Page 1

Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

Catavento N.º 22 Série II 2017 / 2018 2.º Período

Índice Editorial ………………………………… 1 Corta Mato………………….……...… 2 Patinagem …………………....………. 3 Futsal ………………………..….….…… 4

EDITORIAL

Carnaval …………….…………..…….. 5

A equipa de O Catavento tem novo visual: nova equipa. Entrou a Raquel Alves, a Joana Ferreira e a Inês Sebo (5ºC). Bem-vindas, meninas jornalistas!

Clube de Leitura …………..…….. 6 Liga Portuguesa contra o Cancro …………………………………... 7

Continuamos a contar com os jornalistas da casa, Martim Laranjeira, Carolina Fortio e Laura Perquilha.

O Rodopio ……………………..……… 8 Catavento ………………….…………. 9

Claro que são boas notícias para o vosso Catavento 

Cars 3/Carros 3 ……………..…. 10

Clube das Artes ……..…. 11 e 12 Este Catavento é muito jovem – dois mesinhos. Não tivemos tempo de chegar à Educação Especial ………….…. 13 primavera. Do que se fez, aqui consta. Do porvir, no próximo Catavento, dar-vos-emos conta. Desejamo-vos uma Santa Publicidade Institucional …………………………………..…. 14 e 15 Páscoa e/ou Pausa Feliz!! Visitas de Estudo …….……….. 16

Parlamento dos Jovens …………….……………..….. 17, 18 e 19

A PÁSCOA NO MUNDO

Borba …………..…………….……….. 20

Como dizer “Feliz Páscoa” em diferentes idiomas Só por curiosidade, vamos ver como as pessoas desejam Feliz Páscoa umas às outras em seus países e seus próprios idiomas. Espanhol: Feliz Pascua Alemão: FroheOstern Italiano: BuonaPasqua Francês: JoyeusesPâques Grego: ΚαλόΠάσχα (KaloPas-ha) Romeno: PaşteFericit Russo: СчастливойПасхи (SchastlivoyPas-hi) Português: Feliz Páscoa

Com votos de BOAS LEITURAS!!

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

1


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

ATIVIDADES DA ESCOLA

classificações 17 de janeiro de 2018

Mais um CORTA-MATO escolar no Agrupamento de Escolas de Borba - numa manhã de sol radiante

3 anos Rapazes: Martim Ganito , Gonçalo Leitão, Lourenço Coelho (Borba turma A) Raparigas: Maria Clérigo (turma C, Borba) , Matilde Simões (turma C Borba ), Matilde Ferreira (Rio de Moinhos) 4 anos Rapazes : Santiago Pires (Rio de Moinhos) , Martim Ferro, Pedro Sapatinha 5 anos Lourenço Lopes (turma B, Borba), Martim Carvalho (turma B), David Borrego (turma A) Raparigas: Mariana Mouzinho, Maria Carvalho, Borba turma A, Lúcia Lustrino turma C, Borba 1ª e 2ª anos Raparigas: Mariana Gila 2º B, Marta Nacimento 1º B, Gabriela Costa, 2º A Rapazes: Miguel Pécurto, 1º B, Rodrigo Paulo 2ºA , Afonso Ferreira2º B Infantis A Raparigas: Mafalda Avó (5ºA), Raquel Alves (5ºC), Luana Ilaco (5ºC), Filipa Pinto (5ºC), Leonor Veiga (5ºA), Tatiana Prates (5ºB) Rapazes: Rodrigo Cachapela (5ºC), João Cachapela (5ºC), Rui Neves (5ºA), Alexandre Rosado (3ºB), João Ramalho (3ºB), Rodrigo Sousa (5ºC) Infantis B Rapazes: Miguel Rita (6ºA), Gonçalo Vermelho (6ºC), Dinis Patrício (7ºA), Luís Maria (6ºA), Diogo Ratado (6ºA), Luís Vicente (6ºB) Raparigas: Soraia Grilo (7ºB), Júlia Corvelo (6ºB), Angélica Fonseca (7ºA), Beatriz Figueira (7ºB), Leonor Brinquete (7ºB), Laura Perquilha (6ºA) 8/9º anos Rapazes: Leandro Rodrigues (8ºC), Henrique Moura (8ºB), João Pinto (8ºB), Rafael Pinto (9ºA), Luís Curvo (9ºC), Filipe Velhinho (8ºB) Raparigas: Catarina Santos (9ºA), Joana Ratado (9ºC), Catarina Lameira (8ºB), Rita Paixão (8ºA), Ana Simões (8ºB), Matilde Simões 8ºA) Juvenis femininos Nazaré Pécurto (9ºA), Cristiana Prates (9ºA), Mariana Arvanas (9ºA), Joana Godinho (9ºC) Masculinos: Daniel Peruzinha (9ºC), Pedro Foge (9ºB), Pedro Carapinha (9ºB). Por Laura Perquilha, 6ºA

AS ATIVIDADES DA NOSSA UAAM nos Pés”

“Tenho Asas

As nossas terapias

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

2


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

ATIVIDADES DA ESCOLA

Como convencer um(a) professor(a) a fazer patinagem

 Alivia o stress/relaxa  Dá a sensação de andar sobre rodas… voar  Pode divertir-se a fazer jogos.  Convive saudavelmente com os colegas.  Pode ser convidada para competições.  É uma boa forma de passar o tempo. 1ª AULA – Treino

 Praticar à vontade (leve várias almofadas) 

 Fazer o aquecimento / patins  Exercícios com arcos (saltar por cima dos cabos da vassouras)  Andar para trás  Treinar o equilíbrio Quando o desporto é praticado no exterior, é necessário toda a segurança: cotoveleira, joelheira, capacete e patins. Estão prontas, senhoras e senhores professores? Embora lá!

Mafalda Margalho – 5ºC

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

3


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

ATIVIDADES DA ESCOLA

FUTSAL - algumas curiosidades

TORNEIO DE FUTSAL NO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BORBA

O Regulamento Específico de Futsal aplica-se a todas as competições realizadas no âmbito do Programa do Desporto Escolar e em conformidade com o estipulado no Regulamento Geral de Provas e Regras Oficiais em vigor. Pode ainda ser complementado pelo Regulamento de Prova da respetiva fase Local, Regional e Nacional, a elaborar pela entidade organizadora. O Regulamento de Provas Oficial de Futsal da Federação Portuguesa de Futebol aplica-se a todos os escalões, com adaptação adequada das regras às condições de realização dos jogos, ao equipamento disponível e aos recursos humanos existentes. Para os escalões de Infantis e Iniciados aplica-se o Regulamento Técnico-Pedagógico, exposto no final do documento. Cada equipa é constituída por: 12 Jogadores no máximo e 10 no mínimo, os quais devem constar no boletim de jogo; 1 Professor responsável pelo Grupo-Equipa; 1 Aluno árbitro. CLASSIFICAÇÃO e PONTUAÇÃO A classificação das equipas nas várias fases do Quadro Competitivo Escolar é determinada pela soma dos pontos obtidos no total dos jogos efetuados, de acordo com o seguinte: VITÓRIA ............................................................................. 3 PONTOS EMPATE ............................................................................ 2 PONTOS DERROTA ou FALTA ADMINISTRATIVA...........................1 PONTO FALTA DE COMPARÊNCIA............................................... 0 PONTOS A classificação final é estabelecida por ordem decrescente dos pontos obtidos, classificando-se em 1º lugar a equipa com maior número de pontos.

Martim Laranjeira, 6ºC

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

4


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CARNAVAL 2018 no Agrupamento de Escolas de Borba Como dita a tradição, o carnaval escolar deu cor aos corredores do agrupamento. Desta vez, ao contrário do que era costume, o frio assustou os foliões e o desfile passou para um espaço mais aconchegante: o pavilhão. Aqui fica o apontamento fotográfico.

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

5


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CENTRO DE RECURSOS CLUBE DE LEITURA No Centro de Recursos/Bibliotecas Escolares, a leitura acontece. Desta vez, os alunos ouviram ler/leram e ilustraram Zulaida e o Poeta de JosĂŠ Fanha.

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

6


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CENTRO DE RECURSOS UM DIA PELA VIDA A equipa do Centro de Recursos/Bibliotecas Escolares juntou-se à Delegação Local de Borba da Liga Portuguesa Contra o Cancro e vai celebrar o 5.º aniversário do projeto de 3 de março a 15 d e abril ’18. Alunos que estão sempre do nosso lado – no Centro de Recursos/ Bibliotecas Escolares – bem hajam!!

O

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

7


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CENTRO DE RECURSOS RODOPIO Pela manhã, bem cedo, antes de almoço, depois de almoço, o Centro de Recursos tem um grupinho de habitués que não arreda pé, faça chuva ou faça sol. É um grupinho de alunos interessado, curioso e sempre com vontade de ajudar.

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

8


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CATAVENTO

CENTRO DE RECURSOS

Atividades na Biblioteca Escolar Carnaval

2018

Liga Portuguesa contra o Cancro

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

9


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

REALIZAÇÃO - CARTAZ DE CINEMA Cars 3 / Carros 3 Realização: BrianFee Vozes: Ana Catarina Afonso, José Raposo, Pedro Granger 2017 • ANIMAÇÃO • 102M • M/12 • US • ESTREOU 20 JUL 2017 O regresso de Faísca McQueen às pistas de competição motorizada é um dos mais bem sucedidos "heróis" da animação nas bilheteiras. Surpreendido por uma nova geração de pilotos extremamente rápidos, o lendário Faísca McQueen é subitamente afastado do desporto que ama. Para voltar ao jogo, vai precisar da ajuda de uma jovem treinadora de corridas, Cruz Ramirez, que tem o seu próprio plano para vencer, e da inspiração do Fabuloso Hudson Hornet com algumas voltas inesperadas. Para provar que o 95º lugar não o completa, vai testar o seu coração de campeão na maior corrida da Taça Pistão.

Martim Laranjeira, 6ºC

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

10


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CLUBE DAS ARTES CLUBE DAS ARTES – a entrevista A equipa de O Catavento esteve no Clube de Artes para conhecer os alunos e o trabalho desenvolvido pela professora Conceição Mendes. EQUIPA DO CATAVENTO - como responsável pelo grupo de artes, gostaríamos que apresentasse o grupo de trabalho – os alunos. Prof.ª Conceição Mendes - hoje, temos a Angélica, 7ªA, a Iara, 7ºA, a Mariana, 9ºB, a Diana, 9ºB, a Beatriz, 9ºC e a Maria, 8ª A. Faltam alguns colegas, o Manuel, a Laura, a Catarina e a Camila – do 7ºA, porque têm teste de matemática.

É um clube que requer responsabilidade. Este ano era para fazermos um desfile mas a falta de bases e o facto de o clube ter iniciado tardiamente, leva a que adiemos o projeto para próximo ano letivo. - Que projeto tem em mãos? - São muitos, não cabem nem nas mãos nem nos pés – como se costuma dizer. Há sempre coisas novas a explorar. Há sempre novas ideias. É isso o design. Por exemplo, na aula passada fizemos uma recolha de pedras que servirá para criar um novo conceito através da pintura – transformação – e no final do ano serão apresentadas numa exposição. Os alunos começaram pelo retrato: trabalha-se as sombras, aprende-se a dominar a técnica do claro/escuro. Em cada dia eles sentem o que é mais intuitivo e a criação nasce. Tal como o exemplo das garrafas recicladas – até parecem a noiva e os convidados. Sim, é verdade que já estamos a pensar no futuro desfile. O título do projeto é a “Imaginação e a cor próximas da realidade”. - Como estão a corresponder os alunos? - Estão a corresponder de forma fantástica. Na última semana, disseram-me que não lhes apetecia ir embora, sair da aula, e isso é a prova viva de que estão no sítio certo. Estou muito feliz, gosto da forma como se comportam, estão aqui bem, à vontade. Se vocês quiserem também podem participar neste projeto. Há uma porta aberta a quem quiser experimentar novos percursos. Há uns anos, houve um aluno, o Hugo, que participou num desfile que fiz e o projeto até apareceu na RTP. Ainda estávamos no edifício antigo. Papéis, tecidos, materiais era este o nosso projeto. Para tudo é preciso design. O design é a relação entre a forma das coisas e a função desses mesmo objetos. Não é só a beleza mas a funcionalidade das coisas. Estudei no IADE, e aprendi com o professor António Quadros a incutir nos meus alunos esse bichinho do design. Muitos alunos que tive são designers, neste momento. Por exemplo, a aluna Mafalda ganhou o logotipo do novo centro comercial de Évora. Ao criar este grupo já estamos a caminho do desfile no próximo ano letivo. Gostaria de reaver a K7 vídeo com os desfiles – mas até agora tem sido impossível. - Há uma colega que iria gostar de participar neste Clube. Continua na pág. seguinte

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

11


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CLUBE DAS ARTES - Ela que venha, tem aqui uma porta aberta. O IADE é onde se formam os melhores designers. Nunca me assustou a “tela em branco” – o quadro representa aquilo que sinto – uma aventura. A inspiração comanda. - Gostávamos que deixasse uma mensagem aos leitores de O Catavento… Eu não sabia o que tinha: o meu pai trabalhava nas pedreiras, a minha mãe no campo. A alma é o que nos faz criar.Eu sabia que tinha qualquer coisa. Já vem de há muito tempo. Recordo-me que um dia fui à loja do Sr. José Mariano: comprei tintas de óleo, em latas pequenas, e eu não sabia nada de materiais. E por aí começou tudo. Comecei a pintar. A minha mãe via-me a pintar e pedia-me que parasse para almoçar – eu até me esquecia de comer. Vendi todos os quadros – tenho uns 100 quadros – desde o norte ao sul de Portugal. Neste momento, estou a pensar ir à SIC ou à TVI dar uma entrevista. Estou feliz por estar rodeada de alunos interessados. Foi um prazer responder às vossas questões.

Joana Ferreira, Raquel Alves, 5ºC

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

12


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

CLUBE DAS ARTES Alunos do Ensino Especial Os alunos desenvolveram competências ao nível da expressão artística. Realizaram atividades ao nível do desenho e da pintura, em variados suportes, utilizando técnicas

diversificadas

que

lhes

forneceram

conhecimentos para o futuro. É importante destacar o interesse eempenho dos alunos envolvidos nesta atividade: Maria Sónia; Ana Cheira; Telma; Bernardino e Orlando. A Professora - Maria da Conceição Mendes

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

13


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

PUBLICIDADE INSTITUCIONAL TU ESCOLHES ONDEQUERES VIVER:

SÊ NÃO LIXO

EXEMPLAR E DEITES PARA O CHÃO…VAIS FAZER A DIFERENÇA!

NA PREVENÇÃO, NÃO ESPERE A DOENÇA CHEGAR Saúde preventiva faz bem às pessoas e ao meio ambiente Ana Cheira

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

14


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

PUBLICIDADE INSTITUCIONAL Cães Abandonados Não abandone!

. Eles não merecem. Eles merecem uma oportunidade, dê-lhes um lar…

Eles também têm sentimentos …

Carolina Fortio, 6ºC

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

15


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

VISITAS DE ESTUDO Parlamento, Museu do Dinheiro...e ainda o Estádio da Luz No âmbito das disciplinas de história e geografia fizemos uma visita de estudo com o objetivo de aprender mais sobre a democracia, as trocas e o dinheiro, a globalização e ainda houve tempo para uma curta visita ao Estádio da Luz. “O caminho, faz-se caminhando” e a aprendizagem resulta de muitos processos, entre os quais observar de perto o que é tratado em sala de aula. Deste modo, os alunos tiveram oportunidade de assistir à votação no parlamento, numa quintafeira, ao final da tarde e o dia já ia longo. Entre a emoção de visitar um grande estádio, as fotografias com o ícone Eusébio e o almoço no Centro Comercial Colombo (com as lojas, os restaurantes, a globalização e o franchaising explicado in loco), ainda foi possível descobrir as antigas trocas, os tesouros, a muralha de D. Dinis e ainda tocar num lingote de ouro no Museu do Dinheiro. Prof.ª Elisabete Fiel

Visita de estudo – 9º anos No dia 16 de fevereiro, as turmas de 9º ano fizeram uma visita de estudo a Lisboa, no âmbito das disciplinas de Geografia e de Português para assistir à peça de teatro Auto da Barca do Inferno, no auditório BES O Sonho. Os alunos visitaram o Museu das Telecomunicações, almoçaram no Almada Fórum e assistiram ao filme Pantera Negra.

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

16


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

PARLAMENTO DOS JOVENS Para: António Costa Silva Mensagem: Ex.mo Sr. Deputado Costa da Silva, Na qualidade de professora deste estabelecimento de ensino e a colaborar com o colega João Azaruja, promotor e entusiasta do Parlamento do jovens, coube-me preparar a sessão com a turma do nono ano. Após a análise da biografia surgiram algumas curiosidades. Agradecemos desde já a presença no nosso agrupamento e remetemos as questões: 1. Como chegou à vida politica? 2. Que livros o marcaram ou autores preferidos. 3. Como economista, como considera a desigualdade salarial? Que caminho ainda há a percorrer? 4. Como interpreta a situação de obrigatoriedade em considerar as mulheres em listas dos partidos? 5. Como vê a diferença direita/esquerda no que diz respeito à igualdade de género? 6. Na sua opinião, qual será o período de tempo necessário para atingir a igualdade de género em pleno? 7. Sabemos que foi autarca, o que prefere? Autarquia ou ser deputado? 8. Enquanto economista, que medidas ainda se podem tomar para inverter a situação de despovoamento no Alentejo? Com os melhores cumprimentos, Elisabete Fiel Professora de Geografia Cara Professora, Envio algumas respostas conforme solicitado. 1. Como chegou à vida politica? Desde muito novo me interessei por temas relacionados com a sociedade e com a política. O curso de economia ajudou a criar uma linha de pensamento, mas também de entusiasmo. Inscrevi-me muito jovem no PSD, mas quando acabei o curso, fui trabalhar e desliguei-me de forma ativa da política. Só muitos anos depois é que fui desafiado para retomar a vida política. A partir daí, fui participando em vários projetos. Nunca mais parou. 2. Que livros o marcaram ou autores preferidos. Um dos livros mais interessantes que li foi “Don Quijote de La Mancha” de Cervantes. Dos modernos, destaco “Cem Anos de Solidão” de Gabriel Garcia Márquez. Continua na pág. seguinte

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

17


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

PARLAMENTO DOS JOVENS 3. Como economista, como considera a desigualdade salarial? Que caminho ainda há a percorrer? A desigualdade salarial é uma das formas mais negras de diferenciar o ser humano. Segundo o artigo 13ª da Constituição – Igualdade (do qual eu acredito muito), todos os seres humanos são iguais perante a Lei. Por isso, também nesta matéria, para trabalho igual, salário igual. Não pode ser de outra forma. 4. Como interpreta a situação de obrigatoriedade em considerar as mulheres em listas dos partidos? Para mudar mentalidade tornou-se fundamental! Muitas das vezes tem que ser através da Lei. A Lei da paridade foi fundamental para provocar a mudança (sobretudo de mentalidades). Não é tudo, mas ajuda muito. Preferia que a avaliação e a participação das mulheres (nomeadamente na política) fosse efetuada apenas pelo mérito. Mas quando não é suficiente, a Lei pode ajudar. 5. Como vê a diferença direita/esquerda no que diz respeito à igualdade de género? Não há grande diferença. Existem pessoas mais ou menos conservadoras em todas as áreas políticas. Sinto-me muito confortável em defender a igualdade de género. 6. Na sua opinião, qual será o período de tempo necessário para atingir a igualdade de género em pleno? Acredito que em menos de 20 anos este tema será resolvido nos países ocidentais. Portugal andará certamente rápido. Temos cada vez mais mulheres altamente qualificadas e formadas. É por aí que se fará o equilíbrio. 7. Sabemos que foi autarca, o que prefere? Autarquia ou ser deputado? Não é possível comparar. São situações completamente diferentes. Gosto de dar tudo o que tenho em qualquer contexto. Neste momento estou muito motivado no desempenho da minha função em estar como deputado. 8. Enquanto economista, que medidas ainda se podem tomar para inverter a situação de despovoamento no Alentejo? Acredito que a melhor forma é a região (as suas empresas, instituições e pessoas) defenda e aposte essencialmente nas áreas em que o Alentejo é mais competitivo face a outras regiões. O Alentejo deve diferenciar-se através das Excelência Ambiental e Patrimonial. É uma das regiões mais ricas e distintas da Europa nestas áreas. De entre áreas que a região tem um potencial gigantesco destacam-se: - Os produtos endógenos (gastronomia, vinhos, azeites, enchidos, pão, doçaria, porco alentejano, mel, cortiça, mármore, etc.) - Turismo ligado às questões diferenciadoras (ex: ligado ao património, cultura, ambiente e paisagem). Ligado à nossa identidade; Continua na pág. seguinte

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

18


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

PARLAMENTO DOS JOVENS - Apostar em novas áreas (tecnologias de comunicação e informação, mecatrónica, bioenergias e renováveis, aeronáutica, tecnologias para o setor socia); - Apostar na indústria instalada (rochas ornamentais e minerais, torrefação, equipamentos, e automóvel/componentes, agroindústria); Todas esta áreas têm que estar suportadas pela transferência de tecnologia entre o Sistema Cientifico e Tecnológico Regional e o mundo das empresas. É fundamental o arranque da 2.ª fase do Parque de Ciência e de todos os projetos ligados á incubação de base tecnológico. É fundamental estimular um ambiente de modernidade, de ciência.

Neste processo deverão ser convocadas as escolas para um processo de mudança. Espero ter ajudado. Melhores cumprimentos António Costa da Silva Deputado à Assembleia da República Grupo Parlamentar PSD

l

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

19


Jornal do Agrupamento de Escolas de Borba

BORBA

Composto e impresso no Centro de Recursos do Agrupamento de Escolas de Borba

https://sites.google.com/site/escolasdeborba/

20

Profile for Agrupamento de Escolas de Borba

Catavento 22 2017 2018 2P  

Catavento 22 2017 2018 2P  

Profile for avecb
Advertisement