Page 1

CIDADES CUT conclama população a boicotar nova tarifa de ônibus e pagar valor anterior 12 EXEMPLAR DO ASSINANTE

QUARTA-FEIRA

MACEIÓ - ALAGOAS - 29 de fevereiro de 2012 - Nº 1381 - R$ 1,50

tribunahoje.com

‘Morte de ex-membro da Gangue Fardada tem característica de queima de arquivo’ Delegado Gilson Rêgo admite convocar ex-tenente-coronel Cavalcante - que deixou o presídio recentemente - para depor caso seja citado por testemunhas e parentes da vítima SANDRO LIMA

SANDRO LIMA

MORADORES da Favela de Jaraguá interditaram a pista BRENO AIRAN

O delegado Gilson Rêgo considera que as características da execução do ex-PM Miguel Francisco Gomes, no último sábado, são de queima de arquivo. O ex-militar teria sido um integrante da Gangue Fardada. O delegado investiga se procede informações divulgadas pela imprensa de que Miguel teria se encontrado com o ex-tenente-coronel Manoel Cavalcante, ex-chefe da organização criminosa, e admite convocá-lo para depor se for citado por testemunhas ou parentes da vítima. 9

COMO SERÁ?

Deputados vão formar a CPI da Pistolagem

NA AL 101 NORTE, famílias fecharam a pista e impediram a passagem de veículos

CAOS GERAL

Protestos fecham ruas e avenidas e infernizam o trânsito em Maceió Um dia de protestos e de trânsito infernal ontem em Maceió. Mototaxistas da capital fizeram manifestação à tarde e voltaram a interditar a Avenida Durval de Góes Monteiro pela regulamentação da profissão no município. Após a chegada da Polícia Militar, eles se retiraram e foram em direção à sede da prefeitura. No

BOA NOTÍCIA!

ESPLANADA

A presidente da Assembleia Legislativa do Sergipe, deputada Angélica Guimarães (PSC), adiantou a eleição da Mesa Diretora em 10 meses, contrariando trato, surpreendeu a base do governo e se reelegeu para... Pág. 2

TRIBUNA LIVRE

Pessoas mais pobres trapaceiam por necessidade. Rico trapaceia para se aproveitar e tirar onda. Em termos mais populares esta é a conclusão de um estudo divulgado na última... Pág. 4 TEMPO

percurso, houve confronto com os policiais e alguns feridos por balas de borracha. Em Jaraguá, representantes dos moradores da Vila dos Pescadores protestaram contra a demora na entrega dos apartamentos para onde devem se mudar e contra os constantes acidentes de trânsito no local. Eles também interditaram a pista.

SECOM

PRÉ-SAL

Alagoas próxima Vilela defende a a se tornar área imediata partilha livre da aftosa dos royalties O ministro Mendes Ribeiro Filho, da Agricultura, con¿UPRXDRVHQDGRU5HQDQ Calheiros e ao governador Teotonio Vilela a realização de uma auditoria em Alagoas, no próximo mês, para avaliar as medidas preventivas contra a febre aftosa. Se aprovadas, o estado deverá ser declarado área livre da aftosa com vacinação.

A partilha dos royalties do Pré-Sal foi defendida ontem em Brasília pelo governador Teotonio Vilela Filho durante reunião de governadores com os presidentes Marco Maia, da Câmara dos Deputados, e José Sarney, do Senado. A pauta incluía ainda o reajuste do piso salarial dos professores e a dívida dos estados. Pág. 13 SANDRO LIMA

20º

Máxima

30º

0.8 1.6 0.8 1.5

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,70 R$ 1,70 DOLAR PARALELO R$ 1,76 R$ 1,88 OURO: R$ 97,30 POUPANÇA: 0,5000%

TEOTONIO VILELA e demais governadores reunidos com Marco Maia e o senador José Sarney

QUADRILHA

CONSUMO

POUCO FUTEBOL

Operação Crimes MP vai investigar Seleção volta a S.A. prende 13 denúncias contra jogar mal mas em Arapiraca a operadora TIM YHQFHQRÀP

Marés

01:47 08:06 14:32 20:53

ADAILSON CALHEIROS

Pais de alunos da Escola Municipal Floriano Peixoto, no Alto de Ipioca, próximo a AL-101 Norte em Maceió, fecharam a rodovia para protestar contra a sujeira e a carência de 22 salas de aula, que estariam obrigando os alunos se deslocar à Paripueira para estudar. O trânsito parou nos dois sentidos DOIS mototaxistas exibem pernas feridas por bala de borracha da estrada. 11

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

MOTOTAXISTAS bloquearam a avenida com suas motos

A supostas ameaças de morte aos deputados Dudu Hollanda (PSD) e Maurício Tavares (PTB) e o atentado sofrido por Nivaldo Neto, filho do deputado Antonio Albuquerque (PTdoB) vão motivar a criação da CPI da Pistolagem na Assembleia Legislativa. A proposta foi apresentada ontem pelo deputado João Henrique Caldas (PTN) e de imediato subscrita por Hollanda, Tavares, Judson Cabral (PT), Sérgio Toledo (PTB) e Marcelo Victor (PTB). Ainda ontem, os membros da Mesa Diretora renunciaram e nova eleição foi marcada. 3

GRUPO de acusados foi apresentado ontem à imprensa

Numa operação denominada Crimes S.A., a Polícia Civil prendeu e apresentou ontem uma quadrilha de 11 homens e duas mulheres responsáveis por assassinatos, DVVDOWRVDEDQFRVHWUi¿FR de drogas em Arapiraca. O trabalho começou a ser feito após intensa investigação e a prisão do assassino do vereador por Anadia, Luiz Ferreira. Pág. 12

O Ministério Público acatou pedido da OAB/AL e instaurou inquérito civil público contra a operadora de telefonia celular TIM. A promotora Denise Guimarães já solicitou a empresa documentos, certidões, perícias, inspeções e outras informações para contrapor as denúncias de que vende produtos que não entrega e constrange seus clientes. Pág. 10

A seleção brasileira voltou a jogar mal e frustrou as expectativas dos brasileiros ontem diante da Sérvia, em jogo realizado na Suíça como parte dos preparativos para a Copa. O Brasil venceu por 2x1, com um gol contra do adversário aos 45 minutos do segundo tempo. O futebol apresentado não convenceu e os “astros” em campo não brilharam. Pág. 00


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

PolĂ­tica

Mesmo sem presidir ComissĂŁo, Galba promete acompanhar de perto De acordo com Galba Novaes, o militante da ĂĄrea dos Direitos Humanos, Pedro Montenegro, terĂĄ o papel de consultor tĂŠcnico dentro da CEI da ViolĂŞncia. Os edis querem se apoiar nos estudos que jĂĄ foram feitos por ele, em BrasĂ­lia. “Apesar do regimento desta Casa me impedir de fazer parte dessa ComissĂŁo, nĂŁo irei faltar a nenhuma sessĂŁo e irei acompanhar de perto, fornecendo subsĂ­dios e contribuindo com as investigaçþesâ€?, destacou Novaes.

Câmara que investigar planilha Transpal Após indicar presidência da CEI da Violência, vereadores por Maceió devem criar uma nova comissão investigatória

ESPLANADA

SANDRO LIMA/ARQUIVO

LUIS VILAR REPĂ“RTER

A

Data venia

pós a criação da Comissão Especial de Investigação (CEI) das causas da violência e homicídios contra jovens em Maceió – a CEI da Violência – os vereadores devem abrir um novo procedimento investigativo na Casa de Mårio de Guimarães. Desta vez, o objeto sobre o qual se debruçarão os vereadores da capital alagoana serå a planilha de custos apresentada pelos empresårios do transporte público municipal, que deu base para a decisão judicial que concedeu o aumento da tarifa em Maceió, passando de R$ 2,10 para R$ 2,30. Em outras palavras, os vereadores devem instalar – jå na sessão desta quarta-feira, dia 29 – a Comissão Especial de Investigação (CEI) para investigar a atuação da Transpal: entidade que representa os interesses do empresariado do transporte público municipal de Maceió. A nova CEI foi proposta pelo vereador Ricardo Barbosa (PT), durante a sessão de ontem, dia 28. Barbosa ainda usou da tribuna para criticar duramente a decisão que permitiu o aumento da

passagem. A tarifa foi reajustada por vias judiciais apĂłs decisĂŁo do desembargador Washington Luis. De acordo com o vereador petista, a criação de uma ComissĂŁo Especial de InquĂŠrito ĂŠ necessĂĄria para se investigar “alguns questionamen-

Para desespero dos desembargadores do TRT, um dos trechos menos pesados vem com esta: “NĂŁo sou perfeita, nĂŁo sou puritana, nĂŁo sou moralista, adoro sexo, sempre gostei demais de fazer sexo com vocĂŞâ€?, conta a mulher.

BARBOSA

MONTENEGRO COMO AUXILIAR

LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Deputada dĂĄ ‘golpe’ e antecipa reeleição no Sergipe

A

presidente da Assembleia Legislativa do Sergipe, deputada AngÊlica Guimarães (PSC), adiantou a eleição da Mesa Diretora em 10 meses, contrariando trato, surpreendeu a base do governo e se reelegeu para o cargo atÊ 2015 com a ajuda de 14 aliados na tarde de segunda (27). Outros oito deputados, avisados em plenårio da decisão, decidiram deixar o local em SURWHVWRDRTXHFODVVLÀFDUDPGHJROSH3RUFRQWDGLVVRQDVFHXXP racha na Assembleia e uma crise para o governador Marcelo DÊda (PT) administrar. Seu líder do governo, Francisco Gualberto (PT), rompeu com a Mesa.

Guerra declarada Gualberto ĂŠ o candidato de DĂŠda para o governo em 2014. Promete retaliar o grupo que se elegeu com os 14 votos, formado por DEM, PP, PSL, PDT, PTdoB, entre outros.

Silêncio no front O governo entendeu o caso como rompimento político. A assessoria da Assembleia foi procurada pela coluna ontem, para comentar o caso, e não retornou as ligaçþes.

Diårio do Amor Uma carta de amor digitada por funcionåria de nome Marta foi parar no Diårio da Justiça do TRT da Paraíba. O caso ocorreu dia 16, e foi revelado ontem. Em extenso texto, a mulher cita triângulo amoroso, desabafa, reclama do parceiro e då detalhes de relaçþes em motel, no carro, etc..

Farra da suplĂŞncia O senador Eduardo Amorim (PSC-SE) estĂĄ licenciado hĂĄ quatro meses por causa de cirurgia do joelho, mas tem sido visto em festas e procissĂľes em Aracaju e interior. Seu suplente, o empresĂĄrio Lauro AntĂ´nio, engrossa a lista dos sem-voto no Senado.

Minha vaga, sua vaga Amorim volta em abril para o Senado. É o tempo do trato que teve com Lauro Antônio, rico empresårio do setor de transportes do Sergipe, para que posasse de senador. Não Ê o primeiro, nem único, a fazer isso na Casa Alta. Hå outros 18 na situação.

Começou a campanha Prestígio do presidente do PCdoB, aniversariante Renato Rabelo, 70, na festa em restaurante paulistano na segunda. Um sÊquito suprapartidårio GHV¿ORXHQWUHDVPHVDV2YLFH0LFKHO7HPHU)HUQDQGR+DGGDG*LOEHUWR.DVVDE-RVp'LUFHX-RVp6HUUD(GXDUGR6XSOLF\HD¿QV

Cadê? Mas nem a presença ilustre do vice fez com que os candidatos presentes à festa se perguntassem onde estava o adversårio Gabriel Chalita, que não deu as caras.

Seguuuura, Danrlei A deputada Manuela DĂĄvila (PCdoB-RS) teve a saia presa numa escada rolante do aeroporto de BrasĂ­lia e foi salva pelo colega e ex-goleiro Danrlei (PSD-RS).

À deriva Três semanas depois, a assessoria do MinistÊrio das Minas e Energia mantinha no site, atÊ ontem, o nome de JosÊ SÊrgio Gabrielle como presidente da Petrobras. E no site da petroleira, Maria das Graças Foster ainda Ê diretora de Gås e Petróleo.

Brochou Sabem a licitação dos 2 mil pênis de borracha e 500 vulvas de borracha para a Universidade Federal do Piauí, liberada semana passada por liminar? Foi revogada de novo, decisão do desembargador Fernando Carvalho Mendes.

É adesão, gente Amanhã haverå um jantar surpresa, no tradicional Lakes, Asa Sul de %UDVtOLDSDUDFRPHPRUDUDQLYHUViULRGHDOWR¿JXUmRGR-XGLFLiULR Curioso Ê que o órgão colocou à disposição dos interessados quatro assistentes do homenageado.

2ERP¿OKR Camilo Cola, o dono da viação Itapemirim e ex-deputado, serå candidato do PMDB à prefeitura de sua Cachoeiro do Itapemirim, terra tambÊm do rei Roberto Carlos.

Ponto Final O Diårio da Justiça agora Ê sex. em breve vira Best seller. Com Gilmar Correa e Hosa Freitas www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

“NĂŁo podemos ĂŠ aceitar imposiçãoâ€?, diz A CEI – na visĂŁo de Ricardo Barbosa – pode esclarecer vĂĄrios fatos. “O que nĂŁo podemos ĂŠ aceitar que seja imposto Ă população um aumento de passagem de {QLEXV H SRQWR Ă€QDOÂľ FRORcou ainda. Barbosa destacou que uma das funçþes da ComissĂŁo – a partir das investigaçþes – ĂŠ saber se o reajuste ĂŠ de fato necessĂĄrio ou – como ele mesmo coloca – “atende apenas o desejo dos empresĂĄrios do setorâ€?. O petista salientou que a Câmara Municipal tem a obrigação de dar uma resposta Ă  altura e chegou a DĂ€UPDU TXH RV HPSUHViULRV do transporte pĂşblico municipal agem como se a “Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes nĂŁo existisseâ€?. “NĂłs aprovamos um requerimento cobrando respostas Ă  Transpal sobre os motivos alegados para o aumento da tarifa mas, mesmo com a solicitação, os vereadores foram ignorados, pois nĂŁo se enviou para esta Casa qualquer tipo de informação sobre motivos de reajustesâ€?, frisou Barbosa. Em discurso, o petista DĂ€UPRX TXH ´QmR WHP PDLV paciĂŞncia para sofrer nas mĂŁos dos empresĂĄriosâ€?. A ideia da CEI da Transpal ganhou adeptos na Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes ainda durante a sessĂŁo. O vereador Oscar de Melo (PP) ressaltou que a população foi surpreendida com o aumento. Melo, alĂŠm de aprovar a ideia, solicitou participação na CEI. (L.V.)

Vereador Ricardo Barbosa quer saber os motivos do aumento da tarifa de Ă´nibus municipal

tosâ€? em relação Ă Transpal. Ele salienta que “a sociedade maceioense precisa saber de fato qual ĂŠ a arrecadação Ă€QDQFHLUD GD 7UDQVSDO SRU mĂŞsâ€?, colocou. Para o vereador Ricardo Barbosa, a CEI terĂĄ o poder GHGHWDOKDUDVLWXDomRĂ€QDQ-

ceira do transporte público municipal. Vale ressaltar que – nos bastidores políticos – sempre se falou de ligaçþes entre empresårios e a alguns vereadores, mas nada nunca foi comprovado, nem nomes foram apontados.

Vereador pastor JoĂŁo Luiz vai encabeçar CEI da ViolĂŞncia O vereador Oscar de Melo ainda lembrou que a ComissĂŁo pode – alĂŠm de investigar o valor da passagem que ĂŠ cobrado em MaceiĂł – cobrar melhorias para o transporte coletivo, que foi FODVVLĂ€FDGR SHOR SDUODPHQtar-mirim como “caĂłticoâ€?. “A forma como esse reajuste foi concedido, sem qualquer aviso prĂŠvio, ĂŠ inadmissĂ­velâ€?, frisou. Os discursos de Ricardo Barbosa ainda foram acompanhados pelas falas – na tribuna – dos vereadores ThĂŠo Fortes (PTdoB), Tereza Nelma (PSDB), HeloĂ­sa Helena (PSOL) e Paulo Corintho (PDT). O nĂşmero de manifestaçþes demonstrou por si sĂł TXH Ki DSRLRV R VXĂ€FLHQWH para a instalação dos trabalhos, que possui 120 dias para a conclusĂŁo do relatĂłrio Ă€QDO 2 UHTXHULPHQWR GHYH ser apreciado na sessĂŁo de hoje jĂĄ com a indicação dos sete membros, sendo cinco titulares e dois suplentes. Ricardo Barbosa – como propositor – deve assumir a presidĂŞncia da CEI da Transpal. CEI DA VIOLĂŠNCIA Enquanto a CEI da Transpal ĂŠ “montadaâ€?, a CEI da ViolĂŞncia dĂĄ os seus primeiros passados. O presidente da Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes, Galba Novaes, salientou que 14 vereadores pediram para integrar a comissĂŁo e falou de seu desejo de presidir os trabalhos, mas que se encontrava impedido pelo Regimento Interno de atĂŠ participar da CEI. Com isto, o pastor JoĂŁo Luiz (De-

ARQUIVO

JoĂŁo Luiz assume presidĂŞncia da CEI, com impedimento de Galba

mocratas) assume sua cadeira dentro da ComissĂŁo. Assim, como jĂĄ antecipou a Tribuna Independente QDHGLomRSDVVDGDD&(,Ă€FD formada pelos vereadores Ricardo Barbosa (PT), Paulo Corintho (PDT), ThĂŠo Fortes (PTdoB), Marcelo Malta (PCdoB), Marcelo Gouveia (PRB), Netinho Barros (PSC)

e JoĂŁo Luiz. O ex-secretĂĄrio municipal Pedro Montenegro – informação tambĂŠm antecipada pela Tribuna Independente – serĂĄ “membro auxiliarâ€? da ComissĂŁo. A referida ComissĂŁo foi aprovada antes do Carnaval, mas instalada RĂ€FLDOPHQWH QD VHVVmR RUGLnĂĄria de terça-feira. (L.V.)


TribunaIndependente

A alma do negĂłcio

E

VWiQD´9HMDÂľRQOLQH´8PGRVPLOK}HVGHHPDLOVGLYXOJDGRV nesta segunda-feira pelo site WikiLeaks da empresa de inteligĂŞncia e anĂĄlise estratĂŠgica Stratfor diz respeito Ă compra de equipamentos militares pelo Brasil durante o governo Lula. Um funcionĂĄrio do governo americano alocado no Brasil conversa sobre RQHJyFLRFRPXP6WUDWIRUFKDPDGR0DUNR3DSLF8PGRVPLOK}HV de e-mails da empresa de inteligĂŞncia e anĂĄlise estratĂŠgica Stratfor que o site WikiLeaks começou a divulgar nesta segunda-feira diz respeito Ă  compra de equipamento militar pelo Brasil durante o governo Lula. Um funcionĂĄrio do governo americano alocado no Brasil conversa sobre o negĂłcio com um consultor da Stratfor FKDPDGR0DUNR3DSLF(PERUDDĂ€UPHQmRWHUSURYDVHOHpGHYDVtador no seu parecer: ‘A compra de submarinos ĂŠ tĂŁo sem sentido que sĂł pode ter a ver com propina. Lula provavelmente estĂĄ cuidando do seu plano de aposentadoria. E veja sĂł: a compra acontece ÂśFXULRVDPHQWH¡QRĂ€PGHVHXPDQGDWR2PHVPRYDOHSDUDRVMDWRV Nosso Departamento do Tesouro ĂŠ vingativo quando se depara FRPVXERUQRV1mRSRGHPRVID]HUQHQKXPQHJyFLRUHDOQXPOXJDU corrupto como o Brasil. Os franceses nĂŁo tĂŞm esses problemas’.â€?

Dependência Heloísa Helena, eleita em 2008 com históricos 29 mil votos, Ê a esperança dos candidatos a vereador do PSOL, pela excelente votação que deverå obter novamente, para ajudar a eleger pelo menos mais um do partido. Mas hå uma questão: e se ela desistir da reeleição e for candidata a prefeita ou vice ou, por qualquer outro motivo, não disputar mandato de vereadora? Aí, só mågica para o PSOL eleger um vereador.

Origem A matĂŠria “Alagoas – terra sem oportunidadesâ€?, do jornal Valor EconĂ´mico, a segunda criticando a situação econĂ´mica do Estado, teria sido SXEOLFDGDSRULQĂ€XrQFLDGH5HQDQ&DOKHLURVH)HUQDQGR&ROORUVHQDdores que fazem oposição ao governo TĂŠo Vilela. É o que diz o jornalista Odilon Rios, no portal “RepĂłrter Alagoasâ€?.

Caneta neles Sandra Cureau, vice-procuradora-geral Eleitoral, alerta: o entendimento ¿UPDGRSHOR76(OGHTXHSUHIHLWRQmRSRGHWHQWDUWHUFHLURPDQGDWR consecutivo, nem em município diferente, jå vale para estas eleiçþes. A posição do TSE se baseia em argumentos do jurista Marcos Bernardes de Melo, de Alagoas, onde tal pråtica foi comum.

Em família Amilka Melo, Francisco Holanda, Luiz Pedro, Carlos Ronalsa e Marcelo Palmeira são vereadores por Maceió que não irão disputar a reeleição. Nos casos de Luiz Pedro, Francisco Holanda e Carlos Ronalsa, familiares seus estarão concorrendo, na tentativa de estabelecer a sucessão tambÊm na política partidåria.

Bem bolado HĂĄ controvĂŠrsias, e muitas, sobre os valores cobrados, mas ĂŠ indiscutĂ­vel a qualidade da mĂ­dia sobre o IPTU de MaceiĂł. Ao mostrar de forma HÂżFLHQWHDVREUDVHUHDOL]Do}HVRPDWHULDOLQGX]RFRQWULEXLQWHDSDJDUR tributo, pela perspectivas de mais investimentos. Vale lembrar: atĂŠ hoje ĂŠ possĂ­vel pagar o IPTU com 20% de desconto.

Contraste A invasão do conjunto residencial Bosque dos Palmares, em Rio Largo, destinado a desabrigados das enchentes de 2010, provocou imediata reação do governo do Estado e da Caixa Econômica Federal. Jå a Praça Sinimbu, em pleno Centro de Maceió, abriga uma favela, hå mais de um ano, sem que se tome nenhuma providência.

Novo rumo Catarinense de nascimento e alagoana de coração, Jeanine Pires, ex-presidente da Embratur, lançou um novo portal: jeaninepires.com.br. Informação dada, em primeira mão, pelo conterrâneo Clåudio Humberto Rosa e Silva. Jeanine Ê agora presidente do Conselho de Turismo de Negócios da FecomÊrcio de São Paulo.

“

Existem princípios que regem a LJUHMDHVHIRUHPYLRODGRVKiPRELlização. Se um candidato for a favor do aborto, não só eu, mas tambÊm setores evangÊlicos vão se mobilizar contra.� PADRE MARCELO ROSSI Um dos ícones da Igreja Católica no Brasil, ao comentar as reaçþes de evangÊlicos à nova ministra da Secretaria para as Mulheres, Eleonora Menicucci, que defende a descriminalização do aborto

* A Prefeitura de Maceió mantÊm o compromisso de pagar a todos os servidores dentro do mês trabalhado, liberando hoje os salårios de fevereiro. No Estado, salårio hoje só para quem ganha atÊ R$ 2 mil – acima desse valor, somente em 12 de março. * Os servidores públicos municipais de Maceió, nascidos nos meses de abril, maio e junho, têm somente atÊ hoje para atualizar os dados cadastrais, no Censo Funcional 2012. Todos os servidores ativos são obrigados a participar, pelo Decreto nº 7.326. * O MinistÊrio da Cultura e a Fundação Joaquim Nabuco realizam de março a dezembro deste ano o Curso de Gestão Cultural. Inscriçþes só atÊ hoje. Em Alagoas, a inscrição da prÊ-seleção se då pelo e-mail info@ cultura.al.gov.br ou na Secult. * No próximo såbado, 3 de março, às 22 horas, no Maikai, no Stella Maris, tem show com Dominguinhos, em homenagem aos 100 anos do nascimento de Luiz Gonzaga. Mesas a R$ 240, individual a R$ 40. Informaçþes: 8802.6684/8802.0505. * Em busca da quebra do tabu de não ganhar o Campeonato Alagoano GHVGHR&5%WHPKRMHRXWURGHVD¿RJDQKDUGR$6$DOJRTXHQmR DFRQWHFHKiFLQFRDQRVQRžMRJRGDV¿QDLVGRWXUQR3LRUSDUDR&5% Ê que o jogo Ê em Arapiraca.

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012 POLĂ?TICA

3

Com renúncia de Mesa, Medeiros se oferece Deputado petista Ronaldo Medeiros lança candidatura à presidência da Casa OL�VIA DE Cà SSIA

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

A

renĂşncia dos deputados eleitos para compor a Mesa Diretora no segundo biĂŞnio, publicada ontem no DiĂĄrio 2Ă€FLDOGR(VWDGRJHURXQRvas discussĂľes na Assembleia Legislativa. Antes de iniciar a sessĂŁo, o deputado Ronaldo Medeiros (PT) colocou seu nome Ă disposição do grupo para concorrer Ă  presidĂŞncia do Poder. O fato ĂŠ que ainda falta entendimento dentro do prĂłprio 3DUWLGR GRV 7UDEDOKDGRUHV e o deputado Judson Cabral, colega de legenda, considera a candidatura de Ronaldo um ato pessoal. Ă€ Tribuna Independente, Medeiros reforçou que tem projetos para a meOKRULDGRDQGDPHQWRSROtWLFR H SURĂ€VVLRQDO GD &DVD ´e SUHFLVR XP WUDEDOKR FRQVciente e conjunto. Vou apresentar propostas e buscar entendimentos com os deputados de todos os partidos, visando construir uma Assembleia participativa e cidadĂŁâ€?, reiterou. Questionado se o petista estaria constituindo uma base para ser eleito, Ronaldo respondeu que na maQKm GHVWD VHJXQGDIHLUD VH reuniu com deputados de cinco partidos, e sem mencionar nomes, garantiu que pode contar com o apoio de dez parlamentares. “AtĂŠ o momento, nĂŁo soube de ninguĂŠm que esteja motivado a sair candidato Ă  presidĂŞncia da Assembleia Legislativa. (VSHUR KDYHU XP FRQVHQVR sobre meu nome nesta quarta-feiraâ€?, declarou o deputado. ‘ATO PRĂ“PRIO’ Um ato pessoal. Foi como descreveu o deputado Judson Cabral (PT) Ă  candidatura de Medeiros para presidir a ALE. Cabral entende que todas as partes devem VHUHXQLUHGHĂ€QLUTXHPVDLrĂĄ candidato. “O Ronaldo colocou sua candidatura Ă  disposição, porĂŠm, ĂŠ um ato pessoal dele. HaverĂĄ uma reuniĂŁo onde serĂĄ debatida essa questĂŁo. O partido [formado por Cabral, Medeiros e 0DUTXLQKRV 0DGHLUD@ SRGH apoiar essa decisĂŁo dele, mas tudo ainda deve ser esclarecidoâ€?, disse o petista. A Tribuna questionou Judson se Ronaldo Medeiros QmR H[HUFH WDQWD LQĂ XrQFLD para sair candidato. Em resposta, Cabral comentou que Ronaldo tem experiĂŞncia o VXĂ€FLHQWH ´(X TXDQGR FKHJXHL DTXL >QR SDUODPHQWR@ fui convidado a participar do pleito. Ele tambĂŠm pode fazer issoâ€?, frisou, Judson, DIDVWDQGRDKLSyWHVHGHQmR votar em Ronaldo, caso ele seja o candidato posto contra o atual presidente Fernando Toledo (PSDB).

Deputados estaduais assinam requerimento para a instauração da CPI da Pistolagem na ALE

ASSINATURAS

João Henrique Caldas propþe criação de CPI da Pistolagem Mais uma Comissão Parlamentar de InquÊrito estå prestes a ser criada na Assembleia Legislativa do Estado. Desta vez, a violência poderå ser o alvo das investigaçþes, quando o deputado João Henrique Caldas (PTN) conseguir as assinaturas necessårias para criar a CPI da Pistolagem. JHC subiu à tribuna da &DVDHMXVWLÀFRXTXHRVSDUlamentares não poderiam deixar de investigar internamente casos de repercussão, a exemplo das supostas ameaças de morte feitas aos

deputados Dudu Hollanda (PSD) e MaurĂ­cio Tavares (PTB), que tem como principal suspeito da trama, o suplente CĂ­cero Ferro. O atentado Ă bala sofrido por 1LYDOGR 1HWR Ă€OKR GR YLFH-presidente da Casa, Antonio Albuquerque (PTdoB), tambĂŠm serviu como pano de fundo para que o requeULPHQWRIRVVHHQFDPLQKDGR “MaceiĂł estĂĄ sendo reFRQKHFLGD FRPR D WHUFHLUD capital mais violenta do mundo. Aqui na ALE, precisamos saber dessas ameaças aos deputados Dudu Hollan-

XUCURUS-KARIRIS

Demarcação indĂ­gena deve ser debatida em audiĂŞncia pĂşblica cesso nĂŁo estĂĄ bem esclarecido, os Ă­ndios propĂľem uma transição organizada, porĂŠm O deputado estadual Ro- os proprietĂĄrios das terras naldo Medeiros (PT) proto- nĂŁo aceitam as indenizaçþes colou ontem requerimento propostas pela Funai. “Estasolicitando uma audiĂŞncia mos preocupados em agilizar pĂşblica para ampliar o deba- o processo para diminuir a te no tocante da demarcação tensĂŁo entre as partesâ€?, desde terras dos Ă­ndios Xucu- tacou. rus-Kariris, do municĂ­pio O petista recorda que de Palmeira dos Ă?ndios. Na Ki DQRV IRL GHFODUDGR SHOD PDQKmGHRQWHP0HGHLURVH UniĂŁo que as terras sĂŁo dos Ă­ndios envolvidos na questĂŁo Ă­ndios. “Vamos a BrasĂ­lia, discutiram o problema com a YDPRV ID]HU FDPSDQKDV HP Fundação Nacional do Ă?ndio Palmeira, para acabar com (Funai) e MinistĂŠrio PĂşblico o acirramento, para que nĂŁo Federal. WHQKD YLROrQFLD QR ORFDO 2V Segundo Medeiros, o pro- Ă­ndios querem que seja feito OLĂ?VIA DE CĂ SSIA REPĂ“RTER

CANDIDATURA

REELEIĂ‡ĂƒO

O deputado Olavo Calheiros 30'% DÂżRXRGLVFXUVRQD tarde de ontem na Assembleia Legislativa e chegou a dizer que uma nova eleição para a presidĂŞncia da Casa nĂŁo passaria de um ato “imoral e repleto de abuso de poder econĂ´micoâ€?. No entanto, quando pediu outro aparte, Calheiros foi de encontro ao deputado Ronaldo Medeiros, que anunciara a sua candidatura. “Respeito a sua decisĂŁo, deputado, mas nĂŁo voto no senhor para nĂŁo compactuar com o adiantamento dessa eleiçãoâ€?.

A democracia nas eleiçþes para a presidĂŞncia da Assembleia Legislativa tambĂŠm ĂŠ contestada por um dos parlamentares. JoĂŁo Henrique Caldas reforça que os mecanismo criados pelo prĂłprio parlamento serve para a perpetuação no poder. “A prova ĂŠ que se ganhar, o atual presidente, Fernando Toledo chegarĂĄ ao seu quarto mandato. NĂŁo estou envolvido diretamente nesse processo, porĂŠm, ĂŠ preciso ressaltar que nĂŁo podemos admitir que apenas um grupo continue mandando na Casaâ€?.

Calheiros diz que nova eleição ĂŠ ‘imoral’

da e Maurício Tavares. HouYHDWHQWDGRFRQWUDRÀOKRGH um parlamentar. Estå claro TXHQmRSRGHPRVÀFDUFDODdos diante dessa situação�, concluiu JHC. $RÀQDOGDVHVVmR'XGX Hollanda, Nelito Gomes de Barros (PSDB), Maurício Tavares (PTB), Judson Cabral (PT), SÊrgio Toledo (PDT) e Marcelo Victor (PTB) assinaram o documento para a criação de uma CPI que promete ser polêmica na Casa de Tavares Bastos. Mais deputados devem assinar o requerimento (N.S)

JHC diz que vai haver perpetuação no poder

um cronograma e cada dia que se passa, com a demora, JHUDPDLVFRQĂ LWRVÂľ O coordenador regional da Funai, Frederico Campos, esclarece que a demarcação das terras foi aprovada na Constituição de 1988 e, seJXQGR HOH Mi Ki XP DWUDVR de 18 anos. JĂĄ o procurador-geral da RepĂşblica em Arapiraca, JosĂŠ Godoy, avalia que “esse processo ĂŠ uma GtYLGDKLVWyULFDGD8QLmRRV problemas surgidos desde a demarcação sĂŁo problemas graves. Estudos apontam a pobreza extrema dos Ă­ndios alagoanosâ€?, reforçou Godoy.


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Ricos trapaceiros

P

essoas mais pobres trapaceiam por necessidade. Rico trapaceia para se aproveitar e tirar onda. Em termos mais populares esta Ê a conclusão de um estudo divulgado na última segunda-feira, nos Estados Unidos, sobre o comportamento Êtico das classes sociais. A pesquisa foi realizada em sete etapas por psicólogos da Universidade da Califórnia, em Berkeley e da Universidade de Toronto, do Canadå e concluiu que pessoas mais ricas e de classe mais elevadas são mais propensas a terem comportamentos antiÊticos. Motoristas de carros mais caros, por exemplo, cometem mais violaçþes às leis de trânsito do que os motoristas de carros mais baratos. Situaçþes semelhantes tambÊm foram mais frequentes em experiências com jogos (levar vantagem irregularmente) e em não dizer a verdade na busca por emprego. �A busca do interesse próprio Ê uma motivação mais fundamental na elite da sociedade, que associado a maior riqueza HVWDWXVSRGHPSURPRYHUPiVDWLWXGHV¾DSRQWRXRUHODWyULRÀQDO do estudo. Os autores sugeriram ainda que as pessoas mais ricas seriam mais independentes do que os outros e, portanto, menos preocupados com o julgamento dos demais acerca de suas açþes do que os mais pobres. Traduzindo: os ricos não estão nem aí para as consequências das suas atitudes em relação aos outros.

Comissão da violência 2VYHUHDGRUHVGH0DFHLyMiGH¿QLUDP os integrantes da Comissão Especial de Investigação (CEI) que pretende diagnosticar as causas da violência na capital alagoana, principalmente entre os jovens. AlÊm do Presidente Galba Novaes (PRB), fazem parte da Comissão os vereadores Ricardo Barbosa (PT), Paulo Corintho (PDT), ThÊo Fortes (PTdoB), Marcelo Malta (PCdoB), Marcelo Gouveia (PRB) e Netinho Barros GR36&$&RPLVVmRDLQGDQmRGH¿QLX os cargos a serem ocupados pelos vereadores, mas Ê praticamente certo que Novais deve assumir a presidência da CEI, se Ê que Ê possível o acúmulo com a presidência da Câmara. O objetivo Ê contribuir com propostas concretas para a segurança pública na capital e dar uma satisfação à sociedade maceioense.

Cannabis, a preferida 1 A maconha continua sendo a principal droga utilizada nos paĂ­ses da AmĂŠrica do Sul, atingindo um total de 3% da população na faixa etĂĄria de 15 a 64 anos, algo como 7,6 milhĂľes de pessoas em toda a regiĂŁo. A “descobertaâ€? faz parte de um relatĂłrio elaborado pela ONU por meio da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Jife). Ainda de acordo com o EscritĂłrio das Naçþes Unidas sobre Drogas e Crimes, cerca de 20% da maconha usada no Brasil tem origem domĂŠstica e a maior parte (80%) tem como porta de entrada a fronteira com o Paraguai. Em 2010, as autoridades brasileiras destruĂ­ram 2,8 milhĂľes de pĂŠs da cannabis, incluindo mudas, e foram apreendidas mais de 155 toneladas GRSURGXWRPDVRPHUFDGRQmRÂżFRXGHVDEDVWHFLGR

Cannabis, a preferida 2 Depois da maconha, a cocaína Ê a segunda droga mais consumida na AmÊrica do Sul, mas as apreensþes têm diminuído gradativamente, principalmente em países como Argentina, Colômbia, Equador, Uruguai e Venezuela, segundo o mesmo relatório da Jife. A quantidade da droga apreendida diminuiu de 253 para 221 toneladas na Colômbia, e de 61,5 para 11 toneladas no Equador. Em compensação a apreensão aumentou na Bolívia (29,1 toneladas), no Brasil (27,1 toneladas), Chile (9,9 toneladas) e Paraguai com 1,4 toneladas. Em 2010, a årea total de cultivo ilícito do arbusto da coca na AmÊrica do Sul era de 154,2 mil hectares, 6% a menos que em 2009.

Gestão cultural Foram prorrogadas atÊ sexta-feira (2) as inscriçþes para a prÊ-seleção do Curso de Gestão Cultural, promovido pelo MinistÊrio da Cultura em parceria com a Fundação Joaquim Nabuco e da Secretaria Estadual da Cultura. O curso tem como proposta båsica a formação de gestores culturais, acadêmicos e conselheiros com assento nos Conselhos Estaduais de Cultura. Os participantes terão ensinos teóricos e pråticos na compreensão de aspectos históricos, sociais, políticos, econômicos, jurídicos e gerenciais nas diversas atividades culturais. O formulårio de inscrição estå disponível no site www.cultura.al.gov.br.

Crimes cibernÊticos 1 Os especialistas na årea de segurança digital não têm dúvidas: os hackers transformaram-se em criminosos internacionais na busca por GLQKHLUR9LUDUDPSUR¿VVLRQDLVGRFULPH1RDQRSDVVDGRGDVHPpresas brasileiras foram atacadas por criminosos cibernÊticos. A mÊdia mundial Ê de 23%. Das empresas atacadas 8% tiveram prejuízos acima de US$ 5 milhþes, e outras 5% tiveram perdas que variam entre US$ 100 milhþes a US$ 1bilhão. O levantamento foi elaborado pela empresa PricewaterHouseCoopers (PwC). Essa pesquisa ouviu 115 executivos brasileiros (de dirigentes de empresas a diretores de tecnologia) e outros 3.877 altos executivos de 72 países.

Crimes cibernÊticos 2 Ainda segundo a pesquisa, no Brasil Ê possível constatar que a maioria da empresas-alvo, adota formas de segurança pontuais e normas VLPSOHVGHFRQWUROH1mRDFRPSDQKDPRVX¿FLHQWHDVPtGLDVVRFLDLV hoje alvos dos criminosos digitais para plantar arquivos maliciosos em computadores de usuårios (que muitas vezes exercem funçþes fundamentais em alguma empresa). Por outro lado 71% das empresas pesquisadas descobriram que os autores dos crimes digitais trabalhavam na própria companhia, mas a grande maioria (67%) distante dos cargos de gerência ou de diretoria. ‡$VLWXDomRGD5HGH79QRV~OWLPRVPHVHVJDQKDWRQVGUDPiWLFRV Agora atÊ a principal estrela da emissora, Hebe Camargo, não esconde o seu descontentamento principalmente em relação ao atraso salarial. ‡$SUySULD+HEHQmRUHFHEHKiGRLVPHVHVPDVSDUWHGDVXDHTXLSH GHSURGXomRHQIUHQWDXPDWUDVRDLQGDPDLRUGHDFRUGRFRPDVFROXQDV HVSHFLDOL]DGDVHPWHOHYLVmR ‡(ODWHPFRQ¿GHQFLDGRTXHDWpSRGHODUJDUDVJUDYDo}HVFDVRQmR seja apontada uma solução para o problema. A emissora evitar falar sobre o assunto, mas espalha que não existe o descontentamento. ‡2FXUWDPHWUDJHP³&LGDGmRGH3DSHO´EDVHDGRQDREUDGRMRUQDOLVWD *LOEHUWR'LPHQVWHLQYHQFHXR6HJXQGR)HVWLYDO1DFLRQDOGH/LWHUDWXUD HP9tGHRQDFDWHJRULDM~ULSRSXODU ‡2YtGHRSUHPLRXRWUDEDOKRGRVDOXQRV-RmR*DEULHO'XDUWH'DLDQD Ramos, Alice Rocha, a professora de literatura Jeane Cristina e o diretor de Artes Salomão D’Luna, todos da Escola Conceição Lyra, de São Miguel dos Campos. ‡1RDQRSDVVDGRDHVFRODWDPEpPIRLDYHQFHGRUDQDFDWHJRULDM~UL WpFQLFRFRPRFXUWD³0HQLQDVGD1RLWH´WDPEpPFRPDERUGDJHPGD REUDGH'LPHQVWHLQ

TCE deve criar normas para punir prefeitos Conselheiro SÊrgio Maciel pediu relação de gestores condenados pela Corte ARQUIVO

VICTOR AVNER REPĂ“RTER

O

conselheiro substituto SĂŠrgio Maciel solicitou ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) a criação de normas para realização de julgamentos de prefeitos. A medida deve possibilitar a condenação dos chefes de Executivo que sĂŁo ordenadores de despesa e a consequente restituição dos danos aos cofres pĂşblicos. O pedido de Maciel ĂŠ decorrente da decisĂŁo do Supremo Tribunal Federal (STF) que declarou a Lei da Ficha Limpa constitucional, no dia 16 de fevereiro. No julgamento, os ministros validaram um item da lei complementar que permite o julgamento de prefeitos pelas FRUWHVĂ€VFDOL]DGRUDV Agora o TCE poderĂĄ julgar os casos em que o prefeito age como executor de despesas, o que antes sĂł era permitido Ă s Câmaras Municipais. “Com isso vai haver a possibilidade de se promover a recuperação de recurVRV6HIRUYHULĂ€FDGDDOJXPD irregularidade, algum desvio, o Tribunal vai poder punirâ€?, explica o conselheiro. A partir dessa medida, irregularidades no uso do erĂĄrio poderĂŁo resultar em punição a gestores. Entre elas, possĂ­veis contratos superfaturados que tenham assinatura de prefeitos. No entanto, a Corte de Contas alagoana precisa deĂ€QLUTXDLVVHUmRRVFULWpULRV e a metodologia usada para julgar os chefes de Executivo. “O Tribunal vai precisar QRUPDWL]DU LVVR H GHĂ€QLU qual serĂĄ o procedimento, da mesma forma como hoje sĂŁo julgadas as contas dos presidentes de Câmaras e dos secretĂĄriosâ€?, pontua Maciel. CONSTITUCIONAL Ao avaliar a Lei da Ficha Limpa, a maioria do pleno do STF considerou que os Tribunais de Contas estaduais podem julgar prefeitos. Dos 11 membros da Corte, apenas os ministros Celso de Mello, Cesar Peluso Dias Toffoli e Gilmar Mendes foram contra o dispositivo. 2 WH[WR OHJDO GL] TXH Ă€cam inelegĂ­veis por oito anos todos os “ordenadores de despesa, sem exclusĂŁo de mandatĂĄriosâ€? que tiveram suas contas rejeitadas. Dessa forma, os prefeitos podem ser condenados se houver irregularidades na prestação de contas da gestĂŁo. TEMPORĂ RIO Auditor concursado, Maciel ocupa a cadeira de Isnaldo BulhĂľes, recentemente aposentado. Ele deverĂĄ ser substituĂ­do pelo procurador Gustavo Santos, que teve seu nome encaminhado ao governador para efetivação como conselheiro.

Tribunal de Contas do Estado foi provocado para criar mecanismos punitos a mau gestores

CONDENAÇÕES

Medida deve ampliar lista GHJHVWRUHVFRPœÀFKDVXMD¡ A criação de normas para julgamento de prefeitos pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) deve ampliar a UHODomR GH œÀFKDVVXMD¡ HP Alagoas. É que agora haverĂĄ mais uma instituição para punir polĂ­ticos que cometem irregularidades em suas gestĂľes. Adriano Argolo, coordenador jurĂ­dico do Movimento de Combate Ă Corrupção Eleitoral (MCCE), considera que a medida deve contribuir com a moralidade no exercĂ­cio de cargos pĂşblicos. â€œĂ‰ muito bom para a democracia. Isso serĂĄ uma forma de intimidação contra a impunidadeâ€?, avalia. Com a normatização do julgamento dos prefeitos ordenadores de despesa, prĂŠFDQGLGDWRVSRGHPĂ€FDULPpedidos de disputar o pleito jĂĄ a partir deste ano. CaberĂĄ Ă  presidĂŞncia da Corte formular as normas ou determinar uma comissĂŁo para atender o pleito do conselheiro SĂŠrgio Maciel. Para o advogado, a participação efetiva do TCE no julgamento de prefeitos deverĂĄ resultar em sentenoDV PDLV HĂ€FD]HV FRQWUD RV crimes cometidos. Isso se deve ao fato de que a Corte de Contas tem acesso direto DRVJDVWRVHFRQWUDWRVĂ€UPDdos por cada gestor pĂşblico. â€œĂ‰ muito importante a atuação do Tribunal de Contas, inclusive porque estĂĄ elencada na Lei da Ficha Limpa a inelegibilidade por

oito anos dos gestores que tiverem suas contas rejeitadasâ€?, ressalta o coordenador jurĂ­dico do MCCE. Argolo lembra, inclusive, que a legislação jĂĄ previa que gestores condenados pelo Tribunal de Contas da UniĂŁo (TCU) eram inelegĂ­veis. MAIS INCISIVO Apesar de considerar que a medida do TCE serĂĄ um avanço, Argolo avalia que ĂŠ necessĂĄrio reforçar as puniçþes dadas a gestores corruptos. “O Tribunal de Contas precisa ser mais algoz no julgamento das contas. É preciso julgar de acordo com que estabelece a Constituiçãoâ€?, destaca o representante do MCCE. NOMEAÇÕES Argolo, no entanto, ressalta que para haver mais puniçþes ĂŠ preciso buscar a independĂŞncia polĂ­tica dos Tribunais de Contas. Um dos problemas apontados pelo advogado ĂŠ o fato de que a Assembleia Legislativa pode indicar atĂŠ quatro conselheiros. â€œĂ‰ muito conselheiro nas mĂŁos dos depuWDGRVÂľDĂ€UPD “A sociedade tem que exigir que os conselheiros sejam nomeados de forma mais democrĂĄtica, com menos apadrinhamentoâ€?, pontua. Mas Argolo reconhece que tal mudança ĂŠ difĂ­cil de ser realizada. â€œĂ‰ preciso mudar a Constituição. PrecisarĂ­amos fazer uma trabalho muito maiorâ€?, comenta Adriano Argolo. (V.A.)

FORA DO PLEITO

TCU jå possui relação de 200 condenados

O Tribunal de Contas da União (TCU) jå possui uma lista com cerca de 200 alagoanos que tiveram suas contas rejeitadas. A maioria GHYH ÀFDU LPSHGLGD GH GLVputar as eleiçþes municipais de outubro. A relação foi divulgada ainda em 2010, quando havia a expectativa de que a Lei da Ficha Limpa teria validade para o pleito daquele ano. O nome de dezenas de prefeitos e secretårios de Alagoas que tiveram suas contas rejeitadas foi exposto pela Corte. Entre os inelegíveis, estão o ex-prefeito de Paripueira, Carlos Henrique Cavalcanti Manso, e o ex-prefeito de Satuba, Adalberon de Moraes. Outros possíveis candidatos em 2012 tambÊm foram relacionados pelo TCU. BENEFICIADO O deputado estadual João Beltrão (PRTB) tambÊm estå na relação organizada pela Corte. O parlamentar foi o titular da Secretaria de Trabalho e Ação Social do Estado de Alagoas no governo de Ronaldo Lessa (PDT), quando teve suas contas rejeitadas por duas ocasiþes. Beltrão, no entanto, não estå inelegível para os próximos pleitos, jå que sua condenação mais recente Ê de 2003. De acordo com a Lei da Ficha Limpa, o deputado Vy SRGH ÀFDU LQHOHJtYHO SRU oito anos, que se encerraram em 2011. (V.A.)

INCLUSĂƒO

MPE

A deputada federal Rosinha da Adefal (PTdoB) vai assumir a coordenação do Fórum Alagoas Inclusiva para o biênio 20122014. O grupo trabalha em favor do ingresso efetivo das minorias no mercado de trabalho alagoano. A parlamentar assume a função por causa da experiência adquirida na Frente Parlamentar do Congresso Nacional em Defesa dos Direitos das Pessoas FRP'H¿FLrQFLDDTXDOSUHVLGH A solenidade de posse acontece na manhã de sexta-feira (2), na Casa da Indústria.

A Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) divulga nesta quarta-feira, 29 de fevereiro, o resultado do concurso público do MinistÊrio Público do Estado de Alagoas, que estarå disponível nos endereços eletrônicos das instituiçþes organizadoras: www.copeve.ufal.br e www.fundepes.br. Aproximadamente 16 mil candidatos - niveis superior e mÊdio - estão concorrendo a uma das 50 vagas, mais cadastro reserva, com remuneração inicial de atÊ R$ 3 mil.

Rosinha assume direção de Fórum

Copeve divulga resultado de concurso


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, '()(9(5(,52'(

POLĂ?TICA

5

TĂŠo pede: ‘Partilha dos royalties logo’ Governador Teotonio Vilela Filho explicou que injeção de recursos pode tirar estados de situação de insolvĂŞncia

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

Canetada no Blog

E

mais uma vez o blog do polĂŞmico jornalista Ivan Nunes, lĂĄ na cidade de UniĂŁo dos Palmares, recebeu uma canetada da Justiça numa ação que busca haver indenização por danos morais em razĂŁo da matĂŠria, baseado em fontes, que ele publicou no dia 10 de janeiro de 2012, alertando aos seus leitores que “a Justiça poderia DERUWDUFRQFXUVRSRUWUiĂ€FRGHLQĂ XrQFLDÂľ2FDVRIRLDXWXDGRQRV autos 0000142-82.2012.8.02.0056/ação de procedimento ordinĂĄrio. DaĂ­ a magistrada Lorena Carla Santos Vasconcelos Sotto-Mayor, juĂ­za titular da 2ÂŞ Vara da Comarca de UniĂŁo dos Palmares, atendeu parcialmente o pedido liminar e assim decidiu - “nĂŁo penso que seja caso de retirar a matĂŠria do blog, pois se de um lado tenho por dever tutelar, atravĂŠs da atividade judicante, os direitos da personalidade dos cidadĂŁos, tenho igualmente por dever tutelar, atravĂŠs da mesma atividade judicante, a liberdade de expressĂŁo, nos termos da Constituição. Assim, entre dois direitos igualmente tutelĂĄveis, ĂŠ necessĂĄrio que o julgador haja com toda cautela, para evitar a supressĂŁo de um HPGHWULPHQWRGRRXWUR3RUWDQWRFUHLRVHUVXĂ€FLHQWHSDUDRĂ€PFRlimado pelo demandante, a determinação de que o demandado informe, em seu blog, o ajuizamento da presente ação judicial, bem como o teor das informaçþes e documentos apresentados pelo autor. Para WDQWRĂ€[RRSUD]RGHVHWHQWDHGXDVKRUDVFRQWDGRVGDLQWLPDomRGD presente decisĂŁoâ€?. Instado a opinar sobre a decisĂŁo da Magistrada, a Editoria do blog revelou que “nĂŁo vai recorrer da decisĂŁo da ilustre magistrada, mas vai apresentar sua resposta na açãoâ€?.

O

governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) reforçou ontem, em Brasília, o coro dos governadores de estados a respeito da partilha dos royalties do PrÊ-Sal. Vilela participou da reunião dos gestores estaduais com os presidentes Marco Maia (PT/RJ), da Câmara dos Deputados; e JosÊ Sarney (PMDB/AP), do Senado. Maia e Sarney receberam dos governadores uma agenda de votaçþes de interesse dos governos estaduais, tendo como principais pontos a partilha

dos royalties do PrÊ-Sal, o reajuste do piso dos professores e a dívida dos estados. O governador Teotonio Vilela explicou que o encontro foi promovido para sensibilizar o Congresso Nacional sobre a realidade dos estados e pedir agilidade na votação de projetos. Tais pleitos podem ajudar a DOLYLDUDVLWXDomRÀQDQFHLUD de entes da federação que se encontram, em muitos casos, praticamente em situação de insolvência. Teotonio lembrou que a aprovação da partilha dos

royalties do PrĂŠ-sal ĂŠ um tema urgente, pois pode representar a injeção de recursos essenciais para tirar os estados da atual situação e garantir recursos para investimentos no futuro. O governador tambĂŠm DĂ€UPRX TXH D VLWXDomR GH GLĂ€FXOGDGH Ă€QDQFHLUD GRV estados nĂŁo ĂŠ nova, vem desde a promulgação da Constituição de 1988. “Naquela ĂŠpoca, a carga de impostos dos estados era de aproximadamente 7%, as transferĂŞncias da UniĂŁo para os estados eram maiores. Desde

esse perĂ­odo, a UniĂŁo vem se apropriando dos recursos dos estados e aumentando os encargos dos governosâ€?, analisou. Marco Maia respondeu que o Projeto de Lei 2.565/11, que pretende redistribuir os royalties provenientes da exploração do petrĂłleo, deve ser votado pela Câmara na segunda ou terceira semana de março. O projeto deve ser votado logo depois que os deputados limparem a pauta trancada por medidas provisĂłrias. â€œĂ‰ prioridadeâ€?, disse o presidente Maia. JĂšLIO CECĂ?LIO/BRASĂ?LIA

Martelo batido O atual secretårio de educação do município de Cajueiro, Jorge CavalFDQWHIRLFRQ¿UPDGRFRPRRFDQGLGDWRJRYHUQLVWDjVXFHVVmRGRSUHIHLWR Palmery Neto (PSD). Cavalcante irå enfrentar de um lado a ex-deputada Lucila Toledo, e do outro Luiz Euståquio Filho, alÊm do atual vice-prefeito 0DUFRV&RQVWUXomR8PDHOHLomRTXHVHUiUHDOPHQWHGLVSXWDGDjVPDUgens do Rio Paraíba.

Visita esperada Ainda esta semana o governador do vizinho estado de Pernambuco, Eduardo Campos, poderĂĄ visitar Alagoas. Na pauta, os investimentos do governo federal para a RegiĂŁo Nordeste e aproveitando que jĂĄ estarĂĄ por DTXLLUiGLVFXWLUFRP7HRWRQLR9LOHODXPSRVVtYHODSRLRjFDQGLGDWXUDGR deputado CarimbĂŁo a prefeito de MaceiĂł.

Novo mĂ­nimo 20LQLVWpULRGD(GXFDomRFRQÂżUPRXRYDORUGRQRYRSLVRQDFLRQDOSDUD professores em R$ 1.451. O salĂĄrio ĂŠ o mĂ­nimo que deve ser pago menVDOPHQWHDSURIHVVRUHVTXHWHQKDPFDUJDKRUiULDVHPDQDOGHKRUDV Os docentes que trabalham em jornadas diferentes precisam receber um montante proporcional.

Seguindo o barco O desejo de Mosart Amaral em ser candidato a prefeito da capital poderĂĄ seguir outro rumo, pois seu padrinho Cicero Almeida declara que se “doutor JoĂŁo Lyraâ€? quiser terĂĄ seu apoio incondicional para a prefeitura. PorĂŠm JL prefere o silĂŞncio; enquanto isso Mosart vai seguindo o vento que sopra a seu favor.

Mais tempo Via rede social o deputado federal Renan Filho (PMDB) que preside a comissĂŁo da Lei Geral da Copa na Câmara dos Deputados alertou: â€œĂ‰ melhor WUDWDUPRVGDTXHVWmRGD&RSDHVSHFLÂżFDPHQWH-iFRQVHJXLPRVFRQVWUXLU um certo consenso na comissĂŁo sobre liberar a venda de cerveja na Copa. Quanto aos jogos de outros campeonatos, alterando o Estatuto do Torcedor, nĂŁo conseguimos fazer a discussĂŁo necessĂĄria. Isso precisa ser mais bem discutido, com estudos mais profundos e um debate mais amploâ€?.

Procurando Na Terra do Bagre tudo jå estå caminhando para uma verdadeira polarização na disputa eleitoral que deve ser entre o atual vice-prefeito Renato Resende e o ex-deputado Carlos Alberto Canuto, ambos agora procuram XPYLFHTXHSRVVDDJUHJDUHVHUR¿HOGDEDODQoD

Era uma vez... Durante badalada festa de inauguração da sede do Partido dos Trabalhadores em Feira Grande, que contou atĂŠ com a presença de um arquirrival histĂłrico da agremiação partidĂĄria, o ex-governador Divaldo Suruagy, foi lançada a prĂŠ-candidatura da empresĂĄria Lucia Lira [viĂşva de Severino Bananeira] que fez um discurso emocionado: “desde menina meu sonho era ser prefeitaâ€?.

LĂĄ vai ele No bairro de Cacimbas, lĂĄ na cidade de Arapiraca, o radialista Alves Correia tomava um cafĂŠ da manhĂŁ ao lado de amigos e esbanjando a alegria de sempre foi pagar a conta e recebeu o recado: “Enquanto eles [Celia Rocha H5RJpULR7HyÂżOR@GLVSXWDPRDSRLRGHÂľTXHPDSRLDTXHPÂśRVHQKRUWHPR apoio do povoâ€?. Alves Correia saiu rindo e ainda pediu um confeito sabor canela.

Intervenção O presidente da Câmara de Vereadores de Maceió, Galba Novaes, que tambÊm Ê o manda-chuva do PRB em Alagoas, jå avisou que não irå intervir na eleição do município de União dos Palmares onde o presidente municipal do PRB, Tiago Pedrosa, voltou a espalhar brasa na cabeça dos vereadores do PTB, Bobo, Fabian Holanda e Julinho Paulino, que alimentam a esperança do partido que ele comanda receber de braços abertos a trinca para uma suposta coligação.

Governador Teotonio Vilela Filho traduziu interesse dos governadores em geral que lutam pela injeção dos recursos do PrÊ-Sal

PROFESSORES

Reajuste preocupa governadores Teotonio Vilela, ainda em Brasília, destacou que os governadores estão trabalhando para construir com o Congresso Nacional um espaço, na pauta das casas, para a votação destes temas na segunda quinzena de março. Outra preocupação dos governadores Ê com o reajuste estabelecido para os professores pelo governo federal. O motivo da preocupação dos governadores Ê a aprovação do projeto que

23%, muito acima da elevação da arrecadação. Economistas acreditam que essa desigualdade pode levar as contas a explodir em curto espaço de tempo. 2V JRYHUQDGRUHV DÀUPDram ontem que são a favor do reajuste do piso do magistÊrio, mas argumentam que não podem, conscientemente, aceitar uma regra que poderå inviabilizar as contas dos estados. Eles querem uma regra diferente que seja mais equânime.

O endividamento dos estados com a União tambÊm foi discutido na reunião dos governadores com Marco Maia, presidente da Câmara dos Deputados, e JosÊ Sarney, do Senado Federal. No entanto, o assunto foi tratado de forma a sensibilizar o Congresso, uma vez que não hå projetos relativos a esse tema prontos para a votação imediata. Os governadores defenderam a importância de restabelecer o equilíbrio do pacto federativo.

DĂ?VIDA DOS ESTADOS

Renan defende mudança de indexador O senador Renan Calheiros (PMDB) tambÊm participou da reunião realizada com os presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados e as lideranças partidårias, com os governadores estaduais, visando o resgate da capacidade de investimentos dos estados. Um dos assuntos tratados na ocasião foi o centralisPRÀVFDOTXHYHPDVÀ[LDQGR a atividade econômica das unidades federadas. Tal tema foi levantado pelo PMDB, desde o ano passado. Em reunião dos senadores do

ACIDENTES

RECEBEU ALTA

O ócio do ex-deputado federal Francisco Tenório (PMN) deve terminar hoje. Pois estå marcada SDUDDHGLomRGR'LiULR2¿FLDO GHVWDTXDUWDIHLUDGLDDFRQ¿Umação de Tenório como delegadoadjunto da Delegacia de Acidentes de Trânsito da Capital. O ex-parlamentar vai trabalhar com Fernando Tenório, titular da especializada que funciona no Farol.

$SyVÂżFDUGLDVLQWHUQDGRQD UTI do Hospital Arthur Ramos, RÂżOKRGRGHSXWDGRHVWDGXDO AntĂ´nio Albuquerque (PTdoB), Nivaldo Ferreira Neto, recebeu alta na manhĂŁ de ontem e estĂĄ se recuperando em sua residĂŞnFLD2ÂżOKRGRSDUODPHQWDUIRL alvo de uma tentativa de assalto, em Limoeiro de Anadia, no dia 3 de fevereiro. Levou quatro tiros.

Ex-deputado deve ser adjunto de Delegacia

estabelece a regra de cålculo para o reajuste do piso do magistÊrio em todo o país. O ônus que a regra pode trazer aos cofres estaduais Ê preocupante, defendem especialistas. Pelo projeto, o cålculo do reajuste Ê vinculado ao cålculo do custo aluQR)XQGHE H ÀFD DFLPD GRV reajustes de arrecadação dos estados. Para se ter uma ideia, a previsão Ê que o reajuste previsto para o ano que YHP ÀFDULD HQWUH  H

Filho de deputado jĂĄ se recupera em casa

PMDB com a presidente Dilma Rousseff (PT), o partido defendeu – por unanimidade – a necessidade de renegociar novos parâmetros para as dĂ­vidas dos estados com a UniĂŁo. Todos concordam que o atual indexador da dĂ­vida, o IGP-DI, ĂŠ desproporcional e incompatĂ­vel com a atual realidade do Brasil e com a capacidade de pagamento dos estados. 5HQDQ DĂ€UPRX TXH R “PMDB subscreveu o Projeto de Lei de iniciativa do senador Eduardo Braga (PMDB/ AM) que muda o indexadorâ€?.

O Projeto do PMDB propĂľe exatamente substituir o IGP-DI pelo IPCA, acrescido de 2% de juros. O lĂ­der Renan Calheiros informou que a dĂ­vida consolidada dos estados, em 1998, somava R$ 93,2 bilhĂľes. “Agora – continuou Renan – entre 1998 e 2008, nos Ăşltimos dez anos, os estados pagaram R$ 96 bilhĂľes em dĂ­vidas e o saldo devedor cresceu para R$ 320 bilhĂľesâ€?. Outra destaque da reuniĂŁo foi discutido no gabinete do presidente do Senado,

JosĂŠ Sarney, com as maiores centrais sindicais do Brasil e os representantes das mais importantes unidades empresariais do Brasil. Todos em busca de uma solução para a chamada Resolução  TXH WUDWD GD XQLĂ€FDomR estadual do ICMS nas importaçþes. Atualmente, ĂŠ crĂ­tica constante o possĂ­vel processo de desindustrialização em algumas unidades da federação. Este tema, por parte do PMDB, serĂĄ ainda mais discutido na reuniĂŁo do partido, marcada para a tarde desta quarta-feira, 29.


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

OpiniĂŁo

Uma arma no mar

N

o ano passado, o diretor de Portos e Costas da Marinha, vice-almirante Leal Ferreira, cobrou dos municĂ­pios a regulamentação da presença de embarcaçþes de lazer como jet skis e botes do tipo ‘banana’ na orla marĂ­tima e outras ĂĄreas de lazer nĂĄutico. A cobrança foi feita durante audiĂŞncia pĂşblica no ano passado na ComissĂŁo de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR). Dez meses depois, dois acidentes com jet skis chocaram o paĂ­s. No dia 18, a menina Grazielly Almeida Lames, de 3 anos, morreu em Bertioga, no litoral de SĂŁo Paulo, apĂłs ser atingida por uma moto aquĂĄtica pilotada por um adolescente. SĂł maiores de idade podem pilotar o equipamento - e desde que estejam devidamente habilitados. No domingo (26), o garoto Mitchill

Guilherme Pereira de Carvalho, de 9 anos, morreu depois de acidente com um jet ski em um clube nåutico de Ribeirão Pires, na região do ABC paulista. O veículo era pilotado pelo próprio pai, Antonio Edvan Moreria Carvalho, de 40 anos, e puxava um bote, no qual o garoto se encontrava. Testemunhas informaram à polícia que o jet ski seguia pela represa do clube quando bateu no pilar de uma ponte. Segundo a Polícia Militar, Antonio Edvan não tinha habilitação para jet ski. Hå regras que impþem ao condutor o trânsito de baixa velocidade nas proximidades das praias e que cabe aos municípios a proibição de jet skis em praias de grtande aglomeração de pessoas. No entanto, na maioria dos municípios, as prefeituras têm se omitido a estabelecer essas regras.

CARLOS HENRIQUE ABRĂƒO Desembargador do Tribunal de Justiça de SĂŁo Paulo

Universalização da saúde A Igreja anuncia o lema de sua campanha da fraternidade 2012 e nele insere o tema fundamental da saúde pública, cujos desatinos e recorrentes desacertos nos levam à mediWDomRHLPHGLDWDUHà H[mR Com efeito, muito se falou a respeito do então Presidente Lula, no qual, se fosse fazer o tratamento no SUS, enfrentaULDJUDQGHGHVDÀRHRSHUFDOoR de longa espera. Felizmente, teve disponibilizada rede particular por vårios meses, e o custo estaria em torno de mais de 200 mil reais acaso necessitasse pagar. O Superior Tribunal de Justiça tem sido fundamental na interpretação e aplicação da legislação consumerista aos planos de saúde. Recentemente, determinou que estå vedado limitar o prazo de permanência da estada, revelando-se clåusula abusiva e onerosa. Entretanto, no Brasil, Ê preciso avançar na questão e universalizar os procedimentos em torno da saúde pública, provavelmente por intermÊdio do bolsa saúde. Milhares de pessoas continuam destinadas aos corredores dos hospitais e leitos públicos, sem qualquer assistência, e o mais grave, uma demora incalculåvel para feitura de exames e tratamentos. Ao ser cobrada a CPMF, prometeu-se melhora no setor, mas, o que vimos, foi uma sen-

sível deterioração do serviço público, pois que hoje a judicialização da matÊria Ê induvidosa. Prefeituras e Estados sempre recorrem e não querem dar tratamentos ou fornecimentos de medicamentos, o que acaba tornando crítica a realidade, mais ainda quando se hospedam na circunstância do remÊdio genÊrico. Estamos alcançando uma população, em poucos anos, de 200 milhþes de habitantes, e apenas uma faixa de 30% dos brasileiros fazem uso de planos particulares, o que deixa a imensa maioria na expectativa e à míngua de uma assistência. O Governo Federal arrecada trilhþes e corta orçamento, TXDVH  ELOK}HV GD VD~GH H não consegue construir mais ambulatórios ou hospitais, as parcerias com Estados e Prefeituras são para inglês ver. Grande parte da população, quando necessita, desloca-se para as grandes capitais em busca de tratamento. Os laboratórios cobram somas impensåveis para realização de exames e, sem uma bolsa saúde, continuaremos a dar passos de cågado, sem esperança ou iniciativa. O que se cogita Ê um programa no qual todo o cidadão pudesse ter acesso ao båsico da saúde, com exames mínimos e tambÊm ser submetido à cirurJLDVHPHQIUHQWDUÀODVRXSHU-

der a esperança, mormente em situação de transplante. A preocupação da Igreja Ê fundada e muito justa, na medida em que o Estado brasileiURÀOWUR~QLFRGDDUUHFDGDomR em proveito do cidadão e da sociedade, repassa quase nada, sequer o mínimo necessårio, o que obriga a todos ao custeio da saúde, educação, transporte, segurança e compra de medicamentos. O Governo buscou, pela farmåcia popular e ampliação de redes assistenciais, a melhoria do atendimento, ainda precårio. A terceira idade, ao contrårio de países desenvolvidos, Ê largada à própria sorte, jå que os desvalidos são jogados em instituiçþes benemerentes e o quadro Ê triste. Nenhum país que almeja ser desenvolvido deixou à margem a questão da saúde. No Brasil, estamos empurrando com a barriga e sequer resolvemos as doenças endêmicas ou epidêmicas, basta ver a dengue, febre amarela, barbeiro, e tantas outras. É chegado o tempo do Governo recomeçar o caminho de um País mais justo e digno, e somente o farå se realmente tratar de frente a saúde, com seriedade, independência e deixar de lado o espírito mercantilista que impera em detriPHQWRGRGHVDÀRVRFLDOIXQGDmental no setor.

EDUARDO GUIMARĂƒES Jornalista

De rĂŠu a vĂ­tima

LEONARDO SAKAMOTO Jornalista e doutor em CiĂŞncia PolĂ­tica

%UDVLOFLQHPDWRJUiÀFR

Uma das primeiras reportagens que produzi como jornalista foi sobre atropelamentos por jet ski em praias do litoral GH6mR3DXORQRÀQDOGH Conversei com famílias que haviam perdido seus entes queridos depois que condutores irresponsåveis não respeitaram a distância mínima de  PHWURV GD DUHLD H ÀFDUDP se exibindo onde os banhistas se divertiam. Ou estavam mamados de cerveja e caipirinha e foram dar uma voltinha de jet PHVPRDVVLP$ÀQDOiJXDQmR machuca, nÊ? Havia ainda outros que não faziam ideia de como pilotar a embarcação (Ê necessårio habilitação de arrais amador concedida pela Marinha e ter, no mínimo, 18 anos), mas seus pais provavelmente achavam bonito RÀOKmRPRQWDGRHPWDQWRVFDvalos de potência e incentivaram a maluquice. Os mesmos pais não dariam o carro para TXHVHXÀOKRRXÀOKDGLULJLVVH mas entregam um jet. Ou atÊ dariam, vai saber o que esse pessoal com cÊrebro de camarão ao alho e óleo não faz‌ Como o jet ski não tem leme, Ê necessårio acelerar para virar. Ou seja, se você vê um obståculo à sua frente, por insWLQWRSDUDGHDFHOHUDU6HÀ]HU isso com um jet, ele ignora o

comando e segue a trajetória. Dessa forma, muita gente jå perdeu a vida. Em diversas histórias que colhi, houve o padrão båsico dos covardes: atropelamento e fuga, tanto para tentar se liYUDU GH XP à DJUDQWH TXDQWR para dar tempo aos advogados da família de constituírem uma defesa ou encontrar alguÊm com carteira de arrais para assumir a culpa. Para não dizer que nada mudou nos últimos 17 anos (ai, tô me sentindo velho com essa‌), o número de jets aumentou nas praias e a quantidade de pessoas com recurso para alugå-los tambÊm. Apesar de açþes do poder público, as regras continuam a ser sistematicamente desrespeitadas e pessoas vem morrendo por causa disso. 5HWRPHLRWHPDSRUTXHÀTXHL surpreso com a morte ocorrida no domingo (19) de Carnaval, no mesmo litoral de São Paulo. Uma menina de três anos foi atingida na cabeça, em Bertioga, por um jet ski pilotado, segundo testemunhas, por um adolescente de 14 anos. Chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O que me surpreendeu foi a notícia, veiculada pela Folha de S. Paulo, de que a família do jovem infrator, que fugiu do

local sem ajudar no atendimento, teria saĂ­do de helicĂłptero do condomĂ­nio onde estava. Quando procurada pela polĂ­cia, ela nĂŁo foi encontrada. Outra versĂŁo diz que carros de luxo deixaram o condomĂ­nio logo apĂłs o ocorrido. Por terra ou por ar, o que importa ĂŠ que a escapada parece ter sido com estilo, FRQĂ€UPDGDVTXDOTXHUXPDGDV versĂľes. A menina teria esperado 40 minutos pelo helicĂłptero da PolĂ­cia Militar que fez o resgate. Segundo parentes, era a primeira vez que via o mar. (Abro um parĂŞnteses: li as matĂŠrias a respeito e encontrei poucas que o tratassem pela alcunha de “menorâ€?, o que – a meu ver – nĂŁo ĂŠ o melhor tratamento para se referir a um jovem que infringiu a lei. Se fosse pobre e tivesse atropelado alguĂŠm com um Fusca 73, a histĂłria poderia ser diferente. Por aqui, rico ĂŠ jovem, pobre ĂŠ menor. Um ĂŠ criança que fez coisa errada, o outro um monstro que deve ser encarcerado. NĂłs, MRUQDOLVWDV SUHFLVDPRV Ă€FDU de olho para nĂŁo propagarmos determinados preconceitos com as palavras que escolhemos.) É duro constatar que certas coisas nĂŁo mudam. Apenas ganham contornos cinematogrĂĄĂ€FRV

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

A internet tornou muito mais potentes e muito menos punĂ­veis os crimes de calĂşnia, injĂşria e difamação devido ao fato de que, quando praticados, vĂŁo VHQGR UHSURGX]LGRV DG LQĂ€QLtum em milhares de pĂĄginas, em comentĂĄrios de leitores a matĂŠrias de blogs e sites e em redes sociais como Twitter, Facebook, Orkut etc. A instantaneidade da internet leva as pessoas a cometerem crimes inadvertidamente por escreverem “a quenteâ€?, movidas por estados de espĂ­rito de fĂşria, de frustração ou de indignação. Por isso, nĂŁo se pode levar a ferro e fogo cada expressĂŁo insultuosa que ĂŠ colocada na rede. NĂŁo se pode sair por aĂ­ processando cada maluco que comete crimes de difamação, calĂşnia ou injĂşria, por exemplo. Sobretudo sendo blogueiro, que lida com milhares de pessoas o tempo todo. Se a cada vez que alguĂŠm o insulta, injuria ou difama vocĂŞ for processĂĄ-lo, nĂŁo farĂĄ outra coisa na vida. Dessa forma, processos judiciais devem ser o Ăşltimo recurso. AlguĂŠm que faz um blog nĂŁo pode ser muito sensĂ­vel. NĂŁo deve se embevecer com os elogios ou se deprimir com os insultos. Alguns gostam do que o blogueiro produz, outros odeiam. Faz parte do jogo. NĂŁo se pode pretender a unanimidade, pois nem Jesus Cristo agradou a todos. EntĂŁo ĂŠ preciso entender que a difamação, a calĂşnia ou as frases preconceituosas que se

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

espalham na internet sĂŁo quase sempre produtos de estados de espĂ­rito passageiros. Se nĂŁo se tornam campanhas, ĂŠ melhor deixar que morram. AtĂŠ porque, acabam caindo no vazio pela repetição e pelo fanatismo de seus autores. $FRLVDPXGDGHĂ€JXUDTXDQdo se ĂŠ alvo de uma campanha orquestrada por grandes veĂ­culos de mĂ­dia como a que estĂĄ sendo empreendida contra PHA. HĂĄ um propĂłsito nela: a destruição da imagem do jornalista. É uma campanha que pretende, alĂŠm de tudo, inviabiOL]DU R DOYR SURĂ€VVLRQDOPHQWH pois sua imagem ĂŠ tambĂŠm a sua ferramenta de trabalho. Eis que o acordo judicial que o jornalista da Record fez com o da Globo gerou campanha de mĂĄ fĂŠ que continua a todo vapor. Seu objetivo ĂŠ o de converter acordo judicial em “condenação por racismoâ€?. No momento em que escrevo, VH DOJXpP Ă€]HU XPD EXVFD QR Google encontrarĂĄ incontĂĄveis manchetes em pĂĄginas da internet que dizem que PHA foi “condenado por racismoâ€?. Buscando-se a origem dessas manchetes, percebe-se que partiram de poucas fontes e se espalharam como fogo. Mais grave ĂŠ que hĂĄ blogueiros ligados a grandes empresas de comunicação que seguem fomentando tese falsa sobre condenação de Paulo Henrique. Essas pessoas tentam transformar um acordo em condenação sob a premissa de que o jorna-

lista “seria condenado de qualquer maneiraâ€? e que, por isso, teria sido “obrigadoâ€? a fazer o acordo. NĂŁo existe qualquer fundamentação lĂłgica para tal premissa. As pessoas que difamam PHA garantem saber o resultado de um processo que, se nĂŁo tivesse sido extinto, poderia se estender por muitos anos e que certamente sĂł terminaria no Supremo Tribunal Federal. Fazer acordo nĂŁo ĂŠ admitir culpa, ĂŠ estratĂŠgia. JĂĄ as crĂ­ticas ao que disse PHA nĂŁo podem ser objeto de punição, pois constituem liberdade de expressĂŁo. As pessoas tĂŞm direito de achar inadequada a frase que motivou o processo contra ele. Agora, a difusĂŁo de mentiras de forma sistemĂĄtica e sabidamente falsa, aĂ­ ĂŠ crime que precisa ser denunciado e punido. O dano Ă imagem pode ser irreversĂ­vel. Milhares de pessoas devem ter lido apenas as PDQFKHWHV TXH DĂ€UPDUDP TXH “Paulo Henrique Amorim foi condenado por racismoâ€? e, dali em diante, tornaram-se propagadoras da mentira. O portal Terra foi talvez o Ăşnico a se retratar. Outros portais apenas alteraram suas manchetes ou sumiram com matĂŠrias caluniosas e difamantes. Enquanto os portais se resguardam (ainda que inutilmente, pois foi tudo salvo), inocentes Ăşteis seguem fazendo o trabalho sujo. SerĂĄ moleza para PHA ser ressarcido.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

Brasil

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

BRASIL

7

Falso Jack Nicholson abriu conta ganhou um cartão e saiu gastando no Recife Um homem que usava documentação falsa para abrir uma conta numa agência bancåria no bairro de Boa Viagem, em Recife, foi preso ontem. Com ele foram apreendidas vårias carteiras de identidade (RG) em nome de outras pessoas. Um dos documentos tinha a foto do ator norte-americano Jack Nicholson. Ricardo SÊrgio Freire Barros, de 41 anos, utilizou o documento com a foto do ator e nome de João Pedro dos Santos, para abrir uma empresa na capital pernambucana. Com DHPSUHVD¿FWtFLDDEULXFRQWDFRQVHJXLXFDUWmRGHFUpGLWRHVDLXJDVWDQGR

Corregedora do CNJ ataca maus juĂ­zes “Magistratura sĂŠria nĂŁo pode ser confundida com meia dĂşzia de vagabundosâ€?, disse Eliana Calmon no Senado

A

corregedora nacional do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Eliana Calmon, participou ontem de uma audiĂŞncia publica na ComissĂŁo de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado Federal, para debater propostas de emendas Ă Constituição que asseguram e concedem mais poder ao Conselho. (ODDĂ€UPRXTXHDSULQFLSDO GLĂ€FXOGDGH GR yUJmR TXH comanda ĂŠ julgar juizes de segundo grau. - Estes sĂŁo os mais deletĂŠrios quando se enveredam no mal – disse. $ PLQLVWUD DLQGD DĂ€Umou que trabalha pelos “bons juĂ­zesâ€?: - Luto pela magistratura sĂŠria, e que nĂŁo pode ser confundida, nem misturada como meia dĂşzia de vagaEXQGRV LQĂ€OWUDGRV QD PDgistratura. (OLDQD DĂ€UPRX QR 6Hnado, que queria muito ser corregedora “para fazer um pouco mais, para fazer um mea culpa do Poder JudiciĂĄrio, para falar para nossos juĂ­zes que nĂŁo estamos bemâ€?. A corregedora tambĂŠm criticou as corregedo-

rias locais, onde, segundo HOD Ki VHPSUH PXLWD GLĂ€culdade de investigar juĂ­zes. Segundo Eliana, esses yUJmRVHVWmR´DEVROXWDPHQte despreparadosâ€? para atender Ă demanda necessĂĄria. - HĂĄ um ranço de um civilização bonapartista - disse Eliana. A ministra disse que o CNJ nĂŁo ĂŠ um tribunal de exceção e que nĂŁo garante DPSOD GHIHVD e XP yUJmR que, segundo ela, investiga sigilosamente, e se houver necessidade de sindicância, ĂŠ o plenĂĄrio quem vai tomar essa decisĂŁo. $ PLQLVWUD FODVVLĂ€FRX como “maravilhosaâ€? a recente decisĂŁo o Supremo Tribunal Federal (STF), que deu plenos poderes ao CNJ para investigar os magistrados. - Tirou a nuvem que pairava sobre a corregedoria – destacou a ministra. A ministra comemorou a discussĂŁo sobre os poderes do CNJ, que segundo ela atingiu toda a sociedade, que discutiu o assunto como se fosse uma “propriedade privadaâ€?.

ANA VOLPE/

- Os malandros são extremamente simpåticos. Não tenho medo dos maus juízes, mas do silêncio dos bons juízes, que se calam quando têm de julgar colegas. Eles não querem se indispor, o coração não esta ERP HVWmR QR ÀP GD YLGD Mas tem que julgar – disse a corregedora. - Se mexer, não se elege. Os melhores corregedores são aqueles que não têm mais idade para chegar a presidente (dos Tribunais de Justiça). - O assunto foi parar na imprensa, nas redes sociais, nos facebooks da vida. 8P yUJmR]LQKR GDTXHOH Foi discutido por porteiros e atÊ por doutores, que escreveram artigos em jornal – disse a corregedora. Durante a audiência, a corregedora defendeu a proposta do senador DePyVWHQHV 7RUUHV '(0-GO), de ampliar do atual um para cinco anos o prazo para se julgar processo disciplinar contra juízes pela corregedorias. - Quando chega para fazer inspeçþes e correçþes, os processos estão nas gavetas Ministra Eliana Calmon defende a aprovação de uma PEC que permita que o CNJ possa punir juízes e armårios dormindo.

INCĂŠNDIO NA ANTĂ RTICA

Militares mortos recebem medalhas e promoção Os dois militares mortos em um incêndio na Estação Comandante Ferraz, na Antårtica, foram homenageados na manhã de ontem no Rio de -DQHLUR 2 VXERÀFLDO &DUORV Alberto Vieira Figueiredo e o primeiro-sargento Roberto Lopes dos Santos foram promovidos ao posto de segundo-tenente, admitidos na Ordem do MÊrito da Defesa, no grau Cavaleiro, honraria concedida pela presidente Dilma Rousseff, e agraciados com a Medalha Naval de Serviços Distintos, da Marinha. Os dois morreram na ma-

drugada de sĂĄbado enquanto combatiam um incĂŞndio que começou na ĂĄrea dos geradores de energia da estação. 8PDSHVVRDĂ€FRXIHULGD RECONSTRUĂ‡ĂƒO A base que abrigava 45 pesquisadores de diversas iUHDV Ă€FRX GHVWUXtGD H R JRverno anunciou que ela deve ser reconstruĂ­da em dois anos. Muito emocionados, os familiares receberam os cumSULPHQWRGRVRĂ€FLDLVGD0DULnha. No caminho para entrar no Ă´nibus, a mĂŁe do segundo-sargento Santos falou, rapidamente, com os jornalistas.

O PUXADOR

Tiririca cogita ser candidato Ă prefeito de SP O PR vai tentar lançar o deputado federal Tiririca como candidato a prefeito de SĂŁo Paulo. As articulaçþes cresceram desde que JosĂŠ Serra (PSDB) anunciou sua candidatura. Temendo ter problemas caso escolha apoiar Serra ou Fernando Haddad (PT), o partido pensa em lançar o artista como QRPHSUySULRQDHOHLomR A ideia de lançar seu principal puxador de votos nas eleiçþes de 2010 como candidato surgiu depois do recebimento de cartas de eleitores. Tiririca foi comunicado pelo partido da possibilidade e deu sinal verde para a articulação. A campanha de Tiririca deputado federal mais votado em 2010 - focou o voto de protesto. Seu slogan principal era “pior do que estĂĄ nĂŁo Ă€FDÂľ &RP VXD JUDQGH YRWDção, ajudou sua coligação a eleger mais trĂŞs deputados federais. Novamente o partido tenta recorrer ao carisma do artista para resolver seus problemas eleitorais. Aliado do PT no governo federal e com fortes ligaçþes com os tucanos em SĂŁo Paulo, o PR vĂŞ problemas em escolher um dos lados jĂĄ no primeiro turno. O partido aposta ainda que com o palhaço puxando a legenda poderia reforçar sua bancada na Câmara dos Vereadores. Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, foi eleito deputado federal por SĂŁo Paul com a segunda PDLRUYRWDomRQDKLVWyULDGR Brasil. O artista tomou posse em fevereiro de 2011. Antes, teve que se defender das acusaçþes de que seria analfabeto funcional e, portanto, inapto para a função.


8

MUNDO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

Mundo

CĂŁo invade rodovia do Novo MĂŠxico e provoca acidente e fechamento de via Um cĂŁo invadiu uma rodovia em Albuquerque, no estado do Novo MĂŠxico (EUA), e acabou provocando um acidente e o fechamento de uma das pistas por quase quatro horas, segundo a emissora de TV “KOBâ€?. De acordo com a polĂ­cia, um motorista viu o cachorro na estrada e resolveu parar o carro na tentativa de capturar o animal. Por conta do veĂ­culo parado na pista, uma mulher que vinha atrĂĄs precisou frear de repente, mas um pequeno caminhĂŁo nĂŁo conseguiu parar a tempo e bateu em sua traseira.

Venezuela diz que lesĂŁo de ChĂĄvez foi removida Cirurgia no presidente foi realizada em Cuba e quadro de saĂşde ĂŠ estĂĄvel

M

ĂŠdicos removeram “completamenteâ€? uma lesĂŁo na pĂŠlvis do presidente da Venezuela, Hugo ChĂĄvez, e ele estĂĄ “em boa condição fĂ­sicaâ€? apĂłs cirurgia realizada durante a noite em Cuba, disse ontem o vice-presidente venezuelano, ElĂ­as Jaua. “Foi realizada a extração total da lesĂŁo pĂŠlvica diagnosticada. NĂŁo houve complicaçþes relacionadas com os ĂłrgĂŁos locais. O pĂłs-operatĂłrio imediato tem sido estĂĄvel clinicamente sem complicaçþes sistĂŞmicas. Ele se recupera adequadamenteâ€?,

DĂ€UPRX -DXD DFUHVFHQWDQdo que o lĂ­der socialista estava em contato direto com o governo em Caracas. O vice-presidente leu um comunicado dando detalhes sobre a cirurgia de ChĂĄvez diante da Assembleia Nacional, dizendo que o resultado foi “satisfatĂłrioâ€?. Uma fonte mĂŠdica prĂłxima Ă equipe que o tratou em Caracas disse que a cirurgia durou 90 minutos. Jaua garantiu que ChĂĄvez deverĂĄ começar o tratamento de recuperação e acrescentou que nas prĂłximas horas serĂŁo analisados

os tecidos que foram removidos. O próprio presidente alertou na semana passada que hå elevadas possibilidades de que a nova lesão seja cancerígena. Chåvez, de 57 anos, voltou a Havana na semana passada para mais uma cirurgia, após reiteradas DÀUPDo}HV GH TXH HVWDYD curado depois de dois procedimentos realizados no ano passado. Isso alimentou dúvidas com relação à sua capacidade de fazer campanha para a reeleição em outubro - ou de governar, caso vença. O governo Chåvez res-

pondeu às críticas sobre o sigilo cercando seu estado de saúde nomeando na semana passada a ministra da Saúde Eugenia Sader como sua porta-voz para o assunto. Antes de viajar na sexta-feira, Chåvez disse que precisaria fazer uma cirurgia para retirar uma lesão provavelmente maligna na pÊlvis, onde um grande tumor canceroso foi removido em junho. Ele tambÊm disse que poderia precisar de radioterapia depois da cirurgia, trazendo a perspectiva de outra longa convalescença. VICTOR SOARES

MÊdicos dizem ter removido tumor na pÊlvis do presidente venezuelano, Hugo Chåvez que se recupera da doença na Ilha de Cuba

CRUZEIRO

MUDANÇA DE Hà BITO

Costa Allegra Ă deriva ĂŠ Fabricar bomba nuclear ĂŠ alcançado por rebocadores “grande pecadoâ€?, diz IrĂŁ

Dois rebocadores conseguiram chegar ontem atÊ o cruzeiro Costa Allegra e o acompanham em direção às ilhas Seychelles, depois de o QDYLR WHU ÀFDGR j GHULYD QD segunda-feira a mais de 200 milhas ao sudoeste deste arquipÊlago do oceano �ndico por um incêndio registrado na sala de måquinas. Segundo informa em comunicado a proprietåria da embarcação, a Costa Cruzeiros, às 8h30 no horårio de Brasília nesta terça-feira dois rebocadores conseguiram alcançar o navio para realizar a tarefa de apoio ao pesqueiro francês em direção à ilha de MahÊ,

nas Seychelles. A estes trĂŞs navios que DMXGDPRFUX]HLURTXHĂ€FRX Ă deriva na segunda-feira apĂłs ser registrado um incĂŞndio pouco depois das 6h30 no horĂĄrio de BrasĂ­lia, se somou nesta terça-feira um segundo navio de pesca. “Com a atual velocidade e condiçþes meteorolĂłgicas estĂĄveis, o Costa Allegra poderia inclusive antecipar sua chegada a MahĂŠ para o começo da manhĂŁâ€? desta quinta-feira, explica a Costa Cruzeiros, proprietĂĄria tambĂŠm do navio que encalhou no dia 13 de janeiro no litoral da ilha italiana de Giglio.

Enfrentando uma crescente pressĂŁo internacional por causa de seu programa nuclear, o IrĂŁ pediu novas negociaçþes com a agĂŞncia nuclear da Organização das Naçþes Unidas (ONU) ontem e condenou a produção de armas atĂ´micas, dizendo que isso ĂŠ um “granGH SHFDGRÂľ 2 ,Um DĂ€UPD TXH seu programa nuclear ĂŠ pacĂ­Ă€FR PDV DV QHJRFLDo}HV FRP a AgĂŞncia Internacional de Energia AtĂ´mica (AIEA) estĂŁo interrompidas e as potĂŞncias ocidentais se preocupam cada vez mais com a possĂ­vel dimensĂŁo militar da atividade atĂ´mica de TeerĂŁ. Em discurso na ConferĂŞn-

cia sobre o Desarmamento, em Genebra, patrocinada pela ONU, o ministro das Relaçþes Exteriores do IrĂŁ, Ali Akbar Salehi, disse esperar que as conversas prossigam e que estĂĄ FRQĂ€DQWHGHTXHHODVVHJXLUmR na direção correta. “Gostaria de enfatizar novamente que nĂŁo vemos nenhuma glĂłria, orgulho nem força nas armas nucleares, mas o oposto, com base no decreto religioso emitido por nosso lĂ­der supremo, de que a produção, a posse, o uso ou a ameaça de uso de armas nucleares sĂŁo ilegĂ­timos, fĂşteis, perigosos, prejudiciais e proibidos como um grande peFDGRÂľDĂ€UPRXHOH

11/09

GRÉCIA

Restos humanos encontrados apĂłs o 11 de setembro foram incinerados e levados para um aterro sanitĂĄrio, informou ontem o Departamento americano da Defesa. A revelação faz parte de um relatĂłrio sobre o necrotĂŠrio militar da Base AĂŠrea de Dover (Delaware leste), criticado em novembro passado pela mĂĄ administração dos restos de soldados mortos no Iraque e no AfeganistĂŁo. Alguns foram extraviados ou misturados; outros acabaram despejados na VirgĂ­nia (leste). Mas nĂŁo sĂŁo aparentemente os Ăşnicos. “VĂĄrios fragmentos de ossos vindos do atentado contra o PentĂĄgono e do local onde caiu um aviĂŁo em Shanksvilleâ€?, no dia 11 de setembro de 2001, tambĂŠm foram enviados a um aterro sanitĂĄrio, segundo o relatĂłrio desta terça-feira. “Uma vez incinerados, os restos foram colocados em contĂŞineres lacrados entregues D XPD Ă€UPD WHUFHLUL]DGD encarregada do tratamento do lixo hospitalarâ€?, segundo o relatĂłrio. O PentĂĄgono reconheceu no ano passado que os restos dos soldados mortos no Iraque e no AfeganistĂŁo e tratados em Dover tinham sido incinerados e jogados num aterro na VirgĂ­nia. A revelação causou revolta entre as famĂ­lias de soldados e desencadeou uma nova polĂ­tica.

O Parlamento grego aprovou na noite de ontem uma nova sĂŠrie de cortes no orçamento, solicitados pelos credores da GrĂŠcia em troca de um novo plano de socorro. A maioria dos deputados da coalizĂŁo formada pelos Socialista e os partidos conservadores aprovou a redução de gastos, totalizando 3,2 bilhĂľes de euros para 2012. Estas medidas terĂŁo efeito, particularmente, sobre as aposentadorias dos funcionĂĄrios pĂşblicos, que sofrerĂŁo reduçþes, nos salĂĄrios dos dirigentes locais e na fusĂŁo de ĂłrgĂŁos pĂşblicos. A decisĂŁo faz parte das “açþes prioritĂĄriasâ€? contempladas na lei de 12 de fevereiro que prevĂŞ uma redução de gastos de 3,2 bilhĂľes de euros em 2012, uma exigĂŞncia dos parceiros da GrĂŠcia para conceder novos crĂŠditos e evitar a quebra do paĂ­s. â€œĂ‰ dramĂĄtico reduzir pensĂľes, mas o governo foi obrigado a fazer isto dianWH GH XP RUoDPHQWR GHĂ€FLtĂĄrioâ€?, disse o ministro das Finanças, Evangelos Venizelos, admitindo que o paĂ­s pode sair da zona do euro, o TXHVHULD´FDWDVWUyĂ€FRÂľ O medida prevĂŞ reduzir em 12% as pensĂľes do setor pĂşblico superiores a 1.300 euros, e em entre 10 e 20% as pensĂľes complementares superiores a 200 euros.

Restos de vĂ­timas vĂŁo para o lixĂŁo

Parlamento aprova cortes no orçamento


TribunaIndependente

0$&(,Ă?48$57$)(,5$'()(9(5(,52'( CIDADES

Cidades

9

Operação Sorriso faz seleção de pacientes no próximo dia 14 de março A Operação Sorriso retorna a Maceió para realizar mais uma ação humanitåria em benefício de pacientes portadores de låbio-leporino. Serão cerca de 60 cirurgias corretivas gratuitas em crianças portadoras GH¿VVXUDODELRSDODWLQD6HJXQGRFRQ¿UPRX5HMDQH3DL[mRJHUHQWH GH8QLGDGHVGH,QWHUQDomRGD6DQWD&DVDGH0DFHLyDVHOHomRGRV SDFLHQWHVDFRQWHFHUiQRSUy[LPRGLDGHPDUoRQD8QLGDGH'RFHQWH $VVLVWHQFLDO3URIHVVRU5RGULJR5DPDOKRORFDOL]DGDQD$YHQLGD$VVLV &KDWHDXEUHDQGQREDLUURGR3UDGRDRODGRGR6LQGLFDWRGRV-RUQDOLVWDVGH$ODJRDV-iDVFLUXUJLDVVHUmRUHDOL]DGDVHQWUHHGHPDUoR QR+RVSLWDO1RVVD6HQKRUDGD*XLDQREDLUURGR3RoR

Cavalcante pode ser ouvido por delegado ,QYHVWLJDomRGHFULPHFRPHWLGRQRÂżPGHVHPDQDYDLDQDOLVDUOLJDomRHQWUHFULPHHDVROWXUDGHH[WHQHQWHFRURQHO DANIEL MAIA 5(3Ă?57(5

O

delegado do 5º Distrito Policial, Gilson Rêgo, não descarta a possibilidade de ouvir o ex-tenentecoronel Manoel Cavalcante nas investigaçþes sobre o assassinato do ex-policial militar, Miguel Francisco Gomes, de 45 anos. Miguel foi executado no último såbado dentro do seu carro, enquanto estava com sua esposa no Kadett vinho, placa HZM-4351, de Maceió. Ele transitava pela Avenida Durval de Góes Monteiro, no sentido Centro-Tabuleiro do Martins quando um homem que estava na garupa de uma moto efetuou disparos de revólver calibre 380 contra o seu pescoço, cabeça e tórax. A esposa de Miguel, identificada por Adriana Malta, que conduzia o veículo no momento dos disparos, foi preservada da execução. Informaçþes que chegaram ao delegado apontam que o ex-policial, que atuava na função de corretor de

imĂłveis, era ex-integrante da extinta Gangue Fardada, liderada por Cavalcante em meados dos anos 90. No site do Tribunal de Justiça, consta que a vĂ­tima respondeu por um homicĂ­dio em 1997. A morte de Miguel aconteceu logo apĂłs a soltura de Cavalcante, que ocorreu no Ăşltimo dia 17. AtĂŠ o momento, o delegado Gilson RĂŞgo diz nĂŁo possuir nenhuma informação oficial sobre o passado do ex-policial militar, mas disse que ficaria atento Ă possibilidade de ouvir o ex-tenente-coronel Cavalcante, se fosse necessĂĄrio. Para ele, a testemunha-chave, inicialmente, ĂŠ a esposa de Miguel, que deve ser ouvida ainda esta semana. “Se o nome de Cavalcante for citado nos autos provavelmente ele serĂĄ ouvido. Ouvi boatos que o ex-coronel havia se encontrado com a vĂ­tima dias antes do crime. Se a investigação tomar esse rumo, o caso serĂĄ entregue Ă  Deic [DivisĂŁo Especial de Investigação e Capturas]â€?, frisou.

ALVO CERTO

Crime tem caracterĂ­sticas de queima de arquivo O inquĂŠrito que investiga a morte do ex-policial militar Miguel Francisco Gomes foi instaurado ontem. O delegado Gilson RĂŞgo, que investiga o caso, informou em entrevista Ă Tribuna Independente, no 5Âş Distrito Policial, que as caracterĂ­sticas do crime sĂŁo de queima de arquivo. Ele alega que o fato de a esposa de Miguel ter sobrevivido aos disparos, mesmo conduzindo o volante ao lado do marido, jĂĄ inclina o homicĂ­dio a essa possibilidade. “Foram mais de trĂŞs disparos contra o ex-policial. Pela experiĂŞncia que tenho, posso dizer que quando nĂŁo se trata de queima de arquivo, as pessoas que cometem o crime nĂŁo deixam testemunhasâ€?, observou. PorĂŠm, de acordo com o delegado, essa possibilidade sĂł ganharĂĄ embasamento com o inĂ­cio das oitivas, quando serĂŁo ouvidos os amigos, parentes e a esposa de Miguel Francisco. “Conversei com ela por telefone. Mas ela alegou que nĂŁo estava em condiçþes emocionais para depor. AtĂŠ o momento ela nĂŁo veio sequer buscar o

%5(12$,5$1

Ex-militar IRLH[HFXWDGRFRPWLURVQRSHVFRoRFDEHoDHWyUD[HPDYHQLGDGH0DFHLyHQTXDQWRHVSRVDGDYtWLPDVHTXHUIRLIHULGD

MENOS DELEGACIAS

Projeto quer criar nĂşcleos de polĂ­cias (VWUDWpJLDpVXEVWLWXLUGHOHJDFLDVSRUXQLGDGHVTXHXQLÂżFDPSROtFLDV&LYLOH0LOLWDU

carro que conduzia no dia do 75,%81$+2-(&20 crimeâ€?, disse. O delegado disse que levou em consideração as informaçþes que vem acompanhando por meio da imprensa sobre o passado do ex-militar. “Tivemos a informação que ele trabalhava como grileiro, e nĂŁo era corretor, como diziam no inĂ­cioâ€?, ressaltou. Outra hipĂłtese que pode definir a linha de investigação, segundo o delegado, ĂŠ o envolvimento do ex-policial em esquemas de agiotagem. O envolvimento da vĂ­tima com a Gangue Fardada serĂĄ apurado mediante as declaraçþes das pessoas que o conheciam. O delegado se diz empenhado em apurar se o crime aconteceu por queima de arquivo e se teve relação com a soltura do ex-tenente-coronel Manoel Cavalcante. O advogado de Cavalcante, Douglas Bastos, por sua vez demonstrou surpresa quanto Ă possibilidade de o seu cliente ser ouvido por um homicĂ­dio recente. “NĂŁo tenho permissĂŁo para falar sobre o assuntoâ€?, disse. (D.M.) Presidente do Sindpol alega ser contra fechamento de delegacias

O projeto de combate Ă violĂŞncia que pretende integrar a atuação das polĂ­cias e do Corpo de Bombeiros ĂŠ a grande promessa da segurança pĂşblica de Alagoas. Os detalhes foram apresentados Ă s entidades de polĂ­cia e lĂ­deres comunitĂĄrios, na reuniĂŁo desta semana do Conselho Estadual de Segurança PĂşblica (Conseg), no PalĂĄcio do governo. Na ocasiĂŁo estiveram presentes representantes da Secretaria de Defesa Social (Seds) e membros do Sindicato dos Policiais de Alagoas (Sindpol). O planejamento divide o Estado em quatro regiĂľes metropolitanas ligadas as 25 Ă reas Integradas de Segurança PĂşblica (AISP). Em outras palavras, fica definido que haverĂĄ no Estado a substituição de uma grande quantidade de delegacias do interior por NĂşcleos Integrados de Segurança PĂşblica. “Teremos, em cada nĂşcleo, um graduado da PolĂ­cia Militar, soldados, e um representante da PolĂ­cia Civil. As pessoas tambĂŠm podem fazer TCO [Termo Circunstancial de OcorrĂŞncia] com os prĂł-

prios militares que realizam as rondas. Por isso, nĂŁo vĂŁo precisar sair de seus municĂ­piosâ€?, destacou o tenente-coronel VinĂ­cius Ferreira que explanou detalhes do projeto. A ideia ĂŠ que sejam criadas oito ĂĄreas integradas a MaceiĂł, duas a Arapiraca e 17 em cidades estratĂŠgicas. MaceiĂł estĂĄ na primeira regiĂŁo ao lado da Barra de SĂŁo Miguel, Marechal Deodoro, Pilar, Satuba, Messias, Coqueiro Seco, Santa Luzia do Norte, Paripueira e Barra de Santo AntĂ´nio. PorĂŠm, a liderança do Sindpol alega que quase 100 delegacias serĂŁo fechadas com a aplicação do projeto. De acordo com o presidente do Sindpol, Josimar Melo, ficarĂŁo indisponĂ­veis 22 delegacias regionais, e no interior tambĂŠm haverĂĄ corte de mais 75 delegacias. “NĂłs somos contra qualquer projeto que economize dinheiro para a segurança pĂşblica. NĂłs defendemos uma delegacia em cada municĂ­pio para que as pessoas nĂŁo tenham que sair de suas cidadesâ€?, argumentou Josimar.

ARAPIRACA E SANTANA

NĂşcleo do TJ recebe recurso para exames

Justiça Federal inaugura duas novas varas

SĂƒO MIGUEL

O presidente do 7ULEXQDOGH-XVWLoD GH$ODJRDV 7- $/ GHVHPEDUgador SebastiĂŁo &RVWD)LOKR assinou ontem um FRQYrQLRFRPD Secretaria de EsWDGRGD$VVLVWrQFLD HGR'HVHQYROYLPHQWR6RFLDOSDUD reduzir o nĂşmero GHUHJLVWURVGHQDVFLPHQWRHP$ODJRDVVHPRQRPHGRSDL3DUD H[HFXomRGRFRQYrQLRVHUmRXWLOL]DGRV5HGXUDQWHVHLV PHVHVR1~FOHRGH3URPRomRGD)LOLDomRGR7-TXHFHQWUDOL]DRV WHVWHVGHSDWHUQLGDGHUHFHEHUiNLWVSDUDDVDYHULJXDo}HV

Alagoas ganha a parWLUGDSUy[LPDVH[WD IHLUDGLDGHPDUoR duas novas varas federais no SertĂŁo e Agreste do Estado. O SUHVLGHQWHGR7ULEXQDO5HJLRQDO)HGHUDO GDÂ?5HJLmR 75)  desembargador IHGHUDO3DXOR5REHUWR GH2OLYHLUD/LPDH RGLUHWRUGR)RURGD -XVWLoD)HGHUDOHP$ODJRDV3DXOR0DFKDGR&RUGHLURLQDXJXUDP QHVWDGDWDDÂ?9DUD)HGHUDOHP$UDSLUDFDFRPDEUDJrQFLDGH PXQLFtSLRVVHUWDQHMRVHDÂ?QDFLGDGHGH6DQWDQDGR,SDQHPD TXHDEUDQJHPXQLFtSLRV

Um policial militar de SĂŁo Miguel dos Campos colidiu com um poste apĂłs passar mal enquanto dirigia com a viatura GD30RQWHPj WDUGHQR3RYRDGR &RLWp]RQDUXUDO da cidade. O cabo 5RPLOGR6RDUHV )UHLWDVWHULD desmaiado antes de perder o controle do carro. Ele seguia para XPDRSHUDomRQR3RYRDGRHWHULDLQYDGLGRDFRQWUDPmR230VRIUHXXPDIRUWHSDQFDGDQRWyUD[HÂżFRXGHVDFRUGDGRGXUDQWHDOJXQV PLQXWRV2SRVWHÂżFRXGHVWUXtGRHDHQHUJLDIRLLQWHUURPSLGD2 cabo foi socorrido com dores na nuca e na coluna.

PATERNIDADE

PM bate com viatura apĂłs passar mal


10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

Plano de Políticas LBGT é lançado em Maceió

SANDRO LIMA

Presidente do GGAL, Nildo Oliveira diz que expectativa é que plano saia do papel ADAILSON CALHEIROS

ANA PAULA OMENA REPÓRTER

L

Lideranças LGBT de todo o Brasil participaram do lançamento

ideranças de todo o Brasil estiveram reunidos em Maceió, na tarde de ontem, para o lançamento do Plano Municipal de Políticas Públicas da Cidadania LGBT, criado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). O evento aconteceu no Hotel Radisson, na Pajuçara, durante a oitava Reunião Ordinária do Conselho Nacional LGBT. O presidente do Grupo Gay de Alagoas (GGAL), Nildo Correia de Oliveira, ressaltou a confiança que está tendo neste Plano que terá três eixos de ação – Promoção da Cidadania, Defesa dos Direitos e Enfretamento da Homofobia. “O problema não é apenas de segurança pública. A questão vai bem mais além, quando um gay não é bem visto no trabalho, na escola, enfim, em todos os lugares

que passa”. “Esperamos que o Plano saia de verdade do papel”, acrescentou. Nildo Oliveira deu como exemplo grave de discriminação casos de travestis que são dependentes químicos e chegam nas casas de acolhimento de Alagoas. “A primeira atitude é pedir para cortar o cabelo e se vestir como homem, e isto é errado”, apontou. Para ele, o fato é muito preocupante, já que a maioria das casas são cristãs. Ele também lamentou o posicionamento da bancada evangélica na Câmara Federal que propõe um projeto que legaliza a ‘cura gay’. “Este projeto do deputado João Campos (PSDB-GO), líder da Frente Parlamentar Evangélica, quer tratar a homossexualidade como uma doença, e não é. Homossexualidade é identidade e não uma doença. Este projeto não vai ser aprovado e ainda será motivo de chacota”, declarou.

MAU SERVIÇO

MPE instaura inquérito contra a TIM O Ministério Público Estadual (MPE) diante das “inúmeras reclamações” de consumidores a respeito de promoções não realizadas e má prestação do serviço, instaurou um inquérito civil público contra a operadora TIM Nordeste na capital ala-

goana. De acordo com a promotora Denise Guimarães, da Promotora de Justiça Coletiva Especializada de Defesa do Consumidor da Capital, o inquérito civil público servirá para colher informações, isto é, dados complementares

que irão responsabilizar ou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ou a TIM pelas reclamações que chegam à promotoria. O MPE determina de forma imediata que a TIM colete documentos, certidões, perícias, inspeções e demais

informações para esclarecer os fatos citados pelos consumidores lesados. A promotora esclarece que é inadmissível que a TIM ou qualquer outra empresa enriqueça ilicitamente vendendo seu produto de forma a constranger o cliente consumidor. (A.P.O.)

Secretário destaca índice alto de violência contra homossexuais

CONTRA PRECONCEITOS

Plano de Ação deverá ser executado em quatro anos O secretário adjunto de Educação em Maceió, Marcelo Nascimento, participou da Comissão pela elaboração do Plano LGBT publicado no Diário Oficial do dia 2 de fevereiro de 2012 e representou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) no lançamento, ontem. Ele explicou que as ações, que se dividem em três itens serão desenvolvidas até 2015. “A política é antiga, onde a maioria dos brasileiros assiste passivamente cenas de discriminação e até de violência física contra homossexuais. Em Alagoas, já são seis deles assassinados e temos que mudar a cara desta realidade”, frisou. O coordenador-geral de Promoção dos Direitos LGBT da

Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Gustavo Bernardes, também lamentou o índice de violência no País contra homossexuais e disse que Alagoas preocupa mais ainda por conta dos números. “O maior número de mortes está na região Nordeste. A verdadeira democracia não está na maioria. Sem o reconhecimento da minoria, só a maioria ter direito não é democracia”, completou. O evento foi presidido pelo secretário-executivo da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e presidente nacional do movimento LGBT, Ramaís de Castro Silveira.


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVADLOWRQYLOODQRYD#JPDLOFRP

0$&(,Ă?48$57$)(,5$'()(9(5(,52'( CIDADES

11

Confusão durante novo protesto de mototaxistas Manifestantes cobram, desde segunda-feira, a liberação de motos apreendidas ALANA BERTO BRENO AIRAN REPÓRTERES

M A tigela do cachorro

O

sujeito raquítico, derrubadão, exibindo a maior cara de faminto, bateu na porta do cidadão chamado Odismoabílio e o seu filho Juninho correu para atender. Abriu a porta e encarou o mendigo: - UquiÊ, homem? E o cara: - Cadê o seu pai, menino? - Tå trabalhando no emprego dele! - E a sua mãe? - Saiu! - E a empregada... ela tå? - Tå. UquiÊ que você quer, hein, homem? - Eu tô querendo uma comidinha, porque tô morrendo de fome! - Peraí, viu? – disse o menino, girando nos calcanhares. O garotinho foi lå dentro e, daí a instantes, voltou com uma tigela de sopa. Mas ela era tão rala que dava para ver o fundo da vasilha. Apesar de morto de fome, o esmolante não teve condiçþes de encarar aquela sopa horrível. Depois da segunda colherada, ele devolveu a tigela ao menino e agradeceu: - Brigadinho, meu filho. E ele: - Jå acabou, homem?! Ainda tem um restinho de sopa. Pode tomar toda! - Não, não! Obrigado! O garotinho insistiu: - Pode tomar! A maínha ía jogar fora mesmo...! - E era? - Era. Ontem de noite caíram duas baratas aí dentro e morreram afogadas! Nesse ponto o esmolante perdeu a paciência e reagiu com indignação: - Mas que sacanagem, menino! E você ainda teve a coragem de me dar essa sopa! Olhe que eu quebro essa tigela na sua cabeça, seu safadinho! O garoto recuou, assustado: - Por favor, homem! Não quebre, não! Essa tigela aí Ê a tigela do cachorro comer!

Um livro violento O telefonista OfuscĂĄlio 3ULYDOWLQRHUDXPFHJREDVWDQWH estudioso. Sua biblioteca possuĂ­a mais de mil obras, todas editadas em braile, naturalmente. Organi]DGRQmRSHUPLWLDTXHQLQJXpP SXVHVVHDPmRQRVVHXVOLYURV SRUTXHHOHVHVWDYDPVHPSUHDUUXPDGLQKRVQXPDRUGHPTXHVy ele entendia. Depois de ter passado um tempĂŁo procurando uma faxineira TXHFRUUHVSRQGHVVHjVVXDV H[LJrQFLDVÂżQDPHQWH2IXVFiOLR

HQFRQWURXXPD6yTXHHVTXHFHX GHHQVLQDUOKHRQGHJXDUGDURV REMHWRVQRVGHYLGRVOXJDUHVQR VHXSHTXHQRDSDUWDPHQWR'H PRGRGRQD(PHUHQFLDQDDQRYD FULDGDDFKRXGHDFRPRGDUR UDODGRUGHTXHLMRHPFLPDGHXPD SLOKDGHOLYURVÂŹQRLWHDRYROWDU pra casa, OfuscĂĄlio procurou um OLYURSDUDOHUFRQIRUPHID]LDVHPSUHHDtSHJRXRUDODGRU1RTXH pegou, tomou o maior susto: 3XWDTXLSDULX4XHOLYURPDLV YLROHQWR

Bêbado persistente (VWDpDQWLJD7HPPDLVGHDQRVHYLURXDQHGRWDQDFLRQDO 2GLVWLQWR-RVp-HVXtQRGH2OLYHLUDTXHQmRpRXWURVHQmRRSURYHUELDO'XGDUHVROYHXHVWDEHOHFHUVHQRUDPRGHEDUHUHVWDXUDQWHQR EDLUURGD/HYDGDDVVLPTXHGHL[RXDSUR¿VVmRGHWHFHOmRQD¿QDGD fåbrica de tecidos Alexandria. Tendo progredido um pouco mais, transferiu o seu estabelecimento comercial para o centro da cidade, junto da antiga Delegacia de Plantão, na Rua do Macena. O Bar do Duda, WRUQRXVHHQWmRXPDUHIHUrQFLDHP0DFHLy3DUDDWHQGHUDVXD VHPSUHFUHVFHQWHIUHJXHVLD'XGDGLYLGLXR%DUHPGRLVVHQGRTXHD outra banda ele instalou em amplo espaço, no bairro de Mangabeiras, RQGHDFUHVFHQWRXXPUHVWDXUDQWH+RMHRFDUDpIHVWHMDGRSHODVXD freguesia. Bom. &HUWDPDGUXJDGDTXDQGRRVHXEDUDLQGDIXQFLRQDYDQD5XDGR Macena, Duda dormia em casa (na Rua Almirante Barroso, no Farol), a VRQRVROWRTXDQGRRWHOHIRQHWRFRX(OHDWHQGHXWLUDQGRDUHPHODGRV ROKRV $O{ 'RRXWURODGRGDOLQKDXPFDUDFRPYR]SDVWRVDWtSLFDGHTXHP estå biritadão, indagou: - É da casa do Duda? eVLP4XHPHVWiIDODQGR" 2OKD'XGDHXVyTXHURVDEHUTXDQGRYRFrYDLDEULUREDU 3RUUD9RFrPHDFRUGDHVWDKRUDVySUDSHUJXQWDUEHVWHLUDUDSD] (GHVOLJRXRWHOHIRQH0DOVHDMHLWRXQDFDPDROKDRWHOHIRQH WRFDQGRGHQRYR �'XGDDTXHKRUDVYRFrYDLDEULUREDUKHLQ" 'XGDYROWRXDUHDJLUSXWmRQDFXHFD 9iSDVVDUWURWHQDYHtQKDVXDPmHVHX¿DGDSXWD (EDWHXRWHOHIRQHGHQRYR0DVQmRDGLDQWRX 4XDOp'XGD"0HGL]DTXHKRUDVYRFrYDLDEULUDVXDSRUFDULDGH bar? 0RUUHQGRGHVRQR'XGDUHVROYHXDSHODUSDUDDGLSORPDFLDMiTXH QDJURVVXUDQmRWLQKDGDGRSp 3HORDPRUGH'HXVPHXDPLJRPHGHL[HGRUPLU(XHVWRX FDQVDGR&RPRpTXHYRFrSRGHHVWDUSHQVDQGRHPEHEHUDHVWDKRUD da madrugada? O bêbado então respondeu: 1mRpQDGDGLVVRFDUDeTXHRQWHPYRFrIHFKRXREDUHPH GHL[RXWUDQFDGRDTXLGHQWUR

ototaxistas de Maceió denunciaram policiais do Batalhão de Operaçþes Policiais Especiais (Bope) por agredirem quatro mototaxistas com balas de borracha, cassetete e spray de pimenta durante a manifestação feita ontem à tarde na Avenida Durval de Góes Monteiro, no bairro do Tabuleiro do Martins. Após passarem boa parte da manhã na Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), os manifestantes decidiram voltar à instituição na parte da tarde e em seguida foram à Prefeitura de Maceió, na Rua Så e Albuquerque, no bairro do Jaraguå, para conversar com o prefeito Cícero Almei-

da (PP). Representantes da categoria queriam dialogar com o chefe do Executivo municipal acerca do que estĂĄ havendo. A profissĂŁo do mototaxista nĂŁo ĂŠ regulamentada no municĂ­pio, mas apenas em nĂ­vel federal, e hĂĄ dois anos existe um projeto na Câmara de Vereadores para ser votado. No caminho, algumas pessoas foram agredidas por oficiais do Bope, a exemplo de Mauro Feitosa, que disse que se distanciou dos demais quando foi abastecer sua moto em um posto de combustĂ­veis no bairro de Bom Parto. “De repente, surgiu uma viatura do Bope. Como eu estava sozinho, nĂŁo pude me defender. Eu nĂŁo sou bandido. SĂł estou reivindicando meus direitosâ€?, diz. Ele conta que havia cin-

co homens no carro, dois na frente e trĂŞs no banco traseiro, todos encapuzados. “Bateram em mim e jogaram spray de pimenta em meus olhosâ€?. O mototaxista Luciano Antonio da Silva afirma que estava em frente ao supermercado Makro quando os manifestantes foram agredidos pelo Bope. Ele mostra que foi alvejado com uma bala de borracha na perna, que sangrava bastante. Um outro manifestante tambĂŠm teve spray de pimenta jogado em seu rosto. Todos eles foram Ă Central de PolĂ­cia registrar Boletim de OcorrĂŞncia, e ao IML fazer exame de corpo de delito. A PolĂ­cia Militar se posicionou informando que houve apenas uma reação do Bope Ă  ação dos manifestantes de bloquear a avenida. Hoje o grupo promete ir

à Corregedoria da PM. Antes, porÊm, às oito horas da manhã, representantes dos mototaxistas vão à Câmara de Vereadores de Maceió apresentar a situação, tentar liberar as motos, e cobrar a regularização da profissão. Alcides Araújo, vice-presidente do Sindicato dos Mototaxistas e Motoboys de Alagoas (Simmal), afirma que o MinistÊrio Público Estadual (MPE) deve ser procurado para que se entre com um mandado de injução para a efetivação da profissão em Maceió. Os mototaxistas protestaram, na segunda-feira e ontem novamente, em frente à SMTT, bloqueando a Durval de Góes Monteiro, porque uma operação da SMTT apreendeu mais de 30 motos no bairro do Benedito Bentes. SANDRO LIMA

VILA DE PESCADORES

Apartamentos serĂŁo entregues atĂŠ 30 de abril ANDREZZA TAVARES REPĂ“RTER

Representantes dos moradores da Vila dos Pescadores de JaraguĂĄ e policiais do Centro de Gerenciamento de Crises da PolĂ­cia Militar se reuniram ontem com o secretĂĄrio municipal de Habitação, Nilton Pereira, apĂłs um protesto contra a demora na entrega dos apartamentos para onde eles devem se mudar, e para discutir tambĂŠm os constantes acidentes de trânsito no local. “Durante a reuniĂŁo, o secretĂĄrio garantiu que atĂŠ o dia 30 de abril os apartamentos seriam entreguesâ€?, informa o tenente Geison França, do Centro de Gerenciamento de Crises. Durante o protesto, na Avenida da Paz, em frente Ă Vila dos Pescadores, a moradora Benedita dos Santos falou que os apartamentos no bairro do Trapiche da Barra construĂ­dos pela Prefeitura de MaceiĂł para os pescadores jĂĄ deveriam ter sido entregues. “Eles prometeram entregar no Natal passado e atĂŠ agora nadaâ€?, desabafa outro morador, que tambĂŠm ĂŠ pescador, MaurĂ­cio Francisco Oliveira. ACIDENTES De acordo com o morador MaurĂ­cio Oliveira, os motoristas nĂŁo respeitam a faixa de pedestre que fica em frente Ă  vila, e os carros chegam a atingir os barracos. Segundo ele, foram seis acidentes somente este ano. “Teve um rapaz que ficou paraplĂŠgico depois de um carro bater neleâ€?, conta. “Ficou acertado que os moradores da vila vĂŁo enviar um ofĂ­cio Ă  SMTT solicitando sinalização para o localâ€?, esclare tenente Geison França.

Pais de alunosSHVFDGRUHVHPRWRWD[LVWDVÂż]HUDPXPGLDGHSURWHVWRVHPYLDVLPSRUWDQWHVGH0DFHLy

APĂ“S PROTESTO

SecretĂĄrio de educação se reĂşne com pais de estudantes de Ipioca O secretĂĄrio municipal de educação, Thomaz BeltrĂŁo, se reĂşne hoje com representantes de pais de alunos da Escola Municipal Floriano Peixoto, localizada no Alto de Ipioca, prĂłximo Ă AL-101 Norte em MaceiĂł, que ontem fecharam a rodovia para protestar contra a sujeira e a carĂŞncia de 22 salas de aula que fazem com que os estudantes tenham que se deslocar para a cidade de Paripueira para estudar. O trânsito ficou lento nos dois sentidos da AL101 Norte, onde galhos de ĂĄrvores e tocos de coqueiros foram queimados interditando a via. “Os pais jĂĄ fizeram vĂĄrios abaixo-assinados para melhorar a qualidade da escola, mas atĂŠ agora nadaâ€?, frisou o

TĂ XI

PolĂ­cia encontra 16kg de maconha na AL-110 1DURGRYLD$/ nas proximidades GRSRYRDGR*RQJR no municĂ­pio de SĂŁo SebastiĂŁo, policiais militares abordaram XPYHtFXOR9R\DJHGH FRUFLQ]DQDWDUGHGH ontem e encontraram TXLORVGHPDFRQKD prensada. O carro, XPWi[LHUDFRQGX]LGRSRU/XL](GXDUGR &RVWD)HUUHLUDTXHDLQGDWHQWRXIXJLUPDVIRLSHJR1REDQFR GRSDVVDJHLURHVWDYD5RQDOGR6LOYDTXHDFDERXFRQIHVVDQGRD SRVVHGDGURJD2VGRLVIRUDPDXWXDGRVHPĂ€DJUDQWH(PGHSRLPHQWR5RQDOGRGLVVHTXHDGURJDYLQKDGH6HUJLSH

lĂ­der comunitĂĄrio de Ipioca, Jaziel da Silva Pontes. “O terreno estĂĄ tomado pelo mato, muitos insetos e mosquitos no local e o medo de doenças ĂŠ crescenteâ€?, emendou. Segundo a chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Josefa da Conceição, o problema do mato foi solucionado com o apoio da Slum, mas ela explica que todas as escolas da rede municipal recebem uma verba para pequenos reparos, inclusive capinação. “O recurso da caixa de custeio cai na conta das escolas trimestralmente e ĂŠ destinado para pequenos reparos como trocas de lâmpadas e capinação de mato. A direção, juntamente com o Conselho Escolar, devem

decidir o que ĂŠ prioridadeâ€?, explica a chefe de gabinete. “A diretora poderia ter evitado toda a situação, jĂĄ que a escola recebeu o recurso em dezembro do ano passado. O prĂłximo serĂĄ repassado para as escolas em marçoâ€?, garante. Quanto Ă falta de salas, Josefa da Conceição disse nĂŁo ter conhecimento de aluno da rede municipal estudando em Paripueira. “Todas as salas na escola Floriano Peixoto estĂŁo funcionando. O problema ĂŠ que a cidade de MaceiĂł precisa de mais escolas nos bairros, e quando nĂŁo hĂĄ vagas nas unidades dos bairros, os alunos sĂŁo matriculados em outras unidades distantes de casa, e garantimos o transporte escolarâ€?, relata a chefe de gabinete. (A.T.)

MAIS DE R$ 9 MIL

PM apreende 305g de cocaína em ampolas Policiais militares do %DWDOKmRGH2SHUaçþes Policiais Especiais (Bope) apreenderam no início da PDQKmGHRQWHP gramas de cocaína em ampolas. A droga foi encontrada na residência de Ângelo 0iUFLR6RX]D%DVWRV 28, na descida da IDYHODGR%ROmREDLUUR GR)DURODSyVLQIRUPDo}HVOHYDQWDGDVSHOR6HUYLoRGH,QWHOLJrQFLD GD301D&HQWUDOGH3ROtFLDÆQJHORDOHJRXTXHDGURJDHUDSDUD FRQVXPRSUySULR1RHQWDQWRHOHIRLDXWXDGRSRUWUi¿FRGHGURJDV 2PDWHULDOHTXLYDOHDDSUR[LPDGDPHQWH5


12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

Operação Crimes S.A. prende 11 em Arapiraca

JOĂƒO MOUSINHO - INTERINO

Colunista interino

A

partir desta edição - entre os dias 29 a 14 de março, o jornalista João Mousinho responderå interinamente pela coluna Agreste em foco. As informaçþes podem ser enviadas para os e-mails: robertobaia_@hotmail.com e joao_mousinho@hotmail. com. Os nossos sinceros agradecimentos aos leitores da Tribuna Independente.

Mata Grande 1 O prefeito de Mata Grande, Jacob Brandão, serå nome forte para reeleição no município sertanejo. Com apoio popular o MRYHPSROtWLFRGHYHHQfrentar o ex-prefeito da cidade Fernando Lou, TXHDLQGDQmRGH¿QLXR VHXYLFHFDQGLGDWR

Mata Grande 2 $HVFROKDGRYLFHSUHIHLWRGH)HUQDQGR/RXHVWiGDQGRRTXHIDODU'RLV JUXSRVSOHLWHLDPDQRPHDomRRSULPHLURJUXSRpGRH[SUHVLGHQWHGD $VVHPEOHLD/HJLVODWLYDGH$ODJRDV&HOVR/XL]RVHJXQGRpGRGHSXWDGR $QWRQLR$OEXTXHUTXHTXHMiWLQKDDSDODYUDGRVXDVLWXDomRFRP/RX

Mata Grande 3 &RPRVEHQVEORTXHDGRVGHYLGRD2SHUDomR7DWXUDQD&HOVR/X]VHHQcontra em situação delicada para se lançar candidato no Sertão. Isolado SROLWLFDPHQWHR³H[WRGRSRGHURVR´GD&DVDGH7DYDUHV%DVWRVGHYH pensar em 2014, pois 2012 estå difícil.

Fonte seca

De fora

Após a operação da Polícia Federal, R7ULEXQDOGH&RQWDVGH$ODJRDV YLYHWHPSRVGHQRUPDOLGDGHQXQFD YLVWRDQWHV2SOHLWRQR(VWDGRGHYH ser bem diferente dos demais, pois DOJXQV¿QDQFLDGRUHVGHFDPSDQKD HVWmRFRPUHFHLRGHQRYDVLQYHVWLJDo}HVHLQYHVWLGDVGDSROtFLD

Quem estĂĄ fora do processo HOHLWRUDOQDFDSLWDODODJRDQDpR H[JRYHUQDGRU5RQDOGR/HVVD$ /HLGD)LFKD/LPSDGHYHVHULPSODFiYHOFRP5RQDOGR2SROtWLFR SURÂżVVLRQDOWLQKDSUHWHQV}HVGH ser o concorrente a prefeito do JUXSR&DOKHLURV&ROORU

Novo rumo

4XDGULOKDpDFXVDGDHPKRPLFtGLRVURXERVDEDQFRHWUiÂżFRGHGURJDV SANDRO LIMA

MILTON RODRIGUES REPĂ“RTER

A

pĂłs uma intensa investigação que começou com a prisĂŁo do assassino do vereador por Anadia, Luiz Ferreira (PPS), em setembro de 2011, a PolĂ­cia Civil, por meio da DivisĂŁo Especial de Investigaçþes e Capturas (Deic), apresentou na manhĂŁ de ontem uma quadrilha de 11 homens e duas mulheres responsĂĄvel por diversos assassinatos, assaltos a bancos e trĂĄfico de drogas em Arapiraca. As prisĂľes fizeram parte da operação Crimes S.A. A polĂ­cia chegou aos acusados apĂłs as informaçþes passadas por Eweron Santos Almeida, 21, conhecido como “O Cruelâ€?, preso no dia 29 de dezembro por envolvimento no assassinato do vereador Luiz Ferreira, durante a “Operação Anadiaâ€?. A partir dessa prisĂŁo, a polĂ­cia conseguiu localizar nove jovens que estariam envolvidos em um esquema de roubos, assaltos e homicĂ­dios diversos na regiĂŁo. Durante as investigaçþes, 13 mandados de prisĂŁo, busca e apreensĂŁo foram expedidos

AlĂŠm dos presos DSUHVHQWDGRVRQWHPHP0DFHLyKiGXDVSHVVRDVIRUDJLGDVXPKRPHPHXPDPXOKHU

pela 17ª Vara Criminal de Alagoas para garantir a captura dos acusados. A operação, comandada pela delegada Ana Luíza Nogueira, teve a participação de pelo menos 48 policiais e conseguiu desmantelar a quadrilha chefiada por Alex da Silva Santos, 25 anos, tido tambÊm como responsåvel por recrutar no-

vos membros. Alex tem pelo menos dois homicĂ­dios atribuĂ­dos a ele na cidade de Arapiraca. Os outros presos sĂŁo: David Jefferson Leandro de Oliveira, 22, o “Pelolinhaâ€?; Francyane Câmara Cardoso, 18; Odilon Dantas, 38, o “Lungaâ€?; Jorge Luiz Aquino da Silva, 25, o “Jorginhoâ€?; Pedro

dos Santos Filho, 24, o “Peuâ€?; Ricardo Caetano da Silva, 25; Cristiano Rocha Ferreira, 34, o “Boiaderoâ€?; JĂşlio Bispo dos Santos JĂşnior, 24, o “Bolinhaâ€?, e Thayrone TenĂłrio da Silva, 20. Do grupo, dois ainda estĂŁo foragidos: Jussara de Oliveira Claudino, 23, e Marco Maciel de Oliveira, 26, o “Olho de Gatoâ€?.

RAMIFICAÇÕES

Bando assaltou agĂŞncias do Correios SANDRO LIMA

Com a saída de Lessa, o nome de Rosinha da Adefal pode ser consenso HQWUH&DOKHLURV&ROORU7XGRGHSHQGHGRLQGXVWULDO-RmR/\UDEDWHUR PDUWHORHLQGLFDURYLFH$OPHLGDGHYHVHJXLU/\UDHIRUPDUXPQRYR ³FKDSmR´GHVVDYH]SHODFRUULGDDRFRPDQGRGDFDSLWDO

Tucanada

Porto Real

Em 2010, o projeto do “chapĂŁoâ€? ruiu com a campanha milionĂĄria GH9LOHOD'HVVDYH]R36'% aposta no independente Rui Palmeira para desbancar o JUXSR&DOKHLURV&ROORU2SOHLWR municipal irĂĄ nortear a disputa SHORJRYHUQRH6HQDGR  

3UHIHLWD5LWD%RP¿PHVWiUHDOL]DQdo, por meio da Secretaria Municipal GH(GXFDomRUHIRUPDVHPGLYHUVDV HVFRODVQD]RQDUXUDOHXUEDQD GDFLGDGH5LWD%RP¿PJDUDQWLXR LQtFLRGDVREUDVGDTXDGUDFREHUWD no Centro Educacional, os recursos serão do Pró-infância do FNDE.

Poca urna $OJXQVSRFDXUQDV TXHLPDFKLS LQVLVWHPHPVHUFDQGLGDWRVHPDOJXQV redutos políticos fechados. O coronelismo e a ditadura do açúcar impeGHPTXDOTXHUGLVSXWDOHDO6yHP$ODJRDV

AL na mira $VUHSRUWDJHQVGRMRUQDO9DORU(FRQ{PLFRUHĂ€HWHPDUHDOLGDGHGR HVWDGRPDLVPLVHUiYHOGDIHGHUDomR$ODJRDV$VFRQVWDQWHVUHSRUWDJHQVFDXVDUDPHVWUDQKH]DMiTXHQHQKXPIDWRQRYRIRLWUD]LGRj WRQD3HUJXQWDUQmRRIHQGHVHUiTXHH[LVWHPRSRVLWRUHVSRUWUiVGDV SXEOLFDo}HV"

$OJXQVRSRVLWRUHVGDIDPtOLD2PHQDDQGDPGL]HQGRTXHRH[SUHIHLWR GDFLGDGHGH0HVVLDV-DUEDV2PHQDQmRSRGHVHUFDQGLGDWR$OHJDomR pTXHRH[SUHVLGHQWHGD$0$HVWDULDFRQGHQDGRHPSURFHVVRGHLPSURbidade e não passaria na Lei Ficha Limpa. ... Passagem do coletivo em Maceió aumentou e como sempre quem sofre Ê o usuårio. O serviço Ê de pÊssima qualidade e o valor Ê abusivo. (VSHUDPRVTXHRVGHPDLVPXQLFtSLRVDODJRDQRVQmRVLJDPRPDX exemplo da capital. ... Às vÊsperas das eleiçþes as passagens de coletivo sempre são aumentadas. Estranho!

De acordo com a delegada Ana LuĂ­za Nogueira, da DivisĂŁo Especial de Investigaçþes e Capturas (Deic), o grupo preso na operação Crimes S.A. tinha vĂĄrias ramificaçþes. Cada um executava um papel dentro da quadrilha liderada por Alex da Silva Santos. Pedro dos Santos, o “Peuâ€?, jĂĄ era procurado tambĂŠm pela PolĂ­cia Federal, por realizar assaltos a agĂŞncias dos Correios em Arapiraca e no interior de Pernambuco. Todos foram presos dentro das suas residĂŞncias. Cristiano Rocha, o “Boiaderoâ€?, chegou a esconder balaclavas dentro das fraudas do filho. Ainda segundo a delegada, nenhum deles resistiu Ă prisĂŁo. â€œĂ‰ uma quadrilha onde a periculosidade ĂŠ evidenteâ€?, ressalta Ana LuĂ­za. Junto com a quadrilha, a polĂ­cia apreendeu duas motos roubadas, dois revĂłlveres calibre 38 com munição, vĂĄrios celulares, balaclavas, dinheiro e cartĂľes de crĂŠdito e do Bolsa FamĂ­lia. Em sua defesa, o lĂ­der da quadrilha, Alex da Sil-

DelegadaFRPSDUDJUXSRDXPDJUDQGHHPSUHVDSRUTXHHOHFRPHWLDYiULRVWLSRVGHFULPHV va, disse ter sido preso injustamente. Ele se justifica dizendo que conhece o “Cruelâ€?, mas que nĂŁo participou dos crimes citados. A operação foi denominada Crimes S.A. pela variedade de crimes co-

metidos pelo grupo, o que remete a uma empresa com vårios setores bem organizados, e contou com a contribuição dos delegados Maurício Henrique (Delegacia de Roubo a Bancos), Maria Angelita (Seção de

Combate a Roubo) e Kelman Vieira (Diretor de Polícia Judiciåria). Quem tiver informaçþes sobre os foragidos pode ligar para o Disque Denuncia da Polícia Civil: 0800.284.9390. (M.R.)

REAĂ‡ĂƒO EXTREMA

CUT manda população pagar R$ 2,10 ADAILSON CALHEIROS

Protesto QRV{QLEXVVHUiVLPXOWkQHRjHQWUHYLVWDFROHWLYDGD7UDQVSDO

EDITORIA DE CIDADES

Por conta do aumento da passagem de Ă´nibus em MaceiĂł, definido pela Justiça na sexta-feira (24) e em vigor desde domingo (26), a Central Ăšnica dos Trabalhadores (CUT-AL) tomou uma decisĂŁo extrema. ApĂłs reuniĂŁo ontem de manhĂŁ com cerca de 40 representantes de entidades ligadas a CUT, dentre elas, sindicatos, associaçþes de bairros, movimento estudantil, foram planejadas mobilizaçþes em todo o municĂ­pio, em protesto contra o aumento, e ficou definido que hoje a população nĂŁo deve pagar mais do que R$ 2,10 para andar de Ă´nibus. O valor ĂŠ referente ao preço da passagem antes do aumento para R$ 2,30. “Os trabalhadores precisam ficar atentos: ninguĂŠm deve pagar mais do que R$ 2,10 pela passagem de Ă´nibus. Levem

o dinheiro trocadoâ€?, recomentou o presidente da CUT, Izac Jacson Ferreira Cavalcante. “Iremos protestar atĂŠ as autoridades reverem este abusoâ€?, destacou. Foi definida tambĂŠm uma manifestação em frente ao Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ) na prĂłxima quinta-feira. JUSTIFICATIVA A Associação dos Transportadores de Passageiros do Estado de Alagoas (Transpal) convocou tambĂŠm para hoje uma entrevista coletiva sobre o aumento. SerĂĄ feita uma explanação das razĂľes que levaram a Transpal a recorrer Ă Justiça para conseguir a reajuste. Entre as justificativas estĂŁo: o reajuste dos salĂĄrios dos trabalhadores, fator que mais incide sobre o valor da tarifa, aumento do custo de manutenção dos veĂ­culos, investimentos na frota, concorrĂŞncia com transportes irregulares, entre outros.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

Economia

ECONOMIA

13

Agricultores: merenda escolar de agricultores locais em São JosÊ da Tapera Os agricultores familiares de São JosÊ da Tapera, no Sertão de Alagoas, que tenham interesse em vender seus produtos para a merenda escolar do município, devem apresentar a documentação para habilitação e o Projeto de Venda no dia 6 de março, às 9h, na sede da Secretaria Municipal de Educação, na Rua Boa Vista, 58. De acordo com a chamada pública lançada pela prefeitura, o período para fornecimento dos produtos vai de março a dezembro de 2012 e, ao todo, serão adquiridos 28 tipos de alimentos, a maioria deles in natura. Entre esses produtos, estão: abóbora, acerola, alface, banana, batata doce, cebolinha, cenoura, coco verde, feijão de FRUGD¿OpGHSHL[HJDOLQKDFDLSLUDPDFD[HLUDPDPmRPDQJDRYRVHOHLWHGHFDEUDDFKRFRlatado, produzido no Assentamento Selma Bandeira, onde funciona um laticínio.

BNB: composição de dívidas atÊ hoje

Benefício vai para produtores familiares com operaçþes adimplentes contraídas pelo Banco do Nordeste em toda região

T

ermina nesta quarta-feira, 29 de fevereiro, o prazo para solicitação de composição de dívidas rurais, em condiçþes bastante favoråveis, dos agricultores familiares com operaçþes adimplentes, na posição de 22 de novembro de 2011, contraídas junto ao Banco do Nordeste. Trata-se de cerca de 3.175 produtores, enquadrados na Resolução do Conselho Monetårio Nacional, 4.028 de 22 de novembro de 2011. AlÊm dos adimplentes, WDPEpP SRGHP VHU EHQHÀFLDdos os agricultores familiares dos diversos Grupos que compþem o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Segundo a gerente do Ambiente de Gerenciamento do Pronaf e Programa de CrÊdito Fundiårio do BNB, Cristiane Barbosa, as medidas são de simples implementação e, em alguns casos, chegam a dispensar atÊ a necessidade de confecção de aditivos. Uma das medidas Ê a contratação de operação de composição de dívidas, com valor de atÊ R$ 30 mil, para os Agricultores do Grupo Comum, in-

DIVULGAĂ‡ĂƒO

clusive para os que estão em situação de adimplência, cujo prazo para adesão Ê atÊ o dia 29 de fevereiro de 2012. Os que estavam com parcelas em atraso, na posição de 22 de novembro de 2011, têm atÊ 28 de fevereiro de 2013 para solicitarem ao Banco a composição. Os Agricultores Familiares assentados da Reforma Agråria, bem como os do Grupo B,

tambÊm podem renegociar suas dívidas. Para isto, devem manifestar o seu interesse, por meio da assinatura do termo de adesão, atÊ em 30 de setembro de 2012. Jå os produtores que respondem por operação do crÊdito fundiårio, contratadas ao amparo do Fundo de Terras e da Reforma Agråria, inclusive as operaçþes do Programa CÊlu-

Banco do Nordeste faz composição de dívidas em condiçþes favoråveis

la da Terra, podem renegociar essas operaçþes, necessitando para tanto manifestarem formalmente o seu interesse atÊ 30 de setembro de 2012. Cerca de 713 mil operaçþes de crÊdito podem ser enquadradas nas resoluçþes do Conselho Monetårio Nacional, SXEOLFDGDVQR'LiULR2ÀFLDOGD União em 22 de novembro de 2011.

NEGĂ“CIOS

Alagoas na maior feira de turismo de Portugal A segunda ação promocional de Alagoas no exterior, em 2012, serĂĄ realizada na Europa, em Portugal, entre os dias 29 de fevereiro e 4 de março, por ocasiĂŁo da 24ÂŞ Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). O evento, que reĂşne agentes de viagens e operadores, espera PDLV GH  PLO SURĂ€VVLRQDLV de turismo e cerca de mil expositores, nĂşmeros referentes ao visitado em 2011. De acordo com o superintendente de Marketing da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Paulo Kugelmas, apesar da crise econĂ´mica na Europa a companhia Transportes AĂŠreos Portugueses (TAP) vai trazer mais de 100 operadores para realizar reuniĂľes com os Estados brasileiros. “Vamos aproveitar o evento e levar a campanha ‘Alagoas: as praias da Copa’, para atrair os portugueses para o nosso destino durante o even-

WR HP ¾ DÀUPRX .XJHOmas. AlÊm de promover o destino Alagoas, outro objetivo Ê consolidar o mercado português nos fretamentos que acontecem anualmente. Os próximos charters de Portugal chegam a Maceió no período da Påscoa. Jå no dia 24 de março, mais de 10 agentes de viagens chegam no Estado, em caravana, para conhecer os produtos e serviços oferecidos, como hotÊis e pontos de apoio dos principais pontos turísticos de Alagoas. Todos esses agentes serão capacitados. Segundo a secretåria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur), Danielle Novis, a participação de Alagoas na BTL propiciarå a oportunidade da realização de contatos diretos com operadoras de turismo, agências de viagens, companhias aÊreas e, principalmente, empresårios.


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

etjornalista@gmail.com

Santana do Ipanema, arrumaçþes políticas

O

ex-deputado estadual Marcos Ferreira (PSDB), candidatíssimo da oposição na disputa pela Prefeitura de Santana, almoçou na segunda-feira com o federal Carimbão (PSB). Na pauta, apoio político para enfrentar o grupo dos Bulhþes lå no Sertão. Em princípio, o deputado Carimbão tinha planos para lançar o nome GDÀOKD)OiYLDPDVHVVDQmR decolou. Lå, o Carimba tem uma grande ferramenta de campanha política, que Ê uma emissora de rådio, sobretudo ligada à grande legião de católicos.

Santa Luzia do Norte Este ano a prefeita FĂĄtima Barros vai comemorar o Dia Internacional da Mulher (8 de março) em grande estilo. É que justamente neste dia ela assina um convĂŞnio junto Ă Caixa EconĂ´mica, do “Programa Minha Casa, Minha Vidaâ€?, que vai garantir a construção de 143 unidades haELWDFLRQDLVOiHP6DQWD/X]LDGR1RUWH$VFDVDVYmREHQHÂżFLDUDTXHP ganha de um a trĂŞs salĂĄrios mĂ­nimos.

Santa Luzia - Escola TambÊm agora no mês de março, só que no dia 12, a prefeita Fåtima Barros entregarå a obra totalmente concluída, com reforma e ampliação de uma escola municipal. Segundo o secretårio Deraldo Romão, a unidade escolar ganhou mais três salas, passando para oito, inclusive com primeiro andar e tem atÊ sala de informåtica. A unidade foi trabalhada GHQWURGDVPRGHUQDVH[LJrQFLDVGR0(&D¿PGHJDUDQWLUFRQIRUWRH comodidade para os estudantes do município.

Mar Vermelho

UniĂŁo

Domingo último, lå prås bandas de Mar Vermelho, a prefeita QuitÊria Berto comemorou sua data natalícia, recebendo parentes, amigos, políticos, assessores e lideranças do município, numa festa regada de muito papo e descontração. O maior volume de presentes que a aniversariante recebeu foi de elogios e incentivo para enfrentar a reeleição, rumo a mais quatro anos de trabalho.

Objetivando combater as carências nutricionais das gestantes atravÊs da complementação alimentar com o fornecimento de cestas nutricionais foi que na terça-feira mais de 200 IXWXUDVPDPmHVIRUDPEHQH¿FLDGDV É um programa mantido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que tambÊm garante a assiduidade às consultas prÊ-natais e à inserção da gestante nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

UniĂŁo - Origem O Programa Alimentação Complementar de Gestantes em Situação de Vulnerabilidade Social e Insegurança Alimentar e Nutricional foi elaborado por nutricionistas da Secretaria de Estado da AssistĂŞncia e Desenvolvimento Social (Seades) em parceria com a Secretaria de Estado da SaĂşde. Ele funciona como parte integrante do projeto “Viva Vidaâ€?, com açþes que visam a redução da taxa de mortalidade infantil.

SĂŁo JosĂŠ da Laje

Cajueiro

Domingo Ăşltimo um Ă´nibus do programa ‘Caminho da Escola’, do municĂ­pio de SĂŁo JosĂŠ da /DMHIRLĂ€DJUDGRQD3UDLDGR Pontal do Peba, em Piaçabuçu. Ao que se sabe, estava sendo utilizado como veĂ­culo de passeio, destinado Ă excursĂŁo para a promoção do entretenimento e lazer de pessoas daquele municĂ­pio. Ou seja, foram matar a ressaca do Carnaval. Com a palavra os ÂżVFDLVGR0(&

O ex-prefeito LuĂ­s Filho articula a sua candidatura Ă Prefeitura de Cajueiro. Espera contar com o apoio do prefeito Palmery Neto, de quem jĂĄ deu sinal de interesse em investir em sua campanha. O pretenso FDQGLGDWRpÂżOKRGRSUHVLGHQWHGR Tribunal de Contas de Alagoas, /XLV(XVWiTXLR7ROHGR3DLHÂżOKRMi foram prefeitos de Cajueiro. Em sua gestĂŁo, LuĂ­s Filho chegou a presidir a AMA, que hoje ĂŠ comandada por Palmery.

Anadia Doutor Cacau não descartou seu sonho de disputar a Prefeitura de $QDGLDHVWHDQR9HPDUWLFXODQGRFRPSRVLo}HVD¿PGHFRQVROLGDUXP projeto de campanha. Outro que entrou no påreo Ê o empresårio Gabriel Jatobå, que busca a força do PMDB de Renan Calheiros para se engajar na batalha eleitoral.

São Luís de Quitunde Sobre as sujas encrencas políticas que comprometem a imagem do município, desde a Êpoca em que Cícero Cavalcante era prefeito, um leitor revoltado nos escreve dizendo que a única solução para comandar a sua terrinha Ê convocar o ExÊrcito Brasileiro para administrar e prender os picaretas de terno e gravata que entraram na vida pública com o objetivo de sugar o que Ê do povo.

Arapiraca/Santana Nesta sexta-feira, Alagoas ganharå mais duas novas Varas Federais. Uma serå em Arapiraca e a outra em Santana, batizadas como 10ª e 11ª Varas Federais, respectivamente. A de Santana vai atender 22 municípios sertanejos: à gua Branca, Canapi, Carneiros, Dois Riachos, Delmiro Gouveia, Inhapi, JacarÊ dos Homens, Maravilha, Mata Grande, Monteirópolis, Olho d’à gua das Flores, Olho d’à gua do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, São JosÊ da Tapera, Senador Rui Palmeira e Santana do Ipanema.

Arapiraca/Santana - Mesmo A 10ª Vara Federal tem a mesma competência territorial da 8ª Vara, abrangendo 25 municípios: Arapiraca, Batalha, BelÊm, Belo Monte, Cacimbinhas, Campo Grande, CoitÊ do Nóia, Craíbas, Estrela de Alagoas, Feira Grande, Girau do Ponciano, Igaci, Jaramataia, Lagoa da Canoa, Limoeiro de Anadia, Major Isidoro, Minador do Negrão, Olho d’à gua Grande, Palmeira dos �ndios, Porto Real do ColÊgio, São Brås, São Sebastião, Tanque d’Arca, Taquarana e Traipu. A 8ª Vara da Subseção Judiciåria de Arapiraca passa a funcionar como juízo de competência exclusivamente comum, enquanto a 10ª Vara Federal apenas com Juizado Especial Federal.

Sistema de irrigação em operação na Pindorama

“

Parcerias governamentais permitiram realização da obra depois de 14 anos

D

epois de 14 anos de persistência, a Cooperativa Pindorama sente os benefícios da implantação do sistema de irrigação pública na região. A comunidade da Aldeia Flamengo jå trabalha com årea irrigada. O projeto, que segue sendo implantado pela própria cooperativa, vai levar ågua para os produtores das aldeias Piauí, Palmeira Alta, Santa Cândida e Prosperidade, comunidades do Povoado de Pindorama, município de Coruripe. Iniciado em 1997, o projeto de construção de 36 km GH DGXWRUD YLVDYD EHQHÀFLDU cerca de oito mil pessoas entre os municípios de Coruri-

pe e Penedo. PorÊm, quando foi concluído, no ano 2000, não tinha condição nenhuma de funcionamento. A falta de equipamentos e uma tubulação inapropriada e de pÊssima qualidade impediram que o projeto avançasse. O cenårio mudou quando a diretoria da Cooperativa Pindorama decidiu que o funcionamento da adutora seria essencial para o desenvolvimento da comunidade e crescimento da unidade agrícola. Então, o presidente da Cooperativa Pindorama, KlÊcio Santos, teve a missão de convencer o governo do Estado e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Co-

Hoje concretizamos um sonho que vai melhorar muito a nossa produção e a qualidade de vida dos nossos colonos� KLÉCIO SANTOS PRESIDENTE DA COOPERATIVA PINDORAMA

devasf) que a recuperação do sistema era viĂĄvel. AtravĂŠs de recursos do governo estadual, Codevasf e MinistĂŠrio da Integração IRUDPDGTXLULGRVQRĂ€QDOGR ano passado, 36 km de canos de PVC para irrigação, investimento de mais de R$ 3 milhĂľes. “Realizamos vĂĄrias tentativas frustradas para pĂ´r em funcionamento esse sistema, porĂŠm vimos que sĂł com

o apoio desses parceiros conseguiríamos o pleno funcionamento da irrigação. Hoje concretizamos um sonho que vai melhorar muito a nossa produção e a qualidade de vida dos nossos colonos�, frisou KlÊcio Santos. Quando concluída a instalação, cerca de 300 colonos VHUmR EHQHÀFLDGRV GLUHWDmente e ainda um quarto dos cooperados de toda a Pindorama.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012 ESPORTES 15

No sufoco, Brasil consegue vencer a fraca BĂłsnia

TERRA

Seleção repete futebol sem brilho, mas supera adversårio com gol contra nos acrÊscimos do segundo tempo

A

primeira aparição da seleção brasileira em 2012 teve minutos iniciais de muito otimismo, um erro do goleiro Júlio CÊsar, que atrapalhou a evolução da equipe nacional, e uma dose de sorte para que a vitória fosse alcançada. Em amistoso realizado ontem à tarde na cidade suíça de St. Gallen, o Brasil foi coroado com um gol contra nos acrÊscimos do segundo tempo para superar a Bósnia-Herzegovina por 2 a 1, mantendo uma sequência positiva do time de Mano Menezes. Marcelo colocou o Brasil rapidamente em vantagem, abrindo o placar aos 3min depois de receber livre um passe de Daniel Alves na årea e de chutar cruzado. No entanto, apesar do domínio verde e amarelo na posse de bola, o gol que selou o empate na primeira aparição da seleção em 2012 não demorou muito a sair: após uma

falha de marcação, Ibisevic igualou aos 12min, com uma grande contribuição de Júlio CÊsar em uma bola aparentemente defensåvel. Hulk, que havia entrado no segundo tempo, deu a vitória ao Brasil depois de chutar cruzado aos 45min e contar com um desvio infeliz de Papac contra a própria meta. A seleção brasileira só voltarå a se apresentar daqui a três meses, quando terå pela frente uma sequência de quatro jogos a partir do final de junho quando terå tempo para realizar muito mais treinos do que a råpida sessão tåtica que Mano Menezes organizou na segunda-feira, com apenas 20 minutos e mais um rachão. Em 26 de maio, a seleção encara a Dinamarca na cidade alemã de Hamburgo. Em seguida, a equipe de Mano Menezes parte para os Estados Unidos, com três

amistosos: contra o país anfitrião, em Maryland, em 30 de maio, e depois contra o MÊxico, em Dallas, no dia 3 de junho e, por fim, realiza o clåssico com a Argentina seis dias depois, em Nova Jersey. O Brasil, que não sofre uma derrota desde que levou 3 a 2 da Alemanha em amistoso em agosto de 2011, ao menos defendeu uma invencibilidade de oito jogos - com sete vitórias e um empate neste período. Desde então, a Bósnia foi a melhor equipe que a seleção encarou: o país do Leste Europeu Ê o 19º colocado do ranking da Fifa. Mano ainda tentou renovar o espírito ofensivo do Brasil mas ainda não achou uma formação ideal e espera melhores apresentaçþes dos chamados craques Ronaldinho Gacho, Neymar e Leandro Damião. A torcida não saiu satisfeita do estådio na Suíça. TERRA

Brasil conseguiu o gol da vitĂłria nos acrĂŠscimos do segundo tempo com chute cruzado de Hulk

CARIOCA

PAULISTĂƒO

O Flamengo estreia hoje na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, Ă s 22h, no EstĂĄdio ClĂĄudio Moacyr, em MacaĂŠ. O Rubro-Negro foi eliminado pelo Vasco nas semifinais da Taça Guanabara e tem agora a sua Ăşltima oportunidade de defender o tĂ­tulo que conquistou em 2011. O time da GĂĄvea tem que ser campeĂŁo para poder decidir o Estadual com o Fluminense, vitorioso no primeiro turno. O Boavista, por sua vez, ficou de fora das semifinais por muito pouco e estĂĄ disposto a surpreender mais uma vez. Joel Santana, tĂŠcnico do Flamengo, lembrou aos seus comandados que a Taça Rio tem tudo para ser uma competição mais complicada do que foi a Taça Guanabara. Justamente por isso pediu para que todo o empenho seja pouco na luta por um começo vitorioso na competição. â€œĂ‰ fundamental começar com uma vitĂłria na estreia, senĂŁo a coisa começa a embolar. A Taça Rio ĂŠ muito mais complicada. É sĂł perceber que agora vamos fazer dois clĂĄssicos, contra apenas um no primeiro turnoâ€?, disse Joel. OUTROS JOGOS 16h N.Iguaçu x Friburguense 16h Bangu x Olaria 17h Resende x Fluminense

no treino e sacou o volante Ralf da equipe titular. InsubstituĂ­vel na equipe atĂŠ entĂŁo, o atleta deve ser poupado do confronto com a Catanduvense hoje, Ă s 22h, em duelo que marca o inĂ­cio de “maratonaâ€? no clube. Isso porque o Corinthians irĂĄ enfrentar uma sĂŠrie de jogos decisivos na sequĂŞncia da temporada. Primeiro, faz clĂĄssico com o Santos no domingo, na Vila Belmiro. Depois, na quarta-feira, encara o Nacional-PAR, pela Copa Libertadores, e quatro dias depois encontra o Guarani, que briga pelo topo do Campeonato Paulista.

Flamengo estreia Corinthians pode disparar na hoje na Taça Rio tabela contra Catanduvense contra o Boavista O tÊcnico Tite surpreendeu Na sequência, três dias após

Joel SantanaWHUiGHVIDOTXHVSDUDHVWUHLDQR)ODPHQJRQD7DoD5LRPDVFRQÂżDQRHOHQFRXUXEX

o duelo com os campineiros, viaja ao MÊxico para enfrentar o Cruz Azul, em duelo que deve valer a liderança da chave corintiana na competição continental. Nos dez dias seguintes, o Corinthians ainda revê os mexicanos e encara Comercial e o arquirrival Palmeiras, ambos pelo Estadual. OUTROS JOGOS 17h Bragantino x Comercial 19h30 Guarani x Santos 19h30 Mogi x Portuguesa 19h30 Ituano x Paulista 19h30 Mirassol x XV 22h Linense x Palmeiras TERRA

Tite vai pouparMRJDGRUHVQR3DXOLVWmRSHQVDQGRQD/LEHUWDGRUHV

ACUSADOS

LEI GERAL DA COPA

Jogadores sabiam do ‘esquema criminoso’

Texto ĂŠ aprovado, mas bebida pode ser proibida

OFERTA

Dentro de campo, um ĂŠ campeĂŁo da Taça Guanabara e o outro ĂŠ lĂ­der do Campeonato Paulista. Fora dele, Diguinho e Emerson estĂŁo em maus lençóis. Denunciados pelo MinistĂŠrio PĂşblico Federal (MPF) por contrabando e lavagem de dinheiro na aquisição de um carro usado da marca BMW X-6, importado ilicitamente dos Estados Unidos, os jogadores sĂŁo acusados de agir de mĂĄ-fĂŠ. Ou seja, “tinham ciĂŞncia do esquema criminosoâ€?, de acordo com a denĂşncia. Agora, o pedido do MPF vai ser apreciado por um juiz que irĂĄ recebĂŞ-lo ou nĂŁo. A dupla poderĂĄ responder a processo judicial.

A comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou ontem o texto-base para a Lei Geral da &RSD,VVRVLJQL¿FDTXHDJUDQGH maioria do texto foi aprovada, mas os chamados destaques, partes esSHFt¿FDVGRGRFXPHQWRGHYHPVHU votados hoje. São dez destaques. Um deles, por exemplo, retira o artigo que permite a venda de bebidas DOFRyOLFDV2XWURDOWHUDDGH¿QLomR das åreas de exclusividade comercial. Outros tratam das puniçþes por crimes relacionados ao chamado marketing de emboscada. O presidente da comissão Ê o deputado Renan Filho (PMDB-AL).

De acordo com a imprensa italiana, o Real Madrid voltou a mostrar interesse no zagueiro Thiago Silva. Desejado tambÊm pelo Barcelona, ex-defensor do Fluminense seria um dos alvos merengues para a próxima temporada. O clube espanhol estaria planejando fazer uma oferta de ₏ 30 milhþes (R$ 70 milhþes) por Thiago Silva, alÊm de ceder SÊrgio Ramos ou Pepe. No entanto, o empresårio Ernesto Bronzetti, que costuma representar o Milan em negociaçþes com outros clubes euURSHXVD¿UPDTXH7KLDJRVHJXLUi defendendo o time rossonero.

Real quer Thiago Silva por R$ 70 mi e Pepe


16

ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

Esportes

Presidente da FAF participa de assembleia na CBF que pode marcar saída de Ricardo Teixeira Uma grande assembleia acontece hoje na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Os 27 presidentes de federações estaduais vão discutir os destinos do futebol brasileiro até a Copa do Mundo de 2014. Ricardo Teixeira não quer mais continuar, mas estaria tramando com Marco Polo del Nero (FPF) um pedido de licença em vez da renúncia. Nos dois casos, José Maria Marin, o vice mais velho, assume, mas em troca de apoio ao colega de São Paulo na eleição de 2015. O presidente da FAF, Gustavo Feijó, é o representante de Alagoas nesse evento e não disse nada sobre sua opinião do caso de afastamento de Teixeira.

ASA e CRB fazem o primeiro jogo da ÀQDOGRžWXUQR

CLICK ARAPIRACA

Confronto em Arapiraca terá arbitragem de fora, esquema especial de segurança, e muita expectativa entre os atletas

O

s dois representantes de Alagoas na Série B do Campeonato Brasileirão começam hoje a decidir o primeiro turno do Campeonato Alagoano de 2012. ASA e CRB duelam às 21h, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, com transmissão ao vivo pela TV Pajuçara. Um grande rivalidade foi crianda entre os clubes nos últimos anos. A última vez que o torcedor do CRB pôde comemorar uma vitória sobre o alvinegro arapiraquense foi em 2007, quando o clube alvirrubro venceu o ASA por 2 a 1 na 14ª rodada do Estadual. Depois disso, o torcedor viu apenas derrotas e empates. Por isso, a Federação Alagoana de Futebol

prepara um grande aparato para que o jogo seja tranquilo. Fora de campo, uma reunião ocorrida na sede do Ministério Público Estadual (MPE) em Arapiraca definiu um acordo entre os órgãos de segurança pública e a torcida organizada do ASA, “Mancha Negra”. Na ocasião, ficou acertado qual deverá ser o comportamento no jogo e depois dele. Caso seja descumprida qualquer uma das normas acordadas, a torcida organizada corre o riso de ser punida com a extinção. Cerca de 150 policiais militares farão a segurança da partida Nas quatro linhas, Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP) será o árbitro de ASA e CRB, auxiliado por Lilian

LITORAL NORTE

Fernandes Bruno da Silva (Fifa-RJ) e Tatiana Jacques Freitas (Fifa-RS). Francisco Carlos do Nascimento (Fifa-AL) será o quarto árbitro. A direção do CRB está prometendo uma gratificação de R$ 50 mil, no caso de conquista do 1º turno. Paulo Comelli pode promover duas novidades: Roberto Lopes na cabeça-de-área e Geovani na criação do meio de campo. O time - a base está mantido - com Cristiano; Elsinho, Filipe, Rodrigão e Jadilson; Roberto Lopes, Diego Aragão, Everton Luiz e Geovani; Thiago Marabá e Rodrigo Dantas. O ASA tem o desfalque de Jorginho e as voltas de Cal e Fabiano. SANDRO LIMA

ASA e CRB começam a decidir hoje em Arapiraca o primeiro turno do Campeonato Alagoano 2012

AJUSTES JURÍDICOS

Projeto de judô tem treinamento de verão

CSA tenta minimizar punição do goleiro Flávio e realiza reunião

O município de Porto de Pedras continua sendo um “Porto Seguro” para os praticantes de Judô no Estado de Alagoas. Neste final de semana começou a 1ª etapa do Treinamento de Verão (Shotyugueiko) e que visa a preparação dos atletas rumo ao Campeonato Alagoano (1ª etapa), que acontecerá no dia 24 de março, no ginásio do SEB/COC. Esse treinamento que está sendo realizado em 3 etapas (por 3 finais de semana consecutivos) e que foi idealizado e coordenado pelo professor de Educação Física e Faixa Preta de Judô – Weydner Wellisson, é parte integrante dos Projetos Sociais “Inclusão do Judô nas Escolas da Rede Municipal no Município de Porto de Pedras/AL”, e “Treinamento Litorâneo de Judô de Porto de Pedras/AL”, também criados e desenvolvidos por Weydner. “A expectativa de bons resultados nessa 1ª etapa do Campeonato Alagoano é positiva e, caso consigamos fazer alguns campeões, servirá de preparação para o Campeonato Brasileiro Regional, que acontecerá nos dia 14 e 15 de abril, na cidade de João Pessoa-PB”, disse Wellisson. O Treinamento de Verão contou com a participação de 42 atletas do próprio município e adjacências, além da participação do atleta Gabriel Mendes (tricampeão sul-americano de judô), que treina visando a Seletiva Brasileira para o Circuito Europeu e o Campeonato Pan-Americano, que acontecerá em Goiânia-GO, entre os dias 16 e 18 de março de 2012. Outra presença bastante marcante foi a do filho ilustre de Porto de Pedras, Bruno Cunha Ferreira, integrante da seleção brasileira.

O goleiro Flávio vai sentar novamente no banco dos réus hoje, no auditório do TJD-AL, às 19h30, e o departamento jurídico do CSA entrará novamente em ação para tentar reverter a pena de 4 jogos de suspensão que o atleta recebeu pela expulsão na partida contra o CSE, na 2ª rodada da fase de classificação do primeiro turno do Campeonato Alagoano. Na oportunidade, Flávio foi expulso pelo árbitro Francisco Carlos do Nascimento, que relatou na súmula da partida várias

Ex-CRB e CSA, goleiro Anderson Paraíba causou polêmicas

agressões verbais que Flávio teria desferido contra a sua honra. O goleiro azulino foi incluso no artigo 243-F do CBJD, que diz: Ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto. § 1º - Se a ação for praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, contra árbitros, assistentes ou demais membros de equipe de arbitragem, a pena mínima será de suspensão por quatro partidas. Às vésperas da partida

contra o CEO, na 9ª rodada da primeira fase, o departamento jurídico do CSA entrou com pedido de Efeito Suspensivo, que acabou sendo concedido e o atleta foi liberado para atuar até a data definida para o julgamento. Ontem os vice-presidentes do CSA fizeram uma reunião no Mutange para ajustes administrativos. Os nomes dos reforços ainda não foram divulgados e o gerente Sérgio Vertello só anuncia os jogadores após a assinatura do contrato. TRAPICHAO.COM

ALTERAÇÕES

Murici tira treinador do CEO e perde goleiro para Timão-AL As notícias de bastidores apontando a saída do técnico Flávio Barros do comando técnico do Murici se confirmaram. Durante a madrigada de ontem, a direção esmeraldina confirmou a saída do treinador e já anunciou o substituto. Trata-se de Edson Ferreira, que estava comandando o CEO de Olho d’Água das Flores. O Murici iniciou um processo de reformulação para o segundo turno e já mudou algumas peças do seu grupo. Depois da eliminação vexatória para o CRB na semifinal, na qual o time alviverde perdeu por 5 a 0, Flávio Barros ficou na corda bamba. Edson Ferreira deixou o time sertanejo do CEO e volta para o Murici, equipe que viveu bons momentos em 2010, quando a equipe conquistou o Campeonato Alagoano daquela temporada. Além do novo técnico, o Murici anunciou a contratação do lateral-esquerdo

Paulinho, que também foi campeão pelo clube em 2010. O ala estava defendendo o Botafogo de Ribeirão Preto, time da Primeira Divisão do futebol paulista. CASO PARAÍBA Em menos de 24 horas, o goleiro Anderson Paraíba foi anunciado como reforço pelo Corinthians-AL e Murici. Agora, a última informação dá conta que o goleiro ioiô, definitivamente, acertou sua vida profissional com o Tricolor do Pilar. O presidente de honra do Corinthians-AL, João Feijó, confirmou a informação que Paraíba assinou na noite de ontem o contrato que lhe confirma como o novo reforço da equipe para a sequência do Campeonato Alagoano 2012. “O Anderson, enfim, assinou contrato conosco e agora é jogador do Corinthians do Pilar. Acabou a polêmica”, confirmou Feijó.

Flávio estará sentado mais uma vez no banco dos réus e jurídico do CSA tenta minimizar punição


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012 DIVERSĂƒO&ARTE

Pitbull lança remix eletrĂ´nico de “Ai, Se Eu Te Pegoâ€?

Madonna apresenta aos fĂŁs mais um single do ĂĄlbum “MDNAâ€?

O rapper cubano-americano Pitbull lançou na internet um remix eletrĂ´nico de “Ai, Se Eu Te Pegoâ€?, sucesso do cantor brasileiro Michel TelĂł. Com produção de DJ Buddha, Gregor Salto e Kassiano, a versĂŁo “clubâ€? (para as pistas) mistura as letras em portuguĂŞs, cantada por TelĂł, e em inglĂŞs, interpretada por Pitbull, que tambĂŠm acrescentou uma rima Ă mĂşsica. Mais acelerado, o remix manteve, porĂŠm, o ritmo sertanejo da canção original.

Depois de lançar “Give Me All Your Lovinâ€?, mĂşsica que tambĂŠm foi apresentada no intervalo do SuperBowl, a cantora Madonna disponibiliza aos fĂŁs a faixa “Girl Gone Wildâ€?, o segundo single do ĂĄlbum “MDNAâ€?, que chegarĂĄ Ă s lojas dos Estados Unidos e da Europa no prĂłximo dia 26 de março. A faixa, que ĂŠ acompanhada de um vĂ­deo promocional, pode ser conferida no prĂłprio site da cantora (www.madonna.com). “Girl Gone Wildâ€? apresenta uma sonoridade de pista de dança, uma espĂŠcie de electro-pop, e segue a mesma linha do primeiro single, “Gimme All Your Luvinâ€?.

O MELHOR

E G I R O ESTRAN

Drama kafkiano de tribunal, ‘A Separação’, melhor Oscar estrangeiro deste ano e em cartaz no Cine Sesi, registra o IrĂŁ no limbo de suas mudanças de costumes

E

1

m 2009, o cineasta iraniano Asghar Farhadi realizou uma pequena obra-prima com seu À Procura de Elly, que, selecionado por seu país como representante no Oscar, não chegou a ÀJXUDUVHTXHUHQWUHRV ÀQDOLVWDVQXPWHUUtYHO sinal do falho sistema de seleção da Academia. Pois agora se fez justiça e a Academia se redimiu. Com o Oscar concedido ao ÀOPHQR~OWLPRGRPLQJR A Separação, não apenas FRQWLQXDDFRPSURYDU seu imenso talento como ainda acabou sendo escolhido pelo Irã como seu concorrente à estatueta dourada. Construído mais a parWLUGDREVHUYDomRFXLGDdosa dos personagens do que de uma trama especíÀFD HPERUDHVWDH[LVWD  o longa lida com o casal 1DDGHU 0RDDGL H6LPLQ +DWDPL TXHVHGLYRUFLD quando o marido desiste de uma mudança para RH[WHULRUFRPDIDPtOLD por julgar que estaria DEDQGRQDQGRRSDLYtWLma de Alzheimer em esWiJLRDYDQoDGR9HQGRVH obrigado a contratar uma GLDULVWD5D]LHK %D\DW  que possa cuidar da casa

em sua ausência, Naader Ê surpreendido ao retornar do trabalho, certo dia, e descobrir o apartamento trancado e seu pai amarrado à cabeceira da cama. 1HUYRVRHOHGLVFXWHFRP Razieh e acaba empurrando-a. Quando esta perde REHErTXHHVSHUDYDQR entanto, o sujeito Ê processado, sendo atormentado tambÊm pelo assÊdio DJUHVVLYRGRPDULGRGD GLDULVWDRHVWRXUDGR+RGMDW +RVVHLQL  Sem jamais reduzir seus personagens a estereótipos ou a situação que enfrentam a um antagonismo maniqueísta, o roteiro do próprio Farhadi cria ÀJXUDVWULGLPHQVLRQDLVH SRULVWRPHVPRLPSUHYLVtYHLV(PERUDFRORFDGRV uns contra os outros em uma disputa hostil, não hå, entre eles, alguÊm que seja de fato uma må pesVRD+RGMDWSRGHVHPRVtrar descontrolado, mas TXHPQmRÀFDULDDVVLP diante de alguÊm que supostamente teria agredido VXDHVSRVDJUiYLGDOHYDQdo-a a perder a criança? E mesmo tendo atado as PmRVGHXPYHOKRGRHQte, Razieh argumenta de IRUPDFRQYLQFHQWHTXHR IH]SDUDHYLWDUTXHHOHVH

machucasse enquanto ela FRUULDDRPpGLFR XPD YLVLWDSOHQDPHQWHMXVWLÀFDGDSRUVLQDO -i6LPLQ mesmo colocando-se conWUDRPDULGRHPGLYHUVDV ocasiþes, claramente o ama, demonstrando ressentimento apenas por sentir-se por ele rejeitada. O que nos traz a NaaGHUYLYLGRGHPDQHLUD espetacular por Peyman 0RDDGLDSHQDVHPVHX VHJXQGRÀOPHFRPRDWRU VXDHVWUHLDIRLMXVWDPHQWHHP­3URFXUDGH(OO\  dono de um pensamento progressista em uma nação conhecida por seu machismo, ele não hesita HPFRQFHGHURGLYyUFLRj esposa por julgar que ela pretende mesmo partir e demonstra um cuidado esSHFLDOQDFULDomRGDÀOKD SUpDGROHVFHQWH 6DULQD )DUKDGLÀOKDGRGLUHWRU  esforçando-se para tornå-la independente. Carinhoso e dedicado, Naader ainda assim acaba OHYDQGRDJDURWDDRVRIULmento em função de seu orgulho diante do procesVRPRYLGRSHODGLDULVWD pecando tambÊm ao atiUDUVREUHDÀOKDDUHVSRQsabilidade de decisþes que não caberiam a ela – algo que ele faz aparente-

mente por boas intençþes ´6HYRFrTXLVHUTXHHX confesse que menti, conIHVVDUHL¾ PDVTXHDLQGD assim joga sobre a garota XPGLOHPDLPSRVVtYHO GL]HUDYHUGDGHRXPHQWLU para proteger o pai? Com uma câmera semSUHHPPRYLPHQWRQD mão, que confere imediatismo e realismo aos acontecimentos, A Separação retrata o cotidiano dos personagens e os detalhes do processo judicial com tamanho naturalismo que, em certos momentos, a impressão que temos Ê a de estarmos assistindo a um documentårio. Ainda DVVLPORJRÀFDFODURTXH QmRKiQDGDGHLPSURYLso na abordagem de Farhadi, jå que a fabulosa PRQWDJHPVHEHQHÀFLDGD GHFXSDJHPREYLDPHQWH cuidadosa do diretor. Encerrando com um SODQRPDJQtÀFRTXHWUD] dois personagens parados em lados opostos do quadro e tambÊm de XPDSRUWDGHYLGURHVWH A Separação estabelece GHÀQLWLYDPHQWH$VJKDU Farhadi como um dos diretores mais consistentes e fascinantes do Cinema contemporâneo.


2

TribunaIndependente

DIVERSĂƒO&ARTE 0$&(,Ă?48$57$)(,5$'()(9(5(,52'(

La Rosa 2VFOiVVLFRVGRVDPEDSURPHWHPDJLWDURERrPLREDU/D5RVD0RVVRUyHP-DUDJXiQRViEDGRjVK2HYHQWRRUJDQL]DGRSHOR&OXEH GR9LQLOVHUiFRPDQGDGRSHODGXSOD:DOWHU3LUHVR³.EoD´H7KLDJR0DJDOKmHVR³&XSLP´TXHLUiWRFDUFOiVVLFRVFRPR1RHO5RVD&DUWROD 3DXOLQKRGD9LROD'HP{QLRVGD*DURD&ODUD1XQHVHQWUHRXWURV2FRYHUDUWtVWLFRFXVWDUi50DLVLQIRUPDo}HVRX

Entrevista

Patinho Feio

O jornalista Plínio Lins entrevista o prefeito de Maceió, Cícero Almeida, no &RQYHUVDGH%RWHTXLPGHDPDQKm1D pauta, o último ano de dois mandatos cumpridos à frente da gestão da capital e as eleiçþes de outubro. A entrevista FRPHoDjVKQREDUHUHVWDXUDQWH Maikai da Ponta Verde.

Underground 1DHVWUDGDGDP~VLFDXQGHUJURXQGKi DQRVRVPHQLQRVGDDQWLJD&RLWR Interrompido cresceram ouvindo e tocando rock em festas e bares da cidade. Amadureceram musicalmente e mudaram o nome para Interrompidos. 1RGLDGHPDUoRQR0XVHX7KpR %UDQGmRDEDQGDODQoDVHXSULPHLUR clipe, um Road Movie gravado no SertĂŁo de Alagoas, e o Ep Interrompidos. $IHVWDTXHFRPHoDjVKWHUiVKRZ de abertura da banda Messias ElĂŠtrico. Ingressos serĂŁo vendidos no local por UHDLVPDLVXPNJGHDOLPHQWRQmR perecĂ­vel ou 10 reais.

$$VVRFLDomR7HDWUDOGDV$ODJRDV $7$ WUD]SDUDRS~EOLFRXPGRVPDLVLPSRUWDQWHVFRQWRV LQIDQWLVGDOLWHUDWXUDPXQGLDO23DWLQKR)HLRGH+DQV&KULVWLDQ$QGHUVHQDGDSWDGRSDUDR teatro por Lauro Gomes, musicado por MĂĄcleim, coreografado por Maria EmĂ­lia Clark. Essa temporada acontecerĂĄ na prĂłxima sexta-feira, sĂĄbado e domingo, no Teatro Deodoro, sempre jVK2VLQJUHVVRVFXVWDP5 LQWHLUD H5 PHLD 8PDGXOWR LQWHLUD DFRPSDQKDGRGHGXDVFULDQoDVDSHQDVXPDSDJD PHLD HDRXWUDHQWUDGHJUDoD

CorujĂŁo Cine Sesi

Exposição em Arapiraca

O dramaturgo Lourenço MutaUHOOLLUiDSUHVHQWDURVHX¿OPH Natimorto no próximo Corujão do Cine Sesi, que acontece no såbado. O autor do longa, que VHUiH[LELGRjVKWDPEpP farå uma sessão de autógrafos de seu novo HQ Quando Meu Pai Encontrou o ET Fazia um 'LD4XHQWH2V¿OPHV-(GJDU GH&OLQW(DVWZRRGHRURPDQce Um Dia, baseado no best VHOOHUGH'DYLG1LFKROOVWDPEpP fazem parte da programação do corujão. A banda Gato Negro promete levar muito rock entre RVLQWHUYDORVGRV¿OPHV2V LQJUHVVRVFXVWDP5 LQWHLUD  H5 PHLDHQWUDGD 0DLV LQIRUPDo}HV

Inquietaçþes pessoais a partir da busca e interpretação dos resquícios da memória materializados pelo tempo. Essa foi a motivação inicial das artistas Camila &DYDOFDQWHH.DUOD0HODQLDVSDUDGHVHQvolver o conceito da exposição Eternecer – apesar do tempo permanece em nós, apesar de nós permanece no tempo, cuja DEHUWXUDDFRQWHFHUiKRMHjVKQD Galeria Sesc Arapiraca.

ReggaessĂŞncia

$FRQWHFHQR%DUGR7LWLRHP5LDFKR 'RFHQRSUy[LPRGLDRVVKRZVGDV bandas Resistência e Reggaessência. Os organizadores garantem que os amantes do reggae vão dançar a noite inteira. Os VKRZVHVWmRPDUFDGRVSDUDFRPHoDUjV K2VLQJUHVVRVVHUmRYHQGLGRVD5 

Ainda exposição

“%XPEDPHXERLÂą1RVVR 3DWULP{QLR&XOWXUDO´Âą20Xseu PalĂĄcio Floriano Peixoto 0XSD DEULJDDH[SRVLomR TXHUH~QHIRWRJUDÂżDVGRFRQcurso de bumba-meu-boi realizado em fevereiro de 2011. A mostra expĂľe bumbas das DJUHPLDo}HV%RL*DYLmR GR9DOHGR5HJLQDOGR%RL 9LQJDGRUH%RL-DJXDU$ H[SRVLomRÂżFDDEHUWDDWp PDUoR2VKRUiULRVGHYLVLWDção sĂŁo de terças, quintas e VH[WDVIHLUDVGDVKjVK TXDUWDVIHLUDVGDVKjVK e sĂĄbados, domingos e feULDGRVGDVKjVK0DLV LQIRUPDo}HVH 

AtÊ sexta As inscriçþes para a próxima edição do projeto Teatro Deodoro Ê o Maior %DUDWRHPVXD�HGLomRWHUPLQDPQD próxima sexta. O projeto Ê dedicado à produção artística de Alagoas nas åreas de música, dança e teatro, o que WRWDOL]DUiHVSHWiFXORVVHOHFLRQDGRV Esta edição acontecerå entre os meses de abril e setembro e só serão aceitas inscriçþes de pessoas jurídicas, com ou VHP¿QVOXFUDWLYRVFRPRSURGXWRUDV culturais, associaçþes artísticas etc.... Cada proponente poderå inscrever atÊ 2 projetos de espetåculos. As inscriçþes YmRDWpGHPDUoRVHPSUHGDVjV KQD'LUHomR$UWtVWLFDGR7HDWUR'HRGRUR0DLVLQIRUPDo}HV   RXZZZWHDWURGHRGRURDOJRYEURQGH HVWmRGLVSRQtYHLVD¿FKDGHLQVFULomRH o edital.

Ressaca No reencontro pós-Carnaval as bandas Cannibal, Affarra e Dj Renato CordisWDGHYHPID]HUDIHVWDQR%DUXHP %DUUD1RYD2HYHQWRRUJDQL]DGRSHOD Suprema Produções, acontecerá no sábado. Mais informações através dos WHOHIRQHVRX

FALE CONOSCO$$JHQGDpXPVHUYLoRJUDWXLWRGHRULHQWDomRDROHLWRU2VLQWHUHVVDGRVHPGLYXOJDUHYHQWRVVKRZVHH[SRVLo}HVSRGHPHQYLDUPDWHULDODWUDYpVGRHQGHUHoRWLDJHQGD#KRWPDLOFRP

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

Daniel explica a todos os riscos que Manu e Júlia correm com a cirurgia. Manu comenta com Gabriel sobre o amor que ela, Rodrigo e Ana sentem por Júlia, e como o sentimento Ê capaz de uni-los novamente. Eva tenta convencer Lúcio de que Manu não Ê a pessoa ideal para doar o fígado para sua neta, mas o mÊdico não då ouvidos. Dora termina com Marcos. Júlia diz que estå feliz porque suas duas mães, Ana e Manu, se reconciliaram. Inå segue com as netas atÊ o centro cirúrgico. Ana e Manu se abraçam emocionadas.

GLOBO 19h

GLOBO 21h

AQUELE BEIJO

FINA ESTAMPA

&ODXGLDÂżFDDUUDVDGDFRPRÂżPGRQDPRUR%HUnadete pede a Ana Girafa para nĂŁo contar nada a Ricardo sobre sua gravidez. Diva abandona DVÂżOKDVHYDLPRUDUFRP'HXVD*UDFH.HOO\VH surpreende ao encontrar Diva no apartamento da mĂŁe. Agenor e RaĂ­ssa levam as mĂĄquinas e os tecidos para a casa de Eveva. Henrique procura Vera e propĂľe a reabertura da ComisVmRGH,QTXpULWRGD&RPSUDUH5XELQKRRIHUHFH apoio a Claudia.

7HUH]D&ULVWLQDGL]D3HUHLULQKDTXHJXDUGD GLQKHLURHPFDVDSDUDRFDVRGHSUHFLVDUIXJLU Louzada fala para o delegado Paredes que possui as gravaçþes do dia em que Marcela morreu. Paulo lembra de quando cuidou de Vitória. Daniel pede Solange em casamento. Danielle recebe uma intimação para apresentar VXDGHIHVDQR&RQVHOKR5HJLRQDOGH0HGLFLQD Teodora passa mal ao acordar. QuinzÊ descobre RVHJUHGRGH)DEUtFLD*XDUDF\SURFXUD(VWKHU

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

Animado, Wellington promete um espetåculo SDUDRROKHLURGRWLPHLQWHUQDFLRQDO0DUL]HWH )DELQKRH0DUWDHQWUDPQDFDVDGH5HJLQDH procuram pistas que revelem o paradeiro da empresåria. O primeiro tempo da partida acaba. Daniel Ê assediado por jornalistas e Welligton VHQWHXPSRXFRGHLQYHMD5HJLQDFKRUDPXLWR no cativeiro. Cleber, que antes sentia prazer em ver o sofrimento da ex-namorada, começa a se sentir incomodado e tenta animå-la. O jogo WHUPLQDHR&DULRFDVYHQFH1R¿PGDSDUWLGD Wellington Ê sorteado para o exame anti-doping.


TribunaIndependente

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012 DIVERSÃO&ARTE JOÃO MIGUEL JÚNIOR /TV GLOBO

FLÁVIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPÀDYLRULFFR

6%7DJRUDWUDEDOKDHVWUHLD GH´&DUURVVHOµSDUDMXQKR 5D¿QKD

1mRSRUDFDVRDVFHQDVGR&U{H %DOWD]DU0DUFHOR6HUUDGRH$OH[DQGUH1HURKRMHVmRDVTXHPDLV VHGHVWDFDPHP³)LQD(VWDPSD´ 7RGDVDVGHPDLVVHWUDQVIRUPDUDP HPWUDPDVSDUDOHODV1RFDStWXOR GHVHJXQGDIHLUDPDLVXPDYH]RV GRLVIRUDPUHVSRQViYHLVSHORSLFR GHSRQWRVQDDXGLrQFLD)HFKRX FRPPpGLDGHePXLWR

$VSDUWHVDLQGDQmRVHPDQLIHVWDPR¿FLDOPHQWHPDVMiHVWi WXGRDFHUWDGRHQWUHD5HGH79H 5D¿QKD%DVWRV (OHpRHVFROKLGRSDUDFRPDQGDU XPQRYRSURJUDPDQDVQRLWHVGH GRPLQJRQRKRUiULRDWXDOPHQWH XWLOL]DGRSDUDDVUHSULVHVGR³3kQLFR´(VWHpXPSRQWR

GLUHWRU5H\QDOGR%RXU\FRQVHJXLX ÀQDOPHQWHLPSULPLUXPULWPRPDLV IRUWHDRVWUDEDOKRVGH´&DUURVVHOµ SUy[LPDQRYHODGR6%7$VJUDYDo}HV DJRUDHVWmRPDLVRUJDQL]DGDVÁXLQGR PHOKRU0DVQmRIRLIiFLOWLUDUGDIUHQWHRV YiULRVSUREOHPDV+RXYHDTXHGDGR'HO 5DQJHOTXHLQLFLRXWRGRRSURMHWRGHPLV5D¿QKD V}HVQRVHWRUGLÀFXOGDGHVQDDGDSWDomR 2RXWURpTXH5D¿QKDH5HGH79 GDVFULDQoDVLPSRVLo}HVLQWHUQDVTXDQWRD WDPEpPMiFRQYHUVDUDPVREUH HVFDODomRGHDSUHVHQWDGRUHV(QÀPXPD HVWHQRYRSURJUDPDeXPIRUPDWRTXHYHPGHIRUD'RV(VWDGRV OLVWDHQRUPHGHREVWiFXORVTXHHOHFRP 8QLGRV ERPMRJRGHFLQWXUDSURFXURXFRQWRUQDU 6yTXHDLQGDpXPDFRLVDTXH GDPHOKRUPDQHLUDSRVVtYHO QmRHVWiIHFKDGD'HYHVHGH¿QLU HQWUHDPDQKmRXGHSRLV ([LVWHPDLQGDOLPLWDo}HVUHODWLYDVDR GHVHPSHQKRGRHOHQFRLQIDQWLOPDVQDGD 2XWURDVVXQWR TXHVHFRPSDUHDRLQtFLRGHWXGR 3RURXWURODGRMiWHPJHQWHDSRVWDQGR $GLUHomRGD5HGH79DOPRoRX TXHDHVWUHLDDQXQFLDGDSDUDGHPDLR HFRQYHUVRXFRPRFDVDO'DQL $FHOHUDQGR &DODEUHVDH0DUFHOR$GQHW2 QmRYDLPDLVDFRQWHFHUQHVWHGLD SUREOHPDpTXHRVGRLVUHQRYD³0iVFDUDV´QRYHODGR/DXUR 'HYHÀFDUSDUDMXQKR UDPFRPD079QR¿QDOGRDQR &pVDU0XQL]YDLHVWUHDUQD SDVVDGR +iXPDWHQWDWLYDGHDMHLWDUDOJXPDFRLVDVHPFDXVDUSUHMXt]RV RXDERUUHFLPHQWRVDQLQJXpPH LVVRSDVVDUiDGHSHQGHUGHXP HQWHQGLPHQWRPDLVDPSOR

Caso Amaury

5HFRUGHPDEULOWHUFHLUDVHPDQD)DOWDGH¿QLURGLD $VJUDYDo}HVIRUDPDFHOHUDGDVWDQWRQRVHVW~GLRVGR 5HFQRYFRPRIRUDGHOHV 2QWHPSRUH[HPSORSDUWHGR HOHQFRVHJXLXSDUDH[WHUQDV QXPDID]HQGDGHFDIpHP 9DVVRXUDVQR5LR

ËGRORV $SDUFHULD5HFRUG)UHPDQWOHSRGHUiID]HUXPDDSRVWDHPGRLVFDQWRUHVXPKRPHPHXPDPXOKHUSDUD FRPSRURM~ULGRSUy[LPR³ËGRORV´ FRPRSURGXWRUPXVLFDO0DUFR&DPDUJReDLGHLDTXHPDLVDJUDGD2 SURJUDPDHQWUDUiHPH[LELomRQR VHJXQGRVHPHVWUH

Bate-rebate

3DtVYL]LQKR 5LFDUGR:DGGLQJWRQGLUHWRUGDSUy[LPD GDVQRYHGD*ORER³$YHQLGD%UDVLO´ HVWiHP0HQGR]D$UJHQWLQDJUDYDQGR QRYDVH[WHUQDVGRVSULPHLURVFDStWXORV 2VWUDEDOKRVPRYLPHQWDPSULQFLSDOPHQWHDSHUVRQDJHPGH'pERUD)DODEHOOD TXHMiDSDUHFHHPXPWHDVHUGH VHJXQGRVGDFDPSDQKDGHODQoDPHQWR GDQRYHOD7DPEpPHVWmRSRUOi-HDQ 3LHUUH1RKHUDWRUIUDQFRDUJHQWLQRH Carol Abras.

$PDXU\-XQLRUDVVLQRXRQWHP jVKQDSUHVHQoDGHDOJXQV FRQYLGDGRVSRUPDLVWUrVDQRV FRPD5HGH79 $JUDQGHQRYLGDGHHPPHLRD WXGRpTXHRVHXSURJUDPDSDVVDUiDVHUDSUHVHQWDGRDSDUWLU GDVKDQWHVGR³/HLWXUD 'LQkPLFD´(OHWHYHDWHQGLGDXPD UHLYLQGLFDomRGHPXLWRWHPSR

'DWHQDGHVLVWLX $%DQGHLUDQWHVSUHWHQGLDPDQGDU -RVp/XL]'DWHQDD%DUFHORQD SDUDDFRPSDQKDUGHSHUWRDOJXPDVHGLo}HVGR³$KRUD&DLJR´R VHXQRYRSURJUDPDTXHYDLHVWUHDUHPDEULOFRPRWtWXORGH³$LQGD HP3p´³*DQKDTXHP)LFD´RX DOJRSDUHFLGR 0DVHOHDFKRXPHOKRUDVVLVWLU WXGRSRUDTXLPHVPRHFRQWLQXDU FRPRVHXWUDEDOKRQR³%UDVLO 8UJHQWH´

HORÓSCOPO

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Cantor capixaba homenageado pela escola de samba Beija-Flor em 2011

Prisão (?): evita que o réu destrua provas

Fórmula pronunciada por mágicos

© Revistas COQUETEL 2012

O de álcool é elevado no absinto

Às (?): em grande quantidade (pop.)

A preocupação principal do vaidoso

Monograma de "Luís"

Pedro Simon, político gaúcho

4, em romanos Visgo do quiabo

Carta do baralho Norma jurídica

Tática do bom vendedor Christian (?), ator de "O Vencedor"

Reage à anedota Alvo da análise balística Cume

Coletivo de Método "mapas" extremo Voltar; de persuasão regressar

"Cada (?) com seu igual" (dito) Dar à luz

(?)-americano: favorável aos EUA Primitiva linguagem de computadores

Conjunção aditiva mais usual

Rês mais consumida no Oriente Médio Estribilho de hinos Grupo de soldados Presente de índios a autoridades

Técnico do Atlético Mineiro (2011)

Mar, em francês Problema dentário Afecção tratada na limpeza de pele (?) pensar!: de jeito nenhum! Letra enfatizada no sotaque alemão

(?) digital, atrativo do Blu-ray Motivo do desgaste de roupas

Elaine Bast, repórter da Globo

Luta declarada Patrimônio Cultural Brasileiro em 2008 Inventor do telefone

3/mer. 4/bale. 5/basic — lábia. 6/pardal.

22

Solução T P R E O O A B R E A R M T T O P C A R O R O L C O C O S U C G R A

P V E N N A CA D P S A L R IR A E B N E I C A I T A R O S A P O H A M

A T I V L I A B R S A B A L P E A S I R O M D E A C N L A R E I R B E L

L A V A G E M C E R E B R A L

BANCO

ÁRIES - (21/3 a 19/4) – Com Lua, 0DUWHH3OXWmRXQLGRVDVSDUFHULDV SUR¿VVLRQDLVVmREHQH¿FLDGDV9RFr VHVHQWHHPKDUPRQLDFRPVHXV FROHJDVGHWUDEDOKRHSHUFHEHR YDORUGDVDWLYLGDGHVHPJUXSRe KRUDGHXQLUIRUoDVGLYLGLQGRWDUHIDV HYLWyULDV TOURO ± D ±$WHQGrQFLDpTXHKRMHYRFrVHGLYLUWDDR VDLUGDPHVPLFHSULQFLSDOPHQWH DRPRVWUDUVHXUH¿QDPHQWR2 encontro entre Lua, Marte e Plutão OKHLQFHQWLYDDSURFXUDUH[SHULrQFLDV GLIHUHQWHVXVDQGRVXDVHQVXDOLGDGH HVHXSRGHUGHVHGXomR GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – O PHOKRUDID]HUDJRUDpVHUHFROKHUH SHQVDUQDVVLWXDo}HVTXHWrPDWUDSDOKDGRVHXODGRHPRFLRQDO(VVD UHWLUDGDHVWUDWpJLFDVHUiLPSRUWDQWH SDUDTXHYRFrYROWHSDUDRVHL[RV SRLVDFRQMXQomRHQWUH/XD0DUWHH 3OXWmROKHGiIRUoD CÂNCER ± D ±,QYLVWD QDUHQRYDomRFRQVWDQWHGHVHX DPRUMiTXHVHXUHODFLRQDPHQWR SRGHHQIUHQWDUPRPHQWRVGHOLFDGRVQRVTXDLVVHXMRJRGHFLQWXUD VHUiH[LJLGR3HQVHEHPDQWHVGH DJLUHSURFXUHFULDUXPFRWLGLDQR HPRFLRQDOPHQWHVDXGiYHO LEÃO – (23/7 a 22/8) – Com Lua, 0DUWHH3OXWmRHPFRQMXQomRYRFr SHUFHEHTXHSDUDDOFDQoDUVHXVREMHWLYRVSUR¿VVLRQDLVVHUiQHFHVViULR VHHVIRUoDUSDUDDSULPRUDUVHXV DUJXPHQWRVVHXVUHODFLRQDPHQWRVHVHXGHVHPSHQKR/XWHSRU DTXLORTXHGHVHMD1RDPRU(VWi QDKRUDGHVHODQoDVGHYH]HPVHX UHODFLRQDPHQWRWLUDQGRRIRFRGRV SUREOHPDV VIRGEM – (23/8 a 22/9) – O encontro entre Lua, Marte e Plutão DXPHQWDVXDGHWHUPLQDomRSDUD OXWDUSRUVHXVLQWHUHVVHV1RTXHVH UHIHUHDRVVHXVREMHWRVGHFRQTXLVWDpSUHFLVRRXVDUVDLUGDVXD]RQD GHFRQIRUWRHEXVFDUQRYDVWiWLFDV 7HQWHFDPLQKRVDOWHUQDWLYRV 1RDPRUVHXUHODFLRQDPHQWRKRMH SUHFLVDTXHYRFrHVSDQWHDVG~YLGDVHPRVWUHFRQ¿DQoDQDWHQWDWLYDGHUHVROYHURVSUREOHPDVTXH DÀLJHPWDPEpPVXDFDUDPHWDGH 0RVWUHYRQWDGHGHPHOKRUDUD relação. LIBRA± D ±2VDWXDLV WUkQVLWRVDVWUDLVSURYRFDPXPD

De volta às novelas da Globo, em “Cheias GHFKDUPH´SUy[LPDGDVVHWHTXHHVWUHLD dia 16 abril, /XL]+HQULTXH1RJXHLUD exiEHIRWRGDFDQWRUDEUHJD&KD\HQHYLYLGD SRU&OiXGLD$EUHX1DKLVWyULDHOHpRVHX DVVLVWHQWHSDUDWRGRVRVDVVXQWRV

Capítulo à parte

TV TUDO

O

3

· Monique Evans será a convidada do “De frente com Gabi”, da Marília Gabriela, hoje, faixa da meia-noite, no SBT. Â$*ORERRQWHPHPFRPXQLFDGR R¿FLDOLQIRUPRXDFRPSURXGRVGLUHLWRVGHWUDQVPLVVmRGRVPXQGLDLV GHIXWHEROGHH · O SBT foi muito bem no Rio com a WUDQVPLVVmRGRGHV¿OHGDVFDPSHmVGHViEDGRSDUDGRPLQJR Â1DPDGUXJDGDIH]GHPpGLD FRQWUDGD*ORERHGD5HFRUG Â$JHQGDGR/XDQ6DQWDQDMiQmR HVWiWmRGLVSXWDGDFRPRQRDQR SDVVDGR Â0DVRSUySULRFDQWRUHRVUHVSRQViYHLVSHODVXDFDUUHLUDUHVROYHUDP DGRWDUXPDOLQKDGHWUDEDOKRPDLV WUDQTXLOD Â0RDF\U)UDQFRYDLVHDSUHVHQWDU no Teatro Rival, no Rio de Janeiro, na noite de hoje, como seu show de música e humor. Â$(VSQ%UDVLOWUDQVPLWHKRMHDR YLYRKRDPLVWRVRLQWHUQDFLRQDO5RPrQLDH8UXJXDL Â1D(VSQjVK,QJODWHUUDH +RODQGD7XGRDRYLYR Â2VHULDGR³+RUDV´QmRWHYHQD VHJXQGDIHLUDXPDERDHVWUHLDQD %DQGHLUDQWHV'HXXPSRQWR

&·HVWÀQL

-iFRPDQRVGHVHUYLoRVSUHVWDGRVDR*UXSR%DQGHLUDQWHV6pUJLR3DWULFN pTXHPHVWijIUHQWHGRSURMHWRGHODQoDPHQWRGHXPDUHGHGHUiGLRFRPSURJUDPDomRKRUDVYROWDGDSDUDRPXQGRHVSRUWLYR1RPHVFRPRGD+RUWrQFLD0DJLF3DXODH)HUQDQGR0HOLJHQLMiDSDUHFHPHQWUHRVPDLVFRPHQWDGRV SDUDLQWHJUDUHVWHWLPH2VWUDEDOKRVFRPHoDPHIHWLYDPHQWHHPDEULO

³/LQKDGH3DVVH´GD(VSQ%UDVLO jVVHJXQGDVIHLUDVHVWiQRYDPHQWH FRPVHXWLPHWLWXODU -RmR3DORPLQR-XFD.IRXUL-RVp 7UDMDQRH3DXOR9LQtFLXV&RHOKRHP 6mR3DXOR)HUQDQGR&DOD]DQVH 0iUFLR*XHGHVGR5LR (QWmRpLVVR0DVDPDQKmWHP PDLV7FKDX

UHÀH[mRPDLVGHWDOKDGDVREUHVHX UHODFLRQDPHQWRHVHXPRGRGHOLGDU FRPVHXVVHQWLPHQWRV/HPEUHVH VHPSUHGRVPRPHQWRVIHOL]HVMXQWR jSHVVRDDPDGDHLQYLVWDQRGHVHQYROYLPHQWRGHVXDUHODomR ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) – A XQLmRHQWUH/XD0DUWHH3OXWmR GHVWDFDVHXSRGHUGHLQWHUDJLU HOLGHUDU(VVDVFDUDFWHUtVWLFDV FRQWULEXLUmRSDUDTXHYRFrIRUPH SDUFHULDVQDVXDYLGDSHVVRDO 6HUiQHFHVViULRXVDUVHXERP VHQVRSDUDHTXLOLEUDULQWHUHVVHV DQWDJ{QLFRV SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – As GL¿FXOGDGHVTXHYRFrSUHFLVDOLGDU HPVXDYLGDDPRURVDSRGHPVHUYLU GHOLomRSDUDVHXFUHVFLPHQWRSHVVRDO$SURYHLWHWRGDVDVRSRUWXQLGDGHVSDUDGHPRQVWUDUVHXVVHQWLPHQWRVPDLVQREUHVVHPSHUPLWLU TXHRVSUREOHPDVOKHDIHWHP CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1) – A OLJDomRHQWUH/XD0DUWHH3OXWmR DSRQWDTXHDWHQGrQFLDpTXHPXGDQoDVLPSRUWDQWHVQDVXDPDQHLUD GHYHURPXQGRRFRUUDP9RFr SHUFHEHUiTXHpSUHFLVRHTXLOLEUDU RVGHVHMRVQDVVXDVUHODo}HVDVVLP FRPRRUJDQL]DUVXDVWDUHIDV AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – Este é XPERPPRPHQWRSDUDYHQFHUDV GL¿FXOGDGHVTXHSRVVDPDWUDSDOKDU VHXVHWRUIDPLOLDUSRLVRHQFRQWUR HQWUH/XD0DUWHH3OXWmREHQH¿FLD DiUHDHOKHGiVXEVtGLRVSDUDUHVROYHURVSUREOHPDV6HMDSURDWLYR DJLOL]DQGRRVSURFHVVRV1RDPRU TXHWDOIXJLUXPSRXFRGDPRQRWRQLD GDURWLQDHVHHQWUHJDUPDLVLQWHQVDPHQWHDRVHXUHODFLRQDPHQWR" 2FRQVHOKRGRVDVWURVpSDUDTXH YRFrVHMDPDLVWUDQTXLORTXDQGRVH WUDWDUGHDPRUMiTXHDIREDomRH GHVHVSHURVyDWUDSDOKDP PEIXES± D 6HMDPDLV DWHQWRDRVVHXVDPLJRVGDQGR DSRLRQDVKRUDVGHGL¿FXOGDGH 7DOYH]VHMDSUHFLVRDX[LOLDUDOJXpP TXHHVWHMDSDVVDQGRSRUDOJXPD VLWXDomRGHOLFDGD6HMDFRPSDQKHLUR 1RDPRUGrPDLVDWHQomRDRVGHWDOKHVTXHDWUDSDOKDPDFRQYLYrQFLD HQWUHYRFrHDSHVVRDDPDGD2V JUDQGHVSUREOHPDVWHQGHPDOKH FDXVDUPHGRSRUWDQWRFRPHFHSHORVPHQRUHVPRVWUDQGRDIRUoDGH VHXVVHQWLPHQWRVHGHVHXVYDORUHV

LQWHUSUHWDomRGH6DUDK -HVVLFD3DUNHUQRVDQRV EXVFDQGRUHVSRVWDV VREUHDPRUVH[RHDPLzade, enquanto explora Manhattan e o mundo do FROpJLR1DTXHODpSRFD AnnaSophia Robb, 18, trabalha na TV e no cinePDGHVGH $OpPGH´$)DQWiVWLFD )iEULFDGH&KRFRODWHµHOD WDPEpPDWXRXHP´&ROKHLta do Mal”, “Jumper”, “A Montanha Enfeitiçada” e ´&RUDJHPGH9LYHUµ

JOVENS

Novo “Sex and the City” terá AnnaSophia Robb como Carrie

A

atriz AnnaSophia Robb, conhecida por interpretar Violet QRÀOPH´$)DQWiVWLFD)ibrica de Chocolate” (2005), de Tim Burton, interpreWDUiDYHUVmRMRYHPGH &DUULHHPQRYDVpULHVREUH “Sex and the City”. A inIRUPDomRpGR´+ROO\ZRRG Reporter”. %DVHDGDQRURPDQFH GH&DQGDQFH%XVKQHOOD VpULH´7KH&DUULH·V'LDULHVµYDLPRVWUDU&DUULH SHUVRQDJHPIDPRVDQD


4

TribunaIndependente

DIVERSĂƒO&ARTE 0$&(,Ă?48$57$)(,5$'()(9(5(,52'(

IHOLSHFDPHOR#JPDLOFRPIHOLSHFDPHOR#VDODGDRQOLQHFRPEUFDPHORIHOLSHFDPHOREORJVSRWFRP

Investimentos

Se ela leva vasilha e pincel ĂŠ porque sabe quĂŁo forte ĂŠ a quĂ­mica desse creme pra queimar a pele a ‘aloirar’ os pelos. Imagino o mal que isso deve fazer. No mĂ­nimo, câncer. Socooorro

3DVVDGRR&DUQDYDOHRYHUmRVHGHVSHGLQGRHVVDFHQDYDLÂżFDU + rara, centenas de turistas circulando pela cidade enquanto os navios, atracados em JaraguĂĄ. Nestes Ăşltimos meses, muito comum, eu chegando ou saindo de casa e o PavilhĂŁo do Artesanato atraindo muita gente, movimentando a economia, gerando emprego e renda $66(6625,$

³5RGQH\$OYHVVyFLRGR$OPHLGD$GYRJDGRVUHFHEHHP São Paulo o advogado americano Craig Sherman, sócio GRHVFULWyULR:LOVRQ6RQVLQL*RRGULFK 5RVDWLHHVSHcialista em mercado de capitais e na criação de fundos de venture capital, para discutir cenårio de investimentos QRVPHUFDGRVGHWHFQRORJLDLQWHUQHWHHFRPPHUFH'LD žGHPDUoRQDVHGHGR$OPHLGD$GYRJDGRV´4XHPLQIRUPDp$QD)LQDWWLGD9HUD0RUHLUD&RPXQLFDomRTXH LQGLFDRKWWSZZZFDPDUDHQHWSUDLQIRUPDo}HV

A Volta do Patinho Feio

DisputadĂ­ssima

0RYLPHQWRHVWH¿QDOGHVHPDQDQR7HDWUR'HRGRURTXDQGRD$VVRFLDomR7HDWUDOGDV$ODJRDV DSUHVHQWDFOiVVLFRGDOLWHUDWXUDPXQGLDORFRQWRLQIDQWLO¾23DWLQKR)HLRœGH+DQV&KULVWLDQ$QGHUVHQDGDSWDGRSDUDRWHDWURSRU/DXUR*RPHVPXVLFDGRSRU0iFOHLPFRUHRJUDIDGRSRU0DULD (PtOLD&ODUNFHQRJUDIDGRHFDUDFWHUL]DGRSRU$JpOLR1RYDHVFRPLOXPLQDomRGH)iWLPD)DULDVGLUHomRGH'DYLG)DULDVHQDFRRUGHQDomRHSURGXomRJHUDO5RQDOGRGH$QGUDGH³8PRYRGHFLVQH IRLFKRFDGRSRU'RQD3DWD2SDWLQKRTXHQDVFHpIHLRHGHVHQJRQoDGRHSRULVWRQmRpDFHLWR SHORVLUPmRVSDWLQKRV 5LVRQKRH9LJRURVR 5HMHLWDGRHPDOWUDWDGRR3DWLQKR)HLRIRJHSHOD ÀRUHVWD1HVWHSHUFXUVRHOHSURFXUDDSRLRHDFRQFKHJRFRPR(VSDQWDOKRDERUEROHWD$YRDGLQD R/RER0DXR&RHOKLQKRGD3iVFRDFRPXPD&LDGH7HDWURGH%RQHFRVFRPXPDIDPtOLDGH WLUROHVHVDWpFRPD/XDHOHSURFXUDDFRQFKHJRPDVQmRHQFRQWUD1HVWHORQJRFDPLQKRDWUDYpV GRPXQGRHGRWHPSRR3DWLQKR)HLRDLQGDVRIUHRIULRGRLQYHUQR0DVHOHFUHVFHHVHWUDQVIRUPD QREHOR&LVQHHDVVLPHOHUHHQFRQWUD5LVRQKRH9LJRURVRTXHHVWmRjVXDSURFXUDDUUHSHQGLGRV GRTXH¿]HUDP23DWLQKR)HLROKHVSHUGRDHWRGRVYmRFRPDOHJULDDRHQFRQWURGH'RQD3DWD´ 2HVSHWiFXORpPDUFDGHVXFHVVRQR(VWDGRGHVGHVXDHVWUHLDHPWHQGRVLGRHOHLWRR PHOKRUHVSHWiFXORLQIDQWLOGDTXHOHDQRSHORMDSUHVVEORJVSRWFRP$VVHVVRUGH&RPXQLFDomR 'LWHDO.H\OHU6LP}HVLQIRUPDQGRDLQGDTXHHVVDWHPSRUDGDDFRQWHFHUiGHDGHPDUoRQR 7HDWUR'HRGRURVHPSUHjVGDWDUGH,PSHUGtYHOSUDEDL[LQKRVHDOWLQKRVWDPEpPFODURD¿QDOR HVSHWiFXORpOLQGRHPXLWRFDSULFKDGRQRVPtPLQRVGHWDOKHV

E por falar em teatro e no Deodoro, outro espetåculo TXHWDPEpPYDLDWUDLUVXSHUS~EOLFRSURYDQGRD GLYHUVLGDGHGRFHQWHQiULRSDOFRVGDQRLWHGR SUy[LPRGLD7HDWUR'HRGRURUHFHEHUiRHVSHWiFXOR GHKXPRU³$V'LVSXWDGDV4XHPVHUiD'LDQD do Pastoril?�, que ao mesmo tempo consegue ser alegre, humorística, cômica, engraçada, animada e GLYHUWLGDWXGRMXQWRHPLVWXUDGR$VSHUVRQDJHQV" 3kQWDOD%XWWHUÀ\$QD0RWHFKLRH6DOHWH6XVSLUR $KLVWyULD"$FRQWHFHQR&RQGRPtQLRIHFKDGRPDLV VHJXURGH0DFHLyGDSURSULHWiULD6DOHWHTXH GLVSXWDUiSHOD�YH]RFRQFXUVRGDPDLVEHOD Diana do Pastoril da Chã, e nessa disputa ela terå a LQFRQYHQLHQWHFRPSDQKLDGH0RQWHFKLRH%XWWHUÀ\ VXDVLQTXLOLQDVGHYHGRUDVHWUDSDFHLUDV$VVLQDQGR DGLUHomRRIHUD*ODXEHU7HL[HLUDHDFRUHRJUD¿D 5RJHUV$\UHVQRWtFLDGH.H\OHU6LP}HV9DOH JDUJDOKDGDHDSODXVRV

Neonatal e Pediåtrica De amanhã ao próximo dia 3, 1º Simpósio de Urgência e Emergência Neonatal e Pediåtrica atrairå enfermeiros, mÊdicos, estudantes, auxilLDUHVWpFQLFRVGH(QIHUPDJHPHRXWURVSUR¿VVLRQDLVGDiUHDGHVD~GH O simpósio, organizado pelos alunos do 7º período de Enfermagem da )LWVUHXQLUiGLYHUVRVHVSHFLDOLVWDVGDVD~GHSDUDSDOHVWUDUHGLVFXWLUVRbre urgência e emergência voltada ao atendimento de crianças e recÊmQDVFLGRV'HQWUHDVSDOHVWUDVHVWmR³$YDOLDomR3ULPiULDH6HFXQGiULDj &ULDQoD3ROLWUDXPDWL]DGD´³$VVLVWrQFLDGH(QIHUPDJHPjFULDQoDYtWLPD GHTXHLPDGXUDV´³3DUDGD&DUGLRUUHVSLUDWyULDH5HDQLPDomR1HRQDWDO H3HGLiWULFD´³$VVLVWrQFLDGH(QIHUPDJHPj&ULDQoDHP8UJrQFLDH (PHUJrQFLD3VLTXLiWULFD´³)iUPDFRVD3DFLHQWHV3HGLiWULFRVHP8UJrQFLDH(PHUJrQFLD´³7UDQVSRUWH1HRQDWDO´³,QWR[LFDo}HV([yJHQDV´ H³'LVW~UELRV5HVSLUDWyULRVHP&ULDQoDV´0\OHQH/HLWHGD,PSUHQVD $UWHFHWHUDLQIRUPDQGRHFRQYLGDQGR

AnÊis e Unhas ³1mRpVHJUHGRSDUDQLQJXpP que as mulheres amam exibir nos GHGRVGDVPmRVRVPD[LDQpLV)RL pensando nisso que a empresåria HH[SHUWQRDVVXQWR0DULQD)L~]D garimpou dezenas deles no eixo 5LR6mR3DXOR+RMHjVKD empresåria comanda encontrinho IDVKLRQQDVXD0LD$FHVVyULRVSDUD apresentar os maxianÊis que estão GLWDQGRPRGDQRSODQHWDIDVKLRQ (SDUDGHL[DUR¿PGHWDUGHDLQGD mais agradåvel e as unhas das clientes lindas de viver, a Boudoir (VPDOWHULDWHUiXPFRUQHUQDORMD FRPGLUHLWRDHVPDOWDomR'LItFLOp resistir aos anÊis e ainda sair de lå FRPDVXQKDVSURQWDVSDUDEULOKDU´ /LV1XQHVDVVHVVRUDQGRFRPDV unhas esmaltadas e as mãos deviGDPHQWHDQHODGDV

O

lançamento de “O Deus Que Devasta Mas TambĂŠm Curaâ€?, quinto ĂĄlbum de Lucas Santtana, foi no Facebook. A escolha do site para estrear o lançamento ĂŠ apenas uma questĂŁo de SUDWLFLGDGHDĂ€UPDR cantor. â€œĂ‰ a principal rede social [que existe] e eu tenho esse Âś%DQG3URĂ€OH¡XP SHUĂ€OTXHMXQWDDJHQda de shows, fotos, capa do disco, tudo. É um aplicativo prĂĄtico, que resume tudoâ€?. O tĂ­tulo do disco veio da mĂşsica de mesmo nome feita para o disco de Gui Amabis, “MemĂłrias Luso-Africanasâ€?, de 2011. “Todas as mĂşsicas do meu disco começaram nessa; os assuntos tinham a ver e elas foram feitas na mesma ĂŠpoca. Por conta disso resolvi chamar o disco assim. Eu nunca tinha feito um disco descritivo, como um cronista narrando as coisas que eu ia vivendo e vendoâ€?, conta. No novo trabalho, a faixa “O Deus Que Devasta Mas TamEpP&XUDÂľJDQKRX DUUDQMRHUHJrQFLD

Cena garota propaganda de Marina FiĂşza, com as unhas devidamente esmaltadas e DÂżDGDVHDVPmRVFDSULchosamente aneladas. Formadora de opiniĂŁo

Outro dia vi Ceiça Monteiro indo embora da Top e perguntei porque estava indo tĂŁo cedo. “Porque jĂĄ sou linda D+â€? foi a resposta. EntĂŁo tĂĄ, nĂŠ? Quem sou eu pra discordar de mulher bonita???

Moderno do maestro baiano Letieres Leite, e Lucas Santtana canta acompanhado da Orkestra Rumpilezz. A música erudita tambÊm marca presença no disco com samples de Beethoven, Debussy e Ravel. (XMiWLQKDHVVD ideia de querer usar esse universo de sample de música sinfônica, mas nunca tinha usado nos discos. Acabou tendo a ver

com as mĂşsicas. SĂŁo mĂşsicas românticas, DOJXPDVKRUDVEHP dramĂĄticas outras horas bem abertas, ÂśSDUDIRUD¡¾H[SOLFD Lucas Santtana, que tambĂŠm usa samples GHMRJRVGHYtGHRJDPHDQWLJRVHPXPD faixa do ĂĄlbum. “Por XPODGRpPDLVOHJDO que uma orquestra SRUTXHDOpPGHYRFr trazer as notas da orquestra, traz o som de uma ĂŠpoca, de

XPDJUDYDomR(OHMi traz uma texturaâ€?. “O Deus Que Devasta Mas TambĂŠm &XUDÂľLQDXJXUDXPD nova parceria musical de Lucas SantWDQDRĂ€OKR-RVXp de nove anos, assina “Dia de Furar Onda no Marâ€?. A letra traz DVGHĂ€QLo}HVGH-RVXpSDUDDOJXPDV palavras, como “conWHPSRUkQHRpDOJXpP sem coraçãoâ€?, que tambĂŠm estarĂŁo no

Com samples de Beethoven e game, GLVFRGH/XFDV Santtana Ê lançado no Facebook

OLYUR´$%&GR-RsuĂŠâ€?, a ser lançado este ano pela editora Dantes. As outras particiSDo}HVGRGLVFRLQcluem CĂŠu, Curumin, Kassin, Gui Amabis, Guizado, Rica AmaELVHLQWHJUDQWHVGR +XUWPROG%L[LJD e Do Amor. “Essas coODERUDo}HVVHGmRSRU DĂ€QLGDGHPXVLFDO NĂłs compartilhamos a mesma visĂŁo de P~VLFDHDJHQWHp

DPLJRVDLSUDEHEHU conversar, e acaba acontecendoâ€?. ApĂłs a estreia no Facebook, Lucas Santtana faz show de lançamento de “O Deus Que Devasta Mas TambĂŠm Curaâ€? em 30 de março, no Sesc Vila Mariana, em SĂŁo Paulo. De lĂĄ, ele parte para uma sĂŠrie de shows na Europa, para entĂŁo leYDUDWXUQrEUDVLOHLUD a outras cidades.

Edição número 1381 29 de fevereiro de 2012  

Edição Digital Jornal Tribuna Independente TribunaHoje.com

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you