Issuu on Google+

Unidade Local de SaĂşde de Matosinhos, E.P.E.


”Valor primordial da vida e dignidade da pessoa humana, atitude de serviço, atenção e cortesia, compaixão e respeito, competência e eficiência.”

A Primeira Unidade Local de Saúde em Portugal


Quem somos


Criada em 1999

Integra:

Hospital Pedro Hispano

Cuidados de Saúde Primários - ACES M

Cuidados Continuados

A Primeira Unidade Local de Saúde em Portugal, inspirou a criação de outras ULS. Hoje existem 7 ULS no nosso País.


Quem somos Instituição Pública Integrada no Serviço Nacional de Saúde Natureza de Gestão Empresarial Autonomia: Financeira Patrimonial Administrativa Localizada no Concelho de Matosinhos


Onde estamos Centro de Saúde de Centro deLeça Saúdeda dePalmeira Leça da Palmeira U.S.F. Leça

U.S.F. Dunas

U.S.F. Maresia U.S.F.. Progresso U.C.C. Leça Palmeira

U.C.S.P. S. Cruz Bispo

Centro de Saúde de S. Mamede

Centro de Saúde de Matosinhos Centro de Saúde de Leça da Palmeira

U.S.F. Porta do Sol

U.S.F. Infesta

U.C.S.P. S. Mamede

U.C.C. S. Mamede

U.S.F. Oceanos U.S.F. Horizonte U.C.S.P. Matosinhos

U.C.C. Matosinhos

Matosinhos Centro de Saúde de Sra. da Hora

Centro de Diagnóstico Pneumológico

Unidade de Saúde Pública

U.S.F. Lagoa

U.S.F. Caravela

Privados I/II/III

U.C.S.P. S. Hora

U.C.C. S. Hora

S.A.S.U.

Cuidados Continuados Hospital Pedro Hispano


Concelho de Matosinhos 63,2 Km2 174.931 habitantes (Censos 2011) 184.212 inscritos 174.571 inscritos com médico de família: 95%

Referência para os concelhos de Vila Matosinhos

do

Conde

e

Póvoa

de

Varzim,

cuidando portanto de uma população de cerca de 317.685 inscritos.


Visão, Missão e Valores Visão

Missão

Satisfazer todas as necessidades em saúde à população do Concelho de Matosinhos, assumindo a integração dos diferentes níveis, desde a educação para a saúde e dos autocuidados, aos tratamentos continuados e paliativos e à referenciação para outros níveis da rede hospitalar.

Acessibilidade simplificada e facilitada, equidade garantida, integração eficaz e comprometida, produtividade e eficiência na utilização dos recursos e diminuição das necessidades em saúde, desde logo para as doenças evitáveis, e uma população mais consciente para assumir estilos de vida saudáveis.

Valores Valor vida

primordial e

dignidade

da da

pessoa humana, atitude de serviço, atenção e cortesia, compaixão e respeito, competência e eficiência.


A nossa estrutura


A nossa oferta, infra-estruturas e equipamentos Especialidades Médicas

Infra-estruturas

Anestesiologia Cardiologia Gastroenterologia Ginecologia Neonatologia Neurologia Obstetrícia Oncologia Oftalmologia Ortopedia Pediatria Pneumologia Urologia ....

352 Camas 29 Berçários 22 camas de Convalescença 10 salas Bloco Central 7 Salas de Parto 3 Salas Ambulatório 9 cadeirões Hospital de Dia 16 lugares Medicina Hiperbárica 70 Gabinetes de Consulta 1 Farmácia

Equipamentos Ressonância Magnética: 1 Tomografia Computorizada: 2 Radiologia: 11 Ecografia: 3 Angiografia:1


Modelo de Financiamento • A ULSM é financiada por cada habitante do Concelho de Matosinhos: 557 € per capita.

• Montante

máximo

de

financiamento

a

receber

do

Ministério da Saúde em 2012, relacionado com serviços de saúde prestados a beneficiários do Serviço Nacional de Saúde e outros subsistemas públicos: 97.522.127 €.


Modelo de Financiamento – Objectivos de Qualidade e Eficiência • De forma a receber o montante máximo de financiamento, a ULSM deve cumprir com os objectivos de qualidade e eficiência contratualizados com o Ministério da Saúde;

• 10% do total do financiamento encontra-se indexado a estes objectivos, que estão alinhados com as políticas do Plano Nacional de Saúde Português: – 3% relacionados com os Cuidados de Saúde Primários; – 3% relacionados com os Cuidados Hospitalares; – 4%

relacionados

económicos.

com

o

cumprimento

de

indicadores


Modelo de Financiamento – Objectivos de Qualidade e Eficiência

“Os valores sublinhados no Plano Nacional de

Saúde

são

os

de

justiça

social,

universalidade, equidade e respeito pela pessoa humana, solicitude e solidariedade.” “WHO Avaliação do PNS Portugal 2004-2010”


O que fazemos


A nossa procura • Cerca de 98% da procura respeita a beneficiários do

Serviço

Nacional

de

Saúde

e

outros

subsistemas públicos (ADSE, SAD-PSP, SAD-GNR);

• Os restantes 2% são cobertos por seguros de saúde.


A ULSM num dia de 2011… 892 Consultas Externas 20 Doentes Intervencionados Bloco de Ambulatório 5 Partos 37 Sessões de Hospital de Dia 234 Atendimentos nas Urgências 44 Doentes Saídos 20 Doentes intervencionados Bloco Central 2.399 Consultas Programas de sáude ACES 5.537 Análises clínicas 1.532 Exames de diagnóstico


Indicadores de Qualidade em 2011 Peso das primeiras consultas no total de consultas mĂŠdicas:  30,48% Demora mĂŠdia (dias):  7,03 Partos por cesariana:  29,8% Peso da Cirurgia de AmbulatĂłrio no total da Cirurgia Programada:  53,36%


Indicadores de Qualidade em 2011 Mediana do tempo de espera para uma consulta (dias):

70

Mediana do tempo de espera para uma cirurgia programada (meses):

2,7


Indicadores de Qualidade em 2011  96% de crianças vacinadas aos 2 anos de idade  97% de crianças vacinadas aos 6 anos de idade  84% de grávidas com uma primeira consulta médica no primeiro trimestre

 37 domicílios médicos por 1.000 habitantes  285 domicílios de enfermagem por 1.000 habitantes


Cuidados de Saúde Primários Consultas ACES M 626.010 557.276

580.225

Var. 2009/2011

12,33%

2009

2010

2011




Cuidados Hospitalares Consulta Externa 227.142

225.776

232.494

2009

2010

2011

Sess천es Hospital de Dia 9.738 9.537

8.900

2009

2010

2011


Cuidados Hospitalares Doentes Saídos - GDH´s Médicos 11.174

2009

10.431

2010

9.734

2011

Doentes Saídos - GDH´s Cirúrgicos 6.906

6.741

2009

2010

6.284

2011


Cuidados Hospitalares GDH Ambulat贸rio M茅dicos Var. 2009/2011

21,7%



4.160 3.418

3.212

2009

2010

2011

GDH Ambulat贸rio Cir煤rgicos Var. 2009/2011

13,2% 4.776

4.218

3.984

2009

2010

2011




Cuidados Hospitalares

UrgĂŞncias s/ internamento 94.074

2009

79.551

77.232

2010

2011


Recursos Humanos


Recursos Humanos Efectivos por categoria profissional ULSM Dirigente Médico Enfermeiro Técnicos Superiores de Saúde Técnicos de diagnóstico e terapêutica Técnicos Superiores Outro pessoal Tot al

16 534 803 12 131 62 743 2.301


Performance Econ贸micoFinanceira


Performance Económico-Financeira

RO

EBITDA

Franca recuperação do Res. Operacional


Principais actividades de Investimento e Desenvolvimento


Actividades de Investimento e Desenvolvimento Infra-estruturas

Abertura da nova Unidade de Cirurgia de Ambulatório Criação da nova Unidade de Cuidados Intermédios Polivalente Desenvolvimento do novo Hospital de Dia Requalificação da cozinha e refeitório Abertura de novas USF´s


Actividades de Investimento e Desenvolvimento Diferenciação no âmbito Organizacional  Nomeação de um novo CA em 2011  Aposta continuada no combate às Listas de Espera  Aposta no desenvolvimento da Contabilidade Analítica  Replaneamento das lotações do internamento  Criação de uma Central de Transporte única  Elaboração de manual de procedimentos do ACES  Plano de Racionalização Organizativa  Compromisso com a Qualidade


Actividades de Investimento e Desenvolvimento

Diferenciação no domínio dos Sistemas de Informação

 Ampliação do âmbito da plataforma de Business Intelligence para apoio à Contratualização  Entrada em funcionamento da Intranet  Alargamento da Prescrição Electrónica


Unidade Local de Saúde de Matosinhos, E.P.E. Perto de si‌


Apresentação Institucional_