Issuu on Google+

Carta Mensal

do Governador

Presidente R.I. John Kenny | Governador Mário Rebelo DISTRITO 1960 | PORTUGAL | Nº 11 | MAIO’10

www.rotary.pt

Mensagem do Governador

“O silêncio é um amigo que nunca trai” Confúcio

Caras Companheiras e Caros Companheiros em Rotary, A 64ª Conferência do Distrito 1960 com o tema “Rotary e as Novas Gerações”, realizar-se-á de 21 a 23 de Maio no Hotel Golf Mar no Vimeiro. Espero poder estar com todos Vós, pois seria uma grande satisfação para mim, reconhecer e agradecer pessoalmente o muito que fizeram pelo nosso Distrito. Quando escolhemos este tema longe imaginávamos que no dia 28 Abril de 2010 o Conselho de Legislação reunido em Chicago aprovaria a Resolução 10-87 criando a quinta avenida do nosso secular movimento – Novas Gerações. Esta avenida baseou-se no princípio, que os programas de serviço internacionais e locais, tais como o intercâmbio de jovens, conduzem também à Paz e Compreensão Mundial. Sempre acreditei e apoiei os programas das Novas Gerações, as suas potencialidades , o seu espírito e até à sua irreverência. Hoje, posso afirmar que enfrentamos, neste ano rotário, grandes desafios que encarámos com grande determinação e esperança tendo como fim último a unidade do distrito. Os Clubes disso se aperceberam e muito fizeram em prol das suas Comunidades, pelo que mais uma vez ponho o êxito deste ano nas vossas mãos. Os nossos objectivos, o nosso compromisso e o empenhamento de todos tornaram este ano numa ­vitória, podendo afirmar sem qualquer dúvida, que o futuro de Rotary esteve nas mãos de todos nós. Um abraço amigo do,

Mário Rebelo

Governador do D1960 2009-10


rotary internacional Mensagem do Presidente de RI

Prezados Companheiros Rotários, Depois que o terramoto atingiu o Haiti em Janeiro, Rotários começaram a fazer ligações e enviar e-mails para ver como poderiam ajudar. Assim que o Rotary International divulgou os esforços de assistência imediata, a conversa continuou on-line. O primeiro comentário sobre o ocorrido expressou o que a maioria estava pensando: “Se eles começarem a enviar Rotários para ajudar, por favor me avise.” Este pedido se multiplicou com o passar dos dias no site do Rotary e em nossas páginas de mídia social. Rotários também divulgaram que estavam angariando milhares de dólares em prol de ShelterBoxes e Aquaboxes, contribuindo para o Fundo de Assistência ao Terramoto do Haiti e organizando o transporte de comida, suprimentos e médicos ao país devastado. No local da catástrofe e nas redondezas do Haiti os Rotários também estavam ocupados, distribuindo ShelterBoxes para os desabrigados. O médico Rotário Claude Surena levou 100 vítimas do terramoto para sua casa que, apesar de danificada, foi transformada em um hospital improvisado. O Distrito 7020 abriu um fundo de assistência, levou suprimentos médicos em aviões e ofereceu assistência nas semanas após o desastre. É durante essas semanas – ou mesmo depois de meses e anos – que o Rotary faz sua maior contribuição. Não somos uma agência de assistência em casos de catástrofe, mas realizamos um óptimo trabalho de recuperação de longo prazo. Depois que a atenção da mídia se dissipar, o Rotary ainda estará presente no Haiti com 17 clubes locais e milhares de clubes parceiros cheios de disposição. A exemplo do que aconteceu em Bangladesh, Honduras, Indonésia e inúmeros outros países, Rotários permanecerão no Haiti por muito tempo. No Global Outlook deste mês você pode aprender mais sobre o sucesso do Rotary em ajudar comunidades e países a se levantarem depois de um desastre. A dedicação típica do Rotário em ajudar os que precisam, junto com nossa perseverança e trabalho de base, continuarão levando esperança àqueles que tiveram suas vidas destruídas por catástrofes. Nossa resposta à tragédia no Haiti manifesta a preocupação e o desejo do Rotary em ajudar os menos favorecidos e oferecer evidências do que o Rotary faz de melhor: servir. Obrigada a todos por tudo o que estão fazendo.

John Kenny

Presidente do Rotary Internacional, 2009-10

governadoria AV. GAGO COUTINHO E SACADURA CABRAL, 7 R/C | 2005-201 SANTARÉM | Tel. 243 326 139 | Tms. 914 963 350-80 governadoria0910d1960@gmail.com editor MÁRIO REBELO RC SANTARÉM | projecto gráfico Jorge Ferreira RC palmela impressão armazém de papéis do sado, lda. | distribuição Gratuita

2

MAIO ’10


rotary internacional

Ray Klinginsmith incentiva rotários portugueses O Presidente do Rotary International para o ano rotário 2010/11, Ray Klingins­ mith, esteve presente em Portugal onde ­sublinhou a dedicação e força de vontade de todos os rotários portugueses. O Hotel Tiara Park Atlantic, em Lisboa, foi o palco escolhido para acolher Ray Klinginsmith, no passado dia 10 de Julho, que contou com a adesão de presidentes rotários de todo o país que aproveitaram a visita para reiterar os intentos dos rotários lusos para levar a cabo a missão rotária. Na mesa presidencial estiveram Ray Klin­ ginsmith e sua esposa Judie, como tam­ bém os governadores do Distrito 1960 e 1970, os governadores eleitores para o próximo ano rotário desses mesmos Dis­ tritos, José Estorninho, Training Leader­ do Rotary Internacional, Rita Pedro, re­

pre­­sentante do Rotaract junto da Gover­ nadoria e um representando da Embaixa­ dor norte-americano em Portugal. Para Mário Rebelo, Governador do Dis­ trito 1960, esta foi uma oportunidade para mostrar a força rotária. “Cumprimos as nossas obrigações e a união dos dois distritos é fundamental para continuar­ mos mais fortes para cumprirmos as nos­ sas missões rotárias”. Já Ray Klinginsmith congratulou-se pela hospitalidade portuguesa, enaltecendo o facto de Portugal ser um País que lhe é especial. Além disso, o presidente do Rotary International falou da luta rotária contra o pólio e os seus resultados. “Em todo o mundo a nossa missão tem tido resultados incríveis. Temos uma vacina nova que vai ajudar muito mas a nossa

missão só acaba quando a doença for t­ otalmente erradicada”. Questionado sobre como consegue man­ ter a paixão pelo mundo rotária estando­ há mais de 50 anos ao serviço dele, Ray Klinginsmith sublinha que “deve-se ao ­trabalho desenvolvido que tem sido maior e de maior qualidade. É uma evo­ lução e eu estou muito contente de fazer parte desta missão”. Quanto ao futuro “a nossa prioridade para o próximo ano rotário é a erradica­ ção do pólio e tentar atrair mais membros ­jovens”, salientou o presidente deixando ainda uma palavra de incentivo para os rotários portugueses: “Gostaria de dizer para continuarem o bom trabalho, tentem que os seus clubes se tornem maiores e melhores e para se prepararem para a Convenção de 2013. Estarei a contar con­ vosco para nos apresentarem uma Con­ venção extraordinária”, concluiu. MAIO ’10

3


distrito

64ª Conferência do Distrito 1960 21 a 23 de Maio de 2010

«Rotary e as Novas Gerações» O Hotel Golf Mar, na Praia do Porto Novo, em Torres Vedras foi o palco escolhido para organizar a 64ª Conferência do Distrito 1960 que decorreu nos dias 21 a 23 de Maio. Numa organização do Rotary Club de Torres Vedras, o evento contou com uma grande adesão dos rotários e que teve inicio no dia 21 com a plantação da Árvore da Amizade. Pouco depois deu-se a abertura dos trabalhos com uma sessão solene com as intervenções do presidente do RC Torres Vedras, José Carlos Alfaro; do Chairman da Conferência, José Manuel Cordeiro; do Governador do D1970, Manuel Ressurreição Cordeiro; do Governador do D1960, Mário Rebelo; e do representante do Presidente de ­Rotary International John Kenny Waldemar Sá. Para culminar o primeiro dia do evento deu-se a inauguração de uma exposição de artes plásticas e o

4

MAIO ’10

j­antar “Paul Harris” com palestra sobre as linhas de Torres Vedras e muita animação. No dia seguinte, realizaram-se da parte da manhã, três sessões temáticas com oradores convidados (ver quadro), enquanto a tarde ficou destinada para ­balanços de actividades do Distrito e dos Clubes, do Interact, do Rotaract e do RYLA. Contou ainda com os testemunhos do Presidente da Comissão Distrital da ­Rotary Foundation, José Manuel Cordeiro que falou dos 4 milhões de euros investidos em bolsas de estudo ao longo dos 51 anos de existência daquela organização e no seu novo modelo estratégico; do Presidente do Conselho de Administração da Fundação Rotária Portuguesa, Frederico Nascimento; e de Henrique Gomes, presidente da Direcção do Portugal Rotário. O dia ficou concluído com a realização de um jantar de gala do Governador com baile. O último dia da conferência, dia 23, ficou destinado para as apresentações e votações. Assim, deu-se a apresentação das propostas do Conselho de Legis­ lação 2010; apresentação da 65ª Conferência do Distrito 1960, por Joaquim Esperança; apresentação do Governador Indicado para 2011/12 e 2012/13, José Coelho e Luis Duarte,­ respectivamente; e a apresentação e votação do relatório de contas do ano 2008/09.


distrito

Votação da proposta do Governador Mário Rebelo ­sobre o Fundo do Distrito e sobre o apoio financeiro aos clubes nas deslocações dos rotários aos eventos distritais. A conferência foi finalizada com as intervenções de Waldemar Sá e do Governador Mário Rebelo que enalteceram o trabalho desenvolvido pelos rotários.

Quadro No dia 22 de Maio, realizaram-se no período da ­manhã três sessões dedicadas às novas gerações. ­Assim, o primeiro convidado foi David Justino, ­assessor do Presidente da República para as questões sociais que abordou o tema “As novas gerações e a Educação”. ­“Temos que despertar nos jovens as capacidades que lhes permita encarar os desafios e obstáculos com

maior sucesso. Os jovens serão os actores sociais do futuro e terão de estar preparados”, salientou David Justino frisando a importância da educação no desen­ volvimento dos jovens. “Vivemos num mundo em completa efervescência onde os modelos educacionais tornam-se rapidamente obsoletos. Há ainda muita falta de visão do futuro”. O antigo Ministro da Educação concluiu ainda que o papel de professor é de servir de exemplo, ao mesmo tempo que enalteceu a importância da disciplina para uma boa educação. “Temos que centrar a educação no conhecimento estruturante, onde a disciplina é muito importante e é um papel que tanto cabe aos professores como aos pais”, acrescentando ainda que “na escola dá-se formação, em casa dá-se educação”. A segunda sessão subordinada ao tema “As novas

MAIO ’10

5


distrito

g­ erações e o emprego” foi protagonizada por Francisco­ Madelino, presidente do Instituto de Emprego e Formação Profissional. O economista fez uma análise ao momento de crise do país destacando que esta geração de jovens é “a geração dos mil euros, com grandes dificuldades de entrar no mercado de trabalho”, acrescentando que, em Portugal, “75% da população não tem o 12º ano de escolaridade que transporta o país para a cauda da Europa”. A terceira sessão, contou com a participação de ­Miguel Martins, director executivo do Instituto de Empreendedorismo Social, que sublinhou o facto de em Portugal haver “falta de líderes sociais”. Miguel Martins ­referiu que no país existem muitas organizações ­sociais onde é possível detectar vários exemplos de empreendedorismo como as organizações que lidam com a deficiência. “Há empresas criadas por deficientes que estão a ter muito sucesso porque deram ao mercado algo que não existia”, sublinhou o orador ­fazendo depois referência ao movimento rotário: “Uma organização como o Rotary tem que ensinar os jovens a efectuar pequenas mudanças no seu comporta­mento social como, por exemplo, gastar cinco minutos a ­telefonar aos avôs, porque querer mudar o mundo é utópico”. Miguel Martins finalizou a sua intervenção reiterando a necessidade de mobilizar a juventude e a consciencialização social. 6

MAIO ’10


distrito

Sexta-feira, 28 de Maio de 2010 Notícia no “Jornal Badaladas” de 28 de Maio sobre a 64ª Conferência Distrital dos Rotários organizada pela Governadoria do Distrito 1960 e pelo Rotary Club de Torres Vedras Vanessa Lourenço 64ª Conferência do Distrito 1960 juntou cerca de 300 ­pessoas no hotel Golf Mar “O Rotary e as novas gera­ ções”. Porque tanto na organização mundial como na nacional os rotários têm sempre presente a condição humana, o actual governador do Distrito 1960 (nome do núcleo organizativo dos vários Rotary Club que existem desde o Norte até Lisboa), Mário Rebelo promoveu a 64ª Con­ ferência no Hotel Golf Mar, em Porto Novo, no passado fim-de-semana, de 21 a 23.

pode estar à espera do Estado para que este lhe planeie a vida: “Ou eu consigo arranjar-me ou não terei grandes hipóteses. Anda toda a gente a pensar no hoje e no ama­ nhã, ou seja no efémero. Não pensamos em termos de planeamento, nem daquilo que gostaríamos de fazer ou sonhamos. As pessoas deixaram de sonhar e nem sequer são educadas para isso”, concluiu.

O presidente do Instituto de Emprego e Formação Pro­ fissional, Francisco Madelino, afirmou que o desem­ prego aumentou em 15 milhões nos países da Organiza­ Nas palavras de Waldemar Sá, representante do pre­ ção de Cooperação e de Desenvolvimento Económico. sidente do Rotary Internacional, a convenção que teve Para o dirigente esta é a “reacção que se podia esperar como título: “Rotary e as novas gerações”, mostrou que à redução do crescimento económico. Só há emprego é necessário incutir valores para que no futuro aqueles quando há empresas e estas com empresários. O Estado que hoje são jovens sejam seres humanos com um eleva­ pode ajudar, mas tem que existir um equilíbrio”. Francisco­ do valor moral e ético, além de bons profissionais naquilo Madelino disse também que, apesar de existir muitos que optarem por fazer na vida. empresários em Portugal, estes ainda não são em quan­ tidade suficiente e que as “crises devem ser oportunida­ Rita Nave Pedro, representante distrital de Rotaract des”, tanto para alertar consciências como para incenti­ (jovens rotários), considerou a conferência “muito im­ var a população a pensar no próprio emprego, facto que portante, porque é a primeira vez que temos na nossa se traduz em casos de sucesso, existindo cerca de três comunidade rotária um debate inteiramente dedicado­ mil pessoas por ano que o fazem tanto provenientes de às novas gerações. Essa ligação promove a partilha situações de desemprego como de recém-licenciados. de conhecimentos, que junto ao espírito irreverente e ­empreendedor dos jovens também fomenta o activismo O dirigente salientou que “tudo o que ligue com novas Rotary”, disse. culturas, turismo, software, tecnologia ou comunicação David Justino, assessor do presidente da República para e maquinaria industrial são clusteres onde todos os dias as questões sociais, defendeu que “é urgente pensar o surgem novas oportunidades. Para criar uma empresa futuro”, isto porque os portugueses estão absorvidos essencialmente são precisas duas coisas: pessoas em­ pelas coisas imediatas, pelas acções e medidas que têm preendedoras à procura de um produto que dê dinheiro”. de ser adoptadas pontualmente, pelo que “esquecemos Mas também as profissões tradicionais são importan­ que os mais jovens têm de ser preparados em função tes, pelo que Francisco Madelino afirmou ser necessário que sejam reinventadas e associadas a novos saberes e ­daquilo que vai ser a sociedade em 10 a 30 anos”. materiais, ao marketing e ao design. Matérias que impli­ O assessor do Presidente da República explicou que é no cam novos conhecimentos e formação. planeamento e na educação cuidada dos mais novos que deveriam estar os objectivos dos actuais adultos: “Nesse Miguel Martins, director-executivo do Instituto de Em­ sentido, é muito importante ter essa capacidade de pen­ preendedorismo Social, finalizou o debate dando exem­ sar e conseguirmos preparar agora o futuro daqueles plos das novas tendências do empreendedorismo social que estamos a educar”. e de como é possível fazer um bom trabalho na área, David Justino advogou que o “futuro não é do Governo, ­matéria que tem colocado Portugal com boas referên­ porque esse é limitado” e que o comum do cidadão não cias a nível internacional. MAIO ’10

7


NOTÍCIAS DO DISTRITO

50º Aniversário do RC Lisboa-Norte No dia 31 de Maio o Rotary Club de Lis­ boa Norte comemorou as suas Bodas de Ouro. Para assinalar o dia foi celebrada, durante a manhã, uma missa no Mostei­ ros dos Jerónimos, seguida de uma visita à Torre de Belém e um almoço de convívio com o clube de contacto, Rotary Club de Dinant Haute. No período da tarde na Junta­ de Freguesia de São João de Brito

foi plantada a árvore da amizade e inau­ gurado um monumento alusivo aos 50 anos do Clube e 30 anos do Rotaract. À noite houve um jantar festivo a que ­assistiram o Governador Mário Rebelo, o Governador Eleito Joaquim Esperança, os Governadores Indicados José Coelho e Luis Miguel Duarte, o Presidente da Fundação Rotária Portuguesa, Past-Go­ vernador Frederico Nas­ cimento, alguns Past­ ‑Governadores, muitos Presidentes de Clubes, Companheiros e Convi­ dados. Depois das cerimónias protocolares foram em­ blemados um novo sócio, uma sócia honorária e en­ tregues quatro prémios:

Eventos Rotários em Junho → No dia 20 de Junho, realizar-se-á às 18 horas a cerimónia de entrega da Carta Constitucional ao Rotary Club do Bombarral, no Palácio Gorjão, seguindo-se o jantar às 20 horas. Este Clube apadrinhado pelo Rotary Club de Porto de Mós possui como representante especial a Presidente do Clube Padrinho, Comp.ª Olga Cristina Fino Silvestre. O Rotary Club do Bombarral é presidido pela Comp.ª Teresinha de Jesus Faustino Saramago Heliodoro reunindo-se à segunda-feira pelas 21.30 horas, no Quartel dos Bombeiros Voluntários do Bombarral. → No dia 24 de Junho, realizar-se-á pelas 13 horas, a cerimónia de entrega da Carta Constitucional ao Algarve West International Rotary Club-Porches. Este Clube é da iniciativa do Governador e tem como representante especial, a Governadora Assistente do Grupo 15, Comp.ª Maria Adélia Bailó Santos Figueiredo. Reúne-se à quintafeira no Hotel Vila Vita Parc em Porches às 12 horas e é presidido pelo Comp.º Paul Lantau. → No dia 24 de Junho, realizar-se-á às 17 horas em Almancil, na Escola EB 2,3 “Dr. António Sousa Agostinho” a assinatura do protocolo de mais uma Universidade Sénior Rotária. → A cerimónia da transmissão de tarefas dos Governadores e dos Representantes do Rotaract e Interact, será às 13 horas do dia 26 de Junho no Hotel Tiara, em Lisboa. 8

MAIO ’10

Camilo Castelo­ Branco (melhor aluno de português), Ricardo Próserpio (me­ lhor aluno de desenho têxtil), Dom Dinis­ ­(melhor aluno de ­história) e Rotary Club Lisboa-Norte. Após os discursos de felicitações, apa­ garam-se velas do bolo do aniversário cantaram-se os parabéns ao Clube, dando­ ‑se assim por terminada a noite festiva de grande companheirismo e confraterniza­ ção.

Momento de poesia Nas tuas mãos conchas refúgio de marés salgadas e frias de algas verdes cor de esperança... Nas tuas mãos labor dança movimento sinfonia palpitam sorrisos doação ternura partilha

ao ritmo do coração Nas tuas mãos o Outro a alma que clama a boca que pede a vida que dói e grita... Nas tuas mãos raio de luz o futuro de um sol que nasceu roda girando que o coração moveu... Helena Cordeiro

→  O Dólar Rotário é igual a 0,79€.


CARTA Distrito 1960 - MAIO de 2010 -nº11