Page 1

Revista do Colégio Mauá - 18ª edição - setembro de 2016

Uma homenagem ao

Rio Grande do Sul

INTERCÂ

SÉRIES INI

15 PÁG

AIS CI

12 PÁG

UNO AL

BIO M

6

PÁG

DIA DO EX-


SUMÁRIO OPINIÃO 3

12

DIA DO EX-ALUNO

4

BIBLIOTECA

14

TURNO INTEGRAL

5

ATIVIDADES

15

SÉRIES INICIAIS

6

INTERCÂMBIO

18

SÉRIES FINAIS

7

LINGUA ESTRANGEIRA

19

ENSINO MÉDIO

8

GRÊMIO

21

ESPORTE

9

APM

24

MUSEU

10

CAMPANHA

EDITORIAL Ensinar... educar... fazer você crescer. Como é bom ter esta missão!! O jingle do Colégio Mauá, que já faz parte da história da escola, é a mais pura tradução do que se vivencia no ambiente escolar. Desde o início do ano letivo, dezenas de atividades curriculares e extraclasse movimentaram o colégio, com o envolvimento de alunos, professores, funcionários, pais e familiares. E justamente esta integração que proporciona momentos inesquecíveis. Nesta edição da revista, vamos mostrar um pouco destas atividades. Os bons resultados nas competições esportivas, características da nossa escola, seguem nos enchendo de orgulho e alegria. Contem sempre com o nosso apoio e com a nossa torcida. O projeto de ampliação da estrutura da escola e a campanha de doações junto à comunidade também estão na pauta desta revista. Em tantos momentos da sua história a escola já

foi auxiliada pela comunidade e mais uma vez está pedindo a colaboração, especialmente de ex-alunos, empresas e pessoas que admiram a trajetória do colégio. História esta que completou 146 anos no dia 27 de julho. Fundada por imigrantes alemães, em 1870, atualmente possui 1.580 alunos da Educação Infantil e Ensinos Fundamental e Médio, 101 professores e 68 funcionários, totalizando 66 turmas em 46 salas de aula. É uma grande estrutura a serviço da educação de qualidade. E para comemorar mais um ano de trabalho e dedicação pela educação, o Mauá realizou mais uma edição do Encontro de ExAlunos, no mês de julho. Foi um domingo repleto de emoções, homenagens e reencontros, que podem ser conferidos nas páginas centrais desta revista. Enfim, temos boas notícias para compartilhar. Boa leitura!

A REVISTA DO COLÉGIO MAUÁ É UMA PUBLICAÇÃO QUADRIMESTRAL DESTA INSTITUIÇÃO,

TEXTOS: FOUR COMUNICAÇÃO, PROFESSORES, ALUNOS E COLABORADORES

INTEGRANTE DA REDE SINODAL DE EDUCAÇÃO.

PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: ELEFANTE CREATIVE WORK

MANTENEDORA: SOCIEDADE ESCOLAR SANTA CRUZ

FOTOS: BANCO DE IMAGENS DO COLÉGIO MAUÁ

DIRETOR GERAL: NESTOR RASCHEN

IMPRESSÃO: LUPAGRAF

VICE-DIRETOR GERAL: MÁRTIN B. GOLDMEYER

TIRAGEM: 2.000 EXEMPLARES

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: MARISTELA FORTUNA, CLÁUDIA KNIPHOFF KROTH, MARIBEL

JORNALISTA RESPONSÁVEL: ANA CRISTINA SANTOS - MTb-RS 9072

CARVALHO, WALDY LAU FILHO E RAFAEL FETTER

COLÉGIO MAUÁ - CRISTÓVÃO COLOMBO, 366 - 51 3711-2144 / 3056-8300

SERVIÇO DE PSICOLOGIA: FERNANDA BERTAZZONI

MAUA@MAUA.G12.BR - WWW.MAUA.G12.BR

CONSELHO EDITORIAL: NESTOR RASCHEN, MÁRTIN B. GOLDMEYER E ANA CRISTINA SANTOS

FACEBOOK.COM/COLEGIOMAUA - INSTAGRAM.COM/COLEGIOMAUA


OPINIÃO

SOLUÇÕES SÃO UTOPIAS?

Liliana P. Beckenkamp Aluna do Ensino Médio - Turma 221 Estamos inseridos em um sistema capitalista que tem

A fome, o subdesenvolvimento, a precariedade dos

como base a manutenção de desigualdades sociais e a

direitos humanos e a falta de consciência ambiental

ambição, promovendo uma busca constante por riqueza

são exemplos da tamanha injustiça que presenciamos

e valorizando o individualismo exacerbado. Tais ideais

atualmente. Tais absurdos ainda se mantêm presentes

alienam a sociedade e afastam-na de alcançar um modo

na sociedade atual, pois a busca por igualdade exige

de vida mais igualitário e justo para todos os cidadãos, o

atitudes que tiram os governantes e poderosos de sua

qual se torna cada vez mais utópico.

zona de conforto e não geram lucro algum, o que não

Tamanha valorização de pensamentos egoístas, nos

desperta o interesse das classes detentoras do poder

dias de hoje, faz com que o desequilíbrio econômico que

e adeptas ao capitalismo. É essa carência de altruísmo

paira sobre o mundo inteiro se perpetue, desfalecendo,

que provoca retrocessos sociais e que fixa o ideal de que

aos poucos, com os resquícios de humanidade que ainda

um mundo mais harmônico e justo é impossível de se

cultivamos. A inconsequência de pensar somente no que

concretizar.

beneficia o individual reflete na dificuldade que temos

Não é errado pensar que esses problemas, sejam eles

de desenvolver a compaixão com o próximo, o que é

de ordem ambiental ou social, têm soluções possíveis.

resultado da submissão a um sistema que é controlado

É necessário que os governos realizem campanhas de

por instituições que dependem da miséria alheia para

auxílio às camadas mais baixas e que se desenvolva

se manterem no poder. O fato de que uma parcela

um pensamento altruísta universal, o que resultará

dos cidadãos precisa sufocar a maioria desprovida

na reflexão sobre as consequências que a falta de

de recursos para concretizar suas ambições pessoais

responsabilidade social causa para a situação geopolítica

deveria gerar indignação, porém a ganância consome

do mundo. Assim, ainda temos esperança de reajustar e

com a consciência humanitária e valoriza o crescimento

expandir os conceitos de justiça e humanidade, excluindo

econômico acima de tudo e todos.

de vez seus estereótipos utópicos.

3


4

BIBLIOTECA

Diario de aventuras da Ellie: a aluna nova de Ruth Mcnally Barshaw Eu escolhi retirar este livro, porque minhas colegas estavam retirando muito esta coleção. Ellie é uma menina que se mudou para uma cidade nova, no caso, escola nova, casa nova... ela teve que se virar sozinha. A parte de que mais gostei foi quando Ellie e seus amigos conseguiram acabar com as filas gigantescas da cantina! Foi muito divertido! Adorei ler este livro, porque é cheio de surpresas e aventuras.

Julia Vicentini Goltz – T.943

Princesa das Aguas

de Paula Pimenta

Indico esse livro para todos que gostam de histórias emocionantes. É uma releitura de “A pequena Sereia”, sequencia da série “A Cinderela pop” e “Princesa adormecida”. Estou ansiosa à espera de outros livros da Paula Pimenta, pois valem a pena!

Amanda Carolina Weiss – T.962

As provacoes de Apolo

de Rick Riordan

O livro conta a história de quando o deus grego Apolo perde seus poderes por castigo de Zeus e passa a viver como mortal no corpo de um adolescente. Depois que passa alguns meses desaparecido, ele acorda em uma rua sem saída, em Nova York. Além disso, passa a ser obrigado a proteger uma adolescente nada convencional. A leitura é clara e envolvente. Recomendo!

Lucas Flores de Almeida – T.991

O orfanato da srta. Peregrine para criancas peculiares de Ransom Riggs

O livro apresenta-nos Jacob, um garoto de dezesseis anos, que, após sofrer uma tragédia familiar, decide viajar para uma ilha remota, onde se vê mergulhado em uma aventura envolvendo crianças com poderes que questionam a realidade. Na busca por explicações sobre tudo que os envolve, Jacob começa a perguntar-se: até que ponto as histórias contadas em sua infância são reais? Ele, então, embarca em uma corrida para decidir se vai ajudar essas crianças ou retornar para sua vida cotidiana.

Roberta Grehs Faller – T.983

Minuano

de Tabajara Ruas

Minuano é um jovem cavalo que vê sua família ir para a guerra e sua estância destruída pelos imperiais. Uma ilustre visita, porém, muda o rumo de sua vida. É nesse momento que Tabajara Ruas dá início a uma bela trama, narrada sob a óptica de Minuano, que marcha de maneira fascinante e que conta elementos históricos como o drama vivido pelo personagem durante a Revolução Farroupilha. É uma história que vai além do sempre lembrado heroísmo gaúcho e que revela o lado cruel e as sangrentas batalhas daquela guerra, fazendo o leitor refletir, de uma nova forma, sobre o real significado da mesma.

Vitor Augusto Burin – T.221


ATIVIDADES

Mauá no Congresso da Rede Sinodal de Educação

Sempre

em

aperfeiçoamento,

busca um

de

grupo

conhecimento integrado

por

e

da Escola Luterana no compromisso com a educação.

39

De acordo com o diretor geral, Nestor Raschen, que

professores do Colégio Mauá participou entre os dias

acompanhou a comitiva, a participação no evento foi

19 e 21 de julho, do 31o Congresso da Rede Sinodal

muito positiva. “O congresso apontou possibilidades

de Educação, em Jaraguá do Sul (SC). A abertura

de melhoria no campo da educação, principalmente

do evento contou com a participação do professor

no uso de novas tecnologias e na formação para

da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp),

a cidadania, inspirada nos princípios da Reforma

Leandro Karnal, que falou sobre os desafios e questões

Luterana”, destacou.

Encore e Encorse no Vale do Taquari O Conjunto Instrumental do Colégio Mauá, composto por 17 alunos, participou, nos dias 18, 19 e 20 de agosto, do 35o Encontro Nacional de Conjuntos Instrumentais da Rede Sinodal (Encore) e do Encontro Nacional de Corais da Rede Sinodal (Encorse), que neste ano acontecem na cidades de Teutônia, Estrela e Lajeado, no Vale do Taquari. Considerado o maior evento de música de escolas da Rede Sinodal, os encontros reuniram, ao todo, 12 escolas em Teutônia e 13 em Lajeado com grupos instrumentais e outros 13 grupos de corais em Estrela. No sábado, todos se integraram no ginásio da Univates, em Lajeado, com a participação de mais de 700 alunos, instrumentistas e coralistas.

5


6

INTERCÂMBIO

No dia 18 de agosto, os alunos do Clube de Língua Espanhola dos quartos e quintos anos receberam a visita dos professores argentinos Marcela Abraham e Matías Luongo. O encontro com os docentes proporcionou um momento de conversação na língua estudada, no qual os estudantes puderam fazer perguntas sobre a cultura do país vizinho e contaram algumas curiosidades do Rio Grande do Sul. Além de poderem praticar o que aprendem em aula, fizeram uma atividade com música, trazida de Buenos Aires pela professora, que ampliou o vocabulário dos grupos e teve como objetivo auxiliar no desenvolvimento da compreensão auditiva. Marcela e Matías estiveram no Colégio Mauá entre os dias 13 e 21 de agosto, acompanhando 11 alunos do Instituto Evangélico Americano de Buenos Aires, que vieram realizar a etapa Brasil do intercâmbio, o qual acontece, há mais de uma década, entre as duas instituições. Eles também participaram de um city-tour por Santa Cruz do Sul, visitaram o Museu do Colégio Mauá e ainda conheceram as cidades de Gramado e Canela, na Serra Gaúcha.


LÍNGUA ESTRANGEIRA

Alunos recebem certificados de idiomas

Nove alunos do Ensino Médio do Colégio Mauá receberam, no mês de junho, os diplomas do Deutsches Sprachdiplom B1 (DSD 1). Segundo a coordenadora de Língua Alemã no sul do Brasil, Gabriele MetzKlein, “O diploma neste nível permite o acesso a universidades alemãs, pois atesta que o estudante tem os conhecimentos necessários para compreender e se expressar na língua”. Todo o processo para a aplicação das provas de proficiência é custeado e supervisionado pela ZFA (Zentralstelle für das Auslandsschulwesen) do governo alemão, que também contempla a qualificação e o treinamento de professores. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina apenas 13 escolas são centro de aplicação destes exames, entre elas, o Colégio Mauá. DIPLOMAS – Conforme a professora Marlise, dos nove estudantes que realizaram a prova, seis conquistaram o nível integral (B1), e os outros três obtiveram certificados parciais. Ana Luisa Zingler, Camila Meurer Jandrey, Lauren Herberts Sehnem, João Victor Loebens Hinterholz, Luis Eduardo Kaufmann e Karol Elis Kellermann Rohde receberam o diploma B1. Já Tobias Müller Forsthofer, Rennan Alberto de Oliveira Nagel e Stefanie Daiane

Schmidt ganharam o que se refere ao parcial, entretanto, eles podem refazer a prova para obter a certidão total. ESPANHOL – Já no início do mês de julho, 14 anos que concluíram o Ensino Médio no Colégio Mauá em 2015 receberam o Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira (DELE). A preparação para o exame inicia no primeiro ano do Ensino Médio para os alunos que optam pelo Espanhol como Língua Estrangeira. “Cada vez mais sabemos da importância de saber um idioma estrangeiro, já que o mercado de trabalho está atento a isso”, destacam as professoras Andressa Espassandin e Vera Travi. Com o diploma vitalício, os alunos passam a ser proficientes em Espanhol, em um Nível B1, segundo o Marco Comum Europeu, o que lhes dá o direito de concorrer a vagas em programas como Ciências Sem Fronteiras, entre outros. Foram aprovados os alunos: Alicia Carolina Carvalho, Augusto Elias, Camila Lopes Martins, Douglas Oscar Siedschlag, Gabriela Paula Pranke, João Antônio Sperb Baumhardt, Mariane Renhack Stein, Nícholas Emanuel Storch, Pedro Augusto Back, Rodrigo Alexandre Glesse, Stefhani Rehbein, Tobias Muller Forsthofer, Victoria Pulla Domingues e Walter Augusto Molz.

7


8

GRÊMIO

Campanha do Agasalho arrecada 400 peças A Campanha do Agasalho, realizada pelo Grêmio

Participaram da entrega dos agasalhos, o presidente

Estudantil José de Alencar, entre os dias 15 de junho e

do Grêmio Estudantil, Natã Vargas, o vice- presidente,

15 de julho, mobilizou toda a comunidade escolar. Dia

Thiago Simões Carpinter, o secretário, Vitor Augusto

8 de agosto, os estudantes entregaram as 400 peças

Burin, as secretárias Janaína Beling e Eduarda Boetcher

arrecadadas em doações de alunos, pais, professores

e o tesoureiro, Gabriel Lemes. No decorrer do ano, o

e funcionários para a Prefeitura de Santa Cruz do Sul,

Grêmio Estudantil realiza várias ações beneficentes,

que vai repassar às famílias carentes do município.

com o objetivo de exercer a cidadania.

Show de Talentos O Grêmio Estudantil promoveu, dia 1º de julho, mais uma edição do tradicional Show de Talentos, com a participação de estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio. O evento reuniu um bom público, no Teatro do Colégio, com performances de música e teatro.


APM

9

APM PROMOVE EVENTO EM HOMENAGEM AOS PAIS

genoma

Para comemorar o Dia dos Pais, a Associação de Pais e Mestres (APM) do Colégio Mauá realizou, na manhã do dia 3 de setembro, um encontro envolvendo pais e filhos. Na ocasião, foram realizadas atividades recreativas no ginásio da escola, coordenadas pelo professor Eleno Hausmann, seguidas de um lanche especial. Ao todo, participaram 160 pais e 210 crianças.

Eu já estou me preparando para o futuro. E você?

Rua Thomaz Flores, 830 ı 3056-3333 /wsantacruzdosul

wizardsantacruz.com


10

CAMPANHA

Campanha busca doações para construção do novo prédio do Ensino Fundamental Em 146 anos de história do Colégio Mauá, comple-

milhão será buscado pela campanha de doações junto

tados no dia 27 de julho, a instituição sempre contou

a ex-alunos, pais de alunos, amigos do Colégio e em-

com o apoio e incentivo da comunidade. Em 1932,

presas. “Teremos uma equipe integrada por pessoas da

recebeu uma área doada por Augusto Hennig de 22

mantenedora que fará contato com as pessoas e em-

mil metros quadrados e, em 1949, a Sociedade de Tiro

presas para a captação das doações. Os doadores que

ao Alvo (Schützenverein) doou mais 21 mil metros

desejarem terão seu nome registrado no livro-ouro da

quadrados, que abrigam a atual estrutura da escola.

escola”, completa Raschen.

Para o construção

Em 1947, o

do Internato Mas-

Colégio Mauá, na

culino, atual pré-

época

chamado

Instituto Visconde

da Alemanha. “Se

Se não fossem estas importantes doações, talvez não estivéssemos aqui, nesta área privilegiada, onde temos condições de projetar o futuro.

não fossem estas

Nestor Raschen

um prédio para

dio principal do Colégio,

foram

recebidas doações da

comunidade,

da

Prefeitura

de

e

instituições

de

Mauá,

rea-

lizou sua primeira campanha

de

arrecadação

de

recursos

para

construção

importantes doa-

a

ções, talvez não

O

estivéssemos aqui,

época,

de

instituição. diretor

da

Frederico

nesta área privilegiada, onde temos condições de pro-

Haetinger, com apoio do professor Edgar Gewehr e de

jetar o futuro”, destaca o diretor geral do Colégio Mauá,

todo o corpo docente, mobilizou toda a comunidade

Nestor Raschen.

escolar, recebendo doações de cidadãos santa-cruzenses

O novo prédio do Colégio Mauá, cujo projeto ini-

e também de muitas empresas. Hoje, o prédio inaugurado

ciou em 2014, terá quatro mil e seiscentos metros

em 1949 faz parte do cenário urbano de santa cruz do

quadrados de área construída, abrigando 24 salas de

Sul. Localizado na esquina das ruas Marechal Floriano

aula, salas de música, idiomas, artes, atendimento, co-

e Borges de Medeiros, abriga a Livraria Iluminura e o

ordenação e psicologia, biblioteca, laboratório de in-

Espaço Camarim. “E a nossa mobilização já começou

formática, cozinha, elevador, sanitários e cantina. Do

bem, com a doação de R$ 20 mil de uma empresa que

custo total da obra, orçada em R$ 8,5 milhões, R$ 1,5

prefere não ser identificada”, frisou o diretor.


CAMPANHA

ESTRUTURA - Integrante de Rede Sinodal de

sala de atividades múltiplas, duas bibliotecas, um

Ensino, o Colégio Mauá conta atualmente com 1.580

museu, dois ginásios de esportes, um anfiteatro no

alunos da Educação Infantil e Ensinos Fundamental

bosque e um teatro pedagógico e cultural.

e Médio, 101 professores e 68 funcionários. Ao todo, são 66 turmas em 46 salas de aula, desde a Educação Infantil, Séries Iniciais, Ensino Fundamental (5º ao

Como colaborar:

9º ano) e Ensino Médio, nos turnos da manhã e

As doações podem ser feitas por depósito

tarde. Com certificado de filantropia, oferece bolsas

bancário para Sociedade Escolar de Santa

de estudo de 100% e 50% para alunos de baixa

Cruz, CNPJ: 95.431.284/0001-87, no Banco do

renda, beneficiando atualmente 367 estudantes.

Brasil, agência 0180-5 e conta corrente 3496-7.

Os alunos contam, também, com salas da apoio,

Posteriormente, o comprovante deve ser enviado

brinquedoteca, área de recreação e biblioteca

para maua@maua.g12.br Mais informações pelo

infantil, dois laboratórios de informática, uma

fone: (51) 3711-2144.

11


12

DIA DO EX-ALUNO

Reencontrar os colegas, relembrar os tempos de

A programação do Dia do Ex-Aluno iniciou pela

escola e confraternizar. Foi assim o Encontro de Ex-

manhã, com recepção no Teatro do Colégio. O Conjunto

Alunos do Colégio Mauá, realizado dia 10 de julho, em

Instrumental da escola e o Grupo de Canto da APM

comemoração aos 146 anos da instituição. Participaram

presentearam a todos com uma bela apresentação.

os formandos dos anos de 1961, 1966 (Jubileu de

O vice-diretor Mártin Goldmeyer, o presidente da

Ouro), 1971, 1976, 1981, 1986, 1991 (Jubileu de Prata),

Associação de Ex-Alunos e Amigos do Colégio Mauá,

1996, 2001, 2006 e 2011, bem como ex-alunos internos

Erni Jandrey, e o diretor Geral, Nestor Raschen, saudaram

e internas da escola, ex-professores, professores

os convidados e homenageados. Após a cerimônia,

e funcionários da escola, bem como membros da

foi realizada uma visita às instalações da escola. A

Associação de Pais e Mestres (APM) e da entidade

celebração seguiu com um almoço de confraternização

mantenedora.

nos salões da Comunidade Evangélica Centro.

1961

1966

1971


DIA DO EX-ALUNO

1981

1976

1986

1991

2001

1996

2006

2011

13


14

TURNO INTEGRAL

Projeto

ROMERO BRITTO

Várias técnicas foram utilizadas a partir de materiais diversos, como caixas de sapato, garrafas reutilizáveis, potes de sorvete vazios, rolos de papel higiênico, botões, retalhos de EVA, restos de tecidos e telas, entre outros.

Os alunos do Turno Integral do 1º ao 4º ano do Ensino

“Através deste projeto desenvolvemos a imaginação,

Fundamental do Colégio Mauá participaram, nos meses

criatividade, atenção, concentração, percepção visual,

de junho e julho, do Projeto Romero Britto. De acordo

noção espacial e expressão artística”, destaca ela.

com a coordenadora, Maria Luiza Cardoso, o projeto

O Projeto culminou com uma exposição no Saguão

teve como objetivo despertar nas crianças o gosto pela

do Ensino Fundamental, que ficou colorido e iluminado

pintura e pelas artes a partir da releitura das obras do

com as obras dos pequenos talentos do Turno Integral.

artista plástico.

Confira nas fotos:


SÉRIES INICIAIS

15

Mostra de Projetos mobiliza alunos das Séries Iniciais

A 1a Mostra de Projetos dos Anos Iniciais do Colégio Mauá aconteceu nos dois primeiros sábados do mês de julho, dias dois (turno da Manhã) e nove (turno da Tarde). Os eventos contaram com a participação de cerca de 500 alunos das turmas de 1o, 2o, 3o e 4o Anos. Na ocasião, as famílias foram convidadas para prestigiar a exposição e interagir com os pequenos cientistas que se mostraram muito envolvidos e empolgados em todas etapas  de  seus respectivos projetos.  Em cada sala de aula, um minilaboratório e os pequenos pesquisadores disponíveis e ansiosos em compartilhar o conhecimento com pais, mães, irmãos e familiares. De acordo com a coordenadora Pedagógica, Claudia Kniphoff Kroth, a Mostra de Projetos pretende contribuir no desenvolvimento de alunos pesquisadores, capazes de observar e indagar o mundo que os rodeia, criando e verificando hipóteses, realizando pesquisas e experiências, e assim, fomentar a iniciação científica e a resolução de problemas. “A variedade de temas pesquisados demostrou o interesse de cada turma, contemplando a curiosidade e profundidade pertinentes a cada faixa etária”, destaca ela. Entre os temas abordados pelos laboratórios dos pequenos cientistas estavam Luz e  ausência de luz; O mundo das sementes; Reciclagem do papel; Desvendando o mistério das plantas carnívoras; recursos renováveis e não renováveis; Ossos; Cobras; Terremoto; Vulcão; Estados físicos da água; Tensão superficial da água; Bebida de arco íris; Abelhas; Cobras; Cereais; Vento; Cor; entre outros.


16

SÉRIES INICIAIS

Biblioteca

Infantil

A Biblioteca Infantil conta com um espaço pensado para que os alunos aproveitem ao máximo este momento de interação com as obras infantis. Neste ambiente acontece a Hora do Conto, quando os alunos podem viajar por um mundo encantado através das histórias contadas.

Dia dos Pais

na Educação Infantil Brincadeiras, carinho, diversão e muito amor

pais e filhos divididos em cinco grupos. Teve dança,

envolvido: assim foi a homenagem aos pais da Educação

desenho, corrida de saco, pulo no colchão, relaxamento

Infantil, turnos manhã e tarde. As atividades recreativas

e muitas atividades divertidas.

e de integração foram realizadas nos dois ginásios, com


SÉRIES INICIAIS

17

Uma homenagem ao

Rio Grande do Sul As tradições gaúchas foram evidenciadas pelos alunos da Educação Infantil e Séries Iniciais (1o a 4o ano), no dia 22 de setembro. Nos turnos da manhã e tarde, com o ginásio do Colégio Mauá completamente lotado, as pequenas prendas e peões deram um show, com apresentações instrumentais, de dança, de canto e de poesia. Confira nas fotos:


18

SÉRIES FINAIS

ENTRE PALAVRAS E NÚMEROS, UM MUNDO A CONHECER

NONOS ANOS E AS MIL E UMA NOITES Professores: Agda Netto e Samuel Raschen

As leituras indicadas no primeiro trimestre renderam uma bela, talvez improvável, parceria. Depois de conhecer as incríveis histórias de Sherazade, a contadora de histórias que salva seu povo com a sua criatividade, narrativa adaptada por Ferreira Gullar, os alunos dos nonos anos trabalharam em grupos e, cada um deles, do seu jeito, desenvolveu uma proposta de trabalho em Língua Portuguesa. Tínhamos, então, o planejamento de diferentes atividades, entre elas: projeto de revista e de jornal, história em quadrinhos, vídeos, charge, poema, adaptação da obra para literatura infantil e teatro. Os grupos responsáveis pela adaptação organizaram a contação de histórias para diferentes turmas do Ensino Fundamental I. A ideia, desde o início, foi a de explorar a linguagem em diversos gêneros textuais. Os trabalhos foram apresentados e organizados em uma bela exposição na Biblioteca da escola. Em um

segundo momento, nas aulas de Matemática, os alunos das turmas 993 e 994 foram divididos em duplas e cada uma ficou encarregada de representar, com uma imagem, um capítulo do livro As Mil e Uma Noites. Para isso, foi utilizado o software Grafequation, e as imagens foram criadas a partir de equações e inequações matemáticas. O resultado dos trabalhos foi reunido em um livro, produzido em duas cópias e a cada dia um aluno levou para casa a fim de compartilhar com a família ou amigos.   No final das contas e das letras, o que fica é o aprendizado, a leitura e a percepção da linguagem como algo que perpassa, sim, diferentes áreas.


ENSINO MÉDIO

AULÃO DE H ISTÓRIA ABORDA

O Dia Mundial do Rock é comemorado em 13 de julho, em virtude de um dos principais concertos beneficentes de rock, Live Aid, ocorrido em 1985, em Londres e Filadélfia, em prol dos necessitados da Etiópia. Para celebrar a data, o Colégio Mauá realizou o 9o Aulão de História. Neste ano, o evento que lotou o Teatro, teve como tema “Os Brutos Também Amam”, abordando o amor e suas múltiplas formas através de diferentes linguagens como: a música, teatro, poesia, fotografia, televisão, cinema e dança. Foram duas sessões: às 10 horas, para os alunos do Ensino Médio e 9as séries do Ensino Fundamental, e às 20 horas, aberto à comunidade. Conforme o professor e coordenador Pedagógico do Colégio Mauá, Waldy Lau Filho, mais de 60 alunos, ex-alunos, professores e convidados estiveram envolvidos com o Aulão de História 2016. O evento contou com a participação especial da Banda SunSett e uma homenagem especial à obra de David Bowie, sob o comando do professor Samuel Machado.

19


20

ENSINO MÉDIO

Dia da Paz

O Dia da Paz, celebrado em 21 de setembro, foi

marcado pela emoção no Colégio Mauá, com um plantio de uma macieira. A ação, conforme o diretor geral Nestor Raschen, foi inspirada na frase do reformador Martin Lutero: “Se o mundo acabasse amanhã, ainda hoje pagaria as minhas contas e plantaria uma macieira”. Participaram do momento, os alunos do 3º ano do Ensino Médio, que estão se despedindo da escola em 2016, e os pequenos do Nível 3, que começaram este ano a sua trajetória escolar. A iniciativa mundial de comemorar o Dia da Paz foi estabelecida pelas Nações Unidas em 1981 e foi

pessoas para a necessidade da paz no mundo e para

celebrada pela primeira vez em setembro de 1982.

promoverem atos que tenham como resultado o fim dos

A comemoração tem como objetivo sensibilizar as

conflitos entre povos e a consagração da paz mundial.


ESPORTE

21

Ginasta do Mauá na Seleção Gaúcha No dia 9 de julho, o Colégio Mauá sediou as competições de Ginástica Rítmica da seletiva dos Campeonato Estudantil do Rio Grande do Sul (Cergs) e da etapa do Estadual da modalidade. As provas da manhã, nos aparelhos cordas e maças, que aconteceram no novo ginásio, contou com a participação de seis escolas e, ainda, classificou quatro atletas para compor a Seleção Gaúcha. Entre elas está a ginasta do Mauá, Vitória Erhardt, que participa dos Jogos Escolares da Juventude, em João Pessoa (PB). Conforme o professor do Colégio Mauá, Rafael Luz, fazer parte da Seleção Gaúcha na ginástica é um grande orgulho. “Nós tivemos dez atletas, só quatro formariam a Seleção que vai para João Pessoa. A Vitória fez uma competição muito boa”, declarou. Luz ainda explicou que para a escolha das quatro atletas que compõem o grupo foram consideradas as somas de todas as competições, com a realização de duas provas. Além disso, o campeonato também premiou por aparelho, em que Vitória ficou vice-campeã no maças e Manuela Neis, também do educandário santa-cruzense, teve a terceira colocação na corda.

satisfatórios para o Colégio Mauá. Segundo Luz, o

Já no turno da tarde, quatro clubes e dois colégios

destaque vai para a campeã na categoria pré-infantil

competiram pelo Estadual de Ginástica Rítmica. A

(entre nove e 10 anos) estreante (primeira vez que

abertura contou com a participação de todas as atletas

compete no Estadual numa série individual), Milena

da modalidade do Colégio Mauá, Iniciantes e Pré-

Bartz. E o quinteto, Alice Silva, Antônia Limberger, Sofia

Equipe, que homenagearam todas as ginastas do Rio

Pilz, Gabriela Ebert e Julia Bartz, fez uma apresentação

Grande do Sul. A atração ainda contou com a presença

de levantar o ginásio. “Tivemos algumas falhas, mas

da esportista olímpica Natália Eidt que, atualmente,

a evolução do último campeonato para este, foi

reside em São Paulo, mas esteve em Santa Cruz do Sul

gigantesca. As meninas brilharam, foi emocionante

para conduzir a Tocha Olímpica.

mesmo. E ficaram campeãs estaduais no conjunto

Os resultados do Estadual da modalidade foram

infantil e isso diz tudo”, concluiu.


22

ESPORTE

Equipes de Basquete Sub-14 e Sub-17 conquistam títulos

As Equipes de Basquete Sub-14 e Sub-17 do Colégio Mauá conquistaram, no início de julho, os títulos do Campeonato Estudantil do Rio Grande do Sul (Cergs) e da Copa RS, respectivamente, nas suas categorias. Na Sub-14, os jogos foram realizados no ginásio do Mauá e do Colégio Marista São Luís, em Santa Cruz do Sul, e na Sub-17, na Sogipa, em Porto Alegre. Ao todo, oito equipes que disputaram o título na Sub-14, divididas em dois grupos de quatro. O Colégio Mauá ficou na Chave A, enfrentando o Colégio Americano e o Pastor Dohms, ambos de Porto Alegre, e o Colégio

SUB-17 – A Copa RS Sub-17 teve duas fases,

La Salle, de Canoas, com jogos realizados na sexta-feira.

sendo a primeira disputada em Santa Cruz do Sul,

“Com três vitórias, terminamos esta fase em primeiro

com a participação das equipes do Colégio Sinodal,

lugar do grupo”, destacou o técnico da equipe, Eleno

de São Leopoldo; Grêmio Náutico União, de Porto

Hausmann. No sábado, 9, na fase semifinal, realizada no

Alegre; Colégio Espírito Santo, de Pelotas; e Recreio da

ginásio do Colégio São Luís, a equipe do Mauá venceu

Juventude, de Caxias do sul. “O Mauá ganhou todos os

os donos da casa e, na grande final, enfrentou e venceu

jogos, se classificando para a fase final, disputada em

novamente o Colégio Americano, de Porto Alegre.

Porto Alegre. Na final, vencemos a Sogipa e conquistamos

O Colégio Mauá ficou campeão na Sub-14 com

o título de forma invicta”, destacou o técnico Thiago

os alunos Antônio Jungblut, Léo Käfer, Guilherme

Rauber. Participaram da competição os alunos: Gabriel

Wagner, Felipe Keller, Renan Bublitz, Lucas Hansel,

Gimenez, Rafik Ali Gabriel Lawisch, Arthur Pagel, Arthur

Artur Limberger, Eduardo Braun, Walter Brand e Mateus

Bernardy, Augusto Kothe, João Ramos, João Gabriel

Koefander. Também integraram a equipe, treinada

Fritsch, Johann Bublitz, Felipe Martins, Alexandre Bernat,

pelos professores Eleno Hausmann e Tiago Rauber, os

Leonardo Penha, Camilo Gonzatti, Lucas Gamba, Mário

estudantes Juan Perroni e Pedro Colomé.

Kist, Fernando Holsbach e Henrique Haas.


ESPORTE

23

Bons resultados no Estadual de Trampolim O Colégio Mauá sediou, dia 18 de setembro, pela primeira vez, uma etapa do Campeonato Estadual de Ginástica de Trampolim. O educandário participou com 41 ginastas inscritos, recorde da escola na competição, e obteve premiações nas nove categorias de Minitrampolim e Duplo Minitrampolim. No total, participaram 76 ginastas de cinco entidades: Colégio Evangélico Alberto Torres, Prefeitura de Nova Bréscia, Escola Municipal de Ensino Fundamental Christiano Smidt, Universidade do Vale do Taquari (Univates) e Colégio Mauá. O Colégio Mauá sediou a competição graças a um novo aparelho denominado Tumbling, adquirido com apoio da Associação de Pais e Mestres (APM). A competição integrou a primeira de duas etapas do Estadual e contou com competições nos aparelhos Tumbling (pista de solo acrobático), Minitrampolim (salto acrobático precedido de corrida e aterrissagem em colchão) e Duplo Minitrampolim (sequência de três ou dois saltos acrobáticos também finalizando em colchão).

Crédito: Divulgação

“Tivemos uma participação recorde de atletas e ficamos muito felizes em sediar pela primeira vez uma etapa do Estadual”, destaca a técnica das ginastas do Mauá, a professora Cristina Weigel. A próxima etapa do Campeonato Estadual de Ginástica de Trampolim, que terá competições de Trampolim Individual, conhecido popularmente como cama-elástica, e de Trampolim Sincronizado, acontece no dia 16 de outubro, na Univates, em Lajeado. O Campeonato é promovido pela Federação de Ginástica do Rio Grande do Sul.


Museu do Colégio Mauá:

50 anos

de história Aberto ao público no dia 20 de setembro de 1966, o Museu do Colégio Mauá completou 50 anos de atividades como importante referência local e regional da preservação da história. Com um acervo de aproximadamente 80 mil peças, constituído por doações feitas pela comunidade regional e do Museu Escolar (que era usado nas aulas pelos professores do Colégio Mauá), o local iniciou sob o comando do professor Hardy Elmiro Martin, na rua Marechal Floriano, 274. Cadastrado na 5a Região Museológica do SEM/RS, o local é mantido pela Sociedade Escolar de Santa Cruz. “O Museu destaca-se pela sua diversidade do acervo e também por ser o único da cidade de Santa Cruz do Sul, com importância histórica para todo o Vale do Rio Pardo”, enfatiza o diretor geral do Colégio Mauá, Nestor Raschen, que dirigiu o espaço até 2014, após a morte do professor Hardy Martin, em 05 de julho de 1996. Há dois anos, o Museu passou a ser dirigido

Conforme Maria Luiza, entre a diversidade de materiais, destaque para a Caixa de Música centenária procedente de Leipzig, Alemanha. “Ela foi trazida para Santa Cruz em 1900 e encontra-se em pleno funcionamento. É um dos itens que mais chamam a atenção e causa encantamento aos visitantes”, completa a diretora. Também se destacam no acervo, os fragmentos de dinossauros (Era Paleozóica), com aproximadamente 6 milhões de anos, entre outros materiais fósseis.

pela professora Maria Luiza Rauber Schuster. As comemorações alusivas ao Jubileu de Ouro culminaram, dia 15 de setembro, com um Momento Cultural, com a participação do Coral da Associação de Pais e Mestres (APM), do Conjunto Instrumental do Colégio Mauá, de excolaboradores e de convidados. Na ocasião, o vice-presidente do Sinepe-RS, Osvino Toillier, entregou uma placa em homenagem aos 50 anos do Museu.

Horário de funcionamento: Terça-feira a sexta-feira, das 14 às 17 horas Ingressos: R$ 3,00 (inteiro) e R$ 1,50 (meio), para estudantes e aposentados Agendamento de visitas para grupos: (51) 3715-0496

Revista do Colégio Maua - Setembro 2016  

Revista Colégio Mauá - Edição Setembro de 2016

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you