Page 1

Informativo do Centro Educacional Dom Bosco e da Paróquia Santo Antônio - Joinville/SC - Outubro/2011 | Ano 2 | Nº 16

Todos somos

missionários

"Todos os homens e mulheres da comunidade paroquial são responsáveis pela evangelização dos homens e mulheres em todos os ambientes" (Doc. de Aparecida, nº 186)

Inspetoria motiva avaliação da Paróquia Pág. 5


Presença de todos

Editorial

De discípulos a apóstolos A reflexão deste mês, como proposta de animação pastoral para as comunidades educativo pastorais da Inspetoria São Pio X, afirma que o verdadeiro discípulo é aquele que faz a experiência pessoal com Jesus Cristo e que aceita o chamado de Deus para ser discípulo missionário. O tema "De discípulos a apóstolos" nos convida a dar um passo em nosso papel de discípulos, aquele que conhece Jesus, escuta sua Palavra e a põe em prática, para assumirmos uma postura de apóstolos. Apóstolo vem do grego apostolos, e significa enviado. Todo apóstolo é discípulo, mas nem todo discípulo é apóstolo. Que neste mês missionário, possamos sair do nosso comodismo e evangelizar as pessoas ao nosso redor, ser verdadeiros apóstolos de Jesus Cristo a anunciar o seu eterno amor pela humanidade. Para isso é preciso um passo na fé. Quem sabe hoje não é o seu dia para dar esse passo? Alguém que você menos espera pode estar esperando por esse anúncio e você pode ser o instrumento de mudança que o mundo precisa ter.

Espontâneo Espaço para que você dê a sua opinião.

"Missão é encontrar Jesus na pessoa do irmão. É fazer Jesus acontecer na vida das pessoas." Maria de Fátima Rodrigues Duarte “Participar da missão e ajudar a conscientizar as pessoas da importância do encontro pessoal com Cristo. A missão começa quando a Missa termina e devemos viver em estado permanente de missão conforme nos suscita o Documento de Aparecida.” Regina Parucker “Ser missionário, pra mim, é mais do que estar a serviço e doar-se, é saber estar de coração aberto para as pessoas que encontramos no caminho. Muitas das pessoas que encontramos durante a missão nos dão grandes lições de vida e, na maioria das vezes, o que elas mais precisam no momento é de alguém que as ouça, que lhes dê atenção. Por isso, ser missionário não é apenas levar a Palavra de Deus e uma mensagem de alegria e esperança às pessoas, mas saber enxergar a pessoa de Jesus Cristo nelas.” Milena Regina da Silva

Aconteceu Lideranças promovem mobilização em prol dos desabrigados das enchentes em Rio do Sul Integrantes da Renovação Carismática Católica (RCC) juntamente com o Encontro de Casais com Cristo (ECC) mobilizaram a comunidade local em benefício dos desabrigados das cheias em Rio do Sul. As lideranças contaram ainda com o apoio e incentivo na divulgação e mobilização dos apresentadores do programa Cidadão do Bem, da Rádio Arca da Aliança. Casais da comunidade recolheram os donativos arrecadados e levaram até os locais menos favorecidos, onde existia mais dificuldade dos donativos chegarem e lá eles mesmos fizeram a distribuição.

2 Presença Salesiana | Setembro/2011

Experiência Salesiana Pe. Severino Piccinini, SDB

Tempo de missão "Todos os homens e mulheres da comunidade paroquial são responsáveis pela evangelização dos homens e mulheres em todos os ambientes" (Doc. de Aparecida, nº 186). Queridos paroquianos! Outubro sempre foi um mês muito querido da Igreja, por sua conotação missionária. Santa Terezinha foi uma grande missionária, embora tenha vivido pouco tempo e não tenha percorrido territórios de missão. São Francisco de Assis iniciou um vasto movimento de evangelização e de missão. Já mais perto de nós, no ano de 2007, os bispos da América Latina e do Caribe, reunidos em Aparecida, esclareceram mais uma vez nossas mentes a respeito da vocação divina para sermos missionários e missionárias, desde que somos batizados e batizadas. Foi a partir deste evento que, no Brasil e também em outros países, abrimos os olhos para esta grande necessidade: há muitos irmãos e irmãs nossos que nunca ouviram falar de Jesus Cristo. Precisamos ir ao encontro deles, mesmo que morem perto de nós ou sejam até pessoas de nosso círculo de amizade. Nossa Paróquia ainda está vivendo o entusiasmo pelas Santas Missões Populares. Tudo o que pudemos fazer neste campo será certamente semente de florescimento de mais evangelização e de maior seguimento de Jesus Cristo dos cristãos de nossas comunidades. Temos certeza de que nosso esforço de viver e testemunhar Jesus Cristo será semente de grande florescimento de vida cristã de todos nós. Que Deus derrame suas copiosas bênçãos sobre todas as famílias e especialmente às crianças, aos adolescentes e jovens.


Unidade

Presença da juventude

Diocese organiza evento para Dia Nacional da Juventude

A cruz e o ícone de Nossa Senhora chegaram ao Brasil. Muita gente partilhou o que esse evento significa para a juventude brasileira. Confira:

Encontro acontece dia 30 de outubro, no Santuário Senhor Bom Jesus

História do DNJ O ano de 1985 foi decretado pela ONU como o Ano Internacional da Juventude. Como gesto concreto, a Pastoral da Juventude do Brasil assumiu a celebração do Dia Nacional da Juventude. Em 1986, aconteceu a primeira edição. Atualmente, no Brasil, celebramos o DNJ todos os anos no último domingo de outubro. Esse dia é marcado por mobilizações de milhares de jovens, em todo o país, para celebrar, como Igreja, a vida da juventude.

Presença da Juventude

Toda a juventude da Diocese de Joinville é convidada a participar do evento que vai marcar o Dia Nacional da Juventude (DNJ) na região. A celebração vai ocorrer no dia 30 de outubro, no Santuário Senhor Bom Jesus, em Araquari, com início às 9h30. Em 2011, o DNJ propõe o estudo e a celebração do tema "Juventude e protagonismo feminino" e o lema "Jovens mulheres tecendo relações de vida". Ele busca inspiração no encontro de Jesus com a mulher samaritana (cf. Jo 4,1-42). Um subsídio será distribuído e tem como finalidade ajudar a aprofundar o tema nos grupos de jovens, nos meses que antecedem o grande evento de massa marcado para outubro, nas diversas dioceses.

“A Jornada Mundial da Juventude começa agora. Queremos levar um encantamento maior por Jesus e seu Evangelho. Iniciamos esta grande peregrinação que terá o seu ponto mais alto em 2013. Parabéns, jovens, por ser uma comunidade que abre as suas portas à JMJ”. Dom Eduardo Pinheiro, bispo auxiliar de Campo Grande/ MS e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB

"Todo jovem sonha, busca e quer um fundamento para a sua vida. A Igreja tem esse fundamento, que é o Evangelho de Jesus Cristo. Então, os jovens, quando tocados em seus profundos sentimentos, aceitam esses valores, que não são valores apenas morais. São valores que ajudam a orientar uma vida e criam relações novas entre os próprios jovens, com a própria Igreja e com a sociedade. Espero que a Jornada Mundial da Juventude desperte os nossos jovens para esta realidade tão grandiosa e os ajude a redescobrir a grandeza e a beleza do Evangelho de Jesus Cristo". Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB

Cruz e ícone da JMJ chegam ao Brasil Mais de 100 mil pessoas lotaram o Campo de Marte, em São Paulo, para assistir as atrações musicais e participar da missa de acolhida da Cruz e Ícone de Nossa Senhora, da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que chegou no dia 18, para sua peregrinação de dois anos pelas dioceses do país. Nesse mesmo dia, foi também lançado o site oficial da JMJ do Rio de Janeiro - www.jmjrio2013. com.br - com as primeiras informações. Imediatamente o site foi de tal forma acessado pelos jovens que acabou ficando saturado. Até julho de 2013, quando acontecerá a JMJ no Rio de Janeiro, com a presença do Papa, a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora irão percorrer os 17 regionais da CNBB, que articulam as 275 dioceses brasileiras. Deverão ser promovidas 19 grandes festas nas capitais brasileiras e também no Santuário Nacional de Aparecida (SP). Em dezembro de 2012, os símbolos da JMJ deixam o Brasil e visitam o Paraguai, Uruguai, Chile e Argentina. Em janeiro de 2013, eles voltam ao Brasil visitando as dioceses catarinenses. Presença Salesiana | Setembro/2011

3


Grupos Bíblicos

Presença de comunhão

Festa

Outubro é mês de homenagear a Padroeira do Brasil Comunidade Nossa

Sra. Aparecida conta com programação especial para honrar sua protetora

A Comunidade do bairro Bom Retiro, que tem como padroeira Nossa Senhora Aparecida, promove de 09 a 12 de outubro, uma festa especial em honra a santa que é a Padroeira do país. A programação conta com um tríduo especial com missas pela comunidade, Noite do Pastel, almoço festivo, procissão motorizada e Missa Solene. Acompanhe abaixo a programação e venha partilhar de momentos especiais em família.

Programação:

Informações: Comunidade Nossa Senhora Aparecida Rua: Otto Nass, 137 – Bairro Bom Retiro Fones: (47) 3435 3125 (47) 9932 – 9674

Os Grupos Bíblicos de Reflexão (GBR) são espaços de partilhar, de celebração de comunhão e de ação. Entre os vários princípios destes grupos destacamos neste mês de outubro a ação. Na certeza que a oração, a reflexão e a ação, caminham juntas, e que todo batizado é um missionário que se lança ao desafio de sair em missão. Quando se fala em sair, não precisa ser para outra cidade, estado ou país. Na realidade a missionaridade inerente de todo batizado se encontra na rua de sua casa, na pessoa que esta no ponto de ônibus, na fila do mercado, do banco. Toda hora é uma oportunidade de evangelizar. Sendo assim, que tal organizar grupos de missões no seu GBR e visitar vizinhos e amigos há muito tempo não encontrados. Buscar aqueles que estão afastados da Igreja, levar a mensagem de Cristo. O Papa Bento XVI ressalta em sua mensagem para o 85° Dia Mundial das Missões: “A Missão universal empenha a todos, tudo e sempre. O Evangelho não é um bem exclusivo de quem o recebeu, mas constitui uma dádiva a compartilhar, uma boa-notícia a comunicar. E este dom-compromisso é confiado não apenas a alguns, mas sim a todos os batizados, que são “a gente escolhida... a nação santa, o povo que Ele adquiriu” (1Pd 2,9), para que proclame as suas obras maravilhosas.”

Grupos Bíblicos

09/10 - 1º dia do Tríduo - 19h30 - Missa na Escola Avelino Marcante 10/10 - 2º dia do Tríduo - 19h30 - Missa na Rua Maria Vieira Duarte, 44 11/10 - 3º dia do Tríduo - 19h30 - Missa na Comunidade – Após, Noite do Pastel 12/10 - Dia oficial e litúrgico de Nossa Sra Aparecida - 9h - Procissão Motorizada (saída: Matriz Santo Antônio) -10h – Missa Solene -12h - Almoço Festivo

GBR em ação no mês missionário

Oração e bênçãos no II Cerco de Jericó O encerramento do II Cerco de Jericó da Paróquia Santo Antônio ocorreu com envolvimento da comunidade, que participou durante todo o grupo de oração. Cerca de 200 pessoas se uniram em grande louvor a Deus. O grupo sempre inicia com Santa Missa, presidida por Pe. Lino que acolheu os participantes do cerco e abençoou a caixa de oração, onde eram depositados os pedidos e agradecimentos. Durante o grupo de Oração, um grande clamor foi interrompido por um silêncio absoluto e na seqüência os sinos tocaram. Nossa Senhora e anjos adentraram a Igreja, representados por adolescentes do 4 Presença Salesiana | Setembro/2011

grupo, cantando uma música de vitória e confiança na ação de Deus em nossas vidas. Ao final da música, Nossa Senhora dirigiu um gesto em direção às muralhas ordenando aos anjos que as derrubassem. Detrás das muralhas surge uma mesa decorada com pães, vinho, leite e mel, representando a terra prometida. Terra reservada por Deus a todos que perseverarem na fé e na vivência dos ensinamentos de Cristo. Providencialmente neste dia celebramos a festa da Exaltação da Santa Cruz numa mensagem comparada à do Cerco: sem cruz não há vitória. Denise Cardoso Ignácio Coordenadora RCC Santo Antônio


Reflexão

Tempo de avaliar a Paróquia Paroquianos respondem questionário inspetorial e ajudam a construir um relatório com os desafios e pontos fortes

Missa de Consagração das Famílias a Nossa Senhora Auxiliadora Todo o dia 24 de cada mês, às 19h, dezenas de fiéis já têm encontro marcado na igreja Matriz Santo Antônio, na Missa de Consagração das Famílias a Nossa Senhora Auxiliadora. A tradição desta celebração foi criada na Paróquia para que a comunidade pudesse conhecer e amar a figura de Nossa Senhora Auxiliadora dos Cristãos. A Associação de Maria Auxiliadora (ADMA) é a responsável pela liturgia do dia. Ela foi instituída por Dom Bosco em 18 de abril de 1869. Um ano após a construção, do Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora de Turim, centro e fonte da devoção salesiana a Maria Auxiliadora. Dom Bosco ensinou aos membros da Família Salesiana a amarem Nossa Senhora, invocando-a com o título de AUXILIADORA. Pode-se afirmar que a invocação de Maria como título de Auxiliadora teve um impulso enorme com Dom Bosco. Ficou tão conhecido o amor do Santo pela Virgem Auxiliadora a ponto de Ela ser conhecida também como a “Virgem de Dom Bosco”.

Família Salesiana

A Paróquia Santo Antônio vive um momento de auto-avaliação. Em julho, foram distribuídas cerca de 2.500 fichas para que os paroquianos avaliem 21 pontos, entre eles, estrutura, atendimento nas comunidades, secretarias, a identidade salesiana e podem até dar sugestões. Estima-se que 1.500 fichas sejam entregues até o final de outubro para análise paroquial e inspetorial. Três das quatro comunidades já entregaram seus relatórios, somando 556 fichas que estão nas mãos do Pe. Severino Piccinini, SDB, pároco e diretor da Presença Salesiana em Joinville. Ainda faltam os resultados da Igreja Matriz, onde foram distribuídas 1.200 fichas a lideranças, coordenações e membros das pastorais e movimentos. "Através dessa pesquisa poderemos conhecer melhor a nossa paróquia e perceber quais são os pontos fortes e aquilo que precisa ser melhorado", reforça Pe. Severino. A iniciativa é da Inspetoria São Pio X e acontece uma vez a cada quatro ou cinco anos. O objetivo é acompanhar o trabalho administrativo dos salesianos nas 12 paróquias em que são responsáveis nos três estados do Sul. Os resultados da Paróquia Santo Antônio integraram um relatório inspetorial a ser elaborado a partir de dezembro desse ano.

Presença da Família Salesiana

Coroinhas são enviados nas comunidades

Crismandos participam de retiro

A primeira Comunidade a celebrar a Missa de vestidura dos coroinhas e acólitos foi a Nossa Senhora de Fátima, no dia 27 de agosto. A celebração foi presidida pelo pároco, Pe. Severino, SDB. Após a homilia, os candidatos a coroinha e acólitos fizeram sua profissão de fé, renovando os compromissos do batismo. Em seguida, foram revestidos com as vestes oferecidas pelos pais e a sobrepeliz das mães. A comunidade recebeu, através da investidura, dois novos acólitos e doze novos coroinhas.

O segundo ano da Catequese de Crisma se reuniu, durante todo o dia 11 de setembro, em um retiro em preparação ao Sacramento da Confirmação. O evento aconteceu na Arca da Aliança e foi assessorado por membros da Comunidade de Vida e Aliança. Os crismandos foram acolhidos por seus familiares no encerramento do retiro, que os aguardavam na Igreja Matriz da Paróquia e participaram da Santa Missa, presidida pelo pároco Pe. Severino Piccinini, SDB. Junto com o encerramento do retiro do segundo ano, os crismando adultos receberam na Santa Missa a Primeira Eucaristia. Eles estiveram reunidos no dia anterior, sábado, também em um retiro, assessorado pela equipe de coordenação da Catequese da Matriz e realizado no Centro de Pastoral da Comunidade Nossa Senhora Aparecida.

Missa de Vestidura

Os coroinhas e acólitos da Matriz participaram da missa de Vestidura no dia 28 do mesmo mês. O presidente da celebração também foi o pároco, com a animação do canto litúrgico sob responsabilidade da equipe do Serviço de Ani-

mação Vocacional, coroinhas e Infância Missionária. Na Matriz, 13 novos coroinhas e seis novos acólitos auxiliarão no serviço do altar. A Comunidade Nossa Senhora Aparecida fez o envio de seus novos coroinhas e acólitos no dia 25 de setembro. Enquanto a Cristo Bom Pastor prepara a celebração para o dia 8 de outubro. Presença Salesiana | Setembro/2011

5


Presença da salesianidade

Curso

Workshop especial de Dança de Rua

Oficina de Artesanato é a atração aprendem se divertindo as do momento Educandos técnicas e práticas das artes manuais O curso de artesanato vem atraindo os jovens do Centro Educacional Dom Bosco. Com o objetivo de proporcionar um aprendizado em artes manuais e na prática de várias técnicas, os trabalhos em sala de aula são feitos com material reciclável, como malhas, lãs, fios e etc. Tudo que é usado vem de doações realizadas pela comunidade. As aulas são ministradas às segundas, quartas e quintas-feiras, em dois períodos, matutino e vespertino. Quem tem mais de 12 anos de idade, já pode se matricular na oficina. A educanda Camila Vieira diz que está entusiasmada com as aulas. “Eu estou gostando muito do curso de artesanato, pois estou aprendendo muitas técnicas que vão me ajudar futuramente”, garante. Além dela, Ana Paula Warmeling também está pen-

No dia 10 de setembro, integrantes da Cia. de Artes Dom Bosco tiveram o privilégio de ter uma aula especial com o Bboy Martelo (Fábio) na sala de dança da Instituição. Além das aprendizagens e dos estilos de dança de rua Popping, Locking e Breaking, os educandos também aproveitaram para, no final da aula, demonstrar suas habilidades já conhecidas. O workshop faz parte das aulas de interação com outros profissionais da área em Joinville. Este projeto foi idealizado pelos líderes da Cia. de Artes Dom Bosco.

sando no futuro. “Estou adorando, aprendendo e me divertindo ao mesmo tempo. Este curso vai me ajudar para toda a minha vida”, enfatiza.

Um lugar para ir além da música

6 Presença Salesiana | Setembro/2011

Homenagem à Pátria Amada

Sobre a Oficina... "Quando eu entrei aqui eu pensei que iria aprender só sobre música. Mas aprendi sobre Deus, e a respeitar os outros, e não pensar só em mim. Os educadores são muito divertidos, e acho que vou levar a história de Dom Bosco por onde eu passar. Isso é só um pouco do que aprendi aqui na oficina de música do CEDB" Gislaine Rachadel - Música Vespertino "Eu entrei na oficina de música com o objetivo de aprender a tocar violão, mas aprendi muito mais. Aprendi a conviver em grupo e a me relacionar melhor com as pessoas... Sinto-me bem quando alguém me pede para ensinar algo. É tão bom ver que você pode ser o exemplo para alguém! A música mudou minha vida radicalmente!" Keitlin Duarte Benkendorf - Música Vespertino

Notas Curtas

Conduzida pelos educadores Agnaldo Armindo e Geraldo Garcia da Rosa, a Oficina de Música do CEDB leva de forma divertida, dinâmica e didática o conhecimento básico, teórico e prático de vários instrumentos musicais aos educandos. Entre os instrumentos estão o violão, a flauta doce, trompete, percussão, baixo, teclado e canto. O aprendizado é feito através das técnicas de bandinha, mini-orquestra e fanfarra. E, claro, com todo o "arsenal" de instrumentos musicais. Além de tudo, o curso possui um diferencial: a prática de todos os instrumentos com o uso da teoria musical e leitura de partituras. Algo que acontece pela primeira vez na instituição. Na oficina, os educandos experimentam e passam por todos os instrumentos musicais e, no final, se fixam em um de seu gosto. Eles também têm a oportunidade de, semanalmente, participar das aulas de esporte e lazer e da formação humana e cristã, na qual aprendem a ser "bons cristãos e honestos cidadãos", assim como ensina Dom Bosco.

No dia 8 de setembro de 2011, ocorreram duas celebrações no Centro Educacional Dom Bosco. Primeiro, realizou-se um momento cívico, com a execução do hino nacional brasileiro, e, depois, uma homenagem pela passagem do dia da Independência do Brasil. A ocasião contou com a participação da oficina de música, de artes e de dança. A Porta-bandeira e a guarda-bandeira proporcionaram mais vida ao breve desfile cívico.


Encontro

Presença no mundo

Equipes planejam ações para 2012 AJS, AV, AM e CS aproveitam a data para debater a promoção das vocações

Dia 3 e 4 de setembro, aconteceu o Encontro das Equipes AJS (Articulação da Juventude Salesiana), AV (Animação Vocacional), AM (Animação Missionária) e CS (Comunicação Social), que teve como tema norteador a “promoção das vocações ecelsiásticas e religiosas”. O evento ocorreu na Casa Inspetorial das Filhas de Maria Auxiliadora. O primeiro dia contou com momentos de oração, canto e leitura do Evangelho. Ir. Carmem Demarchi fez uma breve reflexão sobre evangelização. “Somos convidados a evangelizar educando e a educar evangelizando”, disse. A coordenadora pedagógica do Colégio Santa Teresa de Jesus, localizado na Zona Sul de Porto Alegre, Ir. Alecsandra Pina de Oliveira, da Congregação Teresiana, ministrou uma palestra sob a temática “Discípulos missionários a serviço das vocações”. Depois de uma pausa para o almoço, a palestrantre continuou a sua fala, apresentando uma reflexão sobre o jovem e das pessoas que trabalham com ele. Neste dia, a última atividade dos grupos consistiu em responder a um questionário, em equipes,

envolvendo o trabalho com as Vocações, e, em seguida, compartilhar as respostas com os demais. Pe. Sérgio Ramos de Souza presidiu a Celebração Eucarística que encerrou as atividade deste primeiro dia. Na manhã seguinte, uma Missa, dirigida pelo Inspetor, Pe. Orestes Carlinhos Fistarol, abriu a programação deste dia. O sacerdote declarou, na cerimônia, que: “O que nos move nos próximos anos é o bicentenário e o nosso compromisso é conhecer mais Dom Bosco. Queremos chegar em 2015 melhores do que somos hoje e em maior número. Nós acreditamos no nosso carisma. Ele é vivo e atual”. Logo após a celebração, o seminarista Giovane, responsável pelas inscrições da Jornada Vocacional, trouxe dados da JMJ e esclareceu algumas dúvidas do evento. Pe. Asídio e a Ir. Maria Alzira agendaram com os grupos as datas de 2012 dos encontros. O primeiro será realizado entre os dias 14 e 15 de abril e o segundo de 29 e 30 de setembro. Como desfecho, os participantes debateram assuntos pertinentes sobre as equipes. Este reunião se estendeu a tarde toda.

Salesianidade

Uma herança que vale ouro Não é só por que Pe. Miguel Rua foi o sucessor de São João Bosco que ele merece um cantinho especial neste jornal. O sacerdote herdou algo precioso do fundador da Congregação Salesiana: a bondade. Assim como o santo, Pe. Miguel fez a obra salesiana semear pelo mundo a fora. Com isso, aumentou o número de casas salesianas, a serviço dos jovens, em todos os continentes. Quando ainda era pequeno, com oito anos de idade, Miguel encontrou-se pela primeira vez com Dom Bosco. Neste episódio, o santo já via que este garoto seria um grande exemplo cristão. E ele estava certo, pois Pe. Miguel foi o mais fiel colaborador a frente da obra até então. Trabalhador incansável e organizador genial, o sacerdote foi um dos primeiros a entrar no grupo salesiano. Dom Bosco sempre dizia que “se tivesse dez Dom Rua, partiria à conquista do mundo”. Tal como Dom Bosco, tornou-se um grande exemplo cristão. Após sua morte, em 6 de abril de 1910, passou a ser modelo de vida para as pessoas do mundo inteiro. Tanto que, em 29 de outubro de 1972, o Papa Paulo VI o beatificou. Um beato que vale ouro, já dizia São João Bosco: “DOM RUA, SE QUISER, PODE FAZER MILAGRES. Se eu quisesse indicar um ponto onde não veja nele as virtudes em grau perfeito, não o poderei fazer, porque não encontrarei nele qualquer falha”.

Párocos refletem sobre a fidelização vocacional Nos dias 30 e 31 de agosto de 2011, foi realizada a reunião com os Salesianos Párocos que atendem às Paróquias de responsabilidade da Inspetoria Salesiana São Pio X, presente no Sul do Brasil.Com a coordenação do Pe. Márcio Augusto Lacoski, estiveram presentes ao todo 12 párocos. Os principais temas tratados nesta reunião foram a reflexão sobre o artigo escrito pelo Pe. Francesco Cereda, so-

bre a fidelidade vocacional; a avaliação e monitoramento do PEPS da Rede Salesiana de Paróquias; a retomada da carta do Reitor-Mor sobre a preparação do Bicentenário do Nascimento de Dom Bosco; a reflexão e a discussão sobre as conclusões da última Assembleia Inspetorial e do Encontro Inspetorial de Pastoral Juvenil; a jornada vocacional; as questões patrimoniais; e outros assuntos de gestão inspetorial. Presença Salesiana | Setembro/2011

7


Festa Inspetorial

Paróquia de Massaranduba celebra 100 anos de história Quinta-feira – 15/09

Neste dia iniciaram as celebrações de conclusão do Centenário de instituição da Paróquia Sagrado Coração de Jesus de Massaranduba, com Missa Solene às 19h30, no Centro Esportivo Municipal (Parque da Fecarroz). Após um ano de peregrinação pelas comunidades, a imagem do Sagrado Coração foi levada em viatura do Corpo de Bombeiros de Guaramirim, seguida de carreata festiva pelos demais padroeiros da região. As demais comunidades e as Irmãs Franciscanas da Santíssima Trindade também levaram seus padroeiros em carreata ao espaço da festa. Todos foram recepcionados pela Banda Marcial Municipal Ministro Pedro Aleixo. Após a Missa Solene com participação em peso dos fiéis da Paróquia, houve o lançamento do livro: “Uma História Centenária” que fala como foi o início da paróquia e sobre a vida dos fundadores. Houve abertura dos estandes de exposição e das barracas com variedade de guloseimas e gastronomia.

Domingo – 18/09

Presença Salesiana de Joinville parabeniza paróquia salesiana pelo centenário de fundação com uma página especial. Confira!

Sexta-Feira – 16/09

Às 9h, teve início a visitação dos alunos das escolas do município, onde crianças e adolescentes tiveram a oportunidade de conhecer as comunidades e seus padroeiros. Após esta apresentação, puderam visitar os estandes e tomar lanche. No período da tarde foi a vez dos Grupos da Terceira Idade, do Apostolado da Oração e dos Clubes de Mães. Participaram da Missa que foi presidida pelo Vigário Geral, Pe. Ademir José Ronchi. Após a celebração, houve tarde dançante e bingo. Às 20h Pe. Reginaldo Manzotti presidiu a Missa da Família, seguida de show com um público muito animado, estimado em cinco mil pessoas.

O ponto alto das festividades aconteceu no domingo com a Missa Solene das 9h30, presidida por Dom Irineu Roque Scherer, bispo diocesano, e a presença do Inspetor Salesiano Pe. Orestes Carlinhos Fistarol, SDB, e mais 19 sacerdotes, diáconos, seminaristas, religiosos e religiosas. Com presença de 121 ministros da Eucaristia, fardados a rigor e compenetrados da missão. A animação ficou por conta do Coral Infantil Paroquial de 200 vozes. Crianças trajadas representando os 26 padroeiros acompanharam a entrada do Sagrado Coração de Jesus e dos sacerdotes. O João Lubawski, que irá completar 100 anos de vida em outubro, acompanhado de familiares, fez a entrada da Palavra. Ao final houve homenagens e coreografia apresentada pelas crianças que representavam os padroeiros. O bispo abençoou Thiago Wenk, criança de três meses, como símbolo do início do novo centenário, bem como João Lubawski, que representou o centenário comemorado. Após a celebração, houve almoço, apresentações culturais e visitas aos estandes, parque de diversões e diversas barracas com guloseimas. 8 Presença Salesiana | Setembro/2011

Sábado – 17/09

Pe. Asídio Deretti, pároco emérito da Paróquia, presidiu a Missa para crianças e adolescentes às 9h. Em seguida, houve a Primeira Volta Ciclística do Sagrado com a participação de cerca de 120 ciclistas. Durante a tarde aconteceram várias atividades: às 14h, 95 trilheiros invadiram os festejos. Depois partiram para a Primeira Trilha do Sagrado, atravessando as lamas dos prados e colinas. Os jovens se encontraram para a Gincana Jovem. Grupos de Carroceiros fizeram desfile do Posto Barricão até o Centro de Eventos. E, às 17h, Pe. Osvaldo Bisewski, natural de Massaranduba, presidiu a Missa Sertaneja com o estádio lotado. O Bingo Beneficente teve início às 19h30.

Informativo outubro 2011  

Formação e Informação

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you