{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 24

INSIGHTS

uma velocidade impressionante. Temos exemplos clássicos, como a radiografia, que menos de dois anos depois de sua descoberta por Wilhelm Röntgen, em 1896, já havia transformado a radiologia em uma especialidade reconhecida ao redor do mundo e o uso universal dos raios X um protagonista no diagnóstico médico. Mais recentemente, tivemos a tomografia computadorizada e assim existem muitos outros. Por outro lado, tecnologias como o prontuário eletrônico do paciente (PEP) e as soluções de suporte à decisão clínica nem sempre são bem recebidas ou até rejeitadas pelos profissionais de saúde! Qual seria a razão dessa disparidade? A resposta não é simples, de forma alguma, mas basicamente está relacionada à maneira como novas tecnologias são integradas ao fluxo de trabalho e às práticas assistenciais de saúde. Ou seja, se ela é realmente útil para aperfeiçoar, incrementar, ou até revolucionar a prática clínica.

24

INFORMATION MANAGEMENT | JAN 2020

Além disso, tem outros pontos ainda ter que aprender a usar que merecem ser citados. esse sistema que se conectar outros se conecta com os ou#1 Falta recursos financeiros e tros passos para cuidado inteinfraestrutura para adoção de gral do paciente. tecnologias e soluções de suporte à decisão clínica. Segun- #3 Não familiaridade com a do o Datasus, o departamento tecnologia, mesmo que ela dê de informática do Sistema Úni- suporte à decisão clínica. Emco de Saúde (SUS), o profissio- bora isso aconteça em menor nal de saúde tem dificuldade escala, é preciso ser realista de registrar a informação ade- que mesmo na era do digital, quadamente por não ter equi- ainda exista quem não esteja pamentos suficientes. Atual- familiarizado ou mesmo que mente, na atenção básica são não goste de lidar com a tec40 mil UBS [Unidades Básicas nologia e aí entra o item abaide Saúde]. Desse total, pouco xo. mais de 50% têm um sistema de informação e conseguem #4 Falta tempo: Só de imagiinformatizar sua rotina, sendo nar em ter que aprender mais a situação é mais crítica nas uma “coisa” nova ou de incorporar mais uma ação durante regiões Norte e Nordeste. o atendimento, o profissional #2 Aderir uma nova tecnolo- já fica de cabelo em pé. Além gia requer mudança brusca de disso, incorporar novas prácultura e de comportamento. ticas no cuidado é difícil em Olhando para esse aspecto, ambientes de alta pressão. não é difícil entender a resis- Estamos falando de profissiotência, afinal estamos falando nais com elevadas cargas de de um profissional que traba- trabalho e responsabilidades lhou a vida toda com papel, tremendas. No entanto, é precaneta, prescreveu milhares de cisa ter clara a ideia que provezes usando seu receituário, mover o workflow revolution folheou livros e teses cientí- e integrar a tecnologia e as ficas em bibliotecas, ter que soluções de suporte à decisão usar um sistema eletrônico. E clínica no fluxo de trabalho do

www.informationmanagement.com.br

Profile for Editora Guia

Revista IIMA 89  

Revista IIMA 89