Page 1

Substâncias Iónicas Sugestão de Exploração

Exploração pelo professor com o quadro interativo Temas a Explorar: Substâncias Iónicas Unidade básica da substância, nomenclatura e fórmulas químicas Pré-requisitos: Iões – monoatómicos e poliatómicos Fórmulas químicas dos iões Tempo de utilização: 30-45 minutos

Unidade Básica da Substância •

Desativar as opções Mostrar a Carga Total e Mostrar Nome da Substância e selecionar Escolher Iões no menu inicial.

Selecionar o catião Sódio e o anião Cloreto.

Se é a primeira vez que os alunos têm contato com o programa, explicar algumas funções do programa (como representa os iões de diferentes cargas e como mostra a carga dos iões selecionados).

Mostrar também como o programa reage a situações conhecidas: Repulsão de cargas de sinal igual, aproximando um catião sódio de outro catião sódio; Atração de cargas


de sinal diferente, aproximando um catião sódio de uma anião cloreto e formando uma nova substância. •

Questionar qual a carga desta substância. Selecioná-la para confirmar a resposta (Figura 1).

Figura 1

Importante fazer os alunos reparar quantos iões formam a unidade básica da substância, neste caso, é formada por 1 ião sódio e 1 ião cloreto.

Repetir o mesmo processo com iões cálcio e óxido.

Questionar como será se os iões tiverem cargas não simétricas.

Selecionar o ião cálcio e o ião cloreto.

Aproximar catião de um anião. Questionar qual a carga deste conjunto (Figura 2).


Figura 2

Questionar sobre o que acontecerá se um ião cloreto se aproximar destes dois iões. Exemplificar.

Fazer os alunos notar que a unidade básica da substância é formada por 1 catião cálcio e 2 iões cloreto.

Repetir o processo com iões lítio e fosfato.

Selecionar o ião alumínio e o ião óxido. Questionar se é possível estes dois iões formar uma substância. Os alunos sugerem facilmente quando se deve acrescentar catiões e aniões, mas deve-se perguntar qual o valor da cargas intermédias.

Fazer os alunos notar que a unidade básica da substância é formada por 2 catiões alumínio e 3 aniões óxido (Figura 3).


Figura 3

Nomenclatura da Substância Iónica •

Explicar que o nome das substâncias é formado pelo nome do anião, seguido do nome do catião, ligados por 'de'.

No menu inicial, selecionar Praticar, para ter um exemplo. Perguntar qual o nome da substância e confirmar ativando a opção Mostrar Nome da Substância.

Obter mais exemplos clicando em seguinte.

Fórmula Química da Substância Iónica •

Explicar que a fórmula química das substâncias é formado pela fórmula do catião (sem o valor da carga), seguido do número de catiões (obtidos como anteriormente), seguido da fórmula do anião (sem o valor da carga) e, por fim, o número de aniões


(obtidos, também, como anteriormente). •

Testar em alguns exemplos, escolhendo iões. Ter cuidado em escolher, também, exemplos que tenham a necessidade de parêntesis em iões poliatómicos.

Concluir •

Depois de uma síntese, é importante que os alunos percebam as limitações do programa. O mais útil nesta fase é compreender que o programa não mostra uma atração entre substâncias iónicas neutras e iões, ou mesmo outras substâncias neutras. É importante perceber isto, para compreender como a ligação iónica mantém a substância coesa, tema que é abordado de seguida. Salienta-se esta limitação, por exemplo, mostrando como uma substância neutra é atraída por um corpo carregado. Carrega-se eletricamente uma régua de plástico e aproxima-se de uma torneira com água a correr, por exemplo.

Exploração pelos alunos em computadores na sala de aula ou em casa •

Depois da exploração pelo professor, distribuir aos alunos uma ficha com algumas questões em que é pedido para diferentes substâncias iónicas: - a quantidade de catiões - a quantidade de aniões - a fórmula química

Os alunos respondem às questões com o apoio do computador para ajudar a construir a substância (se isto for feito na aula, pode ser feito em pares).

Depois da ficha, ou em alternativa, pedir aos alunos para escolher a opção Descobrir Fórmula , no menu inicial e realizarem o teste, que insere uma


dificuldade variável. Se feito em casa, pode ser pedido para realizarem o teste sem correção e enviarem o print screen com as repostas pelo Moodle, ou realizado o teste com correção para um feedback imediato (Figura 4).

Figura 4

Seguimento nas aulas posteriores •

Pode ser dada uma ficha semelhante à da aula anterior para ser resolvida agora sem o auxílio do computador.

Substâncias Iónicas  

Guia do material "Substâncias Iónicas" da Casa das Ciências disponível para download em: http://www.casadasciencias.org/index.php?option=com...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you