Issuu on Google+

Trabalho de Campo À descoberta da Água no Parque das Nações Público-alvo: Alunos do 1.º CEB. Área curricular disciplinar: Estudo do Meio. Introdução

O Parque das Nações é um espaço aberto, de fácil acesso, com grande potencial pedagógico. Este trabalho de campo visa explorar essas potencialidades através da realização de um trabalho de campo constituído por um conjunto de atividades diversas sobre a temática da água. O trabalho de campo foi estruturado de acordo com o modelo organizativo de Nir Orion (1993)1 em três momentos: 1. A preparação da visita; 3. A visita; 3. A pós-visita. Inclui um guião didático que contempla seis paragens significativas para a compreensão do tema: Paragem n.º 1. As máquinas e a água e As plantas e a água; Paragem n.º 2. As plantas e a água; Paragem n.º 3. O maior Oceano do mundo; Paragem n.º 4. A poluição da água; Paragem n.º 5. A água e os objetos; Paragem n.º 6. A água em movimento. Este trabalho de campo poderá ser realizado em qualquer altura do ano, desde que o estado do tempo seja adequado. Pode ser implementado isoladamente ou complementar uma visita ao Oceanário ou ao Pavilhão do Conhecimento. De seguida apresentam-se algumas sugestões para os professores, organizadas nos três momentos propostos por Orion (1993).

1

Orion, N. (1993). A model for the development and implemention of field trips as an integral part of the science curriculum. School Science and Mathematics, 93, 325 - 331.

1


1. A preparação da visita As aulas anteriores à visita A temática da água é abordada frequentemente no programa de Estudo do Meio do 1.º CEB, principalmente no Bloco 3 – À descoberta do ambiente natural. Através deste trabalho de campo pretende-se que os alunos alcancem os seguintes objetivos: 

Distinguir as diferentes formas em que a água se encontra na natureza;

Compreender como se relacionam os diferentes processos do ciclo da água;

Conhecer algumas propriedades da água através da realização de atividades práticas;

Reconhecer diferentes ambientes onde vivem as plantas e os animais tendo em conta a disponibilidade de água;

Reconhecer as adaptações das plantas e animais à disponibilidade de água;

Localizar no planisfério e no globo os continentes e os oceanos;

Reconhecer algumas formas de poluição dos cursos de água e dos oceanos.

Para tornar as atividades que serão realizadas no Parque das Nações mais profícuas, sugere-se que nas aulas anteriores: 

Explore com os alunos os conceitos essenciais para a realização do trabalho de campo: o Introduza a temática explorando recursos como o livro “A menina gotinha de água”, do autor Papiniano Carlos, recomendado pelo Plano Nacional de Leitura; o Relacione as adaptações das plantas e dos animais ao seu ambiente, tendo em conta a disponibilidade de água, através de, por exemplo, atividades de exploração de textos adaptados da revista National Geographic Portugal; o Explore o ciclo da água através de uma animação. Há um recurso digital disponível sobre o ciclo da água na plataforma da Casa das Ciências, apropriado para o 1.º CEB; o Categorize os diferentes tipos de revestimento dos animais, com exemplos concretos, dando especial atenção ao dos peixes; o Divida a turma em grupos. Solicite a cada grupo que localize num globo terrestre os continentes e os oceanos.

Sensibilize os alunos para a influência da poluição dos recursos hídricos sobre os seres vivos. O filme Midway (http://www.midwayfilm.com/) poderá ser útil para consciencializar os alunos para a importância da preservação desses recursos;

Mostre aos alunos onde serão realizadas as diferentes paragens através da visualização do mapa incluído no guião ou dos locais correspondentes a essas paragens através do Google Earth. 2


Os preparativos da visita Para preparar a visita, sugere-se que tenha em consideração as seguintes indicações e recomendações: 

Certifique-se que a visita irá ocorrer nas condições atmosféricas apropriadas para a realização de atividades ao ar livre. Confirme o estado do tempo antecipadamente no portal do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (http://www.ipma.pt/pt/);

Informe os alunos que devem levar um chapéu, vestuário e, principalmente, calçado adequado para a visita. Como as atividades implicam uma deslocação prolongada a pé, o calçado deve ser o mais confortável possível;

Cada turma deve ser, idealmente, acompanhada por dois adultos durante a realização das atividades;

A realização das atividades tem uma duração aproximada de 120 min;

Os alunos devem ser organizados, previamente, em grupos de trabalho de 3 a 4 elementos;

Certifique-se que leva uma cópia do guião por aluno;

Deve levar barcos de papel para os alunos realizarem as atividades da paragem n.º 5, caso estes não os saibam elaborar autonomamente;

Os alunos devem transportar consigo material de escrita (lápis e borracha) e um suporte para colocarem sob o guião, como um livro, caderno ou outra superfície rígida;

Os alunos devem levar água e um pequeno lanche numa mochila. O local apropriado para a realização do lanche é junto à última paragem;

O autocarro deve parar perto da paragem n.º 1 e recolher os alunos perto da paragem n.º 6;

Leve um pequeno estojo de primeiros-socorros;

Refira aos alunos as principais regras a cumprir na visita: o Entrar e sair do autocarro com cuidado; o Colocar o cinto de segurança no autocarro; o Nunca se separar do grupo de colegas e professores; o Não abandonar a mochila ou outros haveres em locais públicos; o Alertar os professores responsáveis em caso de ser portador de doença que exija cuidados ou medicação específica; o Não correr e não se debruçar sobre os corrimões; o Manter-se afastado da vedação que se situa na paragem n.º 4; o Não destruir ou molestar plantas ou animais; o Atravessar as estradas na passadeira; o Depositar o lixo nos recipientes próprios.

3


2. A visita Durante a visita deve ter em atenção as seguintes recomendações: 

No início da visita recorde aos alunos as regras a cumprir;

Cada grupo de alunos deve iniciar a exploração do guião na paragem n.º 1 com um desfasamento de 5 min do grupo seguinte, para evitar aglomerados grandes de alunos junto das diferentes paragens. Entretanto, os outros grupos, enquanto esperam, podem explorar as restantes máquinas de água que se encontram nessa paragem;

Na paragem n.º 1 são realizadas duas atividades: “A água e as máquinas” e a primeira parte da atividade “As plantas e a água”. Esta última atividade continua na paragem n.º 2;

Circule entre os diferentes grupos de modo a controlar a realização das atividades e a esclarecer as suas dúvidas;

As atividades realizadas junto à paragem n.º 4 devem ser especialmente vigiadas;

Entre a paragem 5 e a paragem 6, os alunos têm de atravessar uma estrada. Alerte-os novamente que o devem fazer na passadeira, sob a supervisão de um adulto;

No final da visita, indique aos alunos que, como atividade complementar, na próxima aula devem trazer o resultado das suas pesquisas sobre a formação de ondas gigantes na Praia do Norte, na Nazaré (Atividade 6.3.).

3. A pós-visita Idealmente, na aula imediatamente a seguir à visita, ou noutra que julgue conveniente, deve explorar com os alunos as respostas ao guião. Organize-os nos mesmos grupos em que realizaram o trabalho de campo e solicite que definam um porta-voz. Devem comparar as respostas dadas a cada uma das atividades e chegar a um consenso sobre a melhor solução. De seguida, discuta com os alunos as respostas que apresentaram às atividades realizadas em cada uma das paragens. Sugere-se especial atenção aos seguintes aspetos: 

Atividades 1.3.2. e 2.2. Os alunos devem relacionar as caraterísticas das plantas enquanto adaptações à disponibilidade de água do meio;

Atividades 6.3. Cada grupo deve analisar as pesquisas que cada um dos elementos realizou sobre a origem das ondas gigantes na Praia do Norte e apresentar uma explicação conjunta. Caso possua equipamento adequado na sala de aula, aproveite para mostrar algumas imagens ou vídeos sobre esse fenómeno.

Explore, ainda, as questões deixadas em aberto no trabalho de campo ou outras que tenham surgido devido à curiosidade dos alunos. A realização de atividades práticas laboratoriais também será uma mais-valia para aprofundarem algumas propriedades da água. 4


À descoberta da ÁGUA no Parque das Nações

Nome:_______________ N.º__ Turma:____ Elementos do grupo:____________________ Data: __ /__ / _____


Mapa adaptado do folheto Parque das Nações – Mapa, da Citimap, Parque Expo e Turismo de Lisboa.

Paragens no Parque das Nações


Paragem n.º 1

A água e as máquinas

1.Observa esta máquina de água.

1.1. Explica como funciona. Resposta:

1.2. Desenha o sentido em que a roda gira para elevar a água.

Trabalho de Campo – À descoberta da água no parque das Nações

1


Paragem n.º 1

As plantas e a água

1.3. Observa a planta localizada na ilha.

1.3.1. Essa planta necessita de muita ou de pouca água para sobreviver? Resposta: 1.3.2.Indica as características principais dessa planta.

Trabalho de Campo – À descoberta da água no parque das Nações

2


Paragem n.º 2

As plantas e a água

2. Localiza no terreno a planta Dasylirion longissimum, que pertence à família dos catos.

2.1.A planta Dasylirion longissimum necessita de muita ou de pouca água para sobreviver? Resposta: 2.2. Compara as características dessa planta com as características da planta anterior.

Trabalho de Campo – À descoberta da água no parque das Nações

3


Paragem n.º 3

O maior Oceano do mundo

3.Preenche o mapa seguinte com o nome de cada um dos Oceanos. A.___________ B.___________ C.___________ D.___________ E.___________

3.1. Observa o globo nomeia o maior Oceano. Resposta:

3.2. Localiza Portugal continental identifica o Oceano que o banha.

no

globo

e

e

Resposta:

Trabalho de Campo – À descoberta da água no parque das Nações

4


Paragem n.º 4

A água e os animais

4. Observa a marina em frente ao Oceanário. 4.1. Que animais observas na água?

Resposta:

4.2. Explica por que razão o ser humano não consegue respirar dentro de água, ao contrário dos peixes.

Resposta:

4.3. Indica o revestimento dos animais a que se assemelha o exterior do oceanário. Resposta:

Trabalho de Campo – À descoberta da água no parque das Nações

5


Paragem n.º 4 4.4. Identifica os superfície da água.

A poluição da água detritos

que

existem

na

Resposta:

4.5. A poluição da água é um problema muito grave. Menciona as consequências que pode trazer para o ser humano e os restantes seres vivos.

Resposta:

4.6. Indica algumas poluição da água.

medidas

para

evitar

a

Resposta:

Trabalho de Campo – À descoberta da água no Parque das Nações

6


Paragem n.º 5

A água e os objetos

5. Previsão: O que acontece a um barco de papel quando colocado na superfície da água?

Resposta:

Experimentação: Coloca um barco sobre a água. Explica o que observaste. Resposta:

Curiosidade: Localiza a bandeira de Portugal e indica o número de postes situados entre essa bandeira e a mais afastada do rio. ________ Trabalho de Campo – À descoberta da água no parque das Nações

7


Paragem n.º 6

A água em movimento

6. Observa o movimento da água.

6.1. As ondas são maiores na zona de maior ou menor profundidade? Justifica a tua resposta.

Resposta:

6.2.Indica locais naturais onde se formam ondas.

Resposta: 6.3.Para saber mais… A Praia do Norte, na Nazaré, ficou famosa devido à onda gigante surfada por Garrett MacNamara. Por que razão se formam essas ondas gigantes? Faz uma pesquisa na Web para responderes a essa questão.

Trabalho de Campo – À descoberta da água no Parque das Nações

8


Paragem n.º 6

A água em movimento

Observa o vulcão de água e espera que a “erupção” ocorra. 6.4. Desenha o repuxo de água libertado pelo cone. 6.5. A água expulsa pelo cone está no: a) estado líquido. b) estado gasoso. c) estado sólido. (Coloca uma cruz (X) na opção correta). 6.6. Faz um esquema do ciclo da água.

Trabalho de Campo – À descoberta da água no parque das Nações

9


Tc à descoberta da água no parque das nações