Page 1

CIDADES Motorista de EcoSport executa passageiro a tiros e golpes de faca na Via Expressa 11 EXEMPLAR DO ASSINANTE

QUINTA-FEIRA

MACEIÓ - ALAGOAS - 9 DE FEVEREIRO DE 2012 - Nº 1366 - R$ 1,50

tribunahoje.com

SECOM / PAULO RIOS

JUSTIÇA

MEIO AMBIENTE

Prefeita é investigada por homicídio

IMA disciplina área de acesso à piscina natural da Pajuçara

A Justiça estadual determinou a quebra do sigilo bancário e telefônico da prefeita Renilde Bulhões (PTB), de Santana do Ipanema, para investigar a morte do radialista Jorge Santos, ocorrida em 2004. Ela figura entre nove indiciados no homicídio. A decisão é do desembargador Otávio Leão Praxedes, relator do processo no Tribunal de Justiça de Alagoas, atendendo pedido da Delegacia Regional de Santana do Ipanema. O caso já recebeu auxílio até mesmo da Polícia Federal. 3

FUTEBOL

CRB derrota por 2x1 o CSE de Túlio Maravilha Em um jogo conturbado, o CRB derrotou ontem, em Maceió, o CSE de Túlio Maravilha por 2x1. Os três gols foram marcados antes dos dez minutos do primeiro tempo. O Galo chega aos 16 pontos e segue na luta para entrar no TXDGUDQJXODU¿QDO2&RUXULSH empatou com o CEO e o CSA obteve sua segunda vitória consecutiva, dessa vez em Penedo, contra o Penedense, por 2x0, e está perto da clasVL¿FDomRPág. 16

CONJUNTURA

A Scretaria de Defesa Social tem uma preocupação a mais, ultimamente, com a questão da violência. É que de uns dias para cá um magistrado, um membro do Ministério Público e um advogado foram vítimas de falsos sequestros. É um golpe antigo, que já... Pág. 3

COTIDIANO

Os veículos doados pelo Governo do Estado para o melhor funcionamento dos conselhos tutelares dos municipios alagoanos estão servindo para uso pessoal de muitos conselheiros, desde fazer compras em hipermercados como consultas médicas, onde na... Pág. 5

Técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA) colocaram ontem poitas (materiais de cimento) no mar para segurar bóias e delimitar onde os jangadeiros, com visitantes, devem parar na piscina natural da Pajuçara. Isso evita que os jangadeiros, ao chegarem às piscinas, joguem as âncoras nos corais e acabem destruindo parte desse ecossistema. Por conta da ação para disciplinar a atividade, as visitas de turistas às piscinas foram suspensas ontem. Pág. 12

Ataques a agências dos Correios já são 13 este ano

Número representa um terço do total de assaltos registrados no ano passado em Alagoas. Empresa diz que agora vai adotar ações por conta própria SANDRO LIMA

FOLIA

Carnaval será aberto hoje com o baile municipal O Carnaval de Maceió será aberto hoje à noite com o baile municipal, no espaço Vox Room, no Jaraguá, regido pelo maestro Manezinho e com a orquestra de Almir Medeiros e a banda Tabaque. Cerca de cinco mil convidados deverão ir fantasiados ao baile. O Jaraguá Folia será aberto amanhã, às 19h, na Praça Dois Leões. No sábado, o bloco Filhinhos da Mamãe fará seu GHV¿OHVHUiRžGHVGH que foi criado. A concentração será no Museu Théo Brandão. Pág. 10

NÃO RESISTIU

Morre no HGE mulher que tentou queimar o marido

SECOM

AILTON VILLANOVA Cansado da rotina de mais de trinta anos de sacerdócio, o sempre vivo padre Odilon Melchior bolou um expediente joia para despachar, numa boa, pecadores de sua paróquia. O que ele fez, então? Anotou numa folha de papel um formidável número de transgressões de... Pág. 11 TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

20º

Máxima

30º

Marés

04:36 10:41 16:53 23:08

2.2 0.1 2.3 0.0

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,71 R$ 1,72 DOLAR PARALELO R$ 1,79 R$ 1,90 OURO: R$ 97,60 POUPANÇA: 0,6319%

Em apenas um mês e uma semana deste ano os Correios já registram 13 agências que foram alvo de assaltos ou arrombamentos em Alagoas. Esse número corresponde a cerca de um terço do total de assaltos ocorridos no ano passado. O último ataque ocorreu na quarta-feira no município de Monteirópolis, onde uma agência foi arrombada por bandidos que levaram o cofre e documentos. Essa situação já despertou preocupação na direção nacional dos Correios, que anunciou ontem que adotará “medidas próprias” para tentar conter os ataques. 9

Morreu ontem no HGE Natanieza Souza dos Santos, 42, que teria tentado matar queimados o marido e o cunhado e também cometer suicídio, na cidade de Matriz do Camaragibe. Vizinhos contaram que ela jogou óleo diesel sobre todos e ateou fogo. A polícia tenta comprovar a versão e até saber se havia mais gente na cena do crime. Pág. 11

RENAN CALHEIROS

HOMENAGEM

BOA NOTÍCIA!

Fãs dão último adeus depositando calcinhas no caixão de Wando

(VWDGRHPXQLFtSLRÀUPDPSDUFHULD para combater o crack em Alagoas

Fãs do cantor Wando colocaram calcinhas e até duas maçãs sobre o caixão do ídolo, que morreu ontem aos 66 anos, em Belo Horizonte. Wanderley Alves dos Reis teve um princípio de HQIDUWHQR¿QDOGHMDQHLURHSDVVRXSRUXPDDQJLRSODVWLDFRronária, mas ontem seu quadro piorou e foi a óbito. O sepultamento será hoje na capital mineira. Wando foi responsável pela retomada do sucesso do gênero brega romântico na década de 80. Num dos shows começou a distribuir calcinhas e a receber outras, juntando um “acervo” de 17 mil peças. D&A / 1

O governo do Estado e a Prefeitura de Maceió vão desenvolver ações conjuntas para a implantação do programa “Crack, é possível vencer”. A decisão foi tomada ontem no último dia de reuniões com a comitiva interministerial que veio a AlagoDVHQFDPLQKDURSURJUDPDHGH¿QLUUHFXUVRV¿QDQFHLURVSDUD que seja implementado. A secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, destacou a integração para as ações. O governador Teotonio Vilela disse que a decisão “é histórica e vai repercutir na vida de muita gente”. Pág. 10

Acordo suspende execução de dívida de produtor rural O senador Renan Calheiros (PMDB) anunciou ontem que o governo federal manteve o compromisso de reabrir o prazo à renegociação das dívidas de produtores rurais com o Banco do Nordeste. Ele se reuniu com as ministras Ideli Salvatti e Gleisi Hoffmann e saiu do encontro com os termos do acordo R¿FLDOPHQWHGH¿QLGRV


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

PolĂ­tica

Parecer da PGE, deixa ‘briga’ por vaga restrita ao Tribunal e Assembleia Em relação Ă  Procuradoria Geral do Estado, da qual se esperava um parecer, a posição tomada pelo procurador-geral Marcelo Teixeira ĂŠ a de que ĂŠ uma questĂŁo que deve ser resolvida pelo prĂłprio Tribunal de Contas do Estado, nĂŁo cabendo decisĂŁo ao Executivo que nĂŁo seja a efetiva nomeação. Assim sendo, o governador Teotonio Vilela Filho deve nomear o conselheiro com base no entendimento do Poder JudiciĂĄrio.

-XVWLoDYDLGHĂ€QLUGLUHLWRGHYDJDQR7&

6HJXQGRFKHIHGR03GH&RQWDVSURFXUDGRU5LFDUGR6FKQHLGHUDQiOLVHGRPpULWRGDTXHVWmRSRGHGDUÂżPHPGLVSXWD SANDRO LIMA

ESPLANADA

A

LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

EXCLUSIVO

PMs de SĂŁo Paulo e Rio articulam greve

N

a surdina, cresceu ontem uma mobilização político-sindical para anúncio de greve das polícias militares de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Alagoas, na esteira da crise na Bahia. O movimento começou na capital paulista, incitado pelo deputado estadual Major Olímpio (PDT). A categoria espera que o Rio de Janeiro seja o condutor do efeito dominó, onde acontece hoje, às 15h, encontro de dirigentes sindicais. Eles querem anunciar greve geral de policiais militares, civis e bombeiros no ViEDGRQDFDSLWDOà XPLQHQVH1HVVHFDVR6mR3DXOR0DWR*URVVR e Alagoas vão aderir.

PEC 300 Os policiais reivindicam a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional nº 300, que cria piso nacional para PMs e bombeiros.

Ponte aÊrea Policiais paulistas protagonistas da mobilização de ontem viajam hoje SDUDR5LRSDUDD¿QDURGLVFXUVR$FUHGLWDPTXHR5LRSRGHVHUDYLWULQH nacional do movimento.

PT x PSD, jĂĄ... Mal nasceu e o PSD da Câmara dos Deputados, com 48 na bancada, jĂĄ atua como gente grande na onda do toma-lĂĄ-dĂĄ-cĂĄ. NĂŁo houve acordo para a cessĂŁo dos 106 cargos de natureza especial aos quais o partido tem direito na Casa. A direção sĂł garantiu 66 e deixou deputado cuspindo fogo. “O PT estĂĄ estragando tudoâ€?, diz um governista

PTB x Mantega... A revelação Ê do deputado Jovair Arantes (PTB-GO): Guido Mantega tentou emplacar Luiz Felipe Denucci na direção da BB DTVM, fundo de investimentos do bancão, mas o partido recuou.

...e vice-versa Depois, o PTB aceitou apadrinhar Denucci na Casa da Moeda, a pedido de Mantega, segundo Jovair, que lava as mĂŁos. “Mantega ĂŠ amigo dele, ele (Denucci) ĂŠ da turma da FGVâ€?. Jovair garante que tem os ofĂ­cios do PTB renegando o apadrinhado.

‘Dilma’ de Wagner Rui Costa, chefe da Casa Civil do estado, ĂŠ o candidato de Jaques Wagner para o governo da Bahia em 2014.

Do contra Deputado Izalci (PR-DF) avisa que nĂŁo vai ajudar aprovar bebida alcoĂłlica nos estĂĄdios em jogos do Campeonato Brasileiro. Topa a ideia apenas na Copa do Mundo de 2014.

�ndio sem apito O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) trabalha animado para que entre em pauta sua PEC 38-1999. Por ela, qualquer nova demarcação de terra indígena deve ser referendada pelo Congresso Nacional, e não mais por decreto presidencial.

Colegiado Com a polêmica histórica sobre a demarcação da Raposa-Terra do Sol, em Roraima, Mozarildo conseguiu apoio das bancadas de pelo menos sete estados das regiþes Norte, Nordeste e Centro Oeste, interessados em barrar propostas de demarcação.

Rose, plano B Com as lambanças verbais do líder Henrique Alves (PMDB), que patina no projeto de presidir a Câmara, surge o nome de Rose de Freitas, atual vice, como opção do partido.

Susto bilionårio Assustadas, entidades de servidores da Receita acham que faltou debate para o projeto de criação de fundo de pensão do serviço público. É algo por R$ 700 bilhþes.

ClÊsio Ê PMDB O PMDB ganharå mais um senador e a bancada chegarå a 22. ClÊsio $QGUDGHVHGHV¿OLRXGR35HDVVLQDD¿FKDGHFLGLGRDGLVSXWDUDUHHleição para a Casa Alta em 2014. Só AÊcio Neves (PSDB), em eventuais acordos locais, pode melar o projeto.

Armårio aberto Aliås, num embate demorado no salão azul do Senado ontem, AÊcio e Lindberg Farias (PT-RJ) saíram do armårio. O primeiro assumiu pose de candidato presidencial. O segundo, a privatização petista.

Ponto Final Para AĂŠcio, o PT saiu do armĂĄrio com a privatização. Amigo dele, Lindbergh sempre devolve com um “vossa excelĂŞncia serĂĄ por muito tempo aindaâ€? o bastiĂŁo da oposição. Com Gilmar Correa e Hosa Freitas www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

LUIS VILAR REPĂ“RTER

Schneider explicouTXHDDSUHFLDomRGRPpULWRSRGHÂżQDOL]DUSROrPLFDVREUHYDJDGHFRQVHOKHLUR ADAILSON CALHEIROS

AĂ‡ĂƒO

Elizabeth nega obscuridade de liminar A desembargadora Elizabeth Carvalho alĂŠm de reforçar que nĂŁo era cabĂ­vel o debate quanto ao mĂŠrito do mandado de segurança, ela defendeu que a liminar concedida, mas depois suspensa pelo presidente do Tribunal de Justiça, era clara em seu teor. De acordo com ela, nĂŁo existe obscuridade. “Para nĂŁo restar dĂşvida do conteĂşdo decisĂłrio da liminar embargada, acerca do dispositivo que concedeu a liminar nos termos pleiteados na inicial do mandamus UDWLĂ€FR FRP RXWUDV palavras, a liminar objurgada, determinando que o presidente do Tribunal de Contas envie a lista, com os nomes dos procuradores aptos Ă  nomeação no cargo de Conselheiro desse Tribunal, para a escolha da vaga pelo governador do Estado de Alagoas, ou seja, que dĂŞ inĂ­cio ao procedimento de escolha para o preenchimento do cargo de Conselheiro, e mais, que as autoridades coatoras abastenham-se de iniciar, dar andamento ou Ă€QDOL]DU R SURFHVVR GH LQvestidura ao cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas de pessoa estranha Ă  carreira de procurador do MinistĂŠrio PĂşblico Especial do TCE (sic)â€?, coloca Elizabeth Carvalho, em decisĂŁo publicada ontem no DiĂĄrio da Justiça, UHDĂ€UPDQGR D OLPLQDU TXH foi concedida por ela. NecessĂĄrio observar que o embargante nĂŁo tem qualquer dĂşvida quanto Ă  decisĂŁo embargada, mas mera irresignação pelo fato de lhe ter sido desfavorĂĄvel. Prova disso, interpĂ´s suspensĂŁo de execução de liminar Ă  PresidĂŞncia deste Tribunal, justamente quanto ao ponto que indicou por obscuro, comprovando, assim, que compreendeu perfeitamente a ordem judicial proferida na decisĂŁo atacada. (L.V.)

DecisĂŁoGHGHVHPEDUJDGRUDIRLSXEOLFDGDRQWHPQR'-

POR VAGA

‘Todas as medidas serĂŁo tomada’, garante procurador Por conta da disputa jurĂ­dica, o procurador-geral do MinistĂŠrio PĂşblico de Contas, Ricardo Schneider, acredita que a situação envolvendo o Tribunal de Contas do Estado e a cadeira vaga de conselheiro, deixada por Isnaldo BulhĂľes, que ĂŠ ocupada provisoriamente pelo substituto SĂŠrgio RiFDUGR´VyGHYDVHUGHĂ€QLGD com a discussĂŁo do mĂŠrito na Justiçaâ€?. Schneider coloca que o MP de Contas vai tomar todas as medidas jurĂ­dicas cabĂ­veis para garantir que DYDJDĂ€TXHFRPRSURFXUDdor Gustavo Henrique Albuquerque. Na Assembleia Legislativa, nos bastidores sĂŁo citados dois nomes que estariam na disputa pela cadeira: Fernando Toledo e o deputado estadual Isnaldo BulhĂľes (PDT). Entretanto, o nome do tambĂŠm deputado estadual Olavo Calheiros (PMDB) jĂĄ surge nas nego-

ciaçþes pela vaga do TCE/ AL. Em relação ao embargo declaratĂłrio, Ricardo Schneider colocou que ainda nĂŁo tinha conhecimento da decisĂŁo de Elizabeth Carvalho, mas ressaltou que a ALE entrou com ele porque havia entendido a existĂŞncia de obscuridade. “No mais, a Assembleia jĂĄ apresentou as suas informaçþes e depende do julgamento do mĂŠrito, que a Justiça deve analisar. HĂĄ uma anĂĄlise restrita da liminar, nos embargos declaratĂłrios, mas a decisĂŁo mesmo apenas com o mĂŠrito, que continua tramitando normalmente. Portanto, ĂŠ a decisĂŁo meritĂłria que deve esclarecer qualquer dĂşvidaâ€?, salientou ainda Ricardo Schneider. Em outras palavras, SĂŠrgio Ricardo deve seguir na cadeira provisoriamente atĂŠ apreciação do processo por completo. (L.V.)

briga pela vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/ AL) – que foi aberta com a aposentadoria do ex-presidente Isnaldo BulhĂľes – jĂĄ ĂŠ uma batalha jurĂ­dica, como antecipou que seria a Tribuna Independente, no inĂ­cio de sua cobertura jornalĂ­stica a respeito da “brigaâ€? pela cadeira. De um lado, o MinistĂŠrio PĂşblico de Contas do Estado, que tem aliados importantes como a Nova Advocacia, o deputado estadual JoĂŁo Henrique Caldas (PTN), e a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas, do outro estĂĄ a Assembleia Legislativa do Estado, que questiona – no Poder JudiciĂĄrio – quem tem o direito a indicação do novo conselheiro. A disputa jĂĄ havia sido antecipada pelo MinistĂŠrio PĂşblico de Contas (MP de Contas), quando ingressou com um mandado de segurança tinham dois objetivos, garantir por liminar a apreciação do nome do procurador Gustavo Henrique de Albuquerque e o envio deste para o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), com consequente nomeação, alĂŠm de impedir a movimentação de bastidores em torno da vaga por pessoas que nĂŁo sĂŁo do quadro do MP de Contas. O mandado foi ingressado pela Associação do MinistĂŠrio PĂşblico de Contas (Ampcon). Em um primeiro momento, ainda antes do julgamento do mĂŠrito que aguarda posição da Justiça, uma liminar – concedida pela desembargadora Elizabeth Carvalho, publicada no DiĂĄrio da Justiça ontem - favoreceu os procuradores obrigando o presidente do TCE/ AL, Luiz EustĂĄquio TĂ´ledo a apreciar o nome de Gustavo Henrique Albuquerque em sessĂŁo especial. Entretanto, esta nĂŁo foi realizada porque o presidente do Tribunal de Justiça, SebastiĂŁo Costa Filho, suspendeu a liminar e destacou a necessidade de DJXDUGDU D GHFLVmR Ă€QDO GR JudiciĂĄrio. EMBARGO Paralelo ao pedido de suspensĂŁo de liminar, entretanto, o presidente da Casa de Tavares Bastos, Fernando Toledo (PSDB), por meio do procurador do Legislativo, Marcos Guerra, entrou com um embargo declaratĂłrio alegando “obscuridadeâ€? na primeira decisĂŁo da desembargadora Elizabeth Carvalho. No caso, Fernando Toledo sustenta “a existĂŞncia de obscuridade na decisĂŁo impugnada, sob o fundamento de que a concessĂŁo de limiQDUQmRĂ€[RXHPVHXWH[WRR teor da liminar deferidaâ€?. A Assembleia – por meio de sua procuradoria – havia questionado ainda se com a liminar nĂŁo se estaria jĂĄ concedendo o mĂŠrito do mandado de segurança, que ĂŠ decidir de quem ĂŠ a vaga de conselheiro. Em decisĂŁo, a desembargadora sustentou que nĂŁo era cabĂ­vel a discussĂŁo.


TribunaIndependente

Um golpe na praça

A

secretaria de Defesa Social tem uma preocupação a mais, ultimamente, com a questão da violência. É que de uns dias para cå um magistrado, um membro do MinistÊrio Público e um advogado foram vítimas de falsos sequestros. É um golpe antigo, que jå parecia estar em desuso, que consiste na situação em que alguÊm telefona comunicando estar de posse de alguÊm da família da vítima e exige dinheiro. A armação inclui a fala de uma pessoa, como se fosse o refÊm, normalmente chorando e implorando pagamento do resgate exigido. Como os casos recentes envolYHPÀJXUDVGDiUHDMXUtGLFDDSROtFLDWUDEDOKDFRPDKLSyWHVHGH que uma quadrilha pode ter se apoderado de bancos de dados de membros de instituiçþes da årea. Um experiente delegado sugere, por precaução, que integrantes do Judiciårio, MinistÊrio Público, 'HIHQVRULD3~EOLFDH3URFXUDGRULD*HUDOGR(VWDGRWUDQVÀUDPSRU uns tempos, valores que tenham guardado para contas de pessoas amigas ou familiares um pouco distante. E recomenda que, por mais verdadeiro que possa parecer o golpe, Ê preciso paciência, tranquilidade e comunicar à polícia.

Campanha Claudionor Araújo, presidente regional do PSDB, comandou a delegação tucana que visitou o ex-governador Manoel Gomes de Barros, semana SDVVDGDHPVXDID]HQGDHP8QLmR GRV3DOPDUHV2JUXSRIRLFRQ¿UPDUR DSRLRGRSDUWLGRjFDQGLGDWXUDGH0DQR DSUHIHLWR2PXQLFtSLRXPGRVPDLRUHV colÊgios eleitorais, Ê prioridade tucana QDHOHLomRGHVWHDQRDVVLPFRPR0DFeió, Arapiraca, Palmeira dos �ndios e Penedo.

Projeto 2'(0TXHDQXQFLDRGHSXWDGRHVWDGXDO-HIHUVRQ0RUDLVFRPRFDQGLGDWRDSUHIHLWRGH0DFHLySUHWHQGHHOHJHUGHGRLVDWUrVYHUHDGRUHV VHPID]HUFROLJDo}HV2VQRPHVPDLVIRUWHVVmRRSDVWRU-RmR/XL] FDQGLGDWRjUHHOHLomRH/XL]&DUORVGD$GHIDO2SDUWLGRSHQVDWDPEpP na candidatura do advogado Omar CoĂŞlho.

Teoria $WpRQWHPDKLSyWHVHSUHGRPLQDQWHQDDSXUDomRGRDWHQWDGRDRÂżOKR do deputado Antonio Albuquerque, Nivaldo Neto, era de nĂŁo ter havido UD]}HVSROtWLFDVRXSHVVRDLV([SOLFDomRVHIRVVHHVVDDPRWLYDomRRV FULPLQRVRVQmRUHQGHULDPXPDFRQYHUVDGHGH]PLQXWRVFRPDYtWLPD como ocorreu. Cumpririam a missĂŁo.

Consumado 7HRWRQLR9LOHOD)LOKRUHIXWDDLGHLDGHTXHGHYHSHGLUDUUHJRDRJRYHUQR IHGHUDOSDUDDiUHDGHVHJXUDQoDGLDQWHGHQRYRVHSLVyGLRVJUDYHVGH YLROrQFLD(OHUHSHWHTXHIH]LVVRORJRDSyVHOHLWRTXDQGRSHGLXD/XOD XPQRPHSDUDD'HIHVD6RFLDOHIRUDPLQGLFDGRVSHODRUGHPRJHQHUDO SĂĄ Rocha e o delegado Paulo Rubim.

Racionalidade O governo estadual estuda sugestão de dividir a duplicação da AL101 Norte em duas etapas. Com prioridade, numa primeira etapa, aos WUHFKRVGH0DFHLyj%DUUDGH6DQWR$QW{QLRHGH-DSDUDWLQJDjGLYLVD FRP3HUQDPEXFR7pR9LOHODDSURYRXDLGHLD6HFRQVHJXLUYLDELOL]iOD irå inaugurar os trechos ainda na sua gestão.

Escolha 2HPSUHViULR)UDQFLVFR$]HYHGRH[VXSOHQWHGHVHQDGRUpXPGRV JUDQGHVDPLJRVFRPXQVGH&pOLD5RFKDH5RJpULR7HyÂżOR'DTXHOHVTXH tĂŞm se engajado nas campanhas de ambos, em Arapiraca, desde cerca GHDQRV1RFRQIURQWRTXHVXUJHHQWUHRVGRLVDJRUDH[DOLDGRV $]HYHGRIH]DRSomRSRUDSRLDU5RJpULR

Advertência O Tribunal Regional Eleitoral alerta que a partir deste ano os partidos políticos precisam se adequar ao novo plano de contas instituído pela Portaria TSE nº 521, de 20/10/11. Por ela, Ê necessårio usar um sistema contåbil próprio, pois o Sistema de Prestação de Contas Partidårias valeu apenas para o exercício de 2011.

“

“O temor ĂŠ que um mau desempenho de Mantega em eventual depoimento afete os mercadosâ€? ILMAR FRANCO Jornalista, em “O Globoâ€?, comentando que a atual preocupação polĂ­tica dogoverno ĂŠ evitar a convocação do PLQLVWUR*XLGR0DQWHJDSHOR&RQJUHVVR1DFLRQDOSDUD H[SOLFDUGHQ~QFLDVGHFRUUXSomRFRQWUD/XL])HOLSH 'HQXFFLH[SUHVLGHQWHGD&DVDGD0RHGD

2&DUQDYDORÂżFLDOGH0DFHLyVHUiDEHUWRKRMHjVKRUDVQD9R[ 5RRPFRPR%DLOH0XQLFLSDORUJDQL]DGRSHODSUHIHLWXUD(VWHDQRR WHPDpÂł0DFHLyPHXEHPTXHUHU´$WUDo}HVPXVLFDLV2UTXHVWUDGH )UHYRGH0DQH]LQKR&RQH[mR/DWLQDH6DEDNL * AmanhĂŁ o chamado prĂŠ-Carnaval prossegue, Ă  noite, com o “JaraguĂĄ )ROLD´TXHWHPSUHYLVmRGHEORFRVQRGHVÂżOHSHOD5XD6iH$OEXTXHUTXH$OpPGRGHVÂżOHKDYHUiWUrVSDOFRVPRQWDGRVHP-DUDJXiFRPWUrV ritmos distintos: rock, batuque e frevo. 2PRPHQWRPDLVDJXDUGDGRGDVSUpYLDVpRGHVÂżOHGREORFRÂł3LQWRGD 0DGUXJDGD´QRViEDGR$FRQFHQWUDomRpjVGDPDQKmHPIUHQWHDR Beer CRB, na Pajuçara, com saĂ­da pela orla atĂŠ Ponta Verde, dispersando no antigo clube Alagoinhas. 1RViEDGRORJRDSyVRÂł3LQWR´VDHPRVEORFRVÂł7XUPDGD5ROLQKD´ acompanhando a banda de frevo “Fogo PagĂ´â€?, e “As Pecinhas de MaceiĂłâ€?, que concentra no Iate Clube Pajuçara e acompanha trio elĂŠtrico FRPDVEDQGDV+DUPRQLDGR6DPEDH&DQQLEDO $H[SRVLomRIRWRJUiÂżFDÂł%XPEDPHXERLÂą1RVVR3DWULP{QLR &XOWXUDO´HVWiDEHUWDDYLVLWDomRQR0XVHX3DOiFLR)ORULDQR3HL[RWRQD 3UDoDGRV0DUWtULRV$PRVWUDKRPHQDJHLDRUDGLDOLVWD/XL]GH%DUURV que estĂĄ completando 50 anos de carreira.

0$&(,Ă?48,17$)(,5$ 9 DE FEVEREIRO DE 2012 POLĂ?TICA

3

Justiça decreta quebra de sigilo de prefeita Renilde Bulhþes estå sendo investigada por assassinato de radialista ARQUIVO

VICTOR AVNER REPĂ“RTER

Um assassinato ocorrido hå quase sete anos pode entrar no rol dos crimes políticos de Alagoas. A Justiça estadual determinou a quebra do sigilo bancårio e telefônico da prefeita Renilde Bulhþes (PTB), de Santana do Ipanema, para a investigar a morte do radialista Jorge Santos, ocorrido em 2004. A JHVWRUDÀJXUDHQWUHRVQRYH indiciados no homicídio. A decisão Ê do desembargador Otåvio Leão Praxedes, relator do processo no Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJ/AL). O magistrado atende a pedido da Delegacia Regional de Santana do Ipanema, responsåvel pela investigação do crime. O caso jå recebeu auxílio atÊ mesmo da Polícia Federal (PF) para que o inTXpULWRVHMDÀQDOL]DGR Acontece que atÊ agora a investigação policial não FRQVHJXLXLGHQWLÀFDUVHTXHU um suspeito. Em seu programa radiofônico, Jorge Santos fazia críticas a diversos políticos, o que aumentou o leque de possíveis mandantes do crime. Com a quebra do sigilo de Renilde, a polícia pretende encontrar as provas necessårias para dar

AlĂŠm da prefeita, outros oito estĂŁo indiciados no processo que apura a morte do comunicador

ÀPDRFDVR INDICIADOS AlÊm de Renilde, tambÊm estão indiciados Marcondes Cavalcante Targino, Ubiratan Alves Dantas, Eudes Vieira da Paixão, Cícero Sebastião dos Santos, Gilmar França Nobre, Al-

SEM LIGAĂ‡ĂƒO

Renilde BulhĂľes nega envolvimento no crime A prefeita de Santana do Ipanema nega que tenha qualquer envolvimento com o assassinato do radialista Jorge Santos. De acordo com Renilde BulhĂľes, sua falta GHOLJDomRFRPRFULPHMiĂ€cou comprovada. “Eu nĂŁo sei de nada, nĂŁo. JĂĄ me tiraram disso hĂĄ muito tempo, viu?â€?, comenta a gestora, lacĂ´nica. Renilde se refere ao fato de que um antigo parecer do MinistĂŠrio PĂşblico do Estado de Alagoas (MP/ AL) a isenta de participação no homicĂ­dio do radialista. Quando a chefe do Executivo de Santana do Ipanema foi indiciada no homicĂ­dio do radialista, a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) considerou que nĂŁo hĂĄ ligaçþes de Renilde com o caso. “Inexistem quaisquer indĂ­cios que apontem para a sra. Renilde Silva BulhĂľes Barros como autora intelectual do crime, sendo totalmente descabido falar-se em indiciamentoâ€?, pontua o parecer do MP/AL. Ă€ ĂŠpoca da emissĂŁo do documento, atĂŠ mesmo a quebra dos sigilos bancĂĄrio e telefĂ´nico da prefeita haviam sido negados. O entendimento da PGJ, no entanto, nĂŁo permaneceu o mesmo ao longo dos anos.

Como o crime ainda estĂĄ sem solução, o MP decidiu opinar pela inclusĂŁo de Renilde entre os investigados. “Apesar dos esforços da Autoridade Policial, a investigação ainda nĂŁo apontou os autores do crime. Assim, a transferĂŞncia dos sigilos telefĂ´nico e bancĂĄrio das pessoas indicadas (...), inclusive da Prefeita de Santana de Ipanema (AL), pode vir a VHU´DOX]QRĂ€PGRW~QHOÂľD iluminar o caminho que levarĂĄ ao(s) autor(s) do homicĂ­dioâ€?, considerou a PGJ em seu mais novo parecer. O CRIME Jorge Lourenço dos Santos foi morto a tiros em 11 de junho de 2004. Ao parar seu carro na porta de sua casa, o radialista foi surpreendido por um homem, a pĂŠ, que efetuou os disparos que provocaram sua morte. Ă€ ĂŠpoca do crime, o entĂŁo delegado local, Valter do Nascimento Rocha, coletou o depoimento de cerca de dez pessoas, mas nĂŁo efetuou qualquer prisĂŁo. A reportagem tentou entrar em contato com Manoel Wanderley, atual titular da delegacia de Santana do Ipanema, mas nĂŁo teve suas ligaçþes atendidas. (V.A.)

dir Fernando Pereira Valþes Rocha, Jorge Vieira Ramos e SÊrgio Soares de Campos. Este último, inclusive, jå foi assassinado. Sua morte Ê tratada na Polícia Federal (PF) e pode ter ligação com o crime ocorrido em Santana do Ipane-

BENEFĂ?CIO

MP emite parecer favorĂĄvel a transferĂŞncia de presos Welton Roberto anunciou na noite de ontem (8) que o MinistĂŠrio PĂşblico do Estado de Alagoas (MP/ AL) se posicionou favorĂĄvel a retirada de advogados e policiais civis presos no presĂ­dio Baldomero Cavalcanti. $ PHGLGD EHQHĂ€FLD GLUHWDmente os irmĂŁos e ex-deputados JosĂŠ Maria TenĂłrio e Francisco TenĂłrio. O advogado, que ĂŠ conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), divulgou a informaomRSRUPHLRGHVHXSHUĂ€OQR Twitter. O promotor Cyro Blatter, da Promotoria das Execuçþes Panais, emitiu parecer defendendo a transferĂŞncia dos advogados detidos provisoriamente para as salas de Estado Maior. A transferĂŞncia foi solicitada pela prĂłpria OAB. “NĂŁo estamos pedindo favor. Queremos apenas que o JudiciĂĄrio alagoano reconheça o que jĂĄ foi reconhecido pelo STF [Supremo Tribunal Federal]â€?, declara o conselheiro. A detenção de advogados em sala de Estado Maior ĂŠ garantida pelo Estatuto da Ordem, uma lei federal. Nessas celas especiais, os advogados podem receber clientes e atĂŠ mesmo utili-

INQUÉRITO

IRREGULAR

O presidente da seccional alagoana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/ AL), Omar Coêlho, se encontra com o procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares, na manhã de hoje (9) para repreVHQWDUIRUPDOPHQWHDRSHUDGRUD 7,0$RODGRGRSUHVLGHQWHGD &RPLVVmRGH3URWHomRH'HIHVD do Consumidor, JosÊ Tenório Gameleira, Coêlho vai solicitar a instauração de um inquÊrito civil público para apurar as denúncias de må prestação de serviço GDFRPSDQKLDWHOHI{QLFD

A prisão do ex-deputado estadual JosÊ Maria Tenório Ê constantemente questionada por seus colegas. O problema Ê que o advogado estå detido temporariamente desde junho do ano passado, mas atende aos critÊrios para ter sua liberdade condicional garantida pela justiça — um deles Ê exatamente o exercício regular GDSUR¿VVmR=p0DULDIRLSUHVR pelo antigo Gecoc, acusado de participação em quadrilha de assaltos a bancos e explosþes de caixas eletrônicos.

OAB representa TIM no MinistĂŠrio PĂşblico

ma. Em ofício encaminhado à Polícia Civil, o delegado federal Joacir Avelino Silva recomendou que os irmãos Rui e Rubinho Damasceno, acusados de participação no assassinato de SÊrgio, tambÊm sejam investigados pela morte de Jorge Santos.

PrisĂŁo de ZĂŠ Maria jĂĄ foi questionada

zar telefone. Como o ex-deputado JosĂŠ Maria TenĂłrio ĂŠ advogado, ele serĂĄ um dos EHQHĂ€FLDGRVSHODPHGLGD Segundo Welton Roberto, a OAB ainda solicitou que os policiais civis detidos provisoriamente tambĂŠm sejam removidos do PresĂ­dio Baldomero Cavalcanti. “Pedimos que os policiais civis fossem realocados na Casa de CustĂłdia, inclusive o delegado Chico TenĂłrioâ€?, destaca o advogado. Apesar de estar preso, o ex-deputado ainda mantĂŠm o cargo de delegado da PolĂ­cia Civil. O problema ĂŠ que a Casa de CustĂłdia foi fechada recentemente porque seus detentos recebiam regalias. Mas o conselheiro ressalta que a OAB quer evitar que a situação se repita. “Sugerimos que a Casa de CustĂłdia fosse gerida por um corregedor da PolĂ­cia Civilâ€?, esclarece. “Parece-me que os nossos pedidos foram bem aceitosâ€?, completa. O parecer do MP/AL nĂŁo pVXĂ€FLHQWHSDUDSURYRFDUD transferĂŞncia dos advogados e policiais presos no provisĂłrio. O caso ainda deverĂĄ ser julgado pelo juiz JosĂŠ Braga Neto, titular da Vara de Execuçþes Penais. (V.A.)


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

2Ă€PGRFHOXODU"

U

m dos mais conceituados especialistas do mundo em tecnologia educacional, o professor Sugata Mitra, do Massachusetts Institute of Tecnology, disse esta semana que o aparelho celular como conhecemos deverĂĄ desaparecer em cerca de cinco anos. Ele fez uma palestra no Campus Party, em SĂŁo 3DXORHDĂ€UPRXTXHRFHOXODUGHYHUiGDUOXJDUDRXWUDWHFQRORJLD que o substitua e ofereça mais recursos. Segundo ele, as novas tecnologias deverĂŁo lançar dĂşvidas para os professores: “O que a educação vai fazer quando os jovens tiverem o Google nas suas FDEHoDV"2VLJQLĂ€FDGRGDHGXFDomRGRGLSORPDWHUiTXHPXGDU em menos de dez anosâ€?, preconizou o professor. Ele tambĂŠm se manifestou em relação Ă s provas escolares, dizendo que elas nĂŁo medem a compreensĂŁo, mas sim a memĂłria. “No passado, a memĂłria era importante porque o cĂŠrebro era o Ăşnico meio de se reter informaçþes. Hoje nĂŁo ĂŠ mais, porque podemos usar o pen drive, por exemploâ€?. Para o professor norte-americano o computaGRUWHPHVWLPXODGRDDXWRFRQĂ€DQoDQDFULDQoDHQRDGROHVFHQWH HLVVRQmRVHDSUHQGHQDHVFROD(OHGHIHQGHXPDUHGHĂ€QLomRQR currĂ­culo escolar, para que seja possĂ­vel adaptar a escola de hoje Ă s tecnologias que a comunicação nos oferece.

Matadouros regionais O MinistÊrio da Agricultura vai ajudar Alagoas a se livrar de um problema que atormenta municípios e desrespeita RVSURFHGLPHQWRVEiVLFRV de higiene: os matadouros públicos. O ministro Mendes Ribeiro Filho garantiu que serão construídos quatro novos abatedouros em cidades pólo como União dos Palmares, Viçosa, Porto &DOYRH6DQWDQDGR,SDQHPDHRXWURVFLQFRMiH[LVWHQWHVSDVVDUmRSRU obras de adequação para se tornarem unidades regionais. TambÊm seUmRFRQVWUXtGDVHHTXLSDGDVGR]HXQLGDGHVGHUHIULJHUDomR IULJRUt¿FRV regionais) que vão completar o sistema de infraestrutura para o setor. No total serão investidos R$ 25 milhþes na construção e aquisição de equipamentos.

Amputação do pĂŠ Aproximadamente 15% da população mundial de diabĂŠticos corre o risco de ter de amputar o pĂŠ, por infecção ou destruição dos tecidos das extremidades ocasionados por danos que a diabetes causa no sistema nervoso e vascular. É o chamado “pĂŠ diabĂŠticoâ€?, alvo de debates durante o II Congresso Nacional de Feridas (?) que acontece em Madri. 2WUDQVWRUQRpUHVSRQViYHOSRUGDVDPSXWDo}HVGHSpQRVSDtVHV europeus, e ĂŠ consequĂŞncia do descuido ao longo dos anos, o que DFDEDGDQLÂżFDQGRRVQHUYRVHFRPSURPHWHQGRDLUULJDomRVDQJXtQHDD ponto de provocar a perda da sensibilidade nas extremidades inferiores.

Piso de jornalista 1 Um projeto que estabelece um piso salarial Ăşnico para os jornalistas GHWRGRR%UDVLOHVWiHPWUDPLWDomRQD&kPDUDGRV'HSXWDGRV3HOD SURSRVWDRYDORUVHULDGH5FRPXPDFDUJDKRUiULDGHKRUDV semanais. O autor do projeto ĂŠ o deputado AndrĂŠ Moura (PSC-CE) que pretende obter dos seus pares a aprovação para que o piso ainda tenha reajuste anual pelo Ă?ndice de Preços ao Consumidor. Atualmente o piso ĂŠ diferenciado e varia de Estado para Estado, de acordo com a luta da categoria. Mas a Federação Nacional dos Jornalistas defende um piso ~QLFRGH5 VHLVVDOiULRVPtQLPRV 

Piso de jornalista 2 2SURMHWRGRGHSXWDGRFHDUHQVHDLQGDHVWiVHQGRDQDOLVDGDSHOD&RPLVVmRGR7UDEDOKRQD&kPDUDVHJXLQGRSRVWHULRUPHQWHSDUDD&RPLVsão de Ciência e Tecnologia e então para a Comissão de Constituição H-XVWLoDRQGHSRGHUiDWpVHUYRWDGRHPFDUiWHUWHUPLQDWLYR6HQmR KRXYHUPDLRULDGRVYRWRVRSURMHWRYDLjYRWDomRHPSOHQiULRHGHSRLV segue para o Senado. Apesar de bem intencionado, o parlamentar cearense sabe que as chances de aprovação são mínimas. No caso dos jornalistas ainda tem como barreira o lobby dos veículos de comunicação, que acabou com a criação do Conselho Nacional dos Jornalistas e conseguiu junto ao Supremo Tribunal Federal acabar com a obrigatorieGDGHGRGLSORPDSDUDRH[HUFtFLRGDSUR¿VVmR

Defesa do aborto A nova titular da Secretaria de Políticas para as Mulheres, a médica VDQLWDULVWD(OHRQRUD0HQLFXFFLGHDQRVMiFKHJRXGL]HQGRSUiTXH veio. Garantiu que vai lutar pela liberação do aborto. Ela é pró-reitora da Universidade Federal de São Paulo, e foi militante de esquerda, esteve presa com a presidente Dilma Rousseff no Presídio Tiradentes, em São 3DXORHP$QRYDPLQLVWUDIRLWDPEpPYLFHSUHVLGHQWHGD8QLmR Estadual dos Estudantes de Minas Gerais e da diretoria da UNE durante o regime militar. Sua indicação foi uma escolha pessoal da presidente da República. Ela substitui Iriny Lopes, que pretende disputar a Prefeitura de Vitória (ES).

Acidentes com motos O assunto tem sido abordado com frequĂŞncia, no entanto os acidentes envolvendo motocicletas em Alagoas sĂł tĂŞm aumentado, e a tendĂŞncia ĂŠ piorar. Segundo o Serviço de Atendimento MĂłvel de UrgĂŞncia (Samu) os acidentes com motos aumentaram 18,2% em MaceiĂł na comparação HQWUHMDQHLURGHHQRPrVSDVVDGR(P$UDSLUDFDRDXPHQWRIRLGH 'XUDQWHRDQRGHDFRQWHFHUDPDFLGHQWHVFRPPRWRV HP$UDSLUDFDRXSRUGLD-iHP0DFHLyQRDQRSDVVDGRIRUDP UHJLVWUDGRVDFLGHQWHVRXDFDGDGLD&RPRFUHVFLPHQWRGR nĂşmero de motos emplacadas em Alagoas, estes nĂşmeros tendem a crescer ainda mais. ‡$ODJRDVSDUWLFLSDGHPDLVXPDHGLomRGR:RUNVKRS&9&QD Expo Center Norte em SĂŁo Paulo, apresentando a campanha “Praias da Copaâ€?, que esta sendo lançada pelo trade turĂ­stico do Estado. ‡$FDPSDQKDHVWiVHQGRGLYXOJDGDQRHVWDQGHPRQWDGRSHOD6HFUHWDULD(VWDGXDOGH7XULVPRHPSDUFHULDFRPRVPXQLFtSLRVGH0DFHLy 0DUDJRJL0DUHFKDO'HRGRURH%DUUDGH6mR0LJXHO ‡2HYHQWRpXPGRVPDLVWUDGLFLRQDLVGRVHJPHQWRWXUtVWLFRHHVWHDQR UH~QHPDLVGHH[SRVLWRUHVGRWXULVPRQDFLRQDODOpPGHUHSUHVHQWDQWHVGHRXWURVSDtVHV ‡7HOHVSHFWDGRUHVGDVGXDVSULQFLSDLVRSHUDGRUDVGH79SRUDVVLQDWXUD GRSDtV1HWH6N\FRQWLQXDPVHPWHUDFHVVRDRWmRHVSHUDGRFDQDO )R[6SRUWVLQDXJXUDGRQR%UDVLOQR~OWLPRGRPLQJR ‡$QRYDHPLVVRUDHVSRUWLYDHVWiVHQGRWUDQVPLWLGDSRURXWUDVTXDWUR operadoras (Oi TV, TVA, TV Digital TelefĂ´nica e Nossa TV, do bispo RR 6RDUHV 6HJXQGRD1HWHD6N\DVQHJRFLDo}HVHVWmRDYDQoDQGRH podem ser concluĂ­das em breve. ‡$)R[6SRUWVGHWpPRVGLUHLWRVGHWUDQVPLVVmRGD&RSD/LEHUWDGRUHV TXHFRPHoRXQDWHUoDIHLUD HFHGHXDWUDQVPLVVmRGHXPMRJRSRU VHPDQDQD79DEHUWDSDUDD5HGH*ORER

Bebida alcoĂłlica dentro dos estĂĄdios na Copa ComissĂŁo parlamentar deve aprovar Lei Geral da Copa do Mundo dia 14 os torcedores brasileiros, visitantes e turistas poderĂŁo consumir a bebida dentro presidente da comis- dos estĂĄdios. O Estatuto do sĂŁo especial que ana- Torcedor nĂŁo permite isso lisa a Lei Geral da em competiçþes nacionais Copa, deputado federal Re- e internacionais. Essa exnan Filho (PMDB), espera ceção acontecerĂĄ apenas aprovar as propostas para durante a Copaâ€?, esclarece efetivação da lei, na prĂłx- Renan Filho. ima terça-feira (14). Caso Questionado como estudo passe sem a resistĂŞncia taria a situação de MaceiĂł dos demais parlamentares, para ser escolhida uma das o projeto serĂĄ remetido ao cidades-base para receber plenĂĄrio e depois ao Senado. uma seleção, o deputado exRenan Filho conversou plicou que houve uma reucom a reportagem da Tri- niĂŁo do ministro do Esporte, buna Independente na Aldo Rebelo, e o adjunto do tarde de ontem antes de en- Esporte de Alagoas, Jorge trar para mais uma reuniĂŁo VI. da ComissĂŁo. O deputado Segundo o parlamentar, ressalta que depois de diver- serĂĄ feito um relatĂłrio soVDVGLVFXVV}HVHVWiGHĂ€QLGR bre a estrutura da capital, que as bebidas alcoĂłlicas se- informando sobre as instarĂŁo vendidas apenas dentro laçþes hoteleiras, aeroporto, dos estĂĄdios durante o even- as condiçþes do EstĂĄdio Rei to que serĂĄ promovido pela PelĂŠ, por exemplo. “MaceiĂł Fifa, em 2014. estĂĄ entre as 150 cidades“NĂŁo haverĂĄ vendas de -base e tem chances de recebebida alcoĂłlica fora dos es- ber uma seleção. O ministro tĂĄdios da Copa do Mundo. Aldo e o deputado Renan FiPelo que estĂĄ descrito, e po- lho estĂŁo agindo como interderĂĄ ser aprovado na prĂłxi- locutores para que a capital ma terça-feira na comissĂŁo, seja escolhidaâ€?, disse.

ASSESSORIA

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

O

Renan Filho diz que MaceiĂł serĂĄ avaliada como cidade-sede

MUNDIAL DE 2014

Garantida meia-entrada de idosos no evento

Outro tema com acaloradas discussĂľes na ComissĂŁo Especial da Lei Geral da Copa estĂĄ relacionada Ă  compra de ingressos pela metade do preço nos jogos entre as seleçþes. O presidente da comissĂŁo, deputado Renan Filho, disse que tambĂŠm estĂĄ batido o martelo e que idosos e estudantes terĂŁo direito Ă  meia-entrada, porĂŠm, existem regras. No caso dos idosos, existe uma Lei Federal que contempla que os idosos paguem metade do preço de ingressos em shows, espetĂĄculos e jogos de futebol. “Existe

essa garantia para que idosos adquiram os bilhetes para assistir as partidas, e o mais importante Ê que eles vão pagar a metade do preço em todos os ingressos. Se o valor for R$ 100, por exemplo, o idoso pagarå R$ 50, e assim sucessivamente. A Lei Federal confere ao Estatuto do Idoso essa segurança nos espetåculos ocorridos no Brasil�, revela Renan Filho. Com relação aos estudantes, possivelmente serå aprovado pelos parlamentares que participam da comissão especial da Lei Geral da Copa que a meia-entrada

serĂĄ destinada apenas aos ingressos Tipo-4. Isso quer dizer que os estudantes pagarĂŁo a metade do valor de R$ 50 nos jogos da Copa do Mundo. “A diferença do estudante para o idoso ĂŠ que nĂŁo existe uma lei federal que regulamente a meia-entrada SDUDHOHV$GHĂ€QLomRQDFRmissĂŁo ĂŠ de que os jogos que terĂŁo entrada nos valores de R$ 50 os estudantes pagam a metade do preçoâ€?, esclarece o parlamentar, que preside a ComissĂŁo. Desta forma, os 300 mil ingressos nos valores de R$

50 serão divididos entre estudantes, indígenas, beneÀFLiULRV GR SURJUDPD %ROVD Família. De acordo com peemedebista, um ponto deve ser levado em consideração para que a Comissão aprove tudo na próxima semana. A responsabilidade civil, pede a Fifa, que em casos de atos terroristas, por exemplo, a União se responsabilize pelos danos. Renan acredita que os WUDEDOKRV HVWHMDP ÀQDOL]Ddos e aprovados antes da visita do presidente da Fifa, Joseph Blatter. (N.S)

SEM NOVIDADES

Silêncio e oraçþes em prol de Nivaldo Neto

Em mais um dia de visitas ao deputado Antonio Albuquerque (PTdoB), que HVWiFRPVHXÀOKRLQWHUQDGR devido a um atentado à bala, na última sexta-feira (3). A presença dos familiares de Nivaldo Neto (24) Ê constante, sempre no aguardo dos boletins mÊdicos com boas novas. 1R ÀQDO GD WDUGH GH RQtem, o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas apareceu no Hospital Arthur Ramos e conversou durante muito tempo com o vice-presidente da Assembleia Legislativa do

Estado. O teor da conversa nĂŁo foi revelado, porĂŠm, nĂŁo ĂŠ difĂ­cil de imaginar que a ousadia dos criminosos e o quadro de saĂşde de Nivaldinho estiveram entre os comentĂĄrios. Ao sair, o magistrado nĂŁo conversou com a imprensa. De acordo com a assessoria do hospital, os boletins mĂŠdicos informando o quadro de saĂşde de Nivaldo Neto continuam restritos Ă  famĂ­lia. Albuquerque, por sua vez, prefere falar pouco com os jornalistas, e mantĂŠm uma postura peculiar desde que chegou ao Arthur Ra-

mos: sentar próximo dos familiares e em períodos intercalados manter contato com a equipe mÊdica, que tem acompanhado os estågios de VHXÀOKRDSyVRDWHQWDGR FÉ E SIGILO A religiosidade de Antonio Albuquerque tem sido um dos pilares que tem lhe PDQWLGR ÀUPH GHVGH TXH R atentado aconteceu. Mesmo insistindo em não dar entrevistas, quando se reporta a algum questionamento da imprensa, as oraçþes e o Espírito Santo são sempre mencionados. Os trabalhos da comissão

ALBUQUERQUE

PRIMEIRO LUGAR

O deputado estadual Antonio Albuquerque (PTdoB) evita falar no atentado que deixou a vida de Nivaldo Neto em risco. Âł0HXÂżOKRHVWiPHOKRUDQGR Com as graças de Deus ele vai se recuperarâ€?, declarou rapidamente Ă  Tribuna Independente. A reportagem recebeu a LQIRUPDomRGHTXH1LYDOGRHVWi reagindo bem aos medicamentos, e pode deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Albuquerque pediu para que nĂŁo o questionassem mais. “A dor de um pai ĂŠ muito grandeâ€?.

O senador Benedito de Lira (PP-AL), relator do projeto de resolução da reforma administrativa do Senado, apresentou pedido para a retirada da matÊria da pauta da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadasua nia (CCJ) de ontem (8). Em opinião, deputados e senadores precisam empenhar-se em votar projetos como o novo Código Florestal; as reformas do Código Penal e do Código de Defesa do Consumidor, e a Lei Geral da Copa. Ele avalia como prioridades.

Deputado se mantÊm na fÊ por reabilitação

Senador elenca prioridades na Casa

de delegados designados pela Polícia Civil para investigar quem cometeu o atentado FRQWUDRÀOKRGRGHSXWDGRMi iniciaram, no entanto, nada estå sendo divulgado atÊ segunda ordem. A delegada Ana Luiza Nogueira, junto a Kelmen Vieira e Maurício Henrique Duarte, disse que essa primeira fase de apuração Ê um trabalho minucioso e nada pode ser publicado ou informado. Conforme informaçþes H[WUDRÀFLDLV GH PpGLFRV GD unidade, o estado de saúde de Nivaldinho Ê animador e segue em recuperação. (N.S)


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012 POLĂ?TICA

5

U$ 200 mi disponíveis para prioridades Governador Teotonio Vilela Filho traça åreas estratÊgicas para investir recursos disponibilizados pelo Bando Mundial SECOM-AL

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

Seria (i)legal?

M

uito se tem falado sobre moralidade no serviço pĂşblico, VmRGLVFXUVRVPXLWDVYH]HVLQĂ DPDGRVSRUpPPXLWRVVDbem e poucos comentam sobre os casos de acumulação de cargos e funçþes, onde a prĂłpria Constituição Federal orienta que DSHQDVpSHUPLWLGDDDFXPXODomRGHGRLVFDUJRVGHSURIHVVRURX XPFDUJRGHSURIHVVRUFRPRXWURWpFQLFRRXFLHQWtĂ€FRRXGRLVFDUJRVGHPpGLFRSRUpPVHIRUDEULUDFDL[DSUHWDFRPRFUX]DPHQWR GDVIROKDVGHSDJDPHQWRHQWUHHVWDGRHPXQLFtSLRVHPXQLFtSLRV FRPPXQLFtSLRVHVVDVHWUDQVIRUPDUiQXPDFDL[DGHSDQGRUD &HUWDIHLWDHPRHQWmRVHFUHWiULRGHHVWDGRGH$GPLQLVWUDomRQDpSRFDHUD$GULDQR6RDUHV>KRMHVHFUHWiULRGHHVWDGRGD (GXFDomR@TXHFKHJRXDHQVDLDUXPDSURSRVWDDRVPXQLFtSLRV para cruzar esses dados, causou o maior rebuliço e muita dor de FDEHoDFRQWXGRĂ€FRXDSHQDVQDLGHLDHQDYRQWDGH6mRPXLWRVRV FDVRVTXHYLYHPjVHVFRQGLGDVDWpQDSUySULD8QLYHUVLGDGH)HGHUDOGH$ODJRDV0XLWRVOXGLEULDPDOHLHHVWmRFRPRSURIHVVRUHV WHPSRUiULRVFRPGHGLFDomRH[FOXVLYDRXVHMDKRUDV7DPEpP HVWmRORWDGRVHIHWLYDPHQWHHPPXLWRVPXQLFtSLRVHQTXDQWRLVVRD HGXFDomRĂ€FDLQRSHUDQWHDVD~GHYLYHXPFDRVHRWUHPGDDOHJULD DSLWDQGRHDSRSXODomRVyROKDQGRHVRIUHQGR8PDSHUJXQWDSDUD os operadores do direito: “Estes que acumulam cargos e funçþes VHULDPWDPEpPDFXVDGRVGHGHVYLRGHYHUEDS~EOLFDWUDWDQGRVH GHVDOiULRV"Âľ

Solidariedade Movimentaçþes intensas no Hospital Memorial Arthur Ramos, onde estĂĄ LQWHUQDGR1LYDOGR1HWRÂżOKRGRGHSXWDGR$QWRQLR$OEXTXHUTXHHPVXD maioria polĂ­ticos que vĂŁo prestar solidariedade ao parlamentar. Muitos jĂĄ passaram por lĂĄ, e a frase que escutam ĂŠ: “Tenho fĂŠ no Espirito Santo de Deus, meu pai e meu guiaâ€?.

Nas cores O prÊdio da Câmara Municipal de União dos Palmares foi o primeiro do município a ser pintado de acordo com a Lei nº 1212/2011, sancionada no ano passado pelo prefeito Areski de Freitas, que dispþe sobre a obrigatoriedade do respeito às cores da bandeira do município na pintura dos prÊdios públicos.

Decidido Em SĂŁo Paulo o vice-governador, Thomaz NonĂ´, participou do encontro nacional do Democratas, e com ele estavam o deputado estadual Jeferson Morais, prefeito de Penedo Israel Saldanha, e o advogado Marcos Vieira. Da terra da garoa NonĂ´ mandou seu recado: “Vamos ampliar nossas bases, e construir um novo tempo para o nosso partido, estamos mais vivo que nuncaâ€?.

O mais petista NĂŁo ĂŠ de hoje que o governador Teotonio Vilela tem passagem livre no governo federal, porĂŠm desde o governo Lula que ele tem obtido o respeito do PalĂĄcio do Planalto e foi durante a posse do novo ministro das Cidades que a presidente Dilma abraçou-o e disse: “Esse ĂŠ o tucano mais petista que temos, ĂŠ amigo, ĂŠ parceiro e lealâ€?.

Governador Teotonio Vilela disse que governo vai utilizar U$ 100 milhĂľes nos prĂłximos quatro anos

VITĂ“RIA

$FRUGRVXVSHQGHH[HFXomRGH GtYLGDVDJUtFRODVQR1RUGHVWH $SyV VH UHXQLU QD WHUoD-feira (7) com a ministra ,GHOL 6DOYDWWL GDV 5HODo}HV Institucionais, e na manhĂŁ de ontem (8), com a ministra Gleisi Hoffmann, da Casa &LYLO GD 3UHVLGrQFLD GD 5HS~EOLFDROtGHUGR30'%QR 6HQDGR 5HQDQ &DOKHLURV saiu do encontro com os termos do acordo que suspenGHUiDVH[HFXo}HVMXGLFLDLVH a reabertura do prazo para UHQHJRFLDomRGDVGtYLGDVUXrais dos produtores do NorGHVWH De acordo com o senador 5HQDQ R JRYHUQR IHGHUDO

manteve o compromisso assumido no ano passado para reabrir o prazo à renegociaomR GDV GLYLGDV UXUDLV FXMR SUD]R SDUD TXLWDomR H[SLUD em 30 de novembro deste DQR ´$ PDLRULD GRV SURGXWRres, endividados, não vislumbram condiçþes para TXLWDUVHXVGpELWRVQDVFRQGLo}HVDWXDLV¾GLVVH5HQDQ DR H[SRU D GUDPiWLFD VLWXação dos quase 50 mil agricultores alagoanos e cerca de um milhão em todo o Nordeste que clamam por uma VROXomRSDUDRSUREOHPD

5HQDQ p VROLGiULR FRP o problema dos produtores UXUDLV SRU PHLR GH YiULDV reuniþes – em Brasilia e em $ODJRDV ² FRP RV UHSUHVHQWDQWHV GD FODVVH $SyV DV reuniþes com os representantes do governo federal, 5HQDQ &DOKHLURV R OtGHU GR PMDB na Câmara dos DeSXWDGRV +HQULTXH $OYHV H o deputado federal Júnior &RLPEUD 30'%72  UHODWRUGD03ÀFRXDFHUtada a inclusão destes itens QR WH[WR GD 0HGLGD 3URYLVyULDHPWUDPLWDomRQD &kPDUD)HGHUDO

Impacto As redes de hospitais privados de Maceió procuram uma forma contra a Lei 6.110/2012 que proíbe a cobrança de caução para possibilitar a internação de pacientes em situação de urgência e emergência. De autoria do presidente da Câmara, vereador Galba Novais, a lei chegou num momento importante e em defesa da população.

Serviço pessoal Os veículos doados pelo Governo do Estado para o melhor funcionamento dos conselhos tutelares dos municipios alagoanos estão servindo para uso pessoal de muitos conselheiros, desde fazer compras em hipermercados como consultas mÊdicas, onde na verdade deveriam estar a serviço para garantir a proteção e garantias das crianças e adolescentes.

ELEIÇÕES 2012

7ULEXQDOQRUPDWL]DUHJLVWURGH SHVTXLVDVHOHLWRUDLVHP$ODJRDV FDOL]DomR $ � =RQD (OHLWRUDO ÀFD UHVSRQViYHO HP SURFHVVDU H MXOJDU DV LQYHVWLJDo}HV MXdiciais eleitorais relativas à HOHLo}HVQDFDSLWDODODJRDQD (P$UDSLUDFDD�=RQD (OHLWRUDO ÀFD UHVSRQViYHO pelo registro de candidatos, de pesquisas eleitorais e SHOR H[DPH GDV SUHVWDo}HV GH FRQWDV $R MXL] HOHLWRUDO GD�=RQDÀFDUiDUHVSRQsabilidade de processar e MXOJDU DV UHSUHVHQWDo}HV H reclamaçþes relativas à propaganda eleitoral e às invesWLJDo}HVMXGLFLDLVHOHLWRUDLV BIOMETRIA 0DLV GH  PLO HOHLWRUHV GRV  TXH FRPS}HP D

� =RQD (OHLWRUDO GH $ODgoas - que abrange parte GR OLWRUDO 6XO  Mi À]HUDP R UHFDGDVWUDPHQWR ELRPpWULFR $V DWLYLGDGHV QD =RQD VHGLDGDQRPXQLFtSLRGH6mR Miguel dos Campos mas que WDPEpP HQJORED DV FLGDGHV GH 5RWHLUR %DUUD GH 6mR 0LJXHO H -HTXLi GD 3UDLD VHUmRHQFHUUDGDVQRGLDGH PDUoRHDWpDWHUoDIHLUD    GRV HOHLWRUHV Mi KDYLDP TXLWDGR VXDV SHQGrQFLDVFRPD-XVWLoD(OHLWRUDO O recadastramento bioPpWULFR IRL LQWHQVLÀFDGR QD UHJLmR QR ÀQDO GR PrV GH novembro e, atualmente, a PpGLDGLiULDpGHDWHQGLPHQWRV

O

JRYHUQDGRU 7HRWRQLR Vilela Filho (PSDB) reuniu-se, ontem (dia  FRPRVHFUHWiULRGH3ODQHMDPHQWR H 'HVHQYROYLPHQWR (FRQ{PLFR /XL] 2WiYLR *RPHV H WpFQLFRV GD SDVWD SDUDHVWXGDUFDGDiUHDRQGH serĂŁo alocados os recursos GR 3URMHWR GH 5HGXomR GD Pobreza e InclusĂŁo ProduWLYD GR (VWDGR GH $ODJRDV 3UHSL  TXH WHP GLVSRQtYHO XPFUpGLWRGH86PLOK}HV FRP R %DQFR 0XQGLDO O Prepi tem como foco SULQFLSDODUHGXomRGDH[FOXsĂŁo social, a proteção contra a vulnerabilidade e a garanWLDGRVGLUHLWRVEiVLFRVGRFLdadĂŁo, como renda, educação HVD~GH'XUDQWHRHQFRQWUR foram avaliados os custos esWLPDGRVHPFDGDiUHD De acordo com o governador, o Estado pretende utili]DU 86  PLOK}HV QHVWD SULPHLUD HWDSD  D VHU H[HFXWDGD QRV SUy[LPRV TXDWUR DQRV 8WLOL]DQGR HVWH UHFXUVR o governo vai investir na modernização da gestĂŁo pĂşblica, otimizando a estrutura estatal, onde se insere a gestĂŁo de recursos humanos, o desenvolvimento de carreiUDGRVIXQFLRQiULRVS~EOLFRV gestĂŁo integrada do patrimĂ´nio, atendimento aos cidadĂŁos por meio da tecnologia de informação com a ampliação da oferta de serviços de web para a população de $ODJRDV O fortalecimento e a gestĂŁo descentralizada da 6HFUHWDULD GH $VVLVWrQFLD H Desenvolvimento Social (SeDGHV WDPEpPVHUiSURSRVWD FRP R REMHWLYR GH SURPRYHU as atividades de inclusĂŁo soFLDOSDUDDSRSXODomR 1D iUHD GD HGXFDomR R (VWDGRTXHUH[SDQGLUDPHOKRULD GD (GXFDomR %iVLFD com oferta de ensino integral para dez mil alunos das regi}HV PDLV YXOQHUiYHLV DVVLP como promover a inclusĂŁo de outros grupos mais carentes QDHGXFDomREiVLFD Com os recursos do Banco Mundial, o Estado vai investir no fortalecimento da gestĂŁo do sistema educativo – de modo que os trabalhos serĂŁo realizados com melhor SODQHMDPHQWR â€œĂ‰ transformar o ensino QRTXHpLGHDOpXPPpWRGR GH UHJXODomR TXH VHUi LPplantando depois de um treiQDPHQWR FRP RV GLUHWRUHVÂľ H[SOLFRX R VHFUHWiULR /XL] Otavio, acrescentando que VHUi LQVWLWXtGR XP 3ODQR GH Desenvolvimento na Educação nas 328 escolas estaduDLV $6D~GHIRLFRQWHPSODGD SHOR SURMHWR QD RUJDQL]DomR GD UHGH GH $WHQomR 0DWHUna – propondo a ampliação GD DVVLVWrQFLD jV JHVWDQWHV de alto risco, bem como a $WHQomR j 6D~GH 3ULPiULD 6HFXQGiULDH7HUFLiULDHVWD Ăşltima atendendo aos hospitais de Santana do IpanePDH$UDSLUDFDDEUDQJHQGR 6HUWmRH$JUHVWH

Em sua caminhada matinal, o secretĂĄrio Marco Fireman foi abordado se tinha interesse em disputar algum cargo nas prĂłximas eleiçþes; sem dizer que sim ou nĂŁo veio a resposta: “Sou homem de missĂŁo, estou KDELOLWDGRPDVSUHÂżURDMXGDU$ODJRDVGHRXWUDVIRUPDV´

2 3OHQR GR 7ULEXQDO 5HJLRQDO (OHLWRUDO GH $ODJRDV 75($/  GHVLJQRX R -Xt]R (OHLWRUDO GD Â? =RQD FRPR UHVSRQViYHO HP 0DFHLy pelo registro de candidatos e de pesquisas eleitorais, DOpP GR SURFHVVDPHQWR H MXOJDPHQWR GDV SUHVWDo}HV de contas dos candidatos Ă s HOHLo}HVPXQLFLSDLVGH 'H DFRUGR FRP D 5HVROXomR Q ƒ  SXEOLFDGD HP  GH GH]HPEUR do ano passado, o processamento e reclamaçþes relativas Ă  propaganda eleitoral Ă€FDUi D FDUJR GD Â? =RQD Eleitoral, em MaceiĂł, como WDPEpPRH[HUFtFLRGRSRGHU GHSROtFLDLQHUHQWHjVXDĂ€V-

PISO SEGURANÇA

CHICO TENĂ“RIO

DIZ RENAN

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT/ RJ), retirou da pauta da Casa a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 300 - que versa sobre o aumento do piso salarial dos agentes de segurança em todo o país. O argumento apresentado pelo deputado federal carioca Ê de que o salårios de policias e bombeiros seria problema para os estados. Quem tuitou sobre a iniciativa da Presidência da Câmara foi o deputado federal Maurício Quintella (PR).

Estå publicado no Diårio da Justiça. O pedido de habeas corpus do ex-deputado federal Chico Tenório, foi distribuido na sessão do Pleno do Tribunal de Justiça na terça-feira, dia 7, e jå estå sob a tutela do desembargador JosÊ Carlos Malta Marques, que neste caso serå o relator de processo que pode libertar o ex-parlamentar. Tenório voltou a ter holofotes esta semana, em virtude da possibilidade da deputada federal CÊlia Rocha (PTB) ser eleita prefeita de Arapiraca e ele voltar a Câmara Federal.

O senador Renan Calheiros (PMDB) recebeu, ontem, dirigentes da União Nacional dos Estudantes (UNE) que vieram solicitar celeridade na aprovação do Estatuto da Juventude. O Estatuto estå tramitando na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, e sua apreciação deverå estar concluída na sessão da próxima semana. O presidente da UNE, Daniel Iliescu, esteve acompanhado de membros da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.

Visibilidade Restaurante lotado e o deputado JHC entra no recinto e Ê logo saudado SRUDOJXQVMRYHQVHOiQR¿QDOGRVDOmRDOJXpPH[FODPD³6HFRQWLQXDU FRPVXDVSRVLo}HV¿UPHVQDSUy[LPDHOHLomRGHYHUiGLVSXWDUD&kPDUD Federal�. JHC fez sinal positivo e sentou para saborear um pernil.

Reclamação O vereador-pastor JoĂŁo Luiz no ĂĄpice de sua sensibilidade humanĂ­stica saiu em defesa dos policiais: “Um assessor de vereador em MaceiĂł ganha R$ 3.900; um assessor de deputado apenas para carregar mala embolsa R$ 5.000; jĂĄ um policial que dĂĄ a vida pelo povo ganha menos de R$ 2.000â€?.

De outra forma

PEC 300 Ê retirada da pauta da Câmara

Relator de HC serĂĄ JosĂŠ Carlos Malta Marques Estatuto da Juventude sai prĂłxima semana


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

OpiniĂŁo

Transplantes em dobro

O

Brasil atingiu a marca de 23.397 transplantes em 2011, um novo recorde no setor. Em uma dĂŠcada, o paĂ­s mais que dobrou o nĂşmero de cirurgias – o aumento foi de 124% em relação a 2001, quando foram realizados 10.428 procedimentos. Acompanha este crescimento o nĂşmero de doaçþes de ĂłrgĂŁos. Foram registradas 2.207 doaçþes no ano passado, um avanço de 16,4% em um ano – a maior variação em quatro anos. O ministro da SaĂşde, Alexandre Padilha, apresentou balanço de desempenho no setor ontem, em coletiva de imprensa realizada em BrasĂ­lia. Em 2011, o Brasil teve o maior aumento anual em nĂşmeros de transplantes da dĂŠcada, com 2.357 cirurgias a mais que em 2010. A mĂŠdia de acrĂŠscimo na dĂŠcada foi de 1.200 procedimentos por ano. “Atingimos

um patamar importante e hoje o Brasil Ê uma referência. O país possui o maior sistema público de transplantes do mundo. Hoje, 95% das cirurgias são realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de forma totalmente gratuita à população�, destaca Padilha. O SUS oferece assistência integral ao paciente transplantado, incluindo exames periódicos e os medicamentos póstransplante. A intenção Ê atingir, atÊ 2015, a meta de 15 doadores por milhão de população. Atualmente, a marca Ê de dez doadores�, complementa. O Sistema Nacional de Transplantes, coordenado pelo MinistÊrio da Saúde, conta com rede integrada em 25 estados e Distrito Federal, onde funcionam Centrais de NotiÀFDomR&DSWDomRH'LVWULEXLomRGH Órgãos.

MARCOS ANTONIO DANTAS DE OLIVEIRA sabecomquemestafalando.blogspot.com Engenheiro AgrĂ´nomo, mestre em Desenvolvimento SustentĂĄvel, membro da Academia Brasileira de ExtensĂŁo Rural/ABER, vice-presidente da Sociedade dos Engenheiros AgrĂ´nomos de Alagoas e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural SustentĂĄvel/CONDRAF

Hå anos, uma ingrata labuta Desde suas origens, com a domestição de plantas e animais, com o regime de sesmarias, com a Lei de Terras de setembro de 1850, com o Estatuto da Terra atÊ os dias atuais, a concentração da propriedade fundiåria no Brasil cresceu e consolidou-se com a marca da imutabilidade, na história do acesso à terra pelos agricultores. Assim a evolução do índice de Gini para desconcentrar a propriedade da terra, avançou muito pouco, nos últimos 16 anos; apesar do programa de acesso à terra do governo federal ter proporcionado um aumento consideråvel da årea destinada à reforma agråria entre 1995 e 2010, årea somou 69,7 milhþes de hectares [ha] e assentou 1,1 milhão de famílias (Incra, DEA/DIEESE); Ê ainda pouca årea para dar conta da demanda. E revela por que os FRQà LWRV QR FDPSR EUDVLOHLUR por terra em 2010, segundo a Comissão Pastoral da Terra/ CPT, chegaram a 853, envolvendo 351.935 indivíduos. É a estrutura fundiåria, com o número de imóveis de atÊ 100 ha, e representando 86% do total dos imóveis, que não tem promovido crescimento das rendas agrícolas e não agrícolas, nem tornado sustentåvel uso dos recursos e serviços naturais, e ainda esgota a possibilidade de empreender, de realizar algo diferente e com valor – Lei 11.326, da Agricultura

Familiar e dos Empreendimentos Familiares Rurais. Então para essa grande maioria de agricultores familiares, assegurar as necessidades båsicas para subsistir, Ê uma dura e penosa luta diåria, hå anos. E revela que as políticas públicas executadas e em exeFXomRHPJHUDOVmRStÀDVSDUD dar conta de avanços sociais e econômicos, e compromete o uso e preservação da natureza, por parte do agricultor pequeno não familiar e do agricultor familiar. E a distribuição desses imóveis nas regiþes, mostra como Ê grande o número de minifúndios no país. Vale salientar, que nos imóveis com årea de atÊ 50 ha, a remuneração Ê de atÊ um salårio mínimo, em todas essas regiþes (ALVES et al., 2006), com implicaçþes seríssimas para sustentar a lógica familiar: terra, trabalho e família. Haja trabalho pluriativo. Mostra que a reforma agråria baseada no minifúndio, e não no módulo rural [Lei 4.504/1964], torna o imóvel inviåvel, para garantir o progresso social e econômico, a proteção aos biomas, biótopos e biótipos pelo uso dos recursos e serviços naturais na alimentação, na mineração, na indústria, no lazer, por exemplos, e, em geral,inviabiliza a multifuncionalidade da agricultura familiar. E o Brasil Ê um dos países

que dispþe de um grande estoque de terras agricultåveis, em torno de 100 milhþes de ha. Todavia, por då relevância ao precårio zoneamento agrícola, e preterir o zoneamento ecológico-econômico para assentar R FyGLJR à RUHVWDO H GDV iJXDV baseado em critÊrios sociais, econômicos e ecológicos para o desenvolvimento de atividades humanas, de um código de postura: para moradia, agricultura, extrativismo, indístria, lazer e outras; e para fazer uma Reforma Agråria que permita aos agricultores familiares participar do direito de escolher o que, como e quando produzir, consumir e entreter-se. O direito de escolher Ê para pouquíssimos, daí o consumo posicional de uns poucos consumidores privilegiados - ah, cresceu o número de milionårios nos estados brasileiros, são 145 mil, nos últimos 08 anos; em Alagoas, o crescimento foi de 61%, só perde para Santa Catarina com 76% (Veja,18/ jan/2010). Diante dessa situação a diminuição do índice de Gini, para o acesso à terra e à renda, precisa de um esforço muito grande do Estado e da Sociedade para assegurar a todos, o acesso e uso dos bens primårios: autoestima, inteligência, imaginação, saúde e vigor, direitos, liberdades e oportunidades, renda, riqueza (RAWLS, 2002); e garantir a sucessão familiar.

ANTÔNIO MIGUEL DA SILVA Professor de Português e Literatura

Do lirismo à malsinação

ELIAKIM ARAĂšJO Ancorou o primeiro canal de notĂ­cias em lĂ­ngua portuguesa, a CBS Brasil. Foi âncora dos jornais da Globo, Manchete e do SBT e na RĂĄdio JB foi Coordenador e titular de “O Jornal do Brasil Informaâ€?.

Comunismo em escola dos EUA

O assunto pintou segunda-feira na mídia estadunidense e promete desdobrar-se em uma bela polêmica. A Roosevelt High School (que atende alunos15 a 18 anos) em Des Moines, Iowa, distribuiu aos alunos do curso de estudos sociais um material impresso para explicar a diferença entre comunismo e capitalismo, durante o periodo da Guerra Fria. O material passaria despercebido, visto apenas como uma burocråtica aula teórica, não fosse pela charge nele contida. Dividido em duas partes, o desenho retrata com certa perfeição, a visão das duas doutrinas sociais. No lado que representa o capitalismo, dois operårios pobremente vestidos, com bolas e correntes em seus tornozelos, como escravos ou prisioneiros, trabalham em frente a uma måquina enquanto um empresårio bem vestido, gordo, fumando um charuto, recoOKHRJDQKRÀQDQFHLUR No lado que representa o comunismo, dois operårios

felizes, com roupas decentes, trabalham em frente a uma mĂĄquina e uma seta indica que os lucros do seu trabalho voltam em benefĂ­cio deles. Abaixo da charge, em pequenos quadrinhos, segue o folheto indicando as tradicionais diferenças entre uma e outra doutrinas. Parte do texto acentua: “Enquanto o lucro de qualquer empresa ĂŠ igualmente compartilhado por todas as pessoas no comunismo, o lucro em uma estrutura capitalista pertence ao proprietĂĄrio privadoâ€?. Um texto desse teor numa escola estadunidense nĂŁo poGHULD WHU RXWUD FODVVLĂ€FDomR que nĂŁo fosse a de “subversivoâ€?. O assunto explodiu, quando o pai de um aluno foi a uma rĂĄdio local se queixar de que estavam fazendo propaganda GR FRPXQLVPR DR Ă€OKR GHOH Outros revoltados pais logo se juntaram ao primeiro queixoso, falando em “doutrinação comunistaâ€? e acusando os professores sindicalizados de

“radicais que estĂŁo ensinando QRVVRVĂ€OKRVDVHWRUQDUHPIXturos anti-americanosâ€?. A escola se defende e argumenta que o curso de histĂłria do SĂŠculo Vinte apenas enumera os argumentos que eram usados no perĂ­odo da Guerra Fria. NĂŁo se sabe se alguma cabeça vai rolar diante de tĂŁo grande “ousadiaâ€?. CĂĄ pra nĂłs, questionar material didĂĄtico de indiscutĂ­vel importância histĂłrica, ensinado em todas as escolas do mundo, sĂł mesmo na cabeça de pais que, de histĂłria, sĂł conhecem mesmo o macarthisPR SDVVDGR GH SDL SDUD Ă€OKR desde a dĂŠcada de cinquenta do sĂŠculo passado. Na contramĂŁo da escola de Iowa, uma professora de matemĂĄtica de uma escola elementar (alunos de 5 a 8 anos) em Norcross, na Georgia, passou o seguinte problema Ă s crianças: “Frederick leva duas surras por dia. Quantas surras ele levarĂĄ em uma semana? Advinha o destino dessa professora. FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

Incontåveis vezes chegam aos meus ouvidos, no vaivÊm das horas, notícias que não hesito imergi-las no sumidouro das inverdades, entretanto, as que me são veiculadas, recentePHQWH PHUHFHP WRWDO FRQÀDQça, por serem transmitidas por conterrâneos, ilibados do mais cristalino caråter e invejåvel personalidade. Aventam eles que Murici, outrora, espelho da pacatez, meu doce ninho, onde me criei, aspirei o ar puro de minha inocência e recebi as minhas primeiras instruçþes; cidade histórica, solo da paz, de vultos cultos e disciplinados, caminha, hoje, por sobre calhaus, DOÀQHWHV H FDUGRV UHYROWDQGR e desatinando toda aquela população. Elementos fora da lei, similares os dos Morros do Alemão e da Rocinha, munidos de material bÊlico, literalmente drogados, inquietam, deixam em pânico os habitantes da minha terra mãe. Os toxicômanos homiziam-se em seus territórios, fumam e comercializam os seus criminosos produtos; não respeitam, sequer, a polícia, revidando-a de forma estratÊgica, sanguinolenta e satânica. Este não Ê o Murici onde ouvi, no luscofusco das tardes primaveris, o canto dos galos de seu Tibúrcio, o mugir do gado daquele cidadão, as sentimentais

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

serestas, às cordas plangentes dos violþes, na Rua do Campo Grande, deslumbrando-me frente ao Bloco carnavalesco da Maria Azul e às pescas saudosas dos gostosos sabararus. Este não Ê o Murici de Costa Amazonas, de Tito de Barros, Bernardo Souza Filho; Reisados, Pastoris e Guerreiros, ao Lirismo dos mestres improvisadores. Não! Não Ê o mesmo solo onde escrevi o meu primeiro soneto; onde ouvia as inebrianWHVYDOVDVGRVHXÀOKR$XJXVWR Calheiros. Não Ê o Murici de meus sonhos, das lembranças incontidas da Velha Boi, do cidadão Documento, do seresteiro Ernande e do Macaco Simão! Querência hospitaleira, lírica e poÊtica, por que o fado fez-te hoje, estares tu à mira desta súcia, sem Deus e sem coração? É, realmente, uma ignomínia, tu que Ês uma cidade mais bem representada no Poder Judiciårio, Executivo e Legislativo; no Senado, Câmara, Federal e Estadual; liderança no governo e Secretaria de Segurança e vives agora como um cão sem dono, à, sombra da pólvora destes indivíduos sanguinolentos! Olavinho, Renan Pai e Renan Filho, não deixem que borbulhas de sangue borrifem o túmulo daquele que tanto amou esta terra; a conduziu

com capacidade e decĂŞncia; ordem e trabalho; sendo a honestidade a maior herança que deixou para vocĂŞs. DaĂ­ porque estendam um lĂĄbaro verde da esperança e aninhem nossos FRQWHUUkQHRVDĂ€PGHTXHSRVsam eles melhor ouvir a canção do MundaĂş. Salvem a querida terra de Olavo Calheiros de Novaes! JĂĄ disseram que eu sou o orgulho deste pĂĄtrio ninho, todavia nĂŁo quero sĂŞ-lo vendo levantar-se uma mancha rubra de sangue e ao InvĂŠs das girândolas soltadas nas festas de nossa Senhora da Graça, escuto, agora, balas trovejando no espaço, saĂ­das das armas destes cruĂŠis assassinos, deixando em desespero, crianças, adultos e velhinhas. Sei que ĂŠ ousadia minha escrever este artigo. Sou vulnerĂĄvel, uma presa fĂĄcil Ă  mira de uma arma, todavia, malgrado ter no coração um ramalhete GHĂ RUHVHHPLWLUGHOHRVRPGD lira de Orfeu, jĂĄ ĂŠ de meu DNA combater as injustiças. Se tivesse nascido no sĂŠculo dezenove, teria me ombreado a Castro Alves, combateria a escravatura, sem medo e sem temor. Admiro, por amor a Deus este pensamento de Cândido Randon; “Morrer sim, matar nunca! ( FRPR p JUDWLĂ€FDQWH SRU uma causa, deixar esta vida e entrar na histĂłria!

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

Brasil

BRASIL

7

ColÊgio do Paranå gera polêmica ao criar um banheiro só para alunos gays Um colÊgio no Paranå inaugurou nesta quarta-feira com a volta às aulas um banheiro exclusivo para homossexuais. O assunto gerou debate entre alunos, professores e pais. O Conselho Escolar do ColÊgio Estadual Vicente Rijo, em Londrina, aprovou a medida depois de reclamaçþes de constrangimento no banheiro masculino. A direção da escola disse que tomou a medida visando a educação e conscientização. Jå um representante da Associação Brasileira GH/pVELFDV*D\V%LVVH[XDLV7UDYHVWLVH7UDQVH[XDLV $*/%7 D¿UPRXTXH a solução Ê simplista e não aprofunda o debate, mesmo tendo privilegiado os homossexuais.

Só maioria do CNJ poderå punir juízes Decisão Ê do STF e mudança då margem à impunidade, apesar de poderes do colegiado serem mantidos

O

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e as corregedorias dos tribunais só podem aplicar uma pena contra um juiz por condenação disciplinar se a maioria absoluta do colegiado concordar com a punição escolhida. Por oito votos a três, os ministros mudaram o artigo da Resolução 135 do CNJ segundo o qual a maioria absoluta era necessåria apenas para condenar o maJLVWUDGR1DKRUDGHGHÀQLU a pena, se não houvesse metade dos votos mais um em torno de apenas uma opção, À[DYDVHDPDLVEUDQGD A mudança då margem à impunidade. Isso porque, se não for atingida a maioria

absoluta em relação à pena, não haverå como punir o juiz. As penalidades mais pesadas previstas em um processo disciplinar são a aposentadoria compulsória, a remoção e a disponibilidade. Na sessão, o presidente do STF, Cezar Peluso, deu a ideia de inserir na norma a necessidade da maioria absoluta para a pena escolhida. Ele sugeriu que, no julgamento de magistrados, fosse primeiro votado se o acusado seria condenado ou absolvido. Em seguida, o colegiado colocaria em votação, em separado, cada uma das penas previstas em lei. Segundo os ministros do Supremo, por essa fórmula, QmRKiFRPRGHL[DUXPMXL]

que jå foi condenado impune, pois serão feitas quantas votaçþes forem necessårias atÊ se chegar à maioria absoluta. - Para aplicar qualquer pena tem que ter maioria absoluta. Não Ê possível punir um magistrado sem a maioria absoluta - argumentou Peluso. A maioria dos ministros concordou em manter a norma vålida sob o argumento de que, antes dela, as corUHJHGRULDV GHL[DYDP PDgistrados impunes por falta de acordo em torno de uma SHQD HVSHFtÀFD (P XPD cena rara no tribunal, os ministro Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes, que são brigados, concordaram em tudo.

PMS PARALISADOS

/tGHUGHJUHYHSURS}HH[WHQVmR de movimento a outros estados O líder da greve dos policiais militares na Bahia, 0DUFR3ULVFRIRLà DJUDGRFRQversando com um colega grevista e tratando de açþes de intimidação como queima de viaturas e fechamento de rodovias. As gravaçþes tambÊm trazem um cabo bombeiro do Rio de Janeiro, que estå na %DKLDIDODQGRVREUHDH[WHQsão do movimento para outros estados. As gravaçþes, autorizadas pela Justiça, foram H[LELGDV RQWHP QR ´-RUQDO Nacional�, da Rede Globo.

Prisco aparece tambĂŠm uma conversa com um colega mandando descer “toda a tropa para cĂĄâ€?. “Eu vou queimar viatura... eu vou queimar duas carretas agora na Rio-Bahia, que nĂŁo vai dar tempo...â€?. “Fecha a BR, fecha a BR aĂ­, meu irmĂŁoâ€?, responde Prisco. Durante a greve, um Ă´nibus escolar foi queimado em Lauro de Freitas, na RegiĂŁo Metropolitana de Salvador. Motoqueiros armados retiraram os alunos e atearam fogo HP VHJXLGD 1LQJXpP Ă€FRX

ferido. Viaturas tambĂŠm tiveram os pneus furados. A outra conversa trata GD H[SDQVmR GR PRYLPHQWR grevista pelo paĂ­s e da possiELOLGDGH GH VHJXUDU R Ă€P GD greve na Bahia enquanto esta nĂŁo começa no Rio de Janeiro. “Pergunta a pessoa importantĂ­ssima que estĂĄ aĂ­ qual a possibilidade de nĂłs passarmos em segundo turno na semana que vem?â€?, questiona o cabo carioca Benevenuto Daciolo, falando sobre uma possĂ­vel votação da PEC 300.

ASCOM/STF

Presidente do STF, Cezar Peluso sugeriu proposta sobre açþes de CNJ apara punir magistrados

BANCĂ RIAS

TRANSPOSIĂ‡ĂƒO

Demitidas por Presidente cobra resultado darem dinheiro das empreiteiras em obra aos assaltantes No primeiro compromisso preços. O lote 13 - onde estão  $ FDUUHLUD SURÀVVLRQDO de duas bancårias com quase duas dÊcadas de serviços prestados ao Itaú Unibanco foi dada como encerrada pela direção da instituição depois que ambas, rendidas por ladrþes e com parentes sob domínio de criminosos armados, foram obrigadas a entregar o dinheiro guardado no cofre de uma agência de Contagem, na região metropolitan Demitidas por justa causa, as duas decidiram entrar com ação na Justiça. A agora H[JHUHQWH GR EDQFR 0DULD Silva, 44, e a colega Rita Ferreira, 43, que atuava como tesoureira da agência, querem a reintegração ao trabalho e H[LJHPLQGHQL]DomRSRUGDQRV morais. O valor da causa ainGDQmRIRLGHÀQLGR ´1mR LD GHL[DU PLQKD IDmília morrer por causa de diQKHLUR¾GLVVHDH[JHUHQWH1R comunicado da demissão, feito por carta, o fato de as bancårias entregarem o dinheiro do banco aos criminosos armaGRVIRLFODVVLÀFDGRFRPR´PDX procedimento�. No dia do crime, em 2 de dezembro do ano passado, Maria Silva foi obrigada a entreJDU R PDULGR H RV GRLV ÀOKRV de 12 e 16 anos, às mãos de criminosos armados enquanto era levada pelos ladrþes. Na agência, encontrou a tesoureira. Sob o domínio de armas, elas entregaram R$ 800 mil. A notícia da demissão, FRQWRX D H[JHUHQWH YHLR HP janeiro, dez dias depois de ela voltar ao trabalho após um afastamento motivado pelo trauma.

de sua visita de dois dias a Pernambuco e CearĂĄ, a presidente Dilma Roussef mandou um recado direto para as empresas responsĂĄveis pelas obras da Transposição do Rio 6mR )UDQFLVFR (OD DĂ€UPRX mais de uma vez, de forma enfĂĄtica e dura, que “agora nĂłs queremos resultadosâ€?. Ela informou que os contratos com as empreiteiras responsĂĄveis foram renegociados e equilibrados. “Agora nĂłs temos clara perspectiva de fazer com que essa obra entre em regime de cruzeiro e que nĂŁo tenha nenhum problema de continuidade. Tudo foi renegociado e rediscutido. Os consĂłrcios foram atendidos no que puderamâ€?, disse Dilma, enfatizando que a partir de agora vai cobrar resultados, depois de resolvida essa parte burocrĂĄtica. A obra da Transposição do Rio SĂŁo Francisco tem 14 lotes tocados por empreiteiras. Desse total, nove se encontram parados por problemas de contrato e negociação de

sendo construídas estaçþes de bombeamento em Floresta, Custódia e Sertânia -, por H[HPSOR HVWi SDUDGR GHVGH junho de 2011. DECLARAÇÕES As declaraçþes de Dilma em sua primeira visita às obras de transposição como presidente, foram dadas à imprensa logo após seu priPHLUR FRPSURPLVVR RÀFLDO Ela vistoriou os trabalhos GR ([pUFLWR QR PXQLFtSLR GH Floresta. Os soldados estão tocando as obras do canal de DSUR[LPDomR TXH YDL UHWLUDU ågua da Barragem de Itaparica, para passar por estação de bombeamento que vai levar para os demais canais da transposição. A parada foi råpida, cerca de 20 minutos. Depois de atender a imprensa, a presidente pegou helicóptero em direção a Paulo Afonso, na Bahia. De lå, Dilma Roussef segue tambÊm de helicóptero para Juazeiro do Norte e Mauriti, duas cidades do Cearå.


8

MUNDO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

Mundo

Depois de briga de casal, juiz obriga PDULGRDGDUĂ€RUHVHVDLUFRPDHVSRVD Um juiz resolveu meter a colher em uma briga de marido e mulher e aplicou uma pena curiosa em Broward (FlĂłrida, EUA): o sujeito terĂĄ que levar a esposa para sair no local escolhido por ela! Na verdade, foi mais do que uma mera briga. Joseph Bray, de 47 anos, agrediu a mulher, depois que ela exigira sair para comemorar o aniversĂĄrio. A mulher escolheu um restaurante da rede Red Lobster, especializada em frutos do mar. De acordo com o “Sun Sentinelâ€?, alĂŠm do jantar no Red Lobster, o rĂŠu terĂĄ que presentear a ÂłDPDGD´FRPĂ€RUHVHXPFDUWmR

REUTERS

UE insiste em embargo sobre a economia sĂ­ria

Entre as medidas estão a proibição de voos comerciais, importação de fosfato e transaçþes com bancos sírios

A

Mulher participa de um protesto contra apoio da RĂşssia Ă  SĂ­ria em frente Ă  embaixada russa em Oman

União Europeia (UE) imporå um embargo econômico mais duro contra o governo da Síria, disse sob anonimato um funcionårio da UE em Bruxelas ontem no momento em que a Rússia tenta estabelecer o diålogo entre o vice-presidente sírio Faruk Sharaa e a oposição. Na Síria a violência continua e ativistas disseram que pelo menos 50 pessoas foram mortas ontem pelo governo na cidade de Homs. O governo da Turquia declarou ontem que quer coordenar uma reunião sobre a Síria para harmoni-

MALVINAS

NO BRASIL

GrĂŁ-Bretanha descarta negociar soberania das ilhas

zar as políticas dos países vizinhos do Mediterrâneo e das potências mundiais, após a resolução que condenaria o governo sírio ter sido rechaçada na Organização das Naçþes Unidas (ONU). Entre as medidas europeias contra o governo sírio, estaria a proibição de importar fosfato da Síria, de voos comerciais entre a Síria e as cidades europeias e de transaçþes entre bancos europeus e o Banco Central da Síria. A União Europeia importa atualmente 40% do fosfato que consome da Síria. Segundo o funcionårio,

as medidas poderĂŁo ser adotadas em 27 de fevereiro. Onze iranianos sequestrados na SĂ­ria jĂĄ foram libertados, mas outros 18 continuam em cativeiro, disse, ontem, o vice-chanceler do IrĂŁ Hossein Amir Abdollahian disse que os sequestradores pretendem pressionar o IrĂŁ a abandonar seu apoio ao governo sĂ­rio, que hĂĄ 11 meses reprime com violĂŞncia uma onda de protestos contra o presidente Bashar al-Assad. O IrĂŁ ĂŠ um dos mais importantes aliados da SĂ­ria na regiĂŁo.

GUERRA MUNDIAL

Líder católico acredita que Morre última DSHGRÀOLDp´PDLVWROHUDGD¾ veterana

Um alto funcionårio do Vaticano, que trata de casos de abuso sexual de menores O governo da Grã-Breta- tÊrio, em linha com o que jå ha- derna embarcação de guerra, IHLWRV SHOR FOHUR DÀUPD TXH nha voltou a descartar ontem, via expressado em Nova York o destroier HMS Dauntless, a Igreja Católica não pode qualquer negociação com a Ar- horas antes um porta-voz da equipado com mísseis antiaRSWDUSHORPHVPR´FyGLJRGH Êreos, ao Atlântico Sul. AlÊm gentina sobre a soberania das missão britânica na ONU. VLOrQFLR¾GDPiÀD Cristina Kirchner anun- disso, o príncipe William cheIlhas Malvinas, depois de a O Monsenhor Charles presidente argentina, Cristina ciou na terça-feira em Buenos JRXjVLOKDVQDVHPDQDSDVVDScicluna falou sobre isso duKirchner, ter anunciado que Aires que apresentarå um da para uma instrução militar rante seu discurso em um OHYDUiRFRQà LWRj2UJDQL]DomR SURWHVWR QD 218 SHOD ´PLOL- de seis semanas. simpósio em Roma sobre a As tensþes entre Argentidas Naçþes Unidas (ONU). WDUL]DomR¾ GDV 0DOYLQDV SHOD crise de abuso sexual que Um porta-voz do MinistÊrio Grã-Bretanha, que tem a sobe- na e Grã-Bretanha se acirram atingiu a Igreja Católica. das Relaçþes Exteriores britâ- rania dessas ilhas desde 1833. conforme se aproxima o ani´2HQVLQDPHQWRGHTXH nico indicou que os moradores A presidente disse que farå a versårio de 30 anos da Guera verdade estå na base da das Malvinas, cerca de 3 mil reivindicação ao Conselho de ra das Malvinas. Em 1982, os justiça explica por que uma SHVVRDV VmR ´EULWkQLFRV SRU Segurança da ONU, do qual dois países entraram em concultura fatal de silêncio, Ê opção e livres para decidir seu fazem parte os britânicos como à LWR SHOD SRVVH GDV LOKDV TXH em si mesma errada e injusIXWXUR¾ ´1mR KDYHUi QHJRFLD- membros permanentes e a começou depois da ocupação WD¾ GLVVH R PRQVHQKRU GXçþes com a Argentina sobre a Assembleia-Geral das Naçþes por militares argentinos e cherante o simpósio que reuniu JRX DR ÀP GRLV PHVHV GHSRLV soberania das ilhas, a menos Unidas. diversos líderes religiosos A Grã-Bretanha anunciou em 14 de junho, com a rendiTXHVHXVKDELWDQWHVGHVHMHP¾ e psicólogos, alÊm de vítiapontou o porta-voz do minis- dias atrås o envio de uma mo- ção argentina. mas de abuso. Denominado ´5XPR j FXUD H UHQRYDomR¾ o simpósio ocorre entre 6 e 9 de fevereiro, na Universidade Jesuíta Gregoriana, em Roma. ´2XWURV LQLPLJRV GD YHU-

dade são a negação deliberada de fatos conhecidos e o temor inapropriado de que o bom nome da instituição deveria de alguma fora desfrutar de prioridade absoluta HPGHWULPHQWRGDUHYHODomR¾ completou o monsenhor. No encontro estão reunidos representantes de 110 conferências de bispos nacionais, chefes das 30 ordens UHOLJLRVDVHRÀFLDLVGDPDLRria dos departamentos do Vaticano. Entre os assuntos discutidos estão a responsabilidade de um bispo em proteger as crianças e os efeitos psicológicos do abuso. Ele acrescenta ainda que D SHGRÀOLD p ´PDLV WROHUDGD FXOWXUDOPHQWH¾QR%UDVLOTXH em outros países ocidentais. ´1mRKiLGHLDGRTXHSRGHULD ou deveria ser feito. Medidas e procedimentos efetivos por parte da Igreja no curto, mÊdio e longo prazo, atÊ onde eu VHL¾GLVVHHPHQWUHYLVWD

sobrevivente

A britânica Florence Green, considerada a última veterana sobrevivente da 1ª Guerra Mundial, morreu em Norfolk, no leste do Reino Unido, aos 110 anos, informam ontem os meios de comunicação britânicos. Florence, natural de King’s Lynn em Norfolk, se alistou na Força AÊrea Feminina britânica (WRAF) em 1918, quando tinha 17 anos, dois meses antes do armistício, e trabalhou como garçonete em duas bases da Força AÊrea britânica atÊ julho de 1919. ÚLTIMA ENTREVISTA Em sua última entrevista jHPLVVRUDS~EOLFDEULWkQLFD ´%%&¾ FRQFHGLGD HP  Florence declarou que se divertiu muito na WRAF e que ali conheceu muita gente interessante. Florence Green morreu no último såbado em um asilo em King’s Lynn, poucos dias antes de completar 111 anos no próximo dia 19 de fevereiro, segundo a agência GH QRWtFLD ´3UHVV $VVRFLDWLRQ¾ 6XD ÀOKD PDLV MRYHP June Evetts, de 76 anos, deFODURX DR MRUQDO ORFDO ´(DVWHUQ 'DLO\ 3UHVV¾ TXH VXD PmHWLQKDYLYLGRXPD´YLGD extraordinåria e fascinanWH¾ QD TXDO IRL HVSHFWDGRUD de numerosas mudanças na história.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

Cidades

CIDADES

9

Menor mata homem e garota de 12 anos e ĂŠ preso em SĂŁo Miguel dos Campos A noite de terça-feira (7) em SĂŁo Miguel dos Campos foi de mais violĂŞncia. A polĂ­cia registrou dois homicĂ­dios - o responsĂĄvel foi um menor de 15 anos, que foi preso na tarde de ontem. O primeiro deles ocorreu na conhecida “Rua do CabarĂŠâ€?, a Rua AndrĂŠ Bastos, no bairro do Centro da cidade. Bruna Larissa Brasiliano do Nascimento, de apenas 12 anos, foi alvejada a tiros na cabeça e morreu na hora. O motivo seria uma rixa entre os dois. O outro homicĂ­dio foi tambĂŠm no Centro, contra CĂ­cero de Holanda Cavalcante Filho, de 25 anos, que teria reagido a um assalto. Ontem, a polĂ­cia chegou ao menor, conhecido como ‘Lalo’, acusado de ter matado a garota e o trabalhador.

Correios reforçam segurança nas agências Diante do índice de ataques em 2012, haverå implantação de mais câmeras de segurança e proteção aos cofres em Alagoas DANIEL MAIA REPÓRTER

E

m 2011, Alagoas adquiriu um índice de mais de 40 assaltos às agências dos Correios. Esse ano jå foram registrados 10 assaltos e três arrombamentos. A mÊdia corresponde e um terço do ano passado apenas no mês de janeiro e início de fevereiro. O último episódio aconteceu ontem, no município de Monteirópoles, de madrugada, quando a agência foi arrombada pelos bandidos que levaram o cofre e documentos da empresa. Na ocasião ninguÊm foi preso. Mas a novidade Ê que a direção nacional dos Correios e TelÊgrafos, localizada em Brasília, irå intensificar as medidas de segurança para Alagoas. O departamento de comunicação da empresa preferiu não informar localidades específicas do Estado

para nĂŁo atrair açþes criminosas. Mas a assessoria deixou claro que haverĂĄ a substituição dos cofres e maior rigorosidade nos alarmes. “SerĂŁo compradas novas câmeras e haverĂĄ treinamento dos empregados com curso preventivo sobre segurançaâ€?, disse. A instituição afirmou ainda que estĂĄ desenvolvendo parcerias com as autoridades de segurança pĂşblica no âmbito estadual e federal para que haja a diminuição do nĂşmero de delitos que envolvem as agĂŞncias. AlĂŠm disso, se porventura os assaltos continuarem, a empresa comunicou a garantia de total assistĂŞncia aos profissionais lesados. “A empresa presta assistĂŞncia mĂŠdica e acompanhamento psicolĂłgico aos profissionais vitimados por algum tipo de crimeâ€?, disse a assessoria dos Correios e TelĂŠgrafos em BrasĂ­lia.

SANDRO LIMA

PolĂ­cias querem fazer greve no Carnaval

No mês de janeiro e início de fevereiro, total de ataques representou um terço do índice do ano passado

CORREIOS

Sindicato critica atraso em açþes de proteção O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e TelĂŠgrafos (Sintect/AL), JosĂŠ Balbino, conta que a falta de segurança nas agĂŞncias da instituição, em Alagoas, ĂŠ um problema antigo que poderia ser “tirado

de letraâ€? caso a ação judicial ingressada pela categoria, em 2005, fosse deferida no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). “Naquela ĂŠpoca, nĂłs fizemos as mesmas reivindicaçþes que fazemos hoje Ă 

diretoria: colocar portas giratórias na entrada da agência, com detectores de metais. Nós pedimos mais de um segurança por agência tambÊm. Mas o juiz entendeu que as agências se tornariam bancos�, comentou.

Um ponto destacado pelo sindicalista ĂŠ a fragilidade das câmeras de vĂ­deo. “Elas nĂŁo conseguem captar de uma maneira legĂ­vel quem entra nas agĂŞncias. Por isso, muitas vezes, eles nem sequer utilizam mĂĄscarasâ€?, lembrou.

Segundo Balbino, o sistema de segurança das agĂŞncias dos Correios de Alagoas ĂŠ antigo. “Esses equipamentos sĂŁo desde quando o Correio fechou contrato com o Banco Postal, em 2002â€?, revelou. (D.M.) ASSESSORIA

21 EM DOIS DIAS

PM apreende mais quatro måquinas caça-níqueis DAVI SALSA REPÓRTER

Arapiraca (Sucursal) - Policiais do 3º Batalhão Militar, com o apoio de agentes civis, cumpriram, no fim da tarde de ontem, mandados de busca e apreensão em dois bairros de Arapiraca. Em apenas dois dias de operação, a polícia alagoana apreendeu 21 equipamentos de jogos de azar. De acordo com o que apurou a reportagem da Tribuna Independente, os policiais cumpriram três mandados no bairro Brasília e em outra localidade de Arapiraca, com a apreensão de quatro måquinas caça-níqueis. Os equipamentos foram levados atÊ a Central de Polícia, onde foram lavrados os flagrantes e a prisão de duas pessoas. Na terça-feira, o delegado Rodrigo Rocha Cavalcante, da

regional de Delmiro Gouveia, apreendeu 17 mĂĄquinas caça nĂ­queis e prendeu trĂŞs pessoas. A operação denominada “CifrĂŁoâ€? foi desencadeada nos municĂ­pios de Inhapi e Mata Grande, no SertĂŁo alagoano. Foram presos MĂĄrcio Rocha da Silva, Jobson LeĂŁo Ferreira e Jânio VerĂ­ssimo de Gouveia. De acordo com o delegado Rodrigo Cavalcante, apĂłs um trabalho de investigação, a polĂ­cia descobriu que Jânio ĂŠ considerado o distribuidor das mĂĄquinas na regiĂŁo de Delmiro. AlĂŠm de ser o distribuidor das mĂĄquinas, foi apreendido com Jânio, em uma casa localizada na Rua Senador Juca Ribeiro, 15, centro de Mata Grande, cinco recibos de carro em branco, cartĂľes do Bolsa FamĂ­lia e Ouro Card, alĂŠm de jogosâ€?, disse o delegado regional.

Delegado Rodrigo Cavalcante descobriu, após investigaçþes, que região tem distribuidor de måquinas

DELEGADO GERAL

COMERCIANTES

FORAGIDO

O delegado Rodrigo Cavalcante informou que todo o material e as pessoas aprendidas na operação no SertĂŁo foram encaminhadas para a Delegacia de Inhapi, para que o delegado -RVp9DOWHUÂż]HVVHRV procedimentos necessĂĄrios. A operação contou com o apoio do tenente EsperidiĂŁo, do 9Âş BPM, e utilizou 30 policiais civis e militares da regiĂŁo. Foram realizadas abordagens em veĂ­culos e bares em toda a regiĂŁo. “Estamos seguindo as orientaçþes do diretor da Ă rea 1, Kelman Vieira, e do delegado-geral da PolĂ­cia Civil, JosĂŠ Edson Freitasâ€?, concluiu.

A SuperintendĂŞncia Municipal de Controle do ConvĂ­vio Urbano (SMCCU) GHÂżQLXDVQRUPDV SDUDÂżVFDOL]DomR dos ambulantes durante as prĂŠvias carnavalescas nos bairros de MaceiĂł. Cerca de 120 ÂżVFDLVYmRREVHUYDU as atividades dos ambulantes e outros comerciantes no meio da IROLD2WUDEDOKRGHÂżVFDOL]DomRFRPHoDQR%DLOH0XQLFLSDOTXH acontece hoje, e continuarĂĄ na sexta-feira. Um efetivo de aproximaGDPHQWHÂżVFDLVYDLDYHULJXDUDVDWLYLGDGHVQRFRUUHGRUGDIROLD na Rua SĂĄ e Albuquerque. No sĂĄbado, serĂŁo 80 servidores.

Alessandro Ferreira de Alcântara, conhecido por “Necoâ€?, acusado de crime de latrocĂ­nio, foi preso ontem por agentes DivisĂŁo Especial de Investigação e Capturas (Deic). “Necoâ€? teve a prisĂŁo decretada pelo juiz Luciano Andrade de Souza, da 4ÂŞ Vara Criminal da Capital, em janeiro deste ano, e estava foragido. O crime de latrocĂ­nio do qual ĂŠ acusado ocorreu em um estabelecimento comercial no bairro de Ponta Grossa, no ano de 1999. A prisĂŁo ocorreu no bairro do Tabuleiro.

Apreensþes são feitas por orientação da PC

INSEGURANÇA

60&&8YDLGLVSRUGHĂ€VFDLVQRFDUQDYDO

Preso acusado de latrocĂ­nio em 1999

A paralisação de policiais civis e militares, de agentes penitenciĂĄrios e dos militares do Corpo de Bombeiros pode prejudicar o Carnaval 2012, caso nĂŁo haja negociação entre o governo do Estado e as categorias. Em matĂŠria publicada ontem na Folha de SĂŁo Paulo, o governo federal diz que vĂŞ risco elevado da greve da PolĂ­cia Militar baiana se alastrar para mais seis Estados. AlĂŠm do Rio de Janeiro, onde a polĂ­cia decide hoje se para ou nĂŁo, o serviço de inteligĂŞncia do PalĂĄcio do Planalto classifica como “Estados explosivosâ€? ParĂĄ, ParanĂĄ, Alagoas, EspĂ­rito Santo e Rio Grande do Sul. Hoje, as categorias vĂŁo se reunir em Alagoas para um ato pĂşblico na Praça Deodoro, no Centro de MaceiĂł, para sensibilizar a Secretaria de GestĂŁo PĂşblica (Segesp). Na sexta-feira, ĂŠ a vez da assembleia geral, na Rua Cincinato Pinto, no Centro, na sede do Movimento Unificado de Segurança PĂşblica. Nesse dia serĂĄ deliberado se haverĂĄ, ou nĂŁo, policiamento no Carnaval. O que os agentes penitenciĂĄrios e os policiais civis tĂŞm em comum ĂŠ a exigĂŞncia da aprovação do Plano de Cargos e Carreiras (PCC). JĂĄ a PolĂ­cia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros requerem reajuste salarial de 7%, bem como a revisĂŁo salarial no Ăşltimo quinquĂŞnio. O presidente do Sindicato dos Policiais (Sindpol) fez duras crĂ­ticas Ă  morosidade do governo. “Queremos o que estava sendo exigido ao longo de 2011. Eles sempre marcavam uma nova data e nĂŁo resolveram a questĂŁo do reajuste. O Carnaval ĂŠ apenas uma coincidĂŞnciaâ€?, complementou.O presidente da Associação dos Oficiais da PolĂ­cia Militar (Assomal), major Wellington Fragoso, diz que a PM estĂĄ na iminĂŞncia de paralisar no perĂ­odo carnavalesco. “O Carnaval pode ser comprometido, pois a coisa nĂŁo andou. NĂŁo ĂŠ mais o perĂ­odo para negociar e sim de cobrar. O governo tem que cumprir com seus acordos. JĂĄ pensou se o Brasil formalizar um acordo internacional e nĂŁo cumprir?â€?, indagou. A reportagem tentou falar com a Secretaria de Defesa Social, mas nĂŁo obteve retorno. (D.M.)


10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

Baile Municipal abre hoje carnaval de MaceiĂł

SANDRO LIMA

$PDQKmWUDGLFLRQDOEORFR³)LOKLQKRVGD0DPmH´GHV¿ODQDVUXDVGH-DUDJXi EDITORIA DE CIDADES COM ASSESSORIA

EstĂĄ tudo pronto para a abertura do carnaval oficial de MaceiĂł com o Baile Municipal, que abre a programação hoje, a partir das 20 horas, no espaço Vox Room, em JaraguĂĄ. O baile serĂĄ regido pelo maestro Manezinho, a orquestra de Almir Medeiros e a banda Tabaque. A secretĂĄria-adjunta de Turismo, MamĂĄ Omena, ressaltou que os cerca de cinco mil convidados deverĂŁo ir fantasiados para cair na folia. O tema deste ano serĂĄ “MaceiĂł Meu Bem Quererâ€? e na decoração prevalecerĂŁo as cores preta e branca com elementos

coloridos. “Como sempre, tentaremos surpreender o pĂşblico presente. Estamos fazendo tudo com muito cuidado, carinho e esmeroâ€?, frisou MamĂĄ Omena. No dia seguinte - a sexta-feira - serĂĄ a vez de o JaraguĂĄ Folia alegrar as ruas do tradicional bairro com vĂĄrios blocos. A programação estĂĄ prevista para acontecer das 19 horas Ă s duas horas da manhĂŁ. Entre os blocos mais tradicionais que participam da folia, o “Filhinhos da MamĂŁeâ€? desfila pela 29ÂŞ vez, com a boneca gigante da “MamĂŁeâ€?, sĂ­mbolo do bloco. A concentração do bloco serĂĄ Ă s 20 horas

no museu ThĂŠo BrandĂŁo. O bloco vai atĂŠ a Igreja Nossa Senhora MĂŁe do Povo, localizada no bairro do JaraguĂĄ. O Bloco Filhinhos da MamĂŁe foi criado em 1983, por um grupo de artistas de teatro da Cia ComĂŠdia Alagoense e da Associação Teatral das Alagoas, e reunia artistas e intelectuais. “NĂłs esperamos que todos o maceioenses venham participar, quanto mais gente, mais divertido serĂĄâ€?, disse Ronaldo de Andrade, um do organizadores do bloco. Ă€s 20 horas os foliĂľes vĂŁo poder admirar uma exposição de mĂĄscaras de carnaval, em seguida terĂĄ uma apresentação da Cia do PĂŠs e logo apĂłs começa o show de Vânia e ban-

da de marchinhas. Às 21 horas, haverå a apresentação do grupo Caboclinho da Barra de Camaragibe, às 22 horas serå premiada a melhor fantasia da noite e às 23 horas terå a apresentação do Grupo Transart. Meia noite o bloco sairå pelas ruas de Jaraguå. A programação do carnaval de Maceió segue no såbado (11), com os blocos Pinto da Madrugada, Turma da Rolinha e Pecinhas de Maceió. No domingo, serå a vez da banda Vulcão, da Polícia Militar, e na semana de carnaval, a programação conta com o desfile das escolas de samba. Nos dias 24 e 25 acontecerå o tradicional concurso de bumba-meu-boi na Praça Multieventos.

“MamĂŁe´JLJDQWHYDLGHVÂżODUSHOREDLUURGH-DUDJXiQDQRLWHGHVH[WD ASSESSORIA

COMBATE AO CRACK

Estado e municĂ­pio terĂŁo açþes conjuntas A visita da comitiva interministerial a Alagoas terminou ontem, com a definição de um cronograma conjunto de ação envolvendo Secretarias do Estado e do MunicĂ­pio de MaceiĂł no combate ao crack. Pela manhĂŁ, as equipes foram separadas em grupos de trabalho segundo os eixos de prevenção, cuidado e autoridade, que definiram as diretrizes para implantação do programa “Crack, ĂŠ possĂ­vel vencerâ€?, em Alagoas. Segundo o secretĂĄrio

estadual de Promoção da Paz, Jardel Aderico, a partir desta reuniĂŁo, começa a se estabelecer um comportamento de rede no enfrentamento Ă s drogas. “Esse ĂŠ o primeiro passo para uma efetiva integração, ĂŠ o momento de estabelecer a melhor relação institucional, as atribuiçþes de cada um para construir o trabalho em conjuntoâ€?, declarou Jardel, que tambĂŠm ĂŠ o coordenador do programa em Alagoas. A secretĂĄria nacional de Segurança PĂşblica,

Regina Miki, destacou a integração e o comprometimento que encontrou em MaceiĂł. “NĂŁo hĂĄ diferença conceitual ou divergĂŞncias entre o governo federal e Estado e municĂ­pio. O que falta apenas ĂŠ um cronograma de ação conjuntaâ€?, disse na abertura dos trabalhos. A mesma opiniĂŁo foi defendida pelo secretĂĄrio municipal de AssistĂŞncia Social, Francisco AraĂşjo. “A polĂ­tica de assistĂŞncia social trabalha no fortalecimento da rede de atendimento. Na hora em

que cada secretaria pĂşblica consegue dar uma resposta no seu espaço de atividade, nĂłs vemos o resultadoâ€?. E foi esse efeito na vida da população alagoana o ponto destacado pelo governador Teotonio Vilela em sua visita aos grupos de trabalho, pouco antes da plenĂĄria final. “O que estamos fazendo aqui ĂŠ algo histĂłrico, que vai repercutir na vida de muita gente por causa do mal, da devastação que o crack causa na vida das pessoasâ€?, disse ele.

ReuniĂŁo HVWDEHOHFHFRPSRUWDPHQWRHPUHGHVHJXQGRVHFUHWiULR


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

CIDADES

11

PolĂ­cia suspeita de uma 4ÂŞ pessoa em explosĂŁo Mulher nĂŁo resistiu Ă  gravidade dos ferimentos e faleceu na tarde de ontem ANA PAULA OMENA REPĂ“RTER

A

PenitĂŞncia gostosa demais!

C

ansado da rotina de mais de trinta anos de sacerdĂłcio, o sempre vivo padre Odilon Melchior bolou um expediente joia para despachar, numa boa, pecadores de sua parĂłquia. O que ele fez, entĂŁo? Anotou numa folha de papel um formidĂĄvel nĂşmero de transgressĂľes de preceitos religiosos, escrevendo ao lado a penitĂŞncia correspondente a cada um deles. Feito isso, pregou o papel no lado de dentro do confessionĂĄrio. Quando aparecia um paroquiano e dizia, por exemplo, que havia chifrado a esposa, o reverendo olhava na lista e sapecava a penitĂŞncia: - Quatro Padre-Nossos e dez Ave-Marias! Era definitivo. AdĂşltero com padre Odilon nĂŁo tinha colher de chĂĄ. Numa tarde de sĂĄbado, encontrava-se o distinto reverendo em plena atividade ministerial quando, de repente, bateu-lhe uma vontade irreprimĂ­vel de ir Ă  privada. Ele puxou a cortina do confessionĂĄrio, botou a cabeça do lado de fora para conferir o ambiente e viu a enorme fila de penitentes. Suou frio. Sua presença no sanitĂĄrio fazia-se mais que premente. Mas Deus ĂŠ bom e lhe botou no caminho o faxineiro da igreja, seu Argemiro Batista. Padre Odilon chamou-o na baixa: - Argemiro, vem cĂĄ, meu filho! O faxineiro aproximou-se e ele pediu: - Quebre um galho pra mim. Fique aqui no meu lugar por alguns minutinhos... O faxineiro espantou-se: - Eeeuuu, padre Odilon? Tem certeza? - Claro que tenho. É por uma causa nobre. Quero que escute os pecados desse pessoal da fila e vĂĄ procurando as penitĂŞncias correspondentes, que estĂŁo escritas neste papel aqui, Ăł... - E depois, padre? - Ora, ĂŠ simples. VocĂŞ lĂŞ a penitĂŞncia pro pecador e pronto! O padre disparou pro sanitĂĄrio segurando a barriga e Argemiro sentou-se no lugar dele, no confessionĂĄrio, todo ancho, crente que era o prĂłprio ministro de Deus. Maior responsabilidade! Mal acabou de acomodar-se no confessionĂĄrio, o faxineiro recebeu o primeiro pecador, que revelou, pensando estar diante da pessoa certa: - Padre, eu furtei dinheiro da firma onde trabalho! Argemiro correu os olhos pela lista e viu lĂĄ a penitĂŞncia a ser imposta. Temperou a goela e mandou: - Olha, filho, vocĂŞ vai rezar seis Padre-Nossos e cinco Ave Marias. Agora, vĂĄ em paz! Saiu aquele cara e imediatamente ajoelhou-se outro: - Reverendo, ontem Ă  noite cheguei em casa embriagado e “senteiâ€? a porrada na minha mulher! O faxineiro conferiu qual a penitĂŞncia pro sujeito que batia em mulher e disparou: - Isso ĂŠ muito grave, meu filho! Reze uma dĂşzia de Padre-Nossos e vinte Ave Marias. E, cuidado na vida, hein? Mais outro, falando bem baixinho: - Fiz sexo oral com minha cunhada! O faxineiro procurou na lista e nĂŁo achou nenhuma penitĂŞncia sobre sexo oral. NĂŁo sabendo o que fazer, abriu a porta do confessionĂĄrio e perguntou ao coroinha que estava por perto: - Ă” ZĂŠ Francisco, vocĂŞ sabe quanto o padre dĂĄ para sexo oral? O coroinha respondeu: - Um sorvete e dois bombons!

Uma prova de vulgaridade Inteligentíssimo, porÊm muito modesto, o professor Neosaldino Mesquita resolveu dar-se ao luxo de um estrago e foi jantar numa restaurante ¿QyULRGDiUHDQREUHGDFLGDGH3RQWD Verde. Papou um rango diferenciado e pediu a conta. Não demorou muito, chegou o garçom com a dita cuja, seguido do maÎtre, que fez questão de antecipar-se, indagando, cheio de ERoDOLGDGH - O caro cliente apreciou o prato

servido? - Apreciei, e muito! 2SUDWRTXHRVHQKRUDFDERXGH comer custa 1 mil e 200 reais. Só 1 mil Ê o valor do frango. Aqui só atendemos gente da elite, que não discute preço. (QWmRRLOXVWUHPHVWUHUHEDWHX FRPDUGHVXSHULRULGDGH - Eu não estou impressionado com a conta, meu amigo. Mas acho que Ê XPDSURYDGHYXOJDULGDGHVDFUL¿FDUXP animal de tamanho valor!

AlÊm de bêbado... Se em circunstâncias normais o Aglipildo Ê desligado, imagine ele com meia G~]LDGHJURJXHVQRMXt]R6XMHLWRERPDPLJmR$JOLSLOGRpDSUHFLDGRUFRQWXPD] GREDUDWRELULWDO 1XPDEHODQRLWHHLVTXHHOHVHDFKDYDFRPRVHPSUHQXPEDU]LQKRVXEXUEDQRWUDWDQGRGHWUDQVIHULUSDUDDSDQoDWRGRRFRQWH~GRGHXPFRSRTXHMiIRUD HQFKLGRHHVYD]LDGRGH]HQDVGHYH]HV&RQFOXtGDDWDUHIDHOHOHYDQWRXREUDoR HSHGLXDRJDUoRP - Ô Cazuza, desce mais uma cerveja! 2JDUoRPUHWUXFRX 'iPDLVQmRFRPSDQKHLUR2EDUYDLIHFKDU 1HVVHFDVRPHGrDFRQWDTXHHXYRXHPERUD O garçom apresentou a conta, Aglipildo pagou a despesa, movimentou-se para a partida e caiu estatelado no chão. Tentou levantar-se e, novamente... cataplaft! Como em pÊ não estava dando certo, Aglipildo saiu se arrastando atÊ a SRUWDGREDU,PDJLQRXTXHDRDUOLYUHUHFXSHUDULDDVHQHUJLDVHHQWmRSRGHULD levantar-se. 8PDYH]QDFDOoDGDSURFXURXHUJXHUVHHHVWDEDFRXVHGHQRYRQR FLPHQWR-iFDQVDGRGHFLGLXUDVWHMDUTXDWURTXDUWHLU}HVDWpVXDFDVD(VDLXSRU DOLQDTXHOHVDFULItFLRGDQDGR¹FKDSFKDSFKDS¹DUUDVWDQGRDEXQGDQR chão. 6XVSLURXDOLYLDGRTXDQGRHQFRQWURXVHQDSRUWDGHFDVD - Ufa! Cheguei! Respirou fundo mais uma vez e insistiu na tentativa de levantar-se para DEULUDSRUWD1RYDTXHGDGHYHQWDQDFDOoDGD - Porra meu louro! Eu hoje tô de azar! Exausto, Aglipildo se rendeu e entrou rastejando. Finalmente, conseguiu FKHJDUDRTXDUWRGHGRUPLU3UREOHPDDJRUDHUDVXELUQDFDPD7HQWRXWHQWRX conseguiu! Aí, agarrou no sono. Na manhã seguinte ele acordou com a esposa EURQTXHDQGR %RQLWRQpVHX$JOLSLOGR")LFRXEHEHQGRQDUXDDWpWDUGHQRYDPHQWH - Eeeeuuu? Quem lhe disse isso? /LJDUDPGREDUGR$QWLyJHQHV9RFrHVTXHFHXVXDFDGHLUDGHURGDVOi outra vez!

Delegacia Regional de Matriz do Camaragibe começou ontem as diligências que apuram a possível explosão em uma casa localizada no Centro da cidade, que resultou na morte de uma mulher, do marido e do cunhado dela, que ainda estão em estado gravíssimo no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. De acordo com um agente da Polícia Civil, JosÊ Benedito, as investigaçþes indi-

cam que hĂĄ possibilidade de uma quarta pessoa ter estado no local no momento do incidente. “Ainda nĂŁo sabemos se a explosĂŁo foi criminosa ou acidental, pois atĂŠ agora as informaçþes sĂŁo desencontradasâ€?, disse. “Uns dizem que a mulher riscou o fĂłsforo e jogou no tanque de combustĂ­vel de um motosserra que era utilizada pelo marido dela no corte de madeira; outros dizem que o equipamento explodiu por acaso. Por esta razĂŁo, estamos apurando com riqueza de detalhes para nĂŁo errar durante o perĂ­odo de AGĂŠNCIA ALAGOAS

investigaçãoâ€?, explicou. Natanieza Souza dos Santos, de 42 anos, o marido JosĂŠ Batista da Silva, de 45 anos, e o cunhado Agenor Luiz da Silva, de 35 anos - identificados pelo HGE - teriam bebido durante a Ăşltima terça-feira (7) e se envolvido numa discussĂŁo apĂłs a bebedeira. Segundo vizinhos, a motivação teria sido por ciĂşmes da mulher como o marido. “A mulher teria riscado o fĂłsforo e jogado no tanque de gasolina da motosserra causando a explosĂŁo. As pessoas tiveram queimaduras de

1Âş, 2Âş e 3Âş, a pele caiu toda, o marido apos a explosĂŁo ficou inconsciente e a gente teve dificuldade de encontrĂĄ-lo no meio das cinzas, pois nada sobrou do quartinho do casal humildeâ€?, lembrou o agente da PC. “Pelo que a polĂ­cia apurou, a mulher nĂŁo tinha problemas mentais, pelo menos ainda nao foi confirmada esta versĂŁoâ€?, completou. Natanieza estava na ĂĄrea vermelha do HGE, com queimaduras em toda parte do corpo, mas nĂŁo resistiu aos ferimentos e faleceu ontem.

VALE VERDE

Delegado aguarda perĂ­cia para investigar incĂŞndio DAVI SALSA REPĂ“RTER

Mineradora teve galpĂľes e escritĂłrio atingidos pelas chamas

Arapiraca (Sucursal) - O delegado de Craíbas, Fernando Lustosa, estå aguardando o laudo da perícia tÊcnica, realizada por peritos do 7º Grupamento de Bombeiros Militar de Arapiraca, acerca das causas que provocaram, no fim da tarde e início da noite de terça-feira, um incêndio de grandes proporçþes no canteiro de obras da Mineradora Vale Verde. As chamas danificaram parte de galpþes e chegaram perto do escritório da empresa, localizada no Povoado Serrote da Laje, na zona rural do município agrestino de Craíbas. O que mais intrigou os bombeiros foi a presença de dois focos distintos de incêndio, cada um distante dezenas

de metros do outro. Segundo o Corpo de Bombeiros, o laudo com as causas do incêndio deve ser concluído em 20 ou 30 dias. Três viaturas do Corpo de Bombeiros de Arapiraca foram acionadas para apagar o incêndio, que começou com fogo na vegetação. AlÊm das viaturas do CB de Arapiraca, funcionårios especializados de uma brigada contra incêndio da mineradora ajudaram os bombeiros a debelar as chamas. O incêndio durou mais de quatro horas. Todos os funcionårios tiveram de deixar o local de imediato o fogo que ameaçava os galpþes e o escritório da mineradora, que realiza serviços de sondagens de jazidas de ferro, cobre e outros minerais na região. Apesar do susto, nenhum trabalhador ficou ferido. BRENO AIRAN

INTRIGANTE

Motorista de Ecosport mata passageiro a tiros e facadas PETRÔNIO VIANA BRENO AIRAN REPÓRTERES

O motorista de um veículo Ecosport preto que seguia ontem à tarde pela Avenida Menino Marcelo, a Via Expressa, no sentido Tabuleiro do Martins, em Maceió, teve uma atitude, no mínimo, intrigante. Ele parou o veículo em frente a uma loja de granitos, esperou o passageiro Lourenço Vieira da Silva, de 43 anos descer e disparou três vezes contra o homem. Ferido, Lourenço ainda atravessou a Via Expressa e começou a se dirigir a um depósito de cimento que estava com os portþes abertos naquele momento. O motorista da Ecosport, no entanto, fez a volta e parou o carro no acostamento da avenida. Desceu e correu na direção de Lourenço com uma faca. Após golpear a vítima vårias vezes na barriga

e nas costas, o motorista retornou ao veículo e fugiu. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e chegou a socorrer a vítima. Lourenço, porÊm, não resistiu aos vårios ferimentos e morreu em frente ao depósito de cimento. Três guarniçþes do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) foram acionadas e começaram as buscas pelo veículo Ecosport. Como nenhuma testemunha soube dizer para qual direção o carro de placa anotada seguiu, houve dificuldade em definir a årea das rondas e ninguÊm foi preso. A suspeita Ê a de que o carro tenha entrado em algum conjunto residencial perto do local do crime. A vítima era natural do município de Paulo Jacinto. O crime deve ser investigado pelo 8º Distrito Policial (DP) e a hipótese de latrocínio não foi descartada.

VĂ­tima baleada tentou pedir ajuda, mas executor voltou e “concluiuâ€? o crime

FUNCIONĂ RIO DA TRIBUNA

MPE emite parecer sobre caso ‘Tiririca’ ALANA BERTO REPĂ“RTER

Pouco mais de um ano apĂłs o crime que vitimou fatalmente o funcionĂĄrio da Tribuna Independente JosĂŠ Ednaldo dos Santos, 40, o Tiririca, a prisĂŁo do acusado pelo assassinado ainda nĂŁo foi efetuada. Kleber da Silva Braz, 25, autor do crime, estĂĄ preso desde o dia 31 de janeiro, mas por

outros delitos. De acordo com o promotor FlĂĄvio Gomes da Costa, que analisou o processo a pedido da reportagem, o caso estĂĄ na 2ÂŞ Vara Criminal da Capital, onde o crime estĂĄ tipificado como latrocĂ­nio e na 8ÂŞ Vara Criminal da Capital, onde o crime foi considerado homicĂ­dio. O MinistĂŠrio PĂşblico Estadual (MPE) emitiu um parecer, para que o juiz decida

de quem ĂŠ a competĂŞncia do processo, ou seja, se o caso serĂĄ julgado como homicĂ­dio ou latrocĂ­nio. “Essa decisĂŁo pode sair nessa semana ou na outra. Eu acredito que seja rĂĄpidoâ€?, informou o promotor. JĂĄ o juiz da 2ÂŞ Vara Criminal da Capital, Rodolfo OsĂłrio, frisou que nĂŁo pode estabelecer prazos em consequĂŞncia da demanda. O acusado Kleber Braz,

que estava cumprindo pena em regime semiaberto por ser acusado de sequestro, foi preso no Ăşltimo dia 31, apĂłs descumprir as regras do regime e por ter mandado de prisĂŁo em aberto por uma “saidinha de bancoâ€?. O delegado Robervaldo Davino, do 4Âş Distrito Policial, que apurou o caso, afirmou nĂŁo ter dĂşvidas de que Kleber tenha matado Tiririca, tambĂŠm em uma “saidinhaâ€?.


12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

Qualificação profissional

P

or iniciativa do prefeito Fåbio Apostolo de Lira, conhecido por seus munícipes como Fabinho do Chico da Granja, foi iniciado na última segunda-feira, 6, o curso de informåtica båsica para coordenadores e diretores de escolas da rede municipal de ensino. As aulas serão ministradas nos dias de segunda e quarta, respectivamente, nos horårios das 14 às 16 horas e das 19 às 21 horas. O objetivo do curso Ê oferecer qualificação profissional aos educadores.

&HUWLÂżFDGRV

1RYRVFXUVRV

De acordo com o prefeito Fabinho, recentemente, a Secretaria Municipal de (GXFDomRHIHWXRXDHQWUHJDGRVFHUWL¿cados do curso båsico de informåtica a 60 alunos da rede pública. O curso foi realizado por intermÊdio do telecentro comunitårio e teve como instrutor o professor Roberto Alexandre. A solenidade GHHQWUHJDGRVFHUWL¿FDGRVDFRQWHFHX na sede da secretaria com a presença dos secretårios de Educação, Joseano Lira; de Administração, Dario Roberto e a coordenadora Cledja Lins.

O curso foi realizado no perĂ­odo de fevereiro a dezembro do ano passado, com seis turmas de dez alunos, e aulas de duas horas por semana com cada turma. Novos cursos na ĂĄrea de informĂĄtica serĂŁo ofertados Ă  comunidade de Feira Grande ainda durante este ano.

Ano letivo A Ăşltima segunda-feira, 6, tambĂŠm foi marcada pelo inĂ­cio do ano letivo na rede municipal. Ao todo serĂŁo 28 escolas municipais que receberam os alunos matriculados para 2012. “Aproveito para FRQYRFDURVSDLVRXUHVSRQViYHLVDDFRPSDQKDUHPVHXVÂżOKRV na volta Ă s aulas deste ano e tambĂŠm para que possam receber os livros didĂĄticos e as orientaçþes necessĂĄrias para o efetivo DFRPSDQKDPHQWRGDYLGDHVFRODUGRVPHVPRV´DÂżUPDRVHFUHWiULR Joseano Lira. Ele ressalta o apoio do prefeito FĂĄbio ApĂłstolo de Lira para a crescente melhoria na educação pĂşblica de Feira Grande. “Em Feira Grande, a educação ĂŠ um direito reconhecidoâ€?.

Esporte

/D]HUHVD~GH

A Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude de Arapiraca, em parceria com a Secretaria Municipal de SaĂşde, Cerest, CDL, Sesc, Sesi e Sportcal, realiza a 1ÂŞ Copa Cidade de Arapiraca de Futsal- ComĂŠrcio Ativo “CristĂĄlia 0DXUtFLR/LUD´$DEHUWXUDRÂżFLDO do evento serĂĄ na sexta-feira (10), a partir das 19h30 no GinĂĄsio Municipal JoĂŁo Paulo II.

Segundo os organizadores o evento tem o objetivo de promover a integração entre o comÊrcio e a indústria, por meio do Esporte, proporcionando momentos de lazer e saúde. A copa recebe o nome da senhora Cristålia Maurício Lira, por sua contribuição e legado no comÊrcio de Arapiraca.

,QtFLRGDVSDUWLGDV As partidas que iniciam na sexta (10), encerram dia 30 de março. Os jogos serão realizados as terças, quintas e sextas no Ginåsio João Paulo II, a partir das 19h30. Ao todo, 20 equipes formadas pelos colaboradores da indústria e do comÊrcio participaram da competição. Os quatro primeiros colocados serão premiados com medalhas e trofÊus. A Rådio Novo Nordeste farå cobertura das SDUWLGDV¿QDLV

&RQIHUrQFLD

Etapa preparatĂłria

A Controladoria Municipal da Prefeitura de Arapiraca, realizarĂĄ nesta quinta-feira (9), a 1ÂŞ ConferĂŞncia Municipal de TransparĂŞncia e Controle Social (Consocial). As atividades terĂŁo inĂ­cio a partir das 8h30, no auditĂłrio do Centro de Apoio Ă s Escolas de Tempo Integral, localizado na Praça Luiz Pereira Lima, no centro da cidade. A conferĂŞncia tem como tema: “A sociedade no acompanhamento e controle da gestĂŁo pĂşblicaâ€?.

De acordo com a chefe da Controladoria Municipal, Ariluce Cerqueira, a Conferência Municipal de Transparência e Controle Social Ê uma etapa preparatória para a Conferência Nacional de Transparência e Controle Social, promovida pela Controladoria Geral da União (CGU). Ainda de acordo com Ariluce Cerqueira, a sociedade terå a oportunidade de debater e propor açþes de promoção da participação no acompanhamento e controle da gestão pública e de fortalecimento da interação entre sociedade e governo.

Propostas Ela acrescentou que os debates serão importantes para promover, incentivar e divulgar propostas acerca da participação social no acompanhamento e controle da gestão pública, bem como o acesVRDLQIRUPDo}HVD¿PGHHYLGHQFLDUDWUDQVSDUrQFLDHPHFDQLVmos de controle social. $R¿QDOGRHYHQWRVHUmRHOHLWRVRVGHOHJDGRVSDUDUHSUHVHQWDU Arapiraca na Conferência Nacional

... A informação Ê do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Infraestrutura: jå estão praticamente concluídas quase todas as obras viårias do Programa da Reconstrução. ... Do total, 95% de estradas vicinais e 84% de vias urbanas (calçamentos) jå foram recuperados. As obras dos muros de contenção e de recuperação de pontes chegam a 87%. ... Em Rio Largo, por exemplo, um dos mais destruídos pelas åguas do Rio Mundaú, a reconstrução da ponte do Riachão e da superestrutura da ponte Angelita foram entregues à população. O DER reconstruiu ainda os 200 metros do muro de contenção sobre o Rio Mundaú, fundamental para garantir maior segurança aos moradores daquela região.

IMA reforça demarcação nas piscinas naturais Ação na Praia da Pajuçara deve evitar destruição dos corais pelas jangadas SANDRO LIMA

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

O

Instituto do Meio Ambiente (IMA) fez uma visita ontem Ă  Praia da Pajuçara para fazer a remarcação das bĂłias que delimitam atĂŠ onde os visitantes podem chegar nas piscinas naturais. Por conta da ação para disciplinar a atividade, o IMA acabou interrompendo o dia de trabalho dos jangadeiros e a diversĂŁo dos turistas que aguardavam ontem para visitar o ponto turĂ­stico, mas tiveram que desistir da visita ou adiĂĄ-la para hoje. O superintendente do Instituto do Meio Ambiente, Adriano Augusto, explicou que os tĂŠcnicos do instituto colocaram poitas (materiais de cimento) no mar, que ajudam a segurar as bĂłias e delimitam onde os jangadeiros devem parar. Isso evita, segundo Adriano Augusto, a destruição dos corais. â€œĂ‰ uma questĂŁo de disciplinar o passeio. Os jangadeiros quando chegam Ă s piscinas naturais jogam as âncoras nos corais, e acabam destruindo parte desse ecossistema. O procedimento que estĂĄ acontecendo ĂŠ normal e amanhĂŁ o ritmo de trabalho dos jangadeiros volta a sua normalidadeâ€?, garantiu o superintendente. Os jangadeiros nĂŁo ficaram satisfeitos com a

Bóias limitam årea das piscinas para visitação e evitam que jangadas parem em local inadequado

visita dos tĂŠcnicos do IMA, mas tiveram que aceitar. Josivaldo FĂŠlix dos Santos, jangadeiro, reclamou que os profissionais que trabalham na ĂĄrea sofreram prejuĂ­zos financeiros. “Mais de 60 pessoas estavam esperando o passeio para conhecer as piscinas naturais. SĂł poderĂ­amos entrar apĂłs a remarcação das bĂłias, mas atĂŠ as nove horas ninguĂŠm havia chegado.

O prejuízo foi consideråvel para os jangadeiros. Na alta temporada, chegamos a fazer duas ou três viagens para as piscinas�, declarou Josivaldo. Cada jangada pode levar atÊ seis pessoas e o valor cobrado por cliente Ê de R$ 20. Turistas e visitantes passam aproximadamente duas horas curtindo os atrativos das piscinas naturais alagoanas. ASSESSORIA

FREI DAMIĂƒO

PolĂ­cia procura assassinos de lĂ­der comunitĂĄrio A equipe da delegada Sheila Carvalho, da Delegacia de HomicĂ­dios, realizou vĂĄrias buscas na regiĂŁo do Conjunto Frei DamiĂŁo, na manhĂŁ de ontem. Os policiais esperavam capturar os fugitivos “PelĂŠâ€? e “Bitinhaâ€?, acusados de terem executado o lĂ­der comunitĂĄrio Leonardo Francisco da Silva, de 22 anos, na Ăşltima segunda-feira (6), no mesmo conjunto. Familiares da vĂ­tima, que pediram para nĂŁo ser identificados, atribuem o crime aos dois acusados. Eles teriam envolvimento com o trĂĄfico de drogas na regiĂŁo, alĂŠm de responderem a processos por duplo homicĂ­dio em JequiĂĄ da Praia e pelo assassinato de JosĂŠ Teixeira de Siqueira, chefe da Guarda Municipal de SĂŁo JosĂŠ da Laje. No dia do crime, Leonardo havia parado um caminhĂŁo branco, de placa NLX-9883, para descarregar mercadorias, quando foi surpreendido pelos assassinos, que entraram no veĂ­culo e dispararam. Leonardo, mesmo baleado, chegou a acelerar o veĂ­culo, colidindo com um Ă´nibus da empresa Piedade que fazia a linha Benedito Bentes-Frei DamiĂŁo. O lĂ­der comunitĂĄrio chegou a ser preso durante as investigaçþes da “Chacina do Benedito Bentesâ€?, quando quatro jovens foram assassinados no dia 23 de novembro de 2010. Na ĂŠpoca, foi aberto inquĂŠrito policial pela Delegacia de HomicĂ­dios, que apontava Leonardo e mais trĂŞs pessoas como os principais suspeitos.

DISCIPLINA Adriano Augusto comentou sobre a insatisfação dos jangadeiros, mas alertou que o trabalho do IMA ĂŠ de extrema necessidade. Segundo ele, as reclamaçþes contra os profissionais que atuam nessa ĂĄrea sĂŁo constantes. “Entramos em contato com a ColĂ´nia de Pescadores, e ficou definido que nesta quarta-feira estarĂ­amos remarcando as bĂłias. Sempre vai gerar insatisfaçþesâ€?, declarou.

CARNAVAL

Vigilância começa amanhã inspeção de alimentos

‘Baiano’ e um menor sĂŁo acusados em vĂĄrios crimes no interior

HOMICĂ?DIO, ROUBO E TRĂ FICO

IrmĂŁos foragidos da Justiça sĂŁo presos apĂłs denĂşncias Uma denĂşncia anĂ´nima levou policiais militares ao paradeiro dos irmĂŁos Carlos Bruno Germano da Silva (21), “Baianoâ€?, e um menor de 16 anos de idade, o “Dadaâ€?, foragidos da Justiça. Militares do PelotĂŁo de Operaçþes Especiais (Pelopes) e do posto policial do povoado de LuziĂĄpolis, pertencentes a 1ÂŞ Companhia de PolĂ­cia Militar Independente, capturaram os dois no inĂ­cio da tarde de terça-feira e sĂŁo acusados de vĂĄrios crimes na regiĂŁo e no municĂ­pio de TeotĂ´nio Vilela. As buscas tiveram inĂ­cio

no final da manhã da terça-feira. Sob o comando do capitão Lima Lins, as equipes foram atÊ o distrito de Luziåpolis, em Campo Alegre, e encontraram os irmãos. Baiano e Dada são suspeitos em diversos homicídios, roubos a veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais, tråfico de drogas e porte ilegal de armas. Após a prisão, a PM orientou às vítimas que comparecessem à delegacia de Teotônio Vilela, onde eles estão presos, para realizarem o reconhecimento dos acusados.

As equipes da Inspetoria de Alimentos da Vigilância SanitĂĄria Municipal iniciam, no final desta semana, a fiscalização sobre os ambulantes e barracas que ficarĂŁo instalados nos principais locais de concentração da folia carnavalesca na capital alagoana. O objetivo da ação ĂŠ preservar a saĂşde da população, prevenindo, especialmente, a ocorrĂŞncia de infecçþes alimentares. “A exemplo de anos anteriores, o trabalho serĂĄ focalizado tanto no acondicionamento e manipulação de alimentos perecĂ­veis – como churrasquinhos, sucos e cachorros quentes – quanto nas condiçþes de higiene e utensĂ­lios utilizados pelos vendedores, para que os foliĂľes possam aproveitar a festa sem correr riscos em relação Ă  sua saĂşdeâ€?, explica o coordenador da Inspetoria de Alimentos da Visa Municipal, Geovane PacĂ­fico. Segundo ele, a Visa Municipal vai trabalhar com este direcionamento a partir do dia 10, nas prĂŠvias dos blocos que desfilam pelo bairro de JaraguĂĄ. No dia seguinte, os fiscais estarĂŁo atuando durante os desfiles dos blocos Pinto da Madrugada e Pecinhas de MaceiĂł, estendendo o trabalho de fiscalização Ă s barracas, restaurantes e bares da orla. No domingo (12), a fiscalização serĂĄ direcionada ao desfile do Bloco VulcĂŁo, que comanda o “banho de mar Ă  fantasiaâ€?, e as inspeçþes de rotina nos mercados pĂşblicos. Nas folias espalhadas pela orla marĂ­tima e bairros como Benedito Bentes e Levada, as equipes trabalharĂŁo nos perĂ­odos da manhĂŁ, tarde e noite. DenĂşncias podem ser feitas pelos telefones 3315-5241 e 3315-5240.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

Economia

ECONOMIA

13

Påtio Maceió informa horårios de funcionamento durante o Carnaval O Shopping Påtio Maceió informa que devido às festividades de Carnaval os horårios de funcionamento vão sofrer algumas adaptaçþes. No såbado, dia 18, o centro de compras vai estar aberto a partir das 8 da manhã, para o funcionamento do GBarbosa. Lojas, fast-food e cinema vão funcionar nos horårios normais, das 10 às 22 horas. Jå no domingo (19), segunda-feira (20) e terça-feira (21), lojas e fast food vão estar fechados, retornando as atividades na quarta-feira de Cinzas, com o horårio das 12 às 22 horas. Nestes dias, o GBarbosa vai funcionar a partir das 8 da manhã. Nos dias 19 e 21 ele fecha as portas às 20 horas. Apenas no dia 20 o supermercado prolonga o funcionamento atÊ as 22 horas. Durante todo o período do carnaval, apenas as salas do cinema Centerplex vão funcionar com horårio normal.

Servidores vão assinar o Minha Casa São 382 convocados para esta segunda-feira, no Centro Cultural, com documentação aprovada pela Caixa Econômica

A

Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) convoca os servidores pĂşblicos de Alagoas inscritos no programa Minha Casa, Minha Vida para assinar os contratos dos apartamentos nos conjuntos Bosque das Palmeiras e Bosque dos Flamboyants, no Parque das Craibeiras III. A lista dos 382 servidores com documentaçþes aprovadas pela Caixa EconĂ´mica Federal serĂĄ divulgada no 'LiULR 2Ă€FLDO GHVWD TXLQWD-feira (9) e jĂĄ estĂĄ disponĂ­vel no site da Seinfra. A assinatura dos contratos serĂĄ realizada na prĂłxima segunda-feira (13), a partir das 9h, no Centro Cultural e de Exposiçþes Ruth Cardoso. As obras nos conjuntos jĂĄ foram iniciadas, prĂłximas ao Shopping PĂĄtio, no Benedito Bentes, em terrenos doados pelo Governo do Estado, o que barateou RV FXVWRV GR Ă€QDQFLDPHQWR para os servidores pĂşblicos. Cada apartamento custarĂĄ R$ 55,9 mil, podendo VHU Ă€QDQFLDGR HP DWp  meses, com prestaçþes decrescentes, cujos valores variam de acordo com a renda familiar do comprador. “Dependendo do valor da renda familiar, os servidores ainda

contam com um subsĂ­dio do programa, que pode chegar DWp D 5  PLOÂľ H[SOLFD R chefe de Gabinete da Seinfra, Leonardo Bitencourt. APARTAMENTOS Os apartamentos do Parque das Craibeiras foram projetados com 42m² de ĂĄrea construĂ­da, incluindo sala de estar e de jantar, cozinha, ĂĄrea de serviço, dois quartos e banheiro social. Os moraGRUHVWDPEpPFRQWDUmRFRP uma infraestrutura interna FRPSRVWDSRUVDOmRGHIHVWDV churrasqueira, playground e quadra poliesportiva. O secretĂĄrio da Infraestrutura, Marco Fireman, H[SOLFD TXH D FRQVWUXomR GR Parque das Craibeiras conWULEXL SDUD UHGX]LU R GpĂ€FLW habitacional em Alagoas, TXHWDPEpPDWLQJHRVVHUYLdores pĂşblicos. “Sabemos que muitos dos nossos servidores vivem em casas alugadas ou em casas de parentes. Por isso, o governador Teotonio Vilela Filho determinou que realizĂĄssemos um projeto espeFtĂ€FRSDUDTXHRVVHUYLGRUHV de Alagoas tivessem acesso facilitado Ă  casa prĂłpria. E o programa Minha Casa, Minha Vida foi fundamental SDUD LVVRÂľ GL] 0DUFR )LUHman.

DIVULGAĂ‡ĂƒO

EM ALAGOAS

&UpGLWR&DL[D movimenta 5ELlhĂľes

Programa Minha Casa, Minha Vida vai evitar que servidores continuem pagando aluguĂŠis residenciais

APLS BAIXA RENDA

FRRSHUDWLYDVWHUmR5PLOK}HV O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico (Seplande), deve liberar na prĂłxima semana a primeira parcela dos recursos captados em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento EconĂ´mico e Social (BNDES) para os Arranjos Produtivos Locais (APLs) de baixa renda. Dezesseis cooperativas YmR UHFHEHU R LQYHVWLPHQWR

da ordem de R$ 2,5 milhĂľes, SDUDDSOLFDUQDHVWUXWXUDomR do prĂłprio negĂłcio e estimular a capacidade produtiva do Estado. “O Governo tem uma preRFXSDomRFRQVWDQWHHPDWHQder aos pequenos negĂłcios, que estimulam o crescimento local e açþes de desenvolvimento sustentĂĄvel, por isso QmR PHGLPRV HVIRUoRV HP promover todos os contatos necessĂĄrios para promover WDLVFRQYrQLRVÂľDĂ€UPRXRVH-

cretĂĄrio de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico, Luiz OtĂĄvio Gomes. 2V UHFXUVRV VmR IUXWR GH XPDSDUFHULDĂ€UPDGDHQWUHR %1'(6HD6HSODQGHDWUDYpV da Desenvolve - AgĂŞncia de Fomento de Alagoas, dentro GRSURJUDPDGHLQFOXVmRSURdutiva do Banco, que contempla os melhores projetos de estĂ­mulo ao desenvolvimento GRV$3/V(VWHDQRDVHOHomR HQYROYHXSURSRVWDV

(PD&DL[D(FRQ{PLca Federal no Estado de Alagoas somou contratações que cheJDUDP D  ELOK}HV QR VDOGR GDFDUWHLUDGHFUpGLWR Como parceira do Estado EUDVLOHLUR QD H[HFXomR GDV SRlíticas públicas, a Caixa esteve à frente dos principais programas do Governo Federal, como o Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), o Programa GH $FHOHUDomR GR &UHVFLPHQWR (PAC) e o Bolsa Família. No âmbito do PMCMV 2, a Caixa realizou contratos de R$ PLOK}HVHP$ODJRDVHYDL DWHQGHUPLOIDPtOLDV Em Alagoas, o volume de pagamentos dos benefícios soFLDLVFKHJRXD5ELOK}HV tendo com destaques o PrograPD%ROVD)DPtOLDFRP5 milhões, o FGTS com R$ 345 milhões e o seguro desemprego com R$ 262 milhões. A Caixa Econômica está SUHVHQWH QRV  PXQLFtSLRV DODJRDQRV FRP  SRQWRV de atendimento da sua rede GH DJrQFLDV FDVDV ORWpULFDV H correspondentes Caixa Aqui. Com essa capilaridade, a Caixa DSUHVHQWDVH FRP XPD PpGLD de 5,8 pontos de atendimento por cidade, onde realiza transações bancárias, pagamentos de benefícios e oferece serviços jSRSXODomR

Acesse: tribunahoje.com


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

etjornalista@gmail.com

Homenagem dos economistas

O

ex-prefeito de Piranhas e hoje deputado estadual, InĂĄcio Loiola, foi um dos homenageados ontem, pelos economistas alagoanos, com uma medalha de reconhecimento de trabalho prestado para a categoria. “O deputado InĂĄcio tem sido um dos grandes parceiros nosso na Assembleia Legislativa, sobretudo em defesa da melhoria salarial dos economistas que atuam como VHUYLGRUHVGR(VWDGRÂľMXVWLĂ€FRX a premiação o presidente do Conselho e tambĂŠm do Sindicato dos Economistas, Marcos Calheiros. O historiador Douglas Apratos; os economistas Gilda Targino e Carlos Milito, alĂŠm dos empresĂĄrios Carlos Bert Risco e Maria de FĂĄtima tambĂŠm receberam a homenagem, durante um evento que ocorreu em meio a um cafĂŠ da manhĂŁ no Hotel Ponta Verde, em MaceiĂł.

Rio Largo/Messias O prefeito de Rio Largo, Toninho Lins, agendou para a quarta-feira de Cinzas, na vizinha cidade de Messias, lançar publicamente o nome da mulher, Izabelle Lins, como candidata a disputar a prefeitura daquele municĂ­pio. “Vamos promover neste dia o Carnaval da ressaca, jĂĄ titulado GHÂľ&DUQDYDO*UDXVÂś$DQLPDomRÂżFDUiSRUFRQWDGDEDQGDHOpWULFD Cavaleiros do ForrĂł, onde prometemos fazer um arrastĂŁo anunciando as boas vindas para aquele povo, com o nome de Izabelle Linsâ€?, disse.

Cavalgada Ainda repercute por todo o Agreste alagoano a maratona que reuniu centenas de pessoas durante a X Cavalgada de Nossa Senhora do Bom Conselho. O evento, que teve Ă  frente a Associação dos Criadores de Cavalo de Sela de Arapiraca - Acesa - ocorreu entre os dias 31 do mĂŞs SDVVDGRDGHVWHPrVQXPWUDMHWRGH%RP&RQVHOKR3(DWp$UDSLUDFD â€œĂ‰ um evento que visa resgatar a histĂłria da criação do municĂ­pio de $UDSLUDFDTXDQGR0DQRHO$QGUpVDLXGH%RP&RQVHOKROHYDQGR1RVVD 6HQKRUDDÂżPGHGDULQtFLRjIRUPDomRGRSRYRDPHQWRTXHKRMHYHLRVH WRUQDUQDPDLRUFLGDGHDODJRDQD´GL]=p&DUORV)UHLUHXPGRVSDUWLFLSDQWHVHOHpGD)D]HQGD$QGRULQKDQD%DUUDGH6mR0LJXHOHWHP participado das Ăşltimas ediçþes do evento.

Cavalgada - Organização “A cavalgada contou com uma excelente infra-estrutura, organizada pela diretoria da Acesa, tendo Ă  frente seu presidente, Claudson Aranda que, juntamente com toda a diretoria, procurou o melhor para todos os particiSDQWHVGRHYHQWR&RPDQGDGRVSRU=p/~FLRR*UXSRGH9DTXHLURVGR Serrote do JapĂŁo foi destaque, por sua alegria, animação e companheirismo, reforçado por cavaleiros de Major Isidoro, Rosalvo Severo e de 6mR0LJXHOGRV&DPSRV-RmR&DUORV´QDUURX=p&DUORV)UHLUH

Capela

Sementes

Durante a I Conferência Regional sobre Transparência e Controle Social do Vale do Paraíba, ocorrida na última terça-feira em Atalaia, Capela efetivou sua presença no evento, com a discussão de muitas propostas elencadas por seus representantes. O prefeito Adelmo Calheiros marcou presença com a primeira-dama e secretåria de Finanças, Lícia CalheiURVDOpPGRVVHFUHWiULRV0DUFRV Montenegro, Regina Barros, Thiago Medeiros, Wellington Omena, Antonio Farias e seu chefe de gabinete, Giuliano Farias. Todos demonstraram interesse pela elaboração de novas propostas que irão facilitar a relação entre governo e sociedade por meio de uma política de trabalho que garanta transparência, principalmente no que diz respeito ao acompanhamento dos gastos públicos.

O governo do Estado mais uma vez estå alertando as prefeituras e entidades diferentes a se habilitarem a adquirir sementes para a safra 2012. O prazo para o cadastro termina nesta sexta-feira na Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrårio (Seagri). Calcula-se que cerca de 70 mil agricultores familiares VHUmREHQH¿FLDGRVSRUPHLR de associaçþes, cooperativas, sindicatos e prefeituras. Aproximadamente 1.200 toneladas de sementes de feijão, milho, algodão, arroz, mamona e sorgo deverão ser entregues aos agricultores entre março e agosto deste ano.

Capela - ReligiĂŁo

Por falar em Capela, a comunidade GRGLVWULWRGH6DQWD(¿JrQLDGHVGH ontem, entrou em grande clima de comemoração religiosa. É que lå acontece mais uma celebração da festa da padroeira, Virgem Santa (¿JrQLD$JRUDHPDFRPHPRUDomRpDLQGDPDLVVLJQL¿FDWLYD SRLVpRDQRGRFHQWHQiULRGD0DWUL] de Nossa Senhora da Conceição. A paróquia do povoado foi fundada em 1807 e estå completando 205 anos. 2HYHQWRVHHVWHQGHDWpDSUy[LPD segunda-feira.

Delmiro Na terça-feira, o município de Delmiro Gouveia recebeu a YLVLWDGHXPDHTXLSHWpFQLFD da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e repreVHQWDQWHVGR0LQLVWpULRGD,QWHJUDomR1DFLRQDO2VWpFQLFRV foram visitar a obra do Canal do Sertão. O primeiro trecho jå concluído da obra, que vai do km 0 ao km 45, e o segundo em execução, que prossegue do km 45 ao km 64,7, foram inspecionados pelas equipes durante a visita de campo.

Delmiro - Objetivo 6HJXQGRRDQDOLVWDGH,QIUDHVWUXWXUDGR0LQLVWpULRGD,QWHJUDomR1DFLRnal, Leonardo Ferreira, a obra serå acompanhada bimestralmente por XPDHTXLSHWpFQLFDUHVSRQViYHOSHODDYDOLDomRGRVWUDEDOKRV³$¿QDOLGDGHpID]HUFRPTXHDREUDFRQWLQXHVHQGRH[HFXWDGDHVHMDFRQFOXtGD GHQWURGRSUD]RSUHYLVWRSDUDTXHDSRSXODomRVHMDEHQH¿FLDGDFRPRV benefícios que o canal irå trazer�, disse o analista.

Oportunidade

Porto Real

Atenção prefeitos alagoanos. 20LQLVWpULRGD&XOWXUDDEULXR segundo processo seletivo para a escolha dos municípios que vão participar do Programa Usinas Culturais 2012. As inscriçþes para o programa, que tem por objetivo investir na infraestrutura e programação cultural nas åreas brasileiras de alta vulnerabilidade social, tiveram início na última seJXQGDIHLUDHVHJXHPDWpRGLD 26. A primeira seleção aconteceu em novembro de 2011, quando 61, de 135 municípios elencados pelo alto índice de homicídios, foram habilitados. A segunda etapa seletiva irå contemplar 83 municípios que não foram habilitados na etapa do ano passado, entre eles Arapiraca, Maceió e São Miguel dos Campos.

1DVHJXQGDIHLUD  R0LQLVWpULR Público Federal (MPF) em Alagoas RIHUHFHXGHQ~QFLDFRQWUDRPpGLFR &pOLR5REHUWRGH&DUYDOKR6LOYD DFXVDGRGHWUi¿FRGHHQWRUSHFHQWHV 7RGDEURQFDpSRUTXHHPPDLRGR ano passado Celio Roberto foi preso HPÀDJUDQWHFRPPDLVGHPLOFRPprimidos ansiolíticos e antidepressivos, durante uma barreira da Polícia Rodoviåria Federal, nas imediaçþes do km 247 da BR-101, no município GH3RUWR5HDOGR&ROpJLR2PpGLFR tentou ultrapassar a barreira policial e foi interceptado. Ao ser multado pela transgressão, desacatou um agente e passou a fazer rondas em frente ao posto policial. Foi preso em ÀDJUDQWHHQRFDUURIRUDPHQFRQWUDdas duas armas brancas, os medicaPHQWRVDOpPGHXPSDUDOHOHStSHGR envolto em um pano.

FGTS de ex-servidores da Carhp tem cronograma Programação de pagamento foi divulgada pela Secretaria de Gestão Pública

A

Secretaria de Estado da Gestão Pública (Segesp) divulgou a programação de pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aos ex-servidores - com saldo a receber - das Fundaçþes Governador Lamenha Filho (Funglaf), Teatro Deodoro (Funted) e da Rådio Difusora de Alagoas (RDA). Todo o processo de atendimento e individualização serå feito em um posto avançado da Caixa, na própria Companhia Alagoana de Recursos Humanos e Patrimoniais (Carhp), a partir do próximo dia 15. A previsão inicial da Comissão Mista do FGTS (CM-FGTS) do Governo de Alagoas Ê que, pelo menos, 800 servidores tenham o crÊdito repassado às suas contas – nesta primeira etapa. Esse universo correspon-

DIVULGAĂ‡ĂƒO

de aos ex-funcionĂĄrios que foram relacionados nas quatro primeiras listas, levantadas pela ComissĂŁo. DOCUMENTAĂ‡ĂƒO O procedimento ĂŠ bastanWH VLPSOHV 2V EHQHĂ€FLiULRV devem se dirigir Ă  sede da Companhia, na Av. Professor Santos Ferraz, 373, no dia indicado e com os seguintes documentos: identidade, CPF, Carteira de Trabalho (primeira pĂĄgina, onde consta nÂş de Inscrição e Foto; pĂĄgina onde consta Dados Pessoais; PĂĄgina onde consta Contrato de Trabalho com a Fundação; pĂĄgina de anotação, onde consta o Decreto que passa o Empregado do Regime Celetista para o Regime EstatutĂĄrio), PIS/PASEP; atestado de Ăłbito, no caso de ex-servidor falecido; Comprovante de residĂŞncia, declaração de dependente Pelo menos 800 servidores terĂŁo crĂŠdito repassado Ă s suas contas junto ao INSS/IPASEAL.

MEIO AMBIENTE

PELO FPM

Governo adere projeto para Sefaz corrige base de cĂĄlculo coletar Ăłleo de cozinha em AL do ICMS por decisĂŁo judicial “VocĂŞ sabia que 1 litro de Ăłleo de fritura descartado no ralo da cozinha ĂŠ capaz de contaminar 1 milhĂŁo de litros de ĂĄgua potĂĄvel?â€?. Foi este o questionamento que levou a apresentação, nesta quarta-feira (8), do Projeto Coleta Ă“leo na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos HĂ­dricos (Semarh). O ĂłrgĂŁo agora ĂŠ ponto de coleta de Ăłleo, que deve ser levado dentro de garrafas pet. Dados do Instituo BrasiOHLURGH*HRJUDĂ€DH(VWDWtVtica (IBGE) e de Instituiçþes de Planejamento indicam que a população de MaceiĂł descarta em mĂŠdia 468 mil litros de Ăłleo por mĂŞs, dos quais menos de 30% tem a destinação correta. O restante do Ăłleo desce pelos ralos. A servidora da Semarh, Eva Moraes, fez um alerta sobre os impactos que esse Ăłleo descartado de maneira incorreta causa. “O Ăłleo, quando jogado

nos ralos das pias, causa graves entupimentos em canos e acarreta a diminuição da vida útil de bombas e outros equipamentos hidråulicos. Uma vez no esgoto, o óleo se dissipa na superfície da ågua formando uma camada que impede a oxigenação dela e a passagem de luz solar, degradando a cadeia alimentar aquåtica�, disse a servidora. AlÊm de tentar minimizar o impacto do descarte incorreto de óleo no meio ambiente, o Projeto ainda pretende proporcionar a inclusão social de catadores de materiais reciclåveis, que vão aos pontos de coleta transportar o óleo para as cooperativas. A Semarh trabalharå em parceria com a Cooperativa de Catadores da Vila Emater II (Coopvila). O óleo recolhido serå vendido à Pratense Química Industrial Ltda., que utilizarå o material para fabricação de Biodiesel.

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) editou a Portaria GSEF nÂş 029/2012, que esWDEHOHFH RV ĂŒQGLFHV 'HĂ€QLWLYRV de Participação dos MunicĂ­pios Alagoanos no Produto de Arrecadação do Imposto sobre Operaçþes de Prestação de Serviços de Transportes Interestadual e Intermunicipal de Comunicação – ICMS. A portaria, publicada no DiiULR2Ă€FLDOGR(VWDGRGD~OWLPD terça-feira (7), atende decisĂŁo da juĂ­za Maria Esther Fontan Cavalcanti Manso, da 16ÂŞ Vara CĂ­vel da Capital, que concedeu liminar em ação movida pela Prefeitura do Pilar. Na ação, o municĂ­pio contesta o que deter-

mina a Instrução Normativa Sefaz nÂş 43/2010, da Secretaria de Estado da Fazenda, alegando perda de arrecadação municipal. O secretĂĄrio de Estado da Fazenda, MaurĂ­cio Toledo, explicou que na semana passada, o Tribunal de Justiça havia proferido decisĂŁo, suspendendo os efeitos da liminar. No entanto, a prefeitura recorreu mais uma vez, revertendo a decisĂŁo em seu favor. “Com a suspensĂŁo da decisĂŁo do Tribunal de Justiça, passou a vigorar a liminar da juĂ­za Esther Manso. Assim, a Sefaz refez a base de cĂĄlculo, republicando os Ă­ndices conforme o que estabelece a ação judicialâ€?, informou Toledo.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

ESPORTES 15

R10 Ê dúvida na estreia de Joel no Fla Craque rubro-negro estå com conjuntivite e espera liberação dos mÊdicos para encarar o Madureira hoje no Engenhão TERRA

Negueba VHUiRVXEVWLWXWRGH5RQDOGLQKR*D~FKRFDVRRFUDTXHQmRWHQKDFRQGLo}HVGHMRJRKRMH

F

lamengo e Madureira se enfrentam hoje Ă s 18h30 (de MaceiĂł), no EngenhĂŁo. O Rubro-Negro tem seis pontos. O Madureira ĂŠ o sĂŠtimo, com quatro. Poucos dias de trabalho, algumas conversas depois e Joel Santana jĂĄ tem um novo xodĂł no Flamengo. O treinador, que na Ăşltima passagem pelo clube demonstrava carinho e cuidado especial com o volante TorĂł, entre 2007 e 2008, agora abre o coração para um dos mais jovens do grupo. O atacante Negueba, de 19 anos, ĂŠ o novo filho do papai. “Tem um que jĂĄ estĂĄ quase debaixo da asa do papai. Gostei muito do Negueba. Todo mundo quer bater nele (risos). Qualquer coisa ĂŠ o Negueba, ele ĂŠ pequenininho. Estavam batendo muito nele. Sempre ĂŠ o culpado de tudo. NĂŁo vou deixar mais. Vou adotĂĄ-lo. Antes, eu tinha adotado o Toro-

zinho, agora Ê o Negueba. Tem certas coisas que vocês vão saber no futuro. Eu tenho meu lado emotivo, aconteceu um negócio que um jogador me deixou emocionado, mas vocês ainda vão saber quem foi. Não quero falar muito, isso Ê história de bastidores�, brincou Joel. A participação de Ronaldinho Gaúcho no jogo contra o Madureira Ê provåvel, mas ainda não estå confirmada. Segundo o mÊdico Marcelo Soares, a conjuntivite Ê branda, só que incomoda o atacante do Flamengo. Ontem o camisa 10 não participou do treino da manhã. Ele estå em observação, foi para a concentração com os companheiros, ficarå sozinho no quarto e serå reavaliado momentos antes da partida pelos mÊdicos do clube e pela oftalmologista Taly Zisman, que vem acompanhado o caso. Na sexta-feira passado, R10 ficou fora do treino UOL

LIBERTADORES

seu ‘’Quarteto FantĂĄstico’’ diante da equipe peruana. O atacante Dagoberto, que atuou apenas na etapa final contra o Once Caldas, estĂĄ totalmente recuperado de dores no tornozelo esquerdo e terĂĄ as companhias de D’Alessandro, Oscar e Leandro DamiĂŁo no setor ofensivo do Inter. Sem Nei, que ficarĂĄ afastado do time por cerca de um mĂŞs, em razĂŁo de uma artroscopia no joelho direito, o volante Elton seguirĂĄ improvisado na função, assim como aconteceu no Gre-Nal do Ăşltimo domingo. JĂĄ Tinga, que substituiu Dagoberto na

Ăşltima quarta, serĂĄ mantido entre os titulares, mas desta vez na vaga de Bolatti. RIVAL DESFALCADO O Juan Aurich, atual campeĂŁo peruano, nĂŁo terĂĄ dois dos seus principais jogadores para o duelo contra o Inter. O apoiador colombiano Javier Araujo e o atacante panamenho Luis Tejada, ambos com lesĂľes musculares, nĂŁo viajaram para Porto Alegre. Kahn e Montes sĂŁo os substitutos, respectivamente. Diego UmaĂąa jĂĄ garantiu que o Juan Aurich lutarĂĄ por uma vaga nas oitavas de final da Libertadores. VIPCOMM

Oscar e DagobertoVmRRVSULQFLSDLVGHVWDTXHVGR,QWHUQDFLRQDO

PAULISTĂƒO

SĂŁo Paulo mantĂŠm a base para duelo com o Comercial

Alagoano Willian JosĂŠHVWiFRQÂżUPDGRHQWUHRVWLWXODUHVGR6mR3DXORHEULJDQDDUWLOKDULDGR3DXOLVWD

SERĂ ?

BolĂ­via anuncia amistosos ‘de graça’ com Brasil

Internacional pega Juan Aurich na estreia na fase de grupos Após eliminar o Once Caldas, o Internacional segue a sua caminhada na luta pelo tricampeonato da Libertadores hoje, diante do Juan Aurich, do Peru, no Beira-Rio, às 19h (de Maceió), em partida vålida pelo Grupo 1 da competição. AlÊm de Inter e Juan Aurich, The Strongest, da Bolívia, e Santos, o atual campeão da Libertadores, integram o grupo colorado. Ambos se enfrentam no próximo dia 15, no Hernando Silles, em La Paz. Campeão da Libertadores em 2006 e 2010, o Colorado terå a presença do

por conta do problema. No entanto, foi a um show de samba Ă  noite. Marcelo Soares diz que o quadro nĂŁo se agravou com a ida do jogador ao evento. “NĂŁo houve qualquer problema. AtĂŠ porque no dia seguinte se apresentou atĂŠ melhor. O quadro vem regredindo, nĂŁo piorou. É um quadro brando. A conjuntivite dele nĂŁo ĂŠ infecciosa, ĂŠ irritativa. Geralmente se recomenda repouso, mas nĂŁo ĂŠ obrigatĂłrio. Varia de acordo com a pessoaâ€?. Por precaução, ele tem tomado alguns cuidados bĂĄsicos, como lavar sempre as mĂŁos. O fato de o jogo ser Ă s 18h30 tambĂŠm aumenta a chance de ele estar em campo. Segundo Joel Santanta, se ele nĂŁo jogar, Negueba serĂĄ o substituto. “Precisamos dar confiança a todos pois a temporada ĂŠ longa e o grupo todo serĂĄ solicitadoâ€?, disse o treinador.

O São Paulo defende a liderança do Campeonato Paulista hoje, às 20h50 (de Maceió), no Morumbi. O tricolor ocupa a primeira colocação, e precisa de uma vitória em casa para se manter no posto, alÊm disso, busca apagar a må impressão que deixou quando atuou pela última vez diante de seu torcedor. Na semana passada, quando enfrentou o Guarani, no Morumbi, o time de Emerson Leão acabou tropeçando e ficando no empate. O resultado em casa custou ao tricolor paulista a liderança do Estadual, na ocasião, recuperada só na rodada seguinte. Para a partida contra o Comercial, mais uma vez, o treinador Emerson Leão

seguirĂĄ com problemas por conta dos jogadores que se encontram no departamento mĂŠdico. Luis Fabiano, Piris, RogĂŠrio Ceni, alĂŠm de Wellington, poupado, nĂŁo jogam. Com isso, a tendĂŞncia ĂŠ que LeĂŁo relacione a mesma equipe que venceu a Ponte Preta no domingo, começando com Denis; JoĂŁo Filipe, Rhodolfo, Paulo Miranda e Cortez; Casemiro, Maicon, CĂ­cero e Jadson; Lucas e Willian JosĂŠ. “Precisamos dar confiança a todo o grupo. SĂŁo jogadores jovens que serĂŁo utilizados na temporada inteira e precisam de experiĂŞnciaâ€?, disse LeĂŁo. OUTROS JOGOS 16h Paulista x SĂŁo Caetano 18h30 Oeste x Linense 20h Botafogo-SP x Santos

O presidente da Federação Boliviana de Futebol (FBF), Carlos Chåvez, que a seleção do país farå amistosos com Brasil e Espanha neste ano, em casa. O dirigente não revelou as datas, mas deu uma informação importante: não pagarå nada pelas partidas. Segundo Chåvez, a CBF e a Real Federação Espanhoal de Futebol (RFEF) aceitaram jogar de graça contra a Bolívia em uma das datas reservadas pela Fifa para confrontos entre seleçþes neste ano. A cidade ainda não estå escolhida, mas a imprensa local especula que poderå ser em La Paz, Santa Cruz ou Cochabamba. - É algo incrível o que conseguimos, graças às boas relaçþes e à amizade com as diretorias dessas duas potências mundiais como Brasil e Espanha - disse o cartola boliviano. Chåvez afirmou que geralmente CBF e RFEF cobram US$ 2 milhþes (R$ 3,4 milhþes) para disputar amistosos, mas que decidiram não cobrar nada para ajudar a Bolívia em sua preparação para as eliminatórias da Copa de 2014. O time de Mano Menezes tem seis amistosos confirmados para 2012 atÊ o momento: Bósnia (28 de fevereiro, na Suíça), Dinamarca (26 de maio, na Alemanha), Estados Unidos (30 ou 31 de maio, nos EUA), MÊxico (3 de junho, nos EUA), Argentina (9 de junho, nos EUA) e SuÊcia (15 de agosto, SuÊcia). A próxima partida da Bolívia serå no dia 29 deste mês contra Cuba, em amistoso em Cochabamba.

POLĂŠMICA

PRESSĂƒO

SEREIA DA VILA

O uniforme do Corinthians estarĂĄ diferente a partir do clĂĄssico de domingo, contra o rival SĂŁo Paulo. $SyVGRLVDQRVDIDUPDFrXWLFD Neo QuĂ­mica GenĂŠricos deixarĂĄ os espaços nobres de peito e costas da camisa para dar lugar Ă  marca Jontex, de preservativos. Ganhando mais exposição na camisa corintiana, a marca de preservativos aproveita para lançar uma nova campanha publicitĂĄria. A empresa quer abordar “cumplicidade, intimidade e erotismo entre os casais, mostrando as novas embalagens e os lançamentos da marcaâ€?.

por conta da pressão para que o zagueiro John Terry, do Chelsea, deixasse o posto de capitão da seleção da Inglaterra, o tÊcnico Fabio Capello pediu demissão do cargo de tÊcnico da equipe. A Football $VVRFLDWLRQFRQ¿UPRXRQWHP por intermÊdio de uma nota HPVHXVLWHR¿FLDODVDtGDGR comandante italiano. O nome do novo treinador ainda não IRLFRQ¿UPDGRHXPGRVPDLV especulados Ê o comandante do Manchester United, Sir Alex Fergusson.

A ex-jogadora da equipe de futebol feminino do Santos, Stephane Gomes dos Santos, foi presa ontem. A atleta, tambĂŠm conhecida como %HEHOIRLDXWXDGDHPĂ€DJUDQWHDSyV WHQWDWLYDGHURXERGHXPDXWRPyYHO em SĂŁo Paulo. Stephane estava com o namorado foi imediatamente encaminhada ao 31° DP. Ela passou a noite na carceragem. De acordo com o jornal “DiĂĄrio de SĂŁo Pauloâ€?, o porteiro Alessandro dos Santos Rodrigues percebeu uma movimenWDomRHVWUDQKDSUy[LPDDVHXFDUUR um Escort 1990. Chamou a polĂ­cia e RĂ€DJUDQWHDFRQWHFHX

Marca de preservativo na camisa do TimĂŁo

Fåbio Capello pede demissão da seleção inglesa Ex-jogadora Ê presa por tentativa de furto 'HSRLVGHXPDJUDQGHSROrPLFD


16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

Esportes

ASA perde dois jogadores importantes para sequĂŞncia da temporada 2012 O ASA perdeu dois jogadores. Vitinha acertou com o Anapolina-GO e defenderĂĄ o clube goiano na temporada de 2012. Anapolina ĂŠ o mesmo time onde agora trabalha o ex-tĂŠcnico alvinegro, o Vica. O meia-atacante viaja KRMHSDUDVHDSUHVHQWDUDRFOXEHJRLDQR-iRPHLD*XVWDYRTXHQRÂżQDO de 2011 deixou o time para ir atuar no futebol coreano e logo depois retornou ao ASA para a temporada de 2012 teve feito o pedido de rescisĂŁo de seu contrato minutos antes do jogo. Segundo ZĂŠ da Danco, o pai do atleta fez o pedido alegando que seu empresĂĄrio levarĂĄ o jogador para defender o Barueri-SP.

&6$HPEDODHĂ€FD bem perto da vaga QDVVHPLĂ€QDLV

CONE FREIRE - AQUI ACONTECE

AzulĂŁo venceu o Penedense por 2x0 e agora terĂĄ que WRUFHUSHORWURSHoRGRVDGYHUViULRVSDUDVHFODVVLÂżFDU

O

CSA mostrou que estå embalado e não tomou conhecimento do Penedense ontem à tarde, no Estådio Alfredo Leahy, em Penedo. O time do Mutange aplicou um 2x0, e só não fez mais pela belíssima atuação do goleiro Dida. Desde o começo de jogo nem parecia que o CSA era o visitante. O time marujo logo partiu para cima do rival ribeirinho, tentando, na base do abafa, se aproveitar das pequenas dimensþes do campo. O atacante Roni, artilheiro da equipe na competição, mandou uma bola na trave logo no início do jogo e depois, aos 22 minutos, balançou as redes. Falta perigosa, Claudinho enganou a defesa do Penedense

e cobrou ensaiado. Depois de confusĂŁo na ĂĄrea, Roni aproveitou rebote e mandou para o fundo do gol. Na sequencia do jogo o CSA levou um duro golpe. Em jogada rĂĄpida de ataque do Penedense, depois de cruzamento na entrada da ĂĄrea, Camilo escorregou e colocou a mĂŁo na bola. O ĂĄrbitro Francisco Carlos Nascimento mostrou o cartĂŁo vermelho para o lateral Com um homem a menos, o CSA nĂŁo mudou a postura ofensiva. Aos 39 minutos, nova jogada ensaiada, Washington rolou para o volante Marcelo, que bateu forte no canto direito do goleiro Dida e ampliou para o CSA. No segundo tempo o time azulino jogou com experiĂŞncia e apenas administrou o

resultado. O Penedense teve Paulistinha expulso. Agora as atençþes estão voltadas para a última rodada, onde o CSA encara CEO no Trapichão, às 15h deste domingo. Para se classificar o time precisa torcer pelo tropeço dos adversårios. CEO X CORURIPE CEO e Coruripe jogaram ontem no Estådio Edson Matias, em Olho d’à gua das Flores e saíram com um amargo empate de 1x1. Os gols foram marcados por Nem, para o CEO, e Alex (contra) empatou para o Hulk. O resultado não foi bom para ninguÊm pois os adversårios estão nas últimas colocaçþes da tabela de classificação e brigam para evitar o rebaixamento. ASSESSORIA

CSA foi superior ao Penedense e arrancou os trĂŞs pontos na casa do adversĂĄrio ontem Ă  tarde

MARKETING

Direção do CRB começa as açþes visando o ano do centenårio

Corinthians Alagoano tenta a reabilitação na competição jogando em casa hoje contra o Sport Atalaia

NO PILAR

Corinthians Alagoano encara o Sport para voltar à liderança Corinthians Alagoano e Sport Atalaia jogam hoje às 15h no Estådio Rubens Canuto, no Pilar, para o fechamento da 8ª rodada do primeiro turno do Campeonato Alagoano. O Timão busca uma reabilitação após a goleada sofrida para o CSA. Se vencer hoje, chega a 16 pontos e

volta à liderança da tabela. Para isso o tÊcnico Ubirajara Veiga conta com a força måxima e vai manter a base que vem atuando. O Sport tem dois desfalques. O volante Aldo e o meia Palhinha não vão poder atuar, por terem sido punidos com o terceiro cartão amarelo na partida em

que a equipe atalaiense perdeu para o CRB por 2x0. O tĂŠcnico Lino, que comandou o treino de apronto ontem ainda nĂŁo anunciou quem serĂŁo os substitutos. A novidade para essa partida serĂĄ a volta do volante Anderson, que cumpriu suspensĂŁo automĂĄtica no confronto anterior.

O CRB completa 100 anos em 2012 e a direção regatiana projeta uma sÊrie de açþes para festejar esta data tão imprtante e história. A primeira delas serå a camisa alusiva ao centenårio. No início da temporada o presidente executivo do Galo, Marcos Barbosa, mostrou um modelo de como esta camisa seria. Desde então ficou a expectativa para o lançamento do novo produto. A tão aguardada camisa dos 100 anos do Alvirrubro jå tem data marcada para ser comercializada. A diretoria do CRB informou que na próxima segunda-feira (13) ela estarå disponível para a torcida regatiana na loja do clube. Os 200 primeiros torcedores que comprarem a camisa comemorativa do Galo irão ter os seus nomes personalizados. A direção tambÊm informou que o torcedor pode fazer a sua reserva ligando para o número 3327-6345. A peça custa R$ 120. O lançamento oficial ainda não tem data definida.

ASCOM CRB

Presidente Marcos Barbosa espera grande venda da camisa


TribunaIndependente

0$&(,Ă?48,17$)(,5$'()(9(5(,52'( DIVERSĂƒO&ARTE

1

6FRUSLRQVFRQÂżUPD show Ăşnico em SP

Alter-ego masculino de Lady Gaga estrela novo clipe da cantora

$EDQGDDOHPmScorpionsFRQ¿UPRXVKRZ~QLFRHP 6mR3DXORHPGHVHWHPEURQR&UHGLFDUG+DOO ]RQDVXO $DSUHVHQWDomRID]SDUWHGDWXUQr³)LQDO 6WLQJ7RXU´2YDORUGRVLQJUHVVRVDLQGDQmRIRL GLYXOJDGRPDVDSUpYHQGDSDUDFOLHQWHVFRPFDUW}HV &UHGLFDUG&LWLEDQNH'LQHUVRFRUUHHQWUHHGH IHYHUHLUR2S~EOLFRHPJHUDOSRGHFRPSUDUDSDUWLUGH GHVWHPrV&RPPDLVGHDQRVGHFDUUHLUD

/DG\*DJDODQoRXRTXLQWRH~OWLPRIDVKLRQ¿OPGH³<RX$QG,´H GHVWDYH]TXHPHVWUHODRYtGHRpRVHXDOWHUHJRPDVFXOLQR)XPDQ GRXPFLJDUUR-R&DOGHURQHDSDUHFHGHFXHFDHFKHJDDOHYDQWDU DEOXVDPRVWUDQGRRVVHLRVGDFDQWRUDHVSUHPLGRVGHEDL[RGHXP SOiVWLFR$YHUVmRUHGX]LGDWHPSRXFRPDLVGHGRLVPLQXWRVHIRLDV VLQDGDSHORVIRWyJUDIRVKRODQGHVHV,QH]YDQ/DPVZHHUGHH9LQRRGK 0DWDGLQ2YtGHRIRLODQoDGRVHLVPHVHVGHSRLVGRODQoDPHQWRGR VLQJOH³<RX$QG,´TXHFRQFRUUHDR*UDPP\GHVWHDQR

CHORA CORAĂ&#x2021;Ă&#x192;O JOĂ&#x192;O DIONISIO SOARES* EDITOR DE D&A

M

orreu, no inĂ­cio da manhĂŁ de ontem, vĂ­tima de parada cardiorrespiratĂłria, aos 66 anos, Wanderley Alves dos Reis. Rebatizado como Wando ele foi responsĂĄvel pela retomada e sucesso retumbante do gĂŞnero brega-romantico no Brasil na dĂŠcada de 80. Fez ressurgir DĂ&#x20AC;JXUDUHYLVLWDGDGRPDODQGUREUDsileiro. Aquele que cochicha ao ouvido GDDPDGDPDQGDĂ RUHVHPHVPRVHP beleza e com um jeito cafajeste de ser, conquista e seduz. O cantor teve um princĂ­pio de inIDUWRQRĂ&#x20AC;QDOGHMDQHLURHSDVVRXSRU uma angioplastia coronĂĄria para desobstrução das artĂŠrias do coração. O corpo de Wando serĂĄ velado em Belo Horizonte. O enterro serĂĄ Ă s 11h de hoje, na capital mineira. Famoso por sucessos como â&#x20AC;&#x153;Fogo e paixĂŁoâ&#x20AC;? (quem em 1985 ele fez para uma de suas ex-mulheres, Rose, que tambĂŠm assinou a autoria da mĂşsica), autor de refrĂŁo que grudava no ouvidos como â&#x20AC;&#x153;meu iaiĂĄ, meu ioiĂ´â&#x20AC;? ou ainda â&#x20AC;&#x153;doeu ai, doeu ai, ai ai doeuâ&#x20AC;?, ele escrevia frases como â&#x20AC;&#x153;e quando sai de mim leva meu coraçãoâ&#x20AC;?, ou â&#x20AC;&#x153;o importante ĂŠ ser fevereiro e ter carnaval para gente sambarâ&#x20AC;?, ou ainda â&#x20AC;&#x153;vulgar e comum ĂŠ nĂŁo morrer de amorâ&#x20AC;?. Wando nĂŁo gravava desde 2005 e nem por isso deixava de ser sucesso. Para alguns ele foi um Ă­cone, para outros dono de um estilo â&#x20AC;&#x201C; que por mais que façam torcer o nariz os crĂ­ticos mais ferrenhos â&#x20AC;&#x201C; fez um marco na MĂşsica Popular Brasileira. Mais improvĂĄvel sĂ­mbolo sexual da mĂşsica popular brasileira, Wando costumava admitir: â&#x20AC;&#x153;Na verdade, me acho atĂŠ feio, mas ĂŠ inegĂĄvel que tenho um jeitinho todo especial com elasâ&#x20AC;?. Ou entĂŁo: â&#x20AC;&#x153;Sou um cara feio mas toco violĂŁo e falo de amor. Isso ajuda muitoâ&#x20AC;?. Ajudou-o, a vender milhĂľes de discos e a tornar-se referĂŞncia da canção muito romântica brasileira â&#x20AC;&#x201D; brega, para quem preferir o termo. Com seus lĂĄbios grossos, ui-wando paixĂŁo e cantando â&#x20AC;&#x153;o amor para maiores de 25 anosâ&#x20AC;?, o artista virou febre na segunda metade dos anos 1980, a partir do sucesso da mĂşsica â&#x20AC;&#x153;Fogo e paixĂŁoâ&#x20AC;? (que seria posteriormente cantada por Nando Reis, FĂĄbio Junior, DemĂ´nios da Garoa e Wilson Sideral, entre outros). Nos anos 2000, a canção batizou um bloco de Carnaval no Rio de Janeiro â&#x20AC;&#x201D; para o qual o prĂłprio Wando ajudou a angariar fundos, autografando calcinhas e camisetas e doando uma tanga amarela do seu acervo pessoal. â&#x20AC;&#x153;Se hĂĄ assunto em moda ĂŠ o amor homem e mulher do jeito que eu canto nas letras: homem tem cheiro de homem, mulher tem cheiro de mulher. Ă&#x2030; realâ&#x20AC;?, teorizava Wando, dispensando as metĂĄforas (â&#x20AC;&#x153;nĂŁo gosto de entrelinhas, SUHĂ&#x20AC;URRTXHYDLGLUHWRDRFRUDomRÂľ H assumindo sua condição de cantor popular (â&#x20AC;&#x153;fazer a coisa complicada ĂŠ muito PDLVIiFLO2GLItFLOpVLPSOLĂ&#x20AC;FDUÂľ  AlĂŠm de â&#x20AC;&#x153;Fogo e paixĂŁoâ&#x20AC;?, Wando teve como grandes sucessos em sua voz as mĂşsicas â&#x20AC;&#x153;Moçaâ&#x20AC;? (com a qual vendeu mais de 1,2 milhĂŁo de discos, em 1974), â&#x20AC;&#x153;Coisa Cristalinaâ&#x20AC;? (â&#x20AC;&#x153;inspirada num amigo viciado em cocaĂ­na, que queria uma paixĂŁo tĂŁo avassaladora pela mulher quanto a que tinha pela drogaâ&#x20AC;?), â&#x20AC;&#x153;Chora Coraçãoâ&#x20AC;? (que â&#x20AC;&#x153;foi feita na morte de

0255(&$1725:$1'2$26$126 Ă&#x2039;'2/2'$0Ă&#x2019;6,&$3238/$5%5$6,/(,5$ (/(5(,19(17282(67,/2520Ă&#x2020;17,&2 2-(,720$/$1'52'(6(5(9,528 Ă&#x2039;&21(3$5$80$*(5$d­2 Tancredo para a dona Risoleta Nevesâ&#x20AC;?), â&#x20AC;&#x153;Eu jĂĄ tirei a tua roupaâ&#x20AC;?, â&#x20AC;&#x153;Gosto de maçãâ&#x20AC;?, â&#x20AC;&#x153;O que que eu vou dizer para o meu corpo?â&#x20AC;? e â&#x20AC;&#x153;Deus te proteja de mimâ&#x20AC;? â&#x20AC;&#x201D; todos clĂĄssicos da canção popular brasileira. Wando bateu recordes de bilheteria no Rio e em SĂŁo Paulo com o show do disco â&#x20AC;&#x153;Obscenoâ&#x20AC;? (1988, que teve mais de um milhĂŁo de cĂłpias vendidas). No espetĂĄculo do disco seguinte, â&#x20AC;&#x153;Tenda dos Prazeresâ&#x20AC;? (1990), ele inaugurou um procedimento que se tornaria sua marca. â&#x20AC;&#x153;Resolvi colocar uma calcinha na capa do disco porque, se virasse ao contrĂĄrio, ela parecia uma tenda. Comecei a distribuir algumas peças nos shows e passei a receber outras. Hoje, tenho 17 mil calcinhasâ&#x20AC;?, recordou-se recentemente. O show â&#x20AC;&#x153;Tenda dos Prazeresâ&#x20AC;? foi sua primeira superprodução, com tenda ĂĄrabe, dançarinas do ventre e banheira de acrĂ­lico transparente. Ele pĂ´s telĂľes na rua para o povo que nĂŁo podia pagar o ingresso. O disco acabou vendendo 300 mil cĂłpias em plena recessĂŁo da indĂşstria. Em seus shows, Wando ainda sorteava suĂ­tes de PRWpLVHERQHFDVLQĂ iYHLV e distribuĂ­a maçãs, pĂŞssegos em calda e rosas. Wando nasceu em Cajuri, cidadezinha perdida na Zona da Mata, antigo distrito do municĂ­pio de Viçosa, em 2 de outubro de 1945, e foi batizado de Wanderley Alves dos Reis. Ainda criança, mudou-se com a famĂ­lia para Juiz de Fora. Foi feirante, caminhoneiro e ainda tentou a carreira teatral em Belo Horizonte. Foi para o Rio em 1972, onde conheceu Oswaldo Sargentelli, que incentivou sua carreira. Seu primeiro LP, â&#x20AC;&#x153;GlĂłria Deus no CĂŠu e samba na Terraâ&#x20AC;?, foi lançado em 1973. Nesse começo de carreira, Wando foi gravado por Roberto Carlos (â&#x20AC;&#x153;A menina e o poetaâ&#x20AC;?), Jair Rodrigues (â&#x20AC;&#x153;O importante ĂŠ ser fevereiroâ&#x20AC;?), Ă&#x201A;ngela Maria (â&#x20AC;&#x153;VĂĄ mas volteâ&#x20AC;?) e Originais do Samba (â&#x20AC;&#x153;Velho poeta Pixinguinhaâ&#x20AC;?). Um de seus sucessos dessa fase inicial, â&#x20AC;&#x153;Nega do ObaluauĂŞâ&#x20AC;?, foi regravada nos anos 2000 por Pedro LuĂ­s e a Parede. Apesar de pecha de brega, Wando orgulhava-se do seu engajamento polĂ­tico (participou de comĂ­cio das Diretas em 1984, em Curitiba) e de ter sido censurado (nas cançþes â&#x20AC;&#x153;Boca caladaâ&#x20AC;? e â&#x20AC;&#x153;Jesus, negro bonito de olhos azuisâ&#x20AC;?). Em 2005, ele lançou seu primeiro DVD, â&#x20AC;&#x153;Romântico brasileiro, sem vergonhaâ&#x20AC;? e iniciou parceria com Nando Reis (na canção â&#x20AC;&#x153;Minhas amigasâ&#x20AC;?). Mas o cantor tambĂŠm experimentou dissabores QDVXDYLGDSHVVRDOHPRĂ&#x20AC;OKR Wanderley Alves dos Reis JĂşnior, o Wandinho Pitbull, foi preso apĂłs trocar tiros com seguranças de um condomĂ­nio na Barra da Tijuca. :DQGRGHL[DTXDWURĂ&#x20AC;OKRVHGRLV netos. 2MRUQDOLVWDHVFUHYHXFRPDX[tOLRGDDJrQFLD2*ORERH HPXVLFFRP


2

TribunaIndependente

DIVERSÃO&ARTE 0$&(,Ï48,17$)(,5$'()(9(5(,52'(

Coletivo Popfuzz 2UJDQL]DGRSHOR&ROHWLYR3RSIX]]RIHVWLYDOLQWHUFRQWLQHQWDOID]SDUWHGDSURJUDPDomRGR-DUDJXi)ROLDFRPDVEDQGDV$V¿[LD $/  &RIIHVKRS $/ $ODtGHQHJmR $0 $VWURGHFN $/ 2V1HOVRQV %$ H6WLFN\*DUGHQ $/ 2IHVWLYDOWDPEpPVHUiOHYDGRjVFLGDGHV GH$UDSLUDFDHPGHIHYHUHLUR3DOPHLUDGRVËQGLRVQRGLDHSRU~OWLPR'HOPLUR*RXYHLDQRGLD

Exposição

³%XPEDPHXERL±1RVVR3DWULP{QLR&XOWXUDO´±20XVHX3DOiFLR)ORULDQR3HL[RWR 0XSD DEULJDDH[SRVLomRTXHUH~QHIRWRJUD¿DVGRFRQFXUVRGH EXPEDPHXERLUHDOL]DGRHPIHYHUHLURGH$PRVWUDH[S}HEXPEDVGDVDJUHPLDo}HV%RL*DYLmRGR9DOHGR5HJLQDOGR%RL9LQJDGRUH%RL-DJXDU $H[SRVLomR¿FDDEHUWDDWpPDUoR2VKRUiULRVGHYLVLWDomRVmRjVWHUoDVTXLQWDVHVH[WDVIHLUDVGDVKiVKTXDUWDVIHLUDVGDVKjVKHViEDGRV GRPLQJRVHIHULDGRVGDVKjVK0DLVLQIRUPDo}HVH

É hoje

Jaraguá Folia

Pinto da Madrugada

$IHVWDUHDOL]DGDSHOD3UHIHLWXUDGH0DFHLyDFRQWHFHUiQDFDVDGHVKRZ9R[5RRPHP-DUDJXiDPDQKm HVHUiDQLPDGDSHOD2UTXHVWUDGH)UHYRGR0DHVWUR 0DQH]LQKR&RQH[mR/DWLQDH6DEDNL1DHGLomRGR EDLOHDH[SHFWDWLYDpUHFHEHUGHFRQYLGDGRVFRP RWHPD³0DFHLyPHXEHPTXHUHU´

8PGRVPDLRUHVHYHQWRVFXOWXUDLVTXHDQWHFHGHR FDUQDYDOFRQWDUiFRPFHUFDGHEORFRVTXHLUmR GHV¿ODUQRWUDGLFLRQDOEDLUURGH0DFHLyQDVH[WDIHLUD&RPXPS~EOLFRHVWLPDGRGHPLOSHVVRDV RHYHQWRpJUDWXLWRHWHUiWUrVSDOFRVGLVWLQWRVURFN EDWXTXHHIUHYR

2PDLRUEORFRGDFDSLWDODJLWDRVIROL}HV QRViEDGRFRPFRQFHQWUDomRjVKGD PDQKmHPIUHQWHDRFOXEHGR&5%QD 3DMXoDUD$RVRPGRIUHYRRVIHVWHMRV GRPRPRLUmRPDUFDURGHV¿OHTXHYDL SHUFRUUHUDRUODDWpD3RQWD9HUGH

O Carnaval que nos convém

Criatividade em cena

Turma da Rolinha

&RPRMipWUDGLomRQRSUpFDUQDYDOGH0DFHLyR0XVHX 7KpR%UDQGmRDEUHVHXVSRUW}HVSDUDTXHD³PDPmH´ UHFHEDVHXV³¿OKLQKRV´&RPDQRVGHIXQGDomRR EORFRFDUQDYDOHVFR³)LOKLQKRVGD0DPmH´IDUiVHXGHV¿OHQDQRLWHGHVH[WDIHLUDFRPXPDKRPHQDJHPj VDXGRVDHVFULWRUD$QLOGD/HmRHDRFHQWHQiULRGR4XHEUDGH;DQJ{FRPRWHPD³2)LOKLQKRVGD0DPmHFRP VDXGDGHGDIROLm$QLOGD/HmRVHDOHYDQWDWRFDDOWRID] RSDVVRGDOLEHUGDGHHUHVLVWHDR4XHEUDQRFDUQDYDO GD3D]´&RPRQRVDQRVDQWHULRUHVRFRUWHMRVDLGR 0XVHX7KpR%UDQGmRQD$YHQLGDGD3D]DWpD,JUHMDGH 1RVVD6HQKRUD0mHGR3RYRQR-DUDJXi

&ULDWLYLGDGHpRWHPDTXHQRUWHDUiRVHQFRQWURV GDQRYD2¿FLQDGH7HDWURGR*UXSR&HQD/LYUH 3RGHPVHLQVFUHYHUSDUDD2¿FLQDSHVVRDVFRPRX VHPH[SHULrQFLDHPWHDWUR&RPRRSUySULRWtWXOR indica, o principal ingrediente dos trabalhos será o HVWtPXORjFULDWLYLGDGH2ORFDOVHUiD5HVLGrQFLD &ULDWLYDQR-DUGLPGR+RUWR,*UXWDTXHWHPFRPR SURSyVLWRSURPRYHUDDUWHHPEXVFDGHQRYRVWDOHQWRVHSURSLFLDULQWHUFkPELRVFRPRXWURV(VWDGRV 0DLVLQIRUPDo}HVH3HUtRGR GHžDGHIHYHUHLURRXPDXUREUDJDFRVWD#KRWPDLOFRPWHDWURFHQDOLYUH#KRWPDLOFRP $QD6R¿D 

2EORFRSDUWHGD3UDoD0XOWLHYHQWRV QRViEDGRjVKHPGLUHomRDR DQWLJR&OXEH$ODJRLQKDV2NLWUROLQKDFRPSRVWRSRUFDPLVDHERQp FXVWD5HDVRPEULQKDRSFLRQDO 5'XUDQWHRSHUFXUVRGRWULR HOpWULFRKDYHUiXPSRQWRGHYHQGDGH bebidas, bonecos gigantes e ainda R%DQKRGD5ROLQKDSDUDDEUDQGDUR FDORU0DLVLQIRUPDo}HV   

FALE CONOSCO$$JHQGDpXPVHUYLoRJUDWXLWRGHRULHQWDomRDROHLWRU2VLQWHUHVVDGRVHPGLYXOJDUHYHQWRVVKRZVHH[SRVLo}HVSRGHPHQYLDUPDWHULDODWUDYpVGRHQGHUHoRWLDJHQGD#KRWPDLOFRP

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

$QDH/~FLRIDODPVREUHRFDVDPHQWRFRP-~OLD 0DQXHODH*DEULHOVHGLYHUWHPHPXPNDUDRNr 9LWyULDH$QDDYLVDPD&HFtOLDH6R¿DTXHHODV SRGHUmRVHHQIUHQWDUQRYDPHQWH&HOLQD¿FD DGPLUDGDDRVDEHUTXH/RXUHQoRSHGLXDJXDUGD GH7LDJRQDMXVWLoD/RXUHQoRID]RWHVWHGH '1$9LWyULDYDLjVRUYHWHULDH¿FDIXULRVDDR YHU$OLFH6R¿D%iUEDUDH0DUFRVMXQWRV&HOLQD SURFXUD/RXUHQoR

GLOBO 19h

GLOBO 21h

AQUELE BEIJO

FINA ESTAMPA

9HUDDFRQVHOKD9LFHQWHDSHGLUSDUD/XFHQDGHSRUDVHXIDYRU*UDFH.HOO\DUPDXPSODQRFRP 0DUXVFKNDSDUDPDQWHU0DULVROQD&RPSUDUH /XFHQDTXHVWLRQD5XELQKRVREUHDGHQ~QFLD FRQWUD9LFHQWH/XFHQDD¿UPDSDUD9LFHQWHTXH assumirá que o dinheiro depositado na conta SHUWHQFHDHOD'DPLDQDLQYHQWDTXH-RUJHOLJRX SDUD/RFDQGDHGHL[D)HOL]DUGRDLQGDPDLVLQWULJDGR9LFHQWHOHYD/XFHQDSDUDIDODUFRP9HUD

*ULVHOGDFXLGDGDLQWHUQDomRGH$QWHQRU-XDQ D¿UPDD9LOPDTXHYDLGHVFREULUVH&KLDUD WHQWRXHQJDQiOR-RDQDYrDIRWRGH7HUH]D Cristina no computador e a associa com a loura PLVWHULRVD)HUGLQDQGFRPELQDFRPXPGHVHXV FRPSDUVDVSDUDHQWUDUQRKRVSLWDO3DWUtFLDVH GHFODUDSDUD$QWHQRUHHOHOKHSHGHSHUGmR *XDUDF\IDODSDUD(VWKHUTXHYDLDWUiVGH %HDWUL]7HUH]D&ULVWLQD¿FDHVWDUUHFLGDDRYHU -RDQDHPVXDFDVD

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

/XFDVDWLUDQRMRHOKRGH&OHEHUTXHVHFRQWRUFH GHGRU/XFDVVHDSURYHLWDSDUDDIDVWDUDDUPD GRH[SROLFLDOHDSRQWDSDUDDFDEHoDGH&OHEHU &OHEHUSHGHTXHHOHRPDWHORJRPDV/XFDV D¿UPDTXHDPRUWHpSRXFRSDUDHOH3DWUtFLD e Juliana estranham o fato de Augusta dar a JHUrQFLDGDFRQIHLWDULDSDUD5DLPXQGR/XFDV leva Cleber de van para um local afastado e FREUHRYHtFXORSDUDGHVSLVWDU$SyVFRQVHJXLU IXJLU&OHEHUYDLDWUiVGH/XFDV¿QJLQGRVHUXP SROLFLDO/XFDVH&OHEHUDSRQWDPVXDVDUPDVXP para o outro


TribunaIndependente

0$&(,Ă?48,17$)(,5$'()(9(5(,52'( DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

3

SILVIO LUIZ

Imagem FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ&#x20AC;DYLRULFFR

Jornalismo do SBT teve problemas na Bahia

O

TV TUDO Tour televisivo 'HSRLVGHVHUHXQLUFRPDGLUHomRGD %DQGHLUDQWHVHP6mR3DXORQDVH[WD SDVVDGD0DUOHQH0DWWRVSDVVRXDWDUGH GHWHUoDGLDQR5HFQRYFRPSOH[RGH HVW~GLRVGD5HFRUGQR5LRGH-DQHLUR 0DUOHQHWHPFRQYHUVDGRIUHTXHQWHPHQWH FRPH[HFXWLYRVGD79VREUHXPQRYR SURMHWRTXHHODSUHWHQGHGHVHQYROYHU

SBT mandou uma equipe de SĂŁo Paulo, com o repĂłrter FĂĄbio Diamante, para acompanhar a paralisação da PolĂ­cia Militar na Bahia, mas o momento de tensĂŁo DFDERXVHUHĂ HWLQGRQDVUHODo}HVFRPDDĂ&#x20AC;OLDGD TV Aratu. Embora alguns falem em boiOrçamento cote, entendem as partes envolvidas que 3HVVRDOGR6%7HVWiHQFRQWUDQGR houve realmente uma divergĂŞncia inicial GLÂżFXOGDGHVSDUDIHFKDUDFRQWDGR entre as duas emissoras quanto Ă  linha FDUQDYDO(GHWRGDDRSHUDomRTXHD de trabalho colocada em prĂĄtica pelo pes- WUDQVPLVVmRGRVGHVÂżOHVUHSUHVHQWD $OJXQVH[HFXWLYRVTXDQGRIRUDP soal da cabeça de rede. A Aratu, dizem, Foto tirada pelo narrador Silvio Luiz, em recente viagem a Portugal e durante um dos seus passeios de bonde, FKDPDGRVDVHPDQLIHVWDUVREUHLVVR procurou sempre preservar as suas boas mostra a casa de espetĂĄculos Campo Pequeno, em Lisboa, onde o cantor brasileiro Michel TelĂł se apresentarĂĄ HUUDUDPIHLRHPVXDVSUHYLV}HV no prĂłximo dia 24. TambĂŠm por lĂĄ, â&#x20AC;?Ai se eu te pegoâ&#x20AC;? ĂŠ uma das mais executadas nas rĂĄdios e casas noturnas UHODo}HVFRPR*RYHUQRGR(VWDGRHLVWR em alguns momentos, teria provocado este Divulgação Carnaval 1 Carnaval 2 Bate-rebate estremecimento. &DXm5H\PRQGVHUiXPGRVFRQYLGDGRV $*ORERMiWHPGHÂżQLGDVDV 1R5LRDDSUHVHQWDomRVHUi GR´$OWDV+RUDV´GR6HUJLQKR*URLVPDQ VXDVHTXLSHVGR´(VW~GLR*OR¡ O contrato do cantor e vereador Netinho Estremecimento que levou o diretor de GH$QD3DXOD$UD~MRHDVSDUQHVWHViEDGRQD*ORERSDUDIDODUGR com a Rede TV! ainda nĂŁo foi assinado. Ele EHOH]D´GR5LRH6mR3DXOR WLFLSDo}HVGH7HUHVD&ULVWLQD rede, Roberto Franco, a cuidar pessoalÂżOPH´5HLVH5DWRV´HPTXHDWXDFRP estĂĄ comprando horĂĄrio. TXHVHUiVHPSUHDFLRQDGRDR +DUROGR&RVWD)HUQDQGD mente do assunto e restabelecer a paz. 6HOWRQ0HOORHLQWHUSUHWDXPUDGLDOLVWD Ă&#x201A;1DWHUoDIHLUDD)R[FRORFRXRMRJRGR)OXÂżQDOGRGHVÂżOHGHFDGDHVFROD $EUHXH(UL-RKQVRQPDLV PLQHQVHSHOD/LEHUWDGRUHVQRFDQDO6SHHG A Comunicação do SBT, consultada sobre YLGHQWH(VWUHLDQDVHPDQDTXHYHPHP 1RFDUQDYDOSDXOLVWDQR FRQYLGDGRVHVSHFLDLV FLUFXLWRQDFLRQDO TXHID]SDUWHGRSDFRWHGHTXDVHWRGDVDV FRPDQGRGHChico Pinheiro 2HVW~GLRSRVVXLXPJUDQGH o assunto, preferiu nĂŁo se manifestar. RSHUDGRUHV IRWRDEDL[R  FRPDVSUHVHQWHOmRLQWHUDWLYRSDUDH[LELomR ¡ JĂĄ tem uma equipe na Bandeirantes, incomoDVMiFRQÂżUPDGDVGH1HJUD GRVPHOKRUHVPRPHQWRVGRV Outro lado pleta ainda, trabalhando no novo programa do 6HJXQGR5DLPXQGR/LPDGLUHWRU WpFQLFRHGHRSHUDo}HVR6%7HVWi LQYHVWLQGRHPHTXLSDPHQWRVGH SyVSURGXomRQRMRUQDOLVPRHP6mR 3DXORSHODQHFHVVLGDGHGHIDFLOLWDU HDJLOL]DURWUDEDOKRGRVVHXV IXQFLRQiULRV,VWRWDPEpPVHJXQGR HOHQmRLUiLPSOLFDUQDGLVSHQVDGH QLQJXpP$VVLPVHMD

/L$LOWRQ*UDoD&HOVR9LiIRUD H/HDQGUR/HKDUW

GHVÂżOHVHOLQNVFRPUHSyUWHUHV HVSDOKDGRVQDDYHQLGD

Pode cravar $5HFRUGDLQGDQmRFRQ¿UPDQDGDPDV DHVWUHLDGRQRYRWDONVKRZGR5REHUWR -XVWXV´5REHUWR-XVWXV0DLV´VHUiDJRUD HPPDUoRjVVHJXQGDVIHLUDVGHSRLVGR ´6KRZGH+XPRU´)DOWDVy¿[DUDGDWD TXHGHYH¿FDUHQWUHRVGLDVH$ GLUHomRpGR¿OKRGHOH5LFDUGR-XVWXV

&¡HVWĂ&#x20AC;QL

Festa da Band 2HYHQWRGHODQoDPHQWRGDQRYDSURJUDPDomRGD%DQGHLUDQWHVVHUiQRGLD GHPDUoRHP6mR3DXORQR&LQHPDUN GR6KRSSLQJ,JXDWHPL1DRSRUWXQLGDGH DOpPGDH[LELomRGRVQRYRVSURGXWRV jLPSUHQVDHDRPHUFDGRSXEOLFLWiULR FRPRSURJUDPDVGHHQWUHWHQLPHQWRGH SURGXomRSUySULDVpULHVGD79DPHULFDQDHMRUQDOtVWLFRKDYHUiDDSUHVHQWDomR RÂżFLDOGRFRQVXOWRUDUJHQWLQR'LHJR*XHEHOHGRQRYRGLUHWRUGHSURJUDPDomR )HUQDQGR6XJXHQR

HORĂ&#x201C;SCOPO

Ă RIES - (21/3 a 19/4) â&#x20AC;&#x201C; Seja SDFLHQWHHWHQWHFHGHUGHYH]HP TXDQGRSDUDFRQVHJXLUDOFDQoDU VHXVREMHWLYRVSURÂżVVLRQDLV1mR GiSDUDWHUSUD]HUHPWXGRRTXH UHDOL]D(FRQRPLFDPHQWHQmRWHPD TXDOTXHUDYDOLDomRKRMHWRGDV DVVXDVDWXDo}HVWHUmRLQYXOJDU sucesso. 3HQVDPHQWR3RVLWLYR6HLTXHVy HUUDTXHPHVWiDSUHQGHQGRDID]HU DVFRLVDVGDPDQHLUDFHUWD TOUROÂą D Âą+iRSRUWXQLGDGHGHPXGDUGHHPSUHJR+RMH VHUiQHFHVViULRUHĂ&#x20AC;HWLUVREUHRTXH pPHOKRUDFKDQFHGHFUHVFLPHQWR SURÂżVVLRQDORXDHVWDELOLGDGHPDWHULDOTXHRIHUHFHDRVVHXVIDPLOLDUHV 3HQVDPHQWR3RVLWLYR4XDQGRD WULVWH]DEDWHjPLQKDSRUWDSHoRDR PHX$QMRGD*XDUGDTXHDPDQGH embora. GĂ&#x160;MEOS â&#x20AC;&#x201C; (21/5 a 21/6) â&#x20AC;&#x201C; Seu UHODFLRQDPHQWRFRPSHVVRDVLQĂ&#x20AC;XHQWHVQmRVHUiGRVPHOKRUHV7HQKD FDXWHODDROLGDUFRPVXSHULRUHV HYLWHGLVFXVV}HVHEXVTXHXPD IRUPDGHUHVROYHURVSUREOHPDV1R WUDEDOKRpPHOKRUPDQWHURIRFRHP VXDSURGXWLYLGDGH 3HQVDPHQWR3RVLWLYR9HQoRRVSHUtRGRVGHVDFULItFLRDWUDYpVGDFRQÂżDQoDTXHWHQKRHPPLPSUySULR CĂ&#x201A;NCER â&#x20AC;&#x201C; (22/6 a 22/7) â&#x20AC;&#x201C; Os FRPSURPLVVRVWHQGHPDWRPDUVHX WHPSRGHL[DQGRVXDYLGDSHVVRDO HPVHJXQGRSODQRĂ?WLPRGLDSDUD SHVTXLVDUQRYLGDGHVHPERUDQmR VHMDXPERPPRPHQWRSDUDUHDOL]DU VHXVGHVHMRVGHFRQVXPR 3HQVDPHQWR3RVLWLYR(XVRXXP YHQFHGRUSRUTXHVHLDSUHQGHUFRP DVGHUURWDV LEĂ&#x192;OÂą D Âą3UHFLVDUi FRQWDUFRPDDMXGDGRVFROHJDV SDUDVHGDUEHPQDFDUUHLUD&RQVLGHUHHVVDSRVVLELOLGDGHPHVPRTXH HVVDVSHVVRDVQmRVHMDPYHUGDGHLUDVDPLJDV6HSURFXUDXPQRYR HPSUHJRHVWHpXPERPGLDSDUD SDUWLFLSDUGHHQWUHYLVWDGHWUDEDOKR 3HQVDPHQWR3RVLWLYR6HLTXH VRXFDSD]GHFRQFUHWL]DURVPHXV VRQKRV VIRGEM â&#x20AC;&#x201C; (23/8 a 22/9) â&#x20AC;&#x201C; No WUDEDOKRGHPRQVWUHFULDWLYLGDGH HPVXDVDo}HVHVHULHGDGHFRPRV FROHJDVHQYROYLGRVHPVXDVDWLYLGDGHV2EVWiFXORVSRGHPVXUJLUHP VHXFDPLQKRDRORQJRGRGLDPDV

JosĂŠ Luiz Datena, um game show. Ă&#x201A;-iIRLJUDYDGRRSULPHLUR´20HOKRUGR %UDVLO´GHVWHDQRTXHD5HFRUGYDLOHYDUDRDU QHVWHViEDGR Ă&#x201A;2GHVWDTXHGRSURJUDPDPDLVXPDYH]ÂżFD por conta do â&#x20AC;?Dança, Gatinhoâ&#x20AC;?, com Rodrigo Faro em ritmo de Tina Turner. Ă&#x201A;$%DQGHLUDQWHVGLVSHQVRXIXQFLRQiULRVGD VXDHPLVVRUDGH&DPSLQDVHQWUHMRUQDOLVWDV WpFQLFRVHIXQFLRQiULRVGHGLYHUVRVGHSDUWDPHQWRV ¡ Isto porque resolveram reduzir pela metade, 1h30 apenas, a sua programação regional. Ă&#x201A;2QRPHGDPmHGD7HUHVD&ULVWLQD&KULVWLDQH7RUORQLHPÂł)LQD(VWDPSD´&DUORWWD9DOGHV IRLWLUDGRGRÂżOPHÂł8P&RUSRTXH&DL´GH $OIUHG+LWFKFRFNGH Ă&#x201A;eDPXOKHUTXHÂżFDDVVRPEUDQGRDSHUVRQDgem da Kim Novak.

Intervalo maior 6HPSUHQRVHQWLGRGHSUHVHUYDUVHXSULQFLSDOORFXWRUHVSRUWLYR DGLUHomRGD%DQGHLUDQWHVMiSHQVDHPFDQFHODUDSDUWLFLSDomR GH/XFLDQRGR9DOOHQDWUDQVPLVVmRGR&DUQDYDOGR5HFLIH2 GHVHMRGDHPLVVRUDpTXHHOHVyYROWHDVHUHVFDODGRTXDQGR HVWLYHUSOHQDPHQWHUHFXSHUDGRGHXPSUREOHPDGHVD~GH$ SRVLomRRÂżFLDOGHYHVDLUDLQGDQHVWDVHPDQDFRPRWDPEpPR QRPHGRVHXVXEVWLWXWR

QmRVHLQWLPLGH 3HQVDPHQWR3RVLWLYR$IDVWRD IDOVLGDGHDWUDYpVGRDIHWRVLQFHUR LIBRA â&#x20AC;&#x201C; (23/9 a 22/10) â&#x20AC;&#x201C; No traEDOKRSURFXUHFHGHUXPSRXFRPDLV SDUDTXHVXDVLGHLDVVHMDPDFHLWDV /HPEUHVHGHTXHDWHLPRVLDQmR YDLOHYDUDQDGD 3HQVDPHQWR3RVLWLYR$ULTXH]D LQWHULRUpRPHXPDLRUWHVRXUR ESCORPIĂ&#x192;O â&#x20AC;&#x201C; (23/10 a 21/11) â&#x20AC;&#x201C; ([FHVVRGHWHLPRVLDQmROHYDUiD QDGDQRDPELHQWHSURÂżVVLRQDO&HGD HPDOJXPDVTXHVW}HVHYHUiFRPR DVFRLVDVSRGHPPHOKRUDU 3HQVDPHQWR3RVLWLYR3URFXURVHU MXVWRHERPQDVHVFROKDVTXHIDoR SAGITĂ RIO â&#x20AC;&#x201C; (22/11 a 21/12) â&#x20AC;&#x201C; O SHUtRGRWUD]ERDVRSRUWXQLGDGHVGH FUHVFLPHQWRSURÂżVVLRQDOHSRULVVR SRGHUiVHDXVHQWDUPDLVGHVHXODU &RQĂ&#x20AC;LWRVRXFREUDQoDVSRGHPVXUJLU FRPVHXVIDPLOLDUHV8PDERDFRQYHUVDUHVROYHTXDOTXHUSUREOHPD 3HQVDPHQWR3RVLWLYR$FUHGLWRTXH WRGDDGRUSRGHVHUYHQFLGDDWUDYpV GD)p CAPRICĂ&#x201C;RNIO â&#x20AC;&#x201C; (22/12 a 19/1) Âą6HTXHUJDQKDUPDLVGLQKHLUR SUHFLVDUiVHGHGLFDUPDLVTXHRGH FRVWXPH1RHPSUHJRGHPRQVWUH VXDFDSDFLGDGHHGLVSRVLomRDR HQFDUDURVSUREOHPDV 3HQVDPHQWR3RVLWLYR$YLGDpXPD YLDJHPFKHLDGHVXUSUHVDVERDV AQUĂ RIOÂą D Âą'HPRQVWUHVXDIRUoDGHYRQWDGHHGHWHUPLQDomRHPEXVFDGDUHDOL]DomR GHVHXVREMHWLYRV(YLWHDUUXPDU FRQIXVmRPHVPRTXHYRFrWHQKD PRWLYRVGHVREUD 3HQVDPHQWR3RVLWLYR6HLTXHWHQKRSRGHUVREUHDVPLQKDVHPRo}HV QmRPHGHL[RGRPLQDUSRUHODV PEIXES Âą D 'rRVHX PHOKRUQRVHWRUSURÂżVVLRQDOSURYDQGRFRPDo}HVDVXDFDSDFLGDGH (VVDpDPHOKRUIRUPDGHPDQWHU ORQJHDVSHVVRDVTXHTXHUHPLPSHGLURVHXVXFHVVR1mRGHL[HTXH QDGDDEDOHVXDDXWRFRQÂżDQoD(FRQRPLFDPHQWHIDVHPXLWRIDYRUHFLGD TXHGHYHUiVHUEHPDSURYHLWDGD1R HQWDQWRGHYHUiHQFDUDUHVWHDVSHWR FRPRSXUDPHQWHHVSHFXODWLYRH FRPRWDORVUHVXOWDGRVSRGHUmRVDtU DRFRQWUiULRGRVVHXVGHVHMRV 3HQVDPHQWR3RVLWLYR(VWRX GLVSRQtYHOSDUDDVDOHJULDVTXHD DPL]DGHPHWUD]

2³0XLWR0DLV*DOLVWHX´DSUHVHQWDGRSRU$GULDQH*DOLVWHXSRGHUiJDQKDUPDLVXPDKRUD GHGXUDomRQD%DQGHLUDQWHV 1DYHUGDGHMiHVWiURODQGRXPWHVWHQHVWD VHPDQDFRPR³0XLWR0DLV´RFXSDQGRDIDL[D GDHGLomRGDWDUGHGR³9tGHR1HZV´ 6HRVUHVXOWDGRVFRUUHVSRQGHUHPjVH[SHFWDWLYDV*DOLVWHXSDVVDUiDWHUPDLVHVSDoRQD JUDGHHRSURJUDPDGD1DGMD+DGGDG¿FDUi DSHQDVFRPDVHJXQGDHGLomRjQRLWH (QWmRpLVVR0DVDPDQKmWHPPDLV7FKDX

POESIA

Ferreira Gullar recebe PrĂŞmio Moacyr Scliar

O

poeta Ferreira Gullar foi anunciado como o vencedor do PrĂŞmio Moacyr Scliar de Literatura, concedido pela Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul. Jornalista, poeta e colunista Gullar recebeu a distinção pelo seu mais recente livro, â&#x20AC;&#x153;Em Alguma Parte Algumaâ&#x20AC;? (editora JosĂŠ Olympio). A premiação ocorrerĂĄ no dia 29 de março, em Porto Alegre. O poeta receberĂĄ R$ 150 mil. A comissĂŁo julgadora foi composta por AntĂ´nio Carlos Secchin, Armindo Trevisan, Carlos Felipe MoisĂŠs, HeloĂ­sa Buarque de Hollanda e Ricardo Vieira Lima. â&#x20AC;&#x153;Em Alguma Parte Algumaâ&#x20AC;? jĂĄ havia conquistado o prĂŞmio Jabuti de â&#x20AC;&#x153;Livro do Anoâ&#x20AC;?. A comissĂŁo julgadora atribuiu â&#x20AC;&#x153;menção honrosaâ&#x20AC;? a outros quatro livros: â&#x20AC;&#x153;Em Trânsitoâ&#x20AC;?, de Alberto Martins; â&#x20AC;&#x153;A Vida Submarinaâ&#x20AC;?, de Ana Martins Marques; â&#x20AC;&#x153;Larâ&#x20AC;?, de Armando Freitas

Filho; e â&#x20AC;&#x153;AleijĂŁoâ&#x20AC;?, de Eduardo Sterzi. DEMI LOVATO Demi Lovato anunciou nesta quarta (8) as datas da turnĂŞ sul-americana, que passarĂĄ pelo Brasil em abril. Ela se apresenta no Rio de Janeiro (Citibank Hall) no dia 19 daquele mĂŞs, vai para SĂŁo Paulo (Credicard Hall) no dia VHJXLQWHHĂ&#x20AC;QDOL]DRVVKRZV no Brasil em Belo Horizonte (Chevrolet Hall), no dia 22 de abril. 2VLQJUHVVRVSDUDRVKRZ de Belo Horizonte começam a ser vendidos no dia 13 de fevereiro, mesmo dia que começa a prĂŠ-venda para clientes Credicard, Citibank e Diners em SĂŁo Paulo e Rio. A venda para o pĂşblico em geral começa dia 20 de fevereiro nas capitais pauOLVWDHĂ XPLQHQVH O preço das entradas variam de R$ 90 a R$ 400 em SĂŁo Paulo, de R$ 180 a R$ 450 no Rio e em Belo Horizonte custam de R$ 220 a R$ 280.


4

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - QUINTA-FEIRA, 9 DE FEVEREIRO DE 2012

felipe1camelo@gmail.com felipecamelo@saladaonline.com.br camelofelipecamelo.blogspot.com

SĂł â&#x20AC;&#x2DC;Very Important Peopleâ&#x20AC;&#x2122;

Na Ăşltima 3ÂŞ, passando pela Avenida da Paz, estes 2 transatlânticos atraiam todos os olhares. 1 deles era o â&#x20AC;&#x2DC;Fashion Cruiserâ&#x20AC;&#x2122;, trazendo a bordo estilistas, modelos, maquiadores, fotĂłgrafos, jornalistas e blogueiros de Moda... Os que conheci estavam em ĂŞxtase aqui

Municipal Noite movimentada, com muita gente fantasiada, hoje na Voxx Room, quando o prefeito CĂ­cero Almeida e sua secretĂĄria de Turismo, ClĂĄudia Pessoa, recebem foliĂľes pra lĂĄ de animados com + e prĂŠvia na cidade, Baile Municipal. Os convites, disputadĂ­ssimos. + que nos anos anteriores.

Livro Popular

Enquanto Carô Gold enchia a pancinha da pequena 6D¿UD, sua parceira e sócia na grife Amapô, Pitty Taliani, encarava câmera e microfone do Feito pra Você, da Pajuçara. Fabíola Aguiar na boa

Em Casa Desde o Ăşltimo dia 7, os motoqueiros da SantorĂŠgano estĂŁo circulando por toda MaceiĂł. Ă&#x2030; que a badalada pizzaria de Riacho Doce se rendeu a tantos pedidos e agora estĂĄ com serviço de entrega. +, no www.santoregano.com.br.

As bibliotecas públicas, organizaçþes não governamentais, associaçþes e pontos de leitura dos municípios alagoanos contemplados nos editais 3 e 4 da Fundação Biblioteca Nacional devem efetuar a seleção e a etapa de escolha do Ponto de Venda de Livros de baixo custo, do edital 3 e a seleção de livros do edital 4, atÊ o dia 29 de fevereiro de 2012. O prazo foi alterado pela presidência da FBN. A nova data vale pras instituiçþes participantes que foram contempladas na etapa de escolha do Ponto de Venda e de Seleção de Livros de Baixo preço (atÊ R$ 10,00), do edital 03.TambÊm foi prorrogada, atÊ o dia 29, a indicação de 200 títulos pelas bibliotecas públicas estaduais e municipais pra integrar a Coleção do Livro Popular, de acordo com o Edital 04. Os editais fazem parte do Programa de Ampliação e Atualização das Bibliotecas de Acesso Público. A aquisição dos livros serå efetuada por meio de açþes de ampliação e atualização dos acervos de acesso público constantes no Cadastro Nacional de Bibliotecas Públicas dentro do âmbito do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. +, no www.bn.br. Mirella Costa e ValÊria Guimarães, assessorando a

FĂŁs OrfĂŁs

Estilistas Rita Comparato e Dudu Bertolini assinam a estrelada Neon, e adoraram ter voltado aqui. Dudu, inclusive, nĂŁo perdeu a pose pra conferir o acarajĂŠ do chef Jonatas Moreira, do Akuaba. Rita manteve a dela tambĂŠm. Queridos

E Wando, que morreu... foram tantas emoçþes, anos recebendo calcinhas jogadas pelas fĂŁs, o coração nĂŁo resistiu. â&#x20AC;&#x153;Meu yayĂĄ, meu yoyĂ´â&#x20AC;? calou.

Sob Nova Direção Na noite de ontem, tomou posse a nova diretoria da Sociedade Alagoana de Cardiologia pro biênio 2012/2013. $VROHQLGDGHUHXQLXHQWUHPXLWRVFRQYLGDGRVSUR¿VVLRnais da årea, autoridades, estudantes e professores de medicina. O novo presidente Ê o cardiologista Alfredo AurÊlio. Na ocasião, o mÊdico e professor da Universidade de São Paulo, Protåsio Lemos da Luz, apresentou DSDOHVWUD&LrQFLDH+XPDQLVPR2GHVD¿RGDPHGLFLna moderna. O cardiologista alagoano JosÊ Wanderley Neto tambÊm marcou presença. Dados revelam que a SBC Ê 1 organização com aproximadamente 11.000 sócios, 25 sociedades estaduais, 2 regionais, 13 deparWDPHQWRVFLHQWt¿FRVHJUXSRVGHHVWXGRV-~OLR&H]DU da Ascom/Sesau, Informando.

Garantindo a segurança na Mammoth (enquanto Marcinha & Rodrigo Montenegro recebiam os convidados da marca de óculos Absurda que estavam no navio), Willames Clayton não resistiu e fez a cena garoto-propaganda com estes óculos literalmente Absurdos. Quem viu, aprovou

O Jet Set brasileiro vai se concentrar no Camarote da Brahma neste ano, que marca o ano 1 do espaço. Entre os convidados que â&#x20AC;&#x2DC;carimbaram o passaporteâ&#x20AC;&#x2122;, sĂł gente badalada, claro. Ă lvaro Garnero, Ana Paula Junqueira, Ara Vartanian, Bruno SetĂşbal, Cristiana Arcangeli, JoĂŁo Paulo Diniz, JoĂŁo Paulo Ganon, Luis OtĂĄvio Ă?ndio da Costa, Michel Saad, SĂŠrgio Waib, Tato Malzoni, Roberto Marinho Neto, Joana Trabulsi e Heleninha Bordon jĂĄ garantiram que vĂŁo. Na sequĂŞncia, vĂŁo estar em todas as revistas de fofocas, ricos e famosos. Fernanda Viola, da In Press Porter Novelli Assessoria de Comunicação, assessorando e se preparando pra se divertir tambĂŠm. Enquanto isso, pertinho daqui, na capital do frevo, tambĂŠm nĂŁo faltaram celebridades. Leandro GlĂŠria, tambĂŠm da In Press Porter Novelli, informando que Marcelo Serrado, o CrĂ´ de Fina Estampa, vai curtir a folia em Pernambuco. O ator ĂŠ presença FRQÂżUPDGDQD&DVD6NROQR5HFLIH Antigo durante o Carnaval. AlĂŠm dele, A atriz Suzana Pires que faz a Marcela, tambĂŠm em Fina Estampa, e Eriberto LeĂŁo, que estarĂĄ em breve na novela A Vida da Gente tambĂŠm marcarĂŁo SUHVHQoDQD&DVD6NROQR5HFLIH$QWLJR supercamarote pra lĂĄ de VIP. Enquanto isso, por aqui, durante o Carnaval...

SuperMomo Mylene Leite, Assessoria de Imprensa Artecetera, informando que â&#x20AC;&#x153;O clima de Carnaval jĂĄ chegou Ă s lojas da rede GBarbosa. â&#x20AC;&#x2DC;Na seção de bazar, programamos itens associados ao tema como caixa de isopor de todos os tamanhos, caixas e recipientes tĂŠrmicos, linha de descartĂĄveis (copos, pratos, talheres), alĂŠm de artigos para viagem e camping, FRPRFROFK}HVLQĂ&#x20AC;iYHLVHEDUUDFDV$ estimativa ĂŠ um crescimento de vendas em torno de 10% em relação a outros perĂ­odos do ano, com descontos que chegam a 30%â&#x20AC;&#x2122;, explica o gerente de Bazar, Eduardo Passos. A rede reforçou o estoque de carnes para churrasco, sorvetes, salgados e defumados suĂ­nos para feijoada, frutas cĂ­tricas de ĂŠpoca, pratos prontos congelados e lanches. â&#x20AC;&#x2DC;Estas categorias terĂŁo açþes promocionais com descontos de cerca de 30% e esperamos crescer 15% em relação ao ano anterior. TambĂŠm teremos açþes de degustação e foco nos produtos de linha light, muito procurados durante o verĂŁoâ&#x20AC;&#x2122;, comenta o gerente de PerecĂ­veis, MĂĄrcio Santanaâ&#x20AC;?. A cerveja deve ser destaque de vendas, com crescimento estimado de 12 a 15%. EnergĂŠticos tambĂŠm tĂŞm boa saĂ­da e devem projetar crescimento de 20% em relação a 2011.

ASSESSORIA& Comunicação Encontro Nacional sobre o Direito à Comunicação

C

omeça nesta quinta-feira (9) e se estende atÊ o próximo såbado (11) o I Encontro Nacional sobre o Direito à Comunicação. O evento vai reunir, em Recife, comunicadores comunitårios, pesquisadores, professores, estudantes, representantes de ONGs, grupos da juventude, movimentos sociais e associaçþes de classe do Brasil. A iniciativa serå realizada na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Todos os participantes têm a percepção de que a comunicação Ê um direito humano e o desejo de fazer com que a liberdade de expressão seja garantida para todo mundo. Mais detalhes sobre o Encontro podem ser conferidos no endereço eletrônico http://endc.org.br/.

Especialização

Giz e PĂł

A Faculdade Integrada Tiradentes lançou a Fits Pós, com seus cursos para 2012, entre eles o de Comunicação Digital Webjornalismo e Novas Mídias. O corpo docente Ê formado por mestres e doutores renomados no Estado e no País. As aulas, cujo início estå previsto para o mês de março, serão ministradas no Campus AmÊlia Maria Uchôa, em Cruz das Almas. As inscriçþes estão disponíveis atÊ o dia 10/3. Outras informaçþes HPZZZ¿WVHGXEU

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal) convida os foliĂľes e foliĂŁs da Educação para partiFLSDUHPGRGHVÂżOHFDUQDYDOHVco do Bloco â&#x20AC;&#x153;Giz e PĂł, alergia sĂłâ&#x20AC;?, no JaraguĂĄ Folia, amanhĂŁ (10). A concentração serĂĄ Ă s 20 horas na Praça Rayol. As camisas do bloco estĂŁo Ă  venda na sede do Sinteal. Mais informaçþes podem ser obtidas em http://www.sinteal. org.br ou pelo telefone 32210893.

Indústria Farmacêutica Oferecer visþes de mercado e estratÊgica sobre um mercado em ampla expansão, mas FRPSXEOLFLGDGHUHJXODGDSRUyUJmRVR¿FLDLV e potencializar oportunidades na comunicaomRHPDUNHWLQJIDUPDFrXWLFRVVmRDOJXQV dos pontos importantes da årea de comuQLFDomRHPDUNHWLQJQHVVHUDPR9LVDQGR oportunidades, a Escola de Comunicação Comunique-se estå ofertando no próximo dia 14, das 19h às 22h, via internet, um curso on-line. No conteúdo, estão questþes como: o cenårio da indústria farmacêutica brasileira versus a crise mundial e a comunicação LQVWLWXFLRQDOFRPRHVWUDWpJLDGHPDUNHWLQJ ente outros assuntos. O curso Ê voltado para SUR¿VVLRQDLVGH&RPXQLFDomRH0DUNHWLQJGD indústria farmacêutica, alÊm dos que atuam em agências de comunicação, assessores de imprensa e estudantes de Comunicação. Informaçþes no site: www.escolade-comunicacao.com.br ou pelo telefone (11) 3897-0855.

2ÂżFLQD2QOLQH Outro curso com inscriçþes abertas pela Escola de Comunicação â&#x20AC;&#x153;Comunique-seâ&#x20AC;? ĂŠ o GDRÂżFLQDRQOLQHVREUH6WRU\WHOOLQJXPQRYR FRQFHLWRGHPDUNHWLQJTXHEXVFDHQFDQWDU o consumidor pela histĂłria da marca ou do produto. O processo de Storytelling pode ser resumido em sete etapas: ouvir, aprender, descobrir, explorar, criar, comunicar e encantar. O curso vai analisar a comunicação a partir da expansĂŁo das mĂ­dias digitais, avaliar oportunidades em recursos multimĂ­dia e hipertextual abordando as variĂĄveis de gĂŞnero e estilo de se contar histĂłrias no meio digital. Segunda-feira (13), das 19h Ă s 22h (horĂĄrio de BrasĂ­lia). As inscriçþes devem ser feitas atĂŠ hoje no endereço eletrĂ´nico www. escoladecomunicacao.com.br.

Publicação A Revista de Estudos da Comunicação do Curso de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Paranå (PUCPR) estå fazendo a chamada de trabalhos para a edição 2012 da publicação. Os textos devem ser enviados atÊ o dia 28 deste mês para o site www.pucpr.br. Na pågina, os interessados devem clicar em UHYLVWDVFLHQWt¿FDV. Os trabalhos podem ser em formato de artigo, resenha, HQWUHYLVWDFRPXQLFDomRFLHQWt¿FDHQVDLRHUHSRUWDJHPFLHQWt¿FD2XWUDVLQIRUPDo}HVQRHQGHUHoRHOHWU{QLFRGDXQLYHUVLGDGH

The Vaccines FINALMENTE

farĂĄ shows no Brasil em abril

D

epois de cancelar sua participação no festival Planeta Terra 2011 para excursionar com o Arctic Monkeys, a banda The Vaccines marcou nova data no Brasil. Os ingleses, considerados uma das maiores revelaçþes do rock no ano passado, se apresentam no Cine Joia, em São Paulo, no dia 18 de abril, e no Circo

Voador, no Rio, no dia 19. Os ingressos custam R$ 120 e serão vendidos a partir do dia 10 de fevereiro ou nas bilheterias da casa. Estudantes, participantes do Clube do Assinante O Globo e aqueles que levarem doaçþes de alimentos não perecíveis pagam meia-entrada. Comparados com o Strokes, os músicos do Vaccines começa-

ram a escalada para o sucesso na internet, chamando atenção da mĂ­dia especializada e do pĂşblico antes mesmo de lançar o primeiro disco. â&#x20AC;&#x153;What did you expect from The Vaccines?â&#x20AC;? completa um ano em março e levou o grupo a abrir shows de outros grandes grupos como The Walkmen e Arcade Fire


Edicao número 1366 09 de fevereiro de 2012  

Edicaodigital jornal tribuna independente tribunahoje.com

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you