Page 1

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO - JULHO DE 2012

Pequenos Grandes Poetas

Bom dia Sol amarelo 1.º PRÉMIO - poemas originais

Parabéns Ana Margarida Maciel  Páginas 42 e 43

Passeio a Samil No passado dia oito de junho os alunos do Agrupamento participaram no passeio escolar a Samil.  Páginas 4 e 5

PINT`ARTES Esta foi uma forma diferente de comemorar o “Dia Mundial da Criança”, dando oportunidade aos mais pequenos de conhecer, brincando e aos mais crescidos de ensinar, planificando e ajudando, num ambiente de socialização e interajuda entre todos.

DESTAQUE Escritora Manuela Mota Ribeiro  Página 28

Dr. Victor Pinho, da Biblioteca Municipal de Barcelos.  Página 30

Escritora Inês Vinagre  Página 34

 Páginas 6 e 7

A Velhota anda a dormir na Nossa Escola !!  Página 42

O MEU GALO É MELHOR QUE O TEU JÁ TEMOS VENCEDORES - RESULTADOS NA PÁGINA 41


Diretoras de Turma 7.º E e 6.º A

das Escolas

2

Ensino Articulado de Música

M

ais uma vez ao terminar o período escolar as turmas do ensino articulado com o Conservatório de Música de Barcelos, 7º E e 6º A, levaram a efeito uma audição / concerto musical no Centro Social e Paroquial de Fragoso aberto a toda a comunidade. Os alunos portaram-se à altura do evento e não faltaram os aplausos do público que encheu o salão. Aos alunos,futuros músicos de orquestra, apresentamos os nossos parabéns.


Campanha de Recolha de alimentos

D

e 17 a 21 de outubro decorreu, na nossa escola, uma campanha de recolha de alimentos, dinamizada pela disciplina de EMRC, no âmbito da comemoração do Dia para a Erradicação da Pobreza. Esta atividade foi incluída na Semana da Alimentação e teve como principal impulsionador o pedido feito pelo GASC (Grupo de Ação Social Cristã), uma IPSS de Barcelos com diversas valências. A solidariedade de todos foi bem visível na quantidade de alimentos recolhidos, o que mais uma vez prova que em momentos de maiores dificuldades, maior é a generosidade.

Grupo de EMRC

das Escolas

2


AVEF 2012

das Escolas

No passado dia oito de junho os alunos do Agrupamento participaram no passeio escolar a Samil.

4

Passeio a Samil C

omo é já tradição deste Agrupamento, o ano letivo finalizou com um passeio escolar que visa o convívio entre toda a comunidade escolar do Agrupamento num local aprazível e amplo – Parque de lazer da praia de Samil em Espanha. Com piscinas vigiadas, um amplo espaço de relva, campos desportivos e praia, este espaço permitiu, mais uma vez, aos alunos um dia de diversão e convívio que recordarão com saudade.


N

PINT`ARTES

o passado dia um de junho, realizou-se na escola sede deste Agrupamento a atividade, prevista no Plano Anual de Atividades, denominada por Pint`Artes. Este dia proporcionou aos alunos do pré-escolar conhecerem espaços específicos da escola sede desenvolvendo atividades lúdicas e pedagógicas em parceria com os alunos de 2º e 3º ciclos. Assim nas salas de aula de Educação Visual e Tecnológica, Educação Musical, Laboratório de Ciências Físico-químicas, sala de TIC, Campos de jogos desportivos e biblioteca foram desenvolvidas várias atividades como a pintura, expressões rítmicas e musicais, jogos desportivos, pequenas experiências científicas, jogos lúdicos digitais e dramatizações de histórias infantis. Os mais pequenos tiveram a supervisão dos alunos mais crescidos que os acolheram na sua sala de aula e os ajudaram nas tarefas que lhes estavam destinadas. Esta foi uma forma diferente de comemorar o “Dia Mundial da Criança”, dando oportunidade aos mais pequenos de conhecer, brincando e aos mais crescidos de ensinar, planificando e ajudando, num ambiente de socialização e interajuda entre todos.

Área disciplinar de EVT

das Escolas

7


Grupo de EMRC

das Escolas

8

EMRC em ação

N

o dia 13 de junho, a nossa biblioteca foi palco para mais duas representações, O pavão Pantaleão e Meninos de todas as cores, protagonizadas pelos alunos das turmas F4 e F2, no âmbito da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica. O pavão Pantaleão, é uma fábula inédita, da autoria de Sameiro Cruz, realizada propositadamente para trabalhar a diversidade e o respeito pela diferença, temática desenvolvida no 4ºano nas aulas de EMRC. No que diz respeito à turma F2, deu-se particular atenção aos direitos da crianças, pois foi este o projeto a desenvolver ao longo do ano nesta turma. Assim, optou-se por trabalhar o texto Meninos de todas as cores de Luísa Ducla Soares como incentivo ao respeito pelos direitos dos outros e valorização da diferença. Os meninos destas turmas demonstraram grande empenho nos ensaios assim como na representação, pelo que estão de parabéns.


Vencedores do concurso “O Espantalho também lê!”

Biblioteca Escolar

das Escolas

11

A

Câmara Municipal, em colaboração com a RBEB – Rede de Bibliotecas Escolares de Barcelos, dinamizou ao longo do ano letivo o concurso “O Espantalho Também Lê”, que culminou com uma exposição de espantalhos, patente no Parque da Cidade, entre 1 a 5 de junho. Este concurso teve como principais objetivos a promoção de hábitos de leitura e o desenvolvimento de uma consciência ecológica. Numa primeira fase, cada agrupamento de escolas fez uma seleção prévia dos espantalhos a concurso, escolhendo 3 por categoria, que integram, na fase final, a exposição. No total participaram 22 escolas, com 37 espantalhos, realizados por crianças e jovens dos diversos ciclos de ensino. A exposição foi visitada pelo júri, no dia 1 de junho e os visitantes foram também convidados a dar a sua opinião, através da colocação da sua escolha na urna de voto. Da seleção saíram os seguintes vencedores: Categoria A (Pré-escolar) 1º Classificado - Jardim de Infância de Vila Frescainha S. Pedro

2º Classificado - Jardim de Infância de Fragoso Categoria B (1º Ciclo do Ensino Básico) 1º Classificado – EB1 de Góios, 1º e 2 ano 2º Classificado – EB1 de Paço Velho, V.S. Pedro, 3º e 4º ano Categoria C (2º Ciclo do Ensino Básico) 1º Classificado – EB2,3 de Cabreiros, 6º A

2º Classificado – EBI de Fragoso, 6º D Categoria D (3º Ciclo do Ensino Básico) 1º Classificado – Escola Básica e Secundária de Vale do Tamel, 9º E

2º Classificado – EBI de Fragoso, 8º A Menção Honrosa Jardim de Infância de Carvalhas


5.º Ano

das Escolas

13

Visita de estudo … com muito afeto!

O

s alunos do 5º ano e os alunos da educação especial realizaram, em junho, uma visita de estudo a Aveiro, sobre a temática “Os afetos”. Conheceram o maravilhoso “Lugar dos Afetos” e participaram nas divertidas atividades na Funceramics. No fim, e para partilhar a experiência com toda a comunidade escolar, apresentaram uma pequena exposição no átrio da escola com as peças de cerâmicas criadas na Funceramics, acompanhadas de poemas elaborados durante o terceiro período nas áreas curriculares de Estudo Acompanhado e Formação Cívica. Espreitem a página da nossa escola… lá encontram a reportagem fotográfica desta aventura: http://www.avef.pt/lugar/lugarafetos.html Votos de umas férias cheias de afeto!!


Clubes AVEF

das Escolas

14


Dia dos Clubes “Olá Férias!”

N

o passado dia 25 de junho ocorreu, na escola sede do AVEF, o Dia dos Clubes, intitulado “Olá Férias!”. O objetivo foi, sobretudo, proporcionar aos alunos e docentes dos vários Clubes escolares, um dia de convívio, partilha e muita diversão. Aos 64 alunos que compareceram na escola, juntaram-se vários professores e assistentes operacionais. O dia começou com uma prova de BTT, num circuito próximo da escola. Além desta atividade, os alunos puderam ainda andar em carrinhos de rolamentos, praticar vários desportos, ver filmes e assistir a demonstrações de rope skipping (da equipa vimaranense treinada por Nuno Dias). O almoçoconvívio foi um dos momentos altos do dia. De referir que a empresa Olá ofereceu um gelado a cada aluno, em jeito de patrocínio da atividade. Foi um dia bastante preenchido, muito animado e que funcionou como um excelente início de férias aos nossos alunos.


AVEF

das Escolas

16

Recriação do Mercado Medieval

P

elo 2º ano consecutivo, o AVEF respondeu afirmativamente ao convite da Câmara Municipal de Barcelos, no sentido de participar na Recriação do Mercado Medieval, ocorrido nos passados dias 15, 16 e 17 de junho, no centro da referida cidade. Tal como já vem sendo hábito, professores de diferentes áreas disciplinares, a direção da escola, vários alunos e assistentes operacionais envolveram-se na atividade e foi com grande entusiasmo, espírito de equipa e muita diversão que o AVEF se fez representar em Barcelos com uma banca de vendas (de diversos objetos elaborados sobretudo pelos docentes e alunos do Atelier de Expressões), jogos medievais com o arco e flecha e ainda com uma encenação do milagre da rainha Santa Isabel, em Fragoso, durante a sua peregrinação a Santiago de Compostela. Esta encenação ocorreu no dia 15 por volta das 21:30 e contou com a presença de vários elementos do AVEF, que, com trajes alusivos à época, retrataram todos os grupos sociais e animaram as ruas barcelenses. A colaboração direta da Associação Cultural “Velha Lamparina”, com vastos anos de experiência em feiras e mercados medievais, animou ainda mais o espetáculo, possibilitando, uma verdadeira viagem ao passado para quem assistia. Foi, sem dúvida, uma atividade muito gratificante para todos os envolvidos.


A área disciplinar de Ciências Físico-Químicas

das Escolas

Quero ser… cientista

18

N

o dia 20 de janeiro a nossa escola recebeu a visita de um investigador da área da Física, Doutor Nuno Araújo. Natural de Braga, todo o seu percurso escolar foi feito na sua cidade. Licenciou-se e doutorou-se na Universidade do Minho. Neste momento encontra-se a trabalhar em Zurique (Suiça), no Swiss Institute of Technology (ETH), uma das melhores universidades do mundo. Já mostrou o seu trabalho em vários países. Este cientista veio mostrar à comunidade educativa como é a vida de um investigador, o seu objeto de estudo e saídas profissionais na área da ciência. Alunos, professores e encarregados de educação puderam perceber como vivem aqueles que escolheram fazer da ciência a sua vida.


Mouras, Alminhas e … Azulejos

A

Jorge Barbosa

das Escolas

nossa escola, o Jardim de Infância de Aldreu, pelo 3º ano consecutivo, ganhou mais um prémio de mérito no concurso “Ciência na Escola” promovido pela

Fundação Ilídio Pinho, o Banco Espírito Santo e o Ministério da Educação e Ciência, com o projeto “Mouras, Alminhas e … Azulejos”. A partir da história, da cultura e dos recursos naturais e humanos da freguesia de Aldreu (lendas, contos populares, azulejos, alminhas, casas senhoriais, …), fizemos CIÊNCIA. Mas, também fizemos uns lindos painéis de azulejos … ora vejam lá a foto

19


AVEF a AJUDAR

das Escolas

O

UM DIA PELA VIDA

O Agrupamento Vertical de Escolas de Fragoso aderiu ao projeto “UM DIA PELA VIDA”, promovido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro. Nesse sentido formou uma equipa de trabalho designada AVEF a AJUDAR, composta por vários professores, assistentes operacionais e por um grupo de alunos – Os Jovens Promotores de Saúde. A primeira atividade promovida por esta equipa realizou-se no dia 11 de maio iniciando com uma palestra sobre prevenção do cancro da pele, intitulada “Prevenir para Viver”. Os palestrantes convidados foram a Dra. Cristiana Fonseca, representante da Liga Portuguesa Contra o Cancro; a Dra Liliana Amorim, enfermeira no Instituto Português de Oncologia do Porto, e a Srª Rosa Silva. Estiveram ainda presentes no evento o Dr. Hugo Sousa, responsável pelo projeto “UM DIA PELA VIDA” no concelho de Barcelos e a Dra. Conceição Clavel, responsável do mesmo projeto na região norte do país. Seguiu-se um Jantar Solidário que contou com a presença de cerca de 210 pessoas e cuja animação ficou a cargo da Orquestra de sopros ABBVE de S. Paio de Antas, que voluntariamente também aderiu à iniciativa e proporcionou um momento cultural de enorme qualidade. O convívio decorreu num agradável ambiente de solidariedade e o valor angariado foi de 1268.65€. No dia 3 de junho a equipa AVEF a AJUDAR realizou mais uma atividade inserida no projeto UM DIA PELA VIDA. Desta vez levou a cabo uma caminhada solidária denominada “Um passo em frente…” que juntou cerca de 250 pessoas. O contributo de cada participante foi de 2€. Contudo, o valor total angariado foi de 1090€, prova de que foram muitos aqueles que apesar de não terem participado quiseram dar o seu contributo. A caminhada percorreu caminhos da freguesia de Fragoso, levando os participantes até à capela de S. João. Aí houve a oportunidade de conviver e repor as energias. Também houve tempo para lembrar a causa para que todos os presentes contribuíram, com a leitura de textos alusivos ao projeto. Esta caminhada solidária contou com a presença da atleta Manuela Machado e com representantes da Liga Portuguesa Contra o Cancro. Paralelamente a estas atividades foi-se construindo o Tapete Solidário que teve a colaboração de um grande número de pessoas e atingiu cerca de 50 metros, que renderam 690€. Além destas atividades foi vendido material diverso da LPCC e cada membro da equipa contribuiu com uma prémio de inscrição. Contas feitas esta equipa de Fragoso angariou 3818.65€. Foi um trabalho incansável por parte de muitas pessoas e fica aqui o agradecimento a todos aqueles que se quiseram juntar a esta causa e que, de alguma forma, ajudaram a concretizar este projeto. A festa de encerramento do projeto UM DIA PELA VIDA, realizou-se em Barcelos, no sábado passado. Foi um dia marcante e encerrou o trabalho realizado por 72 equipas (cerca de 1090 pessoas), ao longo de 4 meses! Todo o concelho se envolveu neste projeto, de corpo e alma, dando muito de si e do seu tempo.


das Escolas

8.º Ano

Visita de estudo

A

8.º ano

s três turmas do oitavo ano realizaram no dia nove de fevereiro uma visita de estudo: de manhã visitaram duas entidades ligadas à preservação ambiental - a Recial e a Resulima de tarde contataram diretamente com a Natureza através da atividade “Valores e ambiente: um dia diferente!”. A Recial é uma fábrica de reciclagem de alumínio localizada no parque industrial de Lanheses, onde chega sucata de toda espécie que é submetida a uma triagem rigorosa, pois pretende-se retirar o alumínio que contém. Este metal, passa posteriormente por um processo de fusão que dará origem a lingotes de alumínio que serão vendidos para o mercado interno e, principalmente, para o europeu. É uma unidade que obedece aos mais rigorosos critérios ambientais. Aprendemos que é muito mais barato reciclar o alumínio do que iniciar todo o processo de exploração do metal desde as minas. Esta atividade foi promovida pelas disciplinas de Ciências Físico-químicas e Geografia. A Resulima é uma empresa de triagem, recolha seletiva, valorização e tratamento de resíduos sólidos urbanos que engloba seis municípios: Arcos de Valdevez, Barcelos, Esposende, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo. Aqui, tivemos a oportunidade de ver o que se faz com o lixo que produzimos. Mais uma vez, ficamos com a ideia que é muito mais económico e saudável separar e reciclar o lixo que produzimos. Esta atividade foi dinamizada pela disciplina de Ciências Naturais. Foi no monte da Senhora do Pilar, em Aldreu, que se desenrolou a atividade promovida pelo departamento de Ciências Humanas e Sociais (História, EMRC e Geografia) e pela Biblioteca da nossa escola, com a colaboração dos alunos da turma CEF. Após a caminhada até à capela e do piquenique, os alunos realizaram um peddy-paper que, para além de muito divertido, conseguiu associar os conteúdos destas disciplinas e pôs todos a pensar na resolução dos enigmas e tarefas que culminaram no conhecimento que os mesmos tinham sobre o funcionamento da Biblioteca. De seguida, fomos todos brincar nos jogos tradicionais com a ajuda dos colegas da turma CEF. E, assim, se passou uma tarde onde o frio foi proporcional ao sol radioso, em contato e respeito pela Mãe Natureza, onde todos se divertiram e puseram em prática conhecimentos adquiridos na sala de aula. Todos os alunos estão de parabéns pela boa disposição e pelo bom comportamento. Aos colegas acompanhantes, as áreas dinamizadoras agradecem.


Os alunos do 6.ยบ ano

das Escolas

24


Viagem no tempo

N

o dia 13 de março, os alunos do 6º ano da escola EBI de Fragoso deslocaram-se à cidade do Porto, para visitar o Museu do Carro Elétrico e assistir à peça de teatro “As Aventuras de Ulisses”. O dia estava muito agradável, quando cerca das 9 horas da manhã, todos os alunos do 6º ano, muito entusiasmados, encheram de alegria dois autocarros que partiram com o destino traçado em direcção ao Porto. A viagem não foi muito longa, e após um percurso paralelo ao rio Douro, com uma paisagem radiante, chegaram ao primeiro ponto da paragem: o Museu do Carro Elétrico. Enquanto que um grupo se dirigiu para visitar o museu, outro foi convidado a viajar num antiquíssimo veiculo que funcionava a eletricidade, com bancos de palha e volantes bidireccionais que permitiam que o guarda freio manobrasse o veiculo nos dois sentidos. A viagem foi lenta e pausada devido á moderna sinalização e à obstrução da linha por parte de alguns condutores pouco civilizados. A visita ao museu foi muito educativa e lá pode-se observar várias viaturas, que testemunhavam a evolução do carro elétrico ao longo do seculo XIX: um carro puxado por cavalos ou mulas (os cavalos eram mais velozes, mas as mulas eram mais resistentes), o carro americano, o carro pipi, o carro para reparação das vias aéreas, um atrelado para transportar mercadorias, outro para transportar o carvão, etc. O mais curioso foi conhecer algumas particularidades destes veículos: o «apanha- palermas», que era uma grelha para recolher algum peão distraído; as luzes de cor diferente que indicavam o destino aos analfabetos; e as barras de medição que o condutor da época usava como referência para medir a altura das crianças e assim determinarem o valor do bilhete a pagar. Neste local ainda foram surpreendidos por duas atrizes que os fizeram recuar no tempo e assistir a mini-peças de teatro alusivas à época do século XIX e que caraterizavam os viajantes da época. Apos um ligeiro piquenique, rodeados de magnífica paisagem que se avista do palácio de cristal (pavilhão Rosa Mota), rumaram em direcção ao teatro do Rivoli para navegar por mares e mares com o aventureiro, manhoso, astucioso e heróico Ulisses. A peça iniciou-se com uma introdução explicativa sobre o politeísmo do povo grego, fazendo -se referência aos deuses que povoavam o Olimpo e iriam surgir durante a peça. De repente escureceu e, no palco, surgiram os atores. Os deuses zangados e sem passatempos, transformaram a vida de Ulisses num vídeo – jogo. No final da peça de teatro, todos se aperceberam que a peça apresentada tenha sido encenada a partir da obra «Odisseia» de Homero e não da obra estudada de Maria Alberta Meneres, dadas as diferenças apresentadas no decurso da viagem de Ulisses (a ilha de calipso e a ilha do rei do sol não são visitadas por Ulisses na obra de Maria Alberta Meneres). A peça apresentada fora encenada de forma a captar a atenção do público-alvo, contendo várias modernizações quer ao nível de linguagem e tecnologia do seculo XXI, quer ao nível da interação humorística entre os atores, que tanto agradou ao público. O regresso a Fragoso fez-se de forma agradável, gratos pelos presentes recebidos da Vodafone e pela oferta que os professores de Língua Portuguesa e História e Geografia de Portugal proporcionaram aos alunos do 6º ano nesta aula de regresso ao passado.


7.º Ano—JPS

das Escolas

JOVENS PROMOTORES DE SAÚDE

26

N

o início do ano letivo, um grupo de 11 alunos do 7º ano aderiu ao projeto “Jovens Promotores de Saúde” (JPS). A entidade promotora é o Departamento de Educação para a Saúde do Núcleo Regional do Norte (NRN) da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) que promove projetos de formação para os alunos do 7º ano de escolaridade nas escolas da zona norte do país. Trata-se de um projeto tri-anual que decorre de Outubro a Junho e envolve a Coordenadora do Projeto (psicóloga) e funcionárias administrativas da LPCC (apoio logístico), professores da escola e outros profissionais. O projeto é desenvolvido através de reuniões mensais na escola entre a Coordenadora e o grupo, das quais surgem atividades a desenvolverem na escola. É ainda promovido um Fórum Anual de Jovens Promotores de Saúde. Ao longo do ano o grupo participou em várias atividades relacionadas com a Saúde: - Colaboração na dinamização do Dia Mundial da Alimentação; - Distribuição de laços comemorativos do dia Mundial da Luta contra a Sida; - Elaboração de trabalhos alusivos ao Dia Mundial da Saúde; - Averiguação de situações anómalas na escola; - Produção e distribuição de separadores alusivos aos cuidados a ter com o Sol; - Participação e colaboração nas atividades realizadas pela escola no âmbito do projeto “Um dia pela Vida”: - palestra e jantar solidário - caminhada solidária - campanha dos paninhos


N

o dia 21 de junho estes alunos participaram no XI Fórum Anual de Jovens Promotores de Saúde que decorreu no Fórum Cultural de Ermesinde sendo promovido pelo Departamento de Educação para a Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro em parceria com o Município de Valongo. Estiveram presentes cerca de 100 alunos em representação de várias escolas da zona norte do país. Foi com grande entusiasmo que os jovens apresentaram os seus trabalhos e as suas ideias para que as escolas assumam políticas mais saudáveis. Houve ainda tempo para o convívio entre os jovens nos jardins do fórum.


Os alunos do 2º ano da turma F-2

das Escolas

VISITA DA ESCRITORA MANUELA MOTA RIBEIRO

28

N

o dia 5 de junho, A Biblioteca Municipal de Barcelos, a convite da biblioteca do nosso agrupamento, trouxe à nossa escola a escritora Manuela Mota Ribeiro. A escritora nasceu em 1970, na cidade do Porto e formou-se em medicina na Faculdade de medicina da Universidade do Porto, no ano de 1994. Ela já exerceu três atividades ao mesmo tempo: médica, professora universitária e escritora. neste momento, apenas escreve livros. O seu primeiro livro infantil, Jardim do Arco-íris, surge em maio de 2008. A higiene oral, a diferença e o bulling são temas bastante abordados nos seus livros. É uma escritora que escreve com muita paixão e é fabulosa a contar histórias. Ela brindou-nos com a apresentação, exploração das personagens das histórias e com as suas músicas. Ficamos mais motivados para a leitura e para a escrita. Nós cantamos a música do Kiko, dentinho de leite. Foi muito divertido. A sua visita veio ajudar-nos a dar mais um passo na nossa longa caminhada e a tornar-nos leitores mais assíduos. Obrigada doutora Manuela por tudo o que nos ensinou e por estes momentos especiais.


A Equipa da BE

das Escolas

30

@@@conversa.com Lendas e contos de Barcelos

A

Biblioteca da Escola de Fragoso foi o local escolhido para no passado dia 6 de junho os alunos do 5º ano ouvirem as lendas e contos que durante séculos foram transmitidos de geração em geração. Para dar a conhecer as lendas que deliciaram os nossos antepassados, esteve entre nós o Dr. Victor Pinho, da Biblioteca Municipal de Barcelos. Depois de uma breve apresentação, o cenário que o nosso convidado encontrou era o mais apropriado para falar das lendas de Barcelos: dezenas de galos coloridos, fruto do trabalho desenvolvido pelos alunos na disciplina de Educação Visual e Tecnológica e resultado do concurso “O meu galo é melhor que o teu” enchia por completo o espaço onde o Dr. Vitor Pinho contava aos alunos as lendas que sempre ouviu sobre Barcelos. Da lenda do milagre das cruzes à lenda do galo de Barcelos, passando pela lenda do alcaide de Faria, todas cativaram a atenção dos alunos presentes. De Fragoso também ficou a conhecer, contada pela professora Fernanda Sá, a lenda da rainha santa Isabel, na sua passagem por Fragoso, dirigindo-se em peregrinação para Santiago de Compostela.


ENTREGA DE PRÉMIOS

N

A Coordenadora da BE

das Escolas

30

o dia 6 de Junho, no átrio da Escola Básica de Fragoso, realizou-se a entrega de prémios aos alunos que se destacaram nas categorias de “Melhor Leitor”; “Concurso de

Poesia e Declamação” e “Concurso Nacional de Leitura”.

Melhor Leitor 3º ciclo – André Marques -9ºC 2º ciclo - Juliana Castro -6º A 1º ciclo – Marisa Faria Viana - 4º ano Concurso de poesia e declamação 2º ciclo – Teresa Dias -6º A 3º ciclo – Sara Carvalho – 8º B Catarina Queirós – 7º E Concurso Plano Nacional de Leitura Luís Costa - 7º B Miguel Paula – 7º B Ana Rita Queirós – 7º E Parabéns a todos os participantes e aos vencedores! Boas férias e boas leituras!


9.º Ano

das Escolas

P

Parques Naturais e Paisagens Protegidas

arques Naturais e Paisagens Protegidas foi o tema da palestra que se realizou no dia 17 de maio na Biblioteca da nossa escola. Esta atividade foi organizada pela disciplina de Geografia e estiveram presentes todos os alunos do 9.ºano. O orador foi o professor Artur Viana, supervisor do Parque Natural do Litoral Norte (PNLN). Inicialmente, focou a distinção entre parques naturais e áreas protegidas, fazendo referência à sua importância e riqueza. Também abordou a rede nacional de áreas protegidas e os sítios classificados pela Rede Natura 2000. Numa fase posterior, destacou o PNLN, dando a conhecer os seus limites geográficos, os diversos habitats que o constituem, nomeadamente recifes, dunares, estuarinos, florestais, lagunares e as pressões de que tem vindo a ser alvo. Os ouvintes - alunos e professores e demais utilizadores da Biblioteca - ficaram admirados com a riqueza deste Parque, pois estão inventariadas 240 espécies de plantas e 220 espécies de vertebrados, considerando 117 aves, 10 mamíferos, 6 répteis, 6 anfíbios e 72 espécies de peixes. O PNLN estende-se ao longo de 16 km de costa litoral norte, entre a foz do rio Neiva e a zona da Apúlia, em área administrada pelo município de Esposende. A sua superfície é de 8887 ha, sendo 7653 ha de área marinha e os restantes 1237 ha de área terrestre. É constituído por praias de mar e de rio (Neiva e Cávado), aos quais se associam recifes, dunas primárias e secundárias, o cabedelo do rio Cávado, lagunas costeiras, zonas de pinhal, algumas manchas de carvalhal e ainda campos agrícolas junto aos limites Norte e Sul. Esta orla costeira marítima nortenha tem vindo a sofrer agressões diversas, que vão desde os loteamentos clandestinos ao "urbanismo " desordenado, passando pela extração descontrolada de areias dunares e pelo sacrifício de ecossistemas de rara importância. A área marinha do parque caraterizada pela ocorrência de numerosos baixios (Cavalos de Fão, Pena) e na zona abrangida pelo Parque as profundidades não ultrapassam os 50 metros. Verdadeiramente espetacular foi a visualização de um filme do fundo do oceano deste Parque, que fez com que a assistência se maravilhasse ao ver tanta beleza e tão perto de nós. O PNLN visa conservar os seus valores naturais, físicos, estéticos e paisagísticos. Falou-se no papel que o Parque tem, designadamente na sensibilização das comunidades, bem como das inúmeras iniciativas que promove, particularmente as visitas de estudo, os trilhos, o voluntariado, … Também se falou da crise que afeta todos os portugueses incluindo o Parque! Por fim, houve lugar a uma sessão de perguntas e respostas bastante animada e participada pelos nossos alunos. Já agora, aproveitem bem as férias e se puderem, por que não uma visitinha ao Parque Natural do Litoral Norte!


A Equipa da BE

das Escolas

VISITA DA ESCRITORA INÊS VINAGRE

34

E

m articulação com a Biblioteca Municipal de Barcelos, o agrupamento de escolas de Fragoso convidou a escritora bracarense Inês Vinagre para apresentar o seu recente livro “O Homem da Nuvem Escura” aos alunos da escola de Aldreu e às turmas F 4º A e F3º/4º da escola de Fragoso, no dia12 de junho. Os alunos das referidas turmas prepararam-se para atempadamente para o referido encontro, através do estudo da obra em sala de aula, da elaboração de questões e dramatização da história. A apresentação decorreu de forma espontânea, tendo os alunos interagido com a escritora, colocando-lhe variadíssimas questões. Os alunos do 4º ano da turma F presentearam a escritora com a dramatização da história, assim como lhe ofereceram os trabalhos que elaboraram em sala de aula. No final teve lugar uma sessão de autógrafos personalizados. Foi mais uma actividade, promovida pela biblioteca, tendo sempre como objectivo a promoção do livro e da leitura.


PÁGINA WEB DO AGRUPAMENTO

AVEF

das Escolas

34

V

isita a Página WEB do Agrupamento e fica a par das novidades. Encontra-se também disponível a lista de Manuais Escolares para o próximo ano letivo.


SPO

das Escolas

Visita de estudo ao Parque Biológico de Gaia

36

N

o dia 31 de Maio, os alunos com Currículo Específico da EBI de Fragoso realizaram uma visita de estudo ao Parque Biológico de Gaia, no âmbito da Área Específica da Jardinagem e da Educação Especial. Logo pela manhã, com os alunos muito entusiasmados, partimos de autocarro em direção ao Parque Biológico para uma visita que muito surpreendeu os alunos. Muito curiosos com tudo o que os rodeava, fizemos o percurso de três quilómetros pelo parque, para apreciar, de perto, a diversidade da fauna e flora existente. A alegria estampada no rosto dos alunos era evidente, conforme iam observando as várias espécies de animais e plantas nos seus habitats naturais. Atentos, ouviam as explicações e satisfaziam a sua curiosidade. Já cansados, mas muito satisfeitos, fomos almoçar no restaurante do Parque. O almoço foi do agrado de todos. O comportamento foi exemplar, respeitando as regras de convivência e o saber estar. De tarde, continuamos a visita e divertimo-nos muito no parque de diversões lá existente. No regresso demos um passeio pela cidade do Porto e lanchamos no Parque da Cidade. Com esta visita procurou-se proporcionar aos alunos um dia de vivências e experiências diferentes das do seu quotidiano e estabelecer uma relação pessoa/ natureza, através do contacto com a biodiversidade, nomeadamente com diferentes espécies de fauna e flora. Além disso, a ida a um restaurante para almoçar foi programada com o intuito de aumentar a autonomia de cada um e oferecerlhes mais situações que lhes permitam comportar-se adequadamente na utilização dos espaços públicos.


SPO

das Escolas

38

Visita a casa do professor Cândido

N

o dia seis de Fevereiro vivermos uma grande aventura, uma aula de campo na casa do professor Manuel Cândido.

Saímos da escola no carro do professor Manuela e do professor Cândido. Quando chegamos as pombas voavam em bando e o professor pôs-se a assobiar e as pombas começaram a descer e a entrar no pombal. Então o professor fechou o pombal e deu comida às pombas, mostrou o aparelho de registar a chegada das pombas nos concursos e os seus poleiros. Ao lado do pombal tivemos a oportunidade de observar os enxames à volta das colmeias. Nas estufas vimos plantas variadas: alfaces, beterraba, couve-flor, brócolos, repolho, ervilhas, flores… Na coelheira foi uma grande diversão com os furões. Também vimos ninhadas de coelhos, faisões e porquinhos-da- índia. Para terminar em beleza, o professor Manuel cândido ofereceu um lanche muito saboroso: mel com tostas, bolo e sumo. Aprendemos muito com esta aula de campo.


PRÉ-ESCOLAR 1.º - Nádia 5 anos, Jardim de Infância de Fragoso 2.º - Sara, 5 anos, Jardim de Infância de Palme 3.º - Cláudia , Jardim de Infância de Fragoso

2º CICLO 1.º - Cátia da Costa Pereira, 5º A 2.º - Eduardo Azevedo Bernardino, 6º A 3.º - Micael Barbosa Vieira, 6º B

1º CICLO 1.º - Margarida Sofia Neiva Costa, 4º ano 2.º - Marisa Faria Viana, 4º ano 3.º - Daniela Isabel Costa Pinheiro, 3º ano

3º CICLO 1.º - Joana Raquel Gonçalves Azevedo, 8º B 2.º - José Luís Fernandes Castro, 9º C 3.º - Sílvia Rafaela Borges da Silva, 7º C


Biblioteca Escolar

das Escolas

Pequenos Grandes Poetas

42

N

a sequência do recital realizado, realizado no dia 23 de abril, Dia Mundial do Livro, na Biblioteca Municipal, ficaram a ser conhecidos os vencedores do concurso “Pequenos Grandes Poetas” que o Pelouro da Educação e Cultura levou a efeito, através da Biblioteca Municipal, e com a colaboração da Rede de Bibliotecas Escolares de Barcelos. Neste concurso participaram as escolas do pré-escolar, 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico e ensino secundário. No concurso, que se revestiu de duas modalidades, poema inédito e declamação, com a atribuição de prémios para os melhores classificados em cada modalidade, participaram todos os agrupamentos concelhios e escolas secundárias. O júri do concurso, Vítor Pinho, Bibliotecário Municipal, Pedro Seromenho, escritor e Alberto Serra, jornalista, atribuíram o 1.º prémio à aluna Ana Margarida Maciel, do 4.º ano da Escola EB1 de Durrães, na categoria poema inédito, com o poema “Bom Dia Sol Amarelo”.

Parabéns Ana Margarida Maciel


Bom dia Sol amarelo - Bom dia Sol amarelo, o que vais iluminar? - Um campo bem verdinho, onde as vacas vão pastar. - Bom dia Sol amarelo, o que vais hoje aquecer? - Uma ilha tropical onde há gente a viver. - Bom dia Sol amarelo, o que estás a fazer? - A ajudar uma flor que precisa de mim para crescer - Bom dia Sol amarelo, porque estás a bocejar? - Já iluminei tanto que preciso de descansar. - Boa tarde Sol amarelo, porque te estás a esconder? - Porque já é tarde e está a anoitecer. - Boa noite Sol amarelo, porque não estás na rua? - Vou dormir e em meu lugar fica a minha amiga Lua.

Ana Margarida Maciel 4.º ano - EB1 de Durrães Agrupamento de Escolas de Fragoso - 2012


A Velhota anda Jorge Barbosa

das Escolas

44


a a dormir na Nossa Escola !!

T

udo começou com a mãe da Maria, a D. Ilda Marinho, quando veio à nossa Escola, o Jardim de Infância de Aldreu, e nos contou o Conto Popular “A Herança da Velhinha”. É um conto tradicional oral daqui do Norte de Portugal que nos conta a história de uma velhinha que deixa a sua herança (duas moedas de V Reis e uma manta) ao cão, ao gato e à silveira. No fim da história percebemos porque é que as silvas têm picos, os gatos andam atrás dos ratos, e, os cães dormem com o focinho no rabo. A D. Ilda Marinho, depois de nos contar a história, deixou-nos uma chouriça e um salpicão para nós fazermos a história. Mas ficamos com muitas dúvidas, muitas perguntas, muitas questões. O que são 5 reis? Como viviam as pessoas hà muito tempo atrás? O que é um penico? Como eram os ferros de passar a roupa? O que é uma escarradeira? Porque é que as velhinhas se vestiam de preto? … A partir daí começamos a pesquisar, e, a trazer objetos de casa (penico, escarradeira, moeda de V reis, ferro de passar, bengala, vela, terço, cama de ferro, …), para fazermos “A Herança da Velhinha”.

Montamos o quarto da velhinha na escola com as pantufas, o baú, a cama de ferro, a lamparina, o lavatório, …E começamos a dramatizar o conto popular. Andamos pelas ruas de Aldreu e na casa das pessoas a filmar “as cenas” na lareira antiga, no quarto, em frente da casa de pedra da velhinha, ... As histórias que os nossos avós nos contavam à lareira são muito bonitas e … ensinam-nos muito. São uma delícia. ( A Velhinha não dormiu no quarto da nossa escola, mas … “andou por lá”).


“ A Ciência dos + p

N

o âmbito da disciplina de Ciências Físico-Químicas, e em articulação com o ensino pré-escolar, foram preparadas atividades de carácter experimental para apresentar e realizar com os alunos “mais pequenos”. O objetivo é estimular para a ciência, adotando uma abordagem prática e privilegiando atividades que proporcionem experiências sensoriais. Foi feita uma seleção de questões-problema que despertam a curiosidade. A atividade divide-se em 3 fases. Assim, no primeiro período a ciência foi até ao jardim-de-infância de Fragoso (ver fotos), no segundo período visitaremos os jardins-de-infância de Aldreu e Palme e fecharemos o ano letivo com Durrães e Balugães. Esta atividade conta com a preciosa colaboração das turmas do 9ºC, 8ºC e 7ºC. Terminará com uma exposição na escola sede, no final do ano letivo. Esta exposição tentará mostrar à comunidade educativa como decorreu a atividade.


Ciências Físico-Químicas

pequenos” das Escolas

47


Jornal ECO das Escolas de Fragoso  

Jornal ECO das Escolas de Fragoso

Advertisement