Page 1


Um guia de serviços e procedimentos acadêmico de sua ins tuição de ensino

Diagramado pela Assessoria de Comunicação e Marke ng do UNIFEMM • Edição revisada em Fevereiro de 2015


1.

Apresentação


1. Prezado (a) Aluno (a), Ao iniciar seus estudos no UNIFEMM, é de seu interesse tomar conhecimento das normas, regulamentos e diretrizes que direcionam a vida acadêmica, assim como dos serviços que a Ins tuição coloca a seu dispor, como membro da comunidade universitária. Ler e conhecer este manual é importante para você. Ele lhe proporcionará a orientação necessária no que diz respeito aos seus direitos e o esclarecerá sobre os deveres inerentes à vida escolar.

Desejamos‐ lhe as Boas‐Vindas! Centro Universitário de Sete Lagoas – UNIFEMM


2.

A Instituição


2. O Centro Universitário de Sete Lagoas, man do pela Fundação Educacional Monsenhor Messias, tem se dedicado ao ensino superior, formando profissionais competentes em diversas áreas e mantendo uma estreita relação com a realidade, sem se descuidar da necessária integração com o desenvolvimento local e regional. A atuação do UNIFEMM consolida a filosofia do ensino de qualidade em cursos de graduação e pós‐graduação, além dos cursos superiores tecnológicos. Um corpo docente qualificado, instalações sicas adequadas e a adoção de prá cas pedagógicas modernas colaboram para que a Ins tuição seja sistema camente aperfeiçoada; e seus alunos recebam uma formação sólida, baseada em princípios é cos e morais que nortearão sua vida profissional. Conheça todo o histórico da ins tuição no site www.unifemm.edu.br.


3.

Miss達o . Vis達o . Valores


3. A história da Fundação Educacional Monsenhor Messias (FEMM) funda‐se no compromisso com a oferta da educação, em especial para jovens da região, buscando facilitar o acesso a esse bem sociocultural. Como ins tuição man da por uma Fundação sem fins lucra vos e com base em sua história e inserção regional, o Centro Universitário de Sete Lagoas ‐ UNIFEMM apresenta como missão, visão e valores ins tucionais: Missão: Formação de profissionais e geração de conhecimento com atuação a va no desenvolvimento sustentável da região. Visão: Ser a mais qualificada IES privada da região da Bacia do Alto Rio das Velhas e da sua área de influência na do Médio São Francisco, consolidando‐se como referência em formação de profissionais e geração de conhecimento comprome do com o desenvolvimento regional. Valores: Qualidade acadêmica e rigor cien fico; Compromisso com soluções educacionais inovadoras; Compromisso com a excelência técnica e é ca; Compromisso com a cidadania e o bem público; e Atuação em redes sociais.


4.

Estrutura Organizacional


4. A estrutura organizacional do UNIFEMM é integrada pelos órgãos de deliberação superior: o Conselho Acadêmico Administra vo Superior (CAAS) e o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE); de administração superior: a Reitoria e suas unidades de assessoramento e de coordenação e execução; de desenvolvimento das a vidades fins: as unidades acadêmicas de ensino.

1.1.

Órgãos Colegiados Superiores

O Conselho Acadêmico e Administra vo Superior – CAAS ‐ é órgão de deliberação, coordenação e supervisão superior, compe ndo‐lhe a definição da polí ca geral ins tucional nos planos acadêmico, administra vo, disciplinar e financeiro. É presidido pelo Reitor e é composto pelos Pró‐Reitores, diretores de Unidades Acadêmicas de Ensino, representantes dos professores, dos funcionários e discentes. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CEPE é órgão superior de deliberação, coordenação, supervisão e avaliação em matéria de ensino, pesquisa e extensão. É composto pelo Reitor, que o preside, pelos Pró‐Reitores, diretores de Unidades Acadêmicas de Ensino, os coordenadores de ensino de graduação, de pesquisa e pós‐graduação e de extensão, coordenadores de cursos de graduação, representantes docentes e discentes.

1.2.

Órgãos de Gestão Superior

A Reitoria é a unidade de gestão superior de caráter execu vo que tem por


competência planejar, implementar, supervisionar e avaliar as a vidades básicas do Centro Universitário. A Reitoria tem como unidades de coordenação e execução: a Pró‐reitoria Acadêmica e a Pró‐reitoria Administra va e Financeira e com unidades de assessoramento superior: Planejamento, Avaliação e Expansão Ins tucional; Jurídica e Normas; Comunicação e Marke ng e Secretaria Geral. A Pró‐reitoria Acadêmica é integrada pelas coordenadorias: de Pesquisa, de Pós‐ Graduação e de Extensão; de Ensino de Graduação; de Registros Acadêmicos e Centro de Documentação e Informação/CDI‐Biblioteca. Mantém ainda, os núcleos: de Apoio ao Docente; de apoio Psicopedagógico ao aluno e de Educação à Distância. A Pró‐reitoria Administra va e Financeira é integrada pelas coordenadorias de Gestão de Pessoas; de Planejamento Orçamentário e Gestão Financeira; de Assistência ao Estudante; de Gestão de Materiais e Patrimônio; de Gestão de Infraestrutura e de Serviços; de Gestão de Tecnologia da Informação.

1.3.

Unidades Acadêmicas de Ensino

As Unidades Acadêmicas de Ensino são órgãos de gestão a que compete o desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão, nas diferentes áreas de conhecimento. A gestão da Unidade Acadêmica de Ensino é exercida pelo Diretor, ao qual compete supervisionar a execução das a vidades acadêmico‐ administra vas, no âmbito da Unidade. Atualmente, tem‐se como Unidades Acadêmicas de Ensino: Unidade Acadêmica de Ensino do Direito; de Ensino de Filosofia, Ciências e Letras; Unidade Acadêmica de Ensino de Ciências Gerenciais e Cursos Superiores Tecnológicos. E ainda o UNIFEMM Virtual que é um núcleo acadêmico de suporte às unidades de ensino encarregado de coordenar, supervisionar projetos que envolvem o uso de tecnologias da informação e da comunicação nos cursos de graduação, pós‐ graduação e extensão. Dentro das Unidades Acadêmicas de Ensino, com curso único, existe o Conselho Acadêmico, composto pelo diretor, coordenadores de curso e representação docente e discente, que implementa e regulamenta, quando for o caso, as deliberações dos Conselhos Superiores e define as questões acadêmico‐ administra vas no âmbito da Unidade.


Existem, dentro de cada Unidade Acadêmica de Ensino, as coordenações de cursos que se responsabilizam pelo desenvolvimento do projeto pedagógico dos cursos nas suas várias dimensões. Cada curso tem seu Colegiado, que é um órgão delibera vo, presidido pelo Coordenador do curso e composto por representantes de professores e alunos que elabora, reformula e propõe planos, programas e a vidades no âmbito de sua competência. Os cursos contam ainda com o Núcleo Docente Estruturante (NDE), que é um órgão consul vo e proposi vo, responsável pelo acompanhamento, consolidação e atualização do projeto pedagógico do curso. O Centro Universitário mantém como órgãos suplementares: a) Centro Poliespor vo ‐ UNIFEMM b) Centro Vocacional Tecnológico ‐ CVT/ UAITEC c) Prefeitura do Campus Universitário, vinculada à Pró‐reitoria Administra va e Financeira, para dar suporte e apoio às a vidades‐fins do UNIFEMM d) Escola Técnica de Formação Gerencial – ETFG – Colégio UNIFEMM e) Ensino Médio Técnico e Fundamental II f) Escola de Idiomas Luziana Lanna ‐ Franquia g) UNICEASA – Centro de Educação Profissional

1.4. Quem é Quem REITORIA | ‐ Reitor: Antônio Fernandino de Castro Bahia Filho ‐ Pró‐Reitor Acadêmico: José Hamilton Ramalho ‐ Pró‐Reitor Administra vo e Financeiro: Erasmo Bruno Gonçalves ‐ Comissão Própria de Avaliação‐CPA: Coordenadora: Raissa Pimenta Pires ‐ Assessoria de Comunicação e Marke ng: Fernanda França S. Verdolin ‐ Assessoria Jurídica e de Normas: Maria José Machado Oliveira ‐ Assessoria de Planejamento, Avaliação e Expansão Ins tucional: Flávio José Rodrigues de Castro ‐ Secretaria Geral: Renata Campolina França Teixeira COORDENADORIAS ACADÊMICAS | ‐ Pesquisa, Pós‐Graduação e Extensão: Coordenador: Eder Luiz Bolson ‐ Ensino de Graduação: Coordenadora: Jakeline França Dutra ‐ Registros Acadêmicos: Coordenadora: Josiane Nísia M. Nepomuceno ‐ Centro de Documentação e Informação ‐ Biblioteca: Coordenador: Breno Diniz


França COORDENADORIAS ADMINISTRATIVAS | ‐ Gestão de Pessoas: Coordenador: José Augusto Vasconcelos Marques ‐ Planejamento Orçamentário e Financeiro: Coordenadores: Denise Sader Vieira Viana e Leandro Machado ‐ Assistência ao Estudante: Coordenadora: Karla Guimarães Viana ‐ Materiais e Patrimônio: Coordenador: Hiram Renato de Paula Barros ‐ Infraestrutura e Serviços: Coordenador: Juliano Palhares Padilha ‐ Tecnologia da Informação: Coordenador: Fernando Célio Leal

UNIDADES ACADÊMICAS DE ENSINO | • Unidade Acadêmica de Ensino de Ciências Gerenciais e Cursos Superiores Tecnológicos Diretora: Myrtes Buenos Aires ‐ Curso de Administração: Coordenadora: Luciana Branco Penna ‐ Curso de Ciências Contábeis: Coordenador: Ricardo Eustáquio Guimarães Rosa ‐ Curso de Engenharia Ambiental: Coordenadora: Rosângela Cris na Marucci ‐ Curso de Engenharia Civil: Coordenador: Cássio Alves Carneiro ‐ Curso de Engenharia Elétrica: Coordenador: Cássio Alves Carneiro ‐ Curso de Engenharia Metalúrgica: Coordenador: Paulo Sérgio Lara Lanza ‐Curso de Engenharia de Produção: Coordenador: Paulo Sérgio Lara Lanza Cursos Superiores Tecnológicos (CSTs) Coordenadora Geral: Myrtes Buenos Aires ‐ Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos: Coordenadora: Chris ene Mara dos Santos ‐ Curso Superior de Tecnologia em Geoprocessamento: Coordenadora: Chris ene Mara dos Santos ‐ Curso Superior de Tecnologia em Logís ca: Coordenadora: Chris ene Mara dos Santos ‐ Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Produção Industrial: Coordenadora: Chris ene Mara dos Santos • Unidade Acadêmica de Ensino de Direito Diretor: Roberto Nogueira Lima


‐ Curso de Direito Coordenador turno noturno: Henrique Lanza Neto Coordenadora turno diurno: Carolina Bastos Dantas Coordenadora Adjunta: Nívea Regina Cordeiro Aureliano.

• Unidade Acadêmica de Ensino de Filosofia, Ciências e Letras Diretora: Patrícia Lins Vieira ‐ Licenciaturas: Coordenadora: Simone Farias Pereira ‐ Curso de Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura): Coordenadora: Ta ana Rodrigues Carneiro ‐ Curso de Educação Física (Bacharelado e Licenciatura): Coordenadora: Dalva Rosa dos Anjos ‐ Curso de Serviço Social: Coordenadora: Maria das Mercês Bonfim Ambrósio ‐ Área de Saúde ‐ Curso de Enfermagem: Coordenadora: Renata Avelar de Mello ‐ Curso de Nutrição: Coordenadora: Patrícia Costa Fonseca • CONTA AINDA COM OS SEGUINTES NÚCLEOS ‐ Núcleo de Apoio ao Docente‐NAD Coordenadora: Regina Sampaio Scarpelli ‐ Núcleo de apoio psicopedagógico ao aluno Coordenadora: Deborah Meirelles Costa Guimarães ‐ Núcleo de Educação à Distância – EAD Coordenadora geral: Myrtes Buenos Aires ‐ Núcleo de Prá ca Jurídica‐NPJ Coordenadora: Luciana Machado Oliveira ‐ Núcleo de Estudos Econômicos e Sociais – NEES Coordenadora: Adriana Ferreira Soares Noce

• TEM AINDA COMO APOIO AO DISCENTE ‐ Coordenadoria de A vidades Complementares


5.

Formas de Ingresso


5. 5.1. Ves bular O Ves bular UNIFEMM é ofertado a cada semestre, realizado em única etapa e consta de Prova de Redação e de Conhecimentos Gerais. Cursos com vagas remanescentes têm ainda o Ves bular Agendado, composto de Prova de Redação. É possível a par cipação nos processos sele vos de ves bulares por meio de uso das notas do Exame Nacional do Ensino Médio, conforme os Editais de cada processo.

5.2 Transferência e Obtenção de Novo Título A Transferência é o processo de aceitação de matrícula de alunos oriundos de outras ins tuições de ensino superior, desde que vinculados a elas, sendo necessário que haja a correspondência ou afinidade do curso original do aluno com o curso pretendido no UNIFEMM e de acordo com as normas constantes do Edital do Processo Sele vo. A obtenção de Novo Título é uma oportunidade oferecida pelo UNIFEMM aos diplomados em curso superior reconhecido, independentemente de concurso ves bular, de se matricularem para um novo curso. A seleção para Transferência e Obtenção de Novo Título é feita, cada semestre, a par r de publicação de edital, e é feita por meio de Análise de Histórico Escolar do candidato. Os processos sele vos de novos alunos do UNIFEMM são coordenados pela Comissão Permanente de Ves bular (COPEVE).o bem público; e Atuação em redes sociais.


6.

Serviรงos


6. 6.1. Laboratórios O Centro Universitário de Sete Lagoas disponibiliza para seus alunos laboratórios, necessários à sua formação nas diferentes áreas dos saberes. Todos possuem equipamentos e materiais de alta qualidade atendendo aos alunos nas aulas prá cas, trabalhos de conclusão de curso e iniciação cien fica. Além disso, estão instalados no Campus do UNIFEMM e no centro de Sete Lagoas, dois Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT). Conver dos em 2014, pelo Governo Federal em Rede UAITEC, com salas de Inclusão Digital com 20 computadores e acesso gratuito a cursos profissionalizantes e internet, e cinco salas de Videoconferência, com 25 lugares cada, equipadas dentro da mais alta tecnologia. O Laboratório Vocacional de Fru cultura e salas de Incubadoras de Empresas. Todos esses recintos ficam à disposição para uso dos alunos e comunidade.

6.2. Central de Estágios As principais funções são: Orientar os alunos sobre estágios; Coordenar, acompanhar e orientar o desenvolvimento do Estágio Supervisionado, auxiliando o Estagiário durante todo o período de duração das a vidades; Receber e devolver documentações de estágio; Divulgar vagas de estágio. A Central de Estágios conta com o SGE, Sistema de Gestão de Estágios, para acompanhamento da documentação e do andamento dos estágios. A Central de Estágios está localizada no andar térreo do prédio Pequizeiro (próximo à rampa) e funciona de 2ª a 6ª feira, das 10h às 13h e das 14h às 21h.


6.3. Internet (Rede Wireless) Os alunos têm acesso à Internet, u lizando os terminais existentes na Biblioteca, nos quatro laboratórios de informá ca do UNIFEMM e através da rede wi‐fi disponível no Campus. Para tanto, o aluno u lizará como login o número da matrícula e senha, sendo os 4 primeiros números do CPF.

6.4. Aluno Online (Sistema Aula) O Centro Universitário de Sete Lagoas ‐ UNIFEMM disponibiliza um sistema de acesso online, por meio do qual os alunos podem consultar sua ro na acadêmica, u lizando o endereço eletrônico h p://www.unifemm.edu.br, link “Acesso Alunos”. Nesse mesmo endereço, está disponível a solicitação de documentos acadêmicos e serviços, tais como, declarações, histórico, programas de disciplinas, análise curricular, matrícula em dependência e outros, conforme cardápio oferecido. O serviço “acompanhamento de protocolo” possibilita ao aluno verificar o andamento de suas solicitações online. A Coordenadoria de Registro Acadêmico providencia o documento requerido, que fica disponível em um dos guichês do Registro Acadêmico da Central de Atendimento ao Aluno, no subsolo do Prédio Pequizeiro, dentro do prazo es pulado para o po de documento. Atenção! • Alunos que não têm acesso à página específica fazem a solicitação na Central de Atendimento ao Aluno. • Qualquer documento é entregue somente ao aluno. Para terceiros, somente quando for apresentada autorização de próprio punho feita pelo tular com RG de ambos.

6.5. Suporte Psicopedagógico O UNIFEMM, através do Núcleo de Apoio Psicopedagógico ao Aluno, oferece o serviço de aconselhamento psicopedagógico privilegiando o diálogo reflexivo para o seu corpo discente. Entende‐se por acompanhamento psicopedagógico o trabalho oferecido, em nível ins tucional, aos alunos que apresentam dificuldade de aprendizagem decorrente de questões psicológicas que ocorrem, seja no plano intrapsíquico, seja nas relações intrapessoais ou ins tucionais.


Os atendimentos são feitos por ordem de chegada, realizados no Prédio da Reitoria – Sala de Atendimento Psicopedagógico, conforme horários abaixo: Segunda: 8h às 11h e 16h às 21h Quarta: 17h às 22h Quinta: 17h às 21h

6.6. Auditório Dr. Marcelo Vianna e Mini Auditório São reservados mediante solicitação prévia. Os pedidos deverão ser realizados pelo e‐mail auditorio@unifemm.edu.br, informando sobre a data e recursos necessários ao evento. (Ver regulamento no site).

6.7. Núcleo de Prá ca Jurídica ‐ NPJ Através do Núcleo de Prá ca Jurídica/NPJ, o UNIFEMM presta o serviço de assistência judiciária gratuito, criado para atender pessoas carentes que tenham problemas de ordem jurídica. Está localizado no Prédio Buri . O Núcleo de Prá ca Jurídica foi instalado em 1974, sendo que, à época, funcionava como escritório modelo, des nado a prestar assistência Jurídica a pessoas carentes. Com o advento da Portaria 1886/94 do MEC, o ensino da prá ca passou a ser tratado de uma forma mais ampla, sendo o Escritório Modelo somente uma das formas de propiciar o aprendizado. O Núcleo de Prá ca Jurídica ‐ NPJ compreende a disciplina de Prá ca Real, tendo como atribuição precípua a coordenação geral das a vidades des nadas a proporcionar aos discentes do Curso de Direito do Centro Universitário de Sete Lagoas ‐ UNIFEMM, treinamento nas a vidades profissionais da advocacia, da magistratura, do Ministério Público, no exercício das demais profissões jurídicas, das resoluções extrajudiciais de conflitos e no atendimento ao público. O UNIFEMM, através do convênio firmado com o Tribunal Regional do Trabalho, possui em seu campus um Posto Avançado da Jus ça, oferecendo serviços como: orientação, informação, postulação e defesa dos interesses dos legi mados perante a Jus ça do Trabalho. É desenvolvido pelos alunos do 7º a 10º períodos do curso de Direito, sob a supervisão de um professor da Ins tuição. Foi firmado outro convênio com o Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de Sete Lagoas‐MG, que tem como obje vo o fornecimento de assistência jurídica


que abrange orientação, postulação e defesa dos interesses dos legi mados a vamente em li gar no Juizado Especial Federal, sem ônus para os assis dos. O trabalho é prestado por alunos assistentes do UNIFEMM, sob a supervisão de um professor da Ins tuição. • Atendimento do Núcleo de Prá ca Jurídica ‐ NPJ Realizado nas salas A06 a A17, no Prédio Buri De Segunda a Sexta: 8h às 22h Telefone de contato: (31) 2106‐2106 – ramal 2141 E‐mail: npj@unifemm.edu.br • Atendimento do Tribunal Regional do Trabalho Realizado na sala A06, no Prédio Buri De segunda a sexta‐feira: 12h às 18h • Atendimento do Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de Sete Lagoas Realizado na sala A11 ,no Prédio Buri De segunda a sexta‐feira: de 08h às 18h

6.8. Núcleo de Educação a Distância ‐ NEaD O Núcleo de Educação a Distância (NEaD) foi criado em agosto /2012 , visando ao atendimento das a vidades de Educação a Distância no que se refere ao ensino, à pesquisa e à extensão. Tem como obje vo principal desenvolver, acompanhar e executar projetos e soluções na modalidade a distância, u lizando a Tecnologia da Comunicação e Informação como ferramenta. Nesse contexto, são ofertados conteúdos com o uso de diferentes recursos tecnológicos, com o suporte do Ambiente Virtual de Aprendizagem, que é uma plataforma de ensino e aprendizagem que dispõe de todas as ferramentas necessárias para o desenvolvimento dos seus estudos. • Secretaria Unifemm Virtual Atendimento: Segunda, Terça e Quinta, das 13h às 22h e Quarta e Sexta das 9h às 18h. Local: Prédio Pequizeiro ‐ 1º Andar. Telefone: (31) 2106‐2106 ‐ ramal ‐ 2159 E‐mail ‐ secretariavirtual@unifemm.edu.br


6.9. Ouvidoria A Ouvidoria tem a finalidade de assegurar a estrita observância das normas legais e regulamentares rela vas aos direitos, nas relações interpessoais dos usuários internos e externos da Ins tuição, dos produtos e dos serviços oferecidos pelo UNIFEMM, atuando como canal de comunicação entre as partes, procurando conhecer o grau de sa sfação dos mesmos, buscando soluções para as questões levantadas, visando à melhoria dos processos administra vos e das ações ins tucionais. Recebe, analisa, encaminha e responde reclamações, denúncias, elogios, solicitações, sugestões ou esclarecimentos às dúvidas sobre os serviços prestados e a vidades desenvolvidas pelo UNIFEMM que forem dirigidas por membros discentes da comunidade acadêmica, empregados docentes e auxiliares de administração escolar da ins tuição e pela comunidade externa à Ins tuição. Para acessar, basta entrar no site ins tucional www.unifemm.edu.br no rodapé da página inicial e clicar em Ouvidoria.

6.10. Biblioteca – Centro de Documentação e Informação A Biblioteca está instalada em prédio próprio no Campus, com área sica de 1.200m2. Atende aproximadamente 5.000 usuários inscritos, realizando emprés mos e renovações de até 700 obras/dia em meses de maior movimento. O acervo atualizado e em constante ampliação é composto de aproximadamente 109.319 volumes entre livros, periódicos, folhetos, teses e dissertações, TCCs, hemeroteca, DVDs, CDs etc., des nados a todos os alunos. Suas ro nas e processos, tais como emprés mos, devoluções, renovações e reservas, são totalmente informa zados. O acervo pode ser consultado pela internet no site do UNIFEMM, no link de Biblioteca. Há ainda à disposição do aluno a Biblioteca Virtual Universitária Pearson, um acervo digital com mais de 3.500 tulos nas diversas áreas do conhecimento, ao alcance de um clique. A Biblioteca possui Regulamento próprio que define as ro nas, prazos, sanções, multas e demais informações necessárias. Oferece também vários outros serviços que estão elencados na página da biblioteca no site do UNIFEMM, entre eles citamos o guarda‐volumes que também possui regulamento de uso. Além de encontrar esses documentos no site, os alunos podem consultar o regulamento na


própria biblioteca, na Central de Atendimento ao Aluno e ainda na Secretaria de cada unidade de ensino.

6.11. Secretaria e Coordenação de A vidades de TCC Função: acompanhar todo o desenvolvimento do processo de elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, receber os trabalhos, agendar bancas, receber e arquivar atas, preparar relatório de notas, mediação entre orientandos e orientadores de TCC. O processo de elaboração e orientação será realizado também por meio de uma plataforma onde orientandos e orientadores farão os registros do andamento do processo, dando mais visibilidade para o trabalho e a possibilidade de um acompanhamento mais efe vo. Local: Provisoriamente, a Secretaria de A vidades de TCC funcionará junto à Central de Estágios.


7.

Comunicação com a Comunidade


7. 7.1. Veículos de Comunicação Estudantes, professores e funcionários do UNIFEMM têm acesso às principais no cias que ocorrem em nosso campus por meio de matérias publicadas nos seguintes canais: • VIU ‐ Veículo Informa vo Universitário – On line – Periodicidade: Mensal • Intranet • Portal do Aluno – disponível no site ins tucional na área restrita de alunos • Fan Page Oficial, no Facebook • Twi er: @unifemm • YouTube: h p://www.youtube.com/unifemm1 • Flickr: h ps://www.flickr.com/photos/unifemm • Instagram: h p://instagram.com/unifemm • Linkedin (página Universitária) • Slideshare: h p://pt.slideshare.net/UNIFEMM • Blog: h p://www.unifemmsetelagoas.blogspot.com.br/ • Painéis Públicos – para colagem de cartazes • Painéis de LED • Painéis das Secretarias • Totem para divulgação de Eventos • Totem para Divulgação de Vagas de Estágio O informa vo VIU (versão on line) sempre estará disponível no site da ins tuição para consulta. Para o aluno receber as no cias e as edições, deverá solicitar a criação de seu e‐mail ins tucional na coordenadoria de Tecnologia da Informação, pelo e‐mail:


informa ca@unifemm.edu.br. O e‐mail é gratuito e o aluno poderá ter acesso às ferramentas do Google Apps For Educa on. Mais informações: (31) 2106 2114.

7.2. Revistas Atualmente, o UNIFEMM conta com duas revistas: • MAESTRIA – acadêmica, interdisciplinar, publica ar gos cien ficos de pesquisadores do UNIFEMM e de outras ins tuições. • CADERNO SABERES – publica resultados de pesquisas de professores e alunos do UNIFEMM, resenhas de monografias e resultado de projetos de iniciação cien fica e de extensão. • REVISTA REFERÊNCIA (Online) – obje va integrar e socializar toda comunidade interna e externa por meio da disponibilização de prá cas acadêmicas e cien ficas por meio da Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC´s. Publica ar gos, resenhas, entrevistas, trabalhos empíricos e estudos de caso, de todas as áreas do conhecimento em conformidade com os eixos temá cos do PDI – UNIFEMM.

7.3. Bole ns do Núcleo de Estudos Econômicos Sociais ‐ NEES Realiza pesquisas, periodicamente, que refletem a realidade do comércio em Sete Lagoas. As pesquisas, divulgadas à comunidade UNIFEMM e imprensa local e regional, são referentes ao Custo da Cesta Básica, Emprego Formal, Índice de Preços ao Consumidor e Panorama do Comércio Exterior Setelagoano.


8.

Regime Escolar


8.1. O Período Le vo O período le vo regular abrange, no mínimo, 100 dias de trabalho acadêmico efe vo, excluído o tempo reservado aos exames finais, para os cursos de regime semestral. Esse período pode ser prolongado, se necessário, para o cumprimento integral do conteúdo e carga horária estabelecidos nos programas das disciplinas/componentes curriculares. As a vidades de ensino, pesquisa e extensão são desenvolvidas de acordo com o “calendário acadêmico semestral”.

8.2. Matrícula A matrícula de ingressante é feita na Central de Atendimento ao Aluno, para o conjunto das disciplinas do período, nos prazos estabelecidos no edital do Ves bular; e mediante a apresentação de toda a documentação exigida. A cada novo período le vo, o aluno fará a renovação de sua matrícula via internet, no site da ins tuição, na área “Acesso Aluno” – rematrícula online. Atenção! • A não renovação da matrícula nos prazos previstos implica em abandono do curso. • A renovação da matrícula é condicionada ao pagamento da taxa e quitação de débitos anteriores, conforme definido pela Ins tuição. • Alunos com matrícula trancada deverão comparecer à Central de Atendimento ao Aluno, para garan r a manutenção de seu vínculo com a


ins tuição, no período definido para a renovação da matrícula no calendário escolar.

8.3. Cancelamento da Matrícula O cancelamento da matrícula é requerido e protocolado na Central de Atendimento ao Aluno e representa a cessação total do vínculo do aluno com a ins tuição. • Deve ser requerido pelo próprio aluno ou por seu representante, quando munido de procuração passada em cartório. • Pode ser requerido em qualquer tempo. • É condição para efetuar o cancelamento o “nada consta” da biblioteca. Atenção! A infrequência às a vidades acadêmicas não cons tui cessação do vínculo.

8.4. Cartão Universitário É um documento oficial de iden ficação do aluno, pessoal e intransferível, fornecido pela Ins tuição, gratuitamente (somente a 1ª via). • O cartão universitário terá sua validade vinculada ao prazo máximo para a integralização do curso do aluno; • Perderá sua validade quando o aluno perder seu vínculo com o UNIFEMM; • Deverá ser u lizado para ingressar e sair das dependências da Ins tuição e em todas as situações em que for necessária a iden ficação do aluno; • O aluno regularmente matriculado se responsabilizará pelo uso adequado do Cartão Universitário, sendo que o uso indevido ou a não u lização nas dependências do UNIFEMM implicará em sanção disciplinar cabível, conforme Resolução da Reitoria nº 003/2010, de 29 de abril de 2010. Para saber mais, acesse "Programas e Serviços/Acesso ao Campus", no site www.unifemm.edu.br. • O aluno que não renovar sua matrícula terá seu cartão desa vado para efeito de ingresso nas dependências da ins tuição, no dia seguinte ao encerramento do processo. • A 2ª via do cartão universitário é solicitada pela internet na área “Acesso ao aluno” e terá um custo operacional.


8.5. Trancamento de Matrícula O trancamento de matrícula é a interrupção temporária do curso em que o aluno está matriculado. A solicitação de trancamento de matrícula é feita em requerimento na Central de Atendimento ao Aluno, até a data limite definida no calendário escolar. Atenção! • É condição para deferimento do trancamento a apresentação do “Nada Consta” do financeiro e da biblioteca. • O trancamento de matrícula não pode ser requerido na primeira série do curso nem no úl mo terço de qualquer período le vo; • O trancamento não assegura ao aluno o reingresso na mesma estrutura curricular que cursava; • Se requerido até a data do vencimento da parcela do mês corrente, o aluno ficará isento da obrigação do pagamento dessa parcela. A parcela do mês corrente será devida caso o requerimento seja efe vado após o vencimento da mesma. • O trancamento é válido por 01 (um) período le vo, qualquer que tenha sido a data da concessão. Após esse período, o aluno deverá renovar a matrícula ou renovar o trancamento da matrícula. • O aluno matriculado poderá obter, no máximo, quatro trancamentos por curso, para os de regime semestral.

8.6. Disciplina Ele va É facultado ao aluno o requerimento de matrícula em disciplina de outro curso, sob a forma de disciplina ele va, dirigindo‐o ao coordenador do curso que abriga a disciplina requerida. Seu aproveitamento como A vidade Complementar deve ser requerido ao coordenador desse componente curricular, para avaliação e providências.

8.7. Adaptação Curricular e Aproveitamento de Estudos O aproveitamento de estudos implica em dispensa de disciplina ou qualquer outro componente curricular que o aluno já tenha cumprido de acordo com as exigências do Regimento Geral da Ins tuição e demais instrumentos regulamentares. Esse serviço é solicitado online, no site da Ins tuição, na área de “Acesso ao Aluno”.


Seu encaminhamento está condicionado à apresentação dos seguintes documentos: a) Histórico escolar original ou cópia auten cada, emi do pela ins tuição na qual a(s) disciplina(s) foi(ram) cursada(s), constando nota e carga horária das disciplinas; b) Programa(s) da(s) disciplina(s) cursada(s), original ou cópia auten cada. c) Comprovante de pagamento da taxa referente a esse serviço. A adaptação curricular implica em situar o aluno dentro das condições de ensino que lhes serão exigidas ao ingressar na Ins tuição por seleção ou transferência; após seu reingresso (por destrancamento de matrícula ou retorno após desligamento); ou, ainda, quando fica com pendências em séries anteriores e/ou na recém‐cursada que comprometem o avanço na mesma estrutura (exige avaliação do coordenador, em conjunto com o aluno).

8.8. Frequência É obrigatória a frequência dos alunos aos trabalhos escolares do UNIFEMM, bem como à execução integral dos programas de ensino e carga horária das disciplinas/componentes curriculares. A frequência mínima em 75% das aulas e demais a vidades escolares, incluindo as APS ‐ A vidades Prá cas Supervisionadas é um dos requisitos estabelecidos para a aprovação em qualquer disciplina. A frequência para os demais componentes curriculares, tais como as A vidades Complementares, Estágio Supervisionado e TCC tem normas específicas. As A vidades Prá cas Supervisionadas – APS são a vidades acadêmicas desenvolvidas pelos discentes sob a orientação, supervisão e avaliação de docentes, realizadas em horários diferentes daqueles des nados às a vidades presenciais. As disciplinas semipresenciais do UNIFEMM preveem encontros presenciais mensais, nos quais devem ser computadas, no mínimo, 75% de frequência para fins de aprovação. Atenção! O aluno que ultrapassar 25% de ausência escolar estará reprovado na disciplina,


exceto nos casos previstos em lei. Conforme termos de legislação especial, é permi do abono de faltas, única e exclusivamente, nas seguintes hipóteses: I – Alunos Reservistas – Decreto Lei nº 715/69: “Todo convocado matriculado em Órgão de Formação de Reserva, que esteja obrigado a faltar às suas a vidades civis, por força do exercício ou manobras, ou reservista que seja chamado para fins de exercício de apresentação das reservas ou cerimônia cívica do Dia do Reservista, tem suas faltas abonadas para todos os efeitos”. II – Aluno Oficial ou Aspirante‐a‐Oficial da Reserva ‐ Art. 77 do Decreto nº 85.587/1980: “O oficial ou aspirante a oficial da reserva, convocado para o Serviço A vo, que for aluno de estabelecimento de ensino superior, terá jus ficadas as faltas às aulas e trabalhos escolares, durante esse período, desde que apresente o devido comprovante”. III – Aluno com representação na Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior – CONAES do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior‐ SINAES ‐ Art. 7o, § 5o da Lei nº 10.861/2004: “As ins tuições de educação superior deverão abonar as faltas do estudante que, em decorrência da designação de que trata o inciso IV do caput deste ar go, tenha par cipado de reuniões da CONAES em horário coincidente com as a vidades acadêmicas”. IV – Aluno com representação nas Comissões Locais de Acompanhamento e Controle Social do PROUNI – COLAP ‐ §9º do art.3º da Portaria MEC nº 1.132/2009: “ A IES deverá abonar as faltas do membro representante do corpo discente que, em decorrência da designação de que trata esse ar go, tenha par cipado de reuniões da Comissão Local em horário coincidente com as a vidades acadêmicas”. Em nenhuma outra situação ou mo vo será concedido o abono de faltas. O aluno que, por mo vo de doença (licença maternidade, afecção congênita, infecções, trauma smos ou outras condições incompa veis com a frequência às a vidades escolares), não puder comparecer às aulas ou trabalhos escolares, poderá ser merecedor de regime especial de estudos, mediante atestado médico a ser protocolado na Central de Atendimento ao Aluno no máximo (cinco) 5 dias após o início do período de afastamento. A concessão do regime especial de estudos dependerá da conservação das condições intelectuais e psíquicas necessárias ao prosseguimento dos estudos e quando o período de afastamento previsto for igual ou superior a 15 (quinze) dias. O aluno pode consultar, a par r do 5º dia ú l de cada mês, a sua situação de


frequência rela va aos meses anteriores na área de “acesso ao aluno” na internet. O aluno que não se encontrar regularmente matriculado na disciplina não poderá ser subme do ao processo de verificação de frequência na mesma. Se o nome do aluno não constar na listagem de chamada, o mesmo deverá dirigir‐se à Central de Atendimento ao Aluno, para verificar o mo vo. Notando qualquer irregularidade de falta e notas, o aluno deverá procurar imediatamente o professor da disciplina para, se for o caso, corrigir o engano. Um registro errado ou incompleto traz grandes prejuízos ao aluno no final do seu curso. O aluno deve conferir sempre, com atenção, sua situação acadêmica.

8.9. Avaliação Escolar A avaliação do desempenho escolar é feita por disciplina e pelos outros componentes curriculares, incidindo sobre a frequência e o aproveitamento do conteúdo. A avaliação do rendimento acadêmico dos estudantes nas disciplinas na modalidade semipresencial e a distância obedece aos seguintes critérios adicionais específicos em conformidade com o projeto pedagógico do curso: I. o peso das avaliações presenciais nas disciplinas semipresenciais e a distância representa, no mínimo, 65 pontos do total; II. as avaliações realizadas no ambiente virtual de aprendizagem totalizam, no máximo, 35 pontos. Atenção! A aprovação na disciplina, tanto presencial, semipresencial ou a distância, é ob da com aproveitamento igual ou superior a 60 pontos e frequência mínima de 75% do total das aulas, encontros presenciais e demais a vidades escolares.

8.10. ‐ Matrícula em Disciplina em Dependência e em Adaptação Disciplina em Dependência – é aquela na qual o aluno foi reprovado, por nota ou por frequência. Disciplina em Adaptação – disciplina a ser cursada por aluno que se submeteu a adaptação curricular e que se encontra em série diferente àquela que ele está cursando.


Atenção! • O aluno se responsabiliza pelo cumprimento da disciplina, adequando‐se às ofertas em turmas normais de seu curso ou de outro curso da Ins tuição. • O UNIFEMM oferece a matrícula, fora das ofertas normais, apenas para aquelas disciplinas cujo número de alunos garanta a viabilidade financeira da turma. • As disciplinas que não constem das estruturas curriculares em vigor e que não serão oferecidas em turmas especiais poderão ser cursadas em outra IES, após estudo e aprovação pelo coordenador do curso. • Todo o processo de solicitação de matrícula em dependência / adaptação (requerimento, acompanhamento, aceite do contrato, emissão do boleto e efe vação da matrícula) será realizado pela internet na área restrita ao aluno, dentro do período definido no calendário acadêmico e edital específico.

8.10.1. Cancelamento da matrícula de disciplinas em dependência ou em adaptação O cancelamento da matrícula de dependência em turma normal pode ser requerido na Central de Atendimento ao Aluno, obedecido o prazo definido no Calendário Acadêmico. O contrato de matrícula de dependência em turma especial não poderá ser rescindido. Cada disciplina em dependência ou em adaptação pode ser cancelada uma única vez.

8.11. A vidades Complementares As A vidades Complementares são aquelas que vêm contribuir e es mular a par cipação efe va do aluno em sua formação acadêmica e cons tuem componente curricular obrigatório para todos os cursos, com carga horária diferenciada de acordo com as diretrizes curriculares da estrutura em que o aluno está matriculado, a ser cumprida ao longo da graduação. Sendo assim, só serão aprovadas as a vidades realizadas durante a graduação. Por serem extracurriculares, não podem ser consideradas aquelas que ocorram concomitantemente com a aula registrada no diário ou que façam parte da carga horária de prá ca pertencente ao currículo. As a vidades realizadas pelos alunos, dentro e fora do UNIFEMM, devem ser entregues em formulário próprio na Coordenadoria de A vidades


Complementares (próximo à secretaria do Prédio Buri ), para avaliação e, após aprovação e lançamento no sistema, poderão ser verificadas no Portal do Aluno (h p://portalaluno.unifemm.edu.br), no Menu “A vidades Complementares”. Em seguida, basta acessar com o login de “Usuário e Senha”, e por úl mo, “Relatório de A vidades Complementares”. IMPORTANTE: considerar somente a Carga Horária Computada, pois somente ela será aproveitada para contar como horas. Os pedidos de registro de A.C. poderão ser realizados durante todo o período le vo, até a data de recebimento prevista no Calendário Acadêmico. Para as A vidades Complementares oferecidas pelo UNIFEMM (previstas no calendário acadêmico), a carga horária será sempre de cinco horas por par cipação integral nos eventos. Mais informações, bem como os documentos necessários a serem preenchidos, se encontram disponibilizados no site em: Programas e Serviços / A vidades Complementares / Apresentação e Documentos. Acesse também no Portal do Aluno o link “Dúvidas Frequentes A.C.”. Elas esclarecem várias situações sobre as A vidades Complementares.

8.12. Trabalho de Conclusão de Curso O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma das exigências pedagógicas para integralização curricular de cursos de graduação e pós‐graduação ofertados pelo UNIFEMM. O TCC propicia ao aluno a oportunidade de demonstrar o grau de habilitação adquirido, o aprofundamento temá co, o inves mento na produção cien fica, a consulta à bibliografia especializada e o aprimoramento da capacidade de interpretação e crí ca. O TCC, além de ser parte integrante do Projeto Pedagógico do Curso, compõe a Agenda Estratégica de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação – Agenda PD&I – do UNIFEMM. Dessa forma, o TCC deve ser desenvolvido pelo aluno de acordo com as linhas de pesquisa dos eixos temá cos ins tucionais, sob a orientação de um professor do UNIFEMM cuja formação acadêmica e experiência profissional tenham per nência com o projeto apresentado. A elaboração do trabalho deve seguir o Regulamento de A vidades de TCC, válido para todos os cursos do UNIFEMM, que estabelece a forma e os critérios de acompanhamento, orientação e avaliação dos seus TCC's. A organização do


Trabalho de Conclusão de Curso é de responsabilidade da Coordenação de A vidades de TCC, com apoio da Secretaria de TCC e das Coordenações de Curso.

8.13. Registro de Diploma A Secretaria de Registro de Diplomas processará, através de solicitação do formando, a emissão, assinatura e registro do diploma dos graduados no UNIFEMM. A solicitação do aluno concluinte deverá ser protocolada na Central de Atendimento ao Aluno. Os documentos necessários para emissão do diploma são os mesmos solicitados no ato da matrícula, cujas cópias devem constar na pasta individual do(a) aluno(a), ou seja: ‐ Histórico do Ensino Médio ‐ Cer dão de Nascimento ou Casamento ‐ Documento de Iden dade: RG civil ‐ CPF ‐ Título Eleitoral ‐ Comprovante de úl ma votação ‐ Documento Militar (para alunos do sexo masculino) OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: • O processo de registro do diploma será interrompido na falta da cópia de qualquer documento acima listado. No caso de mudança de estado civil ou emissão de 2ª via de algum desses documentos, o aluno deverá apresentar cópia do novo documento no momento em que protocolar sua solicitação de diploma. • Qualquer incoerência em relação aos dados cadastrais informados anteriormente pelo (a) aluno (a) que for percebida no momento da entrega do diploma causará a retenção do documento para apos lamento da correção necessária no verso do diploma. • O prazo para a conclusão do processo de registro do diploma é de um ano. Para a entrega desse documento, solicitamos: 1º) Agendamento de data e horário para recebimento do diploma (ver abaixo local e telefone da Secretaria de Registro de Diploma)


2º) Apresentação dos seguintes documentos: ‐ Documento de Iden dade atual RG civil ‐ Nada Consta da Biblioteca. ‐ Nada Consta do Departamento Financeiro 3º) Se o tular do diploma es ver impossibilitado de receber pessoalmente o documento, deverá outorgar esse direito a outrem, mediante procuração registrada em cartório. 4º) Para emissão e registro de 2ª via de diploma, considerar os mesmos procedimentos e prazos definidos para a primeira via.

8.14. Transferência Interna de Turno e Turma O aluno poderá requerer mudança de turno e turma pelo site do UNIFEMM na área restrita ao aluno, o requerimento será encaminhado para análise da coordenação e/ou direção do curso.

8.15. Estágio Em conformidade com a lei número 11.788, de 2008, o UNIFEMM regulamenta o Estágio Supervisionado, nas modalidades: obrigatório e não obrigatório, no âmbito dos cursos de graduação da ins tuição, com o obje vo de definir e norma zar as a vidades relacionadas com a orientação, acompanhamento, planejamento, execução e avaliação do Estágio Supervisionado, de acordo com o estabelecido nos Projetos Pedagógicos dos Cursos; O estágio obrigatório é aquele definido no Projeto Pedagógico do Curso como pré‐ requisito para aprovação e obtenção do diploma. O estágio não obrigatório é uma a vidade opcional, para além da carga horária regular e obrigatória, cons tuindo opção pessoal de cada aluno, obje vando o enriquecimento de sua formação profissional, à qual necessariamente deve estar relacionada, e mediante celebração de convênios, em locais de escolha do aluno. Para requisitar estágio, o aluno deverá acessar o Sistema de Gestão de Estágio (SGE), via site do UNIFEMM, área Estágios e Empregos ou via Acesso ao Aluno. É importante ressaltar a necessidade de preenchimento e assinatura de toda a documentação de validação do estágio antes de seu início, bem como da compa bilidade entre horário de realização do estágio e o horário escolar.


A documentação de estágio deve ser entregue na Central de Estágios, localizada no andar térreo do Prédio Pequizeiro. Também compete à Central de Estágios divulgar vagas e orientar os interessados em realizar estágio. Informações detalhadas sobre normas e procedimentos encontram‐se na Car lha de Estágio, disponibilizada na área Estágios e Empregos do site UNIFEMM. O Estágio Supervisionado no UNIFEMM é coordenado pela Central de Estágios e Coordenação Geral de Estágios com apoio das coordenações de curso.

8.16. Iniciação Cien fica O Programa de Iniciação Cien fica do UNIFEMM visa colocar os alunos de graduação em contato com as a vidades cien ficas e métodos de pesquisa. Nesse programa da Coordenadoria de Pós‐Graduação, Pesquisa e Extensão – COPPEX, os alunos interessados em se iniciar na pesquisa cien fica receberão todo o apoio teórico, prá co e metodológico necessário. Como incen vo individual aos alunos interessados, selecionados nos diversos cursos de graduação, são ofertadas bolsas de iniciação cien fica para custear o desenvolvimento de projetos de pesquisa e/ou extensão ins tucionais internos ou desenvolvidos por meio de parcerias externas. Mais informações poderão ser ob das nas coordenações dos cursos e/ou na Secretaria da COPPEX ‐ (31) 2106‐2102.

8.17. Educação Con nuada e Aperfeiçoamento Profissional A compe vidade do mercado de trabalho exige que os profissionais das mais diversas áreas busquem ampliar sua experiência profissional e, acima disso, se dediquem, constantemente, a atualizar seus conhecimentos por meio de cursos de pós‐graduação ou de extensão universitária. Melhor qualificação normalmente significa melhoria salarial e novas oportunidades profissionais. A Coordenadoria de Pós‐Graduação, Pesquisa e Extensão‐ COPPEX do UNIFEMM oferece diversos cursos de especialização (pós‐graduação) para graduados ou de extensão (aperfeiçoamento profissional de curta duração) para graduandos ou graduados. Além disso, conta também com o Mestrado Profissional em Biotecnologia e Gestão da Inovação (pós‐graduação Scricto Sensu). Mais informações sobre os cursos ofertados e inscrições poderão ser encontradas no site da ins tuição e/ou na Secretaria da COPPEX ‐ (31) 2106‐2102.


O UNIFEMM oferece a seus alunos programas de apoio financeiro: • Programa Sele vo de Bolsa Assistencial ‐ As inscrições são realizadas via internet, através do site www.unifemm.edu.br, no início de cada ano le vo. O aluno pré‐classificado passará por entrevista e checagem de documentação e, se classificado, será beneficiado com uma bolsa de estudo durante todo o ano em curso. O UNIFEMM ainda par cipa dos Programas: FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior, Programa Universidade para Todos‐ PROUNI, sendo feita a administração na Ins tuição, pela Coordenadoria de Assistência ao Estudante. Além disso, conta também com o Crédito PRAVALER, que tem como obje vo permi r que mais pessoas tenham acesso ao estudo par cular de alta qualidade. Os juros do Crédito Universitário PRAVALER variam de 0% a 2,19% ao mês. No Brasil, são mais de 40 mil alunos beneficiados pelo programa. Para saber mais, acesse: www.portalpravaler.com.br


O valor dos cursos oferecidos pelo UNIFEMM é dividido em 6 (seis), parcelas, sendo que a primeira parcela deve ser paga no ato da matrícula e, as demais, até o 6º dia ú l (sendo sábado considerado dia ú l) de cada mês. As mensalidades pagas até o 6º dia ú l do mês de referência terão desconto de 5% (cinco por cento) sobre o valor das mesmas. O pagamento das parcelas deve ser feito em qualquer banco, via boleto bancário, até a data de vencimento. Após o vencimento e dentro do prazo de 30 dias, somente no banco correspondente. Havendo atraso no pagamento de quaisquer das parcelas, o aluno pagará, além do valor principal, multa correspondente a 2% (dois por cento) do valor da parcela, mais juros de mora de 1% (um por cento) ao mês ou fração (juros“pro rata die”); Caso não o receba até a data de vencimento da parcela do mês, o aluno poderá proceder da seguinte forma: • Para re rar a segunda via, acesse o site www.unifemm.edu.br, link “Área Restrita ‐ Alunos” e, em seguida, clique no botão “Acesso Alunos UNIFEMM” informando sua unidade acadêmica, seu número de matrícula e senha. Caso necessário, o aluno deverá entrar em contato com o Setor Financeiro para suporte pelo telefone (31)2106‐2118 ou (31)2106‐2125. Após 30 (trinta) dias de atraso, a cobrança do débito será encaminhada para empresa contratada (COBRARR Ltda. – Rua Duque de Caxias 35/304 – Centro – Sete Lagoas/MG – 0800 031 8355 ou 31 2107 1352 / Rua dos Aimorés 129/503 – Centro – Belo Horizonte/MG – 31 3273 7429), para as providências de praxe.


Em caso de inadimplência do (a) Contratante por período superior a 30 dias, correrão às suas expensas as despesas de cobrança administra va ou judicial, conforme preconiza o ar go 389 c/c o ar go 325, ambos do Código Civil, sendo‐lhe assegurado o mesmo direito em relação à Contratada.” OBS.: É de responsabilidade do aluno manter o seu endereço atualizado, devendo comunicar ao Registro Acadêmico, na Central de Atendimento ao Aluno, quaisquer alterações. O UNIFEMM par cipa dos Programas: FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior, Programa Universidade para Todos‐ PROUNI e do Crédito Universitáro PRAVALER.


As a vidades acadêmicas e administra vas do UNIFEMM são permanentemente avaliadas, mediante a formulação e implementação de uma Polí ca de Avaliação Ins tucional que favorece a cultura da autoavaliação, a reorientação de conduta, quando necessário, e a o mização das potencialidades iden ficadas, visando a uma constante melhoria dos serviços prestados. O Centro Universitário de Sete Lagoas possui uma Comissão Própria de Avaliação ‐ CPA, criada e ins tucionalizada a par r de critérios definidos pelo Ministério da Educação e Cultura – MEC. Nela se assegura a par cipação de todos os segmentos da comunidade acadêmica (professores, colaboradores, estudantes e gestores) e da sociedade civil organizada na deliberação das ações internas de avaliação e acompanhamento dos resultados das avaliações externas. Para se garan r a efe vação das decisões tomadas no âmbito dos procedimentos de avaliação interna e do acompanhamento dos resultados das avaliações externas, a CPA conta com uma Comissão Execu va de Avaliação Ins tucional ‐ CEAI. Com o obje vo de ins tucionalizar a prá ca co diana de avaliação, a IES organiza‐se a par r do Projeto de Autoavaliação Ins tucional que obje va a efe vação plena da missão e vocação do UNIFEMM, expostas em seu PDI. Ou seja, desenvolve as ações avalia vas que recobrem o ensino, a pesquisa, a extensão e a gestão, abrangendo processos permanentes de melhorias para as fragilidades encontradas nas avaliações internas e externas. A par cipação dos alunos e comunidade é fundamental para este processo de melhoria! Todos os resultados das avaliações podem ser conferidos através do site da ins tuição, no link: Avaliar para Melhorar – CPA. O endereço para acesso é h p://www.unifemm.edu.br/cpa


Os alunos que ob verem o melhor aproveitamento do curso farão jus ao reconhecimento de “Destaque Acadêmico”, tendo direito a uma bolsa de 100% do curso de Idiomas do Luziana Lanna – 1º semestre, conforme regulamento, e ainda 30% de bolsa em qualquer programa de educação con nuada ‐ pós‐graduação, lato sensu, conforme regulamento.


Os alunos que ob verem o melhor aproveitamento do curso farão jus ao reconhecimento de “Destaque Acadêmico”, tendo direito a uma bolsa de 100% do curso de Idiomas do Luziana Lanna – 1º semestre, conforme regulamento, e ainda 30% de bolsa em qualquer programa de educação con nuada ‐ pós‐graduação, lato sensu, conforme regulamento. O aluno que cometer ato de indisciplina estará sujeito às sanções disciplinares previstas nos ar gos 110 a 131, do Regimento Geral do UNIFEMM, disponível na versão Online desse documento que se encontra em: www.unifemm.edu.br/ligadoemvoce.

13.1. PROJETO EMBAIXADOR UNIFEMM: Programa “Ciência Sem Fronteiras”: bolsas de estudo no exterior para alunos UNIFEMM Desde maio de 2012, o Centro Universitário de Sete Lagoas – UNIFEMM atende, acompanha, orienta e avalia alunos bolsistas no exterior pelo programa “Ciência Sem Fronteiras”; uma inicia va do Governo Federal, por meio dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC) e suas ins tuições de fomento ‐ Conselho Nacional de Desenvolvimento Cien fico e Tecnológico (CNPq/MCTI) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). No UNIFEMM, a COPPEX (Coordenadoria de Pós‐Graduação, Pesquisa e Extensão) é o setor responsável pela coordenação do programa que tem como principal obje vo propiciar, nas áreas contempladas, a formação de recursos humanos altamente qualificados nas melhores universidades e ins tuições de pesquisa


estrangeiras, obje vando promover a internacionalização da ciência e tecnologia nacional, es mulando estudos e pesquisas de brasileiros no exterior, inclusive com a expansão significa va do intercâmbio e da mobilidade de graduandos. Além de outras várias modalidades de bolsas no exterior, como por exemplo: Treinamento no Exterior, Doutorado Sanduíche, Doutorado pleno e Pós‐doutorado. As chamadas para Graduação Sanduíche são para diferentes países do mundo durante todo o ano. Hoje, o UNIFEMM possui 15 alunos em seis países (figura 1). Sendo todos das engenharias (tabela 1). 6,7%

Estados Unidos (EUA)

13,3% 33,3%

China Canadá

6,7%

França 6,7% 33,3%

Austrália Irlanda

Figura 1: porcentagem de alunos por país

Tabela 1: número de alunos por curso

Curso

Número de Alunos

Engenharia de Produção

7

Engenharia Ambiental

6

Engenharia Metalúrgica

1

Engenharia Civil

1

Todo aluno UNIFEMM de graduação e do mestrado profissional em Biotecnologia e Gestão da Inovação pode se inscrever no programa, desde que preenchidos os requisitos mínimos informados nas chamadas, como ter nacionalidade brasileira; ter cursado no mínimo 20% e no máximo 90% do currículo previsto para seu curso, entre outros.


Assessoria de Comunicação e Marke ng Telefone de Contato: (31) 2106‐2134 ou (31) 2106‐2121 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 9h às 20h E‐mail: comunicacao@unifemm.edu.br A vidades Complementares Telefone de contato: (31) 2106‐2106 – ramal 2154 Atendimento: Segunda, Quarta e Sexta – 7h30 às 12h30 e Segunda a Sexta ‐ 13h às 16h e 17 às 21h E‐mail: ac@unifemm.edu.br Local: Sala de A vidades Complementares – Prédio Buri Biblioteca Telefone de Contato: (31) 2106‐2108 Atendimento: Segunda a Sexta – 7h30 às 22h | Sábado – 9h às 17h E‐mail: biblioteca@unifemm.edu.br Central de Atendimento ao Aluno Telefone de contato: (31) 2106‐2136 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 9h às 12h e 17h às 21h Local: Subsolo do Prédio Pequizeiro Central de Estágios Telefone de contato: (31) 2106‐2106 – Ramal: 2122 Atendimento: Segunda a Sexta – 10h às 13h e das 14h às 21h E‐mail: centralestagios@unifemm.edu.br Local: Térreo do Prédio Pequizeiro (próximo à rampa).


Colégio UNIFEMM Telefone de Contato: (31) 2106 ‐2149 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 07h às 18h E‐mail: colegio@unifemm.edu.br Comissão Própria de Avaliação – CPA Telefone de Contato: (31) 2106‐2106 – ramal 2137 Atendimento: Segunda a Sexta – 9h às 12h e 13h às 18h E‐mail: cpa@unifemm.edu.br Local: 2º andar ‐ Prédio Reitoria Coordenadoria de Assistência ao Estudante – Central de Atendimento ao Aluno Telefone de Contato: (31) 2106‐2136 Atendimento: Segunda a Sexta de 8h às 12h e 14h às 20h E‐mail: servicosocial@unifemm.edu.br Local: Subsolo do Prédio Pequizeiro Coordenadoria de Gestão de Tecnologia de Informação (Informá ca) Telefone de Contato: (31) 2106‐2145 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 8h às 21h E‐mail: informa ca@unifemm.edu.br Coordenadoria de Planejamento Orçamentário e Gestão Financeira Telefone de Contato: (31) 2106‐2125 Atendimento: 9h às 18h Central de Atendimento: Tel: (31) 2106‐2118 Segunda a Sexta ‐ 09h às 12h e 17h às 21h E‐mail: financeiro@unifemm.edu.br Coordenadoria de Pós‐Graduação, Pesquisa e Extensão Telefone de Contato: (31) 2106‐2102 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 10h às 20h E‐mail: programapos@unifemm.edu.br Local: Subsolo do prédio da Biblioteca Coordenadoria de Registro Acadêmico ‐ Central de Atendimento ao Aluno Telefone de Contato: (31) 2106‐2113 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 9h às 12h e 17h às 21h E‐mail: ensino@unifemm.edu.br Local: Subsolo do Prédio Pequizeiro (an ga UEGE)


Coordenadoria de Serviços Gráficos Telefone de contato: (31) 2106‐2116 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 9h às 12h e 13h às 18h E‐mail: grafica@unifemm.edu.br Luziana Lanna Idiomas Unidade Campus UNIFEMM: Telefone de Contato: (31) 2106 ‐2135 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 13h às 19h Unidade Centro: Telefone de Contato: (31) 3771‐0445 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 13h às 20h ‐ Sábado – 8h às 13h E‐mail: luzianalanna@unifemm.edu.br Núcleo de Prá ca Jurídica Telefone de Contato: (31) 2106‐2106 – ramal 2141 Atendimento: Segunda a Sexta – 8h às 22h E‐mail: npj@unifemm.edu.br Prefeitura do Campus Universitário Telefone: (31) 2106.2129 e‐mail: prefeitura@unifemm.edu.br Secretaria de Registro de Diploma Telefone de Contato: (31) 2106‐2146 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 10h às 19h E‐mail: registrodiploma@unifemm.edu.br Local: Prédio da Reitoria Secretaria do Prédio Buri Telefone de Contato: (31) 2106‐2105 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 16h às 21h30 E‐mail: uedi@unifemm.edu.br Secretaria do Prédio Ipê Amarelo Telefone de Contato: (31) 2106‐2107 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 13h às 22h E‐mail: uefi@unifemm.edu.br


Secretaria do Prédio Jequi bá E‐mail: secretariacampus2@unifemm.edu.br Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 17h às 22h Telefone de contato: (31) 2106‐2166 Secretaria do Prédio Pequizeiro Telefone de contato: (31) 2106‐2111 Atendimento: Segunda a Sexta – de 08h às 11h15 e 18h às 22h E‐mail: uege@unifemm.edu.br Secretaria do UNIFEMM Virtual E‐mail: secretariavirtual@unifemm.edu.br Atendimento: Segunda a Sexta – 13h às 22h Telefone de contato: (031) 2106‐2159 Telefonista: Telefone de contato: (31) 2106‐2106 e (31) 2106‐2100 Atendimento: Segunda a Sexta ‐ 8h às 20h

Manual Aluno UNIFEMM 01/2015  

Um guia de serviços e procedimentos acadêmico de sua instituição de ensino.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you