Issuu on Google+


Duvido que você suba mais alto...

Você vai ver como eu consigo...

Vamos descendo daí agora, meninos... Vou cortar essa árvore que só faz ocupar meu quintal...

Nãããão!

05


ESMERINO, você por aqui, meu irmão... Que surpresa... E por que esse escândalo? ora, antônio, derrubar Um belo CAJUEIRO desses... a árvore que produz Um dos frutos mais importantes para o nosso Ceará não pode ir ao chão!

Até os índios que moravam aqui antes do descobrimento sabiam da importância do caju.

’’Exatamente! Caju é uma palavra de origem indígena, uma adaptação da palavra tupi ACAIU, que significa ‘noz que se produz’i’’.

OS índios, tio esmerino?

’’O Caju era tão importante para os índios que eles o usavam até para contar os anos. Por isso hoje ainda tem gente que diz de ‘caju em caju’, querendo dizer ‘de ano em ano’I’’.

’’Foram os índios também que ajudaram a espalhar o caju pelo nordeste. Foi pelas castanhas levadas nas mãos indígenas, que iam e vinham do litoral para o interior, que a fruta se espalhou pelo nordeste’’.

06


Mesmo assim, ESMERINO. De nada me servem esses cajus... Tem laranja, melancia e um monte de outras frutas na nossa geladeira.

E se eu lhe disser que o caju pode ser tão nutritivo quanto essas frutas... Às vezes ele chega a ser ainda mais! Antes de qualquer coisa, é preciso dizer que o caju se divide em duas partes: o pedúnculo e a castanha.

’’O pedúnculo é rico em fibras e vitamina C. Na verdade a concentração de vitamina C no caju é maior do que na laranja’’!

’’Os compostos presentes na Amêndoa da castanha são extremamente antioxidantes, ou seja, previnem de várias doenças do coração, câncer e diabetes’’.

’’Do pedúnculo é que se extrai a polpa da fruta, de onde fazemos o suco de caju, um dos mais populares, e também a cajuína. Ambos, além de fontes de vitaminas, são ricos em tanino, outra substância que ajuda a prevenir doenças cardíacas e circulatórias’’.

07


E tem mais! É do pedúnculo que se fazem doces, geleia, cajumel e até hambúrguer...

Hambúrguer?!

’’Exatamente! Além de ter um gosto parecido, o hambúrguer de caju tem menos gordura que o de carne e o de soja’’. Por incrível que pareça, o pedúnculo não é o fruto do cajueiro!

Eu não sabia que poderia fazer tanta coisa da fruta do caju...

Fruta não... Pseudofruto!

08


’’A castanha, de onde se extrai a amêndoa do caju, é o verdadeiro fruto do caju’’. Esse negócio duro é o fruto? Mas só o que presta do caju é o pedúnculo...

Aí é que você se engana, Aninha!

’’Você acredita que a castanha é muito mais aproveitada nas indústrias do que o pedúnculo’’?

’’Ela é rica em proteínas e lipídeos. Aliadas a uma boa dieta, essas substâncias ajudam a equilibrar o nível de açúcar no sangue, o que é importante para quem está mais gordinho do que deveria’’.

’’A amêndoa é industrializada e vendida normalmente assada, salgada ou caramelizada’’.

09


Não é recomendado comer a castanha assim que ela é colhida e nem tentar prepará-la em casa.

Então eu vou experimentar agora essa castanha e...

Cuidado, OTÁVIO!

A castanha possui um ácido que deve ser retirado antes do consumo. Esse ácido "queima" a pele, então é bom tomar cuidado!

Tinha que ter algo ruim nessa castanha... Eu sabia!

RPO

EPICA

’’Ele é utilizado para fabricação de resinas, vernizes, detergentes, inseticidas e até pós de fricção, utilizados nos freios de alguns veículos. na realidade a castanha como um todo é mais valorizada na indústria do que o próprio pedúnculo’’!

Não tão ruim assim, Antônio... O Líquido da Casca da Castanha, ou LCC como é conhecido, também tem valor!

10


Não sabia que dava para fazer tanta coisa com o caju...

Você deveria saber, Antônio, que o caju é MUITO importante para os cearenses...

Mais de 50 municípios compõem os pólos do Ceará que praticam a CAJUCULTURA.

O que é isso, tio?

Cajucultura é como chamamos o cultivo do caju, Aninha. Os

CURIOSIDADE:

principais estados produtores de caju no Brasil são o Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Maranhão e Bahia.

os cajucultores hoje estão plantando mais o cajueiro do tipo anão precoce do que do tipo gigante.

Isto é porque os cajueiros anões precoces são muito mais baixos, produtivos e produzem durante mais tempo do que os gigantes. Os frutos também são mais uniformes e têm melhor preço na comercialização.

ANTE

CAJ

IG O G UEIR

OCE

ANÃO EIRO CAJU

11

PREC


No entanto, é no Ceará onde a cajucultura é mais desenvolvida no país, principalmente no litoral do Estado.

A principal espécie cultivada aqui é a Anacardium occidentale.

’’É a castanha de caju nordestina que tem valor e é exportada, principalmente, para os Estados Unidos’’.

’’Existem também outras espécies cultivadas no cerrado e na amazÔnia, mas com pouco valor comercial’’. Então o Brasil é quem mais produz caju?

Estamos entre os dez maiores, mas por enquanto Vietnã, India e Nigéria estão na frente.

Ainda não, OTÁVIO!

12


’’No Ceará temos diversas instituições que lutam para que a cajucultura no país continue crescendo, como a Secitece, a Secretaria do Desenvolvimento Agrário, a Ematerce, a FAEC, a Embrapa, o Sebrae’’...

O maior objetivo dessas instituições é dar melhores condições de trabalho e capacitar os cajucultores cearenses.

Vocês querem saber algumas curiosidades sobre o caju?

É através desses projetos que eu, outros técnicos agrícolas e vários cajucultures somos capacitados... E é por isso que sei tantas coisas sobre essa fruta maravilhosa!

13

Sim!


’’Primeiro: sempre que colherem cajus aqui no cajueiro, não demorem muito para consumi-lo. Um caju dura, na geladeira, no máximo dois dias. Congelado, ele pode durar até oitenta dias’’!

’’Para ele não murchar, a dica é envolvê-los num saco plástico’’.

’’Quando seu pai ou sua mãe for separar o pedúnculo da castanha, diga para cortar a parte mais fina e distante da castanha. A substância responsável pelo ‘travo’ do caju se concentra mais nessa parte’’.

’’Ah, e cuidado com o líquido que escorre do caju quando você o corta! Ele causa uma mancha em roupas que é difícil de sair’’.

14

’’E se você quiser plantar sementes do caju, outra dica: coloque-as em uma bacia com água e utilize apenas as que NÃO boiarem. As sementes podem ser guardadas por até 12 meses em sacos de pano ou de papel. melhor ainda se você puder usar mudas enxertadas, pois provém de plantas mais saudáveis e produtivas e geram castanhas e pedúnculos do mesmo formato e cor’’.


Uau, tio! Eu não sabia que dava para fazer tanta coisa com caju...

Eu já estou com água na boca!

Acho que vou pedir a mãe de vocês para fazer um doce de caju pra gente. O que acham?

vamos servir uma cajuína para o tio ESMERINO, que é visita, né?

Eu adoro cajuína!

E eu acho que o cajueiro vai ficar aqui, onde sempre esteve...

15


muito bem, ant么nio, afinal Imagina deixarmos de ver uma cena bonita dessas...

FIM. 16


Expediente René Teixeira Barreira Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior Francisco Carvalho de Arruda Coelho Coordenador de Ciência e Tecnologia José Ismar Girão Parente Coordenador Técnico do Intercaju Publicação da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará SECITECE sobre o projeto Intercaju. Simplícia Vianna Sinibaldi Edição e Revisão - MTE 1711 JP/CE plicia.rscom@gmail.com Zé Wellington Roteiro, Pesquisa e Diagramação Paulo Fernando Desenhos Raquel Silva Arte final SECITECE Av. Dr. José Martins Rodrigues, 150 Edson Queiroz - Fortaleza/CE CEP 60811-520 Telefone: (85) 3101-6466 / 6445



Meu Caju, Meu Cajueiro - Intercaju: Desenvolvendo a Cajucultura no Ceará