Page 1

ÁGORA Tech Park |

Implantação e 1º Edifício Inserção Tech Park

Partidos da Implantação Para o presente projeto, toma-se como partido a linha reta inclinada, onde o percurso direto entre dois pontos traduz a objetividade e a rapidez contemporânea, ao passo que a inclinação denota movimento e gera perspectivas dotadas de profundidade e dinamismo. Então, ângulos oblíquos e obtusos repousam na estabilidade formal dos triângulos. A diagonal remete, também, ao ‘Início’, assim como a letra A, a primeira letra do alfabeto e a primeira letra do empreendimento Ágora Tech Park, marcando assim, o início do futuro centro tecnológico de Joinville.

Implantação Lote de 70.000m² Mata existente 20.000m² Área Permeável mín. 14.000m² Potencial Construtivo 50,000m²

Terr

eno

Aces

sos

A funcionalidade espacial do Àgora Tech Park inicia-se pela relação do seu projeto de implantação com o entorno, com os eixos de conexão e com os acessos principais. As linhas retas subdividem o terreno em porções e as hierarquias viárias são trabalhadas dando-se prioridade aos pedestres. A porção mais nobre do loteamento é, então, reservada ao edifício inaugural. O qual conta com uma forma simétrica, centralizada e perpendicular à via Napoli. O que proporcionará uma visada privilegiada para quem por ela acercar-se.

Parâmetros dos Setores

e co

nexõ

es

Acesso Veícular Acesso Principal Conexões Principais Conexões Secundárias Circulação Pedonal Eixos de Distribuição Pedonal Conexão Leito Carroçável

Vias

Setores

A grande porção de mata nativa que adentra ao lote também chama a atenção. Ao mesmo tempo que se deseja preservá-la, propõe-se sua integração ao projeto dividindo-a, pelo passeio público, em cinco porções menores. A porção de vegetação deixa, assim, de ser um obstáculo e passa a agregar valor ao recinto. O projeto almeja a sustentabilidade econômica, ambiental e também busca a flexibilidade dos espaços, desde a concepção da implantação, até os projetos arquitetônicos futuramente implementados. Sendo assim, criaram-se setores amplos, com diferentes parâmetros de ocupação e uso do solo, considerando-se ultrapassar a porcentagem mínima de áreas permeáveis e limitando construções de escala fora do previsto. Assim se obteve o equilíbrio entre o potencial construtivo total do empreendimento, com um ambiente mais verde, arborizado e agradável. Além disso, propõe-se a captação e reserva de águas pluviais, em forma de espelho d’água. Estes reservatórios evitam a sobrecarga da drenagem pluvial e compõe a estética e ambiência dos edifícios concomitantemente.

Impl

Setor 1º Edifício Mata existente preservada

anta

Pote

ncia

ção

l Con

stru

Ensino e Pesquisa Anfiteatro 1º Edifício Hotel Empresarial Eco-garagem Comércio e Serviços

tivo

1º Edifício H máx: 15 m

Área do setor TO 60% CA 0,60 TP 30%

7.236,00 4.341,60 4.341,60 2.170,80

m² m² m² m²

Anfiteatro H máx: 12 m

Área do setor TO 50% CA 0,50 TP 30%

4.614,00 2.307,00 2.307,00 1.384,20

m² m² m² m²

Área do setor Comércio/serviços TO 80% H máx: 10m CA 1,50 TP 20%

3.727,00 2.981,60 5.590,50 745,40

m² m² m² m²

Área do setor Educação/Pesquisa TO 70% H máx: 15 m CA 1,50 TP 20%

3.704,00 2.592,80 5.556,00 740,80

m² m² m² m²

Hotel H máx: 15 m

Área do setor TO 50% CA 1,50 TP 30%

4.419,00 2.209,50 6.628,50 1.325,70

m² m² m² m²

Edifício Empresarial H máx: 15 m

Área do setor TO 50% CA 1,50 TP 30%

4.875,00 2.209,50 7.312,50 1.462,50

m² m² m² m²

Edifício Garagem H máx: 14 m

Área do setor TO 60% CA 2,0 TP 40%

3.078,00 1.846,80 6.156,00 1.231,20

m² m² m² m²

Quadro de Áreas Jardins Área Permeável Áreas destinadas Passeio Público Área de Implantação Vias Públicas Potencial Construtivo

5.935,52 m² 14.996,12 m² 31.653,00 m² 6.350,88 m² 52.584,64 m² 17.415,36 m² 37.892,10 m²

A “eco-garagem” não estava prevista no programa de implantação, porém considera-se que a compactação e verticalização das vagas para veículos particulares, agregará no quesito sustentável. Para assim ser chamado, o edifício contará com matéria prima de fácil acesso e mão-de-obra local. Seu fechamento será um suporte para crescimento vertical de vegetação ao passo que esta proporciona iluminação e ventilação naturais ao prédio. Modular e verticalizado conforme demanda, será destinado um espaço comercial de limpeza à seco e vagas para carros elétricos.

Localização

Santa Catarina - BR

Joinville - SC

Distrito Industrial Perímetro Urbano

ÁGORA Tech Park - Área Urbana de Adensamento Controlado (AUAC)

1/4


ÁGORA Tech Park |

Implantação Masterplan - Implantação

Paisagismo Notadamente o paisagismo foi cuidadosamente trabalhado, pensando-se desde uma pré-seleção de espécies adaptadas ao local, até a criação de espaços diversificados e apropriáveis pelos usuários. Os canteiros se integram com os bancos, onde a vegetação proporciona ambiências agradáveis e tranquilas. Diferentes níveis de canteiros se espalham pelas áreas comuns do terreno plano. Os canteiros elevados, escavados e os lagos se equivalem em volume, tornando desnecessários maiores movimentos de solo e proporcionando diferentes pecepções espaciais para os usuários.

Ensino e Pesquisa

Anfiteatro - palco modo externo

O projeto abusa da utilização da energia solar e da iluminação a LED. Proporcionando ambientes seguros, agradáveis e diferenciados, mesmo após o pôr do sol. A estética do LED busca formas simples e contemporâneas, mesclando-se ao mobiliário urbano em frisos, pontos e marcos: Os bancos escondem frisos de luz que iluminam o caminhar; A cobertura da área de convergência e distribuição conta com um “céu estrelado” proporcionado pelo recurso da fibra ótica; Os pergolados metálicos dos eixos principais – além de serem cobertos por células fotovoltaicas (onde recebem maior insolação) – , contam com um marco inferior iluminado, compondo uma adequada iluminação e proteção das intempéries aos transeuntes. Espaço de convergência e distribuição

O anfiteatro com palco compartilhado, para espetáculos internos ou externos possui um grande potencial de tornar-se um trativo cultural da cidade.

Anfiteatro

Tipologias Viárias

Hotel

Via Pedonal 1

2,5m

Via Pedonal 2

5,0m

2,5m

2,5m

1º Edifício

5,0m

5,0m

5,0m

2,5m

Inserção Tech Park

Leito Carroçável 3

4,0m

2,5m

5,0m

2,5m

9,0m

2,0m

9,0m

9,0m

Pré-seleção de espécies Grande porte

Médio Porte

Pequeno Porte

Empresarial

Forrações

Inga marginata

Tibouchina mutabilis

Pennisetum setaceum

Heliconia psittacorum

Arachis repens

Nectandra oppositifolia

Philodendron bipinnatifidum

Cortaderia selloana

Strelitzia reginae

Tradescantia pallida purpurea

Cedrus pinaceae

Monstera deliciosa

Syagrus romanzoffiana

Dracanae janet

Ophiopogon japonicus

Edifício Eco-Garagem

Legenda

Comércio e serviços Via pedonal 1

Jardins e áreas permeáveis

Via pedonal 2

Mata existente preservada

Leito Carroçável 3

Reservatórios de água pluvial

2/4


ÁGORA Tech Park | Plantas C Pavimento Térreo

1º Edifício

B

D

C

B

Memorial - Aspectos Técnicos

D

O 1º edifício se ergue do cruzamento dos parâmetros de usos estabelecidos, do programa pré-estipulado, da articulação com os edifícios laterais e das concepções de uma arquitetura segura, flexível e sustentável.

Lajes Impermeabilizadas

A

A

No desenvolvimento do Projeto foram elegidos materiais que visassem a ecoeficiência, de modo a acarretar em mínimo desperdício material, menor impacto ambiental e economia no tempo de execução. A Estrutura do prédio, em vigas metálicas “I”, será executada de forma independente da vedação, um conceito aplicado para auxiliar na funcionalidade e praticidade. O processo visa facilitar a execução estrutural, a divisão dos ambientes internos, a locação da ventilação, a circulação e a distribuição de infraestruturas totalmente autônomas. A iluminação natural foi analisada para trazer eficiência e conforto. E das diagonais e triângulos, surge a brise como uma carapaça que envolve e protege um corpo ‘’frágil” de vidro. A luz ainda penetra através das faces anguladas e translúcidas das chapas perfuradas, mas apenas na medida certa para total conforto dos usuários e para permitir a vista do entorno. A carapaça se adensa nas faces de maior insolação, e se ‘dissolve’ nas faces sombreadas, revelando assim os materiais anteriores à ela: a estrutura principal do prédio; e o pano de vidro da fachada.

Legenda Incubadoras Sanitários Área social Alimentação Administração Serviços/manutenção Salas de trabalho Salas Multiuso Fablab

Legenda Painéis solares Exaustores Armazenamento água pluvial Abastecimento rede concecionária

Segundo Pavimento

Será utilizado o sistema glazing na vedação total do prédio. Os vidros insulados garantem a vedação termoacústica dos ambientes e a climatização não poluente, gera um ambiente agradável, visando o cuidado ambiental tomado à priori.

Cortes

Cobertura

Corte BB Inclinação 5%

A

Inclinação 5%

A

Corte CC

Corte DD

Legenda Laboratórios Sanitários Área social Alimentação Descompressão Coworking Auditório Salas Multiuso

C

Legenda Queda d’água Platibanda metálica Telha metálica Coletores água pluvial

B

D

Estudo de Insolação

B

Esquema estrutural

Janeiro

8:00

C

12:00

18:00

Julho

0m

Corte AA

5m

10m

20m

D

Detalhe brise

Elemento destaque em inox Anodizado preto e vidro

Estrutura cobertura central Coleta de água pluvial

Revestimento Chapa perfurada em inox

Brises Estrutura espacial externa

Chapa metálica perfurada Adensamento em fachada ensolarada

Lajes Concreto prontendido Estrutura metálica principal perfil I

8:00

12:00

18:00

Área de implantação 1º Edifício

5m

10m

Quadro de áreas úteis

Fachada Glazing Montantes em alumínio Laje impermeabilizada Painéis solares e fotovoitaicos

0m 2m

50m

Pontos de projeção pontos planos

Incubadoras:

458,49m²

Salas de trabalho:

157,31m²

Descompressão:

625,47m²

Laboratórios:

250,83m²

Área social:

848,73m²

Salas Multiuso:

114,18m²

Administração:

113,83m²

Sanitários:

257,77m²

Alimentação:

214,28m²

Fablab:

231,58m²

Coworking:

332,75m²

Serviços/manutenção: 55,08m²

Auditório:

221,57m²

Área total: 3.881,87m²

3/4


ÁGORA Tech Park |

1º Edifício 2

Masterplan 1º Edifício

Memorial - Percepção Espacial Dois níveis de pavimentos fazem, então, o equilíbrio adequado entre o adensamento e o potencial construtivo. A simetria agrega valor à visada frontal, e o transporte público, compartilhados ou energeticamente limpos são prioridade. Por isso, o edifício conta com uma área frontal de embarque/desembarque para ônibus, vans, taxis/ubers, bem como com um estacionamento para bicicletas. No lado posterior do edifício, haverá acesso para veículos de serviço, com portão individual às incubadoras afim de facilitar o acesso de maquinários e carga e descarga de materiais. Os terraços no segundo pavimento descomprimem as áreas de trabalho – uma para cada lado do edifício –, assim como o espaço interno central que possibilita atividades diversas. Grandes corporações hoje acreditam que espaços de descompressão são essenciais para o pleno desenvolvimento da criatividade, da inovação e do rendimento de seus colaboradores. Por isso optou-se por espaços versáteis, que atendam à diversidade.

4

O terceiro pavimento é reservado para a implantação de painéis solares que irão contribuir para a eficiência energética do edifício. No volume central concentram-se as caixas de abastecimento de água pela concecionária e também de armazenamento da água pluvial para abastecimentos dos sanitários e rega automatizada das plantas. Logo acima, uma imensa cobertura está desenhada para captar e direcionar a água pluvial aos devidos reservatórios. Os reservatórios somados tem a capacidade de manter abastecimento para 900 pessoas durante 2 dias.

5

1

O recuo do elemento central do edifício em relação aos seus “braços” cria um átrio central, dividido em três partes: O lado esquerdo, próximo ao restaurante e com mesas de apoio; o central, com espelho d’água/reservatório pluvial e vegetação; o lado esquerdo, mais reservado e tranquilo, também direcionado à convivência e ao relaxamento.

3 Conclusão O foco do projeto foi criar uma atmosfera sinérgica, de interatividade, convivência e trabalho em equipe. Um local que propicie a criação, a inovação e a produtividade através do intercâmbio de ideias em encontros casuais e descontraídos. Por tal convicção é que tratamos os espaços públicos com maior zelo. Pois acreditamos que inserir pessoas em um ambiente tecnológico, saudável e interativo, promove e incentiva o pensamento efetivamente tecnológico.

6

1

6

Cobertura embarque/desembarque

2

Fachada posterior

3

Cobertura de conexão viária

4

Terraços/descompressão

5

Jardim semi-aberto /descompressão

4/4 Fachada principal - Vista Frontal

Ágora tech park  

Participação do Concurso Ágora Tech Park - Joinville - PR

Ágora tech park  

Participação do Concurso Ágora Tech Park - Joinville - PR

Advertisement