Page 1

ano 9 • edição 59 • junho 2009

edição 59 junho 2009

Os riscos e os sucessos de quem, a partir das atitudes e decisões pessoais, transforma o segmento de beleza no Morumbi

veja mais! • Especial Educação: O que muda com o novo Enem? • Especial Corpo & Mente • Em Vitrine: O barato dos brechós do bairro

página 8 editora


Carta ao leitor

an o 9 • ed i ç ã o

59

• junho 2 0 0 9

Página 8 Editora Ltda.

Os meus, os seus, os nossos objetivos

DIRETORIA Denise Gonçalves, Elisabeth Resende e Vania Ferreira

O

que faz alguém levantar da cama todos os dias? O despertador? Só ele? Sempre achei essa pergunta crucial. Importante na vida pessoal e também na trajetória profissional de pessoas/empresas/marcas, que devem equilibrar o exercício da sobrevivência com o da supervivência. Temos tanto que sobreviver quanto procurar fazer algo mais do que isso, ir além do mínimo, do obrigatório. Vivemos essa experiência aqui na Dolce também. Alguém já prestou atenção aos projetos sociais que apoiamos? Eles estão aqui ao lado, nesta mesma página. O Recicla Morumbi é uma iniciativa gestada por Eleine Bélaváry, que trabalha na Afras (braço dedicado à Responsabilidade Social da Associação Brasileira de Franquias), mas também mora no Morumbi e implantou aqui esse projeto-piloto voltado à conscientização ambiental, hoje presidido pelo querido Michel Lam. Apoiamos também a Escola do Povo. É um projeto ousadíssimo que tem como missão erradicar o analfabetismo em Paraisópolis. Pretende também ser a primeira comunidade carente no Brasil a chegar a esse objetivo. Ousadíssimo, concorda? Pode ser ousado e difícil, mas é possível. Um passo por vez. De alfabetizado em alfabetizado, dentro de alguns anos espera-se não haver mais na 2ª maior comunidade carente de São Paulo jovens e adultos condenados à falta das oportunidades reservadas àqueles que sabem ao menos ler o destino do ônibus que vão pegar. Gente que vai poder estudar, se especializar em algo que possa ser trocado em nossa sociedade – inclusive para nosso próprio benefício. Fico feliz em ver que esse projeto passou de um sonho e está virando realidade. Neste mês de maio foi realizado um jantar beneficente, em parceria com a Casa da Fazenda do Morumbi, buscando angariar fundos para formar as turmas do 2º semestre de 2009. Foi marcante ver o Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis, conseguir assegurar as turmas desse próximo semestre através da participação ativa de vários colaboradores. Se você chegou até o final deste texto, pôde entender um pouco mais sobre aquilo em que acreditamos, pelo que torcemos, e o que fazemos quando toca o despertador. Agora é com você: uma ótima leitura, e que você desfrute de cada mensagem que passamos nestas páginas. Até o próximo mês!

Denise Gonçalves denise@editorasupernova.com.br

sumário

CAPA 08 Fazendo a cabeça do Morumbi Especiais 35 educação 54 corpo & mente 66 brechós Seções 20 Achados Ele & Ela 26 Bem-casado 46 em foco

6

Morumbi

18 26 30 34 60 62 64 74

PUBLISHER Denise Gonçalves • denise@editorasupernova.com.br PRODUÇÃO E ARTE - DIREtora

Vania Ferreira • vania@editorasupernova.com.br REDAÇÃO Fran Oliveira / Mtb 47.074 • editorial@editorasupernova.com.br Roseli Gonçalves • pauta@editorasupernova.com.br CAPA Luiz Antonio R. Vendramini. Foto JAF. Agradecimentos: LO Studio e Meire Carriel JORNALISTA RESPONSÁVEL Jorge Fernando Jordão / Mtb 25.370 DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO e COMERCIAL DIREtora

Elisabeth Resende • elisabeth@editorasupernova.com.br ASSISTENTE Comercial

Alice Cristina Gonçalves • comercial@editorasupernova.com.br ASSISTENTE administrativo

Renata Nakazawa • administracao@editorasupernova.com.br ASSESSORIA JURÍDICA

João de Paulo Neto • jpn.adv@aasp.org.br REPRESENTANTES COMERCIAIS

Ana Paula Freitas, Cilmara Ferreira, Mirella Vedrano e Sergio Falsetta COLABORARAM NESTA EDIÇÃO: Claudia Castellan, Floriano Serra, JAF (fotos), Lívio Giosa, Luiz Antonio R. Vendramini, Marcelo Negrão, Paulo Roberto Amaral, Renata Agostine, Renato Corrêa, Rosa Richter, Roseli Gonçalves (revisão) e Thais Narkevitz Tiragem 15 mil exemplares - IMPRESSÃO CLY DISTRIBUIÇÃO Gratuita • via courier para mailing VIP TRÁFEGO Ronaldo Ferreira Revista DOLCE Morumbi é uma publicação da Página 8 Editora Ltda.-ME. A editora não se responsabiliza pelas opiniões emitidas nos artigos assinados. Ninguém pode retirar produtos nem quaisquer outros materiais em nome desta publicação sem autorização expressa, por escrito, em papel timbrado, da diretoria da Página 8. CARTAS PARA A REDAÇÃO Av. Dr. Guilherme D. Villares, 2309 B 05640-004 – SP atendimento@ editorasupernova.com.br Tel.: (11) 3464-6600 Fax: (11) 3464-6612

DOLCE apoia:

reciclamorumbi.com.br escoladopovo.org

Colunas moda Beleza de impacto • por Claudia Castellan egotrip Rally Dakar: sonho e teste de sobrevivência TEST DRIVE CR-V, o crossover da Honda • por Renato Corrêa esporte Durma bem e faça seu dia render mais • por Marcelo Negrão Cidadania Mais uma etapa concluída • por Rosa Richter Pensata Detalhes, importantes detalhes • por Paulo Amaral CORPORATIVO Bom profissional, boa formação • por Lívio Giosa final feliz Queimando o filme do Amor • por Floriano Serra junho 2009


capa

por Fran Oliveira • fotos Jaf

Nos últimos anos, o Morumbi acompanhou o surgimento constante de salões de beleza. A pedido de Dolce, o consultor Wellson Ferreira avalia porque estes negócios deram certo – e quais riscos correram. Em comum, adiantamos algumas características: não pertencem a franquias, são enormes e por trás de cada um deles existe uma história empreendedora. Assim que me vê, um jovem baixo, olhos castanhos-esverdeados, calça e camisa pretas, dirige-se até mim e se apresenta. “Eu sou o Denny”. Convida-me para subir ao segundo andar do salão Denny Art in Hair, senta-se em um sofá e vai logo dizendo: “Ninguém tem uma história como a minha!”. Aos19 anos, o rapaz, batizado Denizart, fez um curso no Sindicato de Cabeleireiros de Ribeirão Preto incentivado pelo amigo que cortava seu cabelo. Depois desta primeira experiência, matriculou-se no curso de formação de profissionais do Soho, em São Paulo. Por três anos, todas as semanas, levantava cedo e pegava o ônibus com destino à Alameda Santos. Sempre dava um jeito de conseguir um canto para dormir. Só que um dia não deu tanta sorte. Denny vagava pela Avenida Brigadeiro Luis Antonio quando encontrou uma pensão barata. Olhando a cidade pela janela do ‘muquifo’, relembrava a infância e a adolescência difíceis passadas na roça, no canavial, como servente de pedreiro e office-boy. Já deitado na cama e prestes a dormir, pensava em um dia ter o próprio negócio. Enquanto isso não acontecia, ia trabalhar muito. Quando ganhasse um salário de mil reais, sonho que alimentava dia-a-dia, casaria com a noiva Sidneia Aparecida. Três anos depois, Denny formou-se e conseguiu uma vaga de monitor no curso em que era recém-formado. Na mudança para São Paulo alojou-se em um apartamento que o salão usava como depósito. Ele não gastava com aluguel e passou a ganhar mil reais. Quatro meses depois, casou-se. Há treze anos, Denny entrou no Soho do Portal do Morumbi. Alugou uma casa próxima. Em dois anos, tornou-se subgerente, viajou para Paris, conheceu outros estados e, já na condição de gerente, foi convidado para se tornar sócio de um Soho. Para isso, no entanto, precisava desembolsar R$ 225 mil. Os únicos bens que possuía eram um Astra quatro portas e o apartamento que pagava há seis anos. Nas visitas à igreja Universal sempre lia uma passagem da Bíblia que diz “você deve ser cabeça e não cauda”. Ele sonhava em encarar o próprio negócio, mas não possuía dinheiro para investir. Numa atitude repentina, entregou seu carro no altar da igreja e pediu a Deus que fizesse algo diferente em sua vida. A mudança começou de forma inesperada. Foi com pesar que Denny recebeu a notícia do fechamento do Soho do Portal. Estava sem carro e em breve estaria sem trabalho. Atendendo um cliente

8

Morumbi

junho 2009


Desde adolescente Denny sonhava em montar o pr贸prio neg贸cio

junho 2009

Morumbi

9


capa

Por que o salão fez sucesso?

Todo negócio começa com um sonho; esse jovem sonhador tinha os temperos certos aos grandes empreendedores: TPM (Trabalho, Persistência e muita Motivação) para superar os obstáculos que a vida lhe ofereceu.

Quais riscos correu?

Montar um negócio baseado somente na fé é um risco que os grandes empresários não podem se dar ao luxo, mas felizmente ele encontrou um “tutor”, que, além de acreditar em seu sonho, lhe emprestou dinheiro e, com certeza, também uma boa orientação para tocar o negócio.

sério, que não permitia grandes liberdades, comentou: “os funcionários estão alvoroçados, não sabem o que fazer, pois o salão vai fechar”. Para sua surpresa, ele se manifestou: - Vá ao meu escritório. Semanas depois, estava frente a frente com seu cliente, que questionou: - Quanto custa para montar aquele salão? - Uns R$ 150 mil. - Eu disponibilizo para você R$ 30 mil. Não quero cheque-caução, nem ser teu sócio, nem que assine nada. Quero que realize teu sonho. Imponho que não compre um carro melhor, não use o dinheiro para coisas supérfluas e não me pergunte porque estou fazendo isso porque nem eu sei. Aquela conversa deixou Denny transtornado. Estava com duas perguntas na cabeça: “Como uma pessoa que não sabe nada da minha vida faz uma proposta dessas?” e “Como ia conseguir com R$ 30 mil?”. Na conversa, uma frase do cliente ficou gravada em sua mente: “Na vida você escolhe: ou é rabo de baleia ou cabeça de sardinha”. Denny lembrou da passagem da Bíblia: “Você tem que ser cabeça e não cauda”... e tomou sua decisão: - Cabeça de sardinha, é o que eu quero ser. Com R$ 30 mil Denny não conseguiria comprar a estrutura do salão (por volta de R$ 100 mil) e ainda pagar o aluguel. Procurou dona Márcia, a

dona do espaço, e contou sua história. - Mas isso é um sinal de que este negócio tem que ser seu. Dona Márcia comprou a estrutura do salão compensando com um reajuste no aluguel. No dia 9 de setembro de 2006 o Soho do Portal fechou. No dia 23 de setembro Denny inaugurou o seu, ainda sem nome, apenas com uma faixa: “Nós continuamos aqui”. O nome veio depois, ideia da manicure Maria Mirtes, que pensou em separar o nome Denizart, que virou Denny Art. O nome, do qual muitos colegas tiravam sarro, acabou se tornando de grande serventia. No final do ano passado, Denny inaugurou um segundo salão no Real Parque. Lá quem fica é sua mulher, também formada cabeleireira. O cliente sério, pela correria de seu trabalho, não foi mais cortar o cabelo com o Denny, mas sua esposa, sua filha e sua sogra frequentam o salão. Os R$ 30 mil estão sendo descontados em serviços. Um administrador no salão Carlos Schiliró Jr. é educado, fala com voz pausada. Ele mostra com detalhes o salão que passou recentemente por mãos de arquitetos e decoradores. No andar de cima, destacam-se frases referentes à beleza e cada uma das dez salas para tratamentos estéticos foi batizada com nomes de ícones como Boss, Gucci, Anna Pegova etc.

Consultor em beleza Wellson Ferreira, nesta matéria, deu as dicas valiosíssimas sobre o empreendedorismo na área de beleza. O consultor de negócios, antes mesmo de começar a graduação em Ciências Contábeis e Gestão de Marketing, já possuía o próprio escritório de contabilidade, que, além de outros clientes, prestava assessoria para o Soho. A partir desta experiência, resolveu montar o próprio salão e lá se vão mais de 20 anos neste ramo. O empresário chegou a ter quatro salões, mais de 100 funcionários e desenvolveu um sistema de gerenciamento para salões de beleza (software) chamado Hair System, que atendia aproximadamente 550 clientes pelo Brasil. Aos poucos, Wellson foi se tornando um consultor para quem pretendia abrir a própria empresa. Para isso, foi em busca de formação e cursos, é formado também em Psi-

10

Morumbi

cologia aplicada a negócios e possui formação em Coach (desenvolvimento de competências) pelo ICI – Internacional Coaching Institute (Certificado pela Federação Internacional de Coach USA). Hoje Wellson tem mais uma empresa, a Avanto, que trabalha com educação empresarial, atuando na área de treinamentos e consultoria comportamental, ajudando os empresários a desenvolverem todo o seu potencial para administrar os negócios e a própria vida. O empresário-consultor diz que o sucesso no negócio possui uma fórmula: “gestão administrativa, financeira e pessoas de confiança ao lado do empreendedor” ajudando-o a tocar a empresa.

junho 2009


Depois de 30 anos atuando em bancos, Schiliró resolveu investir em uma área totalmente nova: beleza Carlos conseguiu seu primeiro emprego em um banco, através de um anúncio no jornal. Ele trabalhou na retaguarda de três bancos franceses e um nacional, sempre na área administrativa e de tecnologia. Formado em Economia, o empresário herdou a veia executiva do pai. No primeiro contato se sobressai uma característica: a obsessão pela qualidade nos processos de trabalho. O perfil racional o faz fugir das perguntas pessoais. Schiliró é vaidoso e exala o perfume Ferrari. Veste-se discretamente, mas com elegância. “É preciso se apresentar bem”. No entanto, ele não sabe fazer hidratação nem manipular uma tesoura, mas para isso conta com profissionais treinados. Sua atuação se dá na gestão do negócio. Seu lado profissional pauta-se em um único objetivo: prestar o melhor serviço em busca da satisfação do cliente. Depois de 30 anos dedicados a trabalhos em bancos, há dez anos Schiliró foi convidado para ser investidor de uma rede de salões. Na condição de investidor, não poderia opinar nem interferir na administração, mas ele tinha muitas ideias, queria mudar alguns processos para melhorar a qualidade. Passados alguns anos, decidiu, então,

junho 2009

assumir dois salões, um no Morumbi, o LO Studio, e outro na Vila Nova Conceição. Schiliró levanta cedo, faz exercícios na esteira, alguns aeróbicos e depois vai cuidar de sua agenda, pois ainda trabalha como consultor em estratégia, gestão e tecnologia para bancos e outras empresas. Para facilitar a vida faz uso do celular, computador e internet. À tarde dedica-se para o LO Studio, que hoje é uma das grandes prioridades em sua vida. Lá investe seu conhecimento de planejamento e gestão: conta com consultores técnicos e tem um departamento administrativo dotado de programa informático específico, cuja sala é decorada com um quadro florido feito por sua esposa, Roseli Schiliró. Carlos é um administrador com habilidade em gestão e obstinado por metas. Ele faz planejamento semestral no LO Studio e realiza reuniões estratégicas com os cerca de 60 funcionários. O empresário está sempre em busca de melhorias, por isso o salão passou recentemente por uma reforma. A decoração é jovem, descontraída e chique. As clientes podem degustar espumantes, diferentes tipos de café com opções de salgados, incluindo o famoso “pão de queijo da Rute”.

Por que o salão fez sucesso?

No universo dos salões de beleza, um gestor com visão aguçada do futuro do negócio pode fazer maravilhas em um ramo que cuida pouco da gestão corporativa. O Carlos trouxe competência administrativa para sua empresa e aprendeu a valorizar seu cliente interno (equipe) e seu cliente externo com qualidade máxima ao serviço.

Quais riscos correu?

No início do negócio, por ter entrado apenas como investidor, desconhecendo um ramo de atividade com particularidades que só quem vive dentro dele conhece.

Morumbi

11


capa

Por que o salão fez sucesso?

Quando uma pessoa se dispõe a ter maior qualidade de vida, pois está insatisfeita com a vida que leva, já tem 50% de chance de encontrar o sucesso. Ao unir isso com competência em gerir pessoas, digo que já superou os outros 50%. A necessidade humana de se obter satisfação pessoal e profissional faz com que supere qualquer obstáculo.

Quais riscos correu?

O maior risco que vejo foi largar uma carreira promissora em uma grande empresa, mas quantos já não fizeram isso e se deram bem, então, os riscos valeram a pena.

Há quatro anos, quando o empresário assumiu o LO Studio, ele teve que reavaliar sua forma de trabalho, pois não tinha nenhuma experiência neste ramo. Ele buscou orientações técnicas e estratégicas com profissionais de renome que trabalhavam há muitos anos na área e fez grandes amigos. Um deles disse um dia: “o melhor dos profissionais de beleza é que eles tornam as pessoas mais felizes pelo fato de torná-las mais belas”. Schiliró nunca havia pensado pelo lado da felicidade. Ele passou a entender que sua equipe proporciona isso diariamente. Nos bancos ele estava sempre resolvendo problemas, mas com uma distância razoável dos usuários finais. Agora, com o LO Studio, o administrador mantém contato próximo com funcionários e clientes. Ele vive em constante processo de reciclagem. Em busca dos sonhos Adriana Lara está sempre de alto astral, é expansiva, bonita, mantém as unhas impecavelmente pintadas e recentemente fez um corte chanel nas loiras madeixas. A jovem empreendedora emoldurou todas as matérias que saíram sobre o Breeze Studio e colocou sobre uma mesa de vidro na entrada no salão. O espaço é amplo, com uma decoração que une o moderno com o clássico, perceptível em detalhes como a barbea­ria temática feita com objetos garimpados em antiquários.

Apesar de Adriana testar nos cabelos todos os produtos oferecidos pelo salão (exceto de alisamentos, pois já possui cabelos lisos) sua competência é marketing. Formada em Comércio Exterior, pós-graduada em Marketing com especialização em Gestão por Competência na ESPM, a jovem empreendedora foi supervisora nacional de vendas da Ripasa Papel e Celulose, onde supervisionava 42 pessoas do telemarketing ativo e passivo. Durante três anos dedicou cerca de 14 horas do seu dia ao trabalho. Até que se questionou: - Onde está minha qualidade de vida? E os meus sonhos? Nem mesmo conseguia ir a uma academia, pois entrava no trabalho às sete da manhã e nunca conseguia sair antes das sete da noite. Mesmo com a carreira em ascensão, havia um vazio que só poderia ser preenchido pelo sonho de ser mãe, que ia de encontro a um cenário de correria. Deu um basta, chorou uma semana, mas saiu do trabalho. Quatro meses depois engravidou e viu seu sonho crescer dia-a-dia. Após o nascimento da filha, Isabelle, Adriana prestou consultoria para um salão de beleza e conseguiu, dentro de 45 dias, aumentar o faturamento em 35%, sem que o empresário tivesse colocado a mão no bolso. Sua principal estratégia foi mostrar a importância de oferecer mais serviços aos clientes, além daquele que ele foi procurar. Com o passar dos anos, um novo sonho co-

Adriana Lara abandonou uma carreira promissora para ser mãe. Logo depois, realizou outro sonho: abriu, com duas sócias, o próprio salão

12

Morumbi

junho 2009


capa meçou a nascer, o de ter o próprio salão. Junto com as sócias Luciana Raposo – de quem é madrinha de casamento – e Eliana Laganaro inaugurou o Breeze em novembro de 2008. As três sócias estão remando juntas e têm planos para o futuro, como abrir franquias e implementar novidades, como o Breeze Studio Eventos, esta última contada apenas por e-mail, dias depois da entrevista. Agora, além de ser um espaço de beleza, o Breeze é também um espaço para eventos ligados a Beleza, Moda e Confraternização.

Adriana Brunelli, grávida de nove meses, ainda estava às voltas com a construção do prédio que abrigará seu salão e outras lojas de beleza

14

Por que o salão fez sucesso?

A Adriana já vivia no mundo da beleza, e, por isso, foi mais fácil entender as nuances do negócio. Juntando uma pitada de gestão administrativa, tino comercial e gestão humana, ela fez a receita do sucesso em um ramo de atividade concorridíssimo, onde somente com grande competência é possível sobressair.

Morumbi

Quais riscos correu?

A juventude sempre vem aliada a uma dose de ingenuidade e maturidade, mas nesse caso veio aliada a muita disposição e desejo de superação, que são inerentes aos grandes administradores.

Na correria Adriana Brunelli anda na moda. No dia da entrevista me recebeu com calça preta colada estilo saruê, camiseta preta, lenço dourado ao pescoço e, na mão esquerda, um anel com as palavras “Amor para sempre” dado pelo marido, Luiz. No dia da foto, fez uma megaprodução com um lindo vestido preto. A empresária é agitada e raras coisas a deixam de mau humor. Agora, por conta da gravidez de nove meses, está acordando mais tarde, dá um sono. Na medida em que toma dois cafés expressos com adoçante, fala de seus amores: o marido, Luiz, e os filhos, Bruno e o bebê que está por nascer. Enquanto conversávamos, um engenheiro liga. Ela diz que a documentação vai ficar na recepção do salão. Há pouco tempo conseguiu o Habite-se da construção, mas ainda está ocupada com arquitetos e bombeiros, além de ultrassons. Ela montará uma espécie de shopping da beleza, um prédio de dois andares e mezanino, que abrigará seu atual salão, o Image Hair, e outras lojas ligadas à área da beleza, como butiques de roupas e acessórios, spa, podólogos, fisioterapeutas, barbearia, academia, café e lava-rápido. A sempre bem-humorada Adriana iniciou sua carreira como booker em agência de modelos. Quando fez 21 anos montou a Mondiale, uma agência de atores e modelos publicitários. Sua paixão pelo mundo da beleza a levou para outro negócio: salão. Adriana montou o Image Hair há seis anos no Morumbi. Seu papel é administrar e cuidar do relacionamento, batendo papo com as clientes. Ela tem o dom de se comunicar. Como a empresária vive procurando atividades, montou outra agência de modelos, a Angels, em Sorocaba, e ainda arruma tempo para colocar

junho 2009


capa o filho Bruno na perua escolar, organizar a agenda e comprar roupinhas para o nenê. Invariavelmente, os amigos a questionam como consegue concentrar tantas atividades, ainda mais na gravidez. Adriana não pensa muito nisso, ela tem um pique inesgotável. Enquanto a empresária falava sobre os pacotes de beleza do Image, uma cliente sai do salão e deseja: - Dri, tenha uma boa hora. Adriana levanta a blusa e coloca a mão sobre a barriga redonda. Volta à conversa. “Dentro dessa loucura toda, o que mais gosto é de fazer utrassom para ver a carinha dela”. Em tempo: Adriana deu à luz em 22 de maio no Hospital São Luiz. É uma linda menina, Pietra. g

Beleza Pura Há muitos anos o Morumbi tem acolhido salões, cada um com sua história e desafios: Mercedes Dios criou o Laces and Hair há 50 anos. A empresária desenvolveu técnicas para cuidar do cabelo de maneira saudável pesquisando ervas e flores. Entre tratamentos exclusivos, criou o “Encanto da Lua Cheia”, para fortalecimento e crescimento dos fios, que acontece sempre no primeiro dia de lua cheia. Em 1986, Harumi Kawano foi para o Japão onde fez um curso de cabeleireiro e atuou em diversos salões. De volta, em 1990, trabalhou em um salão na Av. Paulista por oito anos. Neste meio tempo, apostou numa região que estava em crescimento, o Morumbi, e comprou um terreno onde, mais tarde, em 1998, abriu o Ópera Hair. A proprietária, além de administrar o Ópera, dedica-se ao que mais gosta de fazer: ser cabeleireira. Alice Terceiro deixou sua clientela no Paraíso para iniciar um negócio na região. Há 11 anos inaugurou o Studio Morumbi, dando seguimento à sua profissão. Há três anos, Marlene Abreu entrou na sociedade, como um desafio profissional. As sócias fazem cursos constantes, tanto no Brasil como no exterior, estão sempre investindo na estrutura do espaço e atualizadas com as novas tecnologias. O Neo Studio é administrado por Romualdo Bergamini Neto, mas possui cinco sócios, a maioria do ramo de salões de beleza. Inaugurado em novembro de 2007, o Neo apostou no potencial do segmento de beleza e saúde e, também, na prosperidade do Morumbi. Com uma equipe consolidada, o próximo passo será investir em novas lojas.

16

Morumbi

junho 2009


achados

produção Renata Agostine

Pendrive

iPod Touch

Ipod Touch 32 GB R$ 1.599 FNAC Morumbi Shopping

Celular

LG Cookie R$ 749 Fast shop Morumbi Shopping

Mimobot R$ 159 imaginarium Morumbi Shopping

Celular

Sony Ericsson C 905 R$ 2.199 FNAC Morumbi Shopping

Dê um presente para ser lembrado não apenas no Dia dos Namorados, mas a cada música tocada, ligação atendida, vídeo exibido e nos cliques fotográficos dos momentos mais gostosos.

Playstation 3

Need for Speed Carbon R$ 249 saraiva Morumbi Shopping

Home Theater

Phillips One R$ 1.299 FNAC Morumbi Shopping

Fone de ouvido

Micro System

Cromado Lowrider R$ 199 a2you Market Place

TEAC R$ 2.099 FNAC Morumbi Shopping

onde encontrar A2You – Market Place: Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Tel.: 3382-2350 Fast Shop Market Place: Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Tel.: 3232-3600; Morumbi Shopping: Av. Roque Petroni Jr., 1089 – Tel.: 3468-4800; Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Piso 2 – Tel.: 3232-2700 FNAC Morumbi Shopping: Av. Roque Petroni Jr., 1089 – Tel.: 3206-2000 IMAGINARIUM Morumbi Shopping: Av. Roque Petroni Jr, 1.089 – Tel.: 5182-0952;

20

Morumbi

junho 2009


Netbook

HP 1190BR R$ 2.999 FNAC Morumbi Shopping

Filmadora

JVC GZ-MG R$ 1.299 FNAC Morumbi Shopping

Amplificador de som

Spyro JBL, com duas caixas R$ 599 a2you – Market Place

Antenados Capa Sleeve

MP3 Player

para notebook, Built R$ 169, a2you Market Place

Sony NWE436F R$ 399 FNAC Morumbi Shopping

Celular

Motorola PBLU9 purple R$ 599 FNAC Morumbi Shopping

iPhone

Apple 16 GB R$ 1.479 vivo Morumbi Shopping

Câmera

Canon SD78015 R$ 1.399 FNAC Morumbi Shopping

Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Piso 2 – Tel.: 3776-0066; SARAIVA Morumbi Shopping: Av. Roque Petroni Jr., 1089 – Tel.: 5181-7574; Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Piso 1 – Tel.: 3744-4636 VIVO Cidade Jardim: Av. Magalhães de Castro 12000 – Piso térreo; Market Place – Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Tel.: 7110-6081; Morumbi Shopping: Av. Roque Petroni Jr., 1089 ; Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Piso 2. fotos: divulgação

junho 2009

Morumbi

21


promoção

Promoção Dolce Dia dos Namorados

O portal Dolcemorumbi.com lança a promoção “Dolce Dia dos Namorados” em parceria com a Jantar a 2 e o hotel Hilton São Paulo Morumbi. O autor da frase mais criativa que responder à pergunta

“Por que o seu amor merece uma noite especial?” ganhará uma diária com ambientação personalizada pela Jantar a 2 em apartamento Deluxe do Hilton São Paulo Morumbi, com café-da-manhã incluído. Imperdível!

P

Jantar a 2 Tel.: 5042-2453 / 5044-8489 www.jantara2.com.br Hilton São Paulo Morumbi Tel.: 2845-0055 - www.hilton.com

para participar acesse:

www.dolcemorumbi.com Período da promoção: de 01 a 30 de junho

ara que esta noite seja inesquecível, a empresária Carina Chaves, da Jantar a 2, que fará a ambientação da suíte personalizada ao gosto do casal ganhador, sabe, mais do que ninguém, como proporcionar eventos românticos temáticos para qualquer situação e em qualquer data. Sua empresa, pioneira no ramo de eventos românticos, produz manhãs, tardes e noites para casais, onde ela mesma cuida de todos os detalhes, desde a ambientação com a escolha dos tecidos suaves ao toque, a iluminação envolvente, as bebidas, o som e até a aromatização do ambiente! Paraíso para todos os sentidos. Um verdadeiro cenário é produzido de acordo com a solicitação de cada cliente, que pode escolher o tema para montar um ambiente sensorial em qualquer lugar, seja na própria residência, em hotéis, motéis, barcos ou onde sua imaginação permitir. Isso tudo dará um charme mais que especial ao glamouroso Hotel Hilton São Paulo Morumbi, que dispõe de confortáveis e luxuosos apartamentos e presenteará o contemplado com uma diária no apartamento Deluxe. Os quartos do hotel oferecem ambientes separados para relaxar ou trabalhar. Possuem ainda cama king-size, com colchão duplo e edredrom de pluma de ganso, TV LCD 42” e banheira de imersão. O ganhador também experimentará o delicioso café-da-manhã Hilton Breakfast, um conceito inovador da rede onde os hóspedes podem escolher alimentos específicos de acordo com sua dieta. O hotel Hilton ainda reserva uma surpresa: no 28º andar, você poderá contemplar uma vista exclusiva e maravilhosa da ponte Estaiada, verdadeiro ícone do bairro, enquanto aproveita para relaxar na piscina aquecida. O LivingWell Health Club ainda oferece sauna e equipamentos de ginástica de última geração. g Para maiores detalhes, consulte o regulamento no site.

22

Morumbi

junho 2009


Moda

Moda

por Claudia Castellan

Beleza de Impacto

A maquiagem inverno 2009 clama pela perfeição com um toque sutil de romantismo.

O

s tons nudes com efeito segunda pele imperaram na passarela, e a cor é reservada para os olhos ou os lábios. Tudo começa com um sussurro de história já antes contada e que se repete em detalhes sutis, em um jogo entre o que foi no passado e o que será no futuro. A temporada chega cheia de energia e colorida, desta vez com maior drama, mas com a mesma luminosidade. Palavras-chaves: definição, acabamento perfeito, sofisticação sutil. Ares de lady com alma acessível, ou seja, com armas de mulher. A ideia é potencializar ao máximo a elegância feminina, esta é a chave, como sentenciava Sherlock Holmes. Em apenas quatro passos o passado se funde a novos elementos para criar o melhor do presente: rosto neutro, lábios apaixonantes, pálpebras marcadas e olhares carregados de muita sensualidade. Ponto de luz Transformar a realidade para melhorar é o objetivo da base. Hoje, com bases inteligentes se consegue uma tez nítida com um make minimalista onde, num jogo de texturas, a

24

Morumbi

junho 2009


pele parece porcelana em todos os seus tons e mantém aceso o foco que se deseja, seja olhos ou boca. Para se chegar a esta sonhada naturalidade, onde nada é o que parece, onde a sofisticação mescla com a espontaneidade, onde os olhos parecem suavemente delineados e os lábios apenas insinuam deve-se saber jogar com as texturas. Os experts em maquiagem recomendam as formas líquidas para uma aplicação homogênea, e sempre com um pincel largo adequado, já que a mão passa gordura e a esponja retém 80% do material. Mas nada de cobrir todo o rosto, aqui se trata de passá-la apenas onde se necessite. A base deve ser exatamente da cor da pele, e, cuidado, a tendência é sempre escolhermos um tom mais escuro, e o resultado é fake, com certeza. Algumas marcas são mais amareladas, outras mais bege, escolha sem pressa. Para dar um toque bem natural o melhor é aplicá-la nas zonas que requerem uniformidade, dando tempo para ela se difundir adequadamente. O corretivo marca menos quando misturado com uma gotinha de hidratante e apenas no mais interior dos olhos, fica natural e ilumina o olhar. Vale lembrar que dia combina com menos quantidade e pigmentos, então nada de boca vermelha e/ou olhos pretos, e blush, só uma pitadinha para um ar de saúde.

ticado mas não carregado. O melhor: um look sedutor/elegante que resulta mais econômico que um vestido de festa e se torna mais impactante. Kiss me Mas se você prefere ou fica melhor com os lábios mais coloridos, não se desespere. A moda traz também desde cores de boca levemente mais rosadas até os vermelhos mais intensos, quase framboesa. Ou seja, esta temporada não poderia obter um dez se não colocasse cor na passarela no ponto mais sensual do rosto: a boca. Para as mais urbanas o look gloss neutro é a melhor opção, sem purpurina, reservado às adolescentes. O melhor disto é poder jogar com a dualidade: natural ou look lady (batom mate em cor de contraste, porém sem ar plastificado ou de make fantasia). Defina seu visual: olhos escuros e enfumaçados e boca serena ou olhos naturais e lábios sedutores. Como a cada ano a mudança de ar traz uma nova história, o que vale é usar o que te deixa mais bonita. Todas nós, mulheres, temos um pouco de femme fatale e de inocência angelical, o que falta é você escolher que heroína deseja interpretar. Não dizem que é na dualidade que está o gosto? Então inspire-se, porque o final é g você quem escreve!

Smoky eyes Esfumace. Um rosto suave se valoriza pela intensidade do olhar que se destaca sempre. O melhor jogo para a noite está no contraste definido. Olhar penetrante e bocas nudes com um gloss neutro. Cuidado para sua boca não ficar branca, apagada. de private garantida para os ceps da área * entrega O efeito dos olhos esfumaçados é Claudia Castellan é consultora de imagem, consultora label, especialista em marketing de moda, professora universitária e sinônimo de elegância e luxo. Neste inver- do Senac, palestrante e autora de cursos na área de moda. de abrangência, ver mapa no site. no o foco está aí, em criar um olhar sofis- Site claudiacastellan.com.br E-mail claudiall@ig.com.br junho 2009

Morumbi

25


bem-casado

Costela com phyllo de berinjela Vinho Château de La Grave

O

prato desta edição faz parte do menu “Eros & Psique”, desenvolvido especialmente para o jantar do Dia dos Namorados no Restaurante Canvas, no Hilton Morumbi. Jon Erik Fois (foto), chef do Canvas, ítalo-holandês e há dois meses no Brasil, elaborou para o prato principal masculino do menu uma combinação de carnes, digamos, “populares”, com o intuito de sair um pouco do tradicional filé mignon. Imagine pedaços de costela de boi assados no forno por 12 horas com temperos e ervas, deitados numa ultramacia e grossa fatia de contrafilé (orgânico) ao ponto, temperada em marinada feita com água, sal e manjericão. Para acompanhar, massa phyllo, finíssima, recheada com berinjela e queijo de cabra fresco. Tudo isso com um delicioso vinagrete de sementes de romã, feito com vinho, açúcar mascavo e a marinada na qual se temperou o contrafilé. Enfim, um prato “dos deuses”, já que o cardápio foi inspirado na Mitologia Grega.

Serviço Canvas Restaurante Hilton Morumbi Av. Nações Unidas, 12901 Tel.: 2845-0055 Jantar Dia dos Namorados: R$ 690 (sem champanhe) e R$ 770 (champanhe Veuve Clicquot Rosé à vontade)

26

Morumbi

O prato principal do menu, para as mulheres, é o Turbot com escalope, espinafre, espuma de foie gras e purê de feijão branco. Para acompanhar os pratos, o sommelier do Canvas, Fernando Perazza, sugeriu o tinto francês Château de La Grave, que tem a combinação de duas uvas em proporções diferentes: 85% merlot e 15% cabernet franc. Por ser um vinho biodinâmico – que é uma nova tendência mundial –, faz um bom par com o contrafilé orgânico. Suas notas frutadas, que remetem a ameixa madura, combinam muito bem com o vinagrete de romã, e também as uvas merlot e cabernet franc quebram a gordura da costela. Mas quem quiser pode harmonizar os pratos também com champanhe, que é a bebida preferida para celebrar doces momentos românticos. g

junho 2009


egotrip por Paulo Pichini

Rally Dakar, sonho e teste de sobrevivência

Para participar do Dakar, tomei uma decisão que transformaria minha rotina por completo. Apesar de levar o rali como hobby, encontrei na prova um teste de sobrevivência que me trouxe experiências capazes de mudar minha vida Paulo Pichini é morador do Morumbi, empresário e competidor de ralis

28

A

nsiedade e calma se misturavam de uma forma inexplicável. Eu e meu co-piloto, Lourival Roldan, em Buenos Aires, demos largada no sábado, 3 de janeiro, na maior prova de resistência do mundo, o Rally Dakar, que duraria 15 dias. A tranquilidade inicial passou rápido. No domingo enfrentamos problemas durante o trajeto. Encontrei muito “fesh fesh” (areia muito fina) que impregnou meu carro e, ainda no km 5, comecei a perder embreagem. No km 30 o sistema não suportou e a embreagem acabou totalmente. Alguns km à frente o pneu estourou repentinamente! Controlei o carro e pensei “hoje deve ser o dia de teste de resistência”. Mas continuamos firmes. Às cinco da manhã, destruídos de cansaço, chegamos. Definitivamente, ser um estreante no Rally Dakar não é tarefa fácil. Após os problemas enfrentados com a embreagem, tivemos uma pane elétrica. Com 100 km de percurso, o carro começou a apagar. Por várias vezes, descemos, desligamos a chave geral e fizemos o veículo pegar no tranco. A dificuldade se repetiu até que o carro apagou de vez. Cheguei a pensar que não seria possível continuar. Mas, depois de muito procurar, Lourival percebeu que o fio da chave geral havia desconectado a geração de ener-

Morumbi

gia. Apesar do cansaço, seguimos animados. No dia 7, às 11h33, largamos atrás dos caminhões, ajudamos um piloto de moto chinês perdido, que não entendia uma palavra de nada, e pegamos tanta chuva que quando chegamos ao rio identificado na planilha como “rio seco”, ele estava cheio e fomos obrigados a andar dez quilômetros dentro d’água. Ao anoitecer encontramos gelo num vale assustador e difícil de sair, quase capotamos duas vezes. Quando cumprimos o quinto dia de prova, me senti na Mauritânia, que normalmente era o trecho mais seletivo da prova nas últimas versões da competição na África. No dia 9 entramos na região do pré-Andes, parecida com o Marrocos. Foi preciso muito cuidado com os rios secos e as grandes pedras pelo caminho. Na manhã do dia 11 percorremos o trecho que levava de Valparaiso (Chile) a La Serena, uma etapa com piso duro de cascalho, curvas constantes e inúmeros abismos. Até aqui, assisti muitas desistências e favoritos ficando pelo caminho, por isso me preparava para passar no temido deserto do Atacama, cuja temperatura pode chegar a 47ºC em alguns trechos. Foi assustador, mas muito prazeroso. Quase capo-

junho 2009


tamos várias vezes. As dunas, que podem medir de 30 a 50 metros de altura, se movimentam rápido pedindo velocidade para serem vencidas. Atolamos várias vezes e passamos por carros e um caminhão capotados. Nada foi tranquilo, mas marcante mesmo foi ter que fazer os últimos quatro quilômetros de dunas no escuro e acelerando. Os dias seguintes transcorreram cheios de aventuras e com episódios que exigiram força de vontade para serem superados. Após 15 dias de competição e 9.574 quilômetros percorridos, eu e Lourival Roldan completamos a última etapa do rali mais disputado do mundo realizado pela primeira vez fora do circuito Europa–África e considerado um dos mais duros da história. Dos 530 veículos que largaram, apenas 268 terminaram. Ao cruzar a linha de chegada pensei que ia ter um infarto, de tanta alegria! Para participar do Dakar, tomei uma decisão que transformaria minha rotina por completo. Apesar de levar o rali como hobby, encontrei na prova um teste de sobrevivência que me trouxe experiências capazes de mudar minha vida, numa transformação constante. O próximo desafio é o Rally dos Sertões, no final de junho. Até lá!  g

junho 2009

Morumbi

29


TEST DRIVE

fotos: divulgação

por Renato Corrêa • fotos Giulliano Ricciardi

A versão topo de linha do CR-V traz teto solar elétrico, detalhes em couro e controle de som no volante, além de amplo espaço interno

CR-V, o crossover da Honda

O

Honda CR-V é isso, o resultado da mistura de algumas das características presentes em outros modelos da marca japonesa. Dos sedãs, o CR-V incorporou o conforto e a estabilidade, dos utililtários produzidos pela empresa (não disponíveis para o mercado brasileiro) vieram a robustez e a durabilidade. O CR-V, de linhas arredondadas, é fabricado no México e está disponível nas versões LX, com tração 4x2, e na EXL, com sistema 4x4 real time, tecnologia exclusiva que estuda o terreno e, inteligentemente, determina de forma automática a distribuição de torque entre as rodas. O modelo EXL vem com seis airbags (frontal, lateral e cortina), bancos de couro, motor 2.01, de 4 cilindros e 16 válvulas, que desenvolve 150cv. A transmissão automática de cinco velocidades tem o GLC (Grade Logic Control), sistema que auxilia no gerenciamento do desenpenho mais adequado aos movimentos solicitados do veículo, quer dizer, o GLC controla a mudança de marcha de acordo

30

Morumbi

com a situação de pilotagem. Freios ABS com EBD garantem frenagens eficientes e seguras, esteja o veículo vazio ou com plena carga. À primeira vista o CR-V passa a impressão de ser um carro grande, difícil de dirigir. Mas uma das vantagens do modelo é justamente a facilidade com que pode ser conduzido. Os pneus largos, medida 225/65 no aro 17, dão conforto em nossas ruas cheias de buracos, embora limitem a velocidade máxima. O conjunto motor e câmbio proporciona uma boa tocada. O CR-V é carro para levar a família – os bancos traseiros são confortáveis e no porta-malas double deck de mil litros cabe a bagagem de todos, capa-

JUNHO 2009


TEST DRIVE

O espaço interior é um dos maiores da categoria e acomoda com conforto até cinco passageiros. Janelas grandes permitem boa visibilidade espacial. O volante pode ser ajustado na altura e na profundidade. Publicidade

cidade que dobra com o rebatimento dos bancos – nesse caso o espaço fica só para bagagem. O CR-V foi lançado em 1995 com desenho discreto e bastante retangular. Para percursos mais longos o banco do motorista tinha, digamos, pouco conforto. O sucesso do modelo levou a Honda a recriar o carro por dentro e por fora, sem abusar dos itens de luxo. Para um carro com esse porte e pesado (em ordem de marcha o CR-V pesa mais de uma tonelada e meia), o que surpreende é o baixo consumo de combustível. Enquanto alguns modelos de outras marcas fazem seis ou sete quilômetros por litro, o CR-V, segundo a montadora, pode percorrer mais de nove quilômetros com um litro de gasolina. Este é mais um modelo Honda que conquista o gosto do, cada vez mais informado, consumidor brasileiro. Em março deste ano foram emplacadas 1.425 unidades e no acumulado do primeiro semestre foram comercializadas mais de três mil unidades. O visual moderno chama atenção. A esportividade é evidenciada nos para-choques com desenho agressivo e nos faróis alongados. O espaço interior é um dos maiores da categoria e acomoda com conforto até cinco passageiros. Janelas grandes permitem boa visibilidade espacial. O volante pode ser ajustado na altura e na profundidade. A versão EXL, topo de linha, traz teto solar elétrico, detalhes em couro e controle de som no volante. O ar-condicionado digital é dual zone. No painel blackout, um computador de bordo traz as principais e mais necessárias informações: consumo médio, consumo instantâneo, temperatura externa, hodômetro total e mais dois parciais, autonomia e indicação de fechamento das portas. Em 2009 a Honda trouxe o modelo na cor Urban Titanium. Informações sobre a concessionária mais próxima g pelo telefone 0800 701 3432.

Renato Corrêa é jornalista, diretor do Jornal Off Road, piloto das categorias Turismo, Kart, Rally Cross Country, Enduro e Rally com Motos. É morador do Morumbi. E-mail: rcorrea@aclnet.com.br

32

Morumbi

JUNHO 2009


por Marcelo Negrão

esporte

Durma bem e faça seu dia render muito mais

V

ocê anda rolando na cama? Dorme tarde todos os dias? Cuidado! O sono é muito importante, preserve-o. A correria do dia-a-dia leva nossos corpos e mentes ao limite quando estamos trabalhando, estudando ou praticando atividades físicas. Para que o corpo corresponda à rotina diária de atividades, além de uma boa alimentação, uma boa noite de sono é fundamental. Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde diz que o ideal é o indivíduo dormir pelo menos oito horas por noite para que seu organismo possa executar as funções de recuperação necessárias, como o relaxamento da musculatura, o fortalecimento e manutenção do sistema imunológico e a liberação de hormônios. Dados fornecidos por entidades especializadas apontam que passamos cerca de um terço de nossas vidas dormindo. Porém, não podemos adotar a noite de sono somente como um mecanismo para parar em pé no outro dia, mas para que o dia de atividades seja encarado de forma saudável, pois quando se tem uma noite de sono satisfatória, o desempenho mental fica muito mais eficiente, o raciocínio mais rápido e os reflexos ficam mais apurados. Estudos feitos pela Universidade de Chicago diagnosticaram que uma pessoa que dorme quatro horas por noite pode desencadear vários problemas, principalmente nos níveis de insulina, que ficam como os de uma pessoa portadora de diabetes. Para crianças, que estão em fase de crescimento, a noite de sono é fundamental não só para se recompor de um dia de brincadeiras, pois grande parte do hormônio do crescimento é liberado no organismo enquanto a criança dorme. Uma criança pode ter vários problemas no seu desenvolvimento quando não consegue pegar no sono.

Situações passadas durante o dia, como o estresse vivido no trabalho, no trânsito, as responsabilidades do lar, entre outras, acabam gerando insônia. Segundo pesquisa realizada na Sociedade Brasileira de Neurofisiologia, cerca de 40% da população brasileira sofrem deste mal. Deste total, aproximadamente 30% são idosos. O resultado traz fadiga, distúrbios no humor, problemas no trabalho com a queda de desempenho profissional e impotência sexual. Mas este problema tem cura. Numa espécie de terapia, médicos especialistas fazem a reeducação na rotina diária da pessoa, a fim de conseguir algumas horas a mais de sono, e sem interrupções. Em alguns casos, somente a terapia não surte efeito, então os médicos receitam remédios para ajudar no tratamento. Outro problema que prejudica o descanso é a apneia do sono. Associada ao ronco, a apneia atinge pessoas de meia-idade e se dá com o fechamento das paredes da região da garganta, com paradas repetidas de respiração que podem levar até à morte. Segundo a Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia, cerca de 4% dos homens e 2% das mulheres são propícios a desenvolverem este problema. No tratamento, o principal aliado é maneirar na boca, já que, na maioria dos casos, a apneia do sono afeta pessoas obesas. Medicamentos são receitados em alguns casos, já outros requerem por procedimento cirúrgico. Dicas para se ter uma noite tranquila de sono: Evite cochilos durante o dia Procure dormir, pelo menos, oito horas por noite Evite chá, café, refrigerante ou medicamentos que contenham cafeína, bebidas alcoólicas, pelo menos seis horas antes de dormir, refeições pesadas antes de dormir Procure maior exposição à luz solar pela manhã e final da tarde Mantenha os pés aquecidos Reserve o quarto somente para dormir Mantenha os horários constantes, mesmo aos finais de semana Siga as dicas à risca e bons sonhos!

g

Marcelo Negrão é jogadorde vôlei de praia, campeão olímpico,Embaixador dos Esportes pelo Banco do Brasil e morador do Morumbi. E-mail: marcelonegrao@rojascomunicacao.com.br

34

Morumbi

junho 2009


Painel da Educação


painel da educação

36

Morumbi

junho 2009


junho 2009

Morumbi

37


painel da educação

O que muda com o novo

Enem?

O que muda? escolha, aplicados em dois dias. O temA forma de avaliar a As questões do antigo po para a realização do teste será de até Educação no Brasil Enem não tinham articula- duas horas e meia para as provas objeestá passando por ção direta com os conteúdos tivas de cada área, e uma hora e meia mudanças com a ministrados no ensino médio, para a redação. por isso não havia possibilidade Segundo o diretor pedagógico do realização, neste ano, de comparar as notas de um ano CPV, Flávio Augusto Antonietto, o exado novo Enem (Exame para o outro. No que diz respeito me irá priorizar o raciocínio em detriNacional de Ensino à elaboração, era uma prova de mento da “decoreba”, tornando o aluno Médio). A formatação habilidades que exigiam do aluno não um tarefeiro mas uma pessoa consleituras de textos e tabelas, mas não ciente do aprendizado. Nas provas não da prova ainda não foi havia muita preocupação com ciên- serão cobrados detalhes específicos, definida. A princípio a cias como matemática, química, física como datas ou fórmulas, pois o que inavaliação seria de 200 e biologia. teressa é saber se o aluno compreendeu questões interdisciplinares, O novo Enem foi inspirado no Pisa (Programa de Avaliação Internacional mas os técnicos do INEP de Alunos) e nos métodos norte-americanos, onde não existe vestibular (Instituto Nacional de Estudos tradicional, pois o aluno é avaliado através de um exame que testa o raciocínio e Pesquisas Educacionais), órgão responsável pela O novo Enem abordará diretamen- a questão e possa resolver as perguntas te os conteúdos do ensino médio – trará relacionando conhecimentos. elaboração do Enem, optaram questões mais profundas e abordará toAs provas do Enem sempre são elapor reduzir o número total das as disciplinas com perguntas objeti- boradas por especialistas do INEP e assim de questões para 180. O vas em quatro áreas do conhecimento: também será em 2009. A elaboração exiEnem vigente, criado há linguagens (incluindo redação); ciên- ge domínio da tecnologia em avaliação cias humanas; ciências da natureza e educacional empregada, que é especiali11 anos, é uma prova de matemática. Cada grupo de testes será zada e complexa, e na qual o INEP possui 63 questões que avalia o composto por até 50 itens de múltipla experiência de mais de dez anos. desempenho do estudante ao fim da escolaridade básica. Algumas faculdades o O exame irá priorizar o adotam como critério aos que raciocínio em detrimento da desejam concorrer ao Prouni “decoreba”, tornando o aluno (Programa Universidade não um tarefeiro mas uma pessoa para Todos). Já o novo Enem consciente do aprendizado. será obrigatório para todos Nas provas não serão cobrados os alunos a partir de 2010 detalhes específicos, como datas e terá peso decisivo para a ou fórmulas, pois o que interessa classificação dos alunos, e é é saber se o aluno provável que venha a substituir compreendeu a questão. o vestibular.

Flávio Augusto Antonietto, diretor pedagógico do CPV

38

Morumbi

junho 2009


junho 2009

Morumbi

39


painel da educação O importante é ver a diferença dos colégios e a maneira como aplicam o conhecimento, mas essa classificação tem um lado positivo, pois mexe com as escolas provocando uma autoavaliação. Vera Lúcia da C. Antunes, coordenadora pedagógica do Colégio Objetivo A prova do Enem trará quatro notas diferentes, uma para cada área do conhecimento avaliada. Não haverá diferenciação dos pesos. O que pode ocorrer é que, nos processos seletivos, as instituições utilizem pesos diferenciados entre as áreas para classificar os candidatos, de acordo com os cursos pleiteados. O conteúdo da prova será o mesmo ensinado no ensino médio. Este ano não será cobrada língua estrangeira, mas a partir de 2010 o inglês e o espanhol serão exigidos.

40

Morumbi

A coordenadora pedagógica do Colégio Objetivo, professora Vera Lúcia Antunes, acredita que a prova será relativamente fácil, por ser o primeiro ano da avaliação. Já o ministro da Educação, Fernando Haddad, observou que as questões serão divididas em três grupos: fáceis, médias e difíceis. Algumas críticas surgiram em relação a este teste, como a rapidez com que ele foi anunciado e implementado. “As escolas precisavam de mais tempo para preparar os alunos, foi tudo muito

rápido”, ressalta Flávio Antonietto. O Ministério da Educação irá divulgar, antes do exame, um modelo de prova com questões que exemplificam as habilidades e competências exigidas. Outra crítica foi a quantidade de questões a serem realizadas em dois dias, além da redação, tanto que os técnicos do INEP mudaram de 200 para 180 perguntas. Aproposta é que, também, a partir de 2010, o Enem seja realizado em duas vezes durante o ano. O Enem 2009 será aplicado nos dias 3 e 4 de outubro, e uma nova edição deverá ser aplicada em março ou abril de 2010. O novo Enem foi inspirado no Pisa (Programa de Avaliação Internacional de Alunos) e nos métodos norte-americanos, onde não existe vestibular tradicional, pois o aluno é avaliado através de um exame que testa o raciocínio. Se as federais aderirem, o estudante poderá pleitear vagas em até cinco instituições diferentes, favorecendo o intercâmbio em todo o Brasil. No entanto, para algumas universidades, como a USP,

junho 2009


Aprendendo a pensar Matrículas Abertas Educação Infantil Turmas: manhã, tarde ou integral Ensino Fundamental (1º ao 5º / 6º ao 9º ano) Ensino Médio e Educação Profissional

Filosofia da Escola “A formação Integral é um dos valores forma­ tivos mais importantes do nosso Projeto Pe­ dagógico. Interessa-nos que os alunos construam, ao longo da escolari­ dade, um lastro cultural e intelectual que lhes permita uma atuação responsável, competente, crítica e autônoma ante as exigências impostas pela sociedade”

A Scuola Italiana Eugenio Montale é, desde sua origem, bilíngue e bicultural, com títulos de estudo legalmente reconhecidos pelos Governos Italiano e Brasileiro, além do diploma técnico em tradução. EDUCAÇÃO INFANTIL

Gestos, sons e palavras, bem como outras manifestações, contribuem para a realização de projetos que desenvolvem habilidades das crianças em vários campos do conhecimento. Nessa ótica, elas ampliam oportunidades e desenvolvem competências através da compreensão de si mesmas e do mundo em que vivem.

ENSINO FUNDAMENTAL

Ao desenvolvimento da capacidade expressiva e da construção do conhecimento somam-se o domínio da leitura e da escrita nos dois idiomas (italiano e português) e a progressiva compreensão do ambiente natural, social, tecnológico e artístico. A partir do 3º ano inicia-se o aprendizado da língua inglesa. ENSINO MÉDIO (Liceo)

Consolida a formação integral, valorizando as posturas crítica e reflexiva dos alunos. Além das disciplinas tradicionais, constam no currículo: Direito, Economia, História da Arte, Filosofia e Literaturas Italiana, Brasileira, Latina, Inglesa e Espanhola.

Cursos Extracurriculares

Cursos de língua italiana

Ballet, Judô, Teatro, Música (piano), Ginástica Artística, Futsal, Basquete, Skate, Vôlei e Tênis.

Adultos, Adolescentes e Crianças. Em colaboração com ICIB - Instituto Cultural Ítalo-brasileiro

Os melhores jovens aprenderão sozinhos se na escola tiverem aprendido a pensar Eugênio Montale Prêmio Nobel de literatura, 1975.

Rua Dr. José Gustavo Busch, nº 75. Morumbi Tel.: 3759-5959 www.montale.com.br info@montale.com.br


painel da educação A nova proposta do Enem é boa na sua essência porque hoje, em função dos vestibulares diferenciados, as escolas de ensino médio se adptam ao vestibular com conteúdo pouco formativo a proposta não ficou clara, por isso não adotarão o novo Enem este ano. As universidades terão quatro escolhas na adoção do novo Enem: 1 Usar o Enem como prova única para a seleção de ingresso; 2 Substituir apenas a primeira fase do vestibular pelo Enem; 3 Combinar a nota do Enem com a nota do vestibular tradicional; 4 Usar o Enem como fase única apenas para as vagas ociosas da universidade. A professora Vera Lúcia avalia a mudança como positiva, pois a proposta do ministro da Educação, Fernando Haddad, é clara. Para preparar seus alunos, o Colégio Objetivo realiza bimestralmente a chamada PGB (Prova Geral Básica), um teste baseado no Enem para preparar os alunos. O diretor Flávio Augusto Antonietto diz que a nova proposta do Enem é boa na sua essência porque hoje, em função dos vestibulares diferenciados, as escolas de ensino médio se adaptam ao vestibular com conteúdo pouco formativo. Agora, com a contextualização do novo teste, a escola passará a desempenhar um papel mais próximo da nova realidade. Recentemente, causou alvoroço o resultado da classificação das escolas paulistanas no Enem. Mas o velho Enem não é uma boa forma de classificação porque mostra os resultados de maneira isolada. Tanto Flávio Antonietto quanto Vera Lúcia se preocupam com o ranqueamento de escolas por uma classificação que não é boa, pois além de não avaliar a pedagogia aplicada em cada escola, muitas impedem alu-

42

Morumbi

junho 2009


ESCOLA E BERÇÁRIO HABITAT

Criando possibilidades de novas experiências Os desafios da contemporaneidade são muitos, e para a Equipe Habitat, que deu prioridade à Educação Infantil focando a qualidade de atendimento, o mais pertinente foi investir na formação de seus profissionais envolvendo-os em momentos de estudo, reflexão e compromisso com o processo de ensino e aprendizagem. Hoje as crianças recebem uma carga excessiva de informações, os modelos estão cada vez mais escassos, as dúvidas passaram a ser coletivas e a incerteza do futuro é um fato constatado; uma visão holística e a convicção da responsabilidade e competência de formar e transformar nos permitiu construir o Projeto Pedagógico da Escola Habitat.

Nossa proposta curricular referencia a intencionalidade da ação educativa e da ludicidade e amplia as possibilidades de conhecimento e uso das linguagens expressivas, oral, escrita, corporal, plástica, musical, científica e matemática.

Em ambientes diversificados as crianças interagem com diversos parceiros, brincam e enfrentam novos desafios. Através de atividades complementares, como música, teatro, artes, culinária, inglês, educação física e biblioteca, ampliamos seu universo cultural. O período integral estende à programação extracurricular balé, natação, judô, tênis, teatro, artes circenses e educação ambiental. BERÇÁRIO Com um ambiente acolhedor, calmo e seguro, no berçário as crianças vivem diversas situações de aprendizagem e cuidados específicos, e os pais têm acesso a qualquer momento do dia. ACOMPANHAMENTO Através de reuniões individuais, coletivas e eventos, os pais acompanham o processo de ensino aprendizagem de seus filhos. Todo movimento ocorre nas tomadas de decisões, nas adequações constantes às situações novas, na visão e no sentido de um mundo que está por vir. Convidamos todos a conhecer nossa proposta.

Rua Dr. Fonseca Brasil, 145 (alt. do 5.400 da Giovanni Gronchi)

Tel.: 3749-0303 www.escolahabitat.com.br

junho 2009

Morumbi

43


painel da educação Falta investimento no ensino fundamental, ele é fraco e o aluno leva essa deficiência para o ensino médio e para o resto da vida. É preciso investir na estrutura das escolas e em salários melhores para os professores

Receba GRATUITAMENTE a Revista Dolce em sua casa. Cadastre-se!

dolcemorumbi.com * entrega garantida para os ceps da área de abrangência, ver mapa no site.

44

Morumbi

nos de baixo rendimento de fazerem os testes ficando, assim, melhor classificadas. “O importante é ver a diferença dos colégios e a maneira como aplicam o conhecimento, mas essa classificação tem um lado positivo, pois mexe com as escolas provocando uma autoavaliação”, afirma Vera Lúcia. Os dois coordenadores também criticaram a educação brasileira, “falta mais investimento no ensino fundamental, ele é fraco, cheio de buracos e o aluno leva essa deficiência para o ensino médio e para o resto da vida. É preciso investir na estrutura das escolas e em salários melhores para os professores”, sentencia Flávio. Vera Lúcia assina embaixo: “É importante fazer com que a educação seja encarada de maneira séria no Brasil, que sempre fica mal classificado em pesquisas internacionais”. Flávio acredita que São Paulo traz uma particularidade quando comparado a outros estados. Em São Paulo há as faculdades de ponta – como a USP –, as particulares, que não são de ponta, mas são boas – e as faculdades de comércio. O aluno, para ter diploma, faz uma faculdade de terceira categoria e depois sente dificuldade em ingressar no mercado de trabalho, por isso é importante preparar os alunos para que entrem nas faculdades de ponta. Sintonizados, os dois coordenadores também acreditam em mudanças profundas na educação daqui para frente e na forma com que as escolas abordam os conteúdos. Cada vez mais a memorização vai ser abandonada em g favor do raciocínio.  Com informações do portal do INEP

junho 2009


centro de línguas Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1109, cj.12 Tel.: 3501-9662 – cll.com.br

O CLL presta atendimento personalizado e formata as aulas de idiomas às necessidades de cada aluno. Imersões semanais, nos quais o estudante avança um nível inteiro em sete dias. Atende executivos e empresas que precisam treinar seus funcionários. Aulas incompany ou nas residências dos interessados. Presta também serviços de intercâmbio para Argentina e Espanha e traduções simples e juramentadas, além do ensino on-line, através do portal Weblinguas.

psicológa e psicopedagoga Sueli Nogueira Dias e Tânia Bueno Rua Dr. Luiz Migliano, 1110, cj. 501 Tel.: 3744-6087

A Psicoterapia amplia o autoconhecimento e cria condições para a autocura. A Psicopedagogia investiga, diagnostica e orienta problemas psicológicos, físicos e sociais que interferem na aprendizagem saudável. As duas especialidades atendem em tratamento a crianças, jovens e adultos, incentivando-os a serem autônomos condutores de suas próprias vidas. Além do atendimento clínico, ministramos palestras sobre temas relacionados à formação integral de cada um em escolas, associações e condomínios.

psicopedagoga Sandra Macedo Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1410, cj. 15 Tel.: 3743-3379 – sandramacedo.com.br

A psicopedagoga trabalha com a dificuldade de aprendizagem e suas consequências e faz diagnósticos em diferentes apectos – orgânicos, cognitivos, emocionais, sociais, afetivos e pedagógicos – com o objetivo de remover as causas que levam ao quadro no não-aprender. A intervenção psicopedagógica procura abrir espaços possibilitando a autoria do pensamento e promovendo a aprendizagem, além de criar condições para que o aprender se torne uma experiência prazerosa, inesquecível e duradoura.

junho 2009

Morumbi

45


em foco

Jantar Solidário Mais de 100 convidados, inclusive a então prefeita em exercício de São Paulo, Alda Marco Antonio, estiveram presentes ao jantar do Projeto Escola do Povo realizado na Casa da Fazenda, no dia 21 de maio. O valor do convite foi revertido para o projeto que formará novas turmas no segundo semestre de 2009. A noite foi especial, alegre, descontraída, emocionante e repleta de solidariedade. Há três anos, a “Escola do Povo” tem como objetivo tornar a comunidade de Paraisópolis a primeira no Brasil a erradicar o analfabetismo.

1 Alda Marco Antonio (prefeita em exercício) 2 Juliana Gonçalves e Gilson Rodrigues (idealizadores da Escola do Povo) 3 Denise Gonçalves, da Revista Dolce Morumbi, representou os apoiadores do projeto Escola do Povo 4 Alda Marco Antonio, Elton Zacarias (Secretário da Habitação), Rosa Richter e Roberto Oropallo, presidente da Academia Brasileira de Arte, Cultura e História 5 Marcelo Chumer, Paula Chumer, Elizabeth Rezende e Eliana Chumer 6 Jose Carlos Kanner, Adriana Morrone, Carlos Vidigal e Carla Vidigal 7 Janaína Betoni, Viviane Nunes, Cristiane Ramos e Arnaldo Ramos 8 Alcione Campos, Luciana Nakajima e Ivanilda Diamantino

46

Morumbi

1

2

3

4

5

6

7

8 junho 2009


2

1

em foco

Cumprindo o combinado Na noite de 26 de maio, no Clube Chalezinho, Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis, recebeu o cheque com o valor arrecadado, doado para a Escola do Povo, pela Revista Dolce com a pesquisa Dolce Morumbi. A entrega aconteceu durante a reunião mensal da confraria de mulheres. A noite contou ainda com o sorteio de vários brindes, e todos os presentes ganharam também vales-ingressos para uma sessão no Cinemark do Shopping Market Place.

5

6

3

4

7 8

10 1 Elisabeth Resende e Gilson Rodrigues 2 Joana Corsi

9

3 Sueli D’Angela Eberle de Andrade, Emilia Maeda Ogata e Denise Gonçalves 4 Suzana Zipman e Vera Lucia Costa Roncati 5 Isabel Pedro Martinez e Sergio Bernardes 6 Claudio Basbaum e Cristina Basbaum 7 Fabiana Albrecht e Paula Souza 8 Andréa Cintra, Marcia Jaeger e Rita Fiúza 9 Claudia Castellan, Claudia Ramos, Juliana Sá Freire Leal Luz e Priscila Italia 10 Beatriz Jorge, Viviane Schneider, Anneli Majuri e Agda Sarain

Festa do divórcio O Joy Club foi palco de uma festa inusitada no dia 23 de maio. Os convidados apareceram fantasiados para comemorar a “Festa do Divórcio”, promovida pela assessora de imprensa Meg Sousa, que recentemente separou-se de um relacionamento de quatro anos. A festa contou com parceria de empresários do Morumbi, como Leo Cavalcanti, proprietário da DJ/D Sonorização de Eventos, e do espaço onde a festa foi comemorada. No evento foram servidos os docinhos “bem-solteiros”, e os convidados se divertiram ao som de pop rock e flasback. Na foto: Meg Sousa e Leo Cavalcanti.

48

Morumbi

Presente inesquecível As “comadres” Solange Drumont e Jusele Locatelli foram recebidas por Roberto Oropallo com um delicioso almoço na Casa da Fazenda, sede da ABACH (Academia Brasileira de Arte, Cultura e História), no dia 16 de maio. Nesse dia também estava na Casa a cantora Fafá de Belém, que deu uma “canjinha” aos presentes, cantando alguns de seus sucessos.

junho 2009


Parceria de visão No dia 30 de maio, o Shopping Open Center promoveu, em parceria com Dr. Armando Belfort Mattos (foto ao lado), o Dia do Glaucoma. Todos que foram ao shopping puderam fazer, gratuitamente, o exame de glaucoma em um estande preparado pela clínica.

Simbiose

Lenita Marihara Wunder, Luiz Antonio Vendramini, Adriana Justos Fisher e Camila Grottoli da Law Comunicação e JG Produções: campanhas integradas

Sob a direção de Luiz Antonio Vendramini, Lenita Marihara Wunder, Camila Grottoli e Adriana Justos Fisher, a Law Comunicação e JG Produções resolveram unir suas operações em um novo escritório no Morumbi, porém mantendo a individualidade de cada empresa. Luiz Vendramini enfatiza que “as maiores agências que podem desenvolver campanhas integradas estão interessadas em grandes verbas e as agências menores não têm operacional capacitado para atender em todas as áreas da comunicação, e isso abre uma oportunidade para formatos como o da LAW/JG”. Serviço

LAW/JG Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 839 – 7º andar – Morumbi Tel.: 3507-7510 – lawcomunicacao.com

junho 2009

Morumbi

49


em foco

Drinks do mundo Em maio, a Odebrecht brindou o sucesso do Bonnaire no evento “drinks do mundo”. Além de maravilhosos quitutes, um barman preparava drinks deliciosos como Cosmopolitan, Mojito, Dry Lichia, entre outros. Os convidados tiveram a oportunidade de conhecer o empreendimento que, além de três torres residenciais, possui torre de escritório e um mall com lojas e praça de alimentação, o qual, inclusive, está 100% vendido.

5

Novas lojas no Market Place Mulheres Latinas

Depois de uma grande reforma, o shopping Mar­ket Place recebeu mais 50 novas lojas em seus corredores. Entre elas, Calvin Klein Jeans e Mr. Cat, esta última, de calçados e acessórios.

O Clube das Amigas Latinas promoveu na Casa da Fazenda um bingo beneficente para a creche Menino Jesus de Praga. O Clube reúne mulheres estrangeiras, em sua maioria de língua espanhola, com o objetivo de prestar orientação e apoio às recém-chegadas ao país. Em atividade há mais de dez anos e com cerca de duzentas sócias, entre ativas e inativas, todas as atividades do Clube são revertidas para projetos sociais. A presidenta do Clube, Mayka Leal, é espanhola e mora no Brasil há um ano e meio. O bingo na Casa da Fazenda contou com os patrocinadores: Avon, Glu Móbile, Nokia, Firmenich e Procter & Gamble.

Um ano de sucesso!!!! Há um ano, as amigas Eduarda Castro Boilesen e Mônica De Callis – consumidoras das pontas de estoque internacionais – abriram as portas do outlet Tucano de Gravata, para atender crianças com idades entre 4 e 12 anos, com as melhores grifes do mercado. Para comemorar, prepararam uma comemoração típica: o “Arraiá” do Tucano, com direito a paçoca, pé-de-moleque, vinho quente, brindes, além de um bom papo e excelentes compras.

50

Morumbi

junho 2009


Beleza no Oba Durante uma semana, a Onodera Estética, que em março completou 28 aninhos, levou seus serviços para o supermercado Oba a fim de presentear, com uma massagem corporal e uma hidratação facial, as mães e mulheres do bairro. Quem passou por lá adorou os mimos.

Dia dos Namorados com amor e bem-estar O Espaço Prana traz novidades para tornar o Dia dos Namorados inesquecível. Os apaixonados podem oferecer aos seus amados opções de tratamentos e massagens, além de opções de Day Spa, que trazem momentos de bem-estar e fazem a pessoa querida sentir-se muito especial.

junho 2009

serviço

Espaço Prana Av. Giovanni Gronchi, 5819 Tel.: 2667-2016 espacoprana.com.br

Morumbi

51


em foco

Boteco Jardim Sul No dia 23 de maio, a Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário, em parceria com a Bolinha Eventos, promoveu o Boteco Jardim Sul para apresentar ao moradores do Morumbi o projeto de reurbanização do bairro Jardim Sul, assim como os empreendimentos nesta região. A equipe do Bolinha preparou diversos petiscos, incluindo o tradicional caldinho de feijão, e drinques para seus convidados.

Um luxo de aniversário

Nos dias 27 e 28 de maio, os corredores e escadas rolantes do Shopping Cidade Jardim se transformaram em passarelas para desfiles que marcaram a comemoração do primeiro aniversário do shopping. Diversas modelos, dentre elas a top Cássia Ávila, desfilaram para grifes como Huis Clos, Reinaldo Lourenço, Tiffany & Co. e Chanel e fizeram da comemoração um evento de puro luxo e sofisticação.

Publicidade

Celebração O restaurante Naana completou nove anos no dia 19 de maio, e para comemorar, a proprietária do estabelecimento, Ana Purim, ofereceu bolo e champanhe a todos os clientes e amigos. Um charmoso sachê para armários, com cheiro e em formato de saca de café, foi oferecido de lembrança.

52

Morumbi

junho 2009


publieditorial

Delícia de beijo O Boticário lançou um perfume mais que especial para o Dia dos Namorados: o Egeo Kiss Me. A fragrância pode vir acompanhada de um lindo kit com óleo, sabonetes, gel e hidratante. Inspirado no que há de mais gostoso no namoro, o beijo. A versão feminina é rica em notas cítricas e orientais e a masculina apresenta um toque de frutas e madeira. Ao mesmo tempo combina elementos mais quentes e ricos em sensualidade, com especiarias, para eles, e vanila para elas. R$ 74 o frasco com 100 ml.

SERVIÇO O Boticário Carrefour Tel.: 3742-1127 / Centro Empresarial Tel.: 3741-4526 / Extra João Dias Tel.: 5851-7908 / Jardim Sul Tel.: 3742-0975

junho 2009

Morumbi

53


Corpo & Mente Todas as horas de nosso dia estão ocupadas, basta abrir a agenda para comprovar a quantidade de compromissos. No entanto, a correria imposta pelo estilo de vida em que “tempo é dinheiro” faz com que deixemos sempre para depois o que devia ser prioridade, a saúde. Alimentação fast-food e sem horários certos, poucas horas de sono, falta de tempo para uma caminhada ou mesmo para apreciar as coisas simples da vida podem acarretar em sérias consequências. Por isso, paute-se no velho e sábio ditado popular: “é melhor prevenir do que remediar”. Faça um check-up, reserve tempo para algum esporte, alimente-se adequadamente. Seu corpo e mente agradecerão imensamente. Confira, neste especial, onde encontrar profissionais que o ajudarão a ter mais qualidade de vida.

54

Morumbi

centro de apoio ao idoso CIAI R. Alfredo Mendes da Silva, 201 Tel.: 3751-4951 - ciai.com.br

O Morumbi abriga um centro de referência e excelência em moradia e cuidados para idosos. Se você tem um familiar ou conhece alguém que necessita de atenção e cuidados especiais, não deixe de visitar o CIAI. Conforto, carinho, convívio com a natureza e atividades lúdicas são alguns dos aspectos primordiais da filosofia do CIAI – que contempla uma equipe multidisciplinar com cerca de 80 profissionais da área de saúde, como geriatras, enfermeiros, assistentes de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, terapeutas ocupacionais etc. As instalações foram projetadas para atender idosos em qualquer condição: tanto lúcidos como aqueles que apresentam comprometimento físico e/ou mental, inclusive acamados. Mesmo funcionando com uma estrutura que mescla serviços de hotelaria e saúde, no CIAI o “clima de casa” ainda é o predominante, ou seja, um ambiente acolhedor que privilegia o calor humano no convívio com os idosos. Ver anúncio nesta página

junho 2009


Clínica integrada Clínica Weiss

Dra. Lorena Loreiro Arias

Rua Dr. Luiz Migliano, 1110 – 6º e 8º and. Tel.: 3744-8997

Rua Edward Joseph, 122, cj. 92 -– Tel.: 3461-0226

Instalada no bairro desde 1992 e prestes a inaugurar a segunda unidade, a Clínica Weiss, especialista em tratamentos odontológicos e dermatológicos, trabalha dentro do conceito de atendimento humanista de todos os pacientes, investimento em alta tecnologia, com equipamentos de ponta e atualização contínua de toda a equipe. Ver anúncio na página 15 Dança Cia. Das A’Artes Av. Giovanni Gronchi, 5158 Tel.: 3773-6660 ciadasaartes.com.br

A Cia das A’artes comemora 10 anos trabalhando com arte e corpo de crianças, jovens e adultos, visando desenvolver e enriquecer as qualidades do indivíduo em seu físico e mente. Todas as modalidades de dança: Ballet Clássico, Baby Class, Moderno, Jazz, Contemporâneo, Sapateado Americano, Dança do Ventre, Hip Hop, Dança de Salão, além de aulas de Teatro.

O atendimento humanizado, diferente da frieza e falta de amparo técnico observados em muitos estabelecimentos, é um dos principais diferenciais nos serviços prestados pela Dra. Lorena. Em seu consultório, a individualidade de cada paciente é respeitada, melhorando sua qualidade de vida e bem-estar. Ver anúncio na página 57 Médicos

Clínica Arighi Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1230, cj. 13 – Tel.: 3501-8427 clinicaarighi.com.br

Especialista em Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Medicina Fetal, Acupuntura e Fitoterapia, a Clínica Arighi realiza atividades preventivas, de reabilitação e curativas, sempre com o objetivo de proporcionar aos pacientes bem-estar e uma pronta recuperação.

Dentistas Clínica Hevi Odonto Dra. Flávia Cristina B. C. Lima

Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1230, cj 106 – Tel.: 3507-4303

Uma das especialidades da HEVI ODONTO é a implantodontia. Hoje, a implantodontia tem desfrutado de muito mais inovações e desenvolvimentos progressivos do que algum tempo atrás, tornando muito mais fácil devolver estética e função aos pacientes que de alguma forma perderam seus dentes. Lembrando que a função do osso é a sustentação dos dentes, quanto mais cedo for feita a reabilitação com implantes maior é a probabilidade de sucesso! Ver anúncio nesta página

Dr. Fábio Fernando Ferrantin CRO-SP 88088 e Dra. Thaís Nogueira Dias CRO-SP 82602 Rua Dr. Luiz Migliano, 1110, cj. 501 Tel.: 3744-6087 e 4771-8516

Nós cuidamos da sua saúde bucal, tornando seus dentes mais bonitos, brilhantes e saudáveis. Conquiste um novo sorriso! Implantes, Odontologia Estética, Clareamento a Laser, Endodontia, Periodontia, Próteses, Cirurgias, Odontopediatria e Odontologia Preventiva.

junho 2009

Morumbi

55


Corpo & Mente Médicos Consultório Infectologia e Nefrologia R. Domingos Lopes da Silva, 890, cj. 904 Tel.: 2533-9200

são homeageados com cartões e algum brinde, como loção para mãos, sabonete líquido, loção pós-barba. As lojas contam com farmacêuticos em período integral para esclarecimentos de quaisquer dúvidas sobre receitas. Ver anúncio na página 57 Psicóloga Carmen Marcelino R. Karl Richter, 58, cj 27 Tel.: 3743-4029

O Dr. José Jorge Namura (clínico geral e infectologista) e a Dra. Zita Maria Leme Britto (nefrologista) procuram atender a cada paciente com qualidade e sensibilidade, visando a construção da tão importante relação médico-paciente. Entender, apoiar e acolher a família são fundamentais para que os procedimentos sejam efetuados corretamente. Ambos possuem cadastro e podem utilizar as dependências dos hospitais Albert Einstein, São Luiz, Nove de Julho e Emílio Ribas, onde contam com equipe técnica de alta qualidade. Seg a sex das 9h às 20 h e sáb das 9h às 12h. Farmácias & Dermocosméticos Alergoshop Av. Giovanni Gronchi, 5819, piso térreo Tel.: 2533-4005 – alergoshop.com.br

A rede Alergoshop, com uma loja no Morumbi, tem como proposta oferecer saúde, beleza e bem-estar através de produtos que minimizam e previnem os riscos de alergias para pessoas com sensibilidade respiratória ou dermatológica. Capas antiácaros, acaricidas, fungicidas, máscaras e espaçadores, na linha respiratória. A dermatológica conta com grande variedade de produtos hipoalergênicos, como dermocosméticos, esmaltes, maquiagem, xampu e condicionador etc. Ver anúncio na página 59

Clorophila - Unid. Trade Center: R. Dr. Luiz Migliano, 1.110, lj.13 – Tel.: 3743-5262; Unid. Caxingui: R. dos Três Irmãos, 605 Tel.: 3721-9221 - clorophila.com.br

Com duas unidades no Morumbi, a Clorophila trabalha com manipulação alopática, homeopática, fitoterápica e cosmética, além de variedade de produtos naturais, incluindo light, diet, óleos essenciais e essências. Em datas comemorativas, os clientes sempre

56

Morumbi

Carmen Marcelino é psicóloga com experiência na área clínica e hospitalar. Criada há cinco anos, a clínica tem como missão oferecer auxílio a adolescentes e adultos para superar dificuldades que, muitas vezes, a vida impõe, e a buscar novos caminhos, mantendo, assim, a saúde mental e, consequentemente, a física. Ver anúncio na página 55

saúde emocional e psicodrama Simone Nicastro by Visag Talent R. José Jannarelli, 199, sl. 26 Tel.: 3722-3093 e 7337-8043 simone@visagtalent.com.br visagtalent.com.br

A Visag Talent Psicologia e Gestão de Pessoas oferece atendimento psicológico diferenciado com terapias de prevenção, tratamento e desenvolvimento que apoiam o cliente em fases específicas e pontuais da sua vida. As sessões são realizadas pela Psicóloga e Psicodramatista Simone Araújo Nicastro e têm como foco ajudar o cliente a alcançar autoconhecimento, descobrir causas de dificuldades, direcionar suas ações, recuperar autoestima e restabelecer a Saúde Emocional nas atuações pessoal, familiar e profissional. Terapias Namasté R. Dom João Batista Costa, 36 – Tel.: 3502-3468 namasteyogamorumbi.com.br

O espaço reúne diversas atividades, entre cursos e atendimento, como yoga, acupuntura auricular, mapa astral, tratamentos faciais e corporais, entre outros. Tem, ainda, uma lojinha que comercializa artigos indianos e um cantinho do bem-estar, onde se pode ler um livro, conversar ou fazer um lanchinho saudável e leve.

junho 2009


junho 2009

Morumbi

57


Corpo & Mente Na Namasté são ministrados tratamentos naturais para corpo, mente e espírito, com carinho, respeito e atenção desde a recepção. Ver anúncio nesta página

Tratamentos Onodera Morumbi

Vida Corpo

Proporcionar bem-estar, qualidade de vida, saúde e beleza, num ambiente agradável, equipamentos com tecnologia de ponta, os melhores profissionais e o melhor astral. Tratamentos estéticos faciais (rejuvenescimento, acne, manchas, hidratação), corporais (gordura localizada, celulite e flacidez) e laser. A Onodera padroniza seu atendimento e a unidade Morumbi conta com atendimento personalizado, acompanhamento médico e nutricional. Ver anúncio na página 16

R. Carlos Pinto Alves, 321 – Jd. Aeroporto Tel.: 5034-4371 – vidacorpo.com.br

A terapia biointegrativa se propõe a tratar as necessidades de uma pessoa com questões emocionais que se manifestam no corpo físico. É um método que trata a pessoa inteira, em todas as suas partes. Para promover um corpomente mais equilibrado, utiliza-se de técnicas de massagens e respiração, toques sutis e profundos, microestiramentos das cadeias musculares e terapia transpessoal, possibilitando criar um canal de conteúdos para a pessoa atingir o caminho do bem-estar.

58

Morumbi

Rua Dr. Fonseca Brasil, 77 – Tel.: 3742-6116 seg a sex das 7h às 21h30, sáb das 7h às 16h Estac. com manobrista – onodera.com.br

Spa do Pé Av. Giovanni Gronchi, 5819, Piso Térreo Tel.: 3744-4550 – spadope.com

Oferece tratamentos para pés e mãos com podólogos e manicures experientes e treinados, com as mais avançadas técnicas e segurança. Reflexologia, esfoliação, hidratação com parafina, tratamento corretivo de unhas encravadas e órtese estética. Ver anúncio nesta página

junho 2009


Novidades em produtos e tratamentos

P

rocurando oferecer o melhor em saúde a bem-estar a seus clientes, a Dra. Isabel Martinez está sempre buscando atualização. Nos últimos meses participou dos principais congressos mundiais sobre dermatologia, área em que é especialista. Nesses congressos sempre aparecem novidades em produtos e tratamentos. Dentre eles, um produto que aumenta e engrossa os cílios, e também um aparelho de ultrassom de alta frequência, utilizado para tratar gordura localizada. Com o uso desse aparelho, o paciente pode perder de 2 a 4 cm de medida Entre as novidades estão: por sessão, e se houUm produto que aumenta ver caso de flacidez, e engrossa os cílios e um é possível associar aparelho de ultrassom de outra técnica, que alta frequência, onde o paciente pode perder de 2 a utiliza um sistema 4 cm de medida por sessão de radiofrequência, além de lasers de última geração para tratamento de estrias e rejuvenescimento facial e das mãos. A Dra. Isabel é especialista em Dermatologia e Laser, membro da Academia Americana de Medicina e Cirurgia a Laser, Sociedade Internacional de Dermatologia e Academia Europeia de Dermatologia. Se você tiver alguma dúvida sobre qualquer um destes procedimentos envie um e-mail para Dra. Isabel: dra.isabel@clinicamartinez.com.br Clínica Martinez Av. Ibirapuera, 2907 – cj. 1314 – Moema Tel.: 5093-8688 • de seg a sex das 9 às 20h, sáb e dom das 9 às 17h (aos domingos, somente com agendamento prévio) www.clinicamartinez.com.br

junho 2009

Receba GRATUITAMENTE a Revista Dolce em sua casa. Cadastre-se!

dolcemorumbi.com * entrega garantida para os ceps da área de abrangência, ver mapa no site.

Morumbi

59


por Rosa Richter

Mais uma etapa concluída Queridos amigos, No mês passado me despedi da presidência do Conseg Portal do Morumbi. Ao preparar minha despedida, os seis anos consecutivos à frente da entidade me vieram à lembrança e me senti no dever de relatar os principais pilares do trabaho desenvolvido nesse período. Para que eles fiquem devidamente registrados, transcrevo nesta edição as palavras que encerraram essa última gestão: “Começo minha despedida agradecendo a Deus por tudo o que Ele sempre me deu e proporcionou, pois Ele é quem dá a dádiva da vida para realizarmos nossos sonhos, e em tudo Ele tem um propósito, nada acontece sem sua permissão. Faço um agradecimento em especial aos meus pais, Rosa e Iracy, ao meu marido, Paulo Sérgio, e aos meus filhos, Hamilton e Marcella Richter, que sempre me apoiaram incondicionalmente em todas as minhas ações e são o meu porto seguro, onde me abrigo das tempestades da vida. Publicidade

60

Morumbi

Aos meus queridos amigos, que sempre estiveram ao meu lado lutando e traçando novas metas, em especial ao sr. Roberto Fonseca, que com sua experiência sempre me encorajou, me apoiou e me deu força para grandes voos. Depois de seis anos à frente do Conseg Portal do Morumbi, saio com a certeza de ter trabalhado muito e cumprido todos os objetivos traçados. Passados esses seis anos lutando à frente desta entidade, vejo que os resultados foram positivos e acredito que jamais deveremos parar. Faço uma menção especial a todos os ‘conseguianos’ do Portal do Morumbi aqui presentes, frequentadores assíduos ou não, homens e mulheres, que desde 2003 tiveram disponibilidade, ousadia, coragem, assiduidade e disposição para lutarmos juntos, tudo baseado na crença de construirmos uma sociedade mais justa e melhor. Afinal, vitórias e derrotas fazem parte do nosso diaa-dia, mas os resultados mostraram que juntos e com força conseguimos alcançar nossos objetivos. Aproveito aqui para agradecer toda a ajuda da direção do Extra Morumbi com a disponibilização do auditório; toda ajuda da superintendência do Shopping Jardim Sul, pela sala que nos cedeu nesses seis anos, o que nos possilitou realizar todo o nosso trabalho com a comunidade. A Sabesp, CET, ISPCV, Bombeiros, Rotary Club, Eletropaulo, Ilume, Sehab, Siurb e ongs da área e em especial à Associação Panamby, que é nossa mantenedora e nos possibilitou tantos avanços. À coordenadoria dos Consegs, que sempre nos apoiou e acreditou em nosso Conseg, inclusive nos nomeando como representantes pelo estado de São Paulo no congresso, que ocorreu em Salvador no ano de 2007, referente à segurança comunitária. Agradeço, em especial, o empenho, a ajuda e o carinho do nosso governador José Serra, agradecimento extensivo a todos os policiais militares, desde o Comando Geral do Estado, Secretaria de Segurança Pública, CPA-M5, 16º Batalhão da PM, 6ª Cia., Polícia Civil, 89ª DP, Guarda Civil Metropolitana e todas as secretarias do estado e da prefeitura, que sempre nos atenderam com muito carinho, respeito e competência. Minhas congratulações também ao nosso prefeito Gilberto Kassab, que deu continuidade a todas as ações iniciadas na gestão passada, o que foi fundamental para a realização de todos os nossos projetos, sempre com o apoio e a parceria das subprefeituras de Campo junho 2009


cidadania

Limpo e Butantã, bem como todas as secretarias do município de São Paulo, que tanto contribuíram para a conquista da nossa tão esperada 6ª Cia. da PM, que hoje está situada na Rua Antônio da Costa Barbosa, nº 100. Após iniciativa da Associação Panamby de incluir no plano diretor a Av. Perimetral, contamos com a ajuda das construtoras que atuam na nossa área, formando, através de um pool, força e recursos, nos possibilitando a entrega do projeto básico doado à prefeitura para execução da via que hoje se encontra bem adiantada, e também a ponte do Burle Marx, cujo projeto já está pronto e sua obra se encontra em fase final de licitação. Sua construção iniciar-seá nos próximos meses, e este Conseg não mediu esforços para que essas ações se tornassem realidade. Gostaria de agradecer, ainda à Revista Dolce, por ceder regularmente uma página, onde desenvolvo e continuarei desenvolvendo, mesmo deixando a presidência deste Conseg, as campanhas do Disque-Denúncia e cidadania. Agradeço também à Revista Dolce pela parceria no Prêmio Dolce Vita Amigo do Morumbi de Responsabilidade Social, em que, há cinco anos entregamos aos melhores policiais civis e militares da área viagens cedidas pela

junho 2009

CVC do Shopping Jardim Sul e diplomas de merecimento. Aos ex-presidentes deste Conseg, fica o nosso reconhecimento pelo trabalho e dedicação que, com certeza, contribuíram muito para que tivéssemos esse sucesso e conquistas alcançadas. À minha diretoria, que, com certeza, honrou os compromissos firmados e os objetivos traçados. Gostaria de deixar aqui registrado que uma instituição forte e respeitada requer a participação de todos. Espero que essa nova diretoria tenha toda sorte, empenho, zelo, dedicação e sucesso. Gostaria de agradecê-los pela grande oportunidade que tive e aproveito para comunicá-los que ficarei mais perto do que imaginam. Recebi um convite do nosso prefeito Gilberto Kassab para trabalhar mais de perto na administração pública. Certamente traçaremos novos horizontes que nos levarão a um futuro melhor. Com certeza continuarei lutando por um Morumbi melhor e mais harmonioso. Muito obrigada.” Rosa Richter

Rosa Richter é pedagoga; presidente da Associação Cultural e de Cidadania do Panamby; presidente da AMO Jardim Sul; conselheira e diretora de várias entidades na área de desenvolvimento social. rosarichter@gmail.com


pensata

por Paulo R. Amaral

Detalhes, importantes detalhes

E

Paulo Roberto Amaral é morador do Morumbi e jornalista da Rede Globo de Televisão, onde edita o Jornal Hoje.

u tomei um susto. Estava acostumado a an­ dar por aquela rua calma atrás do Shopping Jardim Sul e nunca tinha visto tanto cami­ nhão. Eles seguiam em fila indiana, carregados de areia, e obstruíam a passagem. Como a rua é aper­ tada e tem estacionamento liberado nos dois la­ dos, aquela carreata, lógico, ficou enroscada. Os ca­ minhões não conseguiam manobrar, não iam para frente, nem conseguiam voltar. Estávamos todos no mesmo barco furado, caminhões e automóveis, presos num improvável congestionamento numa pequena rua do Morumbi. O impasse durou quase uma hora; no meio de um buzinaço e de muita dis­ cussão alguém teve a ideia de procurar os donos dos carros estacionados. Mais uma hora para loca­ lizar uns três ou quatro e abrir espaço na rua para as manobras. Os caminhões eram de uma constru­

Publicidade

tora que está erguendo um prédio no fim da rua. Chegaram todos ao mesmo tempo e causaram um imenso transtorno para quem, como eu, prefe­ re andar pelas ruas menos agitadas do bairro. Vale aí uma reflexão: a licença de uma obra, em qual­ quer parte da cidade, não deveria levar em conta o impacto que vai causar para a comunidade local? Antes de autorizar a construção, a prefeitura não deveria fazer um estudo detalhado do ambiente? Não digo só depois da obra pronta, mas falo dos efeitos causados também durante a construção.

As exigências existem, quem quer construir precisa preencher uma papelada, fazer requisições e obedecer a uma série de normas municipais. Mas está faltando prestar atenção nos detalhes que vão interferir no cotidiano das pessoas. Me lembro da construção de um shopping cen­ ter perto de casa e do barulho infernal dos ope­ rários de madrugada. Sim, a lei do silêncio foi ignorada e não adiantou reclamar. Fiz um pé­ riplo, liguei para o PSIU, que me mandou ligar para a polícia, que me passou o número 156, a central de reclamações da prefeitura. Lá conse­ gui ser ouvido e registrei uma queixa. O shop­ ping foi inaugurado seis meses depois e tive que conviver com as madrugadas barulhentas até o dia da inauguração. A minha queixa? Até hoje não tive resposta, deve ter virado número de um registro qualquer no arquivo de algum burocrata. Pago impostos e cumpro minhas obrigações, esse é o meu dever e de qualquer cidadão responsável. Só queria ser ouvido, ter retorno das ações do poder público. Não é pe­ dir muito, né? Afinal, são os detalhes, que, no fim das contas, fazem a diferença. g

62

Morumbi

junho 2009


CORPORATIVO

por Lívio Giosa

Bom Profissional, Boa formação

E

m época de crise, estudar é a grande saída para melhor se capacitar e ter mais chance de emprego quando a economia reaquecer. Ainda que alguns digam que estes tempos turbulentos já passaram, as pesquisas indicam, por outro lado, que, em todos os setores, há uma retração do mercado, com altos índices de desemprego. Esta desaceleração tem atingido o conjunto dos níveis profissionais, incluindo também aqueles mais qualificados. Vários institutos de pesquisa têm demonstrado o momento que o nosso país vive no que tange à queda dos indicadores de emprego, o que causa apreensão no que se refere à macrovi-

Publicidade

são da empregabilidade atual e na sua projeção para o futuro. No entanto, mesmo que o cenário não seja dos mais animadores e com as oportunidades se rareando, a recomendação é que estes profissionais tentem aproveitar o momento para aprimorar a própria formação. Assim, quando a situação melhorar, o profissional estará mais qualificado para encarar o mercado de trabalho. Esta realidade tem sido evidente com o aumento de matrículas em cursos de línguas (o que é um fator diferencial para a obtenção de determinadas vagas), até cursos livres, de especialização e outros mais longos, como os de pósgraduação e MBAs. Diante disto é altamente recomendável que a pessoa se volte para a sua empregabilidade e que vá em busca da renovação de seus conhecimentos para adquirir novas habilidades. A despeito do que dizem os especialistas em relação ao tempo que o investimento na formação pode levar para produzir resultados na carreira, em geral de médio a longos prazos, a história de vários profissionais tem demonstrado o contrário, gerando assim situações compensadoras em período bem curto. Muitas novas oportunidades acabaram se abrindo para estes indivíduos. O relacionamento nos cursos e nas salas de aulas é fundamental para ativar sua rede de contatos, conhecer os inputs do mercado e ter referências do nível de conhecimento dos seus próprios concorrentes. Desta forma, o importante é entender que em épocas de crise aprimorar a formação tornase uma das vantagens competitivas mais ao alcance para a solução dos problemas da empreg gabilidade. LÍVIO GIOSA é presidente do CENAM – Centro Nacional de Modernização; vice-presidente da ADVB Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil; Coordenador Geral do IRES – Instituto ADVB de Responsabilidade Socioambiental e sócio-diretor da G,LM – Assessoria Empresarial.

64

Morumbi

junho 2009


vitrine vitrine

BRECHÓS

O barato que é um barato

Q

uando surgiram, no final do século XIX, os brechós em nada eram parecidos com o que se transformaram nos dias de hoje. Eram lugares cheios de poeira, velharias e nada glamourosos, para atender pessoas que não tinham condições de comprar roupas novas. Nos dias de hoje vemos brechós de grifes famosas, em todos os lugares do mundo, que comercializam peças a preços acessíveis e fazem a festa de quem gosta de ter o próprio estilo. Aqui no Morumbi encontramos dois endereços que em nada lembram os tradicionais redutos cheios de pó e cheirando a mofo: o charmoso Empório Vintage e o infanto-juvenil Second Hand. Quando Viviane Schneider abriu seu Empório Vintage, há três anos, pegou peças suas, da sua mãe e das

Viviane Schneider, no seu Empório Vintage: acervo pessoal

66

Morumbi

junho 2009


vitrine vitrine

junho 2009

Morumbi

67


vitrine No Empório Vintage, uma camisa Emporio Armani pode sair por R$ 90, um cinto Cavalli em couro, por R$ 70, e uma sandália Empório Naka, sem uso, custa R$ 50.

Empório Vintage: amplo, arejado e bem iluminado, em nada lembra os brechós antigos irmãs para começar o negócio. Com o tempo, as próprias clientes passaram a levar suas peças também para serem vendidas. Além de roupas de grifes famosas, como Les Lis Blanc, Emporio Armani, Dock Dog , entre outras, o espaço também vende sapatos, bolsas e demais acessórios, como cintos e bijuterias. Alguns dos produtos nunca foram usados, e podem ser comprados por valores até mais de 50% mais baratos, como uma sandália plataforma da Empório Naka, ainda com a etiqueta da loja marcando R$ 119, à venda no Vintage por R$ 50. A dica de sempre é ir com tempo e paciência para revirar as araras à procura de peças que, novas, podem custar muitas vezes mais, como a camisa Emporio Armani, no brechó por R$ 90, ou o cinto Cavalli, em couro, por R$ 70.

68

Morumbi

junho 2009


vitrine Até para crianças

No Second Hand, aberto há um ano, é possível encontrar roupas e calçados para bebês e crianças de 0 a 16 anos e também roupas para gestantes, berços, poltronas para amamentação, carrinhos e brinquedos. A loja possui uma variedade enorme de peças para meninos e meninas, de marcas nacionais e estrangeiras, e é um verdadeiro paraíso para os pais, uma vez que a turminha perde as roupas e os sapatos com uma velocidade enorme. As proprietárias Vivian e Luciana Del Bianco recebem mercadorias todos os dias, que passam por uma avaliação. As peças devem estar sempre em perfeitas condições, sem furos e limpas, e são sempre pagas no ato. São quatro salas organizadas por tamanhos, iluminadas, bem ventiladas, um ambiente muito diferente daquele que imaginamos quando pensamos em brechós, e todos os dias o espaço recebe visitas de clientes, que vêm de todo o Estado.

No reino da brecholândia

No Empório Vintage as peças são todas recebidas em consignação, já na Second Hand, as roupas são compradas, mas os carrinhos, móveis, acessórios e brinquedos são deixados lá para serem vendidos. Essa situação rende boas his-

No Second Hand, as prateleiras e os ambientes são bem organizados

junho 2009

Morumbi

69


vitrine Segundo Vivan Del Bianco, dona do Second Hand, “todos os dias a loja recebe roupas ‘novas’, e a procura é muito grande, chegando a vir gente de todo o Estado.”

Second Hand: conjunto seminovo da Ralph Lauren por R$ 19,99 tórias, principalmente no Second Hand, como a do garoto que queria juntar dinheiro para viajar com a escola e levou uma coleção de carrinhos para vender no brechó. As peças não ficaram uma semana nas prateleiras. Dias depois, o dono de um buffet infantil apareceu por lá e arrematou toda a coleção. Há casos também de meninas que quando fazem aniversário (15 anos, por exemplo), ou então entram na faculdade e precisam abrir espaços para seus livros, levam bichos de pelúcia, que também têm que estar higienizados, para vender. Serviço Empório Vintage Rua Salim Izar, 197 Tel.: 3726-4203 – emporiovintage.com.br Second Hand Rua Lício Marcondes do Amaral, 290 Tel.: 3721-2548 – secondhand.com.br

70

Morumbi

junho 2009


vitrine

junho 2009

Morumbi

71


vitrine

Vai Acontecer férias

Programa de férias Pentágono

Durante o mês de julho, o Colégio Pentágono programou para seus alunos um mês de atividades, passeios e brincadeiras. O calendário será dividido em semanas, e no primeiro dia de cada semana está programado um delicioso café-da-manhã para os alunos e seus pais. Todas as atividades, internas e externas, serão acompanhadas pelos professores e pela coordenadora pedagógica da escola. Os interessados devem fazer a inscrição de seu (sua) filho (a) o quanto antes, pois o número de vagas é limitado. Serviço Colégio Pentágono Rua Nelson Gama de Oliveira, 1244 Tel.: 3747-6277 – colegiopentagono.g12.br

Curso de férias no Stúdio Martha W. Farias A artista plástica Martha W. Farias promove curso de férias para adultos e crianças, do dia 1º ao dia 31 de julho. O curso é para pintura em tela em várias técnicas, do acadêmico ao contemporâneo. Serviço Stúdio Martha W. Farias Rua José Ramon Urtiza, 890 – sala 2 Tel.: 3772-0920 Ver anúncio na página 45

Lançamento

Nova coleção na Ideall Design A Ideall Design está lançando sua nova coleção, e até o dia 30 de junho toda a loja estará com 10% de desconto. Serviço Ideall Design Rua Nelson Gama de Oliveira, 277 Tel.: 3507-4852 Ver anúncio na 3a. capa

promoÇÃo

NAMORADOS NO market place

A promoção Amores Conectados vai sortear 12 pares de Notebooks LG. Para participar, basta juntar R$ 200 em compras e trocar as notas por um cupom. O sorteio será realizado no dia 15/06, e os nomes dos ganhadores serão divulgados no site do shopping. A promoção é válida de 1º a 12 de junho. Serviço market place shopping center Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 - Tel.: 3048-7000 www.marketplace.com.br Ver anúncio nas páginas 2 e 3

72

Morumbi

junho 2009


vitrine

junho 2009

Morumbi

73


FINAL FELIZ

por Floriano Serra

Queimando o filme do amor

Q

uando estão com amigos ou amigas, algumas pessoas praticam o lamentável hábito de falar mal do parceiro. Como se contassem uma piada, “queimam o filme” dele ou dela, descrevendo suas mazelas, seus “defeitos” e limitações, seus desleixos domésticos, seus roncos e até certos hábitos íntimos. Não sei se essas pessoas querem apenas parecer engraçadas ou se se trata mesmo de uma ação ferina para desqualificar e diminuir, perante os amigos e amigas, a imagem daquele com quem dormem toda noite. É difícil encontrar lógica em atitudes assim, porque se supõe que as pessoas tenham prazer e orgulho em destacar as qualidades do parceiro. Que sentido há em expor o parceiro como desastrado, infiel, incompetente, ridículo ou mal-educado? Não há lógica nem graça nessa atitude. Os amigos e amigas até podem sorrir, mas certamente o fazem para parecerem simpáticos, compreensivos ou solidários. No fundo, estarão recriminando o parceiro indiscreto e até se perguntando: “Ué, então por que continua com ele/ela?” Sabe-se que, quando passam a morar sob o mesmo teto, é comum que os parceiros mostrem facetas comportamentais que não eram conhecidas antes. Isto porque na fase de conquista, somos todos sedutores e nos esforçamos em mostrar ao outro apenas aquilo que é cativante e atraente. Assim, ambos os parceiros criam em torno de si uma aura de “perfeição” irresistível – essa é a dinâmica natural do processo de conquista. Com o passar do tempo, dentro do clima de intimidade e descontração que é criado no casal, os parceiros se sentem mais à vontade para assumirem suas verdadeiras características pessoais. E é nesse contexto que podem surgir alguns padrões comportamentais desconhecidos – para surpresa e às vezes até choque do outro. Desde que não sejam atitudes prejudiciais ou invasivas, e se de fato são incômodas, devem merecer diálogos sinceros, mas serenos, a respeito de como podem ser administradas essas novidades. Não se deve amar uma pessoa apenas “por causa de”, mas, se esse amor é verdadeiro, também “apesar de”. Ninguém é perfeito e certamente o parceiro que fala mal do outro em público, também possuirá, com certeza, um razoável repertório de atitudes, que o outro também considera falhas, defeitos e limitações. E se a moda de falar mal do outro pegar entre os dois, como

74

Morumbi

é que fica a situação? Cada um metendo o malho na imagem do outro perante os amigos! E assim todo o grupo fica por dentro de certas particularidades que os casais habitualmente preferem manter em segredo... Acredito que esse mau hábito de fazer campanha negativa contra o parceiro se trate de uma distorção da afetividade, inclusive, usada como recurso inadequado para ter a atenção do grupo. Para correção desse mau hábito, o primeiro passo é ter uma boa conversa com o parceiro a respeito daquilo que o outro considere invasivo, inadequado ou incorreto. Se houver amor, essa conversa será construtiva e agregará mais tijolos para a construção de uma relação sólida. Cada parceiro deve entender que quando alguém fala mal, desdenha ou desqualifica o outro perante as pessoas, não está apenas comprometendo ou até destruindo a imagem do parceiro, mas está destruindo a própria instituição do Amor. Está “queimando o filme” do próprio Amor. Está desfazendo tudo o que de positivo existiu um dia naquela relação. Está fazendo forte campanha negativa para que os amigos deixem de acreditar na continuidade daquilo que foi criado para ser duradouro. Pode até ser que não dure tanto, mas enquanto a relação estiver viva, o mínimo que os parceiros devem fazer é, através da discrição e do respeito, proteger a imagem um do outro. Até porque, do ponto de vista prático, mesmo que a relação venha a acabar em separação, a vida amorosa continuará para ambos – e, para isso, eles devem ser vistos como pessoas que valem a pena serem conquistadas. Afinal, ninguém compra produtos defeituosos...g

Floriano Serra é psicólogo, consultor, palestrante e autor de vários livros e artigos sobre o comportamento humano. E-mail: florianoserra@ somma4.com.br Ilustração Thais Narkevitz

junho 2009


Dolce Morumbi 59  

Mudando o look da própria vida.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you