Page 1

PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO SCHOLARSHIP PROGRAM

2006|2007


PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO SCHOLARSHIP PROGRAM

2006|2007

SUMÁRIO Mensagem do Conselho Missão e Visão Introdução Modelo de Atuação Resultados 2006-2007 Parceiros Parceiros Educacionais Ex-bolsistas - Perfis Bolsistas Doadores Demonstrativos Financeiros Expediente

CONTENTS 4 6 8 12 24 30 32 38 46 54 56

Message from the Board Mission and Vision Introduction Performance Model Results 2006-2007 Partners Educational Partners Alumni – Profiles Scholar Donors Financial Statements Personnel


MENSAGEM DO CONSELHO

MESSAGE FROM THE BOARD

Desde 1991, a Fundação Estudar adota um modelo de atuação único no país em sua tarefa de ajudar a formar jovens talentosos. Numa seleção criteriosa e meritocrática, ela procura identificar pessoas com alto potencial intelectual, garra e que possam ser bons exemplos para a sociedade. Ética, capacidade de realização e compromisso genuíno com o Brasil também são ingredientes fundamentais. O trabalho da Fundação não se limita à bolsa de estudos. Nosso papel também é acompanhar e 4

manter próximos bolsistas e ex-bolsistas, contribuindo positivamente para seus caminhos profissionais. Essa interação tem efeito multiplicador e torna mais coesa a rede de apoio mútuo. Uma das principais estratégias para garantir a excelência do trabalho são as parcerias com empresas, instituições de ensino e colaboradores individuais que compartilham de nossos ideais. A comunidade de bolsistas, no entanto, é a grande responsável pela auto-sustentabilidade da Fundação. Um dos melhores exemplos dessa participação é a Diretoria formada por ex-bolsistas que atuam, voluntariamente, na estratégia e na gestão da organização. Ao restituir o valor da bolsa, muitas vezes mais do que isso, e dividir experiências e sucesso, bolsistas contribuem decisivamente para a perpetuação de nossa rede. Agradecemos à Diretoria, aos ex-bolsistas e aos parceiros que nos ajudaram financeiramente, com tempo e expertise. Manter esse elo ajuda no fortalecimento de um círculo que traz benefícios para todos.

Conselho da Fundação Estudar


Since 1991, Fundação Estudar has adopted a unique performance model in Brazil for its task of helping train talented youth. In a careful and merit-based selection process, we strive to identify determined young people with high intellectual potential who can set a good example for society. Ethics, capacity for accomplishment and a genuine commitment to Brazil are also fundamental ingredients. Fundação’s work is not limited to scholarships. We also accompany and keep in close contact with scholars and alumni, making a positive contribution to their professional development. This interaction has a multiplying effect and makes for a more cohesive mutual support network. One of the key strategies we employ to assure operational excellence is our partnerships with companies, Educational Institutes and individual collaborators who share our ideals. Nevertheless, the community of scholars is largely responsible for Fundação’s self-sustainability. One of the best examples of their participation is the Alumni Board formed by alumni who work as volunteers for the organization on strategy and management. By repaying the full value of their scholarships, often more, and sharing their experiences and successes, scholars make a decisive contribution to the continuation of our network. We are extremely grateful to the Alumni Board, to the alumni and to our partners who have helped us financially and with their time and expertise. Maintaining this bond helps lend strength to a circle that provides benefits for all.

Board of Trustees of Fundação Estudar

5


MISSÃO E VISÃO MISSION AND VISION

MISSÃO Colaborar para o desenvolvimento do país por meio do incentivo à formação e à capacitação de futuros líderes e agentes de mudança, capazes de implementar uma cultura de resultados e eficiência, com sólidos princípios éticos, nas suas respectivas áreas de atuação.

6

VISÃO Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Herrmann Telles criaram a Fundação Estudar em 1991. Eles acreditam que o apoio a jovens brasileiros de alto potencial intelectual para freqüentar os melhores cursos nas áreas de Economia, Negócios e Políticas Públicas do mundo contribui diretamente para o desenvolvimento econômico do país por dar maiores oportunidades para esses alunos, tornando-os exemplo para uma sociedade mais moderna e justa.


MISSION To collaborate in the development of Brazil by providing long-term incentive, which creates future leaders and change agents who are capable of implementing a culture of results and efficiency, in their respective professional fields.

7

VISION Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira and Marcel Herrmann Telles created Fundação Estudar in 1991. They believe that granting financial assistance to young Brazilians with high intellectual potential so those individuals can attend the best Business, Law, Public Policy and Economics programs in the world contributes directly to the economic development of Brazil by increasing opportunities for these students, making them examples for a more just and modern society.


INTRODUÇÃO INTRODUCTION

A FUNDAÇÃO NO CONTEXTO EDUCACIONAL BRASILEIRO Crescendo com o país, a instituição tem contribuído para a formação de líderes éticos e comprometidos

8

Nestes 16 anos de existência, a Fundação Estudar multiplicou o impacto de suas ações. Nos últimos dois anos, por exemplo, ela duplicou o número de bolsas concedidas. Mais do que isso, a instituição adquiriu maturidade e aprimorou seu modelo de atuação, acompanhando o desenvolvimento do país. No início da década de 1990, quando a organização começou, poucos brasileiros tinham acesso a cursos de MBA no exterior. De 1989 a 1994, por exemplo, a consultoria de Recursos Humanos MBA Empresarial, parceira da organização, registra ter atendido 37 pessoas que foram cursar essa modalidade em escolas estrangeiras. Diante desse quadro, o trabalho da Fundação, apesar de não excluir as instituições de ensino do país, foi mais direcionado no início para cursos de MBA no exterior. Atualmente, cada vez mais pessoas têm acesso a esses programas. As estimativas são que, a cada ano, aproximadamente 250 brasileiros vão para o exterior cursar MBA em escolas de ponta. EXCELÊNCIA TAMBÉM EM CASA A Fundação Estudar acompanhou essa evolução do panorama educacional do país. O foco da instituição ampliou-se. As parcerias com as melhores universidades brasileiras foram intensificadas. O número de faculdades privadas cresceu muito a partir do final da década de 1990. O mais recente censo do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do Ministério da Educação (MEC), datado de 2005, demarca um universo de 2.165 instituições de ensino superior, 20.407 cursos e aproximadamente 4,5 milhões de alunos matriculados. Esses números gigantescos, embora ainda tímidos para dar conta de um país de tamanho e demandas como o Brasil, apontam para a importância cada vez maior de incentivar as escolas de excelência.


FUNDAÇÃO IN BRAZIL’S EDUCATIONAL CONTEXT Growing together with the country, the institution has contributed to shaping ethical and committed leaders During its 16-year history, Fundação Estudar has multiplied the impact of its actions. Over the past two years, for example, it has doubled the number of scholarships awarded. Moreover, the organization has matured and streamlined its performance model to accompany the country’s development. In the mid 90s, when the organization began, few Brazilians had access to MBA courses overseas. Between 1989 and 1994, for example, the human resources consultancy MBA Empresarial, an Estudar partner, had records of dealing with just 37 people who had taken such courses in foreign schools. Given this situation, Fundação, while not actually excluding Brazilian educational institutions, was initially more geared towards overseas MBA courses. These days, a growing number of people have access to these programs. Estimates have it that some 250 Brazilians go abroad each year to enroll in MBA courses at top international business schools. EXCELLENCE AT HOME TOO Fundação Estudar accompanied this evolution of Brazil’s educational system. The institution’s focus broadened. Partnerships with leading Brazilian universities were stepped up. The number of private colleges rose sharply from the late 90s onwards. The most recent census conducted in 2005 by National Anísio Teixeira Educational Research and Study Institute (Inep), a part of Ministry of Education (MEC), reveals that Brazil has 2,165 institutes of higher education, 20,407 different courses and approximately 4.5 million enrolled students. These enormous figures, although still modest considering the sheer size of Brazil and the resulting demand, indicate the ever increasing importance of providing incentives for schools of excellence.

9


Em contrapartida, as organizações privadas ou públicas brasileiras anseiam por jovens de grande potencial para inseri-los em seu quadro de colaboradores. E com a economia mais aquecida a concorrência por uma boa vaga é acirrada. Indicadores do Relatório Anual de 2006 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com as estimativas mensais de emprego no país apontam para uma taxa maior de ocupação entre a faixa da população com 11 ou mais anos de estudo. Nada menos do que 52,1% das vagas pertencem a quem continua estudando e investindo em sua formação. DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL CONTÍNUO

10

A Fundação está ao lado de seus bolsistas e ex-bolsistas na busca por bons espaços no mercado de trabalho. Mesmo aqueles que já estão em posições de liderança têm a oportunidade de acrescentar elementos à sua formação, ampliar a rede de relacionamentos e criar ocasiões favoráveis para os negócios. Assim, o foco no aumento de parcerias com empresas é cada vez mais importante e a promoção de atividades de Desenvolvimento de Carreiras e Networking, essencial. Embora a instituição mantenha essa prática desde o início, a quantidade de eventos dessas duas linhas de atuação cresceu bastante nos últimos anos. Em 2004 houve três atividades de networking e, em 2006, 13. Em relação à frente Desenvolvimento de Carreiras, sete diferentes projetos foram realizados em 2006. Esse modelo inédito de atuação da Fundação Estudar – que começa na concessão da bolsa por mérito e continua quando o ex-bolsista conquista seu lugar no mercado de trabalho – é seu diferencial na educação de jovens brasileiros. Conheça mais detalhes nas páginas seguintes.


Furthermore, Brazilian organizations, public and private alike, are eager to bring young people with strong potential into their ranks of employees. And with the economy on the upturn, competition for a good job is fierce. Data from the Brazilian Geography and Statistics Institute (IBGE) 2006 Annual Report and the monthly employment estimates for the country indicate a higher rate of occupation for the population bracket with 11 or more years of schooling. No less than 52.1% of all jobs are in the hands of those who continue studying and investing in their education. ONGOING PROFESSIONAL DEVELOPMENT Fundação stands by its scholars and alumni in their quest for a prominent place in the job market. As such, even those already in a position of leadership have the opportunity to add to their training, broaden their network of relationships and develop more favorable business conditions. This makes the focus of stepping up partnerships with companies all the more important and the promotion of Career Development and Networking activities absolutely essential. Although the institution has conducted these kinds of activities since the outset, the number of events in these two areas has risen markedly over the past few years. In 2004, there were three Networking activities and, in 2006, 13. Concerning the Career Development activities, seven different activities were organized in 2006. Fundação Estudar unprecedented performance model – which begins with the concession of merit-based scholarships and continues even after the scholars have found a place in the job market – is what sets it apart when it comes to the education of young Brazilians. For more details, see the pages ahead.

11


MODELO DE ATUAÇÃO PERFORMANCE MODEL TRABALHO MADURO E PROMISSOR Nesses 16 anos de atividade, a Fundação Estudar vem aprimorando seu modelo de atuação, aumentando o impacto de suas iniciativas Antes de a Fundação existir, seus idealizadores já financiavam informalmente os estudos de jovens promissores. A idéia de institucionalizar essa iniciativa se deu para torná-la ainda mais efetiva e aumentar seu alcance. Graças ao apoio da comunidade de ex-bolsistas e da rede de parceiros, em 16 anos a entidade investiu 5,08 milhões de dólares na concessão de 364 bolsas de estudo para alunos de graduação e pós-graduação nos mais qualificados programas do Brasil e exterior. BOLSAS CONCEDIDAS 1991-2007

12

Graduação Brasil Graduação Exterior MBA Brasil MBA Exterior Intercâmbio LLM PhD Outros Total Valor Concedido – Internacionais (US$) Valor Concedido – Nacionais (US$) Valor Total (US$) Valor médio das bolsas internacionais (US$) Valor médio das bolsas nacionais (US$)

totais 92 26 9 139 38 21 6 29 364 4.304.105,22 785.447,49 5.089.552,71 18.922,33 9.479,74

Desde sua criação, o modelo de gestão da Fundação teve algumas mudanças. Em 2003 o Conselho passou a contar com novos membros e a instituição com a ajuda de outros parceiros e de uma equipe de profissionais responsáveis pela formulação de estratégias e pelo desenvolvimento e a implementação de programas. Em 1999 foi criada uma Diretoria composta de quatro ex-bolsistas, com mandato de três anos renovável por mais um – institucionalizada formalmente em 2004. Atuando como voluntários, eles compartilham sua experiência colaborando com as atividades estratégicas da Fundação, além de acompanhar ações e resultados – papel que deve ser exercido por toda a comunidade para garantir a perpetuação da organização. Com o modelo de atuação amadurecido, a Fundação dividiu suas atividades em três áreas estruturadas – Processo Seletivo, Desenvolvimento de Carreiras e Networking – e com programas desenvolvidos a baixo custo graças às parcerias firmadas.


MATURE AND PROMISING WORK During these 16 years of activities, the Fundação Estudar has streamlined its performance model so as to increase the impact of its initiatives Before Fundação even existed, its founders were already informally funding the studies of promising young people. The idea to institutionalize this initiative was hit upon to make it more effective and broaden its scope. Thanks to the support of the community of alumni and the network of partners, in 16 years the organization has invested 5.08 million dollars awarding 364 scholarships for undergraduate and graduate students in leading programs both in Brazil and abroad.

SCHOLARSHIPS GRANTED 1991-2007 Undergraduate Brasil Undergraduate Abroad MBA Brazil MBA Abroad Foreign Exchange Programs LLM PhD Others Total Value Granted - International (US$) Value Granted - National (US$) Total Value (US$) Average value of international scholarships (US$) Average value of national scholarships (US$)

total 92 26 9 139 38 21 6 29 364 4.304.105.22 785.447.49 5.089.552.71 18.922.33 9.479.74

Since it was created, Fundação’s management model has undergone some changes. In 2003, the Board took on new members and the institution also began to receive help from other partners and a team of professionals responsible for formulating strategies and for developing and implementing programs. The year 1999 saw the establishment of a Alumni Board comprised of four alumni with a three-year mandate, renewable for one additional year – institutionalized formally in 2004. Working as volunteers, they share their experiences collaborating with the strategic activities of Fundação, while also accompanying its actions and results. This is something all alumni should do to guarantee the continuation of the organization. As a result of this more mature performance model, the Fundação divided its activities into three structured areas – Selection Process, Career Development and Networking – and developed low-cost programs thanks to the partnerships it has sealed

13


PROCESSO SELETIVO A porta de entrada da Fundação é o Processo Seletivo anual, que identifica estudantes com grande potencial em suas áreas, selecionados pelo mérito de sua trajetória acadêmica e profissional. Para se candidatar, eles devem estar inscritos em instituições reconhecidamente de alto nível. O número de bolsas concedidas cresce a cada ano. De 2005 para 2007, por exemplo, o aumento foi de 14 para 31. A quantidade de candidatos também se expande a cada processo. Em 2007 foram 1.517, aumento de 81% em relação a 2006, quando 838 se inscreveram. A procura de alunos interessados em fazer graduação no exterior quase triplicou. Em 2006 foram 34 inscrições e em 2007, 93. 14

No Processo Seletivo de 2007, 1.023 estudantes se candidataram a uma bolsa de Graduação Brasil. Destes, 376 passaram por dinâmicas de grupo, 145 por entrevistas individuais, 64 por entrevistas com ex-bolsistas e 29 pelas finais, até chegar ao número de 14 aprovados. Dois novos cursos foram incluídos em Graduação Brasil: Engenharia e Relações Internacionais, que se juntaram a Administração e Economia. Para a Pós-graduação, os candidatos podem optar por programas de MBA, LL.M e Mestrados nas áreas de Finanças, Economia, Políticas Públicas, Relações Internacionais, Governo e Administração. A Fundação Estudar procura candidatos com incontestável excelência acadêmica, elevado padrão ético e capacidade de liderança. A identificação com os ideais da instituição também é fundamental para que eles busquem compartilhar seu sucesso com os demais, colaborando para o desenvolvimento de toda a rede. Para completar, a organização investe em jovens que tenham o objetivo de trabalhar e desenvolver-se como profissionais e cidadãos a fim de tornar o país mais moderno, produtivo e justo.


SELECTION PROCESS The gateway to Foundation is the annual Selection Process, which identifies students with high potential in their fields, selected by merit based on their academic and professional track record. To apply, students must be enrolled in recognized high-level institutions. The number of scholarships awarded by the organization increases each year. Between 2005 and 2007, for example, this figure doubled – from 14 to 31. The number of candidates has also grown with each annual process. In 2007, there were 1,517, an increase of 81% compared to 2006, when 838 students applied. The number of young people applying to take an undergraduate course overseas has all but tripled – from 34 candidates in 2006 to 93 in 2007. In the 2007 Selection Process, 1023 students applied for a scholarship to take an undergraduate course in Brazil. Of these, 376 were invited to take part in role playing exercises, 145 had individual interviews, 64 had interviews with alumni, 29 made it to the final round of the process and 14 were approved. Two new courses have been included in the Undergraduate Brazil category: Engineering and International Relations, which were grouped together with Business and Economics. In the graduate category, candidates can choose between MBA, LL.M and Masters courses in the fields of Finance, Economics, Public Policy, International Relations, Government and Business. Fundação Estudar singles out candidates with uncontestable records of academic excellence, high standards of ethics and leadership skills. Applicants also need to identify with the organization’s ideals, so they can share their success with others, contributing to the development of the entire network. What’s more, the organization invests in young people who aspire to work and develop as professionals and citizens with a view to making the country more just, modern and productive.

15


BOLSISTAS DE 2007 – PÓS-GRADUAÇÃO SCHOLARS IN 2007 – GRADUATE PROGRAMS

DIEGO WERNECK ARGUELHES LL.M, Yale Law School jun/2008

IGOR XAVIER CORREIA LIMA MBA, Kellogg jun/2009

ODÉLIO RODARTE A. FILHO MBA, University of Chicago, jun/2009

CAMILO MARCANTONIO JR. MBA, Harvard University, jun/2009

GABRIEL RABELO BENARRÓS Economia Economics Stanford University, jun/2011

GERALDO GUANAES S. DUTRA Economia e Relações Internacionais Economics and International Relations Brown University, jun/2011

16

GABRIEL LUIZ OLIVA PEREZ MBA, MIT jun/2009

MARIANE AKEMI HOTTA MBA, Harvard University, jun/2009

BOLSISTAS DE 2007 – GRADUAÇÃO NO EXTERIOR SCHOLARS IN 2007 – UNDERGRADUATE ABROAD


MÁRIO CARLOS F. FILHO MBA, Harvard University, jun/2009

PLÍNIO PAGNOCELLI A. RIBEIRO Master Environmental and Public Policy, Columbia University, jun/2008

MÁRCIO AFONSO A. COHEN MBA, MIT jun/2009

17

DANIELA PAULA S. ANDÉREZ MBA, Harvard University, jun/2009

VICTOR ESKINAZI Master City Planning, MIT jun/2009

ALAIN PHILLIPE H. A. MICHEL Economia Economics Duke University, jun/2011

RAFAEL MENDES DE OLIVEIRA Gradução Undergraduate MIT, jun/2011

SHEIDE CHAMMAS Economia Economics Yale College, jun/2011

CAROLINA C. BRANCO COOPER Economia Economics Yale College, jun/2011


BOLSISTAS DE 2007 – GRADUAÇÃO NO BRASIL E INTERCÂMBIO SCHOLARS IN 2007 – UNDERGRADUATE IN BRAZIL AND EXCHANGE PROGRAMS

DANIEL ABBUD SARQUIS AIEX Economia Intercâmbio Economics Exchange Program PUC-Rio, dez/2008

JOÃO MIRANDA DE O. BRANDÃO Economia Economics Ibmec São Paulo, jul/2009

LUCAS EVILÁCIO S. SIQUEIRA Engenharia Mecânica Mechanical Engineering Poli-USP, dez/2010

CAIO VINÍCIUS SILVA BRAZ Engenharia Mecânica Aeronáutica Mechanical & Aeronautical Engineering ITA, dez/2011

PEPE TONIN Relações Internacionais Intercâmbio International Relations Exchange USP, dez/2008

JOÃO GABRIEL C. PINHEIRO Relações Internacionais International Relations Ibmec Rio de Janeiro, dez/2010

FILIPE BORDALO DI LUCCIO Engenharia de Produção Intercâmbio Production Engineering Exchange Program UFRJ, dez/2009

18

OUTROS PROGRAMAS DE BOLSAS DE ESTUDOS – Cursos de Curta Duração Programa realizado com o apoio da InBev-Baillet Latour OTHER SCHOLARSHIP PROGRAMS – Executive Education Programs Program run with the support of InBev-Baillet Latour


PATRÍCIA SILVA AGUIAR Engenharia Civil Civil Engineering Poli-USP, dez/2010

MARIANA DE OLIVEIRA AVERSA Economia Economics Ibmec Rio de Janeiro, dez/2009

RODRIGO OTÁVIO DAL’ASTA Administração de Empresas Business Administration UniFAE, Dez/2009 19

MATHEUS EDUARDO MARTINS Engenharia Ambiental Environmental Engineering USP São Carlos, dez/2008

Camille Kaufmann Carla Diniz dos Santos Cristiano Schenardi Paula Daniel Marcio Kligerman Diego Basso Elisangela Danielle Marchi Fernando Dias Soares

CAIO GRACO S. FERNANDES Engenharia Mecânica Aeronáutica Mechanical & Aeronautical Engineering ITA, dez/2010

TATIANA BACELAR DE REZENDE Engenharia de Produção, Intercâmbio Production Engineering Exchange Program Poli-USP, dez/2009

Fernando Leite Campos Gabriel Borges de Albuquerque Mello Leandro Lins Ferezini Leonardo Almeida Byrro Manuel Rangel Macchiavello Marcio de Campos Marino

SAMUEL DE S. CARVALHO Administração de Empresas Business Administration Fecap, dez/ 2009


DESENVOLVIMENTO DE CARREIRAS CAREER DEVELOPMENT As atividades da Fundação Estudar vão além da concessão de bolsas. Também é seu papel promover a geração de valor para a construção da carreira e para a evolução de seus bolsistas e ex-bolsistas. Uma das linhas de atuação da organização é o Desenvolvimento de Carreiras, que promove uma série de atividades para bolsistas e ex-bolsistas, como workshops, sessões de orientação de carreira e mentoring. O trabalho desta frente começou com workshops pontuais, em meados da década de 1990. Hoje esses eventos são constantes na agenda da Fundação. Eles tratam de temas como gestão de carreira, autodesenvolvimento, seleção em empresas, criatividade nos negócios, entre outros.

20

Em 2006 tiveram início dois programas para públicos distintos. Um deles é o Programa de Orientação de Carreira (POC), em conjunto com a Cia de Talentos. Esse curso é voltado a bolsistas atuais de graduação e aborda aspectos como processo seletivo e mercado de trabalho. Também propõe exercícios de autoconhecimento e traça um panorama sobre as competências mais solicitadas no universo organizacional. O POC é composto de dois encontros em grupo e três entrevistas individuais. Para ex-bolsistas com experiência acumulada, a Fundação propõe o Programa de Fundamentos para Orientação de Carreira. Profissionais experimentados têm a oportunidade de avaliar sua trajetória e os processos organizacionais onde estão inseridos para se tornarem mentores da Fundação e em seus próprios ambientes de trabalho. No curso são apresentadas técnicas de autoconhecimento e avaliação com o objetivo de desenvolver a capacidade de liderança. Os resultados são obtidos por meio da identificação das chamadas “âncoras de carreira”, elementos de identidade pessoal e profissional dos quais as pessoas não abrem mão. O programa é realizado em parceria com a empresa DBM Brasil e ministrado em grupos. No programa de mentoring, profissionais e empresários experientes de diversas áreas do mercado prestam aconselhamento a ex-bolsistas, de maneira totalmente individual e personalizada. É uma oportunidade para obter dicas sobre recolocação profissional e aconselhamento de carreira, além de apoio para a criação e o crescimento de um negócio. Ao final de cada ano, a Fundação também promove o Encontro de Oportunidades, uma série de reuniões entre bolsistas e empresas de diferentes setores que oferecem possibilidades de emprego ou estágio. Durante esses eventos, os estudantes têm contato com representantes de diversas companhias que atuam no Brasil para entrevistas de estágio, summer job ou trabalho em tempo integral após a formatura. Em 2006, o Encontro de Oportunidades ocorreu nos dias 19, 20 e 21 de dezembro e teve o patrocínio do Banco Itaú.


Fundação Estudar´s activities extend beyond just awarding scholarships. Its activities also involve promoting the generation of value for career building and for the evolution of its scholars and alumni. One such course of action is Career Development, which promotes a series of activities for scholars and alumni, namely workshops, orientation sessions and mentoring. The work on this front began in the mid-90s with sporadic workshops. Nowadays, these events are a regular feature on Fundação’s agenda. They address topics such as career management, self-development, corporate recruitment and selection and business creativity, among others. In 2006, two programs were introduced for different target publics. One is the Career Orientation Program (POC), in conjunction with recruitment firm Cia de Talentos. This course is geared to current undergraduate scholars and deals with matters such as the selection process and the job market. It also proposes exercises in self-knowledge and gives an overview of the skills most sought after by employers. The POC is comprised of two group meetings and three individual interviews. For alumni with some experience already under their belts, Fundação set up the Fundamentals for Career Orientation program. Experienced professionals have the opportunity to evaluate their track record and the organizational processes they are involved with and become mentors for the Fundação and in their own organizations. This course presents techniques in self-knowledge and evaluation for the purpose of developing leadership skills. The results are obtained by means of identifying so-called “career anchors” – elements of a person’s professional and personal identity they do not abandon. The program is run in partnership with the company DBM Brasil and given in groups. In the mentoring program, experienced professionals and businessmen from various market sectors provide advice to alumni, in a wholly individual and personalized manner. It is an opportunity to pick up tips on professional relocation and receive career advice and support for setting up and expanding a business. Towards the end of each year, Fundação also stages the Meeting of Opportunities, a series of meetings of scholars and companies from various sectors offering possibilities for employment or traineeships. During these events, students get to meet representatives from numerous companies operating in Brazil in interviews for traineeships, summer jobs or fulltime employment following graduation. In 2006, the Meeting of Opportunities took place on December 19, 20 and 21 and was sponsored by Banco Itaú.

21


NETWORKING NETWORKING A terceira frente de trabalho da Fundação Estudar são os encontros de Networking. Eles têm a tarefa de promover a interação entre a comunidade de bolsistas e profissionais de diversas áreas e organizações. Em encontros informais, como cafés-da-manhã ou almoços, para pequenos grupos, empresários importantes e profissionais de destaque em suas áreas são convidados a compartilhar suas experiências. Essas atividades são uma oportunidade para os bolsistas se relacionarem entre si e aumentar a rede de relacionamentos.

22

O principal encontro da Fundação é a Reunião Anual, que a cada edição tem uma programação especial de palestrantes. Ela é também o palco da premiação do Bolsista do Ano, iniciativa criada para homenagear um membro da comunidade por sua trajetória de sucesso. Em 2006 a confraternização ocorreu no Auditório Steffi e Max Perlman, no Ibmec São Paulo. Na ocasião, os palestrantes foram Antonio Augusto Anastasia, vice-governador do estado de Minas Gerais, e Carlos Brito, CEO da InBev. Bernardo Hees, bolsista 1992 de Economia na PUC-Rio e presidente da ALL - América Latina Logística, foi premiado como Bolsista do Ano. Conheça as principais atividades desenvolvidas nesse período: • “Cenários para as eleições de 2006”, com Alexandre Marinis, bolsista de 1998 (MPP Georgetown University) e sócio-diretor da consultoria Mosaico Economia Política. • “Rumos do Brasil”, com Arminio Fraga, sócio-fundador do Gávea Investimentos. • “Desafios para a indústria financeira”, com Paul Gruppo, managing partner da Roland Berger Strategy Consultants. • “A bolsa e o novo mercado de capitais”, com Marcelo Kayath, managing director, head of Latin American Equities no Credit Suisse Group. • “Desafios da educação no Brasil”, com Claudia Costin. • “O jovem e o mercado de trabalho”, com Sofia Esteves, sócia-fundadora da DM Recursos Humanos. • “Private equity no Brasil”, com Antonio Bonchristiano, sócio da GP Investimentos. • “Leadership and Governance from the inside out: what makes great boards great”, com Jeffrey Sonnenfeld, professor da Yale School of Management. • “Reflexões sobre a relação Brasil-Estados Unidos”, com Christopher McMullen, cônsul dos EUA em São Paulo. • “Challenges for brazilian companies in international recruitment”, com Paul Danos, dean of the Tuck School of Business at Dartmouth.


Fundação Estudar third work front is its Networking meetings. They are designed to promote the interaction between the community of scholars and professionals from various sectors and organizations. At informal gatherings, such as breakfast and lunch meetings for small groups, prominent businessmen and leading professionals in their fields are invited to share their experiences. These events are an opportunity for the scholars to meet one another and expand the network of relationships. Fundação’s main conference, meanwhile, is its Annual Meeting, which each year has a special panel of speakers. It is also the stage for Scholar of the Year award, an initiative created to pay tribute to one member of the community for their achievements. In 2006, the get-together was held in Steffi and Max Perlman Auditorium, at Ibmec São Paulo. On this occasion, the speakers were Antonio Augusto Anastasia, vice-governor of the State of Minas Gerais, and Carlos Brito, CEO of InBev. Bernardo Hees, a 1992 Economics scholar at PUC-Rio and president of ALL – América Latina Logística, was named Scholar of the Year. See the principal activities developed over this period: • “Scenarios for the 2006 elections”, with Alexandre Marinis, 1998 scholar (MPP – Georgetown University) and managing partner of the consultancy Mosaico Economia Política; • “Bearings of Brazil”, with Arminio Fraga, founding partner of Gávea Investimentos; • “Challenges for the financial industry”, with Paul Gruppo, managing partner of Roland Berger Strategy Consultants; • “The stock exchange and the new capital market”, with Marcelo Kayath, managing director, head of Latin American Equities at Credit Suisse Group; • “Challenges for education in Brazil”, with Claudia Costin; • “Youth and the labor market”, with Sofia Esteves, founding partner of DM Recursos Humanos; • “Private equity in Brazil”, with Antonio Bonchristiano, partner in GP Investimentos; • “Leadership and Governance from the inside out: what makes great boards great”, with Jeffrey Sonnenfeld, professor at Yale School of Management; • “Reflections on Brazil – United States relations”, with Christopher McMullen, US consul general in São Paulo; • “Challenges for Brazilian companies in international recruitment”, with Paul Danos, dean of the Tuck School of Business at Dartmouth;

23


RESULTADOS 2006-2007 RESULTS 2006-2007 FUNDAÇÃO CONTINUA A CRESCER EM 2007 A Fundação Estudar apresenta aumento de 81% de inscritos no Processo Seletivo e salto de 87 para 113 parceiros educacionais em um ano, entre outras marcas O segundo semestre de 2006 e o primeiro semestre de 2007 foram de crescimento em todas as áreas da Fundação Estudar. Um dos fatores decisivos para esse desenvolvimento foi o sucesso da campanha de captação de recursos, lançada em dezembro de 2006. Até o mês de maio foram arrecadados 370 mil reais, valor que está sendo revertido em mais bolsas concedidas e no aumento da programação de Desenvolvimento de Carreira e Networking.

PROCESSO SELETIVO 24

Além do aumento da arrecadação, as três frentes de trabalho estão maduras, bem desenvolvidas e adequadas ao plano de atuação e à filosofia da Fundação. Em relação ao Processo Seletivo, por exemplo, o número de candidatos aumenta a cada ano. De 2006 para 2007 o índice de inscritos bateu recordes, crescendo mais de 80%.

NÚMERO DE INSCRIÇÕES POR ANO 2000

1517

1000

838

738

185

280

444

2007

2006

2005

2004

2003

2002

0

Uma das responsáveis pelo alto índice de inscrições foi a incorporação de mais dois programas entre os elegíveis a uma bolsa. Para 2007 foram incluídos os cursos de Engenharia e Relações Internacionais para Graduação no Brasil. Só neste Processo Seletivo houve 317 alunos solicitantes nestas áreas.


FUNDAÇÃO CONTINUES TO GROW IN 2007 Fundação Estudar reports an 80% rise in the number of applicants for Selection Process and educational partners increase from 87 to 113 in one year, among other developments In the second half of 2006 and the first half of 2007, Fundação Estudar witnessed growth in all areas. One decisive factor for this development was the success of the fund-raising campaign, launched in December 2006. By the end of May, a total of 370,000 reals had been raised, an amount that is being converted into more scholarships and additional Career Development and Networking activities.

SELECTION PROCESS

25

In addition to the increased funds, Fundação’s three work fronts are mature, well developed and tailored to the operating plan and the philosophy of the organization. For Selection Process, for example, the number of candidates has been increasing each year. From 2006 to 2007, new applications reached record highs, rising more than 80%.

TOTAL NUMBER OF APPLICANTS PER YEAR 2000

1517

1000

838

738

185

280

444

2007

2006

2005

2004

2003

2002

0

One factor responsible for this high application rate was the incorporation of two new programs eligible for scholarships. In 2007, Engineering and International Relations undergraduate courses in Brazil were included. For these two courses alone, the Fundação received applications from 317 students.


O número de candidatos selecionados é variável. Todos aqueles que atendem ao perfil desejado são contemplados. Assim, a Fundação possibilita a colocação no mercado de um universo maior de jovens bem preparados, com alto potencial intelectual e capacidade de execução.

BOLSAS DISTRIBUIDAS AO LONGO DOS ANOS 2002

18

2003

20

2004

26

15

2005

14

2006

22

2007

31

0

10

20

30

40

DESENVOLVIMENTO DE CARREIRAS A programação da frente Desenvolvimento de Carreiras foi bastante variada nesse período, abrangendo temas como autodesenvolvimento, gestão de carreira, criatividade nos negócios e orientação para processos seletivos. Em 2006 também foram iniciados dois novos programas – Programa de Orientação de Carreira, para bolsistas, e Fundamentos para Orientação de Carreira, para ex-bolsistas. Para estes profissionais com mais experiência é oferecido também o programa de mentoring, por meio do qual empresários e profissionais bem-sucedidos prestam aconselhamento.


The number of selected candidates varies. All those who fit the desired profile are considered. As such, the Foundação helps place on the market a greater share of well-prepared young people with high intellectual potential and a capacity to get things done.

SCHOLARSHIPS AWARDED OVER THE YEARS 2002

18

2003

20

2004

15

2005

14

2006

27

22

2007

31

0

10

20

30

40

CAREER DEVELOPMENT The program of activities for Career Development front was quite varied over this period, covering topics such as self-development, career management, business creativity and orientation on selection and recruitment. In 2006, two new programs were also introduced – Career Orientation Program, for scholars; and Fundamentals for Career Orientation program, for alumni. For the latter, professionals with more experience, Fundação also offers a mentoring program whereby successful businessmen and professionals provide advice.


NETWORKING A Fundação Estudar incentiva o encontro de bolsistas, ex-bolsistas e demais parceiros. Para manter esse vínculo, são realizados diversos eventos de Networking. Desde 2004, a programação está mais variada e o número de encontros quadruplicou.

DISTRIBUIÇÃO DOS BOLSISTAS NO MERCADO DE TRABALHO

INDÚSTRIA

ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA

7% OUTROS

5%

CONSULTORIA

2%

COMÉRCIO 24% SERVIÇOS, E TECNOLOGIA

14%

SETOR PÚBLICO E 3O SETOR

26%

13%

INVESTIMENTO E FINANÇAS

9% NEGÓCIO PRÓPRIO

28

BOLSISTAS POR SETOR 58

SERVIÇO, COMÉRCIO E TECNOLOGIA

62

INVESTIMENTO E FINANÇAS

23

OUTROS

32

CONSULTORIA

34

INDÚSTRIA

6

ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA

11

SETOR PÚBLICO E 3O SETOR

17

NEGÓCIO PRÓPRIO 0

10

20

30

40

50

60

70

MOVIMENTO SUSTENTÁVEL Os ex-bolsistas reconhecem a importância da Fundação Estudar para sua carreira e para a construção de um país mais eficiente. De junho de 2006 a maio de 2007, por exemplo, 22 quitaram suas bolsas. Outros 14, que já haviam cumprido seu compromisso, continuaram a contribuir, tornando-se patrocinadores. A participação da comunidade nas atividades da Fundação também foi significativa nesse período, traduzida, por exemplo, na colaboração de 46 ex-bolsistas nas entrevistas de Processo Seletivo. Números como esses indicam que a instituição está em movimento ascendente e tende a se expandir, guiada por sua rede de excelência.


NETWORKING Fundação Estudar encourages the meeting of scholars, alumni and other partners. To maintain this link, it organizes various Networking events. Since 2004, the program has become more varied and the number of meetings has quadrupled.

DISTRIBUTION OF ALUMNI BY MARKET SECTOR

INDUSTRY

2%

LAW FIRMS

14%

PUBLIC AND NON-PROFIT

7% OTHERS

5%

CONSULTING

COMMERCE 24% SERVICES, AND TECHNOLOGY

26%

13%

9%

INVESTMENTS AND FINANCE

SELF-EMPLOYED

29

ALUMNI IN MARKET SECTOR 58

SERVICES, COMMERCE AND TECHNOLOGY

62

INVESTMENTS AND FINANCE

23

OTHERS

32

CONSULTING

34

INDUSTRY

6

LAW FIRM

11

PUBLIC AND NON-PROFIT

17

SELF-EMPLOYED 0

10

20

30

40

50

60

70

SUSTAINABLE PROGRESS The alumni recognize the importance of Fundação Estudar for their careers and for building a more efficient country. From June 2006 to May 2007, for example, 22 repaid their scholarships in full. Another 14 who have already fulfilled this commitment, continued to make contributions, becoming sponsors. The engagement of the community in Fundação’s activities was also significant over this period. For example, 46 alumni helped conduct interviews in Selection Process. Figures such as these demonstrate that the institution is moving in a forward direction and looks set to expand, driven by its network of excellence.


PARCEIROS PARTNERS IDEAIS COMPARTILHADOS

Os parceiros são peça fundamental para o desenvolvimento e o sucesso das atividades realizadas pela Fundação. Diversas empresas e cidadãos partilham dos ideais da Fundação Estudar. Os parceiros contribuem de diversas formas – por meio de doação em espécie, produtos ou serviços, entre outras possibilidades.

30

APOIO INSTITUCIONAL ALL AmBev Fundação BRAVA Fundação Lemann GWI Asset Management UBS Pactual

APOIO A PROGRAMAS PROCESSO SELETIVO

DM Recursos Humanos (Cia de Talentos) ICTS Global BOLSAS DE ESTUDO

InBev-Baillet Latour DESENVOLVIMENTO DE CARREIRAS

Banco Itaú S/A Choice Consulting DBM Brasil DM Recursos Humanos (Cia de Talentos) FESA Global Recruiters MBA Empresarial NETWORKING

Bloomberg Harvard Business School Executive Education

COLABORADORES INDIVIDUAIS Carlos Brito Miguel Fazanella Filho

APOIO OPERACIONAL Alberto Couto Treinamento e Consultoria em Vendas ICTS Global Totvs-BMI SuaPesquisa.com Suzano Papel e Celulose Via Impressa Design Gráfico


SHARED IDEALS

Partners are a key piece in the development and success of the activities conducted by Fundação. Several companies and citizens share the same ideals as Fundação Estudar. Partners contribute in many ways – through donations in cash, products and services, among other possibilities.

INSTITUTIONAL SUPPORT ALL AmBev Fundação BRAVA Fundação Lemann GWI Asset Management UBS Pactual

SUPPORT FOR PROGRAMS SELECTION PROCESS

DM Recursos Humanos (Cia de Talentos) ICTS Global SCHOLARSHIPS

InBev-Baillet Latour CAREER DEVELOPMENT

Banco Itaú S/A Choice Consulting DBM Brasil DM Recursos Humanos (Cia de Talentos) FESA Global Recruiters MBA Empresarial NETWORKING

Bloomberg Harvard Business School Executive Education

INDIVIDUAL COLLABORATORS Carlos Brito Miguel Fazanella Filho 31

OPERATIONAL SUPPORT Alberto Couto Treinamento e Consultoria em Vendas ICTS Global Totvs-BMI SuaPesquisa.com Suzano Papel e Celulose Via Impressa Design Gráfico


PARCEIROS EDUCACIONAIS EDUCATIONAL PARTNERS

PROJETO CONJUNTO A missão da Fundação Estudar se espelha no projeto educacional do Massachusetts Institute of Technology (MIT) Sloan School of Management, que é desenvolver líderes com princípios éticos e inovadores, para que eles possam melhorar o mundo. O relacionamento que estabelecemos com a Fundação Estudar é importante porque não só nos ajuda a alcançar nosso objetivo como também nos auxilia a atrair e educar futuros líderes corporativos brasileiros. Muitos dos nossos alunos brasileiros realizaram seus sonhos por meio do suporte financeiro da Fundação Estudar. Rod Garcia Diretor de Admissões de MBA do Massachusetts Institute of Technology (MIT) Sloan School of Management

32

AFINIDADE DE VALORES A Fundação Estudar representa uma das mais importantes e frutíferas iniciativas de formação de recursos humanos de alto nível no Brasil. Centrada na valorização do talento, do esforço individual e do compromisso com o país, a instituição há quase duas décadas contribui decisivamente para a formação de significativas lideranças no mundo empresarial brasileiro. A rede de apoio mútuo promovida pela Fundação entre bolsistas e ex-bolsistas é um exemplo prático do conceito de solidariedade, permitindo a perpetuação da iniciativa, além de resultar em excelente alavancagem para esses jovens. O Colégio Bandeirantes sente muito orgulho de ser parceiro da Fundação Estudar, na medida em que há grande afinidade no principal valor das duas instituições – a valorização do mérito. Mauro de Salles Aguiar Diretor-presidente do Colégio Bandeirantes


JOINT PROJECT Fundação Estudar’s mission mirrors MIT Sloan School of Management’s educational mission, which is to develop principled and innovative leaders who improve the world. Our standing relationship with Fundação Estudar is important because not only does it help us attain our goal but it also helps us attract and educate future business leaders from Brazil. Many of our Brazilian students have achieved their dreams through the financial assistant of Fundação Estudar. Rod Garcia Director of MBA Admissions Massachusetts Institute of Technology Sloan School of Management

AFFINITY OF VALUES Fundação Estudar represents one of the most important and fruitful high-level human resources training initiatives in Brazil. Centered around the value of talent, individual effort and a commitment to the country, the institution has for nearly two decades been making a decisive contribution to shaping prominent leadership in Brazilian business world. The mutual support network promoted by the Fundação among scholars and alumni is a practical example of the concept of solidarity, as it not only enables the initiative to continue, but is also an excellent springboard for these young people. Colégio Bandeirantes is very proud to be a partner of Fundação Estudar, since the two institutions share an affinity in their principal value – the acknowledgement of merit. Mauro de Salles Aguiar President of Colégio Bandeirantes

33


ESFORÇO RECOMPENSADO REWARDED EFFORT A instituição reconhece e agradece o trabalho desenvolvido em conjunto com escolas, universidades e institutos de alto nível, nacionais e internacionais, que contribuem para o aperfeiçoamento intelectual, cultural e pessoal de nossos estudantes.

The institution acknowledges and appreciates the work developed in conjunction with schools, universities and high-level national and international institutions that has contributed to the intellectual, cultural and personal enhancement of our students.

Amherst College Associação Alumni Associação dos Engenheiros Politécnicos - AEP Associação Escola Graduada de São Paulo - Graded School 34

Barnard College Bryn Mawr College Centro Acadêmico de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Cari - PUC-SP Centro Universitário Mauá de Tecnologia Colégio de Aplicação da Universidade Estadual do Rio de Janeiro - CAp UERJ Colégio Ari de Sá Colégio Bandeirantes Colégio Engenheiro Juarez Wanderley - Instituto Embraer de Educação e Pesquisa Colégio Farias Brito Colégio pH Colégio Pitágoras Cidade Jardim Colégio Pueri Domus Colégio Santa Cruz Colégio Santo Inácio Colégio São Bento Colégio Sete de Setembro Colégio Visconde de Porto Seguro Columbia University: • Columbia Business School • Columbia College • Columbia School of International and Public Affairs • Columbia University School of Law


Comissão de Cooperação Internacional da Universidade de São Paulo - CCInt - USP Comissão de Cooperação Internacional da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - CRInt-POLI Comissão Fulbright Coordenadoria de Relações Internacionais da Universidade Estadual de Campinas - Cori - Unicamp COPPEAD - Universidade Federal do Rio de Janeiro Tuck School of Business at Dartmouth Escola Americana de Belo Horizonte - American School of Belo Horizonte Elemento Humano Consultoria Escola Americana de Brasília - American School of Brasília Escola Americana de Campinas - American School of Campinas Escola Americana do Recife - American School of Recife Escola Americana do Rio de Janeiro Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas - Ebape/FGV Escola das Nações Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas - Eaesp-FGV Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas - EESP-FGV Escola de Governo da Fundação João Pinheiro Escola Maria Imaculada - Chapel School Escola Panamericana da Bahia - Pan American School of Bahia Escola Superior de Propaganda e Marketing do Rio de Janeiro - ESPM-RJ Escritório Politécnico Internacional - iPOLI Faculdades Jorge Amado Faculdades Ruy Barbosa Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - Fecap Garvin School of International Management - Thunderbird Harvard University: • David Rockefeller Center for Latin American Studies • Harvard Business School • Harvard College • Harvard Graduate School of Education • Harvard Law School • Kennedy School of Government

35


HEC Ibmec Rio de Janeiro Ibmec Minas Gerais Ibmec São Paulo IMD Insead Instituto de Empresa Business School Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA International School of Curitiba - ISC Irene Felman Lehigh University London Business School 36

London School of Economics and Political Science Massachusetts Institute of Technology - MIT: •

Office of Undergraduate Admission

Sloan School of Management

MBA Empresarial Megaron Test Prep and Admissions Consulting Mercado de Trabalho em Engenharia - MTE New York University: •

School of Law

Stern School of Business

Northwestern University: •

School of Law

Northwestern College

Patrícia Monteiro Philadelphia Consulting Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC-Minas Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio Pontíficia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUC-RS St. Paul’s School - Escola Britânica de São Paulo


Stanford University: • Graduate School of Business - GSB • Stanford Law School The British School - Rio de Janeiro Trevisan Escola de Negócios Tufts University: • The Fletcher School • Tufts School of Arts and Sciences UCBerkeley - Hass School of Management UniFAE Centro Universitário - UniFAE Business School Universidade de Brasília - UnB Universidade de Pernambuco Universidade de São Paulo - Faculdade de Relações Internacionais Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ Universidade Estadual do Ceará - UECE University of Chicago • Graduate School of Business - GSB • Harris School of Public Policy • School of Law • The University of Chicago College University of Illinois at Urbana-Champaign: • College of Business • Office of Undergraduate Admissions University of Pennsylvania: • College of Arts and Sciences • The Wharton School University of Virginia: • Darden Graduate School of Business Administration Washington University in St. Louis Williams College Yale University: • Yale College • Yale Law School • Yale School of Management

37


PERFIS DE EX-BOLSISTAS ALUMNI PROFILES ANA PAULA MARTINEZ 2005 - LL.M - Harvard Law School

PELA PROTEÇÃO E DEFESA ECONÔMICA Ex-bolsista investiga condutas irregulares como diretora de departamento do Ministério da Justiça Advogada formada pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco da Universidade de São Paulo (USP), Ana Paula Martinez foi aprovada para o mestrado na sua escola de graduação e na Harvard Law School, nos Estados Unidos. Como não queria perder a oportunidade de cursar as duas, esforçou-se para fazer em um semestre todos os créditos obrigatórios da USP e, com isso, poder continuar matriculada e escrever a dissertação a distância. Cumprida essa meta, ela se dedicou a planejar a pós-graduação no exterior e entrou em contato com a Fundação Estudar. 38

Depois de passar por todas as etapas de seleção, Ana Paula conseguiu a bolsa. Ela considera o processo seletivo bastante exigente e acredita que é possível tirar proveito dele mesmo antes de obter o benefício. “As entrevistas com ex-bolsistas são ótimas para compartilhar experiências”, afirma. Com o apoio da Fundação, ela partiu, em agosto de 2005, para os Estados Unidos, onde fez o LL.M na Harvard Law School. Concluído o curso, passou na prova da Ordem dos Advogados de Nova York, a NY Bar. No segundo semestre de 2006, Ana Paula associou-se ao Cleary Gottlieb Steen & Hamilton, prestigiado escritório norte-americano na área de Direito da Concorrência. A empresa tinha um braço de atuação em Bruxelas, na Bélgica, para onde foi a advogada. Lá, ela fazia a representação de companhias perante a Comissão Européia em casos de defesa da concorrência, cartéis, fusões e aquisições. Volta para casa - A advogada retornou ao Brasil em abril de 2007. Hoje, a ex-bolsista é diretora do Departamento de Proteção e Defesa Econômica (DPDE), da Secretaria de Direito Econômico (SDE), do Ministério da Justiça. Esse órgão cumpre a tarefa de investigar e analisar condutas anticompetitivas e emitir pareceres em todos os casos de fusão e aquisição apresentados ao Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência (SBDC). Ana Paula também é responsável por organizar, ao lado da Polícia Federal, operações de busca e apreensão para colher evidências de práticas anticompetitivas – como os cartéis, por exemplo. Paralelamente, ela retomou sua dissertação na USP, cujo tema é o controle de concentrações econômicas por países em desenvolvimento. “Sempre tive vontade de trabalhar pelo interesse público”, diz. “E já tenho a sensação de contribuir com pontos que afetam diretamente a população.”


FOR ECONOMIC PROTECTION AND DEFENSE Scholar investigates irregular conduct as department director for the Ministry of Justice

As a law graduate from the Largo São Francisco Law Faculty, of Universidade de São Paulo (USP), Ana Paula Martinez was accepted into the masters program at both her graduate school and at Harvard Law School, in the United States. Since she did not want to miss the opportunity to attend both, she took it upon herself to acquire all the necessary credits from USP in one semester and, as a result, earn the right to remain enrolled at the university while writing her thesis in absentia. Once this goal was achieved, she began to plan her graduate program overseas and contacted Fundação Estudar. After passing through all the selection stages, Martinez won a scholarship. She judged the selection process to be fairly demanding but believes that it is possible to benefit even before securing the aid. “The interviews with alumni are great for sharing experiences,” she said. With the support of the Fundação, she left in August 2005 for the United States, where she earned an LL.M from Harvard Law School. Once she had completed the course, she took and passed New York Bar examinations. In the second half of 2006, Ana Paula joined Cleary Gottlieb Steen & Hamilton, a prestigious American law firm in the area of Competition Law. She was stationed at the company’s office in Brussels, Belgium, where she represented companies before the European Commission in antitrust, cartel and merger and acquisition cases. Return home – The lawyer returned to Brazil in April 2007. These days, the alumnus is director of the Department of Economic Protection and Defense (DPDE), part of Ministry of Justice’s Economic Law Secretariat (SDE). This department is charged with investigating and analyzing anticompetitive conduct and issuing reports on all the merger and acquisition cases submitted to the Brazilian Antitrust System. Ana Paula is also responsible, together with the Federal Police, for organizing search and seizure operations to gather evidence on uncompetitive practices – such as cartels, for example. Meanwhile, she went back to USP to work on her thesis, whose topic is the control of economic concentrations in developing countries. “I’ve always wanted to work for the public good,” she said. “And now I feel like I’m really making a contribution that directly affects the population.”

39


RENATO ANTONIO SECONDO MAZZOLA 2003 - Mestrado em Relações Internacionais/Master in Law and Diplomacy The Fletcher School/Tufts University

TESE COM VIÉS SOCIAL Dissertação de mestrado produzida na Tufts University poderá ser utilizada em projetos de microcrédito no interior do Brasil Sair do país para conhecê-lo melhor. Foi o que aconteceu com Renato Antonio Secondo Mazzola durante seu mestrado. Graduado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), com MBA na Universidade de São Paulo (USP), ele mergulhou na realidade brasileira ao fazer pós-graduação na The Fletcher School, da Tufts University, em Boston. Hoje trabalha no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Washington, na área de infraestrutura, e disponibilizou o estudo produzido a partir de viagens ao interior do país para ser aplicado pelo Instituto Brasil Solidário em programas de microcrédito. 40

Renato entrou em contato com a Fundação Estudar em 2003, antes de partir para o mestrado em Boston, pois precisava de um auxílio complementar para manter-se no exterior. O exbolsista ressalta que a organização acompanhou seu desempenho na universidade e promoveu encontros com outros membros da comunidade que também estudavam em Boston. A instituição também teve papel importante quando ele enfrentou dúvidas com relação ao futuro acadêmico. “Enquanto cursava a pós, não sabia se deveria partir para um Ph.D. ou não”, lembra. Para ajudá-lo, o programa de mentoring da frente Desenvolvimento de Carreiras colocou Renato em contato com Claudio Haddad, ex-diretor do Banco Central e presidente do Ibmec São Paulo, que o orientou sobre como conciliar o interesse acadêmico com a prática buscada pelo mercado de trabalho. A pós-graduação estava prevista para durar dois anos, mas se estendeu por três, porque Renato resolveu fazer duas dissertações. A primeira delas, sob a orientação do ex-ministro da Fazenda argentino Domingo Cavallo, foi sobre reestruturação de dívida soberana. A segunda, sobre um projeto de microcrédito para o Brasil, com orientação do brasileiro Marcelo Bianconi, professor do departamento de Economia da Tufts University. Pesquisa de campo - Depois de ampla pesquisa teórica sobre microcrédito, o estudante recebeu um auxílio de 15 mil dólares da universidade para vir ao Brasil em 2006 com mais cinco colegas. Eles visitaram o interior dos estados da Bahia, Goiás, Santa Catarina e Tocantins e entrevistaram aproximadamente 550 pessoas. Renato conta ter tido acesso a um Brasil que só conhecia por meio de livros e da televisão. “Encontrei pessoas que nunca freqüentaram a escola, mas capazes de descrever planos de negócios com mais detalhes que muitos alunos de MBA”, relata. Depois da incursão brasileira, o ex-bolsista voltou a Boston e colocou seu estudo à disposição da organização não-governamental Instituto Brasil Solidário. Ela irá aplicar o programa de microcrédito na localidade de Mumbuca (TO), onde o artesanato com o capim dourado é a principal fonte de renda, e em Mateiros, município com o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Tocantins – 0,584, segundo dados de 2000 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) – e um dos mais pobres do Brasil.


THESIS WITH SOCIAL LEANING Masters thesis completed at Tufts University may be used in microcredit projects in Brazil’s interior Sometimes you need to leave a country to get to know it better. This was what happened with Renato Antonio Secondo Mazzola while taking his masters degree. A graduate of Economics from the Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) with an MBA from the Universidade de São Paulo (USP), Renato delved into Brazil’s reality when he took a graduate course at The Fletcher School, Tufts University, in Boston. He currently works at the Inter-American Development Bank (IADB), in Washington, in the area of infrastructure, and has entrusted his research produced during visits made to the interior of the country for use by Instituto Brasil Solidário in microcredit programs. Renato contacted Fundação Estudar in 2003, before embarking on his masters course in Boston, since he needed supplementary assistance to pay his expenses abroad. The alumnus emphasizes how the organization accompanied his performance at the university and organized meetings with other members of the community also studying in Boston. The institute also played an important role whenever he had doubts concerning his academic future. “When I was taking the graduate course, I didn’t know whether or not to pursue a PhD,” he recalls. To provide assistance, the institution’s Career Development mentoring program put Renato in contact with Claudio Haddad, former director of The Brazilian Central Bank and president of Ibmec São Paulo, who advised him on how to balance academic interests with practical experience sought by the job market. Although the graduate course was scheduled to last two years, Renato extended it to three years since he decided to write two theses. The first, under the supervision of Argentina former finance minister Domingo Cavallo, was on sovereign debt restructuring. The second, on a microcredit project for Brazil, was supervised by Marcelo Bianconi, a Brazilian economics professor at Tufts University. Field research – After extensive research on microcredit, the student received a 15,000 dollar grant from the university to travel to Brazil in 2006 with five colleagues. They visited the interior of the states of Bahia, Goiás, Santa Catarina and Tocantins and interviewed some 550 people. Renato explains that he saw a side of Brazil that he had only previously encountered in books and on television. “I met people who had never been to school but could describe a business plan in more detail than many MBA students,” he said. After the incursion into Brazil, the alumnus returned to Boston and entrusted his research to Instituto Brasil Solidário, a non-government organization that is going to apply the microcredit program in the regions of Mumbuca (Tocantins), where making handicrafts from golden grass (capim dourado) is the principal source of income, and in Mateiros, the municipal district in Tocantins with the lowest Human Development Index (HDI), of 0,584, according to 2000 data from the United Nations Development Program (UNDP), and also one of the poorest in Brazil.

41


STEPHANIE MAYORKIS 1993 - Administração de Empresas/Business Administration - Universidade Santa Úrsula 1996 - Mestrado em Administração/Masters in Business - Eaesp - FGV

ATLETA NOS NEGÓCIOS Ex-tenista coleciona vitórias em seu trabalho, dedicado ao mundo do entretenimento A carioca Stephanie Mayorkis teve de fazer, há 14 anos, o que considera ter sido a mais difícil escolha de sua vida: deixar o esporte. Tenista profissional, ela era aos 23 anos a número 2 do ranking nacional e estava entre as 200 do mundial. Continuar no esporte exigiria uma mudança definitiva para a Europa. Finalizada a carreira, o caminho natural seria abrir uma academia e dar aula de tênis. Mas a jovem resolveu mudar o curso de sua história, abrir mão do sonho de infância e construir outro. A primeira medida foi fazer um curso superior.

42

“Decidi que era hora de cursar uma faculdade, porque esperar para fazer isso aos 30 anos seria muito mais difícil”, afirma Stephanie. Para acelerar o tempo nos bancos escolares, ela acumulou disciplinas e terminou em três anos e meio o curso de Administração na Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro. Foi durante essa fase que Stephanie obteve a primeira bolsa da Fundação Estudar. Mudança para São Paulo - Cumprida essa etapa, ela partiu para o mestrado em Administração de Empresas na Eaesp-FGV, em São Paulo. Mudou-se para a capital paulista e começou a trabalhar como gerente de marketing no Playcenter. Em 2001, entrou para a Ticketmaster, empresa da CIE Brasil (Corporação Interamericana de Entretenimento), atuando como gerente comercial. Um ano depois ela passou a gerente- geral, implantou novas áreas, e em agosto de 2006 assumiu como diretora da Divisão de Teatro e Exposições da CIE. Nessa função, Stephanie já organizou o espetáculo O Fantasma da Ópera, no Teatro Abril, e Miss Saigon, programado para substituí-lo, em julho de 2007. As exposições Corpo Humano: Real e Fascinante e Leonardo da Vinci – A Exibição de um Gênio, no espaço da Oca, no Parque Ibirapuera, em São Paulo, também tiveram a participação da ex-bolsista. “Fico feliz de poder trazer ao Brasil coisas que há pouco tempo as pessoas só podiam ver no exterior”, diz. Stephanie faz questão de manter-se ligada à Fundação Estudar. Atua como entrevistadora voluntária durante o Processo Seletivo e participa de eventos de Desenvolvimento de Carreiras e Networking. Além de compartilhar sua experiência e conhecimento nessas atividades, ela também se beneficia delas. “Participei do programa Fundamentos para Orientação de Carreira, em parceria com a DBM Brasil, que foi essencial para reorganizar minhas idéias.” Fazendo uma retrospectiva de suas escolhas, a ex-bolsista tem certeza de que tomou a decisão certa ao trocar as quadras pelo universo cultural. Hoje, está realizada profissionalmente. E nem precisou abrir mão de sua antiga paixão: mesmo com tantas atividades, ela ainda consegue jogar tênis toda semana.


ATHLETE IN BUSINESS Former tennis player scores victories in the workplace, dedicated to the world of entertainment Fourteen years ago, Stephanie Mayorkis, a professional tennis player from Rio de Janeiro, had to make what she considers the hardest decision of her life: to quit the sport. At the time, she was 23 years old and number two in the Brazilian national tennis ranking and among the top 200 players worldwide. Continuing her sports career would have required a definitive move to Europe, and once her professional playing days were over, the natural course of events would be to open a tennis club and coach. However, the young woman decided to change the course of her future, give up her childhood dream and pursue another. The first step was to take a higher education course. “I decided it was time to go to college, because this would be much harder if I waited until I was 30,” said Stephanie. To expedite her passage through the course, she accumulated subjects and completed the Business course at Universidade Santa Úrsula, in Rio de Janeiro, in just three and half years. It was at this point that Stephanie earned her first scholarship from Fundação Estudar. Move to São Paulo – Now a graduate, she embarked on a masters course in Business Administration at EAESP – FGV, in São Paulo. She moved to the city and started working as a marketing manager for Playcenter. In 2001, she joined Ticketmaster, a subsidiary of CIE Brasil (Corporação Interamericana de Entretenimento), as commercial manager. A year later, she was promoted to general manager, introduced new areas and by August 2006 she was director of CIE’s Theater and Exhibition Division. In this position, Stephanie organized the staging of The Phantom of the Opera at Teatro Abril and Miss Saigon, which is scheduled to replace it in July 2007. The alumnus also had a hand in the exhibition Corpo Humano: Real e Fascinante (The Human Body: Real and Fascinating) and Leonardo da Vinci – A Exibição de um Gênio (Leonardo da Vinci – The Exhibition of a Genius), at Oca cultural center in São Paulo’s Ibirapuera Park. “It makes me happy to bring to Brazil things that not so long ago people could only see abroad,” she said. Stephanie makes a point of not losing contact with Fundação Estudar. She volunteers as an interviewer during the Selection Process and participates in Career Development and Networking events. In addition to sharing her experience and expertise in these activities, she also benefits from them herself. “I participated in the Fundamentals for Career Orientation program, in partnership with DBM Brasil, which really helped me put my thoughts in order.” Looking back on her choices, the alumnus has no doubts that she made the right decision to exchange the tennis court for the world of culture. These days, she feels professionally fulfilled. And she never had to completely give up her old passion: even though she is so busy, she still finds the time to play tennis every week.

43


CLÁUDIO ANDRADE 1994 - Administração de Empresas/Business Administration - Eaesp - FGV

EXPERIÊNCIA COMPARTILHADA Integrante da Diretoria, ex-bolsista participa ativamente de todas as áreas de atuação da Fundação Cláudio Andrade foi um dos primeiros jovens talentos beneficiados pela Fundação Estudar, em 1994. Mas nunca permitiu que essa relação, iniciada há mais de uma década, se rompesse. Pelo contrário, ele mantém um laço cada vez mais estreito com a instituição, a ponto de ser um dos membros da Diretoria. Como outros integrantes dessa rede de excelência, o exbolsista, hoje proprietário de uma empresa de gestão de fundos de investimentos, quer retribuir e oferecer a outros a mesma oportunidade que recebeu. 44

Cláudio cursava o segundo semestre de Administração na Fundação Getulio Vargas (FGV) de São Paulo quando obteve a bolsa. Por causa dessa ajuda financeira, seu orçamento ficou menos comprometido e ele pôde cursar créditos optativos na França. Ficou durante seis meses na École Supérieure de Commerce de Montpellier, cumprindo disciplinas na área de finanças, seu principal interesse desde aquela época. Um ano antes de se formar, em 1993, o ex-bolsista foi trabalhar no banco Garantia. Nem imaginava que nove anos depois teria sua própria empresa. “Eu não tinha essa visão empresarial, mas queria trabalhar nessa área, pois gostava muito de gestão e mercados”, lembra. Cláudio abriu a Polo Capital Management em 2002, em parceria com Marcos Duarte, no Rio de Janeiro. Hoje ela ocupa uma das primeiras posições do mercado em sua área de atuação, administrando aproximadamente 650 milhões de dólares. A Polo investe em empresas que estejam passando por uma mudança de gestão ou de operação corporativa. Laço estreito – Como diretor da Fundação, o empresário se sente cada vez mais próximo da instituição. Ele ajuda na implementação das diretrizes definidas pelo Conselho, atua diretamente na seleção de novos bolsistas e colabora na definição de metas e planos de ação. “Atualmente tenho relações comerciais com profissionais que conheci nos encontros da Fundação”, relata Cláudio, que diz que também já contou com a ajuda de integrantes da comunidade para contratar novos funcionários para a Polo. “O fato de conhecer outras pessoas em condições similares de carreira abre oportunidades para a troca de experiências, para testar conceitos, não só entre pares, mas com profissionais mais experientes com os quais temos canal aberto por meio da Fundação”, comenta. O diretor apóia financeiramente a instituição e atua no apadrinhamento de bolsistas, orientando estudantes em suas dúvidas profissionais. Segundo ele, quando alguém compromete seu capital, acompanha mais de perto o trabalho realizado, pois se sente um pouco dono do negócio. E é exatamente isso que ele e os outros ex-bolsistas e bolsistas da Estudar devem ser.


SHARED EXPERIENCE A member of the Alumni Board, alumnus participates actively in all areas of the Fundação’s activities Cláudio Andrade was one of the first gifted young beneficiaries of Fundação Estudar, back in 1994. But he has never allowed this relationship, which began over a decade ago, to be eroded. On the contrary, he has developed ever closer ties with the institute, even becoming one of the members of the Alumni Board. Like the other members of this network of excellence, Cláudio, who today runs his own investment fund management business, wants to reciprocate and give others the same opportunity he enjoyed. Cláudio was in the second semester of Business at Fundação Getúlio Vargas (FGV) in São Paulo when he received his scholarship. As a result of this financial assistance, his budget was less compromised and he was able to earn optional credits in France. He spent six months at École Supérieure de Commerce de Montpellier, taking classes in finance, his main area of interest since that time. One year before graduating, in 1993, the alumnus went to work for Banco Garantia. He would never have imagined that nine years later he would have his own business. “I didn’t have that enterprising vision, but I knew I wanted to work in the area, since I really liked management and markets,” he recalls. Cláudio opened Polo Capital Management in 2002, in partnership with Marcos Duarte, in Rio de Janeiro. The company now ranks high up in its field, managing approximately 650 million dollars. Polo invests in companies that are undergoing a change in management or corporate operation. Close ties – As a Fundação director, the businessman feels increasingly closer to the institute. He helps to implement the guidelines set by the Board, works directly on the selection of new scholars and contributes to defining the goals and plans of action. “I currently have commercial relations with professionals who I met at Fundação’s meetings,” said Cláudio, who adds that he has already received help from members of the community to hire new staff at Polo. “The fact that I know other people in a similar career position is an opportunity for sharing experiences and testing concepts, not only among peers, but also with more experienced professionals with whom we have an open channel through Fundação,” he explains. The director gives financial support to the institution and acts as a sponsor for scholars, advising students on their professional concerns. In his view, when you commit to something with money, you pay closer attention to the work underway, since you feel rather more like the owner. And this is precisely how he and Estudar’s other scholars and alumni should feel.

45


BOLSISTAS DOADORES SCHOLAR DONORS CICLO AUTO-SUSTENTÁVEL Participação intensa de ex-bolsistas nas atividades da Fundação tem sido decisiva para a expansão da instituição Todo bolsista da Fundação Estudar assume o compromisso moral de devolver o valor do benefício que recebeu à instituição. Com esse retorno, ele proporciona a outros jovens o acesso a uma educação de excelência e a organização estabelece um ciclo auto-sustentável.

46

Muitos ex-bolsistas continuam a contribuir após quitar o pagamento da ajuda financeira recebida, tornando-se patrocinadores da Fundação. Esse gesto tem feito com que o Processo Seletivo e as linhas de atuação Desenvolvimento de Carreiras e Networking cresçam seguidamente e aumentem o impacto de suas ações. Em 2006, a Fundação criou algumas diferentes oportunidades de colaboração para facilitar a doação: • Aposte em um talento: é o patrocínio de um bolsista, no Brasil ou no exterior, de graduação ou pós. A ajuda pode ser parcial, em real ou dólar. • Aumente a rede: o ex-bolsista traz a empresa na qual é sócio ou colaborador para ser parceira, promovendo doações em espécie, que garantem benefícios fiscais. • Traga parceiros: ex-bolsistas (ou parceiros) facilitam a aproximação de empresas que têm interesse em investir na Fundação. • Doe produtos e serviços: é a doação de produtos e serviços de empresas dos mais variados segmentos para ajudar a manter a operação e os programas da instituição. • Estimule o networking: é o patrocínio de eventos, que pode ser feito por doação em espécie, de produtos ou serviços. A campanha tem sido um sucesso. Desde que foi lançada, em dezembro de 2006, arrecadou 370 mil reais. A contribuição financeira é fundamental, tão importante quanto a presença e a participação dos ex-bolsistas nas atividades da Fundação. A instituição precisa de sua comunidade para enriquecer todas as suas práticas e ajudar a formar novos líderes éticos e comprometidos.


SELF-SUSTAINABLE CYCLE Steadfast participation of alumni in the activities of Fundação have been decisive for its expansion All Fundação Estudar scholars assume the moral commitment to return the full amount of money they receive from the institute. These reimbursements give other young people access to an education of excellence while the organization establishes a self-sustainable cycle. Many alumni continue to contribute even after repaying all the financial assistance they received, becoming sponsors of Fundação. This gesture has enabled the Selection Process and the Career Development and Networking activities to keep on growing while the impact of their actions also improves. In 2006, Fundação created a range of collaboration opportunities to facilitate donations: • Backing a talent: sponsorship of a scholar, either in Brazil or abroad, on an undergraduate or graduate course. The assistance may be partial, and either in Brazilian reals or US dollars; • Network expansion: alumni invite the company they run or work for to be a partner, promoting cash donations for which they get tax benefits; • Drawing partners: alumni (or partners) introduce companies interested in investing in Fundação; • Donate products and services: donation of products and services by companies from all sectors to help with the upkeep of the institute’s operations and programs; • Encourage networking: sponsorship of events, which may be done through donations of either cash, products or services. The campaign has proven successful. Since its launch in December 2006, it has raised 370,000 reais. Financial contributions are crucial, just as important as the presence and participation of alumni in the Fundação’s activities. The institute needs its community to enrich its programs and help shape new ethical and committed leaders.

47


BOLSISTAS PATROCINADORES (2006-2007) A Fundação Estudar agradece aos ex-bolsistas que contribuíram no período além do valor da bolsa recebida.

SCHOLAR SPONSORS (2006 – 2007) Fundação Estudar is grateful to the alumni who have contributed over the period beyond the value of the scholarship they received.

Nome Name 48

André Reginato Bernardo Vieira Hees Bruno Pessôa Serapião Cláudio José Carvalho de Andrade Eduardo Andre Bottino Roma Hadriano Domingues Jayme Chataque de Moraes Jorge Guimarães Laranjeira Leonardo Goldfeld Marcelo Faria Parodi Marcelo Moreira Russo Pedro de Freitas A. Bueno Vieira Sérgio Luis Guedes D´Ávila Veronica Allende Serra

Ano da bolsa Scholarship Year 1995 1992 2001 1994 2002 1996 2004 1996 1995 1997 1999 1997 2001 1995


BOLSISTAS QUE QUITARAM SEU COMPROMISSO ENTRE JUNHO DE 2006 E MAIO DE 2007 SCHOLARS WHO REPAID THEIR SCHOLARSHIPS BETWEEN JUNE 2006 AND MAY 2007

Nome Name

Ano da bolsa Scholarship Year

Ana Paula Martinez André Ferrari Bruno Pessoa Serapião Cláudia Elisa de Pinho Soares Daniela Fusco Alcaro Eduardo André Bottino Roma Guilherme Cavalcanti Piereck Hadriano Domingues Júlio César Attílio Luiz Fernando Barreto Silva Manoela O. de Souza C. Andrade Marcelo de Carvalho Navarro Marcelo Luis Mendes Soares da Silva Marcelo Moreira Russo Nilo Martins de Andrade Filho Paula Volpatto Fagundes Pedro Loffredi Rodolfo Rogério de Deus Oliveira Rogério Fota Melzi Rogério Rocha Mascarenhas Sérgio Luis Guedes D´Ávila Simone Lahterman

2005 2001 2002 1997 2004 2002 1998 1997 1997 1997 1996 1994 1996 1999 2002 2004 1992 1994 1999 2000 2001 2000

49


BOLSISTAS QUE JÁ QUITARAM SEU COMPROMISSO SCHOLARS WHO HAVE ALREADY REPAID THEIR SCHOLARSHIPS

BOLSISTAS SCHOLAR

50

Adelmo Hideyoshi Inamura Adriana Pozzani Affonso Parga Nina Alberto Winkler Blanco Alexandre de Barros Cruz e Guião Alexandre Houara Lordello Alexandre Valério De Wilde Aline Mesquita Laranja Gooding Ana Beatriz Santos Gama Ana Paula Cavalcanti de O. Fontes Ana Silvia Antunes Ana Soban Fernandes André Luis Abram André Luiz Miranda e Silva André Reginato André Sapoznik Andrea Narholz Diaz Antônio Henrique Prado Arkhan Helu Augusto Alves Tannure Bernardo Vieira Hees Carlos Fernando Vieira Gambôa Carlos Henrique Lobão Pegurier Carlos Henrique Miyaki Carlos Watanabe Cauê Costa Moreira Amaral César Munehiro Arata Claudio Galeno de Araujo Filho Cláudio José Carvalho de Andrade Cláudio Maurício Freddo Colin Butterfield Cristiane Rembowski Fernandes Cristina Haruko Kawamoto Dalbi Sebastião Arruda Jr. Daniela Barone Soares Daniele Valadão Levy Danilo Gamboa

Ano e mês de formatura Year of Graduation Julho 2004 Maio 1996 Maio 1997 Maio 1996 Maio 1998 Dezembro 1996 Junho 1998 Maio 1996 Dezembro 1996 Junho 2005 Junho 1996 Junho 2002 Junho 2001 Maio 1997 Maio 1997 Maio 1998 Julho 1995 Maio 1997 Dezembro 1994 Dezembro 1998 Dezembro 1992 Maio 1999 Maio 1997 Junho 1999 Junho 2001 Dezembro 2004 Maio 1998 Junho 2002 Julho 1994 Setembro 2000 Junho 2004 Julho 1995 Junho 1997 Dezembro 1995 Maio 1997 Maio 1997 Julho 2004

Ano e mês de quitação Year of Repayment Maio 2006 Julho 1998 Fevereiro 2004 Dezembro 2002 Fevereiro 2002 Agosto 2000 Dezembro 2004 Dezembro 2004 Junho 1995 Março 2006 Março 1998 Janeiro 2005 Junho 2004 Abril 2003 Fevereiro 2000 Março 2001 Abril 1996 Maio 1998 Junho 1999 Dezembro 2002 Julho 1994 Fevereiro 2004 Março 1999 Junho 2005 Julho 2003 Agosto 2005 Dezembro 2003 Dezembro 2003 Dezembro 1994 Março 2006 Outubro 2004 Abril 1999 Outubro 2001 Agosto 2002 Agosto 2002 Novembro 2001 Fevereiro 2006


Dercio Santiago Silva Júnior Diego Luis Milred Edison Yu Eduardo Fontana Hoffmann Eleonora Pizarro Motta Elsen Christian Carvalho Carmo Fabiana Sandra Eggers Fábio Marcel Fossen Fernanda Haydée Pasquarelli Fernando Octávio Mazza Baumeier Fernando Quintana Merino Filipe Bonetti Alves Flávia Marques Barros Flávio Eduardo Sznajder Floriano Paulino da Costa Neto Francisco José Bastos Santos Gilberto Ribeiro Gisele Simões Everett Gregor Masini Monteiro de Andrade Guilherme Bokel Catta-Preta Hans Lin Heny Gabay Hugo Botelho Barra Isabel Lustosa Veirano Ivo Luis de Sá Freitas Vieitas Jr. Jaime Pfaltzgraf Ribeiro Jaime Schlittler Silva Filho Janaina Martins Soares Janete das Neves Inverno Macedo Jayme Chataque de Moraes João Henrique Guerra João Mauricio G. de Castro Neves Joaquim Pedro Andrés Ribeiro Jorge Guimarães Larangeira Leonardo Goldfeld Lissa Collins Luis Fernando Gustavo de Castro Luis Heitor de Queirós Gonçalves Luiz Claudio Valmont Luiz Felipe Echenique Wielandt Luiz Gustavo Lamego Alves Luiz Raul Delgado de Andrade Lycia Akiko Hossaka Marcello M. Sardenberg de Mattos Marcelo Amaral Moraes Marcelo Faria Parodi

Julho 1994 Junho 1997 Maio 1998 Maio 1998 Dezembro 2006 Junho 1997 Dezembro 1997 Maio 2000 Junho 2000 Dezembro 1994 Maio 1994 Dezembro 1996 Dezembro 1997 Junho 1997 Dezembro 1995 Julho 1995 Julho 1994 Maio 1996 Junho 1998 Maio 1994 Maio 1998 Maio 1996 Junho 2000 Maio 1996 Maio 1996 Julho 1994 Julho 1998 Março 2000 Julho 2002 Dezembro 2004 Julho 2001 Janeiro 1994 Janeiro 1999 Maio 1998 Maio 1997 Dezembro 1993 Julho 1996 Julho 1995 Dezembro 2003 Dezembro 1994 Julho 1994 Dezembro 1993 Maio 2000 Junho 2002 Julho 1994 Dezembro 1997

Novembro 1996 Outubro 1999 Agosto 2000 Maio 2000 Novembro 2005 Julho 2004 Março 2001 Agosto 2002 Abril 2005 Setembro 1998 Março 1999 Dezembro 1999 Setembro 2000 Novembro 1999 Junho 1997 Novembro 1996 Junho 1996 Março 2000 Janeiro 2004 Maio 2003 Março 2003 Dezembro 2002 Setembro 2002 Março 2000 Maio 1999 Junho 2003 Dezembro 1999 Julho 2002 Março 2006 Setembro 2005 Janeiro 2005 Outubro 1998 Setembro 2005 Agosto 2001 Abril 2002 Outubro 1995 Maio 1997 Agosto 1997 Janeiro 2005 Março 1997 Julho 1998 Julho 1997 Março 2006 Novembro 2004 Dezembro 1997 Dezembro 2002

51


52

Marcelo Leite Moura e Silva Marcelo Santos Barbosa Marcelo Santos Ribeiro Márcia Andrea de Almeida Wolff Marco Simonovitch Marcos André Gonçalves de Macedo Marcos Fernandes Vianna Marie Louise Conilh de Beyssac Marília Artimonte Rocca Marília Artimonte Rocca Mario José das Neves Mark Mercante Amorim Marta Mendes Miguel Martin Jochmann Maurício França Junior Monica Rossi Duarte Neves Murilo Mattos Chaim Nelson Lopes Puccini Olavo Hartveld Cunha Patrícia Andrade Paviani Patricia Regina Verderesi Paulo André Piereck da Cunha Paulo Haroldo Mannheimer Paulo José Marques Soares Pedro de Freitas A. Bueno Vieira Pedro Marcus Lira Palma Pedro Paulo Alves de Brito Peter Lerner Mintzberg Raul Guimarães Guaragna Renato Oliveira Furtado Ricardo Camargo Veirano Ricardo de Oliveira Barreto Ricardo Marques Garcias Ricardo Mollica Jourdan Ricardo Tadeu A. Cabral de Soares Rodolfo Aranha Alves Barreto Rodolfo Magno de Carvalho Coelho Rodrigo Leonardo Anunciato Rodrigo Peixoto Galvão Rodrigo Perazzi Musiello Ronaldo Veiga Fiorito Rosineide Wanderley Tinoco Sergio Messias Pedreiro Stephanie de Souza Mayorkis Tamy Ymei Lin Valéria Marinho Freundt Veronica Allende Serra William I Wei Tsui

Maio 2000 Maio 1997 Maio 1997 Julho 1995 Junho 1997 Julho 1994 Julho 1994 Julho 1995 Maio 2000 Dezembro 1994 Dezembro 1992 Maio 1996 Julho 2003 Maio 1995 Maio 1999 Julho 1995 Junho 1997 Dezembro 1995 Maio 1997 Maio 1998 Maio 1998 Janeiro 1998 Abril 2000 Junho 2001 Junho 1998 Junho 2003 Junho 1999 Maio 1998 Julho 1994 Maio 1999 Maio 1995 Dezembro 1992 Junho 2001 Julho 2000 Maio 1995 Junho 2001 Maio 1995 Dezembro 1999 Maio 1996 Maio 1997 Julho 1994 Dezembro 1997 Maio 1996 Junho 1997 Dezembro 1998 Julho 1994 Maio 1997 Maio 1998

Fevereiro 2004 Outubro 2001 Janeiro 2001 Abril 2004 Agosto 2002 Dezembro 1995 Setembro 2002 Outubro 2001 Maio 2003 Novembro 1996 Dezembro 1996 Outubro 1999 Fevereiro 2005 Abril 2000 Julho 2004 Outubro 1997 Agosto 1998 Maio 1997 Maio 1999 Março 2002 Março 2002 Março 2003 Julho 2004 Novembro 2005 Agosto 2001 Abril 2005 Agosto 2003 Setembro 2000 Março 1996 Julho 2004 Maio 1998 Setembro 2000 Novembro 2005 Abril 2004 Março 2002 Junho 2005 Março 2000 Março 2004 Julho 2005 Julho 2000 Dezembro 1994 Agosto 1999 Outubro 1998 Março 2003 Dezembro 2005 Agosto 1996 Março 1999 Julho 2002


DOADORES DE EXPERIÊNCIA EXPERIENCE DONORS No Processo Seletivo 2007, 46 ex-bolsistas ajudaram atuando como entrevistadores. O conhecimento e a experiência de cada um deles são fundamentais para uma avaliação precisa dos candidatos e uma escolha mais justa e acertada dos novos membros da comunidade. In the 2007 Selection Process, 46 alumni gave up their time to act as interviewers. Their knowledge and experience are fundamental for an accurate evaluation of the candidates and for the fairest and most appropriate choice of new community members.

EX-BOLSISTAS ENTREVISTADORES ALUMNI INTERVIEWERS Alexandre Ferraz de Marinis Alexandre Valério De Wilde Ana Paula Cavalcanti de Oliveira Fontes Andre Caldas Oliveira André Clark Juliano Andre Ferrari André Luis Abram André Reginato Augusto Alves Tannure Carlos Henrique Lobão Pegurier Carlos Henrique Miyaki Cláudia Elisa de Pinho Soares Claudio José Carvalho de Andrade Cláudio Maurício Freddo Colin Butterfield Cristina Artimonte Farjallat Danilo Gamboa Éder José Martins Eduardo Medeiros Rodrigues Elsen Christian de Carvalho Carmo Fábio Santiago da Silva Fernando Quintana Merino Guilherme Cavalcanti Piereck Jaime Schlittler Silva FiIho

Jayme Chataque de Moraes Leda Sara Xavier Castanheira Lissa Colins Luiz Claudio Guida Valmont Marcelo Amaral Moraes Marcelo Faria Parodi Marcelo Santos Barbosa Márcia Ghitnick Marcos Ernesto Coelho Vignal Marcos Fernandes Vianna Paulo José Marques Soares Pedro Marcus Lira Palma Raul Guimarães Guaragna Renato Antonio Secondo Mazzola Renato Oliveira Furtado Rodrigo Leonardo Anunciato Rodrigo Vilardo Vella Rogério de Deus Oliveira Rogério Frota Melzi Rubens Mário Marques de Freitas Tamy Ymei Lin Veronica Allende Serra

53


DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS FINANCIAL STATEMENTS BALANÇO PATRIMONIAL* ATIVO CIRCULANTE Disponibilidades Aplicações financeiras Bolsas de estudos concedidas a apropriar Adiantamentos diversos NÃO CIRCULANTE Realizável em longo prazo Bolsas de estudos concedidas a apropriar Ativo permanente Imobilizado TOTAL ATIVO 54

PASSIVO CIRCULANTE Encargos e provisões Bolsas concedidas a pagar Outras contas a pagar

Em 31 de dezembro de 2006 (Em Reais) 2006 237.235 1.379.566 1.355 1.618.156

10.822.231 12.440.387 2006 47.912 225.981 273.893

PATRIMÔNIO SOCIAL Patrimônio Social Superávits acumulados

11.607.060 559.434

TOTAL PASSIVO

12.440.387

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS*

RECEITAS OPERACIONAIS Doações Custo de programas Bolsas de estudo Coleção Brasiliana Receita líquida antes das despesas operacionais

Em 31 de dezembro de 2006 (Em Reais)

2006 2.511.972 (798.604) (426.235) 1.287.133

Despesas operacionais Salários e benefícios Encargos sociais Despesas administrativas Serviços de terceiros Receitas financeiras, líquidas Superávit do exercício * Notas: 1. Auditado pela KPMG. 2. A taxa de conversão é 2.1761, valor anual médio.

(520.143) (169.014) (41.114) (43.581) 189.113 (584.739) 702.394


BALANCE SHEET * ASSETS CURRENT ASSETS Cash and cash equivalents Investments Awarded scholarships receivable Advances

As at 31 December 2006 (In Reals) 2006 237.235 1.379.566 1.355 1.618.156

FIXED ASSETS Long-term Assets Awarded scholarships receivable Permanente asset TOTAL ASSETS LIABILITIES AND EQUITY CURRENTS LIABILITIES Wages and provisionses Awarded scholarships Accounts payable

10.822.231 12.440.387 2006 47.912 225.981 273.893

CORPORATE ASSETS Net Worth Accumulated superavit

11.607.060 559.434

TOTAL LIABILITIES

12.440.387

INCOME STATEMENT*

INCOME Donations Program expenses Scholarships Coleção Brasiliana Net income before operating expenses

As at 31 December 2006 (In Reals)

2006 2.511.972 (798.604) (426.235) 1.287.133

Operating expenses Salaries and benefits Labor charges Administrative expenses Services Net financial income Surplus of period * Notes: 1. Audited by KPMG. 2. Average exchange rate in 2006 was USD 1 = R$ 2.1761.

(520.143) (169.014) (41.114) (43.581) 189.113 (584.739) 702.394

55


EXPEDIENTE PERSONNEL CONSELHO CURADOR BOARD OF TRUSTEES

Jorge Paulo Lemann Carlos Alberto da Veiga Sicupira Marcel Herrmann Telles Anna Victoria Lemann Osório Antonio Carlos Augusto Ribeiro Bonchristiano Bianka Cristine Van Hoegaerden Herrmann Telles Cecília de Paula Machado Sicupira Paulo Cezar Castello Branco Chaves de Aragão ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRATION

Andrea Bongioanni Rosi Alves Thaís Junqueira Franco Xavier DIRETORIA ALUMNI BOARD

André Reginato Claudio José Carvalho de Andrade Marcelo Faria Parodi Marcelo Santos Barbosa PRODUÇÃO EDITORIAL EDITORIAL PRODUCTION

Cross Content Comunicação COORDENAÇÃO EDITORIAL EDITORIAL SUPERVISION

Andréia Peres EDIÇÃO EDITING

Débora Crivellaro REDAÇÃO E REPORTAGEM WRITING AND REPORTING

Renata Costa REVISÃO REVISION

Regina Pereira DESIGN GRÁFICO GRAPHIC DESIGN

Via Impressa Design Gráfico PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃO PRE-PRESS AND PRINTING

Garilli Gráfica e Editora Impresso em papel Couché fosco 150g e Duo Design 300g. Printed on Couché fosco 150g and Duo Design 300g.

O papel para a produção deste relatório foi doado pela Suzano Papel e Celulose The paper for the production of this report was donated by Suzano Papel e Celulose


www.estudar.org.br

Relatório Anual 2007  
Relatório Anual 2007  

Veja como foi o ano da Estudar em 2007.

Advertisement