Page 1

Mercado de SaĂşde Suplementar


A Federação Nacional de Saúde Suplementar É a entidade que representa vinte e três empresas entre seguradoras especializadas em saúde, medicinas de grupo e odontologias de grupo, sendo uma das federações associativas que compõem a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização – CNseg.


Arrecadação do Mercado Segurador por Segmento 19% 6%

40% 35% Ramos Elementares

Capitalização

Mercado Segurador

“A Saúde Suplementar participa com 40% da arrecadação do Mercado Segurador”. Fonte dos dados: ANS/Susep/FenaSaúde

Cobertura de Pessoas

Saúde Suplementar

Valor arrecadado em R$ bilhões

Ramos Elementares

68,8

Capitalização

21,5

Cobertura de Pessoas

128,8

Saúde Suplementar

148,3

Total

367,4


Associadas FenaSaúde dados junho/2016

12,4 %

crescimento de receitas em 12 meses

31,1

bilhões de reais em provisões técnicas

34 %

crescimento nos últimos 10 anos do número de beneficiários de planos médicos

224 %

crescimento do número nos planos exclusivamente odontológicos

64,3

bilhões de reais em receitas | crescimento 14,5%

62,9

bilhões de reais em despesa total | crescimento 14,1%

53,3

bilhões de reais em despesa assistencial | crescimento 14,3%

84 %

taxa de sinistralidade médico-assistencial


Marco regulatório do Setor O setor de saúde suplementar no Brasil é regulado pela Lei dos Planos de Saúde - Lei 9.656/98, que estabeleceu os principais requisitos para o funcionamento do setor. O marco regulatório estabeleceu rígidos parâmetros e regras para as operadoras de Planos de Saúde no Brasil. Entre as regras trazidas pela legislação, destacam-se: Controle dos reajustes | planos individuais

Fixação das faixas etárias para reajuste

Vedação à rescisão unilateral dos contratos | planos individuais

Vedação ao reajuste por mudança de faixa etária a quem tem mais de 60 anos

Imposição de períodos máximos de carência

Proibição da seleção de risco por idade e condição de saúde

Rigidez na segmentação assistencial

Regras para aposentados e demitidos


O papel da Agência Nacional de Saúde Suplementar | ANS A Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS é a agência reguladora responsável pelo setor. É uma entidade vinculada ao Ministério da Saúde na condição de autarquia de regime especial e goza de autonomia conforme sua lei de criação - Lei 9.961/2000. Sua função é promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde, regulando e fiscalizando as operadoras de planos de saúde, as seguradoras especializadas em saúde e as administradoras de benefícios, inclusive quanto às suas relações com prestadores e consumidores.


participação da Saúde Suplementar no PIB brasileiro.

155,7 bilhões de despesa total

70 milhões de brasileiros com acesso garantido a serviços

129,0 bilhões

médicos e odontológicos

de despesas em assistência médica e odontológica

156,7 bilhões de receita total

O mercado da Saúde Suplementar no Brasil O mercado brasileiro de saúde suplementar está entre os maiores sistemas privados do mundo.

82,7% de sinistralidade no segmento médico-assistencial

54 % de gasto

com saúde no Brasil é privado

Fonte dos dados: ANS e FenaSaúde / junho de 2016

2,51 % é a


Operadoras em Atividade com Beneficiários segundo Modalidade Modalidade

Operadoras com Beneficiários

Autogestão

163

Cooperativa Médica

303

Filantropia

55

Medicina de Grupo

270

Seguradora Especializada em Saúde

9

Cooperativa Odontológica

109

Odontologia de Grupo

203

TOTAL

1.112 Fonte: ANS / Período: Jun/2016

+ de 70 milhões de beneficiários | 80% planos coletivos e 20% planos individuais

48,3

milhões

de beneficiários de planos e seguros médico-hospitalares

22,1

milhões

de beneficiários de planos exclusivamente odontológicos


Proporção de Beneficiários por Tipo de Contratação Fonte: Sala de Situação / ANS / 2016

Assistência médica

Exclusivamente Odontológico 17.2%

19.6%

8.4% 13.5%

66.4%

Coletivo Empresarial

74.3%

Coletivo por Adesão

Individual ou Familiar


Retorno para a sociedade: o desempenho assistencial da Saúde Suplementar As operadoras de plano de assistência à saúde são responsáveis pela organização do sistema mutualista no qual se baseia o funcionamento da Saúde Suplementar. É esse sistema solidário que permite o acesso das pessoas aos tratamentos e terapias pelos quais poucos poderiam pagar diretamente, o que lhe confere grande importância social. A Saúde Suplementar ajuda a melhorar a qualidade de vida e contribui para o aumento da expectativa de vida da população. Além disso, estimula a criação de novos mercados e empregos.


DADOS DE 2015

30% 1,4

dos idosos do Brasil possuem planos privados de assistência à saúde.

bilhão por ano

de procedimentos médicos e odontológicos

267

milhões por ano

570

mil por ano

de consultas médicas

partos

740

milhões por ano

de exames

8

milhões por ano

de internações

34

milhões por ano

de exames radiográficos


3,3

milhões

de empregos

78,4% ou

7,6%

311

Fonte: IESS - 2016

dados da Demografia Médica no Brasil 2015

da força de trabalho do Brasil

123

mil

estabelecimentos ambulatoriais Fonte: CNES/MS/2016

mil

médicos atuam no setor privado

128

mil

leitos hospitalares Fonte: CNES/MS/2016


Missão Nossa missão é contribuir para a consolidação do mercado privado de assistência à saúde, através da troca de experiências e avaliações de temas de interesse comum, do desenvolvimento de propostas para o crescimento e desenvolvimento do mercado e do nosso fortalecimento como representação institucional das operadoras privadas de saúde suplementar.


Diretoria da FenaSaúde

A Federação é presidida por Solange Beatriz Palheiro Mendes. A atual diretoria, eleita em fevereiro de 2016 para mandato de 3 anos, é composta por 14 representantes de associadas à FenaSaúde:

VOCÊ SEMPRE B E M.


Conheça as ações da FenaSaúde em www.fenasaude.org.br w w w. fe na s a ud e .o rg .b r

Mercado de Saúde Suplementar  

Perfil institucional da FenaSaúde

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you