Page 1

CURSO BÁSICO DE MASSAGEM Um gui g ia para ttécnnicass dde masssagem m ssuueca, sh hiatsu ue reflexolo ologgia

Mark F. Beck Shelley Hess Shelle Erica Miller


CURSO BÁSICO DE MASSAGEM


CURSO BÁSICO DE MASSAGEM Um guia para técnicas de massagem sueca, shiatsu e reflexologia

Mark F. Beck Shelley Hess Erica Miller

Tradução All Tasks

Revisão Técnica Mara Regina Suman Professora dos cursos de graduação e pós-graduação em Fisioterapia do Departamento de Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul

Austrália • Brasil • Japão • Coreia • México • Cingapura • Espanha • Reino Unido • Estados Unidos


Sumário

CAPÍTULO 1 | Massagem Sistemas de massagem

1 2

CAPÍTULO 2 | Movimentos de massagem Aplicação dos movimentos de massagem Movimentos de percussão Movimentos de articulação Ritmo e pressão na massagem

5 5 26 28 33

CAPÍTULO 3 | Massagem corporal completa Massagem geral para braços Massagem geral para pés e pernas Massagem geral para tórax e pescoço Movimentos de massagem geral para o abdome Mudança de posição Massagem geral para a parte posterior das pernas Massagem geral para a parte posterior do corpo

35 36 42 48 51 52 53 55

CAPÍTULO 4 | Shiatsu As mãos Aplicação de pressão A importância do relaxamento

63 63 65 68

CAPÍTULO 5 | O shiatsu na prática Cabeça e couro cabeludo Shiatsu facial total Tratamento dos olhos

69 69 70 80 v


Curso básico de massagem

Shiatsu para o corpo inteiro Lado frontal Lado posterior do corpo Tratamento do dorso Tratamento de mãos/braços Tratamento de pernas/pés CAPÍTULO 6 | Reflexologia As duas fases da reflexologia Áreas específicas de concentração

81 82 87 92 93 93 95 95 98

CAPÍTULO 7 | Massagem aromaterápica Funções da massagem aromaterápica Características da massagem aromaterápica Escolha de óleos essenciais para massagem Fórmulas de óleos de massagem corporal com aromaterapia Dicas e truques especiais para quem é “alérgico a tudo”

127 127 127 128 128 130

APÊNDICE Guia rápido dos óleos essenciais mais comumente utilizados

131 131

ÍNDICE REMIssIvO

143

vi


CAPÍTULO 1

Massagem

D

iz-se que a massagem é o meio mais natural e instintivo de aliviar a dor e o desconforto. Quando uma pessoa está com músculos doloridos, dores abdominais, hematomas ou feridas, sente o impulso natural e instintivo de tocar, pressionar e esfregar aquela parte do corpo para obter alívio. Os principais motivos pelos quais alguém busca o auxílio de um massoterapeuta são: alívio da dor, relaxamento, diminuição de tensão e também como um prazer pessoal. Desde 1970, a massagem tem visto sua popularidade crescer. Um número cada vez maior de pessoas recebe e faz massagens. Iniciando com o movimento do potencial humano na década de 1970, seu uso para aumentar o desempenho esportivo nos anos 80 e a crescente utilização como medicina alternativa e complementar nos anos 90, a demanda por massagem e outros tipos de terapias manuais continua aumentando. Diversos fatores precipitaram essa tendência e uma maior conscientização da boa forma física e mental, além do alto custo da medicina alopata, abriu o caminho para alternativas viáveis. O desenvolvimento do modelo de bem-estar, que colocou mais ênfase na prevenção e reconheceu a importância do controle do estresse, pregava o valor da massagem. Os benefícios psicológicos do toque e seu uso comprovado no tratamento da dor recolocaram a massagem em um lugar de destaque no sistema de saúde. Há mais de 250.000 massoterapeutas praticantes e mais de 1.000 programas profissionais de treinamento em massagem só nos Estados Unidos. Há profissionais em quase todas as cidades do país — eles trabalham em casa ou em consultórios particulares, hospitais, consultórios médicos ou de quiropraxia, em day spas e clubes ou possuem mesas portáteis e atendem em domicílio. Embora a massagem tenha se tornado uma profissão respeitável, quase qualquer pessoa interessada pode, com algum esforço, aprender e praticar técnicas de massagem relaxante, conforme as ilustradas neste livro, em amigos e parentes. Ao tocar carinhosamente em quem você gosta, os mesmos benefícios de redução de 1


Curso básico de massagem

tensão, relaxamento e alívio da dor podem ser atingidos. As principais finalidades das técnicas de massagem aqui demonstradas são relaxar, diminuir o estresse e proporcionar uma sensação agradável.

Sistemas de massagem Os métodos de massagem utilizados hoje em dia em geral descendem diretamente dos sistemas suecos, alemães, franceses, ingleses, chineses e japoneses. 1. O sistema sueco baseia-se nos conceitos ocidentais de anatomia e fisiologia e utiliza técnicas manipulativas de effleurage (deslizamento), petrissage (amassamento), vibração, fricção e tapotagem (percussão). Esse sistema também realiza movimentos que podem ser lentos e suaves, vigorosos ou estimulantes, dependendo dos resultados que o praticante deseja atingir. 2. O método alemão incorpora muito dos movimentos suecos e enfatiza o uso de diversos tipos de banhos terapêuticos. 3. Os sistemas francês e inglês também utilizam muitos dos movimentos suecos para massagem corporal, e vários excelentes tratamentos de massagem facial e de beleza se originaram na França e na Inglaterra. 4. A acupressão deriva da prática da medicina chinesa de acupuntura. Ela se fundamenta nos princípios médicos orientais tradicionais para avaliar e tratar o corpo físico e o energético e emprega vários métodos de estimulação de pontos de acupuntura para regular o chi (energia da força vital). O objetivo desse método é promover mudanças terapêuticas no indivíduo que está fazendo o tratamento, além de aliviar dor, desconforto ou outros desequilíbrios fisiológicos. 5. O sistema japonês, chamado shiatsu, é um método de pressão dos dedos com base no conceito oriental de que o corpo possui uma série de pontos de energia (tsubo). Alguns deles são os mesmos dos pontos de acupuntura. Quando a pressão é aplicada adequadamente nesses pontos, a circulação melhora, há alívio da dor e da tensão e as terminações nervosas são estimuladas. Diz-se que esse sistema melhora o metabolismo e diminui os distúrbios físicos.

2


Massagem

A seguir, relacionamos sistemas adicionais que ganharam reconhecimento como formas benéficas de massagem. A massagem esportiva refere-se a um método projetado especificamente para preparar o atleta para um evento e ajudar nas capacidades regenerativas e restauradoras do corpo após exercícios vigorosos ou competições. Isso é obtido por meio de manipulações especializadas que estimulam a circulação do sangue e da linfa. Alguns movimentos da massagem esportiva são destinados à redução de lesões e adesões ou à diminuição do cansaço. A massagem esportiva geralmente segue o sistema sueco, com variações de movimentos aplicados de acordo com a indicação do massoterapeuta e os resultados que se deseja atingir. Times esportivos — em especial os de beisebol, futebol, basquete, hóquei, patinação no gelo e natação profissionais — frequentemente contratam massoterapeutas qualificados profissionalmente. Atletas, bailarinos e outros indivíduos que devem manter os músculos fortes e flexíveis com frequência aprendem a automassagem (massagem nos próprios músculos) e a fazer massagem básica em um colega de profissão. A terapia da polaridade é um método desenvolvido por Randolph Stone (1890-1971) que utiliza manipulações de massagem derivadas das práticas ocidental e oriental. Exercícios e práticas de meditação são incluídos para equilibrar o corpo física e energeticamente. O método Trager foi desenvolvido pelo Dr. Milton Trager e utiliza exercícios de movimento chamados mentástica, bem como uma vibração leve e parecida com a massagem de diferentes partes do corpo para eliminar e evitar o acúmulo de tensão. O rolfing® é um programa sistemático desenvolvido pela Dra. Ida Rolf a partir da técnica de integração estrutural. Esse método alinha os principais segmentos do corpo por meio da manipulação da fáscia ou do tecido conjuntivo. O método da reflexologia originou-se na China e baseia-se na ideia de que a estimulação de pontos específicos na superfície do corpo promove um efeito sobre outros órgãos ou áreas. O Toque para a Saúde (Touch for Health) é uma forma simplificada de cinesiologia aplicada, ou princípios de anatomia em relação ao movimento humano. Desenvolvido pelo Dr. John Thie, D.C., um quiroprático, esse método envolve técnicas ocidentais e orientais, e seu objetivo é aliviar a tensão dos músculos e órgãos internos. Também há diversos estilos de trabalho corporal e práticas relativas à saúde que utilizam cinesiologia especializada (uma forma de teste muscular) para obter informações sobre a condição do organismo ou como uma substância ou tipo de tratamento em particular pode afetá-lo. 3


Curso básico de massagem

A Terapia Neuromuscular (tnm) foi desenvolvida originalmente nos anos de 1930 por Stanley Leif e Boris Chaitow, na Inglaterra. Mais recentemente, nos Estados Unidos, Paul St. John popularizou e aprimorou um método de terapia neuromuscular. A tnm identifica anormalidades no tecido mole e, ao mesmo tempo, manipula-o para normalizar sua função, rompendo o ciclo de perpetuação. Com isso, boa parte da atividade patológica relativa é revertida e a função geral melhora. A tnm depende de conhecimento anatômico e de habilidades de palpação para avaliar a condição do tecido e tratar lesões neuromusculares. Embora haja muitos métodos excelentes de massagem, o sistema sueco ainda é o mais amplamente aplicado e é incorporado a muitos outros procedimentos. Seja qual for o método utilizado, é essencial ter um conhecimento detalhado de todos os movimentos técnicos e seus efeitos sobre os diversos sistemas do organismo.

4


CAPÍTULO 2

Movimentos de massagem

É

importante compreender o movimento a ser aplicado em uma parte específica do corpo. Por exemplo:

ɶ Movimentos leves são aplicados sobre tecidos finos ou áreas de proeminências ósseas. ɶ Movimentos pesados são indicados para tecidos grossos ou áreas de maior proporção muscular. ɶ Movimentos suaves são aplicados em ritmo lento, pois são calmantes e relaxantes. ɶ Movimentos vigorosos são aplicados rapidamente e são estimulantes. Enquanto aplica os movimentos, preste muita atenção na reação de quem recebe a massagem, bem como na reação do tecido ou parte do corpo em que a manipulação está sendo aplicada, ajustando a massagem de acordo com a necessidade. Uma regra importante na massagem sueca é que a maioria das manipulações são realizadas na direção do coração (centrípeta). Muitas técnicas de massagem têm como objetivo melhorar o fluxo de sangue venoso e linfa e, portanto, são direcionadas para o coração e outros órgãos correlacionados. Apenas movimentos suficientemente leves para não afetar o fluxo de fluidos podem ser direcionados para longe do coração. Quando um movimento da massagem é feito afastando-se do coração, é chamado de (centrífugo).

Aplicação dos movimentos de massagem Toque O toque pode se dar na forma de um aperto de mão ou um tapa no ombro, e é a principal ferramenta de comunicação utilizada durante a massagem. Todas as técnicas de 5


Curso básico de massagem

massagem utilizam contato físico, mas a qualidade e a sensação do toque transmitem a intenção e o vigor dos movimentos. O toque leve ou superficial é um contato firme no qual o peso natural e distribuído uniformemente de seu dedo, dedos ou mão é aplicado em determinada área do corpo da pessoa que recebe a massagem. O tamanho dessa área pode ser ajustado conforme necessário, utilizando um ou mais dedos, toda a mão ou as duas mãos. O toque pode ser eficiente para redução da dor, diminuição da pressão sanguínea, controle da irritabilidade nervosa ou relaxamento de um indivíduo tenso ou nervoso. O objetivo principal do toque leve é tranquilizar e oferecer uma conexão reconfortante, que acalma e permite que os poderosos mecanismos de cura do organismo funcionem. Toque profundo utilizando pressão O toque profundo é realizado com um dedo, o polegar, vários dedos ou toda a mão. A eminência hipotenar da mão (sua parte carnuda), as articulações dos dedos ou o cotovelo podem ser usados de acordo com os resultados desejados. A aplicação de pressão profunda se dá quando se deseja efeitos calmantes, anestésicos ou estimulantes, e ela pode ser utilizada com outras técnicas, como fricção das fibras cruzadas, compressão ou vibração. A pressão profunda é útil para acalmar espasmos musculares e aliviar a dor em áreas de reflexo, pontos de tensão nos tendões e pontos-gatilho (trigger-points) nos músculos. Além do amplo uso na terapia do ponto-gatilho, a pressão profunda é uma técnica frequentemente aplicada em reflexologia, massagem esportiva, acupressão e shiatsu. Ao utilizar a pressão profunda, é necessário tomar cuidado para manter a dor de quem recebe a massagem dentro do limite de tolerância. Além disso, a boa mecânica corporal deve ser utilizada ao aplicar a pressão profunda, para evitar ferimentos. Não tensione ou estenda demasiadamente nenhuma articulação. Faça a pressão por meio do movimento corporal, em vez de simplesmente pela força da mão e da parte superior do corpo. Veja as Figuras de 2.1a até 2.1e.

Movimentos de deslizamento O deslizamento pode ser feito utilizando uma quantidade variável de pressão e comprimento de movimentos. Movimentos de deslizamento escorregam por todo o corpo, parte do corpo (braço ou perna) ou área específica (músculo ou reflexo) de quem recebe a massagem.

6


Movimentos de massagem

FIGURA 2.1a. Toque profundo utilizando o polegar. Observe o alinhamento do polegar com o braço para garantir que a pressão seja direcionada à pessoa sendo massageada com tensão mínima para suas articulações.

FIGURA 2.1b. Pressão profunda aplicada com dedos unidos e as mãos sobrepostas.

7


Curso básico de massagem

FIGURA 2.1c. Toque profundo aplicado com a eminência hipotenar da mão.

FIGURA 2.1d. Toque profundo aplicado com o cotovelo.

8


Movimentos de massagem

FIGURA 2.1e. Pressão profunda na área abdominal.

Movimento do corpo etéreo ou da aura Esse tipo de movimento é feito de forma longa e suave e as mãos deslizam pelo comprimento de todo o corpo ou parte do corpo de quem recebe a massagem, ficando muito perto, mas não tocando realmente a superfície do corpo. Geralmente, o movimento é feito em apenas uma direção, com o movimento de retorno sendo mais longe do corpo. A intenção é afetar os campos de energia que, de acordo com algumas filosofias, cercam ou permeiam o corpo. A direção do movimento pode ser ao longo da superfície do corpo, para aumentar ou obstruir o fluxo natural. A aplicação desse movimento tranquilizante é feita apenas quando o ambiente está calmo e silencioso e o indivíduo está receptivo. Às vezes, ele é utilizado como o movimento final de uma massagem. Veja a Figura 2.2.

FIGURA 2.2. Os movimentos etéreos ou de aura não tocam na superfície do corpo de quem recebe a massagem.

9


Curso básico de massagem

Movimento de pena Os movimentos de pena utilizam pressão muito leve das pontas dos dedos ou mãos, com movimentos fluidos e longos. Às vezes chamados de nerve strokes (movimentos leves com os dedos), são normalmente feitos do centro para fora e utilizados como movimento final em algumas partes do corpo. Dois ou três deles terão um efeito levemente estimulante nos nervos, e muitas repetições terão uma reação mais sedativa. Veja a Figura 2.3.

FIGURA 2.3. Movimentos de pena utilizam o toque mais suave da ponta dos dedos.

Deslizamento ou effleurage O effleurage é uma sucessão de movimentos aplicados deslizando a mão sobre uma parte um tanto larga do corpo. Há duas variedades de effleurage: superficial e profunda. Movimentos de deslizamento superficial utilizam um toque bastante suave, no qual a pressão se torna mais firme à medida que a mão desliza sobre a superfície do corpo. Na técnica de effleurage, ou deslizamento, são usados os dedos, a palma da mão, as articulações dos dedos ou o antebraço. Sobre superfícies largas, como membros, costas, peito e abdome, o movimento é realizado com a palma de uma ou de ambas as mãos. Em áreas menores, como olhos ou mãos, o movimento é feito com os dedos ou polegares. Para um deslizamento bastante profundo, são utilizadas as palmas das mãos, as pontas dos dedos, os polegares, as articulações dos dedos ou, às vezes, o antebraço. O deslizamento superficial é aplicado geralmente antes de qualquer outro movimento. Sua mão deve estar flexível, mas firme e controlada, para que deslize sobre o corpo adaptando-se a seus contornos de tal forma que a pressão aplicada por cada parte da mão seja igual. Movimentos leves servem para distribuir 10


Movimentos de massagem

qualquer tipo de lubrificante que possa ser empregado e preparar a área para outras técnicas. Enquanto suas mãos deslizam sobre os tecidos, sentem variações que indicam onde técnicas específicas serão aplicadas. A técnica de effleurage é alternada com outras para liberar a área e suavizar a intensidade de algumas manipulações mais profundas. Movimentos lentos, suaves e rítmicos produzem efeitos calmantes. Movimentos rítmicos devem ser aplicados na direção do fluxo venoso e linfático. Embora o movimento superficial pareça simples, sua técnica é dominada apenas com muita prática. A mão deve estar relaxada para moldar a superfície da parte que está sendo massageada. A pressão e a velocidade do movimento devem permanecer constantes. Após completar o movimento, sua mão deve ser elevada e direcionada para o ponto inicial. Em alguns casos, a mão permanece em contato exercendo mais pressão centrípeta (em direção ao coração) e, depois, reduzindo a pressão e levemente acariciando (movimento de pena) o corpo para voltar ao ponto inicial do movimento. Dessa forma, você sempre mantém contato com a pessoa que está sendo massageada. Os deslizamentos superficiais são valiosos para pôr fim à sensação de cansaço ou inquietude. Esse movimento serve especialmente como calmante para pessoas nervosas ou irritadas. Dores de cabeça fortes e insônia (ou problemas para dormir) frequentemente melhoram com deslizamentos suaves na região frontal (testa). Deslizamento profundo O deslizamento profundo utiliza pressão suficiente para ter um efeito mecânico. A profundidade do deslizamento depende de três fatores: pressão exercida, parte da mão ou do braço escolhida e intenção com a qual a manipulação é aplicada. Os movimentos de deslizamento profundo não envolvem o uso de força excessiva. A pressão nunca deve ser forte a ponto de causar hematomas ou ferimentos nos tecidos. Esse procedimento é valioso quando aplicado nos músculos, e é mais eficiente quando a parte tratada está relaxada. Assim, a mais leve pressão da superfície será transmitida para as estruturas mais profundas. Os movimentos de deslizamento profundo têm um efeito alongador e ampliador no tecido muscular e na fáscia, além de melhorar o fluxo de sangue venoso e linfa. Se for empregado excesso de força, o corpo da pessoa que recebe a massagem reagirá com um reflexo protetor que fará com que os músculos se contraiam, impedindo, assim, os efeitos desejados. Os deslizamentos profundos geralmente seguem a direção das fibras musculares. Nas extremidades, os movimentos sempre são direcionados da extre11


Curso básico de massagem

midade de um membro em direção ao centro do corpo. Geralmente, o movimento é em direção ao coração ou na direção do fluxo venoso e linfático, e o movimento de retorno é muito mais leve e se distancia do centro do corpo. As indicações para o uso do deslizamento profundo podem incluir movimentos fluidos e crescentes, alongamento de tecidos subjacentes, separação e expansão de tecidos, aumento do relaxamento e palpação de tecidos mais profundos. Veja as Figuras de 2.4a até 2.4g e de 2.5a até 2.5g.

FIGURA 2.4a. A técnica de effleurage, ou movimento de deslizamento, é aplicada na direção do fluxo de sangue venoso e de linfa.

FIGURA 2.4b. Um movimento em V pode ser utilizado para os deslizamentos superficial ou profundo.

12


Visite a página deste livro na Cengage Learning Brasil e conheça também todo o nosso catálogo


CURSO BÁSICO DE MASSAGEM Esta obra apresenta uma introdução às técnicas de massagem e seus benefícios, bem como explica as diferenças entre massagem oriental e ocidental, e as peculiaridades de cada método. Nela você também aprenderá os segredos da massagem sueca, do shiatsu e da reflexologia por meio de instruções passo a passo. As ilustrações em duas cores ajudam a entender os movimentos dos braços e das mãos. Ao final, os autores ensinam como utilizar os óleos essenciais nas massagens, fornecendo um apêndice, para referência rápida, daqueles mais utilizados.

APLICAÇÕES: Livro voltado para massoterapeutas e profissionais da área de estética.

ISBN 13 – 978-85-221-0583-0 ISBN 10 – 85-221-0583-9

ISBN 10 85-221-0680-0 Para suas soluções de curso e aprendizado, visite www.cengage.com.br

99 7788522 8 8 5 2 2 1106806 06806

CURSO BÁSICO DE MASSAGEM - Um guia para técnicas de massagem sueca, shiatsu e reflexologia  

Esta obra apresenta uma introdução às técnicas de massagem e seus benefícios, bem como explica as diferenças entre massagem oriental e ocide...

CURSO BÁSICO DE MASSAGEM - Um guia para técnicas de massagem sueca, shiatsu e reflexologia  

Esta obra apresenta uma introdução às técnicas de massagem e seus benefícios, bem como explica as diferenças entre massagem oriental e ocide...

Advertisement