Relatório Anual 2018

from APCBRH

Scroll for more

Page 1


$ $ $ $ $$ $ $$ $$$ $


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Posicionamento Institucional

Missão Promover o melhoramento genético e a qualidade dos rebanhos leiteiros por meio da valorização dos criadores, monitoramento e disponibilização de informações e indicadores da qualidade do leite em benefício de produtores, indústrias e consumidores.

Valores

Visão

Credibilidade Confiança

Ser referência no atendimento aos produtores e indústrias.

Comprometimento Integridade e transparência Respeito aos animais e meio ambiente

Nosso slogan

Nossa força vem do leite!

1


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Índice

Serviço de Registro Genealógico (SRG) 24

Análise da Conformação (Classificação para Tipo) 26

Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros 30

Balanço Patrimonial 40

2


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Sede Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa – APCBRH Rua Professor Francisco Dranka, nº 608 Bairro Orleans

CNPJ: 76.607.597/0001-07

CEP: 81.200-404 - Curitiba (PR) Fone: (41) 2105-1733

Inscrição Estadual: 101.15739-39

www.apcbrh.com.br

Inscrição Municipal: 02 01 011 8957-4

Área de atuação: em todo Estado do Paraná

A APCBRH há 66 anos cumpre a missão de fomentar o desenvolvimento da raça Holandesa no Estado, prestando serviços e assessoria ao produtor.

3


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Mensagem do Presidente Prezados Associados, Neste mês de março 2019, encerramos o mandando de três anos da Diretoria, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo Técnico (gestão 2016-2019). Neste período, mesmo com todas as dificuldades e adversidades enfrentadas pelos produtores de leite, nos orgulhamos de levantar a cabeça e seguir em frente lutando por nossos ideais, pelo trabalho de uma vida toda. Buscando efetivamente cumprir o que estabelece nossa missão, visão e valores, focando nas nossas finalidades de existência como Associação e defendendo a cadeia produtiva do leite, sempre estivemos unidos, avaliando os interesses da raça, sócios, clientes, indústrias, cooperativas, indústrias, entidades governamentais e entidades co-irmãs. A APCBRH através de projetos e programas como: Primíparas Ouro, Avaliação Genética Clássica (AGC), Gestão Controle Qualidade (GCQ), aplicativo PARLEITE, análise de BVD e teste de prenhez, levam para seus associados e clientes, produtos e serviços únicos, gerando animais mais eficientes e produtivos, e rebanhos mais rentáveis, lucrativos e saudáveis. Nosso foco é atender a todos com muita qualidade, simplicidade, agilidade e levar lucratividade para os produtores que buscam a excelência no seu negócio. Ao findarmos este mandato, primeiramente, agradecemos a Deus por tudo e, em especial, pela saúde, serenidade e sabedoria na condução dos trabalhos. Os bons resultados alcançados são devido à união de todos num mesmo propósito, fazer do leite a nossa força do dia a dia.

Hans Jan Groenwold Diretor-presidente

4


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo Técnico-CDT Em Assembleia Geral Ordinária realizada em 22 de março de 2016, conforme, conforme determina o Estatuto Social foram eleitos os seguintes diretores, conselheiros fiscais e membros do conselho deliberativo técnico para o triênio março 2016 a março 2019.

Diretoria Executiva

Conselho Fiscal

Diretor-Presidente

Membros Efetivos

Hans Jan Groenwold

Bauke Dijkstra

1º Vice-Presidente

Raphael Cornelis Hoogerheide

João Guilherme Rocha Loures Brenner

Ronei Volpi

2º Vice-Presidente

Membros Suplentes

Jan Ubel van der Vinne

Alessandro Henderikx Dekkers

3º Vice-Presidente

Amarildo Bassani

Artur Sawatzky 4º Vice-Presidente Luiz Fernando Stumpf do Amaral

Superintendência Administrativa e Técnica

1º Secretário Jacob Leonardo Voorsluys 2º Secretário Adriaan Frederik Kok

Superintendente Técnico SRG/Administrativo

1º Tesoureiro

Altair Antonio Valloto

Lucas Rabbers’61

Superintendente Técnico Substituto do SRG

2º Tesoureiro

Pedro Guimarães Ribas Neto

Charles Hendrik Salomons

Conselho Deliberativo Técnico-CDT Presidente do CDT

Conselheiros

Membros Convidados

Hilton Silveira Ribeiro

Adriano Renato Kiers

José Augusto Horst

Representante do MAPA-PR

Eduardo Fonseca Portugal

(Gerente do PARLEITE)

Jamile Corina Fanhani

Guido Jacobi

Prof. Dr. Rodrigo de Almeida

Superintendente Técnico do SRG

Korstiaan Bronkhorst

(Convênio UFPR)

Altair Antonio Valloto

Marcos Epp

Prof. Dr. Victor Breno Pedrosa

Superintendente Técnico Subst. SRG

Richard Verburg

(Convênio UEPG)

Pedro Guimarães Ribas Neto

Robert Salomons Ronald Rabbers Rubens Arns Neumann Sávio Etiene Grassi de Mello Sérgio Augusto Spinardi

5


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Comitês Consultivos Controle Leiteiro e Gestão Pecuária Facilitador: José Augusto Horst (APCBRH-Curitiba) Avelino Manoel Figueiredo Correa (PARLEITE-Curitiba) Guido Jacobi (Carambeí) Pedro Guimarães Ribas Neto (APCBRH-Curitiba) Rodrigo de Almeida (UFPR-Curitiba) Sávio Etiene Grassi de Mello (Mangueirinha) Sérgio Augusto Spinardi (Carambeí)

Índice de Seleção Genética e Genoma Motivador: Marcos Epp (Palmeira) Facilitador: Victor Breno Pedrosa (UEPG-Ponta Grossa) Adriano Renato Kiers (Ponta Grossa) Altair Antonio Valloto (APCBRH-Curitiba) Hilton Silveira Ribeiro (Castro) Robert Salomons (Castro) Ronald Rabbers (Castro) Rubens Arns Neumann (Campo Largo)

Exposições Motivador: Hilton Silveira Ribeiro (Castro) Facilitador: Pedro Guimarães Ribas Neto (APCBRH-Curitiba) Adriano Renato Kiers (Ponta Grossa) Robert Salomons (Castro) Ronald Rabbers (Castro)

Premiações e Títulos Motivador: Robert Salomons (Castro) Facilitador: Silvano Francis Valoto (APCBRH-Curitiba) Hilton Silveira Ribeiro (Castro) José Augusto Horst (PARLEITE-Curitiba) Pedro Guimarães Ribas Neto (APCBRH-Curitiba) Ronald Rabbers (Castro) Sávio Etiene Grassi de Mello (Mangueirinha) Sérgio Augusto Spinardi (Carambeí) Victor Breno Pedrosa (UEPG-Ponta Grossa)

WEB+LEITE e Ferramentas de Gestão Motivador: Ronald Rabbers (Castro) Facilitador: Altair Antonio Valloto (APCBRH-Curitiba) Adriano Renato Kiers (Ponta Grossa) Avelino Manoel Figueiredo Correa (PARLEITE-Curitiba) Hilton Silveira Ribeiro (Castro) José Augusto Horst (PARLEITE) Marcos Epp (Palmeira) Rodrigo de Almeida (UFPR-Curitiba)

Estrutura Organizacional Altair Antonio Valloto

Suellen Carolina Henrichs

Superintendente Técnico do SRG e Administrativo

Assistente Técnico PARLEITE

Pedro Guimarães Ribas Neto

Eduardo Ruvinski

Superintendente Técnico Substituto do SRG

Gerente do Departamento de Serviço de Registro Genealógico

José Augusto Horst

Silvano Francis Valloto

Gerente do Departamento de Programa de Análise de

Supervisor de Campo SRG/SCL

Rebanhos Leiteiros do Paraná - PARLEITE

Leila Maria Garcia

Darlene Venturini Moro

Gerente do Setor Financeiro

Responsável Técnica do Laboratório do PARLEITE

Rogério de Moraes Bezerra

Avelino Manoel Figueiredo Correa

TI

Supervisor de Campo SCL/SRG

Claudia Helenice Zwicker Maciel

Maicon Puertas

Secretária Executiva

Técnico de campo PARLEITE/SRG 6


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Corporativo Quadro Associativo

2016

638 658 676

2018

47

2018

Em 2018, foram admitidos 29 novos sócios. Foram desligados 49 sócios pelo encerramento da atividade ou conforme o Artigo 6 – letra a) do Estatuto Social, findando o exercício

2017

com 638 associados.

Quadro Funcional O sensível aumento do quadro funcional, ocorreu em função da contratação de colaboradores para o Laboratório Centralizado de Análise de Leite, devido o aumento do número de amostras de leite. Atualmente, temos 03 colabo-

2017 2016

42 44

radores terceirizados da empresa HigiServ.

Educação Corporativa

Curso Senar “Comunicação e Técnicas de Apresentação”

Auditor Interno Sistema de Gestão da Qualidade-FAE

Treinamento ISO 9001

Capacitação de colaboradores de Atendimento ao Cliente

Formação de Instrutores SENAR-PR “Melhoramento Genético”

Gestão do Conhecimento, Treinamento e Capacitação

Treinamento e reciclagem de inspetores do Serviço de Registro Genealógico-SRG

Auditoria InternaTrabalhista-FAE

Capacitação de equipe técnica da APCBRH Programa AltaGPS (Plano Genético + Estratégia)

Treinamento e reciclagem para controladores de leite/ supervisores PARLEITE

7


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Atuação da APCBRH

8

Relatório Anual 2018


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

APCBRH e suas parcerias em 2018 Parceiros Ouro APCBRH

Parcerias com Associações:

9


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Programas e Projetos Projeto SEBRAETEC Leite das Crianças

Projeto Genoma Brasil-Holandês A APCBRH executa serviços de Registro Genealógico

O SEBRAETEC – Serviços em Inovação e Tecnologia

da Raça Holandesa no Paraná, Controle Leiteiro,

é um programa nacional do Sistema SEBRAE que

Classificação para Tipo (Análise da Conformação),

aproxima os prestadores de serviços tecnológicos dos

Avaliação Genética tradicional e ferramentas para gestão

pequenos negócios. O SEBRAETEC foi criado para

propriedades leiteiras. Além disso, tem por objetivo

que os pequenos negócios possam inovar por meio

desenvolver um projeto na área de melhoramento gené-

do acesso à mão de obra especializada. O objetivo do

tico, destinado à criadores de bovinos de raça de leite,

programa é trabalhar para a melhoria de processos

visando atender à necessidade de executar a validação

e produtos já existentes, assim como a introdução

e implementação das avaliações genômicas para carac-

de inovações e tecnologias nas empresas. Com essa

terísticas de interesse econômico dos animais da Raça

proposta, o SEBRAETEC busca fortalecer a capaci-

Holandesa, fortalecendo as parcerias entre as empresas

dade competitiva dos pequenos negócios paranaenses.

do setor e a Associação de produtores de raça.

A APCBRH é uma das três empresas prestadoras de serviços para o projeto, a qual realizou serviço de análise de leite e perfil de rebanho. Foram atendidos 5 laticínios de leite: NATURALAT, COPASOL, RUHBAN, UBÁ e LACTOMIL, totalizando 47 produtores.

Programa de Melhoramento Genético da Intercooperação das Cooperativas, Frísia, Castrolanda e Capal

Parceria APCBRH Cooperativas Frísia e Castrolanda Gestão Pecuária (WEB+LEITE) Tendo como objetivo disponibilizar às cooperativas o acesso on-line ao módulo Gestão Pecuária do Programa WEB+LEITE, para que estas acompanhem os rebanhos e animais de seus cooperados, possibilitando a gestão de inventário e gestão zootécnica dos rebanho, além da emissão de relatórios e gráficos.

Tendo em vista que muitos dos rebanhos que participam do Programa de Melhoramento Genético da Intercooperação das Cooperativas, Frísia, Castrolanda e Capal, realizam

Programa Primíparas Ouro

com a APCBRH os serviços de Registro Genealógico,

Pensando em valorizar as classificações de vacas de

Controle Leiteiro e Classificação para Tipo foi possível

primeiro parto e beneficiar nossos produtores associados

atender esta demanda do grupo Gestor do Programa,

que trabalham com os “Parceiros Ouro” da APCBRH

realizando estes relatórios genéticos.

(empresas do setor de genética bovina), a Diretoria e o

Objetivos do Programa:

Conselho Técnico da APCBRH aprovaram a continuidade

1. Atender solicitação técnica das empresas Frísia, Castrolanda

do “Programa Primíparas Ouro” para o ano de 2019. As

e Capal, com relação aos resultados genéticos dos animais

Classificações para Tipo serão realizadas gratuitamente

indicados nos catálogos de touros da Intercooperação;

(será cobrado as despesas de atendimento), de acordo

2. Demonstrar os resultados genéticos, por meio de

com o roteiro de programação dos classificadores. Entre

gráficos e tabelas, dos touros participantes da avaliação

em contato com a APCBRH para informações sobre os

genética da raça Holandesa, do convênio APCBRH/UEPG.

critérios para a gratuidade.

10


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório de Atividades e Prestação de Contas 2018

11


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Perfil Institucional APCBRH - Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (APCBRH) foi fundada em 27 de março de 1953, com sede e foro na cidade de Curitiba (PR). É uma associação de natureza civil, sem fins lucrativos, e destina-se a ser o órgão estadual de representação e defesa dos associados. É composta de 638 sócios diretos, que têm forte interesse no desenvolvimento do agronegócio brasileiro. Desde a sua fundação, tem trabalhado intensamente em vários setores do agronegócio, buscando resultados positivos no Melhoramento Genético, Gestão de Rebanhos, Produção e Reprodução,

ÁREAS DE ATUAÇÃO SRG-REGISTRO DE ANIMAIS CLASSIFICAÇÃO PARA TIPO (HOLANDÊS E JERSEY) PARLEITE LABORATÓRIO DE ANÁLISE DE LEITE

Sanidade, Saúde dos Animais e Qualidade do Leite.

Eventos Institucionais Assembleia Geral Ordinária

Reuniões de Diretoria

Durante a Assembleia Geral Ordinária, os associandos aprovaram, por unanimidade, a prestação de contas do exercício de 2017 da entidade.

A Diretoria da APCBRH se reuniu 9 vezes durante o ano para

A prestação de contas do exercício de 2017 da entidade foi aprovada

deliberar sobre variada pauta voltada aos interesses dos

por unanimidade pelos associados que participaram da Assembleia

associados e da Associação, com ações desenvolvidas junto

Geral Ordinária (AGO), realizada no dia 27 de março. Também foram

a Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho Deliberativo Técnico,

aprovados o Orçamento, o Plano Anual de Trabalho e o Planejamento

Gerência Administrativa e Superintendência, bem como a

Estratégico para 2018. Ainda durante a AGO foram apresentados

avaliação de projetos: Projeto Genoma Brasil-Holandês, Projeto

os programas e projetos da APCBRH, bem como os números dos

Técnico: Entidade Promotora de Provas Zootécnicas-Avaliação

departamentos de Serviço de Registro Genealógico; Programa de

Genética e Controle Leiteiro, Projeto PCR em Tempo Real -

Análise de Rebanhos Leiteiros-PARLEITE (Controle Leiteiro, Gestão

Embrapa Sudeste; Novos programas de SRG e SCL; Reunião

de Controle de Qualidade) e do Laboratório Centralizado de Análise

com a Embaixadora da Nova Zelândia (interação bilateral com

de Leite. Também foram ressaltadas as conquistas da APCBRH e

enfoque na produção leiteira e de produtos lácteos do Estado do

o trabalho desenvolvido pelos colaboradores. A realização da AGO

Paraná) e execução do Plano Anual de Trabalho aprovado pela

é ato previsto no Estatuto Social que determina que os associados

Assembleia Geral. Em algumas reuniões, na condição de convi-

têm de se reunir com o intuito de deliberar sobre o Relatório de

dados, tivemos a participação de autoridades e representantes

Atividades, Balanço Patrimonial, Demonstrações de Resultados,

de outras entidades. Diretoria e Superintendência desenvol-

parecer do Conselho Fiscal, bem como aprovação do Orçamento e

veram atividades procurando modernizar o processo de gestão,

do Plano Anual de Trabalho para o próximo ano.

dando maior especificidade para suas ações.

12


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Conselho Fiscal Os conselheiros fiscais desenvolveram seus trabalhos de fiscali-

Conselho Deliberativo Técnico (CDT)

zação das finanças e do patrimônio, analisando criteriosamente o plano financeiro e acompanhando sua execução, emitindo parecer no final do ano, que foram submetidos à aprovação da Assembleia Geral.

Conseleite-Paraná O Conseleite-Paraná é uma associação civil, regida por estatuto e regulamentos próprios, que reúne representantes de produtores rurais de leite do Estado e de indústrias de laticínios que processam a matéria-prima (leite) no Estado do Paraná. O Conselho é paritário, ou seja, o número de representantes dos produtores rurais é igual ao número de representantes das indústrias. O principal objetivo do Conselho é a busca de soluções conjuntas, pelos produtores rurais e indústrias, para problemas comuns do setor lácteo paranaense. É composto de representantes dos produtores rurais indicados pela FAEP e representantes das indústrias de laticínios, indicados pelo SINDILEITE-PR. Compõem a Presidência os senhores Ronei Volpi e Wilson Thiesen. Os diretores da APCBRH: Jan Ubel van der Vinne, Amarildo Bassani e Jacob Voorsluys

O Conselho Deliberativo Técnico é órgão deliberativo para assuntos de natureza técnica do Registro Genealógico e Controle Leiteiro; Normatizar e fiscalizar exposições da Raça Holandesa no Estado, que aplicam o Código de Ética para exposições aprovado pela Diretoria, dentre outras atribuições que compete ao CDT, conforme o Estatuto Social. Em 2018, os conselheiros reuniram-se quatro vezes. Análise e sugestões do CDT para encaminhamento à ABCBRH de novo regulamento do SRG; Projeto Piloto Genoma Holandês-Brasil; Análise de Leite para Beta-Hidroxibutirato (BHB); Aplicativo “PARLEITE” estão entre os assuntos discutidos.

Reuniões do Plano Anual 2018

(representantes do Setor Rural) e o superintendente da

A equipe de gestores da APCBRH desenvolveu durante o

APCBRH, Altair Antonio Valloto, participaram ativamente

ano atividades para acompanhar e avaliar o Planejamento

das reuniões mensais do Conseleite.

Estratégico (plano de metas e ações).

Fundepec-PR elege nova diretoria

Rede Brasileira de Qualidade de Leite-RBQL

No dia 9 de outubro, os integrantes do Fundo de

A reunião foi realizada no dia 28 de agosto em Curitiba, na sede

Desenvolvimento da Agropecuária do Paraná (Fundepec)

da APCBRH, com participação e Coordenação do Ministério da

escolheram, por aclamação, os membros da diretoria para os

Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Dra. Josinete Freitas - CGAL,

próximos três anos (2018-2021). A eleição aconteceu na sede

Dr. Eduardo Esteves - LANAGRO-MG e Dra. Mayara S. Pinto-UAVDA/

da FAEP, com a participação de representantes das 11 insti-

CGPC. Estavam presentes os representantes dos Laboratórios da

tuições que formam o conselho deliberativo da entidade. Na

RBQL, credenciados no MAPA/CGAL e as instituições: APCBRH-

ocasião, o presidente da FAEP, Ágide Meneguette, foi recondu-

PARLEITE, UPF-SARLE, UNIVATES, UNC–LABLEITE, CLINICA DO

zido ao posto de presidente do Fundepec. A diretoria optou pela

LEITE, UFMG LABLEITE, LQL/CPA/UFG, UFPA-LABLEITE, EMBRAPA

manutenção de Ronei Volpi na posição de diretor-executivo

CPACT, EMBRAPA GADO DE LEITE (MG), EMBRAPA (RO). As reuniões

da entidade. O vice-presidente da APCBRH, João Guilherme

da RBQL, tem como finalidade o alinhamento e padronização das

Brenner foi eleito conselheiro fiscal titular e o superinten-

ações dos Laboratórios credenciados junto a RBQL, bem como,

dente Altair Antonio Valloto, conselheiro fiscal suplente.

atender demandas geradas pelo MAPA.

13


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Presidente e Superintendente da Ocepar

Visita da Comissão Técnica de Bovinocultura de Leite da FAEP

No dia 19 de junho, a diretoria da APCBRH recebeu a visita

O Assessor técnico da Comissão, Nordon Rodrigo Steptjuk,

dos senhores José Roberto Ricken e Robson Leandro

médico veterinário da FAEP, trouxe para conhecer a APCBRH

Mafioletii, presidente e superintendente da Ocepar, respec-

um grupo produtores que fazem parte da Comissão Técnica de

tivamente, que participaram de reunião de diretoria e

Bovinocultura de Leite da FAEP. O gerente do PARLEITE, José

conheceram as instalações da Sede e do Laboratório de

Augusto Horst, conduziu a visita às dependências de sede, bem

Análise de Leite.

como ao Laboratório de Análise de Leite.

Reunião com assessores da Diretoria da Itaipu e Gerência Geral do Biopark Com o objetivo de desenvolver projetos de Pecuária Leiteira para a melhoria da qualidade do leite e gestão de rebanhos leiteiros da região oeste e sudoeste do Paraná, no dia 23 de outubro, na sede da APCBRH, estiveram reunidos dirigentes da Itaipu (Foz do Iguaçu) e BioPark (Toledo), juntamente com a equipe da APCBRH. Estiveram presentes: Nereu Procopiak Filho (assessor diretoria coordenação/ITAIPU), Rubia Porsch (gerente geral BioPark), Newton Pohl Ribas, Jonhey Lucizani (gerente de desenvolvimento territorial/ PTI/Itaipu), Victória Diniz (desenvolvimento territorial PTI/Itaipu) e o superintendente da APCBRH, Altair Antonio Valloto.

Homenagens e Premiações Jantar de premiação “Criadores Destaques da Raça Holandesa do ano de 2017” No dia 06 de julho no Clube Social de Carambeí (PR) foi realizada e entrega de premiações a 123 criadores da Raça Holandesa que obtiveram, em 2017, resultados superiores em produção, qualidade, genética e saúde com seus animais e rebanhos, nos serviços de Registro Genealógico, Classificação para Tipo e Controle Leiteiro. A premiação é um reconhecimento pelo trabalho e dedicação dos criadores para atingir altas performances dos animais, contribuindo para que o setor cresça ano a ano. O encontro é promovido anualmente pela APCBRH, com o objetivo de reunir os criadores e seus familiares, autoridades, parceiros ouro, amigos e autoridades. 14

Reconhecimento aos criadores do Paraná pela dedicação a raça Holandesa


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Troféu Agroleite: Associação de Produtor O Diretor Presidente Hans Jan Groenwold representando a APCBRH, recebeu em 15 de agosto, pela sexta vez o troféu “Agroleite 2018” na categoria Destaque Associação de Produtor. O Troféu Agroleite foi criado em 2002, com o objetivo de homenagear os maiores e melhores destaques dos segmentos ligados a cadeia do leite como forma de reconhecimento e valorização da contribuição de cada um em todas as etapas de produção, desde as atividades desenvolvidas da porteira para dentro, até aquelas voltadas ao consumidor final. O Troféu Agroleite é o mais importante e cobiçado troféu do setor leiteiro.

Reconhecimento aos criadores do Paraná pela dedicação a raça Holandesa

Prêmio Criadores ToPS 100/PR ToPS 100-PR (Vacas Geneticamente Superiores) e fez a entrega de certificados aos criadores que se destacaram no ranking de ISG-Índice de Seleção Genética (Faz. Frankana Agroepcuária Ltda.-Carambeí), PTA Leite (Roberto Meindert Borg-Castro), PTA Gordura (William Ferdinand Van Der Goot-Arapoti), PTA Proteína (Teodoro Kok-Arapoti) e PTA Tipo (Adriano Renato Kiers-Ponta Grossa). A APCBRH, através do Sumário divulga a relação dos 100 animais superiores para as características de tipo, produção e saúde. O Índice de Seleção Genética-ISG torna possível a identificação, ranqueamento e comparação Durante o Seminário Internacional Agroleite no dia 15 de

nos rebanhos, apontando os animais mais equilibrados, refle-

agosto, a APCBRH lançou a 5ª edição do Sumário Genético

tindo assim, em uma vaca mais lucrativa e útil.

Assembleia Legislativa do Paraná homenageia Médicos Veterinários O médico veterinário Altair Antonio Valloto (superintendente da APCBRH) recebeu menção honrosa da Assembleia Legislativa (ALEP) em reconhecimento à relevante contribuição prestada ao setor de Medicina Veterinária do Paraná. A sessão solene foi realizada no dia 16 de setembro em Curitiba. A iniciativa foi do deputado Stephanes Junior para marcar a passagem do Dia do Médico Veterinário, comemorado em 9 de setembro. Vinte e dois profissionais da área receberam menção honrosa durante o evento.

15


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Comemoração de criação da ADAPAR para comemorar os seis anos de criação da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná – ADAPAR, empresa vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Na ocasião, foi realizado um Ato pela Defesa Agropecuária Paranaense, no painel do plenário foram apresentadas imagens dos parceiros e seus depoimentos com relação ao trabalho da ADAPAR. O superintendente Altair Antonio Valloto representou a APCBRH na solenidade. Durante a cerimônia, várias lideranças também foram Jan Ubel van der Vinne (centro) - Frísia-Carambeí

homenageadas com Menção Honrosa pela ADAPAR, dentre estes

No dia 07 de maio, no Plenário da Assembleia, por proposição

o representante da diretoria da Frísia e diretor da APCBRH, Jan

do deputado Pedro Lupion, foi realizada sessão solene especial

Ubel van der Vinne e o diretor conselheiro da Frísia Janus Katsman.

Destaques

Inovação

APCBRH

NOVO APLICATIVO

Inovando, para caminharmos juntos em busca de novas conquistas Solução para coleta e análise de dados: Uma ferramenta para melhorar o desempenho da produção leiteira. GERANDO INFORMAÇÕES PARA A GESTÃO DO SEU REBANHO.

Benefícios e Diferenciais • Usabilidade otimizada para facilitar ao máximo o uso, tornando dispensáveis manuais e treinamentos; • O aplicativo opera offline, podendo sincronizar dados posteriormente em qualquer ponto de internet; • Acesso imediato às informações coletadas; • Diminuição do tempo de resposta em situações que ocasionam a diminuição da produtividade. • Integração com o sistema do cliente: sistema de integração intermediário que transfere as informações do ERP/Legado para o aplicativo; • Geração de uma base de dados segura.

Siga-nos:

Desenvolvido por:

contato@esparta.io | www.esparta.io

Rua Prof. Francisco Dranka, 608 | Bairro Orleans | Curitiba - PR CEP 81200-404 | +55 (41) 2105 1733 | parlpr@apcbrh.com.br www.apcbrh.com.br

Projeto SEBRAETEC e APCBRH Os trabalhos do projeto Sebraetec foram iniciados na segunda

fortes e fracos do rebanho para acasalamento. O projeto atendeu

quinzena do mês de março, pelo médico veteri-ário da APCBRH,

70 propriedades do estado do Paraná, o trabalho foi realizado por

Silvano Valoto, que atendeu produtores da região metropolitana

especialistas em nutrição, qualidade do leite e genética, em apoio

de Curitiba, das cidades de São José dos Pinhais, Piraquara,

ao projeto estão os Laticínios Copasol, Ruhban, Naturalat, Ubá e

Mandirituba e Agudos do Sul. Os técnicos da APCBRH realizaram

Lactomil. O Sebraetec foi criado para que os pequenos negócios

o perfil genético das propriedades para identificar os pontos

possam inovar por meio do acesso à mão de obra especializada.

16


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Vaca destaque em Classificação para Tipo

JDF Margarida 1583 Atwood - Classificada EX 93

Lactação de 17.707 kg em 365 dias 64 mil kg/leite acumulados Criadores: Diego e Vinicius Dijkstra Carambeí/PR *Classificação realizada em 24/01/2018 pelo Superintendente Subst. do SRG e Classificador da APCBRH, Pedro Guimarães Ribas Neto

Participação em Eventos Curso de Formação de Instrutores Workshop de Melhoramento - Melhoramento Genético Genético de Leite e Corte

Promovido pelo SENAR-PR entre os dias 2 e 6 de abril, reuniu profis-

O evento reuniu criadores, estudantes e técnicos no anfi-

sionais e estudantes das áreas de medicina veterinária e zootecnia.

teatro da APCBRH, com a participação de renomados

No curso foram abordados temas importantes, desde a base para um

professores e especialistas da área, Dr. Daniel Perotto -

programa de melhoramento até a seleção genômica e sua aplicação.

pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná-IAPAR;

O curso foi ministrado pelo médico veterinário e superintendente da

professor Dr. Victor Breno Pedrosa (UEPG), coordenador do

APCBRH, Altair Antonio Valloto, e pelo professor de zootecnia Victor

LeMA-Laboratório de estudos em Melhoramento Animal;

Breno Pedrosa, do Departamento de Zootecnia da Universidade

professora Drª. Concepta Margaret McManus Pimentel, da

Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Além da parte teórica, os partici-

Universidade de Brasília (UnB); Dr. Vanerlei Mozaquatro

pantes tiveram a oportunidade de realizar aula prática na Chácara

Roso (Gensys) e professora Drª. Lúcia de Albuquerque

Victória em Palmeira (PR), dos criadores Marvin e Marcos Epp.

Galvão (UNESP-Jaboticabal).

17


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Programa Mais Leite Saudável Através do Programa Mais Leite Saudável, a UNILEITE e FRIMESA proporcionaram para um grupo de produtores uma viagem de estudos aos municípios de Castro e Carambeí, em junho, com o objetivo de conhecer outras realidades em termos tecnológicos, técnicos e de gestão. Foram 41 produtores convidados que tiveram a oportunidade de visitar duas propriedades: Sítio São Sebastião e MelkStad. Família Stockler: o Sítio São Sebastião se destaca também pelo processo de sucessão familiar e pela

MelkStad: Empreendimento inovador em termos tecnológicos e

motivação de todos. A propriedade que tem apenas 11 hectares é

de gestão, possui seis sócios com responsabilidades e funções

um exemplo de dedicação à atividade, que foi iniciada há 30 anos

específicas. Ambos têm os índices de qualidade do leite produzido,

pelo casal José Nelson e Sílvia, e hoje envolve seus três filhos –

comprovados pelas análises oficiais da Associação Paranaense

Mariele, Luis César e Jaqueline – e o genro Alessandro. Grupo

de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (APCBRH).

Atuação da APCBRH em Eventos Técnicos Show Rural Coopavel: Gestão do Controle da Qualidade do Leite

Dia de Campo Bom Jesus

Em 6 de fevereiro, o médico veterinário da APCBRH, Avelino

A Cooperativa Bom Jesus (Lapa/PR) realizou entre os dias

Correa realizou palestra sobre “Gestão do Controle da Qualidade

28 de fevereiro e 02 de março, Dia de Campo para apre-

do Leite-GCQ” no Show Rural Coopavel. Na ocasião, foram apre-

sentar as últimas novidades relacionadas à tecnologia de

sentados os dados do projeto Coopavel de Melhoria da Qualidade

produção agrícola e agropecuária. O supervisor de campo

do Leite. Atualmente, a Coopavel em parceria com a APCBRH

da APCBRH, Avelino Correa e o técnico de campo Maicon

realiza análise individual do leite de vacas de 50 rebanhos. A coleta

Puertas, participaram do evento e levaram informações

de amostras ndividuais de leite de cada animal pode ser reali-

aos produtores sobre Gestão da Qualidade do Leite e Teste

zada por um técnico ou pelo próprio produtor e encaminhadas

de Prenhez, duas ferramentas importantes para gestão do

ao Laboratório de Análise de Leite da APCBRH. Após analisados

controle leiteiro na propriedade.

e processados os dados de pesagem, o produtor terá acesso aos gráficos e relatórios através da WEB + LEITE (www.apcbrh.com. br) ou por e-mail, para realização da gestão de qualidade do leite.

18


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

APCBRH recebe grupo do 4º COAMIG e APCBRH realizam intercâmbio técnico do Cap-Lab palestras para promover a qualidade do leite

Representando indústrias de todo Brasil, no dia 14 de maio, um grupo de aproximadamente 40 técnicos que participavam do

No período de 23 a 25 de maio, a Cooperativa Mista

4° Intercâmbio Técnico Cap-Lab, visitaram a sede da APCBRH.

Agropecuária de Guarapuava – COAMIG e a Associação

Durante a visita, o grupo teve a oportunidade de conhecer as instala-

Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

ções da entidade, bem como as ferramentas que a APCBRH dispo-

- APCBRH, realizaram reuniões que tiveram a presença

nibiliza para as indústrias. O superintendente Altair Antonio Valloto

de 70 produtores das regiões de Pinhão, Prudentópolis e

falou sobre a ligação entre produtores e indústrias, e de como a

Ivaí. A cooperativa integra o POOL leite e realiza sua polí-

Associação proporciona uma proposta de valor visando levar resul-

tica de pagamento por qualidade. O objetivo das reuniões

tados de precisão das análises; Gestão Controle de Qualidade;

foi demonstrar aos produtores a importância econômica

Controle Leiteiro; entre outros que visam à qualidade e, ao mesmo

e os principais fatores que causam impacto na contagem

tempo, atendem as Instruções Normativas para análises indivi-

de células somáticas em rebanhos leiteiros. Os produ-

duais e de para tanques. Os técnicos puderam conhecer também

tores e técnicos podem contar com o serviço de GESTÃO DA

o labo-ratório do Programa de Análises de Rebanhos Leiteiros-

QUALIDADE DO LEITE-GCQ, disponibilizado pela APCBRH.

PARLEITE. O intercâmbio é o quarto realizado, sendo o 1° no Brasil,

Capacitação técnica para a realização do Serviço de Controle Leiteiro

alguns países como Argentina, Uruguai, Bélgica e França, já foram sedes dos encontros. O grupo que visitou a Associação representa de 15 a 20 indústrias brasileiras voltadas para o leite.

APCBRH realiza palestra sobre Qualidade do Leite para produtores da Cooperativa Cativa

A APCBRH promoveu no dia 29/6 para seus associados e colaboradores da região de Castro, curso de capacitação técnica (teórico e prático) para a realização do serviço de Controle Leiteiro. O curso tem por objetivo demonstrar a O supervisor de campo, Avelino Correa e o técnico Maicon Puertas, reali-

importância e as ferramentas disponibilizadas pelo Controle

zaram palestra (17/5) sobre Qualidade do Leite para aproximadamente 80

Leiteiro e também padronizar os trabalhos de campo para

produtores da Cooperativa Cativa na cidade na Lapa/PR. Foram abordados

que todos os técnicos realizem os serviços de acordo com o

assuntos refe-rentes à qualidade, voltados para produtores e indústrias.

regulamento e sistemática da associação. 19


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Reunião técnica do time Leite da Emater da região de Umuarama

Trilha do leite no Agroleite 2018

Cerca de 16 técnicos da Emater participaram da reunião técnica

A Trilha do Leite foi uma das grandes novidades do Agroleite

que contou com a presença do técnico de campo da APCBRH, Maicon Puertas, que falou sobre os serviços de análise de leite individual prestado pela Associação: Controle Leiteiro Oficial, Controle Leiteiro Zootécnico e Gestão de Controle de Qualidade; abordou os benefícios obtidos e a geração de relatórios e gráficos a partir dos dados fornecidos através da análise das amostras individuais, proporcionado para o produtor um bom manejo sanitário, reprodutivo e nutricional do rebanho.

2018 e teve como objetivo esclarecer todas as dúvidas dos visitantes sobre a cadeia produtiva do leite, desde o nascimento da bezerra até a chegada do produto no supermercado. A APCBRH esteve presente nessa importante atividade através da participação do médico veterinário Maicon Puertas, que falou sobre o manejo do animal adulto, a realização da inseminação artificial e as vantagens desta biotecnologia no melhoramento genético e, por fim, os meios de diagnosticar a prenhez. Durante o Agroleite 2018, a trilha do leite recebeu mais de 1600 visitantes, de crianças a adultos, prestigiando esta novidade.

GestãodeQualidadedoLeite,esse éumdostemasqueaCooperativa CativatrouxeparadebateemLondrina Encontro Intermunicipal das mulheres do leite da região de Ivaiporã No dia 06 de julho, o Sindicato Rural de Ivaiporã, sob a coordenação da gerente regional Dra. Vitória Maria M. Holzmann, realizou o Encontro Intermunicipal das mulheres do leite. O evento contou com a presença de aproximadamente 70 produtoras de leite de diversos municípios da região. No encontro as mulheres puderam aprender e se aperfeiçoar sobre o assunto: Gestão da propriedade de leite com ênfase nos indica-

A Cooperativa Cativa organizou uma reunião na cidade de

dores econômicos e zootécnicos, com a zootec-nista da Emater, Rosilene

Londrina, no dia 18 de outubro para debater sobre gestão de

Buss Gonçalves e sobre ferramentas para gerir a saúde e reprodução em

qualidade do leite, análise individual de leite, qualidade do

vacas de leite com o Supervisor de Campo, Avelino Manoel Figueiredo

leite, importância econômica da célula somática e ferramentas

Correa. Para auxiliar as produtoras, a APCBRH demonstrou duas ferra-

da APCBRH de gestão de qualidade. Dentre esses temas, a

mentas importantes: Teste de Prenhez, que auxilia diretamente na gestão

análise individual de vacas como ferramenta de manejo para

reprodutiva e também diminui os dias em aberto, e análise individual do

mastite em propriedades de leite, foi um dos mais comentados

leite, que engloba a Contagem de Células Somáticas (CCS), % de gordura

em pauta. Nosso médico veterinário e supervisor de campo

e % proteína, auxiliando produtores e técnicos na tomada de decisões no

SCL/SRG da APCBRH, Avelino Manoel Figueiredo Correa foi o

manejo de mastite subclínica e nutricional dos rebanhos.

palestrante que esteve presente na reunião.

20


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

1º Encontro Técnico de Produtores de Leite

Treinamento dos controladores da APCBRH

Foi realizado no dia 08 de novembro, na Cidade de Cândido

No dia 05 de novembro, a Associação Paranaense de Criadores de

de Abreu, o “I ENCONTRO TÉCNICO DE PRODUTORES DE

Bovinos da Raça Holandesa promoveu um treinamento de reciclagem

LEITE”, que contou com a participação de mais de 200 produ-

do PARLEITE para os controladores/supervisores de leite. Os profis-

tores da região. O evento foi promovido em conjunto pelo

sionais aproveitaram para rever os procedimentos operacionais e

Instituto EMATER-PR e SUPER-AGRO, contando com a parti-

se atualizarem. Os temas abordado foram: A evolução do Serviço

cipação de autoridades regionais e estaduais. A APCBRH

do Controle Leiteiro desde a sua implementação; Controle Leiteiro

esteve presente realizando uma das palestras técnicas sobre

como ferramenta para maior lucratividade na pecuária leiteira e

Controle Leiteiro como Ferramenta de Gestão e apresen-

Oportunidades de Melhoria nos Processos do Serviço de Controle

tação do aplicativo PARLEITE (José Augusto Horst, Gerente

Leiteiro; Como a tecnologia pode nos ajudar no ramo da pecuária

do PARLEITE e Maicon Puertas, técnico de campo).

leiteira, para que possamos pensar cada vez mais em inovações.

I Simpósio SANPEC em Irati

DiadecampocomalunosdaUNOPAR

No dia 05 de dezembro, o médico veterinário da APCBRH, Avelino

No dia 10 de novembro, Dr. Pedro Guimarães Ribas Neto, classifi-

Correa ministrou uma palestra com o tema: “Transformando CCS

cador da raça Holandesa, participou do Dia de Campo realizado pela

em dinheiro” durante o I Simpósio SANPEC na cidade e Irati, o

UNOPAR, na Fazenda Pinheirinho do criador Tilberto e Elisabeth

evento contou com a presença de 150 participantes. A SANPEC é

Husch, em Castro. Na oportunidade, os alunos de Agronomia rece-

uma empresa de consultoria e atendimento veterinário, parceira da

beram informações sobre Melhoramento Genético na cultura de milho

APCBRH, todos os seus consultores são capacitados para realizar

(Dr. Verissimo), Forragicultura (Dr. Hulbert Jansen) e Melhoramento

o controle leiteiro oficial e de qualidade. O evento ainda contou com

Genético da raça Holandesa (Dr. Pedro). Dr. Pedro abordou a análise

a participação de outros palestrantes que puderam levar informa-

da conformação e a gestão da propriedade leiteira, utilizando os

ções relevantes sobre gestão de propriedades leiteiras e a nova

serviços de Controle Leiteiro e Registro Genealógico da APCBRH;

Legislação para a produção de leite.

serviços estes, que a Fazenda Pinheirinho utiliza a mais de 40 anos.

21


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Alunos de Mestrado da UNOPAR visitam a APCBRH Na sexta-feira dia 23 de novembro, alunos de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Leite e Derivados da UNOPAR-Londrina, acompanhados pelo Prof. Agostinho Ludovico, visitaram as instalações da Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa - APCBRH com o objetivo de conhecer o Laboratório Centralizado de Análise de Leite do PARLEITE, seus equipamentos e estrutura para a análise de leite e os fundamentos técnicos das análises realizadas pelo laboratório.

Participação em Feiras e Exposições Estandes da APCBRH A APCBRH montou o Estande da Raça Holandesa, com a finalidade de recepcionar os associados, produtores, parceiros e

Foto: APCBRH

Foto: Cacá Cruz

amigos, nos eventos: Show Rural Coopavel (Cascavel), Expofrísia (Carambeí), Expoleite (Arapoti) e Agroleite (Castro).

Foto: APCBRH

EXPOFRÍSIA

Foto: APCBRH

Show Rural Cascavel

EXPOLEITE-ARAPOTI

AGROLEITE

Exposições Homologadas Raça Holandesa 2018 EXPOBEL Holandês PB FCO. BELTRÃO

EXPOJOVEM Holandês PB CASTRO

EXPOFRÍSIA Holandês VB e PB CARAMBEÍ

EXPOINGÁ Holandês PB MARINGÁ

09 a 18/03/2018

15 e 16/03/2018

26 a 29/04/2018

03 a 14/05/2018

25 a 28/07/2018

25 a 29/07/2018

14 a 18/08/2018

09 18/11/2018

N de Animais Julgados

52

105

VB 69 | PB 124

50

VB 91 | PB 125

54

VB 70 | PB 183

50

No Expositores

7

13

VB 11 | PB 19

6

VB 20 | PB 29

8

VB 16 | PB 29

7

EXPOSIÇÕES

o

22

EXPORONDON AGROLEITE 46a EXPOLEITE Holandês VB e PB Holandês PB Holandês PB e VB ARAPOTI MAL. C. RONDON CASTRO

18a EXPOPATO Holandês PB PATO BRANCO


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Comunicação

Relatório Anual 2017

A APCBRH utiliza como veículos de comunicação o

Apresentou os principais acontecimentos e ações desen-

Informativo APCBRH, o Portal APCBRH “Nossa força vem

volvidas pela APCBRH em 2017, com destaque para o

do leite”, as revistas: Relatório Anual, Criadores Destaques

desempenho dos departamentos de Serviço de Registro

da Raça Holandesa, TOP Show do Paraná, Sumário Genético

Genealógico, Classificação para Tipo, Programa de Análise

Vacas ToPS 100/PR e Índice de Seleção Genética-ISG/PR.

de Rebanhos Leiteiros do Paraná (PARLEITE) e atividades administrativas e técnicas.

Redes Sociais Informativo da APCBRH Com tiragem mensal de 2.000 mil exemplares, a revista é dirigida para associados, autoridades, não sócios, indústrias, empresas e para outros estados. O informativo tem o apoio de nossos parceiros Ouro.

Portal APCBRH

Revista Criadores Destaques da Raça Holandesa 2017 A revista é um dos veículos para destacar e divulgar os criadores que obtiveram em 2017 resultados superiores em produção, qualidade, genética e saúde com seus animais e rebanhos (Registro Genealógico, Classificação para Tipo, Controle Leiteiro e PARLEITE).

Sumário Genético das Vacas ToPS 100/PR A APCBRH divulgou na quinta edição, a relação dos

www.apcbrh.com.br

100 animais superiores para as características de Tipo,

Ao longo do ano, foram registrados 448.071 acessos ao Portal

Produção e Saúde (ToPS). A avaliação dessas caracterís-

APCBRH (média/mês: 37.400).

ticas é muito importante, pois auxilia o criador a ter uma

Acesse através do portal a WEB+LEITE, e gerencie as tarefas

referência para comparar o desempenho de seus animais.

diárias de seu rebanho.

Vacas Geneticamente Superiores em Produção de Leite, de Gordura, de Proteína e Conformação (Tipo), bem como as

Facebook

inferiores. Em sua terceira edição o ranking das 100 Vacas

www.facebook.com/apcbrh.holandes

Holandesa do Estado do Paraná, torna possível identificar,

6.847 amigos

ranquear e comparar os rebanhos, apontando os animais

ToPS do Índice De Seleção Genética (ISG) de Vacas da Raça

mais equilibrados, refletindo assim, em uma vaca mais

Twitter twitter.com/apcbrh - 409 seguidores

lucrativa e útil. Parceria: APCBRH e UEPG.

TOP SHOW do Paraná 2018 A Revista TOP Show do Paraná 2018 apresenta um ano com várias grandes exposições, com vitórias e conquistas, de momentos especiais para a Raça Holandesa. Destacamos os animais de sucesso, criados por produtores que junto conosco acreditam na pecuária leiteira paranaense. As premiações são apenas uma parte do todo que envolve a Raça Holandesa. “Um dos segredos do sucesso é se recusar a deixar que adversidades temporárias nos derrotem”. (Mary Kay Ash).

23


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Serviço de Registro Genealógico – SRG genéticas em perfeita sintonia com o Serviço de Controle Leiteiro e Classificação Para Tipo, permitindo que os criadores direcionem seu trabalho de melhoramento genético, identificando as fêmeas mais produtivas e longevas, frente aos desafios que uma propriedade leiteira exige. Através do registro o criador tem a oportunidade de conhecer a genealogia do animal (pais, avós e bisavós), num acompanhamento contínuo de sua criação. Além da genealogia do animal, o criador encontra dados de conformação (tipo), produção de leite e destaques. No Brasil a Raça Holandesa é uma das que O Serviço de Registro Genealógico da APCBRH iniciou seus

mais registram animais. No Paraná este serviço é execu-

trabalhos em 1958, possui atualmente 772.608 animais

tado pela APCBRH, subdelegada da Associação Brasileira

cadastrados no Herd-Book da raça, o qual possibilitou

de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa, para emissão

nesses 60 anos de existência a criação de um Banco de

destes documentos, com reconhecimento nacional. Em 2018,

Dados, que auxilia no desenvolvimento de avaliações

o SRG da APCBRH registrou 22.784 animais.

PARTICIPAÇÃO DAS FILIADAS NA INSCRIÇÃO DE ANIMAIS NO HERD-BOOK Estado

2018

% Filiada

PARANÁ

22784

46,79%

Minas Gerais

9165

18,82%

Rio Grande do Sul

6988

14,35%

São Paulo

5399

11,09%

Santa Catarina

2241

4,60%

Goiás

1426

2,93%

Pernambuco

214

0,44%

Espírito Santo

192

0,39%

Distrito Federal

101

0,21%

Sergipe

76

0,16%

Rio Grande do Norte

54

0,11%

Rio de Janeiro

30

0,06%

Bahia

14

0,03%

Ceará

7

0,01%

Mato Grosso

6

0,01%

Paraíba

1

0,00%

BRASIL

48698

100,00% Fonte: Assoc.Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa-ABCBRH

24


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

25


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Avaliação da Conformação Classificação para Tipo A Classificação para Tipo é uma importante ferramenta de decisão na seleção de vacas e escolha de novos touros que serão introduzidos na propriedade. Esse trabalho mostra o perfil genético das características de conformação, que determinam a permanência ou não das vacas no rebanho. Usando a avaliação das características individuais como um guia na seleção de touros e acasalamento de vacas, os criadores poderão melhorar a produção vitalícia, aumentar o número de lactações proveitosas, reduzir o número de animais destinados à reposição de rebanho e usufruir maior proveito real de sua exploração leiteira. Todo criador

informações sobre produção e conformação. Quanto mais

bem sucedido deseja possuir um rebanho de vacas que

precisas forem, mais eficientes serão as decisões para o

demonstrem produção excepcional ano após ano. Decisões

desenvolvimento de um rebanho que tenha alta capacidade

inteligentes sobre o melhoramento são baseadas em

produtiva e resistência.

CLASSIFICAÇÃO PARA TIPO

2017

2018

VARIAÇÃO%

ANIMAIS CLASSIFICADOS

9.939

10.377

4,41

ATENDIMENTO A PROPRIEDADES

283

269

-4,95

RELACÃO ENTRE LACTAÇÕES ENCERRADAS E CLASSIFICAÇÃO NO 1º PARTO 01/01/2009 A 31/12/2018

26

Média 1ª lactação - Produção

60-64

65-69

70-74

75-79

80-84

85-89

305 LEITE

7804,2

7840,2

8412,7

9197,6

9622,9

10064,6

305 GORDURA

274,6

303,5

288,2

308,6

325,0

342,0

305 PROTEÍNA

247,8

254,8

265,3

284,8

297,2

310,3

Total de animais

9

13

194

6871

24044

4088


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

27


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Total de animais classificados como EXCELENTE (EX) e MUITO BOA (MB) de 1º PARTO por criador em 2018 CRIADOR ABRAHAM DUCK E/OU MANFRED DUCK ADEMIR VOLNEI KLEIN ADOLF HENDRIK VAN ARRAGON

MUNICÍPIO

EX

MB

MUNICÍPIO

EX

MB

PALMEIRA

2

1

JOHAN WILLEM DYKINGA

CARAMBEÍ

0

1

CATANDUVAS

1

2

JOHANNES FRANKE DE JONG

CARAMBEÍ

1

6

ARAPOTI

1

2

JOSE HILTON PRATA RIBEIRO

CASTRO

2

11

CRIADOR

ADRIAAN FREDERIK KOK

ARAPOTI

6

25

JULIO CESAR MARTINS GALACHE

CASTRO

1

1

ADRIAAN JACOB BRONKHORST

ARAPOTI

1

7

KORSTIAAN BRONKHORST

ARAPOTI

4

8

PONTA GROSSA

1

13

LAMBERT PETTER

CASTRO

2

0

AGROPECUARIA SALOMONS LTDA - ME

CASTRO

6

7

LEENDERT JOHAN KOK

ARAPOTI

0

4

ALBERT CRISTIAAN KOK

ARAPOTI

1

0

LEOCIR PEDRO MALTAURO

TOLEDO

1

1

ALBERT JAN KOK

ARAPOTI

1

3

LEONEL ARLINDO DALFOVO

CARAMBEÍ

1

19

PALMEIRA

1

4

LUCAS RABBERS

CASTRO

0

20

ADRIANO RENATO KIERS

ALBERTO EWERT E/OU JULIANE LEDERER EWERT ALESSANDRO H.DEKKERS E/OU MARISA CAUS DEKKERS

CASTRO

10

13

LUIZ GONZAGA FAYZANO NETO

PALMEIRA

5

6

ALFRED JONNI SCHULLER

CASTRO

0

1

LUIZ ROBERTO MADUREIRA E/OU FABIO B.MADUREIRA

CASTRO

2

8

ANDREIA CRISTIANE GEHRMANN MADUREIRA

CASTRO

1

0

MAARTEN ZEGWAARD

CASTRO

0

1

ANNA MARIA NOORDEGRAAF JONGSMA

ARAPOTI

2

3

MANFREDO ROSENFELD

PALMEIRA

4

0

FRANCISCO BELTRÃO

0

1

MARCO NOORDEGRAAF

CASTRO

1

11

CASTRO

4

12

LAPA

5

2

CASTRO

0

7 19

ANTONINHO DOMINGOS GUSATTO ARMANDO P.CARVALHO FL.E/OU MARIA H.ALBUQUERQUE

CASTRO

0

6

MARCOS VINICIUS NAPOLI

ARMANDO RABBERS

CASTRO

2

12

MARIA HUBERTINA GERARDA HENDERIKX LOURENÇO

PONTA GROSSA

0

5

MARIO DE ARAUJO BARBOSA

AUKE DIJKSTRA E/OU BAUKE DIJKSTRA

CASTRO

0

1

MARIUS CORNELIS BRONKHORST

ARAPOTI

0

CHRISTIAN KLIEWER

CARLOS ALBERTO HUBEN

PALMEIRA

0

1

MARK E ERIK BOSCH

ARAPOTI

0

1

CORNELIS WILLEM KUIPERS

CARAMBEÍ

1

0

MARVIN EPP

PALMEIRA

0

23

DIEGO DIJKSTRA E VINICIUS DIJKSTRA

CARAMBEÍ

10

24

MELKSTAD AGROPECUARIA LTDA.

CARAMBEÍ

34

83

DIESKA ALBERTI AARDOOM

TIBAGI

0

5

NICOLAAS ARIAN BRONKHORST

ARAPOTI

1

2

DIRCEU ANTONIO OSMARINI

ARAPOTI

9

32

PABLO BRUNO BORG E ROGERIO EGBERT BORG

CASTRO

0

4

DOUWE ALBERT SIBMA

ARAPOTI

3

10

PEDRO ELGERSMA

ARAPOTI

12

25

FLORESTA

0

1

RAPHAEL CORNELIS HOOGERHEIDE

CARAMBEÍ

8

24

EDUARD JAN PETTER E/OU ALVARO CONRADO PETTER

CASTRO

20

5

REGINE HANA NOORDEGRAAF

EDUARDO HENRIQUE GROENWOLD

CASTRO

1

0

REINDER JACOBI

CARAMBEÍ

0

1

CASTRO

1

EDILSON YASUHIKO KOMAGOME

EGBERT JAN VAN WESTERING ERVINO BENKE FABIO LUIZ GOMES BAVOSO

CASTRO

2

9

CARAMBEÍ

1

2

RIVADARIO TURRIM IMBRONIZIO

CASTRO

1

0

0

ROBERT SALOMONS

CASTRO

11

18

CASTRO

2

4

ROBERTO ARI DE CASTRO GREIDANUS

CARAMBEÍ

4

42

CARAMBEÍ

9

33

ROBERTO MEINDERT BORG

CASTRO

3

13

PIRAI DO SUL

3

8

ROBERTO SLEUTJES

CASTRO

3

6

FREDERIK DE JAGER

CASTRO

0

2

ROELOF GROENWOLD

CASTRO

2

7

FREDERIK KOK

ARAPOTI

14

17

ROELOF PETTER

CASTRO

2

11

GERALDO TADEU PRESTES E JOAO GALVAO PRESTES

CASTRO

0

1

RONALD RABBERS E/OU HENRIETA A. V. P. RABBERS

CASTRO

7

57

GERSON LUIS ZYCH

ARAPOTI

1

0

RONALD S. ELGERSMA E/OU NICOLAAS A. ELGERSMA

ARAPOTI

2

7

GILMAR ANTONIO CARNEIRO DE PAULA

CASTRO

0

4

RONEI VOLPI

PORTO AMAZONAS

3

6

VERA CRUZ DO OESTE

4

6

ROZALINA ROGOSKI

CASTRO

0

1

CASTRO

6

43

RUBENS ARNS NEUMANN

CAMPO LARGO

7

9

CAMPO LARGO

0

5

SAVIO E.G.DE MELLO E/OU MARIANA R.F.DE MELLO

MANGUEIRINHA

0

3

HENDRIK DE BOER E/OU REINALDO DE BOER

CASTRO

12

26

SERGIO AUGUSTO SPINARDI

CARAMBEÍ

6

9

HENRI MARTINUS KOOL E/OU FLAVIA H. B. KOOL

ARAPOTI

0

11

SERGIO M. F. SOUZA E/OU SERGIO R. F. H. SOUZA

ENEAS MARQUES

0

1

HORST WARKENTIN E/OU MICHAEL WARKENTIN

PALMEIRA

3

4

SIEGFRIED JANZEN

PALMEIRA

2

0

CASTRO

1

8

STIEVEN HAIJES ELGERSMA

ARAPOTI

0

3

CARAMBEÍ

1

1

SUZANA MARA DEKKERS E/OU CLAITON RONIR WENING

CASTRO

2

2

JAN NOORDEGRAAF NETO

ARAPOTI

11

13

TEODORO GEORG DEGGER

CARAMBEÍ

0

1

JAN UBEL VAN DER VINNE

CARAMBEÍ

4

15

TEODORO KOK

ARAPOTI

1

2

ARAPOTI

1

1

TILBERTO HENRIQUE HUSCH

CASTRO

2

10

CASTRO

4

8

FAZ. FRANKANNA AGROPECUARIA LTDA. FERNANDO SLEUTJES

GRANJA CAVALLI HANS JAN GROENWOLD HELOISE MEROLLI

HUGO JOSE FITTKAU JACOB LEONARDO VOORSLUYS

JAN WILLEM SALOMONS E HENK SALOMONS JEAN LEANDRO KIERS

CASTRO

1

2

UBEL BORG E/OU ROGERIO EGBERT BORG

JEFERSON NAPOLI

CASTRO

3

4

ULBE STRUIVING

CARAMBEÍ

0

1

IMBITUVA

3

12

WILKO LAURENS VERBURG

ARAPOTI

4

3

NOVA CANTU

0

1

WILLEM JOHANNES VAN ARRAGON

ARAPOTI

1

1

CASTRO

2

5

WIM KOOPMAN

ARAPOTI

1

4

JOAO GUILHERME ROCHA LOURES BRENNER JOAO LUIZ BORGIO JOHAN CHRISTIAAN KIERS

28


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Destaque de touros na Classificação para Tipo em 2018 No Paraná, em 2018 foram classificados 10.377 animais, sendo 6.724 animais classficados em 1ª cria, ou seja, 55,10% classificados com 82 pontos ou mais na pontuação final (PF). Touros com mínimo de 19 filhas classificadas. Nome do Touro

N° animais classificados

% C.T. 82 pts ou mais

N° de rebanhos

Prod. filhas 1° parto 305d/Kg

1

VIEW-HOME MONTEREY-ET

185

66.5

33

9195.3

2

SEAGULL-BAY SILVER-ET

175

62.3

25

9352.5

3

JEANLU FIX

130

66.2

24

9946.1

4

BUTZ-HILL MEGASIRE-ET

126

53.2

23

8686.6

5

VAL-BISSON DOORMAN

107

95.3

26

8929.8

6

GILLETTE SPEAKER

107

57.9

18

11134.1

7

DE-SU FREDDIE GALAXY-ET

105

41.9

18

10786.6

8

DE-SU BKM MCCUTCHEN 1174-ET

94

73.4

27

10169.3

9

COMESTAR LINEMAN

88

76.1

20

9903.2

10

CHARLESDALE SUPERSTITION-ET

87

40.2

14

9938.6

11

REGANCREST ALTAIOTA-ET

83

57.8

18

9682.3

12

MOUNTFIELD SSI DCY MOGUL-ET

76

61.8

20

9984.1

13

STANTONS HIGH OCTANE

75

80.0

15

9396.9

14

CROTEAU LESPERRON UNIX

66

77.3

14

10452.1

15

REGANCREST BRIGHAM-ET

65

60.0

13

9902.4

16

COYNE-FARMS DORCY-ET

63

55.6

18

10163.8

17

MAPLE-DOWNS-I G W ATWOOD-ET

63

76.2

22

9338.2

18

SCHILLVIEW ALTAGENUINE

62

61.3

13

9636.8

19

REGANCREST PARADISE-ET

62

48.4

15

9286.2

20

LONE-OAK-ACRES ALTARABO-ET

60

70.0

12

10978.3

21

ZAHBULLS ALTA1STCLASS-ET

57

57.9

12

10904.1

22

COYNE-FARMS JACEY CRI-ET

55

41.8

22

9553.2

23

MR GBM DAUNTLESS-ET

54

72.2

10

10124.2

24

SILVERRIDGE V WICKHAM

53

64.2

12

9514.9

25

LARCREST CANCUN-ET

53

43.4

12

10124.6

26

COMESTAR SUPERSEDE

53

41.5

3

9857.4

27

RICHMOND-FD EL BOMBERO-ET

52

67.3

17

10543.8

28

PICSTON SHOTTLE-ET

52

57.7

19

9231.9

29

MR CHASSITY GOLD CHIP-ET

51

72.5

11

10667.6

30

HUNTSWOOD RMH ALTAHULK

49

57.1

13

9667.3

29


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros do Paraná O Programa de Análise de Rebanhos Leiteiros do Paraná

indústrias e programas de pagamento do leite por quali-

– PARLEITE é constituído pelos SERVIÇOS DE CONTROLE

dade. A estrutura do PARLEITE também conta com o

LEITEIRO, GESTÃO DE CONTROLE DA QUALIDADE-GCQ,

LABORATÓRIO DE DIAGNÓSTICOS, que realiza análises

Programa de Monitoramento da Qualidade do Leite com

para BVD, IBR, NEOSPORA, TESTE DE PRENHEZ e de

o LABORATÓRIO CENTRALIZADO DE ANÁLISE DE LEITE,

INIBIDORES através das amostras de leite. O PARLEITE,

credenciado pelo Ministério da Agricultura (Portaria n°

durante o ano de 2018, manteve-se com o propósito de

348 de 22/09/2014) e acreditado pelo INMETRO com a

seguir às normas e regulamentos técnicos do Ministério

ISO 17025. O laboratório é integrante da Rede Brasileira

da Agricultura, Pecuária e Abastecimento nos seus dife-

de Monitoramento da Qualidade de Leite-RBQL em aten-

rentes serviços, além de estar em observância às normas

dimento a IN78/2018, atendendo o Serviço de Inspeção

internacionais, visando garantir a qualidade dos resul-

Federal – SIF, além dos Serviços de Inspeção Estadual

tados das amostras que chegaram ao laboratório, objeti-

e Municipal. Também atende programas institucionais,

vando atender indústrias e criadores no menor espaço de

programas de monitoramento da qualidade do leite para

tempo, com acurácia dos resultados.

Comparativo de desempenho - PARLEITE PARLEITE

2016

2017

2018

530.395

548.343

CONTROLE LEITEIRO CONTROLE LEITEIR/ANO

490.955

GESTÃO DE CONTROLE DA QUALIDADE GESTÃO DE ANIMAIS/ANO

267.929

361.945

494.332

AMOSTRAS DE COMPOSIÇÃO E CCS – TANQUE AMOSTRAS ANALISADAS

737.655

779.551

868.825

AMOSTRAS DE CONTAGEM BACTERIANA – TANQUE AMOSTRAS ANALISADAS

731.593

777.439

875.279

752.541

877.344

AMOSTRAS DE UREIA AMOSTRAS ANALISADAS

621.402 AMOSTRAS DE CASEÍNA

AMOSTRAS ANALISADAS

153.295

206.385

195.731

TOTAL DE AMOSTRAS/ANO

2.254.216

2.489.345

2.821.332

TOTAL DE ANÁLISES /ANO

8.966.070

10.089.514

11.482.888

30


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Controle Leiteiro O Serviço de Controle Leiteiro, o qual tem uma regulamentação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento-MAPA, além de fornecer as informações geradas dos rebanhos (produção, qualidade do leite, reprodução e manejo) para produtores e técnicos, também repassa as informações das lactações encerradas para as Associações Nacionais das Raças dos animais controlados. O CONTROLE LEITEIRO DE REBANHOS é considerado a prova zootécnica mais importante para bovinos leiteiros, servindo de base para programas de melhoramento genético, avaliação genética e programas de gestão de propriedades leiteiras, com uma demanda significativa em países com pecuária leiteira desenvolvida. No Brasil,

Qualidade e rentabilidade garantidas na gestão de rebanhos Qualidade do leite

Produção

Sanidade na glândula mamária

Seleção

Reprodução

Indicadores Zootécnicos

Nutrição

por delegação do MAPA cabe às Associações Nacionais a promoção desta prova zootécnica. No Paraná, por subdelegação cabe à Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa a execução do controle leiteiro oficial. O Paraná é o Estado com maior representatividade em rebanhos e animais controlados no Brasil.

Comparativo de desempenho CONTROLE LEITEIRO PARLEITE

2016

2017

2018

40.913

44.200

45.695

423

407

387

MÉDIA KG/LEITE/DIA

26,95

28,61

29,53

% GORDURA

3,62

3,60

3,63

% PROTEÍNA

3,22

3,24

3,26

CÉLULAS SOMÁTICAS (X1000/ML)

381

341

331

490.955

530.395

548.343

ANIMAIS CONTROLADOS/MÊS REBANHOS CONTROLADO/MÊS

CONTROLES MENSAIS/ANO

Em 2018, tivemos um crescimento de 3,38% no número de animais controlados/mês em relação a 2017.

31


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Controle Leiteiro (SCL)

Desempenho das lactações encerradas por raça LACTAÇÕES ENCERRADAS – 2018 Nº lactações

Kg/Leite

Kg/Gord.

Kg/Prot.

2 ORDENHAS – 305 DIAS HOLANDÊS

21.888

8.875

320

287

JERSEY

2.587

6.141

275

221

PARDO SUÍÇO

192

8.130

282

267

GIROLANDO

249

5.109

179

162

405

364

3 ORDENHAS – 305 DIAS HOLANDÊS

11.503

11.237

Comparativo das lactações encerradas e seus destaques

32

RAÇA HOLANDESA

2016

2017

2018

ENCERRADAS

28.579

32.556

33.392

DESTACADAS – LM

19.337

26.881

29.771

DESTACADAS – LE

5.348

8.275

9.300

VITALÍCIAS

10.915

12.896

14.436


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

33


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

34

Relatório Anual 2018


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Criadores Destaques 2018 O Serviço de CONTROLE LEITEIRO da APCBRH tem destacado anualmente os animais da Raça Holandesa com as maiores produções oficiais acumuladas anualmente em leite e sólidos (gordura + proteína) no Estado do Paraná. Os destaques são para a primeira, segunda e terceira maiores produções acumuladas de cada categoria, conforme decisão do Conselho Deliberativo Técnico da APCBRH.

Troféu Vaca Vitalícia

Prêmio anual que destaca a primeira, a segunda e a terceira maior produção vitalícia de leite acumulada do ano.

Troféu Sólidos (gordura + proteína)

Prêmio anual que destaca a primeira, a segunda e a terceira maior produção vitalícia de sólidos acumulada do ano. TROFÉU VACA VITALÍCIA PRIMEIRA MAIOR PRODUÇÃO VITALÍCIA LEITE ALBERTUS FREDERIK WOLTERS (Castro) Animal

LEITE (KG)

GORD. (KG)

PROT. (KG.)

AFW MARCONI SJOUKJE 1014

163.581

5.936

5.186

SEGUNDA MAIOR PRODUÇÃO VITALÍCIA LEITE RONALD RABBERS E/OU HENRIETA A. V. P. RABBERS (Castro) Animal

LEITE (KG)

GORD. (KG)

PROT. (KG.)

RHOELANDT 372 LEDA DOC STORMATIC

159.626

5.067

4.851

TERCEIRA MAIOR PRODUÇÃO VITALÍCIA LEITE ALBERTO EWERT E/OU JULIANE LEDERER EWERT (Palmeira) Animal

LEITE (KG)

GORD. (KG)

PROT. (KG.)

HERMERICA ANDORINHA 033

146.989

4.287

4.642

TROFÉU SÓLIDOS (GORDURA + PROTEÍNA) PRIMEIRA MAIOR PRODUÇÃO VITALÍCIA SÓLIDOS ALBERTUS FREDERIK WOLTERS (Castro) Animal

LEITE (KG)

SÓLIDOS (Gord+Prot)

AFW MARCONI SJOUKJE 1014

163.581

11.122

SEGUNDA MAIOR PRODUÇÃO VITALÍCIA SÓLIDOS RONALD RABBERS E/OU HENRIETA A. V. P. RABBERS (Castro) Animal

LEITE (KG)

SÓLIDOS (Gord+Prot)

RHOELANDT 372 LEDA DOC STORMATIC

159.626

9.919

TERCEIRA MAIOR PRODUÇÃO VITALÍCIA SÓLIDOS CARLOS AUGUSTO DELEZUK (Carambeí) Animal

LEITE (KG)

SÓLIDOS (Gord+Prot)

MELKLAND 356 JAFFA LUKE

146.304

9.590

35


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Melhores médias de Contagem de Células Somáticas (CCS) de rebanhos da Raça Holandesa no Paraná - 2018 CRIADOR

Nº DE ANIMAIS

KG LEITE

CCS (x 1000/ml)

28,95

170

24,75

125

36,54

55

33,06

86

30,39

124

33,75

104

40,81

98

Até 30 animais ARTEMIO PEDRO RODRIGUES BORGES - Barracão

14 De 31 a 60 animais

SILVIO VALMARI MOZZER - São Jorge do Oeste

40 De 61 a 120 animais

JOSÉ NELSON STOCKLER - Castro

100 De 121 a 180 animais

FERNANDA KRIEGER BACELAR PEREIRA - Jaguariaíva

136 De 181 a 240 animais

FREDERIK KOK - Arapoti

203 De 241 a 480 animais

WOUTER E RICHARD VERBURG - Arapoti

276 Acima de 480 animais

CARLOS AUGUSTO DELEZUK - Carambeí

511

*Os destaques CCS seguem normas do Conselho Deliberativo Técnico da APCBRH.

Nº de vacas vitalícias por criador com mais de 100.000 kg/leite 2018 Proprietário

Município

Nº animais com + 100 mil kg/leite

ALBERTUS FREDERIK WOLTERS

Castro

27

HANS JAN GROENWOLD

Castro

17

TEUNIS JAN E JOHN HERMAN GROENWOLD

Castro

8

LUCAS RABBERS

Castro

7

CARLOS AUGUSTO DELEZUK

Carambeí

3

MARVIN EPP

Palmeira

3

RAPHAEL CORNELIS HOOGERHEIDE

Carambeí

3

RONALD RABBERS E/OU HENRIETA A. V. P. RABBERS

Castro

3

UBEL BORG E/OU ROGERIO EGBERT BORG

Castro

2

Criadores com uma Vaca Vitalícia com mais de 100 mil kg/leite Proprietário

Município

ADRIAAN FREDERIK KOK

Arapoti

ADRIANO RENATO KIERS

Proprietário JACOB ZIJLSTRA

Município Carambeí

Ponta Grossa

JAN GERRIT BERENDSEN

Arapoti

ALBERTO EWERT E/OU JULIANE LEDERER EWERT

Palmeira

JAN NOORDEGRAAF NETO

Arapoti

CRISTIANO LOS

Carambeí

JOHAN WILLEM DYKINGA

Carambeí

DIEGO DIJKSTRA E VINICIUS DIJKSTRA

Carambeí

KORSTIAAN BRONKHORST

Arapoti

Arapoti

LAMBERT PETTER

Castro

Castro

MELKSTAD AGROPECUÁRIA LTDA.

DIRCEU ANTONIO OSMARINI DOUWE JANTINUS GROENWOLD FAZ. FRANKANNA AGROPECUARIA LTDA. GERALDO TADEU PRESTES E JOAO GALVAO PRESTES HARRY KASDORF

Carambeí Castro

Castro

ROELOF GROENWOLD

Castro

TJERK HOEKSTRA

Castro

Castro

WILKO LAURENS VERBURG

Arapoti

HENK BOELE KASSIES

Castro

WILLEM JOHANNES VAN ARRAGON

Arapoti

HENRI MARTINUS KOOL E/OUFLAVIA H. B. KOOL

Arapoti

WILLIAM FERDINAND VAN DER GOOT

Arapoti

HENDRIK DE BOER E/OU REINALDO DE BOER

36

Palmeira

Carambeí

ROBERTO MEINDERT BORG


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Gestão de Controle de Qualidade - GCQ O serviço Gestão de Controle de Qualidade é outro produto do PARLEITE que tem como finalidade o controle da qualidade do leite individual dos animais, gerando informações para gestão da qualidade e sanidade da glândula mamária, em atendimento a demanda de produtores que buscam gerenciar e melhorar a qualidade do leite e da Contagem de Células Somáticas-CCS.

37


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Operações de Campo 32 Treinamentos e supervisões – Controle Leiteiro 129 Palestras e Reuniões de Fomento O setor de Operações de Campo tem desenvolvido um trabalho impor-

de fomentar e orientar a utilização dos relatórios do controle leiteiro

tante para a realização do Controle Leiteiro Oficial, sempre visando

oficial, controle zootécnico, gestão controle de qualidade e utilização

assegurar a acurácia das informações coletadas, bem como a quali-

da Web+Leite, foram realizadas reuniões e palestras para produtores e

dade das amostras de leite que serão analisadas para identificação

técnicos, nas diferentes regiões do Estado. Além destas ações, foram

individual da composição do leite e CCS. Além do controle leiteiro oficial,

efetuados acompanhamentos de implantação de controle leiteiro em

o PARLEITE tem implantado Controles Zootécnicos e Controle para

novos rebanhos. Durante as supervisões, também é realizada a aferição

Gestão de Qualidade (GCQ). Assim, o trabalho tem como objetivo uma

nos medidores de leite utilizados pelos controladores. Outra atividade

avaliação periódica dos procedimentos de pesagem, coleta de infor-

em conjunto com o setor de campo é o trabalho junto às indústrias que

mações e coleta de amostras, buscando soluções que impactem na

encaminham amostras de leite para análise no laboratório, sendo reali-

melhoria e confiabilidade das informações. Foram realizadas super-

zado durante o ano, treinamentos para coleta e orientações de envio

visões junto aos controladores, com acompanhamento dos procedi-

de amostras para o laboratório, palestras e reuniões com técnicos das

mentos, além de reciclagem periódica de controladores. Com o objetivo

indústrias e produtores, e visitas de atendimento.

Laboratório Centralizado de Análise de Leite O laboratório do PARLEITE, durante o ano de 2018, recebeu 2.821.332 amostras de leite, que representaram 11.482.888 análises de leite, sendo 548.343 amostras referentes a animais inscritos no controle leiteiro (para cada amostra foi analisado: % de gordura, % de proteína, % de lactose, % de sólidos totais e CCS); 868.825 amostras de leite para controle de qualidade e monitoramento de tanques (para cada amostra foi analisado: % de gordura, % de proteína, % de lactose, sólidos totais e CCS); 875.279 amostras para contagem bacteriana total, 877.344 amostras para ureia e 195.731 amostras para caseína, além de 494.332 amostras do programa de Gestão de Controle de Qualidade - GCQ. 38


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

PARLEITE

2016

2017

2018

779.551

868.825

777.439

875.279

AMOSTRAS DE COMPOSIÇÃO E CCS - TANQUE AMOSTRAS DE COMPONENTES e CCS

737.655

AMOSTRAS DE CONTAGEM BACTERIANA - TANQUE AMOSTRAS

731.593

Percentual de amostras analisadas 2018 COMPOSIÇÃO-CCS

23%

CBT

23%

SCL

15%

UREIA

21%

GCQ

13%

Laboratório de Diagnósticos

O laboratório de diagnósticos realiza análises para BVD, IBR, NEOSPORA e TESTE DE PRENHEZ em amostras de leite. Este setor tem procurado atender às demandas dos criadores e das indústrias na busca de novas análises. Além dos diferentes testes de diagnósticos, têm sido realizados testes para identificar a presença de inibidores no leite. 2016

2017

2018

BVD – IBR – NEOSPORA

Análises

3.304

6.729

14.120

DIAGNÓSTICO DE PRENHEZ

14.374

13.095

13.008

TESTES DE INIBIDORES

25.660

26.320

26.569

43.338

46.144

54.349

Total de Análises

39


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

Balanço Patrimonial Em 31 de Dezembro de 2018 2016

2017

2018

Ativo Circulante

12.677.665,76 = 15,82

13.096.297,75 = 16,54

15.035.402,45 = 13,77

Passivo Circulante

801.458,65

791.810,28

1,091,869.08

A empresa tem R$ 15,82 para cada R$

A empresa tem R$ 16,54 para cada R$

A empresa tem R$ 13,77 para cada

1,00 de dívida em curto prazo

1,00 de dívida em curto prazo

R$1,00 de dívida em curto prazo

Ativo Circulante – Estoques

12.676.078,20 = 15,82

13.095.642,42 = 16,54

15.033.997.97 = 13,77

Passivo Circulante

801.458,65

791.810,28

1,091,869.08

A empresa tem R$ 15,82 para cada R$

A empresa tem R$ 16,54 para cada R$

A empresa tem R$ 13,77 para cada

1,00 de dívida em curto prazo

1,00 de dívida em curto prazo

R$1,00 de dívida em curto prazo.

Ativo Circulante + R.L. P

12.677.665,76 = 15,82

13.096.297,75 = 16,54

15.035.402,45 = 13,77

Exigível Total

801.458,65

791.810,28

1,091,869.08

A empresa tem R$ 15,82 para cada R$

A empresa tem R$ 16,54 para cada R$

A empresa tem R$ 13,77 para cada

1,00 de dívida total

1,00 de dívida total

R$1,00 de dívida total.

Terceiros

801.458,65 = 3,39%

791.810,28 = 3,12%

1.091.869,08 = 3,95%

Exigível Total

23.625.649,10

25.386.196,95

27,638,538.65

Ativo Total

Capital de terceiros representa 3,39%

Capital de terceiros representa 3,12%

Capital de terceiros representa 3,95%

do investimento total

do investimento total

do investimento total.

Terceiros

801.458,65 = 3,91%

791.810,28 = 3,47%

1.091.869,08 = 4,11%

Exigível Total

20.501.628,26

22.824.190,45

26,546,669.57

Patrimônio Social

O capital de terceiros é garantido por

O capital de terceiros é garantido por

O capital de terceiros é garantido por

3,91% do Capital Próprio

3,47% do Capital Próprio

4,11% do Capital Próprio.

Investimento Total

10.947.983,34 = 46,34%

12.289.899,20 = 48,41%

12.603.136,20 = 45,60%

Ativo Não Circulante

23.625.649,10

25.386.196,95

27,638,538.65

Ativo Total

O Ativo Não Circulante representa

O Ativo Não Circulante representa

O Ativo Não Circulante representa

46,34% do Capital em giro

48,41% do Capital em giro

45,60% do Capital em giro.

Próprio

10.947.983,34 = 53,4%

12.289.899,20 = 53,85%

12.603.136,20 = 47,48 %

Ativo Não Circulante

20.501.628,26

22.824.190,45

26,546,669.57

Patrimônio Social

O Ativo Não Circulante representa

O Ativo Não Circulante representa

O Ativo Não Circulante representa

53,4% do Capital Próprio

53,85% do Capital Próprio

47,48% do Capital Próprio.

Investimento Total

2.322.562,19 = 9,83%

1.770.196,22 = 6,97%

1.952.282,90 = 7,06%

Superávit/Déficit Líquido

23.625.649,10

25.386.196,95

27,638,538.65

Ativo Total

O Superávit é de 9,83% sobre o Capital

O Superávit é de 6,97% sobre o Capital

O Superávit é de 7,06% sobre o Capital

Próprio

Próprio

Próprio.

Próprio

2.322.562,19 = 11,33%

1.770.196,22 = 7,76%

1.952.282,90 = 7,35%

Superávit /Déficit Líquido

20.501.628,26

22.824.190,45

26,546,669.57

Patrimônio Social

O Superávit é de 11,33% sobre o

O Superávit é de 7,76% sobre o Capital

O Superávit é de 7,35% sobre o Capital

Capital Próprio

Próprio

Próprio.

(+) Ativo Circulante

12.677.665,76

13.096.297,75

15,035,402.45

(+) Realizável em Longo Prazo

0,00

0,00

0.00

(-) Passivo Circulante

801.458,65

791.810,28

1,091,869.08

(-) Exigível em Longo Prazo

0,00

0,00

0.00

(=) Capital de Giro Próprio

11.876.207,11

12.304.487,47

13,943,533.37

01 - Liquidez Corrente

02 - Liquidez Seca

03 – Liquidez Geral

04 – Participação de

05 – Garantia de Capital de

06 – Imobilização do

07 – Imobilização do Capital

08 – Rentabilidade do

09 – Rentabilidade do Capital

10 – Capital de Giro Próprio

40


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Principais números da APCBRH A seguir, demonstramos alguns gráficos que resumem a evolução da APCBRH, devidamente aprovados pelo Conselho Fiscal após parecer favorável da contabilidade, referente ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2018.

41


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

42

Relatório Anual 2018


Relatório Anual 2018

Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

43


Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa

Relatório Anual 2018

PARECER DO CONSELHO FISCAL Os abaixo assinados, na qualidade de Membros do Conselho Fiscal da Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa, declaram em conformidade com as atribuições estatutárias terem examinado detidamente o “ Balanço Patrimonial”, encerrado em 31 de dezembro de 2018, bem assim a respectiva “DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO DO EXERCÍCIO” e demais documentos, tendo encontrado tudo em perfeita ordem e escriturado conforme determinam as normas comumente aceitas nos processos de contabilidade.

Curitiba, 31 de Dezembro de 2018. Bauke Dijkstra Raphael Cornelis Hoogerheide Ronei Volpi

44

$ $ $ $ $$ $ $$ $$$ $


NOVO APLICATIVO

Solução para coleta e análise de dados: Uma ferramenta para melhorar o desempenho da produção leiteira. GERANDO INFORMAÇÕES PARA A GESTÃO DO SEU REBANHO.

Benefícios e Diferenciais • Usabilidade otimizada para facilitar ao máximo o uso, tornando dispensáveis manuais e treinamentos; • O aplicativo opera offline, podendo sincronizar dados posteriormente em qualquer ponto de internet; • Acesso imediato às informações coletadas; • Diminuição do tempo de resposta em situações que ocasionam a diminuição da produtividade. • Integração com o sistema do cliente: sistema de integração intermediário que transfere as informações do ERP/Legado para o aplicativo; • Geração de uma base de dados segura.

Siga-nos:

Desenvolvido por:

contato@esparta.io | www.esparta.io

Rua Prof. Francisco Dranka, 608 | Bairro Orleans | Curitiba - PR CEP 81200-404 | +55 (41) 2105 1733 | parlpr@apcbrh.com.br www.apcbrh.com.br


Parceria que dรก leite!