7300/7341 CINE SANTANA Av. Rui Barbosa, 2005 – Santana (12) 3942-1226 DECK – AVENIDA ANCHIETA MUSEU MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Praça Afonso Pena, 29 – Centro (12) 3921-7587

INSCRIÇÕES E INGRESSOS Neste ano, as inscrições para workshops e oficinas poderão ser feitas pelo site da Fundação Cultural, respeitando a quantidade de vagas e as faixas etárias pré-estabelecidas. Os ingressos poderão ser adquiridos de duas maneiras: metade da lotação poderá ser reservada pelo site da FCCR e a outra metade retirada com 2 horas de antecedência, no local, além de serem solidários. As doações de molho e macarrão serão recebidas nos locais das apresentações.

NÚCLEO DE AÇÃO CULTURAL DESCENTRALIZADA CENTRO DA JUVENTUDE Rua Aurora Pinto da Cunha, 131 - Jd. America | (12) 3932-8709 PARQUE VICENTINA ARANHA Rua Engº Prudente Meirelles de Moraes, 302 - Vila Adyana | (12) 3911-7090 PRAÇA CÔNEGO LIMA TEATRO MUNICIPAL Rua Rubião Júnior, 84 - 3º andar (12) 3942-1144 TEATRO SESI Av. Cidade Jardim, 4389 - Bosque dos Eucaliptos | (12) 3936-2611


FESTI DANÇA 13 A 23 DE JUNHO 2019


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.