Page 1

SĂ BADO MACEIĂ“ - ALAGOAS 16 DE FEVEREIRO DE 2013 NÂş 1670 R$

1,50

TRIBUNA

INDEPENDENTE

EXEMPLAR DO ASSINANTE

tribunahoje.com

Adolescente ĂŠ achada morta com sinais de ritual macabro A polĂ­cia investiga se uma adolescente encontrada morta, ontem pela manhĂŁ, numa ĂĄrea de mata isolada prĂłxima ao terminal de Ă´nibus do Conjunto JosĂŠ TenĂłrio, foi vĂ­tima de ritual de magia negra. Aparentando 15 anos de idade, o corpo estava carbonizado e tinha ao lado trĂŞs panelas de barro, farofa e vĂĄrias penas de galinha. O caso estĂĄ sendo apurado pela Delegacia de HomicĂ­dios, que jĂĄ sabe que o suposto ritual teria ocorrido numa ĂĄrea prĂłxima e jĂĄ tem um suspeito do crime. PĂ GINA 11

METEORITO CAI NA RÚSSIA E DEIXA MAIS DE MIL FERIDOS Um meteorito invadiu ontem o cÊu da Rússia e caiu nos Montes Urais, derrubando telhados, estilhaçando vidros e ferindo mais de mil pessoas. A bola de fogo abriu uma cortina de fumaça vista a 200 km. TambÊm ontem um asteróide passou muito próximo da Terra. Pà GINA 8

OFENSAS NA WEB RENAN DEMITE SOBRINHA DE JOAQUIM BARBOSA Duas estagiĂĄrias do Senado foram exoneradas depois de postarem na rede social mensagens ofensivas contra o presidente da Casa, Renan Calheiros. Uma delas ĂŠ sobrinha do presidente do STF, Joaquim Barbosa.

EXCESSO DE VELOCIDADE

PRF DIZ QUE MORTES NO CARNAVAL NĂƒO FORAM CAUSADAS POR Ă LCOOL METEORITO cortou fumegante o cĂŠu russo provocando diversas explosĂľes e deixando um grande rastro de destruição

PĂ GINA 7

SECOM / TÉRCIO CAPPELLO

NONĂ” ENTREGA ALIMENTOS PARA ANIMAIS DA SECA DO SERTĂƒO O vice-governador JosĂŠ Thomaz NonĂ´ entregou ontem a agricultores, na cidade de Santana do Ipanema, 180 toneladas de farelo de milho e de soja para alimentação de animais que sofrem com a seca extrema que atinge o SertĂŁo. Ele disse que o governo atende prioritariamente aos agricultores familiares da regiĂŁo.

FORA DO REDE HELOĂ?SA FICA NO PSOL E VAI DISPUTAR O SENADO A vereadora HeloĂ­sa Helena GLVVHTXHQmRYDLVHÂżOLDUDR partido que estĂĄ sendo criado por Marina Silva, o Rede, e que seu plano ĂŠ disputar novamente uma vaga no Senado. Mesmo assim, ela disse que vai ajudar Marina.

PĂ GINA 12

PĂ GINA 13

NO SERTĂƒOYLFHJRYHUQDGRU1RQ{GLVFXUVRXSDUDSURGXWRUHVHOLGHUDQoDVHUHDÂżUPRXDOXWDGRJRYHUQRFRQWUDDVHFD ADAILSON CALHEIROS

GOVERNO DA VENEZUELA

PĂ GINA 2

CATEGORIA AMEAÇADA

AGENTES DE TRĂ‚NSITO COBRAM DO MP APURAĂ‡ĂƒO DE HOMICĂ?DIO DE COLEGA PĂ GINA 9

TEMPO

VIGARISTA DE SĂƒO PAULO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

30Âş

ESTELIONATĂ RIO APLICAVA GOLPE PASSANDO-SE POR ENGENHEIRO DA PETROBRAS

MarĂŠs

01:17 07:28 13:45 19:56

0.6 1.7 0.6 1.6

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,95 R$ 1,95 DOLAR PARALELO R$ 2,03 R$ 2,12 OURO: R$ 104,00 POUPANÇA: 0,4134%

PĂ GINA 12

DIVULGADAS PRIMEIRAS FOTOS DE HUGO CHĂ VEZ APĂ“S CIRURGIA

ALAGOAS TEM 1.600 VEĂ?CULOS DE PASSAGEIROS CLANDESTINOS

O governo da Venezuela divulgou as primeiras fotos do presidente Hugo ChĂĄvez desde sua terceira cirurgia. As LPDJHQVRPRVWUDPVRUULQGRHDFRPSDQKDGRGDVÂżOKDV

Cirrculam em Alagoas 1.600 veículos de passageiros na clandestinidade, segundo a Arsal. Uma nova licitação foi aberta para preencher 600 vagas que restam.

PĂ GINA 8

PĂ GINA 9

ESTRELA DE ALAGOAS

COMERCIANTE MANTINHA ARSENAL DE ARMAS EM SEU ESTABELECIMENTO PĂ GINA 9


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

PolĂ­tica

HistĂłria de luta da parlamentar dĂĄ ares ‘jorgeamadianos’ Ă ex-professora Sem dĂşvida, Heloisa Helena poderia se encaixar num personagem do poeta baiano Jorge Amado. O tĂ­tulo da primeira matĂŠria parafraseou o romance “Tereza Batista cansada de Guerraâ€?, publicado em 1972. Na obra, a personagem sofre torturas de todos os tipos. A parlamentar nĂŁo passou SHODVGLÂżFXOGDGHVTXHDKHURtQDGH$PDGRVHQWLXQDSHOHPDVQDSROtWLFD FRPRHODEHPVDEHVHPSUHIRLKRVWLOL]DGDSRUVXDSRVWXUDHWHPSHUDPHQWR IRUWH'DtRHPSUHHQGLPHQWRGHEDWDOKDVFRQVWDQWHV

HeloĂ­sa Helena cansada de guerra

9HUHDGRUDSRU0DFHLyDEUHRFRUDomRHIDODVREUHGHVDÂżRVGHVLOXV}HVHSODQRVVREUHQRYRSDUWLGRSROtWLFR

ESPLANADA LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Caso Kiss: polĂ­cia cerca atĂŠ o MP

A

SROtFLDDSUHVHQWDRLQTXpULWRHPGLDVHVyHVWXGDFRPRFR-responsabilizar o Poder Público pela tragÊdia da Boate Kiss, onde um incêndio matou 239 jovens em Santa Maria (RS). Deve ser FLWDGRDWpR0LQLVWpULR3~EOLFRGR(VWDGR2VGHOHJDGRVUHYHODUDPTXH o Termo de Ajustamento de Conduta entre MP e os donos da boate não HQYROYHX%RPEHLURVHD3UHIHLWXUDRTXHFRQ¿JXUDFDVRJUDYH3RGHWHU VLGR³FKHTXHHPEUDQFRSDUDDOWHUDUR33&,´RDOYDUiGH3UHYHQomRH Proteção Contra Incêndio.

7ULR¿VFDO O relato foi feito ontem para os deputados da Comissão Externa da CâPDUDTXHRVYLVLWDUDPRVJD~FKRV*RHUJHQ 33 0DUFKH]DQ-U 36'%  e Pimenta (PT).

Pegou geral 3HORTXHVHRXYLXYDLVREUDUSDUDPXLWDJHQWHQRLQTXpULWRRVGRQRVGD ERDWHRVP~VLFRVRVERPEHLURVÂżVFDLVGDSUHIHLWXUDHDWpSDUDTXHP vendeu os fogos.

Esboço de lei Na terça, a comissĂŁo externa se reĂşne em BrasĂ­lia e apresenta relatĂłrio preliminar. “Falta uma lei articulada entre UniĂŁo, estados e municĂ­piosâ€?, explica Goergen.

)LFKD/LPSD (PUHXQLmRHP%UDVtOLD¿FRXGHFLGLGRTXHR0RYLPHQWRGH&RPEDWHj &RUUXSomR(OHLWRUDO 0&&( RPHVPRTXHFRQFUHWL]RXD/HLGD)LFKD /LPSDYDLODQoDUQRYDFDPSDQKDGHVWDYH]SHODDPSODUHIRUPDSROtWLFD – tema tabu para o Congresso. É coisa grande, pelo menos 20 entidades estão envolvidas num projeto de iniciativa popular.

5HVSDOGRMXUtGLFR ÂŹIUHQWHHVWiRMXL]0DUORQ5HLVXPGRVLGHDOL]DGRUHVGD)LFKD&RPLVsĂŁo de relatores apresenta minuta do projeto atĂŠ Abril. O presidente da OAB, Marcus VinĂ­cius Furtado, participou da reuniĂŁo. Aldo Arantes e CĂŠsar Britto representarĂŁo a Ordem.

Doaçþes Segundo Marlon Reis, o “objetivo das entidades, todas integrantes do MCCE, ĂŠ reunir as forças sociais para tirar o Congresso da imobilidade VREUHDPDWpULD´3RQWRFRQVHQVXDO3HVVRDV-XUtGLFDVQmRSRGHPVHU GRDGRUDVGHFDPSDQKD

Vai sair 2JRYHUQDGRU-DTXHV:DJQHUJDUDQWLXRQWHPDGHSXWDGRVTXHYDL construir a Ponte Salvador-Itaparica, alÊm de 60% do Orçamento para a iUHDVRFLDO

A fuga 1DTXLQWD  jWDUGHRSUHVLGHQWHGR6HQDGR5HQDQ&DOKHLURVVRXEH TXHMRYHQVIDULDPPDQLIHVWDomRFRQWUDHOHHPIUHQWHj&OtQLFDGH6D~GH H63$.XURWHORQGHVHLQWHUQRXHP*UDPDGR 56 3HJRXXPMDWLQKRH VXPLXGHOi

Mistério $JHUrQFLDGR$HURSRUWRGH&D[LDVGR6XOYL]LQKDGH*UDPDGRFRQ¿UPRXjFROXQDRHPEDUTXHGH5HQDQH³SHVVRDVQmRLGHQWL¿FDGDV´0DV QmRGHXLQIRUPDo}HVGHTXHPHUDRDYLmRQHPRGHVWLQR'HWDOKHXPD KRUDGHYRRQXPMDWRVDLSRU5PLO Cambista virtual 2&RPLWrEUDVLOHLURGD&RSDHVWiSDVPR0HQRVGHXPDKRUDDSyVD Fifa liberar em site a vendas de ingressos para Copa das Confederao}HVMiKDYLDELOKHWHVjYHQGDHPVLWHVHVWUDQJHLURVD52YDORU QRVLWHR¿FLDOHGH5

2YLFH O governador mineiro Antonio Anastasia deixa transparecer para aliados TXHRYLVLWDPDLQWHQomRGHVHFDQGLGDWDUDR6HQDGR1HVWHFHQiULRGHL[DR3DOiFLRGD/LEHUGDGHHP$EULOGRDQRTXHYHPSDUDRYLFH$OEHUWR &RHOKR 33 

Dedo na tomada 7HUPLQDKRMHR+RUiULRGH9HUmRSUDJDGDLQFRPSHWrQFLDGH sucessivos governos no setor energĂŠtico.

Ponto Final &RLWDGRGR5HQDQ2QGHpTXHYDLDUUXPDUGLQKHLURSDUDSDJDURKRVSLWDOHVWUHODVHRMDWLQKR" Com 0$UFRV6HDEUDH9LQLFLXV7DYDUHV www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

SANDRO LIMA/ARQUIVO

CADU EPIFĂ‚NIO EDITOR DE POLĂ?TICA

Q

uem conhece a imagem pĂşblica da vereadora HeloĂ­sa Helena (PSOL), de parlamentar aguerrida, forte e atĂŠ, como muitos gostam de rotular, ÂśEULJXHQWD¡HQWUDHPFRQĂ LWR pessoal ao se deparar com ela fora do ambiente polĂ­tico. Voz serena, singela, doce atĂŠ, porĂŠm, como costuma brincar, diz que a “porção do LQĂ€QLWRSRoRGHWHUQXUDĂ€FD mesmo para quem a merece e para quem dela precisaâ€?. Em mais um ano de missĂŁo parlamentar, Heloisa SURPHWH FRQWLQXDU Ă€UPH Nossa reportagem a questionou sobre como ĂŠ atuar num parlamento da capital quase que sozinha em prol dos interesses sociais. “JĂĄ vivenciei tantas desilusĂľes QD SROtWLFD TXH SUHĂ€UR QmR criar expectativas. Ao mesmo tempo me renovo diariamente em esperanças nos lutadores do povo em quaisquer lugares, seja ocupando cargos, participando de movimentos sociais ou como pessoas generosas e dignas, que semeiam coragem e bondadeâ€?, disse.

Sobre novo mandato, Heloisa disse que não vai criar expectativas sobre a Câmara Municipal

Mesmo diante dessa quase ‘ilha polĂ­tica’, a vereadora nĂŁo se abala e enfatiza que sua ĂĄrea de atuação permanecerĂĄ a SaĂşde, a Educação e a Geração de Emprego. E diz TXHĂ€FDUiGHROKRDEHUWRĂ€Vcalizando o Executivo. “Em-

bora não tenha conseguido a visibilidade que eu gostaria, apresentei vårios projetos tambÊm para minimizar o risco de crianças e jovens serem arrastados como mão-de-obra escrava ao mundo das drogas e criminalidade.

E tambÊm que viabilizam melhorias objetivas às comunidades vulneråveis socialmente. Aliås, nem a devolução que À]GHPDLVGH5PLOKmRDRV cofres públicos das tais verbas imorais de vereadores obteve visibilidade pública.�

BANDEIRA DE LUTA

O que mais a irrita Ê covardia e mentira A imagem da Heloisa Helena combativa Ê confundida com uma pessoa nervosa, inquieta, quando na verdade a mulher Heloisa Helena Ê meiga e tímida atÊ. Sobre seu comportamento, ela segue dizendo que VXD ´SRUomR GH LQÀQLWR SRoR GH WHUQXUD ÀFD PHVPR SDUD quem a merece e para quem dela precisa�. Entretanto, o outro lado jå tão conhecido Brasil afora ela sabe a quem endereçar.

“Minha adorĂĄvel porção caldeirĂŁo de fervura – me chamam onça, maritaca, louca, bruxa, beata e outras SDODYUDVLPSXEOLFiYHLV²Ă€FD apenas para quem estĂĄ na polĂ­tica como ladrĂŁo e vigarista, sempre tentando enganar, manipular, mentir, enriquecer na roubalheira, apenas isso.â€? HeloĂ­sa Helena sabe do peso que leva nos ombros e FRQĂ€UPDTXHHVVHIDUGRMiIRL bem maior.

“JĂĄ me incomodou e me entristeceu muito ser chamada de todas as piores e mais chulas adjetivaçþes porque sou honesta e nĂŁo participo da escĂłria polĂ­tica do nosso estado! Hoje, tento apenas os desprezar e pensar que eles me odeiam e me perseguem porque sabem que, mesmo quando me derrotam eleitoralmente, eu sou invencĂ­vel moralmente, pois jamais conseguirĂŁo minha cumplicidade nas suas safadezas ou

covardia e rendição nos campos de batalhas de cada dia.â€? O que de fato a irrita ĂŠ a covardia e a mentira. “Eles geram diretamente roubalheira e enriquecimento ilĂ­cito, insensibilidade diante da misĂŠria humana, cinismo, vigarice, manipulação... Os covardes para lutas honradas e mentirosos de plantĂŁo sĂŁo os mesmos ladrĂľes dos cofres pĂşblicosâ€?, deixou claro a vereadora. (CE)

PARCERIA

Novo partido de Marina terĂĄ apoio de HeloĂ­sa DIVULGAĂ‡ĂƒO

Como se nĂŁo bastasse domar os seus leĂľes diariamente, a vereadora HeloĂ­sa Helena ainda tem tempo para abraçar projetos de terceiros. Mas nĂŁo se trata de projetos em vĂŁo e de qualquer pessoa. Sua ex-companheira de Senado, a ex-senadora acreana Marina Silva, estĂĄ focada na criação de um novo partido polĂ­tico - provisoriamente chamado de Rede. “Vou ajudar Marina na legalização do seu partido, SRLV p WDUHID GLĂ€FtOLPD TXH vai muito alĂŠm da coleta de assinatura. Envolve tambĂŠm a checagem de cada uma das assinaturas pelos cartĂłrios, juĂ­zes, TRE [Tribunal Regional Eleitoral] e TSE [Tribunal Superior Eleitoral]â€?, pontuou a vereadora ainda no PSOL. Para os oportunistas, segundo HeloĂ­sa Helena, “a melhor tĂĄtica ĂŠ buscar partidos jĂĄ legalizados, pois QmRHQIUHQWDPLPHQVDVGLĂ€culdades e podem atĂŠ fazer ÂśHQWULVPR¡ RX VHMD Ă€OLDP

Marina Silva, amigas dentro e fora da polĂ­tica: apoio irrestrito

muitos e tomam a direção partidĂĄriaâ€?. Visando o panorama polĂ­tico alagoano, a parlamentar maceioense esclarece que, por enquanto, o novo partido nĂŁo tem pretensĂľes a curto prazo. “Em nosso caso, em Alagoas, jĂĄ decidimos com MaULQD TXH HP  R QRYR partido nĂŁo apresentarĂĄ candidaturas e estabelecerĂĄ uma articulação de frentes em defesa da Educação, SaĂşde, crianças etc., articulada com nosso mandato e outros setores que militam nessas causasâ€?, ressaltou. Do mesmo modo, tambĂŠm GHROKRHP+HORtVD+Hlena esclareceu que vai sim disputar seu reingresso no Senado Federal. “Deixe claro que concorrerei ao Senado e apoiarei as candidaturas do PSOL para governo e outros. JĂĄ conversei com MĂĄrio Agra [presidente estadual do PSOL] e participo da reuniĂŁo do parWLGR QHVWH GRPLQJRÂľ FRQĂ€Umou. (CE)


TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - ÀDYLRJE#LJFRPEU

2QRYHORGH

D

RFLHQWLVWDSROtWLFR0XULOORGH$UDJmRÂł$VXFHVVmRHVWiHPSOHQR curso, tendo o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e o PMDB como vetores centrais no momento. E as atençþes estĂŁo voltadas para os seus movimentos. Tudo com vistas Ă composição da chapa de Dilma na disputa pela PresidĂŞncia em 2014; ou de uma chapa “terceira viaâ€? liderada por Campos. Para Lula, que ĂŠ o guardiĂŁo-mor de sua fĂłrmula, o melhor dos mundos seria a repetição da chapa Dilma e Michel Temer concorrendo juntos em 2014 e Eduardo no governo, como PLQLVWURVHQGRSUHSDUDGRSDUD1RHQWDQWRH[LVWHPREVWiFXORV sĂŠrios a seus desejos. O primeiro deles ĂŠ o estrago que a campanha municipal de Recife – que rachou PT e PSB – fez nas relaçþes entre DPERV2VHJXQGRREVWiFXORpTXH(GXDUGR&DPSRVGHYHDFKDUTXH SDUDVHUFRPSHWLWLYRHPMiWHPGHVDLUHPSDUDFRQVWUXLUXPD LPDJHPQDFLRQDO2WHUFHLURDVSHFWRpTXHR37TXHVHPSUHÂżFRXD reboque dos desejos de Lula, quer fazer a sua chapa em 2018. Com alguĂŠm do partido, nĂŁo importa quem, que seja expressĂŁo de suas forças. 2TXDUWRDVSHFWRpTXHR30'%HVWiVROLGDPHQWHSODQWDGRQRJRYHUQR HFRPDQGDR&RQJUHVVRGHRQGHKiGHFULDURXQmRSUREOHPDVSDUDR Executivo.â€?

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013 POLĂ?TICA

Reginaldo vai responder por crimes na prefeitura Ação penal retornou à primeira instância a mando do desembargador Tourinho ARQUIVO

Desde 1990, quando Renan Calheiros perdeu a disputa para Geraldo Bulhþes, a cada quatro anos se especula que ele, GHQRYRSUHVLGHQWHGR6HQDGRWHQWDUi de novo ser governador. A estória se repete, em relação a 2014. O que poucos sabem Ê que, por pesquisas e avaliao}HVLQWHUQDVQR3DOiFLR5HS~EOLFDGRV Palmares o deputado Renan Filho surge como nome mais forte da oposição.

Detalhe 2VFRQFXUVDGRVGDUHVHUYDWpFQLFDGD3ROtFLD0LOLWDUGH$ODJRDVHQFRQWUDUDPXPSDGULQKRQDOXWDSHODQRPHDomRRGHSXWDGRHVWDGXDO Ronaldo Medeiros (PT), que tem reiterado apoio ao grupo. O danado pTXH0HGHLURVpRSRVLomRHQHVVDFRQGLomRQmRSDUHFHWDUHIDIiFLO sensibilizar o governo.

Abandono

Reginaldo Andrade nem chegou a concluir seu mandato eletivo

9iULDVREUDVGDDGPLQLVWUDomR&tFHUR$OPHLGD¿FDUDPSHODPHWDGH Uma delas, a revitalização do Centro de Maceió. Não Ê coincidência a SDUDOLVDomRWHURFRUULGRQR¿QDOGRVVHXVRLWRDQRVGHPDQGDWRTXDQGR o prefeito, que não poderia disputar reeleição nem indicou sucessor, SHUGHXDSRLRSROtWLFR

HC

1RÂżQDOGRDQRSDVVDGRR&RPLWrGD%DFLD+LGURJUiÂżFDGR5LR6mR Francisco se reuniu em Penedo. Compareceram representantes da UniĂŁo e parlamentares de diversos estados. Da bancada federal de $ODJRDVDSHQDVRVGHSXWDGRV0DXUtFLR4XLQWHOODH*LYDOGR&DULPEmR deram as caras.

Oportunismo Governo e prefeitos festejam a liberação de R$ 8,6 milhþes para contraWDomRGHFDPLQK}HVSLSDSDUDDEDVWHFHURVPXQLFtSLRVDWLQJLGRVSHOD seca. O que deveriam fazer era se unir por projetos de aproveitamento e DUPD]HQDJHPGHiJXDQRVSHUtRGRVGHFKXYD0DVFRPRLVVRQmRGi voto, não interessa.

Vergonha A Associação dos Folguedos Populares, por seu presidente, Keyler Simþes, foi ao governo estadual cobrar o pagamento das bolsas dos PHVWUHVGRIROFORUH¹XPVDOiULRPtQLPRPHQVDO2UHSDVVHQmRpIHLWR GHVGHGH]HPEUR$SURPHVVDR¿FLDOVHKRXYHUFRQGLomRDVLWXDomRVH normaliza atÊ março.

Cobrança Leitores desta Conjuntura, moradores de Cruz das Almas, voltam a reclamar - da descontinuidade das obras de saneamento naquela região (atribuição do governo estadual) e da implantação do prolongamento da Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, atÊ Jacarecica (responsabilidade da Prefeitura de Maceió).

eUHYROWDQWHRTXDQWRR3DUODmento se apequena. A grande preocupação são os cargos e a liberação de emendas.� JOSÉ ANTÔNIO REGUFFE Deputado federal do PDT/DF, manifestando indignação à submissão do Congresso Nacional ao 3DOiFLRGR3ODQDOWR

2KRUiULRGHYHUmRWHUPLQDjPHLDQRLWHGHKRMH$SDUWLUGH]HURKRUD de amanhã, para nós, alagoanos e nordestinos, o efeito maior Ê que volWDPDRQRUPDORVKRUiULRVGHEDQFRVSURJUDPDVGHWHOHYLVmRHGHYRRV * Estão abertas, na Uncisal, as inscriçþes para o MedEnsina, com vagas para estudantes de escolas públicas, particulares (de bolsista integral), cenecistas, supletivo e Educação de Jovens e Adultos. Informaçþes: 3315-6725. +RMHGDVjVKRUDVDOXQRVGH0HGLFLQD=RRWHFQLD'LUHLWRH Serviço Social, da Ufal, iniciam trabalho para criação da Associação GH&DUURFHLURVGR9HUJHOGR/DJR$DomRVHUiQD8QLGDGHGH6D~GH Virgem dos Pobres. * O ASA enfrenta hoje o ABC, às 18h30, em Natal, com boas chances de enfrentar Cearå ou Vitória na próxima fase da Copa do Nordeste. %DVWDYHQFHURXKDYHUHPSDWHFRPJROV2[OHYDDGH¿QLomRSDUDRV pênaltis. -RJRVGHKRMHSHOD�URGDGDGR&DPSHRQDWR$ODJRDQR6SRUW $WDODLD[&6$&RPHUFLDO[&(28QLmR[&RUtQWKLDQVH0XULFL[&6( ,QFUtYHOpTXHD�URGDGDVHUiUHDOL]DGDDSyVD�QD�H�IHLUDV próximas.

RENATO BUARQUE COLABORADOR

2

O cara

Descaso

3

Defesa quer a soltura do prefeito Arlindo Garrote A prisão e o posterior afastamento do cargo do prefeito de Estrela de Alagoas, Arlindo Garrote continua tendo desdobramentos nas barras da Justiça alagoana. Na edição de ontem do Diårio da Justiça Eletrônica '-(  ÀFRX HYLGHQFLDGR R SHGLGRGHUHYRJDomRGDPHdida cautelar, que resultou na prisão do prefeito de Estrela de Alagoas, por meio de um habeas corpus. AlÊm disso, a mãe de Arlindo Garrote, a ex-prefeita da mesma cidade, Ângela Garrote, tambÊm pleiteou, alÊm do habeas corpus, a transferência do local onde estå sendo custodiada para uma cela especial. Ângela estå na Casa de Custódia da 3ROtFLD&LYLO Vale relembrar que as acusaçþes imputadas ao prefeito afastado, sob a suposta pråtica de improbidaGH DGPLQLVWUDWLYD j IUHQWH GR ([HFXWLYR GH (VWUHOD GH $ODJRDVVmRIUXWRGHLQYHVtigaçþes desempenhadas pelos promotores do MinistÊrio Público Estadual, que compþem o Grupo Estadual GH &RPEDWH jV 2UJDQL]Dçþes Criminosas, o Gecoc,

e passam pelo ordenamento irregular do pagamento de despesas do município, licitaçþes irregulares para obras e para a aquisição de material, insumos para GLYHUVDV VHFUHWDULDV DWp PHVPR FRP D IDOVLÀFDomR de documento pessoais e de HPSUHVDV LQFOXVLYH QRWDV ÀVFDLVTXHFRPSURYDULDPD YHUDFLGDGHGHWDLVGpELWRV 6HJXQGR R DGYRJDGR GH defesa de Arlindo Garrote, Henrique Mousinho, o pedido de habeas corpus estå FRQÀUPDGR PDV DOJXQV ULtos processuais ainda precisam ser seguidos. ´1yV DFRVWDPRV QRYRV dados e documentos aos autos do processo, que subsidiam o pedido de liberdade de Arlindo Garrote, por meio de uma liminar. Agora, o desembargador relaWRU GR SURFHVVR (GLYDOGR %DQGHLUD 5LRV DEULX QRYR SUD]RSDUDTXHR0LQLVWpULR Público Estadual se pronuncie sobre o caso. Após a oiWLYD GD 3URFXUDGRULD *HUDO de Justiça sobre este tema, pTXHRPDJLVWUDGRYDLDYDliar com mais calma o nosso SOHLWR¾SRQWXRXRDGYRJDGR de Arlindo Garrote, Henrique Mousinho. (R.B.)

desembargador do 7ULEXQDO GH -XVWLoD GH $ODJRDV )HUQDQGR 7RXULQKR GHWHUminou a redistribuição da ação penal contra o ex-prefeito do municĂ­pio da Barra de SĂŁo Miguel, 5HJLQDOGR $QGUDGH 37%  A medida se dĂĄ em função de que o ex-prefeito perdeu o I{UR SULYLOHJLDGR TXH WLQKD em função do exercĂ­cio do FDUJR ([HFXWLYR H TXH SRUtanto, passa a ser julgado como um “cidadĂŁo comumâ€?, aos olhos da Lei. AlĂŠm de redirecionar o processo judicial contra o ex-prefeito da Barra de SĂŁo MiJXHO7RXULQKRWDPEpPFODVVLĂ€FRX FRPR QXOD D GHFLVmR do antigo relator do referido processo, o desembargador DSRVHQWDGR 2UODQGR 0DQVR TXHKDYLDDFDWDGRGHIRUPD monocrĂĄtica a denĂşncia ofertada pelo MinistĂŠrio PĂşblico Estadual (MP/AL), na pessoa do procurador-geral de JustioDHPGHVIDYRUGH$QGUDGH De acordo com o relatĂłrio prolatado pelo desembargaGRU )HUQDQGR 7RXULQKR GLYXOJDGR QD HGLomR GH RQWHP do DiĂĄrio da Justiça EletrĂ´nico (DJE), o seu antecessor

RIO LARGO

7RQLQKR/LQVWHPPDLV tempo para se defender 2 SUHIHLWR DIDVWDGR GH Rio Largo, Antônio Lins GH 6RX]D )LOKR R 7RQLQKR /LQV GR 36% GHYH WHQWDU sanar mais um problema, HPIXQomRGHXPDQRYDDFXsação ofertada contra ele, pela Procuradoria Geral de Justiça, do MinistÊrio Público Estadual (PGJ-MP/AL). 'HVWDYH]RSUHIHLWRTXH jå foi afastado do cargo em função de outras denúncias feitas pelo MinistÊrio Público, estå sendo acusado e enquadrado pela pråtica de delitos que causaram prejut]RVDRHUiULRS~EOLFR $JRUD7RQLQKR/LQVHVWi sendo acusado de agir em desconformidade com o Artigo 1º, incisos XII e XIV, do Decreto-Lei 201/67, pela suposta pråtica de crimes HPUD]mRGDQRPHDomRLUUHJXODU GH VHUYLGRUHV SDUD D Prefeitura de Rio Largo. AlÊm disso, o prefeito afastado tambÊm Ê acusado de ter descumprido leis e desrespeitado outras determinaçþes judiciais, sem que KRXYHVVHDSUHVHQWDGRMXVWLÀFDWLYDV VDWLVIDWyULDV SDUD WDLVPHGLGDVFRQWURYHUVDV Conforme os dados, ineUHQWHV j HVWD DomR SHQDO que estå sendo relatada pelo

FICHA LIMPA

B. DE S. MIGUEL

O Tribunal de Justiça de Alagoas, por intermÊdio do desembargador-presidente JosÊ Caros Malta Marques anunciou a exoneração de dez servidores que exerciam atividades comissionadas na Corte. A medida segue em conformidade com a determinação do CNJ, que orienta aos tribunais de todo o SDtVDGHPLWLUHPIXQFLRQiULRV em cargos de comisão, que não apresentarem documentação que comprove conduta proba, enquadrando-se na Lei da Ficha /LPSDQR3RGHU-XGLFLiULR

$VLWXDomRÂżQDQFHLUDFUtWLFDQRV FRIUHVGRPXQLFtSLRGD%DUUDGH SĂŁo Miguel fez com que o prefeito eleito JosĂŠ de Medeiros Nicolau (PP) decretasse situação de emergĂŞncia administrativa no Executivo. Segundo Zezeco, DVGtYLGDVIRUDPGHL[DGDVSHODV gestĂľes anteriores. “A nossa VLWXDomRpFUtWLFDHHVWHTXDGUR veio dos prefeitos passados. Aconteceram muitos desmandos e agora, estamos de mĂŁos atadas para resolver este impasse, com problema na SaĂşde , na Educação, dentre outrasâ€?.

7ULEXQDOGH-XVWLoD exonera 10 servidores

na relatoria do referido processo não poderia ter acatado a denúncia de forma monoFUiWLFD R TXH Vy GHYHULD WHU DFRQWHFLGR PHGLDQWH D DYDOLDomRGR3OHQRGR7- 2H[SUHIHLWRGD%DUUDGH São Miguel, Reginaldo Andrade, não concluiu o mandato para o qual foi eleito. Ele foi afastado das funçþes, tambÊm pelo desembargador DSRVHQWDGR 2UODQGR 0DQso, pela suposta pråtica de alguns crimes no âmbito da HVIHUDDGPLQLVWUDWLYD Reginaldo Andrade foi enTXDGUDGRDSyVLQYHVWLJDo}HV feitas pelo Grupo Estadual GH&RPEDWHjV2UJDQL]Do}HV Criminosas, o Gecoc, do MinistÊrio Público Estadual, pela pråtica de delitos preYLVWRVQR$UWLJRžLQFLVRV9 XIII e XIV, do Decreto de Lei 201/67 e no Artigo 89 da Lei 8;666/93. 2X VHMD 5HJLQDOGR $Qdrade Ê acusado da pråtica e da dispensa, de forma irregular, de processos licitatórios, de ordenar e efetuar GHVSHVDVVHPTXHKRXYHVVHD GHYLGDMXVWLÀFDWLYDSDUDRWDO ônus, da nomeação, tambÊm GHIRUPDHTXLYRFDGDGHVHUYLGRUHVSDUDHVIHUDDGPLQLVWUDWLYD GLUHWD RX LQGLUHWD alÊm de desrepitar determinaçþes judiciais.

&DRVQDVĂ€QDQoDV foi herdado

GHVHPEDUJDGRU )HUQDQGR 7RXULQKR TXH IRUDP SXEOLcados na edição de ontem do DiĂĄrio da Justiça EletrĂ´nico, o prefeito afastado de 5LR /DUJR 7RQLQKR /LQV WHUiRSUD]ROHJDOGHGLDV para que, caso seja do seu interesse, apresemte documentos em sua defesa, para tentar rechaçar mais estas acusaçþes que lhe estĂŁo sendo imputadas. 2VSUREOHPDVGH7RQLQKR /LQV j IUHQWH GD 3UHIHLWXUD de Rio Largo começaram DSyVDVLQYHVWLJDo}HVGR*HFRF TXH GHVYHQGDUDP XP VXSRVWR HVTXHPD GH YHQGD subfaturada de um terreno naquele municĂ­pio. 2HVTXHPDTXHWHULDIDYRUHFLGRDRSUySULRSUHIHLWR DRVGRQRVGRLPyYHODVHUYLdores municipais e a alguns YHUHDGRUHV GD FLGDGH WHULD sido sĂł o inĂ­cio do “martĂ­rio do prefeito, que nĂŁo pĂ´de sequer terminar o seu primeiro mandato. Ele tambĂŠm ĂŠ acusado de ter fraudado processos licitatĂłrios, para obter lucro com a aquisição de material de escritĂłrio para a prefeitura e de material de construção, para REUDVDVHUHPUHDOL]DGDVQD cidade. (R.B.).


4

TRIBUNAINDEPENDENTE

POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Dia dos “Marineiros�

H

oje (såbado) Ê o dia fundamental para a criação do novo partido político a ser comandado pela ex-senadora e ex-ministra Marina Silva. Do alto dos 20 milhþes de votos obtidos por ela na última campanha presidencial, o partido, embrionariamente chamado de Rede, SUHWHQGHGH¿QLURVHXQRPHHWDPEpPRSURJUDPDHRHVWDWXWRSURYLVyrio, com ideias diferenciadas e uma sÊrie de restriçþes ao comportamento político de seus integrantes. Marina conta com o apoio e a solidariedade de grandes partidos como o PT e o PMDB, mas sabe que terå GL¿FXOGDGHVHPWUD]HUSDUODPHQWDUHVFRQKHFLGRVQDFLRQDOPHQWHSDUD auxiliå-la na formação da nova sigla partidåria. AtÊ o momento apenas WUrVGHSXWDGRVIHGHUDLVFRQ¿UPDUDPDPLJUDomR$OIUHGR6LUNLV 395-  Walter Feldman (PSDB-SP) e Domingos Dutra (PT-MA). Mas ela sabe que pode contar tambÊm com o apoio de outros políticos de renome nacional, como a própria vereadora por Maceió, Heloísa Helena (PSOL). O processo de criação do novo partido (serå o 31º partido político brasileiro) deve estar concluído atÊ outubro deste ano para que possa concorrer nas eleiçþes do ano que vem. Não serå difícil conseguir as 500 mil assinaturas em nove estados, como exige a legislação eleitoral, mas Marina Silva sabe que não serå simples conseguir apoios políticos efetivos que viabilizem a vida do partido. Entre as restriçþes sugeridas ao novo partido estå a limitação de 16 anos de mandato parlamentar GR¿OLDGRSURtEHD¿OLDomRGHSROtWLFRV³¿FKDVXMD´HQmRTXHUDGRDomR de campanhas de setores contrårios à sustentabilidade como cigarros, armamentos, agrotóxicos e bebidas alcóolicas.

Cultura em discussão Na sua vinda à terra natal, esta semana, a secretåria-executiva do MinistÊrio da Cultura, Jeanine Pires, teve a oportunidade de discutir o andamento de vårios projetos desenvolvidos entre a União, o estado e o município de Maceió. No encontro com o secretårio Osvaldo ViÊgas, discutiu-se o andamento do plano Juventude Viva em Alagoas que prevê a construção de duas praças multiuso em Maceió, e tambÊm em Marechal Deodoro, União dos 3DOPDUHV$UDSLUDFDH6mR0LJXHOGRV&DPSRV-HDQLQH3LUHVFRQ¿Umou ainda a vinda da ministra Marta Suplicy a Alagoas neste primeiro semestre para inaugurar a restauração e reforma da Biblioteca Pública e do Arcebispado, que estão entre os 12 convênios do estado com o governo federal.

Concurso do BNDES O concurso público para preenchimento de vagas no Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cuja prova acontece no dia 3 de março, conta com 137.989 inscritos. É o maior número de inscritos jå registrados em um concurso público realizado pelo banco. O cargo com mais inscritos Ê o de tÊcnico-administrativo (nível mÊdio) com 74.124 candidatos, seguido por Direito, que teve 13.105 candidatos inscritos. Logo depois aparece administração com 10.567, engenharia com 8.308 e comunicação social que tem na disputa 6.804 inscritos.

Concurso do BNDES 2 Inscreveram-se para o cargo de analista de sistemas-desenvolvimento, 5.029 pessoas, psicologia teve 4.241 candidatos, economia teve 4.130, contabilidade apresentou 3.879 inscritos, seguido por arquitetura com 3.783 candidatos, analista de sistemas-suporte teve 2.418 inscriçþes, biblioteconomia apresentou 1.032 inscritos e arquivologia contou com 569 candidatos. O salårio para nível superior Ê de R$ 9.182,01 e para o nível mÊdio o salårio Ê de R$ 2.925,39. As provas serão realizadas no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Recife, BelÊm, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador. O quantitativo completo de inscritos por cargo e os locais das provas estão disponíveis no site do BNDES.

Conta mais barata Pelo menos atÊ agosto deste ano o alagoano vai pagar 18% a menos na conta de luz residencial, segundo informação da Agência Nacional de Energia ElÊtrica. O valor foi homologado pela Revisão Tarifåria Extraordinåria e vai custar a partir deste mês de fevereiro, R$ 0,30293 por quilowatt-hora. Este serå o valor cobrado pela Eletrobrås/Alagoas atÊ o dia 27 de Agosto quando serå reajustado no aniversårio do contrato de concessão. Antes a Eletrobrås de Alagoas cobrava R$ 0,36941 por quilowatt-hora. Ainda segundo a Aneel, Alagoas estå na 29ª posição das mais caras, entre as 64 concessionårias de energia do país.

Luta sai da Olimpíada Em uma atitude surpreendente o Comitê Olímpico Internacional (COI), anunciou esta semana que a luta não vai fazer parte das Olimpíadas de 2020. A luta era um dos esportes olímpicos mais antigos, sendo disputada nos estilos livre e greco-romana desde a primeira edição dos Jogos Olímpicos modernos, em Atenas em 1896. No ano passado, nos Jogos Olímpicos de Londres, a luta contou com a participação de 344 atletas, que disputaram medalhas em 11 eventos do estilo livre e sete no greco-romano. O COI resolveu manter nos Jogos o pentatlo moderno e resolveu tirar a luta.

Luta sai da Olímpiada 2 Agora alÊm da luta, outras sete modalidades esportivas buscam a incluVmRQRV-RJRV2OtPSLFRVEHLVHEROFDUDWrVTXDVKSDWLQDomRDUWtVWLFD HVFDODGDZDNHERDUGHZXVKX$SUy[LPDUHXQLmRGR&2,VHUiHPPDLR na Rússia. O último esporte retirado dos Jogos foi o beisebol que estå fora desde os jogos de Pequim em 2008. Golfe e Rúgbi entrarão no programa dos jogos em 2016 no Rio de Janeiro. A decisão do Comitê analisou mais de três dezenas de critÊrios para tomar a decisão, como audiência de TV, venda de ingressos, política antidoping, participação global e popularidade. ‡$UHYLVWDDPHULFDQD)RUEHVGHYHLQFOXLUQDVXDHGLomRGHPDUoRHQWUH os bilionårios do mundo, o nome do empresårio e apresentador Sílvio Santos, dono do SBT. A publicação concluiu que a fortuna do empresårio chega a US$ 1,3 bilhão. ‡2*UXSR6LOYLR6DQWRVpIRUPDGRSRUWULQWDHPSUHVDVGHVWDFDQGRR SUySULR6LVWHPD%UDVLOHLURGH7HOHYLVmR 6%7 D/LGHUDQoD&DSLWDOL]DomRHD-HTXLWL&RVPpWLFRV ‡(VWD~OWLPDDWUDLXRVLQWHUHVVHVGHPXOWLQDFLRQDLVGRVHWRUFRPRD Coty e a L’OrÊal, que, segundo a revista ofereceram US$ 500 milhþes pelo controle da empresa no ano passado. ‡(PRHPSUHViULR6LOYLR6DQWRVYHQGHXRXWUDHPSUHVDGRVHX JUXSRR%DQFR3DQDPHULFDQRTXHDSUHVHQWRXXPURPERGHPDLVGH 86ELOK}HV(OHGHVFDUWRXVHGHVID]HUGDVVXDVHPSUHVDVSDUD FREULURSUHMXt]R ‡3UHIHULXFRQWUDLUXPHPSUpVWLPRQDTXHOHYDORUHFRORFRXVXDVHPSUHsas como garantia de pagamento. ‡&RJLWDVHTXHQDHGLomRGHPDUoRGDUHYLVWD)RUEHVWDPEpPSRGHP DSDUHFHURVQRPHVGH5REHUWR,ULQHX-RmR5REHUWRH-RVp5REHUWR 0DULQKRGRQRVGD5HGH*ORERGH7HOHYLVmR

CĂĄssio serĂĄ julgado na Comarca de ColĂ´nia ApĂłs perder foro privilegiado ex-prefeito vai responder por supostos desvios ANDREZZA TAVARES REPĂ“RTER

P

assadas as eleiçþes municipais de 2012, vĂĄrios prefeitos alagoanos perderam o foro especial por prerrogativa por nĂŁo mais ocuparem o cargo de chefe do Executivo. Com a perda do foro, vĂĄrios processos de ex-gestores que tramitavam no Tribunal de Justiça de Alagoas, voltaram para o JuĂ­zo de primeira instância, como ĂŠ o caso de CĂĄssio Alexandre Reis de Amorim Urtiga (PDT), de ColĂ´nia Leopoldina. O ex-prefeito ĂŠ rĂŠu numa ação penal, pela suposta prĂĄtica de fraude em licitação e desvio de recurso pĂşblico, dentre outros, cuja pena pode chegar a 12 anos de reclusĂŁo alĂŠm da perda dos direitos polĂ­ticos por cinco anos. Sendo o foro privilegiado um benefĂ­cio dado aos gestores em decorrĂŞncia do exercĂ­cio de determinado cargo, “a superveniĂŞncia da sua perda ocasiona o deslocamento de competĂŞncia do Tribunal para o JuĂ­zo de primeira instância, haja vista que, a partir daquele instante, a autoridade passou a ser encarada

como um cidadão comum�, relatou o desembargador Fernando Tourinho, em seu despacho. Em março de 2011, Cåssio Alexandre foi denunciado pelo MinistÊrio Público Estadual (MP/AL) por crimes de improbidade administrativa, tendo sido acusado de desviar cerca de R$ 125 mil dos cofres do município. Em julho do mesmo ano, o MinistÊrio Público Federal instaurou inquÊrito civil público para apurar uma lista de crimes atribuídos a ele, como o superfaturamento de despesas com combustíveis no valor de R$ 95,8 mil, assim como o superfaturamento na compra de carteiras escolares, onde a prefeitura pagou R$ 29 mil a mais que o valor praticado pelo mercado à Êpoca. Em agosto de 2012, o então prefeito de Colônia Leopoldina foi multado pelo Tribunal de Contas do Estado por descumprimento à legislação. Cåssio Alexandre não encaminhou ao òrgão, a primeira remessa do Sicap (Sistema Integrado de Controle e Auditoria Pública), referente aos meses de janeiro e fevereiro de 2012.

ARQUIVO

Um dos crimes que CĂĄssio vai responder ĂŠ o desvio de R$ 125 mil

CAMPO GRANDE

Ação penal de ex-prefeito tambÊm volta Outro ex-prefeito alagoano que serå julgado em primeira instância por causa da perda do foro privilegiado Ê Arnaldo Higino Lessa 3'7  TXH FKHÀRX R ([Hcutivo municipal de Campo Grande. Na ação penal, a qual responde por improbidade administrativa, Arnaldo Higino deverå ser julgado pelo magistrado da Comarca de Girau do Ponciano. No processo, o ex-prefeito de Campo Grande responde por peculato, conforme o artigo 312 do Código Penal.

“Apropriar-se o funcionĂĄrio pĂşblico de dinheiro, valor ou qualquer outro bem mĂłvel, pĂşblico ou particular, de que tem a posse em razĂŁo do cargo, ou desviĂĄ-lo, em proveito prĂłprio ou alheioâ€?. A pena para esse crime ĂŠ de dois a doze anos de reclusĂŁo alĂŠm de multa. Com a perda do foro especial por prerrogativa de função, a ação penal que tamitava no Tribunal de Justiça de Alagoas, que se julgou incompetente, voltarĂĄ para o JuĂ­zo de primeiro

grau. A decisão tambÊm foi do desembargador relator Fernando Tourinho. Arnaldo Higino chegou a ser acusado pelo então chefe do MinistÊrio Público Estadual, procurador Eduardo Tavares, de furtar ågua dos povoados para abastecer uma fazenda de sua propriedade, mas à Êpoca, em decisão monocråtica, o desembargador Orlando Manso suspendeu a ação penal contra ele alegando que a própria Casal não denunciou o furto de ågua nos povoados.

Em maio do ano passado, Arnaldo Higino teve seus bens bloqueados em quase R$ 230 mil, por determinação do juiz de Girau do Ponciano, Anderson Santos dos Passos, por improbidade administrativa. O ex-prefeito não teria repassado ao Banco do Brasil, o dinheiro dos emprÊstimos consignados, embora tivesse descontado na folha de pagamento dos servidores do município os valores. O fato ocorreu em junho de 2009. (A.T.)

SANATA DO IPANEMA

Renilde responde por improbidade Com perda do foro privilegiado a ex-prefeita de Santana do Ipanema, Renilde Bulhþes (PTB), tambÊm serå julgada pelo juiz de primeira instância. O inquÊrito policial instaurado para apurar a pråtica de crimes contra a administração e a fÊ pública, supostamente cometidos por ela, serão de responsabilidade do juiz da Comarca do município. A decisão Ê do desembargador Otåvio Leão Praxedes. Dentre os crimes do referido inquÊrito policial, pesa

contra Renilde a suspeita de formação de quadrilha, peculato, corrupção ativa e passiva, falsidade material e ideológica, improbidade administrativa, os quais teriam ocorridos na prefeitura do município à Êpoca em que HODFKHÀDYDR([HFXWLYRPXnicipal. Após deixar o cargo em janeiro deste ano, não mais possuindo a prerrogativa do foro, o Tribunal de Justiça de Alagoas perdeu a competência e remeteu o inquÊrito ao Juízo de primeiro grau.

“Assim, diante da alteração da situação fĂĄtico-jurĂ­dica da indiciada Renilde Silva BulhĂľes Barros, ĂŠ imSHULRVDDPRGLĂ€FDomRGRyUgĂŁo julgador, ante a superveniĂŞncia da incompetĂŞncia deste Tribunal de Justiçaâ€?, relatou o desembargador. HISTĂ“RICO Em março do ano passado, Renilde BulhĂľes foi alvo de uma ação civil pĂşblica, ingressada pelo MinistĂŠrio PĂşblico Federal, em Alagoas, por atos de improbidade administrativa. Ela foi acu-

CHICO TENĂ“RIO

IMPUNIDADE

Após retornar à Câmara Federal, o deputado Francisco Tenório (PMN) ganhou novamente, o foro especial por prerrogativa de função, e por isso, a ação penal a qual responde por KRPLFtGLRTXDOL¿FDGRSDVVDUiD ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), pois o TJ/AL não tem competência para julgå-la. Segundo um dos advogados do deputado federal, Fernando Maciel, a tendência Ê que todos os outros processos ao qual Chico Tenório Ê rÊu, tambÊm sejam remetidos ao STF.

Para o advogado, doutor em Direito Penal, Ivan Luiz, a perda do foro atrasa ainda mais o julgamento dos processos, sendo esta vantajosa para os ex-prefeitos, porque a experiĂŞncia mostra que os processos nĂŁo tĂŞm dado a tramitação necessĂĄria. Ivan Luiz ressaltou ainda que “a mudança de instância ĂŠ uma fonte de impunidade que nĂŁo tem origem no foro, mas na tramitação do processoâ€?. O foro permite que os processos penais onde prefeitos sĂŁo rĂŠus sĂŁo julgados pelo TJ.

+RPLFtGLRTXDOLĂ€FDGR serĂĄ julgado pelo STF

Perda do foro atrasa julgamento

sada de omissão na prestação de contas relativa a recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A ex-prefeita teve seu mandato ameaçado por determinação do MinistÊrio Público Estadual, por não ter apresentado a prestação de contas a Câmara Municipal, referente ao exercício 2008. A postura da então gestora, caracteriza atos de improbidade administrativa e crime de responsabilidade. (A.T.)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013 POLĂ?TICA

5

Prefeito de Penedo ĂŠ acusado de desvio MinistĂŠrio PĂşblico Federal cobra do chefe do Executivo local, MĂĄrcius BeltrĂŁo, R$ 1 milhĂŁo em recursos federais

Cotidiano

ARQUIVO

O

Prefeito MĂĄrcius BeltrĂŁoYDLDJXDUGDUQRWLÂżFDomRRÂżFLDOGR03)

atual prefeito de Penedo, Mårcius Beltrão Siqueira (PDT), estå sendo acusado de ter desviado R$ 356 mil de recurso federal, que deveriam ter sido empregado em obras de macrodrenagem a partir de 2005, quando comandou pela primeira vez o Executivo local. A ação civil de improbidade administrativa com ressarcimento ao erårio foi proposta pelo MinistÊrio Público Federal, em Alagoas. AlÊm do gestor, as empresas Intersollo Engenharia, e Torres Construçþes e Empreendimentos, seus representantes Antonio Porfírio dos Santos Neto e JosÊ Nivaldo Torres, respectivamente; e ainda o engenheiro responsåvel pelo acomSDQKDPHQWR H ÀVFDOL]DomR da obra, JosÊ Moacir Beltrão Araújo, tambÊm estão na lista dos acusados pelo MPF, e juntos devem pagar mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos. A Prefeitura de Penedo e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do ParnaíED &RGHYDVI  ÀUPDUDP XP convênio onde foi repassa-

IMPEACHMENT

OURO PRETO

LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

Cristo traĂ­do

D

e Mino Carta em seu artigo na Carta Capital sobre a renĂşncia do papa Bento XVI: “Vivemos uma ĂŠpoca intelectualmente e moralmente pobre, instigada pelos avanços tecnolĂłgicos e arrepiada por demandas inovadoras em choque com a doutrina eclesiĂĄstica. De aborto a casamento gay. Enquanto isso, a Igreja de Pedro tenta em desespero impor seus vetos e se agarra aos dogmas, cada vez mais inviĂĄveis Ă luz da razĂŁo. Nesta moldura, credos mais terrenos passam a representar uma concorrĂŞncia maciça e desapiedada. As feiçþes atuais do renunciante Ratzinger mostram a gravidade e a tensĂŁo da OXWD(PTXDVHRLWRDQRVGHSRQWLÂżFDGR%HQWR;9,HQYHOKHFHXFRPR se tivesse decorrido o dobro. NĂŁo conhecemos os motivos determinantes da renĂşncia, mas admitamos que ele se sinta inadequado ao enfrentamento de uma situação tĂŁo complexa e obsedante como a atual, inquietada por divergĂŞncias internas e surdos confrontos de bastidorâ€?.

Intriga da oposição Circula nos bastidores da politica alagoana a existĂŞncia de uma certa insatisfação entre o senador Benedito de Lira (PP) e seu indicado para a Secretaria de Estado da Educação, Adriano Soares. Soares foi enfĂĄtico: “Tudo ĂŠ apenas fruto de intrigaâ€?.

Pensativo Tendo o Sertão como sua bandeira de luta, e um verdadeiro conhecedor do interior de Alagoas, o deputado Inåcio Loiola (PSDB) tem seu nome contado como pretenso postulante a uma das vagas nove vagas de deputados federais. PorÊm, prefere esperar a inauguração do Canal do Sertão para saber o que de fato poderå ser bom para o povo.

Falando nisso... ... InĂĄcio Loiola jĂĄ tem previsĂŁo do que serĂĄ 2014 tomando por base 2012, e tendo como intervalo 2013: “A uniĂŁo irĂĄ prevalecer, agradando a gregos e troianos!â€?.

Arrumado E quem arrumou um lugar ao sol foi o ex-secretĂĄrio Pedro Alves, que ÂżFRXORWDGRQRJDELQHWHGDSUHVLGrQFLDGD&kPDUDGH9HUHDGRUHVGH MaceiĂł. Por lĂĄ Alves tem aconselhado de perto o presidente Chico (Hollanda) Filho.

Renan considera ‘lĂ­cita’ manifestação por sua saĂ­da

Jå estão abertas as inscriçþes para a 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronåutica (OBA). Podem participar alunos dos ensinos fundamental e mÊdio de escolas públicas e particulares – urbanas e rurais – de todo o país. O prazo vai atÊ o dia 13 de março e as provas acontecem no dia 10 de maio (sexta-feira), nas próprias escolas.

3RUPHLRGHXPDQRWDRĂ€cial, o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB), se pronunciou sobre as manifestaçþes pĂşblicas que pedem sua retirada do cargo. Segundo o senador, o manifesto na internet que pede a sua saĂ­da do cargo ĂŠ “lĂ­cito e saudĂĄvelâ€? e “indica que a sociedade quer um Congresso mais ĂĄgil e preocupado com os problemas dos cidadĂŁosâ€?. A manifestação de mais de 1,5 milhĂŁo de pessoas pela internet pede o impeachment de Calheiros, eleito hĂĄ duas semanas para a presidĂŞncia do Senado. “Fui lĂ­der estudantil, todos sabem, e tambĂŠm usei as ferramentas da ĂŠpoca para pressionar. O nĂşmero de assinaturas nĂŁo ĂŠ tĂŁo importante quanto a mensagem, o que importa ĂŠ saber que a sociedade quer um Congresso mais ĂĄgil e preocupado com os problePDV GRV FLGDGmRVÂľ DĂ€UPRX o presidente em nota. No documento, Renan voltou a defender que vai “trabalhar para garantir o melhor desenvolvimento do Brasilâ€? e conversar com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para acordar a votação de temas de interesse do governo. O senador alagoano se

ESTRATÉGICO

DE FATO

Cansativo Alguns dos assessores do Palåcio República dos Palmares têm reclamado muito – mesmo que em off – referente a postura de alguns secretårios, quando estes participam de reuniþes com o governador Teotonio Vilela. Dizem à boca miúda que atÊ o chefe do Executivo boceja, e o secretårio não se toca.

Fornecimento de ågua Em razão das constantes reclamaçþes sobre o fornecimento precårio de ågua para a população do município de Palmeira dos �ndios, principalmente da zona rural, a Defensoria Pública do Estado de Alagoas, por meio do defensor público Marcos Antônio Freire, impetrou com uma Ação Civil Pública em face da Companhia de Abastecimento e Saneamento de Alagoas (Casal), na manhã de hoje, pedindo a regularização imediata do fornecimento que atinge tanto a zona rural, como tambÊm a urbana da região.

Unidade de conservação O Estado de Alagoas ganha mais três Unidades de Conservação, uma das mais importantes ferramentas de proteção à biodiversidade. Todas são Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), estão localizadas no município de Colônia Leopoldina, possuem um mesmo proprietårio e conservam fragmentos de Mata Atlântica. As portarias jå IRUDPSXEOLFDGDVHP'LiULR2¿FLDO

Guias de turismo A Secretaria de Estado do Turismo (Setur), por meio do Cadastur, estarå em Piranhas, no Alto Sertão alagoano, no período de 27 de feveUHLURDžGHPDUoRFRPD¿QDOLGDGHGHFDGDVWUDUJXLDVGHWXULVPR egressos do curso de Guia de Turismo Regional do Senac-AL.

OlĂ­mpiadas

Collor quer morar em Arapiraca Em visita realizada a Arapiraca, ontem, o senador Fernando Collor (PTB) anunciou que estĂĄ comprando um imĂłvel para viver com sua famĂ­lia na segunda maior cidade de Alagoas. A informação foi feita no auditĂłrio da Escola de Governo, na presença da prefeita CĂŠlia Rocha (PTB). “Tenho uma admiração enorme pela prefeita CĂŠlia e pelo povo de Arapiraca. AlĂŠm disso, a cidade ĂŠ um ponto JHRJUiÂżFRHVWUDWpJLFRSDUDDV minhas viagens para todas as regiĂľes do Estadoâ€?, disse Collor.

ANDREZZA TAVARES REPĂ“RTER

comprometeu com a discussĂŁo de temas polĂŞmicos, como as reformas tributĂĄria e polĂ­tica, e “enfrentarâ€? a questĂŁo dos vetos. Renan WDPEpP DĂ€UPRX TXH YDL convidar o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para discutir temas econĂ´micos com o Congresso. ABAIXO-ASSINADO Um abaixo-assinado pedindo a cassação do senador circula na internet e jĂĄ conta com mais de 1,5 milhĂŁo de assinaturas, mais do que 1% do eleitorado nacional. A percentagem ĂŠ vĂĄlida na proposição de leis de iniciativa popular, mas nĂŁo tem efeito prĂĄtico nessa questĂŁo. 1RFDVRHVSHFtĂ€FRGH5Hnan Calheiros, tanto o texto constitucional quanto o Regimento Interno do Senado Federal sĂŁo omissos em relação Ă hipĂłtese de impeachment de presidente da Casa. O que pode acontecer ĂŠ a quebra de decoro parlamentar, traduzido como atividades nĂŁo condizentes com a atuação esperada de um senador, alĂŠm do recebimento de vantagens indevidas. Nesse caso, o processo sĂł pode ser iniciado com uma representação feita pela mesa diretora ou algum partido polĂ­tico no Conselho de Ética do Senado.

Villas Bôas assume pasta da Saúde A Secretaria de Estado da Saúde passa a ser comandada por Jorge Villas Bôas, que ocupava interinamente o cargo de secretårio. Ele assume a função em substituição a Alexandre Toledo, que deixou o governo para ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados em %UDVtOLD$QRPHDomRVHUiSXEOLFDGDQR'LiULR2¿FLDOGHVWDVHJXQda-feira (18). Jorge de Souza Villas Bôas, mÊdico formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) em 1981, jå estava atuando como secretårio interino desde que Toledo, suplente de deputado, resolveu assumir o cargo deixado pelo prefeito Rui, na Câmara.

do R$ 1.189.790,90 para as obras e a Prefeitura daria uma contrapartida de R$ 62.620,57, a qual teria repassado apenas pouco mais da metade, R$ 31.578,95. O plano de trabalho no valor de R$ 1.252.411,47 foi aprovado pela Codevasf e a empresa vencedora foi a Intersollo Engenharia, com a proposta no valor de R$ 1.488.064,24 e apĂłs a recisĂŁo, o municĂ­pio contratou a Torres Construçþes e Empreendimentos para a realização dos serviços restantes, os quais alcançavam o aporte de R$ 361.196,78. De acordo com o relatĂłrio da Codevasf, o dano total ao erĂĄrio foi de R$ 242.167,61, mais R$ 31.041,62 que deveriam ter sido repassados como contrapartida da prefeitura. Marcius BeltrĂŁo inforPRX TXH QmR IRL QRWLĂ€FDGR da ação do MP, e que tomou conhecimento por meio da imprensa. “NĂłs empregamos na obra a mais que o acordado no convĂŞnio. Ficaram recursos federais na conta do municĂ­pio, aberta HVSHFLĂ€FDPHQWH SDUD HVWH Ă€PQmRVHLVHIRLGHYROYLGR pela gestĂŁo posteriorâ€?, relaWRX %HOWUmR DJXDUGD QRWLĂ€cação para se defender.

Rui destaca importância de conjunto habitacional O prefeito de MaceiĂł, Rui Palmeira (PSDB), e o secretĂĄrio municipal de Habitação, Mac Lira Paes, visitaram na manhĂŁ de ontem (15), as obras do Residencial Ouro Preto. As moradias, localizadas no bairro do Ouro Preto, serĂŁo destinadas a famĂ­lias que residem em ĂĄrea de risco e tiveram as casas atingidas apĂłs um perĂ­odo de chuvas no ano de 2004. As unidades residenciais estĂŁo sendo construĂ­das em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta 7$&  Ă€UPDGR SHOD 3UHIHLtura de MaceiĂł e o MinistĂŠrio PĂşblico Estadual em 29 de janeiro de 2007. A obra do Residencial Ouro Preto estĂĄ orçada em R$ 12.720 milhĂľes e a extensĂŁo total do terreno, doado pelo Governo do Estado, ĂŠ de 22 mil e 700 m². Segundo o prefeito Rui Palmeira, a entrega das moradias, prevista para o mĂŞs de outubro, darĂĄ conforto Ă s famĂ­lias que desde 2004 sofrem nos perĂ­odos chuvosos. “Essa obra ĂŠ muito importante para os moradores dessa ĂĄrea de risco, que ĂŠ a Grota do Ouro Pretoâ€?, disse ele. Na ĂĄrea do Residencial Ouro Preto, a Prefeitura de MaceiĂł construirĂĄ uma creche, um posto de saĂşde, uma escola de ensino fun-

damental, uma quadra poliesportiva e um terminal de Ă´nibus. Outras obras de infraestrutura tambĂŠm serĂŁo executadas no conjunto pela prefeitura. “Em paralelo Ă construção das unidades, as outras obras serĂŁo executadas. Toda essa parte de infraesWUXWXUD EHQHĂ€FLDUi D FRPXnidade localâ€?, ressaltou Mac Lira. UNIDADES O residencial tem 15 blocos com 270 apartamentos. Cada unidade possui uma iUHD GH  Pò 2 Ă€QDQFLDmento dos imĂłveis serĂĄ feito por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, da Caixa EconĂ´mica Federal. O valor das parcelas a ser pago pelas famĂ­lias serĂĄ entre R$ 50 e R$ 70, conforme acertado no TAC. RECADASTRO A Comunicação da prefeitura faz quesĂŁo de salientar que começa segunda-feira, 18, o recadastramento dos servidores municipais. Devem comparecer apenas os servidores do quadro da Companhia Municipal de Administração, Recursos Humanos e PatrimĂ´nio (CoPDUSK  TXH Ă€FD *HQHUDO Hermes, 281, Cambona. A atualização dos dados se destina exclusivamente aos servidores relocados ou cedidos.

CODEVAF

BeltrĂŁo diz ter sido alvo de outra ação O prefeito de Penedo revelou que esta nĂŁo ĂŠ a primeira vez que ele ĂŠ alvo de uma ação de improbidade administrativa movida com base nos dados da Codevasf. “Na ĂŠpoca, a Companhia alegou que nĂłs nĂŁo terĂ­amos entregue os equipamentos das obras da Unidade GH%HQHÂżFLDPHQWRGH3HVFDGR mas nĂłs provamos e fomos absolvidos na integralidade pelo juiz de primeiro grauâ€?, relatou MĂĄrcius BeltrĂŁo, informando que apĂłs o episĂłdio a prĂłpria Codevasf se redimiu.


6

OPINIAO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

OpiniĂŁo

Fim do horĂĄrio de verĂŁo

A

meia noite,deste sĂĄbado para domingo os brasileiros das regiĂľes Sul, Sudeste, Centro-Oeste e do Tocantins deverĂŁo atrasar seus relĂłgios em uma hora. O horĂĄrio brasileiro de verĂŁo, iniciado em 21 de outubro de 2012, chega DRĂ€Pj]HURKRUDGHVWHGRPLQJRGLD de fevereiro. $QRUPDYLVDDFRQVFLHQWL]DUDSRSXODomRHPUHODomRDRDSURYHLWDPHQWRGDOX] natural, alĂŠm de estimular o uso, de forma racional, de energia elĂŠtrica. Na prĂĄtica, o adiantamento em uma hora diminui o carregamento nas linhas de transmissĂŁo, subestaçþes e nos sistemas de distribuição, de forma que, o atendimento em perĂ­odos de maior consumo, entre 18h e 21 horas (horĂĄrio de ponta), ocorra com PDLRUHĂ€FLrQFLD AlĂŠm disso, a redução da demanda no horĂĄrio de ponta possibilita um aumento GDVHJXUDQoDRSHUDFLRQDOHPGHFRUUrQFLD da diminuição dos carregamentos na rede GH WUDQVPLVVmR XPD PDLRU Ă H[LELOLGDGH RSHUDWLYD SDUD UHDOL]DomR GH PDQXWHQ-

çþes, redução de cortes de carga em situDo}HVGHHPHUJrQFLDQRVLVWHPDHOpWULFR Segundo dados do Operador Nacional GR6LVWHPD 216 RVUHVXOWDGRVYHULĂ€FDdos durante o HorĂĄrio de VerĂŁo 2012/2013 apontam para uma redução da demanda QR KRUiULR GH SRQWD GD RUGHP GH  MW — sendo 1858 MW no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, 610 MW no subsistema Sul e 9 MW no subsistema NorWHUHIHUHQWHjSDUWLFLSDomRGR(VWDGRGR Tocantins. A redução representa 4,5% da GHPDQGDPi[LPDGRVWUrVVXEVLVWHPDV Na temporada 2011/2012, a redução veULĂ€FDGD QR KRUiULR GH SRQWD IRL GH  em todas as regiĂľes participantes. Nos ~OWLPRV GH] DQRV D PHGLGD SRVVLELOLWRX uma redução mĂŠdia de 4,6% na demanda por energia no horĂĄrio de maior consumo. Neste perĂ­odo, diante de uma das maiores estiagem da histĂłrica no paĂ­s, o horĂĄrio GHYHUmRIRLHVVHQFLDOGLDQWHGREDL[RQtvel dos reservatĂłrios de ĂĄgua em todo o paĂ­s que incomodava tanto especialistas na ĂĄrea.

PE. MANOEL HENRIQUE DE MELO SANTANA PĂĄroco da Igreja SĂŁo Pedro - Ponta Verde.

A renĂşncia de Bento XVI

A notícia da renúncia de Bento XVI causou um grande impacto na mídia. Muitos ainda pensavam que R3DSDVRPHQWHGHL[DYDR9DWLFDQR por ocasião de sua morte. Não nos lembråvamos de que no passado jå havia acontecido algumas renúncias de papa. A grande maioria foi apanhada GHVXUSUHVDHPERUDRVPDLVSUy[Lmos aguardassem alguma notícia, D H[HPSOR GRV TXH GLVVHUDP TXH o Papa estaria no Rio de Janeiro, sem necessariamente ser a pessoa de Bento XVI. A primeira reação quanto a essa notícia Ê saber o real motivo de sua renúncia. Muitas especulaçþes são geradas a cada minuto. A sua carta de renúncia foi elaborada com muito espírito de Igreja, revelando D FRQVFLrQFLD GH VXD PLVVmR H RV PRWLYRV TXH MXVWLÀFDULDP VXD VDtda antecipada. O espanto da notícia se mistura com a coragem de sua decisão, alÊm do gesto de humildade de se H[SRUDPXLWDVLQWHUSUHWDo}HVSHOD sua atitude. 1mR ID] PXLWR WHPSR H WLYHPRV R H[HPSOR GR 3DSD -RmR 3DXOR ,, que não renunciou diante de tantas sugestþes oferecidas, e aceitou o VDFULItFLRGHPRUUHUQRSRQWLÀFDGR O mundo inteiro sofria com seu sofrimento a cada aparição que fa]LD'HVWDYH]%HQWR;9,SRXSRXD Igreja do calvårio que viu em våULDV FHQDV ÀQDLV GD YLGD GH -RmR Paulo II. Independente de alguma interpretação que possa ser descoberta

ou inventada, pessoalmente eu reputo de muita dignidade sua iniciativa de renunciar, alÊm de ter feito surgir essa possibilidade atÊ então inimaginåvel. Ao mesmo tempo, seu gesto tão nobre permite-nos abrir a possibilidade de ter havido algum motivo maior que teria DFRQWHFLGR D XP KRPHP GD WrPpera moral e intelectual de Bento XVI. Reconheço seu valor moral para tomar essa decisão, como tambÊm vejo o respeito que o mundo inteiro deve ter no momento por ele. Imagino consequentemente que se ele tivesse podido efetuar alguma mudança importante na Igreja, ele RWHULDH[HFXWDGRFRPWRGDFRPSHWrQFLDHRUHVSHLWRGRVVHXVÀpLV $JRUDUHVWDQRVHVSHUDURSUy[Lmo 28 de fevereiro, os dias de espera para o conclave e o resultado das HOHLo}HVSDSDLV(HVSHUDUVLJQLÀFD FUHU QR (VStULWR 6DQWR TXH KLVWRricamente vai iluminar os eleitores de quão grande responsabilidade. 0DV HVSHUDU VLJQLÀFD WDPEpP caminhar no imenso mundo do LPDJLQiULR TXH H[LVWH QD ,JUHMD reformulando seus desejos de renovação e mudanças ou atÊ de contiQXDomRGRDWXDOFRQWH[WRHFOHVLDO (VWD OLEHUGDGH GH WUDEDOKDU R imaginårio eclesial de uma Êpoca de mudanças, não apenas um temSRGHPXGDQoDVFRH[LVWHFRPDDQsiedade muito presente em toda a parte de sonhar com as mudanças na Igreja, especialmente entre os mais íntimos e conscientes setores da Igreja Católica.

A alegação de Bento XVI de supor a necessidade física para H[HUFHU R SRQWLÀFDGR DSRQWD SDUD D JUDQGLRVLGDGH GD GHVDÀDGRUD PLVVmR GH FRQGX]LU D ,JUHMD QHVWD quadra da história mundial e lança esta tarefa para todos nós. O seu QRPHGH%HQWRWUD]LDDYRQWDGHGH LQWHUYLU QD (XURSD FRPR IH] 6mR %HQWR DR HYDQJHOL]DU R YHOKR FRQtinente. ([LVWHP PXLWDV H[SHFWDWLYDV aguardadas nas mais variadas camadas da Igreja, desde os setores mais ousados aos mais tímidos e conservadores, que ultimamente tem feito a Igreja recuar de volta para os tempos tridentinos, que se manifestam inocentemente na liturgia, mas que certamente representam toda uma mentalidade DUFDL]DQWH HQJHVVDQGR D ,JUHMD para acompanhar os novos tempos. Os continentes de um cristianismo emergente esperam pacienWHPHQWH H SDFLrQFLD WHP OLPLWHV SRUPXGDQoDVUDGLFDLVFDSD]HVGH reconhecer as reais necessidades teológicas e pastorais destes novos povos, ansiosos por uma Igreja em comunhão, mas livre para se reaOL]DUHPHPPHLRjVVXDVFXOWXUDV A AmÊrica Latina não se esqueFHGRVVRIULPHQWRVHYH[DPHVSHORV TXDLVSDVVRXFRPDSHUVHJXLomRj Teologia da Libertação e a todas as maneiras de impedir sua histórica e martirial caminhada eclesial. O mundo inteiro estarå de olhos voltados para o Vaticano, na espeUD GDTXHOH TXH FRQGX]LUi D ,JUHMD &DWyOLFDQDVSUy[LPDVGpFDGDV

PAULO MOREIRA LEITE Jornalista

Um papa sem encanto MARCO ANTONIO ARAĂšJO Jornalista

&RQVWUXLQGRXP(VWDGRIDFLVWD Sei como vai ser difícil convencer a humanidade, mas Ê preciso tentar. 6RE R SUHWH[WR GH ]HODU SHOD vida das pessoas, estamos construindo, silenciosa e inescrupuORVDPHQWH XP (VWDGR IDVFLVWD Isso vai acabar mal, muito mal. A novidade agora Ê o aumento do cerco a motoristas via a famigerada Lei Seca. O governo de São Paulo deciGLX DGRWDU R XVR GH XP H[DPH TXHWDPEpPLGHQWLÀFDVHRFLGDdão usou algum tipo de entorpecente, tipo maconha, cocaína, anfetaminas ou cocaína. 3HUDOi6HYRFrDFKDLVVRERP pense melhor. Pense de novo... mais um pouco, vai... Jura que YRFr QmR SHUFHEHX FRPR LVVR p uma medida invasiva, arbitråria, nefasta, chocante? Não Ê possível que isso tenha algum amparo legal! Daqui a pouco, vão propor a internação compulsória para os motoristas autuados. Por favor, não pense que estou aqui defendendo o uso de

drogas, mas o direito inalienåvel a um mínimo de privacidade. É a consolidação de um estado policial, persecutório, repressor, e repito: fascista. 1mRSRUDFDVRRWHUPR´EOLW]¾ GL]UHVSHLWRDXPDDomRPLOLWDU de guerra, muito apreciada peORVQD]LVWDV Jå disse que a Lei Seca Ê um equívoco que, alÊm de ser inóFXD FULPLQDOL]D R XVR GH XPD substância lícita, no caso, o ålcool. Antes que alguÊm cometa um crime (quando, aí sim, deveria ser severamente punido), a polícia autua, prende (bota na cadeia!) e cria um problemão na vida da pessoa. Só porque tomou um copo de cerveja ou uma taça de vinho. Guardar um revólver no porta-luvas do seu carro, com porte GHDUPD"3RGH(RSRYRSLUD 6HMiHUDH[FHVVLYDYLROHQWDH irracional, agora a situação tomou proporçþes gravíssimas. É muito poder na mão de uma

TRIBUNA

INDEPENDENTE

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

polícia despreparada, que deveria estar mais preocupada em prevenir crimes de verdade, o que não falta em nenhum lugar desse Brasil. O forte apelo midiåtico e a forma irresponsåvel e moralista FRPRDLPSUHQVDGi´FREHUWXUD¾ a essa paranoia coletiva Ê ainda mais chocante. Sem retorno, pelo que posso observar. (PERUD R TXH HVWRX GL]HQGR faça par ao que temos de mais sagrado numa democracia, Ê um apelo condenado a ser clamor no deserto. (VWDPRVGHIRUPDLJQRUDQWH cedendo espaço para o autoritarismo e o arbítrio. 3LRU GHL[DQGR GH FREUDU GDV autoridades o muito que elas nos devem nesse País ainda miseråvel. Por que poucas pessoas denunciam essa descarada cortina de fumaça? Não sei. Só faço minha parte, enquanto me sobra algum pingo de sobriedade. FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

A renúncia de Bento XVI contÊm liçþes interessantes. (PSRVVDGR FRP XP SURJUDPD TXH SUHWHQGLD UHFRQGX]LU D ,JUHMD para um mundo fechado nela mesPD YROWDGD H[FOXVLYDPHQWH SDUD GHEDWHVGHQDWXUH]DHVSLULWXDOORQJHGDVTXHVW}HVTXHDà LJHPRVKRmens e mulheres do mundo, Bento ;9, GHL[RX R WURQR GD ,JUHMD HP ambiente de decepção e melancolia. 8P GH VHXV DGPLUDGRUHV DÀUPD que, embora tenha sido um grande teólogo, Bento XVI fracassou como Papa. Não Ê de surpreender. Não tenho a menor condição de debater teologia. Mas, ateu desde a infância, WHQKR FDSDFLGDGH GH H[DPLQDU RV Papas como aquilo que são – chefes SROtWLFRVGD,JUHMD(pQHVWDIXQomR que o fracasso de Bento XVI contÊm elementos didåticos. (PERUDRFRQVHUYDGRULVPRFDWyOLFR WHQKD SURGX]LGR YiULRV UHSUHsentantes ao longo da História da Igreja, Bento XVI não era apenas um Papa fora do tempo – era um Papa contra seu tempo. Num mundo onde a cultura tornou-se plural, as sociedades se PRVWUDP FRPSOH[DV RV FLGDGmRV se recusam a abrir mão de sua autonomia, seus direitos e opçþes de vida, a proposta de Bento XVI era uma forma de clausura política e cultural. (OH VH UHFXVDYD D GDU UHVSRVWDV consistentes para a vida das pessoas do sÊculo XXI, fosse em relação a vida em família, aos direitos das PXOKHUHV jV DQJXVWLDV GRV PDLV pobres. $OJXpPDFKDYLiYHOWHUDXGLrQFLD MXQWR jV PXOKHUHV VHP IDODU VREUH aborto? Ou conversar com a juventude VHPIDODUGDOLEHUGDGHVH[XDO" 2X SURFXUDU DXGLrQFLD MXQWR jV grandes populaçþes do planeta sem UHVSRQGHUjSREUH]DjGHVLJXDOGD-

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

de? Basta assistir a uma missa num bairro popular de SĂŁo Paulo – reFRPHQGR D $FKLURSLWD QR %L[LJD ² SDUDVHHQWHQGHURTXHHVWRXGL]HQGReIiFLOSHUFHEHUTXDQGRRVĂ€pLV prestam atenção, quando se empolJDPTXDQGRĂ€FDPHQWHGLDGRV (VWHFRQVHUYDGRULVPRUDGLFDOGH Bento XVI queria transformar o isolamento social da Igreja em virtude. Antecessor de Bento XVI, JoĂŁo Paulo II era um Papa conservador, que deu inĂ­cio a uma polĂ­tica GH FRPEDWH j 7HRORJLD GD /LEHUWDção e mesmo perseguição ao clero comprometido com os interesses dos mais pobres e oprimidos, como aconteceu em SĂŁo Paulo, com dom 3DXOR(YDULVWR$UQV²FDUGHDOTXH esteve longe de liderar alguma fração esquerdista da Igreja, mas jamais abandonou valores como o respeito pelos direitos humanos e a democracia. 0DV-RmR3DXOR,,QXQFDGHL[RX GHGDUUHVSRVWDV²jVXDPDQHLUD² jV TXHVW}HV GD YLGD FRQFUHWD 6XD pregação tinha elementos democrĂĄticos, sua mensagem procurava responder ao sofrimento de homens e mulheres comuns – e por isso ele atraĂ­a multidĂľes por onde passava. As viagens de Bento XVI jamais tiveram a mesma vibração nem a mesma acolhida, num sinal de que VHX SDSDGR DFHQWXRX XPD WHQGrQcia histĂłrica da Igreja. 1R LQtFLR GRV DQRV  R IUDQFrV Marcel Gauchet escreveu um clĂĄssico sobre as religiĂľes, “O DesenFDQWDPHQWRGR0XQGRÂľ(OHH[SOLFD D GHFDGrQFLD XQLYHUVDO GR FDWROLcismo pelas mudanças na vida em sociedade. Para Gauchet, o apogeu da religiĂŁo ocorreu em ĂŠpocas histĂłricas em que as pessoas acreditavam que viviam num mundo encantaGR6LPSOLĂ€FDQGRXPDWHRULDPXLWR

PDLVFRPSOH[DKRPHQVHPXOKHUHV acreditavam viver num mundo em que a religião era uma forma de magia. Atribuíam aos cÊus suas DOHJULDVHWULVWH]DVVXFHVVRVHGHVgraças. Pensavam que a colheita HUDREUDGLYLQDWLQKDPFHUWH]DGH que havia uma vida após a morte – HDWULEXtDPFDGDSDVVRGDH[LVWrQFLDjGHFLVmRGH'HXV$FUHGLWDYDP em milagres. Naquele mundo de encantamento, temia-se o pecado como uma ação terrível – e a punição divina como um castigo material. Na medida em que a sociedade GH PRGLÀFRX RV PHLRV GH VXEVLVWrQFLD HYROXtUDP D HGXFDomR H R conhecimento se ampliaram inclusive para as populaçþes muito poEUHV PXLWDV FRQTXLVWDV FLHQWtÀFDV se mostraram indispensåveis para o bem-estar de todos, era preciso falar a outros homens e mulheres, outras angústias e preocupaçþes. João XXIII e, em certa medida, Paulo 9, À]HUDP HVIRUoRV QHVWH VHQWLGR Ao contrårio do que sugeriam seus inimigos, a Teologia da Libertação e correntes semelhantes ajudaram D SURORQJDU D DXGLrQFLD GD ,JUHMD 'HUDPOKH XPD DXGLrQFLD TXH DV correntes conservadoras jamais teriam alcançado. 2SURMHWRGH%HQWR;9,HUDID]HU o caminho de volta. Chegava a di]HUTXHSUHIHULDXPD,JUHMDPHQRU H PHQRV LQà XHQWH PDV FRPSRVWD SRUÀpLVFRQYLFWRVHLUUHGXWtYHLVGR que uma comunidade ampla e pouco consistente. Foi esta sua aposta política. Um engano, que o crescimento das igrejas pentecostais demonstram pelo avesso: conseguem combinar a angustia material dos mais pobres com a promessa de milagres aqui e agora. Falando a um mundo em que poucos creem, Bento XVI desencantou-se.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013 POLĂ?TICA 7

Condenados ex-reitor e ex-diretor da Universidade Federal de Santa Maria

Para segurança dos clientes, vereador pede melhor local para prostituição

O ex-reitor da Universidade Federal de Santa Maria-RS, Paulo Sarkis, e o ex-diretor do Centro de Processamento de Dados da instituição, SÊrgio João Limberger, foram condenados pela Justiça Federal por improbidade administrativa. Conforme a sentença, os dois terão de devolver R$ 5,1 milhþes que teria sido indevidamente utilizados e, alÊm disso, estabeleceu multas nos valores de R$ 50 mil para Sarkis e R$ 100 mil para Limberger. A ação civil pública foi ajuizada em 2007 pelo MinistÊrio Público Federal (MPF). Segundo o MPF, teria KDYLGRGHVYLRGH¿QDOLGDGHQDDSOLFDomRGHUHFXUVRVS~EOLFRV

O vereador de Londrina, no norte do Paranå, Roberto Fú (PDT), disse durante a sessão plenåria de quinta-feira (14) que a cidade deve ter um local para a prostituição. O comentårio surgiu em meio a um debate sobre segurança pública. De acordo com o parlamentar, Ê preciso agir para evitar a criminalidade próxima jVUHJL}HVRQGHKiSURVWLWXLomRFRPR¿PGHSURWHJHURVPRUDGRUHV³7HPGH WHUXPORFDO"7HPGHWHU3RUTXHpDSUR¿VVmRPDLVDQWLJDGR%UDVLO1mRHVWRX contra, mas nós precisamos encontrar uma forma de ajudar aqueles moradores�, D¿UPRX)~2YHUHDGRUD¿UPRXTXHRVEDQGLGRVDSURYHLWDPRDPELHQWHGHSURVWLWXLomRSDUDURXEDUHWUD¿FDU

Dilma vai mudar ministros em março Presidente visa fortalecer apoio a sua campanha para reeleição e pretende ampliar espaços partidårios ROBERTO STUCKERT

Presidente Dilma Rousseff pretende mudar composição do ministÊrio no próximo mês, mas Planalto nega a intenção do governo

presidente Dilma Rousseff vai deixar para março as modiĂ€FDo}HV HP VHX PLQLVWpULR SODQHMDGDVGHVGHDVHOHLo}HV municipais de outubro para reacomodar sua base aliada nos dois anos restantes de seu mandato e com vistas a apoios a sua campanha para reeleição no prĂłximo ano. Dilma, segundo duas fontes prĂłximas do Planalto, tem fortes motivos para aguardar algumas semanas: ela espeUDDSDFLĂ€FDomRGR30'%QD Câmara, dividido depois das disputas para a presidĂŞncia da Casa e liderança do partido; quer aguardar a entrada RĂ€FLDOGR36'QDEDVHDOLDGD H DYDQoDU QDV QHJRFLDo}HV com lideranças descontentes do PR e PDT apartadas do governo desde a “faxinaâ€? ministerial de 2011. A presidente recebeu lideranças do PR e PDT na semana passada e, apesar de nĂŁo oferecer ministĂŠrios --segundo as fontes e as prĂłprias lide-

ranças dos partidos--, iniciou uma aproximação. 235DSHVDUGHRĂ€FLDOPHQte comandar o MinistĂŠrio dos Transportes, considera a pasta cota pessoal de Dilma e nĂŁo reconhece no ministro Paulo SĂŠrgio Passos um representante seu. Dilma conversou com o ex-ministro e senador Alfredo Nascimento e com o novo lĂ­der do partido na Câmara, Anthony Garotinho. Os dois comandam, ao lado do deputado Valdemar Costa Neto, condenado no julgamento do mensalĂŁo, parte importante do PR, que pode ser fonte de dores de cabeça para o Planalto no Congresso. A presidente abriu negociao}HVSDUDUHDFRPRGDUR35GH volta Ă base. Ela, que chegou a convidar o senador Blairo Maggi (PR-MT) para uma viagem ao ParanĂĄ e o recebeu no dia seguinte no Planalto, gostaria de tĂŞ-lo na Esplanada, PDV R QRPH VRIUH UHVWULo}HV do partido. DIVULGAĂ‡ĂƒO

A 31ÂŞ LEGENDA

SENADO

A

Piada com Renan provoca a Novo partido de Marina da demissão de duas estagiårias Silva deve ser criado hoje O desligamento de duas estagiårias do Senado provocou debates ontem em Brasília. Conforme reportagem publicada pelo jornal Correio Braziliense, duas estudantes foram dispensadas depois de terem postado na internet mensagens com conteúdo ofensivo em relação ao novo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A reportagem não cita nomes, mas adverte que uma das jovens Ê sobrinha do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa. As jovens teriam fotografado um rato encontrado morto nas dependências do Senado

e postado a imagem na internet. Segundo informa o jornal, a imagem teria recebido a legenda: “E a gente que achou que o Ăşnico problema aqui fosse o Renan Calheirosâ€?. A assessoria de imprensa da Secretaria Especial de Comunicação Social do Senado FRQĂ€UPD R GHVOLJDPHQWR GDV duas estagiĂĄrias. Em nota, que nĂŁo cita o nome das estudantes dispensadas e tambĂŠm nĂŁo relata detalhes do episĂłdio, informa que “alĂŠm do conteĂşdo ofensivo da matĂŠria, vale registrar que as estudantes postaram-na durante o horĂĄrio de expediente.

O ADEUS

Ex-ministro Fernando Lyra Ê enterrado em Pernambuco Foi enterrado, por volta das 17h de ontem, o corpo do ex-ministro da Justiça Fernando Lyra, que morreu na última quinta-feira (14), no Instituto do Coração, em São Paulo. O sepultamento aconteceu no cemitÊrio Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Durante o enterro, as condolências foram prestadas com uma salva de tiros e um corneteiro da Polícia Militar executou um toque fúnebre. Em um momento de muita emoção, a família

teve a oportunidade de dar o último adeus ao ex-ministro, MRJDQGR à RUHV QD FRYD RQGH ele foi enterrado. O corpo de Lyra foi sepultado sob aplausos dos presentes. O velório foi realizado no plenårio da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no Recife, durante toda a tarde. 1R ÀQDO GD FHULP{QLD R monsenhor Olivaldo Pereira, de Caruaru, presidiu uma missa de corpo presente, acompanhada pela família, amigos e admiradores do político.

Hoje, simpatizantes que acompanham o processo de criação do novo partido que tem como comandante a ex-senadora Marina da Silva e que, caso se concretize, serĂĄ o 31o partido brasileiro, se reĂşQHPHP%UDVtOLDSDUDGHĂ€QLU o nome e lançar o programa polĂ­tico e o estatuto provisĂłrio. Estatuto este que ĂŠ, no mĂ­nimo, inusitado, pois defende um limite de 16 anos GHPDQGDWRSDUDFDGDĂ€OLDGR SURtEH Ă€OLDGRV Ă€FKDVVXMDV H tem a intenção de reservar 30% das vagas do Congresso para candidatos sem partido. Quanto Ă proposta de abrir espaço para candidatos apartidĂĄrios,O deputado federal Alfredo Sirkis (PV) e que pretende se transferir para o Rede - possĂ­vel nome do partido- avalia que â€œĂŠ algo interessanteâ€?, mas que precisa ser bem discutida a forma como vai funcionar. “Na verdade, jĂĄ existe um grande descompromisso dos polĂ­ticos atuais com seus partidos. O que queremos ĂŠ que as pessoas que nĂŁo participam de uma polĂ­tica partidĂĄria, mas que queiram sair candidatas em determinada

eleição, tenham esse direito. Isso precisa ser bem esmiuçado para se avaliar atĂŠ que ponto serĂĄ algo real. A intenção ĂŠ a melhor possĂ­velâ€?, ressalta Sirkis. Ainda de acordo com o deputado, a legenda pretende representar no cenĂĄrio polĂ­tico brasileiro “o espaço que foi desbravado e esboçado pela candidatura da Marina em 2010, quando ela teve mais de 19% dos votos, buscando medidas sustentĂĄveis e ĂŠticasâ€?. AlĂŠm de Sirkis, os parlamentares Walter Feldman (PSDB-SP) e Domingos Dutra (PT-MA), tambĂŠm jĂĄ disseram aceitar trocar seus partidos pela nova legenda da ex-senadora Marina Silva. Os trĂŞs vĂŁo participar da fundação. Segundo Sirkis, alcançar as 500 mil assinaturas em nove estados, nĂşmero exigido por lei para criar um partido polĂ­tico, serĂĄ relativamente fĂĄcil, “atĂŠ pelos 600 mil seguidores que a Marina tem nas redes sociaisâ€?. “O obstĂĄculo serĂĄ superar a hiper burocracia do sistema FDUWRULDO EUDVLOHLURÂľ DĂ€UPRX Sirkis. Marina da Silva ainda tenta atrair dissidentes de outros partidos


TRIBUNA,1'(3(1'(17(

8 BRASIL 0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'()(9(5(,52'(

Brasil / Mundo

Venezuela posta imagens de presidente Hugo ChĂĄvez apĂłs cirurgia em Cuba O governo da Venezuela divulgou ontem as primeiras imagens do presidente Hugo ChĂĄvez HPPDLVGHGRLVPHVHV1DVIRWRJUDÂżDV&KiYH] DSDUHFHVRUULGHQWHGHLWDGRHPXPOHLWRGHKRVSLWDOHQTXDQWROrXPMRUQDO FXEDQRDRODGRGHVXDVÂżOKDV5RVD9LUJLQLDH0DUtD*DEULHOD(OHHVWi FRQHFWDGRDDSDUHOKRVSDUDDX[LOLDUDUHVSLUDomR&KiYH]GHDQRV HVWiLQWHUQDGRHPXPKRVSLWDOGH+DYDQDGHVGHGH]HPEURGRDQRSDVVDGRTXDQGRIRLVXEPHWLGRDXPDQRYDFLUXUJLDQRkPELWRGHVXDOXWDGH TXDVHGRLVDQRVFRQWUDRFkQFHU

$3

Corpos celestes dĂŁo susto de um dia no planeta 0HWHRULWRFDLQD5~VVLDHIHUHPDLVGHPLOSHVVRDV e asterĂłide passa ‘raspando’ pelo globo terrestre

U

Momento em que meteorito entrou na atmosfera da Terra e caiu nos Montes Urais, na RĂşssia

m meteorito atravessou o cĂŠu sobre os Montes Urais na RĂşssia na manhĂŁ desta sexta-feira, provocando explosĂľes e deixando mais de mil feridos, a maioria com machucados causados por estilhaços de vidros que quebraram. “Houve pânico. As pessoas nĂŁo faziam ideia do que estava acontecendo. Todo mundo começou a ir um na casa do outro para checar se estava tudo bemâ€?, disse Sergey Hametov, residente de Chelyabinsk, cerca de 1,5 mil km a leste de Moscou, a maior cidade afetada da regiĂŁo. “Vimos uma grande bola de luz quando saĂ­mos para ver o que era e ouvimos um som forte de trovĂŁo.â€?Um segundo residente de Chelyabinsk, Valya Kazakov, disse que alguumas idosas no seu bairro choraram pensando que se

FUNKEIRO

MAU SERVIÇO

ENERGIA

REAĂ‡ĂƒO FEDERAL

Uma confusão entre um segurança particular do cantor Naldo e um homem que fazia a segurança do evento em que o artista se apresentava, na madrugada de ontem, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, terminou em tiros. Todos os envolvidos, incluindo o cantor e sua namorada, a Mulher Moranguinho, foram passar na delegacia local. De acordo com a polícia, WHVWHPXQKDV RXYLGDV DÀUmam que o segurança parWLFXODUGH1DOGRLGHQWLÀFDdo como Everson Souza de Honorato, deu cinco tiros para o alto. Ele Ê sargento da PM e foi autuado na 126ª DP (Cabo Frio) por disparo de arma GHIRJR230SDJRXÀDQoD no valor de R$ 5 mil e foi liberado pela Polícia Civil. PorÊm, por ser policial miOLWDU HOH ÀFDUi GHWLGR DGministrativamente no 25º BPM (Cabo Frio) por três dias. Naldo e a namorada prestaram depoimento e foram liberados. Segundo informaçþes preliminares, um desentimento entre os seguranças de Naldo e os seguranças do evento provocou a confusão. Segundo a assessoria de Naldo, ele voltou para o Rio após o show e nesta noite embarca para os Estados Unidos, onde passarå 15 dias de fÊrias. A Polícia Militar informou que o sargento serve no Centro de Instrução Especializada em Armamento e Tiro (Cietat).

Foi publicada no Diårio 2ÀFLDOGD8QLmRGHRQWHP a decisão da Agência Nacional de Telecomunicaçþes (Anatel), que multou a operadora Oi em R$ 34,2 milhþes. O motivo Ê o descumprimento das metas de qualidade dos serviços de telefonia celular. A Anatel abriu cinco processos contra a Oi - sendo três em 2009 e dois em 2010 -, por esta ter descumprido 13 dos 16 indicadores de qualidade estabelecidos pela Agência. Entre os principais fatores para a multa, estão a taxa de reclamaçþes, as chamadas completadas para centros de atendimento e demais números de telefones e a resposta ao usuårio, entre outros. A multa foi aplicada à TNL PCS S/A e à 14 Brasil Telecom Celular S/A, empresas controladas pela Oi, que atuam na Amazônia e em estados como Rio Grande do Sul, Paranå, Santa Catarina alÊm do Distrito Federal. Em resposta à aplicação GD PXOWD D 2L DÀUPD TXH estå analisando e vai recorrer da decisão.

O horĂĄrio de verĂŁo que termina na zero hora da madrugada de hoje para domingo - rendeu uma redução na demanda no horĂĄrio de pico de cerca de 2.477 megawatts (MW), ou 4,5% do consumo, segundo informação do Operador Nacional do Sistema ElĂŠtrico (ONS) nesta sexta-feira (15). De 2011 para 2012, a mudança de horĂĄrio gerou uma economia de R$ 160 milhĂľes, jĂĄ que reduziu a necessidade de uso das tĂŠrmicas. No horĂĄrio de verĂŁo de 2012 para 2013, a economia teria sido de R$ 200 milhĂľes caso as tĂŠrmicas nĂŁo estivessem ligadas, o que a ONS chama de “despesa evitadaâ€?. A redução de gasto, no entanto, nĂŁo ocorreu, jĂĄ que todas as usinas tĂŠrmicas estĂŁo ligadas. A redução no consumo de energia durante o horĂĄrio de verĂŁo deste ano foi de 250 MW mĂŠdios. “Os 250 MWmed de redução do consumo de energia foram incorporados aos ganhos de armazenamento no perĂ­odo e, valorizados por um custo mĂŠdio de geração tĂŠrmica, representam uma despesa evitada (pela população) de cerca de R$ 200 milhĂľesâ€?, informou o ONS, em nota.

O governo de Santa CaWDULQD FRQÀUPRX TXH RV LQtegrantes da Força estão no Estado e serão comandados pelo comandante-geral da PM em SC, coronel Nazareno Marcineiro. Segundo o coronel, o contingente vem para reagir de uma vez por todas a esses atentados que ocorrem desde o dia 30 de janeiro. Nazareno pediu apoio da imprensa em relação à conÀGHQFLDOLGDGH GD RSHUDomR que serå desenvolvida. Ele DÀUPRX TXH QmR LUi UHYHODU o contingente que estå no Estado, nem o objetivo da missão para não prejudicar a ação. A secretåria nacional de Segurança, Regina Miki, estå em Florianópolis, mas

Naldo vai para Anatel multa HorĂĄrio de delegacia apĂłs operadora Oi verĂŁo fez confusĂŁo no RJ em 34 milhĂľes consumo cair

WUDWDYD GR ÀP GR PXQGR Outros viram uma luz forte e sentiram uma onda de tremor. Alguns meteoritos - fragmentos de um meteoro - cairam em um reservatório fora da cidade de Cherbakul, informou o gabinete do governo regional, de acordo com a agência ITAR-Tass. Meteoros geralmente causam estrondos sonoros quando entram na atmosfera, porque percorrem o espaço muito mais råpido do que a própria velocidade do som. Asteróide O asteróide 2012 DA14 passou como previsto a quase 28 mil quilómetros da superfície terrestre, a uma velocidade de oito quilómetros por segundo e invisível a olho nu. O asteróide, que a Nasa estima ter 130 mil tonela-

das e 45 metros de diâmetro, passou pela Terra muito acima da atmosfera, mas jå dentro do cinturão de satÊlites de meteorologia e comunicaçþes. A agência espacial americana Nasa divulgou XPDQRWDDÀUPDQGRTXHQmR hå relação entre o meteoro que atravessou o cÊu na Rússia ontem e o asteroide 2012 DA14, que passa perto da Terra nesta tarde. Segundo os cientistas americanos, as anålises do meteoro ainda são preliminares, mas o sentido em que ocorreu a queda Ê oposto ao da viagem do asteroide: os vídeos do meteoro mostram ele passando da esquerda para a direita do sol nascente, o que VLJQLÀFD TXH YRDYD GR QRUWH para o sul. O asteroide, por sua vez, tem trajetória sul-norte, destaca a agência dos EUA.

Força Nacional chega a Santa Catarina para conter os ataques nĂŁo participou da entrevista coletiva que explicou a ação integradora. “Para a atividade que ela vai executar em solo catarinense nesta vinda ĂŠ exatamente naquela responsabiliGDGHHQRQ~PHURVXĂ€FLHQWH para dar conta do que ĂŠ necessĂĄrio. O nĂşmero de policiais p FRQĂ€GHQFLDOÂľ GHFODURX R comandante Nazareno.O envio dos militares foi autorizado pelo MinistĂŠrio da Justiça depois de uma reuniĂŁo entre o governador e o ministro JosĂŠ Eduardo Cardozo na quarta-feira (13). Um dos militares enviados Ă missĂŁo postou uma foto no Twitter com a seguinte frase: “O bixo [sic] vai pegarâ€?,

escreveu. Pela manhã, passageiros sofreram com a demora na circulação de ônibus na Grande Florianópolis. Apesar de autoridades terem garantido que os ônibus estariam nas ruas a partir das 6h, muitos usuårios relataram que os coletivos só começaram a deixar o principal terminal da capital depois das 7h. Durante assembleia na quinta-feira (14), motoristas e cobradores de ônibus haviam decidido que só iriam trabalhar de 7h às 19h a partir de ontem devido à onda de ataques no estado. Por causa do impasse, as aulas da noite na rede pública estadual foram suspensas no dia de ontem na cidade.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

Cidades

CIDADES

9

Semarh prevĂŞ sol para todas as UHJL}HVGR(VWDGRQRÂżQDOGHVHPDQD 2VROSUHGRPLQDUiGXUDQWHRÂżQDOGHVHPDQDeRTXHPRVWUDR%ROHWLP0HteorolĂłgico expedido ontem pela Sala de Alerta da Secretaria de Estado do 0HLR$PELHQWHHGRV5HFXUVRV+tGULFRV 6HPDUK 'HDFRUGRFRPDVLPDgens captadas pelo satĂŠlite Meteosat 9, podem ocorrer chuvas ocasionais DSHQDVQR%DL[R6mR)UDQFLVFRKRMH7RGDVDVUHJL}HVFOLPiWLFDVGRHVWDGR SHUPDQHFHUmRFRPWHPSRHVWiYHOHVREUHSUHGRPLQkQFLDGRVRO$VUHJL}HV Agreste, SertĂŁo e SertĂŁo do SĂŁo Francisco variarĂŁo entre parcialmente QXEODGRHFpXFODUR/LWRUDO=RQDGD0DWDH%DL[RGR6mR)UDQFLVFRWHUmR QHEXORVLGDGHYDULiYHOGXUDQWHRVGRLVGLDV$VWHPSHUDWXUDVVHUmRHOHYDGDV

Agentes cobram elucidação de crime $OYRGHDPHDoDSRUSDUWHGRVFRQGXWRUHVFDWHJRULDSHGLUiDR03(DSXUDomRGHDVVDVVLQDWRGH¿VFDOGD6077HP0DFHLy BRENO AIRAN REPÓRTER COM EDITORIA DE CIDADES

C

om uma mÊdia de 20 ameaças registradas todos os dias por agentes de trânsito lotados em prefeituras de todo o Estado, o Sindicato dos Agentes de Trânsito Municipais de Alagoas (Sindatran) encaminha na segunda-feira (18) um ofício ao MinistÊrio Público Estadual solicitando o esclarecimento de mais um assassinato contra um membro da categoria. Na noite de quinta-feira (14), dois homens numa moto descarregaram seus tambores de revólveres calibre 38 em Jefferson Araújo de Omena,  DQRV ÀVFDO GH WUDQVSRUWH da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió. O crime ocorreu no bairro do Benedito Bentes, na capital, por volta das 23h. Um dos disparos acabou por atingir de raspão o braço GD HVSRVD GHOH LGHQWLÀFDGD como Sandra Lima de Omena, de 43 anos.

Enquanto esperava o socorro mÊdico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Sandra via seu marido agonizar no chão da quadra H, do conjunto Cely Loureiro, bem em frente ao 5o Batalhão da Polícia Militar (BPM). Ouvindo os estampidos, os militares da Ronda Comunitåria 1, do 5o BPM, logo saíram em busca dos acusados, mas sem êxito. A vítima morreu no local, após ser atingida 12 vezes no tórax. Sua esposa foi encaminhada para o Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro do Trapiche da Barra. O caso jå começou a ser investigado pela Delegacia de Homicídios, mas o delegado &tFHUR /LPD DÀUPD DLQGD VHU cedo para atribuir o crime às ameaças sofridas pelo servidor no seu ambiente de trabalho. Segundo o presidente do Sindatran, Evaldo Morais, os agentes de trânsito são ameaçados todos os dias, enquanto fazendo seu trabalho, mas os ÀVFDLV GH WUDQVSRUWH VRIUHP ainda mais por lidar com transportadores de passagei-

',98/*$d­2

ros. 0RUDLV H[SOLFD TXH R Ă€VFDO trabalha com proprietĂĄrios de vans, mototaxistas e taxistas, categorias que veem com mais LQVDWLVIDomR D Ă€VFDOL]DomR GD SMTT. â€œĂ‰ um risco constante TXH YLYHP RV SURĂ€VVLRQDLV GH todo o Estado. Sempre cobramos medidas de proteção por parte dos ĂłrgĂŁos pĂşblicos, mas iremos cobrar mais. Queremos trabalhar em conjunto com a PolĂ­cia Militar para evitar as ameaçasâ€?, diz. Ele tambĂŠm cobra que os ĂłrgĂŁos de trânsito exijam a apuração de todas as ameaças denunciadas e que a categoria registre essas ocorrĂŞncias nas delegacias. NOTA Ontem Ă tarde, a SMTT emitiu uma nota de pesar pelo IDOHFLPHQWR GR Ă€VFDO 1R WH[to, o ĂłrgĂŁo considera o crime EUXWDO H DĂ€UPD TXH D YtWLPD era um funcionĂĄrio exemplar. “Jefferson sempre contribuiu de forma positiva para o sucesso das funçþes que lhes eram pertinentes, alĂŠm de ser um amigo respeitado e querido por todos os colegas de trabalhoâ€?. Agentes de trânsito recebem ameaças de condutores e transportadores de passageiros em todo o Estado $'$,/621&$/+(,526

INTERMUNICIPAIS

Cerca de 1.600 realizam o transporte clandestinamente ANA PAULA OMENA REPĂ“RTER

Nova licitação para o transporte complementar de passageiros serå aberta em março, segundo Arsal

Um levantamento feito pela Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal) de $ODJRDV LGHQWLÀFRX TXH FLUFXlam no Estado cerca de 1.600 transportadores intermunicipais de passageiros na clandestinidade e, para combater a situação, um novo processo licitatório foi aberto para preencher as cerca de 600 vagas que restam. De acordo com o presidente da Arsal, Waldo Wanderley, foram preenchidas no último processo licitatório 1.060 vagas, restando ainda aproximadamente 600 vagas. Para ele, apesar das críticas recebidas pelo órgão, o processo Ê democråtico e todos podem participar concorrendo a uma vaga.

A previsão Ê de que o edital de licitação seja lançado no próximo mês de março. Segundo Waldo Wanderley, muitos candidatos perderam por falta de documentos e agora terão uma nova chance de participar e ganhar. Esta semana, o presidente da Cooperativa do Transporte Complementar Intermunicipal de Passageiros de Alagoas (Coopervan), Marcondes Prudente, voltou a denunciar duas prefeituras de Alagoas que teriam feito liberaçþes de DOYDUiV SDUD EHQHÀFLDU WUDQVportadores sem experiência. Segundo Marcondes PruGHQWH DV IDOVLÀFDo}HV GH GRcumentos apresentados por VXSRVWRV ´ODUDQMDV¾ RX EHQHÀciados jå foram denunciadas pela Coopervan. Segundo a denúncia, alguns dos frauda-

dores foram aprovados no proFHVVRHDJRUDVmRĂ DJUDGRVFRP veĂ­culos enfaixados e rodando em linhas pelo interior do Estado. ´e R FDVR YHULĂ€FDGR QD OLQKD Arapiraca/Palmeira dos Ă?ndios, em que o transportador apresentou documentos sem veracidade conseguidos junto Ă prefeitura de Limoeiro de Anadia, no agreste alagoano. A declaração apresentada pelo licitante nĂŁo tem veracidadeâ€?, diz a denĂşncia da Coopervan. Segundo Waldo Wanderley, no caso citado, pelo fato de o documento nĂŁo ter validade, a pessoa nĂŁo foi contratada, mas sim a esposa dele, que estava regular, ou seja, com documentação correta e certidĂŁo negativa. “Se ele quiser entrar novamente no processo tem o direito, mas neste Ăşltimo nĂŁo foi contempladoâ€?, salientou. ASSESSORIA

ARMAS, MUNIĂ‡ĂƒO E EXPLOSIVOS

Homem mantinha arsenal dentro de estabelecimento Policiais do 10o Batalhão de Polícia Militar %30  SUHQGHUDP HP à Dgrante o comerciante Marcelo Gomes da Silva, 40 anos, acusado de posse ilegal de arma de fogo e artefatos. O imóvel em que ele estava era um verdadeiro arsenal. A ação contou com a investigação do serviço de inteligência da Polícia Militar, e culminou com a chegada da guarnição no ponto comercial do acusado, localizado no centro da cidade de Estrela de Alagoas. Dentro do estabelecimento foram encontrados um revólver calibre 38,

duas espingardas de fabricação artesanal, vårios cartuchos calibres entre 28 e 32, alÊm de 23 muniçþes calibre 22, e 11 muniçþes com calibre 38. Entre os artefatos tambÊm havia 120 tubos de pólvora de marcas variadas, 100 gramas de pólvora da marca CBC, e 15 quilos de chumbo. Foram apreendidas 836 unidades de espoleta, e dois recipientes de espoletas para cartuchos calibre 32, contendo 200 unidades. Os policiais tambÊm constataram a existência de nove fechos para espingarda artesanal, 39 parafusos tipo ouvido, para espingar-

da artesanal, seis pacotes de buchas para cartuchos, oito coldres e cinco cabos de madeira para revólveres, dois kits chumbeiro, e cinco cartelas vazias de munição calibre 38. O acusado tambÊm estava em posse de R$ 140, em espÊcie, alÊm de um aparelho de telefone celular, duas redes de pesca, 75 frascos de veneno tipo chumbinho, e um aparelho de som automotivo. O comerciante, junto a todo material apreendido, foram encaminhados a 5ª Delegacia Regional, em Palmeira dos �ndios, onde foram tomadas as providências cabíveis.

Materiais para fabricação GHDUPDVHGHH[SORVLYRVDOpPGDVDUPDVHPXQLo}HVIRUDPDSUHHQGLGRV


10

PUBLICIDADE

MACEIÓ - SÁBADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

CIDADES

11

Adolescente morre em suposto ritual de magia Corpo foi queimado ao lado de panelas de barro, farofa e penas de galinha SANDRO LIMA

BRENO AIRAN REPĂ“RTER

U A Oitava do matuto O fato abaixo narrado ĂŠ da ĂŠpoca em que o radialista Valter de Alencar SRVVXtDXPDORMDGHGLVFRVQD5XD%RD9LVWDEHPHPIUHQWHDRĂ€QDGR Jornal de Alagoas. Bom. 2KRPHQ]LQKRVLPSOHVDVSHFWRGHPDWXWRSDURXQDSRUWDGDORMDHĂ€FRX assuntando. NĂŁo demorou muito, entrou lĂĄ, mexeu nos discos, pigarreou e se dirigiu ao Alencar, que jĂĄ estava de olho nele. - O que o amigo deseja? - perguntou o dono da loja. O matuto tirou o chapĂŠu da cabeça, fez uma reverĂŞncia e perguntou: - O dotĂ´ puracauso tem aĂ­ o disco da Oitava? Valter de Alencar quase caiu pra trĂĄs: - A Oitava? - Sim sinhĂ´. - Tem certeza? - Craro. Num tĂ´ falando? Mais que depressa, Valter de Alencar colocou o disco na vitrola, que liberou acordes maravilhosos a cargo da Orquestra SinfĂ´nica de MilĂŁo. $OHQFDUĂ€WRXRPDWXWRHOHHVWDYDFRQFHQWUDGRRVROKRVIHFKDGRVDWHQWR enlevado, quase regendo a orquestra com a mĂŁo, meio em transe. Enquanto o disco girava no prato da vitrola, emitindo aqueles sons belĂ­ssimos, o camarada permanecia quieto e o Valter de Alencar de queixo caĂ­do, completamente atĂ´nito. Acabada a peça, o lojista tirou o disco do prato e perguntou: - Posso mandar embrulhar? - Pode nĂŁo! - respondeu o matuto - Num era essa musga quiĂŞu quiria iscutĂĄ, nĂŁo. - E entĂŁo, por que foi que o senhor ouviu a peça inteira? - Eu tava pensando quiĂŠra a introdução. - E qual era a Oitava que o senhor queria ouvir? NĂŁo era a Oitava Sinfonia de Bethoven? E o matuto regendo: - Era essa, Ăł... â€œĂ”i tava na penĂŞra/ Ă´i tava peneranoâ€?/ Ă´i tava no namĂ´roâ€?...

Tremenda sacanagem

ma adolescente teve seu corpo todo queimado apĂłs o que a PolĂ­cia Militar julga, a princĂ­pio, se tratar de um suposto ritual de ‘magia negra’. A vĂ­tima foi encontrada carbonizada no loteamento Terra da Esperança, perto do terminal de Ă´nibus do Conjunto JosĂŠ TenĂłrio de Albuquerque Lins, no bairro da Serraria, em MaceiĂł, ontem de manhĂŁ. Segundo o sargento Bartolomeu, da guarnição Ronda CidadĂŁ do BatalhĂŁo de PolĂ­cia de Eventos (BPE), havia trĂŞs panelas de barro, um bocado de farofa e vĂĄrias penas de galinha ao lado do corpo. “Ela, a adolescente, ainGD QmR IRL LGHQWLĂ€FDGD PDV aparenta ter seus 15 anos de idade. E ainda tinha cabelo UDVWDIDULÂľ GL] R RĂ€FLDO TXH estava no comando. A guarnição deles foi acionada por volta das 8h45, depois de uma denĂşncia feita por um dos operĂĄrios da construção civil que trabalham na ĂĄrea. É que o lugar estĂĄ em fase de obras e serĂĄ chamado de Residencial Serra Mar muito em breve. Com o pouco movimento Ă noite, os criminosos podem ter aproveitado para cometer o assassinato. “Mas nĂŁo foi local de desova, nĂŁo. HĂĄ um foco de

Jovem teria sido queimada dentro da mata, correu para tentar se salvar, mas caiu em frente a portĂŁo

mata queimada logo ali Ă direita. EntĂŁo, tudo foi feito ali mesmo, o ritual ou o que quer que sejaâ€?, relata o sargento Bartolomeu. Segundo o militar, nĂŁo havia sinais de estupro, pois a vĂ­tima estava com toda a roupa “no lugarâ€?. “PorĂŠm, quem pode dizer algo concreto mesmo ĂŠ a perĂ­ciaâ€?, completa. Ao que tudo indica, a adolescente foi queimada viva e tentou correr para uma estrada de barro, onde existia um portĂŁo verde com os dizeres: “Atenção: nĂŁo entre sem autorizaçãoâ€?. Ela acabou por

morrer ali mesmo por conta das graves queimaduras. Peritos da Força Nacional (FN) e Instituto MÊdico Legal (IML) foram acionados à cena do crime para fazer os devidos procedimentos. O fato começou a ser investigado pela Delegacia de Homicídios (DH), que jå tem suspeitos, mas não informou detalhes sobre o suposto autor ou autores do crime. MAIS UM A polícia tambÊm apura outro caso de susposto ritual místico. Na última

sexta-feira (8), uma dia antes do feriadão de Carnaval, militares encontraram um corpo de homem na usina Cachoeira do Meirim, no complexo Benedito Bentes, com uma cabeça de bode arrancada ao seu lado. A perícia da FN tambÊm esteve no incidente. Outro fato escabroso aconteceu em outubro do ano passado, em Piaçabuçu, quando um menor de idade tentou roubar a imagem de uma santa para realizar um ritual tambÊm de magia negra. AQUI ACONTECE

Um grupo de pessoas com algum tipo de problema resolveu se juntar numa festinha, para espantar o baixo astral. Por intermÊdio de um sorteio, os carecas ganharam o direito de entrar no local pagando metade do ingresso. Por sorteio, WDPEpPIRLLQGLFDGRXPFHJXLQKRLQYRFDGRFKDPDGR=p*DVSDUSDUD¿FDUQD portaria. Para saber se o sujeito era careca, bastava ele passar a mão na cabeça do referido. Tudo estava indo às mil maravilhas, atÊ que pintou um gaiato na parada. Aproveitando a situação, o tal comprou meia entrada, tirou as calças, plantou bananeira e foi entrando de bunda pra cima, equilibrado nos braços, com as mãos apoiadas no chão. Ceguinho ZÊ Gaspar passou a mão na bunda do malandro e bradou: - Êpa! Peraí, meus chapas! Entrar dois com meio ingresso Ê sacanagem!

O queixo duplicou! Mais de trinta anos de casados, Asperílio e Ostrålia tomavam sopa sentados à mesa de refeiçþes. O marido - slurp, slurp - chupando sua sopa, desagradavelmente. A mulher, com o olhar triste, acompanhava o marido, naquele silêncio melancólico, cheio de tÊdio, consequência de uma vida insossa de três dÊcadas. E o marido - slurp, slurp - danado na sopa. Nem aí para mulher. Em dado momento, ela quebrou o silêncio: - Asperílio... - O que Ê? - Você jå não liga mais pra mim, como antigamente... - Não enche, mulher! - Antigamente, toda vez que a gente se sentava à mesa, você passava a mão no meu queixinho... Retrucou o marido: - É, mas, naquele tempo, você só tinha um!

Circo, nunca mais! Um sujeito muito esquisito procurou o empresårio de espetåculos circenses Jota Nicolino, que tambÊm atuava como palhaço nas horas vagas. - Bom dia, seu Nicolino! Eu sou um artista atrås de uma oportunidade... - O que você sabe fazer no picadeiro? - Bom... eu mergulho de cabeça num barril de ågua, saltando de vinte metros de altura. - Essa eu quero ver! Imediatamente o sujeito subiu pro alto do circo, de onde partem os trapezitas e deu um salto incrível, mergulhando num barril cheio d’ågua que haviam colocado lå, especialmente para a ocasião. O empresårio vibrou: - Tå contratado! O cachê Ê de quinhentos reais por semana. E o sujeito: - Não vai dar, meu chefe... - Mil por semana! - Não! - Tå bom. Mil e quinhentos e nem um centavo a mais. - Då não. - Mas por que não då? eTXHHVVDIRLDSULPHLUDYH]TXHHX¿]LVVRHQmRJRVWHLQHPXPSRXTXLQKR

Um “algoâ€? a mais Num certo asilo de anciĂŁos, seu Joventino, o mais assanhado dos homens, chegou para dona Cotinha, uma velhinha de olhinhos vivinhos, e propĂ´s: - EstĂĄ claro que nĂŁo podemos fazer sexo, mas ter alguĂŠm para seguraro o meu bilĂĄu, nĂŁo creio que isso faça mal. A velinha aquiesceu e durante quatro meses os dois se encontravam para tomar sol no terraço. Ele tirava o bilĂĄu e ela pegava. Um certo dia, o anciĂŁo desapareceu. 'RQD&RWLQKDSURFXURXSRUWRGDSDUWHGRDVLORHIRLÂżQDOPHQWHHQFRQWUiORDRODGR de outra velhinha, que segurava o seu membro incrivelmente aprumadĂŁo. A antiga companheira reagiu cheia de indignação: - NĂŁo acredito no que estou vendo, Tininho! Durante meses eu segurei esse seu troço aĂ­, e agors vocĂŞ me deixaz por essa outra. O que ela tem que eu nĂŁo tenho? O velhusco retrucou sorrindo: - Mal de Parkinson!

Corpo de Karina caiu ao lado da bebida que tomava com um amigo, tambĂŠm atingido pelas facadas desferidas por Darlan Belarmino

PENEDO

Jovem mata a namorada por ciúme Um dia antes, família da vítima prestou queixa contra o acusado após ameaça 2 ÀP GH WUrV DQRV GH relacionamento foi o motivo torpe de um crime que vitimou Karina dos Santos, de 17 anos, na noite de quinta-feira. Ao perceber a presença da ex-companheira na Praça Santa Luzia, na cidade de Penedo, Darlan Belarmino chegou de imediato em sua bicicleta e desferiu dois golpes de faca peixeira, um na cabeça e outro no braço da vítima. Um jovem de 22 anos, LGHQWLÀFDGR FRPR (GPtOson Nascimento Ferreira, estava ao lado da jovem, bebendo e conversando com ela. No momento do crime, Darlan tambÊm conseguiu

acertĂĄ-lo no braço e na cabeça. EdmĂ­lson conseguiu correr atĂŠ a Unidade de Pronto Atendimento. O criminoso, por sua vez, tentou seguir EdmĂ­lson Nascimento. Como nĂŁo conseguiu, resolveu fugir para o bairro Cacimbinhas, RQGHSRVVXLUHVLGrQFLDĂ€[D Os pais de Karina dos Santos informaram Ă polĂ­cia que o ex-companheiro da vĂ­tima passou em sua casa e perguntou por ela. Insatisfeito com a resposta, Darlan Berlarmino ameaçou: “Se ela nĂŁo for minha, nĂŁo serĂĄ de mais ninguĂŠmâ€?. Receosos, os familiares da vĂ­tima foram prestar queixa na noite anterior na

7ª Delegacia Regional de Penedo. Ainda segundo os pais de Karina, ela estava disposta a ir morar em São Paulo para trabalhar e seguir um novo rumo, distante de Darlan. RECORRENTE Este ano, outro caso de violência brutal contra mulher foi registrado em Alagoas, na cidade de Limoeiro de Anadia, e chamou atenção do poder público pela gravidade. O marido de Gilvanete Rozendo da Silva, Adriano Silva Rodrigues, que estå preso, a agrediu com uma ripa de madeira na altura da nuca, no dia 6 de janeiro.

Gilvanete estava gråvida e teve que ser internada no Hospital Universitårio, em Maceió, onde lutou pela vida atÊ o dia 29 do mesmo mês, quando morreu após três paradas cardiorrespiratórias. 6XD ÀOKD TXH QDVFHX após oito meses de gestação, continua internada e deve ser encaminhada para adoção, pois foi rejeitada pela família da vítima. A família do agressor se disS{VDÀFDUFRPREHErPDV o MinistÊrio Público Estadual duvida que a menina estarå em segurança no local e deve pedir à Justiça seu encaminhamento para outra família.


12

CIDADES

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Delegados e agentes viram carcereiros em delegacia

robertobaiabarros@hotmail.com

Comparação esdrúxula

E

m uma roda de jornalistas e radialistas, que cobriram, ontem pela manhĂŁ, a visita de Fernando Collor de Melo a Arapiraca, XPSURĂ€VVLRQDOGHXPDHPLVVRUDGH rĂĄdio provocou boas risadas ao fazer uma comparação um tanto esdrĂşxula em relação a um colega. Disse ele: “Se eu tivesse o nĂşmero de “amantesâ€? que a minha mulher diz que eu tenho e fosse tĂŁo importante o quanto se acha o radialista Ailton Avlis, eu era um homem felizâ€?. A propĂłsito, por falar em Ailton Alis nĂŁo o convide para sentar em uma mesa com o locutor esportivo Clevânio Henrique. É que Avlis deixa transparecer uma SURIXQGDPiJRDHPUHODomRDRFROHJDGHSURĂ€VVmR6yQmRUHYHODRPRWLYR

Recursos para Arapiraca

Desenvolvimento

O município de Arapiraca vai receber este ano R$ 48 milhþes em emendas do senador Fernando Collor (PTB). O anúncio aconteceu na manhã de sexta-feira, 15, durante encontro da prefeita CÊlia Rocha (PTB) e sua equipe de governo com o parlamentar alagoano, no auditório da Escola de Governo. AlÊm de CÊlia e Collor, participaram do encontro, o vice-prefeito Yale Fernandes (PMDB), a presidente da Câmara Municipal, vereadora Gilvânia Barros, secretårios municipais, o presidente da Facomar (Federação das Associaçþes Comunitårias de Arapiraca), Brås Antonio de Fårias, vereadores, lideranças comunitårias e imprensa.

Durante sua fala, CĂŠlia destacou a importância do senador para o desenvolvimento de Arapiraca. A prefeita contou que Collor destinou o orçamento de suas emendas deste ano para Arapiraca e outras cidades do Agreste e SertĂŁo. “Passei dois anos como deputada e sei da importância do senador para Arapiraca. JĂĄ conseguimos verbas para o Museu de Biologia, UPA, laboratĂłrios, trĂŞs pĂłrticos para entradas da cidade, obras para o Riacho Seco, alĂŠm de maquinas para agricultura, patrulha mecanizada e outras açþes nas ĂĄreas de saĂşde, agricultura, turismo, cidade e esportes. SĂŁo R$30 milhĂľes para zona urbana e R$18 milhĂľes para zona rural, detalhou.

Residência 5RFKDLQIRUPRXDLQGDTXHRVHQDGRUHVWDUi¿[DQGRUHVLGrQFLDHP$UDSLUDFD³&ROORU Ê um político comprometido com nossa cidade. Sempre que o procurei fui atendida e tenho certeza que isso não vai parar. Ele jå adquiriu um terreno e vai passar a residir tambÊm por aqui. Isso Ê uma demonstração de amor pelo povo arapiraquense�, D¿UPRX 3RU¿P&pOLDOHPEURXTXHWDPEpPIRLJUDoDVDRVHQDGRUTXHRSUHVLGHQWHGD&DL[D Econômica Federal, Jorge Hereda, assegurou patrocínio ao time do ASA.

Continuidade

ConexĂŁo Educar

“CĂŠlia tem amor pelo seu povo e com certeza sua administração serĂĄ a continuidade de um circulo GHJHVWmRFRPSURPHWLGD´&RPHVVDDÂżUPDomR Fernando Collor começou seu discurso. Segundo o senador, a prefeita tem se esforçado para conseguir recursos para Arapiraca e que esse reconhecimento foi dado pela população durante a eleição. “A Ăşnica coisa que pedi a prefeita ĂŠ a elaboração de projetos e sabendo que aqui o recurso ĂŠ aplicado com segurança, tenho certeza que Arapiraca vai crescer ainda maisâ€?, disse o senador. Collor colocou que em relação ao saneamento bĂĄsico, o PAC 3 (Programa de Aceleração do Crescimento) ajudarĂĄ o municĂ­pio e elogiou a indicação de Ubiratan Pedrosa para ser secretĂĄrio municipal de saĂşde.

A informação Ê da Ascom/Ufal: professores e estudantes do curso de Ciência da Computação do Campus Arapiraca participaram do desenvolvimento de uma iniciativa elaborada pela prefeitura do município em parceria com o Grupo de Tecnologia da Informação (GTInfo). Trata-se do projeto Conexão Educar, cujo objetivo Ê modernizar a gestão educacional e inserir novas tecnologias no processo pedagógico, implantando um sistema de integração entre as escolas da rede municipal de Arapiraca.

Mais prĂĄtico De acordo com o coordenador do curso, MĂĄrio Hozano, o projeto surgiu de um desejo da Secretaria Municipal de Educação em poder ter acesso mais prĂĄtico aos dados das escolas da cidade. “Esse sistema fornece dados em tempo real para a secretaria e, consequentemente, Ă prefeitura. A partir desses dados, a secretaria poderia ter mais controle sobre o universo da educação do municĂ­pio e teria mais material para tomar decisĂľesâ€?, explicou o professor.

NĂŁo foi simples

Adaptaçþes

No entanto, colocar o sistema em funcionamento não foi tarefa simples. A prefeitura equipou as escolas de Arapiraca, garantindo computadores com acesso à internet, que alimentavam o sistema conhecido como i-Educar. Foi aí que o curso de Ciência da Computação entrou no projeto. De acordo com Mårio Hozano, muitas das novas funcionalidades para adequação do software foram realizadas pelos estudantes do curso.

“Para adequar o software i-Educar Ă s necessidades de Arapiraca, muitas adaptaçþes foram feitas, incluindo a construção de novas funcionalidades como, por exemplo, um ambiente de integração dos professores ao sistema i-Educar, alĂŠm da criação de um portal exclusivo para os alunos das escolas, onde os mesmos podem realizar matricula, obter o boletim e acompanhar seu desempenho durante o ano letivoâ€?, explicou o professor.

Estå ajudando Implantado hå dois anos, o projeto Conexão Educar foi evoluindo e se modernizando a cada temporada. De acordo com Hozano, com o uso de programas de softwares livres em serviços realizados nas escolas, a administração municipal pode acompanhar as pråticas pedagógicas, o rendimento e a frequência dos estudantes em sala, alÊm das matrículas dos alunos poderem ser realizadas via internet, fazendo com que o processo se torne mais råpido e pråtico.

Consultoria ³/RJRRVLVWHPD¿FRXUREXVWRHRSHVVRDOHQYROYLGRSDVVRXDGDUFRQVXOWRULDSDUD implantar o mesmo modelo em outros municípios�, informou o coordenador, ao reforçar que o passo a passo para o desenvolvimento do Conexão Educar foi acompanhado de perto pelo MinistÊrio do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), que fomenta iniciativas de software livre para gestão pública por meio do Portal do Software Público Brasileiro. ... O reconhecimento veio a público em dezembro de 2012, quando representantes do MinistÊrio estiveram em Arapiraca para uma cerimônia de lançamento dos portais do aluno e do professor, integrados ao Conexão Educar. ... AlÊm disso, o então prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa, assinou o Termo de Doação do Código-Fonte do projeto Conexão Educar para os gestores do MPOG, como parte de consórcio formado com a prefeitura, GTInfo, do Programa E-Cidade, o Campus Arapiraca e a empresa DB Seller. ... Durante a solenidade, Corinto Merffe, diretor de Sistemas da Informação do MinistÊrio do Planejamento arrancou aplausos dos presentes ao parabenizar a iniciativa e destacou o sucesso do projeto ao declarar que Arapiraca estå ajudando a transformar DHGXFDomRQR%UDVLO2GHVD¿RDQWHVQRSDSHODJRUDFRQVROLGDVHFRPRXPD realidade de sucesso

DenĂşncia feita pela Adepol diz que local com capacidade para 25 presos tem 72

A

Associação dos Delegados de PolĂ­cia de Alagoas (Adepol-AL) entregou ontem na Secretaria de Defesa Social do Estado um ofĂ­cio denunciando fatos como a falta de infraestrutura do prĂŠdio da Delegacia Regional de Penedo com custodiados em condiçþes inimaginĂĄveis, superlotação, possibilidade de fuga de presos e desvios de função dos delegados e policiais civis, que fazem o papel de carcereiros. “Estamos exigindo respeito Ă s normas da PolĂ­cia JudiciĂĄria, Ă s instituiçþes construĂ­das na ĂĄrea de segurança pĂşblica e aos direitos humanosâ€?, disse AntĂ´nio Carlos Lessa, presidente da Adepol-AL. No ofĂ­cio, a Adepol denuncia as violaçþes dos direitos humanos dos presos, latente na delegacia de Penedo, onde sĂŁo amontoados sem as mĂ­nimas condiçþes de recuperação, alĂŠm do risco de fuga e de nĂŁo existir separação, pois condenados dividem o espaço jĂĄ limitado com presos que ainda aguardam julgamento. “A delegacia de Penedo foi transformada em um presĂ­dio superlotado, sĂł tem capacidade para 25 presos e estĂĄ com 72 presidiĂĄriosâ€?,

PRESO

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Presos ocupam celas e ainda outros espaços da delegacia por conta da falta de vagas, diz a Adepol

disse Lessa. A Adepol alerta para o surgimento de outros problemas como a proliferação de doenças na delegacia, e diz que dependências do prÊdio estão impróprias atÊ para acomodação e realização do trabalho policial, sendo utilizadas como celas. ´(VWiÀFDQGRLPSRVVtYHO

atÊ para caminhar no interior da delegacia e muitas YH]HV DV QHFHVVLGDGHV ÀVLRlógicas dos presos que estão longe do banheiro são feitas em qualquer embalagem�, alertou. A categoria dos delegados exige do secretårio de Defesa Social, Dårio CÊsar, imediata solução para estes

fatos. O secretĂĄrio DĂĄrio CĂŠsar informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que nĂŁo recebeu o ofĂ­cio e que o assunto deve ser tratado pelos denunciantes com a Delegacia Geral da PolĂ­cia Civil, ĂłrgĂŁo imediatamente superior Ă Delegacia de Penedo. NIGEL SANTANA

EstelionatĂĄrio dava golpes em corretores Policiais civis, comandados pelo delegado MĂĄrio Jorge Barros, prenderam ontem Filipe Castanheira Ramos, 26 anos, natural de SĂŁo Paulo, acusado de aplicar golpes em MaceiĂł. ,GHQWLĂ€FDQGRVH FRPR ´$Xgustoâ€? e se passando por engenheiro da Petrobras, Filipe alugava apartamentos em bairros nobres da Capital. Ele mantinha contato com o proprietĂĄrio ou corretor do imĂłvel, dizia ter feito depĂłsito do primeiro pagamento, mas alegava depois ter havido erro, pedindo que o dinheiro fosse estornado. CĂŠlio Lopes Feitosa, uma das vĂ­timas, chegou a devolver o dinheiro – R$ 1.700 -, em espĂŠcie, e soPHQWH GHSRLV YHULĂ€FRX TXH Inspetora diz que imprudĂŞncia, mais veĂ­culos nas estradas e motoristas novatos sĂŁo agravantes o jovem que se passava por Augusto apresentara depĂł- COLETIVA sitos falsos. Segundo o que foi apurado, Filipe chegava a comparecer ao banco e simulava o depĂłsito, mas colocava o envelope vazio nos caixas eletrĂ´nicos. AlĂŠm de CĂŠlio Lopes, tambĂŠm jĂĄ compare- NIGEL SANTANA excessivo de ĂĄlcool, mas, realizando as diligĂŞncias. ceu Ă polĂ­cia a corretora de PETRĂ”NIO VIANA devido Ă  imprudĂŞncia dos Segundo Vera LĂşcia, alĂŠm imĂłvel Lyssienne Bezerra REPĂ“RTERES das constantes rondas, a motoristas. CarnaĂşba que perdeu R$ “Aproximadamente 120 PRF assegurou que a nova A PolĂ­cia RodoviĂĄria Fe- policiais rodoviĂĄrios esta- Lei Seca, mais rĂ­gida com 1.100, Ă s vĂŠsperas do Carnaval, alugando ao estelio- deral (PRF) registrou sete vam atuando durante os os motoristas, alertou aos natĂĄrio um apartamento no mortos nas rodovias fede- quatro dias de Carnaval. condutores sobre o perigo edifĂ­cio Monte ParadĂ­sio, no rais em Alagoas durante o Houve um aumento no nĂş- de dirigir embriagado. Carnaval deste ano, con- mero de morte, de trĂŞs para bairro de Ponta Verde. “Das sete mortes este Lyssienne acredita que Fi- forme divulgou ontem a sete, em relação ao ano pas- ano, nenhuma delas foi por lipe faça parte de uma qua- Tribuna Independente. sado, por causa do excesso conta de ĂĄlcool. Os motorisdrilha. Levado para a Cen- O nĂşmero representa mais de velocidade nas rodovias tas estavam atentos Ă  Lei tral de PolĂ­cia, o acusado foi que o dobro dos casos re- alagoanas. A maioria dos Seca que pune com mais DXWXDGR HP Ă DJUDQWH SHOR gistrados em 2012, quando acidentes ocorreu no in- rigor quem se aventura a delegado plantonista MĂĄrio apenas trĂŞs pessoas morre- terior de Alagoas. Outro beber apĂłs dirigir. A PolĂ­cia ram vĂ­timas de acidentes agravante constatado ĂŠ o RodoviĂĄria Federal irĂĄ iniJorge Barros. A polĂ­cia suspeita que mais automobilĂ­sticos no Estado. nĂşmero maior de veĂ­culos ciar a partir de março uma Ontem, enquanto de- nas estradas, alĂŠm de mo- campanha de conscientizade vinte pessoas tenham caĂ­do no golpe em MaceiĂł, e WDOKDYD R EDODQoR Ă€QDO GH toristas novatos, inabilita- ção para educar motoristas. espera que com a divulga- ocorrĂŞncias registradas en- dos e pessoas que insistem Acreditamos que muitas omRGDIRWRJUDĂ€DGRDFXVDGR tre os dias oito e 13 de fe- em andar em motocicletas pessoas pegam seus carros mais vĂ­timas compareçam vereiro, a PRF explicou o sem capaceteâ€?, explanou a e motocicletas e saem muimotivo do aumento. A ins- inspetora. para reforçar as acusaçþes. tas vezes por estradas que O delegado lembra que petora Vera LĂşcia PrettoceNos 811 quilĂ´metros eles nĂŁo conhecem. Esperaqualquer informação pode ra explicou que o aumento monitorados pela PolĂ­cia mos que com esta iniciativa ser passada pelo disque de- no nĂşmero de acidentes RodoviĂĄria Federal, 45 possamos reduzir o nĂşmenĂşncia da polĂ­cia, pelo tele- com mortes nĂŁo foi em de- viaturas, carros descarac- ro de acidentesâ€?, destacou corrĂŞncia do consumo de terizados e motos estavam Vera LĂşcia. fone 181.

PRF atribui mortes a excesso de velocidade e nĂŁo a embriaguez


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

Economia

ECONOMIA

13

Inscriçþes do Programa Garantia Safra são prorrogadas para o dia 28 em AL

O MinistÊrio do Desenvolvimento Agrårio (MDA) prorrogou atÊ o dia 28 de fevereiro as inscriçþes do Programa Garantia Safra em Alagoas. A meta de cadastro para o estado Ê de 30 mil cotas, atÊ o dia 14 de fevereiro foram cadastrados 27.865 agricultores familiares, dos 36 municípios inclusos no Programa. O prazo anterior se encerraria neste domingo, dia 17. Em Alagoas os tÊcnicos do Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentåvel de Alagoas (EMATER) são os responsåveis pelo cadastro dos agricultores, as regionais administrativas da Bacia Leiteira, Agreste II – com sede em Palmeira dos �ndios, jå conseguiram alcançar a meta estabelecida. Para diretora presidente da EMATER/AL, Inês Pacheco, a extensão do prazo ajuda na mobilização da Força Tarefa de Seguro e CrÊdito Rural desenvolvida pela EMATER/ SEAGRI, dentro das açþes de combate aos efeitos da seca em Alagoas.

180 toneladas de alimentos para o gado Distribuição de farelo de milho e soja foi feita ontem pelo vice-governador JosÊ Thomaz Nonô em Santana do Ipanema

A

Agricultores do SertĂŁo alagoano recebem farelos de milho e soja do Governo do Estado para alimentar animais atingidos pela seca

gricultores familiares do SertĂŁo receberam, na manhĂŁ de ontem (15), no municĂ­pio de Santana do Ipanema, 180 toneladas de farelo para alimentação animal. O vice-governador JosĂŠ Thomaz NonĂ´, juntamente com o secretĂĄrio de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento AgrĂĄrio, JosĂŠ Marinho, o prefeito MĂĄrio Silva, representando os prefeitos da regiĂŁo sertaneja, e os presidentes de associaçþes e cooperativas, assinaram o termo de doação dos farelos. Thomaz NonĂ´ fez a entrega simbĂłlica das sacas de raçþes, que vĂŁo ajudar a garantir, principalmente, a produção de leite na regiĂŁo. “O Governo estĂĄ atendendo prioritariamente aos agricultores familiares, e com isso estamos dando uma cobertura muito grande aos que estĂŁo sofrendo com os HIHLWRVGDVHFDÂľDĂ€UPRX O agricultor Gerson recebeu a saca de farelo, representando os agricultores da regiĂŁo. “SĂł tenho a agradecer ao Estado pelo trabalho que estĂĄ sendo feito no SertĂŁo, junto Ă s

ALAGOAS

ATÉ 8 DE MARÇO

Mercado da Eletrobras cresce em 2012

O mercado consumidor da Eletrobras Distribuição Alagoas aumentou consideravelmente em 2012, fazendo o consumo de energia crescer 13,3% em comparação a 2011. Estes dados são relativos ao mercado cativo que Ê formado por consumidores que têm a empresa como único fornecedor. Jå o consumo total, considerando os consumidores livres, ou seja, aqueles que podem adquirir energia elÊtrica por outras formas, apresentou

uma taxa de crescimento de 12,7%. Os índices positivos foram LQà XHQFLDGRV SHODV Do}HV GH recuperação de perdas, recadastramento dos pontos de energia da Iluminação Pública, pela entrada em operação de novas unidades industriais e de um cooperador de biomassa, em fase de teste, que consome energia da rede. AlÊm disso, a entrada de novas cargas comerciais, o baixo nível de precipitação

pluviomÊtrica e o aumento da temperatura colaboraram para aumentar o consumo da irrigação e o uso de equipamentos de refrigeração. No período janeiro a dezembro, por classe de consumo, o GHVWDTXH HP FUHVFLPHQWR ÀFRX com a classe rural, registrando 37,2%, acompanhada da classe industrial com 23,2% e Iluminação Pública com 14,2%. A classe residencial, que representa o maior consumo entre

as classes, e com participação de 36,4% do mercado, apresentou crescimento de 7,5% em relação ao ano de 2011 e a classe comercial teve um crescimento 12,6%. É importante ressaltar que em comparação com o consumo do país, cuja taxa foi de 3,5% e da região Nordeste de 4,7%, a taxa de crescimento de mercado da Eletrobras Distribuição Alagoas apresentou, mais uma vez, índices acima do crescimento do mercado nacional e regional.

cooperativas. O Governo tem nos ajudado com sĂŞmen, bagaço de cana, caminhĂľes para transporte e, agora, esta ração. SĂŁo açþes que ajudam no nosso trabalho e minimizam nossas SHUGDVÂľDĂ€UPRX SECA CASTIGANTE O prefeito MĂĄrio Silva agradeceu a atenção que o Governo do Estado tem dado aos sertanejos. “Esta seca ĂŠ castigante. A distribuição destas sacas irĂĄ minimizar a fome dos animais e o sofrimento do produtor. O governo Teotonio Vilela ĂŠ um grande parceiro do nosso agricultorâ€?, declarou. O presidente da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), Ademar Monteiro, destacou o trabalho do Governo do Estado para a sobrevivĂŞncia no campo. A entrega das 120 toneladas de farelos de milho e 60 de farelo de soja faz parte das açþes do Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal. Ao todo, serĂŁo distribuĂ­das 4.658 toneladas de farelos para reforçar o atendimento aos agricultores familiares de 37 municĂ­pios sertanejos.

CarnĂŞs do IPTU começam a ser entregues pelos Correios Desde a Ăşltima quinta-feira (14.02) o s carnĂŞs do Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) começaram a ser entregues via Correios. A previsĂŁo ĂŠ que todos os carnĂŞs serĂŁo entregues atĂŠ o dia 8 de março. Segundo CĂ­cero Torquato, secretĂĄrio adjunto da Secretaria Municipal de Finanças, atĂŠ prĂłxima terça-feira os moradores dos bairros da parte baixa da cidade jĂĄ terĂŁo os carnĂŞs disponĂ­veis. “Bairros mais populosos, como Benedito Bentes e Jacintinho tĂŞm atĂŠ a data do dia 8 de março para que os carnĂŞs sejam entregues em totalidadeâ€?, completa. Cota Ăšnica &DVRRFRQWULEXLQWHSUHĂ€ra, o site da Secretaria Municipal de Finanças (SMF) de MaceiĂł tambĂŠm disponibiliza o serviço de emissĂŁo do talĂŁo de pagamento, basta acessar o site www.smf. maceio.al.gov.br e clicar no link “IPTU – EmissĂŁo 2013â€?. O internauta serĂĄ redirecionado para uma nova janela e lĂĄ deverĂĄ preencher os dados solicitados – se nĂŁo for cadastrado, o contribuinte deverĂĄ realizar cadastro no OLQNDRĂ€QDOGDSiJLQD

AtÊ o dia 15 de março o contribuinte poderå ter um abatimento de 20% do valor da parcela em regime de cota única. E atÊ o dia 29 de março, o valor cai para 10%. (ver tabela) Estão dispensados de pagar o IPTU os moradores em imóveis residenciais de padrão construtivo popular ou baixo, cujo valor apurado para o concorrente ano seja igual ou inferior a R$ 9.160, bem como da taxa de coleta, transporte ou destinação de sólidos domiciliares e de expediente, conforme estabelecido pela Lei 5 256 de 17 de dezembro de 2012. Para entregar os cerca de 220 mil carnês de IPTU da capital alagoana, a partir da manhã deste såbado (16), os Correios trabalharão em sistema de mutirão para garantir a distribuição de todos os objetos em tempo håbil. Os carnês chegaram às unidades operacionais na sexta-feira anterior ao feriado de Carnaval (8) e estavam em processo de triagem e ordenamento de logradouros. Este Ê o quinto ano consecutivo que os Correios são os responsåveis pela entrega dos carnês de IPTU em Maceió.


14

ECONOMIA

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

etjornalista@gmail.com

7HRW{QLR9LOHODVROXomRVLPSOHV

C

omo medida de precaução, a SUHIHLWXUDGH7HRW{QLRLQYHVtiu em mais de R$ 120 mil na aquisição de um potente gerador de HQHUJLDHOpWULFDDÀPGHUHQWDELOL]DURVWUDEDOKRVGDHVWDomRGH captação e tratamento da ågua que DEDVWHFHDFLGDGH'L]RSUHIHLWR Peu PereiraTXHRREMHWLYRGH implantar esse equipamento foi SDUDHYLWDUTXHDSRSXODomRÀTXH sem ågua durante os constantes apagþes ocorridos na região. ExemSOLÀFDTXHDJRUDQR&DUQDYDOTXDVH WRGRVRVGLDVKRXYHTXHGDGHHQHUJLDSRUSDUWHGD(OHWUREUDVH RJHUDGRUFKHJRXFRPRVDOYDomR/iHP7HRW{QLRDSUHIHLWXUDp quem mantem o sistema de ågua encanada por meio do SAAE.

Pilar – Carnaval O verdadeiro Carnaval da Ressaca acontece hoje Ă noite na terra do EDJUH2SUHIHLWR&DUORV$OEHUWR&DQXWRYHPGDQGRWRGDFDUJDDÂżP de que a festa transcorra com maior sucesso, sobretudo de animação e segurança. Denominado de “Pilar Folia Ressaca 2013â€?, o evento se concentrarĂĄ em frente ao CAIC e depois segue ladeira abaixo, percorrendo as principais ruas da cidade, indo atĂŠ a orla lagunar. A atração PDLRUÂżFDSRUFRQWDGDEDQGD;LQFDQDRD[pVHPIUHLRGD%DKLDFRPRp conhecida e que promete exibir seu potencial para os pilarenses e todos os visitantes.

Colônia O IMA informa que Alagoas esta semana passou a ganhar mais três Unidades de Conservação, uma das mais importantes ferramentas de proteção à biodiversidade. Todas são Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), de um mesmo dono, localizadas no município de Colônia de Leopoldina, onde lå se conservam fragmentos de mata DWOkQWLFD$VSRUWDULDVMiIRUDPSXEOLFDGDVHP'LiULR2¿FLDO2SULQFLSDO objetivo para criação dessas unidades Ê a conservação da diversidade biológica.

Santa Luzia do Norte &RPRREMHWLYRGHTXDOL¿FDUPmRGHREUDHJHUDURSRUWXQLGDGHGHWUDEDOKR no município, a prefeitura em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores 5XUDLVGH0DFHLyRIHUWDUiFXUVRVSUR¿VVLRQDOL]DQWHVJUDWXLWDPHQWHSDUD a população. As inscriçþes começam na próxima segunda-feira (18), na própria prefeitura e seguirão atÊ o preenchimento de todas as vagas.

Santa Luzia – DivisĂŁo SerĂŁo oferecidos um total de 95 vagas, 18 por curso, nas seguintes ĂĄreas de atuação: eletricista instalador residencial, informĂĄtica bĂĄsica, corte e costura, doces e salgados, bolos e tortas decoradas. “Este nĂşmero de oportunidade deverĂĄ ser ampliado com o tempo. Queremos garantir a inserção da população inativa de Santa Luzia no mercado formal de trabalhoâ€?, garantiu o prefeito JoĂŁo Pereira.

Proteção $¿VFDOL]DomRGRWUiIHJRHIXQGHLRGHHPEDUFDo}HVQDVSLVFLQDVQDWXUDLV de Paripueira, assim como a orientação aos banhistas para não destruir os ambientes recifais, foi realizado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), durante såbado e domingo de carnaval. Com apoio de organizaçþes, governamentais e não governamentais, as atividades foram realizadas com o objetivo de conservar åreas protegidas.

PĂŁo de Açúcar A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) jĂĄ disponibilizou 11 milhĂľes de quilos de milho aos criadores dos municĂ­pios em situação GHHPHUJrQFLDSRUFRQWDGDVHFD$LQIRUPDomRIRLFRQÂżUPDGDSHOR superintendente do ĂłrgĂŁo em Alagoas, Elizeu Rego, durante reuniĂŁo do ComitĂŞ Integrado de Combate Ă Seca, na quinta-feira, em PĂŁo de Açúcar. Segundo ele, a entidade ainda tem um estoque de dois milhĂľes de quilos de milho nos armazĂŠns de MaceiĂł, Palmeira dos Ă?ndios e Santana do Ipanema. “JĂĄ contratamos mais trĂŞs milhĂľes de quilos, que em breve estarĂŁo em Alagoasâ€?, completou.

Marechal Por nĂŁo se submeter a alguns sacrifĂ­cios de trabalho durante o perĂ­odo eleitoral na campanha da reeleição do prefeito Cristiano Matheus, o fotĂłgrafo Pablo de Lucas perdeu seu emprego na prefeitura de Marechal. Atribui toda bronca ao ex-chefe, Carlos Robert, o mandatĂĄrio da Comunicação que, segundo Lucas, fez a cabeça do prefeito reeleito. “O VDFDQDQHPMRUQDOLVWDSURÂżVVLRQDOp´GHVDEDIRXRIRWyJUDIR

Penedo Ainda repercute com ĂŞnfase matĂŠria divulgada hĂĄ mais de uma semana sobre o salĂĄrio do mĂŠdico Luiz Renato de Lima Pedrosa, que atua lĂĄ em Penedo. No ano passado, seus vencimentos mensais oscilaram HQWUH5H5PLOTXHDRÂżQDOOKHUHQGHUDPXPYDORUEUXWRGH5 723.815,77.

3HQHGR-XVWL¿FDWLYD Argumenta o mÊdico que na cidade de Penedo fez muito plantão em 2012, e que o preço pago ao plantão bruto para um clínico-geral durante a semana pode chegar a R$ 2,3 mil e que este valor ainda aumenta quando RWUDEDOKRDFRQWHFHQRV¿QDLVGHVHPDQD

Japaratinga Bem nem completou dois meses no comando do município, o prefeito Newberto Neves jå estå anunciando a construção de 120 casas. A façanha se deve a sua viagem a Brasília, onde recebeu a garantia do governo federal. As obras começarão no próximo mês.

Japaratinga - Festa Sobre o Carnaval, o prefeito Newberto disse que a festa teve um saldo positivo, desde as grandes atraçþes atĂŠ a enorme quantidade de gente nas ruas da cidade. “O municĂ­pio se transformou num grande retiro dos foliĂľes, pois se tinha de tudo, desde a grande arena de animação atĂŠ os cantos tranquilos como as Barreiras do BoqueirĂŁo, que recebeu veranistas de diversas partes que foram acampar e desfrutar da tranquilidade do lugarâ€?, disse.

Cai 4% de endividamento do consumidor da capital Em janeiro, percentual chegou a 6,3%, contrariando o resultado nacional

A

taxa de inadimplência do consumidor da capital caiu pelo segundo mês consecutivo, alcançado 4% em fevereiro. Em janeiro, o percentual chegou a 6,3%. Esse dado surpreende porque contraria o resultado nacional que indica um crescimento do índice no início do ano. As informaçþes são do Instituto FecomÊrcio de Estudos, Pesquisas e Desenvolvimento (IFEPD), em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB). O resultado do nível de endividamento do consumidor de Maceió mostrou crescimento em fevereiro. Enquanto o mês passado registrou 70% dos pesquisados com algum tipo de dívida, no mês do Carnaval esse percentual se elevou para 72,3%. Do percentual dos consumidores endividados constatado QDSHVTXLVDDÀUPRXWHU alguma conta em atraso, índice um pouco maior que o registrado para janeiro (30,8%). O comprometimento da renda familiar dos consumidores com pagamentos de dívidas cresceu levemente em fevereiro HÀFRXHPGDUHQGDQtYHO ainda próximo a mÊdia registrada para todo o ano de 2012. O nível de comprometimento da renda com dívidas continua alto para os padrþes considerados seguros (30%). A melhor notícia Ê a continuidade da queda da taxa de inadimplência, contrariando a tendência de crescimento registrada para o restante do país. &RQIRUPH R JUiÀFR DEDL[R Mi havia ocorrido uma redução em janeiro (6,3%) com relação ao PrV GH GH]HPEUR GH  (P fevereiro, novamente a inadimSOrQFLD UHFXD H ÀFD HP  GRV consumidores da capital. Segundo anålise do Instituto FecomÊrcio de Estudos, Pesquisas e Desenvolvimento (IFEPD), apesar do crescimento do nível de endividamento da população maceioense e o elevado grau de comprometimento da renda com pagamento de dívidas,

ECONOMISTA

Mais emprego e salĂĄrio pagam as contas Segundo o economista FĂĄELR*XHGHVDOJXPDVUD]}HVH[plicam esse movimento como o crescimento em termos reais do salĂĄrio mĂ­nimo, a elevação da oferta de emprego nos ramos de comĂŠrcio e serviços e os nĂ­veis PXLWREDL[RVGDVWD[DVGHMXURV “O resultado para a economia da capital alagoana ĂŠ muito ERPFRQVLGHUDQGRTXHRSULPHLro trimestre do ano ĂŠ caracterizado por despesas e aumentos de tarifas e impostos, compras escolares, festas de momo e compromissos com as dividas remanescentes contraĂ­das no PrVGHGH]HPEURÂľH[SOLFRX O uso dos cartĂľes de crĂŠdito continua em alta e foi responsĂĄvel por 64,9% das formas de SDJDPHQWR D SUD]R  GDV formas de pagamento.

Maioria dos consumidores da capital estå em condiçþes de pagar suas contas, indica pesquisa

SEBRAE

Curso capacita gestores de LQFXEDGRUDVGHHPSUHVDV Entre 18 e 21 de março, a $QSURWHF H R 6HEUDH LUmR UHDlizar em Maceió (AL) o curso ´3ODQHMDPHQWR H *HUHQFLDPHQWR GH ,QFXEDGRUDV¾ $ H[pectativa Ê reunir dirigentes H WpFQLFRV GH LQFXEDGRUDV GH empresas de todo o país, com destaque para as instituiçþes do estado de Alagoas, onde o PRYLPHQWR GH LQFXEDomR GH empresas cresce em ritmo acelerado. Hoje, cerca de 60 empresas são apoiadas por cinco LQFXEDGRUDV DODJRDQDV -XQtas, elas geram aproximadamente 300 empregos diretos, FRQWULEXLQGR SDUD R GHVHQYROvimento regional. As inscriçþes para o curso podem ser feitas atÊ o dia 8 de março, por meio do preenchimento do Formulårio de Inscrição disponível no site. O curso Ê organizado pela Rede $ODJRDQD GH ,QFXEDGRUDV GH

Empresas (RAIE) e terĂĄ 32 horas de aula. Dirigentes e tĂŠcnicos de instituiçþes que desejam LPSODQWDU XPD LQFXEDGRUD DVVLP FRPR JHVWRUHV H FRODERUDGRUHVGHLQFXEDGRUDVMiH[LVtentes, podem participar. “Esse curso, por um lado, permite integrar gestores de LQFXEDGRUDV H UHSUHVHQWDQWHV institucionais com interesse HP HVWUXWXUDU VXDV LQFXEDGRras, ,e de outro, permite acesso a experiĂŞncias de sucesso, com LQVWUXWRUHV JDEDULWDGRVÂľ DĂ€Uma o coordenador da RAIE, -RVHDOGR7RQKROR O treinamento integra a PDWUL] HGXFDFLRQDO 6HEUDH-Anprotec e estĂĄ alinhado Ă s diretrizes do modelo Cerne, que tem como foco garantir a qualidade e o aprimoramento de processos e serviços para as HPSUHVDV LQFXEDGDV $ SUHVLdente da Anprotec, Francilene

3URFySLR *DUFLD GHVWDFD TXH assim como em Alagoas, o movimento de empreendedorismo inovador estĂĄ consolidado em todo o paĂ­s. “Hoje, temos 384 iniciativas em todo o paĂ­s que geram cerca de 17 mil empregos diretos e indiretos, em PDLV GH  HPSUHVDVÂľ UHVsalta. SĂŁo parceiros dessa iniciativa: Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Universidade Estadual de CiĂŞncias da SaĂşde de Alagoas (Uncisal), Centro UniversitĂĄrio CesPDF H 6HQDL $ODJRDV 7DPEpP DSRLDP D LQLFLDWLYD D Federação das IndĂşstrias do Estado de Alagoas (FIEA), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), a Fundação UniversitĂĄria de Desenvolvimento de ExtensĂŁo e Pesquisa (Fundepes) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

ESPORTES 15

SĂŁo Paulo encara Ituano no Morumbi 7ULFRORUDLQGDQmRFRQÂżUPRXVHYDLSULRUL]DU/LEHUWDGRUHVHSRXSDUDOJXQVWLWXODUHVSDUDVHTXrQFLDGHMRJRVGR3DXOLVWmR TERRA

O

Ganso pode ser titular do SĂŁo Paulo hoje, com a expectativa de poupar outros jogadores para Libertadores

São Paulo fez ontem o último treino antes de encarar o Ituano, hoje, às 18h30, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. O tÊcnico Ney Franco comandou uma atividade leve. Os titulares diante do AtlÊticoMG pela Copa Libertadores, na última quarta-feira (13), realizaram a primeira parte GR WUHLQR QR 5HIÀV H GHSRLV foram a campo. Paulo Miranda, que levou uma pancada no joelho esquerdo, e Luis Fabiano, com uma pancada na coxa esquerda, ÀFDUDP HP WUDWDPHQWR No entanto, a dupla estå concentrada para a partida QR (VWDGXDO H ÀFD j GLVSRVLção de Ney Franco. Jå o restante da equipe realizou um trabalho tÊcnico no campo 3. A intenção do treinador tricolor Ê utilizar força måxima nas próximas três partidas da equipe no Paulista. O São Paulo só voltarå a campo pela Libertadores no próximo dia 28 de feverei-

BRASIL 2014

CONFEDERAÇÕES

Ministro defende ‘rigor grande’ para cumprir cronograma da Copa O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que o governo brasileiro trabalha com o “cumprimento de todos os prazosâ€? em relação Ă s obras para a Copa 2014. Rebelo rebateu DV DĂ€UPDo}HV GR YLFHSUHVLdente da CBF e representante brasileiro do ComitĂŞ-Executivo da Fifa, Marco Polo del 1HUR 2 DGYRJDGR DĂ€UPRX que a Fifa cobra resultados do governo brasileiro com razĂŁo e disse acreditar que tudo serĂĄ entregue num prazo diferente do que quer a Fifa. “O governo trabalha com o cumprimento de todos os prazos, nenhum governo pode trabalhar sem isso. O governo

tem dois cronogramas bĂĄsicos: um ĂŠ o da infraestrutura esportiva propriamente dita, que ĂŠ a construção dos estĂĄdios, que acompanhamos diretamente cada obra. Quatro serĂŁo entregues atĂŠ abril, outros seis atĂŠ dezembro. Outras sĂŁo obras de infraestruturaâ€?, disse o ministro. Segundo Rebelo, este ano o governo vai visitar cada um dos seis Estados, com o objetivo de repassar toda a programação, preparação e organização dos jogos, ao lado de representantes dos governos locais. “HĂĄ da nossa parte um rigor muito grande no cumprimento das tarefas para o bom

andamento da Copa das Confederaçþes e da Copa do MunGR¾DÀUPRX A Arena Corinthians serå o palco de abertura mais caro das Copas do Mundo. O levantamento foi feito pelo Portal 2014, especializado nas obras dos estådios brasileiros para o próximo mundial. De acordo com o site, Stade de France (Paris), Estådio Sang-am (Seul), Allianz Arena (Munique) e Soccer City (Johanesburgo), estådios das partidas inaugurais das Copas de 1998, 2002, 2006 e 2010, respectivamente, custaram menos, se levado em consideração o custo de cada cadeira instalada. TERRA

Arena Corinthians ĂŠ um dos estĂĄdios mais caros da Copa do Mundo 2014 e vai sediar a abertura

VENDIDO?

GRĂŠMIO

&RPRÂżPGDMDQHODGHWUDQVIHUrQFLDVGHMDQHLURDVHTXLSHV FRPHoDPDVHRUJDQL]DUSDUD DVFRQWUDWDo}HVSDUDDSUy[LPD WHPSRUDGD&RPR%DUFHORQD QmRpGLIHUHQWH$OpPGHXP ]DJXHLURDHTXLSHEXVFDXP QRYRJROHLURSDUDROXJDUGH 9DOGpVTXHMiDQXQFLRXTXH QmRÂżFDDSyVRFRQWUDWRHP 7LWR9LODQRYDID]TXHVWmR GHUHVHUYDUXPOXJDUQDHTXLSH SDUDNeymar2WUHLQDGRUQmR GHYHSHGLUDFRQWUDWDomRGH XPDWDFDQWHMiDJXDUGDQGRD FKHJDGDGREUDVLOHLUR

%DVWRXDSULPHLUDGHUURWDSDUDR *UrPLRPXGDUGHGLVFXUVRVREUH RJUDPDGRGD$UHQD2HVWDGR GRFDPSRIRLDSRQWDGRFRPRFXOSDGRSHODYLWyULDGR+XDFKLSDWR SRUD6HRVMRJDGRUHVQmR UHFODPDPSXEOLFDPHQWHRID]HP a Vanderlei LuxemburgoHj GLUHomR(RWpFQLFRHRVFRPDQGDQWHVDGRWDPDVHJXLQWHOyJLFD VXSHUDUDGLÂżFXOGDGHHPXPDSDUWLGDpPDLVIiFLOGRTXHHPWUrV  'HVWDIRUPDRSUHVLGHQWH)iELR .RIILUiVHUHXQLUFRPD$UHQD 3RUWR$OHJUHQVHJHVWRUDGDQRYD FDVDSDUDGHFLGLUTXDOUXPR WRPDU22OtPSLFRpDDOWHUQDWLYD

TĂŠcnico do Barcelona jĂĄ espera por Neymar

ro diante do The Strongest (BOL), tambÊm no Morumbi. AtÊ lå, alÊm do Ituano, o tricolor enfrentarå o São Caetano (fora) e Linense (casa). O Ituano quer, contra o São Paulo, manter a boa sequência no Campeonato Paulista. Após duas vitórias seguidas fora de casa (contra Mirassol e Mogi Mirim), o rubro-negro arrancou um empate espetacular contra a Ponte Preta, nos últimos minutos de jogo, e agora estå com sede de vitória na competição. Para a partida contra o tricolor, o tÊcnico Roberto Fonseca não contarå com dois jogadores, que estão no departamento mÊdico: o lateral Alisson e o atacante Marcão. A expectativa Ê que Adaílton, autor do golaço de empate contra a macaca, entre no na vaga do ataque. Ituano e São Paulo jå se enfrentaram, entre 1990 e 2012, 15 vezes pelo Campeonato Paulista. O time da capital venceu dez vezes e o

galo saiu vencedor em apenas duas oportunidades - em 1992 e 1993. Os dois times protagoQL]DUDPDĂ€QDOGR6XSHUFDPpeonato Paulista, torneio que ocorreu apenas em 2002, vencida pelo tricolor. Agora, com o inĂ­cio da Copa Libertadores, o PaulistĂŁo deixarĂĄ de ter jogos de quarta-feira nas prĂłximas cinco rodadas. Com isso, o tĂŠcnico Roberto Fonseca espera dar ritmo de jogo ao time por conta desse perĂ­odo a mais de treinamentos. “NĂłs precisamos colocar estes atletas, aqueles que estĂŁo jogando menos ou que ainda nĂŁo foram aproveitados, para ganhar ritmo de jogo. NĂłs sabemos que o grande diferencial de uma equipe ĂŠ aquele grupo que estĂĄ foraâ€?, explicou. OUTROS JOGOS XV de Piracicaba x Guarani U.Barbarense x Mogi Mirim SĂŁo Caetano x Bragantino Mirassol x Botafogo SĂŁo Bernardo x Paulista TERRA

PaĂ­s campeĂŁo ganharĂĄ R$ 8 milhĂľes

A Fifa anunciou que aumentou em 14% a premiação total para as seleçþes na Copa das Confederaçþes deste ano, em comparação com a edição de 2009 na à frica do Sul: US$ 20 milhþes (R$ 39,2 milhþes). O campeão do torneio que serå disputado entre os dias 15 e 30 de junho no Brasil vai levar para casa US$ 4,1 milhþes (R$ 8 milhþes). O vice ganharå US$ 3,6 milhþes (R$ 7 milhþes). Em 2009, foram US$ 17,6 milhþes (R$ 34,5 milhþes) no total de premiaçþes e a Seleção Brasileira, então treinada por Dunga, recebeu US$ 3,75 milhþes (R$ 7,3 milhþes) pela FRQTXLVWD GR WtWXOR QD ÀQDO contra os EUA. A abertura da Copa das Confederaçþes serå 15 de junho entre Brasil e Japão, no Estådio Nacional ManÊ Garrincha, em Brasília, com ingressos jå esgotados. A decisão serå no Maracanã, 30 do mesmo mês. No último domingo, a NigÊria conquistou a Copa Africana de Naçþes e garantiu o lugar que estava reservado para uma seleção do continente no Grupo B, ao lado de Espanha, Taiti e Uruguai. O Grupo A tem Brasil, Japão, MÊxico e Itålia. BANDEIRAS A Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) jå deixaram claro em algumas oportunidades que o brasileiro terå novas experiências como torcedor a partir da Copa do Mundo de 2014. Com 12 estådios no padrão da entidade, a expectativa Ê que os torcedores passem a conviver com arenas mais modernas e organizadas. Algumas tradiçþes das arquibanFDGDVQRHQWDQWRSRGHPÀFDU fora da Copa das Confederaçþes. É o caso, por exemplo, das bandeiras e de alguns instrumentos musicais.

Atletas reprovam gramado e Arena pode fechar

Oscar Pistorius chora no tribunal de PretĂłria ontem no julgamento

POLICIAL

Pistorius nega ter assassinado a namorada ApĂłs Oscar Pistorius ser acusado do assassinato premeditado de sua namorada, a modelo Reeva Steemkamp, a sua famĂ­lia e a empresa que agencia o atleta paralĂ­mpico HPLWLUDP XPD QRWD RĂ€FLDO VRbre o caso, que se tornou um dos principais assuntos na imprensa mundial. Segundo o comunicado, a acusação de assassinato ĂŠ contestada e caberĂĄ aos advogados de Oscar Pistorius conseguir atĂŠ terça-feira (19), tempo dado para o SHGLGR GH Ă€DQoD SURYDV TXH comprovem o carĂĄter acidental da morte da modelo. “O suposto assassinato ĂŠ contestado em fortes termos. Estes sĂŁo procedimentos legais que devem tomar seu curso atravĂŠs do processo de investigação pela polĂ­cia, com recolhimento de provas, e atravĂŠs do

Ă€S CLARAS

Abel defende Flu no caso ‘Thiago Neves’ Abel BragaPRVWURXLUULWDomRDR VDEHUTXHQmRSRGHULDHVFDODU 7KLDJR1HYHVFRQWUDR&DUDFDV QD~OWLPDTXDUWDIHLUD  SHOR IDWRGHRPHLDWHULQJHULGRXP PHGLFDPHQWRVHPRFRQVHQWLPHQWRGRVPpGLFRVGR)OXPLQHQVH 2WpFQLFRQmRTXLVFRPHQWDUD DXVrQFLDGRDSRLDGRU2QWHP PDLVFDOPRRFRPDQGDQWHWULFRORU IDORXVHPJDUDQWLUDSUHVHQoDGR FDPLVDQDSUy[LPDURGDGDGR &DULRFD(OHFRQVLGHURXH[DJHUDGDDUHSHUFXVVmRGRFDVRH HORJLRXDSRVWXUDGRFOXEHGHWHU UHYHODGRDYHUGDGH

sistema judicial sul-africanoâ€?, DĂ€UPRX $ GHFODUDomR DĂ€UPD WDPbĂŠm que Pistorius deixou muito claro que gostaria de enviar condolĂŞncias Ă famĂ­lia da jovem modelo. “Ele deixou muito claro que gostaria de enviar sua mais profunda solidariedade Ă  famĂ­lia de Reeva. Ele tambĂŠm gostaria de expressar atravĂŠs de nĂłs seu agradecimento por todas as mensagens de apoio que ele recebeu – mas ressalta que nossos pensamentos e oraçþes hoje devem ser para Reeva e sua famĂ­liaâ€?, disse a nota. Pistorius foi preso por volta das 4h da madrugada de quinta-feira (14) como o Ăşnico suspeito de ser o autor dos disparos que mataram sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp.


16

ESPORTES

MACEIร“ - SรBADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Esportes

Campeรฃo alagoano Yohansson Ferreira receberรก homenagem O velocista alagoano Yohansson do Nascimento Ferreira โ€“ que se notabilizou como o atleta mais rรกpido do mundo nos 200m rasos T46 (categoria para pessoas com amputaรงรตes) nas Paralimpรญadas de Londres em 2012 โ€“ tornou-se um รญcone do esporte mundial. No prรณximo dia 20, o atleta recebe do governo do Estado o prรชmio Expressรฃo Alagoana, dedicado a personalidades alagoanas, de nascimento ou por adoรงรฃo, que se destacaram no ano passado. Yohansson nasceu sem as duas mรฃos. Criado no conjunto Joaquim Leรฃo, no Vergel do Lago, periferia de Maceiรณ, HOHGL]TXHDGHยฟFLrQFLDItVLFDQXQFDRDWUDSDOKRXSDUDFRUUHU

&5%FRQร€UPDWpFQLFR$GHPLU)RQVHFD

Novo comandante regatiano chega na segunda-feira e tem a missรฃo tambรฉm de indicar mais reforรงos para o galo

O

presidente Marcos %DUERVD FRQร€UPRX RQWHP D FRQWUDWDomR GR WpFQLFR $GHPLU )RQVHFD SDUD FRPDQGR GR &5% QR &DPSHRQDWR $ODJRDQR &RSDGR%UDVLOH%UDVLOHLUmR GD6pULH&ยดeXPSURร€VVLRQDOFRQFHLWXDGRQRIXWHEROMi HVWHYHQR&5%HFKHJDSDUD EXVFDUWRGRVRVQRVVRVREMHWLYRV TXH p R ELFDPSHRQDWR DODJRDQRHRDFHVVRGHYROWDj 6pULH %ยต GHVWDFRX %DUERVD $GHPLUQDVFHXQDFLGDGH GH 1HSRPXFHQR HP 0LQDV *HUDLV HP  GH MDQHLUR GH FRPHoRXFRPRMRJDGRU QDEDVHGR%RWDIRJRHP (P VHJXLGD WHYH SDVVDJHQV SRU9LWyULD6DQWD&UX]51

9ROWD 5HGRQGD $WOpWLFR 3DUDQDHQVH %UDJDQWLQR H ,WXDQRRQGHHQFHUURXDFDUUHLUDGHYLGRDXPSUREOHPDQR MRHOKR &RPHoRX FRPR WUHLQDGRUQR,WXDQRHP/i FRQTXLVWRX R &DPSHRQDWR 3DXOLVWDGH $OpP GLVVR WUHLQRX RXWUDV HTXLSHV WDLV FRPR 0DGXUHLUD &5% 9ROWD 5HGRQGD 7XSL 0DUFtOLR 'LDV ,WXDQR 5LR %UDQFRยฒ63 $PpULFD51 -RLQYLOOH 0RJL 0LULP ,SDWLQJD &DERIULHQVH3D\VDQGXSHORTXDOFRQTXLVWRXR&DPSHRQDWR3DUDHQVH GH  $PpULFD5- *DPD %DQJX 5LR %UDQFR GH $PHULFDQR HP VHJXLGD DVVXPLX R FRPDQGR GR 9LOD

UOL

1RYDSHORTXDOOLYURXDHTXLSH GR GHVFHQVR D 6pULH & H 7XSL (P  HVWHYH QR $%& H HVVH DQR HVWDYD QR 6DQWR $QGUp GLVSXWDQGR R SDXOLVWmR ยด1mR WHUHPRV GLร€FXOGDGHV SDUD LPSODQWDU QRVVD ร€ORVRร€D GH MRJR &RQKHoR D PDLRULD GR HOHQFR H YDPRV WUDEDOKDU MXQWR DR GHSDUWDPHQWR GH IXWHERO QD LQGLFDomRGHPDLVQRPHVGHTXDOLGDGHยตGHVWDFRX$GHPLU 2QRYRWUHLQDGRUGR&5% FKHJD HP 0DFHLy QD SUy[LPDVHJXQGDIHLUD  HWHUi SRXFRPDLVGHGXDVVHPDQDV SDUD WUDEDOKDU H DMXVWDU R WLPH SDUD HVWUHLD QR $ODJRDQR

EM NATAL

$6$FRQร€DQRWDEXSDUDHOLPLQDUR $%&HVHJXLUQD&RSDGR1RUGHVWH $%& H $6$ GHFLGHP KRMH XPD YDJD QD VHPLร€QDO GD &RSDGR1RUGHVWH2MRJRHVWi PDUFDGR SDUD DV K QR )UDVTXHLUmR HP 1DWDO51 2 WLPH DODJRDQR VHPSUH p XP DGYHUViULR FRPSOLFDGR IDWR FRPSURYDGRSHORKLVWyULFRGRV FRQIURQWRV (P GR]H SDUWLGDV Rร€FLDLVHQWUHDVGXDVHTXLSHV R $%& QXQFD QmR FRQVHJXLX YHQFHU )RUDP FLQFR YLWyULDV GR$6$HVHWHHPSDWHV 2$6$QmRSHUGHKiTXDWUR URGDGDV QD &RSD GR 1RU-

GHVWHHDSRVWDQDERDIDVHGR JROHLUR *LOVRQ SDUD EXVFDU D FODVVLร€FDomR $SyV R HPSDWH VHP JROV FRP R $%& QHVWD TXDUWDIHLUD  HP$UDSLUDFDRWLPHDODJRDQRYDLGHSHQGHU GR DUTXHLUR SDUD FKHJDU jVVHPLร€QDLV *LOVRQ VRIUHX DSHQDV XP JRO HP TXDWUR MRJRV H DVVLP R$OYLQHJURVRPRXGH]SRQWRV QR UHJLRQDO 1HVVDV SDUWLGDV R WLPH PDUFRX RV VHXV FLQFR JROV QD FRPSHWLomR FRP GHVWDTXHSDUDRDWDFDQWH/pR*D-

PDOKR TXH EDODQoRX D UHGH GXDVYH]HV 2WpFQLFR/HDQGUR&DPSRV PRQWRXDHTXLSHGHWUiVSDUD IUHQWH H WHP GRLV KRPHQV GH SHJDGDQRPHLRFDPSR&DOH %DVtOLRTXHIDFLOLWDPRWUDEDOKR GD GHIHVD H FRQVHTXHQWHPHQWHGRJROHLUR$SHVDUGRV FXLGDGRV GHIHQVLYRV *LOVRQ YHP VHQGR PXLWR H[LJLGR H WHPGDGRWUDEDOKRDRVDWDFDQWHV6HWHUPLQDU[DYDJD QD VHPLร€QDLV GR 1RUGHVWmR YDLVHUGHFLGLGDQRVSrQDOWLV BLOG JANIO BARBOSA

Ademir Fonseca chega na prรณxima segunda-feira para assumir o comando tรฉcnico do CRB

ALAGOANO 2013

&6$HVSHUDEDWHUKRMHR6SRUW $WDODLDQDHVWUHLDGRQRYRWpFQLFR

Goleiro Gilson รฉ uma das seguranรงas do ASA para a sequencia da Copa do Nordeste hoje em Natal

1RYR WpFQLFR GR &6$ %HWR $OPHLGD Mi WHP XPD HTXLSHQDFDEHoDSDUDRMRJR GR&6$GHKRMHjVKFRQWUDR6SRUW$WDODLDSHODGpFLPDURGDGDGR&DPSHRQDWR $ODJRDQR O treinador abre espaoR SDUD D WXUPD JD~FKD GR 0XWDQJHHGHDFRUGRFRPRV WUHLQDPHQWRV GHYH HVFDODU RPHLD0LWK\XrHRDWDFDQWH (YHUDOGRHQWUHRVWLWXODUHV 2PHLD5RGULJXLQKRWDPEpPHVWiWUHLQDQGRQDHTXLSH SULQFLSDO H :DVKLQJWRQ HVWi DWXDQGR PDLV j IUHQWH DR ODGR GH (YHUDOGR 2 ODWHUDOGLUHLWR /HDQGULQKR Mi FXPSULX VXVSHQVmR H UHWRU-

QDDRWLPH 2 D]XOmR SRGH VHU HVFDODGR KRMH FRP  )ODYLR /HDQGULQKR /HDQGUR $GDOEHUWR H )DELDQR 0D[ZHOO  5RGROIR /HYL 0LWK\Xr H 5RGULJXLQKR :DVKLQJWRQ H (YHUDOGR &RP  SRQWRV QD WDEHODR&6$pRDWXDOYLFHOtGHU GR$ODJRDQRHHVWiDDSHQDV XPGROtGHU&(2-iR6SRUW $WDODLD RFXSD D VH[WD FRORFDomRFRPGH]SRQWRV ยด7HUHPRV XPD JUDQGH RSRUWXQLGDGH GH LQLFLDU R WUDEDOKR FRP YLWyULD H GDU XP kQLPR PDLRU DR JUXSR 3HORSRXFRWHPSRTXHWUDEDOKHLFRPHVWHVDWOHWDVSHUFH-

ELDPRWLYDomRHYRQWDGHGH FKHJDUยต GHVWDFRX R FRPDQGDQWHD]XOLQR LEรƒO 1R 6SRUW $WDODLD -DQ H $OGR HVWmR OHVLRQDGRV H VmR G~YLGDVSDUDDSDUWLGD'HVIDOTXHFHUWRpRPHLD&tFHUR $ODJRDQR TXH HVWi VXVSHQVR 3DUD R VHX OXJDU R WpFQLFR-DHOVRQ0DUFHOLQRGHYH URPRYHU D HVWUHLD GR PHLRFDPSLVWD 'LHJR 5HFLIH$ORtVLR &KXODSD TXH WUHLQRX FRP R JUXSR DFHUWRX FRP R *DPD')HIRLHPERUD OUTROS JOGOS K8QLmR[&RULQWKLDQV K&RPHUFLDO[&(2 K0XULFL[&6( G1/AL

EM SANTOS

&RSD%UDVLOGH'RZQKLOOWHUiD SUHVHQoDGHGRLVDODJRDQRV 'RLV DODJRDQRV YmR UHSUHVHQWDURHVWDGRQDPDLRUFRPSHWLomR GH GRZQKLOO GR SDtV D &RSD %UDVLO GH 'RZQKLOO 8UEDQR TXH VHUi GLVSXWDGD nas tradicionais escadarias GH 6DQWRV QR DOWR GR 0RQWH 6HUUDW $ODJRDV YDL FRQWDU FRP GRLV UHSUHVHQWDQWHV QD FRPSHWLomR $XULEHUWR 1HWR XPGRVSUHFXUVRUHVGRHVSRUWH ORFDOHRELFDPSHmRDODJRDQR QD PRGDOLGDGH *LOVRQ 6LOYD PDLVFRQKHFLGRFRPR%RE'+ e D SULPHLUD YH] TXH RV DODJRDQRV SDUWLFLSDP GD FRPSHWLomR GLVSXWDGD GHVGH

 $ FDGD DQR DXPHQWD R Q~PHURGHDGHSWRVGDPRGDOLGDGHHDGHVFLGDGDHVFDGDULD GH 6DQWRV p FRQVLGHUDGD XP das principais provas do caOHQGiULRPXQGLDO A descida acontece na KLVWyULFD HVFDGDULD GR 0RQWH 6HUUDW ORFDOL]DGD QD UHJLmR FHQWUDO GD FLGDGH GH 6DQWRV 'R DOWR GD HVFDGDULD VmR  PHWURVGHDOWXUDFRPUHODomR DRQtYHOGRPDU0XLWDDomRH DGUHQDOLQDQXPDGHVFLGDTXH SRGH DWLQJLU DWp  NP SRU KRUD HP GHWHUPLQDGRV WUHFKRV

$SURYDMiFRQWDFRPPDLV GHLQVFULWRVLQFOXLQGRDOJXQVGRVSULQFLSDLVDWOHWDVGD PRGDOLGDGH FRPR R HVORYDFR )LOLS 3ROF TXH IRL FDPSHmR GR'HVDร€RGR0RUURGH6DQWD 0DUWDH%UHQGDQ)DLUFORXJK HVWUHODGRGRZQKLOOEULWkQLFR 2HYHQWRDEULXRQWHPFRP XPFRQJUHVVRHXPDGHVFLGDD SpSHODHVFDGDULDDOpPGHXP WUHLQR VHP FRQWUROH GH WHPSR +RMH DFRQWHFH D FKDPDGD TXDOLI\ TXH VmR DV SURYDV GH FDWHJRULDVHDSUHPLDomR1R GRPLQJRDFRQWHFHPDVVHPLร€QDLVHDVร€QDLV Novo tรฉcnico do CSA espera estrear com vitรณria hoje, em Atalaia, no duelo contra o Sport


TRIBUNAINDEPENDENTE

Uma praia no rio

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'()(9(5(,52'( DIVERSĂƒO&ARTE

1

Radiohead vai gravar novo ĂĄlbum ainda este ano

Para Ozzy, novo CD do Black Sabbath serĂĄ o mais importante

O Radiohead começarĂĄ a trabalhar em seu nono iOEXPGHHVW~GLRQRÂżQDOGRYHUmRLQJOrV LQYHUQRDTXL QR%UDVLO $LQIRUPDomRIRLUHYHODGDSHOREDL[LVWDGD banda, Colin Greenwood, durante entrevista a rĂĄdio BBC. “Estamos dando um tempo enquanto as pessoas fazem suas prĂłprias coisas e o plano e nos reunirPRVQRÂżQDOGRYHUmR´GLVVH*UHHQZRRG(P RJUXSRODQoRXRiOEXPÂł.LQJRI/LPEV´HVDLXQXPD WXUQrTXHGXURXDWpQRYHPEURGRDQRSDVVDGR

2]]\2VERXUQHHVWiFRQVLGHUDQGRRQRYRiOEXPGR%ODFN6DEEDWK³´FRPRRPDLV LPSRUWDQWHGHVXDFDUUHLUD(OHIH]DGHFODUDomRHPXPYtGHRSURPRFLRQDOSDUDRODQçamento do disco. O cantor garante que o CD terá a cara da banda. Este é o primeiro iOEXPGH2]]\FRPRJXLWDUULVWD7RQ\,RPPLHREDL[LVWD*HH]HU%XWOHUHPDQRV2 ~OWLPRWUDEDOKRHPHVW~GLRGHVVDIRUPDomRIRL³1HYHUVD\GLH´  HDLQGDFRQWDYD FRPREDWHLULVWD%LOO:DUGTXHQmRHVWiSDUWLFLSDQGRGHVWDSUy[LPDJUDYDomR4XHP RVXEVWLWXLp%UDG:LONGR5DJH$JDLQVWWKH0DFKLQH:DUGGHL[RXRSURMHWRSRUQmR FRQFRUGDUFRPRFRQWUDWRTXHOKHIRLLPSRVWRPDVRP~VLFRD¿UPDWHUDLQGDYRQWDGHGH VHUHXQLUFRPRJUXSRHGL]QmRJXDUGDUUHVVHQWLPHQWRDSHVDUGDIUXVWUDomR

N

unca achei a Paraíba o melhor destino para uma viagem. Estou sendo sincero. AtÊ ir por lå e conheFHUDSUDLDà XYLDOGR JacarÊ, localizada no município de Cabedelo, às margens do Rio Paraíba, muito conhecida por oferecer aos seus visitantes um espetåculo diferente ao entardecer. É lindo e vale a viagem. Todos os dias, sempre vestido de branco, o saxofonista Jurandy do Sax e um violinista apresentam os primeiros acordes da bela Bolero, de Ravel, em homenagem ao pôr do sol, atraindo moradores e turistas. O espetåculo, que acontece hå mais de 20 anos, Ê conhecido no mundo todo por sua beleza. Em um momento de muita paz, o sol se despede do dia, num dos mais belos espetåculos da natureza. O visitante pode ainda caminhar no calçadão do JacarÊ, dançar forró pÊ de serra, conhecer um pouco mais da gastronomia regional nos inúmeros reastauntes e bares, conhecer as praças da cidade e aproveitar a oportunidade para comprar as lembrancinhas nas barracas de artesanato. Assim, são os dias na Praia do JacarÊ.

2 em 1

Chicago tem agito de cidade grande, aliado a tranquilidade do meio-oeste americano

Em dias quentes Em dias de calor que tem feito em MaceiĂł, pedida boa ĂŠ a cocada mole com sorvete de tapioca, que ĂŠ servida de sobremesa no PicuĂ­. Refrescante e revigorante, jĂĄ que os dias de Carnaval foram LQWHQVRVSDUDDOJXQV23LFXtÂżFDHP-DUDJXi

+ Brasil 1

+ Brasil 2

Pesquisa realizada pelo MinistĂŠrio do Turismo e pela )XQGDomR*HW~OLR9DUJDVUHYHla que, atĂŠ meados deste ano, os brasileiros devem viajar mais SHOR%UDVLOGRTXHDRH[WHULRU O levantamento, chamado de “Sondagem do Consumidor – ,QWHQomRGH9LDJHP´IRLIHLWR QR~OWLPRPrVGHMDQHLURH FRQWRXFRPDRSLQLmRGH pessoas.

Ainda sobre a pesquisa do MT, quase GRVHQWUHYLVWDGRVDÂżUPDUDP que, se forem viajar atĂŠ julho deste ano, pretendem visitar algum destino GHQWURGR%UDVLO2XWURVGLVseram que gostariam de ir a lugares IRUDGRSDtV$PDLRULD  IDORX TXHXVDULDRDYLmRFRPRPHLRGH transporte. O Nordeste, por sua vez, pDUHJLmRGHSUHIHUrQFLDGHGRV entrevistados, seguido pelo Sudeste  HSHOR6XO  

Madri com cassinos 2JUXSR/DV9HJDV6DQGVGRPXOWLPLOLRQiULRDPHULFDQR6KHOGRQ $GHOVRQFRQÂżUPRXQD~OWLPDVH[WDIHLUDDFRQVWUXomRGHXPLPHQVR FRPSOH[RGHFDVVLQRVHP$OFRUFyQSHUWRGH0DGULFXMDSULPHLUDIDVH custarĂĄ mais de seis bilhĂľes de euros. Segundo o nĂşmero dois do Las 9HJDV6DQGV0LFKDHO/HYHQRJUXSRXWLOL]DUiDSULQFtSLRIXQGRVSUySULRVTXHSHUPLWLUmRLQLFLDUDSULPHLUDIDVHGDFRQVWUXomRGRPDFURFRPSOH[RIRUPDGDSRUTXDWURKRWpLVFRPTXDUWRVFDGDXP$SHGUD IXQGDPHQWDOVHUiFRORFDGDQRÂżQDOGHVWHDQR(PXPPRPHQWRHPTXH D(VSDQKDWHPXPGHVHPSUHJRGHPDLVGHRSURMHWRGHWUrVIDVHV FULDH[SHFWDWLYDVSDUDRJRYHUQRGH$OFRUFyQTXDQWRjFULDomRGH mil postos de trabalho.

PĂłs-Carnaval Comida para tempos pĂłs-Carnaval deve ser leve, mas tambĂŠm deve ser EHPQXWULWLYDSDUDUHSRUHQHUJLDV%RDLGHLDVmRRVFDOGLQKRV SHL[HVXUXUFDPDUmR TXHVHUYHPOiQR$NXDEDHSDUWDTXHPGHVHMDDOJRPDLV OHYHWHPDQRYLGDGHGRGXRGHEDWDWDGRFHHSHL[HSHUIXPDGRHFRORULGR FRPFRFRHGHQGr,PSHUGtYHO2$NXDEDÂżFDQD-DWL~FD

S

e parece difícil imaginar a cidade de São Paulo sem o trânsito caótico ou Nova York com ruas e trens mais limpos, então Ê preciso dar um pulo no meio oeste americano e conhecer uma das cidades mais interessantes do país. É a terceira maior cidade dos Estados Unidos, perdendo em habitantes apenas para Nova York e Los Angeles. Por sua localização central, tem um dos aeroportos mais movimentados de lå. Mas ainda são poucos os que arranjam algum tempo entre as conexþes para dar uma volta na Windy City – cidade do vento, como Ê chamada pelos americanos. Chicago consegue reunir o melhor de dois mundos. É uma grande cidade, com estrutura de metrópole, mas tem menos de três milhþes de habitantes – contra 8,3 milhþes da eterna rival Nova York. A diferença Ê vista em todo lugar: o metrô Ê mais limpo e menos cheio, o trânsito Ê intenso, mas dentro do que se espera de uma metrópole. Coloque ainda a PDJQtÀFDRUODGR/DJR0LFKLJDQ prÊdios altíssimos, museus imperdíveis e uma ótima estrutura GHKRWpLVHHQWmRRSDVVHLRÀFD imperdível.

A inevitĂĄvel comparação com Nova York mostra um dado curioso. Chicago recebe mais ou menos o mesmo nĂşmero de turistas que a Big Apple, nĂşmero que ultrapassa o de 40 milhĂľes por ano, mas enquanto na costa leste eles gastam quase 34 bilhĂľes de dĂłlares anuais, este nĂşmero cai para 12 bilhĂľes de dĂłlares no meio-oeste. A infraestrutura da cidade, porĂŠm, conta com muitas opçþes de entretenimento, que incluem mais de 40 museus, 200 cinemas e 7300 restaurantes, entre outros atrativos. VERĂƒO QUE NUNCA ACABA O verĂŁo ĂŠ sem dĂşvida a ĂŠpoca mais desejada por quem mora por ali. Festivais e eventos gratuitos sĂŁo vistos toda semana pela cidade. No Navy Pier, centro turĂ­stico com teatros, restaurantes e tambĂŠm uma vistosa roda gigante voltada para o lago Michigan, shows com fogos de artifĂ­cio ocorrem duas vezes por semana. Quem chega pelo aeroporto internacional de O’Hare pode atĂŠ se confundir ao ver Chicago pela janela do aviĂŁo: o gigantesco lago Michigan deixa para o visitante a impressĂŁo de que se estĂĄ Ă beira-mar. Mesmo a mais de mil quilĂ´metros do oceano Atlântico e

TXDVHWUrVPLOGR3DFtÀFRDFDUD de praia estå por todo lado – são 30 delas, que lotam nos dias mais quentes. A cidade aproveita cada centímetro da orla do lago Michigan, que se estende por quase 42 quilômetros, 29 deles preparados para bicicletas, corridas e caminhadas. Hå barcos espalhados por toda a orla, alÊm dos que circulam pelo rio Chicago, destino da maioria dos tours arquitetônicos, que mostram os famosos arranha-cÊus da cidade. E o melhor de tudo Ê não ter nenhuma maresia, jå que o lago Ê de ågua doce. São 500 parques espalhados pela cidade, incluindo o Millenium Park, inaugurado em 2004. O Central Park do meio oeste levou TXDVHGH]DQRVSDUDVHUÀQDOL]Ddo. O projeto, que sempre esteve no plano diretor da cidade, chegou a ser um enorme estacionamento nos anos 90. Hoje, a årea conta com monumentos interativos, esculturas gigantescas, exposiçþes de arte e concertos musicais apresentados em um teatro montado à frente de um gigantesco gramado. Tudo de graça. No inverno, uma pista de patinação no gelo Ê montada e liberada para quem jå possui patins. NinguÊm mais quer sair de lå.


2

TRIBUNAINDEPENDENTE

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - SĂ BADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2013

Ressaca de Carnaval Um importante passo para o resgate do Carnaval de rua de MaceiĂł foi dado por um movimento cultural “Quem Ama MaceiĂł Ficaâ€?. Desde a semana passada os integrantes do movimento vĂŞm discutindo a importância de manter vivas as tradiçþes locais. A primeira iniciativa do grupo serĂĄ a realização da ressaca de Carnaval 2013, que vai acontecer no prĂłximo domingo, no bairro da JatiĂşca. Ă s 15h, no ColĂŠgio Rosalvo LĂ´bo, na Avenida Castelo Branco, bairro da JatiĂşca. Aberto ao poĂşblico, com orquestra de tambores e apresentaçþes de grupos afros.

Em breve A Cia. NĂŞga FulĂ´ estreia sĂĄbado, 23 de fevereiro, sua mais nova montagem teatral. ‘Tchuplin: o mistĂŠrio para salvar o ponto azul’ ĂŠ um espetĂĄculo infantil que busca desvendar um segredo: como proteger o planeta Terra de nĂłs mesmos? Na peça, quatro crianças criam uma geringonça e viajam no tempo Ă procura da mente mais brilhante que possa defender o planeta da destruição. Com direção e dramaturgia de RenĂŠ Guerra, direção de arte de Eris Maximiano, trilha sonora do premiado mĂşsico Wado e texto original de Adriana Manolio e P.H. Deptuesqui, o espetĂĄculo traz no elenco os experientes atores RĂŠgis de Souza, Diva Gonçalves, Alderir Souza e Daniel Dabasi. O projeto foi contemplado pelo PrĂŞmio Myriam Muniz, da Funarte, Minc. Estreia: 23 de fevereiro, Ă s 17h, no Teatro Sesi, na Pajuçara. Mais Informaçþes: 9973-9923.

Final de abril O show da cantora Alcione, em Maceió, anunciado um pouco antes do Carnaval, VyDJRUDIRLFRQ¿UPDGRR¿FLDOPHQWH$ apresentação acontece em comemoração aos 40 anos de carreira da cantora, conhecida por seus sambas românticos. A apresentação acontece dia 27 de abril, na Musique. A assessoria prometeu para breve a divulgação dos valores do ingresso e locais de compra.

Espetåculo O espetåculo Conversando com a mamãe, que tem no elenco a atriz Beatriz Segal e o ator Herson Capri, estarå em cartaz nos dias 11, 12 e 13 de maio, no palco do Teatro Deodoro. Em Conversando com Mamãe, Beatriz Segall interpreta uma senhora de 82 anos. Herson Capri, SRUVXDYH]p-DLPHR¿OKRFLQTXHQWmR que pouco convive com a mãe e só tem QRWtFLDVGHODSRUWHOHIRQH8PHQFRQWUR deles para resolver uma crise rende momentos divertidos e emociona ao trazer temas como afeto, companheirismo e afastamento. Com sensibilidade, a diretora Susana Garcia supera os clichês do texto. Beatriz Segall confere um tom F{PLFRLUUHVLVWtYHOjVXDSHUVRQDJHP Apoiado por ela, Capri retrata com rigor o constrangimento de um homem fracassado e ao mesmo tempo surpreso com a cumplicidade perdida ao longo da vida. Mais informaçþes em breve.

Para rir muito

O espetĂĄculo “Alegria de Pobre Dura Poucoâ€? serĂĄ atração no teatro do Centro Cultural Sesi, no prĂłximo dia 25, a partir das 20h. A peça ĂŠ protagonizada pela hilĂĄria Zezilda, durante os Ăşltimos seis anos. O ator e tambĂŠm autor do roteiro, Marcos de Jesus, teve como base de estudo e inspiração dados do Instituto de Pesquisa EcoQ{PLFD$SOLFDGD ,SHD VREUHDSREUH]DTXHDVVRODYDR(VWDGRHPOLGHUDQGRRVtQGLFHVQRUGHVWLQRV

Rodando o Brasil

VivĂŞncias

Os Raimundos estĂŁo rodando o Brasil com o show ClĂĄssicos do Vinil, “LavĂ´ tĂĄ novoâ€?. No show eles vĂŁo cantar mĂşsicas do Ultraje, da prĂłpria banda, com clĂĄsVLFRVGR5RGD9LYD8PVKRZLPSHUGtYHO0DFHLyIDUi parte dessa grande turnĂŞ, dia 23 de março de 2013, na Vox Room. Preço: R$ 35 Pista, R$ 60 Fronts Stage e R$ 80 camarote open bar. Contato: (82) 3032-0088.

Com cerca de 40 belas imagens clicadas por Luciana Ourique, entre Recife e Maceió, pelo litoral e Zona da Mata, a Exposição Vivências estå em cartaz no Museu da Imagem e do Som de Alagoas (Misa). A mostra estå aberta ao público atÊ o dia 26 de fevereiro, de terça à sexta, das 8h às 14h. Telefones para contato: 3315-7882 e 3315-7884.

Exposição TrofÊus 20XVHX7KpR%UDQGmRUHFHEHDWpGHPDUoRD([SRVLomR7URIpXV¹*HRJUD¿D6LPEyOLFDGH=pGR&KDOp As peças podem ser vistas de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 17h, e no såbado, das 14h às 17h. Mais informaçþes podem ser obtidas pelo telefone 3221-2651.

FALE CONOSCO - A Agenda Ê um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiçþes podem enviar material atravÊs do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h LADO A LADO

Afonso sugere a Albertinho que ele desista de Elias. Alzira não gosta de assistir Diva fazendo comÊdia. Isabel avisa a Edgar que precisa se livrar do inquÊrito, antes que Elias descubra que Constância Ê sua avó. Jurema pergunta a ZÊ Maria se ele pensa em desistir do casamento com Isabel. Catarina não concorda com Edgar, que insiste na ideia de matricular Melissa na escola de Laura. ZÊ Maria tira Elias da escola, ao ver Constância subir o morro. Isabel då um ultimato em Laura, para expulsar a mãe da escola.

GLOBO 19h GUERRA DOS SEXOS

Kiko tem uma crise por causa do casamento e Roberta o repreende. Ulisses admira Vânia. Juliana decide ir à casa de Nando. Nenê tenta abrir o armårio de Vitório no aeroporto. Zenon se aproxima de Analú. Uma senhora se aproxima GH5REHUWDH1DQGRGHVFRQ¿D&DUROLQDFRQvence Felipe a passear com ela depois do jantar. Alexandra faz uma serenata para Otåvio. Felipe se desespera ao ver que serå obrigado a passar a noite com Carolina. A senhora leva Nando e Roberta para um beco e o casal Ê assaltado por uma quadrilha.

GLOBO 21h SALVE JORGE

/XFLPDUD¿UPDDRVUHSyUWHUHVTXH/tYLDPDQGRX Morena para a Turquia. Celso fala mal de Antônia para Érica. Helô lê a reportagem com Lucimar e pede para conversar com ela. Theo DVVLVWHjFROHWLYDGH/tYLDH¿FDLQGLJQDGR7KHR avisa a Lucimar que vai ajudå-la a desmentir /tYLDQDPtGLD/XUGLQKDFRORFDQDLQWHUQHWDIRWR da pulseira que ganhou quando nasceu. Wanda se esconde ao ver Mustafå entrando na boate. 7KHRFRQ¿UPDSDUDXPUHSyUWHUTXH/tYLDTXHULD levar Morena para a Turquia para prender os assassinos de JÊssica.

RECORDE 21h BALACOBACO

Não hå exibição aos såbados.


TRIBUNAINDEPENDENTE

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'()(9(5(,52'( DIVERSĂƒO&ARTE ',98/*$d­2

3

Lado a Lado�, que tem Marjorie Estiano no elenco, entra em suas últimas semanas na faixa das 18h da Globo

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

Record Ê a que mais usa e abusa da presença de anþes

S

e depender Ăşnica e exclusivamente da Record e da cota que ela vem utilizando, nĂŁo haverĂĄ mais anĂŁo desempregado, pelo menos na TV. Longe de querer brincar com isso ou cometer alguma injustiça com quem quer que seja, a coluna se dispĂľe a publicar necessĂĄria correção se for o caso. Por baixo, sĂł considerando apenas pessoal de vĂ­deo, quatro deles, atuando em programas como “O Melhor do Brasilâ€?, do Rodrigo Faro; “LegendĂĄriosâ€?, do Marcos Mion; e “Balanço Geralâ€?, do Geraldo Luiz. Com todo respeito, circo perde. Nenhum atĂŠ agora chegou a tanto. Na verdade, nada contra a presença de anĂľes em programas. Ao contrĂĄrio. SĂŁo trabalhadores como outro qualquer. A questĂŁo toda se encontra na maneira como eles sĂŁo acionados, e nĂŁo somente na 5HFRUG3DUHFHTXHVHLQVWLWXFLRQDOL]RXQHOHVDĂ€JXUD do palhaço, que sĂł servem para escrachos ou serem ridicularizados. Nada mais que isso. E, ĂŠ claro, que nĂŁo ĂŠ por aĂ­. Na contramĂŁo de tudo, como exemplo do bem e como simples consequĂŞncia da sua enorme capacidade de trabalho, o ator Peter Dinklage - Tyrion Lannister, protagonista da sĂŠrie “Game Of Thronesâ€?, da HBO, e ganhador do Emmy. Tem apenas 1m35 e um talento absurdo. Mas, por aqui, pedir qualquer coisa diferente sempre serĂĄ um pouco demais.

$VpULH³'RXWRUD3ULVFLOD´GH $JXLQDOGR6LOYDTXHDLQGDQmRWHP RVHXSURJUDPDSLORWRLQWHLUDPHQWH HVFULWRSRGHUiLQLFLDOPHQWHVHU DSUHVHQWDGDQD*ORERFRPRHVSHFLDOGH¿PGHDQR (DSDUWLUGDtGHSHQGHQGRGRV VHXVUHVXOWDGRVVHSHQVDUQXPD FRLVDPDLRU

Š Revistas COQUETEL 2013

“Mamma (?)â€?, expressĂŁo italiana NĂşcleo de formação da elite intelectual

Pranto; lĂĄgrimas Clube mineiro (fut.)

Instrumento da pena por decapitação Pedaço Antigo sucesso de Ivan Lins Código de Endereçamento Postal

Formato da pupila humana (Anat.) Lewis Carroll, escritor inglĂŞs

à rvore de lenho resistente à putrefação

I P

Peça dispensĂĄvel no “touch screenâ€? (?) Dutra: liga o Rio a SĂŁo Paulo

Situada na costa do RJ e do ES, responde por mais de 80% da produção nacional de petróleo Asneira; disparate Em + o

Escanteio (fut.) Otaviano Costa, ator brasileiro

Letra do logotipo do Twitter

“(?) Casmurro�, obra machadiana

E Precavido (?) Brasil, criador do Butantan

Sinal do “n� em palavras espanholas

Deve ser cobrado na conduta infantil Muito bacana (gíria – fem.) Aditivo do sal Ave dos cerrados

Discagem Direta Internacional Longe Participantes da mesaredonda

Voltar; regressar Neide Duarte, repĂłrter da Globo

Renato Machado, jornalista brasileiro

Conterrâneo de DÊbora Falabella

3/mia. 5/irada — tecla — vital. 6/córner — limite. 9/vitoriosa. 11/debatedores.

BANCO

Ação penosa para o avarento

Capaz; competente

6

Solução

os tempos!

pegando fogo nas bancas!

Š 2013 Classic Media, LLC.

de todos

B I N A O C C I O S A R D N T E E C R AD A R M P V I R O R E S

mais encapetado

A C L H O T C O O E R L T O R I C V I D E O I M A L I I O DO E M N M I N E A TE D O

do diabinho

M G U I N A I V I C E P P R E S V I T D D I A L D D E B

A volta

Bate-rebate

Xô, baixo astral $iUHDPXVLFDOGD5HFRUGSDUWLFLSRX GHXPDUHXQLmRQR5HFQRY5LRH FRORFRXjGLVSRVLomRGLYHUVDVRSo}HVSDUDDWULOKDVRQRUDGH³'RQD ;HSD´ 'HVGHMiRGHVHMRpPRQWDUXPD VHOHomRGDVPDLVDQLPDGDV%HP SUDFLPD

PrĂłxima parada 0XLWRVDLQGDGHYHPVHOHPEUDUGR SURJUDPDGR)iELR-XQLRUQD5HFRUGTXHHOHPDLVMRJDYDFKDUPH GRTXHSURSULDPHQWHFDQWDYD6DLX DWpXPFDVDPHQWRHQWUHRVPXLWRV GDVXDFROHomRSRUFDXVDGLVVR ,QIRUPDVHDJRUDTXHH[LVWHD LGHLDGHID]HUDOJRSDUHFLGRFRPR 0DXUtFLR0DWWDUHVSHFLDOPHQWHVH GHSHQGHUGDYRQWDGHGHOH

Bom exemplo

Val causa na Bahia

2FDUQDYDOIRLHPIUHQWHPDVÂżFRX HPWRGRVSULQFLSDOPHQWHHQWUHRV SURÂżVVLRQDLVGHUiGLRH79DPHOKRU GDVLPSUHVV}HVVREUHDSRVWXUDGH ,YHWH6DQJDOR 1RVPDLVGLYHUVRVPRPHQWRVHOD VHPSUHVHPRVWURXGLVSRVWDDFRlaborar. NĂŁo por acaso ĂŠ o sucesso TXHp

'HSRLVGDSUHVHQoDGD9DO0DUFKLRULHP6DOYDGRURFDUQDYDOGD%DKLD QXQFDPDLVVHUiRPHVPRSHORPHQRVQRTXHGL]UHVSHLWRDRSHVVRDOGD %DQG6HJXQGRLQIRUPDo}HVGHTXHPHVWHYHOiHODGHL[RXDOJXQVjEHLUD GHXPDWDTXHGHQHUYRV

,ULV$EUDYDQHOPXOKHUGRGRQR HDXWRUDGR6%7VXUSUHHQGHXD HTXLSHGH³&KLTXLWLWDV´VXEVWLWXWD GH³&DUURVVHO´ 1DTXDUWDIHLUDGHFLQ]DVHOD HQWUHJRXRVSULPHLURVFDStWXORV GDQRYHODSDUDLQtFLRLPHGLDWRGRV WUDEDOKRVGHSURGXomR1LQJXpP SRGHUHFODPDUGHPDLVQDGD

www.coquetel.com.br

5DXO*LOSHORPHQRVDWpDTXLIRL RFDUDGR³/XFLDQD%\1LJKW´QD 5HGH79 $VXDHQWUHYLVWDH[LELGDHPGH GH]HPEURDWLQJLXRPDLRUtQGLFHGR SURJUDPDDWpRPRPHQWRFRP SRQWRVQR,ERSH -iDUHSULVHGD~OWLPDWHUoDIHLUD DLQGDHPSOHQRFDUQDYDOFRP GHPpGLDIRLDVHJXQGD

Mudança de rumo

PacotĂŁo pĂłs-folia

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

SĂł deu ele

TV TUDO

O mistĂŠrio das panicats $VSDQLFDWVIRUDPHVFROKLGDVFRPR JDURWDVSURSDJDQGDGRFDPDURWHGD%DQGHP6DOYDGRUpDWp Âż]HUDPDQWHFLSDGDPHQWHWRGR XPWUDEDOKRSURPRFLRQDOHPFLPD

GLVVR6yTXHGXUDQWHRFDUQDYDO PHVPRQLQJXpPWHYHQRWtFLDV GHODV6LPSOHVPHQWHQmRDSDUHFHUDP$JRUDWHQWDVHGHVFREULUFRP RUGHPGHTXHP"

Tande ĂŠ afastado e Ivan MorĂŠ assume “EEâ€? $VGHVFRQÂżDQoDVHPWRUQRGRDVVXQWRDFDEDUDPVHFRQÂżUPDQGR ,YDQ0RUpDSDUWLUGHDPDQKmGRPLQJRSDVVDDFRQGLomRGHWLWXODUQR Âł(VSRUWH(VSHWDFXODU´GD*ORER7DQGHGHSRLVGDVIpULDVQmRUHDVVXPLUi RSURJUDPDHDLQGDQmRH[LVWHPLQIRUPDo}HVVHVHUiDSURYHLWDGRRXQmR HPRXWURSURMHWR,YDQ0RUpIRLFRPXQLFDGRRQWHPHDJRUDHPGHÂżQLWLYR LUiIRUPDUGXSODFRP*OHQGD.R]ORZVNL7UDWDVHGHXPDGDVSULPHLUDV PHGLGDVWRPDGDVSHORQRYRGLUHWRUGDiUHDGHHVSRUWHV5HQDWR5LEHLUR

CampeĂŁ de vendas

Vai indo

6HGHSHQGHU~QLFDHH[FOXVLYDPHQWHGRFRPHUFLDOGD %DQGHLUDQWHVQmRKDYHUiSUREOHPDQHQKXPSDUDUHQRYDUR FRQWUDWRGD$GULDQH*DOLVWHX2VHXSRWHQFLDOpPXLWRIRUWH 0HVPRVHPHVWDUjIUHQWHGHXPERPSURGXWRHODVHPSUH YHQGHPXLWREHP

8PDHTXLSHGD0L[HUFRQWLQXD¿QDOL]DQGRDSURGXomRGDVpULH³$9LGDGH5D¿QKD%DVWRV´GRFDQDO );$VJUDYDo}HVTXHDFRQWHFHPHP3RUWXJDO VHJXHPDWpPHDGRVGHPDUoR

LIBRA Âą D Âą9RFrSRGH QmRVDEHURTXHTXHUQRWUDEDOKR PDVMiVDEHRTXHQmRTXHUPDLVQR DPRUQDVDPL]DGHV0RPHQWRERP SDUDHVWDUHPFRQWDWRFRQVLJRpR SHUtRGRGHDYDOLDomRTXHUHVXOWDUi HPGHFLV}HVVLPSOHVHSUiWLFDV &DUWDGR'LD2'LDERTXHVLJQLÂżFD (QHUJLDV1HJDWLYDV ESCORPIĂƒO – (23/10 a 21/11) Âą,QIRUPDo}HVDFHUWDGDVDSDUWLU GHKRMHDFXGLUmRYRFrQXPDMXVWH LPSRUWDQWHFRPSHVVRDVSUy[LPDV QRVSUy[LPRVGLDV)LHVHPDLVQD VXDH[SHULrQFLD(PPXLWRVFDVRV HVWDUiVR]LQKRHVHPDSRLRV$ OyJLFDDQGDIDOKDQGR &DUWDGR'LD$3DSLVDTXHVLJQLÂżFD (VWDELOLGDGH(VWXGRH0LVWpULR SAGITĂ RIO – (22/11 a 21/12) – 2VFRQWDWRVGHVHPSHQKDPSDSHO GHFLVLYRQXPDLQLFLDWLYDGHWUDEDOKR 0DUWHH1HWXQRVLQDOL]DPG~YLGDV HLQVHJXUDQoDVQRFDPSRIDPLOLDU PDVTXDQWRPDLVYRFrLQGDJDU PDLVÂżFDUiREVFXUR$YDOLHRXUHĂ€LWD VR]LQKR &DUWDGR'LD$5RGDGD)RUWXQD TXHVLJQLÂżFD6RUWH$FRQWHFLPHQWRV ,QHVSHUDGRV CAPRICĂ“RNIO – (22/12 a 19/1) Âą0HVPRTXHYRFrHVWHMDFRP DOJXPGLQKHLURVREUDQGRSRGHVH DSUHVVDU(VWHpXPERPPRPHQWR SDUDFRPSUDULWHQVTXHRDMXGHPD WRFDUDYLGDFRWLGLDQDHRWUDEDOKR 2DPRUVHJXHSUHYLVtYHOKRMH &DUWDGR'LDGH&RSDVTXHVLJQLÂżFD&RQFUHWL]DomR)HOLFLGDGH AQUĂ RIO – (20/1 a 18/2) – Um WRTXHERQLWRQRVHXWUDEDOKRXVH VHXWDOHQWRSUDFULDUXPFOLPDLQVSLUDGRU8PFROHJDDJUDGHFHUiVXD JHQHURVLGDGH1mRpPRPHQWRSDUD VHHQYROYHUHPFDVRDPRURVRFRP FROHJDVRXFRQKHFLGRV$JXDUGHD QRLWHSUDUHOD[DU &DUWDGR'LD2V(QDPRUDGRVTXH VLJQLÂżFD(VFROKD PEIXES Âą D 3ODQHWDV HPVHXVLJQRLQWHQVLILFDPLQVWDELOLGDGH HPRFLRQDO'HVFRQILHGHVLSUySULRHGH DOJXPDVFLVPDV1mRpEHPRTXHSDUHFH DUHDomRGHXPFROHJDGHWUDEDOKRDQDOLVH FRPRWHPWUDWDGRRSHVVRDOPDLVSUy[LPR 1RDPRUQmRFRPEDWDGHVHQIUHDGDPHQWH WRGRVRVVHXVLPSXOVRVSRLVKiVLWXDo}HV TXHQmRVHUHSHWHP &DUWDGR'LDGH2XURVTXHVLJQLÂżFD Projetos

&¡HVWÀQL (PWUrVGLDVRFRUUHVSRQGHQWHGD *ORERQD)UDQoD0DUFRV8FKRD IRLOHYDGRDXPSHTXHQRWRXUSHOD Europa. 6DLXGH3DULVSDUD5HJHQVEXUJ QD$OHPDQKDHQDTXLQWDIHLUDMi HVWDYDHP=XULTXHQD6XtoDQXP HQFRQWURGD),)$ )LFDPRVDVVLP0DVDPDQKmWHP PDLV7FKDX

FCFTYYI

HORĂ“SCOPO Ă RIES D Âą7LUHRGLD SDUDFXLGDUGRVVHXVDVVXQWRV SULYDGRVHDVVLPTXHDWDUGHFKHJDU YRFrSRGHUHOD[DUDRODGRGHTXHP DPD9LGDtQWLPDHPDOWD&XLGDGRFRPGRFXPHQWRVGHWUDEDOKR YLDJHQVGH~OWLPDKRUDHFRQYHUVDV DWUDYHVVDGDV &DUWDGR'LD9DOHWHGH2XURVTXH VLJQLÂżFD5HĂ€H[mR1RYLGDGHV TOURO Âą D Âą&RQWLQXH QDPHVPDEDWLGDTXHRQWHPpERP QmRDSDUHFHUGHPDLVHVSHUHVHXV VXSHULRUHVHFKHIHVVHSURQXQFLDUHPDQWHVGHHPLWLUDVXDRSLQLmR 'HQRLWHFOLPDDPRURVRpDQRWDDOWD TXHHQFDQWDRVHXDPRU &DUWDGR'LDGH&RSDVTXH VLJQLÂżFD&RQFOXVmR GĂŠMEOS – (21/5 a 21/6) – Hoje DLQGDYLGDVRFLDOH[HUFHXPDWUDWLYR HVSHFLDOVREUHYRFrDLQGDDVVLP UHVROYDRVDVVXQWRVSHQGHQWHVQR WUDEDOKRHQDSDUWHGDWDUGHUHVHUYH XPWHPSLQKRSDUDUHVROYHUSHQGHQFLDVEXURFUiWLFDV'HL[HDQRLWHSDUD GHVFDQVDU &DUWDGR'LDGH(VSDGDVTXH VLJQLÂżFD$YDUH]D CĂ‚NCER Âą D Âą0DLVXP GLDFRPXPDVWUDOyWLPRSDUDYRFr FXLGDUGRVDVVXQWRVGHWUDEDOKR ÂżTXHOLJDGRQXPDSURSRVWDTXHVHX VXSHULRUOKHÂż]HU1DGDGHSHVRVH HQFDUJRVH[WUDVPDVPXLWDWURFD HĂ€H[LELOLGDGHQRDPRUHVSHFLDOPHQWH &DUWDGR'LD&DYDOHLURGH(VSDGDV TXHVLJQLÂżFD*XHUUHLUR&XLGDGR LEĂƒO Âą D Âą'HVFRQFHQWUDomRHLUULWDELOLGDGHSRGHPVXUJLU KRMHHPPRPHQWRVGHOLFDGRVQXPD FRQYHUVDFRPFOLHQWHRXFKHIH &HQiULRDVWUDOGHVWDFDHPRo}HV HVTXHFLGDVQHFHVVLGDGHVTXHGHVSUH]RXHDJRUDHODVVXUJHPIRUWHV HSRGHURVDV &DUWDGR'LD5HLGH2XURVTXH VLJQLÂżFD,QWHOLJHQWH3UiWLFR VIRGEMÂą D Âą'HVYLRV GHURWDSRGHPDJRUDVHUFRUULJLGRVFDVDHUHODo}HVFRPVyFLRV SDUFHLURVHF{QMXJHHVWmRHP SULPHLURSODQRSRLVYRFrQmRHVWi FRQVHJXLQGRVHSDUDURTXHpVHXGR TXHpGHOHV &XLGDGRFRPWUDQVDo}HVÂżQDQFHLras. &DUWDGR'LD&DYDOHLURGH&RSDV TXHVLJQLÂżFD3URSRVWD9DQWDMRVD

¡Naldo serĂĄ o convidado do “De frente com Gabiâ€?, neste domingo, no SBT. Ă‚1RGXURQRGXURQLQJXpPQR6%7 VDEHLQIRUPDUDWpTXDQGR6LOYLR 6DQWRVSUHWHQGHFRQWLQXDUDVVXDV IpULDVQRV(VWDGRV8QLGRV ¡Podem acontecer, como surpresas, algumas participaçþes especiais em “Guerra dos Sexosâ€?. Ă‚6LOYLRGH$EUHXYDLVHSURQXQFLDU VREUHLVVRQRPRPHQWRRSRUWXQR ¡Globo jĂĄ colocou no ar entradas do Fausto Silva, ao longo da programação, apresentando os concorrentes do “Melhores do Anoâ€?. Ă‚$OLiVFRPRVHPSUHDFRQWHFHVHUi XPSURJUDPDHVSHFLDOWUDQVPLWLGR GLUHWDPHQWHGR3URMDF ¡JĂĄ estĂĄ em processo de produção. Ă‚6RQLD%ORWDGD%DQGVHGHVORFRX UDSLGDPHQWHSDUDR9DWLFDQRH GHVGHRFRPHoRGDVHPDQDWHP DFRPSDQKDGRWRGDDPRYLPHQWDomR HPWRUQRGDUHQ~QFLDGR3DSD ¡A Rede TV! tambĂŠm estĂĄ lĂĄ com Franz Vacek. Ă‚/DPHQWDVHDSHQDVTXHD5HFRUG DRFRQWUiULRGHRXWUDVRFDVL}HV FRQWLQXDPLQLPL]DQGRDLPSRUWkQFLD GRIDWR ¡Diogo Portugal, roteirista do programa “Luciana by Nightâ€?, passou a integrar o time de humoristas do “ComĂŠdia ao Vivoâ€?, que se apresenta toda sexta-feira no Teatro Renaissance.

LANÇAMENTO

Betamax volta ao estĂşdio para gravar novo trabalho

P

ouco antes do Carnaval a banda alagoana Betamax entrou em estĂşdio para começar a preparar material inĂŠdito. As gravaçþes acontecem no estĂşdio G, em MaceiĂł. Agora com cinco integrantes, a banda prepara um novo formato de divulgação – em vez de promover um disco inteiro, faixas serĂŁo liberadas periodicamente, acompanhadas por um videoclipe. Desta vez, os garotos trabalham com o baixista e produtor musical Emmanuel Miranda, mais conhecido na cena alagoana como “Sapulhaâ€?.

“Fui!â€?, “Desde Que eu Perdi VocĂŞâ€? e “Walk Togetherâ€? sĂŁo os tĂ­tulos das cançþes a ser gravadas e que devem chegar ao ouvido do pĂşblico nos prĂłximos meses. Todas foram compostas por membros da Betamax e tem uma pegada com SHUĂ€OPDLVSRS O plano ĂŠ que a primeira mĂşsica de trabalho seja divulgada jĂĄ em abril. A Betamax lançou seu primeiro ĂĄlbum, “VersĂŁo Betaâ€?, em novembro de 2011. Com 13 faixas autorais, o disco rendeu dois singles, “Deixa Voltarâ€? e “When The Sun Goes Downâ€?.


4

DIVERSÃO&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

0$&(,Ï6È%$'2'()(9(5(,52'(

“O conhecimento é orgulhoso por ter aprendido tanto; a sabedoria é humilde por não saber mais” )2726%<CHICO BRANDÃO

2

Top News enfoca as conhecidas médicas dermatologistas, Executiva Nadejane Madeiros retoma as atividades Cleide Vieira e Maria Cecília Pugliese, elas comandam depois de merecidos dias de descanso com sucesso a ‘Clínica Dermis’, no Harmony II neste carnaval no Resort no Gungaporanga

A

Ana DóriaD¿OKDMichelle e o neto Pedro curtindo o carnaval no Salinas Maragogi, no momento de descontração e merecido descanso para as amigas

Brincões são os acessórios do momento

SHVDUGDWHQGrQFLDGRVPD[LFRODUHVHGRVDQpLVJUDQGHV FRQWLQXDUHPHPDOWDDJRUDDPRGDGDYH]pDGRVEULQF}HV 3HUIHLWRVSDUDRYHUmRHOHVDMXGDPDOHYDQWDUTXDOTXHUYLVXDO 3DUDTXHPDLQGDQmRHVWiDFRVWXPDGDDXVDUXPDFHVVyULRWmR FKDPDWLYRDGLFDpLQYHVWLUHPXPDURXSDEiVLFDVHPPXLWD LQIRUPDomRGHL[DQGRDVWH[WXUDVHHVWDPSDVGHODGRHSHUPLWLQGR TXHRVEULQFRVVHMDPRIRFRGRORRN8PSUHWLQKREiVLFRpXPD ERDRSomRSDUDYDORUL]iORVVHPGHL[DURYLVXDOPXLWRFDUUHJDGR 2XWUDGLFDSDUDDV³LQLFLDQWHV´HPEULQF}HVpFRPELQDUDWRQDOLGDGH GDVSHGUDVFRPDFRUGDURXSDHGRVDFHVVyULRVeLPSRUWDQWH VHPSUHOHPEUDUGHXVDURVPHVPRVPHWDLVVHREULQFRSRVVXL GRXUDGRGHL[HRVGHWDOKHVSUDWDRXEURQ]HGRORRNGHQWURGR DUPiULRHVDLDDSHQDVFRPWRQDOLGDGHVRXUR

3RUVHUHPFKDPDWLYRVRVEULQFRVJUDQGHVGLVSHQVDPRXVRGH RXWUDVMyLDVPDVWDPEpPSRGHPVHUFRPELQDGRVVHPJUDQGHV ULVFRVFRPFRODUHVRXDQpLVPDLVGLVFUHWRV 0XLWDVYH]HVXPEULQFRERQLWRHXPDPDTXLDJHPEHPIHLWDMi VmRRVX¿FLHQWHSDUDXPDDSDUrQFLDHOHJDQWHPHVPRTXHRUHVWR GRORRNQmRWHQKDPXLWRLPSDFWR(OHJDQKDPDLVGHVWDTXHFRP FDEHORSUHVRPDVWDPEpP¿FDERQLWRHQWUHRV¿RV GRFDEHORVROWR -iDVPXOKHUHVTXHQmRWrPPHGRGHRXVDUHJRVWDPGH³PXLWR RXUR´YDOHPLVWXUDUWXGRHPRQWDUXPYLVXDOUHSOHWRGHLQIRUPDomR &RQWDQWRTXHFRPELQHFRPDSHUVRQDOLGDGHGHTXHPHVWiXVDQGR HTXHRUHVXOWDGR¿QDOVHMDKDUPRQLRVRpSRVVtYHOFULDUXPORRN GHVFRODGRPLVWXUDQGRFRUHVPHWDLVHYiULDVMyLDV

No Ritz

A

U

FDSLWDODODJRDQDIRLHVFROKLGDSDUDVHGLDU R6HPLQiULRVREUH(YHQWRVGH([LELomR 3~EOLFDGD&RSDGR0XQGRGD),)$2 HYHQWRR¿FLDOpLQpGLWRHDSUHVHQWDUiFULWpULRV HUHJUDVSDUDDSURWHomRGRVGLUHLWRVGD 79*OREROLFHQFLDGDSULQFLSDOGHPtGLDGD ),)$QR%UDVLO3UHYLVWRSDUDDFRQWHFHUQR +RWHO5LW]/DJRDGD$QWDQRSUy[LPRGLD GHPDUoRR6HPLQiULRpRUJDQL]DGR SHOR&RPLWr2UJDQL]DGRU/RFDO &2/ GD &RSDGR0XQGRGD),)$%UDVLOHSHOD),)$FRPRDSRLRGR*RYHUQR GH$ODJRDVDWUDYpVGR&RPLWr*HVWRUGR3URMHWR$ODJRDV&HQWURGH 7UHLQDPHQWR6HOHo}HVGD&RSDGR0XQGR &RPFRSD$ODJRDV 

&

Prêmio

RPD¿QDOLGDGHGHUHFRQKHFHU DSDUFHULDGHHPSUHVDVHyUJmR S~EOLFRVD)DFXOGDGH,QWHJUDGD 7LUDGHQWHV)LWVODQoDR3UrPLR &RQKHFLPHQWR6HPOLPLWHV2 SUrPLRDJUDFLDUiRVSDUFHLURVTXH GLUHWDRXLQGLUHWDPHQWHHVWLPXODP VHXVFRODERUDGRUHVDEXVFDU RFRQKHFLPHQWRSURFXUDQGR IRUPDomRHGHVHQYROYLPHQWR SHVVRDO$SUHPLDomRVHUi FRQFHGLGDHPVROHQLGDGHDJHQGDGD SDUDRSUy[LPRGLD

Rabo de cavalo

A

6 6

HQRVWUHHWVW\OHRVUDERVGH FDYDORHVWLORDQRVHVWmR GRPLQDQGR1RYD<RUNQDV SDVVDUHODVpRUDEREDL[ROLVRH FRPWH[WXUDPHVV\SHQVHHP FDEHORGHSUDLDTXHWHPIHLWRD FDEHoDGDVPRGHORV

U

40 anos

m dos nomes mais VLJQL¿FDWLYRV GDKLVWyULD da dança em Alagoas, DHVFRODGH EDOOHW(OLDQD&DYDOFDQWLFRPSOHWD QHVWHDQRGHQDGDPHQRVTXH DQRVGHH[LVWrQFLD)XQGDGD SHODHQWmRSULPHLUDEDLODULQDGR *UXSRGH%DOOHWGR5HFLIH(OLDQDp XPGRVWDOLVPmVGDQRVVDFLGDGH TXDQGRIDODPRVHPGDQoD$FROXQD 7RS1HZVQmRSRGHULDGHL[DUGH SDUDEHQL]DUHVWDJUDQGHGDPDSHOD ORQJDWUDMHWyULDHDJUDGHFHUSHORV PLOKDUHVGHMRYHQVTXHHODLQVSLURX DOpPGDVPRQWDJHQVEULOKDQWHV DRORQJRGHVVHVDQRV3DUDEpQV TXHULGD

Iloa

XFHVVRDEVROXWR RFDUQDYDO RUJDQL]DGRSHOR,ORD 9LGDHP)DPtOLDQD %DUUDGH6mR0LJXHO 2FRQGRPtQLR UHVRUWFRQVWUXtGR SHOD9LYHQGLGRHPSUHViULR )HOLSH&DYDOFDQWHPHVPRFRP SRXFRWHPSRGHLQDXJXUDGRMiVH FRQVROLGRXFRPRXPGRVPDLRUHV HPSUHHQGLPHQWRVGDUHJLmR2 ,ORDHVWDYDORWDGDGHJHQWHERQLWD HDQLPDGDFRPDSURJUDPDomR HODERUDGDSDUDRVGLDVGH&DUQDYDO 3DUDEpQVDRVDPLJRV)HOLSHH +HOHQDSRUPDLVXPVXFHVVR

A

Suspense

HPSUHViULDEdênia DinizTXHVHJXHHPWHPSRUDGDGHIROJDDWp RSUy[LPRGLD18SUHSDUDXPDJUDQGHVXUSUHVDSDUDRVFOLHQWHV da Plátanos$ORMDpUHIHUrQFLDTXDQGRRDVVXQWRpjoias, semijoias e acessórios das designersPDLVEDGDODGDVGRSDtV$JXDUGHP

E

Chanel

PFRPHPRUDomRDVHXV25 anos no PHUFDGRGHUHOyJLRVDChanelODQoRX XPDQRYDYHUVmRGRPremière, modelo lançado em 1987$FROHomRFKHJDjV ORMDVHPDEULOPDVIRLDSUHVHQWDGDQHVVD TXDUWDIHLUDQDORMDGDPlace Vendôme 2GHVLJQVHJXHXPDOLQKDMRYHPHR PRVWUDGRUTXDGUDGRYHLRLQVSLUDGRQR SHUIXPHChanel No. 56HJXQGRRGLUHWRU LQWHUQDFLRQDOGHUHOyJLRVGDPDLVRQ Nicolas BeauRPRGHORVHUYHWDQWRSDUD ORRNVIRUPDLVTXDQWRGHVFRQWUDtGRV 2DFHVVyULRWHPRLWRYHUV}HVGHPHWDO SRGHQGRDGLFLRQDUdiamantesHHVFROKHU HQWUHXPDWHODGHpérola brancaRXlaca preta([LVWHWDPEpPDYHUVmRGHouro branco e diamantesSXUROX[R

Point da cidade

2

UHVWDXUDQWH Maria AntonietaXPD UHIHUrQFLDWRSQD JDVWURQRPLDGDFLGDGHYHP H[SORGLQGRQHVWDWHPSRUDGD DEHODFDVDQD$PpOLD5RVD DWUDLQGRRVWXULVWDVTXHORWDP DFLGDGH$OpPGRVQRVVRV DPLJRVTXHMiHOHJHUDPD FDVDFRPRRSRLQWGDFLGDGH $FDVDUH~QHDWHQGLPHQWR SHUIHLWRPHQXPDUDYLOKRVR XPDGDVPHOKRUHVFDUWDVGH YLQKRVGR(VWDGRSUHPLDGD QDFLRQDOPHQWHHQ¿PRV DPLJRV'HGp/HRSROGRH %UHQR*DPD¿]HUDPGR ORFDOXPGRVPDLV EDFDQDVGDFLGDGH

Cubas

J

Expressão Alagoana

2

JRYHUQDGRUGH$ODJRDV7HW{QLR 9LOHOD)LOKRDFDEDGHFULDUR 3UrPLR([SUHVVmR$ODJRDQDTXH REMHWLYDUHFRQKHFHUHYDORUL]DUR HVIRUoRHRVXFHVVRGHFLGDGmRV DODJRDQRVFRPXQVQDWXUDLVRX UHVLGHQWHVTXHWHUPLQDUDPSRU JDQKDUUHSHUFXVVmRDOpPGDV IURQWHLUDVGR(VWDGR23UrPLRVHUi DQXDOHSRVVXLUiDJUDFLDGRV HP$SULPHLUDHGLomRGD SUHPLDomRHVWiSUHYLVWDSDUDRGLD GHIHYHUHLURjVKQR7HDWUR 'HRGRUR2VDJUDFLDGRVSRVVXHP SHU¿VGLYHUVRVGHVGHHVWXGDQWHV HSHVTXLVDGRUHVDWpDUWLVWDVH HPSUHViULRV%HODLQLFLDWLYD

Proibido

PFRPHUFLDOSDUDR ODQoDPHQWRGHXPD IUDJkQFLDGRSHUIXPH&KDQHOIRL FRQVLGHUDGRµPXLWRVH[\¶SDUD FULDQoDVHWHYHVXDYHLFXODomR SDUFLDOPHQWHSURLELGDQR 5HLQR8QLGR1RFRPHUFLDOD DWUL].HLUD.QLJKWOH\LQWHUSUHWD XPDPRGHORTXHWHPUHODo}HV FRPXPIRWyJUDIRGXUDQWH XPDVHVVmRGHIRWRV(PVXD GHFLVmRRyUJmR¿VFDOL]DGRU D¿UPDTXHµRFRPHUFLDOQmRp DSURSULDGRSDUDFULDQoDVGH QRYHDQRVTXHHVWmRDVVLVWLQGR DXPDDQLPDomRQD79¶

Dia da mulher

PLOWRQ*XLPDUmHVGLUHWRUGD ./$0DFHLyQRVLQIRUPDQGR TXHHVWiWXGRSURQWRSDUDR ž6LPSyVLR$ODJRDQRGR'LD ,QWHUQDFLRQDOGH0XOKHUTXH DFRQWHFHQRGLDGHPDUoRQR Radisson Hotel, das 14h às 20h 2HYHQWRYROWDGRSDUDKRPHQVH PXOKHUHVFRQWDUiFRPDSDOHVWUD GDPpGLFDCristhyne Cavalcante, FRPRWHPD8PHVSHWiFXOR FKDPDGRIHOLFLGDGHVH[XDOH /HLOD1DYDUUR,QIRUPDo}HVSHORV WHOHIRQHV82 3336-2723/82 91289442$./$SRVVXLH[SHULrQFLD GHPDLVGHDQRVHPHYHQWRV HPSUHVDULDLV

6

LPSOHVPHQWHH[WUDRUGLQiULDDQRYDOLQKDGHcubas e lavatórios da Bergan$VSHoDVMiID]HPSDUWHGRVKRZURRPGDIdear Home DesignGDDUTXLWHWDNadeje Feitosa9RFrSRGHFRQIHULUDV QRYLGDGHVQDORMDORFDOL]DGDSUy[LPRjPraça LionsQD3DMXoDUD

Andréa e Moacira Cunha apresentando mais um modelo exclusivo da Spezzato para o verão 2013 da Entre & Vista. As mulheres mais chics da cidade ¿]HUDPGD maison parada obrigatória para checar as novidades das araras

Novo layout

SURPRWHU :LOWRQ 5RFKDHVWi RUJDQL]DQGR RFRTXHWHOGH ODQoDPHQWR GRQRYR OD\RXWGR VHXVLWHTXH DFRQWHFHUi GLDGH IHYHUHLURjV KQD=RROR GR0DFHLy 6KRSSLQJ2 HYHQWRVHUi IHFKDGRSDUD YLSVHDLPSUHQVDHFRQWDUiFRPDWUDo}HV FRPRSURFNHWVKRZFDQWRUD%HNND'- 3DFFR%DUQL (VSDQKD 5LFKDUG 0DFHLy  H'M0DU\6N\ %RDWH0HWUySROH5HFLIH  2VHUYLoRGHEXIIHWVHUiDVVLQDGRSRU,]DEHO 3LQKHLUR6DQ0DUWLQ7DWLDQD%UDVLO+RW +RW$OHFULP&DIp+DVKLFRPHFHULPRQLDO GH-DQLQH7HQyULR2SURPRWHU¿FDUi KRVSHGDGRQR+ROLGD\,QQMXQWDPHQWH FRPDDWUDomRGDQRLWHHYDLXVDUXP/RRN EHOtVVLPRGD=RRORGDHPSUHViULD9LWRULD =RROR2ODQoDPHQWRDLQGDFRQWDFRPR DSRLRGR*UXSR)HUUHLUD+RUD/)*H3iWLR *DUGHQ$UDSLUDFD

Edição número 1670 - 17 de fevereiro de 2013  

edicaodigitaltribunahojetribunaindependente

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you