Issuu on Google+

MARÉCHEIA agenda de eventos no concelho da moita

NOVEMBRO 2008

59


DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

VERSÃO ON-LINE: www.cm-moita.pt

ficha técnica TIRAGEM: 15.000

Ex.

Tipografia Belgráfica RECICLADO

IMPRESSÃO:

Maré Cheia - Agenda de Eventos no Concelho da Moita Câmara Municipal da Moita COORDENAÇÃO DA EDIÇÃO, REDACÇÃO E FOTOGRAFIA: Divisão de Informação e Relações Públicas PROJECTO GRÁFICO: Edgar Melitão COLABORAÇÃO: Departamento de Assuntos Sociais e Cultura; Departamento de Ambiente e Serviços Urbanos; Divisão de Actividades Económicas e Turismo AGRADECIMENTOS: Nuno Janeiro; Ginásio Atlético Clube; Luís Cravina; Restaurante “Taverna da Broega” EDIÇÃO:

TÍTULO:

índice tem a palavra 3 | o mês de … 4_7 | vai acontecer música | dança | exposições | livros | cinema | actividades para crianças | outros eventos 8_9 | a escolha de... 10_11 | cumplicidades apetece ler… | ir em cantigas… | 7ª arte | à distância de um clique 12_13 | aqui tão perto 14_15 associativismo 16_17 | sabores & saberes 18 | utilidades contactos | calendário | aprender 19_23 | picotado (leve-me consigo) destacável

Foto de Américo Ribeiro (cedida pelo MAEDS),da primeira metade do século XX, que integra a exposição “O Salineiro, o Marítimo e o Construtor Naval - Profissões Tradicionais no Concelho da Moita”


RUI GARCIA

3

No Outono cai a folha, já se sabe. Mas este Outono é diferente. Cai a folha, caiem as Bolsas, caiem as expectativas dos portugueses, caiem, ainda mais, os salários, caiem os direitos, caiem as condições de vida dos que trabalham e vivem do seu trabalho. Por outro lado, há coisas que, teimosamente, não caiem. Não caiem os juros, não caiem os preços, não caiem os impostos (de quem trabalha), não cai a continuada concentração da riqueza num reduzido grupo com o consequente acumular de pobreza, cada vez atingindo maiores dimensões: no espaço comunitário europeu vivem actualmente 78 milhões de pessoas em situação de pobreza, 19 milhões das quais têm emprego. A intensificação da exploração, a crescente desigualdade e injustiça social, as perspectivas sombrias que ameaçam o mundo, são o traço dominante deste Outono de 2008. Este é o tempo em que se prepara o próximo ano, tempo de elaboração dos Orçamentos e Planos em toda a Administração Pública. É o tempo de avaliar necessidades, contabilizar e afectar recursos e, sempre o mais difícil, estabelecer prioridades. Não será, este ano, um processo fácil. Os severos constrangimentos que não cessam de afectar o financiamento das autarquias, consequência da conjuntura económica de recessão mas também, de forma determinante, das orientações e actuações governamentais que restringem a capacidade financeira e a autonomia dos municípios, resultam para 2009 num quadro de agravamento significativo das dificuldades da generalidade das autarquias portuguesas. Outono é tempo de transição para o Inverno que se aproxima. Neste difícil Outono de 2008, será, como sempre, da iniciativa e da luta dos trabalhadores e dos povos que dependerá a capacidade de suster os aspectos mais gravosos da actual situação nacional e internacional, tornando efectiva a real possibilidade de construir um país e um mundo mais justos. Outono é tempo de transformação, é tempo de renovação, é tempo de esperança. Em Dezembro é Natal.

tem a palavra...

VICE-PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL


4

o mês de ... CONHECER PROFISSÕES TRADICIONAIS


Vão já distantes os tempos em que o Tejo era a principal fonte de subsistência da população do concelho da Moita. Hoje, resta a memória dos últimos profissionais do rio que importa preservar. Até Maio de 2009, pode ser vista, no Moinho de Maré de Alhos Vedros, a exposição temporária “O Salineiro, o Marítimo e o Construtor Naval – Profissões Tradicionais do Concelho da Moita” que pretende, simultaneamente, divulgar as antigas práticas profissionais ligadas ao Tejo e homenagear todos aqueles que contribuíram para o desenvolvimento socio-económico deste concelho ribeirinho.

Uma viagem até ao dia-a-dia dos últimos profissionais do rio Em comum, as três profissões tradicionais retratadas na exposição tinham um dia-a-dia mal remunerado e perigoso que deixou marcas nas memórias e no corpo daqueles que o viveram. Rio de Trabalho, O Salineiro – Condições de Trabalho, A Marinha, A Extracção do Sal, O Marítimo – Ingresso na Embarcação e Vida a Bordo, Actividade de Transporte e Navegar no Rio são os diversos percursos que são agora dados a conhecer no Moinho de Maré.

O Salineiro Desde Sarilhos Pequenos até à Baixa da Banheira, passando pelo Gaio/Rosário, Alhos Vedros e Moita, quase toda a frente ribeirinha do concelho foi, em tempos, ocupada pela actividade de extracção de sal. Em plena “safra” (recolha do sal), as margens tornavam-se “brancas de sal”. A margem esquerda do Tejo chegou mesmo a ser o centro salineiro mais importante do País e o concelho da Moita o segundo maior produtor da região. O trabalho nas salinas era sazonal, realizando-se nos meses de Verão, sob um sol abrasador. Era uma actividade de extrema dureza e muito mal remunerada. Mal vestidos, mal alimentados e muito explorados, assim eram os salineiros, dependentes ainda de um trabalho incerto e sem segurança.


O Marítimo Para os marítimos, a entrada no mundo do trabalho fazia-se muito precocemente. Quando ingressavam nos barcos, levados pelos pais ou mesmo por vontade própria, tinham muito pouco conhecimento da dureza da vida nos barcos do Tejo. Entravam a bordo como “moços”, entre os 12 e os 14 anos de idade, com cédula passada pela Delegação Marítima e prova de saber nadar, para desempenhar pequenas tarefas: fazer limpezas e recados, ir a terra comprar tabaco e hortaliças. Só mais tarde, conforme decorresse a aprendizagem ou o corpo o permitisse, ou ainda porque vagasse o lugar na embarcação, é que os “moços” passavam a “camaradas”, uma função com muito mais responsabilidades. O “camarada” auxiliava o arrais nas manobras de bordo, no içar e ferrar das velas e no guincho, na acostagem e na largada. Já o arrais era o mestre do barco, quem governava a embarcação e a carga a transportar, angariando e rejeitando fretes. Arrais, camarada e moço eram assim as categorias profissionais relacionadas com o tráfego fluvial que tomavam genericamente a designação de marítimos, também conhecidos como fragateiros.

O Construtor Naval Transmitidos de pais para filhos, como uma herança inevitável, assim era costume acontecer com os ofícios das gentes desta margem. Os estaleiros navais não eram excepção e, geralmente, organizavam-se como empreendimento de família, ocupando toda a mão-de-obra masculina disponível. Um armazém para guardar materiais, ferramenta própria, um terreno junto à margem do rio eram o suficiente para dar corpo a um estaleiro. Num tempo em que as máquinas eram quase inexistentes, o trabalho no estaleiro era muito duro e difícil. As madeiras chegavam aos estaleiros às toneladas e tudo passava pelos braços dos serradores. Além da madeira, o ferro era também uma das principais matérias-primas na construção dos vários tipos de embarcações do Tejo: botes, canoas, fragatas e varinos.


Horário Sábados e domingos, das 14:00h às 19:00h Para visitas guiadas, é necessária marcação prévia através do telefone: 210817010 (Divisão de Cultura da CMM) A entrada é gratuita.

Como chegar De Lisboa: Ponte 25 de Abril – A2 Sul – Saída Barreiro/Moita Ponte Vasco da Gama – 1ª Saída para o IC32 (Montijo/Barreiro) – Palmela/Moita Do Sul: Setúbal – A2 Sul – Saída Barreiro/Moita Chegada à Moita: Procurar indicação de Alhos Vedros; aqui chegado, dirija-se para o Centro. Próximo da saída de Alhos Vedros para o Barreiro, vire à direita para o Largo do Descarregador/Moinho de Maré de Alhos Vedros.

CONHECER PROFISSÕES TRADICIONAIS

o mês de ...

Passe pelo Moinho de Maré e, além da exposição documental, aprecie também os diferentes objectos expostos: várias ferramentas usadas nas diferentes profissões, miniaturas de embarcações tradicionais do Tejo ou ainda os trajes tradicionais do Salineiro, do Moço (Marítimo) e do Construtor Naval, entre outros.

7

Guia de visita


FESTIVAL MAU^08 Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

8 de novemBro / 21:30 Horas

música

Entrada gratuita, mediante levantamento prévio dos bilhetes

“VENENO”; “EURÍDICE E O INSTANTE”; “FINALE” Três coreografias pela Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

22 de novemBro / 21:30 Horas

dança

SÃO MARTINHO NA BIBLIOTECA

11 de novemBro / 15:00 Horas

(Bilhetes: Menores de 12 anos – 1,50 euros; Acompanhantes – 2,50 euros)

CINEMA INFANTIL “UNDERDOG” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

9 de novemBro / 11:00 Horas

Iniciativa promovida pela ARTEMREDE – Teatros Associados, dirigida às Escolas Básicas de 1º ciclo do concelho Inscrições no Fórum Cultural – T: 210888900

DANÇA “O CAMINHO DOS (IN)VISIVEIS”, Pela Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

dias 20 e 21 de novemBro / 14:30 Horas

LEITURA ENCENADA “O MENINO DE TODAS AS CORES” Biblioteca Municipal – Pólo do Vale da Amoreira

19 de novemBro / 10:30 Horas

(Bilhetes: Menores de 12 anos – 1,50 euros; Acompanhantes – 2,50 euros)

8, 15, 22 e 29 de novemBro

ATELIÊ DE POSTAIS DE NATAL Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita; Biblioteca Municipal – Pólo de Alhos Vedros; Biblioteca Municipal – Pólo da Baixa da Banheira; Biblioteca Municipal – Pólo do Vale da Amoreira

CINEMA INFANTIL “MACACOS NO ESPAÇO” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

16 de novemBro / 11:00 Horas

CICLO DE CINEMA E GASTRONOMIA “DIFERENÇAS QUE NOS UNEM” FILME: “A MORTE

15 de novemBro / 21:30 Horas

(Bilhetes: 2,50 euros)

CICLO DE CINEMA E GASTRONOMIA “DIFERENÇAS QUE NOS UNEM” FILME: “O HERÓI” GASTRONOMIA: MUAMBA DE GALINHA Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita

14 de novemBro / 21:30 Horas

(Bilhetes: 2,50 euros)

MOSTRA DE CINEMA ANGOLANO - “ANGOLA – HISTÓRIAS DA MÚSICA POPULAR” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

PASSEIO DE BTT – NATURALMOITA Partida: Marginal da Moita (traseiras do edifício dos Paços do Concelho) Percurso: Moita, Gaio/ Rosário, Sarilhos Pequenos, Chão Duro e Moita

2 de novemBro / 9:30 Horas

desporto

(Bilhetes: 2,50 euros)

MOSTRA DE CINEMA ANGOLANO - “O HERÓI” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

26 de novemBro / 21:30 Horas

(Bilhetes: 2,50 euros)

CICLO DE CINEMA E GASTRONOMIA “DIFERENÇAS QUE NOS UNEM” FILME: “OS VERDES ANOS” GASTRONOMIA: SOPA DA PEDRA Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita

22 de novemBro / 21:30 Horas

agenda de novembro

12 de novemBro / 21:30 Horas

vai acontecer...

HORA DO CONTO “AS CORES DE MATEUS”, De Marisa Lópeza Soria Biblioteca Municipal – Pólo do Vale da Amoreira

5 de novemBro / 10:30 Horas

8


(Bilhetes: Menores de 12 anos – 1,50 euros; Acompanhantes – 2,50 euros)

CINEMA INFANTIL “A BARBIE E O CASTELO DE DIAMANTE” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

2 de novemBro / 11:00 Horas

(Bilhetes: Menores de 12 anos – 1,50 euros; Acompanhantes – 2,50 euros)

TEATRO INFANTIL “BU!” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

1 de novemBro / 16:00 Horas

actividades para crianças

(Bilhetes: 10 euros)

CAMANÉ – ESPECTÁCULO “SEMPRE DE MIM” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

28 de novemBro / 22:00 Horas

Iniciativa promovida pela ARTEMREDE – Teatro Associados (Bilhetes: Menores de 12 anos – 1,50 euros; Acompanhantes – 2,50 euros)

TEATRO DE MARIONETAS “PETIT JOJO, SAC AU DOS” – PEQUENO JOJO DE MOCHILA ÀS COSTAS, Pela CIE La Mauvaise Herbe Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

15 de novemBro / Às 10:00H e Às 11:00H

HORA DO CONTO, SEGUIDA DE OFERTA DE CASTANHAS AOS LEITORES Biblioteca Municipal – Pólo da Baixa da Banheira

11 de novemBro / 16:00 Horas

Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita; Biblioteca Municipal – Pólo do Vale da Amoreira

(Bilhetes: 2,50 euros)

MOSTRA DE CINEMA ANGOLANO - “OXALÁ CRESCAM PITANGAS” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

5 de novemBro / 21:30 Horas

cinema

(Bilhetes: 3 euros)

TEATRO INFANTIL “PRETO NO BRANCO”, Pelo Teatro Extremo Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

30 de novemBro / 16:00 Horas

ATELIÊ “DANÇAS DO MUNDO”, Por Marta Guerreiro Biblioteca Municipal – Pólo do Vale da Amoreira

22 de novemBro / 15:30 Horas

(Bilhetes: 2,50 euros)

CICLO DE CINEMA E GASTRONOMIA “DIFERENÇAS QUE NOS UNEM” FILME: “9ª ESTRADA” GASTRONOMIA: BORSHE Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita

21 de novemBro / 21:30 Horas

(Bilhetes: 2,50 euros)

CICLO DE CINEMA E GASTRONOMIA “DIFERENÇAS QUE NOS UNEM” FILME: “NHA FALA” GASTRONOMIA: KATCHUPA Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita

20 de novemBro / 21:30 Horas

(Bilhetes: 2,50 euros)

MOSTRA DE CINEMA ANGOLANO - “KUDURO, FOGO NO MUSSEKE” Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

19 de novemBro / 21:30 Horas

(Bilhetes: 2,50 euros)

DO SR. LAZARESCU” GASTRONOMIA: TOCHITURRA Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita

APRESENTAÇÃO DO LIVRO CIÊNCIA E CIDADANIA – HOMENAGEM A BENTO DE JESUS CARAÇA, DE LUÍSA SCHMIDT E JOÃO DE PINA CABRAL Com a presença dos autores e do Prof. João Caraça Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita

8 de novemBro / 16:00 Horas

encontro com escritores

ESTÁGIO REGIONAL SUL – KARATE SHOTOKAM Pavilhão Desportivo Municipal - Moita

29 de novemBro / das 10:00H Às 19:00H

TORNEIO SOCIAL DONA TERESA Campos de Ténis do Parque José Afonso – Baixa da Banheira

dias 22 e 23 de novemBro / das 9:00H Às 18:00H

13º CORTA MATO JUVENIL Terreno envolvente ao Bairro da Caixa – Moita

15 de novemBro / 15:00 Horas


Entrada livre

Moinho de Maré - Alhos Vedros Horário de visitas: sábados e domingos, das 14:00h às 19:00h Visitas guiadas através de marcação – T: 210817010

(até 31 de maio de 2009)

“O SALINEIRO, O MARÍTIMO E O CONSTRUTOR NAVAL – PROFISSÕES TRADICIONAIS DO CONCELHO DA MOITA”

PINTURA DE IVO SILVA Galeria de Exposições do Posto de Turismo Municipal - Moita

de 17 a 28 de novemBro

15:00h e 16:00h – Projecto De Pequenino – “Sons dos Animais”, Ateliê de Música e Movimento para Bebés, pela Companhia de Dança

30 de novemBro

15:30h – Ateliê Pequenos Poetas 21:30h – Serão de contos para adultos “Contrabandistas”

29 de novemBro

10:30h e 15:00h – Espectáculo de animação do livro e da leitura “Biblioteca Extravagante”, pelo Salto no Escuro

26 de novemBro

10:30h – Hora do Conto “O Menino de Todas as Cores”

dias 25 e 27 de novemBro

COMEMORAÇÕES DO 15º ANIVERSÁRIO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL – PÓLO DE ALHOS VEDROS

outros eventos

10:30h – “Café Amor: Uma Grande Palhaçada”, pelo Grupo de Animação do CAJ da APPACDM de Setúbal 15:00h – “Pluft, o Fantasminha”, pelo Grupo de Teatro Fantasia da APPACDM de Santarém 21:30h – “Ai a Minha Vida”, pelo Pensar Teatro – Grupo de Teatro da Associação de Saúde Mental Dr. Fernando Ilharco

28 de novemBro

IX ENCONTRO DE TEATRO E DANÇA DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE PAIS E AMIGOS DO CIDADÃO DEFICIENTE MENTAL DE SETÚBAL

de Almada (Inscrições através do T: 212021227) 17:00h – “Vamos Cantar os Parabéns” Biblioteca Municipal – Pólo de Alhos Vedros

I FÓRUM DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO, No âmbito do Projecto Integrado da Baixa da Banheira Das 9:30h às 17:30h – Recepção às entidades e discussão de diferentes temas relacionados com o associativismo Ginásio Atlético Clube – Baixa da Banheira 21:30h – Intervenções artísticas e culturais das associações Fórum Cultural José Manuel Figueiredo – Baixa da Banheira

15 de novemBro

movimento associativo

Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça - Moita

BILHETES: Os bilhetes para os espectáculos no Fórum Cultural podem ser reservados através do telefone 210888900, das 14:30h às 17:30h, de 3ª feira a sábado, com um limite de 5 bilhetes por reserva. O levantamento das reservas deve ser efectuado até às 48h antes do início do espectáculo. Horário da bilheteira: De 3ª feira a sábado, das 14:30h às 17:30h; dias de espectáculo, das 20:30h até ao início do espectáculo; domingos, das 10:00h às 11:00h. Os bilhetes para os espectáculos realizados na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça devem ser adquiridos naquele equipamento. Para os restantes espectáculos, os bilhetes podem ser reservados na Divisão de Cultura, através do telefone 210817012, e deverão ser levantados no próprio local, com 30 minutos de antecedência.

PINTURA DE ANTÓNIO TAPADINHAS Galeria de Exposições do Posto de Turismo Municipal – Moita

até 7 de novemBro

IV EXPOAVES Pavilhão Municipal de Exposições – Moita

até 2 de novemBro

exposições

ENCONTRO COM A ESCRITORA E ILUSTRADORA MARGARIDA BOTELHO Biblioteca Municipal – Pólo da Baixa da Banheira

17 de novemBro / 10:30 Horas

vai acontecer... agenda de novembro


a escolha de...

Nuno Janeiro Actor e modelo, Nuno Janeiro, com fortes ligações ao concelho da Moita, tornou-se conhecido do público pela sua participação na série juvenil de televisão “Morangos com Açúcar”. Deu os primeiros passos na moda aos 24 anos. Agenciado na Face Models Portugal, participou nos mais importantes eventos de moda em Portugal, como é o caso do Portugal Fashion. Na área da publicidade, participou em anúncios de marcas bem conhecidas. A sua primeira experiência televisiva na área da representação, que considera de “constante aprendizagem”, deixou-lhe vontade de continuar a ser actor. “Tive a sorte de me convidarem para outros trabalhos”, conta Nuno Janeiro que, após a participação nos “Morangos com Açúcar”, fez o papel de “Vicente”, na novela “Fascínios”, onde contracenou com actores de renome. Neste momento, está a gravar a nova novela da TVI “Despertar” e pretende vir a realizar workshops na área da representação. “É sempre bom enriquecer a nível pessoal e profissional”, afirma, acrescentando que gostaria de poder vir a fazer teatro e cinema. O jovem actor convida os munícipes a passar um dia preenchido com teatro, música e dança, no concelho da Moita, no dia 28 de Novembro, começando por participar no IX Encontro de Teatro e Dança da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Setúbal, com início às 10:30h, na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita, e, mais tarde, pelas 22:00h, assistindo ao espectáculo “Sempre de Mim”, que Camané protagonizará, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira. E Nuno Janeiro reforça ainda: “A música portuguesa precisa do nosso apoio”…

11

Nuno Miguel Janeiro da Silva nasceu em Abrantes em 1977.Depois do ensino primário, no Lavradio, a família mudou-se para a freguesia da Moita, onde frequentou o 2º e 3º ciclos e o secundário e onde residiu cerca de 20 anos. Actualmente, vive em Lisboa mas, sempre que pode, visita o concelho onde ficaram os pais e os amigos.

CELEBRAR AS ARTES “Um dia no concelho da Moita”


IR EM CANTIGAS...

APETECE LER...

EM PORTUGAL NÃO SE COME MAL de Miguel Esteves Cardoso – Editora Assírio e Alvim

IV, Tiago Guillul – Editora FlorCaveira

12

cumplicidades

Miguel Esteves Cardoso, como bon vivant, não poderia deixar de fazer algumas “observações” relativamente à gastronomia nacional e à sua evolução desde que Portugal entrou para a União Europeia. Aqui encontramos críticas (sempre com o habitual humor e sarcasmo a que já nos habituou) a algumas proibições levadas a cabo pela União Europeia e à forma como estas estão a desvirtuar a gastronomia portuguesa: “No Porto, procurando-se o sublime arrozinho de forno, tradicionalmente confeccionado em tachinhos de barro, encontrar-se-á, em vez do dito arrozinho, uma longa explicação acerca do conteúdo de chumbo que há no barro e na maneira terrível como nos envenena, apesar de séculos de alegre sobrevivência…”

Entre As Borboletas Borbulhas, Os Ninivitas, Os Lacraus, As Velhas Glórias e a produção de outras bandas e artistas como Samuel Úria, Os Pontos Negros ou Manuel Fúria, Tiago Guillul ainda encontra tempo para gravar um disco seu. Pregador Baptista, autor do blogue Voz do Deserto e um entusiasta do Roque de Baixa Fidelidade produzido em condições caseiras, Tiago Guillul abre-nos, com este álbum, uma porta para uma visão totalmente inovadora da música pop portuguesa.

ATTACK AND RELEASE, The Black Keys – Universal Music Portugal

Neste livro, um conceituado médico e investigador, que também foi atingido por esta terrível doença há quinze anos, descreve o seu confronto com o cancro e como o superou. A obra enumera as mais recentes descobertas no campo de tratamento e prevenção do cancro e revela como os estilos de vida saudáveis podem aumentar as defesas naturais e assim prevenir o cancro, melhorar a eficácia dos tratamentos e prolongar a vida.

IR EM CANTIGAS...

APETECE LER...

ANTI CANCRO – UM NOVO ESTILO DE VIDA de David Servan-Schreiber – Edições Caderno

Há uns anos, deu-se o renascimento do blues-rock norte-americano, através de bandas como The Black Keys e The White Stripes. Apesar de não terem alcançado o mesmo nível de reconhecimento internacional de Jack e Meg White, são citados por músicos tão diferentes como Robert Plant dos Led Zeppelin, Josh Homme dos Queens of the Stone Age, Billy Gibbons dos ZZ Top ou Thom Yorke dos Radiohead, como uma banda a ter em conta. Produzido por Danger Mouse, “Attack and Release” promete colocar os The Black Keys no lugar de sucesso que estes merecem.


Tropa de Elite apresenta-nos uma visão crua e violenta do Rio de Janeiro, da vida nas favelas e da corrupção policial. O Capitão Nascimento do Batalhão de Operações Especiais, cansado da vida que leva e do peso que o combate à criminalidade está a ter na sua vida familiar, procura um sucessor; os candidatos são Neto e Matias, o primeiro, impulsivo e rápido no gatilho, o segundo, inteligente e idealista. Juntos, são o substituto perfeito mas apenas um poderá tomar o lugar de Nascimento…

A Península Ibérica foi, em tempos, um foco importante da cultura islâmica e o nosso país e a nossa cultura de hoje em dia foram fortemente influenciados pela presença do povo muçulmano. Apesar deste incrível legado, a arte islâmica sempre passou um pouco ao lado dos portugueses em geral. Através deste site, poderá ficar a conhecer melhor a cultura islâmica e a sua arte e, consequentemente, também um pouco mais da história da Península Ibérica e de Portugal.

www.sergeicartoons.com

7ª ARTE...

Considerados o “4º Duo Folk de Paródia mais popular da Nova Zelândia”, Jemaine Clement e Bret McKenzie, os Flight of the Conchords, vão tomar de assalto Nova Iorque. O seu objectivo é conquistar os Estados Unidos, um fã de cada vez… literalmente. São dois discos com os 12 episódios da primeira série, um sucesso indiscutível no canal HBO mas que ainda não foi adquirido por nenhuma cadeia de televisão nacional. Dois discos de comédia, música e mais comédia que prometem cativar o público português.

À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE...

FLIGHT OF THE CONCHORDS – SÉRIE 1 Realizador: James Bobin

Se é apreciador de caricaturas e de cartoons e gosta de rir, provavelmente este portal não constituirá nenhuma novidade para si. Nascido em 2000, o Sergei Cartoons tem como objectivo divulgar o humor gráfico de qualidade, com o intuito de alterar mentalidades e refinar o gosto pelo cartoon e pela caricatura. São dezenas os artistas que “expõem” aqui os seus trabalhos, abordando temas tão diversos como desporto, profissões ou música. Se tem algum tempo livre, porque não passar pelo Sergei Cartoons?

13

www.discoverislamicart.org/ exhibitions/ISL/

cumplicidades

À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE...

7ª ARTE...

TROPA DE ELITE Realizador: José Padilha


aqui tão perto... 14 Inovação

Uma máquina e muita imaginação Num primeiro olhar, as peças parecem artesanato, com pormenores esculpidos por umas quaisquer mãos habilidosas. Mas não. Os originais troféus de madeira são obras de uma moderna máquina que grava, a lazer, os desenhos que um computador lhe envia. Ao “comando” está Luís Cravina, proprietário da empresa Luís M. Cravina – Cortantes Gráficos e Corte a Lazer em Acrílico e Madeira. “Com esta máquina, podemos fazer quase tudo. Só precisamos de imaginação e depois é trabalhar o que idealizámos no computador”, conta, empolgado, este empresário da Moita. Foi em 2002 que Luís Cravina abriu a sua empresa, inteiramente dedicada


aqui tão perto... 15 Inovação

àquela que ainda hoje é a sua principal actividade: cortantes gráficos. Grandes marcas do mercado apresentam as suas embalagens com cortantes feitos por esta empresa. Com a evolução do negócio, era essencial apostar nas novas tecnologias e investir na máquina mais importante na área. “Em Portugal, existem apenas quatro máquinas iguais a esta. Com ela, ficámos mais competitivos e conseguimos ir ao encontro de tudo o que os nossos clientes desejam”, refere. Assim surgiu a ideia dos troféus em madeira e acrílico. Foram os Clubes de Ciclismo da Moita e do Penteado os seus primeiros clientes nesta área. A Câmara Municipal foi a cliente seguinte, com a encomenda de troféus para provas desportivas. Mas o empresário tem já novas ideias. “Gostava de reproduzir alguns dos edifícios mais emblemáticos do concelho da Moita, como a Praça de Toiros, o Moinho de Maré, o Cais, tudo em madeira”. Ao olhar para o seu percurso, Luís Cravina não hesita em afirmar que a sua empresa é um caso de sucesso: “Estamos em constante crescimento, temos cada vez mais trabalho, mais clientes e tentamos evoluir, apresentando novas ideias e novos produtos”.


Ginásio Atlético Clube

Ginásio reactiva Secção de Ciclismo Estávamos em 1962, na 25.ª Volta a Portugal em Bicicleta. António Aiveca corria pelo estreante Ginásio Atlético Clube (GAC), da “mais jovem” terra do país – a Baixa da Banheira – onde residia. A etapa que enfrentava era árdua; passava ao Penedo Gordo, Beja, terra que o viu nascer, onde Natália, grávida do primeiro rebento do casal, esperava a passagem da Volta, com um cântaro de água fresca, acompanhada de praticamente todos os habitantes da aldeia. Um jornalista do Jornal de Notícias, que assistia à Volta, eternizou esse momento “da vida agitada de um corredor que quer dar a volta a Portugal”. António tinha combinado com Natália “adiantar-se ao pelotão, sobre o flanco direito da estrada, detendose um momento que fosse bastante para poder encher os seus bidons”, à passagem pelo Penedo Gordo. Temendo alguma “fuga” e recordando os contratempos que enfrentara para conseguir alcançar aquele lugar, Aiveca não parou e dispensou a água que a sua mulher, desapontada, acabou por entregar a um “corredor que não era do clube do António”… Nessa etapa, o atleta do GAC, viria a classificar-se em 13.º lugar, colado aos atletas do Benfica e do Sporting.


Ginásio Atlético Clube

Chamado à conversa na sede do GAC, o antigo ciclista, recorda que, nessa altura, a volta se fazia em “3 mil e tal Kms, 22 etapas, que incluíam circuitos de pista, e durava 15 ou 16 dias”. Como ele, muitos outros ciclistas e outras estórias marcaram a história do GAC que, por falta de suporte financeiro, apenas participou por três vezes na Volta. Apesar disso, o clube somou êxitos em provas oficiais e particulares e viu ainda outro dos seus atletas ser distinguido pela internacionalização – Manuel Grosso –, representando o país nos 1º.s Jogos Luso Brasileiros, no Brasil. Como forma de reavivar a memória do passado glorioso do ciclismo no GAC, a secção foi agora reactivada e reforçada com uma nova valência. Coordenada pelo jovem António Palma e com cerca de 34 sócios a pedalar, a recente Secção Ciclismo/BTT pretende fomentar o ciclismo de estrada, com muita tradição na Baixa da Banheira, e o BTT, numa óptica de uso da bicicleta para a prática desportiva e lúdica, e também enquanto meio de transporte não poluente, proporcionando o convívio entre os praticantes. É também intenção da secção “juntar a malta nova com as velhas glórias do ciclismo”. “Todos os domingos, sem excepção, fazemos umas voltinhas informais, a partir das 8:00h”, informa o responsável, adiantando que a

secção tem vindo a agendar a sua participação em algumas provas pelo país e terá uma equipa promissora, composta por oito jovens a percorrer maratonas de BTT. Além desta nova secção, o GAC tem ao dispor dos associados outras modalidades como pilates, halterofilismo, dança contemporânea, ginástica de formação e de manutenção, karaté, ginástica de trampolins/tumbling, hip-hop, lutas olímpicas, dança criativa, danças de salão, yoga e ballet, nas quais muitos atletas continuam a notabilizar-se, juntando novos êxitos às velhas glórias do Ginásio.


sabores & saberes Taverna da Broega

Passando pela Estrada Nacional que liga a Moita ao Montijo, ao chegar ao Chão Duro, ninguém consegue ficar indiferente ao painel gigante que anuncia a Taverna da Broega. Inaugurada em Junho de 2008, a Taverna da Broega nasceu da vontade de um dos sócios, João Neves da Costa, de abrir um restaurante inteiramente dedicado ao leitão assado, no concelho da Moita. “Apesar de actualmente residir no Barreiro, sinto-me mais ligado ao concelho da Moita. O meu pai era médico em Alhos Vedros e eu nasci aqui”, afirma João Neves. Quando vi estas instalações à venda, soube logo que era este o sítio indicado. Precisávamos de um espaço grande e vazio, para fazermos obras e colocarmos as coisas ao nosso gosto”. Com a sua experiência na confecção de leitões, uma receita secreta e um grande investimento, assim surgiu a Taverna da Broega que, com perto de 200 lugares, é um dos maiores espaços de restauração no concelho da Moita. O restaurante funciona também como takeaway onde as especialidades da casa, como o leitão, o pato e o frango, todos feitos no forno a lenha, podem ser adquiridos para levar para casa. Para acompanhar o leitão (cuja preparação e receita permanecem secretas), a batata frita na hora e o molho especial da casa, João Neves aconselha o vinho frisante da Adega Cooperativa de Cantanhede, para refrescar a refeição. Se, ao passar pela estrada, se repara na “Taverna da Broega”, quem entra pode muito bem nunca mais a esquecer. Taverna da Broega Rua 25 de Abril, n.º 2 Fracção D Broega (Encerra à quarta-feira)


BIBLIOTECAS MUNICIPAIS: BIBLIOTECA MUNICIPAL BENTO DE JESUS CARAÇA Rua Dr. Alexandre Sequeira, Moita Telefone: 210817040 PÓLO DO VALE DA AMOREIRA Av. José Almada Negreiros, Vale da Amoreira Telefone: 212020021

http://www.cm-moita.pt Telefone geral: 212806700 Fax: 212894928

PÓLO DA BAIXA DA BANHEIRA Fórum Cultural José Manuel Figueiredo Rua José Vicente Telefone:210888902

Resolução de avarias: (Águas e Esgotos) 212890209 Linha Verde do Ambiente: 800202323 Divisão de Informação e Relações Públicas: Telefone: 212806715 Fax: 212806750 e-mail: informacao-rpublicas@cm-moita.pt Departamento de Assuntos Sociais e Cultura: Telefone: 210817000 DELEGAÇÃO MUNICIPAL DE ALHOS VEDROS Av. General Humberto Delgado, nº 7 A Telefone: 210816900 DELEGAÇÃO MUNICIPAL DA BAIXA DA BANHEIRA Rua Jaime Cortesão, n.º 33 Telefone: 210816970 DELEGAÇÃO MUNICIPAL DO VALE DA AMOREIRA Mercado Municipal do Vale da Amoreira Loja 2 – Serviços Av. Vasco da Gama 2835 -205 Vale da Amoreira Telefone: 210831210

FÓRUM CULTURAL JOSÉ MANUEL FIGUEIREDO Rua José Vicente, Baixa da Banheira Telefone: 210888900 ESPAÇO INTERNET Rua Machado Santos, nº35, Moita Telefone: 210856546 Horário: 2ªfeira das 13:00h às 20:00h. De 3ªfeira a 6ªfeira das 12:00h às 22:00h. Sábados das 14:00h às 21:00h. Centro de Educação pela Arte “Pé de VENTO” Praceta das Camélias, Bloco 50, r/C, Vale da Amoreira Telefone: 212045410 POSTO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - MOITA Praça da República Telefone: 212806700/ext.261 POSTO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO -BAIXA DA BANHEIRA Rua Jaime Cortesão, nº 33 Telefone: 210816970

Atendimento aos Munícipes, a partir das 15:00h 7 de Novembro ( a partir das 14:00h ) - Junta de Freguesia de Sarilhos Pequenos - Vereador Carlos Santos 14 de Novembro – Junta de Freguesia do Vale da Amoreira - Vereadora Vivina Nunes 21 de Novembro – Junta de Freguesia de Alhos Vedros - Presidente, João Lobo 28 de Novembro – Delegação Municipal - Vice -Presidente, Rui Garcia

utilidades contactos

Praça da República, 2864-007 e-mail: cmmoita@mail.cm-moita.pt

19

CÂMARA MUNICIPAL DA MOITA

PÓLO DE ALHOS VEDROS Núcleo Cultural José Afonso, Largo da Igreja, Alhos Vedros Telefone: 212021227


NOVEMBRO

20

utilidades

contactos / calendário do mês

POSTO DE TURISMO E GALERIA DE EXPOSIÇÕES Rua Dr. Miguel Bombarda, 2-A, Moita Telefone: 212806858

S T Q Q S S D

F 2

3 4 5 6 7 8 9

10 11 12 13 14 15 16

17 18 19 20 21 22 23

24 25 26 27 28 29 30

S T Q Q S S D

Dia - Reunião Pública Descentralizada da Câmara Municipal, em Sarilhos Pequenos, às 21:00h. Mais informações em www.cm-moita.pt.

PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO MUNICIPAL Alameda dos Bombeiros Portugueses, Moita Telefone: 212801993 PISCINA MUNICIPAL Rua João Eanes, Alhos Vedros Telefone: 212025140 PAVILHÃO MUNICIPAL DE EXPOSIÇÕES Largo Dr. Joaquim Marques Elias, Moita Telefone: 210816910

PSP - BAIXA DA BANHEIRA

Largo da GNR, Baixa da Banheira Telefone: 212029010

GNR - MOITA

Rua Machado Santos, n.º 31, Moita Telefone: 212809330

TRIBUNAL

Rua Francisco Távora, Moita Telefone: 212808600

LINHAS DE EMERGÊNCIA NÚMERO NACIONAL DE EMERGÊNCIA: 112 INTOXICAÇÕES: 808 250 143 ALERTA DE INCÊNDIOS: 117 PROTECÇÃO CIVIL: 212806700 / 917199412 SAÚDE 24: 808242424 BOMBEIROS: 212890044


escolas de música Todos os instrumentos de sopro - 4ªs e 6ªs feiras, das 17:30h às 19:30h Banda - 4ªs feiras, das 21:30h às 23:30h Telefone: 210880872

apren der utilidades

Associação de Moradores da Zona Norte Parque Estrela Vermelha 2835 Baixa da Banheira

ESCOLA DE MÚSICA DA SOCIEDADE FILARMÓNICA DE RECREIO E UNIÃO ALHOSVEDRENSE “A VELHINHA”

Sábados e Domingos, às 15:00h Telefone: 212040067

grupos musicais CORO POLIFÓNICO ALLIUS VETUS S.F.R.U.A. “A VELHINHA”

4ªs e 6ªs feiras, das 21:00h às 23:00h Telefone: 212040067 GRUPO CORAL ALENTEJANO “O SOBREIRO”

da União Desportiva e Cultural Banheirense 6ªs feiras, das 21:00h às 23:00h Telefone: 212033055 GRUPO CORAL E MUSICAL “O NORTE”

ARPI da Zona Norte da Baixa da Banheira 4ªs e 6ªs feiras, das 14:00h às 16:00h Telefone: 212049865 GRUPO MUSICAL “VOZES DA PLANÍCIE”

Sociedade Recreativa e Cultural União Alentejana 4ªs e 6ªs feiras, das 21:30h às 23:00h Telefone: 212031556

21

FANFARRA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA MOITA

Instrumentos de Sopro e Percussão - 3ªs e sábados, das 21:00h às 22:30h Escola de Aprendizagem - 2ªs feiras, das 21:00h às 22:30h Telefone: 212 808 170/9

aprender

Grupo Coral Infanto-Juvenil

Grupo Coral Amizade

Do Centro de Reformados e Idosos da Vila da Baixa da banheira 3ªs e 6ªs feiras, das 15:00h às 17:00h Telefone: 212040271

ranchos folclóricos CLUBE RECREATIVO SPORT CHINQUILHO ARROTENSE, ALHOS VEDROS

6ªs feiras, das 21:00h às 23:30h Telefone: 212046691 RANCHO ETNOGRÁFICO DE DANÇAS E CANTARES DA BARRA CHEIA

6ªs feiras (adultos), das 21:30h às 23:30h Sábados (rancho infantil), 19:30h Telefone: 212130597 / 212130 780 RANCHO FOLCLÓRICO “CORAÇÕES UNIDOS”

da Sociedade Recreativa da Baixa da Serra, Baixa da Banheira 6ªs feiras, das 21:45h às 23:30h Telefone: 212044996 RANCHO FOLCLÓRICO “OS FAZENDEIROS DA BARRA CHEIA E ARREDORES”

6ªs feiras, das 21:00h às 24:00h Telefone: 212131051


escolas desportivas municipais

22

utilidades aprender

escolas de dança “GRUPO MOST”

Centro Cultural e Recreativo União Pires, Alhos Vedros 3ªs e 5ªs feiras, das 21:30h às 23:00h T: 212031572 / 936793189 SOCIEDADE FILARMÓNICA CAPRICHO MOITENSE > DANÇAS DE SALÃO,

AULAS DE APRENDIZAGEM, DANÇAS SOCIAIS E COMPETIÇÃO de 2ª a 6ª feira, das 20:00h às 22:00h

FUTEBOL Escola de Futebol do União Futebol Clube Moitense

Complexo Desportivo do Juncal – Campo n.º 2 2ªs e 4ªs feiras, às 19:00h Sábados, às 9:30h Telefone: 212893031 ESCOLA DE FUTEBOL MANUEL FERNANDES

1º de Maio Futebol Clube Sarilhense, Sarilhos Pequenos 2ªs e 4ªs feiras, das 18:30h às 20:30h Sábados, das 10:30 às 20:30h Telefone: 212898714 (campo de jogos) ESCOLA DE FUTEBOL DO GRUPO DESPORTIVO E RECREATIVO PORTUGAL

> DANÇAS SEVILHANAS

Campo Municipal do Vale da Amoreira 2ªs e 4ªs, às 19:00h T: 212023289 / 212023296

SOCIEDADE FILARMÓNICA ESTRELA MOITENSE

Escola de Futebol do Clube Recreio e Instrução, Alhos Vedros

2ªs e 6ªs feiras, das 20:30h às 22:00h Telefone: 212890102

Telefone: 212040283

> ESCOLA DE BALLET

4ªs e 6ªs feiras, das 18:15h às 20:45h

> DANÇAS SEVILHANAS

2ªs, 3ªs e 4ª feiras, das 21:00h às 22:30h Telefone: 212 890 207

CENTRO COMUNITÁRIO PARAGEM - ALHOS VEDROS

FUTSAL ESCOLA DE FUTSAL DO SPORTING CLUBE BANHEIRENSE

Pavilhão Desportivo da EB 2,3 José Afonso, em Alhos Vedros T: 210863245 ASSOCIAÇÃO MORADORES AMIGOS DA ZONA SUL

Telefone: 210863245

> ATELIÊ DE DANÇAS ORIENTAIS

5ªs feiras, das 20:00h às 22:00h

> ATELIÊ DE DANÇAS AFRICANAS

Sábados, das 15:00h às 17:00h

> ATELIÊ DE CAPOEIRA

6ªs feiras, das 20:30h às 22:00h Telefone: 212898524

CLUBE UNIÃO BANHEIRENSE “O CHINQUILHO” > DANÇAS DE SALÃO

Aulas às 3ªs e 5ªs feiras, das 20:00h às 22:00h Telefone: 212040516

ATLETISMO CENTRO DO ATLETISMO DA BAIXA DA BANHEIRA

Telefone: 212040653 / 918355027

CLUBE AMIGOS DO ATLETISMO DA MOITA

Pavilhão Desportivo Municipal, na Moita De 2ª a 6ª feira das 19:00h às 21:00h Telefone: 210841385 / 966133238

HÓQUEI EM PATINS CASA DO BENFICA DA BAIXA DA BANHEIRA

Telefone: 210822677 / 962724976


TÉNIS DE MESA ACADEMIA E MUSICAL E RECREATIVA 8 DE JANEIRO, ALHOS VEDROS

Telefone: 212033947 / 212020461

CENTRO NÁUTICO MOITENSE SECÇÃO DE XADREZ

Telefone: 212892907 4ªs feiras, das 21:00h às 22:00h Sábados, das 15:00h às 17:00h Telefone: 212892907

teatro

ASSOCIAÇÃO DE DESPORTOS NÁUTICOS ALHOSVEDRENSE “AMIGOS DO MAR”, ALHOS VEDROS

Telefone: 212028429

ASSOCIAÇÃO NAVAL SARILHENSE, SARILHOS PEQUENOS

Grupo de Teatro Infantil da S.F.R.U.A. “Gato do Chapéu Alto”

Sociedade Filarmónica Recreio e União Alhosvedrense Sábados, das 16:00h às 17:30h T: 212040067

Telefone: 212895699

CENTRO NÁUTICO MOITENSE, MOITA

Telefone: 212892907

23

BASQUETEBOL ESCOLA DE MINIBASQUETEBOL DO CLUBE RECREATIVO DO PALHEIRÃO

Pavilhão Desportivo Municipal, Moita Telefone: 212801993

GINÁSTICA ESCOLA DE GINÁSTICA DESPORTIVA (PARA ALUNOS DAS E.B. 1º CICLO)

Ginásio Atlético Clube, Baixa da Banheira Telefone: 212041520

artes ATELIÊ DE ARTES DECORATIVAS

Mutualidade da Moita – Associação Mutualista Av. Teófilo de Braga, nº 3 5ªs feiras das 15:00h às 20:00h Telefone: 210888770 OFICINA DE ARTES

CACAV - Cooperativa de Animação Cultural de Alhos Vedros Atelier de Desenho e Pintura para crianças: sábados, às 11:00h; Fotografia: sábados, das 18:30h às 20:00h; Cerâmica: abertas as inscrições

XADREZ CLUBE DE XADREZ DA MOITA

Pavilhão Desportivo Municipal, Moita 2ªs, das 18:00h às 19:00h; 4ªs e 6ªs, das 16:00h às 19:00h Telefone: 212801993

utilidades

CANOAGEM E VELA

ARPI da Zona Norte da Baixa da Banheira 3ªs e 5ªs feiras, das 20:00h às 22:30h T: 212049865 / 212050167

aprender

GRUPO DE TEATRO AMADOR E EXPERIMENTAL “O NORTE”

Azulejaria: sábados, das 17:00h às 19:00h; Desenho/Escultura/Pintura e Projecto Artístico: sábados, das 15:00h às 17:00h; Guitarra: sábados, das 17:00h às 19:00h; Telefone: 932214015


DOS CHEIROS, O Pテグ, DO SAL, O SABOR... (prov. popular)


Agenda nº 59