Page 1

GABINETE DE FORMAÇÃO Catálogo de Formação


Catálogo de Formação

Centro Social e Paroquial de São Roque Entidade Formadora Certificada – certificado n.º 24/2012

2


Catálogo de Formação

Quem somos? Desde 1992 o Centro Social e Paroquial de São Roque instalou-se na Rua José Almeida Pavão, Jr.º – São Roque, como uma Instituição Particular de Solidariedade Social, por iniciativa da Fábrica da Igreja e erecta canonicamente por decreto do Bispo da Diocese de Angra. Emanou para dar resposta às graves carências económicas e sociais em áreas distintas, através das seguintes valências: 

Creche;

Jardim de Infância;

Ludoteca – ATL (Ocupação dos Tempos Livres);

Centro de Convívio;

Serviço de Apoio ao Domicilio;

Residência sem-abrigo – Vida Nova, e

Unidade Móvel de Reabilitação.

Acreditação Em 2009, o Centro Social e Paroquial de São Roque ampliou a sua área de intervenção, através da criação do Gabinete de Formação. Somos uma Entidade Formadora Acreditada pela Direção Regional do Trabalho, Qualificação Profissional e Defesa do Consumidor (processo n.º 36), nos seguintes domínios de intervenção: -Planeamento de intervenções ou atividades formativas; - Conceção de intervenções, de programas, instrumentos e suportes formativos; - Organização e promoção de intervenções ou de atividades formativas; - Desenvolvimento/execução de intervenções ou de atividades formativas; - Acompanhamento e avaliação de intervenções ou atividades formativas.

Esta entidade pretende desenvolver formação para os ativos do sistema de ação social enquanto Entidade Formadora, através de candidatura ao Fundo Social Europeu, assumindo responsabilidades em todas as fases do projeto, desde a preparação, passando pela organização e execução, e terminando no encerramento e avaliação das ações de formação.

3


Catálogo de Formação

Catálogo de Formação Áreas de Formação

Cursos de Formação Sinais de Alerta de Maus Tratos na Criança Acompanhamento de Criança: Desenvolvimento Infantil Comportamento Disfuncional na Criança

Serviço de Apoio a Crianças e Jovens

Saúde Mental Infantil Crianças com Necessidades Educativas Especiais Intervenção Precoce e Intervenção Pedagógica com Crianças NEE Alimentação Saudável na Criança

Terapia e Reabilitação

Técnicas de Movimentação de Acamados Gestão do Stresse Gestão do Tempo

Área Comportamental

Gestão de Conflitos Gestão de Competências Interpessoais Liderança, Motivação e Gestão de Equipas Sensibilização para HSST Técnicas de Higiene e Segurança no Trabalho

Higiene e Segurança no Trabalho

Higiene e Segurança Alimentar no Transporte Gestão da Prevenção Higiene e Segurança no Trabalho Interpretação da Norma ISO 9001:2008 Técnicas de Atendimento e Secretariado

Secretariado e Trabalho Administrativo

Qualidade no Atendimento ao Publico Atendimento ao Publico: Presencial e Telefónico Organização e Técnicas de Arquivo

4


Catálogo de Formação

5

- Sinais de Alerta de Maus Tratos na Criança Objetivos Gerais

Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

Pretende-se fomentar o conhecimento na área da Proteção da Infância compreendendo a família no seu contexto, reconhecendo cenários de risco a que a criança pode estar sujeita, bem como formas de atuar adequadamente perante uma situação de mau-trato infantil.

Conteúdos Programáticos Módulo I – Conceito de Família – 6 H Famílias Multiproblemáticas Características das Famílias Multiproblemáticas Estrutura Familiar

Objetivos Específicos Compreender a família multiproblemática, funcionamento e a sua estrutura;

o

seu

Entender a importância do contexto sócio cultural e familiar na dinâmica familiar;

Funcionamento Familiar Módulo II – Factores de Risco – 6 H Contexto Sócio Social e Cultural

Reconhecer os vários tipos de maus-tratos infantis, bem como os indicadores que apontam para uma possível situação de mau trato;

Contexto Familiar

Serem capazes de utilizar os mecanismos legais acerca desta matéria, nomeadamente no que toca aos procedimentos de sinalização e da cooperação entre as diversas entidades que intervêm em situação de risco.

Tipologia dos Maus-tratos

Público – alvo:

Abuso Sexual

(15 formandos) – o curso que se destina a todos os profissionais do Sistema de Ação Social que trabalham em infantários, jardins-de-infância, ATL`s.

Impacto dos Maus-tratos no desenvolvimento integral da criança.

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação 14-11-2011 / 25-11-2011 14-11-2011 / 25-11-2011

Módulo III – Maus-Tratos Infantis -6 H

Negligência Parental Maus-tratos Físicos e Psicológicos

Indicadores de Maus-Tratos Módulo IV - Proteção de Crianças e Jovens – 6 H Sistema Legal de Proteção Enquadramento da Intervenção

16-01-2012 / 27-01-2012

Módulo V - Entidades Competentes na área da Protecção Infantil - 6 H

Local de Formação:

Papel dos Agentes Sociais na Proteção da Infância

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque


Catálogo de Formação

- Acompanhamento de Criança: Desenvolvimento Infantil Objetivos Gerais

Características do Desenvolvimento Humano

Aspira-se a que os formandos conheçam as diferentes fases do desenvolvimento infantil, que o compreendam numa perspectiva holística, reconheçam estilos educativos e práticas pedagógicas, e também promovam maior envolvimento parental, de forma activar uma parceria eficaz e frutífera.

Módulo II – Desenvolvimento cognitivo – 6 H

Objetivos Específicos Pretende-se que os formandos neste curso: Compreendam a importância do desenvolvimento Cognitivo, Psicomotor e Socio-Afectivo da criança. Reconheçam “problemas normais” no decorrer do desenvolvimento infantil. Consigam identificar situações que carecem do encaminhamento para outros profissionais. Identifiquem manifestações sexuais na infância e consigam lidar com as mesmas com naturalidade Identifiquem Estilos Educacionais e reconheçam a sua importância no Desenvolvimento Infantil. Promovam o crescente envolvimento das famílias na instituição educativa.

Teoria do desenvolvimento Cognitivo de Piaget Desenvolvimento da Linguagem Módulo III – Desenvolvimento Psicomotor - 3 H Desenvolvimento Psicomotor Lateralidade Módulo IV – Desenvolvimento Socio-Afectivo – 6 H Importância da vinculação Manifestações sexuais na infância Relações de pares, cooperação e autonomia Módulo V – A normalidade e a psicopatologia – 4H Problemas normais do desenvolvimento infantil

Público – alvo:

O sono, o choro e a alimentação

(15 formandos) – Profissionais da Educação Pré-Escolar das Instituições Particulares de Solidariedade Social.

Situações de alerta (que implicam encaminhamento para outros profissionais)

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

Relaxamento para crianças – um método de intervenção

Datas de Formação

Módulo VI – Estilos Educativos e Pedagogia – 5H

07-11-2011 / 18-11-2011

Estilos Educativos

07-11-2011 / 18-11-2011

Regras como elemento estruturante da comunicação e da relação pedagógica

05-03-2012 / 16-03-2012 Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense Conteúdos Programáticos Módulo I – Introdução ao Desenvolvimento Infantil – 3H Conceito de Desenvolvimento

Rotinas como elemento estruturante na organização espácio-temporal Reforçar comportamentos desejáveis e enfraquecer comportamentos indesejáveis Módulo VII – Envolvimento Parental – 3H Modelo ecológico do desenvolvimento humano – Bronfenbrenner Participação da família no projecto educativo e na vida da instituição educativa.

6


Catálogo de Formação

- Comportamento Disfuncionais nas Crianças -

Objetivos Gerais

Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

Identificar as dificuldades de desenvolvimento comportamental da criança; Compreender os factores que influenciam o desenvolvimento de comportamentos disfuncionais na criança; Conhecer as formas de actuação e intervenção com crianças com comportamentos disfuncionais.

Conteúdos Programáticos Módulo I: Problemas de Desenvolvimento 8H - Auto-confiança e auto-estima - Deficiências sensoriais; - Perturbações emocionais;

Objetivos Específicos Identificar problemas de desenvolvimento na criança; Conhecer os conceitos de Stress e resiliência; Identificar factores de risco e factores de protecção; Compreender o conceito de Famílias Multiproblemáticas; Reflectir sobre o papel da Família; Compreender o conceito de Parentalidade; Reconhecer o papel da educação; Reflectir sobre o papel do Educador e do contexto educativo e escolar; Conhecer a intervenção social e infantil em S. Miguel e principais recursos existentes.

- Crianças com necessidades educativas específicas (NEE).

Módulo II: Conceitos Fundamentais 9H - Stress e Resiliência; - Factores de Risco e Factores de Protecção; - Criança de risco social; - Famílias Multiproblemáticas.

Público – alvo: (15 formandos) – o curso destina-se aos profissionais de desempenham as suas funções na área de educação, nomeadamente nas creches, Jardins de Infância, ATL’s e CAO.

Módulo III: Formas de actuação 8H - O papel da Família; - Parentalidade e Modelos Educativos;

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

- O papel da Educação;

Datas de Formação:

- A importância do Educador e do contexto e educativo e escolar;

14-11-2011 / 25-11-2011 14-11-2011 / 25-11-2011 16-01-2012 / 27-01-2012

Módulo IV: A Intervenção Social e infantil em S. Miguel 5H

16-01-2012 / 27-01-2012

- Recursos existentes;

Local de Formação:

- O Instituto de Acção Social;

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

- As IPSS’s.

7


Catálogo de Formação

- Saúde Mental Infantil Local de Formação: Objetivos Gerais Identificar os conceitos básicos de saúde mental infantil; Desenvolver ações adequadas à promoção da saúde mental infantil.

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

Objetivos Específicos

Conteúdos Programáticos

Ter uma noção do enquadramento histórico, da Definição e dos conceitos básicos da saúde mental; Compreender a distinção entre os termos de “Normal” e “Patológico”; Conhecer o Modelo Preventivo, assim como o significado dos factores de equilíbrio e de risco; Identificar crises de desenvolvimento e crises acidentais; Conhecer algumas Formas de intervenção; Compreender a Abordagem Sistémica, assim como os seus pressupostos e objectivos; Ter uma noção dos conceitos de Desenvolvimento e Vulnerabilidade; Reflectir sobre a importância da vinculação; Conhecer situações de risco e as suas principais consequências; Identificar formas de actuação e de intervenção.

Módulo I: Fundamentos da Saúde Mental - 6H

Público – alvo: (15 formandos) – o curso destina-se aos profissionais de

- Enquadramento histórico; - Definição; - Conceitos básicos. Módulo II: Perspetivas preventivas em Saúde Mental 7H - O Normal e o Patológico; - O Modelo Preventivo: factores de equilíbrio e de risco; - Crises de desenvolvimento e crises acidentais; - Formas de intervenção. Módulo III: Saúde Mental e Família -9 H

desempenham as suas funções na área de educação,

- Criança e Família;

nomeadamente nas creches, Jardins de Infância, ATL’s e

- A Abordagem Sistémica e Familiar;

CAO.

- Objectivos e pressupostos da Abordagem Sistémica e Familiar.

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Módulo IV: Criança vulnerável e em risco -8H Datas de Formação - Desenvolvimento e Vulnerabilidade; 18-10-2011 / 31-10-2011 - A vinculação; 18-10-2011 / 31-10-2011 - Situações de risco e suas consequências; 06-02-2012 / 17-02-2012 06-02-2012 / 17-02-2012

- Formas de actuação e Intervenção

8


Catálogo de Formação

- Crianças com Necessidades Específicas de Educação (NEE) Objetivos Gerais

Local de Formação:

Reflectir sobre a temática da “diferença”;

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Sensibilizar para a realidade da criança com NEE;

Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense Reconhecer a evolução do conceito de necessidades específicas de educação.

Objetivos Específicos Identificar as diferentes etapas na definição do conceito de NEE ao longo dos tempos; Definir o conceito de NEE; Perceber as práticas educativas em NEE em Portugal; Identificar necessidades específicas de educação; Diferenciar cegueira de ambliopia; Diferenciar surdez de hipoacusia; Compreender que problemáticas se inserem nas NEE de caráter motor; Distinguir deficiência intelectual de NEE de caráter intelectual; Definir a classificação da deficiência intelectual de acordo com os vários critérios; Identificar as características das crianças sobredotadas; Identificar problemas de comportamento; Reflectir sobre as causas da manifestação de problemas de comportamento sob uma perspetiva sócio-emocional; Compreender as características do espectro do autismo; Compreender as características do défice de atenção e hiperactividade; Reconhecer a importância da família no processo educativo da criança com NEE; Reconhecer a importância da equipa educativa no processo educativo da criança com NEE. Público – alvo:

Conteúdos Programáticos Módulo I: Enquadramento histórico do conceito de NEE -5H - Evolução do conceito de NEE ao longo dos tempos: da exclusão à inclusão; -Definição do conceito actual de necessidades específicas de educação; - Práticas em NEE: realidade portuguesa; Módulo II: Caracterização de NEE de carácter sensorial -5H - Cegueira e ambliopia - Surdez e hipoacusia Módulo III: Caracterização de NEE de carácter motor 5H Paralisia cerebral; Outras limitações motoras (decorrentes de acidentes, amputações, etc); Módulo IV: Caracterização de NEE de carácter intelectual -6H - Deficiência intelectual: por resultados de QI: Ligeira, moderada, severa e profunda - Classificação a nível educativo (educável, treinável e profunda) - Sobredotação Módulo V: Caracterização de NEE de carácter emocional, autismo e hiperactividade -6H

(15 formandos) – o curso destina-se aos profissionais de desempenham as suas funções na área de educação, nomeadamente nas creches, Jardins de Infância, ATL’s e CAO.

- Problemas graves de comportamento: perspectiva sócio-emocional;

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

Módulo VI- Perspectiva sistémica da inclusão da criança com NEE em contextos educativos - 3H

Datas de Formação 07-11-2011 / 18-11-2011 07-11-2011 / 18-11-2011

- Espectro do autismo;

- O papel da família; - O papel da equipa educativa.

9


Catálogo de Formação

- Intervenção Precoce e Intervenção Pedagógica com crianças com NEE -

Objetivos Gerais

Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

- Identificar o processo de intervenção precoce em crianças com NEE; - Conhecer formas de intervenção em situações educativas com crianças com NEE. Objetivos Específicos

Conteúdos Programáticos

Conhecer a realidade da intervenção precoce a nível nacional e regional; Compreender a importância da fase dos 0 aos 3 anos para o desenvolvimento da criança; Reconhecer a intervenção precoce como meio de prevenção/ minimização de factores de risco desenvolvimental Identificar actividades lúdicas e pedagógicas possíveis de desenvolver com crianças cegas e amblíopes, que promovam o seu desenvolvimento global; Identificar actividades lúdicas e pedagógicas possíveis de desenvolver com crianças surdas e hipoacusicas, que promovam o seu desenvolvimento global; Identificar atividades lúdicas e pedagógicas possíveis de desenvolver com crianças com NEE de carácter motor, que promovam o seu desenvolvimento global; Identificar actividades lúdicas e pedagógicas possíveis de desenvolver com crianças com deficiência intelectual de acordo com a sua classificação em termos educativos, que promovam o seu desenvolvimento global; Reconhecer comportamentos e atitudes adequadas por parte do profissional de educação na intervenção com crianças com problemas de comportamento; Identificar técnicas possíveis de aplicar na intervenção pedagógica com crianças hiperactivas e com défice de atenção. Público – alvo: (15 formandos) – o curso destina-se aos profissionais de desempenham as suas funções na área de educação, nomeadamente nas creches, Jardins de Infância, ATL’s e CAO. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação A definir Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Módulo I: Intervenção Precoce: Enquadramento Teórico (3 horas) - Definição do conceito de intervenção precoce - Perspectiva sistémica da intervenção precoce - A intervenção precoce a nível nacional e regional Módulo II: A intervenção precoce em crianças com NEE (3 horas) - A importância dos primeiros anos no desenvolvimento da criança (0 aos 3 anos;) - Intervenção precoce como prevenção de factores de risco - A intervenção precoce em crianças com NEE diagnosticada ou de risco biológico, sócio-económico e cultural Módulo III: Carácter sensorial: promoção do desenvolvimento global (6 horas) - Actividades lúdicas e pedagógicas com crianças cegas e amblíopes - Actividades lúdicas e pedagógicas com crianças surdas e hipoacusicas Módulo IV: Caráter motor: promoção do desenvolvimento global (6 horas) - Adaptação do espaço físico e de recursos materiais - Actividades lúdicas e pedagógicas adaptadas para crianças com limitações motoras/neuromotoras Módulo V: Caráter intelectual: promoção do desenvolvimento global (6 horas) - Actividades lúdicas e pedagógicas com crianças com deficiência intelectual, de acordo com a sua classificação em termos educativos (educável, treinável e profundo) - Actividades lúdicas e de enriquecimento para crianças sobredotadas; Módulo VI- Caráter emocional e hiperatividade e défice de atenção (6 horas) - Intervenção pedagógica com crianças com problemas de comportamento: postura e comportamentos do profissional de educação - Intervenção pedagógica com crianças com hiperactividade e défice de atenção

10


Catálogo de Formação

- Alimentação Saudável na Criança -

Objetivos Gerais

Conteúdos programáticos

- Contribuir para que os formandos ofereçam uma alimentação saudável, equilibrada e adequada às necessidades da criança.

Módulo I – Apresentação e introdução do tema – 6 horas  Apresentação pessoal e da formação

Objetivos Específicos: Compreender a importância da educação alimentar; Adquirir conhecimentos base de uma alimentação e nutrição saudável; Saber preparar uma refeição saudável; Compreender a importância do aleitamento materno; Compreender as necessidades nutricionais da criança em idade pré-escolar; Saber elaborar uma ementa tipo, tendo em vista uma alimentação saudável; Adquirir conhecimentos acerca das principais patologias infantis associadas à alimentação.

 Importância e objectivos da educação alimentar  História da alimentação Módulo II – Noções básicas de alimentação e nutrição – 9 horas  Roda dos alimentos  Classes dos nutrientes  Função de cada classe dos nutrientes  Conceito de alimentação saudável Módulo III – Preparar uma refeição saudável – 3horas  Confecção saudável dos alimentos  Regras de higiene aquando a confecção

Público – alvo: (15 formandos) Cozinheiras e Ajudantes de cozinha que trabalham em infantários, jardins-de-infância, ATL`s.

Módulo IV – Alimentação infantil – 6 horas  Aleitamento materno  Necessidades nutricionais da criança em idade préescolar

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação 03-10-2011 / 17-10-2011 03-10-2011 / 17-10-2011

 Distribuição das refeições  Elaboração de uma ementa tipo Módulo V – Patologias infantis associadas à alimentação – 6 horas

09-01-2012 / 20-01-2012

 Desnutrição

Local de Formação:

 Obesidade infantil

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

 Criança intolerante à lactose

Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

 Criança celíaca  Avaliação da formação

11


Catálogo de Formação

- Técnicas de Movimentação de Acamados – Objectivos a atingir: Dotar o pessoal auxiliar de conhecimentos nas várias técnicas de mobilização de pessoas acamados. Objectivos Específicos: Transmitir conhecimentos sobre:

Público-alvo: 15 formandos/as que trabalham com idosos, exercendo funções de auxiliar nas IPSS. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação: 21-11-2011 / 06-12-2011

Mobilidade/Imobilidade

09-01-2012 / 20-01-2012

Consequências nefastas da não mobilização e

Local de Formação:

levante das pessoas acamadas.

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Efeitos da imobilização. Assistência à Pessoa Acamada Cuidados a ter com a Pessoa acamada

Conteúdos Programáticos: Módulo I – Mobilidade – 12 H

Prevenção das Úlceras de Pressão Mobilização/Posicionamentos Colocar/retirar arrastadeira Massagem de Conforto Demonstrar aos formandos como: Ajudar a deslocar a pessoa acamada em direcção à cabeceira da cama. Ajudar a mobilizar a pessoa acamada para um dos lados da cama. Ajudar a pessoa acamada a sentar-se na borda da cama. Ajudar a pessoa acamada a passar da cama para a cadeira e vice-versa. Ajudar a mobilizar a pessoa acamada em

Conceito: movimento/marcha/postura Alinhamento Corporal e Equilíbrio Actividade Objectivos da mobilidade Alterações da mobilidade do Idoso Graus de mobilidade Imobilidade Principais doenças que favorecem a imobilidade Complicações da imobilidade Avaliação prática da função motora do idoso Exercícios práticos de estimulação física para idosos Módulo II – Assistência à Pessoa Acamada – 18 H

decúbito dorsal decúbito lateral esquerdo e

Cuidados a ter com a pessoa acamada

decúbito lateral direito.

Prevenção das Úlceras de Pressão

Colocar correctamente uma arrastadeira

Mobilização da pessoa acamada Posicionamentos Massagem de Conforto

12


Catálogo de Formação

- Gestão do Stresse –

Objetivos Gerais

Conteúdos Programáticos

Compreender a importância da gestão eficaz do stresse no contexto pessoal e profissional.

Módulo I: Introdução e Apresentação -3H Módulo II: Introdução à temática - Stresse no trabalho -6H  Dados e estudos recentes;  Conceito de stresse;  Exercícios e Casos práticos.

Objetivos Específicos Formar coordenadores e outros gestores de topo em estratégias de gestão eficaz do stresse; Conhecer o conceito de stresse e que variáveis intervêm no processo; Conhecer e praticar exercícios de relaxamento mental e físico para reduzir as tensões associadas ao stresse; Identificar o seu estilo de personalidade e o seu impacto na forma como lida com as situações “stressantes”. Público – alvo: (15 formandos) – o curso que se destina a coordenadores, directores pedagógicos de valências e dirigentes/presidentes das IPSS.

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação A definir Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

Módulo III: O stresse e o corpo -3H  Sintomas típicos de stresse;  Exercícios de relaxamento mental e físico;  Exercícios e Casos Práticos. Módulo IV: Os traços de personalidade e a gestão do stresse -6H  Os traços de personalidade facilitadores e inibidores;  As reacções em função da personalidade;  Exercícios e Casos práticos. Módulo V -6H  Principais causas de stresse no trabalho;  Consequências do stresse no trabalho;  Exercícios e Casos práticos. Módulo VI: Estratégias de gestão do stresse em contexto profissional -6H  A gestão do tempo: definir prioridades e ganhar tempo;  A delegação: saber delegar;  Técnicas para lidar com diferentes tipos de stresse;  O risco de burnout (esgotamento) em contexto profissional;  Exercícios e Casos práticos.

13


Catálogo de Formação

- Gestão de Tempo – Objetivos Gerais Formar gestores, coordenadores e outros profissionais em estratégias de gestão de tempo, de modo a fortalecer sua eficácia pessoal. Objetivos Específicos Identificar e analisar as características pessoais face à gestão do tempo, no âmbito da actividade profissional;

As perspectivas chave face à gestão do tempo;  O papel profissional relativamente à finalidade da sua função (missão);  Utilização do tempo através dos 4 níveis de análise;  As dificuldades face à gestão do tempo;  Os principais factores de desperdício de tempo;  Exercícios e Casos práticos. Módulo III: Definição estratégica das prioridades 3H 

Planear definindo estrategicamente as prioridades; As duas dimensões chave para a definição de prioridades: importância e urgência;  Clarificar as prioridades em função das técnicas de gestão de tempo;  Exercícios e Casos Práticos. Módulo IV: O Stresse e o Tempo 6H 

Optimizar a delegação como estratégia de gestão do tempo. Conhecer os instrumentos, técnicas e regras para ganhar tempo. Desenvolver as suas competências para gerir o tempo de forma eficaz. Público – alvo: (15 formandos) – o curso que se destina a coordenadores, directores pedagógicos de valências e dirigentes/presidentes das IPSS. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação: A definir Local de Formação:

O stresse positivo e o stresse negativo Consequências na organização do trabalho pessoal;  Aprender a agir em vez de reagir;  As estratégias de adaptação e controlo do stresse;  Exercícios e Casos práticos. Módulo V: A Delegação para a Gestão do Tempo 6H  

 As tarefas susceptíveis de serem delegadas;  Preparar as pessoas para a delegação;  As quatro fases do processo de delegação;  Exercícios e Casos práticos. Módulo VI: Ganhar Tempo 6H

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Estratégias que permitam optimizar as relações com o meio;

Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

As 12 regras fundamentais para uma eficaz gestão do tempo;

Planificar as actividades com base nas prioridades;

 

A importância da planificação das actividades; Exercícios e Casos práticos

Conteúdos Programáticos Módulo I: Introdução e Apresentação (3 Horas). Módulo II: Características Pessoais Face à Gestão do Tempo 6H

1


Catálogo de Formação

- Gestão de Conflitos Objectivos Gerais:

Conteúdos Programáticos

A formação proposta apresenta-se como abordagem global, pretendendo dotar os formandos supra referidos de alguns instrumentos básicos, ao nível da comunicação, da escuta activa, da mediação estruturada ao nível interpessoal e comunitário, capazes de ajudarem na difícil tarefa da gestão de conflitos em contextos sociais marcados por processos de exclusão, onde o conflito social surge como resposta à tensão provocada por vivências pautadas pela desestruturação familiar, pelos baixos níveis de qualificação, pela marginalidade, pelo desemprego, pelas dinâmicas comunitárias perpetuadoras da exclusão social.

Módulo I: Introdução e Apresentação 3H Módulo II: Tipos de Conflitos 6H O que é o conflito? Tipos de Conflitos A dupla visão do Conflito Formas básicas de Actuação Os conflitos no local de trabalho Exercícios e Casos práticos Módulo III: Estilos e Gestão de Conflitos 3H Condições Antecedentes dos Conflitos

Objectivos Específicos: Formar gestores, coordenadores e outros profissionais em estratégias de minimização e resolução de Conflitos; Fornecer ferramentas e competências técnicas e pedagógicas inovadoras, que permitam gerir conflitos com eficácia; Saber utilizar a inteligência emocional, o comportamento assertivo e a comunicação eficaz de forma a antever, minimizar ou resolver conflitos.

O processo de Conflito Estilos de Gestão de Conflitos Exercícios e Casos Práticos Módulo IV: Comunicação Eficaz e Assertividade 6H A Comunicação Interpessoal A Reformulação e a Escuta Activa A Assertividade Exercícios e Casos práticos Módulo V: A Inteligência Emocional 6H

Público – alvo: (15 formandos) – destina-se a Técnicos Superiores da

A Inteligência Emocional

área das Ciências Sociais e Humanas.

A Insatisfação Construtiva A Influência sem Autoridade

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

Exercícios e Casos práticos Módulo VI: Técnicas de Gestão de Conflitos 6H

Datas de Formação A definir Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Ribeira Grande – Teatro Ribeiragrandense

Reconhecimento, Recompensa e Motivação A Disciplina Positiva Técnicas de Negociação Gestão de Stress As 3 Abordagens Fundamentais na Gestão de Conflitos Exercícios e Casos práticos.

15


Catálogo de Formação

- Gestão de Competências Interpessoais Objectivos Gerais: Capacidade de definir e diagnosticar diferentes competências individuais e interpessoais Objectivos Específicos: Definir competência e competência interpessoal; Compreender a importância das competências interpessoais a nível individual e organizacional; Compreender o papel da aprendizagem no âmbito das competências interpessoais; Compreender a natureza dos objectivos e distingui-los de intenções; Conhecer a prática do estabelecimento de objectivos para incentivar a acção. Público – alvo: (15 formandos) – destina-se a todos os técnicos que pretendam conhecer e aprofundar os seus conhecimentos na área da gestão de competências interpessoais. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação A definir Local de Formação:

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Conteúdos Programáticos Definição de Competência e Competência Interpessoal; Importância das Competências Interpessoais e as Competências Chave; O Papel da Aprendizagem e do Auto-diagnóstico; Definição de Objectivo e Auto-estabelecimento de Objectivos; Objectivos e Motivação; Prática do Estabelecimento de Objectivos para Incentivar a Acção; Definição e Valor do Feedback; Interferências na Comunicação do Feedback; Fenómeno "Feedback Gap"; Comunicação como Competência Social; Comunicação Verbal e Não Verbal; Barreiras à Comunicação; Comunicação Eficaz e Escuta Activa; Definição e Características das Equipas; Fases de Desenvolvimento da Equipa; Obstáculos ao Trabalho e à Eficácia em Equipa; Conflito nas Organizações; Dicas para Resolução de Conflitos; Processo Negocial e de Mediação; Vantagens e Desvantagens das Reuniões; Tipos de Reuniões; Preparação, Condução e Pós-reunião.

16


Catálogo de Formação

- Liderança, Motivação e Gestão de Competências Objectivos Gerais:

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

Compreender o comportamento individual e interpessoal dos recursos humanos no seio da organização; Desenvolver uma cultura motivacional na organização; Desenvolver um estilo de liderança adequado à filosofia da organização a cada situação e ao perfil dos recursos humanos; Gerir equipas de forma eficaz.

Datas de Formação A definir Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Conteúdos Programáticos

Objectivos Específicos: Identificar de forma correcta as principais características dos recursos humanos e da organização onde estão inseridos, segundo os estímulos, funções, características individuais e grupais e a cultura da organização; Identificar e definir adequadamente a sequência do processo motivacional, identificando-a em casos concretos; Identificar, caracterizando-as correctamente, os diferentes tipos de reacções à frustração que se encontram em situações de trabalho; Identificar, fazendo a correspondência às diversas teorias, as necessidades humanas patentes numa organização; Aplicar as metodologias adequadas para aumentar a motivação dos recursos humanos numa organização; Caracterizar, em situações concretas, o líder segundo os seus traços pessoais e o contexto situacional; Determinar correctamente o estilo de liderança adoptado pelas chefias em contacto com os seus colaboradores; Público – alvo: (15 formandos) – este curso destina-se a quem tem de liderar e chefiar pessoas e equipas de trabalho.

Módulo 1. O Comportamento individual e interpessoal nas organizações 6H Breve história das teorias organizacionais; A organização como um sistema aberto; Comportamentos e estímulos; As funções na organização; Cultura organizacional. Módulo 2. Motivação 9H Sequência motivacional; Motivação versus frustração; Teorias motivacionais e a sua aplicação; Pirâmide de Maslow; Teoria motivacional de Hezberg; Teorias X e Y de McGregor. Módulo 3. Liderança 6H Características do líder; Teorias da liderança; Gerir versus liderar. Módulo 4. Gestão de Equipas 9H A equipa e a sua coesão; Equipa eficaz e eficiente; Vantagens e desvantagens de trabalhar em equipa; Comunicação na equipa; Gestão de conflitos; Definição de objectivos, delegação e tomada de decisão.

17


Catálogo de Formação

- Sensibilização para a Higiene Segurança e Saúde no Trabalho -

Objetivos Gerais

Módulo II – Enquadramento Legal 3H

Sensibilizar os participantes para os aspectos fundamentais sobre SHST e consciencializar para a necessidade de uma gestão eficaz de prevenção dos riscos profissionais. Pretende-se que no final da acção, os participantes, consigam identificar os principais riscos inerentes à sua actividade laboral, bem como sejam capazes de desempenhar as suas actividades com melhores condições de trabalho.

Módulo III – Introdução à prevenção de riscos profissionais 6H  O Trabalho;  A Saúde;  Os riscos profissionais;  Perigo;

Objetivos Específicos

 Consequências dos riscos;

Conhecer a evolução histórica da SHST; Deter noções gerais da legislação laboral; Compreender e perceber os princípios gerais da prevenção; Conhecer as competências de gestão de SHST numa organização; Conhecer as medidas de prevenção e de protecção;

 Análise de casos práticos. Módulo IV – Riscos Gerais e a sua prevenção 6H  Riscos relacionados com as condições de segurança  O local de trabalho;  As ferramentas;

Público – alvo: (15 formandos) – Profissionais do Sistema de Acção Social de São Miguel, nomeadamente os trabalhadores/auxiliares de serviço geral.

 As máquinas;  Sinalização.  Riscos relacionados com o ambiente de trabalho

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

 A exposição profissional a agentes químicos;

Datas de Formação:

 A exposição profissional a agentes físicos;

02-01-2012 / 13-01-2012

 A exposição profissional a agentes biológicos;

02-01-2012 / 13-01-2012

 A avaliação do Risco;

06-02-2012 / 17-02-2012

 O Controlo do Risco.

Local de Formação:

Módulo V – Sistemas do controlo de risco 6H

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

 Protecção da Segurança, Higiene e saúde dos trabalhadores;

Conteúdos Programáticos

 Protecção Colectiva

Módulo I – Evolução Histórica da Prevenção de Riscos 3H

 Protecção Individual.

 Breve resumo histórico da evolução da HSST;  Breve resumo do Enquadramento Legal.

Módulo VI – Casos Práticos 6H  Casos Práticos.

18


Catálogo de Formação

- Técnicas de Higiene e Segurança no Trabalho -

Objetivo Geral

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Consciencializar os formandos da importância das boas práticas de higiene e de fabrico na salvaguarda da segurança alimentar.

Conteúdos Programáticos

Objetivos Específicos:

Módulo I – Higiene – 7 H

Instalações

Conhecimentos sobre higiene das instalações, dos equipamentos e pessoal; Conhecimentos sobre a contaminação dos

Equipamentos Pessoal

alimentos; Conhecimentos sobre a importância da higiene e segurança alimentar ao longo de todo o processo produtivo; Conhecimentos básicos sobre o sistema HACCP.

Módulo II – Contaminação Dos Alimentos 10 H

Introdução à microbiologia Contaminação cruzada Perigos biológicos, químicos e físicos

Módulo III – Operações De Segurança Alimentar Público-alvo: (15 formandos) – Profissionais do Sistema

de

Acção

Social

que

– 10 H

trabalham

diariamente com os alimentos no seu local de trabalho (cozinha).

Compra e recepção dos alimentos Armazenamento dos alimentos Preparação e confecção dos alimentos

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação:

Módulo IV – Sistema HACCP – 3 H

A definir

Conceito e vantagem do sistema HACCP

Local de Formação:

Princípios e metodologia do sistema HACCP

19


Catálogo de Formação

- Higiene e Segurança Alimentar no Transporte –

Objetivo Geral Consciencializar

Local de Formação: os

formandos

para

a

importância das boas práticas de higiene e de Transporte

na

salvaguarda

da

segurança

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Conteúdos programáticos

alimentar.

Módulo I – Higiene – 7 horas

Objectivos Específicos:

Transporte

Conhecimentos sobre higiene do transporte, dos equipamentos e do pessoal;

Equipamentos Pessoal

Conhecimentos sobre a contaminação dos alimentos;

Módulo II – Contaminação Dos Alimentos – 7 horas

Conhecimentos sobre os requisitos gerais e legais dos veículos que transportam alimentos; Conhecimentos sobre a importância da

Introdução à microbiologia Contaminação cruzada Perigos biológicos, químicos e físicos

higiene e segurança alimentar ao nível do transporte;

Módulo III – Requisitos Gerais – 6 horas

Conhecimentos básicos sobre o sistema

Tipos de Transporte

HACCP.

Características dos veículos de transporte

Público – alvo: (15 formandos) – Profissionais do

Controlo dos veículos de transporte

Sistema de Acção Social que transportam alimentos.

Módulo IV – Transporte De Alimentos – 6 horas

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

Transporte de alimentos perecíveis

Datas de Formação:

Transporte de alimentos não perecíveis

14-112011 / 25-11-2011 21-11-2011 / 06-12-2011

Módulo V – Sistema HACCP – 4 horas

09-01-2012 / 20-01-2012

Conceito e vantagem do sistema HACCP Princípios e metodologia do sistema HACCP

20


Catálogo de Formação

- Gestão da Prevenção – Objetivo Geral Sensibilizar os participantes para os aspectos fundamentais sobre SHST e consciencializar para a necessidade de uma gestão eficaz de prevenção dos riscos profissionais. Pretende-se que no final da acção, os participantes, consigam identificar os principais riscos inerentes à sua actividade laboral, bem como sejam capazes de desempenhar as suas actividades com melhores condições de trabalho.

Objectivos Específicos: Conhecer a evolução histórica da SHST; Deter noções gerais da legislação laboral; Compreender e perceber os princípios gerais da prevenção; Conhecer as competências de gestão de SHST numa organização; Conhecer as medidas de prevenção e de protecção. Público – alvo: (15 formandos) – Técnicos Superiores do Sistema de Acção Social. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação: 09-04-2012 / 20-04-2012

Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Conteúdos Programáticos

Módulo I – Evolução Histórica da Prevenção de Riscos – 3 H Breve resumo histórico da evolução da HSST; Breve resumo do Enquadramento Legal. Módulo II – Introdução à prevenção de riscos profissionais – 6 H O Trabalho; A Saúde; Os riscos profissionais; Perigo; Consequências dos riscos; Análise de casos práticos. Módulo III – Elementos básicos da gestão da prevenção de riscos profissionais – 6 H A gestão da prevenção de riscos; O sistema de gestão da prevenção de riscos profissionais; Modalidades de recursos humanos e materiais para o desenvolvimento das actividades de prevenção. Módulo IV – Riscos Gerais e a sua prevenção – 9 H Riscos relacionados com as condições de segurança O local de trabalho; As ferramentas; As máquinas; Sinalização. Riscos relacionados com o ambiente de trabalho A exposição profissional a agentes químicos; A exposição profissional a agentes físicos; A exposição profissional a agentes biológicos; A avaliação do Risco; O Controlo do Risco. Módulo V – Sistemas elementares do controlo de risco – 6H Protecção da segurança, Higiene e saúde dos trabalhadores; Protecção Colectiva Protecção Individual.

21


Catálogo de Formação

- Higiene e Segurança no Trabalho – Objectivos gerais Os principais objectivos desta acção de formação são: sensibilizar os participantes para aspectos fundamentais sobre Higiene e Segurança do Trabalho e habilitá-los a utilizar os conceitos apreendidos de uma forma construtiva e preventiva em situações reais do quotidiano profissional de acordo com as normas legais. Pretende-se que no final da acção os participantes conheçam os principais riscos da sua actividade laboral e sejam capazes de desempenhar as suas actividades profissionais criando condições para que se evitem acidentes e doenças profissionais. Objectivos específicos Conhecer a evolução histórica da HST, bem como identificar a Legislação de Base da HST Compreender os conceitos básicos de HST. Perceber as razões básicas da prevenção de riscos. Conhecer os conceitos básicos da sinalização de segurança. Conhecer os conceitos básicos inerentes à sinistralidade laboral e identificar a Legislação base da mesma. Perceber os conceitos básicos da prevenção e protecção contra incêndios. Público-Alvo –(15 formandos) Técnicos e dirigentes da Acção Social nos Açores. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação: 06-02-2012 / 17-02-2012

Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Conteúdos Programáticos Módulo 1. Evolução histórica da HST e a Legislação de Base da HST 3H Breve resumo histórico da evolução da HST; Enquadramento legal de base da HST; Organismos públicos relacionados com a HST.

Módulo 2. Conceitos básicos da HST 9H Segurança no Trabalho; Higiene no Trabalho; Risco; Perigo; Probabilidade; Gravidade; Risco Tolerado; Prevenção. Módulo 3. Razões básicas da prevenção de riscos 3H Avaliação de riscos. Para quê? Evolução cronológica da percepção do risco; Sensibilização da opinião pública; Alguns acidentes graves; A pressão social. Módulo 4. Conceitos básicos da sinalização de segurança 2H A cor; A forma; Sinalização de segurança; Símbolo de segurança. Módulo 5. Conceitos básicos da sinalização de segurança 6H Noções básicas de: Acidente de Trabalho; Incidente / Quase acidente; Doença Profissional; Incapacidade. Causalidade dos acidentes de trabalho; A teoria do dominó de Heinrich; Medidas de prevenção e redução dos riscos de acidente; Custos dos acidentes de trabalho; Breve abordagem à Lei 100/97, de 13 de Setembro Módulo 6. Conceitos básicos da prevenção e protecção contra incêndio 6H O triângulo do fogo; Técnicas de extinção de incêndio; Derivados da combustão; Classe de fogo e cuidados a observar; Extintores (vários aspectos relacionados com o conhecimento e uso dos mesmos).

22


Catálogo de Formação

- Interpretação da Norma ISO 9001:2008 Objetivos Gerais Sensibilizar os participantes para a importância de um Sistema de Gestão da Qualidade, bem como familiarizar os formandos para a necessidade de cumprimento dos respectivos requisitos da Norma ISO 9001:2008. Objetivos Específicos Conhecer a finalidade de um Sistema de Gestão da Qualidade; Compreender os requisitos da Norma ISO 9001:2008; Adquirir os conhecimentos necessários para implementar e manter um Sistema de Gestão da Qualidade; Conhecer as potencialidades do Sistema de Gestão da Qualidade para a melhoria continua das organizações; Público – alvo: (15 formandos) – Profissionais do Sistema de Acção Social de São Miguel que desempenham funções em que devem de ter necessárias o conhecimento da Norma

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação 05-03-2012 / 16-03-2012 05-03-2012 / 16-03-2012 09-04-2012 / 20-04-2012

Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Conteúdos Programáticos Módulo I – Definição de Conceitos -3H  Definição de Qualidade  A sua importância na estratégia das empresas

 Custos da qualidade  O estado da Qualidade em Portugal Módulo II – Sistema de Gestão da Qualidade -3H  Sistema de Gestão da Qualidade  Modelo ISSO;  ISSO 9001:2000 – Principais alterações nos Sistemas da Qualidade  Vantagens e Riscos  Os Princípios da Qualidade;  Ciclo PDCA e Abordagem por processos;  Campo de aplicação; Módulo III – Requisitos da Norma -3H  Requisitos Gerais;  Documentação;  Generalidades;  Manual da Qualidade;  Controlo de Documentos;  Controlo de Registos. Módulo IV – Responsabilidade da Gestão -3H  Comprometimento da Gestão;  Enfoque da Gestão;  Politica de Qualidade;  Planeamento;  Responsabilidade, Autoridade e Comunicação;  Revisão. Módulo V – Gestão de Recursos -3H  Provisão de Recursos  Recursos Humanos  Ambiente de Trabalho Módulo VI – Realização do Produto -3H  Planeamento  Processos relacionados com o Cliente  Concepção e Desenvolvimento  Compras  Produção e Fornecimento de Serviço Módulo VII – Medição, Análise e Melhoria -3H  Generalidades  Monitorização  Controlo do Produto Não-Conforme  Análise de Dados  Melhoria Continua Módulo VIII – Casos Práticos -6H  Casos Práticos

23


Catálogo de Formação

- Técnicas de Atendimento e Secretariado Objetivos Gerais: Aplicar ou aperfeiçoar métodos e práticas de planificação e de organização das tarefas; Reconhecer a importância dos profissionais de secretariado, nas organizações; Gerir eficazmente a agenda e o tempo; Utilizar as técnicas de transmissão de uma imagem positiva e de qualidade das organizações; Aplicar técnicas de comunicação para o reconhecimento de diferentes tipos de perfis de utentes e adoptar os comportamentos específicos para cada caso; Saber identificar situações de tensão e/ou conflito e escolher a forma mais adequada para as resolver; Identificar as diferentes técnicas de comunicação ao serviço do atendimento e do secretariado. Objectivos Específicos Identificar a função do secretariado; Caracterizar a organização das actividades em secretariado Compreender a relevância da gestão da agenda e do tempo. Caracterizar o atendimento e a imagem nas organizações; Enunciar os modos de auto-controlo; Enumerar as etapas do atendimento; Caracterizar o tratamento em situações especiais; Enunciar as técnicas de comunicação verbal e não-verbal; Enumerar as técnicas de comunicação oral e não-oral; Reconhecer as técnicas de comunicação específicas do secretariado; Caracterizar as técnicas de comunicação inerentes ao atendimento. Público-alvo: (15 formandos) que exercem funções na área administrativa nas IPSS Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação A definir

Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Conteúdos Programáticos Módulo I – As Técnicas de Secretariado – 10 Horas As Principais actividades do secretariado; O Perfil do profissional de secretariado; A Noção de ética profissional; A Tipificação dos documentos e identificação das prioridades; As fases da planificação; O Tratamento da correspondência; A gestão da agenda e a racionalização do tempo; A Preparação das reuniões; A importância do secretariado na imagem da organização. Módulo II – As Técnicas de Atendimento – 10 Horas A comunicação com o cidadão; O contributo pessoal: qualidade e trabalho em equipa; Atitudes e estados emocionais; Acolhimento e personalização; Compreender a situação e técnicas de comunicação associadas; Oferecer ajuda de forma pró-activa; Finalizar e deixar uma boa imagem; O atendimento preferencial ou prioritário e o atendimento perante situações de conflito; Identificar sinais de insatisfação; Responder eficazmente às situações difíceis; Padrões adequados de comportamento. Módulo III – As Técnicas de Comunicação – 10 Horas A palavra falada a escrita; A imagem, a expressão, a postura e o décor; Os símbolos gráficos: símbolos e significados; A Voz, a comunicação gestual e o olhar; A cor e o grafismo.

24


Catálogo de Formação

- Qualidade no Atendimento ao Público Objetivo Geral: Habilitar os participantes com conhecimentos e técnicas necessárias para um atendimento de qualidade, vocacionado para o cliente.

Objectivos Específicos: Valorizar a qualidade do serviço Agir com eficácia adaptando comportamentos adequados a um atendimento de excelência Dominar as técnicas do atendimento pessoal Enfrentar situações delicadas reforçando o saber-fazer relacional. Público-alvo: (15 formandos) que exercem funções na área administrativo e auxiliar nas

Adoptar atitudes-chave para assegurar o êxito no

atendimento:

a

escuta-activa,

a

disponibilidade, a adaptação às diferentes situações do quotidiano e aos diferentes públicos.

Módulo II – Agir com profissionalismo – 10 H Conhecer-se melhor para dominar as suas reacções

face

às

situações

profissionais

vivenciadas no dia-a-dia Adaptar-se às diferenças culturais do público; Utilizar técnicas eficazes para desactivar as tensões:

calibragem,

sincronização,

escuta-

activa, compreensão. Enfrentar situações imprevisíveis e ser proactivo

IPSS. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

Módulo III – Gerir situações difíceis – 12 H

Datas de Formação A definir Detectar as situações potencialmente delicadas Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque Conteúdos Programáticos

e antecipar-se Mobilizar os seus recursos pessoais para enfrentar com serenidade públicos difíceis Conhecer as técnicas para reduzir o stress

Módulo I – Compreender e utilizar os elementos-chave do atendimento - 8 H

Fazer face a situações de manipulação e

Identificar as necessidades e expectativas dos

Enfrentar situações extremas: violência verbal,

clientes e do público em geral;

física, ruptura na comunicação

Conhecer a importância da linguagem corporal,

Sair de uma situação de crise, adoptar bons

gestual e da comunicação não-verbal;

reflexos: o que deve fazer, o que deve evitar.

Avaliar o impacto do acolhimento no próximo contacto: a reciprocidade dos comportamentos

agressividade

25


Catálogo de Formação

- Atendimento ao Publico: Presencial e Telefónico Objectivos Gerais Saber comunicar com mais eficácia com o cliente interno e externo Identificar a função “qualidade no serviço”, como elemento fundamental para a imagem da instituição

O processo de Comunicação Funções da Comunicação Tipos de Comunicação Inibidores e Facilitadores da Comunicação As Atitudes de Comunicação – Principais características Assertividade

Objectivos Específicos

Treino e Melhoria da Assertividade

Estabelecer uma relação atendedor/cliente

Módulo II – As Relações Interpessoais – 5 H

assente numa comunicação que permita a utilização de informações, opiniões e sugestões. Utilizar as técnicas fundamentais para estabelecer uma comunicação eficaz, tendo em conta a

O Trabalho em Equipa A Gestão do Conflito Fontes de Conflito Estilos e Estratégias de Gestão de Conflitos

identificação e controlo das emoções. Saber representar a empresa nos contactos com

Módulo III – A Relação de Atendimento – 2,5 H

os clientes.

O perfil do profissional de atendimento

Público-alvo – (15 formandos) profissionais que trabalhem directa ou indirectamente com o

Os clientes/utentes do século XXI: perfis e necessidades

cliente/utente, integrados no Sistema de Acção Social. Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia) Datas de Formação A definir

Módulo IV – Atendimento Presencial – 10 H Características da comunicação presencial Fases do atendimento presencial Técnicas eficazes de atendimento presencial

Local de Formação: PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Módulo V – Atendimento Telefónico – 7,5 H

Conteúdos Programáticos

Fases do atendimento telefónico eficaz

Módulo I – A Comunicação Interpessoal – 5 H

Técnicas eficazes de atendimento telefónico

Características da comunicação telefónica

26


Catálogo de Formação

- Organização e Técnicas de Arquivo Objetivo Geral

PDL - Sala de Formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Os participantes reconhecerem o ciclo de vida dos documentos de arquivo e a sua função no

Conteúdos Programáticos

seio da instituição. Objectivos Específicos:

Módulo I – O Arquivo e os Documentos – 15 horas

Integrar um sistema de arquivo corrente já em

O Conceito de Arquivo. O arquivo como sistema

funcionamento

de informação.

com

uma

visão

crítica

e

renovadora;

Evolução dos Arquivos.

Classificar documentos, no sentido de uma

Documentos de Arquivo.

recuperação eficaz da informação;

Tipos de Arquivo.

Rever e até mesmo elaborar Planos de

Unidades de Arquivo.

Classificação, atendendo à necessidade de

Ciclo de Vida dos documentos de Arquivo.

modelos próprios para cada instituição, dentro de princípios de ordem geral; Entender o sentido e a necessidade de

Módulo II – Organização e Administração do Arquivo – 15 horas

elaboração e respectiva aplicação de Portarias de

avaliação,

selecção

e

eliminação

dos

documentos dentro da sua instituição.

Metodologia da organização documental. Gestão de arquivo: documentos e processos. A Classificação. O Plano de Classificação. Codificação, ordenação, instalação e cotação.

Publico – Alvo: (15 formandos) Trabalhadores

Descongestionamento do Arquivo.

Administrativos do Sistema de Acção Social.

Determinação dos prazos de

Carga Horária: 30 Horas – Laboral (3horas/dia)

administrativa dos documentos de arquivo. Os novos suportes da informação.

Datas de Formação A definir

A microfilmagem. A digitalização. A informatização dos arquivos.

Local de Formação:

conservação

27


Catálogo de Formação

Ficha de Pré-Inscrição OS

DADOS FORNECIDOS NESTA FICHA SÃO DE GRANDE IMPORTÂNCIA UMA VEZ QUE POSSIBILITAM A

APRECIAÇÃO DA SUA CANDIDATURA E DELES DEPENDE O SEU SUCESSO DURANTE O PROCESSO DE SELECÇÃO.

JUNTAMENTE

COM ESTA FICHA DE INSCRIÇÃO DEVERÁ ENTREGAR OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

CURRICULUM VITAE, FOTOCÓPIA DO CERTIFICADO DE HABILITAÇÕES, FOTOCÓPIA BI OU CARTÃO DO CIDADÃO, FOTOCÓPIA CONTRIBUINTE, FOTOGRAFIA

28


Catálogo de Formação

FICHA DE INSCRIÇÃO

DADOS BIOGRÁFICOS NOME COMPLETO: ___________________________________________________________________________ MORADA: __________________________________________________________________________________ CÓDIGO POSTAL E LOCALIDADE: _______ - ______

_____________________

DATA DE NASCIMENTO (dd/mm/yyyy): ____/____/______ CONTACTO (S): _____________________ E-MAIL: _______________________________________________ BILHETE DE IDENTIDADE Nº ________________ ARQUIVO_________________ DATA: ___/____/_________ CARTAO DE CIDADÃO N.º _____________________ N.º CONTRIBUINTE: _____________________________ NATURALIDADE: ____________________________ NACIONALIDADE: ________________________________

DADOS ACADÉMICOS/PROFISSIONAIS HABILITAÇÕES LITERÁRIAS: 1º CICLO

2º CICLO

3º CICLO

ENSINO SECUNDÁRIO

BACH/LICENCIATURA

OUTROS

AREAS:______________________________________________ SITUAÇÃO PROFISSIONAL: ACTIVO

DESEMPREGADO

OUTRO:___________________________________

SE É ACTIVO POR FAVOR RESPONDA ÀS SEGUINTES QUESTÕES

ENTIDADE EMPREGADRA: ____________________________________________________________________________ MORADA _________________________________________________________________________________________

CÓDIGO POSTAL E LOCALIDADE: _______ - ______

_________________ TELF: ____________________________

CATEGORIA PROFISSIONAL: __________________________________________________________________ PROFISSÃO: ______________________________________________________________________________________

FUNÇÕES DESEMPENHADAS: __________________________________________________________________

29


Catálogo de Formação

IDENTIFICAÇÃO DOS CURSOS A INSCREVER-SE

CURSO1. _____________________________________________________________________________

CURSO 2. _____________________________________________________________________________

CURSO3. ______________________________________________________________________________

CURSO4. ______________________________________________________________________________

CURSO5. ______________________________________________________________________________

CURSO6. ______________________________________________________________________________

ASSINATURA DO CANDIDATO E DATA DATA ____/____/______

ASSINATURA__________________________________________________________________________

Estes dados apenas serão usados pelo Centro Social e Paroquial de São Roque, para efeito de tratamento de informação relacionada com a formação. Autorizo o Sistema de Acreditação da DGERT -Direcção-Geral do Emprego e Relações de Trabalho a utilizar os meus dados pessoais relativos a identificação, endereço e contactos para efeitos de uma eventual auscultação, sob a forma de inquérito, no âmbito dos procedimentos de acompanhamento.

30


Catálogo de Formação

CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL DE SÃO ROQUE LARGO DA MADALENA, Nº 14 9500-715 SÃO ROQUE Responsável de Formação: Dra. Marina Teves Serviços Administrativos: Sra. Andreia Oliveira E-mail: formacao@cspsroque.com; andreia.o.fernandes@cspsroque.com; marina.o.teves@cspsroque.com Telefone: 296 385 224/ 296 630 487 Fax: 296 381 667

31

Catálogo de formação  
Catálogo de formação  

Catálogo de formação do Centro Social e Paroquial de São Roque

Advertisement