Page 1

#29 SETEMBRO | SEPTEMBER A CRIATIVA CENA GASTRONÔMICA DE MACEIÓ THE CREATIVE CULINARY SCENE IN MACEIÓ

EXPOSIÇÃO DE FRIDA KAHLO CHEGA A SÃO PAULO FRIDA KAHLO EXHIBITION ARRIVES IN SÃO PAULO

ATRAÇÕES DE PESO NOS 30 ANOS DO ROCK IN RIO BIG-NAME ATTRACTIONS AT THE 30TH ANNIVERSARY OF ROCK IN RIO

andréa

beltrão APÓS 13 ANOS NO AR, A ATRIZ APROVEITA FÉRIAS DA TV E VOLTA AO CINEMA EM PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2 AFTER 13 YEARS ON THE AIR, THE ACTRESS TAKES ADVANTAGE OF HER HIATUS FROM TV AND RETURNS TO FILM IN PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2

P ORT UG U ÊS - EN G L IS H


Ter alguĂŠm ao seu lado a vida toda.

#esseĂŠoplano


A VIDA É MELHOR QUANDO VOCÊ ESTÁ BEM ACOMPANHADO. E ISSO INSPIRA A UNIMED A ESTAR SEMPRE AO SEU LADO.


Camisaria Colombo camisariacolombo_oficial

www.camisariacolombo.com.br


#VEMPRACOLOMBO


Sumário

Contents

AZUL MAGAZINE #29 S E T E M B RO | S E P T E M B E R 2 015

118

DESTINOS

88

Maceió A culinária contemporânea da capital alagoana Contemporary cuisine of the capital of Alagoas

100 Charlotte Harbor

Natureza e sossego na costa Oeste da Flórida Nature and serenity on Florida’s west coast

113

Orlando O cantor Jair Oliveira sugere atrações da cidade Singer Jair Oliveira suggests attractions in the city

EM FOCO

100

88 010 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

142

118

Andréa Beltrão

128

Raphael Montes

136

Clubes de Assinaturas

142

Parkour

144

Meu Móvel de Madeira

A atriz estreia longa e encara nova fase na carreira The actress premiers a new film and ushers in a new phase in her career

As sombrias histórias do jovem escritor The grim stories of the young writer

Um jeito diferente de adquirir seus produtos favoritos A different way to acquire your favorite products

Saltos e escaladas em ambientes urbanos Jumping and climbing in urban environments

Foco no atendimento e na sustentabilidade Focus on service and sustainability


Sumário

Contents

36

28

40

14 Editorial Editorial 16 Expediente Staff 18 Colaboradores Contributors 4 CANTOS

26 28 32 36 40 44 50

60

Agenda Agenda Exposição Exhibit Música Music Literatura Literature Cinema Film Teatro Theatre TV TV HIGHLIGHTS

60 64 68 70 72 74 76

64

Gastronomia Cuisine O Quarto The Bedroom 5 Perguntas 5 Questions Take 5 Take 5 Vitrine Shop Window Olhar Azul Azul Look Colunas Columns

Mário Magalhães Mara Salles Denise Campos de Toledo

AZUIS

70 012 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

72

148 Expansão Expansion 151 Frota Azul Azul Fleet 154 Linhas de Ônibus Bus Lines 156 Experiência Azul Azul Experience 159 Mapa de Rotas Route Map 162 Panorâmica Panorama


Editorial

Editorial

O Brasil conectado com o mundo Brazil connected to the world

Dear reader, Recent partnerships that we’ve established with international companies will take Azul Customers to a wide array of destinations around the globe. In August, we started selling tickets on United Airlines to various destinations in the Americas, Asia and Europe. You can already purchase airfare on our website, payable in up to 10 interest-free installments. In the US, where United Airlines has the largest domestic air travel network, Azul Customers can conveniently access the most sought after cities. From the airports in Fort Lauderdale/Miami and Orlando, where the company operates, or from United’s hubs in Chicago, Houston or New York, there are many possibilities of flights and destinations. Furthermore, Azul Customers from all regions of Brazil can use the combined network of both companies to make international connections at Guarulhos Airport. With just one check-in, in the city of origin, it’s possible to check luggage and retrieve it only at the final destination. Members of the TudoAzul program already count on United’s network of flights when purchasing tickets with their points, and can accumulate more points flying on both companies by purchasing tickets over Azul’s website. If you’re not yet a member of the company’s benefits program, don’t miss this opportunity. Visit the TudoAzul site and sign up at no cost. You can transfer miles from any credit card to your account. Soon, another major new development will make your experience with us even more complete. In partnership with Portuguese airline TAP, which has the largest number of flights and destinations served in Brazil, we will offer connections to dozens of localities in Europe. We are the most comprehensive airline in the Nation. We connect a hundred cities in Brazil on more than 900 flights daily. Now, we’re also the Brazilian airline that connects Brazil to the highest number of destinations worldwide. Thank you for choosing to fly with us. Enjoy reading and have a great flight!

Antonoaldo Neves PRESIDEN TE P RE S IDE NT

014 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

RETRATO: DIVULGAÇÃO

Caro leitor, As recentes parcerias estabelecidas por nós com empresas internacionais levarão os Clientes Azul para as mais diversas localidades em todo o mundo. Iniciamos em agosto a venda de passagens da United Airlines para vários destinos nas Américas, na Ásia e na Europa. Você já pode comprar bilhetes em nosso site, em até 10 parcelas sem juros. Nos EUA, onde a United detém a maior malha aérea doméstica, os Clientes Azul podem acessar as mais procuradas cidades com muita conveniência. Nos aeroportos de Fort Lauderdale/Miami e Orlando, onde a companhia atua, ou a partir dos centros de conexões da United em Chicago, Houston ou Nova York, são muitas as possibilidades de voos e destinos. Além disso, Clientes Azul de todas as regiões do Brasil podem utilizar a malha conjunta das empresas e realizar conexões internacionais no Aeroporto de Guarulhos. Com apenas um check-in, na cidade de origem, é possível fazer o despacho de bagagens e retirá-las somente no destino final. Os membros do programa TudoAzul já contam com a malha de voos da United na compra de passagens com pontos e podem acumular mais pontos voando em ambas as empresas, adquirindo bilhetes pelo site da Azul. Se você ainda não é membro do programa de vantagens da companhia, não perca esta oportunidade. Acesse o site do TudoAzul e se cadastre sem custo. É possível transferir milhas de qualquer cartão de crédito para sua conta. Em breve, outra grande novidade tornará ainda mais completa sua experiência conosco. Em parceria com a companhia aérea portuguesa TAP, que tem o maior número de voos e destinos atendidos no Brasil, vamos oferecer ligações para dezenas de localidades na Europa. Somos a empresa aérea mais abrangente do País. Unimos uma centena de cidades em território nacional em mais de 900 voos diários. Agora, somos também a companhia que mais conecta o Brasil ao mundo. Agradeço a escolha de voar conosco. Boa leitura e um excelente voo!


Staff

MARKETING

COMUNICAÇÃO E MARCA Gerente de Comunicação Coordenador de Comunicação Diretor de Arte Gerente de Produto

Gerente de Marketing

Carolina Constantino

Coordenador de Marketing

Fabio Abud

Analista de Marketing

Nemo Sampaio

Dilson Gonçalves Francisco Almeida Rafaela Cambiaghi Garcia

Renata Florenzano

voeazul.com.br

facebook.com/AzulLinhasAereas

twitter.com/azulinhasaereas

@azulinhasaereas

DIRETORIA

EDITORIAL Diretor de Redação Luciano Ribeiro

Diretor Executivo

Rodrigo Ferrari rodrigo@azulmagazine.com.br

Editora

PUBLICIDADE

Bruna Tiussu bruna.tiussu@azulmagazine.com.br

Editora-assistente

Gerente Comercial Marina Azaredo

Marcelo Trevenzolli marcelo.trevenzolli@azulmagazine.com.br

marina.azaredo@azulmagazine.com.br

Editor de Arte Repórter Produtora Executiva

Executivas de Contas André Graciotti

Ana Paula Matozo

andre.graciotti@azulmagazine.com.br

ana.matozo@azulmagazine.com.br

Sandra Torre Luiza Vieira

sandra.torre@azulmagazine.com.br

luiza.vieira@azulmagazine.com.br

Simone Montenegro simone@azulmagazine.com.br

Thais Lutti

Assistente Comercial

thais.lutti@azulmagazine.com.br

Estagiárias

Paula Rezende paula@azulmagazine.com.br | 11 3254 9895

Camila Nardi

Representantes de Vendas FTPI

camila.nardi@azulmagazine.com.br

Sofia Franco

Andrea Medrado (RJ) andreamedrado.rio@ftpi.com.br | 21 3852 1588

sofia.franco@azulmagazine.com.br

Cristiane Prataviera (PR) Tratamento de Imagens e Pré-impressão

cristiane.curitiba@ftpi.com.br | 41 3026 4100

Everaldo Guimarães Luciana Mir (DF) lucianamir.brasilia@ftpi.com.br | 61 3035 3750

Produção Gráfica

Ronaldo Spagnuolo (MG)

Vitor Soares

ronaldo.minas@ftpi.com.br | 31 2105 3609

Revisão

Loren Rodrigues (PE) Paulo Vinicio de Brito loren.nordeste@ftpi.com.br | 81 2128 4350

Tradução e Revisão do Inglês

Yuri Laurentino (PE) Business Translation Services yuri.nordeste@ftpi.com.br | 81 2128 4350

Representante de Vendas EUA

COLABORADORES Texto: Daniel Telles Marques, Denise Menchen, Gustavo Leitão Foto: Alírio de Castro, André Dib, Camilla Maia, Helena Peixoto, Roberto Seba, Samuel Esteves, Vicente de Paulo, Xico Buny, Yuri Barichivich Ilustração: Mauricio Pierro Maquiagem: Juliana Hasegawa Cabelo: Roberta Miranda Styling: Alice Sento Sé

Marcela Miranda (Flórida) marcela.miranda@azulmagazine.com.br | 1 407 701 0738

PROJETO GRÁFICO André Graciotti MARKETING

Gerente de Marketing AZUL MAGAZINE

#29 SETEMBRO | SEPTEMBER A CRIATIVA CENA GASTRONÔMICA DE MACEIÓ NAOSDNOASNDOANSDOASDOASDAA

EXPOSIÇÃO DE FRIDA KAHLO CHEGA A SÃO PAULO NAOSDNOASNDOANSDOASDOASDAA

ATRAÇÕES DE PESO NOS 30 ANOS DO ROCK IN RIO NAOSDNOASNDOANSDOASDOASDAA

Leia também no tablet. O app da Azul Magazine está disponível para os sistemas iOS e Android

andréa AZUL MAGAZINE

VOEAZUL.COM.BR

beltrão

#29 SETEMBRO | SEPTEMBER A CRIATIVA CENA GASTRONÔMICA DE MACEIÓ NAOSDNOASNDOANSDOASDOASDAA

EXPOSIÇÃO DE FRIDA KAHLO CHEGA A SÃO PAULO NAOSDNOASNDOANSDOASDOASDAA

APÓS 13 ANOS NO AR, A ATRIZ APROVEITA FÉRIAS DA TV E VOLTA AO CINEMA EM PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2

ATRAÇÕES DE PESO NOS 30 ANOS DO ROCK IN RIO NAOSDNOASNDOANSDOASDOASDAA

NOASNDOANS DOANSDO ANSOD NASOD NOASDN OANSDO ANSOD NASOD NAOSAS ASD AS DASD ASD AS DASD D NOASND OANSDAS DASD OAD

andréa VOEAZUL.COM.BR

beltrão APÓS 13 ANOS NO AR, A ATRIZ APROVEITA FÉRIAS DA TV E VOLTA AO CINEMA EM PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2

A Z U L L I NH A S AÉ RE A S B RA S I L E I R A S

AZ U L LI NHAS AÉ R E AS BR AS ILE I RAS

NOASNDOANS DOANSDO ANSOD NASOD NOASDN OANSDO ANSOD NASOD NAOSAS ASD AS DASD ASD AS DASD D NOASND OANSDAS DASD OAD

Géssica Romanini gessica@azulmagazine.com.br

DISTRIBUIÇÃO Supervisor de Distribuição/Circulação

Tiragem

LOG & PRINT Gráfica e Logística S.A. 90.000 exemplares

Carlos Melo carlos.melo@azulmagazine.com.br

FINANCEIRO/ADMINISTRATIVO Diretora Administrativa e Financeira

valquiria.gomes@azulmagazine.com.br

Gerente Administrativa e Financeira

thuany@azulmagazine.com.br

S ET E MB RO 2 015 / S E P T EM BE R 2 015

S E TEM B RO 2015 / SE PTE MB E R 2 015

Assistente Financeira

IMPRESSÃO CTP, Impressão e Acabamento

Valquiria Gomes Vilela

Editora Ferrari LTDA. CNPJ – 11.052.806/0001-40 Endereço – Av. Paulista, 2200, 23º andar Consolação. CEP 01310-300 11 3254 9950

Thuany Pereira

Bruna Veiga

29 PO RT UG UÊ S - E N G L I SH

bruna.veiga@azulmagazine.com.br

29 P ORT UG UÊS - EN G LISH

Foto da capa Vicente de Paulo

Azul Magazine não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos assinados. As pessoas que não constam do expediente da revista não têm autorização para falar em nome de Azul Magazine ou retirar qualquer tipo de material para produção de editorial caso não tenham em seu poder uma carta atualizada e datada, em papel timbrado, assinada por pessoa que conste do expediente.

A Azul Magazine é uma publicação mensal da Editora Ferrari LTDA. com conteúdo desenvolvido pela Azul Magazine, uma parceria entre as empresas Azul Linhas Aéreas e Editora Ferrari

016 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5


Colaboradores

Contributors

Camilla Maia

Daniel Telles Marques

F OT Ó G R A FA / P H OTO G R A P H ER

JORN AL ISTA / JOURN AL IST

Formada na University of Westminster, em Londres, mora no Rio há quase duas décadas. Já trabalhou no jornal O Globo e assinou capas de CDs para a Sony Music. Hoje se dedica também a clicar sua pequena modelo, a filha Alexia, de três anos. São dela os retratos do escritor Raphael Montes.

Baiano de 30 anos, é bom de copo, garfo e papo. Escreve sobre comida, música e tudo o que sua terra tem a oferecer. Já passou pelos jornais O Estado de S.Paulo e A Tarde. É dele a reportagem sobre a farta gastronomia alagoana.

A graduate of the University of Westminster, in London, she’s been living in Rio for nearly 20 years. She has logged experience at the newspaper O Globo and shot CD covers for Sony Music. Today she is also dedicated photographing her little model, daughter Alexia, three years old. She took the portraits of writer Raphael Montes.

A native of Bahia, 30 years old, enjoys good food, good drink and good conversation. He writes about food, music and whatever his home state has to offer. Has done stints at newspapers O Estado de S.Paulo and A Tarde. He wrote the article about the bountiful cuisine of Alagoas.

Vicente de Paulo F OTÓGRAF O / PHOTOGRAPHER

Especializado em retratos e moda, divide-se entre Rio e Nova York desde 1997. Colabora em publicações como Vogue Brasil, Vogue Paris, L’Officiel e Folha de S.Paulo, além de fotografar para Osklen, Fórum, entre outras marcas. Para esta Azul Magazine, clicou a atriz Andréa Beltrão. Specializing in portraits and fashion photography, he’s been dividing his time between Rio and New York City since 1997. Contributes to publications such as Vogue Brasil, Vogue Paris, L’Officiel and Folha de S.Paulo, and has shot photos for Osklen, Fórum, and other brands. For this edition of Azul Magazine, he photographed actress Andréa Beltrão.

Roberto Seba

Gustavo Leitão JORN AL ISTA / JOURN AL IST

F OT Ó G R A FO / P H OTO G R A PHER

The Espírito Santo native has been living in São Paulo for eight years, and publishes his travel and cuisine photos on media outlets such as Lonely Planet and O Estado de S.Paulo. For this issue, he shot the idyllic region of Charlotte Harbor, on Florida’s gulf coast.

018 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

O carioca passou pelas redações de O Globo, Jornal do Brasil e O Dia. É autor do guia Rio Diferente, ao lado de Jefferson Lessa, e trabalha como editor do site Filme B, especializado em cinema. Ele assina o perfil da atriz Andréa Beltrão, que estampa a capa desta edição. The Rio native has worked in the newsrooms of O Globo, Jornal do Brasil and O Dia. He is the author of Rio Diferente, alongside Jefferson Lessa, and works as an editor for the website Filme B, specializing in cinema. He wrote the profile of actress Andréa Beltrão, who graces the cover of this month’s edition.

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

O capixaba vive há oito anos em São Paulo e publica suas imagens de viagem e gastronomia em veículos como Lonely Planet e O Estado de S.Paulo. Para este número clicou a paradisíaca região de Charlotte Harbor, no litoral Oeste da Flórida.


28 Exposição Exhibit Mostra de Frida Kahlo chega a SP Frida Kahlo show arrives in SP

32 Música Music As principais atrações do Rock in Rio The main attractions at Rock in Rio

FOTOS: GUSTAVO MALHEIROS/DIV. (SUPERAÇÃO); DIVULGAÇÃO

4 cantos

36

36 Literatura Literature Obra retrata a luta de atletas brasileiros Book portrays the struggle of Brazilian athletes

32


4 CANT OS | A G E N D A

setembro september

dia

Magical Dining Month ORLANDO (FL, EUA)

dia

3

Bienal do Livro RIO DE JANEIRO (RJ) FOTOS: CRICKET WHITMAN/DIV. (MAGICAL DINING MONTH); CHRISTOPHE RAYNAUD DE L AGE/DIV. (BIENAL SESC DE DANÇA); DIVULGAÇÃO

Os recém-abertos Txokos Basque Kitchen, Ravello, Soco e American Q são alguns dos mais de 70 restaurantes da cidade norteamericana que participam da 10ª edição do festival. Neles o jantar de três etapas sai por US$33 durante todo o mês. The newly opened Txokos Basque Kitchen, Ravello, Soco and American Q are some of the more than 70 restaurants from the US city taking part in the 10th edition of the festival. At these eateries, the three course dinner costs US$33 during all month long. EM VÁRIOS RESTAURANTES DE ORLANDO, DE 1º A 30 DE SETEMBRO. US$33 ORLANDOMAGICALDINING.COM

Nossa vizinha Argentina é a homenageada na 17ª edição do evento, realizado de 3 a 13 de setembro. Mais de 100 autores brasileiros e 25 estrangeiros vão participar de mesas-redondas – destaque para David Nicholls, Raymond E. Feist, Sophie Kinsella e Mauricio de Sousa. Brazil’s neighbor Argentina will be honored at the 17th edition of the event, held September 3rd–13th. More than 100 Brazilian authors and 25 foreign authors will participate in round tables – among the most noteworthy of whom are David Nicholls, Raymond E. Feist, Sophie Kinsella, and Mauricio de Sousa. RIOCENTRO, AV. SALVADOR ALLENDE, 6555, BARRA DA TIJUCA, RIO DE JANEIRO. QUI (3), DAS 13H ÀS 22H; SEG. A SEX., DAS 9H ÀS 22H; SÁB. E DOM., DAS 10H ÀS 22H. R$16

dia

9

Os Pescadores de Pérolas BELÉM (PA)

Fernando Meirelles (foto) migra para o palco e dirige a ópera de Bizet. Os solistas Leonardo Neiva, Fernando Portari, Camila Tintiger e Andrey Mira serão acompanhados pela Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, regida pelo maestro Miguel Campos Neto. A interpretação dialoga com a exibição de vídeos do diretor. Fernando Meirelles (photo) migrates to the stage and directs the opera by Bizet. Soloists Leonardo Neiva, Fernando Portari, Camila Tintiger and Andrey Mira will be accompanied by the Theatro da Paz Symphonic Orchestra, conducted by maestro Miguel Campos Neto. The interpretation articulates with screenings of the director’s videos.

dia

10

BIENALDOLIVRO.COM.BR

Festival Artes Vertentes TIRADENTES (MG)

Literatura, cinema, teatro, artes visuais e música são as esferas contempladas na edição 2015 do festival internacional. Destaque para a peça O Amor É um Cão que Vem do Inferno, do espanhol Javier Cuevas, e a mostra Fogo, Carne e Sangue, do nigeriano Janes-Iroha Uchechukwu. No ansdo nasod naisod naosnd aiosnd oaisnd oasnd oasnd ioasndio ansdio anisdo nasiod naoisd naoisd naso dnoasid noaisnd ioasnd oasndo ansdo asd asd ads asd asd asd asd asdas dasd asd asd asd asd asd asd asd asd asd asd asd nasiod naosd inoasdnio asdnaoisdasd. EM VÁRIOS ESPAÇOS DE TIRADENTES, MINAS GERAIS,

THEATRO DA PAZ, R. DA PAZ, S/N°, CENTRO, BELÉM. QUA. (9),

DE 10 A 20 DE SETEMBRO. A MAIORIA DA PROGRAMAÇÃO É

SEX. (11), DOM. (13) E TER. (15), ÀS 20H. ENTRE R$20 E R$70

GRATUITA – CONCERTOS E ESPETÁCULOS CUSTAM R$20

91 4009 8750

THEATRODAPAZ.COM.BR

026 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

ARTESVERTENTES.COM


Cinema | Film

Música | Music

dia

12

TV | TV

Literatura | Literature

Virada Cultural de BH BELO HORIZONTE (MG)

Dança | Dance

dia

17

Exposição | Exhibit

Teatro | Theater

Outros | Others

Bienal Sesc de Dança CAMPINAS (SP)

No total, serão 41 espetáculos apresentados, entre nacionais e internacionais. O brasileiro Wagner Schwartz exibe quatro de seus trabalhos – Piranha, Transobjeto, Mal Secreto e La Bête – e o francês Olivier Dubois traz a coreografia Tragédia (foto). In all, there will be 41 shows presented, between Brazilian and international performances. Brazil’s Wagner Schwartz exhibits four of his works – Piranha, Transobjeto, Mal Secreto and La Bête – and France’s Olivier Dubois brings choreography titled Tragédia (photo).

Mais de 400 atrações compõem as 24 horas da festa que contempla música, teatro, dança, cinema e literatura. Um dos destaques é o show da banda de rock Sepultura (foto), que comemora, em sua terra natal, 30 anos de carreira.

SESC CAMPINAS, R. DOM JOSÉ I, 270/333, BONFIM, CAMPINAS. DE 17 A 27 DE SETEMBRO. ENTRE R$5 E R$30

19 3737 1500

SESCSP.ORG.BR/BIENALDEDANCA

More than 400 attractions comprise the 24-hour party, which includes music, theater, dance, film and literature. One of the highlights is the concert by metal band Sepultura (photo), celebrating the group’s 30th anniversary in their home town. ESPAÇOS PÚBLICOS DE BELO HORIZONTE, SÁB. (12), A PARTIR DAS 19H; E DOM. (13), ATÉ AS 19H. GRÁTIS

dia

15

VIRADACULTURALBH.COM.BR

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro BRASÍLIA (DF)

Um Filme de Cinema, documentário de Walter Carvalho, foi o escolhido para abrir a 48ª edição do evento. Durante os oito dias de programação, seis longas e 12 filmes, de curtas e médias-metragens, todos nacionais, competem por prêmios que somam R$340 mil.

dia

25

Katy Perry SÃO PAULO (SP)

Um Filme de Cinema, a documentary by Walter Carvalho, was chosen to open the 48th edition of the event. During the eight days of scheduled programming, six feature-length films and 12 short- and medium-length films, all Brazilian, vie for prizes totaling R$340,000.

Uma das maiores estrelas pop chega ao Brasil com sua mais recente turnê, The Prismatic World Tour. No show da capital paulista, a cantora contará com a participação da sueca Robyn – depois ela se apresenta no Rock in Rio (27) e em Curitiba (29).

CINE BRASÍLIA, EQS 106/107, ASA SUL, BRASÍLIA, E EM OUTROS ESPAÇOS DA CAPITAL

One of the biggest pop stars arrives in Brazil with her latest tour, The Prismatic World Tour. At the show the São Paulo, Perry will be joined by Swedish singer Robyn, then she goes on to perform at the Rock in Rio (27th) and Curitiba (29th). .

FEDERAL. DE 15 A 22 DE SETEMBRO. R$12 O INGRESSO DE CADA SESSÃO 61 3244 1660

dia

16

FESTBRASILIA.COM.BR

ALLIANZ PARQUE, R. PALESTRA ITÁLIA, 1840, PERDIZES, SÃO PAULO. SEX. (25), ÀS 21H.

Jantar das Estrelas

ENTRE R$200 E R$580

LIVEPASS.COM.BR/K ATY-PERRY

RIO DE JANEIRO (RJ)

Ganhadores de uma estrela Michelin, Roberta Sudbrack, Claude Troisgros, Rafael Costa e Silva, Felipe Bronze, Roland Villard e Ken Hom vão comandar juntos um jantar especial, composto por seis etapas. A renda arrecadada será destinada a instituição Solar Meninos de Luz. N oansdo ansod naoisd naiosnd oansd oinasod noasnd ioansdio ansoid naisod naos ndoiasnd ioasnd oansdo naosd naosdn ioasnd oiansdoi niaods ioas das dasd asd asd asd asd asd asdadadadasdasd aasnd oiansod anoidnoias. RESTAURANTE CIPRIANI, COPACABANA PALACE, AV. ATLÂNTICA, 1702, COPACABANA, RIO DE JANEIRO. QUA. (16), ÀS 19H. R$850

21 2545 8790

027


4 C ANT OS | E X P O S I Ç Ã O

Frida Kahlo, em retrato de Nickolas Muray Frida Kahlo in a portrait by Nickolas Muray

O círculo de Frida’s circle

Frida

FRIDA KAHLO: CONEXÕES ENTRE MULHERES SURREALISTAS MEXICANAS TRAZ A SÃO PAULO OBRAS DE ARTISTAS NASCIDAS OU RADICADAS NO MÉXICO NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO 20 THE EXHIBITION TITLED FRIDA KAHLO: CONEXÕES ENTRE MULHERES SURREALISTAS BRINGS TO SÃO PAULO SEVERAL WORKS BY ARTISTS WHO WERE BORN IN OR LIVED IN MEXICO IN THE FIRST HALF OF THE 20TH CENTURY Por/By MARINA AZAREDO

028 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

No restrito circuito das artes no México das décadas de 20, 30 e 40, havia uma figura central: Frida Kahlo. Nomes como Lola Álvarez Bravo, Maria Izquierdo, Olga Costa e Cordelia Urueta faziam parte de seu extenso círculo de amizade. Jacqueline Lamba conheceu-a quando viajou para o país com o marido, em 1938, e voltou a encontrála em Paris, em 1939. Também na Cidade Luz Frida foi apresentada a Remedios Varo, Leonora Carrington e Alice Rahon. Esta última, francesa, mudou-se para o México a seu convite. Já a espanhola Remedios recebeu ajuda da pintora na tentativa de conseguir asilo político. Essas e outras conexões formaram uma intrincada rede de artistas mulheres nascidas ou radicadas no México que agora chega a São Paulo na forma de uma exposição, no Instituto Tomie Ohtake. “A mostra dará oportunidade ao público de apreciar, além de Frida, alguns nomes reconhecidos internacionalmente, como Remedios Varo e Leonora Carrington, e também pintoras extraordinárias que não são tão famosas”, afirma Teresa Arcq, curadora de Frida Kahlo: Conexões entre Mulheres Surrealistas Mexicanas, que apresenta 100 trabalhos de 16 autoras. Das 143 telas pintadas por Frida, 20 estarão na exposição, além de 13 obras sobre papel. Imagens da artista também aparecem em fotos de Nickolas Muray, Bernard Silberstein, Hector Garcia, Martim Munkácsi e em uma litogravura do parceiro Diego Rivera, Nu (Frida Kahlo), de 1930. Também na fotografia destacam-se os trabalhos da mexicana Lola Álvarez Bravo, da suíça Lucienne Bloch e da húngara Kati Horna. A coleção surpreende pela abundância de autorretratos e retratos simbólicos. O estilo, segundo a curadora, marca uma exploração da psiquê carregada de signos e mitos pessoais. “Em alguns de seus autorretratos, Frida Kahlo, Maria Izquierdo e Rosa Rolanda elegeram cuidadosamente a identificação com o passado pré-hispânico e as culturas indígenas do México, utilizando ornamentos e acessórios que remetem a mulheres poderosas, como deusas ou tehuanas”, explica Teresa. Com abertura marcada para o dia 27 deste mês, esta é a chance de ver obras disputadas no universo das artes. “Trazemos a esta mostra trabalhos que são muito requisitados por museus e curadores ao redor do mundo. Só no ano passado as pinturas de Frida passaram por exposições em Gênova, na Flórida e em Detroit”, comemora a curadora.


Frida Kahlo – Conexões entre Mulheres Surrealistas Mexicanas

FOTOS: COURTESY THE GELMAN COLLECTION/NICKOL AS MURAY PHOTO ARCHIVES; COURTESY THE GUELMAN COLLECTION/BANCO DE MÉXICO DIEGO RIVERA & FRIDA K AHLO; ALICE RAHON STATE/ COURTESY OF OSCAR ROMAN GALLERY; PRIVATE COLLECTION/CARRINGTON, LEONORA /AUT VIS, BRASIL; COLLECTION OF THE MUSEUM OF MODERN ART OF MEXICO/ VARO, REMEDIOS/AUT VIS, BRASIL

Instituto Tomie Ohtake, Av. Faria Lima, 201, Pinheiros, São Paulo. De 27 de setembro a 10 de janeiro de 2016. Ter. a dom., das 11h às 20h. R$10 (grátis às terças-feiras) 11 2245 1900 INSTITUTOTOMIEOHTAKE.ORG.BR

In the restrictive circuit of the arts in Mexico of the 1920s, 30s and 40s, there was a central figure: Frida Kahlo. Names like Lola Álvarez Bravo, Maria Izquierdo, Olga Costa and Cordelia Urueta were part of her circle of friends. Jacqueline Lamba met her when she traveled to Mexico with her husband in 1938, and saw her again in Paris in 1939. Also in the City of Light, Frida was introduced to Remedios Varo, Leonora Carrington and Alice Rahon. The latter, originally from France, moved to Mexico at her invitation. As for Spain’s Remedios, she received Frida’s help in seeking political asylum. These and other connections formed an intricate network of women artists who were either born in or settled in Mexico, which now arrives in São Paulo in the form of an exhibition at Instituto Tomie Ohtake. “The show will give the public an opportunity to enjoy not only Frida but also some internationally recognized names such as Remedios Varo and Leonora Carrington, plus other extraordinary painters who are not so famous,” says Teresa Arcq, curator of Frida Kahlo: Conexões entre Mulheres Surrealistas (“Connections between Surrealist Women”), which features 100 works by 16 women artists. Of the 143 known canvases painted by Frida,

20 will be on display, as well as 13 works on paper. Images of the artist also appear in photographs by Nickolas Muray, Bernard Silberstein, Hector Garcia and Martin Munkácsi, and a lithograph by her partner Diego Rivera, Nude (Frida Kahlo), from 1930. Also noteworthy in photography are works by Lola Álvarez Bravo, Lucienne Bloch, of Switzerland, and Kati Horna, of Hungary. The collection amazes audiences by the abundance of self-portraits and symbolic depictions. The style, according to the curator, marks an exploration of the psyche laden with personal signs and myths. “In some of their self-portraits, Frida Kahlo, Maria Izquierdo and Rosa Rolanda carefully elected to identify with the pre-Hispanic past and the indigenous cultures of Mexico, using ornaments and accessories that hark to powerful women such as goddesses or Tehuanas,” explains Teresa. With the opening slated for the 27th of this month, this is the chance to see highly works soughtafter by the art world. “We bring works to this show that are in great demand by museums and curators around the globe. Last year alone, Frida’s paintings passed through exhibitions in Genoa, Florida and Detroit,” says the curator.

Da esq. para a dir.: Autorretrato con Monos, de Frida Kahlo; The Women With Crows, de Leonora Carrington; From The Onion’s Ballet Series (acima), de Alice Rahon; e obra sem título, de Remedios Varo From left to right: Autorretrato con Monos, by Frida Kahlo; The Women With Crows, by Leonora Carrington; From The Onion’s Ballet Series (above), by Alice Rahon; and untitled work, by Remedios Varo

029


4 C ANT OS | E X P O S I Ç Ã O

ARTE EM FOCO ART IN FOCUS SAIBA MAIS SOBRE OS DESTAQUES DE MUSEUS E ESPAÇOS CULTURAIS FIND OUT MORE ABOUT THE OUTSTANDING MUSEUMS AND CULTURAL SPACES Por/By LUIZA VIEIRA

Panorama do design Panorama of design

Peças garimpadas por um comitê composto de nomes como Sérgio Campos e Zanini de Zanine estarão expostas na IDA, a Feira de Design do Rio de Janeiro. Ela promete reunir, de 10 a 13 de setembro, as principais galerias cariocas, além de promover palestras, debates e uma exposição com obras de Zanine Caldas. Pieces picked by a committee comprised of the likes of Sergio Campos and Zanini de Zanine will be on exhibit at the IDA, the Rio de Janeiro Design Fair. The event, held September 10th–13th , will bring together Rio’s main art galleries and will promote lectures, debates and an exhibit with works by Zanine Caldas. PÍER MAUÁ, AV. RODRIGUES ALVES, 10, SAÚDE, RIO DE JANEIRO. QUI. (10) A SÁB. (12), DAS 13H ÀS 21H; DOM. (13), DAS 13H ÀS 19H. R$30

21 2537 4481

IDA.ART.BR

Pertences alheios

Para sua primeira individual na América Latina, Chiharu Shiota conta com a participação do público: até 11 de setembro a japonesa recebe doações de sapatos usados e cartas manuscritas, que serão matérias-primas de grandes instalações, a marca registrada da artista. Chiharu Shiota – Em Busca do Destino fica em cartaz de 13 de setembro a 10 janeiro de 2016. For his first solo exhibition in Latin America, Chiharu Shiota counts on the public’s participation: through September 11th, the Japanese artist will be receiving donations of used footwear and handwritten letters, which are the raw materials of large installations, the artist’s hallmark. Chiharu Shiota – Em Busca do Destino (In Search of Destiny) is on display from September 13th to January 10th, 2016. SESC PINHEIROS, R. PAES LEME, 195, PINHEIROS, SÃO PAULO. TER. A SEX., DAS 10H ÀS 21H30; SÁB., DAS 10H ÀS 21H; DOM., DAS 10H ÀS 18H30. GRÁTIS

11 3095 9400

SESC.COM.BR

Depois da festa

When the party’s over

Matheus Rocha Pitta (foto), Karim Aïnouz e Rivane Neuenschwander são alguns dos 25 artistas cujas obras compõem Quarta-Feira de Cinzas. A exposição, que será inaugurada no dia 9 deste mês, joga luz sobre a aceleração do tempo e as consequências de uma época pós-utópica – o título faz referência ao saudosismo ao fim de cada carnaval. Até 8 de novembro. Matheus Rocha Pitta (photo), Karim Aïnouz and Rivane Neuenschwander are some of the 25 artists whose works comprise Quarta-Feira de Cinzas (Ash Wednesday). The exhibit, inaugurated on the 9th of this month, sheds light on the acceleration of time and the consequences of a post-utopian age – the title refers to the nostalgia that comes into play at the end of every Carnival. Up to November 8th. PARQUE LAGE, R. JARDIM BOTÂNICO, 414, JARDIM BOTÂNICO, RIO DE JANEIRO. DIARIAMENTE, DAS 10H ÀS 17H. GRÁTIS

030 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

21 32571800

EAVPARQUELAGE.RJ.GOV.BR

FOTOS: WANNA FILMMAKERS/DIV. (CHIHARU SHIOTA); PEDRO AGILSON/OCA L AGE/DIV. (QUARTA-FEIRA DE CINZ AS); JAIME ACIOLI/DIV. (MULHERES NO UNIVERSO DE BRECHERET ); DIVULGAÇÃO

Other people’s belongings


Se você quer passar mais tempo com a família,

Quatro décadas de games Four decades of games

De 5 a 20 de setembro, mais de 200 consoles podem ser observados – e muitos deles testados – em uma visita ao Museu do Videogame Itinerante, que desembarca em Fortaleza e representa os últimos 40 anos da indústria de jogos. Entre os aparelhos expostos, destaque para o primeiro modelo fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972.

a gentese encontra aqui.

From September 5th to 20th, more than 200 consoles can be seen – and many of them tested – on a visit to the Travelling Videogame Museum, which arrives in Fortaleza and represents the last 40 years in the video game industry. One of the highlights among the devices on display is the first model manufactured in the world, the Magnavox Odyssey, from 1972. SHOPPING RIOMAR FORTALEZA, R. DESEMBARGADOR LAURO NOGUEIRA, 1500, PAPICU, FORTALEZA. SEG. A SÁB., DAS 10H ÀS 22H; DOM., DAS 10H30 ÀS 22H. GRÁTIS

67 9902 3761

MUSEUDOVIDEOGAME.ORG

A busca pelo antiespetáculo In search of the anti-spectacle

Vinte trabalhos, de artistas como Mira Schendel, Waltercio Caldas e Lygia Pape, foram selecionados para compor Atributos do Silêncio, mostra em cartaz até 25 de setembro. Em comum, as obras falam do vazio, da invisibilidade, do etéreo e de outros temas paradoxais na atualidade, marcada pelo excesso de informação. A total of 20 works by artists such as Mira Schendel, Waltercio Caldas and Lygia Pape were selected to compose Atributos do Silêncio (Attributes of Silence), now showing through September 25th. What all the works have in common is that they speak of emptiness, of invisibility, of the ethereal, and other themes paradoxical to present times, marked by information overload.

Nos fins de semana, a Intercity Hotels oferece desconto de 50% nas diárias do segundo apartamento para você curtir com toda a família. Crianças de até 7 anos FREE.* * Acomodada na cama dos pais.

GALERIA BERGAMIN & GOMIDE, R. OSCAR FREIRE, 379, LOJA 1, JARDINS, SÃO PAULO. SEG. A SEX., DAS 11H ÀS 19H; SÁB., DAS 11H ÀS 15H. GRÁTIS

11 3853 5800

GALERIABERGAMIN.COM.BR

Informações e reservas: 0300 210 7700 ou pelo e-mail reservas@intercityhoteis.com.br

intercityhoteis.com.br


4 CANT OS | M Ú S I C A

19/9 Metallica Korn Ministry + Burton C. Bell

DESTAQUES DO LINE-UP

18/9

Queen + Adam Lambert Rock in Rio 30 Anos Homenagem a Cássia Eller

20/9

Rod Stewart Elton John John Legend

Sound celebration

Celebração sonora NESTE MÊS, O ROCK IN RIO COMEMORA TRÊS DÉCADAS DE HISTÓRIA COM UMA PROGRAMAÇÃO ESPECIAL: SERÃO SETE DIAS DE SHOWS EM SUA CASA OFICIAL, A CIDADE DO ROCK, NA CAPITAL FLUMINENSE THIS MONTH ROCK IN RIO CELEBRATES THREE DECADES OF HISTORY WITH A SPECIAL SCHEDULE: THERE WILL BE SEVEN DAYS OF SHOWS AT THE FESTIVAL’S OFFICIAL HOME, CIDADE DO ROCK, IN RIO DE JANEIRO Por/By SOFIA FRANCO

Seu palco carrega feitos que marcaram a trajetória da música mundial. Nele, o Iron Maiden fez sua primeira apresentação na América Latina, em 1985. Nesse mesmo ano, Freddie Mercury, à frente do Queen, conduziu o coro do público na canção Love of My Life, em uma cena que se tornou mítica. E grupos brasileiros, como Barão Vermelho e Os Paralamas do Sucesso, foram lançados à fama após se apresentarem lá. Agora, 30 anos depois de sua estreia, o Rock in Rio – e sua estrutura gigantesca – volta a tomar conta da capital fluminense pela sexta vez para ser cenário de uma festa que promete comemorar a data e fazer história novamente. Serão sete dias de shows – ou dois fins de semana dedicados à musica – patrocinados pela SKY: de 18 a 20 e de 24 a 27 deste mês, na Cidade

032 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

do Rock, a casa oficial do festival. Muitos dos destaques da programação são grupos que fizeram parte de sua primeira edição. A começar pelo Queen – a banda traz Adam Lambert nos vocais –, grande atração da primeira noite, que ainda terá Dinho Ouro Preto no comando de um show que celebrará os 30 anos do evento, além de uma homenagem a Cássia Eller, com nomes como Nando Reis, Arnaldo Antunes e Zélia Duncan. Há outros veteranos na agenda: Rod Stewart e Elton John são os grandes astros da terceira noite. Metallica, System Of a Down, Queens Of The Stone Age, Slipknot e Faith No More se distribuem entre as datas do festival e garantem muitos riffs de guitarra. E as divas pop Katy Perry e Rihanna também marcam presença e contribuem para a boa mistura musical do Rock in Rio.


24/9

FOTOS: DTRUSCELLO/DIV. (ROD STEWART); DIVULGAÇÃO

System Of a Down Queens Of The Stone Age Deftones

25/9

26/9

27/9

Slipknot Faith No More Steve Vai + Camerata Florianópolis

Rihanna Sam Smith Sergio Mendes + Carlinhos Brown

Katy Perry A-Ha Robyn

Its stage has witnessed deeds that have made global music history. On that stage, Iron Maiden played its first gig in Latin America in 1985. That same year, Freddie Mercury, heading Queen, led the audience in the chorus to Love of My Life, in a scene that has now become mythical. And Brazilian groups like Barão Vermelho and Os Paralamas do Sucesso skyrocketed to fame after performing there. Now, 30 years after its debut, Rock in Rio – and its gigantic structure – is back to take over Rio de Janeiro for the sixth time, to be the scene of a party that promises to celebrate the date and once again go down in history. There will be seven days of shows – or two weekends devoted entirely to music: Sept 18th–20th and 24th–27th at the festival's official home, Cidade do Rock. Many of the scheduled highlights are groups that took part at the first edition. Starting

with the Queen – now featuring Adam Lambert on vocals –, the grand attraction of the first night, which will also have performances by Dinho Ouro Preto in charge of a show that will celebrate the event’s 30th anniversary and a tribute to Cássia Eller, with names such as Nando Reis, Arnaldo Antunes, and Zélia Duncan. There are other veterans on the schedule: Rod Stewart and Elton John are the big stars of the third night. Metallica, System of a Down, Queens of the Stone Age, Slipknot, and Faith No More are distributed among the days of the festival and guarantee a plethora of amazing electric guitar riffs. Pop divas Katy Perry and Rihanna will also be present, contributing to the nice musical mix of Rock in Rio.

Rock in Rio 2015 Cidade do Rock, Av. Salvador Allende, 6500, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. De 18 a 20 e de 24 a 27 de setembro. Os portões são abertos às 14h (Ingressos esgotados) ROCKINRIO.COM

033


4 C ANT OS | M Ú S I C A

OUÇA ESSA LISTEN TO THIS OS PRINCIPAIS LANÇAMENTOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DO MÊS THE MAIN NATIONAL AND INTERNATIONAL RELEASES OF THE MONTH Por/By SOFIA FRANCO

Atmosfera folk Folk atmosphere

Veterano em boa forma Veteran in good shape

Após um intervalo de quatro anos, desde The Rip Tide, a banda Beirut lança No No No, seu quarto álbum. Gravado durante duas semanas no inverno nova-iorquino, o trabalho é um dos mais vibrantes e alegres do músico Zach Condon, com arranjos instrumentais refinados, como de costume. After a four-year hiatus since The Rip Tide, Beirut has released No No No, the group’s fourth album. Recorded in two weeks during the New York winter, the work is one of the most vibrant and cheerful by musician Zach Condon, with refined instrumental arrangements, as is customary.

Raiz afro

Keith Richards lança seu terceiro disco solo depois de 23 anos de espera. Crosseyed Heart possui 15 faixas que fazem uma jornada musical, com batidas de reggae, rock, country e blues. O primeiro single, Trouble, traz o astro britânico na guitarra, no violão, no baixo e nos vocais. Keith Richards releases his third solo album, after a 23-year wait. Crosseyed Heart has 15 tracks that span a musical journey, with styles ranging from reggae to rock, country and blues. The first single, Trouble, features the English rock star on guitar, acoustic guitar, bass and vocals.

playlist

African roots

A trip to Angola and Cape Verde inspired the new album by rapper Emicida. Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa is sponsored by the program Natura Musical, features the participation of African singers and musicians, and also has Vanessa da Mata on the track Passarinhos as well as Caetano Veloso, on Baiana. 034 A Z U L M A G A Z I N E | 0 4 . 2 0 1 5

Luiz Thunderbird M Ú SICO E A P R ESEN TA D O R

Tempo Nublado Rita Lee Aeroporto de Congonhas Joelho de Porco Assim Assado Secos & Molhados Essência Interior Júpiter Maçã Não Vou Ficar Roberto Carlos

FOTOS: JOSÉ DE HOL ANDA /DIV. (EMICIDA); DREW REYNOLDS/DIV. (BEIRUT); MARK SELIGER/DIV. (KEITH RICHARDS); WELLINGTON FERREIRA /DIV. ( THUNDERBIRD);

Uma viagem a Angola e Cabo Verde deu início ao novo álbum do rapper Emicida. Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa tem patrocínio do programa Natura Musical, a participação de cantores e instrumentistas africanos e conta ainda com Vanessa da Mata, na faixa Passarinhos, e Caetano Veloso, em Baiana.


4 C ANT OS | L I T E R A T U R A

Winning spirit

Espírito

vencedor O LIVRO SUPERAÇÃO RETRATA EM IMAGENS E TEXTOS A TRAJETÓRIA DE ATLETAS BRASILEIROS DE ESPORTES POUCO POPULARES QUE VÃO LUTAR POR MEDALHAS NOS JOGOS OLÍMPICOS DO RIO THE BOOK SUPERAÇÃO PORTRAYS – IN IMAGES AND TEXTS – THE PATH OF BRAZILIAN ATHLETES OF LESS-THAN-POPULAR SPORTS WHO WILL VIE FOR MEDALS AT THE 2016 OLYMPICS IN RIO Por/By MARINA AZAREDO

Dois atletas brasileiros fotografados para a obra: à esquerda, o jovem arqueiro Marcos Vinícius D’Almeida; e, acima, o boxeador Roberto Custódio Two Brazilian athletes photographed for the book: on the left: young archer Marcos Vinícius D’Almeida; and above: boxer Roberto Custódio

036 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

“São pessoas que, por mais que tenham um dom nato, tiveram de abdicar da família e da infância para conseguir um lugar nas Olimpíadas. Para muitos, o grande objetivo é apenas participar do evento, e não necessariamente levar uma medalha”, afirma André Carrano, sócio da ID Cultural e idealizador do projeto. “Embora ainda não sejam muito conhecidos aqui, são atletas que estão dando o que falar fora do Brasil.” Para fazer as imagens – em preto e branco –, o fotógrafo carioca esteve nos locais onde os atletas treinam, o que o levou a cidades como Curitiba e Recife e a comunidades como o Complexo da Maré, no Rio. Foi lá que ele clicou o boxeador Roberto Custódio, medalha de ouro no Pan de Boxe de 2013. “Presenciei uma situação muito tensa entre o Exército e os traficantes. Minha assistente saiu para buscar um rebatedor, viu um confronto e teve de se esconder atrás do balcão de um comércio”, lembra. O ensaio com o lutador acabou tornando-se um de seus preferidos. “Retratar esses exemplos de vida foi gratificante.”

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Superação Editora ID Cultural, R$90

FOTOS: GUSTAVO MALHEIROS/DIV.

O carioca Marcos Vinícius D’Almeida não está nas manchetes dos jornais, mas é um dos melhores arqueiros do mundo. Após ganhar o bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, neste ano, o adolescente, de somente 17 anos, tem um desafio pela frente: trazer para o País a primeira medalha olímpica da categoria. O caminho, no entanto, não é fácil. Desdobrando-se entre a escola e o calendário de competições, ele ainda se divide entre Maricá (RJ), cidade de sua família, e Campinas (SP), base de treinamento da seleção brasileira. A trajetória de Marcus Vinícius – apenas uma das muitas histórias de dedicação de esportistas brasileiros que vão disputar um lugar no pódio nos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto de 2016 – está registrada no livro Superação, que será lançado neste mês pela editora ID Cultural. Com fotos de Gustavo Malheiros e textos de Cíntia Moraes Marin, a obra registra o cotidiano de 16 atletas de modalidades menos óbvias, como a esgrima e o lançamento de dardos.


Rio native Marcos Vinícius D’Almeida doesn’t make headlines, but he is one of the best archers in the world. After winning bronze at the Pan American Games in Toronto this year, 17- year-old has a challenge: to win Brazil’s first Olympic medal in archery. However, the road isn’t easy. Balancing school and the schedule of competitions, he also divides his time between Maricá (RJ), where his family lives, and Campinas (SP), where the training camp of the Brazilian team is located. The path of Marcus Vinícius – just one of many stories of dedication by Brazilian athletes who are going to contend for a spot on the on the podium at the Summer Olympic Games in Rio de Janeiro, in August 2016 – is covered in the book titled Superação, which will be released this month by the ID Cultural publishing house. With photography by Gustavo Malheiros and texts by Cíntia Moraes AF_202x133mm_AzulMag_Comfort.pdf 1 06/07/15 11:33 Marin, the book records the daily lives of 16 athletes in less conspicuous sports, such as fencing and 296094_AGÊNCIA P+E_Muda de Ares_202x133 10/07/2015 - 15:47 javelin throwing.

9572_296094_REV_AZUL_MAGAZINE_Comfort_202x133_alta.pdf

“These are people who, as naturally gifted as they are, had to give up their family and childhood to achieve a place at the Olympics. For many, the ultimate goal is just take part in the event, and not necessarily take home a medal,” said André Carrano, a partner at ID Cultural publishers and creator of the project. “Although not well known here, these are athletes who are creating a buzz outside Brazil.” To capture the images – in black & white – Rio native Gustavo Malheiros visited places where the athletes train, which took him to cities like Curitiba and Recife, as well as notoriously rough communities, such as Complexo da Maré, in Rio. It was there that he photographed boxer Roberto Custódio, gold medal winner at the 2013 Pan-American Games of Boxing. “I witnessed a very tense situation between the Army and drug traffickers. When my assistant went to get a reflector, he saw a confrontation and had to hide behind the counter of a store,” he recalls. The photo essay of the fighter ended up being one of his favorites. “To portray these examples of life was rewarding”.

1 de 1

037


4 C ANT OS | L I T E R A T U R A

estante

BIBLIOTECA

Bookshelf

LIBRARY VEJA AQUI UMA SELEÇÃO DE NOVOS TÍTULOS NACIONAIS E ESTRANGEIROS A SELECTION OF NEW BRAZILIAN AND FOREIGN TITLES Por/By BRUNA TIUSSU

Entre dores e dúvidas Between pain and doubt

Depois da experiência autobiográfica de seu primeiro livro, Feliz Ano Velho (1982), Marcelo Rubens Paiva agora foca na vida de sua mãe, Eunice, para relatar as memórias da sua família. Ainda Estou Aqui (Alfaguara, R$39,90) mostra a determinação da matriarca, hoje com Alzheimer, para criar os cinco filhos. E conta, pela primeira vez, o que ocorreu – ou pode ter ocorrido – com seu pai, o deputado Rubens Paiva, que foi preso em 1971, torturado e morto por agentes da ditadura. After the autobiographical experience of his first book, Feliz Ano Velho, Marcelo Rubens Paiva now focuses on the life of his mother, Eunice, to write his family memoirs. Ainda Estou Aqui (Alfaguara, R$39.90) depicts the determination of the matriarch, who now has Alzheimer’s, in bringing up five children. And it recounts, for the first time, what happened – or may have happened – to his father, Congressman Rubens Paiva, who in 1971 was arrested, tortured, and killed by agents of the military dictatorship.

Mauricio, o Início

Mauricio, the Beginning

Mauricio de Sousa .......................... Como parte das comemorações dos 80 anos do cartunista, a obra reúne seus três primeiros livros ilustrados, lançados originalmente em 1965 – e esgotados há décadas. As part of the commemoration of the cartoonist’s 80th birthday, this work gathers his first three illustrated books, originally released in 1965 – which have been out of print for decades. WMF MARTINS FONTES, R$65

Reflexos de uma geração Reflection of a generation

Publishing house Rádio Londres releases in Brazil the first and highly acclaimed novel by poet Ben Lerner. Winner of the Believer Book Award in 2012, Atocha Station – published in Portuguese as Estação Atocha (R$ 35.50) – portrays the banal routine of Adam Gordon, an American poet who, not unlike the author himself, spends a year in Madrid to complete some research. Rather than delve into the work, the young man spends his days walking around the city, smoking hashish and realizing that he feels paralyzed vis-à-vis life’s opportunities.

038 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Cuidado com o Lado Sombrio da Força! Beware the dark side of the Force!

Tom Angleberger .......................... O Retorno de Jedi, 6º episódio de Star Wars, é o mote do livro do autor best-seller. Ele faz parte de uma série inédita sobre o universo da saga, que terá sete volumes. Return of the Jedi, episode VI of Star Wars, is the motto of the bestselling author’s book. It is part of an unpublished series on the saga’s universe that will have seven volumes. SEGUINTE, R$39,90

IMAGENS: REPRODUÇÃO

A Rádio Londres lança no Brasil o primeiro e aclamado romance do poeta Ben Lerner. Ganhador do Believer Book Award, em 2012, Estação Atocha (R$35,50) narra a rotina banal de Adam Gordon, poeta norte-americano que, assim como o autor, passa um ano em Madri para concluir uma pesquisa. Ao invés de mergulhar no trabalho, o jovem gasta seus dias andando pela cidade, fumando haxixe e constatando que se sente paralisado diante das oportunidades da vida.


Geramos valor aos seus negócios Manserv Logística

Entende suas necessidades, desenvolve a solução e trabalha de forma ágil e segura, com melhoria contínua, para somar ainda mais valor ao seu negócio.

> Armazenagem

> Intralogística

> Transportes

Gestão e operação de CD's dedicados e multiclientes

Indústrias de base e de transformação

Inbound / Outbound Circuitos Estáticos

Contrate também

> Manserv Manutenção > Manserv Facilities Para mais informações, acesse www.manserv.com.br


Fernanda Montenegro e Raul Guaraná, em cena do novo longa de Domingos Oliveira Fernanda Montenegro and Raul Guaraná in a scene from the new feature film by Domingos Oliveira

Bourgeoisie in decline

Burguesia em decadência INFÂNCIA, NOVO FILME DE DOMINGOS OLIVEIRA, RETRATA AS TENSÕES DO BRASIL DOS ANOS 1950 POR MEIO DE UM DRAMA FAMILIAR CARREGADO DE REFERÊNCIAS DO PRÓPRIO DIRETOR INFÂNCIA, A NEW FILM BY DOMINGOS OLIVEIRA, PORTRAYS THE TENSIONS OF BRAZIL IN THE 1950S THROUGH A FAMILY DRAMA, REPLETE WITH REFERENCES FROM THE DIRECTOR’S OWN LIFE Por/By LUIZA VIEIRA

Rodriguinho estava apreensivo. Sua cadela havia sumido e ninguém se atrevia a lhe contar que ela tinha comido bolinhas de naftalina e passado desta para uma melhor. Todos na casa se ocupavam com brigas acerca do divórcio ou discussões sobre política e decadência social, o que conferia uma atmosfera tumultuada ao cotidiano da família, peça central de Infância, filme de Domingos Oliveira que chega aos cinemas no dia 10 deste mês. Como as demais obras do dramaturgo e cineasta, trata-se de um trabalho autobiográfico adaptado de sua peça Do Fundo do Lago Escuro. O longa – premiado quatro vezes no Festival de Gramado de 2014 – se passa na década de 50, época pré-queda de Getúlio Vargas, num casarão típico da elite carioca. “É um retrato infiel, curvado por emoções. Toda criança tem conflitos sérios com seus familiares, e isso era pior nos anos 1950, quando a moral burguesa era dominada por ainda mais preconceitos e proibições”, diz o diretor. A narrativa é conduzida por Fernanda Montenegro no papel de Dona Mocinha, matriarca que rege com pulso firme o funcionamento do lar, e que foi inspirada na progenitora de Domingos. “Minha avó era quem detinha o dinheiro da família. Uma talentosa estrategista, que mandava em todos”, lembra. O elenco ainda conta com Paulo Betti, Maria Flor, Nanda Costa, Priscilla Rozenbaum, Ricardo Kosovski e Raul Guaraná.

Infância Estreia no dia 10 de setembro

040 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Rodriguinho was apprehensive. His dog had disappeared and no one had the nerve to tell him that she had eaten mothballs and gone to doggy heaven. Everyone in the house was busy bickering about divorce or discussions about politics and social decline, which bestowed a tumultuous atmosphere to the family routine, centerpiece of Infância, a new film by Domingos Oliveira that opens on the 10th of this month. Like other works by the playwright and filmmaker, this is an autobiographical work, adapted from his own play, Do Fundo do Lago Escuro. The movie – which won four awards at the Gramado film festival, in 2014 – takes place in the 1950s, before the fall of Getúlio Vargas, in a typical mansion of Rio’s elite. “It’s an unfaithful portrait, skewed by emotions. All children have serious conflicts with their family, and this was worse in the 1950s, when the bourgeois morality was dominated by even more prejudices and prohibitions,” says the director. The narrative is guided by Fernanda Montenegro in the role of Dona Mocinha, a matriarch who rules the functioning of the home with a firm hand and was inspired by Domingos’ own grandmother. “My grandmother was the one who held the family money, a talented strategist who was the boss of everyone,” he recalls. The cast also includes Paulo Betti, Maria Flor, Nanda Costa, Priscilla Rozenbaum, Ricardo Kosovski and Raul Guaraná.

FOTO: DIVULGAÇÃO

4 C ANT OS | C I N E M A


RetRo é Case. DesDe sempRe.

CaseCE.com.br

expeRts foR the Real woRlD sinCe 1842


4 C ANT OS | C I N E M A

TELA GRANDE BIG SCREEN FIQUE POR DENTRO DAS PRINCIPAIS ESTREIAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DO MÊS GET IN ON THE BIGGEST NATIONAL AND INTERNATIONAL DEBUTS OF THE MONTH Por/By MARINA AZAREDO dia

3

Reparos sentimentais Sentimental amends

dia

17

Em De Volta pra Casa, Meryl Streep vive uma heroína das guitarras que cometeu uma série de erros enquanto perseguia seu sonho de estrelato. Ao retornar para sua cidade, ela tem a chance de se redimir com sua família. Mammie Gummer, filha de Meryl, interpreta uma de suas filhas no longa. In Ricki and the Flash, Meryl Streep plays a rock star who made a number of mistakes while pursuing her dream of stardom. Upon returning to her hometown, she has a chance to redeem herself with her family. Mammie Gummer, Meryl’s daughter, plays one of her daughters in the film. dia

17

Drama social

Perigo à vista Danger in sight

Social drama

Longa de abertura do festival de Cannes deste ano, o francês De Cabeça Erguida se desenrola durante a adolescência de Malony, que comete pequenos delitos e tem problemas com a polícia. Um educador (Benoît Magimel) e uma juíza (Catherine Deneuve) fazem de tudo para colocá-lo na linha.

Baseado em uma história real, Everest conta a saga de um grupo de alpinistas que, em 1996, foi surpreendido por uma forte nevasca ao tentar escalar o Monte Everest. No elenco, Josh Brolin, Robin Wright, Keira Knightley, Emily Watson e Jake Gyllenhaal, entre outros.

The feature-length film that opened the Cannes Film Festival this year, France’s La Tête Haute (released in English as Standing Tall) takes place during the teenage years of Malony, who commits petty crimes and has problems with the police. A judge (Benoît Magimel) and educator (Catherine Deneuve) does her best to put him back in line.

Based on true events, Everest recounts the story of a group of climbers in 1996, who are surprised by a heavy snowfall when trying to ascend Mount Everest. The cast includes Josh Brolin, Robin Wright, Keira Knightley, Emily Watson and Jake Gyllenhaal, among others.

042 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5


dia

17

Tema polêmico

Controversial theme

O controverso diretor Gaspar Noe volta às telas com Love, um drama erótico com cenas em 3D. Karl Glusman vive o protagonista, um homem frustrado com a vida ao lado da mulher (Klara Kristin) e do filho e que entra em uma onda saudosista ao recordar seu relacionamento anterior. The controversial director Gaspar Noe returns to the screen with Love, an erotic drama with scenes in 3D. Karl Glusman plays the film’s main character, a man who is frustrated with his life alongside his wife (Klara Kristin) and young son, and enters a wave of nostalgia remembering his previous relationship. dia

3

18 ANOS DE DIVERSÃO, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO. E MUITO MAIS VEM POR AÍ.

Fama relâmpago Lightning fame

FOTOS: BOB VERGARA /DIV. (DE VOLTA PRA CASA); VANESSA BUMBEERS/DIV. (ENTRANDO NUMA ROUBADA); DIVULGAÇÃO

O sucesso começava a despontar para os atores Eric (Julio Andrade), Laura (Deborah Secco), Alex (Marcos Veras) e Vitor (Bruno Torres) e para o diretor Walter (Lucio Mauro Filho). Até que o êxtase do reconhecimento do mais recente filme do grupo cai por terra depois que um deles aplica um golpe nos companheiros. Entrando numa Roubada tem direção de André Moraes. Success was just beginning to emerge for actors Eric (Julio Andrade), Laura (Deborah Secco), Alex (Marcos Veras) and Vitor (Bruno Torres) and director Walter (Lucio Mauro Filho). Until the elation from the accolades of the ensemble’s latest film comes crashing down, after one of them scams his colleagues. Entrando numa Roubada was directed by André Moraes.

VAI SER UM ESTOURO.

pipocas Popcorn Entre os dias 10 e 13 deste mês, Pirenópolis (GO) recebe o 6º Slow Filme, festival que une gastronomia e cinema e terá a exibição de 19 títulos Between the 10th and 13th of this month, Pirenópolis (Goiás) will host the 6th edition of the “Slow Filme” festival, which combines gastronomy and film, and will screen 19 titles

Woody Allen já está filmando seu novo longa, em Nova York e Los Angeles. No elenco estão Jesse Eisenberg, Blake Lively, Kristen Stewart e Bruce Willis Woody Allen is already filming his latest picture, in New York and Los Angeles. The cast includes Jesse Eisenberg, Blake Lively, Kristen Stewart and Bruce Willis

043


|

T E AT R O

Vibrant stages

Palcos vibrantes

UM DOS PRINCIPAIS FESTIVAIS DE TEATRO DO PAÍS, O PORTO ALEGRE EM CENA CHEGA À SUA 22ª EDIÇÃO COM ESPETÁCULOS DE DESTAQUE NO BRASIL E NO MUNDO ONE OF BRAZIL’S LEADING THEATER FESTIVALS, PORTO ALEGRE EM CENA, REACHES ITS 22ND EDITION WITH OUTSTANDING PERFORMANCES FROM BRAZIL AND AROUND THE WORLD Por/By MARINA AZAREDO

O diretor-geral do Porto Alegre Em Cena, Luciano Alabarse, costuma repetir uma frase: “Não sabendo que era impossível, foi lá e fez”. De autoria incerta, a sentença é quase um mantra para o responsável por um dos principais festivais cênicos do Brasil. Foi com essas palavras em mente que, no passado, ele conseguiu levar para a capital gaúcha nomes de peso, como Bob Wilson, Pina Bausch e Ariane Mnouchkine. Para a 22ª edição do evento, que será realizada entre 3 e 21 de setembro, não fez diferente. A compositora e performer norte-americana Meredith Monk virá ao País exclusivamente para apresentar o espetáculo The Soul’s Messenger. Da Bélgica vem Attends, Attends, Attends (foto), de Jan Fabre, com o solo do bailarino Cédric Charron. E do Uruguai, Marx in Soho, dirigido por Juan Tocci e estrelado por Cesar Troncoso. Além das internacionais, há peças brasileiras de destaque na programação. Frida y Diego, com Leona Cavalli, Galileu Galilei, de Cibele Forjaz e com Denise Fraga no elenco, e Contrações, de Grace Passô e com Yara de Novaes e Debora Falabella, são algumas das mais de 40 montagens que passarão por dez teatros de Porto Alegre. “Procuro trazer grandes nomes, mas também diretores que estejam revolucionando os palcos”, explica Luciano.

044 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

The general director of Porto Alegre Em Cena, Luciano Alabarse, often repeats a phrase: “They did not know it was impossible, so they did it.” Of Em diversos espaços uncertain authorship, the sentence is almost a culturais de Porto Alegre. mantra for the head of one of the biggest theater De 3 a 21 de setembro. Há espetáculos festivals in Brazil. It was with those words in mind gratuitos e outros that, in the past, he managed to bring big-time names entre R$15 e R$80 to Porto Alegre, such as Bob Wilson, Pina Bausch and PORTOALEGREEMCENA.COM Ariane Mnouchkine. For the 22nd edition of the event, to be held September 3rd–21st, he did no differently. American composer and performer Meredith Monk will come to Brazil exclusively to present the show The Soul’s Messenger. From Belgium comes Attends, Attends, Attends (photo), by Jan Fabre, with a solo by dancer Cédric Charron. And from Uruguay comes Marx in Soho, directed by Juan Tocci and starring Cesar Troncoso. In addition to the international shows, there are several noteworthy Brazilian plays on the schedule. Frida y Diego, with Leona Cavalli, Galileu Galilei by Cybele Forjaz and starring Denise Fraga, and Contrações, by Grace Passô and with Yara de Novaes and Debora Falabella, are a few of the 40 productions that will be performed at ten theaters in Porto Alegre. “I seek to bring big names, but also directors who are revolutionizing the stage,” said Luciano.

Porto Alegre Em Cena

FOTO: WONGE BERGMANN/DIV.

4 C ANT OS


4 C ANT OS

|

T E AT R O

Jogo

político

Political game

FOTO: LEEK YUNG KIM/DIV.

CACO CIOCLER VOLTA ESTE MÊS AOS PALCOS DE SÃO PAULO COM O ESPETÁCULO SHAKESPEAREANO CAEASAR – COMO CONSTRUIR UM IMPÉRIO, EM QUE CONTRACENA COM CARMO DALLA VECCHIA THIS MONTH CACO CIOCLER RETURNS TO THE STAGE IN SÃO PAULO WITH THE SHAKESPEAREAN PLAY JULIUS CAESAR (STAGED IN PORTUGUESE AS CAESAR – COMO CONSTRUIR UM IMPÉRIO), IN WHICH HE CO-STARS WITH CARMO DALLA VECCHIA Por/By SOFIA FRANCO

Incomodado com o conturbado momento político do País, Caco Ciocler (abaixo, na foto) aceitou de cara o convite para ser um dos protagonistas de Caesar – Como Construir um Império, peça de Shakespeare que estreia no dia 18, em adaptação de Roberto Alvim. No espetáculo, que retrata uma conspiração contra o romano Júlio César, o ator divide a interpretação de quatros papéis com Carmo Dalla Vecchia. Os dois transitam por personagens ambíguos, cujos discursos mudam de acordo com os interesses em jogo. Elemento marcante na montagem, a trilha de autoria de Vladimir Safatle é executada ao vivo pelo compositor.

Como surgiu a proposta para participar do espetáculo? Esta é a quinta peça que eu faço com o Roberto Alvim e cada encontro nosso é como se fosse uma conversa com um velho amigo. Esta é uma adaptação lindíssima. How did the proposal to take part in the play come about? This is the fifth play that I’ve done with Roberto Alvim, and each encounter of ours is like a conversation with an old friend. This is a beautiful adaptation.

046 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Bothered by the troubled political moment of the Nation, Caco Ciocler (below, in the photo) didn’t hesitate to accept the invitation to be one of the stars of Caesar – Como Construir um Império, based on Shakespeare’s Julius Caesar, which opens on the 18th, in an adaptation penned by Roberto Alvim. In the play, which portrays the conspiracy against the Roman general and statesman, the actor divides the interpretation of four roles with Carmo Dalla Vecchia. Both of them transit through ambiguous characters, whose discourse changes according to the interests involved. As one of the most striking elements in the production, the soundtrack – composed by Vladimir Safatle – is performed by him live on the piano.

Como se dá a alternância de personagens? Ela não é tão óbvia, mas, ao mesmo tempo, é clara. Não mudamos de figurino nem de voz, justamente para mostrar que os discursos são flutuantes e que os personagens se confundem na história política. How is the switching between characters done? It’s not so obvious, but at the same time it’s clear. We don’t change costumes or voice, precisely to show that the discourses are floating and the characters are mingled in the political story.

Centro Cultural São Paulo R. Vergueiro, 1000, Paraíso, São Paulo. De 18 de setembro a 25 de outubro. Sex. e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$30 11 3397 4002 CENTROCULTURAL.SP.GOV.BR

Qual a relação da trilha original com a trama? A música foi composta antes de começarmos a ensaiar, e eu fiquei um bom tempo em conflito porque ela era muito alta, determinante. Mas resolvi a questão quando entendi que a trilha representava uma engrenagem política, que deve ser cumprida ou você é engolido por ela. What is the relationship between the original score and the plot? The music was written before we started rehearsing, and I was in conflict for quite a while because it was loud, decisive. But the matter was settled when I realized that the score represented political gear work, which must be abided by or you’ll be engulfed by it.


Quando existe administração, tudo fica mais azul.

9 DE SETEMBRO, DIA DO ADMINISTRADOR #ADM50anos Uma homenagem do Sistema Conselhos Federal e Regionais de Administração aos nossos profissionais

Saiba mais sobre o Jubileu de Ouro e a história da Administração em tudomaisazul.com.br ou radioADM.org.br


4 C ANT OS

|

T E AT R O

N O S PA L C O S O N T H E S TAG E S ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO DOS FESTIVAIS E AS ESTREIAS TEATRAIS CHECK OUT THE FESTIVALS SCHEDULE AND THEATER DEBUTS Por/By SOFIA FRANCO

Confusões matrimoniais Marital confusion

Dama do samba Queen of Samba

Beth Carvalho completa meio século de carreira e recebe homenagem com o musical Andança, em cartaz do dia 10 deste mês até 31 de janeiro de 2016. No palco, a vida da artista será representada por três atrizes: Jamilly Mariano, em sua infância, Stephanie Serrat, dos 17 aos 40 anos, e Eduarda Fadini, nos dias de hoje. A trilha sonora traz 59 canções que foram sucesso em sua voz. Beth Carvalho celebrates a half-century in show business and is honored with the musical titled Andança, playing from September 10th through January 31rd, 2016. On the stage, the artist’s life will be represented by three actresses: Jamilly Mariano in her childhood; Stephanie Serrat, from age 17 to 40; and Eduarda Fadini nowadays. The soundtrack features 59 songs that have been hits in Beth’s voice. TEATRO MAISON DE FRANCE, AV. PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS, 58, CENTRO, RIO DE JANEIRO. QUI. A SÁB., ÀS 20H; DOM., ÀS 19H. ENTRE R$90 E R$100

Besides playing the starring role, Miguel Falabella also translated and adapted the text of the Broadway musical Nice Work If You Can Get It (staged in Brazil as “Antes Tarde do que Nunca”). The comedy unfolds around the wedding of playboy Jimmy Winter, who changes plans at his bachelor party after meeting bootlegger Billie Bendix (Simone Gutierrez). Now playing, through October 25th. TEATRO CETIP, R. DOS COROPÉS, 88, PINHEIROS, SÃO PAULO. QUI. E SEX., ÀS 21H; SÁB., ÀS 17H E ÀS 21H; DOM., ÀS 17H. ENTRE R$50 E R$230 11 4003 5588

CETIP.COM.BR

TEATROMAISONDEFRANCE.COM.BR

Memórias da terra Memories of the land

A enchente do Rio Madeira em 2014 inspirou a Beradera Companhia de Teatro na concepção de Saga Beradera, que estreia no dia 11 deste mês, em Porto Velho. Na trama, Neto – natural da comunidade ribeirinha de Nazaré, mas criado em São Paulo – volta à região decidido a resgatar o avô, a fim de protegê-lo dos perigos da vida à beira do rio. Para criar a peça, o grupo realizou pesquisas de campo e vivências com o povo local. The flooding of the Madeira River in 2014 inspired the Beradera Theater Company to create Saga Beradera, which opens on the 11th of this month in Porto Velho. In the plot, Neto – originally from the riparian community of Nazaré but raised in São Paulo – returns to the region determined to rescue his grandfather, in order to protect him from the perils of life by the riverside. To create the play, the group conducted field research and experiences with the local population. TEATRO PALÁCIO DAS ARTES, AV. PRESIDENTE DUTRA, 4175, OLARIA, PORTO VELHO. SEX. (11), ÀS 20H. GRÁTIS. VEJA A AGENDA DA PEÇA NA PÁGINA DO GRUPO NO FACEBOOK FACEBOOK.COM/BERADERACIADETEATRO

048 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

FOTOS: FERNANDA SABENÇA /DIV. (ANDANÇA); RODRIGO VRECH/DIV. (SAGA BERADERA); JAIRO GOLDFLUS/DIV. (ANTES TARDE DO QUE NUNCA)

21 2544 2533

Além de protagonista, Miguel Falabella é o responsável pela tradução e pela adaptação do texto do musical da Broadway Antes Tarde do que Nunca. A comédia se desenrola em torno do casamento do playboy Jimmy Winter, que muda de planos em sua despedida de solteiro ao conhecer a contrabandista Billie Bendix (Simone Gutierrez). Em cartaz até 25 de outubro.


4 C ANT OS

|

TV

dia

28

VEJA ESSA LO O K AT T H I S SAIBA QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS NOVIDADES DA PROGRAMAÇÃO DE TV FIND OUT THE MAIN NEWS ABOUT TV PROGRAMMING Por/By SOFIA FRANCO

dia

20

A nata da telinha

Culinária e diversão Food and fun

The cream of small screen

Productions for streaming sites, such as Transparent, Better Call Saul and House of Cards are among the most outstanding nominees for the Emmy awards, television’s Oscars. This year, Orange Is the New Black, winner of three statuettes as a comedy in 2014, migrates to a new category and is now vying as a drama series. In Brazil, Warner Channel will air the live broadcast of the 67th edition of the award show, hosted by comedian Andy Samberg, on Sunday September 20th, starting at 9pm local time. dia

3

Drico tem 13 anos e será o responsável pelas panelas na quarta temporada de Tem Criança na Cozinha, ao lado de Thiago, de 10, e Lara, 8. De segunda a sexta, às 12h45, o programa do canal Gloob trará os três preparando receitas recheadas de curiosidades para alimentar o conhecimento dos pequenos. Drico is 13 years old, and will be overseeing the pots and pans in the fourth season of Tem Criança na Cozinha, alongside Thiago, 10, and Lara, 8. Airing Monday through Friday at 12:45pm on the Gloob channel, the program will feature the trio preparing recipes chock full of curiosities, to nourish the knowledge of the little ones.

Roteiro europeu European roadmap

A atriz e apresentadora Mel Fronckowiak revela 65 passeios imperdíveis no Velho Continente – de jardins urbanos a estádios de futebol – no novo programa de viagens do canal +Globosat. Destino Certo será transmitido às quintas-feiras, às 21h. Actress and host Mel Fronckowiak reveals 65 must-see destinations on the Old Continent – ranging from urban gardens to football stadiums – on the +Globosat channel’s newest travel program. Destino Certo will air Thursdays at 9pm.

050 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

FOTOS: JEREMY P. FREEMAN/DIV. (EMMY); DIVULGAÇÃO

Produções para sites de streaming, como Transparent, Better Call Saul e House of Cards, destacam-se entre os indicados ao Emmy, o Oscar da televisão. Este ano Orange Is the New Black, vencedora de três troféus como comédia, em 2014, migra de categoria e concorre como série de drama. A Warner Channel transmite ao vivo a 67ª edição da premiação – apresentada pelo comediante Andy Samberg – no domingo (20), a partir das 21h.


Chef 5 Estrelas de Curitiba

Chef do Ano

Restaurateur do ano

Gazeta do Povo 2012 (Hors-Concours)

Gazeta do Povo 2012 Gula 2011 Veja 2011

Guia Brasil 4 Rodas 2009

“Difícil é ser simples”. A frase do genial Chef francês Paul Bocuse sempre me ensinou muito, e essa é a principal razão por que os nossos pratos surpreendem. O sabor vem principalmente dos ingredientes frescos, naturais e de alta qualidade que cuidadosamente selecionamos. Não usamos nenhum tipo de conservante ou aromatizante, fazemos nós mesmos quase tudo que servimos, pois só assim temos certeza que controlamos tudo e que temos a melhor qualidade em todas as etapas para lhe servir um prato surpreendente. Cuidamos também do nosso ambiente, da decoração e especialmente do nosso pessoal. No Madero, vamos surpreender você também na maneira de servir. Com muito orgulho, mas com humildade, podemos anunciar que ganhamos inúmeros prêmios nos últimos anos e, ainda mais importante para nós, que 99,8% dos nossos clientes se declaram satisfeitos. Mas prometemos que não vamos descansar enquanto não satisfizermos os 100%!

ENCONTRE UM DOS 50 RESTAURANTES MADERO PERTO DE VOCÊ:

RESTAURANTEMADERO.COM.BR


EXPERIMENTE O

MADERO

EM TODAS AS SUAS VERSÕES

STEAK HOUSE PRÓXIMOS RESTAURANTES (SOON): MIAMI BEACH, OCEAN DRIVE, 1412

SYDNEY, GEORGE ST, 100

ARAPONGAS • CAMPINAS • CASCAVEL • CRICIÚMA • CUIABÁ • GUARAPUAVA PORTO ALEGRE • RIO DE JANEIRO • SALVADOR • TAUBATÉ • VILA VELHA • VITÓRIA


BISALAX CONTÉM BISACODIL. NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE DOENÇAS INTESTINAIS GRAVES. BISALAX (bisacodil) – Indicado nos casos de prisão de ventre. MS 1.0497.1168. Ref. Bula do Produto. Ago/2015. www.uniaoquimica.com.br. SAC 0800 11 15 59 SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO


horas 2 1 a 6 e d a ação o Início din stã após a ge


60 Gastronomia Cuisine A cozinha autoral do Puro, no Rio The original fare at Puro restaurant in Rio

68 5 Perguntas 5 Questions A 11ª edição do festival Paraty Em Foco The 11th edition of the “Paraty Em Foco” Festival

FOTOS: ALEX ANDER L ANDAU/DIV. (PURO); ARNO RAFAEL MINKKINEN/DIV. (PARAT Y EM FOCO)

highlights

60

70 Take 5 Take 5 Cinco cafeterias que merecem a visita Five coffee shops that are worth a visit

68


FOTOS: RODRIGO CASTRO/DIV. (COZINHA); ALEX ANDER L ANDAU/DIV. (PRATOS)

H I GHLIGHT S | G A S T R O N O M I A

Brazilian freshness

Frescor nacional PEDRO SIQUEIRA PRIVILEGIA INGREDIENTES REGIONAIS NOS PRATOS DO PURO, RESTAURANTE INAUGURADO NESTE ANO, NO RIO, CUJA PROPOSTA É REPAGINAR RECEITAS DA COZINHA BRASILEIRA PEDRO SIQUEIRA FAVORS REGIONAL INGREDIENTS IN THE DISHES AT PURO, A RESTAURANT THAT OPENED THIS YEAR IN RIO, WITH THE PROPOSITION TO REVAMP RECIPES OF BRAZILIAN CUISINE Por/By DENISE MENCHEN

Quando abriu o Puro, em março, o chef Pedro Siqueira resolveu que iria aproveitar o que de melhor havia em seu entorno. A decisão transparece tanto na arquitetura quanto no menu do restaurante, onde pratos elaborados preferencialmente com ingredientes locais são servidos em ambientes com vista privilegiada do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Na casa de três andares com varandas abertas para o parque, que se esparrama do outro lado da rua, os clientes podem provar releituras de receitas típicas da culinária brasileira. O cuidado com a escolha dos produtos e a criatividade do chef garantem o diferencial do cardápio. A ricota de cabra presente em alguns pratos, por exemplo, desembarca na cozinha do Puro horas depois de ter sido produzida no Recreio, na Zona Oeste da cidade. O cogumelo vem de Petrópolis, enquanto o palmito pupunha chega de Vassouras – ambos municípios das redondezas. Já os pães e as massas são todos feitos na casa. “A redução no tempo de transporte aumenta a qualidade do ingrediente. É uma diferença que o cliente percebe”, diz Pedro. A inspiração para suas criações, porém, atravessa distâncias muito maiores. Filho de gaúchos, nascido em São Paulo e com passagens

060 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

pela Bahia e por Minas Gerais, o chef bebe de diversas fontes. Algumas influências ainda vêm de suas vivências no D.O.M, de Alex Atala, no Eau, do francês Pascal Valero, ambos na capital paulista, no Taillevent, restaurante parisiense com três estrelas Michellin, e no Fasano Al Mare, no Rio. Assim, a comida caseira servida no sítio dos avós, no interior do Rio Grande do Sul, serve de referência para algumas das atrações, como o bolinho de arroz carreteiro e o matambre de boi braseado com abóbora caramelada e farofa de erva-mate. Já a influência mineira se mostra no pão de queijo com um suculento recheio de pernil e ervas frescas, uma das ótimas entradas. Outras regiões marcam presença em pratos como a moquequinha caiçara, acompanhada de pirão de tomate assado, vinagrete fresco e broto de coentro, e o camarão VG grelhado, com purê de moranga, refogado da casa e catupiry. Nas opções de bebidas, a pegada de repaginar clássicos se mantém. Além da carta de vinhos e dos drinks originais do restaurante, podemse apreciar criações como o mate adoçado com xarope de limão e canela e as caipirinhas de frutas como manga, carambola e caju – também servidas na versão sem álcool, com a brasileiríssima água de coco como substituta da cachaça.


ENDEREÇOS

gastronômicos Culinary addresses

Por/By

Pedro Siqueira

Lasai Cozinha de alto luxo, com serviço e experiência sensacionais. O chef Rafael Costa e Silva tem uma horta própria para abastecer o restaurante. Deluxe cuisine, with sensational service and experience. The chef Rafael Costa e Silva has his own vegetable garden to supply the restaurant. R. CONDE DE IRAJÁ, 191, BOTAFOGO, RIO DE JANEIRO 21 3449 1834

Irajá Um lugar para saborear comida de verdade, com uma apresentação muito legal. O bolo de chocolate é maravilhoso! A place to eat genuine food with a very nice presentation. The chocolate cake is wonderfu!! R. CONDE DE IRAJÁ, 109, BOTAFOGO, RIO DE JANEIRO 21 2246 1395 Na página anterior, Pedro Siqueira na cozinha do Puro. Nesta página, acima, o camarão VG grelhado, com purê de moranga; e, à esquerda, a moquequinha caiçara Previous page: Pedro Siqueira in the kitchen at Puro. This page, above: grilled VG shrimp with pumpkin purée; and, left: "moquequinha caiçara"

Minimok Restaurante japonês com ambiente charmoso. O chef traz vários produtos diretamente do Japão. A Japanese restaurant with a charming atmosphere. The chef brings several products directly from Japan. R. DIAS FERREIRA, 116, LOJA D, LEBLON, RIO DE JANEIRO 21 2511 1476

Bar do Momo

Puro R. Visconde de Carandaí, 43, Jardim Botânico, Rio de Janeiro 21 3284 5377 PURORESTAURANTE.COM.BR

O proprietário, Toninho, faz milagres em uma cozinha minúscula. Com atrações como o tartare de jiló, o boteco virou um reduto de chefs. The owner, Toninho, performs miracles in a miniscule kitchen. With attractions like scarlet eggplant tartare, the pub has become a stronghold of chefs. R. GAL. ESPÍRITO SANTO CARDOSO, 50, LOJA A, TIJUCA, RIO DE JANEIRO 21 2570 9389

When he opened Puro, last March, chef Pedro Siqueira decided he would utilize the best of what was around him. The decision transpires both in the restaurant’s architecture and in its menu, where dishes prepared preferably with local ingredients are served in settings with a prime view of Rio de Janeiro’s Botanical Garden. In the three-story house with balconies overlooking the park, which stretches out right across the street, guests can sample re-interpretations of typical Brazilian recipes. The right care in the choice of products and the chef’s creativity guarantee the menu’s differential. The goat ricotta used in certain dishes, for example, is delivered to Puro’s kitchen within hours after being produced in Recreio, in the city’s West Zone. The mushrooms come from Petrópolis, while the peach-palm hearts come from Vassouras – both of which are nearby municipalities. On the other hand, the breads and pastas are all made onsite. “Reducing the travel time increases the quality of the ingredient. It’s a difference that the customer perceives,” says Pedro. The inspiration for his creations, however, traverses much greater distances. Born in São Paulo to parents originally from Rio Grande do Sul, and having lived in Bahia and Minas Gerais, the chef draws upon several sources. Other influences come from his experiences at D.O.M., headed by Alex Atala; Eau, run by France’s Pascal Valero, both of them in São Paulo; Taillevent, a Parisian restaurant with three Michelin stars; and Fasano Al Mare, in Rio. Thus, the home-made food served at his grandparents’ farm in the Rio Grande do Sul countryside is a reference to some of the attractions, such as "bolinho de arroz carreteiro" and "matambre de boi braseado", served with "abóbora caramelada" and "farofa de erva mate". The influence of Minas Gerais is evident in the cheese braed with a succulent filling of ham and fresh herbs, one of the wonderful starters. Other regions are present in dishes such as "moquequinha caiçara", served with roasted "tomato pirão", fresh vinaigrette and cilantro sprouts, and grilled VG shrimp with pumpkin purée, "house refogado", and catupiry cream cheese. As far as beverage options, the hallmark of revamping classics remains the same. Aside from the restaurant’s wine list and original drinks, guests can enjoy creations such as mate tea sweetened with lime syrup and cinnamon, and caipirinhas made from mango, starfruit and cashew fruit – also served in non-alcoholic versions, with quintessentially Brazilian coconut water as a substitute for the cachaça.

061


H I GHLIGHT S | G A S T R O N O M I A

BOM APETITE BON APPETIT CONFIRA AS MELHORES NOVIDADES DE BARES, RESTAURANTES E CAFÉS CHECK OUT THE BEST OF WHAT’S NEW IN BARS, RESTAURANTS, AND CAFÉS

Identidade local Local identity

Para comer com a mão To eat with your hands

Inspirado no Meatpacking District, antigo reduto de matadouros de Nova York, o Steak Me é a nova casa de espetinhos da capital mineira. Mas espetinhos de primeira: cortes de cordeiro, angus, alcatra e até tilápia e o clássico salsichão alemão são as matérias-primas, preparadas na brasa. O ambiente moderno, meio hype, já conquistou a clientela da cidade. Inspired by the Meatpacking District, former stronghold of slaughterhouses, in New York City, Steak Me is Belo Horizonte’s newest eatery specializing in skewered meats. But with prime meats: cuts of lamb, angus, top sirloin, even tilapia and the classic German sausage are among the restaurant’s raw materials, all charcoal grilled. The ambience, a little hyped, has already won over the city’s clientele. STEAK ME, AL. DA SERRA, 951, VILA DA SERRA, BELO HORIZONTE 31 3646 4436

Uma das hospedagens mais badaladas de Trancoso, o Uxua Casa Hotel & Spa inaugurou recentemente um restaurante no Centrinho da vila baiana. O salão do Uxua Quadrado possui apenas 35 assentos e prioriza receitas que mesclam frutos do mar e ingredientes indígenas. Destaque para os camarões empanados com quinua e servidos com molho agridoce de vinho branco e o prato de frutos do mar com arroz negro (foto). One of the most popular accommodations in Trancoso, Uxua Casa Hotel & Spa recently opened a restaurant in the ‘downtown’ area of this village in Bahia. The dining hall at Uxua Quadrado seats only 35, and features recipes that mix seafood and indigenous ingredients. Especially the breaded shrimp with quinoa and served with white wine sweet and sour sauce and the seafood with black rice (photo). UXUA, QUADRADO, S/Nº, TRANCOSO

STEAKME.COM

Ares renovados Renewed ambience

Tássia Magalhães fez carreira no Pomodori, onde estreou em 2009 como estagiária. Hoje, aos 25 anos, ocupa o posto de proprietária e chef principal da casa, reaberta recentemente, após uma reforma que modernizou todos os seus ambientes. O menu também foi reelaborado. Clássicos italianos que fazem parte da trajetória de 12 anos do restaurante ganharam a companhia de pratos contemporâneos e autorais, como o ravióli aberto de milho (foto) e o atum selado acompanhado de beterrada marinada, mandioquinha e cuscuz. Tássia Magalhães has made her career at Pomodori, where she started in 2009 as a trainee. Today, at age 25, she is the owner and head chef of the restaurant, which recently reopened after a renovation that modernized its entire ambience. The menu was also rethought. Classic Italian dishes that are part of the eatery’s 12-year history are now joined by contemporary and original dishes, such as the open corn ravioli (photo) and seared tuna served with marinated beets, mandioquinha and cuzcuz. POMODORI, R. DR. RENATO PAES DE BARROS, 534, ITAIM BIBI, SÃO PAULO 11 3168 3123

062 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

POMODORI.COM.BR

73 3668 2277

UXUA.COM.BR

FOTOS: LUIS VINHÃO/DIV. (PRATO POMODORI); PEDRO BARROS/DIV. (STEAK ME); DIVULGAÇÃO

Por/By LUIZA VIEIRA


H I GHLIGHT S | O Q U A R T O

Melody of nature

Melodia da natureza Nada de música clássica, CD com barulho de água corrente ou playlist com canções para relaxar. No spa da pousada Capim do Mato, a POUSADA CAPIM DO MATO trilha sonora vem da natureza. Mais especifiOFERECE SOFISTICAÇÃO, CONFORTO E MUITAS OPÇÕES camente da Cachoeira Grande, uma das principais atrações da Serra do Cipó, região a 90km DE RELAXAMENTO – COM de Belo Horizonte. O som da queda d'água de TRILHA SONORA LOCAL LOCATED IN SERRA DO CIPÓ, dez metros de altura pode ser ouvido durante MINAS GERAIS, THE CAPIM DO uma manhã de sossego à beira da piscina de borda infinita ou em uma sessão de massagem MATO GUESTHOUSE OFFERS revitalizante – apenas um dos 15 tratamentos SOPHISTICATION, COMFORT oferecidos por ali. AND MANY OPTIONS FOR Grande chamariz do spa – assinado pela RELAXATION – WITH A marca francesa L'Occitane –, a atmosfera de LOCAL SOUNDTRACK contemplação em perfeita harmonia com o verde ao redor ultrapassa seus limites e também Por/By MARINA AZAREDO Fotos/Photos ANDRÉ DIB se faz presente nos cinco quartos da hospedagem. O destaque é o Bangalô Luxo, acomodação na parte mais alta do terreno, que no passado foi uma fazenda do bisavô de Moreno Belisário, sócio-proprietário do local. A suíte tem 70 metros quadrados bem distribuídos, com cama superking size, lareira e duas duchas LOCALIZADA NA SERRA DO CIPÓ, EM MINAS GERAIS, A

064 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

de alta pressão. Na área externa, o ofurô e os futons convidam a longos e bons momentos de preguiça. Ali, o cerrado se apresenta em sua forma mais exuberante. No projeto da arquiteta mineira Andréa Schettino, destacam-se ainda a piscina e a sauna da área comum. O paisagismo foi todo pensado de forma a manter intacta a natureza do terreno, valorizando principalmente o capim característico da região. Para provocar o mínimo impacto possível, o material usado na construção foi, em grande parte, sustentável: a madeira é de reflorestamento ou biossintética. Já a decoração tem toques indígenas, com itens garimpados pela mãe de Moreno em viagens Brasil afora. Embora seja a opção de hospedagem mais luxuosa da Serra do Cipó, a Capim do Mato foge da badalação. Em seus poucos quartos e na despojada área comum, a ordem é relaxar e curtir a natureza, de preferência em silêncio. O uso de equipamentos sonoros, por exemplo, não é permitido. E quem precisa deles quando se tem o som de uma cachoeira ao alcance dos ouvidos?


Na página anterior, o ambiente principal do Bangalô Luxo. Nesta página, abaixo, a varanda da suíte, com um convidativo ofurô; e, ao lado, a piscina de borda infinita do spa Previous page: the main ambience of the Luxo Bungalow. This page, below: the terrace of the suite, with an inviting hot tub; and opposite: the infinity edge pool at the spa

EXPERIÊNCIA COMPLETA COMPLETE EXPERIENCE

Os campeões | O banho calmante com óleos essenciais e a massagem de aromacologia, indicada para quem sofre de insônia, são os tratamentos que fazem mais sucesso no spa

The champions | The soothing bath with essential oils and the aromachology massage, indicated for those who suffer from insomnia, are the most successful treatments at the spa

Da cozinha | O restaurante da pousada tem cardápio conciso – são apenas quatro pratos principais –, mas bem executado. Destaque para o filé ao molho de cogumelos frescos acompanhado de purê de batata-baroa e para o tortelloni ao molho de camarão, aspargos e limão siciliano From the kitchen | The hotel’s restaurant has a concise menu – there are only four main courses to choose from – but all very well prepared. Especially the beef tenderloin with fresh mushroom sauce, served with batata-baroa purée, as well as the tortellini in shrimp sauce, asparagus and lemon

Hit apaixonado | A Capim do Mato é um dos cenários do clipe da canção Eu Sem Você, da mineira Paula Fernandes, gravado inteiramente na região da Serra do Cipó

Passionate hit | Capim do Mato is one of the scenarios of the music video for the song Eu Sem Você, by Minas native Paula Fernandes, shot entirely in Serra do Cipó region

Capim do Mato Al. Rubens Ferreira Belisário, s/nº, Jaboticatubas, Minas Gerais. Entre R$910 e R$1.455 31 3718 7480 CAPIMDOMATO.COM.BR

There’s no classical music, or CDs with sounds of running water, or playlists with music for relaxing. In the spa at Capim do Mato inn, the soundtrack is provided by nature. More specifically, from the Cachoeira Grande waterfall, one of the main attractions in Serra do Cipó, an area located 90km from Belo Horizonte. The sound of the ten-meter high waterfall can be heard during a quiet morning by the infinity edge pool or a revitalizing massage session – just one of 15 treatments offered there. As the greatest lure of the spa – of the French brand L’Occitane – the atmosphere of contemplation in perfect harmony with the surrounding green goes beyond its boundaries, and is also present in all five suites of the inn. One of the highlights is Luxo Bungalow, located on the highest part of the property, which was once one of the farms of co-owner Moreno Belisário’s great-grandfather. The 70-square-meter suite has an optimal layout, featuring a super-king-size bed, a fireplace, and two high pressure showers. On the outside, the hot tub and futons invite you to enjoy long moments of

idyllic relaxation. There, the cerrado (Brazilian savannah) is at its most exuberant. Other outstanding aspects of the design, by Minas-based architect Andrea Schettino, are the pool and the sauna in the common area. The landscaping was all planned to keep the nature of the property intact, particularly valuing the characteristic grass (i.e., capim) of the region. To cause the least impact possible, the material used in construction was largely sustainable: all of the wood is either from reforestation or biosynthetic. The decor, on the other hand, has indigenous touches, with items picked by Moreno’s mother on trips throughout Brazil. Although it’s the most luxurious option for lodging in Serra do Cipó, Capim do Mato shuns noisy partying. In its few rooms and in the low-key common areas, the order is to relax and enjoy nature, preferably in silence. The use of any kind of sound equipment, for example, is not allowed. And who needs it, when you have the sound of a waterfall within earshot?

065


PUBLI EDIT ORIAL | M M A R T A N

mmartam celebrates 30 years with a photo exhibition

SONHANDO ACORDADO, SÉRIE DE REGISTROS DE BOB WOLFENSON, REVELA OS BASTIDORES DO SÃO PAULO FASHION WEEK E PASSARÁ POR 15 CIDADES BRASILEIRAS SONHANDO ACORDADO, A SERIES OF PHOTOS BY BOB WOLFENSON, OFFERS A BEHIND-THE-SCENES LOOK AT SÃO PAULO FASHION WEEK, AND WILL MAKE STOPS IN 15 CITIES ACROSS BRAZIL

Foi uma campanha da marca Ricardo Almeida, no início dos anos 2000, que projetou Paulo Zulu como ícone de beleza masculina. As tops Talytha Pugliesi e Mariana Weickert já levaram bronca por dançar É o Tchan no backstage do desfile. Geanine Marques pisou numa passarela pela primeira vez em 1994, numa ação de Alexandre Herchcovitch, e há mais de 20 anos o estilista encerra seu desfile entrando de mãos dadas com a modelo. Estas e outras histórias que revelam os bastidores de 20 anos do São Paulo Fashion Week estão expostas em Sonhando Acordado, mostra composta de fotos assinadas por Bob Wolfenson. Até novembro a mmartan, maior rede especializada em produtos exclusivos de cama, mesa e banho do Brasil, levará a exposição às cinco regiões do País em uma ação que também celebra os 30 anos da marca. A iniciativa já passou por São Paulo, Curitiba, Vitória e Campo Grande e ainda passará por outras cidades, entrando em cartaz em seus principais shoppings. Com curadoria de Paulo Borges, criador do SPFW, o livro e a mostra reúnem estilistas, modelos, cenógrafos e maquiadores em diferentes cenários de camas feitas pela mmartan e que fazem alusão às conexões íntimas e criativas que o São Paulo Fashion Week promove. As personalidades representam ali o legado desses encontros. E, em cada cena, a cama mmartan se transforma em uma extensão do estilo das pessoas retratadas.

spfwsonhandoacordado.com.br mmartan.com.br

9 . 22 001155 066 A Z U L M A G A Z I N E | 0 1.

It was a campaign by the Ricardo Almeida brand in the early 2000s that projected Paulo Zulu as an icon of male beauty. Top models Talytha Pugliesi and Mariana Weickert once got scolded for dancing É o Tchan backstage at the show. Geanine Marques stepped out on a catwalk for the first time in 1994, in a show by Alexandre Herchcovitch, and for over 20 years the designer has closed his show by walking hand-in-hand with the model. These and other stories from behind the scenes of São Paulo Fashion Week over the last 20 years are on display in Sonhando Acordado, an exhibit of photographs by Bob Wolfenson. Through November, mmartan – Brazil’s largest retail chain specializing in unique products for bed, bath and table – will take the exhibit to all five regions of the nation, in an event that also celebrates the brand’s 30th anniversary. The initiative has already made stops in São Paulo, Curitiba, Vitória and Campo Grande, and will still pass through several other cities, on display at some of the foremost shopping malls. Curated by Paulo Borges, creator of São Paulo Fashion Week, the book and the exhibit gather clothing designers, models, makeup artists and set designers in different settings of beds made by mmartan and that allude to the intimate and creative connections that SPFW promotes. The personalities there represent the legacy of these meetings. And in each scene, the mmartan bed transforms into an extension of the style of the people depicted.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

mmartan celebra 30 anos com exposição de fotos


H I GHLIGHT S | 5 P E R G U N T A S

À esquerda, Iatã Cannabrava; acima, Mouth of the River, de Arno Rafael Minkkinen; à direita, Lula, retratado por Luiz Garrido; e, na página ao lado, foto de Max Pam Left: Iatã Cannabrava; above: Mouth of the River, by Arno Rafael Minkkinen; right: Lula portrayed by Luiz Garrido; and, following page: photo of Max Pam

Selfie-mania

A selfie-mania

A AUTORREPRESENTAÇÃO NA ÉPOCA DOS DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS É O GRANDE DEBATE PROPOSTO PELO FESTIVAL DE FOTOGRAFIA PARATY EM FOCO, QUE CHEGA À SUA 11ª EDIÇÃO NESTE MÊS SELF-REPRESENTATION IN THE AGE OF ELECTRONIC DEVICES IS THE GREAT DEBATE PROPOSED BY THE PARATY EM FOCO PHOTOGRAPHY FESTIVAL, WHICH REACHES ITS 11TH EDITION THIS MONTH Por/By LUIZA VIEIRA

Na era dos smartphones e das selfies, qual a função do fotógrafo? Este questionamento é justamente o tema da 11ª edição do Paraty em Foco, festival internacional de fotografia que atrai cerca de seis mil pessoas à cidade histórica fluminense. Entre os dias 23 e 27 de setembro, os papéis do retrato e do autorretrato na sociedade atual serão debatidos em palestras e encontros que contam com a presença de convidados como o francês Antoine D’Agata, o finlandês Arno Rafael Minkkinen, o australiano Max Pam e os brasileiros Christian Cravo e Luiz Garrido. Iatã Cannabrava, um dos diretores do evento, fala, a seguir, um pouco sobre a sua preparação.

068 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

In the age of smartphones and selfies, what’s the photographer’s role? This question is precisely the theme of the 11th edition of “Paraty Em Foco,” an international photography festival that attracts roughly six thousand people to the historic town in Rio de Janeiro state. From September 23rd to 27th, the role of portraits and self-portraits in today's society will be discussed in lectures, workshops and meetings, which will be attended by guests such as France’s Antoine D’Agata, Finland’s Arno Rafael Minkkinen, Australia’s Max Pam, and Brazil’s Christian Cravo and Luiz Garrido. Iatã Cannabrava, one of the event’s directors, talks a bit about preparing the event:


11º Paraty em Foco Tenda da Matriz, Pça. da Matriz, s/nº, Centro Histórico, Paraty, Rio de Janeiro. De 23 a 27 de setembro. Grátis; os workshops custam entre R$150 e R$1.200

FOTOS: EK ATERINA KHOLMOGOROVA /DIV. (IATÃ); DIVULGAÇÃO

1

Qual reflexão o festival pretende estimular com o tema escolhido? Se eu fosse fazer um desabafo, e não um festival, ele seria: “Tira esse pau de selfie da minha frente”. Mas, no evento, é importante discutir a necessidade do pertencimento tão vigente em nossa sociedade por meio da selfie. Não tenho muita certeza do quanto a era atual incomoda, ou até se deveríamos festejá-la. É isso que queremos debater. Which reflection does the festival aim to stimulate on the chosen theme? If I were to blow off some steam, and not to a put on a festival, it would be: "Get that selfie stick out of my sight." But, at the event, it’s important to discuss the need for belonging that’s so prevailing in our society, through selfies. I'm not too sure how much the current epoch bothers me, or if indeed we should be embracing it. That's what we want to debate.

PARATYEMFOCO.COM

2

Para você, qual a função do fotógrafo hoje? Num mundo onde todos fotografam, o profissional da fotografia é aquele que edita. A grande reinvenção é trabalhar a partir de um roteiro, para então construir uma narrativa. A memória depende desses contadores de história. For you, what’s the role of the photographer today? In a world where everyone takes photos, the photography professional is the one who publishes them. The great reinvention is working from a script and then constructing a narrative. The memory of the future depends on these storytellers.

4 3 5

O festival completou 10 anos em 2014. Como vê a sua evolução? Na época do início do Paraty em Foco não havia ainda a consciência do coletivo. Agora, tanto na sua organização quanto no diálogo entre artistas e público, fica evidente que estar em constante conexão é o que dá sentido às transformações. No fundo, a vocação do evento é juntar pessoas e suas ideias. The festival celebrated its 10th anniversary in 2014. How do you see its evolution? At the inception of “Paraty Em Foco” there was not yet a collective awareness. Now, not only in its organization but also in the dialogue between artists and audiences, it’s clear that being in constant connection is what gives meaning to the transformations. Ultimately the event's vocation is to bring together people and their ideas.

Quais as dificuldades enfrentadas para realizar um festival desse porte? Atualmente, Paraty é um dos destinos com maior vocação cultural que eu conheço. E mesmo assim há um choque entre demanda e oferta. Os contratempos vão desde a internet de baixa velocidade até os custos muitas vezes elevados para o público. Mas são pequenas lamentações. Inferiores ao sucesso do evento.

What difficulties have you faced in hold a festival of this magnitude? Today, Paraty is one of the destinations with the greatest cultural vocations that I know of, and yet there’s a clash between demand and supply. The setbacks range from low-speed internet to the often high cost for the public. But these are small grievances, inferior to the success of the event.

Como a população local interage com a programação do festival? Uma de nossas deficiências é não ouvir, por meio de pesquisas, o público diverso do evento: o visitante, o profissional, o amador e o morador. Neste ano, vamos tentar mudar isso utilizando metodologias apropriadas. Para sabermos se nossas atividades ajudam também na construção da identidade da cidade.

As does the local population interact with the festival's scheduling? One of our weaknesses is not listening – through surveys – to the event’s diversified audience: visitors, professionals, amateurs and local residents. This year, we’re going to try to change this, using appropriate methodologies. So we will be able to know if our activities also help build the town’s identity.

069


H I GHL IGHT S | T A K E 5

Hora do

Coffee time

cafezinho

AROMA, TEXTURA E SABORES ÚNICOS. CONFIRA CINCO CAFETERIAS QUE, PARA LEVAR À XÍCARA A MELHOR BEBIDA, INVESTEM NO PROCESSO DE TORRA DOS GRÃOS – MUITAS VEZES FEITA NO PRÓPRIO SALÃO AROMA, TEXTURE AND UNIQUE FLAVORS. CHECK OUT FIVE COFFEEHOUSES THAT, IN ORDER TO SERVE UP THE BEST JAVA, INVEST IN THE ROASTING PROCESS – OFTEN DONE RIGHT THERE IN THE SHOP Por/By MARINA AZAREDO

Barista Coffee Bar CURITIBA (PR)

Em um espaço que comporta apenas sete pessoas, Leo Moço – vencedor do Campeonato Brasileiro de Barista em 2013 – serve cafés primorosos. A torra privilegia um corpo pesado, aveludado e de baixo amargor. In a space that holds only seven people, Leo Moço – the 2013 Brazilian Barista Champion – serves exquisite coffees. The roasting favors a heavy body, with a velvety texture, and low bitterness. FOTO: GUI GOMES

41 3039 0076

Feito a Grão

Coffee Lab

SÃO PAULO (SP)

SALVADOR (BA)

É um verdadeiro laboratório de degustação e preparo de grãos, focado em microlotes com características singulares. Tudo sob o comando da baristacelebridade Isabela Raposeiras. Na escola que funciona ali há cursos para leigos e experts.

Na matriz da rede, no bairro Itaigara, os grãos recebem torra escura e descansam em um ambiente climatizado durante três semanas. A loja também oferece aulas para quem, mais do que apreciar, quer ser tornar um especialista em café.

This is a veritable laboratory of coffee tasting and preparing coffee beans, focused on micro-batches with unique characteristics. All under the command of celebrity barista, Isabela Raposeiras. The barista school that operates at this location offers courses for lay people and professionals.

At the chain’s main store, in the Itaigara neighborhood, the beans are dark-roasted and are stored in a climate-controlled environment for three weeks. The shop also offers classes for those who, more than just enjoy coffee, wish to be become coffee experts.

11 3375 7400

71 3018 5288

COFFEELAB.COM.BR

FEITOAGRAO.COM.BR

070 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Grenat Cafés Especiais

BRASÍLIA (DF)

Desde 2012, a cafeteria torra os próprios grãos, adquiridos em fazendas certificadas e auditadas. Os clientes podem optar pelo menu degustação da bebida, que tem diferentes métodos de preparo. Since 2012, the coffee shop roasts its own beans, acquired from certified and audited growers. Customers can opt for the coffee tasting menu, with different methods of brewing. 61 3036 6883 GRENATCAFES.COM.BR

Ateliê do Grão

GOIÂNIA (GO)

Políticos, empresários e jornalistas se reúnem nesta casa que acompanha todo o processo de produção do café, desde a floração até a secagem dos grãos, finalizando-o com uma torra personalizada. Politicians, businessmen and journalists gather in this coffeehouse, which monitors the entire coffee production process, from flowering of the plant to drying the coffee beans, finishing the process with custom roasting. 62 3226 0101 ATELIEDOGRAO.COM.BR


H IGHLIGHT S | V I T R I N E

Realidade Reality 2.0

2.0

SURPREENDA-SE AINDA MAIS COM AS INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS: APRESENTAMOS UMA SELEÇÃO DE ITENS CAPAZES DE TURBINAR, DAR CHARME E AGREGAR NOVAS FUNÇÕES AO CELULAR, TABLET OU NOTEBOOK BE EVEN MORE AMAZED WITH TECHNOLOGICAL INNOVATIONS: WE PRESENT A SELECTION OF ITEMS ABLE TO BOOST YOUR SMARTPHONE, TABLET OR NOTEBOOK, AS WELL AS BESTOW CHARM AND ADD NEW FEATURES TO THE DEVICES

Fabricada a partir de madeira de reúso, a capinha de celular da Pau Brasil é resistente a água, raios UV e cupins. R$125 Made from reclaimed wood, the mobile phone case by Pau Brasil is resistant to water, UV rays and termites. R$125 GRIFEPAUBRASIL.COM.BR

Edição/Editing THAIS LUTTI Produção/Production CAMILA NARDI

O duplo sistema de fecho da bolsa estanque da Dart Bag protege o smartphone com 100% de vedação e possibilita tirar fotos embaixo d’água. R$59 The Dart Bag’s double closing system protects your smartphone with a 100% watertight seal and allows you to take pictures underwater. R$59 DARTBAG.COM.BR

Feito de policarbonato e pesando menos de 100g, o carregador portátil de celular e tablet da LG fornece até quatro cargas de bateria para um smartphone. R$179 Made of polycarbonate and weighing less than 100g, the LG portable charger for mobile phones and tablets provides up to four battery charges for a smartphone. R$179 MAGAZINELUIZA.COM.BR

Com hastes flexíveis e travas automáticas, a mesa de alumínio da BringIT pode ser usada para apoiar notebooks e tablets quando utilizados na cama ou no sofá. R$139,99

BRINGIT.COM.BR

072 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

FOTOS: DIVULGAÇÃO

With flexible shafts and automatic locks, the BringIT aluminum table can be used to support notebooks and tablets when used on the couch or in bed. R$139.99


A caixa de som da JBL usa tecnologia bluetooth e permite atender ao celular sem desconectá-lo. Funciona em smartphones, tablets e notebooks. R$229 The JBL speaker uses Bluetooth technology and allows you to answer the phone without disconnecting. Works on smartphones, tablets and notebooks. R$229 JBLAUDIO.COM.BR

A impressora Instax Share, da Fuji, é compatível com Android e iOS. Ela imprime, instantaneamente, fotos que estão no celular ou no tablet no formato 6x9cm. R$1.259 The Instax Share printer, by Fuji, is compatible with Android and iOS. It instantly prints out 6x9cm photos that are on the phone or tablet. R$1,259 LOJAFUJI.COM.BR

Moderno, o fone de ouvido da Altec Lansing proporciona isolamento dos ruídos externos. Vem com cabos compatíveis com dispositivos Android e iOS. R$599 This sleek headset from Altec Lansing provides insulation from external noise. Comes with cables compatible with Android and iOS devices. R$599 RAKUTEN.COM.BR

Da Rosa Chá, o porta-iPad é feito de lona de algodão, tem 27x21cm e imita um envelope. Está disponível em três cores: rosa, verde e laranja. R$59,50 Para iPhone, o sistema de lentes 4 em 1 da Olloclip traz as seguintes possibilidades: grande angular, olho de peixe e duas opções macro, que aumentam o foco de 10 a 15 vezes. R$399

From Rosa Chá, the iPad case is made of cotton canvas, measuring 27x21cm, and mimics an envelope. Available in three colors: pink, green and orange. R$59.50 ROSACHA.COM.BR

For iPhone, the Olloclip 4-in-1 lens system offers the following possibilities: wide angle, fish-eye, and two macro options, which increase the focus 10 to 15 times. R$399 APPLE.COM/BR

073


HIGHLIGHT S | O L H A R A Z U L

@eloizaribeiro PE Minha região é especialista em aconchegar. Que orgulho de minhas raízes! My region specializes in coziness. I’m so proud of my roots!

@jfb_neto SP Com a câmera a postos para clicar o avião pousando em Viracopos With camera in hand to snap some shots of the plane landing at Viracopos

Snapshots

Instantâneos CONFIRA AQUI ALGUNS DOS MELHORES CLIQUES FEITOS PELOS CLIENTES AZUL CHECK OUT SOME OF THE BEST PHOTOS TAKEN BY AZUL CUSTOMERS

@charolla ES Em Matilde, em busca da luz que sempre existe no fim do túnel In Matilde, searching for the light that’s always at the end of the tunnel

@voecomleo RJ Cada vez mais apaixonado pelo mar de nuvens que me espera a cada decolagem More and more passionate for the sea of clouds that awaits me with every takeoff

074 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

@rafanassan PE Mergulho em Noronha: o medo é superado no primeiro metro debaixo d’água Diving in Noronha: your fear is overcome in the first meter underwater


@lubrito30 MA Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Lugar mágico, com energia espetacular Lençóis Maranhenses National Park. A magical place, with spectacular energy

@pam_nogueira RJ Paraty é puro amor. Acolhe de casais apaixonados a mochileiros solitários Paraty is pure love. Perfect for everyone from loving couples to lone backpackers OLHAR

azul Quer ver sua foto na próxima edição da revista? Use a hashtag #azulmagazine no Instagram

@difabianoo ES A incrível Pedra do Lagarto, aquela que muda de cor 36 vezes por dia The incredible Pedra do Lagarto: it changes color 36 times a day

Do you want to see your photo in the next edition of the magazine? Use the hashtag #azulmagazine in Instagram


H I GHLIGHT S

COLUNA Mário Magalhães

Times dos sonhos Dream team

I

n Midnight in Paris, the bells toll the coming of a new day, and the main character travels back to the delight of artistic fraternities and cultural picnics of the French capital in the 1920s. The time when the city – as Hemingway immortalized it – was a party. The invitation suggested by writer/director Woody Allen to the viewer is to imagine the scenario and the historic setting that one would like to visit or live. Another character in the film wanders even further back in time, to the Belle Époque, and decides to stay. I’d love to witness the birth of the Beatles, at the Cavern Club, and tour the runaway slave community, Quilombo dos Palmares, in the 17th century. A book has just been published that also plays with time, Tijucamérica: Uma Chanchada Fantasmagórica, by journalist José Trajano. Instead of sending people to the past, the book rejuvenates veterans and resuscitates those who’ve kicked the bucket. The plot is compelling: Trajano leaves his job as an ESPN commentator and takes over as president of his favorite soccer team, the small but valiant América. To bring back the glory days of yore, the team’s frontoffice apprentice – with the help of close friends of the spirits – gathers the team’s top 25 players of the past 100 years. He brings together retired superstars, now somewhat worse for wear, and zombies rescued from the great beyond. “This was the easiest way I found for my América to be champion again,” wrote the author in the dedication to me. If I had Trajano’s powers, I’ d reincarnate Marlon Brando at different ages to make a movie: the young man from On the Waterfront to the fifty-something of Apocalypse Now, passing through The Godfather and Last Tango in Paris. And I’d do something about the staggering Brazilian national team. How? Be summoning the team that lost the ‘82 World Cup, once again coached by Telê. In 2018, with players like Falcão, Cerezo, Zico, and Sócrates, no one would stand a chance. Do you think Trajano would agree to asking his friends for a little help?

Mário Magalhães é jornalista e escritor. Recebeu 25 prêmios jornalísticos e literários. Foi ombudsman da Folha de S.Paulo. Quando criança, dizia que no futuro sua profissão seria “passageiro de avião” is a journalist and writer. He has received 25 awards in the fields of journalism and literature. He served as ombudsman for the newspaper Folha de S.Paulo. As a child, he used to say that in the future his profession would be “airplane passenger.”

076 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

RETRATO: LEO AVERSA

E

m Meia-Noite em Paris, os sinos anunciam a virada para um novo dia, e o protagonista viaja até o deleite de confrarias artísticas e convescotes culturais da capital francesa nos anos 1920. A época em que a cidade, assim a eternizou Hemingway, era uma festa. O convite sugerido por Woody Allen ao espectador é sonhar o cenário e a quadra da história que desejaria visitar ou viver. Outra personagem do filme passeia mais longe, na Belle Époque, e resolve ficar. Eu adoraria testemunhar o parto dos Beatles, no Cavern Club, e excursionar ao Quilombo dos Palmares, no século 17. Saiu do forno um livro que também brinca com o tempo, Tijucamérica: Uma Chanchada Fantasmagórica, do jornalista José Trajano. Em vez de despachar gente ao passado, as páginas rejuvenescem veteranos e ressuscitam quem já foi desta para melhor. A trama é saborosa: Trajano abandona o posto de comentarista da ESPN e assume a presidência do seu clube de coração, o pequeno, porém valente América. Para reeditar as distantes jornadas de glória, o aprendiz de cartola reúne, com ajuda de amigos íntimos dos espíritos, os 25 maiores jogadores que o time teve em 100 anos. Junta craques aposentados, agora mais recauchutados que habitué de spa, e zumbis resgatados do além. “Esta foi a maneira fácil que encontrei para o meu América voltar a ser campeão”, escreveu o autor na dedicatória para mim. Se eu tivesse os poderes do Trajano, reencarnaria o Marlon Brando em idades diferentes para filmar: do jovem de Sindicato de Ladrões ao cinquentão de Apocalypse Now, passando por O Poderoso Chefão e O Último Tango em Paris. E daria um jeito na cambaleante seleção brasileira. Como? Escalando o timaço que perdeu a Copa de 82, a ser comandado novamente pelo Telê. Em 2018, com Falcão, Cerezo, Zico e Sócrates, não teria para ninguém. Será que o Trajano toparia pedir uma forcinha aos amigos dele?


H I GHLIGHT S

COLUNA Mara Salles

A alegria do gosto The joy of taste

T

he table was set, the food all fresh made, served steaming hot: whole ham with toasted skin, sliced to the customer’s liking; cassava cakes; cheese pastels; stewed beans; a variety of farofas; grilled fish; kale; barreado; meat falling off the bone from the long and slow cooking. For a decade we offered these options to our customers on Sundays: a treat for them; but hard (yet pleasurable) work in the kitchen. A man arrives, looks at the ham and asks, “Is this rabbit?” Judging by the size of its leg, I imagine some gigantic ancestral animal. What an odd man he was. A mother, pulling her child by the hand, pretends to look at the delicacies on the table and proclaims the child’s lunch: “Can you make some butter noodles, some French fries? My child doesn’t like any of this stuff at all.” At all?! There was, in that woman, a certain pride in her picky child. A young man, at close range, says: “Are there onions in any of these dishes? Garlic? Pepper?” Yes, in almost all of them, I answer. And he contemporizes: “But is the onion visible; can I see it?” With some effort, maybe... More and more people arrive, who eat until they’re full, and rejoice. They want more pepper, order some crackling, lick their fingers. It’s nice to behold. And curious children come with a twinkle in their eyes, since they don’t mind the cilantro, the river fish, the gelatinous taste of the chicken wings. These are kids who open their little minds to the world through their mouths, a first contact with diversity. They try wild, tannic fruits that are not found in supermarkets, and discover that aside from the sweetness of chocolate there’s a bitter flavor. They notice that the roasted and the stewed can be as good as the fried and the raw, they risk taking a bite and discover the joy of taste. I have a hunch these kids will be happier throughout life.

Mara Salles é chef do restaurante Tordesilhas, em São Paulo is the chef of the restaurant Tordesilhas, in São Paulo

078 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

RETRATO: DIVULGAÇÃO

E

ra uma mesa posta, as comidas feitas na horinha, servidas fumegantes: pernil inteiro, com a pele tostada, fatiado de acordo com o gosto do freguês; bolinhos de mandioca; pasteizinhos de queijo de minas; feijão caldeado; mil e uma farofas; peixão assado; couve; barreado do Sul; carne derretendo por causa do cozimento lento e longo. Por uma década oferecemos essas opções aos nossos clientes aos domingos: um deleite para eles, um árduo e prazeroso trabalho na cozinha. Chega um homem, olha o pernilzão e pergunta: “É coelho?” A contar pelo tamanho da pata, fico imaginando um bicho ancestral gigantesco. Muito estranho aquele homem! Uma mãe puxando a criança pelas mãos finge que olha as iguarias da mesa e sentencia o almoço do filho: “Dá para fazer um macarrãozinho na manteiga, uma batata frita? Meu filho não gosta de nada disso.” Nada!? Havia naquela mulher um certo orgulho do filho seletivo. Um moço, à queimaroupa, diz: “Tem cebola em algum desses pratos? Alho? Pimenta?” Sim, em quase todos, respondo eu. E ele contemporiza: “Mas a cebola aparece, dá para a gente ver?” Com um certo esforço, talvez... Chegam outros e mais outros, que se fartam e se alegram. Querem mais pimenta, pedem o courinho do porco, lambem os dedos. Dá gosto de ver. E vêm crianças curiosas, com brilho nos olhos, pois não estranham o coentro, o peixe de rio, o gosto gelatinoso da asinha de frango. São crianças abrindo suas cabecinhas para o mundo por meio da boca. Um primeiro contato com a diversidade. Elas experimentam frutos tânicos, silvestres, que não estão nos supermercados, e constatam que, além do doce do chocolate, existe o sabor amargo. Percebem que o assado e o cozido podem ser tão bons quanto os fritos e os crus, arriscam a mordida e descobrem a alegria do gosto. Tenho para mim que essas crianças serão mais alegres vida afora.


H I GHLIGHT S

COLUNA Denise Campos de Toledo

Economia e política de mãos dadas Economics and politics hand in hand

A

ll of us – citizens, businesspeople, politicians and analysts – can make projections for the economy in 2016, 2017... However, no one is certain as to what may actually happen. Brazil is experiencing one of the worst moments in its history, with uncertainties all around. We have a serious economic crisis, produced by the populist option of stimulating consumption with a high level of artificialism, interventionism and spending. But in economics there’s no free lunch. The imbalances caused by this policy have been enormous. Lagging prices, runaway public spending, demand that’s incompatible with supply, wages rising far above productivity, and delayed investments in infrastructure. A change of route was inevitable. Only that it characterized an electoral swindle that caused the administration’s popularity to plummet, along with the effects of the reorientation of the economy. The effects range from near-double digit annual inflation and interest at the highest level in decades, to decreased purchasing power and unemployment. On the other hand, there was the government’s crippling inability to deal with Congress amidst a wave of whistle-blowing and arrests in the far-flung corruption scandal dubbed “Lava Jato,” involving leaders of its own party and state-owned enterprises. Then came the political crisis. Brazil has arrived at a moment of impasse in which improving the economy will depend on a way out of this political turmoil, and this increases the problems in the economic area. Just how far will these crises go? Any prospect of a better economic performance depends on the answer. For now, we still live with the questioning. What we can hope for is that Brazil will emerge stronger from this process, with stronger institutions, a dismantling of the corruption structure and vicious schemes that took over the relationship between the public sector and private sector. After curbing all this preposterousness, perhaps the nation can write a new history. We’ve overcome many crises. This one, too, shall pass.

Denise Campos de Toledo é jornalista especializada em economia, comentarista da Rádio Jovem Pan e da TV Gazeta, além de palestrante, escritora e editora do site economiaemfoco.com.br is a journalist specializing in economics, as well as commentator for Jovem Pan Radio and TV Gazeta, lecturer, writer and editor of the site economiaemfoco.com.br

080 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

RETRATO: ROBERTO SEBA

T

odos nós, cidadãos, empresários, políticos e analistas podemos fazer projeções para a economia em 2016, 2017... Porém, ninguém tem segurança quanto ao que pode acontecer de fato. O Brasil vive um dos piores momentos da história, com incertezas para todos os lados. Temos uma crise econômica grave, produzida pela opção populista de estimular o consumo com muito artificialismo, intervencionismo e gastança. Mas em economia não tem almoço de graça. Os desequilíbrios provocados por essa política foram enormes. Preços defasados, rombo nas finanças públicas, demanda incompatível com a oferta, salários crescendo muito acima da produtividade e atraso de investimentos em infraestrutura. A mudança de rota era inevitável. Só que caracterizou um estelionato eleitoral que fez despencar a popularidade do governo, junto com os efeitos da reorientação da economia. Efeitos que passam por uma inflação anual que beira os dois dígitos, juros no maior nível em décadas, queda do poder de compra e o desemprego. Por outro lado, houve muita inabilidade do governo ao lidar com o Congresso, em meio à onda de denúncias e prisões da Lava Jato, envolvendo lideranças do próprio partido e de estatais. Veio a crise política. O Brasil chega a um momento de impasse, em que a melhoria da economia depende de uma saída da dificuldade política, sendo que esta amplia os problemas da área econômica. Até onde vão essas crises? Dessa resposta depende qualquer perspectiva de um desempenho melhor da economia. Por enquanto ainda convivemos com a interrogação. O que se pode esperar é que o Brasil saia mais forte desse processo, com instituições mais sólidas, desmonte da estrutura de corrupção e de esquemas viciados que tomaram conta das relações entre o setor público e o privado. Depois dessa freada de arrumação, talvez o País possa escrever uma nova história. Já superamos muitas crises. Esta também vai passar.


hangar33.com.br

U M A M A R CA DO G R U P O LU NE LLI


88 Maceió A farta e saborosa gastronomia local The bountiful and flavorful local cuisine

100 Charlotte Harbor Belas paisagens na costa Oeste da Flórida Beautiful landscapes on Florida’s west coast

FOTOS: HELENA PEIXOTO (MACEIÓ); ROBERTO SEBA (CHARLOT TE HARBOR)

destinos

100

113 Orlando Jair Oliveira dá dicas sobre a cidade Jair Oliveira gives tips on the city

88


DEST INOS | M A C E I Ó

Mesa

farta

Bountiful table

Por/By DANIEL TELLES MARQUES Fotos/Photos HELENA PEIXOTO

088 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5


O segundo menor estado do Brasil se mostra grandioso quando o assunto é culinária. Carne de sol, tubérculos, peixes e mariscos compõem a gama de ingredientes-base da cozinha alagoana, que tem a abundância como característica principal The second smallest state of Brazil has shown to be grand when it comes to cuisine. Sun-dried beef, root vegetables, fish and seafood make up the array of base ingredients of Alagoas cooking, whose main characteristic is abundance

C

omida em Maceió é topada. E, como dizem por lá, uma coisa topada é volumosa, cheia, farta. Do PF ao contemporâneo, as porções são grandes. “O alagoano gosta de comer e a gente levou isso em consideração ao definir os tamanhos dos pratos”, diz Sérgio Jucá, que, junto com Felipe Lacet, comanda a cozinha do SuR, restaurante de culinária alagoana cujas etapas do menu degustação são enormes e difíceis de serem abandonadas antes do fim. Além de abundante, a gastronomia do estado é desconhecida no resto do Brasil. Há quem a confunda com a paraibana devido à carne de sol; com a baiana, pelo apreço ao leite de coco (o que rende alertas do tipo: “nossa comida é forte”); e com a pernambucana, por causa da doçaria. Historicamente, Alagoas foi um dos principais focos da resistência negra à escravidão – nessas terras Zumbi fundou o Quilombo dos Palmares –, mas a culinária negra não aparece nos pratos com o mesmo peso que tomou na Bahia. Dos índios caetés ficou o uso da mandioca em alguns preparos e dos engenhos, a rapadura e o melaço, ingredientes frequentes em receitas alagoanas. Os recifes costeiros, ao longo dos 230km de seu litoral, privilegiam a pesca de lagostas e polvos, enquanto os manguezais próximos às cidades abastecem os restaurantes com siris, sururus e outros frutos do mar. Ingredientes, portanto, não faltam na culinária local. Com boa oferta de mariscos, peixes, mandioca, queijo de coalho, carne seca e outros produtos típicos da região, os restaurantes inventam e se reinventam. Para esta reportagem, visitamos cinco casas da capital Maceió que representam a boa gastronomia do estado – e servem pratos topados de comida.

F

ood in Maceió is “topada”. In the local parlance, “topada” is a word to describe something voluminous, full, plentiful. From ‘blue-plate specials’ to contemporary cuisine, the portions are large. “People from Alagoas like to eat, and we took that into consideration when defining the size of the dishes,” says Sérgio Jucá, who – along with Felipe Lacet – runs the kitchen at SuR, a local fare restaurant where the stages of the food-tasting menu are huge and difficult to abandon before finishing. Aside from abundant, the state’s cuisine is rather unknown to the rest of Brazil. Some people confuse it with the cuisine of Paraíba, because of the sun-dried beef (carne de sol); or of Bahia, because of the wide use of coconut milk (which yields warnings like “our food is rich”); or of Pernambuco, because of the sweetness. Historically, the state of Alagoas was one of the main focuses of black resistance to slavery – in these lands, Zumbi founded the runaway slave community known as Quilombo dos Palmares – but Afro-Brazilian cuisine does not appear as strongly in the dishes here as in those of Bahia. The use of cassava in many preparations was inherited from the Caeté Indians, and the use of rapadura and molasses, common ingredients in Alagoas cooking, is an inheritance from the historic sugar mills. The coastal reefs along the 230km of its coastline favor lobster and octopus fishing, while the mangroves near cities supply restaurants with crabs, mussels and other seafood. So, there’s no shortage of Ingredients for the local cuisine. With good supply of shellfish, fish, cassava, coalho cheese, dried meat and other typical regional products, restaurants invent and reinvent themselves. For this article, we visited five eateries in the state capital, Maceió, all of which represent the good gastronomy of Alagoas – and serve dishes that are, well, “topados.”

089


DEST INOS | M A C E I Ó

SuR “Vamos voltar, por favor?”, pediu Sérgio Jucá (à dir., na foto da página ao lado) ao repórter de uma rede de televisão local que ao apresentar o SuR referiu-se ao restaurante como francês. “É que o SuR é de comida alagoana”, disse o chef, à frente da casa ao lado de Felipe Lacet (esq.). Amigos de infância, eles inauguraram a casa em outubro de 2012 e, dois anos depois, já conquistaram uma estrela no Guia Quatro Rodas. Antes disso, porém, dedicaram mais de seis anos aos estudos gastronômicos. A formação da dupla, apesar de espanhola – Felipe fez aulas na Escuela Superior de Hostelaría Artaxanda, em Bilbao, e trabalhou no Etxanobe, com uma estrela Michelin; e Sérgio passou pela Escuela de Hotelaría de Sant Pol Del Mar, em Barcelona, e lá ganhou o prêmio Joven Cocinero Cataluña –, não é contaminada pelo cientificismo molecular

090 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

da culinária do catalão Ferran Adrià ou pelas reconstruções de texturas de Andoni Luis Aduriz, do Mugaritz. Eles estão mais para os irmãos Roca, do celebrado El Celler de Can Roca – o melhor do mundo, segundo a revista inglesa Restaurant –, pois também se apropriam dos produtos locais para então pensarem no que vão servir. “A gente passou da abordagem dos pratos para a dos ingredientes, porque a criatividade não está em fazer escondidinho de vários jeitos, mas sim em como usar de maneira diferente os produtos daqui”, explica Sérgio. Esta filosofia deu outros frutos: na mão deles, o queijo de coalho vira carpaccio tostado com castanha; a bacalhoada se torna tapioca de bacalhau com tinta de azeitona, pimentões, alho e cebola (foto na página ao lado); e os frutos do mar vêm à mesa com pirão feito de massa

puba (mandioca fermentada) e leite de coco (foto abaixo). Para não esbarrar na estranheza do público local, o exercício da criatividade da dupla é posto em prática na troca sazonal de um dos menus degustação da casa e em projetos como o SuRshi, quando os dois trabalham com peixes do litoral alagoano a partir de técnicas japonesas, e o SuRBurguer, trailer de hambúrguer que funciona em um anexo do restaurante. Este ano os chefs foram convidados para participar do Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes, o maior evento do setor no País, realizado em agosto, mas apenas Sérgio foi. “Se pedem para trocarmos um ingrediente de um prato ou para servirmos menu degustação só para uma pessoa da mesa, fazemos numa boa. Nós queremos que o cliente saia satisfeito”, diz Felipe. E, para isso, um dos dois tem de estar sempre na casa.


“Can we start over, please?” asked Sérgio Jucá (photo, at right) to the reporter from a local television channel who, when introducing SuR, referred to it as a French restaurant. “It’s just that SuR serves Alagoas food,” said the chef who heads the eatery alongside Felipe Lacet (left). Childhood friends, they opened the restaurant in October 2012 and two years later, it earned a star in the famed Guia Quatro Rodas guide book. Before that, however, they devoted more than six years to their culinary studies. Although they had graduated in Spain – Felipe studied at Escuela Superior de Hostelaria Artaxanda in Bilbao and worked at Etxanobe, with a Michelin star; and Sérgio studied at Escuela de Hotelaría de Sant Pol Del Mar in Barcelona, and there won the Joven Cocinero Cataluña award – their education has not been not contaminated by the molecular scientism of fellow Catalan chef Ferran Adrià or by the reconstructions of textures by Andoni Luis Aduriz, of Mugaritz. They are more like the Roca brothers, of the celebrated El Celler de Can Roca – the best in the world according to the UK magazine Restaurant – because they also used local products in order to then think about what they will serve. “We went from an approach to dishes to an approach to ingredients, because creativity is not in making ‘escondidinho’ various ways, but in how to use local products differently,” said Sérgio. This philosophy yielded other results: in their hands, coalho cheese becomes roasted carpaccio with nuts; “bacalhoada” becomes codfish “tapioca” with olives, peppers, garlic and onions (photo this page); and seafood is served with “pirão” made from fermented cassava and coconut milk (photo previous page). In order to continue catering to the fancy of the local public, the duo’s exercise in creativity is put into practice in the seasonal change of one of eatery’s tasting menus, as well as in projects like SuRshi, when both of them work with fish from the state’s coastal waters prepared based on Japanese techniques, and the SuRBurguer, a hamburger trailer that operates in one of the restaurant’s annexes. This year, they were invited to the “Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes,” the largest food festival in the nation, held in August, but only Sérgio went. “If we’re asked to substitute an ingredient in a dish or to serve a tasting menu to just one person at the table, we’ll do it. We want the customer to come away satisfied,” says Felipe. And that’s why at least one of them must be at the restaurant at all times.

091


DEST INOS | M A C E I Ó

Picuí Wanderson Medeiros confessa um certo cansaço da rotina intensa que se impôs. Responsável pelas cozinhas do Picuí, do W Empório Café e do Picuí Gourmet, o mais proeminente chef alagoano desta geração só não trabalha quando dorme. Depois de assumir o Picuí, há 16 anos, e de ter feito dele um dos endereços mais tradicionais de Maceió, o cozinheiro “devolveu a casa para os pais”. Ainda supervisiona a produção da cozinha, mas o dia a dia do restaurante voltou para os patriarcas, enquanto ele elabora cardápios para eventos e cria pratos semiprontos para o Empório. Nesses anos de dedicação, Wanderson modernizou a tradição secular da família de preparar a carne de sol e deu leveza à rusticidade da comida sertaneja. Ele diminuiu a quantidade de sal e a maturação para dar maciez à carne e criou receitas diferentes, como o medalhão de contrafilé de sol, com corte alto, acompanhado de purê de mandioquinha e crocante de bacon. Apesar de apostar em novidades, ele ainda serve um pouco de tradição. Como os pastéis feitos com massa preparada por sua mãe – única receita que ele não ensina – e recheados com queijo de coalho ou carne de sol (foto). E também aposta em releituras de clássicos da atual cozinha nordestina, como os dadinhos de tapioca criados pelo amigo Rodrigo Oliveira, do Mocotó, de São Paulo, mas que, no Picuí, ganham cobertura de carne de sol desfiada com nata. Uma adaptação certeira.

092 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Wanderson Medeiros confesses that he sometimes gets weary of the intense routine that was imposed on him. Responsible for kitchens of Picuí, W Empório Café and Picuí Gourmet, this generation’s most prominent Alagoas cook only stops working when he’s sleeping. After taking over Picuí 16 years ago, and having made it one of the most traditional eateries in Maceió, the chef “gave the house back to his parents.” He still oversees the kitchen’s output, but the restaurant’s day-to-day activities returned to the patriarchs, as he prepares menus for events and creates semi-ready dishes for Empório. In these years of dedication, Wanderson modernized the family’s century-old tradition of preparing sun-dried beef and gave lightness to

the rusticity of country cooking. He decreased the amount of salt and used maturation to make the meat tenderer, and created different recipes, like medallions of sun-dried sirloin, cut high, accompanied by “mandioquinha” purée and crispy bacon cubes. Although he bets on novelty, he doesn’t relinquish serving up a little tradition. Starting with the “pastéis” (photo), with dough made by his mother – the only recipe he won’t teach – and filled with coalho cheese or dried meat. And he also bets on reinterpretations of classics from current Northeastern cuisine, such as the “dadinhos de tapioca” created by his friend Rodrigo Oliveira, chef at Mocotó, in São Paulo, but at Picuí they are topped with pulled dried beef and cream. A spot-on adaptation.


Wanchako Quando o Wanchako teve suas portas abertas, em meados dos anos 1990, foi o pioneiro em culinária peruana no Brasil. E, também, motivo de dúvidas de quem passava em frente ao casarão da Rua Francisco de Assis, em Maceió. “É comida mexicana?”, perguntavam os curiosos. “É peruana”, respondia Simone Risco. Muito antes da cozinha andina virar moda por aqui, a chef já marinava os peixes no limão e importava pimenta aji para temperá-los. Filha de pescador, aprendeu com o pai a reconhecer peixes, e, com a sogra peruana, a cozinhar. Em tempos de crise, juntou-se ao marido, José Luís, e inaugurou o Wanchako. “Eu faço uma comida de lá e de cá. Meus pratos são peruanos, mas alagoanos também”, diz ela, de bate-pronto. Simone viaja pelo menos duas vezes por ano ao Peru para trazer pimentas, temperos e produtos que

são peças-chaves de suas receitas. Os 19 anos do restaurante lhe deram o conforto de um cardápio bem executado, mesmo com o grande número de pratos oferecidos. Suas principais preocupações são o ponto de cocção dos mariscos e o frescor dos ingredientes que vão nos ceviches e nas criações, como os camarões salteados sobre bifum (foto). Além do peruano tradicional (com as adaptações possíveis: “só de batata eles têm mais de 300 tipos”, diz), o Wanchako flerta também com a mistura Peru-Japão, que mescla ingredientes tropicais e orientais. Um exemplo é o pescado nikkei, peixe ao forno com acelga, shitake e camarão na manteiga. Há cinco meses Simone e José inauguraram uma filial do restaurante no Jatiúca Resort, sob responsabilidade do filho mais novo, Rick Bert, de 23 anos. “Está na hora de passar o bastão”, diz a chef.

When Wanchako opened its doors in the mid1990s, it was a pioneer in Peruvian food in Brazil. And also, reason for doubts among those who passed in front of the restaurant on Rua Francisco de Assis, in Maceió. “Is it Mexican food?”, asked the curious. “It’s Peruvian”, replied Simone Risco. Long before Andean cuisine became fashionable here, the chef was already marinating fish in lime and importing aji pepper to season it. A fisherman’s daughter, she learned from her father how to recognize fish, and, from her Peruvian motherin-law, how to cook it. In times of crisis, she joined her husband, José Luis, and opened Wanchako. “I make food from there and from here. My dishes are Peruvian, but ‘Alagoan’ as well,” she says without hesitation. Simone travels to Peru at least twice a year to bring back peppers, spices and other products that are key parts of her recipes. The restaurant’s 19-year history gave her the comfort of a wellexecuted menu, even with the large number of dishes offered. Two of her main concerns are the point of cooking of seafood, and the freshness of the ingredients that go into the ceviches and new creations, like the shrimp sauteed on bifun (photo). Besides the traditional Peruvian ones (with possible adaptations, “they have more than 300 kinds potatoes alone,” she says), Wanchako also flirts with Peru-Japan blends that combine tropical and oriental ingredients. One example is the Nikkei, oven-baked fish with chard, shitake and shrimp sautéed in butter. Five months ago, Simone and José opened a second location of the restaurant at Jatiúca Resort, under the responsibility of their youngest son, Rick Bert, 23. “It’s time to pass the baton,” says the chef.

093


DEST INOS | M A C E I Ó

Akuaba

+ Espaço Vera Moreira O acarajé (foto) do Akuaba é um alento para quem pede o bolinho de feijão em Maceió. Recheado de camarão ao molho de tomate e batata, sua receita é tradicional e mais bem executada até que as de muitas baianas de fama em Salvador. Jonatas Moreira se orgulha dele. E de seu restaurante Akuaba, a pura representação da culinária baiana na capital alagoana. Mas o chef foi além das receitas do estado vizinho. Crescido entre as panelas, passou quatro anos em Lyon, na França, onde estudou no Institut Paul Bocuse e estagiou no Bras, com três estrelas Michelin, antes de voltar a Maceió e assumir a cozinha da casa fundada pelos pais. Ali, manteve as receitas originais, mas também inaugurou o Espaço Vera Moreira – batizado em home-

094 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

nagem à sua mãe –, de culinária autoral e com forte sotaque francês. Semanalmente, o chef muda o cardápio mesclando ingredientes locais com técnicas aprendidas na temporada europeia. “Eu sou viciado em polvo”, dizia ele, enquanto preparava o molusco grelhado, servido ao lado da calda de lagosta com molho béarnaise feito com as patas do crustáceo. Iguarias tradicionais da cozinha baiana também acabam ganhando um preparo mais moderno pelas mãos do cozinheiro. Pode acontecer até de Jonatas cozinhar carnes em sous-vide ou de usar o Thermomix (equipamento corriqueiro nas cozinhas de restaurantes badalados) para bater o creme de inhame com dendê, dando origem à sua versão do famoso bobó de camarão.

The acarajé (photo) from the Akuaba restaurant is an inspiration to anyone who orders the deepfried patty made from bean dough in Maceió. Stuffed with shrimp with potato and tomato sauce, it uses a traditional recipe and is just as well-made as those served up by the famed baianas in Salvador. Jonatas Moreira is proud of it. And he is also proud of his Akuaba restaurant, the pure representation of Bahian cuisine in Maceió. But the chef went beyond the recipes from the neighboring state. Having grown up among pots and pans, he spent four years in Lyon, France, where he studied at Institut Paul Bocuse and interned at Bras (with three Michelin stars) before returning to Maceió to take over the kitchen of the eatery founded by his parents. There, he kept the original recipes, but also inaugurated Espaço Vera Moreira – named after his mom – with original cuisine with a strong French accent. Every week, the chef changes the menu, mixing local ingredients with the techniques learned during his stint in Europe. “I’m addicted to octopus,” he said, while preparing it grilled, served alongside lobster tail with béarnaise sauce made with the legs of the crustacean. Traditional delicacies from Bahia cuisine also end up gaining a more modern preparation at the hands of the cook. Jonatas may even cook meats sous-vide, or use the Thermomixer (ordinary equipment in the kitchens of trendy restaurants) to whip the yam cream with African palm oil, giving rise to his version of the famous shrimp bobó.


Vila Chamusca “Eu já me apresento por aí dizendo que sou a rainha da macaxeira”, conta, rindo, Silvana Chamusca. O tubérculo brasileiro é presença constante nas receitas da chef baiana, radicada em Maceió, e nos cursos que ministra. Ele, a propósito, é o ingrediente principal de sua criação mais famosa, o macarajé (foto): bolinho de aipim frito no dendê e recheado com camarões que tem até patente registrada. “Alguns tentam imitá-lo, mas chamar de macarajé ninguém pode”, diverte-se. Para provar a iguaria original é preciso visitar o pequeno restaurante da cozinheira, o Vila Chamusca. E, para tanto, há que sair de Maceió rumo à Praia de Ipioca, subir um morro e ter a sorte de encontrar a pequena placa, ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Ó, que indica a direção da casa. Há nove anos Silvana comprou e reformou o lugar desacreditada por todos. Diziam que nem a bela vista faria as pessoas se deslocarem até lá. Com filas aos sábados, Silvana hoje diz que não vende o espaço, mesmo com uma nova unidade do Vila Chamusca prestes a ser inaugurada no bairro Jatiúca, no coração da capital. Sua cozinha é quase caseira, com receitas fartas e saborosas, como os lagostins na manteiga com champignon, alcaparras e batatas e o risoto de camarão com leite de coco servido na cestinha de queijo parmesão. “Não sou Alex Atala nem Roberta Sudbrack para fazer essas comidas cheias de coisa”, brinca a chef, que ainda prepara um ótimo pudim de queijo de coalho com calda de melaço. Simples e delicioso.

“I introduce myself around there saying that I’m the queen of cassava,” says Silvana Chamusca, laughing. The Brazilian root vegetable is a constant presence in recipes the chef from Bahia, now based in Maceió, and the classes she teaches. Cassava, incidentally, is the main ingredient of her most famous creation, “macarajé” (photo): a cassava patty deep fried in African palm oil and stuffed with shrimp, which is even patented. “Some try to imitate it, but no one can call it macarajé,” she laughs. To taste the original delicacy, you must visit the cook’s quaint restaurant, Vila Chamusca. And, to do so, you have to leave Maceió heading towards Ipioca Beach, drive up a hill and be lucky enough to spot a small sign next to the Church of Nossa Senhora do Ó, which points the way to the eatery.

Nine years ago, Silvana bought and renovated the place, repudiated by everyone. They said that not even the beautiful view would make people drive all the way out there. With waits on Saturdays, today Silvana says that she’ll never sell the property, even with a new location of Vila Chamusca about to open in the Jatiúca neighborhood in Maceió. Her kitchen is practically homestyle, with hearty and tasty recipes such as crawfish in butter with mushrooms, capers and potatoes, and shrimp risotto with coconut milk served in a parmesan cheese basket. “I’m no Alex Atala or Roberta Sudbrack to make those foods all full of stuff,” jokes the chef, who also prepars a wonderful coalho cheese pudding with molasses syrup. Simple and delicious.

095


DEST INOS | M A C E I Ó

ONDE FICAR

ONDE COMER

COMO IR

WHERE TO STAY

WHERE TO EAT

HOW TO GET THERE

Jatiúca Resort

SuR

Possui 175 acomodações e ampla área de lazer, com piscinas, fitness center, redes e espaço de aventura para crianças, com atividades como arvorismo e parede de escalada. Pé na areia, oferece ainda completo serviço de praia. There are 175 rooms and an extensive leisure area, with swimming pools, a fitness center, hammocks, and an adventure area for kids, with activities such as tree climbing and a climbing wall. For feet-in-the-sand relaxation, it also offers full beach service.

R. PROFESSORA MARIA ESTHER DA COSTA BARROS,

A Azul opera voos diários para Maceió a partir de vários destinos brasileiros. As cidades de Campinas e Recife são servidas por frequências diretas para a capital alagoana. Azul operates daily flights to Maceió from several Brazilian destinations. The cities of Campinas and Recife are served by direct flights to the Alagoas state capital.

306/320, STELLA MARIS 82 99110 2337 / 82 99678 1687 SURARTEGASTRONOMICA.COM.BR

Picuí AV. DA PAZ, 1140, JARAGUÁ 82 3223 8080

PICUI.COM.BR

Wanchako

Brasil

R. FRANCISCO DE ASSIS, 93, JATIÚCA AV. ÁLVARO OTACÍLIO, 5500, JATIÚCA 82 3377 6024 82 2122 2000

WANCHAKO.COM.BR

HOTELJATIUCA.COM.BR

Pernambuco

Akuaba Pousada Casa Caiada R. FERROVIÁRIO MANOEL GONÇALVES FILHO, 6, JATIÚCA

Localizada no alto de um morro, tem vista da Praia de Pratagy. Conta com spa, piscina e salão de jogos. Boa opção para quem prefere se hospedar em meio à natureza. Located high atop a hill, it overlooks Pratagy Beach. It has a spa, swimming pool, and game room. A nice option for those who prefer to stay amid nature. ROD. AL 101 NORTE, KM 10, 10202, PESCARIA 82 3375 1124

CASACAIADAPOUSADA.COM.BR

Praia de Ipioca vista do restaurante Vila Chamusca Ipioca Beach viewed from Vila Chamusca restaurant

096 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

82 3325 6199

Vila Chamusca R. DJANIRA BEZARRA DE OMENA, 130, IPIOCA 82 3355 1639

Alagoas

AKUABA.COM.BR

Bahia

Sergipe

MACEIÓ


solution

Quer simplificar a vida quando chegar ao seu destino?

A gente tรก aqui pra isso.

Alugue um carro na Localiza. Ganhe tempo, flexibilidade e toda a liberdade para escolher aonde ir, quando quiser. Sem falar na tranquilidade de contar com quem mais entende de aluguel de carros. ReseRvas 24h 0800 979 2000 www.localiza.com


DES T INOS | M A C E I Ó | F A Z E N D O A M A L A

Pleasures of life

4 2

Prazeres da vida

1

MACEIÓ REÚNE PREDICADOS QUE MUITAS CIDADES GOSTARIAM DE TER: NATUREZA, UMA BELA ORLA E RESTAURANTES DELICIOSOS. PARA CURTIR TUDO ISSO COM ESTILO, OPTE POR PEÇAS DESPOJADAS MACEIÓ GATHERS VIRTUES THAT MANY CITIES WOULD LIKE TO HAVE: LUSH NATURE, A BEAUTIFUL WATER FRONT, AND DELICIOUS RESTAURANTS. TO ENJOY ALL THIS WITH STYLE, CHOOSE THESE NO-FRILLS ITEMS

5

Edição/Editing THAIS LUTTI Produção/Production CAMILA NARDI Foto/Photo XICO BUNY

9

6

7 8

098 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

3


1

Perfume Clinique Happy for Men (100ml). R$339 Clinique Happy for Men perfume (100ml). R$339 CLINIQUE.COM.BR

2 Relógio Calvin Klein. R$1.394 Calvin Klein watch. R$1,394 BERGERSON.COM

3 Pulseiras de couro Kingster. R$79,90 cada

10

Kinsgster leather bracelets. R$79.90 each KINGSTER.COM.BR

4 Camiseta Cavalera. R$189 Cavalera Tee-shirt. R$189 CAVALERA.COM.BR

5 Nécessaire M. Pollo. R$99,90 M. Pollo toiletry bag. R$99.90 MPOLLO.COM.BR

6 Óculos Raphael Steffens. R$349,90 Raphael Steffens sunglasses. R$349.90 RAPHAELSTEFFENS.COM.BR

7

Bermuda de sarja Lado Avesso. R$275 Lado Avesso twill Bermuda shorts. R$275 LADOAVESSO.COM.BR

8 Bermuda de linho Forum. R$330 Forum linen Bermuda shorts. R$330 FORUM.COM.BR

9 Dockside Democrata. R$210 Democrata docksides. R$210 DEMOCRATA.COM.BR

10 Bata de linho Crawford. R$349,90 Crawford linen shirt. R$349.90 CRAWFORD.COM.BR

AGRADECIMENTOS: BUCALO (PAPEL DE PAREDE) – BUCALO.COM.BR EVOLUKIT (NICHOS E CUBOS) – EVOLUKIT.COM.BR

099


DEST INOS | C H A R L O T T E H A R B O R

Flórida ao

natural Pristine Florida

Na costa Oeste do estado norteamericano, Charlotte Harbor é um destino para quem deseja relaxar mais do que badalar. Ilhas semidesertas e mar azul-turquesa com golfinhos saltitantes são alguns dos trunfos da região On the state’s Gulf Coast, Charlotte Harbor is a great destination for those who want to relax more than party. Deserted islands and the turquoise sea, with leaping dolphins are just a few of the region’s strong points

Por/By BRUNA TIUSSU Fotos/Photos ROBERTO SEBA

100 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5


Gruta do Lago Azul, cuja coloração é resultado do reflexo da luz do sol em sua superfície Gruta do Lago Azul, whose color comes from the sunshine reflecting off its surface

101


DEST INOS | C H A R L O T T E H A R B O R

O

s ba rcos atracados na marina lembram Miami. Os canais que banham mansões suntuosas remetem a Fort Lauderdale. Mas o mar cor de Caribe, pontilhado por ilhas desertas com vegetação abundante e repleto de pranchas de stand up paddle e caiaques, indica que esta é uma outra Flórida. Ainda mais exuberante. E muito menos frenética: em Charlotte Harbor, na costa Oeste do pontiagudo estado norte-americano, sai o agito dos beachclubs com música alta e entra a contemplação aos espetáculos da natureza, como o sol se pondo magistralmente nas águas translúcidas do Golfo do México. Cada uma das riquezas da região é fruto de sua localização. Situada entre Tampa e Naples – a 270km de Orlando e a 300km de Miami –, Charlotte Harbor é composta de nove comunidades litorâneas e quatro ilhas conectadas por pontes. Elas circundam um dos mais importantes estuários marinhos do país, cortado por três rios e que dá forma a 45km de praias. A biodiversidade, portanto, impressiona. A área é ideal para a reprodução de peixes-bois e tartarugas, além de ser lar de golfinhos, peixes, estrelas-do-mar e ouriços.

102 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Lá atrás, essa abundância de espécies transformou a área numa vila de pescadores. “Quando eu vim para cá, em 1978, não havia nada. Só gente com redes e varas nas mãos”, lembra Chris Salmonsen, de 51 anos. Atualmente, a pesca predominante é a esportiva e há um extenso trabalho de conservação da costa, cujo índice de preservação é de 84%. Chris, por exemplo, é um dos guias do Charlotte Harbor Enviromental Center, instituição que pesquisa a flora e a fauna locais. Em uma visita é possível conhecer de perto a vida marinha: munidos de redinhas, os visitantes entram na água e “capturam” o que estiver ao alcance. Os achados vão de camarões a caramujos, que logo são devolvidos ao mar. O turismo, hoje a principal atividade econômica, começou mesmo a ser explorado em 1940. Charlotte Harbor foi moldada para ser um destino de férias familiares, em que o ponto forte são as atividades na natureza, como passeios de barco, esportes aquáticos e trilhas em parques ecológicos. Sua atmosfera relax atrai sobretudo canadenses e os próprios norte-americanos entre os meses de dezembro e março, quando eles fogem do frio e vão curtir o inverno nessa porção da Flórida, onde o sol continua a brilhar vigoroso e a temperatura média é de 21 graus.

Acima, o farol de Boca Grande. Na página ao lado, acima, stand up paddle na área da marina; e, abaixo, dois registros da visita ao Charlotte Harbor Enviromental Center Above, the lighthouse at Boca Grande. Opposite page, above: stand-up paddle in the marina area; and, below: two shots of a visit to the Charlotte Harbor Environmental Center


T

he boats moored at the marina remind one of Miami. The canals that crisscross the elegant mansions hark back to Fort Lauderdale. But the Caribbean-colored sea, dotted by deserted islands with lush vegetation and full of stand-up paddle boards and kayaks, indicate that this is another Florida. Even more exuberant. And much less frantic: in Charlotte Harbor, on Florida’s west coast, the bustle of the beachclubs with blaring music gives way to the contemplation of nature’s spectacles, like the sun setting masterfully over the translucent waters of the Gulf of Mexico. Each one of this region’s riches is the result of its location. Between Tampa and Naples – 270km from Orlando and 300km from Miami – Charlotte Harbor comprises nine seaside communities and four islands connected by highways and bridges. They surround one of the most important marine estuaries of the United States, carved by three rivers and that form its 45km of beaches. Therefore, the biodiversity is amazing. The area contains ideal breeding grounds for manatees and turtles, and is home to a variety of fish, dolphins, starfish, and sea urchins. Back in the day, this abundance of aquatic species transformed the region into a fishing village. “When I came here in 1978, there was nothing. Only people with fishing poles and nets,” recalls Chris Salmonsen, 51. Currently, the predominant type of fishing is sport fishing, and there is an extensive effort to conserve the coastline, the preservation index of which is 84%. Chris, for example, is one of the guides from the Charlotte Harbor Environmental Center, an institution that researches local flora and fauna. On a visit, you get an up-close look at the marine life: armed with little nets, visitors enter the water and can “capture” whatever is within their reach. The animals range from shrimp to snails, which are returned to the sea right away. Tourism, now the main economic activity, actually began being exploited back in 1940. Charlotte Harbor was molded to be a family vacation destination, where the strong points are activities in nature, like boating, water sports and hiking in ecological parks. Its laid-back atmosphere attracts

103


DEST INOS | C H A R L O T T E H A R B O R

Brasileiros acostumados a irem para o outro lado do estado agora começam a descobrir as qualidades desse paraíso. A começar pela tranquilidade. De barco chega-se, por exemplo, a Don Pedro Island, a típica praia de desenho animado: água azul-turquesa, coqueiros e areia branca apinhada de conchinhas só para uns poucos frequentadores. De Stump Pass Beach, na comunidade de Englewood, pode-se começar um passeio de caiaque sem hora para terminar. No trajeto, contornando as ilhas, golfinhos passam para lá e para cá e, a qualquer momento, é válida a parada para procurar estrelas-do-mar e curtir o mar rasinho. Essa atmosfera laid-back se faz presente também nos vilarejos. Em Placida Beach, os visitantes são recebidos pelos flamingos corde-rosa, feitos dos mais diversos materiais. Símbolo da Flórida, eles estão por todas as partes nas lojinhas de artesanatos, que são o forte do lugar. Do tipo familiar, elas vendem peças produzidas por artistas locais e também pelos próprios donos, que ainda comandam o comércio. Chegou na hora do almoço? Uma plaquinha avisa que eles voltam em meia hora. Não longe dali fica Boca Grande, uma das áreas mais concorridas de Charlotte Harbor. Enquanto sua faixa de areia ostenta um belo farol de 1890, sua vila abriga restaurantes, lojas, galerias e casas de veraneio de muito bom gosto. Gente ilustre mantém propriedades lá, como os herdeiros da família Du Pont e o ex-presidente americano George W. Bush – segundo os moradores, foi ali, sob o sol da Flórida, que ele descobriu seu “talento” para a pintura. Frequentadores que

104 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

mostly Canadians and Americans themselves between the months of December and March, when they flee the cold to enjoy the winter in this part of Florida where the sun continues shining strong, and the average temperature is 70°F. Brazilians accustomed to going to the east coast of the state are now beginning to discover the qualities of this paradise. Starting with the tranquility. By boat, for example, you can get to Don Pedro Island, a typical cartoon beach: turquoise sea, palm trees, white sand and sea shells with only a handful of visitors. From Stump Pass Beach, in the Englewood community, you can start out on a kayak trip, and paddle for as long as you wish. Along the way, while skirting the islands, dolphins swim all around, and you can stop at any time to look around for starfish and enjoy the shallow sea. This laid-back atmosphere is also present in villages across the area. At Placida Beach, visitors are received by pink flamingos, made of different materials. The symbol of Florida, they are found everywhere, and offered in the handicrafts shops that are among of the place’s top attractions. Family stores, they sell pieces produced by local artists and also the owners themselves, who also take care of the business side. Did you get there around lunchtime? A little sign on the door tells customers that they’ll be back in half an hour. Not far from there is Boca Grande, one of the most popular areas of Charlotte Harbor. While the beach there boasts a beautiful lighthouse that dates back to 1890, the village is home to restaurants, shops, galleries and tasteful vacation homes. Illustrious people have houses there, such as the heirs of the Du Pont family and former President George

Acima, uma das lojinhas de Placida Beach. Na página ao lado, em sentido horário, passeio de caiaque próximo a Englewood; artesanato local; Don Pedro Island e uma estrela-do-mar Above: one of the shops at Placida Beach. Opposite page, clockwise: kayaking near Englewood, local crafts, Don Pedro Island, and a starfish


105


DEST INOS | C H A R L O T T E H A R B O R

fazem questão de férias com mais exclusividade optam por se hospedar no Palm Island Resort, a única construção instalada em Palm Island, porção de terra apenas alcançada de barco. Praia privativa, aulas de stand up paddle e caiaque, piquenique na areia, carrinhos de golfe para percorrer as dependências e villas com vista do mar (a melhor categoria de acomodação) são alguns dos mimos disponíveis. Mas a natureza, tão benevolente por ali, também já aprontou das suas. Em 2004, o furacão Charley destruiu boa parte da infraestrutura da região, que se reergueu rapidamente, como é de costume nos Estados Unidos. Dizem que o Fishermen’s Village de hoje não perde em nada em autenticidade para aquele que foi devastado. O lugar, um misto de centro comercial, gastronômico e de entretenimento, é um dos marcos de Punta Gorda, a comunidade mais importante de Charlotte Harbor. Toda arrumadinha, com ruas arborizadas e ciclovias, ela convida a um passeio sem pressa, que deve terminar com um tour de barco ao entardecer. A embarcação percorre os canais cheios de casas vistosas enquanto o sol inicia sua descida e começa a alaranjar as águas do Golfo do México. Uma panorâmica digna de cartão-postal que só a Flórida do lado Oeste tem.

106 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Em sentido horário, peixes fresquinhos no Fishermen’s Village; tour de barco pelos canais de Punta Gorda; e um prato do restaurante do Palm Island Resort Clockwise: fresh fish at Fishermen’s Village; a boat ride through the canals at Punta Gorda; and one of the dishes served at the Palm Island Resort restaurant

W. Bush – according to residents, it was there, under the Florida sun, that he discovered his “talent” for painting. Visitors who are keen on a more exclusive vacation choose to stay at Palm Island Resort, the only building on Palm Island – a portion of land that can only be reached by boat. A private beach, standup paddle and kayak lessons, picnics on the sand, golf carts to get around the property, and villas with an ocean view (the best category of accommodations) are some of the amenities available. But nature – so benevolent around there – has also reared its ugly head. In 2004, Hurricane Charley destroyed much of the infrastructure in the region, which quickly rose up again, as is customary in the U.S. They say today’s Fishermen’s Village loses nothing in terms of authenticity compared to former site, which was devastated in the storm. The place – featuring a mix of retail, dining and entertainment – is one of the landmarks of Punta Gorda, the most important community of Charlotte Harbor. All neat and tidy, with tree-lined streets and bike paths, it invites visitors to a leisurely stroll, which should end with a sunset boat ride. The boat travels the canals lined with lovely homes as the sun starts to go down and begins turning the Gulf of Mexico a magnificant orange. A postcard-worthy scene, which only the west coast of Florida has.


DEST INOS | C H A R L O T T E H A R B O R

ONDE FICAR

ONDE COMER

COMO IR

WHERE TO STAY

WHERE TO EAT

HOW TO GET THERE

Wanna B Inn

Farlow’s On the Water

Conta com apartamentos que possuem um, dois ou três quartos, decorados em estilo vintage e equipados com cozinha completa. Perfeito para quem viaja em família. Offers one-, two- or three-bedroom suites, decorated in vintage style, with full kitchens. Perfect for those traveling with their family.

Os destaques da casa são a varanda e o deck à beira d’água. No menu, vale focar nas entradas, nas saladas e nos pratos que levam peixes e frutos do mar. The highlights of this eatery are the terrace and the deck by the waterside. Menu highlights include the appetizers and salads, as well as the fish and seafood dishes.

A Azul opera voos diários entre Viracopos e Orlando, a 270km de Charlotte Harbor, e Viracopos e Miami, a 300km do destino. A partir de 14 de dezembro, a companhia terá frequências diárias entre Belo Horizonte (Confins) e Orlando; e, a partir de 15 de dezembro, entre São Paulo (Guarulhos) e Orlando. Azul operates flights daily between Viracopos and Orlando, 270 km from Charlotte Harbor, as well as Viracopos and Miami, 300 km from the destination. From December 14th, the company will operates daily flights between Belo Horizonte (Confins) and Orlando; and from December 15th, between São Paulo (Guarulhos) and Orlando.

985 GULF BLVD., ENGLEWOOD 1 941 474 3431

WANNABINN.COM

2080 SOUTH MCCALL RD., ENGLEWOOD 1 941 474 5343

FARLOWSONTHEWATER.COM

Palm Island Resort Com mais de 40 anos, faz parte da história de Charlotte Harbor. As 80 villas são o seu grande diferencial – porém, por conta da idade das instalações, nem todas são acessíveis para cadeirantes. Over 40 years old, it’s part of the history of Charlotte Harbor. The 80 villas are its greatest assets – but because of the age of the facilities, not all are accessible for wheelchair users. 7092 PLACIDA RD., CAPE HAZE, PALM ISLAND 1 941 697 4800

PALMISLAND.COM

Flounders Restaurant and Tiki Bar Tacos, sanduíches e hambúrgueres podem ser degustados ao som de música ao vivo – há toda uma programação de bandas que fazem o público dançar na frente do palco. Tacos, sandwiches and burgers can be enjoyed to the sound of live music – there’s an entire lineup of bands that get audiences dancing in front of the stage. 1975 BEACH RD., ENGLEWOOD 1 941 460 8280

Four Points by Sheraton Punta Gorda Harborside

FLOUNDERSONTHEBEACH.COM ORLANDO

The Captains Table

Aberto em 2009, é o resort mais novo da região. Seus quartos e suas áreas comuns primam pelo conforto sem cair na ostentação exagerada. Opened in 2009, this is the region’s newest resort. Its rooms and common areas are outstanding for their comfort, without falling into over-the-top ostentation.

Instalado dentro do Fishermen’s Village, tem mesas a céu aberto e cardápio americano. É um dos locais onde se pode provar o blue crab, caranguejo típico da região. Installed in Fishermen’s Village, it has open-air tables and American fare. It’s one of the places to try blue crab, typical of the region.

33 TAMIAMI TRAIL, PUNTA GORDA

RETTA ESPLANADE, PUNTA GORDA

1 941 637 6770 FOURPOINTSPUNTAGORDAHARBORSIDE.COM

108 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

EUA

FISHERMEN’S VILLAGE, 1200 WEST

1 941 637 1177

SMUGGLERS.COM/CAPTAINSTABLE

Flórida CHARLOTTE HARBOR

MIAMI


DES T INOS | C H A R L O T T E H A R B O R | F A Z E N D O A M A L A

Relaxing by the sea

Relax à beira-mar SELECIONAMOS ROUPAS E ACESSÓRIOS LEVES E ELEGANTES PARA VOCÊ CURTIR AS LINDAS PRAIAS E O RITMO PACATO DE CHARLOTTE HARBOR, NO SUDOESTE DA FLÓRIDA WE’VE SELECTED LIGHT AND ELEGANT CLOTHING AND ACCESSORIES FOR YOU TO ENJOY THE BEAUTIFUL BEACHES AND THE QUIET PACE OF CHARLOTTE HARBOR, IN SOUTHWESTERN FLORIDA Edição/Editing THAIS LUTTI Produção/Production CAMILA NARDI Foto/Photo XICO BUNY

4 5 1

2

6

3 7

8

9 10

110

A Z U L M AG A Z I N E | 0 9 . 2 015


1

Óculos Seven. R$99,90 Seven sunglasses. R$99.90 62 3289 2233

2 Doleira Papel Craft. R$69 Papel Craft money belt. R$69 PAPELCRAFT.COM.BR

3 Top de tricô Dress To. R$179 Dress To knot top. R$179 DRESSTO.COM.BR

4 Protetor solar Profuse, fator 30. R$61,49 Profuse SPF 30 sunscreen. R$61.49 PROFUSE.COM.BR

5 Protetor labial Profuse. R$44,90 Profuse lip balm. R$44.90 PROFUSE.COM.BR

6 Modelador para cabelos Surf Breeze The Beauty Box. R$47,90

11

The Beauty Box Surf Breeze hair styler. R$47.90 THEBEAUTYBOX.COM.BR

7

Biquíni (top) R. do Sol. R$79,90 R. do Sol bikini (top). R$79.90 RDOSOL.COM.BR

12

8 Shorts jeans GataBakana. R$296 GataBakana denim shorts. R$296 GATABAKANA.COM.BR

9 Sandálias Melissa. R$100 Melissa sandals. R$100 MELISSA.COM.BR

10 Nécessaires Amma Store. R$25 cada Amma Store toiletry bag. R$25 each AMMASTORE.COM.BR

11 Vestido Antix. R$264 Antix dress. R$264 ANTIXSTORE.COM

12 Camisa de manga longa Havaianas. R$159,90 Havaianas long sleeve shirt. R$159.90 HAVAIANAS.COM.BR

AGRADECIMENTOS: BUCALO (PAPEL DE PAREDE) – BUCALO.COM.BR EVOLUKIT (NICHOS E CUBOS) – EVOLUKIT.COM.BR

111


DEST INOS | E U F U I

Orlando por/by Jair Oliveira

Magia

Contagious magic

que contagia PARA O CANTOR JAIR OLIVEIRA, ORLANDO É MESMO A CIDADE DA FANTASIA. É PARA LÁ QUE ELE VAI QUANDO QUER RELAXAR E SE DIVERTIR NA COMPANHIA DA ESPOSA E DAS DUAS FILHAS FOR SINGER JAIR OLIVEIRA, ORLANDO IS TRULY THE CITY OF FANTASY. THAT’S WHERE HE GOES WHEN HE WANTS TO RELAX AND HAVE FUN IN THE COMPANY OF HIS WIFE AND TWO DAUGHTERS Em depoimento a/A testimony to LUIZA VIEIRA

I was about 12 years old when I went to Orlando for the first time. I was still a member of Turma do Balão Mágico, and visited the city to perform. I don’t remember too much about what I saw on that trip, but I recall that I could already perceive all the magic of that place. I went back some time later, in the summer of 2013, in the company of my wife and our daughters, Isabela, 7, and Laura, 4. I hold in my memory the joy that Isabela felt when she came across one of the Disney princesses. It seemed that all the gleam of the world was in her eyes! It was such a nice experience that we repeated the trip last May. Orlando has a certain charm, not only for children, but for anyone looking for a fun in a safe and entertaining way. It might even be one of the best places to enjoy time with your family and rediscover the inner child in us all. It’s worthwhile to spend at least a week there, to visit the theme parks, go to restaurants, catch some shows and – why not? – do some shopping.

RETRATO: TANIA KHALILL /DIV.

Eu tinha uns 12 anos quando fui a Orlando pela primeira vez. Ainda fazia parte da Turma do Balão Mágico e visitamos a cidade para divulgar nosso trabalho. Pouco me lembro do que vi naquela viagem, mas me recordo que já percebi toda a magia do destino. Retornei tempos depois, no verão de 2013, na companhia de minha esposa e de nossas filhas, Isabela, de 7 anos, e Laura, de 4. Tenho guardada na memória a felicidade que Isabela demonstrou quando esbarrou com uma das princesas da Disney. Parecia que todo o brilho do mundo estava em seus olhos! Foi uma experiência tão bacana que repetimos a dose em maio deste ano. Orlando tem mesmo um encanto, e não somente para as crianças, mas para qualquer um em busca de diversão de maneira lúdica e segura. Talvez seja ainda um dos melhores lugares para curtir a família e redescobrir o lado infantil que preservamos dentro de nós. Vale a pena gastar pelo menos uma semana lá para visitar os parques, conhecer os restaurantes, assistir aos shows e – por que não? – fazer boas compras.


DES T INOS | E U F U I

Confira seis endereços sugeridos pelo cantor Jair Oliveira para você conhecer em Orlando: Check out six addresses suggested by singer Jair Oliveira for you to know in Orlando

1 Magic Kingdom 1180 SEVEN SEAS DR., LAKE BUENA VISTA 1 407 939 5277 DISNEYWORLD.DISNEY.GO.COM

2 Disney Springs DOWNTOWN DISNEY AREA DISNEYWORLD.DISNEY.GO.COM

3 Sheraton Vistana

Villages Resort Villas 12401 INTERNATIONAL DR. 1 407 238 5000 STARWOODHOTELS.COM/SHERATON

4 Discovery Cove 6000 DISCOVERY COVE WAY 1 877 557 7404 DISCOVERYCOVE.COM

5 Sharks Underwater Grill 7007 SEAWORLD DR. 1 888 800 5447 SEAWORLD.COM

6 The Mall at Millenia 4200 CONROY ROAD 1 407 363 3555 MALLATMILLENIA.COM

O parque da Disney continua sendo um clássico, pois reúne toda a magia dos desenhos da marca. É onde as crianças encontram seus personagens favoritos e mergulham de cabeça no reino dos contos de fada. The Disney World main park is still a classic, because it brings together all the magic of the brand’s animated features. It’s where children find their favorite characters and can dive headfirst into the realm of fairy tales.

A antiga Downtown Disney foi recentemente remodelada e ganhou novas lojas, restaurantes, cinemas e boliches. A loja da Lego, por exemplo, tem várias esculturas gigantes feitas com as pecinhas do brinquedo. The old Downtown Disney was recently refurbished and got new shops, restaurants, movie theaters and a bowling alley. The Lego store, for example, has several giant sculptures made entirely of the little toy pieces.

114

A Z U L M AG A Z I N E | 0 9 . 2 015


Um dos principais shoppings de Orlando, agrada porque concentra desde lojas de grife até as mais populares. É ponto garantido para boas compras, para toda a família. One of the foremost malls in Orlando, it’s pleasing because it offers everything from designer shops to the most affordable stores. It’s a sure-fire choice for good shopping, for the entire family.

O ambiente deste restaurante é fantástico! Tem um enorme aquário circundando-o, com pequenos peixes e até tubarões. Quando estive lá, pedi uma entrada de frango com coco muito saborosa. Fez sucesso em nossa mesa! The ambience of this restaurant is fantastic! There’s a huge aquarium surrounding the dining hall, with sharks and assortment of other fish. When I was there, I ordered a very tasty entree of chicken with coconut. It was a hit at our table!

Do grupo SeaWorld, o parque ao estilo resort – funciona no esquema day use – é ótima opção para quem quer estar em contato com a natureza e com animais marinhos, além de relaxar com a família. Owned by the SeaWorld group, this resort-style park (it works under a day-use system) is great option for those who want to be in touch with nature and marine animals, as well as relaxing with one’s family.

ILUSTRAÇÃO: MAURICIO PIERRO

Nós nos hospedamos duas vezes neste hotel e eu o recomendo. Os quartos são grandes, com cozinha, e o resort tem ótima estrutura. Passamos dias sem deixar o complexo tamanha a oferta de atividades para crianças e por conta da enorme piscina. We stayed at this hotel twice, and I recommend it. The rooms are big, all with a kitchen, and the resort has great structure. We spent days without leaving the complex because of such a range of activities for children, and because of the huge swimming pool.

115


118 Andréa Beltrão A graça e o talento da atriz na telona The actress’s grace and talent on the big screen

128 Raphael Montes Um escritor com criatividade macabra A writer with macabre creativity

emfoco

FOTOS: VICENTE DE PAULO (ANDRÉA BELTRÃO); CAMILL A MAIA (RAPHAEL MONTES)

118

136 Clubes de Assinaturas Subscription clubs Produtos selecionados entregues em casa Selected products delivered to your home

128


E M FOCO | A N D R É A B E L T R Ã O

118

A Z U L M AG A Z I N E | 0 9 . 2 015


Cheia de

GRAÇA Full of grace

Aos 52 anos, Andréa Beltrão se despede do humorístico Tapas & Beijos e volta a mostrar seu talento – e ótima forma – no cinema, na comédia romântica Pequeno Dicionário Amoroso 2, com estreia marcada para o dia 10 deste mês At 52, Andréa Beltrão departs the comedy series Tapas & Beijos and once again shows her talent for film – and in top form – in the romcom Pequeno Dicionário Amoroso 2, scheduled to open September 10th Por/By GUSTAVO LEITÃO Fotos/Photos VICENTE DE PAULO

119


E M FOCO | A N D R É A B E L T R Ã O

Andréa Beltrão bem à vontade e sorridente durante o ensaio fotográfico Andréa Beltrão feeling very much at ease and smiling during photo shoot

A

n d r é a B e lt r ã o tem vergonhas e desvergonhas. Não se acanha, por exemplo, em nenhum momento neste ensaio fotográfico. A cada coma ndo, gi ra , deita, dança no ar e pula, sem nunca titubear, enquanto mantém um sorriso gracioso para a lente. "Só me diz o que fazer, tá?" Mais tarde, vestindo um jeans à vontade e sentada no bar colado ao seu prédio, em Copacabana, no Rio de Janeiro, conta, meio retraída, que não assistiu ainda a Pequeno Dicionário Amoroso 2, filme que entra em cartaz no dia 10 deste mês com seu nome nos créditos principais. Ela explica: "Não tenho prazer de assistir ao meu trabalho. Eu me achava um pouco anormal, mas, depois que soube que a Maggie Smith é assim também, pensei que estava bem acompanhada", galhofa a atriz, revelada ao público na pele da Zelda Scott da série global Armação Ilimitada (1985), cujos óculos embaçavam quando via Lula, personagem de André di Biasi, sem camisa. Se fosse pela estampa, o bloqueio não teria por quê. Prestes a completar 52 anos, ainda este mês, Andréa mantém a vaidade no lugar com sessões diárias de natação em mar aberto e destila segurança diluída em três dedos de charme. Mas não é esse o negócio. "Não tenho problema com minha imagem. Acho tudo ok, no lugar. Quando eu me vejo, vejo mesmo: se falo direito, se estou displicente em cena, preguiçosa ou parando corcunda", enumera.

120 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

No longa de Sandra Werneck, ela volta ao papel de Luiza, uma mulher ainda em busca do amor. Casada e com filho, a fotógrafa-que-virougalerista encontra o ex, Gabriel (Daniel Dantas), e uma faísca do antigo relacionamento se reacende. Cheia de nuances – e sem nenhuma corcunda –, sua interpretação é um dos pontos altos da produção, uma versão mais pé no chão da comédia romântica lançada em 1997. Os dois longas não chegam a ser um Boyhood – filme de Richard Linklater que acompanhou o amadurecimento de um menino durante 12 anos – , mas acabaram registrando marcos da vida da atriz. Além de ser adiado por quase um ano por conta de sua primeira gravidez, o final do primeiro título não agradou Sandra, que fez a equipe voltar às filmagens quando Andréa estava na gestação seguinte. É assim, de barriguinha e desfilando com o marido desde então, o diretor Maurício Farias, que ela fecha a história.


A

ndréa Beltrão is part bashful, part brazen. She’s not at all selfconscious, for example, at any time during this photo shoot. With the photographer’s every command, she twirls, lies down, jumps and dances in the air, never faltering, all the while maintaining a gracious smile for the lens. “Just tell me what to do, ok?” Later, at ease wearing jeans and sitting at the bar right next to her apartment building in Copacabana, Rio de Janeiro, she confides – somewhat reservedly – that she still hasn’t seen Pequeno Dicionário Amoroso 2, a movie that hits theaters on the 10th of this month featuring her name in the main credits. She explains: “I get no pleasure from watching my work. I thought I was a bit abnormal, but after I found out that Maggie Smith is also like that, I thought I was in good company,” jokes the actress, who was revealed to audiences in the role of Zelda Scott in the television series Armação Ilimitada (1985) on the Globo network, whose glasses fogged up whenever she saw Lula (played by André di Biasi) shirtless. Were it simply for the shirt’s print, such a reaction would be pointless. On the verge of turning 52, later this month, Andréa keeps up her vanity with daily sessions of ocean swimming, and displays a remarkable combination of self-assuredness and charm. But that’s not where it’s at. “I have no problem with my image. I think everything’s ok… all in the right place. When I see myself, I really see myself: if I’m saying the lines right, if I’m careless in the scene, or lazy, or slouching,” she expounds. In the feature film directed by Sandra Werneck, she once again plays Luiza, a woman still searching for love. Married, and with a child, the photographerturned-gallery-owner runs across Gabriel, her ex (played by Daniel Dantas) and a spark of the old relationship is rekindled. Full of nuances – and no slouching – her acting style is one of the highlights of the picture, a sequel that’s more down-to-earth than the first film, originally released in 1997. The two pictures are not exactly a sort of Boyhood (film by Richard Linklater that followed a boy growing up over a period of 12 years), but ended up recording milestones in the actress’s life. Besides being put off for nearly a year because of her first pregnancy, the end of the original movie didn’t please Werneck, who made the crew go back to shooting when Andréa was in her next pregnancy. And thus – with baby bump and parading with her husband since that time, director Maurício Farias – she closes the story.

PRODUÇÃO GERAL: THAIS LUT TI; MAQUIAGEM: JULIANA HASEGAWA; CABELO: ROBERTA MIRANDA; ST YLING: ALICE SENTO SÉ; LOOKS: ACERVO PESSOAL

121


E M FOCO | A N D R É A B E L T R Ã O

122 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5


A PAIXÃO, PARA MIM, TEM O ASPECTO DE FAZER ME SENTIR VIVA. NÃO DE SER O SENTIDO DA VIDA "PA S S I ON , FOR ME, HAS THE ASPECT OF M AKING M E FEE L A LI V E. NOT BEING THE M EANING OF LIFE"

Desta vez, a diretora incluiu duas referências à estrela: quando a personagem fala de um ex chamado Maurício e nas cenas em que esfria a cabeça na natação. Mas as semelhanças param por aí. “No roteiro, ela está casada com um cara chato e não sai dali. Eu sou perdidamente apaixonada pelo meu marido. Mas a paixão, para mim, tem o aspecto de fazer me sentir viva. Não de ser o sentido da vida.” A relação com o diretor gerou três filhos – Francisco, Rosa e José – e uma multiplicidade de projetos. O companheiro assinou as últimas séries de TV de que participou e um de seus filmes mais recentes, Verônica (2008), drama em que interpreta uma professora que tem de proteger um aluno cujos pais foram assassinados. Nos sets compartilhados, amor e inspiração dividem espaço. “Tenho uma admiração louca pelo Maurício. Trabalhar junto é bom para o nosso amor. Quando ele pega o microfone do estúdio e fala ‘atenção’, eu morro de tesão”, entrega. Após o lançamento de Pequeno Dicionário Amoroso 2, começará um capítulo inusitado em sua carreira, que vem em embalo de trem japonês há mais de 20 anos, com trabalhos no teatro, no cinema e na televisão. Ela está se despedindo de Tapas & Beijos, série cômica da Globo em que dividiu a cena com Fernanda Torres por quatro anos – o último episódio vai ao ar no dia 15 deste mês. Antes, encarnou a dona de salão Marilda em oito temporadas de A Grande Família e se aventurou em novelas, como Vira-Lata (1996), A Viagem (1994) e Mulheres de Areia (1993). E agora, qual o próximo trabalho? "Não tenho naaaaaaada", comemora, abrindo um sorriso.

This time, Werneck included two references to the star: when the character speaks of an ex named Maurício, and in the scenes in which she cools her head by taking a swim. But the similarities end there. “In the script, she’s married to a jerk and can’t get out of it. I’m madly in love with my husband. But passion, for me, has the aspect of making me feel alive. Not being the meaning of life.” Her relationship with Farias has produced three children – Francisco, Rosa and José – and a multitude of projects. He directed the last few TV series in which she participated, as well as one of her recent movies, Verônica (2008), a drama in which she plays a teacher who has to protect a student whose parents were murdered. On the sets they share, love and inspiration also share space. “I have a crazy admiration for Maurício. Working together is good for our love. When he picks up the studio mic and yells ‘listen up!’, it really turns me on,” she confesses. After the release of Pequeno Dicionário Amoroso 2, she’ll begin a brand new chapter in her career, which has had the momentum of a Japanese train for over 20 years – on stage, screen and television. She’s bidding farewell to Tapas & Beijos, the TV Globo comedy series where she co-starred with Fernanda Torres for four years; the final episode will be broadcast on the 15th of this month. Prior to that, she played a beauty salon owner named Marilda in eight seasons of A Grande Família, and also ventured into telenovelas, such as Vira-Lata (1996), A Viagem (1994), and Mulheres de Areia (1993). Now, what’s your next gig? “I have noooooothing,” she says with a grin.

123


E M FOCO | A N D R É A B E L T R Ã O

Acima e à dir., cenas de Pequeno Dicionário Amoroso (1997); à esq. e abaixo, o segundo longa, que estreia neste mês Above and right: scenes from Pequeno Dicionário Amoroso (1997); left and below: the sequel, which opens this month

Somadas apenas as temporadas de suas últimas duas séries, ela percorreu 13 anos de programação non-stop. "A impressão que eu tenho depois de tanto tempo em cartaz é de que nada que eu faço repercute mais", analisa. A falta de trabalho nunca foi questão simplesmente por não ter dado as caras. Exceto por um período de quase dois anos logo depois do estouro de Armação. “Não sei se estava marcada demais como Zelda. Esperei, esperei, esperei. Fiquei muito nervosa”, lembra. Os tempos, agora, são outros. Com três filhos para dar atenção e quase 30 anos de análise nas costas, ela está em paz para encarar a calmaria. “Quero ler muito, ver filmes em casa, nadar no mar. Minha praia é logo ali”, diz, e aponta em linha reta.

124 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Suas únicas obrigações no momento são a administração do Teatro Poeira, no bairro Botafogo, que mantém com a sócia e amiga Marieta Severo há exatos dez anos – com mais êxitos artísticos do que financeiros –, e o lançamento do filme. É lembrar disso para Andréa se remexer de novo na cadeira. “Será que peço um DVD? Se for ver na pré-estreia, vou levar um choque”, pensa alto. Mas logo agora que a personagem surge mais recatada, sem os relances de nudez do primeiro longa? “Pois é, pode ser que eu implique justamente por não ter ousado.”


FOTOS: DOUGL AS NASCIMENTO/DIV. E VANTOEN P JR/DIV. (PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2); CEDOC/ T V GLOBO/DIV. (TAPAS & BEIJOS E ARMAÇÃO ILIMITADA); DIVULGAÇÃO

À esquerda, Andréa e Fernanda Torres, sua parceira no humorístico Tapas & Beijos; abaixo, a atriz no papel de Zelda Scott, na série Armação Ilimitada (1985) Left: Andréa and Fernanda Torres, her co-star in the comedy Tapas & Beijos; below: the actress in the role of Zelda Scott, in Armação Ilimitada (1985)

Counting only the seasons of her last two series, she’s spent 13 years on a non-stop schedule. “The impression I have, after spending so long on screen, is that nothing I do has repercussions anymore” she analyzes. Lack of work was never a concern for her, simply because it never came up. Except for a period of almost two years just after Armação ended. “I don’t know if I was marked too much as Zelda. I waited, waited, waited. I was really nervous,” she recalls. Now, times have changed. With three children to look after and nearly 30 years of analysis on her back, she’s at peace to face the calm. “I want to read a lot, watch movies at home, go swimming in the ocean. My beach is right over there,” she says, pointing straight out. Her only obligations at this time are running “Teatro Poeira” (a playhouse located in the Botafogo district), which she has owned with her partner and friend Marieta Severo for exactly ten years – which has had more artistic hits than financial hits – and the release of Pequeno Dicionário Amoroso 2. Remembering this makes Andréa fidget in her chair again. “Do you think I should order a DVD? If I watch it at the premiere, I’ll be shocked,” she thinks aloud. But, just when the character appears more demure, without the glimpses of nudity of the first film? “Well, I might just get upset for not having had the nerve.”

125


FOTOS: EUROPA FILMES/DIV. (VERÔNICA); CEDOC/ T V GLOBO/DIV. (MULHERES DE AREIA); DIVULGAÇÃO

E M FOCO | A N D R É A B E L T R Ã O

Acima, a atriz no drama Verônica (2008); à direita, com Marieta Severo, sua sócia no Teatro Poeira; e, ao lado, com Evandro Mesquita em cena de Mulheres de Areia (1993) Above: Andréa in the drama Verônica (2008); right: with Marieta Severo, her partner at Teatro Poeira; and opposite: with Evandro Mesquita in a scene from Mulheres de Areia (1993)

O papo de nudez passa pelo mais recente filme de Godard, Adeus à Linguagem. “A moça fica nua o tempo todo, mas não tem mais que 35 anos. Nessa idade eu podia andar pelada pra lá e pra cá, no ângulo que quisesse. Aos 52 não dá para exibir certas partes do corpo sem tomar certo cuidado”, reflete. Esta cautela se estende à exposição nas redes sociais. “Não tenho Facebook e não tiro selfie nem amarrada. Não vejo prazer em postar uma foto para os colegas comentarem ‘gata, deusa, linda, diva’.” Outro dia, lendo uma entrevista da escritora Susan Sontag, achou uma tradução para esse estado de espírito: “Ela dizia que, ao envelhecer, aprendeu a não se culpar mais, só a ter vergonha. Acho a vergonha bonitinha”. Agora, faz do sentimento um exercício. “Tenho me obrigado a não pegar o telefone quando estou desconfortável em um lugar. É um baita escudo. A gente tem que reaprender isso. Ficar sem graça também é ótimo!”, recomenda.

126 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

ZOOM Concentração Fã de atores como Jack Lemmon, Marcello Mastroianni, Peter Sellers e Giulietta Masina, Andréa defende a técnica e a disciplina na profissão. “Não vejo nenhum desses mais antigos trabalhando no descontrole. Atuar é jogar nos fundamentos, como treinar pênalti 80 vezes, até acertar”

Concentration

The talk of nudity leads to the latest film by Godard, Goodbye to Language. “The girl gets naked all the time, but she’s no more than 35. At that age, I could walk around naked, at any angle they wanted. At 52, you can’t show certain parts of your body without taking some caution,” she reflects. This wariness also extends to exposure on social media. “I don’t have Facebook and don’t take selfies at all. I see no pleasure in posting a photo for colleagues to comment ‘foxy, goddess, beautiful, diva’.” The other day, while reading an interview with writer Susan Sontag, she found a translation for this mindset: “She said that as she gets older, she’s learned not to blame herself anymore, just to feel embarrassed. I think feeling embarrassed is cute.” Now she makes an exercise out of that feeling. “I’ve forced myself not to pick up the phone when I’m uncomfortable somewhere. It’s a heck of a shield. We have to relearn this. Feeling embarrassed is also great!” she recommends.

A fan of actors such as Jack Lemmon, Marcello Mastroianni, Peter Sellers and Giulietta Masina, Andréa defends technique and discipline in the profession. “I don’t see any of these older actors working in disarray. Acting is betting on the fundamentals, like practicing penalty kicks 80 times to get it right”

Outras facetas Enquanto na TV ela é mais conhecida pelas comédias, no teatro já encantou plateias com dramas como Memória da Água e A Prova. “Eu tinha essa preocupação: será que saberei emocionar alguém? Gostaria de visitar uma tragédia, mas não para provar alguma coisa. Não tenho essa ansiedade”

Other facets

While on TV, she’s best known for comedies, in theater she has enchanted audiences with dramas such as Memória da Água and A Prova. “I had this concern: will I be able to tug on anyone’s heartstrings? I’d like to do a tragedy, but not to prove anything; I don’t have such anxiety”

Empecilho financeiro Para comemorar os dez anos do Teatro Poeira, Marieta Severo e Andréa planejam fazer uma exposição no fim do ano. Como em outras ideias para o espaço de 180 assentos, esta também esbarra na questão verba. “Um dono de teatro pode se dar bem quando tem 500 lugares. No nosso caso, esquecemos de fazer contas antes de abrir”

Financial obstacle

To celebrate the tenth anniversary of Teatro Poeira, Marieta Severo and Andréa are planning to put on an exhibition at the end of the year. As with other ideas for 180-seat venue, this also touches on the budget issues. “A theater owner can do well when they have 500 seats. In our case, we forgot to do the math before opening”


E M FOCO | R A P H A E L M O N T E S

Under the dominion of fear

Sob o domínio do

MEDO Por/By BRUNA TIUSSU

128 A Z U L M A G A Z I N E | 0 8 . 2 0 1 5

Fotos/Photos CAMILLA MAIA


Aos 24 anos, Raphael Montes desponta como um dos grandes nomes da literatura brasileira policial e de terror. Em seu mais recente livro, O Vilarejo, ele não economiza em cenas apavorantes, que dizem muito sobre a violência humana At 24, Raphael Montes has emerged as one of the great names in Brazilian crime and horror literature. In his latest book, O Vilarejo, he doesn’t skimp on gruesome scenes, which speak volumes about human violence

N

ão teve jeito. Raphael Montes optou mesmo pela barbárie. Nem os estudos no tradicional Colégio São Bento nem as aulas n a fac u ld ade de direito, ambos no Rio de Janeiro, foram suficientes para conduzir o jovem de volta ao caminho do bem. Aos 24 anos, ele só quer saber de tortura, esquartejamento, assassinato e demais formas de violência. É neste universo do crime que sua mente criativa concentra-se e dá frutos, todos no papel, na forma das mais sanguinolentas histórias. O escritor, que já tem dois livros publicados, agora entrega sua obra que melhor se encaixa na categoria literatura de terror. O Vilarejo (Suma das Letras, R$29,90) é uma reunião de sete capítulos que exploram os pecados capitais e propõem situações limites, capazes de levar as pessoas a atos violentos. Nada convencional, o trabalho é um romance fix-up, no qual as narrativas podem ser lidas em qualquer ordem, mas se relacionam, contendo informações que chegam a explicar a atitude de uma personagem em outra passagem.

T

here was no getting around it. Raphael Montes has truly opted for barbarity. Neither his studies at the traditional Colégio São Bento nor classes at law school, both in Rio de Janeiro, were enough to lead the young man back to the path of righteousness. At 24, he only cares about torture, dismemberment, murder and other forms of violence. It is on this universe of crime that his creative mind focuses and gives fruit, all on paper, in the form of some of the goriest stories imaginable. The writer, who already has two books published, now delivers his work that best falls under the category horror literature. O Vilarejo (published by Suma das Letras, R$29.90) is a collection of seven chapters that explore the deadly sins and propose threshold situations, which can lead people to violence. Unconventional, the work is a fix-up novel, in which the narratives can be read in any order, but relate to each other by containing information presented to explain the attitude of a character in another passage.

129


E M FOCO | R A P H A E L M O N T E S

"O barato do livro, além da moral da história – que é um tanto amoral –, é justamente o formato. É algo que o brasileiro não está acostumado a encontrar", diz Raphael. A obra foi escrita entre seus 19 e 20 anos, após ele ter terminado Suicidas, seu romance de estreia, que enfrentou lá suas dificuldades para ser publicado. O título chocante, o tamanho (são 488 páginas) e o fato de ser assinado por um jovem (tinha apenas 16 anos na época), mas voltado para o leitor adulto, fizeram com que o trabalho fosse rejeitado por todas as grandes editoras do País. Foi só em 2010 que ele saiu, depois de ter sido finalista do Prêmio Benvirá de Literatura. Suicidas fala de um grupo de jovens que decide se matar num jogo de roleta-russa e foi apenas o pontapé inicial para o sucesso do carioca, logo apontado como um dos principais nomes da modesta literatura policial nacional. A consagração veio mesmo com Dias Perfeitos, lançado em 2014, enquanto O Vilarejo era mantido na gaveta – Raphael ainda não colocava muita fé no projeto, tão pequeno e tão diferente do que vinha fazendo. Seu segundo romance teve tiragem inicial de 10 mil exemplares (a média do mercado é de 3 a 5 mil), recebeu elogio do best-seller norteamericano Scott Turow e seus direitos foram vendidos para 13 países. Ele conta a história de um psicopata que sequestra a amada e parte com ela em uma viagem Brasil afora. "Aqui eu abordo como a violência é repulsiva, mas instigante. E como ela pode ser relativa. A pessoa que a pratica muitas vezes não percebe. A que sofre, sempre nota", diz.

130 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5


Raphael Montes posa para fotos no prédio em que mora, em Copacabana, no Rio Raphael Montes poses for photos in the building where he lives, in Copacabana, Rio de Janeiro

"The cool thing about the book, aside from the moral of the story – which is somewhat amoral – is precisely the format. It's something Brazilians aren’t used to finding," says Raphael. The work was written when he was 19 and 20, after he finished Suicidas. At the time, his debut novel was facing major difficulties in getting published. The shocking title, the size (488 pages), and the fact that it was authored by such a young writer (he was 16 at the time) although geared toward adult readers, caused the work to be rejected by all of the nation’s major publishers. It was only in 2010 that it was released, after being finalist in the Benvirá Literature Awards. Suicidas tells of a group of young people who decide to kill themselves in a game of Russian roulette, and the work ushered in the success of the Rio native, soon hailed one of the top names of modest Brazilian crime literature. But he really became firmly established as a writer with Dias Perfeitos, released in 2014, while O Vilarejo was kept in the drawer – Raphael still wasn’t putting much faith in the project, so small and so different from what he had been doing. His second novel had an initial print run of 10,000 copies (the market average is 3,000 to 5,000), received an endorsement from American bestseller Scott Turow, and had the rights sold to 13 countries. It tells the story of a psychopath who kidnaps his beloved and sets off with her on a trip across Brazil. "Here I address how repulsive violence is, but exciting. And how relative it can be. The person who practices violence often doesn’t realize it. The one who suffers violence, always notices," he says.

131


E M FOCO | R A P H A E L M O N T E S

FOTOS: PAPRICA FOTOGRAFIA /DIV. (ESPINOSA); ARQUIVO PESSOAL

Em sentido horário, Raphael com o best-seller Scott Turow; Domingos Montagner e Chandelly Braz em cena de Romance Policial – Espinosa, série do GNT em que o autor colaborou no roteiro; e ele na Flupp, feira literária das periferias, no Rio Clockwise: Raphael with bestselling author Scott Turow; Domingos Montagner and Chandelly Braz in Romance Policial – Espinosa, GNT series in which the author collaborated on the script; and he at Flupp, book fair of the peripheries, in Rio

Apesar do tema espinhoso, a narrativa é do tipo que prende. Bem amarrada e repleta de tiradas que, de tão absurdas, caem no cômico, o que rende comparações com o estilo cinematográfico de Quentin Tarantino e dos irmãos Coen. Chegar a esse resultado é totalmente intencional. "Meus livros entretêm. E há todo um esforço para que eles sejam assim. Eu quero que eles divirtam e, ao mesmo tempo, levem a alguma reflexão", explica o escritor, que costuma dizer que pretende causar no leitor o mesmo encantamento que sentiu ao ler Um Estudo em Vermelho. A obra de Conan Doyle foi um presente de sua tia-avó, quando ele tinha 12 anos e nenhum apreço pela leitura. "Meus pais não têm o costume de ler e os títulos da escola me interessavam muito pouco", diz. Naquele dia, Raphael virou a madrugada devorando o primeiro enigma de Sherlock Holmes e teve uma espécie de revelação: soube ali que seria um contador de histórias.

132 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Despite the thorny subject, the narrative is captivating. Tightly woven, and full of situations that, as absurd as they are, become almost comical, a trait that has drawn comparisons with the cinematic style of Quentin Tarantino and the Coen Brothers. Achieving such a result is entirely intentional. “My books entertain. And a lot of effort goes into making them so. I want them to be fun and, at the same time, lead to some reflection," explains the writer, who often says that he wants to cause in readers the same enchantment that he felt when he read A Study in Scarlet. The book by Conan Doyle was a gift from his great-aunt when he was 12, and had no appreciation for reading. "My parents don’t have the habit of reading, and I had little interest in the titles we read at school," he says. On that day, Raphael stayed up all night devouring the first enigma of Sherlock Holmes, and had a sort of epiphany: I knew then and there that I would be a storyteller.


E M FOCO | R A P H A E L M O N T E S

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

Em sentido horário, capa de O Vilarejo; Raphael e Rodrigo Teixeira, da RT Features; e durante entrevista com Jô Soares Clockwise: cover of O Vilarejo; Raphael with Rodrigo Teixeira, of RT Features; and during an interview with talk show host Jô Soares

ZOOM Mestres Machado de Assis e Rubem Fonseca são seus autores favoritos. "É impossível fazer literatura policial no Brasil e não se inspirar no Fonseca"

Centrado e disciplinado, ele se obriga, hoje, a investir pelo menos cinco horas por dia em sua literatura. Se consegue agregar três novas páginas ao próximo romance – já está na metade de Mesa para Dez, previsto para 2016 –, fica satisfeito. O resto do tempo é dedicado às outras histórias, sobretudo àquelas para a televisão, meio que lhe tem causado profundo interesse. Recentemente, colaborou no roteiro de duas séries: SuperMax, com direção de José Alvarenga e estreia prevista para outubro, na Globo, e Romance Policial – Espinosa, adaptação de Uma Janela em Copacabana, de Luiz Alfredo Garcia-Roza, e que vai ao ar a partir do dia 15, também do próximo mês, no GNT. "Começar na TV com a adaptação de uma obra que não é minha foi muito importante. Ficou bem claro que é mesmo preciso reavaliá-la e então adequála para que funcione em outra plataforma", diz ele, que já vendeu os direitos de Suicidas e Dias Perfeitos para o produtor Rodrigo Teixeira, da RT Features. Cenas macabras, muito sangue e mortes horripilantes estão por vir, agora na telona.

134 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Focused and disciplined, today he obligates himself to invest at least five hours a day in his literature. If he manages to add three new pages to his next novel (he’s already halfway through Mesa para Dez, scheduled for 2016), he’s satisfied. He devotes the rest of his time to other stories, especially those for television, which has caused him profound interest. Recently he collaborated on the scripts of two TV series: SuperMax, directed by José Alvarenga and slated to premiere in October on the Globo network; and Romance Policial – Espinosa, an adaptation of the novel Uma Janela em Copacabana by Luiz Alfredo Garcia-Roza, which hits the airwaves on October 15th, on GNT. "Starting out on TV with the adaptation of a work that’s not mine was very important. It became clear that it’s really necessary to rethink it and then adapt it so it will work on another platform," says Raphael, who has already sold the rights to Suicidas and Dias Perfeitos to the production company RT Features. Macabre scenes, lots of blood, and gruesome deaths are on the way, now on the big screen.

Masters

Machado de Assis and Rubem Fonseca are his favorite authors. "It’s impossible to write crime literature in Brazil and not be inspired by Fonseca"

Blindagem zero Desde abril Raphael assina uma coluna mensal no jornal O Globo. "Aceitei pelo desafio de fazer textos curtos e sem a proteção de um narrador. Sou eu ali, com todas as minhas opiniões"

No armor

Since April, Raphael has been writing a monthly column in the newspaper O Globo. "I accepted the challenge of writing short texts and without the protection of a narrator. It’s me there, with all my opinions"

Hobbies Apesar das histórias sombrias, o escritor é um tipo tranquilo, que curte passatempos comuns à sua idade. Adora ir à praia, andar de bicicleta, frequenta bares e toca instrumentos musicais, como saxofone e flautas doce e transversa

Hobbies

Despite the heavy stories, the writer is the quiet type, who enjoys activities common to guys his age. He loves going to the beach, biking, going to bars and playing instruments like the saxophone, flute and recorder

Presença virtual Também como a maioria dos jovens de hoje, ele é usuário ativo das redes sociais. Atende todos os seus leitores e os convida a seguir seu perfil: facebook. com/raphaelmontesescritor

Virtual presence

Also like most young people today, he’s an active user of social media. He caters to all his readers and invites others to follow his profile:facebook.com/ raphaelmontesescritor


EM FOCO | R E P O R T A G E M

Home delivery

De bandeja

OS CLUBES DE ASSINATURAS ENTREGAM, NO CONFORTO DE CASA, PRODUTOS RECÉM-LANÇADOS E BOAS DESCOBERTAS DE SETORES TÃO DIVERSOS QUANTO OS DE BEBIDAS E COSMÉTICOS SUBSCRIPTION CLUBS DELIVER NEWLY INTRODUCED PRODUCTS AND GREAT DISCOVERIES TO THE COMFORT OF ONE’S HOME, FROM SUCH DIVERSE SECTORS AS BEVERAGES AND COSMETICS

136 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Por/By LUIZA VIEIRA Retrato/Portrait SAMUEL ESTEVES


FOTOS: LUMIS!/DIV. (CLUBE DO ZERO); RAFAELL A REIS/DIV. ( WBEER)

U

m dia um francês, noutro, um da África do Sul, ou quem sabe aquele chileno na promoção. Como a maioria dos aficionados a vinhos, o empresário Julio Cesar Moleti costumava escolher qual levar apenas analisando as prateleiras dos mercados. Até que um amigo lhe apresentou o ClubW. Há cerca de um ano, ele recebe mensalmente em casa duas garrafas selecionadas por sommeliers da empresa – muitas vezes são rótulos que ele nunca cogitaria comprar. "Antes de eles chegarem já busco receitas na internet para preparar um jantar harmonizado", conta ele, que compara a experiência com a de ganhar um presente surpresa a cada mês. Julio Cesar é apenas uma das 100 mil pessoas que pagam uma mensalidade – entre R$28 e R$690 – para provar os produtos do clube de assinaturas de vinhos. Este, por sua vez, é somente uma das quase mil opções de serviços similares disponíveis no País – elas abrangem nichos que vão de cafés a comidas lights, passando por produtos de beleza e cuecas. A febre desse modelo de negócio reflete uma realidade com a qual as empresas estão aprendendo a lidar: o consumidor está mais cauteloso e tem preferido experimentar antes de comprar. "Além de cômodo, o envio de amostras é um método eficaz de educar e de construir uma base de clientes", explica Gustavo Carrer, consultor do Sebrae-SP e especialista em marketing e varejo. Assinantes do WBeer – um braço do grupo Wine, detentor do ClubW –, por exemplo, recebem em casa cervejas selecionadas, entre nacionais e internacionais, e frequentemente voltam ao e-commerce da marca para comprar aquelas que mais lhes agradaram. “É um ganha-ganha. Tanto para a empresa quanto para o consumidor”, garante Gustavo.

Na página anterior, Julio Cesar Moleti, assinante do ClubW. Acima, à esquerda, produtos que compõem os kits do Clube do Zero; e, à direita, duas cervejas que estão nos boxes do WBeer Previous page: Julio Cesar Moleti, subscriber of ClubW. Above, left: products that make up the kits offered by Clube do Zero; right: two beers featured in WBeer's boxes

O

ne day a French wine; another day, a South African label; or perhaps the one from Chile that’s on sale. Like most wine aficionados, businessman Julio Cesar Moleti used to choose which label to take home by analyzing store shelves. Until a friend introduced him to ClubW. For about a year now, he’s been receiving – each month, at his home – two bottles selected by company’s sommeliers, which are often labels that he would never have considered buying. “Before they arrive, I’m already searching the internet for recipes to prepare a harmonized dinner,” he says, comparing the experience to getting a surprise gift every month. Julio Cesar is just one of roughly 100,000 people who pay a monthly fee (anywhhere from R$ 56 and R$ 348) to sample the products of the wine subscription club. This, in turn, is only one of nearly a thousand options of similar services available in Brazil – they encompass niches ranging from coffees and light foods to beauty products and underwear. The fever of this business model reflects a reality that companies are learning to come to terms with: consumers are more cautious and now prefer to try before they buy. “Aside from being convenient, sending samples is an effective method to educate and to build a customer base,” explains Gustavo Carrer, a consultant from the São Paulo office of the Brazilian Small Business Support Service (Sebrae-SP) and specialist in marketing and retail.

137


A fórmula já assegurou o sucesso de muitas empresas tradicionais no exterior. Em 1934, a norte-americana Harry & David, produtora de frutas, começava a enviar caixas com itens frescos para clientes cadastrados. Na época, a ideia ajudou a companhia a driblar a depressão econômica da década de 30. Hoje, ela oferece oito opções de assinaturas só de frutas – e outras três de comidas – e entrega de Norte a Sul dos Estados Unidos. Por aqui, a maioria dos negócios do ramo surgiu da vontade de conhecer produtos variados de um segmento específico. A Bluebox oferece artigos fitness não tão óbvios, como leite de arroz e tipos distintos de relaxing drinks. A seleção do Clube do Zero acompanha a necessidade do cliente: itens diversos sem açúcar, glúten ou lactose. Já a Glambox monta caixas com cosméticos recém-lançados no mercado de beleza para quem tem gana de provar novidades em primeira mão. Thiago Nogueira montou o Quintal da Cachaça, clube que prepara kits com bebidas produzidas artesanalmente Brasil afora, pois ele próprio tinha dificuldades para adquirir rótulos de cidades distantes. "Existem cinco mil marcas registradas no País e, infelizmente, ainda há pouca informação disponível. Nós focamos em cachaças de ótimos alambiques, que não chegariam ao consumidor pela maneira tradicional", diz.

138 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

À esquerda, produtos do kit da Bluebox; e, à direita, Thiago Nogueira, do Quintal da Cachaça Left: kit with diet products, from Bluebox; right: Thiago Nogueira, of Quintal da Cachaça

For example, subscribers to WBeer – an arm of the Wine group, which owns ClubW – receive selected beers at home, including domestic and international labels, and often return to the brand’s e-commerce to buy the ones that pleased them the most. “It’s a win-win deal. For both the company and the consumer,” assures Gustavo. The formula has assured the success of many traditional companies abroad. In 1934, the USbased fruit growing firm Harry & David began to ship boxes of fresh produce to registered customers. At the time, the idea helped the company to skirt the economic depression of the 1930s. Today, it offers eight subscription options for fruit alone – plus three options for other foods – and delivers throughout the United States. In Brazil, most of the business in this sector arose out of the desire to get to know a wide variety of products in a specific segment. Bluebox offers not-so-obvious fitness articles, such as rice milk and different sorts of “relaxing drinks.” The selection offered by Clube do Zero accompanies the customer’s needs: various items with zero sugar, gluten or lactose. Glambox, on the other hand, assembles boxes with cosmetics recently introduced on the beauty market, for those keen on trying things first-hand. Thiago Nogueira started up Quintal da Cachaça, a club that puts together kits with sugarcane spirits produced the traditional way throughout Brazil, because he himself had difficulties getting labels from far-off cities. “There are five thousand registered brands in the Country, and unfortunately there’s still very little information available. We focus on cachaças from great distilleries that wouldn’t reach consumers through traditional channels,” he says.

FOTOS: GIULIANA WOLF/DIV. (QUINTAL DA CACHAÇA); MATHEUS MEIRELES/DIV. (BLUEBOX);

EM FOCO | R E P O R T A G E M


EM FOCO | R E P O R T A G E M

PA R A

conhecer To know more

ClubW Entrega de dois a seis vinhos, de rótulos variados, junto com a revista Wine Delivers from two to six bottles of wine, of varying labels, along with a copy of Wine magazine. CLUBW.COM.BR

Wbeer Cervejas do mundo todo compõem os kits, que têm de duas a seis garrafas Beers from around the world comprise its kits, which come with two to six bottles WBEER.COM.BR

Quintal da Cachaça

Esta descoberta do novo e a possibilidade de se aprender mais sobre um assunto são os pontos mais fortes dos clubes. Pensando na experiência do cliente, a Bombay, marca de pimentas e outros temperos, não monta os boxes de seus assinantes apenas com potes de especiarias. Ela envia, junto com eles, ideias de como utilizá-los. "As pessoas querem cozinhar, mas às vezes ficam inibidas de tentar coisas novas. Por isso incluímos informações sobre os itens, receitas e orientações", explica Nelo Linguanotto, fundador da empresa. Outros negócios conseguem ainda aliar a curiosidade com doses de memória afetiva. É o caso da Oh!Minas, que se dedica a organizar caixinhas recheadas de iguarias mineiras e enviá-las para clientes nos quatro cantos do Brasil. Assim ela agrada aqueles que vivem longe de sua terra natal, mas morrem de saudades de seus sabores, e também os apaixonados pelas iguarias características do estado. Queijos, doces de leite e compotas estão entre os itens mais corriqueiros nos kits, que, vira e mexe, recebem a companhia de artesanatos locais. É quando comida e cultura são entregues juntos, embaladinhos, na porta de casa.

140 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

This discover y of what’s new, and the possibility to learn more about a given subject, are the strongest points of the clubs. Thinking about the customer’s experience, Bombay – a brand of spices and peppers – doesn’t ship out the boxes to its subscribers only with jars of spices. It also sends along ideas of how to use them. “People want to cook, but sometimes feel inhibited to try new things. So we include information about the items, recipes and guidance,” explains Nelo Linguanotto, the company’s founder. Other businesses still manage to combine curiosity with doses of nostalgia. This is the case of Oh!Minas, which is dedicated to organizing boxes chock full of delicacies from Minas Gerais and shipping them to customers nationwide. So, it pleases those who live far from their home state, but long for its flavors, as well as anyone who is passionate about the typical delicacies from Minas. Cheeses, jams, and "doce de leite" are among the most common items in the kits, which often include local handcrafts. Thus, food and culture are delivered together, all neatly packaged, to the customer’s doorstep.

QUINTALDACACHACA.COM.BR

Bluebox Monta caixas recheadas de comidas e bebidas fitness Assembles boxes filled with fitness drinks and foods BLUEBOX.TRYOOP.COM.BR

Clube do Zero Seleciona os itens de acordo com a necessidade do cliente: sem açúcar, glúten ou lactose Select the items according to customer’s needs: sugar-free, gluten-free or lactose-free CLUBEDOZERO.COM.BR

Glambox Envia os principais lançamentos do mercado de cosméticos Ships the foremost product launches on the cosmetics market GLAMBOX.COM.BR

Bombay Pimentas e especiarias da marca são o alvo – o box tem três produtos The brand’s peppers and spices are the target – the box comes with three products CLUBEBOMBAY.COM.BR

Oh!Minas Bebidas, doces, queijos, temperos e até artesanatos mineiros entram nas caixas Boxes include drinks, sweets, cheeses, spices and handcrafts from Minas Gerais OHMINAS.COM.BR

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Licor, geleia, queijo e outras delícias que compõem os boxes da Oh!Minas Liqueur, jam, cheese and other delicacies that comprise the boxes by Oh!Minas

Oferece duas bebidas – uma prata e outra ouro – produzidas artesanalmente Offers two bottles – one white (unaged) and one gold (aged) cachaça – produced the traditional way


Curta ou longa-metragem. Ficção ou documentário. O melhor da produção brasileira tem sempre lugar reservado na nossa programação, que traz também séries, entrevistas e música. Disponível nas principais operadoras. Consulte a sua.

canalbrasil.com.br facebook.com/canalbrasil @sigacanalbrasil canalbrasilplay.com.br


E M FOCO | B E M - E S T A R

EQUILÍBRIO E DESTREZA PARA SALTAR SOBRE MUROS E ENTRE VÃOS SÃO ALGUMAS DAS HABILIDADES APERFEIÇOADAS NO PARKOUR, MODALIDADE QUE PODE SER PRATICADA NAS RUAS OU EM ACADEMIAS BALANCE AND DEXTERITY TO JUMP OVER WALLS AND ACROSS SPANS ARE SOME OF THE SKILLS HONED IN PARKOUR, A SPORT THAT CAN BE PRACTICED ON THE STREETS OR IN GYMS

Nada de quadra, campo ou ringue. É a cidade e suas "barreiras" urbanas que servem de cenário para a prática do parkour. A atividade física tem um objetivo claro: partir do ponto A e chegar ao ponto B de forma rápida, com liberdade para criar seu próprio trajeto, ainda que se tenham que escalar muros, pular bancos ou usar corrimãos como pontos de apoio para saltos. A modalidade foi criada na década de 90 pelo francês David Belle, que se inspirou nos feitos do pai – um bombeiro de elite de Paris e veterano da Guerra do Vietnã – para bolar um treinamento capaz de preparar o corpo para não ter qualquer tipo de problema no ambiente urbano. O parkour (percurso, em francês), portanto, pode ser praticado em qualquer lugar da cidade e não faz uso de nenhum equipamento específico. Arriscar saltos pelas ruas, porém, pode ser um grande desafio para novatos. Por isso academias de todo o mundo começaram a oferecer aulas indoor como um incentivo para mais tarde se aventurar lá fora. Em áreas munidas de obstáculos móveis, que simulam muros, bancos e corrimãos, os alunos treinam habilidades e técnicas. Os exercícios trabalham membros e músculos a partir de movimentos naturais ao corpo, cujas bases são, por exemplo, a corrida, os saltos de precisão, a aterrissagem e o amortecimento. "O circuito das aulas varia para instigar os alunos a estímulos diferentes", explica Jean Wainer, fundador e instrutor da academia Tracer Parkour, em São Paulo.

142 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

Obstáculos

urbanos Urban obstacles

Por/By SOFIA FRANCO

Fotos/Photos ALÍRIO DE CASTRO

Qualquer pessoa apta a praticar esportes pode experimentar a atividade, que não tem caráter competitivo. O mais importante é que o atleta supere seus próprios limites e treine respeitando as características de seu corpo – nas aulas, as turmas são divididas segundo a faixa etária e são aceitas crianças a partir de cinco anos. Como cada um escolhe o caminho a ser vencido e quais obstáculos enfrentar, a modalidade também desenvolve a capacidade de improvisação e de buscar uma saída diante de um desafio. "Com o treino e a orientação do professor você vai perdendo a insegurança. E logo se sente pronto para experimentar a cidade", diz Rodrigo Gama, que faz aulas há cerca de um ano e também ousa alguns saltos nas ruas da capital paulista.


Cinco registros de uma aula indoor de parkour, cujos exercícios trabalham o equilíbrio e a habilidade de saltar Five pictures of an indoor parkour class, whose exercises develop practitioners’ balance and jumping ability

ONDE

praticar where to practice

São Paulo Tracer Parkour R. CARDEAL ARCOVERDE, 2210, PINHEIROS R. ANTONIO BORBA, 59, VILA MADALENA

AGRADECIMENTO: TRACER PARKOUR

11 4119 5544 TRACER.COM.BR

No courts, fields, or rings. It’s the city and its urban “barriers” that serve as the setting for practicing parkour. The physical activity has a clear-cut purpose: go from point A to point B quickly, with the freedom to create your own path, even if you have to climb walls, jump over benches or use handrails as supporting points for leaps. The method was created in the 1990s by David Belle, a french who was inspired by the feats of his father – a Paris firefighter and Vietnam War vet – to come up with a training discipline capable of preparing one’s body to not have any problems when traversing an urban environment. So, parkour (a modified form of the French word for course, as in obstacle course), can be practiced anywhere in the city, and doesn’t make use of any specific equipment. Leaping through the streets, however, can be quite a challenge for beginners. That’s why health clubs around the world have begun offering indoor classes, as an inducement to venture outdoors later. In areas equipped with moveable obstacles, which simulate walls, benches and handrails, students train their skills and techniques. The exercises

work the limbs and muscles based on the body’s natural movements, and fundamentals include running, precision jumping, landing and cushioning your fall. “The classes use varying circuits, to present students with different stimuli,” explains Jean Wainer, founder and instructor of the Tracer Parkour academy in São Paulo. Anyone able to play sports can try the activity, which is non-competitive. The most important thing is for practitioners to overcome their limits and to train by respecting the characteristics of their bodies – in the classes, groups are divided according to age range, and children aged five and over are accepted. As each one chooses the path to be traversed and which obstacles will be tackled, the sport also develops the ability to improvise and find a way out when faced with a challenge. “With the training and orientation of the instructor, you start to lose your insecurity. And soon you feel ready to take on the city,” says Rodrigo Gama, who has been taking classes for about a year and has also dared to take some leaps and bounds through the streets of São Paulo.

Rio de Janeiro Voltz Parkour ESPAÇO SAUER, R. LOPES QUINTAS, 576, JARDIM BOTÂNICO 21 2274 1546 VOLTZPARKOUR.COM.BR

Curitiba Ponto B CROSSFIT HIGH PULSE, BR 277, 3850, ORLEANS PUC-PR, R. IMACULADA CONCEIÇÃO, 1155, PRADO VELHO 41 3117 0648 AULASDEPARKOUR.COM.BR

Parkour Brazil

AULAS OUTDOOR EM SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO, CATANDUVA E PETRÓPOLIS PARKOURBRAZIL.COM

143


FOTOS: DIVULGAÇÃO

EM FOCO | M A D E I N B R A Z I L

Ronald Heinrichs no estande da marca durante uma feira de design. Na página ao lado, alguns produtos do portfolio da Meu Móvel de Madeira Ronald Heinrichs in the brand’s booth at a design fair. Opposite page: some of the products in the portfolio of Meu Móvel de Madeira

More than just furniture

Mais que uma

mobília 144 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9 . 2 0 1 5

ATENDIMENTO DE QUALIDADE, SUSTENTABILIDADE, PREÇOS ACESSÍVEIS E UMA FORTE PRESENÇA ON-LINE SÃO ALGUMAS DAS ARMAS DA MEU MÓVEL DE MADEIRA PARA CONQUISTAR OS CONSUMIDORES HIGH-QUALITY SERVICE, SUSTAINABILITY, AFFORDABLE PRICES, AND A STRONG ONLINE PRESENCE ARE SOME OF THE ARMAMENTS OF MEU MÓVEL DE MADEIRA TO WIN OVER CONSUMERS Por/By LUIZA VIEIRA


Imagine a seguinte situação: a cliente liga para o e-commerce pedindo um novo tampo de mesa. A atendente verifica que a aquisição foi feita há apenas dois meses e ressalta que o produto ainda está na garantia. A consumidora diz que não é por defeito de fabricação que precisa de outra peça, mas sim porque sua filha rabiscou toda a superfície. Caso explicado, ela faz a compra. Mas não recebe apenas o novo produto. Junto da embalagem, um mimo para a pequena desenhista: lousa e utensílios para pintar. O episódio, digno de cases de sucesso de grandes multinacionais, é uma das boas histórias de uma empresa 100% brasileira, a Meu Móvel de Madeira, que tem sede em Rio Negrinho, no interior de Santa Catarina. Atendimento superpersonalizado é uma das máximas da loja virtual, uma das pioneiras de vendas de móveis pela internet. “Trabalhamos com o fator 'uau', que não é entregar apenas um produto, mas sim uma experiência”, afirma Ronald Heinrichs, desde 2011 à frente do negócio – que começou em 2006 como um braço da Irani Celulose. Outra bandeira que o faz conquistar clientes é a sustentabilidade. “Não nos restringimos somente a utilizar madeira brasileira e de reflorestamento. Nós desenvolvemos pessoas e beneficiamos o maior número que podemos de envolvidos”, explica o empresário, responsável por uma guinada na estratégia produtiva da empresa. Em 2011 ele fechou a fábrica própria e passou a trabalhar com fornecedores parceiros, firmou acordos com pequenos artesãos para a criação das peças de decoração e ainda colocou o Exército de Salvação – ONG que recolhe doações para caridade – na jogada: cada móvel entregue leva um adesivo com a sugestão de doar um item antigo. Tantos diferenciais fizeram com que a marca triplicasse o faturamento em apenas quatro anos e alcançasse o posto de segunda melhor empresa de pequeno porte para se trabalhar em Santa Catarina e a quinta posição no ranking brasileiro de varejo em 2014, segundo o instituto Great Place to Work. Tudo isso conquistado com foco no consumidor final. “Nossos esforços estão concentrados em transformar a casa das pessoas no melhor lugar do mundo”, garante Ronald.

meumoveldemadeira.com.br

1300 peças estão à venda no site pieces are for sale on the site

7000

itens são comercializados, em média, por mês items are sold per month, on average

2670

cidades já receberam produtos da marca – quase 50% de todos os municípios nacionais cities have received the brand’s products – almost 50% of all municipalities nationwide

Imagine the following situation: the customer calls an e-commerce hotline to order a new table top. The attendant verifies that the table was purchased just two months ago and informs the customer that the product is still under warranty. The consumer says it’s not because of a manufacturing defect that she needs the new part, but rather because her daughter scribbled over the entire surface. Having explained her case, she makes the purchase. But she doesn’t receive just the new table top. The package also includes a gift for the little artist: a white board and a set of colored markers. The episode – worthy of success cases of large multinational corporations – is one of the nice stories of a 100% Brazilian company, Meu Móvel de Madeira, based in Rio Negrinho in the interior region of Santa Catarina state. Ultra-personalized customer care is one of the maxims of the online store, a pioneer of furniture sales over the internet. “We work with the ‘wow’ factor, which is to deliver more than a product, but an experience,” says Ronald Heinrichs, who since 2011 has been heading the business that began in 2006 as an arm of Irani Celulose pulp and paper company. Another aspect that helps it win over customers is sustainability. “We don’t restrict ourselves to using Brazilian and reforested wood. We develop people and benefit the largest number of stakeholders we can,” explains the entrepreneur, responsible for a shift in the company’s productive strategy. In 2011, he closed his own factory and went to work with partner suppliers, penned agreements with smallscale craftsmen to create the decorative pieces and even brought the Salvation Army – an NGO that collects donations for charity – into play: each piece of furniture delivered carries a sticker with the suggestion to donate an old item. So many distinguishing aspects have caused the brand to triple sales in just four years and reach the position of second-best small company to work for in Santa Catarina and 5th place in the Brazilian ranking of retail companies in 2014, according to Great Place to Work. All this was achieved with the focus on the end consumer. “Our efforts are focused on transforming people’s homes into the best place in the world,” affirms Ronald.

145


VOLT.AG

A redução do valor das passagens é uma das grandes conquistas dos brasileiros na última década. Em 2014, mais de 55 milhões de bilhetes foram comercializados por menos de R$ 300,00. Gente que nunca teve a chance de voar está realizando o sonho de entrar num avião. Liberdade tarifária significa maior competitividade no setor e benefícios para todos. Uma senhora diferença da aviação de antigamente para a de hoje.

Quem voa pelo Brasil tem mu ito a comemorar . Acesse abear.com.br e impressione-se com a nossa aviação.

13,5%

DAS PASSAGENS CUSTARAM MENOS DE R$ 100,00 EM 2014

40%

FOI A REDUÇÃO NO VALOR MÉDIO DAS PASSAGENS

ENTRE 2002 E 2014


148 Expansão Expansion Azul vende voos da United Airlines Azul markets United’s destinations

156 Experiência Azul Azul Experience Serviços e dicas aos Clientes Services and tips for Customers

FOTO: DIVULGAÇÃO A ZUL

azuis

159 Mapa de Rotas Route Map Os destinos da companhia The company’s destinations

148


AZU IS | E X P A N S Ã O

Azul to market United Airlines destinations

Azul comercializa destinos da United APÓS FIRMAR UM ACORDO DE LONGO PRAZO, A COMPANHIA BRASILEIRA COMEÇA A VENDER PASSAGENS PARA AS CIDADES SERVIDAS PELA AÉREA AMERICANA AFTER ENTERING INTO A LONG-TERM AGREEMENT, THE BRAZILIAN COMPANY IS NOW SELLING AIRLINE TICKETS TO THE CITIES SERVED BY THE US-BASED CARRIER

A Azul iniciou a comercialização de passagens para os destinos servidos pela United Airlines ao redor do mundo, a partir de um acordo de interline. Dessa forma, com apenas um bilhete comprado por meio dos canais de venda da Azul – em até 10 parcelas sem juros –, os Clientes poderão se conectar às centenas de cidades atendidas pela empresa norte-americana. Ao longo dos próximos meses, todas as mais de 350 localidades servidas pela United serão incluídas no sistema da aérea brasileira. “A Azul, dona da malha mais abrangente do Brasil, conta agora com o apoio da United para expandir largamente suas fronteiras e a de seus Clientes. Ao lado de uma das maiores aéreas do mundo, podemos levar viajantes de São Paulo a Tóquio ou do interior do Rio Grande do Sul a Nova York com todo o processo de compra e check-in realizado por meio da companhia. Em suma, a parceria facilitará o acesso dos brasileiros às mais diversas localidades dos Estados Unidos e a dezenas de países servidos pela United”, afirma Antonoaldo Neves, presidente da Azul.

9 . 22 001155 148 A Z U L M A G A Z I N E | 0 1.

Os programas de fidelidade também passam a operar em conjunto. Clientes que adquirirem passagens da United por meio dos canais da Azul podem pontuar no TudoAzul ou no MileagePlus. Membros do TudoAzul passam a resgatar bilhete-prêmio na United, assim como os clientes do MileagePlus já fazem na Azul desde o ano passado. Juntas, Azul e United oferecerão ligações para mais de 450 destinos pelo mundo e mais de 6 mil voos diários. Os hubs da aérea norte-americana são Washington, Chicago, Denver, Houston, Los Angeles, San Francisco e Nova York/Newark. No Brasil, a United opera a partir de São Paulo (Guarulhos) e do Rio de Janeiro (Galeão). Já a Azul conta com 100 destinos em sua malha e oferece voos sem escalas para Fort Lauderdale/ Miami e Orlando, nos Estados Unidos. Os hubs da companhia são Campinas (Viracopos) e Belo Horizonte (Confins). Em junho, Azul e United celebraram uma parceria estratégica de longo prazo, em que a companhia norte-americana investiu US$100 milhões por 5% do valor econômico da aérea brasileira.


Na página anterior, os leões-marinhos do famoso Píer 39 de San Francisco. Nesta página, à esquerda, o bairro Alfama, em Lisboa; e, abaixo, Big Ben, Rio Tâmisa e London Eye, marcos da capital inglesa Previous page: sea lions at the famous Pier 39 in San Francisco. This page, left: the Alfama district in Lisbon; and below: Big Ben, the River Thames and the London Eye, landmarks of the UK capital

Confira alguns dos destinos da United oferecidos atualmente pela Azul: See some of the United destinations currently offered by Azul

ESTADOS UNIDOS Atlanta (ATL) Austin (AUS) Boston (BOS) Chicago (ORD) Dallas (DFW) Denver (DEN) Honolulu (HNL) Houston (IAH) Kahului (OGG) Las Vegas (LAS) Los Angeles (LAX) Minneapolis (MSP) Newark (EWR) Nova York - La Guardia (LGA) Nova York (JFK) Orlando (MCO) Phoenix (PHX) Pittsburgh (PIT) San Diego (SAN) San Francisco (SFO) Seattle (SEA) Washington (DCA) Washington Dulles (IAD)

OUTROS PAÍSES Cancún (CUN) - México Frankfurt (FRA) - Alemanha Hong Kong (HKG) - China Lisboa (LIS) - Portugal Londres (LHR) - Reino Unido Madri (MAD) - Espanha Munique (MUC) - Alemanha Paris (CDG) - França Pequim (PEK) - China Tóquio (NRT) - Japão Toronto (YYZ) - Canadá Vancouver (YVR) - Canadá Xangai (PVG) - China

Azul has begun selling tickets to destinations served by United Airlines around the world, through an interline agreement. Accordingly, with just one ticket purchased through Azul’s sales channels – payable in up to 10 installments with no interest – Customers can connect to hundreds of cities served by United. Over the coming months, all of the more than 350 locations served by United will be included in the Brazilian air travel system. "Azul – owner of the most comprehensive network in Brazil – now has the support of United to widely expand its frontiers, and those of its Customers. Alongside one of the world’s largest airlines, we can take travelers from São Paulo to Tokyo or from inland Rio Grande do Sul to New York, with the entire process of purchase and check-in carried out by Azul. In short, the partnership will facilitate Brazilians’ access to several locations in the United States and dozens of countries served by United,” said Antonoaldo Neves, president of Azul. The frequent flyer programs have also begun to operate jointly. Customers who purchase tickets on flights operated by United through Azul’s sales channels can earn points for TudoAzul or MileagePlus. TudoAzul members can now redeem points for United tickets, just as MileagePlus customers have already been doing on TudoAzul since last year. Together, Azul and United will offer connections to over 450 destinations and more than 6,000 flights daily. United’s hubs are Washington, Chicago, Denver, Houston, Los Angeles, San Francisco and New York/ Newark. In Brazil, United operates out of São Paulo (Guarulhos) and Rio de Janeiro (Galeão). As for Azul, it already has 100 destinations in its network – Brazil’s most comprehensive – and offers nonstop flights to Fort Lauderdale/Miami and Orlando in the United States. The Company’s hubs are Campinas (Viracopos) and Belo Horizonte (Confins). In June, Azul and United signed a strategic long-term partnership in which US-based carrier invested US$100 million for a 5% stake in the Brazilian airline.

FOTOS: VISITLISBOA.COM/DIV.; ANDREW PICKET T/ VISTBRITAIN/DIV.; DIVULGAÇÃO

149


PUBLIEDITORIAL AZUL CARGO

Mande bem com Azul Cargo. A mais ágil e pontual no transporte de carga aérea. Com presença em mais de 3.500 municípios, o serviço de entregas expressas porta a porta da Azul Cargo já é referência no mercado e, assim como as operações da Azul, mantém a alta confiabilidade demonstrada desde o início das operações. Fator primordial para o sucesso da Azul Cargo é a segurança, o que norteia o modo com que manuseia e transporta suas remessas, além de ser o primeiro valor da companhia. Produtos com alto valor agregado recebem no transporte aéreo um tratamento seguro, com poucos transbordos, tempo mínimo de permanência em armazéns e entregas rápidas ao destinatário, evitando assim riscos de roubos, perdas e avarias. Os clientes da Azul Cargo contam com um alto padrão de atendimento pós-vendas.

Para remessas urgentes, que podem ser despachadas até duas horas antes da decolagem de um voo e retiradas até duas horas após a chegada.

Entrega em domicílio ou retirada da carga no dia seguinte ao dia do envio para remessas destinadas às capitais e principais cidades brasileiras.*

Indicado para cargas de maior volume, e que tenham um prazo mais flexível para a chegada ao destino.

Serviço customizado para clientes de e-commerce que tenham distribuição frequente de pequenas encomendas.

Garante entrega porta a porta ou retirada até as 10h horas da manhã do dia seguinte ao dia do envio. Consulte lista de cidades atendidas.

Tarifas reduzidas para documentos até 100g.

Para informações sobre localidades atendidas, endereços das lojas, horários de atendimento, horários limite de despacho, restrições e rastreamento das remessas, ligue (11) 4003-8399 ou acesse: azulcargo.com.br


AZU I S | F R O T A

Our aircraft

Nossas aeronaves ATR 72 600 Quantidade de aeronaves/Number of aircraft: 45 Alcance/Scope: 1.650km Velocidade/Speed: 511km/h (Cruzeiro/Cruise); 560km/h (Máxima/Maximum) N° de assentos Economy/N° of Economy-class seats: 70 Peso máximo de decolagem/Maximum Takeoff Weight: 23.000kg Dimensões/Dimensions: 27,17m (Comprimento/Length); 27,05m (Envergadura/Wing Span); 7,65m (Altura/Height)

EMBRAER 190 Quantidade de aeronaves/Number of aircraft: 22 Alcance/Scope: 4.500km Velocidade/Speed: 850km/h (Cruzeiro/Cruise); 890km/h (Máxima/Maximum) N° de assentos Economy/N° of Economy-class seats: 106 Peso máximo de decolagem/Maximum Takeoff Weight: 51.800kg Dimensões/Dimensions: 36,24m (Comprimento/Length); 28,72m (Envergadura/Wing Span); 10,55m (Altura/Height)

EMBRAER 195 Quantidade de aeronaves/Number of aircraft: 62 Alcance/Scope: 4.100km Velocidade/Speed: 850km/h (Cruzeiro/Cruise); 890km/h (Máxima/Maximum) N° de assentos Economy/N° of Economy-class seats: 118 Peso máximo de decolagem/Maximum Takeoff Weight: 52.290kg Dimensões/Dimensions: 38,65m (Comprimento/Length); 28,72m (Envergadura/Wing Span); 10,55m (Altura/Height)

Airbus A330 Quantidade de aeronaves/Number of aircraft: 7 Alcance/Scope: 13.400km Velocidade/Speed: 871km/h (Cruzeiro/Cruise); 913km/h (Máxima/Maximum) N° de assentos Economy/N° of Economy-class seats: 248 (PR-AIV & PR-AIZ); 251 (PR-AIX, PR-AIY & PR-AIW) N° de assentos Business/Number of Business-class seats: 24 (PR-AIV & PR-AIZ); 27 (PR-AIX, PR-AIY & PR-AIW) Peso máximo de decolagem/Maximum Takeoff Weight: 230.000kg Dimensões/Dimensions: 58,82m (Comprimento/Length); 60,30m (Envergadura/Wing Span); 17,39m (Altura/Height)

151


AZU IS | L I N H A S D E Ô N I B U S

Exclusive transport

Transporte exclusivo CLIENTES AZUL CONTAM COM VÁRIOS ÔNIBUS EM SÃO PAULO E EM SANTA CATARINA. CONFIRA AS ROTAS E OS HORÁRIOS AZUL CUSTOMERS CAN RELY ON SEVERAL BUSES IN SÃO PAULO AND SANTA CATARINA. CHECK OUT THE ROUTES AND SCHEDULES

São Paulo Campinas (Viracopos)

A Azul oferece ônibus executivos gratuitos, com Wi-Fi e ar-condicionado, em lugares estratégicos nos estados de São Paulo e Santa Catarina. Entre a capital paulista e o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, a companhia opera linhas de 30 em 30 minutos. Para utilizar o serviço apresente seu cartão de embarque ou seu itinerário 15 minutos antes da partida do ônibus.

Shopping Tamboré (Alphaville)

Terminal Barra Funda (São Paulo-SP)

Shopping Eldorado (São Paulo-SP)

Sorocaba

Aeroporto de Congonhas (São Paulo-SP)

Azul offers free shuttle buses, with Wi-Fi and air conditioning, at strategic locations in the states of São Paulo and Santa Catarina. Between the São Paulo capital and Viracopos Airport, in Campinas, the company operates lines every 30 minutes. To use the service, present your boarding pass or itinerary 15 minutes before the departure of the bus.

Santa Catarina Blumenau

Navegantes

Aeroporto de Congonhas > Aeroporto de Viracopos > Aeroporto de Congonhas Congonhas Airport > Viracopos Airport > Congonhas Airport

segunda a sexta / monday to friday Congonhas > Viracopos

Viracopos > Congonhas

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

4:00 5:00 6:00 7:00 8:00 9:00 10:00 11:00 12:00 13:00 14:00 15:00 16:00 17:00 18:00 19:00 20:00

5:30 6:30 7:30 8:30 9:30 10:30 11:30 12:30 13:30 14:30 15:30 16:30 17:30 18:30 19:30 20:30 21:30

5:45 6:45 7:45 8:45 9:45 10:45 11:45 13:45 14:45 15:45 16:45 17:45 18:45 19:45 20:45 21:45 22:45 23:45 0:45

Chegada /Arrival

7:15 8:15 9:15 10:15 11:15 12:15 13:15 15:15 16:15 17:15 18:15 19:15 20:15 21:15 22:15 23:15 0:15 1:15 2:15

sábados / saturdays Congonhas > Viracopos

domingos / sundays

Viracopos > Congonhas

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

4:00 5:30 6:30* 8:30* 10:30* 12:30* 15:00* 18:00 19:00*

5:30 7:00 8:00 10:00 12:00 14:00 16:30 19:30 20:30

6:15 8:15* 9:45 11:15* 12:15 13:15* 16:15* 17:15 19:15* 21:45 23:15*

Chegada /Arrival

7:45 9:45 11:15 12:45 13:45 14:45 17:45 18:45 20:45 23:15 0:45

Congonhas > Viracopos

Viracopos > Congonhas

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

4:30* 6:30 8:30* 10:00 12:00* 14:00 15:00* 16:00 18:30 19:30*

6:00 8:00 10:00 11:30 13:30 15:30 16:30 17:30 20:00 21:00

7:15 10:15 12:15* 13:45* 15:45* 17:15 19:15* 20:45 22:15* 23:15*

Chegada /Arrival

8:45 11:45 13:45 15:15 17:15 18:45 20:45 22:15 23:45 0:45

*ônibus com parada no Shopping Eldorado / *buses stopping at Eldorado Shopping 2 . 2 015 154 A Z U L M A G A Z I N E | 0 9


Shopping Eldorado > Aeroporto de Viracopos > Shopping Eldorado Eldorado Shopping > Viracopos Airport > Eldorado Shopping

segunda a sexta / monday to friday

sábados / saturdays

domingos / sundays

Shopping Eldorado > Viracopos

Viracopos > Shopping Eldorado

Shopping Eldorado > Viracopos

Viracopos > Shopping Eldorado

Shopping Eldorado > Viracopos

Viracopos > Shopping Eldorado

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

4:30 5:30 6:30 7:30 8:30 9:30 10:30 11:30 13:30 14:30 15:30 16:30 17:30 18:30 19:30 20:30

6:00 7:00 8:00 9:00 10:00 11:00 12:00 13:00 15:00 16:00 17:00 18:00 19:00 20:00 21:00 22:00

6:15 7:15 8:15 9:15 10:15 11:15 12:15 13:15 14:15 15:15 15:45 17:15 18:15 19:15 20:15 21:15 22:15 23:15 0:15

7:45 8:45 9:45 10:45 11:45 12:45 13:45 14:45 15:45 16:45 17:15 18:45 19:45 20:45 21:45 22:45 23:45 0:45 1:45

4:00 5:30 7:00 9:00 11:00 13:00 15:30 18:30 19:30

5:30 7:00 8:30 10:30 12:30 14:30 17:00 20:00 21:00

5:45 8:15 9:15 11:15 13:15 16:15 17:45 19:15 20:45 23:15

7:15 9:45 10:45 12:45 14:45 17:45 19:15 20:45 22:15 0:45

5:00 7:00 9:00 10:30 12:30 14:30 15:30 16:30 18:30 19:30 20:00

6:30 8:30 10:30 12:00 14:00 16:00 17:00 18:00 20:00 21:00 21:30

5:45 9:45 12:15 13:45 15:45 17:45 19:15 20:15 21:15 22:15 23:15 0:15

7:15 11:15 13:45 15:15 17:15 19:15 20:45 21:45 22:45 23:45 0:45 1:45

Terminal Barra Funda > Aeroporto de Viracopos > Terminal Barra Funda Barra Funda Terminal > Viracopos Airport > Barra Funda Terminal

segunda a sexta / monday to friday Barra Funda > Viracopos

sábados / saturdays

Viracopos > Barra Funda

Barra Funda > Viracopos

domingos / sundays

Viracopos > Barra Funda

Barra Funda > Viracopos

Viracopos > Barra Funda

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

4:00 5:30 6:30 7:30 8:30 9:30 11:00 13:00 14:30 15:30 16:30 17:30 18:30 19:30 20:30

5:30 7:00 8:00 9:00 10:00 11:00 12:30 14:30 16:00 17:00 18:00 19:00 20:00 21:00 22:00

6:15 7:15 8:45 9:45 11:45 13:45 15:45 16:45 17:45 19:15 20:45 21:45 22:15 23:15

7:45 8:45 10:15 11:15 13:15 15:15 17:15 18:15 19:15 20:45 22:15 23:15 23:45 0:45

4:30 5:30 6:30 9:00 11:00 14:30 16:00 17:30 19:00 20:00

6:00 7:00 8:00 10:30 12:30 16:00 17:30 19:00 20:30 21:30

6:15 7:15 7:45 8:45 10:15 12:45 13:45 16:45 17:15 19:15 21:15 23:45

7:45 8:45 9:15 10:15 12:45 14:15 15:15 18:15 18:45 20:45 22:45 1:15

5:30 7:00 8:30 10:30 13:00 14:30 15:30 16:30 18:00 19:00 19:30

7:00 8:30 10:00 12:00 14:30 16:00 17:00 18:00 19:30 20:30 21:00

7:15 9:45 12:15 13:45 15:45 17:45 19:45 20:45 21:45 22:45 23:45

8:45 11:15 13:45 15:15 17:15 19:15 21:15 22:15 23:15 0:15 1:15

Shopping Tamboré > Aeroporto de Viracopos > Shopping Tamboré Tamboré Shopping > Viracopos Airport > Tamboré Shopping

segunda a sexta / monday to friday Tamboré > Viracopos

Viracopos > Tamboré

sábados / saturdays Tamboré > Viracopos

domingos / sundays

Viracopos > Tamboré

Tamboré > Viracopos

Viracopos > Tamboré

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

Saída/Departure

Chegada /Arrival

4:00 5:30 7:00 9:00 10:30 13:00 14:00 15:30 17:00 19:00 20:00

5:30 7:00 8:30 10:30 12:00 14:30 15:30 17:00 18:30 20:30 21:30

6:45 8:45 10:15 12:15 13:45 16:45 17:45 19:45 21:45 23:45

8:15 10:15 11:45 13:45 15:15 18:15 19:15 21:15 23:15 1:15

4:00 5:30 7:00 9:00 11:00 15:00 18:30 20:00

5:30 7:00 8:30 10:30 12:30 16:30 20:00 21:30

6:45 9:15 10:45 12:15 13:45 16:15 18:15 21:15 23:15

8:15 10:45 12:15 13:45 15:15 17:45 19:45 22:45 0:45

5:30 7:00 10:30 13:00 15:00 17:00 19:00 20:00

7:00 8:30 12:00 14:30 16:30 18:30 20:30 21:30

7:15 10:15 11:45 13:45 15:45 18:15 20:15 22:15 23:15

8:45 11:45 13:15 15:15 17:15 19:45 21:45 23:45 0:45

155


AZU IS | E X P E R I Ê N C I A A Z U L

Experiência

Azul

Azul Experience

NESTA SEÇÃO, REUNIMOS ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA TORNAR SUA VIAGEM SEGURA, TRANQUILA E CONFORTÁVEL IN THIS SECTION, WE LIST SOME IMPORTANT TIPS FOR MAKING YOUR TRIP SAFE, PEACEFUL AND COMFORTABLE

Aeroporto

Bagagem

Luggage

Na hora de preparar sua mala, lembre-se: o limite total para bagagem despachada é de 23kg. A de mão deve pesar até 5kg e não pode conter objetos cortantes e inflamáveis. When packing your suitcase, remember: the total limit for checked baggage is 23kg. Carry-on luggage must weigh no more than 5kg and must not contain any sharp or flammable objects.

Airport

A Azul recomenda que você chegue ao aeroporto pelo menos uma hora antes de seu embarque, no caso de voos nacionais. E duas horas antes, em viagens aos EUA.

TudoAzul

TudoAzul

Para garantir pontos no programa de vantagens informe sempre seu CPF em suas reservas ou na hora do check-in. Se você ainda não é Cliente TudoAzul, cadastre-se e ganhe 1.000 pontos de boas-vindas. To ensure your points for the loyalty program, always give your CPF number when booking flights or at the time of check-in. If you’re not yet a TudoAzul Client, sign up now and get 1,000 points as our welcoming gift. VOEAZUL.COM.BR/TUDOAZUL/AZUL-MAGAZINE

Azul recommends that you get to the airport at least one hour prior to your departure, in case of domestic flights. And two hours earlier when travelling to the USA.

Bem-Estar

Well-Being

- Faça uma alimentação leve e hidrate-se bem antes de embarcar - Prefira viajar com roupas confortáveis - Caso se sinta mal durante o voo, se necessário, utilize o saquinho disponível no bolsão à sua frente - Se sentir um desconforto nos ouvidos devido à mudança de altitude, tampe o nariz e engula saliva algumas vezes. - Have a light meal and make sure you’re well-hydrated before boarding - Choose comfortable clothing for flying - If you feel ill during the flight, if necessary, please use the airsick bag available in the seat-back pocket in front of you - If you experience discomfort in your ears due to changes in altitude, cover your nose and swallow your saliva a few times.

156 A Z U L M A G A Z I N E | 01 92 .. 22 001154

Ônibus Azul

Documentos

Documents

Sempre que viajar com a Azul, tenha em mãos um documento de identificação em bom estado e com foto. Apresente-o no balcão de check-in e no portão de embarque. Whenever you fly with Azul, please have a valid photo ID in good condition with you. Show it at the check-in counter and at the boarding gate.

Azul Bus

Serviços de ônibus para o aeroporto estão disponíveis em São Paulo e Santa Catarina. Não é necessário fazer reserva. Apenas apresente seu cartão de embarque. Confira a tabela de horários em nossos canais de atendimento e no site. Bus service to the airport is available in São Paulo and Santa Catarina. No reservation is needed. Just show your boarding pass. Check out the timetables on our service channels and on our website.


Dicas para o

check-in

Tips for check-in

A AZUL OFERECE CINCO MANEIRAS DIFERENTES PARA REALIZAR O SEU CHECK-IN*. ESCOLHA A QUE MELHOR SE ADAPTA ÀS SUAS NECESSIDADES AZUL OFFERS FIVE DIFFERENT WAYS TO HANDLE YOUR CHECK-IN. CHOOSE THE ONE THAT BEST SUITS YOUR NEEDS

Totem check-in Para os Clientes que preferem o método tradicional de check-in, a Azul disponibiliza totens de autoatendimento nos aeroportos. For customers who prefer the traditional method of check-in, Azul offers self-service totems at airports.

SMS check-in

Web check-in

Basta enviar um SMS para o número 26990 com o localizador do voo ou o CPF do passageiro. Ao final do processo, o Cliente recebe um SMS com o link para o acesso ao cartão de embarque.

No site da Azul é possível fazer o check-in de forma rápida e simples a partir de 48 horas antes de seu embarque. Perfeito para quem tem fácil acesso a computadores e quer economizar tempo.

Just send a text message to 26990 with the reservation code or passenger’s CPF number. At the end of the process, you will receive a text message with a link to access your boarding pass.

On Azul’s website, you can check in quickly and easily up to 48 hours prior to your departure. Perfect for those who have easy access to computers and want to save time.

App check-in Com o aplicativo da Azul, disponível gratuitamente para os sistemas iOS e Android, o bilhete fica guardado no passbook do smartphone e é possível embarcar mostrando apenas a tela do aparelho. With the Azul app, available free-of-charge for iOS and Android systems, the ticket is saved in the smartphone’s passbook and you can board just by showing the screen of your device.

Fast check-in Para utilizar esta opção é preciso apenas digitar o endereço FC.VOEAZUL.COM.BR no navegador do celular e inserir uma das quatro alternativas de informação: número do localizador, RG, CPF ou número do Tudo Azul. To use this option, you need only to enter the address FC.VOEAZUL.COM.BR in the browser of your mobile device and enter one of four information alternatives: reservation code, RG, CPF or TudoAzul number.

Clientes com conexão para voos da United Airlines em Guarulhos devem dirigir-se diretamente ao Terminal 3. Não há necessidade de refazer o check-in e nem despachar novamente as bagagens Clients with connecting flights from United Airlines in Guarulhos must head directly to Terminal 3. There is no need to repeat the check-in nor to dispatch the luggage again

157


AZU I S | M A P A D E R O T A S

Orlando Ft. Lauderdale/Miami

Caiena

Boa Vista

Porto Trombetas

Macapá Belém

Santarém

Manaus

São Luís

Parintins

Parnaíba

Altamira

Tefé

Tucuruí

Tabatinga Itaituba

Marabá Imperatriz

Fortaleza

Teresina

Natal

Carajás

Fernando de Noronha

Juazeiro do Norte João Pessoa Recife

Porto Velho Alta Floresta

Rio Branco Ji-Paraná

Petrolina Paulo Afonso

Palmas

Maceió

Sinop Barreiras

Cacoal

Aracaju Lençóis

Vilhena

Feira de Santana Salvador Valença

Vitória da Conquista

Brasília

Cuiabá

Goiânia

Rondonópolis

Patos de Minas

Rio Verde

Caldas Novas Uberlândia

Corumbá

Uberaba S. J. do Rio Preto

Campo Grande Bonito

Araxá Divinópolis

Três Lagoas

Araçatuba Ribeirão Preto Presidente Prudente Bauru Dourados Marília São Paulo (Congonhas)

Cascavel

SÃO 104 DESTINOS, MAIS DO QUE O DOBRO DA CONCORRÊNCIA, EM 850 VOOS DIÁRIOS THERE ARE 104 DESTINATIONS, MORE THAN TWICE AS MANY AS THE COMPETITION, ON 850 DAILY FLIGHTS

Montes Claros Porto Seguro Teixeira de Freitas Governador Valadares Ipatinga (Confins) Belo Horizonte (Pampulha)

Vitória Zona da Mata Campos dos Goytacazes Macaé Cabo Frio Dumont) Rio de Janeiro (Santos (Galeão)

São Paulo

(Guarulhos)

Curitiba

Foz do Iguaçu

Pelos ares

Campinas

Londrina

Maringá

Our route network

Ilhéus

Chapecó

Joinville

Passo Fundo Caxias do Sul

Navegantes Florianópolis Criciúma

Santa Maria Porto Alegre Pelotas

159


PUBLIEDITORIAL TudoAzul

TudoAzul o programa de vantagens fácil de ganhar e fácil de viajar! No TudoAzul você ganha até cinco pontos a cada R$ voado. A partir de 1.000 pontos você pode obter descontos na passagem e, a partir de 5.000 pontos, pode resgatar viagem de graça para vários destinos em todo Brasil. Também é possível usar os pontos em viagens internacionais. Clientes TudoAzul também podem transferir pontos de seus cartões de crédito, pois temos promoções recorrentes e parcerias com os principais bancos do país, além de diversas empresas no varejo. Temos quatro categorias: TudoAzul, TudoAzul Topázio, TudoAzul Safira e TudoAzul Diamante.

TUDOAZUL

TOPÁZIO

SAFIRA

DIAMANTE

categoria inicial

4.000

8.000

20.000

pontos qualificáveis

pontos qualificáveis

pontos qualificáveis

Adquira o cartão TudoAzul Itaucard e ganhe 10% de desconto em todas as passagens da Azul E vários outros benefícios. Saiba mais em: voeazul.com.br/tudoazulitaucard

Complete sua viagem comprando pontos TudoAzul TudoAzul Sem saldo suficiente para completar sua passagem ou aproveitar nossas promoções? Compre agora no nosso site. http://tudoazul.voeazul.com.br/web/azul/comprar-pontos

Conheça alguns dos nossos parceiros Ganhe pontos mesmo quando não estiver voando:

Cadastre-se e ganhe 1.000 pontos voeazul.com.br/tudoazul/azul-magazine


A ZUI S

PA N O R Â M I C A Yuri Barichivich

Olhar marcante A striking look

O capixaba Yuri Barichivich fez este registro numa tarde de outono, em 2014, quando passeava pela Ilha das Caieiras, em Vitória. “Havia várias crianças no Rio Santa Maria, pulando do píer e se divertindo. Não resisti, saquei a câmera e comecei a clicá-las. Então este garoto relaxou e virou-se para mim”, conta o fotógrafo. Espírito Santo native Yuri Barichivich took this picture on an autumn afternoon in 2014, as he was strolling around Ilha das Caieiras, in Vitória. “There were several children in the Santa Maria river, jumping off the pier, just having fun. I couldn’t resist: I pulled out my camera and started snapping pictures of them, until this kid relaxed and turned toward me,” says the photographer.


Azul 29 completa  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you