Issuu on Google+


Editorial

Prezado

leitor,

Março é um mês ainda mais especial para nossa equipe. Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher – 8 de março -, preparamos mais uma vez a edição com “Mulheres de Ala Vip”. Depois do grande sucesso do ano passado, quando na mesma fase destacamos dezenas de mulheres de nossa região, por serem ícones de elegância e estilo, além das que são exemplos nas áreas empresarial e médica, com a inesquecível e elogiada capa com Alexandra Boos, inovamos ainda mais: com um número ainda maior de personalidades femininas nesta edição. São mulheres que representam muito não só para nós, mas para toda a sociedade regional. Espero que goste! Veja também a cobertura da festa de formatura de Bárbara Jalles Guimarães, em uma brilhante noite no salão do Jockei Clube de São Paulo. Outro acontecimento muito especial foi a comemoração de 15 anos de Jakeline Flávia Sertório Santos, em São José do Rio Preto. Em Fernandópolis, Cássio Sano inaugurou, com a presença de muitos convidados interessantes, sua clínica de radiologia. Em nossa página de culinária, Vera Ferraz sugere uma receita leve e saborosa, perfeita para os dias de intenso calor desta época do ano. Não deixe de ler os artigos de Eliane Jacob Fernandes de Almeida e Ivone Menezes Pereira, como também a entrevista com Eda Leci Honorato, entre outras imperdíveis matérias. Espero que goste deste mais novo trabalho que chega até suas mãos. Enquanto você está lendo, já estamos trabalhando a todo vapor com as novidades para o próximo mês.

Um grande abraço e até lá! Milton Flávio e equipe AlaVip Magazine▏


Ana Carolina Macedo Grande é quem ilustra a capa desta edição tão especial. Foi escolhida por representar uma nova geração de mulheres que, assim como todas nossas homenageadas, nasceu para brilhar

Bárbara Jalles Guimarães viveu

momentos

marcan-

tes na noite de sua formatura em Arquitetura, no Jockey Clube, em São Paulo

ALA VIP Jakeline Flávia Sertório Santos, de São José do Rio Preto, comemorou seus 15 anos com uma grande festa, com a presença de familiares e muitos amigos A delegada Eda Leci Honorato, da Delegacia de Defesa da Mulher de Fernandópolis, é nossa entrevistada especial

Expediente

AlaVip

Magazine:

CNPJ

05.254.599/0001-03

DIRETOR Financeiro: Fábio Pereira ▏foto capa: Milton Flávio de Oliveira DEP. de jornalismo: Giovanna Simioli (MTB 486723-MS) Textos: Milton Flávio e Giovana Simioli

▏ Fotos:

▏ Direção

Geral:

Milton

Flávio

de

Oliveira

▏Diagramação: Aline Souza ▏tratamento de imagem: Alan Altero

Milton Flávio de Oliveira

▏ DEP. comercial:

Kelly Bonfanti e Altair Puff

▏Articulistas/colaboradores: Ivone Menezes Pereira, Eliane Jacob, Cida Caran, Denise Cursino e Eloísa Mattos

Tiragem: 8.000 exemplares ▏fone: (17) 3226-2396 - (17) 3216-1529 - Rua Dr. Raul Silva, 2970 - Nova Redentora - São José do Rio Preto-SP

▏ e-mail: alavipmagazine@terra.com.br

Ala Vip Magazine é uma publicação com enfoque e circulação regional nas cidades de São José do Rio Preto/SP, Votuporanga/SP, Fernandópolis/SP, Jales/SP, Santa Fé do Sul/SP, Estrela d`Oeste/SP, Cosmorama/SP, Guarani d´Oeste/SP, Ouroeste/SP, Indiaporã/SP, Mira Estrela/SP, Macedônia/SP, Urânia/SP, Aparecida do Taboado/MS, Paranaíba/MS, Cassilândia/MS, Chapadão do Sul/MS, Iturama/MG, além de exemplares gratuitos para instituições filantrópicas, governamentais, educativas, dentre outras, de todas as cidades da circunferência regional, entre os três estados: São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. OS ANÚNCIOS e informes publicitários são espaços adquiridos pelos anunciantes e seu conteúdo é de inteira responsabilidade de cada um deles, cabendo à Ala Vip Magazine apenas reproduzi-los nos espaços comercializados.


artigo F

o

t

o

:

m

i

l

t

o

n

f l

á

v

i

o

ivone menezes pereira E specia l

para

Ala

V ip

MULHER ESPECIAL A mulher hoje trabalha, estuda, busca a sua autonomia, agarra as oportunidades e ainda tem tempo para si mesma. Sozinha ou acompanhada, está sempre de bem com a vida, porque compreende melhor que o seu papel na sociedade não é mais aquele dos padrões de outrora.

É participativa, toma decisões, gerencia, constrói

vagância.Usa a roupa certa para cada momento.

o seu próprio futuro, desvinculando-se de qualquer

■ Sabe que o tempo traz sabedoria e experiência e que é pre-

dependência.

ciso saber tirar proveito disso.

■ Está sempre bem informada, procurando se adaptar às

■ Clássica ou moderna, seu estilo não importa; mas não co-

mudanças que o mercado de trabalho exige.

mete excessos que interfiram na sintonia da moda.

■ Tem disciplina, organiza seus armários e redecora a casa

■ Não exagera nos acessórios, usando-os com inteligência,

de vez em quando, pois detesta monotonia.

valorizando o visual.

■ Cultiva a paciência e a tolerância em casa ou no traba-

■ Romântica ou ousada, suas atitudes revelam seu caráter;

lho porque sabe que argumentos sensatos são mais fortes.

mas que o romantismo não beire o ridículo e a ousadia não

■ É discreta, educada, sensível. Não se descabela na hora

represente vulgaridade.

da raiva e não diz palavrões.

■ Concilia todas as suas funções: de mãe, companheira, dona

■ Sua vaidade é na medida certa, com naturalidade e

de casa, sem deixar de lado a feminilidade e o charme.

consciência; sabe que a beleza está em todas as idades.

■ Sabe que o seu poder de atração está na sua autenticidade e

■ Destaca-se pela discrição e bom gosto, nunca pela extra-

simpatia, as armas mais sedutoras de uma mulher. ▏


crônica

F

o

t

o

:

d

i

v

u

l g

a

ç

ã

o

▏Eliana Jacob Fernandes de almeida Eliana Jacob Fernandes de Almeida tem graduação e mestrado pela Unesp-São José do Rio Preto, leciona na Fundação Educacional de Fernandópolis (FEF) e é professora efetiva na EE ”Saturnino Leon Arroyo”

O p raz e r d e s e r

mu l h e r De novo março; de novo nós, aqui, tentando falar sobre mulheres.

vros de poesias. Qual mulher não assiste à no-

Será que ainda existe alguma novidade nessa briga entre os sexos? Por que será que gastamos

vela? Somos capazes de idealizar o desfecho

tanto tempo e neurônio na disputa para ver quem é melhor, mais capaz e inteligente? Não

de uma trama da novela várias vezes durante

seria muito mais saudável se comemorássemos de vez as diferenças entre homens e mulheres?

o dia, imaginando os diálogos, os argumen-

Viver na pluralidade é muito mais excitante. Se fôssemos todos iguais, a monotonia seria enor-

tos, as surpresas...

me e a vida, então, uma aventura bem mais ou menos.

Os homens não têm idéia do que sentimos

Dentro de vários aspectos, somos, sim, todos iguais. Quem é que não sonha em ser feliz, ter

quando saímos de um salão de beleza, com

amigos, se realizar profissionalmente, viver em harmonia com os familiares, ter saúde e dinhei-

as unhas e cabelos tratados. São pequenos

ro em abundância, poder festar, viajar, se divertir? Na essência, somos todos iguais: nas dores,

prazeres, mas saboreamos muito. Um simples

nos desejos, nos sonhos, nas perdas, nas alegrias...

brinco novo é capaz de nos fazer sentir uma

Entretanto, há uma característica que percebo em nós, mulheres, que contribui para que nossa

Deusa, principalmente, se for igual ao da per-

existência seja mais rica de significado: tentamos descobrir e aprimorar mais nossos talentos e

sonagem da novela das oito. Aí então...

nossas habilidades. É claro que não podemos generalizar, mas nós, mulheres, buscamos mais

Talvez isso se deva ao que os terapeutas cha-

fontes de prazer.

mam de instinto de vida – e nem deveria ser

Vejamos: uma mulher sempre sabe fazer algum tipo de artesanato: tricô, crochê, costura, bi-

de outra forma, baseado na maior diferença

juteria, pintura em tecido ou tela, bordado etc. Por pior que se saia na cozinha, uma mulher

existente entre homens e mulheres: nós ge-

sabe cozinhar. As teorias científicas dizem que as mulheres se comunicam mais, falam mais,

ramos vida e, por isso, parece que vibramos

por isso, parece-me que as mulheres em maior número buscam estudar outras línguas. Já há

mais com cada uma de suas facetas.

estatística mostrando que as mulheres se concentram mais nos estudos e mais mulheres con-

O filme Dança comigo (com Jeniffer Lo-

cluem os cursos universitários. As mulheres cuidam mais de sua saúde do que os homens.

pes e Richard Gere) conta a história de um

Dessa forma, empenham-se mais nos exercícios físicos, na disciplina alimentar e nas consultas

executivo, que, num momento de tédio

regulares a especialistas da área médica. Se estamos passando por uma crise, não temos vergo-

existencial, se matricula numa academia de

nha de pedir socorro, não nos sentimos fracassadas ao procurar um terapeuta, uma religião, um

dança de salão. Quem assiste aposta no novo

amigo para confidenciar. E, apesar das piadas, no trânsito a mulher é mais cuidadosa, por isso

romance entre a professora e ele - pois seu ca-

paga menos pelo seguro de seu veículo.

samento também estava morno - mas não é

Conheço muitos homens que odeiam ir a shoppings, ficar olhando vitrines, fazendo compras

o que acontece. Ele encontra tanto prazer no

– experimentando roupas e calçados. Meu Deus, isso para a maioria das mulheres é tudo!

aprendizado da dança, que acaba descobrin-

Quando provamos uma roupa, na verdade, estamos testando nosso manequim (se continua o

do que não era o casamento que ia mal, e sim

mesmo, já é uma vitória!). E passear no shopping para nós, mesmo que não compremos nada,

a sua vida. Uma lição belíssima!

já significa um bom remédio contra estresse, depressão ou tédio; nessa hora nos atualizamos.

Portanto, que venham as diferenças e, em vez

Além disso, nos entregamos mais à ficção (sonhamos mais?): lemos mais romances, revistas, li-

de disputa, que saibamos crescer com elas.▏


social ▏ São josé do rio preto -sp F otos :

M i l to n

F l á vio

Momento Emocionante

Bárbara Jalles Guimarães em seu baile de formatura O salão de festas do Jockey Clube de São Paulo foi cenário perfeito para uma noite que reuniu brilho, luxo e emoção. A rio-pretense Bárbara Jalles Guimarães formou-se em Arquitetura pela FAAP, e no local foi realizada sua festa de formatura. Com tantas virtudes que lhe são peculiares, como a simpatia, a beleza e sua postura sempre fina, sem dúvida, a elegância sobressaiu. Bárbara estava elegantíssima. Emocionada pela importante ocasião e também pela presença de seus familiares e amigos, a formanda não escondia sua felicidade. Em meio a brindes, musicalidade e decoração impecáveis, admirável gastronomia de Charlô Whately e muita gente bonita, Bárbara comemorou seu sucesso durante o tempo em que atuou como estagiária com o arquiteto Marcelo Rosenbaum – atualmente contratada por ele -, como também sua certeira carreira de sucesso. Extremamente bem relacionada na capital paulista com as pessoas que ditam conceitos, moda e comportamento, a arquiteta, que é filha de Ana Cristina Jalles Guimarães e Heitor Guimarães, também tem como plano passar uma 1

temporada a trabalho no exterior. ▏

2

3

1- Elegantíssima na noite comemorativa, Bárbara Jalles Guimarães ▏2- Heitor, Ana Cristina, Matheus e Bárbara Jalles Guimarães, ao lado de Heitor Guimarães ▏3- A formanda com as avós Nízia Guimarães e Minerva Jalles


5

6

4

8

7

9

10

4- Matheus e Heitor Jalles Guimarães, na emocionante festa ▏5- Bárbara ao lado de Minerva Jalles e de Olinda Izar ▏6- As amigas Mariana Vilela e Bárbara Jalles Guimarães ▏7- A simpatia de Bárbara na ocasião que reuniu emoção e brilho ▏8- Rafael Maia, Guilherme e Heitor Jalles Guimarães noite

▏10- A bela Bárbara dança valsa com o pai, Heitor Guimarães

▏9- Rafael Maia, namorado de Bárbara, ao lado da formanda na nobre


Sabor e saúde ▏ Giovanna F otos :

simioli

d ivu l ga ç ã o

Um homem é o que ele lê, come e bebe na vida. Logo, deve escolher a melhor leitura, a melhor comida

Aroma

e a melhor bebida, o café... JohannWolfgangvonGoethe(1749-1832)

e prazer Não há quem resista ao aroma de uma xíca-

ta também no auxílio para o emagrecimento, explica a nutricionista da Corpore Academia,

ra de café expresso, com leite, chantily ou

Giseli Lima. “Pelo estímulo causado pela ingestão da bebida, a pessoa fica mais agitada e

até mesmo batido com sorvete. Considera-

com maior disposição para se movimentar e acaba emagrecendo”, completou.

da pela comunidade médico-científica uma

Além da propriedade estimulante, a cafeína é encontrada em produtos para o combate à

planta funcional, o café atua na prevenção

celulite, gordura localizada e no tratamento das rugas. Segundo a dermatologista Rosani

de doenças e nutrição do organismo. Es-

Bouhid Betiol, estudos recentes demonstram sua capacidade de atuar sobre os folículos

tudos apontam que o consumo moderado

pilosos, transformando-a num produto promissor para as alterações do couro cabeludo.

de café pode fazer bem ao cérebro, pois a

O hábito de “tomar café” está associado ao convívio, à troca de idéias, críticas, e partilha

cafeína estimula o sistema normal de vigília

de convivências e opiniões em locais públicos ou até mesmo em residências, entre amigos

com a elevação da atividade dos neurônios,

e familiares. Segundo uma pesquisa do jornal Diário de Notícias, o consumo de café fora

aumentando a atenção, a concentração e a

de casa (em cafés, restaurantes, centros comerciais etc.) representa aproximadamente 80%

memória. Ou seja, o café melhora a ativida-

do consumo total da bebida.

de intelectual.

Segundo a nutricionista, a ingestão do café, associada ao consumo de alimentos ou outras

Um dos maiores mitos que dizem sobre o

bebidas que contenham cálcio, como o leite, não é recomendada. “O café atrapalha a

café é sobre sua composição química. Al-

absorção do cálcio pelo organismo, por isso deve ser consumido separadamente”, orienta

gumas pessoas costumam dizer que café é

a especialista.

pura cafeína. Grande engano. Segundo a

Hoje, existem várias formas de apreciar o café, que vai do tradicional, preparado em coador

ABIC (Associação Brasileira da Indústria

de pano, até o expresso, preparado por máquinas. Existem, porém, algumas regras para se

de Café), a bebida possui apenas 1 a 2,5 %

extrair o melhor sabor da bebida. Segundo a ABIC, o consumidor deve verificar a data de

de cafeína e diversas outras substâncias em

fabricação do café, pois, quando ele é recém-torrado, possui mais sabor; preparar somente

maior quantidade. A cafeína é o elemento

a quantidade de bebida que vai ser consumida imediatamente ou, no máximo, durante a

do café mais estudado até o momento e o

hora seguinte; utilizar a medida correta (aproximadamente 5 a 6 colheres de sopa de pó

principal responsável pelas propriedades es-

para 1 litro de água); deve-se utilizar água apenas aquecida - não pode ferver, pois a perda

timulantes que deram a popularidade à be-

de oxigênio altera a acidez do café; beber o café em xícaras de porcelana, pois o sabor fica

bida. Essa aceleração do metabolismo resul-

destacado e a temperatura constante. ▏


cu l i n á r i a F otos :

mi l to n

f l á vio

Salada ao molho de maracujá

Vera Ferraz, de São José do Rio Preto, é uma mulher extremamente prática, mas não dispensa um bom sabor quando vai à cozinha. Acostumada a servir pratos finos a seus convidados, no dia a dia, a empresária também adora saladas. Uma de suas prediletas e bastante elogiadas por suas visitas na hora do almoço é a Salada ao Molho de Maracujá. “O sabor agridoce do tempero cai bem em qualquer salada. É fácil de preparar e divino ao degustar”, comenta Vera.

Ingredientes Molho:

Modo de preparar:

01 maracujá;

Prepare a salada com os seguintes ingredi-

02 colheres (sopa) de mel;

entes: algumas folhas de alface e rúcula,

03 colheres (sopa) de suco de maracujá;

pedaços de tomate, picados de cenoura,

01 pitada de sal;

manga e uva. Decore a salada com as co-

Azeite balsâmico a gosto

res desses alimentos. Para o molho – que é o principal segredo de todo o sabor -,

Ingredientes salada:

coloque em um recipiente a poupa de maracujá, as colheres de mel, as colheres de

A gosto: alface, rúcula, tomate, cenoura,

sopa de suco de maracujá, a pitada de sal e

manga e uva.

o azeite balsâmico. Mexa bem e tempere a salada a gosto.

A empresária Vera Ferraz


social ▏ são josé do rio preto -sp F otos :

mi l to n

f l á vio

e

k astre k a

15anosde

Jakeline Sertório Santos

A noite do dia 13 de fevereiro será inesquecível para a jovem Jakeline Flávia Sertório Santos. Nessa data, ela comemorou os sonhados 15 anos. Os pais Sérgio Luiz da Costa Santos e Irineusa de Fátima Sertório Santos prepararam a grande festa com todo amor. “Sempre compartilhamos este sonho com ela e a festa perfeita foi a concretização”, contou a mãe. O belíssimo evento reuniu a ala jovem rio-pretense e os familiares da aniversariante no Buffet Félix Petrólli. ▏


1

2

3

4

5

6 1- A aniversariante Jakeline com os pais Irineusa e Sérgio Santos ▏2- Jakeline Sertório Santos na noite dos seus 15 anos

▏3-

7 Os amigos da aniversariante se divertiram na grande

noite ▏4- Beatriz Pugliese e Jakeline Sertório ▏5- Neusa Mascaro, Sérgio Santos (pai), Sérgio Santos (irmão), Jakeline, Irineusa, Enelinda Scala, Irani Alvarenga, Diolinda Reis, Cláudia Scala

▏6- Jakeline com a avó materna Olga Medeiros Sertório ▏7- A aniversariante com a prima Mayara Fernanda Sertório


8

9

11

12

10

13

14

15 8- A aniversariante com os pais na hora dos parabéns ▏ 9- Jakeline em sua primeira aparição na festa

▏10-

O carinho de Jakeline com a mãe Irineusa Sertório ▏11- Muita música

e diversão rolou durante a festa ▏12- Os padrinhos Jair Caro Prezo e Jocimara Caro Prezo prestigiam a afilhada ▏13- A animação da turma da dança contagiou a festa ▏14- A família reunida: Irineusa, Sérgio Santos (pai), Jakeline, Sérigio Santos (irmão), a sobrinha Evelyn dos Santos e a cunhada Janaina ▏15- Jakeline esbanjou simpatia durante a festa


16

17

18

19

20 16- A aniversariante dança a valsa com o pai, Sérgio Santos da valsa

▏17- Jakeline se diverte com os acessórios da festa ▏18- O carinho da aniversariante com o pai Sérgio Santos na hora

▏19- Pedro Alvarenga, Jakeline Santos, Regina Alvarenga e Irineusa Sertório ▏20- Jakeline com as amigas Izabela, Jéssika, Geórgia e Eduarda


Agradecimentos especiais às participantes de "Mulheres de Ala Vip" e profissionais envolvidos na elaboração deste projeto - Idevan Macedo, Ângela Santos, Bruna Alessandra, Sílvio Amaral, Sérgio Aranha, Alcione Andrade, Letícia Topasso - e a empresa Natura Cosméticos.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Ada de Assis

e Silva Uma trajetória de sucesso. Assim pode ser definido o histórico profissional da empresária Ada Maria de Assis e Silva. Proprietária da franquia da escola de idiomas CCAA em São José do Rio Preto, Ada é tradutora, palestrante, gestora de negócios e coach internacional, certificada pela Lambent do Brasil. A empresária é casada com Marcus Luciano Rodrigues da Silva e mãe do jovem Murilo de Assis e Silva. Há 29 anos à frente das duas unidades da escola CCAA, Ada afirma que o maior desafio de ser empresária no Brasil é saber lidar com a falta de valorização do setor educacional. “As pessoas consomem outros bens materiais e se esquecem da importância de ter conhecimento. O setor educacional só vai melhorar quando o brasileiro entender a importância da educação”, explica. Atualmente, além das duas unidades do CCAA, Ada administra também a empresa de consultoria Officina do Coach. “Consegui crescer profissionalmente, pois sempre pude colocar minha maneira de pensar, mesmo contrariando algumas pessoas que não acreditavam em meu trabalho, pelo fato de ser mulher. Hoje me sinto realizada profissionalmente e motivada para aprender e buscar mais conhecimento”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Alessandra Antunes Dias Em busca de conquistar seus objetivos, a empresária Alessandra Antunes Dias possui uma rotina atropelada pela quantidade de responsabilidades. Proprietária do empreendimento familiar de 18 lojas, o Atlantis Boulevard, ela trabalha ao lado do esposo, João Dias Neto, pai do pequeno João Pedro, na administração de sua loja âncora, o Atlantis Supermercado. “O que eu ainda estou tentando fazer é administrar meu tempo. Ainda bem que tenho pessoas competentes que me ajudam”, conta. Idealizado para ser diferente, o supermercado surpreendeu e atraiu, além da classe mais exigente, as classes populares. “Nosso objetivo é fazer um supermercado diferenciado, com conforto e qualidade no atendimento aos nossos clientes”, diz. A empresa é administrada pela família de Alessandra. Ela é responsável pelo financeiro, seu esposo cuida da administração e do marketing e seu pai e sua irmã também fazem parte da sociedade. “Convivo com o meu marido 24 horas no dia. Não misturamos assuntos de negócios com nossa vida familiar”, define. Segundo a empresária, toda mulher é uma grande vencedora. “A mulher não tem limites. Ela pode ser filha, esposa, dona de casa, mãe, trabalhar fora e, mesmo assim, dar conta de fazer tudo bem feito. É uma campeã!”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Alessandra Cesário e Alessandra

Manfrin Dedicação, garra e muita vaidade fazem parte de algumas coincidências entre as médicas dermatologistas Alessandra Manfrin e Alessandra Cesário, que trabalham diuturnamente em prol da saúde da pele no consultório em Mirassol. Alessandra Manfrin é solteira, especialista em dermatologia pelo Hospital dos Servidores do Estado, no Rio de Janeiro. Vaidosa, não dispensa seu ritual de cuidados com a pele. “Em seguida passo maquiagem de forma bem básica, sem esquecer o rímel e o blush”, completa. Natural de Maringá – PR, Alessandra Cesário Garcia é casada com Fúlvio Rogério Garcia. Especialista em dermatologia pela Faculdade Estadual de Medicina de São José do Rio Preto-SP, ela dedica uma hora diária a estudos e pesquisas científicas em sua área. “Encontro equilíbrio entre corpo e mente além de manter uma vida saudável”, explica. Com a carga de responsabilidades, as médicas analisam o crescimento da mulher no mercado de trabalho. Segundo Alessandra Manfrin, “Profissionalismo e determinação são algumas, das qualidades encontradas nas mulheres de hoje”. Alessandra Cesário acredita que, hoje, já podemos falar em igualdade entre sexos.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio

Ana Carolina

Macedo

Grande Ana Carolina Macedo Grande é uma mistura de uma menina encantadora com uma mulher fina e repleta de sonhos. Cativante, divertida, leal amiga e apaixonada pela família e pela vida. Tão jovem, com 18 anos, já delineou boa parte do que quer na vida. Estudante de Medicina, tem como meta especializar-se em Dermatologia, incluindo cursos no exterior. A paixão pela área surgiu na infância. “Minha tia, Dra. Edina Macedo, é uma profissional exemplar. A rotina dela na área de pediatria sempre me infundia a ser médica”, explica. “Talvez pelo fato de capacitar-se em tempo constante para atender bem ao próximo. Exemplo esse, também de meus professores. E tudo isso tem a ver comigo”, argumenta. Tendo como lazeres prediletos ficar com a família e amigos, estudar, ler e dançar, a futura médica comenta que agradece a Deus todos os dias por ser feliz. “Minha mãe é uma mulher maravilhosa. Ela me ensinou a importância de se ter credibilidade, autenticidade e de demonstrar afeto; o que é raro hoje em dia nas pessoas. Meu pai é o maior exemplo de dedicação que já vi. Meus irmãos são fantásticos e muito companheiros. As gêmeas, com seu mundo envolvente e particular, encantamme. Enfim, sou grata à vida e quero retribuí-la com o máximo de lealdade como pessoa e profissional”.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Ana Maria

Pitton Borges Agitada, alto-astral e muito batalhadora, Ana Maria Pitton Borges transformou o sonho de ensinar seus alunos da sua maneira, em realidade. Casada com Edmar Borges Junior, a proprietária da escola de idiomas America English School começou com uma unidade da escola com aulas de inglês e hoje se tornou uma franquiadora de sua marca. Há 20 anos, a escola oferece cursos de inglês, espanhol, italiano, francês e alemão, além de redação em língua portuguesa. “Houve muita necessidade de iniciarmos o ensino de outros idiomas, devido à grande procura pelo método”, explica. Segundo a empresária, que é formada em Letras, Direito e Pedagogia, a metodologia de ensino utilizada pelo America proporciona liberdade ao professor. “O professor prepara a aula de acordo com a necessidade do grupo”, conta. Sempre atualizada, Ana Maria começou a investir cedo em seu próprio negócio. “A mulher moderna merece ter uma ocupação, mas o tempo sempre parece curto para tudo”, completa a empresária.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Anelise

Spina O bom gosto e a simpatia fazem da arquiteta Anelise Spina uma referência na sua área. Como é uma mulher moderna, consegue conciliar seu trabalho com as funções de esposa, ao lado de Adalberto, e de mãe, com Carolina e Gabriel. "Durante a manhã faço visita às obras e à tarde fico no escritório. Não tenho muito tempo livre, o pouco que tenho passo em família", conta. Na arquitetura, ela afirma que seu maior desafio é agradar ao cliente. “Conseguir corresponder à expectativa do cliente é certamente meu maior desafio”, disse. Além de executar os projetos, ainda realiza um trabalho de harmonização e decoração dos ambientes, fruto de seus conhecimentos em Feng Shui. Sua maior realização é ver seus clientes felizes e satisfeitos ao verem tudo o que foi sonhado se transformar em realidade. Apaixonada pelas obras, Anelise conta que é o estágio do projeto de que ela mais gosta. "Gosto de ver o que está no papel sendo realizado, gosto da evolução da obra”, acrescenta. Mística por natureza, tem como hobby o estudo da astrologia; para ela: “Toda mulher pode ser profissional, mãe e esposa, sem nunca deixar a alegria, o amor e a sensibilidade do universo feminino”.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Beth Fernandes A empresária e cabeleireira Beth Fernandes construiu, ao longo de sua vida, uma carreira de sucesso. Como ela mesma diz: a arte de cuidar da saúde e do visual dos cabelos é um dom que nasceu com ela. Desde os 13 anos de idade, Beth se dedica aos cursos e estudo dos mais variados tratamentos, cortes, penteados e maquiagens. Tudo isso para cuidar da vasta clientela de seu salão, Beth Salão de Beleza. O próximo curso já tem local definido, será no mês de março, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde Beth participará dos cursos, palestras e workshops na feira Hair Beauty. Apesar do excesso de trabalho, Beth é muito dedicada ao esposo, Oswaldo Fernandes Júnior, e aos filhos Oswaldo Fernandes Neto e Otávio Fernandes. Para ficar junto dos filhos, que estudam em São Paulo, a mãe viaja pelo menos duas vezes ao mês. “Nossa família tem uma sintonia muito boa e sempre que podemos estamos juntos”, conta. Segundo Beth, a mulher de hoje está mais ligada à família, ao bem-estar e a ela mesma. “Hoje a mulher é mais vaidosa, preocupa-se com os cuidados da saúde do corpo, aparência física e com isso não demonstra mais idade”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Cássia Jardim Aos 27 anos, Cássia Higashi Jardim já é referência na área em que escolheu para exercer profissionalmente. Formada em Odontologia, atua junto com o marido, Ricardo Tanios, também dentista, e uma equipe de diversos membros no Hospital da Boca – Spa Odontológico -, em Jales. Nascida em Santa Fé do Sul, confessa que é realizada não apenas em seu lado profisssional. “Sou uma mulher extremamente feliz e admito não ter problema nenhum em minha vida. Isso me faz agradecer a Deus a cada dia, porque noto que de modo geral as pessoas reclamam bastante sobre os obstáculos de suas vivências. Para mim, enxergar a vida como um presente divino já é jogar fora qualquer dificuldade”, diz. Toda essa experiência e sabedoria, Cássia explica que tem graças à sua formação familiar, mas principalmente pela convivência com o marido. “Ele é um anjo, um homem iluminado por tamanha bondade e generosidade, que emocionam. Seu humor é invejável. Então, acredito que não teria como não ser uma mulher tão feliz estando ao lado dele”. Com um charme todo especial e jeito sereno de ser, Cássia revela que são inúmeros seus projetos para 2009. “Darei sequência aos estudos e aos congressos para acompanhar constantemente o que a área de Odontologia tem de mais avançado”.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Cícera Tagawa Oda Simpática e elegante, a empresária Cícera Maria Mitiko Tagawa Oda comemora o sucesso de sua loja de decoração, o Chalé das Artes. Casada com Edson Oda e mãe das gatíssimas Érica e Iasmin, ela também administra as drogarias Rio Preto I e II. “Eu e meu esposo administramos juntos as drogarias. Cuido da parte administrativa e ele é responsável pelas compras”, explica. Admiradora de artigos para decoração de ambientes, Cícera montou a loja Chalé das Artes. Uma enorme variedade em peças dos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, além de artigos internacionais. “Procuro trazer o que há de novidade em cada estado para minha loja”, diz. Segundo Cícera, o maior desafio que enfrenta diariamente é a administração de seu tempo. “A agenda me ajuda muito. Sempre marco os compromissos de acordo com as prioridades”, conta. Para a empresária, a mulher está surpreendendo os homens em todos os sentidos. “Conseguimos fazer tudo ao mesmo tempo. Administrar a casa, cuidar dos filhos e da vida profissional”, completa.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio

Cidinha

Cury Famosa pela arte de bem receber, a primeira dama da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Cidinha Cury, prepara para este ano uma grande recepção para os dermatologistas de todo o Brasil no congresso médico que será realizado pela primeira vez em São José do Rio Preto, no mês de novembro. Ao lado de seu esposo, João Roberto Antônio, e do filho, Carlos Roberto Antônio, presidente e vice, respectivamente, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Cidinha se prepara para receber aproximadamente 3 mil médicos, que participarão do evento. “A parte científica é responsabilidade do meu esposo e meu filho; eu cuidarei do evento social”, conta. Além da preparação para o congresso, ela administra de perto a clínica Pelle e também é escritora. Cidinha publicou, em 2004, o livro “Como ficar Rico”, que já vendeu 250 mil exemplares. “Espero publicar ainda este ano mais um título, mas o nome ainda é segredo”, disse. Embora seja a favor de a mulher trabalhar fora, aconselha a nunca deixar a família de lado, pois ela acredita que o segredo do sucesso está na união familiar. “Sempre trabalhei em minha vida, sem nunca descuidar da minha família”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Cláudia

Peron Rosa Apaixonada pela medicina estética, Cláudia Dória Peron Rosa, que já era cirurgiã, resolveu especializar-se na área da estética. “Sempre gostei de tratamentos estéticos e, como meu marido é cirurgião plástico, vi a necessidade de associar meu trabalho ao dele”, explica. Mãe de Pedro, de apenas três aninhos e esposa de Marcelo Peron Rosa, Cláudia confessa ser bastante voltada a seu trabalho, mas não abre mão de dedicar um tempo de seu dia para suas paixões. “Sou viciada em trabalho. Fico no consultório o dia inteiro, mas não deixo de conciliar a educação do meu filho”, revela. Na La Clinique, ela realiza procedimentos para rejuvenescimento, tratamentos a laser, cremes, procedimentos minimamente evasivos, preenchimentos, botox, entre outros. “Nosso maior desafio é cuidar do bem-estar das pessoas”, diz. Com a agenda muito cheia, Cláudia sempre programa sua participação em congressos específicos de sua área. “Sempre que participo de congressos, concilio a viagem de estudos com passeios”. Segundo a médica, as mulheres conseguem administrar melhor sua vida profissional e pessoal. “Conseguimos ter uma visão racional e emocional, ou seja, uma visão global de tudo”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Cláudia

Torquato Aos 35 anos e mãe de três filhos, a nutricionista e farmacêutica Cláudia Torquato é sinônimo de sucesso no empresariado. Só na área da estética, Cláudia está há 14 anos e, há dez, abriu juntamente com o marido, Iram Torquato, o primeiro “Studio do Bem-Estar Oligoflora” em São José do Rio Preto. Atualmente, divide o tempo com os filhos, Beatriz, Miguel e Daniel e com a rede de franquias da qual se tornou diretora técnica e científica. Pioneira em trazer a oligotecnologia ao Brasil e aliar qualidade de vida a resultados estéticos, a Oligoflora pretende chegar ao fim do ano com mais de 100 franquias espalhadas pelo país. Em breve, a empresa irá inaugurar um novo Studio do Bem-Estar e Estética Funcional em São José do Rio Preto, próximo à Represa da cidade. Segundo Cláudia, o desafio da nova Oligoflora está em trabalhar com as comunidades da região onde ele estará situado. Lá, as clientes poderão encontrar tratamentos estéticos corporais e faciais personalizados, bem como dermocosméticos à base de oligoelementos. Determinada e de bem com a vida, a empresária acredita que o maior desafio das mulheres hoje em dia é conciliar profissão e família, mantendo a qualidade de vida nos relacionamentos interpessoais.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio

Cristina

Lemos Elegância e bom gosto fazem da empresária Cristina Lemos uma mulher de sucesso e destaque na sociedade rio-pretense. Natural de Paulo de Faria, ela é casada com Luiz Celso Prado de Carvalho e mãe de três filhos lindos - segundo ela – Eduardo, Maisa e Ricardo. Profissional dedicada, ela cuida de cada detalhe da sofisticada loja de decoração que leva seu nome, Cristina Lemos. Artista plástica por formação, Cristina não esconde sua paixão pelas artes. “Acho que não saberia fazer outra coisa. Adoro meu trabalho e sempre me realizo plenamente com ele. Não sou preocupada puramente com o lado comercial do meu negócio, acho que sou artista mesmo”, explica. As principais novidades em sua loja são os móveis pintados e desenhados por ela mesma. “Meu objetivo é oferecer para Rio Preto e região o que há de melhor em decoração e para isso procuro trazer peças diferentes e exclusivas”, contou. A grande novidade de Cristina é seu novo segmento, dentro da loja, a papelaria Biglietti. “São cartões personalizados, convites e papéis lindos. Super criativos e de acabamento impecável. Muito chic´s”, diz. Segundo Cristina, a mulher empresária está cada vez mais fortalecida. “O mundo de hoje requer muito mais de uma mulher. Precisa de mulheres completas”, conclui.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio

Daniela

Vieira da Rocha Linda, inteligente e batalhadora, Daniela Vieira da Rocha desde muito jovem batalha pela sua independência profissional. Natural de São Paulo, a empresária já morou em Fortaleza-CE, França, Suécia e atualmente reside em São José do Rio Preto, onde instalou a loja Zuriel Shoes. “Divido meu tempo entre administrar a loja, estudar, malhar e viajar. Tudo muito e sempre”, diz. A jovem empresária é responsável por toda a coleção e produção do material publicitário. “Acompanho as tendências da moda de perto, pois o sucesso do meu negócio depende muito disso”, explica. Com muita organização e bom gosto, Daniela colhe os frutos de seu trabalho. “Sou realizada com o que construí na Zuriel. Estamos com projeto de abrir uma filial em São Paulo, no ano que vem”, conta. Daniela teve a oportunidade de conhecer e morar em outros países e consequentemente sua cultura. “Acredito que as mulheres brasileiras possuem uma vantagem enorme sobre aquelas de todas as outras nacionalidades que conheci. Elas são batalhadoras, ótimas profissionais e na maioria das vezes não se esquecem de ser mães e, sobretudo mulheres apaixonadas!” finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : S é r g i o A r a n ha

Delacy

Preti Delacy Preti construiu uma das histórias mais emocionantes em sua carreira profissional. Mulher de sinceridade plena e garra admirável, hoje, aos 63 anos, colhe os frutos de sua luta incessante para conquistar o sucesso de suas criações. No passado, a simpática senhora sempre trabalhou como costureira. Em Jales, além de costureira, atuou como decoradora de ambientes no ramo de cortinas e tapetes em uma empresa da cidade. Em fase posterior, teve a bravura de, com uma única máquina em sua própria casa, iniciar seus trabalhos como profissional liberal. Decorou tantos endereços, extremamente elogiados, que se emociona ao falar. “Não há como expressar o amor que sinto por este trabalho. Fiquei com um certo medo, naquela época, de como ganhar o suficiente para sustentar meus dois filhos. Um deles, que trabalha comigo até hoje, deu-me conforto e incentivo. Assim, como quase sem perceber, fomos conquistando muitos clientes. Esses tornaram-se nossos amigos e até hoje mantemos a relação de parceria e amizade”, explica Delacy. “Hoje, temos duas lojas e uma fábrica de cortinas. Deus e minha família foram uma luz para mim”. Atualmente, Delacy trabalha com o filho, Roberto, e a mãe, Armelinda, de 87 anos, além de uma brilhante equipe.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : Â n g e l a S a n tos

Doriana

garcia A médica Doriana Garcia, da cidade de Jales, especialista em Ginecologia e Obstetrícia é uma prova de que não existem barreiras para a realização de um sonho. Após graduar-se em Educação Física, trabalhar como bancária e secretária executiva, ela foi cursar a faculdade de medicina em Presidente Prudente, pela UNOESTE e especializou-se no Hospital Ipiranga – SUS, em São Paulo, cidade na qual exerceu a profissão durante cinco anos. Mãe adotiva de Keisa Beatriz, 16 anos, e Kellem Natasha, 9 anos, Doriana procura administrar o tempo de forma a conciliar as tarefas de mãe, mulher e profissional. Atender às pacientes com a atenção, buscando a solução de seus problemas ou aliviar o sofrimento é um dos principais objetivos da médica. “Isso, no dia a dia do médico tem sido uma busca constante, já que nos deparamos todo o tempo com sofrimento, dor, angústia, incertezas, medo de não dar certo. Por sorte, tem uma parte da minha especialidade que lida com uma grande dádiva, que é a maternidade. Algumas vezes angustiante também, mas na maioria, de muita realização”, pondera.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Eliane

Davanzo A empresária Eliane Davanzo, de Votuporanga, é uma mulher dinâmica, moderna e bastante ligada ao trabalho. No início deste ano, ela presenteou sua clientela com uma das mais belas lojas de toda a região. Trata-se de um arrojado projeto de sua nova loja, Decoramais, que em novo endereço, é um dos lugares mais bem frequentados pelos admiradores de móveis, obras de arte, esculturas e decorações dotadas de beleza fascinante. No ramo há 8 anos, Eliane tem experiência de sobra para conduzir seu empreendimento. Formada em Administração e pós-graduada em Marketing, a empresária também conta com o aval da família, que no passado trabalhou com produtos da área. Atualmente, também cursa Psicologia. “Sempre fui ligada às áreas de negócios, economia, cultura e psicologia. Tanto que minhas leituras preferidas são desses assuntos”, explica. Com inúmeros projetos, a empresária comemora o crescimento de seu trabalho. “Nossa região é composta por uma sociedade inteligente, crítica e que gosta do que é belo e bom. Tenho orgulho de ter lançado meu novo projeto de trabalho em Votuporanga, que é uma das cidades mais bem estruturadas de toda a região. Diante de tudo isso, obviamente, continuarei oferecendo aos clientes muitas novidades”.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio

Elza

Vetorasso Mendes Não há como falar de mulheres importantes de nossa sociedade regional sem mencionar o nome de Elza Vetorasso Mendes. De uma das mais tradicionais e elegantes famílias de São José do Rio Preto, ela é destaque onde quer que se encontre, é querida em seus mais extraordinários grupos de amizades e irrefutável formadora de opinião. Com diversas outras qualidades, não poderia ser diferente: seus filhos e netos têm personalidades admiráveis. Casada com Quirino Mendes Neto, ela dirige, juntamente com as filhas, um dos lugares mais visitados por pessoas de cidades da região, de São Paulo e demais estados brasileiros: o Spa Fazenda Santa Cruz. A empresa é fruto da vontade que a empresária tinha de manter em atividade e muito bem frequentada a fazenda onde ela, sua família e amigos sempre passaram alguns dos melhores momentos de sua vida, com festas e confraternizações. O resultado é que inúmeras pessoas conhecem, encantam-se e continuam frequentando o local, natureza exuberante e incomparável tranquilidade. Com muitos projetos para agregar ainda mais novidades à empresa, Elza e sua equipe constituem idéias brilhantes para o futuro do Spa. Apaixonada por São José do Rio Preto, a empresária tem a cidade e a região como um dos melhores lugares do mundo para se viver.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Emília

da Costa Borduchi Educação sempre foi palavra de ordem na vida da empresária Emília da Costa Borduchi. Com o apoio do esposo, Juvenal Borduchi Filho, ela administra sua casa e o colégio Intelectus. Mãe de Paulo Henrique, Sabrina, Leonardo e Mariana, Emília acompanha sempre de perto a vida dos filhos. Graduada em Biblioteconomia, Letras e Pedagogia, a empresária tem como foco, em sua escola, a educação de qualidade aliada ao prazer de estudar. “Trabalhamos para proporcionar uma educação rígida e prazerosa”, explica. O colégio recebe alunos do 9º ano do ensino fundamental, ensino médio e pré-vestibular. Além das disciplinas da matriz curricular normal, o colégio oferece aulas de Formação Cultural. “As aulas são divididas pelas frentes: empreendedorismo, noções de direito, finanças, ética e etiqueta social”, conta. Além do trabalho no colégio, Emília busca apri morar-se por meio da leitura. A empresária é participante do Clube do Livro, que reúne 13 mulheres da sociedade. “Todo mês realizamos um encontro para discutir sobre leitura”, disse. Segundo a empresária, a mulher de hoje superou os preconceitos e assumiu cargos importantes.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Fátima

Villar Com o astral sempre em alta, uma alegria de viver contagiante e um sorriso que se transforma facilmente em gargalhada, Fátima Villar, de Jales, é uma pessoa encantadora. Isso explica o motivo de ela ter um grande número de amigos em toda a região. Seu talento e sua criatividade aliados ao profissionalismo a tornam uma profissional brilhante. Casada com Wellington Luiz Villar e mãe de Gustavo Henrique de Oliveira Villar, Fátima divide o seu tempo entre as atividades profissionais, o trabalho voluntário em uma casa espírita e não abre mão de ser esposa e mãe exemplares. “Amo minha família e meus amigos. Não consigo imaginar o meu viver sem as pessoas que considero especiais. Como um velho ditado diz: quem tem amigos não “morre” sozinho”, comenta sorrindo. Aos 43 anos, acredita não haver limites quando se trata de sonhos e conquistas. “Confio em minha capacidade, sempre. Já tive lições em minha vida que me deram uma boa base para aprender a não perder mais tempo. Sou batalhadora e não deixo de ser feliz. Afinal, a felicidade e o amor são os sentidos de nosso existir”, explica.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Flávia Bueno Serenidade, classe, e muita delicadeza sempre fizeram parte da vida da bailarina Flávia Bueno. Graduada em Educação Física e formada em Ballet Clássico, Jazz Contemporâneo e Dança de Salão, a bailarina começou a dançar aos cinco anos de idade. Ainda jovem, Flávia começou a ensinar dança. Com o conhecimento adquirido em cursos, a bailarina criou um método próprio de ensinar suas alunas. “O tempo fez com que eu adquirisse feeling para detectar as dificuldades dos alunos”, explica. Mesmo com sua metodologia, Flávia não deixou de participar de cursos e aprimoramentos com profissionais renomados. A escola de dança que leva seu nome está entre as mais conceituadas da categoria. Além da escola, Flávia Bueno ministra aulas nos colégios São José e Ressurreição, nos clubes Monte Líbano e Palestra e realiza criação de espetáculos, festivais e formaturas. Segundo a professora, antes as pessoas se preocupavam com o preço das escolas de dança e a comodidade. “Hoje elas procuram qualidade de ensino e estrutura física adequada ao ensino”, finaliza. A escola Flávia Bueno tem oferecido à cidade qualidade de ensino e estrutura física diferenciada com um custo baixo perante o benefício.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Giselly

Lessi O jeito calmo e o olhar introspectivo causam as primeiras impressões quando se conhece Giselly Cristiany Lessi. Todavia, basta pouco de suas palavras para se concluir o quanto sua sabedoria no seu segmento de trabalho passa a ser sua mais imponente característica. Formada em Psicologia, resolveu não trabalhar na área; optou por fazer Mestrado em Acupuntura. “Tudo aconteceu depois de eu mesma ter um problema de saúde e ter obtido a cura por meio de um tratamento na área. Notei o quanto a técnica foi eficaz”. Morando em Jales, onde mantém o Centro de Terapia Integrada – local onde aplica também técnicas como Gua-Sha, Tui-na, Koyo Acupuntura, Aurículo Acupuntura, Iridologia e Reflexologia -, a profissional tem como objetivo apresentar em 2010 sua tese em Iridologia, em Portugal, entre outros projetos. Sobre como resumiria a prática da Acupuntura, Giselly comenta: “Ela é o equilíbrio do corpo, da mente e da alma. É uma técnica que engloba o corpo como um todo. Para mim, é sempre uma satisfação imensa poder contribuir profissionalmente com as curas, principalmente de idosos. A gratidão deles expressa em sorrisos me proporciona uma sensação indescritível”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Halana

Mendes dos Santos Casada, mãe de dois meninos, um de 1 ano e oito meses e outro ainda na barriga, no sétimo mês de gestação, Halana Mendes já é referência no mercado regional de estética e beleza. No comando da franquia Onodera, em São José Rio Preto, Halana inova sempre ao trazer técnicas inéditas de tratamentos estéticos, como o revolucionário Ultracontour - uma das tecnologias prediletas de mulheres e homens de vários países. Para ela, o foco de seu empreendimento é proporcionar aos seus clientes momentos felizes, sempre investindo em profissionais qualificados e tecnologia de ponta. “É muito prazeroso poder trabalhar com a vaidade feminina e melhor ainda, poder contribuir com a manutenção da beleza e saúde estética”, conta. A empresária foi premiada com o troféu “Top Of Mind 2008” - o mais importante levantamento sobre lembrança de marcas. Essa pesquisa, realizada pelo Grupo Melhores e Cia, mostra que o planejamento de marketing e de atendimento ao cliente da Onodera é eficaz. Para 2009, a empresária tem mil planos, sempre em busca de seu sucesso profissional e pessoal.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: arquivo pessoal

Jaqueline

Nakad Chuffi Médica, com título de especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, a proprietária da Medic Imagem, Jacqueline Nakad Chuffi, é movida a desafios e objetivos. O atual é a construção da nova clínica, com espaço ampliado para oferecer maior conforto e novas tecnologias como Tomografia Computadorizada e possivelmente Ressonância Magnética. Com formação e especialização na FAMERP de São José do Rio Preto, após o início no Hospital de Base e em Clínicas e Hospitais em Ilha Solteira-SP, Campo Grande-MS e Balneário Camboriú-SC, Jacqueline inaugurou, há 8 anos, a Clínica MEDIC IMAGEM, em Jales, hoje referência regional em exames de diagnóstico médico (Ultrassom, Raio-X, Mamografia e Densitometria Óssea). "Trabalho muito, mas procuro ter mente e corpo sãos. Tento sempre manter uma atividade física e gosto muito de estar com a família e amigos", explica. O esposo, Luiz Douglas, além de companheiro, cuida da administração da clínica e auxilia a médica na educação do filho Nickolas. Segundo a médica, a mulher está mais atuante na sociedade. "Estamos cada vez mais adquirindo segurança ao conciliar trabalho, vida pessoal e família", finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Kelli

Velani A empresária Kelli Velani possui uma grande meta em sua vida: lutar pelo crescimento de sua loja: Vellani. Graduada em Hotelaria e Eventos, Kelli sempre sonhou em montar sua empresa, que, segundo ela, é sua maior conquista. Ao lado do esposo, Marcelo Mitsuo Chinen, a empresária batalha em busca de novidades e inovações para implantar em seu espaço. As tarefas de administração, compras e coordenação da Vellani exigem atenção integral de Kelli, que não poupa tempo e muito menos atenção a todos os detalhes de sua empresa. Especialista em roupas de festas para todas as ocasiões, a Vellani atrai clientes de todas as idades e tamanhos com peças exclusivas, nacionais e importadas. "Procuro sempre coleções com as peças mais originais possíveis, oferecendo roupas para mulheres de bom gosto, sofisticadas, sensuais, arrojadas e antenadas com a moda, que buscam conforto e elegância em todos os momentos", explica. Batalhadora e com espírito empreendedor, Kelli acredita que hoje as mulheres possuem total condição de disputar com o homem o mercado de trabalho. "Hoje está mais competitivo, porém a mulher está mais guerreira e mais preparada", finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Kely

Acuña Coelho Vaidosa, dedicada e dona de uma simpatia sem igual, Kely Acuña Coelho é uma empresária de sucesso em São José do Rio Preto. Apaixonada pelo esposo, Ivan Cirelli Ângulo, e pelos filhos, João Vitor e Luiza, ela divide seu tempo entre a família e a administração das lojas VNIK – São José do Rio Preto e Ribeirão Preto. Preocupada com o conforto, qualidade e principalmente bom atendimento de suas clientes, a empresária transformou sua loja de semi-jóias em um espaço semelhante a uma joalheria. “Fiz questão de ter um espaço glamuroso para valorizar ainda mais meus produtos e oferecer um atendimento diferenciado às minhas clientes. Muitas vezes elas vão até a loja fazer uma visita, ou em busca de um “bate-papo”, explica. Com o sucesso das semi-jóias, a empresária passou a oferecer na loja de Rio Preto uma seção de moda feminina. Segundo Kely, as mulheres estão ganhando um espaço que antes era dominado pelos homens. “Vejo com olhos de crescimento as batalhas profissionais que temos conquistado. Isso mostra que nós temos condições intelectuais de competir de igual para igual, no mercado de trabalho, com os homens”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Keny Omekita Superação é a palavra de ordem na vida da jovem Keny Roberta Omekita. Aos 26 anos, ela é a responsável pela administração do restaurante Hanbai, de São José do Rio Preto. Graduada em Administração de Empresas, Keny encarou a árdua missão de chefiar um dos restaurantes segmentados mais requisitados da região. Ao lado do noivo, Raphael Rodrigues Manrique, a jovem enfrenta os desafios da profissão e do dia-a-dia de sua empresa. "O maior desafio é administrar a área de recursos humanos. No início, os funcionários não me respeitavam porque sou mais nova. Para isso foi necessária muita dedicação até conseguir impor respeito”, explica Keny. Antenada em todas as novidades do setor gastronômico nacional e internacional, Keny viaja constantemente em busca de novidades e inovações para o Hanbai. Adepta da prática de esportes e muito vaidosa, Keny faz aulas de tênis, no Clube Monte Líbano, realiza tratamentos estéticos na clínica de sua irmã Karen Omekita e não abre mão de estar sempre bela e maquiada.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Larissa Soares Domingos Dedicada, vaidosa e excelente profissional, a dermatologista Larissa Soares Domingos concilia os papéis de profissional, dona de casa, esposa do cirurgião plástico Mário Fernando Domingos e mãe do pequeno Vitor. Especialista nos cuidados com a saúde da pele, Larissa realiza periodicamente cursos, estudos e participa de congressos de sua área, para manter-se atualizada de todas as novidades da dermatologia. “Na clínica, realizo desde pequenas cirurgias até tratamentos estéticos que proporcionam bem-estar para as pessoas”, explica. Segundo a médica, os tratamentos mais comuns são de rejuvenescimento, manchas e acne. “A tecnologia no setor de laser está muito avançada e evolui cada dia. O laser pode ser usado para tratamentos de rugas, cicatrizes e estrias”, conta. Exemplo para suas clientes, a dermatologista realiza diariamente os cuidados básicos com a pele e não abre mão do filtro solar. “Sou um pouco vaidosa. Cuido da minha pele e pratico academia com ajuda de um personal”, diz. Com uma vida muito organizada, Larissa afirma que o mais difícil da vida profissional das mulheres e saber conciliar profissão, família e casa.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

leo Zaguini A empresária "Leo" Zaguini colhe hoje os frutos de sua visão empreendedora. “Conseguir um diferencial tanto no bom gosto da compra, como na fidelização dos clientes é o meu maior desafio”, afirma. Casada com o empresário "Beto" Zaguini e mãe de Marina e Maria Vitória, "Leo" passa a maior parte de seu tempo dentro do Riopreto Shopping Center, onde ficam suas lojas, Vik e Zag, e a loja de seu esposo, Ele Grande. Após um ano da inauguração do seu novo empreendimento, a loja Zag, a empresária comemora o sucesso e afirma: “O mercado de tamanho pequeno possui muita concorrência, além de ser uma moda rápida que muda e oscila rapidamente”. O ano de 2008 também ficou marcado para "Leo" devido à mudança da marca da loja Alternativa G para Vik. “Foi um período de grandes desafios, mudança de marca e consolidação da Zag e com muito trabalho consegui conquistar meus objetivos”, diz. Presidente do Conselho da Mulher Empresária e Empreendedora, "Leo" afirma que as mulheres estão em constante busca pela independência e a realização profissional. “Meu sucesso é resultado do prazer pelo meu trabalho”, completa.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Luciana

Correa Cruz Com menos de um ano de atuação na área de Estética Corporal em São José do Rio Preto, Luciana Correa Cruz já é uma das profissionais mais consagradas na área. A Clínica Vitalis, dirigida por ela, é um dos mais bem frequentados endereços da cidade pelo público feminino e masculino. Feliz com os resultados, a profissional, que trocou a área de Enfermagem para lidar com Estética, faz grandes projetos. “Um deles é trazer para minha clientela, brevemente, um grande avanço no combate à celulite”, afirma. Nascida em Tanabi, a jovem, de 33 anos, afirma que não acredita em modismo ou padrões quando o assunto é beleza. “Atualmente mulheres e homens não ficam mais analisando corpos de celebridades para se inspirarem sonhando ser iguais. Minha satisfação é saber que a cada dia as pessoas buscam não só estética, mas saúde corporal. Essas pessoas não têm medo da velhice, por exemplo; elas querem envelhecer com saúde e beleza”. Na Vitalis, onde Luciana também divide espaço com uma médica que atua em Medicina Estética e um cirurgião plástico, os pacientes contam com outros diferenciais, segundo a profissional. “Um de nossos atendimentos é voltado à massagem específica para gestantes”, explica entre diversos outros importantes tratamentos.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio

Luciana Secches Luciana Secches, de São José do Rio Preto, tem um jeito de ser muito especial. Sua alma nobre expressa em seus gestos, olhares e sorrisos um ser humano raro. A opinião é unânime entre seus amigos: uma amizade que é um presente de Deus. Formada em Odontologia e Enfermagem, Luciana tem uma trajetória de vida de muita luta e determinação. Como consegue administrar seu tempo, cuidando de sua família, trabalhando em seu consultório, auxiliando seu marido – o Cirurgião Plástico Renato Freitas – e ainda mantendo seus demais compromissos todos em dia é algo que intriga a todos que conhecem bem sua agenda. Questionada, a workaholic sintetiza: “Não perco tempo com coisas que não me façam bem. Além disso, sou uma mulher que vive longe de assuntos banais”. Mãe de Otávio e Heitor, Luciana adora viajar, ler revistas e livros direcionados à sua área de atuação e não abre mão de praticar o bem. “Às vezes, atitudes simples são capazes de fazer alguém sorrir, ver o mundo diferente. Uma palavra amiga, um conselho ou mesmo um abraço muitas vezes é tudo de que uma pessoa necessita para se sentir bem e feliz. Acredito muito em Deus e tenho certeza de que nesses momentos Ele está muito mais que junto de nós”, comenta.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : S i l h o u e t t e

Luciene e Valquíria A união de trabalho de Luciene Gonsales Jorge e Valquíria Camargo Jorge na grife Garota.com proporcionou à empresa crescimento em múltiplos aspectos. Cunhadas, elas não param mais de produzir e lotar vitrines de diversas cidades com uma tipologia inovadora em moda. Tudo começou em 1989, quando Luciene adquiriu uma loja de roupas na cidade de Votuporanga. Os 20 anos de atuação lhe renderam experiência plena no setor. Hoje, com mais uma loja, localizada no Riopreto Shopping Center - a Garota.com - elas traduzem estilos que estão entre os mais consumidos entre mulheres que amam se vestir bem. Com tanto sucesso, o objetivo das empresárias em atender no setor varejista é cada vez mais atingido. Com um escritório em São Paulo e uma loja atacatista no Clube da Moda Center em São José do Rio Preto, a empresa tem como meta destinar aos clientes ampla variedade em produtos, porém em escala reduzida de modelos, mantendo, dessa forma, exclusividade aos lojistas e às consumidoras. "Atendemos a um público exigente e que gosta de usar moda atual. Por isso, a produção de nossos produtos nos garante antecipar as novidades", comentam as empreendedoras, que utilizam tecidos importados na maioria de suas peças.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Eloísa Mattos M a ke - u p : S i l h o u e t t e

Lucília

de SouzaCoelho Sempre de bem com a vida, a empresária Lucília de Souza Coelho administra sua empresa especializada no ramo joalheiro (Máquinas Coelho) com muita competência e dedicação. Os equipamentos produzidos pela empresa têm destaque nacional e internacional no ramo joalheiro. Para melhor atender seus clientes, Lucília busca novos conhecimentos e novas tecnologias nas feiras e eventos internacionais para garantir a qualidade e excelência do seu produto. Máquinas Coelho também produz peças em latão para o atacado como: anéis, brincos, alianças, pulseiras etc. Apesar de todo o tempo dedicado ao trabalho, esta super mulher sempre consegue, na sua agenda, horário para os cuidados com a beleza, encontros com a família e reuniões agradáveis para receber sua coleção de amigos. Quem conhece Lucília, sabe que seu sorriso é cheio de sinceridade e simplicidade. “Todas as mulheres deveriam ter seu próprio negócio, sinto que temos um olhar diferente para o empreendimento e um grande poder de influência no mercado de trabalho; admiro as mulheres em geral, pois somos todas guerreiras”, conclui.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Martha D’Andrea Um exemplo de mãe, esposa e profissional, assim pode ser definida Martha Lúcia Balducci Patriani D’Andrea, de São José do Rio Preto. Casada com o cirurgião plástico Sidney D’Andrea, Martha administra a Clínica de Cirurgia Plástica D’Andrea. Formada em Artes Plásticas pela FAAP-SP, a artista atuou em bienais, salões de artes e várias exposições. Martha é uma mulher multifuncional e consegue administrar bem sua agenda lotada de compromissos e ainda organizar o Festival de Música Clássica de São José do Rio Preto. Durante 12 dias, são oferecidas apresentações, cursos e oficinas musicais de todos os instrumentos em diversos espaços da cidade. O evento, iniciado em 2003, ganhou força e público, e hoje é distribuído em vários espaços, a fim de oferecer maior visibilidade e acesso ao grande público. Além da Basílica (onde se iniciou) o festival acontece no Teatro Municipal, Casa de Cultura, Riopreto Shopping, Sesc, Oficina Cultural Fred Navarro da Cruz e para este ano está firmando novas parcerias. Pianista formada e admiradora incondicional da música clássica, Martha considera esse festival a “menina de seus olhos”. Além do festival, a empresária é responsável também pela apresentação dos Corais de Natal no Riopreto Shopping. Os eventos são marcas registradas de sua empresa “Accessorizze Realização de Eventos”.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : S i l h o u e t t e

Milleny e

Danielly

Panobianco Diretoras da loja Lollipop, voltada ao público infantil, as irmãs Milleny e Danielly Panobianco são empreendedoras que possuem diferenciais no setor em que atuam. Jovens e dinâmicas, demonstram por meio das marcas conceituadas que oferecem na empresa - localizada no Riopreto Shopping Center - o quanto se dedicam à proposta de garantir aos clientes produtos com excelência em qualidade. O local surgiu com a meta de garantir à cidade e a toda região marcas e estilos em roupas que antes em grande parcela - eram encontrados somente em centros maiores, como São Paulo. "Trabalhar com nosso público é algo muito prazeroso para nós. O resultado que consideramos mais positivo é deixar satisfeitas mães e filhos", explicam. "Além disso, temos a felicidade de termos conquistado grandes amizades, graças ao contato com os clientes. Sendo assim, acompanhamos as fases de crescimento das crianças. Isso é encantador", revelam. Questionadas sobre como é o dia a dia, em uma mistura de atendimento aos clientes e a busca constante por marcas, acompanhando as principais tendências, as empresárias argumentam que aprenderam com seus pais o quanto um trabalho digno e ético é importante. "Somos muito gratas por esse e tantos exemplos que constituíram nossa personalidade".


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Mônica e

adriana

lourenço luz Um dom que vêm de família. Filhas do médico Octávio Almeida Luz, Mônica Regina e Adriana Cláudia Lourenço Luz foram incentivadas pelo pai e hoje são realizadas na área da medicina. Especialistas em ginecologia e obstetrícia, as irmãs não escondem a paixão e o contentamento pela profissão. “É prazeroso trabalhar com mulheres bem informadas, que buscam os cuidados com a saúde”, conta Adriana. Para Mônica, poder ajudar a controlar a insegurança e a ansiedade das mulheres durante a maternidade é muito gratificante. “Elas buscam em nós, profissionais, orientação e apoio para se sentirem mais seguras”, explica. Mônica é casada com Luciano Bruttin e mãe das gêmeas, Julia e Mariana. “Divido minha vida entre o consultório, trabalho na prefeitura e a atenção para as gêmeas e meu marido. Sempre tive ao meu lado meu esposo, para me ajudar, pois mãe de gêmeas é trabalho dobrado, mas a alegria também é em dobro”, completa. Adriana é uma mulher privilegiada. É casada com Élcio Laluce Junior, que administra toda sua casa e a vida dos filhos, Ana Luiza e Leonardo. “É muito bom saber que meus filhos estão seguros, bem cuidados, e o melhor, sendo educados ao lado do pai. Nossa família é privilegiada!”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Nilza

Spinola machado Nilza Spinola Machado é daquelas mulheres que quem tem sua amizade não esconde o orgulho. Tudo compreensível, já que a jovem mulher tem uma personalidade composta por infinitas virtudes. Seu olhar cativante e seu sorriso sincero são apenas marcas visuais; apenas expressam um pouco do ser humano íntegro, leal e romântico. Casada com

o

médico Nilton Spínola Machado –

consagrado na área de saúde no Estado de São Paulo -, é mãe de Paola. Graduada e pós-graduada em Administração Hospitalar, Nilza tem o nome indelevelmente ligado ao trabalho e às ações sociais. Atualmente, administra a Associação Beneficente Maria Alice Spínola Machado, tem uma empresa de consultoria na área médica e também cuida de toda a parte administrativa do trabalho do marido. Exemplar esposa e mãe, confessa que seu jeito sereno é fruto da convivência com o marido. “Nilton é um homem admiravelmente calmo e sensato, além de muito trabalhador”, define. Mesmo com a agenda lotada de compromissos, Nilza é tida como uma das pessoas mais solidárias da cidade. “Já chegaram a me perguntar se teria pretensão política. Achei engraçado. Compartilhar, doar, são ações indispensáveis na vida, pois não levamos conquistas materiais quando morremos”.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : S í l v i o A m a ral

Paula

Levy Criatividade e organização são as palavras perfeitas para definir a designer de interiores, moda e personal organizer, Paula Allegretti Levy. Ao lado do esposo Renato e do filho Thiago, Paula sempre reserva um tempo em sua agenda para jantar com a família, ir ao cinema e receber os amigos em casa, com propostas de cardápios diferentes. Inspirada em sua mãe, que era decoradora, desenvolveu a arte de decorar ambientes, e mais tarde especializou-se em design de interiores. Como designer de moda, Paula trabalhou em uma indústria têxtil em Americana, onde desenvolveu tecidos de moda e decoração. Com esses conhecimentos, resolveu unificar essas profissões e especializar-se em organização, e lançou sua empresa de consultoria a DP Designer & House Organizer. “Desta forma desenvolvi um trabalho diferenciado, para transformar, auxiliar, orientar, dar dicas e sugestões de melhoria, tanto na organização, como em moda e em decoração”, explica. Para a designer, a mulher é muito dinâmica e por isso consegue administrar seus compromissos. "As mulheres, na sociedade atual, são versáteis e conseguem tempo para todos os seus compromissos", completa.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : R a q u e l Pr a do

Raquel

Ferreira Prado Exigente, aplicada e muito regrada, a psicopedagoga e diretora-mantenedora do Colégio Ferreira Prado, de Jales, Raquel Aparecida Ferreira Prado divide muito bem seu tempo entre a família e o trabalho. “Sempre consigo chegar ao fim do dia com a sensação de dever cumprido”, contou. Casada com Pery Prado Neto, Raquel é mãe de Gustavo Ferreira Prado e Isabela Ferreira Prado. No Colégio Ferreira Prado, ela recebe alunos da educação infantil e ensino fundamental. “Me identifico muito com a área da educação, adoro ensinar e aprender com minhas funcionárias e os alunos”, conta. O principal objetivo profissional de Raquel é incentivar seus alunos a serem protagonistas, investigadores, capazes de descobrir os significados das novas relações e de perceber os poderes de seus pensamentos por meio da síntese de todas as linguagens: expressivas, comunicativas e cognitivas. Segundo a psicopedagoga, a mulher brasileira vem lutando ao longo de toda nossa história, para conseguir seu espaço no mercado de trabalho. “Apesar de ser taxada como “sexo frágil”, a mulher tem se mostrado forte o suficiente para encarar os desafios do mercado de trabalho com convicção, disposição e delicadeza, qualidade essa que só pertence a nós mulheres”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Renata Montenegro Nascida em Recife, Pernambuco, a psicóloga Renata Montenegro, especializada em terapia cognitiva comportamental, faz a diferença no cenário regional, e até nacional, quando o assunto é sua profissão. Isso porque é uma das poucas pessoas do Brasil que trabalha com Inteligência Emocional. Diante de estudos constantes, Renata é categórica ao dizer que só com muito conhecimento e atualizações referentes a novas pesquisas é possível ter embasamento sobre o que se propõe a fazer quando o assunto em questão é a mente humana. Referência no assunto, Renata Montenegro é convidada a proferir palestras em grandes empresas do interior e da capital. Além disso, ela defende teses sobre Inteligência Emocional em congressos, ministra cursos, realiza atendimentos clínicos e se prepara para lançar, em breve, um livro sobre a teoria e prática das emoções nos contratempos habituais. “Dinamismo e conhecimento é o princípio de todos os meus trabalhos desenvolvidos”, garante. Para Renata Montenegro, não há dúvidas de que o fato de o ser humano do mundo moderno entender e utilizar sua consciência emocional é primordial para conseguir enfrentar às extraordinárias mudanças que ocorrerão nas próximas décadas.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : S í l v i o A m a ral

Sônia regina ULLIAN Advogada e psicóloga, apaixonada pelas leis internas e externas que regem o ser humano, Sônia Ullian se dedica atualmente à psicologia no atendimento individual, de casais e de família, também faz orientação vocacional no Colégio Anglo. "A busca pela compreensão, depende da necessidade que o cliente apresenta no consultório, pois cada ser humano tem sua complexidade e nem sempre está preparado para mudanças ou perdas”, conclui. Mãe de Allan e Alex, Sônia possui uma rotina agitada e administra seus compromissos através de uma logística, por escala de urgência ou prioridades. Sua formação acadêmica iniciou-se em psicologia. Porém, Sônia acreditava que lhe faltava algo para melhor desenvolver seu trabalho. Foi daí que surgiu o desejo de cursar Direito. As duas graduações fizeram um par perfeito para a atuação na Vara de Família, em casos de divórcio, mediação de casais e separações. Hoje, Sônia trabalha mais com a área de família, usa seu conhecimento em direito para terapia ou mediação de casais na reconstrução dos laços familiares. Para ela, as mulheres são guerreiras. "Hoje estamos colhendo um espaço maior devido à luta de nossas ancestrais e ainda teremos muito a fazer na conquista de nossos direitos", conclui.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Suzete

menegon Nada se solidifica se não houver dedicação, determinação e paixão no que se faz. Exemplo facilmente constatado quando se conhece a história da Hair Stylist Suzete Menegon. Há apenas seis anos em São José do Rio Preto, o centro de beleza é considerado referência em nossa região, aprovado pelos clientes mais exigentes. “Procuramos sempre realizar o melhor atendimento e oferecer os melhores produtos para os nossos clientes”, explica. Com seu jeito extrovertido e amigo, ela imprime em seu trabalho toda experiência obtida em seus 25 anos dedicados à beleza estética. Suzete realizou cursos nos principais centros de beleza, e sua equipe de funcionários foi treinada para realizar os procedimentos. “Minha equipe composta por 12 pessoas é formada por profissionais gabaritados e que já fazem parte da minha família”, conta. No centro de beleza, ela oferece tratamentos capilares, estéticos e corporais. Energia e profissionalismo são marcas registradas de Suzete, que este ano enfrentará um novo desafio, a administração da doceria Água na Boca. “Ao lado da minha irmã Sirlene Menegon, vamos oferecer os melhores doces de São José do Rio Preto”, finaliza.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a cedo

Sylvia Nogueira Cury Sensibilidade, prazer, respeito pelo ser humano e amor à vida é a tradução da arte de fotografar de Sylvia Nogueira Cury. Sempre envolvida no mundo das artes, a fotógrafa é graduada em publicidade e já trabalhou com moda e design de jóias. “Encontrei-me na fotografia porque saio do meu dia-a-dia e vou fazer uma vida de peregrina”, explica. Ganhadora de prêmios com suas belíssimas imagens, a fotógrafa, em parceria com o Riopreto Shopping e outros patrocinadores, realiza, anualmente, uma grandiosa exposição. “O tempo de preparação da exposição dura em média um ano. Primeiro definimos e destino e começo os meus estudos. Faço uma extensa pesquisa sobre o lugar que será visitado e, durante a viagem, coloco minha mochila nas costas e registro cada cena que encontro. De volta ao Brasil, o trabalho continua, começa o processo de escolha das imagens e início das descrições. O próximo e último passo é o lançamento da exposição”, diz. Muito batalhadora, a fotógrafa sonha em fotografar o mundo inteiro. “Tenho um imenso prazer em chegar a um lugar, retratar tudo o que vejo e poder repartir com outras pessoas”, completa.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Vera Ferraz e

Cristina Krausz Elas são amigas inseparáveis, daquelas que mais parecem irmãs e representam muito bem a ala das mulheres chiques e elegantes de São José do Rio Preto. Conhecidas também pelo raro bom gosto, Vera Meirelles de Figueiredo Ferraz e Maria Cristina Ferreira de Andrade Krausz presentearam a cidade com uma verdadeira pérola no que diz respeito à sofisticação e beleza de artigos com a loja PSK Presentes. Tendo como um dos hobbies conhecer lugares e culturas por diversos países, ambas não abrem mão de observarem cada vez mais o universo do que a moda de utensílios e objetos finos tem de mais atual. Assim, conseguem manter a linha de produtos e marcas entre as mais comentadas em toda a região pelas pessoas de bom gosto. Depois do sucesso do Espaço Natal, montado diante da elogiada vitrine da loja do RiopretoShopping Center, outros projetos inovadores virão no decorrer do ano de 2009. “Um de nossos ideais é atender à região de forma cada vez mais próxima de nossa clientela. Por isso, lançaremos o site www.pskpresentes.com. br. Nele, nossas clientes poderão conhecer nossas peças, fazer suas compras, além de disponibilizar sua lista de casamentos e presentes”, afirmam as empreendedoras, que já partem em breve em nova viagem em busca de mais inovações.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Wayta Dalla Pria Simpatia, elegância e muito bom gosto, são as principais características de Wayta Aparecida Menezes Dalla Pria. Casada com Virgílio Dalla Pria Neto, ela é mãe de 7 filhos e avó de 4 netos, que são seus xodós. Advogada, vereadora, presidente do Clube Feminino de Futebol e vicepresidente da Federação Paulista de Futebol, são apenas alguns dos cargos ocupados por Wayta. Infeliz, devido à falta de tempo para se dedicar a família e aos amigos, ela deixou a profissão e começou a fazer artesanato. Com muita sensibilidade, Wayta confecciona delicados e belíssimos enxovais de cama, mesa, banho e lembrancinhas, bordados a mão, com muita delicadeza e bom gosto. “No artesanato eu comecei a lidar com a sensibilidade. Mulheres felizes que estão esperando um bebê, jovens que vão se casar, além da felicidade de trabalhar com as cores das linhas”, conta. Vaidosa e apaixonada por brincos, Wayta acorda às 6h30, passa batom, pega sua bolsa e desce para seu ateliê para mais um dia de trabalho. Onde fica o ateliê? Em um delicioso espaço em sua própria casa, cercado por uma belíssima área verde. “Continuo trabalhando muito, mas agora em minha casa”, explica.


M u l h e r e s d e A l aV i p

Foto: Milton Flávio M a ke - u p : I d e v a n M a c edo

Yara Machado Yara Maritza Alves Machado, de Jales, pode ser definida como uma pessoa que sempre viveu à frente de seu tempo. Desde pequena, gostava de observar as pessoas, as situações, as atitudes humanas. Sua visão cada vez mais aprimorada não deixou dúvida quanto à sua escolha profissional, optando pela psicologia. Sua paixão pelo trabalho e seu desejo incessante pelo conhecimento fazem com que ela não se veja em outra profissão. “Preciso descobrir isso em análise”, brinca. “Todas as pessoas devem ter um analista, a meu ver, porque, principalmente nos dias de hoje, com tantas informações e mutações no cotidiano, necessitamos nos situar, equilibrarmo-nos”, acrescenta. Tendo como especialidade a Sexualidade Humana, Yara comenta que atualmente as pessoas, mulheres e homens, estão muito mais esclarecidas quanto à necessidade de terapias. Questionada sobre como vê o papel da mulher na sociedade, Yara ressalta que, embora a evolução da mulher seja benéfica, ela não deve cobrar excelência em tudo o que faz na vida. “A mulher conquistou um patamar jamais imaginado. Agora, agir com responsabilidade é garantia de um saudável processo de evolução. Todavia, é dispensável idealizar perfeição em tudo”, conclui.


social ▏fernandópolis-sp F otos :

mar q ui n hos

Inauguração

Vip

Um sofisticado coquetel marcou a inauguração da Clínica Odontológica RadioImagem, do cirurgião dentista Cássio Sano. Amigos, familiares e profissionais da área foram prestigiar o novo empreendimento na cidade de Fernandópolis. Os pais Nório e Neide Sano não esconderam o orgulho pela conquista do filho. “Nosso filho deu mais um passo em sua vida e temos certeza de que será de muito sucesso”, afirmou a mãe. ▏


1

2

3

4

5 1- Dr. Cássio Sano com os pais Neide e Nório Sano ▏2- Nestor Sano, Myoko Sano, Hiroko Sano e Maria Aparecida Viola e Lince Maia ▏4- Cássio Sano, Poliana, Ricardo Sano e Elissandra

6

▏3-

Eduardo D'avila, Evaldo Silva, Fernando Lira com o amigo

▏5- Fernando Silva com a namorada, Ligia Brassalote Silva, Neide Sano, Altair Puff, Alziane Rossafa e Fábio ▏6-

Costa Fernandes, Dra. Karina Fernandes com o filho Heitor, e Fábio Gattas Alves

Fábio


t u r i sm o ▏ Giovanna F otos :

simioli

d ivu l ga ç ã o

Diversão em Alto Mar Beleza, glamour e muito entretenimento

para levar roupas adequadas às festas temáticas, saber se há aluguel de roupas formais a

fazem hoje dos cruzeiros marítimos um

bordo, já que, em todos os cruzeiros, existe uma ou duas noites em que se usa black-tie,

dos passeios mais requisitados em todo o

ternos e vestidos longos.

mundo, inclusive no Brasil. Capazes de

Os cruzeiros marítimos que chegam ao Brasil obedecem a rígidas regras, controles e

transportar centenas de hóspedes e aten-

imposições, determinadas por organismos internacionais, como o International Maritime

der milhares de desejos, com qualidade

Organization (IMO), com sede em Londres, que mantém um programa de controle médi-

e pontualidade, os navios são equipados

co e sanitário dirigido a passageiros de navios.

com uma diversidade de serviços que vão dos mais tradicionais, de bar, lanchonete, restaurante, salão de beleza, spa, boutique, lavanderia e fotografia, até alguns serviços surpreendentes, entre os quais, degustação de vinhos, aulas de dança, culinária e várias modalidades de jogo, workshops, cursos completos de mergulho, pistas de patinação no gelo, paredes para escalada com instrutores habilitados, piscinas, academias, shows da Broadway, cassino, heliponto e campo de golfe, além das festas temáticas. Antes de embarcar em um cruzeiro marítimo é necessário buscar o máximo de informações a respeito dos itens e serviços disponíveis no navio. Por exemplo, se possui acesso à internet ou apenas telefone e fax; conhecer o programa de atividades diárias


Fotos: Milton Flรกvio


Além das rígidas normas internacionais, os

comemorar os 30 anos de formados em um luxuoso cruzeiro, a bordo do navio Spledour Of

cruzeiros no Brasil se regulam por normas e

The Seas da Royal Caribbean. ▏

resoluções trabalhistas e tributárias e estão submetidos a controles de vários órgãos,

Serviço: Iza Travel – Representações e Turismo Ltda

como ANVISA (Agência Nacional de Vi-

Rua: Presciliano Pinto, 2.363 - Tel: 17-2136-1400

gilância Sanitária), Polícia Federal, ANTAQ (Agência Nacional de Transporte Aquaviário), Alfândegas e Receita Federal. Os navios se obrigam a controles muito mais exigentes e rígidos que quaisquer outros estabelecimentos. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária faz inspeções em navios de cruzeiros, desde quando a embarcação entra em território nacional até sua saída do país, fiscalizando anormalidades clínicas, condições de todos os serviços; efetuando reinspeções para verificação do cumprimento de medidas sanitárias e das equipes consideradas indispensáveis para garantir a segurança da operação; e comunicando imediatamente, quando se faz necessário, à autoridade sanitária do destino da escala qualquer suspeita ou evidência de evento de saúde pública. Os controles, este ano, foram redobrados por meio do Ofício nº 05/2009, de 27 de janeiro deste ano, pela ANVISA. Segundo dados da Abremar (Associação Brasileira de Representantes de Empresas Marítimas), estima-se que, na temporada deste ano, cerca de 500 mil brasileiros participarão dos cruzeiros. Esse público, pela preferência, atesta os conceitos de segurança, conforto, comodidade e presteza dos cruzeiros marítimos. Pesquisa feita pela FIPE/USP atesta um índice de satisfação dos usuários brasileiros, que chega a 94%. Segundo a empresária Izameire Sanita de Azevedo, da agência de turismo Iza Travel, existem cruzeiros marítimos para todas as idades e gostos. “Temos cruzeiros de negócios, temáticos, direcionados a grupos específicos e os mais tradicionais”, explica. No próximo dia 16 de março, um grupo de médicos da 7ª turma da Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto) irá


F otos :

E l o í sa

M attos

1

eloisaMattos são

josé

do

e s p e c i a l

rio

p a r a

preto-sp

a l a

v i p

S O B M EDIDA O Carnaval do Rio Preto Automóvel Clube registrou sucesso total de público. Aproximadamente dez mil foliões compareceram as cinco noites de festa aceana. Além do encanto da decoração que

2

3

transformou o clube em uma verdadeira réplica do pelourinho e de pontos turísticos de Salvador, todos puderam se divertir ao som de duas bandas que entoaram desde os clássicos do samba até os mais recentes sucessos do axé. Outro destaque ficou por conta da Boate Koxixo que mais uma vez se transformou no point da moçada que pôde se divertir ao som dos melhores DJs da cidade!

M AT U RIDADE F ELIZ Malu Rodrigues e Luis Soares, produtores do programa de TV “Maturidade Feliz” exibido pelo Canal 16, organizam encontro de ami-

4

gos e casais no Hotel Fazenda Foz do Marinheiro. O 1º Encontro do Maturidade Feliz acontecerá nos dias 3, 4 e 5 de abril com uma programação repleta de atividades para os participantes. O final de semana promete... Detalhe: Só para maiores!

M A S TER A 13ª edição do Rio Preto Rodeo Country Bulls sediará, pelo segundo ano consecutivo, a etapa master da PBR. O evento comandado por Paulo Emilio Marques reunirá na arena os 45 melhores peões do ranking da entidade, que disputam uma vaga na grande final do torneio realizado em Las Vegas. O Country Bulls será realizado de 22 a 26 de julho, no Recinto de Exposições.

5 1- Roberta Rahd (Rainha A/C) ■ 2- Eli Buchala ■ 3- Bozó ■ 4- Suelen santaguita (Princesa A/C) ■ 5- “Léo” Marques e Luiz Roberto ■ 6- Marília Guariente Longo(Madrinha A/C) ■ 7- Ada Maria Assis e Marcus Silva ■ 8- Sônia Celeste Menezes ■ 9- Mariana Quintana, Marina Quintana e Marina Barcelos ■ 10- Valéria Cabrera e Miguel Zerati Filho


DEDI C AÇÃO A diretoria do Núcleo de Jovens Empreendedores da Acirp se reuniu no Serviço Social São Judas para uma entrega especial. O presidente Junior Villanova fez questão de mostrar pessoalmente ao padre Donizete Caputo, responsável pela entidade, a emenda parlamentar do deputado federal João Dado de Oliveira, que concedeu verba de R$ 100 mil reais para a realização da Festa das Nações. Emocionado, o padre agradeceu o empenho dos jovens empresários que atuam voluntariamente para a realização da festa. Este ano, a Festa das 6

Nações será realizada de 11 a 13 de junho. Em sua 15ª edição, o evento deve contar com novas barracas de comidas típicas.

I N TER N A C IO N AL O arquiteto Fabiano Hayasaki viaja no mês de junho para Chicago nos EUA. A viagem é mais um prêmio oferecido pela Luxaflex, que premia os 100 melhores arquitetos do país. Fabiano foi o primeiro colocado na região de Rio Preto. O arquiteto viaja acompanhado da esposa Tânia, que assina os projetos de decoração de interiores dos trabalhos desenvolvidos por ele. Durante a viagem, o casal visitará a 7

78

feira de design Neocon, além dos principais projetos arquitetônicos de Chicago. O casal aproveita a oportunidade e segue viagem para Nova Iorque e Miami.

SUCESSO A palavra crise não faz parte do vocabulário de Angélica Mussi. Formatando fortes parceiras com empresas de decoração, construção e lançamentos imobiliários, a empresária garante que a 5ª Construweek será maior e melhor que as anteriores. Marcada para os dias 4 a 7 de junho de 2009, no Interior Eventos, a feira já tem vários 9

expositores confirmados graças ao sucesso do ano passado, quando recebeu mais de 18 mil visitantes e gerou cerca de R$ 52 milhões em negócios.

IL U M I N AÇÃO O charme internacional das peças do designer Karim Rashid, desenhadas especialmente para a empresa rio-pretense ViaLight, foram destaque no 12º D.A.D. - Salão Internacional de Decoração, Arquitetura e Design, evento que terminou dia 5 de março, no ExpoCenter Norte em São Paulo. O salão aconteceu em anexo à Gift Fair. O designer, que mora em Nova Iorque, desenha para empresas como a 10

Sony, Giorgio Armani, Hyundai, Cytibank, Swarovski, e criou luminárias exclusivas para a ViaLight.


eloisaMattos são

josé

do

e s p e c i a l F otos :

rio

p a r a

E l o í sa

B RI N DE

preto-sp

a l a

v i p

mattos

Foi em clima intimista, que Valquíria e João da Silva, leia-se J.Silva Painéis, receberam os amigos para um jantar em comemoração à troca de idade dela. A noite foi em torno de rótulos famosos e o cardápio muito apreciado pelos convidados. Com a alegria que lhe é familiar, Valquíria encantou os amigos com seu jeito alegre de ser. Emoldurada pelas filhotas Monique e Jerusa, e o marido João, a dona da festa fez um brinde à vida! Parabéns! ▏

1

2

5 3

4

6 1- João da Silva e Valquíria

7

▏2- Jeruza, Valquíria e Monique Silva ▏3- Jaqueline Romani, Silvya de Melo Marconi, Rose Thomé e Valquíria ▏4- Maria

Inês Perez, Sinara Scandiuzzi, Valquíria, Gianne Moraes e Paula Bergantini Márcia Soleman, Ângela, Edna e Ofélia de Melo

▏8- Alaércio Belão, Mirian Delbem

▏5- Lairce Velanni, Valquíria Silva, Marisa Pereira e Isabela ▏6- Valquíria,

▏7- Dr. Carlos Romani, Humberto Scandiuzzi, Hélio Bergantini e Elzio Velanni, Valquíria e João da Silva

Belão, Valquíria, Ana e Fernando

8


C o l un a s o c i a l

2

cidacaran são

josé

do

e s p e c i a l

rio

p a r a

preto-sp

a l a

v i p

1

3

6

4

5 7

8

9

■ Folia no Cedro - A diretoria do Clube Monte Líbano presidida por Nadin Cury é só alegria depois do carnaval ■ 1- A rainha do carnaval ■ 2- Conceição Gomes e o filho Luciano ■ 3- Célia Regina Moreno Cury e o marido Nadin Cury ■ Luxo e emoção - As famílias Salton e Oliveira viveram uma noite de muita emoção com o casamento dos filhos Luciana e Rafael Oliveira, que aconteceu na Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em São Paulo

4- Os noivos Luciana e Rafael

Ângelo, Luciana e Stella

7- Amaury Jr. e Dudu Pacheco

5- Os pais do noivo José Luiz e Maria Regina Lima de Oliveira

6- A mãe da noiva Fátima Vezzi Salton com os filhos Júlia,

■ Folia no Aceano - Gente animada não faltou no carnaval do Automóvel Clube ■ 8- Pedro Santos e Lourdes ■ 9- Moysés Camargo, Eduardo Rimoli e Eládio Silva


C o l un a s o c i a l

Destaques de

catanduva

2

denisecursino c

a

t

a

n

e s p e c i a l

d

u

p a r a

va

-

a l a

s

p

v i p

1

3

5

4

6 1- Os irmãos Matheus e Nathália Boso Manfrim em dia de festa na Luna di Napoli

▏2-

7

Júlio Bugança apresentou o sobrinho Luiz Fernando Bugança à sociedade ▏3- Simone Nami Monte-

leone, Cláudia Rojas Fernandes, Celinha Galvão Caretta, Márcia Peruzzo em noite de festa no Mazzi ▏4- Em noite de inauguração da Vivo Autorizada, Gildo Valêncio Servan e José Ricardo Righini

▏5- Lindas de serem e de viverem:

Marina Fonseca Rodrigues, Carina Duran Monteleone, Alessandra Ayusso Soubhia e Thatiana Pizarro Carvalho

de Lima e a bela filha Mariana (Nana) com a Psicóloga Eliane Ramires Abdo Reinaldo José Bertolo

▏7-

▏6- O querido casal Denise – Thomaz Simões

Em juras de amor, comemorando Bodas de Estanho, o destacado e querido casal Haydée Fernanda Mota e


En t r e v i s t a ▏ milton flávio F otos :

M i l to n

F l á vio

e

d ivu l ga ç ã o

Eda Leci

Honorato “

Gostava tanto do trabalho investigativo que, certo dia, em meio a uma briga na qual um rapaz foi esfaqueado e morto, corri atrás do agressor saltando muros na escuridão. Vi onde se escondeu e avisei a polícia. Meus pais ficaram super apreensivos, mas minha sede por justiça era

muito grande

Desde criança, Eda Leci Honorato já tinha o hábito de observar o comportamento das

em dia, as mulheres tenham muito mais

pessoas durante discussões, analisar os fatos e tentar conter brigas em sua cidade natal,

informações sobre seus direitos.

Monções/SP. Em uma das situações, Eda conta que, na escuridão, chegou a pular muros para seguir um assassino com o objetivo de entregá-lo à polícia, o que conseguiu. Formada

A parcela de mulheres que não denunciam

em Direito, estagiou em São Paulo, atuou como advogada em Nhandeara/SP e, posterior-

as agressões ainda é grande?

mente, conquistou por meio de concurso a vaga de Delegada, na Delegacia de Defesa da

Infelizmente sim. Mas, cada vez mais, as

Mulher de Fernandópolis, cargo que, no próximo ano, completará duas décadas em sua

mulheres estão denunciando agressões

carreira profissional. Atuante e dedicada, sua simpatia, seu jeito despojado e prático

que ocorreram ao longo de suas vidas. Elas

construíram uma imagem de mulher querida, mas, acima de tudo, guerreira respeitada.

denunciam agora um sofrimento de longa

Nesta entrevista, ela fala dos crimes mais comuns no cotidiano da sociedade, seu jeito de

data.

ser e sobre sua experiência como professora universitária. Quais tipos de agressões são mais frequenO que mudou do início de sua carreira até o momento atual no perfil da sociedade?

tes?

No passado, havia muita prostituição na cidade. Hoje em dia, ela já não é tão exposta.

A lesão corporal seguida de ameaça é a mais

A população está mais conscientizada. Houve diminuição, inclusive, na própria violência

comum. Também ocorrem em número

doméstica. A Lei Maria da Penha, que entrou em vigor em 2006, contribuiu para que, hoje

significativo os crimes contra a honra. Ali-


ás, observo que as ofensas morais são sempre o começo para que, posteriormente, haja a

As agressões ocorrem em qualquer faixa

agressão física. Diante disso, o correto é que a mulher procure a polícia logo no início desses

etária. Como são, em particular, os casos

fatos para que não chegue aos desconfortos futuros.

que acontecem na terceira idade? Eles são mais raros, mas já vi muitos. Em

Os crimes acontecem em todas as classes sociais?

geral, a mulher na terceira idade é mais

Nas camadas mais baixas eles são muito mais expostos. Na média e alta sociedades eles

agredida pelos próprios familiares. Mesmo

não são tão explícitos. Isso porque as mulheres ficam mais envergonhadas e, em princípio,

com as agressões morais e físicas, muitas

procuram advogados, apoio de amigos, familiares etc.

protegem seus agressores por serem seus familiares. Isso é muito triste, porque diversas

Na sua opinião, quais são os principais fatores que levam às agressões?

têm como única base a própria família. São

O alcoolismo, a miséria e até mesmo o machismo. Muitos homens ainda não entendem

filhos e netos a maioria dos agressores.

que as mulheres têm seus direitos e não podem viver sendo agredidas ou sob ameaças. Como é trabalhar como delegada em uma Em que parte do corpo as agressões físicas são mais comuns?

cidade de porte médio, onde as pessoas

Geralmente nas que não estão à mostra. É incrível como alguns homens conseguem pensar

conhecem umas às outras, como também

nisso mesmo na hora do desequilíbrio emocional. Elas acontecem com mais frequência nos

suas histórias etc?

seios, no abdômen e nas pernas.

Conheço muitas pessoas na cidade e também tenho minhas amizades. Considero

A Sra. Já foi desacatada por algum homem ao vir até a delegacia para prestar depoimen-

um fato até positivo. Meu trabalho não é

to?

prejudicado; pelo contrário, as pessoas

Nesses quase 20 anos, nunca passei por este problema. Felizmente meu trabalho é muito

respeitam muito minha posição.

respeitado. Quando optou pela carreira, enfrentou É perceptível quando o caso não é real, ou seja, quando a mulher por razões desconheci-

resistência da família?

das denuncia um homem injustamente?

Meus pais não gostaram muito da idéia e,

Sim, e só depois de analisarmos muito os dois lados é que concluímos quem tem a razão.

no passado, pediram-me para eu abandonar

Apesar de ser uma situação rara, já tivemos casos

assim. Até mesmo tratando-se de denúncia de estela. Costumo dizer que, antes de ser delegada de polícia, é preciso ser delegada de justiça. A Sra. já presenciou cenas nas quais o homem

impulsiva. Mas sei que este traba-

Muitas vezes, um homem

lho exige cautela absoluta.

rejeitado e ferido torna-se

Qual é o seu ponto de vista em

tupro. O trabalho, nesses casos, exige muita cau-

a carreira, dizendo que sou muito

infinitamente cruel

também veio à delegacia com hematomas? Já recebi mulheres que vieram com pequenos he-

relação à grande parte dos casos de agressões serem provindas de ex-maridos? Noto que, geralmente, os homens

matomas e, ao receber seus agressores, notamos um número muito maior de ferimentos.

agressores são os que não aceitam o fim de

Então, acabo chamando a mulher para uma boa conversa e exponho a ela as consequências

seus relacionamentos. Quando a mulher

dos fatos. Os homens não têm o hábito de denunciar as mulheres. E, muitas vezes, eles

termina uma relação, eles se transformam

também agem em legítima defesa. Temos o papel de ser uma delegacia da família também;

completamente. O transtorno mental do

portanto, tudo deve ser analisado.

homem é tão grande, que ele começa a perseguir a ex-esposa ou ex-namorada, tam-

Como é lidar com a emoção diante dos casos?

bém faz ameaças. Avalio que as mulheres

Existem casos que me emocionaram muito, como o de uma menina de 12 anos que, com-

não devam subestimar os ex-companheiros

pletamente desprovida de conhecimento, já que vivia em uma situação de isolamento so-

porque um homem rejeitado e ferido torna-

cial, era violentada pelo padrasto. Ela era muito inocente e nem mesmo entendia o que se

se infinitamente cruel. Um dos casos que

passava. Também já me emocionei bastante com homicídios.

mais me chamaram a atenção foi a de um


homem que, depois de um ano do rompi-

mento e mesmo morando em outra região, estava entrando em seu trabalho, no meio da rua. Em face dos problemas que levam a uma

Costumo dizer que, antes de ser delegada de polícia, é preci-

voltou e matou a ex-esposa quando esta

so ser delegada de justiça

agressão, qual é a análise que a Sra. faz da posição da mulher? Ainda falta muita conscientização por parte da mulher. Para mim, é um inconformismo uma mulher ser agredida. Muitas ainda se posicionam como submissas, deixam as ofensas fazerem parte de seus cotidianos. O correto é que as mulheres analisem muito bem com quem vão se relacionar, observem

Estátua da Justiça - Superior Tribunal de Justiça em Brasília

qual é o histórico de seus companheiros.

um rapaz foi esfaqueado e morto, corri atrás do agressor saltando muros na escuridão. Vi O que existe de melhor em sua carreira?

onde se escondeu e avisei a polícia. Meus pais ficaram apreensivos, mas minha sede por

É gratificante sentir que posso passar algo

justiça era muito grande.

de positivo na vida de muitas delas. Muitas mulheres sentem-se bem em apenas desa-

Quais são seus maiores hábitos?

bafar um pouco, de conversar comigo con-

Leio muito antes de dormir, e minha cama fica repleta de livros. Também gosto de assistir

tando suas histórias.

noticiários pela televisão. Como leciono para o curso de Ciências Jurídicas, aprofundo-me ao máximo em conhecimento. Além desta responsabilidade, amo trabalhar com os jovens.

Quais são seus sonhos? Viver de maneira saudável e ser feliz. Um

A Sra. é muito vaidosa?

futuro como é o meu presente está de bom

Sou muito. Não deixo de fazer maquiagem por nada. Como também de usar sempre salto

tamanho.

alto, arrumar meus cabelos e me perfumar.

A Sra. tem 50 anos e tem energia e

A Sra. sempre usa roupas com cores fortes...

determinação de dar inveja a muitas mu-

Uso vários tipos de roupas, pois cada situação exige seu estilo apropriado. Realmente amo

lheres de 20. O que a faz a sim?

trajes com cores fortes. Há 19 anos tenho a mesma costureira, chamada Nilva. Ela é per-

Como trabalho muito, quando estou fora

feita. Embora compre o restante em Fernandópolis, não posso deixar de mencionar que

de minhas funções, ocupo o meu tempo so-

também adoro os estilos de peças apresentadas por Adão, da loja Século XXI.

mente com coisas boas, com situações sadias. Pratico, à medida do possível, atividades

A Sra. é romântica?

esportivas e busco a felicidade constante

Nem um pouco. Talvez a minha própria profissão tenha ocasionado isso. Gosto apenas de

com meu lazer, minha família e profissão.

atenção e educação. Não me agrada receber flores, por exemplo. Sou muito mais realista.

A Sra. tem fama de ser uma pessoa muito

Em seus momentos de lazer, as pessoas são mais abertas com a Sra. ou acabam tendo

animada. Sempre foi assim?

sempre a imagem da delegada?

Em toda minha vida fui assim, mas, sem

Percebo que algumas pessoas se reprimem em festas, por exemplo, ao me verem. Já presen-

dúvida, também sempre quis ser delegada.

ciei situações de amigos que nem bebiam diante de mim. Como também já perdi alguns

Gostava tanto do trabalho investigativo

paqueras quando esses ficaram sabendo que sou delegada. Chego a ver em leituras labiais

que, certo dia, em meio a uma briga na qual

os comentários que demonstram que o termo delegada intimida-os. ▏



Ala Vip 73