Page 1

•1


2•


•3


Índice e Editorial De Tudo um Pouco .....................06 Arquitetura & Design Soraia Lima .......................................10 Pessoas & Negócios Empório Norte Sul ............................12 Espaço Era Uma Vez .......................13 Zengibre Empório e Bistrô ................14 Fisiolife Espaço Saúde ........................16 Luigi Ristorante .................................18 Hemolabes Laboratório ....................20 Adail Costa 50 anos .........................22 Señorita Café ...................................24 Pândanus Casa de Festas ...................26 Empreendedorismo familiar ..............28 Drª Rúbia Merklein ..........................30 Essencial Fit .......................................32 Salva Meu Cel ...................................34 Solutic 10 anos ...................................36 Lagosmed Centro Médico Popular ...38 Colégio Ueda Peçanha 5 anos ..........40 Drª Iana Vilasbôas Carruego .............44 Clínica Pierre Gentil ...........................46 Bazar da Ciranda ...............................48 Beleza Minuto 7 anos ........................50 Drª Michele Monteiro ........................52 Villa Gourmet ....................................54 Dr. Carlos Wilson .............................56 A Cidade Glam (por Marcelo Muquici) .............57 Boudoir, ensaio sensual ......................58 Identidade negra (capa) ......................62 Parque Municipal Atalaia .....................68 Botecos de Macaé ...............................72 Drones, do hobby à profissão ............76 Perfil Felipe Rodrigues ...............................80 Gente que faz Projeto Fazer o Bem .........................82

4•

MUITO MAIS DO QUE A COR NEGRA NA PELE...

58

Boudoir, o ensaio sensual

negra 62 Identidade

Municipal Atalaia 68 Parque

A

bril é o mês do cinquentenário da morte do líder negro norte-americano Martin Luther King Jr., que se indignou com a discriminação racial na década de 1960, mobilizou pessoas e se tornou um mártir, nos Estados Unidos e no mundo, por lutar e morrer por um sonho de igualdade entre os homens, e seus filhos vivendo em um país onde não fossem julgados pela cor da pele, mas pelo seu caráter. O sonho continua, vencendo aos poucos o racismo resistente e trazendo à tona discussões importantes com o empoderamento negro e os direitos humanos (o racismo é uma violação deles), que ganham destaque na imprensa e na mídia. Há muito ainda que evoluir, mas é preciso reconhecer os avanços. Apesar de todas as dificuldades e barreiras, são vários casos de negros que foram protagonistas de suas próprias histórias e conquistaram, com mérito, seu espaço e respeito na sociedade, se tornando referência e servindo de exemplo para outras pessoas, sendo admirados pelo que representam. Entre eles, posso citar Lázaro Ramos e Thaís Araújo, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, a jornalista Maju Coutinho, entre outros. Aqui em Macaé, não é diferente, e a DiverCidades, como é de praxe, identificou na cidade pessoas que têm uma história de superação, conquistas e valorização, que apesar das dificuldades, construíram sua identidade e viraram referência, refletindo positivamente na vida de outros. Vale a pena conferir. Boa leitura!

de Macaé 72 Botecos

Gianini Coelho Diretor Geral

Expediente

Colaboradores desta edição

A Revista DIVERCIDADES é uma publicação do Grupo DiverCidades com tiragem de 7.000 exemplares por edição, distribuição gratuita e dirigida ao público A e B de Macaé. Endereço: Rua Dolores Carvalho Vasconcelos, 270 - Sala 1 - Bairro da Glória - Macaé/RJ CEP: 27.937-600 - Telefone: (22) 99985-5645. Direção Geral: Gianini Coelho Editora e jornalista responsável: Leila Pinho MTB/MG 14.017 JP

• Gianini Coelho, Leila Pinho, Alle Tavares, Renatta Viana, Alice Cordeiro, Alysson Nogueira, Carlos Fernandes e Fernanda Pinheiro.

• Fotografia editorial: Alle Tavares • Foto capa: Alle Tavares • Local: Estúdio Photo On • Maquiagem: Gustavo Portes Publicidade: Gianini Coelho - Tel.: (22) 99985-5645 - www.divercidades.com Facebook.com/grupodivercidades • Instagram @divercidadesmacae


•5


DE TUDO UM POUCO

Alle Tavares

A

Acqua Multi oferece atendimento em psicomotricidade aquática que pode ser indicada para várias pessoas, como crianças com paralisia cerebral, Síndrome de Down, Autismo, entre outros casos. A pscicomotricidade aquática ajuda o paciente a se relacionar melhor com o próprio corpo.

Alle Tavares

Psicomotricidade aquática na ACQUA MULTI

A facilidade da movimentação na água e o uso de materiais específicos, durante o atendimento, exercem um papel estimulante à sensibilidade e à percepção do indivíduo. Dessa forma, a atividade contribui no desenvolvimento de vários aspectos (motor, emocional, cognitivo e expressivo), necessitando de constante orientação de profissional. As sessões são adaptadas de acordo com a avaliação de cada paciente, e baseadas nas dificuldades que cada um apresenta, inicialmente. Em geral, os clientes da Acqua Multi que fazem as atividades de psicomotricidade aquática se desenvolvem de forma crescente, alcançando então o objetivo programado. A Acqua Multi fica na Rua Agnes Teixeira Marinho Guimarães, 66, no bairro Riviera Fluminense. Para mais informações, entre em contato no telefone (22) 2142-2265 ou acesse www.acquamulti.com.br e facebook.com/ acquamulti.

Os psicomotristas da Acqua Multi, Bernard de Azevedo e Gabriela Santiago Masini ressaltam a importância da atividade para as crianças com necessidades especiais

Curso de fotografia e Lightroom Claudia Barreto

ROMULO CAMPOS

O curso básico de fotografia conta com aulas teóricas e práticas, com exercícios em estúdio fotográfico e saídas para atividades ao ar livre. O de Lightroom contempla atividades para aprender a usar o programa e organizar o acervo fotográfico. “Com a fotografia digital, as pessoas fotografam muito mais, mas não organizam as imagens e os arquivos se perdem. Esse curso de Lightroom é pra mostrar pras pessoas como gerenciar as imagens, além de tratá-las. Qualquer fotógrafo profissional, hoje, que trabalhe comercialmente ou até amador, vai usar o Lightroom”, fala Romulo. Para o curso básico de fotografia digital é imprescindível que o aluno tenha uma máquina fotográfica digital, seja ela amadora, semiprofissional ou profissional. E para o curso de Lightroom, o aluno precisa apenas ter um notebook.

O curso básico de fotografia, de Romulo Campos, também conta com aulas práticas em estúdio

O

reconhecido fotógrafo Romulo Campos vai ministrar dois cursos de fotografia em Macaé. Um é o curso básico de fotografia digital e o outro é o curso de Lightroom, um programa de edição e gerenciamento de fotos.

6•

Os cursos têm início em 14 de maio (Lightroom) e 20 de junho (básico de fotografia) e as inscrições já estão abertas. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (22) 99277-4717 e falar com Claudia Barreto ou Jussara Peruzzi, também fotógrafas monitoras dos cursos.


•7


8•


•9


ARQUITETURA & DESIGN

SORAIA LIMA Soraia fez todo o projeto dos móveis planejados da casa de Jaqueline Duarte com a Criare, como o rack com vidro reflecta e o painel para a TV

Arquiteta com mais de 25 anos de profissão prioriza o estilo mais clean em seus projetos e fala sobre a parceria de sucesso com a Criare Macaé

A

Por: Leila Pinho • Fotos: Gianini Coelho

arquiteta e urbanista macaense Soraia Lima atua na cidade realizando projetos arquitetônicos, sempre priorizando o estilo mais clean, sem perder o dinamismo, a funcionalidade e o aconchego que os clientes merecem. Soraia já fez projetos de prédios comerciais, clínicas de saúde, lojas, padarias, cafés e muitas residências, em Macaé e também fora da cidade. Muito simpática, experiente e alto astral, Soraia encanta com sua capacidade técnica e também pela sensibilidade de entender a real necessidade do cliente. “É uma parceria, a gente precisa fazer com que o sonho do cliente caminhe junto com o projeto. Eu encaminho esse sonho pra funcionalidade, pra parte técnica, pra parte do código de obras vigente do município, e transformo o projeto em realidade”, fala Soraia. Um projeto recente da arquiteta, de uma família que mora no Mirante da Lagoa, mostra um pouco da sensibilidade dela em entender como a casa pode servir melhor aos moradores. O casal Marcelo Cabral e Jaqueline Duarte 10 •

Soraia Lima elogia o atendimento da Criare e trabalha junto com os projetistas para oferecer as soluções ideiais para seus clientes


No banheiro da suíte, o destaque ficou para as cores, amarelo e cinza, que deram um toque de ousadia ao ambiente No projeto da cozinha de Jaqueline, Soraia mesclou o acabamento das portas dos armários em alto brilho branco e portas com espelhos, conversando com o revestimento em inox e o Nanoglass das bancadas

Na sala de estar, além de um grande painel em laca, onde fica a grande TV, um rack foi criado com o uso do vidro reflecta, que parece um espelho e é muito prático para salas onde há TV, já que o aparelho de TV a cabo pode ficar dentro do rack, com as portas fechadas, sendo possível usar o controle remoto, normalmente. “O design e o acabamento são indiscutíveis. Gostei muito do vidro reflecta”, opina Jaqueline.

Na área de lazer, os tons terrosos dos revestimentos ganharam uma pegada retrô com o painel ao fundo

da Silva procurou Soraia porque queria desfazer o segundo andar da casa onde mora e fazer uma reforma. Ele relatou que não gostava muito da suíte e que os outros cômodos do segundo andar (um quarto e uma sala) não eram muito usados. Com muita conversa, Soraia percebeu que, na verdade, a divisão de espaços e configuração dos cômodos não atendia à necessidade da família, tanto no segundo, quanto no primeiro andar, e convenceu Marcelo a não excluir o segundo andar. Soraia fez um projeto em que modificou os cômodos do segundo andar, modernizando a casa e integrando melhor os espaços, além de reformar toda

a fachada. Os moradores estão adorando as mudanças. “É uma casa praticamente nova, completamente diferente do que existia antes. Realizamos nosso sonho e a casa agora está muito mais funcional”, fala a engenheira sanitarista Jaqueline Duarte da Silva, de 52 anos. Além da reforma, a casa toda ganhou decoração nova e a família contratou a Criare para fazer os planejados de diversos ambientes como: banheiro, sala de estar, cozinha, copa, etc. Soraia, junto com a família, escolheu os tons neutros para os móveis, de forma que ficasse harmonioso com a decoração moderna e coerente com a praticidade que o dia a dia exige.

Na copa, um buffet de laca branca faz par com uma elegante cristaleira, móveis refinados que compõem o ambiente. Nos banheiros da casa, há uma variedade de estilos de armários, sendo alguns na cor amarela, trazendo vida e ousadia, e outros de tons amadeirados, levando aconchego ao espaço. Todos os móveis foram desenhados pela arquiteta Soraia, que trabalhou em conjunto com os projetistas da Criare e a família, na definição dos materiais e cores. “Na Criare, todos são sempre muito solícitos e educados. Já levei clientes até a loja que elogiaram muito o atendimento”, fala Soraia.

Av. Nossa Sra. da Glória, 3025 - Cavaleiros - Macaé/RJ Telefone: (22) 2773-6100 /CriareMacaé

• 11


PESSOAS & NEGÓCIOS

O hortifruti oferece frutas e legumes com qualidade e preços muito competitivos aos clientes

O Empório Norte Sul oferece serviços e produtos de qualidade para atender às necessidades dos moradores dos bairros da região sul da cidade, como Mirante da Lagoa, Vale dos Cristais, Vale das Palmeiras, entre outros

Empório NORTE SUL

Mercado com ampla variedade de produtos facilita a vida de moradores da região sul de Macaé

Como a região é carente de comércios desse tipo, os moradores do entorno do Empório ganham uma nova opção de compras de qualidade, sem 12 •

Gianini Coelho

O mercado conta com seções de mercearia, padaria, açougue, laticínios, adega e hortifruti. Segundo os gestores do Empório Norte Sul, Danielle Salgado e Verner Macedo, os preços praticados no Empório são bem acessíveis. “As pessoas que visitam o Empório veem como o ambiente é requintado e têm a ilusão de achar que, por isso, é caro. Nós queremos quebrar esse paradigma e mostrar que os nossos preços são competitivos, sem falar que oferecemos a comodidade, aos clientes da região, de fazer as compras perto de casa, com ampla diversidade de produtos e ainda, com estacionamento gratuito”, pontua Verner.

Alle Tavares

I

naugurado em fevereiro deste ano, o Empório Norte Sul está surpreendendo os clientes pela variedade de produtos, limpeza, organização e bom atendimento. Localizado no Norte Sul Boulevard, ao lado do condomínio Vale dos Cristais, na zona sul de Macaé, o Empório atende desde as necessidades diárias de consumo da família como itens mais básicos de alimentação e limpeza, até produtos mais nobres e diferenciados para ocasiões especias, como carnes premium, queijos e vinhos.

O Empório Norte Sul oferece pão fresquinho, com uma grande variedade de frios e também açougue

Por: Leila Pinho • Fotos: Douglas Fernandes

Juliana Sette mora no Vale dos Cristais e adorou a praticidade do comércio ao lado de casa

Alex Manzo aprovou o atendimento e os produtos do Empório como as carnes premium para churrasco

pagar mais por isso. O acesso ao local é facilitado e se dá pela Rodovia Norte Sul, que inspirou o nome do Empório e também do Boulevard, onde o mercado está localizado.

atenção no Empório, foi a gentileza e a educação dos funcionários, sem contar na limpeza e organização”, fala Juliana.

O cantor e cabeleireiro Alex Manzo, 32 anos, aprovou o Empório Norte Sul. “O ambiente é super moderno, o atendimento excelente e tem boa variedade de produtos. Tem tudo que eu preciso pro meu dia a dia, como o pão australiano e as carnes premium para o churrasco do fim de semana”, comenta Alex. A decoradora Juliana Nobre Sette, de 41 anos, vai quase todo dia ao Empório, porque gosta de consumir frutas e legumes frescos. “A parte do hortifruti é muito boa, dá pra ver que é tudo selecionado. E o que me chamou mais a

De acordo com Danielle, muito em breve, os clientes que preferirem, poderão contar com o serviço de delivery do Empório, uma comodidade para as pessoas que desejam fazer suas compras pelo telefone, sem sair de casa. O Empório Norte Sul funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 21h e, aos domingos e feriados, das 7h às 14h. Norte Sul Boulevard Av. Ricardo Muylaert Salgado, 951 - Macaé/RJ (ao lado do Vale dos Cristais) Tel.: (22) 2020-6530 /emporionortesul @emporionortesul


PESSOAS & NEGÓCIOS

O projeto arquitetônico da casa de festas foi pensado de modo a integrar todos os convidados

A casa de festas possui duas piscinas de bolas, sendo uma aérea

de bolinhas aérea, túnel de fitas aéreo, tirolesa e casa na árvore. Um dos diferenciais do local é que a maioria dos brinquedos fica no alto. Os pais podem deixar as crianças brincarem à vontade, já que os brinquedos contam com monitores qualificados para dar o máximo de segurança.

No espaço lúdico da Vila Kids, as crianças podem liberar a imaginação brincando no minimercado, salão de beleza e pizzaria

Espaço ERA UMA VEZ... Um novo conceito de casa de festas infantil foi inaugurado no Norte Sul Boulevard

O “Era uma Vez” oferece pacotes completos de festas que contemplam, além do aluguel do espaço, decoração linda e moderna e buffet de primeira qualidade. Várias comemorações podem ser realizadas na casa de festas, como: festas escolares, aniversários e até formaturas infantis. Os convidados têm, ainda, à disposição estacionamento seguro e gratuito. A estrutura é completa e planejada para tornar cada festa inesquecível. Para mais informações sobre o “Era Uma Vez...”, como as condições de pagamento e datas disponíveis para reservas, veja os contatos abaixo.

Por: Leila Pinho • Fotos: Vip’s Festas

N

o mês de março, foi inaugurada a casa de festas “Era Uma Vez...” que traz um conceito inovador para as comemorações infantis macaenses, com arquitetura diferenciada e brinquedos modernos que estimulam a forma mais natural e lúdica do brincar, sem o uso de tecnologias e eletrônicos. As crianças que entram no “Era Uma Vez...” ficam encantadas com os brinquedos e se divertem, de um jeito bem à vontade.

“É impressionante como as crianças se familiarizam com o ambiente desde o primeiro momento em que pisam na casa, é mágico”, diz o pai Elvio Melquiades, que comemorou os 8 anos do seu filho na casa de festas. O “Era Uma Vez...” conta com brinquedos cuidadosamente pensados para estimular a atividade física e o espírito aventureiro das crianças, como: circuito sinuoso, dois tobogãs, vila kids, piscina

Norte Sul Boulevard Av. Ricardo Muylaert Salgado 951 - Macaé/RJ (ao lado do Vale dos Cristais) Tel.: (22) 99761-7171 /eraumaveznortesul @eraumaveznortesul • 13


Gianini Coelho

PESSOAS & NEGÓCIOS

As empresárias Daniella Moreira e Vanesca Dantas pensaram em cada detalhe da loja para atender às necessidades do público consumidor que busca uma alimentação saudável

Loja reúne venda de produtos e lanches para adeptos da alimentação saudável, vegetarianos e veganos

R

Por: Leila Pinho • Fotos: Alle Tavares

ecém-inaugurado no Norte Sul Boulevard, o Zengibre Empório e Bistrô é uma ótima opção para os adeptos da alimentação mais saudável. Com variedades de produtos, a loja atende pessoas que querem comer de forma mais consciente e nutritiva, precisam emagrecer, têm restrição alimentar como intolerâncias ou alergias, diabéticos, celíacos, vegetarianos, veganos e simpatizantes da alimentação natural. “Escolhemos esse nome Zengibre porque a nossa ideia é atrair essas pessoas que buscam pelo equilíbrio (zen) na alimentação. Nós queremos oferecer opções saudáveis, diferentes e mostrar que a comida saudável pode ser muito saborosa”, explica Daniella Paixão Moreira, que é sócia-proprietária do Zengibre junto com Vanesca Pinheiro Dantas. No primeiro andar, um elegante bistrô oferece opções salgadas e doces, todos sem glúten, onde o cliente pode fazer um lanche, tomar um café, e até almoçar ou jantar. No cardápio há quiches, muffins, bolos sem lactose, chá e café orgânico, salgados variados e algumas opções veganas. Aos sábados, para quem quer almoçar e jantar, o Bistrô tem pratos saudáveis como ceviche, tábua de queijos, pães artesanais e opções veganas também. Segundo explica Vanesca, todo sábado há uma sugestão zen, um prato diferente do cardápio fixo, que é sempre divulgado no Instagram da loja e variadas opções de lanches. 14 •

Gianini Coelho

ZENGIBRE Empório e Bistrô

A “Caixa Zen” é uma ótima opção para montar um presente especial para quem gosta de alimentação saudável e pode ser personalizada de acordo com o gosto do cliente

Já no segundo andar, há um ambiente zen, onde o cliente pode ler uma revista ou um livro sobre culinária vegetariana, yoga, etc. O segundo piso abriga o empório com variedades de itens, como: temperos, chás, congelados vegetarianos e veganos, kombucha, castanhas, sementes, grãos, óleo de coco, manteiga ghee, azeite de abacate e uma linha de acessórios térmicos, que são novidade em Macaé. Há também alguns cosméticos veganos. A loja vende a linha de bolsas e acessórios térmicos, da marca Pacco, ideais para


A empresária e professora de educação física Laila Marques aprovou a loja, com seus produtos e a cerveja artesanal sem glúten

Monique Munhoz, que é nutricionista e vegetariana, ficou encantada com o bistrô vegetariano e algumas opções veganas

dimento é excelente, e a loja em si é um charme e bem aconchegante”, fala. Preocupadas com o meio ambiente, as sócias do Zengibre optaram por não usar sacolas plásticas na loja, apenas sacolas de papel. Outra medida de sustentabilidade é não estimular o uso de canudinhos, mas se os clientes pedirem, a loja oferece canudos de papel, que são biodegradáveis. CAIXA ZEN - PRESENTE SAÚDE A instrutora de Yoga, Ana Cláudia Guimarães, é adepta da alimentação equilibrada e adorou o Espaço Zen para degustar um chá e um lanche do bistrô

quem gosta de levar refeições, lanches, sucos, chás e bebidas para o trabalho, para a academia ou qualquer outro lugar. Mochilas, lancheiras, food box, garrafa, lunch box com divisória, tudo térmico, e acessórios como jogo de talher e potes de vidros também são oferecidos aos clientes.

Quem quiser presentear alguém que gosta de alimentação saudável, vai encontrar no Zengibre uma alternativa interessante: a caixa zen. Com ela, o cliente pode escolher vários produtos da loja e montar uma caixa personalizada, com os itens que o presenteado mais gosta. O Zengibre Empório e Bistrô funciona de terça-feira a sábado, das 11h às 21h.

A empresária Laila da Silva Marques, 43 anos, aprovou a novidade. “Achei super aconchegante, os produtos diferenciados e ótimo atendimento. Eu não conhecia o cuscuz de whey e pasta de amendoim, os sorvetes, massas prontas pra brownie e tantas outras coisas”, conta Laila. A nutricionista Monique Munhoz conheceu a loja e adorou. “Me chamou a atenção o bistrô vegetariano e vegano. Eu sou vegetariana e foi amor à primeira vista, temos poucas opções em Macaé e a loja veio com essa ideia diferente e inovadora. Fiquei encantada”, fala Monique. A instrutora de Yoga, Ana Cláudia Guimarães, de 47 anos, é adepta da alimentação saudável e equilibrada. “Adorei a loja, os produtos de ótima qualidade, as comidinhas além de bonitas, são super saborosas, o aten-

Norte Sul Boulevard Av. Ricardo Muylaert Salgado, 951 - Macaé/RJ (ao lado do Vale dos Cristais) Tel.: (22) 2020-6530 /zengibreemporioebistro @zengibreemporioebistro • 15


PESSOAS & NEGÓCIOS

O Mommy’s Pilates tem atraído bastante as mamães para a prática de atividade física pós-parto, sem perder o contato com seus bebês Os fisioterapeutas especializados em Pilates, Francines Correa Pinto de Arruda e Rafael Oliveira de Souza, montaram a Fisiolife há 2 anos, na Riviera Fluminense

FISIOLIFE

Espaço Saúde Clínica integrada tem como objetivo proporcionar qualidade de vida

A

Por: Renatta Viana • Fotos: Alle Tavares

Fisiolife é um espaço multidisciplinar, criado para oferecer saúde e bem-estar aos clientes, através de diversas atividades. Um dos grandes atrativos é a comodidade para quem busca encontrar tudo em um só lugar. Situado na Riviera Fluminense há 2 anos, o espaço é totalmente climatizado, possui salas amplas, equipadas com todos os aparelhos e acessórios necessários para a prática das mais variadas atividades, contando com profissionais especializados e experientes. Na clínica, entre as atividades oferecidas estão o método Pilates tradicional, Pilates para gestantes, o Mommy´s Pilates para mamãe e bebê, Fisioterapia, Psicologia, Yoga, Fisioterapia Estética, Fisioterapia Uroginecológica (especialidade que atua no tratamento conservador das disfunções urogenitais) e a novidade: Pilates em Suspensão, também conhecido como Pilates Suspensus, uma variação que segue os mesmos princípios do Pilates clássico, porém faz uso do Columpio (em português, balanço) e também do power cord, power balance e da lira (equipamento redondo com referências na área circense). O casal de fisioterapeutas especializados em Pilates, Francines e Rafael, trabalha na área há 10 anos e se sente feliz em poder compartilhar suas experiências com os alunos, em um ambiente totalmente estruturado para oferecer o melhor. “Estamos sempre nos atualizando e buscando compreender a necessidade do aluno/paciente, para que ele atinja o seu objetivo através do tratamento mais adequado. A clínica é bem localizada e foi totalmente reestruturada a fim de proporcionar mais conforto ao público, incluindo a grade de atividades, inclusive clínicas, integrando-as ao Pilates”, conta Fran. Para o médico alergista Rossy Moreira Bastos Júnior, aluno de Pilates, a qualidade dos serviços oferecidos e a competência dos profissionais 16 •

Para o médico Rossy Moreira, que faz Pilates, a qualidade dos profissionais e o espaço Fisiolife são inquestionáveis

são inquestionáveis, além do espaço amplo e confortável e atendimento excelente. “Conheci a Fisiolife por indicação, com o objetivo de me recuperar de uma lesão na lombar e me surpreendi. Com o trabalho de excelência feito pelo fisioterapeuta Rafael, obtive grande sucesso na minha reabilitação lombar e hoje realizo diversas atividades físicas, que antes pareciam improváveis”, ressalta. Já a professora Leila Rosana Gouvêa Brito, também aluna de Pilates, destaca o acolhimento e receptividade dos profissionais, principalmente com relação ao seu caso. “Por orientação médica conheci a clínica, após uma forte crise de coluna, com pinçamento do nervo ciático que me imobilizou por dois meses. Meus médicos investigam, ainda, a suspeita de uma ataxia cerebelar, e a Fisiolife tem sido fundamental para o sucesso no meu tratamento”. Entre os diferenciais da clínica estão o Espaço Kids, numa área verde super aconchegante, além dos tratamentos que estão inseridos como especialidades na Fisioterapia, como: Fisioterapia desportiva, traumatológica e reumatológica. O intuito é proporcionar saúde e bem-estar, priorizando a qualidade de vida.

Alameda Etelvino Gomes, 286 - Riviera Fluminense Macaé/RJ - Tel.: (22) 3084-3638 (22) 992126820 /fisiolifeespacosaude @fisiolifeespacosaude


• 17


Arquivo

PESSOAS & NEGÓCIOS

O nome Luigi Ristorante foi escolhido através de uma pesquisa junto aos antigos clientes, num processo de reformulação da casa, que preservou a tradição da cozinha italiana

Arquivo

LUIGI RISTORANTE Completando dois anos e meio de nova administração, casa preserva antigos ares de cantina uem visita o Luigi pela primeira vez, se encanta com a riqueza de detalhes que a casa oferece em sua estrutura. Ambientes adornados por lustres antigos, móveis de pinho-de-riga e amplos espaços, como as varandas do andar superior, e os banheiros, que nos remetem mesmo aos casarões antigos. O restaurante, que há 13 anos faz parte da história de Macaé, passou a ser administrado pelos empresários Poliana e Cristhóvão Neves, que o reformaram e pincelaram com alguns toques pessoais aqui e ali. Eles também compõem a administração dos tradicionais restaurantes da cidade: Estação da Moqueca (18 anos), Estação da Praia (14 anos) e Benedito Bar e Grill (5 anos). Hoje, passados quase dois anos e meio com a nova administração, dá gosto de apreciar o andamento rotineiro da cozinha e do salão. “Nossa pesquisa de marketing ouviu todos os antigos clientes, seus anseios relacionados à nova casa, até o nome foi escolhido pelos clientes. A tradição italiana perseverou, a pedido deles. Todos os pratos do antigo cardápio que faziam sucesso foram mantidos. E, claro, a nossa equipe de 26 funcionários, que fazem toda a diferença”, explica Poliana. 18 •

Além da gastronomia italiana, o Luigi criou festivais com 4 pratos com um produto em comum a preço acessível, como o festival da lagosta Gianini Coelho

Q

Por: Fernanda Pinheiro • Fotos: Alle Tavares

Poliana Neves, à esquerda, coordena a equipe de 26 colaboradores, que são corresponsáveis pelo sucesso do Luigi Ristorante


Mozar Carvalho e sua esposa Bianca são frequentadores do Luigi de longa data e adoram a casa e seus pratos

A adega subterrânea do Luigi, com mais de 800 garrafas, foi toda remodelada e climatizada, sendo reaberta ao público

proposta gastronômica do restaurante acaba por determinar minimamente as escolhas dos rótulos. “Fazemos um mix entre qualidade e custo para agradar todos os clientes”, relata João.

O geólogo Silas Rocha, à direita, sempre que pode, vai almoçar no Luigi com os amigos do trabalho

Entre as novidades do Luigi estão os festivais: quatro tipos de prato com um produto em comum a preço acessível, como o festival da lagosta, onde o cliente pode escolher entre lagosta ao molho de alho com talharim ao mix de cogumelos, lagosta ao molho de ervas com ravióli de grana Padano, lagosta ao molho de ostras com arroz cremoso de palmito pupunha ou lagosta livornese com arroz cremoso de limão (R$ 54,95). Ainda folheando o cardápio, encontramos a salada do chef, um mix de folhas, frutas secas e queijo (R$ 29,90); a italianíssima Burrata especial, queijo italiano, tomate, rúcula e pesto de manjericão (R$ 41,95) e as tradicionais bruschetas de parma com mussarela de búfala (R$ 24,95). Para quem está com um grupo, interessante é pedir o antepasto misto e degustar uma saladinha de salmão com abobrinha, queijo Brie, Grana Padano e Gorgonzola, presunto Parma, azeitonas, caponata de berinjela e cogumelos acompanhados por uma Focaccia feita na casa (R$ 59,95).

“Para o almoço de terça a sexta-feira, exceto feriados, temos em nosso cardápio os pratos executivos, como o talharim ao ragu de lagosta ou o filé de peixe à provençal, com arroz de brócolis e lula (R$ 27,00 a R$ 35,00 cada). O bacalhau ao forno com risoto de aspargos (R$ 108,90, serve duas pessoas) e o filé mignon ao vinho tinto com risoto de Fungi Secchi (R$ 94,90, serve duas pessoas) são, na minha opinião, os pratos queridinhos dos clientes!”, complementa o garçom Pedro Francisco Cunha, que possui 15 anos de casa.

Aos fãs de pizza, a casa oferece versões assadas em um maravilhoso forno iglu à lenha. “Nossa massa é fina e produzida de forma tradicional, não leva leite nem ovos. As famosas são a tradicional Marguerita, com mussarela de búfala (R$ 46,95 – seis fatias), a Tirolese, com Gorgonzola, Parma e rúcula (R$ 54,95 – seis fatias) e a Vegetariana, com abobrinha, tomate seco, escarola e azeitonas (R$ 49,95 – seis fatias)”, finaliza André Luis, que há 16 anos trabalha no salão do restaurante. Cliente de longa data, o advogado Mozar Carvalho e sua esposa Bianca, junto de seus filhos Lis, Laís e Luan frequentam o Luigi, às vezes, até mais do que uma vez por semana. Apreciador de vinhos, Mozar elogia o atendimento vip do lugar. “Todos são muito atenciosos e o ambiente especial. Sou fã do risoto de limão siciliano com lagosta e as crianças comem o Paillard”, elogia.

“O Luigi oferece a oportunidade de apreciarmos, através dos pratos executivos, a qualidade da gastronomia refêrencia da casa, além do excelente ambiente, bom atendimento e, sobretudo, do sabor” comenta Silas Rocha, Geólogo. A outra novidade do Luigi é a adega subterrânea, com cerca de 800 garrafas, que também passou por reforma e agora está aberta ao público. Segundo o sommelier da casa, João Miguel de Sá, a

Avenida Atlântica, 2.910 - Cavaleiros Macaé/RJ - Tel.: (22) 2773-4522 /luigi-ristorante @ luigi-ristorante • 19


Gianini Coelho

Arquivo

PESSOAS & NEGÓCIOS

Yan Salles e seu pai Paulo Andrade estão à frente da parte técnica de análises clínicas do Hemolabes

O novo posto de coleta dos Cavaleiros conta com uma sala especial para coleta infantil O novo posto de coleta do Hemolabes, nos Cavaleiros, foi aberto ao público no final de março e conta com um espaço amplo e de fácil acesso para quem mora na zona sul da cidade

HEMOLABES Laboratório de análises clínicas

Mais uma unidade é inaugurada nos Cavaleiros, além das sete situadas em Macaé, Rio das Ostras e Rio de Janeiro Por: Renatta Viana • Fotos: Alle Tavares

20 •

O

Hemolabes Laboratório de Análises Clínicas é referência, em Macaé e região, no que diz respeito à medicina laboratorial e há 16 anos atuando nesta área, continua proporcionando aos clientes qualidade no atendimento, agilidade, segurança e precisão nos resultados dos exames. Foram anos de investimento em tecnologia e qualificação dos profissionais, a fim de atender a grande demanda da cidade e, atualmente, com elevada capacidade instalada, sistema integrado e um parque de máquinas que atende uma média de 850 pacientes por dia e realiza cerca de 180 mil exames por mês. São nove unidades de atendimento no total, sendo quatro no Centro da cidade, incluindo uma dentro do Hospital de Clínicas São Lucas e no Hospital São


Os profissionais do Hemolabes são altamente capacitados para realizar os exames dentro das normas de qualidade exigidas

Um dos diferenciais que atestam a credibilidade do Hemolabes é que todos os exames são acompanhados pelo Controle de Qualidade auditado e aprovado pelo DICQ - Sistema Nacional de Acreditação, patrocinado pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC)

João Batista, uma unidade no bairro Aeroporto, uma que atende em Rio das Ostras; outra unidade no Centro do Rio de Janeiro e uma no bairro Cavaleiros. Uma delas é o mais novo posto de coleta recém-inaugurado. Sob gestão familiar, a rede de laboratórios é dirigida por Paulo Andrade, farmacêutico bioquímico e diretor administrativo; Yan Salles Andrade, biomédico especialista em Análises Clínicas; Ulli Salles Andrade, advogada e responsável pelos departamentos jurídico e pessoal da empresa; e Elizete Salles Andrade, responsável financeira. De acordo com Paulo, um dos diferenciais e que atestam a credibilidade do Hemolabes é que todos os exames são acompanhados pelo Controle de Qualidade. “Nós fazemos parte de um grupo seleto de laboratórios que teve seu Sistema de Qualidade auditado e aprovado pelo DICQ - Sistema Nacional de Acreditação, patrocinado pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC), o que faz com que o Hemolabes trabalhe dentro das exigências, inclusive transparecendo segurança e confiança ao nosso cliente”, ressalta. O espectro de exames realizados nos postos de coleta é bastante vasto e abrange diversas áreas, especialmente por conta das parcerias de sucesso, auxiliando o diagnóstico médico e conduta terapêutica, mantendo o padrão de requisitos estabelecidos pelo Sistema de Gestão de Qualidade. O Hemolabes tem parceria com o Hospital de Clínicas São Lucas e com o Hospital São João Batista, que possibilita a realização de exames laboratoriais, de rotina, emergência e urgência; também com as clínicas de medicina ocupacional: Focus Health Solutions, Same, Cames Macaé, Clínica L2 Saúde Ocupacional e RHMed para exames admissionais, demissionais e periódicos; e ainda, com o Instituto de Oncologia de Macaé, um verdadeiro ganho para os pacientes com câncer, já que essa parceria permite a realização do exame que identifica a presença de marcadores tumorais no organismo. “Os marcadores tumorais são substâncias que podem ser encontradas no corpo quando o câncer está presente. Junto com outros exames, os marcadores tumorais podem ser utilizados para diagnosticar o tipo de câncer e monitorar o tratamento. Esse procedimento proporciona mais rapidez aos médicos, tanto para diagnosticar a doença quanto para tratá-la”, detalha Paulo Andrade. Já o sistema integrado implantado na rotina do laboratório permite mais rapidez e eficiência nos resultados, pois com apenas um tubo de material coletado é possível realizar vários exames em uma só máquina,

A equipe de atendimento do Hemolabes oferece atendimento humanizado e diferenciado aos clientes

ou seja, de uma só vez, o resultado de vários segmentos são avaliados, como bioquímica, hormônios, marcadores tumorais, entre muitos outros. Esse processo, além de moderno, evita o desgaste e mal-estar dos pacientes. Outro diferencial é a praticidade no atendimento com o serviço de coleta domiciliar, realizado com hora marcada.

www.hemolabes.com MACAÉ Matriz Rua Conde de Araruama, nº 365, Centro - Tel: 2762-5213 Postos de Coleta Cavaleiros Av. Nª Sª da Glória, nº 2403, Cavaleiros - Tel: 2763-9347 Posto de Coleta Solar das Clínicas Rua Visconde de Quissamã, nº 684, Centro - Tel: 2762-0088 Posto de Coleta Clínica São Lucas Rua Teixeira de Gouveia, nº 789 - Centro - Tel: 2772-1820 Posto de Coleta João Batista Rua Dr. Júlio Olivier nº 380, Centro - Tel: 2772-0050 Posto de Coleta Aeroporto Av. Tancredo Neves, nº 537, Aeroporto - Tel: 3051-9474 RIO DAS OSTRAS Posto de Lore Clin R.Pernambuco, nº 77 - Extensão do Bosque - Tel: 2764-7362 RIO DE JANEIRO Clínica Focus Health Solutions Rua Primeiro de Março, nº 23/1107 - Centro - Tel: (21) 3590-5680

• 21


PESSOAS & NEGÓCIOS

Adail Costa e Adail Costa Jr. investiram na qualidade dos serviços da empresa, sem perder o compromisso ético, marca que acompanha a empresa nesses 50 anos de história

ADAIL COSTA

Assessoria Contábil Com 50 anos de atuação na área contábil, empresa presta serviços eficientes e moderniza processos

U

Por: Leila Pinho • Fotos: Alle Tavares

ma das empresas de contabilidade mais sólidas de Macaé, a Adail Costa Assessoria Contábil completa, em 2018, 50 anos de serviços prestados. Tudo começou com o Sr. Adalberto Ramires da Costa, cearense, técnico em contabilidade que abriu seu próprio escritório em Macaé, em 1968. O filho e o neto de Adalberto, Adail Costa e Adail Costa Jr., respectivamente, seguiram pelo mesmo caminho do patriarca e assumiram a gestão da empresa. Atualmente, Adail Costa é o diretor institucional e Adail Júnior é o dire22 •

O norueguês Svein Tore Anglevik conta que a equipe da Adail Costa ajudou muito na abertura da filial da empresa da Noruega, em Macaé

tor executivo. À medida que a empresa foi crescendo, os processos de trabalho foram sendo padronizados, numa trajetória de evolução constante. Há cerca de seis anos, o escritório Adail Costa Assessoria Contábil conquistou a certificação ISO 9001, sendo o pioneiro no interior do Estado do Rio de Janeiro a ter tal certificação.


A equipe da Adail Costa ocupa um andar inteiro de um prédio comercial, que fica no Bairro da Glória

O Sr. João José, do Salão Unisex, é cliente da Adail Costa há 50 anos e elogia o atendimento da contabilidade

O sócio da Depil & Cia, Alexandre Fescina Calomeni, é cliente da Adail desde 2009. Ele avalia bem os serviços da empresa de contabilidade. “A relação cliente e prestador de serviço mudou nos últimos tempos. Avaliamos que clientes de todos os segmentos estão mais exigentes na questão de prontidão no atendimento. E isso, o escritório de Adail tem. Atendimento rápido e eficiente”, opina. O norueguês Svein Tore Anglevik, gerente geral da Marine Aluminiun do Brasil, filial de uma empresa da Noruega, precisou do auxílio da Adail Costa quando abriu a filial. “Eles ofereceram mais do que só a contabilidade, nos ajudaram com toda a documentação para abrir a empresa, já que somos estrangeiros e não sabemos como agir”, fala Svein.

Berta e Alexandre Calomeni, da Depil & Cia, valorizam a prontidão no atendimento da Adail Costa

“Nós fomos nos aperfeiçoando com o tempo, e nos profissionalizando mais, sem perder o sentimento de vanguarda com compromisso ético nos processos, que nos acompanha desde a época do meu pai”, fala Adail Costa.

Há cerca de 1 ano, a Adail Costa mudou de endereço. O escritório, que antes era no Centro, agora fica no Bairro da Glória, ocupando um andar de um prédio comercial, onde o cliente pode se reunir com a equipe técnica com conforto, segurança e privacidade.

Cliente da Adail Costa há 50 anos, o Sr. João José Borba Neto, de 79 anos, do Salão Unisex, é só elogios. “Seu Adalberto atendia a gente muito bem, era muito prestativo. Quando montei meu salão, virei cliente dele e estou até hoje com a Adail Costa. Hoje, quem me atende é a Zélia, que é muito boa também, vai até meu salão e me atende bem. Não tenho do que reclamar, é por isso que estou esse tempo todo como cliente deles”, fala.

MODERNIZAÇÃO CONTÁBIL Sempre na vanguarda, a Adail Costa investe constantemente em tecnologia para oferecer as melhores soluções aos clientes. Atuando com consultoria, a equipe da contabilidade analisa as necessidades do cliente e, junto com a equipe de TI da Adail Costa, desenvolve ferramentas que auxiliam na tomada de decisão. Dessa forma, o cliente tem mais segurança na informação recebida, consegue acompanhar a informação em tempo real e tem mais chances de tomar decisões de maneira mais assertiva.

Com clientes nos mais diversos ramos, a empresa atua de forma estratégica na prestação de serviços, apresentando soluções adequadas à realidade de cada negócio. “Quando recebemos o cliente, fazemos a avaliação do negócio dele e analisamos o que existe de específico da parte tributária, contábil, fiscal e de pessoal. A gente avalia a forma de gestão do cliente, e estuda, por exemplo, se há algum benefício tributário. É feito um mapeamento de toda a empresa, pra entender a realidade do negócio e depois, fazemos uma consultoria”, explica Adail Jr.

Rua Vereador Mathias Lacerda, 193 - 4º andar Bairro da Glória - Macaé/RJ - Tel.: (22) 2105-0250 www.adailcosta.com • /adailcosta

• 23


PESSOAS & NEGÓCIOS

Alessandro Terra é cliente assíduo do Señorita e destaca a qualidade dos produtos da casa

Perla Esteves Fragoso apostou na culinária mexicana, em um ambiente descontraído, na Galeria Carapebus

O Centro da cidade ganhou o sabor da culinária mexicana com opções acessíveis e deliciosas no cardápio

O café expresso e a torta integral de banana são uma ótima opção para um lanche fit e rápido Arquivo

SEÑORITA CAFÉ Por: Renatta Viana • Fotos: Alle Tavares

O

Señorita Café foi inaugurado em janeiro na Galeria Carapebus, bem no Centro da cidade. Com opções variadas, recheadas de sabores típicos da gastronomia mexicana, a lanchonete promete agradar a todos os paladares, inovando nos produtos, com estilo de atendimento diferenciado, em um espaço bem característico, cheio de vida, charmoso e aconchegante. Segundo a proprietária Perla Esteves Fragoso, a lanchonete reapresenta referências da culinária mexicana e um Know-how de anos trabalhando com gastronomia. “A novidade está no atendimento diferenciado, que foi formatado para seguir o estilo americano fast food, ou seja, os pedidos são feitos direto no balcão e preparados na frente do cliente, com rapidez, agilidade e qualidade. A principal ideia do Señorita é a praticidade. O cliente passa, faz seu pedido e já pode sair comendo”, explica Perla sobre o funcionamento do local. 24 •

Já o cardápio das comidas mexicanas é bastante variado, entre os pratos servidos estão: Chilli Beans, Guacamole, Tacos recheados de carne assada, frango ou camarão, Burritos, entre outros. Complementando o cardápio típico, entram outras opções como as pizzas integrais de berinjela, marguerita e mozarela - que já são um sucesso, quiches, salgados integrais, bolos, tortas, crumble de maçã com sorvete, doces, bombons, pães de mel, sucos naturais da fruta, açaí fit sem xarope ou açúcar e em versão tradicional. A lanchonete conta, ainda, com uma linha de produtos e pratos exclusivos para quem não consome glúten ou tem algum tipo de intolerância ou alergia alimentar. É servido também o premiado café italiano Illy, cappuccino, bebidas variadas e o clássico drink mexicano, margarita. E os clientes ainda se surpreendem com o prato especial do dia, que difere dos pratos habituais do cardápio. Para Alessandro Terra de Almeida,

Os pratos da cozinha mexicana, como o Chilli Beans, são destaque do Señorita Café

apaixonado pela gastronomia mexicana, o Señorita é uma excelente pedida, pela qualidade e pelo sabor da comida. “Gosto muito do Chilli Beans e dos burritos, sempre acompanhados por uma taça de margarita. Tudo é bem feito e de muito bom gosto. A qualidade é indiscutível em comida mexicana em Macaé”, ressalta Alessandro. O Señorita Café é a mais nova opção para as pessoas de Macaé experimentarem o sabor inconfundível da culinária mexicana no Centro da cidade.

Galeria Carapebus Av. Rui Barbosa, 688 Loja 14 - Macaé/RJ Tel.: (22) 99227-1588 @señorita /señorita


• 25


PÂNDANUS

Fundada em 2010, a Pândanus fica localizada na Granja dos Cavaleiros, é de fácil acesso e conta com uma estrutura pensada para dar conforto e segurança aos convidados

Casa de eventos completa oito anos de sucesso. Conforto e natureza fazem do lugar um dos preferidos da cidade, para festas

Vanja e Nereida

Vanja Henrique

PESSOAS & NEGÓCIOS

D

e Madagáscar, na África, surgiu a planta que cedeu o nome ao espaço. A casa de eventos Pândanus foi criada em maio de 2010 pelo empresário e arquiteto Silvio Daflon e realmente tem uma integração com a natureza. Um terremo de 3mil m2 abriga jardins floridos, um grande salão climatizado, além de área de churrasqueira, duas tendas 10x10m com grama sintética e porcelanato, cozinha e bar. Todo o espaço abriga cerca de 400 pessoas e contempla festas para todos os gostos.

Vanja e Nereida

Por: Fernanda Pinheiro • Fotos: Arquivo Decoração: Tatiana Menezes

“A ideia de montar a Pândanus surgiu depois de fazer a festa de 18 anos de minha filha nesse lugar, em 2009. Na verdade, nossa família herdou o gosto por confraternizações de minha mãe, Eda Daflon. Ela era muito festeira, organizava festas como ninguém! No jardim, tínhamos uma ilha, no meio de um lago, e a Pândanus foi a única planta que sobreviveu depois da reforma que fizemos. O nome surgiu dela, por conta disso”, explica Sílvio. Além do serviço de segurança, a casa oferece camarim, serviço de higienização dos banheiros durante os eventos e serviço de manobristas para 60 carros. 26 •

A casa de festa ofecere um espaço diferenciado, com áreas externas e cobertas para dar mais brilho e glamour às festas de debutantes, casamentos e aniversários.


Vanja e Nereida

Vanja e Nereida

Para a cerimonialista Luana Vieira, a parceria com a Pândanus é garantia de conforto e segurança para o sucesso dos eventos de seus clientes O casamento de Caroline e Guilherme Ewbank foi feito para 150 pessoas e teve a entrada da noiva com o pai de triciclo

entrar de triciclo com meu pai, o que foi muito legal! Nossa festa foi para 150 pessoas e foi tudo aquilo que o esperava, realmente a realização de um sonho”, explica Caroline. Já Luciana Pilla Boeira estava procurando por um local para a festa de 15 anos de sua filha, Liz Maria. Como o sonho da família de ter essa festa nasceu junto com a menina, o espaço deveria preencher diversos requisitos.

A festa de 15 anos de Liz Maria, ao centro com o irmão Pedro e seus pais Cláudio e Luciana Pilla Boeira, foi comemorada em grande estilo na Pândanus

“Realizamos cerca de 35 eventos ao ano. Em nossa agenda, temos eventos fechados até 2019”, comenta Silvio. Para a cerimonialista Luana Viana, a Pândanus quase sempre é escolhida para ser o local das festas de seus clientes, pois, além da beleza e conforto, existe a confiança empregada entre as partes de que tudo sairá sempre conforme o combinado. “Tenho uma equipe de profissionais empenhados e que confio muito. E assim é minha relação com a Pândanus também, sei que serei bem recebida, que meus clientes terão tudo de melhor. O espaço é completo e o conforto de entregar seu carro para um manobrista é espetacular, do tama-

nho do sonho dos cliente!”, elogia. Luana gosta tanto de trabalhar com a casa que sugeriu ao casal Caroline e Guilherme Ewbank que fizessem sua festa de casamento lá. “A festa foi maravilhosa, Caroline acompanhou tudo de perto, desde a degustação do cardápio até a decoração. No grande dia, ela entrou na cerimônia com seu pai em um triciclo”, relembra Luana. “Nós procurávamos um local de espaço único entre pista de dança, bufê e convidados, para que tudo ficasse integrado, além da área externa para a cerimônia no local. No meu caso, o tamanho do lugar me permitiu

“Tudo foi preparado com muito carinho e pensando na felicidade de Liz Maria e dos amigos e familiares que estariam conosco. Foi uma festa de família onde todos se conheciam e eram amigos em comum. A Pândanus foi escolhida por ter um preço justo, um local de fácil acesso e um ambiente amplo que comportou todos os convidados em um só lugar. O espaço é bonito, o salão amplo, o jardim é aconchegante e com a iluminação de noite fica encantador, digno de uma princesa! Silvio Daflon nos recebeu muito bem, uma pessoa tranquila e educada, fazendo com que nos sentíssemos seguros. Os convidados elogiaram muito, foi realmente uma comemoração da vida de minha filha”, finaliza Luciana.

Alameda do Bosque, 285 - Granja dos Cavaleiros Macaé/RJ - E-mail: pandanus@pandanusfestas.com.br Tels.: (22) 2773-2030 99985-6578 /Pandanusfesta

• 27


Azul Limão

PESSOAS & NEGÓCIOS

A casa de festas da Rosilda Festas e Eventos fica em Cantagalo, possui 6 mil m2 de área e realiza casamentos, formaturas, 15 anos e eventos corporativos

Três empresas administradas por membros da mesma família: Rosilda Festas e Eventos, MB Uniformes e GR Service

Azul Limão

EMPREENDEDORISMO FAMILIAR

Por: Renatta Viana • Fotos: arquivo

T

rabalhar em família é uma realidade na maioria dos negócios brasileiros, seja no formato de empresa familiar ou cada membro administrando seu próprio negócio. Neste caso, são três empresas administradas pelo pai, mãe e filho, uma relação que envolve muito trabalho, planejamento estratégico, plano de gestão e de negócios, diálogo e conselhos, sempre preservando os laços afetivos, mas principalmente respeitando os limites e liberdade profissional de cada um. Uma das empresas é a Rosilda Festas e Eventos, que já atua nesse ramo há 25 anos. No início só eram realizadas formaturas e hoje, Rosilda Alves da Silva atende todos os tipos de eventos como casamentos, 15 anos, aniversários, batizados, eventos corporativos; oferecendo buffet, decoração, sonorização e ainda, um espaço para festas com 6 mil m2, que fica em Cantagalo. “Me considero uma empresária de sucesso porque meu objetivo é a satisfação do 28 •

O casal Rosilda Alves e Giovane Melo iniciou nos negócios na área de festas e eventos, há 25 anos, e depois diversificou a atuação para outros segmentos


Arquivo

Alle Tavares

A vice-diretora da Faculdade Salesiana de Macaé, Ana Cristina Lousada, é parceira da Rosilda Festa e Eventos, que realiza formaturas e outros eventos de alunos da instituição Filipe Santos inaugurou a Loja MB Uniformes, nos Cavaleiros, oferecendo uniformes para escolas e empresas em geral Gianini Coelho

Já a GR Service, gerida pelo pai, Francisco Giovane de Melo, surgiu quase como uma extensão da Rosilda Festas e atua na área de catering, fornecendo alimentação diária onshore e offshore. O serviço consiste em montar estruturas de restaurante, com rampas de alimentação dentro das empresas, servindo café da manhã, almoço, lanches e jantar. “Para tudo funcionar perfeitamente, conto com equipamentos modernos, cozinha industrial, acompanhamento nutricional, serviços de entrega e uma equipe sempre disposta a prestar um serviço de qualidade”, completa Giovane. Fábio de Souza, comprador da Metroval Soluções Customizadas em Medição de Fluidos, é um dos clientes da GR Service e aprova os serviços de refeições diárias servidas na base de Macaé e das festas de fim de ano da empresa. “A GR atende da melhor forma o seu cliente, em ambiente limpo, organizado e com produtos de extrema qualidade, transparecendo a seriedade e atenção ao cliente”, ressalta Fábio.

Giovane com Fábio Souza da Metroval. Ele contratou os serviços da GR na área de catering, economizando nos custos de alimentação e na facilidade para os funcionários almoçarem na própria empresa

cliente, seja realizando um evento para 10 pessoas ou para 5 mil. Cada um deles é único”. Ana Cristina Lousada, vice-diretora da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora, conhece Rosilda há cerca de 10 anos e, numa formatura, estreitaram os laços, e estabelecendo uma relação de parceria nas cerimônias de colação de grau da FSMA e outros eventos realizados pela instituição. “Rosilda e sua equipe sempre chamaram a atenção pela sua competência e profissionalismo. A pontualidade e cordialidade são os diferenciais do seu trabalho”, frisa Ana.

Filipe da Silva Santos, filho do casal Giovane e Rosilda, é proprietário da MB Uniformes, empresa com dois anos de atuação no mercado de uniformes escolares e profissionais de Macaé, que inaugurou uma loja comercial nos Cavaleiros. Com fabricação própria, a loja apresenta um novo conceito, em um espaço climatizado, atendimento personalizado, espaço kids, provadores e vendas pela loja virtual. Filipe conta que trabalha em parceria com escolas e empresas da região, confeccionando uniformes escolares e profissionais por encomenda. “Para 2019, a ideia é trabalhar com materiais mais tecnológicos, com proteção UV e biodegradáveis”, conta. As três empresas da família se interligam de forma natural, como Rosilda mesmo descreve: “A relação da família é o coração de tudo, porque além de empresários, somos amigos, pai, mãe e filho, colaborando uns com os outros, com conselhos e dicas importantes na administração dos nossos negócios”, finaliza.

ROSILDA FESTAS E EVENTOS GR SERVICE Rua Antenor Maciel de Azevedo, 93 Novo Visconde - Macaé/RJ Tel: (22) 2762-2209 (22) 9976-9082 www.rosildafestaseeventos.com.br

Av. Nossa Sª da Glória, 1788 Loja 21 - Cavaleiros - Macaé/RJ Tel. (22) 2762-2209 99736-3871 /sitelojamb @uselojamb

• 29


PESSOAS & NEGÓCIOS

Dra. Rúbia inaugurou seu consultório no Edifício Mont Blanc, nos Cavaleiros. Ela gosta de dedicar total atenção ao paciente e comenta que o tempo de consulta é geralmente mais longo do que o usual

Dra. RÚBIA MERKLEIN

Com atendimento diferenciado, médica dermatologista realiza desde consultas até variados tratamentos estéticos

M 30 •

Por: Leila Pinho • Fotos: Alle Tavares

orando em Macaé há 5 anos e clinicando como médica dermatologista na cidade desde 2016, a Dra. Rúbia Merklein conquista os pacientes pela qualidade do trabalho e tratamentos que oferece, atenção e atendimento diferenciado.

trutura moderna, espaço climatizado, com todo conforto e equipamentos necessários para realizar procedimentos dermatológicos e estéticos. A estrutura física conta com uma recepção, um consultório médico com sala para avaliação clínica do paciente e uma sala específica para procedimentos estéticos.

Há um ano, ela abriu seu novo consultório, no Edifício Mont Blanc Medical Center (que já virou uma referência para serviços de saúde nos Cavaleiros, por reunir vários médicos), com es-

Dra. Rúbia atende desde crianças até idosos. Ela faz consultas, realiza o exame de dermatoscopia (que previne e diagnostica o câncer de pele), faz pequenas cirurgias em espaço adequado, no pró-

prio consultório, além de vários procedimentos estéticos. Especializada em medicina estética, a médica realiza diversos tipos de peeling, preenchimento, microagulhamento, Botox, laser (tanto para rejuvenescimento quanto para depilação) e intradermoterapia (procedimento que consiste na aplicação de medicamentos através de injeção na pele, recomendado para tratar flacidez, gordura localizada, celulite, estrias, papada, calvície e melasma, entre outras). “Dou total atenção ao paciente e


Rafaela Oliveira fez Botox com a Dra. Rúbia e aprovou o atendimento e a forma como a médica explica o tratamento

Após o tratamento de acne, Gleycy Correia viu muita melhora na pele do rosto e, agora, não tem que usar maquiagem todo dia com intenção de esconder as espinhas

melhorou muito. “Eu tinha acne, e as minhas espinhas eram daquelas internas, que doem muito. Tem uns três meses que estou fazendo tratamento com a Rúbia e já melhorou demais. Antes, eu era escrava da maquiagem porque precisava esconder as espinhas. Hoje, eu não preciso mais disso, posso até sair sem maquiagem”, conta Gleycy.

Dra. Rúbia realiza procedimentos estéticos em uma sala específica no seu novo consultório

o tempo da consulta é maior. Acredito que isso gera mais qualidade no atendimento porque assim consigo ouvir com mais atenção as queixas e investigar o que realmente está acontecendo. Muitos pacientes, às vezes, chegam ao consultório com uma demanda, mas quando converso melhor, vejo que ele precisa tratar também outras coisas”, comenta Dra. Rúbia.

na área dos olhos e na testa, e gostou bastante do resultado. A empresária e micropigmentadora, Gleycy Correia, de 23 anos, também valoriza o atendimento da médica. Gleycy procurou a Dra. Rúbia para tratamento de acne e após seguir as recomendações da médica, avalia que a pele

A dermatologista relata que recebe muitas mulheres em busca de tratamentos para rejuvenescer e homens que querem tratar ou prevenir a calvície. “Há diversos tratamentos para calvície e, nos homens, os casos mais comuns costumam ser a alopecia androgenética (a maior causa de calvícies no mundo)”, fala a médica. Segundo ela explica, para cada caso há uma indicação de tratamento e existem atualmente, muitas possibilidades capazes de fazer nascer novos fios, reduzindo a alopecia e ajudando a resgatar a autoestima. A Dra. Rúbia atende no consultório, somente de forma particular. Os atendimentos são feitos às segundas, terças e sextas-feiras, das 9h às 18h. Mas os pacientes podem ligar de segunda a sexta-feira para agendar a consulta, porque a secretária fica à disposição.

A psicóloga Rafaela Thomaz de Oliveira, de 31 anos, elogia a atenção que a médica dá. “Ela é muito educada, carismática, excelente. Gostei demais. Ela é muito sábia, tem firmeza quando fala, e é bem clara, além de ser pontual”, comenta. Rafaela fez aplicação de Botox • 31


PESSOAS & NEGÓCIOS

ESSENCIAL FIT

Treinamento Físico Funcional Rafael Köhler e Vinícius Magiolo são professores de educação física e proprietários da Essencial Fit. Eles se sentem realizados com os resultados junto ao público, depois de 1 ano de abertura do espaço

O centro de treinamento comemora o sucesso entre os alunos e apresenta novidades aos clientes

C

Por: Renatta Viana • Fotos: Alle Tavares

om pouco mais de um ano de existência, a Essencial Fit Treinamento Físico Funcional oferece um estilo inovador de treinamento para quem busca uma nova opção para preparação física, sem máquinas, com foco em treinos livres. De acordo com os profissionais de Educação Física e sócios na Essencial Fit, Rafael Köhler e Vinícius Magiolo, o treinamento é seguro para todas as pessoas, inclusive, com espaço totalmente adaptado às normas de acessibilidade. Os treinos são específicos, de acordo com a necessidade e objetivo de cada praticante. “As aulas e horários são agendados com antecedência com, no máximo, 6 alunos e sempre com dois professores, ou seja, o horário é compartilhado, mas o treino não”, diz Rafael. Os benefícios da prática de atividade física são inúmeros, entre os principais, o controle de peso, diminuição do risco de doenças, aumento da resistência muscular, alívio do estresse e ansiedade, além de proporcionar a sensação de bem-estar físico e mental de quem pratica. No treinamento físico funcional, esses benefícios são potencializados pela metodologia diferenciada que engloba três pilares fundamentais. O primeiro deles é a não utilização dos equipamentos de musculação, pois o exercício em máquinas articuladas torna o movimento preso a um único trajeto. O segundo é a manutenção das funções articulares, evitando disfunções articulares e lesões. E o terceiro prioriza a qualidade do movimento e do gesto motor. Esse conjunto é estudado pelos profissionais, através da avaliação funcional com a utilização do protocolo The Functional Movement Screen (FMS), que identifica os pontos fracos do corpo e vai ao encontro da melhor qualidade de vida, priorizando a saúde do aluno. 32 •

Para Diego Crespo, a individualização das atividades é um dos diferenciais da Essencial Fit

“O atendimento e metodologia aplicados fogem do tradicional e vão ao encontro da necessidade do aluno”, comenta Vinícius. Segundo Renato Lucas Martins, chama a atenção o espaço bem estruturado e ambiente acolhedor. “O diferencial é o atendimento personalizado, no meu caso, em busca de força, energia e condição aeróbica, pois já vinha de um quadro clínico de lesões que me impossibilitavam de praticar os esportes que gosto como bike, corrida e mergulho. Lá, eu encontrei não só o treino adequado, como motivação para realizar tarefas com prazer e qualidade de vida”, diz.


A empresária Tania Navega se surpreendeu com os efeitos fisiológicos do treinamento funcional, além do ambiente e dos amigos feitos na Essencial Fit

Renato Lucas Martins diz que o atendimento personalizado é um diferencial importante para o seu treinamento, visto que ele veio de um quadro de lesões que dificultavam a prática de esportes

Já Diego Crespo Rodrigues, encontrou na Essencial Fit os cuidados profissionais para a execução dos movimentos, além da atenção da equipe, individualização das atividades e organização do ambiente. “Eu buscava melhorar minha performance sem desenvolver lesões e lá conheci pessoas com o mesmo objetivo, sem clima de disputa e energia boa, o que torna tudo mais prazeroso. Somos supervisionados por profissionais capacitados que compreendem nossas limitações e desenvolvem atividades para cada particularidade”. Para Tania Monnerat Navega, os exercícios realizados no treinamento físico funcional são muito interessantes. “No início, pensei que não ia me adaptar porque era acostumada com a musculação, mas aconteceu o contrário, aprendi a ter mais controle dos movimentos, ganhei força e me sinto segura porque é tudo mais natural. Sem contar os alunos que se tornaram amigos e o carinho dos professores, que exploram nosso máximo potencial, fugindo da zona de conforto”, completa Tania. NOVIDADES A Essencial Fit apresenta as aulas Tac Fit e Flow Fit, que fazem parte de um programa de treinos baseado no uso exclusivo do peso corporal. Além disso, a Essencial Fit sediará cursos voltados para o treinamento físico funcional e o primeiro curso será nos dias 15, 16 e 17 de junho. A outra novidade é o lançamento do aplicativo da Essencial Fit, que permite ao aluno maior interação com os profissionais, agendamento de aulas, divulgação de atividades, informações sobre planos e matrícula, plano de nutrição e muito mais. • 33


PESSOAS & NEGÓCIOS

Thiago Fragozo elogia a rapidez e qualidade dos serviços feitos na loja

Segundo Vitor Soares, proprietário da Salva Meu Cel, os consertos são feitos na hora, em aproximadamente 30 minutos

SALVA MEU CEL

Loja realiza todo tipo de reparo em celulares e conquista novos clientes

Por: Leila Pinho • Fotos: Alle Tavares

A

tento à necessidade comum que as pessoas têm de consertar o celular quando pequenos acidentes ou imprevistos acontecem, o engenheiro elétrico e empreendedor Vitor Soares de Castro começou a fazer o serviço de reparos em telefones em 2016, em Macaé. O cliente recebia a visita do técnico, em domicílio, que fazia o reparo na hora, tudo na frente do consumidor. O negócio deu tão certo que, em dezembro do ano passado, Vitor abriu a loja Salva Meu Cel, no Shopping Tropical Plaza, no Centro da cidade. “A demanda cresceu muito e os clientes estavam precisando de um espaço aconchegante, no Centro de Macaé. Aqui, a pessoa chega e pode jogar videogame na loja se quiser, enquanto espera a gente fazer o reparo no celular”, fala Vitor. As marcas de agilidade no atendimento, confiança e qualidade do conserto continuam sendo o forte da Salva Meu Cel. Os reparos duram em média 30 minutos, são feitos na frente do cliente e o conserto tem três meses de garantia. 34 •

A Salva Meu Cel realiza consertos em todo tipo de telefone celular, de qualquer marca e tem soluções pra diversos tipos de problemas como: tela quebrada, celular molhado, bateria viciada, câmera ruim, tela sem funcionar, etc. Um dos carros-chefes da empresa é manutenção em iPhone. A loja também comercializa: carregador veicular, carregadores, cabos, capas, películas, fones, TV Box (TV ligada na internet), entre outros acessórios. Os serviços da Salva Meu Cel têm agradado bastante os clientes, prova disso está nas avaliações que a página oficial da empresa tem no Facebook. São mais de 100 avaliações e todas com pontuação de 5 estrelas. O comerciante Vitor José, de 38 anos, é cliente da Salva Meu Cel há um ano e recomenda os serviços. “Pra mexer com telefone, tem que ser de confiança por causa do conteúdo e o que tem armazenado no aparelho. O Vitor foi muito bem indicado, o trabalho dele é de confiança porque ele mexe no telefone na minha frente e o preço é ótimo, muito mais barato do que a autorizada”, comenta Vitor José.

Vitor José valoriza a confiança no trabalho da Salva Meu Cel, já que o telefone é consertado na frente do cliente

O empresário Thiago Fragozo Silveira é cliente antigo do Vitor. O último problema que ele teve com o celular foi com a bateria. “Fui até a loja e ele consertou na hora. O serviço é de primeira, é muito rápido e de boa qualidade”, atesta Thiago. A Salva Meu Cel funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h e, aos sábados, das 9h às 14h. A Salva Meu Cel também atende clientes em domicílio e ainda faz reparos de emergência, como casos de conserto aos domingos e feriados.

Shopping Tropical Plaza - Av. Rui Barbosa, 698 - Lj 107 Centro - Macaé/RJ - Tel: (21) 98106-6545 @salvameucel /salvameucel


• 35


PESSOAS & NEGÓCIOS

A SOLUTIC completa 10 anos O sucesso da empresa se explica pelo foco no cliente e na união da equipe em busca dos melhores resultados

Arquivo

A Solutic aposta na valorização da sua equipe de profissionais altamente capacitados para gerenciar, com sucesso, os projetos dos seus clientes. Da esquerda para a direita: Maria Kalempa, Angelina Cassim e Liliana Lopes

Por: Carlos Fernandes • Fotos: Alle Tavares

C

lientes satisfeitos que se tornaram parceiros, projetos inovadores e equipe dedicada com foco no cliente. É essa a melhor maneira de definir uma década de sucesso que a Solutic obteve atuando em Consultoria e Assessoria, Negócios e Gestão Empresarial, Gerenciamento de Projetos, Gestão da Informação e Segurança, Meio Ambiente e Saúde. Por utilizar as metodologias mais modernas do mercado, a Solutic coleciona cases de sucesso em que os clientes conseguiram aumentar seus lucros, otimizar o uso de seus recursos, simplificar processos, melhorar a disciplina operacional e viabilizar es36 •

tratégias de crescimento. “Estabelecemos parcerias, criamos soluções estratégicas e sustentáveis. Desta forma, conseguimos a fidelização dos clientes” , diz a diretora da Solutic, Maria A. Kalempa. A Solutic conta com uma equipe multidisciplinar experiente para garantir a execução de serviços com qualidade. “São consultores e doutores selecionados para a condução de projetos especiais. Gerenciamos contratos, projetos, construção de bases industriais e também estamos preparados para atuar em atividades e rotinas administrativas dentro das empresas”, ressalta a diretora.

Leandro Schuch, da N Tomaz Braga e Schuch Advogados, do Rio de Janeiro, é cliente da Solutic há quatro anos

FAMÍLIA SOLUTIC Um dos pontos fortes da Solutic é conseguir conquistar a confiança dos clientes. No caso da Gigacom, empresa do ramo de Telecomunicações sediada em São Paulo, parceira há quatro anos, a


Arquivo

Para comemoração dos 10 anos do Maple Bear, a turma do 6º ano preparou uma cápsula do tempo, que será aberta daqui a 10 anos em um outro evento na escola

Arquivo

Maria Kalempa, diretora da Solutic Macaé, acredita em um novo ciclo de crescimento para a empresa na área da tecnologia de informação e comunicação

A Solutic utiliza as mais modernas metodologias do mercado, otimizando recursos, simplificando processos e aumentando o lucro dos seus clientes

nalizamos e demos mais eficiência ao nosso trabalho, evitando perdas e custos desnecessários. Depois da nossa experiência positiva, indicamos a Solutic para vários clientes do escritório”, afirma o advogado Leandro Schuch, um dos fundadores do grupo. Internamente, a empresa também é muito bem avaliada por seus funcionários. “Vou fazer dois anos de casa e a empresa realmente é uma família. É um trabalho de aprendizado constante”, pontua Liliana Lopes, gerente de contratos. A gerente administrativa, Angelina Cassim, concorda. “Desde que entrei na Solutic, há nove anos, o ambiente de trabalho saudável sempre foi um ponto positivo. Ter desafios para se desenvolver é muito importante”, finaliza.

O CEO da Gigacom, Eduardo Fadanelli, tem na Solutic um parceiro que o ajudou a otimizar os processos internos

Solutic auxiliou em sua política de recursos humanos, na definição de procedimentos internos e no gerenciamento de projetos para o Tribunal de Justiça de Rondônia e para a Federação das Indústrias no Rio de Janeiro. “Definimos políticas de gerenciamento de pessoal, conseguimos concluir projetos importantes antes do prazo, sob controle de tempo e de recursos e, dessa forma, otimizamos nossos processos internos. Temos na Solutic um parceiro que entendeu nosso negócio, agregou a nossa equipe na busca de soluções inovadoras para nossos clientes “, pontua o CEO da Gigacom, Eduardo Fadanelli. A N Tomaz Braga e Schuch Advogados, do Rio de Janeiro, também é cliente da Solutic há quatro anos. “Sempre fomos muito bem atendidos nos trabalhos que fizeram para nós. Entre eles, a gestão do nosso fluxo de processos internos, o que ajudou na organização de uma nova metodologia de trabalho e desenhou todo o ciclo, desde o primeiro contato com o cliente até a entrega do trabalho e emissão da nota fiscal. Racio-

PENSANDO NO FUTURO Ao longo desses dez anos, a Solutic obteve diversos certificados, como o Quality Sistem Certification ISO 9001-2008, CREA-RJ, ONIP e Microsoft. E para este ano, parcerias e produtos estão sendo desenvolvidos, visando um novo ciclo com grande expectativa de crescimento. O foco maior está na área de tecnologia de informação e comunicação. “Somos uma empresa visionária e inovadora. Então, que venham novos desafios e mais 10 anos de crescimento e sucesso”, planeja Maria Kalempa.

Rua Prefeito Antônio Otto de Souza, 78 Morada das Garças - Macaé/RJ Telefone: Tel: (22) 2772-1296 www.solutic.com.br • 37


Gianini Coelho

PESSOAS & NEGÓCIOS

A administradora do Centro Médico, Olívia Manhães, com sua equipe de atendimento

LAGOSMED

Centro Médico Popular A sede da Lagosmed fica na Linha Vermelha e oferece consultas médicas em várias especialidades, com conforto e pronto-atendimento

Clínica oferece consultas médicas de qualidade a preços acessíveis

no São Lucas. A médica ginecologista e obstetra, diretora técnica e uma das sócias da Lagosmed, Thais Tavares Fonseca Golosov, conta que os profissionais da clínica são altamente capacitados e atuam com o objetivo de proporcionar saúde e bem-estar a toda a população, especialmente, àqueles que não têm condições de manter um plano de saúde. “O foco do nosso atendimento é a humanização, priorizando a hora marcada, sem atrasos absurdos, em ambiente agradável”.

Lagosmed foi inaugurada em outubro do ano passado e surgiu no momento em que a cidade sofria um período turbulento na economia e, consequentemente, muitas pessoas deixaram de ter plano de saúde. Como as consultas médicas particulares costumam ter preços elevados, a clínica veio para tornar acessível o tratamento médico, com atendimento de qualidade e preços populares. Segundo Olívia Manhães, administradora do Centro Médico, o espaço é bem estruturado, bem localizado, com salas amplas e tem como diferencial o atendimento clínico. “Disponibilizamos diversas especialidades médicas como: ginecologia e obstetrícia, clínica médica, cardiologia, alergologia, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, geriatria, pediatria, ortopedia, urologia, nutrição, angiologia e cirurgia geral”, comenta Olívia.

A comerciária Denise Figueiró Loureiro Teixeira conheceu a Lagosmed através das redes sociais e passou a utilizar os serviços. Já se consultou com médicos das especialidades: ortopedia, dermatologia, cardiologia e ginecologia. “Eu adoro o atendimento de toda a equipe, o local é muito limpo e organizado. Consigo marcar uma consulta em, no máximo, 3 dias, ou seja, a facilidade no agendamento conta muito. Eu já conhecia esse formato de clínica popular das grandes cidades e quando soube que tinha em Macaé, não perdi tempo, pois não tenho plano de saúde, as consultas particulares são caras e o atendimento pelo sistema público de saúde é precário”, completa Denise, satisfeita.

Outro diferencial é o benefício que o paciente Lagosmed tem. A clínica trabalha em parceria com o São Lucas Hospital de Clínicas, os laboratórios QIMed, Labex, Hemolabes, Pioneer; Vidacor e com a clínica de fisioterapia CET – Centro de Estudos e Terapias. Sendo assim, o paciente que se consultar no Centro Popular e precisar fazer algum exame, terá descontos nesses locais através do encaminhamento médico. Os valores mais acessíveis serão aplicados a exames de imagem, laboratoriais e até pacotes cirúrgicos

Av. Carlos Augusto Tinoco Garcia, 1.450 - Sol Y Mar Macaé/RJ - Tel.: (22) 2765-1652 /lagosmedmacae

A

38 •

Denise Figueiró conheceu a Lagosmed através das redes sociais e aprovou a facilidade da marcação das consultas

Por: Renatta Viana • Fotos: Alle Tavares


• 39


Gianini Coelho

PESSOAS & NEGÓCIOS

Para marcar a comemoração dos cinco anos de história, o Colégio UP reformulou visualmente a fachada da escola

COLÉGIO UP: referência de ensino em Macaé Instituto Educacional se destaca no cenário macaense por seus resultados

Texto: Colégio UP • Fotos: Alle Tavares

R

esultado de um trabalho sério e competente, o Colégio Ueda Peçanha vem se destacando como referência de ensino na região, com altos índices de aprovação em Universidades Federais. Em 2018, completados cinco anos de história, o UP iniciou um novo ciclo com implantação do Ensino Fundamental I Bilíngue, para crianças de 06 a 10 anos, com uma coordenação experiente em vivência escolar sadia e produtiva. Para o próximo ano, em função do grande sucesso alcançado, já é certo o lançamento do Ensino Fundamental também no período da tarde. “Somos uma família. Consolidamos a marca Ueda Peçanha focados em resultados, mas sem perder a vivência e a disponibilidade total ao aluno e às famílias. É uma troca de confiança, onde o aluno se sente seguro e disposto a aprender e os pais têm a certeza de um ensino qualificado e com resultado”, detalha o diretor Wesley Peçanha. ENSINO FUNDAMENTAL, NOVIDADES Lançado neste ano, o Ensino Fundamental I conta com aulas complementares para desenvolver habilidades em diferentes áreas como música, arte, psicomotricidade, informática e educação física. O programa bilíngue é outro atrativo para quem pensa num ambiente de ensino de qualidade. Diariamente, os alunos aprendem uma segunda língua, o inglês, de maneira divertida e atraente. A base, segue o histórico de cinco anos de sucesso do Fundamental II, que ganhou lugar de destaque por apresentar uma grade curricular completa e um 40 •

Uma das novidades do ano de 2018 foi a entrada do Ensino Fundamental I na grade da escola, que segue a mesma fórmula de sucesso do Ensino Fundamental II, marca dos cinco anos de história do UP

corpo docente de profissionais formados e com didática diferenciada, seguindo o padrão UP de ensino. “Ter crianças em ambiente escolar traz alegria e, com certeza, muda a dinâmica e rotina da escola. Trazer esse encantamento para o ensino precisa ser um processo natural, para que a criança aprenda se divertindo”, explica a coordenadora do Ensino Fundamental, Marlene Morceli.


Os alunos do Fundamental I ainda contam com aulas complementares para desenvolver habilidades em diversas áreas, como artes plásticas ministradas pela professora Lorena Reis, com formação específica na área

A inclusão das aulas de música com a professora Ana Lúcia Santos, com formação específica na área, valoriza e humaniza o ensino na escola, desenvolvendo a coordenação psicomotora e outras habilidades nas crianças

EXCELÊNCIA QUE GERA RESULTADOS Destaque em aprovação nos cursos mais concorridos do mercado, como Medicina e Engenharia na UFRJ, o Ueda Peçanha traz em seu histórico índices de aprovação bastante relevante e, nas redações do ENEM, notas excepcionais, com resultados superiores a 900 pontos. Esse excelente desempenho advém de uma metodologia eficaz, somada a aulas regulares, plantões de aprofundamento, reforço de conteúdo, avaliações, simulados frequentes e a melhor equipe de professores da região, desde o Fundamental II até o Médio. Todo resultado é mapeado e compartilhado com os pais em uma plataforma educacional. A equipe do UP está sempre pronta para atender a demanda dos pais e dos alunos: Marlene Morceli e Sávio Magaldi (coordenação), Wesley Peçanha (diretor geral), Juliana Ueda (diretora executiva) e a matriarca Isabel Cristina Ueda

Ter uma coordenação com formação em Pedagogia e especialização em Psicopedagogia é mais um diferencial. “É um desafio que encaro com muita responsabilidade: envolver a criança e integrar a família não só em conteúdo, mas em experiência de vida. É um compromisso com a felicidade”, afirma Morceli. LUPIE: INOVAÇÃO NA RELAÇÃO DE AFETO Pioneiro na cidade com esse tipo de abordagem, o colégio incluiu o LUPIE (Laboratório UP de Inteligência Emocional) como novo componente curricular recomendado na Nova Base Nacional Comum Curricular. A ideia central é trabalhar questões emocionais, visando relações saudáveis e alunos mais seguros e felizes. “Para nós, esse lado humano é o

foco principal. Por isso, a implantação do LUPIE, que trabalha a inteligência emocional e as habilidades sócio-emocionais. Não tratamos apenas de dificuldades mas, principalmente a aproximação entre aluno, família e escola”, explica Wesley. O método funciona com uma aula por semana para alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental estabelecendo relações humanas mais afetivas o que têm sido cada vez mais escasso nos dias de hoje. “São discutidas várias questões com ênfase nas qualidades individuais e na conquista de uma maior confiança. É um trabalho de socialização fundamental para a construção de um cidadão responsável e seguro”, esclarece Morceli.

E o grande desafio de se manter na excelência estende-se à nova coordenação do Ensino Médio, sob comando do mestre em Ciência da Educação, especialista em Administração e Supervisão Escolar, Sávio Magaldi. “É preciso observar minuciosamente o cotidiano, muitas vezes atribulado, sem deixar de perceber as sutilezas. Assim, podemos orientar cada aluno em suas necessidades, alcançando equilíbrio e agregando efetividade com as nossas experiências”, finaliza Magaldi.

Rua Winston Churchill, nº 124 - Praia dos Cavaleiros Macaé/RJ - Tel.: (22) 2772-2616 / 3051-2233 www.colegioup.com.br /colegioup @colegio_up

• 41


Camila Jardim traz modernidade e criatividade para seus projetos de arquitetura, na região

O

Arquivo

O projeto de reforma do escritório de advocacia Almeida & Cury, feito por Camila Jardim, contou com todo o mobiliário em planejado Todeschini

Por: Alysson Nogueira • Fotos: Alle Tavares

Brasil é um país conhecido pelo modernismo de seu traço. Tal fama logo teve uma rápida ascensão pelo mundo. Nomes como Paulo Mendes Rocha, Lina Bo Bardi e Oscar Niemeyer viraram verdadeiros gênios, levando referências do modernismo para um time de jovens que vem crescendo neste setor. Uma das pessoas que integra esse time é a arquiteta Camila Jardim, que desde pequena respira criatividade e expressão. Filha do arquiteto Jorge Jardim, Camila cresceu vendo seu pai atuar e logo se apaixonou pela profissão. “Meu pai é arquiteto há 40 anos em Macaé. Como cresci neste meio, eu sempre o acompanhava nas obras e, desde então, já tinha essa latente em querer ser arquiteta”, conta. Camila então se mudou para Niterói onde se formou pela Universidade Federal Fluminense. Lá, se especializou em interiores e hoje dedica boa

42 •

Nos projetos com metragem reduzida, como apartamentos, a utilização de planejados melhora o aproveitamento dos espaços, com estilo e personalidade


Arquivo

Informe Publicitário

Na entrada do escritório, o detalhe do revestimento preto conferiu classe ao ambiente, combinando com o acabamento em madeira no aparador e mobiliário da recepção O aproveitamento da parede do quarto foi total, com a criação de nichos e armários, além do rack para a TV. Detalhe na porta espelhada do armário, que deu mais amplitude ao espaço

parte do seu tempo nessa vertente. Uma das características da profissional é personificação e sensibilidade nos projetos, sempre buscando atender da melhor forma os clientes. Para estreitar os laços, Camila conta com a parceria da Todeschini, líder no mercado em móveis planejados. Esse ano, a marca aposta na nova coleção que exalta o indivíduo em sua essência, trazendo uma infinidade de cores e estilos que vão transformar a vida das pessoas.

Camila Jardim cursou arquitetura na UFF em Niterói, se especializou em interiores e hoje atua em Macaé em projetos corporativos e residenciais (Cadeiras da loja Office Móveis de Escritório / Objetos de decoração da loja Bauhaus) Arquivo

“A Todeschini está sempre inovando e atualizando seu catálogo. O profissional da arquitetura, hoje, tem um suporte maior por parte da empresa, sempre buscando tocar na parte sentimental do projeto. Na montagem, sempre tive sucesso. Quando acontece um problema, a equipe sempre está de prontidão para atender da melhor forma. Busco indicar a Todeschini para os meus clientes e a relação sempre foi muito boa. Hoje sou bem grata e satisfeita”, elogia Camila. Recentemente, a arquiteta projetou a reforma de um escritório de advocacia. O imóvel da década de 1980 está localizado na região central da cidade. A ideia da arquiteta era projetar um local onde todos pudessem trabalhar numa zona separada e integrada ao mesmo tempo, sempre buscando uma melhor mobilidade e comunicação entre os profissionais. Neste projeto, todos os móveis planejados são da Todeschini. “Optei pelo trabalho da Todeschini por gostar da qualidade e atendimento, sem contar na beleza e cores sofisticadas. Tanto a Todeschini quanto a Camila já estão presentes em minha vida. A arquiteta procurou ser bem cuidadosa, ouviu a necessidade e desenvolveu um trabalho maravilhoso”, conta Cleide Cury - sócia do Almeida Cury Advogados.

No projeto desta sala, Camila aproveitou o espaço embaixo da escada para compor a sala de TV, com um elegante e funcional rack, além do aparador • 43


PESSOAS & NEGÓCIOS

da ao organismo) e bem-estar”, explica Iana. No caso dos hormônios estradiol e da testosterona, esses são bioidênticos, trazendo uma vantagem a mais em relação aos efeitos colaterais. Ela também esclarece que o implante tem duração de 6 meses a 1 ano e que a liberação de hormônio no corpo, se dá lentamente, ao longo do período de duração. Se comparado a outros métodos contraceptivos, o implante hormonal oferece menores riscos de trombose, conforme ressalta Iana.

A ginecologista e obstetra Iana Vilasbôas atende no consultório da Visage. A médica realiza desde consultas ginecológicas e pré-natal até cirurgias por videolaparoscopia, que permite recuperação mais rápida do paciente

Dra. IANA Vilasbôas Carruego Ginecologista e obstetra chega em Macaé trazendo a novidade dos implantes hormonais

A

ginecologista e obstetra Iana Vilasbôas Carruego chegou há pouco tempo em Macaé e trouxe uma opção de tratamento hormonal que é novidade na cidade: o implante hormonal. A médica atende em consultório localizado na Visage, que fica nos Cavaleiros, local de fácil acesso e estacionamento. Além de realizar consultas ginecológicas, fazer pré-natal e parto, Iana possui especializações em cirurgia por videolaparoscopia e implantes hormonais. Os implantes hormonais foram desenvolvidos pelo médico brasileiro Elsimar Coutinho (resultado de mais

44 •

Por: Leila Pinho • Foto: Alle Tavares

de 40 anos de estudos) e têm várias aplicações. Podem ser usados para reposição hormonal, como método contraceptivo, e ainda em vários casos para controle da dor como, por exemplo, para mulheres que sentem fortes cólicas menstruais. “É um tubo bem pequeno (menor que 5 cm) de silicone, implantado geralmente no bumbum (debaixo da pele). Uma vantagem é que esse implante hormonal tem via de administração subcutânea, oferecendo vários benefícios à paciente como: praticidade, segurança, eficácia, controle (já que a dosagem correta será distribuí-

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA “A obstetrícia é uma paixão pra mim, fico muito satisfeita em operar, é algo que me gera satisfação”, fala. Ciente de como Macaé é carente em profissionais obstetras, Iana oferece todo o acompanhamento do pré-natal ao parto. Para as grávidas interessadas, há pacotes com valores acessíveis e direito a consulta de retorno, e ainda emergenciais, se houver necessidade. Além disso, ela também realiza as consultas ginecológicas de rotina com foco em prevenção, com realização de exames como papanicolau, ultrassom, etc. E consultas para tratamento de doenças ginecológicas diversas. CIRURGIAS POR VÍDEO, COM CICATRIZES BEM MENORES A doutora Iana também realiza cirurgias ginecológicas por videolaparoscopia, este é um método de cirurgia feita por vídeo, em que é feito um pequeno furo no abdômem e introduzido um instrumento que possui uma câmera na ponta. Esse tipo de cirurgia oferece muitas vantagens ao paciente como: recuperação mais rápida, o paciente sente menos dor, e a cicatriz é bem menor, se comparada ao método mais convencional de cirurgia aberta. A cirurgia por vídeo pode ser indicada para ligadura tubária, retirada de útero, retirada de mioma, etc. Tal técnica pode ser utilizada, ainda, para fazer exames complementares e até para planejar a cirurgia. A ginecologista e obstetra Iana atende, por enquanto, pacientes de forma particular, mas ela já está no processo de cadastramento em alguns convênios.


• 45


PESSOAS & NEGÓCIOS

O cirurgião-dentista Pierre Gentil é especialista em implantodontia há quase 20 anos, sendo uma referência na área em Macaé e também na região

Clínica PIERRE GENTIL Cirurgião-dentista realizou curso de Regeneração Óssea em Implantodontia, em Budapeste, na Hungria Por: Renatta Viana • Fotos: Alle Tavares

P

ierre Gentil é cirurgião-dentista especialista em prótese dentária pela Universidade de São Paulo – Bauru e especialista em implantodontia há quase 20 anos. É diretor do Gide Study Club Rio de Janeiro, que é um grupo de estudos onde profissionais associados se reúnem a cada três meses para debater temas relacionados à área, e ainda é professor no Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Plástica Periodontal e Periimplantar na Clínica do Dr. Sérgio Kahn, no Rio de Janeiro. Recém-chegado de Budapeste, na Hungria, Pierre concluiu mais um curso de aperfeiçoamento na área de Regeneração Óssea em Implantodontia pelo Urban Regeneration Institut, ministrado pelo professor húngaro Istvan Urban, referência em regeneração óssea no mundo todo. O curso chamado Advanced Bone and Soft Tissue Regeneration Techniques in Implant Therapy teve duração de três dias e reuniu 30 dentistas das mais

46 •

O novo consultório de Pierre fica localizado nos Cavaleiros na Rua Winston Churchill


Arquivo

Arquivo

Nesse procedimento, a paciente foi submetida à Regeneração Óssea e posterior instalação de dois implantes para devolver os dentes perdidos

Arquivo

Pierre acabou de concluir mais um curso de aperfeiçoamento na área de Regeneração Óssea em Implantodontia pelo Urban Regeneration Institut, ministrado pelo professor húngaro Istvan Urban

variadas nacionalidades. Dr. Pierre já vem, há alguns anos, investindo no aprendizado da técnica de regeneração óssea e hoje, se encontra habilitado a realizar a técnica em Macaé que, segundo ele, é extremamente delicada e rica em detalhes. “O procedimento de regeneração óssea se tornou a mais requisitada e importante opção de tratamento para conseguir o melhor suporte ósseo possível para implantes dentários. Em determinados casos, a colocação dos implantes é impossível sem um tratamento anterior”, explica o dentista. O objetivo desta terapia é o desenvolvimento previsível da largura ideal do osso para a colocação de implantes dentários a partir dessa técnica, que permite minimizar a morbidade e aumentar a satisfação do paciente. É importante ressaltar que o propósito maior da Clínica Pierre Gentil é mostrar a qualidade do serviço e do tratamento, com embasamento científico comprovado. O sucesso nos resultados se dá a um conjunto de fatores previamente estudados que englobam a ciência, a técnica e a utilização de materiais de extrema qualidade. Para os especialistas em regeneração óssea em implantodontia, 70% do sucesso do tratamento consiste em respeitar as técnicas e 30% em usar o material adequado, que é importado. Ainda segundo Pierre, seguir esse passo a passo garante aos pacientes, que o volume dos ossos da boca seja restabelecido e se consiga realizar os implantes. “O paciente precisa desse suporte ósseo para que tudo transcorra como nós queremos. O tratamento pode levar até dois anos dependendo do caso, então a paciência também é uma aliada para alcançar o resultado final, que é surpreendente. A intenção é devolver o que o paciente perdeu”, esclarece. Para Maria de Fátima Gomes, paciente de Dr. Pierre há 7 anos, o tratamento vai além da estética e todo o processo de resgate vale a pena. “Eu usava prótese dentária, mas não me sentia à vontade, não tinha segurança nem em conversar com as pessoas e, após minha consulta com Dr. Pierre, me senti totalmente confortável em realizar o procedimento de regeneração óssea, seguido do implante. Tenho prótese fixa na parte superior da boca e já iniciei o processo para a parte inferior. É muito importante termos um

Para este paciente, Dr. Pierre utilizou as Lentes de Porcelana para corrigir a forma e a cor dos dentes desgastados

profissional competente, qualificado e incentivador, que motiva e valoriza o paciente”, frisa Maria de Fátima. No consultório, são realizados também os tratamentos de Ortodontia com a dentista Geruza Salles Rodrigues; endodontia com Dr. Jardel Camilo C. Monteiro e o tratamento com lentes de contato e facetas, lembrando que a diferença entre as duas técnicas está relacionada à espessura. Neste caso, em apenas três sessões, o paciente já tem o tratamento concluído.

Rua Winston Churchill, 71 - Sala 104 - Cavaleiros Macaé/RJ - Tel.: (22) 2772-1728 /Clinica-Neto-Pierre-Gentil • 47


PESSOAS & NEGÓCIOS Lucas Zimbeda

Fabiana Shikida e Ingrid de Barros tiveram a ideia do Bazar da Ciranda no curso de neurociência que fizeram no Instituto Rosalina Onimaru

BAZAR DA CIRANDA

Evento que reuniu mais de 5 mil peças de grandes marcas, a preços acessíveis, é sucesso de público e dissemina o propósito da movimentação de energia

A

quarta edição do evento do Bazar da Ciranda, que aconteceu em março, no Hotel Blue Tree, em Macaé, foi um sucesso de público e consolidou o evento, disseminando o conceito de que chique é movimentar energia. O Bazar da Ciranda é um negócio gerido pelas sócias mineiras, Ingrid de Barros e Fabiana Shikida, que reúne roupas femininas de adulto e acessórios como sapatos e bolsas de marcas famosas. O bazar comercializa tanto roupas novas, com etiquetas, quanto semino48 •

Por: Leila Pinho • Fotos: Gianini Coelho

vas em excelente estado, e com preços bem acessíveis. Ingrid e Fabiana explicam que o Bazar da Ciranda surgiu no curso de neurociência do Instituto Rosalina Onimaru. As duas fizeram o curso e exercícios práticos em que precisavam aplicar o conceito da movimentação de energia e educação financeira. Neste momento, elas refletiram sobre a quantidade de peças que toda mulher possui no armário e não usa, e sobre como é importante movimentar esta energia parada, a exemplo das roupas e também das emoções. As

Com o bazar, Rita Menezes aprendeu a desapegar e é uma das fornecedoras de peças do evento

duas viram uma ótima oportunidade de negócio com um propósito de mostrar às pessoas sobre como elas podem usar os recursos de forma mais assertiva. Fabiana explica sobre como o ato de “movimentar energia” gera uma rede de benefícios. “Ganha todo mundo. Ganha quem desapega das peças, ganhamos nós com a venda, ganham as pessoas que compram porque têm a oportunidade de adquirir uma peça boa, com preço acessível. Ganham as pessoas que aprendem a consumir de forma mais consciente”, pontua.


A consultora de imagem e estilo, Elisa Heluany, deu dicas para as mulheres que foram ao evento sobre composições de peças

novas. Eu comprei e desapeguei também. Antes eu não tinha este hábito, apenas doava. Além de economizar comprando peças excelentes com preços incríveis, também tenho a possibilidade de recuperar parte dos meus recursos”, comenta. Fabiana Shikida e Ingrid de Barros, sentadas ao centro com Rosalina Onimaru, contaram com o apoio de expositores e parceiros na realização do bazar. Da esquerda para a direita: Renata Colaneri, Aline Almeida, Marinéa Souza, Ludymila Rios, Cíntia Rebelo, Luiz Carlos Salomão, Filipp Chaves, Greicy Oliveira, Barbara Tonon, Nil Melo e Tamires Souza

A 4ª edição do bazar, que aconteceu no Hotel Blue Tree, teve roupas novas e seminovas, que eram repostas diariamente, de várias marcas famosas como: Animale, Agilitá, Corporeum, Farm, Carmim, Lança Perfume, Calvin Klein, entre outras.

Na quarta edição do evento, cerca de 1000 pessoas passaram pelo bazar e tiveram a oportunidade de comprar roupas e acessórios de marcas como: Animale, Agilitá, Corporeum, Farm, Carmim, Lança Perfume, Calvin Klein, entre outras. Ao todo, as sócias contam com mais de 150 fornecedores de peças novas e seminovas. “A nossa sensação é de missão cumprida. Consolidamos a nossa marca, disseminando esse novo conceito e desmitificamos a ideia de que bazar é um local de venda de roupas sem qualidade, quebrando esse preconceito e apresentando um bazar de roupas nobres”, fala Ingrid. Conforme as sócias explicam, outras edições do Bazar da Ciranda serão realizadas em Macaé, ainda este ano, e a ideia é que o projeto se torne itinerante, visitando outras cidades do Norte Fluminense e Região dos Lagos. Em breve, o bazar será realizado em Rio das Ostras. A empresária Rita Menezes, participante de todas as edições do bazar, ressalta: “Gostei muito da qualidade das roupas novas e semi-

A consultora de imagem e estilo Elisa Heluany participou como consultora da quarta edição do bazar e se surpreendeu com os resultados. “Desde a primeira visita ao showroom, vi muitas possibilidades de montar looks HI-LO (misturar básico + sofisticado), com qualidade, quantidade, com marcas famosas e versatilidade de estilos e tamanhos. Claro que já garimpei algumas peças por lá”, exalta Elisa, que foi a responsável por todo o planejamento dessa edição, divulgando o conceito de forma adequada, apresentando mix de estilos, biotipos e marcas, quebrando esse paradigma de bazar e brechó que ainda existe no Brasil. De forma solidária, as pessoas que compareceram ao evento foram convidadas a doar um litro de leite como entrada e, assim, o Bazar da Ciranda arrecadou mais de 370 litros de leite que foram doados à Pestalozzi de Macaé. O Bazar contou com o apoio das seguintes marcas parceiras: Sorella, Ella Lingerie, Maylay Calçados, Jeunesse, Kar+, Lele’s Cookies, Guria Café e Brigaderia, Kenko Temakeria, Pizzaria do Cristiano, Global School, Mais Administradora de Condomínios, Grupo Manhães e Instituto Rosalina Onimaru. SHOWROOM Além do evento, o Bazar da Ciranda possui um showroom que fica localizado no bairro Riviera Fluminense, mas a visitação é feita somente através de agendamento prévio. Mulheres interessadas em deixar roupas para vender ou comprar, podem entrar em contato com o Bazar da Ciranda pelos telefones abaixo e agendar uma visita.

Contatos: (22) 99880-6082 / (22) 98808-9952 /bazardaciranda @bazardaciranda • 49


PESSOAS & NEGÓCIOS

BELEZA MINUTO A simulação 3D da nova fachada do salão, que fica na Rua Silva Jardim, criada pela Marinho Comunicação, impressiona pela beleza e pela estética moderna e dinâmica

Ao completar 7 anos de criação, o atendimento personalizado e sem hora marcada é o grande diferencial do salão BM

H

Por: Renatta Viana • Foto: Alle Tavares

á 7 anos, surgia o Beleza Minuto no Centro da cidade, apresentando um novo conceito de atendimento, totalmente focado na valorização do tempo do cliente. Esse modelo de atendimento é chamado Express, uma tendência internacional que permite ao cliente chegar ao local e ser atendido de forma personalizada e sem hora marcada, com profissionais capacitados e especializados, sem perder a qualidade nos mais variados serviços como: depilação, unha e escova. Tudo isso, atendendo a necessidade do cliente, priorizando o tempo e a rotina de cada um. Afinal, quem não gostaria de se cuidar em poucos minutos, no meio do dia, por um preço convidativo e sem ter que marcar hora?

50 •

Segundo os sócios proprietários do Beleza Minuto, Antonio Gentil Junior e Emanuele Frazão, a celebração dos 7 anos do salão, além de incluir o conceito principal que une rapidez e conforto, se dá também a vários outros serviços de beleza que estão por vir e a antigas receitas de sucesso que continuam dando certo como, por exemplo, a cera utilizada na depilação. “O BM foi bem planejado desde o início, contratamos uma consultoria de São Paulo para nos auxiliar, visitamos salões em outros estados até configurarmos o nosso modelo de atendimento, adequando a quantidade de profissionais para atender à demanda com hora marcada ou não, mas sem que ninguém ficasse esperando pra ser atendido. E daí que veio a ideia do nome Beleza Minuto, onde o cliente chega e faz o procedimento que quiser”, explica Junior. Quanto à cera depilatória, que é um verdadeiro sucesso, Emanuele conta que chegaram à receita atual após passarem por muitas consultorias e aprimorarem a


Os sócios-proprietários do Beleza Minuto, Emanuele Frazão e Antonio Gentil Junior, comemoram uma parceria de sucesso que completa 7 anos de história e se preparam com grandes novidades para os clientes

base da cera. “Essa receita é considerada um sucesso porque é um produto 100% natural, feita à base de cera de abelha e insumos extraídos da natureza. Ela remove totalmente os pelos, sem agredir a pele com queimaduras ou vermelhidão”. Outro ponto de destaque é a localização. O Centro da cidade é acessível a todo mundo, tanto para quem vai de carro, como para quem vai de ônibus ou a pé. “A proposta era mesmo beneficiar quem trabalha no Centro ou quem está sempre passando por ali, abraçando o público do comércio e aproveitando essa rotatividade. Com essa estratégia, atendemos cerca de três mil clientes por mês”, frisa Manu, como Emanuele é conhecida. Sobre os serviços oferecidos no Beleza Minuto, que no início eram escova, unha e depilação, foram expandidos e hoje a estrutura já conta com podologia, unhas artificiais (gel e acrigel), manicure e pedicure simples, decorada ou kids, Spa dos pés e das mãos, linhas de esmaltes especiais, depilação masculina e feminina com cera ou linha, maquiagem, cortes masculino e feminino, escova comum, progressiva ou relaxamento, tintura, balaiagem, tratamentos estéticos para corpo e rosto, tratamentos capilares de hidratação e nutrição com marcas conceituadas como Redken, L’Oréal, Kérastase, Wella e outros. E as novidades não param por aí. Alguns projetos já estão a todo vapor e outros em andamento, e prometem agradar o público. Junior e Emanuele contam que as categorias “cabelo e maquiagem” vão ganhar cara nova. “Todo ano mudamos algo no salão a fim de dar cara nova ao espaço e sair da mesmice também! Para a comemoração dos 7 anos de BM, terminamos as obras de uma sala, dedicada a química, coloração e escovas progressivas, que foi transformada para trazer mais conforto para as clientes nos serviços de cabelo. Estamos aprimorando tudo com carinho e zelo para o nosso público”, dizem os sócios. • 51


PESSOAS & NEGÓCIOS

Desde 2017, após um curso de medicina ortomolecular, Michele já vem usando nas suas prescrições a suplementação de substâncias como antioxidantes e orientando sobre a importância da alimentação nos tratamentos. “Vejo com clareza o reflexo da alimentação na pele que, junto com a suplementação de nutracêuticos, influencia positivamente nos tratamentos”. E um ponto abordado no Meeting foi exatamente esse. Os antioxidantes, combatem os radicais livres e retardam o envelhecimento. Sendo importante estimular a defesa antioxidante, com medicamentos orais e tópicos. Há vários antioxidantes que são eficazes, como o Glisodin, que podem ou não ser associados com a Vitamina C, que é um antioxidante bem conhecido. Um outro ponto muito comentado é o chamado atmospheric skin aging, que está relacionado à interferência de fatores que fazem parte da vida de cada um, incluindo poluição ambiental e digital, radiação, variação climática, o consumo excessivo de álcool e cigarro impactando no envelhecimento. Nesse sentido, a indústria está usando de tecnologia com produtos que criam um escudo ambiental para a pele e o organismo.

Dra. Michele Monteiro sempre participa de congressos e encontros de dermatologia, trazendo para os pacientes de Macaé as últimas novidades no setor

Michele Monteiro

O ácido hialurônico continua sendo muito usado, e é destaque no lançamento de dermocosméticos. “Os de alto peso molecular funcionam como hidratante, já os de baixo peso conseguem atravessar a epiderme e penetrar na derme tendo ação antiaging”, diferencia.

Médica traz para Macaé as principais novidades dermatológicas do Meeting da AAD

A reunião também abordou sobre os tratamentos com LED (laser de baixa potência). Já muito utilizado na Visage, o LED tem aplicações para tratar calvície, cicatrização de feridas, acne, manchas, entre outros. “No Meeting foi apresentado um boné de LED, que pode ser usado em casa para complementar o tratamento de calvície, estimulando o crescimento capilar, devendo ser prescrito pelo dermatologista”, pontua a médica.

Dermatologia Integrada Por: Leila Pinho • Foto: Alle Tavares

A

dermatologista Michele Monteiro, da Visage, acompanhou as principais novidades do Meeting da AAD (American Academy of Dermatology), realizado em fevereiro na Califórnia e as trouxe para seus pacientes. O Meeting da AAD é um dos mais importantes encontros de dermatologia, do mundo, e aborda os avanços na especialidade. Segundo relata Michele, o encontro reforçou a tendência dos tratamentos para o organismo como um todo, com medicamentos que agem na reparação celular, na modulação da expressão gênica e ativos que estão naturalmente presentes no nosso corpo.

52 •

Muito foi dito sobre o aumento dos níveis glicêmicos e a resistência aumentada à insulina, que podem favorecer o envelhecimento por um mecanismo chamado glicação, podendo inclusive aumentar a pigmentação da pele. “Com isso, estamos investindo nos medicamentos antiglicantes também na dermatologia”, fala a médica.

Por fim, ela ressalta a importância dos microbiomas, que são micro-organismos que habitam o corpo e têm função de barreira protetora. Estão presentes na pele, couro cabeludo, intestino, e devem ser respeitados para manter a fisiologia e o metabolismo do organismo. O uso de prebióticos e probióticos tópicos e orais, reduzem a severidade de muitas doenças.


• 53


PESSOAS PESSOAS & & NEGÓCIOS NEGÓCIOS

VILLA GOURMET O espaço é bem democrático e fica em um terreno na esquina da entrada da Lagoa de Imboassica, onde estão dispostos os containers do Petit Petit, o Mad Dwarf e o Mokaie. O destaque da Villa é a variedade de opções gastronômicas

Uma esquina de sabores na entrada da Lagoa, que oferece alta cozinha francesa, carnes nobres e cervejas artesanais em um só lugar

U

nidos pela gastronomia, três empreendedores transformaram uma antiga esquina na Praia do Pecado, em Macaé, em uma Villa Gourmet. “Eu já tinha, aqui no local, um food truck, o Camion. O Júlio, proprietário do Xurrasclube, era meu cliente, assim como o Felipe, do Mad Dwarf. Começamos a sonhar juntos em 2017 e a Villa Gourmet surgiu daí”, explica Guilherme Veiga, chef e proprietário do Petit Petit (antigo Camion), um dos estabelecimentos da Villa.

preparados na parrilla uruguaia. As carnes são servidas com farofa e molho Chimichurri, com opção de acompanhamentos servidos à parte.

Inaugurada em março deste ano, ela abre de segunda a sexta-feira das 18h às 23h e conta com três containers gourmets: o Petit Petit, especializado em cozinha francesa; o Mokaie, de cortes nobres e hambúrgueres, do empresário Júlio César Antunes Pinto; e o Mad Dwarf, de cervejas artesanais de Santa Catarina. O formato da Villa foi todo pensado e concebido em conjunto.

O Petit Petit agora tem mais variedade em seu cardápio, que hoje conta com 14 itens, como o Magret de pato com molho de laranja e a Burrata. O Petit Petit conta ainda com o serviço da sommelier Elisângela Ribeiro, que também é sócia e responsável pelo serviço de bebidas da casa.

Júlio está à frente do Mokaie, cuja especialidade são cortes nobres como Prime Rib, assado de tira, Chorizo e T-bone, e hambúrgueres de carne da raça bovina Angus. Todos 54 •

Por: Fernanda Pinheiro • Fotos: Alle Tavares

“O legal do lugar é que você pode experimentar vários sabores e estilos, misturando um com o outro mesmo, como por exemplo, uma Terrine do Petit Petit e um Short Rib do Mokaie, degustando uma cervejinha artesanal. Os três não competem entre si, eles se completam!”, explica o engenheiro Rodrigo Santos Freitas.

Já o Mad Dwarf, dos sócios Felipe França e Henrique Surman apresenta 11 torneiras das mais inusitadas cervejas artesanais. “O nosso mestre cervejeiro possui mais de 400 receitas registradas e, dessa forma, toda semana oferecemos


Arquivo

Um dos 14 pratos do cardápio do Petit Petit é Burrata com pão de fermentação natural feito em casa

O chef Guilherme Veiga e a sommelier Elisângela Ribeiro estão à frente do Petit Petit, que serve culinária francesa com 14 ítens no cardápio e uma carta de drinks e vinhos personalizada

A carta de cervejas artesanais do Mad Dwarf combina muito bem com o MD Blumenau e o Madballs

O Buffalo Wings e Short Rib do Mokaie são bem servidos e acompanhados de molho Chimichurri e farofa

Cynthia Gonçalves (à esquerda), frequenta a Villa Gourmet desde o início e degusta a cerveja artesanal do Mad Dwarf com as amigas

novidades para nossos clientes. Trouxemos a marca Mad Dwarf de Santa Catarina, pois nos apaixonamos por ela. Além disso, sempre abrimos espaço para cervejarias artesanais locais, tudo para incentivar os produtores da região de Macaé”, complementa Felipe. Para beliscar, o brew pub oferece Madballs, bolinhos de pernil recheados com tâmaras e servido com um molho asiático, o MD Blumenau, uma manta de linguiça Blumenau servido no pão ciabatta com chutney de abacaxi, rúcula e batatas rústicas. “Sou moradora do Pecado e, desde o início, achei a proposta bem interessante. Adoro a Burrata com o Gin Tônica do Petit Petit, o MD Blumenau do Mad Dwarf e o sanduíche de carne suculenta do Mokaie”, finaliza Cynthia Gonçalves.

O Mokaie, dirigido por Júlio, serve cortes nobres de carne premium. O cliente Rodrigo Freitas, ao lado, aprova o cardápio e o local

VILLA GOURMET Avenida Amphilóphio Trindade, 40 - Lagoa - Macaé/RJ PetitPetit Tel: (22) 99947-1522 /petit-petit Mad Dwarf Tel: (22) 99953-8866 /maddwarf.container.mea Mokaie Steak Burguer Tel: (22) 99229-5425 /mokaie-steak-burguer • 55


PESSOAS & NEGÓCIOS

Segundo o Dr. Carlos Wilson Menezes, 30% dos pacientes não conseguem resultados satisfatórios com os medicamentos para disfunção erétil disponíveis no mercado, sendo a cirurgia de implante de prótese peniana uma boa opção para solução do problema, nesses casos

Dr. Carlos Wilson

Novos tratamentos afastam o fantasma da disfunção erétil

F

alar sobre disfunção erétil nos dias atuais exige um desprendimento que a maioria das pessoas não está acostumada, já que ainda é forte a cultura que valoriza a competição masculina e julga como fraco o homem que expõe seus medos e vulnerabilidade. No entanto, as estatísticas revelam que o problema é bastante comum e delicado. De acordo com o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, mais da metade dos homens acima de 50 anos apresentam a queixa de disfunção erétil. O tema ainda é considerado um tabu e pode ser solucionado por meio de um bom acompanhamento clínico. Dr. Carlos Wilson Menezes atua como médico há mais de 23 anos em Macaé. Graduado pela Universidade Federal de Juiz de Fora, se especializou em urologia no Hospital Brigadeiro, em São Paulo. Ele conta que diversos fatores po56 •

Por: Alysson Nogueira • Foto: Gianini Coelho

dem estar relacionados ao problema. “Normalmente, em jovens, encontramos causas psicológicas, ao contrário dos homens mais velhos, onde causas orgânicas são mais comuns. O ideal é tratar o assunto com naturalidade, já que todos os homens estão sujeitos a passar por isso. Ter uma boa vida sexual significa manter uma vida saudável, com boa alimentação, atividade física regular, entre outros fatores positivos”, conta. O profissional explica que o surgimento dos medicamentos orais pode ser considerado uma revolução no tratamento dessa patologia, porém cerca de 30% dos pacientes não alcançam resultados satisfatórios. “É um tratamento que exige uma análise clínica cuidadosa. Em muitos casos, o paciente precisa passar por ajustes hormonais, drogas injetáveis ou a colocação de uma prótese peniana. Essa última opção, no entanto, é reservada

para aqueles que não obtiveram êxito com os métodos anteriores”, esclarece. A cirurgia de implante de prótese peniana tem duração média de 90 minutos e é um procedimento eficaz com um alto grau de satisfação. Existem dois tipos de próteses: a maleável (ou semirrígida) e a prótese inflável. De acordo com Carlos Wilson, cada modelo com algumas vantagens e desvantagens. O médico explica ainda que nos casos de pacientes operados de câncer de próstata não há restrição para o procedimento. “Normalmente, não indico o implante antes de um ano após a cirurgia, porque muitas das vezes o paciente se recupera naturalmente ou mesmo responde bem ao uso dos medicamentos. O importante é que, no caso de necessidade de um implante de prótese peniana, o paciente converse com o urologista para que juntos cheguem a um acordo sobre qual o melhor procedimento e, assim, alcançar uma vida sexual ativa e satisfatória”, finaliza.

Rua Visconde de Quissamã, 684 - Centro - Macaé/RJ Tel.: (22) 2762-0286 /drcarloswilsonmenezes


“GLAM” por Marcelo Muquici INAUGURANDO 2018, A COLUNA COMEÇA COM O PÉ DIREITO, GENTE BONITA E MUITA ENERGIA POSITIVA, MARCA REGISTRADA DE MARCELO MUQUICI.

Muquici com a amiga e cliente Marcela Bertolini, na animação do carnaval de rua de Macaé

Na festa na Sync Lounge Bistrô, Michel Tannus, Muquici, Vickin Lins e Duda

Soraldo e Georgia Gurgel, Cissa Rodrigues e Muquici, drink e animação na noite

Cíntia Rebelo, Suellen Dutra, Gisele Novaes e Dani Guedes na festa de aniversário de Michel Tannus

Muquici com Vick Lins e Mariana d’Almeida, proprietária da Bodega, projeto de Marcelo que vai inaugurar nos Cavaleiros

Daniela Vital, Vivian Maia e Monalisa Fagundes bem à vontade na casa de Marcelo Muquici

Ramirez Cândido, Mariana Athayde, Muquici, Deusinha e Riberyo Galiza no camarote da Glam em janeiro

• 57


Leandro Narezzi

TENDÊNCIA

BOUDOIR,

uma nova tendência em ensaios fotográficos

Ensaio do casal Albert Sabin e Márcia Coutinho. Albert foi acompanhar Márcia na sessão de fotos e, a convite de Leandro Narezzi, acabou participando das fotos

Ensaio sensual ajuda a resgatar a autoestima das mulheres, apimenta a relação e permite que casais de demonstrar seu amor Por: Alice Cordeiro • Fotos: arquivo

58 •

R

egistrar um momento especial através da fotografia é o sonho de qualquer noiva, grávida ou debutante. No entanto, uma nova tendência tem atraído a atenção das mulheres. O ensaio sensual ou boudoir tem ganhado cada vez mais espaço na agenda dos fotógrafos e no sonho das clientes. Boudoir é um termo francês que significa quarto feminino usado no século XIV, onde as mulheres trocavam de roupa e tomavam banho. Com esse termo em mente, os fotógrafos trabalham os detalhes femininos, roupas rendadas, acessórios delicados e fotografam as modelos de forma sensual, sem que seja necessário chegar ao nu artístico.


Lu Cantiliano

Pastel de Camarão com Eisenbahn Pilsen e filé mignon ao alho com Witbier Leopoldina são algumas das opções do cardápio do Benedito

Renata Carvalho posou para as lentes de Lu Cantiliano para marcar um momento de renovação na sua vida, pois tinha acabado de se separar e fez o ensaio sensual para comemorar seus 40 anos de vida

Os motivos pelos quais buscam esse tipo de fotografia são diversos, desde a noiva que quer presentear o amado na noite de núpcias; a mulher que quer apimentar a relação e fazer uma surpresa para o marido; mulheres que fazem aniversário de datas marcantes como 30, 40, 50 anos; até aquelas que estão deprimidas e enxergam no ensaio uma forma de virada. ENSAIO DE CASAL Apaixonada por fotografia, Márcia Coutinho sempre gostou de fazer ensaios. Quando conheceu o trabalho de

Leandro Narezzi quis ter o seu próprio boudoir. Para se sentir mais segura, chamou o namorado Albert Sabin para acompanhá-la. “Então, o Leandro sugeriu que fizéssemos um ensaio de casal e o Albert topou!”, lembra Márcia. “Inicialmente, achei que não me sentiria à vontade, mas depois o ensaio fluiu com tranquilidade. Se não fosse nossa relação e o nosso amor, eu não faria. Dei um presente para ela e isso acabou aumentando ainda mais nossa cumplicidade”, conta Albert.

“Não foram fotos eróticas, pois no ensaio nunca ficamos completamente nus. Foram fotos que retrataram o casal que somos, a paixão e amor que temos um pelo outro”, detalha Márcia. Apesar de terem mostrado algumas fotos para amigos e terem postados algumas nas redes sociais, Márcia conta que 99% das fotos foram vistas apenas pelo casal. “Alguns amigos me apoiaram, outros me zoaram. E, destes que zoaram, as namoradas gostaram tanto que querem fazer também”, diverte-se Albert. • 59


Lu Cantiliano

A fotógrafa Lu Cantiliano (ao lado) procura captar a essência da mulher em cada sessão de fotos, sugerindo looks e tentando trazer à tona a beleza de cada cliente, como Renata Carvalho (acima)

Busco o lado poético da foto. Dar detalhes que trazem sensualidade. É um mostra não mostra, por trás de um tecido, por exemplo” LU CANTILIANO 60 •

Segundo Leandro, a procura por ensaio de casal tem aumentado. “Quando fazem um ensaio juntos, eles querem mostrar todo o afeto que sentem um pelo outro. É um ensaio com pegada, com toques e beijos que eles não dariam em um ensaio tradicional. Apesar de chegarem mais tímidos, os homens acabam se soltando e sugerem fazer fotos sozinhos também”, conta Leandro. “É como se o amor deles fosse um troféu que querem mostrar”, acrescenta. AUTOESTIMA “A mulher chega ao ensaio querendo se ver diferente. Precisa se ver linda. Muitas chegam deprimidas, se achando acima do peso. Precisam da fotografia para reafirmarem sua beleza. Esse olhar do outro, na fotografia, é diferente de como ela se vê no espelho”, descreve a fotógrafa Lu Cantiliano. Renata Carvalho Gomes, de 41 anos, estava passando por um processo de transformação quando procurou a Lu para seu ensaio. “Estava em um momento de renovação, estava emagrecendo e recém-separada. Então, decidi me dar de presente para celebrar meus 40 anos”, revela.

“As primeiras fotos foram mais difíceis, pois eu não estava relaxada. Mas levei um champanhe e fui me soltando”, detalha Renata que começou a sessão em um quarto de hotel e terminou ao ar livre, em uma fazenda de Quissamã. De acordo com Lu Cantiliano, a maioria das clientes é como a Renata, não sabe ao certo o quer. “Depois de uma primeira reunião, tento captar a essência da mulher, entender o que ela quer, se é mais tímida ou mais ousada. A partir daí, começo a trabalhar a imaginação dela. Sugiro looks, mando fotos e ela começa a se ver naquela situação”, explica a fotógrafa que faz ensaios em hotéis ou ao ar livre. Para Renata, a maior dificuldade foi fazer as caras e bocas que o ensaio sensual precisa. “O ensaio levantou minha autoestima. Até hoje, posto fotos e recebo muitos elogios. Recomendo que todas as mulheres façam por acreditar que todas merecem um ensaio assim. Sempre digo para quem me pergunta: Comprem uma boa lingerie e façam!”, sugere a médica. De acordo com o fotógrafo Leandro Narezzi, 80% de suas clientes procuram o ensaio para levantar a autoestima. “Algumas decidem fazer depois que saíram


Leandro Narezzi

O Brasil descobriu o boudoir. As mulheres perderam a vergonha de mostrar o corpo. Entendem que esse tipo de fotografia não é vulgar. São detalhes que deixam a mulher sexy. Às vezes um olhar, ou um sorriso” LEANDRO NAREZZI

de um relacionamento, outras querem reafirmar sua beleza. Os motivos são diversos”, conta, acrescentando que o fato de ser homem não é um empecilho para suas clientes. “Deixo claro todo o meu profissionalismo. Durante a sessão, tenho uma assistente e sugiro que ela leve uma amiga para que se sinta mais segura”, detalha. PRESENTE DE NÚPCIAS Às vésperas de seu casamento, Jordana Valentim decidiu surpreender seu noivo, Lucas Mariano, com um ensaio sensual. O presente será dado no dia do casamento, antes de se encontrarem”, revela. Para o seu ensaio, Jordana escolheu Leandro como fotógrafo e, apesar de decidida, pensou em desistir várias vezes. “A timidez me fez pensar em desistir, mas fui com a cara e a coragem. Foi muito mais fácil e tranquilo do que eu imaginava. Você só precisa ser você mesma. Não é um editorial de moda, é o seu momento de autoconhecimento e revelação. No início, todas as fotos saem como se fossemos robôs, mas depois fica natural”, lembra. Lucas só receberá o álbum no dia 21 de abril, quando se casam, mas

O fotógrafo Leandro Narezzi (ao lado) aposta nos detalhes para captar a sensualidade feminina, como o olhar ou um sorriso. Como no ensaio de Jordana Valentim (acima), que decidiu surpreender o noivo com um ensaio sensual como presente de núpcias

Jordana não resistiu e já mostrou algumas. “Mesmo sabendo que o fotógrafo era homem, meu noivo foi receptivo com a ideia e foi quem mais me incentivou”, conta. NU ARTÍSTICO Os fotógrafos deixam claro que o ensaio sensual não é vulgar e, por isso, pode ser feito por qualquer pessoa. “Busco o lado poético da foto. Dar detalhes que trazem sensualidade. É um mostra não mostra, por trás de um tecido, por exemplo”, detalha Lu Cantiliano. “O Brasil descobriu o Boudoir. As mulheres perderam a vergonha de mostrar o corpo. Entendem que esse tipo de fotografia não é vulgar. São detalhes que deixam a mulher sexy. Às vezes um olhar, ou um sorriso”, conta Leandro.

Para os fotógrafos, nem todas as mulheres querem o nu artístico, mas a maioria está propensa a fazer. “É algo que acontece naturalmente, aos poucos, ao longo da sessão. Podemos fazer um nu bem delicado, sem aparecer tudo. No final, elas ficam muito satisfeitas com as fotos. Então, percebo que, muitas vezes, resgato os sonhos perdidos de uma mulher e fazer isso é minha maior realização como fotógrafa”, finaliza Cantiliano. • 61


Gianini Coelho

CAPA

Alguns dos personagens da matéria de capa: Gilberto, com os filhos Guilherme e Isabelle Alves (de pé), Daniel Galiza e Sheila Juvêncio falaram sobre suas trajetórias de vida e valores

MUITO MAIS DO QUE OS OLHOS PODEM VER... 62 •


Vencendo dificuldades e fazendo a diferença: os negros seguem afirmando sua identidade e conquistando seu espaço na sociedade Por: Carlos Fernandes • Fotos: Alle Tavares

O

s americanos Barack e Michelle Obama, os atores Lázaro Ramos e Thaís Araújo, a empresária Heloísa “Zica” Assis, o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa... Não faltam exemplos de negros que, nas mais diversas áreas, são admirados pelo que representam.

esse concurso era que todos pudessem ver a beleza negra e trazê-la para os espaços de prestígio da cidade para ser apreciada como ela merece”, relembra.

Mas, longe dos holofotes, há também muitas histórias escritas por pessoas aqui na nossa cidade, que fazem a diferença e que, apesar das dificuldades, construíram sua identidade, conquistaram seu espaço e, voluntaria ou involuntariamente, refletem positivamente na vida de outros.

Com o tempo, a atuação da Tribo dos Malês só foi aumentando e incluindo trabalhos sociais que beneficiam milhares de pessoas, em especial, no projeto “Mulheres em Luta”, voltado à luta contra o câncer.

O NEGRO É LINDO! Resgate da autoestima dos negros, em Macaé. Esta é a origem de um movimento que surgiu em 2009: a Tribo dos Malês. Inicialmente, para dar continuidade a um evento promovido em comemoração ao Dia da Consciência Negra. Porém, a partir dele nasceu o concurso “A mais bela negra de Macaé”. À frente dessas ações está a presidente e fundadora da Tribo dos Malês, Marilene Ibraim. “O que eu desejava com

Mesmo assim, Marilene Ibraim considera que há muito a caminhar. “Não estou satisfeita, principalmente com as políticas públicas. A sociedade também precisa aceitar a todos, não apenas na negritude, mas na diferença de gênero, social e religiosa. Essa abertura é algo que ainda está sendo construído”, diz.

Não estou satisfeita, principalmente com as políticas públicas. A sociedade também precisa aceitar a todos, não apenas na negritude, mas na diferença de gênero, social e religiosa. Essa abertura é algo que ainda está sendo construído” MARILENE IBRAIM Fundadora do movimento “Tribo de Malês”, Marilene Ibraim valorizou a beleza negra com o concurso “A Mais Bela Negra de Macaé”

• 63


A maioria das blogueiras orienta outras pessoas a se encontrar. Comigo foi o contrário. Eu encontrei minha identidade, me redescobri como mulher negra e me assumi como tal pela identificação com as histórias do blog ” LAÍS MONTEIRO

Laís Monteiro quer contribuir com o protagonismo do negro, para que todos possam enfrentar o preconceito mais fortes e instruídos

BELA E ENGAJADA, E DE ONDE ELA QUISER Mulher, negra, da periferia e consciente. A jornalista e blogueira Laís Monteiro é idealizadora do blog “Encacheada”, que deu origem ao encontro anual “Encacheia Geral” e ao projeto “Resista +”, para debater o empoderamento e a cidadania do negro. É também potencializadora do “Desabafo Social”, organização que tem um representante em cada estado e utiliza a comunicação e novas tecnologias para promover educação, em direitos humanos. Da troca de informações sobre estética negra, cuidados para cabelos cacheados e crespos, as pautas raciais foram surgindo. E, hoje, o “Encacheada” vai além, abordando temas como aceitação, autoestima e construção de identidade. “Foi um caminho inevitável e hoje entendo que são assuntos complementares por saber como é difícil para o negro manter sua autoestima e se empoderar”, explica. 64 •

A própria Laís passou por um processo de aceitação. “A maioria das blogueiras orienta outras pessoas a se encontrar. Comigo foi o contrário. Eu encontrei minha identidade, me redescobri como mulher negra e me assumi como tal pela identificação com as histórias do blog”, conta. A jornalista acredita que a era digital contribuiu muito para que pessoas negras tenham acesso a discursos de quem realmente as representa, o que potencializou a aceitação da estética, história e cultura negra. “Quando entendi que poderia utilizar minha experiência como comunicadora para potencializar discursos, identifiquei o meu papel na busca por igualdade racial. O jornalismo ajuda a me inserir nas novas formas de militância. E fico feliz pelo blog conseguir ter essa função social”, comemora Laís. EDUCAÇÃO É O MELHOR CAMINHO De acordo com o IBGE, em 2015, o

percentual de negros universitários saltou para 12,8%, sendo que em 2005 eram 5,5%. Uma conquista influenciada por políticas de ações afirmativas, como as cotas raciais. Porém, apesar de o perfil socioeconômico ter se diversificado, os brancos no ensino superior somam 26,5%, mais que o dobro do total de negros. E se hoje a dificuldade para o negro chegar ao ensino superior ainda se faz presente, o cenário já foi bem mais difícil. Principalmente para um estudante de origem humilde, filho de um sapateiro e uma costureira, oriundo do ensino público. Dificuldades que não impediram o hoje médico urologista Dr. Daniel Galiza. “Passei por colégios públicos e fiz um curso técnico até conseguir o meu primeiro emprego e poder fazer um pré-vestibular. A cor da pele não era uma questão em casa. Meus pais levavam muito mais em conta os valores e sempre me mostraram que a educação


Tenho muito orgulho em ter conquistado meu espaço e respeito na minha profissão graças à educação. Espero que minha história sirva de inspiração para outros” Dr. DANIEL GALIZA

Da realidade humilde ao sucesso na profissão, os valores familiares e educação fizeram de Dr. Daniel Galiza uma referência

era o que me levaria a ser alguém na vida”, lembra. Daniel passou no vestibular para medicina na Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Na época, quase não tinha colegas com o mesmo perfil socioeconômico. “A condição social não permitia ver muitos negros na faculdade naquela época, já que o percentual de negros pobres sempre foi maior. Não tínhamos as cotas, que foram uma conquista recente. Era uma luta chegar ao ensino superior”, conta. Mesmo após se formar, as dificuldades até se estabelecer não foram poucas. Mas, todo o esforço valeu a pena, pois este ano, ele completa 44 anos de carreira como um dos médicos mais respeitados de Macaé. “Tenho muito orgulho em ter conquistado meu espaço e o respeito na minha profissão graças à educação. Espero que minha história sirva de inspiração para outros”, diz.

ORGULHO DE SER QUEM É Se o assunto é ser agente transformador da sua realidade, Sheila Juvêncio é um belo exemplo de ascensão. Empresária no ramo de eventos e atual coordenadora da Escola Municipal de Artes de Macaé (EMART), desde criança se mostrava empreendedora. “Meu primeiro empreendimento foi com 14 anos, quando vendia calcinhas e sutiãs na loja da minha mãe. A produção de eventos veio em 2007, no teatro. Depois segui para os eventos na aérea offshore e outros segmentos. Quando fiz 10 anos de formada, voltei à EMART como coordenadora”, relembra. Sheila nunca teve problemas de autoestima. A empresária não se encaixava em alguns padrões impostos e, sempre “tirou isso de letra”, como ela mesmo diz. “Na época da escola tinham as piadinhas, mas eu tirava de letra. Na adolescência, a autoestima foi abalada por estar acima do peso, mas também superei. Para mim, existiam pessoas de cores e

tamanhos diferentes e eu tinha a cor e o tamanho que me cabia”, explica. Hoje, além do sucesso como empresária, Sheila é referência para os jovens negros que estudam na Escola de Artes. “Uma aluna negra olhou para minha sala e gritou: ‘Preta, gorda, mulher e pobre. Isso é representatividade!’. Eu gargalhei alto e fiz sinal de ‘namastê’ para ela. Nunca me senti incapaz e tenho muito a conquistar. Esse é o meu recado para eles”, diz. DISCUSSÃO MAIOR Negro, filho adotivo, família que vivia da pesca e, como tal, passava por dificuldades. Mesmo assim, seus pais assumiram o compromisso com a sua formação. Passou no vestibular para Engenharia, mas não concluiu por falta de dinheiro. Retomou os estudos e formou-se em Letras. Foi além: prestou concurso para a Petrobras e conseguiu um bom emprego. Paralelamente, sempre esteve ligado à cultura e é um • 65


Fernanda Casagrande

Prefiro não fazer discurso de diferenciação, pois isso afirma essa separação entre as raças. Então, o que temos que discutir é a questão social, as condições humanas, não importa a cor, sexo, opção sexual ou a origem” GILBERTO ALVES

Gilberto Alves, ao centro com a esposa Lídia, e os filhos, à esquerda, Gabriel e Isabelle, e à direita, Guilherme e Pérola. Pós-doutorado em psicologia social, Gilberto tem artigos publicados sobre a valorização e autoestima do negro

dos fundadores do Grupo Acto de teatro. Hoje, pós-doutorando em Psicologia Social, Gilberto Alves possui artigos publicados sobre a valorização e a autoestima do negro. “Prefiro não fazer discurso de diferenciação, pois isso afirma essa separação entre as raças. Então, o que temos que discutir é a questão social, as condições humanas, não importa cor, sexo, opção sexual ou a origem”, explica. Para Gilberto, o discurso de afirmação só tem validade se for para o negro ascender. Isso porque, para ele, essa discussão é muito mais social, por toda condição histórica que faz o negro enfrentar alguns estereótipos ainda hoje. “Cabe a cada um encarnar esses estigmas ou não. Há leis, direi66 •

tos e tenho que ser respeitado, acima de tudo, como ser humano. Isso que acredito e tento afirmar para os meus filhos”, diz o engenheiro. Para Gabriel, Pérola, Isabelle e Guilherme, filhos de Gilberto, a formação da identidade vai muito além de qualquer estereótipo. “Não assumimos o que somos só pelo cabelo. É uma forma de exteriorizar, mas não é só isso. Trata-se de um ajuste com a própria identidade. Não crescemos com o pensamento da diferença pela cor da pele e não somos determinados por isso”, afirma Pérola. REPRESENTATIVIDADE IMPORTA SIM O IBGE apontou no final do ano

passado que, hoje, mais da metade da população brasileira (54%) é de pretos e pardos. Se por um lado isso é um fator de orgulho, por outro, convida a uma reflexão se isso representa, de fato, um Brasil mais plural. “Se somos 54% da população do país, o justo e certo é que sejamos mais representados em todos os espaços, principalmente nos cargos de liderança”, afirma a jornalista Laís Monteiro. “Estamos distantes do ideal, mas já dá para se reconhecer por aí, nas vestes, no cabelo, nas telonas. A cada dia estamos em ascensão, porque somos bons em tudo e já passou da hora desse reconhecimento”, finaliza a empresária Sheila Juvêncio.


Uma aluna negra olhou para minha sala e gritou: ‘Preta, gorda, mulher e pobre. Isso é representatividade!’. Eu gargalhei alto e fiz sinal de ‘namastê’ para ela. Nunca me senti incapaz e tenho muito a conquistar. Esse é o meu recado para eles” SHEILA JUVÊNCIO

“Sou negra, essa é minha identidade. Dificuldades todos têm, mas isso não me coloca para baixo. Só me levanta cada vez mais”, afirma Sheila Juvêncio

• 67


Ana Chafin

LAZER

UM TANTO DE VERDE, PERTINHO DA CIDADE

O Parque Atalaia é uma das poucas reservas de Mata Atlântica, do Estado, que ainda está preservada

A 30 minutos do Centro, o Parque Atalaia é um respiro de paz, com muita área verde e várias possibilidades de lazer

A

o chegar perto da sede do Parque Natural Municipal Atalaia, em Córrego do Ouro, o ar puro toma conta dos pulmões e logo dá pra sentir o frescor do clima, aquele cheirinho de terra molhada e até ouvir o barulho de alguns bichos, como passarinhos e o grito característico do macaco bugio. Nem parece que o local fica a apenas 30 minutos do Centro de Macaé, a 27 km. A imensa área verde do parque público (são 235 hectares de mata fechada) traz 68 •

Por: Leila Pinho • Fotos: arquivo

aos visitantes uma sensação de liberdade, de conexão com a natureza e de inúmeras possibilidades de lazer. Quem recebeu a nossa equipe de reportagem pra mostrar um pouco de tudo que o Parque Atalaia tem de melhor pra oferecer, também faz desse lugar, um encanto só. Os biólogos Alexandre Bezerra (gestor do parque) e Elizângela Sossai acolhem os visitantes com muita atenção, compartilhando informações sobre o lugar e fazendo da visita

uma experiência agradável e instigante. É Elizângela que começa explicando que o parque tem uma importância histórica para o município de Macaé. “Na Fazenda Atalaia (antiga área que deu nome ao parque) existiu o primeiro manancial de abastecimento de Macaé. Em 1895, a prefeitura comprou a área para garantir o abastecimento da cidade. Parte da tubulação, que veio da Inglaterra, ainda está no parque”, conta a bióloga. E, Alexandre contextualiza a relevância


Ro Calegarii

Ana Chafin

Alle Tavares

Flávia e o marido Glauton adoram o contato com a natureza e escolheram o parque para comemorar o aniversário de 2 anos do filho João

O secretário de Ambiente e Sustentabilidade, Gerson Martins (ao centro), junto com os biólogos Alexandre e Elizângela, explica que está em andamento uma licitação para fazer uma grande reforma no Parque Atalaia

Há vários atrativos para crianças e adultos no parque. É recomendado aos visitantes que levem protetor solar, repelente de mosquitos e lanches

do lugar. “Do total da área do parque, 75% é de mata fechada. Essa é uma das poucas reservas de Mata Atlântica, no Estado, que ainda está preservada. E o Atalaia é o maior parque natural municipal da região”, ressalta. Isso faz do parque um local cheio de possibilidades para os pesquisadores. Uma pesquisa que chama a atenção é um projeto de pesquisa dos alunos da Engenharia Civil, da UFRJ-Campus Macaé. Conforme relata Alexandre, os estudantes estão fazendo um mapeamento das trilhas do Pparque que, provavelmente, vai se tornar um aplicativo para ajudar pessoas que queiram explorar o local a pé.

Tão grande quanto sua extensão de terras são as atrações de lazer e entretenimento do Parque Atalaia. Gente de todas as idades visita o local para caminhar, fazer trilhas, pedalar, acampar, fazer pesquisas, praticar slackline, observar aves, fazer pequenique, tirar fotos da natureza, promover encontros de grupos, fazer aniversários e até casamentos. Ufa! É muita coisa pra fazer. A engenheira de produção Flávia Santos Nogueira Mariano, de 34 anos, comemorou o aniversário de 2 anos do filho João, no parque, no ano passado. Ela gosta bastante do contato com a natureza e quis oferecer isso ao filho. “Sempre que posso faço algo ao ar livre. Fazer um pequenique num salão de festa não combina muito, então escolhi o parque. O João gostou demais e as crianças se divertiram muito. Meu filho até se banhou numa piscina natural do Atalaia”, lembra Flávia. Ela relata ter ficado ainda mais feliz por saber que alguns dos convidados da festa conheceram o parque, naquela ocasião, pela primeira vez. • 69


Alle Tavares

Arquivo 95º Grupo Escoteiro Romano Cipriani

Em 2017, cerca de 100 jovens escoteiros acamparam no parque e fizeram várias atividades de cunho educativo ambiental

A “Janela da Fortuna” tem uma piscina natural de borda infinita com uma vista de tirar o fôlego, no alto da cachoeira. O gestor do Parque Atalaia orienta que a visitação à cachoeira deve ser feita somente com a presença de um guia

mos no parque, somos muito bem recebidos. O Alexandre (gestor do parque) nos acompanhou nas trilhas e foi mostrando as flores, plantas e animais. Ele tem um olhar muito legal, fala de forma que vai conscientizando os jovens. Nós adoramos tudo porque juntamos o lazer com a conscientização ambiental”, pontua Maria Ângela. A Cachoeira da Fortuna, que fica próxima ao Parque Atalaia, tem mais de 100 metros de queda d’água

Também em 2017, cerca de 100 jovens do 95º Grupo Escoteiro José Passos de Souza Jr. acamparam no parque. Segundo a diretora administrativa do grupo, Maria Ângela Antunes Magalhães Viana, o acampamento durou dois dias e teve várias atividades com enfoque ambiental. “Já é a terceira vez que acampa70 •

Em 2016, o parque foi visitado por mais de 5 mil pessoas e, em 2017, recebeu quase 4 mil visitantes. A queda na visitação se deu porque o parque ficou fechado, depois da primeira morte confirmada por febre amarela, em Casimiro de Abreu. Além disso, macacos foram encontrados mortos no parque e houve confirmação da causa por febre amarela. Como medida de precaução, qualquer visitante do parque precisa estar vacinado contra febre amarela. De acordo com Alexandre, desde meados de 2017 até janeiro


de 2018, não se ouvia mais o barulho dos macacos bugios (espécie que foi encontrada morta por febre amarela). Mas, em fevereiro de 2018, os barulhos dos macacos voltaram a ser ouvidos, da área do parque. DICAS PARA VISITAÇÃO DO PARQUE O ideal é separar uma boa parte do dia para conhecer o parque, no período da manhã ou à tarde. Leve na mochila lanches, bebidas para se hidratar, protetor solar e repelente. Lembre-se que o local é cercado por mata fechada e há muitos mosquitos. Logo na entrada do parque, uma mensagem adverte que só podem entrar pessoas que forem vacinadas contra a febre amarela. As roupas devem ser bem confortáveis e os tênis são a melhor pedida. O horário de funcionamento do Parque Atalaia é de quarta-feira a domingo, das 9h às 16h. Para quem vai ao parque com poucas pessoas, basta só comparecer, já para quem reúne grupos acima de 15 pessoas é necessário fazer o agendamento da visita. ESTRUTURA DO PARQUE Embora a área seja muito bonita, a estrutura física onde ficam as construções do parque precisa de uma reforma. O parque foi inaugurado em 2006 e, desde então, nunca passou por reformas mais amplas, apenas por reparos emergenciais, segundo informa o gestor do parque. A sinalização viária indicando a localização do parque também precisa ser melhorada. No trevo de Macaé, na BR 101, há uma placa indicando a direção para o parque, porém na RJ-168 as placas são insuficientes. Segundo o secretário municipal de Ambiente e Sustentabilidade, Gerson Martins, está em andamento uma

licitação para reforma do Parque Atalaia. “A ideia é fazer reparos no telhado, pintura nos prédios e reformar toda a parte elétrica”, explica. CACHOEIRA DA FORTUNA, UM PARAÍSO PERTO DO PARQUE Próximo ao Parque Atalaia, há uma queda d’água de mais de 100 metros de altura, chamada Cachoeira da Fortuna. Um dos acessos à cachoeira é saindo da sede do Parque Atalaia, pegando uma trilha de 7km, com cerca de 3h30 de duração. A parte mais difícil da trilha é quando se aproxima da queda d’água, com trecho bem íngreme. Do alto, a Cachoeira da Fortuna é deslumbrante e todo o esforço é recompensado com a vista maravilhosa do espelho d’água e da sua imensa área verde, uma piscina natural de borda infinita, chamada de “Janela da Fortuna”. Foi na trilha dessa cachoeira que uma mulher morreu em setembro do ano passado, depois de escorregar ao tentar tirar uma selfie, segundo informações do Corpo de Bombeiros, na época. O gestor do Parque Atalaia alerta que ninguém deve ir à Cachoeira da Fortuna sem a orientação e acompanhamento de um guia, pois é perigoso. De acordo com Alexandre, há uma intenção de que a Cachoeira da Fortuna passe a integrar a área do Parque Atalaia. “Precisamos de um estudo científico provando que aquele local tem áreas de nascente do Córrego do Ouro, que ali há matas ciliares importantíssimas, que os recursos hídricos, de vegetação, de fauna, que tudo é muito importante lá. Só com esse estudo teremos embasamento pra solicitar aos órgãos ambientais para a Cachoeira da Fortuna passe a integrar a área do Parque Atalaia”, finaliza.

• 71


GASTRONOMIA

Carlos Emir Jr. fica à vontade no balcão do Boteco do Ivair. Verônica Amado é quem prepara as delícias deste boteco, que é um dos mais tradicionais de Macaé

“BORA BOTECAR”? Cultura botequeira revela a tradição, a simplicidade e a irreverência dos botecos de Macaé Por: Renatta Viana • Fotos: Alle Tavares

72 •

Os pratos do Boteco do Ivair são bem servidos e muito apreciados pelos frequentadores, como o Sabor do Pecado e o Arrumadinho


Kátia Crespo é frequentadora do Bar do Sílvio (no balcão ao fundo) há 4 anos e não dispensa o prato de Isca de Fígado com uma cervejinha bem gelada. Ao lado, o prato de Isca de Peixe, que também tem boa saída

S

ão muitos os botecos espalhados pela cidade, cada um com seu estilo, suas histórias, cheios de personalidade e particularidades, garantindo seu espaço e sendo considerados opções de entretenimento. Os frequentadores comentam que um dos maiores atrativos é mesmo a comida. Quem nunca saiu de casa, especificamente, pra comer o aperitivo que só aquele boteco faz? Ou então só para tomar aquela cerveja geladinha, relaxar e bater papo com os amigos? Esses lugares conquistam o público porque o ambiente deixa as pessoas bem à vontade, os preços são acessíveis e o atendimento é informal, daquele jeito bem tradicional no melhor estilo “pé-sujo”, sempre com cerveja gelada e mistura de sabores.

Em Macaé, o Boteco do Ivair mantém a cultura tradicional há 40 anos. Situado na Rua Reverendo Samuel Brust, 365, no bairro Visconde de Araújo, foi fundado pela ilustre figura de Ivair Amado, junto com sua esposa América Amado. Após o seu falecimento, sua filha Verônica Amado assumiu o posto de tocar o boteco exatamente como seu pai fazia. “Eu fiz questão de preservar a memória que nos remete a lembranças inesquecíveis”, diz Verônica, que hoje se dedica ao boteco com seu marido, Arildo Maia Jardim, e seu filho Lucas Amado. Na época de Seu Ivair, os pratos servidos eram conhecidos como “comida de senzala”: mocotó, dobradinha, frango com quiabo, costela, galinha ao molho pardo, língua com batata e feijão sujo. Atualmente, esses pratos se mantêm no cardápio, outros passaram por releitura e surgiram alguns novos. “Hoje, temos o Sabor do Pecado (aipim, carne seca, linguiça mineira, tomate cereja e pimenta biquinho), Arrumadinho, Costela suína de Adão, bolinho de feijoada, pastéis, baião de

Sou um apreciador de botecos de bairro e dos elitizados, porque o boteco é um lugar democrático, onde encontramos os amigos, afogamos as mágoas e dividimos momentos, seja sentado numa mesa ou no balcão de mármore” CARLOS EMIR JÚNIOR • 73


O Ivan serve uma rabada peruana que eu sempre comi achando que era proveniente da gastronomia peruana e só depois descobri que era feita de pescoço de peru. Até hoje, rimos dessa história ” EMERSON COSTA tramos os amigos, afogamos as mágoas e dividimos momentos, seja sentado numa mesa ou no balcão de mármore. Os meus pratos preferidos são a Costela com aipim, os pastéis e o feijão amigo”. Para o médico, o que mais o agrada é a simplicidade das pessoas, de todos os tipos, cores, status, religiões. “É a diversidade, todos em harmonia. Essa é a essência e é disso que gostamos”.

Emerson Costa sendo servido por Ivan Zarour. Os assentos de privada dão um toque de informalidade e descontração que rende longas conversas sobre a cidade e suas pessoas

No Privadão, as canecas e copos são personalizadas com a forma e a logo do bar. Como sugestão de petiscos, tem o pastel de feijoada, espetinho colorido e bolinho de jiló

dois, medalhão de carne do sol, pernil e bucho recheados, entre outros. Todos feitos com muito amor para agradar a todos os paladares”, revela Verônica. O cardiologista Carlos Emir Mussi Júnior conhece o Boteco do Ivair desde sempre, porque seu pai era frequentador assíduo. “Sou um apreciador dos botecos de bairro e dos elitizados, porque o boteco é um lugar democrático, onde encon74 •

Já o Bar/Boteco do Silvio, que fica na Travessa Arlindo, 20A, na Aroeira, há 14 anos tem seu público fiel para uma cervejinha gelada ao final do expediente ou no fim de semana, acompanhada, é claro, dos aperitivos super conhecidos. Segundo o dono, Silvio de Souza Cavalcanti, os clientes elegeram como carro-chefe o peixinho frito na hora. “Esse é famoso e vem gente de longe saborear essa iguaria. Além disso, temos a isca de fígado, as paneladas de frutos do mar, feijão sujo, dobradinha, moela, mocotó, cupim com carne seca, e quase 20 pratos fixos no cardápio”, explica. Junto com sua esposa Carmen Lúcia e seu filho Renan da Cunha Cavalcanti, os pratos são preparados aos olhos do cliente, num clima descontraído como se todos fizessem parte da mesma família. A recepcionista Kátia Crespo é frequentadora do Bar do Silvio há 4 anos e, sempre que possível, vai prestigiar o lugar e reencontrar os amigos. “Sempre gostei de frequentar botecos e, quando gosto, volto mais vezes e viro fã. O ambiente é sempre gostoso e familiar, além dos petiscos que são maravilhosos, tudo fresquinho e feito com carinho. Meu prato favorito lá no Silvio é, sem dúvida,


Sempre gostei de frequentar botecos e, quando gosto, volto mais vezes e viro fã. O ambiente é sempre gostoso e familiar, além dos petiscos, que são maravilhosos...” KÁTIA CRESPO a isca de fígado, me arrisco a dizer que é o mais gostoso que já comi”, comenta Kátia, frisando que não há nada melhor do que aliviar o estresse com uma cerveja gelada e um petisco. “É o simples que dá certo”, enfatiza. No quesito irreverência, o Boteco

Privadão, que fica na Rua Azeviche, 50, no bairro Sol y Mar, se destaca. O lugar é famoso pelas “privadas” que ficam nas calçadas, elas funcionam como bancos, onde os clientes sentam, no estilo despojado e incomum. Além disso, os caldos e cachaças também são servidos nas canecas em forma de privadas e penicos. Segundo Ivan Pavuna Zarour, que há 13 anos dirige o comércio, a ideia toda surgiu junto com sua profissão de bombeiro hidráulico. “Os clientes aprovam, especialmente a variedade no cardápio: feijão sujo, mocotó, baba baby (caldo de inhame, frango e quiabo), caldo vermelho (abóbora com carne seca), bolinho de jiló, rabada, porco na areia movediça (com cuscuz), carneiro solto no pasto (com cuscuz e couve), caldo de sururu, canja de pinto e o famoso caldo de piranha, que por muitos anos, foi servido direto da garrafa térmica para o copo”, conclui seu Ivan. O pecuarista Emerson de Matos Costa não abre mão de curtir o clima divertido do Privadão. “O que mais me chama a atenção nesses lugares é o atendimento, a boa música e reencontrar os conhecidos, até porque é assim que relembramos histórias de família.

É muito interessante conhecer pessoas que foram amigos de seus pais e avós, recordando inclusive de sua própria história. Além, é claro, dos pratos de boteco. Ivan serve uma rabada peruana que eu sempre comi achando que era proveniente da gastronomia peruana e só depois descobri que era feita de pescoço de peru. Até hoje, rimos dessa história”, se diverte Emerson. Como a cultura de boteco já se espalhou pelos quatro cantos, são comuns os eventos relacionados ao tema. Em toda a cidade, é possível desfrutar de excelentes eventos como, por exemplo, o “Butecando na Orla”, festival de comida de boteco realizado pelo Polo Gastronômico dos Cavaleiros que faz parte do calendário anual. Sem contar, nos tantos bares e botecos, como o Bar da Amendoeira, no Visconde de Araújo; o Boteco da Maristela, na Aroeira; Boteco do Wilson, no Miramar; Pega Leve e Biroska Carioca no bairro Sol y Mar; Aqui dá Samba, também no Visconde; Farol Apagado, na Aroeira; Bico da Coruja, na Imbetiba; O Esquinão, na Granja dos Cavaleiros; Bar Tô a Toa, na Imbetiba; Butiquim de Minas, nos Cajueiros, Boteco Pastelão, na Glória, Cafundó, no Bela Vista, entre outros.

• 75


Cayo Garcia - Star Drone

A CIDADE

Como estes equipamentos incríveis viraram febre mundial e quais as suas mil e uma utilidades

Arquivo

DRONES, tecnologia aérea a serviço da criatividade

Por: Fernanda Pinheiro • Fotos: arquivo

O

zumbido, semelhante a uma abelha, só que com ‘ares eletrônicos’, é inconfundível: são os drones, uma moda que começou lá nos idos de 2010 e que agora popularizou de vez. Se você está escutando o termo pela primeira vez, um drone é um veículo aéreo, que pode ou não ter tripulação. Nesta reportagem, o foco são os drones que não possuem tripulação, são comandados por controle remoto e, muitas vezes, equipados com câmeras de alta qualidade. Por um tempo, eram como brinquedo, uma evolução dos aeromodelos. Hoje, há um grande e crescente mercado profissional para os pilotos. A história dos drones lembra muito o surgimento da Internet. Assim que foram criados, ambos possuíam funções militares. Com o tempo, tornaram-se acessíveis e ganharam mais adeptos. Não apenas tornaram-se populares e passaram a fazer parte do dia a dia da população do mundo todo, como também causaram uma revolução. Os VANTs (veículos aéreos não tripulados), ou simplesmente os drones foram inven-

76 •

Cayo Garcia (à esquerda), criou a empresa Star Drones para oferecer serviços de mapeamento de áreas, turismo e até para empresas de offshore


Os drones revelaram novos ângulos de Macaé, como esta imagem do Oktoberfest de 2017, feita pela Star Drone

tados pelo engenheiro espacial israelita Abe Karem e sua inspiração foi a bomba ‘buzzbomb’, desenvolvida na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial. Começaram sendo usados para reconhecimento de terrenos, permitindo uma visão aérea. Já serviram como apoio, e meio, de ataques e espionagem, até para enviar mensagens. Surgiram por volta dos anos 60, mas foi durante os anos 80 que começaram a chamar atenção. A grande vantagem em seu uso era a possibilidade de efetuar ações, muitas vezes perigosas, sem necessariamente colocar uma vida em risco. Com essas informações, já deu para perceber como os drones são diversificados, não é mesmo? Além do já mencionado uso militar, eles fazem monitoramento e vigilância, inclusive de furacões, imagens aéreas ou submersas, resgate e auxílio a pessoas necessitadas. A em-

presa norte americana Amazon utiliza, desde o ano passado, drones para fazer entrega expressa. E o Facebook anunciou o seu projeto de levar internet às residências usando drones. Em terras tupiniquins, os drones são mais do que adorados. De toda a América Latina, o Brasil é o país que mais pesquisa por eles. Os três primeiros colocados no mundo, em número de pesquisas na internet pelo termo “drones” é, em ordem decrescente: França, Noruega e Holanda, junto dos EUA. Em maio de 2017, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aprovou um regulamento para o uso de drones. Entre as regras estão: a de que para pilotar qualquer tipo de drone, a pessoa precisa obrigatoriamente ter mais de 18 anos; e que pilotos de drones com mais de 25 quilos devem possuir habilitação.

Aqui em Macaé e região, existem empresas que também descobriram nos drones uma oportunidade de negócio. É o caso da Star Drone, do empresário Cayo Garcia, que no Réveillon deste ano, revelou pela primeira vez, em foto e vídeo, detalhes da aglomeração e comemoração das pessoas na queima de fogos na Praia dos Cavaleiros. “A ideia inicial era trabalhar com fotografia e filmagem em segmentos tradicionais do mercado. Mas, à medida que íamos iniciando, tivemos uma procura por diversos processos que instigaram nossa criatividade. Produzimos vídeos institucionais, trabalhos de mapeamento para imobiliárias, fotos de terrenos e mapeamento de áreas, turismo, eventos e videoclipes. Estivemos envolvidos em um projeto para uma empresa offshore que desponta entre as cinco maiores do mundo. Ele foi apresentado para o gerente da América Latina e visa otimizar • 77


Cacá Rangel

Cacá adora registrar as praias da região, como a Praia das Pedrinhas com o canal extravasor da Lagoa de Imboassica e o Mar do Norte ao fundo

Vavá Drone

Vavá descobre novas imagens da serra macaense, como esta vista da represa de Sodrelândia, foto tirada em julho de 2017

78 •


Arquivo

Cacá usa os drones como hobby, descobrindo a cidade por outros ângulos Arquivo

um processo atual, aumentando a precisão e reduzindo tempo e custo. Foram realizadas algumas adequações ao drone. Um processo que costuma durar duas semanas passou a durar um dia. Com os drones, a criatividade, tanto nossa como a de nossos clientes, pode intervir e ser a peça-chave para a resolução do problema em questão”, explica Cayo.

ou além, mantendo sempre o bom senso e os critérios de segurança da sua homologação. A adrenalina em voos como um que fiz na Reserva Natural do Pecado, no qual perdi o sinal do rádio controle e achei que tivesse perdido meu drone, mas o vi retornando por conta própria ao ponto de origem é realmente inesquecível”, complementa.

“Sempre admirei os drones. Onde via algum voando, parava e queria informações sobre o equipamento, até que numa viagem à Califórnia tive a oportunidade de adquirir um. Era em princípio um de brinquedo, o que só aumentou minha empolgação! Depois comprei um Fanton 3, me senti ‘com asas’, indo cada vez mais distante e agora com a possibilidade de fazer boas fotos e filmagens”, explica Carlos Alberto Rangel Peixoto.

A evolução tecnológica permite que, hoje, quem deseja ser um piloto, controle o seu drone diretamente do celular ou tablet. Alguns modelos, inclusive, podem ser controlados por meio do acelerômetro do smartphone. O que torna a experiência mais imersiva.

Carlos, ou Cacá, como é conhecido em Macaé, já passou por várias aventuras com seus drones. Segundo ele, o hobby permite visualizar as coisas por outro ângulo, fornece uma adrenalina incrível a ser compartilhada por amigos e família, inclusive nas redes sociais. O fotógrafo Vavá utiliza os drones como forma de registro das mudanças da natureza, principalmente da região serrana de Macaé

“Hoje tenho um Mavic Pro, que me dá autonomia de ir desde a minha casa na Praia do Pecado até a Praia das Pedrinhas,

Para Everaldo Esterque, ou Vavá, como gosta de ser chamado, o mundo dos drones vai ao encontro da preservação da região onde nasceu, a serra macaense. “No início de 2017, iniciei uma gama de filmagens do rio São Pedro, desde a nascente até onde se encontra com o rio Macaé. Ele é o segundo maior rio de Macaé, nasce na divisa com Frade e Sana, percorrendo toda a serra onde nasci e fui criado. Por conta do desmatamento e lixo, o rio está morrendo. Minha intenção é usar as imagens para conseguir apoio para a preservação da área. Sem o uso do meu drone isso não seria possível”, finaliza Vavá.

• 79


PERFIL

FELIPE RODRIGUES faz história no triatlo paralímpico

Em 2016, Felipe viajou para os Estados Unidos para participar de um Ironman no Mississipi e de um triatlo em San Diego. Na foto, um passeio de bike em São Francisco

Primeiro cadeirante brasileiro a disputar o Ironman do Havaí conquistou o segundo lugar na prova mais importante da modalidade

Por: Carlos Fernandes • Fotos: arquivo pessoal

F

elipe Rodrigues marcou seu nome no esporte ao se tornar vice-campeão do Ironman do Havaí (EUA), que é o grande objetivo de todo triatleta. Resultado da persistência e determinação de um esportista que superou a barreira da paraplegia, definiu novos objetivos para a vida e não enxerga limites na busca por seus sonhos.

Para chegar ao Mundial de Kona (Havaí), Felipe participou da seletiva de Buffalo Springs, no Texas (EUA), em junho do ano passado. Eram apenas quatro vagas, sendo uma para a Austrália, uma para Luxemburgo e mais duas, em que Felipe concorreu e conquistou sua classificação com o segundo lugar na prova. “Em tão pouco tempo ,conquistei uma das vagas no mundo para Kona, a meca do triatlo mundial. Foi muito gratificante ser o primeiro cadeirante brasileiro no Ironman do Havaí”, fala Felipe. Ele treinou muito nos meses que antecederam o evento, chegando a até nove horas de atividade por dia, mesmo com a expectativa de apenas completar bem a prova que aconteceu em outubro de 2017. “O plano era apenas completar e não ficar no tempo de corte de 10 horas e meia da bike e 17 horas do total da prova. Fiz uma natação conservadora, com uma transição tranquila e parti para a bike bem confiante. Pedalei bem acima do tempo que pretendia, terminando em quarto. Porém, fui correr inteiro e com a injeção de ânimo da torcida e da família, alcancei o segundo lugar. Terminei a prova em 12 horas e meia e fiquei bem feliz com o resultado”, recorda. Não era para menos. Afinal, o segundo lugar em uma prova com essa importância recompensou todos os sacrifícios até chegar ao pódio. SE DESCOBRINDO NO ESPORTE Antes de ser paratleta, Felipe enfrentou problemas de sobrepeso na infância e somente aos 15 anos, no Colégio Naval em Angra dos Reis (RJ), começou a praticar esportes. Porém, em 2000, um acidente de ônibus na BR-101 mudou sua vida e o deixou paraplégico aos 17 anos.

80 •

Em tão pouco tempo, conquistei uma das vagas no mundo para Kona, a meca do triatlo mundial. Foi muito gratificante ser o primeiro cadeirante brasileiro a competir no Ironman do Havaí” FELIPE RODRIGUES


Alle Tavares

“Estava no auge da adolescência, na Marinha, mas, quando soube o que havia ocorrido, logo procurei saber o que seria possível fazer sendo cadeirante. Acho que minha família demorou a aceitar a nova situação bem mais do que eu. Fiquei três meses no hospital e acabei engordando. Vi que a natação necessitava apenas de sunga, óculos e força de vontade, entrei no Tijuca Tênis Clube e, em três anos, já estava entre os três melhores do Brasil no nado borboleta”, relata. A ENTRADA NO IRONMAN Após 10 anos de natação paralímpica e de quase um ano parado com uma tendinite no ombro, em 2014, Felipe comprou sua primeira handbike incentivado por um amigo paraciclista. “Nadava na Urca (bairro do Rio) e vários triatletas me falavam do Eliziário dos Santos, o Motorzinho, que fazia o Ironman de Florianópolis (SC) e foi um dos pioneiros do Brasil. Como já nadava bem, seria uma vantagem, porém os custos dos equipamentos e a falta de tempo adiaram minha ida para o triatlo”, conta. Felipe, então, começou a participar de competições de paraciclismo e de triatlo paralímpico, correndo com sua cadeira de uso diário. E, após comprar uma cadeira de corrida usada, em sua primeira competição, veio uma surpresa. “Fiquei na frente do Eliziário, que era uma inspiração para mim”, fala.

Felipe com sua esposa Bruna e suas conquistas. Casados há quatro anos, ele veio para Macaé por causa do trabalho da esposa e adorou o ritmo e a estrutura da cidade, principalmente para o seu treinamento

Mesmo competindo no triatlo paralímpico (750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida), Felipe aumentou a dificuldade do seu treino, chegando às distâncias olímpicas e meio Iron (1900m de natação, 90km de ciclismo e 21km de corrida), o que o preparou para o Ironman do Havaí, com 3,8Km de natação, 180Km de ciclismo e 42,2Km de corrida. CERTEZAS E INCERTEZAS DO FUTURO Apesar de ter como adversários nas provas nacionais e internacionais nomes como Fernando Aranha e o holandês Jetze Platz, os maiores obstáculos de Felipe Rodrigues são outros. “Saí do trabalho como engenheiro civil há dois anos, mas viver do esporte está ficando cada dia mais difícil. Atualmente, conto só com o Bolsa Atleta do governo e alguns apoios pontuais. Estou sempre em busca de novos parceiros e patrocínios que queiram divulgar a marca e apoiar o esporte paralímpico”, relata. Para reduzir despesas, o planejamento para 2018 inclui somente competições da Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri). “Esse ano, planejo somente competições nacionais. Os eventos paralímpicos e olímpicos serão simultâneos, o que vai beneficiar o número de competições e a visibilidade”, planeja.

Na parte da corrida, do triatlo paralímpico, Felipe usa uma cadeira de rodas própria para corrida

E desistir não é uma opção. “Não me vejo saindo do triatlo nunca mais. Ainda penso em Paralimpíada. Mas, por disputar o Mundial de Kona e ainda sair com medalha, me considero realizado e bastante abençoado”, diz. IRONMAN EM FAMÍLIA O carioca Felipe Rodrigues mora em Macaé há quase dois anos por um motivo nobre: acompanhar sua esposa Bruna, com quem é casado há quatro anos, e é sua grande companheira em todas as competições. Ele diz adorar a cidade, em especial pela qualidade de vida que encontrou aqui. “Morar em Macaé é muito bom, devido à ótima logística para os treinos nas estradas e por ter uma piscina próxima. Sigo uma rotina de treinos com, pelo menos, dois esportes por dia, entre natação, corrida e bike. Também faço treinamento físico funcional três vezes na semana”, explica. A rotina pesada de treinamentos é compensada pelos momentos em que Felipe se permite relaxar. “Gosto bastante de viajar e comer bem. Acho que é por isso que continuo treinando bastante, para poder comer mais”, finaliza sorrindo.

Na premiação do Ironman no Havaí, Felipe esteve com o americano Bob Babbitt e a triatleta brasileira Fernanda Keller

• 81


Gianini Coelho

GENTE QUE FAZ

Projeto FAZER O BEM Acima, os colaboradores do Projeto Fazer o Bem. Da esquerda para a direita: Luisa Gouveia, Eduarda Raposo, Carol Olival, Anna Ferreira, Lara Queiroz, Juliana Müller, Lívia dos Santos, Lucas Lage, Mariana Nunes e Carol Araújo, no Bazar realizado em março para arrecadar fundos para o Sentrinho Macaé

Projeto realizado por jovens de Macaé dá lição de solidariedade e arrecada donativos para apoiar entidades sociais

N

Por: Leila Pinho • Fotos: arquivo

o final do ano passado, a adolescente Juliana Müller, de 16 anos, juntou várias pessoas em prol de uma ação social, coletando brinquedos e alimentos para doar para a Casa dos Idosos e o Cantinho da Criança. Esse movimento foi o embrião do “Projeto Fazer o Bem”, que reúne cerca de 13 jovens de Macaé que se organizam para promover ações em prol de entidades beneficentes. O grupo realiza ações que mobilizam pessoas a fazerem doações, para que as instituições filantrópicas possam receber aquilo que mais precisam. Os jovens organizam pontos de arrecadação das doações, divulgam quais são os itens pedidos e disseminam as informações nas redes sociais e em grupos de amigos, para conseguir maior volume de doações. O projeto já colaborou com a Casa do Abraço, por meio de doações de material escolar, e também com a Escola Sentrinho, com doação em dinheiro. Também envolvida na organização do projeto, a estudante Luisa Gouveia, de 16 anos, conta como foi a visita que o grupo fez na Casa do Abraço, para entregar as doações. “Nós tomamos lanche junto com as crianças, brincamos com elas e depois entregamos os materiais. Elas vivem uma realidade muito diferente da nossa e ver a felicidade delas com os materiais e nossa presença foi muito 82 •

Por: Alysson Nogueira • Foto: Alle Tavares

Em fevereiro, o grupo arrecadou material escolar que foi distribuido às crianças da Casa do Abraço

bom. É muito gratificante”, recorda Luisa. Recentemente, o “Projeto Fazer o Bem” promoveu um bazar nos dias 24 e 25 de março, nos Cavaleiros. Realizado na casa de uma das integrantes do grupo, o bazar foi aberto ao público e vendeu roupas, calçados, bolsas e vários outros itens. Todo o dinheiro arrecadado foi destinado à Escola Sentrinho, que atende pessoas com deficiência e vive uma situação financeira delicada. Além dos alunos envolvidos na organização das ações do projeto, há voluntários que também ajudam. Qualquer pessoa interessada em colaborar pode participar das ações, para isso basta entrar em contato com o “Projeto Fazer o Bem” pelas redes sociais (no Facebook: Projeto Fazer o Bem e no Instagram: @projetofazer0bemm) e preencher uma ficha de cadastro. Atualmente, pouco mais de 60 pessoas participam como voluntárias do projeto. “Está sendo muito legal fazer parte disso. Quando nós criamos o projeto, não imaginávamos quantas pessoas iam se juntar. A gente não vê ninguém conversando sobre isso, mas as pessoas ficam muito animadas em ajudar as instituições”, comenta Juliana.


• 83


84 •

Edição 45 da Revista DiverCidades  
Edição 45 da Revista DiverCidades  

Identidade negra é a matéria de capa desta edição, que tem, ainda, reportagens sobre os drones, o Parque Municipal Atalaia, os botecos de Ma...

Advertisement