Page 1

colunna 285 www.colunna.com.br

Algum desses pode ser o seu próximo barco

Índice BARCOS NACIONAIS E IMPORTADOS, QUE NAVEGAM EM ÁGUAS BRASILEIRAS Nesta edição fomos buscar duas embarcações brasileiras, uma do Rio de Janeiro e outra de São José dos Pinhais – na Região Metropolitana de Curitiba. A carioca Colunna 285 é a lancha que estava faltando no catálogo do estaleiro Colunna, um projeto realizado a pedido de clientes. A Triton 345 é novinha em folha. Trata-se do oitavo modelo lançado pelo estaleiro paranaense Way Brasil, que agora coloca no mercado uma lancha ideal para a família. De fora do Brasil trazemos outros dois barcos, um americano e outro alemão, ambos disponíveis no mercado nacional. A americana Chris-Craft, conhecida por seus barcos clássicos, remodelou a Corsair 32, apresentou-a no salão náutico de Cannes em setembro de 2012 e agora a traz para o Brasil. O estaleiro alemão Bavaria também chega com uma nova embarcação: a Fly 420 Virtess, que no início do ano recebeu nada menos do que o PowerBoat Europeu. E, da Turquia, você vai conhecer o perfil do estaleiro Numarine, que também promete novidades para o público brasileiro. Fomos a Gebze, ao lado de Istambul, conversar com Omar Malaz, o dono do estaleiro. Ele não tem a pretensão de conquistar o mundo, mas faz o possível para explorar novos mares.

81

Colunna 285

O novo barco de 28 pés foi lançado a pedido dos clientes

89

Corsair 32

97

Triton 345

105 113 80  PERFILNÁUTICO

A versão 2013 do iate que dá continuidade à lenda Chris-Craft

Um barco fabricado para a família

Fly 420 Virtess

O primeiro dono brasileiro pode ser você

Numarine

Escritório asiático com vista para a Europa e olhos para o Brasil

28,5 pés e capacidade para dez pessoas

A lancha que estava faltando De olho nas necessidades dos seus clientes, a Colunna lançou seu novo barco de 28 pés Por Amanda Kasecker

PERFILNÁUTICO 

81


colunna 285

Itens para personalização ao gosto do cliente

O

estaleiro Colunna Yachts está fechando seu leque. Depois de quase 20 anos de experiência no mercado náutico e de ter barcos de 23, 32 e 43 pés, a empresa resolveu lançar aquele que estava faltando. Em outubro de 2012, foi lançada no São Paulo Boat Show a Sport Cruiser 285, uma 28,5 pés com capacidade para dez pessoas. Com projeto inteiramente exclusivo da Colunna, a lancha vem para suprir as necessidades daqueles que querem um

82  PERFILNÁUTICO

A 285 PODE SER EQUIPADA COM UM OU DOIS MOTORES DE RABETA, A GASOLINA OU A DIESEL, DE 300 A 440 HP

barco maior para passeio e pernoite ou então dos que preferem algo mais acessível, prático, mas sem perder estilo nem conforto. A Sport Cruiser 285 pode ser equipada com um ou dois motores de rabeta, a gasolina ou a diesel, de 300 a 440 HP, garantindo boa navegabilidade. Além disso, foi criada com um alto padrão de estilo e qualidade, visíveis na montagem das cabines. Com espaço interno bem aproveitado, quatro pessoas podem pernoitar na lancha,

que ainda possui mais de 30 itens para personalização. Tudo ao gosto do cliente.

ALTO PADRÃO DE ESTILO E QUALIDADE, VISÍVEIS NA MONTAGEM DAS CABINES PERFILNÁUTICO 

83


colunna 285

Ao gosto do cliente Eduardo Colunna explica que, depois de passar pela experiência de produzir barcos de tantos tamanhos, a empresa identificou que havia um público carente de barcos com cerca de 28 pés. São aquelas pessoas que prezam por qualidade, já têm um barco menor e estão precisando de um maior, mas ainda não encaram algo tão grande, como uma de 35 ou 40 pés.

CASCO FEITO com MATERIAIS DE PRIMEIRA LINHA, ALTAMENTE RESISTENTEs NA LAMINAÇÃO

Criada a pedido dos clientes Colunna

“O comprador dessa lancha é exigente e sofisticado em termos de qualidade e durabilidade; um público que tem barcos menores e quer um maior”, identifica o empreendedor. “Foi uma necessidade de mercado. Nós tínhamos um modelo de 23,5 pés e outro de 32,5 pés e existia uma lacuna muito grande entre esses dois modelos. Nossos clientes nos pediram muito um barco desse tamanho (28,5 pés) e, mediante este principal fator, desenvolvemos este novo projeto de grande sucesso.”

84  PERFILNÁUTICO

Assim surgiu a Colunna Sport Cruiser 285. Seu projeto foi desenvolvido pelo estaleiro em um trabalho de seis meses que partiu do zero. “O projeto e o design começaram do zero e são uma exclusividade da empresa Colunna Yachts”, explica Eduardo Colunna. “Não nos baseamos em nenhum outro barco da categoria. Foi algo pensado somente por nós.” O resultado de tanta dedicação foi uma lancha com amplo solário de proa, confortáveis espaços para dormir e muitos itens para personalização. PERFILNÁUTICO 

85


colunna 285

“A Colunna realizou diversas pesquisas no mercado para avaliar a concorrência e verificar o que há de melhor no mercado para atender às necessidades do nosso cliente, no arranjo do cockpit, no espaço interno da cabine... o barco foi projetado com o que há de melhor no mercado”, conta o empresário. Na área externa, o primeiro destaque fica por conta do encosto do banco do piloto. Ele é rebatível, o que possibilita pilotar a lancha em pé ou sentado. Isso, de acordo com Colunna, ainda permite que se tenha um enorme solário de popa, um grande compartimento criado na popa, logo abaixo do solário, e ainda um bom espaço na casa de máquina, proporcionando conforto para a realização de revisões mecânicas. Um dos itens opcionais desta área da lancha é a churrasqueira elétrica, que deixa os dias muito mais proveitosos e com um jeitinho brasileiro. Outro destaque é o casco da 285. “É feito de

O PROJETO FOI DESENVOLVIDO PELO ESTALEIRO EM UM TRABALHO DE SEIS MESES QUE PARTIU DO ZERO

Pé-direito da cabine e do banheiro entre os maiores da categoria

E, por falar em design, esse é um dos pontos essenciais da parte interna da 285. Nesse quesito, o que se observa de predominante na lancha é utilização inteligente de espaços. O barco possui uma cabine com sofá que vira cama, uma cama à meia-nau e um banheiro. Tanto o pé-direito da cabine como o do banheiro são os maiores da categoria, segundo Colunna. Um detalhe da cabine interessante é que toda a

materiais de primeira linha: gel, resina, tecidos de fibra de vidro, reforço com colmeia de polietileno, formando um ‘sandwich’ altamente resistente na laminação”, define o proprietário do estaleiro. “Ainda é possível ousar na decoração, que é opcional e da escolha do cliente.” Como diferencial tecnológico, Colunna diz que uma das coisas que realmente fazem a diferença é que os produtos são feitos com materiais de primeira linha, com alta qualidade estrutural e de um acabamento de requinte e design moderno. “Na confecção dos barcos Colunna são utilizados materiais de alta tecnologia, como a colmeia de abelha (Honey Comb) aplicada em placas no piso, paredes e laterais de todo o casco como medida de reforço, caracterizando um produto mais leve e de alta resistência.”

QUALIDADE ESTRUTURAL, ACABAMENTO DE REQUINTE E DESIGN MODERNO

Na área externa, diversos itens opcionais

86  PERFILNÁUTICO

iluminação é feita com LED, tendo baixo consumo de energia. Outro ponto positivo são os tecidos utilizados na confecção do estofamento da cabine interna: resistente a intempéries; ou seja, material náutico resistente a mofo e a raios ultravioleta. PERFILNÁUTICO 

87


colunna 285

CORSAir 32 www.americanboat.com.br

Cabine com sofá que vira cama A cama à meia-nau é ambientada com grandes janelas de vidro nas laterais do casco, várias vigias e gaiuta, que permitem excelente ventilação na cabine. A cama ainda pode ser transformada em sofá, criando uma sala. Logo ao lado, há espaço para uma geleira com capacidade de 130 litros e ainda um compartimento à parte para receber uma caixa térmica sem que atrapalhe o espaço interno da lancha.

SERVIÇO COLUNNA YACHTS SITE: www.colunna.com.br TELEFONE: (11) 4366 2800

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS COMPRIMENTO TOTAL: 8,7 m

COMPRIMENTO TOTAL: 8,7 m

BOCA MÁXIMA: 2,85 m

Corsair 32, lançada em setembro de 2012 BOCA: 2,85 m

TANQUE DE COMBUSTÍVEL: 200 L / 280 L (opcional) TANQUE DE ÁGUA: 100 L CALADO DO CASCO: 0,50 m PASSAGEIROS: 10 diurno / 4 noturno ÂNGULO “V” DA POPA (DEADRISE): 21° PESO APROXIMADO DO CASCO SEM MOTOR: 2.300 kg ALTURA DA CABINE: 1,81 m Perfil

Planta Externa Planta Interna

CLÁSSICO E CONTEMPORÂNEO A VERSÃO 2013 DA CORSAIR 32 DÁ CONTINUIDADE AO PERFIL DA MARCA CHRIS-CRAFT, O LENDÁRIO ESTALEIRO QUE NAVEGA COM ESTILO DESDE 1874 Por Leo Suzuki

88  PERFILNÁUTICO

PERFILNÁUTICO 

89

Ap lag r3 81 88 colunna285  

Colunna 285 - Revista Perfil Náutico