Revista Supermercados - Edição 199

Page 1

1


2


Editorial Devo confessar que tenho muito orgulho de pertencer a um setor que alcançou no ano passado a marca de R$ 611,2 bilhões, mesmo diante de um cenário desfavorável, com as operações de mais de 92 mil lojas espalhadas pelo país, como nos revela o Ranking da Abras de 2022. O autosserviço nacional já responde por 7,03% do PIB brasileiro, inscrevendo-se como um dos segmentos mais relevantes de nossa economia. Vale frisar que estes não são números frios. Por trás deles existe muito suor e labuta, pois neles pulsa um setor que procura a todo instante se reinventar. Em outras palavras: nunca deixa de olhar para frente, para o futuro. É isso que impulsiona cada supermercadista a desbravar novos modelos de negócios, sejam eles físicos ou digitais. É isso, também, que nos faz ampliar a capilaridade e, consequentemente, nosso poder de servir o consumidor e a sociedade. Não obstante a pandemia, este foi o setor que mais abriu novas vagas e mais qualificou mão de obra. E por falar em sociedade, essa questão nos remete a um tema sobre o qual teremos que encarar urgentemente: o conceito de ESG. Estas três letrinhas são a sigla em inglês de governança social, ambiental e corporativa. Isso significa que devemos nos preocupar, ao mesmo tempo, com a gestão do nosso negócio e ter o foco voltado para contribuir com os problemas da sociedade e com o futuro do planeta. Ou seja, trabalhar a sustentabilidade, mas sem perder de vista a eficiência do nosso negócio. É aqui que entra um desafio para todos nós: impulsionar a cultura ESG nas empresas, alinhando ações factíveis e metas sustentáveis. Trata-se de uma tarefa complexa porque envolve identificar riscos. Mas, também, junto com isso teremos oportunidades de obter retorno para as nossas empresas, investindo em fontes renováveis de energia, em melhores práticas de gestão e governança; e em projetos de capacitação de nossa mão de obra. Isso passa, sobretudo, pela capacidade de mapear a jornada do cliente e adaptar as nossas operações, tanto as lojas quanto as pessoas que nelas trabalham, para que possamos promover a transformação digital. Para tanto, será necessário alterar a cultura das empresas. Isso já começou a acontecer durante a pandemia, quando tivemos que nos reinventar para esse tempo de grandes incertezas. Mas temos que ter consciência que precisamos evoluir ainda mais para aprofundar e estreitar as relações com os nossos clientes. Mas como fazer isso? Temos que investir na coleta de dados relevantes que nos revelem como se processa toda a jornada do cliente para entender a fundo o seu comportamento. A partir daí devemos construir estratégias que estejam em linha com os desejos e necessidades dos nossos consumidores. Eu sempre digo e reafirmo: os supermercados existem para servir os clientes, pois são eles os nossos patrões. São deles que extraímos a nossa inspiração. Essa temática estará permeando quase todos os debates da maior feira e encontro de varejistas do Centro-Oeste, a 19ª SuperAgos, que acontecerá de 13 a 15 de setembro de 2022, no Centro de Convenções de Goiânia. Para essa empreitada a Agos conta com o apoio e a parceria de inúmeras empresas e instituições. Estamos na reta final, contando os dias e os minutos que faltam para esse evento, cujo sucesso será o coroamento de um grande esforço do nosso segmento. Para tanto, é fundamental a sua presença na nossa Feira. Seja você também um multiplicador. Leve a sua equipe e o seu entusiasmo, pois estamos nos desdobrando ao máximo para fazer desta a melhor e maior Feira de todos os tempos. Um abraço e boa leitura!

Gilberto Soares da Silva Presidente da Agos

Av. C-7, No 3144, Qd. 80, Lt. Área, St. Sudoeste, CEP 74.305-080, Goiânia-GO (62) 3215-2528 / 3254-8350 secretaria@agos.com.br www.agos.com.br

PRESIDENTE Gilberto Soares da Silva VICE-PRESIDENTE Sirlei Antônio do Couto SECRETÁRIO Suail Alcântara CONSELHEIROS Mário Júnior de Farias Ediran Carlos da Silva Walter de Paula Oliveira Valdeci Luciano da Costa Wanderson Ferreira Roney Rodrigues Fernandes José Nakamura Givaldo Ribeiro Batista Junior Ricardo Pinheiro dos Santos Júlio Penha Peres José Elias de Paula Murilo Moraes Agnaldo Moreira da Costa Jr. CONSELHO FISCAL - EFETIVOS Jaime Canêdo Nivaldo do Nascimento Araújo Fernando Viandelli Lopes CONSELHO FISCAL - SUPLENTES Ulisses Jair dos Santos Márcio Ronney Dantas de Sousa José Guilherme Schwam DELEGADO JUNTO À ABRAS Nelson Antonino Alexandrino Lima COMITÊ FEMININO Selma Messias Honório COMITÊ DE DESENVOLVIMENTO Glauskston Batista Rios

3


Sumário 06

painel empresarial Como pensar, agir e gerir diferente a sua empresa para ter um time engajado

08

dia das crianças Prepare a sua loja para vender mais no dia 12 de outubro e conquistar mais clientes

12

calendário do varejo Fique atento às datas comemorativas neste segundo semestre para faturar mais

16

capa Conheça as mudanças no comportamento do consumidor para atrair e fidelizar clientes

20

administração Como ser mais eficiente e tornar a gestão do seu supermercado mais produtiva e rentável

24

superagos 2022 Prepara-se: está chegando a maior Convenção e Feira de Varejo da Região Centro-Oeste

Editor • Francisco Barros Interativa Comunicação e Eventos (62) 3097-1406 / francisco@interativacomunica.com.br Publicidade • Clésida do Espírito Santo Marketing • Frederico Kessler Fotos • Agos / Shutterstock / Freepik Produção e Diagramação • Frederico Kessler

4


R E U N I R P ES S OA S

REALIZAR D E S E J O S

A L I M E N TA R GERAÇÕES

Essa é a nossa missão ao abastecer a cidade com a cristalalimentos.com.br/nossajornada

/cristalalimentos

@cristalalimentos

5


PAINEL EMPRESARIAL

Como pensar, agir e gerir diferente para ter um time engajado Os antigos hábitos não garantem mais resultados. Se sua empresa não se adaptar, vai continuar acreditando que o erro está só no mercado. O grande desafio de contratar mão de obra qualificada e comprometida está dando o que falar. Mas me pergunto quando é que foi diferente, quando é que houve uma ampla oferta de profissionais no mercado e pudemos escolher confortavelmente quem contratar e quem não incluir na empresa. Mas é o mercado que não tem mão de obra ou as empresas que não estão compatíveis com o perfil dos profissionais disponíveis? O perfil de profissionais acessíveis no mercado mudou, mas a maior parte das empresas não mudou sua estrutura, seu modus operandi de como captar, construir relacionamento com essas pessoas, gerir e motivar para gerar comprometimento. Um exemplo disso é o próprio processo de recrutamento e seleção. Se antes, a empresa entrevistava o candidato, agora o cenário é de que o candidato entrevista a empresa. Quem vai até você para uma reunião, quer descobrir se o salário está compatível com o mercado (e isso é o mínimo), se o clima da empresa é bom, se o uniforme é adequado, se a estrutura oferece bemestar no trabalho e quais as funções são propostas para o cargo em questão. Sua empresa está preparada para responder esses questionamentos? Se não está, é por isso que muitas das vezes você faz a entrevista, chega a contratar verbalmente e no dia combinado para a pessoa iniciar o trabalho, simplesmente some! É porque ela entrevistou sua empresa, passou no seu critério de seleção, mas você não passou no dela. A pergunta que não quer calar da vez é: “se não tenho estrutura da minha empresa para desenvolver um trabalho desse tipo, como colocar o aspecto de mão de obra qualificada como ordem de prioridade?”. Quando falamos de mão de obra, tende-se a pensar de imediato em aumento de salário, que sim, é relevante, mas não se trata apenas disso. O que quero propor na discussão são tópicos que você pode trabalhar com o suporte disponível agora, na sua estrutura e na sua condição. Para te ajudar a responder essa questão comece se questionando porque eu, como candidato, deveria escolher sua empresa ao invés de outras? O salário impacta, segura por um tempo, mas não muito tempo. Isso é fato. Sugiro que levante na sua empresa quais são os motivos que você tem para argumentar de que vale a pena o profissional vir trabalhar com você. Alguns exemplos são:

6

Por Emerson Amaral

CEO do Instituto de Desenvolvimento das Empresas de Alimentação (@consultideal)


PAINEL EMPRESARIAL

Estrutura compatível de banheiro e vestiário. Isso mostra o quanto a empresa valoriza os profissionais que estão lá dentro e respeita as individualidades. Banheiro sem tranca, porta que não fecha direito, sem iluminação, ambiente sujo e sem estrutura mínima são pontos que você deve observar com muita atenção.

Área de refeitório e convivência para os colaboradores. Eu sei que m2 é caro e restrito, mas aqui não falo sobre tamanho, mas de estrutura disponível. E claro, não adianta ter a estrutura e não permitir que a equipe usufrua do espaço.

Oferta algum tipo de refeição ou lanche. Não precisa ser sofisticado, mas sim fresco e saboroso. Isso de colocar alimentos que são a sobra da loja para os colaboradores comerem passa uma péssima imagem e claro, é completamente inadequado.

Uniforme atrativo. Aqui falamos de um uniforme básico, limpo, em boas condições de uso. Uniforme não pode ser uma fantasia.

Capacitações ofertadas pela empresa. Fornecedores, inclusive, oferecem de forma gratuita e você pode usar esse destaque na construção profissional como um atrativo. A empresa precisa estar constantemente aberta à captação de novos profissionais, a conhecer quem está no mercado. Não existe o momento de que não se podem receber currículos, porque é importante que, dentro do possível, haja pessoas no modelo trainee. Lógico que nem sempre há disponibilidade financeira, mas existem modalidades no mercado que se pode contratar a título de estágio. Há os estágios de graduação e os estágios de nível de primeiro e segundo grau, equalizando a questão financeira - investimento menor na capacitação mais constante. Para ficar ainda mais fácil entender, pense que todo time de futebol tem também seu time de base. Os jovens são treinados para serem formados para assumirem o time do futuro. E assim devemos trabalhar em nossos negócios. Se com a mão de obra da produção e loja já é assim, com a liderança é preciso ter atenção em um nível exponencial. Por melhor que seja o time, se ele não tiver um técnico a altura, não gera resultados, não marca gol e ainda perde o campeonato. E quando um time perde, o primeiro a ser substituído é o técnico, ou seja, a liderança. Por isso, sempre indico:

+

Clareza Transparência Segurança

+

Segurança Dinâmicas de Meritocracia

TIME DOS SONHOS

Supervisores, coordenadores e gerentes formam o grupo responsável por passar adiante os valores e crenças da sua empresa. Mas, na prática, segundo pesquisa do Grupo Cia de Talentos, 73% não expressa sua identidade sem receio; 74% sente que suas ideias não são ouvidas e valorizadas; 77% não têm autonomia e liberdade nas ações; e 80% não têm uma comunicação aberta e honesta com a empresa. Essas estatísticas reforçam como ainda construímos ambientes inadequados e esperamos por resultados efetivos. A conta não fecha! Invista em ter claro quais são os papéis a serem desempenhados e formalize isso com sua equipe. Se possível, de forma escrita. O que precisa ser feito? Com que frequência? Esperando quais resultados? Faça isso tanto para o time operacional quanto para quem é gestor. A insegurança acontece quando não se tem clareza desses processos e quando não se tem um monitoramento. O ciclo vicioso começa porque o profissional fica sempre com o sentimento de que não foi devidamente reconhecido, seja financeiro ou institucional; e a empresa fica sempre com a sensação de que não há comprometimento e que as pessoas não são merecedoras de incentivo para gerar o devido reconhecimento. É como se cada um tivesse correndo um caminho diferente. É também sabido que nem todo profissional está aberto a receber investimento na sua construção profissional e emocional. Porém, cabe a nós empresários reconhecer as limitações e alocar as pessoas nas posições compatíveis com os interesses e disponibilidades dela. Uma outra situação que cabe destacar é a necessidade de acompanhamento das pessoas nas empresas. Somos todos seres humanos e ao longo do dia, ao longo da vida, temos sentimentos diferentes. Um erro é quando a empresa quer separar a pessoa e o profissional. Esquece que antes de ser um profissional, existe um ser humano. Se seu negócio quer manter bons profissionais, reconheça a existência de uma pessoa ali e, por isso, precisa ser acompanhada de acordo com tudo que acontece. Se seu empregado está com problemas de saúde da família, vai ficar abalado do ponto de vista profissional. O que você, como empresa, está oferecendo para minimizar esse impacto? Diminuir um pouco a cobrança, reposicionar o profissional e reajustar as metas são alguns pontos simples e que fazem toda a diferença. Falar sobre pessoas é amplo, envolvente e exige sabedoria. Mas vale a pena! Um time engajado é um time vencedor! Quer saber mais sobre esse assunto? Acesse o QR Code e conheça sobre o projeto para formar e desenvolver lideranças do segmento de alimentação, numa proposta diferenciada, em que se propõe aos envolvidos o autoconhecimento, o reconhecimento das suas competências, suas habilidades, suas crenças limitantes e as suas forças para lidar com equipes e com pessoas na Era 4.0, instante que possui a tecnologia como aliada indispensável em qualquer tamanho de empresa. Perceba que muitas das ações que citamos aqui não dependem de investimento financeiro. Dependem de uma postura, de uma atividade dos gestores para a construção de ambiente favorável. Não adianta esperar só do governo que haja a formação de mão de obra. A empresa precisa se ajustar para receber pessoas que irão ser profissionais que todo negócio gostaria de ter. O cenário atual é que as pessoas vêm com habilidades e buscam empresas que abracem essas qualidades. Não é mais apenas sobre a formação de ofícios. Não é fácil, não é simples. Mas a gente tem que começar a pensar diferente, agir diferente e gerir diferente. Para ter gente boa, é preciso ser gente boa. Um abraço e até a próxima!

7


DIA DAS CRIANÇAS

12 DE OUTUBRO Prepare sua loja para vender mais Todo varejista deseja atrair e reter o cliente, não é mesmo? Mas como transformar o desejo em realidade? É necessário saber como, onde e porque um consumidor forma suas decisões de compra Uma das datas que mais movimentam o comércio no Brasil, o Dia das Crianças (12 de outubro) promete, se bem utilizada, ajudar a sua loja a vender mais e melhor. No ano passado o faturamento do varejo nesse período cresceu 16,5%, com relação a 2020, de acordo com o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA). O faturamento no universo físico aumentou 16,8%, enquanto o e-commerce experimentou expansão de 21,8%. Em função desse desempenho, a data está sendo considerada a terceira mais importante para o varejo, em termos de faturamento, atrás apenas do Natal e Dia das Mães. Os dados citados são mais que suficientes para convencer qualquer empreendedor a preparar os seus estoques (com antecedência) e sua equipe de atendimento para organizar a melhor experiência de compra para o cliente. Diante disso, um alerta: é imperdoável perder venda para a concorrência devido a esgotamento de produtos na véspera da comemoração. Portanto, a preparação deve envolver, inclusive, profissionais para trabalhar as redes sociais da loja, bem como se qualificar para um excelente atendimento presencial. O fundamental, no processo, é não permitir deixar de fechar vendas, seja por dúvidas do cliente, seja por falta ou escassez de estoque. Lembrando que o trabalho de divulgação exige muito planejamento, tais como campanhas de marketing, que envolvem anúncios, postagens de divulgação e ambientação de loja. Uma boa ideia para o período é fazer a combinação de ofertas e presentes, uma vez que no Dia das Crianças muitos clientes precisam adquirir mais de um presente. A sugestão da Resultados Digitais: “Pense em pais que têm mais de um filho ou em padrinhos que têm mais de um afilhado. Essas pessoas vão precisar de presentes diferentes

8


DIA DAS CRIANÇAS

Atenção às regras de publicidade para crianças e marketing infantil

Ao desenvolver uma campanha direcionada ao público infantil, é fundamental observar as regras de publicidade para crianças. Ela tem que seguir preceitos e normas para essa faixa etária. Artigo no blog Resultados Digitais assinala que “a campanha Somos todos responsáveis, coordenada pela Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap), busca difundir boas práticas para a publicidade voltada a crianças.” A matéria informa que “o site do projeto apresenta argumentos para contribuir com a reflexão sobre o assunto — de forma ‘baseada em educação, e não em proibição’, segundo o presidente do Conselho Superior da Abap, Dalton Pastore.” De acordo com a cartilha lançada pela Abap, ao fazer publicidade para crianças, não é permitido: Utilizar o imperativo, como “compre” ou “peça para seus pais”;

e você pode aproveitar a necessidade para incentivá-los a comprar todos os presentes na mesma loja — no caso, a sua.” Outra dica criativa da Resultados Digitais é “aproveitar para vincular sua venda a um brinde interessante para seu público. Mas, para produzilo, também precisará de antecedência. Imagine que outras marcas terão a mesma ideia que você e podem deixar para a última hora.” Qual a criança que não gosta de um brinde, não é mesmo? E não podemos esquecer: “adultos também gostam de brindes. Se a sua loja trabalha com várias faixas etárias, que tal oferecer uma lembrança ao cliente que fez a compra para o filho? Ele certamente lembrará da sua empresa em outras datas!”.

Incluir conteúdos que desvalorizem a família, escola, vida saudável, proteção ambiental ou que contenham algum tipo de preconceito racial, religioso ou social; Apresentar publicidade em formato jornalístico, o que pode confundir o público; Difundir o medo nas crianças, expondo as crianças a situações perigosas ou que simulem constrangimento por não poder consumir determinado produto ou serviço anunciado; Desmerecer o papel dos pais e educadores como orientadores para se ter hábitos alimentares saudáveis ao apresentar, por exemplo, produtos que substituem as refeições; Encorajar o consumo excessivo de alimentos e bebidas, menosprezando a alimentação saudável; Associar crianças e adolescentes a situações ilegais, perigosas ou socialmente condenáveis; Fazer merchandising em programas dirigidos a crianças ou utilizando personagens do universo infantil para atrair a atenção desse público.

9


nas

gôndolas Danone acumula prêmios com garrafa Bonafont No Brasil, apenas 23,1% dos resíduos plásticos pós-consumo foram reciclados em 2020, de acordo com a ABIPLAST. Por isso, a Danone, focada na economia circular, tem movido esforços mundiais para produzir embalagens mais sustentáveis e implementar processos de logística reversa em seus negócios. Uma de suas marcas, a Bonafont é um exemplo de que as estratégias podem alcançar grande sucesso no Brasil e no mundo: dentro de um período de seis meses, sua embalagem de água mineral sem rótulo, 100% reciclada e totalmente produzida a partir de galões de água recicláveis recebeu oito prêmios por sua inovação.

Aparelho de barbear descartável combate pelos encravados A Gillette busca, há mais de 120 anos, aprimorar seus produtos e trazer inovações que melhorem a rotina de barbear de seus consumidores. Segundo pesquisas internas, 61% dos homens brasileiros afirmaram possuir algum tipo de irritação na pele, deixando o processo de barbear desconfortável e doloroso, além de afetar diretamente sua autoestima e confiança. Pensando neste desafio a marca apresenta Gillette Derma Proteção, o primeiro aparelho de barbear descartável desenvolvido para combater pelos encravados. Não importa quão sensível seja a sua pele, a irritação não deve afetar a sua autoestima. Gillette Derma Proteção traz a sua confiança de volta com um barbear suave e indolor.

Yoki lança a sua nova linha de amendoins crocantes Com o foco no crescimento da categoria de snacks já existente no portfólio, a Yoki, principal marca da General Mills na América Latina, traz para o mercado o lançamento da linha de amendoins crocantes nos sabores ‘Molho de Pimenta’, ‘Levemente Salgado’ e o enigmático ‘Sabor do Chef’ com um blend especial exclusivo da marca. Com o tema ‘O Novo Sabor da Conversa’, a novidade chega ao mercado brasileiro com a finalidade de aumentar a presença da Yoki na categoria de amendoins no país e trazer ao consumidor opções diferenciadas de sabores para serem consumidos no dia a dia.

10


Ypê do Milhão: Promoção dará R$ 5 milhões em prêmios Atendendo os anseios de seus consumidores, a Ypê, empresa 100% brasileira e uma das maiores fabricantes de produtos de higiene e limpeza do país, antecipou o início de sua mais importante promoção, Ypê do Milhão. Já disponível em todo o Brasil desde 27 de junho, ela acontecerá até 09 de outubro. A Ypê distribuirá R$ 5 milhões em prêmios com a promoção. Serão mais de 600 premiações no valor de R$ 500,00 por mês durante um ano, além de dois carros e um sorteio final no valor de R$ 1 milhão. A escolha foi baseada no resultado de uma pesquisa realizada com os consumidores no final do ano passado, que identificou quais itens eles mais gostariam de ganhar.

Snickers volta com a versão Sabor Pé de Moleque Após milhares de pedidos de consumidores em redes sociais e SAC, SNICKERS®, marca que faz parte da Mars, que detém outras marcas como M&M’S®, TWIX®, RÁRIS®, anuncia a volta da versão SNICKERS® Sabor Pé de Moleque. A versão Sabor Pé de Moleque traz a combinação de SNICKERS® com um dos mais tradicionais doces do país, o Pé de Moleque. Coberto por chocolate ao leite e recheado com muito amendoim e caramelo, o SNICKERS® Sabor Pé de Moleque traz uma referência ao tradicional doce da Festa Junina no Brasil, deixando o sabor mais intenso e o amendoim ainda mais em evidência.

e d a d r e e v v e e d d e e d d a a d d i i QQuuaall R

R

(64) 3547-1396| |(64) (64)9.8149-1144 9.8149-1144 (64) 3547-1396 petacaseira@hotmail.com|petacaseira.com|@petacaseiraoficial petacaseira@hotmail.com|petacaseira.com|@petacaseiraoficial

11


SEGUNDO SEMESTRE

Dia dos Pais - 14 de agosto

Em 2021, a data quebrou o recorde de vendas do e-commerce em um Dia dos Pais, em comparação com os anos anteriores. O faturamento superou os R$ 6,2 bilhões, número 15,99% maior que o obtido em 2020, segundo a Social Miner. Os produtos mais procurados e desejados são dos departamentos de vestuário, acessórios, sapatos, perfumes, cosméticos e eletrônicos.

Fique atento ao calendário do varejo no 2º semestre Planeje-se para algumas das datas mais importantes para o faturamento do varejo; é necessário construir estratégias assertivas para impulsionar as vendas e alcançar boas margens de lucro Após quase dois anos e meio de pandemia, chegou a hora de o varejo reagir e conquistar níveis de crescimento satisfatórios. Isso implica em planejar suas ações com antecedência para alcançar resultados positivos. Uma estratégia importante é olhar para o calendário do segundo semestre do ano, que possui algumas das datas mais importantes do calendário do varejo, a exemplo do Dia dos Pais, Dia do Cliente, Dia das Crianças, Copa do Mundo da Fifa, Black Friday e a mais importante de todas: o Natal. A seguir confira alguns dados importantes sobre essas datas.

Semana do Brasil - 04 a 10 de setembro

O Governo Federal e os maiores varejistas do país criaram a iniciativa, com o objetivo de aquecer a economia em um período do ano em que as vendas não tiveram resultados expressivos. Na semana da Independência, portanto, diversas lojas oferecem promoções e descontos significativos para alavancar as vendas. É um ótimo período para os consumidores irem às compras e os varejistas aproveitarem para aumentar suas vendas.

Dia do cliente - 15 de setembro

O Dia do Cliente é marcado por ações com foco em vendas, branding e relacionamento com o consumidor. Faça um planejamento de ações seguindo as características do seu público-alvo e clientes. Para os consumidores, vale a pena ficar de olho nas ofertas, pois pode surgir a oportunidade perfeita de adquirir algo que se planeja em melhores condições de compra.

Dia das crianças - 12 de outubro

Outra importante data para o varejo e o e-commerce. Em 2020, foi responsável por 6,58 milhões de pedidos, entre os dias 27 de setembro e 11 de outubro, com um ticket médio de R$ 472,00. Em 2021, o faturamento com a data cresceu 63%, segundo a pesquisa da Social Miner. Além dos tradicionais brinquedos, o Dia das Crianças também é marcado pela busca por telefonia, moda, eletrônicos, itens de lazer e cartões valepresente.

Copa do Mundo da Fifa de 2022

Será a 22ª edição do evento esportivo e ocorrerá no Catar, país árabe. O torneio está marcado para acontecer entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro. Esta é uma ótima oportunidade de venda de produtos sazonais. Bandeirolas e outros itens do tipo, comidas e bebidas para assistir aos jogos, entre outras coisas. Além disso, essa é a hora de apostar na decoração verde e amarela no seu negócio. Deixe todo mundo no clima e aposte no espírito esportivo do brasileiro. Não terá erro!

Black Friday - 25 de novembro

Considerada a melhor data para compras online. Em 2021, foram R$4,2 bilhões de faturamento no e-commerce, de acordo com dados da NielsenIQ|Ebit. Além do marketing, fortalecimento da marca e promoções, as lojas e marcas precisam trabalhar em uma logística eficiente de entrega e satisfação dos clientes, devido ao alto número de pedidos realizados. Para achar os melhores descontos, o consumidor deve fazer uma pesquisa dos produtos que deseja com no mínimo 30 dias de antecedência, assim poderá comparar os preços e ver a real economia que terá deixando para comprar na Black Friday.

Natal - 25 de dezembro

Um mês após a Black Friday, é a vez de o Natal ganhar o cenário no varejo. Os produtos mais vendidos e procurados nessa época do ano são eletrônicos, itens de decoração, brinquedos, perfumes, cosméticos, roupas, calçados, eletrodomésticos, livros e produtos pet.

Fonte: Pedro Ivo – sócio-diretor da Dito (CRM)

12

ok


SEGUNDO SEMESTRE

1- Planeje as ações com os vendedores

Na semana que antecede a data, prepare as ações que serão realizadas. Crie um checklist com as principais ideias e envolva os profissionais da sua loja para que toda a equipe esteja alinhada e preparada para atender os clientes e executar o que foi planejado.

Dicas de especialista para o varejo atrair consumidores Confira, a seguir, as dicas que o especialista em varejo e CEO da VarejOnline, Juliano Mortari, preparou para que você possa aplicar em sua loja. O objetivo é contribuir para impulsionar as suas vendas e, ao mesmo tempo, se destacar da concorrência. Leva-se em conta que com a pandemia ocorreu uma mudança no comportamento dos consumidores. Logo, é essencial investir na experiência do cliente. Fonte: Juliano Mortari - VarejOnline

2- Faça uma vitrine temática

A parte visual é essencial na experiência de compra da loja física. Uma boa decoração, desde a vitrine, atrai a atenção do cliente. “Mescle artigos que se relacionem com a sua loja e elementos alusivos à data. Dessa forma, você proporciona uma vivência imersiva a quem visita seu ponto de venda”, recomenda Mortari.

3- Promova ações com experiência

Para essa etapa, é importante ter conhecimento sobre quem são os consumidores da loja, para que a experiência passe por todas as etapas, desde um bom atendimento até antecipar as necessidades dos clientes. Ações que geram curiosidade e que envolvam o cliente são grandes atrativos. Uma boa ação pode ocasionar vendas espontâneas, apenas por chamar atenção de quem está passando pela frente da loja.

4- Use o sistema ao seu favor

Veja no cadastro dos seus clientes quem costuma comprar na data em questão e envie mensagens personalizadas para lembrá-los da compra do presente. “Entenda o perfil dos consumidores e, ao enviar a mensagem, é interessante ainda ceder vouchers de descontos, para ser um atrativo a mais”, sugere o CEO.

13


14


15


CAPA

16


CAPA

Entender o comportamento do consumidor é a chave para o varejista continuar sendo relevante e competitivo no mercado em constante mutação. É a partir dessa perspectiva que se pode fazer três perguntas fundamentais: qual a jornada de compra do meu consumidor? O que leva meu cliente a adquirir ou recusar um produto? O que o leva a escolher a minha loja em detrimento de outra? Todo varejista deseja atrair e reter o cliente, não é mesmo? Mas como transformar o desejo em realidade? É necessário saber como, onde e porque um consumidor forma suas decisões de compra. Com esse diagnóstico em mãos é possível ao lojista traçar as principais tendências do varejo e criar as suas ações de marketing para atrair os clientes. Deve, portanto, “entrar na cabeça” do consumidor para prever as suas reações. E isso tem nome: neuromarketing. “O neuromarketing é a ciência que estuda as reações que acontecem no cérebro humano quando uma pessoa é exposta a produtos, marcas e propagandas”, define a jornalista e Head de Marketing do Opinion Box, Daniela Schermann. Ela complementa: “Sabemos, no entanto, que nossos desejos, impulsos e reações são muito mais subjetivos e difíceis de serem mapeados e medidos do que qualquer ciência pode prever.” Daniela cita o autor dinamarquês Martin Lindstrom, estudioso do comportamento do consumidor, para explicar que “85% das compras

são decididas pelo nosso subconsciente.” Ela pondera, no entanto, que “existem mecanismos e formas de ativar partes do nosso cérebro para tornar marcas lembradas mais facilmente ou relembradas diante de diferentes gatilhos mentais, além de formas de facilitar o nosso processo de decisão”.

Estudos do Neuromarketing?

Embora seja uma ciência muito nova, argumenta Daniela, o neuromarketing “vem sendo amplamente estudado por acadêmicos e empresas mundo afora para entender como o ser humano pensa, decide e sente.” Pelo que já se sabe sobre essa ciência, “ao tomar uma decisão, podemos ativar três mecanismos do nosso cérebro: a razão, a emoção ou o instinto. O neuromarketing, então, busca entender como cada um dos mecanismos é utilizado durante o processo de decisão de compra”, informa a especialista. As pesquisas concluíram que o cérebro reage a diferentes estímulos, seja por uma imagem, um cheiro ou um texto. “Durante as pesquisas de neuromarketing, observa-se as ondas cerebrais, a frequência cardíaca, as expressões faciais, o movimento dos olhos e a dilatação das pupilas. Com os resultados, é possível compreender o que causa desejo, repulsa, necessidade, urgência e outros fatores que podem influenciar diretamente o comportamento do consumidor”, revela Daniela.

17


CAPA

Decisão de Compra

Até aqui já sabemos que o processo de decisão de compra não é simples. Passa por, pelo menos, três razões principais: pessoais, emocionais e financeiras. Mas, também, é necessário assinalar outra questão muito comum. O cliente chega à loja com um produto em mente, na hora de colocar o produto no carrinho, muda de ideia. Esse é o momento em que se verifica um gatilho mental. É fundamental para o lojista monitorar o comportamento desse consumidor para entender o que fez ele mudar de ideia e optar por outro produto. “Esse monitoramento é usado para construir um relacionamento mais próximo e duradouro com o cliente, determinar abordagens mais assertivas e ampliar a rentabilidade no setor do varejo”, informa o Blog +Lojas. Ainda de acordo com essa análise: “Entre a identificação de um desejo ou necessidade até a efetivação da compra há uma verdadeira jornada que envolve diversas etapas e processos, como a busca por informações, o levantamento das alternativas disponíveis, avaliação dos fornecedores, produtos e canais de venda, por exemplo.”

Novos Hábitos

Durante a pandemia, com a necessidade de distanciamento social, ganhou mais força uma tendência: a tecnologia aplicada ao varejo. Mas

18

essa tendência também veio, entre outras coisas, para melhorar a experiência dos consumidores e diminuir filas. Foi assim que se propagou o autoatendimento, aplicativos de pagamento e sensores personalizados. Ganharam mais visibilidade as chamadas smart stores ou smart markets. Elas possibilitam que o cliente entre no estabelecimento, selecione os itens que deseja, pague por aplicativo e vá embora. Sem contato físico. “Nesse cenário de consumo”, observa o Blog +Lojas, “ o melhor canal é o que trabalha com foco no consumidor e atende às suas necessidades procurando entregar uma experiência diferente e se destacar da concorrência.” A publicação acrescenta: “Outra característica do consumo pós-pandemia é que as pessoas estão pesquisando mais antes de comprar e dando prioridade a empresas que oferecem benefícios adicionais a compras, como cashback, cupons de descontos e programas de fidelidade.” E para finalizar, os especialistas em varejo, cravam uma aposta, que não pode ser desconsiderada na estratégia de relacionamento com o consumidor: “Com isso, a estratégia omnichannel [uso simultâneo e integrado de diferentes canais de comunicação] se evidencia como meio de integrar não somente os canais de venda, mas também a experiência do cliente, dando suporte a uma jornada de compra não linear e contribuindo para melhorar a experiência de compra”, conclui.


CAPA

1. Senso de Urgência Esta é uma técnica simples do neuromarketing: trabalhar o senso de urgência para o seu cliente. Exemplos práticos: Cartazes na vitrine com “últimas peças da coleção” ou “últimos dias da promoção”. Só tome cuidado para não gerar o senso de urgência baseado em informações falsas, que podem quebrar a confiança do consumidor. Se você colocou um banner em seu site dizendo que a promoção só é válida para aquele dia, certifique-se de que ela foi encerrada ao fim do dia.

2. Seja Positivo Sabe a história do copo meio cheio ou meio vazio? Ao falar algo sobre sua marca ou produto, certifique-se de que o copo sempre esteja cheio. Um exemplo simples: muitas marcas orientam seus vendedores a evitar a palavra “não” no discurso de venda. Assim, se o cliente pede um item que acabou ou pergunta sobre um serviço que sua marca não oferece, o truque é contar isso para o cliente de forma positiva. Ofereça produtos similares, avise que em breve você terá reposição daquele item ou que estão se esforçando para atender essa demanda o quanto antes. Resolva a dor do cliente. Apresente soluções para ele.

3. Use Storytelling Ao contar histórias interessantes e envolventes, você desperta emoções, ativa sensações e é mais facilmente lembrado. O recurso do storytelling é amplamente usado, desde as salas de aula até o marketing. E você pode se beneficiar das histórias para se aproximar do seu cliente. Ao invés de falar que o seu produto é o mais tradicional do mercado, conte uma história que represente essa tradição. Ao invés de falar que ele influenciou milhares de pessoas, peça para que ao menos um cliente conte como foi utilizar o seu produto. Use a criatividade.

Seis técnicas de Neuromarketing para aplicar no seu negócio O neuromarketing não é nenhum bicho de sete cabeças. Ou seja, é possível você utilizar as técnicas de forma bastante simples e aplicar para o resultado do seu negócio. A seguir, listamos seis dessas técnicas citadas no Blog da Opinion Box pela jornalista Daniela Schermann.

4. Trabalhe com Jogos Seja Candy Crush, Atari, Playstation, Paciência no computador ou mesmo com cartas de baralho. Você já perdeu a noção do tempo jogando algum tipo de jogo, certo? Os jogos despertam os mais variados tipos de sensação e podem jogar muito a favor da sua marca. Explorar o relacionamento do cliente com sua marca de uma forma lúdica é uma excelente estratégia. Seja através de recompensas, incentivos ou alertas que despertem o sentido de urgência são algumas técnicas de gamification que você pode explorar.

5. Tenha Foco Fazer escolhas é difícil. Em graus maiores ou menores, todo mundo tem dificuldade ao tomar uma decisão. Por isso, se você oferece muitas opções para o seu cliente, repense sua estratégia. Já ouviu aquela frase: “Menos é mais”? Limite as opções, facilite as escolhas do seu cliente e pense em como tornar seu processo de decisão mais simples e focado. Se o seu produto é digital, foque na usabilidade e diminua o caminho até a conclusão do carrinho de compra.

6. Explore os Sentidos Sabe aquela sensação boa que uma música, um cheiro ou uma foto que lembra sua infância provoca em você? A sua marca pode despertar o mesmo tipo de sensação no seu consumidor. Procure entender como você pode despertar os cinco sentidos do seu consumidor. Se você possui uma loja física, ela possui algum cheiro característico, que seus clientes podem associar à sua marca? Ela toca música? E a embalagem do seu produto, é agradável ao toque? Mesmo que seu produto seja virtual, você pode explorar a visão. Quais emoções as cores, o layout e as fotos do seu site despertam no visitante?

Fonte: Daniela Schermann – Opinion Box

19


GESTÃO DE NEGÓCIOS

20


GESTÃO DE NEGÓCIOS

O empreendedor, que está em posição de liderança na empresa, deve se mostrar com competências nas diversas frentes de gestão do negócio. E isso se faz necessário, em particular, no varejo que lida com um grande volume de dados. Como se sair bem no gerenciamento dessas informações? Esse é um desafio constante. A boa nova é que existem no mercado ferramentas e procedimentos que reduzem em até 50% as horas trabalhadas, possibilitando mais produtividade e performance administrativa. Reportagem no blog da SA Varejo, de 20/06/2022, comenta que “ter essas informações bem organizadas ajuda definir a estratégia do negócio e tomar decisões de forma mais assertiva”. Também pontua que “atualmente, a automação oferecida por plataforma de gestão financeira ajuda muito quem faz a gestão da própria loja. Quando a operação envolve mais de um ponto de venda, então, os softwares podem ser os melhores amigos do empreendedor”. Sem dúvida, existe hoje uma moeda valiosa que está circulando por toda parte: ela se chama dados. Saber gerenciá-los para impulsionar os negócios é o grande desafio do varejo, em especial, dos supermercados. Diariamente, em função da revolução digital, os consumidores deixam disponíveis, quando estão navegando na internet ou nas redes sociais, milhões de dados capazes de revelar o seu comportamento. A questão é: como extrair informações úteis para aumentar as vendas e a margem de contribuição do lojista? Responder esses questionamentos de forma satisfatória pode assegurar o sucesso da missão empreendedora. A boa notícia é que hoje existem diversos recursos tecnológicos e indicadores que auxiliam no desenvolvimento de estratégias eficientes. E o que é melhor: se encaixam perfeitamente nas necessidades de cada negócio, independente do seu porte. Trocando em miúdos: está disponível até para os micros e pequenos empresários. As ferramentas de marketing inteligentes, por exemplo, se baseiam em dados, especialmente, em dados comportamentais. “Com eles é possível não só aumentar as vendas”, explica o engenheiro mecânico, professor e diretor comercial da empresa de tecnologia All in, Nelson Scoz, “mas também trabalhar as margens dos produtos e otimizar a operação.” Questionado como se faz isso, Scoz argumenta: “Quando a gente entende um perfil de navegação, identifica, por exemplo, que um consumidor buscou certos itens ou categorias, mas não fechou a compra, é possível – por meio de campanhas inteligentes – recomendar produtos semelhantes e relevantes para aquela pessoa e tendo, ao mesmo tempo, uma margem muito mais saudável para a empresa.” O empresário expõe o seu ponto de vista: “Quando a informação de que um consumidor abandonou uma garrafa de vinho chileno no carrinho online cai na mão do vendedor da loja física que esteja capacitado, ele vai poder entrar em contato com esse potencial cliente, entender o que ele precisa, dar dicas de harmonização e ter mais chances de vender não só uma garrafa, mas uma caixa inteira do produto – considerando que, enquanto a taxa média de conversão no e-commerce está em 1,5%, a da loja física gira em torno de 20% a 30%.” O especialista explica que o uso dos dados não se restringe ao mundo virtual dos apps e e-commerce. Nas mãos de um time preparado, essas informações podem servir como uma combinação perfeita para encarar o maior desafio que existe hoje no varejo: promover a transformação digital no chão de loja. Scoz alerta que o empreendedor deve ver a tecnologia como meio e não como fim. “Afinal” – acrescenta – “estar próximo do cliente é essencial para o sucesso do negócio.” A tecnologia é uma importante aliada para aplicar estratégias corretas no varejo, uma vez que se tangibiliza a venda, mas também mostra a margem com a qual o varejista está

trabalhando. “A grande vantagem do uso da tecnologia nessas estratégias” – opina o professor – “é que ela permite às empresas dar escala a essas operações, garantindo que dados quentes virem um acionável, sendo essa a principal forma de personalização para atrair mais clientes.” Na prática, os algoritmos de recomendação identificam padrões para uma comunicação mais assertiva. O engenheiro chama atenção para um ponto muito importante: a necessidade de adotar diversas práticas e combinar esforços na operação, distribuição e na estratégia de marketing. “Para unir essas diversas pontas, em muitos casos, é importante contar com empresas especializadas, com recursos para captar, gerir e transformar dados e transformar dados em acionáveis imediatos”, argumenta. Outro ponto que deve ser observado: respeitar as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), garantindo que os consumidores estejam cientes da utilização dos dados. É uma forma de preservar a marca.

Como otimizar processos na gestão do seu supermercado? A boa gestão de um supermercado é crucial para que o negócio tenha sucesso. Vários são os fatores que o gestor deve levar em conta para chegar lá, tais como: controle do estoque, relacionamento com os clientes, capacitação dos funcionários, estratégias de marketing, etc. E para que isso tudo transcorra bem, é necessário otimizar processos. Para que você consiga melhorar a administração do seu supermercado, confira algumas dicas elencadas neste artigo. Vamos lá?

Melhore a comunicação Quando se trata de otimização de processos, melhorar a comunicação interna e externa deve ser o primeiro passo. Afinal, o gestor de supermercado precisa ter todos os pontos bem alinhados, tanto com os funcionários quanto com os fornecedores. Para isso, é necessário manter diálogos constantes com os parceiros que fazem entrega dos produtos. Dessa forma, fica mais fácil evitar atrasos, erros no envio, entre outros contratempos. Por outro lado, a comunicação interna lhe dá a garantia de que os funcionários saberão, de forma clara, quais funções devem exercer e o que a empresa espera do seu trabalho. Por exemplo: quem atende os clientes no caixa precisa ter cordialidade, enquanto quem repõe o estoque deve ser solícito e rápido.

Faça checklist A forma mais eficaz de conferir se todos os processos foram bem aplicados é usar checklists. Eles podem ser aplicados em diversos setores de um supermercado, tais como estoque, padaria, açougue, limpeza, entre outros. Fazer uma checagem no estoque e na reposição garante que não falte produtos nas gôndolas. O mesmo vale para a padaria, que, ao seguir um cronograma, faz com que a produção de pães, bolos e afins atenda ao fluxo de clientes. No açougue, o checklist também é fundamental, já que os funcionários devem fazer cortes, pesagem e venda de variados tipos de carne todos os dias. Em relação à limpeza, um checklist não deixa que nenhuma área do supermercado seja esquecida, desde os corredores até o estacionamento e banheiros. Lembre-se que as pessoas prezam muito pela limpeza, especialmente quando se trata de supermercados.

21


GESTÃO DE NEGÓCIOS

7 passos para a gestão eficiente do seu negócio A gestão de negócios é responsável por estudar, planejar e implementar todas as ações administrativas da empresa, guiando a organização para que se desenvolva conforme o esperado. Cada empresa enfrenta diferentes desafios para se consolidar no mercado e expandir sua atuação, e cabe à gestão indicar o caminho a ser seguido através de estratégias traçadas para alcançar bons resultados. Veja a seguir 7 passos para conquistar uma gestão mais eficiente do seu negócio e potencializar o crescimento da sua empresa.

1

2

3

ANALISE A SITUAÇÃO DA EMPRESA

IDENTIFIQUE OS PROBLEMAS E AS POTENCIALIDADES

DEFINA OS OBJETIVOS DO NEGÓCIO

O primeiro passo para uma gestão mais eficiente é fazer uma análise completa do negócio. Este diagnóstico deve prover uma visão mais ampla da estrutura da empresa e o entendimento de como todas as atividades se relacionam entre si e funcionam de forma conjunta. Para isso, é possível utilizar ferramentas voltadas à organização e estruturação de negócios, como o modelo Canvas ou a análise SWOT (também conhecida como análise FOFA, em português).

Com a análise do negócio em mãos, é possível observar com detalhes como a empresa está organizada e, principalmente, quais são os pontos fracos da sua estrutura. Estas informações serão base para corrigir os principais empecilhos para o desenvolvimento da organização e traçar estratégias para guiar o seu crescimento futuramente.

Para otimizar a gestão, não basta apenas visualizar os problemas que precisam ser corrigidos e resolvê-los. É essencial que a empresa tenha seus objetivos de desenvolvimento claramente definidos para que todas as ações realizadas sejam direcionadas para estas finalidades. Estabeleça estes propósitos e utilize-os para embasar todos os processos de tomada de decisão relativos ao negócio deste momento em diante.

Aposte na tecnologia para otimizar processos Não importa qual seja o tamanho do seu supermercado, você, como gestor, deve estar atento às inovações tecnológicas. A principal vantagem da tecnologia, sem dúvida, é a mobilidade. Sabe quando o cliente se queixa de que o preço informado na gôndola não é o mesmo do registrado no caixa? Usar coletores de dados e etiquetas eletrônicas agiliza os processos para verificação desse tipo de problema. A NFC-e, ou nota fiscal eletrônica, é outra inovação tecnológica que trouxe benefícios processuais aos supermercados. Afinal, além de toda praticidade, ela traz redução de custos, já que não será mais necessário gastar com papéis e impressão.

Automatize o seu marketing Caso as suas ações de marketing sejam feitas de forma manual e mensuradas em planilhas de Excel, esse processo também pode

22

ser otimizado. Ao contar com um software que automatize as ações de marketing do seu supermercado – tais como base de clientes, análise de performance e motores de campanha – seu processo se torna mais ágil e preciso. Além disso, gerar relatórios que mostrem os pontos do marketing que trazem os resultados esperados e quais precisam melhorar são essenciais para uma gestão mais eficiente. E por falar nisso…

Monitore os resultados dos processos Mapear os processos faz com que o gestor entenda como as operações funcionam do começo ao fim. E para se certificar que tudo esteja sendo bem executado, acompanhar as métricas de desempenho é fundamental. Afinal, dessa forma, fica mais fácil identificar os processos que estão falhos além das melhores práticas que devem ser adotadas para aumentar a eficiência e garantir seus resultados.


GESTÃO DE NEGÓCIOS

4

5

6

7

FAÇA UM PLANO DE DESENVOLVIMENTO

ESTRUTURE AS EQUIPES

ESTABELEÇA METAS

ACOMPANHE RESULTADOS

É neste passo que a gestão começa a ficar mais prática. Agora que você já tem um amplo entendimento de todos os processos da estrutura do seu negócio e estabeleceu com clareza os objetivos de desenvolvimento, é hora de estudar como fazer este cenário virar realidade. O planejamento deve ser um projeto completo que abrange a correção das falhas identificadas e prevê os meios para fazer a empresa crescer no futuro.

Com o planejamento pronto, é chegada a etapa de organização das equipes de trabalho e delegação das tarefas. É importante que cada setor entenda a sua parte no plano traçado e como deve se relacionar com as outras áreas do negócio, criando uma grande rede interna de apoio para que todos os processos ocorram de maneira eficiente e promovam o desenvolvimento da empresa.

Criar metas é uma ótima maneira de mensurar o progresso das equipes e de estimular a sua evolução. As metas podem ser relativas aos resultados gerais das ações realizadas ou, mais especificamente, à performance das equipes de trabalho. Em ambos os casos, é importante estipular metas reais que possam ser atingidas para que os prazos sejam atendidos de acordo com o planejamento e não ocorram problemas de discordância entre os setores.

A estruturação de uma boa gestão não termina após a implantação de um bom planejamento. É necessário realizar o acompanhamento dos resultados que as mudanças promovem e proporcionar um ambiente de melhoria contínua dentro da empresa. Desta forma, é possível corrigir as falhas que vão sendo identificadas pelo caminho, melhorando os processos e atendendo as novas necessidades do negócio conforme ele se desenvolve.

23


SUPERAGOS 2022

O evento está programado para ocorrer de 13 a 15 de setembro de 2022, no Centro de Cultura e Convenções de Goiânia Uma grande expectativa aguarda a 19ª Edição da Convenção e Feira de Negócios para Supermercados e Panificadoras (SuperAgos 2022), depois de três anos da realização desse que é considerado o maior evento do segmento varejista da região Centro-Oeste e um dos maiores do Brasil. A contagem regressiva já foi dada, pois o evento está programado para ocorrer de 13 a 15 de setembro de 2022, no Centro de Cultura e Convenções de Goiânia, com a temática central “Novas Perspectivas – Negócios, Relacionamento e Conhecimento”. A última edição foi marcada por recorde no volume de negócios (cerca de R$ 50 milhões) e de público participante. O objetivo da 19ª. Edição da SuperAgos 2022 é proporcionar um relacionamento sólido entre os empresários da cadeia do autosserviço e do setor de panificação, no que tange à

24


SUPERAGOS 2022

realização de negócios e que estimule a difusão do conhecimento, com a qualificação profissional, por intermédio de palestras, conferências, workshops e cursos de capacitação. Ao reunir os grandes nomes e marcas da cadeia produtiva do varejo, a 19ª SuperAgos 2022 fomenta o crescimento do setor e vislumbra novas perspectivas, seja para as grandes redes, seja para os pequenos empresários do segmento. O evento é a conexão direta entre o setor supermercadista goiano e os maiores fornecedores do Brasil. A 19ª SuperAgos é uma oportunidade única de você se atualizar sobre as mais modernas técnicas que estão sendo colocadas em prática na atualidade. “Participar da 19ª SuperAgos 2022 é a certeza de poder construir relacionamentos sólidos, fazer negócios vantajosos, conseguir linhas de crédito para investimentos, qualificar a sua mão de obra, ter contato com novos produtos e serviços, buscando ampliar os horizontes da sua empresa”, avalia o presidente da Agos, Gilberto Soares. Gilberto assegura que o trabalho que a Agos, realizadora da SuperAgos, está desenvolvendo é para que este seja o maior e melhor evento de todos os tempos. Para tanto, o presidente convida todos os supermercadistas e fornecedores para que não só estejam presentes ao evento, mas que “sejam multiplicadores junto a suas equipes, pois todos terão muito a ganhar com o sucesso da SuperAgos 2022”, conclui. Para saber mais a respeito, acesso o site www. superagos.com.br

NOVO

CREME ESFOLIANTE PARA MÃOS E PÉS

Com Semente de Apricot E Óleo de Amêndoas www.acetonacruzeiro.com.br

25


Foto Marcos Souza

ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Governo federal apresenta em Goiânia carteira para identificar autistas Deputado Glaustin da Fokus e secretário nacional Cláudio Panoeiro lançaram novo sistema de emissão no dia 5 de junho durante evento no Crer O deputado federal Glaustin da Fokus (PSC-GO) e o secretário nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Cláudio Panoeiro, apresentaram no dia 2 de junho, em Goiânia, o novo sistema de emissão da Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea). O evento aconteceu no Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr Henrique Santillo (Crer). A Ciptea existe desde 2020, quando o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13.977, conhecida como Lei Romeo Mion, em homenagem ao filho autista do apresentador Marcos Mion. A carteira de identificação tem objetivo de garantir atenção integral e prioridade no acesso a serviços públicos e privados, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social. O documento será expedido pelos órgãos responsáveis pela execução da política de proteção dos direitos da pessoa com transtorno do espectro autista (TEA) dos estados, Distrito Federal e municípios, mediante requerimento acompanhado de relatório médico, com indicação do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID). Ex-vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados (CPD), Glaustin assumiu a bandeira da conscientização sobre o autismo ainda em seu primeiro ano de mandato, especialmente após conhecer o adolescente Augusto Mangussi, diagnosticado no TEA e destaque nacional em artes plásticas. A advogada e ativista Larissa Lafaiete, mãe de Augusto, é uma das palestrantes do encontro no Crer.

26

Glaustin apresentou em 2021 o Projeto de Lei 630, a fim de obrigar o poder público a fomentar projetos e programas de saúde e educação específicos para autistas. Hoje, segundo o deputado, a legislação ainda não leva em conta as peculiaridades do TEA e tampouco os avanços científicos da área. “A Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista certamente representa um marco no cuidado com essa população, ao garantir o acesso a direitos fundamentais como saúde e educação, mas, na prática, o poder público apenas incluiu crianças e jovens autistas em políticas públicas já em andamento, sem as necessárias adaptações que compreendam de fato as particularidades do autismo”, explica Glaustin. O Transtorno do Espectro Autista é uma disfunção neurológica cujos sintomas englobam condições marcadas por perturbações do desenvolvimento neurológico com três características fundamentais, que podem se manifestar em conjunto ou isoladamente. São elas: dificuldades de comunicação por deficiência no domínio da linguagem e no uso da imaginação, entraves de socialização e padrão de comportamento restritivo e repetitivo. Além de Glaustin, Larissa e Panoeiro, participam da solenidade o diretor-geral do Crer, Válney Luiz da Rocha, o diretor da Clínica Teia, Eliezer Rangel, a pró-reitora de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Goiás (UFG), Luana Ribeiro, a neuropsicóloga Gabriela Neuber e o escritor Jacson Marçal. Fonte: Assessoria de Comunicação do Deputado Federal Glaustin da Fokus (PSC-GO)


Supermercados (Goiânia) Empório Nossa Casa

Valentina Supermercado Luziânia

Supermercados (Interior)

Supermercado Big Mário Turvelândia

Supermercado Dom Bosco Silvânia Super Abacate Trindade

Supermercado Supersam (Jd. Ingá) Luziânia Supermercado Supersam (Jd. Zuleika) Luziânia Dibrahkol Supermercado Pirenópolis

Supermercado Central Santo Antônio do Descoberto Fornecedores Meu Mercado App Esteio - RS Cogera Energia Goiânia - GO

27


Representantes da GCM visitam Agos Aparecida de Goiânia O diretor regional da Agos Aparecida de Goiânia, Mário Júnior de Farias, se reuniu com o comandante geral da Guarda Civil Municipal (GCM), Weber Junior, no dia 14 de junho, para tratar sobre a atual segurança do setor supermercadista na cidade. Eles também trataram sobre pequenos furtos dentro de lojas e de fiação elétrica (fios de iluminação pública, cabos de cobre), o que tem gerado um considerável prejuízo para o segmento. O Com. Weber informou que a Guarda Municipal está à disposição para solucionar os problemas ligados à segurança do varejista e pode ser acionada pelo 153 sempre que necessário.

Prefeito de Goiânia aprova solicitação da Agos para revitalizar área O presidente da Agos, Gilberto Soares, teve audiência, no dia 21 de junho, com o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz. Ele estava acompanhado do assessor de relações institucionais, Francisco Lopes de Araújo, juntamente com o vereador de Goiânia, Anselmo Pereira. Gilberto informou sobre as ações da entidade e aproveitou a oportunidade para solicitar a revitalização da área, que se tornará uma pequena praça, localizada em frente à sede da Agos, no Setor Sudoeste. O prefeito se mostrou sensível ao problema e prontamente atendeu o pedido. O local que será revitalizado vai contribuir para organizar o intenso trânsito no local, que possui importantes vias, sendo que a região também dispõe de um acentuado movimento comercial. Acompanharam o despacho de Gilberto com o prefeito os vereadores Cabo Senna e Tiãozinho Porto.

28

Agos é recebida na Ceasa e conhece projeto inovador O presidente da Ceasa-GO, Jadir Lopes de Oliveira, juntamente com o diretor financeiro do entreposto, Cel. Esmeraldino, recebeu em 08 de junho, o presidente da Agos, Gilberto Soares, o assessor de assuntos institucionais, Francisco de Araújo Lopes e a responsável pelo comercial, Clésida Espírito Santo. Além de estreitar o relacionamento entre as entidades, vários assuntos estiveram na pauta da reunião. Jadir apresentou o projeto de um sistema de biodigestor, uma das alternativas para dar destinação útil às mais de 25 toneladas de lixo produzidos diariamente na Ceasa-GO. Gilberto destacou a importância do entreposto para abastecimento dos pequenos, médios e grandes supermercadistas e informou que as ações para a realização da SuperAgos 2022 estão em ritmo acelerado. O presidente aproveitou para fazer o convite tanto ao Ceasa-GO quanto a entidade parceira, a União de Atacadistas e Produtores de Hortifrutigranjeiros do Estado de Goiás (Uniap) para participar do maior evento supermercadista do Centro-Oeste, nos dias 13, 14 e 15 de setembro de 2022, no Centro de Convenções de Goiânia.


Com presença da Agos, Abrappe lança regional em Goiás

Maratona de visitas da Agos mobiliza para a 19ª SuperAgos

A Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (Abrappe) lançou em 14 de junho, na ACIEG, em Goiânia, a sua Regional Goiás, que tem como coordenador Rodrigo Nascimento, do Grupo Novo Mundo. O presidente da Agos, Gilberto Soares, destacou alguns pontos do trabalho de prevenção de perdas, uma vez que melhora até mesmo no atendimento aos consumidores. “Além do aumento do faturamento da loja, aumenta a possibilidade de investimentos, já que há aumento no lucro, o que pode melhorar ainda mais o atendimento e a produtividade”, comentou. Durante o lançamento, o presidente da Abrappe, Carlos Eduardo Santos, deixou claro que a Agos é protagonista no esforço para a implantação do comitê goiano. O evento contou com diversas autoridades representativas do setor, entre elas, o presidente da Acieg Jovem, Nícolas Magalhães.

O presidente da Agos, Gilberto Soares, o assessor de assuntos institucionais, Francisco Lopes Araújo, e a responsável pelo comercial, Clésida Espírito Santo, visitaram em 02 de junho a empresa Barão Alimentos. Eles foram recebidos pelo proprietário, Jerry de Oliveira Paula. Na oportunidade conversaram sobre diversos assuntos relacionados ao segmento e Gilberto relatou como estão os preparativos do principal evento voltado ao varejo da região CentroOeste, a SuperAgos 2022. Representantes da entidade também visitaram parceiros de Anápolis. Em 1º de junho, o presidente da Agos, Gilberto Soares da Silva, acompanhado do assessor de assuntos institucionais, Francisco Lopes Araújo, e da responsável pelo comercial, Clésida Espírito Santo, foram conhecer as instalações da Sotrigo Alimentos. Recepcionados pelo proprietário Ricardo Moura, e o diretor comercial, Cristiano Batista da Silva, trocaram informações sobre o setor e foram atualizados sobre as novidades da SuperAgos 2022. Aproveitando a passagem por Anápolis, em 1º de junho, Gilberto Soares visitou o conselheiro e associado Givaldo Ribeiro Batista Júnior, do Supermercado Floresta. Além de ouvir os anseios do segmento em Anápolis e as ações da Agos, Gilberto e Givaldo conversaram sobre diversos pontos da 19ª edição da SuperAgos, que acontece de 13 a 15 de setembro de 2022.

Agos recebe superintendente do Banco do Brasil

Fonte: Assessoria de Imprensa Agos

Na tarde do dia 20 de junho, A diretoria da Agos, representada pelo presidente Gilberto Soares, vicepresidente, Sirlei do Couto, os conselheiros Valdeci Luciano da Costa, Ulisses Jair dos Santos e José Elias de Paula; o assessor de relações institucionais, Francisco Lopes de Araújo, e a responsável pelo comercial da Agos, Clésida Espírito Santo, receberam o superintendente estadual do Banco do Brasil, Kamilo Tononi, e o gerente de mercado Helton Leite. Além de apresentar as linhas de créditos da instituição financeira, os visitantes agradeceram a receptividade e destacaram a importância da parceria para fortalecimento do segmento e da economia, uma vez que o relacionamento e a proximidade criam um canal de confiança entre as partes. A diretoria da Agos relatou as demandas do setor supermercadistas e os principais entraves vivenciados pelos supermercadistas, tanto de pequeno, médio e grande porte. Gilberto também destacou a importância das parcerias para a realização da SuperAgos 2022 e convidou o banco para fazer parte da maior feira do segmento supermercadista do Centro-Oeste, que será realizada nos dias 13, 14 e 15 de setembro. 29


SÓCIOS-COLABORADORES

BomLixo Fone: (62) 3295-7256 mcarneiro@mcarneiro.com.br

So� Tec Automação Fone: (62) 98169-5371 helder@so�tecsistemas.com.br

Asa do Brasil Fone: (62) 3593-3630 www.asadobrasil.com.br

Grupo Fokus Fone: (62) 3219-3000 www.grupofokus.com.br

Suco Prat’s (62) 3926-0052 narcisoscarinci@gmail.com

_oficial

Cristal Alimentos Fone: (62) 3226-9000 www.cristalalimentos.com.br

Congel Contabilidade Fone: (62) 4006-5353 congel@congelcontabilidade.com.br

Riboli Representações Fone: (62) 3247-1066 ribolirepresentacoes@hotmail.com

Layout do Varejo Fone: (62) 99277-1578 diretoria@layoutdovarejo.com.br

Assaí Atacadista Vila São João / St. Central / Pq. Amazônia / Jd. Europa www.assai.com.br

Costa Atacadão Jd. Goiás / Pedro Ludovico / Valparaíso de Goiás Fone: (62) 3412-0808 h�p://costa.economizebr.com.br

Prowa� Engenharia Fone: (62) 98237-1771 romulo.prowa�@gmail.com

Pelos Bares da Vida Fone: (62) 3241-8181 baresdavida@terra.com.br

Bonaboca Fone: (62) 3954-6666 www.bonaboca.com.br

30

Refrescos Bandeirantes Fone: (62) 3236-2000 www.refrescosbandeirantes.com.br

Express E�quetas Fone: (62) 99610-0021 www.expresse�quetas.com.br

HCM Representações Fone: (62)3212-3679 fa�ma@hcm.com.br

Cristal Transportadora Fone: (62) 99645-8937

Print Master Digital Fone: (62) 3274-2369 www.printmaster.net.br

Goiás Carrinhos Fone: (62) 3249-4937 goiascarrinhos@gmail.com

Focus Contabilidade de Supermercado Fone: (21) 3856-4273 empresarial@focuscontabil.com

Rigonali Alimentos 5LJRQDOL $OLPHQWRV Fone: )RQH (62) 3296-2564 JHUHQFLD#ULJRQDOL FRP EU gerencia@rigonali.com.br

DCCO Fone: (62) 3269-1010 www.dcco.com.br

Ap. de Goiânia / BR 153 / Rodovia dos Romeiros GO 060 Fone: (62) 3209-9326 (062) 3589-1001 / (62) 3238-8200 h�p://www.atacadao.com.br/

Atacadão Dia a Dia Novo Horizonte / Chácara Rio Branco Fone: (62) 4009-4710 www.atacadaodiaadia.com.br

Sr. Food Safety Fone: (62) 3289-2224 wanderson@foodsafety.com.br

Haskell Fone: (62) 3954-0989 comercial@rctoledo.com.br

JJ Instalações Comerciais Fone: (62) 98290-0163 www.jj.ind.br

Natuplast Fone: (62) 3247-4949 www.natuplast.com.br

RCTERC Fone: (61) 3613-1627

Meu Mercado App (51) 98249-4291 www.meumercadoapp.com.br

Cogera Energia Fone: (62) 3202-3932 www.cogera.com.br

Corporee Thalentos (62) 98333-7222 Instagram: @corporeethalentos

Prime Linguiças Fone: (62) 98121-0569 linktr.ee/primelinguicas

Salva Lucro Fone: (62) 99975-0809 www.salvalucro.com.br

Água Na�va Fone: (62) 4006-3300 www.aguana�va.com.br

Lirabel Fone: (64) 3612-7493 www.lirabelloja.com.br

Solar JR Fone: (62) 99657-4218 www.solarjroficial.com.br

Tropical Sorvetes Fone: (62)3284-6559 @tropicalsorvetesoficial

Speed Invest Fone: (11) 5051-7109 www.speedinvest.com.br

Smartset Fone: (62) 3157-0240 www.smartset.com.br

Monte Líbano Seguros Fone: (62) 3945-0077 www.montelibanoseguros.com.br

Plus Packing do Brasil Fone: (19) 98970-1013 abre.ai/comercialplus

Portal do Estágio contato@portaldoestagio.com.br www.portaldoestagio.com.br


31


32