Page 1

CONTANDO HISTÓRIAS / DESENHANDO PALAVRAS


MULHERES DO POÇO O senhor escute meu coração, pegue no meu pulso. O senhor avista meus cabelos brancos... Viver – não é? – é muito perigoso. Porque ainda não se sabe. Porque aprender-a-viver é que é o viver, mesmo. João Guimarães Rosa, Grande Sertão: Veredas. Pág 532

Essa publicação é resultado de duas oficinas realizadas com quase trinta mulheres na Comunidade do Poço da Draga durante a primavera de dois mil e sete. Nos meses de setembro e outubro, as noites na sede da Associação dos Moradores do Poço da Draga (AMPODRA) foram preenchidas com encontros onde as participantes eram convidadas a partilharem seus saberes e recordações, ora em registros escritos, ora em desenhos. Autobiografias, auto-retratos, entrevistas, desenhos de observação, cartas, retratos rabiscados: toda a memória afetiva resultaria em conversa e registro daquilo que se deseja guardar, tal qual um relicário, o baú de nossas lembranças criava vida. Na oficina de Produção de Textos: memórias, lembranças, identidade e histórias, foram trabalhadas as memórias afetivas da comunidade. Cada participante atuou como sujeito ativo da construção de uma memória coletiva do local. Enumerando e contando fatos importantes de suas vidas dentro da comunidade o objetivo foi resgatar momentos significantes e construir uma História na qual a comunidade se identificasse a partir de suas lutas e conquistas. Em um primeiro momento, na oficina de Expressões Plásticas, foi trabalhada a noção de identidade e individualidade através de exercícios de retrato e auto-retratos que serviram também para fortalecer a unidade do grupo. Em seguida, tendo como base as histórias relatadas na primeira oficina buscamos enumerar e retratar os locais de importância anteriormente citados, buscando criar uma imagética que fale do local onde o grupo vive. O objetivo final foi criar uma série de imagens que catalisassem e representassem a comunidade e suas lutas.


Como produto final propomos ao grupo a publicação de uma pequena compilação dessas histórias e ilustrações que será distribuída dentro da comunidade e em outros locais que o grupo eleger como de importância. O Projeto Mulheres do Poço, contemplado no I Edital das Artes, categoria Formação em Artes Visuais, é uma proposta de interligação de quatro oficinas (produção literária, expressões plásticas, pinturas e bordados e fotografia artesanal) que procuram sempre trabalhar com a memória (coletiva e individual) e a História da Comunidade. Para tanto, a experimentação de várias técnicas e abordagens foram muito bem planejadas e estimuladas, no intuito de que fortalecer a auto-imagem da localidade e de seus participantes. As quase trinta mulheres participantes do projeto puderam experienciar diversas linguagens e vivências durante as oficinas. O compartilhamento dos espaços afetivos fez surgir e unificar um grupo de mulheres, muitas mães de família, trabalhadoras e batalhadoras por dias mais leves. Encontramos nos sorrisos e abraços a doação de sonhos, vontade de seguir na lida e um despertar da infância. Sim, mulheres feitas, as mulheres do poço disseram sim ao mundo do encantamento que sugerimos à elas, ora em ficar descalças e sentir a areia da praia, ora em escrever de olhos fechados. Elas brincam, riem, se divertem e produzem. Vez ou outra lembravam com lágrimas nos olhos acontecimentos passados. Muitas outras vezes sugeriam outras formas de levar a vida. E assim, nossas vidas entrelaçadas nas delas, nos dão essa enorme colcha de retalhos coloridas que é o aprender-a-viver. Anna Karine Lima


Esta publicação é o resultado das oficinas do PROJETO MULHERES DO POÇO ocorridas em setembro e outubro de 2007 na comunidade do Poço da Draga. REALIZAÇÃO Anna Karine Lima, Caio Danieli, Simone Barreto TEXTO DE APRESENTAÇÃO Anna Karine Lima TEXTOS E ILUSTRAÇÕES Mulheres do Poço DESIGN GRÁFICO Caio Danieli APOIO Officina Arte Produções AGRADECIMENTOS A toda comunidade do Poço da Draga, Associação dos Moradores do Poço da Draga - AMPODRA, João Brito, Isabel Cristina, Rocilda Lima, Ector Galvão, Ana Valeska Maia, Milena Travassos, Simone Barreto, Jéssica Grabielle e Roberta Félix. AS MULHERES DO POÇO SÃO: Adnair Rodrigues, Alice Batista, Ana Paula da Silva, Angélica Maria Batista, Antonia Mara da Silva, Ilzanira Ferreira, Irisvanda Oliveira, Janaína Mônica, Célia de Oliveira, Maria de Fátima Moreira, Fátima Silva, Maria do Socorro Barbosa, Maria de Lourdes Ferreira, Maria Lúcia Rocha, Maria Vilma Mendes, Maria de Fátima Ribeiro, Maria de Fátima Silva Pereira, Maura Rodrigues, Marlene de Oliveira, Marlene Freitas de Sousa, Noélia dos Santos, Maria Shirley Vasconcelos, Marlúcia Lopes, Raimunda Bernarda dos Santos, Rocilda Rodrigues, Rosália Rodrigues, Sandra de Sousa, Sônia Maria Ferreira Brito, Tânia Maria.


ESTE PROJETO TEM O APOIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA ATRAVÉS DO I EDITAL DE INCENTIVO ÀS ARTES REALIZADO PELA FUNDAÇÃO DE CULTURA, ESPORTE E TURISMO DE FORTALEZA - FUNCET FORTALEZA NOVEMBRO DE 2007


MULHERES DO POÇO  

Publicação resultante das oficinas de produção textual e desenho do projeto Mulheres do Poço

Advertisement