Page 1

INFORMATIVO DA COOPERATIVA SANTA CLARA LTDA.

ANO 43 • NÚMERO 315 • FEVEREIRO DE 2018

Santa Clara lança Plano de Incentivo à Produção

Iniciativa irá bonificar associados que aumentarem a produção A SANTA CLARA lançou um programa que irá beneficiar os associados pelo volume de produção de leite. Trata-se do Plano de Incentivo à Produção, que tem por objetivo equilibrar o volume de leite o ano inteiro e, consequentemente, atender à demanda da nova indústria de laticínios localizada em Casca, prevista para inaugurar no segundo semestre deste ano. A iniciativa também irá con-

tribuir para que o produtor tenha mais volume nos meses de maior remuneração. O plano prevê o pagamento de R$ 0,10 por litro de leite produzidos a mais comprado com o mesmo período do ano anterior. Por exemplo, se no mês de março de 2017 foram produzidos 10 mil litros e no mês de março de 2018 forem produzidos 11 mil litros, a bonificação de R$ 0,10 por litro será sobre esses mil litros produzidos a mais, totalizando R$ 100,00. O pagamento será realizado na forma de bonificação, aparecendo na nota do leite descrito

como Plano de Incentivo à Produção e fará parte do preço total do leite recebido pelo produtor. O programa entrará em vigor em março de 2018 e segue até junho deste ano. Em 2019, o programa inicia em janeiro termina junho. Para o produtor ter direito a bonificação deverá ter entregue o leite para a Santa Clara o mês completo, no ano atual e no mesmo período do ano anterior para que se possa comparar o volume de leite. Caso hajam dúvidas, entre em contato com o técnico de sua região. COOPERLEITE | FEVEREIRO 2018


EDITORIAL

Um ano de grandes acontecimentos O ano de 2018 será marcado por momentos importantes na Cooperativa e o primeiro deles ocorre no mês de maio, com a realização da 11ª Expoclara. No evento, os visitantes poderão conferir o melhor do rebanho leiteiro dos associados. A Comissão Organizadora está trabalhando para acertar os últimos detalhes da Exposição e garante que o evento contará com algumas novidades na edição deste ano. A previsão é que em breve a programação oficial seja divulgada. No Parque da Fenachamp, em Garibaldi, durante os quatro dias da Exposição, os visitantes poderão conferir a dedicação dos associados no cuidado com os animais para que se tenha uma matéria-prima de alto nível e, consequentemente, a qualidade dos produtos da Santa Clara. Outra iniciativa da Cooperativa é o Programa de Incentivo à Produção. Esta iniciativa irá contribuir com o aumento da renda dos produtores nos meses em que a produção é menor. Este programa irá bonificar os associados que aumentarem o volume da produção comparado com o período igual ao do ano anterior. Primeiramente, o plano entra em vigor em março e segue até junho. Após retoma no próximo ano, de janeiro a junho, nos mesmos moldes deste ano. Esta medida é direcionada para outro momento importante para a Santa Clara neste ano que será a inauguração da Indústria de Laticínios em Casca, prevista para o segundo semestre, onde será necessário um maior volume de produção, que será inicialmente de 300 mil/litros. Ainda, a Santa Clara prepara-se para outro grande momento que ocorre no início do mês de março que é a eleição do Conselho de Administração e Fiscal. Boa leitura!

O Cooperleite tem o objetivo de conscientizar, orientar e capacitar os produtores para a produção de leite com qualidade, segurança e em conformidade com a legislação vigente, fazendo valer desta forma o item 9.2.4. do Anexo IV da Instrução Normativa 62, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimemento (MAPA).

02

FEVEREIRO 2018 | COOPERLEITE

A transição precisa ser feita de maneira adequada com todas as vigilâncias necessárias por parte do Ministério da Agricultura para que, com a redução da dose da vacina contra a febre aftosa, mantenham-se as mesmas garantias. Por isso, esse cuidado.

Luis Rangel, secretário de Defesa Agropecuária sobre a redução da dose da vacina contra a febre aftosa (Leia nas páginas 06 e 07)

EXPEDIENTE COOPERATIVA SANTA CLARA Rua Pedro Baldasso, 47, Carlos Barbosa 95185-000 | Fone: (54) 3461-8300 www.coopsantaclara.com.br Conselho de Administração Rogerio Bruno Sauthier Presidente: Gelsi Belmiro Thums Vice-presidente: Itamar Tang Secretário: Conselheiros: Arno Ricardo Goelzer, Clairton Pedro Cecconello, Dirseu Tomasel, Inocência Dalsin, Justino Paludo, Lauro Antonio Benedetti, Nelson Volpato e Tiago Pitol Frizon Anselio Molon, Conselho Fiscal: Ivalino Tonatto e Vilmor Paulo Baldasso COOPERLEITE Informativo mensal dos produtores associados à Cooperativa Santa Clara Ltda. Direção: Dptos. de Marketing e de Política Leiteira Redação: Estefania V. Linhares (MTB 13.239) Contato: estefanial@coopsantaclara.com.br Tiragem: 4.280 exemplares Distribuição gratuita. Acompanhe nas redes sociais: facebook.com/coopsantaclara; instagram.com/coopsantaclara twitter.com/coopsantaclara; youtube.com/coopsantaclara


MARKETING

Aplicativo Fazendinha Santa Clara está com novidades ESTÁ AINDA mais divertido brincar com o aplicativo Fazendinha Santa Clara. Com o novo jogo Surf é possível desviar dos obstáculos como tubarões e embarcações, além de fazer manobras. A atualização traz ainda o novo cenário Praia e diversos acessórios que podem ser adquiridos com as muuuuedas conquistadas interação com a mascote e nos jogos como Esqui na Neve, Quebra-cabeça e Embaixadinha. Na Fazendinha Santa Clara é possível aprender mais sobre a atividade leiteira e a importância dos cuidados com os animais. O aplicativo Fazendinha Santa Clara periodicamente disponibiliza

Novos jogos, cenários e acessórios foram disponibilizados

novos jogos e assessórios para personalizar a Vaquinha. Para jogar, basta baixar gratui-

tamente o aplicativo Fazendinha Santa Clara no celular ou tablet, nas lojas App Store e Google Play.

Receitas de Verão Santa Clara no litoral gaúcho OS VERANISTAS tiveram mais um atrativo durante as férias no litoral gaúcho. Nos meses de janeiro e fevereiro foi realizada a edição das Receitas de Verão Santa Clara, em parceria com a Associação Gaúcha de Super-

mercados (Agas). Neste ano, a Unidade Móvel da Agas percorreu os municípios Quintão, Cidreira, Imbé, Capão da Canoa e Capão Novo, onde foram ministradas oficinas gastronômicas pelo Chef Moises Basso. Os veranistas

aprenderam em uma aula três receitas práticas e deliciosas com os produtos da Cooperativa: Hambúrguer Gourmet Santa Clara, Salada de Ricota com crosta de temperos e legumes grelhados e Torta mousse de doce de leite Zero Lactose.

Santa Clara participa de feiras multissetoriais

O Mercado Agropecuário Paim Filho esteve presente na 18ª edição da Expo Sananduva – feira multissetorial entre os dias 1º e 4 de fevereiro, no Parque de Rodeios Dr. Raul José Raymundi, em Sananduva. Esta foi a primeira participação da loja da Cooperativa, inaugurada em 2017, em feiras.

A Cooperativa esteve representada na 13ª La Prima Vendemmia pelo Mercado Agropecuário e o Supermercado Nova Roma. A feira ocorreu entre os dias 26 e 28 de janeiro, no Centro de Esporte e Lazer, em Nova Roma do Sul. A exposição contou com uma programação diversificada. COOPERLEITE | FEVEREIRO 2018

03


QUALIFICAÇÕES

Associados se reúnem em Encontro Técnico em Ibirubá OS ASSOCIADOS da Cooperativa participaram de uma Tarde de Campo no dia 27 de dezembro de 2017, na propriedade do associado Otto Frankenberger, localizada na Linha 3, em Ibirubá. Os produtores receberam orientações sobre Sila, Lina, Extrato Seco Desengordurado (ESD) e qualidade do leite. Os temas foram abordados pelo médico veterinário Martin Frederico Schneider e pelo técnico agropecuário Joel Hendges.

A atividade foi dividida em dois momentos, o prático e o teórico

Agro David Canabarro realiza atividade para produtores O Mercado Agropecuário Santa Clara David Canabarro promoveu um Dia de Campo. A atividade reuniu produtores em uma propriedade localizada no Povoado São João Bosco, em Ciríaco, no dia 06 de fevereiro. Os agricultores foram divididos em grupos que visitaram as estações que abordaram os cuidados com o cultivo da soja.

DPL Nova Roma do Sul promove Tardes de Campo

Linha Fagundes Varela - 11 de janeiro

O DPL de Nova Roma do Sul promoveu duas Tardes de Campo no mês de janeiro com o tema Qualidade de leite. Durante os encontros foram abordados os seguintes assuntos:

04

FEVEREIRO 2018 | COOPERLEITE

Linha Trajano - 12 de janeiro

Manejo de ordenha e Cuidados com a Ordenhadeira, com foco na regulagem, manutenção e novas tecnologias. No dia 11 de janeiro, o encontro ocorreu na propriedade

de Agostinho Salvatti, Linha Fagundes Varela. Já no dia 12 de janeiro o evento com os associados foi realizado na propriedade de Miguel Volpato, localizada na Linha Trajano.


AGO

Assembleia Geral Ordinária ocorre no dia 1º de março

Na reunião será feita a prestação de contas e a eleição e posse dos membros do Conselho Administrativo e Fiscal

OS ASSOCIADOS da Cooperativa estarão reunidos no no dia 1º de março para a Assembleia Geral Ordinária (AGO), na Associação dos Funcionários da Cooperativa Santa Clara (Ascla), em Carlos Barbosa. O início está previsto para às 13h30min. Em preparação a AGO, serão realizadas as sete pré-assembleias

para a eleição dos membros do Conselho de Administração e Fiscal. As reuniões iniciaram no dia 7 de fevereiro em Estação e Tapera. Após, no dia 14, foi a vez dos associados das regiões de Veranópolis e Paraí definirem os seus representantes. Os últimos encontros ocorrem no dia 20, em Paim Filho, e no dia 22,

em Panambi e Augusto Pestana. Já a pauta da AGO contará com prestação de contas e a destinação das sobras, ambas do exercício de 2017, além da eleição e posse do Conselho de Administração e Conselho Fiscal. No final da AGO serão sorteados brindes aos participantes. Confira o edital abaixo:

COOPERATIVA SANTA CLARA LTDA. Rua Pedro Baldasso, 47 – Carlos Barbosa – RS CNPJ nº 88.587.357/0001-69 – NIRE nº 43400000291 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA O presidente da Cooperativa Santa Clara Ltda., no uso das atribuições que lhe confere o artigo 32° do Estatuto Social, convoca os 5.574 associados para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária a ser realizada na sede da ASCLA (Associação dos Funcionários da Cooperativa Santa Clara Ltda.), sito na Estrada José Chies, número 1600, em Santa Clara, neste município de Carlos Barbosa/RS, no dia 1º de março de 2018, em 1ª convocação às 11h30min, com a presença de dois terços dos associados; em 2ª convocação às 12h30min, com a presença de metade e mais um dos associados; ou, ainda, em 3ª convocação às 13h30min, com a presença de, no mínimo, dez (10) associados, para deliberarem sobre a seguinte: EM REGIME DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA: 1°- Prestação de contas relativas ao exercício de 2017; 2°- Destinação das sobras do exercício de 2017; 3°- Autorização para contratação de financiamentos com Bancos e/ou Instituições Financeiras e dação das garantias exigidas pelos financiadores; 4°- Autorização para realização de convênios com entidades públicas e/ou privadas; 5º- Autorização para realização de operações com não associados, conforme o disposto na Lei n°. 5764/71; 6°- Eleição e posse dos componentes do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal; 7°- Fixação de honorários do Presidente, do Vice Presidente e do Secretário da Cooperativa e o valor da cédula de presença do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal, do Conselho de Representantes e dos Comitês; 8°- Outros assuntos de interesse social, sem caráter deliberativo. NOTA: Para facilitar os trabalhos, os Senhores Associados deverão apresentar a carteira de associado. Carlos Barbosa/RS, 5 de fevereiro de 2018. Rogerio Bruno Sauthier – Presidente OBS: Ligue, até dia 23 de fevereiro de 2018, para a unidade de sua região para confirmar sua presença, fornecendo o número da Cédula de Identidade e conferindo o horário e o local de saída do ônibus. Tapera – 3385 2700 Estação – 3337 1514 David Canabarro – 3351 1188 Fagundes Varela – 3445 1223 Cotiporã – 3446 1367 Jacutinga – 3368 1493

Selbach – 3387 1555 Vila Maria – 3359 1188 Paraí – 3477 3100 / 3477 3102 Veranópolis – 3441 9250 Nova Roma do Sul – 3294 1760 COOPERLEITE | FEVEREIRO 2018

05


SANIDADE

Mapa reduz dosagem de vacina contra a aftosa de 5 ml para 2ml Redução da dosagem já foi adotada por outros países da América Latina A VACINAÇÃO contra a febre aftosa nos próximos anos passará por algumas mudanças e uma delas é a redução da dose aplicada nos animais. No Rio Grande do Sul, a imunização é dividida em duas etapas, a primeira no mês de maio e a segunda em novembro. A nova dosagem foi regulamentada pela Instrução Normativa nº 11 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), publicada no Diário Oficial no dia 22 janeiro. Com a alteração, a dose da vacina contra a aftosa passa de 5 ml para 2 ml. Um dos principais objetivos na mudança da vacina será a injeção de menor volume de óleo mineral e, a redução de reações locais. A partir de agora, o Mapa iniciará o período de transição da dose da vacina. Com isso, a primeira etapa da campanha deste ano seguirá com a dosagem tradicional. A aplicação da vacina contra a aftosa em dose reduzida deverá valer neste ano, mas a partir da segunda fase de aplicação, que sempre acontece no segundo semestre. De acordo com o secretário de Defesa Agropecuária, Luis Rangel, não será possível ainda encontrar a nova formulação da vacina neste primeiro semestre, que tradicionalmente ocorre no mês de maio. Há anos eram utilizadas as doses de 5ml. Porém, "a transição precisa ser feita de maneira adequada com todas as vigilâncias necessárias por parte do Ministério da Agricultura para que, com a redução da dose, se mantenham as mesmas garantias. Por isso, esse cuidado”, afirmou em comunicado oficial.

06

FEVEREIRO 2018 | COOPERLEITE

Medida entrará em vigor na segunda fase da vacinação contra a doença

Para a primeira etapa de imunização, os Mercados Agropecuários Santa Clara estarão disponibilizando a dosagem tradicional, mas para a segunda etapa conforme a disponibilidade dos laboratórios deverá ofertar a nova dosagem. O gerente de Compras do Mercado Agropecuário, José Dotta, explica que a mudança será simples. “Na medida que os laboratórios adaptarem a determinação estarão nos repassando as vacinas”, comenta. Já o inspetor veterinário em Carlos Barbosa, Carlos Alberto Freitas, esclarece que as orientações seguem as mesmas aos anos anteriores nesta primeira etapa. “O produtor deve imunizar o seu rebanho, e no prazo de cinco dias após o término da campanha de vacina deve fazer a comprovação junto a Inspetoria Veterinária”, explica. Testes O Mapa explica que o teste de tolerância é realizado por meio da vacinação de um grupo de animais. Após, ficam em observação e no o local da aplicação verificam a eventual ocorrência de nódulos,

os quais devem ser mensurados. A metodologia atual prevê a vacinação pela via intramuscular profunda, que por essa razão não possibilita uma visualização adequada de nódulos nem permite mensuração de forma adequada. A mudança para a via subcutânea permitirá avaliação mais eficiente. Experiências A proposta não é uma novidade para os países da América Latina, como a Argentina, Uruguai e Bolívia, que já utilizam esta dosagem. Neste caso, o resultado é avaliado como satisfatório no que se refere à diminuição das reações, e também na preservação da potência da vacina. Apesar disso, a adequação dos métodos de controle de potência e de tolerância que será submetida cada partida de vacina produzida garantirá a eficácia e a segurança do produto. O componente oleoso, que tem a finalidade de promover imunidade mais longa, é também um dos principais responsáveis pela indução de reações do tipo alérgica no local da aplicação.


E ANIMAL

Retirada de vacinação no RS é avaliada pelo Mapa DE ACORDO com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no Brasil não são registrados focos da doença desde o ano de 2005. Com isso, a tendência é que a aplicação seja suspensa de forma gradativa. As articulações para que isso ocorra já estão em andamento. Esta medida é baseada em estudos realizados pela área técnica do Mapa, que concluiu que não há necessidade de utilização de vacinas que induzam à resposta rápida, mas as doses devem assegurar o controle da doença. Ainda, foi alterada a avaliação da potência de cada partida de vacina de 28 para 56 dias pós-vacinação, para as vacinas já registradas, e a implantação da avaliação aos 168 dias pós-vacinação. A discussão sobre a retirada da vacina contra a febre aftosa avança no país. O estado do Rio Grande do Sul já sinalizou interesse em alterar seus status sanitário, hoje de livre da doença com a imunização. Mas enquanto a ação não se concretiza, a aplicação precisa estar na medida para

Retirada da imunização no Estado está em processo de avaliação

atender às demandas do mercado. Santa Catarina é o único estado livre sem vacinação. Transição A aplicação da vacina é fundamental para eficiência da imunização. A transição será acompanhada pela Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA) e o Senar. Todas as ações de imunização são importantes para que sejam garantidas as características de segurança e eficiência para manter o status sanitário atual. Esse trabalho de erradica-

ção dessa doença no Brasil existe há mais de 50 anos. O país está livre da aftosa com vacinação, o que deverá ser referendado, em maio próximo, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Todas as doses de vacinas contra a doença são fabricadas no Brasil. O conjunto de normas está prevista no Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), que traz as ações que serão desenvolvidas nos próximos dez anos para o Brasil tornar-se área livre da doença sem vacinação a partir de 2023.

Obra da Indústria em Casca entra na reta final APÓS O RECESSO para as festas de final de ano, a obra da Indústria de Laticínios em Casca foi retomada no início do mês de janeiro. Para o começo do próximo mês está prevista a conclusão da instalação da parte elétrica dos prédios. Para a pavimentação da área externa, primeiramente será feito com concreto. Segundo o gerente do projeto, Daniel Bandeira Silva, os testes iniciais de produção estão previstos para o segundo semestre de 2018. No momento, 75% da obra civil está concluída. Paralelamente está sendo realizada a instalação dos equipamentos no complexo.

Entre as ações previstas está a pavimentação da área externa

No mês de janeiro deste ano foi realizado o primeiro cadastramento de currículos para

contratação de funcionários da área técnica industrial para atuarem na cidade de Casca. COOPERLEITE | FEVEREIRO 2018

07


LEGISLAÇÃO

Novas alíquotas para o produtor rural são definidas no Funrural Lei foi sancionada no dia 09 de janeiro de 2018 pelo presidente Michel Temer O LEI nº 13.606, que permite a produtores rurais o parcelamento de dívidas do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural) – contribuição previdenciária de produtores e empreendimentos rurais, já está em vigor. A lei aborda dois pontos: Refis e operações a partir de 2018. A partir do mês de janeiro, a nova alíquota do Funrural do empregador rural pessoa física e

CONTRIBUIÇÃO SOBRE O VALOR BRUTO DA COMERCIALIZAÇÃO Contribuição

Como era

Como ficou

Funrural/INSS

2,0%

1,2%

Funrural/RAT

0,1%

0,1%

SENAR

0,2%

0,2%

Contribuição total

2,3%

1,5%

do segurado especial passou de 2,3% para 1,5% sobre a receita, uma diminuição de 40%. Na Nota Fiscal do leite o produtor irá contribuir com 1,5% em vez de 2,3%. Exemplificando, um produtor

com valor total de leite no mês de R$ 6.000,00 multiplicando por 1,5% irá contribuir com R$ 90,00, onde antes era R$ 150,00 pela alíquota de 2,3%, reduzindo 60,00.

Perspectivas do mercado lácteo para América Latina OS EFEITOS da La Niña estão atingindo o Sul do país, bem como os países que integram o Cone Sul, como Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile. Isto faz com que as condições climáticas fiquem variáveis e reflitam na produção leiteira de acordo com a região. Conforme o levantamento da

USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), a produção de leite no Brasil está em alta e os volumes entregues nas fábricas estão adequados. Outra informação do relatório é que a produção de queijo continua ativa. Já no que se refere a demanda do setor atacadista e de serviços, estes estão ajus-

tadas conforme o mercado. O estudo divulgado aponta ainda, que nas indústrias, os estoques de queijo estão elevados. As características do La Niña, conforme a Somar Meteorologia devem seguir até o final do verão. Vale lembrar, que no dia 20 de março, entra a nova estação, o outono.

BRASIL/MUNDO SAFRA DE GRÃOS O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta uma queda de 6% na safra nacional em 2018 comparado ao ano anterior. No que se refere a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas, o relatório aponta que deve totalizar 226,1 milhões de toneladas, uma redução de 14,5 milhões de toneladas em relação ano anterior. Já quando se compara com 2017, é possível perceber um acréscimo de 2% na área da soja e reduções de 7,1% na área do milho e de 3,3% na área de arroz.

08

FEVEREIRO 2018 | COOPERLEITE

NOVO DOCUMENTO DE IDENTIDADE O Governo Federal lançou um projeto-piloto do Documento Nacional de Identificação, que reunirá, num primeiro momento, o CPF e o título de eleitor. O Documento Nacional de Identificação (DNI) irá utilizar, inicialmente, a base de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que fez o cadastro biométrico (impressões digitais). O próximo passo são os testes que serão realizados com os 2 mil servidores do Ministério do Planejamento e do TSE. A meta do governo é que o serviço esteja disponível para a população a partir de julho. O documento será disponibilizado de forma digital.

FEBRE AMARELA O Rio Grande do Sul é considerado área recomendada para a imunização contra a febre amarela. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES), a medida é preventiva. No entanto, a recomendação para quem viaja para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia é que receba a dose 10 dias antes de embarcar. Já se o destino for Exterior, antes da data de viagem verefique se o país exige a vacinação contra a doença. A comprovação da imunização deve ser feita com a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), obtida na Anvisa.


ARTIGO

Nutrição de precisão: uma ferramenta cada vez mais próxima

No preparo da dieta é fundamental passar pela peneira, pois misturas muito finas por exemplo ocasionam acidose

DPL Carlos Barbosa A COMBINAÇÃO de melhoramento genético, manejo e nutrição resulta em vacas mais produtivas e maior rentabilidade nas propriedades rurais. Entretanto, para que os animais consigam expressar todo o potencial genético, eles precisam de alimento de qualidade e em quantidade durante todo o ano. Por isso, fazer um planejamento forrageiro, ou seja, calcular a quantidade de alimento necessário para todas as categorias animais por um período de ano e meio é fundamental para o sucesso da atividade. Temos ferramentas cada vez mais precisas que auxiliam na hora de estimar as necessidades alimentares e a quantidade de alimento que os animais precisam consumir diariamente. Dentre elas, estão os vagões forrageiros misturadores que tem a função de carregar, pesar e misturar todos os ingredientes da dieta dos animais. Com os vagões conseguimos fornecer de maneira mais exata a quantidade estimada diariamente por animal e diminuir a seleção dos alimen-

tos, principalmente os fibrosos e menos palatáveis fazendo com que os animais consumam todos os ingredientes da dieta necessários. Ferramentas A balança é um equipamento que pesa financeiramente no ato da compra do vagão forrageiro misturador, porém se torna fundamental no dia a dia da propriedade, proporcionando muita comodidade ao produtor fazer a mistura da dieta. Com ela, pode-se programar a quantidade de cada ingrediente conforme o volume de alimento estimada por animal e por dia, resultando em uma economia no fornecimento de ração e dos outros ingredientes quando os animais estão divididos em lotes. Além disso, na hora da compra do vagão é necessário levar em consideração se o rebanho vai aumentar ou não nos próximos anos, para evitar que em pouco tempo o equipamento se torne pequeno para a necessidade da propriedade e que não se consiga mais misturar todos

os ingredientes da formulação da dieta. A pesagem, a sequência do carregamento dos ingredientes e o tempo de mistura são determinantes para o tamanho de partícula da dieta total. Todos esses fatores são fundamentais e podem ser medidos através da Penn-State box. Esta peneira demonstra como está sendo feita a mistura dos ingredientes, conforme a foto acima. É muito importante passar a dieta total nas peneiras, pois misturas muito finas ocasionam acidose e misturas muito grossas resultam em seleção dos ingredientes pelos animais diminuindo a ingestão de alimentos. Utilizar o vagão forrageiro misturador diminui bastante a mão de obra e melhora a ingestão de alimento pelos animais, tornando-se uma ferramenta muito interessante quando se dispõe de pouca mão-de-obra. Entretanto, ter alimento de qualidade e disponível o ano todo para os animais é fundamental para que o investimento se pague e para que sejam evitados problemas referentes a qualidade do leite. COOPERLEITE | FEVEREIRO 2018

09


CLASSIFICADOS DIVERSOS VENDEM-SE 26 vacas da raça holandês, sendo 21 em lactação e 5 prenhas. Tratar com Elenice Omizzollo, (54) 99658-3241 Vila Flores VENDE-SE pré-secado, picado de azevém cilíndrico (bolas). Tratar com Carlos Ferreira, (54) 999998667 - Protásio Alves OFEREÇO serviço de corte de milho para silagem com ensiladeira frontal, 2,40 m de largura, além de serviço e venda de feno e pré-secado cilíndrico (bolas). Tratar com Adriano, (54) 99633-7108 (WhatsApp) ou (54) 99186-4112 - Carlos Barbosa

EQUIPAMENTOS VENDE-SE resfriador Gelgas, 400 litros, monofásico. Tratar com Francisco Sbrissa, (54) 996685391 - Veranópolis VENDE-SE resfriador Sulinox, 400 litros, 4 ordenhas, 2012. Tratar com Ildo João Coppe, (54) 99601-8491 - Estação COMPRA-SE resfriador de imersão, sem os tarros. Tratar pelo telefone (54) 99711-7162 (WhatsApp) - Ipê VENDEM-SE colhedora de forragens, JF Z10 - Série 3, e plataforma Haramaq. Tratar com Vitor Festa, (54) 99922-5622 Veranópolis VENDE-SE gerador Ciclo, estacionário, motor tobata de 12 CVs, 10 Kva, trifásico, 2016. Tratar com Rodrigo, (54) 3504-1260 ou (54) 996235883 (WhatsApp) – Antônio Prado

VENDE-SE ordenhadeira Sulinox, balde ao pé completa, um conjunto. Tratar com João P. Salvati, (54) 99917-8665 - Nova Roma do Sul VENDE-SE plantadeira Semeato, 16 linhas. Tratar com Marcos Fugalli, (54) 99684-9756 ou (54) 981253544 (WhatsApp) – Cotiporã VENDE-SE resfriador a granel Etscheid, 1600 litros, 4 ordenhas, trifásico. Tratar com Adair Becker, (51) 99764-9523 - Salvador do Sul VENDE-SE ou troca-se por implementos ou produtos agrícolas: ordenhadeira canalizada, 6 conjuntos e resfriador a granel, 2.000 litros. Tratar com Renato Pereira, (54) 99975-0232 Carlos Barbosa VENDE-SE resfriador Gelgas, 400 litros, 2012. Tratar pelo telefone (54) 99978-5871 ou 99621-6568 (WhatsApp) – Nova Roma do Sul VENDE-SE ordenhadeira Implemis, balde ao pé. Tratar pelo telefone (54) 99978-5871 ou 99621-6568 (WhatsApp) – Nova Roma do Sul VENDE-SE resfriador Westfalia, 860 litros, monofásico, 2008. Tratar com Gabriel Binda, (54) 99932-9311 ou 3445-1299 Fagundes Varela VENDE-SE resfriador Friomax, 400 litros. Tratar com Antônio Cecconelo, (54) 99991-5034 Sertão Nota: A Cooperativa Santa Clara não se responsabiliza pelos produtos aqui anunciados. Os negócios são realizados diretamente pelos produtores.

Anunciar nos classificados do Cooperleite é gratuito para associados. Envie seu anúncio com nome do associado, telefone para contato (com DDD) e cidade para cooperleite@coopsantaclara.com.br ou entre em contato com o DPL de sua região. 10

FEVEREIRO 2018 | COOPERLEITE

AGENDA 05 e 09/03 Expodireto 2018 Não-Me-Toque/RS 20 a 22/03 Expoagro Afubra Rio Pardo/RS 25 a 29/04 7ª FestLeite Anta Gorda/RS 03 a 06/05 11ª Expoclara Parque da Fenachamp Garibaldi/RS

RECEITA CONFRARIA GOURMET

Rocambole Prestígio Ingredientes • 2 xícaras de Leite em pó Santa Clara • 1 xícara de chá de chocolate em pó 50% • 1 xícara de chá de Leite Condensado Santa Clara Ingredientes recheio • 1 xícara de chá de Leite Condensado Santa Clara • 100 g de coco ralado • 2 colheres de sopa de Leite em pó Santa Clara • Uma colher de sopa de Manteiga Santa Clara Modo de Preparo Em uma vasilha, misture o leite em pó, o chocolate em pó e o leite condensado até formar uma massa homogênea. Abra a massa com um rolo entre duas folhas plásticas até formar um retângulo grande. Retire o plástico de cima e espalhe o recheio de coco em toda a massa. Enrole como um rocambole. Enrole no plástico e leve à geladeira por 2 horas. Retire o plástico, corte em fatias e sirva!


MEIO AMBIENTE

Benefícios da utilização de adubos orgânicos oriundos de criações Departamento de Meio Ambiente da Santa Clara O BRASIL está entre os líderes quando o assunto é criação de animais. De norte a sul do país, sejam propriedades pequenas ou grandes, abrigam milhões de cabeças de vacas leiteiras, suínos, gado de corte, frangos entre outros. Essa grande concentração de animais criados em sistema de confinamento e semiconfinamento tem como consequência uma grande geração de dejetos líquido (urina e fezes) que, se não bem manejados, podem ser fontes de poluição. Normalmente, os dejetos gerados são encaminhados para esterqueiras, que devem ser impermeabilizadas, e ali ficarem armazenados por 120 dias antes de serem aplicados no solo agrícola. Como já mencionado nas edições anteriores, nos últimos anos cresceu a aplicação de tratamento nos dejetos animais, seja por compostagem ou biodigestores, com isso reduzindo o tempo de armazenamento para a estabilização do material. Devido a necessidade do aumento produtivo por área, disseminou-se que a utilização de fertilizantes e adubos químicos como sendo melhores e mais rápidos comparado com os de origem orgânica. O produtor rural precisa entender que pode aproveitar melhor todos os recursos disponíveis dentro da propriedade rural, maximizando a eficiência dos sistemas de produção existentes, reduzindo custos e melhorando a produtividade. A adubação química geralmente é excessiva em relação a capacidade de absorção das plantas e só deve ser aplicada de acordo com as instruções de um técnico habilitado. O risco de uma superdosagem na aplicação des-

Entre os benefícios do uso de dejetos está a melhora da produtividade

tes produtos, é que os nutrientes em excesso não absorvidos pelas plantas possam provocar efeitos indesejáveis, como alterar a comunidade biótica do solo e serem lixiviados para os cursos de água superficiais ou aquíferos. Já a adubação por fertilizantes ou biofertilizantes de origem orgânica possui uma segurança maior na questão dos excessos, pois os nutrientes são libertados lentamente, podendo a sua ação não ser tão imediata. Por outro lado, possuem uma ação prolongada, acompanhando as diferentes fases de crescimento das plantas, e isto faz com que elas tenham uma quantidade mínima de nutrientes. Com isso, a matéria orgânica passa a ser um dos principais indicadores de qualidade do solo e possui teores satisfatórios de matéria orgânica, e estes são mais aptos para o cultivo de plantas, devido as melhores características físicas, químicas e biológicas. Além destes outros benefícios dos adubos orgânicos provenientes de dejetos animais são: possuem pH neutro (7 a 7,5) o que ajuda na atuação corretiva do solo, que geralmente possui caráter ácido;

devido a fração orgânica favorece crescimento de microrganismos no solo, acelerando atividade microbiana; atua como fertilizante e defensivo agrícola; deixa o solo mais poroso, aumentando a circulação de água e ar até as raízes das plantas; e redução de custos com a adubação química. Ações A Cooperativa Santa Clara possui criação própria de suínos na região de Carlos Barbosa, Alto Uruguai e Alto Jacuí, tratando o dejeto líquido gerado como um benefício sendo distribuídos gratuitamente aos seus associados. Através de caminhões tanques próprios os dejetos já estabilizados (adubos orgânicos ou biofertilizantes) são transportados até as esterqueiras conforme solicitação de cada produtor. Desta forma, a Cooperativa indica aos seus associados que ainda não são beneficiados com o produto, informem ao DPL de sua região da sua intenção de receber constantemente os adubos orgânicos para que seja feita listagem das áreas para facilitar a entrega do material em cada região. COOPERLEITE | FEVEREIRO 2018

11


EXPOSIÇÃO

Inicia a contagem regressiva para mais uma edição da Expoclara Exposição que chega a 11ª edição ocorre entre os dias 03 e 06 de maio de 2018 A CONTAGEM regressiva para a 11ª edição da Exposição de Gado Leiteiro, Máquinas e Produtos, a Expoclara, já iniciou. O melhor do rebanho dos associados da Cooperativa Santa Clara estará em evidência entre os dias 03 a 06 de maio de 2018, no Parque da Fenachamp, em Garibaldi. A exposição irá contar com diversas atrações como julgamento de gado leiteiro, exposição de máquinas e equipamentos agrícolas e atrações artísticas e culturais, que poderão ser apreciadas pelo público gratuitamente. Paralelo às exposições será realizada mais uma edição da Expoclara Cultural, que contará com o show do Guri de Uruguaiana, João Luiz Corrêa e Grupo Campeirismo, além da apresentação da peça teatral “Uma aventura urbana” e shows regionais. A Expoclara é uma das principais mostras de gado do interior do estado e tem como expectativa reunir mais de 200 animais

Exposição irá reunir o melhor do rebalho leiteiro dos associados

das raças Jersey e Holandês, 80 expositores de máquinas e implementos agrícolas e 30 mil visitantes. Concurso Jovem Puxador A programação também contará com o Concurso Jovem Puxador Expoclara 2018. O julgamento será realizado pelo jurado da Exposição e ocorrerá no sábado, 05 de maio, após o Grande Campeonato da Raça Holandesa.

Para participar do concurso, os jovens devem possuir parentesco (filhos/netos) de associados e/ ou funcionários da Cooperativa Santa Clara e idade entre 03 e 12 anos. Os participantes estarão divididos em três categorias: Pré-Mirim, Mirim e Juvenil. No concurso haverá premiação. As inscrições podem ser realizadas pelos responsáveis junto aos técnicos do Departamento de Política Leiteira (DPL) de cada região.

11ª Edição

De 3 a 6 de Maio de 2018 Parque da Fenachamp - Garibaldi / RS FEVEREIRO 2018 | COOPERLEITE

Cooperleite - Fevereiro 2018  

Cooperleite - Fevereiro 2018

Cooperleite - Fevereiro 2018  

Cooperleite - Fevereiro 2018

Advertisement