Page 1

Ano 6 | nº 23 | Dezembro . Janeiro 2014

JOINVILLE

Ano do Cavalo Confira a influência que este animal trará para 2014 Deu Branco Comece o ano como manda a tradição Natal Solidário Faça a diferença na vida de quem precisa Duo Viagem Caribe e seus tons de azul

PARCEIROS | MODA | TENDÊNCIAS | CULTURA | BELEZA | SAÚDE | SOCIAL


corsul


corsul

DUO

3


an. Dudalina


an. Dudalina

SHOPPING MUELLER JOINVILLE GARTEN SHOPPING DUO

5


DUO

7


Editorial

EXPEDIENTE

Difícil... “só que não” Nos últimos dias ouvi tanta gente falando que está difícil, que não tá fácil pra ninguém, e meu lado psicólogo parou pra pensar: o que fazemos para transformar os obstáculos em trampolim e aprender com as dificuldades? Essa edição me desenterrou alguns frutos

CAPA

onde com muito prazer, apresentamos

Modelo DF Models Joana Petry Fotografia e Tratamento Kacio Lira Beleza Bruna Dubinsk Agradecimentos Hípica Leme Produção Jessie Romero Acessórios Geovanna Acessórios Veste Alza Lonzzoni | 99400020

toda a equipe para você, leitor que nos

Diagramação

que eu tinha até esquecido que plantei, em todos os sentidos, acho que o clima de Natal que já está no ar, me trouxe a premissa de sempre fazer o bem não importa a quem. Falando nisso, nosso Natal esse ano veio depois da virada, já que simulamos uma virada do ano na edição de outubro

acompanha. Ano esse que foi inesquecível. Trouxe melhorias, aprendizado, pessoas maravilhosas pra perto da Duo, sem entrar no campo de citações de agradecimento, porque o espaço ficará pequeno devido a quantidade de “obrigados” que devo. A ação de “dar a cara a tapa” me provou que a Duo orgulha não só a mim, mais a muitos que se envolvem no fechamento e sabem o quanto suamos pra oferecer o melhor por um preço justo. Fechamos o ano com chave de ouro: moda à altura das melhores revistas nacionais, fidelização de clientes, jornalismo coerente e liderado com responsabilidade e principalmente pautado com pessoas reais que você vê nas ruas de Joinville, além do carinho e afinco pela nossa Duo. Cinco mil curtidas para quem nos curtiu no facebook, mais de 100 muitos obrigados para as empresas que acreditaram e confiaram sua marca na Duo esse ano todo. 125 mil abraços para os leitores que navegaram no nosso site em 2013 e 500 mil aplausos para você leitor joinvilense fiel. A intenção é sempre fazer uma revista que esteja ao seu alcance e que você se orgulhe que por ser de Joinville, prova que santo de casa faz milagre sim, e que difícil é, mas nem tanto. Espero vocês em 2014 e boas festas.

Toni Furtado,

Diretor da revista DUO

47 3043 2150

Anúncios Denivaldo da Silva design@revistaduo.com.br Franquias Claudiney Cirilo franquias@revistaduo.com.br 47 84258425 Tiragem 5.000 exemplares Gráfica Impressul Jornalista Responsável: Mariana Woj (MTB 3580/SC) Fotografia Eberson Theodoro Revisão de Texto Bruno Arins Financeiro Marcelo Kuhnen Colaboradores Aldo Cadorin Alexandre Perger Ariadna Straliotto Casal Fashion Claudia Petry Drag Conchita Eliezer B. Júnior Émilin Souza Fabiola Bernardes Felipe Deschermayer Iêda Camargo Juliana Pamplona Kauane Mello Leandro Camargo Leandro Schmitz Luana Isse de Freitas Manoela Hoffmann Márcia Campos Marcos Thomas Marinaldo de Silva e Silva Matilde Melo Nivia Miranda Osny Martins

ANUNCIE EM NOSSA REVISTA! Departamento Comercial Toni Furtado

A Revista DUO não se responsabiliza por materiais publicados nos anúncios e opiniões dos colunistas.

8423.3934 toni@revistaduo.com.br


Anuncio honda

DUO

9


Índice

12

Casa e Decoração

43

Duo Moda

74 119

Duo Sabores

Ares de Verão

Deu Branco! Comece 2014 como manda a tradição

Colheradas de Felicidade

Duo Noivas Maré Alta

Matéria de Capa 2014, O Ano do Cavalo

Duo Humor Retrospectiva 2013, Top Five Big Bafões

Tri Legal Publicitários: Mestres em Criatividade Duo Viagem Caribe é do Caribe

38 50 91 114


hotel bourbom

DUO

11


Casa e Decoração Por Aline dos Santos Nunes

ARES DE VERÃO Com o início do verão, chega a vontade de ter uma casa de praia para aproveitar o calor e curtir ao máximo o sol, a areia e o mar. Não é porque estamos falando de casa de praia que o projeto ou a decoração precisa abrir mão do bom gosto.

Um bom projeto precisa aliar a descontração do litoral e a elegância das grandes cidades, exigindo uma decoração especial sem seriedade e o compromisso da cidade. As casas de praia são feitas para descanso e lazer, trazendo paz e tranquilidade, podendo ser charmosas, aconchegantes e confortáveis. Outro item fundamental é que priorize a praticidade e o frescor. O projeto de arquitetura deve contribuir para que a casa seja agradável ao calor

e a umidade. Os ambientes devem ser bem iluminados e ventilados. A casa deve possuir vãos amplos de esquadrias, para melhor iluminação natural, e de preferência que essas esquadrias permitam uma boa ventilação cruzada. O ideal seria que apenas o uso dos ventiladores de teto solucionassem o calor na maior parte do tempo. As esquadrias devem ser quase que totalmente de vidro, que vão fazer a total integração do exterior com o interior da

casa, valorizando as belas paisagens. Uma das preocupações que muitos clientes não têm noção, é a necessidade de manutenção do imóvel que as casas de praia demandam. A ação da maresia é um dos fatores mais importantes para a escolha dos materiais de revestimentos. Se optarem por lindas esquadrias de madeira, por exemplo, seria ideal ter proteção adequada à base de vernizes e uma manutenção adequada, já que o verniz protege da chuva e não do sol. Na escolha dos revestimentos, no mobiliário devemos dar preferência às fibras sintéticas e a tecidos que resistem à ação do tempo, da água e da sujeira. Como opção de tecido indico o Sunbrella, é mais caro, mas de alta durabilidade e ideal para as casas de praia. Eles oferecem uma gama completa de cores e padrões para todas as necessidades de decoração, são fáceis de manter, de manutenção simples e ótimos para a vida familiar. Para os revestimentos metálicos, o mais indicado seria usar o aço inox, que ao contrário do alumínio e do ferro não são corroídos. Nos mobiliários, as residências de praia estão optando pela retirada das gavetas nos armários. As pessoas acabam esquecendo as coisas, o uso de prateleiras

12

DUO


é mais barato e até mesmo questão do mofo, pois os armários ventilam mais. O ideal seria deixar uma ventilação nos armários (contra mofo), aquelas do tipo tela. Podem ser usadas como decoração nas portas ou nas laterais. Uma outra solução, seria desenhar as portas com réguas vazadas para ventilação. Para as cortinas da casa, o ideal é a utilização de tecidos mais resistentes, usados em cima de “blackout”, que deixarão os ambientes mais escuros em dias de sol. Para evitar a sujeira, use uma barra mais escura de mais ou menos quarenta centímetros na parte de baixo da cortina onde ela suja mais rápido. Escolha pisos que sejam fáceis de conviver com água e areia. O mais ideal seria um revestimento cerâmico, compondo bem com esse tipo de ambiente e de fácil limpeza. Só não utilizem os com muito polimento, pois são escorregadios. Uma boa solução para a limpeza seria a instalação de uma ducha na área externa da casa, para a retirada da areia do corpo. As varandas devem receber atenção especial. São indispensáveis e devem ser generosas, com decks, ombrelones ou pergolados, onde redes, espreguiçadeiras e chases, ocupam o espaço formando

áreas de descanso, descontração e integração da família e amigos. As espreguiçadeiras e chases devem receber atenção quanto ao material, devem ser utilizadas em aço inox e fibra sintética. A piscina faz parte da festa para quem não curte a praia. Se o terreno permitir, a piscina integrada a casa poderá ser utilizada ao máximo. Ao fazer um projeto, busque uma orientação profissional. E antes de sair apostando nas tendências, sigam seu estilo, pois cada espaço tem que ter a sua cara.

integração dos espaços construídos com o exterior, através das áreas envidraçadas e das grandes aberturas que integram com o jardim e as áreas de lazer. Como exigência da família que utiliza a residência também em outras épocas do ano, foi colocada na sala uma lareira para os dias mais frios.

Aline dos Santos Nunes é arquiteta, sócia proprietária da Única Arquitetura e professora do curso técnico de design de interiores IBDI. Agradecimento: IBDI - Instituto Brasileiro Design de Interiores

Arquitetura na prática

As fotos mostradas nesta matérias são de uma residência projetada para um casal com três filhos no litoral do Paraná, que gostam de receber amigos e frequentam a casa o ano inteiro. Pensando na durabilidade das casas de praia, parte da fachada foi revestida com cerâmica que imitam a madeira e o restante com acabamento em textura, que traz mais proteção para a edificação devido à maresia. A residência traz como ponto forte a

Fotos: Divulgação

DUO

13


Coisas DUO Amor

Por Marinaldo de Silva e Silva mdesilvaesilva@hotmail.com

Babbo Natale Honrando as tradições, me vestirei de Papai Noel em nossa choupana, agora em dezembro. My lady, o pequeno e eu já começamos a organizar a festa. Pensamos em alguns presentes suntuosos, como uma distribuição de beijos e abraços antecipando aqueles materiais que a gente fica esperando feito crianças desempacotando laço a laço como eu fazia quando meu nonno Giuseppe trazia seus embrulhos, se aproximando com seus tamancos de madeira. Para tia Zulmira, pensamos num conjunto de Matrioska, cheias de chocolate albino; ela sempre venerou a história russa e, desde pequena, se encantava com essas bonecas que se encaixam uma na outra; diz ela que é como se sentia com as irmãs naquele período da infância, em que todo o universo era do tamanho da sua cidade e, mesmo assim, parecia gigantesco! Para Osias Estevão, o greco-libanês que mora conosco há vinte anos, daremos uma viagem para Glyfada, lugar que todos deviam um dia conhecer, e se encantar com aquele mar tranquilo da Grécia. Para Estevão, foi lá que ele aprendeu a ser girassol, e em sua direção é que ele se movimenta: por isso é que tanto ilumina. Para a pequena Kika, metros de seda javanesa.

Ela que comporta uma brutalidade silvestre, se aumentada, vai misturar linhas e cores, ofertando às ruas uma passarela fantástica de familiaridade com a graça. Depois, montaremos um pinheiro ao lado de uma janela. Falaremos histórias de Natal para as crianças, e refletiremos outras tantas ao aprendê-las. A vida de São Nicolau, que inspirou os holandeses, e na imigração para os Estados Unidos transformaramno em Santa Claus, contaremos a Elair, a professora que aprende com pérolas a ser estrela. Sobre o Papai Noel comercial, aquele da Coca-Cola, diremos aos pequenos que ele é apenas um meio, e não um fim, para que a generosidade fique exposta neste dia. Falaremos também da Lapônia, onde Rosolete Paulino esteve no último verão, conhecendo o escritório onde o bom velhinho atende, dizem, há séculos e séculos, ininterruptamente! Perguntaremos ao grande mago Gilberto como transformar Laguna numa nova Riviera. No fim, e a todos, decifraremos então do Natal o seu verdadeiro espírito, depois de termos decorado com nozes a maioria dos pratos. Falaremos de Cristo, e de compaixão, e horas acesas, e brilhos fascinantes. Lembraremos com saudade dos outros

natais, com outras pessoas presentes, e de certa forma ainda constantes, porque não seriam ninguém mais se não fizessem parte da história. Meus amores e eu, apagaremos a luz do living às onze e cinquenta. As crianças provavelmente ficarão assustadas, então tocará um sino, e quando voltar a claridade, alguns minutos depois, eu já não estarei na sala, serei o Babbo Natale que vovô Giuseppe tanto gostava de lembrar. O cara simples que sou dará lugar a uma criança, de rima tão pronta com esperança que fica impossível não fazer ligação entre esses dois termos. Farei então alguns telefonemas: ao senhor Toni Furtado, à senhora Paris, à duquesa Parise, a algumas tantas pessoas, porque sei que a gratidão tem que ser mais que um gesto elegante, tem que ser um acontecimento. Isso dignifica o nosso tempo e, se cada um dá o que gosta de receber, ou seja, conforto, em sua mais variada concepção, eu ofereço a quem lê, como presente, uma agradável salva de palmas. E o desejo de uma ótima consciência a partir de agora, para entrarmos em 2014, com a continuação dessas histórias.

Fotos: Divulgação

14

DUO


an. Decorações Guimarães

DUO

15


DUO Direito

Por Eliezer José Bonan Júnior - Advogado eliezer@bonanmartins.adv.br

Relaxe nestas

férias A importância de um bom contrato de locação.

Final do ano chegou, hora de ir à praia. Para os que ainda não têm sua casa de praia, o negócio é alugar. Recentemente, a lei de locação (lei 8.245/91) sofreu alterações consideráveis, a serem observadas também por quem vai passar apenas uma temporada na praia. Por isso é importante ficar atento, já que o momento serve para relaxar e evitar estresses. Antes de alugar, quando for escolher o imóvel, convém procurar informações com pessoas e imobiliárias de confiança. Cheque tudo o que for oferecido e não confie apenas em fotos ou anúncios. Além disso, outro ponto a ser levado em consideração na decisão do locatário é a infraestrutura da região – padarias, açougues, mercados, bem como as condições de segurança do imóvel. Sempre que possível, devese realizar uma vistoria no local, em companhia do proprietário, e relacionar por escrito as condições gerais em que ele se encontra. Essa precaução evitará o pagamento de eventuais danos não causados pelo locatário. A locação pode ser feita direto com o proprietário, com um corretor ou imobiliária e realizada por qualquer

prazo ou por prazo indeterminado. Mesmo que seja um prazo curto, como é o caso da locação por temporada, é imprescindível a realização de contrato escrito estabelecendo todas as regras da negociação. Entre elas, a data de início e de final do aluguel, a forma de pagamento e as regras do uso do imóvel. Caso o imóvel seja mobiliado, é obrigatório constar no contrato a relação de móveis e utensílios disponíveis e a descrição de seu estado de conservação. Quanto mais detalhes forem indicados no contrato, mais segurança para ambas as partes. É aconselhável deixar claro no contrato quem pagará o consumo de telefone, luz, gás e água. Na maioria das locações por temporada, estas contas já estão incluídas no custo, porém é preciso confirmar antes. Ainda, nos casos da locação por temporada, o locador poderá receber de uma só vez e antecipadamente os aluguéis e encargos. Também exigir do locatário uma garantia para o caso de algum dano no imóvel. As garantias previstas pela lei são fiança, seguro fiança e caução.

Nos casos da locação com prazo fixado, o locador não poderá exigir a devolução do imóvel antes do término, a não ser que haja descumprimento das obrigações. Por outro lado, o locatário poderá entregar o imóvel antes do vencimento do contrato, desde que pague a multa prevista de forma proporcional ao período de cumprimento do contrato. Mesmo que a locação seja por temporada, de curto prazo, caso o locatário não cumpra com as cláusulas contratuais é possível ao locador a ação de despejo. A nova lei do inquilinato prevê a concessão de ordem judicial de urgência, com prazo de desocupação de 15 dias, quando há inadimplência. Nesse caso, o locatário, após citado, poderá quitar a dívida e permanecer no imóvel. Quando terminarem as férias e chegar a hora de ir embora, é importante encerrar o contrato de locação por escrito, fazendo uma nova vistoria no imóvel, e ficar com uma cópia desse documento assinado pelo proprietário. Depois é só voltar à rotina e esperar o próximo final de ano. Fotos: Divulgação

16

DUO


anuncio zili moveis/ locação

DUO

17


Publieditorial

RECEBER EM GRANDE ESTILO

Por Mariana Woj Fotos: Eberson Theodoro

Se neste ano sua família será a responsável por receber os familiares e amigos na tradicional ceia natalina, fique atento a algumas dicas que vão te ajudar a organizar uma festa inesquecível. E está chegando o Natal. Época em que as famílias se reúnem, independentemente de crença ou religião para comemorar, trocar presentes, falar sobre assuntos do ano que está finalizando e claro, deliciarse com o banquete que norteia este momento tão especial. Algumas famílias, trocam os anfitriões a cada ano. E neste ano, você é quem vai receber todos para a ceia ou almoço de Natal. E agora? Como vou me preparar? Como servir? Como adaptar um espaço para as crianças? Enfim, como vou me organizar para este evento tão especial, que tem um significado tão importante para a família, sem cometer nenhuma

18

DUO

gafe? Para te ajudar com todos esses questionamentos, entrevistamos a consultora de etiqueta e personal organizer, Evelize Olímpio, para nos ensinar a receber em grande estilo.

Convite

A primeira atitude que se precisa ter para sediar uma ceia impecável, é priorizar os convites. Faça sua lista de convidados, e escolha a forma que o convite será feito. Independentemente de sua escolha, seja impressa ou via telefone, a mesma deve ser feita com 20 dias de antecedência, para que possa haver um preparo para a data especial. Evite convites por e-mail, pois não são muito elegantes nesta ocasião.

Organizando e decorando a casa

Prepare a casa para receber seus convidados. Para que seja uma noite especial, é preferível que nenhum imprevisto ocorra. Para tal, segundo a profissional, é necessário atentar-

se a fatores que evitam qualquer constrangimento ou prejuízo. A noite de Natal pede muita harmonia e paz. Sabendo que crianças circularão pelo ambiente, evite expor peças frágeis próximas a mesa, ou a árvore de Natal. Separe o espaço que irá acomodar os presentes, já deixando vago para quando os convidados chegarem e quiserem deixar suas lembranças até a hora de trocá-las. Previna-se quanto a quantidade de utensílios para o número de convidados, pois pedir para cada um levar seu talher está fora de cogitação. Escolha as louças certas, pois se trata de uma ocasião especial. Se possível, demarque os lugares dos convidados a mesa. Assim, eles se sentirão importantes ao lerem seus nomes e saberão que foram lembrados nesta ocasião tão importante.


Escolhendo o cardápio e serviço

Montar uma mesa para esta ocasião, merece muito mais que conhecimento, requer dedicação. Primeiramente, analise o cardápio a ser servido, e o tipo do serviço que será ofertado. Após feita a escolha, decore a mesa com os itens natalinos de sua preferência. Lembre-se da altura que os convidados terão ao sentar-se, e evite arranjos altos, pois ficarão na frente do rosto e atrapalharão o diálogo na mesa. Caso o serviço escolhido seja à inglesa ou à francesa, garanta que todos os pratos estejam prontos, para que todos sejam servidos no mesmo momento. Se optar pelo serviço de buffet, exponha os pratos na bancada, um ao lado do outro, iniciando pelos pratos frios até os quentes. Se preferir expor na mesa de jantar, respeite a distância de um metro e exponha o mesmo prato novamente. É preferível dividir o prato em duas travessas menores e assim evitar que o convidado deixe de degustar algo, ou precise cruzar os braços em frente a outra pessoa para pegar um prato. Em ambas as situações, os arranjos permanecerão na mesa até o final da festa. Caso prefira expor os pratos na própria mesa de jantar, os arranjos terão que ocupar um outro espaço da casa.

Dia da festa

Ao receber os convidados, tenha exposto alguns serviços de entrada que os deixem à vontade, como petiscos frios e para bebida, uma jarra de água ou as que for servir durante a noite. Fique atenta ao relógio para realização do amigo secreto e ceia. Assim, garante

que tudo saia dentro do previsto, evitando aquela cara feia de sono ou fome por parte de algum deles. Na hora da ceia, o anfitrião é quem chama os convidados para a mesa e inicia o serviço. Entrada, prato principal e sobremesa devem ser servidos na mesa. Para o café, que muitos degustam após o almoço ou jantar, deve ser servido na sala, fora do ambiente da refeição. Isso deixa a ocasião ainda mais acolhedora. Uma boa música pode embalar a noite, porém em sonoro ambiente, sem atrapalhar a conversa evitando que as pessoas aumentem o tom de voz. Entregue uma lembrança para cada convidado na saída, não precisa ser um presente de valor alto, basta um chocolate, ou mini panetone. Enfim... mais um Natal se foi, e você foi uma excelente anfitriã, parabéns!!!

Onde encontrar:

Evelize Olimpio Especialista em organização e etiqueta Fone: (47) 9148-8086 www.etiquetadolar.com.br contato@etiquetadolar.com.br Facebock: Etiqueta do Lar

Revestire Casa e Presentes Acessórios: Revestire Presentes R. Lages, 470, s/5 América (47) 3025 4711 Agradecimentos: Cynthia Cristianne Decorações R. Araçá, 100 - Anita Garibaldi (47) 3422-8462

DUO

19


DUO

21


Matéria Principal

Toda ajuda é sempre

BEM-VINDA É cada vez maior a diferença social existente no Brasil, principalmente nos grandes centros. É cada vez maior, também, a quantidade de pessoas que não medem esforços para mudar essa realidade, e que sentem um enorme prazer em ajudar quem precisa. Por Mariana Woj Fotos: Divulgação

Como é fácil fazer o bem a quem amamos ou gostamos! Estender a mão a quem realmente necessita, isto sim é mais difícil, porém é imprescindível. A vida sempre retorna o bem que fazemos, assim como o espelho retorna a imagem nele refletida. Acredite: dedicar-se a melhorar a vida de uma comunidade, de uma família ou de uma única pessoa é muito mais que caridade. Ajudar ao próximo pode fazer você viver mais e melhor. Sim, é isso mesmo. Está comprovado cientificamente que fazer o bem, além de ser favorável para quem recebe, traz benefícios para a saúde de quem pratica a ação.

Por que faz bem?

Pesquisas realizadas com voluntários norte-americanos mostraram que, quando os participantes realizavam ações consideradas altruístas (de fazer o bem ao próximo), a área do cérebro estimulada é a mesma que é ativada quando realizamos ações ligadas ao nosso próprio prazer, como manter relações sexuais, comer ou ganhar dinheiro. E tem mais: realizar regularmente trabalho voluntário alivia tensões, afeta positivamente o funcionamento do organismo (coração, sistema nervoso e imunológico) e até aumenta a expectativa de vida do indivíduo que doa parte do seu tempo aos outros. Quer remédio melhor?

Para fazer o bem

Fazer o bem está ao alcance de qualquer um de nós, e é mais simples do que você imagina. Não precisa ter dinheiro e muito menos fazer parte de uma

22

DUO

organização, seita ou religião. Tudo o que é preciso é mais paciência, mais gentileza, mais sorriso, mais amor, mais sensibilidade e vontade de tornar o mundo em um lugar melhor. Oportunidades não faltam. Basta olhar para o lado. Vale ajudar nos cuidados com um doente próximo, uma criança com dificuldades em matemática, uma amiga que precisa de um ombro para chorar, uma família que precisa de palavras de conforto, aquele conhecido que decidiu distribuir cestas básicas na comunidade e até o grupo da terceira idade do bairro que quer aprender informática. Caso a gente conseguiu despertar em você essa vontade de ajudar ao próximo, mas você não sabe de que maneira pode colaborar, separamos algumas instituições que desenvolvem um bonito trabalho na cidade. Confira, faça o bem e seja mais feliz!


DUO

23


Lar Emanuel

O Lar Emanuel surgiu da sensibilização das crianças que viviam na praça central de Joinville. A elas era oferecido café todas as manhãs, o que fez os voluntários perceberem que poderia e deveria ser formada uma família. Fundado em 1995, atualmente o lar é formado por 12 crianças que estão sob responsabilidade de um pai e uma mãe social, e vivem em uma casa no bairro Jarivatuba. As crianças foram para o Lar Emanuel por terem dificuldades com a sua família e lá encontraram o que é necessário para

Para mais informações: Lar Emanuel R. Padre Roma, 339 - Jarivatuba Fone: (47) 3436-2999 www.laremanuel.org.br Facebook: Casa Lar Emanuel Joinville

Mutirão do Amor

amigos na empreitada. Atualmente, todas as terças-feiras, elas se reúnem e trabalham a pleno vapor, independentemente de enchente ou não. O que se sabe é que sempre haverá um bebê vindo ao mundo. E, felizmente, muitos receberão calor das mãos carinhosas do Mutirão do Amor.

Mulheres de Pano O que é considerado lixo vira arte nas mãos de mulheres especiais. Elas transformam retalhos que não eram usados em lindos trabalhos manuais e sonham com um futuro melhor. A Associação Mulheres de Pano é um grupo sem fins lucrativos que atende a mulheres e jovens do bairro Morro do Meio que tenham interesse em se capacitar na área da Costura e Inclusão Digital. Também oferece oficinas e palestras que orientam e estimulam na criação de fonte de trabalho e renda e incentivo à formação associativista e cooperativista. Além de ser uma alternativa para reduzir o volume de

resíduos têxteis gerados pelas indústrias da região, que doam para as Mulheres de Pano o material excedente das suas linhas de produção. No espaço são produzidos e comercializados: bolsas retornáveis, penais, porta-canetas, tapetes, aventais, bolsas infantis para lembrança de aniversário, peso de porta e porta-treco para carro.

ASA - Ação Solidária Adventista

e toda doação arrecadada, desenvolveu atividades, buscando não só o bem estar de pessoas e famílias carentes, mas também a geração de renda e busca da autoestima dessas pessoas. Apenas neste ano foram atendidas 330 famílias e muitas mais podem receber ajuda caso a instituição possa contar ainda mais com a colaboração da comunidade.

Pedaços de lã viram colchinhas. Os novelos, sapatinhos. Retalhos transformam-se em belos e confortáveis patchworks. Tudo feito pelas mãos carinhosas das 50 integrantes do Mutirão do Amor, que há 30 anos se dedica a confeccionar enxovais para recém-nascidos de famílias carentes em Joinville. A nobre causa se desabrochou quando a presidente da entidade, Mery Paul, assistiu pela televisão ao sofrimento dos atingidos pelas cheias de 1983, em Santa Catarina. Era hora de demonstrar compaixão, mais ainda quando as notícias de que bebês desaquecidos vinham à tona. O grupo, que começou com meia dúzia de voluntárias, a cada dia aumentava sensivelmente, motivando parentes e

A ASA (Ação Solidária Adventista) é um departamento da Igreja Adventista do Sétimo Dia que realiza múltiplas iniciativas solidárias e serviços de assistência social de forma organizada a famílias cadastradas. Durante este ano, a ASA, além da distribuição de alimentos, roupas, calçados, utensílios domésticos

24

ter uma infância e uma adolescência feliz, com atenção para o seu desenvolvimento afetivo, educacional, físico e espiritual. O Lar Emanuel sobrevive e mantém sua família por meio de doações de pessoas físicas ou de instituições que se sensibilizam com a causa.

DUO

Para mais informações: Mutirão do Amor Rua Ewald Quandt, 120 - Saguaçu Fone: (47) 3804-1675 e-mail: merypaul@terra.com.br

Para mais informações: Associação Mulheres de Pano R. João Schck, 132 - Morro do Meio (47) 3463-8770/9988-0411 mulheresdepano@gmail.com Facebook: Associação Mulheres de Pano Blog: mulheresdepano.blogspot.com.br

Para mais informações: ASA - Ação Solidária Adventista R. Rio do Sul, 60 - Bucarein Fone: (47) 3422-8327/9942-2145 E-mail: nadiapin@terra.com.br


Projeto Resgate

A Associação Projeto Resgate foi fundada em 1999 para trabalhar com famílias de baixa renda e com um propósito norteador: deixar de ser necessária. Os voluntários entendem que suas ações não devem se estender a mais de uma geração da mesma família, ou seja, os filhos daqueles que hoje participam dos programas não deverão precisar de um projeto social. Para isso, trabalham com as pessoas para que construam as habilidades e as oportunidades necessárias para a realização de seus projetos de vida. A Associação desenvolve diversos programas, entre

Casa do Adalto

A ACAN (Associação Casa do Adalto Apoio às Crianças e Adolescentes com Neoplasia) é uma entidade que presta serviços de assistência social às crianças e adolescentes portadores de doenças hematológicas ou oncológicas, carentes ou em estado de necessidade. A Casa do Adalto não funciona como um lar de crianças, a Casa presta apoio às dificuldades encontradas pela família durante a fase de tratamento de câncer.

Frada

A Frada é uma associação que age em defesa dos direitos dos animais, bem como na preservação do meio ambiente. O trabalho se resume em conscientização por meio de campanhas educativas em escolas e grupos de jovens, na realização de palestras e seminários que abordam as questões de abandono e maus tratos, focando na importância da castração,

IJAS - Instituto Joinvilense Assistência aos Surdos

de

O Instituto Joinvilense de Assistência aos Surdos atua em parceria com a Casa Brasil Sul- Fundamas oferecendo cursos gratuitos de libras, atividades artísticas, karatê, informática, I.O.S (Instituto da Oportunidade Social), Auxiliar de Panificação, Muay Thai e Culinária, para a comunidade em geral, como também acompanha e orienta o indivíduo no sentido de prepará-lo para o trabalho, proporcionando treinamentos profissionalizantes e geração de emprego

eles, oferecendo bolsas de estudos em colégios particulares. ‘O resgate da qualidade de vida, que é o nosso objetivo, ocorre através da combinação dos esforços das diversas áreas de atuação. A sociedade dispõe da maior parte dos recursos necessários. Nosso papel é de meros catalisadores’, explica Mário Sant’Ana, diretor do Projeto Resgate. Para mais informações: Projeto Resgate R. João Luiz de Miranda Coutinho, 756 Paranaguamirim - (47) 3463 7223 E-mail: resgate@projetoresgate.org.br Facebook: Projeto Resgate

Durante a fase em que os pequenos estão passando por tratamento de quimioterapia, torna-se imprescindível a presença da mãe ou do pai no acompanhamento hospitalar. Sendo assim, o familiar geralmente se obriga a abandonar seu trabalho para se dedicar inteiramente ao acompanhamento do tratamento de seu filho, reduzindo assim pela metade os rendimentos salariais da família. É aí que a Casa do Adalto procura de todas as formas

realizar atividades direcionadas a estas famílias que supram uma parte destas necessidades de sobrevivência. Mais informações Casa do Adalto R. Carlos Willy Boehm, nº 572 – Costa e Silva Fone: (47) 3438-1629/9145-8577 Site: www.casadoadalto.org.br Facebook: Casa do Adalto

para evitar situações problemáticas como a das crias indesejadas, que são a fonte primordial do abandono. Mais informações Frada – Frente de Ação pelos Direitos Animais E-mail: contato@frada.com.br Site: www.frada.com.br Facebook: Frada Joinville

para a comunidade. Para o ano de 2014, pretendem criar uma escola bilíngue, onde poderão atender crianças surdas de 0 a 14 anos, auxiliando e ensinando libras, letramento e alfabetizando e para os pais, libras para que possam se comunicar com seus filhos.

“FAZER O BEM É UM PRINCÍPIO QUE UNE TODA A HUMANIDADE.” (PAPA FRANCISCO)

Mais Informações IJAS Joinville R.Júlia Teixeira Delmonengo, 120, - João Costa - (47) 9948- 9918/4101 - 6322/ 9936 - 9201/www.ijasjoinville.com

DUO

25


anuncio junior borges


anuncio junior borges

DUO

27


Lado DUO

Algumas pessoas tem dois lados! Convidado da edição: João Carlos Gonçalves

A PRIMEIRA PESSOA

SOMOS NÓS Presidente da Câmara de Vereadores, João Carlos Gonçalves fala sobre o menino que pedia pão na infância e o servidor que demorou vinte anos para decidir entrar na vida pública.

Com uma agenda agitada, os horários não são fixos. O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville nos recebe neste ambiente, com horário para começar, e sem saber quando irá sair. É desta forma que ele mostra como a gestão que, coordenada por ele, tem que trabalhar. A jornada do servidor mais procurado pela comunidade é longa, cansativa e muitas vezes frustrante, já que o comunicador, que há mais de quarenta anos mora na cidade mais populosa do estado, percebeu que a burocracia do meio legislativo mais atrapalha e atrasa do que ajuda. O serviço prestado à comunidade passa por prazos, pessoas e aprovações de membros das comissões. Nada pode ser decidido de uma hora para outra, nem dependendo apenas só da aprovação dele, sem falar quando esbarra em leis antigas, que acabam prejudicando o andamento de projetos atuais. As seções e o gabinete são prioridades na vida de João Carlos. O homem mais poderoso da Câmara já pediu comida em frente a uma das fábricas mais antigas da cidade. O alimento da família muitas vezes vinha dali,

dependendo da troca de turno dos funcionários da Tupy, e também da generosidade deles, que o ajudavam comprando doces ou lhe estendendo um pedaço de pão com carne. Natural de Canelinha, município próximo à capital Florianópolis, João Carlos veio com a família para Joinville e, ao longo dos anos, criou raízes. Hoje, muito mais do que isso, cultiva fãs, amigos e tenta ajudar a sociedade: “Eu não estou aqui para cultivar bens materiais, primeiro eu estou aqui para servir, para levar a voz do povo e tentar conseguir mudar a realidade de famílias. Sou um homem de aproveitar o momento, fazer viagens, curtir a vida, não de comprar mansões”. O atual presidente levou vinte anos para decidir entrar na vida pública. O objetivo era tentar implantar as ideias que melhorariam a vida das pessoas e também o crescimento municipal. “Não faço parte de um grupo de corruptos, não tenho nada a ver com isso. Não podemos dizer que todos são honestos, mas em todas as profissões existe o ‘joio’ em meio ao trigo bom”. Atendendo desde os problemas pessoais dos moradores até o da

comunidade onde vivem, o presidente dedica um dia da semana para ouvir as pessoas que o colocaram no poder, cidadãos que acreditaram na palavra do então candidato, que em 2013 tem mais de vinte mil seguidores nas redes sociais. É para eles que João Carlos trabalha, dando uma resposta ao dia em que o povo confirmou o voto na eleição. Durante a semana, ele se divide entre eventos oficiais e o serviço na Câmara. Fora dali, o locutor, mestre de cerimônias e apresentador de TV, continua as atividades normalmente. “Não quero misturar, aqui eu tenho um cargo, fora sou apenas o João Carlos, o profissional contratado para fazer o melhor serviço, seja onde estiver”.

Por Émilin Souza Fotos: Arquivo Pessoal

28

DUO


A música é a grande virada do servidor público. Dançar o fortalece e o relaxa. Além disso, ainda tem a casa, onde permanece a maior parte do tempo sozinho, por ter perdido os pais, há alguns anos. Mas engana-se quem acha que a vida agitada fica apenas de segunda a sexta. No sábado e domingo, igreja, rádio e eventos o mantêm ocupado, aproveitando os momentos de lazer. Os projetos solidários vão desde a presidência da Cozinha Social de Balneário Barra do Sul até Cidadão Honorário de São Francisco do Sul. Ainda há os projetos sociais das igrejas, que o trazem equilíbrio e, como ele mesmo cita, sem rancor no coração. Sem arrependimentos, João Carlos diz dormir tranquilo. “Quando eu deito, durmo com a minha consciência limpa, confio em Deus. Quero continuar com a minha simplicidade. Não almejo poder e, sim, ajudar a buscar resultados para todos”. O lado empreendedor quer ir longe. “O ser humano precisa ter ambição, não pode se achar realizado”, são as palavras do presidente, que descrevem um anseio pelo social, pela vontade de ajudar indo cada vez mais longe, querendo representar não só a cidade, mas toda a região. O presidente fala sobre a mudança que o município está sofrendo. As esferas públicas são outras, com um empresário à frente da Prefeitura Municipal. “Vivemos um momento em que somos os primeiros a chegar e os últimos a sair do gabinete”. Já o lado pessoal segue pelo caminho de ajudar ao próximo, de estar disposto a seguir para servir, com momentos para dançar e outros para dormir e sonhar.

DUO

29


Song Social

As irmãs Carolina e Daniela Song receberam seus clientes amigos, no tradicional e divertido desfile de lançamento da coleção, onde comemoraram os 3 anos de sucesso da Song Modas. Fotos: Willian Silva (47) 9108-8488

30

DUO


Onde Encontrar: R. Princesa Izabel, 74 3433 3149 DUO

31


DUO Estrelas

Por Marcos Thomas www.marcosthomas.com

30 ANOS comemorados

com muito

AMOR

À VIDA

Sem dúvida o que sou hoje tem muita influência da convivência com João Paulo Foto: Divulgação

32

DUO


José Daniel Camillo, mais conhecido como Daniel, começou tocando com o pai e aos cinco anos já começava a tocar violão, depois passou a participar de festivais da região de Brotas (SP) sua cidade natal, onde conheceu e formou a dupla com João Paulo. A dupla lutou durante muitos anos e não desanimou. O primeiro disco da dupla foi lançado em 1985. A partir daí, a dupla começou uma busca intensa e incessante pelo sucesso, divulgando o trabalho nas rádios e nas cidades do interior paulista. Porém o mercado fonográfico nacional só começou mesmo a aceitar a dupla, que sofreu inclusive o preconceito racial, em 1992, sendo o primeiro sucesso creditado a canção “Desejo de Amar”. Em 1997, o destino, porém, separou os amigos no auge da carreira, João Paulo faleceu num acidente de automóvel. A dupla acabara de lançar o Volume 8; que viria a ser o seu último trabalho, com sucessos já marcantes, como a versão “Te Amo Cada Vez Mais”, uma das baladas mais tocadas no ano de 1998 em rádios por todo o Brasil. No ano seguinte, Daniel seguiu a carreira solo, lançando em 1998 seu primeiro trabalho, que leva o seu nome. No mesmo ano, ele apresenta o extinto Planeta Xuxa, durante a licençamaternidade de Xuxa. Com uma mistura do sertanejo tradicional e do romantismo, Daniel abocanhou novos fãs, além de manter os fiéis, os antigos e tradicionais sertanejos. São 17 álbuns de carreira solo, quatro DVD’s e prêmios de melhor cantor. No ano de 2000, Daniel estreou o projeto “Daniel Futebol Clube”, projeto que durou nove anos, levando jogos beneficentes por todo o Brasil. Além deste projeto, desde 1999 o cantor é padrinho do projeto AACD, que atende crianças portadoras de deficiência. Em 2009, estreou como ator no remake do filme “O Menino da Porteira” , filme que levou mais de meio milhão de pessoas ao cinema. Com a trilha sonora do filme, Daniel recebeu o Grammy Latino. Após sua estréia no cinema, Daniel foi convidado por Benedito Ruy Barbosa e aceitou interpretar o peão Zé Camilo na novela “Paraíso”, seu primeiro papel em uma novela da Globo. No segundo semestre de 2010 o cantor Daniel emplacou a canção Disparada na trilha sonora da novela Araguaia da Rede Globo de Televisão, inclusive cantando a canção em um dos capítulos da trama, no início de 2011. Com seu sucesso, carisma e profissionalismo, em 2012, passa a ser jurado do The Voice Brasil

ao lado de Claudia Leitte, Lulu Santos e Carlinhos Brown. Completando 30 anos de carreira, Daniel comemora à altura com o lançamento do DVD “Daniel 30 anos – O Musical”, um show diferenciado que possui aspectos dos espetáculos musicais da Broadway, com 16 atores/cantores em cena contando junto com Daniel a sua história através de canções de seu repertório e outras que se encaixam perfeitamente nos momentos narrados, além de cantar o tema de abertura da novela Amor à Vida transmitida pela Rede Globo. Em entrevista exclusiva para a Duo, os leitores poderão conhecer um pouco da trajetória de Daniel, um homem realizado, feliz, mas ainda com muitos projetos pela frente. Você foi um dos poucos cantores que manteve o sucesso em carreira solo. Existe algum segredo? Eu sempre fiz tudo com muito amor e verdade, acho que o que mantém alguém conquistando as pessoas é sua essência e sua música, e agradeço por poder ter essa oportunidade de chegar ao coração do público nesses 30 anos de carreira. Como surgiu o convite para interpretar em filmes e novelas, e qual experiência você tem tirado dessas oportunidades? Foram inesperados e muito bem vindos. Eu aprendi muito principalmente em O Menino da Porteira, para o qual fiz um laboratório com um preparador de elenco fantástico, e que depois também me acompanhou na novela. É algo que vou carregar para sempre comigo, e sou muito aberto a novos aprendizados, adorei as experiências no cinema e TV. O show “Daniel – O Musical” é um verdadeiro espetáculo visual. Você considera um dos seus melhores trabalhos? E como surgiu a idéia? Eu posso considerar sim, pela complexidade e por ser algo diferente de tudo que já fiz, além de ser um marco pra mim nesses 30 anos. Desde que eu assisti um Musical pela primeira vez , O Fantasma da Ópera em NY, nasceu essa vontade de trazer esses elementos pro meu show. E não poderia ter escolhido momento melhor.

DUO

33


Como você vê a música sertaneja hoje e o nascimento dos novos talentos? A música sertaneja tem seu grande espaço e acho válida a renovação com novos talentos, tem muita gente boa surgindo e esses vão ficar com certeza. Em 30 anos de carreira existiram vários momentos. Teve um “Melhor Momento” para você? Qual? Tive muitos momentos especiais, incontáveis eu diria, mas o que me vem à cabeça nessa retrospectiva foi o momento em que nós lançamos a música Estou Apaixonado e a repercussão que isso teve para nossa carreira. Você mudaria seu estilo musical para acompanhar o mercado? Eu só faço aquilo que realmente gosto, e gosto de muita coisa. Eu sou um intérprete que tem suas raízes na música sertaneja mas gosta de cantar de tudo, sou romântico por essência e não porque o mercado aprova. Não mudaria para acompanhar ondas. Hoje além de cantor, você é Marido e Pai. Sente que precisou fazer mudanças e escolhas? Comente! Minha vida é totalmente diferente hoje com minha família, uma dádiva de Deus e acho que veio no momento certo, quando eu já posso escolher um pouco o que vou fazer, e ter um tempo para elas também. Mas certamente é preciso fazer escolhas e hoje minha prioridade é vê-las bem e felizes. João Paulo foi seu grande amigo e parceiro. Você aprendeu algo com ele para ser o Daniel com 30 anos de carreira? Sem dúvida o que sou hoje tem muita influencia da nossa convivência, da nossa amizade, da pessoa formidável que ele era. A vida é um constante aprendizado, todas as pessoas que passam pela nossa história deixam sua marca e nos modificam, o João Paulo foi uma grande escola para mim. Algo ainda não realizado? Tenho muitos sonhos , somos movidos a isso e posso citar um que é gravar um DVD de músicas raiz, fazendo parte do meu projeto Meu Reino encantado que já tem 3 discos. O que os fãs brasileiros ainda podem esperar de Daniel? Muita lenha pra queimar! (risos) tenho

34

DUO

muitos projetos pela frente, ano que vem pretendo lançar um álbum de inéditas, cabeça cheia de planos... Fale um pouco sobre seu novo show e dvd “30 anos”. Este projeto do DVD é muito especial pra mim, conseguimos contar a minha história em ordem cronológica através das canções, tudo foi se encaixando perfeitamente, e o resultado final em termos de som e imagem me agradou muito! Espero que as pessoas possam conferir esse meu trabalho feito com muito carinho pro meu público pra comemorar esse marco na minha trajetória. Algo que Daniel gostaria de falar e nunca teve oportunidade? No ano que vem estará em pleno funcionamento da Fundação José Daniel, que vai trazer aulas de música e dança para crianças de baixa renda na minha terra Natal, Brotas. É só o começo de uma história que eu pretendo criar para o futuro. Como tem sido sua visão geral com relação aos talentos brasileiros ao ser júri do “The Voice Brasil”? Eu já sabia que o Brasil era um celeiro de talentos, mas ali temos isso perto da gente, sentindo na pele! Essa foi uma das minhas motivações pra fazer o musical inclusive...levar gente muito boa pra cantar comigo.


anuncio clarice modas

DUO

35


Diário de Uma Solteira

Por Iêda Camargo iedacamargo@hotmail.com

Solteira Convicta Doze horas no trabalho, elevador quebrado, oito lances de escada. Chego em casa morta de cansaço e sede. Abro a geladeira e a garrafa de água vazia... Ufa, tenho uma na bolsa. Que sorte! Abro novamente a geladeira e não tem gelo, somente as forminhas presas embaixo da caixa de hambúrguer. Melhor ir tomar um banho para relaxar. O jato de água sai quase arrancando a minha pele de tão quente. Pulando, consigo finalmente mudar a chave. Que bom, água morna! Ai, que coisa, sabonete misturado ninguém merece. Esse cúmulo da economia de juntar os restinhos é demais! Só falta ter água no meu shampoo... Ui, por que não adivinho os números da loteria? Que irritante! Como se não bastassem os sapatos espalhados pelo caminho, a cueca no chão do banheiro e a “presença de Anita” no vaso sanitário! Quando chego à sala, ele já está lá prostrado no sofá. E me apressa: temos 40 minutos para irmos ao jantar da empresa. Eu corro alucinada com o estojo de maquiagem, o secador, os cabides. Enquanto isso, ele lê o jornal. Eu atravesso os corredores com um monte de roupas, equilibrando o iogurte numa mão e a agenda noutra. Ele permanece lendo o jornal. Vai gritando: está pronta? E a cada mudança de editoria, como um cronômetro: pronta?

36

DUO

Quando finalmente estou maquiada, de cabelos secos, após cumprir o impossível de 40 minutos - exatos quarenta minutos -, ele fecha o jornal e avisa que vai tomar banho. Mas um banho rápido, tá? Bufo de raiva! Bato o pé para não enforcá-lo com meu próprio cinto de couro ecológico. Calma, leitor, sou eu mesma, a solteira convicta. Tudo isso foi uma suposição, foi um drama que criei para ilustrar melhor a minha decisão. Irritar as pessoas, de uma forma geral, não é uma coisa difícil. Mas quando estão na categoria “marido”, o talento aumenta consideravelmente. Definitivamente, isso não é para mim, só de imaginar a fantástica habilidade para identificar barulhos estranhos no carro, aqueles misteriosos que apenas espécimes masculinos são capazes de perceber. Eles perguntam tanto: onde você guarda o papel higiênico? Não há uma resposta razoável para uma pergunta como essa. Se seu marido é um ser humano, isso significa que ele vai ao banheiro com frequência. Se vocês moram na mesma casa, a, por exemplo, um mês - para um prazo razoável, como assim ele ainda não aprendeu onde fica o papel higiênico? E o pior é que eles seguem fazendo essa pergunta,

ainda que vocês vivam exatamente no mesmo lugar a vida inteira. Você está dormindo? São sete horas de uma manhã de domingo. Você está deitada, com os olhos fechados e usando pijama do Garfield, mas seu marido insiste em verificar se você está realmente dormindo ou apenas fingindo de morta. Um adendo: essa pergunta normalmente é seguida de qualquer outra do tipo “temos?” ou “onde está?”. Eles acreditam que nós somos portadoras de um chip de memória onde armazenamos informações as mais diversas. Por isso, não hesitam em nos perguntar onde estão as chuteiras, o martelo, a máquina de barbear e outros objetos que obviamente não usamos e, portanto, não teríamos motivo para tirar do lugar. Os maridos são irritantes, ainda que involuntários. Nem têm consciência de quando incomodam e como incomodam, e ainda se sentem vítimas. Ouço daqui umas dizerem: o meu não é assim! Então, não espalha, nega, porque ou vão tentar roubar seu marido ou acharão que você é mentirosa. Eu que não quero pagar para ver!

Fotos: Divulgação


anuncio fisio pilates

DUO

37


Matéria de Capa

2014 o ano do

CAVALO Segundo a astrologia chinesa, o ano será dedicado a cultivar a versatilidade, a praticidade, a renovação, a diplomacia, a cooperação e o progresso. Confira a influência geral que este animal trará para o ano. Por Mariana Woj Fotos: Arquivo pessoal

38

DUO


Muito respeitado pelos orientais, o horóscopo chinês é comandado pelos anos lunares e não pelo sol, como no horóscopo ocidental. Começa na primeira lua nova do ano, sendo assim, de 31 de janeiro de 2014 a 18 de fevereiro de 2015 teremos a influência do guerreiro e destemido cavalo. Segundo os chineses, o ano do cavalo é tempo de avanços significativos nas artes, na política internacional, na mídia, na tecnologia e na medicina, pois os anos regidos por este animal favorecem a ação. Exemplos disso são 1990, ano da libertação de Nelson Mandela, que trouxe mudanças dramáticas para a África do Sul, e 1918, quando terminou a Primeira Guerra Mundial. Os anos do cavalo também são caracterizados por atos repentinos de agressão, como em 1990, quando as tropas do Iraque invadiram o Kuwait. Geralmente são problemas de curta duração e de resposta rápida. A economia mundial vai continuar exigindo muita atenção das autoridades. Na cultura, pessoas novas e influentes podem surgir na indústria musical e novas séries de TV e de cinema do tipo que atraem multidões devem ser lançadas. De acordo com Neil Somerville, autor do best-seller Seu horóscopo chinês para 2014: o que o Ano do Cavalo reserva para você, este vai ser o tipo de ano em que se deve dar aquele

passo a mais em direção às suas metas. Segundo ele, alguns signos chineses se darão melhor que outros, mas todos podem se favorecer desse período de ação, com recompensas à força de vontade. Outra característica do ano é a rapidez. Tudo vai acontecer muito rápido e quem marcar bobeira vai ficar para trás: fique esperto e entre no ritmo do cavalo! O cavalo é muito honesto e não suporta malandragens. Neste ano, o caráter reto está em alta, haverá uma verdadeira caça aos picaretas e malintencionados. Será um ano de muita amizade. Novos laços serão formados e o bate-papo irá além do blá blá blá. Confidências e conselhos entre amigos tornam mais fortes os laços de amizades que ficaram distantes. O novo ano ainda trará o perdão de velhas dívidas espirituais, amolecendo o coração dos que brigaram ou romperam relações no passado. Aproveite para reatar com velhos amigos. Quer uma boa dica para o próximo ano? O ano do cavalo tem o potencial de ser absolutamente brilhante, mas também poderá ser um verdadeiro desastre. Portanto, é necessário ter o cuidado de não exagerar na dose e forçar demais a própria sorte ou a boa vontade dos outros.

DUO

39


AZAR

Afaste as energias negativas e o mauolhado e entre com o pé direito em 2014 Mais do que pensar positivo, sempre vale a pena contar com a ajuda de objetos que trazem sorte, não é verdade? Confira uma lista que vai te ajudar a atrair boas vibrações e, de quebra, dará uma mãozinha na sua caminhada rumo ao sucesso, seja ele na vida pessoal ou na vida profissional! Lembre-se de que quando a gente quer, a gente pode!

Figa e olho de boi: afasta o “olho gordo”. A crença afirma que os dois amuletos protegem contra mauolhado, feitiços e influências negativas e garante sorte ao seu portador. Eles podem ser usados em colares, pulseiras ou presos em chaveiros. Dica: caso você perca uma figa, não a procure, pois ela foi embora com toda a carga negativa que teria recaído sobre você. Trevo de quatro folhas: ideal para ser colocado na bolsa ou na carteira para atrair sorte e dinheiro. Pé de coelho: esse amuleto já é menos usado, pelo menos o original, afinal é preciso tirar a pata de um coelhinho. Mas no mercado é possível encontrar falsos pés, o que deixa mais confortável a consciência de quem usa. O amuleto traz muita sorte e dinheiro ao seu portador. Pode ser usado como chaveiro ou carregado dentro da bolsa. Ferradura: traz sorte e felicidade. Colocar uma ferradura perto da porta garante a energia positiva do ambiente. Há registros de que esse objeto já era considerado um amuleto poderoso desde a Grécia antiga. Primeiro porque é feito de ferro, elemento que os gregos acreditam proteger contra todo mal. Além disso, seu formato lembra a Lua Crescente, símbolo de fertilidade e prosperidade. Patuá: atrai sorte e proteção. Pode ter vários pingentes como chave, coração, lua, estrela, crucifixo, etc. Cordão de aço e “olho grego”: oferecem proteção. Atraem as energias negativas e se rompem para que o mal não afete a pessoa. Sal grosso: traz força, proteção e purificação. É colocado em saquinhos de pano próximo à porta para absorver as energias negativas e renovar a energia do ambiente. Fitinhas religiosas: atraem sorte e proteção. É costume usar no pulso e dar nós, ao se fazer três pedidos.

40

DUO


Objetos para atrair sorte decoram o lar e ainda transmitem bons fluidos Maneki Neko: o gatinho com a pata levantada, de cultura japonesa, é usado para atrair boa sorte e fortuna. Muito conhecido em todo mundo como talismã da sorte e, particularmente, como talismã que atrai fregueses para casas comerciais. Elefante indiano: traz proteção para a casa. É usado na decoração da casa, de costas para a porta. Buda: a imagem de Buda é símbolo de amor, paz e felicidade. Entre as várias imagens de Buda, existe uma que é conhecida como o Buda da felicidade, aquele que está sempre sorrindo. Ele absorve as preocupações, as infelicidades e os problemas e os guarda numa sacola e, mesmo assim, continua sorrindo, pois essa é a sua missão: transformar infelicidades em felicidade. Pedra Jade: pedra da imortalidade. Acredita-se que a Jade traz tranquilidade e sua cor esverdeada purifica as emoções. Também já foi utilizada para combater a solidão e a ruína. Elefante Branco: além de proteger a casa, impede que energias negativas destruam a sua família. Você deve usar esse amuleto com o traseiro do elefante virado para a porta de entrada da casa, evitando que fluidos negativos e olhares invejosos possam entrar por ela. Vaso com sete ervas: diz a lenda que ter um vaso com sete ervas (arruda, guiné, comigo-ninguémpode, espada-de-São-Jorge, pimenta, alecrim e manjericão) ajuda a espantar tudo de ruim que possa surgir.

GOOD

VIBES DUO

41


DUO Moda

DUO

43


44

DUO


DUO

45


46

DUO


DUO

47


48

DUO


DUO

49


DUO Humor Por Drag Conchita

RETROSPECTIVA

2013

Inhai pessoas! Tô bonita? Bonita não, meu bem, por que bonita eu já nasci. Agora estou melhorada, turbinada, glamourosa, e pronta para adentrar 2014 com força na peruca, meu amor! É pessoas, 2013 já está acabando e o ano foi recheado de big bafões não é verdade? É fato! Chega o fim de ano e a gente se pega pensando nas coisas boas e ruins que aconteceram no período que se encerra. É a hora do feedback. Sempre tem aquelas que lembram do boy magia que pegou no dark room da boate e acabou levando de brinde uma herpes bucal, ou do chefe que mandou à pqp depois que a maricona recusou dar aquele aumento no salário. Sem falar da amiga que flagrou você tirando uma lasquinha

50

DUO

Em meio a tantos bafos purpurinados eu resolvi fazer o nosso Top Five Big Bafões. Vamos conferir? Ai que medo, ai que delícia!

do bofe dela e fez a egípcia: (virando a cara, fazendo de conta que não viu nada, para não perder o marido). Foi um ano daqueles não é verdade? Agora chegou a hora de colocar tudo na balança, e medir o tamanho do bônus e como ficou o ânus, ops ônus! Aloka! E se a sua pacata vidinha em 2013 foi cheia de babados e purpurinas, imagina todos os bafos que rolaram aqui no Norte catarinense. Teve de tudo: de fiscal popozuda sendo presa tentando subornar empresários, a professor que ao pegar aluna taradinha na faculdade virou garoto propaganda de marca de vinho pseudosofisticado. Fomos de medo da fumaça e incêndio tóxico, no qual nem o presidente de

uma companhia de água foi capaz de apagar, a empresário que deu o golpe do baú e fugiu levando o sonho e as parcelas de entrada do pagamento da casa própria. Teve ainda aparição de miss turbinada e tumultuosa que já estava quase esquecida, e deputado que deu close andando de moto importada, sem capacete, em Balneário. Bafo total! Na política teve também ainda um vereador que literalmente subiu no poleiro e cacarejou contra a comunidade que assistia a uma sessão da Câmara de Vereadores de Joinville. Te mete!!! Em meio a tantos bafos purpurinados eu resolvi fazer o nosso Top Five Big Bafões. Vamos conferir? Ai que medo, ai que delícia!


DE VOLTA PARA A MINHA TERRA

NÃO QUERIA DESMONTAR O TOPETE

EMPREENDIMENTO NO CADEIÃO

5ª colocada – De volta para a minha terra

nas európias. Acho chique. A Europa é tão europeia né! Muito Franca. Mas ainda falando da Miss, boatos dão conta que ela estava trabalhando em casa de entretenimento noturno, no exterior. Mas uma amiga me contou que ela trabalhava fazendo faxina em casa de família. Ela só conseguiu voltar para Joinville com a ajuda de um tal Gugu, que tem um programa chamado de volta para minha terra! Tô passada! O quadro deve ir ao ar nas próximas semanas. É aguardar para ver! Já no salão do bairro o que se comenta é ela estava na pior e voltou escondida em um contêiner em um navio, no porto de São Francisco do Sul! Um doce viu! Ai sempre quis ser miss... Mas o máximo que consegui foi um título de Miss-ericórdia. Nem o que falar viu!

4ª Colocada – Não queria desmontar o topete

havia tirado a espuma do capacete para lavar. Na real eu acho que ele não queria é desmanchar o topete, escovado e caprichado no laquê! Ai amiga, que pisada no chiclete! O fato bacana da história foi que nosso querido amigo político veio a público explicou o fato, reconheceu o erro, pagou a multa, pediu desculpas e a vida segue! Que coisa né! É por isso que eu sempre levo uma escova e um laquê na bolsinha, assim a gente usa o capacete e pode retocar do visual depois! Fica a dica.

3ª Colocada – Empreendimento no cadeião

terceira posição. Sim, o empresário que vendia apartamentos na planta sem documentação. Ele também comercializava materiais de construção e não os entregava. Milhares de pessoas ficaram lesadas. Há quem diga que o Don Juan da construção teria se aliado com a popozuda da prefeitura para negociar celas de luxo no cadeião. O anúncio era mais ou menos assim: “Venha realizar o sonho da cela própria. Espaço privilegiado, dois ambientes, banheiro exclusivo e aquecedor solar (só esquenta durante o banho de Sol). O melhor da presilândia em suaves 60 prestações. Obra limpa, segura e inspecionada pela fiscalização”. Foi sucesso nas vendas. Muito Franca!

Gente, este bafo surgiu há poucos dias! Quem diria que a boazuda da miss Brasil joinvilense, que ganhou o concurso em 2002, após a primeira colocada ser desclassificada por ser casada, voltaria à cidade. Para quem não lembra o sumiço da tal modelo ocorreu em 2006 e foi cheio de mistérios. Teve até policia britânica, Polícia Federal e jornalista de Joinville enviado à Europa para descobrir onde estava a bonita. Há quem diga também que ela tinha um caso, com um político. Babados a parte, o que foi confirmado foi que a tal miss tinha fugido para o exterior alegando que estava sendo perseguida, que a vida aqui no Brasil estava babadeira. Ela teria brigado com a família e não desejava ser encontrada

Este bafo aconteceu na orla de uma das praias mais badaladas de Santa Cantarina: Balneário Camboriú. Foi agora no segundo semestre, quando um político foi flagrado pela guarda municipal e Polícia Militar, pilotando sua moto importada sem capacete. O registro foi em plena Avenida Atlântica, próximo ao meio-dia de uma sextafeira. O político até quis acelerar, tentar dar um truque nos alibãns (policiais), mas acabou desistindo, parando a motinha e levando uma linda multinha. Em sua defesa, ele argumentou que

Em nossa terceira posição estão dois babados fortes envolvendo cadeia. Ui perigosa! Olha a navalha meu amor! Os barracos também aconteceram neste segundo semestre. O primeiro foi de uma Fiscal da Seinfra, gostosona que fazia suas inspeções com roupa de ginástica. Ela foi flagrada exigindo dinheiro de empresários para a liberação de alvarás de estabelecimentos da Via Gastronômica em Joinville. A boazuda foi presa em flagrante pelos Federais. O caso ainda tá na Justiça, por isso não posso dar muitos detalhes. Mas dizem que ela fez até negócios dentro do Presídio Regional de Joinville, onde estava o outro personagem desta

DUO

51


ACENDENDO O DEFUMADOR

DEGUSTAÇÕES NA MADRUGADA

2ª Colocada – Acendendo o defumador

nem o então presidente da companhia de água de Joinville, um dos sócios da empresa onde ocorria o incêndio químico conseguiram apagar o fogo, que só cessou quando a reação química acabou. O babado foi tão grande que o presidente pediu exoneração. Mas tudo foi uma bobagem... A verdade é que uma amiga sensitiva, dias antes, notou uma energia negativa no local e resolveu fazer uma defumação. Deu certo né, só não precisava defumar toda a cidade né, Inhandaraê. Você usou incenso de mais, sua loka!

Tô colocada, ops, 1ª colocada – Degustações na madrugada

da garota, acessa a conversa com o professor e em um ato de desespero e vingança publica toda a conversa picante na rede social. Tá aí uma história boa para ser levada ao “Casos de Família”. Ui que medo, ai que perigo! O caso bombou, foi tema nacional. Há quem diga que professor e aluna nuca mais se viram. Outros dizem que ainda há convites para um copo de vinho. Comentam até que o amado mestre foi convidado para fazer propaganda na televisão da marca do vinho em questão. A menina seria convidada a posar para uma revista. É esperar para ver o que vai acontecer! Escâaaandalo! E eu, se quer sou convidada para tomar uma caninha 51. Oh Pai! Ajuda este corpo!

Gente! Outro bafo, bafônico foi registrado aqui pertinho em nossa deliciosa São Francisco do Sul. O caso ganhou proporções internacionais depois que uma reação química dentro de um galpão de fertilizantes gerou uma fumaça tóxica. Foi quase uma semana de fumaça saindo desesperadamente daquele galpão, próximo ao porto da cidade. Cena de cinema: São Chico se transformou em uma cidade fantasma. Bombeiros, Defesa Civil, órgão ambientais, especialistas e pasmem

E no primeiro lugar está uma história que daria um bom épico para Skakespeare, ou melhor, Almadôvar. Um homem; uma mulher; um vinho distinto; um ex-revoltado. Combinação perfeita para um escâaaandalo. E eu, Adoro! O enredo deste tópico se deu na internet depois que uma aluna bonitona de curso superior resolveu adicionar o professor galanteador no Facebook. O mestre aceitou o convite e começou a conversar com a garota. Papo vai, papo vem, e ele a convida para tomar um delicioso vinho importado em sua humilde residência. A menina hesita, mas a vontade de saborear o vinho Francês é mais forte. A sapequinha foge de casa e vai para o apartamento do professor. Após saborear o produto, a jovenzinha volta para casa, como se nada tivesse acontecido. Mas no dia seguinte, vem o babado! O ex. Sim aquele, que levou um fora, invade a conta do Facebook P.s.: Qual foi o seu big bafão de 2013? E o da sua amiguinha? Conte tudo porque a sua história pode brilhar nas próximas edições da Duo. Meu endereço eletrônico é dragconchita@ gmail.com. Beijo, beijo, beijo, fui... “Adeus ano velho, quero um bofe novo, que me trate com carinho, como uma menina mulher... alokaaaaaaaaa!!!”

É isso viu, o ano chega ao fim e agora é a oportunidade de recomeçar. Que seu 2014 seja purpurinado e cuidado com os bafões, para não cair aqui no ano que vem! Força na peruca meu amor...

*As histórias contadas nesta crônica são pseudofictícias e seus desfechos nada têm a ver com a vida real. ¹*Drag Conchita é jornalista, escritora, radialista, apresentadora e produtora cultural. Atriz performática que trabalha com shows em boates, festas, telegramas animados, casamentos e eventos em geral. Contatos: E-mail: dragconchita@gmail.com. Skype: DragConchita. Twitter: @dragconchita. Facebook: Drag Conchita. Youtube: youtube.com/dragconchita. Concha’s fone: 47/8415-3472. “Se a vida é uma festa, que seja inesquecível!”

52

DUO


anuncio moda mulher

DUO

53


Publieditorial

Artesão de joias Por Mariana Woj Fotos: Eberson Theodoro

Luiz Carlos Scheffer tem como compromisso se superar permanentemente, buscando Por Mariana Woj tornar cada uma das suas criações digna de fazer parte da história de seus clientes. Fotos: Eberson Theodoro e Tiago Cazaniga Afinal, ele não só produz e vende joias: ele cria e eterniza momentos. 54

DUO


Inspiração

Quem passa pela joalheria Scheffer, dentro do Shopping Cidade das Flores, pode nunca ter percebido, mas atrás das vitrines repletas de anéis, colares e brincos reluzentes, trabalha um artista apaixonado pelo que faz e que confecciona artesanalmente peças criativas e atraentes utilizando ouro como matéria-prima principal. Das mãos de Luiz Carlos Scheffer de Mello saem centenas de peças por ano que prezam a beleza, cor e acabamento.

História

Nascido no interior do Paraná, Luiz Carlos teve seu primeiro contato com as joias aos 14 anos, quando começou a trabalhar com consertos em uma joalheria da cidade. Autodidata em criação e admirador do design, em 1990 decidiu inaugurar sua própria loja em Joinville. No início, confeccionava e revendia peças do Brasil inteiro, mas com o passar dos anos a procura por suas peças foi tão grande que hoje em dia 90% das criações estão expostas no interior da loja possuem a sua assinatura.

Tal qual uma obra de arte, cada peça de Scheffer ganha vida a partir de um desenho delineado em um papel. Um processo que se mantém inalterado, conservando a sensibilidade e a riqueza de detalhes que dão alma às criações. Então, as linhas saltam do papel e se materializam nas mais harmoniosas formas e texturas. Cada tom, cada ângulo, cada contraste é analisado e especificado para que o resultado final seja nada menos que a perfeição. Atento a todas as novidades da área, Luiz Carlos viaja duas vezes ao ano até as maiores feiras do segmento do Brasil. E recentemente esteve na Itália acompanhando quais serão as próximas tendências. “Este é o ano das pedras esmeralda, turmalina Paraíba e tanzanita”, revela o artista. Além de participar das feiras, o profissional cria seguindo as influências do mercado e analisa catálogos antigos para buscar referências. Tudo isso possibilita que toda semana a loja tenha peças novas para apresentar aos clientes.

Qualidade e exclusividade

Atento a cada detalhe, a Scheffer valoriza o uso de materiais nobres da mais alta qualidade. Aliado a esse preciosismo, cada uma das peças é concebida dentro de um rico processo de pesquisa e criação, que envolve conhecimento, talento e uma boa dose

de paixão pela arte da joalheria. Além das peças criadas para serem vendidas na loja, Luiz Carlos também produz joias sob encomenda, conseguindo captar a percepção de seu público, desenhando algo adequado à expectativa de seu cliente. Os preços das peças exclusivas variam de acordo com a escolha das pedras. O foco na qualidade excepcional se reflete, também, no atendimento a seus clientes. Por meio de uma equipe de consultoras treinadas e capacitadas, a Scheffer faz questão de oferecer um atendimento à altura.

Comemoração

Para agregar cada vez mais valor à marca e como os filhos dos sócios estão se envolvendo no processo, no mês de novembro a loja organizou um coquetel, que reuniu clientes e amigos para brindar essa nova fase. Na oportunidade, foi apresentada uma nova coleção e também a nova marca da empresa. “Optamos por voltar às nossas origens. Todas as nossas peças são lapidadas a mão e queremos que nossa marca remeta exatamente a esse cuidado que temos sem deixar de ser moderna”, comenta Luiz Carlos.

Scheffer Atelier | Rua Mario Lobo, 106 - Shopping Cidade das Flores - Loja 30 - Centro - Joinville Fone: (47) 3432-2276/3028-8146 - www.schefferatelier.com.br DUO

55


Quando o

entretenimento

DUO Comportamento

vira um

VÍCIO

O vídeo game está presente nas casas dos brasileiros desde muito tempo e sempre foi considerado uma diversão, mas quando o entretenimento vira um vício, a situação se complica. Por Márcia Campos Fotos: Divulgação

DUO

57


A indústria dos games vem investindo em tecnologias para aprimorar seus produtos, os jogos estão mais reais, com qualidade de imagens melhores e ótimas trilhas sonoras, chegando a superar a indústria cinematográfica em termos de faturamento. Exemplo disso foi o lançamento do jogo “Call of Duty: Ghosts” que superou a marca de US$ 1 bilhão em vendas para varejistas no dia do lançamento, segundo a Activision, detentora da marca.. A psicóloga e especialista em Terapia Cognitivo Comportamental Marilda Mercedes comenta que devemos nos preocupar quando o uso saudável e normal do videogame dá lugar ao excesso e ao descontrole, ocasionando sérios impactos na vida diária de alguns usuários. Especialistas no assunto chamam este distúrbio de Uso Patológico de Internet (UPI) para definir um comportamento excessivo do usuário, em mídias digitais e vídeo games. “É um conceito relativamente novo, cuja característica principal é a incapacidade

58

DUO

de controlar o próprio uso, resultando em prejuízos em diversas áreas da vida das pessoas”, afirma. Para auxiliar no diagnóstico e caracterizar o transtorno nos jogadores compulsivos, a psicóloga listou oito critérios baseados no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais a respeito do diagnóstico de jogo patológico. • Preocupação excessiva com a internet. • Necessidade de aumentar o tempo conectado (On- line) para ter a mesma satisfação. • Exibir esforços repetidos para diminuir o tempo de uso da internet. • Presença de irritabilidade e/ou depressão. • Quando o uso da internet é restringido, apresenta labilidade emocional (internet com a forma de regulação emocional). • Permanecer mais conectado (on-line) que o programado. • Trabalho e relações sociais em risco pelo uso excessivo.

• Mentir aos outros a respeito da quantidade de horas on-line. A psicóloga comenta que o uso abusivo do video game é um fenômeno global e que não afeta determinada população especifica. “Qualquer pessoa, independentemente de seu nível socioeconômico, cultural, educacional e de diversas idades no mundo tem sido identificadas com sintomas desse transtorno”, conclui.

Dicas e alternativas para os pais

• Evite que as crianças passem mais de duas horas por dia jogando. • Observe a faixa etária dos jogos, pois alguns contêm classificação adulta, e impróprio para crianças. • Mantenha o videogame em uma área comum da casa.


• Possibilite atividades que ajudem seu filho a se socializar com os amigos, praticar esportes para gastar energia.

Entretenimento controlado

O publicitário Maicon Vieira Rudinik, 35 anos, conheceu os jogos de computador em 1994, com o famoso DOOM. “Nessa época fazíamos conexão direta com outros computadores (rede interna) para jogarmos em grupo, muitas pessoas usavam este recurso para incrementar a diversão”. explica. Quando surgiu o jogo on line, conta que dedicava muitas horas do seu dia aos jogos. “ Cheguei a fazer parte do Ext Cla (www.extcla.net.br) site que conecta amigos para jogar on line. No site fiz muitos amigos, mesmo jogando com menos regularidade hoje em dia, converso com eles sempre”, comenta. O publicitário relata que logo no início, quando começou a jogar, confessa que ficou viciado. “Cheguei a jogar três dias consecutivos, claro que fazia pausas para comer e tomar banho, mas vivia em função do jogo”, comenta. Ele

explica que essa fase passou, agora só joga quando não tem muita coisa para fazer. “Acabei enjoando, pois você passa muito tempo envolvido com o jogo e tem compromisso com a galera que joga com você”, declara.

Ultrapassando a diversão

Gabriel Enzo de Campos,14 anos, começou a jogar vídeo game com cinco anos, aos 11 começou a jogar jogos on line no X-Box. O adolescente ficava horas consecutivas vidrado no vídeo game, alheio a realidade a sua volta. Ele deixou de gostar das coisas simples, como passear, jogar futebol e brincar com os amigos, para ficar jogando. O vício começou a afetar o seu relacionamento familiar e escolar, pois suas notas começaram a despencar e ele só ficava feliz quando jogava. Os pais tiveram que fazer uma intervenção drástica e proibí-lo de jogar. Gabriel ficou sem jogar por vários meses, mas o fascínio nunca desapareceu. Hoje ele pode jogar nos finais de semana e feriados, com horários regrados, mas

se os pais deixarem, ele volta a jogar por muitas horas como se não houvesse mais nada ao seu redor. Gabriel jogou 10 horas consecutivas e sabe que tem dificuldades em parar de jogar. “ Jogos off line não tem graça, quando joga com meus amigos, converso sobre várias outras coisas também. Já cheguei a jogar com mais de 20 pessoas num mesmo jogo, era pura adrenalina”, comenta. Conhecido entre a galera que joga Infestation, pois ele é um “Streamer” (quando um jogador coloca na web suas jogadas online través de vídeos ao vivo no live stream. Ele também já postou vídeos de suas jogadas no Youtube e já obteve 600 inscritos. “Acho interessante as pessoas utilizarem seu tempo me vendo jogando . Já cheguei a ter 150 pessoas assistindo ao meu jogo. “Gosto de saber que ao pessoas admiram o meu estilo de jogo, acho que sou um bom estrategista”, comenta. Gabriel sabe que tem problemas de compulsão mas diz que não se acha completamente viciado em jogos eletrônicos,pois afirma que tem uma vida social , pratica esportes , vai ao cinema, joga futebol e tênis, e tem amigos fora do mundo virtual, mas concorda que gosta bastante de jogos de vídeo game.

DUO

59


DUO

61


DUO Saúde

Projeto:

VERÃO SAUDÁVEL Cuidados essenciais para aproveitar ao máximo a estação mais quente do ano.

Dias mais longos, lindas tardes ensolaradas, roupas mais leves e uma deliciosa sensação de prazer - esse cenário, combinado com o início das férias de fim de ano, é perfeito para fazer a alegria das pessoas em praias e piscinas. O verão é uma das estações do ano mais esperada por muita gente. É sinônimo de diversão e de descanso, afinal, depois de um ano inteiro de bastante trabalho, o verão parece ser um merecido prêmio para embalar o

tão esperado descanso. Mesmo que a pausa do trabalho seja bem curtinha, já é possível aproveitar o tempo quente e o sol para fazer um programa ao ar livre com a família e amigos. Há muitas opções para aproveitar o verão de forma leve e com muita alegria. No entanto, para aproveitar de um jeito saudável as altas temperaturas dessa estação do ano tão esperada, é preciso observar alguns cuidados para evitar correr riscos desnecessários. Por Priscila Andreza de Souza Fotos: Divulgação DUO

63


Alimentação

Os dias de temperaturas elevadas geralmente provocam uma inibição da fome, que é causada pelo calor excessivo. Essa falta de apetite pode levar a jejuns prolongados, que é um aspecto ruim, pois o organismo pode ficar fraco e debilitado durante esse período. A melhor forma de contornar esse problema é consumir, durante o verão, alimentos saudáveis e de fácil digestão, como as frutas, saladas, legumes, carnes magras, sanduíches leves, vitaminas de frutas e sucos naturais. É importante ter cuidado com o consumo de frituras e alimentos muito gordurosos, que no verão se tornam mais difíceis de serem digeridos. Outro cuidado que se deve ter é com a hidratação do corpo, uma vez que as perdas de líquidos e de sais minerais pelo organismo são maiores do que em outras estações do ano. Por isso, é importante que se aumente bastante a ingestão de líquidos, para repor a perda líquida do organismo e mantêlo sempre hidratado. Uma excelente opção para o verão é a água de coco. Por apresentar baixo valor calórico, a bebida pode ser utilizada para substituir a água para saciar a sede e também para repor eletrólitos como sódio e potássio em casos de desidratação intensa.

Bronzeado

Voltar das férias na praia e ouvir um “Uau, como você aproveitou!” nem sempre é um bom sinal. Ficar horas torrando ao sol deixa a pele queimada, com aspecto ressecado e, dependendo da gravidade, ela pode descascar. Para evitar esse problema, e outros ainda maiores desencadeados pela falta de cuidados com a pele no verão, o básico da proteção é o uso do protetor solar UVA e UVB e, no verão, o fator de proteção deve ser maior, até mesmo na sombra, deve-se usar o filtro solar, porque a pele pode ser afetada pelo reflexo do sol. O principal fator de envelhecimento é a exposição ao sol. Mesmo embaixo dos guarda-sóis, deve-se usar protetor, óculos, o que for necessário para minimizar a exposição. O filtro solar deve ser reaplicado a cada duas horas. E quem faz tratamentos com ácidos ou clareadores com componentes químicos fortes deve mudar essas substâncias durante essa época do ano. Quem faz peelings químicos e gosta de se bronzear deve parar o tratamento. Outra dica é evitar o sol entre 10h e 16h. Os filtros com fatores de proteção

64

DUO

solar (FPS) mais altos ficam mais tempo na pele, o que é ideal para essa época do ano. Acima do FPS 30, o percentual de proteção sofre uma variação muito pequena. Enquanto o FPS 30, por exemplo, filtra 96,7% da radiação solar, o FPS 40 filtra 97,8%. O protetor com o FPS mais alto possui uma permanência maior na pele, devido a uma fórmula mais estável, a chamada fotoestabilidade. Ou seja, faz diferença sim o uso de um protetor com FPS acima de 30, principalmente se a pessoa ficar ao ar livre, em razão da maior permanência do produto na pele. Confira a seguir dicas de cuidados com a pele no verão: • Prefira estar na praia antes das 10h e após 16h. • Escolha um filtro solar com proteção UVA e UVB. • O FPS que mede a radiação UVB deve ser acima de 50. • Aplique o filtro solar antes de sair de casa, para que o produto possa ser absorvido pela pele. Uma medida aproximada seria um grama para cada passada no rosto e trinta gramas para o corpo. • Passe protetor nas orelhas e use um protetor especifico para os lábios com FPS. Lábios e orelhas são áreas também sujeitas ao câncer de pele e não podem ser esquecidas. • Reaplique o protetor a cada duas horas, ou antes disso, em caso de transpiração excessiva ou de mergulhos prolongados. • Use antioxidantes tópicos antes da aplicação do filtro solar (produtos com vitamina C, vitamina E, idebenona, entre outros). Os antioxidantes usados por via oral são também recomendados, como chá verde, por exemplo. • Alimentos ricos em caroteno (pigmento que se deposita na pele e é encontrado no caqui, na cenoura e na beterraba) devem ser consumidos no verão. Além de muito saudáveis, vão deixar a pele um pouco mais escura naturalmente.

Cabelos

Sol, calor, inevitáveis mergulhos no mar e na piscina exigem cuidados extras com os cabelos, que enfrentarão muitos dias quentes no próximo verão. Desde já é possível se prevenir contra o enfraquecimento dos fios. Para isso, confira as dicas que preparamos para você. • Mantenha os cabelos e o couro

cabeludo sempre limpos. No verão, o suor, o calor e a umidade podem facilitar problemas como seborreia e caspa. • Enxágue bem os cabelos após sair do mar e da piscina. Esse cuidado evita os danos aos fios causados pela salinidade e por elementos usados para o tratamento da água da piscina. • Proteja seus cabelos das radiações solares. Essas radiações, além de causarem danos à nossa pele, também agridem de forma intensa os fios, deixando-os mais fracos, quebradiços e sem vida. Vale usar bonés, chapéus e produtos sem enxágue que tenham filtro de proteção solar. • Evite abusar de máscaras capilares diariamente quando estiver na praia ou piscina. Esses produtos não protegem os cabelos. Ao contrário, podem facilitar os danos causados pela água do mar e piscina, deixando os fios mais fracos e suscetíveis às quebras. • Evite manter os cabelos úmidos sempre amarrados ou presos. Cabelos úmidos ficam mais fragilizados e o hábito de prendê-los ou de amarrá-los poderá acarretar em danos à estrutura dos fios. • Evite abusar de químicas nesta época do ano. No verão as agressões aos cabelos são maiores (vento, sol, água do mar, da piscina). Abusar de químicas coloca em risco a qualidade dos fios. • Faça hidratações regulares. Apesar da maior umidade relativa do ar, da exposição à água do mar e da piscina, os cabelos no verão tendem a ressecar. Hidratá-los de uma a duas vezes por semana é uma boa.

Lábios

Os lábios merecem uma atenção especial no verão. Com o sol e a água do mar, eles ficam bastante vulneráveis e muitas vezes acabam rachando e ganhando um aspecto nada legal. Além disso, o excesso de exposição dos lábios ao sol pode deixar a região desidratada e até mesmo com queimaduras que podem resultar em doenças sérias. Por isso, confira nossas dicas para manter seus lábios saudáveis na estação mais quente do ano. • Hidrate seus lábios. Para isso, você pode utilizar a tradicional manteiga de cacau ou optar por um creme hidratante específico para a região (atualmente existem opções excelentes). • Use protetor labial. O produto não deve ser usado apenas quando você for tomar sol. Nesta época, o ideal é incluí-


lo na sua rotina e passá-lo sempre que for sair de casa. Se você costuma usar batom, passe o protetor antes, assim como faria com a maquiagem no resto do rosto. • Tome cuidado para não ficar passando os dentes ou a língua nos lábios. Essas ações o deixam ainda mais fino e a acidez da saliva pode comprometer bastante a sua pele. • Se você sofre de herpes labial, antes de se expor ao sol, procure orientação médica. Atualmente, é possível prevenir que as feridas apareçam, pois existem pomadas e medicamentos específicos para o problema. • Se você percebeu que sua boca ficou queimada ou que os lábios estão rachados, aplique uma camada de glicerina (daquela que é vendida em drogarias) na região antes de dormir. Ela promoverá uma regeneração da pele e, além de hidratar, irá acelerar o processo de cicatrização.

Ouvidos

As pessoas que frequentam praias ou piscinas devem ter alguns cuidados essenciais com os ouvidos. O fato é que as altas temperaturas, a umidade excessiva e a grande procura por praias e piscinas podem aumentar o surgimento de inflamações e infecções nos ouvidos, as otites. No verão, a doença aumenta sua incidência em até 70%. As consequências das otites são dores intensas, desconfortos causados pelas infecções e até mesmo diminuição temporária da audição, se a doença não for tratada adequadamente. As causas da doença são diversas e podem ser originadas por lesões na pele, uso de objetos ou o próprio dedo, água contaminada e até mesmo a remoção da cera que protege o ouvido. Na maioria das vezes, a umidade causa irritação e coceira no conduto auditivo externo do ouvido e para aliviar o desconforto muitos utilizam cotonetes e objetos que podem causar trauma na pele, sendo que para fazer a limpeza do ouvido, basta limpar somente até onde o dedo alcança na hora do banho. Saiba como prevenir: • Sempre seque bem os ouvidos, apenas com uma toalha após nadar ou mergulhar. • Evite nadar em águas sujas. • Quando sentir água no ouvido escorra para fora do canal externo, inclinando a cabeça para ambos os lados e apertando a orelha em diferentes direções.

• Nunca use hastes flexíveis com ponta de algodão dentro do conduto auditivo.

Olhos

É muito comum ouvir dos especialistas nesta época do ano que é preciso tomar cuidados com a pele. Mas e os olhos? Você sabia que se eles não estiverem bem protegidos podem ocorrer várias complicações de visão, inclusive em curto tempo de exposição ao sol? Passar o dia na praia, por exemplo, requer cuidados especiais. Os raios ultravioletas podem irritar a córnea e causar a sensação de que os olhos estão “cheios de areia”. O ideal é usar óculos escuros, passar colírios lubrificantes várias vezes ao dia, de preferência sem conservantes, e colocar um chapéu com abas ou boné. Exposições solares intensas em longo prazo também ocasionam danos aos olhos. Os especialistas acreditam que o número de cataratas em pacientes entre 40 e 50 anos de idade tem aumentado por causa do excesso de exposição aos raios ultravioletas sem os devidos cuidados. E atenção: pessoas que moram em cidades de praia ou andam muito na rua, em locais em que há muito sol o dia todo, os albinos e indivíduos que têm olhos claros devem redobrar os cuidados. Por isso, aí vão alguns conselhos de atitudes que podem ser praticadas no dia a dia para evitar futuros problemas: • Evite a exposição solar entre 11h e 17h. • Prefira sempre ficar na sombra. • Use chapéu com abas. • Ande sempre a postos com seus óculos de sol, mas não se esqueça: ele tem de ser de boa qualidade, com proteção adequada contra os raios UV.

Relaxar

E por fim, essa é a palavra que deve nortear o seu verão: relaxar. Ir à praia, fazer um piquenique num parque, jogar bola com a criançada e tomar um banho de chuva no final do dia são algumas atividades que podem ajudar a sair da rotina e a deixar os dias mais descontraídos mesmo para quem não vai viajar. Seja criativo. Se o período é de folga, nada de ficar se preocupando com as tarefas que vai ter ao voltar ao trabalho ou às aulas, afinal, uma pausa pode ser revigorante. Há muitas opções para aproveitar o verão de forma leve e com muita alegria. Divirta-se!

DUO

65


DUO Bem Estar

Dicas de atividades físicas que potencializam a queima calórica e nos ajudam a emagrecer! Buscar o corpo desejado, reduzir o percentual de gordura corporal, aumentar a massa muscular. Nessa época do ano as academias lotam. Pessoas ávidas pela perda de alguns quilinhos ganhos ao longo do ano e desesperadas para entrar em forma para o verão. Neste mês, vamos tentar elucidar a você algumas atividades físicas que podem nos ajudar (e muito) no atingimento de nossas metas na academia. Vale ressaltar, antes de qualquer coisa, que toda atividade física só terá bons resultados se acompanhada de uma dieta nutricional equilibrada. Como opção de atividades, as academias de Joinville abrem um leque extenso de opções, várias aulas, modalidades e treinamentos diferenciados aparecem como boas opções nessa hora. Dentre muitas as opções que temos disponíveis no mercado, a musculação pode ser como uma das melhores e mais completas opções em todos os aspectos, desde prevenção de patologias, ganho de massa muscular, tratamento de enfermidades, e, claro, redução da gordura corporal. Existem estudos a favor da musculação com mais de 30 anos de idade. A vantagem do treino com sobrecargas se dá a capacidade de reduzir a gordura corporal e simultaneamente manter ou até mesmo aumentar a massa muscular, o que evita ganhos futuros de peso devido ao aumento do metabolismo de repouso (que é o quanto nosso corpo gasta de energia para se manter

66

DUO

Por Felipe Deschermayer | CREF: 014155-G/SC felipe@benefitacademia.com

EMAGREÇA PARA OVERÃO! vivo). Se levarmos em consideração que aproximadamente 70% do nosso gasto calórico diário é proveniente do metabolismo de repouso, nos damos conta do quão importante é a escolha de uma atividade física que melhore este fator em especifico. Além do ganho de massa magra há estudos que relatam alterações metabólicas consideráveis com a prática da musculação como a queda do quociente respiratório, que demonstra uma maior utilização de gordura em repouso. Comprovadamente a musculação é um excelente meio de reduzir o percentual de gordura, porém os benefícios não se resumem a mera diminuição no tecido adiposo, pois o treinamento com pesos estimulará também a síntese de proteínas musculares melhorando sua estética e as funções do aparelho locomotor. Enfim, tendo em vista os inúmeros benefícios proporcionados pelos exercícios com pesos é recomendável que se perca o medo da sala de musculação e descubra as maravilhas que lá o esperam. A monotonia ou a falta de tempo não serão problemas, pois o bom professor saberá organizar um treino que seja totalmente adequado a sua disponibilidade e personalidade, a questão chave está em se exercitar sob uma supervisão competente e dentro de uma estrutura segura. Portanto, não perca tempo e mude seu estilo de vida, optando por uma vida mais saudável, equilibrada e prazerosa!


anuncio solto fisiothera

DUO

67


Publieditorial

A autoestima do sorriso Dr. Salomão Ostetto é cirurgião dentista há 17 anos. Especialista, Mestre e Doutorando em Implantodontia, tem seu dia a dia dedicado aos tratamentos com os Implantes Dentários e seus resultados estéticos. Dr. Salomão nos contou nesta edição da Duo, um pouco sobre como os pacientes se sentem após a realização de um tratamento com os Implantes Dentários.

Revista Duo (DUO): Dr. Salomão, o senhor nos contou que existem muitos pacientes que chegam em seu consultório com baixa autoestima, tristes e muito insatisfeitos com a atual situação bucal. Por que isto acontece? Dr. Salomão: Muitos destes pacientes perderam os dentes durante sua vida. Alguns já usam próteses totais, as conhecidas dentaduras há muito tempo. Há tempos atrás, era comum ir ao dentista e ter vários ou até mesmo todos os dentes extraídos porque este era o conhecimento da época. Eram tempos difíceis para quem morava no interior ou em sítios, por exemplo. DUO: Estas pessoas não escovavam os dentes? Por que perdiam os dentes tão cedo? Dr. Salomão: Era uma época em que não se falava muito em prevenção sendo que os métodos de higiene bucal como a escovação e uso do fio dental eram negligenciados.

As pessoas mais humildes não tinham noção da importância destes métodos de higiene; era comum em muitas famílias com um grande número de pessoas, existir apenas uma única escova de dentes para todos. Nesta época quando a pessoa apresentava uma cárie, muitas vezes até pequena, o dente já era logo extraído. Achava-se na época que usar dentadura era sinal de que a pessoa estava livre dos males de ter dentes. DUO: E o que mudou? Dr. Salomão: Tenho muitos pacientes que usavam dentadura e que agora já possuem dentes fixos através dos Implantes Dentários. A maioria destes pacientes me dizem, com muito orgulho, que seus filhos pequenos não possuem cárie, ou que os dentes são perfeitos etc. Então agora o conhecimento é outro. DUO: Como as pessoa se sentem sem dentes? Estas próteses (dentaduras) são muito incômodas?

Dr. Salomão: As prótese totais (dentaduras) apresentam alguns inconvenientes, sendo peças móveis, podem cair da boca durante a fala ou mastigação. Geralmente os pacientes que procuram um tratamento com implantes, tem histórias muito constrangedoras relacionadas ao uso de dentaduras. Algumas destas pessoas passam uma vida inteira sem contar para os familiares que usam estes aparelhos. Tinha um paciente que me contou ter perdido já umas 4 destas próteses no mar enquanto nadava. Um grande problema no uso destas próteses é o fato de que elas ficam constantemente pressionando a estrutura óssea que fica logo abaixo da gengiva, causando uma diminuição deste volume ósseo. Chamamos este processo de reabsorção óssea. Isto faz com que constantemente estas próteses devam ser substituídas.

Por: Mariana Woj Fotos: Tiago Cazaniga

68

DUO


DUO: E o que um tratamento com implantes pode fazer por estas pessoas? Dr. Salomão: O primeiro benefício é o fato de passar a ter os dentes instalados de forma fixa; sendo assim, o paciente não corre mais o risco da prótese cair, podendo falar com segurança. Mastigar de forma adequada é outra vantagem, ou seja, poder morder os alimentos com firmeza, poder morder uma maça, por exemplo, apesar de ser um ato simples, é um grande benefício para quem volta a ter os dentes fixos. A estética também é muito importante, pois com a instalação de dentes com formato e cor apropriados, o rosto inteiro entra em harmonia. DUO: Existe então, por consequência destes benefícios, uma mudança também na autoestima? Dr. Salomão: Com certeza existe uma mudança significativa após um tratamento com implantes, principalmente para estes casos extensos. Muitas pessoas são traumatizadas pela falta de dentes e quando passam a tê-los de forma fixa, através dos implantes dentários, demonstram uma mudança de comportamento. Pelo fato de sentirem-se mais seguras, tornam-se

predispostas a viver a vida de forma mais positiva. A mudança estética é um fator muito importante neste processo de mudança. DUO: Como são estes tratamentos com implantes dentários? São complexos? Demoram muito tempo para serem finalizados? Dr. Salomão: Existem muitas técnicas na atualidade. A evolução das técnicas permite que até mesmo os casos mais complexos sejam finalizados de forma rápida e segura. O tipo de tratamento vai depender do caso em específico, sendo o mesmo sempre avaliado através, de radiografias e tomografias odontológicas. Alguns casos podem demorar meses para serem finalizados; outros podem terminar em poucos dias. Em nosso consultório utilizamos técnicas consagradas mundialmente que nos permitem, em muitas situações, a finalização destes casos complexos, em apenas três dias. DUO: Como a pessoa se sente durante e após o procedimento? Dr. Salomão: As anestesias na atualidade são muito eficazes e impedem que os pacientes sintam dor durante o procedimento. Após a realização do mesmo, são administrados antibióticos e anti-inflamatórios, o que faz com que

a maioria dos pacientes sintam-se muito bem. DUO: Quantos implantes podem ser instalados durante o tratamento? Dr. Salomão: Vai depender do número de dentes a serem repostos. Acho importante ressaltar que em várias situações, poucos implantes são instalados, mesmo que vários dentes precisem ser repostos; por exemplo, para as pessoas que apresentam todos os dentes superiores (maxila) comprometidos com necessidade de extração de todos estes dentes ou mesmo para os pacientes que já usam dentaduras, realizamos a instalação de apenas quatro implantes para que o paciente receba 12 dentes fixos. Desta forma, os quatro implantes serão suficientes para segurar 12 dentes fixos, possibilitando ao paciente sorrir e mastigar de forma adequada. Dr. Salomão Ostetto Cirurgião Dentista – CRO 5344 Especialista e Mestre em Implantodontia Doutorando em Implantodontia Centro Clinico União Rua Alexandre Dohler, 129, 4º andar Sala 406 | Centro – Joinville (47) 3026-3676 / 9176-3851 ww.salomaoostetto.com.br

DUO

69


Publieditorial

A Evolução da Fisiotherapia Fisiothera disponibiliza, em uma estrutura diferenciada, atendimentos personalizados por mais de um terapeuta por paciente, tecnologia importada e uma metodologia exclusiva completamente diferente da fisioterapia convencional credenciada pelos planos de saúde. A clínica Fisiothera, pioneira no tratamento de fisioterapia, especializada em Coluna Vertebral e Postural na cidade de Joinville sempre na busca evolutiva de novos recursos e atendimentos. Conta com a parceria do Sistema ITC Vertebral (Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral) tornando-se referência e excelência no tratamento não cirúrgico da coluna, tendo as hérnias de disco com foco primário e a possibilidade real do retorno à rotina normal de forma inteligente com assertividade maior de 84% no primeiro programa. A Fisiothera hoje presta atendimento em mais de 16 cidades do estado o que os faz investir muito em estudos, capacitação e prospecção de expansão. Hoje oferece serviços que se completam que tornam os tratamentos globais mais eficiente, seguro, prazeroso e rápido, pois o tempo é fator limitante e restrito nos dias de hoje o que faz da empresa dinâmica acompanhando o mercado e a necessidade do individuo. O maior trunfo é a avaliação, uma consulta muito completa e altamente explicativa o que fará o cliente entender tudo o que acontece e o que terá que fazer e como ficará. Sendo assim responsável sobre o

seu problema e integrante do programa de tratamento consciente. Os programas de tratamentos são compostos: ITC Vertebral – um sistema de tratamento desenvolvido no Brasil com parceria americana que utiliza uma metodologia denominada RMA (Reconstrução Músculo Articular) associada a equipamentos de tração eletrônica, mesa de descompressão e mobilização da qual o manuseio destes equipamentos com treinamento do fabricante o que ninguém tem fora da franquia, com 60 unidades espalhadas no Brasil e fora, onde todas unidas pensando no seu problema, sendo um privilégio técnico científico exclusivo do sistema ITC Vertebral.

Terapia Craniosacral – criado pelo Dr. John Upledger, consiste em uma técnica manual suave que ajuda a detectar e corrigir desequilíbrio no sistema Craniosacral, que podem ser a causa de disfunções sensoriais, motoras e ou neurológicas. A terapia aumenta o funcionamento corporal, estimulando seus próprios mecanismos naturais de cura e ajuda no alívio de dores e mal-estar e proporciona uma melhor saúde global e resistência a doenças.

Por Mariana Woj Fotos: Eberson Theodoro

70

DUO


Fisioterapia Integrativa – uma abordagem totalmente diferente da fisioterapia convencional que tem conceito clássico da abordagem feita pelos planos de saúde. A Fisiothera dispõe de equipamentos das melhores marcas do mercado e tudo através da terapia manual e a Osteopatia tem destaque especial e diferenciada nos tratamentos das disfunções ortopédicas, reumatológicas e as áreas relacionadas as grandes articulações como ombros, quadris, joelhos e extremidades. Destacam-se as doenças degenerativas como Artrose, Artrite, Tendinopatias, Condropatias, Fraturas, Pos-cirurgicos, Entorses, Distensões entre outras com atendimentos personalizados.

Naturopatia – é uma terapia complementar de formação científica que habilita a utilizar os recursos naturais como forma de promover a saúde integral do indivíduo. O novo olhar do todo para o todo, resgatando o poder curativo do natural com soluções através da Fitoterapia, Homeopatia, Suplementação Nutricional e técnicas Bio-psico-físico e espiritual. Restabelecendo a homeostase (equilíbrio corporal), resgatando valores hoje desprezados pela medicina ocidental através da alopatia química.

Pilates – nossas atividades físicas e de manutenção contínua têm o pilates como o centro de estabilização através de uma visão diferenciada, pois incorporamos os valores do sistema ITC Vertebral para aplicar a metodologia da técnica, juntamente com os exercícios do pilates, o que faz do nosso Studio singular e único. Visto que é grande o número de pessoas que praticam atividade física e não encontram a melhora de seus problemas, muitas vezes até piorando o seu quadro clínico.

Serviços Oferecidos: • Fisioterapia Interativa • ITV Vertebral • Terapia Carniosacral • Pilates Clinica Fisiothera / ITC Vertebral Joinville Rua Caçador, 111 – Atiradores (47) 3029-3037 / 9968-4881 E-mail: Fisiothera@fisiothera.com ou Joinville@itcvertebral.com.br

DUO

71


A melhora câmera não faz o fotógrafo, nem a melhor fotografia. O olhar do fotógrafo vê através da câmera e esse é o grande lance. Prova disso, são as fotos cheias de cores feitas para o Instagram por Max Schwoelk.

Momentos para

serem compartilhados

Coleção

África do Sul

Essa é uma das últimas câmeras que ganhei (até o momento) da minha coleção! Tenho, em média, umas 50 câmeras antigas e não imagino até onde isso vai parar, rs. Quem me deu foi minha tia avó, Lila Schwoelk Maia! Gostei muito por ser Canon, a marca que uso. Gostei também dos acessórios personalizados que vêm nela, inclusive o manual! Eu sempre fotografo (como hobby) com todas as câmeras que eu ganho, e essa está na fila ainda!

Essa linda menina afro de olhos puxados, encontrei em uma missa que eu estava fotografando na África, em Moçambique, na cidade de Boroma! Aquele lugar, além de lindo, era mágico. As pessoas falavam um dialeto local (além do português de Portugal) e as crianças me olhavam com ternura. A foto foi feita alguns minutos antes da missa começar.

Bye, bye, Brasil!

Família

Essa montagem fiz com um aplicativo do iPhone e postei no dia em que fui viajar. Como não era todo mundo que sabia que eu iria pra lá até perto da data, resolvi fazer essa montagem de maneira engraçada para avisar amigos, familiares e clientes de uma maneira mais cômica!

Essa é a Maria Laura, minha sobrinha e afilhada, filha da minha irmã! Ela é o meu amor também e adora ir lá em casa ficar com os dindos! A foto foi feita estilo look do dia, rs.

Amores

A etiqueta na foto já diz tudo, esses são os meus amores! Melina Onofre Schwoelk (nossa gata siamês), Alana Cristine Onofre Schwoelk (minha esposa) e Paul McCartney Schwoelk (nosso gato persa). Fiz essa foto pra levar colada no passaporte para o trabalho social que fui fazer na África! Me ajudou bastante para matar a saudade. Enquanto eu estava lá, a Alana segurou as pontas aqui e cuidou muito bem do recado! Não sei o que seria de mim sem ela!

Tietando

72

DUO

Esse barba ruiva aí é o Marcos Piangers, do Pretinho Básico! Fomos à última peça de teatro deles aqui em Joinville. Quem nos convidou foi nossa amiga Camila Xavier. A foto foi feita logo após a peça, no camarim deles.


DUO

73


DUO Sabores

Por Mariana Woj Fotos: Divulgação

Basta o sol aparecer e o calor mostrar a sua força para as sobremesas geladas serem as mais desejadas. Na maior cidade do Estado casas especializadas oferecem o melhor da tradição italiana, mexicana e até mesmo local.

74

DUO


Mundialmente os sorvetes são os mais lembrados e procurados para refrescar nos dias mais quentes, porém os iogurtes gelados e as tigelas de açaí também fazem bastante sucesso no verão. Sorvete

Há muito tempo a sobremesa é apreciada no mundo. No Brasil, o sorvete ficou conhecido em 1834, quando dois comerciantes cariocas compraram 217 toneladas de gelo, vindas em um navio norte-americano, e começaram a fabricar sorvetes com frutas brasileiras. Na época, não havia como conservar o sorvete gelado e, por isso, tinha que ser tomado logo após o seu preparo. Um anúncio avisava a hora exata da fabricação.

Fronzen iogurte

O frozen iogurte, como o próprio nome sugere, é um sorvete de iogurte. Essa delícia, rica em cálcio, é produzida a partir do leite desnatado, por isso, é bem menos calórica do que o sorvete tradicional. O produto consegue juntar no mesmo alimento o sabor irresistível dos sorvetes com os benefícios nutricionais do iogurte.

Açai

Além de apetitoso, o açaí é um poderoso energético. O alimento é ideal para repor o índice de glicose após exercícios e é indicado para os que desejam aumentar a musculatura. Do mesmo modo, a fruta também previne doenças cardiovasculares, anemia e facilita a digestão. Porém é importante consumir com moderação, pois a frutinha vermelha é extremamente calórica. Sendo que, a cada 100 gramas existem cerca de 250 calorias.

Sabendo da clientela, com paladares variados, as empresas misturam cada vez mais “temperos” e tradição nos sabores. Pensando nisso, a Revista Duo preparou um guia com dicas dos melhores produtos para saborear na cidade. Vale a pena conferir e se refrescar.

DUO

75


Sorbet da Doce beijo

Paleta Mexicana

Freddo

Açai Villa Roxa

Sorvetes Paviloche

Bonblend

Sorbets são sorvetes feitos com a própria fruta sem leite ou derivados, ele é super natural e saudável além de refrescante. A Doce Beijo oferece alguns sabores como morango, maracujá, manga, abacaxi, kiwi, pêssego, limão e acerola. O preço é o mesmo do sorvete normal, R$ 6 por 100gr. Os sorbets podem ser encontrados nas duas lojas da Doce Beijo, Rua Aquidabam, 330 e no Shopping Mueller e ainda em alguns restaurantes como no Botequim Barão e no Slice Doce Beijo | www.docebeijo.com.br

Quando o assunto é açaí, em Joinville existe um estabelecimento que está dando o que falar. O Açai Villa Roxa, muito bem situado no centro da cidade oferece um ambiente confortável, com um bom atendimento e açaí fresquinho com opção de fruta batida ou por cima com granola crocante de acordo com a preferencia do cliente. Existem três tamanhos de tigelas com preços que variam entre R$8 reais e R$12 reais. Açai Villa Roxa | Rua Mario Lobo, 221, Centro - (47) 3028-6682 facebook.com/AcaiVillaRoxaJoinville

76

DUO

Para quem prefere sorvete no palito, não há como não indicar o Mexicato, espaço especializado nos picolés artesanais feitos à moda mexicana. Chamados de paleta esses picolés têm tamanho maior que o convencional, muitos pedaços de frutas e podem ser recheados. O espaço foi inaugurado em agosto e é sucesso nas tardes quentes joinvilenses. São 27 sabores e os campeões de venda são morango com leite condensado e chocolate suíço. As paletas de frutas custam R$ 5,95, e as demais R$ 7,50. Mexicato - Paletas Mexicanas 47) 3423-4027 | Shopping Mueller

Com objetivo de atender os seus consumidores e inovar os sabores da linha de sorvete, a conhecida marca de Joinville, Paviloche, lançou uma edição especial de sorvete de Torta de Limão 2 litros. O sorvete é de sabor limão e leite condensado, mesclado com ganache de chocolate branco e biscoitos de massa flora banhados com calda de chocolate branco. Sorveteria Paviloche | R. 9 de Março, 724 Centro | R. Dr. João Colin, 1911 – América | www.paviloche.com.br

A recém inaugurada unidade da deliciosa marca argentina disponibiliza diversos sabores diariamente e artesanalmente à maneira italiana. Os mais procurados são os de doce de leite e de chocolates especiais com amêndoas ou avelã. E para quem não quer sair da dieta, algumas opções, como o sorvete de morango ao creme, têm apenas 111 calorias. No espaço também é possível saborear o Batido (sorvete batido com água ou leite) e o Trifreddo (Três bolas de sorvete intercaladas com três acompanhamentos). O pote pequeno, com um sabor, custa R$ 9,50 e o pode grande, com dois sabores, R$ 12,90. Gelateria Freddo | Shopping Garten Joinville - facebook.com/freddojoinville

Conhecida por seu a única marca de café de Joinville a Bonblend inovou mais uma vez e desenvolveu uma receita exclusiva de sorvetes, agregando tudo que existe de melhor e utilizando apenas ingredientes frescos. O resultado é o sabor marcante e uma cremosidade indescritível. Os sabores de Mirtillo, Tiramissú, Gianduia, Brownie, Amora, Maçã Verde, Açaí e Pistache são os que mais agradam o paladar dos consumidores. O pote com 100 gramas é vendido por R$ 7 e o de 150 gramas, R$ 9. Café com leite Cafeteria | R. Orestes Guimarães, 480 sl 3, Centro - (47) 30289109


anuncio sabor de amore

DUO

77


Publieditorial

Especialista em Sorrisos Formada em Odontologia, Larissa Clementino da Rocha Ruas é a responsável pela Clínica Orto&Odonto que oferece um tratamento corretivo mais rápido, com maiores intervalos entre as manutenções e menos desconforto no seu uso. Em conversa com a Revista Duo, Larissa conta um pouco mais da sua vida e da importância de um sorriso bonito.

Revista Duo (DUO): Quem a influenciou a fazer Odontologia? Larissa Clementino da Rocha Ruas (Dra. Larissa): Acredito que tenha sido uma influência familiar, pois sempre convive com pessoas da área da saúde, pois meus pais são médicos pediatras e meus dois irmãos também seguiram na medicina. Porém, eu não me via como médica, e optei pela odontologia. DUO: Quais as suas especializações? Dra.Larissa:SouformadaemOdontologia pela UNESP, em São Paulo, e lá fiz também minha pós-graduação em Ortodontia. Porém, como tudo na vida merece aprimoramento e novos conceitos, este mês, acabei de concluir mais um curso em Ortodontia, um credenciamento clinico na técnica Auto ligável Damon System. DUO: Como foi seu início na profissão? Dra. Larissa: Tive oportunidade e o apoio familiar para me manter no mundo acadêmico como monitora e participante da clínica de ortodontia dos professores do curso de Ortodontia da UNESP durante toda a fase de curso e conclusão da especialização. Isto me fez entrar no mercado de trabalho da ortodontia com mais bagagem e conhecimento, o que contribuí muito para que meu avanço e progresso na área. Por Mariana Woj Fotos: Thiago Cazaniga

78

DUO


DUO: Como procura inovar? Dra. Larissa: Procuro estar sempre muito bem informada sobre as novidades na área odontológica, principalmente na área da ortodontia. Leio muito e faço em média três cursos por ano. Busco novas informações em congressos, cursos de atualização e aprimoramentos, e sempre trago as novidades para dentro do meu consultório. DUO: Quais os benefícios de ter dentes bem alinhados? Dra. Larissa: Os benefícios dos dentes alinhados vai muito além do sorriso estético. A beleza do sorriso é uma consequência da devolução de uma mastigação equilibrada, qualidade periodontal, facilidade de manter boa higiene, favorecendo muito a autoestima social e pessoal. Através da boca pode se fazer uma “leitura” da pessoa em todos os aspectos. DUO: Qual o tempo médio de um tratamento ortodôntico? Dra. Larissa: É bem complexo falar de tempo de Tratamento em Ortodontia. Porém, atualmente a ortodontia já modificou muito quando falamos em tempo de tratamento. Os tratamentos já são individualizados para cada paciente e a própria evolução e tecnologia dos aparelhos permitem tratar os casos de forma bem mais rápida. Por exemplo, com o uso de aparelho auto ligável, podemos tratar casos complexos num tempo médio de dois anos. DUO: Quando é indicado procurar um Ortodontista? Dra. Larissa: Uma avaliação ortodôntica pode ser feita na infância. Geralmente, a partir de oito anos de idade para controle de crescimento e troca dentária. Nesta fase já pode ocorrer uma intervenção precoce. DUO: Qual a vantagem de ser atendido por um especialista? Dra. Larissa: Assim como na área medica, a Odontológica, também tem um especialista para cada área. Fazer o tratamento com um especialista tráz benefícios nos resultados finais, aumentando consideravelmente a chance do sucesso no tratamento e a satisfação do paciente. DUO: Em uma área tão competitiva como a Odontologia, qual diferencial você considera importante para uma

carreira de sucesso? Dra.Larissa:Omercadoestácompetitivo não apenas na Odontologia, mas em todas as áreas. De uma forma geral é muito importante que os profissionais busquem cada vez mais se aprimorar, não pararem de buscar por novidades e novas formas de tratamentos. Porém, quando o profissional tem uma boa formação acadêmica ele consegue separar o que é tendência e modismo das técnicas que realmente funcionam e devem ser disponibilizadas para os pacientes. Além de uma boa formação e a busca por inovação, eu considero como diferencial de todo profissional na área da saúde, a preocupação em fazer o que é correto e buscar sempre o melhor para seu paciente. DUO: Além de Ortodontista, você é responsável técnica pela Orto&Odonto. Explique o que a clinica possui de diferencial? E o que podemos esperar de novidade para 2014 ? Dra.Larissa:Sou a Ortodontista responsável pela Orto&Odonto que é uma clinica especializada em Ortodontia. Porém, em função da necessidade e solicitação dos pacientes, em 2011 optamos por trazer um especialista de cada área da Odontologia. O nosso grande diferencial, é ter especialistas que busquem constantemente a inovação e as melhores técnicas do mercado, tanto na ortodontia quanto nas outras áreas da odontologia. Para 2014 temos mudança de lay-out físico da clínica e pretendemos utilizar mais o site para passar mais informações aos pacientes e ficarmos mais ativos nas mídias sociais. DUO: Quais suas expectativas para 2014? Dra. Larissa: 2014 vai ser um ano bem atípico, por ser um ano de copa de mundo no Brasil e isto torna o ano mais comemorativo, mais feliz e mais sorridente. Espero em 2014 que as pessoas se preocupem mais com o seu sorriso e que eu as ajude a sorrirem ainda mais.

Orto&Odonto Rua Alexandre Dohler, 66 Centro – Joinville Fones: 47 3026-1500 | 9653-6418 www.ortoeodonto.com.br

DUO

79


Publieditorial

O FIM DA CALVÍCIE SEM CIRURGIA Muitas pessoas sofrem um choque na sua autoestima quando, por razõeshormonais,hereditárias, estresse ou tratamentos médicos - como a quimioterapia, passam a perder fios de cabelos. Porém, já existem no mercado opções que proporcionam resultados agradáveis e naturais. Quem perdeu os cabelos pode optar pela prótese capilar. Diferentemente do que muitos pensam, a prótese não é sinônimo de peruca. “Ela possui uma pele sintética, implantada com cabelo natural, que imita a pele humana”, explica Cristiane Reis Bassicheto, da Vyu, empresa especializada no comércio de próteses, perucas e sobrancelhas. Além disso, a implantação da prótese capilar é muito fácil e indolor. Outro benefício da prótese é que, com ele, a pessoa pode fazer tudo o que faria com um cabelo natural: tomar banho, entrar no mar e até fazer penteados. “A prótese é fixada na cabeça com cola cirúrgica, fazendo com que a pessoa não se preocupe se o cabelo vai cair ou danificar”, afirma Cristiane Prótese de cabelo para homens São próteses masculinas feitas sob encomenda para o tamanho da calvície ou com alguns modelos já prontos. São próteses de fios humanos injetados fio a fio por uma máquina injetora

80

DUO

Por Mariana Woj Fotos: Eberson Teodoro

em tecido de seda e suas bordas podem ter ou não silicone para maior aderência da cola antialérgica ou dupla face. A colocação é simples e rápida. A aplicação é feita utilizando cola ou adesivo antialérgico. Eduardo Lopes, cliente da Vyu há mais de um ano, resolveu experimentar e aprovou o resultado. “Sempre tive problema com a calvície e sempre gastava muito com produtos para tentar reverter a situação. Então, como vi que era um problema genético, resolvi usar uma prótese capilar muito discreta totalmente imperceptível aos olhos. Tenho uma vida normal e, principalmente, muito feliz. Já uso a prótese há mais de um ano e só tenho elogios, pois me sinto rejuvenescido”, revela Eduardo.

Caso o cliente não se sinta confortável para colocar a prótese, a Vyu conta com a ajuda do salão Audrey Cabeleireiro, em Joinville, que

é especializado em cabelos de homens e apto para colocar e fazer a manutenção da prótese com horário reservado. Alongamentos Além das próteses, a Vyu trabalha também com três tipos de alongamentos: Alongamento de cabelo - Nó Italiano ou com linha: as mechinhas são separadas e amarradas aos cabelos naturais, da raiz intercalando com seu cabelo. O tempo de colocação varia de 40 minutos a uma hora e meia. Mega Hair - técnica em rede: também chamado de ponto americano, as telas finas de cabelos são cortadas e costuradas intercalando entre o cabelo. Essa técnica é a que mais se aproxima de um cabelo original e pode usar secador e chapinha normalmente. O tempo de colocação varia de 40 minutos a uma hora e meia. Alongamento com Tic Tac: a profissional faz faixas leves do tamanho da cabeça da cliente e costura o tic tac. Depois, a própria pessoa prende em casa ou no salão, intercalando faixas finas entre o seu cabelo. A colocação para cortar e medir a cabeça leva 30 minutos, depois imediato. A Yvu oferece uma profissional que vai até a casa da cliente para a colocação, com hora marcada. Agende seu horário: 9107-5107


Front Lace: São perucas de fios humanos tecidos e colados na frente em uma tela elástica que imita uma tela de mosqueteiro da cor da pele só que bem mais fina, na parte de trás os fios são costurados em uma tela elástica um pouco mais grossa. A colocação é simples e rápida e você ira colocar em sua própria casa e fará sozinha. Full Lace: São perucas de fios humanos com uma película invisível que imita uma tela de mosqueteiro bem mais fina e os fios

LIBERDADE: LAVAR O CABELO A QUALQUER HORA, PRATICAR ESPORTES, ENTRAR NO MAR, NA PISCINA, TER UMA VIDA SOCIALCOMNATURALIDADE E SEGURANÇA.

são amarrados e colados nessa tela e seus nós ficam na parte interna da peruca, todos os fios são preenchidos ate a peruca estar completamente cheia e seus nós branqueados para não aparecer após você colocá-la na cabeça, esse modelo por ser utilizado com cola antialérgica, dupla face ou vir com ajuste de elástico. Full Silk Top: São perucas de fios humanos injetados fio a fio por uma máquina injetora em tecido de seda de 4 x 4 cm que imita o couro cabeludo na parte da frente e no restante da peruca os fios são amarrados e colados nessa tela e seus nós ficam na parte interna da peruca, todos os fios são preenchidos até a peruca estar completamente cheia e seus nos branqueados para não aparecer após você colocá-la na cabeça, esse modelo pode ser utilizado com cola antialérgica, dupla face ou ajuste de elásticos. Full Lace Judia: É a mais nova invenção em modernidade de perucas, vem com uma base na frente nos tamanhos de 13 x 13 cm onde os fios são injetados por uma máquina injetora em uma tela de seda onde seus nós branqueados são totalmente escondidos por essa seda ou silk, e na parte de trás os fios

são costurados três vezes em uma tela bem fina e nas laterais o mesmo processo só que utilizando uma tela extremamente mais fina onde os fios são costurados, todos os fios utilizados são Europeus emitimos certificado

PRATICIDADE: SE ALGUÉM PUXAR OU TOCAR SEU CABELO, NÃO IRÁ PERCEBER A PEÇA, POIS A FIXAÇÃO É PERFEITA E NÃO FAZ ONDULAÇÃO E VOLUME.

Kosher por um rabino credenciado pela lei Ortodoxa. Essa wig é a mais perfeita copia de uma cabeça humana, sendo impossível alguém notar a diferença ao olhar para seu couro cabeludo, esse modelo na maioria vem com presilhas e ajustes de elásticos na parte da nuca e para quem já tem cabelos pode tirar as presilhas e ficar apenas com ajustes de elásticos e optando por usar cola antialérgica ou fita adesiva. Todos os modelos são indicados para paciente em tratamento de quimioterapias pois as telas são extremamente leves de um tecido bem próximo de uma tela de mosquiteiro que deixa respirar e crescer os fios. Próteses Femininas São próteses femininas feitas sob encomenda para o tamanho da calvície, elas são próteses de fios humanos injetados fio a fio por uma maquina injetora em tecido de seda e suas bordas podem ou não ter silicone para maior aderência da cola antialérgica ou dupla face. A empresa possui alguns modelos já prontos em tela bem finas que imitam telas de mosquiteiros na cor da pele, elas são fabricadas com o mesmo sistema de uma Full Lace Wigonde. Os fios são colados até preencher o tamanho desejado e depois de colados com a cola antialérgica ou dupla face. A colocação é simples e rápida, você ira colocar em sua própria casa e fará sozinha ou no seu cabeleireiro. Basta fixar apenas em volta da cabeça (frente e laterais onde não tenha cabelo). Vyu A empresa iniciou suas atividades em setembro de 2011, depois que

sua idealizadora Cristiane teve um problema e perdeu seus cabelos. Neste período, passou por muitos momentos constrangedores e resolveu pesquisar o que outras pessoas faziam nesta mesma situação. Encontrou uma prótese ideal que era feita com um tecido bem fino, porém era muito cara e demorava no mínimo 40 dias para chegar. Mesmo assim, optou por comprar e aguardar. Quando a prótese chegou, Cristiane aplicou, e como parecia bem natural, as pessoas começaram a questionar como poderiam ter uma assim também. Então, como já tinha experiência, a empresária optou por encontrar produtos com preços melhores, sem perder a qualidade e para oferecer à pronta-entrega. Produtos A Vyu trabalha com cabelos virgens e

CONFORTO: VOCÊ FAZ O CORTE DE CABELO DESEJADO E PODE MOVIMENTÁ-LO PARA QUALQUER LADO. coloridos com preços especiais. Existem modelos à pronta-entrega ou sob encomenda para crianças, mulheres e homens. Além disso, também possui próteses de sobrancelhas comfios humanos. Todas as peças têm garantia.

Vyu Fone: (47) 4063-9083 | 9107-5107 Skype: crispatricia1 criscaua@terra.com.br www.vyu.com.br

DUO

81


DUO Bebidas

Por Aldo Cadorin aldocadorin@demarseille.com.br

ESPUMANTES, BRANCOS, ROSÉS

E TINTOS LEVES Chegou a estação da descontração. Festas, férias, praia... As pessoas saem mais às ruas, encontram os amigos, comemoram a vida. É tempo de espumantes, vinhos brancos, rosés e tintos leves. Combinam mais com o clima, com as frutas da época, frutos do mar, comidas e seus molhos mais leves. Os espumantes brasileiros são destaque à parte nesta época. Eles têm características únicas de frescor e hoje já são destaque mundial dentro de suas características. Isto quer dizer que não vamos buscar neles produtos densos, encorpados. Para isso, temos os belos champanhes franceses e os tops italianos. Nos nossos, o destaque é a fruta, o frescor! Foi um longo caminho até chegarmos aqui. Apaixonados que somos por coisas importadas, o mundo teve que nos dizer primeiro que nosso espumante era muito bom. As premiações mundiais e nacionais se sucedem! Foi esta qualidade que nos motivou a lançar, há dois anos, o Espumante De Marseille Brut e o Moscatel, primeiro espumante com marca joinvilense. Fizemos a quatro mãos com a Domno Brasil do grupo Famiglia Valduga, sinônimo de qualidade, empresa premiadíssima no país e exterior. Espumante extremamente jovial, para festas de fim de ano, casamentos e eventos. Feito pelo método “Charmat”, com a segunda fermentação em grandes tanques. E por R$ 28 a garrafa. A Casa Valduga da Serra Gaúcha produz só pelo método Tradicional (igual a região de Champanhe, com a segunda fermentação na garrafa, um processo mais artesanal, dando mais cremosidade ao espumante). Tem a maior cava de espumantes da

América Latina. Produz gama variada de moscatel, demi-sec, brut, extra brut e Nature para todos os gostos: leves, médios a muito estruturados. Já provou seu 130 Anos Brut? É muito especial, um “blend” de uvas e safras. Todo o “terroir” (o conjunto de fatores da natureza como solo, clima, ventos, etc.) da Serra Gaúcha é muito especial para espumantes. Muitas ali se destacam. Cito mais dois: a Cave Geisse Brut no método Tradicional e o Ponto Nero Brut no Charmat. Ainda falando de Brasil, agora de Santa Catarina, temos belos espumantes aqui na serra catarinense. Já provou os da Villa Francioni, Pericó ou Villaggio Grando? O Villaggio Grando Rosé Brut foi eleito o melhor espumante nacional na Expovinis 2013! E os europeus? Todos são espumantes: o CHAMPAGNE e o CRÉMANT franceses, a CAVA espanhola, a SEKT alemã e os “SPUMANTI” italianos. Se preferir tomar CHAMPAGNE (o nome para os espumantes da região de Champagne a 100 km de Paris), nada contra apreciar as grandes empresas como VEUVE CLICQUOT. Mas por que não conhecer também um CHAMPAGNE de pequeno produto? Já dispomos no Brasil de várias importadoras. Que tal uma BARNAUT ou DE SOUSA? Conheça também os espumantes feitos na região do Trento, na Itália, de qualidade similar ou até superior aos CHAMPAGNES. Você vai se encantar, por exemplo, com a Ferrari Brut. A Ferrari elegeu o Brasil este ano para sua campanha promocional. Você consegue comprá-la no Brasil a partir de R$ 156! E há os Proseccos e Lambruscos Italianos com preços bem mais em conta.

Da França, fora da região de CHAMPAGNE, conheça a Kriter, a Duc de Valmer. Nosso verão também combina em especial com os brancos e rosés. Se for de sua preferência, vá de uvas Chardonnay e Sauvignon Blanc da América do Sul, sobretudo do Chile. Mas se quiser sair desta roda, aposte nos RIESLINGS alemães e nos VINHOS VERDES de Portugal de bons produtores. ANSELMO MENDES é um dos papas em Portugal destes vinhos. São excelentes no frescor e têm a cara de nosso litoral. Preconceito com “rosés”? Sabia que, no geral, são mais estruturados que os brancos, pois são feitos de uvas tintas? Prove com mente aberta e se surpreenderá. Em Santa Catarina, a Villa Francioni faz um muito bom. Ou vá direto a um da Provence, França, como os da Domaine Sorin. Troque os tintos encorpados pelos mais leves. Pense na uva Pinot Noir do Novo Mundo como Chile, Argentina e Estados Unidos. Se puder apostar um pouco mais, vá de BOURGOGNE da França. No mais, é celebrar a vida com este néctar dos deuses. Hoje, no mundo dos vinhos no Brasil, temos um leque de opções para todos os gostos e bolsos para você apreciar e comemorar. Às vezes procuramos grandes momentos e eles estão bem fáceis ao nosso lado. Uma bela garrafa de vinho, compartilhada com sabedoria e com nossos companheiros de jornada, filhos e amigos, pode vir a ser um dos grandes momentos de nossas vidas!

Boas festas e um 2014 de grandes realizações!

Foto: Divulgação

82

DUO


radio burger

DUO

83


É item essencial de moda para um verão mais leve e descontraído!

DUO Moda e Comportamento Homem

Por Casal Fashion www.casalfashion.com

Moramos em um país tropical e nada melhor do que poder unir conforto e estilo na estação mais quente do ano. O verão pede roupas mais leves e, para nós, é essencial conseguir aproveitar um dia confortável de festa ou passeio usando algo descontraído. Hoje vamos falar da combinação de bermuda e camiseta ou camisa. Com a chegada do calor, elas chegam para serem usadas em todos os momentos e por todos os estilos, do casual ao social, da alfaiataria ao esporte, dos comprimentos mais curtos e de cores marcantes aos modelos tradicionais. Um visual que cai muito bem é composto de bermuda jeans e camiseta. Você pode transformar aquela calça que há algum tempo não é usada ou comprar uma opção nova. Assim como a calça jeans, a bermuda combina do happy hour ao trabalho. Por ser mais estruturada, sempre veste bem e vai te acompanhar com aquela camiseta bacana ou até mesmo com um casaco, se estiver esfriando ou tiver

Patrícia de Aquino: “Se as mulheres driblam o calor com vestidos e saias, os homens só podem aproveitar roupas mais descontraídas quase sempre fora do trabalho. E, nesse caso, a bermuda entra em cena”.

84

DUO

que passar o dia e noite fora de casa. O grande trunfo no uso de bermudas, principalmente para eventos mais formais no verão, são as opções de alfaiataria. É uma peça mais tradicional, ajustada de forma suave e valoriza muitos biotipos. Para os mais sociais, vai bem com blazer e pode transformar qualquer visual. Podemos usar com camisetas leves, estampadas e descontraídas, ou camisa social que

Fotos: Thiago Cazaniga

torna o visual mais casual e clássico. A peça também pode ter a barra dobrada e ficar bacana. Lembrando que as bermudas coloridas estão em alta e vale optar por uma para causar uma ótima impressão. Se a sua dúvida é tecido, seguem as dicas: a sarja é um tecido tradicional e está nas lojas em cores e cortes diferenciados, sendo ideal para criar estilos diferenciados com base em uma peça. O linho é um outro tecido que surge com mais força e retorna para o cotidiano, ainda que amasse bastante, é uma opção de estilo e classe aos que querem algo diferente. A principal dica para não errar na bermuda é achar algo dentro das suas proporções e adequada ao uso: da praia ao almoço com amigos. Se você não perde a chance de usar bermuda, fique atento: a camisa, camiseta, calçado e meias precisam estar alinhados e não deixe de cuidar dos acessórios como cinto, relógio e óculos! Agora, é só escolher o que combina mais com o seu evento, ser criativo e curtir o verão.


DUO Gastronomia

SABOREANDUO Convidado da Edição: Ádamo Vicente Nascimento Proprietário do Ádamo Restaurante

RISOTO DE BANANA

Ingredientes: 1 kg de arroz arbóreo cozido 0,025 kg de banana cortada em rodelas 2 kg de açafrão 1 kg de curry 3 kg de alho picado 5 kg de cebola bem picada Manteiga 20 ml de vinho branco seco 20 ml de caldo de galinha 1 pote de nata 100 gramas de parmesão ralado Pimenta do reino Sal Modo de preparo: Em uma sauteuse, derreta a metade da manteiga e doure a cebola e o alho. Depois de dourado, acrescente as bananas em rodelas, o curry e o açafrão. Reserve. Na mesma sauteuse, coloque o restante da manteiga (depois de aquecida), o vinho branco, deixe sair um pouco do álcool e acrescente o caldo de galinha. Em seguida, coloque o arroz arbóreo. Ao levantar fervura, coloque rapidamente a banana que estava reservada e a nata. Ajuste o sal e pimenta e, por fim, o queijo parmesão. Mexa bem o risoto para que fique com um aspecto cremoso e com brilho.

Foto: Arquivo pessoal

DUO

85


Publieditorial

tranquilidade é sentir-se seguro A mesma qualidade e atenção no atendimento aos clientes, agora com uma identidade nova, um novo nome e a confiança de 27 anos ao lado de seus clientes.

Uma nova marca que já chega carregada de responsabilidade, história e reconhecimento. Muito antes de conhecer o ramo de seguros, Norberto Rieper, fundador da empresa, trabalhou no mercado da família por anos, aprendendo muito com a experiência e determinação de seus pais. Ainda na década de 70, mesmo sem conhecer as atuais técnicas de marketing, o Mercado Rieper buscava um atendimento diferenciado e um relacionamento próximo aos seus clientes. “Nessa busca constante pela qualidade no atendimento fomos um dos primeiros a oferecer o serviço de tele-entrega na cidade, uma grande inovação para época”, conta Norberto. É essa carga de valores, voltada para o atendimento ao cliente sempre de forma prestativa e justa, o norte de sua carreira no ramo de seguros. Por Mariana Woj Fotos: Eberson Theodoro

86

DUO


Exatamente há 27 anos, após trabalhar por vários anos em uma grande companhia seguradora, Norberto decidiu deixar a gerência desta e partir para um novo desafio: abrir a sua corretora de seguros, junto com sua esposa e cunhada, Sueli Koepp e Eliane Koepp. “Foi a decisão de que eu precisava empreender, conquistar o meu espaço, a qual tenho grande felicidade e orgulho ao relembrar.”, diz Norberto. Assim surge, em 1987, a SK Corretora de Seguros, focada na venda de seguros de vida e que mais tarde veio a se tornar SegKar, no intuito de reforçar o produto que tornava-se também expertise da corretora, o seguro de automóvel. E agora em 2013, acumulando quase três décadas de experiências, com uma estrutura bem definida e uma equipe com especialização em várias áreas do ramo de seguro, a corretora apresenta uma nova marca, a RIEPER CORRETORA DE SEGUROS. Equipe A equipe da Rieper vem crescendo e amadurecendo junto com a segunda geração que compõe o grupo. Hoje conta com 14 colaboradores, cada um com especialização num ramo de seguro ou em uma das etapas que compõem o atendimento aos seus segurados.

“É de suma importância que consigamos atender nossos segurados em sua plenitude. Precisamos ter especialistas em áreas mais complexas dos ramos de seguros, como seguro saúde ou transporte de cargas, por exemplo. E desenvolver essa equipe para oferecer a estes clientes uma experiência de simplesmente, tranquilidade. Prezando por um atendimento que garanta a satisfação do cliente com o seguro e o assessoria prestada pela Rieper.” explica o gerente Thiago Rieper. Produtos A Rieper esta preparada para atender seus clientes nos mais diversos ramos do seguro, com soluções em seguros tanto para tranquilidade, pessoal como empresarial. Para você, conta com seguros de: Automóvel – A Rieper selecionou as melhores seguradoras e negocia condições especiais para seus clientes. Dispõe também de um setor especializado para o acompanhamento dos sinistros. Assim, garante não apenas o melhor custo para o cliente, mas o melhor atendimento. Afinal, nem sempre um 0800 é o melhor para a satisfação do cliente. Residencial – Mais em conta que o cliente

imagina, é também uma tranquilidade indispensável. Vida – Garantir a sua tranquilidade e da sua família. Esse é o objetivo, por isso conta com produtos específicos para cada perfil. Previdência – Analisa a sua previdência para encontrar as menores taxas e maiores rendimentos. E para sua empresa: Planos de Saúde e Dental - Para pequenas e grandes empresas, conta com profissionais especializados para analisar seu grupo e negociar condições especiais. Analise e ofereça este benefício para sua equipe ou compare com seu plano atual. Vida em grupo – Benefício muito valorizado pela equipe. Empresarial – Proteger o patrimônio da sua empresa representa a tranquilidade e a garantia de um futuro sem sustos para o seu negócio. Frota – Formata o seguro dos seus automóveis como frota e negocia condições especiais. Transporte de carga – Para transportadores e embarcadores. Rieper Corretora de Seguros Rua Carlos Koepp, 91, Saguaçú Fone: 47 3033-8080 www.rieper.com.br

DUO

87


anuncio eberson teodoro


Por Matilde Melo matildemelo@matildemelo.com.br

DUO Liderança

Solidariedade!

Líder inspirando Líderes. O que você Lider tem feito pelo social? Pela sua comunidade? De que forma você pode deixar sua marca na vida de pessoas que tanto precisam? Qual a sua contribuição para ajudar a construir um mundo melhor? Estas foram algumas perguntas que fizemos em um de nossos treinamentos enquanto trabalhávamos uma ferramenta do coaching chamada roda da vida. Estas interrogações ecoaram por semanas e de forma profunda no coração de um jovem empresário que tempos depois nos veio com uma proposta interessante. Transformar um projeto que já realizava há cinco anos em um grande evento beneficente. E as minhas questões eram outras. Por que um jovem empresário ofereceria uma festa tão badalada, tendo um resultado tão expressivo para ser revertido em um projeto social? Seria apenas um evento ou este seria um exemplo a ser seguido por outros empresários? Poderia uma pessoa tão jovem ter uma atitude tão desprendida, uma visão tão clara e uma missão tão nobre? Lembrei de ter lido sobre um estudo realizado por Nicola Pless e Thomas Maak, professores da Esade Business School, com executivos dos EUA, que participavam de um programa de desenvolvimento de liderança, onde eram estimulados a trabalhar durante dois meses, em projetos sociais em países como Quênia, Camarões e Gana, com o intuito de utilizar suas habilidades

enquanto líder a serviço de causas como a redução da pobreza, qualidade de vida e prevenção ambiental e obteve importantes conclusões. Segundo os pesquisadores, o estudo indica que, no retorno à empresa, todos os participantes se mostram socialmente mais responsáveis, respeitosos e tolerantes. Além disso, também desenvolveram determinadas atitudes de liderança, com nova postura ética, valores mais fortes e uma mentalidade global. Experiências de trabalho em equipe em países pobres impactam direta e profundamente o autodesenvolvimento. Os líderes envolvidos tornam-se mais conscientes de suas limitações pessoais e suas necessidades de desenvolvimento. Aprendem a ser humildes, encontram um propósito de vida mais profundo, ficam mais conscientes da importância das relações e sentem maior necessidade de equilibrar trabalho com vida pessoal. Como treinadora e coach tenho tido a oportunidade de conviver com grandes executivos e líderes de sucesso. Estes por sua vez, têm compartilhado a inserção do conceito de sustentabilidade na gestão dos negócios e no contexto de suas empresas. Cada qual, da sua maneira, tem contribuído com algum projeto social, ou realizado alguma ação que contempla a responsabilidade social. Esta consciência é fantástica, pois acredito que se cada um fizer a sua parte, por menor que seja, podemos ajudar na transformação de um mundo melhor. Nem que seja o mundo de uma

pessoa apenas. Poder fazer a solidariedade é poder compartilhar e repartir. É poder gerar vida em abundância e estabelecer pontes mentais por onde transitam amor e cordialidade. Praticando a solidariedade encontramos uma nova dimensão para a existência, multiplicando os espaços, compreendendo e expandindo nossa inteligência emocional, superando as barreiras racionais que nos impedem de olhar mais além e ter a certeza de que todos somos iguais e temos necessidades semelhantes. Quando um líder tem a oportunidade de praticar a solidariedade, ele consegue se colocar no lugar do outro, perceber as suas necessidades e auxiliar no que for possível, dentro do limite de suas habilidades, ou quem sabe extrapolando esses limites, porque a solidariedade não conhece fronteiras. E qual o desfecho da proposta daquele jovem executivo que a princípio fez questionar-me sobre sua atitude tão generosa? Ele acabou inspirando não só a mim, como mais doze executivos e profissionais liberais que compraram a ideia e fundaram uma associação, juntando forças, criatividade e liderança com o único intuito de promover projetos sociais e colocar em prática as ferramentas aprendidas enquanto líder. Nosso desafio agora é poder inspirar em você Líder o desejo da solidariedade, colocando em prática a nossa missão de sermos um Líder Inspirando Líderes.

DUO

89


DUO Especial

ELE ESTÁ DE

VOLTA Revista Duo (DUO): Na sua opinião, o que falta em Joinville? Michael Domingues: Não vejo que falta muita coisa. É uma cidade com grande potencial de crescimento e que precisa apenas pisar no acelerador e melhorar sua infraestrutura. Com a vinda de pessoas de outras cidades, os hábitos de consumo mudaram e aquela cidade operária não existe mais. DUO: Onde você costuma levar um amigo ou parente que visita a cidade? Michael Domingues: Levo-os sempre ao Parque da Cidade, na Arena Joinville, no Restaurante Biergarten e para dar uma volta na Baía da Babitonga. Minha mãe, gosto de levar à Festa das Flores também.

“O QUE DIFERENCIA UM SHOPPING DE OUTRO É APENAS MIX E MARKETING, O RESTO É RESTO.”

DUO: Para você, o que é típico do joinvilense?

Após passar uma temporada organizando os shoppings do grupo Almeida Junior de Balneário Camboriú e Blumenau, o curitibano Michael Domingues retorna para Joinville como superintendente do Garten Shopping. Aos 37 anos, Michael Domingues possui ampla formação na área de marketing e um currículo com passagens significativas em grandes empresas como O Boticário, Sundown Bikes, Construtora Casa Construção e o Grupo Almeida Junior. Em conversa com a Revista Duo, Michael comenta sobre seus desafios, revela suas impressões sobre a cidade e conta o que mais o inspira por aqui.

Michael Domingues: As expressões faladas e a qualidade e profissionalismo dos trabalhadores. DUO: Qual seu maior desafio no Garten? Michael Domingues: Neste ano, o shopping de Joinville cresceu 28% em vendas e 19% em fluxo em relação ao ano passado. Minha meta é continuar crescendo, trazendo cada vez mais novas atrações e marcas. Além disso, até o Garten completar cinco anos, queremos que ele conquiste o prêmio Top Of Mind.

“SEGUIMOS A IDEIA DE QUE NOSSO NEGÓCIO É PARA A CLASSE G, DE GENTE!”

DUO: Quais as novidades que os clientes do Grupo Almeida Junior podem esperar? Michael Domingues: Atualmente o grupo possui cinco unidades, mas a partir do ano que vem, ele deixa de ser 100% catarinense e pretende dobrar de tamanho em cinco anos, investindo em cidades do Paraná e Rio Grande do Sul.

Por Mariana Woj Fotos: Eberson Theodoro

90


Tri Legal

MESTRES em criatividade

Três profissionais, uma mesma área.

Por Mariana Woj

Dia 04 de dezembro é o dia em que os publicitários ganham destaque na mídia. Para homenagear todos os profissionais que conseguem emocionar, divertir e conscientizar, conversamos com três especialistas da cidade que revelam suas histórias, seus segredos e dividem seus aprendizados. DUO

91


Rodrigo Ascenção Formado em Publicidade pela FIAM (São Paulo), diretor de criação da agência Mágica Comunicação e professor da disciplina de Criação do Bom Jesus/IELUSC, Rodrigo Ascenção foi Destaque Criativo no Prêmio Manchester Catarinense deste ano.

Revista Duo (DUO): Por que você decidiu trabalhar com propaganda? Rodrigo Ascenção: Sempre gostei de artes plásticas, ilustração, o universo criativo. Admirava as grandes sacadas de publicitários consagrados e queria ter a mesma sensação de realização de ver meu trabalho na rua. Acho que o “tesão” de querer fazer foi o que me impulsionou a entrar de cabeça na publicidade. DUO: O mercado publicitário é muito concorrido. Como você começou na área? Rodrigo: Eu comecei logo no primeiro ano de faculdade, pois ilustrava e tinha uma agência que precisava de um ilustrador/assistente de arte. Era 1995 e nunca havia pego em um computador. Foi um tanto assustador na época, mas consegui engrenar com o tempo. O fato é que comecei de baixo e logo caí no colo de projetos digitais, um caminho diferente de muitos colegas, mas que me deu a oportunidade de entender a fundo um meio que hoje faz tanta diferença nas

92

DUO

estratégias. DUO: O que há de mais interessante nesta profissão? Rodrigo: Acho que o mais interessante é que de manhã você cria para uma empresa de equipamentos de ginástica e de tarde para um festival de dança. Não ter uma “rotina” criativa é um dos pontos altos. DUO: Qual o segredo do sucesso em publicidade? Rodrigo: Exercitar e estudar, acho que o volume criativo é importante para você fazer coisas relevantes. Exercitar para melhorar seus defeitos criativos é importante para evoluir sempre (aliás, perceber seus defeitos talvez seja mais importante que consertá-los). DUO: Que recado você gostaria de dar à nova geração publicitária? Rodrigo: O mercado precisa de paixão e comprometimento. Se você tiver os dois e se esforçar, acredito que terá sucesso profissional. 99% é trabalho duro e estudo. 1% é genialidade, seja humilde e

rale pra valer. DUO: Onde buscar referências? Rodrigo: Existem sites geniais para criação (falo mais especificamente para minha área dentro da agência): adsoftheworld. com, ccsp.com.br e abduzeedo.com são bons pra começar. DUO: Mudou alguma coisa na área desde que você começou? Rodrigo: Mudou bastante. A publicidade cada vez mais está tendo de entregar mais por menos, o mix de comunicação tendo de ser cada vez mais relevante em todos os meios para minimizar a fragmentação de audiência, as ações de não mídia ganharam força de broadcast com a repercussão e a força que as redes sociais têm. Acho que hoje, a integração dos meios é cada vez mais necessária para o sucesso de uma campanha.

Foto: Arquivo pessoal


Inês Loureiro Graduada em Publicidade e Propaganda, atua como diretora de planejamento na empresa Loureiro Planejamento Estratégico de Comunicação e possui em seu currículo 30 anos de experiência em todos os meios de comunicação.

Revista Duo (DUO): Por que você decidiu trabalhar com propaganda? Inês Loureiro: O que sempre me encantou na publicidade/propaganda foi a possiblidade de trazer resultado positivo para as empresas que investem em comunicação. DUO: O mercado publicitário é muito concorrido. Como você começou na área? Inês: Na época, foi uma oportunidade de trabalho. Já estava com 22 anos e não tinha trabalhado antes. Havia uma vaga na Opec da RBS TV Pelotas e fui fazer o teste. Como era a única cursando a faculdade, passei. Lá fiquei um ano e fui para a Editora Abril, em Porto Alegre. Dez anos depois, retornei para a emissora, em Pelotas, para ser a Gerente Comercial. Mas nunca fiquei acomodada, enquanto profissional de veículo de comunicação, passei por todos os meios: rádio (Atlântida), TV fechada (MTV), TV aberta (RBS TV), revista (Editora Abril e Editora Globo), jornal (Zero Hora), mídia exterior (Ativa), fui cliente (marketing de uma rede de restaurantes em Novo Hamburgo/ RS e Jurerê Internacional/SC, gerente de comunicação do Incijur, instituto de pós-graduação em Ciências Jurídicas e também no Joinville Tênis Clube), para finalmente ser sócia de agência de propaganda e há quase dois anos

Foto: Arquivo Pessoal

ter a minha empresa de Planejamento Estratégico de Comunicação. Em fevereiro de 2013, completei 30 anos de profissão. Quando lembro do início, tenho a certeza da escolha certa que fiz. DUO: Que recado você gostaria de dar à nova geração publicitária? Inês: Estudar muito, ler muito, ser proativo, ter a mente aberta a novas ideias, definir a área em que irá trabalhar e, focar, dedicarse, mas, acima de tudo sentir-se útil, necessário e orgulhoso de sua profissão. DUO: Onde buscar referências? Inês: As referências estão em toda parte, não somente as tradicionais: livros, bons autores, profissionais de sucesso no país, professores que fazem a diferença, revistas, sites e portais especialmente criados para a informação sobre o mercado publicitário. Seminários, congressos e, principalmente, empresas que têm a comunicação em seu planejamento estratégico como um investimento que produz resultado. São elas as maiores referências que devem ser estudadas por quem quer ser bom no que faz. Duo: Mudou alguma coisa na área desde que você começou? Inês: Sim, mudou bastante. Acredito que para melhor, somos mais respeitados como profissionais, mais técnicos, especializados, inclusive. Mais universidades de comunicação abriram com conteúdos programáticos

muito consistentes com as necessidades destesnovosprofissionaisqueprecisamser empreendedores, independentemente de serem funcionários ou donos de seus negócios. As mídias mudaram o formato e algumas até o conceito. A mídia digital está crescendo rapidamente com as redes sociais, exigindo conhecimento de quem nelas atuam. O mercado está mais exigente e consciente de que publicidade/ propaganda, ou melhor, a comunicação é fundamental para o sucesso de qualquer empresa.

DUO

93


Samanta Tassotti Graduada em Publicidade e Propaganda com especialização em Comunicação, Negócios e Marketing e sócia-diretora da maior agência de comunicação estratégica do norte catarinense, a Exit Comunicação Estratégica.

Revista Duo (DUO): Por que você decidiu trabalhar com propaganda? Samanta Tassotti: Escolhi estudar propaganda porque imaginei que seria feliz trabalhando com isso. E na época era uma profissão em ascensão, o que me entusiasmou ainda mais. DUO: O mercado publicitário é muito concorrido. Como você começou na área? Samanta: Fiz vários estágios ao longo do curso de Publicidade e Propaganda no Rio Grande do Sul. Nos últimos dois anos da faculdade, eu havia sido selecionada para uma vaga na área de Criação no departamento de marketing da universidade. Quando me formei, decidi vir para Santa Catarina. Chegando aqui, comecei a fazer pós-graduação em Marketing e dei a sorte da equipe da PEB gostar de mim e ter vaga de estágio. Agarrei a oportunidade e, em seis meses, fui contratada como profissional de Mídia. Depois, passei por outras agências e, em fevereiro de 2003, há 10 anos, abri a Exit com mais quatro sócios. Hoje, somos duas sócias-diretoras: Rosita Boeing e eu. DUO: O que há de mais interessante

94

DUO

nesta profissão? Samanta: Sem dúvida, as pessoas, principalmente porque lidamos com o comportamento e o sentimento do ser humano. Além disso, a necessidade de muita inspiração, superação e conhecimento em assuntos diversos. E a sensação de dever cumprido, que é maravilhosa. Não existe nada mais compensador no nosso trabalho do que ver uma bela campanha dando resultado. DUO: Qual o segredo do sucesso em publicidade? Samanta: Não sei se há segredo, mas busco manter uma equipe atualizada e preparada para encarar os desafios das marcas, potencializando todo o capital intelectual produzido. Para chegarmos aos resultados desejados, dependemos de pessoas multitalentosas e clientes visionários, pois são esforços mútuos que constroem um trabalho de sucesso. DUO: Que recado você gostaria de dar à nova geração publicitária? Samanta: Se você quiser realmente fazer a diferença nesta área, certifique-se de que tem talento para isso. Seja uma pessoa de forte caráter e tenha no coração uma

vontade imensa de fazer diferente. Tem que surgir o “brilho no olho” quando produz algo. DUO: Mudou alguma coisa na área desde que você começou? Samanta: Muito. Estamos passando por um momento de mudança, em que o principal objetivo é valorizar o relacionamento com o consumidor, seja por meio de entretenimento (com a estratégia de storytelling), relacionamento (com estratégias de publicidade rastreada) ou com promoção. Tudo sem perder o senso de percepção da inteligência e de conectividade do consumidor. Hoje entendemos que cada vez mais as marcas precisam dar importância ao relacionamento com seus clientes. O tempo em que só as empresas falavam ficou para trás. As pessoas respondem rápido, à altura e em múltiplos canais. Todo mundo tem sua audiência, seu espaço para comunicar e cada vez fica mais difícil fazer alguém ouvir apenas uma voz entre tantas. A Exit entende que os discursos precisam chegar até as pessoas de todas as formas, mas com uma mensagem verdadeira e interessante. Por isso, antes de desenvolver trabalhos para nossos clientes, definimos com eles com quem querem falar e como devem dialogar com o público-alvo. Entendemos que há um novo nível de interação entre marcas e pessoas, uma interação baseada no conhecimento, no entendimento das motivações e principalmente na conversa. O desafio é atrair as pessoas descobrindo o caminho para atingir cada uma.

Foto: André Kopsch


Por Manoela Hoffmann manoelah@gmail.com

DUO Variedades

LOCA

SOY

Adolescente

Voltei com tudo para mostrar minhas apostas da estação, que, aliás, estão meio fora da linha de montagem tradicional...

De todos os ‘looks cool’ do momento o que mais amo são as jardineiras. Essa coisa ‘jeans descolado’ me lembra os anos 90 e traz muitas saudades da minha adolescência. O bacana é que, tanto na versão calça, quanto na versão short, ele é muito rock in roll e alimenta os cenários perfeitos para andar livre, leve, solta e estilosa por aí. Para o complemento, as sempre companheiras T-shirts, regatas, pulseirismo e maxicolares. Se quiser, use com salto...Um show à parte!

Retrô destroyed

Que tal vestir algo que pareça antigo, mas que você acabou de comprar, ou fazer? Essa é a onda dos tecidos estonados, raglan e destroyed. Presente com força no verão europeu (eu fui lá e vi) esse style vem com tudo para o Brasil e já faz a cabeça de quem gosta de personalizar o guarda-roupa. Com paciência você acha tutoriais bacanas na internet para fazer suas peças parecerem velhas e esfarrapadas (risos!). Mas se sua onda é do “comprar pronto” e seu perfil é menos “revoltado”, procure sua marca favorita porque certamente ao menos um short rasgadinho você tem que ter.

Todo o verão

Eu amo e sempre amarei cores flúor: ousadas, felizes e muito, muito fashion! Elas são ótimas para alegrar os looks e dar um toque de modernidade tanto na moda praia, quanto no dia a dia. Vai a dica: as peças de cores vibrantes são mais fáceis de serem combinadas elementos mais neutros - shorts ou calças jeans são ótimas opções. Mas se você quer sair da caixinha, abuse em ‘shapes’ alinhados com tendências geométricas, por exemplo. Vou aplaudir em pé!

Vou colocar em casa

Quem já deu pulo lá em casa sabe que gosto de buscar coisinhas retrô para que a ‘sweet home’ lembre do passado com aquela velha e boa melancolia. Além disso, adoro coisinhas que dêem personalidade ao meu espaço. Então, não podia deixar de mostrar pra vocês as almofadíssimas da marca Liverpool. Que eu amo tudo que os caras fazem todo mundo sabe, mas vai dizer que essa nova ideia não é o must do home wear? Fotos: Divulgação

DUO

95


DUO Moda


DUO

97


DUO

99


anuncio grendelli

DUO

101


DUO Sexo

Por Claudia Petry contato@sussurra.com.br

Ano novo, Vida nova, Sexo novo. Quando um novo ano se inicia, nos sentimos renovados por inteiro. Afinal de contas, um ano novo é como uma folha em branco: um espaço não desbravado que nos convida para ousar à vontade, um leque irresistível com inúmeras possibilidades. Começar de novo faz bem, é saudável e nos dá a chance de fazer tudo diferente, experimentar coisas novas e tirar do papel ideias de gaveta. Você já montou sua listinha com novas promessas para 2014? Tenho certeza de que esta sua listinha contém novos planos para sua vida profissional e pessoal. E já que estamos pensando em uma melhor qualidade de vida em sentido amplo, por que não pensar em novas soluções para deixar nosso relacionamento do jeito que sempre sonhamos? Para quem quer começar o ano novo intensificando sua vida sexual, é hora de deixar para trás velhos hábitos e combater os vilões da libido. Deixar a preguiça, estresse, má alimentação e a baixa autoestima de lado são os itens principais para trazer de volta a energia perdida e auxiliar a recuperar o desejo sexual. Agora, se a queda do seu apetite sexual já vem de um longo período, o mais indicado é procurar um médico, pois o desejo feminino, assim como a ereção masculina, é uma espécie de “termômetro do bem-estar do casal” e alguns problemas podem ser físicos e

102

DUO

não apenas emocionais. Entender que os homens “funcionam” de maneira diferente do que as mulheres e se excitam com mais rapidez e com menores estímulos é uma forma importante de saber como conduzir a transa e garantir não só o seu prazer como o do parceiro também. Para quem quer reencontrar o seu libido e começar o ano novo com a cama quente, separei algumas dicas infalíveis para você. Saia do sedentarismo: os exercícios físicos liberam doses de serotonina e dopamina, neurotransmissores capazes de estimular o bem-estar e, consequentemente, aumentar a disposição para as atividades gerais do seu dia a dia, inclusive melhorar o seu apetite sexual. Pare de fumar: as toxinas presentes no fumo, como a nicotina e o monóxido de carbono, diminuem a espessura dos vasos sanguíneos e dificultam a produção de estrogênio, o que afeta o sistema nervoso, além de aumentar o tempo que o corpo demora para responder aos estímulos sexuais. Fale mais sobre sexo: estímulos visuais e sensoriais são ótimos recursos para aumentar o desejo. Por isso, pense, fale e faça mais sexo. E, por falar em sexo... A famosa hora da “virada” pode muito bem se tornar um trocadilho erótico. Os fogos de artifício podem muito bem servir de trilha sonora para uma intensa

noite de amor. Uma recomendação às mulheres: aproveitem o bronzeado da praia e valorize o corpo usando uma lingerie nova, bonita e sensual, o homem é muito “visual” e vai adorar. Para as brincadeiras a dois, sugiro um gel corporal de menta, ideal para os dias de calor. Basta colocá-lo cinco minutos na geladeira, passar no corpo, se lambuzar e depois lamber tudo! Outra dica: o momento de passagem de 2013 para 2014 pode se tornar inesquecível para quem topar experimentar novidades na cama. Que tal usar a imaginação? E, por falar em imaginação... Festejar o réveillon em um lugar cheio de gente ou entre amigos pode quebrar um pouquinho o clima de romance, não é mesmo? Que nada! Use a imaginação e puxe seu par para um lugar escondidinho da praia, por exemplo, e dê um beijo apaixonado. Também vale sussurrar no ouvido todas as fantasias sexuais que pretende realizar neste novo ano. E que 2014 seja assim, surpreendente!

Claudia Petry é apaixonada pela vida e, inconformada com a hipocrisia com o qual o sexo era discutido resolveu então, falar abertamente do tema sem tabus e preconceitos.


anuncio sussurra

DUO

103


DUO Música @Jupamplona

Com Vocês:

Louise Cristine, a nossa DaLou! Para fechar o ano resolvi convidar uma carioca que tá levando o nome de Joinville por onde passa!!! Tô fora da cidade já há cinco meses, mas super ligada no que rola na nossa Joinville. Conta pra nós porque uma carioca largaria o Rio e viria presentear Joinville com esse vozeirão? Vim morar em Joinville quando tinha 15 anos. Minha família veio á passeio, amamos a cidade, e resolvemos ficar. Há quanto tempo estuda e compõe música? Estudo música desde os meus 16 anos, por incentivo da minha melhor amiga Ninah Farias, pois eu sempre tive vergonha em cantar em público, e na escolatinhaamatériaemquepoderíamos optar em fazer (música/ técnica vocal), então lá fomos nós com uma grande surpresa, como apresentação de fim de ano, estreie cantando solo Oh Happy Day (com o coral da técnica vocal), e desde então, a música foi crescendo na minha vida, assim surgindo as primeiras composições, quando eu tinha 19 anos. Vejo que uma de suas qualidades é correr atrás de seus sonhos. Recentemente você não passou despercebida por Rick Bonadio, conta como foi esta experiência: Nossa! Foi uma grande experiência, pois eu estava afastada do mundo da música (só cantava e tocava, em encontro de amigos, mas nunca deixei de compor as minhas músicas), não acreditava mais na minha voz, então estava fazendo exposições de arte e dando aula. E quando vi a chamada do Rick Bonadio, no twitter, querendo conhecer novos talentos, músicas novas, pensei, porque não mandar, não custa nada. No final da tarde, eu estava recebendo a ligação do Rick Bonadio!! quase cai dura. Uma

semana depois, estava em São Paulo, gravando a voz, pois a música A Noite, o instrumental desta, já estava toda pronta, feita pelo próprio Rick Bonadio, olha que honra! Minha primeira gravação profissional, em um grande estúdio (um dos melhores do Brasil), foi sensacional ! Recentemente participou do programa da Xuxa. Como chegou lá? Eu estava cadastrada na central globo a um bom tempo, eles viram os meus vídeos e gostaram! Conhecer o Projact, a produção de um programa na Tv Globo, foi emocionante! E conhecer a Xuxa foi um sonho de criança se realizando. Aliás ela é um amor de pessoa! Super simpática e linda! E o mais, ela me reconheceu. Creio que seja por meio dos meus vídeos na internet. 2014 está quase chegando. Quais seus planos? Continuar estudando música, compondo, sempre buscando divulgar o meu trabalho! Minha pagina no facebook: facebook.com/DaLouArte E com essa edição me despeço de 2013!!! Ano maravilhoso de conquistas!! E Que venha 2014 cheio de mais realizações, alegrias e muita música!! Nos vemos na próxima edição!!!

Fotos: Arquivo pessoal

104

DUO

Fotos: Ninah Farias


Arte Maior

Matriz Rua Orestes Guimarães, 104 • Joinville - SC Fones: (47) 3433-8807 Filial Escola Infantil Rua Lages, 59 • Joinville / SC Fone: (47) 3028-8814

DUO

105


DUO Cultura

Abrindo a Porta do Mar com o Stand up paddle O Parque Porta do Mar dará para Joinville novas opções de lazer e turismo, entre eles a prática do stand up paddle que se tornou sensação nos verões em praias, rios e lagos. Virada de costas para o mar, com a baía da Babitonga ao fundo, Joinville, historicamente, pouco aproveitou esse privilégio. Mas, a partir do primeiro semestre de 2014, será dado um passo para que isso comece a mudar, com a inauguração do parque Porta do Mar, localizado no bairro Espinheiros. Com recursos do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento dos Países do Prata (Fonplata), o parque está orçado em pouco mais de R$ 1,3 milhão e contempla uma série de alterações na paisagem da região. A obra incluiu a construção e alargamento

dos passeios da orla da Rua Antônio Gonçalves, construção de trapiche público, com 126 metros de extensão e equipado com deck flutuante, construção de praça com monumento “Porta do Mar”, construção de praça com Academia da Melhor Idade, nova iluminação e novo mobiliário urbano. Na inauguração, para aproveitar a baía, será realizado o 1º Babitonga Eco Remada, para os praticantes do emergente stand up paddle, modalidade prima do surfe em que o surfista fica em pé na prancha e rema. O início do evento está previsto para às 8h, com término por volta das 15h. A expectativa dos organizadores é de que até 150 pessoas se inscrevam para participar dessa primeira edição,

que ficará marcada por abrir uma nova porta para o esporte aquático em Joinville. Estão previstas duas provas, uma com percurso de cinco quilômetros e outra de dois quilômetros. O evento tem alguns objetivos nesta 1° edição deste ano. Entre as intenções dos organizadores, está promover o stand up paddle, demonstrando para a sociedade seus benefícios. Mas o foco também é fazer da baía da Babitonga um ponto de esporte, lazer e diversão, aproveitando um local que muitos dizem ser perfeito para os amantes da prática esportiva, tanto na modalidade amadora, como hobby, quanto profissional.

Por Alexandre Perger Fotos: Arquivos Pessoais

106

DUO


A migração do surfe para Stand up Entre os idealizadores e organizadores do evento, está o empresário carioca Fábio Medeiros de Andrade, 41 anos. Ele foi chamado para ajudar a pensar no 1º Babitonga Eco Remada pela sua experiência no esporte. Nascido na praia, como ele mesmo fala, viu alguns dos maiores ídolos do surfe de perto e pega ondas há cerca de 30 anos. Também foi empresário do ramo por alguns anos, até parar no final da década de 1980 e seguir rumos diferentes, em outros segmentos. “Com a idade, acabei indo para o longboard, os pranchões”, conta Andrade. Há um ano e meio, Andrade foi convidado por uma marca de stand up a desenvolver alguns trabalhos. “Foi aí que eu acordei e vi que estava em outra geração”, diz. A partir daí, descobriu que a modalidade estava e está em franco crescimento e acabou retornando ao mercado, trabalhando como atacadista. Hoje, o surfista abriu um site, o SUP Brasil Shop, no qual vende pranchas e assessórios voltados, principalmente, ao stand up. “Eu vi que o mercado de surfe shop estava igual há 20 anos, então eu pensei em ir direto ao consumidor”. O empresário conheceu o stand up por intermédio de parentes e amigos que já estavam praticando. Quando foi se aprofundando, percebeu que há uma diferença para o surfe. “Vi que é outra tribo, algo bem diferente do surfe”, conta. Embora seja uma modalidade dentro do surfe, segundo Andrade, o usuário do stand up é diferente, porque a estimativa é de que mais de 90% dos praticantes nunca surfaram. São pessoas que nunca ficaram em pé numa prancha, mas que têm esse desejo, para curtir a praia, a natureza. “O stand up é um esporte que integra, porque não tem limite de idade, de peso, de nada, qualquer pessoa pode praticar”, destaca o empresário. Com isso, uma das principais características da modalidade é agregar a família, por fatores como a falta de competitividade, já que a competição não é uma condicionante. Em número de participantes, Santa Catarina vem crescendo nos últimos

quatro anos, acompanhando uma tendência do Paraná e Rio Grande do Sul. Nos dois anos anteriores, constata Andrade, foi quando a modalidade deu o maior salto, agregando sempre mais adeptos. Em Joinville, o número de praticantes cresceu, dando surgimento a vários grupos de remada isolados. O site, que antes contava apenas com o próprio mentor na gestão, hoje já tem uma equipe por trás trabalhando, aproveitando essa onda de desenvolvimento do esporte. Além das parcerias com as quais trabalha, a loja virtual dá preferência aos produtores de Santa Catarina, para incentivar as marcas locais. Dentro desse contexto, a expectativa é de que o 1º Babitonga Eco Remada seja um divisor de águas para a modalidade na cidade. “Será um evento de grande porte, ele dará a largada para a união do stand up na região norte do Estado”, comenta Andrade. A partir dessa iniciativa, é possível que se abra um novo point para remadores e praticantes de outros esportes aquáticos na cidade.

“Nós temos um parque natural aqui atrás”, enfatiza. Na visão do empresário, o stand up não deve parar de crescer, mas para que ganhe força e decole de vez, falta o custo da prática se popularizar mais, pois ainda é caro adquirir os equipamentos, o que atrapalha o desenvolvimento da modalidade. Os valores variam entre R$ 1,5 mil a R$ 8 mil, que é o produto mais sofisticado, importado. Além de comercializar equipamentos, Andrade também organiza e apoia eventos na modalidade. Por isso, foi chamado para ajudar a idealizar o Babitonga Eco Remana. Ele foi chamado e já tinha uma ideia quase pronta. A prefeitura analisou o projeto e aprovou.

DUO

107


Esporte em família O engenheiro civil Gilberto Luiz, 36 anos, surfa desde os 9. Como sempre passava os verões em São Francisco do Sul, despertou desde cedo a admiração pelo esporte. Praticava com uma prancha de isopor, até que ela não aguentou mais o seu peso e ele ganhou uma maior dos pais. Esse foi o pontapé definitivo para que Giba Grillo, como é conhecido, nunca mais largasse as águas. Hoje, ele leva junto a esposa e os dois filhos. “Entre a infância e adolescência, sempre tive envolvido com o surfe. A primeira prancha, eu não conseguia nem carregar direito”, lembra. Giba descobriu o stand up por conta de um amigo que já tinha comprado e o apresentou, há cerca de seis anos. Foi quase que paixão à primeira vista. A família adquiriu o primeiro equipamento há três anos e agora se une por meio da prancha. “O esporte faz a minha vida ser muito melhor”, garante Giba. Ele acredita que o segredo do sucesso é conseguir unir o trabalho profissional, a família e a atividade que o complete, como é o caso do stand up ou mesmo do surfe, que proporcionam que o engenheiro consiga pegar ondas junto da família, façanha da qual ele se orgulha. “Para mim, é uma grande satisfação dizer que além de surfar, eu vou surfar com os meus filhos às vezes, com a minha esposa, é um negócio fora de série”. Esse fator de agregar a família na praia é um dos motivos que faz Giba se

Desde 1960

108

DUO

apaixonar ainda mais pelo stand up, pois se tornou mais uma maneira de estar junto dos filhos e da esposa. “O esporte não é inimigo da minha família, eu consigo estar com eles praticando esporte”, enaltece. Isso tudo, para o engenheiro, se constitui em um plano de saúde, pois está diretamente ligado à qualidade de vida. “É um plano de saúde para você ser efetivamente saudável, não ir ao médico depois que está doente”, brinca. Giba orgulhase também de conseguir aliar o esporte ao trabalho, sem deixar os compromissos profissionais de lado. O local preferido da família de Giba para subir na prancha é a Prainha, em São Francisco do Sul, onde eles têm uma casa de veraneio, considerado por ele um dos melhores pontos para o stand up. “É uma das praias com

ondulação mais regular do Estado, tem frequência muito grande de onda, uma onda de qualidade”, elogia. O esporte é levado a sério por Giba. Em casa, ele construiu uma área de lazer com opções de outras modalidades. Duas vezes por semana, ele e a esposa recebem um personal trainer que os ajudam a manter a forma e ficarem preparados para as ondas. “Passou da brincadeira, é coisa séria, tem gente que gasta dinheiro com carro, eu gasto comigo e com a minha família. “Te digo que tenho muita dúvida de estar fazendo a coisa errada”. Hoje, o engenheiro incentiva outras pessoas a aderirem ao esporte, desde familiares a amigos. “Todo mundo que a gente conhece, incentivamos, uma mosquinha vai mordendo a outra”. O stand up paddle surgiu em Waikiki, no Havaí, por volta da década de 1960. Em português, o significado pode ser remar em pé. A modalidade, criada pelos chamados beach boys, ou garotos da praia, lembra os primórdios do surfe, quando aprendiam a remar em pé na prancha. O esporte consiste em remar em cima da prancha, que é um pouco maior que as outras. Há quatro modalidades: Race, Wave, Freestyle e Rafting. Os primeiros lugares a receberem o Stand up foram os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, incentivado por surfistas.


DUO

109


anuncio capit達o space


DUO

111


DUO Viagem Por Osny Martins

é do caribe!

Já pensando nas férias e não sabe para onde ir? Pintou aquela vontade de conhecer um lugar diferente, divertido, próximo e barato? Quer impressionar a companheira? Planejando a segunda lua-de-mel? Estressado no fim de ano e precisando de alguns dias de paz e água fresca num destino que remeta àqueles cenários típicos de filmes água-comaçúcar da sessão da tarde? Tanto faz como tanto fez. Argumentos com certeza não vão faltar para você viajar para o Caribe. Se quiser dar o nome de férias, esteja à vontade. Se

preferir só dizer que são apenas alguns dias para desestressar, também pode. O que vale mesmo é que embarcar para o Caribe é levar consigo a certeza de dias maravilhosos, diversão garantida, energizante, cativadora. O Caribe, literalmente, é do Caribe (e isso não é frase batida de revistas de turismo). É a pura verdade. Com a vantagem de você dispor da quantidade de dias que puder. Em qualquer circunstância, vai curtir o lugar. Também não importa se você vai de barco, de avião ou se aproveitará o Caribe com um cruzeiro por ilhas paradisíacas. Vale tudo! Fotos: Divulgação

112

DUO


O MELHOR E O PIOR DAS ÁGUAS AZUL-TURQUEZA Não se engane. O Caribe é bom em qualquer época do ano, com um grupo de amigos, com a esposa, com os filhos, com colegas de trabalho, com a família toda, com quem você quiser. Até sozinho se for o caso. Mas existe, sim, o lado bom e recomendável e o lado, digamos, menos indicado do Caribe. Por exemplo, se você quer unir história, conhecimento, além de praias de um azul sedutor de areias alvas típicas do Caribe, opte por lugares como Cartagena das Índias, no litoral da Colômbia. Já se o seu objetivo é tão somente sol e praia e mais não precisa, fique a semana toda em Aruba e estamos conversados. Pra quem quer algo mais pitoresco, todos os caminhos levam para a Jamaica. A terra do reggae e de Bob Marley tem muito a te mostrar. Para um destino moderno e diferente, o Panamá, tido e havido como nova Meca do turismo internacional, é o mais indicado. O Canal do Panamá, que está completando 100 anos, com suas eclusas que já foram o símbolo maior da moderna engenharia mundial, é sempre interessante. Ao lado, uma propalada zona franca para suas compras em Colón ou na própria Cidade do Panamá. Pra quem optar por visitar várias ilhas num mesmo dia, que tal visitar Barbados, Curaçao, St. Marteen, St. Barth, Santa Lúcia e muitas outras. Vale pesquisar o destino correto, que mais se adeque ao que pretende e também de onde você pretende sair para chegar ao Caribe. Se estiver no norte ou nordeste do país, ilhas da Venezuela (como Los Roques ou Margarita) são as mais próximas e baratas. Para quem está aqui pelos lados do sul do país ou no eixo RioSão Paulo, tá valendo Caribe norte, sul, leste ou oeste. Mas se pretende esticar em Miami, Bahamas é o mais indicado. Uma solução para um possível dilema do destino a escolher no Caribe é optar por um cruzeiro. São várias opções de companhias que promovem pacotes pela região toda. Desde aqueles que não saem da Flórida e que dispensam o fatídico visto americano, até saídas de portos pouco conhecidos como La Guaíra, a uma hora de Caracas, um dos mais baratos do Caribe.

A moda tem sido cruzeiros all inclusive, proposta que combina com o clima festivo e descontraído do público da região. O período destes cruzeiros também varia muito, ao gosto do cliente. Desde aqueles de um dia, com saídas de Fort Lauderdale para Bahamas, até de uma semana ou dez dias. Fique atento para opções de cruzeiros inusitados, os chamados temáticos, como os de terceira idade. Há os já clássicos cruzeiros gay (até sucesso na ficção do cinema, já ganharam em comédias divertidíssimas), cruzeiros para solteiros, os de formatura, os de adolescentes e assim por diante. Outra opção são os cruzeiros com os maiores navios do planeta. Geralmente, as grandes companhias lançam em águas calmas do Caribe os transatlânticos recém-lançados. O que não costuma ser dos mais

interessantes são os roteiros destes navios colossais. Procuram portos mais em conta, já que a atração não é o roteiro do cruzeiro, mas o próprio navio. Não esqueça que no meio do Caribe tem uma ilha convidativa. A ilha dos irmãos Fidel são um atrativo impagável. Cuba merece estar no seu roteiro turístico. Além da capital Havana, velha e de características marcantes, a turística Varadero, autenticamente caribenha. O cubano é o baiano do Caribe. Se você já ouviu esta frase é porque muita gente já percebeu o lado receptivo do povo de Cuba. Não desperdice a oportunidade de também conhecer a ilha mais restritiva do planeta. Na bagagem, nada além de bermudas, camisetas, chinelo, muito protetor solar, bonés e chapéus. Boa viagem!

DUO

113


DUO Tendências para Noivas

Por Nivia Miranda maisoncenternoivas@maisoncenternoivas.com.br

Os véus e seus

ENCANTOS Olá minhas amadas noivas, tenho corrido muito para estar com coleção nova a cada dois meses e, estou conseguindo. Nesta edição nosso editorial ficou como minha noiva Luciana, que mora em Paris, diz: Maravi! Os tons para 2014 como se era de esperar estão dos pasteis aos tons mais exuberantes. Os degrades, a leveza e o toque fluido estão com tudo nesta estação. Tenho recebido em nossa loja noivas de todos os lugares. Estilistas de grandes empresas de São Paulo têm me procurado para fazer seus vestidos. Agradeço a Deus todos os dias por esse enorme sucesso da minha primeira coleção! E a segunda que também está sendo um grande sucesso, pois já loquei todos. “Recebi a noiva Thaís Klitzk e sua linda mãe. O casamento acontecerá no dia 25 de outubro no clube atlético Baependi em Jaraguá do Sul. A noiva Thaís já é cliente nossa há alguns anos, junto com sua mãe Iria, nos procurou para desenvolvermos seus vestidos que serão deslumbrantes! Casamento esse que ficará na história da cidade. Assim como também finalizo o vestido de nossa primeira dama de São Bento do Sul que casou no dia 30 de novembro, nossa noiva Flavia Gonçalo Martins ficou realmente linda!!!

114

DUO

Tenho grandes novidades para a próxima edição. Cheguei no final de outubro de uma excelente viagem e fechei a representação de uma marca exclusiva em nossa cidade. Então a partir de hoje em primeira mão vocês ficam sabendo que a linha Via Sposa você encontra com exclusividade na Maison Center Noivas. Além de criarmos vestidos, teremos marcas de remone para seu grande dia. A partir da próxima edição contarei sobre os vestidos de cada noiva, colocando suas fotos e trazendo o que há de inovador fora e dentro de nossa cidade. Contando a história de cada noiva, como desenvolvi seus vestidos, onde foi sua festa, seus depoimentos, iremos realmente adentrar neste mundo tão maravilhoso e esperado por todas. Como não posso ficar sem lhes passar tendências irei falar dos tão sublimes véus! Em tecidos leves e fluidos (como o tule francês ou o gazar suíço) os véus entraram na moda em 2012, e nesse ano continuou até o final desta estação. Eles pode ser curtos, médios ou longos, com ou sem bordados, com rendas, acabamentos em cetim, ou se preferir no corte em laser. As aplicações de renda nas mantilhas (assim chamados os véus com detalhes

no barrado em renda, ou todo na renda) ganham brilhos, de pedras como o Swarovisk, ou até mesmo bordados em relevo, deixando assim essa peça ainda mais requintada. As noivas muitas vezes nos perguntam: é melhor optar pelo véu ou pela mantilha? Em casos de vestidos bem bordados, ou muito trabalhados sugiro que use um véu liso, pois a harmonia prevalece. Já os vestidos com poucas pedras, modelos em tecidos lisos, ou rendas finas como à francesa, pode sim usar as mantilhas, que dão um ar clássico e elegante. Bom, as dicas são dadas, porém preciso dizer uma coisa: se você tem o sonho de casar de véu e grinalda, case com o que você realmente sonha! Peça orientação da sua estilista, análise e de coração realize seu sonho neste tão esperado dia! Beijos e até próxima.

Uma dica é sobre o comprimento do véu, se você é alta pode optar por todos tamanhos. Já as de estatura baixa devem fugir dos véus médios, pois cortam a silhueta deixando-as mais baixas.

Fotos: Divulgação


DUO

115


DUO Casamento

Mini

WEDDING

Uma cerimônia pequena rica em detalhes.

A nova tendência, que vem ganhando força no Brasil, reacende o significado da união, deixa transparecer o perfil dos noivos e confirma: muitas vezes, menos é mais.

Por Ariadna Straliotto Fotos: Divulgação

116

DUO


Um c asam e n t o í n t i m o , c o m poucos convidados, personalizado e customizado com detalhes que traduzem o estilo dos noivos. O Mini Wedding, expressão em inglês que significa mini casamento, é uma modalidade de comemoração compacta, que prioriza o charme e a sofisticação. Uma tendência, de origem europeia, que tem potencial para conquistar um número cada vez maior de casais apaixonados no Brasil. A ideia é ter na lista de convidados apenas pessoas mais queridas e próximas do casal, aquelas que acompanharam a história do casal e ainda fazem parte do cotidiano dos dois. A lista de convidados, em geral, fica em torno de 50 pessoas. Mas, hoje, casamentos com até 100 convidados ainda são classificados nesta categoria. Com a lista reduzida, os noivos têm a possibilidade de dar maior atenção aos convidados, que se sentem mais à vontade e num ambiente mais acolhedor. A cerimônia e a festa costumam ser realizadas em um único local, facilitando a organização do

evento e a locomoção dos envolvidos. Restaurantes, bistrôs e salões já recebem este tipo de evento. Mas há uma variedade imensa de espaços que se transformam em palco para a realização das cerimônias. Um verdadeiro leque de possibilidades: sítios, jardins, hotéis e pousadas, casas de praia, casas de chá e até galerias de arte podem ser locadas para a cerimônia. Como o Mini Wedding é um evento mais intimista, se diferencia das outras cerimônias de casamento, essencialmente, pela criatividade e pela personalização: tem a cara do casal. O cuidado nos detalhes e a atenção dedicada a todos irão demonstrar aos convidados que eles, realmente, foram escolhidos a dedo por serem verdadeiramente especiais.

A decoração

Como o objetivo é realizar um casamento intimista, busque deixar o ambiente leve, romântico e aconchegante. A decoração personalizada pode ser criada com objetos e detalhes que sejam capazes

de remeter à história de amor vivida pelos dois. Objetos que você tem em casa como livros e fotos de família, vasos de flores, quadros e molduras para compor a decoração. No miniwedding é possível usar porta-retratos para dar um toque bem pessoal à festa, contando, de forma visual, a história dos noivos e famílias.

Leveza no vestido e liberdade no traje

Com uma cerimônia mais informal, as noivas deixam de lado os longos véus e caudas, e optam por adereços na cabeça e vestidos com saias de corte mais reto, tecido leve e pouco brilho. Os modelos curtos ou de renda também são perfeitos para pequenas cerimônias. Os noivos, por sua vez, costumam escolher coletes e camisas diferentes, alguns substituem os tradicionais sapatos sociais por mocassins ou all-stars, prezando pelo conforto e pelo estilo. No mini wedding, prevalece o gosto pessoal dos noivos e tudo contribui para compor o clima do grande dia.

DUO

117


DUO Noivas

Editorial de Noivas

DUO

119


DUO

121


flamingo

DUO

123


Publieditorial

FADAMADRINHA do casamento

124

Contratar uma pessoa competente e especializada em cerimonial é a melhor maneira de fazer com que seu momento seja inesquecível. Decoração, lembrancinha, espaço, vestido, sapato, lista de presentes. São tantas coisas a se pensar que fica mais fácil com a ajuda de uma profissional. Em conversa com a Revista Duo, Deluana Hamann passou várias dicas para ajudar as noivas que estão passando por esse momento cercado de decisões. Movida por uma paixão de infância e envolvida com esse mundo de sonhos e realizações, Deluana Hamann se tornou Cerimonialista de Eventos especializada em Casamentos. Ela resume seu trabalho como o de uma fada madrinha que tem como objetivo ajudar a desenrolar os detalhes, administrar de forma correta todos os preparativos dos eventos e, principalmente, resolver os imprevistos, de modo que os convidados e noivos possam desfrutar de cada momento sem grandes preocupações.

DUO

Por Mariana Woj Fotos: Feux Fotografia

Traje Noiva e Noivo

Deluana revela que o dia do casamento é um dos dias mais importantes da vida da noiva e do noivo. Portanto, é preciso estarem preparados para serem o centro das atenções. Na escolha do traje, tenha certeza de que a simplicidade continua sendo sinônimo de elegância. Qualquer que seja o estilo de casamento, rigor e descrição são as palavras que melhor se aplicam aos noivos. “Para escolher o tipo de roupa que usará no casamento, é essencial levar em conta o estilo da festa (formal ou informal), a data e a hora, dia ou noite. Assim vai ser fácil escolher o traje do noivo e o belo vestido da noiva”, explica. Dica: esse conselho serve perfeitamente aos convidados também.

Traje do Noivo

Você já viu como os noivos estão cada vez mais ousados? Muitos já se preocupam em escolher a roupa com melhor corte, com mais cor e toques de modernidade. Os sapatos sociais pretos envernizados já deixaram de

Por Mariana Woj Fotos: Feux Fotografia


a parte mais linda e emocionante da cerimônia. Segundo Deluana, “você deve escrever sobre o que levou você a amar e querer ter essa pessoa ao seu lado. Você deve fazer no seu momento de solidão, pois assim as palavras vão surgir dos pensamentos que terá quando se lembrar da pessoa amada. Deve escrever por que talvez tenha dito milhões de vezes para essa pessoa o quanto é importante, o momento mais espetacular e fantástico da vida de ambos e tudo o que um dia você falou pra ela ou ele vai ficar mais marcado e fixado na memória se for dito outra vez olhando nos olhos e perante pessoas que vivenciaram esse romance”.

Dicas para os Convidados Recebi o convite e agora? Retorne ao anfitrião o mais breve possível, depois de ter recebido o convite. “Dar um retorno para a pessoa que te convidou para um evento é uma gentileza. É imprescindível a confirmação, até mesmo se você não for, porque o número de pessoas interfere diretamente nos preparativos e no orçamento”, destaca Deluana.

ser figura certa nos pés dos noivos atuais. Se olhar bem, você irá encontrar calçados menos imponentes, coloridos, sapatênis, All Star e até mesmo sandálias ou chinelos. Uma dica bacana: para estar super alinhado na hora do casamento, leve o paletó pendurado no carro e vista-o apenas quando chegar ao lugar da cerimônia. Assim você não corre o risco de casar todo amassado.

Noivas e as Rendas

A renda voltou com força total nos vestido e nos detalhes de cabelo, buquê e decoração. Os vestidos de noivas estão cada vez mais modernos e atuais, mas sempre com a delicadeza e elegância imponente da renda, que nos faz olhar e suspirar quando é vista. A profissional destaca que a renda é um ícone de elegância. Permanece com força total em 2014 e com certeza se mantém firme nos anos seguintes.

Os votos

O “sim” é uma das palavras mais esperada por todos e isso já sabemos, mas os votos ainda são novidade e

Posso levar quem não está indicado no convite? Uma das gafes mais cometidas pelas pessoas é levar para a festa alguém que não tem o nome indicado no convite. Se o anfitrião convida um casal para sua festa e não inclui a família, significa que o convite não se estende aos demais e levá-los seria um tanto desagradável. Além disso, se no convite constar “Sr. e família”, lembre-se que os convidados são você e aqueles que moram na sua casa. Aquele filho que mora sozinho não está incluído.

Celular na Igreja ou no ato religioso

Se tem algo complicado hoje são os celulares ligados no momento da cerimônia religiosa. É, sim, uma gafe que pode ser evitada. Basta “desligar” o aparelho. Durante o evento Todo evento tem um momento préestabelecido para os cumprimentos e não é elegante ficar em volta do anfitrião antes disso, ele pode se sentir desconfortável por não conseguir dar a devida atenção a todos. Ao chegar ao local, dirija-se para a

sua mesa e aguarde as instruções do cerimonial sobre os cumprimentos, jantar e etc. Ficar conversando com os amigos na porta do salão atrapalha o fluxo. Fique atento às instruções dos organizadores do evento e quando solicitarem algo como, por exemplo, que todos se sentem para o jantar, atenda-os prontamente. Festa Como todos sabem, a festa é uma das partes mais esperada por convidados e noivos. Pois bem, divirtam-se, aproveitem, curtam a festa, mas sempre lembrando que bebida em excesso não combina com diversão e etiqueta. Enfim, desejamos que a união de um casal seja feita de entrega, decisões pensadas, de pensamentos positivos, de vitórias, de abraços apertados, beijos sem pressa, de confiança, de ciúmes saudáveis, de carinho no cabelo, de colo depois de um dia ruim, de respeito um pelo outro, de atenção aos sinais, de fé e amor! “Assim, com calma e atenção tudo se encaixa e fica bom.”

Indicação da profissional

A Maria Rosa Floricultura pode lhe proporcionar um serviço de qualidade com flores de alto padrão para o seu evento. Ainda disponibiliza um Designer em Flor e um Decorador que vão captar o desejo dos noivos e pôr em prática todo o glamour que o casamento merece.

Fone (47) 3028-0707

Elite Cerimonial Telefone: (47)9614-8662 E-mail: deluanahamann@hotmail.com

Agradecimento: Modelo: Brenda Hamann de Souza | Make: Larissa Hamann | Cabelo e Produção: Serena Cabeleireiro | Vestido: Andrean | Roupas: Divina Store DUO

125


DUO Aplauzzo

Por Leandro Camargo cruzleandrodecamargolara@yahoo.com.br

MERECEDOR DE

APLAUZZO

MAURICIO CONRADO NOROSCHNY O momento pede um efusivo – aplauzzo – para o entrevistado desta edição – Maurício Conrado Noroschny, que possui formação no segmento de Hotelaria e Turismo pela Univali, pertence ao signo de Capricórnio e brinda sua nova idade em 14 de janeiro. Convém ressaltar que de sua origem materna, Noroschny advém de uma tradicional família joinvilense que aqui está desde a chegada dos imigrantes. Ele é neto da famosa historiadora Jutta Hagemann e irmão da conceituada advogada e cientista política Roberta Noroschny Schiessl. Possui mais um irmão, o Fernando e, também, quatro sobrinhos. A experiência profissional de Noroschny é, além de vasta, bastante rica, mas vou resumir para que vocês tenham o privilégio de conhecêlo. Então... Começou sua trajetória profissional como estagiário na extinta Transbrasil e foi aperfeiçoando-se em tarifas internacionais pela IATA

(International Air Transport Association). Ao transferir residência para Fortaleza, cumpriu suas funções profissionais durante cinco anos consecutivos em agência de viagem e, ainda, teve uma rápida passagem pela área comercial de hotelaria. Logo em seguida, partiu para trabalhar com operação internacional em uma operadora de viagem aqui de Santa Catarina, onde permaneceu até abrir as portas de sua própria operadora turística. O cotidiano de Noroschny é, segundo ele, pacato. Durante a semana está sempre no escritório, envolvido nas operações de viagens. Chega em casa após às 20h e assiste novela. Nos finais de semana, quando a agenda permite, gosta de passear pelas cidades vizinhas, a exemplo de São Bento do Sul e Corupá. Gosta de almoçar em Pirabeiraba e, no verão, uma ótima pedida é curtir a piscina, em casa mesmo. Na opinião de meu

entrevistado, ele é – como dizem, o estereótipo do capricorniano – quieto. Adora ouvir e não gosta de falar. E por falar em adora, na gastronomia possui predileção por Acarajé. Já no quesito detesta, aponta as salas de cinema e diz que a característica mais importante em uma pessoa, ao seu ver, é o bom humor, que sempre deve prevalecer. Quando eu questionei a respeito de uma mania ou um defeito, relata que é cheio de pequenas manias, como arrumar os cabides virados pra dentro e as roupas posicionadas da esquerda para direita. “Mas nenhuma que possa ser considerada Toc (risos)”. Agora que você já teve o privilégio de conhecer um pouco de Maurício Conrado Noroschny através da minha explanação, vamos as minhas variadas e já costumeiras perguntas, onde o entrevistado é livre para responder da maneira que desejar. Acompanhe: Fotos: Arquivo Pessoal

126

DUO


LEANDRO CAMARGO – Aponte a sua maior qualidade? MAURICIO CONRADO NOROSCHNY – Acredito que seja a gentileza. Sou sempre gentil, independente de qualquer coisa. LC – A felicidade é? Ou está presente em? MCN – Ela está presente em coisas simples, em momentos únicos, como rever amigos, ouvir uma música antiga tocar novamente no rádio e cantar junto (já fui multado por isso), comer massa de pão frita... A felicidade também está em perdoar, sempre que conseguir, pois perdoar alivia a alma. LC - A sua nota mil vai para... MCN - Esta nova geração de “3ª Idade” que está econômica e socialmente ativa, trabalhando, viajando, contribuindo. LC – A sua nota zero vai para... MCN - A geração Y, não generalizando, mas para os jovens que estão inconstantes, sem limites e sem respeito. LC – Já descobriu o sucesso? MCN – Sim, já. E descobri que é verdade, pois sucesso é fazer aquilo que gosta, independente se é o que te traz mais ou menos riquezas. LC – Fracasso é... MCN - ... Levar uma vida “blasé”. LC – Aponte uma personalidade que admira. MCN - Meio piegas, mas uma personalidade joinvillense que admiro

muito é minha irmã Roberta. Ela encara qualquer projeto com paixão - seja na política, na família ou com amigos. LC - O que gosta em seus amigos? MCN - Gosto de saber que posso ficar 10 anos sem falar com um deles e conversar como se tivesse sido ontem. LC – Enumere a sua viagem preferida. MCN - Gosto muito de ir à Paris e Buenos Aires, mas Bangkok me impressionou pela diferença cultural. LC – O que prefere na música? MCN - Ópera e nova geração de MPB. LC – Qual é o seu perfume predileto? MCN - L`Homme, de Jean Paul Gautier, uso diariamente, há 15 anos. LC – Você é vaidoso? MCN - Não sou vaidoso, mas jamais me verá usando um crocs. LC – Qual seu sonho de consumo? MCN - Tirar férias de 30 dias LC – O que dizer da palavra dinheiro. MCN - Não tenho vergonha de querer ter dinheiro. Não pelo status ou poder que possa trazer, mas para ter confortos e realizar desejos. LC – Relate um momento especial nos âmbitos pessoal e no profissional. MCN – O momento pessoal foi poder atender um desejo de minha mãe e levar suas cinzas para Paris, na França. Já o profissional foi tão logo abrir a Expresso Operadora, receber diversas ligações de congratulações de parceiros em outros países e de alguns jornalistas da área.

LC – Do que se arrepende? MCN – De não ter morado por um tempo no exterior quando mais novo. Aprimorar o inglês ou aprender uma terceira língua é muito mais fácil vivenciando. LC - De que se orgulha? MCN - De ser reconhecido como referência em operação internacional de viagens. LC – Para você, o que é Turismo? MCN - É uma máquina fomentadora de riquezas e empregos. Países em crises econômicas já descobriram isto. Infelizmente no Brasil ainda é usado como pasta de troca a partidos políticos. Sinto falta de uma regulamentação mais específica da área. LC – O momento é falar de, Joinville... MCN - ...É uma ótima cidade pra viver. Nos últimos 20 anos, penso eu, Joinville se abriu para novas experiências, novos costumes, nova gente e isto foi muito bom. Há que se reclamar de trânsito, de saúde, de educação, mas qual cidade do mundo não sofre os mesmos problemas? LC – Agora, para encerrar, o que dizer a respeito do futuro. MCN – O futuro pertence ao “homem lá de cima” diria minha mãe. Trabalho o hoje com responsabilidade, respeitabilidade e honestidade para colher o mesmo amanhã.

DUO

127


Social mundo kids

Tratamento de Imagem: Eberson Theodoro


DUO Fabíola Bernardes E-mail: fabiolacolunista@terra.com.br Site: www.fabiolabernardes.com.br Siga no twitter - @FabiolaBernardes Facebook - Fabiola Bernardes III

Virarte lança Natal O evento inspirou a todos pela diversidade de opções de arvores e enfeites de Natal

Margarida Muller e Daniele Pelaez Foto Fabíola Bernardes

Angelica Pacher e Fabiane Schaefer - Foto Fabíola Bernardes

Loja Linda dá Dicas de Moda Angélica Pacher proporcionou uma noite super especial para suas clientes da Loja Linda e elas adoraram a ideia! Giorgia Valverde, conhecida no mundo fashion, deu dicas sobre a coleção primavera verão deste ano e também como usá-la em nosso favor, combinando cores e situações. O coquetel foi bem prestigiado pelas clientes que adoram as marcas Morena Rosa, Maria Valentina, Regina Salomão e Lança Perfume.

VILLA DAMIANI comemora 4 anos Priscila Damiani comemorou a data com a certeza de que a loja é mesmo um sucesso! Mais de 100 mulheres circularam para curtir a música ao vivo e o coquetel com comidinhas de boteco além de claro, o desfile com muitas clientes fiéis da loja que esbanjaram charme mostrando os looks descolados das grifes que a loja comercializa.

Priscila Damiani e Fabiola Bernardes - Foto Divulgação

Thomas Huber e Glória Albani Larrambebere Huber- Foto Fabíola Bernardes

Baile da Esmeralda A Sociedade Joinvilense de Medicina liderada por Thomas A. Huber, realizou mais uma edição do Baile dos Médicos, que há trinta anos vem comemorando a vida!

Homenageados no Baile da Esmeralda - Foto Fabíola Bernardes

LOJA SOMEDAY RECEBE AS TEENS Vivian Marcarini, foi anfitriã de uma noite super fashion da loja Someday e contou com a presença de diversas Blogueiras de moda além de receber adolescentes antenadas nas tendências. O desfile foi bem descontraído e ainda contou com parceiras da Loja Hope e a Loja Capodarte, adorei as dicas da Depyl Action e também do Empório da Estética.

Vivian e César Luis Marcarini - Foto FabíolaBernardes

Letícia Akemi Sakuma, Deise Büst, Vivian Marcarini e Andréia Monteiro Foto Fabíola Bernardes

DUO

129 125 127


DUO Fabíola Bernardes

Desfile Turma da Cuca A tarde foi divertida e muito astral com as borboletas abrindo o desfile da coleção primaveraverão! Jackson e Minéiaestavam satisfeitos com o resultado da passarela que multiplicou o charme e a descontração das crianças proporcionando uma tarde super animada!

Minéia e Jackson Paul - Foto Fabíola Bernardes

Elisa Rück - Foto Fabíola Bernardes

Elisa Rück comemora 80 anos Elisa foi a primeira mulher a presidir a Sociedade Harmonia-Lyra e na sua gestão fez grandiosas festas que até hoje são relembradas com carinho. A festa para comemorar seus 80 anos bem vividos foi na boate dourada da Lyra, que foi literalmente sua segunda casa.

Loja Catavento amplia espaço A nova loja da Catavento ficou com cara de boutiques de grandes centros, tudo perfeitamente estudado para servir o cliente e atingir a satisfação plena. Brinquedoteca super equipada, estacionamento coberto, divisões de espaço por idade, provadores espaçosos para que a mãe possa trocar as crianças. Tudo muito bem pensado e bem bolado!

Dineo Eduardo Silvério e Fabiani Estevão - Foto Fabíola Bernardes

Deise Cristina Büst com Lia Schuetzler - Foto Fabíola Bernardes

Diretoria e nova geração da Industrias Vitória - Foto Fabíola Bernardes

Loja Princesa lança Alto Verão Uma nova geração de mulheres descobriu que a Loja Princesa tem diversas opções de looks modernos com grifs que apostam no charme e na sensualidade!!

Indústrias Vitória comemora 40 anos Acompanhar o sucesso de amigos que lutam é tudo de bom! Joinville tem muito para se orgulhar principalmente de empresas como a Indústria Vitória que é sinônimo de superação com excelente gestão. Ivan Kaesemodel tem todos os motivos para estar feliz, afinal comemorar 40 anos de uma empresa familiar não é para qualquer pessoa!

TRITON – INAUGURA NOVO CONCEITO Franciane Cano, apaixonada por moda, reinaugura a Triton que é a primeira loja Layout no Brasil.

Heloisa Gasparin, Mareane Figueiredo Barreiros, Franciane Cano, Liani Stein, Janaina Soares e Sonara Freitas- Foto Fabíola Bernardes

130

DUO


DUO FabĂ­ola Bernardes

DUO

131


DUO Fabíola Bernardes E-mail: fabiolacolunista@terra.com.br Site: www.fabiolabernardes.com.br Siga no twitter - @FabiolaBernardes Facebook - Fabiola Bernardes III

Maria Matilde da Silva, Débora Scharf e Gi Cerutti - Foto Aurea

Mariela Linzmeyer, Iara Koentopp, Carolina May e Camila Lacerda Foto Aurea

30ª Festa Estrelas com Champanhe Mulheres animadas curtiram a 30ª Edição da Festa Estrelas com Champanhe Karine Leite, Fabiola Bernardes, Cleide Allage, Taibelle Angelo e Vanessa Medeiros- Foto Aurea

Deise Büst e sua turma- Foto Aurea

Djeiny Sotopietra de Sousa, Gisele Caetano e Alessandra Alchini - Foto Gi Cerutti

Camarote Casa da Amizade - Foto Gi Cerutti

132

DUO

FernandaHelfenberger,LizaZambom,Alessandra Alchini e Rosangela Souza - Foto Gi Cerutti

Ninon Ocker e Ana Luiza Bencz- Foto Gi Cerutti


DUO Fabíola Bernardes

Eloisa Gaudencio Boehm, Cecilia Longo, Michele Borges e Sil Silva Foto Gi Cerutti

Tatiane Klöppel E Grasi Caetano Ramos Foto Gi Cerutti

Camarote Mari Parise - Foto Gi Cerutti

Camarote Josi Malmann - Foto Gi Cerutti

Camarote Regina Rizzolo - Foto Gi Cerutti

Camarote Cléria Pereira Souza -Foto Gi Cerutti DUO

133


DUO FabĂ­ola Bernardes

Camarote Roberta Buss Rocha - Foto Gi Cerutti

Adriane Borges e Pâmela Rossi - Foto Gi Cerutti

Camarote Maria Claudia Coutinho Rocha - Foto Gi Cerutti

Camarote Raquel Beckhauser- Foto Gi Cerutti

Camarote Joice Stein - Foto Gi Cerutti

Nicole Menegazzo, Patricia Voigt Socher e Milane Suppis -Foto Gi Cerutti

134

DUO

Flavia Bitencourt, Fabiola Bernardes e Larissa Schuetzler Hardt - Foto Aurea

Raquel e Eoda Steglich -Foto Gi Cerutti

Daniele Pelaez, Rafaela Muller e Margarida Mueller - Foto Gi Cerutti


DUO

135


DUO Fabíola Bernardes

Bell Bellettini, Priscila Damiani, Andréa B. Soares, Fernanda Ourique e Débora Machado- Foto Gi Cerutti

Camarote Evelin Oliveira - Foto Gi Cerutti

Sandra Regina de Souza e Dina Duarte - Foto Gi Cerutti

Camarote Lilian D’Mira - Foto Gi Cerutti

Sandra Wille e Ludmila Vodianitskaia - Foto Gi Cerutti

Camarote Maristela Döhler e Liani Stein - Foto Gi Cerutti

Camarote Jurerê Beach & Fitness - Foto Gi Cerutti

136

Angélica Parcher e Carla Wolf - Foto Gi Cerutti

DUO

Camarote Larissa Agne - Foto Gi Cerutti

Camarote Gina Devienne - Foto Gi Cerutti


DUO

137


DUO Crônica

Por Kauane Mello kauane.jornalismo@gmail.com

MEUS PEDIDOS DE FIM DE ANO Guardo nos olhos a cadência ligeira de Dezembro, cenário de comemoração, ruas iluminadas por luzinhas coloridas que piscam sem parar, senhorzinho de coração corpulento espalhando doçura, balas de banana e carinho nas cabeças dos pequenos que felizes lhe rodeiam. É como se o ano todo se condensasse em meia dúzia de dias, carregados de premências, planos e expectativas. Adoro finais de ano. Presentes, projetos e festas, tudo me cai bem. Até a correria e as aglomerações, que irritam tanta gente, a mim agradam. Deve ser porque, eu já fui afável, criança falante, poço fundo de sonhos e especialista em escrever cartas para o bom velhinho. Nestes últimos dias, por exemplo, uma parte de mim suplica para grudar as pupilas na janela da sala e esperar o

gorducho de barba branca chegar com o meu brinquedo favorito, enquanto a outra implora por responsabilidade – algo que desde que completei 20 anos, tento ter. Juro. Falta pouco pra vestir branco, contemplar os cinco minutos de fogos de artificio, brindar com espumante às 00h de um ano novinho recémimpresso, fantasiado em amor, esperança, saúde e prosperidade – palavra que aparece no vocabulário das pessoas apenas nessa época do ano, enquanto pulam as sete ondas, comem romã e enchem o coração de promessas em vão sendo esquecidas à medida que a rotina nos devora. Antigamente, eu preenchia a agenda do ano novo com palavras bonitas, pedidos e mudanças (que não cumpria

nunca) para meus próximos 365 dias. Hoje, prefiro focar no necessário: saúde para conquistar o sucesso, amigos que sustentam o meu riso e um amor verdadeiro para a vida inteira. Antes, quando me prestava a escrever enfileirados compromissos, parecia atrair o efeito contrário. Tudo o que eu desejava para uma vida melhor me escapulia entre os dedos. Desapontada, caía em choro, e me empanturrava de doces. Assaltava a geladeira na madrugada e sabotava o emagrecimento planejado há meses, o necessário para destruir, em frações de segundos, toda a esperança e expectativa que tinha depositado no ano que acabava de chegar. Foi em uma dessas decepções que decidi, no início do ano, começar pelas coisas pequenas. Cortei o chocolate depois do almoço, me desafiei a fazer mais e reclamar menos. Evitei o pessimismo e me concentrei nas poucas coisas boas que ainda me restavam. Percebi que não precisava esperar a virada do ano ou a segundafeira chegar para começar de novo. Que o mundo gosta de pessoas ousadas, teimosas e decididas. Gente que não fica em cima do muro, que tenta outra vez, mesmo que seja às quatro da tarde de uma quinta-feira. Engoli coragem, dei o meu melhor, conquistei a vida e me apaixonei por ela. Agarrei a felicidade e a convenci de que fomos separadas na maternidade. Descobri que a fórmula que tanto procurava, esteve este tempo todo aqui dentro, esperando para ser sacodida. Que o tempero dos dias é o humor, a simplicidade e humildade diante de qualquer conjuntura. Atualmente, eu mais agradeço do que peço. Agora, com a sua licença, vou pegar mais espumante e distribuir por aí abraços ternos, aliás, estes também entram na lista das coisas que só conseguimos fazer em dias similares a estes. Kauane Mello, 23 anos, estudante de jornalismo, autora do livro “Fica, vai ter amor”, pela a editora Penalux de São Paulo. Natural de Joinville.

138

DUO


DUO

139


Revista Duo Joinville Edição 23 - Dez/Jan 2014  

Ano do Cavalo - Confira a influência que este animal trará para 2014 | Deu Branco - Comece o ano como manda a tradição | Natal Solidário -...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you