Page 1


2

Março

Geral/Opinião

2016

Jô Nunes

NITT encaminha pedido de registro de programa Divulgação

Palavra da Reitoria Sejam muito bem-vindos ao Ano Letivo de 2016 na Unisc. Desejamos a cada um e a todos um ótimo retorno ao trabalho, com energia e disposição renovadas para encararmos os desafios do ano. Esperamos um ano muito bom. Que seja um ano muito bem aproveitado, muito bem vivido, com participação, com muitas aprendizagens, com muita luz, sabedoria e vontade de fazer. Que a cada dia tenhamos o desejo, individual e coletivo, de dar continuidade ao trabalho pelo desenvolvimento e pela qualificação de nossa Universidade. Que encontremos, uns nos outros, a força, a harmonia, o equilíbrio e a sintonia para tocarmos em frente a grande missão e obra que temos nas mãos, sob nossa responsabilidade, buscando no conjunto o melhor para todos nós. Que possamos pensar, fazer e sentir que este local de trabalho funcione como uma grande orquestra, com melodia, com harmonia e impacto. Assim como para escutar uma orquestra precisamos apurar os sentidos, aguçar os ouvidos, com simplicidade, com sinceridade, para perceber a beleza da boa música; também para realizar o nosso trabalho precisamos alimentar a alma, a mente e o coração de emoção e alegria. É assim que estamos movimentando a Unisc na sua direção histórica de ser uma forte universidade comunitária que busca, no seu dia a dia, concretizar sua missão e oportunizar educação superior com qualidade acadêmica e sustentabilidade, com pertinência e relevância social, através do ensino, da pesquisa e da extensão. A cada início de ano, renovamos nosso propósito de contribuir sempre para que nos tornemos melhores, mais fortes, mais solidários e mais comprometidos com uma educação de qualidade. Desejamos que professores, técnicos administrativos e, especialmente, nossos estudantes, se sintam felizes por estarem na Unisc, vivendo este momento e participando da história desta Universidade. Nosso desejo é que todos possam iniciar o ano com o coração e a mente sensíveis e abertos para as novas experiências.

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da Unisc (NITT) encaminhou pedido de registro do programa de computador M&J Transient Calculator for Cylinders, cujo objetivo é facilitar a interpretação geométrica da imagem da Carta para Temperatura no Centro Geométrico de Cilindros Maciços de Heisler (1947). O pedido foi enviado ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), tendo início, assim, o processo de avaliação para a concessão do registro. De autoria do mestre em Sistemas e Processos Industriais (SPI) da Unisc, Maurício da Cunha Müller – o programa é resultado da sua dissertação –, e do docente do mestrado em SPI, João Carlos Furtado, o programa é aplicável no controle do aquecimento de qualquer material cilíndrico: aço, alumínio, alimentos, entre outros. Além disso, a ferramenta minimiza os erros que geralmente são cometidos por usuários amadores e profissionais no momento em que coletam, por meio de régua e esquadro, as informações contidas na carta térmica. Utilizando a plataforma, o usuário precisa apenas informar dois parâmetros e o programa faz todo o resto, podendo ser utilizado em sala de aula ou na indústria. Para obter mais informações, entre em contato com o NITT por meio do telefone (51) 37177516 ou do e-mail nitt@unisc.br.

Expediente Conselho Editorial

Jornal da Unisc

Reitora: Profª. Carmen Lúcia de Lima Helfer

Órgão Informativo da Universidade de Santa Cruz do Sul,

Vice-Reitor: Prof. Eltor Breunig

entidade filiada ao Consórcio das Universidades Comuni-

Pró-Reitor de Graduação: Prof. Elenor José Schneider

tárias Gaúchas (Comung), ao Conselho de Reitores das

Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação:

Universidades Brasileiras (Crub) e à Associação Brasileira

Profª. Andréia Rosane de Moura Valim

das Universidades Comunitárias (Abruc).

Pró-Reitor de Administração: Prof. Dorivaldo Brites Pró-Reitor de Planejamento e Desenvolvimento

Tiragem: 6.000 exemplares

Institucional: Prof. Marcelino Hoppe

Versão On-line: Bruno Franco e Luiza Rabuski

Pró-Reitor de Extensão e Relações Comunitárias:

www.unisc.br

Prof. Angelo Hoff Endereço: Av. Independência, 2293, bloco 3, sala 309. Jornalistas

Santa Cruz do Sul/RS. CEP: 96.815-900.

Josemar Santos, reg. prof. 13.267

Telefone: (51) 3717-7466

Felipe Nopes, reg. prof. 12.320 Yaundé Narciso

Onde encontrar: A Banca, Aquarius Hotel Flat

E-mail: imprensa@unisc.br

Residence, Biblioteca Municipal, Casa das Artes, Colégio Luiz Dourado, Escola Ernesto Alves, Escola Willy

Feliz 2016!

Projeto Gráfico e Capa: Agência da Casa

Carlos Fröhlich, Escola Goiás, Escola Nossa Sra. do

Editoração Eletrônica: Assessoria de Imprensa

Rosário, Hospital Santa Cruz, Iluminura Livraria Café, Shopping Santa Cruz, Agência FGTAS/Sine, Zaffari,

*Carmen Lúcia de Lima Helfer, Reitora.

Revisão

Campus de Venâncio Aires, Campus de Sobradinho,

Roque Neumann e Beatriz Menezes Sperb

Campus de Capão da Canoa, Campus de Montenegro e Campus de Santa Cruz (Centro de Convivência, Clínica

*Este material é produzido em papel reciclável.

de Fisioterapia, Reitoria e blocos 5, 8, 12, 18 e 53).


Março

2016

3

Ensino

CURSOS DA UNISC SÃO BEM AVALIADOS NO ENADE 2014

Estudantes dos cursos de Engenharia na Argentina

Josemar Santos

A Unisc teve um bom desempenho no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2014. O resultado foi divulgado no dia 18 de dezembro de 2015 pelo Ministério da Educação (MEC). Nesse ciclo do MEC, foram avaliados cursos das Engenharias e das Licenciaturas, quando mais uma vez a Instituição manteve boa média e obteve nota 4 no Índice Geral de Cursos Avaliados (IGC). A nota final advém de dois componentes básicos: a prova realizada pelo aluno e os insumos vindos Instituição obteve nota 4 no IGC de cada curso (titulação, regime de trabalho, infraestrutura, entre outros). Em relação ao Enade, na classificação que vai de 1 a 5, o curso com melhor desempenho foi o de Geografia, que obteve nota máxima, 5, enquanto seis receberam nota 4, e 13 obtiveram nota 3. “Esse resultado positivo confirma o investimento que a Instituição faz e também o envolvimento de professores e alunos que se inserem neste processo que busca permanentemente uma educação de qualidade”, salientou o pró-reitor de Graduação da Unisc, Elenor Schneider. No próximo ano (ciclo) serão avaliados os cursos da área da saúde.

CURSOS AVALIADOS: Geografia - 5; Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura) - 4; História - 4; Química - 4; Engenharia Elétrica - 4; Letras Português/Espanhol - 4; Arquitetura e Urbanismo - 3; Ciência da Computação - 3; Educação Física Licenciatura - 3;

Divulgação

Engenharia Ambiental - 3; Engenharia Civil - 3; Engenharia de Computação - 3; Engenharia de Produção - 3; Engenharia Mecânica - 3; Filosofia - 3; Letras Português/Inglês - 3; Matemática - 3; Pedagogia - 3; Química Industrial - 3.

Mestranda da Unisc organiza e-book sobre audiodescrição Divulgação

A jornalista e mestranda em Letras pela Unisc, Daiana Stockey Carpes, lançou o e-book Audiodescrição: práticas e reflexões, pela editora Catarse. A coletânea reúne nove artigos de pesquisadores e profissionais da área que versam sobre a importância desse recurso na sociedade e como vem sendo trabalhado. Conforme a autora, o livro nasceu do desejo e da necessiDaiana Stockey Carpes dade de observar os trabalhos e as pesquisas em torno da audiodescrição no País. “A audiodescrição é um recurso de acessibilidade que traduz o visual em verbal, ampliando o entendimento das pessoas com deficiência visual, garantindo a inclusão dos cegos na educação, no entretenimento, no lazer, na comunicação e na informação”, salientou. A obra é dividida em dois eixos: práticas e reflexões e subdividida em nove capítulos. O primeiro artigo é de autoria de Felipe Leão Mianes, e versou sobre o trabalho e a importância do consultor em audiodescrição. O segundo é de Juarez Nunes de Oliveira Júnior e de Pedro Henrique Lima Praxedes Filho, que trouxeram a discussão da audidoescrição em roteiros de filmes de curta–metragem. Melina Cardoso de Paula Braghirolli pesquisou sobre a audiodescrição nas charges políticas da Folha de São Paulo. O quarto texto é de Letícia Schwartz, que discute o humor na audidoescrição em filmes de comédia. Já no capítulo cinco, Patrícia Gomes de Almeida relata a sua experiência em realizar uma videoinstalação com audidoescrição. Mônica Magnani Monte discute, em seu artigo, os efeitos da edição sobre os filmes audiodescritos exibidos na televisão. A audiodescrição na escola é tema da próxima pesquisa, proposta por Lísia Regina Ferreira Michels e Mara Cristina Fortuna da Silva. Em seguida, Daiana Stockey Carpes e Demétrio de Azeredo Soster relatam a inclusão da audiodescrição no jornalismo laboratorial. E o último capítulo é de autoria de Janine da Mota Rosa e de Marco Antonio Bonito, que contam como inseriram a audiodescrição jornalística no Museu Jango. O livro está disponível para download gratuito no endereço http://editoracatarse.com.br/site/2016/02/ 19/audio/.

A Unisc, por meio do Departamento de Engenharia, Arquitetura e Ciências Agrárias, proporcionou a visita de estudantes dos cursos de Engenharia de Produção, Elétrica, Mecânica, Civil, Agrícola e Ambiental à Universidad Tecnológica Nacional (UTN) em San Rafael, Argentina. Os estudantes realizaram atividades acadêmicas e culturais entre os dias 24 de janeiro e 2 de fevereiro, no Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional Los Reyunos (CTDR). O local é dedicado às atividades acadêmicas, de pesquisa e de extensão da UTN Faculdad Regional de San Rafael. Durante o período, os estudantes participaram de palestras voltadas às temáticas de engenharia, desenvolvimento regional e gestão, além de realizarem visitas técnicas a vinícolas, fábricas e hidrelétricas situadas na região de San Rafael, província de Mendoza. O grupo de 2016 foi composto de 30 estudantes das diversas engenharias ofertadas pela Unisc; dois funcionários dos Laboratórios de Engenharia, Cassio Denis da Silva e Rafael Vogt; as secretárias do Departamento, Andressa Mello Henn e Daniele Roesch; e o professor responsável, Daniel Augusto Hoppe, que organizaram a viagem e acompanharam os estudantes durante suas atividades. Neste ano, o grupo contou com a presença do funcionário da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), André Luiz Maurer. As atividades desenvolvidas pelos alunos são incluídas nos currículos dos cursos, como disciplina optativa, sendo concedido certificado com nota e carga horária, dados fornecidos pela UTN. Mais informações sobre o programa de intercâmbio ofertado aos estudantes de engenharias podem ser obtidas pelo e-mail deaa@ unisc.br ou pelo telefone (51) 3717-7382.

Nova turma do curso de Pedagogia/Parfor A Unisc abriu suas portas para a quinta turma do curso de Pedagogia do Programa Nacional de Formação de Professores para a Educação Básica (Parfor). Com 55 estudantes matriculados, a nova turma frequentará o curso de Pedagogia pelos próximos quatro anos, com aulas às sextas-feiras e aos sábados. Além das aulas, os alunos terão acesso a toda a infraestrutura que a Unisc disponibiliza, como laboratórios, biblioteca, cursos e programas específicos de formação, viagens de estudos, entre outros, sem pagar nada por isso. Os novos estudantes foram recebidos de forma solene no dia 4 de março, na sala 101 da Unisc, pelo pró-reitor de Graduação, Elenor Schneider; pelo chefe do Departamento de Educação, Felipe Gustsack; pela coordenadora do curso de Pedagogia/Parfor, Ieda de Camargo; pelo coordenador institucional do Parfor na Unisc, Renato Nunes; e por professores do curso de Pedagogia. Após a apresentação da Instituição e do Parfor aos alunos, houve uma confraternização de acolhida na sede da Associação dos Docentes da Unisc (Adunisc). Segundo Nunes, o programa é proposto pelo Governo Federal, capitaneado pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em parceria com as universidades públicas e comunitárias. “O Parfor visa à formação de professores que já estão atuando no magistério público, estadual ou municipal, e que ainda não possuem um curso de licenciatura”, apontou o docente.


4

360°

Revista Rizoma A revista Rizoma, do Departamento de Comunicação Social foi aceita em um novo indexador, o Directory Open Access Journal (DOAJ), no qual estão hospedados mais de 9 mil periódicos de acesso aberto de todas as áreas do conhecimento. Como o indexador é muito consultado, os artigos publicados na Rizoma passam a ser mais facilmente encontrados. Além do DOAJ, a revista já está indexada nas bases sumários.org e Latindex. A publicação, que tem qualis B2 segundo o sistema de qualificação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), possui como grandes temas de interesse as investigações sobre narrativa, midiatização e cultura.

UniAMa No dia 7 de março, na sala 101 do bloco 1 da Unisc, iniciaram as atividades da Universidade do Adulto Maior (UniAMA). Na oportunidade, esteve presente a presidente do Conselho Estadual do Idoso, Jussara Rauth, quando ocorreu também uma recepção aos alunos das turmas de 2015 e 2016. A atividade foi aberta ao público. Jussara falou sobre “protagonismo, empoderamento e participação social da pessoa idosa”. Mais informações podem ser obtidas no Programa Terceira Idade na Unisc pelo telefone 3717-7685 (turno da tarde) ou pelo e-mail terceiraidade@unisc.br.

Área Ambiental promove ação de incentivo à Coleta Seletiva A Área Ambiental vem desenvolvendo várias ações no intuito de sensibilizar a comunidade acadêmica sobre a importância do cuidado com o meio ambiente. No ano de 2015, iniciouse a avaliação nos 105 setores da Unisc - Campus Santa Cruz do Sul, através da aplicação de um check list que visa à melhoria na segregação de resíduos e a conscientização em relação ao consumo de água, energia elétrica, papel toalha e copos plásticos. A partir da avaliação, os setores foram pontuados de acordo com as respostas dadas e as observações visualizadas, sendo classificados em conceitos ouro, prata e bronze. Dentre os avaliados, 18% foram classificados como ouro, 54,28% foram classificados como prata e 27,61% foram classificados como bronze. Os funcionários dos 29 setores classificados como bronze passaram por uma capacitação, onde os assuntos abordados foram: a importância social da coleta seletiva, já que todo o material reciclável é doado para a Cooperativa de Catadores e Recicladores de Santa Cruz do Sul (Coomcat); o processo de compostagem; a destinação final dos resíduos gerados dentro da Unisc; o consumo consciente; a segregação de resíduos sólidos; e as campanhas ambientais. No total, foram 189 colaboradores capacitados, entre eles docentes, técnicos administrativos e bolsistas. De forma geral, os resultados foram positivos, já que a grande maioria dos setores se comprometeram em desenvolver estratégias para melhorar o descarte dos resíduos e, dessa forma, aumentar os índices de material reciclável. A educação ambiental é um processo contínuo e lento. Por isso, essa ação continuará nos próximos anos. “Plantamos uma sementinha nos funcionários e agora temos que cultivá-la, tenho certeza de que aquele que é consciente irá disseminar essa ideia, não só no ambiente de trabalho como também no seu dia a dia”, enfatiza a bióloga Fabíola Carlos Moreira.

Unisc é credenciada como posto aplicador do Celpe-Bras

Março

2016

Cidades, água e sustentabilidade O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Unisc (PPGDR) realizou sua aula inaugural do ano letivo, no dia 4 de março, com a palestra Cidades, água e sustentabilidade. A atividade ocorreu na sala 101 e foi ministrada pelo professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Roberto Luiz do Carmo. A palestra foi dirigida a professores e estudantes de mestrado e de doutorado da Unisc, mas aberta à comunidade. O encontro fez parte da recepção aos alunos do PPGDR, especialmente os ingressantes em 2016. O palestrante é sociólogo, doutor em demografia, com pósdoutoramento realizado na Brown University. Na Unicamp, é ligado ao Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e ao Núcleo de Estudos de População. Atualmente, é coordenador da área de Planejamento Urbano e Regional/Demografia da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Governo Federal. Na pesquisa, as áreas em que concentra os estudos são população e ambiente, redistribuição espacial da população, condições de vida e gestão de recursos naturais, em especial água. O PPGDR existe há 22 anos e conta com aproximadamente 80 alunos de mestrado e de doutorado, oriundos de diversas áreas disciplinares e de diversas regiões do Brasil.

Divulgação

A Unisc, por meio do Centro de Línguas e Culturas (Celinc), foi credenciada como Posto Aplicador do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (CelpeBras). Para tanto, sete professores e uma funcionária do Centro receberam capacitação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela organização e implementação do exame no Brasil e no exterior. A Unisc se soma a mais 25 postos aplicadores no Brasil e a outros 65 postos distribuídos em 35 países. “Essa nova certificação demostra o nosso comprometimento com o desenvolvimento constante das atividades do Celinc e da qualidade de nossas instalações, funcionários e docentes”, salientou o coordenador do Celinc, professor Carlos Renê Ayres. Já o coordenador de Exames Internacionais do Celinc, professor André Luiz Maurer, destacou que esse novo exame internacional faz coro com os outros exames internacionais na oferta de uma nova oportunidade aos estudantes, nesse caso específico, os estudantes estrangeiros, aos quais o Centro oferece cursos de Língua Portuguesa, que necessitam de uma certificação para atividades acadêmicas e profissionais em território brasileiro. “A certificação também contribui para o aprimoramento constante dos nossos docentes através de capacitações e aquisição de materiais atualizados para o desenvolvimento dos cursos, em língua portuguesa e em línguas estrangeiras”, frisou. Para a coordenadora da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais da Unisc (AAII), professora Cristiana Verônica Mueller, a certificação da Unisc, com a oferta do Celpe-Bras, vai ao encontro das politicas institucionais de internacionalização, pois colabora com o aumento da visibilidade da Universidade junto aos seus parceiros internacionais. “Esperamos que a oferta dessa prova possibilite à Unisc ampliar ainda mais a sua oferta de Português para estrangeiros, e que tenha um Campus cada vez mais multicultural”, ressaltou. Sobre o Celpe-Bras O exame é aplicado no Brasil e em outros países com o apoio do Ministério das Relações Exteriores. Internacionalmente, é aceito em empresas e instituições de ensino como comprovação de competência na língua portuguesa. No Brasil, é exigido pelas universidades para o ingresso em cursos de graduação e em programas de pós-graduação. Outorgado pelo MEC, o Celpe-Bras é o único certificado brasileiro de proficiência em português como língua estrangeira reconhecido oficialmente, realizado duas vezes por ano, nos meses de abril e outubro, no Brasil e no exterior. Mais informações podem ser obtidas pelo site http://portal.inep.gov.br/celpebras, pelo e-mail linguas@unisc.br ou pelo telefone (51) 3717-7381.


Março

2016

5

Geral

AASP E UNISC FIRMAM CONVÊNIO Divulgação

A Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) e a Unisc firmaram um convênio para a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu a distância. O documento foi assinado em São Paulo pelo presidente da AASP, Leonardo Sica, pelo coordenador de PósGraduação Lato Sensu da Unisc, Ricardo André Machado; pelo chefe do Departamento de Convênio foi assinado em São Paulo Direito, Ricardo Hermany; e pelo assessor jurídico, Neimar Santos da Silva. A proposta é oferecer aos associados da AASP e a demais interessados a oportunidade de atualização a partir do aprofundamento dos institutos de Direito Penal Empresarial: Ênfase em Sistemas de Integridade (Compliance); Mediação e Soluções Alternativas de Conflitos; e Advocacia na Contratação Pública, viabilizando a operacionalização mais eficiente dos instrumentos profissionais. Os cursos devem iniciar em abril deste ano e terão aulas 100% a distância pela internet, na Sala Virtual de Aprendizagem EaD Unisc. O estudante poderá acessar o ambiente virtual nos horários e locais da sua preferência. As videoaulas são gravadas e ficam disponíveis na Sala Virtual para visualização e download, quantas vezes o estudante julgar necessário, sendo que uma palestra por disciplina será transmitida em tempo real, podendo os estudantes interagir com o palestrante enviando suas dúvidas durante a palestra, as quais serão respondidas ao final da palestra. Atendendo a uma exigência do MEC, durante o curso serão oferecidos apenas dois encontros presenciais (avaliação final e apresentação de trabalho de conclusão), os quais ocorrerão no final do curso em um dos polos.

AAII realiza visita institucional na Argentina Divulgação

Entre os dias 24 de janeiro e 2 de fevereiro, o funcionário da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), André Luiz Maurer, esteve na Universidad Tecnológica Nacional (UTN), em San Rafael, Argentina, acompanhando o grupo de estudantes dos cursos de engenharia da Unisc, que realizou intercâmbio acadêmico no Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional Los Reyunos (CTDR) da UTN Faculdad Regional de San Rafael. Durante sua estada em San Rafael, participou das atividades acadêmicas e culturais desenvolvidas pelos estudantes, além de realizar contatos institucionais com professores da UTN, no intuito de ampliar as atividades de intercâmbio entre as duas universidades. Em encontro com o coordenador do CTDR da UTN, professor Hugo Rene Gorgone, foi ressaltada a importância da parceria de longa data entre a UTN e a Unisc e a satisfação em manter as atividades de intercâmbio frequentes entre as instituições, principalmente as visitas técnicas na Argentina e no Brasil e o Programa de Estágios, que permite que estudantes das duas instituições realizem atividades acadêmicas em suas áreas no país vizinho. Foram discutidas, também, novas possibilidades para a ampliação das atividades de cooperação no ensino, na pesquisa e na extensão. Desse encontro, participaram também as secretárias do Departamento, Andressa Mello Henn e Daniele Roesch, e o professor Daniel Augusto Hoppe, responsáveis pelo grupo.

Site da Unisc com foco no esporte estreia na web Divulgação

A Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul (Apesc), como mantenedora da Unisc, está permanentemente comprometida com a saúde e a educação. Por isso, vê no esporte uma oportunidade de proporcionar aos cidadãos a prática de hábitos saudáveis, a disciplina e a cidadania. Nesse sentido, atua em 20 projetos esportivos, em 25 núcleos nas zonas urbanas e rurais e atende mais de 3.200 crianças. São diversos também os eventos anuais relacionados ao esporte e ao lazer que a Unisc apoia. Dados como esses consolidam o incentivo da Universidade à prática do esporte como instrumento fundamental da educação, da saúde e da formação dos indivíduos e ratificam o compromisso firmado com a manutenção desses valores. Evidenciando a seriedade desse compromisso e no intuito de manter um canal direto com a comunidade, onde a Instituição possa apresentar os projetos e as iniciativas relacionadas ao esporte, está no ar o site Unisc Esporte, que pode ser acessado em www.unisc.br/esporte. No endereço eletrônico podem ser conhecidos também todos os projetos da Unisc, de acordo com os municípios onde os mesmos transcorrem. Nesse site podem também ser consultados os eventos programados e acessadas informações sobre o Polo Regional de Desenvolvimento do Esporte e do Lazer - Região 6 – localizado na Universidade; sobre o Complexo Esportivo da Unisc (composto pelo Setor de Piscinas, Ginásio Pedagógico, Campos de Futebol, Quadras Externas e Pista de Atletismo); sobre fotos, vídeos, entre outros. No site ainda é possível verificar as reservas das quadras do ginásio, atualizadas.

Projeto Biocicleta apresenta balanço dos dois anos de atividades Divulgação

O Projeto Biocicleta encerrou as atividades com um saldo positivo. Em dois anos, a proposta criada em 2014 contou com a adesão de 26 escolas na primeira edição e de 28 em 2015, abrangendo os municípios de Santa Cruz do Sul, Candelária, Rio Pardo, Vale do Sol, Venâncio Aires, Vera Cruz e Sinimbu. Ao todo, mais de 20 toneladas de resíduos foram recolhidos e encaminhados ao destino correto. Até o momento, 10 Biocicletas e um banco de jardim foram entregues às escolas participantes como premiação. O projeto foi idealizado pelo Programa Unisc-Escola em parceria com a empresa Ecosar de Santa Cruz do Sul, que comercializa produtos oriundos do processo de reciclagem, como a madeira plástica e o quadro de bicicleta. O objetivo foi desafiar as escolas a recolherem mil quilos de embalagens PET e plásticas de produtos de limpeza, em troca de uma Biocicleta (bicicleta cujo quadro é feito com material PET reciclado). Durante as duas edições, foram desenvolvidas ações de educação ambiental, através de oficinas direcionadas aos alunos das escolas inscritas. O objetivo foi discutir, com o coletivo da escola e com a comunidade, questões direcionadas ao consumo sustentável e responsável, ao consumo e à reciclagem, dentre outras ideias de sociedades sustentáveis, visando à formação de valores para além da economia. Dessa forma, foi possível apresentar aos alunos, de maneira prática, que é possível reciclar e transformar os resíduos (lixo) em produtos e bens que poderão ser reutilizados, e cuja durabilidade é indeterminada, como no caso a Biocicleta. Foi uma ação que se tornou autossustentável, à medida que as escolas participantes perceberam que a engrenagem funciona perfeitamente quando o trabalho em equipe é completo. Como resultado, a comunidade poderá continuar separando e enviando os materiais para as escolas através de seus estudantes. Após, a equipe diretiva organizará o armazenamento, solicitando o recolhimento diretamente às cooperativas da região, dando continuidade ao trabalho de conscientização de educação ambiental e à coleta solidária.


6

Geral

Março

2016

UNISC ASSINA CONVÊNIOS COM GOVERNO DO ESTADO Divulgação

Yaundé Narciso A Unisc assinou, no início do ano, quatro convênios com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Por meio da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), serão repassados recursos para os seguintes projetos: Laboratório interativo de criatividade (Lic) desenvolvendo ambiente para inovaOs recursos são provenientes do BIRD ção, sob a coordenação da professora Liane Mählmann Kipper; Ambiente computacional para promover a criatividade e a inovação nas organizações, sob a coordenação da professora Rejane Frozza; Desenvolvimento de métodos de diagnóstico e de alternativas terapêuticas para câncer e infecções oportunistas, sob a coordenação da professora Lia Gonçalves Possuelo; e Uso de resíduos vegetais na produção de farinhas funcionais e bioativas, coordenado pela professora Ana Lúcia Rolfes. Os recursos são provenientes do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). De acordo com a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Andréia Rosane de Moura Valim, dois dos projetos que receberão recursos por meio do convênio estão ligados ao Parque Científico e Tecnológico Regional da Unisc (TecnoUnisc). “Essa parceria qualificará ainda mais o ambiente do TecnoUnisc, além de aproximar mais empresas do Parque”, adiantou. Já um terceiro projeto, entre os quatro aprovados, tem ligação com o Polo de Modernização Tecnológica do Vale do Rio Pardo e o outro está vinculado à Indústria Criativa. Nesse sentido, a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Unisc destaca que o apoio a esses projetos por parte da SDECT e do BIRD é importante para a contínua busca pela elaboração de novos produtos, processos e/ou serviços, que contribuam com o desenvolvimento socioeconômico do Vale do Rio Pardo.

Estratégia em tempos de crise *Milton Luiz Wittmann. Professor dos Programas de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e em Administração. A crise econômica, política e social, com base na matriz fenomenológica, é reflexo de interpretações e percepções arraigadas a padrões de desenvolvimento frutos das estratégias desenvolvimentistas que se esgotaram e que restringem a inovação com base em novos paradigmas. As organizações produzem e comercializam produtos e serviços que seguem um determinado padrão, a exemplo de processos ainda estigmatizados pela Primeira Revolução Industrial, a qual primava pela divisão do trabalho fundamentado no planejamento, no controle e na execução. Nessa senda, a humanidade dividiu sua história em períodos que as identificam em pressupostos organizacionais, desde a forma artesanal de produção, a revolução industrial, a revolução científico-tecnológica e agora a emergência do mundo quântico, embora incipiente, baseia-se no conhecimento, na desterritorialização, na inexistência de hierarquia e na autonomia funcional dos negócios. Urge a necessidade de mudanças dos padrões organizacionais com o objetivo de o homem chegar a novas verdades interpretativas da sociedade com base na visão sistêmica, na teoria da complexidade e, agora, no mundo quântico. Quântico porque não há determinismos e linearidades de causa e efeito, mas uma multidisciplinaridade dentro de um caos que busca constantemente a reestruturação. Nesse porvir, as empresas ainda estão focadas na matriz positivista-cartesiana, pois seus processos ainda se fundamentam na divisão do trabalho com base em controles compartimentados por especializações e funções que restringem a mudança e a inovação. Pergunta-se: quantas empresas perderam seus espaços por não serem visionárias e ficarem presas a conceitos que as fizeram sumir do mercado quando deixaram de perceber os avanços da eletrônica, do computador, da Internet ou até mesmo da globalização de mercados? Na crise, a sociedade clama por desenvolvimento, mas em contrapartida a sociedade continua a se inspirar em modelos de crescimento, este ainda voltado para visões lineares e positivistas que se focaliza no econômico sem visualizar sua inserção política, social, cultural e ambiental, não se comprometendo com a sustentabilidade na sua forma sistêmica de ver a construção de um novo futuro. Este artigo tem como base a pesquisa Estratégia e competitividade das organizações e desenvolvimento local e regional: uma investigação a partir das matrizes epistemológicas.

Itunisc conta com Escritório de Coworking O interesse do estudante pelo empreendedorismo tem recebido várias frentes de apoio, principalmente em uma época em que as informações e os contatos são instantâneos. Faz parte desse cenário uma gama de estudantes interessados em desenvolver novos projetos, inspirados em temas discutidos em aula ou em projetos de pesquisa. Muitas vezes, a formalização desse projeto em um novo negócio requer investimentos e infraestrutura para o novo empreendedor. O que pode não ser a realidade para muitos estudantes, esse cenário pode ser acrescido de dois outros pontos importantes na fase de “nascimento” de uma empresa: (I) apoio em assuntos técnicos, dos quais o microempreendedor não tenha conhecimento; e (II) espaço para reuniões e negociações. Muitos empreendedores possuem forte conhecimento técnico na área principal de seu projeto. Porém, carecem de experiência em outras áreas, tais como: contábil, jurídica, de planejamento e de vendas. Muitas vezes essas áreas são desprezadas pelo próprio empreendedor. É notório, no entanto, que as demais áreas são vitais para o sucesso de seu novo projeto. Essas constatações são, na maioria dos casos de insucesso, concluídas quando não há mais tempo para uma recuperação das áreas prejudicadas. Seguindo esse raciocínio, a Incubadora Tecnológica da Unisc (Itunisc) inaugurou, em setembro de 2015, o Escritório de Coworking, um projeto coordenado pelo professor Eduardo Kroth, com recursos oriundos do Edital nº 04/2014, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT). Esse escritório é um espaço cooperativo, composto por várias estações de trabalho, supridas de recursos tecnológicos computacionais e de espaços comuns para apresentações e reuniões. Nesse ambiente, o empreendedor divide o mesmo ambiente de trabalho com outros profissionais, mas não perde sua independência. Aliado ao espaço Escritório de Coworking, a Itunisc oferece todos os seus serviços de consultoria e de capacitações a esses empreendedores. E o mais legal é que faz isso compartilhando esse espaço. Assim, o empreendedor sente como se estivesse em um laboratório de ideias, onde todo dia, toda hora, novas experiências acontecem. Projetos e negócios podem ser trabalhados de forma colaborativa, além de expandir a rede de contatos e fazer novos amigos. Trabalhar em um ambiente de Coworking é uma ótima maneira de economizar e ter um superescritório com toda a infraestrutura prontinha para usar. Nesse espaço, o empreendedor paga muito menos, já que todos os custos são divididos com mais gente. Tudo isso e muito mais é o que chamamos de Escritório de Coworking. *Fernando José Stanck, Coordenador do TecnoUnisc e da Itunisc


Março

2016

7

Fora de sede/Geral Contábeis Sobradinho realiza visita técnica

UNISC MONTENEGRO PROMOVE A 1ª CORRIDA UNIVERSITÁRIA

Divulgação

Divulgação

Com 33 participantes, ocorreu na manhã do dia 13 de dezembro a 1ª edição da Corrida Universitária da Unisc, em Montenegro, organizada por estudantes do curso de Educação Física da Universidade. Os corredores percorreram cinco quilômetros da beira do Rio Caí, junto à Câmara de Vereadores, até o campus universitário. O vencedor foi Cezar Camillo, 36 anos, da cidade de Brochier. Para garantir o rendimento dos atletas, foram dispoCorredores percorreram 5 km nibilizados dois pontos de hidratação: um junto ao Grêmio Gaúcho e o outro próximo ao cruzamento com a rua Hans Varelmann. Segundo os organizadores, o trajeto da corrida foi uma sugestão da Brigada Militar, que esteve presente e garantiu a segurança dos participantes.

Alunos estiveram na Mercur e na Heilige Cervejaria

Professores da Computação na Escócia

Um grupo de estudantes do quarto e do oitavo semestres do curso de Ciências Contábeis da Unisc Sobradinho realizou uma visita técnica no dia 3 de dezembro. Na oportunidade, os alunos, acompanhados pelo professor Elói Brandt, estiveram nas empresas Mercur S/A e na Heilige Cervejaria de Santa Cruz do Sul. O objetivo da atividade foi proporcionar aos estudantes a oportunidade de conhecer o processo de produção dessas empresas, para que observassem na prática o conteúdo que é desenvolvido em sala de aula.

Divulgação

NITT/Unisc registra tecnologia relacionada à agroindústria

Desirê Allram

Estudante Leonardo Moraes

“Pensa rápido: quanto tempo leva para uma garrafa plástica (PET) se decompor? Cem anos? Duzentos anos? Quatrocentos anos? E se esse tempo pudesse ser reduzido para apenas alguns dias e o produto resultante fosse destinado à agricultura ou indústria?”, questiona o mestrando em Tecnologia Ambiental e egresso do curso de Ciências Biológicas da Unisc, Leonardo Moraes. Conforme ele, um grupo de pesquisadores da Instituição desenvolveu um processo que pode converter o PET (Politereftalato de Etileno, nome do composto de que são feitas as garrafas e embalagens) em um produto com aplicabili-

dade em diversas áreas do setor agroindustrial. Nesse sentido, no mês de dezembro de 2015, o projeto intitulado Processo biotecnológico para transformação do politereftalato de etileno em produtos com potencial para aplicação agroindustrial, focado no processo de transformação do PET em produtos utilizáveis na agroindústria, teve seu pedido de patente protocolado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). O processo de patente foi encaminhado via Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NITT) da Unisc. De autoria de Moraes, juntamente com os professores do curso de Ciências Biológicas, Alexandre Rieger e Maria Viviane Gomes Muller, e do mestrado em Tecnologia Ambiental, Diego de Souza, a ideia começou a tomar forma justamente durante o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do mestrando. “Com essa tecnologia, que já foi patenteada, é possível evitar que muito do PET que antes não entrava na cadeia de reciclagem, principalmente por contaminação com resíduos orgânicos, vá para aterros sanitários ou mesmo, que ele se disperse no meio ambiente, poluindo o solo, rios e oceanos”, explica. O grupo de pesquisa pretende dar prosseguimento nas atividades e busca apoio para ampliar o projeto. Mais informações podem ser obtidas junto ao NITT (bloco 16, sala 1603), por meio do telefone (51) 3717-7516 ou ainda pelo e-mail nitt@unisc.br.

Universidade recebe 32 estudantes da Áustria Desirê Allram

Os professores do Departamento de Computação, Ricardo Czekster e Thais Webber Ricardo Czekster e Thais Webber, foram convidados para uma missão de pesquisa na Universidade de St. Andrews, na Escócia (Reino Unido), de 9 a 25 de fevereiro. Os professores pesquisam e colaboram junto ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI), na área de avaliação de desempenho de sistemas. Durante esse período, eles interagiram com professores, mestrandos e pesquisadores da School of Computer Science da University of St. Andrews. Segundo avaliaram os docentes, as discussões foram muito produtivas e novas colaborações estão sendo efetivadas, tais como escrita de artigos científicos, possibilidade de intercâmbios com alunos da graduação e de pós-graduação, escrita de projetos em editais internacionais de agências de fomento, bem como futuras interações. Os grupos de pesquisa apresentaram seus projetos e os artigos científicos selecionados para discussão em um workshop. “Os trabalhos realizados são passos importantes para aproximar a pesquisa entre os dois países e produzirão conhecimentos científicos fundamentais para aliar as áreas de pesquisa em modelagem e avaliação de processos industriais com preocupações relacionadas ao desempenho. Essas áreas são fundamentais para promover melhorias contínuas de processos, aumento de produtividade e alocação eficiente de recursos, preocupações inerentes em diversas indústrias e empresas”, salientaram.

Grupo foi recepcionado no prédio da Reitoria Na tarde do dia 29 de fevereiro, a Unisc recebeu a visita de 32 estudantes do curso de Geografia da Universidade de Innsbruck, da Áustria, acompanhados pelos professores Martin Coy e Frank Zirkl. A recepção ocorreu na sala 2535, no prédio da Reitoria, e foi feita pela reitora Carmen Lúcia de Lima Helfer; pelo vice-reitor Eltor Breunig; pelo coordenador, pela coordenadora adjunta e pela professora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR), Rogério Lima da Silveira, Ângela Felippi e Virginia Etges, respectivamente; pela coordenadora de Pós-Graduação Stricto Sensu, Fabiana Piccinin; pela coordenadora da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), Cristiana Mueller; e por outros docentes da Unisc. O grupo chegou ao município no dia 26 de fevereiro, cuja vinda foi organizada pelas professoras Virginia e Erica Karnopp, com apoio da AAII. O objetivo foi conhecer a colonização alemã e a cultura do fumo. Na Unisc, os austríacos conheceram as dependências da instituição, o PPGDR e as formas de intercâmbio. “Como temos convênio com a Unisc, achamos que seria uma ótima oportunidade para fazermos a primeira viagem de estudos para o sul do Brasil”, revelou o professor Coy, destacando que a Universidade de Innsbruck é a terceira maior da Áustria, com cerca de 30 mil estudantes. A reitora confirmou a escolha do grupo. “Temos certeza de que foi uma boa opção virem para o sul. Nosso curso de Geografia conta com docentes qualificados e é muito bem conceituado pelo Ministério da Educação (MEC)”, salientou Carmen. “Não basta só assinar o convênio, temos que ter ações de pesquisa e de ensino”, complementou a reitora. No dia 1º de março, os visitantes partiram para o Vale dos Vinhedos, em Gramado e Canela. De lá, viajaram para Porto Alegre e, no dia 5, retornaram para a Áustria.


8

Março

Institucional

UNISC REALIZA REUNIÃO GERAL

2016

Evolução do número de estudantes

O encontro anual tem como base a Resolução nº 53, de dezembro de 2012 Yaundé Narciso

A Reitoria da Unisc realizou no dia 24 de fevereiro, Reunião ocorreu no Auditório Central no Auditório Central, a Reunião Geral 2016, tendo como base a Resolução nº 53, de 13 de dezembro de 2012. A abertura do encontro, que contou com a presença de professores e funcionários da Unisc Santa Cruz do Sul, Capão da Canoa, Montenegro, Sobradinho e Venâncio Aires, foi feita pela Orquestra da Unisc. O objetivo foi apresentar as ações já realizadas e os projetos futuros. Na oportunidade, a reitora Carmen Lúcia de Lima Helfer deu as boas-vindas aos presentes e desejou a todos um ótimo retorno ao trabalho. “Assim como já ocorreu em 2014 e 2015, a nossa expectativa é de que este também seja um ano muito bom, com muitas aprendizagens, sabedoria e vontade de fazer. Que possamos dar continuidade ao trabalho em prol do desenvolvimento e da qualificação da Unisc”, salientou. Também participaram o vice-reitor, Eltor Breunig, e os próreitores de Administração, Dorivaldo Brites; de Extensão e Relações Comunitárias, Angelo Hoff; de Graduação, Elenor Schneider; de Pesquisa e Pós-Graduação, Andréia Valim; e de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Marcelino Hoppe.

Evolução do regime de trabalho

Fonte: Recursos Humanos, 2015/2.

Evolução da qualificação dos técnicos administrativos

Fonte: Recursos Humanos, 2015/2.

Capacitação e desenvolvimento - técnicos

Fonte: Recursos Humanos, 2015. *Nessas atividades foram investidos R$ 275.302,70 em 2015.

Avaliação externa

Enade: Em 2015 foi avaliada a área de Sociais Aplicadas. Em 2016 será avaliada a área da Saúde.

Reconhecimentos/ Visitas in loco Administração - Montenegro (Nota 4). Ciências Contábeis – Montenegro (Nota 4). Superior de Tecn. em Eventos – EAD (aguardando resultado). Renovações de Reconhecimento/ Visitas in loco Direito - Santa Cruz do Sul (Nota 5). Letras - Português (Nota 5). Comunicação Social - Produção em Mídia Audiovisual (Nota 4). Comunicação Social - Relações Públicas (Nota 4). Direito - Capão da Canoa (Nota 4). Direito - Sobradinho (Nota 4). Direito - Venâncio Aires (Nota 4). Superior de Tecnologia em Fotografia (Nota 4). Superior de Tecnologia em Gastronomia (Nota 4).

Planejamento e avaliação Avaliação Docente (semestral). Avaliação de Coordenação de Curso (anual). Avaliação de Desenvolvimento de Técnicos Administrativos. Avaliação da Infraestrutura. Avaliação de Clima Institucional (2015 - 2017). Reuniões com DCE e DAs (mensal). Reuniões com estudantes dos campi (semestral). Reuniões com Departamentos (semestral). Avaliação Docente. Média geral dos professores de 3,50 na graduação em 2015/2. Mais de 90% apresentaram desempenho superior a 3,00. Revisão do instrumento de avaliação dos docentes do Lato Sensu. Revisão do instrumento de coordenação de curso de graduação. Média geral de 3,46 para a coordenação dos cursos na graduação.

*Do total, 81 estudantes com Pronatec. Fonte: Prograd, Coord. Stricto Sensu, Coord. Lato Sensu, Escola Educar-se e Cepru.

Cursos e estudantes de graduação

Fonte: Secretaria Geral/Progra – 2015/2.

Cursos de pós-graduação

Bolsas e financiamentos Unisc

Em 2016/1 - 213 estudantes contratados no Crediunisc - 238 processos em andamento fase de entrega de documentos e contratação. Fonte: Financeiro – Atendimento ao Aluno. *Descontados os Alunos Especiais.

Evolução da titulação docente

Fonte: Recursos Humanos, 2015/2.

Qualidade de vida Programa Asas de Qualidade de Vida (musculação, ginástica/dança, ioga, nado livre, hidroginástica, natação e ginástica laboral). Programa Asas Júnior de Qualidade de Vida (natação, judô, patinação e basquete). Programa Viva esse Momento. Benefícios oferecidos: Total investido: R$ 5.758.351,44.


Março

2016

9

Institucional

Pesquisa: ações para 2016

Tecnologia

Qualificar os programas de bolsa de IC via oficinas e capacitações para bolsistas. Incrementar e qualificar a produção docente. Manter/ ampliar as cotas dos Programas de Bolsa de Iniciação Científica (CNPq e Fapergs). Lançar três edições da Revista Jovens Pesquisadores. Realizar o 4º Censo dos Grupos de Pesquisa.

Ampliação de links de internet e de comunicação; armazenamento de dados (Storages); central da rede lógica (Switch Core); controle e segurança da rede lógica (Firewall); Rede (Switches); ampliação e renovação da rede sem fio; implantação da rede Eduroam na instituição; e reformulação site oficial da Universidade.

Programa de Pedagogia Universitária (PPU)

Núcleo de apoio acadêmico (Naac)

Bibliotecas * Dado preliminar a ser confirmado.

Bolsa produtividade em pesquisa (CNPq)

Criação do Repositório Institucional: 606 - Teses e Dissertações. 165 - Trabalhos de Conclusão de Curso Circulação em 2015: 331.883 usuários. Exemplares catalogados no ano: 3.506 títulos - 12.630 exemplares. Total: 145.796 títulos 384.946 exemplares

Projetos com captação externa

Cenários de prática Pós-graduação Stricto Sensu - destaques 2015 Novos doutorados em Educação e em Tecnologia Ambiental. Minter em Direito: 30 alunos na Universidade Regional do Cariri (Urca), na cidade do Crato (CE). Dupla titulação: 17 defesas de dissertação no Mestrado em Direito - Convênio entre a Unisc e a Uminho - Universidade do Minho, Portugal.

Pós-graduação Lato Sensu Cursos em andamento: 21 cursos na modalidade presencial e 08 cursos na modalidade EaD. Parcerias firmadas ou renovadas: Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul, Associação dos Advogados de SP (Aasp), Procergs, ENA/OAB, Sescoop/RS e IRIB.

Periódicos Edunisc Ações 2015: incremento do Qualis Capes dos periódicos (A2 até B5); atribuição do DOI para todas publicações da Unisc; aumento do controle de qualidade técnica nas publicações. Objetivos para 2016: adotar serviços antiplágio e atualizar o SEER.

Extensão e Relações Comunitárias

Cursos: 119; eventos: 56; alunos: 7.734; recursos captados: R$ 4.594.434,35. Destaques: Peiex; Extensão Produtiva e Inovação em Agroindústrias Familiares; Pagamento por serviços ambientais (PSA); Orquestra da Unisc: 14 músicos profissionais; Coro da Unisc: 50 participantes; formatura da 1ª turma da UniAma; Ação Multidisciplinar Humanitária de Apoio ao Refugiado; e parceria com o Programa Brasileiro de Reassentamento Solidário e com a Agência da ONU para Refugiados. Para 2016: Plano Estratégico do Centro de Línguas e Culturas; nova política de oferta de cursos em EaD; Projeto Motividade: o campo na sua melhor idade; coordenação do Projeto Arranjo Produtivo Local; Centro Vocacional Tecnológico do Vale do Rio Pardo; e fortalecimento da Política de Ação Comunitária.

Núcelo de Integração e Fomento das Atividades de Estágio (Nifae) Estágios não obrigatórios: 460; estágios obrigatórios: 620; empresas concedentes de estágios não obrigatórios: 270.

14.780 atendimentos à Comunidade. Educação Física; Enfermagem; Farmácia; Fisioterapia; Medicina; Nutrição; Odontologia; e Psicologia.

Laboratórios de informática

(*) Aguardando resultado de editais

Plano de carreira docente

Cerca de 7.000 usuários semanais. Impressões: 2.964.439 folhas A4. Plotagens: 6.697 metros.

Novas ações Núcleo de Apoio ao Professor (NAP): Assessoria Pedagógica. Formação continuada e aos ingressantes. Projeto-piloto sobre evasão: Curso de Administração. Projetos de novos cursos de graduação: Montenegro: Secretariado Executivo, Psicologia e Direito. Venâncio Aires: Medicina Veterinária. Comissão de apoio ao Enade.

*Aguardando prazo para divulgação dos resultados. Professor titular. Está em fase de análise e o edital será lançado em 2016.

Investimentos - Unisc

Inovação - ações Hospedagem de 2 empresas; associação externa de 2 empresas; cursos de extensão: 15; bloco 19 (inauguração em março); 21 editais; 43 projetos de pesquisa e extensão; Startup Weekend Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires; graduação de 3 empresas; pré-incubação de 8 empresas; incubação de 7 empresas; registro de 5 programas de computador e 1 pedido de patente; encaminhamento de 6 marcas de empresas da região.

Infraestrutura e obras

Mobilidade acadêmica e internacionalização Países conveniados em 2015/ 16: Alemanha; Angola; Argentina; Áustria; Canadá; Chile; Colômbia; Equador; Espanha; EUA; Itália; México; Peru; Portugal; Reino Unido; e Uruguai. Projeções: implantar ações do Plano Estratégico de Internacionalização e ampliar o número de discentes e docentes estrangeiros na Unisc.

Unisc Esporte Atualmente atende mais de 3.200 crianças em 20 projetos esportivos. Mais de 60 monitores vivenciam diariamente, na prática, desafios que farão parte de suas atividades profissionais.


10

Geral

Março 2016

ANO LETIVO NA UNISC TEVE INÍCIO NO DIA 25 DE FEVEREIRO Divulgação

Mais de 12 mil estudantes de 53 cursos de graduação da Unisc iniciaram no dia 25 de fevereiro as atividades relativas ao primeiro semestre de 2016, nos campi de Santa Cruz do Sul, Capão da Canoa, Montenegro, Sobradinho e Venâncio Aires. No dia 9 de março, a reitora Carmen Lúcia de Lima Helfer e o próreitor de Graduação, Elenor José Schneider, juntamente com os demais integrantes da Reitoria, deram boasvindas aos novos estudantes. Nessa mesma data ocorreu a Festa dos bixos no complexo Esportivo da Universidade. A atração de volta às aulas está marcada para o dia 16 de março, às 20h30, no Centro de Convivência, com o DJ André Sarate. O evento é aberto a toda comunidade acadêmica e todos os alunos serão liberados a partir das 20h20 horas. André Sarate é uma das grandes revelações da House Music Brasileira. Suas músicas somam mais de um milhão de acessos no Youtube. O artista foi eleito pelo público e por formadores de opinião como DJ número 1 do Rio Grande do Sul e faz parte do concorrido ranking TOP 50 Brasil da revista House Mag. EaD As aulas dos cursos de graduação na modalidade Educação a Distância (EaD) iniciaram no dia 24 de fevereiro. Os polos de apoio presencial são em Santa Cruz do Sul, Porto Alegre, Capão da Canoa, Sobradinho, DJ André Sarate Montenegro e Venâncio Aires. Os cursos oferecidos são Eventos, Gestão Comercial e Negócios Imobiliários. Educar-se Na Escola Educar-se, os quase 500 estudantes iniciaram o ano letivo no dia 22 de fevereiro. Diversas atividades de acolhimento foram preparadas para o primeiro dia de aula. Cepru No Centro de Educação Profissional da Unisc (Cepru), as aulas para as turmas que estão em andamento reiniciaram no dia 25 de fevereiro. Os cursos Técnicos são de Enfermagem, Informática, Transações Imobiliárias, Segurança do Trabalho e Radiologia. Já as atividades para as novas turmas desses cursos iniciaram no dia no dia 7 de março. Pós-Graduação As atividades para os mais de 1.500 estudantes dos mais de 30 cursos de pós-graduação Lato Sensu já estão em andamento. As aulas para as turmas 2016 dos cursos de pósgraduação Stricto Sensu do Mestrado em Administração iniciaram no dia 03/03; em Desenvolvimento Regional - Mestrado e Doutorado, no dia 03/03; em Direito, para o Mestrado, no dia 03/03, e para o Doutorado, no dia 29/02; em Educação, para o Mestrado, no dia 25/02, e para o Doutorado, no dia 17/03; em Letras, no dia 22/02; em Sistemas e Processos Industriais, no dia 25/02; em Tecnologia Ambiental – Mestrado e Doutorado, no dia 03/03; e em Promoção da Saúde, no dia 11/03.

Unisc empossa novos coordenadores e chefes de departamentos Em cerimônia realizada no dia 17 de dezembro, no Anfiteatro do bloco 18, foram empossados os novos chefes e subchefes de departamentos, coordenadores e subcoordenadores de cursos de graduação, além dos coordenadores e coordenadores adjuntos dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da Instituição. Os novos gestores assumiram seus cargos em janeiro, tendo dois anos de mandato. Compuseram a mesa de honra, a reitora da Unisc, Carmen Lúcia de Lima Helfer; o vice-reitor, Eltor Breunig; e os pró-reitores de Graduação, Elenor José Schneider, de Administração, Jaime Laufer, de Pesquisa e Pós-Graduação, Andréia Valim, de Extensão e Relações Comunitárias, Angelo Hoff, e de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Marcelino Hoppe. Durante a solenidade, a reitora Carmen Lúcia de Lima Helfer destacou a necessidade dos novos gestores de se adaptarem como formadores de seres humanos, diante do contexto dinâmico e surpreendente pelo qual passa a sociedade. Por fim, apontou que as conquistas da Unisc ultrapassam as fronteiras nacionais, e que esse reconhecimento é fruto de um esforço coletivo protagonizado por todos os que atuam na Instituição. A escolha do coordenador e do subcoordenador do curso de Filosofia, e do coordenador e coordenador adjunto do Programa de Pós-Graduação em Letras - Mestrado, será realizada durante as eleições que ocorrem em março, conforme estabelece o Regimento Eleitoral. Desirê Allram


12

Extensão/Geral

UNISC PREPARA ENTREGA DO NOVO CC PARA 2018 Josemar Santos

Está em construção no Campus-sede da Unisc o novo Centro de Convivência. O prédio de 6.455,85 m² vai abrigar a Central de Atendimento; as secretarias de Graduação, de Pós-Graduação e de Extensão; o Setor Financeiro - Tesouraria e Atendimento ao Aluno; o Núcleo de Apoio Acadêmico (Naac); o Núcleo de Integração e Fomento das Atividades de Estágio (Nifae); a Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII); a Ouvidoria; salas comerciais; e uma Novo prédio terá 6.455,85 m² praça de alimentação com lancherias e restaurantes. De acordo com o arquiteto gestor da área de projetos e obras e do projeto, Felipe Claus Rauber, os trabalhos iniciaram em 2014 e deverão estar concluídos em 2018. “A administração está sendo realizada pela própria Universidade, através da Coordenação do Campus, com a contratação de empresas especializadas para cada etapa, de acordo com o cronograma”, destacou. O coordenador do Setor Coordenação do Campus da Unisc Santa Cruz do Sul, Gilson Alves, revelou que, depois de concluído, esse será o maior prédio do Campus, onde vão funcionar vários setores de atendimento ao público e outras conveniências, resultando na concentração de um grande número de pessoas. “Em termos funcionais, representará um grande passo na qualificação e na melhoria do atendimento e do acolhimento ao público, uma vez que haverá a disponibilização de diversos serviços em um único local”, salientou. Quanto à destinação dos espaços a serem desocupados no Campus de Santa Cruz do Sul após a entrega do novo Centro de Convivência, Alves explica que outros usos serão conferidos aos ambientes, levando-se em consideração a viabilidade técnica e a vocação de cada local.

Processo movido pelo GAJ/Unisc garante tratamento a paciente de Sinimbu O Gabinete de Assistência Judiciária da Unisc (GAJ) obteve mais uma vitória judicial ao auxiliar um filho de agricultores do interior do município de Sinimbu, portador de paralisia cerebral. O jovem, com iniciais A.V.V., necessitava realizar com urgência uma cirurgia para correção de deformidades ortopédicas decorrentes da paralisia, mas a família não havia obtido êxito junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). A partir da ação judicial intermediada pelo GAJ/Unisc, nos autos do processo n. 026/5.14.0000585-4, a juíza Daniela Ferrari Signor deferiu a liminar postulada decorrente do fato de o autor aguardar a cirurgia pleiteada desde o ano de 2011 sem ser atendido e porque a situação de saúde vinha se deteriorando progressivamente pela demora em receber o tratamento. Assim, por ordem judicial, no final do ano passado, a família recebeu a importância de R$ 16.054,55 das contas do Estado para cirurgia e internação em clínica particular, face a excessiva demora por parte do SUS, procedimento que ocorreu no dia 2 de dezembro de 2015. “Esse é mais um caso da aplicação do dispositivo constitucional, obrigando Estado e Município a respeitar os direitos fundamentais do ser humano”, salientou o coordenador do GAJ, professor Vinícius Laner.

Unisc e IRIB confirmam especialização na área do Direito O presidente do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil (IRIB), João Pedro Lamana Paiva, juntamente com os professores Ricardo André Machado, Ricardo Hermany e Neimar Santos da Silva, da Unisc, assinaram, no dia 15 de fevereiro, aditivo para a imediata confirmação do curso de especialização em Direito Imobiliário, Notarial e Registral, na modalidade Educação a Distância (EaD). O início das aulas será em 23 de março. O objetivo do curso é conhecer, compreender e refletir sobre todos os aspectos jurídicos ligados ao Direito Imobiliário, Notarial e Registral. Com enfoque no Direito Material, abordará questões institucionais, conceituais, principiológicas e instrumentais das atividades notarial e registral, assim como questões urbanísticas, agrárias e ambientais relacionadas às atividades notariais e de registros públicos. As atividades, divididas em cinco módulos, durarão aproximadamente quatro semestres, incluindo o período de elaboração e apresentação do trabalho de conclusão, totalizando 370 horas. As aulas ocorrerão 100% a distância pela internet na Sala Virtual e o estudante poderá acessar nos horários e nos locais de sua preferência. A coordenação do curso está a cargo dos professores Jorge Renato dos Reis e Luiz Egon Richter, ambos da Unisc. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.ead.unisc.br. Convênio O IRIB assinou convênio com a Unisc no dia 26 de junho de 2015. Ao longo do segundo semestre do ano passado, as matrículas para a pós-graduação lato sensu foram abertas e, no início de 2016, está sendo confirmado o primeiro curso de especialização da parceria.

Março 2016 Mais que um intercâmbio, uma oportunidade de Educar-se Divulgação

Estudar no exterior; fazer um upgrade no currículo; explorar o mundo e conhecer novas culturas, enriquecendo a bagagem pessoal. Estes são alguns dos objetivos daqueles que se dispõem a sair da zona de conforto para se aventurar numa viagem de intercâmbio. Todas essas experiências foram vividas pelos nove estudantes da Escola de Educação Básica Educar-se que viajaram para Winnipeg, no Canadá, em 16 de janeiro. Porém, mais do que aprender um novo idioma e conhecer uma nova cultura, os intercambistas tiveram uma experiência potencializadora daquela que é a filosofia da escola: educar-se. Os alunos participantes da II Viagem Internacional de Estudos de Língua Inglesa da Escola Educar-se cursaram inglês por quatro semanas na Heartland International English School. A Escola é parceira da Unisc desde 2009, recebendo estudantes, funcionários, professores e egressos da Universidade. Contudo, essa foi a primeira vez que acolheu estudantes da Educar-se. A organização da viagem foi feita pela Escola Educar-se em parceria com a Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII) da Unisc. Após acompanhar o grupo, o professor de inglês do educandário e responsável pelos estudantes, Vilson Lucio Borba, avalia que, além da necessidade de educar-se para conviver da melhor forma em grupo, foi necessário também estender o aprendizado para a convivência com as famílias que os acolheram. “Cada estudante ficou numa família diferente, para que não houvesse ninguém que falasse a mesma língua que eles, obrigando-os a falar somente inglês. Ter que fazer concessões, pensar em grupo, longe das comodidades de suas casas e famílias, fez desse momento uma ocasião de amadurecimento”, explica. Além disso, ele destaca que pensar e falar em inglês 24h por dia fez com que o aprendizado da língua inglesa fosse intensificado. “Por mais que alguém estude por anos (inglês) no Brasil, o aprendizado nunca será igual ao de quem tem a oportunidade de aprender na prática, viajando para o exterior”, ratifica. Com carga horária total de 100h, distribuídas em quatro semanas (25h/semana), as aulas eram divididas em dinâmicas de leitura, escrita, conversação, entre outros módulos, como por exemplo o de assistir a filmes e séries sem legenda. Conforme relatam os estudantes, outra mudança significativa oriunda da viagem de intercâmbio consiste no despertar de uma vontade de continuar os estudos e também trabalhar fora do Brasil. “A viagem me fez ver que eu tenho vontade de trabalhar no exterior. Tem muitos brasileiros bem-sucedidos morando e trabalhando lá”, explica a aluna do 3º ano do ensino médio, Bárbara Immig. A acadêmica da Unisc de Publicidade e Propaganda e ex-aluna da Educar-se, Marina Wilges Weber, relata que além de ter conhecido um inverno rigoroso de verdade, com temperaturas de -20ºC, teve também a oportunidade de fazer passeios e visitar monumentos históricos da cidade. “Conheci pessoas de diversas partes do mundo, com culturas e histórias de vida distintas, que acabaram se tornando grandes amigos. Poder aprimorar a língua inglesa também foi muito bom, visto que é um requisito essencial para um bom futuro profissional. Como ex-aluna da escola fico muito grata pela oportunidade de realizar esse intercâmbio”, expõe.


Março

2016

Pesquisa

13

UNISC RECEBE VISITA DE PROFESSORES DA UNIVERSIDADE CHINESA DE JINAN Desirê Allram

Josemar Santos A Unisc, por meio da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), recebeu no dia 27 de novembro a visita de uma comitiva da Qilu University of Technology (QLUT), de Jinan, na China. Na oportunidade, os professores chineses Tianduo Li, Huayong Zhang e Lei Shi, da Escola de Química e Engenharia Farmacêutica, foram recepcionados pelo pró-reitor de Graduação, Elenor Schneider, em nome da Reitoria. No mesmo encontro, a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Andreia Valim, e o coordenador de Pesquisa, Claus Dummer, apresentaram a pós-graduação, as linhas e os grupos de pesquisa da Unisc. Já a coordenadora da AAII, Cristiana Mueller, apresentou, em inglês, os cursos de Química, Farmácia e Engenharia Química durante o encontro da tarde com professores desses cursos. Durante a estada, os docentes chineses visitaram o Parque Científico e Tecnológico Regional do Vale do Rio Pardo (TecnoUnisc) e os laboratórios de Farmácia e de Química. “A China se destaca pela sua produção industrial, e isso não poderia ser diferente na academia. Como ficou bem claro para mim, a formação do farmacêutico na universidade deles está direcionada para a área tecnológica de produção Comitiva da Qilu University of Technology (QLUT) durante recepção na Reitoria de medicamentos. Nesse sentido, vejo uma grande oportunidade de intercâmbio nessa área para os nossos alunos”, salientou a subcoordenadora do curso de Farmácia da Unisc, Lisoni Müller Morsch. Também sobre futuras parcerias, a representante do curso de Engenharia Química, professora Rosana Schneider, revelou que os chineses manifestaram interesse em conhecer as possibilidades de interação. “Eles se mostraram interessados na graduação e na pós-graduação. Na pós-graduação é possível que possamos fazer a cotutela, mas temos que fazer contato com pessoas que trabalham nas mesmas pesquisas que nós (áreas afins). Isso vai depender dos contatos que vamos ter mais adiante”, ressaltou. Essa foi a primeira vez que a Universidade recebeu representantes de uma instituição Chinesa. Os contatos de aproximação entre as duas instituições iniciaram em fevereiro de 2015 por meio da AAII. A Qilu University of Technology (QLUT) foi fundada em 1948 e atualmente possui mais de 20 mil alunos e conta com 39 institutos de pesquisa, além de oferecer cursos nas áreas de Engenharia, Administração, Finanças, Matemática, Esportes, Letras, Línguas, Tecnologia da Informação, Química, Farmácia, entre outras.

Professor alemão desenvolve atividades binacionais na Unisc Desirê Allram

Com o objetivo de realizar pesquisas em campo e em laboratórios sobre ecologia e fisiologia de peixes elétricos no Rio Grande do Sul, chegou à Unisc, no dia 20 de janeiro, o professor da universidade Stiftung Tierärztliche Hochschule Hannover - University of Veterinary Medicine Hanover, na Alemanha, Karl Heinz Willi Esser. A acolhida foi feita pela pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Andréia Rosane de Moura Valim, acompanhada da coordenadora da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), Cristiana Mueller, e do professor do Departamento de Biologia e Farmácia, Andreas Köhler. As boasvindas foram dadas em uma reunião ocorrida na sala de reuniões do Polo de Modernização Tecnólogica da Unisc, no bloco 16. Essa é a segunda vez que Esser vem ao Brasil, já que ele esteve na Unisc em fevereiro do ano passado. Segundo Köhler, desde então, eles vêm desenvolvendo atividades binacionais de pesquisa e extensão sobre peixes elétricos. “A vinda do professor vai contribuir para o aperfeiçoamento das atividades desenvolvidas”, explica. Ainda conforme ele, a Universidade alemã está doando mais equipamentos para o Laboratório de Zoologia da Unisc, com o intuito de contribuir para as pesquisas binacionais. “Nesse sentido, o professor vem também Esq. para dir.: Cristiana Mueller, Andréia Valim, Karl Esser e Andreas Köhler trazer esses equipamentos, a fim de instalá-los”, conta. Durante a estadia, que ocorreu de 20 de janeiro a 12 de fevereiro, eles fizeram pesquisas em campo e laboratório, além de realizarem um curso de extensão para acadêmicos de Ciências Biológicas da Unisc sobre ecologia e fisiologia de peixes elétricos. “Também finalizamos e encaminhamos para publicação um artigo que mostra a falta de estudos nessa linha de atuação no sul do Brasil”, aponta Köhler. Sobre a pesquisa Conforme Köhler, atualmente, o conhecimento sobre as espécies de peixes com campo elétricos de baixa frequência, popularmente conhecidos como tuviras, é quase ausente no Rio Grande do Sul, mesmo que se trate de um grupo de peixes com uma importância ecológica fundamental para os ecossistemas de água doce. Assim, os estudos que começaram no ano passado visam contribuir para o conhecimento taxonômico, biológico e ecológico das espécies nativas da região. Além disso, sabe-se que algumas das espécies têm um alto potencial para diversas tecnologias de monitoramento ambiental, ou seja, em diferentes locais do mundo essas espécies são utilizadas como bioindicadores, bem como na avaliação dos impactos ambientais presentes. Por isso, a necessidade de realizar as primeiras pesquisas científico-tecnológicas visando à avaliação dos impactos nos ecossistemas de água doce da região central do estado, utilizando os peixes elétricos nativos.


14

Março

Variedades

2016

UNISC, ASSOEVA E SOBRADINHO RENOVAM PARCERIA As duas equipes de futsal vão continuar recebendo apoio da Universidade para a temporada 2016 Fotos: Josemar Santos

A Unisc renovou o contrato de patrocínio com as equipes de futsal da Assoeva, de Venâncio Aires, e da Associação Sobradinho para a temporada 2016. A solenidade ocorreu no dia 17 de fevereiro, na sala 2535, no prédio da Reitoria. Durante o encontro, a reitora da Unisc, Carmen Lúcia de Lima Helfer, destacou a importância de renovar parcerias de 11 anos com a Assoeva e de 12 anos com a Associação Sobradinho. “Trata-se de um momento para celebrar convênios que vêm dando certo, além de reafirmar a missão da Universidade de contribuir para o desenvolvimento das localidades onde está inserida, neste caso investindo em educação por meio do esporte, deixando um legado importante para futuras gerações”, revelou. Ao assinar o documento, o presidente da Assoeva, Engelberto José Henn, disse estar muito feliz por renovar uma parceria que já ocorre há tantos anos. “É um motivo de muita satisfação. Sempre estive envolvido com o esporte e acredito que esporte é tudo.

Parceria entre Unisc e Assoeva vai para o 11º ano consecutivo

Agradeço por esse apoio que é sempre importante e beneficia muita gente”, salientou. De sua parte, o presidente da Associação Sobradinho, Moacir Vandes, lembrou que a equipe está retornando à Série Ouro neste ano e a meta é fazer um grande trabalho. “Também vamos continuar dando uma atenção especial às categorias de base. Esse é um projeto em que acreditamos muito, e é onde temos atualmente 120 meninos e pretendemos chegar a 150 beneficiados”, frisou. Também participaram do encontro pela Unisc o coordenador da Assessoria de Comunicação e Marketing, Everson Carvalho de Bello, e o responsável pelo Setor Unisc Esporte, João Rauber; pela Assoeva, o vice-presidente, João Alceu Ilha; e pela Associação Sobradinho, o primeiro e o segundo vice-presidentes, Gibran Trevisan e Gustavo Carniel, respectivamente, o técnico da equipe, Adão Valter Guimarães, e o diretor de Patrimônio, Luiz Nascimento.

Associação Sobradinho retorna à Série Ouro do futsal gaúcho

Livraria Geração de valor 2 - plantando sonhos, colhendo conquistas , de Flavio Augusto da Silva Editora: Sextante Preço: R$ 39,90

Biblioteca Três dias para sempre, de Janda Montenegro

Edunisc Caminhando: o caminhar como prática socioestética - estudos sobre a arquitetura móvel, de Celma Paese

Editora: Novas Páginas Preço: R$ 45 Localização na estante: B869.3 M777t 2015

Flávio Augusto da Silva lança o “Geração de Valor 2”, uma nova coletânea de textos e charges inspiradores. Segundo o autor, “para colher sonhos, é preciso... ...pensar fora da caixa. A maioria das pessoas segue um padrão estabelecido e acredita que coisas exteriores a elas limitaram suas opções. Não são capazes de questionar o mundo que lhes foi apresentado e colecionam desculpas para não sair do lugar. Enquanto isso, um novo mundo continua sendo construído por aqueles que não medem esforços para mudar a própria história. Escolha o grupo de que você quer fazer parte. ...plantá-los. A regra é clara: colhemos somente aquilo que plantamos. Se você fica satisfeito com qualquer coisa, a vida vai lhe dar qualquer coisa. Mas, se quiser o melhor, trabalhe por nada menos que isso.

Começar o expediente às seis da manhã do dia 1º de janeiro: ninguém merece. Mas, apesar da chateação, o AnoNovo foi generoso com Line e acabou lhe trazendo de presente o homem mais lindo, mais charmoso e mais romântico que ela já conheceu. Daqueles que têm o poder de mudar o nosso humor com um simples oi. Os namoros de verão não são feitos para durar, por isso ela quer aproveitar cada momento ao lado dele como se fosse o último. Quando se dá conta, no entanto, Line está desejando ardentemente que esta história tenha outro final.

Neste livro pesquiso os diversos conceitos relacionados ao ato de caminhar, como o nomadismo, o errar, o migrar e o sedentarismo, que muitas vezes são vistos de maneira equivocada. O estudo do modo que esses conceitos se relacionaram com a construção da identidade da cidade ocidental e a sua arquitetura procura responder a questões sobre as transformações que ocorreram em seu território através dos tempos, até o advento do movimento eletrônico e do ciberespaço: o restabelecimento do caos primordial nesta dimensão faz pensar como esta realidade influencia na leitura espacial humana e como a nossa caminhada continuará no futuro. Boa caminhada!


Março

2016

15

Geral

ASSINADO CONVÊNIO PARA DUPLA TITULAÇÃO ENTRE A UNISC E A UNIQUINDIO DA COLÔMBIA Josemar Santos

A Unisc, por meio da Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (AAII), recebeu representantes da Universidad del Quindío - Colômbia (Uniquindio). Durante a recepção oficial, no dia 16 de fevereiro, na sala de reuniões da Reitoria, foi firmado o Acordo de Duplo Diploma entre a Universidade colombiana e a Unisc, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Processos Industriais (PPGSPI). O documento foi assinado pela reitora da Unisc, Carmen Lúcia de Lima Helfer, e pelo reitor da Uniquindio, José Fernando Echeverry Murillo. A proposta para o convênio de dupla titulação ocorreu porque a Unisc já possui convênio com a Uniquindio, possibilitando a realização de intercâmbio de alunos e professores por meio dos programas de pós-graduação em Sistemas e Processos Industriais, em Tecnologia Ambiental e em Educação. O interesse surgiu quando das visitas do professor Henry Pineda à Unisc, e das professoras Rejane Frozza, Rosana Schneider e Liane Kipper à Uniquindio, por intermédio do projeto de internacionalização intitulado Ambiente Virtual Corporativo e Interativo visando à Aprendizagem Organizacional (AVICI), desenvolvido no PPGSPI, com o apoio da Fapergs. “A nossa Universidade se sente muito honrada em consolidar esse acordo, pois se trata de um convênio benéfico para as duas instituições, com ações que irão intensificar ainda mais o caminho da internacionalização que está sendo construído”, salientou a reitora da Unisc. Acordo de Duplo Diploma será vinculado ao PPGSPI Para o reitor da Uniquindio, José Fernando Echeverry Murillo, o referido acordo ocorre entre duas instituições que têm em comum vários aspectos. “É um convênio muito importante porque já passa a uma fase superior, por se tratar de estudantes de mestrado, sendo que essa mobilidade também poderá ocorrer no doutorado. Além do mais, os estudantes irão receber o título da Unisc e da Uniquindio e, com isso, ganharão maiores competências para o seu futuro, e às universidades será dada a possibilidade de manterem indicadores importantes quanto à mobilidade internacional”, revelou. De acordo com o coordenador adjunto da PPGSPI, João Carlos Furtado, na prática haverá o intercâmbio de dois mestrandos por ano, que poderão permanecer pelo período de até seis meses para a realização das atividades. “Espera-se que esse intercâmbio de pesquisadores fortaleça os grupos de pesquisa e a qualidade dos trabalhos realizados e, como consequência, os mestrandos obterão dupla diplomação, recebendo título de Mestre no Brasil e na Colômbia. Em paralelo ao conhecimento técnico que esse tipo de convênio proporciona, os mestrandos também terão a oportunidade de conhecer uma nação diferente, com outra língua e cultura e com desafios por vezes semelhantes aos nossos”, sublinhou. Também estiveram presentes no ato o Decano da Facultad de Ciencias Agroindustriales da Uniquindio, Henry Reyes Pineda; os pró-reitores de Administração, Dorivaldo Brittes, de Extensão e Relações Comunitárias, Angelo Hoff, e de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Marcelino Hoppe; os pró-reitores em exercício de Pesquisa e Pós-Graduação, Fabiana Piccinin, e de Graduação, Rolf Fredi Molz; a coordenadora Pedagógica da Prograd, Teresinha Klafke; a coordenadora da AAII, Cristiana Mueller; e a professora do PPGSPI, Liane Mählmann Kipper.


Contracapa

Março

2016

UNIVERSIDADE TEM DOIS NOVOS DOUTORADOS APROVADOS PELA CAPES Jô Nunes

Felipe Nopes

Além dos doutorados em Desenvolvimento Regional e em Direito, a Unisc conta agora com dois novos cursos aprovados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes): os doutorados em Educação e em Tecnologia Ambiental. A aprovação foi comemorada pela reitora Carmen Lúcia de Lima Helfer, pela pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, Andréia Rosane de Moura Valim, e por toda a comunidade acadêmica. “Parabenizamos as equipes dos dois programas pela dedicação, pelo empenho e pelo trabalho incansável, a fim de qualificar as propostas enviadas. Sobretudo, nossas felicitações à Unisc, que colhe os frutos dessa busca contínua pela qualificação da pós-graduação stricto sensu em todas as suas dimensões, que passa a ser composta por quatro doutorados, além dos oito mestrados”, destacou a reitora. Conforme a coordenadora de Pós-Graduação Stricto Sensu da Unisc, Fabiana Piccinin, são dois novos cursos que se somam aos dois doutorados e aos oito mestrados já existentes na Instituição. “A aprovação desses novos cursos mostra a seriedade e o empenho com que a Universidade trabalha em seus mestrados e Reitora Carmen Lúcia comemorou a aprovação doutorados, uma vez que os critérios para aprovação de cursos novos são bastante rígidos”, comentou. Para o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cláudio José de Oliveira, o momento é de grande alegria para todos. “Ficamos felizes também com a qualidade do parecer da Capes, que foi muito elogioso ao trabalho da nossa equipe de professores e de funcionários e à proposta de curso encaminhada. Com essa aprovação, a região e o estado ganham mais um espaço de formação em pesquisa na área da educação”, salientou. A coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental, Rosana de Cássia Schneider, aponta que o novo doutorado está inserido em uma proposta de desenvolvimento sustentável da região, tendo como meta a formação de egressos capazes de desenvolver processos e produtos. “A qualificação, a experiência e a atuação do corpo docente foram destaque na avaliação do comitê da Capes para aprovação do doutorado, assim como a excelente infraestrutura, considerando os laboratórios bem equipados para a realização de pesquisa de alta qualidade na área”, ressaltou. O início das aulas do doutorado em Tecnologia Ambiental ocorreu no dia 3 de março. Já o doutorado em Educação iniciará suas atividades no dia 17 de março. Ambos os cursos oferecem oito vagas.

Formação da Brigada de Incêndio conclui atividades com funcionários

Estudante conquista o prêmio ARI de Jornalismo

Desirê Allram Divulgação

Cerimônia de conclusão do curso ocorreu na sala 207 da Unisc No dia 8 de dezembro, na sala 207 da Unisc, ocorreu a cerimônia de conclusão do curso de Formação da Brigada de Incêndio. Realizado no período de 21 de maio a 16 de junho deste ano, o curso abordou os seguintes temas: Capacitação de Prevenção e Combate a Incêndio; Capacitação de Primeiros Socorros; Capacitação para Brigadistas e Socorristas (situação de urgência e emergência); Capacitação para Abandono de área; e Mapeamento e reconhecimento de área. Todas as disciplinas foram teóricas e práticas. A Brigada de Incêndio da Unisc tem como objetivo assegurar uma ação organizada e eficaz a qualquer sinistro de emergência, minimizando as consequências de danos aos colaboradores, aos prestadores de serviço e à comunidade acadêmica em geral, assim como ao meio ambiente e ao patrimônio da Instituição. Concluintes Carlos Eduardo Flores dos Santos – Departamento de Química e Física Cíntia Kroth de Araújo – Setor de Recursos Humanos Élio João Brixius – Unisc TV Fábio Goulart – Laboratório de Fotografia Fábio Luciano dos Santos Felício – Central de Atendimento Juliano Luis Corrêa – Biblioteca Maiquel Pereira – Biblioteca Mateus Leal Prates – Biblioteca Pedro Augusto Zanatta dos Passos – Laboratório de Informática Williann Miguel Wagner – Biblioteca

Régis de Oliveira Júnior durante a premiação Os vencedores da 57ª edição do prêmio ARI de Jornalismo foram conhecidos no dia 18 de dezembro, em solenidade realizada no auditório do Ministério Público Estadual, em Porto Alegre. Os finalistas haviam sido anunciados na noite do dia 15 de dezembro. O acadêmico de Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo, Régis de Oliveira Júnior, conquistou o 1º lugar na categoria Jornalismo Universitário Tele, com o trabalho Cracolândia e Fase - Menores Infratores. “Confesso que, durante a noite, não consegui dormir direito, e hoje a ida para Porto Alegre me fez ir o caminho todo pensando. A gente cria uma expectativa de que está numa competição, sendo o troféu mais cobiçado pelos jornalistas. E eu ganhei o 1º lugar. Estou muito feliz. É uma motivação para produzir cada vez mais materiais diferenciados para a Universidade. Não tenho palavras para descrever essa felicidade”, avaliou o acadêmico, que havia sido indicado com três trabalhos.

Jornal da Unisc 157  

Jornal da Unisc Nº. 157, março de 2016.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you