Issuu on Google+


02

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Editorial Como foi o seu ano??? Se fizermos um balanço daquilo que vivemos, entre os erros e acertos nos últimos tempos, poderemos chegar a um denominador comum que pode ser interessante em nossos dias vindouros. E quando nos aproximamos do encerramento de um ano e o início de outro, entre expectativas e ansiedades acabamos nos esquecendo de fazer uma pausa para sopesarmos o ano que passou. Nós seres humanos desconhecemos que uma pausa para reflexão ou análise, como queiram, pode vir a somar em nosso crescimento para os nossos próximos passos, tanto na vida profissional como na pessoal. E nada melhor do que darmos a tradicional parada para uma avaliação das expectativas vividas, bem como sobre as conseqüências que nossa vivência trouxe para o nosso histórico pessoal e que estará de forma permanente em nossas mentes, sejam elas prol ou contra, principalmente se forem de martírio! Estudos mostram que uma

avaliação de tempos em tempos, podem nos auxiliar em nosso crescimento em todos os sentidos da nossa vida. Sempre que paramos para fazer uma análise em nossos feitos é necessário que os coloquemos no papel para que de quando em quando venhamos a dar uma olhadinha, fazer uma breve reflexão para que não voltemos a cometer algo que, além de já ter nos feito mal, venha nos fazer a sofrer novamente. Isso pode clarear melhor as idéias e nos ajudar a visualizar de modo mais clínico nossos próximos passos... Estas anotações de fatos que nos prejudicaram devem ser afixadas em lugares onde as veremos sempre, ao despertar dos nossos dias, como no espelho do banheiro aonde venhamos escovar os dentes pela manhã tendo que vê-las. Do mesmo modo, tais anotações podem ser feitas em nosso local de trabalho para nos despertar sempre que estivermos derrubados. E isto me faz lembrar uma ocasião em que um Pastor da

Igreja me mandou que escrevesse e colasse no espelho do meu banheiro seguinte dizer: “Eu só dependo de Mim”. Tal frase me fez tão bem que a transmiti e continuo a transmitindo àqueles que fazem parte do meu dia a dia, os quais vieram a ser beneficiados da mesma forma. Também me lembro de um dizer específico que por diversas vezes repeti aqui como uma palavra de auto-estima para lhe ajudar: Não seja piolho, não vá pela cabeça dos outros! E para encerrar esta minha última participação de 2013 quero deixar uma reflexão e espero que lhe sirva de modelo para um 2014 cheio de conquistas, para a Glória do Deus Pai!!! “A lição do sapo e o pessimismo Era uma vez uma corrida de sapinhos. Eles tinham que subir uma grande torre, e atrás havia uma multidão, muita gente para vibrar com eles. Começou a competição. A multidão dizia: Não vão conseguir, não vão conseguir!

Os sapinhos iam desistindo um por um, menos um que continuava subindo. Aí aclamava a multidão: - Vocês não vão conseguir vocês não vão conseguir! E os sapinhos iam desistindo um por um, menos um que subia tranqüilo. Ao final da competição, todos desistiram menos aquele. Todo mundo queria saber o que aconteceu, e quando foram perguntar ao sapinho como ele conseguiu chegar até o fim, ficaram sabendo que ELE ERA SURDO. Moral da estória: Quando a gente quer fazer alguma coisa que precise de coragem não se deve escutar as pessoas que falam que você não vai conseguir.” Não permita que pessoas com o péssimo hábito de serem negativas derrubem as melhores e mais sábias esperanças de seus corações!!! Que seu 2014 seja proveitoso, produtivo e, principalmente, harmonioso e feliz... Um forte abraço e viva o Senhor Jesus!!!

Retrospectiva da política em 2013 O evento do ano foi as passeatas durante a Copa das Confederações. O governo ficou aturdido, não sabia o que fazer. Toda a estratégia de pão e circo foi por água abaixo. A população demonstrou que queria serviços públicos de qualidade, enquanto o governo só falava em Copa do Mundo e Olimpíadas. O contraste entre luxo dos estágios e a fragilidade dos transportes públicos mexeu com o humor da população. Para construir os estádios da Copa tinha dinheiro, para melhorar a qualidade dos serviços públicos não. A saída do gaoverno foi dar um passo atrás, retirou o aumento das tarifas de ônibus Brasil afora. Mas não tinha muito que fazer com relação à melhora dos serviços públicos. Se o governo do PT quase nada fez em 10 anos de governo, não seria nos últimos 18 meses de poder que conseguiria produzir grandes resultados. A propaganda dos médios cubanos tomou conta da mídia, mas já cansou. Os resultados serão medíocres, como tudo que esse governo faz. A estratégia estava clara desde o início: tentar salvar o governo cubano que está nos seus últimos momentos de uma lenta agonia.

Expediente

Aliás, todos os países sulamericanos aliados ideológicos do PT estão enfrentando graves crises. O governo da Venezuela está agonizando. A inflação disparou, o dólar no mercado negro já vale mais de dez vezes o do oficial e falta tudo nos supermercados. A Argentina também está num momento muito difícil. O dólar no paralelo está flutuando em torno do dobro do oficial. O governo gasta muito tempo num esforço tentando cortar todas as possibilidades dos argentinos conseguirem comprar dólares de forma legal. Outro esforço que ele está fazendo de forma intensa é tentar reduzir as importações de bens de consumo ao máximo. A última ação foi o corte na importação de carros, que na maioria vêm do Brasil. Logo o governo da Argentina estará caindo, logo após o da Venezuela. O principal acontecimento político de 2014 será as eleições em outubro. A disputa pela presidência da república deve ser intensa. Os dois partidos que ganharam as últimas eleições dos últimos 20 anos, o PT e o PSDB, estão muito desgastados. Existe uma rara oportunidade de se iniciar um novo ciclo político no Bra-

sil. Algo que ocorre a cada 25 anos. Um novo candidato fora desses dois partidos pode ganhar a presidência. É evidente que o PT e o PSDB não estão pensando nessa variável. Eles estão certos de que a disputa está entre eles. Ficarão muito surpresos se isso não ocorrer. O momento é de grandes mudanças políticas. O ciclo do PT no poder está terminando. A política de pão e circo já demonstrou o seu desgaste. As manifestações de junho passado demonstraram a insatisfação de uma parte bem significativa da população. Os ajustes que o PT terá que fazer para manter a economia funcionando até as eleições serão bastante duros. Ele não poderá fazer todas as campanhas que imagina necessárias para a reeleição da Dilma. Os gastos públicos já estão num patamar muito alto em 2013. A margem para aumento dos gastos é muito pequena. A inflação foi controlada com o aumento dos juros, o que deve reduzir ainda mais o crescimento da economia em 2014. As previsões mais otimistas falam de um crescimento de 2,5% em 2014. Se a crise na Europa aumentar de intensidade talvez não tere-

mos nem esse patamar. Talvez tenhamos um crescimento perto de zero novamente. Os brasileiros começarão a sentir os apertos que o governo teve que fazer no primeiro semestre do ano que vem, bem no início da campanha eleitoral. O crédito para o consumo deve ser bem restrito. O valor do dólar deve aumentar no primeiro semestre, reduzindo a capacidade de consumo dos brasileiros. A crise econômica nos aliados ideológicos do PT na América Latina deve assustar a classe média. É evidente que o PSDB vai tentar se colocar como o salvador da pátria, mas sem muito sucesso. A oposição que o PSDB fez ao governo do PT foi muito fraca, nenhuma proposta de reforma do governo foi feita. Até a bandeira da privatização que o PSDB tinha vergonha de defender, foi tomada pelo PT. É evidente que o novo governo deverá acelerar o processo de privatização da construção da nova infraestrutura que o Brasil precisa desesperadamente para crescer de forma mais vigorosa. O Brasil precisa de reformas políticas estruturais. As eleições do próximo ano começarão com essas reformas. Prof. César Graça

Jornal A Semana Ltda ME - CNPJ: 08.707.885/0001-75 Administração: Rua Parintins, 74 - Vila Izabel - Curitiba - Redação: Rua Hipólito da Costa, 732 - Sala 03 - Boqueirão - Curitiba Fone: (41) 3627-1997 / 9162-6192 - jornal@asemananews.com.br Diretor: Sérgio Dalgallo - Jornalista Responsável: Dimas Rodrigues DRT 3023-PR - Jurídico: Dra. Daniele Silvia de Oliveira - OAB-PR 44453 Diagramação: Tatiana Carla de Souza - Distribuição: Curitiba e Região Metropolitana Os artigos assinados não expressam necessariamente a opinião do jornal, sendo de total responsabilidade de seus autores. O jornal não se responsabiliza pelo conteúdo publicitário dos anúncios veiculados. www.asemananews.com.br Disse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por Mim”. (João 14:6)


RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

03

A Semana - Retrospectiva 2013

Seis anos de histórias, polêmicas e mais de 300 edições (ininterruptas) Dimas Rodrigues Sobraram informações, mas os principais fatos de 2013, na vizinhança, no Brasil e no mundo ficaram registrados nas páginas do jornal A Semana. O jornal que prima pela seriedade, assiduidade e respeito ao leitor, trouxe ao longo de todo ano, em 49 edições, a cobertura dos principais acontecimentos na Região Metropolitana de Curitiba e outros assuntos relevantes que afetam o cotidiano da população. Opiniões e artigos que falam do presente, do pas-

sado e de uma visão de futuros expuseram pontos de vista que muitas vezes não são abordados em outros meios de comunicação, mas que são essenciais para ampliar a percepção da realidade. Surgiram polêmicas, especialmente no debate de assuntos políticos, tanto na esfera local quanto nacional. Embora não tenha sido um ano eleitoral, 2013 foi um ano do despertar político. Um ano excepcional em relação à mudança de comportamento do povo brasileiro. Há anos anes-

tesiado com as injustiças sociais, impunidade em casos vergonhosos de corrupção, baixa qualidade de serviços públicos, o povo reagiu, foi para as ruas no mês de junho, em manifestações que reuniu milhares de pessoas por todo o País. A Semana apoiou o movimento com destaque de capa na edição 289 - "Manifestações surtem efeito". Neste calendário, acompanhamos ainda a posse de novos prefeitos, com cobertura do primeiro ano de gestão daqueles que se destacam

na RMC. Com exclusividade, registramos uma investigação de abuso de poder econômico que culminou na cassação do então prefeito de Fazenda Rio Grande, Chico Santos, no ano passado e em abril deste ano, seu afastamento do cargo. Nos assuntos gerais, registramos os efeitos de um inverno rigoroso, onde voltou a nevar na RMC, depois de 38 anos, o aumento da frota de veículos, a retomada das obras da Linha Verde e o avanço da duplicação da BR-116,

inauguração da maior indústria já instalada em Fazenda Rio Grande, as ações do governador Beto Richa, o título estadual do Coritiba, a chegada do Atlético a Libertadores e

muito, muito mais. Obrigado aos leitores que pelo terceiro ano consecutivo elegeram o jornal A Semana como o mais lido da região e esperamos vida longa nessa parceria.


04

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Fazenda Rio Grande tem ano histórico

Fazenda Rio Grande fecha 2013 com muitos motivos para comemorar O ano de 2013 foi marcante e histórico para Fazenda Rio Grande. A cidade que muda seu cenário a cada dia, com ampliação da pavimentação por todos os bairros, construções de casas, prédios e sobrados, além da abertura de novos comércios e chegada de novas indústrias, teve ainda neste ano uma situação inédita administrativamente. Por conta da cassação do ex-prefeito Chico Santos, o presidente da Câmara Municipal, o vereador Marcio Wozniack, assumiu em maio a gestão da cidade e mostrou competência no novo cargo. Em entrevista ao jornal A Semana para a edição especial da Retrospectiva 2013, Wozniack conta como encarou o desafio de assumir a Prefeitura,

destaca os avanços significativos de infra-estrutura da cidade, o crescimento industrial e da geração de empregos, bem como a melhoria de índices que refletem na evolução do desenvolvimento da cidade. A Semana: Como o senhor avalia 2013 para Fazenda Rio Grande, qual obra ou fato mais importante neste ano? Prefeito Marcio Wozniack: Nós temos muitos motivos para comemorarmos em 2013 e ao mesmo tempo mantermos uma expectativa muito otimista para 2014. O nosso crescimento foi registrado em diversas áreas, entre as quais destaco o desenvolvimento econômico por meio da industrialização, além de vários avanços

Inauguração da Sumitomo em 03 de outubro. Gigante japonesa está gerando muitos empregos para população

nas áreas da educação, saúde, e na segurança que resultaram em uma melhoria da qualidade de vida. Na Saúde investimos R$ 4,1 milhões em obras de ampliação do Hospital e Maternidade Nossa Se-

nhora Aparecida, além de mais R$ 2,1 milhões de investimentos com a UPA que em breve estará em pleno funcionamento. A área da segurança tem recebido também uma atenção especial. Nos úl-

timos meses foi investido R$ 1 milhão na instalação de 20 câmeras de monitoramento e mais R$ 500 mil em novos veículos, além do aumento de 100% do efetivo na Guarda Municipal previsto até o fim

de 2014. Neste ano tivemos a inauguração da fábrica da Sumitomo, que juntamente com ela chegarão outras 50 empresas, algumas já estão em fase de instalação no município; com

Fazenda Rio Grande recebe prêmio do Sebrae na Categoria Pequenos Negócios do Campo Programa Troca Verde

Em dezembro, Marcio assina convênio para obras de saneamento básico na cidade


RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

Rua Curitiba - Antes

20 a 26 dezembro de 2013

05

Rua Curitiba - Depois

Mãe Fazendense é destaque na RMC

isso vamos atingir R$ 5 bilhões de investimentos e aproximadamente 10 mil empregos gerados. Estamos também anunciando o maior investimento em pavimentação já realizado; com R$ 45 milhões originados por meio de parcerias com o governo do estado. O Parque Verde já teve seu projeto de revitalização aprovado e logo será mais uma área que a população poderá desfrutar esporte, lazer, cultura, em ambiente seguro, familiar e em conjunto com o meio ambiente. Na Educação, reunimos condições, por meio de projetos, de investirmos R$ 27 milhões em obras, ampliações e também a contratação de 236 profissionais e professo-

res, algo que nunca havia acontecido anteriormente. Todos esses fatos, e cito apenas alguns,nos fez melhorar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH),que recentemente mostrou nosso salto da 208ª posição para a 127ª colocação em 2010; essa tendência foi reforçada pelo Índice Firjan, que mede a capacidade empreendedora dos municípios e que nos colocou em 17º lugar no estado. A Semana: Como tem sido a experiência de se tornar de uma hora para outra, prefeito da cidade, depois de o prefeito eleito ter sido cassado? Marcio Wozniack: Quis o destino que eu assumisse esse desafio e ao

longo da minha vida pública tive dois mandatos como vereador, inclusive como Presidente da Câmara, que me deram a experiência necessária para conduzir essa tarefa. Junto a isso, tenho contado com o apoio de toda a equipe, dos servidores e da administração para levar o melhor serviço à toda nossa população. A Semana: Quais as perspectivas para a cidade em 2014, embora haja indefinição em relação à marcação de uma nova eleição municipal? Marcio Wozniack: As perspectivas, conforme respondi anteriormente, ao citar algumas ações a serem realizadas, são as melhores possíveis. Temos investimentos em to-

Obras no Hospital irão ampliar a capacidade de atendimento

das as áreas e uma elevação da taxa de moradores de Fazenda Rio Grande que estão trabalhando no próprio município, que aumentou de 10% para 35% em quatro anos. Para melhorarmos isso estamos com uma campanha para

os moradores inadimplentes quitarem suas dívidas com a Prefeitura e com isso ajudarem a aumentarmos ainda mais nossos investimentos. Com relação à possibilidade de uma nova eleição, esse é um assunto

que foge da alçada do Executivo e meu objetivo principal é dar continuidade aos projetos que estavam sendo encaminhados e propor outros que vão ao encontro do que o povo de Fazenda Rio Grande deseja.

Ano foi marcado por construção de creches e reformas de salas de aula em Fazenda Rio Grande

Prefeito Marcio Wozniack apresenta projeto de revitalização do Parque Verde


06

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Ajuste de contas e histórico investimento para mobilidade marcam primeiro ano da gestão Fruet O primeiro ano da gestão do prefeito Gustavo Fruet, na administração de Curitiba foi de desafios. A começar pelo ajuste das contas - praticamente superado. Fruet herdou dívida de R$571 milhões de reais e obras paradas da administração do ex-prefeito Luciano Ducci. Apesar do cenário desfavorável, a Prefeitura conseguiu manter em 2013 o mesmo valor de investimento de 2012: R$ 350 milhões. "Em 2013 nos dedicamos a colocar a casa em ordem, saldar dívidas, retomar obras e preparar projetos que vão garantir o maior investimento da história de Curitiba. Vários desses projetos começam a sair do papel já em 2014, como o Metrô", afirma Fruet, lembrando que há muitos desafios pela frente: "Digo sempre que a gestão não é uma corrida de

100 metros, é uma maratona de quatro anos, que começamos com muitos avanços em 2013". Algumas metas iniciais do plano de governo foram alinhavadas e uma grande conquista marcou 2013: Curitiba aplicará nos próximos anos R$ 5,2 bilhões em obras voltadas para a melhoria do transporte coletivo e da mobilidade. É o maior investimento da história da capital e faz parte do projeto de transformar

a capital paranaense numa cidade efetivamente multimodal. Cortes de gastos (números até novembro) A Prefeitura de Curitiba economizou pelo menos R$ 163 milhões este ano, com o corte de despesas administrativas. O montante, ainda parcial, representa redução de 6,89% em relação ao valor gasto em 2012 em itens como viagens e estadia, material de consumo, locação de veí-

culos, telefonia, água e energia elétrica. A economia foi obtida a partir de um rigoroso processo de avaliação dos gastos, busca de eficiência e revisão de contratos. Piso dos servidores O piso salarial dos servidores municipais aumentou em até 55% sobre o valor pago em janeiro de 2013. Com o aumento, concedido de forma gradual, ao longo do ano, nenhum servidor ganhará

menos que R$ 1.100,00. O novo piso salarial é o maior entre as capitais da região Sul e o maior entre as cidades da região metropolitana de Curitiba. Dívidas Um dos primeiros desafios foi equacionar R$ 571 milhões em dívidas herdadas da administração anterior. Deste valor, R$ 403 milhões não tinham sequer empenho ou previsão orçamentária, o que contraria a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Em dezembro foram sancionadas três leis que encerram esse processo. Táxis Depois de 38 anos, Curitiba está ampliando sua frota de táxis. 750 novas placas vão entrar em circulação em 2014. Tarifa ônibus A Prefeitura está bancando 33% do subsídio para manter a tarifa única.

São mais de R$ 22 milhões. Além disso, foram criadas a Comissão de Análise da Tarifa do Sistema de Transporte Coletivo e a Comissão de Auditoria da URBS. Os relatórios foram tornados públicos e encaminhados ao Tribunal de Contas (TCE) e Ministério Público (MP/PR). Educação Mais de 870 profissionais da educação, aprovados em concurso público, já foram contratados. A hora-atividade de 33% está sendo implantada gradativamente no ensino fundamental. Metrô O metrô curitibano terá 17,6 quilômetros, com 14 estações entre a Cidade Industrial e o Cabral (o projeto prevê mais 4,4 quilômetros até o terminal de Santa Cândida, com duas estações no trecho, numa segunda fase).

administrativa, manutenção e fiscalização também marcaram o ano de 2013. Como toda empresa moderna sabe que faz parte de um contexto social e regional e que não basta apenas limitar-se à execução de seus serviços, o Grupo Leblon também continuou ações em parceria com a comunidade e instituições de auxílio aos mais necessitados. "O ano de 2013 foi de muitas lutas e esforços que são contemplados não ape-

nas por premiações e certificações, mas acima de tudo pela satisfação dos passageiros. São os passageiros a razão da existência dos serviços de transportes e o Grupo Leblon sabe que todo investimento deve ser em prol deles. Em 2014, queremos continuar com estes esforços e melhorar ainda mais, mantendo essa parceria tão importante com a população" - disse o diretor do Grupo Leblon, Haroldo Issak.

Mobilidade: 2013 com avanços e boas perspectivas para o próximo ano O setor de mobilidade urbana para os moradores de Fazenda Rio Grande e Curitiba tem um balanço positivo em 2013, apesar ainda de vários gargalos, em especial na BR-116, e boas perspectivas já para o próximo ano. Passageiros dos transportes públicos e quem se desloca de carro pela BR116 sabem todos os dias que o tamanho dos congestionamentos só não foram maiores que o total de promessas para a solução rápida dos problemas que não foram cumpridas. Mas agora há uma perspectiva de avanço real com o anúncio pela presidente Dilma Rousseff da liberação

de R$ 5,3 bilhões para a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana. Entre as obras que vão ser contempladas com os recursos e terão a conclusão antecipada está a extensão da Linha Verde para Fazenda Rio Grande. Durante a visita da presidente no dia 29 de outubro, foi anunciado que com a duplicação da BR-116, o antigo trecho urbano da rodovia deve ser transformado em via de ligação metropolitana, com privilégio ao transporte coletivo. Enquanto o poder público deve atuar de maneira mais ágil na infraestrutura, os operadores de transporte coletivo devem

investir em melhorias dos serviços prestados. É o que tem feito o Grupo Leblon Transporte de Passageiros. Recentemente, foram incorporados mais oito veículos novos à frota, sendo três deles articulados, que estão entre os modelos mais modernos do mercado. Os ônibus vão servir as linhas municipais de Fazenda Rio Grande e as intermunicipais entre Fazenda Rio Grande e Curitiba e Fazenda Rio Grande de Mandirituba. O Grupo Leblon sabe, no entanto, que não basta colocar ônibus novos. É necessário operar com qualidade e os esforços são para isso. Neste ano, tanto a Leblon

Paraná como a Viação Nobel receberam em 08 de outubro os troféus do prêmio de qualidade da ANTP - Associação Nacional dos Transportes Públicos, um dos mais respeitados do país por seguir os rigorosos critérios do PNQ - Prêmio Nacional de Qualidade, baseados no MEG - Modelo de Excelência em Gestão, da Fundação Nacional de Qualidade. O Grupo Leblon também conseguiu a manutenção das certificações ISO 9001 (qualidade), ISO 14001 (respeito ao meio ambiente) e OHSAS 18001 (saúde e segurança para os trabalhadores). Treinamentos e capacitação de motoristas, cobradores, área


RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

07

Quatro Barras encerra 2013 entre as melhores cidades do Paraná Políticas públicas e visão que concilia desenvolvimento à preservação ambiental transformaram o município em um dos melhores lugares para se viver. Indicadores atestam avanços Quatro Barras chega ao final de 2013 despontando entre os municípios com melhor qualidade de vida do Paraná e entre aqueles que melhor aplicam seus recursos públicos. "O ano foi interessante porque começamos a ver os frutos do trabalho de uma gestão que passou e do primeiro ano do segundo mandato, que promete ainda muitos projetos inovadores", disse o prefeito Loreno Tolardo. Além de ser classificada como a cidade com o melhor Índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu) da Região Metropolitana de Curitiba, e estar entre as 20 melhores do Paraná em gestão fiscal, Quatro Barras ainda recebeu em 2013 dois importantes prêmios de reconhecimento nacional e internacional: o Prêmio ANPV 2013, entregue

em novembro no Senado Federal, que elegeu o município como uma das 100 cidades mais sustentáveis do Brasil; e o Prêmio Socioambiental Chico Mendes 2013, com o Selo Verde, entregue neste mês em São Paulo. Na prática, os bons indicadores são resultado de uma visão que hoje concilia desenvolvimento e preservação, investimentos em áreas diversificadas, novos projetos urbanos, ampliação dos espaços de lazer e programas que agregam saúde e qualidade de vida aos moradores. Obras concluídas, projetos para 2014 2013 foi um ano de investimentos e consolidação de projetos promissores para 2014. Ao mesmo tempo em que entregou à comunidade o Complexo com

ro Santa Luzia; o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) - antes denominado Praça do PEC; e o Estádio Municipal do Jardim Menino Deus, além de obras de infraestrutura nos bairros. Foi também em 2013 que projetos bastante aguardados foram oficialmente formalizados, com início para 2014: a pavimentação de 6,5 quilômetros no Palmital - onde se-

rão investidos R$ 3,7 milhões -, a expansão da rede coletora de esgoto na região da APA do Iraí - que contempla os bairros Jardim Menino Deus, Bosque Merhy e Jardim Patrícia -, o projeto para pavimentação de estradas vicinais, e um amplo programa de pavimentação que atenderá regiões da Sede, Santa Luzia e Jardim São Pedro, onde serão investidos cerca de R$ 3,9 milhões.

Loreno Tolardo, prefeito de Quatro Barras

Piscina Aquecida - o segundo em funcionamento no Paraná - para atender os Grupos da Melhor Idade com aulas de hidroginástica, Quatro Barras também inaugurou o novo Estádio Municipal Osni Antônio da Silva no Jardim Itapira, e concluiu obras como a

Unidade de Saúde do Jardim Pinheiros, a pista de skate da Sede e a quadra coberta da Escola Municipal Izair Lago. Ao longo do ano deu andamento a outras obras como o Centro Municipal de Educação Infantil e a Unidade de Saúde do bair-

Quatro Barras inaugurou o Complexo com Piscina Aquecida, o segundo em funcionamento no Paraná

Setim faz balanço do primeiro ano de gestão em São José dos Pinhais O prefeito Luiz Carlos Setim participou na manhã desta quarta-feira (12) da última sessão de 2013, da Câmara Municipal de São José dos Pinhais. Compondo a mesa, ao lado do Presidente da Casa - vereador Sylvio Monteiro - o prefeito aproveitou a ocasião para apresentar à população algumas ações pontuais tomadas pela Prefeitura, neste primeiro ano de gestão. Entre os destaques de atuação da administração municipal neste ano, foi citado o recorde histórico atingido pela Agência do Trabalhador, com a colocação de mais de 5.600 pessoas no mercado de trabalho, os mais de 12 mil contribuintes são-joseenses beneficiados com o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) e as 13 mil famílias que utilizaram o Sacolão Verde, trocando mais de 280 toneladas de lixo reciclável por sacolas de verdura. Na área da Saúde, a Prefeitura realizou, este ano, reformas em nove das vinte e oito Unidades de

Saúde existentes no município, deu continuidade a construção da nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Afonso Pena e realizou um teste seletivo para a contratação de 90 novos médicos, de cirurgiões até pediatras. Atendendo as necessidades que também surgiram na segurança pública, a Guarda Municipal passou por um processo de modernização, recebendo novos equipamentos digitais, instalando novas câmeras de monitoramento pela cidade e tendo a sua frota recomposta por veículos novos. Com a reforma em CMEIs e Escolas Municipais, a construção de 10 novos Centros Municipais de Educação Infantil, a contratação de 200 novos professores e 30 novos pedagogos, e a realização de um novo concurso público, a Educação também foi destaque neste primeiro ano da nova administração. Desde o início de 2013, diariamente servidores e máquinas da Prefeitura estão executando di-

versos serviços em todo município. Como resultados destas ações, cerca de 270 mil m² de ruas foram recuperadas, mais de 7.800 metros de novas galerias pluviais foram implantadas e 312 mil m² de vias de anti-pó também passaram por manutenção. A mobilidade, com a construção de novas trincheiras, caneletas para ônibus e ampliação de vias, foi igualmente uma preocupação da gestão do prefeito Setim. Através de parcerias com o Governo Federal e o Governo do Estado do Paraná, mais de R$ 70 milhões estão sendo aplicados em São José dos Pinhais, garantindo mais fluidez no trânsito e rapidez na ligação com Curitiba, através dos corredores da Avenida das Torres e Marechal Floriano. Valorizando o trabalho dos servidores públicos, em 2013, a Prefeitura Municipal promoveu o fim das terceirizações, concedeu um aumento salarial maior do que a inflação e realizou novos concursos e capacitações.


08

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Pinhais registra salto expressivo de serviços ofertados à população em 2013 Ao longo de 12 meses, os moradores e quem trabalha em Pinhais testemunharam várias transformações na cidade. Foram realizados grandes investimentos, empregados nas mais diversas áreas da administração municipal. Aplicações que se traduzem em ampliação de serviços ofertados ao cidadão pinhaiense. Neste contexto, contemplações para os setores da saúde, assistência social, educação. O prefeito Luizão Goulart que ao longo do ano, manteve índice recorde de aprovação de sua gestão, acima de 90%, faz questão de destacar essa evolução na oferta de ser-

viços a população. "Se olharmos para trás, voltando alguns anos, podemos verificar um salto nos números e modalidades de serviços disponibilizados. De 2009 para cá, foi registrado um crescimento expressivo na quantidade de servidores públicos municipais", ressaltou o prefeito. Vale lembrar que em 2009 eram 1.909, agora, o último levantamento registra um total de 2.670 colaboradores. E quem ganha é a população. No que diz respeito à área educacional, por exemplo, desde 2010, todas as unidades de ensino da rede municipal passaram a contar com pedago-

gos em seu quadro funcional. Mais qualidade na educação, este é o principal ganho. Outro importante serviço implantado, em 2009, pela gestão do prefeito Luizão Goulart, foi a Assistência Judiciária Gra-

tuita de Pinhais, a qual já soma aproximadamente 10 mil atendimentos, entre conciliações e processos judiciais. O foco são aquelas pessoas que não teriam condições financeiras para arcar com os custos, geralmente altos, dos

trâmites judiciais. Além disso, o órgão oferece, a todos os munícipes, o atendimento consultivo destinado a orientações jurídicas gerais. Inaugurações E já que o clima é de retrospectiva, relembramos as ocasiões em que a fita de inaugurações foi descerrada, nos últimos 12 meses: Centro da Juventude Apesar de ter sido inaugurado ao findar do ano de 2012, o local celebrou 12 meses de funcionamento, recentemente. Durante este período foram 619 pessoas beneficiadas, divididas em 28 diferentes cursos. O Centro da Juventude de Pinhais é um espaço onde são disponibilizados cursos profissionalizantes gratuitos nas mais diversas áreas, que se traduzem em oportunidade para centenas de jovens. Bosque Municipal Bordignon Mais uma opção para passeios, práticas de exercícios, desfrutados à companhia de familiares e amigos. E tudo isso aliado ao contato com a natureza, em pleno meio urbano. Com a inauguração do Bosque Municipal Bordignon, no mês de março, a população pinhaiense passou a ter acesso a mais um belo ponto turístico. UPA Três vezes maior que o antigo espaço, a nova Unidade de Pronto Atendimento, inaugurada em março, foi projetada para suprir a demanda intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares. Ao todo, foram investidos na obra cerca de R$ 2,6 milhões - recursos repassados pelo Ministério da Saúde com a contrapartida do município. Posto Integrado dos Bombeiros Inaugurada em setembro, a nova estrutura concilia, num mesmo local, o trabalho dos Bombeiros Comunitários da cidade e do Corpo de Bombeiros do Paraná. O prédio está localizado na região central do

município, e faz parte de uma série de ações em prol da melhoria na segurança pública local. São 21 ambientes, distribuídos em quase 400 metros quadrados de área útil, fruto da parceria entre Município e Estado. Centro de Referência em Direitos Humanos Após ser selecionado entre 187 projetos e ficar entre os seis contemplados pelo Governo Federal, Pinhais passou a ser a primeira cidade do estado do Paraná a receber um Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH). O espaço começou a funcionar no dia 29 de outubro, e destina-se a orientação, apoio e formação. Uma "Casa de Direitos", que visa contribuir para o fortalecimento e exercício pleno da cidadania, por meio de ações voltadas para a promoção, defesa e efetivação dos direitos humanos. Centro de Controle de Agravos Também neste ano, a partir de novembro, Pinhais passou a contar com mais um equipamento público na área da saúde. Trata-se do novo Centro de Controle de Agravos. O espaço é referência no atendimento de doenças infecto parasitárias e de interesse epidemiológico para o município, como a tuberculose, hanseníase, hepatites virais, HIV, entre outras. A obra custou cerca de R$ 900 mil reais, recursos vindos em sua maioria do Governo Federal, além da contrapartida municipal. Armazém da Família Desde o mês de novembro, a comunidade de baixa renda, residente em Pinhais, tem à disposição um mercado popular. O Armazém funciona ao lado da sede da Guarda Municipal, em frente ao terminal de ônibus da cidade. No local, estão à disposição aproximadamente 300 itens entre gêneros alimentícios, produtos de higiene e limpeza, a preços até 30% menores em relação ao dos mercados convencionais.


RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

09

Richa fecha ano com aprovação acima de 60% O governador do Paraná, Beto Richa(PSDB) fechará o ano com aprovação de 61% dos paranaenses, segundo pesquisa Ibope divulgada na última quinta-feira(19/12) e encomendada pela Associação dos Diários do Interior(ADI). Esse índice aponta os entrevistados que consideraram a gestão de Richa ótima ou boa. Em relação ao desempenho pessoal do governador o índice é ainda mais positivo, com 56% de aprovação -quatro a mais que a avaliação de junho, quando as manifestações tomaram conta do País e os governantes tiveram índices baixos de popularidade. Neste último levantamento, o Ibope entrevistou 2002 eleitores entre os dias 10 e 14 de dezembro. A margem de erro é 2(dois) pontos porcentuais para mais ou para menos. A avaliação faz parte do saldo positivo da gestão do governo estadual neste ano. Entre as principais ações estão os investimentos na Região Metropolitana de Curitiba. Novas fábricas do setor automobilístico estão criando mais de 3 mil empregos diretos na RMC e em Ponta Grossa. Os investimentos anunciados pelas montadoras Audi e Volkswagen, em São José dos Pinhais e as unidades da Paccar/DAF, Ponta Grossa e da Sumitomo, em Fazenda Rio Grande que já estão em produção, somam R$ 2,2 bilhões. As multinacionais foram bene-

ficiadas pelo programa Paraná Competitivo, do Governo do Estado, e consolidam o pólo automotivo paranaense como o mais moderno do país. "O Paraná voltou a ser destino de investimentos internacionais e nacionais. Restabelecemos um ótimo ambiente para negócios e a confiança dos investidores, com segurança jurídica e respeito aos contratos", afirma o governador Beto Richa Segundo Richa, a criação dos empregos é o resultado mais almejado pela política de industrialização adotada pelo governo estadual. "Nosso governo tem como foco as pessoas. O esforço feito para fortalecer a economia e disseminar o desenvolvimento é para melhorar cada vez mais as condições de vida da população", diz. A criação das novas vagas industriais gera um estímulo nas economias locais, aumentando tanto a poupança como o consumo. "Os novos empregos multiplicam o fluxo da ren-

da. Em média, o salário do empregado da indústria é 40% superior ao dos setores de comércio e serviço", afirma presidente Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) Gilmar Mendes Lourenço. Estudos técnicos apontam que para cada emprego direto criado no setor automobilístico, outros dez são gerados indiretamente, nas fornecedoras de peças e insumos, e também por meio do efeito renda (consumo privado do salário do trabalhador industrial). Pólo Automotivo Nas últimas semanas, quatro empresas do setor anunciaram investimentos ou inauguraram unidades no Estado. A Volkswagen confirmou que vai ampliar a fábrica em São José dos Pinhais para produzir o Golf geração sete. A expectativa é de que sejam gerados de 400 a 600 empregos diretos.A Audi também confirmou o retorno da produção de carros no Paraná, com um in-

vestimento de R$ 504 milhões para fabricar os modelos A3 sedan e Q3 (SUV). Juntas, Audi e Volkswagen vão investir mais de R$ 1 bilhão na

planta de São José dos Pinhais. No início de outubro, a norte-americana Paccar apresentou o primeiro caminhão DAF produzido no Paraná, durante evento que marcou o início da produção da marca no País, na fábrica de Ponta Grossa. A fabricante de pneus Sumitomo inaugurou em Fazenda Rio Grande a primeira base de produção do grupo fora da Ásia. Aos novos empreendimentos se somam a Renault, Volkswagen, Volvo, Fiat, Catterpillar, Nissan, Case New Holland e ao amplo parque de fornece-

dores e fabricantes de peças localizado principalmente em Curitiba e Região Metropolitana. Paraná Competitivo Um dos maiores trunfos para a atração das empresas foi a implantação do programa Paraná Competitivo. Lançado em fevereiro, o programa contempla uma série de medidas de incentivos ao setor produtivo, por meio da dilação de prazos para recolhimento do ICMS, investimentos para melhoria da infraestrutura, da capacitação profissional, da desburocratização e da internacionalização do Estado.

Governo desconcentra investimentos e abre oportunidades em todas as regiões O estímulo do Governo do Estado aos investimentos do setor produtivo geram oportunidades em todas as regiões do Estado. Com incentivos do programa Paraná Competitivo, indústrias e cooperativas agroindustriais estão criando milhares de empregos no Interior paranaense. Levantamento do Ministério do Trabalho e Emprego aponta que o interior é responsável por 93,6% dos empregos industriais criados em 2013. "Com uma política dinâmica para atração de investidores e com o suporte às empresas paranaenses, de todos os portes, criamos o melhor ambiente para negócios no Brasil", afirma o governador Beto Richa. O governador reforça que além das multinacionais e dos grandes grupos, o Governo do Estado apoia diversos empreendimentos de capital paranaense. "Aqui, os impostos estaduais viram

empregos e quanto mais ao interior, maiores são os benefícios", explica Richa. Em menos de três anos, o Paraná já consolidou mais de R$ 25 bilhões em novos investimentos que estão gerando 150 mil empregos. "Vivemos o maior ciclo de industrialização da história do Paraná levando oportunidades de emprego e renda para todas as regiões", diz Richa. Empresas Entre as empresas do Estado beneficiadas pelo Paraná Competitivo destacam-se a Pro Tork (motos e acessórios em Siqueira Campos), Potencial Biodiesel (combustíveis na Lapa), Moinho Dona Alda (alimentos em Bom Sucesso do Sul), Los Paleteros (sorvetes em Barracão), Spaipa (bebidas em Maringá), Irmol (móveis em Guarapuava), Café Iguaçu (Cornélio Procópio), Averama (abatedouros em Rondon), Romagnolle (equipamentos elétricos em Mandaguari) e Conduspar

(cabos em São José dos Pinhais). Outro setor que recebe um forte apoio do Estado é o das cooperativas agroindustriais. Por meio de benefícios do Paraná Competitivo ou por financiamentos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) cooperativas como a Capal, Agrária, Coamo, Unitá, Integrada e Copacol ampliam unidades e constroem novas fábricas. O setor deve fechar o ano investindo R$ 2,3 bilhões. Desconcentração A desconcentração dos investimentos é uma das marcas da atuação do BRDE. De 2011 até o primeiro semestre desse ano, o banco realizou operações com a iniciativa privada em 355 municípios paranaenses. Foram cerca de R$ 3 bilhões que ajudaram a impulsionar empreendimentos e facilitar a vida de empresários de pequeno, médio e grande porte.


10

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Deputado Toninho faz retrospectiva do ano e fala de projetos para 2014 O deputado estadual Toninho Wandscheer (PT) conclui o terceiro ano de mandato com o sentimento de dever cumprido. Seu trabalho continua sendo pautado em defender os interesses do Estado e lutar por melhorias para os municípios. Neste ano, o deputado caminhou bastante pelas cidades da região metropolitana e interior do Estado, colaborando com os prefeitos em busca dos recursos necessários para viabilizar os projetos de cada cidade. Ideias que iam surgindo a cada encontro e se transformaram em projetos, novas lutas, sonhos concretizados e muitos ainda para serem conquistados. Além das visitas, nesse período, Toninho apresentou vários requerimen-

Toninho teve atuação participativa na Assembleia e nas cidades que formam sua base eleitoral

tos na Assembleia Legislativa, com pedido de informações importantes para a sociedade, como o descaso da segurança pública no Estado. O deputado cobrou

melhorias nas delegacias da região metropolitana, bem como aumento de efetivo, profissionais e viaturas. Destinou emendas para garantir investimentos para

municípios do Paraná Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e interior do Estado que estão entre as principais cidades atendidas pelo parlamentar. En-

tre as solicitações feitas por Toninho, estão veículos para serviços de atendimento na área social, academias ao ar livre, centro de saúde, pavimentação, recuperação ambiental e canaleta exclusiva para transporte coletivo. BR-116 Para o deputado, 2013 vai ficar marcado pela duplicação da BR-116, uma das bandeiras do seu mandato. "Demos um grande passo com a duplicação da BR-116, no trecho que liga Fazenda Rio Grande até Curitiba. Parte dos problemas foram resolvidos, mas nossa cobrança não para. Ainda há muito trabalho pela frente, vamos continuar lutando pela execução total da obra", frisou. Oposição O deputado, que faz parte da Bancada de Oposição ao Governo do Estado, disse que o papel do governo precisa melhorar e para isso é preciso escutar as reivindicações da sociedade. "Este foi um ano de muito trabalho na Assembleia para todos os deputados e conseguimos aprovar diversas leis em benefício dos paranaenses. Particularmente, nós da oposição, cumprimos o nosso papel de fiscalização também. Porém, esperamos que 2014 seja ainda mais positivo. Vamos continuar fazendo uma oposição qualificada ao Governo, que tende a ser mais eficiente e menos corrupto quanto se tem uma oposição de qualidade", comentou Toninho. Comissão Na Assembleia, Toninho preside ainda Comissão de Assuntos Metropolitanos que esse ano iniciou

um trabalho de planejamento estratégico com a região metropolitana, a fim de planejar as ações das cidades de forma integrada, a longo prazo, independente de quem seja o mandatário político. Redes Encontros políticos, seminários, audiências públicas e diversos outros eventos também fizeram parte da agenda do deputado. Ao longo deste período, Toninho apresentou todo o resultado de seu trabalho através das redes sociais - ação que aproximou a população de seu mandato. Por ser um deputado atuante e ter um bom relacionamento com o governo federal, Toninho viabilizou inúmeras obras para os paranaenses. Como a entrega de equipamentos agrários, motoniveladoras e caminhões basculantes para as cidades que são da sua base política, a reforma, ampliação e construção de unidades básicas de saúde (UBSs), construção de mais creches e a vinda de mais médicos para toda região. "Sigo prestando contas dos meus atos na Assembleia. Meus projetos, propostas e votos são de conhecimento de qualquer cidadão. Só tenho que agradecer aos paranaenses pela confiança no meu trabalho. Em 2014, daremos continuidade ao nosso trabalho, utilizando os mandatos dos deputados federais que tem articulação conosco, da nossa ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para poder melhorar toda nossa região metropolitana", disse.


RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

11

Ricardo Miranda relembra principais fatos políticos em Fazenda Rio Grande e no Brasil Dimas Rodrigues O ano de 2013 foi de grandes mudanças no Brasil. O então conformado povo brasileiro resolveu sair às ruas em junho deste ano para protestar, primeiro contra o aumento da tarifa de ônibus, depois por outras razões que historicamente castigam a população, como a corrupção e a baixa qualidade dos serviços públicos oferecidos em detrimento a grande quantidade de impostos que são pagos. De norte a sul do País, o povo se uniu em manifestações que deixaram os governantes atônitos, porque jamais esperavam uma reação popular de tamanha magnitude. Em meio a esses protestos, a população acompanhou o julgamento do escândalo do Mensalão e a decisão, pela condenação e prisão dos envolvidos fez com que resgatasse o senso de justiça no Brasil. Para o advogado e empresário Ricardo Miranda, esse fato foi um dos principais acontecimentos em 2013. "Foi um momento histórico, toda essa situação, dos movimentos populares, em razão de que as pessoas reagiram ao conformismo diante de uma série de situações e o julgamento do mensalão que ganhou os holofotes, em meio a esses protestos e não por causa deles", ressaltou Miranda que defendeu a aplicação da lei. "Em relação se as pessoas condenadas tiveram participação ou não, não podemos julgar no contexto jurídico porque não tive acesso a detalhes de todo o processo, mas dentro da parte da legalidade, da execução da lei, esse caso mostra que a lei deve ser

RM Imóveis se consolida no mercado e comemora aniversário de 4 anos

aplicada igualitariamente, sem privilegiar ninguém", disse Miranda. E a justa aplicação da lei também soprou por aqui e fez história neste ano. No processo eleitoral de Fazenda Rio Grande, o TRE-PR determinou a cassação do ex-prefeito Chico Santos que deixou o cargo, no mês de abril, por determinação judicial, bem como a vice-prefeita, Ana Lucia. Miranda que foi vereador por oito anos e concorreu ao cargo de viceprefeito na outra chapa, com o ex-deputado Alisson, analisa que a punição ocorreu pelo descumprimento da legislação e da lisura do pleito. "Houve claramente um desequilíbrio do poder econômico. Nós fizemos uma campanha simples, humilde, com propostas que a população não teve tempo para assimilar", analisou Miranda que ao longo de dois mandatos como vereador contribuiu para o desenvolvimento da cidade. "Foram

várias obras de pavimentação que conseguimos levar para os bairros, como Nações e Estados, além de manilhamento, creches, escolas, praças, academia ao ar livre e outros projetos de lei importantes. Como candidato a vice-prefeito, não conseguimos se eleger, mas como teve esse desequilíbrio na questão econômica, agradecemos os 15 mil votos dos eleitores que entenderam nossa proposta", disse Miranda. Para o ex-vereador, essa indefinição eleitoral provocou uma transição política não esperada pela população. E a cidade ficou sem um projeto de governo adequado. "É como um barco, com motor, combustível, mas sem bússola para seguir na direção correta. Mas agora com o processo lá em Brasília praticamente finalizado, vamos aguardar uma nova eleição, com novos candidatos e que a campanha seja sadia, baseada na lei, com respeito às pessoas", complementou Miranda.

O mercado imobiliário continua aquecido em Fazenda Rio Grande. As construções de novas casas e lançamentos de novos apartamentos indicam que a procura por imóveis é constante. Segundo o empresário Ricardo Miranda, diretor da RM Imóveis, o crescimento no setor não acontece só em Fazenda Rio Grande. "Só em Curitiba foram emitidos em torno de 20 mil alvarás para construção civil neste ano. E Fazenda não foge a esse exemplo, a demanda é alta tanto para novas residências como para novos comércios", avaliou Miranda. Com mais de 20 anos de experiência no ramo, Miranda que iniciou a car-

reira como corretor de imóveis, comemora neste fim de ano, o aniversário de 4 anos da RM Imóveis que cresceu junto com a cidade nos últimos anos e em pouco tempo, se consolidou como uma das principais empresas do setor. "Acompanhamos o crescimento da cidade, com indústrias vindo para cá, com a duplicação da BR-116, com outros investimentos do governo federal na cidade e esse potencial de desenvolvimento, atraiu novas famílias para Fazenda Rio Grande e graças a Deus, nesses quatro anos, ajudamos a realizar o sonho da casa própria de muitas famílias, com um jeito simples e honesto de

atender os clientes. Estamos muito felizes e só temos que agradecer aos clientes por esses anos de parceria", destacou Miranda. Com perspectiva otimista para 2014, o diretor da RM Imóveis, já faz planos de férias e pretende reiniciar as atividades, no próximo ano, a todo vapor. "Quero aproveitar a oportunidade e novamente agradecer todos os clientes que se tornam nossos amigos, colaboradores e parceiros por esse ano de sucesso e desejar a todos um Feliz Natal e que Jesus esteja presente em cada família em todos os dias do ano que já está batendo à porta", saudou Miranda.


12

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Vereador Silvestre da DBS faz balanço positivo do primeiro ano de mandato O vereador de Fazenda Rio Grande, Silvestre da DBS se candidatou ao cargo pela primeira vez no ano de 2012 e conseguiu se eleger com 650 votos pelo PPS.Tomou posse do cargo no dia 1° de janeiro deste ano. Apesar da dificuldade inicial, em razão da pouca experiência política, com boa vontade conseguiu superar os obstáculos e hoje se encontra com mais de 60 indicações para

as secretarias do município, além de 16 requerimentos lidos e aprovados pela Câmara Municipal. Entre os principais requerimentos está o n°28/ 2013 que requer verba para a construção de um lar do idoso no município. "Foi um documento que marcou uma grande conquista para a cidade. Com o apoio do deputado Francisco Bührer e da secretária estadual da Família e Desenvolvimento Soci-

al, Fernanda Richa este projeto está em andamento. O terreno será doado pela Prefeitura e será um grande projeto que trará muitos benefícios aos nossos idosos", enalteceu Silvestre. O vereador também fez o pedido para que o terreno em frente ao Colégio Desembargador Cunha Pereira seja usado como estacionamento. Indicou ainda que o Executivo realizasse manutenção na Unidade

de Saúde Santa Terezinha e que em caráter de urgência providenciassem uma nova balança pediátrica. Silvestre participa diariamente de vários eventos e reuniões na Câmara Municipal, Prefeitura, nas Secretarias do Município e está em contato constante com a comunidade, visitando associação de moradores, creches e escolas. Independentemente de sigla partidária, de Situação ou

Oposição, o vereador Silvestre trabalha em conjunto com os colegas em favor do Município. Recentemente eleito presidente municipal de Etica do PPS, Silvestre preside na Câmara Municipal a Comissão de Finanças e Orçamento, o que se trata de uma grande responsabilidade, pois toda questão orçamentária passa pela sua comissão. "É uma honra e uma grande responsabilida-

de trabalhar pelo bem de Fazenda Rio Grande. Assim como fiz neste primeiro ano, quero continuar trabalhando, sempre perto da comunidade, ouvindo as pessoas, e aos poucos, os resultados deste trabalho, com melhorias para a população, vão aparecendo. Quero aproveitar a oportunidade e agradecer o apoio recebido e desejar a todos um ótimo Natal e um próspero Ano Novo", disse Silvestre.

Vereador Silvestre recebe deputado Rubens Bueno em FRG

Silvestre no Congresso Estadual do PPS

Silvestre prestigia Campeonato de Skate em FRG

Vereador Silvestre apoia projeto “Esporte para a vida”

1º Dia do Skate em Fazenda Rio Grande

Silvestre e o deputado Francisco Buhrer: apoio ao projeto Lar do Idoso

Reunião com Fernanda Richa : Lar do Idoso FRG

Câmara aprova criação do Lar do Idoso em FRG

Silvestre em reunião com secretário de Saúde

Silvestre Da DBS recebe as novas médicas cubanas

Vereador Silvestre participa da Troca Verde


RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

Retrospectiva Brasil 2013 O crescimento brasileiro em 2013 deve ficar em torno de 2,5%, que é a nossa média nos últimos 10 anos. A geração de emprego não foi muito grande, mas como a taxa de desemprego está baixa, nada de novo aconteceu. Num cenário de grande crise nos países desenvolvidos o crescimento do Brasil ainda está bom. O seu desempenho é bastante medíocre quando comparado aos outros países do Bric: China (7,5%) e Índia (5 %) estão crescendo bem mais que a gente, só a Rússia (2%) é que está crescendo menos. O nosso problema é a incapacidade do governo de desenvolver a infraestrutura. Nos últimos 30 anos o Brasil pouco fez nessa área. Não foi só o governo do PT que nada melhorou. Desde o período de governos militares é que não temos investimentos significativos em infraestrutura. A série de governos do PSDB também quase nada fez. Neste ano o PT mudou a estratégia. Realizou uma série de privatizações que deu um novo cenário de investimentos para a infraestrutura. A pergunta que está no ar: qual foi o motivo do governo do PT não ter feito isso antes? A razão bem simples. O PT iniciou um processo intenso de privatizações por puro desespero. As revoltas de junho mostraram que parte significativa da po-

pulação estava descontente com a política atual do governo. A crítica que nada estava sendo feito para melhorar os serviços públicos foi sentida pelo governo. Como as obras que o governo está realizando estão muito atrasadas e estouraram os orçamentos a saída foi chamar o setor privado para a construção da infraestrutura. O resultado foi surpreendente. Na maioria dos leilões a disputa foi muito acirrada, o que demonstrou a vontade do setor privado de participar da construção da nova infraestrutura. Os primeiros aeroportos privatizados serão inaugurados um pouco antes da Copa do Mundo. O PT já havia feito algumas privatizações anteriormente, a diferença de qualidade será gritante. A comparação com os aeroportos recentemente privatizados mostrará o atraso que estamos. Já os aeroportos que ainda não foram privatizados, estão com um futuro bem negro. O governo não tem recursos para tocar as ampliações necessárias. O crescimento vegetativo vai levar esses aeroportos ao colapso, é o caso do Afonso Pena de São José dos Pinhais se logo não for privatizado. O mesmo acontece com as rodovias recém-privatizadas. Os investimentos serão feitos de forma muito rápida e eficiente. Em poucos anos o Brasil já terá uma estrutura de transporte muito

melhor que a atual. O que o Brasil precisa é sair dessa imobilização. Governos que nada investem e não deixam o setor privado construir o novo. A gestão pública é muito incompetente. Os serviços públicos são de péssima qualidade. As empresas públicas são muito mal geridas. É evidente que o governo tem que avançar no processo de privatização. É preciso entregar muitas empresas públicas para o setor privado. A privatização dos portos é algo que já deveria ter sido feita há muito tempo. Paranaguá é um exemplo de uma má administração pública ao longo dos anos. No Brasil o que aconteceu de bom veio do setor privado. Os ganhos de produtividade no setor agrícola abriu uma grande oportunidade de crescimento do Brasil no mercado internacional. A seca nos Estados Unidos demonstrou a fragilidade mundial no aumento na produção de alimentos. Os chineses se voltaram para a América Latina, principalmente para o Brasil, para garantir a sua segurança alimentar. Com a seca os preços internacionais do milho e da soja explodiram. E nesse vácuo é que o Brasil cresceu. Os investimentos do setor privado na ampliação de novas regiões agrícolas e no aumento da produtividade são muito intensos. A recuperação da produção norte-america-

na de grãos não reduziu os preços como o mercado esperava. A China continua aumentando as suas importações de grãos. Agora começou a importar milho de forma significativa. Até a alguns anos a China exportava um pouco de milho. Daqui para frente a maior parte do acréscimo das compras chinesas de milho e soja serão captadas pelo Brasil. Apesar das grandes restrições da nossa infraestrutura as exportações de commodities agrícolas deverão aumentar. Dentro de mais cinco anos novos canais de exportação já estarão operando, principalmente os do Arco Norte do país. Serão novas estradas, novas hidrovias e novos portos que vão desconcentrar as exportações de produtos agrícolas, que hoje ocorrem principalmente por Santos e Paranaguá. Esse crescimento da agricultura vai puxar o crescimento da indústria ligada ao agronegócio, principalmente a de máquinas agrícolas e de caminhões. Mas a falta de competividade da nossa indústria deve continuar. As exportações nesse segmento devem crescer pouco. É preciso construir estratégias de longo prazo de desenvolvimento de tecnologia industrial. Mas isso fica para o próximo governo, pois o atual já está com os seus dias contados. (CG)

Retrospectiva Mundo 2013 A crise na Europa entra num estágio de banho-maria. Os países que entraram em crise econômica continuam piorando. As ações que a troika (Comunidade Econômica Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional (FMI)) obrigou os países em crise financeira a praticarem produziu uma grande recessão e um aumento muito forte do desemprego. Os indicadores econômicos desses países melhoraram um pouco, mas o endividamento continua aumentando. Só que agora começam a aparecer as contabilidades mascaradas dos governos e dos bancos. O relacionamento incestuoso entre bancos e governos em crise vai ser o próximo escândalo. Os bancos europeus receberam uma enxurrada de recursos do Banco Central Europeu a custo quase zero. O que esses bancos fizeram foi aumentar a compra de títulos públicos dos seus países. A diferença de taxa produziu uma boa rentabilidade dos bancos, mas produziu um aumento a sua vulnerabilidade. O impasse entre os países ricos da Europa e os países mais pobres continua. É evidente que a solução proposta não funcionou, mas ninguém quer assumir a responsabilidade da situação.

Os líderes desses países sabem que o desemprego vai continuar muito alto apesar de uma leve melhora, pois os investimentos são muito baixos. Não existe crescimento sustentável sem grandes investimentos. A emigração intensa dos jovens desses países vai produzir um grande desfalque que não vai ser reposto num curto prazo. Ou seja, tudo leva a crer que a crise econômica na Europa vai se agravar ainda mais nos próximos anos. Até agora o Banco Central Europeu está dando uma sobrevida aos bancos privados. A quantidade de dinheiro emprestada a custos baixos e com garantias fracas manteve o sistema bancário privado europeu vivo, mas dentro da UTI. Quando uma dessas condições for retirada poucos bancos vão sobreviver. Nesse ano o Banco Central Europeu começou a caminhar na direção de resolver a crise bancária, mas ainda de forma bem tímida. Falou em criar um fundo de reserva para poder intervir nos grandes bancos europeus em crise financeira. Só que esse fundo continua com poucos recursos, o que inviabiliza uma ação mais consistente com as necessidades atuais. Nos Estados Unidos a con-

duta do Banco Central (FED em inglês) foi mais decisiva. Ele fez grandes intervenções em 2008 e liquidou alguns bancos. A maioria dos bancos que precisaram de recursos para sobreviver, como o Citibank, conseguiu devolver os empréstimos. O sistema bancário norte-americano está em melhor situação. Agora o FED está falando em retirar parte dos mecanismos de ajuda ao sistema financeiro e à economia norte-americana. O impacto nas economias dos outros países é imprevisível. O Brasil pode ter que fazer profundos ajustes na sua política financeira em função dessas mudanças. Uma delas seria a desvalorização do real para tornar os produtos brasileiros mais competitivos e reduzir os déficits da balança comercial. Outro impacto seria a redução dos investimentos na economia. Na economia norte-americana os impactos também poderão ser muito intensos. Os bancos estão sobrevivendo com custos de captação quase zero e as empresas estão pagando juros abaixo da inflação. Num mundo de taxas de juros positivas a realidade não será tão benéfica. O que está dando um grande impulso na economia norte-

americana é a exploração do gás de xisto. Hoje os Estados Unidos já produzem a metade do seu consumo equivalente de petróleo. Alguns analistas já fazem a previsão que os norte-americanos serão exportadores líquidos em petróleo no final da década. Outro ponto positivo da produção de gás de xisto é o preço. O mercado norte-americano está funcionando com preços do gás equivalente a um barril de petróleo a 20 dólares, o que é um quinto do valor do petróleo no mercado mundial. Com esse insumo barato e farto, muitas empresas conseguem ser competitivas internacionalmente, provocando uma corrida de empresas de volta para os Estados Unidos. A China reduziu o seu ritmo de crescimento. Saiu de um patamar de 10% ao ano e está caminhando para 7%. O que para os padrões chineses é baixo, mas para os outros países é muito alto. Esse crescimento chinês provoca uma migração de parte da população rural para os grandes centros, aumentando a demanda de alimentação e hospedagem e resultando na importação de commodities que o Brasil produz: soja e minério de ferro. É nesse vácuo do crescimento chinês é que o Brasil vai construindo o seu crescimento. (CG)

20 a 26 dezembro de 2013

13

A farsa do Natal! Muitos cristãos, inocentemente, aderem a práticas religiosas sem ao menos se atentarem que, na realidade, repetem alguns dos mesmos atos e 'rituais' de culturas pagãs passadas. A comemoração do Natal e o 'culto' à sua árvore são exemplos de como muitos conseguem ser iludidos pela religião. Semíramis e a farsa do Natal e sua árvore Para falar do Natal, é preciso voltar ao tempo de Noé, após o dilúvio, quando um de seus filhos, Cam, o viu dormindo embriagado e nu. Ele começou a rir de seu pai e correu para contar aos seus outros dois irmãos, Sem e Jafé. Estes, ao contrário, foram de costas e cobriram a nudez do pai. Noé, quando soube do acontecido, amaldiçoou seu filho Cam, para que este e seus descendentes servissem a seus outros dois filhos. E toda a geração após ele se tornou maldita. Cam casou-se com Semíramis (esta é a mulher da nota de 1, 2, 5, 10, 20, 50 e 100 reais; a mulher da Estátua da Liberdade; a mulher da balança da justiça; da Columbia Pictures, etc.) e ambos geraram um filho, Ninrode. Ele matou seu pai Cam e casou-se com sua mãe. Foi o fundador da Babilônia, Nínive e outras cidades pagãs. Tentou levantar a torre de Babel, e Deus o impediu. Seu tio Sem o matou, pois ele estava se opondo muito contra Deus. Semíramis, sua mãe e esposa, espalhou a mentira de que ele não havia morrido, e sim que havia ido para o céu, pois ele se dizia deus - o deus sol. Semíramis engravidou e dizia ser um presente dos deuses, que era a reencarnação de Ninrode; mas, na verdade, era fruto de uma traição, pois seu marido e filho já estava morto. E nasceu Tamuz, no dia 25 de dezembro, deus sol dos egípcios, babilônicos, gregos, persas, romanos e, hoje, das S.S. (sociedades secretas). Ele morreu durante uma caça, provavelmente por um animal selvagem, e seu corpo ficou caído sobre um tronco apodrecido de árvore. Sua mãe dizia que neste tronco nasceu um pinheiro, e todos os anos, no dia 25 de dezembro, era comum as pessoas levarem um pinheiro para dentro de casa e o enfeitarem com ouro e prata, como símbolo do renascimento de Tamuz. As sacerdotisas jejuaram e choraram por 40 dias e 40 noites a morte de Tamuz ao pé do pinheiro e, no final desse período, elas agradeciam umas às outras fazendo trocas de presentes, os quais eram depositados aos pés desse pinheiro. Todos os anos, no dia 25 de dezembro, era comemorado o Natal (nascimento de Tamuz). A Bíblia no livro de Jeremias fala acerca destas práticas, alertando para que não pratiquemos as mesmas obras daqueles que não servem à Deus: "porque os costumes dos povos são vaidade; pois corta-se do bosque um madeiro, obra das mãos do artífice, feita com machado; com prata e com ouro enfeitam, com pregos e com martelos o firmam, para que não se mova. São como palmeira, obra torneada, porém não podem falar, certamente são louvados, porquanto não podem andar. Não tenhais receio neles, pois não podem fazer mal, nem tampouco tem poder para fazer o bem. Ninguém há semelhante a ti, ó SENHOR, tu és grande, e grande o teu nome em poder." Quando os Persas dominaram essa região, eles levaram todas as idolatrias para a Persia, inclusive os deuses Tamuz, Ninrode e Semíramis, que apenas mudaram de nome. O domínio, em seguida, passou para os gregos, e estes fizeram a mesma coisa, mudando apenas os nomes; eles passaram a ser Zeus, Afrodite e Eros. Em seguida, os Egípcios dominaram e mudaram os nomes também, passando a se chamar Osiris, Isis e Horus. Já nos tempos de Jesus Cristo, o domínio era Romano, e Roma mudou também os nomes. Passaram a se chamar apenas Vênus e Cupido, caindo a figura do pai. E no Século IV, depois de Cristo, o imperador Constantino, para agradar aos Cristãos que eram em grande número em Roma, decidiu oficializar o Cristianismo como religião oficial de Roma e para agradar ainda mais a eles, pegou os nomes mais fortes dentro do Cristianismo e passou a chamar os ídolos por nomes Cristãos. Tamuz e Semíramis passaram a se chamar Menino Jesus e Virgem Maria. Assim, o Natal continuou a ser comemorado como sendo o nascimento do menino Jesus, mas, na verdade, esse menino seria Tamuz, o deus pagão.


14

RETROSPECTIVA 2013 -

20 a 26 dezembro de 2013

A SEMANA


RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

Secretaria de Meio Ambiente dá dicas de como ter festas de fim de ano mais sustentáveis Durante as festas de Natal e Ano-Novo o consumo e a geração de resíduos aumentam até quatro vezes. A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos traz algumas dicas para que a população fique atenta ao consumo em excesso, colaborando com pequenas atitudes que evitam desperdícios e poupam o meio ambiente. Uma das primeiras atitudes que traz bons resultados - sociais e ambientais - é a reciclagem de materiais como plástico, papelão, latas e caixas. Ao separar, limpar e disponibilizar para coleta em sacos de lixo diferenciados é possível aumentar a renda dos agen-

tes ambientais que atuam nos municípios, coletando materiais recicláveis. "A renda destas famílias pode aumentar bastante se a reciclagem domiciliar for feita de maneira correta", explica o secretário Luiz Eduardo Cheida. "Se os resíduos estiverem sujos, o preço de venda cai

pela metade", lembra Cheida. Incentivar a logística reversa é uma das metas da Lei Nacional de Resíduos Sólidos, sancionada em 2010 e que está sendo implementada no país. A medida gera negócios entre indústria e as cooperativas e reduz o passivo ambiental e os gastos dos municípios com a disposição dos resíduos. "A reciclagem é sempre uma boa alternativa para encaminhar o grande volume de caixas e embrulhos de presentes que sobram após o Natal ou as garrafas de bebidas após as festas de Ano-Novo", diz o secretário.

20 a 26 dezembro de 2013

15

Édelis Martinazzo Dallagnol Médica Veterinária, M. Sc. Fabiane Rosa Protetora de Animais, Grupo Salva Bicho

Papai Noel e o cachorrinho Final de ano é mais do que esperado: é um tempo de congraçamento, em que se busca cultivar amizades, rever a família, descansar... é um tempo precioso na vida de todos nós. Nessa época, é comum crianças insistirem que querem ganhar um cachorrinho do Papai Noel. E agora? Devemos adotar um filhote ou um cachorro adulto? De raça, ou vira-lata? O que é melhor pra criança? Depende. Crianças muito novas têm dificuldade para saber quando uma brincadeira machuca, e filhotes são muito frágeis; por isso, para brincar com crianças pequenas, o ideal é um cachorro adulto, de médio ou grande porte, manso e resistente. Crianças já com idade para saberem brincar com cuidado podem ter cachorros pequenos. Com um pouco mais de idade, sabendo cuidar bem do novo amiguinho, a criança pode ter um filhote. Dessa maneira, tanto a criança como o seu melhor amigo estarão protegidos. Quanto à raça, essa é uma questão estética da vida adulta. As crianças querem um amigo que as ame e brinque com elas, não importa se tem pêlo longo ou curto, se é branco, preto, marrom ou todo manchado. A criança tem

essa sabedoria interna que nasce com ela: o que vale no amigo é o coração. Então raça não importa. Importa um cachorro saudável, com um temperamento parecido com o da criança, para acompanhá-la nas brincadeiras. Peça ajuda a um protetor de animais ou a um veterinário, antes de adotar um cachorro, para saber qual o seu temperamento. Uma criança calma preferirá um cachorro tranqüilo; uma criança hiperativa precisa gastar energia, poderá precisar de um cachorro que a acompanhe no mesmo ritmo. O mais importante é a criança entender que cachorro não é brinquedo. Quando ganha um brinquedo, nem toda criança sabe cuidar: pode morder as bonecas, cortar os cabelos delas, deixar o ursinho em cima da árvore a noite inteira, jogar carrinhos na parede... Objetos não sentem dor. É importante que a criança entenda que cachorro sente dor. E mais: é o seu melhor amigo! Ela está ganhando do Papai Noel um ser vivo, uma amizade verdadeira que a acompanhará por muitos anos! O respeito à vida começa aqui. A melhor maneira de fazer uma criança entender isso é estimulando-a a participar dos cuidados com o novo amigo: dar comida, dar água, limpar o ambiente, etc. Isto, além de ser

educação para a vida, faz a criança entender que o seu novo amigo é um ser vivo igual a ela, que sente fome, sede, frio, sono e dor. A criança aprende a ser responsável, a cultivar uma amizade verdadeira e a amar incondicionalmente. Cachorros ajudam crianças a serem mais felizes. Além disso, vendo o exemplo dos pais ao adotar um cachorro de rua, a criança levará para a vida uma lição: a de fazer o bem, porque o amor vale mais do que o dinheiro, porque a vida é um valor em si mesmo. Verdade que uma única adoção não resolve o problema do abandono de animais, que será tema de artigo futuro. Isso só pode ser resolvido por políticas públicas, e o nosso papel está no voto consciente, nas urnas. Mas precisamos reconhecer que o impacto da adoção dentro da família, na formação do caráter da criança, é impagável. E a sociedade começa exatamente ali, na célula da família, na primeira infância do "cidadão em formação": dentro do coração de cada criança. Que a paz e a felicidade que transbordam neste final de ano estejam conosco todos os dias dessa nova jornada que se inicia em 2014! Deus abençoe a todos nós!


16

RETROSPECTIVA 2013 -

PAPO SÉRIO Com: Daniela Bispo Cref: 013091G/PR

Pare de correr atrás do prejuízo e comece a correr atrás de resultado! A vontade de se preparar tem que ser maior do que a vontade de vencer! Porque vencer será a conseqüência da boa preparação... É com esta frase que inicio a ultima matéria do ano de 2013. Sei que muitas pessoas não realizaram o que queriam este ano, outras não terminarão com o tão sonhado corpo, porém para algumas esse foi um ano de desafios, provações, muitas tentações e, enfim, um ano de sobrevivência. Tem muita coisa ainda para melhorar, e nada como o tempo, a disciplina, a orientação e o incentivo de bons profissionais para que tudo isso aconteça. Perder peso, aumentar massa magra ou simplesmente manter uma vida saudável, é para quem realmente tem um objetivo traçado, e isso somente com muita determinação e disciplina...é incrível como a alimentação e exercício físico podem mudar a vida de uma pessoa, basta acreditar e querer de verdade, não hesitar, não perder o foco, não reclamar, APENAS cumprir com o que foi estabelecido. Você já deve ter ouvido falar a seguinte frase: Missão dada é missão cumprida!!! E porque não iniciar 2014 com essa frase na cabeça e realmente cumprir com o que foi proposto? O RESULTADO depende de você, depende do seu ESFORÇO, da sua DETERMINAÇÃO. NÃO ESPERE nada de ninguém, pois quem te critica gostaria de estar no seu lugar, apenas não tem força o suficiente para seguir em frente. Se não estiver disposto a levar a sério, se não quiser de verdade, nem comece , não vale a pena, pois como já disse não existe atalhos! E se decidiu começar siga até o fim!! Quem quer resultado, tem que buscar intensidade, tem que buscar desafios, tem que abrir mão de muitas coisas! Não procure na comida a solução para os seus problemas. Esse é um caminho perigoso para sua saúde física e mental. Busque prazeres além da comida e te garanto a sua satisfação vai ser muito melhor. Corpo e mente estão unidos e se complementam, portanto, fazer boas escolhas na hora de se alimentar não é só uma questão de estética, assim como manter-se ativo e exercitar-se não é benéfico somente para o corpo, e sim para sua Saúde. Mudança de hábito! É isso que você precisa ter, e isso não acontece da noite para o dia, nem de uma estação para outra! Por essas e outras, muitas vezes as "dietas mágicas" não trazem o resultado que você quer,porque na verdade o que realmente precisa mudar não é como você come, mas como você pensa! Você pode ter a melhor dieta, os melhores suplementos, o personal trainer mais famoso do planeta, todo o dinheiro do mundo, mas isso jamais levará você ao encontro dos seus objetivos desde que você decida que é isso que você realmente quer de verdade, que você faria qualquer coisa para conquista-lo. É quando você sente essa força interior que tudo começa, cumprir seus objetivos é somente uma questão de tempo, qualquer obstáculo será ultrapassado com maior ou menor dificuldade. O tempo que você levará não é importante, e sim o resultado final, saiba esperar o tempo certo. Lembre-se a Determinação é sua , a Disciplina é sua , mas o resultado é "nosso". Nós te mostramos o caminho e você é que decide se quer segui-lo ou parar pela metade! #Foco#Força#Fé... Vem com tudo 2014!!! Feliz Natal e Feliz Ano Novo a todos!! Academia Sculptor!!!

Nossa Fan Page no Facebook e concorra a prêmios

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Médicos dão dicas para "não sair da linha" nas festas de fim de ano Consumo de alimentos calóricos e bebidas nesta época pode resultar em problemas Uma das grandes preocupações de fim de ano está relacionada ao aumento do consumo de calorias. Com os encontros, confraternizações e ceias de Natal e Ano-Novo, não é difícil sair da dieta e exagerar. Em meio a tantas comemorações, é importante pensar no quanto é ingerido de calorias e gasto de energia. "Em geral, não são os grandes excessos que sabotam nossas tentativas de perder peso, e sim as coisas que não damos muita importância, como aquele aperitivo que vamos comer 'só hoje' ou a sobremesa que comemos 'só no final de semana', ou 'de vez em quando'", alerta a endocrinologista do Hospital VITA Curitiba, Daniele Zaninelli. Para evitar o ganho de peso nessa época - e em outras -, não existe segredo: fuja do consumo de alimentos ricos em calorias. "Em geral, é a gordura que deixa um prato mais saboroso e cada grama contém 9 Kcal. No caso do carboidrato, cada grama contém 4 Kcal, mas, apesar de menos calóricos, esse tipo de alimento é pouco eficaz no mecanismo da saciedade", lembra. O ideal é apostar em alimentos ricos em fibras e proteínas, como vegetais e carnes magras. "Nessa época, o ideal é fazer um lanche leve (uma fruta, barra de cereais ou um iogurte, por exemplo) antes de ir a um evento. Pular as entradinhas e minimizar o consumo de bebidas alcoólicas também ajuda a diminuir o estrago causado pelo excesso de festas da época", recomenda Daniele. Deixar os carboidratos para o final da refeição e optar por apenas uma pequena porção de sobremesa também ajuda, de acordo com a médica. Ressaca - Além da alimentação, o consumo exa-

gerado de bebida alcoólica também pode trazer más lembranças no dia seguinte. O clínico médico do Hospital VITA João Luiz Carneiro explica que o excesso de álcool pode envolver e prejudicar diversos órgãos. "Para absorver e metabolizar uma quantidade grande de álcool, o organismo tem que se desdobrar e acaba sobrecarregando outros órgãos envolvidos no processo", explica. Para os que abusam, a melhor solução é ingerir muito líquido, como água, sucos, água de coco ou isotônico. "Os líquidos facilitam o trabalho do fígado e dos rins, que eliminam mais rapidamente os

resíduos tóxicos do organismo. Além disso, repõem a água, os sais minerais e as vitaminas perdidas", lembra Carneiro. Refrigerante ou alguns doces também podem ajudar, pois auxiliam na recuperação do açúcar eliminado pelo álcool. "Como a bebida diminui muito a glicose e, consequentemente, a energia do corpo, repor o açúcar é uma ótima opção", diz. Pós-festa Muita gente exagera nas festas pensando em compensar no ano seguinte, mas, para isso, as restrições são necessárias. "Vale iniciar o ano com uma alimentação equilibrada e

hipocalórica, associada à prática de exercícios físicos, pelo menos 30 minutos ao dia", diz Daniele. Essa fórmula certamente irá melhorar a disposição e criar um hábito mais saudável para ser levado ao longo do ano. Para aumentar o metabolismo, a médica é categórica: "A única forma de aumentar o metabolismo é por meio da prática regular de exercícios físicos. Para quem ainda não começou esta é uma boa meta para o próximo ano", sugere a médica, que complementa: "Não é só entre o Natal e o Ano-Novo que devemos nos preocupar, mas principalmente entre o AnoNovo e o Natal".


A SEMANA

RETROSPECTIVA 2013 -

20 a 26 dezembro de 2013

17

Homenagem da semana:

A direção do jornal A SEMANA presta honorífica homenagem a primeira dama de FRG, Cintia Wozniack que no próximo dia 27 estará comemorando mais um aniversário. Parabéns e que Deus a sustenha de força e sabedoria para amparar seu esposo e prefeito do município Marcio nesta sua nova empreitada. Parabéns e sucesso!

No último dia 16, Dimas Rodrigues, Editor chefe do jornal A SEMANA, reuniu familiares para ajudarem a apagar aquele montão de velinhas em comemoração a mais um ano de vida. Um forte abraço de toda equipe do jornal!

A pequena Giovanna neste dia 21 estará completando 4 aninhos e recebe a homenagem de seus pais Alexandre e Maraisa, da maninha Isabella e de todos seus familiares. Sucesso!

Parabéns a princesa Yasmim Savistzki que neste dia 21 estará completando mais um ano de vida. A pequena recebe a homenagem e um mimo todo especial dos pais Silvestre da DSB, vereador de FRG, e Agda. Com carinho um abraço da equipe do jornal A SEMANA!


18

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Polícia aponta redução nos homicídios no município de FRG Estatística divulgada nesta quinta-feira (19), aponta que houve uma redução de cerca de 20% na média anual de homicídios em Fazenda Rio Grande, em comparação ao ano passado. Segundo a polícia, este ano a média é de 3,75 crimes por mês, com 44 mortes, enquanto no ano anterior foram registrados 55 assassinatos. Ainda faltam 11 dias para o encerramento do ano, mas a média é considerada dentro da expectativa pelos responsáveis pela segurança no município. Mesmo com a redução na criminalidade, a polícia trabalha para identificar a autoria de dezenas de crimes ainda não elucidados no município. Isso se deve as mudanças no comando da delegacia de Fazenda Rio Grande, que teve um entra e sai neste ano de 2013. O levantamento da segurança pública revela que a maioria dos crimes praticados está relacionada com o tráfico de drogas. No ano ocorreram dois duplos homicídios e no mês de setembro não aconteceu nenhum assassinato. Janeiro: Dia 12- Hermes dos Santos, 42 anos, executado com tiro na cabeça na Avenida Cedro, no Bairro Eucaliptos; dia 12 José Abelardo França, 38 anos, assassinado com dois tiros, na frente de um bar, na Rua Islândia, no bairro Nações, dia 14 Thomas Edson Maganha, 23 anos, baleado na Rua Madagascar, no bairro Nações, dia 23 - Douglas Willian Xavier de Medeiros, 18

anos, baleado na Rua Escócia, no bairro Nações. Morreu a caminho do hospital. Fevereiro: Dia 25 Leonardo Lourenço de Oliveira, 19 anos, assassinado a tiros, na Rua Mato Grosso, na Vila Angico. Março: Dia 5 - Marcos Antônio Pereira da Silva, 32 anos, agredido até a morte, na Rua Holanda, no bairro Nações, dia 6 - Vilma Ramos Flaidok, 46 anos, assassinada pelo exmarido em um ponto de ônibus, na Rua Guará, no bairro Gralha Azul; dia 8 Anderson Camargo, o "Bizorrão", 30 anos, assassinado com vários tiros, na Rua São Félix, no Jardim Suzuki, dia 12 - Marcio Luiz Oliveira Santos, 23 anos, baleado no dia 17 de fevereiro, morreu no Hospital do Trabalhador onde estava internado. Ele foi baleado na Rua Buenos Aires, no bairro Nações, dia 15 - Fabrício Martins, 34 anos, morto a tiros, em confronto com policiais militares, no bairro Santa Maria; dia 25 - Nilton Car-

los Gomes Ferreira, 30 anos, executado a tiros, dentro de casa, na Rua Bulgária, no bairro Nações; dia 25 - Joice Aparecida dos Santos, 17 anos, assassinada com tiro na cabeça pelo ex-marido, dentro de casa, na Rua Sergipe, no bairro Estados; dia 28 - Enoc Souza Linhares Junior, 24 anos, encontrado morto no Rio Mauricio na Estrada do Tietê e dia 29 - André dos Santos Pinto, 29 anos, encontrado morto, dentro de um rio, ao lado da Rua Rio Iguatemi, no Bairro Iguaçu. Abril: Dia 1º - José Cléverson de Miranda, 32 anos, assassinado com vários tiros, na Rua São Leonardo, no bairro Santa Terezinha; dia 8 - duplo homicídio, sendo assassinados em um bailão da Rua Rio Tejo, no Bairro Pioneiros, João Álvaro de Lima, 19 anos e Ana Caroline Batista de 23 anos; dia 23 David de Lima, 27 anos, assassinado a tiros na Rua Angola, no bairro Nações, dia 23 - Luis Fernando de Lima, 29 anos, assassina-

do a tiros dentro de casa na Rua Natal, no bairro Santa Maria; dia 27 - Fernando Pereira, 27 anos, baleado na Rua das Araucárias, no bairro Eucaliptos. Morreu a caminho do Hospital do Trabalhador. Maio: Dia 14 - Maikon Gonçalves da Silva, 27 anos, baleado no Bairro Gralha Azul e morreu no Hospital Nossa Senhora do Rocio, dia 17 - Cassiano Aparecido dos Reis, 24 anos, encontrado morto, com marcas de espancamento, em uma estrada no Bairro Eucaliptos. Junho: Dia 15 - Antônio Carlos de Araújo, 39 anos, encontrado morto, com dois tiros na cabeça, na Rua Guatemala, no bairro Nações; dia 23 - Maicon Willian dos Santos, 17 anos, morto a pedradas, na Rua Santo Agostinho, no bairro Santa Terezinha e dia 28 - Pedro Correia Martins, esfaqueado até a morte pelo filho na Rua Santo Inácio, no bairro Santa Terezinha. Julho: Dia 2 - Lucas Aparecido Pego, 18 anos,

assassinado com tiros no peito, na frente de casa, na Rua Pernambuco, no bairro Estados; dia 10 - José Alves de Souza, o "Zezinho", 64 anos, assassinado com um tiro, na Rua Rio São Francisco, no bairro Iguaçu; dia 16 Andressa Aparecida da Silva, 24 anos, morta com um tiro, em uma residência, na Rua Santa Inês, no bairro Santa Terezinha, pelo ex-marido; dia 18 Jonathan Zyla, 20 anos e Tatiane Fernandes Karlson, 20 anos, mortos a tiros, em confronto com policiais militares, na esquina da Rua Brasil com a Rua Paraguai, no bairro Nações; dia 19 - Dejalma Mendes de Oliveira, 56 anos, morto a golpes de faca na Rua El Salvador e dia 22 - Rosmilton Muller, 36 anos, assassinado com três tiros, na Rua Rio Guarani, no Bairro Nações. Agosto: Dia 1º - Diego Antônio dos Reis, 20 anos, assassinado a tiros, na Rua São Félix, no bairro Santa Terezinha; dia 19 - Ycaro Bruno de Oliveira

Batista, 17 anos, morto a tiros, na Rua Jamaica, esquina com a Rua Islândia, no bairro Estados; dia 23 - Homem não identificado, assassinado a facadas, dentro de uma residência, na Rua Manoel Claudino Barbosa, no bairro Pioneiros; dia 26 - Cláudio Luis Gonçalves de Araújo, 49 anos, morto a pedradas em um bar da Rua Cedros, no bairro Eucaliptos. Outubro: Dia 14 Lucas Batista de Oliveira, 18 anos, executado a tiros, na Rua João Quirino Leal, no Jardim Veneza; dia 31 Homem sem identificação agredido até a morte, no prolongamento da Avenida Brasil Novembro: Dia 8 homem não identificado encontrado morto, carbonizado, próximo à Estrada Rural do Samambaia, no Jardim Colonial; dia 11 Ramon Storer, 18 anos, assassinado com um tiro na cabeça, na Rua Rio Mascate; dia 19 - Fernando Ricardo Garcia, 27 anos, esfaqueado no dia 11 na Rua Egito, no Bairro Nações, morreu no dia 19 em um hospital de Curitiba; dia 30 - Homem sem identificação encontrado morto na floresta da Rua Castanheira, Bairro Eucaliptos. Dezembro: Dia 8 Alisson Leonardo Santos 19 anos, assassinado a tiros, em um bar, na Rua Cecília Meireles, no Jardim Veneza, dia 17, Jonathan Weslley Ventz de Lima, 18 anos, assassinado com vários tiros, na frente de um bar, na Rua Lucimar Franco da Rocha, no Jardim Colonial.


A SEMANA

RETROSPECTIVA 2013 -

20 a 26 dezembro de 2013

19


20

RETROSPECTIVA 2013 -

20 a 26 dezembro de 2013

A SEMANA


A SEMANA

RETROSPECTIVA 2013 -

20 a 26 dezembro de 2013

21


22

RETROSPECTIVA 2013 -

LOCAÇÃO

sa Senhora da Luz dos Pinhais II. Valor da locação R$ 550,00 + condomínio de aproximadamente R$ 120,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 APARTAMENTO residencial no CIC - Rua Pedro Gusso, 4300, apto 44, BL 07. Com 51m², 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de garagem. Res. Parque Verde. Valor da locação R$ 600,00 + condomínio de aproximadamente R$ 220,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

CURITIBA APARTAMENTO residencial no novo mundo - Rua Irmãs Paulinas, 5281 apto 35 bl b, com 75m², 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço, sacada e vaga de garagem. Res. Nova Brasília. Valor da locação R$ 650,00 + condomínio de aproximadamente: 250,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 APARTAMENTO residencial no Capão Raso - Rua Marechal Otavio Saldanha Mazza, 1451, apto 302, bl 06, com 70m² - 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de estacionamento. Res. Greenville. Valor da locação R$ 750,00 + condomínio de aproximadamente R$ 220,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 APARTAMENTO residencial no Capão Raso - Rua Marechal Rondon, 255, apto 408, bl 02, com 60m², 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de estacionamento. Res. Castanheda. Valor da locação R$ 700,00 + condomínio de aproximadamente R$ 180,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 APARTAMENTO residencial no CIC - Rua Algacyr Munhoz Mader, 2364 apto 28 bl 10 A, com 50m² - 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de estacionamento. Res. Marechal Rondon. Valor da locação R$ 500,00 + condomínio de aproximadamente R$ 180,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 APARTAMENTO residencial no CIC - Rua Pedro Gusso, 2810, apto 34 BL 05. Com 51m² 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de garagem. Res. Moradias Nos-

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

APARTAMENTO residencial no Pinheirinho - Rua Alberto Kosop, 47, apto 54, com 73m², 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, area de serviço e vaga de garagem. Res. Salvador. Valor da locação R$ 600,00 + condomínio de aproximadamente R$ 300,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 APARTAMENTO residencial no bairro Capão Raso - Rua Marechal Otavio Saldanha Mazza, 6650, apto 604, bl 03, com 70m², 2 dormitórios, sendo 01 suíte, sala, cozinha, banheiro social, área de serviço e vaga de garagem. Res. Spazio Canto Dolce. Valor da locação R$ 790,00 + condomínio de aproximadamente R$ 250,00. Creci J 747. AW Imóveis. Fone 3212-4600 APARTAMENTO residencial no Novo Mundo - Rua Joao Bonat, 860, apto 04, bl 09, com 51m², 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de estacionamento. Res. Jose Ferroni. Valor da locação R$ 650,00 + condomínio de aproximadamente R$ 200,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

Rebouças - Rua Santo Antonio, 532, com 300m² - barracão com banheiro e em anexo residência com 4 salas, cozinha e banheiro. Valor da locação R$ 4500,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 CASA residencial no Tatuquara - Rua João Laska, 167. Com 100m², 2 dormitórios, sendo 1 suíte, sala, cozinha, banheiro social, área de serviço e vaga de garagem. - Valor da locação R$ 750,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 SOBRADO Residencial no Sitio Cercado - Rua Gabriel Ribeiro, 330, com 160m², 4 dormitórios, 2 salas, cozinha, 3 banheiro, área de serviço, lavanderia, despensa e vaga de garagem. Valor da locação R$ 1000,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 CASA residencial no Xaxim - Rua Pedro Siemens, 1040, casa 04, com 110m², 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de garagem. Valor da locação R$ 1300,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 CASA residencial no Xaxim - Rua Teodomiro Furtado, 295, casa de esquina, com 115m², 3 dormitórios, sala, copa, cozinha, banheiro, área de serviço, dispensa, canil e vagas de garagem. Valor da locação R$ 1500,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 KITINET residencial no Jardim das Américas - Rua Joaquim Lacerda, 465, AP 02. Com 35m², 1 dormitório com cozinha conjugada e banheiro. Valor da locação R$ 500,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

APARTAMENTO residencial no Novo Mundo - Rua Olga de Araujo Espínola, 1360, apto 34, bl O, com 55m², 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de garagem fechada com 1 churrasqueira e 1 bwc. Res. Paequere II - valor da locação: 750,00 + condominio de aproximadamente: 200,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

SALA comercial no Capão Raso - Rua Jose Pereira de Araujo, 391, loja 01, com 60m², com um banheiro social. Valor da locação R$ 800,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

APARTAMENTO residencial no xaxim - Rod. BR-116 (linha verde), 17906, apto 303. bl 01, com 44m², 2 dormitórios, sala, cozinha com armários, banheiro, área de serviço e vaga de estacionamento. Res. Chardonnay Valor da locação R$ 750,00 + condomínio de aproximadamente R$ 200,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

SALA comercial no Umbará - Rua Mercedes Irene Bonatto Scroccaro, 150, próximo estrada do ganchinho, com 68m². Sala com 1 banheiros e deposito. Valor da locação R$ 1300,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

BARRACÃO comercial no

SALA COMERCIAL no bairro Sitio Cercado - Rua Jussara, 2824, loja, com 70m² - sala com 1 banheiro. Valor da locação R$ 1700,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600

SOBRADO residencial no Fazendinha - Av. Alcir Martins Bastos, 94, parte superior, com 91m², 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga

de garagem. Valor da locação R$ 1000,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 SOBRADO residencial no bairro Sitio Cercado - Rua Jose Prussak, 280, parte inferior, com 72m², 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga de garagem. Valor da locação: 600,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 SOBRADO residencial no Umbará - Rua Luiz Augusto de Toledo Leite, 136, casa 01 (parte superior). Com 80m², 2 dormitórios, sala, copa, cozinha, banheiro, área de serviço, churrasqueira e vagas de estacionamento. Valor da locação R$ 800,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 SOBRADO residencial no Xaxim - Rua 1º de Maio, 119, parte superior. Com 100m², 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e entrada para carro. Valor da locação R$ 800,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212--4600 COMERCIAL | COLOMBO BARRACÃO COMERCIAL em Colombo no bairro Parque Monte Castelo - rua Marcos Cardoso, 202, com 300m², barracão com banheiro e com 2 salas e cozinha. Valor da locação R$ 1000,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3212-4600 FAZENDA RIO GRANDE APARTAMENTO no bairro Santa Terezinha, Avenida Paraná n°2186, apto 21, com 65m² sendo 2 dorm, banheiro, sala, cozinha, lavanderia e vaga para carro. Valor R$700,00 +condominio. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 APARTAMENTO à Rua Canadá n°175 apto 05, 02 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e garagem. Valor da locação R$600,00 + condomínio. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 APARTAMENTO no bairro Eucaliptos, Rua Três Marias n°369, apto106, sendo 02 dorm, sala, cozinha, banheiro, lavanderia e garagem coberta. Valor R$ 650,00 +condomínio. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 APARTAMENTO no bairro Eucaliptos, Rua Três Marias n°369, apto106, sendo 03 dorm, sala, cozinha, banheiro, lavanderia e garagem coberta. Valor R$770,00 + condomínio. Creci J 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 APARTAMENTO no bairro Iguaçu, Rua Rio Timbú n°1324, apto 04, sendo 50m², 01 dorm

com banheiro, sala e cozinha conjugadas, lavanderia e vaga para carro. Valor R$400,00 +condominio. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 SOBRADO no bairro Eucaliptos Rua Equador, n°147, sobrado 10, sendo 03 dorm, sala, cozinha, banheiro, lavabo, área serviço e garagem. Valor R$ 850,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA na Rua Escócia n°746, com 78m², 3 dormitórios sendo um suíte, 2 salas sendo uma de jantar, cozinha, banheiro, área de serviço e garagem. Valor da locação R$ 700,00 reais. Creci J 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA na Av. Brasil n°1283, 70m², 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e garagem. Valor da locação R$ 650,00 reais. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA no bairro Eucaliptos, Rua Carão, n° 177, casa 01, com 55m², sendo 02 dorm, sala, cozinha, banheiro, lavanderia e garagem coberta. Valor R$ 500,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA no bairro Eucaliptos, Rua Castanheira, n° 188, com 55m², sendo 02 dorm, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga para carro. Valor R$ 700,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA no bairro Eucaliptos, Rua Castanheira, n° 188, com 55m², sendo 02 dorm, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga para carro. Valor R$ 700,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA no bairro Gralha Azul, Rua Marabu, n° 499, com 55m², sendo 02 dorm, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga para carro. Valor R$ 450,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA no bairro Santa Terezinha, Rua Jaguariaiva, n° 1786, casa 95, com 44m², sendo 02 dorm, sala, cozinha, banheiro vaga para carro. Valor R$ 500,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 CASA no bairro Jardim Palmeiras l, Rua Carriças n° 109, casa 02, sendo 03 dorm, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e vaga para carro. Valor R$ 600,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 COMERCIAL LOJA no bairro Nações, Av Paraguai n°781, esquina com Equador n°665, loja 01, com 43m² contendo 01 banheiro. Va-

lor R$ 600,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 LOJA no bairro Eucaliptos, Rua Castanheira n°393, sala com 42m², contendo 01 banheiro. Valor R$800,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 LOJA no bairro Santa Terezinha, Rua Santa Rita de Cássia n°2039, 97m², contendo 01 banheiro. Valor R$1.000,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 LOJA no bairro Santa Terezinha, Rua Santa Rita de Cássia n°2047, 73m², contendo 01 banheiro. Valor R$700,00. Creci J 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 SALA no bairro Eucaliptos, Rua Caviuna n°60, com 40m², contendo 01 banheiro. Valor R$900,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 SALA no bairro Nações, Av. Brasil n°2422, sala 02, 24m², contendo 01 banheiro. Valor R$400,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 SALA no bairro Nações, Av. Paraguai n°781 esquina com Equador n°665, sala 05 com 44m², contendo 01 banheiro. Valor R$ 600,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 SALA no bairro Nações, Av. Paraguai n°781 esquina com Equador n°665, loja 06 com 42m², contendo 01 banheiro. Valor R$ 600,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160 SALA no bairro Pioneiros, Rua Manoel Claudino dos Santos n°1482 esquina com Cesar Carelli, sala 107, com 60m², contendo 01 banheiro. Valor R$ 500,00. Creci J - 747. AW Imóveis. Fone 3608-1160


A SEMANA

RETROSPECTIVA 2013 -

20 a 26 dezembro de 2013

23


24

RETROSPECTIVA 2013 -

A SEMANA

20 a 26 dezembro de 2013

Temporada de título do Cruzeiro e surpreendente reação do Atlético-PR é manchada com tapetão e briga de torcidas Dimas Rodrigues A temporada 2013 do futebol brasileiro não terminou como o torcedor gosta. Diferente de 2012 quando o representante do futebol nacional, o Corinthians encerrou o ano ganhando o título mundial, diante do Chelsea, nesta temporada, o Atlético Mineiro no mesmo Mundial de Clubes, desta vez em Marrakech, decepcionou. A esperada final com o poderoso Bayern de Munich voltou a ser um sonho para o torcedor alvinegro que se entristeceu ao ver a equipe de Ronaldinho Gaúcho, Tardelli e Fernandinho, desperdiçar várias oportunidades de gol e em contra-ataques ser batido pelo modesto Raja Casablanca. O Campeão das Américas morreu fora do Horto. Vergonha maior foram os últimos capítulos do Campeonato Brasileiro. As imagens da pancadaria entre torcedores de Atlético Paranaense e Vasco, na última rodada da competição, que terminou com quatro "torcedores" feridos gravemente rodaram o mundo e o espaço esportivo virou destaque policial em toda a imprensa. Atlético e Vasco perderam mandos por causa da selvageria de seus sanguinários fãs e na últi-

2013 foi o ano do Furacão. O time que descartou o Paranaense para estender a prétemporada, realizando jogos e treinos no exterior, colheu resultados surpreendentes na temporada com o terceiro lugar no Brasileiro e vice na Copa do Brasil. Desconhecido no cenário nacional, Éderson foi o artilheiro do Brasileirão com 21 gols. Ele, o zagueiro Manoel e o experiente meia Paulo Baier entraram na seleção do campeonato, além de Marcelo ser apontado como revelação.

ma quinta-feira(19/12), a polícia deflagrou a Operação Cartão Vermelho, em SC, PR e RJ para prender 30 brigões identificados nas imagens, entre eles, o ex-vereador Juliano Borghetti. Os envolvidos irão responder por agressão, depredação ao patrimônio e tentativa de homicídio. Ainda fora das quatro linhas, a Portuguesa vacilou ao escalar um jogador irregular, perdeu quatro pontos e quando a fraquíssima campanha dentro do gramado puniria o Fluminense com o rebaixamento, veio o tapetão e salvou o time carioca. Em meio a tanta confusão, alegria ver-

dadeira apenas para o torcedor do Cruzeiro que montou um elenco recheado de ótimos valores e com um futebol ofensivo, venceu todos os adversários e com mérito e justiça da bola, sagrou-se campeão, de forma antecipada, com quatro rodadas antes do fim da disputa. Nesta conquista, destaque para o meia Éverton Ribeiro, eleito o craque do Brasileirão. Com apresentações bem menos vistosas, mas de resultados práticos, o Grêmio novamente garantiu o segundo lugar. A terceira melhor campanha foi a do surpreendente Atlético Paranaense. O time que

fez pouquíssimos investimentos em relação ao ano anterior, quando subiu da Série B, iniciou mal o Brasileiro, figurando na zona de rebaixamento, mas reagiu e carimbou o passaporte para disputar a quarta Libertadores de sua história em 2014. Outro representante na competição sulamericana é o Botafogo que brigou pela liderança até as últimas rodadas e terminou na quarta colocação. Na ponta de baixo, além da Portuguesa, Vasco da Gama, Ponte Preta e Náutico foram rebaixados para Série B. Deste quarteto, o único torcedor que tem motivos para não es-

quecer 2013 é o da Ponte que apesar de ter sido rebaixada no Brasileiro, na Copa Sulamericana, fez uma incrível campanha, eliminando um a um seus adversários, entre eles o argentino Vélez Sarsfield e o São Paulo. O time de Campinas chegou até a final, porém, não suportou a pressão e experiência de outro time argentino, o Lanús e terminou com o vice. No balanço do que aconteceu nas principais competições do calendário, destaque ainda para o Flamengo que com um time limitado, mas com força no Maracanã, fez o suficiente apenas para não ser rebaixado no Brasileiro, mas, se superou na Copa do Brasil.

Bateu times que ficaram no Top 4 do Brasileirão e levantou a taça na final diante do Atlético Paranaense empatando em 1 a 1, na Vila Capanema e vencendo no Maracanã, por 2 a 0. É assim, com gols, surpresas agradáveis e títulos que o torcedor brasileiro gostaria de virar o calendário de 2013. Tapetões, brigas, já deveriam ter ficado em um passado distante. Mas, bola pra frente e que venha 2014, ano em que as principais competições irão começar cedo - a Pré-Libertadores terá jogos já no dia 29 de janeiro -, além é claro, da expectativa de ver de perto os principais jogadores internacionais disputando a Copa do Mundo, em junho.

Brasil fecha ano em 10º no ranking da Fifa A Seleção Brasileira que começou 2013, em 18º lugar no ranking da FIFA, termina na 10ª colocação. A equipe que trocou de comando técnico ao longo do ano, Mano Menezes por Felipão, colheu bons resultados em amistosos, mas principalmente, ganhou pontos preciosos no ranking com a conquista da Copa das

Confederações, em junho, com Neymar sendo o maior destaque da competição. A atual campeã do mundo, a Espanha terminou pela sexta vez consecutiva na ponta do ranking, confirmando o seu domínio no Top 10. Atrás da vice-líder Alemanha, Argentina, Colômbia, Portugal, Uruguai, Itália, Suíça, Holanda e Brasil.


Edição 314