Page 1

Associação Portuguesa de Geólogos

O novo paradigma energético 22 Fevereiro 2019, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Curso de Formação “Introdução aos sistemas geotérmicos superficiais” | 20 e 21 Fevereiro 2019 Nota Informativa | Lisboa | 27 Fevereiro 2019 No dia 22 de fevereiro de 2019 decorreram, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, as VIII Jornadas APG, subordinadas ao tema “O novo paradigma energético”, organizadas pela Associação Portuguesa de Geólogos. A edição deste ano teve como objetivo abordar o mix energético sob diferentes perspetivas, por especialistas com formação diferenciada, e discutir o papel de cada interveniente na procura de soluções de qualidade para as gerações futuras. A conferência foi precedida de um curso de formação intitulado “Introdução aos sistemas geotérmicos superficiais”, que decorreu nos dias 20 e 21 de fevereiro de 2019.

Um dos maiores desafios de sustentabilidade que o mundo hoje enfrenta é o de fornecer suficiente energia para uma economia em crescimento, ao mesmo tempo que muda o paradigma da forma como essa energia é utilizada. Para atingir este objetivo e conquistar a prosperidade económica necessária, ou seja, que permita aos países desenvolvidos manter os seus níveis de qualidade de vida, ao mesmo tempo que sustentam parte do custo para a melhoria da qualidade de vida nos países em desenvolvimento, essa energia terá de ser abundante, acessível e de relativo baixo custo. Por outro lado, numa Europa muito dependente de importação de energia e na qual os combustíveis fosseis representam 70% da produção, é essencial que as emissões de carbono antropogénico sejam reduzidas, tal como previsto no Acordo de Paris, o que constitui um importante objetivo da União Europeia e dos seus cidadãos. Por outras palavras, o mundo precisa de encontrar uma solução para dois problemas aparentemente conflituantes: reduzir as emissões de CO2 e fornecer energia a um planeta cada vez mais povoado e em acentuado desenvolvimento económico. Qualquer que seja a solução encontrada, esta passará, como até aqui, pela exploração de recursos geológicos. Desta forma, é imperativo envolver a comunidade geológica no debate

energético e considerar os diversos fatores com impacto ambiental, social e económico. Nos países ocidentais mais desenvolvidos, a maioria dos riscos ambientais relacionados com a exploração dos recursos geológicos têm sido progressivamente minorados. No entanto, o seu impacto continua a ser significativo nos países subdesenvolvidos e em vias de desenvolvimento. Por outro lado, o surgimento de novas formas de produção energética e, consequentemente, a necessidade de explorar novos recursos ou de aumentar a produção de matérias-primas, faz com que seja necessário avaliar os riscos associados a estas novas realidades. Para além das questões ambientais, a exploração de recursos geológicos envolve também questões económicas, tais como os ciclos de negócios, as receitas impulsionadas pelas flutuações dos preços das commodities e das taxas de câmbio, a emergência de novos países produtores e os custos associados com a exploração, licenciamento, construção, reabilitação e remediação das áreas exploradas. Estes fatores têm, não só, impacto no ciclo de vida de uma exploração, mas também enorme relevância na economia de um país.

www.apgeologos.pt | apgeologos.wordpress.com


02

Associação Portuguesa de Geólogos

A comunidade geocientífica enfrenta, assim, diversos desafios no que se refere à temática energética. Para além do conhecimento científico que detêm, essencial na tomada de decisões com suporte técnico, os geocientistas têm um papel essencial na sua tradução para o cidadão comum, para que este seja entendido por todas as partes envolvidas: governos, sociedade civil, associações ambientalistas e outras instituições. A edição deste ano realizou-se no dia 22 de fevereiro, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), e integrou duas sessões de apresentações onde foram focados os seguintes temas: • Sessão 1 - O paradigma energético: presente e futuro • Sessão 2 - Energia: exploração e segurança Na sessão de abertura estiveram presentes o Presidente da Associação Portuguesa de Geólogos (APG), José Romão, o Diretor da FCUL, Luís Carriço, a Presidente do Departamento de Geologia da FCUL, Conceição Freitas, o Diretor do Instituto Dom Luiz, Rui Taborda, e o Presidente da Federação Europeia de Geólogos (FEG), Vítor Correia. A primeira sessão intitulada “O paradigma energético: presente e futuro” foi moderada por Maria Felisbina Quadrado da Agência Portuguesa do Ambiente e por Júlio de Jesus da Associação Portuguesa de Avaliação de Impactes (APAI) e incluiu as seguintes palestras:

• “As prioridades para a Eficiência Energética e para as Energias Renováveis em Portugal”, apresentada por Isabel Soares da Direção Geral de Energia e Geologia. • “As necessidades energéticas - Ciclo de vida”, proferida por Manuel Pinheiro do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa (IST-UL). • “Vantagens e inconvenientes das várias fontes de energia: a real alavanca da transição energética”, apresentada por Pedro Sampaio Nunes, consultor e especialista em Energia. • “A hibridização de tecnologias de produção de eletricidade e maximização da contribuição das energias renováveis: o exemplo do Projecto Fotovoltaico Flutuante do Alto Rabagão”, proferida por Miguel Patena da EDP - EDP Gestão da Produção de Energia, S.A. A “Energia: exploração e segurança” foi o tema da segunda sessão, moderada por Rui Baptista da GALP - Galp Energia. Esta sessão incluiu as seguintes palestras: • “Oportunidades em renováveis na indústria do óleo e gás”, proferida por Teresa Ribeiro da PARTEX - Partex Oil and Gas. • ”Geothermal Energy - challenges & new applications”, apresentada por Peter Bourne-Webb do IST-UL. • “Controlo da segurança das barragens em exploração na EDP”, proferida por Ilídio Ferreira da EDP.

viiijornadasapg.wordpress.com


Associação Portuguesa de Geólogos

• “Sequestro Geológico de CO2: uma ferramenta essencial para a transição energética”, apresentada por Sérgio Esperancinha da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. As sessões de palestras terminaram com uma Mesa Redonda, onde se discutiram os temas abordados ao longo do dia. Integraram este painel José Romão, Presidente da APG, Vítor Correia, Presidente da FEG, Rui Baptista da GALP e Júlio de Jesus da APAI. Nestas VIII Jornadas APG teve, ainda, destaque o projeto europeu CHPM2030, que tem como objetivo desenvolver uma nova tecnologia, que combina a produção de energia geotérmica profunda com a extração de metais dissolvidos em fluidos geotérmicos, num único processo interligado (Combined Heat Power and Metals -CHPM). O projeto investiga tecnologias que permitam melhorar a viabilidade económica da utilização de energia geotérmica obtida a partir de formações geológicas ricas em metais, localizadas a profundidades superiores a 3 Km. O objetivo principal é viabilizar a coprodução de energia e a obtenção de metais, num processo susceptível de optimização em função da procura. O projeto testará este conceito tecnológico à escala laboratorial. A APG é uma das entidades participantes neste projeto.

03

As VIII Jornadas APG incluíram, nos dois dias antecedentes, um curso de formação, intitulado “Introdução aos sistemas geotérmicos superficiais”. Este curso de formação, acreditado pela FEG, teve como objetivos compreender os sistemas geotérmicos superficiais, capacitar os profissionais para o desenho de instalações geotérmicas de climatização com bomba de calor geotérmica e avaliar o potencial de exploração da geotermia superficial em Portugal e as possíveis aplicações desta tecnologia. Julgamos que as VIII Jornadas APG proporcionaram um fórum aberto de discussão sobre o atual e o futuro panorama energético do nosso país, tendo-se destacado alguns dos desafios que geocientistas enfrentam no que se refere à temática energética, bem como as oportunidades que a transição energética apresenta. Foi consensual a necessidade de uma maior intervenção social da comunidade geocientífica para o esclarecimento da sociedade e para um debate informado, suportado em conhecimento científico. É com enorme satisfação que testemunhamos, de ano para ano, o crescimento significativo do interesse da comunidade das geociências, nomeadamente dos geólogos ligados às diversas áreas técnicoprofissionais, ao ensino e à investigação, para além dos estudantes, nas nossas Jornadas, dando-nos força e motivação para que a sua realização continue durante os próximos anos. A APG deseja agradecer a todos aqueles que apoiaram e contribuíram para que as VIII Jornadas APG fossem realizadas com sucesso. O álbum com uma seleção de fotografias tiradas durante as VIII Jornadas APG está disponível aqui.

www.apgeologos.pt | apgeologos.wordpress.com


04

Associação Portuguesa de Geólogos

A Associação Portuguesa de Geólogos foi fundada em 1976. É uma associação sócio-profissional, sem fins lucrativos, que congrega profissionais da Geologia que se dedicam a domínios diversificados no âmbito das Ciências da Terra. É membro fundador da Federação Europeia de Geólogos e membro da Federação Portuguesa das Associações e Sociedades Científicas (FEPASC). Museu Geológico, Rua da Academia das Ciências, nº 19 - 2º 1249-280 Lisboa Tel.: [351] 213 477 695 info@apgeologos.pt apgeologos.pt | apgeologos.wordpress.com

AGRADECIMENTOS A APG deseja agradecer ao Departamento de Geologia da FCUL, à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, ao LNEG - Laboratório Nacional de Energia e Geologia, à DGEG - Direção Geral de Energia e Geologia e ao projeto europeu CHPM2030 o apoio dado para a realização das VIII Jornadas APG e do Curso de Formação associado. A APG agradece, igualmente, aos formadores do Curso de Formação e aos moderadores e oradores das VIII Jornadas APG pela sua disponibilidade e contribuição, ao Instituto Politécnico de Setúbal pela possibilidade de se realizar uma visita às suas instalações, à Federação Europeia de Geólogos pela acreditação do Curso de Formação e às empresas que apoiaram e patrocinaram as VIII Jornadas APG.

Para mais informações sobre as VIII Jornadas APG aceda a http://viiijornadasapg.wordpress.com ou contacte a APG.

viiijornadasapg.wordpress.com

Profile for Associação Portuguesa de Geólogos

Nota Informativa | 27 Fevereiro 2019  

VIII Jornadas APG "O novo paradigma energético" 20 a 22 Fevereiro 2019 | FCUL

Nota Informativa | 27 Fevereiro 2019  

VIII Jornadas APG "O novo paradigma energético" 20 a 22 Fevereiro 2019 | FCUL

Advertisement