Issuu on Google+

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO - 1ªEdição 2013|2014

Destaques

NESTA EDIÇÃO:

Há Vida na Biblioteca

2

Novo edifício Jardim de infância

10

Semana da Alimentação

11

S. Martinho

12

Magusto Balugães

14

Halloween

16

Concurso Presépios e Anjos

18

Festa de Natal

20

Avef Escola Solidária

22

Cortamato Escolar

24

Direitos Humanos

28

Semana dos Afetos

30

Ciências dos + Pequenos

32

EVT Luminárias

34

Jovens Promotores de Saúde

35

Parlamento dos Jovens

36

Atividades do CV

38

Visita de Estudo

40

Cortamato Distrital

42

S. Valentim

44

Comemorações AVEF

45

Carnaval

46

Gil Vicente na escola

48

Pág. 20

Festa de Natal

Novo edifício

Pág. 12

Jardim de Infância

S. Martinho

O novo edifício do Jardim de Infância de Fragoso abriu portas neste início de ano letivo. Pag. 10

Carnaval

Carlos Neves

A fantasia andou à solta!

Halloween

A arte em Dinamismo e casca de ovo Criatividade Pag. 26

Pag. 16

Pag. 46


Há vida na Biblioteca “A sociedade atual passa por transformações com um grande impacto na forma como acedemos à informação e ao conhecimento, como aprendemos, comunicamos e nos integramos socialmente. Estas transformações, relacionadas com a revolução tecnológica e digital, refletem-se na escola, à qual se exige o desenvolvimento nos alunos de um conjunto de literacias essenciais à aprendizagem e ao sucesso educativo, que incluem não só as competências básicas da leitura, matemática ou ciências, como outras, de que são exemplo as competências da informação, digitais e dos média. A natureza destas literacias, presentes em todas as áreas e ambientes de aprendizagem, faz do seu desenvolvimento uma responsabilida2

de da escola e de todos os professores, sendo a biblioteca escolar um recurso privilegiado para o seu exercício.” (Aprender com a biblioteca escolar. RBE: 2013) Neste âmbito, a biblioteca escolar deu já início a um conjunto de sessões de formação de utilizadores, sessões de literacia de informação, entre outras atividades, que terão continuidade ao longo do ano em colaboração com os professores de SEP, FC e AP. Pretende-se com estas sessões contribuir para que os nossos alunos adquiram competências necessárias para acederem à informação e ao conhecimento.


VISITAS À BIBLIOTECA

Promoção das literacias Os alunos têm participado em sessões de informação sobre literacias proporcionadas pela Biblioteca.


OUTUBRO

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

“A biblioteca escolar proporciona informação e ideias fundamentais para sermos bem sucedidos na sociedade atual, baseada na informação e no conhecimento. A biblioteca escolar desenvolve nos alunos competências para a aprendizagem ao longo da vida e estimula a imaginação, permitindo-lhes tornarem-se cidadãos responsáveis.” In Manifesto da Biblioteca Escolar

4

P

ara celebrar o mês internaci-

Neste sentido, durante o mês de outu-

onal das bibliotecas escola-

bro, foram dinamizadas visitas guia-

res, a International Associa-

das para dar a conhecer a biblioteca

tion of School Librarianship (IASL)

aos alunos do 5º e 1º ano de escolari-

propôs, como habitualmente, um tema

dade, assim como se dinamizaram

aglutinador: Biblioteca escolar: uma

sessões de promoção das bibliotecas,

porta para a vida. Uma porta aberta

da leitura e do livro junto dos restan-

muito importante no apoio ao currícu-

tes alunos.

lo e às literacias, na promoção da lei-

Deu-se também início a sessões de

tura, no reforço dos hábitos de leitura,

literacia da informação e digital, en-

na formação de mais e melhores leito-

volvendo toda a comunidade escolar.

res. Esta porta está sempre aberta para

Estas sessões continuarão a realizar-se

alunos, professores e restante comuni-

ao longo do ano.

dade educativa.


5


Teatro na escola

P

ara comemorar o Dia da Alimentação a equipa da Biblioteca Escolar realizou duas sessões de teatro: uma para os alunos do 1.º ano de Fragoso e outra para

os alunos do Pré-escolar de Aldreu. Manuela Mota Ribeiro é a autora de “O Serafim está sempre constipado”. Esta obra retrata a constipação do Serafim – um hipopótamo que ressonava como um porco e que não sabia assoar o nariz – e o drama da sua família que estava seriamente preocupada com ele. A situação fica parcialmente resolvida com a ida ao médico, pois o Dr. Elbastos descobre que todas as doenças do Serafim têm uma razão de ser: ele não come alimentos coloridos! O teatro foi muito animado, pois para além da plateia ser muito simpática e animada também tiveram um papel ativo em conjunto com os atores que puseram os alunos a participar e a cantar. A partir de agora estes alunos já sabem que nunca se deve recusar os alimentos sem os pro6

var e que estes devem ser muito coloridos e bem mastigados!


Roda Mola apresenta

D.Quixote 7

O grupo de teatro Roda: Mola apresentou a peça de teatro “ Dom Quixote de la Mancha”, na escola EBI de Fragoso, no dia 7 de novembro. Todos os alunos do 6º ano, alguns do 5º e 1ºciclo tiveram a oportunidade de assistir à peça de teatro intitulada “Dom Quixote de la Mancha” adaptada pelo grupo de teatro Roda:Mola, numa versão bem humorada e reduzida. As personagens em cena eram o cavaleiro D.Quixote, o seu servidor Sancho Pança, a sua amada Dulcineia, o cavaleiro negro, o cavalo Rocinante, o burro Russo e a mula Citroӫn. Quando se apagou a luz, num cenário muito original, montado na sala de Educação Tecnológica (E.T.), surgiram marionetas manobradas por três atores vestidos e encapuzados de preto que deram vida às personagens e trocavam os adereços dos

cenários. O grupo “Roda: Mola” é formado por jovens professores que se encontram na situação de desempregados e que se organizaram para se deslocarem a estabelecimentos de ensino e associações culturais exibindo várias peças, a convite da Biblioteca Municipal de Barcelos. Este grupo já foi diversas vezes convidado pela biblioteca escolar para se dirigir à escola. Segundo se apurou, todos os alunos e professores acharam a peça muito divertida e ficaram curiosos em ler a obra do autor Miguel Cervantes. Texto da turma 6ºB


Manuela Mota Ribeiro A Visita da nossa amiga Manuela A escritora Manuela Mota Ribeiro visitou a escola de Fragoso, no dia 15 de novembro, para contar a história “Kiko, o dentinho de leite” aos alunos dos 1º e 2º anos de Aldreu e de Fragoso. A nossa amiga Manuela é autora de vários livros, dos quais destacámos os que trabalhámos para a visita: “Girafritz, aprende uma lição” (que nos ensina a ser amigos dos nossos colegas, a respeitá-los e a tratá-los bem), “Kiko, o dentinho de leite” (que nos ensina os cuidados a ter com os nossos dentinhos) e “Rosinha, a ursinha feliz” (que nos ensina a ser humildes e respeitadores). A visita começou com uma pequena apresentação da nossa colega Anabela sobre a vida e obra da nossa amiga escritora Manuela. 8

De seguida, a nossa amiga mostrou os livros que escreveu e as personagens (bonecos) que criou e, de uma forma muito simpática e uma grande disponibilidade, colocou-se à nossa disposição para responder às nossas perguntas. Depois, com muito carinho, entusiasmo e uma voz muito delicada, contou-nos a história do “Kiko, o dentinho de leite” e cantou, connosco, a canção que tínhamos ensaiado com os nossos professores “Kiko, o dentinho de leite”. Por último, viu os trabalhos que tínhamos feito sobre as obras que estudámos e autografou os livros que os meninos compraram. Nós gostámos muito da visita da nossa amiga Manuela porque foi uma atividade diferente, em que vimos que os escritores são pessoas como nós. Este foi um belo momento de histórias na nossa biblioteca e de incentivo à saúde oral. Texto coletivo da Turma F2B, 27 de novembro de 2013


9


Jardim de Infância de Fragoso Um novo edifício O novo edifício do Jardim de Infância de Fragoso abriu portas neste início de ano letivo. Correspondendo ao anseio dos pais, das educadoras e do órgão de gestão do Agrupamento Vertical de Escolas de Fragoso, o “novo Jardim”, edifício construído de raiz, junto à Escola Básica Integrada, acolheu as 80 crianças, trazendo novas condições para a prática educativa, substituindo o velho edifício, que já não oferecia condições mínimas de funcionamento. O edifício dispõe de quatro salas, que acolhem as quatro turmas, uma sala de professores e um gabinete médico. 10

No espaço exterior, os meninos podem agora dar asas à sua imaginação e desgastar a sua energia, aproveitando os modernos recursos instalados.


O Agrupamento Vertical de Escolas de Fragoso promoveu, entre os dias 14 e 18 de outubro, a “Semana da Alimentação”. Com esta atividade, dinamizada pelos Departamentos de Ciências Exatas e Naturais, 1.º ciclo, Pré-escolar e pela Biblioteca Escolar, pretendeu-se sensibilizar toda a comunidade escolar para temáticas relacionadas com a alimentação e alertar os alunos para a criação de hábitos saudáveis, prevenindo distúrbios alimentares e doenças com eles associados. Foram criados três “dias temáticos” (15 de outubro “dia dos cereais”; 16 de outubro “dia da fruta”; dia 17 “dia dos legumes”), tentando sensibilizar para a importância da presença destes alimentos na alimentação. Para assinalar o Dia Mundial da Alimentação, que se comemorou do dia 16 de outubro, os

11

alunos foram convidados a trazer fruta e produtos para uma “merenda saudável”, colocados estrategicamente no espaço junto ao bar. Ainda neste dia, houve exposições de cartazes alusivos ao dia e de trabalhos realizados pelos alunos sobre alimentação saudável, com especial incidência na “Roda dos alimentos”. Por seu lado, A Biblioteca Escolar dinamizou uma atividade direcionada aos alunos do 1.º ciclo, apresentando a leitura dramatizada da obra “Serafim anda sempre constipado”, da autora Manuela Mota Ribeiro, com ilustrações de Célia Mota, que nos fala da importância de uma alimentação saudável: “Serafim convida ao desfrute da aprendizagem nutricional … Desperta o interesse em descobrir o arco-íris de alimentos…” Também a equipa do PES quis assinalar o evento, criando o concurso “Uma sobremesa saudável”, destinado a todos os alunos do Agrupamento (J.I., 1.º, 2.º e 3.º ciclos), tendo como objetivo sensibilizar toda a comunidade escolar para temáticas relacionadas com a alimentação e alertar os alunos para a criação de hábitos saudáveis.


S.Martinho com jogos tradicionais

A

tradicional festa de São Martinho voltou a ser celebrada no passado dia 11 de novembro, na escola sede deste Agrupamento. Esta atividade envolveu alunos, docentes e não docentes em volta

da boa castanha, música e onde não faltaram os jogos tradicionais. Este convívio reavivou as tradições inerentes a esta efeméride e acalorou o espírito de confraternização entre a comunidade escolar. As comemorações de S. Martinho, promovidas com a articulação de várias áreas disciplinares, tiveram como objetivo preservar e reviver tradições de tempos idos e, sobretudo, proporcionar aos alunos a recolha de lendas, provérbios e quadras populares próprias desta época. Os trabalhos realizados pelos alunos nas dis12

ciplinas de Educação Visual, Educação Tecnológica e Português, foram alvo de uma exposição que esteve patente ao público durante uma semana na biblioteca da escola. Esta atividade integrada no Plano Anual de Atividades deste Agrupamento, cumpriu os objetivos propostos, realçando-se a participação entusiástica de toda a comunidade escolar. O Departamento de Expressões


13


Magusto

Em Balugães

No

passado dia 11 de Novembro Dia

de S. Martinho, a nossa Escola festejou o magusto, uma grande festa, que se realiza no Outono. Ao longo da tarde, com a ajuda dos professores, desenvolvemos jogos tradicionais no recreio da escola. Foi uma grande diversão, fizemos uma grande fogueira, assamos as castanhas, cantamos, saltamos e enfarruscamos a cara. 14

Levamos os saquinhos de castanhas, que tínhamos construído, para casa, assim também os nossos pais puderam provar as castanhas. Foi um dia muito divertido, pois o magusto é uma tradição que todos gostamos muito.


15


HALLOW

Dinamismo e criativid

16


WEEN

dade A tradição da comemoração do Halloween tem vindo a enraizar-se no imaginário e na dinâmica das escolas portuguesas, não só pelo impulso publicitário e económico associado a estes eventos, mas também fruto do trabalho levado a cabo pelo grupo de Inglês. A nossa escola tem vindo a assinalar esse dia “como manda a tradição”, criando um dinamismo salutar de envolvimento dos alunos (e encarregados de educação) na criação de adereços, máquinas e atividades. Este ano não foi exceção e os alunos esmeraram-se nas “criações alusivas”, mostrando que a sua imaginação não tem limites. Para além das “criações,” houve ainda um espaço para testar a coragem dos mais atrevidos, a “sala de susto”, primorosamente preparada pelos alunos do Curso Vocacional, também eles querendo mostrar a sua iniciativa e empenho. Para avaliar os trabalhos, foi pedido a todos os alunos de todas as turmas da escola sede, incluindo 1º ciclo, que votassem nas suas figuras preferidas, tarefa que não se revelou fácil, devido à quantidade e qualidade dos trabalhos. Mas finalmente “saiu fumo branco”. Aqui ficam os nomes dos vencedores: 1º ciclo: 1º Mariana Martins (4º ano- Fragoso); 2º Francisco Silva (4º ano- Fragoso); 3º Daniel Macedo (4º ano- Fragoso) 2º ciclo: 1º Maria Miguel Monteiro (6ºA); 2º Nelson Sá, Rui Silva, Rui Faria (6ºD); 3º Andreia Domingues, Inês Pereira (6ºB) 3º ciclo: 1º Catarina Quintas+Bruno Raposo (7ºB); 2º Tiago Coutinho (7ºB); 3º Maria Barros (8ºA) Parabéns aos vencedores e a todos os participantes.

17


Concurso

Presépios e Anjos O concurso Presépios e Anjos foi uma iniciativa da área disciplinar de EMRC que se destinou ao 1ºciclo. Os alunos foram desafiados a construir um presépio ou um anjo recorrendo à reciclagem de materiais. O empenho dos alunos foi extraordinário o que se comprova pelos 136 trabalhos apresentados. De salientar também a boa recepção desta iniciativa por parte dos encarregados de educação e outros familiares que apoiaram as crianças na execução da sua obra. Os trabalhos apresentados demonstraram muita criatividade, bom gosto e sentido estético dificultando o trabalho do júri que, por uma questão de justiça, atribuiu a mesma pontuação a alguns trabalhos. A área disciplinar de EMRC dá os parabéns a todos os participantes e, de modo particular, aos

18

vencedores!

Tr


rabalhos vencedores


Festa de Natal

N

o dia 17 de dezembro de 2013, no Centro Social e Paroquial de Fragoso, o Agru-

pamento Vertical de Escolas de Fragoso animou e proporcionou à Comunidade Educativa mais uma Festa de Natal. Todo o espetáculo decorreu sob a responsabilidade dos Professores e Alunos da EBI de Fragoso. Com a brilhante apresentação dos nossos amiguinhos Leonor e Francisco, o espetáculo

20

iniciou-se com os “Músicos de Fragoso” (alunos NEE) que, sob orientação da Professora Luísa, proporcionaram deliciosos momentos musicais. Depois seguiram-se as atuações dos alunos do 1º Ciclo e uma constelação de estrelas das turmas F1 (Profª Teresa), F2A (Profª Aurora), F2B (Prof. Armando), F3 (Profª Gorete), F3/4 (Profª Elisabeth) e F4 (Profª Herondina) que desfilou pelo palco, proporcionando momentos de grande beleza de dança, música, dramatizações e… um jogral. De seguida passámos para os “maiores”: os alunos do 5º ano, da professora Luísa, deliciaram-nos com flautas e vozes, o Clube de Expressão Dramática (Prof. Nélson) encantou toda a plateia com o teatro “A Turma dos Totós” e… um grupo de alunos da professora Fernanda Sá deliciou -nos com a interpretação de 4 canções: Europa, Tom de Natal, Som bom bom e Feliz Navidad. Para finalizar o espetáculo, o conjunto de alunos do 1º Ciclo fez uma brincadeira com duas músicas: Pasteleiro e Pai Natal… Quando pensávamos que a Festa tinha chegado ao fim fomos surpreendidos com a visita de uma delegação do Gil Vicente FC e todos puderam ver e conviver com jogadores de futebol. Foi um momento que fez irradiar de alegria toda a plateia. Foi uma animada manhã em que a quadra natalícia foi vivida de forma diferente, promovendo o espírito de solidariedade, de partilha, de fraternidade e de convívio entre toda a Comunidade, especialmente, professores, funcionários e alunos.


21


AVEF

Agrupamento Solidário As

tados. Esta iniciativa teve bom acolhimento,

situações de crise fazem também

pois a árvore foi sendo adornada diariamente

emergir o que de melhor existe no ser huma-

com as muitas doações, que obrigaram à cria-

no: a sua capacidade de abertura ao outro e de

ção de um espaço lateral para colocação de

solidariedade com ele.

todos os sapatos recolhidos, pelo que muitas

Para além da atenção a situações parti-

22

pessoas puderam receber o seu “sapatinho”,

culares, neste primeiro período, foram várias

tornando o Natal num momento diferente.

as atividades promotoras de solidariedade de-

Cabazes solidários: dando continuidade à

senvolvidas no Agrupamento Vertical de Es-

atividade “Cabaz solidário - Natal para to-

colas de Fragoso:

dos”, realizada pela 1ª vez no ano anterior, o

- Recolha de papel para apoiar o Banco Ali-

clube “É-Te=igual?” lançou o desafio aos di-

mentar contra a fome;

retores de turma, professores titulares de tur-

- Recolha de produtos de Higiene para a Ca-

ma e docentes do JI de Fragoso para sensibili-

sa dos Rapazes;

zarem os alunos para as questões da pobreza e

- Campanha “Vamos ajudar o Diogo Fari-

do contributo e responsabilidade da socieda-

nhoto (menino de 4 anos que nasceu sem a

de/escola na promoção da solidariedade, in-

mão direita): campanha de recolha de tampi-

centivando para “gestos que podem fazer a

nhas plásticas e embalagens de plástico que

diferença” no seio de muitas famílias. Para

tenham o símbolo da reciclagem com os nú-

isso, incentivaram-se as turmas para a angari-

meros 2, 4, ou 5 dentro do triângulo, com o

ação de diferentes tipos de produtos/bens para

objetivo de angariar fundos para uma nova

doação a famílias carenciadas, ao longo da

prótese, pois, como está em crescimento, cada

semana de 9 a 17 de dezembro, iniciativa que

prótese tem de ser substituída ao fim de 2

teve boa recetividade, sendo construído diver-

anos até que alcance a idade adulta, 18 anos,

sos cabazes (vários do JI e do 1º ciclo e um

altura em que será instalada uma mão definiti-

por cada turma no 2.º e 3.º ciclo), que foram

va.

expostos no átrio central da escola na manhã

- Mega-árvore de Natal: enquadrada no es-

do último dia de aulas (17 de dezembro), sen-

pírito da época natalícia, os docentes do 1.º

do entregues, na interrupção de aulas, a famí-

Ciclo lançaram a ideia da construção de uma

lias carenciadas do agrupamento e identifica-

mega-árvore de Natal, tendo por base a reco-

das pelo SASE da escola.

lha de sapatos para doação aos mais necessi-


23


Cortamato Escolar

R

ealizou-se, na manhã do dia

Os seis primeiros classificados

11 de novembro, o XIV cor-

(segundo e terceiro ciclos) irão correr na

ta-mato escolar do Agrupa-

prova distrital, representando a nossa

mento Vertical de Escolas de Fragoso.

24

escola.

A atividade contou com a partici-

Para a concretização desta ativida-

pação dos alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos

de, a Área Disciplinar de Educação Físi-

do

de

ca / Desporto Escolar teve a importante

422 alunos (69,75% dos 605 que consti-

colaboração de alunos, professores, as-

tuem as turmas do 1º ao 9º ano), 181

sistentes operacionais e professores de

eram do sexo feminino e 241 do sexo

Atividade

masculino. Os participantes estavam

É, também, de salientar a participação

assim distribuídos por ciclos: 205 do 1.º

de alguns pais, que assistiram às provas.

agrupamento,

num

total

ciclo; 217 do 2.º e 3.º ciclos.

Física

das

AEC's.

Em questões de segurança, estive-

As partidas foram dadas pela ex-

ram presentes no local os Bombeiros

Atleta Campeã Nacional de Salto em

Voluntários de Barcelos - Posto Avan-

Altura em Pista e atual Presidente da

çado de Fragoso, para o caso de ser ne-

Associação de Atletismo de Viana do

cessário prestar assistência a alguns dos

Castelo, professora Cláudia Sofia Bran-

atletas participantes.

co Carvalhido.

Paralelamente, os alunos do 9º

O percurso foi delineado confor-

ano não participantes desenvolveram

me as datas de nascimento e o sexo dos

um estudo de tempos por distância / es-

alunos.

calões no âmbito da disciplina de Mate-

Foram atribuídos prémios aos três primeiros classificados de cada escalão. Os prémios do segundo e terceiro ciclo serão atribuídos na manhã desportiva I, que se realizará no dia 17 de dezembro.

mática ("A Matemática também vai ao corta mato").


25


Conversa com

Carlos Neves Carlos Neves, de Viana do Castelo, está entre os melhores escultores de casca de ovo do mundo.

26

D

ando continuidade à atividade “@@@conversa.com”, dinamizada pela Biblioteca Escolar, no dia 6 de novembro, de manhã, a Escola EBI de Fragoso recebeu o artista Carlos Neves, um dos melhores na sua arte a nível mundial. Residente em Vila Fria, Viana do Castelo, Carlos Neves é um dos poucos que, Em Portugal, conhece a arte milenar de fazer esculturas em casca de ovos, conhecida como Egg Carving. O artista aprendeu a técnica com uma vizinha inglesa na antiga Rodésia (Zimbabué), onde passou a juventude. Nos anos 70, a guerra que atingiu aquele país africano trouxe a família de Carlos Neves de volta a Portugal, radicando-se em Vila Fria, Viana do Castelo. Aqui, durante muitas décadas, o escultor, eletricista de profissão, dedicou-se a esta arte apenas nos tempos livres. No entanto, agora dedica-se

à escultura a tempo inteiro, utilizando como matéria-prima os ovos de galinha, avestruz ou ema (uma ave semelhante à avestruz, mas mais pequena e rara), fazendo, atualmente, também esculturas em cabaças. Carlos Neves tem clientes em vários países - Bélgica, Holanda, Brasil, Bolívia, Espanha, entre outros - e é convidado, frequentemente, para levar a sua arte a eventos internacionais. O artista tem vindo também a promover ações de formação em vários locais e tem-se disponibilizado para a realização de exposições, como esta que os nossos alunos puderam apreciar, divulgando a sua técnica e conversando sobre ela com os mais curiosos, partilhando o seu saber e a sua paixão.


27


Comemorando os

Direitos Humanos “Levanta a Voz pelos Direitos Humanos”

A 28

Biblioteca de Fragoso associou-se

ca à representante da Amnistia Internacional,

à Biblioteca Municipal nas come-

numa cerimónia realizada na Biblioteca Muni-

morações dos Direitos Humanos.

cipal.

Neste âmbito foram várias as atividades dina-

- Palestra “Tráfico de Seres Humanos”, orien-

mizadas em todas as escolas do concelho de

tada por uma representante da OIKOS e desti-

Barcelos sob o lema “Levanta a Voz pelos

nada aos alunos do 9º ano. Com esta palestra

Direitos Humanos”, na semana de 2 a 13 de

procurou-se sensibilizar os alunos para algo

dezembro de 2013.

que acontece todos os dias e por vezes bem

Neste agrupamento foram várias as atividades

perto de nós. Os alunos revelaram grande sa-

dinamizadas com bastante sucesso:

tisfação com esta atividade.

- Exposição sobre os Direitos Humanos;

- “Olhar ….os nossos direitos”, hora do conto

- “Indivíduos em risco: Uma carta por um sor-

dinamizada pela

riso”, proposta pela Amnistia Internacional.

qual foram trabalhados os direitos das crian-

Centenas de cartas foram escritas e ilustradas

ças, com os alunos do 4º ano.

pelos alunos das escolas de Barcelos, uma ma-

Foi uma semana repleta de atividades com a

ratona de cartas demonstrando a solidariedade

colaboração da Biblioteca Municipal e dos

para com Eskinder Nega, Yorm Bopha, Ihar

docentes. A Biblioteca Escolar agradece a co-

Tsikchanyuk e Nabi Saleh, cujos seus direitos

laboração de todos que participaram nestas

não foram respeitados. Verificou-se, no nosso

atividades e que desta forma contribuíram pa-

agrupamento, uma forte adesão a esta iniciati-

ra que os Direitos Humanos não fiquem es-

va. No dia 13 de dezembro todas as cartas fo-

quecidos, pois verifica-se que os mesmos não

ram entregues pela coordenadora da Bibliote-

são respeitados diariamente.

Biblioteca Municipal, na


29


Semana dos AFETOS Todos somos PERFEITOS com as nossas IMPERFEIÇÕES

No âmbito da comemoração da Semana dos Afetos/Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência (3/12), tentando sensibilizar a comunidade escolar para a necessidade de compreender e aceitar as diferenças nos outros e em nós próprios, o que não é tarefa fácil, sendo mais difícil ainda viver numa sociedade onde se penalizam as pessoas pelas suas limitações (físicas, intelectuais…), a Equipa de Educação Especial, Psicóloga e Professora Bibliotecária propuseram a toda a comunidade a realização de trabalhos nas várias áreas – pintura, desenho, escultura, escrita, audiovisual…- alusivos 30

ao tema, sob o lema “Todos somos “PERFEITOS” com as nossas “IMPERFEIÇÕES”. Os trabalhos realizados foram expostos durante a semana de 2/12 a 6/12. Ainda neste âmbito, foi lançada a iniciativa “Valorizo a Tua Diferença - ”, assente na ideia de que a Diferença é inerente a todos nós e que as nossas idiossincrasias dão a cor à nossa Escola. Assim, foi proposto que as Educadoras desafiassem as crianças a descobrirem, em cada um dos colegas, uma característica física que os diferencie dos outros, pormenores a serem fotografados e colocados num painel/cartaz.


31


A Ciência dos + p N

o âmbito da disciplina de Físico-Química, e em articulação com o ensino pré-escolar, a ciência

continua a visitar os jardins de infância do agrupamento. A atividade decorre pelo terceiro ano consecutivo e tem como principal objetivo levar as ciências experimentais às salas de aula dos mais pequenos. 32

Nos dias 2 e 9 de dezembro a ciência foi até ao Jardim de Infância de Fragoso pela mão dos cientistas do 9ºC. No 2º e 3º período outros cientistas visitarão os outros jardins.


pequenos3


LUMINÁRIAS em EVT

E

xposição dos trabalhos realizados na disciplina de Educação

Tecnológica pelos alunos do 3ºciclo da escola EBI de Fragoso. Uma das propostas foi desenvolver habilidades para a utilização e aproveitamento de objetos do nosso quotidiano. E assim, construíram-se estas luminárias a partir de embalagens de leite. 34


Jovens Promotores de Saúde

“É preciso falar do cancro”

P

ara comemorar o Dia Mundial do Cancro, que acontece a 4 de feverei-

ro, o Núcleo Regional Norte da Liga Portuguesa Contra o Cancro realizou uma campanha designada "É preciso falar do cancro!". Nesse sentido, solicitou a colaboração do clube Jovens Promotores de Saúde para a recolha de perguntas sobre o cancro junto da comunidade escolar. As perguntas foram enviadas para a LPCC, que enviou, posteriormente, as respetivas respostas. Na nossa escola foram realizadas 59 perguntas. Muitas dessas perguntas e respostas foram divulgadas ao público através de cartazes colocados nos corredores da escola. A técnica da LPCC que colabora com o clube agradeceu a colaboração da nossa escola e referiu que esta é uma temática muito rica e vasta sobre a qual é necessário falar para que cada vez mais as pessoas estejam informadas.

35


Parlamento dos Jovens Deputado Nuno Reis na nossa Escola A nossa escola aderiu, pelo quinto ano consecutivo, ao Programa Parlamento dos Jovens e todos estamos empenhados e a trabalhar para podermos ter um bom desempenho na sessão distrital. A sessão escolar de esclarecimento/debate decorreu no dia 13 de janeiro e contou com a presença do Deputado Nuno Reis, eleito pelo Círculo de Braga nas listas do PSD, e da Dr.ª Cláudia Marinho, responsável da Equipa de Rua "Estrada com Horizontes", do Gabinete de Atendimento à Família, de Viana do Castelo. O tema do Parlamento dos Jovens do presente ano letivo é “Drogas: evitar e enfrentar as dependências” e os alunos das duas listas que se apresentaram a eleições tiveram oportunidade de 36

debater o assunto em questão e de ouvirem os esclarecimentos dos diversos participantes. O Deputado Nuno Reis deu conta de iniciativas parlamentares já levadas a cabo com vista à resolução deste problema e esclareceu os alunos sobre a organização geral do trabalho parlamentar. Respondeu ainda a diversas questões colocadas pelos alunos sobre o seu trabalho enquanto deputado da Assembleia da República. Através das questões colocadas, os alunos revelaram interesse e conhecimento dos temas políticos e sociais da atualidade. A Dr.ª Cláudia Marinho partilhou com os alunos a sua experiência enquanto responsável das equipas de rua vocacionadas para o acompanhamento e apoio de cidadãos com problemas de toxicodependência. Foi uma experiência interessante para os alu-


nos participantes, que puderam constatar, através de situações concretas, os mecanismos de funcionamento da democracia, bem como a importância do debate, da troca de ideias e da capacidade argumentativa. É também com iniciativas deste tipo que a escola procura promover os valores da tolerância, da liberdade e da responsabilidade cívica. A campanha eleitoral decorreu entre os dias 09 e 14 de janeiro, tendo-se realizado as eleições no dia 17. Posteriormente, os 15 deputados eleitos reuniram-se na sessão escolar para votarem as medidas e os 3 deputados que representarão a escola na sessão distrital. Depois de algum debate, foram votadas as seguintes medidas: 1ª Aumentar o controlo nas zonas económicas exclusivas. 2ª Aumento das campanhas de sensibilização contra o consumo de drogas com a participação de pessoas famosas que não consomem este tipo de substâncias. 3ª Criação de unidades especializadas de apoio a toxicodependentes inseridas no serviço nacional de saúde. Foram ainda escolhidos os três deputados que representarão a escola na sessão distrital, que decorrerá em Braga, na 2ª quinzena de Março: 1º Luís Diogo Neiva Costa; 2º Miguel de Carvalho Paula; 3º Rui Pedro de Sousa Oliveira Texto - 9.ºB

37


Curso Vocacional

Em aç

Catástrofe em Fragoso No final do mês de outubro, a freguesia de Fragoso foi assolada por uma tempestade natural, que originou estradas cortadas, casas inundadas e destruídas, pontes caídas e até estradas intransitáveis. Os alunos do curso vocacional mostraram interesse em documentar essa situação e a professora de Informática com autorização da direção acompanhou os alunos a fotografar os pontos onde foi visível esse desbaste. Depois de recolhidas as imagens, elaboraram um vídeo com as mesmas e alguma música alusiva ao acontecimento. Essa reportagem foi divulgada na sala dos alunos, no dia 28 de outubro, durante os intervalos para toda a comunidade escolar. Curso Vocacional 38


ção Dia Internacional da Internet Segura A 11 de fevereiro celebrou-se mais um Dia da Internet Segura, este ano sob o tema: juntos vamos criar uma Internet melhor. No nosso agrupamento realizaram-se, ao longo do dia, sessões informativas para promover uma utilização mais segura e mais responsável das tecnologias online. Estas sessões, realizadas pela área disciplinar de TIC e pelos alunos do Curso Vocacional, em articulação com a Biblioteca, abrangeram todos os alunos do 6º ao 9º ano. Foi uma manhã muito preenchida, muito profícua e muito do agrado dos alunos. Estas sessões irão ter continuidade para os alunos do 5º ano durante a semana. Aqui fica a mensagem a reter: “Mantém-te seguro online! Informa-te sempre junto dos teus professores, na biblioteca e na página da internet segura: http://www.internetsegura.pt/”

39


Visita de estudo do 9ºano

A

cidade do Porto foi o local escolhido pelas discipli-

nas de História, E.M.R.C e Geografia para organizarem uma visita de estudo para os alunos do 9.º ano. O primeiro local a visitar foi a Sinagoga Kadoorie Mekor Haim, ou seja, a Comunidade Israelita do Porto. Através do Sr. Hugo Miguel Vaz, os alunos e acompanhantes tomaram conhecimento (ou relembraram) aspetos relacionados com a religião judaica. Foi motivo de orgulho o respeito que os alunos demonstraram num templo religioso que não é o da religião que professam. A visita prosseguiu para o Centro Histórico do Porto, classificado pela UNESCO como Património Cultural da Humanidade, desde 1996. A Torre dos Clérigos, com 76 metros de altura obrigou a subir 240 degraus. Um esforço que valeu a pena, pois do seu cimo foi possível ver uma vista panorâmica da cidade com

40

uma amplitude de 360º. Inicialmente, também estava prevista a visita à Igreja dos Clérigos, mas foi encerrada para obras de restauro, precisamente no dia 10. Enquanto se aguardava a chegada dos grupos que visitaram a Torre, pequenos conjuntos de alunos foram entrando na Livraria Lello, uma das mais bonitas a nível mundial. Para quem não sabe, registe que foi nesta livraria que a escritora J.K. Rowlings se inspirou para escrever as aventuras fantásticas de Harry Potter. A fome já apertava quando alunos e adultos rumaram a pé até à Avenida dos Aliados. A maioria escolheu um almoço no McDonalds, à base de fast food,… uma vez não são vezes! Outros, em muito menor número, foram comer de faca e garfo! O próximo destino foi a Estação de Caminhos de Ferro de São Bento, um edifício do séc. XX, com cobertura de vidro e ferro fundido. O átrio está revestido com vinte mil azulejos historiados, do pintor Jorge Colaço, que ilustram a evolução


dos transportes e cenas da história e vida portuguesas. É de salientar que a revista norte americana “Travel+leisure” considerou a Estação de São Bento a 16ª mais bela do mundo. Posteriormente, o percurso efetuado foi até ao tabuleiro superior da Ponte D. Luís I, onde circula o metro. A Sé ou Catedral do Porto foi o último edifício visitado, um monumento do séc. XII, onde também está presente o contributo de Nazoni. Após a contemplação da paisagem, o rumo seguido foi um percurso, também realizado a pé, até ao Cais da Ribeira. No trajeto deu para observar vários monumentos tais como: a Casa do Cabido, o Pelourinho da Sé, a Torre Pitões, o Chafariz do Anjo, a Igreja dos Grilos e um pequíssimo santuário, cravado na parede, de Santa´Ana. Foram percorridos trechos de ruas muito típicas e extremamente estreitas que culminam na zona mais típica e animada da cidade – a Praça da Ribeira. Bem ao lado, no Cais, deu para ver a força das águas do rio Douro. Foi comprovado, in loco, que nenhum barco navegava no rio. Aliás, este foi o motivo da grande desilusão da nossa viagem – a impossibilidade de realizar o Cruzeiro das 6 Pontes! Finalmente, dirigimo-nos para a Rua do Infante D. Henrique, onde aguardamos a chegada dos dois autocarros a contemplar o Mercado Ferreira Borges, à nossa frente, e do lado esquerdo, o Palácio da Bolsa e a Igreja São Francisco. Chegamos a Fragoso precisamente à hora do último autocarro! Os professores organizadores agradecem imenso aos adultos que nos acompanharam (professoras Elisa Cruz e Paula Alves, Senhores Élio e Paulo) e enaltecem o excelente comportamento dos alunos!

41


Cortamato Distrital

R

ealizou-se, no dia 14 de fevereiro, o Corta Mato CLDE Braga (Distrital), no qual a EBI de Fragoso participou com 47 alunos dos

59 inscritos em todos os escalões. A participação pode-se considerar excelente, como atestam as classificações individuais e coletivas obtidas. Assim, dos 388 inscritos em Infantil A Masculino destaca-se o 70º lugar alcançado pelo aluno Tomás Rodrigues (5º B), individualmente, e o 40º lugar coletivo (em 61 escolas classificadas). Ainda neste Escalão, mas Feminino, a Inês Maciel (5º B) alcançou o 83º lugar em 386 inscritos, ficando a Escola, coletivamente, no 39º lugar de 56 classificadas. No Escalão Infantil B, coletivamente, os meninos alcançaram o 26º e as meninas o 58º de 62 e 61 escolas classificadas, respetivamente. Há ainda a destacar o 23º lugar do Eduardo Cruz (7º C) em 433 inscritos e o 155º lugar da Maria Monteiro (6º A) em 436 ins42

critos. Nos Iniciados Masculinos, o Rui Oliveira (9º B) alcançou o 8º lugar em 424 inscritos e a Mariana Balazeiro (9º B), nos femininos, o 47º lugar em 403 inscritos. Coletivamente, apenas, os rapazes tiveram classificação, ficando em 4º lugar de 52 escolas classificadas. Nos Juvenis foram alcançados o 49º lugar (em 358 inscritos) e o 90º (em 224 inscritos) pelos alunos Adriano Barbosa (VOC1) e Carina Sá (VOC1), respetivamente. Em termos coletivos só os masculinos tiveram classificação, ficando pelo 22º lugar em 34 escolas classificadas. Nos Juniores não houve classificação coletiva, pois apenas 2 alunos estavam inscritos. Assim, o Hugo Sá (9º A) alcançou o 84º lugar, em 169 inscritos, e a Bruna Neiva não terminou a prova, que contava com 108 inscritos. Quanto à Prova Adaptada A destaca-se o 1º e 3º lugares alcançados, em 28 inscritos, pelos alunos Joaquim Queirós (9º B) e Francisco Dantas (8º B), bem como o 2º lugar da Sónia Neiva (8º B), em 5 inscritos. Para finalizar, convém referir que o Corta-Mato decorreu nas Pistas Gémeos Castro, em Guimarães, tendo havido um agravamento gradual das condições atmosféricas (vento, frio e chuva) e da pista (molhada e com lama). Rolando Pinto


43


S. Valentim

O

S. Valentim continua a ser uma

data marcante na comunidade escolar, ocasião para o fomento da criatividade e a expressão de sentimentos. Com este objetivo, no dia 14 de fevereiro, para além da música ambiente, foram dinamizadas diversas atividades, que deram colorido e dinamismo à nossa escola: - Concurso “Cartas de amor quem as não tem”, de 10 a 14 de fevereiro, fomentando a expressão de sentimentos e a criatividade na produção de 44

texto; - Exposição de trabalhos (Vida de S.Valentim, Histórias de amor famosas, postais); - Hora do Conto, com a história do “Sapo Apaixonado”; - “Marco do correio”, para partiha de correspondência.


Comemorações AVEF DIA MUNDIAL DO NÃO FUMADOR

No passado dia 18 de novembro, a Escola Básica Integrada de Fragoso comemorou o Dia Mundial do não Fumador, que este ano calhou no domingo. A comemoração e as iniciativas levadas a cabo tiveram como objetivo sensibilizar a comunidade escolar para os fatores de risco associados ao consumo de tabaco, uma das causas principais do cancro do pulmão e da doença pulmonar obstrutiva crónica, e as formas mais eficazes para deixar de fumar, incidindo na prevenção do consumo de tabaco, especialmente importantes nestas idades, pois o consumo desta substância inicia-se frequentemente na adolescência. Todas as atividades deixaram uma mensagem muito clara, que os alunos apreenderam: “Derruba os cigarros, antes que estes te derrubem a ti”. 45 DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A SIDA “Quem se importa?" Realizou-se, no dia 13 de novembro último, na Biblioteca Escolar da Escola EBI de Fragosos, a palestra "Quem se importa", dinamizada pelo clube “Jovens Promotores de Saúde”, no âmbito das suas atividades de “Promoção da educação para a Saúde”. Esta atividade, que teve a duração de 90 m, esteve a cargo de duas técnicas de saúde do Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa contra o cancro, a Dr.a Cristiana Fonseca, que acompanha os Jovens Promotores de saúde há 3 anos, e a Dr.a Patrícia. Esta iniciativa teve como objetivo desenvolver a consciencialização dos jovens como agentes de mudança e de empreendedorismo social, bem como divulgar o projeto Jovens Promotores de Saúde (JPS) e as atividades do Departamento de Educação do Núcleo Regional do Norte da Liga Portuguesa da Luta contra o cancro, tentando levar os alunos a uma atuação consciente e informada na prevenção da saúde.


A fantasia andou à solta No dia 28 de fevereiro realizou-se o desfile de Carnaval da nossa escola, com a participação de todos os ciclos e do Jardim de Infância de Fragoso. Foram muitos os disfarces e o espírito carnavalesco contagiou os participantes do desfile, que espalharam alegria e boa disposição por onde passaram.

46


47


Gil Vicente

na escola

N

uma iniciativa inserida na manhã des-

portiva da escola, os jogadores gilistas Pecks, Cláudio Pitbull, Keita e Pedró

marcaram

presença na EBI de Fragoso, onde procederam à entrega dos prémios do corta-mato, realizado em novembro, e da Manhã Desportiva I, realizada nessa manhã. A escola de Fragoso fez uma receção entusiástica à comitiva gilista, que distribuiu muitos presentes, entre brindes, autógrafos e 48

posters, pelos cerca de 400 alunos presentes, e responderam a muitas questões colocadas pela audiência, elucidando os presentes sobre o quotidiano do jogador de futebol. Depois do encontro com os alunos do terceiro ciclo, acederam ainda a fazer uma surpresa aos mais pequenos, deslocando-se ao Salão Social, onde decorria a festa de Natal. Os alunos adoraram a surpresa e aplaudiram entusiasticamente os jogadores e restante comitiva.


Jornal 2014 1