__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page II

Técnicas para entrevistas© Aggie White, 2009 Direitos desta edição reservados ao Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Administração Regional do Rio de Janeiro. Vedada, nos termos da lei, a reprodução total ou parcial deste livro. SISTEMA FECOMÉRCIO-RJ SENAC RIO DE JANEIRO Presidente do Conselho Regional Orlando Diniz Diretor-Geral do Senac Rio de Janeiro Julio Pedro Conselho Editorial Julio Pedro, Eduardo Diniz, Vania Carvalho, Marcelo Loureiro, Wilma Freitas, Manuel Vieira e Elvira Cardoso Editora Senac Rio de Janeiro Rua Marquês de Abrantes, 99/2º andar Flamengo – Rio de Janeiro CEP: 22230-060 – RJ comercial.editora@rj.senac.br editora@rj.senac.br www.rj.senac.br/editora

Publisher Manuel Vieira Editora Elvira Cardoso Produção editorial Karine Fajardo (coordenadora) Camila Simas, Cláudia Amorim e Roberta Santiago (assistentes) Revisão Denise Scofano Moura Impressão: Yangraf Gráfica e Editora Ltda. 1ª edição: dezembro de 2012

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) White, Aggie Técnicas para entrevistas: conquiste seu emprego/Aggie White; tradução Martha Malvezzi Leal. -- 2. ed. -- São Paulo: Cengage Learning: Editora Senac Rio de Janeiro, 2012. -- (Série Profissional) Título original: Interview styles & strategies. ISBN 978-85-221-1432-0 (Cengage Learning) 1. Empregos - Habilitação 2. Entrevistas (Seleção de pessoal) 3. Entrevistas (Seleção de pessoal) - Técnicas 4. Pessoal Seleção e colocação I. Título. II. Série. 12-15322

CDD-658.31124 Índice para catálogo sistemático:

1. Entrevistas: Recrutamento e seleção de pessoal: Administração de empresas 658.31124


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page III

Técnicas para entrevistas Conquiste seu emprego Aggie White

Tradução Martha Malvezzi Leal


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page IV

Técnicas para entrevistas © Aggie White, 2009 Gerente Editorial: Patricia La Rosa Supervisora Editorial: Noelma Brocanelli Editor de Desenvolvimento: Fábio Gonçalves Supervisora de Produção Editorial: Fabiana Alencar Albuquerque Produtora Editorial: Ana Lucia Sant’Ana dos Santos Pesquisa Iconográfica: Cláudia Sampaio e Heloisa Avilez Título Original: Interview Styles & Strategies (ISBN: 0-538-72593-1)

© 2002 Delmar. South-Western Educational Publishing da Delmar, uma divisão da Cengage Learning. © 2009 Cengage Learning Edições Ltda. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste livro poderá ser reproduzida, sejam quais forem os meios empregados, sem a permissão, por escrito, das editoras. Aos infratores aplicam-se as sanções previstas nos artigos 102, 104, 106 e 107 da Lei no 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Estas editoras empenharam-se em contatar os responsáveis pelos direitos autorais de todas as imagens e de outros materiais utilizados neste livro. Se porventura for constatada a omissão involuntária na identificação de algum deles, dispomo-nos a efetuar, futuramente, os possíveis acertos.

Tradução: Martha Malvezzi Leal

© 2009 de Cengage Learning. Todos os direitos reservados.

Copidesque: Maria Alice da Costa

ISBN-13: 978-85-221-1432-0

Revisão: Carla Montagner e Mauro de Barros Diagramação: Cia. Editorial Capa: Eduardo Bertolini Foto da Capa: ©2008 iStock International Inc.

Cengage Learning Condomínio E-Business Park Rua Werner Siemens, 111 – Prédio 20 Espaço 4 Lapa de Baixo – 05069-900 São Paulo – SP Tel.: (11) 3665-9900 – Fax: (11) 3665-9901 SAC: 0800 11 19 39 Para suas soluções de curso e aprendizado, visite www.cengage.com.br

Impresso no Brasil. Printed in Brazil. 1 2 3 4 5 6 7 12 11 10 09 08


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page V

Sumário PrefácioMIX Ao leitorMX Características da obraMX

Sobre a autoraMXI Pré-avaliaçãoMXIII 1 A entrevistaM1 O propósito da entrevistaM2 O processo da entrevistaM4 O impacto da tecnologia nas entrevistasM6 Mitos típicos a respeito das entrevistasM10 As verdades sobre as entrevistasM12 Recapitulação dos conceitos-chaveM14

2 Perguntas mais frequentesM15 As 25 perguntas mais frequentesM16 Uma lista completa das perguntas mais frequentesM26 Recapitulação dos conceitos-chaveM28

3 Estilos de entrevistaM29 Métodos de entrevistaM29 O propósito das entrevistasM30 Formatos e estruturas das entrevistasM32 Sucesso na segunda entrevistaM39 Erros nas entrevistasM40 Recapitulação dos conceitos-chaveM41


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page VI

4 Estratégias para planejar, preparar e praticarM43 O que o empregador desejaM44 Você é a pessoa certa?M46 Documentos necessáriosM48 A imagem certaM51 Preparando as respostas certasM61 PontualidadeM63 Recapitulação dos conceitos-chaveM64

5 Estratégias para impressionar, expressar-se e sairM65 Estágios da entrevistaM65 Boas maneiras e autocontroleM72 Estratégias para comunicações verbal e não verbal eficazesM76 Recapitulação dos conceitos-chaveM78

6 Estratégias para lidar com perguntas difíceis e obstáculosM79 Perguntas ilegaisM80 Estratégias para lidar com perguntas ilegaisM84 Estratégias para lidar com obstáculosM87 Recapitulação dos conceitos-chaveM91

7 Estratégias para estimar, criticar e avaliarM93 Estimativa, crítica e avaliação de seu desempenhoM93 Estimativa, crítica e avaliação da empresa e do cargoM96 Carta de agradecimentoM98 Telefonar ou não telefonar?M100 A rejeiçãoM101 Recapitulação dos conceitos-chaveM102

VI

Técnicas para entrevistas


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page VII

8 Estratégias para negociar o contratoM105 Estratégias antes de receber uma oferta de empregoM105 Estratégias a serem usadas quando um emprego é oferecidoM108 Estratégias para tomar uma decisãoM111 Negociando o contratoM112 Comunicando sua decisãoM113 Estratégias para se preparar para o novo empregoM114 Recapitulação dos conceitos-chaveM115

Pós-avaliaçãoM117

Sumário

VII


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page VIII


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page IX

Prefácio

A entrevista é o estágio mais crítico no processo de busca por emprego. A maioria dos empregadores toma a decisão de contratar com base no desempenho do candidato durante a entrevista. No atual mundo dos negócios, encontrar o emprego certo exige investimento de tempo, energia e recursos por parte do candidato. O mercado pode ser muito competitivo e, em muitos casos, o mais qualificado não consegue o emprego. O candidato que recebe a oferta de emprego deve estar bem preparado com técnicas e habilidades para ser bem-sucedido na entrevista. Além disso, as pessoas passam por entrevistas com mais frequência hoje em dia porque ter um emprego para a vida toda é algo do passado. A tecnologia teve um impacto sobre o modo como as entrevistas são feitas e o local onde ocorrem, e há certas técnicas que os candidatos podem empregar para ter alguma vantagem. A entrevista individual ainda é um dos estilos mais populares. Contudo, novos formatos são utilizados à medida que o ambiente de trabalho se torna mais voltado para as atividades em equipe e um número maior de pessoas na organização tem a oportunidade de opinar na contratação de novos empregados. Técnicas para entrevistas – Conquiste seu emprego apresenta estratégias e diretrizes para serem utilizadas pelos leitores durante a busca pelo emprego.


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page X

Ao leitor Técnicas para entrevistas tem o objetivo de ajudar a pessoa que passará por uma entrevista de emprego ou aquela que está planejando uma. É um guia para entender o processo da entrevista e quais são as responsabilidades do candidato em cada um de seus estágios. Oferece dicas úteis quanto à escolha das roupas, ao comportamento e à etiqueta mais apropriados para a entrevista, além de trazer uma lista com as 25 perguntas mais frequentes e sugestões para desenvolver respostas eficazes. Ao terminar a leitura, o candidato estará preparado para enfrentar uma entrevista com confiança e ter um bom desempenho.

Características da obra O livro está organizado em oito capítulos que abordam o que é a entrevista; as perguntas mais frequentes; estilos e tipos de entrevista; estratégias para planejar e praticar, entrevistar com eficácia, lidar com perguntas difíceis, avaliar o desempenho e negociar o contrato. Cada capítulo começa com objetivos claros e uma lista de conceitos-chave é apresentada ao seu final. Exercícios de Pré e Pós-avaliação podem ser utilizados como uma atividade informal.

X

Técnicas para entrevistas


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page XI

Sobre a autora

Aggie White é educadora, formada pela Ohio State University, onde obteve grau de bacharel em Ciências. Trabalhou na área de Educação como professora de ensino fundamental e também atuou na área administrativa. Após obter o mestrado na University of South Carolina, passou a lecionar no ensino superior. É professora e foi chefe do Office Systems Technology Department do Central Carolina Technical College. Atualmente, além de lecionar, trabalha no departamento de matrícula dessa faculdade.


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page XII


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page XIII

Pré-avaliação

Falso/Verdadeiro Leia com atenção cada frase a seguir. Circule V se a frase for verdadeira e F se for falsa. 1.

V F

A entrevista de emprego é uma oportunidade para o empregador examinar as qualificações do candidato a um cargo na empresa.

2.

V F

No início da entrevista, o entrevistador com frequência conversará com você acerca de tópicos gerais, como o tempo ou questões de interesse local. Não se preocupe com suas respostas, pois essa conversa não tem nenhuma relação com a entrevista de emprego.

3.

V F

A tecnologia teve um impacto mínimo sobre as técnicas de entrevista.

4.

V F

Uma primeira impressão fraca pode ser superada.

5.

V F

Estar preparado para responder às perguntas mais frequentes é o melhor meio de ajudá-lo a relaxar e aliviar um pouco o estresse e o nervosismo associados à entrevista.

6.

V F

Durante uma entrevista formal ou informal, o entrevistador costuma fazer as mesmas perguntas para cada um dos candidatos ao cargo.

7.

V F

O propósito da entrevista realizada em um restaurante é observar como o candidato se conduz em uma situação social.

8.

V F

O candidato mais qualificado sempre consegue o emprego.

9.

V F

Uma declaração pessoal sobre sua missão pode definir quem você é, por que você existe e o que fará para se tornar a pessoa que deseja ser.

10. V F

A cultura corporativa é o ambiente das regras não escritas de comportamento e valores que influenciam o modo como os negócios são conduzidos no local de trabalho.

11. V

O nervosismo ocorre antes e durante a entrevista em razão do medo da rejeição.

F


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page XIV

12. V F

Uma técnica tranquilizadora usada para controlar o nervosismo é se concentrar no resultado da entrevista.

13. V F

“Fala outro idioma?” é uma pergunta legal.

14. V F

“Você é associado a algum partido político?” é uma pergunta legal.

15. V F

Se você não está interessado no cargo para o qual foi entrevistado, não é necessário enviar uma carta de agradecimento ao entrevistador.

Múltipla escolha Leia com atenção as frases seguintes. Circule a letra que corresponde à melhor resposta:

XIV

1.

Sua meta como candidato é: a. entender o que o empregador deseja e tentar combinar suas habilidades às exigidas pela empresa. b. usar a entrevista como uma oportunidade para aprender mais acerca do cargo e da organização. c. causar uma impressão eficaz e profissional no entrevistador. d. todas as alternativas anteriores.

2.

Se o entrevistador pedir “Fale-me sobre você”, a melhor resposta incluirá: a. uma apresentação detalhada de sua experiência profissional. b. uma visão geral da experiência profissional e do nível educacional que o prepararam para a entrevista. c. uma discussão de seus planos para assistência a crianças. d. informações pessoais que possam ajudar o entrevistador a formar uma opinião fundamentada.

3.

Sua lista de referências NÃO deve incluir os nomes e endereços das seguintes pessoas: a. amigos que podem atestar sua lealdade e confiabilidade. b. supervisores ou instrutores que podem atestar a qualidade de seu trabalho. c. parentes que podem atestar sua honestidade e confiabilidade. d. colegas de trabalho que podem atestar suas habilidades para trabalhar em equipe e sua ética profissional.

Técnicas para entrevistas


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page XV

4.

As perguntas quanto à expectativa de salário devem ser: a. respondidas com um pedido de informação acerca dos benefícios oferecidos pela empresa. b. respondidas com uma quantia específica que você descobriu em suas pesquisas. c. evitadas e deixadas à generosidade do empregador. d. desviadas, vagas e imprecisas.

5.

Qual das etapas descritas a seguir cria situações desconfortáveis para o candidato? a. seleção. b. contratação. c. triagem. d. estresse.

6.

A deficiência mais comum entre os candidatos é a falta de: a. conhecimento da empresa contratante. b. preparação para discutir planos de carreira e metas. c. entusiasmo e interesse pela empresa ou cargo. d. experiência e preparação para o cargo.

7.

Os documentos que você deve levar à entrevista incluem: a. seu currículo. b. uma lista de perguntas. c. seu cartão de seguro social. d. todas as alternativas anteriores.

8.

Uma pessoa autoconfiante: a. não tem autoestima positiva. b. não tem um senso positivo do próprio valor. c. não é voltada apenas para si mesma. d. todas as alternativas anteriores.

9.

Quando for a sua vez de fazer perguntas, quais entre as listadas a seguir NÃO devem ser feitas? a. que benefícios a empresa oferece? b. por que o cargo está disponível? c. que qualidades vocês esperam encontrar no candidato ao cargo? d. há alguma previsão de data para o preenchimento da vaga?

Pré-avaliação

XV


tecnica_00:imagem_00.qk 04/01/2013 10:32 Page XVI

10. Qual das alternativas a seguir é uma boa estratégia para superar o nervosismo? a. tomar um bom café da manhã. b. pensar na entrevista como um processo de coleta de informações. c. concentrar-se na importância da entrevista para alcançar suas metas. d. focar na importância de seu desempenho para o resultado da entrevista. 11. Qual das seguintes alternativas é a melhor estratégia para responder a uma pergunta ilegal? a. responder à pergunta. b. desviar a pergunta. c. lidar com a questão por trás da pergunta e ignorar a pergunta em si. d. recusar-se a responder. 12. Depois da entrevista, a coisa mais importante a fazer é: a. avaliar seu desempenho. b. preparar as roupas para usar na próxima entrevista. c. agradecer a quem lhe deu referências. d. esperar pacientemente pelo chamado do empregador. 13. Em sua carta de agradecimento a quem o entrevistou para o cargo que deseja, você deve: a. saber agradecer pelo tempo dedicado e por levar em conta suas habilidades. b. reafirmar seu interesse pela posição. c. explicar por que deseja trabalhar na empresa. d. todas as alternativas anteriores. 14. Quando a oferta de emprego é feita, você deve: a. aceitá-la se quiser o emprego. b. pedir um tempo para pensar. c. pesquisar os salários em empresas semelhantes. d. comparar a oferta com o que seus amigos estão recebendo. 15. Um fator a ser considerado na questão salário inclui: a. a localização geográfica. b. suas qualificações. c. o valor dos benefícios oferecidos. d. todas as alternativas anteriores.

XVI

Técnicas para entrevistas


tecnica_01:imagem_01.qk 04/01/2013 10:32 Page 1

1 A entrevista OBJETIVOS n

O propósito.

n

O processo.

n

O impacto da tecnologia nas entrevistas.

n

Mitos típicos a respeito das entrevistas.

n

As verdades sobre as entrevistas.

ESTRATÉGIA 1: Concentre-se em uma coisa: o convite para fazer uma entrevista.

A entrevista é uma oportunidade para o empregador examinar, em geral, por meio de perguntas e respostas, as qualificações do candidato para a posição oferecida pela empresa. Embora nem sempre considerada como tal, é também uma oportunidade para que o candidato avalie a empresa e a posição a ser ocupada. Observe o uso da palavra oportunidade. Ambas as partes, empresa e candidato, devem aproveitar-se dessa oportunidade para aprender o máximo possível uma sobre a outra. Na maioria dos casos, para o empregador, a entrevista é um dos fatores determinantes para contratar o candidato ou não. Se ele acreditar que o candidato atende às necessidades da empresa, fará uma proposta. Em muitos casos, o entrevistado não aproveita a oportunidade para decidir se a empresa atende às suas necessidades. Ele está apenas interessado em conseguir o emprego.


tecnica_01:imagem_01.qk 04/01/2013 10:32 Page 2

O propósito

© 2008 JupiterImages Corporation

A entrevista de emprego é uma troca entre duas partes: o empregador e o candidato. Essa troca, de modo geral, assume o formato de uma sessão de perguntas e respostas, na qual o empregador faz as perguntas e o candidato as responde. O empregador toma a decisão partindo da impressão causada pelo candidato e de suas respostas. Da perspectiva do empregador, ele está procurando um funcionário que atenda às necessidades da empresa. Ele busca um candidato com as habilidades, personalidade, experiência e potencial para preencher os requisitos estabelecidos pela organização. Portanto, antes de conduzir as entrevistas, o empregador deve definir com clareza quais são os talentos, as habilidades, a experiência e a personalidade que a empresa precisa para preencher a vaga. Ele deve ter esses requisitos em mente durante todo o processo da entrevista. Do seu ponto de vista como candidato, é preciso entender o que o empregador quer e tentar fazer que suas habilidades e talentos correspondam a essa necessidade. Sua primeira meta é pesquisar e aprender sobre a empresa, seus produtos, sua cultura e a posição para a qual você será entrevistado. Aprenda o máximo que puder a fim de se preparar para o que o empregador deseja. A segunda meta é usar a entrevista como uma oportunidade para aprender mais acerca do cargo e da organização. Esteja preparado para fazer perguntas. Tente obter respostas que não foram encontradas em sua pesquisa. Por exemplo, ao perguntar como será avaliado, você descobrirá as expectativas 2

Técnicas para entrevistas


tecnica_01:imagem_01.qk 04/01/2013 10:32 Page 3

do supervisor. Assim como é importante para o empregador decidir se você preencherá os requisitos da empresa, é igualmente relevante para você determinar se a empresa atenderá às suas necessidades como funcionário. Por essa razão, a entrevista é uma via de mão dupla que contém impressões e informações. O empregador tomará uma decisão com base na primeira impressão, na sua linguagem corporal, no tom de voz, expressões faciais e também na informação que você transmite direta ou implicitamente. Se a impressão geral causada for positiva e o empregador acreditar que você atenderá às necessidades da companhia, apenas o surgimento posterior de uma coisa muito negativa o fará mudar de ideia quando ele rever seu currículo e suas referências. Se a primeira impressão for negativa, é muito provável que o empregador não se dê ao trabalho de reexaminar seu currículo e referências. Como candidato, você também pode fazer um julgamento baseado nos mesmos elementos da troca. As impressões e as informações que receberá o ajudarão a tomar a decisão. Entretanto, antes de tomar a decisão final, reveja sua pesquisa a respeito da empresa e converse mais uma vez com as pessoas com quem entrou em contato durante a pesquisa. Determine se este é de fato o ambiente onde deseja trabalhar. Tanto da perspectiva do empregador quanto da do candidato, a entrevista deve ser uma investigação sobre a outra parte. Uma estudante acabara de obter seu grau associado1 na Office Systems Technology e deixou seu currículo em uma agência de empregos. Um empregador estava à procura de um funcionário

1 Grau associado (Associate Degree) é uma graduação acadêmica concedida por algumas faculdades americanas após o término de um curso que geralmente dura dois anos. (Fonte: Wikipédia). (N. do T.)

A entrevista

3


tecnica_01:imagem_01.qk 04/01/2013 10:32 Page 4

para preencher uma vaga em sua empresa. Ele viu o nome da estudante e disse: “Contratarei esta pessoa.” Ela foi contratada de imediato – sem entrevista. A moça aceitou o emprego. No primeiro dia de trabalho, ela descobriu que teria de conduzir uma empilhadeira, usar um capacete pesado e que a maioria dos deveres do cargo não correspondia a seus talentos e habilidades. É compreensível que ela tenha pedido demissão antes mesmo de começar. Muitas coisas aconteceram nesse caso. O empregador selecionou a funcionária com base apenas no currículo e, obviamente, não levou em conta as necessidades da empresa. A agência de empregos não fez uma triagem cuidadosa dos candidatos nem verificou se eles correspondiam às necessidades do empregador. A candidata queria apenas um emprego e não fez perguntas nem solicitou uma entrevista para obter informações sobre a vaga. Infelizmente, todos os envolvidos perderam tempo, energia e dinheiro. Uma entrevista teria rapidamente mostrado a ambas as partes que a candidata não era adequada para a função. Como elemento mais importante na conquista de um emprego, pense na entrevista como uma oportunidade de vender seus talentos e habilidades. Faça com que seus talentos correspondam às necessidades da empresa. Ouça cuidadosamente para avaliar se a organização atenderá às suas necessidades como funcionário.

O processo Em geral, todas as entrevistas seguem um padrão semelhante. Ter consciência desse padrão aliviará um pouco a ansiedade e o estresse associados ao processo. Embora possam existir algumas

4

Técnicas para entrevistas


tecnica_01:imagem_01.qk 04/01/2013 10:32 Page 5

variações na rotina, basicamente, todas as entrevistas começam com um encontro e um cumprimento, passando para uma sessão de perguntas e respostas e termina com um resumo ou conclusão. O primeiro estágio é o processo do encontro e cumprimento. Nomes são trocados e apresentações são feitas. A conversa gira em torno de assuntos gerais e sem muita importância, como o tempo, os acontecimentos locais, o trânsito etc. Essas conversas servem para quebrar o gelo. Geralmente o entrevistador tentará deixar o candidato à vontade, criando um ambiente mais acolhedor. Durante esse estágio, é importante lembrar de nomes e posições e tentar relaxar, preparando-se para as perguntas que virão. DICA:

Use o nome do entrevistador. Isso transmite uma mensagem de respeito e reconhecimento.

O segundo estágio é o período de perguntas e respostas. Seus talentos, habilidades, experiência e relacionamentos interpessoais são tópicos característicos desse estágio. Ao mesmo tempo que você está vendendo a si mesmo e as suas habilidades, o entrevistador o examinará, verificando sua compatibilidade com a empresa e o cargo. DICA:

Relate suas qualificações e experiências. Se você nunca trabalhou antes, fale de suas experiências como voluntário, ou em atividades extracurriculares, ou em trabalhos de meio período.

O terceiro estágio propicia uma oportunidade para você fazer perguntas a respeito da empresa e da posição que ocupará. Esteja preparado para aproveitar essa chance. Elabore, antecipadamente, uma lista de perguntas. Nela, inclua quaisquer perguntas que sur-

A entrevista

5


tecnica_01:imagem_01.qk 04/01/2013 10:32 Page 6

giram durante a entrevista. Seu propósito nesse estágio é obter o máximo de informações. No estágio final, o entrevistador resume e conclui a entrevista. Seu objetivo aqui é descobrir a duração do processo de seleção, estabelecer como será avisado e saber como deverá se informar sobre a continuidade do processo. Não se esqueça de agradecer ao entrevistador por seu tempo e consideração e depois saia. DICA:

Saia imediatamente. Expresse o seu agradecimento pela entrevista. Quando sair da empresa, agradeça à pessoa que o recebeu e o ajudou quando de sua chegada.

O impacto da tecnologia nas entrevistas A tecnologia aproximou as pessoas. As empresas descobrem que a busca por funcionários pode ser global em vez de local. A internet mudou o modo como os candidatos descobrem oportunidades de emprego e como os empregadores encontram funcionários potenciais. Os sites das empresas apresentam as vagas disponíveis. Inúmeros sites divulgam currículos de candidatos, permitindo aos empregadores procurar por candidatos com as habilidades necessárias, e aos candidatos procurar por vagas de emprego. A tecnologia também causa impacto na entrevista. TELEFONE. A entrevista por telefone pode parecer o tipo mais fácil

e menos estressante, mas, na verdade, é o mais difícil. As entrevistas por telefone são usadas na maioria das vezes como um instrumento de triagem para evitar os custos do deslocamento para um candidato potencial que mora em um lugar distante do local da entrevista. Como não há nenhuma indicação visual, as

6

Técnicas para entrevistas


Profile for Cengage Brasil

Técnicas para Entrevistas: conquiste seu emprego  

Série Profissional

Técnicas para Entrevistas: conquiste seu emprego  

Série Profissional

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded