Issuu on Google+

E.E. “CASIMIRO SILVA” AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA

DATA____/_____/_____

ALUNO (A):______________________________________ Nº___ Série:___ Tópico 13. Confrontos: fim da monarquia no Brasil e início da República

Tópico 13. Resistências e conflitos na Primeira República

Ninguém pode ser cidadão ganhando só 80mil réis! FORA!

2. Utilizando os seus conhecimentos do período e o que representa a charge acima, indique a alternativa CORRETA. a) A outorga da Constituição de 1824, por D. Pedro I; b) A aprovação pelo Imperador da Constituição da Mandioca; c) a participação popular na elaboração da Constituição da Mandioca; d) A influencia portuguesa na Carta magna do país; Leia mais: http://ateliedehistoria.blogspot.com/2009_01_01_archive.html#ixzz2XTEBZNy4

Fonte: NOVAES, Carlos Eduardo e LOBO, César. História do Brasil para principiantes: de Cabral a Cardoso, 500 anos de novela. São Paulo: Ática, 1997, pp. 147 e 151.

1. A partir da análise das charges acima, é CORRETO concluir que a Constituição de 1824

3. Com um ano de idade, Pedrinho perdeu a mãe; aos 5, foi abandonado pelo o pai; aos 14, virou imperador; e aos 64, partiu para o exílio. Em 1840, os políticos do Partido Liberal resolvem passar por cima da Constituição (o Príncipe só podia ser coroado em 1843) e conceder poder de imperador ao garoto que ainda brincava nos jardins do Palácio da Quinta da Boa Vista. Percebendo a manobra política da camarilha palaciana o povo pilheriava: “Por subir Pedrinho ao trono Não fique o povo contente Não pode ser boa coisa Subindo com a mesma gente.”

a) estabeleceu uma monarquia parlamentarista, constitucional, representativa e democrática através de O texto e imagem ao lado eleições diretas. referem-se b) implantou uma monarquia, concedendo plenos poderes ao imperador através do poder moderador, e a) aos conflitos ocorridos na regência estabeleceu o voto censitário. b) ao Golpe da Maioridade que c) determinou a adoção de um regime democrático, antecipou o reinado de D.Pedro II caracterizado pela existência de três poderes c) ao abandono e vida triste de independentes, e eleições populares diretas. D. Pedro. d) implantou uma monarquia popular, assegurando à d) a critica do povo á população uma maior participação política e a submissão independência do Brasil. do governo às leis. 5. Leia as informações para responder a questão. 4. (Fuvest) "Voto de cabresto", "curral Em 15 de novembro de 1889, aconteceu a Proclamação da República, eleitoral", "eleição a bico de pena", "juiz liderada pelo Marechal Deodoro da Fonseca, que também foi o nosso", "delegado nosso", "capangas" e primeiro presidente do Brasil. Em 1891, renunciou e quem assumiu foi "apadrinhamento" são expressões que o vice-presidente Floriano Peixoto. O período da história onde esses lembram em nosso país o: dois presidentes governaram ficou conhecido como a) totalitarismo. (a) Aliança Liberal b) comunismo. (b) Coronelismo (c) República da Espada c) coronelismo. (d) Política dos Governadores d) messianismo.


6. A charge ao lado se refere á política adotada pela República Velha, onde acontecia o revezamento das oligarquias agrárias paulistas e mineiras no Poder Central (elegendo quase todos os presidentes da República até 1930) era assegurada pela prática do Coronelismo (voto de cabresto) e pela Política dos Governadores (aliança entre os poderosos políticos estaduais e o Governo Federal. Que politica é retratada? a) A politica do café-com-leite onde só dois Estados da Federação tinham vez na Presidência da República: São Paulo e Minas Gerais. b) A politica dos governadores onde São Paulo e Minas tentavam a independência do Brasil para aumentar sua autonomia. c) A politica dos coronéis, onde os dois coronéis mais poderosos de SP e MG governavam o Brasil. d) A politica das oligarquias, onde só quem tivesse dinheiro como os estados de SP e Minas, poderiam votar. O carcomido sistema eleitoral do Império pouco mudou na República Velha: apenas o voto censitário (baseado na renda) foi substituído pelo voto masculino, deixando de foras as mulheres, os menores de 21 anos, os analfabetos, os mendigos, os religiosos (das ordens monásticas) e os militares (com patentes inferiores a oficiais). Em consequência, calcula-se que somente 6% da população brasileira votava. Além disso, o voto continuava sendo aberto (não secreto) possibilitando a identificação e o controle de cada votante. Dessa forma, o eleitor que não votasse no “coronel” (no candidato por ele indicado) poderia sofrer todo tipo de perseguição.

7. Esse voto imposto pelos “coronéis” contra a vontade do eleitor ficou conhecido como a) Voto de cabresto b) Voto fantasma c) Voto do cacete d) Voto universal

8. Paralelamente ao voto aberto e dado sob pressão, vários mecanismos fraudulentos (todos do conhecimento das autoridades oficiais) eram utilizados nas eleições. Exemplos mais comuns: fornecimentos de títulos a menores de 21 anos e a analfabetos; permissão para um eleitor votar várias vezes; adulteração de atas e urnas eleitorais; contagem de votos de defuntos, represálias e muitas outras artimanhas. Identifique a alternativa que retrata o descrito no texto e imagem. a) voto censitário e de cabresto b) voto obrigatório e direto c) voto fantasma e eleições do cacete d) voto facultativo e universal. 9. (PUC – Rio, 2006) Durante a Primeira República (1889 – 1930), houve, na sociedade brasileira, revoltas que, a despeito das diferenças, expressaram a insatisfação e a crítica de grupos populares quanto aos mecanismos de exclusão social e política e às estratégias de expansão dos interesses oligárquicos, então vigentes. Assinale a alternativa que identifica CORRETAMENTE revoltas dessa natureza: A) Guerra de Canudos e Revolta da Vacina. B) Revolta Federalista e Guerra do contestado. C) Revolta da Vacina e Revolta da Armada. D) Revolta da Chibata e Revolta Federalista 10. Organizando o espaço urbano sob a ótica da burguesia, o Prefeito Pereira Passos encontrava sérios obstáculos para impor a "Modernidade" à população pobre do Rio de Janeiro, na Primeira República. Tais fatos associados às campanhas de saneamento do Dr. Oswaldo Cruz e à violência dos métodos do governo provocaram forte reação popular conhecida por: a) Revolta da Chibata. b) Revolta da Vacina. c) Revolta da Armada. d) Revolta do Contestado 11. Canudos foi um movimento social que ocorreu em fins do século passado e que envolveu milhares de nordestinos. Hoje, o Movimento dos Sem Terra é também um movimento social que envolve milhares de pessoas. Esses dois movimentos apresentam algumas características comuns como a luta pela terra. Marque a alternativa que mostra outras características do Movimento de Canudos a) contestação aos poderes dos coronéis do nordeste, com forte inspiração nas experiências de luta dos imigrantes italianos. b) caráter político-militar, revolta contra o recente governo republicano.. c) acentuado caráter messiânico e revolta contra a pressão dos latifundiários e a miséria em que viviam os sertanejos. d) acentuado caráter messiânico, de inspiração monarquista, contrário à escravidão dos negros africanos. 12- Sobre a Revolta de Canudos, assinale a alternativa INCORRETA. A) O seu principal líder foi Antônio Conselheiro. B) Os sertanejos de Canudos lutavam contra a injustiça e a miséria persistente na região. C) Caracterizou-se como um movimento de caráter messiânico. D) Os revoltosos de Canudos receberam apoio incondicional dos coronéis da região.


13. Observe as imagens.

No que diz respeito às consequências das reformas urbanas no Rio de Janeiro pode-se concluir que (a) teve como uma das suas consequências o aumento da população nas periferias e a favelização do Rio (b) teve como uma das suas consequências o fim das doenças e epidemias no Rio de Janeiro (c) teve como uma das suas consequências o assassinato do prefeito pelos revoltosos com a demolição do centro o Rio. (d) teve como uma das suas consequências a Revolta da Chibata na Marinha do Brasil. 14. Sobre o higienismo no Rio de Janeiro, considere apenas as alternativas verdadeiras. ( ) Um dos objetivos do higienismo era a erradicação das epidemias ( ) O higienismo aconteceu em meio a reformas urbanas do Rio do Rio de Janeiro. ( ) A Revolta da Vacina foi uma reação popular a imposição da civilização e do progresso. ( ) Oswaldo Cruz, médico sanitarista, foi o responsável por erradicar os surtos de doenças que varriam o RJ. Sobre as afirmativas acima é correta a alternativa (a) V, F, V, F (b) V, V, F, F (c) V, F, V, V (d) V, V, V, V 15. (Unaerp) Em março de 1897, assim se pronunciou o jornal carioca "O Paiz", sobre o movimento de Canudos: "O que de um golpe abalava o prestígio da autoridade constituída e abatia a representação do brio de nossa pátria no seu renome, na sua tradição e na sua força era o movimento armado que, à sombra do fanatismo religioso, marchava acelerado contra as próprias instituições (...). Não há quem a esta hora não compreenda que o monarquismo revolucionário quer destruir (...) a unidade do Brasil." (citado por Euclides da Cunha em, OS SERTÕES.) O texto anterior faz referências a um movimento, cujo líder era: a) Joao Maria. b) Campos Sales. c) Frei Caneca. d) Antônio Conselheiro. (ENEM 2010) "O mestre-sala dos mares Ha muito tempo nas águas da Guanabara O dragão do mar reapareceu Na figura de um bravo marinheiro A quem a historia não esqueceu Conhecido como o almirante negro Tinha a dignidade de um mestre-sala E ao navegar pelo mar com seu bloco de fragatas Foi saudado no porto pelas mocinhas francesas Jovens polacas e por batalhões de mulatas Rubras cascatas jorravam nas costas "Dos negros pelas pontas das chibatas...".

16. Na República Velha, pobres, marginais, desempregados, filhos rebeldes eram praticamente forçados a ingressar na Marinha, onde podiam dar baixa antes de 15 anos de serviço; sujeitos a trabalho pesado, disciplina rigorosa, castigos físicos. Tais fatos provocaram a revolta liberada pelo marinheiro João Cândido, conhecido por: (A) Revolta da Vacina (B) Revolta dos Marinheiros (C) Revolta de Juazeiro (D) Revolta da Chibata

17. Na historia brasileira, liderada por João Candido, e descrita na musica foi: (A) a rebelião de escravos contra os castigos físicos, ocorrida na Bahia, em 1848. (B) a revolta, no porto de Salvador, em 1860, de marinheiros dos navios que faziam o trafico negreiro. (C) o protesto, ocorrido no exercito, em 1865, contra o castigo de chibatadas em soldados desertores na Guerra do Paraguai. (D) a rebelião dos marinheiros, negros e mulatos, em 1910, contra os castigos e BLANC, A; BOSCO, J.O mestre-sala dos mares. Disponível em: www.usinadeletras.com.br.Acesso em 19 jan as condições de trabalho na Marinha. 18. (...) finalmente foi apanhado 19. Os personagens em uma emboscada e foi morto retratados no desenho junto com sua mulher e mais são nove e tiveram suas cabeças a) João Maria e decepadas e expostas em Sebastiana locais públicos, pois o governo b) Antônio Conselheiro e queria desestimular esta Jesuína prática na região. As c) Lampião e Maria Bonita informações referem-se d) Virgulino e Maria José a) cangaço b) Revolta da Vacina c) Revolta de Canudos d) Revolta da Chibata.


Prova historia 2 ano conflitos 1 republica