Issuu on Google+

Folha

informativa equiparedaccao@aefp.pt Agrupamento de Escolas Fernão do Pó  Folha informativa IV Série n.º 4

EDITORIAL - Semana Comenius 2011

De 2 a 9 de Maio comemora-se a semana comenius. Neste âmbito parece-me oportuno invocar a experiência vivida pelo nosso Agrupamento através do seu envolvimento neste projecto europeu de aproximação e troca de experiências entre escolas. O projecto actualmente em desenvolvimento por nós e pelos nossos parceiros europeus terá a sua reunião final no próximo mês de Junho em Riga, na Letónia. Deste projecto, que teve a designação de “we are so different but still we are the same”, fazem parte duas escolas portuguesas (Fernão do Pó e Rafael Bordalo Pinheiro), duas escolas romenas (Oradea e Sibiu) e uma escola de Itália, da Lituânia, da Letónia, da Grécia, da Turquia e da Polónia. Entre 10 e 15 de Março de 2011 coube-nos a nós acolher mais um encontro do projecto. Foi notável o envolvimento da comunidade educativa neste evento, o que nos permitiu receber com grande dignidade os nossos parceiros. Muitos foram os que se envolveram e contribuíram para o sucesso do encontro: os alunos e respectivas famílias que acolheram os colegas estrangeiros, os docentes envolvidos directa ou indirectamente no projecto, os alunos e professores dos cursos de música, cozinha e serviço de mesa cujo envolvimento nos permitiu presentear os nossos convidados com a gastronomia portuguesa no seu melhor, a Companhia Agrícola do Sanguinhal e a Câmara Municipal. A todos é devido um voto de agradecimento e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido e que muito dignificou a nossa escola, a nossa terra e o nosso país.

O projecto em curso tem um formato diferente dos anteriores. À excepção dos encontros de preparação e avaliação, em todos os restantes há participação de alunos. Além disso, todos os países têm a oportunidade de se encontrar em cada reunião de projecto o que, para além das ligações institucionais tem permitido o estabelecimento de relações pessoais de amizade entre pessoas dos diversos países. É imensa a quantidade de trabalhos desenvolvidos por professores e alunos em torno de temáticas comuns e que têm permitido a troca de experiências e o conhecimento de realidades muitas vezes contrastantes.

Maio de 2011

No que depender de nós continuaremos a apostar no desenvolvimento deste tipo de projectos por considerarmos uma oportunidade única de nos confrontarmos com as diferenças existentes entre a Europa construída no nosso imaginário e a Europa Real, de contrastes profundos e de culturas que, apesar de diferentes, possuem muitos traços comuns. Não estou certo de que seria esse o objectivo de quem criou e concebeu estes projectos, mas a verdade é que eles muito têm contribuído para a criação de laços de proximidade entre muita gente e para a criação de um espírito verdadeiramente europeu em que os cidadãos dos vários países membros se identificam uns com os outros e as relações humanas se colocam acima

da “ditadura económica” vigente. Emanuel Vilaça Director do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó

OLIMPÍADAS DO AMBIENTE: Aluno do AEFP Bombarral vence Final Nacional

Um aluno do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó venceu a Final Nacional das Olimpíadas do Ambiente. A grande Final Nacional realizou-se na cidade de Faro entre 29 de Abril e 1 de Maio e, na Categoria Sénior, a que concorreram os 25 finalistas apurados entre os melhores das escolas concorrentes de todo o país, o nosso aluno Rafael Félix, da turma CT1 do 11º ano de escolaridade foi o “Grande Vencedor”. A FI, reconhecendo a importância do feito e desejando que outros alunos do Agrupamento venham a alcançar resultados semelhantes, felicita o Rafael e agradece-lhe o facto de ter levantado ao mais alto lugar do “pódio” o nome do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó e do Bombarral. A Escola participou em todas as categorias e, para além deste excelente resultado, todos os nossos alunos se empenharam e tiveram um comportamento meritório, digno de referência e orgulho. Uma palavra de respeito é ainda devida aos professores de Biologia / Geologia e de Geografia do Agrupamento, bem como ao Clube Bioarte pelo seu empenho e profissionalismo.


Folha

informativa Agrupamento de Escolas Fernão do Pó  Folha informativa IV Série n.º 4

SEMINÁRIO: Turismo e Desenvolvimento Sustentável Este ano lectivo o Seminário organizado pelos alunos do 11ºTAR versou a temática do Turismo e do Desenvolvimento Sustentável. O formato do Seminário consistiu numa manhã preenchida por comunicações dinamizadas por professores do ensino superior oriundos das seguintes instituições: Escola Superior de Turismo e Tecnologias do Mar do IPL, Escola Superior de Desporto de Rio Maior do IPS e Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Maio de 2011

Os alunos do Curso Profissional de Turismo Ambiental e Rural procuraram retratar diversas profissões tendo para o efeito vestido diferentes fardas A participação do agrupamento foi positiva havendo apenas a lamentar alguns dos cancelamentos efectuados ao nível dos workshops e dos debates, no entanto, eventos do género podem trazer mais dinamismo e divulgação sobre as ofertas formativas presentes na região, bem como servir de motivação, não só para os alunos envolvidos nas actividades, mas também para todos os que tiveram oportunidade de passar por lá. A Escola Básica e Secundária Fernão Pó nos Desafios SeguraNet

No período da tarde os dinamizadores do evento organizaram dois Workshops: - O Workshop 1 (Moinhos da Pinha – Oficina do Pão), esta actividade passa por ser um modesto tributo aos agricultores e moleiros que infelizmente não são devidamente valorizados, dando a conhecer as práticas agrícolas mais correctas, as diferentes variedades dos cereais e a moagem. Por outro lado, foram importantes os alertas realizados sobre o reaprender a comer e a valorização que deverá ser dada aos alimentos de qualidade, recolocando a cozinha no centro da qualidade de vida. Este workshop reuniu, em torno dos moinhos, uma série de saberes e de sabores, finalizando com uma degustação de pão. - O Workshop 2 (Percursos da Sustentabilidade) realizou-se num percurso pedonal entre a estação de caminhos-de-ferro do Bombarral e a Quinta dos Loridos, procurando explorar com um grupo de alunos a versatilidade turística deste percurso. Neste evento os alunos do 11ºTAR obtiveram apoio dos alunos do CEF de Empregados de Mesa e das alunas EFA de Cozinha que tiveram a seu cargo a confecção do almoço. É muito gratificante testemunhar a cooperação e o bom trabalho que consegue ser realizado através das sinergias criadas por estes percursos de formação. A turma do 11ºTAR, no âmbito da sua disciplina de TAAT brindou mais uma vez o nosso agrupamento com um acontecimento de elevada qualidade tendo os alunos demonstrado a sua capacidade de organização para um evento desta dimensão.

A participação da Escola Básica e Secundária Fernão do Pó nas actividades SeguraNet continua, através da turma A do 9º ano, da sua professora de Tecnologias da Informação e Comunicação e agora também de uma equipa de Encarregados de Educação da referida turma. Os alunos submeteram durante o mês de Abril o seu segundo desafio com o tema: Jogos e Consolas e os Encarregados de Educação encontram-se neste momento a terminar o seu primeiro desafio: Jogos e Consolas/Telemóveis, As equipas de alunos participaram no mês de Março no seu primeiro desafio – Redes Sociais - que terminou no dia 31, tendo obtido a classificação máxima nas suas respostas. No mês de Maio os alunos irão participar no seu último Desafio que terá a temática Telemóveis, estando a turma já a prepararse para esta etapa final. Este tipo de iniciativas procura motivar os alunos e alertá-los para os perigos existentes na Internet e como os podem evitar e/ou prevenir. Os alunos têm estado muito entusiasmados com a sua participação. Ana Carvalho Professora de TIC do 9ºA

Reciclar é um dever

I Jornadas da Juventude de Óbidos Foi com empenho que o Agrupamento de Escolas Fernão Pó participou nas I Jornadas da Juventude de Óbidos. O espaço destinado ao nosso agrupamento situava-se no segundo piso da Casa do Pelourinho, onde foram dinamizadas diversas actividades práticas realizadas pelos alunos do CEF - Empregados de Mesa e pelas alunas do curso EFA de Cozinha.

No ecoponto AZUL Pões o papel e jornal De norte a sul Vamos tornar o ambiente especial!


Folha

informativa Agrupamento de Escolas Fernão do Pó  Folha informativa IV Série n.º 4

Maio de 2011

EB1 Baraçais: Aprender com os Pais

Um dia na escola sede…

Nós somos os alunos do 2ºano da EB1 de Baraçais. No mês de Janeiro andámos a estudar as profissões e convidámos os nossos familiares para virem à escola participar numa actividade. Preparámos entrevistas para cada convidado(a) para ficarmos a conhecer melhor as suas profissões. Com o pai da Sofia aprendemos que para se ser engenheiro agrónomo é preciso estudar muito. Estes engenheiros ajudam os agricultores a produzir da melhor forma e sabem muitas coisas sobre o cultivo da terra. Ele, neste momento, está a trabalhar no departamento comercial de uma empresa que recebe e vende fruta da zona oeste. Por vezes viaja para o estrangeiro pois tem clientes no Canadá, Brasil, Rússia, Irlanda.

Era dia 6 de Abril quando a turma CVL1 foi passar o dia na Escola Sede do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó. Os alunos contam como foi…

Com a mãe da Filomena aprendemos o que faz uma ajudante familiar. Ela trabalha na Santa Casa da Misericórdia do Bombarral e a sua função é cuidar dos idosos que estão em casa. Por exemplo: dar banho, dar alimentação, fazer limpeza, tratar da roupa, etc. Alguns destes idosos estão muito sós e têm muita necessidade de comunicar, mas os acamados são os que têm mais dificuldades. A mãe da Filomena adora a sua profissão! Com o pai do Nuno aprendemos o significado da expressão “homem dos 7 ofícios”. Ele trabalha nas obras como servente ou pedreiro, na apanha de pinhas, na limpeza de piscinas, na jardinagem, etc. Até já esteve embarcado em alto-mar na pesca do caranguejo real! No Inverno costuma trabalhar cerca de 7 ou 8 horas e no Verão cerca de 10 ou 12. Tem sido muito difícil arranjar um emprego estável, mas o pai do Nuno um dia gostaria de ter o seu próprio negócio.

De manhã, nós fomos participar nas actividades da Semana da Leitura e da Floresta. Em primeiro lugar, na biblioteca, decorámos flores para a nossa árvore e fizemos um jogo de pista organizado pelo Clube Eco Escolas. De seguida, lemos os nossos poemas e ouvimos ler os colegas mais velhos. Neste momento, a professora Clara fez a entrega dos diplomas de participação no concurso de poesia. Entretanto, estivemos no “piquenique dos livros a ver e ler algumas histórias. Então a fome despertou e fomos para o refeitório onde almoçámos. Gostámos do almoço mas estava um bocadinho picante. Depois, na carrinha da Biblioteca requisitámos um livro para ler nas férias e estivemos com a professora Regina de Educação Moral. Na parte da tarde, as professoras do Projecto das Ciências prepararam várias actividades: Num laboratório observámos com uma lupa as rochas e fósseis; Noutro laboratório fomos saber como se preparam as substâncias para serem observadas ao microscópio e vimos as células da cebola e do sangue humano.

Atelier de microscopia

Com a mãe do Fábio ficámos a conhecer as tarefas domésticas que uma “dona de casa” faz no seu dia-a-dia. Para além dessas tarefas, a mãe do Fábio ainda arranja tempo para se dedicar à costura e para auxiliar no café/mercearia de seus pais. Ela dá apoio aos filhos na realização dos trabalhos de casa e eles ajudam a pôr e levantar a mesa na hora do jantar e a manter os seus quartos arrumados. A mãe do Fábio já completou o 9ºano e vai voltar a estudar para ficar com o 12ºano. Aproveitamos para agradecer, mais uma vez, a disponibilidade dos nossos entrevistados e os bons conselhos que nos deram.

No último laboratório os alunos do 12º ano estiveram a fazer muitas experiências giras: o enchimento de balões, o vulcão de erupção efusiva, o engarrafamento do ovo, o leite com corantes, o desaparecimento da esferovite, os professores também tinham algumas experiências para fazermos como a bola saltitona e as bolinhas coloridas. Aprendemos e divertimo-nos muito neste dia. Podíamos vezes!...

fazer

mais


Folha

informativa Agrupamento de Escolas Fernão do Pó  Folha informativa IV Série n.º 4

Maio de 2011

PÁGINA DAS CIÊNCIAS OLHOS QUE VÊEM, MÃOS QUE TOCAM… SABER QUE FICA Projecto de ensino experimental das ciências no Pré-escolar e 1º ciclo A Secção de Ciências Físicas e Naturais do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó, ciente da importância da promoção do Ensino Experimental das Ciências no Pré-escolar e no 1º Ciclo, tem implementado ao longo do presente ano lectivo o projecto “Olhos que vêem, mãos que tocam… saber que fica” que visa desenvolver actividades de carácter prático/experimental, em diversas escolas do 1º ciclo e jardins-de-infância do Agrupamento. Estas actividades são realizadas pelos alunos em sala de aula e enquadradas nos temas abordados em Estudo do Meio, nomeadamente no âmbito do tema “Sustentabilidade na Terra”. O projecto privilegia o trabalho em equipa de docentes de várias disciplinas e de vários níveis de ensino, valorizando a diversidade de conhecimentos e de experiências e proporcionando aos alunos novas abordagens, o que constitui uma estratégia definida no Projecto Educativo do Agrupamento para a melhoria da articulação entre ciclos. Para além do já referido, o projecto enquadra-se no desenvolvimento de actividades de natureza científica, que complementam as actividades curriculares e potenciam o papel educativo do Agrupamento. No presente ano lectivo o projecto abrange um total de 257 alunos dos seguintes estabelecimentos de ensino: EB1 de Barrocalvo; EB1 de Bombarral (3 turmas); EB1 de São Mamede; EB1 do Pó; EB1 de Vale Covo; EB1 da Delgada; EB1 de Salgueiro; EB1 de Carvalhal; EB1 dos Baraçais; JI do Vale da Várzea (3 turmas); JI de Barrocalvo; JI de São Mamede. Este projecto é candidato ao prémio “Ciência na escola” da Fundação Ilídio Pinho, tendo sido seleccionado para desenvolvimento pela Fundação. Quinzenalmente, nas Terças-feiras à tarde, temos uma visita na nossa escola - a Professora Noélia Silva. Ela veio ajudar-nos a fazer muitas experiências. Uma das últimas experiências realizadas foi sobre a existência de pigmentos fotossintéticos nas folhas do espinafre. Foi uma experiência muito interessante. Ora vejam:

Colocámos as folhas de espinafre no almofariz e deitamos uma colher de areia. Triturámos a mistura com o pilão. Adicionámos um pouco de acetona e agitámos a mistura.

Filtrámos o preparado para um gobelé. De seguida colocámos o filtrado numa placa de Petri.

Introduzimos papel de filtro dobrado e ficámos a observar. No filtro apareceram bandas de cor verde escura, verde clara e amarela. Por fim concluímos que nas folhas do espinafre existe mais do que um tipo de clorofila e outros pigmentos fotossintéticos.

Mais uma vez foi uma tarde em que experimentámos e aprendemos! Turma PO2 EB1 do Pó

2011 - ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS

A Assembleia Geral da ONU – Organização das Nações Unidas, adoptou a Resolução A / RES / 61/ 93, proclamando o ano de 2011, Ano Internacional das Florestas. O objectivo parece claro: consciencializar a sociedade sobre a preservação da floresta para uma vida sustentável no planeta. “As florestas cobrem 31% da área terrestre total do planeta e têm a responsabilidade directa na garantia da sobrevivência de 1,6 bilhões de pessoas e de 80% da biodiversidade terrestre. Pela importância que têm para o planeta, as florestas merecem ser mais preservadas e valorizadas e, por isso, a ONU declarou que 2011 será o Ano Internacional das Florestas. Sob o tema Florestas para o Povo, a iniciativa mundial inclui a promoção de acções que incentivem a conservação e a gestão sustentável de todos os tipos de floresta do planeta, além de mostrar à população mundial que a exploração das matas sem uma gestão sustentável pode causar uma série de prejuízos para o planeta, como a perda da biodiversidade, o agravamento das mudanças climáticas, o incentivo a actividades económicas ilegais, como a caça de animais e o desmatamento ilegal.” (In naturlink.) As Nações Unidas criaram um sítio na internet onde todos os cidadãos d planeta são convidados a partilhar as suas iniciativas em prol da floresta, num abraço, de todos, ao nosso planeta.

E tu!.. Qual vai ser o teu papel ao longo de 2011, Ano internacional das Florestas? Fica atento às iniciativas na escola! Carlos Monteiro / Eugénia Bruno Professores de Ciências


Folha Informativa n.º 4