Page 1

Vitality towards a new day

Sustainability Report


Um novo olhar

mundo

para o


Editorial Unilever Levar vitalidade para a vida das pessoas é a missão da Unilever. Mas, para isso, sabemos que é preciso levar vitalidade ao próprio negócio. Um bom relatório expressa o modo como, ao longo do tempo, uma companhia em suas relações apreende a dinâmica global e, particularmente, a realidade mais próxima na qual sua inserção é mais incisiva. Assim, seguimos mantendo uma constante reflexão sobre a nossa gestão e elaboramos pelo segundo ano consecutivo o relatório, de acordo com as diretrizes da Global Reporting Initiative - GRI – versão G3. A adoção desse modelo demonstra nosso compromisso e interesse nas melhores práticas em sustentabilidade, garantindo a transparência de nossos processos. Aproveitamos também para reafirmar nosso compromisso com o Pacto Global das Nações Unidas, do qual somos signatários. O processo de elaboração deste relatório contou com a participação das diferentes áreas e representantes de todas as unidades da empresa, buscando identificar as ações portadoras de maior relevância e cuja materialidade é mais evidente para os stakeholders internos e externos, além de contribuir com nosso planejamento e com a internalização dos valores da sustentabilidade em nosso negócio. Ao colocar nossas ações em prática nos diversos desafios que surgem, acreditamos que temos contribuído de forma ainda mais efetiva para

melhorar a vida de milhões de pessoas em vários cantos do país, seja através de nossos produtos ou de nossa interação responsável com o meio ambiente e com as comunidades que nos cercam. Quando olhamos para nossos produtos, estamos enxergando a possibilidade de fazer pessoas mais bonitas, felizes e cheias de vida. Quando olhamos para as pessoas, estamos vendo a possibilidade de criar relações mais substanciais entre homens, negócios e meio ambiente. Quando olhamos a vida, estamos olhando para nós mesmos e para todos os caminhos que podem nos levar a um mundo sustentável. Para nós, esse olhar é o princípio da vitalidade, o princípio que norteia nossa consciência e nossas atitudes para um novo futuro, para um novo dia. No que se refere ao relato da sustentabilidade em nossa empresa, nosso relatório foi construído para responder ao nível C de aplicação das diretrizes GRI G3, com o objetivo claro de evolução constante e consistente. Dessa forma, certos de que nossas ações ainda podem ser aperfeiçoadas, pois a cada dia a dinâmica do mundo abre novas questões cujas respostas precisam ser construídas na prática, convidamos todos a compartilhar deste Relatório de Sustentabilidade da Unilever Brasil. Boa leitura!

A new look on the world Editorial Unilever The mission of Unilever is to provide vitality to the everyday life of people. But we know that to achieve that mission we must add vitality to our business. A good report reflects how, along time, a company understands the global dynamic of its relationships and, above all, the closest reality where its insertion is more perceptive. Therefore, we consistently think over our management and, for the second consecutive year, we have prepared the report based on the Global Reporting Initiative (GRI) version G3. The adoption of that model is an evidence of our commitment and interest about the best sustainability practices that ensures transparency to our processes. We have also availed ourselves of this opportunity to restate our commitments to the UN Global Compact, of which we are party. This report was elaborated counting on the participation of different areas of the company and representatives of all units, in an effort towards identifying those actions of highest relevance and holding the substantial elements to the internal and external stakeholders, besides contributing to our planning, internalizing the sustainability values to our business. When putting our actions into practice in the various challenges posed to us, we believe that we have contributed even more effectively to improve the lives of millions in all corners of the country, either through our products or through our responsible interaction with the environment and the communities around us. When we look at our products what we see is the possibility of making people look good, feel good and get more out of life. When we look at people, we see the possibility of building stronger links among men, business and environment. When we look at life, we are looking at ourselves and all the ways that can lead us to a sustainable world. In our view, this look is the principle of vitality, the navigation chart to our consciousness and attitudes towards a new future, a new day. As regards the report of sustainability in our company, our report was built to meet the Level C of the GRI G3 guidelines, with the clearly state purpose of constant and consistent evolution. Therefore, we rest sure that our actions can be improved, since everyday the world dynamics opens new issues that demand for responses built in practice, we are pleased to inviting you all to share this report on Unilever’s Sustainability. Enjoy reading it!

Editorial Unilever Editorial Unilever

GRI 2.5; 3.1; 3.2; 3.3; 3.5; 3.6; 3.7; 3.8; 3.9; 3.10; 3.11 e 3.13


relat贸rio de

sustentabilidade

Unilever 2007 Unilever Sustainability Report - 2007

vitalidade para um

novo dia Vitality towards a new day

1. Mensagem do Presidente Message from the President

06

Entrevista com o Presidente Interview with the President

08


2. Vitalidade para um Novo Dia

3. Processo Produtivo

4. Nossos Produtos e Nossas Marcas

Productive Process

Our Products and Our Brands

5. Transporte Transportation

Economic, Environmental and Social Results

Vitality to a New Day

10

A Unilever no Brasil Unilever in Brazil

10

Comprometimento em sustentabilidade

20

Pesquisa: buscando fazer a real diferença Research: trying to make real difference

20

Recursos naturais e cadeias sustentáveis

Commitment to sustainability

Natural resources and sustainable chains

18

22

Governança corporativa e compromisso com iniciativas externas Corporate governance and commitment with external initiatives

19

7. Resultados Econômicos, Ambientais e Sociais

Fornecedores Suppliers

23

Campo de ação Field of action

27

Fábrica – entre a matéria-prima e a vitalidade Plant – between the raw material and vitality

44

Lançamentos e inovações Launchings and innovations

50

Rotulagem

56

Circuitos estáticos, caminhões eutéticos e distribuição conjunta Static circuits, eutectic trucks and joint distribution

59

Labeling

Marketing communications

52

Individuals

8. Sumário GRI

Processo de determinação da qualidade dos produtos utilizados como brinde

GRI Summary

Process for determining the quality of products used as gift

55

62

Nossos colaboradores Our collaborators

64

Environment on the spot

Our distributors and clients

32

Private social investment and social projects

6. Pessoas

29

O meio ambiente em foco

Investimento social privado e projetos sociais

102

52

Comunicações de marketing

94

Nossos distribuidores e clientes

82

Nossos consumidores Our consumers

88

108


06

mensagem do

presidente É com imenso prazer que apresento o nosso Relatório de Sustentabilidade 2007. O presente relatório, ferramenta fundamental para a gestão empresarial responsável, é sem dúvida fruto de um conjunto de medidas coerentes implantadas pela empresa, em resposta à crescente tomada de consciência sobre as questões ambientais e sociais em todo o mundo. Mas, ainda mais profundamente, é o resultado natural dos princípios e da missão que norteiam a Unilever desde a sua fundação: a busca de vitalidade para todos, através da representatividade de suas marcas, da importância de seus produtos no cotidiano de milhões de pessoas de todas as classes sociais, da atuação responsável de seus funcionários. Enfim, vitalidade que se traduz na busca de relações saudáveis, produtivas e sustentáveis entre pessoas e organizações. É nesse sentido que a Unilever Brasil tem procurado alinhar todas as suas ações dentro de um planejamento estratégico de longo prazo, no qual a responsabilidade social e a sustentabilidade são questões prioritárias para países em desenvolvimento, como o Brasil.

Nesse ponto, não posso deixar de registrar meu reconhecimento a Vinicius Prianti, meu antecessor, cuja iniciativa de utilizar as diretrizes da GRI no relatório do ano passado foi um marco na trajetória da companhia rumo a um futuro sustentável. Sua atuação, sempre voltada aos princípios da empresa, mais do que valiosa, foi fundamental. Sabendo que nenhuma corporação pode esquecer o fato de que seu crescimento e sua vitalidade estão intrinsecamente ligados à sua relevância para a sociedade, a Unilever tem plena consciência de que sua relação com seus consumidores, com seus funcionários, com seus fornecedores, com a sociedade e com o meio ambiente é seu maior ponto de apoio. Através deste novo relatório, a Unilever não apenas reforça sua própria trajetória dentro da sustentabilidade, mas também seu compromisso com a vitalidade deste país e do planeta.

Kees Kruythoff Diretor-Presidente


... a Unilever não apenas reforça sua própria trajetória dentro da sustentabilidade, mas também seu compromisso com a vitalidade deste país e do planeta.

Message from the President I am most pleased in introducing our 2007 Sustainability Report. This report stands for a crucial tool to the responsible entrepreneur management and surely yields from a set of coherent measures implemented by the company, in response to the increased awareness on environmental and social issues all over the world. Above all, it is the natural result of the principles and the mission that guide Unilever since its foundation: the search for vitality to all, through the representativeness of its brands, the importance of its products to the everyday life of millions of individuals of all social classes, and of the responsible work of Unilevers’ employees. Finally, vitality that is translated into the pursuit for healthy, productive and sustainable relationships among peoples and organizations. And in that sense, Unilever Brazil has tried to align all of its actions in a long-term strategic planning, where social responsibility and sustainability are the core issues for developing countries like Brazil. Here, I must put on the records my recognition for Vinicius Prianti, my antecessor, whose initiative of employing the GRI principles to the Socio-environmental Report of 2006 was a milestone in the company’s path towards a sustainable future. His work - always viewing the company’s principles was much more than priceless: it was crucial. Aware that no corporation should disregard the fact that its growth and vitality are closely related to its relevance to the society, Unilever is absolutely sure that its links with consumers, employees, suppliers, the society at large and the environment are its strongest support. Through this new report, Unilever not only reinforces its own sustainable path, but also restates its commitment to the vitality of this country and of the planet. Kees Kruythoff President Director

Mensagem do Presidente Message from the President

GRI 1.1; 1.2; 2.5 e 2.9


08 Entrevista com o Presidente Interview with the President How do your perceive Unilever’s work? The reason why I work for a company like Unilever is because of the strong links between our objectives and the way we manage our activities, in view of the fact that I come from a family and a generation to whom earning money is not everything in life. I always try to match and integrate broad objectives and the business management. Furthermore, there is the Unilever heritage – 80 years in Brazil and about 100 years in Holland: when Lord Leverhulme started his business, he built a model village because he wanted to develop sustainable activities and was already concerned about it. Therefore, we were left a fantastic legacy to develop: making the good doing well, or do well making the good: the idea is pretty much the same. We have built our company grounded on such values. One of the facts that make me most proud is that Unilever started to develop exactly after the Second World War, when we supplied people with better nutrition, better hygiene, more beauty – and we all know the importance of nutrition and hygiene in terms of infantile mortality and mental development. Our company’s development was effectively based on that objective. I think that today’s generation is starting to find once again the true purpose of life. And in Unilever we are finding that purpose again, as well. In your opinion, how can those issues be inserted in the company’s strategic planning? I believe that the objectives and the growth are the same thing. What we are now doing with the Unilever Brazil planning is to redesign a full definition of our view and our strategic program. Therefore, the company should clearly take again its growth and reintegrate it into business. . We should define that development. One of the core ideas that we have set is to integrate the concept of vitality to everything we do, in a more holistic way. One could say that our objective is to provide vitality to the whole world. I think there are some interesting concepts in this idea: different consumer segments spread all over the planet, thinking of the world as a whole. In fact, thinking about vitality to all leads to a concept that goes beyond just vitality.

Como você vê o trabalho na Unilever? O motivo pelo qual trabalho para uma empresa como a Unilever é o fato de haver uma grande ligação entre nossos objetivos e a maneira como administramos nossas atividades, pois sou fruto de uma família e de uma geração para as quais ganhar dinheiro não é tudo na vida. O que sempre busco é combinar e integrar objetivos amplos com a administração do negócio. Além disso, há a herança que a Unilever possui – 80 anos no Brasil, cerca de 100 anos na Holanda: quando Lorde Leverhulme começou seu negócio, ele criou um vilarejo-modelo, porque queria uma atividade sustentável e já se preocupava com isso. Portanto, temos um legado fantástico para desenvolver: fazer o bem fazendo bem, ou fazer bem fazendo o bem, a idéia é uma só. Construímos nossa empresa com base nesses valores. Uma das coisas de que mais me orgulho é que o período em que a Unilever começou a se desenvolver foi exatamente depois da Segunda Guerra, quando proporcionamos às pessoas melhor nutrição, melhor higiene, mais beleza – e todos nós sabemos o quanto a nutrição e a higiene são importantes em termos de mortalidade infantil e desenvolvimento mental.

Nossa empresa realmente se desenvolveu com esse objetivo. Acho que a atual geração está começando a reencontrar o verdadeiro propósito da vida, e a Unilever está contribuindo para esse propósito. No seu ponto de vista, como essas questões se inserem no planejamento estratégico da empresa? Acredito que os objetivos e o crescimento são parte da mesma coisa. O que estamos começando a fazer com o planejamento da Unilever Brasil é reelaborar uma definição completa de nossa visão e nosso programa estratégico. Dessa forma, está claro que a empresa deve reacender o crescimento e reintegrálo ao negócio. E isso passa pelos objetivos. Temos que definir esse desenvolvimento. E uma das idéias centrais que estabelecemos é integrar o conceito de vitalidade de forma mais holística em tudo o que fazemos. Pode-se dizer que nosso objetivo é vitalidade para o mundo todo. Acho que há alguns conceitos interessantes nessa idéia: diferentes segmentos de consumidores espalhados pelo planeta, um pensamento em termos do mundo como um todo – de fato, pensar em vitalidade para todos conduz a um conceito mais amplo do que apenas vitalidade pura e simples.


Em relação aos três setores, acredito muito que se trabalharmos em conjunto com os governos e as ONGs, poderemos levar o planeta a uma situação melhor. Isso também inclui a questão da sustentabilidade, o relacionamento com a sociedade e com os outros setores? A sustentabilidade de um negócio envolve também o aspecto ambiental. Só estamos aqui porque somos capazes de operar em conjunto com o meio ambiente. Na Unilever, estamos muito conscientes sobre o nosso papel e nossas ações nessa área. Temos feito estudos importantes sobre nossos impactos econômico, social e ambiental, e uma das coisas de que realmente me orgulho é que ajudamos a elevar os padrões da indústria. É claro que também temos que influenciar nossos fornecedores e obviamente podemos influir nos hábitos de consumo, mas sabemos através de pesquisas que um pequeno percentual de nosso impacto total está especificamente em nossa cadeia produtiva – e acho que nesse sentido estamos começando a enxergar toda a sua complexidade. Em relação aos três setores, acredito muito que se trabalharmos em conjunto com os governos e as ONGs, poderemos levar o planeta a uma situação melhor. Antigamente não era comum ver pessoas de um setor trabalhando em outro, porque eram três mundos diferentes. Hoje podese optar entre trabalhar em uma Organização Não Governamental ou na Unilever, e essas trocas de fato acontecem. As empresas e as ONGs estão cada vez mais trabalhando juntas, há uma maior conexão entre elas, logo, estamos diante de uma grande oportunidade. Mas existe também um grande risco porque, ao trabalhar de forma mais próxima, se algum setor decepcionar-se com a interação, poderá voltar ao velho paradigma. Entretanto, vemos que os diferentes segmentos estão

começando a se integrar mais, o que é excelente para o mundo todo. Os tempos são favoráveis ao trabalho em conjunto e acho importante nessa fase que haja interações positivas entre os setores. Há algo de especial em trabalhar em um país emergente? Sou holandês e trabalhei por mais de dez anos no exterior e o novo mundo sempre teve uma dinâmica diferente para mim. É essa outra dinâmica que vemos em países como a China, a África do Sul e o Brasil. Um dos motivos pelo qual gosto de estar onde estou é que de fato acho que nesses países é possível trazer uma contribuição significativa para a sociedade – pelo tamanho do país, da Unilever Brasil, pelos valores e legado que temos e pelas necessidades da sociedade. É muito gratificante desenvolver um negócio dessa forma, em uma empresa ampla, multifacetada. O que conta para mim é o aprendizado cotidiano. Por que estou aqui? No fim das contas, é porque quero ajudar a construir essa empresa de forma gratificante. Há algo que realmente me impulsiona aqui.

09

Does it also approach the issue of sustainability, the link with the society and with the other sectors? The sustainability of any business also involves the environmental aspect. If we are here, it is because we could work jointly with the environment. In Unilever we are very aware about our role and our actions in this field. We have carried out important studies on our economic, social and environmental impacts, and one fact that really makes me proud is that we have assisted in improving the industry standard. Of course we should also influence our suppliers and we can influence on the consumption habits. However, we have learned from surveys that a small share of our total impact is specifically found in our productive chain – and in that sense I believe we are now perceiving the complexity of this process. As regards to the three sectors, I strongly believe that if we work together with governments and NGOs we can bring a much better situation to the world. In the past we hardly had people from a sector working in another one, because they were three different worlds. Now, one can decide to work in a Non-Governmental Organization or with Unilever, and those exchanges really happen. The companies and NGOs are increasingly working together, they are more linked to one another. Hence, we are now facing a huge opportunity, on the other side, there is a great risk. When we work closer, if some sectors become disappointed with the interaction, it can return back to the old paradigm. But what we see is that the different segments are now more integrated and that is wonder for everybody. The new times are favorable for the joint work and, in my opinion this stage should be intertwined with positive interactions among the sectors.

Is there anything special about working in an emerging country? I am a Dutch citizen, and have worked for more than 10 years abroad and the new world has always had a different dynamic to me. That different dynamic is what we can see in countries like China, South Africa and Brazil. One of the reasons that make me happy to be where I am is that I do believe that in those countries we can take significant contributions to the society – because of the size of the country, the size of Unilever Brazil, due to the values and legacy we hold and due to the needs found in the society. Developing a business in that way, in a broad and multifaceted company, is extremely pleasant. What minds to me are the everyday lessons learned. Why am I here? Ultimately, it is because I want to help build this company in a gratifying way. Here I found something that is really exciting.


10

Reciclar idéias, hábitos, conceitos e atitudes. Preparar negócios e pessoas para receber o novo. Repensar algumas formas de contribuir, de participar e de interagir melhor para o desenvolvimento do nosso planeta e do nosso crescimento sustentável. Recycling ideas, uses, concepts and attitudes. Preparing businesses and people to the new. Rethink some ways of contributing, participating and interacting in a better way, aiming at the development of our planet and our sustainable growth.

Vitalidade para um Novo Dia A busca permanente por inovação marca a atuação da Unilever, cuja missão é levar vitalidade para o dia-a-dia das pessoas. Nós atendemos às suas necessidades diárias de nutrição, higiene e cuidados pessoais com marcas que as ajudam a se sentirem bem, ficarem mais bonitas e aproveitarem mais a vida.

A Unilever no Brasil A Unilever é uma empresa angloholandesa presente

no Brasil há quase 8 décadas, que, em todos os produtos, incorpora seus princípios, valores, qualidade e seu maior desejo: levar vitalidade para a vida das pessoas. Isso se reflete em sua marca corporativa, em suas propagandas, campanhas e em seus produtos. Ao longo de nossa caminhada lançamos

centenas de produtos – 273 apenas em 2007 – nas linhas de alimentos, sorvetes, higiene e beleza. Nosso

portfólio abrange 17 categorias, desde sopas deliciosas até

sabonetes que realçam a sensualidade, em

10 somos líderes e nas outras ocupamos as 2ª e 3ª posições. Muitos de nossos produtos são referência no mercado, na mente e nos lares dos consumidores espalhados por todo o país. Em uma nação marcada pela heterogeneidade e pelas dimensões continentais que ocupa, manter um alcance tão abrangente e diversificado é condição que muito nos orgulha e motiva a continuar produzindo para os brasileiros. Por trás de um universo de

marcas líderes, como Lux, Omo,


11

A new thinking towards building a new future Vitality to a New Day The permanent search for innovation is a milestone in Unilever’s work, whose mission is to provide vitality to the everyday life of people. We meet their daily needs of nutrition, hygiene and personal care, with brands that help people feel good, look good and get more out of life. Unilever in Brazil Unilever is an Anglo-Dutch company which has been in Brazil for almost eight decades. All of its products incorporate the company’s principles, values, quality and its utmost desire: to provide vitality to peoples everyday life, which is mirrored in its corporate brand, advertisements, campaigns and products. Along our way we have launched hundreds of products – 273 products only in 2007 – in the lines of foods, ice-creams, hygiene and personal care. Our portfolio comprises 17 categories that range from tasteful soups to soaps that highlight sensuality. We are leaders in 10 of them and on the others we are ranked 2nd and 3rd place. Many of our products are reference in the market, in the mind and in the homes of consumers living all over the country. In a nation marked by heterogeneity and by the continental dimensions, maintaining such a far-reaching and diversified scope is a real reason to beproud of, encouraging us to keep on producing to Brazilians. Behind a universe of leader brands like Lux, Omo, Knorr, Kibon, Hellmann’s and Seda, beats the heart of Unilever: vitality.


12 Maintaining the vitality is a task of all those involved in the everyday life of our company that earned 9.7 billion Reais in 2007.Hence, our partners are selected for being in tune with the values we advocate for. Jointly with the more than 12 thousand collaborators spread among our 12 plants and 4 offices in Brazil, those partners assist us in carrying out our business, working with quality and providing vitality. Unilever aims at promoting innovative solutions to meet the needs of an ever changing world, always carrying out its work with integrity and respect for people, organizations and environments related to its business. The success of Unilever is a reflex of its path. A Unilever no Brasil Unilever in Brazil

GRI 2.1; 2.2; 2.3; 2.4; 2.6 e 2.7

Knorr, Kibon, Hellmann’s e Seda, pulsa o coração da Unilever: a vitalidade. Manter a excelência é tarefa de todas as pessoas envolvidas no cotidiano da companhia, que faturou 9,7

bilhões de reais em 2007. Por isso, nossos parceiros são selecionados por estarem em sintonia com os valores que defendemos. São eles que, junto aos mais de 12 mil

colaboradores distribuídos por nossas 12 fábricas e 4 escritórios

espalhados pelo Brasil, auxiliam-nos na condução de nosso negócio, produzindo com qualidade e fornecendo vitalidade. A Unilever busca promover soluções inovadoras, para satisfazer o mundo que passa por constantes transformações, sempre conduzindo suas operações com integridade e respeito pelas pessoas, organizações e ambientes que se relacionam com o seu negócio.

O sucesso da Unilever é reflexo de sua trajetória.


13


14

1929 • A Lever Brothers fundou no Brasil a Sociedade Anônima Irmãos Lever, com escritório na cidade de São Paulo. A nova empresa iniciou suas atividades com a importação do sabão Sunlight e dos Flocos Lux. • A Perfumaria Atkinsons, controlada pela Lever Brothers desde o início do século XX, instalou-se no Rio de Janeiro. • A Lever Brothers se associou às empresas Margarine Unic N.V. e Margarine Union Limited para formar a Unilever Limited e a Unilever N.V.

1930 • A Irmãos Lever inaugurou sua primeira fábrica na capital paulista, no bairro de Vila Anastácio, e passou a produzir o sabão Sunlight no país.

1929 The Lever Brothers founded in Brazil the Lever Brothers Limited Liability Company, with office in the city of São Paulo. The new company started working with imports of the Sunlight soap and Lux Flocks. The Atkinsons Perfumery, controlled by Lever Brothers since the early 20th Century, was installed in Rio de Janeiro. The Lever Brothers was associated to the Margarine Unic N.V. and Margarine Union Limited companies and assembled the Unilever Limited and the Unilever N.V.

1930 The Lever Brothers launched its first plant in the capital of São Paulo, in the district of Vila Anastácio, and

• A empresa Refinações de Milho Brasil, pertencente à Corn Products Company (CPC), abriu sua primeira fábrica em São Paulo, para produzir itens como Maizena.

1932 • A empresa José Milani & Cia. foi transformada em Companhia Gessy Industrial, adotando o nome do sabonete, seu produto de maior sucesso. • A Irmãos Lever lançou no mercado brasileiro o sabonete Lever, com o mesmo perfil do europeu Lux.

1934 • A empresa norteamericana Anderson Clayton Company, que atuava na produção de alimentos, abriu subsidiária no país.

started producing the Sunlight soap in Brazil. The company Refinações de Milho Brasil that belonged to the Corn Products Company (CPC) opened its first plant in São Paulo to manufacture products like the Maizena.

1932 The José Milani & Cia. Corporation was converted in the Gessy Industrial Company, adopting the name of the soap that was its leading product. The Lever Brothers launched the Lever soap in the Brazilian market, with the same profile as the European Lux soap.

1934 The North-American Anderson

1941

1953

1963

• Foi fundada, na cidade paulista de Jundiaí, a Cica - Companhia Industrial de Conservas Alimentícias, empresa que introduziu no país o extrato de tomate Elefante. • Foi fundada, no Rio de Janeiro, a antecessora da Kibon, a Companhia U.S. Harkson, empresa norteamericana produtora de sorvetes, que lançou no país as marcas Eski-Bon e Chicabon.

• A Irmãos Lever lançou Rinso, o primeiro sabão em pó brasileiro.

• O sabonete Lever foi relançado no país com o nome Lux. • Criado na companhia o Departamento de Vendas para Indústria e Comércio, que deu origem à DiverseyLever. • Foi lançado o sabonete Rexona. No ano seguinte, a marca desenvolveria uma linha de desodorantes de grande sucesso.

1944 • A Irmãos Lever assumiu a administração da Perfumaria Atkinsons.

1950 • Foi introduzida no mercado brasileiro a margarina Claybom, pela Anderson Clayton.

Clayton Company that worked in the production of food opened a holding in Brazil.

1941 The Cica – Companhia Industrial de Conservas Alimentícias was founded in Jundiaí, state of São Paulo. The corporation introduced the Elefante Tomato Paste in the country. The predecessor of Kibon, the U.S. Harkson Company was founded in Rio de Janeiro. That was an icecream company that launched the brands Eski-Bon and Chicabon in the country.

1944 The Lever Brothers took on the Atkinsons Perfumery management.

1957 • A Irmãos Lever trouxe ao país o detergente em pó Omo, marca que havia sido lançada na Inglaterra em meados dos anos 1940.

1960 • Constituição das Indústrias Gessy Lever, a partir da compra da Companhia Gessy Industrial pela Irmãos Lever.

1962 • Lançamento do primeiro xampu da Gessy Lever, Vinólia, marca da Unilever já consagrada em outros países. • Lançamento do creme dental Signal, o primeiro com listras do mercado.

1950 The Anderson Clayton Company launches in Brazil the Claybom margarine.

1953 The Lever Brothers launched Rinso – the first Brazilian powdered soap.

1957 The Lever Brothers brings to Brazil the Omo powdered detergent. The brand had been launched in England in the 1940’s.

1960 Constitution of the Gessy Lever Industries, ensuing from the purchase of the Gessy Company by the Lever Brothers.

1962 Launching of the first shampoo by the Gessy Lever – Vinólia – of the

1964 • Instituída nova política de Recursos Humanos, que implantou o recrutamento de trainees.

1968 • Os primeiros xampus da marca Seda chegaram ao mercado.

Unilever brand highly acknowledged in other countries. Launching of the Signal toothpaste – the first striped toothpaste in the market.

1963 The Lever soap is re-launched in the country, as Lux. The company assembles the Department of Sales to the Industry and Commerce that originated the current DiverseyLever. The Rexona soap was launched. In the next year, the brand would develop a very successful line of deodorants.

1964 Established the new Human Resources policy that implemented the recruitment of trainees.


15

1970

1974

1978

1985

• Foi construída em Valinhos (SP) uma fábrica para a produção da margarina Doriana, inaugurando a participação da Gessy Lever no mercado de alimentos.

• Foi constituída a Orquima Industrial Química, fruto da fusão do departamento de detergentes industriais da Gessy Lever com a empresa Orquima, adquirida nesse ano.

• A Gessy Lever lançou no país a marca institucional de chás Lipton. • Inauguração de fábrica na cidade paulista de Vinhedo, que passou a manufaturar os produtos de higiene pessoal da Gessy Lever.

• A Gessy Lever adquiriu a Okasa Indústria e Comércio, empresa de produtos para panificação e confeitaria. • Lançamento da marca de desodorantes Axe no país.

1971

1975

• Foi lançado Close Up, o primeiro gel dental brasileiro. • Lançamento no país do sorvete Cornetto, da Gelato.

• Lançamento de Comfort, o primeiro amaciante de roupas do país. • A empresa Pond’s lançou a loção hidratante Vasenol no mercado brasileiro.

1973 • A Gessy Lever adquiriu a Alnasa, Alimentos Nacionais, detentora da marca de sorvetes Gelato, lançada dois anos antes. • Lançamento da margarina Becel, a primeira que traz o apelo de saúde.

1976 • A Gessy Lever lançou Gradina, linha de produtos destinados a confeitarias, panificadoras, restaurantes e cozinhas industriais.

The first shampoos of the Seda brand are introduced in the market.

Launching of the Becel margarine that, for the very first time, appeals to health.

1970

1974

A plant was built in Valinhos (state of São Paulo) to produce the Doriana margarine, inaugurating the Gessy Lever participation in the food market.

The Orquima Industrial Química is assembled, resulting from the merge of the Gessy Lever’s industrial detergents department with the Orquima Company that was purchased in that year.

1968

1971 Close Up – the first Brazilian dental gel – was launched. Launching of the Cornetto icecream, produced by Gelato, in Brazil.

1973 The Gessy Lever acquired the Alnasa - Alimentos Nacionais, owner of the Gelato ice-cream brand, launched two years before.

1975 Launching of Comfort – the first fabric softener in the country. Pond’s launched the first Vasenol moistening lotion in the Brazilian market.

1976 Gessy Lever launched the Gradina – a line of products to bake shops, cake shops, restaurants and

1983 • Foi inaugurada, na cidade paulista de Indaiatuba, a nova fábrica de detergentes da Gessy Lever.

1984 • A Gessy Lever incorporou a empresa Henkel, fabricante das marcas de detergente Campeiro, Viva, Mago e Gigante Branco.

1986 • A empresa Anderson Clayton, produtora de alimentos, óleos vegetais, farelos e rações para animais, foi adquirida pela Gessy Lever, que também incorporou a indústria de cosméticos Pond’s. • Lançamento do sabão em pedra Brilhante no mercado brasileiro.

e condicionador do mercado. • Início das atividades da Insol Indústria de Sorvetes, joint venture entre as empresas Nestlé e Gessy Lever, englobando as marcas Gelato e Yopa.

1991 • Aquisição da empresa Laticínios Rex Indústria e Comércio pela Gessy Lever. • Lançamento do Projeto Kibon: Criando com Palitos

1992 • Lançamento de Dove, o primeiro sabonete hidratante do mercado brasileiro.

1990 • Lançamento de Dimension 2 em 1, o primeiro produto composto por xampu

industrial kitchens.

1978 The Gessy Lever launched in Brazil the institutional teas brand named Lipton. Inauguration of the plant in Vinhedo, state of São Paulo, which started manufacturing the Gessy Lever Personal Hygiene products.

1983 In Indaiatuba, in São Paulo, was launched Gessy Lever’s new plant of detergents.

1984 Gessy Lever incorporated the Henkel Company that manufactured the detergent brands Campeiro, Viva, Mago and Gigante Branco.

1985 Gessy Lever purchased the Okasa

Indústria e Comércio – a company that manufactured bakery and cake products. Launching of the Axe brand of deodorants in the country.

1986 The Anderson Clayton company, producer of foods, vegetal oils, bran and animal food, was purchased by Gessy Lever, which has also incorporated Pond’s cosmetic industry. Launching of the Brilhante bar soap in the Brazilian market.

1990 Launching of the Dimension 2 em 1 – the first product made of shampoo and conditioner in the market. The Insol Indústria de Sorvetes starts working. A joint venture of the

Nestlé and Gessy Lever companies, it comprises the Gelato and Yopa brands.

1991 Purchase of the Rex Indústria and Comércio Dairy Products by Gessy Lever. Launching of the Kibon Project: Creating with Sticks

1992 Launching of Dove, the first moistening soap in the Brazilian market.

1993 Gessy Lever buys Cica — Companhia Industrial de Conservas Alimentícias that produced tomato-based products, sweets and vegetables. The Environmental Management System (EMS) is implemented.


16

1993

1996

1999

2001

2002

• A Gessy Lever adquiriu a Cica — Companhia Industrial de Conservas Alimentícias —, produtora de derivados do tomate, doces e vegetais. • Implantado o Sistema de Gerenciamento Ambiental (SGA).

• A Gessy Lever adquiriu a Diversey Brasil, empresa de origem canadense, instalada no país desde 1956, dando origem à DiverseyLever, que atua na área de produtos, sistemas e serviços para higiene industrial. • Lançamento do detergente Ala na Região Nordeste do país.

• Inauguração de fábrica na cidade de Recife, em Pernambuco, voltada para a produção de xampus e desodorantes. • Inauguração da fábrica de atomatados, na cidade de Rio Verde, em Goiás. • Certificação ISO 14001 para as fábricas Vinhedo, Indaiatuba e Valinhos (Alimentos). A fábrica Vinhedo foi a primeira do ramo de higiene pessoal no Brasil e a primeira da Unilever na América Latina.

• Acompanhando o conjunto de mudanças internas que se inicia após a aquisição do Grupo Bestfoods, a Empresa adota seu nome internacional. Depois de 40 anos como Gessy Lever, ela abandona a velha assinatura para se chamar Unilever. Além de ser um nome mais simples e fácil de guardar, ele agrega aos produtos o valor de uma empresa multinacional, de qualidade reconhecida em vários países. • A Unilever lança um livro sobre sua trajetória no Brasil e cria o Centro de História Unilever, responsável por preservar e divulgar sua memória. Início do projeto Estação de Reciclagem Pão de Açúcar - Unilever.

• Inauguração da fábrica de Dove em Valinhos (SP). A iniciativa faz parte de uma estratégia para toda a América Latina: além de cessar a importação do produto para o Brasil, a fábrica exporta para outros países da região. Criação do Instituto Unilever. • A empresa passa a desenvolver suas atividades de responsabilidade socioambiental também através do Instituto Unilever, cuja missão é estabelecer critérios para o patrocínio de projetos sociais e acompanhar, monitorar e avaliar os resultados dessas ações. • Lançamento dos Relatórios Socioambientais Anuais da Unilever Brasil.

the Company adopts its international name. After working for 40 years as Gessy Lever, it leaves the old name and is now called Unilever. Besides being a simpler name, easier to be remembered, it adds to its products the value of a multinational corporation whose quality is acknowledged in many countries. Unilever launches a book about its path in Brazil and creates the Unilever History Center that is in charge of preserving and disseminating the company’s memory. The Pão de Açucar – Unilever Recycling Station Project is launched.

2002

1994 • A Gessy Lever vendeu para a Nestlé sua participação na Insol.

1997

• Lançamento de Lipton Ice Tea no país. Inauguração de mais uma fábrica de detergentes em pó, na cidade de Vespasiano, em Minas Gerais.

• A Refinações de Milho Brasil passou a integrar o grupo norte-americano Bestfoods. • Foi inaugurada a fábrica da cidade de Igarassu, em Pernambuco, voltada para a produção de detergente em tablete e em pó da marca Ala. • A Gessy Lever adquiriu a Kibon da empresa Philip Morris. • Lançamento do Projeto Rexona Vôlei.

1994

1997

Gessy Lever sold to Nestlé its shares of Insol.

The Refinações de Milho Brasil becomes part of the NorthAmerican group Bestfoods. The plant in the city of Igarassu, state of Pernambuco, is launched to manufacture tablet and powdered detergent of the Ala brand. Gessy Lever purchased Kibon from the Philip Morris. Launching of the Rexona Volley Project.

1995

1995 Launching of the Lipton Ice Tea in the country. Launching of another plant of powdered detergents in the city of Vespasiano, state of Minas Gerais.

1996 Gessy Lever acquired the Diversey Brasil, a company of Canadian origin, installed in the country since 1956, originating the DiverseyLever that works in the field of products, systems and services to industrial care. Launching of the Ala detergent in the Northeast Region of the country.

1999 Inauguration of the plant in the city of Recife, state of Pernambuco, to manufacture shampoos and deodorants. Inauguration of the tomato-based products plant in the city of Rio Verde, state of Goiás.

2000 • O grupo norteamericano Bestfoods adquiriu a empresa Arisco, produtora de alimentos, fundada em 1969. • A Unilever incorporou o grupo Bestfoods. Certificação ISO 14001 da fábrica de Valinhos (Higiene e Beleza).

ISO 14001 Certification to the plants in Vinhedo, Indaiatuba and Valinhos (Foods). The plant in Vinhedo was the first in the industry of personal hygiene in Brazil, and the first of Unilever’s in the Latin America.

2000 The North-American Bestfoods purchased Arisco, a food company founded in 1969. Unilever incorporated the Bestfoods group. ISO 14001 Certification to the plant in Valinhos (Hygiene and Personal Care).

2001 Following the set of internal changes started when the Bestfoods is purchased,

Launching of the Dove plant in Valinhos (state of São Paulo). The initiative is part of a strategy to the entire Latin America: besides putting an end to the imports of that product in Brazil, the plant exports to other countries in the region. Creation of the Unilever Institute. The company starts developing its activities related to socioenvironmental responsibility through the Unilever Institute, whose mission is to set criteria to sponsor social projects and followup, monitoring and assessing the results of those actions. Launching of Unilever Brazil’s Annual Socio-environmental Reports.


17

2003 • A Unilever publica seu primeiro relatório socioambiental, que consolida e apresenta os resultados de todas as iniciativas da empresa na área. A partir de então, o relatório passa a ser publicado anualmente.

2004 • A Unilever assume sua nova missão: levar vitalidade para o dia-adia dos consumidores. A idéia é trabalhar para que suas marcas representem cada vez mais qualidade de vida para os 150 milhões de pessoas que as consomem todos os dias, potencializando seus benefícios para a saúde, beleza, higiene, tempo extra etc. A nova missão também inspira a criação de um novo logotipo da Unilever, uma letra “U” desenhada

2003 Unilever issues its first socio-environmental report, consolidating and disclosing the results of all initiatives developed by the Company in that field. From then on, the report is issued on an annual basis.

2004 Unilever assumes its new mission: to provide vitality to the everyday life of people. The idea is to work towards having its brands increasingly representing more quality to the life of the 150 million people that consume its products every day, enhancing their benefits to health, beauty, hygiene, extra time, etc. The new mission also inspires the creation of a new logo to Unilever: a “U”

com ícones que representam os valores da Empresa. • É criada a Unilever Foodsolutions, nova identidade da Unilever no mercado mundial de foodservice. A nova unidade é resultado da fusão da Gradina, antiga responsável pelo negócio na Unilever, com a Caterplan, que cuidava do setor no Grupo Bestfoods antes de sua aquisição pela Empresa. • I Fórum de Responsabilidade Social e Marketing. • Prêmio Exame de Boa Cidadania Corporativa. • Lançamento da Missão de “Vitalidade”.

2005 • A companhia implementa o projeto One Unilever, para explorar ao máximo a sinergia entre seus diversos setores: higiene

drawn with icons that represent the Company’s values. The Unilever Foodsolutions is created: a new identity of Unilever in the global foodservice market. The new unit ensues from the merge of Gradina – former responsible for this business in Unilever – and Caterplan that used to handle with the sector in the Bestfoods, before it was acquired by the Company. 1st Forum of Social Responsibility and Marketing. Exame Prize of Good Corporate Citizenship. Launching of the “Vitality” Mission

2005 The company implements the One Unilever project to exploit to

e limpeza, alimentos, sorvetes e foodservice. Ele passa pela integração de sistemas, equipes e processos e visa melhorar os serviços para o consumidor e os resultados da Empresa. Inaugurada outra fábrica da Unilever em Ipojuca (PE). A unidade gera mais de mil empregos diretos e indiretos na região e passa a ser responsável pela produção de Close Up, Comfort, Seda e Rexona para o Brasil e para o mercado latinoamericano. • Criação do Comitê de Responsabilidade Social. • II Fórum de Responsabilidade Social. • Prêmio Exame de Boa Cidadania Corporativa. • Lançamento do Projeto Mais Vida, em Araçoiaba, PE.

2006

2007

• A Unilever concretiza uma etapa importante de seu processo de unificação administrativa com a inauguração de nova sede em São Paulo. Com o novo prédio, o One Office, todas as equipes passam a trabalhar no mesmo ambiente. Além dos escritórios, o novo endereço também oferece uma exposição permanente sobre a história da Unilever e de suas marcas no Brasil, aberta a funcionários e visitantes. • Prêmio Guia Exame de Boa Cidadania Corporativa no critério de Comunidade e Governo.

• A Unilever e a Perdigão unem-se em uma joint venture, responsável pela produção, venda e distribuição da linha Becel, que, alinhada com a missão de vitalidade, passa a ser a única representante da Unilever no mercado de margarinas. No negócio, as marcas Doriana, Claybom e Delicata são vendidas para a Perdigão. • A Unilever negociou a venda da Gradina com a Bunge, possibilitando que a Unilever enfocasse as linhas de molhos, caldos, temperos com outras marcas de seu portfólio. • Lançamento do primeiro Relatório Socioambiental Modelo GRI.

the maximum extent the synergy among its different sectors: hygiene and cleaning, foods, icecreams and foodservice. It goes through the integration of systems, teams and processes, and aims at improving the services to consumers and the Company’s performance. Launched another Unilever plant in Ipojuca (state of Pernambuco). The unit generates more than one thousand direct and indirect jobs in the region, and assumes on the responsibility for the manufacture of Close Up, Comfort, Seda and Rexona to Brazil and to the Latin American market. Creation of the Social Responsibility Committee. 2nd Forum of Social Responsibility.

Exame Prize of Good Corporate Citizenship. Launching of the Mais Vida (More Life) Project in Araçoiaba, PE.

2007

2006 Unilever concretizes an important stage of its administrative unification process, launching the new headquarters in São Paulo. The new building - One Office – enable all teams to work in the same place. Besides the offices, the new address also houses a permanent exhibition on the history of Unilever and its brands in Brazil. It is open to employees and visitors. Guia Exame Award of Good Corporate Citizenship in the criterion of Community and Government.

Unilever and Perdigão gather in a joint venture, responsible for the production, sales and distribution of the Becel line. Aligned with the vitality mission, it becomes the only Unilever representative in the margarines market. In the business, the brands Doriana, Claybom and Delicata are sold to Perdigão. Unilever negotiated the sales of Gradina with Bunge, allowing Unilever to focus on the lines of saucers, broths, spices, with other brands part of its portfolio. Launching of the 1st Socioenvironmental Report following the GRI Model.


18

Conhecedora dos problemas sociais e ambientais e ciente de seu papel no cenário mundial, a Unilever tem se movimentado, reforçando a sustentabilidade em sua gestão e baseando suas relações em preceitos éticos e transparentes que constituem a essência de seu Código de Princípios de Negócios, além de inserir em sua prática projetos sociais importantes nas comunidades em que atua. Assim, a companhia busca preservar em todas as suas relações com stakeholders as dimensões contidas na idéia expressa pela

Triple Bottom Line – social, econômica e ambiental. Esse novo conceito aborda uma perspectiva de valores e princípios que trazem a sustentabilidade em uma empresa como fundamental para sua gestão, assim

como considera os interesses legítimos dos stakeholders e possíveis impactos ao meio ambiente. Por ser uma empresa multinacional, algumas atividades de responsabilidade social são lideradas por estruturas globais e regionais, permitindo que processos sejam integrados e beneficiem a organização e o mercado em que ela está inserida.

Um exemplo é a política de fornecedores de itens produtivos, na qual indicadores de segurança, saúde, meio ambiente e direitos humanos estão sendo gradativamente exigidos. Entretanto, há processos que acontecem localmente, como, por exemplo, a política de qualidade de brindes e re-packing e o envolvimento com a comunidade.

Para a inovação de produtos, a Unilever implementa mundialmente o processo de Brand

Imprint, no qual novos produtos, de algumas categorias, só podem ser lançados após uma avaliação tridimensional - social, econômica e ambiental, em todo o ciclo de vida do produto. Como na produção o meio ambiente pode ser impactado, há iniciativas para minimizar os impactos diretos e outras para conscientizar os consumidores a reduzirem os indiretos. Paralelamente, também são realizadas diversas ações sociais por meio do Instituto Unilever, que contempla projetos corporativos e específicos das marcas, bem como implementa parcerias com entidades públicas, privadas e ONGs.

Impactos Influência das marcas / produtos nas marcas / produtos Brands impacts/products Environment

Ec

Eco ono no m my ia

Brands influence/products

Meio Ambiente

Commitment to sustainability Aware about the social and environmental issues, and conscious of its role in the global scenario, Unilever has moved, reinforcing the sustainability of its management and drawing its relationships on ethical and transparent principles. Such principles are the essence of its Code of Business Principles, and inserts in its practices important social projects in the communities where they work. Therefore, the company tries to preserve in all of its relationships with the stakeholders, the dimensions comprised in the idea of the Triple Bottom Line – social, economic and environmental. This new concept approaches a perspective of values and principles that convert the company’s sustainability into a crucial managerial element, besides considering the legitimate interests of the stakeholders and potential impacts on environment. Since it is a multinational company, some activities on social responsibility are headed by global and regional structures, thus allowing for integrated processes that benefit the organization and the market wherein it is inserted. An example is the policy of productive suppliers, where the indicators of security, health, environment and human rights are increasingly demanded. Nonetheless, some processes are developed at local level, like the policy on gifts quality and re-packing, and the engagement of the society. As regards the products innovation, Unilever implements worldwide the Brand Imprint process, where new products of specific categories are launched only after a three-dimensional assessment - social, economic and environmental – during the entire life cycle of the product. Since the production process may entail impacts to the environment, there are initiatives aimed at minimizing the direct impacts, and other initiatives to build awareness among consumers towards reducing the indirect impacts. Simultaneously, the Unilever Institute carries out several social actions comprising corporate and specific projects of the brands. It also establishes partnerships with public and private entities and NGOs as well.

Comprometimento em sustentabilidade

r ido m u ns r Coustome C

M

Bra arc nd a

Formadores de Opinião

S

Opinion Buiders

ial Sooccial


19

Governança corporativa e compromisso com iniciativas externas Competência administrativa é uma das características que distingue a Unilever nos diversos países em que ela está presente. Nossa qualidade se reflete em nossas práticas, nas agendas positivas que defendemos e no empenho, honestidade e respeito com que gerenciamos nosso negócio. No Brasil, a empresa tem capital fechado, e não mantém estruturas administrativas superiores, como os conselhos, presentes na estrutura global da companhia. Todavia, seguimos as mesmas diretrizes de governança corporativa que marcam positivamente a companhia em âmbito global. Resulta de nossa postura e atuação, o compromisso que mantemos no Brasil com uma série de iniciativas de valorização ao ser humano, como o Pacto Global, e também o papel de liderança que ocupamos nas diversas associações de classe em que a Unilever faz parte.

A Unilever participa das seguintes associações de classe: ABA - Associação Brasileira de Anunciantes ABAS - Associação Brasileira de Aero Saneantes Domissanitários ABERJE - Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ABIA - Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação ABIHPEC - Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos ABIPLA - Associação Brasileira de Produtos de Limpeza e Afins ABMN - Associação Brasileira de Marketing & Negócios ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas ABRE - Associação Brasileira de Embalagem Associação ECR Brasil AMCHAM - Câmara Americana de Comércio BRITCHAM - Câmara Britânica de Comércio DUTCHAM - Câmara de Comércio Holando-Brasileira CIESP - Centro das Indústrias do Estado de São Paulo CONAR - Conselho de Auto-Regulamentação Publicitária EAN BRASIL - Padrão de Ética e de Conduta FIESP - Federação das Indústrias do Estado de São Paulo SICONGEL - Sindicato da Indústria Alimentar de Congelados, Supercongelados, Sorvetes, Concentrados e Liofilizados do Estado de São Paulo SIPATESP - Sindicato das Indústrias de Perfumaria do Estado de São Paulo SIPLA - Sindicato Nacional das Indústrias de Produtos de Limpeza Além disso, somos associados ao Instituto Ethos, desde 1999.

Corporate governance and commitment with external initiatives The administrative competence is one of the distinguishing characteristics of Unilever in the many countries it is present. Our quality is reflected in our practices, in the positive agendas we advocate for and with commitment, honesty and respect we employ to manage our business. In Brazil, Unilever is a proprietary company with no higher administrative structures such as the councils, found in the global structure of the company. However, we follow the same corporate governance guidelines that positively mark the company at a global level. Our posture and work entails our commitment in Brazil with several initiatives to appraise the human being, such as the Global Compact, and our leadership in different class associations of which Unilever is a member. Unilever participates in the following class associations: • ABA – Brazilian Association of Advertisers • ABAS – Brazilian Association of Aerosols and Domisanitary Disinfectants • ABERJ – Brazilian Association of Entrepreneur Communication • ABIA – Brazilian Association of Food Industries • ABIHPEC – Brazilian Association of Hygiene, Personal Care, Perfumery and Cosmetics • ABIPLA – Brazilian Association of Cleaning and Similar Products • ABMN – Brazilian Association of Marketing & Business • ABNT – Brazilian Association of Technical Standards • ABRE – Brazilian Association of Packages • ECR Brazil Association • AMCHAM- American Commerce Chamber • BRITCHAM – British Commerce Chamber • DUTCHAM – Dutch-Brazilian Commerce Chamber • CIESP – São Paulo State Industries Center • CONAR – National Council of Advertisement Self-Regulation • EAN BRASIL – Ethics and Conduct Standard • FIESP – São Paulo State Industries Federation • SICONGEL – Trade Union of Frozen, Super-Frozen, Ice-Creams, Concentrated and Lyophilized Food • SIPATESP – Trade Union of São Paulo State Perfumery Products Industry • SIPLA - Brazilian Trade Union of Cleaning Products Industries Moreover, we are associated to the Ethos Institute since 1999. Governança corporativa e compromisso com iniciativas externas Corporate governance and commitment with external initiatives

GRI 4.13


20

começo

um

novo

nova vida

para uma

Processo produtivo ciclo virtuoso No processo produtivo materializa-se o ciclo virtuoso que move a companhia. Pessoas, idéias, pesquisas, é na fábrica que esses elementos se reúnem e os processos se concretizam, transformando matériasprimas em produtos que serão transportados e distribuídos até chegarem aos lares de nossos consumidores. Na Unilever, um dos principais objetivos é

A cada dia descobrimos que podemos ir além da criação de produtos e marcas de excelência. Descobrimos que podemos produzir bem-estar e confiança através de atitudes responsáveis, capazes de transformar o dia de amanhã. Everyday we find that we can go beyond the creation of products and brand of excellence. We discover that our responsible attitudes, capable of changing the tomorrow, can yield welfare and trust.

Pesquisa: buscando fazer a real diferença

PESQUISA Research PRODUTO Product

DEMANDA Demand

VITALIDADE Vitality

contribuir para uma melhor qualidade de vida. Por essa razão, estamos sempre desenvolvendo novos produtos, aprimorando marcas já comprovadas e promovendo formas de trabalho melhores e mais eficientes, focando o desempenho, a produtividade, o respeito ao meio ambiente e às comunidades em que atuamos, pois em nossa produção pulsa a sustentabilidade.

CONSUMIDOR Consumer

QUALIDADE Quality

O primeiro compromisso do processo produtivo é com a qualidade. Destacamos que esse processo não se inicia na fábrica e que há questões precedentes, como a pesquisa. A pesquisa é um importante canal de diálogo da empresa, pois é possível pesquisar marcas, mercados e hábitos em busca de opiniões, dúvidas e expectativas dos consumidores com

relação a determinado produto ou demanda. Esse contato direto nos possibilita tanto inovar no desenvolvimento de novos produtos, que conectam, motivam e inspiram nossos clientes, assim como melhorar os já existentes. A pesquisa permite ainda a manutenção da qualidade, perseguida pela Unilever e propagada para os seus consumidores por meio de seus produtos.


200 milhões de vezes ao dia, um produto da Unilever é escolhido por alguém, em algum lugar do mundo.

21

A new start to a new life Productive process - virtuous cycle The virtuous cycle that gears our company is materialized in the productive process. Persons, ideas, research. In the plant all those elements are gathered and the processes are concretized, converting raw materials in products that will be transported and distributed, until they arrive at the homes of our consumers. “200 million times a day, someone chooses a Unilever product, somewhere in the world.” One of the major objectives of Unilever is to contribute towards promoting better quality of life. That is why we are consistently developing new products, improving recognized brands and promoting better and more efficient ways of working, keeping the focus on the performance, productivity, respect to environment and on the communities where we work, since sustainability pulsates in our production. Research: trying to make real a difference The productive process is committed, above all, with quality. We would like to emphasize that this process is not started in the plant, there are prior issues, such as research. Research is an important dialogue channel in the company, because it allows to research brands, markets and uses, always searching for the consumers’ opinions, doubts and expectations in relation to a given product or demand. Such a direct contact allows us to innovate in new products that link, encourage and inspire our clients, and to improve the existing ones. The research also allows for maintaining the quality intended by Unilever and to be disseminated unto consumers through its products.


22

Natural resources and sustainable chains After identifying the needs and demands of the consumer and the product development, Unilever tries to improve its process, making its productive chain more efficient and sustainable. Understanding that we are part of a cyclical system is crucial, since it urges every single chain link to assume co-responsibilities. In compliance with the Triple Bottom Line principles, Unilever recognizes the need for optimizing the use of natural resources and producing in sustainable chains. Agricultural excellence – the starting point of the productive chain Unilever is among the biggest users of agricultural raw materials in the world and, therefore, is concerned about developing its activities with excellence. More than two thirds of the raw materials used by Unilever come from agriculture. That has encouraged the election of a selected group of partners to develop, in a joint work, sustainable models. Thanks to those partnerships, Unilever is one of the main producers of tomato sauce and soybean-based drinks in the world. Furthermore, it uses vegetal oils (like the sunflower and soybean oils) to produce mayonnaise. Aware about the need for maintaining the company’s production and quality, the pursuit for agricultural excellence is part of the efforts aimed at assisting the suppliers to adopt the best practices in the production of agricultural raw material. Therefore, Unilever develops guidelines to help the cropping of products with higher quality, increasing the productivity, always bearing in mind the social and environmental aspects. The guidelines are incorporated in the contracts with suppliers, and include technical assistance to farmers; dissemination of state-of-the-arts technology; social and economic development of the regions; training and capacity-building to farmers and technicians; optimization of the agricultural production process; and, fostering sustainable agriculture.

Recursos naturais e cadeias sustentáveis Após a identificação das necessidades e demandas do consumidor e do desenvolvimento do produto, a Unilever visa aprimorar seu processo, tornando a sua cadeia produtiva

mais eficiente e sustentável. Compreender que fazemos parte de um sistema cíclico é fundamental, pois chama todos os elos da cadeia a assumirem co-responsabilidades.

Atendendo aos princípios da

Triple Bottom Line, a Unilever reconhece a necessidade de otimização do uso dos recursos naturais e da produção em cadeias sustentáveis.

Excelência agrícola o início da cadeia produtiva A Unilever figura entre os maiores usuários de matériasprimas agrícolas do mundo, e por esse motivo preocupa-se em desenvolver suas atividades com excelência. Mais de dois terços das matériasprimas utilizadas pela Unilever provêm da agricultura, fato que estimulou a eleição de um seleto grupo de parceiros para que, juntos, fosse possível o desenvolvimento em moldes sustentáveis. Graças a essas parcerias, a Unilever é uma das

maiores produtoras de molhos de tomate e bebidas à base de soja do mundo, além de utilizar óleos vegetais, como de girassol e soja, na produção de maioneses. Conscientes da necessidade de manter a produção e a qualidade da empresa, a busca pela excelência agrícola é parte dos esforços para ajudar os fornecedores a adotarem as

melhores práticas na produção da matéria-prima agrícola. Para tanto, são desenvolvidas diretrizes que auxiliam no cultivo de produtos com maior qualidade e no aumento da produtividade, sempre

considerando os aspectos socioambientais. Essas diretrizes são incorporadas nos contratos com fornecedores e incluem assistência técnica ao produtor agrícola, disseminação de tecnologia de ponta, desenvolvimento socioeconômico das regiões,

treinamento e capacitação para produtores e técnicos, otimização do processo de produção agrícola e fomento à agricultura sustentável.


23 Há pelo menos 4 anos, a Unilever conta com uma fazenda experimental, localizada na região de Goiânia (GO). Nela são realizados diversos tipos de pesquisas, cujo objetivo principal é o desenvolvimento tecnológico da produção de tomates, beneficiando agricultores parceiros da Unilever, toda a cadeia produtiva e os consumidores de produtos atomatados. Dentre as contribuições, destaca-se a expansão da tecnologia de ponta de irrigação, a irrigação por gotejamento que tem vantagens, como a redução de 20% no consumo de água, 15% no consumo de energia elétrica, 20% no uso de fungicidas e ganhos de até 70% na produtividade das lavouras de tomate.

Fornecedores Fornecedores de itens produtivos Os fornecedores de itens produtivos são parceiros importantes, pois controlam o fluxo de insumos necessários para o produto final e possibilitam uma cadeia produtiva sustentável.

Há grandes desafios em jogo: • transformar a matériaprima em um produto que o consumidor deseja, com a melhor qualidade, incorporando inovação tecnológica, segurança e preocupação com o meio ambiente e os direitos humanos; • selecionar os melhores fornecedores; monitorar

a produção e a distribuição dos produtos das fábricas e organizar sua logística; • considerar na escolha a conformidade com nossos valores e políticas, como as questões sociais e ambientais, e atender inteiramente à legislação nacional.

Na prática, selecionamos fornecedores que exercitam e se empenham em manter uma conduta responsável em seu dia-a-dia. A avaliação do fornecedor é realizada por meio de uma série de procedimentos internos e auditoria externa, que são também a base para a inclusão de novos fornecedores.

For at least four years Unilever has an experimental farmer, located at the region of Goiania (state of Goiás). In there, different types of research are carried out, mainly aimed at the technological development of the tomatoes production. That benefits farmers who are partner of Unilever, the entire productive chain and the consumers of tomato-based products. Among the contributions, stands out the expansion of the state-of-the arts irrigation technology, the dripping irrigation that yields advantages like the 20% reduction in water consumption, 15% reduction in electric power consumption, 20% in the use of fungicides and profits of up to 70% regarding the productivity of the tomato plantations. Suppliers Suppliers of productive items The suppliers of productive items are important partners since they control the flow of inputs required for the final product, besides allowing for a sustainable productive chain. There are major challenges on the bet: • convert the raw material into a product desired by the consumer, with the best quality, incorporating technological innovation, security and concern about environment and human rights; • select the best suppliers; monitor the production and distribution of the plants’ products and organize the logistic; • for the selection, consider the conformity with our values and policies, for the social and environmental issues, and fully comply with the national legislation. In practice, we select suppliers who exercise and endeavor to maintain a responsible conduct in their everyday tasks. The suppliers are assessed through several internal procedures and external auditing, which are also the basis to include new suppliers.


24 Corporate social responsibility Continuously improving the company´s processes and managment is crucial. Therefore, and following a global corporate strategy, we have developed a pilot project to assess our suppliers’ corporate social responsibility procedures. The following issues are assessed: • General performance • Standards and practices • Human Rights • Remuneration and working hours • Forced labor • Child labor • Free association • Health and security • Environment • Bribe and corruption • Compliance to the legislation in force In total, 58 questionnaires were forwarded to the entire global structure, of which 12 were selected to be audited. Of that number, 1/3 belongs to Brazilian suppliers. In the forthcoming days, we expect to expand our process, reaching other suppliers within a strategic planning that involves setting goals towards a more accurate assessment. That tool allows for building closer dialogues, exchanging experiences and improving the corporate social responsibility practices.

Responsabilidade social corporativa Melhorar continuamente os processos e a gestão da companhia é fundamental. Nesse sentido e seguindo uma estratégia corporativa global, temos desenvolvido um projetopiloto de avaliação dos procedimentos de responsabilidade social corporativa de nossos fornecedores. São avaliados os seguintes pontos: • Desempenho geral

• Liberdade de associação

• Padrões e práticas

• Saúde e segurança

• Direitos humanos

• Meio ambiente

• Remuneração e jornada

• Suborno & corrupção

de trabalho

• Cumprimento à legislação vigente

• Trabalho forçado • Trabalho infantil

Ao todo, foram enviados 58 questionários para toda a estrutura regional, dos quais 12 foram escolhidos para serem auditados, sendo que 1/3 pertencem a fornecedores brasileiros. Em um futuro próximo desejamos ampliar o processo, abarcando outros fornecedores, dentro de um planejamento estratégico que envolve o estabelecimento de metas para avaliação mais precisa. Essa ferramenta permite o estreitamento do diálogo, a troca de experiências e o aprimoramento das práticas de responsabilidade social corporativa. Responsabilidade social corporativa Corporate social responsibility

GRI HR2


25

Fornecedores de itens não-produtivos Os fornecedores de itens não-produtivos englobam todos aqueles cujos produtos e serviços não estão ligados diretamente à produção, mas cujo fornecimento é vital para que tenhamos sucesso em nossa tarefa de transformação das matérias-primas em marcas qualificadas e

desejadas. A área de Compras faz a gestão de uma grande quantidade de fornecedores de variados portes, espalhados por diversas regiões do país. Nesse universo, criamos espaço para a inovação com vistas à sustentabilidade, buscando inserir em

nossos processos empresas que se deparam com obstáculos para entrarem no mercado e, em especial, no ambiente das grandes companhias, e garantir que os fornecedores atendam ao nosso Código de Princípios de Negócios.

Suppliers of non-productive items The suppliers of non-productive items comprise all those supplying products and services that are not directly connected to production, but that are crucial to the success of our task of converting raw materials into qualified and desired brands. The Procurement area manages a bulk of suppliers of different sizes, spread among different regions of the country. In that universe, we have built room to innovation towards sustainability, trying to introduce in our processes companies that face difficulties in entering the market, mainly within the scope of big companies, and guarantying that our suppliers meet our Code of Business Principles. PGT (Third Parties Management Plan) Pursuing excellence in all areas, Unilever created a new methodology in 2007 to guarantee quality and minimize the labor-related risks in what regards the outsourced services: the PGT (Third Parties Management Plan). The plan allows for observing if the outsourced services providers are complying with the legal-labor and training provisions established by the legislation in force in each area. Currently, 316 suppliers are involved, totaling 7,549 outsourced employees seconded to Unilever sites.

PGT (Plano de Gerenciamento de Terceiros) Em busca da excelência em todas as áreas, a Unilever criou uma nova metodologia em 2007, para garantir a qualidade e minimizar os riscos trabalhistas dos serviços terceirizados contratados pela empresa: o PGT (Plano de Gerenciamento de Terceiros).

Esse plano possibilita verificar se os prestadores de serviços terceirizados estão cumprindo com as determinações jurídico-trabalhistas e de treinamento, estabelecidas pela legislação vigente em cada área.

PGT (Plano de Gerenciamento deTerceiros) PGT (Third Parties Management Plan)

GRI HR2

Atualmente, são 316 fornecedores envolvidos, abrangendo um total de 7.549 funcionários terceirizados que ficam alocados nos sites da Unilever.


26 Integrare Diversificar a base de fornecedores,

incorporando pequenas empresas que apresentam dificuldades para vender seus produtos ou serviços a grandes organizações, foi uma das metas da área de Compras de itens não-produtivos. Um passo importante foi a parceria

firmada com a ONG Integrare, uma organização

que busca promover e facilitar a maior e melhor participação representativa do empreendedorismo da diversidade social brasileira nas cadeias produtivas e de suprimentos. Consciente de que o desenvolvimento sustentável tem como uma de suas bases a integração justa e adequada de todos os setores sociais, a Unilever comprometeuse em comprar

produtos e serviços dos fornecedores associados à Integrare. Em 2007 foram beneficiados

12 fornecedores e é meta da companhia abarcar um número ainda maior. Honrando o compromisso, a Unilever não apenas cumpriu como ultrapassou

em mais de 20% a meta de compra de produtos firmada junto à instituição.

Relação com a Integrare Relationship with Integrare

1,00

The effective implementation of the practice on the everyday life of the company took place through an internal contest among purchasers, those with larger number of suppliers and those with higher numbers of negotiations with the Integrare members.

in million US$

Integrare Diversifying the suppliers incorporating companies, facing difficulties to sell their products or services to big-size corporations was one of the goals set to the area of non-productive items procurement. An important step was the partnership signed with Integrare NGO – an organization that tries to promote and facilitate the increased and enhanced representative participation of the entrepreneurship of the Brazilian social diversity in the productive and supplies chain. Knowing that one of the pillars to the sustainable development is the fair and adequate integration of all social sectors, Unilever committed to purchase products and services from suppliers associated to Integrare. This year 12 suppliers were benefited and the company aims at reaching an even larger number of suppliers. Honoring the commitment assumed, Unilever not only met the goal of purchasing products signed with the institution (20%), but has even exceeded it.

em milhões de dólares

1,00 0,80 0,60

0,50

0,61

0,40 0,20 0

Compromisso de compra

Compras efetivadas

Meta para 2008

Purchase commitment

Purchases made

Goal for 2008

A efetivação dessa prática no cotidiano da companhia foi realizada através de um concurso interno entre os compradores, sendo premiados aqueles com maior número de fornecedores e também os que movimentassem maior volume de negociações junto aos associados da Integrare.


A Unilever está comprometida com o estabelecimento de relacionamentos que sejam mutuamente benéficos com nossos fornecedores, clientes e parceiros de negócio. Em nossas operações, esperamos que nossos parceiros de negócio sigam princípios de negócios consistentes com os nossos. Direitos humanos e fornecedores O trecho acima é parte do Código de Princípios de Negócios que, em consonância com a legislação nacional, é o principal norteador das políticas referentes aos Direitos Humanos dentro da Unilever. Em todos os nossos contratos há cláusulas específicas que condenam o emprego de trabalho infantil e escravo, bem como qualquer prática de trabalho degradante. Entendemos que

os fornecedores da companhia devam manter com seus colaboradores o mesmo padrão de relacionamento que temos com os nossos. Ou seja, esperamos que criem e conservem um bom ambiente de trabalho, valorizando os indivíduos enquanto seres humanos plenos, portanto, livres de qualquer atitude arbitrária em relação ao trabalho.

A companhia se empenha para erradicar quaisquer condições indignas de trabalho. Em 2007 foram detectadas condições impróprias em uma de nossas fornecedoras de matéria-prima agrícola em Goiás. Tão logo foram confirmadas as denúncias, a fazenda teve seu contrato rescindido por descumprimento das regras estabelecidas.

Campo de ação Cientes de que não basta conhecer os sintomas, mas que é necessário tratá-los, desenvolvemos em Goiás, desde 2003, dois projetos complementares que visam melhorar as

condições de trabalho nas lavouras de tomates da região: o Infância Protegida e o Rural Responsável; enquanto o primeiro cuida das crianças, o segundo preocupa-se com o

trabalhador rural. Essas ações foram tão bem recebidas que alguns municípios institucionalizaram as práticas e as transformaram em políticas públicas.

“Unilever is committed to the establishment of mutually beneficial links with our suppliers, customers and business partners. In our operations, we expect our business partners to follow business principles consistent to ours.” Human rights and suppliers The text above is part of the Code of Business Principles which, pursuant to the national legislation, is the main guideline to the policies approaching Human Rights in Unilever. All of our contracts establish specific clauses that condemn child and slave labor, as well as any kind of degrading labor. In our view, the company’s suppliers should keep the same standard of relationship with their collaborators which we keep with ours. This means that we expect them to build and maintain a pleasant working environment, appraising the individuals as full human beings, free from any arbitrary attitude in relation to the work. The company is strongly committed towards eradicating any unworthy labor condition. In 2007, we found improper working conditions in one of ours raw material suppliers in the state of Goiás. When the denouncement was confirmed, the farm’s contract was promptly terminated for incompliance with the rules established. Field of action Aware that we should go beyond knowing the symptoms by remedying them, since 2003 we develop in Goiás two complementary projects to improve the working conditions in the region: the Infância Protegida (Protected Childhood) and the Rural Responsável (Responsible Rural). The first one deals with children, while the second one focuses on the rural workers. Those actions were so welcomed that some municipals have established the practices and converted them into public policies.

Direitos humanos e fornecedores Human rights and suppliers

GRI HR1, HR6 e HR 7

CONFIDE Consultoria Assessoria Empesarial Ltda.

27


Protected Childhood Project Guaranteeing the children’s and adolescents’ rights is a commitment to Unilever. The Infância Protegida Project was created in the defense against child labor in the tomato plantations in the municipalities of Silvânia, Itaberaí, Vianópolis, Turvânia and Morrinhos, in the state of Goiás. The project is mainly aimed at preventing and combating child labor in tomato plantations. To accomplish this, the basic guidelines are: reduce the school dropout, child malnutrition and domestic violence, ensure medical care and medication to sick children, and avoid that they are not left alone while their parents are at work. To reach those objectives, we have built alternatives and entered partnerships with the Councils of Children’s and Adolescents’ Rights, the Tutorship Councils, local communities and local governments. Responsible Rural Project The Rural Responsável project aims at providing good health and security conditions to farmers. For that, it provides guidance and assistance to rural producers to identify risks and make improvements at their work facilities. Unilever works jointly with local workers entities, collaborating in the education and awarenessbuilding of farmers and rural workers. In addition, it provides work security technicians exclusively to coordinate the security and health actions in the plantations. Currently, 53 farmers and 2,000 rural workers in the region of Goiás are engaged in the project and recognize the importance of that kind of care with the collaborators, besides directly contributing to the Infância Protegida project, by assisting in the control and fight against the child labor. Plant – between raw material and vitality Producing with quality and providing our consumers and clients with brands that represent the excellence and social and environmental responsibility of Unilever are some of our commitments. Hence, we keep a detailed management system of our plants that comprises factors such as the site location and the consumption of energy and materials, observing the direct link between those issues and the sustainability.

Projeto Infância Protegida Protected Childhood Project

HR6

Projeto Infância Protegida Garantir os direitos das crianças e dos adolescentes é compromisso da Unilever. O Projeto Infância Protegida foi criado para defendê-los contra o trabalho infantil nas lavouras de tomates dos municípios goianos de Silvânia, Itaberaí,

Vianópolis, Turvânia e Morrinhos. O principal objetivo deste projeto é prevenir e combater o trabalho infantil nessas lavouras. Para atingi-lo, temos como diretrizes básicas a diminuição da evasão escolar, da desnutrição infantil e da violência doméstica, além de assegurar que as crianças doentes recebam

tratamento médico e remédios necessários e que não fiquem sozinhas em casa enquanto seus pais trabalham. Para cumprir esses objetivos, criamos alternativas e firmamos parcerias com os Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente, os Conselhos Tutelares, as comunidades e as Prefeituras locais.


29 Projeto Rural Responsável O Projeto Rural Responsável busca oferecer condições adequadas de saúde e segurança para o trabalhador na lavoura, orientando e ajudando o produtor rural a identificar riscos e fazer melhorias em infraestrutura nas instalações de trabalho. A Unilever trabalha em conjunto com entidades de trabalhadores locais, colaborando na educação e conscientização do produtor e do trabalhador rural. Além disso, disponibiliza técnicos de segurança do trabalho, exclusivamente, para coordenar as ações de segurança e saúde nas lavouras.

Atualmente, 53 produtores e 2.000 trabalhadores rurais da região de Goiás estão engajados no projeto e reconhecem a importância desse tipo de cuidado com seus colaboradores, além de contribuírem diretamente com o Infância Protegida, ajudando no controle e combate ao trabalho infantil.

Fábrica - entre a matéria-prima e a vitalidade Produzir com qualidade e levar aos nossos consumidores e clientes marcas que representem a excelência e a responsabilidade socioambiental da Unilever são alguns de nossos compromissos. E, para isso, mantemos um minucioso sistema de gerenciamento de nossas fábricas, que engloba fatores, como a localização do site e o consumo de energia e materiais, percebendo a relação direta dessas questões com a sustentabilidade.


Indaiatuba

Vinhedo

Valinhos

Mogi-Guaçu Pouso Alegre

Ipojuca

Goiânia

Jaboatão

Igarassu JK - Juscelino Kubitschek

Garanhuns


31

Nossas unidades no Brasil: Contamos atualmente com 12 fábricas e 4 escritórios. As fábricas estão espalhadas por 3 regiões e 4 estados brasileiros, enquanto os escritórios se localizam em diferentes pontos da cidade de São Paulo. Fábricas • Valinhos (SP) Higiene Pessoal e Limpeza 760 funcionários Sabonetes em barra (Dove, Lux, Vinólia, Fofo e Suave) Sabões em pedra (Brilhante e Minerva)

Alimentos 400 funcionários Margarina (Becel) Refinaria (óleo, sopas)

Sorvetes 350 funcionários Take Home (Kibon) Impulso (picolés Kibon) Carte D’Or (Kibon)

• Vinhedo (SP) 650 funcionários Amaciantes (Comfort e Fofo) Xampus e Condicionadores (Seda, Suave, Dimension, Dove e Clear) Desodorantes roll-on (Dove, Rexona e Axe) Sabonetes líquidos (Lux e Dove) Loções (Dove e Vasenol)

• Indaiatuba (SP) 700 funcionários Detergentes em pó (Brilhante, Minerva, Omo e Surf)

• Mogi-Guaçu (SP) 50 funcionários Envase de Amido de Milho (Maizena)

• Pouso Alegre (MG) 800 funcionários

• Jaboatão (PE) 800 funcionários

Bebida à base de Soja (Ades) Caldos (Arisco e Knorr) Sopas (Arisco e Knorr) Tempero em pó (Knorr)

Take Home (Kibon) Impulso (picolés Kibon) Copos (Kibon)

• Goiânia (GO) 1.500 funcionários

• Igarassu (PE) 180 funcionários

Extratos de Tomate (Arisco, Beira Alta e Knorr) Geléia de Mocotó (Arisco) Ketchups (Arisco, Beira Alta e Hellmann’s) Macarrão instantâneo Lámen (Arisco) Maioneses (Arisco, Beira Alta e Hellmann’s) Molho de Salada (Hellmann’s) Molhos de Tomate (Arisco, Beira Alta e Knorr) Mostardas (Arisco, Beira Alta e Hellmann’s) Polpas de Tomate (Arisco, Beira Alta e Knorr) Refresco em pó (Arisco) Tempero em pó (Arisco) Tempero em pasta (Arisco)

Detergente em pó (Ala) Detergente em tablete (Ala)

• Ipojuca (PE) 400 funcionários

Escritórios

Amaciantes (Comfort e Fofo) Cremes Dentais (Close Up e Pepsodent para exportação) Desodorantes em spray (Axe e Rexona) Xampus, Condicionadores, Cremes para Pentear (Seda e Suave) Creme de Tratamento (Seda)

Our units in Brazil Today we have 12 plants and 4 offices. The plants are spread among 3 regions and 4 Brazilian states, while our offices are located in different sites in the city of São Paulo. Plants • Valinhos (SP): - Personal Care and Cleaning - 760 employees Soap (Dove, Lux, Vinólia, Fofo and Suave); Washing soap bars (Brilhante and Minerva) - Foods - 400 employees Margarine (Becel) / Refinery (oil, soups) - Ice-creams - 350 employees Take Home (Kibon); Impulso (popsicle sticks Kibon); Carte D’Or (Kibon) • Vinhedo (SP) - 650 employees Fabric softener (Comfort and Fofo); Shampoos and Conditioners (Seda, Suave, Dimension, Dove and Clear); Roll-on deodorants (Dove, Rexona and Axe); Body-wash (Lux and Dove); Moisturizing lotions (Dove and Vasenol) • Indaiatuba (SP) - 700 employees Powder detergents (Brilhante, Minerva, Omo and Surf) • Mogi-Guaçu (SP) - 50 employees Amid Corn Starch (Maizena)

• Garanhuns (PE) 150 funcionários Amido de Milho (Maizena) Farinha de Milho com Farinha de Arroz para o preparo de Mingau (Arrozina) Mistura à base de Amido de Milho para o preparo de Mingau (Cremogema) Xarope de Glucose (Kibon Karo) Coberturas (Kibon Karo)

JK - Juscelino Kubitschek 1.600 funcionários • Cenesp 550 funcionários • Anastácio 450 funcionários • Água Branca 300 funcionários

• Pouso Alegre (MG) - 800 employees Soybean-based drink (Ades); Broths (Arisco and Knorr); Soups (Arisco and Knorr); Seasonings (Knorr) • Goiânia (GO) - 1.500 employees Tomato products (Arisco, Beira Alta and Knorr); Mocotó (calf’s feet) Jelly (Arisco); Ketchups (Arisco, Beira Alta and Hellmann’s) Lámen noodles (Arisco); Mayonnaises (Arisco, Beira Alta and Hellmann’s); Dressing (Hellmann’s); Tomato sauce (Arisco, Beira Alta and Knorr); Mustards (Arisco, Beira Alta and Hellmann’s); Tomato pulp (Arisco, Beira Alta and Knorr); Powdered juice (Arisco); Powdered seasonings (Arisco); Seasoning paste (Arisco) • Ipojuca (PE) - 400 employees Fabric softeners (Comfort and Fofo); Toothpastes (Close Up and Pepsodent for export); Spray deodorants (Axe and Rexona); Shampoos, Conditioners, Rinse creams (Seda and Suave); Hair treatment products (Seda) • Jaboatão (PE) - 800 employees Take Home (Kibon); Impulso (popsicle sticks Kibon); Glasses (Kibon) • Igarassu (PE) - 180 employees Powdered detergent (Ala); Detergent tablet (Ala) • Garanhuns (PE) - 150 employees Corn Starch (Maizena); Corn Flour with Rice Flour to prepare Porridge (Arrozina); Corn Starch-based Mixture to prepare Porridge (Cremogema); Glucose Syrup (Kibon Karo); Toppings (Kibon Karo) Offices (State of São Paulo) JK - Juscelino Kubitschek : 1.600 employees • Cenesp: 550 employees • Anastácio: 450 employees • Água Branca: 300 employees Nossas unidades no Brasil Our units in Brazil

GRI 2.3 e 2.8


32 The environment on the spot The management of environmental impacts related to effluents, water, electric power, residues, release of CO2 and SOx intertwines all processes of Unilever, from the plants management, development of projects and innovation, to the distribution of their products. When developing a new product or package, for example, any potential impact on the environment is observed, additionally to the degree of environmental innovation ensuing from the project, including security to consumers, quality and efficiency. Among other aspects, the checking can verify: • How to handle the consumptions of natural resources and the environmental emissions; • If the raw material packages will be returned to the respective suppliers or the factors that would hinder such return; • Which solid residues are generated; • The final destination of such residues; if the package is recyclable; • If it will employ any new source of power (oil, natural gas, PLG, electric power); • The raw material, composition, design, structure and material of the packages.

O meio ambiente em foco A gestão de impactos ambientais relacionados a efluentes, água,

energia, resíduos, emissões de CO2 e SOx permeia todos os processos da Unilever, desde o gerenciamento das fábricas, o

desenvolvimento de projetos e inovações até a distribuição de seus produtos.

No desenvolvimento de um novo produto ou embalagem, por exemplo, são

checados todos os possíveis impactos ao meio ambiente, além do grau de inovação ambiental do projeto, incluindo segurança ao consumidor, qualidade e eficiência.

A checagem pode verificar, entre inúmeros aspectos: • como serão tratados os consumos de recursos naturais e as emissões ambientais; • se as embalagens das matérias-primas retornarão para os respectivos fornecedores, ou o que impediria seu retorno;

• quais resíduos sólidos serão gerados; • qual o destino final desses resíduos; se a embalagem poderá ser reciclada; • se alguma nova fonte de energia será utilizada (óleo, gás natural, GLP, energia elétrica);

• a matéria-prima, a composição, o design, a estrutura e os materiais das embalagens.


33

Durante todo o processo, a Unilever utiliza um modelo de gestão ambiental – que busca a melhoria contínua da ecoeficiência -, com base no conceito dos 3 Rs: Reduzir, Reutilizar e Reciclar.

Melhoria Contínua Política Ambiental

Análise Crítica pela Administração

Planejamento Verificação e Ação Corretiva

• Conscientização

During the entire process, Unilever uses an environmental management model that pursues the continuous improvement of the eco-efficiency, based on the 3Rs: Reduce, Reuse and Recycle.

Implementação e Operação

• Minimização

• Otimização

• Mensuração • Monitoramento / Peridiocidade

Continuous Improvement Critical Analysis by the Administration Environmental Policy Planning Checking and Corrective Action Implementation and Operation Phase 1 Awareness building Measurement Monitoring / Regularity Phase 2 Minimization

Este modelo está sendo aplicado no mundo todo. Aqui no Brasil, as fábricas de Indaiatuba e Goiânia, por serem as duas maiores operações no país, servem como referênciaspiloto para um ganho ambiental a longo prazo.

Além disso, a Unilever conta com o Centro de Excelência Ambiental, Segurança Ocupacional, Segurança de Produto e Saúde do Trabalho (SEAC), que reúne diversos especialistas na Inglaterra para formular diretrizes, padrões de referência e práticas a serem compartilhadas e implementadas por toda a companhia globalmente.

Outra importante ferramenta utilizada é o EPR - Environmental Performance Report -, que analisa o desempenho das fábricas da Unilever ao redor do mundo. Com isso, pode-se verificar possíveis melhorias no desempenho ambiental e fixar metas, o que é imprescindível para o modelo de desenvolvimento sustentável da empresa.

Phase 3 Optimization This model has been applied worldwide. Here in Brazil, the plants in Indaiatuba and Goiânia – the two biggest operations in the country – serve as pilot reference and aim long-term environmental gains. Moreover, Unilever has the Center of Environmental Excellence, Occupational Security, Product Security and Occupational Health (SEAC), which gathers different experts in England to formulate guidelines, reference standards and practices to be shared and implemented by the company at global level. Another important tool is the EPR – Environmental Performance Report, which analyzes the performance of the Unilever plants around the world. That allows for checking potential improvements in the environmental performance and setting goals – a key element to the company’s sustainable development model.


Gestão Ambiental no Ciclo de Vida dos Produtos

Certificações zero” em nossas linhas de produção. Tal processo se faz passo a passo em nossas fábricas, as quais são auditadas e premiadas através dos resultados atingidos.

Sistema de Gestão Ambiental - SGA

Assuntos Socioambientais

(Gestão Interna)

(Gestão Externa)

Environmental Management System (Internal Management)

Matéria- Embalagem Prima Package

Socio-environmental Issues (External Management)

Água

Energia

Water

Electric Power

Ecodesign

Auditoria

Produção mais Limpa

Audit

Cleaner Production

Fornecedor

Fábrica

Centros de Distribuição

Vendas

Escritórios

Supplier

Plant

Distribution Centers

Sales

Offices

Pesquisa e Desenvolvimento R&D

Solo Soil

Raw Material

Logística Reversa

3Rs

Shared Responsability

Análise do Ciclo de Vida Analysis on the Life Cicle

Reverse Logistic

Rotulagem Ambiental Eco-label

Efluente

Emissões Atmosféricas

Resíduos Sólidos

Effluent

Atmospheric Emissions

Solid Residues

SHE - Manufatura SHE - Manufacture

SHE - Não-manufatura SHE - Non-manufacture

Assuntos Socioambientais

Educação Education

CICLO DE VIDA DO PRODUTO Product Life Cicle

Socio-environmental Issues

Resp. Compartilhada

Outros Others

Consume

A produção em nossas fábricas é regida pela filosofia do TPM (Total Preventive Maintenance), que visa desde melhorias em segurança, meio ambiente e capacitação de funcionários até a busca de “quebra-

Consumo

e


35

Todas as operações possuem Sistemas de Gestão Ambiental, de Segurança, e de Qualidade, sendo algumas delas certificadas por normas internacionais: Certificações

Operações

Especificidades

Certifications

Operation

Specificities

ISO 9001

Higiene e Beleza: Indaiatuba e Valinhos Alimentos: Valinhos Hygiene and Personal Care: Indaituba, Valinhos Foods: Valinhos

ISO 14001

Higiene e Beleza: Indaiatuba, Valinhos e Vinhedo Alimentos: Valinhos Hygiene and Personal Care: Indaituba, Valinhos and Vinhedo Foods: Valinhos

OHSAS 18000 Indaiatuba Indaiatuba

Refere-se ao Sistema de Gestão de Qualidade Refers to the Quality Management System

Refere-se ao Sistema de Gestão Ambiental Refers to the Environmental Management System

Refere-se aos Sistemas de Gestão de Segurança e de Saúde Ocupacional Refers to the Security Management and Occupation Health Systems

Indicadores ambientais - Manufatura De 2003 a 2007, a Unilever aumentou sua produção em 27% e, mesmo assim, conseguiu melhorar seus indicadores ambientais.

Consumo de água Nesse mesmo período, devido aos procedimentos adotados, reduzimos em 32% o consumo de água, supe-rando a meta estabelecida para 2007, de 1,957 m³/t. Somado a esses esforços, a companhia trata 100% dos

efluentes gerados nas fábricas, garantindo a qualidade de lançamentos nos rios. Na fábrica de Indaiatuba, por exemplo, para discutir aspectos relacionados ao consumo de água, há o “Time de Efluentes”, formado por oito pessoas dos

setores de Processos, Meio Ambiente, TIM (Tecnologia, Inovação e Manufatura), Utilidades e Manufatura, que busca manter a condição de efluente zero e identificar oportunidades para reduzir os efluentes na fonte.

Environmental Management in the Products Life Cycle and Certifications In our plants, the TPM (Total Preventive Maintenance) philosophy governs the production. The TPM aims from improvement in the security, environment and capacitybuilding of employees, to the pursuit for the “zero break” in our production lines. Such process is developed stepby-step in our plants, which are audited and awarded according to the achievements. All operations have Environmental, Security and Quality Management Systems, some of them are certified by international standards. Environmental indicators - Manufacture From 2003 to 2007, Unilever increased its production in 27% and, nonetheless, succeeded in improving its environmental indicators. Water consumption In that same period, the procedures adopted yielded a 32% reduction in the consumption of water, exceeding the goal established to 2007, of 1,957 m³/t. Additionally to those efforts, the company treats 100% of the effluents generated in the plants, guaranteeing the quality of the discharge in the rivers. In the Indaiatuba plant, for example, to discuss aspects related to the water consumption, there is the “Effluents Team”, composed of eight people from the Processes, Environment, Technology, Innovation and Manufacture, Utilities and Manufacture Sectors that aim at maintaining the zero effluent status and identify opportunities to reduce the effluents on the source.

Gestão Ambiental no Ciclo deVida dos Produtos e Certificações Environmental Management in the Products Life Cycle and Certifications

GRI PR 1 Consumo de água Water consumption

GRI EN8 e EN21


36

Consumo de eletricidade e combustíveis

Consumption of electric power and fuels As regards to electric power, we have also advanced using alternative and less pollutant sources, encouraging and adopting strategies that consume less energy, energy sources of higher impact on the ecosystem. The main performer in those actions is the ELECTRA program which carries out a detailed mapping on the plant units, aiming at reducing the consumption through structural improvements that yield gains in energetic efficiency. In 2007, a survey was carried out in the Vinhedo plant on all the electric power consumption points where actions could be implemented to reduce consumption. Among the identified points there are: installation of sensors to turn the light off during the day; programming of lines to avoid that the engines work empty; purchase of gas stove for the restaurant. Currently, seven of our 12 plants have natural gas-fueled boilers, efficient energetic input, reducing the emissions of sulfur oxide. Because of the actions and procedures adopted in the last few years, now more than half of the energy consumed by the company comes from renewable energy sources. “61% of the energy sources used by Unilever are renewable ones.” graphic Solid residues We classify our total solid residues as all the material generated during the productive process: recyclables, hazardous and non-hazardous. If on one hand we reduce the quantity of residues produced every year, on the other hand we have expanded the quantity destined to recycling. Thus, since 2003 we have reduced our residues generate index to 32% and our recycling index is around 95% up to these days.

Consumo de eletricidade e combustíveis Consumo de eletricidade e combustíveis

GRI EN3; EN4; EN5; EN6 e EN7 Resíduos sólidos Solid residues

GRI EN22

Em relação à energia, também temos evoluído utilizando fontes alternativas e menos poluentes, incentivando e adotando estratégias de menor consumo de energia, em especial, das mais impactantes ao ecossistema.

Fontes de Energia 2007 (por tipo) Energy Source 2007 (by type)

4% 2% 5%

27%

29% Gás natural

O principal responsável por essas ações é o programa ELECTRA, que realiza detalhado mapeamento das unidades fabris, objetivando a diminuição do consumo por meio de melhorias estruturais que geram ganhos em eficiência energética. Na fábrica de

Vinhedo, em 2007, foi realizado um levantamento de todos os pontos de consumo de energia elétrica em que poderiam ser implementadas ações para reduzir o consumo. Dentre as identificadas, estão: a instalação

de sensores para apagar a luz durante o dia, a

33%

Natural gas

Bagaço de cana e cavaco de madeira Sugar cane bagasse and wood chip

Eletricidade Electric Power

Aquisição de vapor Steam Acquisition

Óleo combustível Fuel Oil

Outros (GLP, diesel etc.) Others (GLP, diesel, etc.)

programação das linhas para evitar que motores rodem em vazio, a aquisição de forno a gás para o restaurante. Atualmente, 7 de nossas 12 fábricas possuem caldeira movida a gás

Resíduos sólidos Classificamos nossos resíduos sólidos totais como todo material gerado no processo produtivo: recicláveis, perigosos e nãoperigosos.

produzidos, por outro ampliamos a quantidade destinada ao processo de reciclagem. Assim,

Se por um lado diminuímos anualmente a quantidade de resíduos

desde 2003 diminuímos nosso índice de geração de resíduos a 32% e temos mantido nosso índice de reciclagem na casa dos 95% até hoje.

natural, eficiente insumo energético, que reduz as emissões de óxidos de enxofre. Por conta das ações e dos procedimentos que adotamos nos últimos anos, hoje mais da metade da energia consumida pela empresa provém de fontes de energia renováveis.


61% das fontes de energia utilizadas pela Unilever sĂŁo renovĂĄveis.


38

Desempenho socioambiental em 2007 Construir uma relação de respeito com o meio ambiente, otimizando a utilização de recursos naturais faz parte da nossa estratégia de negócio. Em 2007, a Unilever Brasil também obteve ótimo desempenho na redução de seus impactos ambientais em comparação com os dados de 2006. Todas as fábricas da empresa possuem metas de redução, que são estabelecidas com o auxílio do EPR. Quase todas as metas estipuladas para 2007, em relação à redução do consumo de água, às emissões atmosféricas e à geração de resíduos, foram atingidas com grande êxito.

Redução de emissão Emission reduction

CO2 - kg/t

Gases destruidores da Camada de Ozônio - kg/t

0,00004 0,00002

0

0,00005

0

2008

2012

2003

2004

1,036

1,5

0,035

0,057

0,040

0,05

0,027

0,071

0,107

0,090

2,0

1,967

0,203

2,5

0,10

2007

Chemical Demand for Oxigen - kg/t

Sulfur Oxid - SOx

0,15

2006

Demanda Química de Oxigênio - kg/t

Óxidos de Enxofre - SOx - kg/t

0,20

2005

1,0

0,155

2007

0,162

2007

0,176

2006

0,184

2005

0,513

2004

0,828

2003

0,25

0,00003

0,00009

0,00006

0,00007

50

0,00008

50,06

97,93

0,00008

55,11

100

55,97

109,23

150

0,00010

121,57

130,33

200

144,36

Ozone - Depleting Potential - kg/t

2007

2007

2008

2012

0,5 0

0 2003

2004

2005

2006

2007

2007

2008

2003

2012

2004

2005

2006

Redução de consumo

1,0

01

0,5

2007

2008

1,482

2007

1,586

1,603

2006

1,5

02

0

1,726

2004

1,906

2003

2,0

1,869

1,905

1,957

1,908

2,158

2,523

2,561

03

2,036

Electric Power

2,162

Energia - jg/t

Water 2,5

3,046

04

Água - m3/t

1,565

Consumption reduction

0 2003

2004

Consumo Consume

2005

Meta

Target

2006

2007

2007

2008

2012

2005

Redução de emissão Emission reduction

GRI EN16; EN17; EN18 e EN26

2012


39

Socio-environmental performance in 2007 Building a relationship of respect to environment, optimizing the use of natural resources, is part of our business strategy. In 2007, Unilever Brazil reached optimal performance in the reduction of its environmental impacts, in comparison to the data for 2006. All the company’s plants have reduction goals that are established based on the EPR. Almost all the goals set for 2007 regarding the water consumption reduction, atmosphere emissions and generation of residues, were successfully reached.

Redução de geração de resíduos sólidos Reduction of solid residues

Geração de Resíduo Sólido Total - kg/t

88,48

100,00

98,12

120,00

92,92

100,01

140,00

130,28

Generation of Solid Residue - kg/t

80,00 60,00 40,00 20,00 Consumo

0

Consume 2003

2004

2005

2006

2007

4,04% 0,01%

Desse total, 95,95% são reciclados, 4,04%

corresponde à geração de resíduos não-perigosos e apenas 0,01% corresponde aos resíduos perigosos. Of that total, 95.95% are recycled, 4.04% account for the generation of nonhazardous residues and only 0.01% corresponds to hazardous residues.

95,95%


40

Indicadores ambientais Não-manufatura

Environmental indicators – Non-manufacture In 2007, the environmental impacts ensuing from non-manufacture processes were more systematically handled, keeping information on the disposal of the 5,572.5 tons of residues generated by the company in Brazil. Most of that material is destined to the sanitary landfills, while the remainder is sent to the Sewerage Treatment Stations (ETE) of to recycling poles.

Em 2007, os impactos ambientais dos processos de não-manufatura passaram a ser tratados de maneira mais sistematizada, mantendo informações sobre a destinação das 5.572,5 toneladas de resíduos originadas pela companhia no Brasil. A maior parte desse material segue para os aterros sanitários, enquanto o restante é enviado para Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) ou para pólos de reciclagem.

Destino Resíduos Não-manufatura 2007 Destination of Non-manufacture Residues

29,60%

22,70%

47,70% Aterro Landfill

ETE ETE

Reciclagem Co-processing

The material fowarded to recycling has the following composition: Our goal for 2008 is to improve the monitoring of water and energy consumption, and increase in 5% the total residues destined to recycling.

Indicadores ambientais - não-manufatura Environmental indicators - non-manufacture

GRI EN26 e EN28

18%

O material destinado à reciclagem tem a seguinte composição:

39%

17% 65% Embalagens Package

Ração Preparation

Co-processamento Co-processing

Temos como meta para 2008 aprimorar o monitoramento do consumo de água e de energia, bem como elevar em 5% o total dos resíduos destinados à reciclagem.


41 Descartando produtos Quando nossos produtos têm que ser descartados, há duas formas possíveis de fazê-lo: * Quando os produtos se tornam não-comercializáveis, ou seja, três meses antes de atingir a data de validade ou quando a embalagem secundária foi danificada, a companhia, em parceria com o Programa Mesa Brasil, do Sesc, promove sua doação (veja pág. 106). * Quando o consumo não é recomendado: providenciamos a destinação correta dos resíduos, mantendo um programa de descaracterização de produtos e embalagens, que garante os procedimentos corretos de remoção, acondicionamento, transporte e destinação final dos resíduos, tanto de suas fórmulas como de suas embalagens. Esses procedimentos se alinham ao nosso Sistema de Gestão Ambiental e resguardam a integridade da companhia nessa questão.

Emissões atmosféricas É meta da Unilever no mundo, desde 2004, reduzir em 25% as emissões de CO2 até 2012. Esse objetivo envolve desde a matéria-prima até a distribuição dos produtos Unilever, passando pela produção e por pesquisa e desenvolvimento.

% de Redução de CO2 - kg de CO2/t 2004 a 2007 % of CO2 Reduction - kg de CO2/t - 2004 a 2007

2004

2005

2006

2007

Total%

Unilever Brasil

126,277

121,346

109,233

55,975

56

Unilever Global

185,665

171,750

164,585

149,175

20

Fonte: Banco de Dados da Unilever-SEAC

Discharging products When our products must be discharged, it is done in two ways: * When the products are no longer tradable, i.e., three months prior to the validity expiration date or when the secondary package was damaged, the company, in partnership with Sesc’s Project Mesa Brasil (Brazil’s Table) promotes the donation (see page 106). * When the consumption is not recommended: we provide the correct destiny of the residuals, maintaining the products and packaging de-characterized, which guarantees the proper removal, conditioning, transport and final destination of the residuals, for their formulas as well as for their packaging. These proceedures are alighed to our Environment Management System and protect the company’s integrety on the subject. Atmospheric emissions Since 2004, Unilever – all over the world – aims at reducing in 25% the emissions of CO2 until 2012. This goal involves from raw material to the distribution of the Unilever products, passing by the production and research and development.


42 Emissions from the logistic process In 2007, we have started the monitoring of CO2 emissions. However, the data should be more accurate to be disseminated. The calculation is made according to the kilometers run by the trucks that transport our products to our clients. We are also gathering information on the amounts of CO2 from other sources of energy like: electric power of the offices; regional department of sales; distribution centers and development centers. We are also surveying the CO2 generated by the lift-trucks in the distribution centers.

Emissões do processo logístico Em 2007, iniciamos um monitoramento das emissões de CO2. O cálculo é feito em função dos quilômetros rodados pelos caminhões que transportam nossos produtos até os clientes. Estamos coletando também informações sobre as quantidades de CO2

provenientes de outras fontes de energia, como energia elétrica dos escritórios, regionais de vendas, centros de distribuição e centros de desenvolvimento, assim como o CO2 proveniente das empilhadeiras dos centros de distribuição.


43

Novos ares no negócio A Unilever Brasil está empreendendo uma importante contribuição ambiental, alinhando-se ao conceito global, no tocante ao consumo de gases refrigerantes na cadeia de sorvetes. Esses gases são utilizados em nossas conservadoras (freezers), totalizando aproximadamente 122 mil unidades espalhadas por todo o território nacional.

Atendendo às questões relacionadas ao Protocolo de Montreal, de 1999, os gases R12 e R22 foram substituídos por gases inofensivos à camada de ozônio: R134A (HCFC) para equipamentos horizontais e R404 (HCFC) para os verticais. Porém, preocupada com o aquecimento global, a Unilever decidiu pela substituição desses

gases pelo R290, um gás ecológico que não agride a camada de ozônio e não contribui com o efeito estufa. Essa substituição será gradual, durante a renovação natural do parque; em 2007, 11,3 mil conservadoras foram adquiridas com o novo gás.

Proteção da biodiversidade Para definir a melhor localização de nossas fábricas e escritórios, diversos fatores são considerados para que nenhuma unidade se situe em áreas que ofereçam riscos imediatos à preservação da biodiversidade da região.

New blow to business Unilever Brazil is providing an important environmental contribution, aligned to the global concept regarding the consumption of refrigerant gases in the ice-cream chain. The gases are used in our freezers, totaling about 122 thousand units all over the Brazilian territory. In response to the issues related to the Montreal Protocol, in 1999 the R12 and R22 gases were replaced by gases that do not deplete the ozone layer: R134A (HCFC) to horizontal equipment and R404 (HCFC) to the vertical ones. Concerned about global warming, Unilever decided to replace those gases for the R290 – an ecological gas that causes no damage to the ozone layer and does not contribute to the greenhouse effect. This will be a gradual replacement, during the natural renewal of the park. In 2007, 11.3 thousand freezers were purchased, with the new gas. Protection to biodiversity Several factors are considered when defining the best site for our plants and offices, so that no unit is installed in areas of immediate risk to the region’s biodiversity preservation. Novos ares no negócio New blow to business

GRI EN18 e EN26 Proteção da biodiversidade Protection to biodiversity

GRI EN11; EN12; EN13; EN14; EN15 e EN25


44

Nossos produtos e nossas marcas Desenvolver, aperfeiçoar sempre, inovar. Buscar novas alternativas para criar produtos e marcas cheias de vitalidade que sustentem a nossa relação de amizade e confiança com as pessoas. Develop, always improve, innovate. Searching new alternatives to create products and brands full of vitality, supportive to our links of friendship and trustworthiness with people.

Nossas marcas nos aproximam de nossos consumidores, estabelecendo uma relação de respeito, confiança e reconhecimento. Nossos produtos compreendem diversas linhas alimentos, sorvetes, higiene e limpeza - e estão entre os mais lembrados pelos consumidores.

Nossas marcas lideram em diversos segmentos e nos orgulha saber que estamos presentes em todo o país e praticamente em todas as famílias brasileiras, nas diferentes classes sociais: em um ano atingimos 100% dos lares brasileiros.

Um relacionamento de confiança é algo extremamente importante e é por isso que a Unilever não mede esforços para reforçar este compromisso com o consumidor.


45

A new view on how to offer new beneďŹ ts Our products and our brands Our brands makes us closer to our consumers, establishing a relationship based on respect, trust and recognition. Our products comprise several lines – food, ice-creams, personal care and cleaning – and are among the most remembered by our consumers. Our brands are leader in different segments, and we are proud to learn that we are present all over the country and in most of the Brazilian families, in different social classes: in one year we have reached 100% of the Brazilian homes. A trustworthy relationship is extremely important. And that is why Unilever does what it takes to reinforce this commitment with the consumer.

Nossos produtos e nossas marcas Our products and our brands

GRI 2.8 e PR9


Os Grupos de Negócio e osTipos de Produtos

da Unilever Brasil The Business Groups and Types of Products of the Unilever Brazil

Ketchups Mostardas Mustards

• Hellmann’s Original • Hellmann’s Pic • Arisco

• Hellmann’s Original • Hellmann’s Pic • Arisco • Beira Alta

Olive Oils

Alimentos

Soybean-based Drinks

Foods

• AdeS

Sopas Soups

• Arisco • Knorr

Caldos Broths

• Arisco • Knorr

Atomatados

Tomato-based Products

• Arisco • Knorr • Beira Alta

Sorvetes Ice-creams

Sorvetes Ice-creams

• Hellmann’s • Arisco • Beira Alta

• Maizena • Cremogema • Arrozina

• Arisco • Knorr

Bebida à base de Soja

Mayonnaise

Foods Supplements

• Arisco • Beira Alta

Seasonings and Spices

Maioneses

Complementos Alimentares

Azeites Temperos e Condimentos

Molho para Salada

Ketchups

• Kibon

Dressing

• Hellmann’s

Refrescos em Pó Powdered Juices

• Frisco • Tornado

Geléia de Mocotó

Mocotó (calf’s feet) Jelly

• Arisco


47 Produtos para o Cabelo

Sabonetes Líquidos e em Barra

Hair Care Products • Clear • Dimension 2 em 1 • Suave • Dove • Seda • Trim

Desodorantes Deodorants • Axe • Dove • Rexona

Soaps and Body-washes • Lux Luxo • Lux Suave • Lux Shower • Vinólia • Suave • Fofo • Dove

Creme Dental Toothpaste

Cuidados com a Pele

Esponja

• Close Up

Skin Care

Sponge

• Dove • Vasenol

• Lux

Higiene Pessoal Hygiene and Personal Care

Higiene e Beleza Hygiene and Personal Care

Limpeza Doméstica Home Care

Detergente em Pó

Sabões em Pedra

Fabric Soaps

• Ala • Brilhante • Minerva • Omo • Surf

Soaps

• Ala • Brilhante • Minerva

Detergente em Pó para Máquinas Washing Machine Soap

• Sun

Amaciantes e Facilitadores Alvejante Bleaching

• Brilhante

Limpadores Cleaners

Fabric Softeners and Facilitators

• Cif • Brilhante

• Comfort • Fofo


49

Mudanças em curso Enfrentar novos desafios é uma das bandeiras da Unilever. Agindo dessa forma, a companhia decidiu reposicionar-se no mercado de alimentos e, por isso, importantes negócios movimentaram esta categoria em 2007. UNILEVER E PERDIGÃO Em junho, a Unilever e a Perdigão anunciaram a formalização de uma joint-venture, com a finalidade de gerir as marcas Becel e Becel ProActiv. Pelo acordo, a Unilever licencia o uso das marcas, incluindo sua utilização em outras linhas de produtos, e mantém o apoio em pesquisa, inovação e marketing para o desenvolvimento de produtos saudáveis à nova empresa formada pela joint-venture. Já a Perdigão disponibiliza as estruturas de produção, vendas e distribuição. A aliança também contemplou a venda da estrutura produtiva e das marcas de margarina da Unilever (DORIANA, DELICATA e CLAYBOM). Crescer no setor de margarinas é uma das prioridades estabelecidas no plano de expansão da Perdigão, pois o produto se encaixa com perfeição à cadeia de refrigerados e congelados, foco principal do negócio da empresa.

UNILEVER E BUNGE A GRADINA, com produtos voltados para restaurantes e cozinhas industriais lançada nos anos 70, foi negociada com a Bunge. Esse negócio possibilitou à Unilever direcionar o foco para as linhas de molhos, caldos, temperos e sobremesas, com outras marcas que já fazem parte de nosso portfólio. Essas mudanças representam os movimentos das empresas para aperfeiçoarem seus negócios e continuarem oferecendo produtos de qualidade que satisfaçam o consumidor.

Ongoing changes Facing new challenges is one of Unilever’s mottos. In consonance with that, the firm decided to change its position in the food market. Therefore, important businesses were done in this category in 2007. UNILEVER AND PERDIGÃO In June, Unilever and Perdigão officially announced a jointventure to manage the brands Becel and Becel ProActiv. According to the agreement, Unilever grants the license to Perdigão to use the brands, including in other lines of products, while maintaining the support to research, innovation and marketing to the development of healthy products to the new corporation born from the joint-venture. Perdigão, in turn, provides the structure of production, sales and distribution. The alliance has also contemplated the sales of the productive structure and of Unilever’s margarine brands (DORIANA, DELICATA and CLAYBOM). Expanding in the margarine sector is one of the priorities established in Perdigão’s expansion plan, since that product perfectly fits into the chain of refrigerated and frozen food – the main focus of the company. UNILEVER AND BUNGE GRADINA, with products to restaurants and industrial kitchen, launched in the 1970’s, was negotiated with Bunge. That business allowed Unilever to direct the focus to the lines of sauces, broths, seasonings and deserts, jointly with other brands part of our portfolio. Such changes stand for the movement of the corporations towards improving their business and keep on supplying quality products to satisfy consumers.


50 Lançamentos das Marcas - Retrospectiva 2007 Launching of the Brands - Retrospective 2007

MARCAS

PRODUTOS NOVOS

Brands

New Products

SEDA

52

DOVE

47

KIBON

40

KNORR

25

FOODSOLUTIONS

13

BRILHANTE

12

LUX

11

REXONA

9

CLEAR

8

Lançamentos e inovações

CLOSE UP

8

MAIZENA

7

ADES

6

FOFO

6

Em 2007, o portfólio da Unilever cresceu com 273 lançamentos. Antes de esses produtos chegarem aos lares brasileiros, foram realizados, em média, dois anos de pesquisas sobre a rede de distribuição da companhia, as propriedades físicas dos produtos e se eles poderiam sofrer qualquer alteração nesse processo de transporte, a fim de garantir a segurança do consumidor durante a sua utilização.

DORIANA

5

AXE

4

HELLMANN’S

4

OMO

4

SURF

4

COMFORT

3

ARISCO

2

CIF

2

BECEL

1

UNILEVER

273


Um dos diferenciais da companhia é a inovação. Seja fruto de pesquisa bruta, de mercado, de prospecção de clientes, de nichos específicos ou simplesmente de novas oportunidades. Apresentamos a seguir algumas iniciativas de destaque: Lista de alergênicos Todos os produtos de Higiene Pessoal passaram a informar em seus rótulos, a lista de componentes alergênicos do perfume utilizado. Tal procedimento garante maior segurança ao consumidor, pois permite que ele tome conhecimento se existe na composição do produto alguma substância que possa causar danos à sua saúde.

Testes em animais A Unilever não realiza testes em animais (tais procedimentos, de acordo com a legislação nacional, são necessários quando são fabricados produtos corrosivos, e estes não constam de nosso portfólio). A companhia é a favor da realização de testes alternativos em vez dos mencionados. Conforme regulamentação da Anvisa, a Unilever utiliza simbologias rigorosas nas embalagens de alguns de seus produtos para advertir sobre sua composição.

Formol

Embalagens

Uma iniciativa importante da Unilever foi deixar de utilizar formol em seus produtos. Entre 2006 e 2007, gradativamente, o formol foi substituído por outros componentes. No entanto, os custos dessa mudança não foram repassados para o consumidor.

Inovar também significa repensar antigas fórmulas para melhorar o desempenho em todas as fases do processo. A nova linha Dove de 750ml, por exemplo, obteve uma otimização no volume do produto por peso de embalagem, o que resultou em uma redução dos impactos ambientais de 33% em relação à sua versão de 250ml.

Kosher Respeitando a diversidade religiosa, a empresa incorporou na relação de seus produtos alguns produtos Kosher. Para isso, é necessário mais que a garantia da Unilever de que a preparação dos alimentos segue os preceitos religiosos e de que não há substâncias vetadas pela tradição e pelos ritos da cultura judaica. É preciso que membros religiosos visitem as instalações e que conheçam o processo de fabricação dos produtos. A Unilever cumpriu todas essas medidas e possui alguns produtos considerados Kosher.

Voltaram à imprensa, em 2007, notícias sobre maquiagens de produtos. A Unilever foi questionada sobre a redução na embalagem do extrato de tomate Arisco. Informamos que os processos estão em andamento e ainda não há qualquer decisão definitiva sobre eles. A empresa cumpre rigorosamente a legislação vigente e tem convicção de que todos os seus produtos estão dentro do padrão exigido.

Produtos Kosher Amido de Milho Maizena (cartuchos 200g e 500g) Molho de Mostarda Hellmann’s (galão 1,5 litro, frasco PET 200g, sachê 7g, bolsa plástica 830g)

51 Launchings and innovations In 2007, Unilever’s portfolio increased with 273 new launchings. Before arriving into the Brazilian homes, two years of research, on average, were carried out on the company’s distribution grid, the physical properties of products and if they could undergo any change during transportation, in order to ensure the consumer’s security during the use. One of our company’s differentials is innovation. Whether ensuing from gross surveys, research on market, clients prospecting, specific niches or just on new opportunities. Some of the outstanding initiatives are outlined below: List of allergenic components - All the Personal Care products now bring on their labels the list of allergenic components of the perfume used. Such procedure ensures higher security to consumers, since they can know if in the product composition there is any substance harmful to their health. Tests with animals - Unilever does not perform tests with animals (according to the national legislation, such procedures are required when producing corrosive products that are not part of our portfolio). The company advocates for alternative tests. According to Anvisa (Brazilian Agency of Sanitary Surveillance), Unilever uses rigorous symbols on the packages of some of its products to warn about the composition. Formaldehyde - An important initiative by Unilever was to abandon the use of formaldehyde in its products. From 2006 to 2007, the formaldehyde was gradually replaced by other components. However, the costs of such change were not transferred to consumers. Kosher - Respecting the religious diversity, the company incorporated some Kosher products in its roster. That demands more than Unilever’s guarantee that the food was prepared following the religious principles and that there is no substance forbidden by the Jewish tradition and rituals. The religious members visit the facilities and are acquainted to the products manufacturing process. Unilever has fulfilled all those measures and supplies some products considered Kosher. Kosher Products • Maizena Corn Starch (200g and 500g packages) • Hellmann’s Mustard Saucer (1.5 liter gallon, 200g Pet bottle, 7g sachet, 830g plastic bag) • Hellmann’s Pic Mustard Saucer (PEAD 200g) • Mustard Saucer Arisco (Pet bottle 200g, sachet 7g) • McDonald’s Prepared Mustard (sachet 7g, bag 6kg, pouch.) Packages - Innovating also means re-thinking old formulas to improve the performance in all of the process stages. The new 750 ml Dove line, for example, had its volume by the package weight optimized, resulting in a reduction of environmental impacts of 33% in comparison to its 250ml version. In 2007, the press published again some news on the “makeup” of products. Unilever was questioned about the reduction on size of the Arisco tomato sauce package. However, we have informed that the processes are underway and there is no final decision on them. The company strictly complies with the legislation in force and is absolutely sure that all products meet the required standards.

Molho de Mostarda Hellmann’s Pic (frasco PEAD 200g) Molho de Mostarda Arisco (frasco PET 200g, sachê 7g) Mostarda Preparada McDonald’s (sachê 7g, bag 6kg, pouch)

Lançamentos e inovações Launchings and innovations

GRI PR1 e PR3


52

Rotulagem

Labeling Our labels represent the image of our brands. That is why all of our products are subjected to the requirements in force and follow the national legislation regarding the labeling procedures. In 2007, the newly launched Chococo flavor of the Cornetto icecream (Kibon) brought printed on its package the information “Free of gluten”. However, the ice-cream crust had gluten. As soon as the mistake was noticed, the company anticipated and blocked the sale of the batches with that problem. It recalled the products distributed, provided a tool free number to consumers, and issued notices on the sites www.kibon.com.br and www. unilever.com.br. Moreover, it implemented new productions with the package duly corrected. Those procedures reflect our concern with consumers who, when buying a Unilever product, know they can trust it. Marketing communications Unilever has always been recognized for the power of its brands. They play a strategic role in the company’s expansion, based on the recognition of a creative and innovative marketing that is a key element to the expansion and understanding and development of differentiated products and brands. It is part of Unilever’s social responsibility to contribute with the dissemination of positive values to the society, not only aiming at delivering quality products, but also promoting values and healthy life styles, through brands that inform on positive messages, capable of changing people’s lives.

Rotulagem Labeling

GRI PR2; PR3 e PR4

Nossos rótulos representam a imagem de nossas marcas. Por isso, todos os nossos produtos estão sujeitos às exigências vigentes e seguem a legislação nacional quanto à questão dos procedimentos de rotulagem. Em 2007, o recémlançado sabor Chococo do sorvete Cornetto, da Kibon, continha impresso em sua embalagem

a informação “Não contém glúten”, no entanto, contém glúten na casquinha do sorvete. Tão logo foi percebido o equívoco, a empresa se antecipou, bloqueou as vendas dos lotes que apresentavam esse problema, recolheu do mercado os produtos já distribuídos, disponibilizou o Serviço de Atendimento ao Consumidor através de ligações gratuitas, além

de emitir notas, através dos sites www.kibon.com.br e www.unilever.com.br, e implementar novas produções com embalagem corrigida. Tais procedimentos refletem a preocupação com nossos consumidores que, ao adquirirem um produto da marca Unilever, sabem que podem confiar.

Comunicações de marketing A Unilever sempre foi reconhecida pela força de suas marcas. Elas ocupam um papel estratégico de crescimento da organização a partir do reconhecimento de um marketing criativo e inovador, fundamental à expansão

e ao entendimento e desenvolvimento de produtos e marcas diferenciadas. Faz parte da responsabilidade social da Unilever contribuir com a disseminação de valores positivos para a sociedade, não somente almejando a

entrega de produtos de qualidade, mas também promovendo valores e estilos de vida saudáveis, através de marcas que se comunicam com mensagens positivas, capazes de transformar a vida das pessoas.

Comunicações de marketing Marketing communications

GRI PR6 e PR7

Se sujar faz bem Desde 1957, as consumidoras brasileiras podem contar com a marca Omo, que sempre foi e é considerada pelas donas-de-casa uma forte aliada na lavagem de roupas, proporcionando-lhes mais tempo para se dedicarem ao cuidado com a família. Além do profundo conhecimento da consumidora e do alto grau de inovação nas formulações e embalagens, desde 2001, a marca investiga a importância que a liberdade de se sujar tem para o desenvolvimento infantil. A fim de auxiliar pais e educadores no desenvolvimento das crianças, foram realizadas as pesquisas

“A Descoberta do Brincar”, que entrevistou pais e mães brasileiros, e “Dar aos Nossos Filhos o Direito de Serem Crianças: a infância na visão global das mães”, que buscou a opinião de mães de dez países sobre os principais temas que envolvem a infância atual. Todas essas iniciativas contribuem para a história de sucesso de Omo. Promover a liberdade para as crianças aprenderem pelas próprias experiências e ajudar as consumidoras com produtos que atendam às suas necessidades específicas estão no DNA da marca do coração dos brasileiros.


53

CHICABON: 65 anos Lançado em 1942 e sinônimo de sorvete de chocolate, o Chicabon completou 65 anos. Inicialmente, a marca era produzida pela U. S. Harkson do Brasil. A assinatura Kibon passou a integrar as embalagens apenas em 1950. Em 1997, a Kibon foi adquirida pela Unilever. Para comemorar o acontecimento, a Kibon investiu cerca de R$ 1,5 milhão em ações que incluíram embalagens comemorativas, novo formato

do sorvete e a promoção “Em busca do picolé número 1”, na qual os participantes deveriam procurar pistas nas mais variadas mídias e lugares para encontrar uma réplica da primeira embalagem do sorvete. A nova embalagem em edição comemorativa teve estilo retrô, que explorou os elementos das seis décadas de história do produto, destacando o sabor clássico e original de malte com chocolate.

OMO: Getting dirty is healthy Since 1957, the Brazilian consumers can count on the Omo brand that has always been considered by the housewives as a strong ally to wash clothes, allowing more time for them to care about their families. Additionally to the deep knowledge of the consumers and high level of innovation in the formulations and packages, since 2001 the brand surveys the importance of getting dirty for the child’s development. In order to assist parents and educators in the children’s development, Unilever commended the surveys “The Discovery of Playing” that interviewed Brazilian fathers and mothers, and “Give our Children the Right to being Children: childhood in the global view of the mothers”, which surveyed the mothers’ opinions in ten countries on the main topics involving the current childhood. All such initiatives contribute to the successful history of Omo. Promoting freedom for children to learn with their own experience and assisting consumers by supplying products that meet their specific needs are in the DNA of the brand of the Brazilians’ heart. CHICABON: 65 years old Launched in 1942 and a synonymous to chocolate ice-cream, Chicabon celebrated its 65th anniversary. In principle, the brand was manufactured by the U. S. Harkson do Brasil. The name of Kibon was incorporated to the package only in 1950. In 1997, Unilever purchased Kibon. To celebrate the event, Kibon committed about R$ 1.5 million in actions that included commemorative packages, now format of the ice-cream and the promotion “Searching for the Nr. 1 popsicle stick”, where the participants should seek for clues in different medias and places to find a reproduction of the first package of the ice-cream. The new package of the commemorative edition was in a retro style, exploiting the elements of the six decades of history of the product, emphasizing the classic and original flavor of malt and chocolate.


54

Dove: Projeto Real Beleza O Projeto Real Beleza é uma iniciativa de responsabilidade social de Dove. Seu objetivo é fortalecer a autoestima de crianças e adolescentes ao ampliar seu repertório sobre beleza, estimulando mudanças em suas atitudes, para que se tornem adultos mais confiantes e preparados.

É composto por ateliês em escolas, onde os alunos são estimulados a refletir e vivenciar os conceitos de beleza e auto-estima por meio de diferentes linguagens — artes corporais, plásticas e literárias. Cada aluno escolhe o ateliê do qual participa e tem um acompanhamento da sua evolução. O projeto adotou como premissa o envolvimento de outros três públicos, além dos alunos dos ateliês: os familiares, os professores e o entorno escolar. Atividades de formação, workshops e palestras são algumas das formas de participação desses grupos.

Em 2007, 6 escolas foram beneficiadas, 500 professores capacitados, 1.200 alunos participaram nos ateliês e outros 5.800 foram envolvidos, além de 5.000 pessoas da comunidade participantes de outras atividades.

Através do Projeto Real Beleza, Dove estabeleceu um compromisso a longo prazo com a sociedade e possibilitou a vivência de uma beleza ampla, democrática e sem estereótipos: a real beleza.


Processo de determinação da qualidade dos produtos utilizados como brinde A preocupação com a saúde e a segurança dos consumidores vai além dos produtos em si, abrangendo também os brindes e re-packing. A Unilever implantou, em 2007, a política de aprovação de brindes, desde a sua fabricação até a chegada às mãos do consumidor final. A decisão sobre a inclusão de um brinde em uma ação promocional passa por diversos setores

da empresa, incluindo Marketing, Compras e Jurídico.

A parte que toca a qualidade é vital e determinante. Antes de um produto ser oferecido como brinde, ele é testado no Brasil, e caso seja classificado como alto risco, ele é enviado para o SEAC, na Inglaterra. No entanto, em tempos

55

de globalização, ter conhecimento dos locais de fabricação dos produtos é essencial. Por isso, foi firmada parceria com uma certificadora de atuação internacional: a SGS, com filial no Brasil.

Assim, a Unilever assegura que todos os brindes adquiridos respeitem os rigorosos padrões de qualidade, direitos humanos e meio ambiente, estipulados pela companhia.

Dove: Real Beauty Project The Real Beleza Project is a Dove’s social responsibility initiative. It aims at enhancing the self-esteem of children and adolescents, by expanding their repertoire on beauty, fostering behavioral changes to make them more confident and better prepared. It is composed of workshops at schools, where students are encouraged to think over and experience the concepts of beauty and self-esteem, using different languages – body, plastic and literary arts. Each student selects the workshop in which he/she wants to participate and has his/her development monitored. The project adopted as premise the involvement of other three audiences, additionally to the workshop students: the family members, teachers and school vicinities. Activities on capacitybuilding, workshops and lectures are some ways how those groups can participate. In 2007, six schools benefited from the project. 500 teachers were trained, 1.200 students attended the workshops and other 5,800 were engaged, additionally to 5.000 community members who participated in other activities. Through the Real Beleza Project, Dove established a long-term commitment with the society and allowed for experiencing a broad, democratic and stereotype-free beauty: the real beauty. Process for determining the quality of products used as gifts The concern with the consumers’ health and security goes beyond the products themselves. It comprises all the gifts and re-packing. In 2007, Unilever implemented the policy for approving the gifts, which goes from the manufacture stage to their delivery to final consumers. The decision for including a gift in a promotional action goes through different sectors of the company, including Marketing, Procurement and Legal Departments. Quality is crucial and decisive. Before being offering a product as a gift, it is tested in Brazil and, if ranked as high risk, it is forwarded to SEAC, in England. However, in globalization times, knowing the sites where products are manufactured is a must. Hence, we have entered a partnership with an international certification company: the SGS, with office in Brazil. Thus, Unilever ensures that all the gifts purchased are compliant with rigorous standards of quality, human rights and environment, set forth by the company.


56

Transporte A Unilever busca superar-se ano após ano na área de logística, trazendo inovações que garantam qualidade e eficiência. Em 2002, ela diagnosticou causas que acarretavam perdas de produtos para a empresa no processo

Transformar simples alternativas em um caminho cheio de possibilidades para o desenvolvimento da empresa e do mundo que nos cerca. É assim que ajudamos a construir o mundo de amanhã, tendo atitudes sustentáveis hoje mesmo. Converting simple alternatives into a way full of possibilities to develop our company and the world surrounding us. That is how we help building the world of tomorrow: adopting sustainable attitudes now.

de transportes. Causas como roubos e furtos foram as primeiras a serem abordadas, a partir de uma parceria da companhia com uma empresa da área de segurança. Como resultado, os índices foram diminuindo ano a ano.

Freqüência de Roubos (a cada 10.000 embarques)

2002 a 2007 Frequency of Thefts (at every 10.000 shipments) - 2002 to 2007

9

9

Higiene e Beleza + Alimentos HPC + Foods

8

Alimentos Foods

7

Higiene e Beleza HPC

6

Unilever

4,9

5

4,3

4

3,1

3

2,7

2,4 1,9

2

2,3 1,8

1,5

1

NOV NOV 2002

FEV AGO OUT FEB AUG OCT 2003

MAI JUL AGO NOV MAY JUL AUG NOV 2004

JUN AGO NOV JUN AUG NOV 2005

MAR MAR 2006

DEZ DEC 2007


57

A new sense to reflect new ways Transportation Year after year, Unilever tries to exceed in the field of logistic, bringing innovations that ensure quality and efficiency. In 2002, it diagnosed the causes that led to loss of products to the company during the transportation process. Causes such as theft and stealing were the first to be approached, based on a partnership of the company with a firm in the security field. The indexes have then dropped, year by year.

Transporte Transportation

GRI EN29


58

Freqüência de acidentes (a cada 10.000 embarques)

2002 a 2007 Frequency of accidents (at every 1000 shipments) - 2002 to 2007

Higiene e Beleza + Alimentos

9 The next step was to reduce the issues related to accidents. Bearing that in mind, Unilever implemented the project “Transportando com Segurança” (Transporting with Security) that provided training to the truck drivers teaching them not to drive for long consecutive hours, take a break and make occupation gymnastic. The company was awarded the 2004 Volvo Security Prize with that Project. The third step stood for the optimized management of the fleet that relies on a Traffic Monitoring Center and the Transportation Management System (TMS). The Monitoring Center coordinates all vehicles that provide load transportation services. The system can detect any deviation from the route, delay, a minor accident. The information is processed every time at the company headquarter and a software was developed specifically for that purpose.

HPC + Foods

8

8

Alimentos Foods

7

Higiene e Beleza

6

Unilever

HPC

5 4

2,8

3

2,7

2,9

2

3,3 2,6 2,4 2,3 2 1,6

1

NOV NOV 2002

FEV AGO OUT FEB AUG OCT 2003

MAI JUL AGO NOV MAY JUL AUG NOV 2004

JUN AGO NOV JUN AUG NOV 2005

MAR MAR 2006

DEZ DEC 2007

O passo seguinte foi diminuir os problemas relacionados aos acidentes. Por conta dessa preocupação, materializou-se o projeto “Transportando com Segurança”, que treinou os motoristas dos caminhões para não dirigirem muitas horas seguidas, terem momentos de descanso e fazerem ginástica laboral. A empresa ganhou o prêmio Volvo de Segurança em 2004 por este Projeto. O terceiro passo foi o gerenciamento otimizado da frota, que conta com uma Central de Monitoramento de Tráfego e o sistema TMS (Transportation Management System). A Central

de Monitoramento coordena todos os veículos prestadores de serviços de transporte de carga. Um desvio de rota, um atraso, um pequeno acidente são passíveis de detecção pelo sistema.

O processamento das informações é feito a todo momento na sede da empresa e, para isso, um software foi especialmente desenvolvido.


Circuitos estáticos, caminhões eutéticos e distribuição conjunta No sistema de gerenciamento da frota outras três ações devem ser destacadas: os circuitos estáticos, o uso de caminhões eutéticos e a distribuição conjunta. O Circuito Estático é um planejamento estratégico das operações logísticas da companhia. Desde 2005, foi realizado um replanejamento de todas as rotas para diminuir o número de caminhões que faziam entregas de matériasprima, embalagens ou produtos acabados, e a companhia conseguiu eliminar drasticamente o número de caminhões que circulavam sem carga alguma (ociosa). Além do planejamento, da parceria com as empresas terceiras de transporte, da frota com baixa quilometragem, os motoristas treinados foram fundamentais para garantir o sucesso do plano. Assim, foi possível economizar recursos financeiros, diminuir as emissões atmosféricas e

melhorar a qualidade de trabalho dos motoristas. O transporte de sorvetes é um setor que merece especial atenção, pois, além da poluição normal de qualquer veículo, emite ainda a poluição ocasionada pelo sistema de congelamento das cargas. Os caminhõesfreezer utilizam, em sua maioria, um sistema que leva o nome da principal fabricante desse tipo de produto: Termo King. Por esse sistema um refrigerador é acoplado ao baú do caminhão, garantindo a manutenção das baixas temperaturas. A Unilever também adota outras alternativas ambientalmente viáveis, como os veículos equipados com o Sistema Eutético. Caminhões em cujas paredes e teto são montadas placas que armazenam capacidade refrigerante, para manter os produtos em temperaturas saudáveis, sem a necessidade de carregar um equipamento de

congelamento junto ao caminhão. A Distribuição Conjunta é outro meio de melhorar a entrega de produtos acabados. Este conceito consiste nos caminhões transportarem produtos de beleza, limpeza e alimentos no mesmo caminhão, mas devidamente separados por divisórias aprovadas pela área de SHEQ e segundo as normas e legislações locais (antes um caminhão levava somente produtos de um segmento). Com esse recurso, aperfeiçoa-se o uso do espaço do veículo e, à medida que um determinado produto é entregue, outro pode ser carregado e seguir para o próximo destino. Ao otimizar o uso do espaço, diminuir a quantidade de viagens e usar tecnologias inovadoras no transporte, é possível contribuir para a sustentabilidade em consonância com o negócio da companhia.

59 Static circuits, eutectic trucks and joint distribution Three additional actions stand out regarding the fleet management: the static circuits, the use of eutectic trucks and the joint distribution. The Static Circuit is a strategic planning of the company’s logistic operations. Since 2005 the routes have been re-planned to reduce the number of trucks delivering raw materials, packages of finished products. The company succeeded in drastically reducing the number of trucks circulating with no load (idle). Additionally to the planning, the partnership with other transportation companies, the fleet with few miles, the trained drivers were a key element to the plan’s success. Therefore, we could save financial resources, reduce the atmospheric emissions and improve the quality of the drivers’ work. The transportation of ice-creams is a noticeable sector. Additionally to the customary pollution of any vehicle, that kind of transportation has also the pollution ensuing from the load freezing system. Most of the freezer-trucks use a system named after the main manufacturer of that kind of product: Termo King. In that system, a refrigerator is coupled to the body of the tuck, maintaining low temperatures. Unilever also adopts other alternatives that are environmentally feasible, such as the vehicles equipped with the Eutectic Trucks System, where the walls and roof are covered with plates that store the refrigerant capacity, to keep the products in healthy temperatures, with no need for carrying freezing equipment jointly with the truck. The Joint Distribution is another way for improving the delivery of finished products. The concept consists in having the trucks transporting personal care, cleaning and food products in the same truck, but duly separated by partition walls approved by the SHEQ area and following the local rules and legislation. Before that, a truck would transport the products of one single segment. That facility improves the use of the vehicle space and, as a given product is delivered, another can be loaded and follow to the next destination. By optimizing the use of the space, reducing the number of travels and using innovative technologies for transportation, one can contribute to the sustainability, pursuant to the company’s business.


60

Tabela de Redução de Emissão de CO2 nos Processos de Transporte de Produtos em 2007 Table of Reduction of CO2 Emissions during the Transportation of Products in 2007

Circuitos

Quantidade de veículos CE

Circuits

Quantity of CE vehicles

Ciclos semanais por veículo

km/Ciclo km/cycles

Weekly cycles of vehicles

14

72

83

44.212,43

Capacidade dos veículos ANTES (paletes)

Capacidade dos veículos do circuito APÓS (paletes)

Quantidade de viagens anuais (ANTES CE)

Quantidade de viagens anuais (APÓS CE)

Capacity of vehicles BEFORE (pallets)

Capacity of the vehicles in the circuit AFTER (pallets)

Number of annual trips (BEFORE CE)

367

414

13.231,25

Number of annual trips (AFTER CE)

11.534,86 Legenda: CE = Circuitos Estáticos CE = Static Circuits

Fator de Emissão de CO2 para pesados a diesel: 770g/km Fonte: Tabela 1-39 do Revised 1996 IPCC Guidelines for National Greenhouse Gas Inventories - The Reference Manual - Volume 3 - Energy Factor of CO2 Emissions to diesel-fueled Heavy Trucks: 770g/km Source: Table 1-39 from the Revised 1996 IPCC Guidelines for National Greenhouse Gas Inventories - The Reference Manual - Volume 3 - Energy

Redução de CO2 em 2007 = 1.912.047,65t Reduction of CO2 in 2007 = 1,912,047.65t

Exemplos de circuitos em uma linha Examples of circuits in a line Higiene e Beleza - HPC

VAZIO - EMPTY

Destino/Origem

Destino/Origem

Destino/Origem

Destino

Origem

Destino/Origem

Destino

Destination/Origin

Destination/Origin

Destination/Origin

Destination

Origin

Destination/Origin

Destination

Rio de Janeiro-RJ

Cabo Frio-RJ

Pouso Alegre-MG

Louveira-SP

Cajamar-SP

Goiânia-GO

Louveira-SP

Descarga

Carga

Descarga/Carga

Descarga/Carga

Carga

Descarga/Carga

Descarga

Unload

Load

Unload/Load

Unload/Load

Load

Unload/Load

Unload

VAZIO

SAL

ALIMENTOS

LATAS

ALIMENTOS

EMPTY

SALT

FOODS

Cans

FOODS

Pouso Alegre Louveira Louveira

Cabo Frio Cajamar-SP Rojek

Goiânia

Rio de Janeiro

03 carretas sider - 30 paletes / 34 toneladas Duração do ciclo completo: 02 dias

18 carretas sider - 30 paletes / 27 toneladas Duração do ciclo completo: 03 dias

03 sider trucks - 30 pallets / 34 tonnes Duration of the cycle: 02 days

18 sider trucks - 30 pallets / 27 tonnes Duration of the cycle: 03 days


61

Os Centros de Distribuição da Unilever no Brasil estão localizados: Unilever’s Distribution Centers in Brazil are located at:

4

ICE HPF ICE ICE ICE HPF HPF ICE ICE HPF HPF HPF ICE ICE HPF ICE HPF ICE ICE HPF ICE ICE HPF HPF HPF ICE ICE ICE ICE

Cidade City

UF

Maceió Camaçari Salvador Fortaleza Brasília Goiânia Pouso Alegre Contagem Belém Igarassu Garanhuns Nilcen Recife Recife Pinhais Curitiba Rio de Janeiro Rio de Janeiro Natal Canoas Porto Alegre Aracaju Louveira Indaiatuba Mogi-Guaçu Taboão da Serra Marília Vinhedo Valinhos

AL BA BA CE DF GO MG MG PA PE PE PE PE PE PR PR RJ RJ RN RS RS SE SP SP SP SP SP SP SP

1 1

6

Fábricas Plants

Escritório Office

CD - Centro de Distribuição

CD ICE

Distribution Center

CD HPC


62

Pessoas Os públicos da Unilever É na diversidade de pessoas e idéias que encontramos vitalidade para transformar antigos conceitos, refletir sobre novas perspectivas e direcionar atitudes para dar um novo sentido às nossas vidas. It is in the diversity of people and ideas that we find the vitality to change old concepts, reflecting over new perspectives and directing attitudes towards a new sense to our lives.

Acionistas e provedores de capital: conduzimos nossas operações de acordo com princípios internacionalmente aceitos de boa governança corporativa e fornecemos globalmente a todos os nossos acionistas, de forma regular, informações confiáveis sobre nossas atividades, estrutura, situação financeira e desempenho.

Colaboradores: mantemos uma relação de respeito e estímulo com nossos colaboradores contratados e terceirizados, oferecendo condições justas, seguras e saudáveis de trabalho e estimulando o desenvolvimento pessoal e profissional de cada um.

Comunidades: como parte integrante da sociedade, cumprimos nossas responsabilidades em relação às comunidades nas quais atuamos, aliando nossa estratégia de negócios a nossos projetos comunitários.

Concorrência:

Imprensa: buscamos

acreditamos na concorrência vigorosa, porém leal, e apoiamos o desenvolvimento de leis adequadas para regulamentá-la, conduzindo as operações de acordo com os princípios éticos da concorrência.

a sinergia entre todas as áreas da imprensa, para consolidar e promover a imagem positiva que a Unilever construiu desde a sua chegada ao Brasil e também para reforçar a nossa credibilidade junto à mídia.

Consumidores e clientes: servi-los de forma efetiva e única é a base de nosso propósito corporativo, razão pela qual oferecemos produtos e serviços com valor em termos de preço e qualidade, que sejam seguros e atendam a padrões precisos de rotulagem e comunicação, garantindo uma boa escolha.

Governo e Associações de Classe: seguimos as leis e os regulamentos brasileiros e cooperamos com governos e outras organizações, como associações de classe, para aprimorar determinações que possam afetar interesses legítimos de negócios.

Organizações Não Governamentais ONGs: acreditamos que os diversos interesses da sociedade devam ser respeitados e inseridos dentro das corporações, especialmente através do respeito e do entendimento dessas necessidades.

Parceiros de negócios: estabelecemos relacionamentos que sejam mutuamente benéficos com nossos fornecedores e parceiros de negócios, numa trajetória crescente de aproximação, incentivo e compartilhamento de valores e práticas.


São as pessoas que nos rodeiam que nos fazem crescer, que nos motivam a produzir e inovar, que nos emocionam e nos revitalizam dia após dia. A new way towards sharing new ideals Persons The people surrounding us are who make us grow, encourage us to produce, innovate, they touch us and reinvigorate us day after day. Unilever audiences Shareholders and capital suppliers: we carry out our operations pursuant to the internationally accepted principles of good corporate governance and supply our global stakeholders, on a regular basis, trustable information on our activities, structure, financial situation and performance. Collaborators: we keep a relationship of respect and encouragement to our hired and outsourced collaborators, offering fair and healthy conditions of work, encouraging the personal and professional development for each one of them. Communities: as integral part of the society, complying with our responsibilities in relation to the communities wherein we work, allying our business strategy to our community projects. Competitiveness: we believe in the vigorous but loyal competitiveness, and support the development of adequate laws to rule them, carrying out our operations according to the ethical principles of competitiveness. Consumers and clients: serve them in an effective and unique way is the baseline of our corporate purpose. That is why we supply products and services of value in terms of price and quality that are safe and meet accurate standards of labeling and communication ensuring a good selection. Government and Class Associations: we follow the Brazilian laws and regulations, besides cooperating with governments and other organizations like class associations, to improve determinations that could affect the legitimate business interests. Press: we pursue the synergy among all the press areas, to consolidate and promote the positive image that Unilever built since its arrival in Brazil, and to reinforce its trustworthiness among the media. Non-Governmental Organizations - NGOs: we believe that the different interests of the society should be respected and introduced in the corporations, notably through the respect to and understanding of such needs. Business partners: we establish mutually beneficial relationships with our suppliers and business partners, in an increased path of approximation, encouragement and sharing of values and practices. Pessoas Persons

GRI 4.14; 4.15; 4.16 e 4.17


64

Nossos colaboradores Em nosso ambiente de trabalho, promovemos a igualdade e combatemos qualquer tipo de discriminação por gênero, raça, etnia, religião, entre outras. Esse compromisso está expresso em nosso

Código de Princípios de Negócios, disponibilizado a todos os funcionários, parceiros de negócio e acionistas, no qual também consideramos inaceitável qualquer tipo de assédio. Violações do Código podem ser denunciadas através de canal aberto com os profissionais de Recursos

Humanos ou pela Ethics Hotline - uma linha direta com o ouvidor independente, que tem acesso direto à liderança sênior da organização para a resolução de denúncias.

Gestão de pessoas

Our collaborators In our working environment, we promote equality and fight any kind of discrimination for gender, race, ethnics, religion, among others. This commitment is expressly stated in our Code of Business Principles that is distributed to all employees, business partners and shareholders. The code also disapproves any kind of harassment. Any violation to the Code can be denounced through an open channel with the Human Resources professionals, or through the Ethics Hotline — a hotline with the independent ombudsman, who has direct access to the organization’s senior management to solve the denouncements. Persons management Our collaborators are crucial, since they are in the heart of all processes of the company. Guaranteeing nice working and co-existence conditions are permanent concerns to the company, because Unilever is molded and headed by persons who work in a creative way within the structure of values and business objectives.

Nossos colaboradores são vitais, pois estão no centro de todos os processos da empresa. Garantir boas condições de trabalho e de convivência são preocupações permanentes da

pessoas crescerem também. Essa é a percepção que impulsiona todos os nossos esforços no sentido de manter o comprometimento de nossos funcionários e assegurar sua realização profissional.

Pensando nisso, a empresa mantém diversos meios de comunicação interna, tais como: Canal

Público

Periodicidade

Channel

Audience

Regularity

Bis! Bis!

Funcionários que têm acesso à e-mail

Semanal Weekly

Employees who have access to e-mail

Todos os funcionários

Bimestral

Encontro Magazine

All employees

2-month

Revistas Encontro Locais

Funcionários das fábricas, da cadeia de suprimentos e da área do Consumidor

2-month

Revista Encontro

Encontro Locals Maganizes

Bimestral

Employees of plants, supply chains and Customer area

TV Unilever TV Unilever

Funcionários da JK e visitantes (recepção e áreas de reuniões)

24 horas no ar

24-hour

JK employees

Todos os funcionários

Diária

Pin Boards

All employees

Daily

Comunicados via E-mail

Funcionários que têm acesso à rede

Whenever required

Quadros de Avisos We have grown as a corporation making people grow also. This is the perception that fosters all efforts towards keeping our employees’ commitment and ensures their professional satisfaction. Bearing that in mind, the company keeps several internal communication means, such as:

companhia, pois a Unilever é moldada e liderada por pessoas que operam de maneira criativa dentro de uma estrutura de valores e objetivos de negócio. Nós crescemos como empresa ao fazer as

E-mail Notices

Abre-telas / Logon Slide Screen-open / Logon Slide

Quando necessário

Employees with access to network

Funcionários que têm acesso à rede

Quando necessário Whenever required

Employees with access to the net

graphic

Intranet Intranet

Funcionários que têm acesso à rede Employees with access to the net

Quando necessário Whenever required


As campanhas de endomarketing são fundamentais para consolidar a nossa cultura, sensibilizar os funcionários sobre as questões ambientais e sociais, além de mantê-los informados sobre

todas as nossas ações e inovações. Para cada público há um canal diferenciado que se ajusta às suas necessidades e ao seu contexto. Um exemplo foi a instalação da TV Unilever na sede da companhia em 2007, uma mídia dinâmica e atrativa que tem inovado no sentido de informar e

Colaboradores por Tipo de Contrato Collaborators by Kind of Contract

5%

2%

93% Tempo indeterminado Undetermined term

Tempo determinado Fixed term

Estagiário Intern

65

reforçar alguns conceitos importantes, como a própria missão de vitalidade da empresa. Assim, seguimos criando

um ambiente de trabalho agradável para uma qualificada e competente equipe.

Todos os novos funcionários recebem o Código de Princípios de Negócio ao ingressar na Unilever, além de reforçarmos anualmente suas diretrizes e sua importância. Em 2007, 82% dos nossos funcionários participaram desse reforço.

The endo-marketing campaigns are a key element to consolidate our culture, build awareness among employees on environmental and social issues, besides keeping them informed about all of our actions and innovations. There is a differentiated channel to each audience, adjusted to their needs and context. An example was the installation of the TV Unilever at the company’s main office this year. That is a dynamic and attractive media that has innovated towards informing on and reinforcing some important concepts, like the company’s vitality mission. Thus, we continue building a pleasant working environment to a skilled and competent team. All the new employees receive the Code of Business Principles when they enter Unilever. Moreover, every year we reinforce the guidelines and their importance. In 2007, 82% of our employees participate in that effort.


Diversity and equality of opportunities One of the brands of Brazil is the diversity of cultures. And that diversity is reflected in Unilever, enabling the creation of solutions, the exchange of knowledge and the improvement of our activities to develop the enterprise. The area of Human Resources develops a project called “Diversity” which work based on three main pillars: Social Inclusion, Women and Inclusion of Handicapped Persons, Unilever incorporates diversity as an aspect of its organizational culture. The Social Inclusion project identifies low-income youngsters who start working in the company as interns. For this initiative, Unilever performs studies, provides stipends and a sound program for development. Another pillar tries to contribute to the process of professional development of women in the organization. The percentage of women holding leadership offices increases year after year. One of the initiatives to contribute with this pillar is the daycare nursery in the main office, in São Paulo. It allows the mothers to stay closer to their children, building balance between their personal and professional lives. In the pillar of Inclusion of Handicapped Individuals, the company fosters their hiring and inclusion in our staff, in all areas and plants. Our purpose is to integrate that audience to the everyday work, processes and culture of Unilever.

Diversidade e igualdade de oportunidades Uma das marcas do Brasil é a diversidade de culturas. E é essa diversidade que se reflete na Unilever, favorecendo a criação de soluções, a troca de conhecimentos e o aperfeiçoamento de nossas atividades para o crescimento da empresa. A área de Recursos Humanos desenvolve um projeto chamado “Diversidade”, que atua em três pilares prioritários: Inclusão Social, Mulheres e Inclusão de Pessoas com Deficiência. Assim, a Unilever incorpora a diversidade como um

aspecto da sua cultura organizacional. O projeto de Inclusão Social identifica jovens de baixa renda que ingressam na companhia como estagiários. Para viabilizar essa oportunidade, a Unilever custeia os estudos, oferece benefícios e um programa robusto de desenvolvimento. O outro pilar procura contribuir com o processo de ascensão das Mulheres na organização. A porcentagem de mulheres em cargos de liderança vem crescendo ano a ano.

Uma das iniciativas para contribuir com esse pilar é o berçário que fica na sede, em São Paulo. Ele permite maior proximidade entre mães e filhos, equilibrando a vida pessoal e a profissional da mulher. No pilar Inclusão de Pessoas com Deficiência, a companhia estimula a contratação e a inclusão destas em nosso quadro de funcionários em todas as áreas e fábricas. Nosso objetivo é integrar esse público ao dia-a-dia, aos processos e à cultura da Unilever.


67

Empregabilidade A rotatividade de pessoas de uma empresa - turnover é considerada um dos indicadores que possibilita o diagnóstico da mesma. Manter um baixo turnover nos valida como uma empresa atrativa. Atualmente, nosso turnover é inferior a 2%.

Employability The turnover of a company is considered one of the indicators that allow for diagnosing the company. Our low turnover validates us as an attractive company. Currently, our turnover is below 2%.

Planejamento de carreira e desenvolvimento profissional A Unilever tem longa tradição no desenvolvimento de carreiras. Para garantir isenção e uma abordagem ampla no que se refere a esse assunto, utiliza o PDP – Performance Development Plan -, que é um processo mundial da companhia, obrigatório para os administrativos em todos os níveis e áreas da organização (incluindo a equipe de vendas). O PDP é um processo que dá suporte para o crescimento profissional,

auxiliando o funcionário a traçar um plano de desenvolvimento em conjunto com seu superior imediato e a planejar sua carreira.

processo seletivo, seja ele gerencial, de coordenação ou outro nível administrativo, a empresa avalia os recursos internos,

Também ajuda a assegurar que os objetivos e comportamentos individuais estejam em sintonia para executar sua função alinhada à estratégia do negócio.

considerando seus planos individuais de carreira traçados.

No momento em que temos um novo

Caso não tenha nenhum recurso mapeado para a posição, a vaga será disponibilizada internamente através do open job posting. Caso a vaga não seja preenchida internamente, divulgamos a vaga no mercado.

Career planning and professional development Unilever has a long tradition in careers development. To guarantee exemption and a broad approach in this issue, it employs the Performance Development Plan – a global process of the company, mandatory to all administrative staff at any level and area of the organization (including the sales team). The PDP is the process that supports the professional development, assisting the staff member in the outlining of a development plan jointly with the immediate superior and to plan his/her career. It also assists in ensuring that the individual objectives and behaviors are streamlined to execute his/her duty, pursuant to the business strategy. When we open a new selective process, be it managerial, at coordination or any other administrative level, the company assesses the internal resources, considering the individual’s career plans outlines. If there is no resource mapped for the office, the vacancy will be internally offered through the open job posting. If the vacancy is not filled in internally, we disseminate the vacancy in the market.

Diversidade e igualdade de oportunidades Diversity and equality of opportunities

GRI HR4; LA14; SO2 e SO4 Empregabilidade Employability

GRI LA1 e LA2 Planejamento de carreira e desenvolvimento profissional Career planning and professional development

GRI EC7; LA11 e LA12


68 Training and education The professional improvement is a long-term investment that yields measurable results in the everyday life of the businesses. Therefore, providing training and development opportunities is crucial. In the approach of Integrated Human Resources, those opportunities are associated to the performance assessment and their potential. Unilever’s Corporate Education Program is composed of a learning system focused on the development of professional skills, general skills and leadership behaviors. In 2007, 229.283 hours of training were delivered to our collaborators (about 18 hours/year to each collaborator). The training sessions are delivered to all levels of staff and are compatible with the percentage of collaborators, divided among the different units of the company, located in different states. The company strongly expects and encourages selfdevelopment. That is to say that the employee is the main responsible for carrying out the individual learning plans. In order to foster even more the professional improvement of its collaborators, in 2007 Unilever expanded its portfolio, launching the comprehensive Unilever Learning – LMS (Learning Management System.) This is a learning system streamlined to the business needs, which provide several training programs for the employees, serving as a source for the better management of their development.

Treinamento e educação O aprimoramento profissional é um investimento a longo prazo que gera resultados mensuráveis no dia-a-dia dos negócios. Por isso, oferecer oportunidades de treinamento e desenvolvimento é fundamental. Na

abordagem de Recursos Humanos Integrados, essas oportunidades estão associadas à avaliação de performance e ao potencial. O Programa de Educação Corporativa da Unilever é composto de um sistema de aprendizagem focado no desenvolvimento de

habilidades profissionais, habilidades gerais e comportamentos de liderança.

Em 2007, foram oferecidas 229.283 horas de treinamento para os colaboradores (uma média de aproximadamente 18 horas/ ano para cada colaborador). Esses treinamentos são oferecidos a todos os níveis funcionais, sendo compatíveis com o percentual de colaboradores, e divididos entre as diversas unidades da empresa, localizadas em diferentes estados. A empresa espera e incentiva fortemente o autodesenvolvimento, isto é, que o funcionário

seja o principal responsável pela condução dos planos de aprendizagem individuais. Visando estimular ainda mais o aprimoramento profissional de seus colaboradores, em 2007 a Unilever incrementou seu portfólio, com o lançamento de grande porte do Unilever

Learning — LMS (Learning Management System) —, um sistema de aprendizagem, alinhado às necessidades de negócios, que oferece vários programas de treinamento para os funcionários participarem, propiciando uma fonte para o melhor gerenciamento de seu desenvolvimento.


Percentual de Treinamento por Localidade

Carga de Treinamentos X Nível em Horas

Percentage of Training by Site

Training Hours x Level

10%4% 0% 2% 4% 6%

19%

7%

69

5.955 276 3.867

18%

8% 10%

12%

Fábrica Goiânia Plant Goiânia

Fábrica Jaboatão Plant Jaboatão

Fábrica Suape-Ipojuca Plant Suape-Ipojuca

Fábrica Mogi-Guaçu

219.185 Operacional e administrativo Operational and administrative

Estagiário Intern

Plant Mogi-Guaçu

Gerencial

Fábrica Valinhos

Diretoria

Plant Valinhos

Fábrica Pouso Alegre Plant Pouso Alegre

Fábrica Igarassu Plant Igarassu

Escritório SP Office SP

Fábrica Indaiatuba Plant Indaiatuba

Fábrica Vinhedo Plant Vinhedo

Fábrica Garanhuns Plant Garanhuns

Vendas e Centro de Distribuição Sales and Distribution Centers

Managerial

Board of Directors

Nos programas formais, como os de MBA, mantemos uma parceria com a Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, e com a Fundação Dom Cabral, no Brasil. Os funcionários elegíveis são os que ocupam cargos de nível gerencial com potencial para assumir uma diretoria.

Ainda para favorecer o desenvolvimento profissional, englobamos ações como o Programa de Idiomas, que atende a todos os funcionários cuja função necessite a aprendizagem de outro idioma. Uma vez aprovada a solicitação do funcionário, a empresa se compromete com 80% das despesas do curso.

graphics In the formal programs, such as those of MBA, we hold a partnership with the Michigan University in the USA, and with the Dom Cabral Foundation in Brazil. The eligible employees are those holding managerial positions, with the potential to take over a director’s positon . Moreover, to enable the professional development we have comprised actions such as the Language Program, which serves all employees holding offices that require learning another language. When the employee’s application is accepted, the company affords for 80% of the course expenses.

Treinamento e educação Training and education

GRI HR3; LA10 e SO3


70

Jovens profissionais O treinamento de jovens profissionais é um ponto de destaque e nossos Programas de Estágio e Trainees têm grande visibilidade no mercado, promovendo disputados processos seletivos que trazem futuros líderes para a organização.

Empresa dos Sonhos dos Jovens A Unilever destacou-se, em 2007, no levantamento sobre a “Empresa dos Sonhos dos Jovens”, pesquisa realizada pela Consultoria de Talentos e LAB SSJ desde 2002 e na qual sempre ocupou as primeiras posições. Pelo segundo ano consecutivo, a companhia ocupa a viceliderança da pesquisa, povoando a mente dos jovens brasileiros.

150 Melhores Empresas para Você Trabalhar Em setembro de 2007, a Unilever foi eleita uma das “150 Melhores Empresas para Você Trabalhar” pelo Guia Exame Você S/A. O grande destaque nesse ano foi o Projeto Diversidade. (veja pág. 107)


Em nosso Programa de Estágio, oferecemos oportunidades a jovens talentos no exercício profissional do aprendizado acadêmico.

é direcionado a jovens recém-formados. Os trainees participam de um programa de 36 meses de duração, para desenvolvimento de habilidades técnicas e comportamentais. O processo seletivo é anual e contou em 2007 com mais de 28 mil candidatos, 21 dos quais foram contratados.

O processo é realizado a cada ano e, em 2007,

teve mais de 16 mil inscritos. A Unilever oferece cerca de 150 vagas em todo o Brasil. Atualmente,

contamos com 276 estagiários na empresa. O Programa de Trainees

Processo de Seleção para Programa de Estágio

Processo de Seleção para Programa de Trainee

Selective Process to the Intern Program

Selection Process to the Trainee Program

71 Young professionals The training to young professionals is a highlight and our Interns and Trainees Programs are highly acknowledged in the market, promoting very competitive selective processes that bring the future leaders of the organization. Company of the Dreams of the Youth In 2007, Unilever stood out in the survey about the “Company of the Dreams of the Youth”. That is a survey carried out by the Consultancy on Talents and the LAB SSJ since 2002. Unilever has always been ranked among the best companies. For the second consecutive year, the company is the viceleader in the research, being in the mind of the Brazilian youth.

2007

2007

150 Top Companies to Work In September 2007, Unilever was elected one of the “150 Top Companies to Work” by the Guia Exame Você S/A. The outstanding program this year was the Diversity Program (see page 107).

2006

2006

In our Intern Program, we offer opportunities to young talents in the professional exercise of the academic apprenticeship. The process is carried out on an annual basis and, in 2007, more than 16 youngsters applied to it. Unilever offers about 150 vacancies all over Brazil. Currently, there are 276 interns in the company.

0 5.000 10.000 15.000

The Trainees Program is focused on recently graduated youngsters. The trainees participate in a 36-month program to develop technical and behavioral skills. The selective process is held every year and, in 2007, more than 28 thousand candidates applied and 21 were hired.

0 5.000 15.000 25.000

Contratados

Contratados

Hired

Hired

Aprovados em dinâmica de grupo

Entrevista final

Successful in the group dynamic

Dinâmicas

Aprovados em teste on-line Successful in the on-line tests

Aprovados na triagem Successful in the sorting stage

Inscritos Applicants

Final interview Dynamics

Inscritos Applicants


72

Plano de carreira Career development plan We are proud of holding an outstanding position among the big corporations. Maintaining that position does not depend only on the product’s quality, but also on the qualiďŹ cation of our collaborators. That is why Unilever provides capacity-building and development processes to its professionals.

Ocupar lugar de destaque entre as grandes corporaçþes nos orgulha. A manutenção dessa posição nĂŁo depende somente da qualidade dos produtos, mas tambĂŠm da qualiďŹ cação de nossos colaboradores. Por isso, a Unilever oferece processos de capacitação e desenvolvimento para seus proďŹ ssionais.

Allowances Unilever offers a package of allowances to all the company’s collaborators.

BenefĂ­cios

BeneďŹ ts to all collaborators: • Medical and Dental Care • Preventive Medicine Programs (vaccination, occupational gymnastic, campaigns) • Group Life Insurance • Private Pension Fund (pre-determined contribution) • Medical Insurance in the retirement • Agreement with Drugstores • Stipend to exceptional children • Funeral stipend • Daycare nursery stipend (mothers) or Daycare nursery (fathers and mothers) to children of up to two years old (JK – main ofďŹ ce) and up to three years old (AnastĂĄcio) – depending on the availability of vacancies • Award for time of service • Christmas Basket and Toys • Unilever Station: a store with Unilever products with discount

A Unilever oferece um pacote de benefĂ­cios que abarca todos os colaboradores da empresa. BenefĂ­cios oferecidos a todos os colaboradores: ÇŚÂ˜Â˜ÂŽÂ˜Â™ÂľÂ“ÂˆÂŽÂ†´‰Žˆ†ŠÂ‰Â”Â“Â™Â”Â‘Ă˜ÂŒÂŽÂˆÂ† ÇŚ—”Œ—†’†˜‰ŠŠ‰ŽˆŽ“†—Š›Š“™Ž›†ÇŠÂ›Â†ÂˆÂŽÂ“Â†Â°ÂŁÂ”Ć˝ÂŒÂŽÂ“ÂĄÂ˜Â™ÂŽÂˆÂ†‘†‡”—†‘ƽˆ†’•†“Â?Â†Â˜ÇŞ ÇŚŠŒš—”‰ŠŽ‰†Š’ —š•” ÇŚÂ—ÂŠÂ›ÂŽÂ‰ÂľÂ“ÂˆÂŽÂ†—Ž›†‰†ÇŠÂˆÂ”“™—Ž‡šŽ°£”‰Šʏ“Ž‰†Ǫ ÇŚ‘†“”´‰Žˆ”Ҡ†•”˜Š“™†‰”—Ž† ÇŚ”“›¾“Ž” Â†Â—Â’Â†ÂˆÂľÂšÂ™ÂŽÂˆÂ” ÇŚšÂ?ĂƒÂ‘ÂŽÂ”†”ʏ‘Â?”ŠÂ?ˆŠ•ˆŽ”“†‘

Plano de carreira Career development plan

GRI LA11 BenefĂ­cios Allowances

GRI EC3 e LA3 Relaçþes sindicais BeneďŹ ts to all collaborators

GRI 2.9; HR5; LA4; LA5; LA9 e SO1

ÇŚšÂ?ĂƒÂ‘ÂŽÂ”Ç‚Â‹ÂšÂ“ÂŠÂ—Â†Â‘ ÇŚšÂ?ĂƒÂ‘ÂŽÂ”Ç‚ÂˆÂ—ÂŠÂˆÂ?ŠÇŠÂ’ÂŁÂŠÂ˜ÇŞ”š—ŠˆÂ?ŠÇŠÂ’ÂŁÂŠÂ˜ŠÂ•Â†ÂŽÂ˜ÇŞ•†—†ˆ—Ž†“°†˜ˆ”’†™´Č?†“”˜ ÇŠ Ç‚Â˜ÂŠÂ‰ÂŠÇŞŠ†™´Čž†“”˜ÇŠÂ“Â†Â˜Â™ÂĄÂˆÂŽÂ”ÇŞǢ‰Š˜‰Š–šŠŠÂ?Ž˜™†‰Ž˜•”“Ž‡Ž‘Ž‰†‰Š‰Š›†Œ†˜ ÇŚŠˆ”“Â?ŠˆŽ’Š“™”•”—™Š’•”‰Š˜Š—›Ž°” ÇŚŠ˜™†Š—Ž“–šŠ‰”‰Š†™†‘ ÇŚÂ˜Â™Â†Â°ÂŁÂ”“Ž‘Š›Š—ƿ‘”Â?Ž“Â?†ˆ”’•—”‰š™”˜‰†“Ž‘Š›Š—ˆ”’‰Š˜ˆ”“™”


73

Relações sindicais Estabelecer boas relações com os colaboradores e seus representantes é importante para a companhia, que busca manter uma relação próxima com todos os sindicatos presentes nos setores em que atua. A liberdade de associação e a negociação coletiva são asseguradas por lei e fazem parte da rotina de relacionamento da Unilever com seus colaboradores. Sempre que solicitado pelas entidades sindicais, são disponibilizados tempo e espaço nas dependências da empresa para a ocorrência de plenárias, assembléias ou qualquer outro tipo de comunicação que se faça necessário. Devido ao destacado comportamento, algumas de nossas atitudes tornaram-se referência no padrão de conduta em negociações sindicais, como o fechamento da unidade de Santo Arcádio, em São Paulo. Quando são necessárias operações de reestruturação, a

empresa comunica sua decisão com, pelo menos, um ano de antecedência. No caso de Santo Arcádio, o processo de transferência das operações durou 18 meses e se encerrou em 2007. Após a referida comunicação, constituiuse uma comissão com a participação do sindicato de trabalhadores, representantes dos funcionários e da empresa. Durante esse tempo a empresa assessorou os funcionários da melhor maneira possível, oferecendo treinamento para outras atividades, possibilidade de transferência ou

remuneração indenizatória. Ao término desse processo, 35% dos trabalhadores foram encaminhados para a unidade de Valinhos (SP) e outros 40% já haviam encontrado novos postos de trabalho. Quanto aos acordos de negociação coletiva, eles abrangem 100% dos empregados da Unilever, cobrindo todos os temas relativos às relações sindicais, tais como: reajustes coletivos de salários, jornadas de trabalho, compensação de horas, programas de participação nos resultados, condições de trabalho.

Trade union relationships Establishing good links with the collaborators and their representatives is very important to the company that tries to maintain close relationship with the trade unions of the sectors where it works. The freedom of association and collective bargain are ensured by law, and are part of the routine relationship between Unilever and its collaborators. Whenever required by the trade unions, the company provides time and room in its facilities to hold the plenary sessions, assemblies or any other kind of communication required. Because of our outstanding behavior, some of our actions became reference to the standard of behavior in negotiations with the trade unions, like the closing of the Santo Arcádio unit, in São Paulo. Whenever any restructuring action is required, the company informs on its decision at least one year in advance. For Santo Arcádio, the operations transfer process took 18 months, and was concluded in 2007. After the notice, a commission was assembled, resting on the participation of the workers trade union, representatives of employees and of the company. During the process, the company provided the best support possible, offering training to employees to perform other activities, providing the possibility of transfer or indemnity remuneration. By the end of the process, 35% of the workers were seconded to the unit of Valinhos (São Paulo) and 40% had already found new job posts. Regarding the collective bargain agreements, they reach 100% of Unilever’s employees, covering all topics related to relationship with the trade unions, such as: collective wage adjustment, working hours, compensation of hours, profits participation programs, working conditions.


74

Programa de qualidade de vida Feel Good

Life quality program - Feel Good To increase the life quality of our collaborators, while building an encouraging and inspiring environment, Unilever developed the Feel Good program, launched in 2004. The Feel Good is composed of a series of initiatives and options aimed at improving the life quality in work – and in the life as a whole – through sports, lectures, workshops, services, exhibitions. The program is completely streamlined to the company’s mission of providing vitality to the everyday life of people, and is base don six pillars: Feel Easy, Feel Fresh, Feel Alive, Feel Kids, Feel Free, Feel Fun. Occupational health and security Taking care of its internal audience implies actions of security and health, involving conditions, methods and behaviors. After many years of investment on the adjustment of equipment, procedures and environment, every year we supply programs to build awareness among the employees regarding security issues. Moreover, we encourage them to inform on the concepts to their family and to their social cycle. Ergonomy The life quality passes through the way how we relate our body to the job post, including the psychosocial relationships. That philosophy is transmitted to our collaborators as actual adjustments, through training sessions, lectures, occupational gymnastic, breaks and activities turn. It is worth mentioning that, before starting the operations, all the lines are analyzed and released by the health area. Medical Care Unilever keeps a medical care plan to all collaborators, including the retired ones. That is the Medical Care Program to Retired Staff, to which all employees of 30 years old or more are eligible until the month when they make 45 years old. The participants and the company contribute to the plan, in order to accumulate resources and afford a medical care program to be used when they retire. Future Retired Staff We have developed a program to plan the life of future retired staff members. In the five years prior to the retirement, we try to assist the collaborator with lectures and other activities that assist them in planning their future separated from the company.

Saúde e segurança no trabalho Occupational health and security

GRI LA6 Futuros Aposentados Future Retired Staff

GRI LA11

Para aumentar a qualidade de vida dos nossos colaboradores e criar um ambiente de trabalho estimulante e inspirador, a Unilever desenvolveu o programa Feel Good, lançado em 2004. O Feel Good é

composto por uma série de iniciativas e opções que visam melhorar a qualidade de vida no trabalho – e na vida como um todo – através de esportes, palestras, oficinas, serviços, exposições e workshops. O programa

está totalmente alinhado à missão da companhia de levar vitalidade ao dia-a-dia e está baseado em seis pilares: Feel Easy, Feel Fresh, Feel Alive, Feel Kids, Feel Free, Feel Fun.

Saúde e segurança no trabalho Cuidar do público interno implica ações de segurança e saúde, as quais envolvem condições, métodos e comportamentos. Após vários anos de investimentos para adequações de equipamentos, procedimentos e

ambiente, oferecemos atualmente programas de conscientização do funcionário sobre sua segurança. Além disso, incentivamos que eles repassem esses conceitos tanto para sua família como para seu círculo social.

Ergonomia Qualidade de vida passa pela forma como relacionamos nosso corpo com o posto de trabalho, incluindo-se aqui as relações psicossociais. Esta filosofia chega a nossos colaboradores em forma de adequações reais, através de treinamentos, palestras, atividades de ginástica laboral, pausas e rodízios de atividades. Importante salientar que, antes de iniciarem as operações, todas as linhas são analisadas e liberadas pela área de saúde.


75

Futuros Aposentados

Assistência Médica A Unilever mantém um programa de assistência médica para todos os seus colaboradores, extensivo também àqueles que se aposentaram pela companhia — o Programa de Assistência Médica para Aposentados, para o qual são elegíveis todos os empregados com 30 anos de idade ou mais até o mês em que completarem 45 anos de idade. Os participantes realizam contribuições, para as quais há contrapartida da empresa, com o objetivo de acúmulo de recursos e custeio de um programa de assistência médica a ser utilizado na aposentadoria.

Desenvolvemos um programa de planejamento de vida para os futuros aposentados. Nos cinco anos anteriores à aposentadoria, buscamos assistir o colaborador com palestras e outras atividades que o auxiliam no planejamento futuro, afastado da companhia.


Arrastão da Saúde

Health Chain On the Global Day of Fight Against AIDs (December 1), through the Axe brand, Unilever was present through a partnership with the Ministry of Health to distribute 40 thousand condoms in Recife, from November 29 to December 2, during the matches of the Brazilian Tournament of Beach Volley. The Ministry developed three packages with different illustrations and instructions on the use of condoms. That action was fostered by the significant increase in the number of individuals infected in the region. Data from the Ministry of Health disclosed a 13% increase on the number of infected persons from 2002 to 2006. Until June 2007, 1939 cases were reported in the region. Investment in Health Occupational Exams (legal) – admission, periodic, separation, change of office, return to work Managerial Check-up Health Promotion lectures and health campaigns: Aids Monthly newsletters (health tips) Lectures Preventive Health: Vaccinations against the flu Screening Exams - Screening to the health assessment (heart risks, habits, etc.) Training Courses to the Health Team (team development) Psychological support to the Sales Team (Crescer program) Grand Total

Value

R$ 350.000,00 R$ 250.000,00

R$ 200.000,00

R$ 160.000,00 R$ 45.000,00 R$ 100.000,00 R$ 250.000,00 R$ 1.355.000,00

According to the legislation in force, the company has an Internal Commission on Accidents Prevention (CIPA, in Portuguese) and every year organizes an awareness-building week on the matter – the so-called SIPAT in Portuguese. Every year, it selects priority topics to be worked among the internal audience. All those actions are accompanied and developed jointly with the Program on Medical Control and Occupational Health (PCMSO, in Portuguese), allowing for expanding the scope and efficacy of those actions.

No Dia Mundial de Luta Contra a Aids (1º de dezembro), por meio da marca Axe, a Unilever marcou presença através de uma parceria com o Ministério da Saúde para a distribuição de 40 mil camisinhas em Recife, entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro, durante os jogos da final do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. O Ministério desenvolveu

três embalagens com ilustrações diferenciadas e instruções de uso dos preservativos. Tal ação se motivou devido ao significativo aumento do número de infectados na região. Dados do Ministério da Saúde apontaram aumento de 13% de infectados entre 2002 e 2006. Até junho de 2007 foram registrados 1.939 casos na região.

Investimento em Saúde

Valor

Exames Ocupacionais (legais) - admissão, periódico, demissão, mudança de função, retorno ao trabalho

R$

350.000,00

Check-up Gerencial

R$

250.000,00

Promoção de Saúde - palestras e campanhas de saúde: AIDS Informativos mensais (dicas de saúde) Palestras

R$

200.000,00

Prevenção de Saúde: Vacinas contra gripe

R$

160.000,00

Exames de Rastreamento - Screening para avaliação de saúde (riscos cardíacos, hábitos etc.)

R$

45.000,00

Cursos Formativos p/ Equipe de Saúde (desenvolvimento da equipe)

R$

100.000,00

Suporte Psicológico para Equipe de Vendas (programa Crescer)

R$

250.000,00

Total Geral Conforme a legislação, a companhia conta com a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e anualmente realiza uma semana da conscientização sobre o assunto, a SIPAT, que todos os anos escolhe temas prioritários

R$ 1.355.000,00 para serem trabalhados com o público interno. Todas essas ações são acompanhadas e desenvolvidas junto com o Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO), possibilitando ampliar o escopo e a eficácia dessas ações.


77

As estatísticas em relação à segurança de 2007 são as seguintes: % de unidades auditadas por SHE Manufatura e Não-Manufatura (Safety, Health and Environment Segurança, Saúde, e Meio Ambiente):

36

Total de acidentes com afastamento

19

Total de acidentes sem afastamento

49

Total de acidentes fatais de trabalho

0

The statistics concerning security in 2007 are as follow: % of Manufacture and Non-Manufacture units audited by SHE (Safety, Health and Environment): 36 Total accidents with separation 19 Total accidents with no separation 49 Total lethal occupational accidents 0

Esse desempenho foi atingido com o auxílio dos colaboradores integrantes da CIPA, conforme dados a seguir: Unidade

Representantes da empresa

Representantes dos empregados

CENESP

2

2

Água Branca

2

2

JK

4

4

Suape

8

8

Garanhuns

6

6

Vinhedo

15

15

Valinhos

10 (Limpeza e Higiene Pessoal)

9 (Limpeza e Higiene Pessoal)

+ 17 (Alimentos e Sorvetes)

+ 17 (Alimentos e Sorvetes)

Anastácio

4

4

Indaiatuba

9

6

Mogi-Guaçu

4

4

Igarassu

7

7

Pouso Alegre

11

11

Jaboatão

11

11

Goiânia

13

13

Entendendo a diversidade e as especificidades do trabalho na companhia, a Unilever possui um programa de segurança dirigido especificamente aos promotores de vendas, que inclui sua conscientização, assim como parâmetros

de segurança para estabelecimentos de vendas. Hoje, todos os promotores usam equipamentos de segurança e exercem suas atividades apenas em locais que ofereçam condições adequadas.

This performance was achieved upon the support of the collaborators part of the CIPA, according to the data below: Unit CENESP Água Branca JK Suape Garanhuns Vinhedo Valinhos

Anastácio Indaiatuba Mogi-Guaçu Igarassu Pouso Alegre Jaboatão Goiânia

Representatives of the company 2 2 4 8 6 15 10 (Cleaning and Personal Care) + 17 (Foods and Ice-creams) 4 9 4 7 11 11 13

Representatives of the employees 2 2 4 8 6 15 9 (Cleaning and Personal Care) + 17 (Foods and Ice-creams) 4 6 4 7 11 11 13

Understanding the diversity and specificities of the company’s work, Unilever rests on a security program specifically oriented to the sales promoters, including their awareness-building and security parameters for sales facilities. Now, all the promoters use security equipment and exercise their activities only at sites with adequate conditions.


78

Segurança privada

Private security The assets security services are outsourced. We deliver the Code of Business Principles to any company hired to provide security services and, through contract, we demand the compliance to that Code. Any new collaborators to the security companies attend an integration program in Unilever. Security on the collaborators travels In order to ensure security during the employee’s travels, the first step is a diagnosis to assess the current stage of the security culture development in Unilever’s operations. Then, specific training sessions are delivered to the different leadership levels. The next stage is to implement behavioral tools aimed at introducing a security culture, through which each individual assumes the responsibility for his/ her security and of those with whom they live, either in the work or externally. Such concerns go beyond the plant environment and can be observed in the transportation of our collaborators. That is why Unilever delivers training on defensive driving to them. The companies that render transportation services are periodically audited. Their vehicles must comply with Unilever’s policies and their drivers should be duly trained. To 2008, we should also expand that control to the cab services.

Segurança privada Private security

GRI HR8

A segurança patrimonial utilizada na empresa é terceirizada. Garantimos que toda empresa contratada para prestar serviço de segurança receba o Código de Princípios de Negócios da companhia e, através do contrato, cobramos que o Código seja cumprido por essa empresa. Todos os novos colaboradores das empresas de segurança participam de um programa de integração na Unilever.

Segurança nas viagens dos colaboradores A fim de garantir a segurança durante as viagens de funcionários, primeiramente é realizado um diagnóstico para avaliar o atual estágio de desenvolvimento da cultura de segurança nas operações da Unilever. Em seguida, realizam-se treinamentos específicos para os diferentes níveis de liderança. O próximo passo é a implementação de ferramentas

comportamen-tais, que visam introduzir uma cultura de segurança, através da qual cada indivíduo se sinta responsável por sua segurança e das pessoas com quem convive, seja no trabalho ou fora dele. Tais preocupações ultrapassam a esfera do ambiente fabril e também podem ser verificadas no transporte de nossos colaboradores, por isso oferecemos a

eles treinamentos de direção defensiva. As empresas prestadoras de serviço de transporte que contratamos são freqüentemente auditadas, de modo que seus veículos devem estar de acordo com a política da Unilever e seus motoristas, devidamente treinados. Para 2008, estenderemos esse controle também para o serviço de táxi.


Cartão de segurança distribuído para todos os colaboradores e prestadores de transporte de pessoas na companhia. Security card distributed to all collaborators and providers of people’s transportation services in the company.


Pesquisa Global de Pessoas 2007 - Resultados (%)

61 54

56

58

66

69

73

74

Global People Survey 2007 - Results (%)

Unilever Brasil Unilever Global Engajamento do funcionário

Efetividade do chefe imediato

Employee’s engagement

Effectiveness of the imediate chief

Liderança estratégica nível Unilever

Liderança estratégica nivel organização

Strategic leadership Unilever level

Strategic leaderhip organization level


81

Clima organizacional Avaliar o ambiente de trabalho é um termômetro importante para compreender uma companhia. Ciente disso, a Unilever realiza pesquisa de clima laboral regularmente. É esperado que os líderes promovam e monitorem sempre o clima de suas equipes de trabalho. Além do monitoramento cotidiano, trabalhos de desenvolvimento de times e reuniões face a face, os líderes contam com pesquisas formais de monitoramento do clima. A cada dois

anos a companhia conduz a Pesquisa Mundial de Colaboradores (GPS - Global People Survey), da qual participam todos os colaboradores no Brasil. A pesquisa, que teve sua primeira edição em 2002, é formada por algumas categorias de perguntas, que fornecem aos líderes importantes insights sobre o clima da organização e também um feedback de como estão desempenhando seu papel, através das questões das dimensões “Liderança” e “Chefe Imediato”.

A GPS não é encarada como

uma ferramenta de Recursos Humanos, e sim como uma ferramenta da liderança da organização. A pesquisa é anônima e processada por um fornecedor independente. Para garantir a confidencialidade, relatórios são gerados para equipes com 10 ou mais pessoas. Os diretores recebem os resultados de suas equipes e são responsáveis pela comunicação desses resultados e por garantir a criação e a implementação dos planos de melhoria. A área de RH dá suporte ao processo, que passa por comunicação dos resultados a todos os colaboradores (utilizando diversos canais: impressos,

eletrônicos e face a face), realização de grupos focais para entendimento mais profundo

dos resultados, construção conjunta de planos de ação, divulgação, implementação e monitoramento das ações de melhoria. Em 2007 aplicamos a GPS e a Unilever Brasil teve um índice de resposta recorde: 93%, o que ratifica a credibilidade da ferramenta. Levando em conta os quatro índices-chave avaliados nessa pesquisa (Engajamento dos Funcionários, Efetividade do Chefe Imediato, Liderança Estratégica – nível Unilever – e Liderança Estratégica – nível organizacional),

tivemos no geral um índice favorável de respostas, o que confirma que estamos realizando um bom gerenciamento de clima.

... a Unilever Brasil teve um índice de resposta recorde: 93%, o que ratifica a credibilidade da ferramenta.

Organizational climate The work environment assessment serves as an important thermometer to understand a given company. Knowing that, Unilever holds surveys on the occupational climate on a regular basis. The leaders are expected to permanently promote and monitor the climate of their work teams. Besides the daily monitoring, face-to-face meetings and works to develop the teams, the leaders can count on formal surveys on the climate monitoring. Every two years, the company holds the GPS (Global People Survey), comprising all the collaborators in Brazil. The first edition of that survey was in 2002. The survey is composed of some categories of questions that provide the leaders important insights on the organization climate, as well as a feedback on how they are performing their role, through questions of the dimensions “Leadership” and “Immediate Chief”. The GPS is not considered as a Human Resources tool, but as the company’s leadership tool. The survey is anonymous and processed by an independent supplier. To guarantee confidentiality, the reports are generated to tams with 10 or more individuals. The directors receive the results of their teams and are in charge of informing the results and guaranteeing the outlining and implementation of the improvement plans. The HR area supports the process that passes through the communication of the results to all collaborators (using different channels: printed, electronic and faceto-face); focal groups to deepen the understanding of the results; joint outlining of action plans; dissemination, implementation and monitoring of the improvement actions. In 2007 we have applied the GPS, and Unilever Brazil reached a record index of response: 93%, thus ratifying the tool trustworthiness. Taking into consideration the four key indexes assessed in this research (Employee’s Engagement; Effectiveness of the Immediate Chief; Strategic Leadership – Unilever level;– and Strategic Leadership – organizational level), in general, the index of responses was favorable, as a result it confirmed our good management of the climate.


82 Our distributors and clients – reaching clients, providing vitality to consumers Relationship with the clients Our products can be found in any region of the country, and are consumed by any social class. In a country acknowledge for its heterogeneity, like Brazil, few organizations enjoy such a well balanced participation. To reach that performance, our products must be regularly available in the thousands sales facilities distributed all over the country. We operate through two channels: the Food Retail and the Pharmaceutical-Cosmetic. We have reached over 450 sales facilities. Through our sales and merchandising team, we reach clients that have size enough to guarantee the delivery of an adequate service level at affordable cost. The smaller clients are served by distributors and retail sellers, who receive guidance and training to offer products, commercial conditions and services streamlined to the company’s policy. Our businesses are developed with our commercial partners based on the following principles: Transparence, Respect and Reciprocity. • Transparence in how we carry out our businesses and on the decision-making process that involves our clients. • Mutual respect to the organizations’ strategies and values. • Reciprocity, within the spirit that all actions should yield benefits to both parties. We understand that continuously adding value to our commercial partners’ businesses is one of the ways towards keeping a positive and sustainable relationship. That means contributing to increase the efficiency of the distribution chain, by optimizing the resources employed and improving management. Hence, we support our clients in the fields of management by category, training of the sales teams of the distributors and retail sellers, besides organizing international workshops focused on management techniques and tendencies of the global retail market. Jointly with the associations, we try to foster the Brazilian commerce development, and publish/disseminate information that assists in the training of retail professionals, such as the Vida magazine (see page 86).

Nossos distribuidores e clientes chegando aos clientes, vitalizando os consumidores Relacionamento com clientes Nossos produtos estão presentes em todas as regiões do país e são consumidos por todas as classes sociais. Num país reconhecidamente heterogêneo, como o Brasil, poucas organizações desfrutam de uma participação tão equilibrada. Para se alcançar tal performance, é fundamental que nossos produtos estejam disponíveis regularmente nos milhares de pontosde-venda distribuídos por todo o país. Operamos por meio de dois canais: o Varejo Alimentar e o Farma-Cosmético, e atingimos mais de 450 mil pontos-de-venda. Atendemos, através de equipe própria de vendas e merchandising, os clientes que possuem escala suficiente para assegurar a prestação de um nível de serviço adequado a um custo viável.

Os clientes de menor porte são atendidos via distribuidores e atacadistas, que recebem orientação e treinamento para oferecer produtos, condições comerciais e serviços alinhados com a política da companhia. Desenvolvemos negócios com nossos parceiros comerciais com base nos princípios: Transparência, Respeito e Reciprocidade. • Transparência na forma com que conduzimos os negócios e no processo de tomada de decisão que envolve nossos clientes. • Respeito mútuo às estratégias e aos valores das organizações. • Reciprocidade, dentro do espírito de que todas as ações devem gerar benefícios para ambos. Entendemos que a agregação contínua de valor aos negócios dos parceiros comerciais é um dos caminhos para a manutenção de

uma relação positiva e sustentável. Isso significa contribuir para o aumento da eficiência da cadeia de distribuição, através da otimização dos recursos empregados e do aprimoramento da gestão. Para tanto, oferecemos aos nossos clientes suporte nas áreas de gerenciamento por categoria, treinamento para as equipes de vendas dos distribuidores e atacadistas, organizamos workshops internacionais focados em técnicas de gestão e tendências do varejo mundial. Junto com associações, buscamos fomentar o desenvolvimento do comércio brasileiro e publicamos/veiculamos informações que ajudam na formação dos profissionais do varejo, como a revista Vida (veja pág. 86)


83

Participação de mercado referente ao valor total das vendas Higiene Pessoal, Limpeza Doméstica, Alimentos e Sorvetes

Share Valor Unilever 2007 Total Brasil Norte + Nordeste Centro-Oeste Sudeste Sul

39,5% 38,7% 38,3% 39,3% 42,4%

Fonte: IBOPE Higiene Pessoal: xampus, condicionadores, desodorantes, cremes dentais e sabonetes Limpeza Doméstica: detergentes em pó, amaciantes e limpadores Alimentos: sopas, maioneses, molho para salada, sucos e sorvetes

Parceria com clientes para multiplicar a sustentabilidade A Unilever busca desenvolver parcerias para promover práticas cidadãs e estimular a responsabilidade social dos consumidores. Os projetos que mais se destacam são: as Estação de Reciclagem, em parceria com o Pão de Açúcar (veja pág. 98), e a Casa do Bem, em parceria com o Wal-Mart.

Market participation referring to the total value of sales Personal Care, Home Care, Foods and Ice-creams Share Value Unilever Total Brazil North + Northeast Mid West Southeast South

2007 39,5% 38,7% 38,3% 39,3% 42,4%

Source: IBOPE Personal care: shampoos, rinses, deodorants, toothpastes and soaps Home Care: powdered detergents, fabric softeners and cleaning products Foods: soups, mayonnaises, dressing, juices and icecreams Partnership with clients to multiply the sustainability Unilever tries to develop partnerships to promote citizen practices and foster the consumers’ social responsibility. The outstanding projects are: Recycling Station in partnership with the Pão de Açúcar (see page 98); and the Casa do Bem (House of Good) in partnership with the Wal-Mart.


84

Casa

doBem

Casa do Bem In 2007, Unilever launched a socio-environmental awareness-building campaign with Wal-Mart Brazil. The action constituted in the reproduction of a structure, called Casa do Bem that simulated four rooms – garden, kitchen, laundry and toilette – with educational messages and sustainability tips through panels, movies and audios. To compose the scenario, some interactive games taught about recycling, saving of natural resources and commitment to the nature preservation. To the wooden facilities, the pieces used were certified by the Brazilian Institute for the Environment and Renewable Natural Resources (IBAMA). The toothpaste plates served to build furniture and floors. The decoration objects were also produced with recyclable materials. For example, the flowers were made with Hellmann’s bottles. Furthermore, most of the fabrics used were bamboo viscose, including to the uniform of the promoters who were guiding the audience. Ten Wal-Mart stores in São Paulo benefited from the action from June to September 2007. In addition, there was a website (www.casadobemwmul.com.br), with the messages and environments of the structure in 3-D. Unilever was awarded with the global prize “Year Supplier for the Engagement to Defend the Sustainability”, granted by the International Wal-Mart Group. The Casa do Bem was one of the practices that contributed to the recognition of Unilever for its strong efforts towards the corporate social ent all over the responsibility and the sustainable development world.

A Unilever lançou em 2007, uma campanha de conscientização socioambiental com o Wal-Mart Brasil. A ação consistiu na reprodução de uma estrutura, nomeada Casa do Bem, que simulou quatro ambientes – jardim, cozinha, lavanderia e banheiro – com mensagens educativas e dicas de sustentabilidade por meio de painéis, filmes e áudios. Para compor o cenário, jogos interativos ensinavam sobre reciclagem, economia de recursos naturais e comprometimento com a preservação da natureza. Para as construções em madeira, foram utilizadas peças

com certificado do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA), chapas de creme dental serviram para a fabricação de móveis e pisos e os demais objetos de decoração também foram feitos com materiais recicláveis. As flores, por exemplo, eram de potes de Hellmann’s. Além disso, a maioria dos tecidos utilizados foi de viscose de bambu, inclusive nos uniformes das promotoras, que orientavam o público. Foram 10 lojas WalMart localizadas em São Paulo que receberam a ação, entre junho e setembro de 2007. Além disso,

foi disponibilizado o site da Casa do Bem (www. casadobemwmul. com.br), com as mensagens e os ambientes da estrutura em 3D. A Unilever recebeu o prêmio global “Fornecedor do Ano pelo Engajamento em prol da Sustentabilidade pelo Grupo WalMart Internacional”, e a Casa do Bem foi uma das práticas que contribuiu para Unilever ser reconhecida pelo grande empenho acerca de seus esforços direcionados à responsabilidade social corporativa e ao desenvolvimento sustentável em todo o mundo.


85 A Unilever lançou em 2007, uma campanha de conscientização socioambiental com o Wal-Mart Brasil.


86 Communication channels with clients and distributors Unilever appraises the contact and relationships with our collaborators, distributors, clients and consumers. We develop a broad and specific communication to each audience, ranging from magazines, newsletters, sites, Customer Service, to scheduled visits to our facilities. Vida Magazine The Vida magazine aims at providing information, in an easy language, on how to improve the performance of professionals in the pharmacy and perfumery areas. It approximates the reader to the Unilever universe, disseminating our brands and innovations, besides the tips on welfare, health and vitality. The target audience of the Vida magazine is Unilever’s publicizers, retail sellers and specialized distributors, mainly professionals from pharmacy and perfumery. It is published at every two months, in 65,000 issues. Viva Seda Magazine The first edition of the Viva Seda Magazine was published in 2005, to get closer to consumers. It provides leisure and relaxing moments, while discloses useful information of quality and contents relevant to their lives. It is focused on women consumers of the brand, and has articles related to Seda, beauty, behavior, fashion, hair and other topics part of the female universe. Diva Magazine In 2002, Unilever created a pioneer and bold relationship program named Diva. The program is oriented for shoppers mainly in the capital of São Paulo, where they were selected for being Unilever consumers and for a shared profile: they performed different roles, without waiving the quality of life, beauty and health, abounding in vitality. The initiative suggests a customized relationship with that group of women, through two content channels: Diva magazine and websitewww.divaonline.com.br. These means allow them to get acquainted to our values, novelties, letting them interact with use. Moreover, the women can get information on the beauty tendencies, fashion, decoration and nutrition. Today, there are over 100 thousand women registered, interacting with us and influenced by our communications during the year.

Canais de comunicação com clientes e distribuidores A Unilever preza o contato e o relacionamento com nossos colaboradores, distribuidores, clientes e consumidores. Temos uma comunicação ampla e específica para cada público, que abrange desde revistas, informativos, sites, Serviço de Atendimento ao Consumidor até visitas agendadas em nossas instalações. Revista Vida

Revista Viva Seda

Revista Diva

A revista Vida tem como objetivo fornecer informações, com uma linguagem acessível, sobre como melhorar o desempenho dos profissionais de farmácias e perfumarias. Ela aproxima o leitor do universo Unilever, divulgando as nossas marcas e inovações, além de dar dicas de bem-estar, saúde e vitalidade. O público-alvo da revista Vida são os propagandistas da Unilever, atacadistas e distribuidores especializados, principalmente profissionais de farmácias e perfumarias. Tem uma tiragem de 65.000 exemplares, distribuídos bimestralmente.

Em 2005 foi publicada a primeira edição da revista Viva Seda, com o objetivo de estreitar o relacionamento com as consumidoras, proporcionando momentos de lazer e descontração, ao mesmo tempo oferecendo informações úteis, de qualidade e conteúdos relevantes para suas vidas. Ela é destinada para mulheres consumidoras da marca e contém matérias relacionadas à Seda: beleza, comportamento, moda, cabelos e outros assuntos do universo feminino.

A Unilever criou em 2002 um programa de relacionamento pioneiro e ousado, nomeado como Diva, direcionado a shoppers, principalmente da capital de São Paulo, escolhidas por serem consumidoras Unilever e possuírem um perfil em comum: desempenham vários papéis, sem abrir mão da qualidade de vida, beleza e saúde, esbanjando vitalidade. A iniciativa propõe um relacionamento personalizado com esse grupo de mulheres, por meio de dois canais de conteúdo: a revista Diva e o site www.divaonline.com.br. Nesses meios elas conhecem nossos valores, novidades e interagem conosco. Além de obter informações sobre tendências de beleza, moda, decoração e nutrição. Hoje são mais de 100 mil mulheres cadastradas que interagem conosco e são impactadas por nossas comunicações durante todo o ano.


87

Site corporativo

Centro de História

Site das marcas

O site corporativo da Unilever www.unilever.com.br reúne informações sobre as marcas, os valores e a essência da companhia. É dividido em três grandes pilares: Nossas Marcas – espaço para informações sobre as marcas da companhia; Nossos Valores – com detalhes sobre projetos sociais, ações relacionadas à preservação do meio ambiente e nossas pessoas; e Nossa Companhia – espaço dedicado a informações sobre a missão, o passado e o presente da Unilever no Brasil e no mundo.

Os anúncios, embalagens, comerciais, jingles e fotografias que despertam a curiosidade e as lembranças dos visitantes fazem parte do acervo do Centro de História Unilever, unidade constituída em 2001, com a finalidade de reunir e divulgar informações e documentos sobre a evolução da empresa, de suas fábricas e de seu portfólio de produtos. O trabalho desse time de historiadores contribuiu também para aprimorar o atendimento às consultas de estudantes, professores e jornalistas e atualmente conta com uma exposição aberta na sede da Unilever, que promove a interação entre a companhia e o público externo.

Esse canal é muito mais específico e direcionado às nossas marcas, que, além de disponibilizar informações sobre as linhas de produtos, os lançamentos e campanhas publicitárias, conta um pouco da história das marcas, promove concursos e promoções, possibilita o download de wallpapers, imagens, trilhas sonoras, divulga receitas, dicas de saúde e de esportes, e também é um canal aberto de sugestões para nossos clientes.

SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor É uma das ferramentas fundamentais em nosso relacionamento com os clientes, que possui diferentes canais de atendimento: por meio de telefonemas, envio de correspondências e e-mails (para mais informações, veja pág. 90).

Corporate website Unilever corporate website – www.unilever.com.br gathers information on the brands, values and the essence of the Campaign. It is divided in three major pillars: Our Brands – space to information on the Company’s brands; Our Values – with details on the social projects, actions related to environmental preservation and our persons; and, Our Company – space devoted to information on the mission, past an present history of Unilever in Brazil and all over the world. History Center The advertisements, packages, jingles and pictures that rise curiosity and the memories of visitors are part of the Unilever’s History Center collection. The unit was built in 2001, aiming at gathering and disseminating information and documents on the company’s development, its plants and products portfolio. The work of that team of historians has also contributed to improve the services provided to students, teachers and journalists. Currently, it houses an open exhibition at Unilever main office, promoting the interaction between the company and the external audience. Brands website This is a much more specific channel, oriented to our brands. Besides provide information on the line of products, launchings and advertising campaigns, it tells some of the history of our brands, promotes contests and promotions, allows for downloading wallpapers, images, sound tracks, disseminates recipes, tips on health and sports, besides serving as an open channel of suggestions to our clients. SAC – Customer Service It stands for one of the crucial tools to our relationship with clients. It employs different channels to serve our consumers: telephone lines, mails and e-mails (for further information, please see page 90)


A Unilever está comprometida com o funcionamento 88consistente de marcas de produtos e serviços que ofereçam valor em termos de preço e qualidade e que sejam seguros em seu uso normal. Os produtos e serviços serão rotulados, anunciados e comunicados de forma precisa e correta. Fonte: site Unilever

Nossos consumidores Our consumers The consumers are the main gear to carrying out the processes of research, production and activation of products. Our creative efforts are oriented to the development of products with high quality standard, considering the consumer’s health and security. We also work to ensure that our products’ label bring all the information required to let the consumer make a conscious decision. Homes profile Every year, Unilever reaches 100% of the Brazilian homes. Every month, our products of the Home Care area reach 53% of the homes; those of Personal Care reach a 60%; and the Food area reaches another 60%. It is worth mentioning that our products reach all social classes and that about 30% of the monthly domestic budget is committed to our products. The expenditures are distributed as follows: graphic

Os consumidores são a maior motivação para a consecução dos processos de pesquisa, produção e ativação dos produtos. Nossos esforços criativos estão direcionados para o desenvolvimento de produtos com elevado padrão de

Perfil dos lares Anualmente, a Unilever chega a 100% dos lares brasileiros. Mensalmente nossos produtos da linha Home Care (limpeza doméstica) chegam a 53% deles, os de Personal Care (higiene e beleza) a 60% e o mesmo índice para Foods (alimentos). É importante ressaltar também que nossos produtos chegam a todas as classes sociais e que cerca de 30% do orçamento doméstico mensal é empenhado neles. Esses gastos estão distribuídos da seguinte maneira:

qualidade, considerando a saúde e a segurança do consumidor. Trabalhamos também para garantir que nossos produtos tenham rótulos com todas as informações necessárias, para que o consumidor possa realizar uma escolha consciente.

Porcentagem dos Gastos Mensais com Produtos Unilever Percentage of Monthly Expenses with Unilever Products

Classes AeB Classes A and B

Classe C Class C

Classes DeE Classes D and E

12,4 11,7 10,0

12,8 10,9 7,9

12,4 11,7 7,0

Higiene e Beleza

Limpeza Doméstica

Hygiene and Personal Care

Home Care

Alimentos Foods


89

Base da pirâmide Atenta à realidade socioeconômica das diferentes regiões do país e entendendo que sua melhoria contribuirá para o desenvolvimento de novos mercados, a companhia busca oferecer opções que sejam adequadas ao público de baixa renda, tanto em relação ao tipo e ao formato de produto como em relação ao bolso do consumidor. É uma forma diferente de olhar para o negócio, pensando na sustentabilidade a longo

prazo com o crescimento de novos mercados. Reforçando a abordagem do foco na base da pirâmide, temos diversos produtos que atendem aos consumidores de baixa renda. Em especial, na região Nordeste, temos uma comunicação voltada para a cultura local e produtos feitos sob medida para as expectativas e o nível de renda desse público, com especificidades que vão desde um determinado perfume, um gosto típico até um tipo de brancura.

Pyramid basis Attentive to the socio-economic reality of different regions of the country and having in mind that improving that reality should contribute to the development of new markets, the company tries to offer options adequate to the low-income audience, both in relation to the type and format of the product, and in relation to the consumer’s pocket. That is a different view of the business, thinking on the long-term sustainability with the development of new markets. Reinforcing the approach of focusing on the pyramid basis, there are several products to serve the low-income consumers. Notably in the Northeast region, our communication is oriented to the local culture and products customized to the expectations and the income level of that audience, with specificities ranging from a given perfume, a typical taste to a kind of whiteness. The powdered detergent ALA is an differentiated case. The ALA was specifically developed as a quality brand at affordable price and since its launching its path has been characterized by the large engagement of the housewives in the North and Northeast regions. Besides the powdered detergent, the brand has also innovated when it offered the Ala Tablet – a bar soap that makes abounding and consistent foam. A specific plant was built in the Northeast region to produce those products, with adequate structure and quality and security standards, thus ensuring the products’ low cost.

O detergente em pó ALA é um case diferenciado. ALA foi especialmente desenvolvido como uma marca de qualidade a um preço acessível e, desde o seu lançamento, sua trajetória é caracterizada pelo grande envolvimento com as donas-de-casa das regiões Norte e Nordeste. Além do detergente em pó, a marca também inovou ao oferecer Ala Tablete, um sabão em pedra que proporciona espuma abundante e consistente. Para a produção desses produtos, foi construída uma fábrica específica no Nordeste, com estrutura e padrões adequados de qualidade e segurança, garantindo baixo custo.


90 Customer Service (SAC) Quality is one of the differentials that accompany all processes in the company, including the Consumer Service. We employ efficient tools to serve our clients. In 2007, R$ 17 million were committed to the Consumer Service in Brazil. It is structured to serve all the Unilever brands, following the standards of the Consumer Code, and continuously working towards meeting and exceeding the expectations of our consumers. Following Unilever’s decision of disseminating our institutional brand and unifying the different business units in one single structure, the Consumer Service relies on about 140 professionals to serve more than 237 thousand registered consumers, trying to find a balance between protecting the brand image, adding value to products and, at the same time, respect and follow the codes of ethics and organization principles. As an example of our efficiency, the e-mails are replied in 24 hours; for services through channels as the telephone, we intend to answer 100% of the questions in the first contact; when the plants are involved, we establish a deadline to solve the issue. With that policy of solving most of the situation in the operations area, there are few legal claims. In 2007, there were more than 755 thousand contacts, distributed along the following channels: graphic 1 - Service channels

Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC)

Em 2007, recebemos mais de 755 mil contatos, distribuídos nos seguintes canais:

graphic 2 - These contacts are ranked according to the motive: Kinds of claims to the Consumer Service – 2007 The Consumer Service has areas in charge of managing behaviors and procedures adopted by the supplier, in order to guarantee the quality we require to the services delivered, besides defining and controlling the performance indicators to the operation. All services are subjected to a customized solution, adequate to the consumer’s expectations. The Consumer Service also develops supporting material to services, like recipes and information on products, and creates relationship actions, activating the consumers’ database and supporting the marketing unit’s communication strategies.

ética e de princípios da organização. Como exemplo de nossa eficiência, os e-mails são respondidos em 24 horas; no atendimento de canais como telefone, a intenção é responder a 100% das questões no primeiro contato; quando fábricas são acionadas, é estipulado um prazo para resolução da questão. Com essa política em que a maioria das situações é resolvida nas operações, poucos casos de reclamações vão para a Justiça.

Acompanhando a decisão da Unilever de divulgar nossa marca institucional e unificar as diferentes unidades de negócio em uma única estrutura, desde agosto de 2006, o SAC está organizado para atender as demandas de todos os produtos da empresa contando com cerca de 140 profissionais que atendem mais de 237 mil consumidores cadastrados, buscando a melhor prestação de serviço, bem como a proteção da imagem das marcas, sempre seguindo os códigos de

Qualidade é um dos diferenciais que acompanham todos os processos da companhia, inclusive o SAC. Nossas ferramentas de atendimento aos clientes são eficientes. O SAC no Brasil recebeu investimentos de R$ 17 milhões em 2007. Está estruturado para atender a todas as marcas da Unilever e segue os padrões do Código de Defesa do Consumidor, além de trabalhar continuamente para satisfazer e superar as expectativas de nossos consumidores.

Canais de Atendimento Service Channels

800.00 600.00 400.00 200.00 0

2006

2007

Serviço de Atendimento ao Consumidor Consumer Service

GRI PR8

Telefone

E-mail

Carta

Telephone

E-mail

Mail


91

Esses contatos são classificados de acordo com o motivo: Tipos de Manifestações no SAC - 2007 Kinds of Claims to the Consumer Service – 2007

14%

86% Dúvidas, sugestões, elogios e solicitações Doubts, suggestions, compliments and requests

Reclamações Complaints

O SAC possui áreas responsáveis por gerenciar condutas e procedimentos adotados pelos seus fornecedores, de forma a garantir a qualidade exigida por nós nos serviços prestados, além de definir e controlar os indicadores dessa operação. Todos os atendimentos podem ser passíveis de solução personalizada e adequada às expectativas do consumidor.

O SAC também desenvolve materiais de apoio ao atendimento, como receituários e informativos de produtos, e cria ações de relacionamento, gerando ativação da base de consumidores e

dando apoio às estratégias de comunicação do marketing.


92 Encouraging business The Consumer Service regularly develops different types of research to measure the consumer’s satisfaction. The surveys also identify the information needs of each area to, then, generate qualitative and quantitative reports, that culminate in deep knowledge to our business. Satisfaction Survey The main objective of this index is to follow up on the service performance through a quantitative and qualitative survey on the satisfaction of those consumers who have contacted our Consumer Service. Recommendation Survey The contact with the Service Consumer enables getting acquainted to the consumers’ expectations. Gathering information on the product, in a spontaneous ways, and gathering the remainder experiences of the consumer with Unilever and our brands, we can contribute to building the consumer’s loyalty. Surveys on Uses and Expectations Those are quantitative and qualitative surveys among consumers included in the Consumer Service’s database, aiming at identifying their preferences, expectations and aspirations in relation to promotions, products, services and image of the brands. Receptive and Active Research Aiming at deepening the knowledge about our consumers and getting acquainted to their expectations on the products and brands of Unilever, we develop receptive and active research to better serve them. Analysis of Manifestations Ensuing from Contacts Countless reports, either quantitative or qualitative, are generated based on the manifestations. The analysis of such data is taken to different forums of the company – Marketing, Development, Quality, Innovation Teams, among others – in order to let us contribute not only to the continuous improvement of processes and products, but also to the innovation dynamics of Unilever. Net Promoter Score Survey Would you recommend us to a friend? This simple question guides us in what regards the development of our procedures. The answers are ranked in three different groups, each of them with a different kind of care, following a 0 – 10 scale. • 10 or 9 are called “promoters”; • 8 or 7 are called “passively satisfied”; • Below 7 are called “detractors”. We have limited the number of “promoters” to the two highest scores to avoid the artificial inflation of the final report. The resulting index allows us to understand the consumer’s relation with our brands while allowing also the analysis on the causes for non-recommendation that are further used to improve the company’s internal processes.

Estimulando o negócio O SAC realiza regularmente diversos tipos de pesquisas com o consumidor e análises das manifestações geradas pelos contatos. Através desses levantamentos são identificadas também as

necessidades de informação de cada área para, a partir disso, gerar relatórios qualitativos e quantitativos, que culminam em profundo conhecimento para o nosso negócio.

Pesquisa de Satisfação O principal objetivo desse índice é acompanhar o desempenho do atendimento por meio de uma pesquisa quantitativa e qualitativa da satisfação dos consumidores que entram em contato com o SAC.

Pesquisa de Recomendação – Net Promoter Score É o contato com o SAC que proporciona o conhecimento das aspirações do consumidor. Coletando as informações sobre o produto de forma espontânea e somando as demais experiências do consumidor com a Unilever e nossas marcas, temos a possibilidade de contribuir para a construção da lealdade do consumidor. Pesquisas de Hábitos e Expectativas Tais pesquisas são realizadas com os usuários do SAC, com o objetivo de identificar suas preferências, expectativas e aspirações em relação a promoções, produtos, serviços e imagem das marcas. Pesquisas Receptivas e Ativas Com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre nosso consumidor e conhecer suas expectativas sobre os produtos e as marcas Unilever, realizamos pesquisas receptivas e ativas para melhor atendê-lo.

Análise de Manifestações Geradas pelos Contatos Inúmeros relatórios, quantitativos e qualitativos, são gerados a partir das manifestações. A análise desses dados é levada aos diversos fóruns da companhia Marketing, Desenvolvimento, Qualidade, Times de Inovação, entre outros - de forma que contribuímos não só com a melhoria contínua de processos e produtos, mas também com a dinâmica de inovações da Unilever.


93 Pesquisa Net Promoter Score Você nos recomendaria a um amigo? Essa simples questão nos orienta para a evolução de nossos procedimentos. As respostas são classificadas em três grupos distintos, cada qual necessitando de um tipo diferenciado de atenção, segundo uma escala de 0 a 10. • 10 ou 9 são chamados de “promotores”; • 8 ou 7 são chamados de “passivamente satisfeitos”; • abaixo de 7 são chamados de “detratores”. Limitamos o número de “promotores” as duas maiores notas, para que o resultado final não seja inflado artificialmente. O índice resultante permite-nos entender a relação do consumidor com nossas marcas e, simultaneamente, possibilitanos analisar as causas da não-recomendação, que são utilizadas para a melhoria dos processos internos da companhia.

Inmetro Aprova Atendimento do SAC Unilever No dia 13 de março de 2007, o programa “Fantástico” da Rede Globo, em parceria com o Inmetro, avaliou o Serviço de Atendimento ao Consumidor de 17 empresas do ramo alimentício. Os pontos considerados na análise foram: acessibilidade ao SAC (verificação da disponibilização dos canais de relacionamento e da facilidade de acesso a esse canal), como ocorreu o atendimento (verificação, se houvera resolução do questionamento feito pelo consumidor) e solução para a demanda. Como resultado, 5 das 17 empresas que tiveram seus SACs analisados, ou seja, 29,4%, foram avaliadas como “nãoconforme” em relação à metodologia elaborada pelo Inmetro, em parceria com os segmentos envolvidos na análise, enquanto que o SAC da Unilever foi um dos aprovados.

São papéis do SAC dentro da companhia:

• oxigenar o rumo dos negócios por meio do conhecimento do consumidor, captando as tendências do mercado e transformando-as em estratégias de ação para a organização;

• educar o consumidor para gerar maior conscientização sobre os seus direitos e deveres, promovendo as melhores práticas de relacionamento e minimizando os conflitos de consumo.

Inmetro Approves Unilever’s Service to Consumer On March 13, 2007, the TV show named “Fantástico”, broad casted by the Rede Globo, in partnership with the Brazilian Institute of Metrology - Inmetro, assessed the Consumers Services of 17 firms in the food industry. The analysis took into consideration: accessibility to the Consumers Services (verification of the availability of relationship channels and facility of access to such channel), how the service was performed (the solution to the question posed by the consumer) and solution to the demand. The survey found out that five of the 17 companies reviewed, i.e., 29.4%, were considered non-compliant in relation to the methodology outlined by Inmetro in partnership with the segments involved in the analysis. Unilever Consumer Service was among the approved ones. The Consumer Service plays the following roles in the company: • to reinvigorate the business paths by knowing the consumer, understanding the market tendencies and converting them into strategies of action to the organization; • educate the consumers to increase their awareness about their rights and duties, promoting the best practices of relationship and minimizing the consumption-related conflicts. Estimulando o negócio Encouraging business

GRI PR5


94

Resultados Econômicos, Ambientais e Sociais Desde a sua fundação até hoje, passando por todas as etapas do negócio e por todas as esferas de relacionamento, seja com fornecedores, colaboradores, distribuidores, clientes ou consumidores, a Unilever pratica e compartilha seus valores e princípios, gerando bons frutos. Conseqüentemente,

Sabemos que o caminho da sustentabilidade é longo e cheio de desafios. Mas também sabemos que não existe atalho. Por isso, trabalhamos todos os dias para criar mais harmonia entre negócios, pessoas e meio ambiente. Esse é o nosso compromisso: fazer da vitalidade um caminho de transformação para um novo dia. We know that the path towards sustainability is large and crowded of challenges. But we also know that there is no shortcut. That is why we work everyday to build stronger harmony among business, people and environment. That is our commitment: converting vitality into a way of transformation to a new day.

todos que se envolvem com a atuação da empresa são beneficiados. Os resultados econômicos gerados diretamente para a Unilever Brasil estão refletidos no faturamento, que tem crescido ano a ano, chegando a 9,7 bilhões de reais em 2007.

Faturamento

Unilever Brasil - bilhões de reais Unilever Global - bilhões de euros

Unilever Brasil

2004

R$

2005

R$

2006

R$

2007

R$

8,6

Unilever Global

37,1

9,0 38,4 9,5 39,6 9,7 40,1

Earning in billion reais

Earning in billion euros

A Unilever Brasil pertence à estrutura da Unilever Américas, cujo faturamento representa 1/3 do faturamento global da companhia.


95

A new consciousness to living a new day Economic, Environmental and Social Results Since it foundation to these days, passing through all the business stages and relationship spheres, whether with suppliers, collaborators, distributors, clients or consumers, Unilever practices and shares its values and principles, yielding good fruits. That brings benefits to all those engaged in the company’s work. The economic results directly yielded to Unilever Brazil are reflected in the company’s earning that has increased every year, and reached 9.7 billion in 2007. graphic Unilever Brazil belongs to the structure of Unilever Americas, whose earning accounts for 1/3 of the company’s global earning.

Resultados Econômicos, Ambientais e Sociais Economic, Environmental and Social Results

GRI 2.8; SO5 e SO6


Participação no Faturamento Global da Unilever Share in the Unilever’s Earning

29%

33%

38% The social results, in turn, are reflected at all levels of work of Unilever. Most of them were presented in the chapters above. As regards the relationship with the governmental sphere, Unilever Brazil, through class associations (presented on page 19), participates in work and discussion groups to handle with topics of public interest that yields different public policies. It is worth mentioning that the company is not involved, either directly or indirectly, with political parties or entities, neither in electoral campaigns. We believe that we can contribute to the country’s social development by promoting actions and programs of private social investment, such as those presented in the next pages.

Américas

Europa

Americas

Europe

Os resultados sociais, por sua vez, são refletidos em todas as esferas de atuação da Unilever e grande parte deles já foi apresentada nos capítulos anteriores. No que tange ao relacionamento com a esfera governamental, a Unilever Brasil participa, por meio das

associações de classe (veja na pág. 19), de grupos de trabalho e discussão sobre temas de interesse público, origem de diversas políticas públicas. Vale ressaltar que a empresa não se envolve, direta ou indiretamente, com partidos ou entidades políticas, tampouco em

Ásia/África Asia/Africa

campanhas eleitorais. Nós acreditamos que podemos contribuir para o desenvolvimento social do país, promovendo ações e programas de investimento social privado, tais como os que serão apresentados nas próximas páginas.


97

Ferramentas de gestão de responsabilidade social Dentro de um objetivo maior de permear todas as nossas marcas com ações sociais consistentes e de transformação, é que criamos ferramentas de gestão que permitem uma avaliação ampla e sistemática dos projetos.

As ferramentas são as seguintes: 11 Mandamentos de Responsabilidade Social: os responsáveis pelo projeto devem levar esses critérios em consideração antes de desenvolvê-lo: causa, objetivos, mensuração, retirada, co-criação, parcerias, evolução, comprometimento, investimento em capital humano, comunicação e envolvimento governamental.

Social responsibility management tools Within a broader objective of permeating all of our brands with social actions that are consistent and of transformation, we have build management tools that enable a broad and systematic projects assessment.

Modelo de Planejamento: trata-se de princípios e métodos de gerenciamento de parcerias, mensuração, metas, objetivos, indicadores-chave de desempenho, estratégia de afastamento e divulgação dos resultados em cada fase.

• The 11 Social Responsibility Orders: the officers in charge of the project should consider these criteria before developing the project: cause, objective, measurement, exit, co-creation, partnerships, evolution, commitment, investment in human capital, communication, government involvement.

Funil de Otimização: adaptação para RSC de uma ferramenta de marketing. Busca a excelência de resultados desde o momento de idealização do projeto social, através de revisões em 4 fases: idéias, viabilidade, competências e implementação. Em cada etapa considera: análises, contextualização, fatores de risco e de sucesso, plano de ação e simulações. Plataforma de Convergência: novamente usamos uma ferramenta de marketing em que alinhamos a plataforma de ativação da marca com a causa do projeto social, pois acreditamos que, neste modelo, tanto a marca como o projeto em si se beneficiarão diretamente dos resultados, minimizando o risco de interrupção do projeto. Matriz de Avaliação: com objetivo de préanálise dos projetos desenvolvidos interna ou externamente, criamos um software simples e de fácil aplicabilidade, que analisa impactos do projeto social para a marca, para a responsabilidade social e para a sustentabilidade, com base nos seguintes critérios: adequação do projeto à marca, investimento, abrangência e relevância, treinamento para multiplicação, potencial de expansão e de auto-sustentabilidade, além do seu potencial transformador.

The tools are as follows:

• Planning Model: are the principles and methods for partnership management, measurement, objectives, performance key indicators, exit strategy and dissemination of results in each stage. • Optimization Funnel: adaptation of a marketing tool to the RSC. It aims at the excellence of results since the social project conception, through 4-stage revisions: ideas, feasibility, competencies and implementation. Each stage considers: analyses, contextualization, risk and success factors, action plan and simulations. • Convergence Platform: once again, we employ a marketing tool where we have aligned the platform of the brand activation to the social project object. We do believe that in this model both the brand and the project should take direct advantages from the results, thus minimizing the risk of interrupting the project. • Assessment Framework: in order to carry out the preanalysis of the projects developed, either internally or externally, we have created a simple and friendly software that analyzes the impacts of the social project on the brand, the social responsibility and the sustainability, based on the following criteria: project’s adequateness to the brand; investment; scope and relevance; training to multiplication; potential of expansion and self-sustainability, additionally to the transformation potential.


Food Education The program qualifies teachers of the 3rd and 4th grades (Brazilian education system) of the fundamental education in public schools, on food education, besides teaching the school cookers to create more attractive menus and, through arts and cuisine workshops, teach children how to eat well. The municipalities served by the project are as follows: Pouso Alegre (MG), Goiânia (GO), Silvânia (GO), São Paulo (SP), Valinhos (SP), Vinhedo (SP), Indaiatuba (SP) and Garanhuns (PE). The capacity-building project benefited about 1,000 teachers from 300 schools, providing direct benefits to 80,000 students. In a partnership signed with SESC - Mesa Brasil Program in 2007, it could replicate the project in 170 institutions. Pão de Açúcar – Unilever Recycling Station Guided by the concept of shared responsibility that makes the industry, retail sellers, community, consumers and public managers correctly manage the recyclable residues, the project installed sites for the voluntary delivery of recyclable material, in partnership with the Pão de Açúcar network and OMO, Rexona, Knorr and AdeS brands. Collection of more than 20 thousand tons of recyclable materials and generation of over 350 direct and indirect jobs in eight Brazilian states and 20 cities. Approximately 100 stores that housed the Recycling States collected more than 4,000 tons of recyclable materials. Moreover, in May 2007, the project started collecting the cooking oil used to the production of biofuels. More than 17 thousand liters of oil were collected.

Projects What is

O que é Principais Conquistas

Now there are more than 200 thousand people benefiting from our social projects. Main projects:

Projetos Corporativos - Corporate Projects

Unilever’s social investments are applied to different Brazilian communities and always try to bring changes to the people’s lives. The projects have different focuses, even because of the company’s business diversity; nonetheless, providing vitality through actions of high impact of transformation and with measurable indicators is present in all of them.

Main achievements

Temos, atualmente, mais de 200 mil pessoas beneficiadas por nossos projetos sociais.

Results in 2007

Projetos

Principais projetos:

Resultados em 2007

Os investimentos sociais da Unilever, aplicados em diferentes comunidades brasileiras, buscam sempre provocar transformações na vida das pessoas. Os projetos têm focos diferentes, até pela diversidade de negócios da empresa, mas levar vitalidade por meio de ações com alto impacto transformador e com indicadores mensuráveis são constantes em todas elas.

O programa capacita professores de 3ª a 4ª séries do ensino fundamental de escolas públicas sobre educação alimentar, instrui merendeiras a criarem cardápios mais atrativos e, através de oficinas de arte e culinária, ensina as crianças a se alimentarem bem.

Com o conceito de responsabilidade compartilhada, que faz com que indústria, varejo, comunidade, consumidores e poder público gerenciem corretamente os resíduos recicláveis, foram instalados pontos de entrega voluntária de material reciclável, em parceria com a rede Pão de Açúcar e as marcas OMO, Rexona, Knorr e AdeS.

Os municípos beneficiados pelo projeto são: Pouso Alegre (MG), Goiânia (GO), Silvânia (GO), São Paulo (SP), Valinhos (SP), Vinhedo (SP), Indaiatuba (SP) e Garanhuns (PE). A capacitação beneficiou cerca de 1.000 professores de 300 escolas, atingindo diretamente 80.000 alunos.

Arrecadação de mais de 20 mil toneladas de materiais recicláveis e geração de mais de 350 empregos diretos e indiretos em 8 estados brasileiros e 20 cidades.

Em parceria firmada em 2007 com o SESC - Programa Mesa Brasil - foi possível multiplicar o projeto para 170 instituições

Aproximadamente 100 lojas com Estações de Reciclagem que arrecadaram mais de 4.000 toneladas de materiais recicláveis. Além disso, em maio de 2007, o projeto iniciou a coleta de óleo de cozinha usado, que é destinado para a fabricação de biocombustível. Foram coletados mais de 17 mil litros de óleo.


99

O projeto é realizado em alguns municípios de Goiás, região de negócios de atomatados, a fim de combater o trabalho infantil nas lavouras de tomates, a evasão escolar, a violência doméstica e garantir melhores condições de vida às crianças e aos adolescentes.

Complementar ao Projeto Infância Protegida, visa oferecer melhores condições de saúde e segurança para o trabalhador rural nas lavouras de tomates, além de contribuir com a educação, conscientização de seus direitos e também com a prevenção de acidentes.

Projeto de alto envolvimento comunitário que visa elevar o IDH Índice de Desenvolvimento Humano - de Araçoiaba, cidade do interior de Pernambuco, por meio de ações e investimentos em saúde, educação e desenvolvimento socioeconômico.

Por meio de parceria com prefeituras, organizações de produtores e trabalhadores rurais, foi possível melhorar as condições de trabalho nas lavouras de tomates, acabar com o trabalho infantil, atender cerca de 22 mil crianças e engajar mais de 50 produtores e 2.000 trabalhadores rurais nos 5 municípios. As ações estão sendo transformadas em políticas públicas.

Redução da mortalidade infantil; construção de duas salas de aula e uma nova escola, além de aumento do número de matrículas; alfabetização de mais de 1.600 adultos; envolvimento de 450 voluntários e praticamente todas as famílias da cidade.

Em 2007 não foi registrado nenhum caso de mão-de-obra infantil nessas lavouras de tomates.

Alfabetização de mais de 900 jovens e adultos; atendimento de cerca de 7.000 pacientes no Centro Odontológico; consultas de mais de 9.000 gestantes no Centro de Saúde Criança Feliz; aumento significativo da matrícula de crianças, com o retorno de alunos que saíram das escolas entre 2005 e 2006 e diminuição da evasão escolar; reconstrução da Igreja de Nossa Senhora do Monte Aratangi.

Protected Childhood Project The project is developed in some municipalities in the state of Goiás, a region of tomato-based products business, in order to fight child labor in the tomato plantations, the school dropout, and domestic violence, while ensuring better living conditions to the children and adolescents. Responsible Rural Complementary to the Infância Protegida Project, it aims at providing better health and security conditions to the rural worker in the tomatoes plantations, besides contributing to their education, awareness about their rights, and also as a prevention of accidents. Through a partnership with local governments, organizations of farmers and rural workers, the project succeeded in improving the working conditions in the tomatoes plantations, putting an end to the child labor, serving about 22 thousand children and engaging over 50 farmers and 2,000 rural workers in the five municipalities. The actions are being converted into public policies. In 2007 no case of child labor was reported in those tomatoes plantations. More Life Project Project with high community engagement, aimed at increasing the HDI – Human Development Index – of Araçoiaba, a city in the interior of Pernambuco state, developing actions and making investments in health, education and socio-economic development. Reduction of infantile mortality; constructing of two new classrooms and one new school, besides expanding the number of enrollments; literacy to more than 1,600 adults; engagement of 450 volunteers and almost all the families in the city. Literacy building to over 900 youngsters and adults; care to about 7,000 patients at the Dental Care Center; medical visits to ; refurbishment of the Our Lady of Monte Aratangi Church.

Projetos Sociais - Infância Protegida Social Projects - Protected Childhood Project

GRI HR6


Projects

São 45 núcleos de formação; oferece cerca de 6.500 vagas e já atendeu a mais de 22 mil crianças e adolescentes. Outras 30 mil participaram de clínicas e festivais promovidos pelos núcleos. Ao todo, podemos falar que o programa já atingiu mais de 50 mil crianças.

O projeto conta com uma série de parceiros, entre eles a Escola Profissional de Pouso Alegre, a Universidade do Vale do Sapucaí, o Sindicato das Panificadoras e o SENAI.

Foram realizadas diversas ações educacionais, físicas e de inclusão social, além da promoção de mudanças: o projeto amadureceu e se tornou Programa RexonaAdeS - Esporte Cidadão, participou da Virada Esportiva 2007 - ação implementada pela Prefeitura de São Paulo, foram realizados os Jogos Internúcleos, entre os três estados participantes, e, para encerrar as comemorações dos 10 anos do programa, foi realizado, em parceria com o Instituto Unilever, o Seminário “A Função Social do Esporte: reflexões e perspectivas no esporte educacional”, a fim de promover a troca de experiências e aplicar o esporte como instrumento de transformação social.

Foram capacitados 30 alunos, sendo 15 por semestre.

What is

O que é

Junto com Foodsolutions e a fábrica de Pouso Alegre (MG), foi desenvolvido um projeto para capacitar futuros padeiros, confeiteiros e culinaristas para o mercado de trabalho. Os jovens têm aulas práticas e teóricas específicas, além dos módulos de ética, cidadania e empreendedorismo.

Main achievements

Principais Conquistas Resultados em 2007

Creating with Sticks It encourages children to develop their creativeness, potentiality, psychomotor skills, self-esteem and respect to the other, through plays with colored and flexible sticks. Its success gave birth to other actions: “Criando com Palitos nas Escolas” (Creating with Sticks at Schools); “Criando do Palitos nos Hospitais” (Creating with Sticks at Hospitals); “Criando com Palitos nas Fábricas” (Creating with Sticks at the Plants); and “Ação Cultural de Coração a Coração” (Cultural Action from Heart to Heart). The program served about 1.5 million children and 50 thousand teachers, besides donating 27 Cultural Spaces – 10 in São Paulo, 10 in Rio de Janeiro, 11 in Pernambuco and 1 in Cachoeira do Sul. Four “Criando com Palitos” Cultural Spaces were donated to Hospitals, and more than 18 thousand children benefited in 2007. The project also relied on the transfer of the train from the plant in Santo Arcádio (SP) to Valinhos, serving more than 4 thousand children in the region.

Projetos vinculados às marcas - Projects bound to the brands

Rexona - AdeS Program In a partnership between Unilever and the Institutes Sports & Education and Sharing, sponsored by the athletes Ana Moser and Bernardinho, the Rexona-AdeS Program was implemented ten years ago. It follows the methodology of education through sports, disseminating ethical values to low-income children and adolescents, in three state of Brazil: São Paulo, Paraná and Rio de Janeiro. There are 45 training centers; it provides about 6,500 vacancies and has already served 22 thousand children and adolescents. Other 30 thousand children and adolescents have attended clinics and festivals promoted by the centers. Altogether, one could say that the program has reached more than 50 thousand children. Many educational, physical and social inclusion actions were carried out, additionally to the changes promoted: the program developed and became the Rexona-AdeS Program – Citizen Sports. It participated in the 2007 Sports Turning – an action implemented by the São Paulo city local government. The Inter-center Games were held among the three participating states and, to close the celebrations of the program’s 10th anniversary, the Seminar “The Social Function of Sports: thoughts and perspectives in the educational sports” was held in partnership with the Unilever Institute. The seminar aimed at exchanging experiences and applying sports as a social transformation tool.

Em parceria entre a Unilever e os Institutos Esporte & Educação e Compartilhar, dos atletas Ana Moser e Bernardinho, com dez anos de atuação, o Programa Rexona-AdeS mantém metodologia de formação pelo esporte, disseminando valores éticos para crianças e adolescentes de baixa renda, em três estados brasileiros: São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro.

Results in 2007

Projetos

100


101 Estimula crianças a desenvolverem a criatividade, a potencialidade psicomotoras, a lógica matemática, a auto-estima e o respeito ao próximo, através de brincadeiras com palitos coloridos e flexíveis. Seu sucesso deu origem a outras ações: “Criando com Palitos nas Escolas”, “Criando com Palitos nos Hospitais”, “Criando com Palitos nas Fábricas” e “Ação Cultural de Coração a Coração”.

Por meio de ateliês de artes plásticas, corporais e literárias, a marca Dove desenvolve este projeto, cujo objetivo é fortalecer a auto-estima de crianças e adolescentes ao ampliar seu repertório sobre beleza, estimulando mudanças em suas atitudes para que se tornem adultos mais confiantes e preparados.

O programa já atendeu a aproximadamente 1,5 milhão de crianças e 50 mil professores, e doou 17 Espaços Culturais, totalizando 10 em São Paulo, 10 no Rio de Janeiro, 11 em Pernambuco e 1 em Cachoeira do Sul.

Além dos ateliês, o projeto adotou, como premissa, a participação de familiares, professores e do entorno escolar. Atividades de formação, workshops e palestras são algumas das formas de participação desses públicos.

Atendimento a famílias que lavam suas roupas e também se aproximam de seus vizinhos e compartilham experiências úteis.

Foram doados 4 Espaços Culturais “Criando com Palitos” para Hospitais, com mais de 18 mil crianças beneficiadas em 2007. O projeto contou ainda com a transferência do trenzinho da fábrica de Santo Arcádio (SP) para Valinhos, atendendo mais de 4 mil crianças da região.

Foram 6 escolas beneficiadas, 500 professores capacitados, 1.200 alunos participaram dos ateliês e outros 5.800 foram sensibilizados para o tema, além de 5.000 pessoas da comunidade que participaram de outras atividades.

São mais de 1.700 famílias cadastradas, que podem utilizar os tanques, máquinas de lavar e máquinas de secar disponíveis.

Iniciativa da marca OMO no bairro de Heliópolis (SP), que instalou uma lavanderia comunitária, para oferecer infraestrutura necessária para lavagem completa das roupas de maneira prática e acessível.

Talent in the Kitchen Jointly with the Foodsolutions and the plant in Pouso Alegre (MG), a project was developed to train future bakers, sweet makers and cookers to the labor market. The youngsters attend specific practical and theoretical classes, additionally to the modules on ethics, citizenship and entrepreneurship. The project rests on several partners, among which the Professional School of Pouso Alegre, the University of the Sapucaí Valley, the Trade Union of Bake Stores and the SENAI. 30 students were trained: 15 each half of the year. Real Beauty Project Through ateliers of plastic, body and literary arts, the Dove brand develops this project, which is aimed at strengthening the self-esteem of children and adolescents, by expanding their repertoire about beauty, fostering behavioral changes to make them more confident and better prepared adults. Additionally to the ateliers, the project adopted, as a premise, the participation of family members, teachers and the school vicinities. Capacity-building activities, workshops and lectures are some ways how that audience participates. Six schools were served, 500 teachers trained, 1,200 students participated in the ateliers and 5,800 became aware about the issue, additionally to 5,000 community members who participated in other activities. OMO Laundry Initiative promoted by the OMO brand in the district of Heliópolis (SP), which installed a community laundry to supply the required infrastructure to wash the clothes in a practical and affordable way. Service to families who wash their clothes and also get closer to the neighbors, sharing useful experiences. Over 1,700 families registered. They can use the tanks, washing machines and drying machines available.


102

Investimento social privado A Unilever, de acordo com suas diretrizes sociais, tem clareza da forma que deseja atuar junto às comunidades: com projetos capazes de gerar transformação na sociedade e investimentos a longo prazo, enfocando a educação e a capacitação de pessoas.

Private social investment Unilever, following its social guidelines, has clearly defined how it intends to work with communities: with projects capable of generating changes to the society and long-term investments, focusing on education and capacity-building.

Investimentos x Temas (em reais) Investments x Topics (in Reais)

4.000.000

6.365.000

graphic In 2007, Unilever committed R$ 14,430,000.00 to social projects and granted R$ 8,720,000.00 in products and equipment. The projects aim at integrating the social work to our corporate strategy, developing sound and effective actions that approach different stakeholders, either through discussions and debates or in continuous actions and programs oriented to the communities affected by the projects that we sponsor.

520.000 1.875.000 1.500.000

170.000

Educação Education

Saúde Health

Meio ambiente Environment

Desenvolvimento econômico Economic development

Artes e cultura Arts and culture

Outros Others

Em 2007, a Unilever investiu um montante de R$ 14.430.000,00 em projetos sociais e doou R$ 8.720.000,00 em produtos e equipamentos. Esses projetos buscam integrar trabalho social à nossa estratégia corporativa, por meio de ações sólidas e efetivas que abordam diversos stakeholders, tanto através de discussões e debates quanto em ações e programas contínuos, destinados às comunidades impactadas pelos projetos que apoiamos.


103

Instituto Unilever O Instituto Unilever, criado em 2002, visa fortalecer nosso relacionamento com o governo e a comunidade. Sua missão é fomentar e coordenar a aplicação de recursos da Unilever, destinados aos projetos sociais e ambientais, contribuindo para o processo de desenvolvimento sustentável e diretamente alinhado aos princípios de Responsabilidade Social Corporativa da Unilever. Promover, apoiar e criar projetos em diversas áreas são prioridades da diretoria do Instituto Unilever, que enfocam temas relacionados ao desenvolvimento. Isso deve garantir, acima de tudo, a transformação social dentro dos três focos de atuação: • envolvimento comunitário: educação, esporte, cultura, desenvolvimento econômico e saúde;

• desenvolvimento sustentável referente ao meio ambiente: água, agricultura e resíduos sólidos (segue estratégia ambiental mundial adaptada à realidade brasileira, substituindo o tema da pesca por resíduos sólidos);

• suporte às marcas: analisa o apoio a projetos sociais com captação via incentivo fiscal que são adequadas às plataformas sociais das marcas.

Unilever Institute The Unilever Institute, created in 2002, aims at strengthening our relationship with the government and the community. Its mission is to foster and coordinate the use of Unilever resources that are allotted to social and environmental projects, thus contributing to the sustainable development process, in direct alignment to Unilever’s Corporate Social Responsibility principles. Promoting, supporting and creating projects in different areas are priority issues to Unilever Institute’s Board of Director, always focusing on development-related topics. Above all, that aims at ensuring the social transformation within the scope of the three focuses of action: • community engagement: education, sports, culture, economic development and health; • sustainable development referred to the environment: water, agriculture and solid residues (following the global strategy adapted to the Brazilian reality, replacing the issue of fishery by solid residues); • support to the brands: analyzes the support to social projects based on the fiscal incentive, and adjusted to the social platforms of the brands.


Por meio de leis de incentivo fiscal, como a Lei Rouanet, o Instituto Unilever destinou, dentro do total investido em projetos sociais, R$ 3.261.538,34 a projetos culturais que apóiam e complementam iniciativas tanto corporativas quanto ligadas às marcas, aumentando a sinergia entre ambas.


105

Os projetos, via Lei Rouanet, beneficiados em 2007 foram: • Museu de Arte Jovem Busca promover a inclusão social através da arte e da educação. Atendeu a 20 cidades de 7 estados, beneficiando 2.000 alunos, e contou com a participação de algumas fábricas da Unilever.

• Recuperação da Igreja de Araçoiaba (PE) e Mais Vida com Cinema Ações realizadas em Araçoiaba, dentro do escopo do Projeto Mais Vida. Foi feita a restauração da Igreja Nossa Senhora do Monte Aratangi, considerada um patrimônio histórico, e também um programa de projeção de filmes, trazendo a oportunidade para cerca de 17 mil participantes conhecerem a arte cinematográfica.

• Criando com Palitos Dentro do escopo do projeto social da marca Kibon, foram doados quatro Espaços Culturais “Criando com Palitos” para Hospitais, com mais de 18 mil crianças beneficiadas em 2007. O projeto contou ainda com a transferência do trenzinho da fábrica de Santo Arcádio (SP) para Valinhos, atendendo mais de 4 mil crianças da região.

• Doação de livros infantis Em 2007, através de parcerias entre diversas marcas e o Instituto Unilever, foram publicados novos títulos, com mais de 1 milhão de livros distribuídos gratuitamente para crianças atendidas pelos projetos sociais da companhia, filhos de funcionários, bibliotecas de escolas públicas, entre outros. Além de novos títulos, o Instituto Unilever também realizou uma parceria com a revista Nova Escola, distribuindo gratuitamente alguns títulos em edições da revista. Outra iniciativa foi a parceria com o Ministério da Saúde, doando um livro de história infantil que aborda o combate à dengue.

• Livro “A Descoberta do Brincar” Em parceria com a marca Omo, o Instituto Unilever lançou esse livro, que retrata uma pesquisa realizada com pais brasileiros sobre o brincar das crianças e a importância do aprendizado pelas próprias experiências. Esta ação contou com tiragem de 5.000 exemplares, sendo que 1.500 foram doados para escolas e entidades que lidam com o tema, além de outros 1.000 livros distribuídos para professores de todo o Brasil, através de um concurso cultural em conjunto com a revista Nova Escola.

• Livro “Banho Histórias e Rituais” Originado por uma parceria entre o Instituto Unilever e a marca Lux, retrata a história do banho, seus benefícios, ressaltando sua importância em diferentes culturas e povos. Com o apoio da editora Melhoramentos, os 3.000 exemplares impressos podem ser adquiridos em diversas livrarias.

Também destinamos, em 2007, R$ 807.000,00, via Fundo da Infância e do Adolescente, para as cidades em que a empresa tem seus projetos sociais corporativos, que são: Vianópolis, Morrinhos, Silvânia, Itaberaí e Araçoiaba.

Through the fiscal incentive laws, like the Rouanet Law, the Unilever Institute allotted, out of the total amount committed to social projects, R$ 3,261,538.34 to cultural projects that support and supplement both corporative initiatives and those bound to the brands, thus increasing the synergy among them. In 2007, the projects that took advantage from the Rouanet Law were as follows: • Museu de Arte Jovem (Young Arts Museum) It aims at promoting social inclusion through arts and education. It served 20 cities in seven states, benefiting 2,000 students. It relied on the participation of some Unilever plants. • Refurbishment of the Araçoiaba (State of Pernambuco) Church and Mais Vida com Cinema (More Life with Movies) Actions carried out in Araçoiaba, within the scope of the Mais Vida (More Life) Project. The Our Lady of Monte Aratangi Church – a historical heritage - was refurbished and another project was developed on the exhibition of films, allowing 17 thousand participants to get acquainted to the movies arts. • Criando com Palitos (Creating with Sticks) Within the scope of the Kibon’s social project, four Cultural Rooms “Criando com Palitos” were donated to hospitals. In 2007, more than 18 thousand children benefited from the project that has also transferred the train from the plant in Santo Arcádio (state of Sao Paulo) to Valinhos, benefiting over 4 thousand children in the region. • Donation of infantile books In 2007, through partnerships among different brands and the Unilever Institute, new titles were published. More than one million books were freely distributed to the children participating in the social projects of the campaign, children from the employees, public school libraries, among others. Additionally to the new books, the Unilever Institute has also established a partnership with the Nova Escola magazine, distributing some magazine issues for free. Another initiative was the partnership with the Ministry of Health donating an infantile book that approaches the fight against the dengue. • Book “A Descoberta do Brincar” (The Discovery of Playing) In partnership with the Omo brand, the Unilever Institute launched that book that depicts a research carried out among the Brazilian parents, approaching the topic of children’s play and the importance of learning from their own experiences. Five thousand issues were published, of which 1.500 were donated to schools and entities handling the topic, additionally to 1,000 books distributed to teachers all over Brazil, through a cultural contest promotes jointly with the Nova Escola magazine. • Book “Banho - Histórias e Rituais” (Bath – Histories and Rituals) Ensuing from a partnership between the Unilever Institute and the Lux brand, it depicts the history of bath, the benefits it brings, emphasizing its importance in different cultures and peoples. Supported by the Melhoramentos publisher, the 3,000 printed issues can be purchased in many bookstores. In 2007, we have also committed R$ 807,000.00, through the Fundo da Infância e do Adolescente (Fund to the Childhood and Adolescent) to the cities where the company develops corporate social projects, as follows: Vianópolis, Morrinhos, Silvânia, Itaberaí and Araçoiaba.


106 Donation programs Since our objective in our social actions is the sustainable, the process of donations and charity is very specific and punctual. The investment in this action takes place through the products out of the shelf, in surplus or under public emergency and calamity situations, when the public power asks our assistance. Through a national partnership with the Sesc Food Bank – Mesa Brasil (Table Brazil) we ensure the control and monitoring of our donations, to avoid their sales and to guarantee that they are consumed within the validity period, by entities registered by Sesc. Moreover, we donate office supplies (printers, tables, chairs, etc.) to the registered entities. Our donations comprise the states of São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Bahia, Pernambuco, Paraná and Rio Grande do Sul. In 2007, Unilever Brazil donated to the Mesa Brasil SESC 825,029.55 kg in products, all over the country. It was the only company donating personal care and cleaning products, additionally to the food. Projeto Conviver (Co-existing Project) One of the first projects established following the Unilever’s socio-environmental guidance was the Conviver Project. The plants are encouraged to carry out actions in the communities where they are inserted, engaging the collaborators in social projects, actions with the local government and with local social organizations. Because of the proximity with the communities, we provide the Disk-Conviver that is a hotline to serve any eventual complaint or suggestion made by the residents. The project develops annual activities of integration with the community, opening the plants for visitation. Each plant develops its own projects, considering the local demands and the collaborators’ willingness towards getting involved. The actions can be punctual ones, like the donation of products, school material, computers, among others, or more structured ones, like the Educação Alimentar (Food Education) and the Talento na Cozinha (Talent in the Kitchen), in the plants of Garanhuns and Pouso Alegre, respectively.

Programas de doações Como nosso objetivo nas ações sociais é a sustentabilidade, o processo de doações e filantropia é muito específico e pontual, e o investimento nessa ação se dá por meio de doação de produtos descontinuados, produção extra ou ainda em situações de emergências e calamidades públicas, quando somos acionados pelo poder público.

MESA

BRASIL Por meio de parceria nacional com o Banco de Alimentos do Sesc – Mesa Brasil, garantimos que nossas doações sejam controladas e acompanhadas para que não sejam vendidas e sejam consumidas dentro do prazo de validade por entidades cadastradas pelo Sesc.

Doamos, ainda, material de escritório (impressoras, mesas, cadeiras etc.) para entidades cadastradas. Nossas doações contemplam os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Bahia,

Pernambuco, Paraná e Rio Grande do Sul, e no ano de 2007 a

Unilever Brasil doou para o Mesa Brasil Sesc 825.029,55kg em produtos para todo o país, sendo a única empresa que, além de alimentos, doou produtos de higiene e limpeza.

Projeto Conviver Um dos primeiros projetos que nasceram dentro da orientação socioambiental da Unilever foi o Projeto Conviver. As fábricas são estimuladas a realizar ações na comunidade em que estão inseridas, envolvendo colaboradores em projetos sociais, ações com prefeituras e com organizações sociais locais.

Devido à proximidade com as comunidades, temos o “Disk-

seus próprios projetos, considerando as demandas locais e a vontade de envolvimento dos colaboradores. As ações podem ser pontuais, como doação

Conviver”, que é uma linha direta de atenção às eventuais reclamações ou sugestões dos moradores. O

de produtos, material escolar, computadores,

projeto conta com atividades anuais de integração com a comunidade, abrindo as portas das fábricas para visitação. Cada fábrica desenvolve

entre outros, ou mais estruturadas, como o Educação Alimentar e o Talento na Cozinha, nas fábricas de Garanhuns e Pouso Alegre, respectivamente.


107

Reconhecimento e prêmios Destacamos alguns prêmios que recebemos em 2007, referentes às nossas práticas sociais, econômicas e ambientais.

Prêmios nacionais • Guia Exame de Sustentabilidade de 2007 A Unilever foi eleita uma das 20 empresas modelo em Responsabilidade Social Corporativa no Brasil. • Empresas Mais Admiradas do Brasil - Revista Carta Capital A Unilever foi a vencedora na categoria Higiene e Limpeza, teve o 2º lugar em Alimentos, 2º lugar em Higiene Pessoal e ficou como 11ª colocada no ranking geral. • Cidadania S. A. Sistema Jornal do Comércio de Comunicação (SJCC), em parceria com o Instituto Ação Empresarial pela Cidadania, TGI e INTG, com o apoio da Celpe, Sebrae e Prefeitura do Recife. A Unilever foi premiada na categoria Relação com a Comunidade pelo projeto Mais Vida.

Prêmios internacionais • Líder no setor de indústria de alimentos nos Índices Mundiais de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI World) pelo nono ano consecutivo, indicador que avalia os investimentos sociais, ambientais e econômicos de uma empresa. • Listado no prêmio Cavaleiros Corporativos 2007 / 100 Empresas Mais Sustentáveis no Mundo, pelo terceiro ano consecutivo; • Reconhecida como a melhor empresa no setor de Produtos Alimentícios, pela metodologia de apresentação da mudança climática, e incluída no Índice Líder de Apresentação Climática no quinto relatório Projeto de Apresentação de Carbono, publicado em 2007.

Recognition and awards We highlight some prizes we have been awarded in 2007, related to our social, economic and environmental practices. National prizes • Guia Exame de Sustentabilidade de 2007 Unilever was elected one of the 20 model companies in Corporate Social Responsibility in Brazil. • Most Admired Companies in Brazil– Carta Capital Magazine Unilever was the leader in the category of Hygiene and Cleaning, was ranked 2nd in Food, 2nd in Personal Care, and 11th in the general ranking. • Cidadania S.A - Sistema Jornal do Comércio de Comunicação (SJCC), in partnership with the Institute of Entrepreneur Action for Citizenship, TGI and INTG, sponsored by Celpe, Sebrae and the local government of Recife. Unilever was awarded in the category Relationship with the Community, for its project Mais Vida (More Life). International prizes • Food industry category leader in the Dow Jones Sustainability World Indexes (DJSI World) for the ninth year running; indicator that assesses the social, environmental and economic investments of a company; • Listed in the 2007 Corporate Knights / Innovest Global 100 Most Sustainable Corporations in the World, for the third year running; • Recognized as the best company in the Food Products sector for the approach to climate change disclosure, and included in the Climate Disclosure Leadership Index, in the fifth Carbon Disclosure Project report published in 2007.

Reconhecimento e prêmios Recognition and awards

GRI 2.10


108

Sumário GRI

GRI Summary

Indicador

Descrição

Página(s)

Indicator

Description

Page(s)

EC

Deve-se fornecer um relato conciso acerca dos itens da forma de gestão com referência aos seguintes aspectos econômicos: • desempenho econômico; • presença no mercado; • impactos econômicos indiretos. Should provide a brief report on the items on management way, with reference to the following economic aspects: • Economic performance; • Presence in the market; • Indirect economic impacts.

EC3

Cobertura das obrigações do plano de pensão de benefício definido que a organização oferece. Coverage of the closed private pension fund obligations provided by the company.

72

EC7

Procedimentos para contratação local e proporção de membros de alta gerência recrutados na comunidade local em unidades operacionais importantes. Procedures to local hiring and share of high management staff members recruited at the local community, in important operational units.

67

EN

Deve-se fornecer um relato conciso sobre a abordagem da gestão com referência aos seguintes aspectos ambientais: • materiais; • energia; • água; • biodiversidade; • emissões, efluentes e resíduos; • produtos e serviços; • conformidade; • transporte; • geral. Should provide a brief report on the items on management way, with reference to the following environmental aspects: • materials; • energy; • water; • biodiversity; • emissions, effluents and residues; • products and services; • compliance; • transportation; • general

EN3

Consumo de energia direta discriminado por fonte de energia primária. Direct energy consumption described by source of primary energy.

36

EN4

Consumo de energia indireta discriminado por fonte primária. Indirect energy consumption described by source of primary energy.

36

EN5

Energia economizada devido a melhorias em conservação e eficiência. Energy saved due to improved conservation and efficiency.

36

EN6

Iniciativas para fornecer produtos e serviços com baixo consumo de energia, ou que usem energia gerada por recursos renováveis, e a redução na necessidade de energia resultante dessas iniciativas. Initiatives to provide products and services with low energy consumption, or using energy generated by renewable resources, and reduction of the need for energy ensuing from those initiatives.

36

EN7

Iniciativas para reduzir o consumo de energia indireta e as reduções obtidas. Initiatives to reduce the consumption of indirect energy and the reductions achieved.

36

EN8

Total de retirada de água por fonte. Total withdraw of water by source.

35

EN11

Localização e tamanho da área possuída, arrendada ou administrada dentro de áreas protegidas, ou adjacente a elas, e áreas de alto índice de biodiversidade fora das áreas protegidas. Location and size of the area owned, leased or administered in protected areas or their vicinities, and areas of high biodiversity index out of the protected areas.

43

EN12

Descrição de impactos significativos na biodiversidade de atividades, produtos e serviços em áreas protegidas e em áreas de alto índice de biodiversidade fora das áreas protegidas. Description of significant impacts on the biodiversity ensuing from activities, products and services in protected areas and areas of high biodiversity index out of the protected areas.

43

EN13

Habitats protegidos ou restaurados. Protected or restored habitats.

43

EN14

Estratégias, medidas em vigor e planos futuros para a gestão de impactos na biodiversidade. Strategies, measures in force and future plans to manage impacts on the biodiversity.

43

EN15

Número de espécies na Lista Vermelha da IUCN e em listas nacionais de conservação com habitats em áreas afetadas por operações, discriminadas pelo nível de risco de extinção. Number of species in the IUCN Red List and in national conservation lists with habitats in areas affected by operations, described according to the level of extinguishing risk.

43

EN16

Total de emissões diretas e indiretas de gases de efeito estufa, por peso. Total direct and indirect emissions of greenhouse effect gases, by weight.

38

Outras emissões indiretas relevantes de gases de efeito estufa, por peso. Other relevant indirect emissions of greenhouse effect gases, by weight.

38

EN17

38, 43

EN18

Iniciativas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e as reduções obtidas. Initiatives to reduce the emissions of greenhouse effect gases and the reductions achieved.

EN21

Descarte total de água, por qualidade e destinação. Total discharge of water, by quality and disposal.

35

EN22

Peso total de resíduos, por tipo e método de disposição. Total weight of residues, by kind and disposal method.

36

EN25

Identificação, tamanho, status de proteção e índice de biodiversidade de corpos d’água e habitats relacionados significativamente afetados por descartes de água e drenagem realizados pela organização relatora. Identification, size, protection status and biodiversity index of related watersheds and habitats affected by the discharge of water and draining carried out by the reporting organization.

43

EN26

Iniciativas para mitigar os impactos ambientais de produtos e serviços e a extensão da redução desses impactos. Initiatives to mitigate the environmental impacts ensuing from products and services, and to which extend have such impacts been reduced.

38, 40, 43


109 Indicador

Descrição

Página(s)

Indicator

Description

Page(s)

EN28

Valor monetário de multas significativas e número total de sanções não-monetárias resultantes da não-conformidade com leis e regulamentos ambientais. Monetary value of significant fines and total number of non-monetary sanctions ensuing from the incompliance to the environmental laws and regulations.

40

57

EN29

Impactos ambientais significativos do transporte de produtos e outros bens e materiais utilizados nas operações da organização, bem como do transporte de trabalhadores. Significant environmental impacts ensuing from the transportation of products and other goods and materials employed in the organization’s operations, as well as from the transportation of workers.

LA

A Declaração Tripartite sobre Empresas Multinacionais e Política Social da OIT (em particular, as oito convenções da OIT identificadas como fundamentais) e as Diretrizes da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) para Empresas Multinacionais deverão ser os principais pontos de referência para um relato conciso sobre a forma de gestão com relação aos seguintes aspectos trabalhistas: • emprego; • relações entre os trabalhadores e a governança; • saúde e segurança no trabalho; • treinamento e educação; • diversidade e igualdade de oportunidades. The ILO Tripartite Statement on Multinational Corporations and Social Policy (notably, the eight ILO covenants identified as crucial ones) and the Guidelines of the Organization for the Economic Co-operation and Development (OECD) to Multinational Corporations should be the main reference points to a brief report on the management fashion in relation to the following labor aspects: • Job; • Links between workers and governance; • Occupational health and security; • Training and education; • Diversity and equal opportunities.

LA1

Total de trabalhadores, por tipo de emprego, contrato de trabalho e região. Total number of workers by kind of job, work contract and region.

67

LA2

Número total e taxa de rotatividade de empregados, por faixa etária, gênero e região. Total number of employees and turnover rate by age group, gender and region.

67

LA3

Benefícios oferecidos a empregados de tempo integral que não são oferecidos a empregados temporários ou em regime de meio período, discriminados pelas principais operações. Stipends offered to full-time employees that are not offered to temporary or part-time employees, described by the main operations.

72

LA4

Percentual de empregados abrangidos por acordos de negociação coletiva. Percentage of employees covered by the collective bargain agreements.

72

LA5

Prazo mínimo para notificação com antecedência referente a mudanças operacionais, incluindo se esse procedimento está especificado em acordos de negociação coletiva. Minimum time for notifying about operational changes, including if that procedure is established in collective bargain agreements.

72

LA6

Percentual dos empregados representados em comitês formais de segurança e saúde, compostos por gestores e por trabalhadores, que ajudam no monitoramento e aconselhamento sobre programas de segurança e saúde ocupacional. Percentage of employees represented in the formal committees of security and health, composed of managers and workers, which assists in the monitoring and counseling on occupational security and health programs.

74

LA9

Temas relativos à segurança e à saúde cobertos por acordos formais com sindicatos. Topics related to security and health covered by formal agreements with the trade unions.

72

LA10

Média de horas de treinamento por ano, por funcionário, discriminada por categoria funcional. Average training hours a year, by employee, described according to the functional category.

69

LA11

Programas para gestão de competências e aprendizagem contínua que apóiam a continuidade da empregabilidade dos funcionários e para gerenciar o fim da carreira. Programs to manage competencies and continuous learning that support the employees’ employability continuity and to manage the end of career.

LA12

Percentual de empregados que recebem regularmente análises de desempenho e de desenvolvimento de carreira. Percentage of employees regularly receiving performance analysis and career development analysis.

67

LA14

Proporção de salário-base entre homens e mulheres, por categoria funcional. Men/women base salary ratio by functional category.

67

H

67, 72, 74

A Declaração Tripartite sobre Empresas Multinacionais e Política Social da OIT (em particular, as oito convenções da OIT identificadas como fundamentais, que são as de nºs 29, 87, 98, 100, 105, 111, 138 e 18.215) e as Diretrizes da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) para Empresas Multinacionais deverão ser os principais pontos de referência para fornecer um relato conciso sobre a forma de gestão com relação aos seguintes aspectos referentes a direitos humanos, práticas de investimento e processos de compras: • não-discriminação; • liberdade de associação e acordo de negociação coletiva; • abolição do trabalho infantil; • prevenção de trabalho forçado e escravo; • práticas de reclamações e queixas; • práticas de segurança; • direitos dos indígenas. The ILO Tripartite Statement on Multinational Corporations and Social Policy (notably, the eight ILO covenants identified as crucial ones, i.e., 29, 87, 98, 100, 105, 111, 138 and 18215) and the Guidelines of the Organization for the Economic Co-operation and Development (OECD) to Multinational Corporations should be the main reference points to a brief report on the management fashion in relation to the following aspects related to human rights, investment practices and procurement processes: • Non-discrimination; • Free association and bargain agreement; • Abolishment of child labor; • Prevention against forced and slave labor; • Practices of complaints and claims; • Practices of security; • Indigenous rights.

HR1

Percentual e número total de contratos de investimentos significativos que incluam cláusulas referentes a direitos humanos, ou que foram submetidos a avaliações referentes a direitos humanos. Percentage and total number of significant investment contracts including clauses related to human rights, or that have been subjected to assessments related to human resources.

27

HR2

Percentual de empresas contratadas e fornecedores críticos que foram submetidos a avaliações referentes a direitos humanos e as medidas tomadas. Percentage of contracted firms and critical suppliers subjected to assessments on human rights, and the measures adopted.

24, 25

HR3

Total de horas de treinamento para empregados em políticas e procedimentos relativos a aspectos de direitos humanos relevantes para as operações, incluindo o percentual de empregados que recebeu treinamento. Total training hours to employees approaching Human Rights policies and procedures relevant to operations, including the percentage of trained employees.

69


110 Indicador

Descrição

Página(s)

Indicator

Description

Page(s)

HR4

Número total de casos de discriminação e as medidas tomadas. Total number of discrimination events and the measures adopted.

67

HR5

Operações identificadas em que o direito de exercer a liberdade de associação e a negociação coletiva pode estar correndo risco significativo e as medidas tomadas para apoiar esse direito. Operations identified where the right to free association and collective bargain may be endangered and the measures adopted to advocate for that right.

72

HR6

Operações identificadas como de risco significativo de ocorrência de trabalho infantil e as medidas tomadas para contribuir para a abolição do trabalho infantil. Operations identified as significant risk of child labor, and the measures adopted to contribute towards abolishing the child labor.

27, 28 e 99

HR7

Operações identificadas como de risco significativo de ocorrência de trabalho forçado ou análogo ao escravo e as medidas tomadas para contribuir para a erradicação do trabalho forçado ou análogo ao escravo. Operations identified as significant risk of forced labor or labor similar to slavery, and the measures adopted to contribute towards abolishing the forced labor or labor similar to slavery.

27

HR8

Percentual do pessoal de segurança submetido a treinamento nas políticas ou procedimentos da organização relativos a aspectos de direitos humanos que sejam relevantes às operações. Percentage of security personnel subjected to training in policies or procedures of the organization related to human rights aspects relevant to the operations.

78

SO

Deve-se fornecer um relato conciso sobre os processos de gestão com referência aos seguintes aspectos relacionados à sociedade: • comunidade; • corrupção; • políticas públicas; • concorrência desleal; • conformidade. It should provide a brief report on the managerial processes on the following aspects related to society: • Community; • Corruption; • Public policies; • Unfair competitiveness; • Compliance

SO1

Natureza, escopo e eficácia de quaisquer programas e práticas para avaliar e gerir os impactos das operações nas comunidades, incluindo a entrada, operação e saída. Nature, scope and efficacy of any program and practice to manage the operations’ impact on the communities, including the entry, operation and withdraw.

72

SO2

Percentual e número total de unidades de negócios submetidas a avaliações de riscos relacionados à corrupção. Percentage and total number of business units subjected to assessments of risks related to corruption.

67

SO3

Percentual de empregados treinados nas políticas e procedimentos anticorrupção da organização. Percentage of employees trained in the company’s anti-corruption policies and procedures.

69

SO4

Medidas tomadas em resposta a casos de corrupção. Measures adopted in response to the corruption cases.

67

SO5

Posições quanto a políticas públicas e participação na elaboração de políticas públicas e lobbies. Positions concerning public policies and the participation in the outlining of public policies and lobby.

95

SO6

Valor total de contribuições financeiras e em espécie para partidos políticos, políticos ou instituições relacionadas, discriminadas por país. Total value of financial and cash contributions to political parties, politicians or related institutions, discriminated by country.

95

PR

Deve-se fornecer um relato conciso sobre a forma de gestão com referência aos seguintes aspectos relacionados à responsabilidade pelo produto: • saúde e segurança do cliente; • rotulagem de produtos e serviços; • comunicações de marketing; • privacidade do cliente; • conformidade. It should provide a brief report on the management way in relation to the following aspects related to the responsibility for the product: • Client’s health and security; • Labeling of products and services; • Marketing communications; • Client’s privacy; • Compliance.

PR1

Fases do ciclo de vida de produtos e serviços em que os impactos na saúde e segurança são avaliados visando melhoria, e o percentual de produtos e serviços sujeitos a esses procedimentos. Stages of the life cycle of products and services where the impacts on health and security are assessed aiming at improving them, and the percentage of products and services subjected to those procedures.

35, 51

PR2

Número total de casos de não-conformidade com regulamentos e códigos voluntários relacionados aos impactos causados por produtos e serviços na saúde e segurança durante o ciclo de vida, discriminados por tipo de resultado. Total number of cases of non-compliance with volunteer regulations and codes related to the impacts caused by products and services on the health and security during the life cycle, described by kind of result.

52

PR3

Tipo de informação sobre produtos e serviços exigida por procedimentos de rotulagem, e o percentual de produtos e serviços sujeitos a tais exigências. Kind of information on products and services required by labeling procedures, and the percentage of products and services subjected to such requirements.

51, 52

PR4

Número total de casos de não-conformidade com regulamentos e códigos voluntários relacionados a informações e rotulagem de produtos e serviços, discriminados por tipo de resultado. Total number of cases of non-compliance to volunteer regulations and codes related to information and products and services labeling, discriminated by kind of result.

52

PR5

Práticas relacionadas à satisfação do cliente, incluindo resultados de pesquisas que medem essa satisfação. Practices related to the client’s satisfaction, including results of research that measure such satisfaction.

93

PR6

Programas de adesão às leis, às normas e aos códigos voluntários relacionados a comunicações de marketing, incluindo publicidade, promoção e patrocínio. Programs of adhesion to the laws, rules and volunteer codes related to marketing communications, including advertising, promotion and sponsorship.

52

PR7

Número total de casos de não-conformidade com regulamentos e códigos voluntários relativos a comunicações de marketing, incluindo publicidade, promoção e patrocínio, discriminados por tipo de resultado. Total number of cases of non-compliance with regulations and volunteer codes related to marketing communications, including advertising, promotion and sponsorship, described by kind of result.

52

PR8

Número total de reclamações comprovadas relativas à violação de privacidade e à perda de dados de clientes. Total number of proved complaints in relation to the violation of privacy and loss of data on clients.

90

PR9

Valor monetário de multas (significativas) por não-conformidade com leis e regulamentos relativos ao fornecimento e uso de produtos e serviços. Monetary value of the fines (significant) for non-compliance to laws and regulations related to the supply and use of products and services.

45

Desempenho Econômico

Desempenho Ambiental

Práticas Trabalhistas e Trabalho Decente

Direitos Humanos

Sociedade

Responsabilidade pelo Produto

Economic Performance

Environment Performance

Labor Practices and Worthy Work

Human Rights

Society

Responsibility for the Product


111 Indicadores de Perfil Organizacional - Organizational Profile Indicators Indicador

Tema

Página(s)

Indicador

Tema

Página(s)

Indicator

Topic

Page(s)

Indicator

Topic

Page(s)

1.1

Estratégia e Análise (Mensagem do Presidente)

07

3.4

Strategy and Analysis (Message from the President)

1.2

Estratégia e Análise (Mensagem do Presidente) Perfil Organizacional

07

3.5

Perfil Organizacional

12

3.6

Perfil Organizacional

12

3.7

Perfil Organizacional

12, 31

3.8

Perfil Organizacional

12

3.9

Perfil Organizacional

03, 07

3.10

Perfil Organizacional

12

3.11

Perfil Organizacional

12

3.12

Perfil Organizacional

31, 45, 95

3.13

Perfil Organizacional

07, 72

4.13

Parâmetros para o Relatório

107

4.14

Parâmetros para o Relatório

03

4.15

Parâmetros para o Relatório

03

Parâmetros para o Relatório

03

Parâmetros para o Relatório

108

Parâmetros para o Relatório

03

Governança, Compromissos e Engajamento

19

Governança, Compromissos e Engajamento

63

Governança, Compromissos e Engajamento

63

Governance, Commitments and Engagement

03

4.16

Parameters to the Report

3.3

Parâmetros para o Relatório

Governance, Commitments and Engagement

Parameters to the Report

3.2

03

Governance, Commitments and Engagement

Organizational Profile

3.1

Parâmetros para o Relatório

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.10

03

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.9

Parâmetros para o Relatório

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.8

03

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.7

Parâmetros para o Relatório

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.6

03

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.5

Parâmetros para o Relatório

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.4

03

Parameters to the Report

Organizational Profile

2.3

Parâmetros para o Relatório Parameters to the Report

Organizational Profile

2.2

112

Parameters to the Report

Strategy and Analysis (Message from the President)

2.1

Parâmetros para o Relatório

Governança, Compromissos e Engajamento

63

Governance, Commitments and Engagement

03

4.17

Parameters to the Report

Governança, Compromissos e Engajamento

63

Governance, Commitments and Engagement

Princípios do Pacto Global das Nações Unidas - Principles of the Global Compact Princípios

Descrição

Página(s)

Principles

Description

Page(s)

Princípio 1

Apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos proclamados internacionalmente. Businesses should support and respect the protection of internationally proclaimed human rights.

Princípio 2

Evitar a cumplicidade nos abusos dos direitos humanos. Make sure that they are not complicit in human rights abuses.

Princípio 3

Defender a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva. Businesses should uphold the freedom of association and the effective recognition of the right to collective bargaining.

Princípio 4

Eliminar todas as formas de trabalho forçado ou compulsório. The elimination of all forms of forced and compulsory labor.

24, 25, 27, 67, 69

Princípio 5

Erradicar efetivamente o trabalho infantil. The effective abolition of child labor.

24, 25, 27, 67, 69

Princípio 6

Eliminar a discriminação no emprego e na ocupação. The elimination of discrimination in respect of employment and occupation.

24, 25, 27, 67, 72

Princípio 7

As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva para os desafios ambientais. Businesses should support a precautionary approach to environmental challenges.

Princípio 8

As empresas devem assumir iniciativas para promover uma maior responsabilidade ambiental. Undertake initiatives to promote greater environmental responsibility.

Princípio 9

As empresas devem encorajar o desenvolvimento e a difusão de tecnologias ambientalmente sustentáveis. Encourage the development and diffusion of environmentally friendly technologies.

Princípio 10

Combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina. Businesses should work against all forms of corruption, including extortion and bribery.

24, 25, 27, 67, 69, 72, 78 24, 25, 27, 67, 78 67, 72

06, 35, 36, 40, 43, 51, 52, 57 35, 36, 40, 43 67, 69, 95


112

Meios de Contato com as Marcas Unilever - Contacts Categoria

Marca

Category

Alimentos e Sorvetes (Foods and Ice-creams)

Higiene Pessoal (Personal Care)

Brand

Telefone Phone

AdeS

0800-707-0044

Arisco

0800-701-3000

Maizena

0800-707-0088

Kibon

0800-707-9933

Becel

0800-707-9944

Hellmann’s

0800-707-9977

Knorr

0800-707-0077

Beira Alta

0800-701-3000

Clouse Up / Gessy Cristal / Dove / Axe /

0800-707-7512

Lux / Vinólia / Fofo / Rexona / Suave / Dimension / All Clear / Trim / Vasenol

Higiene Doméstica (Home Care and House Hold Care)

Brilhante / Cif / Minerva / ALA / Surf /

0800-707-3553

Seda

Seda

0800-707-4471

Omo

Omo

0800-707-1103

Revista Diva

Diva

Ações

Programa Rexona AdeS

Comfort / Fofo / Sun / Vim

relacionamento.diva@unilever.com www.rexona-ades.com.br

www.unilever.com.br


Através de nosso Relatório de Sustentabilidade divulgamos nosso posicionamento em relação à responsabilidade socioambiental, assim como a evolução das nossas ações sociais, nossa missão e nossas crenças. Para nos ajudar a melhorar ainda mais nosso relatório, gostaríamos de receber seus comentários. Sua opinião é muito importante para nós.

Vitalidade para um novo dia Relatório de Sustentabilidade

1. A qual parte interessada (stakeholder) da Unilever você pertence? Acionista

Governo (Executivo)

Mídia

Consultoria

Acadêmico

Fornecedor

Legislador

Consumidor

ONG

Judiciário

Colaborador

Outros (especificar):

recorte aqui

2. Com relação às características apresentadas, como você julgaria o Relatório de Sustentabilidade 2007 da Unilever? Excelente

Bom

Médio

Abaixo do esperado

a. Clareza b. Detalhamento c. Utilidade d. Apresentação / Formato gráfico 3. De acordo com o Relatório de Sustentabilidade 2007: a. Qual sua opinião de nossa atuação frente ao meio ambiente? b. Qual sua opinião de nossa atuação frente à sociedade? c. Qual sua opinião de nossa atuação frente aos nossos stakeholders? 4. Dos itens abaixo, quais são os mais relevantes? Mensagem do Presidente

Transporte

Editorial

Pessoas

Vitalidade para um Novo Dia

Resultados Econômicos, Ambientais e Sociais

Processo Produtivo

Sumário GRI

Nossos Produtos e Nossas Marcas Outros (especificar):

5. Caso alguma informação de seu interesse não tenha sido inserida no presente relatório, ou você julgue o conteúdo apresentado insuficiente, ou mesmo queira tecer qualquer forma de crítica, esteja à vontade para adicionar comentários ou sugestões no espaço abaixo:

Informações adicionais (opcional): Nome: Telefone:

E-mail:

Endereço: Se preferir, envie suas opiniões e sugestões por e-mail: responsabilidade.social@unilever.com If you prefer, e-mail your opinions and suggestions to: responsabilidade.social@unilever.com


dobre e cole aqui

CARTA - RESPOSTA NÃO É NECESSÁRIO SELAR O SELO SERÁ PAGO PELA UNILEVER BRASIL

AC Rafael de Barros CEP 04004-999

dobre

Endereço: Remetente: dobre


Um agradecimento especial a Percival Caropreso e a todos os funcionários da Unilever que contribuíram com a publicação deste relatório. Our special thanks to Percival Caropreso and all Unilever’s staff who have contributed to the publication of this report.

Créditos Iniciativa - Assuntos Corporativos Unilever Brasil Luiz Carlos Dutra – Vice-Presidente de Assuntos Corporativos Coordenação e Execução: Equipe de Responsabilidade Social Corporativa Waleska Ferreira, Renato Mazzotini e Patrícia Giassi Coordenação de Conteúdo: Visão Sustentável José Pascowitch, Maria Rita Manzano Borba e André Souza

Credicts Initiative and Coordination: Corporate Affairs Board Luiz Carlos Dutra – Corporate Affairs Vice-President Coordination and Execution: Social Responsibility Team Waleska Ferreira, Renato Mazzotini e Patrícia Giassi Contents Coordination: Sustainable Vision José Pascowitch, Maria Rita Manzano Borba and André Souza Consultancy: GRI

Coordenação Editorial: Saviezza Propaganda - Denise Falco Direção de Criação: Ronaldo Buzato Direção de Arte: Ronaldo Buzato e Rosana S Giraldi Redação: Alessandra Samorano Revisão: Liliane Wolfensberger Tradução: Claudia David Finalização: Rosana S Giraldi Produção Gráfica: Marcelo Beltrame Fotografia: Roberto London Impressão: RR Donnelley Moore

Editorial Coordination: Saviezza Propaganda - Denise Falco Creation Direction: Ronaldo Buzato Arts Direction: Ronaldo Buzato and Rosana S Giraldi Text: Alessandra Samorano Review: Liliane Wolfensberger Translation: Cláudia David Finishing: Rosana S Giraldi Graphic Production: Marcelo Beltrame Photograph: Roberto London Printing: RR Donnelley Moore


M is s ã o A missão da Unilever é levar vitalidade para o dia-a-dia. Nós atendemos às necessidades diárias de nutrição, higiene e cuidados pessoais com marcas que ajudam as pessoas a se sentirem bem, ficarem bonitas e aproveitarem mais a vida. Mission - The mission of Unilever is to provide vitality to the everyday life. We meet the daily needs of nutrition, hygiene and personal care with brands that help people feel good, look good and get more out of life.

Relatório de Sustentabilidade 2007  

Relatório de Sustentabilidade 2007 - Unilever

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you