Page 1

O jornal da comunidade luso-venezuelana. - Caracas, 18 a 24 de Junho de 2009

DepósitO LegaL: 199901DF222 - pubLiCaçãO semanaL anO 08 – n.º 313

VenezueLa: bs.F: 2,00 / pOrtugaL:

1,50

www.correiodevenezuela.com

Director da Judiciária de visita à Venezuela /p.06

Criada a "Associação Filhos dos Açores" /p.10

Começou o “Euroscópio” em toda a Venezuela /p.14

"Excelsior Gama" baptizou livro em honra do fundador /p.20

Autoridades portuguesas aconselham precaução

Cristiano Ronaldo bate todos os recordes PUBLICIDADE

/p.30

Lei Anti-Extorsão e Sequestro foi aprovada pela Assembleia Nacional. Paralelamente, as autoridades portuguesas fazem recomendações à comunidade luso-venezuelana /p.04


2

Editorial 18 a 24 de Junho de 2009

Portugal no topo No mundo do futebol, é de um português que todos falam. Cristiano Ronaldo, 24 anos, nascido na Madeira, é o protagonista da maior transferência entre clubes de todos os tempos, com o Real Madrid a pagar 94 milhões ao Manchester United. O jovem jogador madeirense duplica também o seu salário, passando a ser o profissional de futebol mais bem pago à escala planetária. Um cenário inimaginável há poucos anos e totalmente impossível quando Cristiano Ronaldo mostrava os seus dotes futebolísticos pelos campos pelados da Madeira, há uns 15 anos. Hoje, Cristiano Ronaldo tem o mundo aos pés. De Manchester a Los Angeles, de Madrid a Barcelona, da China à Madeira, não há quem não reconheça o nome do melhor jogador do mundo em título. Pela frente, o craque tem agora mais uma prova de fogo - tal como gosta - que é recolocar o colosso Real Madrid no caminho dos triunfos. Para tal conta com outra brilhante contratação - o brasileiro Kaká - e uma série de jogadores que fazem do clube espanhol o mais sério candidato a todas as provas de clubes na próxima época. Para nós, Portugueses, é com orgulho que assistimos a esta inimaginável movimentação em torno de outro Português. Gostese ou não de Cristiano Ronaldo, não há nenhum português que não se sinta reconhecimento ao jogador madeirense por elevar a cotação e a auto-estima lusas em todo o planeta. Um fenómeno que ultrapassa o mero espectáculo futebolístico, transformando-se em algo de muito maior preponderância. Portugal e os Portugueses agradecem. PUBLICIDADE

Correio da Venezuela

a semana Muito Bom

Bom

Há que elogiar a organização, perseverança e humildade demonstradas pela Federação de Médicos Luso-Venezuelanos, pela dedicação e solidariedade que têm dispensado a todos os doentes. É um orgulho para todos os portugueses saberem que existe um grupo de profissionais da medicina que defende com dignidade as sua origens, que atende com profissionalismo e, por último, que existe também para se dedicarem a diversas acções de solidariedade em nosso da Pátria e em prol dos que mais precisam.

Embora se trate de uma resposta limitada, há que relevar todo o esforço por parte das autoridades policiais da Embaixada de Portugal. Sabemos que não é nem nunca será suficiente para combater ou minimizar a delinquência neste país, mas as acções desenvolvidas são meritórias, de onde se destaca os esforços concretizados pelas autoridades portuguesas. Uma referência especial ao Consulado Geral de Portugal em Valencia, pela entrega e dedicação. A campanha e folheto de segurança, para prevenir e melhor viver na rua, foram dois dados importantes.

Mau Os constantes e renovados ataques e sanções aos meios de comunicação social venezuelanos, apenas pelo facto de não alinharem pela ideologia reinante, não auguram nada de bom para a democracia venezuelana. Toda a gente sabe que os constantes ataques e sanções aos órgãos de imprensa têm objectivos definidos. De uma forma clara, sempre deve prevalecer a verdade e a objectividade na informação.

O cartOOn da semana

Muito Mau Os casos de sequestros confirmados, nas últimas duas semanas em Punto Fijo e La Guaira, demonstram que tem havido alguma permissividade das autoridades policiais. Sem essa confiança, é pouco provável que se atenue mais este fenómeno. Há muito trabalho a fazer para colmatar esta terrível praga. Apela-se às autoridades venezuelanas para que possam, também eles, perceber quais as aspirações das populações representadas.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Actual

3

mais de 50 expositores na ii Feria Cavenport

Unicasa.

Banif.

Inauguração da feira.

Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com

a

II Feira Internacional da Câmara Venezuelana Portuguesa de Comércio, Industria, Turismo e Afins ( Cavenport) contou este ano com a grande participação de visitantes, expositores e convidados especiais, como foi possível constatar durante o passado fim-desemana nas instalações do CIEC da Universidade Metropolitana, onde decorreu o evento. Entre o rol de convidados

Hermanos Camacho.

Castelo Branco.

Certame Contou Com as vistas de rosa mota e Luís vieira especiais encontrava-se a duas vezes medalha de ouro olímpica Rosa Mota, os elementos da Tuna Universitária do Porto e o secretário de Estado Adjunto da Agricultura e Pescas português, Luís Medeiros Vieira. O governante disse sentir-se " orgulhoso" por poder estar pre-

sente no evento e mostrou-se gratamente impressionado com a capacidade empresarial, esforço e trabalho demonstrado pelos portugueses radicados na Venezuela. " Reiteramos o total apoio do governo português a esta pujante comunidade que tem crescido e desenvolvido nesta segunda pátria" , acrescentou Luís Medeiros Vieira, enquanto aproveitava a oportunidade para convidar os empresários presentes investirem em Portugal. " É um país membro da União Europeia, com muita estabilidade, seguran-

Oliveira da Serra.

ça, boas condições e tecnologia de primeira" . Por seu turno, o presidente da Cavenport, José Luís Ferreira, observou que, apesar de algumas empresas não terem participado devido à crise económica mundial, o certame pôde contar com uma participação assinalável, com mais de 50 expositores. " O nosso objectivo era contarmos com pelo menos 80 participantes, mas 50 já foi um bom número" , disse, observando que " durante três dias foi possível desfrutar de um ambiente grato e

ameno" e ainda " conviver com uma das glórias do desporte como é Rosa Mota" . Durante a feira foi possível comprovar a diversidade de produtos que os empresários associados da Cavenport colocam à disposição do mercado. O público pôde assim desfrutar de uma ampla variedade oferecida pelos vários distribuidores de licores e bens alimentares e até fabricantes de calçado. Os distribuidores de ferramentas, veículos e equipas para negócios turísticos também receberam numerosos visitantes. PUBLICIDADE


4

Venezuela

CorrEio dA VEnEzuELA

18 a 24 de Junho de 2009

pena máxima para os sequestradores medidas de prevenção para evitar o sequestro O crime de sequestro sempre esteve presente na sociedade em que vivemos. Apresenta-se como um fenómeno recorrente ao nível mundial que tem um forte impacto na sociedade em geral, sobretudo quando as vítimas são crianças. A ocorrência deste crime traz consequências nefastas para as vítimas, pois pode acarretar-lhes problemas dos foros psicológico e físico, assim como também os seus familiares. Muitas vezes o sequestro pode terminar num desenlace fatal, como a morte da(s) vítima(s). Aqui lhe deixamos alguns conselhos sobre como actuar para minimizar os efeitos negativos de uma situação de sequestro. Os maiores perigos são o desconhecido, a escuridão e estar só. Não esqueça: - Mantenha-se alerta para reconhecer os sinais de aviso. - Não ignore as pessoas ou veículos suspeitos, identifique locais seguros no seu percurso. - Saiba como reagir e não entre em pânico. Se chegar a ser sequestrado, seja uma "boa vítima" cooperando pacificamente. Dentro do veículo: - Mantenha as portas e os vidros fechados. - Deixe espaço para manobrar o veículo. - Mantenha a distância de travagem. - Não compre nada a vendedores ambulantes. - Esteja atento nos engarrafamentos. - Não entre em carros de desconhecidos. Ao estacionar: - Procure locais bem iluminados. - Mantenha-se atento a pessoas nas imediações do seu veículo. Se for atacado: - Não resista. - Mantenha-se calmo e submisso. Não arrisque a sua vida. Evite: - Rotinas. - Falar demasiado. - Ostentar riquezas. Em situação de emergência pode chamar ao Consulado Geral de Caracas: Tel.: 0424-10-953-41 Consulado Geral de Valência: tel.: 0241-823-87-89 Oficial de ligação da Polícia Judiciária em Caracas: Tel.: 0412-285-99-18

PUBLICIDADE

A Lei contra o Sequestro e a Extorsão define o delito e estabelece as sanções a aplicar a quem os pratica.

Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com

a

Quem sequestrar uma ou mais pessoas por um tempo não superior a um dia será sancionado com prisão de 15 a 20 anos.

pós um debate de durou alguns anos, a Assembleia Nacional ( AN) mandou CúmpliCes também publicar na Gazeta Oficial uma lei que são Condenados visa prevenir, tipificar e sancionar os delitos de A pessoa que execute ou realize qualextorsão e sequestro e garantir a protecção quer actividade ou disponibilize algum meio das vítimas e seus bens. distinto para facilitar a prática destes delitos A chamada Lei contra o Sequestro e a será sancionado com a pena correspondenExtorsão define o delito e estabelece as san- te ao tipo de delito perpetrado reduzida ções a aplicar a quem os pratica. uma quarta parte, sempre que dita actividaDe acordo com o texto do novo diplo- de não se adeqúe à modalidade de autoria ma, quem ilegitimamente privar da sua liber- ou determinação. dade, reter, ocultar, levar Neste sentido, aquele ou trasladar uma ou mais que por qualquer meio pessoas para um lugar discapaz de gerar violência, Lei contra o tinto ao que se encontraengano, alarme ou ameaSequeStro e a va com o fim de obter de ça de graves danos contra terceiros dinheiro, bens, extorSão já entrou pessoas ou bens force o títulos, documentos, consentimento de uma em vigor e prevê benefícios, acções ou pessoa para executar omissões que produzam penaS peSadaS para acções ou praticar omissõefeitos jurídicos ou que es capazes de gerar prejuquem praticar eSte ízo no seu património ou alterem de qualquer maneira os seus direitos no de um terceiro para tipo de deLitoS em troca da sua liberdade, obter de destes dinheiro, será sancionado com uma bens, títulos, documentos pena de prisão de 20 a 30 anos. ou benefícios, será sancionado com pena de Por outro lado, quem sequestrar uma ou prisão de 10 a 15 anos. mais pessoas como parte de uma conspiraEstas sanções serão aumentadas em uma ção contra a integridade da nação ou suas ins- terceira parte quando a vítima seja criança, tituições, com o fim de atentar contra a esta- adolescente, adulto, pessoas com incapacidabilidade dos órgãos do Poder Público para dar de física ou mental, grávidas ou pessoas que publicidade ou propaganda a uma causa polí- sofram de doenças que possam comprometica, ideológica ou religiosa ou para gerar ter a sua vida. comoção ou alarme público, será sancionado Incorrerá na mesma pena quando as cirtambém condenado a uma pena de prisão de cunstâncias dos factos evidenciem a existên20 a 30 anos. cia dos pressupostos previstos neste artigo Mais, aquele que simular estar a ser vítima ainda quando o perpetrador não tenha de sequestro para obter algum benefício será obtido da vítima, ou de terceiros, dinheiro, condenado com uma pena de prisão entre 5 bens, títulos, documentos, benefícios, acçõa 10 anos. Quem sequestrar os passageiros e es ou omissões que alterem de qualquer tripulantes de uma aeronave, navio, veículos forma os seus direitos. ou outro tipo de transporte público ou privaA Lei foi publicada na Gazeta Oficial do, será condenado a uma pena de prisão de número 39.194, com data de 5 de Junho 20 a 25 anos. de 2009.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

5

Venezuela

Luís Medeiros Vieira

"Crise mundial deve ser enfrentada com determinação"

Impressionado com empreendedorismo da comunidade Sobre os empresários da comunidade portuguesa da Venezuela, o governante mostrou-se impressionado com

Comércio, Indústria, Turismo e Afines. " Queremos uma maior parceria entre os dois países. Temos conhecimento e novas tecnologias que podem ser aproveitadas pelos empresários portugueses que residem cá e também pelos restantes" , disse.

Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com

N

a sua primeira visita à Venezuela, o secretário de Estado Adjunto da Agricultura e Pescas de Portugal, Luís Medeiros Vieira, deu a conhecer ao CORREIO as suas impressões sobre a crise económica mundial e sua visão sobre o futuro da comunidade portuguesa na Venezuela e a relações lusovenezuelanas. Perante a actual crise económica mundial, é muito importante o trabalho articulado entre as empresas venezuelanas e portuguesas, observou o governante ao CORREIO, à margem da II Feria Internacional da Câmara Venezuelana Portuguesa de

BANQUEiros ENgANArAm-sE

O governante mostrou-se impressionado com a capacidade empreendedora demonstrada pelos luso-venezuelanos.

Acerca da crise propriamente dita, Vieira entende que os " banqueiros obtiveram demasiados lucros e pensaram saber tudo. Mas no final demonstraram não saber muito" . Daí que defenda que a " resposta que devemos de ter ante tudo isto é a determinação de seguir em diante porque sabemos que, nunca na história, resignar-se resultou em nada" .

a capacidade empreendedora demonstrada. Os diferentes sectores que são ocupados pelos luso-venezuelanos e os produtos de qualidade que eles comercializam são outros dos aspectos que gratamente emocionaram Vieira. Neste sentido, convidou a comunidade a investir em Portugal. "A oportunidade é imediata por causa do acordo económico que existe nas áreas naval, agro-alimentar e energética", avisou, referindo que é cada vez mais premente "reforçar a cooperação entre Portugal e a Venezuela" PUBLICIDADE


6

Venezuela

CoRReio dA VenezuelA

18 a 24 de Junho de 2009

José ramírez quer mais intercâmbio entre lisboa e caracas

o

presidente da Câmara humano" poder reforçar " esse Municipal de Cristóbal sentimento de irmandade, de Rojas, Charallave, cidade união, e de entrelaçar os costu50 quilómetros a sul de mes e culturas dos nossos Caracas, defendeu o reforço do povos" . " Estou muito envolvido intercâmbio cultural e comercial entre Portugal e Venezuela. com a comunidade e continua" Em todas as áreas que seja rei a fazer votos para que a unipossível e em que haja poten- dade luso-venezuelana seja cial. Temos de ter mais inter- uma realidade" , vincou. Charallave é uma cidade câmbio cultural, intensificar as relações comerciais bilaterais e venezuelana situada 50 quilótudo o que for possível para metros a sul de Caracas, que que cresça a união entre a antigamente se chamava Santa Venezuela e Portugal" , disse Rosa de Lima. Foi fundada em 1681 e faz José Ramírez. José Ramírez falou à Agência parte do Município de Cristóbal Rojas do Lusa domingo Estado veneapós uma sesAlcAide defende o zuelano de são especial Miranda. do Conselho reforço do interTem mais Municipal para de 150.000 assinalar o Dia câmbio culturAl e habitantes e de Portugal, comerciAl entre conjuntamende Camões e te com as d a s PortugAl e cidades de Comunidades VenezuelA Cúa, Santa Portuguesas. Teresa del " Estou seguro que o governo do presi- Tuy, Ocumare del Tuy, San dente Hugo Chávez fará tudo Francisco de Yare e Santa Lúcia, para que continuem a crescer" , constitui um conjunto urbano denominado de Los Valles del vincou. Ramirez explicou que os Tuy, onde residem vários milhapovos de Portugal e da res de portugueses. O seu nome actual é origináVenezuela estão " unidos entre Camões e Bolívar, dois homens rio da tribo Charavares, cujos que na história contemporânea integrantes mudaram de lugar deixaram uma marca cada um com a chegada das missões católicas que fundaram a popuao seu estilo, no seu país" . Quanto às celebrações, José lação. Actualmente é sede de Ramirez explicou que " é motivo de orgulho, como autorida- importantes indústrias naciode, mas sobretudo como ser nais. PUBLICIDADE

Almeida Rodrigues se familiarizará com a realidade da Venezuela.

director da Judiciária visita Venezuela o

director nacional da Polícia Judiciária, Almeida Rodrigues, visitará em breve a Venezuela, revelou o embaixador de Portugal em Caracas, João Caetano da Silva. " É com satisfação que anuncio a visita, muito em breve, à Venezuela, do senhor Director Nacional da Polícia Judiciária, Almeida Rodrigues, para se familiarizar com a realidade local e criar condições para dar respostas cada vez mais adequadas aos problemas aqui existentes" , disse.

" A Polícia Judiciária irá, aliás, dar formação a alguns polícias venezuelanos, até final do ano, acção que permitirá reforçar a cooperação entre os corpos policiais de ambos países" , sublinhou o embaixador de Portugal em Caracas. O diplomata recordou que no âmbito da cooperação entre Portugal e a Venezuela " na área da segurança, sector sempre muito difícil de alcançar resultados concretos, foi criado um grupo de trabalho composto pela cônsul-geral de Portugal em Caracas ( Isabel Brilhante

Pedrosa), o inspector da PJ Jerónimo Fernandes, elementos do Ministério do Interior e Justiça e da polícia venezuelana" . Fontes não oficiais avançaram à Lusa que a visita a Caracas do director nacional da Polícia Judiciária de Portugal terá lugar em finais de Junho. A visita terá lugar num momento em que a comunidade portuguesa se queixa intensamente de situações de insegurança pessoal, nomeadamente de sequestros, e admite a possibilidade de voltar a Portugal.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Venezuela

7

ASSOcIAçãO dE MédIcOS LUSO-VEnEzUELAnOS

ASOMELUVE realiza terceiro encontro Anaís Castrellón Castillo anaiscastrelloncastillo@ gmail.com

A

Associação de Médicos Luso Venezuelanos ( Asomeluve) realiza, no próximo 27 de Junho, o seu terceiro simpósio, no hotel Marriot, em El Rosal, Caracas, com o fim de manter um dos seus princípios fundamentais que é o fomentar o intercâmbio científico entre a Venezuela e Portugal. O início do encontro está previsto para as 9h30 da manhã, estando as boas-vindas a cargo do embaixador de Portugal na Venezuela, João Caetano da Silva, ao qual se seguirá a intervenção do presidente da associação, Juan Marques, que explicará os objectivos principais desta associação sem fins lucrativos composta por

III SIMpóSIO dA ASSOcIAçãO dE MédIcOS LUSO-VEnEzUELAnOS rEALIzA-SE EM cArAcAS nA próxIMA SEMAnA médicos de descendência lusa. Na conferência vão participar reconhecidos médicos de Portugal, como Pedro Nunes, Bastonário da Ordem dos Médicos de Portugal, Isabel Caixeiro, presidente do Conselho Regional Sul; José Pedro Moreira da Silva, presidente do Conselho Regional Norte; Francisco Jardim Ramos, secretário regional dos Assuntos Sociais da Região

Autónoma da Madeira, e José Manuel Teixeira França, presidente da delegação regional da Ordem dos Médicos da Madeira. Estes especialistas da saúde vão tratar de diferentes temas como o estado actual da saúde na Madeira, melhor a forma de conseguir equivalências em Portugal para exercer a profissão neste país ibérico, a importância das associações médicas de língua portuguesa no mundo, entre outros assuntos que se encontram na agenda mundial do sector. Antes do simpósio, está previsto, a 25 de Junho, pelas 4h30 da tarde, um encontro com a Academia de Medicina da Venezuela, no Palácio das Academias, para o qual a direcção da Asomeluve convida todos os médicos. PUBLICIDADE


8

Venezuela

COrreiO DA VenezuelA

18 a 24 de Junho de 2009

O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas foi celebrado por toda a Venezuela graças aos clubes que estão espalhados pelo país.

Puerto Ordaz não esqueceu data nacional O Centro Português Venezuelano de Guayana também não se esqueceu de preparar um programa de comemorações para o Dia de Portugal, tendo convidado a Tuna Universitária do Porto e a consulesa-geral Portugal Isabel Brilhante Pedrosa para estarem presentes. A diplomata realizou, juntamente com os elementos da Tuna, um passeio pelo Ecomuseo del Caroní, os 'estudantes' ofereceram a primeira apresentação ante o público guayanés. Depois da visita à localidade oriental, os jovens apresentaram-se no clube. "Ficámos encantados com a apresentação dos rapazes. Nunca tinha escutado algo assim", comentou uma das assistentes ao espectáculo. O grupo folclórico do Centro de Guayana realizou depois uma sessão especial e um grupo de calipso levou o "swing" durante toda a noite, chamando até os jovens da Tuna para bailar aos sons do Caribe.

Jorge Amorim mostrou-se muito agradecido por ter recebido a condecoração do CP.

Clubes celebraram Dia de Portugal Anaís Castrellón Castillo Sílvia Gonçalves Valéria Costa

o

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas foi celebrado, como é habitual, um pouco por toda a Venezuela graças aos clubes que estão espalhados pelo país. Na Capela de Nossa Senhora de Fátima do Centro Português ( CP), em Caracas, a celebração foi iniciada na semana passada com o hastear das bandeiras de Portugal e da Venezuela, acompanhada dos hinos de ambos países e com deposição de oferenda floral junto das imagens de Simão Bolívar e Camões. Os actos contaram com a presença dos directores da associação, a consulesa-geral de Portugal em Caracas, Isabel Brilhante Pedrosa, o ex-presidente do CP, João da Silva, representantes do Instituto Português de Cultura ( IPC) e o poeta Jorge Amorim, que foi condecorado com o cordão " João Leão Pacheco" , e o professor universitário, poeta, crítico literário e romancista, Fernando Pinto do Amaral.

A directiva do clube agradeceu a presença das várias personalidades presentes.

De CaraCas a Nueva esParta, PassaNDo Por Puerto orDaz e vargas, o Dia De Portugal foi motivo De Celebração O presidente do Centro, António Gouveia, agradeceu a presença das várias personalidades, sublinhando a importância do 10 de Junho para os portugueses. Depois, o convidado especial do IPC, Fernando Pinto do Amaral, deu a conhecer, através de uma palestra, a vida e

obra de Luís Vaz de Camões. Isabel Brilhante Pedrosa, que celebrou a data fora de Portugal pela primeira vez, aproveitou a oportunidade para falar dos projectos e actividades que estão actualmente a ser realizados pelo Consulado em prol da comunidade. Neste sentido, lembrou que vem reunindo, de três em três meses, com o coordenador nacional de acção policial do Ministério do Interior e Justiça, Edgar Barrientos, para abordar questões relacionadas com o tema da insegurança. Jorge Amorim mostrou-se muito agradecido por ter recebido a condecoração do CP e

da comissão organizadora do 10 de Junho. " É um reconhecimento muito especial que eu conservo como muito merecida, mas que também é uma homenagem a todos os portugueses e toda a actividade de nós desenvolvemos na Venezuela" , declarou. Sobre a comunidade, o professor disse que " há um grande fervor e optimismo quanto à procura de cultura e da língua portuguesa. É bom que esteja a crescer e que não vai desaparecer" . Homenagens em nueva esparta

A Língua Portuguesa, Camões e as Comunidades foram exaltadas ao máximo em Nueva Esparta. Liderados pelo cônsul honorário da ilha de Margarita, João Nolasco, os portugueses e lusodescendentes residentes nesta região renderam homenagens às suas tradições e cultura. Na manhã do dia 10, um grupo depositou oferendas florais no busto do Libertador Simón Bolívar, nas praças homónimas dos municípios Maneiro e Arismendi.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Venezuela

9

Dia de Portugal em Vargas O Centro Luso Venezuelano do estado Vargas também celebrou data pátria. Como é costume, a direcção fez acto de presença na Plaza Bolívar, de La Guaira, na sextafeira, com a finalidade de prestar homenagem, através de um arranjo floral, ao

O ponto alto das comemorações teve lugar à noite, na sede do clube, onde estiveram mais de 80 pessoas a brindar pelo Dia de Portugal. O busto do poeta português, Luís de Camões, localizado na praça do clube, foi também merecedor da oferenda floral e testemunha da admiração dos seus conterrâneos da diáspora. Após um breve discurso, Nolasco, que também dirige o clube, foram cantados os hinos nacionais de Portugal e Venezuela. " Como representante do Governo Português na ilha PUBLICIDADE

de Margarita quero cumprimentar e desejar aos portugueses e luso-descendentes felicidades e parabéns por este dia" , afirmou. O dirigente ressaltou que, apesar de estarem longe de seu país, os emigrantes costumam celebrar a máxima data portuguesa com sentimento, entusiasmo e devoção e que, " a grande maioria não esquece a terra onde nasceram" . Após as formalidades, o grupo se dirigiu ao salão do clube a celebrar com um brinde e aperitivos a data, onde a animação e boa conversa seguiram noite adentro.

Portugal assinalado também no município de Carrizal

o

teatro Ángel Luís Landaeta, do complexo Cultural Francisco de Palácios de Carrizal, no estado Miranda, recebeu uma multidão para celebrar o Dia de Portugal, numa iniciativa organizada pela Autarquia, o Consulado Geral de Portugal e o Consulado Honorário de los Altos Mirandinos, que contou com a apresentação do Orfeão de Miranda, Zona e Tambor, o grupo de folclore Cantinho da

Madeira e Tuna Universitária do Porto. José Luís Rodrigues, alcaide do município de Carrizal, Isabel Brilhante Pedroza, consulesa-geral de Portugal e Pedro Goncalves, cônsul honorário de los Altos Mirandinos, marcaram presença no acto comemorativo que foi marcado pelo entusiasmo de centenas de portugueses que compareceram num evento num evento pautado por muito boa música e convívio.

Libertador Simão Bolívar e a Luís Vaz de Camões. Na actividade esteve presente a Banda Marcial da Escola Naval da Venezuela. Durante a visita da Tuna Universitária do Porto ao estado Vargas, os representantes do clube entregaram um reconhecimento aos jovens músicos pela sua visita ao clube e à consulesa-geral de Portugal em Caracas, Isabel Brilhante Pedrosa, por dar importância à comunidade que vive nesta zona da Venezuela.


10 Venezuela Açorianos criam nova associação 18 a 24 de Junho de 2009

Jean Carlos de Abreu deabreujean@ gmail.com

d

urante o último domingo do mês de Maio, dia de Pentecostes, um grupo de portugueses que vivem em Punto Fijo, estado Falcón, criou a Associação Filhos de São Miguel e dos Açores, com a intenção de preservar tradições e costumes dessa região. José Manuel de Oliveira, representante da associação, disse ao Correio que a ideia surgiu na celebração dos 50 anos de casados de um casal de açorianos que vive naquela localidade ocidental. Oliveira referiu que actividade proporcionou a reunião, pela primeira vez em muito tempo, da maioria dos portugueses oriundos das ilhas dos Açores, especificamente de São Miguel. " Não se celebrou apenas um casamento de portugueses, celebrou-se também a participação de um grupo de açorianos com os seus familiares. Somos filhos dos Açores, assim como há

PUBLICIDADE

Os Açores terão uma representação em Punto Fijo, estado Falcón.

outros grupos em Caracas, aqui em Punto Fijo, queremos ter uma representação das nossas origens" , contou o representante do grupo. RecoRdando o passado

Os representantes puderam reviver o passado, ver postais da

sua terra natal, fotos antigas, recordar tradições, costumes, entre outros, numa tarde cheia de sentimentos. " Houve gargalhadas e lágrimas, alegrias e tristezas, as quais serviram para renovar o sentimento de amizade e nostalgia entre conterrâneos" . José de Oliveira expressou

que será o principal promotor da reunião anual, com a intenção de celebrar a 'açorianidade'. " Todos se comprometeram a contribuir de alguma maneira: Economicamente ou com o seu esforço e trabalho, para que esta partilha anual se converta numa realidade" .

COrreiO dA VenezuelA

Grupo de portuGueses oriundo dos Açores criou A AssociAção Filhos de são MiGuel e dos Açores, que deverá reunir uMA vez por Ano Todos os anos, no domingo de Pentecostes, dia em que se celebra o Divino Espírito Santo, do qual são fervorosos devotos todos os açorianos, será a data oficial para levar a cabo o encontro dos Filhos de São Miguel e dos Açores. " Também festejaremos a segunda Feira da Pombinha, celebrada à escala mundial por ser o Dia dos Açores e das comunidades açorianas espalhadas pelo mundo" , acrescentou Oliveira. O representante da recémformada associação agradeceu aos portugueses que o elegeram para liderá-la e felicitou-os pela iniciativa de a criar, o que a seu ver demonstra a união dos portugueses espalhados pelo mundo.

no estAdo vArGAs

comunidade celebrou aparição de Fátima Jean Carlos De Abreu deabreujean@ gmail.com

n

ciação. Está previsto que os festeiros que organizarão a celebração da padroeira dos portuVenezuelano do gueses em 2010 serão o grupo folclórico do Centro de Vargas. O bolo do caco, espeJuntA directivA tada, carne de vinho e quer reAvivAr As alhos, bebidas típicas de Portugal e fogos de artifício trAdições lusAs completaram a festividade. o grupo folclórico do dentro dA AssoCentro Luso Venezuelano ciAção do estado Vargas será o

O Centro Luso estado Vargas celebrou, no passado fim-de-semana, a aparição da Virgem de Fátima. Segundo o presidente desta associação, António Fernandes Maia, mais de 500 pessoas assistiram à festividade. Tendo em conta esta adesão, o responsável mostrou-se satisfeito, até " porque a actividade programada pela família Fernandes e alunos colaboradores decorreu como estava previsto" . Fernandes disse que a celebração foi animada pela Banda Recriativa Madeirense, o grupo folclórico do Centro Luso Venezuelano do estado Vargas e a Banda " Yambo Show" . O presidente do clube de La Guaira assegurou que a Junta Directiva está a trabalhar, dentro da media do possível, para unir ainda mais a comunidade portuguesa da zona e fazer que os seus membros assistam às actividades e festas lusas que se realizam na asso-

festeiro para a próxima edicão da festa no 2010.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Freguesias

11

O Estreito da Câmara de Lobos é uma freguesia do concelho de Câmara de Lobos, com 8,14 km² de área e 10 236 habitantes (segundo os censos de 2001). Possuir uma densidade populacional de 1 257,5 hab/km². A freguesia é famosa pela produção de Vinho Madeira e pela "Espetada".

Gerir em tempo de crise "A situação de crise cria sempre alguns problemas", começa por dizer João Gualberto Ferreira, presidente da Casa do Povo do Estreito de Câmara de Lobos há 18 anos. "Mas a Casa do Povo do Estreito, ao longo dos anos, soube sempre gerir os dinheiros que vinham do Governo Regional e da Câmara Municipal de Câmara de Lobos. É certo que não estamos cheios de dinheiro e temos de apertar em alguma coisa, o que é normal, numa fase destas. Mas, gerimos o dinheiro conforme as nossas prioridades e também com o que nos é atribuído pelo Governo Regional e pela Câmara Municipal de Câmara de Lobos". Contudo, o ritmo da actividade cultural ainda não é o desejado: "Na área cultural fazemos algumas coisas, que não são muitas, porque os jovens aderem bem mas quando começam a namorar ou entram para casar torna-se mais difícil participarem. Temos o Grutcape, que tem participado em diversos espectáculos, sobretudo no Carnaval, dia 25 de Abril, na celebração da fundação do grupo, e ainda por ocasião das Marchas Populares". "O Grutcape começou com o Zé Abreu. Mas ele saiu devido aos afazeres profissionais. Depois, esteve o Isidro, que também saiu pelo mesmo motivo. Mas, temos mantido as nossas actividades na vertente cultural. E temos também o 'Palquito', um grupo para crianças, para além de colaborarmos com a Igreja que é a nossa intercomunicadora com a população", concluiu.

Estreito quer maior dinamização cultural N

Uma maior aposta na dinamização cénica, na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, é o objectivo de Emanuel Gonçalves, o novo director artístico do Grupo de Teatro Infantil 'O Palquito' e Grutcape, dois colectivos da Casa do Povo do Estreito de Câmara de Lobos. Começando por fazer saber que " está nas funções há pouco tempo e que ainda não conhece bem o trabalho do seu antecessor" , Emanuel Gonçalves mesmo assim adiantou: " Apesar de se tratar de grupos amadores, vou fazer com que os elementos se interessem pelas artes cénicas. E, nesse sentido, farei os possíveis para trazer à Casa do Povo do Estreito de Câmara de Lobos personalidades de outros grupos cénicos para que possam partilhar connosco as suas experiências na actividade teatral" . " Também temos cá um grupo para crianças - o 'Palquito' - que

Uma maior aposta na dinamização cénica é o objectivo no novo director artístico do Grupo de Teatro Infantil 'O Palquito' e Grutcape.

terei todo o gosto em reactivar" , revelou. " Mas era importante que os elementos que fizessem parte dos grupos também reconhecessem como é importante, neste caso, promover a tradição/modernismo da Cultura do Estreito de Câmara de Lobos, que considero muito rica. Aliás, o Estreito de Câmara de Lobos apresenta muitas achegas que podemos associar ao teatro" , completou. Sem temer o futuro, assume os projectos de peito aberto: " Sem dúvida que é um grande

desafio, mas é o medo que faz a vida. Não sei o que tenho pela frente mas será muito enriquecedora esta experiência onde irei manter uma actividade regular" . A finalizar, adianta que já há uma peça na forja. " Para a Festa das Vindimas tenho em mente apresentar um espectáculo... mas irá depender dos elementos que tenha. Ainda não sei quantos integram o Grutcape, mas estou interessado em ter mais elementos e, nas conversas que vou tendo, sei que há pessoas interessadas" .

Junta ainda insatisfeita É

tal o domínio dos socialdemocratas, na Freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, que é o próprio PSD quem, de tempos a tempos, faz reivindicações que normalmente são associadas a partidos da oposição. Há sensivelmente dois anos, o presidente da Junta veio reclamar do Governo uma série de infra-estruturas há muito prometidas, mas até agora nunca concretizadas. Neste momento, Adelino Gonçalves já não está tão desagradado como então. O presidente da Junta lembra que a via

rápida já está no terreno, que a via distribuidora do Estreito está perto de ir a concurso e que o pavilhão e as piscinas também devem avançar em breve, tendo em conta que o Governo já tomou posse administrativa dos terrenos. Mas nada de festejos: " A junta não está totalmente satisfeita. Há mais coisas a fazer." Centro de dia

Uma dessas coisas que fazem falta à freguesia é um centro de dia. Adelino Gonçalves reconhece que a infra-estrutura não consta do Programa de Governo, mas tem esperança

que seja possível concretizar o " sonho" antes do mandato 2011/2015. O terreno já existe. É municipal e fica a sul da Rua do Passal, entre o centro cívico e a estrada regional. Como entidade promotora pode aparecer a Associação Cultural - ACRE, que é presidida pelo próprio presidente da Junta, por inerência. Adelino Gonçalves pede também a concretização das salas para a catequese. Trata-se, aliás, de uma contrapartida do Governo à igreja, pelos terrenos cedidos para o centro cívico.

BREVES Jovens participam nas iniciativas " Em parceria com a Junta, participamos no Carnaval e nas Festas das Vindimas que são dois cartazes muito importantes na nossa freguesia" , afirmou Adelino Gonçalves, presidente da Associação Cultural e Recreativa do Estreito de Câmara de Lobos. " E, há uns 12 ou 14 anos que estamos em parceria com a Junta e a Câmara Municipal de Câmara de Lobos. Depois, para além desses dois cartazes, temos também uma grande aposta no Centro Comunitário da Fajã das Galinhas que procura colmatar uma lacuna que existia nessa freguesia porque, pela distância, os idosos e as crianças estavam isolados" . Sobre a participação dos jovens, diz que houve uma evolução positiva: " Colaboram bastante nas nossas actividades. E, sobretudo, no Carnaval”.

Grupo Coral do Estreito de Câmara de Lobos Um dos grupos culturais mais representativos da freguesia é o Grupo Coral do Estreito de Câmara de Lobos. " O Grupo completa 20 anos de existência em 2009" , começou por referir Leonel Silva, responsável pela colectividade. " Foi fundado em 1989 e tem mantido uma actividade ininterrupta até agora. O nosso percurso, tem tido altos e baixos mas agora estamos numa fase positiva, porque em 2005 fizemos uma alteração na direcção artística com a entrada de Maria José Ferreira, uma jovem maestrina de Câmara de Lobos que faz ainda parte do Regina Pacis para além de outras formações corais da Região. Anteriormente essa função era exercida pelo maestro João Victor Costa. E neste momento o grupo está integrado por 25 pessoas.


12 História de Vida

Correio da Venezuela

18 a 24 de Junho de 2009

josé caldeira leal

"servi o General Gómez" Anaís Castrellón Castillo anaiscastrelloncastillo@ gmail.com

c

Chegou à Venezuela em 1954, terra para onde veio viver uma vida diferente.

PUBLICIDADE

om 80 anos de idade, José Caldeira Leal conta, com uma memória intacta que surpreende quem o ouve, cada detalhe da sua vida. A mesma que se torna difícil de resumir e que o enche de satisfação. Caldeira nasceu em 1929. É natural de Câmara Lobos, ilha da Madeira, e vive há mais de 50 anos na Venezuela. Teve inúmeros trabalhos e hoje em dia não se arrepende do esforço que fez em cada um deles, pois veio para este país para crescer, em busca de uma vida económica melhor. A sua decisão de viajar para outras latitudes não foi por motivos diferentes de outros portugueses, pois também saiu de Portugal devido à situação em que o país se encontrava. Teve em conta a guerra, a situação económica e a falta de emprego para empreender novo caminho. Caldeira é designer gráfico. Em Portugal, era encarregado de uma empresa onde eram estampados os bordados e tecidos com diversos padrões para o fabrico de roupa, lençóis, almofadas, entre outros. Para além disso, geria " um bom número de mulheres, que coziam diariamente" , experiência que descreve como bastante complexa. Passou longos anos ali, mas um dia a fábrica incendiou. " Pelas sete da tarde, chamaram-me porque o local estava a arder. Fui para as instalações, depois chegaram os bombeiros e comecei a trabalhar

Namorou a esposa através de carta, casaram-se à distâNcia e hoje em dia tem uma bela família... e muitas histórias para coNtar com eles. Tudo se deitou a perder, menos a minha oficina, que tinha centenas de desenhos de bordados" , recordou. Depois desse difícil momento, Caldeira descobriu a sua paixão: Ser bombeiro. E essa paixão foi tão óbvia que o comandante que esteve no incêndio nesse dia convidou-o a fazer parte da brigada. Preparou-se durante um mês. " A experiência era difícil, mas foi reconfortante ter estado ali" , disse, orgulhoso. Trabalho incansável

Chegou à Venezuela em 1954, terra para onde veio viver uma vida diferente. Os seus costumes mudaram de forma profunda, tanto que fala no assunto como algo realmente incrível. Os seus primeiros anos neste país não foram nada fáceis. Deixou a sua elegância de lado para vestir um traje de 'mesonero' que com muita honra fazia brilhar diariamente. Quando dissemos que Caldeira tem uma memória


o jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

História de Vida

13

Caldeira passou mais de 24 anos atrás do volante como “taxista”.

Também trabalhou ainda no sector da construção, tendo participado na construção de muitos edifícios. PUBLICIDADE

jovem, não nos enganámos, pois recorda que " o primeiro trabalho que tive foi no bar restaurante Codazzi, onde trabalhei ano e meio. Ninguém imagina as coisas que vivi ali. Foram tempos muito difíceis" . Depois daquele trabalho, José Caldeira continuou a trabalhar em padarias, restaurantes e dezenas de sítios que lhe deram a oportunidade de fazer dinheiro e acomodar-se num país novo. Contou que recém-chegado a um dos bares onde trabalhou com barman, viu que um carro luxuoso estacionou em frente à porta e entra um homem vestido de militar a quem serviu um copo de água. Segundos depois, o seu chefe disse: " Caldeira, sabes quem era esse? O General Gómez, o Presidente da República. Servi o General Gómez..." Este emigrante fala com facilidade no que considera ter sido o melhor e pior Presidente da República. Narra a situação de cada época e enaltece quem considera que governou de maneira correcta. Alguns anos depois de José Caldeira estar na Venezuela, deu-se de conta que devia ter algo próprio, por isso associou-se a um amigo e montou uma lavandaria, empresa que não funcionou como esperava. Depois adquiriu um táxi e passou mais de 24 anos atrás do volante. " Foi ali que aprendi a conhecer Caracas. Converti-me num perito em todas as ruas desta cidade onde, para além disso, me aconteceram

centenas de coisas" , contou sorrindo. Este português trabalhou ainda no sector da construção, tendo participado na construção de muitos edifícios. amor às cegas

Nesse espaço, este versátil homem deu-se conta de que faltava algo, por isso decidiu casar-se. " Não importava com quem, mas queria casar-me" , por isso lembrou-se de uma rapariga que costumava visitar a sua casa em Portugal, fez um telefonema a um familiar e perguntou-lhe por ela. Caldeira namorou a sua actual esposa, Maria Bernardete Rodrigues Caldeira, por carta. " Escrevia coisas bonitas para enamorá-la. Enviava-lhe fotos para que me conhecesse e ela respondia-me" . Um dia, decidiram casar. A missa celebrou-se em Portugal sem noivo e na Venezuela assinou o livro sozinho. Tempos depois, Maria viajou até à Venezuela e no ano seguinte nasceu o seu primeiro filho. Dois anos depois, o segundo. José e Victor Caldeira são a luz dos seus olhos. " Estou orgulhoso deles. São profissionais e uns homens responsáveis que souberam aproveitar a sua vida" . José Caldeira descreve a Venezuela como " a minha pátria, o lugar que me deu a oportunidade de crescer, de ter uma família, de trabalhar. Deu-me as boas vindas e eu não saio daqui por nada. Aqui tenho a minha família e tudo o que quero" .


14 Cultura

COrrEIO da VEnEzuEla

18 a 24 de Junho de 2009

a esCultura de roberto dos santos fala por si

esculpindo perspectivas

r

oberto Dos Santos Gonçalves licenciou-se em arquitectura, com distinção, na Universidade Simão Bolívar ( USB), em 1992. O seu nome tem sido plasmado em múltiplos reconhecimentos e colecções de arte, frutos dos vários estudos que desenvolveu e que contribuíram para moldar a sua trajectória como arquitecto e escultor. No que diz respeito ao mundo artístico actual, Dos Santos comenta que " o mercado da arte está muito contraído" . A maioria das pessoas frequenta exposições para admirar as obras, mas não para as comprar. Ainda assim, expressa que, na sua opinião, " o público das esculturas é muito mais compacto" . Utilizando materiais como o vidro e a cerâmica, o artista classifica as suas obras de acordo com séries distintas. Linhas de trabalho que, segundo explica, são expressões de algum momento da sua vida. Confessa encontrar-se permanentemente a " jogar com as palavras e os temas" . As suas últimas peças têm um forte conteúdo matemático. Dos Santos reflecte sobre a premissa universal de que 'o todo é a soma das partes'. Com um enfoque particular, trabalha com um " jogo de fórmulas" para representar a

Criações deste artista são peças CrítiCas de artes que expressam em viva voz o seu ponto de vista

Os sítios da Internet são " espaços virtuais de exposição" que admitem que o artista possa chegar a um vasto público.

beleza desde um sentido numérico. Criando…

Mais além das ideias, Dos Santos leva a tridimensionalidade às suas perspectivas. Comenta que quando se encontra concentrado numa obra não a mostra ao público. Na sua óptica, ao reservar as obras " permite conservar a inovação" . Encontra-se em fase de criação. Produzir traduz-se num " período para pensar e elaborar

coisas" . Mais inclinado para as actividades profissionais, Dos Santos explica que actualmente está a estabelecer ligações com várias organizações no estrangeiro. Usar o ciberespaço permite lograr uma grande projecção sem a necessidade de sequer se sentir coarctado pelas barreiras geográficas e culturais. Além disso, explica que os sítios da Internet são " espaços virtuais de exposição" que admitem que o artista possa chegar a um vasto público.

Este escultor reconhecido internacionalmente, define as suas primeiras peças como " os primeiros escalões e as novas plataformas" . Elas foram as portas que se abriram para mostrar um futuro repleto de criatividade e inovação. Não deixe de visitar a sua página na Internet ( www.robertodossantos.net), onde poderá contactar directamente com o artista, além de apreciar algumas das suas criações ao contempla a arte na sua essência plena.

Com 16 filmes em exibição

"euroscopio 2009" arranca em Caracas e maracaibo Andreina de Abreu dosreis.andreina@ gmail.com

n

Este Festival prolonga-se até 2 de julho.

" Euroscopio 2009" arrancou esta quinta-feira, 18, em Caracas e Maracaibo, e prevê a projecção de 16 obras cinematográficas oriundas de 13 países europeus. A VI edição do Festival de Cinema Europeu contemplará também a apresentação de um ciclo de comédia intitulado " Europa Ríe" , que inclui por seu turno quarto longas-metragens e três curtas-metragens. Este Festival, que está patrocinado pela Delegação da Comissão Europeia na Venezuela, em parceria com estados-

téCniCas de produção e temas CinematográfiCos mostram o aCtual estilo europeu membros da União Europeia e institutos culturais europeus presentes no país, prolonga-se até 2 de julho. A iniciativa foi também apoiada pela Fundação Cinemateca Nacional, Gran Cine, Cultura Chacao, Universidade Metropolitana, Universidade Central da Venezuela e o Museo Lya Bermúdez de Maracaibo.

As produções são oriundas de vários países europeus, entre eles a Alemanha, Espanha, França, Itália, Portugal, Países Baixos, Finlândia, Áustria, República Checa, Hungria, Dinamarca, Polónia e Noruega. Os filmes serão exibidos nos principais teatros da cidade de Caracas e também no interior do país, destacandose as salas da Cinemateca Nacional de Caracas; as salas do Circuito Gran Cine; o Teatro da Associação Cultural Humboldt, em San Bernardino; a Sala Cabrujas de Cultura Chacao em Los Palos Grandes; a Sala Francesca Pensieri na Universidade Metropolitana; o Auditório de Humanidades da UCV entre outros.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Cultura

15

margarita celebra festa de santo antónio Valéria Costa valcosta29@ gmail.com

o

Portugal saiu vencedor com a melhor anfitriã, com o traje de sete saias, e melhor stand da exposição.

alunos mostram o melhor de portugal Valéria Costa valcosta29@ gmail.com

p

tuguês sobre os atractivos turísticos, culturais e gastronómicos do país" , disse a aluna bastante feliz. O evento, que já faz parte do calendário escolar daquele estabelecimento de ensino, é promovido pelos alunos da nona série que, desde o ano passado, quando se iniciou o ano lectivo, já começaram a preparar o Festival.

ortugal sobressaiu no último fimde-semana no colégio Nuestra Señora del Valle, na ilha de Margarita. Durante a 13ª edição do Festival Gastronómico Internacional Consolação, a equipa de nove alunos da nona série do colégio, coordenado pela aluna Maria Katherine Velásquez, de 14 Portugal entre oS SeleccionadoS anos, apresentou as suas pesquisas sobre Através de sorteio, cada equipe receeste país ibérico. beu um país para estudar, explorar e Entre outras nações em exposição, investigar a respeito de todos os seus Portugal saiu vencedor aspectos culturais, turíscom a melhor anfitriã, ticos, linguísticos e gasna figura de Maria equipa do Colégio de tronómicos, tarefa que Katherine, que estava culminaria este ano, no nuestra señora del evento, realizado semvestida a rigor, com o traje de sete saias, e entre finais de Maio valle deram a Con- pre melhor stand, onde se e a primeira quinzena podia conhecer, de de Junho. heCer a tradição, forma didáctica e orgaDurante o processo nizada, toda a história e Cultura e gastrono- de pesquisa, Katherine cultura portuguesas, conta que se deslummia lusas além de uma exposição brou com o país, com a de pratos típicos daqueriqueza da sua cultura e le país, como os bolinhos de bacalhau e diversidade de costumes. " Algo que a doces, como pão-de-ló. Venezuela jamais vai poder nos dar, Além de tudo isto, a equipa de como as quatro estações do ano. É um Katherine ainda apresentou ao público país muito bonito e com uma cultura duas danças portuguesas, que contaram riquíssima" , completou. com a assessoria da coordenadora do Além de Portugal, a quadra coberta grupo folclórico " O Barquinho" , do do colégio - onde aconteceu o evento Centro Luso-Venezuelano de Margarita, albergou stand de países como Itália, Glória Santos, que também dançou com China, Venezuela, Estados Unidos e os alunos na apresentação. Espanha. Todos os alunos envolvidos " Foi um desafio para nós, pois, até apresentaram, nas suas distintas equipas, então, não conhecíamos nada sobre trabalhos referentes aos países em quesPortugal. Na apresentação falei em por- tão e danças típicas de cada região.

soa entre os portugueses, principalmente os oriundos do Norte de Portugal, de acordo com Raquel Pisco. Pisco afirma que no clube lusitano da ilha de Margarita, os festejos deste santo se sobressaem aos de Santo António devido a que mais da metade dos residentes na região serem provenientes do Norte de Portugal.

santo casamenteiro, Santo António, foi lembrado e festejado, no último dia 13, por um grupo de sócios do Centro de Margarita. A sardinha assada, servida com " broa" , foi o prato principal da noite, que deleitou os comensais com seu inconfundível sabor. Segue-Se o São João Uma festa tradicional e tipicamente portuO presidente do Centro Luso guesa, o Santo António tem seu ponto forte Venezuelano de Margarita, João Nolasco, em Lisboa, capital portuguesa, segundo infor- disse que na noite do dia 23, véspera de São mou a lisboeta Raquel Pisco. Contou que os João, o clube vai oferecer uma festa em festejos abrem com os fogos de artifícios na homenagem ao santo evangelista com músinoite do dia 12, véspera do santo, seguido dos ca e bastante comida típica, como o bolo do desfiles de marcha pelos caco, milho frito, churrasbairros da cidade. co e também a espetada Comunidade de Durante toda a noite madeirense. nueva esparta dedie madrugada do dia 13, Ainda na agenda de podem ser vistos pelas Ca uma série de aCti- actividades do clube, no ruas da capital pessoas próximo domingo, os vidades ao santo festejando e, claro, sócios vão reunir no comendo sardinhas assaCentro para comemorar Casamenteiro das. Não decepcionando o dia dos pais e, dessa vez, o estatuto de " santo são elas, as mulheres, é durante este mês casamenteiro" , o 12 de que vão ficar à frente da Junho é dedicado aos casamentos de Santo cozinha e do cardápio do dia, ainda a ser defiAntónio, onde inúmeros casais aproveitam a nido. data para oficializar as suas relações conjugais, No dia 28, Nolasco convida aos associatanto no civil quanto no religioso. dos e seus familiares a mais uma edição do " A última vez que assisti aos festejos de almoço do bacalhau e adiantou que terão Santo António foi em 1998 e acredito que uma convidada especial, Irene Alves, reprenão tem perdido o brilho. É uma festa fantás- sentante do banco Caixa Geral de tica" , disse Raquel, saudosa. Depósitos na Venezuela, entidade financeira As festas joaninas ainda incluem as de São portuguesa que tem uma filial em Caracas. João e São Pedro, apesar de que essa última " Essa visita já estava agendada há algum não ter tanto eco em relação às duas primei- tempo e agora ela confirmou sua presença" , ras. Entretanto, é a de São João que mais res- finalizou.

roteiro gastronómico divulgou riqueza cultural desconhecida Anaís Castrellón Castillo Anaiscastrelloncastillo@ gmail.com

o

roteiro gastronómico promovido entre 6 e 14 de Junho ofereceu uma variedade de pratos lusos portugueses à comunidade luso-venezuelana. Segundo Armando de Oliveira, promotor desta iniciativa, o certame serviu sobretudo para difundir em várias cidades a ampla gastronomia de Portugal e modo a que o resto das comunidades estrangeiras e crioula a pudessem conhecer e provar. " Existem muitos pratos da nossa mesa que o colectivo não conhece. Fala-se sempre do bacalhau, da espetada, mas poucos sabem que além destes existem muitos outros pratos suculentos" , observou Oliveira, justificando a iniciativa com a necessidade de as " famílias venezuelanas poderem conhecer outros pra-

tos típicos portugueses" . Esta foi a primeira edição do roteiro gastronómico de estilo português, o qual se realizou em quatro restaurantes de centros lusos das regiões de Caracas, Maracay, Valencia, Barquisimeto e Puerto Ordaz. Oliveira observou que esta primeira edição não contou com muita publicidade, pois a ideia era entrar devagar. " Estávamos interessados em ver como é que as pessoas iriam reagir. Mas, no próximo ano, devemos ter um pouco mais de força e a informação será difundida por um maior número de meios de comunicação social com o fim passar a mensagem um mais número de pessoas" , assegurou. Quanto ao balanço do evento, Armando de Oliveira, qualificou a actividade como " positiva" , dado que se registou uma boa adesão por parte de " pessoas de diferentes comunidades que queriam provar comida portuguesa pela primeira vez" .


16 Santa Cruz

Correio da Venezuela

18 a 24 de Junho de 2009

PUB

PUBLICIDADE

"Santa Cruz Plaza" cria nova centralidade presidente do Governo Regional presidiu, no passado dia 13 de Junho, à inauguração do edifício "Santa Cruz Plaza". Trata-se de um investimento privado, situado na área de expansão da cidade de Santa Cruz, junto à ribeira, que representa um investimento na ordem de 15 milhões de euros, incluindo terreno e construção. Na oportunidade e depois de sublinhar que em Santa Cruz "existem pessoas bastantes para tomar conta da Câ mara e das suas juntas de freguesia" e que "não é preciso mandar pessoas para aqui para fazer aqui uma grande farra", Jardim felicitou José Alberto Gonçalves, precisamente por ter tomado a "decisão certa" de rever o Plano de Urbanização. O chefe do Executivo disse ainda "fazer votos" para que o presidente da Câ mara "tenha a confiança da população, porque merece essa confiança". Mas, numa altura em a Região atravessa "um período complicado", quer por causa dos cortes do governo socialista quer pela evolução da conjuntura internacional, o presidente do Governo aproveitou igualmente para agradecer aos empresários privados pelos investimentos que têm feito na Região. Aliás,

O Investimento privado, situado na área de expansão da cidade, representa um investimento na ordem de 15 milhões de euros

disse, nos ú ltimos meses, "o nú mero de inaugurações que tenho feito tem sido um nú mero mais ou menos equilibrado de investimentos privados e de investimento pú blico" uma realidade que considerou "fundamental" para que "a Madeira continue a aguentar-se como se tem aguentado". Quanto ao novo edifício e tendo em conta a localização do edifício, Jardim sublinhou que em Santa Cruz está a ser seguida a

mesma estratégia de outras vilas e cidades da Região, designadamente o crescimento ao longo das ribeiras, apó s a canalização das mesmas, com a segurança adequada. Jardim sublinhou ainda que a construção agora inaugurada cria uma nova centralidade em Santa Cruz, juntamente com as infra-estruturas que a envolvem, designadamente as escolas, a piscina, o pavilhão desportivo, habitação, estacionamentos e o futuro "Plaza II".

Plano de Urbanização em discussão Já o presidente da Câ mara Municipal de Santa Cruz, que também esteve presente na cerimó nia, adiantou que o Plano de Urbanização da cidade de Santa Cruz está em fase de discussão pú blica, e que assim permanecerá até ao princípio de Julho. De acordo com José Alberto Gonçalves, este plano vai propor novos desafios a quem quer investir, assim como aos moradores da zona. PUB

Por isso o autarca aconselha a que as pessoas estejam atentas, que tentem analisar bem o que é que o plano propõe e que, em função disso apresentem as suas ideias. José Alberto Gonçalves sublinhou ainda que esta medida é um sinal de que "há um esforço da autarquia para ultrapassar alguns constrangimentos que o nosso plano de urbanização nos trouxe. Desta forma, estamos a tentar cap-

tar mais investimento, para tentar que a cidade de Santa Cruz cresça de uma forma equilibrada". De referir que o "Santa Cruz Plaza" é composto por 73 apartamentos, dos quais 17 são T1, 44 são T2, 12 T3 e 16 lojas comerciais. Há igualmente um espaço para uma clínica, uma creche, uma farmácia, um restaurante, uma agência de viagens, um cabeleireiro e uma frutaria.


o jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Santa Cruz

17

Caminho da Pereira

PUBLICIDADE

foi beneficiado

Obras de beneficiação da estrada, situada na freguesia do Santo da Serra, foram inauguradas no passado dia 9 de Junho s obras de beneficiação do Caminho A Mary Jane Wilson, mais conhecido pelo Caminho da Pereira, na freguesia do Santo da Serra foram inauguradas no passado dia 9 de Junho. A cerimó nia contou, entre outras individualidades, com a presença do presidente do Governo Regional. Na sua intervenção, e para além de comentários e avisos em relação aos recentes resultados eleitorais e ao crescimento do comunismo em Portugal, Jardim aproveitou a ocasião para enaltecer o trabalho desenvolvido pelo presidente da Câ mara Municipal de Santa Cruz, José Alberto Gonçalves e pelo presidente da Junta de Freguesia do Santo da Serra, Martinho Gouveia. Em relação ao autarca Jardim fez questão de deixar claro que, "apesar das condições financeiras difíceis, ele deu tudo o que podia dar para conseguir concretizar o programa em curso e na freguesia do Santo". Quanto ao presidente da Junta de Freguesia, o presidente do Executivo enalteceu o seu trabalho, fruto da "experiência adquirida na JSD". Ambos, disse, "merecem o reconhecimento da população pelo trabalho desenvolvido porque sempre aprendi a ver que o povo do Santo era justo naquilo que decidia" e "estou certo que vai fazer justiça a estes dois homens".

De consciência tranquila Já o presidente da Câ mara Municipal de Santa Cruz aproveitou para sublinhar a importâ ncia dos contratos-programa celebrados entre o Governo Regional e a autarquia porque, disse, estes têm potenciado as obras pú blicas num concelho onde "vão havendo oportunidades para que os privados continuem a investir". Um esforço que segundo José Alberto Gonçalves é para continuar, porque "nó s queremos dotar este município das melhores condições possíveis". José Alberto Gonçalves disse mesmo

trabalho de desenvolvimento de qualidade de vida" para "um amanhãmelhor". José Alberto Gonçalves terminou deixando uma palavra aos residentes que têm sabido viver com algumas dificuldades mas que agora "vão estar mais perto das infra-estruturas e comodidades".

que se "mais condições financeiras houvesse, ainda, seríamos mais rápidos e mais eficazes". Porém, dadas as circunstâ ncias, e

"dentro das limitações que sentimos, estamos de consciência tranquila porque sabemos que estamos convosco, a fazer um

Custos ascenderam a 1 milhão De referir que as obras de beneficiação do Caminho Municipal Mary Jane Wilson, no Santo da Serra resultaram de um investimento pú blico da Câ mara Municipal de Santa Cruz, que ascendeu a 1 milhão e 154 mil euros. Dispõe de dois arruamentos sendo o principal com uma extensão de cerca de 1.490 metros e com uma largura de faixa de rodagem de 1.209 metros, com um perfil de faixa de rodagem de quatro metros. Nos dois arruamentos foram colocadas redes de água potável, águas pluviais e sinalização horizontal e vertical, para além de um pavimento betuminoso. Os melhoramentos que têm início no cruzamento sul das quatro estradas vêm servir um vasto aglomerado populacional e uma forte zona agrícola. PUB


18 Portugal

Correio dA VeNezuelA

18 a 24 de Junho de 2009

As confederações patronais avisaram o primeiro-ministro, José Sócrates, que o fôlego das empresas portuguesas está a chegar ao fim, considerando urgente o reforço das medidas de apoio ao tecido empresarial para reanimar a economia.

PArA o desenvolvimento sustentAdo de PortuGAl

Cavaco silva apela "à união de todos" o

Presidente da República, Cavaco Silva, apelou terça-feira, 16, em Trancoso, no Distrito da Guarda, à mobilização e à " união de todos" pelo desenvolvimento de Portugal. " Será só através da mobilização de todos, da união de todos, convencendo os portugueses que têm que trabalhar para fazer obra em comum, que nós seremos capazes, novamente, de encontrar a trajectória de aproximação aos níveis de desenvolvimento que são conhecidos na Europa Comunitária de que fazemos parte" , afirmou Cavaco Silva na cerimónia de inauguração do novo Teatro Municipal de Trancoso. " É um tempo de responsabilidade de todos, dos que estão na vida política, daqueles que trabalham nas empresas, daqueles que gerem as empresas, daqueles que mobilizam as organizações da sociedade civil" , declarou o Chefe de Estado. Cavaco Silva também se refe-

" Nós temos que saber utilizar aquilo que temos com muito cuidado" , diz Cavaco.

riu à actual crise económica que o país atravessa, afirmando: " Como já sublinhei, tenhamos todos consciência de que os recursos de que o país dispõe são muito escassos e existem limites ao endividamento do país

no exterior" . " Nós temos que saber utilizar aquilo que temos com muito cuidado, com muita ponderação, evitando desperdícios, evitando consumismos que não fazem sentido, para o nosso nível de

desenvolvimento, para que o povo, e em particular o povo mais simples, possa colher benefícios e não andemos sempre a pedir sacrifícios com a promessa de um futuro melhor, um futuro que tarda em chegar" , advertiu.

PJ e Fisco realizaram buscas em empresas O Departamento Central de Investigação e Acção Penal ( DCIAP) confirmou terça-feira, 16, que estão a ser realizadas " buscas, ao nível de todo o país, relativamente a um processo por eventuais crimes de fraude fiscal qualificada e outros eventuais ilícitos" . " O Departamento Central de Investigação e Acção Penal/Procuradoria-Geral da República ( PGR) confirma que estão a ser levadas a efeito buscas, ao nível de todo o país, relativamente a um processo por eventuais crimes de fraude fiscal qualificada e outros eventuais ilícitos" , refere uma nota divulgada pelo gabinete de imprensa da Procuradoria. O comunicado refere que " o processo encontra-se em segredo de justiça, pelo que mais nenhum esclarecimento pode ser dado neste momento" .

Governo vai encomendar vacinas contra a gripe A Andreina de Abreu dosreis.andreina@ gmail.com

P

ortugal deverá, " a curto prazo" , fazer uma pré-reserva de vacinas contra a gripe A H1N1 que irá abranger uma faixa de 5 a 30 por cento da população, revelou a ministra da Saúde. " Essa pré-reserva poderá ser muito diferente. Há quem diga que poderá ser de 5 por cento, há quem diga que será 25 por cento e há quem diga que será de 30 por

cento. Isto tem a ver com os sectores da sociedade que vamos ter de abranger" , afirmou Ana Jorge. A governante falou aos jornalistas à margem de um colóquio sobre a sustentabilidade financeira do Serviço Nacional de Saúde, em Lisboa, realçando que ainda não está definida a franja da população que deverá receber a vacina. " Neste momento, o Ministério da Saúde e toda a sua equipa estão em discussão para tomar uma decisão em poucos dias" , disse a ministra, destacando esperar da

Organização Mundial de Saúde ( OMS) " alguma orientação sobre quem vacinar, com a certeza de que não vai haver vacinas para todas as pessoas do mundo" . Actualmente, Portugal tem três casos confirmados de doentes com gripe A H1N1. A ministra realçou que, nesta fase, é natural que apareçam mais casos suspeitos e apelou novamente às pessoas para que liguem para a linha telefónica Saúde 24 ( 808 24 24 24) ao primeiro sintoma, antes de se deslocarem para os hospitais.

Actualmente, Portugal tem três casos confirmados de doentes com gripe A H1N1.


o jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Portugal

19

o governador do Banco de Portugal ( BdP) admitiu " alguma ingenuidade" relativamente ao BPN e que este processo " foi uma grande lição" , afirmando ainda que " nem tudo foi perfeito mas que foi tudo feito na direcção certa" .

lisboa quase supera Algarve como região de turismo l

isboa e Vale do Tejo é a segunda região do país, a seguir ao Algarve, onde o turismo tem maior peso na actividade económica, tendo registado em 2008 proveitos de 569 milhões de euros, segundo dados do Turismo de Portugal. O Algarve liderou os proveitos por estabelecimentos hoteleiros, com 580 milhões de euros, num sector económico que obteve o ano passado receitas totais de 7.500 milhões de euros. Apesar de ainda ser cedo para tirar conclusões relativamente a 2009, os dados acumulados até Março apontam para uma inversão da ordem de importância, com Lisboa a destacar-se em primeiro lugar em termos de proveitos por estabelecimentos hoteleiros, ao registar 92,8 milhões de euros face aos 51,2 milhões de euros do Algarve. Ou seja, se a tendência se verificar até ao final do ano, pela primeira vez, Lisboa passará a ser a região mais importante para o turismo português, ultrapassando o Algarve. A razão para esta inversão não propriamente positiva, já que é pelas más razões que tal acontece. A crise no turismo mundial está a afectar de uma forma mais vincada o Algarve que Lisboa, isto porque uma boa parte das receitas da capital são provenientes do turismo de negócio, que tem menos sazonalidade.

o

ministro das Obras Públicas, afirmou que a decisão final do Governo sobre a rede de alta velocidade só deverá acontecer na próxima legislatura. Mário Lino explicou que há procedimentos e prazos que o Executivo pretende res-

ministro inaugura Heliporto O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, inaugura domingo, 21, o Heliporto Comandante José Carlos Taquenho Bello Moraes, em Portalegre, informou o município local. Este Heliporto situa-se no Parque Industrial de Portalegre e destina-se a receber helicópteros do tipo " Kamov 32 Éceureil" e " Bell412" - Helicópteros com classe de performance 2 e 3, em operação visual diurna e nocturna. O investimento global deste projecto rondou os 385 mil euros.

Festas do Cartaxo de 19 e 24 de Junho O Cartaxo vai receber as Festas da Cidade entre 19 a 24 de Junho, com o programa a ser marcado por largadas de touros, desfile de fanfarras, marchas populares e espectáculo equestre. As festas, da responsabilidade da Associação Gentes do Cartaxo, culminam no dia 24 com a tradicional procissão pelas ruas da cidade.

Aldeia viçosa tem "bandeira azul"

lisboa e Vale do Tejo é a segunda região do país onde o turismo tem maior peso na actividade económica.

Governo português adia tGv Andreina de Abreu dosreis.andreina@ gmail.com

Breves

peitar. " O andar normal das coisas leva a que só na próxima legislatura - lá para Outubro -, haja condições, nunca antes, para assinar o contrato de concessão' do troço Poceirão-Caia, o primeiro concurso lançado, disse o governante na inauguração da Agência Europeia de Segurança Marítima ( EMSA), em Lisboa.

O Presidente da República, Cavaco Silva, reagiu à decisão do Governo considerando-a como uma atitude de " bom senso" . O PSD também já reagiu a esta posição, tendo afirmado que " essa postura do ministro Mário Lino é de saudar" , afirmou o social-democrata aos microfones da TSF. Em relação a este assunto, o

PCP defendeu que a " grande questão" sobre o TGV é saber se a sua " construção, gestão e exploração vai ou não ser pública" e não " o dilema do mês em que vai ser iniciado" . Já o líder parlamentar do CDS-PP saudou a decisão do Governo e considerou que é " a primeira vitória" da moção de censura apresentada pelos democratas-cristãos.

A " bandeira azul" foi hasteada na praia fluvial de Aldeia Viçosa, localizada no rio Mondego, no concelho da Guarda, numa cerimónia realizada quarta-feira. O galardão é atribuído anualmente " às praias e aos portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes e de informação e sensibilização ambiental" , refere a Câmara da Guarda em comunicado. A autarquia salienta que a praia fluvial de Valhelhas, no rio Zêzere, também foi este ano distinguida com a " bandeira azul”.


20 Economia

CorrEio dA VEnEzuElA

18 a 24 de Junho de 2009

sB Airlines regressa às ligações com a madeira Catanho Fernandes DN MADEIRA

A

companhia aérea venezuelana SB Airlines retornou à Madeira, no passado 7 de Junho. O voo directo de Caracas era esperado pelas oito horas da manhã, estando a saída prevista para as 11 horas, horários que foram cumpridos sem atrasos de relevo. Carola Torquemada, directora comercial da companhia para a Europa, disse ao DIÁRIO, que a SB Airlines passou por uma profunda remodelação, quer ao nível da sua estrutura accionista, quer ao nível operacional, e apresenta-se actualmente como a mais importante companhia aérea da Venezuela no mercado internacional. A transportadora tem agora a designação comercial de SBA para os voos internacionais e de longo curso, tendo sido adquirida por outra importante companhia aérea da Venezuela, a Aserca Airlines. Contudo, as empresas mantêm

CompAnhiA AéreA dA VenezuelA retomA Voos direCtos entre CArACAs e mAdeirA independentes as suas rotas domésticas ligando Caracas a diversos aeroportos no interior do país. As mudanças compreenderam ainda a renovação da frota, tendo sido contratados dois aviões Boeing 767-300ER de 247 lugares, que foram totalmente revistos pela 'Lufthansa Technik', onde foram também colocados novos interiores e assentos, com as cores da SBA. As aeronaves foram adquiridas em 'leasing' por quatro anos, e farão numa primeira fase as viagens de Caracas para Tenerife ( nas Canárias), Madeira e Madrid ( cinco vezes por semana). Numa segunda fase da programação da companhia venezuelana, estão previstos voos

A SBA Airlines volta à Madeira com aviões próprios e uma nova imagem.

directos de Caracas para a cidade do Porto, e estudada a hipótese de Santiago de Compostela, no Norte da Espanha, já que muitos dos emigrantes que vivem na Venezuela são oriundos dessa zona. Os novos aviões da SBA irão trabalhar com tripulações próprias, de nacionalidade venezuelana, quer no 'cockpit', quer na assistência da cabina e aos passageiros. Carola Torquemada esclareceu-nos que no recomeço da linha haverá apenas um voo semanal, mas a companhia está

preparada para lançar um segundo serviço se houver procura e sempre que as circunstâncias o determinarem. A companhia tem aviões disponíveis que poderão ser programados logo que seja necessário. Umas das grandes apostas é no serviço, já que as companhias venezuelanas eram no passado, e a SBA quer o ser no presente, conhecidas pelo seu bom serviço de bordo, pela simpatia no atendimento e pelo conforto que os passageiros desfrutam nos seus aviões.

inaugurada sede do Banco plaza no Centro português Leo Merchán Aproveitando a semana em que se celebrava o Dia de Portugal, o Centro Português, em Caracas, foi escolhido para servir de palco para a inauguração, no passado 11 de Junho, da nova sede do Banco Plaza, a qual tem como objectivo principal servir os sócios do clube. Vários sócios ouvidos pelo CORREIO felicitaram a decisão de permitir o regresso de uma agência do banco ao clube, dado que resulta conveniente e oferecerá uma maior comodidade e amplos benefícios aos utentes dos serviços bancários, não apenas os que são clientes deste banco. O pároco da Missão Católica Portuguesa e presbítero do CP, Alexandre Mendonça, abençoou a nova sede numa cerimónia em que participaram no acto, além de sócios e directos da instituição bancária. Depois do acto religioso, os presentes visitaram a associação e juntaram-se para um brinde ao êxito da nova agência.

excelsior Gama celebra 40º aniversário Leo Merchán

A

cadeia de Supermercados Excelsior Gama festejou recentemente o seu 40º aniversario, através de uma cerimónia realizada num museu que serviu para exibir objectos históricos desta empresa de autoserviços e baptizar o " Un sueño, dos generaciones" , no qual se narra a história de Manuel da Gama e a fundação do seu

PUBLICIDADE

negócio. O pároco da Missão Católica Portuguesa, Alexandre Mendonça, foi encarregado pedir a bênção para a ocasião. Nelson, um dos filhos de Manuel da Gama, anunciou que depois de dez anos de investigação, uma equipa de profissionais recolheu dos dados para a elaboração do livro. " Com a obra pode-se viajar através do tempo. As imagens e a informação mostram o que tem sido o contínuo

crescimento e expansão de uma visão empresarial" , declarou. 40 anos de história

Documentos pessoais do processo migratório para a Venezuela dos fundadores da cadeia de supermercados, pesos, calculadoras, etiquetadoras, entre outros equipamentos utilizadas nos primeiros anos de funcionamento da Excelsior Gama, foram expostos para os convidados,

Manuel da Gama foi homenageado nos 40 anos do Excelsior Gama.

trabalhadores e gerentes da cadeia de autoserviços. Também foi exposta a peça mais apreciada dos Gama: a primeira bicicleta que comprada pelo empresário quando chegou à Venezuela e começou a despachar pedidos e transportar alimentos desde o

supermercado inicial. José Miguel da Gama, outro dos filhos do homenageado, foi encarregue de contar a história da vida do pai e o explicar o que significou para Manuel deixa a sua terra natal a 19 de Dezembro de 1953.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Publicidade

21


22 Opinião

Correio dA VenezuelA

18 a 24 de Junho de 2009

reflexão

Depois do túnel, começou para alguns uma nova vida

H

oje é comum fazer referência aos muitos túneis que encurtam as distâncias de Norte a Sul, ou Este a Oeste, na ilha da Madeira, facilitando o desenvolvimento das suas populações em modernos e antigos espaços urbanos, que sem dúvida têm ajudado a melhorar a qualidade de vida dos madeirenses, que o mereciam há muito. Na Venezuela existem suficientes evidências da participação de espanhóis, italianos e portugueses ( muitos de origem madeirense), que construíram 'a punta' de dinamite, picaretas e pás, os quatro túneis da Autoestrada Caracas-La Guaira. Estes emigrantes fizeram parte do corpo de encarregados de obra e de operários que também fez a Avenida Carlos Soublette, que começa no final desta auto-estrada e termina na 'redoma' de Punta de Mulatos. São quase sete quilómetros de via que hoje estão habitualmente engarrafados devido ao grande volume de veículos que a atravessam. Talvez a pressa e a ansiedade por chegar ao Clube, Hotel ou Apartamento de descanso por parte de quem vem ao Estado Vargas por lazer, os impeça de reparar e admirar a existência de cinco túneis para peões que também foram ajudados a construir com mão de obra madeirense. Os mesmos que se encontram localizados em direcção Oeste-

Carlos Teixeira

Este, da seguinte maneira: O primeiro em frente à Plaça Vargas; o segundo próximo da Praça de La Prósperidad; o terceiro em frente à Escola República de Panamá; o quarto defronte do Hospital José M. Vargas; e o quinto nas imediações do Mercado Municipal de Punta de Mulatos. Todos situados na Paróquia de La Guaira. Quero referir de maneira especial o primeiro deles, o da Praça Vargas, que representa os primeiros 40 metros da historia particular de alguns madeirenses na Venezuela, o quais, com uma atitude nervosa mas determinada, acediam de forma directa mas ilegal, desde o molhe de atracação até à Avenida Soublette, misturando-se entre os trabalhadores portuários que também faziam o mesmo percurso mas para se dirigirem a suas casas depois da jornada laboral. Os madeirenses ilegais desenrascavam-se no Funchal para subir aos navios com destino a La Guaira, e, depois de cá chegarem, era activada uma rede de cumplicidade composta por militares e civis que previamente tinha sido contactada por familiares ou amigos e que cobrava até 1.500 Bs, dos fortes de verdade, por cada passageiro clandestino que conseguissem colocar a salvo fora das instalações portuárias. Estes imigrantes não eram recebidos pelos seus com emocionantes abraços e lágrimas.

Não! Estes tinham superado os controlos salazaristas, não traziam passaporte, mas tinham a decisão dos que não desistem sem tentar ganhar as suas metas. Não se importavam com a Odisseia nem o risco da Cadeia. Alterar o seu destino por vontade própria e com a ajuda de Deus e de outros era o seu objectivo principal. Os gestos de alegria compartilhada tinham de esperar por um local mais seguro. Alguns contam com graça e até picardia, as peripécias que passavam nos Navios para não ser descobertos até chegar ao Puerto de La Guaira, onde eram logo abordados pela Guarda Nacional, que subornavam, ou evitavam com uma atitude serena para não levantar suspeitas. Se outro funcionário perguntasse pelo passageiro que o acompanhava, o guia uniformizado respondia de maneira parca: " Este está em trânsito" . Não dava tempo a mais perguntas e acelerava o passo. Depois tudo o resto era mais fácil. Chegava ao túnel da Praça Vargas e ali começava o princípio de uma nova vida para esse imigrante madeirense, mas na Venezuela. Sem dúvida, conseguiu uma façanha que atesta muito bem a sua coragem e desejo empreendedor e para isso necessitou como aliado esse bendito túnel de 40 metros da Praça Vargas, ao qual hoje sorri e pisca o olho, quando passa em cima dele.

Director: Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Coordenação em Caracas Jean Carlos de Abreu Jornalistas: Tomás Ramírez, António da Silva, Magnalis Tavares, Anaís Castrellón, Andreína de Abreu. Correspondentes: Francisco Javier Figuera (Valencia) Carlos Balaguera (Maracay e Valencia) Carlos Marques (Mérida) Edgar Barreto (Punto Fijo) Trinidad Macedo (Barquisimeto) Valéria Costa (Margarita) Silvia K Gonçalves (Guayana) Sandra Rodriguez (La Victoria) Colaborações: Raúl Caires (Madeira) Víctor de Freitas, Arelys Gonçalves Antonio López Villegas, Luís Barreira, Álvaro Dias, Luis Jorge, María Eugenia Castro, António da Silva Administração: Gloria Cadavid Publicidade e Marketing: Carla Vieira Ventas María Eugenia Monteverde Assesoria Gráfica: Raimundo Capelo Fotografia Leo Merchán Paco Garret Secretariado: Heisi Mayor Distribuição: Enrique Figueroa

Sem papaS na língua

A

Impressão: Editorial Melvin C. A Calle el rio con Av. Las Palmas

estamos entregues à “bicharada”

o ler diariamente a imprensa venezuelana ficamos com a satisfação de sermos contagiados com o habitual bom humor que a caracteriza. E até é positivo este humor que nos respinga e que ajuda, pelo menos um pouco, a ultrapassar estes dias difíceis carregados de preocupações e de stress. Há dias atrás leia um conhecido jornal e pareceu-me cómico que no panorama político local se utilizem as mais variadas espécies de animais para ilustrar algumas situações. Eis aqui algumas paródias do " nosso zoológico político" , que bem se parece a uma realidade

Álvaro Dias

que gostávamos de ignorar mas que não conseguimos. Falamos, por exemplo, de uma lei dos sapos que felizmente ainda não termina de se impor entre as mansas ovelhas de uma oposição que já nem berra. São as rastejantes focas, que aplaudem e saúdam os gorilas que desfilam e exibem a força e o poder das armas que oprimem os mais pacíficos, como se fossem cordeiros. A grande quantidade de patos que nadam no mais sujo lago das imoralidades. As porcas ratazanas que roem a miséria, mas que ainda não abandonaram um enorme barco que

se afunda irremediavelmente, pouco a pouco. O oportunismo dos camaleões, que por causa da sua camuflagem e astúcia, competem com os mais esfomeados abutres que pairam neste céu nublado de desenganos e de corrupção. E, para terminar, o mais cómico é mesmo a assembleia de papagaios que repetem mil vezes o discurso de alguns macacos que estão nos galhos mais altos do poder. Neste grande zoológico que vivemos, já não tenho dúvidas! Estamos mesmo entregues à “bicharada”...

Boleita Sur - Caracas Venezuela Endereço: Av. Principal Las Mercedes. Edif. Centro Vectorial (Banco Plaza). Pent House, Urb. Las Mercedes, Baruta Caracas (Ao lado de CONAVI). Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: correio@cantv.net URL: www.correiodevenezuela.com Tiragem deste número: 15.000 exemplares Fontes de Informação: Agência de Notícias Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress, Portuguese News Network e intercâmbio com publicações em língua portuguesa, de diferentes partes do Mundo.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

Cartas:

18 a 24 de Junho de 2009

Cartas&Inquérito

23

Favor enviar as suas cartas e comentários ao endereço electrónico: correio.prensa@gmail.com

Mais divulgação do nosso colégio

10 de Junho magnífico

Devemos votar

Os jovens são o futuro

Sou uma leitora assídua deste prestigiado jornal. Desfruto muito da divulgação amplia e detalhada das actividades que todos os dias são levadas a cabo pela nossa querida comunidade portuguesa, na qual me incluo como luso-descendente e por isso lhes estendo as minhas mais afectuosas felicitações. Mas quero expor a seguinte sugestão. Sou representante de duas crianças, de sete e oito anos, estudantes da UEP, Colégio Luís de Camões, situado em La Candelaria. Nesta instituição, além das aulas regulares, que decorrem em horário vespertino, são ministradas aulas de idioma português. O trabalho desenvolvido tanto pela Direcção do Plantel, como por parte da nossa querida mestra Amélia, o qual, no mínimo, é louvável, no resgate e preservação da nossa cultura e nossas origens entre os descendentes, e também entre aqueles que não o são mas que também participam deste processo. No entanto, todo o trabalho necessita de reconhecimento e divulgação, ainda para mais quando a mesma se leva a cabo num meio de simplicidade e limitado pelos recursos didácticos em muitas ocasiões, em contraposição com a abundância de dedicação, amor e entusiasmo, da comunidade educativa que dela participa. Seria pois interessante que através deste reconhecido meio de comunicação, se desse a conhecer à nossa comunidade este feito educativo tão importante para a nossa comunidade portuguesa. Quiçá a partir de então se pudesse incentivar numerosas iniciativas quanto à divulgação do nosso idioma e cultura obtendo por sua vez, maiores apoios, tão necessários para bela gestão educativa.

Escrevo porque vivo no estado Aragua e participei na celebração do 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas que foi organizada pelo clube desta localidade. É a primeira vez que um clube que não está em Caracas realiza actos comemorativos desta data. Fiquei encantado ao ver o Embaixador de Portugal, o secretário de Estado Adjunto da Agricultura e Pesca e a ex-atleta portuguesa Rosa Mota. Espero que nos próximos anos, as autoridades portuguesas se desloquem a outras entidades do país para que assim os portugueses de outras zonas pessoas trocar impressões e ver os seus representantes na Venezuela. Faço votos para que assim seja e a nossa comunidade seja mais unida do que é actualmente. Felicitações aos dirigentes da Casa Portuguesa do estado Aragua e da Feceporven pelos esforços envidados na realização desta iniciativa.

Li no Correio que foi fraca a ida às urnas, por a toda Venezuela, para eleger os representantes de Portugal ao Parlamento Europeu. Devíamos ter consciência que exercer o nosso direito de voto dá-nos depois força para podermos exigir os que nos é devido como cidadãos portugueses. Nos próximos meses serão realizadas mais eleições em Portugal. Espero que a nossa comunidade tome consciência e vá recensear-se para que assim possa votar e cumprir com o seu dever como cidadão. Não podemos queixar-nos se não fazemos nada para evitar os nossos males. Devemos aprender com outros portugueses, que se encontram noutros países e que cumpriram com o seu dever de cidadãos.

Quero chamar a atenção para o facto de o grupo de Facebook "Hijos de Portugueses Nacidos en Venezuela" estar representado por muitos jovens. É bom saber que os nossos descendentes querem continuar a ensinar as tradições que trouxemos de Portugal. Enche-me de orgulho que promovam e participem em actividades que organizamos. Celebrações religiosas, datas históricas ou qualquer evento em que esteja associado a Portugal ou à sua comunidade. Desejo, do coração, que continuem a participar em todas estas festividades e que transmitam a sua cultura e traduções aos seus filhos, no futuro, o mesmo amor que sentem por Portugal. María Piedad Correia Soares

Filiberto Moreira

María Rosaura Gomes

Maria Rodrigues

Inquerito: Como vê a contratação de Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid? Luís Gustavo Gomes Estudante

Manuel Molina Estudante de Medicina

Victor Arnaldo Dantas de Sousa Estudante de Publicidade

Magnalis Tavares Estudante Comunicação Social

"Gastar 94 milhões de euros por Ronaldo ou por qualquer outro jogador não vai mudar a estratégia desportiva do Madrid.A equipa está em crise e simplesmente necessita de uma limpeza total e não de duas ou três contratações galácticas. Creio que nem Cristiano Ronaldo, nem Kaká, nem ninguém conseguirá tirar o Real Madrid da crise, tendo a equipa actual do Barça como rival."

"Penso que o Madrid está a tentar retomar equipa de galácticos.Mas não se lembram que isso não lhes serviu de nada.Demonstraram que onde só há puras estrelas,a equipa não rende o máximo.Creio que é algo desesperado pagar essa quantidade de euros para adquirir Cristiano Ronaldo.Não duvido que seja um bom jogador para o Real Madrid,mas considero que há melhores jogadores que ele."

"Parece-me que essa justeza da decisão só irá ser comprovada com o tempo. Como sempre acontece, no princípio vai jogar muito bem, assim como o têm feito todos os jogadores do Madrid. Mas depois, por cometer algumas falhas, vai acabar no banco."

"Penso que a contratação de Ronaldo significa um fim de uma novela que vinha protagonizando juntamente com a directiva merengue há dois anos. Para mim, um jogador não se mede pelo preço da sua transferência mas sim pela eficácia que pode demonstrar no campo de jogo.Talvez em Madrid não seja tão eficaz como em Manchester, dado que a sua estratégia é individualista e não colectiva como é agora o estilo do conjunto merengue."


24 Associativismo

Correio dA VenezuelA

18 a 24 de Junho de 2009

Centro de Punto Fijo recupera espaços Edgar Barreto de Gouveia edgabarreto@ gmail.com

ACtuAl direCção esPerA que os sóCios PArtiCiPem nAs ACtividAdes do Clube e que ColAborem Com o ProjeCto de Construção dA PisCinA

A

direcção do Centro Português de Punto Fijo ( CPPF), presidida por José Matos, trabalhou, desde Agosto de 2007, para recuperar os espaços perdidos da associação. Mas segundo aquele responsável, a apatia dos sócios e os atrasos nas quotas de manutenção da associação " não satisfazem a preservação do mesmo" . José de Matos, oriundo de Aveiro, Portugal, disse ao Correio que quando entrou no cargo em 2007, tinha 34 Bs.F. " Dedicámo-nos a conhecer a situação da associação e as suas instalações. Reorganizamos a administração do clube, contratámos um assessor jurídico, uma administrativa, um contabilista e vigilância privada. O pessoal da manutenção cresceu e depois dedicamo-nos a recuperar cada espaço como os tectos das

Projectos por concretizar

A direcção do clube espera que os sócios participem mais nas actividades sociais.

estruturas, a limpeza do estacionamento, entre outros. Há que trabalhar para que os associados venham ao clube e nos ajudem a levar a cabo os projectos da direcção" . O Centro Português tem 420 sócios, mas só 220 estão em dia com as contas. Os sócios são de diferentes nacionalidades, como

a espanhola, a venezuelana, italiana, colombiana, chinesa, árabe e portuguesa. ActuAlizAção urgente

João Gouveia, português natural de São Jorge, ilha da Madeira, é o actual vice-presidente da associação. Afirmou que é necessário actualizar os

estatutos do clube já que algumas cláusulas estão obsoletas. Para além disso, querem reduzir o número de membros da direcção de 11 para 7. As quotas de manutenção do clube, no início, eram muito baixas. " Pagavam 72 bolívares fortes por ano. Agora é 360" . Para além disso, são também organizados arraiais para arrecadar fundos a fim de serem utilizados na melhoria da associação.

Carlos Ruela, responsável pelas relações públicas do clube, falou dos projectos que ficam pendentes, uma vez que em Agosto deste ano, serão levadas a cabo nova eleições para a eleger a direcção para o período de 2009-2011. "Fica a faltar arrecadar fundos para a piscina. Estão previstas quotas especiais. Queremos que os nossos associados participem nas actividades, especialmente a festa de São João, que será a última actividade que faremos neste período de gestão". Eduardo Rengifo, secretário da junta, referiu que a direcção sai com a satisfação de ter feito o melhor pelo clube. "Trabalhamos com o coração. Precisamos que os sócios e a comunidade portuguesa entenda que deve lutar pelo clube, porque este pertence a todos".

FotoFlAsH

o ritmo certo para a chegar bem ao fim A ex-campeã olímpica Rosa Mota, ídolo do desporto português, parece querer mostrar como se marca o ritmo para enfrentar uma longa maratona e sair-se vencedor. Quem a acompanha na foto é Carlos Pinto, delegado do AICEP na Venezuela, que tem acompanhado várias “ maratonas” negociais entre empresas e instituições de Portugal e Venezuela. Maratonas que, nesses casos também têm barreiras que se esperam sejam bem superadas.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Publicidade

25


26 Saúde Hiperidrose é problema que pode ser controlado

COrrEiO dA VEnEzuElA

18 a 24 de Junho de 2009

Jean Carlos de Abreu deabreujean@ gmail.com

O

corpo humano produz normalmente suor para regular a sua temperatura como uma necessidade fisiológica. Para isso conta com umas cinco milhões de glândulas sudoríparas, das quais dois milhões se localizam nas mãos. Perante estímulos como o stress, o calor e o exercício, originase uma ordem no chamado hipotálamo, localizado no cérebro, que é transmitido até às glândulas sudoríparas por umas fibras nervosas que constituem o Sistema Autónomo Simpático, que desce pelo interior do tórax, formando de cada lado uma pequena cadeia em forma de rosário. A hiperidrose primária é a produção exagerada e localizada de suor sem depender da temperatura externa nem existir uma doença que o cause ( hipertiroidismo, obesidade, tratamentos para o cancro,

O excesso de sudação pode ser controlada com o tratamento adequado.

etc.), devido a um sobrestímulo do sistema simpático. Produz-se principalmente nas palmas das mãos, podendo também afectar as axilas, cara e plantas dos pés. Esta reacção é um problema muito frequente ( 0.75% da população), causando grandes problemas às pessoas que dele sofrem, tanto nas relações sociais ( medo de cumprimentar com a mão, por exemplo), como ocupacionais

( secretárias, artistas, arquitectos, médicos, etc.) e levando alguns pacientes, inclusive, a transtornos na sua auto-estima e a fobia social. Existem múltiplos tratamentos que procuram a melhoria definitiva da hiperidrose. Existem medicamentos que causam efeitos secundários, a electrólise traz melhorias temporais em casos pouco sintomáticos, o laser ou liposucção da zona comprome-

A simpatectomia por videotoracoscopia ( ETS)

tida ( axila) e a psicoterapia e a hipnose. A injecção de Toxina Botulínica ( Botox) nas palmas e axilas produz melhorias temporais dos sintomas. É dolorosa e é necessário aplicá-la repetidamente para manter a doença controlada. Nenhum dos tratamentos consegue um controle definitivo da doença. A cauterização da cadeia do Sistema Simpático de cada lado do tórax proporciona uma cura da hiperidrose em 100% dos pacientes de forma definitiva, segundo o demonstram múltiplos artigos de investigação científica. Ainda que este conceito se conheça desde há muitos anos, o facto de ter que fazer uma grande cirurgia a ambos os lados do tórax torna impossível a sua realização. A aparição das técnicas de cirurgia menos invasivas ou cirurgia com ajuda câmaras de vídeo fez com que este procedimento se convertesse no tratamento adequado para a cura da patologia.

O procedimento realiza-se na sala de operações com anestesia geral. Faz-se uma pequena incisão de 0,5 centímetros, um pouco abaixo da axila direita, onde se introduz uma mini-câmara de vídeo de fibra óptica que permite aos cirurgiões visualizar todo o interior do tórax com completa clareza. Este tratamento, ainda que logicamente não esteja isento de riscos, inerentes a qualquer cirurgia, é bastante seguro e bem tolerado pelo paciente. A duração total do acto cirúrgico é de 40 a 60 minutos. A melhoria sintomática é imediata e total: O paciente nota as suas mãos secas ao despertar da anestesia e assim permanecerão. O êxito do procedimento é de praticamente 100% para a hiperidrose. A dor pós-operatória é moderada e gerida com analgésicos orais. A incapacidade para as actividades laborais e o exercício verifica-se usualmente durante menos de uma semana. As cicatrizes serão muito pouco notadas e requerem cuidados mínimos.

PUBLICIDADE

TAP passa a operar no Terminal 1 de Heathrow A TAP começou hoje a operar no renovado Terminal 1 do Aeroporto de Heathrow, em Londres, uma mudança inserida no projecto " Move under one Roof" , da Star Alliance, que pretende oferecer aos passageiros da aliança maior comodidade e mais facilidades através da utilização de espaços comuns nos principais aeroportos mundiais. Com mais espaço agora disponível no Terminal 1, em Heathrow, a Star Alliance prepara-se para a implementação de mais uma fase da estratégia " Move under one Roof" . Os passageiros que voarem na TAP podem contar com uma melhoria muito significativa na sua experiência de viagem. Uma renovada área comum de check-in da Star Alliance passa a acolher os passageiros da TAP, da Austrian, da Croatia

Airlines, da Lufthansa e da LOT Polish Airlines. Após efectuarem o check-in, os passageiros têm acesso a postos de controlo dedicados por detrás desta área, além de canais de raio-x rápidos para os Clientes Premium. Com um lounge da Star Alliance para os clientes de Primeira Classe e Executiva e dois lounges da bmi - um para os passageiros dos voos domésticos e outro para os dos voos internacionais - o aeroporto de Heathrow passa a proporcionar aos Clientes da Star Alliance uma escolha de lounges diversificada. Actualmente, a TAP opera um total de 44 voos por semana de Lisboa e Porto para Londres Heathrow. No dia 27 Maio, a TAP comemorou os 60 anos da sua primeira ligação entre Lisboa e Londres.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Desporto

27

51 anos do cenTro porTuguês

aniversário celebrado com 'pedras' na mesa Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com

m

ais de 20 clubes e 250 praticantes de dominó vão participar no torneio do Centro Português, a disputar no Salão Nobre do Centro Português por ocasião do 51.º Aniversario deste clube, que está organizado pelo comité de desporto e constitui um dos mais importantes e representativos para o ranking geral da associação. A competição, que também conta para a Liga Venezuelana de Dominó e está homologado pela Federação da modalidade, vai ser disputada ao nível individual, à melhor de sete partidas para cada um dos participantes, valendo cada partida um total de 120 pontos.

A actividade contará com um brinde final, sendo intercalada pela venda de rifas e da actuação de um grupo musical cujo nome ainda está por confirmar. Os primeiros seis lugares do torneio serão premiados em numerário e os seis seguintes com um reconhecimento. A jornada significa a soma pontos para o ranking do centro social. Quem terminar nos oito lugares cimeiros vão receber como prémio, no final do ano, uma passagem aérea para Portugal. A organização do evento está a cargo do presidente da Comissão de Dominó, Moisés Rodrigues, e demais membros, como Carlos Quintal, Jorge Teixeira, Armindo de Sousa e o colaborador Ulisses Moreira.

Torneio de dominó espera receber mais de 250 parTicipanTes de 20 clubes diferenTes

Em Julho, mais de 20 clubes e 250 praticantes de dominó participarão no torneio do Centro Português. PUBLICIDADE

Para destacar a importância do 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas no mundo, o Contacto Venezuela apresenta esta semana uma edição especial dedicada a esta data e as celebrações no nosso país. Com a presença de dois convidados especiais, Luís Vieira, Secretário de Estado Adjunto de Agricultura e Pescas, e da campeã olímpica portuguesa, Rosa Mota, as actividades comemorativas que mostraremos desenvolveram-se no Centro Marítimo da Venezuela, no Centro Português de Caracas, na Casa Portuguesa do estado Aragua e na residência oficial da Embaixada de Portugal na Venezuela. Logo após as cerimónias religiosas, não faltaram as respectivas oferendas florais e os eventos oficiais presididas pelas diversas autoridades portuguesas presentes, onde a comunidade lusa em geral

pôde compartilhar e lembrar o orgulho e a força do povo português. Pela primeira vez, Maracay foi sede dos actos oficiais do 10 de Junho, iniciativa organizada pela Federação de Centros Portugueses da Venezuela, na Casa Portuguesa do estado Aragua, onde ressaltou a inauguração da exposição " Artistas Araguenos" , a entrega da Ordem Heróis do Mar em primeira e segunda classe e a actuação da O r q u e s t r a Sinfonica do Estado Aragua. Na recepção oferecida pela Embaixada de Portugal na Venezuela, não podiamos deixar de destacar a presença da Tuna Universitária do Porto, grupo de grande prestígio em território português, que deslocou-se à Venezuela por iniciativa do Centro Português e do Consulado Geral de Portugal em Caracas, levando a sua música por diversas cidades venezuelanas.


28 Desporto

Correio dA VenezuelA

18 a 24 de Junho de 2009

rosa mota, medalha de ouro olímpica de seul, 'passeou' pelo parque del este

"a melhor maneira de conviver é caminhar" Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com

N

Alguns membros da comunidade portuguesa na Venezuela tiveram o privilégio de realizar uma caminhada com uma atleta que foi medalha de ouro olímpica. Uma das glórias desportivas de Portugal, Rosa Mota, deu várias voltas ao Parque del Este de Caracas, juntamente com cerca de 50 pessoas numa jornada memorável de saúde. " Esta é a melhor maneira de conviver, pois ao caminhar estamos fazendo bem à nossa saúde e, com este bom hábito, podemos estar com os emigrantes e retribuir a recepção agradável que me deram e que vou levar no coração" , disse a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de

Seul. Mota gostou do parque e enalteceu o gosto pelo desporto dos venezuelanos desta localidade caraquenha. " A caminhada foi agradável e sempre que posso convido as pessoas a caminhar, pois correr é mais especial" , disse, confessando que depois deste passeio deu um corrida pelo parque, a qual apreciou imenso por ver muitas pessoas de várias idades a praticar deporto. Tudo começou por causa da asma

Rosa Mota iniciou-se no atletismo depois de um conselho dos médicos para combater a asma. Ao princípio participava sobretudo em provas de crosse. Em 1980 conheceu Pedro Pedrosa, que seria o seu treinador durante toda a sua vida desportiva. A sua

primeira grande competição foi os Campeonatos da Europa de Atletismo de 1982, celebrados em Atenas. Era a primeira vez que se disputava a maratona feminina no âmbito de um grande

evento desportivo e era também a primeira vez que Rosa Mota corria uma maratona. Não constava do rol das favoritas mas conquistou a medalha de ouro ao efectuar o percurso em 2h36: 03, vencendo um especialista consagrada como era então a norueguesa Ingrid Kristiansen, que ficou com o bronze. Em 1983 obteve a vitória na prestigiosa Maratona de Chicago, feito que repetiria no ano seguinte. No entanto, nos Campeonatos do Mundo de Helsínquia, de 1983 só conseguiu terminar na 4ª posição, numa prova ganha pela norueguesa e recordista mundial Grete Waitz. Na primeira maratona olímpica feminina da história, nos Jogos de Los Angeles 1984, obteve uma medalha de bronze.

A dor acabou com tudo O final da sua carreira desportiva estava próximo, em parte devido aos problemas de dores que se arrastavam desde há algum tempo. Nos Mundiais de Tóquio de 1991 não conseguiu acabar a prova. Depois de participar na Maratona de Londres de 1992, decidiu colocar um fim na sua carreira. No total, Rosa Mota correu 21 maratonas entre 1982 e 1992, vencendo 14 de delas. Curiosamente, a sua melhor marca, de 2h23:29, foi conseguida na Maratona de Chicago de 1985, na qual terminou em terceiro lugar, atrás de Joan Benoit e de Ingrid Kristiansen. Além da maratona, conseguiu triunfos noutras provas, como a prestigiosa San Silvestre de São Paulo, que ganhou em seis ocasiões consecutivas, entre 1981 e 1986, algo que mais ninguém conseguiu. Rosa Mota está considerada como uma das melhores corredoras da maratona da história da modalidade, a par (ou acima) da norueguesa Grete Waitz. No seu palmarés faltou apenas bater o recorde do mundo. É também uma das figuras mais importantes da história do desporto luso. PUBLICIDADE


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Desporto

29

Jesus já promete títulos para a Luz Andreina de Abreu dosreis.andreina@ gmail.com

J

Jorge Jesus assinou contrato com o Benfica por duas épocas, com mais uma de opção.

"É uma casa em que só se pode pensar em ganhar", diz o novo treinador das 'águias'

orge Jesus foi apresentado, na quarta-feira, 17, como novo treinador de futebol do Benfica, na Luz, e já promete títulos, sublinhando que o seu novo clube " é uma casa em que só se pode pensar em ganhar" . O novo treinador, ladeado pelo presidente, Luis Filipe Vieira, e pelo director desportivo, Rui Costa, não evitou por um instante que fosse um tom de assumida ambição, durante a sua primeira conferência de imprensa na Luz. " Não os vou desiludir" , disse, em agradecimento à " confiança" nele depositada e assegurou " querer fazer parte" da história do Benfica. " Quero ganhar títulos, tenho a certeza e convicção que vou ser campeão nesta casa" , reforçou, dizendo ainda " acreditar no projecto" de Luis Filipe Vieira.

O sucessor do espanhol Quique Flores elogiou o plantel do Benfica, " forte e com valor" , e evitou falar de possíveis contratações, quando questionado sobre essa matéria: " Estou aqui para falar sobre o presente e o futuro" , limitou-se a dizer. " O Benfica é um clube com história, quem vem tem de ser para ganhar. Quero fazer parte dessa história, com os títulos que o Benfica vai ter comigo" , disse ainda. Sobre o esquema de jogo a desenvolver na Luz, falou de " um Benfica a jogar à Benfica" , sempre " para ganhar" , frisando que essa é a perspectiva que sempre perfilhou nos clubes que já treinou. " Com os meus conhecimentos e as minhas ideias, para o ano os jogadores ( do Benfica) vão jogar o dobro do que jogavam no ano passado" , acrescentou. " Nenhum jogador é mais importante que a equipa, vamos fixar regras" , disse ainda.

Convidado a comentar o facto de apenas três portugueses terem sido campeões no Benfica como treinadores, evitou a pergunta e disse: " vou ser o 18º a ganhar o título, porque só 17 o fizeram antes" . A propósito dos nomes já certos como reforços do Benfica para 2009/2010, assumiu " conhecer bem" Ramirez, e menos detalhadamente Schaffer e Patric. " Já vi cinco jogos do Ramirez, ainda não sabia que ia ser treinador do Benfica" , disse, frisando que é um jogador que já tinha referenciado como um possível bom investimento. De qualquer forma, considerouos como jogadores " que podem dar retorno desportivo e também financeiro" , atendendo ao valor das aquisições e à idade dos jogadores. " Contratar jogadores entre os 19 e os 23 anos é o caminho certo" , reforçou. PUBLICIDADE


30 Desporto Contrato de Ronaldo é questão de mercado 18 a 24 de Junho de 2009

CoRReio dA VenezuelA

Bancos " pagam" estrelas de Florentino Pérez

O maior banco espanhol, o Santander, e a maior caixa de aforro do país, a Caja Madrid, criaram uma linha de crédito para que o Real Madrid possa financiar as contratações milionárias de Cristiano Ronaldo e Káka. Segundo o jornal Expansion, trata-se de um apoio financeiro de 150 milhões de euros para que Florentino Pérez possa pagar os 94 milhões de Cristiano Ronaldo ao Manchester e os 65 milhões de Kaká ao AC Milan. Cada uma das duas entidades financeiras concederá 75 milhões de euros ao clube madrileno.

N

presidente da Federação Portuguesa de Futebol ( FPF), Gilberto Madail, disse que, no contexto de crise em que se vive, só o futebol poderia gerar um contrato como o assinado por Cristiano Ronaldo com o Real Madrid. Falando no final de uma cerimónia de homenagem ao antigo futebolista José Torres, em Tomar, Gilberto Madail afirmou que o contrato de 94 milhões de euros, que permitiu a transferência de Cristiano Ronaldo do Manchester United para o Real Madrid, é " uma reacção do mercado" . " Quando se fazem investimentos espera-se retorno" , disse, sublinhando que quem fez o contrato não o fez por mecenato, mas porque tem objectivos " de natureza desportiva e económica" . Para o presidente da FPF, se esse foi entendido como o valor de Cristiano Ronaldo só tem que " desejar muitas felicidades" e esperar que o jogador consiga " justificar o investimento" . " No momento que atravessamos, mostra o grande poder" e a " pujança" do futebol " a nível planetário" , disse,

A transferência do Ronaldo é " uma reacção do mercado" .

exemplificando com o número de profissionais da comunicação social acreditados para a cobertura da assinatura do contrato - 2 000, 10 por cento dos que estiveram nos Jogos Olímpicos. Já Toni, uma das " glórias" da selecção nacional de 1966 hoje presente na homenagem a José Torres, afirmou que o contrato de Ronaldo mostra

como o futebol " é feito de irracionalidade" e " espelha o que é o mercado" . " O mercado é que dita estes valores. O futebol vive destas irracionalidades" , disse, considerando que a Lei Bosman foi " um terramoto que abalou o futebol" .

Contra os " Galáticos" do Barcelona O director desportivo do Real Madrid, Jorge Valdano, elogiou o português Cristiano Ronaldo, novo futebolista dos "merengues", e considerou que apenas com contratações de qualidade se pode contrariar a excelência dos "galácticos" do Barcelona. Em entrevista à Agência EFE, Valdano explicou que Ronaldo é um "jogador exuberante, com grande potência, recursos técnicos deslumbrantes, bom remate e uma velocidade estonteante", sendo por isso "fundamental" para o novo projecto da equipa, assim como o brasileiro Kaká. "Os verdadeiros galácticos estão em Barcelona. Por isso, este ano, temos de estreitar a grande diferença que houve a temporada passada. E apenas o conseguiremos com os melhores", reconheceu Jorge Valdano.

PUBLICIDADE


O jornal da comunidade luso-venezuelana

18 a 24 de Junho de 2009

Desporto

italianoS procuram SuceSSor para paolo maldini

porto vende cissokho ao milan por 15 milhões

o

lateral esquerdo Cissokho vai ser jogador do Milan, de Itália, depois do F. C. Porto ter acertado a transferência do francês por 15 milhões de euros. O negócio, segundo fonte dos dragões, ficou acertado na noite de sábado e prevê um salário anual para o jogador superior a um milhão de euros por época. O esquerdino contratado pelo F. C. Porto ao Setúbal no mercado de Inverno, em Janeiro, por cerca de 300 mil euros e rende aos dragões, cinco meses depois, 15 milhões de euros. A primeira proposta do Lyon, na ordem dos seis milhões de euros, não mereceu, sequer, reflexão, julgando os portistas que o valor de Cissokho no mercado é bem superior. Levando em linha de conta a fixação do presidente PUBLICIDADE

Jogador foi contratado pelo fc porto ao Vitória de Setúbal, em Janeiro deSte ano, por cerca de 300 mil euroS Jean-Michel Aulas pelo jogador, não era de crer que os gauleses desistissem, mas o AC Milan, à procura de um sucessor para Paolo Maldini, antecipou-se. Adriano Galliani, o vicepresidente dos " rossoneri" , reuniu com os representantes do lateral-esquerdo, em Paris, a quem propôs um contrato de cinco épocas, à razão de

um milhão de euros por ano, no que respeita aos vencimentos. De registar que os dragões já se precaveram para a saída de Cissokho, ao adquirirem Álvaro Pereira, ao Cluj, da Roménia. Na Argentina, Cláudio Yacob, do Racing Avellaneda, foi colocado na órbita do F. C. Porto, eventualmente com Bolatti a servir como moeda de troca. Bolatti, cedido ao Hurácan, é uma das figuras do campeonato argentino e não entra nos planos de Jesualdo Ferreira. Por seu lado, Yacob tem 21 anos e é médio-defensivo. O Palermo e o Nápoles foram apontados como outros potenciais interessados. Jornal de Notícias ( com Lusa)

Venda de Cissokho encheu os cofres do Dragão.

31


RIF: J-31443138-2

O jornal da comunidade luso-venezuelana Caracas, 18 a 24 de Junho de 2009.

www.correiodevenezuela.com

Juan Marques Rodrigues entre os nomeados dos Prémios Talento " Desporto" foram escolhidos a karateca Letícia da Costa ( Luxemburgo), o jogador e treinador de futebol José Barroso ( EUA) e o atleta Michael d'Almeida ( França). Vai ainda ser lançado o livro que reúne os currículos de todos os candidatos à edição dos Prémios Talento 2007.

Jornal de Notícias / CORREIO

N

Juan Marques Rodrigues, médico cardiologista luso-venezuelano, é um dos 36 finalistas dos Prémios Talento 2008, que serão entregues a 26 de Junho, em cerimónia que terá cobertura da RTP. O médico foi nomeado na categoria de " Ciência" , juntamente com o investigador nas áreas da sida e Malária Gonçalo Bernardes ( Alemanha), e o antropólogo Victor Rosa ( Canadá). Os 36 finalistas dos mais de 300 candidatos à terceira edição dos Prémios Talento, uma iniciativa do Governo para distinguir os portugueses que anualmente se destacam no estrangeiro, foram apresentados recentemente em Lisboa. No ano passado, o anfitrião do espectáculo foi José Carlos Malato. A transmissão far-se-á em simultâneo na RTP, RTP África e RTP Internacional. António Braga, secretário de Estado das Comunidades, sublinhou a importância de " convalidar" um conjunto de pessoas e projectos que se distinguiram no estrangeiro, adiantando que a criação deste prémio pretende " homenagear a memória do encontro com a Diáspora" , segundo a agência Lusa. Destes 36 finalistas, o júri presidido pela antiga primeira-

Perfil

Juan Marques Rodrigues é um dos 36 finalistas dos Prémios Talento 2008.

dama Maria Barroso, irá escolher 12 premiados que irão receber um troféu da autoria do escultor Charters de Almeida. Entre os nomeados destacam-se actrizes Alice de Sousa e Sofia Escobar e actor e dramaturgo Emmanuel Demarcy-Mota ( França). Enquanto nas " Artes Visuais" foram escolhidas a fotó-

grafa Aurora de Sousa e a pintora Cristina Tavares ( França) e o artista plástico Márcio Lacerda ( República Dominicana). Os jornalistas António Oliveira ( EUA) e José Franco ( Canadá) e a apresentadora de televisão Karine Lima ( França), são os finalistas na categoria " Comunicação Social" , já no

Juan Marques Rodrigues é filho de emigrantes oriundos de Ancião, concelho de Alegria, distrito de Leiria, em Portugal continental. É médico cardiologista formado na Universidade Central da Venezuela. Trabalha como médico adjunto na área de Cardiologia Experimental de Medicina Tropical da UCV desde 1991. Os seus trabalhos de investigação têm incido sobre a doença de Chaga, Morte Súbita e a Arritmia Cardíaca. Tem mais de 100 trabalhos de investigação publicados na Venezuela e outros em Espanha, Chile, Estados Unidos e Itália. Está casado há 24 anos e tem três filhos. O rapaz está a terminar a licenciatura em Administração, enquanto que a filha mais velha está no 3.º ano de Medicina e a mais nova no 1.º ano de Direito. É também o actual presidente da Associação de Médicos Luso Venezuelanos ( Asomeluve).

Consulado Geral de Portugal em Caracas Agradece a todas as entidades e empresas que colaboraram nas actividades alusivas ao Dia de Portugal, Camões e das Comunidades Portuguesas promovidas por este Posto consular e que permitiram em especial concretizar a exposição “Palavras da terra: testemunhos da emigração portuguesa na Venezuela” e a digressão da Tuna Universitária do Porto. Bem haja a todos!

ULTIMA COLUNA Dois comerciantes idosos sob sequestro Edgar Barreto de Gouveia edgabarreto@ gmail.com Dois sexagenários naturais da Ribeira Brava, ilha da Madeira, estavam sob sequestro à hora do fecho desta edição. A vítima mais recente, cujo rapto foi registado terça-feira, 16, era Juan Sousa Pestana, 65 anos, que foi sequestrado quando se encontrava no estacionamento da sua residência, na zona de Macuto, estado Vargas. O comerciante, dono do supermercado " Mansión del Caribe" , que está radicado há mais de 50 anos neste país, tinha acabado de chegara casa depois da jornada de trabalho quando foi submetido por vários indivíduos, que o levaram para parte incerta. Segundo familiares da vítima, que solicitaram a omissão do nome do seu ente querido, os sequestradores pediram 700 mil BsF pelo resgate. SequeStrada no dia de Portugal

Cerca das dez da noite do passado 10 de Junho, uma mulher de 61 anos, natural da Tabua, uma freguesia do concelho da Ribeira Brava, foi vítima de sequestro quando baixava as 'santamarías' do seu estabelecimento comercial, situado na rua Palmarito, da urbanização Puerta Maraven, em Punto Fijo, Estado Falcón. Um número indeterminado de indivíduos submeteu a idosa num veículo Bora Volkswagen, cor cinzenta, que foi posteriormente abandonado e incendiado na comunidade Cardón. A família da sexagenária, a exemplo da anterior, mantém total secretismo sobre o caso. Os corpos de segurança locais, como a Divisão Nacional Contra a Extorsão e Sequestro do CICPC, Disip, Guarda Nacional, estão a envidar esforços concertados para resolver estes desaparecimentos forçados.

Correio da Venezuela 313  

Edición 313

Correio da Venezuela 313  

Edición 313

Advertisement