Page 1

O jornal da comunidade luso-venezuelana. - Caracas, 04 a 10 de Junho de 2009

DepósitO LegaL: 199901DF222 - pubLiCaçãO semanaL anO 10 – n.º 311

VenezueLa: bs.F: 2,00 / pOrtugaL:

1,50

www.correiodevenezuela.com

Ministro e Rosa Mota na feira Cavenport

/p.32

Dia de Portugal celebrado nos clubes lusos

Poucos votos na Venezuela para o Parlamento Europeu É a primeira vez que os luso-venezuelanos votam para a UE, mas os números estão longe do desejável /p.03

/p.06 e 7

Aneclet Teixeira presidente da Ansa /p.20

“Chita” Sanvicente apoia regresso do Marítimo /p.32

PUBLICIDADE

Esppor já está na I Divisão

/p.31


2

Editorial 04 a 10 de Junho de 2009

Insegurança Este é um tema por demais abordado no nosso jornal. Mas, infelizmente, é sempre notícia e motivo de preocupação, senão mesmo o factor da maior decepção de vida de milhões e milhões de venezuelanos. Um assunto que não tem a ver apenas com política, com este ou aquele governo. Não somos políticos, este é um assunto de segurança que logicamente tem e deve ter a ver com o governo que estiver no poder. São às dezenas os casos que semanalmente chegam ao conhecimento da Redacção do nosso jornal. Primeiro foram os roubos de todo tipo, passaram aos assaltos de mão armada, depois aos sequestros pontuais e sucessivamente para os 'sequestros expresso'. Agora são os 'sicariatos', uma modalidade criminosa a que recorrem sofisticadas organizações para ajustes de conta e demarcação de áreas de influência e actuação. Na Venezuela a vida vale muito pouco. Essa dura realidade já ultrapassou os limites da tolerância, em matéria de segurança. Aqui mata-se por encomenda e muitas vezes até por engano. Todos os dias há sequestros às dezenas, pesadelos que duram da noite até ao amanhecer, pondo famílias inteiras em alvoroço na tentativa de arranjarem dinheiro para salvarem as vidas de familiares, de amigos, etc.. É esta a sina de muita gente que trabalha, investe e cria empregos. Após passarem por tudo isto, há ainda quem tenha de pagar ( 'vacuna') para poder trabalhar. Outro dado importante em muitas das denúncias que nos chegam todos os dias é a referência " eram polícias" . É neste cenário que, em nome da comunidade, pedimos ajuda. Ao entrar na semana do 10 de Junho, em que se evoca a Pátria Portugal em muitos eventos, fica o apelo a quem de direito. Não queremos ser pessimistas nesta data tão evocativa, em que tanta gente trabalha arduamente para organizar eventos de todo tipo em prol dos outros. Apenas exigimos uma reflexão às autoridades. Vejam o que ( não) tem sido feito. PUBLICIDADE

Correio da Venezuela

a semana Muito Bom

Bom

A Comunidade de Los Teques está novamente em destaque por mais uma iniciativa onde desfilaram mais de 6 mil pessoas de todas as idades neste tipo de arraiais. Uma comunidade que não descansa, que trabalha arduamente com o objectivo de construir a réplica do Santuário da Virgem de Fátima. Até há bem pouco tempo, estas pessoas passavam desapercebidas no seu dia-a-dia. Estão de parabéns pela entrega e pela organização da festa.

Para aqueles que gostam do desporto do futebol e muitas vezes manifestam a sua tristeza e saudade pelo Marítimo da Venezuela na alta roda do futebol nacional venezuelano da actualidade. Elogiamos o trabalho em equipa da junta directiva do Real Esport, pela campanha realizada na temporada que finalizou. A equipa subiu de divisão, vai estar entre os grandes do desporto nacional. Voltarão aos estádios os tremoços e as espetadas.

Mau Não entendemos os anúncios de avanços tecnológicos na implementação dos serviços consulares portugueses no mundo , quando se recebe denúncias nos atrasos de registos de casamentos, nacionalidades, emissão de passaportes, bilhetes de identidade, etc. Compreendemos que não é só um problema da Venezuela, mas o certo é que não se admite que nos dias de hoje tenhamos que esperar seis meses por uma vaga para tratar de um qualquer documento.

O cartOOn da semana

Muito Mau A comunidade luso-venezuelana vota pela primeira vez numas Eleições para o Parlamento Europeu. Tratase de uma conquista inolvidável, essa de podermos participar na construção da Europa unida. Mas a resposta dos emigrantes portugueses está longe de agradar e corresponder aos anseios. Muito poucas pessoas acederam registar-se. O número de votantes ainda será mais reduzido. O que se lamenta, desde já.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

eleições europeias na venezuela José de Bastos São 375 milhões de pessoas vão poder votar na eleição dos membros do Parlamento Europeu para o período 20092014, naquele que será o maior acto eleitoral transnacional da história da humanidade. Portugal será um dos protagonistas deste momento histórico, bem como cerca de 7 mil portugueses residentes na Venezuela, que poderão escolher os seus representantes políticos num dos 7 pontos que foram dispostos entre as áreas abrangidas pelos consulados gerais de Caracas e Valência. " Esta será a primeira vez que os portugueses que vivem fora da Europa poderão exercer o seu voto para escolher a composição do Parlamento Europeu" , lembrou a consulesa-geral de Portugal em Caracas, Isabel Brilhante Pedrosa, observando que " muitas pessoas podem não sentir a importância de tal acto" , apesar do " Parlamento Europeu possuir uma intervenção fundamental no processo de decisão comunitária" . A diplomata fez questão de sublinhar a importância de os europeus se pronunciarem sobre esta os destinos desta instituição. Para tal objectivo, os portugueses residentes na Venezuela que se tenham inscrito no registo eleitoral, poderão votar entre sexta-feira, 5, e domingo, 7 de Junho, entre as oito manhã e as sete da noite.

Actual

3

A decisão é sua Os eleitores vão escolher um 1 dos 13 dos partidos políticos que se apresentam ao acto: Bloco de Esquerda (BE, liderado por Miguel Portas); Centro Democrático e Social Partido Popular (CDS-PP, Nuno Melo); Coligação Democrática Unitária - Partido Comunista Português y Partido Ecologista Os Verdes (CDU, Ilda Figueredo); Movimento Esperança (MEP, Laurinda Alves); Partido da Terra (MPT, Pedro Simões); Partido Socialista (PS, Vital Moreira); Partido Social Democrata (PPD/PSD, Paulo Rangel); Partido Nacional Renovador (PNR, Humberto Nuno de Oliveira); Movimento Mérito e Sociedade (MMS, Carlos Gomes); Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCPT/MRPP, Orlando Alves); Partido Popular Monárquico (PPM, Frederico Carvalho); Partido Operário de Unidade Socialista (POUS, Carmelenda Pereira); y Partido Humanista (PH, Manuela Magno). No total serão eleitos 22 deputados por Portugal.

Apatia venceu em 2004 A Consulesa está fazendo um esforço para sensibilizar as pessoas para se inscreverem para poder votar.

Sete centroS de voto

Na sede do consulado gene-

este fim-de-semana os lusos residentes neste país poderão votar para o parlamento europeu ral de Portugal em Caracas vai funcionar o maior centro eleitoral ( para cerca de 4.700 pessoas). Nele podem exercer o direito de voto os cidadãos que estejam inscritos na capital, assim como os das cidades de Guatire, La Guaira, Los Teques, Cumaná, Ciudad Bolívar e El Tigre, localidades onde não foi possível abrir centros apesar dos esforços envidados pelas autoridades

neste sentido. Tanto em Margarita como em Curaçao estará disponível um centro eleitoral, que funcionará nas respectivas sedes dos consulados honorários. O consulado-geral de Portugal em Valência também estará aberto no mesmo horário entre sexta-feira e domingo. " Nas últimas semanas percorri uma parte da minha zona consular para falar sobre a importância deste acto, já que muitas das decisões do Governo português e dos países da União Europeia, passam pelo Parlamento Europeu" , observou Arthur Magalhães, chefe da missão consular sede carabobenha. O cônsul assegurou que além da sede de Valência, os portugueses recenseados poderão exercer o seu direito de voto nos consulados honorários de Maracay, Barquisimeto, Maracaibo e Mérida, na la urbanização de Alto Chama.

As últimas eleições para o Parlamento Europeu, celebradas em 2004, deram o triunfo ao Partido Socialista, com mais de um milhão e meio de votos e uma representação de 12 eurodeputados. A coligação do PSD com o PP conseguiu com 9 parlamentares, naquela que re revelou como a jornada marcada pela maior abstenção de sempre: Apenas 38% dos votantes inscritos exerceram o se direito de voto.

PUBLICIDADE


4

Venezuela

COrreiO da Venezuela

04 a 10 de Junho de 2009

Municípios PARA AJUDAR O LAR DE IDOSOS DE ARAgUA de El Hatillo e Calheta vão geminar-se O município venezuelano de El Hatillo e o concelho madeirense da Calheta vão geminar-se em breve revelou à Agência Lusa a luso-venezuelana Myriam do Nascimento. " Vamos geminar a cidade da Calheta com o Município de El Hatillo, fazer acordos que permitam ter uma representação dessa comunidade madeirense" , disse. A presidente da Câmara Municipal de El Hatillo recordou que aquele é um município que " alberga muitas famílias lusitanas" e por isso a geminação " é de vital importância para ter um relacionamento mais além da relação natural que sempre tivemos" . " Partimos a 17 de Junho e vamos estar nas festas da cidade e regressaremos a 1 de Julho" , precisou. Em declarações à Agência Lusa, Myriam do Nascimento frisou ainda que além das autoridades da Calheta se reunirá com representantes de vários municípios madeirenses e " o presidente da Câmara municipal de Porto Santo com quem já temos um acordo de assinado há aproximadamente três anos" . De regresso, vou estar dois dias em Lisboa. Vou aproveitar para visitar Fátima e receber a bênção da Virgem cujas festas se celebram de hoje até 31 de Maio neste município" , concluiu. El Hatillo é um importante município situado a sul de Caracas. PUBLICIDADE

Academia de Maracay procura mais fundos Carlos A. Balaguera carabal@ cantv.net A Academia do Bacalhau, a direcção do lar de idosos de Maracay e o Comité de Damas deste lar organizam este domingo, dia 7, na Casa Portuguesa do estado Aragua, um almoço familiar com o objectivo de arrecadar fundos para ajudar os idosos.

ASSOCIAçãO ESPERA ARRECADAR fUnDOS PARA PôR A fUnCIOnAR EM PLEnO O LAR DAqUELA REgIãO DA zOnA CEntRAL DA VEnEzUELA. Os organizadores convidaram toda a comunidade portuguesa do estado Aragua assim como os compadres dos estados centrais a participar neste evento, que tem início pela uma da tarde, no salão Luis Vaz de Camões da associação luso-maracayera. A presidente do comité de Damas do Lar de Maracay, Noemi Coelho, disse que este almoço familiar será animado

Os organizadores convidaram toda a comunidade portuguesa dos estados centrais a participar neste evento.

por grupos musicais ao vivo e terá outras surpresas. " Este esforço dos compadres da Academia de Bacalhau destina-se a arrecadar fundos para o lar. Todos temos o desejo de que o lar funcione como esperamos e que as 60 pessoas possam ser

atendidas como merecem" . A direcção do lar deixa a disposição o número de conta do lar no banco BOD, 01160212610009391070, uma conta de poupanças na qual todos os compadres, comadres e pessoas em geral podem deixar o seu contributo.

Quem desejar entrar em contacto com a direcção do lar de idosos de Maracay poderá fazê-lo através do endereço electrónico: gerlusoven@hotmail.com ou pelos telefones 0414-4589896, 0141-3450031 e 04166405737.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Venezuela

Tuna do Porto inicia digressão em Margarita Valéria Costa valcosta29@ gmail.com As celebrações do Dia de Portugal por parte da comunidade radicada na ilha de Margarita começaram mais cedo este ano. No último domingo, durante o almoço do bacalhau que teve lugar no clube lusitano da região, os comensais deleitaram-se com a actuação da Tuna masculina da Universidade do Porto, grupo integrado por 18 jovens. O grupo tem uma intensa agenda de actuações na Venezuela, aproximadamente 20 espectáculos previstos para os próximos dias, tendo a ilha de Margarita sido a primeira. Los Teques, Caracas, Guatire, Puerto Ordaz serão próximas cidades a poder apreciar as danças e músicas deste grupo académico do norte de Portugal. Acompanhando o grupo, e

O grupo tem uma intensa agenda de actuações na Venezuela, aproximadamente 20 espectáculos previstos para os próximos dias.

por isso também participando em mais um almoço do bacalhau, esteve a consulesa-geral de Portugal em Caracas, Isabel Pedrosa, que manifestou sua satisfação por poder ver a Tuna universitária em Margarita e

ainda constatar o carinho que o grupo conseguiu adquirir na ilha. Aproveitou para sublinhar que a visita destes jovens portugueses é uma forma de lembrar as tradições lusitanas junto daqueles que integram a diáspora.

O director da Tuna, João Sousa, observou que a missão do grupo é deixar " um bocado do seu país pelo mundo" . " Quando fazemos uma exibição, o que queremos é cantar e encantar as pessoas e conquistar o mundo. Queremos sair daqui com a certeza de que as pessoas aqui não nos esquecerão" , acrescentou. Para os jovens que têm interesse em participar num grupo como o das tunas, João Sousa diz que a equipa consegue fazer a ligação entre a carreira académica e artística e que o conhecimento adquirido na academia acaba servindo como fundamento à arte da música. " Nós trazemos muita cultura musical" , enfatiza. A Tuna Universitária do Porto já se apresentou em diversos países, entre eles, Espanha, Malásia, Tailândia, Macau, Brasil, África do Sul e Argentina.

5

Dia de Portugal No que toca às comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o cônsul honorário de Portugal em Margarita, João Nolasco, lembrou que na quarta-feira, 10, pelas nove horas da manhã, haverá lugar à realização de duas oferendas florais, uma na Praça Bolívar da cidade de Pampatar, oferecida pelo Centro Luso, do qual também é presidente, e outra na mesma Praça, mas na capital, La Asunción, esta oferecida pelo consulado honorário. À noite, junta directiva e associados farão um oferecimento floral ao busto de Luís de Camões, nas instalações do clube, seguido de um brinde com os presentes. O programa de rádio "Descobrindo Portugal", conduzido pelo luso-descendente Ricardo Santos, também programou uma semana especial dedicada à data portuguesa. O programa é transmitido às segundas e sextas-feiras. PUBLICIDADE


6

Venezuela

Correio dA VenezuelA

04 a 10 de Junho de 2009

em toDa a Venezuela

clubes celebram Dia de portugal Anaís Castrellón Castillo anaiscastrelloncastillo@ gmail.com

Diferentes clubes Do país celebram, à escala nacional, uma Data importante para a comuniDaDe A comunidade portuguesa que reside na Venezuela celebra, a 10 de Junho, em todos os estados do país, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas espalhadas pelo mundo. O dia 10 de Junho é a data que assinala a morte de Luís Vaz de Camões, que deixou um legado na literatura portuguesa. Este escritor e poeta é considerado um dos melhores da sua língua. Também escreveu sonePUBLICIDADE

A comunidade portuguesa que reside na Venezuela celebra a 10 de Junho, em todos os estados do país.

tos em castelhano. A sua obra é muito importante dentro e fora de Portugal, e embora pouco se conheça sobre a sua vida, existem vários bustos dele em diferentes locais de Portugal.

Uma das estátuas mais relevantes do poeta luso está no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, e outra no Panteão Nacional. O Prémio Luís de Camões é o mais importante na língua portuguesa e foi instituído

em 1988 pelos governos de Portugal e do Brasil. A diásporA

Há milhares de portuguesas espalhados pelo mundo. Desde 1415, saíram em busca de novos

fontes de rendimento e converteram-se num povo emigrante. Muitos deles foram para África, Ásia e América, sobretudo Brasil, onde a população era muito maior. Chegaram à Venezuela, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha,


o jornal da comunidade luso-venezuelana

Suíça, Inglaterra e Espanha no século XX. Betty Rodrigues, membro do Instituto Português da Cultura, comentou a relevância desta data para as comunidades portuguesas da Venezuela, de Portugal e do mundo inteiro. " Comemoram-se três símbolos de muito significado a nível cultural. É o dia em que se comemora um dos grandes mestres de Portugal, os lusos e o nosso país." Por seu turno, o professor David Pinho referiu que " lamentavelmente já não se fazem festas em massa onde toda a comunidade participa, sobram as celebrações individualistas" . Pinho recordou que antes a comunidade ia ao Panteão Nacional para render honras no Dia de Portugal. " Ali participavam membros da comunidade portuguesa e venezuelana. Participavam sem convites e complicações, porque não era uma celebração isolada. Era para todos" , disse. Acrescentou que na maioria dos clubes, o resto da comunidade não pode entrar, pois é só para sócios. " Camões é do povo, para o povo. É uma figura de todos e esta data está a tornar-se um protocolo muito individualista" , opinou.

04 a 10 de Junho de 2009

Venezuela

7

Programa de festividades Centro de MArgAritA

Está preparado um brinde para o qual convidam toda a comunidade portuguesa da Venezuela. Além do mais, serão depositadas flores nas estátuas de Simão Bolívar e de Camões. Centro soCiAl MAdeirense

Grande festa e entrega de medalhas a algumas personalidades da comunidade portuguesa na localidade de Valência. Centro MArítiMo

Celebração de uma missa onde serão interpretados os hinos da Venezuela e Portugal. Serão oferecidas flores e um percurso pelo clube. Para além disso, haverá um almoço, os tradicionais actos protocolares, um brinde e várias actividades culturais. Centro VirgeM de FátiMA

Este clube festeja a efeméride a 9 de Junho, com a apresentação da Tuna Universitária do Porto e do grupo folclórico do Centro Sociocultural Virgem de Fátima. Centro português (CArACAs)

Como convidado especial da celebração estará o professor Fernando Pinto Amaral. O professor Jorge Amorim será condecorado. O embaixador de Portugal na Venezuela, João Caetano da Silva, dirá umas palavras a Tuna Universitária do Porto

dará um toque musical à celebração. ConsulAdo de CArrizAl/AlCAldiA do MuniCípio CArrizAl

A sala 'Ángel Luis Landaeta', do Complexo Cultural professor Francisco Palacios do município Carrizal, estado Miranda, foi o local escolhido para celebrar esta data na companhia da Orquestra Tuna Universitária do Porto, o grupo 'Son y Tambores', a Orquestra Miranda e um grupo folclórico português. A celebração é levada a cabo a 12 de Junho. Nota: Os clubes que não estão aqui apresentados é porque não têm agenda de festividades ou não deram informação até à hora do fecho desta edição. PUBLICIDADE


8

Venezuela

Fecho das celebrações de Fátima Edgar Barreto de Gouveia edgabarreto@ gmail.com No passado fim-de-semana a comunidade portuguesa de Punto Fijo do estado Falcón finalizou a celebração da Virgem de Fátima nas instalações do Centro Português de Punto Fijo com os festejos dos 50 anos da localidade e festa em honra da padroeira dos portugueses na paróquia Nossa Senhora de Fátima. A actividade começou pelas quatro da tarde com a celebração da eucaristia, durante a qual se comemoraram os 50 anos da localidade. Os grupos folclóricos lusovenezuelanos e crioulos da localidade mostraram o melhor das danças para entreter os presentes. O grupo La Familia de Fátima, organizador do evento, considera que as coisas decorreram de forma satisfatória no que diz respeito à participação da comunidade da localidade, à celebração do meio século da paróquia e às celebrações portuguesas da zona.

Correio dA VenezuelA

04 a 10 de Junho de 2009

Faleceu Angelino Apolinário Andreina De Abreu dosreis.andreina@ gmail.com Angelino Apolinário, empresário natural de Calvão, Aveiro, faleceu no último sábado, 9 de Maio aos 79 anos de idade. Família e amigos lamentam a perda deste carismático homem, que auxiliou centenas de pessoas na Venezuela, de Portugal e da ilha de Bonaire. Desde jovem que Apolinário era reconhecido pelo seu espírito empreendedor e dedicação ao trabalho. Nascido em 30 de Julho de 1929, emigrou para a Venezuela onde veio a iniciar a sua carreira de empresário, que contou com alguns dissabores, como o que de aconteceu em 1958, com a queda de Marcos Pérez Jiménez, quando viu os seus bens serem confiscados. Angelino Apolinário decidiu então regressar a Portugal para começar de novo. Durante este tempo, ele foi presidente do Sport Club Beira Mar. O jogador Eusébio foi uma das contratações que efectuou durante o seu mandato. Foi também o responsável pelo recruta-

Apolinário era reconhecido pelo seu espírito empreendedor.

mento de Veloso, que anos mais tarde se tornou capitão do Benfica. Um dos seus filhos, Nelson Apolinário disse, em declarações ao CORREIO, que enquanto o seu pai foi o responsável pelo clube, a a colectividade passou por " um período de crescimento e expansão." Infelizmente, no final da década de 1970, os seus bens foram confiscados durante a ditadura do Estado Novo que então mandava em Portugal.

Em 1974, empreendeu novo desafio e partiu para a Venezuela. Abriu uma casa de presentes para casamentos e uma empresa de venda de veículos de luxo. Mas a 'sexta-feira negra" de 18 de Fevereiro de 1983 afectou gravemente a sua situação económica. Os automóveis eram vendidos em bolívares, mas tinham sido importados em dólares. Foi até aquele dia, num acontecimento importante que mar-

cou o Governo de Luis Herrera Campins, que o dólar circulou livremente, passando a ser cotado a 4.30 bolívares. Apolinário decidiu depois tentar a sorte na ilha de Bonaire, para onde se desloca praticamente falido. Aqui dedica-se à construção. Mas também abre uma padaria, na qual passa a receber com simpatia centenas de pessoas que o visitavam desde Portugal e Venezuela. É assim que o seu filho o recorda. " O meu pai conhecia muitas pessoas de todos os níveis sociais, com ligações à política, ao desporto e também à companhia aérea TAP" , lembrou. No início deste ano, Apolinário viajou para Portugal. Foi no seu país natal que fez exames médicos que deram resultados positivos. No entanto, uma vez de volta a Bonaire, o cancro avançou rapidamente e acabou por lhe cobrar a vida no início deste mês. Pai de três, Apolinário morreu em casa. Era por todos reconhecido como um homem que trabalhou desde muito novo e sempre deu o melhor de si para apoiar a sua família e dar-lhe tudo o que podia.

PUBLICIDADE

TAP oferece toda a Europa a 64 euros A TAP anunciou hoje a maior promoção de viagens a baixo custo jamais realizada em Portugal, colocando no mercado 300 mil bilhetes a 64 euros, válidos para viagens para qualquer destino na Europa para onde a Companhia efectue voos directos. Com esta promoção, a TAP oferece um total de 35 destinos na Europa com voos directos a partir de Lisboa e 13 destinos à partida do Porto. Os bilhetes estão à venda entre 15 de Setembro e 31 de Outubro para viagens a serem realizadas de 1 de Outubro de

2008 a 31 de Maio de 2009. A Europa a 64 euros é válida para as vendas on-line em www.flytap.com. A campanha está também disponível nas vendas efectuadas nas lojas TAP, call centre e agentes de viagens, mas nestes canais com o preço final a ser determinado pela respectiva taxa de emissão. Com esta campanha, a TAP pretende reduzir a sazonalidade da ocupação, reforçar a fidelização dos clientes pela diversificação do produto e melhorar as receitas, contribuindo para reduzir o impacto da crise dos combustíveis.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Venezuela

david rodríguez designado capelão da Polícia de sucre Sebúcan, a operacional, em Elicoide, e a comissária motorizada, em Filas de Mariches. Nessas três localidades, o padre David Rodríguez via celebrar missas todas as semanas e fazer confissões.

Anaís Castrellón Castillo anaiscastrelloncastillo@ gmail.com

Pároco vai estar à frente dos serviços religiosos da Polícia do MunicíPio sucre, eM caracas O padre David Rodríguez foi nomeado capelão da Polícia do Município Sucre, em Caracas. No entanto, continua a atender os fiéis que vivem na paróquia San Juan Evangelista de Campo Rico, em Petare. Rodrigues vai servir mais de 1200 pessoas, entre funcionários e pessoal administrativo em diferentes actividades religiosas. Também fará primeiras comunhões, baptizados, confirmações,

Em prol da rEligião

Rodrigues vai servir mais de 1200 pessoas, entre funcionários e pessoal administrativo em diferentes actividades religiosas

extrema-unção, homilias e festividades religiosas. Para este servidor da comunidade, designado por alguns dos responsáveis da Polícia com o cargo aprovado pelo Monsenhor, expressou que este trabalho " é uma grande satisfação porque prestarei serviços a diferentes pessoas.

Terei a missão de orientar e escutar os guardas para que não percam o norte, para se desenvolvam com profissionalismo e tenham presente a moral e o espírito de serviço, necessários para a polícia" . O capelão cumpre funções em três das sedes da Polícia: a administrativa, situada em

O padre Rodríguez manifestou que, para certos membros policiais, a ausência de um padre desta capela durante quatro anos, devido ao falecimento do anterior padre, trouxe outras crenças religiosas como por exemplo a 'santería'. Acrescentou que quis o cargo de padre da Polícia de Sucre porque deseja manter a cristandade dentro do comando de segurança. Para além disso, diz que os polícias precisam de uma protecção e de uma mão amiga que lhes dê ajuda quando necessitem dela.

9

Historiada do Correio já não está entre nós Maria Ângela Rodrigues Figueira, natural do Campanário, ilha da Madeira, faleceu aos 70 anos de idade, no passado 23 de Maio, vítima de doença prolongada. Estava radicada há mais de 50 anos na Venezuela. Em 2007 viajou a Portugal depois de ter vencido o concurso "Histórias de vida", promovido pelo Correio da Venezuela. Rodrigues cumpriu o seu maior sonho: Regressar à sua terra e poder notar as mudanças na ilha, além de visitar familiares que não via há muitos anos e voltar a desfrutar das belezas da Madeira. Os seus quatro filhos agradecem-lhe os ensinamentos que esta trabalhadora incansável lhes transmitiu para que pudessem ser bons profissionais e excelentes pais de família.

PUBLICIDADE


10 Venezuela

COrreiO da Venezuela

04 a 10 de Junho de 2009

Promessa de antónio Braga

consulados honorários vão receber mais meios

Valéria Costa / Ricardo Santos O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, deixou viárias promessas durante a visita que efectuou a 24 de Maio passado ao Centro de Margarita. Acompanhado pela consulesageral de Portugal em Caracas, Isabel Brilhante Pedrosa, o governante anunciou que, muito em breve, os consulados honorários serão dotados de meios tecnológicos apropriados para a tramitação e emissão de documentos, como o passaporte electrónico, o que evitará a deslocação até ao consulado-geral, na capital venezuelana. Braga informou que, recentemente, foi operada uma grande modernização na rede consular com avultados investimentos em novas tecnologias com o fim de dotar a tramitação do passaporte electrónico com a segurança necessária, isto apesar de ter PUBLICIDADE

sublinhado que este documento é o " mais seguro do mundo" , visto que se trata de um modelo biométrico. " O programa estava em período experimental no mundo inteiro e agora está consolidado. O

na visita a nueva esParta, Braga assegurou as sedes consulares vão receBer meios Para melhorar a sua Bilhete de Identidade também sofreu alterações e evoluiu para o Cartão Cidadão. Todas essas mudanças estão sendo lançadas ao mesmo tempo em Portugal quanto na diáspora portuguesa ao redor do mundo" , adiantou o

governante. O anúncio de Braga foi feito após o cônsul honorário em Nueva Esparta, João Nolasco, ter solicitado, em nome dos compatriotas que residem nesta região insular, um melhor serviço consular no que diz respeito à emissão dos passaportes e, inclusive, que a tramitação regressasse aos consulados honorários " como eram feitos antes" . Além disso, Nolasco aproveitou as presenças das das autoridades para pedir ajuda financeira ao Governo português para que o clube margaritenho possa terminar as obras em curso e projectadas para o mesmo espaço, como a construção de um caney e de um campo de futebol. " Queremos e temos muita vontade de melhorar as instalações do nosso Centro, mas falta dinheiro. Não podemos pedir quotas extraordinárias aos sócios, visto

O governante anunciou que os consulados honorários serão dotados de meios tecnológicos para a tramitação e emissão de documentos.

que muitos até estão em atraso com suas mensalidades" , observou. Braga, por seu turno, comprometeu-se em apresentar o pedido em Lisboa. RegResso do baRquinho

As visitas de António Braga e Isabel Brilhante Pedrosa foram agraciadas com um jantar bem ao estilo português, oferecido salão de festas do Centro de Margarita. Do cardápio constava costela de porco, assada durante quatro horas e cujo único tempero foi o sal, segundo detalhou um dos

cozinheiros do jantar, Francisco Matos. Para acompanhar uma noite agradável e a boa comida, os membros do extinto grupo folclórico do clube, " O Barquinho" , realizaram uma actuação especial para as autoridades e demais assistentes, tendo a ocasião sido ainda aproveitada para anunciar que estão dispostos a retomar os ensaios e assim reactivar o grupo. Uma das suas coordenadoras, a portuguesa Glória Santos, apelou aos antigos membros para procurarem o Centro Luso com o fim de se reintegrarem na equipa.

emigrantes penalizados nos montantes da pensão DN-LISBOA A aplicação das regras de acumulação de pensões está a ser " muito penalizadora" para alguns beneficiários, nomeadamente para pensionistas emigrantes, que estão, na prática, a receber pensões de " montantes exíguos" , inferiores ao da pensão mínima. Na origem do problema está um procedimento adoptado pelo Centro Nacional de Pensões, considerado " incorrecto" pelo provedor de Justiça, que espera há meses por uma resposta por parte da direcção do Instituto da Segurança Social. Nos casos em que o pensionista descontou para dois regimes, o Centro Nacional de Pensões " limita abstractamente" o valor da pensão do regime geral da Segurança Social, antes mesmo de conhecer o valor correspondente à segunda pensão, sem assegurar os valores mínimos

Provedoria considera "incorrecto" Procedimento do centro nacional de Pensões. equivalentes às carreiras contributivas. Uma decisão que afecta particularmente os pensionistas emigrantes, sobretudo de países como o Brasil e a Venezuela, onde os processos se podem prolongar por vários anos, refere o relatório anual do provedor. O procedimento " agravou-se" com a publicação da lei que determina as novas regras de cálculo das pensões de 2007, considera a Provedoria. Isto porque " se deixou de prever a garantia do pagamento de uma pensão de valor mínimo, equiva-

lente ao da pensão social, para passar a atribuir-se apenas o valor da pensão estatutária respeitante a cada beneficiário" . Que em " muitos casos" corresponde a " montantes exíguos" . A questão, que motivou uma série de queixas, ao longo do ano passado, ainda não foi resolvida. Fonte da Provedoria explicou na sexta-feira, 29, ao DN que, em Fevereiro deste ano, foi enviado um pedido de esclarecimento ao Instituto de Segurança Social. Apesar de uma primeira insistência, os serviços continuam a aguardar os esclarecimentos sobre um caso que afecta " um número significativo de pessoas" . O DN pediu esclarecimentos ao Ministério do Trabalho, que tutela o Instituto da Segurança Social, mas não obteve resposta até à hora de fecho da edição.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 de a 10 Junho de 2009

Freguesias

11

Ponta do Pargo é uma freguesia do concelho da calheta, ilha da Madeira, com 22,00 km² de área e 1145 habitantes (de acordo com os censos de 2001). Possui uma densidade populacional de 52,0 hab/km².

À espera do golfe e da via-expresso A conclusão da via-expresso e a concretização do projecto do campo de golfe são vistos como cruciais para o desenvolvimento futuro da freguesia da Ponta do Pargo. Quem o diz é o presidente da Junta de Freguesia local, o líder da oposição, a presidenta da Casa do Povo e o presidente da comissão política do PSD, Gilberto Garrido. No entender das forças vivas desta freguesia, a concretização destes dois projectos irá atrair mais investimentos para esta localidade, sobretudo ao nível turístico. Isso, dizem, permitirá a criação de novos postos de trabalho e fazer face ao aumento recente do desemprego. Quase toda a população acha que a vida vai mudar com o Campo de Golfe e com a conclusão da viaexpresso. Assim, são muitos que esperam não ter de ver os jovens a optar pela emigração, como hoje ainda o fazem muitos dos filhos da terra. O facto destas duas obras estarem ligeiramente atrasadas

FREguESia da Ponta do PaRgo Sonha coM noVaS oPoRtunidadES PaRa EVitaR a EMigRação face ao previsto inicialmente, uma devido à reprogramação das obras - via-expresso, e outra devido à negociação dos terrenos - campo de golfe - é visto com alguma apreensão, mas não constitui uma preocupação. O importante, sublinham as forças vivas desta freguesia, é que ambos os projectos se concretizem. Enquanto tal não acontece " é preciso aguardar com paciência" . São cerca de 60 os quilómetros que separam a freguesia da Ponta do Pargo do principal centro urbano da Madeira, a cidade do Funchal, mas a distância não se contabiliza apenas no tempo percorrido na estrada. Ela acen-

Escola será requalificada O secretário regional da Educação e Cultura, Francisco Fernandes, reconheceu a necessidade de requalificar a escola da Ponta do Pargo, que " está no plano de intervenções" e deverá ser mesmo " uma das próximas a ser intervencionada" , garantiu. A requalificação visa a " recuperação do edifício existente e a melhoria global das instalações" . O governante não soube precisar se as obras avançam ainda antes do próximo ano.

Quase toda a população acha que a vida vai mudar com o Campo de Golfe e com a conclusão da via-expresso.

tua-se nas diferentes oportunidades de trabalho, nas dificuldades acrescidas pela ruralidade e, agora, pela crise que parece não poupar ninguém, mesmo aqueles que vivem nos locais mais recônditos. A freguesia da Ponta do Pargo fica a cerca de uma hora

de carro do Funchal e quase 30 minutos da sede do concelho, dado que as distâncias foram significativamente encurtadas nas últimas décadas. Por exemplo, conduzir até ao Funchal podia significar quatro a cinco horas na década de 1980.

58 mil visitas virtuais

O blogue tem servido de ponto de encontro, nomeadamente para emigrantes.

BREVES

" Ponta do Pargo News é um blogue que retrata o dia-a-dia de uma freguesia que se encontra em desenvolvimento" . É assim que se apresenta na Internet o blogue que faz em Agosto, 2 anos e que contabiliza já um recorde de 58 mil visitas. João Pita, de 16 de idade, não esconde o orgulho na página que criou e pela qual é responsável. Numa freguesia envelhecida, João faz parte de um grupo de resistentes que ainda acreditam no futuro e na freguesia que os viu nascer. Para já, a sua preocupação são os estudos e o blogue pelo qual é responsável. No âmbito do projecto de jornalismo de proximidade, 'P'la

Madeira Dentro, João Pita admitiu que o projecto excedeu as suas expectativas. Não só pelo número de visitantes ( 58 mil em menos de dois anos), mas também porque já foi, por várias vezes, eleito blogue do dia pela comunidade de internautas. Além disso, tem servido de ponto de encontro, nomeadamente para emigrantes que usam aquela plataforma para encontrarem familiares há muito tempo perdidos. O projecto é, por isso, para continuar e para ser utilizado como rampa de promoção da freguesia, quer internamente, quer para as comunidades emigrantes.

Pavilhão para inaugurar até 2011 O pavilhão projectado para a freguesia é uma obra que está inscrita no programa do Governo 2007/2001. O projecto está a ser concluído e a aguardar o lançamento do concurso de construção, o que espera que possa acontecer este ano. " Estamos a pensar pedir que seja feito pela Secretaria Regional do Equipamento Social, pela sua experiência e competência, a fim de poder estar concluído até 2011, como foi prometido" , diz Gilberto Garrido, presidente da Associação Desportiva.

Museu expõe na freguesia O Museu Henrique e Francisco Franco, no Funchal, vai expor obras e réplicas de peças em Outubro no Centro Cívico da Pt.ª do Pargo, revelou Gilberto Garrido, presidente da Associação Desportiva e Cultural da freguesia, no decorrer do programa 'P'la Madeira Dentro'. Lembrando que o falecido e famoso escultor Francisco Franco é natural da Ponta do Pargo, salientou que esta é uma forma de homenagear este vulto da Cultura e proporcionar uma exposição de qualidade à população local.


12 História de Vida “Tudo o que tenho consegui aqui”

Correio da Venezuela

04 a 10 de Junho de 2009

Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com Desde jovem que o construtor Francisco José Matos dos Santos sonhava com as paisagens da Venezuela. Tudo graças às propagandas que via nas agências de viagens em Aveiro, Portugal continental, onde nasceu. E foi graças a esse desejo que resolveu, por iniciativa própria, desbravar as terras bolivarianas há 33 anos, quando tinha apenas 20 anos de idade. Mas, a primeira impressão quando desembarcou no aeroporto de Maiquetía não foi nada boa. " Fiquei desiludido com a paisagem que vi. No entanto, a cidade de Caracas é muito bonita e comecei a gostar da forma de ser do venezuela-

no" , relembra. O senhor Francisco, um cidadão português bastante conhecido e respeitado na comunidade lusitana da ilha de Margarita, conta que sua vinda à Venezuela se deu em um momento de crise político-institucional que Portugal vivia naquele momento, na década de 1970.

Mesmo com o panorama desfavorável e uma incerteza em relação ao futuro, ele nunca se deixou abater e, muito antes de emigrar para terras sul-americanas, Matos deixou um rastro de empreendedor-construtor em seu país. Aos 11 anos de idade e tendo estudado até ao 4º ano primário, começou a trabalhar na construção civil como aprendiz. Aos 15 anos, relata, já era pedreiro e havia aprendido a colocar azulejos e a rebocar paredes. " Aos 18 anos, comecei a trabalhar por conta própria, pois meu ex-patrão emigrou para os Estados Unidos e me repassou seus clientes. Montei, então, uma pequena empresa de construção e, antes de vir à Venezuela, construí e entreguei duas casas" , conta orgulhoso. Com essa idade, Francisco Matos também já estava casado com a senhora Rosa Umbelina, também de Aveiro. Mudança de vida

A vontade de conhecer a Venezuela e o clima tenso que Portugal vivia então foram factores principais que contribuíram para que Francisco Matos emigrasse para esses lados. Viajou sozinho para Venezuela e, ao chegar no país, conseguiu trabalho numa obra na região de El Cafetal, em Caracas. Cinco meses depois de desembarcar na capital venezuelana, ele recebeu PUBLICIDADE

um convite para trabalhar na ilha de Margarita, na construção de um edifício residencial na urbanização Jorge Coll, área nobre insular, colocando cerâmicas. Um ano depois, em 1977, Francisco regressou a Portugal para buscar sua mulher e a filha de nove meses, Maria da Glória da Silva Matos, nascida enquanto ele estava na Venezuela. " Quando minha família chegou aqui já havia um apartamento próprio à espera. Graças a Deus, tanto em Portugal quanto aqui nunca me faltou trabalho" , diz. A prosperidade que o país vivia naquele momento possibilitou a Francisco, com apenas três anos morando na Venezuela, a montar a sua primeira empresa no ramo construtivo e a participar de grandes obras privadas na ilha. Actualmente, ele dirige duas empresas, uma em sociedade com mais dois construtores e outra, com seu filho, Francisco Matos Filho, 25, ( nascido em Margarita) que recentemente se graduou em engenharia civil. Com uma experiência de mais de 40 anos no sector, seu Francisco possui com conhecimento de causa todo o modus operandi de uma obra, desde a " fazer estrutura de qualquer calibre até a executar obras de qualquer nível" . Um dos sócios bem activos do Centro luso-venezuelano de Margarita, ele é um dos fundadores e um dos responsáveis pelas obras de expansão do espaço físico do clube, além de exercer a

QuinTino Barros Teve Que começar do zero por mais de uma vez função de tesoureiro da actual junta directiva. Aliado a tudo isso, seu nome é o mais cotado para assumir a presidência do Centro, nas eleições internas previstas para Setembro deste ano. Todos os anos, afirma, visita a sua terá e, revela que, em algum momento do passado já sentiu a necessidade de regressar em definitivo para lá. Mas, as raízes que fincou em solo venezuelano o impedem de realizar a mudança. Além de toda uma vida aqui e de um filho margaritenho, Francisco agora conta com duas netas venezuelanas: uma de sete anos e outra de um ano. " Venezuela é toda minha vida. Tudo que tenho consegui aqui. Ela me deu tudo e eu a ela. Estou muito agradecido e tenho a esperança de que um dia teremos uma Venezuela muito melhor para nossos filhos e netos" , finaliza.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Danças Luso-victorianas celebram 5º aniversario Sandra Rodriguez Com um espectáculo artístico e cultural diversificado, o grupo Danças Luso-Victorianas comemorou, no passado mês de Maio, em La Victoria, estado Aragua, o seu quinto aniversário. Apresentando uma rapsódia que resumiu as diversas experiências obtidas durante os cinco anos de vida, o grupo deu a conhecer ao público presente uma montagem de diversos estilos de bailes tradicionais portugueses, desde continentais, passando pelos madeirenses até os porto-santenses, divulgando assim os costumes e tradições do país. Cinco grupos participaram no evento partilhado com os anfitriões. Foram eles o Danças Taguanes, dirigido pelo luso-descendente Edgardo Rodrigues, que vieram desde Cagua, estado Aragua, em representação do folclore venezuelano; a Escola de Danças Irmãos Olivo, composta por crianças e jovens que interpretaram

Danças Luso-Victorianas reconheceu o trabalho realizado pelos membros do grupo.

o melhor da música " llanera" ; ao som do calypso e tambores o grupo Danças Folclóricas Infantis da Casa da Cultura de La Victoria; a Cantoria Juvenil Voices Dances da Venezuela, que trouxeram uma amostra música de dança e o teatro preto da Escola Integral de Teatro Opera de Maracay. Foi momento também para reconhecer o trabalho realizado

pelos membros, representantes, junta directiva e colaboradores que desde 2004 têm contribuído para a expansão e divulgação do grupo não só no centro do país como também em estados vizinhos. Ao fechar o espectáculo foram cantados os parabéns, interpretados pela assistência. Adicionalmente, durante o mês de Maio, uma Santa Missa e uma fun-

ção especial de cinema, formaram parte das actividades comemorativas dos cinco anos de actividade do grupo folclórico luso-venezuelana. Convém importante destacar que a Fundação Danças LusoVictorianas organiza o Encontro Internacional que leva o mesmo nome e que se realiza em Fevereiro, em La Victoria, contando já com três edições realizadas.

Cultura

13

Pinto do Amaral celebra 10 de Junho com o IPC Anaís Castrellón Castillo

O Instituto Português da Cultura ( IPC) vai organizar, no próximo 10 de Junho, diversos actos culturais que servirão para recordar os dois poetas maiores da literatura portuguesa e universal: Luís de Camões e Fernando Pessoa. Na mesma data será celebrado o dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas, o que significa para o IPC duas importantes jornadas de divulgação da Cultura Portuguesa. " O que nos leva ao esforço adicional de trazer até à Venezuela uma figura intelectual que ajude a dar mais brilho aos respectivos eventos" , observou ao CORREIO o professor João da Costa Lopes, adiantando que no acto estará presente Fernando Pinto do Amaral, professor universitário, poeta, crítico literário e agora, também, romancista. Segundo Costa Lopes, o professor " encaixa perfeitamente nesses objectivos na medida em que é uma figura de reconhecido valor no actual panorama da literatura lusa”. PUBLICIDADE


14 Cultura

Correio dA VenezueLA

04 a 10 de Junho de 2009

timidez e voz de cesária Évora maravilham público do teresa carreño Anaís Castrellón Castillo anaiscastrelloncastillo@ gmail.com

cantora cabo-verdIana deIxou o teresa carreño cheIo de "saudades" com uma LIção de sImPLIcIdade e naturaLIdade O Teatro Teresa Carreño encheu-se para ver e ouvir Cesária Évora, a cantora caboverdiana veio a Caracas interpretar vários temas do seu amplo reportório. A solista deleitou os presentes com a sua voz requintada, a qual pela primeira vez, e depois de vários tentativas falhadas, pôde finalmente ser apreciada em terras venezuelanas. A noite começou da melhor maneira, pois os membros do grupo instrumental venezuelano " The Bongo Project Trío" aqueceram o público com uma fusão de ritmos crioulos, de tango e com um tema do cantautor venezuelano Otilio Galíndez.

A " diva dos pés descalços" estive pela primeira vez em terras venezuelanas.

( guitarra), Paulino Soares Vieira ( cavaquinho), José Manuel Paris ( baixo), Ademiro José Miranda e Júlio Antero ( percussão), Domingo António Gomes ( saxofone) e o cubano Julián Corrales Subida ( violino) acompanharam a cantora para interpretar a versão instrumental de " Sangue de Beirona" . A cantora cabo-verdiana

A " diva dos pés descalços" , como também é conhecida Cesária Évora, apresentou-se nessa condição e de trajando um vestuário casual. E, obviamente, com a sua voz arrebatadora. Nunca gostou de calçar sapatos. Mas quando canta, nunca os têm colocados nos pés. Fernando Nando José ( piano), João José de Pina

interpretou temas como " Tem uma só vida" , " Angola" , " Saudade" e Travessa da Peixeira" , " Carnaval de São Vicente" , entre outros. Cesária Évora esteve uma hora e meia no palco. Depois de se retirar do cenário com a intenção de finalizar o concerto, a cantora aceitou regressar uns segundos, dada a exigência do público, e interpretou a versão de " Bésame Mucho" , canção escrita em 1940 pela compositora mexicana Consuelo Velázquez, que se converteu numa das canções mais populares do século XX. Quando interpretava este tema, Cesária convidou o público a levantar-se para bailar, ainda que ela o tenha feito com alguma timidez. Tal como na entrada, Évora despediu-se sem dizer muito, mas dizendo tudo ao deixar claro que a morna, género musical semelhante ao fado, é um algo que lhe pertence.

InsígnIa "João Fernandes Leão Pacheco" será entregue a 10 de Junho

Jorge de amorim condecorado Carlos A. Balaguera carabal@ cantv.net O Centro Português, de Caracas, em reunião do Conselho Honorífico da Condecoração do Grande Cordão " João Fernandes Leão Pacheco" decidiu agraciar o reconhecido poeta Jorge de Amorim com a distinção máxima que é atribuída por esta associação. A atribuição da insígnia será levada a cabo a 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas e do 51.º aniversário da casamãe dos portugueses que vivem na capital venezuelana. O professor e poeta que

afirma não ter vindo para a Venezuela para ganhar dinheiro, assegura que não trocaria um único dos seus poemas por todos os luxos do mundo. Jorge de Amorim lembra-se de ter começado a gostar de poesia a sério aos 12 anos de idade. Aos 81, conta com 18 obras publicadas, uma delas em espanhol, que foi solicitada pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos da América. Amorim diz que dentro das suas duas grandes actividades, ensinar português e poesia, às vezes escreve sobre a vida e, outras, acerca de banalidades comuns. Mas sempre se inspira " nos factos da vida, na euforia do ser e na desolação do

vazio" . Sobre a poesia portuguesa, Jorge de Amorim acentua possui escritos, como por exemplo de Arnaldo Saraiva, que contém palavras profundas e sérias em comparação com as actualmente se podem encontrar em Lisboa. Aproveitando a entrevista com o CORREIO, Amorim fez questão de agradecer ao Conselho Honorífico do Centro Português por ter escolhido como merecedor da maior distinção do clube. A terminar, adiantou que em breve chegará ao mercado a sua antologia geral, a qual compila os melhores poemas escritos por este autor luso.

Jorge de Amorim receberá o Cordão " João Fernandes Leão Pacheco" .


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Cultura

15

Mestre da guitarra portuguesa

arménio de Melo aceitava ensinar na venezuela Músico ensinaria guitarra portuguesa se tivesse conduções para desenvolver tal Missão

Aleixo Vieira / Tomás Ramírez O virtuoso executante da guitarra portuguesa, Arménio de Melo, assegura que aceitaria o desafio de ensinar e ajudar a divulgar na Venezuela o instrumento que toca. " Com muita responsabilidade e com as condições adequadas" , como explicou, cumpriria tal missão, que considera necessária na realidade da comunidade portuguesa neste país, já que segundo os entendidos só restam dois executantes do instrumento. O músico falou ao CORREIO após a sua actuação com a fadista Liliana de Faria e a Banda Sinfónica Simón Bolívar, dirigida pelo maestro Jesús Ignacio Pérez Perazzo. Sobre a apresentação da artista, Melo observou que a cantora tem muito talento e promete dar muito ao fado, disse, lamentando que " Portugal desconhece o valor dos músicos

O guitarrista português assegura que aceitaria o desafio de ensinar na Venezuela o instrumento que toca.

luso-venezuelanos" . "Fado está na moda"

Armenio de Melo indicou que o fado tem estado na moda, tanto na Europa como em outras diferentes partes do mundo, embora tenha baixado de nível. " O fado está na moda e como

tudo o que está na moda baixa a qualidade" , observou. Neste sentido, expressou que o fado é para continuar e que é um crítico por excelência, " sempre no bom sentido" . Larga trajectória

Arménio de Melo nasceu em

Santa Maria de Lamas, na Feira, a 22 de Junho de 1953. Começou a estudar guitarra portuguesa aos 13 anos de idade com Don Manuel dos Santos. Iniciou os estudos musicais na Academia dos Amadores da Música de Lisboa. Em 1983 pôs em prática uma

inovadora afinação para a guitarra portuguesa. Tem realizado digressões e actuações em várias cidades portuguesas e noutros países do mundo. É famosa a sua colecção de obras instrumentais para a guitarra portuguesa, assim como as suas gravações como acompanhante de numerosos fadistas. Já actuou na Venezuela com a Orquestra Sinfónica sob a direcção do maestro Jesús Ignacio Pérez Perazzo, e gravou o álbum 'De Outra paria no mesmo Océano' ( 1997). Além disso, tem sido um importante colaborador para a realização deste trabalho.

venezuela criativa apoia desenhadores Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com No passado domingo, 31 de Maio, decorreu o segundo evento organizado por Produções Venezuela Criativa. O 'local 205' do centro comercial San Ignacio, em Caracas, foi o lugar escolhido para a realização desta exposição, que esteve patente ao público entre as duas da tarde e as nove da noite. Jessica de Freitas, uma das organizadoras do evento, indicou que a ideia de se realizar uma segunda exibição surgiu devido ao número de chamadas recebidas por parte dos desenhadores e também do público, " que nos enviou muitos correios electrónicos per-

guntando quando seria a próxima edição" . Nesta oportunidade participaram mais 5 desenhadores em relação à edição anterior. Estiveram assim patentes peças de 30 artistas convidados, observou. Outra das alterações operadas prendeu-se com a ampliação do espaço físico para a exposição. Desta maneira, o público pôde movimentar-se com maior facilidade entre os vários stands. Dj Metra foi encarregado de amenizar o evento com música espontânea e ligeira. Bolsas, carteiras, bijutaria, acessórios e outras peças que denotavam muita criatividade foram algumas dos atractivos exibidos na exposição. Nesta ocasião foram ainda

realizados dois desfiles. Um deles contou com seis modelos, que ostentaram desenhos de roupa casual e fatos de banho. aspectos inovadores

Um aspecto inovador desta edição foi introduzido por uma desenhadora que expôs as suas criações dedicadas a cães, que incluem pela de roupa. Também foram incluídas peças de roupa masculina, dando assim um espaço para homens pudessem assistir e conhecer novas tendências ou modelos alternativos. Luisana Loreto e Jessica De Freitas, ambas organizadoras do evento, estão a planear a realização de uma exposição fora de Caracas, em meados Julho.

Estiveram mais de 30 artistas convidados na segunda edição.

A segunda exibição surgiu devido ao número de chamadas recebidas por parte do público.


16 Câmara de Lobos

04 a 10 de Junho de 2009

Correio da Venezuela

PUBLICIDADE

Câmara de Lobos já tem novo Estádio "Mais uM dia quE CâMara dE Lobos tinha Motivos para Estar EM fEsta", dissE arLindo GoMEs na inauGuração O Estádio de Câmara de Lobos foi inaugurado a 10 de Maio de 2009, pelo presidente do Governo Regional da Madeira, Dr. Alberto João Jardim, numa cerimónia com a presença das colectividades desportivas do concelho e com as bancadas muito bem compostas de público. O novo Estádio de Câmara de Lobos, localizado na zona do Carmo, junto à Escola Secundária do Carmo, tem capacidade para três mil pessoas sentadas e para além do relvado sintético e de uma pista de atletismo, inclui salas de convívio, sala de musculação, vários balneários, sala de imprensa, gabinetes de apoio, departamento médico. Na ocasião, o Presidente da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Arlindo Gomes, disse tratar-se de " mais um dia PUBLICIDADE

que Câmara de Lobos tinha motivos para estar em festa, convertido que foi mais um dos seus grandes objectivos, que era dispôr de esta magnífica infraestrutura, o Estádio de Câmara de Lobos" . O senhor Presidente do Governo Regional por seu lado frisou que mais que uma inauguração, aquele foi " um acto de agradecimento ao povo de Câmara de Lobos e ao quanto me tem ajudado e à confiança que me tem dado" e referindo o facto de Câmara de Lobos ser o concelho mais jovem do País acrescentou que " Educa-se, primeiro no seio familiar, depois com boas escolas e depois com instalações desportivas, que permitam à juventude se dedicar ao desporto e afastar-se de outros caminhos menos saudáveis" .


o jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Câmara de Lobos

17 PUBLICIDADE

Jornadas do ambiente 2009 No âmbito da Semana do Ambiente, a Câmara Municipal de Câmara de Lobos promove a 5 de Junho do ano em curso, as segundas Jornadas do Ambiente da Região Autónoma da Madeira, que se desenvolverão sob o tema 'Um Mundo de Mudanças', abordando os novos desafios do desenvolvimento sustentável, os novos paradigmas da sustentabilidade urbana e a crise dos mercados e a economia sustentável. Participam nestas jornadas, como oradores, o Prof. Mário Ruivo, Dr. Domingos Abreu, Dr. Hélder Spínola, Arq. Livia Tirone, Eng. Ricardo Marques e Eng. Rui Loureiro.

Maria aurora

apresentou livro infantil O livro infantil, " Pedro Pesquito e a Câmara dos Lobos" , da autoria de Maria Aurora Carvalho Homem, publicado no âmbito do " Município d acultura 2009" foi apresentado a 22 de Maio, na Biblioteca Municipal de Câmara de Lobos. A obra resultou de um desafio lançado pelo senhor presidente da Câmara Municipal à escritora e, tal como adiantou Maria Aurora, assim nasceu Pedro, " um menino de Câmara de Lobos, que herdou do pai e do avô o nome de " Pesquito" , pois ambos tiram, o sustento do mar. Tem olhos grandes e muito negros - que só acalmam quando mergulha ( ...) O livro conta com ilustrações são de José Nelson Pestana Henriques, um jovem do Estreito de Câmara de Lobos, foi publicado pela editora 7 Dias 6 Noites e teve o apoio da edilidade câmara-lobense.

PUBLICIDADE


18 Portugal

CORREIO dA VENEzUElA

04 a 10 de Junho de 2009

Independentemente do partido, o presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, pediu " uma forte comparência" nas próximas eleições europeias. " Nós precisamos muito da União Europeia. O Estado português já deu o que tinha a dar e dá cada vez menos. Portanto o nosso caminho é a Europa" , disse.

população vai produzir menos lixo

Até 2016 pretende-se a redução da produção de resíduos por habitante para cerca de 400 quilos/ano.

A proposta para um Programa Nacional de Prevenção de Resíduos Urbanos ( PNPRU), apresentada quinta-feira, 4, em Matosinhos, visa reduzir os resíduos em 780 mil toneladas ao longo dos próximos cinco anos. Segundo o secretário de Estado do Ambiente Humberto Rosa, até 2016 pretende-se a redução da produção de resíduos por habitante para cerca de 400 quilos/ano, ou seja, aproximadamente menos 75 quilos por habitante do que os valores actuais. O PNPRU, referiu Humberto Rosa, conjuga a sensibilização para a produção de menos resíduos com a limitação, por via de regulamentar, das práticas menos adequadas. Com isto, disse o governante, " temos, apesar de tudo um arsenal de medidas que nos dá

ção do papel. confiança" . Esse objectivo consegue-se, O PNPRU propõe, por exemplo, a redução substancial de acordo com o PNPRU, fodos lixos plásticos, através da mentando a adesão dos consupromoção do consumo de água midores à factura electrónica, da torneira, ou do recurso à ga- através da regulação da publicidade não desrrafa de vidro, ejada e da imreutilizável. Governo apresenta prensa de disRestrições ribuição às embalagens plano para reduzir tgratuita, bem não reutilizácomo do estíveis das refei780 mil toneladas mulo à reutilições " takede resíduos urba- zação de livros way" , ou a promoção de nos em cinco anos de texto e de leitura. produtos em Promover a embalagens familiares ou a granel, são outras compostagem individual caseira medidas preconizadas para re- ( em zonas rurais) e colectiva ( em escolas e espaços verdes) dução do lixo plástico. O programa, que foi apresen- e incrementar o conceito de tado pelo secretário de Estado " dose certa" , para evitar que se do Ambiente, preocupa-se tam- comprem alimentos para deitar bém com a redução da utiliza- fora, são metas igualmente pre-

conizadas no programa. Em declarações à Lusa, o secretário de Estado do Ambiente disse que PNPRU " pretende preparar-nos, ou até anteciparnos" , em relação ao que a nova directiva-quadro de resíduos dispõe para os estados-membros. A directiva diz que até 2014 deve haver objectivos de prevenção fixados para 2020. A prevenção, " sendo a peça mais nobre da hierarquia de gesta de resíduos, é também a mais complexa" , já que envolve, não apenas o governo, mas muitos actores sociais" , referiu Humberto Rosa. O PNPRU, um documento de 163 páginas, foi elaborado pelo Departamento de Materiais e Tecnologias de Produção, sob edição e coordenação de Paulo Partidário.

polícia impede protesto de agricultores Os agricultores que se manifestaram, terça-feira, 3, em Viseu, desmobilizaram sem conseguirem entregar ao governador civil o seu caderno reivindicativo com críticas aos quatro anos de Governo socialista, mas prometeram nova acção de protesto antes das eleições legislativas. Depois de terem percorrido uma parte do trajecto previsto, circulando em tractores entre a Radial de Santiago e a rotunda Paulo VI, ficaram mais de duas horas e meia à espera de autorização para seguirem até ao Governo Civil. " Se não fosse para ir com o tractor não tinha vindo, andava a deitar adubo no lameiro. Agora o tractor vai aqui ficar parado? Não pode ser, tem de seguir" , gritava uma mulher. Um homem questionava, exaltado, o comissário da PSP Almeida Campos, perguntandolhe se não podia circular de tractor dentro da cidade. " Sozinho pode. Mas o senhor está integrado numa manifestação, não está isolado" , respondeulhe Almeida Campos. Na base do braço-de-ferro esteve o facto de os agricultores terem pedido e recebido autorização para se manifestarem, mas sem terem feito referência à circulação de tractores. Cerca das 14: 00, o presidente da Associação de Criadores de Gado da Beira Alta, António Lopes, pediu às pessoas para " dispersarem ordeiramente" , deixando, no entanto, um aviso: " Se os políticos que estão no Governo e aqui no distrito querem uma manifestação de força, nós vamos voltar brevemente" .


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Portugal

19

A população portuguesa a residir em Espanha no inicio deste ano cresceu 10,4% para mais de 140 mil, segundo dados dos registos municipais agora divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística ( INE) espanhol.

masdar quer empresas lusas empresas lusas convidadas a instalarem-se na primeira cidade sustentável do mundo O ministro da Economia, Manuel Pinho, anunciou quartafeira, 3, que as empresas portuguesas da energia e das telecomunicações foram convidadas a instalarem-se na cidade sustentável de Masdar, um projecto do governo de Abu Dhabi, com conclusão prevista para 2016. " Gostaram do exemplo português que não é só teoria, é prática. Além dos números serem impressionantes, há muitas empresas aptas a fornecerem serviços. Não é só uma EDP ou uma REN, há outras que foram convi-

Manuel Pinho defende que as empresas portuguesas, sobretudo, as de energia, têm o caminho aberto para crescer nos países arábicos.

dadas a instalar-se cá" , revelou o ministro da Economia. Manuel Pinho falava no final da reunião com os representantes da Masdar, a primeira cidade 100 por cento sustentável, um investimento de 22 mil milhões de dólares, que pretende atrair empresas de todo o mundo para ser uma referência mundial na área das

14 mil mulheres na corrida contra o cancro da mama Mais de 14 mil mulheres vindas de todo o país participaram, em Lisboa, na corrida contra o cancro da mama destinada à angariação de fundos para apoiar as vítimas da doença. A corrida de cinco quilómetros teve início em Santos, onde milhares de mulheres se concentraram para iniciar o percurso pela rua da Cintura do Porto de Lisboa, viaduto da Avenida Infante Santo, Avenida de Brasília e Vela Latina, até à Torre de Belém. " Estou nesta luta a 100%. Desejo as maiores felicidades a todas as mulheres. Para que lutem contra este inimigo tal como eu lutei" , afirmou uma das participantes vinda de Alcobaça na companhia da mãe e da filha. Realizada pelo quarto ano consecutivo, a prova angariou este ano 60 mil euros destinados à aquisição de equipamentos de rastreio da doença em Portugal, disse fonte da organização. De acordo com a mesma fonte, o montante angariado nestes quatro anos de prova conta já com 420 mil euros.

energias renováveis. É nesta cidade projectada por Norman Foster que o Governo de Abu Dhabi pretende instalar a Agência Internacional de Energias Renováveis caso consiga vencer a batalha travada com três países europeus ( Alemanha, Áustria e Dinamarca) para ser a sede do organismo.

Além do convite às empresas portuguesas, o ministro da Economia português congratulou-se pelo convite que recebeu para ser orador especial na conferência anual sobre energias renováveis, que se realiza em Janeiro, na capital dos Emirados Árabes Unidos. " Fui convidado para ser o orador especial na conferência anual, que é a maior feira de energias renováveis, e fiquei muito honrado" , contou o governante português, no segundo dia da visita oficial aos Emirados, com vista a uma maior cooperação económica entre os dois países, sobretudo, no negócio das energias, turismo e novas tecnologias. Depois de conquistarem o Norte de África, Manuel Pinho defendeu que as empresas portuguesas, sobretudo, as de energia, têm o caminho aberto para crescer nos países arábicos.

provedor de Justiça está farto de esperar pelo substituto O Provedor de Justiça, Nascimento Rodrigues, mostrou-se, terça-feira, 2, agastado com a sua substituição no cargo, considerando o processo " muito conturbado e muito moroso" . No final de uma audiência de 30 minutos com o Presidente da República, Cavaco Silva, o Provedor de Justiça limitou-se a dizer que pediu o encontro na " qualidade de membro do Conselho de Estado" para transmitir a posição " neste processo muito conturbado e muito moroso no cargo que devia ter cessado há um ano" . " Amanhã ( quarta-feira) serei recebido pelo presidente da Assembleia da República, Jaime Gama. Por uma questão de correcção institucional não posso hoje comunicar essa posição" ,

breves bispo usa internet para cumprir a missão da igreja O bispo do Porto, D. Manuel Clemente, afirmou, no Porto que está aberto à utilização de todas as ferramentas na área das tecnologias da informação para cumprir a missão da Igreja. " É inevitável, a Igreja é um fenómeno comunicacional e tem que estar presente. A comunicação é hoje aceleradíssima e é muito mais que instrumental, confunde-se com a própria forma como nós hoje vivemos" .

ana Gomes insiste no caso dos voos da cia A eurodeputada socialista Ana Gomes afirmou que apenas tomou conhecimento do arquivamento do processo dos voos da CIA em Portugal pela comunicação social mas garantiu que o caso não está encerrado e que não o deixará cair. " Não me surpreende a decisão de arquivamento, tendo em conta as dificuldades que eu própria encontrei nas tentativas de apuramento da verdade e que sei que os próprios agentes da justiça também defrontaram" , declarou Ana Gomes.

engenheiros querem trabalho sem fronteiras

Nascimento Rodrigues qualificou a sua sucessão como muito conturbada e morosa.

afirmou ainda Nascimento Rodrigues. A audiência com Cavaco foi pedida depois de os partidos não terem chegado a um consenso sobre a escolha do seu substituto. Os partidos no Parlamento voltaram sexta-feira a falhar os dois terços necessá-

rios para a eleição do novo Provedor de Justiça, ameaçando adiar para a próxima legislatura a escolha. O semanário Expresso noticiou que Nascimento Rodrigues estava para renunciar ao cargo de Provedor de Justiça esta semana.

Os engenheiros do Norte de Portugal e da Galiza vão investir 500 mil euros num projecto para eliminação das barreiras legais que os impedem de exercer livremente a profissão do outro lado da fronteira. " Actualmente, um engenheiro português pode ter que esperar até dois anos para obter o reconhecimento da profissão e poder exercer na Galiza" .


20 Economia

Correio dA VeNezueLA

14 a 20 de Maio de 2009

Lojas Góis festejam 18º aniversário

Aneclet Teixeira é o novo presidente da Associação Nacional de Supermercados e Autoserviços ( Ansa).

Aneclet Teixeira assume presidência da Ansa Anaís Castrellón Castillo anaiscastrelloncastillo@ gmail.com Aneclet Teixeira é o novo presidente da Associação Nacional de Supermercados e Autoserviços ( Ansa), na sequência de eleição que decorreu na passada quinta-feira, 28 de Maio em reunião de assembleia-geral ordinária de apresentação de relatórios e contas correspondente ao período 2008/2009. Ao acto assistiram personalidades de relevo, como o embaixador de Portugal na Venezuela, João Caetano da Silva, o presidente da Câmara Venezuelana Portuguesa de Indústria, Comércio, Turismo e Afins, José Luís Ferreira, e o presidente da Fedenagas, Genaro Méndez. Aneclet Teixeira, conhecido PUBLICIDADE

empresArio vAi esTAr à frenTe dos desTinos dA AssoCiAção ATé 2010 empresário natural do Faial, ilha da Madeira, mostrou-se agradecido e contente por ter a responsabilidade de presidir a associação até 2010. " É uma honra ter as rédeas da direcção desta associação da qual faço parte desde há 10 anos e sou associado desde há 30" , disse o novo presidente da Ansa, apelando depois: " Lutemos por quem vive nesta bela terra, à qual devemos continuar a dar vida comercial" . Por seu turno, o presidente cessante, Carlos Carvalho, fez questão de dar as boas-vindas à

nova Junta Directiva e desejarlhes " um êxito categórico" . AnsA 2009 em Julho

Durante o acto protocolar da tomada de posse da nova Directiva, foi anunciada a realização da " Ansa 2009" , que se levará a cabo a 10 de Julho, no salão Plaza Real do Hotel Eurobuilding, em Caracas, e que permitirá os empresários do sector aceder a diversos expositores e participar em duas conferências relacionadas com o autoserviço e a manufactura. A actividade terá início às nove da manhã e contará com a participação de três conferencistas oriundos de países da América Latina e da Europa. A finalidade é enriquecer o sector comercial em diferentes áreas e aconselhar como actuar ante a crise mundial.

" 18 anos, 18 dias, 18 por cento de desconto" é a campanha que se assinalou, durante o passado mês de Maio, o aniversário das Lojas Góis, cujo primeiro estabelecimento abriu em Coimbra em Maio de 1991. A Ourivesaria Góis, na Praça 8 de Maio, marcou o arranque da actividade e traduziu-se num sucesso empresarial, com a segunda loja a abrir em 1997, também no mesmo espaço principal de Coimbra, voltada para uma joalharia de nível europeu. Seguiu-se uma nova etapa com a inauguração de um novo espaço, a Góis Relógios, em 1999, no CoimbraShopping, e, dois anos depois, outra ourivesaria no mesmo centro comercial. A Góis Joalheiro, junto à Rotunda das Palmeiras, na Solum, abriu em Outubro de 2006 e é considerada " a cereja no topo do bolo" . Teve de imediato grande projecção e tornou-se numa referência a nível da joalharia em Coimbra, na região e do melhor que existe em Portugal. Carlos Góis e Cândida Góis trouxeram um novo conceito na forma de encarar este sector de actividade, com grande dinamismo, primando pela qualidade das peças e no atendimento, assim como apostando em

CArLos Góis fruTifiCou em CoimbrA A vAsTA experiênCiA AdquiridA nA venezueLA modelos exclusivos, sem esquecer de apresentar uma oferta compatível com todas as bolsas. Em Coimbra frutificou a vasta experiência de Carlos Góis no ramo de negócio, adquirida na Venezuela, que se traduziu também na aplicação da tradição familiar na área da ourivesaria, já que o empresário é neto de ourives e conseguiu concretizar um sonho não muito longe da sua terra natal. Para assinalar o 18.º aniversário, as Lojas Góis têm, durante este mês, uma campanha de 18 dias em que fazem 18 por cento de desconto em todas as peças que vendam, o que constitui mais uma oportunidade para se poder adquirir um artigo de valor. De salientar que nas Lojas Góis é possível encontrar marcas exclusivas de relógios, como a Jaeger-LeCoultre, Franck Muller, Breitling, Braume & Mercier e Chaumet, assim como de joalharia, como a Chaumet, H. Stern e Pianegonda.

Lojas Góis são uma referência ao nível da joalharia em Coimbra, na região e do melhor que existe em Portugal.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Publicidade

21


22 Opinião

Correio da Venezuela

04 a 10 de Junho de 2009

rEflExõES

VITAlIS: comprometidos com o Planeta

C

ada 10 segundos desaparece da terra uma espécie animal para sempre, são emitidas para a atmosfera cerca de 50 toneladas de CO2, perdemos o equivalente a cinco campos de futebol em florestas tropicais e são gerados na Venezuela perto de 2,14 toneladas de lixos. Toda este cenário complexo, conjugado com as crescentes evidências do aquecimento global, que pude aumentar a temperatura média da terra entre 5 e 8 grados em 50 anos, e elevar o nível do mar em 88 centímetros, vão trazer consequências nefastas para a sobrevivência de todos os seres vivos. Por isso, ao nível global, dezenas de milhares de cidadãos têm-se organizando aos mais diversos níveis para enfrentar a degradação do planeta, propondo acções concretas a favor da sensibilização, informação e formação, orientada para a detecção, atenção e controlo dos principais problemas ambientais que nos afligem. Um desses exemplos é VITALIS, associação civil sem fins lucrativos que foi criada na Venezuela a 13 de Agosto de 2000 com a missão de contribuir para a formação de valores, conhecimentos e condutas, consonantes com a conservação ambiental e o desenvolvi-

Diego Díaz Martín

mento sustentável. Esta organização não governamental ( ONG), conformada por biólogos, ecologistas, educadores, engenheiros, administradores, jornalistas e mais de 15 outros profissionais, realizou mais de 75 projectos durante a sua quase década de existência, alcançando importantes feitos em toda a geografia venezuelana, os quais mereceram importantes prémios enquanto organização ambiental da Venezuela. O trabalho desta ONG abarca acções muito diversas e dirigidas à mobilização da cidadania em prol do desenvolvimento de acções nos lares, escolas, lugares de trabalho e comunidade em geral, com a adopção de novos valores baseados na sustentabilidade, tão necessária na Venezuela actual. Cada dez segundos dá entrada num hospital uma criança afectada por problemas de saúde que foram gerados por ambientes insalubres e desequilibrados que, nas regiões mais pobres do mundo, podem provocar a morte em 30% dos casos. Entre os principais projectos de VITALIS destaca-se o Calendário Escolar, esforço que vem sendo realizado desde há cinco anos e que tem permitido qualificar mais de 10000 professores em todo o país em temas ambientais. É tam-

bém através deste projecto que se leva a mensagem conservacionista a mais de um milhão e meio de educandos da escola básica, formandoos como uma nova geração de cidadãos globais e comprometidos com a conservação ambiental e o desenvolvimento sustentável. Além disso, a VITALIS têm-se caracterizado por levar a cabo campanhas educativas nos meios de comunicação social, tarefa que tem contado com uma rede de 120 comunicadores, entre locutores e jornalistas, os quais divulgam as acções da organização em todo o território nacional nos 365 dias do ano. De igual forma, a VITALIS tem participado activamente em projectos no sector empresarial, com quem tem desenvolvido iniciativas orientadas para a melhoria do seu desempenho ambiental, incluindo algumas empresas portuguesas, motivando-as para poupar energia e água, diminuindo a produção de resíduos, e mitigando as suas emissões para combater as alterações climáticas. No próximo artigo falaremos da ecoeficiência, destacando os seus benefícios nas nossas casas e locais de trabalho. Para já, convidamos-lhe a visitar www.vitalis.net onde poderá encontrar mais informação sobre as actividades desta organização.

cHá, cAfé, lArAnjAdA Modernização? Escrevo indignado pelo atraso dos serviços do consulado de Caracas. E indignado também com o vosso jornal pela ausência de denuncia do problema. Passaportes, registos de casamentos, nacionalidades, bilhetes de identidade com datas marcadas para o próximo ano e ainda estamos apenas em Maio. É este o avanço da tecnologia que apregoam os anúncios de modernização dos serviços consulares de Portugal?

E a “capelinha”? Amigos do CCL ( chá café laranjada) escrevo desde Maracay, primeiro para felicitar todos os que

contribuíram com a obra do lar, e, segundo para dizer à mesma organização para não se esquecer da " capelinha" que prometeram construir dentro do lar. É verdade, tal como sempre foi prometido pelos responsáveis da obra.

“Avergar o serrote” Amigos, fico triste com tantas notícias negativas da minha terra e mais triste e preocupado ainda quando verifico através das notícias internacionais que Portugal tem um dos maiores índices de desemprego da Europa. Sei também que a maioria dos desempregados são pessoas formadas em computação, engenharia, medicina, etc. Enfim, " doutores" , para resumir a profissão. Mas

Director: Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Coordenação em Caracas Jean Carlos De Abreu Jornalistas: Tomás Ramírez, António da Silva, Magnalis Tavares, Anaís Castrellón, Andreína de Abreu. Correspondentes: Francisco Javier Figuera (Valencia) Carlos Balaguera (Maracay e Valencia) Carlos Marques (Mérida) Edgar Barreto (Punto Fijo) Trinidad Macedo (Barquisimeto) Valéria Costa (Margarita) Francisco Figuera (Valencia) Silvia K Gonçalves (Guayana) Sandra Rodriguez (La Victoria) Colaborações: Raúl Caires (Madeira) António de Abreu, Arelys Gonçalves Antonio López Villegas, Luís Barreira, Álvaro Dias, Luis Jorge, Ysabel Velásquez Administração: Gloria Cadavid Publicidade e Marketing: Carla Vieira Ventas María Eugenia Monteverde Assesoria Gráfica: Raimundo Capelo Paginação: María Alexandra Monteverde C. Fotografia Leo Merchán Paco Garret Secretariado: Heisi Mayor

pergunto: E quem faz carpintaria, quem trabalha na construção, quem trabalha no campo etc. Quem " averga" as costas?

Haja coragem! Escrevo para a sua coluna porque tenho a certeza que a minha inquietude vai ser publicada algum dia. Autoridades de Portugal, polícias de Portugal, por favor coloquem o dedo na ferida, ajudem as autoridades policiais venezuelanas a combater a delinquência, a malandragem, a violência, os roubos e, pior de tudo, os sequestros. Sei que nunca viveram isto. Oxalá nunca vivam a experiência de sequestro de um familiar, um amigo ou simplesmente de um conhecido. Têm

muitos seguranças, muitas escoltas, e talvez até andam em carros blindados, e é simplesmente por isso que é um problema que lhes passa ao lado… Estão-nos a matar de medo, de violência, de ameaças e as autoridades portuguesas não fazem nada. Que fazemos? Continuamos a rezar?

Invasões Amigos do Chá Café Laranjada, escrevam aos directores do Clube Marítimo de Turumo e perguntem se não têm medo das ocupações de terrenos baldios. Sim, terrenos baldios, como aquele onde mais de uma vez prometeram construir um campo de futebol…

Distribuição: Enrique Figueroa Impressão: Editorial Melvin C. A Calle el rio con Av. Las Palmas Boleita Sur - Caracas Venezuela Endereço: Av. Principal Las Mercedes. Edif. Centro Vectorial (Banco Plaza). Pent House, Urb. Las Mercedes, Baruta Caracas (Ao lado de CONAVI). Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: correio@cantv.net URL: www.correiodevenezuela.com Tiragem deste número: 15.000 exemplares Fontes de Informação: Agência de Notícias Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress, Portuguese News Network e intercâmbio com publicações em língua portuguesa, de diferentes partes do Mundo.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

Cartas:

04 a 10 de Junho de 2009

Cartas&Inquérito

23

Favor enviar as suas cartas e comentários ao endereço electrónico: correio.prensa@gmail.com

Parabéns pelo Encontro

Basta de humilhações

Festa sem gravata

Vergonha do Ronaldo

Embora não tenha assistido o último Encontro de Gerações, ao conversar com várias pessoas que, como eu, durante muitos anos marcamos presença no mesmo, quero felicitar a organização pela mudança de formato, pela injecção de dinamismo e alegria que imprimiram ao evento. Para quem pouco sabe do mesmo, para nós que seguimos as iniciativas do Centro Português e do vosso jornal, era um "castigo" assistir a um evento em que tanta gente falava para nada. Porque depois tudo ficava no ar e caía no esquecimento. Pelo que ouvi, estão de parabéns e fiquei com pena não poder estar presente.Aguardo o próximo com mais inovações.

Esta carta está dirigida ao grupo folclórico Pérola do Atlântico. Em todas as festas que assisti e em que este grupo participou, notei que o Sr. Ilidio, seu presidente, faz sempre o mesmo comentário às pessoas que lhe perguntam se é verdade que o grupo está para acabar. Responde de uma forma um pouco grosseira, ou melhor dito, humilhante, na minha forma de ver, pois diz que o que se acabou foram as pessoas bilhardeiras! Parece-me ser de mau gosto e de pouca falta de ética que faça tal comentário dirigido a ex-membros do grupo que sempre cumpriram com as suas responsabilidades. E ainda por cima quando mente ao dizer que foi ele quem dispensou essas pessoas, pois sabe que elas se retiraram por vontade própria, após o regresso da Madeira, cuja viagem foi um fracasso. Três cantores retiraram-se devido à injustiça que vinha cometendo o 'dono' do grupo por proibir a todos os seus membros manter algum contacto ou amizade com pessoas de outras agrupamentos e de assistir a festivais folclóricos como, por exemplo, o último festival realizado a 2 de Maio. O Sr. Ilidio, em vez de se preocupar em falar dos demais, deveria arranjar o seu 'audio', o qual vem decaindo há muito tempo e que constitui uma vergonha para um grupo tão famoso e que conta com tantos anos de vida.

Senhores do Correio da Venezuela, sou filho de portugueses e queria sugerir que organizassem o Dia de Portugal com uma festa, tipo arraial, onde se pudesse comer bolo do caco, espetada, sopa de trigo e de feijão, beber sangria, ouvir musica alegre e, o mais importante, que a entrada fosse livre e sem ser obrigatório o uso da gravata. Também poderiam trazer artistas alegres para tocar musicas alegres e sem muitas finuras. Tenham presente o exemplo que demos no santuário de Fátima, em Los Teques, onde muitas pessoas participaram e não havia finura alguma.Apelo à vossa atenção e consciência!

Como português, sinto vergonha da má-criação do Cristiano Ronaldo.Vivo na Venezuela há muitos anos e sempre conheci a maneira de ser de todos os que aqui vivem. O que não sabia é que na Madeira tínhamos um madeirense mais arrogante do que o próprio Messi, que é de nacionalidade argentina. Foi vergonhoso ver um atleta, que ainda é o melhor jogador do mundo, ao responder aos jornalistas com a arrogância, depois de até, durante o jogo, ter entrado de forma violenta e tão agressiva contra os jogadores do Barcelona.

Maria Fátima Pereira

Roberto Gomes

Manuel Barros

Carolina Gomes

Inquerito: Que cantor ou agrupo português gostaria de ver actuar na Venezuela e porquê?

Kelvin Malavé Contador Público

Marlene Rodrigues Contador Público

Johan González TSU em electrónica

Daniela Brito Comunicadora Social

"Gostava de ver uma banda de punk como o Mata Ratos. É um grupo de Lisboa e tocam desde 1981. Gosto da sua força e energia. Seria excelente que o trouxessem ao país, até para se ver e escutar algo diferente".

"Gostava de ver Jorge Ferreira, porque é um dos melhores cantores lusos e um dos reconhecidos nos países onde há emigrantes portugueses. Gosto muito do seu estilo e da sua voz. Uma das minhas músicas preferidas intitula-se 'Papá'."

"Seria excelente poder desfrutar da banda Moonspell, porque o género musical que interpreta é um metal bem heavy e têm um estilo gótico que atrai os amantes do rock."

"Eu não sou portuguesa, mas encanta-me o fado, sobretudo aquele que é interpretado por Mariza. Por isso, ficaria encantada de a ver ao vivo".


24 Associativismo

COrreiO da Venezuela

04 a 10 de Junho de 2009

deverá ser inaugurada em prinCípios de seTembro

Comunidade de Táchira cria associação civil Carlos Marques prudentisnoble@ hotmail.com

Comemoração da padroeira Oliveira indicou que durante o passado mês de Maio, a direcção organizou uma missa e um convívio em honra da virgem de Fátima, onde participaram cerca de 42 famílias. "Convidamos todos os sócios e os seus familiares a que comemorem connosco

A associação civil Clube Português de Táchira, do estado Táchira, ratificou, no passado mês de Abril, em assembleia-geral de sócios, a junta directiva para planear e dar continuidade à construção da primeira fase desta associação luso-tachirense. A junta estava formada por José Francisco da Silva, presidente; Acácio de Oliveira, vice-presidente; Claúdia Conde, secretária; José Coelho, tesoureiro; Sérgio de Jesus, director de desportos, tendo como vogais Manuel Marques e Paulo Lima. Os dirigentes da associação referiram-se à possibilidade de a associação poder ser inaugurada a meados de Setembro, estando a ser construída próximo ao Country Club de San Cristóbal. Até ao momento, concluíram-se os muros em volta do terreno.

os 92 anos da nossa padroeira. A comida foi oferecida pelos membros da junta directiva. Não cobramos entrada a ninguém. Quisemos que partilhassem connosco os nossos costumes e tradições", disse. Acácio de Oliveira fez algumas reflexões sobre a história das aparições da Virgem de Fátima e fez uma exposição sobre como aproveitaram os espaços em constru-

Os dirigentes da associação referiram-se à possibilidade de a associação poder ser inaugurada a meados de Setembro.

Acácio de Oliveira, natural de Fátima e actual vice-presidente do clube, disse ao CORREIO que a receptividade é boa entre os membros da comunidade e que espera que a quantidade de sócios aumente com o passar dos dias.

membros do Clube esperam ConTinuar arreCadar fundos para dar ConTinuidade ao projeCTo

ção.

Acrescentou que há 70 sócios inscritos no clube. " Há muito bom ambiente, as pessoas têm muito entusiasmo. Esperamos que mais pessoas se incluam e que em breve concluamos a primeira fase do projecto da nossa associação" .

foToflasH

diplomacia dá exemplo de convívio “sem gravata” Os representantes do Estado Português têm assumido uma postura de contacto com a comunidade pouco vista com representações anteriores que por aqui passaram e trabalharam.

A equipa da embaixada tem mostrado que para estar com os portugueses não tem de ser numa festa organizada com pompa e circunstância, entre copos e conversas muitas vezes forçadas.

É verdade, foi um jogo de futebol, realizado recentemente no Centro Português de Maracay. O resultado pouco importa, mas os momentos de descontração e convívio vão ficar na memória e são para continuar.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Publicidade

25


Correio de Venezuela, 4 de Junho de 2009

26

As obrAs sociAis

são As que nos mArcAm mAis

eguro da importâ ncia da obra social para o concelho de São Vicente, o presidente da Câ mara Municipal de São Vicente, garante que a acção da autarquia tem se pautado pela promoção da coesão territorial entre as diferentes freguesias. Nesta entrevista, Humberto Vasconcelos garante ainda que existem vários jovens empresários empreendedores na Boaventura, que são o futuro do desenvolvimento da freguesia.

S

Qual foi o projecto ou obra que lhe deu uma maior satisfação profissional em inaugurar? Foi sem dú vida a Estrada do Cabeço, na Boaventura porque fiz uma obra pú blica e ao mesmo tempo satisfiz, duma forma muito particular, famílias que viviam em zonas muito isoladas que talvez nunca sonhassem que eu conseguis-

se fazer a estrada. No dia que inauguramos a estrada diziam: sim este homem cumpriu aquilo que disse, e isso, para nó s, é a ú nica gratificação que fica de todo um trabalho social que foi importante para essas famílias. As obras sociais são, sem duvida, as que nos marcam mais. Temos situações sociais que temos vindo a resolver, que nos vão marcar sempre. Temos que ter a consciência que o social, o integrar pessoas, o criar melhores condições de vida é um papel permanente e que tem de ser o primeiro papel da autarquia, só depois a obra física. O que é que está pensado para desenvolver as freguesias da Boaventura e da Ponta Delgada? Temos procurado fazer uma coesão permanente das três freguesias. Na zona da Lombada, fizemos alguns investimen-

tos em termos de acessibilidades que eram muito importantes para a população dessa zona. Além disso, achamos que era necessário criar vivências pró prias na Lombada. Estamos a fazer a recuperação das antigas escolas para criar um centro comunitário, que estará sob a gestão camarária, criando condições para os jovens e menos jovens e vivências pró prias nesses centros, parques de merendas... no fundo, é criar uma vida para além da estrada, da casa e da agricultura, para que as pessoas se sintam melhor a viver nessas zonas. Nas zonas mais nobres como a Ponta Delgada, temos também melhorado algumas acessibilidades, sobretudo no interior da freguesia onde existem ainda algumas zonas com casas que ainda não tem acessibilidades. Estamos também a construir a praça do Romeiro, um monumento ao romeiro que é um ex-libris do


Correio de Venezuela, 4 de Junho de 2009

27

um Acesso pArA todos os munícipes

Caminho Municipal da Achada, 3ª Lombada, Ponta Delgada

Caminho Municipal da Achada dos Judeus, São Vicente Alguns nunca acreditaram que o executivo de Humberto Vasconcelos cumprisse com promessas feitas para a construção de várias estradas municipais nalguns sítios onde a orografia do terreno tornava as obras de difícil execução. Sem vacilar, a autarquia apostou na construção de dezenas de caminhos municipais para dar acesso automó vel a vários sítios que se encontravam distantes da rede viária principal e onde antes o acesso era pedonal e extremamente difícil. No entanto, a preocupação da Câ mara Municipal de São Vicente não é apenas na criação de acessos para todos os munícipes, um trabalho que terá que continuar nos pró ximos anos. É sobretudo na área social, por isso, tem o cuidado de, ao abrir uma nova estrada, proceder à requalificação urbana de algumas habitações que se encontravam degradadas, e que os seus proprietários não tinham capacidade financeira para fazer as obras, como no sítio dos Barrancos, de forma a dar uma ainda maior qualidade de vida aos Vicentinos.

nosso concelho, uma referência na Ponta Delgada e das suas festas, que ficará enobrecida com este momento. A Boaventura tem uma orografia muito agreste, mas está já o nível das outras freguesias quanto à sua rede viária. Conseguimos fazer acessibilidades nas zonas mais longínquas como os Lamaceiros, na Silveira, na Achada Grande, onde estão a ser criadas melhores condições para a agricultura, incluindo praças, miradouros. Falta-nos a Achadinha e a

Acesso ao sítio do Cabeç o de Baixo, Boaventura

Travessa, que são duas obras fundamentais a iniciar. Uma concluiremos agora, outra não, melhorando as centralidades dessas zonas, criando zonas sociais. No Lombo do Urzal, a escola será também um centro comunitário. Também será construído um centro de caminheiros na zona da Falca, assim daremos mais vida ao interior da Boaventura, que tem muito boa gente. São os grandes resistentes da democracia do desenvolvimento da Madeira, que, sa-

bendo esperar, chegou a altura de usufruírem dos investimentos pú blicos. Não apenas neste mandato, como no anterior, tem sido uma preocupação permanente da Câ mara a coesão do territó rio. Eu e a minha equipa sentimos que estamos no caminho certo, vamos aos lugares, e sabemos que as pessoas estão tão felizes na Boaventura como em São Vicente, pois sentem que também ali chegou o grande trabalho que temos feito em prol da população.

Como pensa encontrar o concelho daqui a 10 anos? Daqui a dez anos, perspectivando todo este projecto que está em curso, o concelho estará melhor, com mais pessoas e com uma maior dinâ mica. Pensamos que será um conselho muito mais turístico, talvez, mas um concelho com mais qualidade, mais desenvolvido e essencialmente com esta reorganização urbanística, acho que vai ser um concelho com muita qualidade


28 Publicidade

04 a 10 de Junho de 2009

Correio da Venezuela


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Uma campeã para a ginástica Andreina de Abreu dosreis.andreina@ gmail.com Aos 27 anos de idade, Ana Graciela Fernandes Correia é campeã nacional de ginástica aeróbica, uma disciplina que a atleta define como um desporto exigente. " Quando estamos acompanhadas, temos de ter muita coordenação" , diz. As coreografias são preparadas ao longo de, aproximadamente, uma semana e media, tempo durante o qual se coordenam os movimentos com a música escolhida para a acção. Os ensaios têm uma duração de dois meses e exigem um treino diário, exceptuando os domingos. É assim que se prepara a atleta para competir nos encontros anuais em que a sua presença é exigida. Fernandes tem participado em competições nacionais e internacionais. Em meados de Julho deste ano, a atleta planeia viajar a Las Vegas para participar em mais uma competição internacional. Depois, em Agosto, tem

AnA FernAndes, cAmpeã nAcionAl de ginásticA AeróbicA, é Um cAso sério de constânciA e dedicAção

Em Julho, a atleta planeia viajar a Las Vegas para participar em mais uma competição internacional.

agendada uma prova no Parque Miranda, na urbanização de Los Dos Caminos, na qual participarão os atletas mais destacados do país na ginástica aeróbica. Fernandes começou a praticar ginástica rítmica quando tinha

nove anos de idade. Anos mais tarde, decidiu aceitar o desafio de experimentar a ginástica aeróbica. Actualmente, é uma atleta da categoria livre, aquela que é integrada por todos os competidores com mais de 18 anos de idade.

No princípio de Abril, a atleta participou numa competição internacional em Tóquio, Japão, a qual contou com representantes de aproximadamente 20 países, num total de 110 atletas. E Fernandes conseguiu regressar à Venezuela com quinto lugar. Entre 25 e 26 de Abril, Fernandes participou na primeira competição nacional do ano, que teve lugar por ocasião da realização do Festival de Interclubes, realizado em Margarita. Com 80 competidores, a atleta concorreu em duas modalidades: 'Pareja' e 'trío', tendo conseguido o primeiro lugar em ambas apresentações.

Desporto

29

marítimo da Venezuela “à caça” de talentos O Centro marítimo de Venezuela está a fazer uma campanha junto de todos os jogadores e aficcionados do clube verderubro, para encontrar jovens jogadores talentosos. Para isso, neste sábado, dia 6 de Junho de 2009, a partir das 08h30 da manhã, vai organizar uma sessão de prática no campo número 1 do complexo Fray Luis de Las Mercedes. Assim, todos os jovens que queiram integrar o plantel do Marítimo que vai disputar a terceira divisão devem dirigir-se àquele local a fim de mostrarem o seu valor aos técnicos que ali estarão para observar a qualidade técnicotáctica dos candidatos às vagas que o plantel ainda dispõe. Recorde-se que o Marítimo da Venezuela está a preparar o seu regresso ao futebol oficial e voltará participando na terceira divisão nacional na época que se vai iniciar. PUBLICIDADE


30 Desporto

Correio DA VenezuelA

04 a 10 de Junho de 2009

Centro Português, em CaraCas

Verbena do Desporto reúne a toda a família Andreina de Abreu dosreis.andreina@ gmail.com A Grande Verbena do Desporto, que foi promovida na área da piscina do Centro Português, de Caracas, num evento organizado pela direcção de Desportos do clube, constituiu um grande momento de confraternização familiar e social, especialmente para os mais novos. Esta última edição contou com novas atracções, tendo-se destacado o colchão insuflável, parede de escalada, 'tiro-líneas' e 'cuerda floja'. Rafael Gomes, director de Desportos justificou estas novidades com o ditado: " desporto é saúde" . Foi isso que nesta ocasião se levou a cabo uma jornada de saúde que acompanhou a pro-

PUBLICIDADE

A verbena do Desporto contou com novas atracções para os convidados.

gramação do evento. Exames auditivos, oftalmológicos, de nutrição, pressão arterial, despiste de diabetes e de osteoporose, foram alguns dos serviços prestados. O público presente teve assim a oportunidade de renovar o seu

certificado médico e solicitar também o seu RIF pessoal a elementos do SENIAT. Para agradar a todos os gostos, foi oferecido um buffet com um menu português e crioulo. 'Tarantines' com tortas, espetada, 'obleas' e até

cachorros quentes providenciaram aos presentes a oportunidade de escolher entre uma ampla variedade de pratos. Foram vendidas rifas que tinham um custo unitário de 40 BsF. Entre os 14 prémios, que totalizavam 19000 BsF, estava uma mota Yamaha, uma passagem para Portugal, um computador portátil, um televisor LCD de 19 polegadas, duas passagens para Margarita, uma 'hidro-lavadora', uma impressora Epson, uma câmara digital fotográfica e uma caixa de vinhos. Os fundos angariados nas vendas de comida e rifas serão distribuídos por " todas as instituições desportivas do clube" , observou Gomes, lembrando que estas se dividem por 11 comissões desportivas.

Dar movimento ao corpo O grupo de baile King of Dance foi o primeiro a subir ao palco. Seguiu-se uma exibição do 'Inmortal Kick'. O grupo Caracas Dance Company mostrou depois ao público presente as suas habilidades a bailar a roda casino. A Dança Nacionalista Frailejón também teve uma oportunidade para se apresentar, com uma exibição de 'Full Step'. Com a utilização de telas suspensas, a actuação de yoga acrobática deleitou todos quanto a puderam presenciar. Manuel Simões, membro da Comissão de Desporto que teve a missão de organizar o programa dos grupos que subiram ao palco, incluiu ainda a Salsa casino com hip hop, uma exibição de karate e uma super classe participativa de baile para todo o público.


O jornal da comunidade luso-venezuelana

04 a 10 de Junho de 2009

Presidente do esPPor, riCardo gonzález

"Vamos ter a melhor equipa de futebol da capital" Presidente do real esPPor Club VatiCina um grande êxito na Primeira diVisão

Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com Já é oficial. O Real Esppor Club está na Primeira Divisão. O anúncio da subida foi dado a conhecer no sábado, 30, no Estadio Nacional Brígido Iriarte, durante a disputa de final do torneio da Segunda Divisão A, entre o Unión Atlético Trujillo e o SD Centro Ítalo. Segundo Alejandro Sánchez Martorelli, presidente do conjunto de Valera, e Ricardo González, homólogo do Real Esppor Club, o clube da capital assumirá a vaga ocupada pelos andinos após sagrar-se campeão do Torneio de Abertura do escalão secundário. " O Real Esppor Club e o Unión Atlético Trujillo trabalharão de maneira conjunta. Falámos de uma fusão de ambas divisas com o

O Real Esppor Club e o Unión Atlético Trujillo trabalharão de maneira conjunta para fortalecer-se.

objectivo de nos fortalecermos. O nosso emblema ocupará um lugar na Terceira Divisão, enquanto que o Esppor assumirá a vaga deixada na Primeira Divisão" , explicou Martorelli. Por seu turno, o presidente do

clube blanco, Ricardo González disse já ter claros os objectivos de curto, meio e longo prazo. " Queremos é que o Esppor consiga ter uma estrutura completa, e com todo o talento que consigamos tanto em Trujillo como em

Caracas. Seguramente teremos a melhor equipa da capital dentro de uns anos" , anteviu. O director assegurou que o principal objectivo para o próximo torneio é conseguir um lugar numa competição internacional. Para lograr isto, o clube da capital terá de procurar reforços de nível. " Neste momento, temos olheiros na Argentina e Brasil a procurar potenciais contratações para o Esppor, mas ao mesmo tempo já adiantamos as conversações com um jogador da filial do Deportivo de La Coruña" , assegurou González.

Desporto

31

Formalidades da fusão Ricardo González explicou que a estratégia seguida pelos dois clubes não deve ser mal vista pelos entendidos do futebol. "Há que procurar solidez, e se isso se consegue com a fusão de clubes como o Esppor e o Unión Atlético Trujillo, pois esse será o caminho", disse. González explicou ainda aquilo que considera ser primordial para a próxima época. "Neste momento, o principal é que o Esppor dispute o torneio de Primeira Divisão, e sob esse mesmo nome participemos no torneio nacional Sub 20 e Sub 17, enquanto que para a Terceira Divisão e categorias inferiores serão disputadas a partir deste momento em Trujillo pelo U.A. Trujillo". Aval Federativo Jesús García Regalado, secretário da FVF, também esteve presente no acto e deu o seu aval à fusão, mostrando-se satisfeito e agradecido pelo surgimento de um clube com ambição e muitas aspirações como o Real Esppor Club. “Dado que o Esppor tem convénios celebrados com clubes europeus, esperamos que este entusiasmo e esta energia se mantenha ao longo dos anos”. PUBLICIDADE


RIF: J-31443138-2

O jornal da comunidade luso-venezuelana Caracas, 04 a

10 de Junho de 2009.

www.correiodevenezuela.com

Ministro da Agricultura visita feira da Cavenport JAIMe SILvA eSTAr ACOMPANhAdO dA exATLeTA OLíMPICA rOSA MOTA e dA TUNA dA UNIverSIdAde dO POrTO

Tomás Ramírez González tomasramirezg@ gmail.com O Centro Internacional de Exposições de Caracas ( Ciec) da Universidade Metropolitana vai contar com a presença do ministro de Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, Jaime Silva, que se fará acompanhar da ex-atleta olímpica portuguesa Rosa Mota, e da Tuna da Universidade do Porto, por ocasião da Feira da Câmara Venezuelana Portuguesa de Comércio ( Cavenport). A visita do governante foi confirmada ao CORREIO pelo presidente da Cavenport, José Luís Ferreira, que aproveitou a ocasião para lembrar que " esta feira é uma oportunidade tanto ao nível empresarial como profissional para empresas, engenheiros, arquitectos e demais profissionais que desejem exibir os seus projectos e ideias" . Também vão estar presentes na actividade alguns empresários vindos de Portugal. O responsável assegurou que durante os dias da feira não have-

Jaime Silva e ex-atleta Rosa Mota estarão na Feira da Câmara Venezuelana Portuguesa de Comércio ( Cavenport).

rá lugar a limitações para os expositores mostrarem qualquer tema que desejem dar a conhecer. " Todos são bem-vindos e esperados" , disse. Os expositores vão dispor de um espaço de quatro metros quadrados por stand para assim dar

a conhecer ao público as actividades que em se desempenham as diferentes empresas que se encontram registadas na Cavenport e ainda a sua funcionalidade dentro do mercado venezuelano. Durante o evento, que se celebrará entre 12 e 14 de Junho, os

visitantes poderão contar com os serviços do Consulado-Geral de Portugal, nos quais, através do seu stand, poderão tratar de iniciar a tramitação de documentação diversa. O público presente poderá também obter um certificado médico, solicitar cartas de condução e realizar o pago de taxas e outras tarifas. O presidente de Cavenport fez questão convidar toda a comunidade a assistir a este evento, cuja entrada é livre. " Além de desfrutarem dos diferentes expositores, as pessoas vão poder desfrutar da gastronomia portuguesa, música folclórica e diferentes espectáculos" .

NOeL SANvICeNTe PrOMeTe APOIO AO regreSSO dO MAríTIMO

“Quem disse que eu saía?” Tomás Ramírez González tomasramirezg@gmail.com Noel 'Chita' Sanvicente celebrou ao ritmo da salsa a décima estrela do Caracas FC numa Plaza Francia de Altamira que se encheu vermelho para festejar o título absoluto ao vencer na final absoluta o De-

portivo Italia com um resultado total de 6 golos a 1. O treinador aproveitou a oportunidade para revelar que ficaria com a equipa. O técnico, pretendido por diferentes clubes da América, aproveitou a oportunidade para saudar a comunidade portuguesa na Venezuela, especialmen-

te às do Marítimo de Venezuela, equipa que definiu como a sua casa. " Esta é a minha família. Tenho muitas amizades portuguesas que conservo. Convivi toda a minha vida, esta é a minha equipa. Fui três vezes à Madeira e tenho recordações muito bonitas de muitas pessoas" .

No que diz respeito ao novo projecto do conjunto vermelho e negro, disse desejar que a equipa avance na sua intenção em ressurgir na 'Meca' do futebol venezuelano. " Eu falei com José Luís e com Mário e dei a saber que contam com o meu apoio para qualquer coisa que a equipa necessite" .

ULTIMA COLUNA Consulado de Caracas expõe Portugal pela literatura Jean Carlos De Abreu deabruejean@ gmail.com No âmbito da comemorações do 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, o consulado geral de Caracas, em parceria com a associação de luso-descendentes 'Hijos de Portugueses Nacidos en Venezuela' e o Correio da Venezuela, deu início, esta quinta-feira, 4 de Junho, à exposição " Palavras da Terra: testemunhos da emigração na Venezuela" . A consulesa-geral Isabel Brilhante Pedrosa explicou que as celebrações, em geral, do 10 de Junho vão apostar numa programação dirigida a todos os jovens luso-descendentes, de modo a que possam participar nas actividades programadas pela comunidade. No interior das instalações do consulado de Caracas vão ficar expostas, durante vários dias, algumas peças memoráveis trazidas por muitos emigrantes que foram recolhidas pelo CORREIO, as quais poderão ser apreciadas também por aqueles que se desloquem à sede diplomática para tratar de alguma documentação. Por seu turno, os membros da Associação de luso-descendentes foi encarregue de levar a exposição a outras parte da Venezuela para mostrar Portugal descrito pelas palavras de diversos escritores. A sessão vai contar com a actuação da Tuna da Universidade do Porto.

Correio da Venezuela 311  

Edición 311

Correio da Venezuela 311  

Edición 311

Advertisement