Adoro Revista Ed. 01 - LEM - Setembro 2020

Page 1

SET 2020 Conheça a trajetória da destemida arquiteta que, com muita autenticidade, tem empreendido com produtos e serviços inovadores em Luís Eduardo Magalhães

JOANA FRANCIOSI INOVAÇÃO

Instalada em Luís Eduardo Magalhães, a Cyklo Agritech é a primeira aceleradora de startups da região.

AGRONEGÓCIO

Produtores de algodão mantêm otimismo com a safra de algodão 2019/2020.

ESPORTE

Conheça a experiência da advogada Camila de Carvalho, a triatleta, que faz parte do MF Racing.

AGOSTO 2020 | EDIÇÃO 33

1

LEM-BA |SETEMBRO 2020 | EDIÇÃO 01

Foto: João Menna


2

Luis Eduardo Magalhães Rua Rondônia, 631 Telefone: (77) 3639-3213 WhatsApp: (77) 9 9952-2072


44 Triton Sport: Uma nova picape para uma nova geração

Culinária libanesa no oeste da Bahia

ÍNDICE EXPEDIENTE Direção Comercial Carol Souza

Redação Virgília Vieira-DRT 3787/BA Fotos Calan Sanderson e Jessica Sanderson Design e Diagramação Gabriel Augusto Revisão Aderlan Messias

SET 2020

20

30 Colheita de algodão entra na reta final

3

70 Uma empreendedora nata erguendo torres e realizando sonhos

EDIÇÃO EXCLUSIVA LEM-BA Edição de Nº 01 Setembro 2020 Tiragem 3.000 exemplares Contato 77 9 9993 8443 Instagram @revistaadoro


CARTA DA DIRETORA

4

Empreender é bom. Mas empreender em Luís Eduardo Magalhães é indescritível. Essa é a sensação que envolve esta primeira edição da Revista Adoro. Há sete anos circulando em Barreiras, somos o veículo mais completo e mais adorado do oeste baiano, mas a nossa menina está crescendo e precisa voar. E nenhum lugar poderia ser mais propício para esse voo que a capital do agronegócio. A partir de agora, não conhecemos o nosso limite, mas sabemos que chegamos na hora certa, e chegamos munidos com uma boa diversidade de temas e conteúdos, com editorias de Saúde, Moda, Arquitetura, Gastronomia, Viagens, Beleza, Estética, Agronegócio, Empreendedorismo, Coluna Social e muito mais. Durante a produção dessa primeira edição, conhecemos pessoas com histórias incríveis, que viram sonhos tornarem-se empreendimentos grandiosíssimos. Isso nos enche de expectativa e coragem para trabalhar cada vez mais e melhor por essa terra. A nossa capa chega com a forte presença da arquiteta e empreendedora Joana Franciosi, que nos conta um pouco da sua trajetória e como a arquitetura desperta, dia após dia, o seu lado empreendedor. Há sete anos, Joana lançou no mercado a Adorno Decoração e Design, que reúne as mais importantes marcas do segmento de decoração. Recentemente a loja mudou de endereço e conta com uma seção especial de cozinha, além de outras novidades.


Com 20 anos de emancipação política e cerca de 90 mil habitantes, essa cidade não para de crescer, e o mercado imobiliário tem apostado firme no crescimento vertical. À frente de um projeto desafiador, temos a jovem empreendedora Amanda Risden, que gerencia as torres do Floral Paraíso Residence, um condomínio de belíssimos apartamentos. O empreendimento, que é sucesso de vendas, já entregou a primeira torre e agora está erguendo as duas segundas, que logo serão entregues aos moradores.

Reunimos grandes profissionais da arquitetura, que nos mostram o quanto o mercado evoluiu e como a arquitetura de alto luxo está voltada para atender também as necessidades e desejos de seus clientes, unindo estilo e funcionalidade, sem perder a sofisticação.

SET 2020

Presente em tudo que diz respeito a Luís Eduardo Magalhães, o agronegócio é a força que move tudo e todos nós por aqui. Então, mostramos como a tecnologia tem ganhado força no setor, falamos do algodão baiano e nos orgulha saber que a Bahia é o segundo maior produtor do Brasil, com previsão de alcançar uma produtividade de 315 arrobas de fibra/hectare em uma área total de 313,5 mil hectares. Isso é muito bom. Também buscamos representantes de importantes entidades do agro, que nos trazem uma panorâmica sobre o que está acontecendo atualmente no campo.

Temos comida árabe na Bahia. Você vai conhecer o Ariche, famoso queijo libanês que está fazendo sucesso, graças à paciência e capricho da advogada Letícia Kamel, que herdou da família a paixão e o dom em produzir esse famoso prato. Enfim, a nossa revista acaba de chegar, e chega em setembro, o mês dedicado à prevenção ao suicídio e à vida. O alerta do Dr. Alexandre Rizkalla chama a atenção para o quanto as demandas do trabalho, o esgotamento profissional e emocional fazem, cada dia mais, pessoas ansiosas, depressivas e dependentes de substâncias psicoativas. Vamos nos cuidar, e por falar nisso, o caderno de esportes vem com preciosas dicas de pessoas que resolveram se movimentar e mudar o estilo de vida. ‘Mens sana in corpore sano’. A casa é sua. Fique à vontade. Carol Souza

5

LUÍS EDUARDO MAGALHÃES - BA


A CAPITAL DO AGRONEGÓCIO BAIANO CHEGA AOS 20 ANOS COM VIGOR PARA CRESCER AINDA MAIS Texto: Catiane Magalhães Fotos: Calan Sanderson

O povoamento da área onde atualmente se localiza o município de Luís Eduardo Magalhães, no extremo-oeste baiano, começou no final da década de 1970, com a chegada de agricultores oriundos do sul do País, empenhados em estabelecer o cultivo de soja e milho na região. A presença dos produtores originou uma série de demandas, com o petróleo e seus derivados sendo as mais urgentes. Assim surgiu o primeiro posto de combustíveis da área, em 1982, e, em seguida, o primeiro loteamento.

6

Enquanto o povoado, pouco a pouco, recebia novos moradores e os comércios começavam a tomar forma, a produção agrícola dava suporte ao crescimento do lugar. Em 1986 a produção do cerrado baiano já apresentava o expressivo volume de 163.090 toneladas de cereais e oleaginosas. Com

essa pujança, a região passou a atrair um número ainda maior de produtores e, com eles, um grande contingente de profissionais migraram para a localidade a fim de trabalhar nas lavouras e escritórios. No embalo da produção regional, indústrias voltadas para o setor agrícola começaram a se instalar na localidade, até então conhecida como Mimoso do Oeste, em alusão ao posto de combustíveis que originou o povoamento. As primeiras unidades fabris se dedicavam à transformação de soja em óleo e farelo. Posteriormente outros segmentos, como a indústria agroquímica, comércio de máquinas e implementos foram surgindo por conta da demanda do mercado, gerando emprego e renda, transformando e agregando valor econômico ao produto local.

Enfim, às vésperas do início do novo século, a comunidade havia se transformado em uma terra ainda mais promissora, com economia forte, população em crescimento vertiginoso, mas ainda vinculada a Barreiras. A conjuntura socioeconômica culminou, em 30 de março do ano 2000, no processo de emancipação. Com isso, recebeu o nome de Luís Eduardo Magalhães, em homenagem ao senador baiano, falecido em abril de 1998, em Brasília, e passou a ser conhecida como a capital baiana do agronegócio. Nessa época os campos produtivos do município experimentavam a adaptação de novas cultura para a região. A produção em larga escala de café, feijão, sorgo, milheto


Ainda na safra de 2002, no oeste baiano, a soja atingiu com grande participação da produção de Luís Eduardo Magalhães, o volume de 1,4 milhão de toneladas, e o milho alcançou 576,6 mil toneladas no mesmo período. Esses números representaram a consolidação da região como celeiro da produção agrícola no cenário nacional. Atualmente Luís Eduardo Magalhães conta com uma população de 90 mil habitantes 30 mil a mais que o número apontado pelo Censo de 2010. O município tem nos setores agrícola, industrial, comercial e de serviços

suas principais fontes de arrecadação, que geram um Produto Interno Bruto (PIB) per capita de 57.502,42 (IBGE, 2017).

As modernas tecnologias empregadas no campo transformam a atividade rural de Luís Eduardo Magalhães, e do oeste baiano, na mais tecnificada do Brasil, com a adoção de inúmeros recursos de robótica, mecânica, aeronáutica, energia solar, sistema de internet 4G e aplicação de GPS na agricultura de precisão. Paralelamente, houve o investimento maciço em biotecnologia, tornando as sementes mais resistentes às adversidades típicas da região, trabalhando coletivamente pela adoção de boas práticas que contribuem para a conservação do solo e a preservação de mananciais hídricos da região.

agrícola da região oeste é de 9 milhões de toneladas. O município de Luís Eduardo Magalhães contribui com a produção de 781.578 toneladas (8,7% do total, aproximadamente). A área plantada é de 183.213 hectares,considerando apenas as culturas da soja, milho e algodão. Vale ressaltar que diversas outras culturas vêm sendo testadas, com boas perspectivas de adaptação e aumento da produtividade para um futuro próximo, como o trigo, a cevada e a mamona.

SET 2020

e o aumento da pecuária já era realidade, mas o grande destaque ficou por conta da produção de algodão. A fibra começou a ser cultivada, experimentalmente, a partir de 1995, com uma área total de 8 mil hectares. Em 2002, com a melhoria genética das sementes, o manejo e o aumento de área, a produção avançou significativamente, saltando para 56 mil hectares plantados no oeste da Bahia.

Segundo levantamento da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), o volume total de grãos e fibra produzido pelos 11 municípios com maior relevância

7


COOPERAR PARA CRESCER Texto: Marcelo Leomar Kappes* Foto: Júnior Ferrari

Não é de hoje que a cooperação move e transforma a sociedade. Ao longo da história da evolução humana, fomos levados de alguma forma a cooperar uns com os outros para garantir inicialmente, nossa sobrevivência e assim chegarmos ao que somos hoje. Nosso DNA é cooperativo. É deste movimento natural que nos une, que também começamos a nos organizar melhor enquanto sociedade e desta forma, projetar novas realidades econômicas e sociais, através do cooperativismo. Um modelo econômico que nasceu em 1844, na Inglaterra, que preserva até os dias atuais os mesmos princípios da primeira cooperativa e que é reconhecido mundialmente como uma alternativa vanguardista.

8

Robert Shiller, Prêmio Nobel de Economia em 2013, disse que “o movimento cooperativo constitui uma inovação essencial para uma boa e nova sociedade. É, portanto, uma iniciativa sempre atual para esse propósito, uma vez que, embora reconheça a livre iniciativa, não tem o lucro como objetivo. Cooperativismo é sinônimo de boa sociedade” (pronunciamento durante a Segunda Cúpula Mundial do Cooperativismo. Quebec, Canadá, 7 de outubro de 2014). Em síntese, não há fora do cooperativismo um modelo organizacional que combine, em equilíbrio, empreendedorismo econômico (progresso material) e desenvolvimento social (cidadania). De certa forma é isso que a Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) tem feito ao longo de seus 12 anos. Por um lado, procuramos incessantemente, até porque este é nosso espírito, levar conhecimento e inovação para dentro da porteira, sempre com o viés de que nossos cooperados pudessem alcançar novos mercados, tornando a atividade agrícola sustentável. E por outro lado, talvez o mais impactante de todos os objetivos, de contribuir e gerar desenvolvimento social e econômico no Oeste da Bahia.

Atualmente a Cooperfarms representa mais de 270 cooperados, com campos de produção em seis estados brasileiros, totalizando uma área superior a 600 mil hectares. Nossos serviços dão suporte à gerência na tomada de decisão antes, durante e após o processo produtivo, ou seja, atendemos nossos cooperados desde a comercialização de insumos agrícolas, armazenagem de defensivos, seguro agrícola até a comercialização da produção, seguindo rigorosamente os princípios da governança corporativa. Fechamos 2019, com um saldo de sobras que ultrapassa R$ 1,8 milhões, que será distribuído aos nossos cooperados, conforme a movimentação de cada um. Isso é o resultado de um esforço coletivo e participativo alinhado desde a fundação da Cooperativa, entre o Conselho de Administração, diretoria executiva, cooperados e colaboradores em fazer e entregar o melhor. Numa cooperativa, o trabalho é mútuo, feito de pessoas para pessoas, em que o cooperado é dono e cresce junto com o negócio. Nossa agenda de responsabilidade social está alinhada com as diretrizes dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), que pretende erradicar a pobreza do mundo. Nos últimos quatro anos, nossa atenção tem se voltado a campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea Doar Faz Bem, que visa sensibilizar a comunidade regional sobre a importância do gesto voluntário de doação para salvar vidas. Ser cooperativista é acreditar em um mundo melhor. É buscar não só benefícios próprios, como também para o todo. É ter no DNA valores de solidariedade, responsabilidade, democracia e igualdade. É ter a consciência que para crescer é preciso cooperar. *Engenheiro Agrônomo e presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms)

@cooperfarmsoficial /cooperfarmsba www.cooperfarms.com.br (77) 3639 3900 Avenida Luís Eduardo Magalhães, 2391 Bairro Jardim das Acácias Luís Eduardo Magalhães/BA


SET 2020

AGRONEGÓCIO EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES: DESENVOLVIMENTO E RESPONSABILIDADE SOCIAL Texto: Cícero Teixeira (produtor rural, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães – SPRLEM) Foto: Calan Sanderson

Luís Eduardo Magalhães - BA, capital do agronegócio e principal referência do agro no estado da Bahia e região do Matopiba (formada pelos estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), iniciou seu crescimento ainda na década de 80, onde aqui chegaram os primeiros agricultores, vindos principalmente do Sul do País, em busca de novas terras agricultáveis. Com muito trabalho e dedicação, teve início o desenvolvimento de uma cidade e de toda uma região que hoje possui uma agricultura pujante, diversificada e de grande produtividade. LEM, como é conhecida carinhosamente por todos, é responsável por 60% da produção de grãos do estado. Aqui se planta soja, algodão, milho, sorgo, café e feijão, e sua localização estratégica faz da cidade um grande polo agrícola, que tem alcançado altos índices de produtividade. Com toda a expansão do mercado da cultura de grãos, a cidade cresceu, se desenvolveu, atraiu indústrias, grandes lojas, revendas e, consequentemente, foi crescendo o número de pessoas que viram em Luís Eduardo Magalhães, a oportunidade de uma vida melhor. Com aproximadamente 90 mil habitantes, segundo a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE/2019, LEM está entre as 10 cidades que mais crescem no país, possuindo a décima maior economia do estado da Bahia, tendo sua renda per capita como uma das maiores do Brasil. Crescemos e continuamos a crescer, e a agricultura da nossa região é nosso grande diferencial, o uso das novas tecnologias vem tomando conta dos campos e garantindo aos produtores maiores resultados e nos possibilitando fazermos mais, mais pelo campo, mais pela cidade, mais pelo social. Ultrapassamos as porteiras, além do grande trabalho feito nas grandes lavouras, que garante o crescimento de uma cidade e de uma região, saímos de dentro das nossas fazendas e assim passamos a cumprir também nosso papel em prol das causas sociais. Nosso segmento tem se preocupado com o bem-estar social, com o cuidado ao próximo, com o futuro das crianças e colaborado para que através dos

projetos encabeçados pelas instituições do agro, todos vivam melhor. Projetos são desenvolvidos pelas instituições, a exemplo do Programa Despertar que vem ampliando o papel social do Senar Bahia, através dos Sindicatos, tendo como objetivo promover a educação voltada para a responsabilidade social, em busca de alavancar mudança de valores, aliada a uma postura cidadã e socioambiental. O programa atende aos alunos da Educação do Campo, da Educação Infantil ao 9º ano do Ensino Fundamental, trabalhando a Educação Socioambiental com temas transversais: meio ambiente, ética, saúde, cidadania, pluralidade cultural. Um outro exemplo é o Fundo de Desenvolvimento Sustentável da Bahia – Fundesis, criado e mantido por produtores rurais do Oeste da Bahia, através da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia – Aiba, em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil - BNB, e gerido pelo Instituto Aiba, que vem transformando a região com benefícios em saúde, educação, cultura, esporte e oportunidade de trabalho.

O agronegócio em Luís Eduardo Magalhães é a força que sustenta a economia do nosso município. E todo resultado representa o trabalho sério e o comprometimento dos produtores rurais da região, que já entendem o papel de seu protagonismo, especialmente no campo e também fora dele. Respeitando todas as normas, leis ambientais e trabalhistas, os produtores seguem adotando novas tecnologias, produzindo mais e melhor e, consequentemente gerando emprego e renda. Luís Eduardo Magalhães continua a ser um polo de desenvolvimento que impulsiona toda a região Oeste da Bahia.

9

O agronegócio também tem cumprido seu papel social. Mesmo diante do quadro que enfrentamos atualmente em todo o mundo, a pandemia do Coronavírus, o agro não parou, o segmento essencial para a economia de toda cidade e região continuou firme, garantindo o alimento na mesa de todos e o trabalho para milhares de famílias. As entidades do agro têm realizado diversas campanhas com o objetivo de ajudar pessoas mais carentes e também dado suporte a rede de saúde. Contudo, mesmo com todas as adversidades, o setor agrícola foi o único setor que contribuiu para minimizar os impactos no cenário econômico do País durante esta pandemia, confirmando para a Safra 2019/2020 um recorde de 253,7 milhões de toneladas. Na nossa região os resultados não são diferentes, para a safra 2019/2020 de soja alcançamos um dos melhores resultados com 6.026.400 toneladas (com 62 sacas por hectare), garantindo a segunda maior safra da história, menor apenas que a safra recorde de 2017/2018.

@sindicatorurallemba www.sindicatorurallemba.com administrativo@sindicatorurallemba.com (77) 3628-2777 Rua Sergipe, nº 985, Mimoso I Luís Eduardo Magalhães – BA


10

KASUYA – 30 ANOS DE MERCADO EM INTELIGÊNCIA AGRONÔMICA NAS TRÊS ÚLTIMAS SAFRAS A EMPRESA GARANTIU RESULTADOS SURPREENDENTES COM INCREMENTOS DE 18.8% NA PRODUTIVIDADE DE SOJA, 11% DO MILHO, 10% DO ALGODÃO Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson

Presente no mercado de consultoria agronômica há 30 anos, a Kasuya Inteligência Agronômica vai além de cumprir sua missão e valores. Ela tem inovado com soluções inteligentes, alcançando todas as variáveis necessárias para a produção de grandes resultados, constituindo-se uma peça fundamental para o avanço do agronegócio nas regiões onde está presente. Atualmente a empresa assiste uma área superior a 300 mil hectares, nos estados da Bahia, Piauí, Tocantins e Mato Grosso. Nas últimas três safras, só na região oeste da Bahia, a Kasuya IA garantiu resultados surpreendentes com incrementos de 18.8% na produtividade de soja, 11% do milho, 10% do algodão. “O aumento da produtividade é um dos nossos focos

e temos nos especializado no assunto ao longo das últimas décadas. Esses resultados são consequência de todo um trabalho voltado para o diagnóstico e correção de problemas do solo, planejamento de safra, treinamento de equipe, proteção de plantas e acompanhamento in loco. Sempre fazendo o equilíbrio entre custo e benefício, afinal o que vale é a lucratividade final”, afirma Luís Henrique Kasuya, diretor da empresa. Plataforma de Inteligência e Equipe Especializada Segundo o diretor, a Kasuya já está sendo reconhecida no Brasil como a principal plataforma de inteligência, soluções tecnológicas e serviços consultivos para a Agricultura. “Assim, garantimos aos

clientes os melhores resultados em performance, produtividade e lucratividade nas suas operações”, enfatiza. A empresa compreende que a equipe é a peça-chave para o bom andamento da safra. Por isso ela recebe investimentos especiais que garantem bons indicadores de desempenho e bons resultados. “Pensando nisso, também foi implantado o projeto de gestão com a visão 360º, que consiste em uma divisão especial da empresa, dedicada em avaliar e treinar o corpo técnico, administrativo e operacional a fim de localizar as fraquezas da equipe, corrigir e monitorar resultados”, afirma o diretor comercial, Luís Eduardo Kasuya.


SET 2020 Centro de Pesquisa Kasuya - CPK Com seu próprio núcleo de pesquisa e desenvolvimento de produtos, há mais de 10 anos, a empresa realiza anualmente mais de 140 experimentos, 840 tratamentos e 3.360 repetições realizadas junto as principais empresas no segmento de químicos, biológicos e sementes do mundo. O CPK está localizado em Luís Eduardo Magalhães, em uma área que compreende cerca de 100 ha sendo irrigado.

MISSÃO Fornecer soluções que geram resultados oferecendo aos nossos clientes, as melhores tecnologias e o melhor acompanhamento técnico para transformar e garantir o progresso e a sustentabilidade do agronegócio. VALORES Criatividade Qualidade Parceria Inovação Tecnologia Ética e Transparência Liderança Comprometimento Respeito

@kasuyadigital www.kasuya.com.br contato@kasuya.com.br

(77) 3639-0203 Rua Sete de Setembro, 211 - Jardim Paraíso Luís Eduardo Magalhães – BA

11


Laerte Baechtold (esq.) e Ernesth Baechtold. Foto: Junior Ferrari

POR QUE A CIASEEDS PRODUZ AS MELHORES SEMENTES DE 12 ALGODÃO DA BAHIA A Ciaseeds, multiplicadora de sementes de algodão da TMG, é reconhecida pelo seu processo de produção de excelência, que vai desde o plantio até o tratamento. Com sede em Correntina e escritório comercial em Luís Eduardo Magalhães, a empresa é uma das grandes responsáveis pelo destaque da cotonicultura da Bahia – segundo maior produtor de algodão do Brasil. A autonomia da Ciaseeds é um dos segredos do sucesso da empresa. “Nós somos a única sementeira de algodão da Bahia que tem os próprios campos de sementes e que possui algodoeira para realizar o descaroçamento do algodão, cujo caroço vai se tornar semente”, destaca Ernesth Baechtold, diretor comercial da Ciaseeds. Cada etapa do processo produtivo é acompanhada com muito zelo, tendo como foco principal o aumento da produtividade do cotonicultor. “Com nossa autonomia de plantar nas nossas áreas e descaroçar na nossa algodoeira, temos um controle maior na segurança, evitando misturas varietais”, diz Ernesth. Além disso, a Ciaseeds sempre prioriza o caroço em detrimento da pluma, já que o foco são sementes de algodão. “Usamos a máquina com as placas mais abertas e com isso não esprememos os capulhos, não quebramos o caroço; perdemos um pouco da pluma, mas temos

uma semente de maior qualidade, nosso principal objetivo”, complementa. A autossuficiência da Ciaseeds permite maior controle de qualidade. “Descontaminamos toda a algodoeira, tiramos todos os resíduos da cultivar anterior, para não correr o risco de contaminação. Nesse estágio também priorizamos a qualidade do caroço, onde todo o processo é transportado por fitas, reduzindo o dano mecânico e, logo após, armazenado em bags, divididos em lotes. A partir daí é feita a primeira análise no nosso laboratório, que fica na nossa Unidade de Beneficiamento de Sementes, em Correntina”, descreve Ernesth. Depois, o caroço do algodão vai para uma parte imprescindível do processo: o deslintamento químico. Essa técnica consiste em retirar as fibras curtas que revestem o tegumento das sementes, remanescentes do processo de descaroçamento. Nessa etapa, a Ciaseeds conta com os serviços da Proten, empresa localizada em Luís Eduardo Magalhães. Para se ter uma ideia de como esse serviço é exclusivo, no Brasil existem apenas quatro empresas que fazem o deslintamento químico de sementes de algodão de forma ambientalmente aprovada pelos organismos internacionais. Além disso, a Proten separa as sementes de todas as impurezas, tendo como resultado alta germinação e vigor.

Para que o agricultor alcance altas produtividades, o serviço da Ciaseeds não termina na comercialização da semente. A empresa diferencia-se pela pós-venda. “Nosso trabalho inicia na pré-venda, onde atuamos com os posicionamentos das cultivares, de acordo com o histórico da propriedade, clima, solo, doenças, entre outras informações. Já na pós-venda, nosso grande diferencial é o auxílio que damos ao cotonicultor no manejo fitossanitário das cultivares e ajustes nas recomendações de regulador de crescimento”, ressalta Lucas Baggio, responsável pelo suporte técnico pré e pós-venda da Ciaseeds.

Lucas Baggio. Foto: Junior Ferrari


13

SET 2020


14

CYKLO AGRITECH a primeira aceleradora de startups do MATOPIBA Texto: VirgĂ­lia Vieira Fotos: Cyklo Agritech - Acervo Pessoal


15

SET 2020


16


SET 2020

Foto: Jessica Sanderson

Luis Henrique Kasuya, engenheiro agrônomo, sócio - fundador da Cyklo, diretor- presidente da Kasuya Inteligência Agronômica, casado com Sirlei, pai de Luis Eduardo, Gabriel e Higor e avô de Miguel.

Foto: Jessica Sanderson

17

Luís Eduardo Kasuya, sócio fundador da Cyklo Agritech e diretor comercial da Kasuya Inteligência Agronômica


Foto: Idaciana Pacheco

Tomas Luza, sócio-fundador da Cyklo Agritech e diretor comercial da Gran 7

Foto: Jessica Sanderson

18

Pompeo Scola, CEO – Cyklo Agritech – Aceleradora de Projetos e StartUps


SET 2020

Foto: Jessica Sanderson

19

Aguinaldo Marques, COO - Cyklo Agritech – Aceleradora de Projetos e StartUpsStartUps

Rua Rondônia 151, Centro, Luís Eduardo Magalhães-Bahia


COLHEITA DE ALGODÃO ENTRA NA RETA FINAL NO OESTE DA BAHIA Texto: Ascom Abapa Fotos: Ascom Abapa

Produtores devem atingir uma produtividade média de 315 arrobas/hectare e produção total de 1,5 milhão de toneladas de algodão (fibra e caroço). Preço e comercialização da fibra são desafios diante da crise do coronavírus.

20

Júlio Cézar Busato - Presidente da Abapa

tica já estabelecidas para a recuperação a médio prazo do nosso negócio”, afirma o presidente da Abapa, o produtor rural Júlio Cézar Busato. Mercado - Embora 70% dos produtores baianos tenham iniciado a fase da colheita com o algodão já comercializado, a maioria tem reforçado os investimentos na ampliação da armazenagem da fibra, o que vai possibilitar uma maior tranquilidade do produtor para comercializar o restante da produção com melhor preço. A redução do ritmo de comercialização da fibra também vai impactar na decisão do cotonicultor na próxima safra 2020/2021. A previsão, segundo a Abapa, é da redução média de 20% de área plantada, que deverão ser redirecionadas para o plantio de outras culturas que mantêm o preço no mercado de commodities, como a soja, por exemplo.

Com as colheitadeiras a todo o vapor no campo, os produtores do Oeste da Bahia entram na reta final da colheita do algodão. Segundo maior produtor de algodão do Brasil, a previsão vem sendo maior do que apontada inicialmente e deve atingir a média de 315 arrobas/hectare em uma área total de 313.566 mil hectares. A partir do momento que foi avançando a colheita, os produtores ficaram cada vez mais otimistas com a produção, estimada em 1,5 milhão de toneladas de algodão (fibra e caroço), o que deverá repetir os bons números da safra passada.

Foto: Negra Comunicação

Segundo a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), entidade que reúne os cotonicultores e monitora a safra na região, a tecnologia aplicada no plantio e o controle adotado no manejo das pragas como o bicudo do algodoeiro, foram apontados para o sucesso desta safra, apesar da redução de 5% da área em relação ao último ciclo. A colheita do algodão da Bahia segue até o dia 20 de setembro, quando tem início o período do vazio sanitário, quando os restos culturais – tigueiras e soqueiras – devem ser eliminadas no campo, visando a redução da proliferação da praga do bicudo do algodão na próxima safra. Se no campo, o setor agrícola se adaptou bem à realidade do novo coronavírus e vem aplicando todas medidas sanitárias para impedir a circulação do vírus, a pandemia vem interferindo, mesmo, na comercialização e no preço do algodão. “Em relação ao mercado, houve uma redução dos preços das commodities, até pelo desaquecimento do setor têxtil, mas temos total condições de infraestrutura e logís-

“Assim como outros setores da economia, também impactados pela pandemia do coronavírus, temos a esperança de que o setor do algodão se recupere rapidamente. O produtor baiano, que já tem uma infraestrutura do seu negócio e já passou por outras crises, vai continuar confiando na rentabilidade e do retorno do seu investimento nas próximas safras diante da retomada pela fibra no mundo”, reforça Busato. A Bahia contribui com a participação de 25% da safra nacional, sendo considerada a área agrícola com a maior produtividade de algodão não irrigado do mundo

@abapaalgodao www.abapa.com.br abapa@abapa.com.br (77) 3614-9000 / (77) 3639-9000 Av. Ahylon Macêdo, 919, Morada Nobre - Barreiras /BA


SET 2020 Foto: Jessica Sanderson

21

BARREIRAS | ITABUNA | VITÓRIA DA CONQUISTA | LUÍS EDUARDO MAGALHÃES @zhagaiamenswear

/zhagaiamenswear


MATOPIBA AGRO, O CANAL DE INFORMAÇÃO DO AGRONEGÓCIO Fotos: Jessica Sanderson

22

“Matopiba” é um acrônimo que ganhou muita força nos últimos anos, termo que se refere à área que engloba grande parte do território do Maranhão, todo o estado do Tocantins, Sudoeste do Piauí e o Oeste da Bahia. Formado por 337 municípios, 6 milhões de habitantes e 73 milhões de hectares, o Matopiba desperta, cada vez mais, a atenção de investidores nacionais e internacionais, interessados na principal vocação da região: o agronegócio. Para se ter uma ideia da força da fronteira agrícola, na última década, a produção brasileira de soja cresceu 69%; já no Matopiba, 96%. A soja é a principal cultura da região e representou 11% dos 115 milhões de toneladas da oleaginosa produzidos no Brasil na safra 2017/18, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Outras culturas também destacam-se no Matopiba, como o milho e o algodão, além da pecuária de corte e de leite.

Matopiba Agro A principal referência dessa próspera fronteira agrícola é Luís Eduardo Magalhães (BA), um dos municípios que mais cresce no País. E foi justamente na cidade baiana que a ideia de criar um site focado no agronegócio do Matopiba surgiu, no início de 2017. “Muitos questionavam por que em uma cidade e região tão ligados ao agronegócio, ainda não havia um veículo especializado no setor”, relembra o empresário Francisco Pereira Neto (Chiquinho), sócio-diretor do Matopiba Agro e idealizador do projeto. Nascido com foco na cobertura dos principais eventos agropecuários da região, o Matopiba Agro começou cobrindo a principal feira agrotecnológica do Norte do Brasil, a Agrotins, ocorrida anualmente em Palmas (TO). A partir daí, não parou mais, chamando a atenção dos organizadores dos eventos e de empresas interessadas

em anunciar no site. Em novembro de 2017, o jornalista Túlio França Pereira, à época com 25 anos, ingressou no Matopiba Agro, dando ênfase às reportagens escritas e na constante atualização de notícias referentes ao agronegócio, modelo que se mantém no site até hoje, responsável por dar notoriedade e atrair novos parceiros, interessados em ter suas marcas vinculadas ao projeto. “Entrei no Matopiba Agro com a missão de dar um aspecto mais jornalístico ao site e às redes sociais e os resultados foram visíveis em poucos meses: os acessos aumentaram, as pessoas passaram a compartilhar o conteúdo e tornamo-nos, de fato, o canal de informação do agronegócio da região”, destaca Túlio, que hoje também é sócio do Matopiba Agro. Com a ascensão do Matopiba Agro, Chiquinho teve a ideia de incrementar a marca, tornando-a mais do que um site de notícias do agronegócio. Hoje, o Matopiba Agro também atua como representação agropecuária. “Sempre tive vontade de atuar como representante de empresas agropecuárias e vi no Matopiba Agro um grande potencial. Afinal, o site tornou-se uma vitrine poderosa e eu já estava inserido no setor, já tinha percorrido metade do caminho”, diz o sócio-diretor do Matopiba Agro.

Prêmio Abapa de Jornalismo O Prêmio Abapa de Jornalismo, premiação promovida pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão, visa laurear reportagens sobre o algodão cultivado na Bahia, dividida em três modalidades: impresso, internet e vídeo. No dia 25 de novembro de 2019, em Salvador, Túlio foi premiado na modalidade internet, devido à reportagem “Cotonicultura baiana é destaque no 6º AgroBrazil”, publicada no Matopiba Agro no dia 8 de agosto do ano passado. Para escrever a matéria, o jornalista do Matopiba Agro acompanhou uma comitiva composta por representantes de 10 países (Alemanha, Argélia, Austrália, Canadá, Cuba,

França, Indonésia, Malásia, Tailândia e Vietnã) que visitaram, no Oeste da Bahia (Barreiras e Luís Eduardo Magalhães), estabelecimentos relacionados à produção de algodão (Algodoeira UBahia, Grupo Schmidt Agrícola e Centro de Análise de Fibras de Algodão). A visita fez parte do programa de intercâmbio desenvolvido pela Superintendência de Relações Internacionais da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que tem como objetivo proporcionar um contato direto entre produtores rurais brasileiros e representantes de delegações estrangeiras no Brasil. “Foi um grande momento para a minha carreira jornalística e para o Matopiba Agro. Ter o trabalho reconhecido por uma entidade respeitada por todos, como é o caso da Abapa, é motivo de muito orgulho. Sou muito grato a todos os envolvidos: os entrevistados da reportagem, os organizadores da premiação e, claro, ao Matopiba Agro”, diz Túlio.

Prêmio Abapa de Jornalismo: Acervo Abapa/Manuela Cavadas

A fronteira agrícola


O grande objetivo do Matopiba Agro é seguir promovendo a fronteira agrícola para o Brasil e o mundo. “Embora seja um veículo focado no agronegócio do Matopiba, nosso público é composto por pessoas do setor agropecuário de todas as partes do Brasil e de algumas partes do mundo. Muitos que nunca pisaram na região se interessam por ela e passam a acompanhar as notícias através do nosso site e redes sociais”, destaca Túlio.

SET 2020

Perspectivas

Na parte comercial, Chiquinho ressalta que o Matopiba Agro é uma excelente vitrine para empresas que atuam direta ou indiretamente no agronegócio, além de realçar a representação. “Somos uma excelente opção para companhias do agro, pois ao mesmo tempo que temos um site de informação focado exclusivamente no setor, podemos também representar a marca, aliando comunicação e vendas”.

23

Natural de São Paulo (SP), Túlio França Pereira graduou-se em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na Universidade Federal do Tocantins (UFT) no final de 2014. Além de editor do Matopiba Agro, também atua como copywriter na Sullivans Guerra Marketing.

Natural de Barreiras (BA), Francisco Pereira Neto (Chiquinho) graduou-se em Gestão Imobiliária na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Delegado da 12ª Delegacia do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da Bahia, Chiquinho também é proprietário da Podium Imobiliária.

@ matopibaagro www.matopibaagro.com.br marketing@matopibaagro.com.br comercial@matopibaagro.com.br (77) 9 9971-4000 Matopiba Agro /matopiba-agro

Rua José Cardoso de Lima, número 675, 1º andar, bairro Mimoso do Oeste, CEP 47850- 000, Luís Eduardo Magalhães - BA.


24


25

SET 2020


26

VOCAÇÃO PASSADA DE PAI PARA FILHOS Texto: Catiane Magalhães Fotos: Detalhe Filmes

Um dos grupos que mais cresce na região, a Schmidt Agrícola é referência em gestão do agronegócio e produção sustentável, no oeste da Bahia. O trabalho desenvolvido ultrapassou fronteiras geográficas e ganhou reconhecimento internacional, levando o nome do grupo a compor a lista das 100 empresas brasileiras responsáveis por alimentar o mundo. A relação foi publicada na conceituada revista de negócios e economia, a Forbes, que destacou o modelo de gestão agregado ao alto investimento em tecnologia. Com a experiência de 40 anos, o condomínio agrícola administrado pelos irmãos Paulo, Moisés, Tobias e David Schmidt se especializou na produção de grãos, fibra e, mais recentemente, de frutas, com forte aposta na banana e na introdução do cacau no cerrado baiano. Os quatro irmãos assumiram a gestão da empresa em 2009, ano que faleceu o patriarca da família, Paulo Ambrósio, que iniciou as atividades no final da década de 1970, com o cultivo de arroz e soja, como fizeram outros conterrâneos sulistas que, com coragem e determinação, desbravaram as terras pouco exploradas do oeste baiano e as tornaram em um celeiro produtivo.


SET 2020 “Nós demos continuidade ao trabalho iniciado pelo nosso pai, mantendo a mesma visão e os mesmos valores, ancorados sempre no desenvolvimento sustentável de toda cadeia produtiva. E, claro, com a evolução do tempo e das ferramentas, modernizamos o processo de produção e diversificamos um pouco a cultura, por ver que nossa região tem vocação agrícola”, comentou Moisés Schmidt, diretor de relações institucionais do Grupo.

27

A empresa, que começou com 6 mil hectares, hoje possui mais de 25 mil hectares entre propriedades rurais próprias, arrendadas e reserva legal. A pretensão para 2021 é acrescentar 7 mil hectares de área plantada. Na safra 2017/18, que atingiu a marca histórica da região, a companhia contabilizou 71 sacas de soja por hectare. De lá para cá, essa marca já foi superada e atualmente chega a 81 sacas, o que representa quase quatro vezes a produtividade do início. “Isso se deve ao nosso incansável investimento em tecnologia. Temos um moderno parque de máquinas que atua com georreferenciamento e piloto automático. Já na fruticultura os drones são nossos aliados para combatermos doenças e pragas e usamos também cabeamento aéreo para transporte da produção”, ressalta. Para além do campo, o seu compromisso com a sustentabilidade ultrapassa as porteiras das fazendas, se estendendo a todas as áreas de atuação do grupo, a exemplo do transporte, logística, beneficiamento do algodão e, desde o ano passado, também em energia renovável, a chamada de energia verde ou limpa.

/schmidtagricola www.schmidtagricola.com.br @schmidtagricola


L A N ÇA M E N TO

MALBEC FLAME AC E N DA S E U P O D E R D E AT R AÇÃO

28

Compre pelos nossos canais oficiais sem sair de casa:

Revendedores: encontre.boticario.com.br


SET 2020

29

Peรงa pelo WhatsApp:

(41) 8771-4909

Imagens meramente ilustrativas.


UMA NOVA PICAPE PARA UMA NOVA GERAÇÃO

Uma nova geração vem cheia de novos caminhos e desafios. Por isso, a nova Mitsubishi L200 Triton Sport chega com tudo para você encarar todos eles com a força de um verdadeiro 4x4, sem abrir mão do espaço, conforto e da alta tecnologia, antes presente apenas em SUVs de luxo, e que agora é levada a um novo patamar com a nova L200. Com visual totalmente renovado, a picape traz um novo design frontal, já alinhado com o design global da Mitsubishi, com o Advanced Dynamic Shield, garantindo à picape uma aparência mais moderna e agressiva, com linhas marcantes e imponentes. Com mais de 40 anos de história, a nova L200 Triton Sport chega à linha 2021 ainda mais robusta e versátil, pronta para superar qualquer terreno, da terra ao asfalto, para passeio ou para trabalho, com a confiança que você espera de uma picape da Mitsubishi.

30


TRITON SPORT GLS TRITON SPORT HPE TRITON SPORT HPE-S

SET 2020

A NOVA TRITON SPORT VIRÁ EM TRÊS VERSÕES:

Toda a linha com aro 18, câmbio automático de 6 velocidades, saída de ar-condicionado para a fileira traseira de bancos além do já consolidado e potente motor de 190 cavalos 2.4 turbo diesel em todos os modelos. A nova Triton Sport com certeza vem para redefinir o mercado de Pick ups com design e tecnologia de sobra!

Luis Eduardo Magalhães - BA Av Enedino Alves da Paixão,4114 Barreiras-BA Avenida Ahylon Macedo, 1071, Morada Nobre (77) 3612-9150 @famamotorsmitsubishi

31


32

(77) 9 9993-8443

@revistaadoro


SET 2020

33

Fone: (77)3628 3839 WhatsApp: (77)9 9965 9814; (77)9 9861 4094; (77)9 8137 0339 E-mail: artpocos@delcomaq.com.br

End: Av. Enedino Alves da PaixĂŁo, 4140, Santa Cruz I (ao lado da Mitsubishi Motors).


34


35

SET 2020


36


SET 2020

“ “

meus seguidores

37


38


“ 39

SET 2020


O Casamento

40


SET 2020

41

JOANA FRANCIOSI ARQUITETURA


42

“A ARQUITETURA ESTÁ EM TODO LUGAR” Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson e Calan Sanderson

Em 2014, Susane Quesinki formou-se em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Catolica de Goias (PUC – GO). Com o mesmo espírito que fez seus pais, Alberto e Karin Quesinski, desbravarem o cerrado, nos tempos em que Luís Eduardo Magalhães ainda era Mimoso do Oeste, a arquiteta nunca teve dúvidas que o seu campo de atuação seria no oeste baiano. Assim, já pós-graduada em Design de Interiores pelo Instituto IPOG, ela chega na capital do agronegócio, no mesmo ano em que se formou, com uma nova proposta em arquitetura. Susane conta que veio de sua mãe a influência e o sonho de ser arquiteta. “Dona Karin, sempre foi habilidosa em desenhar, principalmente projeto de casas”, relembra. Ela também conta que o desejo em atuar em uma profissão que lhe desse versatilidade, flexibilidade e que pudesse realizar “sonhos”, foi o fator decisivo. Em Luís Eduardo Magalhães, atuou na consultoria da Casa Campos Materiais de Construção, tem participado de feiras e mostras anuais como Expo Revestir e Casa Cor e, em 2019, instalou-se em seu próprio escritório, onde realiza projetos em todos os segmentos: residencial, comercial e corporativo.

“A arquitetura tem esse papel: tornar sonhos em realidade e poder fazer parte desse processo é o que mais me motiva”, diz. Com perfil jovem e despojado, a profissional está sempre em busca de novidades, novas referências no mundo arquitetônico e do design. O seu trabalho tem como premissa básica a realização de projetos cada vez mais inovadores. “O cliente sonha, a gente realiza. Pra mim, esse é o papel do profissional de arquitetura. Nós materializamos os sonhos, conciliando beleza, praticidade e funcionalidade aos projetos”, ressalta. “Desde as coisas simples, nos detalhes que compõe um ambiente de um quarto a grandes arranha-céus. A arquitetura está em todo lugar. Ela está tanto na organização espacial da cidade e praças, como nas normas para o crescimento e organização da mesma” Susane Quesinski Arquitetura tem hoje um portfólio de projetos já consolidados que lhe confere respaldo e credibilidade na área de arquitetura, urbanismo e interiores em Luís Eduardo Magalhães e no Brasil.


SET 2020

43

Arquiteta Susane Karine Quesinski CAU: A91324-3 @arqsusanequesinski www.susanequesinski.com.br arq.susanekarine@gmail.com (77) 9 9809-0707 Rua Burle Marx n603 Sala 11 – Jardim Paraiso


AMANDA RISDEN UMA EMPREENDEDORA NATA ERGUENDO TORRES E REALIZANDO SONHOS Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson e Calan Sanderson

À frente de um projeto desafiador, Amanda Risden, 25 anos, é engenheira civil formada pela Universidade de Brasília (UnB) e sócia da filial da Fradema Construções – construtora que desde 1988 atua no Rio de Janeiro e Minas Gerais, com mais de 25 empreendimentos entregues -, em Luís Eduardo Magalhães. Empreendedora nata, ela tomou para si a responsabilidade de dirigir um dos grandes empreendimentos da empresa: As torres do Floral Paraíso Residence, um condomínio de belíssimos apartamentos no mais nobre bairro de Luís Eduardo Magalhães, o Jardim Paraíso.

44

“A oportunidade de gerir esse grande empreendimento surgiu no mesmo ano em que concluí a universidade. Na época, eu estava envolvida com projetos de administração de SPA de luxo junto à marca Fasano. Mas mesmo assim encarei o desafio”, conta. Ela morava em Brasília e começou a ir para Luís Eduardo Magalhães periodicamente tocar o projeto, que estava praticamente estagnado. “Tivemos que começar um trabalho do zero, iniciando com a estruturação da filial da Fradema Construções, depois reconstruindo a imagem do Floral Paraíso, aperfeiçoando o projeto e traçando novas estratégias comerciais”, afirma. Em 2019, a Fradema entregou a primeira torre do empreendimento, hoje com 90% dos apartamentos já vendidos. Atualmente, estão sendo erguidas as outras duas torres, uma delas com vendas aceleradas e cerca de 65% dos apartamentos vendidos. “Estamos nos preparando para o lançamento das vendas da terceira torre, que vai acontecer antes do previsto. Isso representa um grande resultado para nós. Conseguimos virar o jogo e fazer o empreendimento acontecer de fato. Me sinto realizada por ter vindo para LEM, aqui me descobri engenheira, empresária, vendedora e empreendedora. O que antes era apenas a intenção de um trabalho passageiro, tornou-se o meu projeto de vida. Não tenho dúvidas sobre a continuidade de nosso trabalho e a visão de novos projetos no oeste baiano”, diz Amanda. A Fradema Construções está consolidada em Luís Eduardo Magalhães e o Floral Paraiso é sucesso em vendas. “Somos referência em atendimento e treinamento de corretores. A nossa trajetória nessa cidade está apenas começando, mas temos convicção de que escolhemos o lugar certo para morar, trabalhar e investir”, finaliza. O Floral Paraíso Residence é formado por três torres denominadas de Orquídea, Ipê e Girassol. O condomínio possui plantas funcionais inteligentes, área de lazer de alto padrão, segurança e tranquilidade em uma atmosfera completamente familiar, planejado para oferecer qualidade de vida aos seus moradores.


SET 2020

45

Decorado: Apartamento de 3 quartos - Floral Paraíso Residence

Floral Paraíso Residence: Moradia e Investimento com retorno garantido O Floral Paraíso Residence é uma das melhores opções de moradia em Luís Eduardo Magalhães. Além de ser um lugar delicioso para morar, o empreendimento é também um grande atrativo para investimentos, por sua alta demanda por aluguel. “Investidores escolhem investir no Floral para diversificarem seus investimentos de forma segura e com retorno mensal garantido”, assegura. A Fradema trabalha com financiamento próprio e sem burocracia, proporcionando a realização do sonho, tanto para a família, quanto para o investidor. “Queremos deixar nossa marca no crescimento dessa cidade, no mercado imobiliário e, claro, na vida das pessoas. Pretendemos construir uma grande história nesse município”, finaliza a empreendedora.

(77) 9 9902-7190 @floralparaisoresidence @amandarisden Rua José Alencar Gomes Silva, 308, Novo Paraíso (atrás do Condomínio Rio de Pedras), Luís Eduardo Magalhães


GUILHERME MACHADO VISITA LUÍS EDUARDO MAGALHÃES Ele é um dos maiores nomes no mercado imobiliário. Autor do best-seller “Você não vai conseguir vender assim” e Fundador do Instituto Quebre as Regras Texto: Virgília Vieira Fotos: Arquivo Pessoal

46

Na última semana de agosto, um dos maiores nomes no mercado imobiliário, Guilherme Machado, visitou Luís Eduardo Magalhães. A visita foi uma ação promovida pela Fradema Construções, por meio da empreendedora Amanda Risden e do empreendimento Floral Paraíso Residence. “Eu já visitei boa parte do Brasil, mas essa cidade realmente me chamou a atenção. Existe um potencial econômico aqui fora de série. Enquanto as outras cidades desaceleram, Luís Eduardo anda na contramão e faz a gente tropeçar em prosperidade o tempo inteiro”, disse Guilherme.

“Eu já visitei boa parte do Brasil, mas essa cidade realmente me chamou a atenção. Existe um potencial econômico aqui fora de série. Enquanto as outras cidades desaceleram, Luís Eduardo anda na contramão e faz a gente tropeçar em prosperidade o tempo inteiro”


SET 2020 Segundo a empreendedora Amanda Risden, a ideia de trazer o especialista surgiu na mentoria com Instituto Quebre as Regras - IQR. Fundada pelo Guilherme Machado, o instituto é uma startup capixaba que atua no Brasil há oito anos e tem revolucionado o mercado imobiliário. O IQR já impactou mais de 10 milhões de pessoas. “O Guilherme Machado é uma das maiores referências do setor no Brasil. Foi muito bom ouvir dele tudo aquilo que eu já acreditava. Temos um mercado imobiliário a todo vapor aqui. Essa mentoria tem nos dados ferramentas para trabalhar bem esse potencial. Um grande privilégio para a cidade ter a visita dessa ilustre presença”, disse Amanda, que tem apostado no mercado de condomínios vertical. Atualmente, a empreendedora trabalha firme nas construções de mais duas torres do Floral Paraíso Residence. “O investimento do Floral mostra exatamente isso. Existe um mercado consolidado em Luís Eduardo, que é o mercado de condomínio horizontal. Mas, o empreendimento chega inovando e agrega elementos conceituais e exclusivos, que fazem toda a diferença nesse mercado vertical. Isso mostra a pujança da cidade”, diz. Para Guilherme, é importante as pessoas começarem a enxergar os privilégios de pertencerem a Luís Eduardo Magalhães e se reconhecer em todo o processo. “A cidade tem alto Índice de Desenvolvimento Humano – IDH. Tem um agronegócio pulsando forte e gerando riqueza. Possui a presença de grandes agroindústrias multinacionais em que muitos enxergam um terreno vazio. Eu vi shopping’s e crianças correndo. Eu vi grandes empresas se instalando. Eu vi dinheiro, prosperidade”, disse Guilherme, que além de ser corretor de imóveis, é palestrante, coach e mestrando em Neuromarketing pela FCU – Florida Christian University/EUA, além de Especialista em vendas, liderança e negociação com certificação pela Universidade de Michigan/EUA.

A diretora da Revista Adoro, Carol Souza, se reuniu com Guilherme Machado e Amanda Risden, durante visita do mentor em LEM

@guilhermemachadooficial

47


UM ESTILO DE VIDA EXCLUSIVO COM LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA Fotos: Jessica Sanderson

Próximo ao centro de Luís Eduardo Magalhães, situa-se o condomínio Park Oeste Residence, contando com ampla estrutura e excelente área de lazer, com piscina ao ar livre, piscina coberta, área de SPA, sauna, quadras de tênis, futebol e padel, academia, pista de cooper, parque infantil, dentre outros itens feitos especialmente para o conforto de sua família.

48

Pensando nisso, o empresário Rafael D’ Agostini está construindo casas com acabamento de alto padrão no condomínio, contando com ao menos 3 suítes, área de lazer integrada, esquadrias em alumínio, placas de enegia solar, e vários outros diferencias de qualidade e segurança. A arquiteta Niceia Benvinda, responsável pela criação e desenvolvimento dos projetos, afirma que “as casas são destinadas para famílias que buscam, além de segurança, espaços com área de lazer para adultos e crianças, espaço interno muito bem resolvido com 3 suítes, área gourmet integrada e fachada marcante, com estilo próprio.”

Projeto arquitetonico. Nicéia Benvinda

03 suítes, sendo uma com closet; Espaço gourmet integrado Garagem para 02 carros Aquecimento de água 212m2 de área privativa

Rafael D’Agostini 77 999860607


49

SET 2020


50


51

SET 2020


ARQUITETURA PERSONALIZADA PARA CADA CLIENTE Com muita criatividade, a arquiteta Nicéia Benvinda tem garantido projetos que ganham, cada vez mais, destaques em Luís Eduardo Magalhães Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson

52

No comando do escritório que leva seu nome, a arquiteta Nicéia Benvinda busca constantemente desafios na elaboração de projetos diferenciados com ênfase na Arquitetura Residencial, Comercial e Interiores. Alinhando a funcionalidade dos espaços com a beleza da fachada, seus projetos são sempre muito bem elaborados para garantir um resultado final que traga contentamento para seus clientes. O atendimento personalizado é uma das suas marcas “para cada cliente, um projeto, um conceito, respeitando sempre a individualidade, anseios e as necessidades de cada familia”, afirma.


SET 2020

53

Nicéia já possui projetos executados nos estados de Goiás, São Paulo e em várias cidades da Bahia. Na busca constante por novos conhecimentos, visa ao aprimoramento na sofisticação dos detalhes de fachada e interiores. Sempre visita Feiras da Construção Civil e CasaCor pelo Brasil, além de viagens pelo mundo. “A arquitetura é muito rica, sempre tem novidades e é muito importante o arquiteto viajar, visualizar o que está sendo construído pelo mundo. Mente fechada não combina com arte”, diz. Para o atendimento, a arquiteta conta que o ponto de partida é escutar o desejo do cliente e, para isso, é elaborado um questionário que busca captar a essência e necessidades dos futuros moradores da residência. “Sempre pergunto aos clientes quais os sonhos que estes possuem quando pensam na casa nova”, ressalta. Após as informações coletadas, a arquiteta elabora a Planta de Layout e

fachada onde o cliente escolhe o estilo, contemporâneo ou neoclássico. Todas serão trabalhadas de forma única e em total harmonia arquitetônica. “Elaboro fachadas que não ficam desatualizadas com o tempo, nem cansam o olhar. Posso passar em frente às casas que fiz há 10 anos e ainda estão super atuais. Isso é arquitetura!”, finaliza.

@niceiabenvinda.arquitetura arquitetaniceia@gmail.com (77) 9 9986-7568 Nicéia Benvinda Arquitetura Rua 31 de março, 138, sala 111 Jardim Paraiso, Luís Eduardo Magalhães - BA.


JESSICA NUNES

ARQUITETA E URBANISTA Foto: Mauro Eduardo Lima

“A arquitetura proporciona a transformação de sonhos em realidade. Poder fazer parte do sentimento de realização desse sonho é indescritível e me inspira cada vez mais a evoluir e crescer nessa profissão, pois esse é o meu propósito.”

54


SET 2020

A Arquiteta Jessica Nunes, muito atuante no Oeste da Bahia, traduz para cada projeto o seu legado, em que sempre cita: “arquitetura é emoção”. Dentro do seu processo criativo, Jessica transcende a criatividade, chegando sempre a resultados surpreendentes, pensando sempre na funcionalidade e resolvendo problemas para facilitar o dia a dia dos seus clientes. A beleza dos ambientes vem sempre como consequência destas ações que é um conceito mais abrangente do que a simples palavra decoração.

55

Foto: Mônica Assan

Projeto realizado por Jessica Nunes, em parceria com a arquiteta Laryssa Barcia


56

LEM GANHA MODERNA VITRINE ARQUITETÔNICA ESCRITÓRIO CONCEITO VAI ABRIGAR MOSTRAS DA ARQUITETURA MODERNA Texto: Catiane Magalhães Fotos: Erisney Ribeiro e Pedro Passos Imagens: Gláucia Perez Studio, Sílvia Coelho e Diversis Arquitetura

Acabou a espera. Depois de anunciarem a abertura de uma filial da AM Arquitetura no oeste baiano, as arquitetas Andrea Carvalho e Márcia Teixeira, que já atendiam clientes na região, agora estão com endereço fixo em Luís Eduardo Magalhães: Avenida Juscelino Kubitscheck, 3563, edifício Torre 11, no bairro Jardim Imperial. A sala nada modesta tem 100m², e passa por ampla reforma, ganhando formas, cores, iluminação e texturas para encantar os clientes. Tudo pensado nos mínimos detalhes para ser o próprio cartão de visita. Em área nobre da cidade, as profissionais tiveram o cuidado de escolher uma região de fácil acesso para abrirem o escritório conceito, que promete ser uma importante vitrine das mostras e tendências da arquitetura moderna, reunindo grandes nomes do segmento, como Portobello Shop Salvador, Bontempo, Eletromec, Cinex, Jaú Concept, Fonseca Shop, Esquadrias Etec, SD Decorações e Fenix Portas, empresas referência no mercado nacional e que agora, através da parceria com as arquitetas, estendem suas atividades ao oeste da Bahia. “Nós já desenvolvemos um trabalho conjun-

to em Salvador e em outras cidades onde há representatividade dessas marcas, e como prezamos pela estética e qualidade, convidamos o pessoal a apostar, junto com a gente, em Luís Eduardo e região, trazendo para cá o que há de melhor e mais moderno nas áreas de construção, reforma e decoração”, comentou Márcia Teixeira, que não esconde o otimismo no sucesso da parceria. Já a sócia Andréa Carvalho ressaltou que a estratégia de reunir, no escritório conceito, todas essas mostras é também para oportunizar ao público local o acesso à principal vitrine do setor, sem que precise sair da cidade. “A ideia é encurtar a distância entre o cliente e o seu sonho de consumo, de modo que ele encontre aqui, pertinho dele, tudo que ele vê nas páginas das revistas segmentadas. Isso economiza tempo e dinheiro, dois fatores importantes em qualquer obra”, pontuou. As profissionais estudaram o mercado antes de se instalar e sabem que vão lidar com um público exigente. Com currículos que ostentam obras assinadas em várias regiões do Brasil e em países como Portugal, Catar e Dubai, elas estão mais que preparadas

para surpreender e revolucionar a paisagem urbana da cidade, imprimindo um estilo inovador, que já é marca do trabalho da dupla. O traço único, ancorado no bom gosto e na sofisticação, é reconhecido nos projetos em que assinam. “Estudamos o cliente, os seus desejos, o seu modo de vida e, claro, o que está em seu entorno. Nossos projetos têm como diferencial dar identidade a cada um deles, de maneira que o cliente se veja ali, e não seja uma extensão do profissional que projetou. Assim como cada cliente é único, cada projeto também deve ser. Não gostamos da ideia de repetir modelos”, contam. Para fornecer todo suporte dos clientes de Luís Eduardo e região, Márcia e Andréa montaram uma agenda que garanta presença frequente na cidade. As duas vão se revezar entre os escritórios de Salvador e LEM. “Para a gente que viaja o mundo a trabalho, essa será uma ponte aérea prazerosa. É desafiador, mas isso nos motiva, pois o tempo em que estivermos na região estaremos projetando e visitando obras, clientes e parceiros. Já o período em que tivermos viajando será de pesquisas e buscas para levar e oferecer coisas novas”, finalizam.


SET 2020

57

@amarquitetas_

(77) 99930.2177 (77) 99867.4960 (71) 99963.933 (71) 99124.6070 www.arquiteturaam.com.br


TODA GRANDE HISTÓRIA PRECISA COMEÇAR Fotos: Erisney Ribeiro e Pedro Passos

Há 16 anos nascia a Carambola, uma das agências pioneiras em comunicação no Oeste da Bahia. Costumo dizer que a sua chegada foi um divisor de águas na minha vida. Naquele momento eu saía de uma história sólida numa carreira para explorar um outro caminho. Medo? Não. Frio na barriga. Em mim, o novo sempre causa essa sensação que traz também uma dose de ânimo que eu sequer consigo explicar. Tive sorte? Sim. Desde o início apareceram pessoas que marcaram e estiveram ao meu lado nessa trajetória. Não posso deixar de falar da minha amiga Milena Leão, sócia na época e grande incentivadora dessa nova realidade. E quando a gente entrega o melhor de nós, as coisas fluem. Em pouco tempo conseguimos ser a primeira agência do Oeste a trabalhar com todos os departamentos em atividade.

58

Na linha de frente, precisei tomar importantes decisões. Acertei e pude ajudar muitas vezes. Ganhamos prêmios, e confesso que sou mais fã dos números. Também errei, revi conceitos, presenciei a evolução da área e precisei me adaptar ao moderno mundo. Aí eu vi que era hora de dar um passo adiante e a Carambola entrou também na era digital, virou CarambolaCOM. Nesses 16 anos, acompanhei clientes de diferentes segmentos conquistando grandes objetivos e me senti orgulhosa por fazer parte das suas histórias junto com a minha equipe. Clientes que chegaram a outro patamar quando resolveram acreditar no poder da comunicação. Pude colaborar em diversos municípios, fazendo comunicação para diversos setores. Inclusive aqui em Luís Eduardo Magalhães onde tenho clientes muito especiais. Hoje, somos uma agência filiada ao Conselho Executivo das Normas Padrão – CENP e ao SINAPRO-Bahia, que eu tenho a honra de ser a Delegada Regional. E o que eu queria dizer para resumir essa importante passagem da minha vida, parece até algo simples, mas não é: toda história precisa começar. Existem inúmeras guardadas na mente e na falta de atitude de diversas pessoas. E nessa cidade onde o hino diz que “os sonhos se tornam reais e o progresso se faz com amor”, vale a pena acreditar. Revista Adoro, parabéns pelo espírito empreendedor. Que essa seja a primeira de muitas edições.

Aline Macêdo CarambolaCom www.carambolacom.com.br aline@carambolacom.com.br


SET 2020

VAMOS FALAR DE DIREITO

NAS PRÓXIMAS EDIÇÕES, PÂMELLA SAKIE DE ANDRADE SAKUMOTO BARCELLOS TRARÁ ASSUNTOS VOLTADOS PARA A ÁREA JURÍDICA. Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson

Natural de Penápolis – SP, ela veio morar no oeste baiano aos 15 anos de idade, quando seus pais vieram trabalhar em Barreiras. Em 2011, formou-se em Direito e, logo se pós-gradou em Direito Administrativo. Neta de escritora, ela se orgulha ao dizer que a avó faz parte da Academia Barreirense de Letras. Pâmella Sakie de Andrade Sakumoto Barcellos é uma das colunistas da Revista Adoro e nas próximas edições trará assuntos voltados para a área jurídica. Em Luís Eduardo Magalhães, desde 2012, ela tem desenvolvido o seu lado profissional atuando como empresária, professora universitária e, há cerca de três anos, assumiu o cargo de diretora de contratação e administração da Prefeitura. “Confesso que cheguei a Luís Eduardo por conta do meu esposo, mas hoje sou apaixonada por esse lugar e é aqui que quero criar meus filhos”, afirma a advogada, que

é esposa do empresário Giovani Vanzella Barcellos e mãe de um ‘reino encantado’ formado por Nicole, Giovana e Enzo. Ainda sobre Luís Eduardo Magalhães, a advogada afirma que o ritmo de crescimento do município assusta até mesmo quem está inserido no contexto. “Até nós, que vivemos aqui, nos surpreendemos com o que acontece nesse lugar. Todos os setores se desenvolvem muito rapidamente. É incrível”, diz. Com sua experiência enquanto professora de Direito Administrativo, Direito Processual Civil, Direito Civil e Hermenêutica Jurídica, Pâmella acredita que vai conseguir agregar conhecimento aos leitores da Revista Adoro. “Falar sobre o Direito em si é apaixonante, principalmente quando se consegue colocar a teoria na prática. Acredito que esse espaço será um grande canal para essa troca de conhecimento”, comemora.

“Falar sobre o Direito em si é apaixonante, principalmente quando se consegue colocar a teoria na prática. Acredito que esse espaço será um grande canal para essa troca de conhecimento”

@advpamellasakumoto pamella.sakumoto@gmail.com 77 99140 0011 Luís Eduardo Magalhães - BA.

59


O CASAL DA FOTO Calan e Jéssica Sanderson, uma história de companheirismo, amor, desafios e fotografia

Texto: Virgília Vieira Fotos: Calan Sanderson, Jessica Sanderson, Gabriela Bez Batti

60

Calan e Jéssica Sanderson cresceram na mesma cidade, Cascavel-Paraná, e foi lá que se conheceram, há onze anos, pra viver uma bonita história que envolve companheirismo, amor, desafios e a fotografia. Casados há seis anos, Jéssica conta que foi o Calan que a influenciou a fotografar. “Eu sou formada em Química, mas o Calan é filho de um renomado fotógrafo no Paraná e, muito cedo, se des-

pertou para a fotografia. Eles me instigaram para essa arte. Desde o início eu os acompanhava em alguns trabalhos”, conta. A história do casal no Oeste baiano começa em 2016, quando Calan foi contratado para fotografar um casamento. “Cheguei e já avistei uma cidade em pleno desenvolvimento. Logo vi o potencial para o ramo da fotografia.

Voltei para Cascavel e comecei a convencê-la a nos mudar. Ela embarcou nos meus sonhos e, em abril de 2017, chegamos aqui”, relembra Calan, que tem em seu extenso portifólio coberturas de eventos do automobilismo como a Stock Car, Fórmula Truck e Brasileiro de Kart e da motovelocidade , como a Moto1000GP, onde esteve sempre presente e guarda boas lembranças.


SET 2020 Para se inserir no mercado em Luís Eduardo Magalhães, o casal precisou ser persistente. “Não foi fácil chegar até aqui. Chegamos e ninguém nos conhecia. Foi preciso bater de porta em porta oferecendo trabalho, até que, aos poucos, um cliente foi trazendo outro e o nosso trabalho foi sendo reconhecido”, diz Jéssica, que antes de morar em Luís Eduardo Magalhães, fez diversos cursos voltados para a sua área. “Foi aqui que comecei atuar na fotografia. Essa cidade me deu uma nova profissão. Aqui eu tive a oportunidade de colocar em prática, e deu muito certo”, ressalta uma das fotógrafas mais requisitadas, na área de recém-nascido e gestante, da cidade.

61

O casal de fotógrafos conquistou seu espaço e hoje tem um belo estúdio fotográfico. Na divisão de tarefas, a dupla se divide. Ela é responsável pelas fotos de família, produzindo ensaios newborn, ensaios de gravidez e de 15 anos. Já ele é responsável pela parte comercial e produção de vídeos. Ambos são responsáveis pelas Fotografias de Casamentos, que são referências no mercado. Atualmente estão ampliando para uma produtora de filmes. E essa é, sem dúvida, mais uma das belas histórias de conquista, luta, garra e determinação de profissionais que estão acreditando em Luís Eduardo Magalhães, e fazendo acontecer.

@jehsanderson @calansanderson (77) 99864-4165 - Jessica (77)99911-7373 - Calan Rua 25 de julho, Nº 200, sala 101, Jardim Paraíso, Luis Eduardo Magalhães


62

VISAGISMO E A CONSULTORIA DE MODA: ENTENDA A LIGAÇÃO QUE EXISTE ENTRE ELES Texto: Fernanda Wustro Fotos: João Menna


SET 2020 A Consultoria de Imagem/estilo é um conjunto de ferramentas que aprimora o estilo de acordo com a sua personalidade e te ajuda a entender qual roupa, cor, estilo é mais indicado para você. No processo de consultoria é realizada a análise do estilo, análise de biotipo/ formato do corpo, closet cleaning (análise e diagnóstico das peças do closet) em que buscamos o guarda–roupa inteligente, personal shopper (profissional especializado em compras inteligentes) e montagem de looks. Vale lembrar que a consultoria de imagem é um processo de transformação, levando em

conta cada item analisado de acordo com sua personalidade e estilo de vida. Costumo dizer que as roupas que você veste precisam representar quem você é e o que deseja conquistar e é nessa parte que entra também o Visagismo, afinal, nosso cabelo fala muito sobre a gente.

o Visagismo caminham juntos e se complementam. É de suma importância nossa roupa e cabelo estarem alinhados com o que somos de verdade e onde queremos chegar! A Consultoria de Imagem e o Visagismo unem tudo o que você precisa para ter um look customizado de acordo com o seu estilo de vida e perfil físico.

O Visagista Hair vai analisar o formato do seu rosto, a coloração da sua pele, corte, penteados, maquiagens e acessórios que você usa. Dessa forma ele poderá alinhar o que será melhor para você, qual corte é mais indicado e que combina com seu estilo, qual a coloração ideal, etc. A Consultoria de imagem e

Quem eu sou! Eu sou Fernanda Wustro, consultora de imagem e estilo, há cinco anos. Meu primeiro contato com minha profissão foi com a renomada Tittta Aguiar. Em São Paulo, realizei cursos presenciais com a também renomada Chris Francini, autora dos livros: Segredos de Estilo e Grávida com Estilo. Realizei um curso com a especialista em cores, Viviane Mattos, em Curitiba-PR. Fiz uma especialização em consultoria de imagem masculina, com o Master Trainer Alexandre Taleb, e também realizei a formação presencial em consultoria de imagem e estilo com a Juliana Barcellar, Master Trainer em CI & Personal Stylist, em Curitiba-PR.

Conheçam o trabalho do visagista Ricardo Wolpy no seu instagram: @ricardowolpy

A cada ano que passa me apaixono ainda pelo que faço. Costumo dizer que não é sobre roupas, e sim sobre cuidado. Eu cuido das pessoas que vestem as roupas, e essa é minha satisfação. Trabalho em parceria com o cabeleireiro visagista, Ricardo Wolpy, com formação profissional em diversas academias nacionais e internacionais, embaixador da metodologia Claude Juillard de Paris, diretor artístico da In Blue Profissional e cabeleireito profissional e líder de equipe, há 18 anos da Torriton Beauty & Hair.

@fernanda_wustro

63


64

EMPODERE-SE Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson

Formada em Administração de Empresas, licenciada e bacharela em Educação Física, casada há quase 16 anos e mãe de um rapaz de 14 anos, Noelma Soares é um dos grandes nomes das redes sociais. Os seus conteúdos permeiam entre temas variados e, com cerca de 55 mil seguidores no instagram e 30 mil no TikTok, a influenciadora digital se consolidou nas redes falando de moda, atividade física, empreendedorismo, empoderamento feminino e vários outros assuntos. Há nove anos ela começou a usar as redes sociais para divulgar suas empresas e o seu trabalho como educadora física, atuando especificamente como personal trainer. Seu jeito informal, descomplicado, criativo, transparente e bem humorado, rapidamen-

te cativou as pessoas, e as empresas logo passaram a contratá-la como representante digital. Não por acaso, hoje ela é uma das autoridades do assunto na região. “Abordo vários temas, mas meu nicho principal é o mundo fitness. Procuro influenciar mulheres a buscar mais saúde. Acredito que mesmo com a correria do dia a dia é possível ter o físico que almeja e conciliar o cuidado com o corpo com a agenda lotada. Trabalho o amor próprio, independência financeira feminina e mostro que é possível manter uma rotina de cuidados sendo mãe, esposa, empreendedora e profissional”, ressalta a influencer, que também é modelo comercial e afirma que desde pequena já demonstrava interesse pelo assunto. “Eu era criança e já desfilava e modelava por ai”, conta.

Sobre o sucesso nas redes sociais, ela atribui à sua transparência. “Não abro mão desse quesito em qualquer indicação. Antes de qualquer contrato firmado, eu experimento o produto por no mínimo 15 dias. Sempre pesquiso sobre a empresa para me certificar se a indicação é, de fato, de qualidade. Assim, eu sempre honro a credibilidade construída”, destaca Noelma. Nesta primeira edição, Noelma Soares fala sobre MODA e traz algumas tendências do mundo fashion. Descubra o que está em alta e inspire-se!

Ficha Técnica Look - Keila Kerber Hair - Dona Florinda Makeup - Jhessica Souza


SET 2020

A MAGIA VOLTA PARA OS LOOKS

Por: Noelma Soares Fotos: Jessica Sanderson

Qual é a melhor fase da vida? Infância! Está nela a lembrança de personagens favoritos dos desenhos animados. Mas desenho animado não é somente coisa de criança e estão invadindo o closet adulto. A fantasia toma conta do Lifestyle e busca inspiração nas memórias infantis. É uma moda somente para jovem e adolescente? Definitivamente, não! Nesta edição, vamos tornar os looks mais divertidos sem parecer infantil. Venha comigo!

1 2 3 4

Jeans + animação O clássico jeans é a peça coringa para qualquer composição. Não importa quão ousada a peça seja, basta colocar uma calça jeans para deixar tudo equilibrado. Com a estampa de desenho animado não é diferente: uma combinação simples, básica, prática e adorável. Para essa composição busquei o conforto do tênis (que só tem crescido e se mantido estação após estação)

Alfaiataria + Estampas As roupas mais clássicas possuem uma seriedade que consegue equilibrar perfeitamente a peça com a estampa. O corte reto – típico de peças de alfaiataria – deixa o look mais comportado. Calças de tecidos nobres, camisas e blazer criam o balanço ideal. Agora você escolhe: Alfaiataria lisa + animação bem colorida em destaque ou estampas florais, animal print, xadrez ou listras para uma combinação cheia de atitude e, além de ser bem despojada, destoa de qualquer ideia infantil.

Equilíbrio Outra dica para usar a estampa sem parecer infantil é apostar em uma maquiagem, calçado e acessórios mais neutros e com cores clássicas.

Moletom Assim como Coco Chanel nos anos 20, estilistas como Dema Gvasalia (Balenciaga e Vetement), Raf Simons e Alessandro Michele (Gucci) são grandes responsáveis por popularizar a tendência nos tempos atuais. Hoje, as expressões do poder feminino, através da moda, continuam igualmente relevantes e importantes como há 90 anos. Assim, a tendência oversized se encontra mais atual do que nunca com a disseminação da moda genderless (sem gênero) Nessa composição trago a sensualidade + lúdico= Moletom over + bota (que poderia ser bota over the knee) para uma combinação para lá de hot!

Ficha Técnica Looks - Colcci Calçados - Santa Lolla

65


DE DIGITAL INFLUENCER, A ESTUDANTE DE MEDICINA Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson

66

Aos 24 anos, Camila Piani, poderia se contentar com a agitada vida de uma influenciadora digital em ascensão, mas seus sonhos sempre falaram mais alto e, hoje, a paranaense da cidade de Umuarama, que vive em Luís Eduardo Magalhães desde 2011, está cursando medicina no Paraguai. Em entrevista à nossa redação, a estudante nos falou sobre a nova rotina, mudanças, sonhos e como está sendo a adaptação em uma nova cidade, em busca da realização de um segundo sonho: tornar-se médica. Acompanhe.

Conte um pouco da sua infância. Você é paranaense, mas tem paixão pelo Mato Grosso? Explique isso! Eu nasci no estado do Paraná, onde ainda mora a maioria dos meus familiares. Mas eu só nasci e, logo, me mudei com meus pais para a cidade de Primavera do Leste, no Mato Grosso, onde morei até os meus 15 anos. Tive uma infância bem tranquila, daquelas raiz mesmo,subindo em árvore, correndo na rua, jogando bola com os meninos. Minha formação de criança e pré-adolescente foi toda lá, então tenho muitas lembranças boas. Estudei em Colégio de freiras até a 7ª série. Até que em 2011, mudamos para Luís Eduardo Magalhães por conta da empresa do meu pai.

Há pouco tempo a profissão de Digital Influencer era praticamente inédita. Como foi que isso tudo aconteceu em sua vida? Foi um ano após chegar em Luís Eduardo Magalhães, em 2012. O instagram era novidade e comecei a usar a rede postando minha rotina de treino, alimentação, fotos dos meus looks e, assim, percebi que as pessoas foram se identificando e seguindo. Na época meu foco era meu corpo e vi que a evolução mexia com as pessoas, elas gostavam de acompanhar pessoas “reais”. Logo fui convidada pra sair na capa de uma revista local e as coisas foram acontecendo. Comecei a receber diversos convites para anúncios, mas nada muito profissional. Na época, fiz umas fotos para uma marca de bonés bem conhecida, dormi com 3K e acordei com 7K de seguidores. Em 2015 fui convidada por uma loja para fazer fotos semanalmente e, no primeiro provador, todas as peças se esgotaram. A notícia foi se espalhando, fui ficando conhecida, e mais lojas me convidaram. Foi aí que realmente aconteceu. Era pra ser. Quando me dei conta, já fotografava para quase toda a cidade.

A medicina estava nos seus planos? Sempre quis fazer medicina, mas era um sonho abandonado, afinal, meus pais não tinham condições de arcar com os custos de uma faculdade particular. Eu também já havia desistido de parar a minha vida e me dedicar a cursinhos, para, finalmente, tentar uma universidade pública. Foi quando, em 2019, vi a possibilidade de conseguir realizar o sonho lá fora. Tive a oportunidade e fui sem pensar. Me mudei para Foz do Iguaçu e comecei a fazer medicina no Paraguai. Atualmente, estou no 4º período e não esperava me identificar tanto com o curso. Tenho certeza que a mudança valeu a pena.


: ,

As pessoas ainda possuem uma visão muito distorcida sobre fazer medicina no Paraguai. Acham que o ensino é muito inferior, mas não é bem assim. Meus professores são muito exigentes. O nível de cobrança na minha faculdade não é nada baixo, então acredito que o curso em si não deixa a desejar. A língua foi um desafio nos primeiros meses também, mas hoje já me viro bem. Fora isso, existe uma grande burocracia pra retornar e exercer a profissão no Brasil. O sistema de avaliação de médicos formados fora do Brasil é bastante rigoroso, o que exige de nós muito mais esforço. Os índices do Revalida apontam hoje que é extremamente difícil se conseguir a aprovação. Muitas vezes, os formados não conseguem atender às exigências da prova. Não vejo isso como algo ruim e sim como uma razão a mais para buscar o conhecimento, com muito mais garra. Sempre tento ver o lado bom das coisas e tenho certeza que tudo acontece por um motivo. Eu precisava fazer medicina e precisava ser lá. Não sei se irei concluir o curso lá, mas o Paraguai precisava ser marcado na minha história. Eu amo aquele lugar.

SET 2020

Existem muitos estudantes brasileiros fazendo medicina no Paraguai. Qual é o grande desafio?

67 A pandemia mudou a rotina das pessoas. Você estava estudando e teve que dar uma pausa nos estudos. Como tem aproveitado esse tempo? É verdade! Atualmente, por conta da pandemia, estou em Luís Eduardo Magalhães. Provavelmente, só voltarei aos estudos presenciais em janeiro ou fevereiro de 2021. Tenho aproveitado pra trabalhar bastante aqui na cidade com meu Instagram e também trabalhar com um negócio paralelo, o Marketing Digital. Acredito que a maioria das pessoas já deve ter ouvido falar sobre “faturar sem sair de casa, apenas usando um celular”. Pois bem, essa conversa já está cansativa, eu sei, mas hoje sei também que é real. Rs. Duvidei, testei e posso comprovar que sim, é possível! Comecei buscando uma renda extra para quando voltasse para Foz do Iguaçu, afinal, a faculdade me toma muito tempo e lá não consigo trabalhar tanto com o Instagram.

Quais os resultados e qual a dica que você dá para quem quer trabalhar com marketing digital? A primeira é estudar! Fazer um curso que te dê a direção de como trabalhar, assim como eu fiz. Busquei um curso que me preparasse para o mercado e me ensinasse a vender o que as plataformas online ofereciam. Depois disso apliquei o conhecimento adquirido e ‘voilá’, resultados. Mas nada cai do céu, seu resultado depende da energia que você investe. Quanto mais se dedicar, mais retorno terá. No meu primeiro mês, por exemplo, consegui quase três vezes mais que o valor de um salário mínimo.

O que ainda espera da vida? Acho que a maior realização de qualquer pessoa é trabalhar com o que gosta, ser bem remunerada e reconhecida por isso. Não sei ainda com qual dos meus sonhos Deus vai me “presentear” primeiro, mas estou aberta para abraçar o que ele me permitir viver. Sei

que não me permitiria sonhar tão alto se não existe a possibilidade de alcançar.

Camila por Camila? Sou uma menina de 24 anos, um milhão de sonhos e zero preguiça de correr atrás para realizá-los. Confio bastante nos planos de Deus pra mim e sinto que tudo isso é apenas o começo. Mesmo sabendo que estou correndo atrás de um segundo sonho, o de me tornar médica, sou muito grata por tudo que o mundo virtual me proporciona e sei que ainda colherei muito mais frutos desse universo. Inclusive, ser uma influenciadora digital de sucesso é uma das grandes realizações da minha vida. Enfim, não tenho medo de nada, sou desenrolada, destemida e quando acredito em algo vou lá e faço o que for preciso para conquistar. Desde muito cedo sou assim. Essa sou eu!

camila piani @camilapiani


68

ADORO FEMINICES: A FELICIDADE MORA AQUI A EMPREENDEDORA CLAUDIA LEÃO INOVOU E TROUXE PARA LUÍS EDUARDO MAGALHAES UM ESPAÇO QUE REÚNE MODA E BELEZA EM UM SÓ ESPAÇO Texto: Virgília Vieira Fotos: Jessica Sanderson

Moda feminina, salão de beleza, semijoias e cosméticos em um só lugar. Aliado a isso tudo, um conceito de alegria, bem–estar e felicidade. Parece um sonho, mas esse lugar existe, se chama Adoro Feminices e está localizado no bairro Jardim Paraíso, em Luís Eduardo Magalhães. Segundo a proprietária, a arquiteta Claudia Leão, o espaço reúne vários produtos e serviços em um conceito único de felicidade. “Nós trazemos com a gente, e até a nossa campanha publicitária foi voltada para o tema, a filosofia da alegria. Aqui trazemos o conceito sobre viver plenamente, ser feliz e a importância do tempo”, diz Claudia,

que não por acaso, ressalta o quanto o as mulheres modernas precisam aproveitar o tempo. “Hoje nós temos vários empregos, e precisamos também estar em casa, com o marido, filhos. Precisamos nos cuidar, ir pra academia, pilates, salão de beleza. Fiz essa loja pensando nas mulheres desse século. A Adoro Feminices veio para facilitar a vida da mulher moderna, agregando felicidade, cuidado, bem-estar e, um fator importante, preço justo”, enfatiza. A Adoro Feminices vai além de uma simples loja. Ela carrega conceitos de gestão e de valorização de pessoal que permitem a contração de bons profissionais.

“Temos um programa de divisão e participação nos lucros. Isso permite que nossos colaboradores também trabalhem com muita satisfação”, ressalta. Nesta edição, será apresentado o quadro de colaboradores que compõe a Adoro Feminices levando alegria e profissionalismo às suas clientes.


SET 2020 Claudia Leão - Proprietária

Marciane Rolland - Manicure

Ângelo Patrício - Cabeleireiro

Bianca Campos - Blogueira

Marcela Carvalho- Vendas

Nayara Pinho - Blogueira

Claudia Leão - Proprietária

“Sou arquiteta, empreendedora e proprietária da loja Adoro Feminices. Conheço os desafios das mulheres modernas. Sempre sonhei com um espaço dedicado a nós, onde, em um só lugar, tivéssemos moda, salão de beleza, maquiagem, semijoias. A Adoro Feminices foi um sonho que se tornou realidade. Também tenho outras atividades paralelas. Trabalho na Solare Construtora e outras atividades. Cheguei na região há 40 anos.

Ângelo Patrício – Maquiador e Cabelereiro

“Sou empresário na área da beleza e, diante da situação atual do nosso país, resolvi trilhar novos caminhos em Luís Eduardo Magalhães, e junto com a arquiteta e empresária Cláudia Leão, formamos uma parceria no seguimento de beleza. Maquiador e cabeleireiro profissional há 8 anos, com experiências e cursos nacionais e internacionais, encontrei em Luís Eduardo uma oportunidade para mostrar o meu trabalho. Aqui, junto com meus amigos e companheiros de trabalho, temos o mesmo objetivo: crescer e contribuir para atender as necessidades dos nossos clientes”.

Marcela Eduarda – Gerente/Marketing Digital e vendas

“Estou cursando Administração de Empresas e sou especialista em marketing digital e vendas. Hoje sou gerente da Adoro Feminices. Costumo dizer que sou uma jovem mulher com grandes desejos de realizações profissionais. Estou no processo e sei que vou conseguir. O meu lema é: “atitude a maior virtude da conquista”.

Marciane Rolland – Profissional Manicure

“Sou profissional manicure há 20 anos. Realizo palestras, ministros cursos e tenho muita experiência e especializações na área. Em Luís Eduardo Magalhães trabalhei em renomados salões de beleza, até chegar na Adoro Feminices, onde atuo atendendo de segunda a sábado, das 8h às 18h.

@feminicesadoro

/adorofeminices

www.adorofeminices.com.br

(77) 9 9937-6495

69


CULINÁRIA LIBANESA NO OESTE DA BAHIA? OXENTE, CLARO QUE SIM! Texto: Virgília Vieira Fotos: Calan Sanderson Decoração: Adorno Design Projeto de Arquitetura de interiores - Cozinha: Susane Quesinski

70

O ‘Ariche dos Brimos’ já é sucesso em Luís Eduardo Magalhães e o que poucos sabem é que o famoso queijo, também conhecido como chancliche, produzido pela advogada e empreendedora, Letícia Abu Kamel Lasmar, traz uma linda história de amor e resistência protagonizada pela família Abu Kamel.

A paixão pelo Ariche começou nesse contexto familiar, quando a sua avó, que trouxe consigo o dom de cozinhar, reunia filhos e netos para comerem suas delícias, que variavam entre a culinária mineira e árabe. “Um dos pratos mais cobiçados dessa cozinha sempre foi o Ariche”, lembra Letícia.

Letícia conta que seus avós maternos vieram para o Brasil para fugir do cenário de guerra que assolava o Líbano. O seu avô possuía irmãos refugiados no Brasil e optou por estabelecer a família em um país mais seguro, longe de todos os conflitos bélicos. Assim que aqui chegaram, se instalaram em uma cidade mineira, no Vale do Jequitinhonha. Seus avós tiveram 14 filhos, sendo a mãe de Letícia, a filha caçula. “A fase de adaptação não foi fácil, por conta das grandes diferenças no idioma, na cultura e, inclusive, na religião”, afirma. Mas, conseguiram se adaptar muito bem.

O Ariche é um tipo de queijo árabe, feito de leite de vaca ou ovelha, original da Síria e Líbano, produzido por um processo totalmente artesanal. “A produção do Ariche envolve muito amor e dedicação. O processo é bastante longo e demorado. Após a fervura do leite, é feito uma coalhada, que deve descansar por 24 horas. Depois do descanso, ela é pendurada em sacos de pano para que todo o soro do leite escorra. Esse processo pode levar até três dias e o resultado é uma massa pura e cremosa, que chamamos de “bolinhas de ouro”, conta.

O gosto pela culinária foi passando de geração para geração. Letícia diz que sempre fez Ariche para ter em casa, recordar da família ou presentear alguém muito especial. Mas, as demandas foram surgindo juntamente com o desejo de montar um negócio no setor gastronômico, como um refúgio que lhe trouxesse alegria e aliviasse o stress do dia a dia jurídico. No início de 2016, o ariche passou a ser comercializado para amigos e conhecidos e, logo, virou marca registrada. Nascia, assim, o ‘Ariche dos Brimos’, que ganhou esse nome em homenagem às boas lembranças da infância, quando nos períodos de férias escolares, os primos se reuniam na sua cidade natal, Uberaba - MG.


SET 2020

“Como todo bom libanês, as palavras iniciadas com a letra “p” são sempre ditas com a letra “b”. Portanto, nós nos preparávamos para esperar os “brimos”, e o prato principal era sempre o Ariche”, relembra.

71 Letícia ainda resiste em expandir o negócio a fim de não perder a característica principal do Ariche que é a produção 100% artesanal. “A cada cinco potes entregues, leva-se, no mínimo, cinco dias entre a fervura do leite e a embalagem final do produto. São diversos dias de cuidados extremos, em que faço parte de todas as etapas. Meus clientes são compreensivos e aguardam pacientemente, em uma lista de espera, a sua vez”, afirma.

Atualmente, o ‘Ariche dos Brimos’ possui uma linha com três tipos de queijo: o branco, o de zaatar e o de chimmichuri, o qual foi uma criação própria da empreendedora. Afirma que “esse tempero argentino somado ao paladar da iguaria árabe é um dos grandes sucessos, que pode ser servido como acompanhamento em diversos pratos, como os mais queridos: ovos no café da manhã e um bom carneiro assado. Essa mistura

é considerada por muitos uma explosão de sabor". A empreendedora garante que o Ariche acompanha literalmente tudo e, em breve, lançará uma nova linha, com um novo formato. Assim, o Ariche segue como uma presença árabe no oeste baiano!

Saiba mais sobre o Ariche O ariche é um produto feito a partir da coalhada seca. É super leve, mas ao mesmo tempo tem um sabor marcante e picante, acentuado pelo ‘blend árabe’, que é o Zaatar. Pode ser considerado o queijo dos sírios e libaneses. Pode ser in natura ou em conserva.

@ariche_dosbrimo (77) 9 9993-0678


TRATTORIA POZZA: FATTO PER VOI Texto: Virgília Vieira Fotos: Calan Sanderson

Tudo começou há mais de 12 anos, quando os atuais sócios da Trattoria Pozza tinham como hobby preparar pizzas para receber amigos e familiares, e assim degustarem de uma diferenciada massa italiana. Silvane Faria Pozza, Alexandre Pozza e Marco Aurélio Pozza sempre inovavam, apresentando aos convidados o prazer de degustar novos sabores a cada encontro. Pizza de pequi, caipirinha e cupim já eram os mais pedidos na época. De repente as pizzas da família se tornaram ainda mais conhecidas na cidade. Foi quando o amigo Ricardo Teixeira e a sua esposa Adriane os convidaram para servirem as pizzas numa festa de aniversário. O cardápio foi um sucesso entre os convidados, que não perderam a oportunidade de também contratá-los para seus eventos particulares e corporativos.

72

No decorrer dos últimos seis anos, o sucesso das pizzas cresceu de tal forma que Silvane, seu esposo Alexandre e seu cunhado Marco, decidiram se tornar sócios e abrir a Trattoria Pozza, um restaurante para servir pratos cuidadosamente preparados pela família, proporcionando uma experiência gastronômica única e memorável em um ambiente diferenciado e acolhedor. Além dos sócios, aos cuidados do restaurante estão Andressa Pozza e André Pozza (filhos de Silvane e Alexandre), que contribuem significativamente na elaboração das massas, dos pratos e atendimento aos clientes. Carolina Pozza (esposa do Marco) colabora com as deliciosas tarteletes e Sidinei Faria (irmão da Silvane), faz o gerenciamento do restaurante, todos unidos, garantindo assim um atendimento familiar e acolhedor aos clientes. “Essa é a nossa essência, um ambiente familiar, com pratos preparados por nós, “Fatto per voi” - Feito para você”, ressalta Silvane.


SET 2020

73 Os clientes que os acompanham desde quando era apenas um hobby, citam que o segredo deste crescimento está no jeito humano de tratar os clientes e na elaboração das massas caseiras e seus sabores, cujas receitas são originais, criadas pela Silvane. “A massa da Trattoria tem um sabor inexplicável, inspirada no que há de melhor na Itália. São massas maturadas, somando-se aos componentes especiais para quebrar a rede de glúten. É uma massa que agrada, inclusive aos clientes fits, que têm elogiado bastante”, diz Silvane. Além de pizzaria, a Trattoria Pozza é também uma galeteria. Os galetos são servidos no horário de almoço, acompanhados de uma sequência de massas, como: nhoque, talharim, espaguete, lasanha a bolonhesa, lasanha de frango, rondelle, tortei de abóbora, tortei de Romeu e Julieta aos quatro queijos, almôndega ao suco, e polenta. Valores como Família, Higiene, Qualidade, Seriedade, Compromisso, Ética, Responsabilidade Social e Ambiental e Valorização dos Colaboradores, são os pilares deste empreendimento, que tem como visão tornar-se um restaurante conhecido como referência gastronômica na cidade de Luís Eduardo Magalhães - Bahia.

A Trattoria Pozza é aberta de quarta a domingo e também atende com delivery (77) 3628 1477 @trattoriapozza Avenida Salvador, nº211 - CENTRO - LEM


FOTÓGRAFO RECONHECIDO NACIONALMENTE, JOÃO MENNA FAZ RETRATOS OFICIAIS PARA FILME COM GRANDE ELENCO. João Menna é natural do Rio Grande do Sul, mas mora em Barreiras-BA há 6 anos. Atualmente tem sua sede instalada em Barreiras, porém com agenda em todo o Brasil.

essas referências para nossa realidade. Além de sempre buscar trazer a verdade de cada um através dos retratos.

atender os reis dessa terra e, desde então, é isso que venho buscando. Você continuará atendendo aqui na região?

Você faz apenas retratos? Como você conseguiu ser contratado para fazer os retratos oficiais do filme “Tração”?

74

Em novembro de 2019 fiz um curso de atendimento de luxo, onde conheci o Mauricio Placeres, um dos maiores alfaiates do Brasil. Fiz alguns trabalhos para ele e acabamos nos tornando amigos e construindo uma forte parceria. Ele está fazendo os trajes oficiais para o filme e falou do meu trabalho de retratos para o Diretor, André Luis. Comecei a tender para essa área de retratar atores depois que fiz, no início desse ano, um curso com um grande retratista de Los Angeles, que fotografou celebridades como Angelina Jolie e Leonardo DiCaprio. Então, quis aprimorar e colocar em prática as novas técnicas que aprendi. Uma coisa levou à outra. Se você pudesse resumir o seu trabalho em poucas palavras, o que diria? Um trabalho com sensibilidade e elegância. Tudo que faço é baseado em um conhecimento estético internacional. Tento trazer

Dentro dos retratos existe um grande leque de possibilidades. Por exemplo, o Reposicionamento de Imagem, onde atualizo a imagem de profissionais para obterem maiores resultados e potencializarem sua personalidade. A imagem em si é um conjunto de informações, e é impressionante como a maioria das pessoas ainda subestima o poder da imagem. Então nos últimos anos me especializei sobre Posicionamento e Marketing para unir forças junto aos retratos. Além disso, o retrato pode representar o legado de uma família, a beleza, autoconfiança, o passado de cada um. Como você enxerga onde você chegou hoje? As pessoas nunca enxergam o deserto de cada um. Acredito que por isso me conectei com muitas pessoas de sucesso, pois entendemos o deserto um do outro. Passei por diversos obstáculos, mas segui sempre firme em Deus e na fé que me trouxe até aqui. Deus fez uma promessa em minha vida de

Sem dúvida. Eu amo a Bahia e me sinto em casa aqui. Tenho clientes aqui que levarei para a vida toda. Acredito muito que nos conectamos com pessoas com a mesma frequência, e posso dizer que atendo os melhores profissionais daqui, inclusive foi uma honra fotografar a Joana Franciosi para a 1º edição da Revista Adoro em Luís Eduardo Magalhães. Porém, ultimamente tenho feito mais trabalhos fora. Para quem quiser contratá-lo, quanto é para fazer um trabalho com você? Normalmente as pessoas buscam o melhor serviço pelo preço mais barato. Eu não acredito nisso. Acredito que o melhor sempre será um ótimo investimento e justamente por isso tem o seu valor mais elevado. Felizmente, a arte é valorizada por pessoas que sabem o que é bom e querem o melhor. Agora, sobre quanto é, como o atendimento é personalizado, o orçamento varia de acordo com a necessidade do cliente.

Como entrar em contato? Através do e-mail contato@joaomenna.com.br ou Instagram @joaomennna


SET 2020

SOBRE O FILME “Tração” será primeiro o longa-metragem a retratar o universo das competições de motos no Brasil. Por isso foi dada a largada para as filmagens e as primeiras cenas já foram gravadas em Santa Catarina e São Paulo. A produção conta com um elenco estrelado: Marcos Pasquim, Nelson Freitas, Mauricio Meirelles, André Ramiro, Paola Rodrigues e Bruna Altieri. A direção é de Luís Camargo, que também é motociclista. O objetivo desse projeto é humanizar o motociclismo, pilotos e tudo que gira em torno do esporte a motor. O lançamento do filme está previsto para estrear em 2021. Os trabalhos iniciais tiveram como sede as cidades de Florianópolis e Urubici. “Gravamos uma cena de perseguição e as demais dentro de um hotel. Todos esses cuidados exigidos tomaram um tempo maior de produção. Os próximos passos é filmarmos mais algumas cenas de perseguição nas ruas, agora no interior paulista, porém só com os dublês. Esperamos também gravar em breve as cenas de competição, se possível, durante as provas do calendário nacional de motocross, motovelocidade, rally etc”, finaliza Camargo, que já foi piloto na década de 90 e disputou corridas nacionais e internacionais. O diretor e motociclista, Luís Camargo, também irá atuar no filme Sinopse – A história de “Tração” é focada em um grupo de pilotos de motos convidado a participar de uma competição de revezamento que inclui diversas modalidades, o “Motoathlon”. A partir daí conflitos, intrigas, perseguições, elementos surpresa e muita adrenalina farão parte da trama. Será uma espécie de “Velozes & Furiosos” sobre duas rodas. Geralmente, as motos aparecem nas produções cinematográficas apenas como objetos de cena. No “Tração” serão protagonistas.

Trajes por Maurício Placeres @mauricioplaceres

75


SABE COMO SE CONSTRÓI UMA GRANDE HISTÓRIA? COM INOVAÇÃO E MUDANÇAS.

76

Essa é a nova marca do Grupo São Camilo. Inovadora e moderna, mostrando o lado dinâmico de quem não para, de quem está sempre presente. E vem mais novidade por aí. Pela sua saúde, pelo bem-estar das famílias de Luís Eduardo Magalhães, cidade do nosso coração.

NÃO PARAMOS (77) 3628-8650

(77) 99808-3151


77

SET 2020


SETEMBRO 2020

SETEMBRO É O MÊS DA PREVENÇÃO AO SUICÍDIO Temos que estar atentos aos pedidos de socorro

Foto: Erisney Ribeiro e Pedro Passos

Por: Dr Alexandre Rizkalla

78

Após anos sem o cuidado da saúde mental, temos índices alarmantes: a taxa de suicídio nos idosos aumentou em 40% em 10 anos. A cada dia temos mais nossos filhos em quartos trancados no mundo virtual. Esses são os mesmos que estão em sofrimento e buscam ajuda fora de casa ou desenvolvem ideações suicidas. As demandas do trabalho, o esgotamento profissional e emocional fazem, a cada dia, pessoas mais ansiosas, depressivas e dependentes de substâncias psicoativas.

Sabemos que hoje, fundamentadas em bases científicas e vivenciais, os suicídios são praticamente 100% motivadas pelos transtornos mentais como: depressão, bipolaridade, esquizofrenia, entre outros. Os fatores de estresse crônico podem também desencadear os pensamentos suicidas. Assim devemos ficar atentos aos sinais e aos eventos como a pandemia e o momento atual em que estamos passando. Fiquemos alerta. Vamos agir agora.


SET 2020

Luís Eduardo Magalhães - BA

(77) 3611.0789

77 99935 8950

clinicaequilibriolemba@gmail.com @clinicaequilibrioba

@dralexandrerizkalla

Fotos: Jessica Sanderson | Erisney Ribeiro e Pedro Passos

79

Psicóloga Daniela Mattos Graduada pela UNB Pós-graduanda em Análise do Comp. Clínica pelo IBAC. CRP 03/19500 Terapia analítico comportamental clínica: adolescentes, adultos e idosos @psidanielamattos

Psicóloga Ana Carolyna Pelissari Graduada pelo UNIFAAHF Pós-graduação em Psicologia Positiva pela PUC-RS CRP - 03/19708 Atendimento infantil, adolescente e adulto @psicologacarolpelissari

Psicóloga Flávia Rizkalla CRP 03/22309 Graduada pela Universidade Potiguar em 2002 Formação Clínica em Gestalt Terapia / Pós-graduação em Psicologia da Saúde e Hospitalização - RN Pós-graduação em Psicologia Positiva - PUC - RS - Atendimentos adultos, idosos e casais. @flaviarizkalla


CADERNO DE VIAGENS Susane Quesinsk - Rio de Janeiro

80

Raíssa Reis - São Paulo

Gabriela Ricardi e Luís Eduardo Kasuya - Morro de São Paulo

Sidnei Willms - Palmas

Kellyane Rocha - Cacheira do Funil - Mambaí


81

SET 2020


SE VOCÊ É UM MÉDICO ESPECIALISTA, POR QUE SUA CONTABILIDADE TAMBÉM NÃO É? Você já se sentiu como se fosse só mais um cliente, em sua contabilidade? Agora imagine, um lugar com mais de duas décadas de experiência, dedicação exclusiva de uma equipe de vinte profissionais habilitados fazendo, estudando e pensando em tudo que diz respeito a você e sua empresa? Tenho uma ótima notícia!

Nossa especialidade é proporcionar aos nossos clientes confiança para que exerçam sua profissão, que é tão socialmente relevante, sem se preocuparem com a parte burocrática. Deixa com a gente! Todos os dias resolveremos o transtorno da falta de tempo, a dor de não ter segurança, se o que está sendo feito com sua empresa é o mais correto e o mais favorável. O nosso compromisso é passar para os nossos clientes a confiança que eles precisam para que possam descansar, sabendo que tudo o mais está sendo feito por eles, proporcionando-lhes o conforto de saber que a vida de sua empresa está em boas mãos!

ESPECIALISTA EM CONTABILIDADE MÉDICA

rosana@rosanaalcantara.com.br (77) 9 9198 7708

Foto: Erisney Ribeiro e Pedro Passos

82

Este lugar existe. A Rosana Alcântara Contabilidade é um escritório exclusivo para a atividade médica, pessoa física ou jurídica. Aqui nós ajudamos no nascimento de sua empresa e, como um “pediatra” contábil, ao nos contratar, cuidamos do seu patrimônio desde os primeiros passos, como um bebê que merece atenção exclusiva. Vamos além de resolver problemas, nós trabalhamos para evitar que você os tenha. Nosso trabalho preventivo assegura que sua empresa se desenvolva saudável, evitando custos e obrigações excessivas, que sejam além da dose adequada e legal e que podem ser considerados “patológicos”, do ponto de vista tributário e empresarial!


SET 2020

83

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO A Gouveia e Viana surge como um “braço” da gestão de pessoas para as empresas do Oeste Baiano. Entre os serviços prestados estão o Treinamento e o Desenvolvimento de pessoas, utilizando técnicas eficazes de Coaching em seu trabalho, processo cada vez mais procurado por apresentar resultados comprovados e extremamente satisfatórios.

A G&V entende que todo negócio possui a necessidade de desenvolver seus líderes, motivar e melhorar o relacionamento entre os colaboradores, conquistar maior produtividade, aumentar a capacidade de planejamento, melhorar atendimento aos clientes, entre outros aspectos que influenciam diretamente no resultado da empresa.

Deseja uma equipe mais engajada e comprometida? Invista em treinamento e desenvolvimento. Além de aprimorar o comportamento e criar um ambiente empresarial harmonioso, os resultados virão através do alcance das próprias metas e objetivos da empresa.


EU INDICO

Vamos de quarentena cultural? Confirma a nossa indicação para série, filmes e livros. Vale lembrar que essas indicações estão entre os mais vistas de 2020.

SÉRIE

84

Quer ser o próximo a fazer indicações? Mande seu material pelo email: carol@adoroprodutora.com.br

Black Mirror Se você gosta de temas especulativos e satíricos, encontrou uma série que certamente irá fazer a sua imaginação fluir! Black Mirror permite uma reflexão sobre a sociedade moderna e as consequências imprevistas das novas tecnologias. Há de se destacar que os episódios são inteligentes e trazem profundas análises acerca dos perigos e potencialidades de um mundo digital. A série cult foi criada por Charlie Brooker e conquistou seis Emmys, incluindo dois de Melhor Filme para TV. Obviamente não há necessidade de se dizer mais nada!

FILME

1917 Dirigido e roteirizado por Sam Mendes, o filme conta a história de dois soldados da Primeira Guerra Mundial que precisam entregar uma mensagem para impedir que 1600 vidas caiam numa emboscada do exército alemão. A dupla precisa atravessar territórios inimigos com poucos recursos e muita agilidade. Vale lembrar que a exaustão dos combatentes é totalmente absorvida. Um dos destaques é o fato de ser um filme praticamente sem cortes, gravado como um grande plano-sequência, deixando o telespectador tenso e sem fôlego o tempo inteiro. Assim, o drama fica constantemente no ápice! O roteiro permite entender como as missões são recebidas e como elas consomem as pessoas, uma vez que retroceder nem sempre é a melhor opção. Haja fôlego para tantas emoções!

FILME

Adoráveis Mulheres Baseado no clássico da literatura “Little Women”, escrito em 1868, o filme conta a história das irmãs March. Mesmo sendo uma obra de época, Greta Gerwing, diretora, consegue lançar mão de muita delicadeza, sarcasmo e um olhar moderno, contemporâneo e convidativo. A obra retrata as antigas convenções sociais, tais como, a noção de felicidade condicionada ao casamento, maternidade, carreira, independência financeira e educação. Além de tudo, possibilita momentos memoráveis, emocionantes e, ao mesmo tempo, muito divertidos, permitindo, ainda, uma diversidade de sentimentos que faz com que o público se identifique, de alguma forma, com os personagens. Dificilmente não cairá um cisco nos olhos do telespectador!

LIVRO

O jeito Harvard de ser feliz Qual a fórmula do sucesso? A obra apresenta o resultado de um estudo, com mais de 1.600 alunos de Harvard, para entender as características do que leva o ser humano ao sucesso. O autor, Shawn Achor, mostra que para se ter sucesso é necessário acertar a fórmula, ou seja, não é o sucesso que traz felicidade, e sim a felicidade que traz o sucesso. Isso é algo tão distante da realidade que até os alunos de Havard, uma das melhores universidades do mundo, tiveram problemas para entender. Shawn afirma que se o indivíduo conseguir aumentar o seu nível de otimismo, aprofundar a sua conexão social e aumentar a sua felicidade, os resultados em todas as áreas da sua vida melhorarão drasticamente. Enfim, o livro é um grande convite à felicidade!

LIVRO

Por que fazemos o que fazemos? Com uma leitura fácil de ser compreendida, o livro de Mário Sérgio Cortella é uma boa base, inclusive filosófica, para pessoas que encontram-se perdidas em relação à vida profissional. Viver com propósito é um dos grandes desafios lançados pelo autor. Questões como “Por que você faz o que está fazendo hoje?” e “Por que não está fazendo o que deveria estar fazendo?” permeiam os vinte capítulos e fazem o leitor pensar sobre valores e motivações. São diversos ensinamentos relacionados à realização profissional e qualidade de vida. Não deixe de se inspirar nessa obra e veja o quanto as suas segundas-feiras poderão ser bem melhores!


SET 2020

Paisagens rurais e canários agrícolas não faltam em Luís Eduardo Magalhães, afinal, a cidade baiana é a capital do agronegócio. Mas nem tudo é só o mundo agrícola. O município é palco para grandes aventuras urbanas, e tem atraído os olhares de investidores do mundo inteiro, movimentando o turismo de negócio. Aqui, é a “terra prometida” de muitos que escolheram para fazer de Luís Eduardo a sua morada.

Carolina Pinheiro Zuttion - Fazenda Zuttion

85

Raíssa Reis - Fazenda Santa Maria

Andreia Busato - Fazenda Brinquinho

Eberth Reis, Dirceu Montani, Paulo Sibin e Augusto Montani Fazenda Santa Maria

Ernesth Baechtold - Fazenda Serrana - Grupo Ciaseeds


86


87

SET 2020


RÁDIO CIDADE FM: A ÚNICA EMISSORA COMERCIAL DE LUÍS EDUARDO MAGALHÃES Fotos: Jessica Sanderson

A Rádio Cidade FM foi fundada em 2014, inicialmente operando em AM. Em 2019 fez a migração para FM, passando a operar na frequência 95,9 MHz. Atualmente, essa é a única emissora comercial de Luís Eduardo Magalhães, o que possibilita aos anunciantes fazerem divulgações de seus produtos com inserção de preços, prazos para pagamento, entre outros aspectos que, legalmente, só são permitidos em emissoras comerciais. Pertencente ao Grupo Oliveira de Comunicação, tem como presidente o jovem empreendedor, Phelipe Oliveira, e como administradora, Adriana Pacheco.

88

Segundo o Rádios NET, aplicativo especializado em rádios no Brasil, hoje a Rádio Cidade é a mais ouvida em Luís Eduardo Magalhães. Com uma programação diversificada, o veículo de comunicação consegue atingir todas as classes sociais do oeste baiano. “Esse sucesso é atribuído aos programas musicais e jornalísticos executados por uma equipe de especialistas em comunicação”, afirma a administradora da Rádio, Adriana Pacheco.

com forte presença virtual na internet e com uma estrutura física e tecnológica de alto padrão contando, inclusive, com uma unidade móvel super completa que permite fazer entradas externas. A potência da emissora é outro grande diferencial, que trabalha com um raio de alcance de aproximadamente 150 km. Isso faz com que seja ouvida nas divisas do Tocantins, Goiás e Piauí. Essa é a Rádio Cidade FM. Chegando mais longe pra ficar bem perto de você!

A Rádio Cidade FM é o mais completo veículo de comunicação do município,

Presidente e diretor – Geral Phelipe Simon de Souza Oliveira, 29 anos. Jovem empreendedor, sócio proprietário da Rádio Cidade Fm e Fazenda Eldorado, graduando do curso de Agronomia. Apaixonado pela agricultura e por cavalos, Phelipe tem como principais características a seriedade e responsabilidade em tudo que faz.

Administradora da Rádio Cidade Adriana Pacheco Formada em Administração de Empresas, com ênfase em Marketing, pela Universidade Dom Pedro II, em Barreiras. A administradora possui uma larga experiência na área de produção de eventos e marketing, o que lhe deu base necessária e reconhecimento profissional em toda região oeste da Bahia e Tocantins. Ela assume a direção administrativa da Rádio Cidade, cargo que ocupa desde inicio de 2019, em que desempenha funções voltadas para competência organizacional, marketing e gestão de pessoas. Moderna, empoderada, ela também é mãe e esposa dedicada, destacando-se também pelo seu alto astral que contagia toda equipe da Rádio.


SET 2020 Jota Alves - Diretor de jornalismo

Edvaldo Braga – Repórter

Chico Duvalle – Repórter

José Bomfim – Repórter

Jean Tárcito - Locutor

Rony Oliveira - Locutor

Thiago Thierry – Locutor

Gil Trindade - Locutora

Roque Cascaes – Locutor

Oliveira Junior - Locutor

Otávio Augusto - Aux. Adm.

Ivonete Ferreira – Aux. escritório

@radiocidadelem (77) 3639-0574 / (77) 77 99919 - 0574 Rua Itacaré, 746, Bairro Aroldo Cruz, CEP 47850-000 - Luís Eduardo Magalhães-BA

89


ESPORTE Ela começou a se exercitar, após chegar de um intercâmbio, onde engordou 10 kg. Hoje ela é triatleta e incentiva pessoas a praticarem atividade física. Nessa primeira edição, esse espaço foi especialmente oferecido para ela. Escute o recado. Texto: Camila Carvalho Fotos: Acervo Pessoal

TUDO NA VIDA TEM UM COMEÇO 90

Tudo na vida tem um começo. É óbvio, né? Mas não parece que é assim quando falamos de atividade física porque a desculpa de muita gente é quase sempre a mesma “eu não consigo correr nem 1 km” ou “eu não aguento esse tal de crossfit”. Bem, Eliud Kipchoge, o queniano que em 2019 contrariou cientistas que diziam não ser possível correr uma maratona - 42,195 km – em um tempo abaixo de 2:00 horas, não nasceu correndo tudo isso. Assim como todo lutador de faixa preta já foi um faixa branca algum dia e todo tenista profissional já teve que aprender os primeiros saques. Portanto, o primeiro passo para qualquer coisa é simples: começar! E ninguém começa sabendo. Nas primeiras tentativas a gente tem certeza de que não nasceu para aquilo. Quem nunca se perguntou por que ainda não inventaram uma forma mágica de emagrecer que atire a primeira pedra! Como os cientistas seguem mais ocupados em descobrir se tem vida em marte do que em resolver os problemas fitness da humanidade, é fundamental que encontremos uma motivação para começar. Cada um tem a sua que pode ser qualquer coisa, desde o fim de um relacionamento ou até mesmo o início com uma pessoa que pratica algum esporte e te incentive a participar. Tem também os que buscam qualidade de vida, os que só vão para tirar foto e aqueles que querem só perder uns quilinhos. Particularmente, sempre gostei de me exercitar, mas a motivação inicial para começar a fazer o triathlon foi perder peso mesmo e aprender alguma coisa nova. Voltei de um intercâmbio, em 2016, pesando mais de 10kg do que peso hoje e precisava emagrecer. Em 2018, conheci a MF Racing – a assessoria esportiva da qual eu faço parte – comecei a treinar e hoje sou completamente apaixonada pelo esporte. Esta edição marca o início da Revista Adoro na cidade e que tal ser também o começo de uma nova edição da sua própria vida? Selecionamos os depoimentos de algumas pessoas que inseriram a atividade física no seu dia a dia para compartilharem o que as motivaram a se levantarem do sofá e praticarem exercícios físicos. Quem sabe na próxima publicação não é você que terá alguma história para nos contar? Camila de Carvalho-Advogada, apaixonada por esportes


SET 2020

DEPOIMENTOS

Em 2010 comecei a treinar em academia, mas sem rotina e nem personal. Buscava melhorar a qualidade de sono e definição muscular. E hoje com toda certeza, posso dizer que fez muita diferença na minha vida. Sou mais ativa e amo minha rotina diária de treinos. Nesses últimos três anos com atendimento personalizado de profissionais da saúde e esporte têm valido cada vez mais a pena. Tenho obtido muitos resultados positivos e satisfação pessoal. Curto cada treino, cada minuto de esforço e gota de suor. Cuido da alimentação fazendo assim parte fundamental do rendimento. Independente do esporte praticado, acho que o importante é criar essa rotina e fazer o que a gente gosta, por prazer e não obrigação. Benefícios não só para saúde, mas para vida e autoestima pessoal. Giovana Maehler – Musculação

Pratico atividade física desde nova. Dos 13 aos 18 anos nadei nas equipes Tubarão e Ulbra em Palmas/TO, período em que participei de competições de nível estadual e nacional. Na faculdade, achava que não tinha tempo para fazer esporte e, após duas gestações, que engordei 30kg em casa, resolvi começar a correr. Atualmente alio ao esporte uma boa alimentação, suplementação, musculação e cuidados com a mente através da meditação. Aprendi que sempre podemos encontrar tempo para cuidar de nós mesmos ou vamos ter que encontrar para cuidar de doenças. Anne Karoline Ferreira – Triathlon e musculação

Foto: Nara Fiuza

Minha paixão pelo esporte surgiu pela busca de um estilo de vida mais saudável, superação pessoal e por um físico bem definido. Transformou minha vida. Tatiana Ribeiro – Crossfit e Bike

91


DEPOIMENTOS

Conheci o crossfit quando morava em Goiânia no final de 2013, uma das primeiras cidades no Brasil a terem Box (é assim que nós chamamos na nossa casa) credenciadas no Brasil, e em junho de 2014 eu comecei na modalidade. Eu já tinha muito interesse ao escutar sobre, mas quando comecei a participar e fazer o WOD’s(workout of The day) acabei percebendo que era aquilo que queria pra minha vida. Hoje se tornou uma filosofia de vida, onde a gente busca evolução própria e constante com exercícios que vão facilitar o seu cotidiano de modo geral. São executados movimentos para desenvolver ao máximo(de cada indivíduo) as três vias metabólicas e as dez valências físicas como resistência cardiovascular, potência, força, vigor, coordenação, velocidade, precisão, flexibilidade, agilidade e equilíbrio. Além disso, involuntariamente é criado uma comunidade, uma família que se ajuda dentro e fora do box, te motiva e te acompanha para você sempre obter o seu melhor. Ramon Fontana – Crossfit

92

Fui sedentário até os 34 anos. Vivia estressado, sem tempo pra nada e cansado. Resolvi comprar uma bike para dar umas voltas e acabei gostando do negócio. Já viajei para vários lugares para participar de provas, até mesmo fora do Brasil. Não sei por que demorei tanto para começar, mas agora não paro nunca mais. Fernando Laquanette – Bike e Musculação

Há exatamente seis anos, quando coloquei minha primeira filha no ballet, resolvi realizar um sonho de criança e também fazer aulas. Estou até hoje nesse mundo da dança que me faz sonhar acordada. A cada passo, a cada coreografia, o amor só aumenta. A corrida veio um ano mais à frente. Comecei, gostei, me animei com as amizades e o mundo das provas. Em dois anos praticando corrida de rua, eu já tinha feito três meia maratonas, então resolvi partir para a grande realização de todo corredor e fazer uma maratona. Fiz em 2018 no Rio e foi inexplicável. Não vejo mais fora desse mundo. Rafaela Mendes – Corrida e Ballet


93

SET 2020


94