Issuu on Google+


2

OPINIÃO

EDITORIAL É evidente e até compreensível que diante de qualquer medida de governo aflora a cultura do corporativismo, num país historicamente clientelista, patrimonialista como o Brasil. Algumas classes sociais tentam mostrar a cara liberal e desde os tempos de Portugal praticam o exercício de levar vantagens do poder público. Quando o governo tenta se libertar de cultura centenária surgem manifestações contrárias. Não é falta de verdade dizer que quando melhora a saúde pública de um município, Estado ou País, os profissionais liberais desta área condenam as iniciativas de governos bem intencionados. É o caso do Brasil. Os médicos brasileiros, em sua maioria, preferem a medicina curativa. A proposta mais social encaminha iniciativas na busca da medicina preventiva. É lamentável observar que muitos médicos ten-

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 26 DE ABRIL DE 2014

www.jornaldemarau.com.br

E os nossos médicos cubanos? tam desqualificar os profissionais contratados pelo governo, como se não estivessem habilitados para as funções. Cabe a nós, compromissados com o respeito aos nossos assinantes, fazer o questionamento: QUAL A RAZÃO DE NOSSO MUNICÍPIO NÃO ESTAR INCLUSO NA VINDA DE MÉDICOS CUBANOS? Estranha que cidades próximas, como Veranópolis, Casca e Mato Castelhano (para citar algumas), já contam com médicos que chegam de fora para evitar doenças na população. O belo programa de Dilma Rousseff o Mais Médicos - conta com 15 mil profissionais desta área, 76,5% deles são cubanos. Aqui já estão trabalhando 11 mil e 400 médicos da ilha, que numa cultura de atendimento de médico de família educam, orientam para evitar que as doenças apareçam com mais frequência entre a população atendida. Nesta semana chegaram ao Rio Grande do Sul 422

médicos vindos de Cuba. Totalizam no nosso estado 1.065 profissionais da chamada medicina preventiva, para trabalhar num universo populacional de 3,7 milhões de gaúchos. Não é novidade esse tema para nós do JM/Jornal de Marau e da Vang FM. Fazem mais de 10 anos que tratamos do assunto, defendendo a validação de diplomas de médicos de Cuba para atuar no Brasil, coisa que foi feita há alguns anos atrás pelo ex-prefeito de Santa Rosa, ex-Secretário de Saúde do Estado e hoje Deputado Federal Osmar Terra. Profissionais da saúde preventiva vieram para a região missioneira. Sobre o motivo de Marau não estar no programa, cabe ao governo - que conta com o vice-prefeito e outros apoiadores atuando na medicina - responder. Nosso dever é perguntar. E perguntar não ofende.

Felizmente, a mazela social de termos mendigos nas ruas de Marau pedindo esmolas – ainda – não é freqüente, embora não seja inexistente. Mas você já parou para analisar se devemos ou não dar esmolas – seja em dinheiro, em comida, roupas ou o que for – para pedintes? Confira alguns argumentos que podem te ajudar a formar sua opinião: A FAVOR: l Dar esmola não é uma ciência. Não tem a ver com economia, política social ou sociologia. Tem a ver com aquilo que pode ajudar a resolver a maior parte dos problemas do mundo: amor, afeto, carinho e compaixão. Nem mil argumentos devem te convencer a não dar esmola se o seu coração simplesmente diz para dar. l Muitos dizem que ao invés de dar esmola, é preciso dar cidadania, opções de educação, moradia, emprego e saúde. Convenhamos: até que o Brasil seja um país onde mendigos consigam alcançar tais condições, todos eles já terão morrido de fome. No momento em que ela está pedindo esmola – naquele momento específico – a pessoa não precisa de educação, ou cidadania. Ela precisa comer ou se esquentar, e só vai conseguir isso através da esmola. l Certamente, se todos parássemos de dar esmolas, menos pessoas estariam pedindo. Mas o fato de não darmos esmola não cria automaticamente centenas de escolas, creches, postos de trabalho, moradias dignas e condições de qualidade de vida. Ou seja: se menos pessoas estariam pedindo, mais pessoas estariam roubando, matando e cometendo crimes. Ainda que paliativa, a esmola pode dar à pessoa honesta a chance de não precisar roubar para matar a fome.

CONTRA: l Dar esmolas mantém as pessoas na rua, com o sentimento de que não precisam buscar algo melhor para suas vidas, já que sempre haverá alguém para ajudá-las a obter sustento. Além disso, famílias inteiras acabam vivendo de migalhas, crianças deixam de ir à escola porque seus pais acreditam que ficar nas ruas pedindo é mais proveitoso. l Podemos fazer mais pela cidadania das pessoas se ao invés de dar esmolas, doássemos determinada quantia para ONGs e entidades sérias que realmente tem o poder de mudar a vida dessas pessoas. Ao ajudar um albergue, por exemplo, estamos proporcionando o mesmo conforto que intencionaríamos com a esmola, só que do jeito certo, evitando que esse dinheiro vá, por exemplo, para o tráfico de drogas. l A esmola é um resultado da cultura cristã, desvirtuada, principalmente, pelo brasileiro. Desde o período do fim da escravidão, onde milhares de pessoas foram retiradas da situação degradante de ser escravo, mas ficaram ainda sem a mínima cobertura social. Ao invés de investir em projetos de excelência em educação e cidadania, o Brasil preferiu investir em “esmolas governamentais”, programas assistenciais apenas paliativos, que não resolvem o problema. Enquanto houver esmola – em qualquer nível – esta cultura não mudará.


Qual das duas? 1- Semana que vem teremos mais um feriadão. Já programou sua vi-

SENTENÇA “Só acredito naquilo que posso tocar. Não acredito, por exemplo, em Luiza Brunet.” Luís Fernando Veríssimo

agem? 2- Ou ficará descansando em casa?

Ordem na urna

Lúcio José Finkler POLÍTICA: Mais constrangedor que a presidente da Petrobrás admitir "mau negócio" na refinaria de Pasadena, foi Graça Foster dizer que soube das maracutaias doleiras do ex-diretor Paulo R. Costa "pela imprensa". GERAL: Estranho nosso país, onde a compra de uma refinaria de petróleo, que beneficia a alguns poucos e prejudica milhares de acionistas e milhões de brasileiros, é rapidamente aprovada por um colegiado. Mas onde um pedido de socorro de um menino, em risco de vida, demora tanto para ser ouvido, que se tornou vítima tanto da ação de seus assassinos quanto da omissão daqueles que deveriam protegê-lo.

O Senado aprovou semana passada o projeto que fixa a ordem dos cargos eletivos que devem aparecer nas urnas eletrônicas. Desta forma, nas eleições nacionais, a ordem que votaremos em outubro assim será: 1) Deputado Federal 2) Deputado Estadual 3) Senador 4) Governador 5) Presidenta Em 2016, no pleito municipal, votaremos primeiro no Vereador e após no Prefeito.

Dois pesos... Falou bem Luís Fernando Veríssimo: “Que fique estabelecido o critério do STF: um para o PT e outro para os políticos de outros partidos”. Crimes de Collor estão prescritos. Mensalão Tucano está prescrito para maioria dos réus. Trensalão tucano, engavetado, vai pelo mesmo caminho. Enquanto isso José Dirceu, que já tá pagando por seus erros, foi condenado ao semiaberto e, arbitrariamente, continua em regime fechado. É difícil não enxergar perseguição. Lamentável.

ESPORTE: A Copa do Mundo de futebol no Brasil vai ser disputada em 12 estados. Dos doze estádios, apenas três pertencem a clubes: Atlético Paranaense, Corinthians e Internacional, os demais são estádios inteiramente bancados pelos governos. O maior é o Maracanã (78.448 espectadores), o terceiro é o do Corinthians (67.349), depois os de Fortaleza, Belo Horizonte, Salvador e, em sétimo, o Beira-Rio (47.100). O segundo maior estádio é o de Brasília, com 72.741 lugares e um custo de R$ 1,6 bilhão. Deve lotar depois da copa, com algum clássico entre Gama e Brasiliense. Piada... ECONOMIA: Grandes multinacionais e bancos internacionais não estão marcando nenhuma reunião de trabalho para o Brasil em junho e julho. A medida visa fugir dos altos custos de hospedagem, locação de espaço e tarifas aéreas nos dois meses que o nosso país vai virar a capital mundial da bola. HUMOR: Notícia no principal telejornal argentino: 'Uruguai e Argentina empataram hoy el jogo por la Copa América: zero gols para el Uruguai e ZERO GOLAÇOS para la Argentina! PARA REFLEXÃO: "Há três caminhos para o fracasso: Não ensinar o que se sabe; Não praticar o que se ensina; Não perguntar o que se ignora." luciofinkler@terra.com.br


4

POLÍTICA

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 26 DE ABRIL DE 2014

Legislativo cria Cadastro de Doadores Voluntários de Sangue de Marau O legislativo aprovou na última sessão, o projeto de lei do Vereador Matheus Fernandes da Silva (PT), que cria o Cadastro de Doadores Voluntários de Sangue de Marau. O objetivo é disponibilizar aos setores de saúde uma rede potencial de doação, contribuindo com os hemocentros na manutenção de um estoque mínimo ou atendendo eventuais emergências, que necessitam imediatamente de disponibilidade de algum tipo de sangue, além de ter uma lista rápida que facilita a procura de quem são os doadores. A matéria aguarda sanção do Prefeito e depois entrará em funcionamento para auxiliar quem precisar. “Entendo ser de fundamental importância esse cadastro, por mais simples que seja pode fazer a diferença pra quem precisar, sabemos que a comunidade de Marau já é solidária e isso vem auxiliar ainda mais nesse gesto de amor", destacou o Vereador.

www.jornaldemarau.com.br

Audiência municipal da Consulta popular acontece segunda Será realizada na próxima segunda-feira, dia 28 de abril, a Audiência Pública Municipal que irá definir as demandas e eleger os delegados da Consulta Popular 2014. A Assembleia está marcada para as 19 horas na Casa da Cultura. O Coordenador do processo em Marau, Leonardo Bessa de Oliveira, ressalta a importância da participação da comunidade nesta assembleia, já que a escolha dos delegados com poder de voto na fase regional acontece de maneira proporcional ao número de participantes na fase municipal. Esta será a chance dos marauenses opinarem na escolha de dez demandas com valores alocados e mais cinco prioridades regionais, que posteriormente serão levadas à análise da assembléia regional. A votação será realizada no próximo dia 4 de junho, em todo o estado, através de voto secreto em uma das urnas, e nos dias 2,3 e 4 de junho pela internet. As áreas definidas para a Consulta Popular deste ano são: Cultura e Inclusão Digital; Desenvolvimento Econômico; Desenvolvimento Rural; Saúde; Segurança Pública e Defesa Civil; Irrigação; Cidadania, Justiça, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres; Esporte, lazer e Turismo; Habitação, Desenvolvimento Urbano e Saneamento e Educação Básica, Profissional e Técnica.

Aprovado na Câmara de Vereadores o repasse de verba ao F.C. Marau

Vice-prefeito comemora aniversário, mas presente vai para o HCR

Foi votado e aprovado na sessão plenária da última terça-feira, na Câmara de Vereadores, o Projeto de Lei número 28/2014, que autoriza o Poder Executivo a abrir crédito especial, celebrar convênio e efetuar repasse financeiro ao Futebol Clube Marau. O valor do repasse será de cinquenta mil reais, transferidos em parcela única. Com o projeto aprovado, o Poder Executivo está autorizado a celebrar o convênio. O recurso será utilizado pelo clube, vinculado a programas educacionais que serão desenvolvidos nas escolas municipais, por integrantes do time, voltado para atividades físicas e palestras sobre condicionamento físico, nutrição e responsabilidades dos atletas. Ainda, na justificativa do projeto está o vislumbre da implantação, “num futuro próximo” de categorias de base no F.C. Marau.

O vice-prefeito de Marau, Dr. Odolir Bordin, comemorou seu aniversário na quarta-feira, dia 16 de abril, recepcionando amigos no CTG Felipe Portinho. Os convidados do aniversariantes foram orientados a substituir o presente por um valor em dinheiro, que foi totalmente revertido à campanha Eu Abraço o HCR. A ideia foi inspirada na iniciativa do empresário marauense Ildomar Marodin, que realizou o mesmo ato no ano passado. O valor recolhido foi de R$ 8.721,00, e já foi entregue oficialmente ao hospital, em ato solene que contou com a presença do administrador do HCR, Sérgio Lunardi, do Chefe de Enfermagem, Gilberto Luiz Bido e do coordenador de projetos, Marcelo Borghetti. Bordin atende no Hospital Cristo Redentor há 25 anos.


www.vangfm.com.br

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 26 DE ABRIL DE 2014

GERAL

7

Presidente da FIERGS palestra para empresários de Marau e destaca “bons problemas” locais O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – FIERGS, Heitor José Muller, esteve em Marau, a convite de seu vice-presidente, o marauense Antônio Roso, palestrando sobre “A urgente reindustrialização do estado e do Brasil”. O encontro com o empresariado local aconteceu no restaurante Vino Vechio, nesta quinta-feira. Müller, em reunião com a diretoria da ACIM, manifestou preocupação com o crescente déficit no que diz respeito à importação de produtos industrializados no Brasil. “Outros países, com uma legislação tributária diferenciada, com mais incentivos fiscais, conseguem produzir melhor e mais barato. Assim, passamos de um superávit na balança de manufaturados em 2003, de R$ 9 bilhões, para um déficit em 1013 de R$ 105 bilhões. Tudo o que é consumido pela nova classe média empata com este déficit. Ou seja, o salto de consumo que o Brasil deu não vem sendo produzido por empresas locais, e sim pela importação”, avaliou. O presidente também visitou a unidade do SENAI local e anunciou a necessidade de um aumento físico da escola. “Apesar de já termos investido em equipa-

Em entrevista à imprensa local, Müller destacou potencial de crescimento de Marau

mentos no início do ano, vamos melhorar mais ainda. Marau está crescendo. Ela tem bons problemas, como o fato de ter de trazer mão-de-obra de fora. Neste caso, a educação profissional ganha ainda mais importância e esta demanda deve ser suprida”, destacou. Sobre o cenário eleitoral, Müller destaca que está em elaboração uma nova agenda, que será levada aos candidatos à presidência e ao governo do estado. “A

nossa principal reivindicação, e a nossa principal preocupação é que as eleições sejam democráticas e civilizada, com demonstração de argumentos. Existem diversos pontos em que o empresário, o setor industrial é prejudicado pela ineficiência dos poderes políticos, como a questão da logística de transporte e armazenamento, legislação tributária e os próprios investimentos em educação profissional”, concluiu.


8

GERAL

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 26 DE ABRIL DE 2014

www.jornaldemarau.com.br

“Vocês estão no meu grupo.”

Chegou a hora de doar: Campanha do Agasalho 2014

Felipão, sobre conversa que teve com Oscar, David Luiz, Ramires, William e Paulinho, em Londres.

Comunicação PMMarau

A Campanha do Agasalho 2014 será oficialmente aberta na próxima segunda-feira, dia 28 de abril, e neste ano não será um evento isolado, e sim integrante da Feira de Saúde e Cidadania que ocorrerá no dia 17 de maio, na Praça Dr. Elpídio Fialho. Até lá, doações de roupas, cobertores e utensílios para enfrentar o inverno poderão ser feitas na Secretaria de Desenvolvimento Social, ou na sede de empresas e entidades que fazem parte da campanha, neste ano organizada pelo Poder Público Municipal, em parceria com o Grupo de Cavalarianas Anita Gribaldi e a Associação Marauense de Arrancadas, e co-apoiado por dezenas de entidades locais. O processo de triagem das roupas recebidas será de 19 a 23 de maio, e no sábado, dia 24 de maio, será feita a distribuição das arrecadações nos Bairros Santa Helena, São José Operário e Centro Social Urbano. É importante que as peças doadas estejam em bom estado para o uso.

Participantes da edição de 2013

6ª Rústica do Trabalhador será neste domingo A Associação Marauense de Corredores de Rua (AMC) realizará no próximo domingo, dia 27 de abril, a 6ª Rústica do Trabalhador, 2ª Corrida do Carteiro e 4ª Rústica para Crianças. O evento tem apoio da Prefeitura Municipal e começa as 9 da manhã, com largada na Praça Dr. Elpídio Fialho. As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de abril no site www.ucrsm.com/rusticadotrabalhador . Para as categorias Mirim, Infantil, Juvenil as inscrições serão gratuitas. Para a categoria adulto marauense não será cobrada taxa de inscrição, apenas a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis. Para a categoria adulta de fora do município o custo da inscrição é de R$ 15,00 mais dois quilos de alimentos não perecíveis. Os 100 (cem) primeiros que efetuarem o pagamento terão direito a uma camiseta do evento. O pagamento deverá ser efetuado mediante depósito identificado no Banco Banrisul Agência 0727, Conta Corrente 35.062519.0-3, titular Bruno Marcelo Dias. Mais informações pelo telefone (54) 9105 9737 ou pelo e-mail: rusticadotrabalhador@gmail.com. Os atletas deverão apresentar documento de identidade para verificação da data de nascimento e enquadramento nas categorias, e devem estar no local do evento uma hora antes da largada, para retirada do kit composto pela camiseta, número de participação e pulseira de cronometragem. A prova terá percurso de 7km.

Sair de cena Deve ser muito difícil para um atleta deixar a cena esportiva. O Michael Phelps, por exemplo. Desistiu de deixar a natação apenas dois anos após ter anunciado sua aposentadoria. Novamente competindo, conseguiu a medalha de prata na prova dos 100m borboleta, na quinta feira. Dono de 18 medalhas de ouro em Olimpíadas (o Brasil tem 23 medalhas douradas), Phelps deve ter voltado às competições decerto porque não conseguiu largar a dieta de 5 mil calorias a que se submetia quando estava em plena forma. O retorno de Phelps, nascido para nadar, é promissor. Mas há grandes nomes do esporte que perdem a hora da aposentadoria. É óbvio: o que esses atletas fizeram enquanto competiam em alto nível torna o fim de suas carreiras esportivas uma simples nota de rodapé. Seguimos. O grande Muhammad Ali conquistou três vezes o cinturão da categoria peso-pesado de boxe. Fez lutas extraordinárias contra Joe Frazier e Geroge Foreman. Mas sua despedida dos ringues foi deprimente, levando uma surra e perdendo título para Larry Holmes. O alemão Michael Schumacher, ainda internado devido ao grave acidente sofrido em uma pista de esqui, também voltou às pistas depois de ter se tornado o maior campeão da Fórmula 1. Mas o heptacampeão teve resultados pífios em seu retorno. Romário, o artífice do quarto título do Brasil, na Copa do Mundo de 1994, garimpou gols na Austrália, jogou na segunda divisão dos EUA (!) e transformou jogo-treino em amistoso oficial até conseguir o tal milésimo gol da carreira! Sabe quantos gols o baixinho marcou em partidas que valiam mesmo? Mais de 800. Romário postergou sua carreira em busca dos mil gols porque não soube parar em 2005, quando foi artilheiro do Brasileirão, aos 39 anos. O Michael Jordan, o melhor jogador de basquete do melhor basquete do mundo, elevou o Chicago Bulls à seleta lista de grandes equipes da NBA. Conduziu o time a um tricampeonato; resolveu parar para jogar beisebol; voltou e venceu outras três vezes a NBA; parou de novo; voltou a jogar, só que pelo Washington Wizards, e então teve de aposentar-se de vez. Há duas semanas, o presidente do UFC, Dana White, disse que não gostaria mais de ver o brasileiro Antônio Rodrigo Nogueira, o Minotauro, lutando. Em suas derrotas mais recentes, o brasileiro quebrou o braço, lesionou ligamentos do cotovelo e sofreu um nocaute. Minotauro é o único lutador peso-pesado a ter conquistado os cinturões do extinto Pride e do UFC. Seu nome já está na história do MMA, e ele já apanhou muito por isso. Mas deixar o octógono de vez deve ser um golpe mais contundente do que qualquer soco ou chute.


2

Suplemento da edição 876 do JM/Jornal de Marau

Saiba riscos de não trocar travesseiros e roupas de cama Uma nova pesquisa feita pela Ergoflex sugeriu que milhões de britânicos estão colocando em risco a saúde por não substituir a roupa de cama com a frequência adequada. O estudo também descobriu que as pessoas usam travesseiros e edredons, em média, de um a dois anos a mais do que o recomendado. Dos 2,2 mil homens e mulheres entrevistados, com mais de 18 anos, 82% não sabiam em quanto tempo deveriam descartar os travesseiros e edredons usados. As informações são do Daily Mail. De acordo com o Sleep Council, travesseiros devem ser trocados a cada dois anos e edredons a cada cinco. No Reino Unido, porém, segundo o estudo, a substituição acontece após cerca de 3,2 anos do primeiro e 7,6 anos do segundo. Especialistas disseram que, ao não trocar os objetos no tempo sugerido, existe risco de causar problemas no pescoço, assim como alergias por causa do ácaro acumulado. Do total de entrevistados, 57% substituem a roupa de cama quando estão velhas demais. Outros disseram que se livram dos objetos apenas quando começam a sentir dificuldade para dormir. O motivo, para 21% das pessoas, é o custo da tro-

AGORA TAMBÉM EM MARAU!

INFORMAÇÕES: Kauai Marau: 3342-6881 Carina: 9983-2420 Baillar Passo Fundo: 3313-6334

ca. Um grupo, formado por 61% do total, afirmou que substituem os travesseiros com mais frequência por questões de higiene.


Suplemento da edição 876 do JM/Jornal de Marau

Tratamento com ozônio é aposta no combate à carie O ozônio abaixa a quantidade de bactérias na região tratada, evita a volta da cárie e ainda dificulta que as bactérias consigam chegar até o nervo do dente

Há mais de cem anos, o ozônio é um gás conhecido na medicina por sua eficiência no combate de microorganismos, como bactérias, vírus e fungos. É com base nisso que muitos dentistas passaram a utilizá-lo em diversos tratamentos, principalmente nos casos de cárie. “Utilizo ozônio todos os dias e para todos. Uso em irritações ou inflamações de gengiva e em tratamento de canal. Se for uma infecção muito severa, será necessária mais de uma sessão”, diz o cirurgião-dentista da Natus Saúde, Carlos Coachman. Segundo o especialista, o ozônio abaixa a quantidade de bactérias na região tratada, evita a volta da cárie e ainda dificulta que as bactérias consigam chegar até o nervo do dente. “No caso da cárie, faço a remoção e antes de restaurar aplico o ozônio”. Coachman ressalta que não há contraindicações a esse tratamento: “O ozônio é um gás super conhecido,

o O³, que seria um oxigênio de potência mais forte. Uma vez dentro do organismo, ele cumpre seu papel e depois se transforma em oxigênio comum, não fazendo mal para o ser humano”. O preço também é atrativo. Cada aplicação sai, em média, R$100, porém o número de aplicações necessárias depende da gravidade do problema bucal. COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA Alguns dentistas são relutantes a esse tratamento e questionam sua eficácia. O argumento é que ainda não há uma pesquisa científica que comprove os benéficos do ozônio. Para Carlos Coachman, isso tudo só dificulta a expansão desse procedimento. “Há mais de cem anos a medicina conhece os benefícios do ozônio para o combate de micro-organismos. A vantagem deste tratamento é que ele é mais eficiente que o antibiótico, que combate uma ou algumas bactérias, o ozônio combate todas” finaliza.

3 Por que a dor de dente piora à noite? Quando deitamos o fluxo sanguíneo na cabeça aumenta, aumentando a pressão na polpa e piorando a dor de dente A dor de dente é considerada umas das piores dores que existe. O incômodo não deixa a pessoa comer, pode desencadear uma dor de cabeça e também afeta o sono. No último caso, ocorre que a dor costuma piorar à noite, principalmente na hora de deitar. Para entender porque isso acontece, primeiro é preciso saber que a dor de dente é uma inflamação. Ela ocorre na polpa ou nas estruturas adjacentes do dente e é causada por cárie, trauma, problema gengival ou contato prematuro – quando, por conta de uma mordida errada, há choques inadequados entre os dentes. Uma vez com a dor, o ato de deitar intensifica esse mal. “Quando deitamos o fluxo sanguíneo na cabeça aumenta, aumentando a pressão na polpa”, explica a dentista Renata Camargo. Ou seja, o aumento da dor não tem nada a ver com o fato de ser noite, mas sim por conta de que é nesse período do dia que a maioria das pessoas deita para descansar, o que ocasiona essa associação. PARA DORMIR BEM Para fugir dessa sensação horrível nas horas de descanso, a especialista reforça que as práticas conhecidas para manter a saúde bucal nunca devem ser deixadas de lado. “Uma boa escovação, o uso de fio dental, ir ao dentista a cada seis meses para fazer a limpeza dos dentes e ficar atento à necessidade de aparelho são bons hábitos que ajudam a espantar a dor de dente”. Mas, se mesmo assim, a temida dor de dente atacar à noite, Renata prefere fugir de truques populares como colocar gelo no local ou fazer bochecho com água quente e sal. “Em casos de dor leve ou moderada um bom analgésico pode resolver o problema. Mas se forem mais agudas só a intervenção do dentista resolverá”, finaliza.


Suplemento da edição 876 do JM/Jornal de Marau

4

Uma bebedeira por semana traz 12 kg extras em um ano Apenas uma noite de bebedeira por semana pode trazer cerca de um quilo a mais na balança. A maior parte do estrago, no entanto, vem dos alimentos que acompanham estes momentos, mais do que o próprio álcool

Se você é fã das bebidas alcoólicas, cuidado: uma noite regada a alguns drinques pode fazer um verdadeiro estrago na sua cintura. Apenas uma noite de bebedeira por semana pode trazer cerca de um quilo a mais na balança, dizem os especialistas. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail. Mesmo que você siga uma dieta restrita, manter uma noite de bebedeira pode resultar em cerca de 12 quilos extras ao final de um ano. A maior parte do estrago, no entanto, vem dos alimentos que acompanham estes momentos, mais do que o próprio álcool. Apostar em lanches pesados, como fast food, logo depois do bar, é um recurso usado para combater a ressaca. O hábito pode acrescentar à noitada muitas calorias extras. A empresa Slimming World, que encomendou a pesquisa sobre hábitos ligados ao etilismo, afirma que é preciso reforçar o impacto do álcool no ganho de peso. Eles acreditam ainda que os rótulos deveriam ser mais claros com relação ao valor calórico das bebidas. A pesquisa, feita com mais de 2 mil britânicos, mostrou de que forma o hábito de beber vem contri-

buindo para a crise de obesidade no Reino Unido, que atualmente é a pior de toda a Europa. Os números mostram que os homens atingem seu “ponto crítico” – o momento que começam a beber mais do pretendiam – a partir das 10,5 unidades de álcool, o que equivale 4 pints de cerveja. Os drinques extras depois deste ponto, combinados com comida gordurosa como batatinha frita, kebabs, pizzas e hambúrgueres, levam as pessoas a ingerirem 6.940 calorias extras. Isto é três vezes mais do que a recomendação diária do consumo para homens. As bebidas somam 1.795 calorias, enquanto que a comida traz mais 3.126 calorias. Comer alimentos pouco saudáveis no dia seguinte acumulam outras 2.025 calorias. Já para as mulheres, o ponto crítico chega quando elas atingem as oito unidades de álcool – apenas duas ou três taças grandes de vinho. Além disso, as mulheres consumem 5.725 calorias extras, ou quase três vezes a sua recomendação diária. Quase 60% das pessoas que participaram da pesquisa disseram que passam do ponto crítico pelo menos uma vez durante um fim de semana comum.


Suplemento da edição 876 do JM/Jornal de Marau

5

Crianças saudáveis não devem consumir produtos diet Os alimentos diet e light já fazem parte da dieta dos adultos, mas quando o assunto é a alimentação das crianças, é preciso ficar atento. O diet é um produto isento de determinado nutriente na sua composição e indicado a quem tem necessidades específicas, como, por exemplo, os diabéticos (restrição ao açúcar), os celíacos (não podem consumir glúten), quem tem o colesterol alto (gordura), entre outros. “Se a criança for diabética, pode consumir o produto que não tem açúcar na composição”, orienta a nutricionista Cristiane Yamane. Mas mesmo a criança que precisa fazer uso desse tipo de produto deve ingeri-lo de maneira controlada, sempre com orientação médica. No caso de indicação pelo especialista, os pais precisam observar atentamente o rótulo antes da compra, para ter certeza de qual ingrediente o alimento está isento. PRODUTOS LIGHT ESTÃO LIBERADOS Os alimentos light são aqueles que apresentam uma redução de, no mínimo, 25% de um ingrediente, como o açúcar, a gordura e o sal na sua composição, em relação a um alimento normal. Os light podem ser indicados a crianças com excesso de peso, dependendo do grau da obesidade. “No entanto, o ideal é que elas sejam analisadas por um especialista, assim ele pode compreender qual é a real necessidade e sugerir a alimentação adequada”, explica a nutricionista. Mas, apesar de esses produtos poderem ser consumidos em algumas ocasiões e com recomendação,

não devem substituir a alimentação saudável e equilibrada à base de frutas, verduras e legumes. OBSERVAÇÕES: l As crianças diabéticas podem consumir produtos diet, mas com orientação médica. l Os produtos light são indicados a crianças com excesso de peso. l O leite é considerado light quando apresenta uma redução de, no mínimo, 25% de gordura.

l As crianças que precisam fazer uso de produtos diet e light devem passar por consulta com um especialista. l Os produtos diet e light não devem substituir a alimentação saudável e equilibrada à base de frutas, verdura e legumes. l Na hora da compra, observe atentamente o rótulo do produto diet ou light para certificar-se de qual ingrediente está isento ou com redução.


Suplemento da edição 876 do JM/Jornal de Marau

6

Cachorros sabem se o dono está feliz ou triste Um novo estudo acaba de comprovar o que os donos de cachorros talvez já tivessem percebido: pelo tom da voz, o animal identifica se seu proprietário está feliz ou triste. Pesquisadores da Universidade Eötvös Loránd, na Hungria, usaram exames de ressonância magnética para estudar como o cérebro de onze cachorros reagia a diferentes sons. Segundo os cientistas, o cérebro dos bichos parece ter uma área que apresenta uma maior atividade quando ouve vozes humanas ou latidos do que outros ruídos sem importância, como o de um vidro quebrando. A atividade é maior ao ouvir um som emocionalmente positivo do que um negativo. O estudo foi publicado nesta quintafeira no periódico Current Biology.

No estudo, em várias sessões de 6 minutos cada, os animais ouviram cerca de 200 sons de três categorias — vozes humanas, latidos e barulhos insignificantes —, enquanto os cientistas acompanhavam sua atividade cerebral. O exame também foi feito durante o silêncio. Os pesquisadores submeteram 22 humanos ao mesmo teste, para comparar os resultados, e constaram que as áreas cerebrais que respondiam à voz eram parecidas em homens e cães. "Parece que o mecanismo que processa informações sociais é o mesmo em homens e cachorros", diz o neurocientista Attila Andics, líder do estudo. "Nós acreditamos que, por isso, a comunicação vocal entre as duas espécies é fácil e bem sucedida."

VENDE-SE FILHOTE DE SHIH TZU

Nome: Benhe - Apelido: Marauzinho Proprietária: Aline Poloni

VENDE-SE PET SHOP Excelente oportunidade de investimento. Vende-se pet shop em ótima localização e com clientela consolidada. INTERESSADOS LIGAR PARA 9163-9714 OU 9124-3061.


www.vangfm.com.br

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 19 DE ABRIL DE 2014

Queremos colaborar Quando tanto se reclama sobre falta de espaço para estacionamento no centro e cercanias, se observa que alguns espaços de faixa amarela não precisam existir. É urgente a necessidade de disciplinar estacionamento de motos na parte central da cidade. São poucos os locais com espaço específico. Com isso se observa que as motos estão sendo estacionadas entre veículos, o que dificulta as manobras. Não estaria na hora de parquímetros em alguns pontos centrais de Marau? Outra saída é a cobrança de estacionamento e fazendo criar a cultura de andar a pé - também a saúde agradece ao se fazer exercício de caminhar algumas quadras. Cidadania é buscar esclarecimento e denunciar anormalidades. É o que estamos exercendo. Obrigado pela compreensão.

Não vai ter Copa Pelo menos para os policiais da Brigada Militar de Marau não haverá remanejamento para atuar na área metropolitana de Porto Alegre. Informação foi dada na sexta-feira pelo Capitão Jéferson no Espaço Plural. Na oportunidade, reconheceu que não contamos com o número necessário de policiais para atender ao município e às cidades próximas que dependem do esquadrão regional. Nossa população de bem agradece...

Trevos estão bonitos Há um esforço e já apresenta muito bom resultado as entradas norte e sul da cidade e alguns trevos dentro do perímetro urbano. Como exemplo o contorno entre a parte sul da cidade, no encontro da Júlio Borella e da Barão do Rio Branco. Muito boas também as melhorias no monumento às Nações e na Praça do Cinquentenário na parte norte da cidade. É preciso no entanto a colaboração dos promotores de eventos. O Flagrante aí, mostra colocação de faixa promocional tirando a visão de quem precisa entrar na Perimetral. É o chamado perigo iminente.

Chique no último! Contando ninguém acredita. Regulamento da Taça Verão de Futsal é bem claro: inciso primeiro: em caso de igualdade em partidas eliminatórias, a decisão deverá ser através de penalidades. Mas os responsáveis pela competição só começaram a ler a partir da segunda linha, que citava a melhor campanha. Deu xabú. A decisão está nas mãos da justiça desportiva. Nossa futsal amador está mais chique do que nunca, sendo comparado com as competições organizadas pela CBF.

9

Caixinha de lenços Bancada petista em recuar na contestação de uma CPI específica da Petrobrás poupa mesmo o partido e o próprio governo de um desgaste político que viria atrelado à tentativa de impedir investigação. Como sempre tem um Pau Mandado para fazer isso, não existe pessoa mais preparada que Renan Calheiros para fazer, como presidente do Senado. Os Ministros da Suprema Corte devem se sentir um pouco mais aliviados, pois dos 11 titulares, 8 foram indicados por Lula ou La Rousseff. PMDB nacional assume para si tal responsabilidade de contestar a CPI Exclusiva da Petrobrás que está mais para caixinha de lenço: é só puxar um, que logo após, vem novos escândalos.

A verba que reverbera O repasse de recursos da prefeitura para o Futebol Clube Marau divide opiniões. Sabe-se que a comunidade marauense ainda não abraçou totalmente o projeto, e que o time não se manterá sozinho sem ajuda governamental. É evidente que o F.C. Marau é divulgação positiva para a cidade, principalmente depois de um acesso logo no primeiro ano de vida, e por si só isso já é motivo para um auxílio que, num orçamento de R$ 100 milhões, passará quase despercebido. Mas é preciso fiscalizar o cumprimento do convênio, que inclui uma contrapartida do clube na área educacional do município.


HOSPITAL CRISTO REDENTOR HOSPITALAssociação CRISTO REDENTOR Hospitalar Beneficente de Marau

HOSPITAL CRISTO REDENTOR CNPJ 88.417.787/0001-32 - ICMS 075/0013079 - www.hcrmarau.com.br Rua Bento Gonçalves, 10 - Marau - RS - Fone (54) 3342-4455 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 II – DEMONSTRAÇÃO DO SUPERAVIT DO EXERCICIO

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 I - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CIRCULANTE

31/12/2013 4.776.618,78

31/12/2012 3.676.784,10

2.452.381,51

2.074.331,12

Disponibilidades Contas a Receber de Pacientes Créditos de Convênios Créditos de Financiamentos

160.762,42

1.857.110,69

1.295.930,14

33.113,76

35.081,19

146.129,98 141.931,13 141.909,71

110.679,23 98.124,50 98.103,08

21,42 12.347.480,00 8.742.034,08 2.101.980,00

21,42 11.138.377,19 8.416.613,45 2.101.980,00

7.312.841,04

6.905.254,46

ESTOQUES ATIVO NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Investimentos Imobilizado Bens Imóveis Imóveis

287.882,84

Imóveis em Construção (-) Depreciações Acumuladas

-672.786,96

-590.621,01

Bens Móveis

3.039.187,38

2.037.318,15

Equipamentos Hospitalares

3.062.046,54

1.967.168,23

Equipamentos de Informática

176.718,08

144.939,08

Móveis e Utensílios

782.805,74

676.321,89

Veículos (-) Depreciações Acumuladas

24.675,30

29.500,00

-1.007.058,28

-780.611,05

Intangível

566.258,54

684.445,59

1.183.283,45

1.183.283,45

-629.979,92

-507.650,09

15.836,40

10.550,40

-2.881,39 17.266.029,91

-1.738,17 14.913.285,79

Fundo de Comércio Hospital Providência Ltda. (-) Amortização Fundo de Comércio Software e Programas (-) Amortizações Acumuladas TOTAL DO ATIVO PASSIVO CIRCULANTE

2.816.093,87

2.407.928,70

RESPONSABILIDADE POR TÍTULOS

947.863,96

592.477,52

TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS

785.493,72

632.065,70

EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS

1.082.736,19

1.183.385,48

PASSIVO NÃO CIRCULANTE PATRIMÔNIO LÍQUIDO

8.119.176,39 6.330.759,65

7.351.076,77 5.154.280,32

-662.907,03

-698.176,22

Patrimônio Social Superávit do Exercício

1.255.773,68

35.269,19

Reserva de Reavaliação

5.737.893,00

5.817.187,35

17.266.029,91

14.913.285,79

TOTAL DO PASSIVO E PATRIMONIO LIQUIDO

2013 9.752.413,61 9.752.413,61 -469.279,39 -56.055,66 -413.223,73 9.283.134,22 -7.349.250,56 -2.982.736,34 -4.366.514,22 -1.830.666,09 -258.351,01 -249.335,07 -220.423,98 -534.244,68 -420.526,14 -411.142,65 0,00 -316.165,32 -125.659,28 1.933.883,66 -3.080.415,34 -3.182.724,44 -1.119.869,34 -878.258,32 -54.157,80 -366.609,29 -876.312,93 112.483,24 102.309,10 -1.146.531,68 2.402.305,36 1.492.213,91 929.994,57 -19.903,12 1.255.773,68

1 - RECEITA OPERACIONAL BRUTA 1 - Receitas de Vendas de Serviços 2 - DEDUÇÕES S/ RECEITA OPERACIONAL 2.1 - Glosas Sobre Convênios 2.2 - Impostos e Contribuições 3 - RECEITAS OPERACIONAIS LÍQUIDAS 4 - CUSTOS DIRETOS 4.1 – Custos de Materiais e Medicamentos 4.2 - Custos dos Serviços Prestados 4.2.1 - Custos com Enfermagem 4.2.2 - Custos com Nutrição e Dietética 4.2.3 - Custos c/Sanificação e Desinfecção 4.2.4 - Custos com Farmácia 4.2.5 - Custos com Bloco Cirúrgico 4.2.6 - Custos com Raios-X 4.2.7 - Custos com Emergência 4.2.8 - Custos com Pessoal Externos 4.2.9 – Custo com Pessoal SAMU 4.2.10 – Custo com Pessoal da Recepção 5 - RESULTADOS OPERACIONAIS BRUTOS 6 - DESPESAS OPERACIONAIS 6.1 - Despesas Administrativas 6.1.1 - Despesas c/ Pessoal administrativo 6.1.2 - Despesas Gerais 6.2 - Despesas Tributárias 6.3 - Depreciações e Amortizações 6.4 - Despesas Financeiras 6.5 - Receitas Financeiras 7 - OUTRAS RECEITAS 8 - RESULTADOS OPERACIONAIS LÍQUIDOS 9 - RECEITAS NÃO OPERACIONAIS 9.1- Filantropia – Gratuidades 9.2 – Receitas não Operacionais 9.3 - Despesas não Operacionais 10 - SUPERÁVIT DO EXERCÍCIO

2012 9.003.633,17 9.003.633,17 -397.338,73 -52.555,08 -344.783,65 8.606.294,44 -6.772.543.63 -2.973.374,15 -3.799.169,48 -1.512.940,33 -242.629,80 -222.658,19 -199.366,73 -456.315,16 -346.944,05 -338.326,95 -195.825,99 -284.162,28 0,00 1.833.295,51 -3.547.072,04 -3.547.072,04 -1.314.466,59 -713.395,07 -79.156,58 -321.580,90 -1.133.335,51 14.862,61 0,00 -1.713.321,23 1.750.045,72 1.335.880,37 478.726,94 -64.561,59 36.724,49

HOSPITAL CRISTO REDENTOR

HOSPITAL CRISTO REDENTOR Sergio Antônio Lunardi CPF. 361.998.500-68 Administrador

Leandro Atílio Rigo CRC-RS 04711300 Contador

HOSPITAL CRISTO REDENTOR

NOTAS EXPLICATIVAS SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRADAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 e 2012 I - CONTEXTO OPERACIONAL NOTA 01 A ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR BENEFICENTE DE MARAU, inscrita no CNPJ sob o nº 88.417.787/0001-32, é uma entidade civil leiga, beneficente, administrativa e financeiramente autônoma, sem quaisquer preconceitos ou restrições políticas, raciais ou sociais e regidos pelo estatuto e pela lei civil, e tem por finalidade proporcionar assistência médico-hospitalar ao povo em geral, mediante remunerações compatíveis; dentro de suas possibilidades financeiras proporcionar o maior número de leitos gratuitos aos doentes e desvalidos e prestar assistência social; e colaborar com a pesquisa e com o ensino. II - BASE DE PREPARAÇÃO E APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS NOTA 02 As demonstrações contábeis foram elaboradas em conformidade total com as práticas contábeis adotadas no Brasil de acordo com a Resolução CFC 1.255 de 2009. BALANÇO PATRIMONIAL E DEMAIS DEMONSTRAÇÕES – Foram apresentados e elaborados de acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicáveis às PMEs, Pequenas e Medias Empresas. Em decorrência da obrigatoriedade da convergência às Normas Internacionais de Contabilidade, instituídas pela Lei 11.638/2007 alterada pela Lei 11.941/2009 e a Resolução CFC 1.255 de 2009. III - RESUMO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS NOTA 03 As receitas e despesas são apropriadas obedecendo ao regime de competência. NOTA 04 As aplicações financeiras são avaliadas pelo valor de aplicação, acrescido dos rendimentos auferidos até a data do balanço, não excedendo o valor de realização.

NOTA 05 Os outros créditos estão assim distribuídos: Adiantamento de Férias

R$

20.766,73

Adiantamento de Fornecedores

R$

12.083,47

Adiantamento de Funcionários por Insuficiência de Saldo

R$

263,56

Total

R$

33.113,76

NOTA 06 Os Estoques referem-se às suas atividades de Farmácia. Estes estoques estão avaliados pelo custo (médio) de aquisição, que não supera o valor de mercado. NOTA 07 Os investimentos estão demonstrados ao custo de aquisição, que não supera o valor de realização. NOTA 08 O imobilizado está demonstrado ao custo de aquisição ou construção, ajustado pelas reavaliações e por depreciações acumuladas, calculadas pelo método linear, a taxas estabelecidas em função do tempo de vida útil estimada dos bens, demonstradas a seguir: estabelecidas em função do tempo de vida útil estimada dos bens, demonstradas a seguir:

Ativo Terrenos e Terras Construções Construções em andamento Investimento em Urgência e Emergência Equipamentos Hospitalares Equipamentos de Informática Móveis e Utensílios Central de Ar Comprimido Proposta 057075/2010 Veículos Subtotal Depreciações Acumuladas Total do Imobilizado Fundo de Comércio Hospital Providência Ltda Software e Programas Amortização e Depreciação Total do Intangível

Taxas 2,44%

10,00% 20,00% 10,00% 10.00% 20,00%

10,00%

Ano 2013 2.101.980,00 4.016.698,66 3.296.142,38 17.206,92 3.006.339,62 176.718,08 782.805,74

Ano 2012 2.101.980,00 3.964.938,04 2.940.316,42 17.206,92 1.911.461,31 144.939,08 676.321,89

38.500,00 38.500,00 24.675,30 29.500,00 13.461.066,67 11.825.163,66 -1.679.845,24 -1.371.232,06 11.781.221,46 10.453.931,60 1.183.283,45 1.183.283,45 15.836,40 10.550,40 -632.861,31 -509.388,26 566.258,54 684.445,59

NOTA 09 O Passivo Não Circulante exigível está composto pelas seguintes obrigações: Exigível Longo Prazo

Badesul Desenvolvimento S.A. Banrisul S.A. Unisaúde JJ Mezzomo & Cia. Ltda. Subvenções Governamentais a realizar Total

Valor em 31/12/2013

Encargos

5.400.104,48 3,5% + TJLP a.a. 240.022,59 0,75% a.m. 274.805,78 99% do CDI 20.419,00 2.183.824,54 8.119.176,39

Vencimento Final

15/11/2022 10/12/2016 31/12/2014

NOTA 10 Demais ativos e passivos circulantes são registrados pelos valores nominais conhecidos ou estimados, atualizados até a data do balanço, quando aplicável.

IV - OUTRAS INFORMAÇÕES NOTA 11 A Lei nº 11.638 de 29 de dezembro de 2007 revogou a letra “d” do § 1º do art. 182 da Lei nº 6.404/76 que permitia lançar no patrimônio líquido as doações e subvenções para investimentos com vigência a partir de 01/ 2008. Em cumprimento a referida legislação e também à Resolução CFC nº 1.143 de 21 de novembro de 2008, as subvenções recebidas da Secretaria da Saúde do Estado do Rio Grande do Sul são classificadas como: (i) subvenções para investimentos, contabilizadas no passivo e transferidas para o resultado em conta retificadora da despesa de depreciação, na mesma proporção dessa despesa referente aos bens adquiridos com estes recursos e o saldo ainda não utilizado encontra-se registrado no passivo não circulante. NOTA 12 As receitas são provenientes de atendimentos a pacientes do SUS, particulares, e outros convênios, serviços de diagnósticos, medicamentos, urgência e emergência e outras Receitas Operacionais e não Operacionais.


NOTA 13 Os recursos da entidade foram aplicados em suas finalidades institucionais, de conformidade com seu Estatuto Social, demonstrados pelas suas Despesas e Investimentos Patrimoniais. NOTA 14 As despesas da entidade são apuradas através de Notas Fiscais e Recibos em conformidade com as exigências legais e fiscais. As despesas são compostas pelas contas de material e medicamentos, despesas com pessoal, materiais de consumo, despesas administrativas, quotas de depreciações, despesas tributárias e despesas financeiras. NOTA 15 As gratuidades oferecidas à comunidade carente são registradas segregadamente no grupo de contas Custos com Filantropia, apuradas pelo critério de rateio, estando respaldadas em documentação hábil e respectivas planilhas de apuração. NOTA 16 No atendimento ao disposto dos Estatutos, demonstramos o que foi concedido em gratuidades, através dos seus Projetos Assistenciais: Gratuidades Ação Social Gratuidades Parciais Pacientes do SUS Atendimentos Gratuitos

R$ 9.234,96 R$ 775.936.28 R$ 71.817,64

HOSPITAL CRISTO REDENTOR

NOTA 17 A isenção das contribuições sociais usufruídas no ano de 2013 totalizou um montante de R$ 1.492.213,91 (Um milhão, quatrocentos e noventa e dois mil, duzentos e treze reais e noventa e um centavos) e estão registradas nas Contas “Gratuidades INSS – Isenções; Gratuidades COFINS e Gratuidades Contribuição Social” no grupo de FILANTROPIAGRATUIDADES, Sub Grupo RECEITAS DE GRATUIDADES, e é composta dos seguintes valores:

HOSPITAL CRISTO REDENTOR

HOSPITAL CRISTO REDENTOR

a) Cota patronal INSS + SAT + Terceiros = b) Contr. Para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS) =

R$ 1.078.990,18 R$ 413.223,73

c) Contr. Sobre o Lucro Líquido (CSLL) =

R$

0,00

NOTA 19 A ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR BENEFICENTE DE MARAU tem o objetivo final de tornar-se referência regional que venha suprir a deficiência encontrada hoje em outros hospitais da região e oferecer à população da região um serviço completo em saúde. NOTA 20 A ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR BENEFICENTE DE MARAU está implantando um laboratório próprio para atendimento externo e interno. NOTA 21 A ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR BENEFICENTE DE MARAU está finalizando a instalação de um tomógrafo TOSHIBA Modelo ALEXION com início de funcionamento em abril de 2014.

V - PARECER DO CONSELHO DELIBERATIVO Na qualidade de membros do Conselho Deliberativo da Associação Hospitalar Beneficente de Marau, com sede na Av. Bento Gonçalves, l0, Centro, na Cidade de Marau-RS, e no uso das atribuições do Estatuto Social, conforme artigo 14, examinamos o Balanço e o Demonstrativo do Resultado do Exercício findo em 31 de dezembro de 2013. Encontrando tudo em conformidade, razão pela qual aprovamos. Marau-RS, 26 de março de 2014. Antônio Roso CPF n.º 119.055.730-49 Constante Caetano Fuga CPF n.º 124.194.780-53 Leonardo Segatt CPF nº 374.013.430-53

A ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR BENEFICENTE DE MARAU possui seguro contratado com:

1) PREVIDENCIA DO SUL SEGURADORA, com vigência de 13/09/ 2013 a 13/09/2014, conforme Apólice nr. 510.93.9.00002850. As coberturas da presente apólice são:

Garantia Básica de Morte – (GMB) Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente - IPA

R$ 3.927.403,55 R$ 3.927.403,55

2) MARITIMA SEGUROS, com vigência de 27/04/2013 a 27/04/2014, conforme proposta de contratação n.º de Protocolo: 3989027. As coberturas da presente apólice são: Incêndios, Raios e Explosão (Básica) Danos Elétricos e Curtos Circuitos Vendaval/Granizo/Impacto de Veículos Vidros/Anúncios Luminosos Equipamentos Eletrônicos Responsabilidade Civil – Operações Responsabilidade Civil – Empregador Perda/Pagamento de Aluguel (P.I. 6 MESES) Despesas Fixas decorrentes da Básica (P.I. 6 MESES) Recomposição de Registro e Documentos

R$ 5.000.000,00 R$ 150.000,00 R$ 100.000,00 R$ 10.000,00 R$ 150.000,00 R$ 50.000,00 R$ 50.000,00 R$ 60.000,00 R$ 500.000,00 R$ 50.000,00

VI - PARECER DO CONSELHO FISCAL 1- Examinamos o Balanço Patrimonial da Associação Hospitalar Beneficente de Marau, levantado em 31 de dezembro de 2013, a respectiva Demonstração do Resultado do Exercício, bem como o relatório da Diretoria, correspondente ao exercício findo, elaborado sob responsabilidade da administração. 2- Examinamos os documentos, extratos bancários, caixas, demonstrativos contábeis e constatamos que conferem com os valores escriturados. Constatamos que os compromissos fiscais, com fornecedores, prestadores de serviço e os colaboradores foram cumpridos com rigorosa precisão e pontualidade. Verificamos que os estoques de medicamentos são de boa qualidade e conferem com a quantidade registrada. 3- Assim, em nossa opinião a demonstração contábil e o relatório da Diretoria, apresentado, estão adequados à posição patrimonial e financeira em 31 de dezembro de 2013, da Associação Hospitalar Beneficente de Marau, estando o resultado de suas operações, referente ao exercício findo, de acordo com os princípios de contabilidade, as leis que regem as Associações e os estatutos sociais da entidade, merecendo nossa aprovação por unanimidade. Marau-RS, 26 de março de 2014.

3) BANCO DO BRASIL SEGUROS, com vigência de 19/11/2013 a 19/ 11/2014, conforme Apólice nr. 001143466. As coberturas da presente apólice para o Grupo gerador são:

Acidentes decorrentes de Causas Externas Danos Elétricos

R$ 158.000,00 R$ 30.000,00

Ivanor Antonio Benedetti CPF 003.898.62-53 Marlova Stawinski Fuga CPF 426.894.060-04

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Ilmos. Srs. Diretores da ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR BENEFICENTE DE MARAU Marau/RS Examinamos as demonstrações contábeis da Associação Hospitalar Beneficente de Marau, que compreendem o balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2013 e as respectivas demonstrações do superávit, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas. Responsabilidade da administração sobre as demonstrações contábeis A administração da Entidade é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração de demonstrações contábeis livres de distorção relevante, independentemente se causada por fraude ou erro. Responsabilidade dos auditores independentes Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante. Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis da Entidade para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles internos da Entidade. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinião. Opinião Em nossa opinião, as demonstrações contábeis acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da Associação Hospitalar Beneficente de Marau em 31 de dezembro de 2013, o desempenho de suas operações e os seus fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. Auditoria dos valores correspondentes ao exercício anterior Os valores correspondentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2012, apresentados para fins de comparação, foram anteriormente por nós auditados de acordo com as normas de auditoria vigentes por ocasião da emissão do parecer em 19 de março de 2013 sem ressalvas. Porto Alegre, RS, 24 de março de 2014. EXACTO AUDITORIA S/S - CRC/RS 1544

4) BRADESCO SEGURO AUTO, com vigência de 11/03/2013 a 11/ 03/2014, conforme Apólice nr. 515254, Seguro do Veículo FIAT UNO MILE WAY ECONOMY Placa IUJ 5607.

Patricia Fuga Bebber CPF 567.075.090-04

DANIEL EDUARDO RODRIGUES CONTADOR CRC/RS 30361


SEGURANÇA

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 26 DE ABRIL DE 2014

Bicho Preguiça é resgatado pela Polícia Rodoviária Federal Um bicho preguiça, animal considerado em extinção, foi resgatado na tarde desta quinta, dia 24, pela Polícia Rodoviária Federal. Os agentes da 14ª Delegacia, de Sarandi foram chamados para atendimento de uma ocorrência, no mínimo, inusitada. Um condutor procurou os policiais para informar que estava agarrado no seu caminhão um bicho pre- Animal teria “embarcado” em caminhão no Paraná guiça. O veículo iniciou sua viagem em Betim/MG e chegou ao seu destino em Sarandi/RS. Ao levar o caminhão em uma oficina mecânica, o proprietário constatou que um bicho preguiça estava agarrado no eixo traseiro do caminhão. O motorista fez somente uma parada no estado do Paraná, onde provavelmente o animal “embarcou”. Diante do visitante inesperado, o condutor acionou os policiais para resgatarem o animal e devolver ao seu habitat. A PRF por sua vez fez contato com a Universidade de Passo Fundo. AUPF, após autorização do IBAMA, concordou em receber o bicho preguiça, que inclusive passará por uma avaliação no hospital universitário da instituição.

www.jornaldemarau.com.br

Grave acidente paralisa 324 e fere duas pessoas Jamile Triches

12

Um grave acidente paralisou a ERS 324 na tarde desta sexta-feira, dia 25, próximo à entrada para a comunidade Anita Garibaldi, entre Marau e Vila Maria. Um veículo Chevette, com placas de Marau, ficou completaVeículo colidiu contra árvore mente destruído depois da colisão ocasionada por uma tentativa frustrada de ultrapassagem. Segundo informações da polícia, o Chevette trafegava sentido Marau/Vila Maria, quando teria colidido levemente com uma Saveiro que vinha em sentido contrário. Para tentar desviar de uma colisão maior, o Chevette bateu fortemente contra árvores às margens da rodovia. Duas pessoas ocupavam o veículo. Ambos foram conduzidos pelo Corpo de Bombeiros ao HCR. Um deles com grave fratura. Os bombeiros ainda precisaram realizar o trabalho de escaldo, devido a um princípio de incêndio no Chevette. O trânsito ficou comprometido no local. Longas filas se formaram em ambos os sentidos durante o atendimento da ocorrência.

Polícia Federal pode parar durante a Copa do Mundo Prestes a receber a Copa do Mundo, o Brasil poderá sediar o evento sem a participação da Polícia Federal. Uma das atribuições dentre tantas da instituição é coordenar a entrada de estrangeiros no país, o que ocorrerá em grande número para o torneio, mas ao que tudo indica, outra categoria deverá ser responsável por isso. Em mais uma data do calendário de mobilizações estabelecido pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), os policiais paralisaram as atividades na quartafeira, dia 23, em vários Estados, inclusive em Passo Fundo. Somente o setor responsável pelos passaportes atendeu normalmente. De acordo com Flávio Ramos, representante em Passo Fundo do Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Sul (Sinpef-RS), a assembleia marcada para ontem, em Porto Alegre votaria pela greve a partir de junho, quando começa a Copa do Mundo. “As negociações não evoluíram e estamos cumprindo o calendário de mobilizações. É muito provável que façamos greve no período da Copa. O governo parece não estar dando muita atenção para nós porque acredita que o Exército e a Força Nacional possam desempenhar as nossas funções”, disse. A categoria pede um reajuste salarial, uma vez que há sete anos os agentes estão com os salários congelados, e também outras reivindicações. De acordo com a Fenapef, a decisão pela greve deve ser aprovada após as assembleias estaduais, porém, pelo menos dois Estados do Nordeste já informaram que paralisarão totalmente as atividades a partir do dia 15 de maio. A decisão sobre a greve deverá ser anunciada na próxima segunda-feira (28).


14

GERAL

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 26 DE ABRIL DE 2014

Sabrina Sgarbi é a rainha da Semana Italiana de 2014 Uma comissão julgadora composta por 8 marauenses escolheu nesta quarta-feira a Rainha da Semana Italiana de Marau 2014. A blogueira de moda Sabrina Sgarbi, 23 anos, foi escolhida entre as 5 candidatas que participaram do concurso neste ano. A avaliação foi feita com base nos conhecimentos da cultura italiana, língua, história e disponibilidade para divulgar e acompanhar o evento. O trabalho da nova rainha começa a partir do lançamento do Festival do Salame, que vai acontecer dia 16 de maio, em Marau. Os jurados que tiveram a missão da escolha foram: Jacson Bonafé, Nete polli, Elis Regina Pradegan, Zenésio Trevisan, Alvaro Bordignon, Rose Carlesso, Ildo Busnello e Marli Vezaro. Confira uma breve entrevista com a “Regina”: Quais foram as tuas motivações para pleitear o posto de Rainha da Semana Italiana? A principal motivação foi minha família, que sempre acompanhou todas as festividades da semana italiana, e seria um orgulho a eles eu ser rainha. E também como estudo italiano, e pretendo fazer intercâmbio na Itália , seria uma honra muito grande representar nossa cultura, e poder conhecer mais sobre nossos imigrantes italianos. Na sua opinião, quais os principais atributos que uma rainha deve ter? A Rainha deve ser carismática, gentil, simpática, ter sua agenda disponível para os programas da semana italiana. Precisa conhecer a cultura italiana, historia da imigração, falar italiano ou dialeto, etc.. E também, a rainha deve amar e respeitar a cultura italiana, dar seu máximo em tudo o que faz e trabalhar muito com divulgação , para que mais pessoas passem a conhecer as festividades e poder participar. Como foi a escolha e qual a sensação de ter sido escolhida? Eram 8 jurados e 5 candidatas. E foram avaliados

www.jornaldemarau.com.br

PREFEITURA MUNICIPAL DE GENTIL/RS AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL 05/2014 O Prefeito de Gentil, Rio Grande do Sul, TORNA PÚBLICO que se encontra aberto o PREGÃO PRESENCIAL n° 05/2014 que tem por objetivo Aquisição de Equipamentos Agrícolas. As propostas deverão ser apresentadas até as 09:00 horas do dia 09 de maio de 2014 na sede da Prefeitura. Cópia do edital poderá ser obtido na sede da Prefeitura.Informações pelo fone (54) 3615-5210. Gentil-RS, 25 de abril de 2014. VANDERLEI RAMOS DO AMARAL Prefeito Municipal

os conhecimentos sobre a cultura, disponibilidade para acompanhar o evento e também a pronuncia italiana. Eu estava calma até entrar na entrevista, daí me deu um frio na barriga, mas mesmo assim me sai muito bem. Quando chegou a hora de anunciar a nova rainha, eu estava tremendo... e quando anunciaram meu nome eu fiquei muito feliz, na verdade tive que me segurar para não chorar de felicidade. Como aconteceu sua ligação com a cultura italiana? Eu sempre tive muito vínculo com a cultura italiana porque o meu tataravô Ítalo veio da Itália. Então tudo o que ele, meu bisavô e meu avô Dino Sgarbi passaram... foi repassado a toda família, até hoje meu avô conta muitas histórias surpreendentes. Sempre soube o porque eles vieram para o Brasil, e a história geral da imigração sempre me despertou muito interesse, pois é uma linda história de bravura. Depois entrei no curso de italiano, aonde eu pude conhecer mais sobre tudo, desde culinária até o gramatical.


www.vangfm.com.br

ESPORTE

JORNAL DE MARAU | SÁBADO, 19 DE ABRIL DE 2014

15

Marau empata em casa precisa reconquistar pontos fora Andersson Catani

Nos últimos três jogos, apenas dois pontos. Com este retrospecto, o F.C. Marau chega à 5ª rodada da Segundona Gaúcha na obrigação de vencer fora de casa, em confronto difícil contra o Glória, de Vacaria. O jogo será no domingo, às 15:30, com transmissão da Vang FM. O time que perdeu para o Ypiranga, em Erechim – mesmo sendo superior no segundo tempo – foi o mesmo que não conseguiu superar o Santa Cruz, no meio da Semana, no Carlos Renato Bebber. Os comandados de Vanderson Glauber abandonou a zaga e tentou levar o time à frente, sem muito sucesso Pereira não apresentaram seu melhor futebol e, prejudicados pela arbitragem conivente com faltam neste segundo turno: o Marau enfrenta o Brasilprovocações e catimba do time de Santa Cruz do Sul, FA em casa, e encerra a fase contra o Cerâmica, em não passaram do 1 x 1. A notícia boa é que Rodrigão Gravataí. Dos nove pontos a serem disputados, a direbalançou a rede novamente e se consolida com artilheiro toria do clube projeta que seis são suficientes para gado campeonato. Mesmo assim, os pontos que faltam rantir a classificação. Tarefa difícil. O Marau é o 6º coprecisam ser recuperados fora de casa. Mais duas parlocado do embolado grupo B, ainda a 2 pontos do líder, tidas – com exceção da deste final de semana – ainda Ypiranga.

Taça Verão de Futsal: rodada cancelada e classificação nas mãos da Justiça Para quem duvida do nível do futsal amador de Marau, a Taça Verão vem comprovar que não perde em nada para o Campeonato Brasileiro da Primeira divisão. Ambas as competições estão às voltas com processos judiciais e depositam sua continuidade nas mãos da justiça. Marcada para ontem à noite, a fase semifinal da categoria Livre foi cancelada. Somente ocorrerá depois da decisão do TJD, que ocorrerá na terça-feira. O motivo do imbróglio foi um erro de interpretação do regulamento, que terminou um jogo das quartas-de-final antes da hora e classificou, inadvertidamente, umas das equipes. Assim, Virtual Surf/Matrimar e Franceschi Materiais de Construção, que empataram em 1 x 1 no tempo normal, agora pleiteiam a vaga na justiça. Acontece que as equipes foram avisadas no final do jogo que o empate classificaria a Virtual Surf/Matrimar para a fase seguinte, pela melhor campanha. Porém, o regulamento apontava a cobrança de pênaltis. Como nenhum acordo foi obtido pelas equipes extra-campo, a decisão está nas mãos da justiça. Enquanto isso, Moveis Bruder/Meninos da Vila aguarda pelo seu adversário na Semi.

l Iniciou o Campeonato Brasileiro. O longo e cansativo nacional já deu suas caras e parece que o tal nível técnico não anda dos melhores. Cedo, muito cedo para este tipo de análise. Mas empates sem gols e vitórias apertadas em escores mínimos marcaram a primeira rodada. l Já manifestei inúmeras vezes minha contrariedade ao formulismo do Brasileirão. Beneficia a regularidade? Sim. É justo? Sim. Mas não beneficia em nada o que move o futebol: a emoção. Poucos disputam algo, outros disputam pra não cair ao descenso. Sei que é uma longa discussão, com prós e contras, mas tem mais elementos nisso. A televisão, suas cotas e o público nos estádios. l Decaiu muito a presença de público em jogos que deveriam ter casa cheia. Na 30ª rodada é possível ter o campeão jogando a partida decisiva do título com presença parca de torcedores, como já ocorreu. Imagine agora com a elitização do futebol com estádios de primeiro mundo. Mais que isso: a audiência da televisão já não é a mesma. E é por ela, a televisão, que via a mudança. Em breve, muito em breve teremos a emoção de volta ao Nacional. Parte em pontos corridos e afunila com o mata-mata. Viva o futebol! l Alguns, e não só da aldeia, mas do país, já cravam o Internacional como favoritaço ao título do Brasileiro. Se repetirá novamente a síndrome do “melhor elenco do Brasil”? Time do Abel pareceu uma Ferrari nos Grenais, já na estreia deixou a desejar. l Futebol é feito para queimar a língua. E como gosto disso, principalmente quando as coisas acontecem a favor do clube do coração. Cravo aqui: deu para o Enderson Moreira. Conseguiu uma façanha que há muito não se via. Perdeu quatro em três partidas disputadas (entre eles dois clássicos = vexame) e o pior, por três competições diferentes. Na estreia do Brasileirão pareceu entregar sua cabeça na bandeja com alterações esdrúxulas. Chego a conclusão definitiva: jogador precisa ter na casa-mata um campeão. Ao Enderson falta vibração. Qualquer semelhança com Paulo Autuori, demitido ainda na Colômbia, cabe. l Muitos me perguntam: dá para acreditar na quarta? A história de que “vamos vibrar que o time voltou a jogar” é algo mais surreal que a própria “imortalidade”. A direção e jogadores podem mobilizar a torcida com esse discurso, mas não os críticos. Os argentinos estão longe dos tradicionais elencos hermanos. O Grêmio não marcou gol, e perdeu pelo pior placar, sim porque se estivesse marcado um mísero gol poderia tomar dois que seria melhor, porque não teve competência. Nem falo em efetividade porque não precisou ser efetivo. O Grêmio não criou nada decente. l Acreditar? Sim. É válido. Em se tratando de Grêmio tudo é possível. Contra a mística joga o retrospecto. E cá entre nós, nada satisfatório. Enfim, como gremista que sou, consciente de que meu clube necessita da minha voz lá estarei. E você gremista? l Ponto e Contraponto de sábado passado foi daqueles de tirar o fôlego. Neste, mais ainda. Não é por nada que se consagra como o “sala” do interior do Estado. Sintoniza a partir das 09h deste sábado. E no domingo tem Jornada Esportiva. Direto de Vacaria: Glória x FC Marau. A Vang inicia a transmissão a partir das 15h com Iura Kurtz, Luís Carlos Pansera, Andersson Catani e Carlito Silvestri.


SÁBADO | 19 DE ABRIL DE 2014

“Regina” eleita

Paulo H. Santarém

Página 8

Há duas semanas, o presidente do UFC, Dana White, disse que não gostaria mais de ver o brasileiro Antônio Rodrigo Nogueira, o Minotauro, lutando. Em suas derrotas mais recentes, o brasileiro quebrou o braço, lesionou ligamentos do cotovelo e sofreu um nocaute.

Luigi Silvestri

Sabrina Sgarbi, 23 anos, foi apontada pelos jurados como a rainha da edição de 2014 da Semana Italiana. Nos eventos de divulgação, a marauense será o rosto da celebração da cultura e da gastronomia dos imigrantes. Página 14

Hora de abrir o guarda-roupa

Página 15

Alguns, e não só da aldeia, mas do país, já cravam o Internacional como favoritaço ao título do Brasileiro. Se repetirá novamente a síndrome do “melhor elenco do Brasil”?

A Campanha do Agasalho inicia na próxima segunda-feira. É o momento de praticar a solidariedade e fazer mais quente o inverno de alguém. As doações podem ser realizadas até o dia 17 de maio. No dia 24 do mesmo mês, as doações serão entregues em bairros estratégicos. Página 8


Jm26abr2014