Issuu on Google+

SĂ BADO MACEIĂ“ - ALAGOAS 27 DE OUTUBRO DE 2012 NÂş 1582 R$

1,50

TRIBUNA

INDEPENDENTE

‘HeloĂ­sa sabia GDÂżOLDomRGH Guilherme’ Alexandre Fleming, presidente do PSOL de MaceiĂł, disse que ĂŠ contra o afastamento do vereador eleito Guilherme Soares do partido por suposta compra de votos e rebateu crĂ­tica da vereadora HeloĂ­sa Helena. “Ela sabia, VLPGDÂżOLDomRGHOH´GLVVH

Padre denuncia prefeito por fraude em desapropriação de terreno em Atalaia Padre José Duarte denuncia que um terreno de oito hectares de sua família, no valor de R$ 7 milhões, foi desapropriado pelo SUHIHLWR&KLFR9LJiULR 37% SRUDSHQDV5PLODSUHWH[WRGHFRQVWUXLUFDVDVSDUDGHVDEULJDGRVGDVHQFKHQWHV0DV num processo análogo ao que ocorreu em Rio Largo, o terreno foi destinado a um condomínio habitacional privado. Pà GINA 2 SANDRO LIMA

JUIZ AUTORIZA TIM A RETOMAR AS VENDAS EM ALAGOAS

PĂ GINA 3

TWITTER FALSO SOBRE ENEM SAIU DO COMITÊ DE JOSÉ SERRA

A partir da prĂłxima semana, a operadora de telefonia mĂłvel TIM voltarĂĄ a comercializar novas linhas de telefone, modens de internet e outros produtos. $DXWRUL]DomRIRLGDGDSHORMXL] Manoel Cavalcante, que suspenGHXRQWHPVXDGHFLVmRDQWHULRU

Pà GINA 7 ELEIÇÕES EM MANAUS

CANDIDATA COMUNISTA CORRE ATRà S DO VOTO DE ELEITOR EVANGÉLICO

PĂ GINA 11

CRB FAZ HOJE MAIS UM JOGO DE ‘VIDA OU MORTE’ NA SÉRIE B

PĂ GINA 7

PM FAZ PLANOS PARA CONTER ONDA DE ASSALTO A ÔNIBUS URBANO

PLACA anuncia lançamento do residencial Aloysio Nonô, no terreno da família do padre; cada lote estå avaliado em R$ 65 mil

PĂ GINA 9

MATHEUS SANDES / SECOM

‘BEM LEGAL’

RIO LARGO

TRANSPAL VAI ABRIR HOJE PARA TROCA DE CARTĂƒO ELETRĂ”NICO

QUADRILHA ASSALTA AGĂŠNCIA DO BANCO DO BRASIL DURANTE APAGĂƒO

PĂ GINA 9

PĂ GINA 12

TEMPO Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

29Âş

MarĂŠs

01:47 08:06 14:09 20:19

2.0 0.3 1.9 0.3

PĂ GINA 12

POUPANÇA: 0,4273%

APAGĂƒO NO NORDESTE GOVERNO DESCARTA QUE TENHA HAVIDO SABOTAGEM E DIZ QUE FOI ‘EVENTO RARO’ PĂ GINA 8

PĂ GINA 16

CODEVASF FARĂ 77 KM DO CANAL DO SERTĂƒO Por meio da Codevasf, o projeto GR&DQDOGR6HUWmRUHFHEHUi 5ELOKmRSDUDDFRQFOXVmR de mais 77 quilĂ´metros. Com o avanço das obras, um perĂ­metro GHLUULJDomRVHUiLQVWDODGRQR municĂ­pio de Pariconha - ou de Ă gua Branca. O presidente da Codevasf, Elmo Vaz, fez vistorias ontem nos municĂ­pios FRPDo}HVGDLQVWLWXLomRDFRPpanhado do deputado federal *LYDOGR&DULPEmR 36% 

FUNCIONĂ RIO DA CHESF MORRE AO TENTAR REAGIR EM ASSALTO

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 2,02 R$ 2,02 DOLAR PARALELO R$ 2,04 R$ 2,18 OURO: R$ 112,00

tribunahoje.com

NOVO ESCĂ‚NDALO

SANDRO LIMA

ALEXANDRE FLEMING

EXEMPLAR DO ASSINANTE

DEPUTADO CARIMBĂƒO e o presidente da Codevasf visitaram ĂĄreas atendidas pela companhia

PĂ GINA 4


TRIBUNA,1'(3(1'(17(

2 POLĂ?TICA 0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'(2878%52'(2012

PolĂ­tica

Associação de Servidores Municipais ganhou R$ 20 mil com a fraude Segundo o advogado Pedro Jorge Bezerra, o esquema contou com a participação da Associação dos Servidores PĂşblicos Municipais de Atalaia, presidida por JoĂŁo Sabino, o qual teria recebido de Chico VigĂĄrio R$ 20 mil para encaminhar Ă  prefeitura, um ofĂ­cio solicitando terrenos para abrigar servidores pĂşblicos supostamente desabrigados pela enchente. “O ofĂ­cio foi, HPWHVHSDUDMXVWLÂżFDUXPDIUDXGHTXHFRPHoRXQRPXQLFtSLR1mRH[LVWLX enchente que desabrigasse 400 funcionĂĄriosâ€?. Prefeito nĂŁo foi encontrado.

Padre acusa prefeito de golpe milionĂĄrio

7HUUHQRGHVDSURSULDGRSDUDDFRQVWUXomRGHFDVDVGHGHVDEULJDGRVYDLYLUDUXPUHVLGHQFLDOÂżQDQFLDGRSHOR%%

ESPLANADA LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Cabeça de padre deputado vale R$ 350 mil

O

GHSXWDGRIHGHUDO/XL]&RXWR 373( SDVVRXDXVDUFROHWHjSURYD de balas, a pedido da Polícia Federal, que mantém escolta diária para ele na Paraíba e em Brasília, com quatro agentes. Ele está jurado de morte e sua cabeça vale R$ 350 mil. O serviço de inteligência do ([pUFLWRHD3)MiGHVFREULUDPGRLVSODQRVFRQWUDHOH(HQFRQWUDUDPXPD WDEHODRVSLVWROHLURVFREUDP5PLOSDUDPDWDUSROtWLFR5PLOSDUD UHOLJLRVR5PLOSDUDFDGDSROLFLDO2SUHoRVHMXVWL¿FDSRUHOHVHUSDGUH e político.

Limpeza geral &RXWRUHODWRXD&3,GRV*UXSRVGH([WHUPtQLRHPHIRLFRPVHXUH ODWyULRTXHJRYHUQDGRUHVÂż]HUDPDOLPSDQDSROtFLDHHPPLOtFLDVHPQRYH HVWDGRVGR1RUGHVWH

Aval $3)UHIRUoRXVXDHVFROWDDSyVDSUHVLGHQWH'LOPDVDQFLRQDUKiVHPDQDV DOHLSURSRVWDSHORGHSXWDGRTXHWLSLÂżFDRDVVDVVLQDWRSRUPLOtFLDFRP pena de 4 a 8 anos de prisĂŁo.

Reza forte &RXWRpDFRPSDQKDQGRSHORVDJHQWHVDWpQDVPLVVDVTXHFHOHEUDÂł'HXV vai me protegendoâ€?, diz Ă  coluna, e denuncia: “Havia autoridades envolvi dasâ€?.

0iÂżDGDVFDUJDV 2GHSXWDGRUHYHODKiLQIRUPDo}HVGD3)GHTXHDPiÂżDGRURXERGHFDU gas e um coronel preso na ParaĂ­ba encomendaram a morte. SĂŁo bandidos TXHDWXDPQR1RUGHVWHHÂżQDQFLDPRVSLVWROHLURV$Wp'LOPDVDQFLRQDUD OHLQRÂżPGH6HWHPEURR&yGLJR3HQDOGHWHUPLQDYDSHQDPi[LPDGH anos de prisĂŁo para assassinato por quadrilha.

Colisão grave 3RUSUHVVmRGR03)HGHUDO LQTXpULWRFLYLOQž D $177YDLUHWLUDURSRGHU¿VFDOL]DWyULRGRVVHUYLGRUHVFRPLVVLRQDGRVVROLFL WDGRVGHRXWURVyUJmRVGRJRYHUQR$LQGDUHVWDPRVFHGLGRVGD9$/(&D estatal das ferrovias.

Vida boa É que os Especialistas em Regulação não abrem mão do gabinete com DUFRQGLFLRQDGRSDUDLUHPjVURGRYLDVVHUYLoRIHLWRSHORVFHGLGRVVHP H[SHULrQFLD$$*8QRWL¿FRXD$177GDQGRSUD]RGHGH'H]HPEURSDUD a turma trabalhar. Brinde da derrota 2DGYRJDGRGRFRQGHQDGR-RVp'LUFHX-RVp/XtVGH2OLYHLUD/LPDVDER reava ontem feliz um bom prato e vinho de alta cifra no Rubayat em São Paulo.

Vida simples $OpPGDGLVFUHWDSUHVHQoDQR67)R3URFXUDGRUGD5HS~EOLFD5REHUWR *XUJHOWHPVLGRYLVWRVROLWiULRQR$HURSRUWRGH%UDVtOLD$~OWLPDIRLQR embarque de quinta Ă  noite.

Tigres & candangos &UtWLFRGRJRYHUQDGRU$JQHOR4XHLUR] 37 VREUHRFRQWUDWRFRP-XURQJ de Cingapura para novo planejamento de BrasĂ­lia, o senador Cristovam %XDUTXH 3'7') HORJLDRFRQFHLWRGHSURMHWRVGRVDVLiWLFRVQROLYURÂľ2V WLJUHVDVVXVWDGRVÂśGH

Mon$anto A Monsanto perdeu na Justiça um recurso em que pedia manutenção da FREUDQoDGHUR\DOWLHVVREUHVHPHQWHV%ROOJDUG, %7 H5RXQGXS5HDG\ 55 $DomRFROHWLYDGHHQWLGDGHVTXHURUHVVDUFLPHQWRGRFREUDGRGHVGH 2010, coisa de R$ 300 milhþes.

Poder & toga 2FHQiULRQDFRUUHODomRGHIRUoDVQR67)HQR3ODQDOWRVH&HOVRGH0HOOR nĂŁo se aposentar antecipadamente em Fevereiro de 2013, o advogado JHUDOGD8QLmR/XLV,QiFLR$GDPVpRQRPHSDUDDYDJDGH$\UHVGH%ULWWR que sai mĂŞs que vem.

Do contrĂĄrio... 6H0HOORFRQÂżUPDUTXHVDLUi'LOPDVHJXUD$GDPVTXHWHPVLGRHVVHQFLDO para o governo, e indica uma mulher para a vaga de Ayres. Ainda nĂŁo hĂĄ QRPHV&RPRDGLDQWRXDFROXQDPLQLVWURVWrPSHGLGRD'LOPDTXHVHMDGR 1RUGHVWH

FĂ´lego 0LFKHO7HPHUTXHUUHVVXVFLWDUR30'%HP6mR3DXORFRPQRPHVIRUWHV como Chalita e Skaf. Filiou 10 mil este ano, para futuras disputas. O partido estĂĄ fraco no estado.

Ego $H[SRVLomRVREUHDVFRQWULEXLo}HVGRVHQDGRU-RVp6DUQH\ 30'%$3  para o paĂ­s serĂĄ aberta na Biblioteca do Senado semana que vem.

Ponto Final Se o advogado de um condenado no Supremo estå feliz, imagine a come moração do que ganha uma ação em primeira instância. Com Marcos Seabra e Vinicius Tavares www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br 7witter @leandromazzini

6$1'52/,0$

ANDREZZA TAVARES 5(3Ă?57(5

C

inquenta e cinco milhĂľes de reais ĂŠ o valor total de uma fraude supostamente cometida pelo prefeito de Atalaia, Francisco Luiz de Albuquerque, conhecido como Chico VigĂĄrio (PTB). AlĂŠm da prefeitura, o suposto esquema envolve ainda o Banco do Brasil, a Zampieri ImĂłveis, e a empresa Arquitec. Prefeitura teria lucrado R$ 1,5 milhĂŁo. O padre JosĂŠ Duarte (Frei Duarte) e seu advogado Pedro Jorge Bezerra acusam o prefeito de desapropriar um terreno de oito hectares, em carĂĄter de urgĂŞncia, pertencente Ă  famĂ­lia do padre, onde seriam construĂ­das casas para os desabrigados da enchente de 2010. “O terreno estĂĄ avaliado em R$ 7 milhĂľes e foi desapropriado pela quantia Ă­nĂ€PD GH 5  PLO &RP R esquema, sĂł a prefeitura levou um R$ 1,5 milhĂŁo para intermediar a negociataâ€?, esclareceu Pedro Jorge e o padre. Segundo o advogado, o argumento usado pelo prefeito para a despropriação do terreno pertencente ao Frei Duarte era o de que no local seriam construĂ­das casas destinados aos desabrigados das enchentes ocorridas no municĂ­pio. No entanto, nĂŁo foi isso que aconteceu. “O prefeito apresentou na Câmara Municipal um projeto para a construção do empreendimento residencial Aloysio NonĂ´ no terreno desapropriado, segundo HOHSDUDRXWURĂ€PÂľUHYHORX Pedro Jorge e a famĂ­lia do padre, acrescentando que parte das casas seria doada a funcionĂĄrios da prefeitura e as outras sĂŁo para particuODUHV´$VFDVDVVHUmRĂ€QDQciadas pelo Banco do Brasil, num valor de R$ 65 mil cada umaâ€?, completou. Outros dois terrenos vizinhos ao do padre tambĂŠm foram desapropriados. Os trĂŞs juntos renderam 854 lotes, totalizando R$ 55 milhĂľes. A desapropriação foi autorizada pela juĂ­za substituta de Atalaia, Ana Raquel da Silva Gama, que na ĂŠpoca concedeu uma liminar a favor de Chico VigĂĄrio. “O prefeito ou seus assessores ludribriaram a juĂ­zaâ€?, ressaltou o padre. “AtĂŠ hoje, nunca fomos intimados para nadaâ€?, revelou Frei Duarte. O padre e seus falimiares entraram na Justiça para recorrer da decisĂŁo da juĂ­za. SEMELHANÇA Um caso semelhante que foi amplamente divulgado pela imprensa local aconteceu em Rio Largo. O prefeito Toninho Lins (PSB) tambĂŠm teria desapropriado parte da Fazenda Utinga, pelo valor de R$ 700 mil, com o argumento de que no local seriam construĂ­das casas para famĂ­lias de baixa renda atingidas pela Ăşltima enchente. ApĂłs a desapropriação, Lins encaminhou projeto de lei para a Câmara pedindo autorização para vender o terreno desapropriado para construtoras e o fez a um preço altĂ­ssimo.

Terreno foi desaproriado pela prefeitura para os desabrigados, mas tambĂŠm foi oferecido a imobiliĂĄrias

DESAPROPRIAĂ‡ĂƒO

FamĂ­lia soube por meio de operador de mĂĄquina Uma triste notĂ­cia pegou de surpresa a famĂ­lia Duarte, em Atalaia. Um terreno adquirido hĂĄ 71 anos e que estava sendo utilizado no cultivo da cana-de-açúcar foi desapropriado pela prefeitura do municĂ­pio sem o conhecimento dos proprietĂĄrios. “Meu pai, que ĂŠ falecido, comprou o terreno em 1941, temos escritura pĂşblica e nunca houve protestoâ€?, contou o Frei Duarte, um dos herdeiros do terreno. Ele disse ainda que no terreno estava sendo cultivado a cana-de-açúcar, que sustenta sua mĂŁe, de 86 anos. ´1XQFD IRPRV QRWLĂ€FDGRV para nada, quando meu irmĂŁo passou pelo terreno, jĂĄ viu as mĂĄquinas arrancando as canasâ€?, revelou o Frei, um dos nove herdeiros da propriedade. Segundo ele, foi um dos funcionĂĄrios que operavam as mĂĄquinas informou que o terreno estava desa-

propriado e que eles tinham em mĂŁos um documento da juĂ­za, autorizando a destruição da plantação. “O projeto aprovado pelos vereadores para o desenvolvimento habitacional da cidade se tornou um grande empreendimento residencial, num terreno destinado a casas para desabrigadosâ€?, relatou. O terreno faz parte do inventĂĄrio, que tem como meeira a mĂŁe do padre e nove herdeiros, incluindo ele. O advogado que acompanha o caso, Pedro Jorge Bezerra, informou que o laudo de avaliação do terreno foi feito por um corretor de imĂłveis, quando na verdade apenas engenheiros, arquitetos, engenheiros agrĂ´nomos, geĂłlogos, geĂłgrafos e meteorologistas poderiam ter feito. “O depĂłsito do valor da indenização do terreno foi depositado em juizoâ€?. (A.T.) %5(12$,5$1

Advogado Pedro Bezerra espera que Justiça embargue obra

ADVOGADO

‘HĂĄ dois meses o processo sumiu’, diz

O processo ingressado pelo Frei Duarte para tentar reaver o terreno demorou quatro meses para poder ser dado entrada no FĂłrum da cidade, segundo ele, funcionĂĄrios colocaram obstĂĄculos. “O juiz solicitou um novo documento e quando fomos protocolar o processo os funcionĂĄrios do fĂłrum nĂŁo quiseram recebĂŞ-loâ€?, contou o sacerdote. “Tenho duas certidĂľes do fĂłrum informando que o processo nĂŁo foi localizado, o ele sumiu hĂĄ dois mesesâ€?, reforçou o advogado Pedro Jorge Bezerra, que defende os interesses do Frei. O advogado explicou que a lei nĂŁo permite doaçþes de bens em ano eleitoral. “A doação em ano de eleição ĂŠ um crime eleitoralâ€?, relembrou. A ação tramita na Justiça hĂĄ mais ou menos nove meses. O processo jĂĄ estĂĄ no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) e a previsĂŁo ĂŠ que na prĂłxima segunda-feira, dia 29, o juiz convocado pelo TJ/AL, Marcelo Tadeu, que desempenha as funçþes de desembargador, deva cassar a liminar que dĂĄ posse ao municĂ­pio sobre o terreno. “As obras serĂŁo paralisadas atĂŠ que se prove que nĂŁo existia desabrigadosâ€?, informou o advogado. MARIA NAZARÉ Frei Duarte informou que o dono dos outros dois terrenos vizinhos, que tambĂŠm foram desapropriados pelo prefeito Chico VigĂĄrio para a construção de casas, que seriam supostamente doadas para os desabrigados da enchente, entraram na Justiça pedindo o embargo da obra. “As construçþes jĂĄ começaram nos terrenos vizinhos, sĂŁo 500 casas destinadas Ă  população dentro do programa Minha Casa Minha Vidaâ€?, explicou. Essas casas fazem parte do Conjunto Maria NazarĂŠ. (A.T.)


TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - ÀDYLRJE#LJFRPEU

Palavra de Graça

H

iDQRVQXPGHRXWXEURFRPRKRMHQDVFLDHP4XHEUDQJXORDPDLRUH[SUHVVmRGDFXOWXUDDODJRDQDIHVWHMDGRPXQGLDOPHQWH Graciliano Ramos. A propĂłsito, a seguir vai um trecho de crĂ´nica por ele publicada, em março de 1915, no “Jornal de Alagoasâ€?, e, quase XPVpFXORGHSRLVEHPDWXDOÂł$&RQVWLWXLomRGD5HS~EOLFDWHPXPEXUDco. É possĂ­vel que tenha muitos, mas sou pouco exigente e satisfaço-me com referir-me a um sĂł. PossuĂ­mos, segundo dizem os entendidos, trĂŞs Poderes – o Executivo, que ĂŠ o dono da casa, o Legislativo e o JudiciiULRPRoRVGHUHFDGRVJHQWHDVVDODULDGDSDUDRSDWUmRID]HUÂżJXUDH GHLWDUHPSiÂżDGLDQWHGDVYLVLWDV5HVWDDLQGDXPTXDUWRSRGHUFRLVD vaga, imponderĂĄvel, mas que ĂŠ tacitamente considerado o sumĂĄrios dos trĂŞs...AĂ­ estĂĄ o rombo na Constituição, rombo a ser preenchido TXDQGRHODIRUUHYLVWDPHWHQGRVHQHOHDÂżJXUDLQWHUHVVDQWHGRFKHIH polĂ­tico, que ĂŠ a Ăşnica força de verdade. O resto ĂŠ lorota... Todos eles sĂŁo mais ou menos chefes. NĂŁo se sabe bem de quĂŞ, mas ĂŠ certo que o sĂŁo. GraĂşdos, risonhos, nutridos, polidos, escovados, envernizados, lĂĄ estĂŁo inchando, inchando. SĂŁo os grossos batrĂĄquios da lagoa republiFDQD0XLWRPHQRVYROXPRVRVFRD[DPSHORVFDQWRVFKHÂżWRVLQFRORUHV numerosos, em chusma, minĂşsculas pererecas de poças d’ågua... SĂŁo, DXPWHPSRLQWHQGHQWHVRXSUHIHLWRVMXt]HVSURPRWRUHVDGYRJDGRVH MXUDGRVFRQVHOKHLURVPXQLFLSDLVFRPLVViULRVGHSROtFLDHLQVSHWRUHVGH quarteirĂŁo. Realizam a pluralidade na unidade! E ainda hĂĄ quem duvide do mistĂŠrio da SantĂ­ssima Trindade...â€?

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2 DE OUTUBRO DE 

Goleada Marco Fireman, presidente do diretório municipal do PSDB em Maceió, anda eufórico com os números da eleição deste ano. Pelos dados de TXHGLVS}HRSDUWLGRREWHYHQRLQWHULRUXPWRWDOGHYRWRV¿FDQGRR30'%HPVHJXQGRFRPPLO$FUHVFHQWHVHDLVVR PLOYRWRVGH5XL3DOPHLUDSUHIHLWRDOpPGRVYHUHDGRUHV

Agora ĂŠ tarde Essa histĂłria de o PSOL querer expulsar o vereador eleito Guilherme Soares estĂĄ muito mal contada. Dirigentes partidĂĄrios falam que ele teria incorrido em crime eleitoral, mas nĂŁo citam fatos nem apresentam argumentos. O grande problema, na verdade, ĂŠ que eles nĂŁo esperavam que *XLOKHUPHVHPLGHQWLÂżFDomRFRPDOHJHQGDSXGHVVHVHUHOHLWR

Firmeza 2MRUQDOLVWDDODJRDQR$XGiOLR'DQWDVTXHSUHVLGLXD)HQDMHIRLGHSXtado federal por SĂŁo Paulo, onde mora hĂĄ muitos anos, se recupera GHFLUXUJLDSRUFDXVDGHDFLGHQWHGRPpVWLFR$RVDQRVGHLGDGH completados recentemente, AudĂĄlio estĂĄ ultimando preparativos para um novo livro, sobre Vladimir Herzorg, morto pela ditadura.

Meia boca Berg Holanda estå a lamentar o fato de não ter sido reeleito vereador em 0DFHLy7HYHFRQWXGRXPDJUDQGHFRPSHQVDomRVXDPXOKHU&RQFHLção Tavares, foi eleita prefeita de Traipu, quebrando a hegemonia política do grupo do atual prefeito, Marcos Santos. A vitória de Conceição, vale GL]HUHVWiVHQGRFRQWHVWDGDPHGLDQWHXPDDomRMXGLFLDO

Presidente municipal do PSOL diz que nĂŁo hĂĄ provas contra vereador eleito SANDRO LIMA

$JRUDMiVmRGXDVDVPXOKHUHVTXHPDOWUDSLOKDVVHSRVWDPH[DWDPHQWH jHQWUDGDGD/RMDV$PHULFDQDVQD$YHQLGDGD3D]FHQWURGH0DFHLy pedindo esmolas a quem entra e a quem sai. Às vezes se fazem acomSDQKDUGHFULDQoDV2QGHHVWmRRVyUJmRVR¿FLDLVGHDVVLVWrQFLDVRFLDO" &DGrDVHQWLGDGHVTXHVHGL]HPGHIHQVRUDVGRVGLUHLWRVKXPDQRV"

Gargalo O trĂĄfego de veĂ­culos na orla de Ponta Verde, sentido praia-Centro, no inĂ­cio da manhĂŁ, se assemelha, muitas vezes, ao da Avenida Fernandes Lima. NĂŁo bastassem automĂłveis parados em estacionamento proibido e Ă´nibus de turismo em paradas permitidas, hĂĄ os caminhĂľes pipa abastecendo edifĂ­cios residenciais a infernizar a vida dos motoristas.

´$SDODYUDQmRIRLIHLWDSDUDHQfeitar, brilhar como ouro falso. A palavra foi feita para dizer.� GRACILIANO RAMOS (VFULWRUDODJRDQRTXHKRMHFRPSOHWDULDDQRV de nascimento

* A SuperintendĂŞncia de Iluminação PĂşblica de MaceiĂł estĂĄ com novo Q~PHURGH&DOO&HQWHU2DWHQGLPHQWRWHOHI{QLFRIXQFLRQDKRUDVSRUGLDFRPRREMHWLYRGHIDFLOLWDURDFHVVRGRVXVXiULRV para queixas e solicitaçþes de serviços. * ComĂŠdia do ator e diretor Jaison Wallace, conhecido como a “Cinderela de Recifeâ€?, o espetĂĄculo “Preta de Neve e 1 AnĂŁoâ€? tem nova apresentação, hoje, no Teatro Gustavo Leite, no Centro de Convençþes, em JaraguĂĄ. InĂ­cio Ă s 20 horas. * “O Retrato de Dorian Grayâ€?, consagrada histĂłria da literatura inglesa, VHUiHQFHQDGDKRMHHDPDQKmQR7HDWUR'HRGRUR2HVSHWiFXORWHP YiULDVSUHPLDo}HV,QJUHVVRVD5QD$'/LIH6W\OHQR6KRSSLQJ 0DFHLy,QIRUPDo}HV * Prossegue a Mostra Sururu de Cinema Alagoano, patrocinada pela AlgĂĄs, no Cine Sesi Pajuçara: hoje, 20h30; amanhĂŁ, 20 horas. A AlgĂĄs apoiou a Semana do Audiovisual de Arapiraca e apoia o Festival de Cinema UniversitĂĄrio, que ocorrerĂĄ em Penedo. 2VFOXEHVDODJRDQRVHPVLWXDo}HVRSRVWDVQD6pULH%MRJDPKRMH jVKRUDVR$6$HPERDFRQGLomRQDFODVVLÂżFDomRHQIUHQWDR%UDgantino, em Arapiraca; o CRB, na zona de rebaixamento Ă  SĂŠrie C, pega o Ipatinga , concorrente direto, fora de casa.

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

I

Alexandre Fleming salienta que medida da Executiva estadual foi antecipada, pela falta de provas

RESPOSTA

+HORtVD+HOHQDVDELDGDĂ€OLDomR de Guilherme Soares no PSOL As declaraçþes da vereadora HeloĂ­sa Helena tambĂŠm repercutiram negativamente no PSOL. A SDUODPHQWDU DĂ€UPRX FRP todas as letras que ‘quem fosse podre no partido, que se quebrasse’. Para Alexandre Fleming, D FRORFDomR GH +HORtVD IRL completamente estranha ao DĂ€UPDU TXH QmR FRQKHFLD R HQWmR FDQGLGDWR D YHUHDGRU Guilherme Soares. “A HeloĂ­sa Helena parWLFLSRX GD FRQYHQomR YRWRX a favor da chapa de candidatos proporcionais, ela ĂŠ

professora da Universidade Federal de Alagoas, do curso de Enfermagem junto à esposa de Guilherme, e reside no mesmo condomínio que ele. Conhecer o Guilherme Soares, ela conhece. Pode VHU TXH HOD QmR WLYHVVH WDQtas informaçþes sobre a militânicia política dele�, revelou Fleming. $ UHSHUFXVVmR GD IUDVH proferida pela vereadora QmR DEUH XPD FULVH RX PDO-estar no PSOL, entretanto, Alexandre Fleming avalia que atÊ o momento Heloísa tem se posicionado respei-

tando as instâncias partidĂĄrias. “HeloĂ­sa tem a mania de pronunciar essa frase de efeito que ‘quem for podre TXHVHTXHEUH¡PDVQmRGi para quebrar pessoas, seres humanos, imagens pĂşblicas, sem ter o direito ou a perrogativas estatutĂĄrias respeitadas. E mesmo que haja irregularidade, a postura do PSOL deve ser educativa H QmR GH FRORFDU DV SHVVRDV na sargeta. Os demais membros do partido precisam saber que existem regrasâ€?, sustenta Alexandre. (N.S)

DIREĂ‡ĂƒO ESTADUAL

Indignidade

3

Fleming ĂŠ contrĂĄrio ao afastamento de Soares

Compromisso Marcelo Brabo, candidato a presidente da OAB/AL na chapa “Mais OABâ€?, promove, KRMHDRPHLRGLDDLQDXJXUDomRGRFRPLWrH a apresentação dos integrantes da chapa, ao lado da vice, MariĂŠ Miranda. Marcelo promete, se eleito, dispensar os advogados de pagar a anuidade da Ordem. “NĂŁo adianta a OAB forte HRVDGYRJDGRVIUDFRV´GL]2FRPLWrÂżFDQD Avenida Silvio Viana, na Ponta Verde, em frente Ă  barraca Lopana.

POLĂ?TICA

Presidente acredita que sua postura incomoda setores da sigla )RUDP  FRQĂ€UPDçþes em Alexandre Fleming para prefeito de MaceiĂł, alĂŠm do distanciamento da ideologia da esquerda em apenas fornecer ataques, o partido demonstrou que divergĂŞncias foram abertas nas eleiçþes 2012, no PSOL. Ă€ Tribuna Independente, o presidente municipal da legenda deixou claro que hĂĄ evidĂŞncias de que RXWURV VHWRUHV HVWmR PDLV preocupados em manter o partido como posse de um ou de outro. “EstĂĄ mais que compro-

YDGR TXH HVWD HOHLomR HUD para ter sido comemorada GHYLGRDYRWDomRREWLGDWDQto para prefeito quanto para vereador. Estå claro, infelizmente, que eu incomodo, mas as pessoas pensam que o PSOL pertecence a A ou B. Eu penso que o partido Ê um patrimônio de Maceió, de Alagoas, de todas as pessoas que querem um outro tipo de política. Desde que eu garanti ter o mesmo comprometimento com os 37 candidatos, determinados setores se sentiram desconfortåveis�, atenta Fleming, assegurando que

a legenda sempre terĂĄ um papel de protagonista. As anĂĄlises do presidente municipal tambĂŠm foram direcionadas Ă s intervençþes do diretĂłrio estadual, que tem MĂĄrgio Agra como representante maior. “O presidente do diretĂłrio estadual quer se posicionar frente Ă  imprensa e acaba transformando suas opniĂľes em constrangimento. Ele faz TXHVWmR GH SDUWLFLSDU GDV reuniĂľes do diretĂłrio municipal e depois quer levar o seus SRVLFLRQDPHQWRVÂľ Ă€QDOL]RX (N.S)

BOCA DA MATA

PRĂ“XIMA VĂ?TIMA?

O Tribunal de Justiça de Alagoas inaugurou ontem, na cidade de Boca da Mata, a nova sede do FĂłrum da Comarca, que irĂĄ EHQHÂżFLDUDSUR[LPDGDPHQWH mil habitantes. Para o presidente do TJ, SebastiĂŁo Costa Filho, a inauguração representa uma nova fase para a Justiça. “Esta obra constitui marcante evolução diante das antigas instalaçþes. Pretendemos que ela atenda ao crescente nĂşmero de demandas desta Comarca FRPHÂżFLrQFLDHFRQIRUWRSDUD magistrados e servidoresâ€?.

O prefeito de Anadia, JosÊ Augusto (PPS), que foi eleito este ano para o comando do Executivo, se vê agora em situação delicada no município. Devido a crise que assola as prefeituras, prÊdios públicos tiveram o fornecimento de energia cortado por falta de pagamento. Os colÊgios Cenecista, Ginåsio de Esporte Zeca Barros, Escola Dr Geraldo Tenório Silveira, e atÊ a própria prefeitura, estão com ameaças de corte. O Executivo tenta realizar uma negociação para que o caos não se instale na cidade.

FĂłrum vai atender 27 mil habitantes

Prefeito tenta brecar crise em Anadia

VHQomR HTXLOtEULR H FDXtela. Com essas trĂŞs palavras, o presidente do diretĂłrio municipal PSOL, Alexandre Fleming, explicou as questĂľes que envolvem diretamente o afastamento do candidato a vereador eleito pela sigla, Guilherme Soares. Fleming salientou os posiocionamentos equivocados de outros setores do partido e as crĂ­ticas da vereadora HeloĂ­sa Helena (PSOL). Ele diz que a vereadora reeleita VDELD GD Ă€OLDomR GH 6RDUHV O momento do PSOL, ressalta Fleming, candidato a prefeito de MaceiĂł pelo partido, poderia ser de conIUDWHUQL]DomR SHOR UHVXOWDGR obtido nas campanhas para majoritĂĄria e proporcional. Os acertos e erros foram evidentes, porĂŠm, alguns setores do PSOL se sustentam em um problema sem provas para aplicar o afastamento do professor Guilherme Soares, diz Fleming. “Transformar esse problema sem uma prova material concreta, sem testemunha, em algo que possa afastar, e posteriormente aquilo que foi feito no dia 20 de outubro, expondo em uma UHGHVRFLDORQRPHGRĂ€OLDGR O PSOL, errou; as pessoas do PSOL erraram. Se hĂĄ erros cometidos e as provas forem apontadas, iremos tomar as medidas cabĂ­veisâ€?, avalia Fleming, em entrevista Ă  Tribuna Independente. O presidente municipal garante que tinha interesse HP RXYLU D YHUVmR GH *XLlherme Soares, acusado de compra de votos. ApĂłs fazer uma sĂŠrie de questionamentos, Fleming ressaltou que abriria um processo interno para debater as questĂľes, saber de todas as partes envolvidas e assegurar a ampla defesa e contraditĂłrio. “A maneira correta para se analisar um caso ĂŠ este e QmRFRPRIRLIHLWR$WpTXHVH prove a culpabilidade dele, nĂłs do PSOL temos que tratar o Guilherme [Soares] como um inocente. Fui contra o afastamento do candidato e sou respaldado pela GLUHomR GR SDUWLGR H SHOR HVWDWXWR (VVD GHFLVmR Mi IRL HQFDPLQKDGDSDUDDGLUHomR nacional e deve ser revista. Esse afastamento foi uma VDQomR XPD SHQD DSOLFDGD por um ato de irregularidadeâ€?, argumenta Fleming. $ VLWXDomR GH *XLOKHUPH 6RDUHV HVWi DJRUD QDV PmRV dos integrantes da Executiva nacional do Partido Socialismo e Liberdade. De acordo com Alexandre Fleming, a SULPHLUDUHXQLmRTXHKDYHUi HQWUH RV Ă€OLDGRV GD OHJHQGD deve entrar em pauta o ato elaborado pelo diretĂłrio estadual assinado por MĂĄrio Agra.


4

TRIBUNA,1'(3(1'(17(

POLĂ?TICA 0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'(2878%52'(

%$572/20(8'5(6&+EDUWRORPHXBGUHVFK#KRWPDLOFRPEU

Planejamento industrial

$

lagoas passa por um momento ímpar em seu processo de indusWULDOL]DomR2QWHPDLQDXJXUDomRGD.URQD7XERVH&RQH[}HV XPDJLJDQWHGRVHXVHWRU HVWiHQWUHDVWUrVPDLRUHVGD$PpULFD /DWLQDQDIDEULFDomRGHWXERVHFRQH[}HV IRUWDOHFHXDLQGDPDLVD chamada Cadeia da Química e do Plåstico inserindo nosso Estado numa SRVLomRGHGHVWDTXHLQWHUQDFLRQDO1HVWDVHPDQDRVLQWHJUDQWHVGR &RQVHOKR(VWDGXDOGR'HVHQYROYLPHQWR(FRQ{PLFRH6RFLDODSURYDUDPD FRQFHVVmRGHLQFHQWLYRVDRXWUDVWUrVHPSUHVDVTXHPDQLIHVWDUDPGHVHMR de se instalarem em terras alagoanas. Entre elas destaca-se a Loris &RPSDQ\,QG~VWULDH&RPpUFLRGH5HIULJHUDQWHVTXHSUHWHQGHIDEULFDUH FRPHUFLDOL]DUUHIULJHUDQWHV[DURSHVVXFRVHHQHUJpWLFRV2LQYHVWLPHQWR SUHYLVWRpGH5PLOK}HVHHPSUHJDQGRSHVVRDV2XWUDHPSUHVDFXMRSURMHWRIRLDSURYDGRSHOR&RQVHOKRIRLD&30,QG~VWULDGH%HELGDV Ltda., que pretende produzir linhas de cerveja e chopes no Estado, a um FXVWRLQLFLDOGH5PLOKmR1RUDPRGHDOLPHQWRVRVFRQVHOKHLURV DWHQGHUDPRSOHLWRGD$OPHLGDH6LOYD3URGXWRV$OLPHQWtFLRVTXHMiRSHUD QRIUDFLRQDPHQWRGHOHLWHHPSyFRPSRVWROiFWHRÀRFRGHPLOKRVRMD DUUR]IDULQKDGHPDQGLRFDHDOLPHQWRVHPJHUDO$HPSUHVDWDPEpPDGTXLULXDVPDUFDV&DPLOD6mR'RPLQJRVH%HOD5RVD2&RQVHOKRDLQGD DPSOLRXRVLQFHQWLYRVORFDFLRQDLVSDUDDHPSUHVD3Up0ROGDGRV$ODJRDV /WGDTXHYDLDXPHQWDUVXDVLQVWDODo}HVQR1~FOHR,QGXVWULDO%HUQDUGR 2LWLFLFD,$¿QDOLGDGHpFRQVWUXLUXPGHSyVLWRSDUDHVWRTXHHXPDHVWDção de tratamento de resíduos.

Secretária inocentada $VHFUHWiULDGD0XOKHU&LGDGDQLDH'LUHLWRV Humanos, Kátia BornGLVVHRQWHPTXHIRL inocentada pela auditoria realizada pelo Ministério da Previdência, no Iprev, orgão previdenciário GD3UHIHLWXUDGH0DFHLy.iWLDHUDDFXVDGDGH GHVYLRGHUHFXUVRVTXDQGRHUDSUHIHLWDGDFDSLWDO alagoana. Ela respondia a um processo há sete anos, quando inclusive teve seus bens bloqueados SHOD-XVWLoD2QWHPHODGHVDEDIRXQRSURJUDPD&LGDGDQLDGD5iGLR -RYHP3DQGL]HQGRTXHDLQMXVWLoDIRLFRUULJLGDMiTXHDVDFXVDo}HVQmR IRUDPFRPSURYDGDVSHORVDXGLWRUHV³6HPSUHJRYHUQHLFRPWUDQVSDUrQFLD e seriedade e jamais me apoderei de qualquer quantia da administração pública. Minha qualidade de vida é igual hoje a como era antes de entrar QDYLGDS~EOLFDKiDQRV´GLVVHDH[SUHIHLWD

Mercado de automĂłveis 2PHUFDGRDXWRPRELOtVWLFREUDVLOHLURHVWiQRIRFRGDVJUDQGHVPRQWDdoras mundiais. Pelo menos isso ĂŠ o que se depreende do interesse GHPRQVWUDGRSRUPRQWDGRUDVHXURSHLDVHDVLiWLFDVQR6DOmRGR$XWRPyYHOGH6mR3DXOR1DYLVmRGHHVSHFLDOLVWDVR%UDVLOGHYHUiHPEUHYH WRUQDUVHRWHUFHLURPDLRUPHUFDGRGHFDUURVGRPXQGR1DOLVWDGDV TXHHVWXGDPDSRVVLELOLGDGHGHYLULQVWDODUVHQR%UDVLOHVWmRD$XGL Mercedes-Benz, Land Rover e Volvo, todas do segmento de veĂ­culos de OX[R5HFHQWHPHQWHD%0:FRQÂżUPRXDFRQVWUXomRGHXPDIiEULFDGH PRQWDJHPHP6DQWD&DWDULQDQXPLQYHVWLPHQWRGH5PLOK}HV$ FKLQHVD*UHDW:DOODQXQFLRXTXHDWpGH]HPEURHQWUHJDDRJRYHUQRD SURSRVWDGHKDELOLWDomRDRUHJLPHDXWRPRWLYR ,QRYDUDXWR HRSURMHWRGH XPDIiEULFDORFDO

Mercado de automĂłveis 2 $/DWLQ$PHULFDQ0RWRUVTXHUHSUHVHQWDD*UHDW:DOOQR%UDVLODQXQFLRX que pretende iniciar as vendas de modelos importados em meados de (OHFDOFXODTXHRLQYHVWLPHQWRGHYHUiFKHJDUD5ELOKmRSDUD DVRSHUDo}HVORFDLVHDFRQVWUXomRGHXPDIiEULFDFRPFDSDFLGDGHSDUD PLOYHtFXORVSRUDQR2JUXSR'LVWULFDUSUHWHQGHLQYHVWLU86PLOK}HVSDUDPRQWDUYHtFXORVGDVPDUFDVFKLQHVDV&KDQJDQH+DLPDDOpP GDFRUHDQD6VDQJ\RQJHMiFRQYHUVDFRPRJRYHUQRGR(VSLULWR6DQWR -iDFKLQHVD-$&0RWRUVFRQÂżUPRXDFRQVWUXomRGHXPDIiEULFDQD%DKLD FRPLQYHVWLPHQWRVGH5PLOK}HV$&KHU\MiLQLFLRXDFRQVWUXomR GHXPDIiEULFDHP-DFDUHtHP6mR3DXORRQGHYDLLQYHVWLU86 PLOK}HV

Codevasf pode ampliar projetos em Alagoas 'HSXWDGR*LYDOGR&DULPEmRVREUHYRRX&DQDOGR6HUWmRFRPSUHVLGHQWHGRyUJmR 0$7+(866$1'(6

EDITORIA DE POLĂ?TICA &20$66(6625,$

O

deputado federal Givaldo Carimbão (PSB) realizou uma sÊrie de visitas aos projetos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Paraíba (Codevasf) instalados no Estado. O parlamentar acompanha Elmo Vaz, presidente da Codevasf, nas vistorias nos municípios em que existem açþes da instituição. Ontem, Carimbão e Vaz sobrevoaram as obras do Canal do Sertão. Em Delmiro Gouveia, uma estação da Codevasf estå sendo instalada para acompanhamento das obras do Canal. O imóvel jå foi assegurado pela prefeitura do município e dois carros serão adquiridos para facilitar o trabalho dos tÊcnicos. Por meio da Codevasf, o projeto do Canal do Sertão receberå R$ 1,1 bilhão para a conclusão de 77 quilômetros. Com o avanço das obras, um perímetro de irrigação tambÊm serå instalado em Pariconha ou à gua Branca.

Elmo Vaz conhece as potencialidades do Canal do SertĂŁo; projetos em outros municĂ­pios serĂŁo ampliados

&DULPEmR H 9D] À]HUDP XP voo panorâmico na årea dos PXQtFLSLRV SDUD LGHQWLÀFDU um local apropriado para a criação do perímetro. O empreendimento vai levar ågua tratada do Rio São Francisco para vårios municípios da região, contribuindo com o desenvolvimento

Cinco pastas extintas e demissĂľes

O novo prefeito de Maribondo, Aremilton Fernandes (PDT), tem uma missĂŁo no mĂ­nimo ardorosa. Ele foi empossado, ontem, e assim como estĂĄ virando praxe em Alagoas, prefeitos sĂŁo afastados e ganham a missĂŁo de arrumar a casa em tempo reduzido. Que o diga George Clemente (PSB), em SĂŁo Miguel dos Campos; JosĂŠ Belarmino (PRB), em Porto Real do ColĂŠgio; e Carlinhos Alves (PSC), na Barra de

SĂŁo Miguel. Todos eles, entre outros ganharam menos de um ano para por ‘ordem na casa’ em suas cidades. Como primeira medida, Aremilton disse que vai extinguir cinco das nove secretarias existentes, alĂŠm de exonerar todos os cargos comissionados da prefeitura municipal. A alegação do novo prefeito ĂŠ a de que as medidas visam enxugar a folha e garantir o pagamenWR GRV IXQFLRQiULRV DWp R Ă€-

',98/*$d­2

FOMENTO

ABUSO

2GHSXWDGRIHGHUDO Givaldo CarimbĂŁo avisa que hĂĄ reais possibilidades de novos projetos GD&RGHYDVIHP CraĂ­bas. “Eu vou ser o porta-voz dessa ideia junto Ă  ComSDQKLD´DÂżUPRX Em Porto Real do &ROpJLRD&RGHYDVI ĂŠ responsĂĄvel pelo Centro Integrado de 5HFXUVRV3HVTXHLURVH$TXLFXOWXUD'XUDQWHDYLVLWDDHTXLSHWpFQLFD GD&RGHYDVIDLQGDVHFRPSURPHWHXDDPSOLDUDSURGXomRGHalevinos SDUDPLOK}HV-iHP,JUHMD1RYDRJUXSRDYDOLRXRVWUDEDOKRV realizados no distrito de Boacica.

Pela segunda vez o depoimento do promotor Carlos Fernando Barbosa de Araújo, acusado GHSHGR¿OLDIRLDGLDGR2DGLDPHQWRIRL solicitado pelo advogado do promotor jå que uma das testePXQKDVGHGHIHVD ¿OKRGRSURPRWRU não compareceu à audiência. Com a solicitação do advogado Bruno Barros, o juiz Helder Loureiro, titular da 4ª Vara Criminal, remarcou a oitiva das três testemunhas - dois ¿OKRVGRSURPRWRUHXPSDGUH$DXGLrQFLDVHUiUHWRPDGDQDSUy[LPDTXLQWDIHLUD ž 

Central Fotovoltaica 2

‡3HVDFRQWUD-RmR+HQULTXH&DOGDVGHQ~QFLDVGHDEXVRGHSRGHU HFRQ{PLFRHGHSURSDJDQGDLUUHJXODU(OHWHULDGLVWULEXtGRFHUFDGHFLQFR PLOSDQÀHWRVHPXPHYHQWRUHOLJLRVRGD,JUHMD,QWHUQDFLRQDOGD3D]1D RFDVLmRHVWDYDSUHVHQWHROtGHUPDLRUGD,JUHMDR3DVWRU556RDUHV ‡20LQLVWpULR3~EOLFR(OHLWRUDOQDVVXDVDOHJDo}HV¿QDLVFRQVLGHURXDV SURYDVIDOKDVHSRVLFLRQRXVHFRQWUiULRjFDVVDomRGRSDUODPHQWDU0DVR mandato estå mesmo nas mãos da desembargadora Elizabeth Carvalho.

â€˜Ă‰ DA OUTRA GESTĂƒO’

Aremilton Fernandes sabe que vai pegar uma ‘batata quente’

8PDSDUFHULDPRQWDGDHQWUHD&RPSDQKLD+LGURHOpWULFDGR6mR)UDQFLVFR &KHVI DVXQLYHUVLGDGHVGH3HUQDPEXFRH)HGHUDOGH3HUQDPEXFRHR JRYHUQRGDTXHOHHVWDGRYDLSHUPLWLUDLPSODQWDomRGHXPD&HQWUDO)RWRYROWDLFDFRPFDSDFLGDGHGHWUrVPHJDZDWWV 0: HP3HWUROLQD2SURMHWRTXHGHYHHQWUDUHPSUiWLFDHPFRQWDFRPDSRUWHGHUHFXUVRV QRYDORUGH5PLOK}HVGDSUySULD&KHVIHVHUiLPSODQWDGRHPXPD ĂĄrea de nove hectares, e o objetivo ĂŠ ampliĂĄ-lo para, dentro de trĂŞs anos, DFRPSDQKLDHQWUDUQRPHUFDGRGHHQHUJLDVRODU$VHQWLGDGHVHQYROYLGDV pretendem, juntas, analisar as possibilidades de tecnologia que podem ser utilizadas na Central.

‡&RQWUDDFDVVDomRRGHSXWDGRJDQKRXRVYRWRVGRVGHVHPEDUJDGRUHV HOHLWRUDLV/XFLDQR*XLPDUmHV)UHGHULFR:LOVRQ'DQWDVH-RVp&DUORV Malta Marques.

o novo prefeito terå dor de cabeça em resolver os problemas da cidade. Aremilton Fernandes, que era vice-prefeito, assumiu o cargo após o MinistÊrio Público Estadual ter afastado o prefeito ZÊ Mårcio (PSC) por atos de improbidade administrativa. Diversos segmentos de servidores, fornecedores e o próprio Aremilton estão sem receber salårios hå três meses.

Apesar da situação de caos administrativo, Aremilton Fernandes disse que vai tentar minimizar os problemas vividos em Maribondo. “Sei que o que eu vou enfrentar ĂŠ uma ‘batata quente’. A prefeitura estĂĄ quebrada e vive um caos na administração. Estou ciente de tudo, mas conheço as rotinas administrativas e tenho IRUPDomR VXĂ€FLHQWH SDUD tentar corrigir os erros cometidos pela administração municipalâ€?, disse o prefeito. SerĂŁo extintas as secretarias do Trabalho, Agricultura, Esporte e Lazer, AssistĂŞncia Social e Infraestrutura. Permanecem com o funcionamento normal as secretarias de Educação, SaĂşde, Finanças e Adminis-

Central Fotovoltaica

‡3RUHQTXDQWRRSODFDUQR7ULEXQDO5HJLRQDO(OHLWRUDOpGHD9RWDUDPSHODFDVVDomRRVGHVHPEDUJDGRUHVHOHLWRUDLV$QWRQLR%LWWHQFRXUW ,YDQ9DVFRQFHORV%ULWR-~QLRUH)HUQDQGR0DFLHO

nal do ano. A missão de Aremilton )HUQDQGHV JDQKD GLÀFXOGDde, não apenas pelo curto espaço de tempo para que o novo prefeito eleito - Tonho do Eurcio (PSD) - assuma em janeiro. Mas tambÊm para que ele não deixe restos a pagar e responda criminalmente por desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal. Vale tambÊm lembrar, que com a queda do repasse dos fundos federais,

Sobre salĂĄrios atrasados, prefeito nĂŁo promete nada

$6HFUHWDULDGH'HIHVD6RFLDOUHFHEHXR³VLQDOYHUGH´GD6HFUHWDULD 1DFLRQDOGH6HJXUDQoD3~EOLFDSDUDYLDELOL]DUSURMHWRVGHVWLQDGRVjUHGXomRGRVKRPLFtGLRVHP$ODJRDV2VUHFXUVRVJDUDQWLGRVSHORJRYHUQR IHGHUDOYmRSHUPLWLURDSDUHOKDPHQWRGHGHOHJDFLDVGHKRPLFtGLRQDV FLGDGHVFRPPDLRUtQGLFHGHYLROrQFLDQR(VWDGR7DPEpPIRLJDUDQWLGDD verba para implantação do projeto Gênesis, do Corpo de Bombeiros, desWLQDGRDRVRFRUURGHYtWLPDVGHFULPHVYLROHQWRV6HUmRDGTXLULGRVVHLV XQLGDGHVGHUHVJDWHHLPSODQWDGDVTXDWURVDODVGHDVVHSVLD7DPEpP VHUmRFRQVWUXtGDVPDLVEDVHVFRPXQLWiULDVHLQVWDODGRXPVLVWHPD GHUDGLRFRPXQLFDomRGLJLWDOSDUDUHJLmRPHWURSROLWDQDHSDUD$UDSLUDFDH FLGDGHVSUy[LPDV

‡2GHSXWDGR-RmR+HQULTXH&DOGDV 371 GHYHSDVVDUR¿QDOGH VHPDQDHPJUDQGHH[SHFWDWLYDVREUHSDUDTXDOODGRYDLSHQGHURYRWR de minerva da desembargadora Elizabeth Carvalho. Ela decide sobre a cassação, ou não, do mandato do jovem parlamentar.

clarou CarimbĂŁo. As viagens se iniciaram na quinta-feira (25), com visitas em Igreja Nova e Porto Real do ColĂŠgio. Os dois municĂ­pios possuem perĂ­metros irrigados da Codevasf em operação. “Os trabalhos estĂŁo bem encaminhadosâ€?, disse Elmo Vaz.

NOVA ADMINISTRAĂ‡ĂƒO EM MARIBONDO

Recursos para segurança

O projeto prevĂŞ ainda que a energia gerada perla Central serĂĄ utilizada SHODSUySULDSODWDIRUPDVRODUHRH[FHGHQWHFRPHUFLDOL]DGRGHDFRUGR FRPRPHUFDGRGHHQHUJLDHOpWULFD$&HQWUDODLQGDIRUQHFHUiHQHUJLD para duas mil residĂŞncias. O governo de Pernambuco, por intermĂŠdio GD6HFUHWDULDGH&LrQFLDH7HFQRORJLDFHGHXXPWHUUHQRGHKHFWDUHV GHVWLQDGRjSURGXomRGHHQHUJLDVRODU1RPHVPRHVSDoRRQGHVHUiLPSODQWDGDD&HQWUDO)RWRYROWDLFDVHUiLQVWDODGDXPDSODQWDWHUPRVRODUTXH WHUiLQYHVWLPHQWRVGH5PLOK}HVGDSUySULD6HFUHWDULDGH&LrQFLDVH 7HFQRORJLDHGD)LQDQFLDGRUDGH(VWXGRVH3URMHWRV )LQHS 

da agricultura, piscicultura e bovinocultura local. â€œĂ‰ o começo de uma nova Petrolina, sĂł que em Alagoas. Daqui a 20 anos a população vai poder ver a importância desses trabalhos e como HOHVHVWmRVHQGREHQHĂ€FLDGRV hoje. É algo que vai mudar a vida das pessoas daquiâ€?, de-

Deputado quer ampliação de projetos

tração. Segundo Fernandes, a demanda de trabalho das secretarias extintas serĂĄ atendida pelas secretarias que permanecem sem alteraçþes. “Temos que cortar gastos, para poder garantir o pagamento dos salĂĄrios dos servidores efetivos nos meses de novembro e dezembro. Ou acabamos com os comissionados ou nĂŁo teremos como pagar os efetivosâ€?, explicou. Sobre os salĂĄrios atrasados, Fernandes começou mal. Ele disse que nĂŁo pode fazer nada para resolver a situação, pois o ‘atrasado’ ĂŠ da gestĂŁo anterior. Somente em dezembro, serĂĄ solicitada autorização quitar o dĂŠbito com os servidores.

Remarcada audiĂŞncia de promotor Barbosa


TRIBUNA,1'(3(1'(17(

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2 DE OUTUBRO DE 2012 POLĂ?TICA

5

%RPĂ€PODQoDFKDSDRĂ€FLDOPHQWH Candidato Ă  presidĂŞncia da OAB/AL apresenta formalmente os 80 membros da chapa ‘Renova OAB’ em evento hoje

Cotidiano

6$1'52/,0$

A

LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

De malas prontas

H

ĂĄ muito jĂĄ divulgĂĄvamos nessa coluna a possĂ­vel [provĂĄvel] ida GRSUHIHLWR/XFLDQR%DUERVD 30'% SDUDDVVXPLUXPDSRVLomR estratĂŠgica no governo da presidente Dilma Rousseff. Pois bem, Luciano iria [irĂĄ] a convite da prĂłpria presidente da RepĂşblica sem LQGLFDomRGHTXHPTXHUTXHVHMDRXGHVHMDVVHDRPHQRVTXHRSUySULR QmRDFHLWDVVHDPLVVmRRÂżFLDO/XFLDQR%DUERVDDRVHXPRGRSUHIHUH QmRFRPHQWDUVREUHRDVVXQWRSDUDQmRFDXVDUH[SHFWDWLYDHOHTXHMi IRLPLQLVWURGD,QWHJUDomR1DFLRQDOVHGHVWDFRXDLQGDPDLVFRPXPD YHUGDGHLUDUHYROXomRQDJHVWmRS~EOLFDHP$UDSLUDFD&RJLWDo}HVH SUHO~GLRVVREUHVXDLQGLFDomRTXHPVDEHSDUDSUHVLGLUD&KHVIVmR apenas murmĂşrios, eis que no apagar das luzes de 2012, o telefone de Barbosa serĂĄ o instrumento que lhe levarĂĄ com destino a novos horizonWHVIUXWRGHVXDFRPSHWrQFLDHGHWHUPLQDomR

Recompensa )LOLDGRDR30'%DVHPSUHGLQkPLFD-XOLDQD,YR&RVWDIRLXPDGDVPLOLWDQWHVPDLVÂżpLVGDFDPSDQKDHOHLWRUDO/HVVD0RVDUW&RPRUHFRQKHFLPHQWRGHVXDDWXDomRRSUHIHLWR&tFHUR$OPHLGDDQRPHRXFRPRFKHIH GHJDELQHWHGD6XSHULQWHQGrQFLDGH,OXPLQDomRGH0DFHLy

Rindo a toda 2SUHIHLWR&tFHUR$OPHLGDpXPSRoRGHDOHJULDHWHPFRQÂżGHQFLDGR DRVVHXVFRODERUDGRUHVPDLVSUy[LPRVTXHHVVHVGRLV~OWLPRVPHVHV GHVXDJHVWmRREUDVLPSRUWDQWHVVHUmRHQWUHJXHVjSRSXODomR

Abriu $SyVDSUHVVmRVRIULGDSRULQ~PHURVYHUHDGRUHVTXHVHGHVORFDUDPDWp a capital federal em desfavor da PEC 35 que pretende cortar os salĂĄrios dos vereadores em municĂ­pios com menos de cinquenta mil habitanWHVRVHQDGRU%HQHGLWRGH/LUD 33 UHFXRXGDGHFLVmRHPDVVLQDUR projeto.

Eleição tranquila 'LIHUHQWHPHQWHGHRXWUDVLQVWLWXLo}HVRSURFHVVRHOHLWRUDOSDUDR&RQVHOKR)HGHUDOH5HJLRQDOGH$GPLQLVWUDomRHP$ODJRDVRFRUUHXGHIRUPD WUDQTXLOD6HPPXLWRDODUGHRVDGPLQLVWUDGRUHVTXHGLVS}HGHXPVLVWHPDGHYRWDomRPRGHUQRHWUDQVSDUHQWHHOHJHUDPHP$ODJRDVD&KDSD 1 que tem à frente os administradores Armando Lôbo e Ediberto Omena.

Flimar 1 O secretĂĄrio municipal de Cultura de Marechal Deodoro, Carlito Lima, UHPHWHXHPDLOLQIRUPDQGRVREUHDUHDOL]DomRGDÂ?)HLUD/LWHUiULDGH Marechal Deodoro, que este ano apesar dos poucos recursos, o evento DFRQWHFHUiJUDoDVDRDSRLRGHLPSRUWDQWHVyUJmRVOLJDGRVjFXOWXUDQR Estado de Alagoas.

Flimar 2 Ainda segundo Carlito Lima, a Flimar acontecerĂĄ entre os dias 28 de novembro e 1Âş de dezembro, e este ano homenagearĂĄ os escritores 7KpR%UDQGmRH$QW{QLR7RUUHV

Canetada O MinistĂŠrio PĂşblico de Contas requisitou de diversos municĂ­pios alagoanos a folha de pagamento referente ao mĂŞs de outubro. Ainda QRPHVPRRÂżFLRUHFRPHQGRXTXHRVPXQLFtSLRVREHGHFHVVHPjOHLGH DFHVVRjLQIRUPDomRHQXPSUD]RGHYLQWHGLDVGLYXOJXHPRVYHQFLPHQtos de todos os servidores municipais.

Empossada $FRQWHFHKRMHjQRLWHQD(VFROD6DQWD0DULD0DGDOHQDHP8QLmRGRV 3DOPDUHVDSRVVHGDQRYDGLUHWRUDGR6LQWHDOGDUHJLmRGD=RQDGD 0DWD2VFRPHVHEHEHVWHUmRLQLFLRjVKRUDV

/DQoDPHQWRRÂżFLDO $FKDSD5HQRYD2$%HQFDEHoDGDSHORVDGYRJDGRV7KLDJR%RPÂżPH (GQDOGR0DLRUDQRODQoDUiRÂżFLDOPHQWHRVQRPHVGHVXDFRPSRVLomR2HYHQWRDFRQWHFHUiQRViEDGR  GDVKRUDVjVKRUDVQR ,DWH&OXEH3DMXoDUD

EDITORIA DE POLĂ?TICA &20$66(6625,$

7KLDJR%RP¿P defende uma reoxigenação da Ordem em Alagoas

Chapa 3 ‘Renova OAB’, encabeçada pelos advogados 7KLDJR %RPĂ€P H (GQDOGR Maiorano, que concorre Ă s eleiçþes da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL) para o triĂŞnio 2013/2015, ODQoDUi RĂ€FLDOPHQWH RV  nomes de sua composição. O evento acontecerĂĄ no sĂĄbado (27), das 12h Ă s 19h, no Iate Clube Pajuçara, localizado na Avenida Dr. Antonio Gouveia – 1259. 7KLDJR %RPĂ€P H 0DLRrano, presidente e vice da Renova OAB, sĂŁo nomes jĂĄ DSUHVHQWDGRV RĂ€FLDOPHQWH para os advogados alagoanos; e que defendem a necessidade de renovação e oxigenação dentro da Ordem, em Alagoas. “Vislumbrei em Thiago e Maiorano os melhores nomes para nossa Ordem, bem como a verdadeira mudança e oxigenação da nossa lutaâ€?, DĂ€UPRXRDGYRJDGR)HOLSHGH Castro, apoiador da chapa. “A nossa chapa visa uma renovação na Ordem, com uma gestĂŁo democrĂĄtica e participativa. Renovação ĂŠ uma das maiores caracterĂ­s-

ELEIÇÕES DA ORDEM

Marcelo Brabo inaugura seu comitĂŞ O advogado Marcelo Brabo, candidato Ă  presidĂŞncia da seccional alagoana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL) pela Chapa 5 ‘Mais OAB’, inaugura hoje, dia 27, seu comitĂŞ de campanha, a partir das 12h. (OHĂ€FDORFDOL]DGRj$YHQLGD 6tOYLR 9LDQD  3RQWD Verde. Ontem, o candidato concedeu entrevista ao Pajuçara ManhĂŁ, da TV Pajuçara, Ă€OLDGDD5HGH5HFRUG%UDER falou sobre as motivaçþes para o cargo, assim como o

que a entidade precisa para trilhar dias melhores. Para ele, ĂŠ preciso voltar os olhos para os advogados, mas sem apequenar a Ordem, garantindo o direito a defesa de todos. “Devemos mudar a condução. O presidente da OAB/ AL deve cobrar agilidade no atendimento dos reclamos da sociedade sempre ouvindo os conselheiros e a classe, nĂŁo trazendo Ă  tona eventual culpabilidade de quem quer que sejaâ€? destacou. AGENDAS

ClĂĄudia Amaral, da Chapa 4 ‘Nossa Ordem ĂŠ Outra’, WHP SDQĂ HWDJHP jV K QD abertura da Palestra de Responsabilidade Civil, no Hotel Hitz Lagoa da Anta; e Ă s 16h, happy hour, no Lopana. AmanhĂŁ, 9h, a candidata da Chapa 4 tem encontro de interação e descontração na rua fechada, na Orla de Ponta Verde; e almoça ao meio-dia com apoiadores e equipe. A Chapa 2 ‘Prerrogativa ĂŠ a Ordem’, de Welton Roberto, tem movimentação, mes-

MaurĂ­cio Breda ĂŠ o novo presidente

DIZ RENAN

PELA ORDEM

VIOLĂŠNCIA

O senador Renan Calheiros (PMDB) destacou esta semana, em PlenĂĄrio, o sucesso dos programas sociais adotados pelo governo federal, a começar com o Bolsa FamĂ­lia - do qual ele foi relator. Para Renan, os prograPDVYrPVXUWLQGRUHĂ€H[RVH[WUHmamente positivos na economia brasileira. Segundo o senador, o Bolsa, aliado Ă  nova mecânica de reajustes do salĂĄrio mĂ­nimo DFLPDGDLQĂ€DomRWrPDMXGDGRR Brasil a contornar as sucessivas crises mundiais. “Tem dinamizado a economiaâ€?.

O ciclo de debates proposto SHOD$VVRFLDomRGRV3URFXUDdores de Estado (APE) com os candidatos a presidente da 2$%$/FRQWLQXDQDSUy[LPD terça-feira (30), com Raquel Cabús (Chapa OAB Para Todos); terça-feira, 6, o candidato Marcelo Brabo (Chapa Mais OAB) serå o entrevistado. Na quinta-feira, 8, o encontro serå com o advogado Welton Roberto (Chapa Prerrogativa Ê a Ordem) e, na terça-feira, 13, 7KLDJR%RP¿P &KDSD5HQRYD OAB) apresenta suas propostas.

O presidente da Câmara de Maceió, Galba Novaes (PRB), entregou, ontem, a secretåria nacional de Segurança Pública, 5HJLQD0LNLRUHODWyULR¿QDOGD &RPLVVmR(VSHFLDOGH,QTXpULWR &(, GD9LROrQFLD³7HQKR certeza de que esse relatório irå dar subsídios importantíssimos à secretåria Regina Miki e ao governo do Estado, no sentido de fornecer subsídios para as políticas públicas que visam FRPEDWHUDYLROrQFLDQmRVy em Maceió, como tambÊm no Estado todo�, frisou Galba.

Precaução Discreto e sempre precavido, o advogado Marcelo Brabo que tambÊm FRQFRUUHjSUHVLGrQFLDGD2$%SUHIHULXRUHJLVWURR¿FLDOGDFKDSDTXH HOHHQFDEHoDSDUDVyDVVLPDEULUDVSRUWDVGHVHXFRPLWrTXH¿FDORFDOL]DGRQDRUODGH3RQWD9HUGH$VROHQLGDGHDFRQWHFHUiKRMHLQLFLDQGR ao meio-dia.

Falando em OAB...

Bolsa FamĂ­lia dinamiza economia

Ciclo de sabatinas segue prĂłxima semana

ou resistĂŞncia dos segmentos envolvidos com a segurança S~EOLFDQR(VWDGR´6DEHPRV da sua competĂŞncia e tenho certeza que ele saberĂĄ aplicar seus conhecimentos no Consegâ€?, disse. Conhecido pela ‘caneta pesada’ e atuação Ă­ntegra, MaurĂ­cio BrĂŞda aceitou com altivez e coragem - como ĂŠ de costume - a missĂŁo que lhe foi dada. “Ouvirei todas as partes da sociedade que podem contribuir conosco, alĂŠm de cumprir as missĂľes TXH QRV IRUHP FRQĂ€DGDVÂľ disse o novo presidente.

O magistrado se mostrou empolgado com a nova tarefa: “Alagoas vive um novo momento na Segurança PĂşblica e queremos contribuir da melhor forma para issoâ€?. MaurĂ­cio BrĂŞda responde ainda pela Comarca de Traipu, como tambĂŠm pela 7ÂŞ Vara Criminal da Capital. (QWUHWDQWR R TXH QRWDELOLzou o juiz foi sua atuação no combate ao crime organizado, justamente a frente da 17ÂŞ. JĂĄ Ă  frente da 9ÂŞ Vara Criminal, MaurĂ­cio Breda FXLGRXGRVFDVRV)iELR$FLR-

‌ Dando sequência à sÊrie de entrevistas com os presidenciåveis da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas, o jornal Tribuna IndependenteWUD]DPDQKmQDSiJLQD$RFDQGLGDWR:HOWRQ5REHUWRDERUGDQGRGLIHUHQWHVWHPDVVREUHDHOHLomRGD2$%

$FDQGLGDWDDSUHVLGHQWHGD2$%&OiXGLD$PDUDOUHXQLUiKRMHQRÂżP da tarde os adeptos e seguidores de sua campanha. O evento estĂĄ marcado para as 16 horas no bar Lopana, na orla da capital.

mo na ausĂŞncia do candidato SRU PRWLYRV SURĂ€VVLRQDLV 2 grupo teve ontem, o projeto Garagem de Ideias, em seu comitĂŞ, que debate projetos e sugestĂľes para somar com a plataforma da chapa. Rachel CabĂşs, da Chapa 1 ‘OAB Para Todos’, cumpriu compromissos ontem. (OD SDVVRX R GLD YLVLWDQGR escritĂłrios e cedendo entrevistas. A candidata ainda prestigiou as eleiçþes para a Associação Brasileira de Mulheres em Carreira JurĂ­GLFLD $%0&-  (3

CONSEG

Com a saída do presidenWH GR &RQVHOKR (VWDGXDO GH Segurança Pública (Conseg), Paulo Brêda, para a disputa pela presidência da OAB/ $/ R &RQVHJ ÀFRX DFpIDOR porÊm um novo presidente deve assumir em breve. O juiz Maurício Brêda, da 17ª Vara Criminal da Capital, aceitou o convite feito, ontem, pelo governador TeotoQLR9LOHOD)LOKR 36'% GXrante reunião de avaliação do Plano Brasil Mais Seguro. Vilela disse que o nome foi aprovado por unanimidade, sem maiores problemas

Happy hour

ticas da democracia; portanto, faz-se fundamental uma R[LJHQDomRGHLGHLDVÂľDĂ€UPD RFDQGLGDWR7KLDJR%RPĂ€P (QWUH DV QRYLGDGHV TXH serĂŁo apresentadas hoje, estĂĄ a quantidade de mulheres que fazem parte da Renova OAB. “A ala feminina da nossa chapa passa do percentual de 30%. Um grupo que, com certeza, representa muita força para a prĂłxima JHVWmRÂľGLVVH)HUQDQGD0Drinela, membro da chapa ‘Renova OAB’. AĂ‡ĂƒO SOCIAL Ao chegar ao evento, cada convidado doarĂĄ dois quilos de alimentos nĂŁo-perecĂ­veis, que serĂŁo doados a uma LQVWLWXLomR Ă€ODQWUySLFD TXH serĂĄ escolhida posteriormenWH ´(VSHUDPRV DUUHFDGDU um nĂşmero bom de alimentos para proporcionar dias melhores para estas pessoDV )DoR TXHVWmR GH ID]HU D entrega dos alimentos pesVRDOPHQWHÂľ Ă€QDOL]D 7KLDJR %RPĂ€P %RPĂ€P GLVSXWD D VXFHVsĂŁo na OAB/AL com Rachel CabĂşs, da chapa ‘OAB Para Todos’; Welton Roberto, da chapa ‘Prerrogativa ĂŠ a Ordem’; ClĂĄudia Amaral, da chapa ‘Nossa Ordem ĂŠ Outra’; e Marcelo Brabo, ‘Mais OAB’.

Galba entrega relatĂłrio de CEI

ly; o assassinato do vereador /XL] )HUUHLUD GH $QDGLD caso Giovanna; as ordens MXGLFLDLVGD2SHUDomR(VSHFtro e consequentes desdobramentos, tudo isso tem sido tocado com transparência e agilidade pelo magistrado. Inclusive, este ano, com as diversas candidaturas postas ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do (VWDGR %UHGD WDPEpP VH apresentou como postulante, mesmo apoiando a então mobilização feitas pelos procuradores do MP de Contas, da Corte.


6

OPINIAO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

Opinião Efeitos do apagão

O

s efeitos dos apagões que vêm se UHJLVWUDQGR QR SDtV GHVGH R ÀQDO do segundo mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso e que JDQKDUDP IRUoD QRV JRYHUQRV GH /XOD H 'LOPD5RXVVHIIQmRVyWUD]HPSUHMXt]RV ÀQDQFHLUR DRV FRQVXPLGRUHV  PDV WDPEpP HVWUDJRV j FLGDGDQLD GRV QRUGHVWLQRV6mRPXLWRVRVWUDQVWRUQRVFDXVDGRV QHVWD UHJLmR GR SDtV SRU FDXVD GH XPD QRLWH LQWHLUD VHP HQHUJLD3RU H[HPSOR IDPtOLDVVmRREULJDGDVDVDLUjVUXDVQD madrugada devido à forte temperatura GR 1RUGHVWH QHVWD pSRFD H QHVWH FDVR HVWmRVXMHLWDVDLQVHJXUDQoDTXHSUHGRmina em todos os estados da região. )RL R TXH RFRUUHX QD FLGDGH GH 3DWRV3%TXDQGRXPD&DVDORWpULFDIRLDVVDOtada na madrugada. 1R GLD VHJXLQWH FRPR RFRUUHX RQWHP SHOD PDQKm HP 0DFHLy SHGHVWUHV WrP GLÀFXOGDGH GH DWUDYHVVDU DV UXDV SRU IDOWDGHVLQDOL]DomROXPLQRVDQRVVHPiIRURV1RVKRVSLWDLVDVLWXDomRWDPEpP VHWRUQDGHJUDGDQWHSRUTXHJUDQGHSDU-

WHGDVXQLGDGHVKRVSLWDODUHVQmRGLVS}H de gerador de energia ou de uma equipaPHQWRVLPLODUFDSD]GHDWHQGHUDJUDQGHGHPDQGDGHSDFLHQWHV3RUFDXVDGHVWD VLWXDomR SRU H[HPSOR XPD SDFLHQWH PRUUHXHP)HLUDGH6DQWDQD%$GHSRLV GH XPD SDUDGD  FiUGLRUHVSLUDWyULD H D GHVFRQÀDQoDpTXMHRDSDUHOKRGHL[RXGH IXQFLRQDUSRUIDOWDGHHQHUJLD O apagão também interrompeu o forQHFLPHQWR GH iJXD HP 3HUQDPEXFR H 3DUDtED$SDUHOKRV HOHWURHOHWU{QLFRV VRfreram avarias 3RU WRGRV HVVHV SUHMXt]RV RV FRQVXPLGRUHV TXH WLYHUDP DOJXP SUHMXt]R SRU FDXVDGREOHFDXWHRFRUULGRHQWUHRÀPGD noite da quinta-feira e a madrugada da VH[WDIHLUD GHYHP UHJLVWUDU DV UHFODPDo}HVQRVyUJmRVGHGHIHVDGRFRQVXPLGRU (VVD IRL D RULHQWDomR GDGD SHOR 3URFRQ 2 yUJmR GHVWDFD TXH PHVPR HP FDVRV IRUWXLWRV RX HP FDVRV GH IRUoD PDLRU R FRQVXPLGRUWHPRGLUHLWRGHVHUUHVVDUFLGRVHVRIUHXDOJXPWLSRGHSUHMXt]RSRU FDXVDGREOHFDXWH

PE. MANOEL HENRIQUE DE MELO SANTANA Pároco da Igreja São Pedro - Ponta Verde.

¶'HOiGRLQWHULRU·

´(X YLP GH Oi GR LQWHULRU DRQGH D UHOLJLmR DLQGD p LPSRUWDQWH /i VH DOJXpP SDVVD HP IUHQWH GD PDWUL] VH EHQ]H e pensa em Deus e não sente vergonha de ter fé”. 3DGUH =H]LQKR DFRPSDQKRX as grandes migrações do povo EUDVLOHLUR SDUD D FLGDGH H FRP D ,JUHMD QRV HQVLQRX D FDQWDU D 'HXV QD FLGDGH µ0DV GHL[D HXOKHGL]HUTXHHXDLQGDFUHLR HTXHURFUHU4XHVHPUHOLJLmR não sei viver...” 1D FLGDGH D ,JUHMD WHP PXLWDV GLÀFXOGDGHV H SHUGHX DTXHOH VHX MHLWR GH VHU ,JUHMD no interior e até o padre não permite mais que o povo faça a UHOLJLmRHDVIHVWDVGDSDGURHLra que eram tão bonitas. 1D FLGDGH WXGR p WmR GLIHUHQWHRQGHQLQJXpPpGHQLQJXpP DV FULDQoDV H RV MRYHQV SHUGHUDPRHQGHUHoRGD,JUHMD e vivem em grupos não mais GRV MRYHQV GDTXHOHV WHPSRV 3DGUH =H]LQKR QRV DMXGRX D FDQWDU QR LQtFLR GH FDGD GLD µ(VWDPDQKm6HQKRUFRPRDV GHPDLV 6HQKRU 'RXWH DV ÁRUHVRFpXPLQKDWHUUDµ 2XYLQGR D YR] GR YHQWR VRQKiYDPRV FRP D QRVVD YRFDomR H GHVSHUWiYDPRV ROKDQGR R H[HPSOR GDV iJXLDV ´7X PH À]HVWH XPD GDV WXDV FULDWXUDVFRPkQVLDGHDPDUÉJXLD SHTXHQD TXH QDVFHX SDUD DV DOWXUDV FRP kQVLD GH YRDU 3HTXHQDV iJXLDV FRUUHP ULVFRV TXDQGR YRDP PDV GHYHP DUULVFDU7XPHÀ]HVWHDPDUR ULVFRGDVDOWXUDVFRPkQVLDGH FKHJDUµ 2 PHX WHPSR LQLFLDO GH SDGUHIRLGHGHGLFDomRTXDVHLQWHJUDOSDUDRVMRYHQVTXDQGRHP  QD 9LoRVD FRPHoDPRV R SULPHLUR JUXSR GH MRYHQV FRP

XPJUDQGHHQFRQWURTXHDFRQWHFHX QD )D]HQGD 0DOtFLD GH 6HQKRU $ORtVLR 9DVFRQFHORV 3UHIHLWRGDTXHODFLGDGH 2 7/& 7UHLQDPHQWR GH Liderança Cristã) foi o granGH 0RYLPHQWR TXH SUHSDURX QRVVRV MRYHQV 'DTXL PDQGR um abraço muito grande para R ,YDQ]LQKR H 'D\VH TXH HVWDYDP QR DOWDU GDTXHOH ÀQDO GH (QFRQWUR GH  H GHSRLV VH FDVDUDP 7HPSRV GHSRLV D KLVWyULD PH WURX[H DV DOHJULDV GH&DMXHLURH3LODUSUDGHSRLV VXUJLUQDFLGDGHJUDQGHD3DUyTXLDGH6mR3HGURQD3RQWD 9HUGH 3DGUH =H]LQKR QRV DMXGRX D YLYHU -HVXV &ULVWR QD FLGDGH TXDQGR QRV HQVLQDYD TXH TXDQGR ´D JHQWH HQFRQWUD 'HXV FRUDomR QmR FRQVHJXH FDODU 9DL DRV RXWURV YDL WHVtemunhar o quanto é bom viYHU GH HVSHUDQoDµ H DLQGD VDL bradando que Jesus Cristo nos deixou inquieto. Diante de tantas outras ,JUHMDV 3DGUH =H]LQKR FDQWD FRQRVFR µ7HQKR LUPmRV WHQKR LUPmV DRV PLOK}HV HP RXWUDV UHOLJL}HV 3HQVDPRV GLIHUHQWH RUDPRV GLIHUHQWH ORXYDPRV GLIHUHQWH 0DV QXPD FRLVD VRPRVLJXDLVEXVFDPRVRPHVPR 'HXV DPDPRV R PHVPR 3DL TXHUHPRVRPHVPRFpXFKRUDmos os mesmos ais”. $LQGD KRMH VRD FRP LQWHQVLGDGH R DSHOR GH 'HXV TXH 3DGUH=H]LQKRFDQWDQGRQRVLQFLWDYD D HVFROKHU ´'LDQWH GH WL SRQKRDYLGDHSRQKRDPRUWH PDVWHQVTXHVDEHUHVFROKHUVH HVFROKHV PDWDU WDPEpP PRUUHUiVVHGHL[DVYLYHUWDPEpP YLYHUiV(QWmRYLYHHGHL[DYLYHUµ -HVXV GH 1D]DUp p ÀOKR GH

XP 'HXV DSDL[RQDGR TXH QRV ID] ´VRQKDGRUHV GD SD] WHQGR TXH OXWDU WHQGR TXH DUULVFDU WHPTXHIDODUWHPTXHGDQoDU WHP TXH OHYDU R SmR H D SD]µ -HVXV p D 3DODYUD FHUWD QD KRUD FHUWD H GR MHLWR FHUWR ( SURIHWLFDPHQWH FRPR IDODYDP os grandes profetas da Antiga $OLDQoD 3DGUH =H]LQKR FRQFODPDYD´2VSREUHVGRPXQGR inteiro estão gritando que não Gi1mRGiPDLVSDUDVXSRUWDU DLQGLIHUHQoDGRVVHXVLUPmRV ,UPmRV FDGD YH] PDLV ULFRV H TXH ÀQJHP QmR HQWHQGHU 1mR Gi SUD YLYHU HP SD] RQGH QmR KiRTXHFRPHUµ Somente assim podemos todos entoar que minha vida tem VHQWLGRHTXHWHPRVXPFRUDomR SDUDDPDULQTXLHWRHVHPSUHD EDWHUDQVLRVRSRUHQWHQGHUDV FRLVDVTXHWXGLVVHVWH 6HL TXH KRMH H[LVWHP PXLWRV SDGUHV FDQWRUHV FRP PXLWDV FDQo}HV GH PXLWR YDORU PXVLFDO H HYDQJpOLFR PDV WDPEpP QmR PH VLQWR ÀOLDGR D RXWUDV JHUDo}HV TXH YmR FDQWDQGR um Deus de prosperidade e um 'HXVTXHFXLGDDSHQDVGRVLQGLYtGXRVFXUDQGRHRVOLEHUWDQGR GDV GRUHV GH FDGD GLD QHJDQGRDKLVWyULDWmRHGLÀFDQWH GH SDGUHV ELVSRV UHOLJLRVRV H OHLJRVTXHGHUDPDVXDYLGDDR 5HLQRTXHpGHFUX]HGHPRUWH 8PD FRLVD HX VHL GL]HU FRP muita fé e esperança que a ,JUHMDGH-HVXVYDLPXGDUPXLWRSDUDVHUÀHODRVHX(YDQJHOKR 0XLWD FRLVD YDL PXGDU H QyVWRGRVQRVVHQWLUHPRVQRYDPHQWHLUPmRVHLUPmVQDPHVPD FDPLQKDGD H FRPXQLGDGH HDFLGDGHJUDQGHYDLHVWUHLWDU VHXVODoRVHPSHTXHQDVFRPXQLGDGHVGHEDVHFRPRMiDFRQWHFHXHQWUHQyV

MARCO ANTONIO ARAUJO

PAULO NOGUEIRA

Jornalista

Jornalista

O Caso Soninha 4XHUHPRVID]HUXPMRUQDOLVPR GLIHUHQWHGRTXHHVWiDt0HOKRU faremos. 8PMRUQDOLVPRTXHDMXGHROHLWRUDHQWHQGHURVIDWRVQRPDWWHU ZKDW FRPR JRVWD GH GL]HU PHX DPLJR6FRWW0RRUH )DORFRPRHGLWRUHFRPROHLWRU também. )LTXHLFRQIXVRRQWHPTXDQGR PHXLUPmR.LNRFRPHQWRXFRPLJRDI~ULDGH6RQLQKDFRQWUD+DGGDG%RPMRUQDOLVWDTXHp.LNR ORJR HQWHQGHX TXH KDYLD DOL XP DUWLJRDHVFUHYHU 6HX WH[WR DOLDGR D FRPHQWiULRV GH OHLWRUHV TXH FRPR GH KiELWRFRQWULEXtUDPSDUDRGHEDWH HDTXLDJUDGHoRSDUWLFXODUPHQWH )UDQNPHÀ]HUDPYHURyEYLR $ SDUWLU GLVVR WXGR À] R TXH FRVWXPRID]HUSHVTXLVHL Bem. 6RQLQKDWHPLQWHUHVVHSHVVRDO QDSHUPDQrQFLDGR36'%QRSRGHU HP 6mR 3DXOR 0mH H ÀOKDV WrP ERQV HPSUHJRV S~EOLFRV QR JRYHUQR SDXOLVWD FRQTXLVWDGRV VHP FRQFXUVR (OD SUySULD WDPEpP WHP YDQWDJHQV FRQFUHWDV 5HFHEH GLQKHLUR SDUD SDUWLFLSDU

de reuniões de diretoria na CeWHVEGDTXDOpFRQVHOKHLUD )DOWDDtPDLVTXHWXGRWUDQVSDUrQFLD 2 HOHLWRUDGR WHP TXH VDEHU GLVVR DPSODPHQWH 2 SDUtido de Soninha apoia o PSDB. 3RGH VHU TXH R DSRLR VHMD SRU FRQYLFo}HV 0DV WDPEpP SRGH VHU SRU UD]}HV PHQRV QREUHV $ WUDQVSDUrQFLD DMXGD R FLGDGmR D formar sua opinião. E aí vou para a mídia. Caberia D HOD WUD]HU HVVD WUDQVSDUrQFLD DR WHPD ,VVR IRL SDUFLDOPHQWH IHLWR(PPLQKDSHVTXLVDYLTXH R -RUQDO GD 7DUGH SXEOLFRX Ki DOJXQV PHVHV XPD UHSRUWDJHP GH )DELR /HLWH VREUH DV UHODo}HV SURÀVVLRQDLV GH 6RQLQKD H IDPtOLDFRPRJRYHUQRSDXOLVWD 1D UHSRUWDJHP YRFr Or TXH R JRYHUQR MXVWLÀFRX D FRQWUDWDomR GH XPD ÀOKD GH 6RQLQKD FRP VXD ÁXrQFLD HP YiULDV OtQJXDV 2 UHSyUWHU GHVFREULX QR VLWH GD 863 TXH QmR WHP ÁXrQFLD HP nenhuma. 2TXHIH]D)ROKDGH63DXOR SRUH[HPSOR"(PPLQKDSHVTXLVD H VH HVWRX HQJDQDGR PH DYLVHPSRUIDYRUQmRHQFRQWUHLXPD

TRIBUNA

INDEPENDENTE

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Índio bom é o que se mata ~QLFDUHSRUWDJHPVREUHXPWHPD GH JUDQGH LQWHUHVVH S~EOLFR QR HVWDGRTXHHODFDUUHJDQRQRPH &RPR SDXOLVWD SHQVHL R VHJXLQWH 4XDQWRV FDVRV LJXDLV aos de Soninha não existem no JRYHUQR GH 6mR 3DXOR" 4XDQWRV empregos do mesmo gênero não VmRVXVWHQWDGRVSHORFRQWULEXLQWHSDXOLVWD"(VVDpDIDPRVDTXDOLGDGH GH JHVWmR GR 36'% XP SDUWLGRQRTXDOYRWHLSHODPDLRU SDUWHGHPLQKDYLGDDGXOWD" 2 DVVLP FKDPDGR DSDUHOKDPHQWRGRHVWDGRSHOR37pFLWDGR XELTXDPHQWHSHODPtGLD2TXHp HVWHFDVRVHQmRXPVLQDOGHTXHR 36'%GH6mR3DXORID]XPDSDUHOKDPHQWR D VHX HVWLOR IRUD GD YLJLOkQFLD GD PtGLD TXH GHYHULD IXQFLRQDUFRPRÀVFDO" 2 'LiULR TXHU DMXGDU D WUD]HU OX] SDUD RV GHEDWHV QD VRFLHGDGHEUDVLOHLUD0iFRQGXWDQR37 HQR36'%HRQGHPDLVIRUVHUi WUDWDGDGRPHVPRPRGRQRLQWHUHVVHS~EOLFR $ PtGLD WUDGLFLRQDO HVWi WUD]HQGR DSHQDV D OX] TXH OKH FRQYpP ² H R %UDVLO PHUHFH PXLWR mais que isso.

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas H*Ui¿FRVGRHVWDGRGHDODJRDV

Deve ter um monte de gente arrasada agora que foi desmentida a versão aterrori]DQWH GH TXH XPD WULER JXDUDQLNDLRZi LULD SUDWLFDU XP VXLFtGLRFROHWLYRÑGy 2 VHUXPDQR p PyUELGR SRU QDWXUH]D&DGDXPGHQyVWHP VXDGRVHGHDWUDomRSHODWUDJpGLD1DGDFRPRXPWHUUHPRWR XP WVXQDPL RX XP PDVVDFUH SDUD DTXHFHU QRVVRV JpOLGRV FRUDo}HVFLYLOL]DGRV 3DUDTXHPHVWDYDHP0DUWH H QmR VRXEH H[SOLFR UDSLGDPHQWH QR LQtFLR GHVWD VHPDQD H[SORGLX QDV UHGHV VRFLDLV RERDWRGHTXHFHUFDGHIDPtOLDVJXDUDQLVHNDLRZiVVXSRVWDPHQWH DQXQFLDUDP R WDO VXLFtGLRSRUFDXVDGHXPDDomR GHGHVSHMRHPFXUVRQDDOGHLD 3DVVR 3LUDMX QR 0DWR *URVVR GR6XO $ UHJLmR p DOYR GH XPD GLVSXWDMXGLFLDOTXHVHDUUDVWDKi PDLV GH XPD GpFDGD H UHFHQWHPHQWHD-XVWLoDGHFLGLXTXH

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: José Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

DV WHUUDV SHUWHQFHP D XP ID]HQGHLUR H D HOH GHYHULDP VHU GHYROYLGDV 1DYHUGDGHRVtQGLRVGLYXOJDUDPXPDFDUWDQDTXDODÀUPDYDP TXH VH R -XGLFLiULR H RV SLVWROHLURV FRQWUDWDGRV SHORV ID]HQGHLURV LQVLVWLUHP HP WLUiORV GH VXDV WHUUDV WUDGLFLRQDLV HVWDYDP GLVSRVWRV D PRUUHUHP WRGRV QHOD VHP MDPDLVDEDQGRQiODV1mRpSRXFR PDV WDPEpP QmR HUD WXGR DTXLOR Ainda bem. $LQGDEHP" 3RLV XP DWLYLVWD GH RFDVLmR H DSUHVVDGR OHX H HQWHQGHX R TXHEHPTXLVTXHXPJHQRFtGLRHVWDYDHPFXUVRHTXHKHURLFDPHQWHRVtQGLRVLULDPVH LPRODU HP S~EOLFR GLDQWH GH XP%UDVLOFREHUWRGHYHUJRQKD H FXOSD GLDQWH GR VDQJUHQWR H KRUURURVRHVSHWiFXOR 1mR IRL SUHFLVR PXLWR PDLV DOpP GHVVD OHLWXUD QRYHOHVFD SDUDTXHDYHUVmRVHDODVWUDV-

VHFRPRTXHLPDGDQDÁRUHVWD (PSRXFDVKRUDVRVGLVFXUVRV PDLV LQÁDPDGRV FXVSLDP I~ULDHLQGLJQDomRHPSiJLQDV GR)DFHERRNHFRPHQWiULRVQR 7ZLWWHU (XEHPTXHDYLVHLTXHRVFOLFNKHUyLV HVWmR VH DODVWUDQGR $JRUDJUDoDVjLQWHUQHWWRGR PXQGR SRGH VHU SDODGLQR GD MXVWLoDHSURWHWRUGRVTXHFRQVLGHUDP IUDFRV H RSULPLGRV VHP TXH XPD ~QLFD JRWD GH VXRUHVFRUUDHPVXDVWHVWDV 0XLWRHOHJDQWHHFKLTXHVHU HQJDMDGRDVVLP Agora que os boateiros foUDP KXPLOKDGRV HP S~EOLFR WHQKR Vy XPD FHUWH]D RV tQGLRVYmRYROWDUjVXDWUDJpGLD FRWLGLDQD H SURYDYHOPHQWH VHUmRGHVSHMDGRV Como não vão atender aos instintos mais primitivos da RSLQLmR S~EOLFD VHUmR HVTXHFLGRV 2QGH Mi VH YLX LQVLVWLUHP HPFRQWLQXDUYLYRV"

Nosso noticiário nacional é fornecido pelas agências: Agência Folha e AGência Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPÍNIÃO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO - 27 DE OUTUBRO DE 2012

POLĂ?TICA 7

PF investiga vĂĄrios saques bancĂĄrios nesta semana em BelĂŠm-PA

Na campanha de Fortaleza, RomĂĄrio apoia socialista e ataca prefeita petista

A informação de que a Polícia Federal (PF) estaria investigando a ocorrência de vårios saques bancårios em BelÊm-PA, num total que se aproximaria da cifra de R$ 20 milhþes, estå movimentando a blogsfera desde a noite de quinta-feira. A notícia foi publicada em um blog local e reproduzida por vårios outros durante o dia. Segundo ele, hå suspeitas de que o dinheiro seria usado para compra de votos durante a eleição para prefeito amanhã na capital paraense. A disputa Ê entre Zenaldo Coutinho (PSDB) e Edmilson Rodrigues (Psol). De acordo com a notícia, as investigaçþes sobre os saques tiveram início hå 15 dias.

O deputado federal RomĂĄrio (PSB-RJ), considerado um dos maiores Ă­dolos do futebol mundial, disse que o prĂłximo prefeito de Fortaleza tem “obrigaçãoâ€? de estar de comum acordo com o governo do Estado. O deputado ainda criticou a estrutura fornecida pela gestĂŁo Luizianne Lins (PT) para acolher o turismo movimentado pela Copa do Mundo em 2014. Segundo RomĂĄrio, o prefeito do megaevento tem que “deixar a cidade nas condiçþes ideais para os turistas chegaremâ€?, o que nĂŁo estaria, em sua opiniĂŁo, acontecendo em Fortaleza.

Twitter falso sobre Enem teve origem no comitĂŞ de Serra

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Coordenador de mĂ­dias do tucano admite postagem sobre cancelamento, mas nega ter espalhado o fato

C

oordenador de mídias sociais da campanha do candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, JosÊ Serra, o publicitårio Eden Wiedemann admite que postou no Twitter uma notícia sobre o cancelamento do Enem, mas nega que seja o responsåvel pelo boato que circulou quinta-feira nas redes. O MinistÊrio da Educação (MEC) informou que seu portal na internet chegou a sair do ar ontem por alguns minutos, devido ao elevado número de acessos por parte de internautas que buscavam esclarecimentos. A Polícia Federal vai investigar o possível uso eleitoral no Enem. O publicitårio conta que postou na quarta-feira, por volta de 20h, uma mensagem

no Twitter com o link de uma notĂ­cia de 2009 do Portal Terra. A reportagem trazia informaçþes sobre o cancelamento do Enem em 2009. Segundo ele, o post teve pouca repercussĂŁo. - O pessoal diz que o primeiro twitter foi um tweet do Enem e nĂŁo foi. VocĂŞ vai achar na segunda-feira um twitter com esse hoax (mensagem falsa). (X QmR Ă€] KRD[ )L] XPD crĂ­tica pelo twitter. E meu alcance ĂŠ mĂ­nimo. TrĂŞs clicks e um ‘RT’. Jamais teria a capacidade de fazer o que fez. E eu informo no post em seguida que ĂŠ de 2009. O publicitĂĄrio diz que linkou a reportagem do Terra porque, ‘como cidadĂŁo’, nĂŁo JRVWDGH+DGGDG - Acho que ele nĂŁo foi um

RIO BRANCO

BAIXO NĂ?VEL

O candidato a prefeito de Rio Branco, TiĂŁo Bocalom (PSDB), se emocionou na manhĂŁ de ontem e chorou ao se defender das acusaçþes de JosĂŠ Aparecido, que denunciou na propaganda eleitoral do Partido dos Trabalhadores (PT) que teria sido agredido pelo tucano ao pedir um remĂŠdio, na ĂŠpoca em que ele foi prefeito de Acrelândia. 7LmR %RFDORP DĂ€UPRX que em toda sua vida nunca agrediu ninguĂŠm. Para o candidato, JosĂŠ Aparecido estaria sendo usado pelo PT, para tentar denegrir sua LPDJHP FRP Ă€QV HOHLWRUHLros. O tucano reclamou ainda do “baixo nĂ­vel da campanha eleitoral e das armaçþes do PT no horĂĄrio eleitoralâ€?, na campanha deste ano. Os ataques sĂł provam que a oposição estĂĄ unidade e forte. A Frente Popular estĂĄ desesperada. Os lĂ­deres petistas tentam a todo custo manchar a minha imagem como polĂ­tico e como pessoaâ€?, reclamou.

feito de São Paulo, Fernando +DGGDG 37 LQJUHVVRXRQWHP no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) com uma representação contra o candidato do PSDB, JosÊ Serra, a coligação que o apoia e a empresa Soluçþes Originais em Desenvolvimento e Arte Ltda., contratada pela campanha tucana para a confecção de sites, aos quais atribui a responsabilida-

bom ministro. O vazamento do Enem foi responsabilidade dele. Segundo o MEC, uma busca no Twitter indicou que o primeiro usuĂĄrio a enviar a mensagem teria sido Wiedemann. Os posts deram origem Ă  hashtag “#EnemCanceladoâ€?, expressĂŁo criada para designar um assunto em debate. Logo espalhou-se pela rede uma onda de boatos. Diversos posts eram acompanhados de link para antigas matĂŠrias de sites noticiosos sobre a suspensĂŁo do Enem de 2009 — que ocorreu apĂłs um caderno de questĂľes ter sido IXUWDGRQDJUiĂ€FD/LQNDQWLgo do site do GLOBO tambĂŠm foi utilizado indevidamente no Facebook, o que levou o jornal a postar em seu site alerta de que o Enem nĂŁo fora cancelado.

VĂ­deo adulterado liga candidato Ă  milĂ­cia A coligação “Muda SĂŁo LuĂ­sâ€? contratou o perito criminal e ex-diretor do Instituto de CriminalĂ­stica do MaranhĂŁo (ICRIM) , JosĂŠ de Riba0mar Cruz Ribeiro, para que desse um parecer documentoscĂłpico sobre o vĂ­deo exibido pela coligação “Pra fazer muito maisâ€?. Na conclusĂŁo do objeto investigado o perito revela que as imagens de uma suposta milĂ­cia montada pelo candidato Edivaldo Holanda Junior 37& IRLÂłHGLWDGRFRPDÂżQDOLGDGH de denegrir a imagem do candidato a prefeito Edivaldo Holanda JĂşnior e de alguns policiaisâ€?, revela.

SALVADOR

Candidatos vĂŁo Ă  Igreja GR%RQĂ€P

Em desvantagem na disputa pela Prefeitura de Manaus, a candidata do PCdoB, senadora Vanessa Grazziotin, estĂĄ investindo no eleitorado evangĂŠlico, que representa, GH DFRUGR FRP R &HQVR  GDSRSXODomRGDFDSLWDO amazonense. Do Ăşltimo sĂĄbado atĂŠ a noite desta quinta-feira, a Assembleia de Deus fez nove reuniĂľes para pedir votos em

Vanessa, reunindo de 700 a PLOÀpLVFDGDXPDGHDFRUGR com o presidente da igreja no Estado, pastor Jonatas Câmara. Pesquisa Ibope/ Rede Amazônica divulgada hå uma VHPDQD QR GLD  PRVWUD o candidato do PSDB, o ex-senador Arthur Virgílio, com GDVLQWHQo}HVGHYRWRVH a candidata do PCdoB, com 

Os candidatos Ă  Prefeitura de Salvador, ACM Neto (DEM) e Nelson Pelegrino (PT), foram Ă  Igreja do BonĂ€PSDUDDVVLVWLUDWUDGLFLRQDO missa da Ăşltima sexta-feira do mĂŞs. O primeiro a chegar no local foi Neto, que se PRVWURXFRQĂ€DQWHQHVWDUHWD Ă€QDO ´7HQKR VLGR EHP UHFHbido em todos os lugares que vou e vim aqui receber a bĂŞnomR GR 6HQKRU GR %RQĂ€PÂľ disse. Ele assistiu Ă  missa no inĂ­cio da manhĂŁ e depois seguiu em carreata atĂŠ o bairro do Retiro. Pelegrino chegou ao local enquanto o candidato do DEM ainda estava na igreja. Por isso, esperou a saĂ­da dele para poder entrar no espaço e acompanhar a prĂłxima celebração. O petista se mostrou satisfeito com o segundo turno. “Consegui colocar os temas para debate e apresentar minhas propostasâ€?, contou. ApĂłs a missa, o candidato, que havia caminhado desde o Largo dos Mares atĂŠ a igreja, foi descansar para se preparar para o debate de ontem na TV Bahia. Na Ăşltima semana antes do segundo turno, os candidatos Ă  prefeitura de Salvador, AntĂ´nio Carlos MagalhĂŁes Neto (DEM), o ACM Neto, e Nelson Pelegrino (PT), avançaram nos ataques mĂştuos e chegaram Ă s ofensas pessoais.

CUIABĂ

CAMPINA GRANDE

SEGUNDO TURNO

Bocalom chora Campanha tucana tambÊm IDOVLÀFRXVLWHGH+DGGDG e reclama de A assessoria jurídica da de pela elaboração de um site armação do PT campanha do candidato a pre- falso com ataques ao petista.

SĂƒO LUIS

PublicitĂĄrio Eden Wiedemann postou a mensagem falsa sobre o cancelamento do Enem

O site, batizado de “ProposWDV +DGGDG Âľ IRL WLUDGR GR ar por determinação judicial QR ~OWLPR GLD  &RP SURgramação visual semelhante DRVLWHRĂ€FLDOGDFDPSDQKDGH +DGGDG DWULEXtD DR SHWLVWDV propostas como construir ‘’50 escolas de lata’’. A empresa foi QRWLĂ€FDGDGHSRLVTXHRSURYHGRU *97 LGHQWLĂ€FRX R ,3 GD mĂĄquina.

ĂšLTIMA CARTADA

Candidata comunista corre atrĂĄs dos votos evangĂŠlicos

Fiscalização cresce TSE defere pedido sobre o corpo-a-corpo de tropas federais AlĂŠm do famoso “corpo-a-corpoâ€?, os candidatos a prefeito de CuiabĂĄ, Mauro Mendes (PSB) e LĂşdio &DEUDO 37 YmRSULRUL]DUDÂżVFDOL]DomRQDUHWDÂżQDOGRVHJXQGR turno.Coordenador da campanha petista, o deputado estadual AlexDQGUH&pVDU 37 DÂżUPDWHULQGtFLRV de que houve compra de votos e transporte irregular de eleitores na primeira etapa da eleição, realizada no dia 7 deste mĂŞs.Segundo o parlamentar, um “apagĂŁoâ€? no sistema de transporte pĂşblico fomentou a atuação de pessoas que “facilitavamâ€? a chegada dos eleitores.

Diante de argumentos apresentados e ao levar em conta a proximidade das eleiçþes em segundo turno, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Dias Toffoli deferiu, a referendo do Plenårio do Tribunal, o envio de força federal para Campina Grande (PB), para garantir a segurança e a normalidade da eleição para prefeito no município de amanhã.Disputam o segundo turno para prefeito em Campina Grande os candidatos Romero Rodrigues (PSDB) e Tatiana (PMDB).

Mais de 96 mil urnas eletrônicas em uso Um total de 96.140 urnas eletrônicas serå disponibilizado pela Justiça Eleitoral nos 50 municípios onde haverå eleição em segundo turno para prefeito de amanhã. O número de equipamentos inclui as urnas de MXVWL¿FDWLYDHDTXHODVFRQVLGHUDdas de contingência, ou seja, as que poderão ser usadas caso algum equipamento apresente problemas no dia do pleito e necessite ser substituído. O pleito brasileiro de 2012 Ê a maior eleição informatizada do mundo.


8

BRASIL

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO - 27 DE OUTUBRO DE 2012

Brasil

Orelhþes são instalados em meio a matagal e junto a cemitÊrio no RS A instalação de nove orelhþes em meio a um matagal, um ao lado do outro, e de outros dois em frente a um cemitÊrio de Passa Sete surpreendeu os moradores do município de 5,1 mil habitantes no Vale do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul. Hå cerca de um mês, a Oi instalou 16 novos orelhþes na cidade. Antes, só havia quatro. O motivo seria a necessidade de cumprir exigências da Agência Nacional de Telecomunicaçþes (Anatel). O fato que mais causa indignação entre os moradores Ê o aglomerado dos nove telefones públicos distribuídos em três ilhas, em um terreno atrås da sede da prefeitura, bem ao lado de uma antena de telefonia.

ONS descarta hipĂłtese de sabotagem no apagĂŁo Falta de energia elĂŠtrica deixou todos os Estados do Nordeste Ă s escuras

O

diretor-geral do Operador Nacional do Sistema ElĂŠtrico (ONS), Hermes Chipp, afastou ontem a possibilidade de sabotagem nos quatro eventos de falta de energia que ocorreram em pouco mais de um mĂŞs. Segundo ele, um ato de vandalismo teria causado danos aos equipamentos, que QmR IRL YHULĂ€FDGR QHVVHV casos. Perguntado sobre a hi-

pĂłtese de sabotagem, o ministro interino de Minas e Energia, MĂĄrcio Zimmermann, disse que o governo “trabalha para aprofundar todas as alternativas, mas de forma serenaâ€?. Para ele, a ocorrĂŞncia de quatro eventos de falta de energia em pouco mais de um mĂŞs, com causas pareFLGDV IRL FODVVLĂ€FDGD FRPR um “evento rarĂ­ssimo de ocorrer, com probabilidade quase zeroâ€?. Zimmermann,

que coordenou a reunião extraordinåria do Comitê de Monitoramento do Setor ElÊtrico ocorrida ontem, disse que, em todos os eventos recentes, houve falhas na proteção primåria dos equipamentos, o que acabou estendendo a falta de energia para diversas regiþes. A falta de energia na madrugada de ontem deixou 100% do Nordeste e 77% dos Estados do Parå,

Tocantins e Maranhão sem energia. Segundo o ONS, o problema foi provocado por um curto-circuito na linha de transmissão entre Colinas (TO) e Imperatriz (MA), que interliga os sistemas Norte/ Nordeste ao Sul/Sudeste. Uma equipe de tÊcnicos jå foi enviada para as subestaçþes que apresentaram IDOKDV D ÀP GH DYDOLDU DV causas do problema, e deve apresentar alguma conclusão na próxima semana.

ELETROBRAS

Sistema elĂŠtrico de Alagoas com normalidade

A Eletrobras Distribuição Alagoas informa que o sistema elÊtrico do Estado estå funcionando dentro da normalidade. Após o restabelecimento da energia, autorizado pelo Operador Nacional do Sistema ElÊtrico (ONS), a partir das 3h da madrugada, a distribuidora iniciou, gradativamente, os procedimentos para recompor as

FDUJDV   ÀQDOL]DQGR DLQda na manhã desta sexta-feira. Bairros de Maceió como Serraria, Pajuçara e os municípios derivados da subestação de Santana do Ipanema, que estavam parcialmente sem energia, tiveram o problema resolvido DWpRÀQDOGDPDQKm A Eletrobras ressalta que os casos onde a interrupção no fornecimento ainda per-

siste devem ser informados Ă  empresa. Destaca que as quipes de atendimento estĂŁo nas ruas para atender a todos os chamados, que o sistema estĂĄ preparado para a demanda atual e que outros investimentos estĂŁo sendo executados para melhorar ainda mais o fornecimento de energia. Contatos com a Eletrobras podem ser feitos pelo telefone 0800 082 0196.

MINISTÉRIO O ministro interino de Minas e Energia, MĂĄrcio =LPPHUPDQQ DĂ€UPRX QD manhĂŁ de ontem que os apagĂľes em sĂŠrie registrados “nĂŁo sĂŁo normaisâ€? e que isso representou uma “dimiQXLomRÂľQDFRQĂ€DELOLGDGHGR sistema elĂŠtrico brasileiro. O governo sempre defendeu a robustez do sistema interligado do paĂ­s.

ASSALTO

Desembargador ĂŠ assassinado em NiterĂłi-RJ O assassinato do desembargador Gilberto Fernandes na noite de quinta-feira, em NiterĂłi, na regiĂŁo metropolitana do Rio de Janeiro, voltou a provocar aumento da sensação de insegurança na cidade. A opiniĂŁo ĂŠ do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de NiterĂłi, Antonio JosĂŠ Barbosa da Silva. Em entrevista Ă  AgĂŞncia Brasil, o presidente da OAB disse que a cidade de NiterĂłi experimenta aumento de “assaltos, roubo de automĂłveis e açþes de pivetesâ€?. Ă’ caso lembra tambĂŠm o assassinato da juĂ­za PatrĂ­cia Acioli em 2011.


TRIBUNAINDEPENDENTE

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'(2878%52'(

Cidades

CIDADES

9

Pesquisa da Ufal sobre Ouricuri e biodiesel concorre a prêmio nacional Uma aluna de Biologia Bacharelado da Universidade Federal de Alagoas foi LQGLFDGDSDUDD¿QDOtVVLPDGR3UrPLR9HUGHGD6RFLHGDGH%RWkQLFDGR%UDVLO 6KLUOH\%DUERVDFRQFRUUHFRPRWUDEDOKR³$QiOLVHVGDSURGXWLYLGDGHGDSDOPHLUD2XULFXULYLVDQGRDDGRomRGHERDVSUiWLFDVGHPDQHMR´VREDRULHQWDomR GDSURIHVVRUD)OiYLD%DUURVeDSULPHLUDYH]TXHXPDOXQRGD8IDOFRQFRUUH DHVVHSUrPLRTXHpRGHPDLRULPSRUWkQFLDSDUDWUDEDOKRVGH,QLFLDomR &LHQWt¿FD2QRPHGRYHQFHGRUGHYHVHUGLYXOJDGRQRGLDGHQRYHPEUR2 WUDEDOKRID]SDUWHGRSURMHWR³9LDELOLGDGHHFRQ{PLFDHHFROyJLFDGD3DOPHLUD 2XULFXULSDUDDSURGXomRGH%LRGLHVHOQR6HPLiULGR1RUGHVWLQR´

PM faz mapeamento de onda de assaltos &RPDQGRGH3ROLFLDPHQWRGD&DSLWDOTXHUVDEHUTXDLVDVOLQKDVGH{QLEXVHRVORFDLVRQGHDFRQWHFHPPDLVURXERV $'$,/621&$/+(,526

ALANA BERTO 5(3Ă?57(5

O

UsuĂĄrios de Ă´nibus se dizem assustados com a onda de assaltos; muitos jĂĄ presenciaram mais de um caso e temem ser a prĂłxima vĂ­tima

nĂşmero de assaltos a transportes coletivos em MaceiĂł vem aumentando e, em consequĂŞncia disso, o Comando de Policiamento da Capital (CPC) da PolĂ­cia Militar, estĂĄ fazendo um mapeamento dos locais e das linhas onde hĂĄ mais regstros. Em um mĂŞs, foram registrados mais de dez assaltos a Ă´nibus. SĂł na empresa Real Alagoas, desde o inĂ­cio do ano, ocorreram mais de 50 assaltos. Na empresa SĂŁo Francisco, o caso foi pior. Os dados da polĂ­cia apontam que foram mais de 100 assaltos em dez meses. O comandante do CPC, coronel Gilmar Batinga, afirmou que estĂĄ sendo feito um levantamento para ampliar as operaçþes de prevenção a esse tipo de crime. “Queremos verificar onde estĂĄ a maior ocorrĂŞncia destes assaltos, verificando o dia a hora e o local de cada crimeâ€?, explicou o coronel. Batinga contou que quem

DESARMAMENTO

INSEGURANÇA

Campanha conta com Posto Itinerante 3ULPHLUDSDUDGDIRLQREDLUURGR-DFLQWLQKRFRQVLGHUDGRÂłSRQWRHVWUDWpJLFR´ O Governo do Estado entregou ontem, na Base ComunitĂĄria do Jacintinho, um Ă´nibus que serĂĄ Posto de Coleta Itinerante de Armas que faz parte da Campanha do Desarmamento VoluntĂĄrio. A solenidade contou com a presença da secretĂĄria Nacional de Segurança PĂşblica, Regina Miki, que considera a iniciativa mais um ato de envolvimento entre governo e sociedade na construção da paz em Alagoas. “A sociedade nĂŁo precisa de um porte de arma para sua defesa, mostramos isso desde junho com a implantação do plano Brasil Mais Seguro, onde jĂĄ tivemos a queda de mais homicĂ­diosâ€?, disse Miki. O Ă´nibus vai circular, inicialmente, pela cidade de MaceiĂł parando em locais estratĂŠgicos para que o cidadĂŁo possa, voluntariamente, entregar sua arma. Em troca, receberĂĄ uma remuneração que vai de R$ 100 a R$ 300. De acordo com Regina Miki, a campanha jĂĄ tirou 800 mil armas de circulação do Brasil. Segundo ela, o objetivo ĂŠ

conscientizar o cidadĂŁo de que a arma nĂŁo ĂŠ instrumento de proteção. “Somos seres humanos, temos nossas fraquezas. Quem mata nĂŁo ĂŠ a arma, ĂŠ o homem. Portar uma arma em um momento de fĂşria, de nervosismo, pode causar grandes tragĂŠdiasâ€?, explicou a secretĂĄria. O aposentado Carlos Alberto CarnaĂşba, de 74 anos, entregou sua arma no posto Itinerante, uma rifle winchester 44. Para ele, a iniciativa de se desfazer da arma servirĂĄ como exemplo para a população. “Meu filho morreu vĂ­tima de tiro na rua, desde entĂŁo nĂŁo quis mais usar arma. Participava de um grupo de atiradores de tiro ao alvo, mas perdi o amor por esse esporteâ€?, contou. O secretĂĄrio de Estado da Defesa Social, coronel DĂĄrio CĂŠsar, disse que a campanha ĂŠ uma forma de incentivar a população a participar da luta para combater a violĂŞncia no Estado. “Arma ĂŠ instrumento de ataque, nĂŁo ĂŠ instrumento de defesa nem serve para propagar a pazâ€?, ressaltou.

$66(6625,$

O aposentado&DUORV$OEHUWRHQWUHJRXXPULĂ€HjVHFUHWiULD0LNL

comete estes assaltos sĂŁo usuĂĄrios de drogas, para sustentar o vĂ­cio. “Com o videomonitoramento [que serĂĄ implantado pelo governo estadual], com certeza vai haver uma diminuição. Os bandidos vĂŁo ficar mais amedrontadosâ€?, destacou. O coronel Neivaldo Amorim, subcomandante do CPC, afirmou que os assaltos ocorrem mais durante a noite. “Os bandidos deixam para assaltar quando o coletivo estĂĄ prĂłximo ao terminal, pois eles roubam o saldo do diaâ€?, colocou. O superintendente Municipal de Transporte e Trânsito de MaceiĂł, Ranilson Campos, disse que o que puder fazer para ajudar a polĂ­cia a inibir esses assaltos irĂĄ fazer, no entanto ele acha que as câmeras de monitoramento que serĂŁo instaladas na capital pela prefeitura nĂŁo vĂŁo evitar os assaltos. “Os bandidos nĂŁo tĂŞm medo de câmeras. O que podemos fazer ĂŠ ajudar a polĂ­cia a identificar os criminosos atravĂŠs das imagensâ€?, pontuou.

Sindicato dos trabalhadores quer reuniĂŁo com a polĂ­cia A onda de assaltos a Ă´nibus tambĂŠm preocupa o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte RodoviĂĄrio de Alagoas (Sinttro/AL). O presidente da entidade, Écio Marques, afirmou que segunda-feira (29) irĂĄ marcar uma audiĂŞncia com o Comando de Policiamento da Capital da PM. “Queremos solicitar ao comando que aumente as abordagens nos Ă´nibus e nos terminaisâ€?, emendou. Écio contou que, quando chega o fim do ano, esse tipo de delito aumenta, pois o policiamento ĂŠ reforçado no Centro e os criminosos começam a assaltar os coletivos. Ele ainda acrescentou que a maioria dos assaltos ocorre no terminal do Mocambo, no Benedito Bentes. Os usuĂĄrios de Ă´nibus se sentem inseguros com a violĂŞncia. “Eu me sinto insegura, jĂĄ escutei vĂĄrios relatos de assalto, mas nunca fui assaltada, graças a Deusâ€?, afirmou a dona-de-casa Eva Maria da Silva, que mora no Village Campestre.

A diarista AndrĂŠia dos Santos contou que jĂĄ presenciou vĂĄrios assaltos dentro de coletivos. “Eu jĂĄ presenciei uns oito assaltos e tenho pânico de ser assaltada. Os Ă´nibus da empresa piedade sĂŁo os mais inseguros, nĂŁo tĂŞm conforto nem segurança nenhumaâ€?, relatou. ASSALTOS O caso de assalto a Ă´nibus mais recente em MaceiĂł foi registrado na noite de ontem. Um grupo de homens que estavam armados assaltou um coletivo da empresa Veleiro. Os criminosos levaram R$ 180 do cobrador e celulares e dinheiro dos passageiros que estavam no Ă´nibus que faz a linha JatiĂşca-Vergel. O assalto foi no Bairro da Ponta Grossa. Na terça-feira (23), outro Ă´nibus da empresa Veleiro foi alvo de bandidos, no bairro do Vergel do Lago. Na Ăşltima quarta-feira (24), outro coletivo, desta vez da empresa MassayĂł, foi assaltado tambĂŠm no bairro da Ponta Grossa. $'$,/621&$/+(,526

USUĂ RIOS ESPECIAIS

Transpal abre hoje para troca de cartão O posto de atendimento da Transpal no Tabuleiro do Martins abre excepcionalmente hoje, das oito às 16 horas, para atender ao passageiro especial na troca do Cartão Eletrônico pelo Cartão Bem Legal. O ato administrativo visa atender a uma demanda do passageiro especial que ainda não fez a sua troca. Chegando ao final do processo de migração, a Transpal jå efetuou a troca dos

cartþes dos Rodoviårios, das Empresas, Estudantes e conclui atÊ o dia 31 o do Passageiro Especial. A expectativa Ê a de que atÊ essa data todos os passageiros especiais jå estejam se utilizando do Cartão Bem Legal. O novo cartão só serå entregue ao titular ou seu responsåvel legal (pai/mãe), mediante devolução do Cartão Eletrônico de Passageiro Especial, que deixa de valer. Os usuårios que estão com

o Cartão Eletrônico sem recadastramento, vencido, bloqueado por uso indevido ou recolhido pela fiscalização, não poderão retirar o seu novo Cartão Bem Legal Especial. A partir do dia 1º de novembro de 2012, o atual cartão deixarå de funcionar. O sistema operacional, por força da migração, passa a executar operaçþes mediante a apresentação do novo cartão. Portanto, nos pos-

tos de atendimento e nos Ă´nibus, a partir do dia 1Âş de novembro, somente aqueles que possuem o CartĂŁo Bem Legal estĂŁo aptos a compras nos postos e crĂŠditos nas roletas dos Ă´nibus. Os crĂŠditos eletrĂ´nicos vĂĄlidos e ativos, remanescentes nos antigos cartĂľes de estudantes serĂŁo ressarcidos pela Transpal, no ato da troca do cartĂŁo, dentro do ano fiscal, atĂŠ o dia 31 de dezembro de 2012.

Novo cartĂŁo VXEVWLWXLRTXHÂżFDUiHPXVRDSHQDVDWpRGLD


10

PUBLICIDADE

MACEIÓ - SÁBADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

CIDADES

11

Tim voltarå a comercializar novas linhas em Alagoas Decisão foi dada ontem pela Justiça e deve ser publicada em Diårio na terça SANDRO LIMA / ARQUIVO

DEBORAH FREIRE EDITORA DE CIDADES

A

Maridos de bolas frias

I

ngĂŞnua ao extremo, madame AflaudĂ­zia encontrava-se no salĂŁo de cabeleireiros a fim de dar um trato no telhado. Na sua companhia encontravam-se as amigas EpĂ­lstria e PergalĂŞnia, que nĂŁo paravam de tagarelar.

As mulheres falavam de tudo: das panelas de casa, das aventuras no supermercado e dos malabarismos que tĂŞm de fazer para manter em dia as contas de suas respectivas casas. Em dado momento, uma delas passou a falar do marido: - O meu Ezequias ĂŠ fogo, na cama! Me deixa louca, sabem? SĂł tem uma coisa nele que eu nĂŁo gosto... - E o que ĂŠ? – perguntou EpĂ­lstria. - As bolas. - Que bolas, mulher? - O saco! - O que tem as bolas do saco do seu marido? - SĂŁo frias! - Ah, ĂŠ isso? Mas, que coincidĂŞncia, PergalĂŞnia! As boODVGRPHX&OHU~ELRWDPEpPVmRIULDV4XHUGL]HUÂżFDUDP frias ultimamente. Que terĂĄ sido? SerĂĄ que ĂŠ por causa da idade? Nesse momento, EpĂ­lstria olhou de lado e encarou a WtPLGD$Ă€DXGt]LDTXHVHPDQWLQKDFDODGD - E teu marido, Flau? Ele tambĂŠm tem as bolas frias? - NĂŁo percebi. Mas vou prestar atenção nesse detalhe. - EstĂĄ bem. AmanhĂŁ vocĂŞ nos conta. Dia seguinte, EpĂ­lstria e EpigĂĄstria esperavam por $Ă€DXGt]LDQRFDEHOHLUHLUR(ODFKHJRXDWUDVDGDHDVGXDV correram ao seu encontro, ansiosas: - E aĂ­, Flau? ($Ă€DXGt]LDFRPXPROKRUR[RHDFDUDLQFKDGD (VWmRYHQGRRTXHYRFrVPHÂż]HUDP" - Nóóósss? - VocĂŞs, sim. Por culpa de vocĂŞs levei o maior pau do meu marido! - Como assim? - Ontem a noite toquei nas bolas do Bartolomeu e ele espantou-se. “O que ĂŠ isso, mulher?â€? EntĂŁo, eu respondi pra ele: “VocĂŞ tem as bolas frias como o Pergonaldo e o ClerĂşbio!â€? AlĂŠm de me bater, ele abandonou a casa!

Anciã desmemoriada A velhusca Claudomira foi ao mÊdico por insistência de familiares. Quando se apresentou ao facultativo jå foi apelando: - O senhor precisa me ajudar doutor OsquÊpio! - Qual o seu problema, dona Claudomira? (VWRXSHUGHQGRDPHPyULD0HX¿OKRPHSHGHXPD coisa e com pouco tempo esqueço. Boto a chaleira para passar o cafÊ e deixo lå secando; ligo o fogão e deixo aceso o tempo todo. É uma coisa horrível esse meu esquecimento. Por favor, me ajude, doutor...! - Quando foi que a senhora começou a sentir isso? - Isso o quê, doutor?

Apenas para saber

O sujeito procurou o delegado Valdir Carvalho, em seu gabinete de trabalho, na Especializada de Roubos e Furtos: - Doutor, eu gostaria de falar com o ladrĂŁo que roubou a minha casa na noite passada... E o Valdir: - De maneira nenhuma! De repente, o senhor pode perder o controle e aĂ­ a tragĂŠdia estĂĄ feita. Deixo nĂŁo! - Mas eu nĂŁo pretendo matar o cara, doutor. Eu apenas vou querer saber como foi que ele entrou lĂĄ em casa de madrugada e nĂŁo acordou a minha mulher!

A fĂŁ do baixinho Luilton Estava o colega LuĂ­lton Roosevelt saindo da emissora onde trabalhava, aqui em MaceiĂł, quando foi abordado por uma gatinha sensacional: - VocĂŞ ĂŠ o Luilton? E ele, todo saliente: - Sou, sim. O que deseja minha querida? - Eu mesmo nĂŁo desejo nada. VovĂł ĂŠ que ĂŠ doida por vocĂŞ!

O último sorriso Tomador de todas, o popular GÊo Madureira morreu de cirrose. Ao seu velório compareceram os maiores boêmios GDFLGDGHDOpPGHSDUHQWHVHDPLJRVQmRHVSHFL¿FDPHQte biriteiros, e vizinhos. +DYLDDOJXPDVKRUDVTXHR¿QDGRVHDFKDYDGHFDQHODVHVWLFDGDVGHQWURGRHVTXLIHORWDGRGHÀRUHVTXDQGR ¿QDOPHQWHDSDUHFHXSDUD³HQFRPHQGDURFRUSR´RSDGUH Agrício, um tanto biritado. O reverendo, que era amigão do peito (e de copo) do Madureira, encostou-se no caixão e se preparou para puxar as rezas. Nesse momento, bateu-lhe uma crise danada de espirro. No meio desta, sua prótese dentåria escapou-lhe da boca e caiu em cima do defunto. Dono de boa presença de espírito, o reverendo aproveitou a ocasião e discursou, com a boca murcha: - Amigo Madureira, só lhe direi uma coisa nesta hora de muita tristesa: leve consigo o meu último sorriso!

operadora Tim voltarĂĄ a comercializar novas linhas de telefone, modens de internet, entre outros produtos, a partir da prĂłxima semana. A previsĂŁo do juiz da 18ÂŞ Vara CĂ­vel da Fazenda Estadual, Manoel Cavalcante, que suspendeu ontem sua decisĂŁo anterior, ĂŠ que a nova determinação seja publicada no DiĂĄrio Oficial de Justiça na terça-feira (30). De acordo com Cavalcante, a Tim apresentou um plano de ação igual ao que foi analisado hĂĄ sete meses, porĂŠm, agora, a concretização dessas medidas estĂĄ acontecendo. “O que foi apresentado desta vez mostra o desenvolvimento e concretização de instalaçþes que aumentam a capacidade da prestação do serviçoâ€?, justifica. INTERRUPĂ‡ĂƒO Em março deste ano, a Justiça alagoana determinou a suspensĂŁo das vendas de novas linhas da Tim para que a empresa fosse obrigada a aumentar a qualidade da prestação dos serviços em Alagoas. Entre as reclamaçþes que motivaram a decisĂŁo, a principal era a

Juiz Manoel Cavalcante concedeu permissão à Tim após comprovação de investimentos no Estado

interrupção da ligação por falha da operadora. A falta de sinal para efetuar ligaçþes tambÊm era outro problema. A partir de uma sÊrie de denúncias de consumidores alagoanos, o MinistÊrio Público Estadual e o Procon de

Alagoas entraram com Ação Civil Pública pedindo a punição da empresa. As reclamaçþes fizeram tambÊm a Anatel proibir a Tim, a Claro e a Oi de comercializar novas linhas em vårios Estados do Brasil, em julho deste ano, mas a deci-

são durou menos tempo, sendo revogada em agosto. A principal queixa contra as operadoras Ê que os investimentos no serviço prestado Ê muito aquÊm do crescimento dessas empresas no mercado brasileiro de telefonia.

LINHAS DE CELULAR

Operadora perdeu 21% do mercado Claro e Vivo aproveitaram oportunidade e conquistaram milhares de clientes A consequência da suspensão das vendas foi uma perda de mercado consideråvel para a Tim, que antes era líder em Alagoas. O total de linhas de celulares no Estado tambÊm caiu, levado pela queda das vendas da operadora. Segundo a Anatel, em setembro Alagoas tinha 3,5 milhþes de linhas de celular, enquanto em março eram 3,6 milhþes, uma queda de 0,9%. A Tim tinha 1,2 milhão de linhas e passou a ter apenas um milhão, uma queda de 21%. As outras operadoras conseguiram conquistar boa parte desse mercado, em especial, a Claro e a Vivo. A Claro passou a ser líder em Alagoas, após crescer de 1,1 milhão de linhas para 1,2 milhão, 8% a mais. PorÊm, a Vivo foi a que mais cresceu, ativando 129 mil novas linhas em sete meses, o que a deixou com um total de 460 mil linhas, um crescimento de 39%. A Oi, que estå ameaçada de ter as vendas suspensas por meio de uma ação judicial idêntica a que prejudicou a Tim, foi a que teve o menor crescimento, de apenas 1%, saindo de 866 mil para 876 mil linhas. CUMPRIMENTO Com a suspensão da proibi-

SANDRO LIMA

Vivo foi a operadora que mais cresceu em Alagoas, ativando 129 mil novas linhas, um crescimento de 39%

ção de vendas para a Tim, o juiz Manoel Cavalcante cobra que a empresa cumpra o cronograma de investimentos apresentado por ela, que tem como prazo final o mês de dezembro deste ano. A decisão de ontem condiciona o direito de comercialização à apresentação constante de laudos informando a conclusão das etapas de ampliação da capaci-

dade de atendimento da operadora. A Oi serå a próxima operadora a ser avaliada pelo magistrado, que deverå dar na semana que vem a decisão da ação impetrada pelo MPE e Procon. A empresa jå apresentou um plano ao juiz Manoel Cavalcante, mas ele preferiu não dar detalhes ainda. Ela tambÊm anunciou um total

de R$ 53 milhĂľes de investimentos no Estado este ano. “A suspensĂŁo das vendas ĂŠ uma decisĂŁo excepcional. O normal nĂŁo ĂŠ a restrição, mas existia a mĂĄ prestação do serviço, e nĂŁo houve comprovação de ação concreta logo no inĂ­cioâ€?, explica Cavalcante, se referindo Ă  Tim, com uma avaliação que pode ser usada no processo da Oi.

BRASKEM

Prêmio Ê disputado por 100 jornalistas Nesta 23ª edição do evento, foram inscritos 219 trabalhos em 12 categorias Cerca de 100 jornalistas e 25 estudantes de comunicação participarão este ano do Prêmio Braskem de Jornalismo, cujas inscriçþes terminaram no último såbado. Nesta 23ª edição eles vão concorrer com 219 trabalhos, divididos em doze categorias, que envolvem o jornalismo impresso, telejornalismo, webjornalismo, radiojornalismo e assesso-

ria de imprensa. Promovido pelo Sindicato dos Jornalistas de Alagoas, com a parceria e o patrocĂ­nio da Braskem, o concurso vai premiar os autores das melhores reportagens produzidas e veiculadas entre outubro de 2011 e outubro de 2012, alĂŠm do autor do melhor ‘case’ em assessoria de imprensa. “Esses nĂşmeros revelam a dimensĂŁo do PrĂŞmio Braskem,

que Ê o maior e o mais importante do jornalismo alagoano�, destacou a presidente do Sindicato dos Jornalistas, Valdice Gomes. A categoria com mais trabalhos em 2012 Ê Reportagem Impressa, que somou 35 inscriçþes. A categoria que mais surpreendeu este ano foi a dos estudantes, que somou 27 trabalhos. O julgamento dos trabalhos começa jå na próxima semana.

Ele serĂĄ feito por doze profissionais, sendo seis de Alagoas e seis de outros Estados. Os ganhadores serĂŁo conhecidos durante a solenidade de entrega do PrĂŞmio Braskem de Jornalismo, marcada para as 21 horas do dia 24 de novembro, na casa de eventos Vox Room, em JaraguĂĄ. SerĂŁo distribuĂ­dos com os vencedores, alĂŠm de trofĂŠus, R$ 39.500 em dinheiro.


12

CIDADES

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

robertobaiabarros@hotmail.com

Crime segue impune

A

informação estå no portal tribunadoagreste: mesmo com vårios crimes elucidados e mostrando a qualidade nos trabalhos desenvolvidos, os peritos do Instituto de Criminalística (IC) teriam o trabalho colocado em dúvida no caso Reyneri Canales pelo juiz Ferdinando Scremin Neto que ao saber, antes mesmo da entrega do laudo, não se sabe como, que daria inconclusivo, solicitou que outro laudo fosse feito pelos peritos da Força Nacional (FN).

Peritos

Sem ĂŞxito

Os trabalhos dos peritos alagoanos sempre foram de muita responsabilidade e isso pode ser comprovado pela elucidação de centenas de casos. 3RUpPRWUDEDOKRGRVSUR¿VVLRQDLV depende muito dos elementos que possuem para as anålises. No caso do laudo sobre a morte do empresårio e pecuarista Reyneri Canales, o setor de EDOtVWLFD¿FRXVHPVXEVtGLRVVX¿FLHQtes para a comparação entre o único projÊtil enviado com as quatro armas encaminhadas para o confronto.

Como divulgou o Correio de Alagoas no inĂ­cio deste mĂŞs, o laudo balĂ­stico nĂŁo podia obter ĂŞxito com apenas um projĂŠtil enviado ao Instituto, quando a vĂ­tima foi executada com mais de 20 tiros e, para o mesmo caso, foram entregues no ĂłrgĂŁo quatro armas que, a princĂ­pio, seriam de homens presos em Coruripe e suspeitos do crime.

Inconclusivo 3DUDRVSHULWRVFULPLQDLVRODXGR¿FRXLQFRQFOXVLYRSRUTXHDOpPGHVy WHUHPXPSURMpWLOHVWHHVWDULDGDQL¿FDGRDRSRQWRGHQmRGDUXPUHVXOtado preciso. Mas, mesmo assim, o magistrado inconformado enviou, conforme apurou o Correio de Alagoas, hå quase um mês, um ofício à direção solicitando que o exame balístico fosse refeito, mas dessa YH]SHOD)RUoD1DFLRQDOSRUTXHQRVHXHQWHQGLPHQWRRVSUR¿VVLRQDLV DODJRDQRVHVWDULDPWHQGRGL¿FXOGDGHVWpFQLFDV2XVHMDRWUDEDOKRGRV peritos alagoanos teria sido ignorado.

Força Nacional Mesmo com quase 30 dias de solicitação do juiz Scremin Neto, o laudo ainda não foi concluído e entregue pela Força Nacional. Mas, provavelmente, abre-se um novo mal-estar entre os peritos locais que sempre tiveram credibilidade e tiveram o trabalho ignorado. Segundo o delegado Manoel Wanderley, o mÊdico-legista responsåvel pela necropsia teria informado que todos os outros projÊteis disparados contra o SHFXDULVWDWHULDPWUDQV¿[DGR&RPRD vítima foi atingida por mais de 20 tiros, vårios deles nas costas, a expectativa voltava-se para a exumação do cadåver. O que não ocorreu atÊ agora.

Armas enviadas ao IC Das armas deixadas no IC, logo de início a espingarda teria sido descartada no confronto balístico, jå que o projÊtil enviado era de revólver de calibre 38. Dos revólveres, dois deles tambÊm descartaGRVHDSHQDVXP¿FDGRSDUD a anålise. O que teria gerado DGL¿FXOGDGHHQmRFRQWULEXído para a conclusão precisa do laudo foi justamente a situação do projÊtil (único e GDQL¿FDGR 

Suspeitos da execução Três dias após o crime que chocou não somente a sociedade palmeirense, mas tambÊm a alagoana, três homens foram presos e colocados como suspeitos do crime. Eles seriam os donos das armas enviadas ao IC. No entanto, os suspeitos jå estariam em liberdade. O Correio de Alagoas tentou por duas vezes entrar em contato com o delegado Manoel Wanderley, à frente do caso, não conseguiu e ouviu o seu auxiliar Flåvio Saraiva.

Outros crimes

Sem interferĂŞncia

Segundo Saraiva, logo apĂłs o crime, a PolĂ­cia Civil encontrou os trĂŞs homens com as armas, balaclavas e um carro parecido com o utilizado pelos assassinos e foram colocados sob suspeita. “Naquele momento, eles tinham todas as caracterĂ­sticas dos assassinos. Carro assemelhado, uma espingarda, revĂłlveres, mas, depois que começamos a investigar vimos que nĂŁo tinham relação com a execução. SĂł que foram apontados como envolvidos em outros crimes na regiĂŁo de Coruripeâ€?, explica Saraiva.

Quanto Ă  solicitação de nova microcomparação feita pelo juiz, o delegado declarou: “nĂłs trabalhamos para auxiliar o juiz na solução dos casos. Se ele entende haver necessidade de fazer o exame, nĂŁo podemos interferirâ€?. Logo, a pergunta ĂŠ: se os suspeitos foram colocados em liberdade porque a polĂ­cia chegou Ă  conclusĂŁo de que nĂŁo tiveram participação no crime e as armas enviadas ao IC sĂŁo deles, como ĂŠ que pode haver confronto balĂ­stico com o projĂŠtil retirado da cabeça da vĂ­tima?

TRIBUNAINDEPENDENTE

Bandidos assaltam banco no interior durante apagĂŁo Eles usaram explosivos para abrir os caixas eletrĂ´nicos e levaram todo o dinheiro ALAGOAS24HORAS

BRENO AIRAN REPĂ“RTER

M

ais um assalto a banco com uso de explosivos foi registrado em Alagoas, na madrugada de ontem. É o 56º só este ano. Desta vez, o alvo foi a agência do Banco do Brasil, localizada no Centro de Rio Largo, na Grande Maceió. Segundo informaçþes obtidas pela Tribuna Independente, oito homens armados teriam invadido a instituição e explodido alguns caixas eletrônicos. Eles aproveitaram o apagão que houve na madrugada para não chamar tanta atenção da polícia, no que se refere à preparação do ato criminoso. Após as dinamites acionadas, não havia mais como enganar a polícia. A explosão se deu e, mesmo no breu, os bandidos conseguiram levar todo o dinheiro dos terminais bancårios violados. Homens do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram acionados pela população, que ouviu o estrondo, assustada no escuro, e foram atrås do bando, que conseguiu fugir por volta das duas horas da manhã. A Polícia Federal (PF) – que investigarå o caso –

Banco do Brasil HVWDYDjVHVFXUDVTXDQGRIRLDWDFDGRHDVFkPHUDVGHÂżOPDJHPQRORFDOGHVOLJDGDV

pode ter dificuldades para identificar os suspeitos, pois a agĂŞncia estava com o circuito interno de filmagens desligado, justamente por conta do blecaute. O que se sabe ĂŠ que os bandidos agiram numa caminhonete Nissan Frontier preta, porque ela foi abandonada em

... Durante a conferĂŞncia que ministrou na programação comemorativa dos 20 anos de SyVJUDGXDomRQR,QVWLWXWRGH4XtPLFDH%LRWHFQRORJLD ,4% GXUDQWHDWDUGHGD~OWLPD quarta-feira, 24, o secretĂĄrio estadual de CiĂŞncia e Tecnologia, Eduardo Setton, relembrou sua caminhada na Universidade Federal de Alagoas, desde a formação acadĂŞmica DWpRSHUtRGRHPTXHGLULJLXR/DERUDWyULRGH&RPSXWDomR&LHQWtÂżFDH9LVXDOL]DomR /&&9 FULDGRHPIUXWRGHPDLVGHDQRVGHWUDEDOKRGR*UXSRGH3HVTXLVD em Mecânica Computacional. ... Estas pesquisas credenciaram a universidade a integrar a rede Galileu, criada pela Petrobras para desenvolver projetos em parceria para a construção de soluçþes dos problemas de engenharia com utilização de matemĂĄtica de alto nĂ­vel e computação de alto desempenho, antecipando situaçþes enfrentadas na extração de petrĂłleo na profundidade do prĂŠ-sal. ... Este foi um dos exemplos utilizados pelo secretĂĄrio para ressaltar a importância da parceria entre a universidade, a iniciativa privada e o governo para o desenvolvimento tecnolĂłgico do Estado. “Eu tenho uma histĂłria na universidade e agora estou assumindo funçþes no Estado, mas acredito que a minha principal tarefa ĂŠ criar pontes, nĂŁo aquelas para as quais fui treinado na minha formação como Engenheiro Civil, mas das pontes que aproximam sociedade, governo, universidade e iniciativa privada para projetos conjuntosâ€?, disse Setton.

bandidos ainda abandonaram vårios explosivos não ativados, que haviam sido espalhados ao redor do estabelecimento. Uma equipe anti-bomba da Divisão Especial de Investigação e Capturas esteve no local para desarmar os equipamentos.

COM DROGAS

Traficantes são presos em prÊdio do PAR Dupla estava sendo investigada pela DRN por atuação no Vale do Reginaldo SANDRO LIMA

Assassinato O agropecuarista Reyneri Canales Pimentel foi executado na noite do dia 26 de agosto passado, em seus haras, na fazenda Acapulco, em Palmeira dos �ndios. A vítima foi atingida por mais de 20 tiros e os assassiQRVWHULDPLQYDGLGRVXDFDVDHQFDSX]DGRV$YtWLPD¿FRXFRQKHFLGDSHOD OXWDSDUDVDOYDURVHX¿OKR+HQULTXHR³5LTXLQKR´TXHWLQKDSUREOHPDV congênitos e era considerado um dos menores do mundo com apenas 63 centímetros. A criança morreu aos 12 anos em outubro do ano passado e ele chegou a denunciar os mÊdicos do Samu de Arapiraca por negligência, levando o caso à mídia.

um canavial, ainda na zona rural de Rio Largo. Outro veĂ­culo teria dado suporte Ă  ação rĂĄpida que, definitivamente, nĂŁo foi ‘um salto no escuro’, mas sim coisa de profissional. Segundo informaçþes da PolĂ­cia Civil, apĂłs deixarem a agĂŞncia, os

Mais de um quilo de maconha foi apreendido com os dois presos

Por volta das 4h30 da manhĂŁ de ontem, policiais militares da Radiopatrulha (RP), com apoio da PolĂ­cia Civil, prenderam dois traficantes no Vale do Reginaldo, no bairro do Feitosa, em MaceiĂł, apĂłs mandado de busca e apreensĂŁo expedido pela 15ÂŞ Vara Criminal da Capital. Leandro Siqueira Barbosa, de 25 anos, e JosĂŠ William Nascimento Almeida Medeiros, 19 anos, conhecido como Bila, foram detidos em um apartamento abandonado pertencente ao Programa de Arrendamento Residencial (PAR) e em flagrante delito, pois havia com eles um quilo e 220 gramas de maconha. Ambos foram conduzidos para a Central de PolĂ­cia Civil, onde acabaram autuados por trĂĄfico de entorpecentes.

Depois, foram ouvidos pelo delegado titular da Delegacia de RepressĂŁo ao NarcotrĂĄfico (DRN), Jobson Cabral. INVESTIGAÇÕES Segundo Cabral, as investigaçþes que se estenderam por cerca de um mĂŞs resultaram nas prisĂľes dos acusados, que atuavam no vale do Reginaldo. “Conseguimos prendĂŞ-los em casa e, no momento da abordagem, os acusados nĂŁo resistiram Ă  prisĂŁoâ€?, disse. Jobson Cabral informou ainda que “Bilaâ€? jĂĄ era conhecido da polĂ­cia e foi preso anteriormente por receptação e trĂĄfico de entorpecentes. Eles foram conduzidos Ă  Casa de CustĂłdia da PolĂ­cia Civil, onde permanecerĂŁo Ă  disposição da Justiça. (B.A./ Com assessoria)

NA PORTA DO TRABALHO

Homem ĂŠ morto apĂłs reagir a assalto FuncionĂĄrio da Chesf teve sua moto roubada por dois homens armados Mais um latrocĂ­nio foi registrado ontem na Grande MaceiĂł. O jardineiro CĂ­cero Silva LeĂŁo, de 43 anos, teve sua vida ceifada na Avenida Gustavo Paiva, no municĂ­pio de Rio Largo. Ele estava chegando ao seu trabalho, na Companhia HidroelĂŠtrica de SĂŁo Francisco (Chesf), em sua moto cinquentinha Traxx, quando foi surpreendido por dois homens em outra

motocicleta. Segundo testemunhas, a dupla anunciou o assalto e Cícero Leão teria reagido. Ele recebeu disparos de arma de fogo feitos pelo garupa da moto. Agonizando no chão, ele viu a dupla levar sua moto e sua vida. Não houve tempo para o socorro mÊdico. Policiais da Delegacia de Homicídios (DH) e Força Nacional (FN) devem investigar o caso. Peritos

do Instituto de CriminalĂ­stica (IC) e o Instituto MĂŠdico Legal (IML) estiveram no local, fazendo os devidos procedimentos. ARMA DE FOGO Em outra cidade do interior, um estudante da rede pĂşblica de ensino causou furor e correria dentro de uma escola em Coruripe ontem. No povoado Pindorama, alunos e professores da Escola Municipal Maria Rocha

perceberam que ele estava com uma arma de fogo na sala de aula. Leonardo Pereira da Silva, de 18 anos, acabou sendo detido por policiais militares que atenderam a um chamado anĂ´nimo. Ele nĂŁo reagiu Ă  prisĂŁo. Com o estudante, encaminhado para a Delegacia Regional de Penedo, foi apreendido um revĂłlver Taurus calibre 32, municiado. (B.A.)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

Economia

ECONOMIA

13

Renda de negros e nordestinos da classe C cresce o dobro da mĂŠdia A renda de negros e nordestinos cresceu o dobro da mĂŠdia da classe C nos Ăşltimos dez anos, segundo dados do estudo “Vozes do Brasilâ€? e do Data Popular. O crescimento da renda geral da classe mĂŠdia foi de 57% – e se elevou 123% para os negros e nordestinos entre 2002 e 2012. “Os dados mostram que a classe mĂŠdia cresceu com redução da desigualdade. Havia mais negros e nordestinos entre os mais pobres, e os mais pobres foram os mais impactados pelo aumento do salĂĄrio mĂ­nimo e pelo acesso a empregos melhoresâ€?, diz Renato Meirelles, do Instituto Data Popular.

Emater terĂĄ Micro Orientado do BNB

ConvĂŞnio atente agricultores familiares para crĂŠdito atĂŠ R$ 15 mil com assistĂŞncia tĂŠcnica garantida pelo ĂłrgĂŁo DIVULGAĂ‡ĂƒO

O

TÊcnicos da Emater reunidos durante a Expoagro 2012, quando foi anunciado convênio de cooperação com o Banco do Nordeste

Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural SustentĂĄvel de Alagoas (Emater/AL) consolidou o termo de cooperação com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para concessĂŁo de MicrocrĂŠdito Orientado com AssistĂŞncia TĂŠcnica. O convĂŞnio contemplarĂĄ a orientação para crĂŠdito de atĂŠ R$ 15 mil. A cooperação foi anunciada durante a realização da mesa tĂŠcnica da Emater/AL na Expoagro 2012. No novo convĂŞnio o papel da (PDWHU$/ VHUi LGHQWLĂ€FDU D demanda de acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura (Pronaf) nas modalidades Jovem, Mulher, SemiĂĄrio, Agroecologia, entre outros, exceto as modalidades A e A/C. O objetivo do programa ĂŠ o fortalecimento das atividades SURGXWLYDVFRPOLQKDVGHĂ€QDQciamento rural. Para diretora-presidente da Emater/AL, InĂŞs Pacheco, o novo compromisso estĂĄ entre as metas prioritĂĄrias do instituto, jĂĄ que existe pĂşblico, porĂŠm nĂŁo hĂĄ conhecimento ou interesse pelas demais modalidades. “Seremos os interlocutores para ampliação do crĂŠdito. Vamos LGHQWLĂ€FDUDVGHPDQGDVYLDELOLzar a emissĂŁo das DAPS JurĂ­di-

AO ANO

MĂ“VEIS E IMĂ“VEIS

Juros do FNE reduzidos para 2,5% 0HGLGDEHQH¿FLDHPSUHHQGHGRUHVTXHFRQWUDWDUDPRXSUHFLVDPFRQWUDWDUUHFXUVRV O Conselho Monetårio Nacional (CMN) reduziu as taxas de juros do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) nas operaçþes de investimento e giro associado. Com o corte, as taxas que variavam entre 5% e 10% ao ano passam a ser de 2,94% a.a, podendo chegar a 2,5% anuais para pagamentos em dia. A taxa båsica de juros, SELIC, hoje situa-se em 7,25% ao ano, ou seja, a nova taxa do FNE, após considerado o bônus de adimplência, Ê quase três vezes menor. Esta redução representa um corte de atÊ 65% nas taxas das operaçþes rurais e de atÊ 70% nas operaçþes dos demais segmentos operados pelos programas de crÊdito do Banco do Nordeste. Situando as atuais taxas nos mais baixos patamares da história do FNE. A taxa ora anunciada Ê tambÊm a mais baixa praticada no mercado, comparåvel apenas às taxas do Programa BNDES de Sustentação do Investimento (PSI). A redução Ê retroativa a 1° de outubro e vålida atÊ 31 de dezembro deste ano. A resolução objetiva tornar as taxas do FNE mais atraentes aos tomadores de crÊdito, diante de um cenårio

de juros reduzidos no mercado ÀQDQFHLUR QDFLRQDO H LQFHQWLvar, ainda mais, a aceleração do crescimento da região Nordeste. $ PHGLGD EHQHÀFLD HPSUHendedores que contrataram, RX GHVHMDP FRQWUDWDU ÀQDQciamentos junto ao Banco do Nordeste, responsåvel pela operacionalização do Fundo na Região. No último semestre, o Banco injetou R$ 3,9 bilhþes na economia nordestina com recursos do FNE. A grande maioria dos clientes contemplados são de mini, micro, pequeno e pequeno-mÊdio portes, que receberam 59% do total contratado no período. Criado em 1998, o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) Ê um instrumento de política pública federal operado pelo Banco do Nordeste que objetiva contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Nordeste, atravÊs da execução de programas GH ÀQDQFLDPHQWR DRV VHWRUHV produtivos, em consonância com o plano regional de desenvolvimento, possibilitando, assim, a redução da pobreza e das desigualdades. 2)1(ÀQDQFLDLQYHVWLPHQtos de longo prazo e, complementarmente, capital de giro ou custeio.

Taxa anunciada ĂŠ a mais baixa no mercado e representa corte de 65%

cas e prestar assistĂŞncia tĂŠcnica DRV SURQDĂ€DQRV 3DSHO TXH Mi desempenhamos na maioria dos municĂ­pios alagoanosâ€?, informou InĂŞs Pacheco. Durante o debate sobre crĂŠdito, o gerente executivo da SuperintendĂŞncia Estadual do Banco do Nordeste, Manoel Roberto Muniz, falou da expectativa da instituição com a criação da Emater/AL. “Estou torcendo que a Emater Alagoas se estruture para fazermos projetos de qualidade, com tĂŠcnicos capacitados que dĂŞ resultado no campo. Essa parceria ĂŠ muito importante para que tenhamos resultados efetivosâ€?, destacou o representante do BNB. A secretĂĄria de PolĂ­ticas AgrĂ­colas da Fetag-AL, Rilda Alves, lembrou que do ano passado atĂŠ o momento foi contratado somente um Pronaf Jovem em toda Alagoas. Em 2012 o Banco do Nordeste nĂŁo contratou nenhum. A modalidade tem FRPR SHUĂ€O MRYHQV DJULFXOWRUHV familiares, entre 16 e 29 anos, pertencentes a famĂ­lias enquadradas no PRONAF ou que tenham participado de curso ou HVWiJLRGHIRUPDomRSURĂ€VVLRQDO que preencham os requisitos deĂ€QLGRV SHOD 6$)0'$ RX TXH contem com assistĂŞncia tĂŠcnica.

Leilão da Justiça Federal Ê oportunidade de negócios A Justiça Federal em Alagoas levarå à venda em arrematação pública, pela internet (meio eletrônico) e por meio de leilão presencial, bens móveis e imóveis penhorados em açþes. A primeira praça serå no dia 9 de novembro e a segunda praça em 23 de novembro, ambas às 9 horas,0 no auditório da Justiça Federal em Alagoas, na Avenida Menino Marcelo, Serraria, em Maceió. O OHLOmR XQLÀFDGR VHUi UHDOL]DGR pela 5ª Vara Federal - Execuçþes Fiscais, e por meio da 8ª Vara Federal, de Arapiraca. O leilão oferece oportunidades de negócios com produtos variados desde imóveis com valores avaliados que

variam de R$ 16 mil; R$ 50 mil; R$ 780 mil, entre terrenos, casas, sítios, atÊ prÊdios comerciais em åreas nobres da capital com valores de R$ 3 milhþes a R$ 5 milhþes, ou mesmo simples objetos, como cadeiras a partir de R$ 50, alÊm de mesas e móveis para escritório, quadros decorativos e atÊ sandålias. O leilão decorre de açþes GH H[HFXo}HV ÀVFDLV H RXWURV processos da Procuradoria da Fazenda Nacional, União Federal, Agência Nacional do Petróleo, Gås Natural e Biocombustíveis, Instituto Nacional de Seguridade Social, Caixa Econômica Federal, Conselhos Federais e outros.


14

ECONOMIA

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

etjornalista@gmail.com

Vale do São Francisco, ação social

D

urante sua passagem por Alagoas essa semana, o presidente nacional da Codevasf, Elmo Vaz, que WHYHFRPRSULQFLSDODQÀWULmRR deputado Givaldo Carimbão, anunciou que os perímetros irrigados sociais que estão sob a responsabilidade da instituição, tanto aqui como em Sergipe têm R$ 22 milhþes assegurados para suas obras prioritårias de melhoria de infraestrutura. A informação foi dada na quintafeira, aos agricultores familiares estabelecidos nos perímetros de Boacica (situado entre os municípios de Igreja Nova e Penedo) e de Itiúba (em Porto Real do ColÊgio).

AL-101 Sul

AL-101 Sul – Geral

Surtiu efeito a pressão que um bloco de prefeitos do Litoral Sul de Alagoas fez junto ao diretor do DER/AL Marcos Vital, quanto recuperação dos buracos existentes em todo trecho da rodovia que liga a Praia do Gunga atÊ Penedo. O Departamento estadual começou a todo vapor a fazer a operação tapa-buraco desde segunda-feira.

O diretor do DER, Marcos Vital disse que os investimentos para o reparo em toda AL-101 Sul estão garantidos e foram liberados cerca de R$ 700 mil para recapear a pista que corta as cidades de Roteiro, Jequiå da Praia, Coruripe, Feliz Deserto, Piaçabuçu e Penedo. Para o prefeito Marcelo Beltrão, de Jequiå da Praia, o DER atendeu não só um pedido dos gestores, como tambÊm, de motoristas, moradores, turistas e todos que trafegam pelas cidades do Litoral Sul.

ApĂłs piso, juro bancĂĄrio de pessoa fĂ­sica volta subir

Alta interrompeu sequĂŞncia de seis meses seguido de queda, diz Banco Central

D

epois de atingir em agosto a mínima histórica, os juros cobrados pelos bancos nas operaçþes com pessoas físicas voltou a subir em setembro deste ano, quando atingiu 35,8% ao ano, segundo informaçþes divulgadas ontem pelo Banco Central. Em agosto, a taxa estava em 35,6% ao ano. Deste modo, o crescimento no mês passado foi de 0,2 ponto percentual. Com o crescimento, foi interrompida uma sequência de seis meses seguidos de queda. Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, o crescimento dos juros bancårios de pessoas físicas, em setembro, estå relacionado com a greve dos bancårios.

Com a greve, explicou ele, as pessoas buscaram, no mĂŞs passado, linhas de crĂŠdito que jĂĄ estavam disponĂ­veis, como cheque especial e cartĂŁo de crĂŠdito, que tĂŞm juros mairoes - o que impactou a taxa mĂŠdia de setembro. “Essas paralisaçþes favorecem o crĂŠdito imediato, prontamente disponĂ­veis. SĂŁo linhas com taxas mais altas, de crĂŠdito rotativo. ,VVR WHYH LQĂ XrQFLD QDV WD[DV GH MXURVÂľ DĂ€UPRX 7XOLR Maciel, do BC. Empresas e taxa geral No caso da taxa mĂŠdia que os bancos cobram em suas operaçþes com empresas, porĂŠm, houve uma queda de 0,5 ponto percentual em setembro deste ano, para 22,6% ao ano. Com o movimento registrado na taxa cobrada pelos

bancos de pessoas jurĂ­dicas, a taxa de todas as operaçþes de crĂŠdito (empresas e pessoa fĂ­sica) tambĂŠm recuou em setembro, para 29,9% ao ano - a menor da histĂłria. REDUĂ‡ĂƒO O aumento dos juros bancĂĄrios de pessoas fĂ­sicas acontece em um momento de redução da taxa bĂĄsica da economia. O BC vem baixando os juros bĂĄsicos desde agosto do ano passado. Em 14 meses, a redução foi de 5,25 pontos percentuais. Atualmente, a taxa estĂĄ em 7,25% ao ano, a menor da histĂłria, contra 12,5% ao ano em agosto do ano passado antes do inicio do ciclo de corte de juros bĂĄsicos. O governo tambĂŠm liberou, nos Ăşltimos meses, recursos que estavam retidos

no BC (chamados de compulsĂłrio) para as instituiçþes Ă€QDQFHLUDV 'HVGH R LQtFLR deste ano, R$ 70 bilhĂľes jĂĄ foram liberados pelos bancos e, recentemente, a autoridade monetĂĄria informou que pretende injetar mais R$ 30 bilhĂľes na economia nos prĂłximos meses. Outro fator que favoreceu a redução dos juros bancĂĄrios foi a redução do IOF para pessoas fĂ­sicas de 3% para 1,5% ao ano. Apesar do aumento em VHWHPEUR DV LQVWLWXLo}HV Ă€nanceiras reduziram os juros bancĂĄrios de pessoas fĂ­sicas em 10,4 pontos percentuais desde agosto do ano passado, quando teve inĂ­cio o processo de corte dos juros bĂĄsicos, e a taxa mĂŠdia geral (de todas as operaçþes) recuou 9,8 pontos percentuais neste perĂ­odo. DIVULGAĂ‡ĂƒO

Maribondo Por mera coincidência, hå 12 anos a população de Maribondo presenciava a saída por meio judicial do então prefeito Roberto Sapucaia. Motivo: improbidade administrativa. Na oportunidade faltavam pouco mais de dois meses para que Sapucaia concluísse seu mandato; situação semelhante ao caso desta semana, ocorrido na quinta-feira, em que o prefeito ZÊ Mårcio foi afastado do comando municipal.

Arapiraca

Santana do Ipanema

O tema da mandioca foi assunto importante na quinta-feira em Arapiraca, quando o Sebrae promoveu um fórum sobre o assunto. O objetivo foi de discutir as açþes do Arranjo Produtivo Local (APL) da raiz e conhecer as novidades TXHSRGHUmREHQH¿FLDU as propriedades e os produtores da região. Na pauta, a exibição das logomarcas para produtos derivados da mandioca, para serem utilizadas pelas associaçþes comunitårias do Agreste alagoano; a apresentação do projeto ambiental e de construção de minifåbricas para a produção de iguarias a partir da fÊcula, da goma e da massa puba; e a palestra sobre os benefícios ¿QDQFHLURVFRPHUFLDLVH alimentares da mandioca agroecológica.

Para conhecer as atraçþes e as novidades do estande do Sebrae Alagoas na 62ª Exposição Agropecuåria de Produtos Derivados de Alagoas – Expoagro 2012, treze produtores do segmento de avicultura de Santana do Ipanema, atendidos pelo projeto Agronegócios Alto Sertão e Entorno, participaram, na quarta-feira, de uma visita à feira com o objetivo de adquirir conhecimentos sobre as novidades do mercado para o setor.

Marechal A III Festa LiterĂĄria de Marechal Deodoro acontece entre os dias 28 de novembro a 2 de dezembro. Palestras, mesas de debates, atividades liter��Ąrias na rede de ensino do municĂ­pio e no Ifal; literatura de cordel, poesia popular em auditĂłrio e salas de aula de Escola. HaverĂĄ eventos paralelos durante a 3ÂŞ Flimar, como: feira de cultura (30 toldos-estandes), cinema na antiga cadeia e ao ar livre, concertos nas Igrejas, grupos de teatro de rua, apresentação de folclore, apresentação GDVWUrVEDQGDVÂżODUP{QLFDVGH0DUHFKDO Deodoro, gastronomia, doação de livros Ă s comunidades, lançamento de livros, mostra de artesanato; entre outras manifestaçþes culturais.

Marechal- Visão Segundo o prefeito Cristiano Matheus, o objetivo principal deste evento Ê o de criar uma sólida política de incentivo à leitura, com resultados concretos, que se prolonguem e sejam constantes as atividades literårias nas escolas e comunidades, contribuindo para que haja amor e håbito à leitura, reduzindo o número de analfabetos, melhorando o próprio ser humano e a qualidade de vida. Iniciando uma revolução de cidadania na comunidade por intermÊdio da cultura, principalmente a leitura.

Dentista

Entrave

Quem esteve em Brasília na semana passada, em defesa da implantação do Plano de Cargo e Carreira dos cirurgiþes dentistas de Alagoas que prestam serviços ao SUS, foi o presidente do Sindicato dos Odontologistas no Estado de Alagoas, Airton Mendonça. Ele passou quinta e sexta-feira com seu vice, Eclivan Marcel. O tema foi amplamente discutido com demais dirigentes do país na sede da Federação Nacional. A proposta discutida foi encaminhada esta semana para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Qunato a eterna burocracia que predomina sobre a entrega das casas para as vítimas das enchentes de 2010, foi que na terça-feira, o vice-governador e coordenador do Programa da Reconstrução, JosÊ Thomaz 1RQ{VHUHXQLXFRPRVDJHQWHV envolvidos no processo das obras da Reconstrução. A reunião discutiu pontualmente a situação de cada conjunto habitacional destinado às vítimas das enchentes, com o objetivo de diminuir burocracia e estabelecer prazos para a entrega das casas que estão concluídas.

Operaçþes SHVVRDLVQRVEDQFRV¿FDUDPPDLVFDUDVFRPWD[DGHMXURVDWLQJLQGRVHJXQGR'HSDUWDPHQWR(FRQ{PLFRGR%DQFR&HQWUDO

CARTĂƒO DE CRÉDITO

Coleta de assinaturas para redução de juros Neste domingo (28) a UGT (União Geral dos Trabalhadores) irå realizar uma mega coleta de assinaturas para o abaixo-assinado em favor da redução dos juros cobrados nos cartþes de crÊdito. O abaixo-assinado serå entregue à presidente Dilma Rousseff e a coleta serå realizada pelos associados da entidade, presentes em todos os estados onde ocorrerå eleiçþes municipais do 2º turno, entre 8h e 17h. A UGT propþe um projeto de lei que dispþe sobre o es-

tabelecimento de regras de proteção aos consumidores para proibir a cobrança abusiva de juros pelas instituio}HVĂ€QDQFHLUDVHRSHUDGRUHV de cartĂľes de crĂŠdito, que conforme informou a prĂłpria instituição, aplicam taxas superiores Ă  mĂŠdia praticada pelas demais formas de Ă€QDQFLDPHQWR H[LVWHQWHV QR mercado. O ĂłrgĂŁo ainda informou que a medida poderĂĄ “fortalecer a economia interna do PaĂ­s, por meio da melhoria na distribuição de renda e DIVULGAĂ‡ĂƒO

ampliação do poder aquisitivo da população�. CALOTE A maior taxa de calotes no país estå entre os compraGRUHV GH FDUURV ÀQDQFLDGRV O nível de inadimplentes no pagamento das prestaçþes de carros atingiu 6% em setembro. A alta em relação a agosto foi de apenas 0,1 ponto percentual, mas estå perto do recorde de 6,1%, registrado em maio deste ano. A taxa mÊdia de inadimplência, incluindo todos os setores, foi de 5,9% em se-

WHPEUR R TXH VLJQLÀFD TXH ÀFRX HVWiYHO HP UHODomR D agosto. É o terceiro mês seguido que a inadimplência se mantÊm no mesmo patamar. É considerado inadimplente o comprador que atrasa seus pagamentos em mais de 90 dias. Os dados foram divulgados Banco Central ontem. Para pessoas físicas, a taxa permaneceu em 7,9% em setembro e, para empresas, apresentou leve recuo de 0,1 ponto, para 4%, sobre agosto.

FAMĂ?LIAS

InadimplĂŞncia volta a crescer apĂłs atingir menor Ă­ndice

Entrave - Final do ano $UHXQLmRGHÂżQLXXPFURQRJUDPDSDUDDHQWUHJDGHFDVDVDWp dezembro nos municĂ­pios de Branquinha, Atalaia, Paulo Jacinto e UniĂŁo dos Palmares. “Estou conduzindo hĂĄ dois anos este processo, que vem avançando de maneira satisfatĂłria. As invasĂľes prejudicam a todos, por LVVRQRVUHXQLPRVSDUDEXVFDUVROXo}HVDÂżPGHTXHDVKDELWDo}HVMi concluĂ­das possam ser entregues Ă s vĂ­timas das enchentes, evitando XPDVpULHGHLQYDV}HV´GLVVH7KRPD]1RQ{

Argumento da Caixa 6HJXQGRRVXSHULQWHQGHQWHGD&DL[D(FRQ{PLFD)HGHUDO+HUEHUW Buenos Aires, quatro conjuntos habitacionais estĂŁo invadidos e aguardando o processo judicial para reintegração de posse das casas. É o caso de Rio Largo, onde trĂŞs conjuntos estĂŁo 100% concluĂ­dos, mas devido Ă s invasĂľes e pendĂŞncias judiciais, nĂŁo poderĂŁo ser entregues. “O cronograma de entregas irĂĄ minimizar as ocorrĂŞncias de invasĂľesâ€?, DÂżUPRX%XHQRV$LUHV

Acesse: tribunahoje.com A informação que você não tinha no seu dia-a-dia Famílias com dívidas não em atraso tambÊm subiu em outubro

Após atingir, no mês passado, o menor índice dos últimos dois anos, o percentual de famílias inadimplentes voltou a crescer em outubro. As famílias com dívidas ou contas em atraso passaram de 19,1% em setembro para 20,5% neste mês, segundo Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada pela Confederação Nacional do ComÊrcio (CNC). O total de famílias com dívidas (não necessariamente em atraso), como cheque prÊ-datado, cartão de crÊdito, carnê de loja, emprÊstimo pessoal, prestação de carro e seguros, tambÊm subiu – de 58,9% em setembro para 59,2% em outubro. A pesquisa mostra, no

entanto, que o total de famĂ­lias sem condiçþes de pagar as contas ou dĂ­vidas atrasadas teve uma leve queda, de 7,1% para 7% entre setembro e outubro. COMPARAĂ‡ĂƒO Na comparação com o mesmo perĂ­odo do ano passado, todos os indicadores melhoraram, jĂĄ que, em outubro de 2011, os percentuais eram os seguintes: famĂ­lias com dĂ­vidas (61,2%), inadimplentes (21,3%) e famĂ­lias sem condiçþes de pagar as contas (8,2%). O crĂŠdito total disponibiOL]DGRSHORVLVWHPDĂ€QDQFHLro no Brasil subiu 1,1% em setembro, chegando a 51,5% do Produto Interno Bruto (PIB), ou R$ 2,237 trilhĂľes, informou o Banco Central.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

ESPORTES 15

Corinthians X Vasco, ‘treino de luxo’ Focado no Mundial de Clubes do JapĂŁo, tĂŠcnico Tite colocarĂĄ hoje em campo a força mĂĄxima para entrosar o grupo

N

o primeiro turno do Campeonato Brasileiro, Vasco e Corinthians jĂĄ haviam feito um jogo sem as emoçþes do passado em SĂŁo JanuĂĄrio. A igualdade sem gols impediu os donos da casa de assumirem a ponta da tabela na ocasiĂŁo. Agora vale briga por vaga no G-4 para os cariocas e treino de luxo para o TimĂŁo, que vai ao Mundial de Clubes. Os dois se encontram hoje Ă s 15h20, no Pacaembu. O Corinthians se acostumou a rivalizar com o Vasco recentemente. A equipe carioca foi a principal concorrente na conquista do Campeonato Brasileiro da temporada passada e protagonizou um dos confrontos mais difĂ­ceis para os comandados de Tite na campanha vitoriosa da Copa Libertadores da AmĂŠrica deste ano. Neste sĂĄbado, o reencontro no Pacaembu nĂŁo terĂĄ a mesma importância. “Mas jĂĄ fizemos jogos incrĂ­veis com o Vascoâ€?, recordou o lateral esquerdo FĂĄbio Santos, que sĂł pensa em se

preparar para o Mundial de Clubes de dezembro pelo Corinthians. Do outro lado, o adversĂĄrio seguiu no quinto lugar do Campeonato Brasileiro apesar da derrota por 2 a 1 para o Internacional na noite de quarta-feira e ainda almeja classificação para a prĂłxima edição da Libertadores. Embora o Corinthians jĂĄ se preocupe exclusivamente com o Mundial do JapĂŁo, os Ăşltimos confrontos com o Vasco ainda estĂŁo frescos na memĂłria de seus jogadores. “O Vasco tem sido um adversĂĄrio complicado, que valorizou muito a conquista do Brasileiro no ano passado. Na Libertadores, fizemos o jogo mais bacana que tive na minha carreira, com muita tensĂŁo e adrenalina atĂŠ aquele gol do Paulinho que nos classificouâ€?, comentou FĂĄbio Santos. OUTROS JOGOS Inter x Palmeiras Botafogo x AtlĂŠtico-GO Figueirense x Portuguesa Sport x SĂŁo Paulo Bahia x GrĂŞmio

ARQUIVO

ApĂłs ‘jogos incrĂ­veis’, Corinthians vai cumprir tabela contra Vasco e tĂŠcnico Tite promete colocar em campo os melhores do time

TESTES PARA 2016

Antidoping feminino Ê coletado por homens Presença masculina deixa atletas constrangidas e gera grande polêmica

Atletas reclamaram que homens acompanharam coleta de urina REUTERS

As atletas que participaram no início desta semana, em Brasília, dos primeiros exames realizados pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), ligada ao MinistÊrio do Esporte e criada para as Olimpíadas de 2016, tiveram que fazer a coleta de urina diante de um acompanhante homem. A situação, que constrangeu algumas esportistas, contraria as normas internacionais para testes estabelecidas pela Agência Mundial Antidoping (Wada). - Estou hå mais de dez anos no esporte. Jå cheguei a fazer 18 exames antidoping em um

ano e nunca tinha acontecido a coleta com um doutor. O mĂŠdico pode atĂŠ preencher o formulĂĄrio, mas na hora da coleta, no banheiro, ĂŠ sempre uma mulher. EntĂŁo, a gente fica muito constrangida. Nos meus primeiros exames antidoping, com uma fiscal mulher, jĂĄ era constrangedor, imagina com um doutor. Mas acabei aceitando, pois o comunicado que recebi dizia que era obrigatĂłrio e, se nĂŁo fizesse o exame, eu corria o risco de ser suspensa - afirmou uma das atletas, que preferiu nĂŁo se identificar. O treinador da esportista, que tambĂŠm pediu para ter a identidade

preservada, contou que questionou o procedimento com os responsåveis pelos exames. A justificativa foi de que a equipe da ABCD Ê nova e ainda não havia mulheres capacitadas para acompanhar a coleta com as atletas. - Com toda a educação, nós perguntamos o motivo por estarem fazendo daquela maneira. Disseram que a equipe ainda estava sendo formada e não tinha uma oficial mulher preparada para aquela função. Nós tentamos argumentar, dizer que a atleta não ia fazer. Mas fomos informados de que ela teria que fazer, ou então poderia ter

problemas como a suspensão de competiçþes por se recusar a passar pelo antidoping - disse o tÊcnico. O diretor executivo da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, Marco Aurelio Klein, admitiu que um mÊdico acompanhou a coleta de urina. O português João Marques Ê membro da Agência de Controle de Dopagem de Portugal e veio ao Brasil acompanhar os primeiros exames realizados pela ABCD por conta de um acordo de cooperação tÊcnica firmado entre os dois países. O Caso serå levado ao MinistÊrio para debate e ajuste.

GP DA Ă?NDIA

Ferrari erra e pilotos tentam largar bem

Com problemas no carro, Felipe Massa escapou da pista duas vezes

Em seu primeiro fim de semana de GP após o anúncio da renovação com a Ferrari para 2013, Felipe Massa recebeu um presente de grego da equipe, ontem, na �ndia. A escuderia admitiu que um dos ajustes do carro do brasileiro estava errado no segundo treino livre no Circuito Internacional de Buddh, o que prejudicou seu desempenho. SÊtimo mais råpido na primeira atividade, Massa sofreu para domar a Ferrari na sessão seguinte e acabou rodando duas vezes, uma na curva 12 e a outra na 4. Pelo rådio o próprio piloto iden-

CHELSEA

LUTAS

LĂ VEM ROBINHO!

Cada vez mais titular no Chelsea, o meia Oscar jĂĄ mostra intimidade na capital inglesa. ApĂłs marcar o Ăşnico gol dos Blues na derrota para o Shakhtar no meio de semana pela Liga dos CampeĂľes, o brasileiro, que jĂĄ havia balançado as redes duas vezes no empate com o Juventus na estreia da competição europeia, ganha um status de artilheiro no Stamford Bridge. E ele faz uma projeção para esta temporada: marcar entre 10 e 20 vezes. “Espero marcar muitos gols pelo Chelsea e pretendo manter uma mĂŠdia entre 10 e 20 golsâ€?.

Os fãs brasileiros terão vårias oportunidades de acompanhar o UFC no país em 2013. Depois do Brasil sediar três ediçþes do show neste ano, sendo duas no Rio de Janeiro e uma em Belo Horizonte, e ter o retorno previsto para o mês de janeiro, o ano de 2013 deve ter entre cinco ou atÊ sete ediçþes do UFC em território tupiniquim. Segundo Dana White, diretor de desenvolvimento internacional do UFC, a organização tem o interesse em realizar eventos regionais, com horårios mais acessíveis e atletas locais.

O assunto mais falado no Santos pode acabar em 2013: a “NeymardependĂŞnciaâ€?. Pelo menos ĂŠ nisso que o tĂŠcnico Muricy Ramalho acredita. Feliz com jogadores que a diretoria procura, o comandante prevĂŞ melhora no rendimento do time e do prĂłprio Neymar, que jĂĄ anda se queixando GDIDOWDGHFRPSDQKLDTXDOLÂżFDGD$SHVDUGHQmRUHYHODUQRPHV Muricy jĂĄ deixou claro que sĂŁo jogadores de peso. Em função da venda de Ganso para o SĂŁo Paulo o treinador disse que o clube precisa investir. Um dos atletas na mira do Peixe ĂŠ o Ă­dolo Robinho.

Oscar projeta 10 a 20 gols por temporada

tificou um “balanço muito estranhoâ€?em seu carro. Com os pneus comprometidos por causa das saĂ­das de pista, nĂŁo conseguiu anotar uma volta ideal, e terminou com o 15Âş tempo. - Uma das configuraçþes do carro dele estava incorreta e isso comprometeu o equilĂ­brio do carro e o impediu de tirar o mĂĄximo dos jogos de pneus macios, e tambĂŠm o levou a rodar. Isso danificou um dos pneus, praticamente encerrando sua sessĂŁo – reconheceu o diretor tĂŠcnico do time de Maranello, Pat Fry. Felipe Massa lamentou o

Brasil receberĂĄ atĂŠ sete eventos do UFC em 2013

problema que prejudicou seu treino e contou que restou-lhe aproveitar os momentos finais da atividade para treinar paradas nos boxes para troca de pneus. - Foi um dia bastante difícil. A primeira sessão correu bem e fomos capazes de fazer tudo o que tínhamos planejado. PorÊm, na segunda, quando mudamos dos pneus mÊdios para os macios, o balanço do carro não era mais o melhor e ficou cada vez mais difícil de pilotar a tal ponto que acabei rodando. Infelizmente, isso danificou um pneu e, assim, fui incapaz de

fazer nosso trabalho de longas jornadas, que era uma de nossas prioridades. Na última meia hora, concentramos no treino de pit stops, a única coisa possível com os pneus naquelas condiçþes. O mais råpido dos treinos livres foi o líder do campeonato, Sebastian Vettel, da RBR. O companheiro de Massa na Ferrari, Fernando Alonso, ficou com o terceiro tempo nas duas sessþes. O GP da �ndia Ê a 17ª etapa da temporada 2012 da Fórmula 1. Hoje acontece o treino classificatório, às 5h30 e a corrida serå domingo, às 6h30.

Para acabar a falada ‘NeymardependĂŞncia’


16

ESPORTES

MACEIÓ - SÁBADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

Esportes

TRIBUNAINDEPENDENTE

Maceió recebe grandes nomes das artes marciais para Coliseu Extreme Fight Dia 14 de novembro, acontece em Maceió a quinta edição do Coliseu ExtrePH)LJKW2FDUGWHUiQDOXWDSULQFLSDODXQL¿FDomRGRVFLQWXU}HVGRVSHVRV meio médios (77 kg) entre Cassiano Tytschyo (PR) e Rodrigo Taigra (BA), TXHFRQTXLVWDUDPVHXVFLQWXU}HVHPHYHQWRQRDQRSDVVDGR2HYHQWR contará também com outra disputa de cinturão, dessa vez na categoria dos meio pesados (93 kg), entre o ex- participante do TUF Brasil, Rick Monstro (RJ) e o ex-atleta do UFC Antonio Samurai (CE). A terceira disputa de cinturão será na categoria dos penas (66 kg) entre João Prudêncio (AL) e Marcelo T-Rex (BA).

CRB tem hoje jogo de ‘vida ou morte’

Galo encara o Ipatinga em Minas Gerais e precisa da vitória fora de casa para continuar a briga para evitar o rebaixamento

A

primeira das seis batalhas que o CRB terá para evitar o rebaixamento na Série B será hoje. O Galo entra em campo às 15h para enfrentar o Ipatinga, no Estádio Ipatingão, no interior de Minas Gerais, com o objetivo único da vitória. Como o adversário é dos que lutam na parte de baixo da tabela, o jogo terá uma caractarística dramática. Com 30 pontos e na zona do rebaixamento, o técnico Roberval Davino projeta uma arrancada do Galo nas próximas três rodadas. Depois de encarar o time mineiro, o CRB enfrenta o Barueri e o Paraná, em Maceió, e, se conquistar esses nove pontos, o cenário melhora na Segundona. Sem vencer há dez rodadas, o regatas tem desfalques. Para o jogo em Ipatinga, Davino não conta com o lateral Gleidson e o atacante Aloísio Chulapa, suspensos, e com o volante Roberto Lopes e o atacante Denílson, que foram vetados pelo departamento médico. As baixas obrigaram o treinador a mexer na estrutura tática da equipe. Com o retorno do zagueiro Rodrigão recuperado após uma fratura na costela, Davino vai escalar o CRB no 3-5-2, com Jadilson sendo des-

tacado para a ala esquerda. Na frente, a tendência é que os velocistas Ricardinho e Luiz Paulo sejam confirmados. Outra dúvida está no gol entre Anderson ou Cristiano. NÚMEROS Apesar de ter segurado o São Caetano, com um empate, por 1 a 1, fora de casa, o Ipatinga aparece com 98,5% de chances de rebaixamento. Um pouco mais abaixo está o Barueri, que ainda possui 97,8%, A partir daí, a briga está quente. O CRB despencou e já aparece com 69% de chances de queda. O Guaratinguetá, embora esteja fora da degola, surge com 66,2%. Por outro lado, o Bragantino chegou a 58,1%, após bater o Avaí. Mesmo a apenas cinco pontos da zona de rebaixamento, o ABC parece estar tranquilo com relação às suas chances de rebaixamento. O time potiguar tem apenas 7,2% de chances, seguido por Boa (2,2%), Guarani (0,9%) e ASA (0,04%). Paraná, Ceará, Avaí, América-RN e América-MG possuem menos de 0,01% de possibilidades de cair. Todos os demais clubes já não correm mais riscos. OUTROS JOGOS 13h Atlético-PR x Guará 15h Joinville x América-MG 15h Guarani x Criciúma 7 SEGUNDOS

ARQUIVO

Última vitória em casa do CRB foi justamente contra o Ipatinga, no dia 31 de julho, onde o Galo bateu os mineiros por 2x0

NOVO DIRIGENTE

CSA acerta com Marquinhos Mossoró

Didira está de volta ao time do ASA para encarar o Bragantino hoje

EM ARAPIRACA

ASA faz contra o Bragantino o jogo da ‘permanência’ Três pontos que podem selar a coroação de um trabalho. O ASA quer sua vaga hoje na Série B 2013. Para isso, precisa vencer o Bragantino, às 15h (em Maceió), no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. O time alagoano soma 40 pontos na tabela, é o 12º colocado e deve garantir a permanência se conquistar mais uma vitória e um empate em seis partidas. Para o jogo contra os paulistas, o técnico Nedo Xavier não vai contar com três jogadores: o meia Davi Ceará (suspenso), o atacante Lúcio Maranhão (suspenso) e o atacante Rogério Maranhão (lesionado). A maior dificul-

dade do treinador é encontrar o substituto de Lúcio, artilheiro do Brasil na temporada, com 39 gols. Henry, Jorge Caju e Roberto Jacaré lutam pela vaga. No lugar de Rogério, o velocista Alexsandro vai ser efetivado. Nedo conta com o retorno de cinco jogadores poupados na derrota para o Goiás, por 4x0. Já estão confirmados entre os titulares o zagueiro Fabiano, os laterais Osmar e Chiquinho, além dos meio-campistas Lucas e Didira. “Se cada um fizer sua parte e mostrarem a mesma dedicação e raça dos últimos jogos em Arapiraca tenho certeza que sairemos vencedores “, disse Nedo.

Dispensado pelo Campinense após o término da Série D, o dirigente e ex-jogador Marquinhos Mossoró é o novo diretor de futebol remunerado do CSA. O presidente do Conselho Deliberativo do CSA, Rafael Tenório, anunciou ontem a contratação de Marquinhos. De acordo com Tenório a apresentação dele está marcada para segunda-feira (29) “Eu espero que ele desenvolva aqui o mesmo trabalho que fez no Campinense. Ele já foi campeão conosco aqui em 2008 e conhece muito bem o CSA. Fiz essa indicação com o crivo do nosso vice de futebol, Raimundo Tavares, e essa questão já foi definida”, explicou Rafael ADIAMENTO O empenho pela participação do maior número possível de representantes da Diretoria Executiva e do Conselho Deliberativo na reunião ordinária do Centro Sportivo Alagoano ocasionou o adiamento da mesma para a próxima semana. A viagem de alguns integrantes do grupo gestor do Azulão impossibilitou a realização do encontro, que estava marcado para ocorrer esta semana no CT Gustavo Paiva. De acordo com o presidente Jorge VI, o adiamento é inoportuno, porém necessário. “Alguns dos componentes têm compromissos em outras cidades, alguns até mesmo em prol do CSA. Por isto decidimos adiar o encontro para a próxima semana, em um dia a ser definido”, explicou. O mandatário azulino reforçou, no entanto, que isto não significa que a diretoria está parada.

CAMPINENSE.NET

Marquinhos Mossoró será apresentado no CSA na próxima semana para iniciar o planejamento 2013

PLANEJAMENTO 2013

Corinthians Alagoano recebe atletas que estavam emprestados O Corinthians Alagoano segue recebendo atletas que foram emprestados para outros clubes e, com isso, a diretoria do Tricolor já iniciou a montagem do time para a disputa do Alagoano 2013. Recentemente, o zagueiro Jean e o volante Kel retornaram do Sport Recife e já começaram a trabalhar a parte física no clube. Agora, o departamento de futebol do Tricolor já se prepara para receber os cinco jogadores que defenderam o Olinda na Série A-2 do Cam-

peonato Pernambucano. Com a eliminação do time para o Chã Grande na fase decisiva os zagueiros Selmo Lima e Da Silva, o meia Danilo Pires, e os atacantes João Victor e William estão de retorno ao clube. Os cinco estavam emprestados ao Olinda e já entram, de imediato, na lista de atletas profissionais que estão nos planos do Timão para a disputa do Alagoano 2013. Os jogadores devem começar os treinamentos físicos na próxima semana, ficando

sob a supervisão do preparador Tiago Pereira. Segundo a assessoria do Timão da Via Expressa, a intenção da diretoria é mais uma vez montar um elenco forte para as competições na próxima temporada, sempre incentivando e revelando novos talentos mesclados a jogadores experientes do futebol brasileiro. O Corinthians Alagoano será também representante do Estado na Copa São Paulo de Futebol Junior que acontece em janeiro.


TRIBUNAINDEPENDENTE

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'(2878%52'( DIVERSĂƒO&ARTE

1

Elizabeth Taylor lidera lista de celebridades que mais rendem dinheiro

Tom Cruise vai Ă  Justiça contra UXPRUHVGHTXHDEDQGRQRXÂżOKD O ator Tom Cruise abriu nesta quarta-feira um processo judicial por difamação no qual pleiteia 50 milhĂľes de dĂłlares de revistas que o acusaram de ter abandonado VXDÂżOKD6XULGHDQRVGHSRLVGHVHGLYRUFLDUGDDWUL].DWLH+ROPHV2DVWURGH “MissĂŁo impossĂ­velâ€? protocolou a ação em um tribunal de Los Angeles, apontando como rĂŠs as revistas de celebridades “In Touchâ€? e “Life&Styleâ€?. s matĂŠrias em questĂŁo foram publicadas em julho e setembro, na capa das revistas, sob os tĂ­tulos “AbanGRQDGDSHORSDSDL´HÂł$EDQGRQDGDSRUVHXSDL´$Âł,Q7RXFK´GHVHWHPEURGL]LDTXH 6XULÂżOKD~QLFDGH&UXLVHH+ROPHVKDYLDSDVVDGRPDLVGHGLDVVHPYrOR

Elizabeth Taylor ultrapassou o amigo Michael Jackson como a celebridade morta que mais lucrou no ano passado, com seus herdeiros recebendo US$ 210 milhþes. A maior parte desse dinheiro veio de leilþes de jóias, roupas e obras de arte, segundo informaçþes GD)RUEHV-DFNVRQTXHPRUUHXHP¿FRXHPVHJXQGROXJDU com rendimentos de cerca de US$ 145 milhþes, seguido por Elvis Presley (US$ 55 milhþes). A Forbes compilou a lista analisando as rendas das celebridades entre outubro de 2011 e outubro de 2012.

Los Roques estĂĄ na moda

Q

uando se quer ir a Los Roques, no Caribe, ĂŠ preciso uma dose de fĂŠ e coragem. Isso por que quando se parte do aeroporto de Caracas, na Venezuela, ainda que haja alguns aviĂľes maiores, com 40 lugares, vocĂŞ irĂĄ ao arquipĂŠlago em bimotores com dez lugares. Ao se aproximar das ilhas pelo ar, o turista realmente percebe que estĂĄ no Caribe. LĂĄ embaixo, tons de azul clarĂ­ssimo e verdes vĂŁo se mesclando e mostrando uma cartela de cores inimaginĂĄveis. O mar cristalino, barquinhos ao lĂŠu e bancos de areia montam uma visĂŁo perfeita do paraĂ­so. O pouso ĂŠ absolutamente tranquilo e, a partir de entĂŁo, prepare-se para relaxar e acostumar seus olhos com a beleza de cada canto. Los Roques ĂŠ um arquipĂŠlago venezuelano com 47 ilhas. Cada ilha tem seu encanto e ĂŠ impossĂ­vel dizer que “quem viu uma, viu todasâ€?. Em comum, ĂĄgua transparente e areia branquĂ­ssima. Na maior parte do ano, as LOKDVĂ€FDPGHVHUWDVGHSRLVTXHRVEDUTXHLURVOKH deixa na ilha eles partem para o mar. Os melhores passeios sĂŁo as ilhas de CrasquĂ­ (conta com alguns restaurantes e pousadas para camping, tudo bastante simples. Ă“tima para fazer snorkel e ver estrelas do mar) e NoronquĂ­ (Esse ĂŠ o passeio para ver as tartarugas. Fica hĂĄ meia hora de Gran Roque).

Bar em Bar O Festival Bar em Bar estå de volta. E entre os dias 1º de novembro e 2 de dezembro, quem estiver por aqui poderå saborear novos pratos em bares e restaurantes criados especialmente para mais uma edição do festival e que custam apenas R$ 10. Ao todo, 43 estabelecimentos de setor de alimentação fora do lar das cidades de Maceió, Paripueira, Marechal Deodoro e Arapiraca estarão participando. Para receber em grande estilo o Bar em Bar 2012, a Abrasel/ AL, farå uma degustação dos pratos que foram criados para o evento, que acontecerå na sede da Adepol, em Jacarecica. Os ingressos custarão R$ 25. Mais detalhes: www.barembar.com.br

Toque em Londres $SRXVDGDGRWRTXH ID]SDUWH GRURWHLURGHFKDUPHH¿FDEHP no miolo das lindas praias de São Miguel dos Milagres – Litoral 1RUWH DERFDQKRXRSUrPLR*OREDO Awards, de World Travel Market (ETM). A premiação levou em conta função pråtica em sustentabilidade, LQFOXVmRVRFLDOHSUHVHUYDomRDPELHQWDO$3RXVDGDGR7RTXHIRLD~QLFDTXH UHFHEHXRSUrPLRQR%UDVLOTXHVHUiHQWUHJXHQRSUy[LPRGLDGHQRYHPEURHP/RQGUHVHVHUiWUDQVPLWLGDSHOD%%&GDFDSLWDOLQJOHVD2SUrPLR IRLDQXQFLDGRQD~OWLPDTXLQWDIHLUD$SRXVDGDYHPFROHFLRQDQGRSUrPLRV concedidos a aparelhos de viagem que respeitam e conservam, com projetos colocados em pråtica, a sustentabilidade do meio ambiente.

Mangues, praias no Toque A Pousada do Toque ĂŠ cravada na Praia de SĂŁo Miguel dos milaJUHVHÂżFDPHPXPDiUHDTXDVH GHVHUWD&HUFDGDGHPDQJXH]DLV ainda intocĂĄveis e em local onde se desenvolve o projeto de preserYDomRGHSHL[HERLDUHJLmRWHP piscinas naturais e um mar que ainda nĂŁo se decidiu se ĂŠ verde

RXD]XO7XGRpFDOPRQDUHJLmR tudo Ê belo. Um dos pontos fortes da pousada Ê a culinåria criativa e original (lå tem atÊ horta orgânica), que tambÊm jå lhe rendeu SUrPLRVRFRQIRUWHGHVHXVTXDUWRVHGHOLFDGH]DGDGHFRUDomRH todo projeto da pousada tambÊm ID]GLIHUHQoD

Para se esconder Quem deseja se esconder um SRXFRQRSUy[LPRIHULDGRDGLFD YDLSDUDR&DVD*UDQGH+RWHO 5HVRUW 63$ ZZZFDVDJUDQGHKRWHOFRPEU PH*XDUXMD6mR Paulo, o pacote de cinco noites de hospedagem com cafĂŠ da manhĂŁ HMDQWDUDFHVVRjHVWUXWXUDGHOD]HUUHFUHDomRHVHUYLoRGHSUDLDFXVWD DSDUWLUGH5 PDLVWD[DV SRUSHVVRD5HVHUYDV   RX 3UHoRVHFRQGLo}HVFRQVXOWDGRVHPRXWXEURGH HVXMHLWRVDDOWHUDo}HV&RQVXOWHRHVWDEHOHFLPHQWRDQWHVGHID]HUD reserva).

&XVWREHQp¿FLR &XVWREHQp¿FLR 2DQRGHpLGHDO SDUDYLVLWDUR5LRGH-Dneiro antes que os preços subam devido à Copa de 2014 e à Olimpíada de UHFRPHQGDRIDPRso guia Lonely Planet, que acaba de divulgar sua lista com sugestþes dos melhores destinos turísticos para o ano que vem.

25LRRFXSDRWRSRGRUDQNLQJQDFDWHJRULD “best valueâ€? - melhor “custo-benefĂ­cioâ€? -, ainda considerado adequado para quem viaja com um orçamento apertado. Na PHVPDFDWHJRULDÂľFXVWREHQHItFLRÂśR5LRGH Janeiro ĂŠ seguido pelos seguintes desWLQRVWXUtVWLFRV*RWHPEXUJRQD6XpFLD 1DPtELD&DPERMD%ROtYLD3RUWODQGQR Estado americano do Oregon, Espanha, (VORYrQLD1HSDOH*HyUJLD2JXLDWDPEpP destaca o Sri Lanka como o melhor paĂ­s SDUDVHYLVLWDUHP6mR)UDQFLVFRQRV (8$IRLHOHLWDDPHOKRUFLGDGH2%UDVLOp ainda mencionado no ranking de melhores FLGDGHVSODQHMDGDVFRP%UDVtOLD

1$55$7,9$6 6(&5(7$6 GABRIEL NUNES PLANOCRITICO.COM

É

com tanta veemência que o cinema contemporâneo cospe histórias de amor platônico e idealizado na ÀJXUDGHURPDQFHVDGROHVFHQWHV ou comÊdias amorosas, quase que esquecemos que existe uma ligação forte em outros ramos da grande paixão de um ser humano por outro. Somos expostos de forma tão frequente a situaçþes do amor sexual ou da paixão matrimonial eterna que não lembramos – exceto em poucas obras ainda existentes – de ligaçþes fraternais, do amor existente entre si mesmo e outras pessoas sem exigir a entrega completa. É um amor puro. Obviamente que Ê muito mais interessante explorar as histórias familiares conturbadas, gerando grandes roteiros e YiULDVH[SOLFDo}HVSDUDRFRQà LWR entre os personagens. Mas vamos nos lembrar dessas ligaçþes por um instante, do amor entre um SDLHXPÀOKRGHXPDPmHHXPD ÀOKDGHXPDDYyHXPQHWRGH um tio e um primo. E, por favor, lembremos do amor que não provÊm da família, mas da amizade. É desse amor, dessa completa ligação que Flor de Neve e o Leque Secreto ganha força em seus vårios defeitos e perdas apresentadas em cena e consegue completar VXDPHWDPRUIRVHQXPÀOPHTXH poderia ser muito melhor, mas possui sua beleza individual. Dias atuais, estamos na China. Conhecemos então Nina (Bingbing Li), uma empresåria bem sucedida e trabalhadora, que acaba de receber uma promoção e estå indo para Nova York assumir seu cargo. Na festa logo após a anúncio, Nina se diverte com seus amigos, bebendo e conversando normalmente. Graças à música alta, ela não consegue ouvir seu celular tocando, as chamadas desesperadas de sua melhor amiga Sophia (Gianna Jun). Essa menina, por não conseguir falar com

Em Flor da Neve e o Leque Secreto, atração de hoje da Sessão de Arte, o cineasta Wayne Wang conta a história de uma tradição secular chinesa que mantÊm a escravidão feminina e celebra o YDORUGDDPL]DGH entre as mulheres a amiga, decide voltar pra casa com sua bicicleta e no caminho Ê atropelada por um tåxi. Quando Nina ouve da notícia, ela corre atÊ o hospital para ver a amiga desacordada. Desde então, somos visitados entre memórias do passado das duas amigas, do presente de Nina e de uma história ocorrida em 1829, com a antepassada de Sophia. Nessa história, vemos a ligação especial entre a tataravó da menina atropelada, Flor de Neve (Gianna Jun), e sua melhor DPLJD/tULR %LQJELQJ/L 2ÀOme nos mostra que a amizade das mulheres são ligadas por laços laotong, um voto de amizade eterna. Interessante ver a ambientação das duas Êpocas feitas pelas mesmas atrizes, cada personagem envolta na mesma preocupação, cada mulher do passado igual a uma mulher do presente. O que não Ê interessante Ê aguentar as atuaçþes por muito tempo. Flor de Neve e o o Leque SeFUHWRpXPÀOPHGHDOWRVHEDL[RV Os altos são belíssimos, mas os baixos conseguem deprimir o espectador. As atuaçþes comprovam isso. O elenco Ê guiado por Bingbing Li e Gianna Jun, ambas com interpretaçþes medianas. Não compreendi o que acontecia em tela, jå que em alguns momentos elas nos brindavam com uma atuação de encher os olhos, mas em outros as atrizes nos entregavam diålogos e emoçþes sofríveis. Atribuo essa falha, pessoalmente, à língua inglesa. Då pra ver que hå muito mais sintonia quando o mandarim Ê usado, e o inglês serve apenas para o entendimento

GRS~EOLFRGLUHFLRQDGRGRÀOPH Das outras atuaçþes, não hå mais nenhum destaque, nem mesmo do único nome conhecido no elenco que Ê Hugh Jackman. O roteiro poderia ser transformado em alguma animação dos estúdios Walt Disney, pois Ê raso e exalta demais a utopia dos seres humanos. Flor da Neve Ê uma história feita para ser bela e difundida com uma visão diferente da do ocidente. Esse Ê um dos pontos altos. A visão oriental de amizade, tradição, honra, casamento e alguns costumes nos são apresentados. Não são aprofundados, mas jå desperta o mínimo de curiosidade no espectador que desconhece o que lhe Ê mostrado na tela. O outro ponto alto do roteiro de Angela Workman, Ronald Bass, Michael Ray e Lisa See Ê a junomRGDVGXDVQDUUDWLYDVGRÀOPH por mais que a edição e a direção não tenham ajudado nesta parte. Quando uma parte conseguia VHUHVVDOWDUQRSDVVDGRRÀOPH passava bruscamente para a visão futura. E houve um aprofundamento intenso na narrativa presente, enquanto o lado passado se mostrou apressado. Wayne Wang mostra como foi IRUWHPHQWHLQà XHQFLDGRSHORV Estados Unidos em sua direção. O chinês, que tambÊm jå dirigiu Em Qualquer Outro Lugar e As FÊrias da Minha Vida, tem uma direção extremamente cuspida e infantil neste seu longa-metragem, dando DUJXPHQWRVVXÀFLHQWHVHRVUHSHtindo para que qualquer público entenda a mensagem. Seja por meio de falas, seja atravÊs de imagens, percebemos desde o início o desespero pela moral da amizade. Por outro lado, compensando as falhas da direção, temos a direção de arte que Ê de uma beleza única. $IRWRJUDÀDH[DOWDEHPDVFRUHVH WUDQVIRUPDDDWPRVIHUDGRÀOPH em algo vivo em todas as cenas, fazendo nossos olhos brilharem para qualquer aspecto visual, para qualquer vermelho berrante, para qualquer amarelo dourado. A maTXLDJHPHRÀJXULQRUHVVDOWDQGR o passado, são primorosos. A trilha sonora de Rachel Portman, a mesma dos recente Não Me Abandone Jamais e Um Dia, Ê pacata e imperceptível. Consegue aumentar alguns momentos de tensão, mas em outros serve apenas para transformar a atmosfera em algo ainda mais piegas e emocional. Esse, na verdade, Ê Flor da Neve e o Leque Secreto. Tem pontos altos, tem mais pontos baixos. Tem um roteiro descartåvel e fåcil. Tem algumas cenas bonitas, mas nada que faça um ingresso valer tanto DSHQD1mRpXPÀOPHUXLPQR ÀQDOGDVFRQWDVeXPÀOPHVREUH mulheres que querem ser amadas, e são pelo valor de uma amizade. 1HPSUHFLVRGL]HUTXHRÀOPHWHP XPÀQDOIHOL]3HQDTXHHOHVyFRQsiga permanecer vivo nas telas.


2

TRIBUNAINDEPENDENTE

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - SĂ BADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

Caravana O ilustrador alagoano Herbert Loureiro apreesenta sua primeira exposição solo, intitulada Caravana – não perca a bandeira, vais atÊ ao dia 1º de novembro, na Pinacoteca da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Caravana Ê dividida em duas vertentes, onde o visitante encontrarå imagens do folclore brasileiro e os rituais da vida, como nascimento, casamento, sexo e morte, imaginados atravÊs de três personagens em um triângulo amoroso. A exposição conta com uma mÊdia de 30 obras, entre aquarela, bordados, telas e uma tÊcnica com vidros sobrepostos, estes últimos experimentaçþes do artista.

Maria EmĂ­lia Clark

O BalĂŠ e Cia de Dança Maria EmĂ­lia Clark e seu Projeto Social realizarĂŁo no Teatro Gustavo Leite – Centro de Convençþes – nos dias 23 e 24 de novembro (sexta e sĂĄbado, Ă s 19h) e 25 de novembro (domingo, Ă s 16h e 19h), o seu novo espetĂĄculo “Por toda eternidade e mais um diaâ€?, que contextualiza a vida e a obra de Roberto Carlos. No Teatro Gustavo Leite (Centro de Convençþes, em JaraguĂĄ). Quanto: R$ 60 e R$ 30 (meia-entrada). Ingressos Ă  venda na Academia de Dança Maria EmĂ­lia Clark. Contato: 3336-8292 e 3031-3040.

E-music Trazendo o conceito europeu de festas da house music, a Playground Business for Fun juntamente com a LEM (League Eletronic Music), estarĂŁo realizando, pela primeira vez em MaceiĂł, uma ‘day-and-night party’. SerĂŁo duas incrĂ­veis festas realizadas non-stop, em um lugar paradisĂ­aco, com atraçþes QDFLRQDLVPDVGHUHFRQKHFLPHQWR internacional. E para coroar todo HVVHUHTXLQWHRORFDOHVFROKLGRQmR SRGHULDVHUPHOKRUR5LW]/DJRDGD $QWD~QLFRKRWHOFLQFRHVWUHODVGH 0DFHLy3URJUDPDomR&KHFN,Q  GHQRYHPEURjVK 3RRO3DUW\ KjVK -DQWDUK ,QFOXVRQR SDFRWH )HVWD3ULPH jVK &DIp GD0DQKm GHQRYHPEURGDV jVK H&KHFN2XW jVK 

Time Machine

Com renda revertida para RVWUDEDOKRVDVVLVWHQFLDLV do Centro Espírita AndrÊ /XLVDEDQGD7LPH0DFKLQH UHDOL]DVKRZQRSUy[LPRGLD 1º de novembro (vÊspera de feriado), a partir das KQR6HVF3RoR$QRLWH dançante trarå no repertório sucessos nacionais e internacionais. A cantora Isabela Barbosa farå o VKRZGHDEHUWXUDTXHWHUi DLQGD-DF\6RX]DFRPR convidada. Os ingressos custam R$ 15 (comerciårio preço do Sesc). Pontos de YHQGDV)DUPiFLD'HUmabella (3327-5672) ou pelos números 8876-8293 / 8812-1808.

GalĂŁ, Mano e Cavalo de Pau

Cremilda

&KDPDGRGHÂľ2*UDQGH(QFRQWURÂśRVKRZQDFDVD 0XVLTXH 6WHOOD0DULV YDLUHXQLU-RVp2UODQGR*DOm GR%UHJD0DQR:DOWHUH&DYDORGH3DXeDQRLWHGR forrĂł eletrĂ´nico e do brega rasgado. No dia 9 de noYHPEUR9HQGDVQRHVWDQGH)ROLD%UDVLO *%DUERVD 6WHOOD0DULV 7HOHIRQH

A comĂŠdia vai tomar conta GR7HDWUR*XVWDYR/HLWH (Centro de Convençþes) no SUy[LPRGLDGHQRYHPEUR jVKFRPDDSUHVHQWDção ‘Pense na lomba, sĂł OHYRWURPEDÂś1RFRPDQdo do elenco estĂĄ o ator NaĂŠlinton Santos, que se WRUQRXFRQKHFLGRHPWRGRR Estado com a personagem “Cremildaâ€? e o bordĂŁo “Eu DFKRpWRPH´'HDFRUGR com os produtores do espetĂĄculo, o combustĂ­vel ĂŠ irreverĂŞncia, talento dos atores e muita irreverĂŞncia, sem apelaçþes, agressĂŁo, nudez, preconceito ou paODYU}HVPDLV,QIRUPDo}HV 

Coleção Karandash Pinturas que retratam de forma poÊtica da natureza, do folclore e do patrimônio arquitetônico de Maceió. A H[SRVLomRHVWDUiQD*DOHULD&HVPDFGH$UWH)HUQDQdo Lopes atÊ ao dia 17 de novembro. Mais informao}HV

Brahma Show $VEDQGDV&KLFOHWHFRP%DQDQD*DURWD6DIDGDHR'- %RE(VWUHODIDUmRJUDQGHVKRZQRGLDGHQRYHPEUR na Praia de JatiĂşca, ao lado do Hotel MaceiĂł Atlantic. Os LQJUHVVRVSRGHPVHUFRPSUDGRVSHORVLWHGD6KRZGH ,QJUHVVRV KWWSVKRZGHLQJUHVVRVFRPEUEUDKPDVKRZ  SHORSUHoRGH5 FDPDURWH H5 SLVWD 

TĂŞte Ă  tĂŞte )RWRVHWHODVGRVDUWLVWDV6XHOH/RFLFNVHVWDUmRH[SRVWDVQDJDOHULD&HVPDFGHDUWH)HUQDQGR/RSHV$H[SRVLomRÂżFDUiDEHUWDDRS~EOLFRGDVKjVK $JDOHULDÂżFDORFDOL]DGDQD5XD&{QHJR0DFKDGRQREDLUURGR)DURO0DLVLQIRUPDo}HV   FALE CONOSCO$$JHQGDpXPVHUYLoRJUDWXLWRGHRULHQWDomRDROHLWRU2VLQWHUHVVDGRVHPGLYXOJDUHYHQWRVVKRZVHH[SRVLo}HVSRGHPHQYLDUPDWHULDODWUDYpVGRHQGHUHoRWLDJHQGD#KRWPDLOFRP

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h LADO A LADO

Praxedes encontra um antigo livro escondido e se espanta com a possibilidade dele ser GH(XOiOLD/DXUDpDYLVDGDVREUHR¿OKRGH Isabel. Berenice leva Zenaide para o Morro da 3URYLGrQFLD&RQVWkQFLDFRQVROD$OEHUWLQKR$Vsunção volta de viagem. Eulålia pensa em onde esconder seu livro. Laura implora que Edgar desista de sua viagem.

GLOBO 19h GUERRA DOS SEXOS

5REHUWDFKRUDH2WiYLR¿FDIXULRVR0DQRHOD implora que Fåbio não se separe dela. Carolina vê Zenon no lugar de Ulisses e se declara. Fåbio não consegue se entender com Manoela. Nando YrXPGHVFRQWRHPVHXVDOiULRH¿FDUHYROWDGR com a explicação que recebe de Otåvio. Nenê aparece na casa de Semíramis. Fåbio avisa a Juliana que pediu o divórcio a Manoela. Juliana conta para Vânia que tem um caso com Fåbio. $VH[PXOKHUHVGH)HOLSHLQYDGHPRHVFULWyULR GD&KDUORœV5REHUWDYrRVWDFRVIDOVRVQRSRUWD malas do carro, e Nando se desespera.

GLOBO 21h SALVE JORGE

Morena sente-se mal e vai para o posto de VD~GH1LOFHLDGHL[D-XQLRUFRP'LYD$LVKD tenta encontrar os documentos de sua adoção. $QW{QLDDVVLQDRFRQWUDWRFRPD¿UPDGH/tYLD JÊssica acredita que Lívia não sabe que seu QRPHHVWiYLQFXODGRDRWUi¿FRGHPXOKHUHV 7KHRDFXVDeULFDGHWHUDGXOWHUDGRDUDomRGH seu cavalo. Stenio convida Helô para jantar. Morena desmaia na frente de Lena. Tartan negocia com Sarila. O coronel pede para falar com eULFDGHSRLVGHVDEHUTXHDUDomRGRFDYDORGH 7KHRIRLDGXOWHUDGD

RECORDE 21h BALACOBACO 1mRKiH[LELomRDRVViEDGRV


TRIBUNAINDEPENDENTE

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'(2878%52'( DIVERSĂƒO&ARTE

3

$1'5e'85­2*/2%2

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

Edir Macedo leva artistas da Record para culto religioso

TV TUDO

A

palestra do Edir Macedo, realizada em dois dias, no Credicard, semana passada, ainda aal, Ê comentada por artistas da Record. Alguns deles, por sinal, porque sentiram no bolso, não devem esquecer tão cedo. Só depois de receber o convite SRUWHOHIRQHHFRQÀUPDUVHOHYDULDDFRPSDQKDQWHRX acompanhantes, se tinha conhecimento ou acesso ao preço de dois mil e quinhentos reais por pessoa. Como não poderia deixar de ser, houve um comparecimento maciço de contratados dos vårios níveis. Por lå, foram registradas as presenças de Rodrigo Faro, Gugu Liberato e Ana Hickmann, entre outros, alÊm de diretores da casa. Só que tem gente chorando atÊ agora. O que se anunFLRXFRPRSDOHVWUDQRÀPIRLXPFXOWRUHOLJLRVR como normalmente acontece em todos os templos da Igreja Universal. E essa não foi a primeira YH](PRXWUDRFDVLmRHVVD´SDOHVWUD¾DFRQWHFHX num hotel.

26DQWDQGHUGHSRLVGHFLQFR DQRVYDLGHL[DUD&RSD/LEHUWDGRUHVFRQIRUPHLQIRUPDomRGD Conmebol. $HQWLGDGHÂżFRXGHDQXQFLDUQR GLDGHGH]HPEURQR3DUDJXDL RQRPHGRQRYRSDWURFLQDGRUGD FRPSHWLomR 6HJXQGRIRQWHVGRPHUFDGR VHUiXPEDQFRSRURXWURHTXH DVQHJRFLDo}HVFRPR,WD~HVWmR EHPDGLDQWDGDV

(QFRQWUR $SULPHLUDUHXQLmRGH$JXLQDOGR 6LOYDH%UXQR%DUUHWRSDUDGH¿QLU GHWDOKHVGHSURGXomRHOHQFR HLQtFLRGH¿OPDJHQVGRORQJD ³6XSHU&U{´YDLDFRQWHFHUQD SUy[LPDWHUoDIHLUDGLDQR 5LR2URWHLURMiHVWiSURQWR 3RUHQTXDQWRR~QLFRQRPHFRQ¿UPDGRQRHOHQFRpRGH0DUFHOR 6HUUDGR

Desejo ĂŠ esse 6HJXQGR-RVp5REHUWR0DFLHO YLFHSUHVLGHQWHR6%7SHQVD VLPHPUHQRYDUFRPR7LDJR 6DQWLDJRPDVGHQWURGHFRQGLo}HVTXHIDYRUHoDPDVGXDV SDUWHV2FRQWUDWRGRDXWRU DVVLQDGRHPYDLDWpDJRVWR GRDQRTXHYHP

1REDQGRGHORXFRV 2DWRU)iELR$VVXQomRWDPEpP LUiDR-DSmRWRUFHUSHOR&RULQWKLDQVQR0XQGLDOGH&OXEHVHP GH]HPEUR $WpHPIXQomRGHVVDYLDJHP HOHYDLLQWHUURPSHUWRWDOPHQWHRV VHXVWUDEDOKRVQDTXHOHSHUtRGR PHVPRSRUTXHMiHVWDUiOLEHUDGR GDVJUDYDo}HVGH³7DSDV %HLMRV´

$EXVFDFRQWLQXD $PDUDWRQDGHWHVWHVSDUDHVFROKHURQRYR%R]RQR6%7VHJXH HPULWPRDFHOHUDGR2VWUDEDOKRVGHYHPSURVVHJXLUSRUPDLV DOJXQVGLDVDWpVHFKHJDUDRTXH VHFRQVLGHUHLGHDO 2GHVHMRpVHOHFLRQDUGRLVRXWUrV DUWLVWDVPDVVyXPGHOHVVHUiR RÂżFLDO

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

Š Revistas COQUETEL 2012

Corte Local onde Cabral PerĂ­odo teria apor- restritivo tado (BA) de 40 dias

Processo-chave da Doença economia típica de sustentåvel fumantes

Rival do Arlequim Dividir; distribuir

Departamento das empresas responsĂĄvel pela admissĂŁo e demissĂŁo de funcionĂĄrios Letra puxada no sotaque caipira

Curandeiro indígena (bras.) É elaborado a partir de essências florais

Passagem (?): dĂĄ direito Ă  milhagem

100, em algarismos romanos Inimiga do KGB na Guerra Fria

Transgredir (a lei) CĂŠsio (sĂ­mbolo)

O goleiro Bruno, ante a Justiça

ReflexĂŁo do som

"(?) de Iludir", mĂşsica de Caetano

Carteira de (?): documento tambĂŠm emitido pelo Detran

Ampère (símbolo)

Gonçalves (?), poeta Disco, em inglês

Grito da torcida Misturador industrial Bola de (?): esfera de vidro para brincar

Cartaz à entrada da sala de cinema A via de administração da pílula

Mestrado ou doutorado (red.) Cinza, em inglĂŞs

Tranquilos Cantor da Velha Guarda da Portela PartĂ­cula NegĂłcio Oportuni- neutra do ĂĄtomo dade ilĂ­cito; (sĂ­mbolo) ladroeira

Nicolau CopĂŠrnico, astrĂ´nomo polonĂŞs

Nave para estudo de outros planetas

Caracteriza o professor exigente (?)-bala, veĂ­culo Esposa de Zeus (Mit.)

Academia Militar de Resende (RJ)

Unidade de medida de energia (FĂ­s.) Letra com o formato de uma cruz

Deus, em italiano Que nĂŁo tem curvas Rancor profundo

Seres míticos, em parte homem, em parte cavalo, dotados de grande força

3/ash — azo — dio. 4/disc. 5/sonda. 7/monarco. 8/agitador.

40

Solução P G P R B R O N Q U I T E P E R F U M E P C T A E R E A R R V I O LA R C S E C O T O L E N I D I A G I T A D O R G U D E I M S E R E N O S A M O N A R C O T A T R I B A N D A L H E I Z A M E R G S O N D A R O C E N T A U R

R A J E C E U R A S O PO S S H T U E M R A N I O O S

D

BANCO

Bate-rebate

$FRQÂżUPDU

O velocista jamaicano Usain Bolt ĂŠ uma das atraçþes do “Esporte Espetacularâ€?, amanhĂŁ, na Globo. Durante a matĂŠria, realizada por Renato Ribeiro, ele mostra que os dois dias que passou no Rio de -DQHLURIRUDPVXÂżFLHQWHVSDUDTXHDSUHQGHVVHDVDPEDUHDEDWXcar. AliĂĄs, Bolt gostou tanto do samba que garantiu que voltarĂĄ ao Rio, antes da OlimpĂ­ada de 2016. E durante o carnaval

$UUXPDQGRDVPDODV 2SHVVRDOGD*ORERSRUPRWLYRV SUR¿VVLRQDLVRXQmRWHPYROWDGR VXDVDWHQo}HVSDUDD7XUTXLD+i SRXFRWHPSRGH]HQDVGHSUR¿VVLRQDLVGDHPLVVRUDHVWLYHUDPSRUOi JUDYDQGRFHQDVGH³6DOYH-RUJH´

-iQRSUy[LPRGLDTXHPVHJXH SDUDDTXHOHSDtVpRDXWRU:DOF\U &DUUDVFRUHVSRQViYHOSHODDGDSWDomRGH³*DEULHOD´0DVQDGDD YHUFRPDVXDSUy[LPDQRYHOD1HP VHULDRFDVR9DLGHIpULDVPHVPR

$XGLrQFLD

(OOHQGHYROWD

5HJLVWUDQGRSRQWRVQDVPDQKmV GHViEDGRQR,ERSHGD*UDQGH6mR 3DXORR³(VSRUWH)DQWiVWLFR´DWXDOPHQWHpXPDGDVPDLRUHVDXGLrQFLDV GD5HFRUG 7DOtQGLFHQmRFKHJDDLPSUHVVLRQDU QHPHQFKHURVROKRV0DVOHYDQGRVH HPFRQWDRPRPHQWRYLYLGRSHODHPLVVRUDQmRGHL[DGHVHUXPUHVXOWDGR LQWHUHVVDQWH

$FRQYLWHGRGLUHWRU'HQQLV &DUYDOKR(OOHQ5RFKHWDPEpP HVWDUiQRHOHQFRGH³6DQJXH %RP´QRYHODGH0DULD$GHODLGH $PDUDOSULPHLUDGD¿ODGD*ORER QRKRUiULRGDV eDQRYHODTXHLUiVXEVWLWXLU ³*XHUUDGRV6H[RV´

eRTXHH[LVWH

$XGLrQFLD

4XHVWLRQDGRVREUHDSRVVLELOLGDGH GHIHFKDUjIUHQWHGD5HFRUGQR ,ERSH-RVp5REHUWR0DFLHOYLFHSUHVLGHQWHGR6%7IH]TXHVWmRGHHQIDWL]DU ³-iVRPRVYLFHOtGHUHVQR5LRHHP 6mR3DXOR(HVVHFUHVFLPHQWRVH GHYHDRVLQYHVWLPHQWRVIHLWRVQRV ~OWLPRVWUrVDQRV´ 4XDQGRKRXYHUHVVDSRVVLELOLGDGH VHULDERPH[SOLFDUTXDLVIRUDPHVVHV LQYHVWLPHQWRV

(PERUDQmRWHQKDOLEHUDGRQHP 'DQLHOQHP&OiXGLD/HLWWHD*ORERDLQGDQHJRFLDDSDUWLFLSDomR GHRXWURVDUWLVWDVQR7HOHWRQ SURPRYLGRSHOR6%7 8PGRVTXHSRGHUmRYLUDR SURJUDPDpR(UL-RKQVRQSRU H[HPSOR

793DJD

2$UWHQRYRFDQDOGR*UXSR %DQGHLUDQWHVVHUiODQoDGRHP GH]HPEURPDVHQWUDHPFDUiWHU $LOWRQ*UDoDWDPEpPDQGRXFRQYHUVDQGRFRPRGLUHWRU-D\PH0RQMDUGLP H[SHULPHQWDOMiDSDUWLUGHQRYHPEURSHOD6.<SULPHLUDHDWp VREUHDSRVVLELOLGDGHGHLQWHJUDU DTXL~QLFDRSHUDGRUDDDVVLQDUR RHOHQFRGH³2&DULEHpDTXL´GR :DOWKHU1HJUmRVXEVWLWXWDGH³/DGRD DFRUGRGHGLVWULEXLomR)DUiSDUWH GRSDFRWHEiVLFRTXHSRVVXL /DGR´QD*ORER $VVLPFRPRR$LOWRQRXWURVQRPHVGH FHUFDGHPLOK}HVGHDVVLQDQWHV ³$YHQLGD%UDVLO´HVWDUmRQHVVDSUy[LPD %DQGH*97WDPEpPHVWmR GDVVHLVFRPRVmRRVFDVRVGH7KLDJR HP¿QDOGHQHJRFLDomRSDUDD GLVWULEXLomRGHVWHFDQDOTXHWHP 0DUWLQV'pERUD1DVFLPHQWRH-RVp 5RJpULR*DOORQDGLUHomRJHUDO Loreto.

0DLVXP

¡A direção do SBT espera fechar o ano com um crescimento entre 13 e 14% no faturamento. Ă&#x201A;6HUiTXHFKHJDDWDQWR" ¡Zeca Baleiro serĂĄ o prĂłximo entrevistado do FabrĂ­cio Carpinejar, terça-feira, no â&#x20AC;&#x153;A MĂĄquinaâ&#x20AC;?, da Gazeta. Ă&#x201A;-HDQ3DXOR&DPSRV0DWKHXV 8HWDH/DULVVD0DQRHODDOpP GHGLUHWRUHVGR6%7SDUWLFLSDUDP WHUoDIHLUDGDFRQYHQomRQDFLRQDO GDV/RMDV$PHULFDQDVQR5LR ¡O evento, que apresenta as apostas de venda para o perĂ­odo de Natal, recebeu tambĂŠm a cantora Ivete Sangalo, entre outros. Ă&#x201A;2'9'GHÂł&DUURVVHO´DSDUHFH HQWUHHVVHVLWHQV Ă&#x201A;2SDFRWHGHHVSHFLDLVGHÂżPGH ano do SBT jĂĄ estĂĄ fechado, mas nada serĂĄ divulgado atĂŠ novembro. Ă&#x201A;2TXHVHSRGHDGLDQWDUpTXHD Âł7XUPDGR&KDYHV´FRPRHOHQFR GDFDVDQmRYROWDUi ¡Adriana Esteves ĂŠ uma das DWUDo}HVFRQÂżUPDGDVGRÂł'RPingĂŁo do FaustĂŁoâ&#x20AC;?, amanhĂŁ, direto da TV Globo â&#x20AC;&#x201C; SĂŁo Paulo. Ă&#x201A;(DPDQKmWDPEpPRÂł0DUtOLD *DEULHOD(QWUHYLVWD´GR*17FRP 0XULOR%HQtFLRIDODQGRGRTXHWRGR PXQGRMiVDELDRVHXQDPRURFRP 'pERUD)DODEHOOD Ă&#x201A;%UXQR'XEHX[SURWDJRQLVWD GRÂżOPHÂł(VWDGRGH([FHomR´ iniciou participação em â&#x20AC;&#x153;Malhaçãoâ&#x20AC;?, na Globo, como gerente do hostel PassĂĄrgada, abrigo temporĂĄrio da vilĂŁ, Fatinha, Juliana Paiva. Ă&#x201A;(PIXQomRGDHVWUHLDGRÂł6H/LJD %UDVLO´VHJXQGDIHLUDDSDUWLU GDVKD5HGH79GHL[DUiGH DSUHVHQWDURÂł/HLWXUD'LQkPLFDÂą 3ULPHLUD(GLomR´

&¡HVWĂ&#x20AC;QL 2VGHEDWHVQDWHOHYLVmRRXPXGDPRXQmRWHUmRPDLVDPHQRU LPSRUWkQFLDQDVHOHLo}HV7iWXGR PXLWRIUDSr $VUHJUDVTXHRVSDUWLGRVLPS}HP SRUTXHQmRTXHUHPH[SRURVVHXV FDQGLGDWRVHDVHPLVVRUDVDFHLWDP DPDUUDPGHPDLV9LURXHVVDFRLVD HQIDGRQKDGHDJRUD2XGHL[DD FRLVDURODUPDLVVROWDSHUPLWLQGR XPDPDLRUGLVFXVVmRRXpPHOKRU QmRID]HU$DXGLrQFLDFDGDYH] PDLVEDL[DGHPRQVWUDRGHVLQWHUHVVHGRS~EOLFR 7HPRVTXHYROWDUDRVWHPSRVGR ÂłFDODERFD´$tVLP (QWmRpLVVR0DVDPDQKmWHP PDLV7FKDX

HORĂ&#x201C;SCOPO Ă RIES - (21/3 a 19/4) â&#x20AC;&#x201C; ContentaPHQWRtQWLPR3HUFHSomRDPSODGH VHXPRPHQWRSUHVHQWH8PFHQiULR DVWUDOPDJQtÂżFRSUDVROWDUVHXWDOHQWRDULDQR6HQVLELOL]HVHFRPLGHDLV HVRQKRVHIDoDDOJROLQGRFRPLVVR 5HFHEHUiDSRLRVHDMXGD &DUWDGR'LD5DLQKDGH2XURVTXH VLJQLÂżFD$PELomR3RGHU TOUROÂą D Âą,QVSLUDomR SDUDRIXWXURUHFHSWLYLGDGHDRV DPLJRVDIHWRVTXHFRORUHPVHX SUHVHQWH+DUPRQLDFRPRSDUFHLUR HXPDGHFLVmREDFDQDTXHHQYROYH QHJyFLRVHDPL]DGHV)RWRJUDÂżD PXVLFDHFDQWRHPDOWD%RPULWPR &DUWDGR'LDGH&RSDVTXH VLJQLÂżFD1RVWDOJLD GĂ&#x160;MEOSÂą D Âą$V YLEUDo}HVGHKRMHĂ&#x20AC;XHPEHPQR kPELWRHPRFLRQDOVHQVtYHOLQWXLWLYR eHVWHRFDQDOTXHYRFrWHPGH DMXVWDUQRVHXGLDOSDUDWHUXPGLD KDUPRQLRVRHĂ&#x20AC;XLGR6HXFKHIHLUi UHFHEHUEHPXPDFRQWULEXLomRVXD 6HJUHGRVUHYHODGRV &DUWDGR'LD&DYDOHLURGH3DXV TXHVLJQLÂżFD&RUDJHPH-XVWLoD CĂ&#x201A;NCER Âą D Âą8PGLD HVWUHODVSUDYRFrFDQFHULDQR 6LJDVHXVLQVWLQWRVLQVSLUHVHFRP LPDJHQVHLGHDLVVHQWLPHQWRVH HPRo}HV9LDJHQVHH[SHULrQFLDV LQWXLWLYDVHPDOWD6HQWLPHQWRGH SHUWHQFHUDXPJUXSRDODYDQFD FULDWLYLGDGH &DUWDGR'LD$7HPSHUDQoDTXH VLJQLÂżFD(TXLOtEULR LEĂ&#x192;OÂą D Âą8PGLD SHUIHLWRSDUDWRFDUDVVXQWRVGRPpVWLFRVIDPLOLDUHVTXHHQYROYDP KHUDQoDVÂżQDQFLDPHQWRVHPFRQMXQWRLPyYHLV8PWHVRXURSRGHVHU GHVFREHUWRHPWHUPRVHPRFLRQDLV MXQWRDXPSDUHQWHTXHULGR &DUWDGR'LD5HLGH3DXVTXH VLJQLÂżFD)RUoD VIRGEM Âą D Âą7XGRR TXHYRFrHVSHUDGRSDUFHLURpFRPSUHHQVmRDFHLWDomRHDFROKLPHQWR 1DGDGHMXOJDPHQWRVHFULWLFDV( SDUHFHTXHRVGHXVHVUHVROYHUDP DFDWDUVHXSHGLGRKRMH6HUiSUHFLVRDQWHVFRPXQLFDUHVWHGHVHMR &DUWDGR'LD&DUURTXHVLJQLÂżFD 6XFHVVR LIBRA â&#x20AC;&#x201C; (23/9 a 22/10) â&#x20AC;&#x201C; Tarefas GHWUDEDOKRTXHHQYROYHPPDLV DUWHHLQVSLUDomRGRTXHUDFLRFtQLR OyJLFRJDQKDPDGLDQWHLUDKRMH

+DELOLGDGHVHVWpWLFDVHPXVLFDLVHP DOWD$tSRGHUiFDQDOL]DUVHXWDOHQWR %RDVQRYDVVREUHGLQKHLUR6HQVR GHSURSULHGDGH &DUWDGR'LDGH(VSDGDVTXH VLJQLÂżFD'HSUHVVmR(VFXULGmR ESCORPIĂ&#x192;O â&#x20AC;&#x201C; (23/10 a 21/11) â&#x20AC;&#x201C; $SURYHLWHHVWHGLDPDJQtÂżFRSDUD LQYHVWLUHPWXGRTXHWUD]FRQWHQWDPHQWRDPRUHJHQHURVLGDGH9RFr SRGHVHVHQWLUPDLVJUDWRDRVVHXV DPDGRVHPDLVFRQHFWDGRFRPVHXV VRQKRV)HUWLOLGDGHHPGHVWDTXH &DUWDGR'LDGH&RSDVTXH VLJQLÂżFD)HOLFLGDGH SAGITĂ RIO â&#x20AC;&#x201C; (22/11 a 21/12) â&#x20AC;&#x201C; 6HUiQRLVRODPHQWRTXHDLGHLDEULOKDQWHYLUi&RQH[mRIRUWHTXHPRYH YRFrSHODGHOLFDGH]DSDUDFRPRV RXWURV9RFrSRGHGRDUXPDSDUWH GHVHXWDOHQWRSDUDRVGHVYDOLGRV $MXGDUDRVRXWURVVHUiXPDEHQomR em seu coração. &DUWDGR'LDGH3DXVTXHVLJQLÂżFD6XFHVVRV7HPSRUiULRV,OXVmR CAPRICĂ&#x201C;RNIO â&#x20AC;&#x201C; (22/12 a 19/1) â&#x20AC;&#x201C; 4XHDVSDODYUDVFXUDPYRFrVDEH (KRMHpRGLDERPSUDYRFrH[HUFHU HVVHGRP6HXSRGHUH[SUHVVLYRHVWiIRUWH9LDJHQVFXUWDVHP GHVWDTXH,QIRUPDo}HVLQVSLUDGRUDV UHYHUWHPVXDSRVWXUDVREUHDOJR 3HUGmRHFRPSUHHQVmR &DUWDGR'LD5DLQKDGH(VSDGDV TXHVLJQLÂżFD0HODQFROLD6HSDUDomR AQUĂ RIO Âą D Âą4XHWDO YDORUL]DUXPWDOHQWR"2XGDUDVDVj LPDJLQDomRPHVPRDPDLVPDOXFD" 9iQHVWDRQGDRDVWUDOHVWiyWLPR SUDLVVR5HQGLPHQWRVHGLQKHLUR VmRRDVVXQWREHPUHVROYLGRSRU XPFKHIHRXVXSHULRU0XGDQoDV EHQpÂżFDV1RDPRUXPDUHODomR QHFHVVLWDGHPDLVWHPSRHHVSDoR SDUDVHGHÂżQLU1mRIDoDSUHVVmR &DUWDGR'LD2'HSHQGXUDGRTXH VLJQLÂżFD6DFULItFLR PEIXES â&#x20AC;&#x201C; (19/2 a 20/3) -Lua em VHXVLJQRFDSWDWRGDVDVIUHTXrQFLDVGRFROHWLYRFRQHFWDGRFRP VXDVQHFHVVLGDGHVYRFrVDEHUi UHXQLUDVSLUDo}HVGHPXLWDJHQWH DVHXVSRGHUHVH[SUHVVLYRV8P GLDHVSHFLDOHPiJLFRSDUDYRFr 6ROXo}HVHSURSRVWDV1RDPRU QmRH[LMDGHÂżQLo}HVEUXVFDVSRLV DVVXDVDWLWXGHVSRGHUmRVHUPDO LQWHUSUHWDGDV &DUWDGR'LDGH2XURVTXHVLJQLÂżFD3URMHWRV

CINEMA E MĂ&#x161;ISCA

Sesi cultura faz homenagem aos 100 anos de Luiz Gonzaga

O

Projeto Sesi Cultura Cinema e MĂşsica faz uma homenagem especial ao mestre Luiz Gonzaga, com exibição do Ă&#x20AC;OPH´*RQ]DJDGHSDLSUD Filho, amanhĂŁ, a partir das 16h, no Cine Sesi. A seguir, Ă s 18h15, o Coro Prisma de MaceiĂł DSUHVHQWDRPXVLFDO´2/XD do sertĂŁoâ&#x20AC;?, que visa comemorar o centenĂĄrio do Rei GR%DLmRHPRVWUDUDĂ&#x20AC;JXUD do compositor como exemplo para os nordestinos que, em pleno sĂŠculo XXI, continuam sofrendo discriminação por parte de quem nĂŁo reconhece o valor histĂłrico, artĂ­stico e cultural do Nordeste brasileiro. $GLUHomRJHUDOGH´2 Lua do SertĂŁoâ&#x20AC;? ĂŠ do maestro Gustavo Campos Lima, natural de MaceiĂł, graduado e pĂłs-graduando em MĂşsica pela Universidade Federal

de Alagoas. O espetåculo contarå ainda com a direção artísWLFDGH´0DUFRV7RSHWWH¾ bailarino, sapateador da Companhia de Dança Maria Emília Clark, educador artístico e graduando em Licenciatura em Dança pela Universidade Federal de Alagoas.

6(59,d2 2TXr3URMHWR6HVL&XOWXUD &LQHPDH0~VLFD

4XDQGRDPDQKmjVK &LQHPD/DQoDPHQWRGR )LOPH&LQH6HVL³*RQ]DJD GH3DLSUD)LOKR´HK &RUR3ULVPDGH0DFHLy2 /XDGR6HUWmR ,QJUHVVR3UHoRXQLFR SURPRFLRQDO5 ,QIRUPDo}HV


4

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 27 DE OUTUBRO DE 2012

â&#x20AC;&#x153;SĂł hĂĄ duas maneiras de viver a vida: a primeira ĂŠ vivĂŞ-la como se os milagres nĂŁo existissem. A segunda ĂŠ vivĂŞ-la como se tudo fosse milagreâ&#x20AC;?

o

d Acontecen

Foto by Chico BrandĂŁo

Ipad

N

Legado fashion

ĂŁo tem jeito: estĂĄ na novela, estĂĄ nas ruas. E, se o imaginĂĄrio popular imita a dramaturgia. Podemos dizer que â&#x20AC;&#x153;Avenida Brasilâ&#x20AC;? foi responsĂĄvel por impulsionar uma sĂŠrie de tendĂŞncias que hoje dominam o guarda-roupa do pĂşblico. Entre elas estĂŁo as camisas brancas de tecidos nobres, marca registrada de Carminha (Adriana Esteves); e as calças legging estampadas, TXHFRPS}HPRÂżJXULQRRXVDGRGD periguete Suelen (Isis Valverde). O estilo â&#x20AC;&#x153;hippie chicâ&#x20AC;? de DĂŠbora (Nathalia Dill) e o resgate do vestido-envelope proposto por Muricy (Eliane Giardini) e Monalisa (HeloĂ­sa PerissĂŠ) tambĂŠm se destacam.

Q

uer tornar o seu Ipad ainda mais moderno? EntĂŁo a coluna tem uma dica imperdĂ­vel. A estilista alagoana Martha Medeiros, conhecida mundialmente, acaba de lançar case em renda renascença para deixar seu equipamento ainda mais charmoso. Ă&#x2030; a tecnologia e a moda se aliando para tornar tudo ainda mais bacana. Luxo!

O aniversariante Galba Neto, ao centro, cercado pelos pais Carol GalvĂŁo Accioly e Galba Filho, festejado por toda a famĂ­lia em big festa na Karlotaâ&#x20AC;&#x2122;s

Rocambole de Carne com Legumes

Galba Neto

M odos aprovarem! Ingredientes: 1 kg de carne moĂ­da, 1/2 cebola bem picada, 1 ovo, 2 colheres (sopa) de

leite, 2 batata cozida e espremida, 2 colheres (sopa) de salsinha picada, 4 colheres de (sopa) de cebolinha verde, 1 dente de alho picado, 1 papel manteiga, Sal, Pimenta do reino a gosto. Recheio 200g de queijo mussarela ralado, 1 cenoura grande em fatias, abobrinha e brĂłcolis a gosto. Modo de preparo: Em uma tigela grande misture bem com as mĂŁos a carne, cebola, ovo, a batata cozida e espremida e a salsinha, cebolinha verde, alho picado e sal e pimenta do reino, deixe na geladeira por uns 10 minutos. Enquanto isso cozinhe a cenoura o brĂłcolis e a abobrinha. Em cima do papel manteiga estique a carne como na foto a cima e coloque o recheio e enrole como mostrei no vĂ­deo abaixo, leve ao forno por uns 40 minutos mais ou menos e depois ĂŠ sĂł aproveitar esse prato diferente e muito saboroso.

aniversariante mais festejado neste sĂĄbado (27) serĂĄ, sem sombra de dĂşvida, o petit Galba Neto, que serĂĄ super festejado pelos familiares, principalmente a mamĂŁe Carol e o papai Galbinha, alĂŠm dos avĂłs e amigos. O festĂŁo acontece a partir das 18h, na Karlotaâ&#x20AC;&#x2122;s Festas Infantis (localizada em frente ao Cepa, apĂłs a FarmĂĄcia Permanente, a 1ÂŞ Ă  esquerda). Felicidades ao aniversariante neste primeiro aniversĂĄrio. Aproveitamos esta oportunidade para desejar ao super Galbinha Neto saĂşde e paz e que o nosso Deus sempre esteja ao seu lado, o abençoando e conduzindo nesta vida que ele começa a viver. ParabĂŠns!

Foto by Chico BrandĂŁo

Make up Perfect

O

C

verĂŁo estĂĄ batendo Ă  porta e agora ĂŠ o momento de reforçar os cuidados com a pele, inclusive na hora da maquiagem. Pensando nisso, os amigos LĂ­via e David Pereira acabam de trazer para a sua Mahogany uma linha completa de maquiagem com ingredientes de proteção e hidratação. Ă&#x2030; a OLQKD0DKRJDQ\3HUIHFW0DNH8S8PDH[FHOHQWHGLFDSDUDYRFrÂżFDUOLQGD e com a pele protegida. NĂŁo deixem de conferir!

Maria Antonieta

O

Restaurante Maia Antonieta, dos amigos Breno, DedĂŠ e Leopoldo Gama, prepara uma sĂŠrie de novidades para este verĂŁo. AlĂŠm das inovaçþes no cardĂĄpio, assinadas pelo chefe Breno, a casa tambĂŠm sofrerĂĄ um â&#x20AC;&#x2DC;upâ&#x20AC;&#x2122; na jĂĄ premiada nacionalmente carta de vinhos. A casa se destaca nĂŁo sĂł em nossa cidade, como jĂĄ virou referĂŞncia em todo o paĂ­s. A casa, apontado como o melhor restaurante de comida italiana da cidade, foi destaque no guia Mais da revista Veja. Talento e competĂŞncia reconhecidos nacionalmente. ParabĂŠns, amigos!

Todas as correspondĂŞncias, como convites para esta coluna e para Elenilson Gomes, deverĂŁo ser enviadas para Av. Sandoval Arroxelas, 840, Edf. Calliate Ap. 204 PV. CEP: 57035-230

Linha de produção

A

Bauducco iniciarå sua produção em Alagoas no mês de fevereiro de 2013. O anúncio foi feito por diretores da empresa ao governador Teotonio Vilela Filho, que visitou as obras de construção da unidade fabril da empresa, localizada no município de Rio Largo. Para o início da primeira linha de produção, que serå voltada para a fabricação de biscoitos e minibolos, serão investidos R$ 80 milhþes.

San Gimignano

O

ais uma opção para você variar com a carne moída e t

C

RenĂŠe Cardoso

Adryelle e Carlos Rubem Oliveira, um casal â&#x20AC;&#x2DC;upâ&#x20AC;&#x2122; em nosso mundo empresarial e social, em fĂŠrias merecidas em Copenhaque, Cracovia, PolĂ´niaÂżQDOL]DQGRHPParis. Aproveitem!

N

Livro Dior

ão Ê preciso estar em Paris para entrar no número 30 da Avenue Montaigne, icônico endereço da maison Dior, fundada em 1946. A grife vai lançar neste Natal um livro que mostra os bastidores da coleção primavera-verão 2012. São mais de 300IRWRJUD¿DV de GÊrard UfÊras, que mostram os segredos e, claro, o glamour das criaçþes Dior.

Ă gua termal

Spike

Assine a Tribuna Independente e esta coluna

pelo telefone (82) 3311-1308

Acesse o portal Tribunahoje.com e leia na Ă­ntegra a coluna Top News no Blog Elenilson Gomes

elenilsontopnews@gmail.com

Beleza do bem

D

verĂŁo terĂĄ, GHÂżQLWLYDPHQWH O uma pegada â&#x20AC;&#x2DC;rock

and rollâ&#x20AC;&#x2122;. Sabem aquelas tachinhas TXHÂż]HUDPVXFHVVR no inverno, pois elas permanecem com força total em roupas, cintos, bolsas, e, claro, sapatos e sandĂĄlias. Pensando nisso, a empresĂĄria Adryelle Oliveira trouxe SDUDDVXD6SDWLÂżOXVDVSHoDVPDLV cobiçadas da estação. A loja, no 2Âş piso do MaceiĂł Shopping, ĂŠ parada obrigatĂłria para todas as mulheres apaixonadas por sapatos e acessĂłrios. NĂŁo deixem de conferir!

empresårio Mårio Marroquim, da Marroquim Engenharia, se preparando para mais um grande lançamento na região mais concorrida da cidade, a orla de Jatiúca. O novo empreendimento, Grand Gimignano, localizado na Rua Hamilton de Barros Soutinho, tem projeto arquitetônico assinado por Paulo Gusmão e James Passos. As unidades, de 142 m² , possuem DFDEDPHQWRGHOX[RSLVFLQD¿WQHVVVDOmRGHIHVWDV alÊm de miniquadra poliesportiva. O empreendimento estå em fase capitalização.

om o tema â&#x20AC;&#x153;Beleza do Bemâ&#x20AC;?, o Fios de Cabelo prepara mais uma ação social, desta vez em parceria com a Intercoiffure Brasil, organizadora do programa Education for Life. Esta ĂŠ a quinta arrecadação anual de fundos SDUDRSURMHWRTXHFDSDFLWDSURÂżVVLRQDOPHQWH jovens carentes na ĂĄrea de beleza. De 22 a 27 de outubro, os clientes podem fazer doaçþes de qualquer valor na unidade da Ponta Verde. A primeira contribuição serĂĄ do prĂłprio salĂŁo e dos funcionĂĄrios, com o repasse de comissĂŁo. Estendendo a campanha, o Fios lança o Tratamento do Bem, oferecendo serviços de cuidados especiais da Wella e SP por R$ 50,00 aos clientes durante esta semana.

Contra o AVC

onsiderado a segunda causa de mortalidade do mundo, o acidente vascular cerebral serå tema de importante campanha mundial que acontece esta semana. Em Maceió, a ação serå realizada pela Associação Ação AVC e teve início nesta sextafeira, dia 26, com palestra no Espaço Saúde Unimed, no Corredor Vera Arruda, às 7h. No såbado, dia 27, a ação para a comunidade acontecerå na Fits, a partir das 8h. Jå no domingo, dia 28, a campanha serå realizada a partir das 12h no Påtio Shopping Maceió, com palestras SURIHULGDVSRUSUR¿VVLRQDLVGDVD~GH sobre como prevenir, reconhecer e reabilitar pacientes. No local serå montado um espaço saúde em parceria com a Unimed e faculdades parceiras, quando serão oferecidos serviços de controle de glicemias, aferição de pressão arterial, orientação nutricional, avaliação do IMC, circunferência abdominal e distribuição de folhetos explicativos.

O

M

uito se fala da ĂĄgua termal, mas a verdade ĂŠ que nem todo mundo conhece todos os seus benefĂ­cios para a pele. A seguir, 6 motivos reais para vocĂŞ incorporar a novidade ao seu ritual de beleza: Deixa a pele macia. Seu uso constante, alĂŠm de hidratar, ajuda a manter a elasticidade do rosto. Refresca o rosto e o corpo nos dias de calor. Na praia, leve uma versĂŁo miniatura e borrife sempre que sentir necessidade. Ă&#x2030; uma delĂ­cia. Combate as olheiras. Deixe a embalagem na geladeira por alguns minutos. Em seguida, faça uma compressa sobre a regiĂŁo arroxeada utilizando um algodĂŁo embebido do produto. A temperatura fria, somada aos ativos calmantes, promovem a vasoconstrição, diminuindo o aspecto das bolsas. Todo mundo pode usar! Sim, a ĂĄgua termal ĂŠ indicada para todos os tipos de pele, principalmente para as sensĂ­veis, que sofrem com irritaçþes e vermelhidĂŁo. Ela tambĂŠm pode substituir o hidratante, para quem tem pele oleosa. Ă&#x2030; ideal para ser usada depois da depilação. Rica em ativos calmantes, evita bolinhas, vermelhidĂŁo e coceira apĂłs o procedimento. Protege a pele contra agressĂľes externas. A ĂĄgua termal reconstitui a barreira de proteção cutânea, deixando a pele mais saudĂĄvel e protegida contra poluição, vento, secura do ar, etc.

epois de participar de mais um congresso internacional, a jovem mÊdica RenÊe Cardoso jå reassumiu o trabalho à frente da reforma do seu consultório, localizado no JTR, que serå inaugurado em janeiro de 2013. Enquanto isso, a jovem dermatologista, uma revelação na seara, vem mantendo o atendimento dos seus clientes em vårios locais da cidade. Sucesso, querida!

Roupas de festas

O

s empresårios Ana, JosÊ e Henrique Dória, responsåveis pelo sucesso da Dry Clean, acabam de incorporar mais um diferencial à lavanderia. A novidade Ê uma måquina especializada na lavagem de URXSDV¿QDVLQFOXVLYH bordados, rendas e brocados, perfeita para você garantir a lavagem com segurança dos VHXVYHVWLGRV¿QRV$ lavanderia Ê conhecida pela qualidade e pontualidade nos serviços.

O verão jå chegou com força total às araras da maison Mårcia, da amiga Mårcia Maciel. As araras estão repletas dos modelos primavera/verão da grife Thamara Capelo. Esta griffe promete acontecer nesta estação colorida. Um brinde à feminilidade. Não deixem de conferir.

J


Edição número 1582 - 27 de outubro de 2012