Page 1

CIDADES ,GRVRpDWURSHODGRSRUPHQRUTXHGLULJLDRFDUURGRSDLHPDOWDYHORFLGDGH 9 EXEMPLAR DO ASSINANTE

SEXTA-FEIRA

MACEIÓ - ALAGOAS - 6 DE JANEIRO DE 2012 - Nº 1337 - R$ 1,50

tribunahoje.com

Deputados ameaçados exigem ÀPGRVLOrQFLRGD3ROtFLD)HGHUDO Parlamentares se reúnem hoje com Vilela para cobrar esclarecimentos da Polícia Civil e decidir se terão segurança pessoal SANDRO LIMA

Os deputado Dudu Hollanda (PSD) e Maurício Tavares (PTB) querem o fim do silêncio da Polícia Federal sobre o suposto plano do deputado Cícero Ferro (PMN)

para matá-los. Eles estiveram ontem com o secretário Rogério Teófilo, da Articulação Política, e hoje vão se reunir com o governador Teotonio Vilela para cobrar

esclarecimentos da Polícia Civil. Ainda na reunião, Hollanda e Tavares vão definir com Vilela se o Estado vai providenciar segurança pessoal para os dois. 3 NIGEL SANTANA

CÍCERO FERRO

µ3RUTXHD3ROtFLD)HGHUDO QmRSUHQGHXRVPLOLWDUHV TXDQGRRVLQWHUFHSWRX"¶

CASO ERIC

-XL]DXWRUL]DH[XPDomRGHFRUSRGHPRGHOR O juiz Luciano Andrade, da comarca de Viçosa, autorizou ontem a exumação do corpo do modelo Eric Ferraz, assassinado na noite de réveillon, para retirar as balas e fazer perícia. A direção do IML abriu sindicância para punir o médico legista que deixou de retirar os projéteis. O pai do moedelo, Edglenes dos Santos, foi recebido ontem pelo governador Teotonio Vilela, que prometeu “arregaçar as mangas” para que os assassinos sejam punidos. Pág. 9

O deputado Cícero Ferro (PMN) também cobrou esclarecimentos da Polícia Federal sobre a suposta trama preparada por ele para matar os colegas. E se defendeu atacando: “Por que a Polícia Federal intercep-

tou o carro com os militares que iriam executar o crime e não os prendeu?”, questionou. Ele também cobrou informações da Polícia Civil. Por fim, disse que abre mão dos seus sigilos bancário e telefônico. 3 FERRO negou acusações SANDRO LIMA

DAVI SALSA

DETIDO

$JHQWHQHJRFLDYD FHOXODUHVHGURJDV FRPSUHVLGLiULRV O agente penitenciário William José de Araújo Santos foi preso na tarde de ontem acusado de negociar aparelhos celulares, carregadores e drogas com presidiiULRV2DJHQWH¿FDUiGHWLGR num módulo destinado a ex-policiais. Pág. 9

COTIDIANO

Marcado para ontem o depoimento do deputado JHC no Ministério Publico sobre DVGHQ~QFLDVGDVJUDWL¿cações pagas pela Mesa Diretora da Assembleia, o parlamentar resolveu adiar; o motivo ninguém... Pág. 3

EMPRESÁRIOS debatem propostas para melhorar Arapiraca

PÃO deverá ser produzido com menor teor de sal, de acordo com decisão do Ministério da Saúde

ARAPIRACA

MATA GRANDE

(PSUHViULRVGLVFXWHP SODQRSDUDGH]DQRV O Plano Decenal de Arapiraca, que prevê a discussão, aprovação e encaminhamento às autoridades de propostas para o crescimento de Arapiraca nos próximos dez anos, está mobilizando mais de trinta representantes dos variados segmentos empresariais, de trabalhadores e

do governo municipal. As oficinas de trabalho foram iniciadas em dezembro e serão concluídas no próximo dia 11. Em seguida, virão oficinas em comunidades-polo, na zona rural, totalizando, no final dos trabalhos, um contingente de 1.500 cidadãos arapiraquenses participando. 14

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

20º

Máxima

30º

Marés

01:43 07:56 14:00 20:17

1.8 0.5 1.8 0.4

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,83 R$ 1, 83 DOLAR PARALELO R$ 1,87 R$ 1,99 OURO: R$ 95,30 POUPANÇA: 0,5626%

Após meses de investigação, a Polícia Militar “estourou” ontem uma vasta plantação de maconha no município sertanejo de Mata Grande. Foram presos Cícero Andrade da Silva, 35, que assumiu ser proprietário dos 108 quilos de maconha prontas, e Ivanildo Davi da Silva, 58. A área tinha irrigação. Pág. 12

Quantidade de sal no pão terá de ser reduzida As panificações e indústrias de massa terão de reduzir gradativamente até 2014 a quantidade de sal no pão. A decisão é do Ministério da Saúde, que pretende diminuir a incidência de doenças ligadas ao excesso de sódio, principalmente a hipertensão (pressão alta) e o Acidente

Vascular Cerebral (AVC). Segundo a Pesquisa de Orçamento Familiar, do IBGE, os brasileiros consomem diariamente ao menos uma unidade de pão. E os que comem mais de uma unidade se expõem a maior risco se a quantidade de sal continuar elevada. 10 SANDRO LIMA

‘QUEIMA’ GERAL

TEMPO

30GHVFREUH YDVWDSODQWDomR GHPDFRQKD

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Por promoção, clientes ID]HP¿ODXPGLDDQWHV Megapromoções anunciadas por lojas de grande porte em Maceió estão agitando os consumidores. Nos estabelecimentos da rede Magazine Luíza já havia duas consumidoras, na tarde de ontem, na fila para as promoções de até 70% anunciadas para hoje. A primeira da fila era Deusa Maria da Silva, que guardava lugar para uma

amiga. Jane Chagas, a segunda, disse que pretende comprar tudo o que está precisando “e pagar à vista”. A rede de lojas Insinuante também prometem “queimão” na mesma proporção. Também o GBarbosa está oferecendo até 70% de desconto em seus produtos. O Maceió Shopping anunciou descontos gerais até o domingo. 13

JANE CHAGAS FKHJRXQD¿ODjVKSDUDDSURYHLWDUDVSURPRo}HVHSUHWHQGHSDJDUjYLVWD


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA 0$&(,Ă?6(;7$)(,5$'(-$1(,52'(

PolĂ­tica

AlÊm de apreciar projetos, vereadores terão que se dedicar à reeleição Este ano, a Câmara MunicipalWHUiXPGHVD¿RDPDLVDOpPGD DSUHFLDomRGDVPDWpULDVRVYHUHDGRUHVWUDEDOKDUmR¹HPVXDVEDVHV¹DUHHOHLomR0XLWRVGHOHVVmRFDQGLGDWRVjVYDJDVGD&DVDGH 0iULR *XLPDUmHV 8P FXLGDGR HVSHFLDO p GHVWLQDGR jV FROLJDo}HV QDV SURSRUFLRQDLV HP IXQomR GD PXGDQoD HVWLPDGD GR FRH¿FLHQWH HOHLWRUDO(PD&kPDUD0XQLFLSDOWHUiYHUHDGRUHV(VWHp XPGRVPRWLYRVGDQHFHVVLGDGHGDHQ[XJDPHQWRGRVJDVWRV

$548,92

Vereadores se reúnem hoje para aprovar orçamento

+DUPRQLDHQWUHRV3RGHUHVPXQLFLSDLVGHYHUHQGHUVHGH QRYDSDUDD&kPDUDHGHUHPDQHMDPHQWRSDUD$OPHLGD ador e relator especial, ThĂŠo Fortes (PTdoB), incluindo jĂĄ as emendas dos vereadores, pĂłs um perĂ­odo de que devem ser debatidas em sessĂŁo permanente, plenĂĄrio durante o processo que dura desde o dia de votação. Entre as emen15 de dezembro, quando foi das, a vereadora HeloĂ­sa encerrado o prazo regimen- Helena (PSOL) destacou a tal para a apreciação da Lei importância de apresentaOrçamentĂĄria Anual (LOA) ção de remanejamento para de 2012, os vereadores por ĂĄrea social de MaceiĂł. MaceiĂł se reĂşnem, nesta A vereadora do PSOL sexta-feira, dia 6, para apro- chegou a propor a retirada var a peça que determina o de dinheiro do duodĂŠcimo da H[HUFtFLRĂ€QDQFHLURGDFDSL- &kPDUD 0XQLFLSDO ² DSURtal alagoana no ano de 2012. ximadamente R$ 8 milhĂľes Apesar do atraso, de dos R$ 50 milhĂľes que o acordo com o secretĂĄrio de parlamento-mirim terĂĄ Planejamento Municipal, GLUHLWR²SDUDLQYHVWLPHQWRV MĂĄrzio Delmoni, ainda nĂŁo em polĂ­ticas pĂşblicas e inĂ­cio hĂĄ prejuĂ­zos para o municĂ­- da construção de um hospipio, jĂĄ que o balanço de 2011 tal para o municĂ­pio. ainda ĂŠ fechado neste ano, De acordo com bastidocomo se pode perceber com res, por conta da correlação as recentes suplementaçþes de forças com a bancada da Ă€QDQFHLUDV DSURYDGDV SHOD Casa, as propostas de HeloprĂłpria Câmara Municipal Ă­sa Helena nĂŁo devem pasde MaceiĂł durante a sessĂŁo sar. O duodĂŠcimo do Legispermanente. lativo municipal deve ser 2 H[HUFtFLR Ă€QDQFHLUR ² aprovado em R$ 50 milhĂľes. com previsĂŁo de arrecadação Conforme o presidente GH5ELOKmR²FRQWDFRP Galba Novaes (PRB), o oro parecer favorĂĄvel do vere- çamento deve ser aprovado LUIS VILAR 5(3Ă?57(5

A

dentro do esperado e sem maiores problemas no plenårio. Um dos pontos que causava discussþes jå foi tratado por meio de acordo entre Executivo e Legislativo, por exemplo. Trata-se do percentual de remanejamento do orçamento que Ê concedido ao prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP). REMANEJAMENTO 7RGRVRVDQRV²DRDSUHsentar a peça orçamentåria ² R SUHIHLWR &tFHUR $OPHLGD briga por um percentual de 25%. No ano passado, o Legislativo municipal aprovou apenas 10%. O percentual diz respeito apenas a quanto da arrecadação o chefe do Executivo municipal pode mexer sem pedir autorização da Casa de Mårio Guimarães. AtÊ o presente momento, na peça orçamentåria não existe emenda que apresente uma proposta diferente da que foi passada à Câmara Municipal de Maceió pelos tÊcnicos do prefeito Cícero Almeida.

Em jogo no plenårio da Casa estå um orçamento que prevê R$ 1,7 bilhão para os cofres do município

TOMA LĂ , DA CĂ

PrĂŠdio da Câmara deve ser doado ao Executivo municipal Finalmente, o prefeito CĂ­cero Almeida deve contar com o percentual de remanejamento de 25%. Nos bastidores, fala-se que o percentual foi fruto de um acordo entre Legislativo e Executivo em função das perspectivas de ambos para 2012. Em contrapartida, o “parlamento-mirimâ€? espera contar com o prefeito, por exemplo, para a aquisição de um novo prĂŠdio-sede para a

Câmara. Galba Novaes pretendia comprar a nova sede com a sobra de R$ 5 milhþes do duodÊcimo, mas como QmRGHXWHPSR²HPYLUWXGH GRH[HUFtFLRÀQDQFHLUR²GHvolveu o recurso aos cofres do Executivo. De acordo com Novaes, para 2012, hå uma proposta de doação do prÊdio da Câmara para o Executivo com a contraproposta de ajudar na compra de uma nova

sede. Por outro lado, a Câmara terå um incremento de R$ 4 milhþes no orçamento, que pode auxiliar na mudança de casa dos vereadores. O presidente coloca a nova sede como prioridade para o segundo biênio de sua gestão. Com a aprovação do orçamento nesta sexta-feira, a Câmara se prepara para dar início ao ano, que jå começa com prendências. (L.V.)

6(&200$&(,Ă?

JUSTIÇA

CNJ auxiliou TJ alagoano a organizar precatĂłrios

A Corregedoria Nacional de Justiça concluiu, em dezembro de 2011, a organização do setor de pagamento de precatĂłrios em seis tribunais de Justiça (Tocantins, Alagoas, PiauĂ­, Pernambuco, CearĂĄ e Mato Grosso). PrecatĂłrios sĂŁo dĂ­vidas de estados e municĂ­pios reconhecidas pelo Poder JudiciĂĄrio. AtĂŠ entĂŁo, o serviço nesses tribunais estava completamente desestruturado, o que facilitava a liberação de recursos fora da ordem cronolĂłgica - estabelecida pela Constituição e por uma resolução do CNJ - e a corEquipe responsĂĄvelSHORSURFHVVRGHUHFDGDVWUDPHQWRHVWiVDWLVIHLWDFRPGHVHPSHQKRGRSURFHVVR rupção. Para chegar a esse resultado, a equipe da CorregeCENSO doria e a prĂłpria ministra Eliana Calmon reuniram-se com prefeitos e governadores para negociar a liberação de recursos para o pagaPHQWRGRVSULPHLURVGDĂ€OD H DVVHJXUDU R Ă X[RJUDPD Em apenas 15 dias de “Bâ€? e “Câ€? e mais 362 apoO serviço oferecido aos dos pagamentos futuros. trabalho, o Instituto de sentados e 109 pensionistas servidores inativos da Pre- Em 2012, o trabalho terĂĄ PrevidĂŞncia dos Servidores com outras letras. feitura de MaceiĂł foi elogia- continuidade. O programa de organizaPĂşblicos do MunicĂ­pio de Os dados foram divulga- do por tĂŠcnicos do MinistĂŠrio MaceiĂł (Iprev MaceiĂł) re- dos, pela comissĂŁo respon- da PrevidĂŞncia Social, que ção dos setores de precatĂłcadastrou 618 aposentados sĂĄvel pelo recadastramento visitaram o Iprev nos dias rios nos tribunais de Justiça do paĂ­s foi instituĂ­do em e 175 pensionistas, quanti- previdenciĂĄrio no Instituto. 14 e 15 de dezembro. dade considerada excelente Para o diretor-presidente do “Estamos muito felizes 2011, na gestĂŁo da ministra em uma logĂ­stica que nĂŁo Iprev MaceiĂł, Leandro Fon- em ver o envolvimento de Eliana Calmon. Logo, divercausou descontentamentos, tes, a quantidade de atendi- todos os servidores do ĂłrgĂŁo sos tribunais recorreram e ainda despertou os olhares dos foi boa para tĂŁo pouco nesse trabalho. Gostamos Ă Corregedoria pedindo o do MinistĂŠrio da PrevidĂŞn- tempo de trabalho. GRĂ X[RGDVDWLYLGDGHVHGD apoio oferecido. Para a ministra Eliana cia Social (MPS). “Isso prova que estamos preocupação dos servidores Foram 151 aposentados no caminho certoâ€?, avaliou com cada aposentado e pen- Calmon, a organização do e 40 pensionistas atendidos Fontes, que foi bastante elo- sionista. Levaremos essa serviço ĂŠ essencial para dar com nome de letra inicial giado pelo prefeito CĂ­cero experiĂŞncia a outros muni- efetividade aos jurisdiciona“Aâ€?; 105 aposentados e 26 Almeida (PP), em recente cĂ­piosâ€?, disse a tĂŠcnica do dos que movem açþes judiciais contra o setor pĂşblico, pensionistas com as letras entrevista. MPS, MĂĄrcia Paes Calda.

(PGLDVEHQHĂ€FLiULRV foram recadastrados pelo Iprev

ganham a causa e têm o direito de receber o valor devido, sem que ninguÊm passe na sua frente. A dívida de estados e municípios supera os R$ 84 bilhþes, segundo levantamento do CNJ. Durante o trabalho nos seis tribunais, a equipe da Corregedoria Nacional de Justiça constatou diversas irregularidades no pagamento das dívidas. Uma das mais comuns Ê os credores XVDUHP GH LQà XrQFLD SDUD receber antes dos outros, enquanto aqueles sem amigos importantes serem esquecidos. Sem perspectiva de receber os crÊditos, os cidadãos comuns acabam vendendo o precatório, ou seja, repassando o direito ao crÊdito, para terceiros com desågio de atÊ 90%. Os compradores, normalmente pessoas GH JUDQGH LQà XrQFLD XVDP seu poder e recebem o valor integralmente. ALAGOAS Enquanto que em Alagoas, o Tribunal de Justiça deu mais uma prova do privilÊgio dos magistrados, que se consideram acima dos demais servidores públicos. No apagar das luzes de 2011, o TJ premiou todos os juízes e desembargadores com a distribuição de quase R$ 20 milhþes a título de diferenças salariais do passado. Cada juiz recebeu valores entre R$ 40 mil e R$ 80 mil e os desembargadores a partir de R$ 100 mil.

NA CĂ‚MARA

Redução de gastos Ê a ordem do dia Em recente entrevista ao jornal Tribuna Independente, o presidente Galba Novaes destacou a necessidade de votação das matÊrias que versam sobre a redução de custos no Legislativo municipal. Inclusive, a redução de cargos comissionados por gabinete na Casa de Mårio Guimarães faz parte de uma das promessas de campanha de Novaes ao disputar a presidência da Casa. Ao todo, são três projetos, alÊm da redução de cargos, DVRXWUDVPDWpULDV²GHDXWRULDGRSUySULR1RYDHV²YLsam a revogação do aumento salarial dos vereadores (de R$ 9 mil para R$ 14 mil) e a diminuição das verbas indenizatórias, de R$ 9 mil para pouco mais de R$ 6 mil. De acordo com o presidente Galba Novaes, os projetos de lei devem ser apreciados junto com a Lei Orçamentåria Anual (LOA). Eles não IRUDPYRWDGRVDQWHV²DLQGD VHJXQGR1RYDHV²SRUFRQWD dos trâmites nas comissþes da Casa Legislativa. Caso entrem em votação nesta sexta-feira, 6, eles terão que ser apreciados de forma aberta. Os projetos contam ainda com um requerimento de urgência da vereadora Heloísa Helena (PSOL). Se não votados, os projetos de lei só devem ser apreciados com o retorno do Legislativo em fevereiro. (L.V.)


TribunaIndependente

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

O olhar de Cicero Almeida

N

DUHWDÀQDOGHVHXPDQGDWRHVHPVHTXHUWHUXPJUXSR SROtWLFRGHSHVRRXUHIHUrQFLDRSUHIHLWRGH0DFHLy&LFHUR Almeida, começa a olhar o horizonte e ver que ao longo de sua vida publica, apesar do grande nível de popularidade, poucos se tornaram seus amigos. Claro! O jeito Cicero de fazer politica deixou muitos com um pÊ atrås, pois ele amava e odiava em fraçþes de segundos. Agora em seu último ano de mandato, e que entrarå para a história da administração da capital, o forrozeiURTXHVHWRUQRXYHUHDGRUGHSXWDGRHSUHIHLWRSRGHUiÀFDUQR ostracismo político a partir de 1º de janeiro de 2013. É obvio que QLQJXpPYDLDGPLWLUTXHLUiDEDQGRQiORDÀQDOHOHDLQGDGHWpP o poder da caneta e a aceitação popular do maior colÊgio eleitoral do Estado, e com isso as articulaçþes giram em torno de seu apoio. 0DVFRPRHOHPHVPRDÀUPD´2GHVWLQRD'HXVSHUWHQFH¾

Mudo Ao seu estilo calmo e muito leve, apĂłs os esclarecimentos do deputado estadual Cicero Ferro, sobre o suposto plano para executar dois colegas de parlamento, o presidente da ALE, Fernando Toledo, preferiu nĂŁo se manifestar. Sendo que todos aguardavam seu posicionamento, tendo em vista o cargo que ele ocupa. PorĂŠm segundo a DVVHVVRULDGRSUHVLGHQWHHOHVyÂżcou sabendo do caso recentemente SHODLPSUHQVDHDVVLPGHYHULDÂżFDU calado.

Mais jĂĄ O prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa, tem percorrido vĂĄrios municĂ­pios do Estado: o intuito ĂŠ proferir palestras sobre gestĂŁo pĂşblica. Mas em conversa “meia-bocaâ€? de um vereador durante almoço ĂŠ que tudo estĂĄ sendo preparado para dar ainda mais visibilidade a Luciano, e assim consolidar a candidatura ao Senado em 2014.

Nada de reforma Segundo o governador Teotonio Vilela sĂł deixarĂĄ o governo o secretĂĄrio que quiser, por que se depender do chefe do Executivo tudo permanece como se encontra.

Palavra de Ferro Do deputado Cicero Ferro durante coletiva: “Se a Policia Federal ou a cĂşpula da segurança publica de Alagoas conseguir provar que estou envolvido nesse factoide, eu renuncio Ă suplĂŞnciaâ€?.

Renúncia &RPGDWDPDUFDGDSDUDRGLDGHMDQHLURRSUHIHLWRGH3DULSXHLUD Abrahão Moura, deverå renunciar ao cargo de presidente da Associação dos Municípios Alagoanos. Fato que ocorrerå durante a Feira dos Municípios.

Com Dilma ApĂłs o retorno das fĂŠrias, a presidenta Dilma terĂĄ uma agenda bastante FRQFRUULGDMiPDUFDGDUHXQLmRFRPRVHQDGRU5HQDQ&DOKHLURVSDUD GLVFXWLURVQRYRVSURMHWRVSDUDR3DtVHP

Jå era fato... ... A candidatura da deputada federal Celia Rocha à sucessão de Luciano Barbosa faltavam apenas detalhes, que foram concretizados nos últimos meses. Dona de muito prestígio, Celia caminha para mais uma vez se consolidar como a maior liderança do Agreste alagoano.

Com a decisão... ... de Celia em disputar a Prefeitura de Arapiraca, um fato que deverå se concretizar Ê a volta de Francisco Tenório à Câmara dos Deputados. $WXDOPHQWHSUHVR&KLFRMiFRPHPRUDDSRVVtYHOFDQGLGDWXUDGDOtGHU do Agreste.

Menos luz

Presidente-vice

Marcado para ontem o depoimento do deputado JHC no MinistĂŠrio Publico sobre as denĂşncias das JUDWLÂżFDo}HVSDJDVSHODPHVD diretora da Assembleia, o parlamentar resolveu adiar; o motivo ninguĂŠm ĂŠ sabedor. PorĂŠm dizem que devido Ă coletiva convocado pelo deputado Cicero Ferro tirou o brilho de JHC.

Depois de ter desenvolvido trabalho que mereceu destaque à frente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) em Alagoas, a secretåria de educação de Boca da Mata, Rosa Melo, Ê o nome do grupo do prefeito ZÊ Tenório para somar na chapa governista a continuar no comando da cidade.

Garoto propaganda A divulgação da paradisíaca praia do peba ganhou destaque nos outdoors espalhados na capital alagoana, e quem ganha visibilidade Ê o prefeito de Roteiro, Fabio Jatobå, onde aparece como garoto propaganda do destino turístico.

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

POLĂ?TICA

Ferro quer provas da PF sobre possível trama Se a polícia comprovar participação de deputado em plano, Cícero Ferro renuncia NIGEL SANTANA

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

D

epois de uma reuniĂŁo QDSUHVLGrQFLDGD$Vsembleia Legislativa do Estado, que durou mais de uma hora, o deputado CĂ­cero Ferro (PMN) quebrou R VLOrQFLR H VH GHIHQGHX GDV acusaçþes de ter armado uma trama para matar os deputados Dudu Hollanda (PSD) e MaurĂ­cio Tavares (PTB), no RĂŠveillon de 2011. Sobrou para a PolĂ­cia Federal de Recife e Alagoas provarem quem estĂĄ agindo de mĂĄfĂŠ, em um caso no qual apenas uma versĂŁo estĂĄ posta. Rodeado por jornalistas em uma sala na Assembleia, Ferro começou a falar de sua amizade com MaurĂ­cio Tavares e Dudu Hollanda que, segundo ele, viu crescer e se tornar um polĂ­tico. Depois, partiu para o ataque e a PF foi o principal alvo. “Se havia policiais militares em dois carros e eles estavam armados e prontos para executarem esse plano de morte que estĂŁo me acusando, por que a PolĂ­cia Federal, que interceptou estas pessoas, nĂŁo acionou a polĂ­cia estadual para prender esse povo? NĂŁo houve prisĂľes e as acusaçþes que venho sofrendo nĂŁo sĂŁo poucas. É preciso que a polĂ­cia alagoana e a PolĂ­cia Federal esclareçam os fatos e prendam esses supostos criminosos. Se as instituiçþes, PC e PF mostrarem um fato concreto com pessoas presas HĂ€FDUSURYDGRTXHIXLHXHX UHQXQFLR j VXSOrQFLD (VVD EULQFDGHLUDGHYHWHUXPĂ€PÂľ disparou Ferro. Questionado a quem o parlamentar atribuĂ­a as denĂşncias de ser o mentor dessa verdadeira rede de intrigas, CĂ­cero Ferro respondeu que nĂŁo faz ideia, porĂŠm, hĂĄ GH FREUDU SURYLGrQFLDV SDUD a elucidação do fato, inclusive seus advogados estĂŁo atuando incansavelmente. ´(X QmR SRVVR DĂ€UPDU nada; nĂŁo tenho provas. Eu sou o mais interessado em saber de onde partiu esse boato. Nunca tive contato com ninguĂŠm e nĂŁo mantenho contato com policiais. Em Minador do NegrĂŁo, que ĂŠ divisa com Pernambuco; nĂŁo tenho contato com esse povo. ( GHVDĂ€R DR SROLFLDO IHGHUDO que colocou meu nome nessa histĂłria a comprovar tudo. Eu coloco meu sigilo telefĂ´nico, a minha conta bancĂĄria Ă disposição para resolver esse ‘disse-me-disse’â€?, garante o parlamentar. As declaraçþes de CĂ­cero Ferro criticando juĂ­zes e desembargadores, acredita ele, podem ter levado alguĂŠm a mencionar seu nome em um plano maquiavĂŠlico para executar Dudu Hollanda e MaurĂ­cio Tavares, e assim conseguir a vaga de deputado HVWDGXDOHPGHĂ€QLWLYR

Deputado CĂ­cero FerroGHVDÂżRX3ROtFLD)HGHUDODDSRQWDULQGtFLRVGHHQYROYLPHQWRHPWUDPDPRUWDO

DEFESA

“NĂŁo hĂĄ provas contra CĂ­cero Ferroâ€?, esbravejou parlamentar O deputado CĂ­cero Ferro (PMN) disse que conversou com os deputados Dudu Hollanda (PSD) e MaurĂ­cio Tavares (PTB). Ele explicou todo o contexto e disse que recebeu com surpresa a notĂ­cia de que ele seria o mandante desse plano de execução. Indagado pela reportagem da Tribuna Independente se ambos acreditam HFRQĂ€DPHPVXDLQRFrQFLD Ferro replicou: “Eu nĂŁo posso falar pelo Dudu e pelo 0DXUtFLRPDVHOHVWrPUHLterado a nossa amizade e que

não acredita nesse assunto. Dudu continua a andar em seu carro sem a companhia de seguranças. O Maurício Tavares foi outro erro constatado, pois, disseram que ele seria morto, e estava tudo planejado, sendo que ele passou suas fÊrias em Portugal. Essa conversinha que as instituiçþes [Polícia Federal e Polícia Civil] estão inventando sobre mim, elas YmRWHUGHSURYDU¾GHVDÀRX o deputado. Assim que soube das informaçþes divulgadas na imprensa, Cícero Ferro, que

passou o RĂŠveillon em sua casa, na Barra de SĂŁo Miguel, Litoral Sul de Alagoas, garantiu que entrou em contato imediatamente com Dudu Hollanda e Raimundo Tavares, irmĂŁo do MaurĂ­cio. Eles, por sua vez, preferiUDPPDQWHUDFRQĂ€DQoDQDV palavras do deputado. Ao que parece, CĂ­cero mantĂŠm a segurança em se declarar inocente ao ponto GH GHVDĂ€DU TXH D VXSRVWD tentativa de crime seja apresentada. “NĂŁo hĂĄ provas contra o deputado CĂ­cero Ferro. (N.S)

EM BUSCA DE FATOS

Para Hollanda, nĂŁo hĂĄ polĂ­cia no Estado e PF estĂĄ desmoralizada Dos deputados que tiveram os nomes citados em uma provĂĄvel lista de execução, Dudu Hollanda (PSD) foi o mais crĂ­tico quando se reportou Ă imprensa, apĂłs as declaraçþes de CĂ­cero Ferro. Quando saiu de uma reuniĂŁo com o presidente Fernando Toledo (PSDB), o parlamentar pediu que a PolĂ­cia Federal veiculasse a informação verdadeira. “Eu me reuni com a cĂşpula da PolĂ­cia Civil, que PH FRQĂ€UPRX TXH HX HVWDria ameaçado. Ao telefone, o delegado da PolĂ­cia Federal,

Daniel Granjeiro teve a informação da PF de Pernambuco. Cabe à SuperintenGrQFLDGD3)HP$ODJRDVHj Polícia Civil elucidarem esse caso. Se isso não acontecer, essas duas instituiçþes estarão desmoralizadas. Não existirå polícia no Estado e não existirå Polícia Federal. E podem escrever que Ê o deputado Dudu Hollanda TXHP HVWi DÀUPDQGR LVVR¾ pontuou Hollanda. Se a PF conseguir provar que realmente foi o deputado Cícero Ferro que estå por trås de toda essa ar-

mação, Dudu argumentou que nĂŁo terĂĄ mais clima de relacionamento, lembrando que apĂłs a notĂ­cia ter sido publicada, o clima entre os parlamentares nĂŁo ĂŠ mais o mesmo. “Essa questĂŁo de acreditar ou nĂŁo ĂŠ relativa. Eu acredito ainda na PF. NĂŁo comprovando o fato, estĂĄ desmoralizada. Ressalta-se que eu nĂŁo duvido de ninguĂŠm e minha relação com o deputado CĂ­cero Ferro ĂŠ a melhor possĂ­vel e nĂŁo quero acreditar que ele tenha feito issoâ€?, concluiu. (N.S.)

Destino à rabe A agência de notícias Câmara de Comercio årabe-brasileira destaca a Praia de Japaratinga, no Litoral Norte de Alagoas, como impÊrio do VRVVHJRXPUHI~JLRSDUDRDQRWRGRXPRiVLVTXH¿FDDLQGDPDLV bonito sob o sol da estação do calor.

PRECAUĂ‡ĂƒO

FEDERAL E CIVIL

‡&RPHoDKRMHDWUDGLFLRQDOIHVWDGH6DQWR$PDURSDGURHLURGHParipueira, no Litoral Norte de Alagoas. O evento promete agitar a cidade.

O deputado estadual MaurĂ­cio Tavares (PTB) tambĂŠm falou com a imprensa e disse que a partir de agora ele estĂĄ desFRQÂżDGRGHTXHKDMDXPSODQR para matĂĄ-lo, sendo que CĂ­cero Ferro nĂŁo estaria por trĂĄs dessa trama. “Acredito no CĂ­cero Ferro. Precisamos agora tomar nossas precauçþes por que nossas vidas precisam ser preservadas. A minha segurança serĂĄ reforçada. NĂŁo sei quem estĂĄ arquitetando esse crime, mas a minha medida de precaução estĂĄ sendo tomadaâ€?.

Depois da entrevista de Cícero Ferro cobrando que as polícias Civil e Federal provem que estaria ameaçando dois deputados, a reportagem tentou contato com as instituiçþes. Na PF, no bairro de Jaraguå, o silêncio impera. O delegado-geral da PC, JosÊ Edson Freitas e a delegada Ana Luiza Nogueira, chefe da Divisão de Especial de Investigaçþes de Capturas (Deic) não se pronunciaram sobre o andamento das investigaçþes. As informaçþes ainda são as mesmas.

‡2JRYHUQRIHGHUDOTXHUHVWHQGHUDRVWHOHIRQHVFHOXODUHVRVEHQHItFLRV ¿VFDLVGDGRVDFRPSXWDGRUHVHWDEOHWVGHVGHTXHRVDSDUHOKRVWHQKDP um determinado percentual de peças e serviços nacionais. ‡7HPLQtFLRKRMHD�HGLomRGR)HVW9HUmRQD3UDLDGR)UDQFrVQR Litoral Sul, tendo como atraçþes Asa de à guia, Revelação, Netinho e Belo. ‡$GLUHWRULDGREORFRFDUQDYDOHVFR3LQWRGD0DGUXJDGDHVWiSURJUDmando para este ano homenagem a um de seus fundadores, Marcial Lima.

‡2MRUQDOLVWD)OiYLR*RPHVGH%DUURVHVWiGHOLFHQoDGXUDQWHRPrV GHMDQHLUR

3

Maurício Tavares reforça segurança

Policias silenciam diante de provocação


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

PĂŁo com menos sal

P

or recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitåria (Anvisa), as padarias e outras empresas de alimentação deverão fabricar o tradicional pãozinho nosso de cada dia com menos sal. O Guia de Boas Pråticas Nutricionais para o Pão Francês estå disponível na pågina da Anvisa na internet (www. anvisa.gov.br ). Uma das dicas Ê reduzir a adição de sal na farinha de trigo, produto principal da massa do pão. Em Dezembro passado o MinistÊrio da Saúde e as indústrias de massa, trigo e SDQLÀFDomRÀUPDUDPXPDFRUGRSDUDDGLPLQXLomRGRVDWXDLV 2% de sal no pão francês, para 1,8% atÊ 2014. TambÊm entraram na lista do acordo batatas fritas, bolos prontos, salgadinhos de milho e biscoitos recheados. O guia de boas pråticas para a saúde H[HPSOLÀFDTXHDJRUDXPDUHFHLWDTXHOHYDNJGHIDULQKDGH trigo, recebe 1.000 gramas de sal (2% da base da farinha de trigo), UHFHEHUiDWpRÀPGHJUDPDVGHVDO  HDWp 900 gramas de sal (1,8% da base da farinha). A adoção do guia Ê voluntåria. O brasileiro consome em mÊdia 3.200 mg de sódio por dia acima do recomendado pela OMS. Mais de 81% dos meninos e 77% das meninas na faixa etåria de 10 a 13 anos ingerem sódio acima do måximo toleråvel, segundo o IBGE. A ingestão excessiva contribui para a pressão alta, doenças cardíacas e renais.

Quiosques digitais O Banco Mundial vai investir R$ 3 milhþes na criação de quiosques digitais em Alagoas facilitando o acesso da população mais carente às novas tecnologias. De acordo com o Secretårio Eduardo Setton, da Ciência e Tecnologia, quatro cidades alagoanas (Quebrangulo, Paulo Jacinto, Viçosa e Palmeira dos �ndios) farão parte do projeto piloto, onde serå instalada XPDUHGHVHP¿R :,), FRPDFHVVR a diversos conteúdos digitais como bibliotecas, portais educacionais, de segurança, saúde, de comunicação alÊm de outros serviços. Dez quiosques serão instalados nestes quatro municípios, cada um com pelo menos cinco computadores e comitês responsåveis pela segurança e pelo funcionamento dos equipamentos.

Cai o catolicismo O mapa das religiĂľes no Brasil mostra uma queda de 7,26% no numero de pessoas que se declaram catĂłlicos em um perĂ­odo de seis anos (passando de 75,79% em 2003 para 68,43% em 2009). O resultado foi obtido atravĂŠs de uma pesquisa elaborada pela Fundação GetĂşlio Vargas. Outro dado importante foi o aumento do numero de brasileiros que se declararam como “sem religiĂŁoâ€?: de 1,69% passando para 6,72% em 2009. Outra queda expressiva ĂŠ entre jovens de 15 a 19 anos. CatĂłlicos nesta faixa etĂĄria passaram de 75,22% para 67,49% no citado perĂ­odo. A pesquisa realizou 200 mil entrevistas sobre composição religiosa no %UDVLOQRÂżQDOGDGpFDGDSDVVDGD

Referência Nacional O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas conquistou nos últimos dias de 2011 o selo de Êtica e gestão de maturidade nível 4 (nota måxima) de atendimento ao público. A instituição Ê a primeira do Brasil na sua atividade, a ter o reconhecimento. O selo foi concedido pelo Programa Brasileiro de Auto-Regulamentação das Centrais de Atendimento ao Público, que representa a Associação Brasileira de Marketing Direto (Abemed), Associação Brasileira das Relaçþes Empresa-Cliente (Abraece) e da Associação Brasileira de Teleserviços $%7 2VHORWHPYDOLGDGHSRUXPDQRHUHÀHWHDUHVSRQVDELOLGDGHHR SUR¿VVLRQDOLVPRGRVTXHID]HPR6DPXHP$ODJRDV

3RUQRJUDÂżDLQIDQWLO Segundo a Central Nacional de DenĂşncias de Crimes CibernĂŠticos, a SRUQRJUDÂżDLQIDQWLOOLGHURXRQXPHURGHFDVRVHQFDPLQKDGRVHP no Brasil. Operada pela ONG Safernet, especializada no combate a YLRODo}HVGRVGLUHLWRVKXPDQRVQDZHED&HQWUDODWHQGHXQRWLÂżFDo}HVVREUHSRUQRJUDÂżDLQIDQWLORTXHFRUUHVSRQGHDGDV denĂşncias acumuladas nos doze meses do ano passado. Destas, VmRUHIHUHQWHVDFRQWH~GRVSXEOLFDGRVQR2UNXW$SRUQRJUDÂżD infantil ĂŠ qualquer situação que envolva menores de 18 anos “em atividades explĂ­citas, reais ou simuladas, ou a exibição de orgĂŁos genitais GHXPDFULDQoDRXDGROHVFHQWHSDUDÂżQVSULPRUGLDOPHQWHVH[XDLV´

Deputados tĂŞm reuniĂŁo com Teotonio Vilela hoje 1DWDUGHGHRQWHPSDUODPHQWDUHVWLYHUDPUHXQLmRFRP5RJpULR7HyÂżOR rem esclarecimentos sobre o atentado frustrado pela polĂ­cia. “NĂłs fomos pedir a s deputados ameaça- elucidação do casoâ€?, comendos tĂŞm audiĂŞncia tou Dudu Hollanda. com o governador TeSem sucesso ontem, o enotonio Vilela Filho (PSDB) contro com Teotonio acontehoje. Um grupo de parla- ce hoje. Na ocasiĂŁo, tambĂŠm mentares se reuniu com o serĂĄ questionada a seguransecretĂĄrio de Articulação ça pessoal dos deputados. 3ROtWLFD 5RJpULR 7HyĂ€OR Segundo Hollanda, o secre(PSDB), no PalĂĄcio do Gov- tĂĄrio de Estado da Defesa HUQRQRĂ€PGDWDUGHGHRQ- Social, DĂĄrio Cesar, teria tem (6). Eles querem que o oferecido proteção militar governador determine a elu- aos ameaçados de morte. cidação da suposta tentativa No entanto, nenhum dos de assassinatos dos deputa- deputados aceitou a prodos Dudu Hollanda (PSD) posta de segurança. Para e MaurĂ­cio Tavares (PTB). Hollanda, a concessĂŁo de AlĂŠm das vĂ­timas do proteção deve ser decidida atentado, o deputado Mar- por Teotonio. “O secretĂĄrio celo Victor (PTB), que ĂŠ da nos ofereceu, mas ainda nĂŁo mesma coligação, tambĂŠm decidimos. Fica a critĂŠrio do foi ao encontro do governa- governadorâ€?, declara. dor. Os deputados FernanPor telefone, o Tribuna do Toledo (PSDB) e Gilvan Independente tentou enBarros (PSDB) foram repre- trar em contato com o presentando a Assembleia Le- sidente da ALE, mas nĂŁo gislativa do Estado (ALE). obteve sucesso. Toledo desInicialmente, os parla- ligou seu celular logo apĂłs a mentares tentavam se reu- UHSRUWDJHPVHLGHQWLĂ€FDU$ nir com o governador, mas atitude demonstrou o pouco nĂŁo puderam ser recebidos. interesse do parlamentar O grupo de deputados que- em prestar esclarecimentos.

VICTOR AVNER REPĂ“RTER

O

Cultura e arte dos alagoanos ganha destaque A cultura e a tradição dos municípios alagoanos estarão mais próximas do cidadão maceioense - e alagoano, por tabela - pelo menos entre os dias 19 e 22 de janeiro. É que neste período acontece a Feira dos Municípios Alagoanos (AMA), no Centro de Convençþes, no bairro de Jaraguå. A promoção Ê da Associação dos

Municípios Alagoanos, que pretende movimentar ainda mais a alta temporada turística do estado. O presidente da AMA, prefeito Abraão Moura (PP, GH 3DULSXHLUD  DÀUPRX QD Êpoca da alteração da data TXH´Rà X[RGHWXULVWDVQHVsa Êpoca Ê intenso�. Moura foi alÊm de acrescentou que a expectativa Ê que aumen-

ALAGOAS WEB

CĂ­cero EugĂŞnio ĂŠ um dos expositores da Feira dos MunicĂ­pios

A Associação dos MunicĂ­pios Alagoanos aposta na Feira dos MunicĂ­pios como uma verdadeira redentora na promoção da cultura e arte das cidades do estado. Isto se dĂĄ devido ao sucesso das ediçþes anteriores. Em 2012, a Associação investe para fazer do evento um marco em promoção do desenvolvimento municipal. A AMA revisou toda da feira para facilitar o acesso Ă s compras. AtĂŠ passeios turĂ­sticos estĂŁo sendo planejados para ajudar na potencialização da cultura local. Entre as novidades deste ano, a Feira terĂĄ decoração inspirada no toque mĂĄgico dos artesĂŁos. Com o tema “Arte com as MĂŁosâ€?, homenagearĂĄ os mestres que trançam a palha, esculpem a madeira e dĂŁo forma a arte alagoana em sua grande diversidade.

VELHA RIXA

EM FAMĂ?LIA

Ao negar qualquer envolvimento com o suposto atentado contra os deputados estaduais Dudu Hollanda (PSD) e MaurĂ­cio Tavares (PTB), CĂ­cero Ferro insinuou que poderia estar sofrendo perseguição de Bergson Toledo, ex-superintendente da PolĂ­cia Federal em Alagoas. “O dr. Bergson sempre teve raiva de mim. Ele nunca me disse SRUTXr´DÂżUPRXOHPEUDQGR que o delegado atualmente estĂĄ alocado em Pernambuco. A declaração se deu porque foi a PF/ PE que descobriu o plano.

As eleiçþes deste ano devem dividir mais uma família no interior do estado. Gilberto Barros e Basto Barros, irmãos do deputado Gilvan Barros (PSDB), vão disputar entre si a prefeitura de Girau do Ponciano. E o embate não se restringe à política. As desavenças e discussþes dos irmãos, cada vez mais agressivas, jå acontecem de forma pública, nas ruas do município. Nem mesmo as paredes escapam do embate: adesivos dos dois candidatos-inimigos são colados em todos os cantos.

Serão assinadas hoje pela manhã, pelo governador Teotonio Vilela Filho, as ordens de serviço para o inicio das obras de reforma em caråter de urgência em 163 escolas da rede pública estadual. Participarão do ato os diretores das unidades escolares e o Secretårio da Educação e Esporte Adriano Soares. As reformas serão realizadas em escolas de 30 municípios alagoanos, a um custo de R$ 40 milhþes. AlÊm das 163 escolas reformadas em caråter de urgência, o Governo tambÊm pretende promover a recuperação de mais 200 unidades de ensino da rede HVWDGXDODWpR¿QDOGHVWHDQR

‡5HFHQWHPHQWHGXUDQWHXPDSUHJDomR6DQWLDJRUHYHORXTXHDPDQXWHQomRGD,JUHMD0XQGLDOFXVWDULD5PLOK}HVSRUPrVDOpPGR DOXJXHOGHLPyYHLV ‡(P$ODJRDVRUHIHULGR3DVWRUFKHJRXDDUUHQGDUWRGDDSURJUDPDomR da TV Alagoas Canal 5, durante o ano de 2010, mas acabou dando um baita calote na emissora.

alÊm de tambÊm pode contribuir com a economia nos municípios adquirindo os produtos em exposição. O evento deseja criar oportunidades de negócios, intercâmbio entre os municípios, divulgação do Estado, geração de emprego e renda para pequeno artesãos, empreendedores, associaçþes e cooperativas.

Feira dos MunicĂ­pios homenageia artesĂŁos

Obras em escolas

‡2SDVWRU6DQWLDJRpGLVVLGHQWHGD,JUHMD8QLYHUVDO1R~OWLPR¿P de semana inaugurou um templo em Guarulhos para mais de 140 mil pessoas. Sua igreja tem programas em vårios canais, estå fechando a compra de um canal a cabo na Flórida por US$ 14 milhþes e jå arrendou o canal 21UHF e as madrugadas da Band.

te a participação dos municĂ­pios na edição 2012. “O evento jĂĄ estĂĄ consolidado. Em 2011, cerca de 80% dos municĂ­pios do estado participaram. Em 2012, a nossa expectativa ĂŠ que aumente o nĂşmero de municĂ­pios participantesâ€?. O visitante vai poder conhecer a diversidade cultural e artĂ­stica do estado,

EXPOSIĂ‡ĂƒO

O site Safernet atua em cooperação com orgãos como a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. O segundo tipo de violação mais denunciado de 2011 foi a apologia e incitação a crimes contra a vida, com QRWL¿FDo}HV1DVHTXrQFLDDSDUHFHD[HQRIRELD  KRPRfobia (4.519) e racismo (3.797) sendo que este último aumentou muito em comparação a 2010 que teve 2.889 denúncias. Maus tratos contra animais também tiveram um aumento em relação a 2010, passando de 2.262 para 2.640, aparecendo ainda o neonazismo, intolerância religiosa HWUi¿FRGHSHVVRDVFRPRRXWUDVYLRODo}HVGHQXQFLDGDVi&HQWUDO Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos.

‡ĂŠDVHJXQGDHPLVVRUDDYHQGHUSDUWHGRKRUiULRQREUH$RXWUDpD %DQGFXMRFRQWUDWRÂżUPDGRFRPR%LVSR556RDUHVIRLUHQRYDGRSRU PDLVFLQFRDQRV$,JUHMD,QWHUQDFLRQDOGD*UDoDGHYHSDJDUFHUFDGH 5PLOK}HVPHQVDLVSRUXPDKRUDGLiULDGHSURJUDPD

Dudu Hollanda esteve ontem no Palåcio pedindo explicaçþes

FEIRA DA AMA

3RUQRJUDÂżDLQIDQWLO

‡6HJXQGRFROXQLVWDVHVSHFLDOL]DGRVHPWHOHYLVmRGRVXOGRSDtVR Bispo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, fechou acordo com a RedeTV! e vai ocupar a faixa das 20:30h às 21:30h a um custo estimado de R$ 6 milhþes mensais.

ARQUIVO

Cícero Ferro insunua perseguição na PF/PE

IrmĂŁos de deputado disputam prefeitura

Os municĂ­pios inscritos pretendem inovar e criar um ambiente que ‘tenha a cara nĂŁo sĂł de sua cidade’, acredita a AMA, ‘mas do estado como um todo’. Artistas da terra como o artesĂŁo miguelense CĂ­cero EugĂŞnio, de 60 anos, que talha esculturas com tamanho natural em troncos de jaqueira, se orgulha em ser um dos expositores no estande da Prefeitura de SĂŁo Miguel dos Campos. (OH SUHIHUH PDWHULDO UHĂ Rrestado. â€œĂ‰ uma madeira maleĂĄvel e de boa qualidade, uma ĂĄrvore frutĂ­fera e sem leis que restrinjam o corte para produção de minhas obrasâ€?, explica o Cicero. Ainda segundo o escultor, Alagoas precisa ser conhecida pelo que tem de melhor e nĂŁo pela violĂŞncia. “Temos grandes artistas em nosso estado e isso precisa ser mostradoâ€?, declarou.


TribunaIndependente

0$&(,Ă?6(;7$)(,5$'(-$1(,52'(2012 POLĂ?TICA

5

MP entra na Justiça para JHC depor &RQYLGDGRSDUDSUHVWDUHVFODUHFLPHQWRVREUH*'(GHSXWDGRQmRFRPSDUHFHXDHQFRQWURPDUFDGRFRPSURPRWRUHV ',98/*$d­2

DIA 30

30'%GHFLGH prĂŠ-candidatura em Arapiraca 2 Ă€P GR PLVWpULR GD LQdicação do prĂŠ-candidato do bloco situacionista em Arapiraca estĂĄ prĂłximo. Ele tem data e hora para acabar, e pelas mĂŁos daqueles TXHGHWpPRSRGHUSDUDGHĂ€nir quem serĂĄ o sucessor de /XFLDQR %DUERVD 30'%  j frente da Prefeitura de AraSLUDFD 'LD  GHVWH PrV R 30'% YDL DQXQFLDU TXHP serĂĄ o prĂŠ-candidato do parWLGR QD HOHLomR PDMRULWiULD deste ano. O presidente do diretĂłrio municipal do Partido do MoYLPHQWR'HPRFUiWLFR%UDVLOHLUR 30'%  -RVp 0DFHGR FRQĂ€UPRX HVWD VHPDQD TXH o nome preferido da legenda VHUiDSRQWDGRQRGLD/Rgicamente, para referendar a preferĂŞncia da sigla, seu cacique maior, o senador Renan Calheiros, e o atual ocupante da cadeira, prefeito Luciano Barbosa, sĂŁo presenças certas. AtĂŠ lĂĄ o campo das ideias H GDV FRQMHFWXUDV FRQWLQXD funcionando. Os nomes mais OHPEUDGRV  RX MRJDGRV QR WDEXOHLUR SROtWLFR  VmR GR secretĂĄrio de Governo do PXQLFtSLR 5LFDUGR 7HyĂ€OR 30'%  H R GD GHSXWDGD federal CĂŠlia Rocha(PTB). A parlamentar desde o ano passado nega o interesse de VDLU GH %UDVtOLD H UHWRUQDU ao Agreste alagoano comandando sua cidade. 3HOR ODGR GD IDPtOLD 7HyĂ€OR FRQWLQXD R FRQĂ LWR ‘branco’ de posiçþes. JĂĄ que 5RJpULR 7HyĂ€OR Mi IRL DQXQciado como o prĂŠ-candidato tucano na corrida municipal em Arapiraca. E do lado dos peemedebistas, Ricardo 7HyĂ€OR FRQWLQXD FRP I{OHJR e com respeito de Barbosa, para concorrer Ă sucessĂŁo. 0DFHGR FRQĂ€UPRX DLQda a presença do senador Renan Calheiros na cidade, QRSUy[LPRGLDRQGHHOH deve atuar pessoalmente dos diĂĄlogos em torno do nome GHĂ€QLWLYR GR SDUWLGR SDUD FRPSRU D FKDSD GR 30'% JosĂŠ Macedo manda recado aos demais interessados: “SĂł abrimos mĂŁo da cabeça da chapa para a deputada CĂŠlia Rochaâ€?. Ainda se interessam pela indicação os secretĂĄrios municipais da gestĂŁo Luciano Barbosa, Josenildo Souza (Iluminação), AurĂŠlia Fernandes (SaĂşde), Yale Fernandes (Comunicação) e Paulo SĂŠrgio Barbosa, coRUGHQDGRU GR 3ODQR 'HFHnal da cidade. A novidade em Arapiraca ĂŠ que AurĂŠlia Fernandes começou a espalhar pela cidade adesivos automotivos com os dizeres: “Arapiraca Felizâ€?. PorĂŠm, nĂŁo dispĂľe da simpatia total da sigla.

Medeiros e Jamyl Gonçalves Barbosa fazem parte da comissĂŁo investigativa desigausĂŞncia de JoĂŁo Hen- nada pelo procurador-geral rique Caldas (PTN) de Justiça, Eduardo Tavares, no encontro marcado para atuar no caso. com o promotor Sidrack NasAliĂĄs, o chefe do MP/AL cimento nĂŁo vai passar em faz coro com Nascimento branco. O MinistĂŠrio PĂşblico para lamentar a ausĂŞncia do do Estado de Alagoas (MP/ deputado. “Se fez as acusaAL) vai acionar a Justiça para çþes, que prove. NĂŁo se pode o deputado prestar esclare- provocar o MinistĂŠrio PĂşblicimentos sobre o pagamento co, a Justiça e a sociedade, GH *UDWLĂ€FDomR GH 'HGL- e depois sair pela tangente, FDomR ([FHSFLRQDO *'(  como se nada tivesse aconte$ GHFLVmR GH QRWLĂ€FDU MX- cidoâ€?, pontua Tavares. dicialmente o parlamentar ĂŠ ,19(67,*$d­2 do prĂłprio promotor. “Vamos 2 SDJDPHQWR GD *'( acionar a Justiça para que o estĂĄ sob investigação desde deputado compareça e preste dezembro do ano passado. A as explicaçþes necessĂĄriasâ€?, determinação foi do procuGHFODUD 1DVFLPHQWR 'H rador-geral de Justiça, apĂłs acordo com o MP/AL, o en- JHC denunciar no plenĂĄrio contro estava marcado para da Assembleia Legislativa a manhĂŁ de ontem (5) e o de- do Estado (ALE) o repasse putado nĂŁo enviou qualquer GHJUDWLĂ€FDo}HVLUUHJXODUHVD comunicado para alterar a servidores. data. Sidrack Nascimento ĂŠ o O promotor lamenta que presidente da comissĂŁo de JHC nĂŁo tenha comparecido promotores que investiga o para prestar esclarecimen- caso. Assim que os trabalhos tos. â€œĂ‰ muito estranha essa se iniciaram, um convite foi ausĂŞncia, especialmente por enviado ao deputado para ele ser o principal interessa- que ele escolhesse a data e do no esclarecimento dessas hora para prestar depoimensupostas denĂşncias quan- to no MP/AL. No entanto, WR DR SDJDPHQWR GD *'(Âľ desde entĂŁo, os promotores comenta. Ao lado de Nasci- nĂŁo conseguiram se enconmento, os promotores Norma trar com JHC.

VICTOR AVNER 5(3Ă?57(5

A

Deputado JoĂŁo Henrique Caldas fez a denĂşncia mas nĂŁo compareceu ao MinistĂŠrio PĂşblico

EM ANĂ LISE

'HSXWDGRDJXDUGDSDUHFHUGHDVVHVRULDMXUtGLFD (PYLDJHPGHVGHDWDUGHGHRQWHP-+&VyYDLSUHVWDUHVFODUHFLPHQWRVQDSUy[LPDVHPDQD O deputado JoĂŁo Henrique Caldas (PTN) deve se apresentar ao MP/AL na prĂłxima semana. O parlamentar explicou que nĂŁo foi ao encontro com o promotor Sidrack Nascimento porque estĂĄ aguardando uma anĂĄlise tĂŠcnica de sua assessoULDMXUtGLFDQRVGRFXPHQWRV apresentados pela mesa diretora da ALE. AtravĂŠs de sua assessoria de imprensa, o deputaGR DĂ€UPRX TXH VRPHQWH QD prĂłxima semana vai poder prestar qualquer tipo de esFODUHFLPHQWR VREUH D *'( Entretanto, ainda nĂŁo hĂĄ

XPD GDWD HVSHFtÀFD SDUD que isso ocorra. A vasta quantidade de documentos WHULD GLÀFXOWDGR R WUDEDOKR de seus assessores. JHC tambÊm questiona R PRWLYR GD QRWLÀFDomR MXdicial. Segundo o parlamenWDU R RItFLR HQFDPLQKDGR pelo promotor só foi recebido SRU VHX JDELQHWH QR ÀP GD manhã de quarta-feira (5). &RPR R MRYHP GHSXWDGR Mi SRVVXtDFRPSURPLVVRVDJHQGDGRVQmRIRLSRVVtYHOFRPparecer ao MP/AL na data estipulada por Nascimento. 2SDUODPHQWDUWHULDYLDMDGR QR ÀP GD WDUGH GH TXDUWD-

6$1'52/,0$

-feira para resolver “questĂľes de ordem particularâ€? e sĂł retorna para MaceiĂł na prĂłxima semana. 35(552*$7,9$ A assessoria relembrou que ĂŠ uma prerrogativa do deputado estadual escolher a data para se encontrar com os promotores. Ainda de acordo com o ĂłrgĂŁo, JHC nĂŁo seria obrigado a responder o chamado do MP/ AL. Contudo, o parlamentar deverĂĄ atender o pedido porque “pretende esclarecer RVIDWRVÂľ(PRItFLRHQFDPLnhado ao MP/AL, ele explicou sua ausĂŞncia. (V.A.)

SEGURANÇA

MinistÊrio diz que Alagoas Ê prioridade O governador Teotonio 9LOHOD )LOKR 36'%  UHFHbeu, nesta quinta-feira (5), a secretåria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do MinistÊrio da Justiça, Regina Miki. A secretåria veio com comitiva para conhecer a estrutura organizacional da segurança pública em $ODJRDVSURMHWRVHPGHVHQvolvimento e açþes focadas QDUHGXomRGHKRPLFtGLRV Vilela apresentou as açþes desenvolvidas pelo Estado e explicou que, em

Alagoas, o Governo do Estado nĂŁo interfere mais na segurança pĂşblica. “Aqui a SROtFLD p UHVSHLWDGD H WHP autonomia para fazer o seu trabalho. NĂŁo misturamos SROtFLDFRPSROtWLFDFRPRIRL feito no passadoâ€?, garantiu. Regina Miki salientou que tem o mesmo alinhamento conceitual quanto Ă segurança pĂşblica e “isso nos dĂĄ muita liberdade e nos agrada muito trabalhar aquiâ€?. 'H DFRUGR FRP 0LNL R

REMHWLYR GHVVD YLVLWD WpFQLca ĂŠ apontar soluçþes conMXQWDV SDUD R SUREOHPD GD violĂŞncia no Estado. “O foco GD6HQDVSKRMHVHPG~YLGD nenhuma, ĂŠ Alagoas. Entendemos a situação do Estado HWHPRVREMHWLYRVHPFRPXP com o governo do Estadoâ€?, DĂ€UPRX A comitiva do MJ perPDQHFH QR (VWDGR DWp KRMH onde visita a Base ComuniWiULD GH 6HJXUDQoD MDFLQtinho) e Programa Ronda CidadĂŁ. Parlamentar viajou e sĂł deve retornar na prĂłxima semana

DĂ RIO

COMBATE

SENASP

2VHFUHWiULRGH'HIHVD6RFLDO DĂĄrio Cesar, apresentou Ă equiSHGR0LQLVWpULRGD-XVWLoDRV SURJUDPDVGRJRYHUQRXVDGRV SDUDUHGX]LUDYXOQHUDELOLGDGHGH IDPtOLDVGHEDL[DUHQGDFRPR R4XDOLÂżFD$ODJRDVGHVWLQDGR jTXDOLÂżFDomRGHUHHGXFDQGRVHGHSHQGHQWHVTXtPLFRV GHDFRUGRFRPDVGHPDQGDV GRPHUFDGR7DPEpPIRUDP apresentadas as bases de SROtFLDVFRPXQLWiULDVTXHID]HP SHVTXLVDDWLYDQDVIDPtOLDV LGHQWLÂżFDQGRSUREOHPDVFRPR GHVHPSUHJRHYDVmRHVFRODU

DĂĄrio Cesar nĂŁo deixou de fora de sua apresenWDomRDXQLÂżFDomRGDV bases de informaçþes HQWUHDVSROtFLDVHR ,QVWLWXWR0pGLFR/HJDO “Temos implantado aqui H[SHULrQFLDVH[LWRVDVGH outros estados, adaptando-as Ă nossa realidadeâ€?, H[SOLFRXRVHFUHWiULR 2QWHPHKRMHRVWpFQLFRV GD6HFUHWDULD1DFLRQDOGH 6HJXUDQoD3~EOLFDSDUWLFLpam de reuniĂľes temĂĄtiFDVQR+RWHO3RQWD9HUGHHYLVLWDWpFQLFDQDBase ComunitĂĄria de Segurança MDFLQWLQKR H3URJUDPD5RQGD&LGDGm

$VHFUHWiULD1DFLRQDOGH6HJXUDQoD3~EOLFDRegina Miki, GLVVHTXH$ODJRDVpUHIHUrQFLD QHVWHWLSRGHSROLFLDPHQWRHXP GRVPRWLYRVGHVXDYLVLWDDR(Vtado Ê justamente saber de que forma o ministÊrio pode ajudar RJRYHUQRDODJRDQRDDPSOLDUR SURJUDPDTXHYHPGDQGRFHUWR SDUDGLYHUVDViUHDVGH0DFHLy HHPPXQLFtSLRVGRLQWHULRU ³$ODJRDVSDUHFHWHUHQFRQWUDGR DSUySULDPDQHLUDGHUHGX]LUD YLROrQFLDFRPRSROLFLDPHQWR FRPXQLWiULR´HORJLRXDPHPEUR GR0LQLVWpULRGD-XVWLoD

SecretĂĄrio apresentou projetos do Estado

Comitiva conheceu experiĂŞncias alagoanas

Segundo secretĂĄria, estado ĂŠ referĂŞncia


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

OpiniĂŁo

Ordem nos precatĂłrios

A

Corregedoria Nacional de Justiça concluiu, em dezembro de 2011, a organização do setor de pagamento de precatórios em seis tribunais de Justiça (Tocantins, Alagoas, Piauí, Pernambuco, Cearå e Mato Grosso). Precatórios são dívidas de Estados e municípios reconhecidas pelo Poder Judiciårio. AtÊ então, o serviço nesses tribunais estava completamente desestruturado, segundo o CNJ, o que facilitava a liberação de recursos fora da ordem cronológica estabelecida pela Constituição e por uma resolução do CNJ - e a corrupção. Para chegar a esse resultado, a equipe da Corregedoria e a própria ministra Eliana Calmon reuniram-se com prefeitos e governadores para negociar a liberação de recursos para o SDJDPHQWRGRVSULPHLURVGDÀODHDVVHJXUDURà X[RJUDPDGRVSDJDPHQWRV futuros. O programa de organização

dos setores de precatórios nos Tribunais de Justiça do país foi instituído em 2011, na gestão da ministra Eliana Calmon. Logo, diversos tribunais recorreram à Corregedoria pedindo o apoio oferecido. Para a ministra, a organização do serviço Ê essencial para dar efetividade aos jurisdicionados que movem açþes judiciais contra o setor público, ganham a causa e têm o direito de receber o valor devido, sem que ninguÊm passe na sua frente. A dívida de Estados e municípios supera os R$ 84 bilhþes, segundo levantamento do CNJ. Durante o trabalho nos seis tribunais, a equipe da Corregedoria Nacional de Justiça constatou diversas irregularidades no pagamento das dívidas. Uma das mais comuns Ê os credores usarem GH LQà XrQFLD SDUD UHFHEHU DQWHV GRV outros, enquanto aqueles sem amigos importantes serem esquecidos.

MARIA JOSÉ ROSADO Presidenta ONG Católicas pelo Direito de Decidir

Vivemos o retrocesso eFRVWXPHGL]HUTXHQRĂ€P do ano nĂŁo se deve comer peru ou qualquer outra ave que “cisque para trĂĄsâ€?, pois VLJQLĂ€FDULD DUULVFDUVH D YLver todo o novo ano andando de marcha a rĂŠ. 1HVWH Ă€QDO GH  HQquanto no Uruguai, seguinGRRTXHDFRQWHFHXQR0p[LFR H QD &RO{PELD R 6HQDGR aprova a descriminalização do aborto, no Brasil vivemos o retrocesso. Nesses paĂ­ses, como tambĂŠm na Argentina, amplas discussĂľes na sociedade apontam na direção de mudanças legais que efetivem o respeito aos direitos humanos das mulheres. Em nosso paĂ­s, uma Medida ProvisĂłria – instrumento herdado do autoritarismo da ditadura militar – decretada em momento oportuno para evitar o debate e a crĂ­tica, quer tornar compulsĂłria a maternidade para as mulheres brasileiras. Nenhum artifĂ­cio de retĂłrica poderĂĄ convencer de que a Medida nĂŁo diz o que efetiva-

mente diz: Todas as gestantes brasileiras estarão sob a vigilância do Estado e das forças mais reacionårias da sociedade para impedir que a maternidade se realize em nosso país de forma digna do ser humano: como resultado de escolha e decisão pessoal. A MP assinada pela Presidenta implanta no Brasil a ÀJXUDGDPDWHUQLGDGHFRQVtrangida. A criação de um cadastro nacional de gestantes havia Mi VLGR SURSRVWR SRU XP H[-deputado que declarou alto e bom som seu objetivo: combater o aborto. Ora, o Brasil Ê signatårio de documentos internacionais em que se comprometeu a respeitar os direitos das mulheres, especialmente em relação à sua capacidade reprodutiva. O que leva então o GoverQR QD ÀJXUD GH VXD PDLV alta representante, a desrespeitar suas próprias decisþes políticas? Estaremos diante de uma teocracia disfarçada? )RUDP S~EOLFDV H H[SOtFL-

tas as pressþes de setores religiosos conservadores, contrårios à vida das mulheres na última campanha eleitoral. Serå então esse cadastro nacional parte do cumprimento de compromissos assumidos naquele momento com tais setores? Se assim Ê, repetimos a pergunta: O que Ê isso, Presidenta? Nossa Constituição, fruto de debate democråtico, estabelece respeito às religiþes, mas impede o Estado de guiar-se por princípios que impeçam a realização das liberdades individuais, inclusive a de não professar qualquer crença. Não se pode impor doutrinas e valores particulares de grupos religiosos a toda a sociedade. É vergonhoso que, na AmÊrica Latina, seja o Brasil o país do retrocesso em relação à vida das mulheres, aos seus direitos e à possibilidade da realização livre e desejada da maternidade.

RUBENS MĂ RIO Professor do Cesmac

A verdade sobre a dĂ­vida

EMIR SADER FilĂłsofo, cientista polĂ­tico e professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), onde coordena o LaboratĂłrio de PolĂ­ticas PĂşblicas

O mundo do dinheiro e seus herĂłis AtĂŠ um certo momento os ricos ou escondiam sua riqueza ou tratavam de passar despercebidos, FRPR VH QmR Ă€FDVVH EHP H[LELU riqueza em sociedades pobres e desiguais. Ou atĂŠ tambĂŠm para escapar da Receita. De repente, o mundo neoliberal - esse em que tudo vale pelo preço que tem, em que tudo tem preço, em que tudo se vende, tudo se FRPSUD²SDVVRXDH[LELUDULTXHza como atestado de competĂŞncia. 1RV(8$VHGHL[RXGHIDODUGHSRbres, para falar de “fracassadosâ€?. Numa sociedade que se jacta de dar oportunidade para todos, numa “sociedade livre, abertaâ€?, quem nao deu certo economicamente, ĂŠ por incompetĂŞncia ou por preguiça. Ser rico ĂŠ ter dado certo, ĂŠ demonstrar capacidade para resolver problemas, ter criatividade, se dar bem na vida, etc., etc. AtĂŠ um certo momento as biograĂ€DV TXH VH SXEOLFDYDP HUDP GH grandes personagens da historia universal – governantes, lideres populares, gĂŞnios musicais, detentores de grandes saberes. A partir do neoliberalismo as ELRJUDĂ€DV GH PDLRU VXFHVVR SDVsaram as ser as dos milhardĂĄrios, que supostamente ensinam o ca-

minho das pedras para os atĂŠ ali menos afortunados. Todos dizem que nasceram pobres, subiram na vida graças Ă tenacidade, Ă  criatividade, ao trabalho duro, ao espirito de sacrifĂ­cio. Tiveram tropeços, mas nao desistiram, leram algum guru de auto-ajuda que os fez aumentarem sua auto estima, acreditarem mais em si mesmos, recomeçarem do zero, atĂŠ chegarem ao sucesso indiscutĂ­vel. Seus livros se transformam em best-sellers, vendem rapidamente – atĂŠ que vĂĄrios deles caem em GHVJUDoD SRUTXH Ă DJUDGRV HP algum escândalo -, eles viajam o mundo dando entrevistas e vendendo seu saber que, se fosse seguido por seus leitores, produziria um mundo de ricos e de pessoas realizadas e felizes como eles. Quem vai publicar um livro de um “fracassadoâ€?? SĂł mesmo se fosse para que as pessoas soubessem quais os caminhos errados, aqueles que nao deveriam seguir, se querem ser ricos, bonitos e felizes. O mundo do trabalho, da fĂĄbrica, do sindicato, dos movimentos de bairro, das comunidades – mundo marginal e marginalizado.

3URJUDPDV GH WHOHYLVmR H[DOtam os ricos, os bem sucedidos, as PXOKHUHVTXHH[LEHPVXDHOHJkQcia, sua falta de pudor de gastar milhþes na Daslu e nas viagens a Nova York e a Paris. NinguÊm quer ver gente feia, pobre, desamparada, que só frequenta os noticiårios policiais e de calamidades naturais. As telenovelas tem como cenåULRVRVOX[XRVRVDSDUWDPHQWRVGD zona sul do Rio e dos jardins de Såo Paulo, com belas mulheres e homens que não trabalham, no Pi[LPR DGPLQLVWUDP HPSUHVDV de sucesso. Os pobres giram em torno deles – empregadas domÊsticas, entregadores de pizza, donos de botecos -, sempre como coadjuvantes do mundo dos ricos, que propþem o tipo de vida que as pessoas deveriam ter, se quiserem ser ricos, bonitos, felizes. (VVH PXQGR ÀFWtFLR HVFRQGH os verdadeiros mecanismos que geram a riqueza e a pobreza, os meios sociais – os bancos por um lado, as fåbricas por outro – em que se geram a riqueza e a fortuQD D HVSHFXODomR H D H[SURSULDção do trabalho alheio. Em que estão os vilþes e os heróis das nossas sociedades.

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

Terminado mais um ano, e FRP D SUR[LPLGDGH GD FRSD do mundo que serå disputada no Brasil, a mídia nacional tem alardeado as caóticas situaçþes da maioria dos clubes brasileiros, fazendo racionais ilaçþes dos milionårios investimentos, com as dívidas milionårias contraídas pelos nossos clubes de futebol. O S.C. Corinthians Paulista, que atualmente estå construindo um dos estådios mais importantes do evento – Ê bem verdade TXH ÀQDQFLDGR FRP GLQKHLro público – possui, segundo dirigentes oposicionistas à gestão atual, uma dívida de, cerca, de 250 milhþes de reais. Outros grandes cluEHVEUDVLOHLURVjH[HPSORGR C.R. do Flamengo, tambÊm possuem dívidas semelhantes. A lei PelÊ, dentre outras determinaçþes, obrigou os clubes à divulgarem em seus sites, Balanços PatrimoQLDLVH[LELQGRVHXVSDWULP{nios ao público em geral. É importante que entendamos que as dívidas ou obrigaçþes com terceiros, fazem parte, QDWXUDOPHQWH GR SDWULP{nio de qualquer instituição, mesmo as bem administraGDV7HPRVH[HPSORVGHFOXbes brasileiros que possuem dívidas importantes mas, mesmo assim, são entidades

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

EDVWDQWHVyOLGDVÀQDQFHLUDH patrimonialmente; estamos nos referindo ao S.C. Internacional de Porto Alegre e ao São Paulo F C. dentre alguns outros. 2 SDWULP{QLR GH XPD HQtidade Ê formado por bens e direitos, que formam o ativo; e por obrigaçþes ou dívidas, que formam o seu passivo; como o estudo desse patriP{QLR p UHJLGR SHOR PpWRGR das partidas dobradas, que DÀUPD TXH  SDUD WRGR GpELto, corresponderå sempre um crÊdito de igual valor e vice-versa, hå de haver um perfeito equilíbrio entre as dívidas ou obrigaçþes, e os bens e direitos de uma entidade, aqui no caso, os clubes de futebol. Dessa forma, haveremos de compreender que, quando alguÊm contrai um dívida – um emprÊstimo, por H[HPSOR² SDVVLYR HPQRPH de alguma entidade, surgirå, automaticamente, uma compensação em forma de um bem - dinheiro (ativo). Logo, a dívida, teoricamente, Ê uma coisa bastante positiva. Na verdade, as mås administraçþes das instituiçþes esportivas, algumas atÊ, geridas com comprovada må-fÊ, não conseguem realizar a devida e racional circulação do dinheiro e um competente tratamento aos outros ativos, dentre eles, a

sua “mercadoriaâ€? principal – o jogador – e, aos seus bens imĂłveis, que, numa lĂłgica trivial, pagarĂŁo o seu passivo – as obrigaçþes contraĂ­das com terceiros. No caso dos clubes de meQRUSRUWHjH[HPSORGRVQRVsos, a maior parte dessas dĂ­vidas, ĂŠ trabalhista, ou seja, foi contraĂ­da com jogadores e outros funcionĂĄrios do clube. TambĂŠm, nesses casos, as dĂ­vidas – contratação dos jogadores e consequente, obrigação de pagar os salĂĄrios – deveriam gerar ativos consistentes que pagariam essas obrigaçþes contraĂ­das, mas, devido Ă incompetĂŞncia gerencial, essas contrataçþes sĂŁo mal planejadas e esses ativos que deveriam cobrir os passivos, terminam por nĂŁo fazĂŞ-lo, se transformando em impagĂĄveis passivos trabalhistas, comprometendo todo ativo patrimonial da instituição, como foi o caso do nosso CRB. O objetivo dessa narrativa foi, simplesmente, mostrar que as dĂ­vidas nĂŁo sĂŁo, necessariamente, coisas negativas da vida patrimonial de uma entidade. Na verdade, FRP DGPLQLVWUDo}HV SURĂ€Vsionais, elas devem se tornar grandes investimentos para a transformação do nosso futebol em negĂłcios bastante rentĂĄveis.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

0$&(,Ă?6(;7$)(,5$'(-$1(,52'(

Brasil

BRASIL

7

Capixabas ironizam alagamentos em fotos e deixam atÊ Jack Sparrow ilhado Ontem, a Grande Vitória, capital do Espírito Santo foi castigada desde o começo da tarde por fortes chuvas, que, rapidamente alagaram ruas e avenidas de cidades. Alguns internautas aproveitaram a situação, e por meio de montagens engraçadas e críticas, chamou a atenção das autoridades. 1mRWHYHSDUD-DFN6SDUURZGR¿OPH3LUDWDVGR&DULEHPXLWRPHQRV SDUDRSHUVRQDJHP3HUHLULQKDGH)LQD(VWDPSDWRGRV¿FDUDPLOKDGRVHP diferentes pontos da região metropolitana do Espírito Santo. AtÊ uma baleia HQFDOKRXQD3UDLDGR&DQWR

Barragem se rompe no norte do RJ

“

Força da ågua abriu uma cratera que dividiu a rodovia BR-356 e famílias tiveram que abandonar as casas

U

ma barreira de pedras tenta conter a força das ĂĄguas que atingiu o distrito de TrĂŞs Vendas, em Campos, no Norte Fluminense, apĂłs o rompimento de um dique de contenção na Rodovia BR356. Cerca de 4 mil pessoas vĂŁo ser retiradas do local. De acordo com o secretĂĄrio de Defesa Civil de Campos, Henrique Oliveira, uma cratera com cerca de 20 metros foi aberta na URGRYLD TXH Ă€FD ORFDOL]DGD entre o Rio MuriaĂŠ e o distrito TrĂŞs Vendas, e serve como dique-estrada. A Defesa Civil municipal atua no direcionamento das famĂ­lias para lugares seguros, junto da secretaria da FamĂ­lia e AssistĂŞncia Social, Defesa Civil Estadual e ExĂŠrcito. O secretĂĄrio Henrique Oliveira, orienta as pessoas se direcionem para locais mais altos. “Pedimos que as pessoas deixem suas casas e vĂŁo para os morros que Ă€FDP DR ODGR GD ORFDOLGDGH que ĂŠ o ponto mais alto de TrĂŞs Vendas. Pedimos tambĂŠm que o mĂ­nimo de gente Ă€TXH QR VHJXQGR DQGDU GH

JĂ”NATAS MANHĂƒEZ

Apenas em Santo AntĂ´nio de PĂĄdua sĂŁo 12.300 pessoas fora de suas casas. Seis municĂ­pios do Rio de Janeiro decretaram situação de emergĂŞncia apĂłs as Deciedimos que enchentes provocadas pela chuva: Laje do MuriaĂŠ, Sanas pessoas deixem to AntĂ´nio de PĂĄdua, Itaperuna, Italva, Cardoso Moreisuas casas e vĂŁo ra e Miracema. para os morros que O secretĂĄrio de Estado de AssistĂŞncia Social e Direitos Ă€FDPDRODGRGD Humanos, Rodrigo Neves, localidade, que ĂŠ o anunciou na manhĂŁ nesta quinta-feira durante a assiponto mais alto de natura do prorrogamento do TrĂŞs Vendas Aluguel Social em SĂŁo Gonçalo, a criação de um gabiHENRIQUE OLIVEIRA nete de crise, a ser instalado 6(&5(7Ăˆ5,2'( em Campos, para auxiliar $66,67Ç1&,$62&,$/ os municĂ­pios atingidos pela chuva. Na tarde desta quintasuas casas, dando prioridade Ă ida para os morros, jĂĄ -feira, o secretĂĄrio Rodrique o socorro chegarĂĄ por go Neves visitou as regiĂľes Norte e Noroeste do Estado lĂĄâ€?, ressalta Henrique. Segundo balanço divul- para acompanhar os trabagado Ă s 19h desta quinta- lhos das secretarias muni-feira, apenas no Norte e no cipais de AssistĂŞncia Social Noroeste Fluminense pelos dos municĂ­pios afetados e menos 34.840 pessoas estĂŁo apoiĂĄ-las. Ele viajou acomdesabrigados ou desalojados panhado da subsecretĂĄria de devido as cheias dos rios e AssistĂŞncia Social e Descenchuvas que assolam as regi- WUDOL]DomRGD*HVWmR1HOPD Dique de contenção se rompe em Campos de Goiyacazes-RJ e provocou fuga de moradores da cidade }HV GHVGH R ~OWLPR ViEDGR $]HUHGR

MINAS

CAMPINA GRANDE MISS BRASIL

Ontem, a Defesa Civil DWXDOL]RX SDUD  R Q~PHUR de municĂ­pios que decretaram situação de emergĂŞncia em Minas Gerais devido aos estragos causados pelas chuvas. Passaram a integrar a lista Mesquita e SardoĂĄ, no Vale do Rio Doce; Rio Espera, MiraĂ­, Cataguases, Araponga, Caputira e Rio Casca, na Zona da Mata; Belo Vale, Entre Rios de Minas, Contagem, Formiga, MĂĄrio Campos, Conselheiro Pena e Esmeraldas, na regiĂŁo Central; alĂŠm de Santa FĂŠ de Minas, no Norte do Estado, e DivinĂłpolis, no Centro-Oeste mineiro. Outras 55 cidades tamEpP QRWLĂ€FDUDP SUHMXt]RV mas nĂŁo chegaram a publicar o decreto. Ao todo, 9.880 PLO SHVVRDV Ă€FDUDP GHVDORjadas e 512 desabrigadas. $V SUHIHLWXUDV FRQĂ€UPDUDP pelo menos 34 feridos em todo o Estado, alĂŠm de oito mortes. No total, mais de 2 milhĂľes de pessoas jĂĄ foram afetadas pelos temporais. A coordenadoria mantĂŠm o alerta meteorolĂłgico para as ĂĄreas dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce, por causa dos alagamentos, GHVOL]DPHQWRVGHWHUUDHHOHvação de nĂ­vel dos rios.

O início da tarde de ontem foi marcado pela violência na Penitenciåria Feminina de Campina Grande, que estå instalada no Complexo Penitenciårio do Serrotão. Após decretarem estado de rebelião, as presas promoveram incêndios dentro da unidade e duas mulheres que estavam na cela isolada acabaram morrendo carboni]DGDV De acordo com a Polícia Militar, o tumulto teve início às 14h30, quando as presas estavam em atividade recreativa e pode ter sido gerado devido a desavenças internas entre as próprias detentas que queimaram vårios móveis e colchþes. Houve muito tumulto e vårias equipes da Polícia Militar foram deslocadas para a unidade prisional. Com o início das chamas, o Corpo de Bombeiros e o Samu/CG tambÊm foram acionados. Algumas presas sofreram ferimentos leves e tambÊm princípio de intoxicação por conta da fumaça, mas foram atendidas pelos mÊdicos e em seguida liberadas. Jå as duas presas que morreram FDUERQL]DGDV DLQGD QmR WLveram a identidade revelada.

87 cidades em estado de emergĂŞncia

Presas morrem DÊbora Lyra FDUERQL]DGDV recebe alta e durante rebelião deixa hospital A Miss Brasil 2010, DÊbora Lyra, teve alta e deixou o hospital na tarde ontem. Pela manhã, o namorado dela, o comerciante Hermon Lopes, 22 anos, tambÊm dei[RXRKRVSLWDODSyVGH]GLDV sob cuidados mÊdicos. Hermon dirigia o carro que invadiu a contramão e bateu de frente com veículo que seguia no sentido oposto, na rodovia BR 101 Sul, em Guarapari, no dia 27 de GH]HPEUR $ PmH GH +HUmon, Maria Auxiliadora MiJXHOGH6RX]DDQRVPRUreu no acidente e, ao todo, VHLVSHVVRDVÀFDUDPIHULGDV DÊbora e o namorado estavam internados em um hospital particular de Vitória desde o dia seguinte ao acidente. Ele passou por uma cirurgia no fêmur diUHLWR H ÀFRX FLQFR GLDV QD Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital. Jå a modelo, antes de ser transferida, passou por SURFHGLPHQWRVFLU~UJLFRVQR Hospital São Lucas para a retirada do baço, devido a uma hemorragia interna. Em seguida, ainda no São /XFDV IH] RXWUD FLUXUJLD SDUDÀ[DomRGDFROXQD


8

MUNDO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

Mundo

Catålogo de loja francesa de roupas infantis mostra crianças e homem nu A loja de departamentos francesa La Redoute, que atua em vårios países, provocou polêmica após uma foto de divulgação do catålogo de roupas infantis mostrar um homem nu ao fundo. A foto gerou repercussão no Twitter e outras redes sociais, que atraiu milhares de comentårios. A loja, segundo o jornal The Sun, retirou imediatamente a imagem do site e tambÊm todos os comentårios. Depois formalizou um pedido de desculpas pelo erro cometido.

Onda de explosĂľes ressurge no Iraque

Atentados a bairro xiita provocam morte de 75 pessoas e mostram instabilidade do paĂ­s depois da saĂ­da das tropas dos EUA

U

ma onda de explosĂľes sacudiu dois bairros xiitas em BagdĂĄ na manhĂŁ de ontem, matando ao menos 29 pessoas na capital iraquiana. Horas depois, um grupo de peregrinos, tambĂŠm xiita, foi alvo de uma novo ataque, que

matou mais 46 civis, elevando o nĂşmero de mortes ontem para 75. A sĂŠrie de atentados, o segundo incidente do tipo em menos um mĂŞs, ĂŠ mais uma prova da instabilidade e da tensĂŁo sectĂĄria que se instaurou no Iraque apĂłs a retirada das tropas america-

QDVQRĂ€QDOGRDQRSDVVDGR Pela manhĂŁ, quatro explosĂľes atingiram os principais redutos xiitas da capital iraquiana. Primeiro, uma moto-bomba perto de um ponto de Ă´nibus e de um explosivo deixado em uma estrada matou ao

menos 13 pessoas no bairro de Sadr City, onde outras 37 WHULDP ÀFDGR IHULGDV 6DGU City Ê o reduto do clÊrigo xiita radial Muqtada al-Sadr, que hå alguns anos lutou contra tropas americanas em Bagdå e agora se tornou um aliado importante do primei-

ro-ministro iraquiano Nuri al-Maliki. “Havia um grupo de trabalhadores reunidos, esperando para serem contratados (perto do local da explosĂŁo). AlguĂŠm trouxe uma pequena moto e a estacionou ali perto. Poucos minutos depois, ela explodiu, matando pesso-

POR ACORDO DE PAZ

Israel e palestinos se reĂşnem segunda-feira Negociadores israelenses e palestinos manterĂŁo na 2ÂŞ feira, em AmĂŁ, na Jordânia, seu segundo contato direto em menos de uma semana, informou, ontem, o Departamento de Estado norte-americano. “Estamos encorajados por ambos virem Ă mesa, estarem conversando diretamenteâ€?, disse a porta-voz Victoria Nuland, acrescentando que o encontro da Jordânia deve seguir o formato da reuniĂŁo de terça-feira, ocorrida tambĂŠm em AmĂŁ, com a presença dos negociadores Saeb Erekat (palestino) e Yitzhak Molcho (israelense). Fazia mais de um ano que os dois lados nĂŁo mantinham contatos diretos. As reuniĂľes foram organizadas pelo chamado Quarteto de negociadores do Oriente

MÊdio - Estados Unidos, Rússia, União Europeia e Organização das Naçþes Unidas. Em 23 de setembro, o grupo propôs que os dois lados retomassem as negociaçþes com a meta de concluir um acordo de paz atÊ RÀQDOGH DIà LOGO O encontro de terça-feira não teve resultados concretos, pois serviu para estabelecer os termos para a eventual retomada de diålogo entre o presidente palestino, Mahmoud Abbas, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. O processo de paz havia sido abandonado em 2010 pelos palestinos devido à recusa israelense em deixar de ampliar seus assentamentos em territórios ocupados.

as, ferindo alguns e queimando carros�, disse um policial no local do incidente. O segundo ataque, com dois carros-bomba, aconteceu menos de duas horas depois, no bairro de Kadhimiya e matou ao menos 16 pessoas, ferindo mais de 30 civis.

HOSNI MUBARAK

Promotor pede pena de morte para ex-ditador O promotor Ă frente do julgamento do ex-ditador egĂ­pcio Hosni Mubarak, de 83 anos, pediu que o polĂ­tico seja sentenciado Ă  pena de morte por ser cĂşmplice na morte de centenas de manifestantes durante os levantes populares no Egito, no inĂ­cio do ano passado. Mustafa Khater, um dos cinco promotores do caso, tambĂŠm pediu que o juiz decretasse pena de morte por enforcamento ao chefe de segurança de Mubarak e outros seis policiais de alto escalĂŁo ligados ao ditador. “Retribuição ĂŠ a solução. Qualquer juiz justo deve decretar pena de morte para esses rĂŠusâ€?, disse Khater, durante o julgamento. A Promotoria pede a pena mĂĄxima, ou seja, o enforcamento. Mais cedo, o chefe da Promotoria, Mustafa Suleiman, UHDĂ€UPRXGXUDQWHDDXGLrQcia que Mubarak era “polĂ­tico e legalmenteâ€? responsĂĄvel pela morte de manifestantes, alegando que o ex-presidente de nada fez para impedir a violĂŞncia, apesar de estar a par da situação “Ele (Mubarak) nĂŁo pode nunca, como uma autoridade, alegar que nĂŁo sabia o que estava acontecendoâ€?, disse Suleiman. “Ele ĂŠ responsĂĄvel pelo que aconteceu e deve lidar agora com as consequĂŞncias polĂ­ticas e legais pelo que aconteceu. É irracional e ilĂłgico assumir que ele nĂŁo sabia que os manifestantes estavam sendo mortos, concluiu. Ontem, a Promotoria terminou de apresentar as provas contra o ex-ditador. Entre as evidĂŞncias, estĂŁo um vĂ­deo que mostra policiais matando manifestantes.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

Cidades

CIDADES

9

)DPtOLD¿FDjGHULYDHPODJRDQR Pontal da Barra e Ê salva por militar Um passeio de barco pela lagoa, no bairro do Pontal da Barra, por pouco não acaba em tragÊdia. Devido a problemas mecânicos, a embarcação, ocupada por pelo menos quatro pessoas, passou a viajar à deriva causando pânico entre os integrantes da lancha. Na orla do Pontal, um grupo de policiais militares que participavam de uma confraternização observou de perto o desespero da família. Um dos militares, o subtenente Salomão Pereira dos Santos, entrou na lagoa e conseguiu fazer com que a lancha chegasse à margem.

Juiz autoriza exumação de corpo de modelo Eric Ferraz foi sepultado com projÊteis dentro do corpo e a falha do IML serå apurada por meio de sindicância ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

A

Justiça autorizou o Instituto MĂŠdico Legal de MaceiĂł a fazer a exumação do corpo do modelo alagoano Eric Ferraz, morto durante a festa de RĂŠveillon, na cidade de Viçosa. A exumação foi solicitada pelo delegado regional Belmiro Cavalcante, porque o corpo do modelo foi sepultado com as balas que tiraram sua vida. “A exumação vai tentar localizar os projĂŠteis para saber se os tiros partiram de mais de uma arma e o tipo das armasâ€?, explicou o juiz Luciano Andrade, que autorizou a exumação. Para o delegado Belmiro Cavalcante, a obtenção das balas ĂŠ fundamental pois elas passarĂŁo por exame de comparação balĂ­stica, o que poderĂĄ constatar se Jaysley Oliveira, irmĂŁo do principal acusado, Judarley Oliveira, participou ou nĂŁo do crime. De acordo com Belmiro Ca-

valcante, as balas nĂŁo foram retiradas do corpo do modelo por falta de um equipamento de Raio-X no IML. A assessoria de comunicação da PerĂ­cia Oficial do Estado de Alagoas informou que esta foi a primeira vez que um corpo foi enterrado com os projĂŠteis e que, mesmo sem o aparelho de Raio-X, ĂŠ possĂ­vel a retirada das balas, jĂĄ que o IML nunca dispĂ´s desse aparelho. A data da exumação ainda nĂŁo foi definida e, segundo a assessoria, a direção da PerĂ­cia Oficial aguarda o laudo do IML e a justificativa do mĂŠdico plantonista sobre o fato ocorrido. A equipe de plantĂŁo responderĂĄ a uma sindicância administrativa que vai apurar as responsabilidades. O juiz da comarca de Viçosa, Luciano Andrade, declarou Ă Tribuna Independente que estĂĄ desapontado com a situação. “Os projĂŠteis poderiam ter sido retirados na primeira oportunidade, mas nĂŁo foi feito. Sin-

to a dor da famĂ­lia, por ter que passar por isso, nesse momentoâ€?, relata o magistrado. “O que conforta ĂŠ que o ato [a exumação] ĂŠ necessĂĄria para o esclarecimento do crimeâ€?, acrescenta. CITADOS O delegado Belmiro Cavalcante ouviu ontem mais duas pessoas que foram citadas durante as oitivas. “Os depoimentos nĂŁo acrescentaram em nada nas investigaçþesâ€?, revelou o chefe de operaçþes Carlos Humberto Alves, informando que essas pessoas foram citadas por talvez estarem prĂłximas ao local. Ontem, o caseiro JoĂŁo Alfredo Santos da Silva, preso na quarta-feira, foi solto apĂłs pagar fiança no valor de um salĂĄrio mĂ­nimo. Ele foi preso em flagrante, em posse de uma pistola antiga, uma arma de choque, um cassetete de ferro e algemas. Em depoimento, o caseiro confessou ter guardado a arma a pedido de Judarley Oliveira.

SANDRO LIMA/ARQUIVO

Modelo foi morto na noite de RĂŠveillon, mas polĂ­cia ainda nĂŁo sabe se ele levou tiros de uma ou duas armas

SANDRO LIMA

ELUCIDAĂ‡ĂƒO

CASO ERIC FERRAZ

Pai diz confiar Vilela promete empenho na em exumação, elucidação de assassinato apesar da dor DANIEL MAIA REPÓRTER

Governador se reuniu ontem com o pai do modelo assassinado e assegurou que caso serĂĄ solucionado

Conforme havia prometido, o governador Teotonio Vilela Filho recebeu em seu gabinete, no PalĂĄcio RepĂşblica dos Palmares, o funcionĂĄrio pĂşblico Edglenes dos Santos, pai do modelo Eric Ferraz, assassinado no primeiro dia do ano durante a festa de RĂŠveillon em Viçosa. A reuniĂŁo, que aconteceu a portas fechadas, contou com a presença do advogado da famĂ­lia, Raimundo Palmeira. ApĂłs a conversa, o funcionĂĄrio pĂşblico se disse tranquilizado e satisfeito. “O que eu pedi a ele ĂŠ que o caso nĂŁo fique impune. A famĂ­lia achava que nĂŁo ia

dar em nada, no entanto houve uma reviravolta. JĂĄ diminuiu muito o peso que se encontrava aqui no meu peito, e nĂŁo vai demorar a pegarem o outro presoâ€?, disse. Ele disse que deposita confiança no governador, que prometeu “arregaçar as mangasâ€? frente Ă PolĂ­cia Civil, para que os principais suspeitos do assassinato de Eric sejam punidos. “Todo assassinato ĂŠ horrĂ­vel, mas esse crime... Daremos a ele todo apoio que for necessĂĄrio para que a Justiça seja feitaâ€?, revelou. A secretĂĄria de Turismo de Viçosa, Karina Padilha, aguardou do lado de fora para prestar condolĂŞncias Ă  famĂ­lia.

GRAVEMENTE FERIDO

Idoso ĂŠ atropelado por carro conduzido por menor BRENO AIRAN REPĂ“RTER COM EDITORIA DE CIDADES

O idoso identificado como AntĂ´nio PorfĂ­rio da Silva, 68, foi atropelado ontem pelo veĂ­culo

Siena prata de placa MVE-2612, Alagoas, conduzido por um menor, de 17 anos, filho de um sargento do Corpo de Bombeiros. O jovem seguia na Rua Firmo Correia de Araújo, principal do Conjunto Osman Loureiro, em direção ao Clima Bom, quan-

do colidiu com o idoso que seguia de bicicleta na direção contråria. O senhor fazia uma curva para entrar na rua de acesso ao Conjunto Rosane Collor, onde mora, quando foi surpreendido pelo veículo. Segundo testemunhas, o

condutor do carro estava em alta velocidade. Desabilitado, ele dirigia o Siena que ganhou do pai hĂĄ pouco tempo, e estava acompanhado de uma irmĂŁ. A colisĂŁo aconteceu em frente ao posto de combustĂ­vel Dislub e ao bar Veneza. O Samu foi

acionado para o local e atendeu o idoso, que ficou gravemente ferido. A vĂ­tima perdeu muito sangue e foi internada no Hospital Geral do Estado (HGE), onde estava entubado atĂŠ a noite de ontem.

Edglenes dos Santos, pai de Eric Ferraz, falou da exumação do corpo do filho. Mesmo considerando o procedimento doloroso para seu estado emocional, segundo ele, nĂŁo haveria outra alternativa para que a elucidação do caso fosse realizada de maneira rĂĄpida e coesa. â€œĂ‰ a repetição de toda a dor. VocĂŞ pode chorar de novo. Mas se for para justificar que foram aquelas duas pessoas que atiraram, vamos realizar o procedimentoâ€?, disse, referindo-se aos irmĂŁos Jasley Oliveira, que estĂĄ preso, e Judarley Oliveira, considerado foragido da Justiça. ApĂłs externar a sua vontade imediata, que ĂŠ prender os autores do assassinato de seu filho, o funcionĂĄrio pĂşblico disse ter recebido um convite do padre de Marechal Deodoro para realizar projetos voltados Ă conscientização da nĂŁo violĂŞncia. “Eu nĂŁo sei o que vai acontecer daqui pra frente. O padre da cidade me sugeriu pra que eu fizesse uma ONG, mas eu nem sei como ĂŠ que começa isso. A minha pretensĂŁo agora nĂŁo ĂŠ polĂ­tica. É, sim, uma polĂ­tica de prender os bandidos que mataram o meu filhoâ€?. (D.M.)

UNCISAL

INSCRIÇÕES ABERTAS

VENDA DE CELULAR

Provas serĂŁo nos dias 5, 6 e 7 de fevereiro

Sesc oferece esporte e lazer em colônia de fÊrias Agente penitenciårio Ê preso após investigação

A Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas divulgou ontem o novo edital para a realização das provas do Vestibular 2012. As provas serão no dia 5 de fevereiro, no horårio das 14 às 18 horas, e nos dias 6 e 7 de fevereiro, no horårio das 14 às 17 horas. A partir do dia 26 de janeiro, os candidatos poderão fazer a impressão do cartão de inscrição e conferir os locais de provas no site da Copeve. O gabarito serå divulgado a partir das 20 horas dos dias de realização das provas. O listão dos aprovados serå divulgado no dia 2 de março.

Uma das opçþes de lazer nas fÊrias para as crianças Ê o Projeto Brincando no Sesc. Atividades de esporte e lazer, como jogos aquåticos, passeios WHPiWLFRVR¿FLQDGH criatividade, torneios esportivos, tiroleza, brincadeiras e muitas outras opçþes de diversão são oferecidas no local. A colônia de fÊrias Ê destinada a crianças entre 6 e 11 anos, e conta com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar. A atividade acontece de 23 a 27 de janeiro na unidade Sesc-Guaxuma. As inscriçþes jå estão abertas.

O agente penitenciårio William JosÊ de Araújo Santos foi preso na tarde de ontem, no Presídio Baldomero Cavalcanti, com mandado expedido pela 17ª Vara Criminal de Maceió. Ele Ê acusado de vender aparelhos celulares, carregadores e outros materiais ilícitos para reeducandos da unidade prisional onde trabalhava. A prisão foi efetuada por uma guarnição do Bope. O agente foi encaminhado à Central de Polícia. William vinha sendo investigado pelo MinistÊrio Público Estadual e pela Superintendência Geral de Administração Penitenciåria.


10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

MS quer diminuir quantidade de sal no pĂŁo ,QG~VWULDVGHPDVVDHGHWULJRHSDQLÂżFDo}HVWHUmRTXHUHGX]LUTXDQWLGDGHGRVDOGHSDUDSRUXQLGDGH DANIEL MAIA REPĂ“RTER

N

ĂŁo hĂĄ ĂŠpoca do ano destinada ao consumo do pĂŁo. Quentinho ou jĂĄ dormido, o pĂŁozinho francĂŞs ĂŠ sempre uma boa pedida para famĂ­lias e empresas tracionais, seja para o cafĂŠ da manhĂŁ ou aquele jantar apetitoso. Por conta da “preferĂŞnciaâ€?, o MinistĂŠrio da SaĂşde se posicionou sobre as taxas de sĂłdio do alimento: atĂŠ 2014, as indĂşstrias de massa, trigo e as panificaçþes terĂŁo que reduzir a quantidade de sal no pĂŁo de 2% para 1,8%. Parece pouco, mas o habitual pĂŁo, onipresente nas dietas de todo brasileiro, ĂŠ um dos fatores contribuintes para problemas de saĂşde, como pressĂŁo alta, doença nos rins e no coração. Ainda em 2009, a Pesquisa de Orçamento Familiar do Instituto Brasileiro de Geografia e EstatĂ­stica (IBGE) mostrou que o brasileiro em geral consome, todos os dias, pelo menos, uma unidade do alimento. Como ĂŠ tĂŁo costumeiro se alimentar do pĂŁo, a AgĂŞncia Nacional de Vigilância SanitĂĄria (Anvisa) tambĂŠm estĂĄ chamando a atenção dos brasileiros para a quantidade de sal que contĂŠm em cada unidade. É considerado normal pela Organização Mundial de SaĂşde (OMS) que em um pĂŁo cujo peso apresente 50 gramas tenha cerca de 320 miligramas de sĂłdio. De acordo os dados da OMC, o consumo de sal

“

SANDRO LIMA

PROGRAMA DE FÉRIAS

Projeto Golfinho começa segunda com recreação

Temos total preocupação com a saúde do cliente. Hoje em dia temos que buscar, ao måximo, se especializar para que possamos seguir com o negócio�

EDINALDO HOLANDA PADEIRO E EMPRESĂ RIO

recomendado por dia deve-se equiparar a uma colher de chĂĄ, o que corresponde a dois mil miligramas. O brasileiro consome em mĂŠdia 3.200 miligramas de sĂłdio por dia, valor muito acima do indicado. HĂĄ 30 anos ativo no mercado de Alagoas, o padeiro e proprietĂĄrio de uma padaria no bairro do Poço, Edinaldo Holanda, se diz experiente e versĂĄtil no assunto. Ele conta que produz uma mĂŠdia de 100 quilos de pĂŁes por dia, todos feitos de maneira saudĂĄvel e de forma higiĂŞnica. “Temos total preocupação com a saĂşde do cliente. Hoje em dia temos que buscar, ao mĂĄximo, se especializar para que possamos seguir com o negĂłcioâ€?, reforça. A mĂŠdia de sal do pĂŁo de Edinaldo ĂŠ de 150 gramas para cada 10 quilos de pĂŁo, o que segundo ele representa uma quantidade de 1,5% de sal por pĂŁo, um valor abaixo de 1,8% determinado como limite pela Organização Mundial de SaĂşde.

PĂŁo tambĂŠm QmRSRGHFRQWHUVXEVWkQFLDVFDQFHUtJHQDVFRPREURPDWRPDVÂżVFDOL]DomRpIDOKD

CANCEROSO

TĂŠcnico da Visa chama a atenção para os perigos do ‘pĂŁo inflĂĄvel’ O trabalho de fiscalização da quantidade de sal no pĂŁo estĂĄ sendo iniciado no Brasil, capitaneado pela Anvisa, mas em Alagoas o controle sobre a qualidade do produto nas padarias estĂĄ distante de se tornar realidade. O coordenador da Vigilância SanitĂĄria de MaceiĂł, Ricardo Walker, informou que o procedimento nĂŁo ĂŠ realizado na capital, muito menos nos outros municĂ­pios. “Aqui em Alagoas nĂŁo existe fiscalização da quantidade de sal no pĂŁo. É muito importante, mas

o trabalho que ĂŠ realizado ĂŠ voltado para a fabricação e armazenamento de alimentos, bem como todo o processo de higienizaçãoâ€?, revelou. Um fenĂ´meno muito corriqueiro conhecido como “pĂŁo de arâ€? entre os clientes ferrenhos de padaria pode justificar a necessidade de medidas enĂŠrgicas com relação Ă fabricação do pĂŁo em Alagoas. “Quando o pĂŁo ĂŠ grande e, apĂłs o amasso, nĂŁo tem carne, ĂŠ sinal de que duas substâncias foram adicionadas em sua com-

posição: o brometo e o bromato. Eles sĂŁo perigosos e cancerosos se usados de maneira indevidaâ€?, destaca o vigilante. Walker aponta que as substâncias capciosas sĂŁo adicionadas ao pĂŁo para darem uma aparĂŞncia mais consistente e por conferir facilidade no processo de fabricação do produto. “Essa tecnologia ĂŠ mais fĂĄcil e mais perigosa, mas muitos fabricantes conseguem comprar as substâncias em distribuidores clandestinosâ€?, relata. (D.M.)

Atividade fĂ­sica na praia, disciplina, recreação com muita brincadeira e aprendizagem da vida. Esses sĂŁo os principais atrativos que fazem as crianças se apaixonarem pelo Projeto Golfinho, uma iniciativa de integração social realizada atravĂŠs da parceria entre a Braskem e o Corpo de Bombeiros. Dividida entre quatro semanas, a edição de 2012 terĂĄ inĂ­cio na manhĂŁ da prĂłxima segunda (9), na Praia de Pajuçara, em frente ao Beer CRB, onde o primeiro grupo de Golfinhos começarĂĄ a semana com o pĂŠ direito e muita diversĂŁo oferecida pelo Projeto. Para este ano, foram disponibilizadas 500 vagas para as crianças interessadas, com idades entre 8 e 13 anos. JĂĄ no primeiro dia, as inscriçþes foram encerradas com todas as vagas preenchidas. Segundo o major Carlos Cauper, coordenador da colĂ´nia de fĂŠrias, tudo estĂĄ pronto para receber as crianças durante as quatro semanas do Projeto. “Graças Ă parceria que firmamos com a Braskem desde a primeira edição, conseguimos todos os anos realizar o Projetoâ€?, afirmou. Para Milton Pradines, gerente de Relaçþes Institucionais da Braskem, a parceria confirma a preocupação da empresa com açþes voltadas para a comunidadeâ€?.


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

CIDADES

11

Associação militar suspende rifa após denúncia de regalia Bilhete de moto no valor de R$ 100 estaria sendo vendido em troca de segurança ANA PAULA OMENA REPÓRTER

B Morreu o DitĂŁo!

E

le era um negrĂŁo grandalhĂŁo de dois andares. Trabalhava como arrumador, nas docas do JaraguĂĄ. Seu nome: JosĂŠ Benedito, mas era mais conhecido como DitĂŁo. Tinha a fama de garanhĂŁo no bairro jaragualino e adjacĂŞncias. Vivia sempre rodeado de mulheres brancas, negras, mulatas, galegas... cada uma mais gostosa que a outra! Aquelas donas que sobraram dos tempos boĂŞmios do JaraguĂĄ e que encontraram guarida nos braços do negĂŁo, garantem que o segredo do sucesso dele com o mulherio nĂŁo era a sua boniteza, mas dado o fato de que ele era sexualmente descomunal. NegĂłcio pra humilhar qualquer jumento. Ocorre que, num fatĂ­dico dia, o DitĂŁo morreu. Um trator Caterpillar da prefeitura o atropelou na Avenida da Paz, quando ele tentava atravessar a pista que, Ă ĂŠpoca, era pavimentada a paralelepĂ­pedos. A notĂ­cia do seu Ăłbito espalhou-se rapidinho na praça e o que deu de mulher se lamentando e se descabelando nĂŁo estĂĄ no gibi. Uma multidĂŁo enorme havia se aglomerado em torno do corpo inanimado do negrĂŁo. Entre os curiosos encontrava-se um pastor evangĂŠlico que residia na Ponta da Terra, cuja esposa era considerada um raro exemplo de virtude, decĂŞncia, honradez e santidade. Depois de ter reparado na cena do cara morto na rua, o evangĂŠlico correu pra casa a passo de “ordem, unidaâ€?. Mal pisou no chĂŁo da sala, ele se abriu com a esposa: - Estou impressionado, meu amor... - O que foi que o impressionou tanto? – perguntou a mulher. - Acabei de ver um homem morto... - Oooohhh... - Mas o que me impressionou nĂŁo foi o homem propriamente dito, mas uma parte do seu corpo! - Acho bom vocĂŞ esclarecer melhor, porque nĂŁo estou entendendo nada! - Bom... ele morreu atropelado por um trator da prefeitura, na Avenida da Paz. NĂŁo tinha nenhum machucado nem na perna e nem no braço. O que tinha quebrado era o pĂŞnis dele! Um baita dum pĂŞnis, maior que o de um jegue! Precisava ver aquela coisa, minha filha. Grossona, tinha atĂŠ tatuagem... - O homem era preto? - Era! A mulher desmaiou, na hora. Desarvorado, o marido tentou desculpar-se: - Eu nĂŁo devia ter falado essas coisas pra vocĂŞ, que ĂŠ tĂŁo pura, minha querida... Madame abriu um olhinho e antes de desmaiar de novo, escandalizou: - Aaaiii, meu Deus! O DitĂŁo morreu! Mataram o meu DitĂŁo!

Jå era corno e não sabia! Bons amigos, bem dizer LUPmRV+HSDWLQRH+LSRJOLQDOGR foram criados juntos. Cursaram o primårio inteirinho nas mesmas classes, o ginåsio idem e o FLHQWt¿FRGDPHVPDIRUPD8P dia, Hepatino caiu de cama com um câncer escalafobÊtico. Seu mÊdico foi sincero: 2OKDVHX7LQRRVHQKRUQmR tem mais jeito... &RQIRUPDGtVVLPRHOHFKDPRX sua mulher, que era material pra homem nenhum botar defeito, e falou:

- Cidinha, quero que vocĂŞ me prometa uma coisa... - O que vocĂŞ quiser, meu amor. 4XDQGRHXPRUUHUHQmRYDL demorar muito tempo, eu quero que vocĂŞ se case com o meu amigo Hipoglinaldo, tĂĄ certo? A mulher entristeceu: - Mas meu bem, serĂĄ que eu QmRSRGLDFDVDUFRPR)HEU{QLR primo dele? 8pSRUTXHFRPR)HEU{QLR" - Porque com ele eu jĂĄ estou mais acostumada!

Duplo crime 3UHQGHUDPQD%UHMDOXPSREUHFRLWDGRFKDPDGR)ORULVGHEDOGR 3DL[mRELVFDWHLURFRPH[HUFtFLRQR0HUFDGRGD3URGXomREDLUURGD/HYDGD$FXVDomRGXSORKRPLFtGLR/HYDGRjSUHVHQoDGRHQWmRGHOHJDGR GRƒ'LVWULWRGH3ROtFLDGD&DSLWDOGRXWRU-iPHVVRQ5RGULJXHVHVWH de pronto, o interrogou: - Mas por que o senhor fez uma barbaridade dessas, meu amigo? (R3DL[mRFKHLRGHKXPLOGDGH eTXHDPXOpFLVP{GHLUFDQWiQREXWHFRGR=H]LQKR3H]mR7DYD GDQGRXPDGHDUWLVWDGRW{ 0DVDRTXHFRQVWDGRVOHYDQWDPHQWRVHODXVDYDXPSVHXG{QLPR 3RLVpGRW{0HWLDIDFDQHODHQRWDOGH3RVVLG{QLR

ilhetes sendo vendidos no valor de R$ 100 para a rifa de uma moto com intuito de arrecadar recursos para a construção de uma nova sede para uma associação militar. AtĂŠ aĂ­, nenhuma irregularidade. PorĂŠm o que intrigou lojistas que levantaram suspeita sobre o processo foi o fato de um homem que se passou por funcionĂĄrio da associação militar destacar que, na compra do bilhete, a pessoa receberia um ‘kit’ que garantiria privilĂŠgios quanto Ă segurança feita pela PolĂ­cia Militar. O kit seria basicamente um adesivo da associação que

identificaria o comprador quando viaturas da PM passassem no local. Ou seja, aquele estabelecimento, carro ou morador que teria contribuído com a rifa teria mais segurança garantida, diferente de quem não contribuiu. A denúncia foi feita à Tribuna Independente por um comerciante que preferiu não se identificar. A reportagem ouviu o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar e Bombeiros de Alagoas (Aspra/ AL), Wagner Simas, que negou ter conhecimento do argumento utilizado por Everton Miranda, o tal funcionårio, de que comprando o bilhete a pessoa ganharia um adesivo com a lo-

¿FRXPHLRHQYHUJRQKDGRPDVR mÊdico insistiu: - Pode descer a calça e a cueca sem acanhamento. Aqui WRGRVVmRKRPHQV Etelvino, que nunca usava FXHFDGHL[RXjPRVWUDDTXHOHWURço gigantesco, que mais parecia uma jaca pendurada numa årvore. Espantado, o mÊdico exclamou: - Minha Nossa Senhora! Que diabo Ê isso? E o superdotado matuto: 6HLRQmRGRW{'HYHGH tå assim inculhido purcauso do neuvoso!

bia desse mĂŠtodo que eles estĂŁo usando para vender a rifa mais facilmenteâ€?, assegurou. Um lojista do bairro de JaraguĂĄ, em MaceiĂł, suspeitou da venda dos bilhetes e denunciou Ă Tribuna Independente. Por meio dele, a reportagem conseguiu ter acesso Ă  rifa e ao adesivo. “O homem que se dizia funcionĂĄrio da Associação dos Praças da PolĂ­cia Militar e Corpo de Bombeiros de Alagoas, chamado Everton Miranda, ligava todos os dias divulgando a rifa e contando a histĂłria de que o bilhete seria para ajudar na construção da nova sede da associação militar. Ele chegou a dizer que ligava em nome do Comando da PMâ€?, revelou.

COM SĂ?MBOLO DE ASSOCIAĂ‡ĂƒO

Empresa diz que adesivo era sĂł um brinde REPRODUĂ‡ĂƒO

BilheteGDULDGLUHLWRDDGHVLYRSDUDLGHQWLÂżFDomRSHOD3ROtFLD0LOLWDU

A Tribuna Independente entrou em contato com o gerente da empresa J.G. Alves Produçþes, JosĂŠ Gomes Alves, que vendia as rifas da associação dos praças, e ele se defendeu da denĂşncia. â€œĂ€s vezes o funcionĂĄrio fala uma coisa e a pessoa entende outra. O Everton Miranda (pessoa que ligava oferecendo a rifa e usando o argumento de reforçar a segurança para os compradores) ligava para a pessoa e falava sobre o adesivo, mas como um ‘brinde’ que a pessoa poderia colocar onde quisesse para quando os companheiros da entidade passassem vissem que aquela casa contribuiu com a rifaâ€?, declarou o gerente. “Colabora quem quer. NinguĂŠm ĂŠ obrigado. Os funcionĂĄrios ligam para a empresa oferecendo; realmente ĂŠ feito um contato com o comĂŠrcio, mas, com promessa de segurança, nĂŁoâ€?, disparou Gomes. “Vou ouvir o funcionĂĄrio e chamar

a atenção deleâ€?, concluiu. O lojista que fez a denĂşncia, e nĂŁo quis se identificar por medo de represĂĄlia, disse ainda. “O estranho foi ele detalhar que, se a gente comprasse, junto do bilhete viria um ‘kit’ com um adesivo que identificaria a casa que contribuiu com a associação, e, por esta razĂŁo, teria mais segurança dos policiais militares que fazem a ĂĄrea do 1Âş BatalhĂŁo da PMâ€?. Ainda conforme a denĂşncia, o suposto funcionĂĄrio da Aspra tambĂŠm frisava que foram poucos bilhetes, cerca de 45, que somados totalizam R$ 4.500, um valor distante para a construção de uma sede associativa. “O medo da gente era de nĂŁo comprar a tal rifa e aĂ­ ficar sem segurança dos policiais militares, mas em contrapartida pensava: ‘a segurança da PM ĂŠ dever do Estado, entĂŁo porque pagar para se sentir mais seguro?â€?, argumentou o lojista. (A.P.O.) SANDRO LIMA

ATRASO DE SALĂ RIO

Sanatório e Maternidade Paulo Neto estão em greve Trabalhadores do Hospital Sanatório e Unidade de Atendimento à Mulher do Sanatório (antiga Maternidade Paulo Neto) iniciaram uma paralisação por tempo indeterminado na manhã de ontem. Centros cirúrgicos estão sem funcionar. O movimento grevista suspendeu atendimentos atÊ a direção da unidade definir uma data para o pagamento dos salårios referentes aos meses de novembro e dezembro. De acordo com a direção do Sindicato dos Auxiliares e TÊcnicos de Enfermagem no Estado de Alagoas (Sateal), não restou

outra opção a não ser a greve. Os dirigentes sindicais relatam que muitos funcionårios só estariam conseguindo chegar ao hospital porque contam com caronas. O diretor administrativo do hospital, Júlio Bandeira, afirmou que jå existe uma proposta para quitar os salårios em atraso. Ele prometeu o pagamento do mês de novembro atÊ o dia 10 deste mês e o de dezembro atÊ o dia 20, tambÊm deste mês, inclusive com a liberação de fÊrias. Os serviços de urgência e emergência estão mantidos, segundo o diretor. (A.P.O.)

TrabalhadoresGHFLGLUDPSDUDUDWLYLGDGHVDWpDWXDOL]DomRGHSDJDPHQWR

FESTA DE REIS

Justiça obriga produtora a vender meia-entrada ALAGOAS 24 HORAS

Apenas nervoso! %RPSDWUmRRID]HQGHLUR $JULVW{QLR3HUHLUDWRGRVRVDQRV SHJDDSHmR]DGDGHVXDSURSULHdade, acomoda numa caminhoneta e leva pro mĂŠdico, em Arapiraca. A Ăşltima vez que cumpriu esse ULWXDOIRLORJRGHSRLVGR~OWLPR6mR -RmR3DURXQDSRUWDGRFRQVXOWyrio do doutor Remo Cavalcante e despejou a turma: Um a um, os trabalhadores IRUDPLQJUHVVDQGRQRFRQVXOWyULR Quando todos estavam lĂĄ dentro, o doutor pediu que tirassem a roupa para o exame coletivo. Um dos peĂľes, chamado Etelvino,

gomarca da Aspra, que garantiria mais segurança Ă s casas, estabelecimentos comerciais e carros adesivados. “A ação da rifa existe, assim como rifa-se um produto em qualquer outra associação militar para arrecadar fundos, mas o argumento de que comprando a rifa junto dela a pessoa ganharia um ‘kit’ contendo um adesivo da associação para dar mais segurança isso nĂŁo procedeâ€?, afirmou. Simas frisou que o Comando da PM nada tem a ver com a promoção da rifa, e disse que iria suspender o contrato com a empresa J.G. Alves Produçþes, que estava vendendo as rifas e ganhando comissĂŁo. “NĂŁo sa-

Juiz de Pão de AçúcarIRLIDYRUiYHODSHGLGRGD8QLmRGRV(VWXGDQWHV

O juiz de Direito da Comarca de Pão de Açúcar, Orlando Rocha Filho, concedeu ontem Mandado de Notificação favoråvel ao representante da União Nacional dos Estudantes em Pão de Açúcar, o estudante Fagno Pinto dos Santos. Ele determina que o representante da produtora Glaúcio Produçþes e Eventos dê a opção aos estudantes legalmente identificados de adquirirem ingressos para os shows promovidos durante a comemoração da Festa de Reis na cidade de Pão de Açúcar, com abatimento de 50%, sob pena de incorrer em sansão penal e prisão em flagrante. No dia 28 de dezembro passado, o estudante Fagno Pinto ingressou no Procon com uma queixa

contra o empresĂĄrio GlĂĄucio Santos, alegando que a Lei da Meia Entrada em shows, eventos culturais e esportivos nĂŁo estĂĄ sendo respeitada em PĂŁo de Açúcar. Diretor da UNE no municĂ­pio, ele chegou a discutir com o produtor quando foi cobrar a aceitação das carteiras estudantis nos shows que foram realizados na Festa de Reis, que iniciou no dia 4 e termina neste fim de semana. direito estĂĄ garantido para todos os estudantes de acordo com a Lei 5689, de 12 de maio de 1995, regulamentada pelo Decreto Estadual 37.154 de 15 de maio de 1997. “O nosso objetivo ĂŠ que a lei seja respeitada. Ele negou-se com veemĂŞncia a vender ingressos na condição de meia-entradaâ€?, afirmou Pinto.


12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

PolĂ­cia apreende 3.500 pĂŠs de maconha em Mata Grande

CadĂŞ as provas?

A

Polícia Federal de Pernambuco deve se apressar no sentido de esclarecer uma suposta trama perpetrada pelo deputado estadual Cícero Ferro para matar os colegas Dudu Holanda e Maurício Tavares. A PF Ê uma instituição de credibilidade e, simplesmente, não criaria um fato sÊrio como esse se não tivesse elementos que comprovassem a participação do deputado Cícero Ferro nesse episódio funesto. O que Ê de se estranhar Ê o silêncio da própria PF, que avisou a Polícia de Alagoas que Cícero Ferro contratou policiais militares para matar os dois parlamentares.

Credibilidade

Pão de Açúcar

Se a Polícia Federal insistir no silêncio e não apresentar provas que incriminem Cícero Ferro, a credibilidade da instituição certamente serå afetada. $¿QDOQmRVHFULDXPDKLVWyULD dessas do nada. Portanto, como diz o ditado popular: Jå que matou a cobra, agora mostre o pau.

A Igreja Móvel do deputado federal Givaldo Carimbão chegou na quarta-feira (4) a Pão de Açúcar, a pedido da Paróquia local, para servir de palco para as apresentaçþes religiosas programadas pela Igreja Católica, na Praça Senhor do Bon¿PORFDOGDVFHOHEUDo}HVHRXWUDV atividades cristãs em homenagem ao Bom Jesus dos Navegantes.

Programação Ontem, a programação prosseguiu com celebração de missa, cânticos de louvores e dramatizaçþes. O ator Arnaldo Oliveira Lima esteve mais uma vez apresentando o monĂłlogo intitulado “O EspĂ­rito do SĂŁo Franciscoâ€?. E a programação profana continuou na AABB com dois shows marcados para iniciar Ă s 22 horas: Mano VĂĄlter e Banda Gatinha Manhosa. (QTXDQWRRSDOFRGDRUODĂ€XYLDOHVWiVHQGRDUPDGRSDUDRVVKRZV pĂşblicos, que terĂŁo inĂ­cio nesta sexta-feira (6), funcionĂĄrios da Prefeitura Municipal de PĂŁo de Açúcar e a comissĂŁo organizadora da tradicional Festa de Bom Jesus dos Navegantes fazem os Ăşltimos ajustes para deixar tudo em ordem. A noite desta sexta-feira serĂĄ animada pelo DJ Tuca, Banda Nossa Banka e Banda ForrĂł Maior. O inĂ­cio do show estĂĄ marcado para as 22 horas.

Cultura na Praça Maratona no såbado Ainda sobre Pão de Açúcar: 8PDH[SRVLomRIRWRJUi¿FD do Programa de Resgate da Cultura de Pescadores e Pescadoras do Baixo São Francisco (Chesf), um recital de poesias com poetas pão-de-açucarenses e as apresentaçþes das bandas musicais Sociedade Musical Guarani (Pão de Açúcar) e Mestre Elísio (Piranhas) fazem parte da programação cultural marcada para esta sexta-feira (6), à noite, na Praça da Matriz. A exposição terå início às 17 e encerramento às 22 horas.

Diversas competiçþes esportivas estarĂŁo acontecendo de sexta-feira (6) a domingo (8), em lugares diferentes: futebol society (6), futebol de veteranos (7) corrida de jumento (7), futevĂ´lei (7), vĂ´lei de praia (7), corrida de bicicleta (7), maratona (7), natação (8), remo (8), corrida de canoa (8). 1RViEDGRHVWiFRQÂżUPDGDDWUDGLFLRnal Maratona de Reis, com largada do Povoado Meirus e chegada na Praça da Matriz, em pleno centro da cidade. Logo apĂłs a Maratona de Reis, serĂĄ realizado o famoso “Show Força MĂĄxima Hondaâ€?, na Avenida BrĂĄulio Cavalcante. Informaçþes sobre as inscriçþes estĂŁo sendo dadas pelos telefones (82) 3624-1108(Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Comunicação) e 3624-1130 (Prefeitura).

Debates Representantes dos diversos segmentos empresariais do município, Sebrae/AL, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial, Sindicato do ComÊrcio Vajejista (Sindlojas) e Associação dos Empresårios do Distrito Industrial (Adedia) participaram ontem, na Escola de *RYHUQR&pOLD5RFKDGHR¿FLQDGHGHEDWHVSDUDHODERUDomRGR3ODQR Decenal de Desenvolvimento de Arapiraca. Os trabalhos foram iniciados por volta das 9h30, com a coordenação do ex-superintendente da Caixa Econômica Federal em Alagoas, Paulo SÊrgio Barbosa de Melo, e com a mediação do consultor de empresas Noaldo Dantas.

Comitiva Uma comitiva da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal), liderada pelo presidente da Câmara de Murici, Anízio Amorim, o Anizão (PMDB), e os vereadores por Palmeira dos �ndios, França Júnior (PSDB) e Saulo Moura, de Campo Grande, tambÊm participaram dos debates juntamente com representantes do Fórum de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentåvel (FDLIS) e da Mineradora Vale Verde, entre outras empresas e instituiçþes de classe.

Pioneirismo

Iniciativa pioneira no Brasil, o Plano Decenal de Arapiraca estå mobilizando representantes dos 220 mil moradores e integrantes dos poderes públicos de Arapiraca. As atividades tiveram início no dia 1º de dezembro de 2011, com a realização das primeiras reuniþes de trabalho.

SugestĂľes 'XUDQWHDRÂżFLQDRVHPSUHViULRVDSUHVHQWDUDPVXJHVW}HVQDViUHDV de infraestrutura, tendĂŞncias de mercado e projetos para o fortalecimento da cadeia produtiva, com a oferta de geração de emprego e renda, bem como a melhoria da qualidade de vida da população. De acordo com os organizadores do evento, foram realizadas 12 câPDUDVWHPiWLFDVHDRÂżFLQDÂł$UDSLUDFDGDV2SRUWXQLGDGHV´IRLHQFHUUDGDQRÂżPGDWDUGH+RMHVH[WD  VHUiDYH]GDRÂżFLQDÂł$UDSLUDFD Seguraâ€?, com o debate e apresentação de propostas para a ĂĄrea da segurança pĂşblica. ... O governo municipal da cidade sertaneja de PĂŁo de Açúcar este ano estĂĄ homenageando o saudoso canoeiro e um dos grandes incentivadores das tradicionais corridas de canoas de PĂŁo de Açúcar. ... Odilon Rodrigues dos MĂĄrtires, conhecido como “Seu Odilon de Tertoâ€?, ĂŠ o nome da corrida de canoa, prova que serĂĄ realizada neste domingo (8) durante a Festa de Bom Jesus dos Navegantes. O homenageado foi proprietĂĄrio da canoa “Georgiaâ€?, uma das grandes campeĂŁs desta competição. ... Segundo informaçþes dos mais antigos, ele costumava patrocinar e preparar uma saborosa peixada e oferecia aos canoeiros visitantes que chegavam para competir em PĂŁo de Açúcar, nas antigas festas de Bom Jesus dos Navegantes. Por esta razĂŁo, a premiação aos canoeiros vencedores serĂĄ entregue na “Toca do Ă?ndioâ€?, de propriedade de um dos ÂżOKRVGR0HVWUH2GLORQ

Dois supostos funcionårios de donos da plantação foram presos; dois fugiram DAVI SALSA REPÓRTER

INHAPI INFORMES

A

rapiraca (Sucursal) - Os municípios sertanejos continuam sendo região de plantio da maconha e rota do tråfico de drogas em Alagoas. Na manhã de ontem, após investigação, que teve início hå cerca de dois meses, policiais da 3ª Companhia Militar da cidade de Mata Grande, com o apoio de viaturas das cidades de Canapi e Inhapi, apreenderam cerca de 3.500 pÊs de maconha, em uma propriedade rural localizada no Sítio Olho d’à gua do Barbosa. Na ação policial foram presos dois homens: Cícero Andrade da Silva, 36, e Ivanildo Davi da Silva, 53. Outras duas pessoas teriam conseguido escapar e estão sendo procuradas pelos militares. Segundo apurou a reportagem da Tribuna Independente, a droga estava sendo cultivada em um terreno alugado com aproximadamente um hectare de årea. Um detalhe chamou a atenção dos policiais: a årea

Ivanildo Davi e Cícero Andrade disseram que pÊs da droga seriam prensados para a comercialização

era cultivada por meio de sistema de irrigação com a utilização de poços artesianos e adubo químico. Cícero Andrade da Silva e Ivanildo Dias da Silva foram levados atÊ a delegacia regional de Delmiro Gouveia juntamente com

os 3.500 pÊs de maconha que seriam prensados para comercialização de aproximadamente 100 quilos da droga. Em depoimento, os presos revelaram que trabalhavam apenas para os homens que alugaram o sítio. Ainda

de acordo com os acusados, os homens seriam procedentes de Pernambuco, e a droga deveria ser comercializada em cidades do interior daquele Estado. O caso estĂĄ sendo investigado pelo delegado JosĂŠ Valter Cunha.

SEGURANÇA

Piscina natural de Pajuçara terĂĄ mais sinalização AlĂŠm de boias nĂĄuticas, ĂĄrea vai receber cordas para evitar acidentes A Prefeitura de MaceiĂł vai instalar novas boias nĂĄuticas de sinalização nas piscinas naturais da Praia de Pajuçara. A medida foi anunciada durante a primeira assembleia ordinĂĄria do Conselho Gestor do Passeio de Jangada Ă s Piscinas Naturais da Pajuçara, realizada na quarta-feira (4). O Conselho ĂŠ formado por ĂłrgĂŁos como as superintendĂŞncias municipais de Controle do ConvĂ­vio Urbano, de Iluminação e de Transportes e Trânsito, a Vigilância SanitĂĄria, a Procuradoria Geral do MunicĂ­pio, a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente, a Capitania dos Portos e a ColĂ´nia de Pescadores Z-1. Segundo ClĂĄudia Paiva, da Secretaria Municipal de Promoção do Turismo, alĂŠm das boias nĂĄuticas, serĂŁo colocadas cordas no local. O objetivo da prefeitura ĂŠ garantir a segurança, tanto dos jangadeiros, como dos turistas que visitam o local. “Existem hoje, cadastrados, cerca de 150 jangadeiros autorizados a explorar o serviço de visitação Ă s piscinas naturais da Pajuçara. Com a chegada da alta estação, ĂŠ necessĂĄrio reforçar a sinalização na regiĂŁoâ€?, explica.

ADAILSON CALHEIROS

Jangadeiros são proibidos de fazer passeio durante a marÊ alta, conforme reforçou reunião com Capitania

Outro alerta que foi feito aos jangadeiros durante a reuniĂŁo do Conselho ĂŠ para evitar as viagens atĂŠ as piscinas naturais durante a marĂŠ alta. “O passeio sĂł ĂŠ permitido durante a

marÊ baixa. O jangadeiro que fizer o passeio durante a marÊ alta pode ser punido e ter a licença cassada pela prefeitura. Essa precaução Ê para a própria segurança deles�, explica Clåudia Pai-

va. As piscinas naturais sĂŁo barreiras de corais situadas a 2 quilĂ´metors da costa da Praia de Pajuçara. É um passeio tradicional e “obrigatĂłrioâ€? para quem visita a capital alagoana.

JOAQUIM LEĂƒO

DE MOTO

O 1Âş BatalhĂŁo de Policiamento Militar registrou um homicĂ­dio no Conjunto Joaquim LeĂŁo, em MaceiĂł, logo no inĂ­cio do dia de ontem. O jovem de DQRVLGHQWLÂżFDGR como FĂĄbio Medeiros Dias, estava com mais duas pessoas quando foi baleado e morreu. As outras duas pessoas tambĂŠm foram baleadas, mas socorridas SHOR6DPX$SROtFLDVXVSHLWDGRHQYROYLPHQWRGDYtWLPDFRPWUiÂżFR e consumo de drogas. Segundo testemunhas, trĂŞs indivĂ­duos, dois deles portando arma de fogo, um revĂłlver e uma pistola, foram os autores do crime.

8PKRPHPLGHQWLÂżFDGR como Edivaldo Alves da Silva, 20 anos, foi morto com trĂŞs tiros na noite de quarta-feira (4) quando descia a Ladeira da Sococo, no Jacintinho. Os atiradores, segundo testemunhas, estavam em uma motocicleta e seguiram atrĂĄs da vĂ­tima. Uma mulher estaria pilotando o veĂ­culo, enquanto um homem que estava na garupa disparou contra Edivaldo. O Samu foi ao local, mas a vĂ­tima jĂĄ estava em Ăłbito. O homem foi atingido por dois disparos nas costas e um na nuca.

0HQRUPRUUHHGRLVĂ€FDPIHULGRVHPDWHQWDGR Casal mata jovem em ladeira do Jacintinho


TribunaIndependente

Economia

0$&(,Ă?6(;7$)(,5$'(-$1(,52'(

ECONOMIA

13

Americanas e Submarino.com com promoçþes neste mês de janeiro Os produtos da lojas Americanas tem ótimos preços e muitas vantagens. Uma grande demanda em Informåtica e produtos para computadores, FHOXODUHVHWHOHIRQHV&kPHUDVH¿OPDGRUDVHOHWU{QLFRVHOHWURGRPpVWLFRV XWLOLGDGHVGRPpVWLFDV'9'VH%OXH5D\VOLYURVPyYHLVHEULQTXHGRV $OpPGDVSURPRo}HVQRVLWHGDHPSUHVDH[LVWHPDOJXPDVYDQWDJHQV FRPRDFDPSDQKDYHUGH26XEPDULQRUHXQLXHPXPVyOXJDUWRGDVDV SURPRo}HVGRVLWHSDUDTXHYRFrSRVVDDSURYHLWDUDRPi[LPRDVPHOKRUHV RIHUWDVHEHQHItFLRVGLVSRQtYHLV

Magazine Luiza realiza “Liquidação FantĂĄsticaâ€? &OLHQWHVÂż]HUDPÂżODGHVGHjVKGHRQWHPHPEXVFDGHSUHoRVEDL[RVORMDRIHUHFHGHVFRVWRVGHDWp $'$Ă‹/621&$/+(,526

ANA PAULA OMENA 5(3Ă?57(5

A

ClientesMiID]LDP¿ODGHVGHRQWHPSDUDD³/LTXLGDomR)DQWiVWLFD´GDV/RMDV0DJD]LQH/XL]DGH0DFHLyHPDLVHVSDOKDGDVQR%UDVLO

19ÂŞ edição da “Liquidação FantĂĄsticaâ€? das Lojas Magazine Luiza acontece nesta sexta-feira em todas as lojas espalhadas no Brasil, mas em MaceiĂł os FOLHQWHVFRPHoDUDPDID]HUĂ€las ontem, em duas lojas da capital alagoana. “Quero garantir uma mĂĄquina de lavar, um guarda-roupa, um forno microondas e uma churrasqueiraâ€?, disse a primeira cliente GDĂ€OD%HWkQLD0DUTXHVTXH chegou Ă s 09h de ontem para garantir a vaga para a entrada de hoje Ă s 05 da manhĂŁ. Deusa Maria da Silva conWDTXHĂ€FRXQDĂ€ODSDUDJXDUdar o lugar da amiga e houve revezamento atĂŠ o dia clarear. $VHJXQGDGDĂ€ODp-DQH&KDgas, ela que ĂŠ cabeleireira diz que chegou ĂĄs 10h de ontem, e disse nĂŁo arredar o pĂŠ enquanto nĂŁo tivesse com seus produtos comprados. “Sou do bairro do Trapiche, mas tem um pesVRDO TXH YDL Ă€FDU UHYH]DQGR comigo, pretendo comprar tudo o que estou precisando H SDJDU j YLVWDÂľ UHYHOD -DQH durante entrevista na manhĂŁ de ontem. O gerente da Magazine Luiza, da Avenida Fernandes /LPD &DUORV $OEHUWR ;DYLHU

estava bastante animado, bem como os funcionĂĄrios que trabalhavam a todo o vapor para que todos os produtos fossem vendidos nesta sexta-feira. As 728 lojas espalhadas pelo Brasil abriram nesta sexta, Ă s 05h da manhĂŁ, para a ‘Liquidação FantĂĄstica’, com descontos de atĂŠ 70%. A preferĂŞncia do pĂşblico sĂŁo os produtos da linha marrom de ĂĄudio e video, entre DVD, TV, notebook, home theater, celulares; porĂŠm os da linha branca tambĂŠm fazem sucesso e tambĂŠm sĂŁo procurados. SerĂŁo 3 milhĂľes de produtos no total de todas as lojas do PaĂ­s. No sudeste, os clientes se FRQFHQWUDP QDV Ă€ODV GHVGH D Ăşltima segunda-feira. INSINUANTE As lojas Insinuante tambĂŠm promovem promoçþes, com descontos atĂŠ 70%. O cliente que comprar a partir de R$ 100 estarĂĄ concorrendo a R$ 1 milhĂŁo; todos os produtos do mostruĂĄrio estĂŁo em oferta. Por exemplo, uma TV 40 polegadas de R$ 2.899 sai por R$ 1699, um notebook de 2 gigas e HD320 Ă  vista, R$ 799. Extras - O Hipermercado Extra tambĂŠm estĂĄ com algumas promoçþes na rede GH HOHWURHOHWU{QLFRV FRP ; sem juros.

LIQUIDAĂ‡ĂƒO 2012

MaceiĂł Shopping realiza promoção atĂŠ domingo &RQVXPLGRUHVHPEXVFDGH ofertas garantiram movimento extra no primeiro dia da grande liquidação de 2012 no MaceiĂł Shopping. AtĂŠ domingo (08), mais de 200 pontos de venda participam da ação, que oferece produtos como vestuĂĄrio, calçados, brinquedos, eletroeletrĂ´nicos, mĂłveis e outros com descontos que variam de 10 a 50%, alĂŠm de facilidades nas compras feitas Ă vista e com o cartĂŁo de crĂŠdito. Os clientes que deixaram para fazer as compras neste perĂ­odo encontraram vantagens. De acordo com o gerente FRPHUFLDOGRVKRSSLQJ&DUORV Rodas, os lojistas ainda comemoram as vendas de dezembro, quando foi registrado um aumento mĂŠdio de 10% em relação ao ano anterior. “A liquidação jĂĄ faz parte do calendĂĄ-

rio anual do shopping e desde o ano passado, ela Ê realizada sempre a partir da primeira TXLQWDIHLUDGRDQR&RPLVVR muitos clientes fazem a programação de compras neste período. Isso tambÊm assegura para o mês de janeiro uma movimentação positiva, quando tradicionalmente o varejo registra uma desaceleração nas vendas, depois do período natalino�, explica. Durante o último mês de dezembro, mais de um milhão e duzentas mil pessoas passaram pelo shopping. Nos quatro dias da liquidação, o shopping funciona em horårio normal; de quinta a såbado, de 10 atÊ 22h; e no doPLQJR GH K ORMDV kQFRUDV e praça de alimentação) atÊ 21h. No domingo, as demais lojas abrem a partir de 15h.

JANEIRO

GBarbosa garante temporada de preços baixos Tradicionalmente janeiro Ê o mês das liquidaçþes. Parte dos consumidores aguarda o período para ir às compras com mais economia. Na rede supermercadista GBarbosa a temporada de preços especiais jå começou. AtÊ o próximo såbado (07) itens de eletro de vårias marcas estarão com atÊ 70% de desconto nas lojas do GBarbosa. Entre eles TVs de LED H /&' DSDUHOKRV GH '9' computadores, notebooks, impressoras, fogþes, refrigeradores, lavadoras de roupas, condicionadores de ar, liquidiÀFDGRUHV YHQWLODGRUHV HQWUH outros. As ofertas são vålidas para todas as lojas GBarbo-

sa de Maceió e Eletro Shows localizados nas cidades de Palmeira dos �ndios, Delmiro Gouveia, Teotônio Vilela, São Sebastião, Atalaia e Santana do Ipanema. Na aquisição dos produtos os clientes podem aproveitar ainda o parcelamento com o cartão GBarbosa e pagar suas compras em atÊ 10 vezes, sem juros. Lojas Guido - Hoje Ê o dia do aquecimento para o primeiro saldão de ofertas de 2012 da Guido. Todas as lojas da rede, exceto a do shopping Påtio Maceió, abrem às 5 da manhã com ofertas que podem chegar a 50% de desconto. A Guido ainda oferece condiçþes especiais de parcelamento em todos os seus produtos.


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

etjornalista@gmail.com

KLÉVERSON LEVY – INTERINO (kleversonlevy@gmail.com)

Palmeirense de muito talento!

N

ĂŁo ĂŠ de hoje que Palmeira dos Ă?ndios exporta talentos. Desta vez, o cantor JĂşlio Uçå vem ganhando destaque na imprensa alagoana. JĂşlio, que tambĂŠm ĂŠ compositor, estĂĄ com uma de suas mĂşsicas para ser a escolhida no concurso “Novo compositorâ€? produzido pela equipe da cantora Pretta Gil. A canção “Descolorarâ€?, selecionada entre mais de 2000 para concorrer Ă gravação do novo disco da cantora pode ser a campeĂŁ, atravĂŠs dos votos, nos sites www.novocompositor.com ou www.pretagil.com.br atĂŠ o dia 16 de janeiro. É Alagoas e Palmeira que se destacarĂŁo nacionalmente.

Concurso Público O secretårio de Estado de Defesa Social (Seds), coronel Dårio Cesar Cavalcante, divulgou em seu microblog Twitter, após reunião com a Secretaria de Gestão Pública (Segesp), a quantidade de vagas para novo concurso na årea da segurança em Alagoas. As vagas serão preenchidas SDUD3& 3ROtFLD&LYLO 30 3ROtFLD0LOLWDU H3HUtFLD2¿FLDOGH$ODJRDV 6HQGRTXHQD30YDJDVSDUDDOXQRR¿FLDO FDGHWHV HYDJDV para soldados; PC, 40 vagas para delegados, 120 vagas para escrivães HSDUDDJHQWHVH3HUtFLD2¿FLDOGHVWLQDVHSDUDSHULWRVFULPLQDLV 20 mÊdico legistas, 10 odonto legistas, 15 auxiliares de necropsia e 5 papiloscopistas.

Delmiro Gouveia – Segurança Ainda Ê precåria a situação da Delegacia Regional de Polícia Civil de Delmiro Gouveia. Segundo informaçþes, a falta de viaturas Ê um dos maiores problemas e se arrasta hå meses. Sem locomoção, os policiais não conseguem realizar os trabalhos de rotina. Os dois carros da PC que existiam na delegacia estavam sucateados e foram levados para conserto em Maceió. Como ainda não foram devolvidos, um carro descaracterizado estå sendo usado para os serviços da delegacia. Outro fator denunciante Ê que os recursos para compra de alimentos dos detentos e para abastecer os veículos foram reduzidos. No entanto, Delmiro faz divisa com os Estados da Bahia, Pernambuco e Sergipe; e isso tem contribuído para os índices de violência e criminalidade.

Maragogi

Messias

A presidente da Câmara de Vereadores de Maragogi, Elba Vasconcelos (PHS), diz nos quatro cantos da cidade sobre sua intenção em ser escolhida para ser vice-prefeita na chapa que serå formada pelo grupo do atual prefeito Marcos Madeira (PTB) para eleição de outubro. Atualmente, Elba não Ê vista como o melhor nome para ocupar o lugar de vice. Na disputa, segundo informaçþes obtidas pela coluna, ainda tem o nome do atual vice-prefeito, João Cassiano. Entretanto, a presidente do legislativo insiste em querer disputar o pleito deste ano como vice-prefeita.

Todo mundo sabe que o prefeito Toninho Lins (PSB), de Rio Largo, quer eleger a esposa, Izabelle Lins (PSB), prefeita da pequena Messias. PorĂŠm, desde novembro passado que o grupo do prefeito de Rio Largo nĂŁo realiza mais eventos na cidade. Comenta-se - “por ali e por acolĂĄâ€? - que Izabelle Lins pode ocupar o lugar de vice-prefeita numa ‘dobradinha’ com a atual chefe do Executivo, Vânia Omena (PP). A Ăşnica informação concreta ĂŠ que a prefeita Vânia ĂŠ candidata Ă reeleição este ano. Antes, porĂŠm, a famĂ­lia Lins pretendia comandar em 2013 Messias e manter Toninho em Rio Largo.

Litoral Sul – Beltrão A família Beltrão jå decidiu os candidatos para as eleiçþes municipais deste ano nas cidades do Litoral Sul. Jequiå da Praia e Feliz Deserto, respectivamente, Marcelo Beltrão (PTB) e Maykon Beltrão (PMDB) partem para reeleição. Em Coruripe, principal reduto da família, o indicado Ê o deputado federal Joaquim Beltrão (PMDB), como jå havia sido publicado aqui na coluna. Em Piaçabuçu, o ex-prefeito Djalma Barros (PTB) vai tentar ocupar a cadeira que foi sua atÊ 2008 e hoje Ê do atual prefeito, Dalmo Santana (PSB), candidato à reeleição. Em Penedo, grande curral eleitoral às margens do Rio São Francisco, Ê o ex-prefeito Marcius Beltrão (PDT) que entra na disputa. Marcius foi derrotado, em 2008, pelo atual secretårio Estadual da Saúde, Alexandre Toledo (PSDB).

“Arruma Mala AĂŞâ€?!

Estrela de Alagoas

Nestes Ăşltimos dias, visitando algumas cidades alagoanas, tenho observado uma grande insatisfação por parte da população, principalmente, com os atuais gestores que foram reeleitos em 2008. Hoje, os prefeitos de primeiro mandato, os que querem investir na reeleição e atĂŠ os ex-prefeitos candidatos ao pleito de Outubro nĂŁo agradam muito os eleitores. Os munĂ­cipes sempre enfatizam: “NĂŁo vamos trocar seis por meia dĂşziaâ€?. Caso os HOHLWRUHVFRQÂżUPHPHVVDUHMHLomR na urna, muitos gestores sairĂŁo das prefeituras no ritmo da mĂşsica “Arruma Mala AĂŞâ€?.

O ex-prefeito de Palmeira dos �ndios, Gileno Costa Sampaio, não desiste de sua candidatura à prefeitura de Estrela de Alagoas. Sampaio, alÊm de empresårio e proprietårio das rådios Sampaio AM/FM, em Palmeira, e pai do atual vereador Gileninho Sampaio (PTB), Ê tambÊm irmão do ex-vice-governador, Geraldo Sampaio IDOHFLGR (OHHVWi¿OLDGRDR Partido dos Trabalhadores (PT) HKiPHVHV¿[RXUHVLGrQFLDQR município da família Garrote. Na situação estå Arlindo Garrote (PP), ¿OKRGDH[SUHIHLWDÆQJHOD*DUURWH (PP), e atual secretårio de Governo da gestão de JosÊ Almerino (PP).

Empresårios debatem o futuro de Arapiraca Mais de 30 lideranças discutem elaboração do Plano Decenal de Desenvolvimento do consultor de empresas Noaldo Dantas. Uma comitiva da União rapiraca (Sucursal) dos Vereadores de Alagoas - Mais de 30 repre- (Uveal), liderada pelo presisentant es dos diver- dente da Câmara de Murici, sos segmentos empresariais, Anizio Amorim, o Anizão Sebrae/AL, Câmara de Diri- (PMDB), e os vereadores por gentes Lojistas (CDL), As- Palmeira dos �ndios, Fransociação Comercial, Sindi- ça Júnior (PSDB) e Saulo cato do ComÊrcio Varejista Moura, de Campo Grande, (Sindlojas) e Associação dos tambÊm estão participando Empresårios do Distrito In- dos debates juntamente com dustrial (Adedia) estão par- representantes do Fórum ticipando, nesta quinta-feira de Desenvolvimento Local, (5), na Escola de Governo Integrado e Sustentåvel CÊlia Rocha, em Arapiraca, (FDLIS) e da Mineradora GH RÀFLQD GH GHEDWHV SDUD Vale Verde, entre outras elaboração do Plano Decenal empresas e instituiçþes de de Desenvolvimento. classe. Os trabalhos foram iniIniciativa pioneira no ciados por volta das 9h30, Brasil, o Plano Decenal de com a coordenação do ex- Arapiraca estå mobilizando -superintendente da Caixa representantes dos 220 mil Econômica Federal em Ala- moradores e integrantes dos goas, Paulo SÊrgio Barbosa poderes públicos de Arapirade Melo, e com a mediação ca.

DAVI SALSA

DAVI SALSA REPĂ“RTER

A

EmpresĂĄrios jĂĄ tĂŞm diversas propostas para o Plano Decenal

CRESCIMENTO

Empresårios têm propostas para dez anos As atividades tiveram início no dia 1º de dezembro de 2011, com a realização das primeira reuniþes de trabalho. 'XUDQWH D RÀFLQD RV empresårios apresentam sugestþes nas åreas de infraestrutura, tendências de mercado e projetos para o fortalecimento da cadeia produtiva, com geração de emprego e renda, bem como a melhoria da qualidade de vida da população para os próximos dez anos. $V RÀFLQDV QD iUHD XU-

bana serão encerradas no próximo dia 11 de janeiro. Depois, serão realizadas PDLV GH] RÀFLQDV HP FRPXnidades-polo, na zona rural de Arapiraca. Cada reunião temåtica contarå com a participação de 150 pessoDV WRWDOL]DQGR DR ÀQDO GRV trabalhos, um contingente de aproximadamente 1.500 cidadãos e cidadãs arapiraquenses. A elaboração do Plano ainda inclui reunião com representantes do Fórum de Desenvolvimento Local,

GERAĂ‡ĂƒO DE RENDA

Alagoas Mais Peixe muda vida de pequeno piscicultor O Secretårio de Estado da Pesca e Aquicultura, Regis Cavalcante e equipe tÊcnica do órgão visitaram ontem dois módulos do Programa Alagoas Mais Peixe nos municípios de Boca da Mata e Limoeiro de Anadia. As comunidades São João e Santo Antônio do Mocambo são as favorecidas com as açþes, beQHÀFLDQGR PDLV GH  IDPtlias. Com as despescas, as duas comunidades conseguiram arrecadar aproximadamente R$ 9 mil e estão se organizando para se tornar DVVRFLDomR 8P GRV EHQHÀciados do programa, Genival Lopes, explicou que desde quando o módulo do Alagoas Mais Peixe iniciou hå sete meses, a vida dele e da famí-

lia começaram a mudar. “JĂĄ conseguimos vender aproximadamente uma tonelada de peixe e com o treinamento e orientação dos tĂŠcnicos da Secretaria de Estado da Pesca e Aquicultura (Sepaq) vamos ter lucro o quanto antes. Temos encomendas de muitas pessoas e por isso jĂĄ conseguimos comprar R$ 5 mil alevinos e nas prĂłximas semanas o secretĂĄrio Regis Cavalcante vai disponibilizar ainda mais, para suprir as nossas demandasâ€?, disse. Regis Cavalcante avisou que em breve tĂŠcnicos da Sepaq farĂŁo cursos para as esposas dos pequenos piscicultores. Dessa forma poderĂŁo acrescentar Ă renda da famĂ­lia, com os trabalhos de Ă€OHWDJHPGDWLOiSLD

Integrado e Sustentåvel (FDLIS)- entidade com representantes de 60 segmentos sociais do município, incluindo lideranças comunitårias, sindicalistas, empresårios, lojistas, integrantes de movimentos culturais e da juventude. PROJETOS O Plano Decenal consiste na criação de 14 Câmaras Setoriais, com foco em projetos para açþes de educação, saúde, agricultura, geração de emprego e renda, infraestrutura urbana, bem como

outras ĂĄreas sociais, para que seja planejado o desenvolvimento do municĂ­pio pelos prĂłximos dez anos. “Queremos reunir pessoas e tĂŠcnicos com capacidade administrativa e visĂŁo de fuWXURDĂ€PGHTXHSRVVDPRV planejar o desenvolvimento social, econĂ´mico e humano sustentĂĄvel de Arapiraca, como um legado deixado pelo prefeito Luciano Barbosa juntamente com a sociedade para os prĂłximos gestores e Ă s futuras geraçþesâ€?, acrescentou Paulo SĂŠrgio.

IPTU

Contribuinte que não receber carnê deve requerê-lo à SMF Os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano exercício 2012 (IPTU 2012) deverão ser entregues ao contribuinte no início do mês de fevereiro, pelos Correios. Mas, segundo a Secretaria Municipal de Finanças (SMF), não hå risco de problemas em relação à data de pagamento, cujo primeiro vencimento Ê 29 de fevereiro, para quem quer aproveitar o desconto maior. AtÊ porque o contribuinte que não receber o carnê, por qualquer motivo, deve requerê-lo na sede GD VHFUHWDULD TXH ÀFD ORJR no início a Rua Pedro Monteiro, no Centro de Maceió. Este ano, o imposto serå reajustado num percentual de 6,97%, correspondente ao �ndice de Preços ao

Consumidor Amplo (IPCA), acumulado no período de novembro de 2010 a outubro de 2011, conforme prevê a Lei nº 5.114/2000, que rege a atualização dos tributos municipais. De acordo com a secretåria de Finanças, Marcilene Costa, serå mantido o desconto para quem optar pelo pagamento em cota única. Dessa forma, o contribuinte que estå com o imposto em GLD SRGH VH EHQHÀFLDU FRP o desconto de 20%, quitando o IPTU 2012 atÊ o dia 29 de fevereiro, e de 10%, se optar pelo pagamento atÊ 30 de março. Os imóveis com dÊbitos de anos anteriores WDPEpPSRGHPVHEHQHÀFLDU com descontos de 10% para pagamento atÊ 29 de fevereiro e 5% atÊ 30 de março.

Municípios - Reformas das Escolas Hoje, às 10hs, o governador Teotonio Vilela Filho entrega as ordens de serviço para o começo das reformas nas escolas da rede estadual. A cerimônia contarå com a presença do secretårio de Estado da Educação e do Esporte, Adriano Soares, e dos diretores das unidades a serem recuperadas. As obras de reformas em caråter de urgência de 163 escolas ocorre nos municípios deMaceió, Arapiraca, Campo Alegre, Santana do Ipanema, Paripueira, Porto Real do ColÊgio, União dos Palmares, Pão de Açúcar, Olho D’à gua das Flores, Viçosa, Olivença, Carneiros, Mata Grande, Delmiro Gouveia, Japaratinga, Matriz de Camaragibe, Passo de Camaragibe, São Luiz do Quitunde, Atalaia, Palmeira dos �ndios, Belo Monte, Paulo Jacinto, Feliz Deserto, Pilar, Penedo, Batalha, Capela, Cajueiro, Ibateguara e Joaquim Gomes.

Arapiraca O prefeito Luciano Barbosa (PMDB) e a secretåria de Saúde, AurÊlia Fernandes, entregam, hoje, a partir das 9hs, a Unidade Båsica de Saúde (UBS), construída no Conjunto Residencial Brisa do Lago, na comunidade de Olho d`à gua dos Cazuzinhas. A solenidade contarå ainda com a presença de moradores e autoridades convidadas. A UBS foi concebida para atender os 1.900 moradores, mas por determinação do prefeito Luciano Barbosa, a estrutura foi ampliada para atender mais de três mil pessoas que vivem nos bairros adjacentes e Brisa do Lago.

Acesse: tribunahoje.com A informação que você não tinha no seu dia-a-dia


TribunaIndependente

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

ESPECIAL 15


16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

Esportes

Encontro das Ă guas na Barra de SĂŁo Miguel terĂĄ modalidades esportivas 2EDOQHiULRGD%DUUDGH6mR0LJXHOVHUiSDOFRGR(QFRQWURGDVĂˆJXDVQRVGLDV 10 e 15 deste mĂŞs, do festival que envolve esporte, entretenimento, gastroQRPLDHFXOWXUD7UDWDVHGHXPDSURPRomRGDSUHIHLWXUDORFDOFRPDSRLRGR governo de Alagoas e parceria das federaçþes esportivas amadoras do Estado. $LQWHQomRpLQFHQWLYDURHVSRUWHHDSUiWLFDGDDOLPHQWDomRVDXGiYHOHQTXDQWR PHLRVGHSUHYHQomRGHGRHQoDVHPHOKRUTXDOLGDGHGHYLGD2VPRUDGRUHVGD UHJLmRHWXULVWDVVHUmRLQFHQWLYDGRVDSUDWLFDUGLYHUVDVPRGDOLGDGHVHVSRUWLYDV como o surf, capoeira, vĂ´lei de praia, futvolei, caratĂŞ, jiu-jĂ­tsu, nado sincronizado, DWOHWLVPRFDPLQKDGDVFLFOLVPRJLQiVWLFD[DGUH]HFRUULGDVGHEDUFRV

Acusaçþes marcam prÊvia do clåssico 3UHVLGHQWHGR&6$-RUJH6H[WRDFXVDSUHVLGHQWHGD)$)*XVWDYR)HLMyGHLPSDUFLDOLGDGHDREHQH¿FLDUR&5%

N

ĂŁo se sabe se faz parte do clima que antecede o clĂĄssico entre CRB x CSA que marca a abertura do Campeonato Alagoano, no prĂłximo dia 14, mas a apenas nove dia da partida dirigentes pĂľem lenha na fogueira e se acusam, por intermĂŠdio das emissoras de rĂĄdios da capital. Ontem, o presidente do CSA, Jorge Sexto, acusou o presidente da Federação Alagoana de Futebol, Gustavo FeijĂł, de agir, imparcialmente e beneficiar o CRB com contrataçþes. “NĂŁo posso provar; desde o ano passado nos levam

a desconfiar de uma relação entre a Federação e o CRB, para beneficiar o nosso maior rivalâ€?, afirmou Sexto. Sexto disse ainda que dias antes do clĂĄssico que abriu o campeonato do ano passado o presidente da entidade, Gustavo FeijĂł, colocou dificuldades para regularizar vĂĄrios jogadores nossos, sob a alegação de que tĂ­nhamos pendĂŞncias. “NĂŁo utilizamos esses atletas contra o CRB e, posteriormente, ficou constatado que o CSA que estava em situação irregular junto Ă CBF era o Centro Sportivo Amazonense. Fomos, portanto, prejudicados por

culpa da Federação, e o CRB ganhou o jogoâ€?, atacou o presidente azulino. A acusação recebeu reação do presidente do CRB, o deputado estadual Marcos Barbosa â€?O CRB nĂŁo precisa ser ajudado pela Federação para ser campeĂŁo. O presidente do CSA ĂŠ muito criativo ao criar fatos que nĂŁo sĂŁo verdadeâ€?, rebateu Barbos. Sexto declarou ainda que achava “estranhoâ€? que a FAF tenha cobrado do CSA, nesta semana, por cessĂŁo de bolas que teriam que ser distribuĂ­das, gratuitamente, pela entidade, por causa de um contrato de patrocĂ­nio firmado com a fabricante

DDDDD

Umbro. “O caso ocorreu quando fomos buscar dez bolas para treinamentos. AcreditĂĄvamos que elas nos seriam entregues sem custo, mas fomos surpreendidos pelo Gustavo FeijĂł com a informação de que deverĂ­amos pagar mais de duzentos reais por cada uma. Tivemos que desembolsar mais de dois mil reais. NĂŁo nos conformamos e vamos fazer uma consulta Ă Umbro sobre a cobrança, para saber se ĂŠ ou nĂŁo legalâ€?, disse. O presidente da FAFGustavo FeijĂł preferiu nĂŁo responder Ă s declaraçþes de Jorge Sexto.

JOGO-TREINO

CRB goleia a seleção de Coqueiro Seco Ainda empolgado com o acesso conquistado pela equipe para a SÊrie B do Brasileiro, o torcedor regatiano compareceu em bom número ao Estådio Rei PelÊ, ontem, e viu o CRB aplicar uma goleada de 4 a 0 na seleção da cidade de Coqueiro Seco. Os gols da vitória alvirrubra foram marcados por Rodrigo Dantas, Rodrigão, Nilson e Leandrinho. O tÊcnico Paulo Comelli avaliou como bom o desempenho da equipe nessa movimentação e antecipou que jå tem definida algumas situa-

çþes referentes Ă escalação do time para a estreia no Alagoano. “Estamos chegando no momento decisivo dessa preparação, onde temos que colocar em prĂĄtica o que iremos querer da equipe na estreia do dia 14. JĂĄ tenho definida a base do time que começarĂĄ a partida, mas ainda preciso observar alguns jogadores que nĂŁo participaram de treinos com bola. É o caso do Everton e do Ademir. Minha defesa estĂĄ definida: no meio, Roberto Lopes, Geovani e Ewerton Maradona sĂŁo titulares, e no

ataque o Leandrinho, em condiçþes, tem grande chance de sair jogando ao lado do Rodrigo Dantas, caso o Aloísio não esteja 100%�, disse Comelli. O time considerado titular formou com Cristiano; Elsinho, Rodrigão, Filipe e Jadilson; Roberto Lopes, Adriano Alagoano, Geovani e Ewerton Maradona; Rodrigo Dantas e Pablo. No segundo tempo a formação utilizada foi com Caio, �talo, Nilson e Rodrigo Barros; Lucas, LÊo, Wênio e Diego Aragão; George e Leandrinho. A tarde no Rei PelÊ

tambÊm foi marcada pelas presenças do atacante Aloísio Chulapa, que foi liberado do Departamento MÊdico e começou os trabalhos físicos intensificados, alÊm dos meias Everton e Ademir, reforços recÊm-chegados ao clube, que tambÊm começaram os treinos para condicionar a parte física. Para Paulo Comelli, a partida serviu para analisar jogadores novos como Leandrinho e Wênio. Ele disse, ainda, que depois de hoje jå Ê possível definir a equipe para o clåssico. TUDO NA HORA

Gustavo FeijĂł, da FAF, pivĂ´ de toda confusĂŁo entre CSA e CRB

1X1

ASA empata no primeiro teste contra o Itabaiana-SE

Jogo-treino ocorreu ontem no EstĂĄdio Rei PelĂŠ como teste do Galo para a estrĂŠia do Campeonato Alagoano contra o CSA no dia 14

Como forma de preparação para a disputa do Campeonato Alagoano, o ASA-AL realizou um amistoso na noite de quarta-feira, que terminou empatado por 1 a 1, contra a equipe sergipana do Itabaiana, no Estådio Presidente MÊdice. Os alagoanos saíram na frente, e abriram o placar ainda no primeiro tempo, com Lúcio Maranhão. O empate dos donos da casa saiu no início da segunda etapa, dos pÊs do zagueiro Valdson, em cobrança de pênalti. Os dois times jogaram assim: ASA - AndrÊ Zandonå (Lucas); Chiquinho Alagoano (Alan), AndrÊ Nunes (Fabiano), Edson Veneno (Talisson) e Augusto (Ferreira); Cal (Anderson),

Jorginho (AudĂĄlio), Didira (ValdĂ­via) e Vitinha (Danilo Bahia); Tiago (Henri) e LĂşcio MaranhĂŁo (Alamir). Itabaiana - JessĂŠ (Neto); Mazinho (Vando), Bira, Nei Carioca e Oziel (Ă?caro); Valdson, Wendel (Capela), Edu Chiquita e Edinho; TĂŠo (Alex Paulista; posteriormente Carlos AndrĂŠ) e Rena (Alan Dinamite). O ĂĄrbitro foi Antonio Hora Filho, auxiliado por Cledson Rios e Ivanei Alves de Lima. ASA-AL e Itabaiana tĂŞm novo confronto jĂĄ marcado para o prĂłximo domingo, Ă s 17 horas, mas com mando de campo modificado. A partida acontecerĂĄ no EstĂĄdio Coaracy da Mata Fonseca, na cidade de Arapiraca-AL


TribunaIndependente

0$&(,Ă?6(;7$)(,5$'(-$1(,52'(

Rapper 50 Cent perde 20 quilos para o drama esportivo

Hit de Rihanna jĂĄ rendeu 15 milhĂľes de dĂłlares a compositor

O drama esportivo All Things Fall Apart, conhecido por ter submetido o ator e rapper 50 Cent a perder cerca de 20 quilos para interpretar um atleta que descobre ter câncer, ganhou um QRYRWUDLOHUR¿OPHGRDWRUHGLUHWRU0DULR9DQ3HHEOHVTXH DLQGDWHP5D\/LRWWDQRHOHQFRMiHVWUHRXQD79GRV(8$PDV YDLDSURYHLWDUREDUXOKRHPWRUQRGR6XSHU%RZOD¿QDOGR campeonato de futebol americano da NFL, no dia 5 de fevereiro - e chegarå ao cinema em circuito restrito no dia 14 de fevereiro.

The-Dream, compositor do sucesso de Rihanna, “Umbrellaâ€?, contou em um programa na rĂĄdio BBC, que a mĂşsica jĂĄ lhe rendeu 15 milhĂľes de dĂłlares. Surpreso, o apresentador Tim Westwood aproveitou para fazer as contas e descobrir que cada “ellaâ€? da canção valia sete mil dĂłlares. Na entrevista, o rapper ainda contou que sua motivação para continuar escrevendo sĂŁo as contas que ele tem a pagar: “Eu tenho todo tipo de conta!â€?, revela ele, H[SOLFDQGRTXHSUHFLVDSDJDUDSHQVmRGHTXDWURÂżOKRVYLQGRVGHGRLV casamentos jĂĄ terminados.

3ULPHLUREDLOHGH Carnaval da temporada das prĂŠvias carnavalescas de 2012, o “Grito de Carnaval EdĂŠcio Lopesâ€?, que acontece amanhĂŁ, irĂĄ homenagear um dos maiores radialistas que Alagoas jĂĄ viu atuar em seu rĂĄdio

VIVA O FREVO! VIVA O CARNAVAL !

JOĂƒO DIONISIO SOARES EDITOR DE D&A

A

manhĂŁ, por volta das 21h, quando o mĂşsico Allison Cunha começar a se apresentar no palco da Vox, em JaraguĂĄ, serĂĄ tambĂŠm o inĂ­cio da temporada das prĂŠvias carnavalescas de MaceiĂł. Ainda durante a noite, o frevo da orquestrado Maestro Almir Medeiros e o samba de Igbonan Rocha e Wilma AraĂşjo farĂŁo a animação dos foliĂľes afoitos para celebrar o Carnaval de 2012. E este primeiro baile nĂŁo poderia ter melhor homenageado que o mais alagoano dos pernambucanos: o radialista EdĂŠcio Lopes (1933 - 2009). Compositor de frevos, radialista conhecido e dono de um dos maiores acervos da histĂłria do rĂĄdio de Alagoas, EdĂŠcio era um defensor ferrenho do retorno, busca ou conservação dos velhos e bons carnavais. O baile foi batizado de “Grito de carnaval EdĂŠcio Lopesâ€? e

DIVERSĂƒO&ARTE

VIVA EDÉCIO!

ganhou as cores verde e amarelo para predominar na fantasia dos foliĂľes e da decoração. A escolha das cores foi para lembrar do programa que EdĂŠcio comandou na RĂĄdio Difusora, por dĂŠcadas, o ‘ManhĂŁs

Brasileiras’ onde ele recebia diariamente produtores culturais de todos os gêneros artísticos, políticos ou quem precisasse de um microfone, o que transformava o estúdio num imenso salão de festas.

1

O programa era, principalmente, o palco onde o radialista defendia sua maior paixĂŁo: a boa mĂşsica nacional de todos os gĂŞneros, fosse ele samba, valsa, choro, baiĂŁo, coco, lundu, marchas e, principalmente, o frevo de rua, de bloco e canção – EdĂŠcio começava a tocar frevo no primeiro dia do ano e sĂł parava depois do Carnaval. E como era inquieto e nĂŁo se contentava sĂł em reproduzir os frevos, compĂ´s vĂĄrios. É dele os versos do frevo ‘Cidade Sorriso’: 6XELDODGHLUDGR)DUROĂ€TXHL no mirante a olhar os raios dourados do sol e o azul imenso do mar/ olhei a cidade sorriso e vi MaceiĂł tĂŁo feliz mostrando tanta riqueza ao povo deste paĂ­s/ eu vi, eu vi, eu vi, eu vi, tanta coisa boa, um mundĂŁo de lagoa e um barco a deslizar(....) Depois de vĂŞ coisa tantas, eu YLDĂ€QDOGHFRQWDVTXHWHUUD mais linda nĂŁo hĂĄâ€?. Mais que um frevo essa letra ĂŠ uma verdadeira declaração de amor a uma cidade. “O que nĂłs queremos ĂŠ fazer uma homenagem a ele. Desejamos perpetuar a imagem que ele tinha como homem que declarava seu amor por MaceiĂł, como radialista que mudou a cara e o jeito do rĂĄdio alagoano e como defensor ativo da boa mĂşsicaâ€?, disse Dinho VasconFHORVĂ€OKRGH(GpFLRHXPGRV organizadores do baile. E ele vai alĂŠm e promete que “esse baile serĂĄ o mais bonito baile de carnaval que Alagoas teve QRWtFLDVÂľ(OHDĂ€UPDTXHRFDULnho, amor e atenção com que a famĂ­lia produziu o baile garantirĂĄ ao foliĂŁo o cumprimento da promessa.

6(59,d2 O quĂŞ: baile “Grito de Carnaval EdĂŠcio Lopesâ€? Onde: casa de shows 9R[HP-DUDJXi Quanto: 5 LQGLYLGXDO 5 PHVD  Vendas: 0D[KXÂśV Âą 6KRSSLQJ 0DFHLy 0DLVLQIRUPDo}HV 'LQKR9DVconcelos) ou www.edeciolopes.com.br.


2

TribunaIndependente

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

Dia de Reis Pelo quarto ano consecutivo, o Ciclo da Natividade Ê comemorado em São JosÊ da Laje, com a apresentação do Auto de Natal: A caminho de BelÊm, de Homero Cavalcante, no adro da Igreja de São JosÊ. O evento este ano acontecerå no dia dos Santos Reis Magos, ou Dia de Reis, comemorado hoje, às 19h. numa realização da Companhia de Teatro Ronaldo de Andrade – CTRA e da Associação Cultural Boi Dragão Lajense com a participação da Confraria da Paixão formada por integrantes do Grupo de Jovens paroquianos. Espetåculo de produção eminentemente privada conta entretanto, com as colaboraçþes do Museu Theo Brandão, do Curso de Artes Cênicas: Teatro - da Ufal, e da ATA.

No Quintal Neste domingo, a partir das 15h, muito som no Quintal, na Praia de Garça Torta, com Osman (voz e violão) e a Banda do Dia, formada por Carlos Bala (bateria), Roger Bezerra (teclado) e Fabinho Oliveira (baixo e vocal). Participaçþes especiais de Andrea Moraes (voz), Jimmy Andreff (voz), Misso Ferreira (teclado), Geraldo Benson (guitarra), entre outos artistas. Todo mundo estå FRQYLGDGR24XLQWDO5HVWDXUDQWH0~VLFDH%DU¿FDQD3UDoD São Pedro, 460, na Praia de Garça Torta (próximo ao Restaurante Lua Cheia). Couvert R$ 5. Informaçþes: 9939-0391.

Festejo no museu 3DVVDGRVRVIHVWHMRVGH¿PGHDQRR0XVHX7KpR%UDQGmR $YHQLGDGD3D] DEUHRVWUDEDOKRVGHFRPDFRPHPRUDomRGR'LDGH6DQWRV5HLV Hoje, a partir das 18h, o público pode conferir as cores, ritmos, cantos e danças da Cantoria de Reis do Núcleo de Cultura Popular CÊu na Terra, do Rio de Janeiro, Reisado Virgem dos Pobres de Bananal, da cidade de Viçosa, e Chegança Silva Jardim, da cidade de Coqueiro Seco. As salas de exposiçþes temporårias estarão abertas com a exposição do acervo de chapÊus e coroas do guerreiro alagoano que foram restaurados. Tudo aberto ao público.

Temporada

E lĂĄ vem o Tihany

A temporada de show nas praias do Litoral Norte começa amanhã, na Praia do Francês. No primeiro dia se apresentam Asa de Àguia, Revelação, Belo e Netinho. A música continua nos dias 13 e 20 deste mês com Cidade Negra, Chiclete com Banana, Netinho e muito mais. No total são atraçþes de peso. 0DLVLQIRUPDo}HVHQRHVWDQGH9LYD$ODJRDV 0DFHLy6KRSSLQJ 

O fabuloso circo Tihany anuncia sua volta para MaceiĂł para mais uma WHPSRUDGDGH9HUmR7RGDVDVDWUDo}HV WUDSH]LVWDVPiJLFRVPDODEDULVWDVHSDOKDoRV YROWDPDRFXSDURSLFDGHLURTXHVHUiPRQWDGRQR)DURO 3DUDLVVRRVLQJUHVVRVMiHVWmRVHQGRYHQGLGRV&RQWDWRHQR estande Sue Chamusca, no Shopping MaceiĂł.

Troca-troca De 9 a 13 de janeiro, o Sesc realiza a XXII Feira de Troca de Livros. A ação acontecerá na unidade Sesc-Poço, das 9h às 17h, e para participar não será necessário um cadastro prévio. Cada participante pagará uma taxa de dois reais, referente à permissão para exposição dos livros. Vale ressaltar que não será permitida a comercialização de livros do MEC e do professor. A Feira de Troca de Livros também acontece simultaneamente na unidade Sesc ArapiUDFDQRSHUtRGRGHDGHMDQHLURGDVKjVK0DLVLQIRUPDo}HVSHORVWHOHIRQHV 3RoR H $UDSLUDFD  FALE CONOSCO - A Agenda é um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposições podem enviar material através do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

Lourenço vai embora sem ser visto. Ana aceita YLDMDUFRP/~FLR0DULDQR¿FDLPSUHVVLRQDGR FRP9LWyULD:LOVRQD¿UPDSDUD/RUHQDTXH terminarå seu namoro com AurÊlia. Cícero conversa com Renato sobre o trabalho na concessionåria. Jonas se surpreende cada vez mais com as atitudes de Ângela. Ana vai visitar Laudelino com Lúcio. Ana e Lúcio chegam na pousada. Lúcio diz para Ana que a ama. Rodrigo vê Ana e Lúcio se beijando.

GLOBO 19h AQUELE BEIJO

Grace Kelly garante a Maruschka que conseguirå o dinheiro com sua mãe. Rubinho fala para Maruschka que não deixarå que Claudia ¿TXHFRPRXWURKRPHP9LFHQWHVXJHUHTXH Ricardo peça ao juiz para compartilhar a guarda de Flavinho. �ntima fala para Belezinha e Bob que vai abrir uma escola para formar misses. Grace Kelly exige que Deusa pague o valor que Maruschka pediu pela sua participação na Comprare.

GLOBO 21h FINA ESTAMPA

LetĂ­cia vai embora ao saber que Chiara estĂĄ indo para a casa de Juan Guilherme. Paulo confessa a Esther que sente ciĂşmes de VitĂłria. Celina fala para Henrique que a volta de Pedro Jorge depende de sua melhora. Enzo pede SDUD'DQLHOOHÂżFDUFRPHOH&KLDUDDYLVDTXH tem poucos meses de vida. RenĂŞ Junior vĂŞ Pereirinha na cama da mĂŁe e desmaia. CrĂ´ FKDPD5HQrSDUDVRFRUUHURÂżOKRH*ULVHOGDH Antenor pensam em acompanhĂĄ-lo Ă casa de Tereza Cristina.

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

Cleber se prepara para entrar no prÊdio de Regina. Durante a fuga, Augusta entra em um dos quartos e se esconde embaixo da cama ao perceber a aproximação de enfermeiros. Um deles ainda entra no quarto, mas Ê alertado por outro funcionårio da clínica, que se då conta da fuga. Disfarçado, Cleber aproveita para entrar no prÊdio. Sob a mira do revólver do bandido, o porteiro Ê obrigado a acompanhar Cleber atÊ o apartamento de Regina. Ele consegue entrar.


TribunaIndependente

0$&(,�6(;7$)(,5$'(-$1(,52'( %$1'',98/*$d­2

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

Programa da FĂĄtima poderĂĄ ter humor, amor e sexo

A

DIVERSĂƒO&ARTE

3

JosÊ Bonifåcio de Oliveira SobrinhoR%RQLpRHQWUHYLVWDGRGRSURJUDPD³&DQDO/LYUH´GD %DQGHLUDQWHVQRSUy[LPRGRPLQJR jVK$JUDYDomRDFRQWHFHXHP dezembro

Mais uma

TV TUDO

Uma nova temporada do “ChegaGDVH3DUWLGDV´ERPSURJUDPDGD $VWULG)RQWHQHOOHQR*17GHYH estrear provavelmente em março. Tudo se encaminha para isso, ou SHORPHQRVpRTXHÂżFRXDFHUWDGRQRÂżQDOGRDQRSDVVDGR

Enorme prejuízo 1 A programação religiosa do misVLRQiULR556RDUHVTXHWHYH contrato renovado recentemente, segue provocando seus estragos QD%DQGHLUDQWHV 8PH[HPSORIRLRTXHDFRQWHFHX QD~OWLPDTXDUWDIHLUD$HGLomR 1HWGR³%UDVLO8UJHQWH´UHJLVWURX SRQWRVGHPpGLDHQTXDQWRD ORFDO 63 PDUFRX(PVHJXLGDR ³-RUQDOGD%DQG´GHXGHPpGLD

partir de fevereiro a Globo deve tomar GHFLV}HVPDLVGHĂ€QLWLYDVVREUHRQRYR programa da FĂĄtima Bernardes, com previsĂŁo de estreia em abril. O esquema ĂŠ aquele PHVPR'HSRLVGRVWHOHMRUQDLVGRFRPHoRGDPDSegredo de Estado nhĂŁ, serĂŁo normalmente exibidos o “Mais VocĂŞâ€?, )HUQDQGR9DQQXFFLTXHGHL[RX da Ana Maria Braga, o “Bem Estarâ€?, e ela, logo recentemente a Rede TV!, adna sequĂŞncia. mite negociaçþes com uma outra emissora de TV aberta, mas nada Durante dezembro Ăşltimo foram discutidas UHODFLRQDGRDR6%7 coisas a respeito do formato, mas sĂł agora em Enorme prejuĂ­zo 2 Novidades, segundo ele, serĂŁo fevereiro, na volta das fĂŠrias, ĂŠ que os trabalhos 6yTXHQDWURFDGHKRUiULRSDUD anunciadas em breve. começam pra valer. RÂł6KRZGD)p´DDXGLrQFLD eFHUWRGHVGHMiTXHDVXDDSUHVHQWDomRVHUiDR GHVSHQFRXDOJRDOLiVTXHQmRp YLYRHRMRUQDOLVPRRĂ€RFRQGXWRUGHWXGR0DVD novidade nenhuma. Fechou com SRQWR FRORFDomRGHDOJXPDVFROXQDVĂ€[DVDSUHVHQWDDe repente, todo um esforço foi das por Ingrid GuimarĂŁes e pela dra. Carmita, SDUDUQRUDOR2HSLVyGLRGHTXDUWD nĂŁo frustrou apenas o trabalho do “Amor & Sexoâ€?, ĂŠ uma ideia que agrada, do Jornalismo como tambĂŠm o alĂŠm de outras que serĂŁo analisadas. GDiUHD$UWtVWLFDXPDYH]TXHD 2HVFULWRUHMRUQDOLVWD*HQHWRQ0RUDHV1HWR ERDVHTXrQFLDIRLTXHEUDGD8P tambĂŠm participa do processo de elaboração do enorme prejuĂ­zo, sem dĂşvida. )D]HURTXr" programa.

Não muda $*ORERQmRGHYHUHDOL]DUPRGL¿caçþes na sua programação das tardes de såbado, nem mesmo depois de abril no lançamento de sua nova grade. Toda essa faixa continuarå sendo ocupada pelo telHMRUQDO³+RMH´³(VWUHODV´³79;X[D´ H³&DOGHLUmRGR+XFN´

Novo trabalho 6LPRQH*XWLHUUH]D/XUGLQKDGH

Âł3DVVLRQH´DFDEDGHIHFKDUXP QRYRWUDEDOKRQD*ORER$DWUL]LUi integrar o elenco de “Marias do /DU´VXEVWLWXWDGHÂł$TXHOH%HLMR´ no papel de uma vilĂŁ engraçada. -iQRVSDOFRV6LPRQHVHSUHSDUD SDUDDHVWUHLDGRPXVLFDOÂł3ULVFLOD $5DLQKDGR'HVHUWR´

Para cumprir agenda internacional, tanto nos Estados Unidos quanto na Europa, em fevereiro, Michel TelĂł estĂĄ fazendo aulas de espanhol e inglĂŞs. A sua mĂşsica ĂŠ uma das mais baixadas na Espanha, mas o idioma continua sendo um obstĂĄculo

Estå fora 5HJLQD'XDUWHSUHWHQGH¿FDUIRUD da televisão ao longo deste ano. $VXDSDUWLFLSDomRHP³*DEULHOD´ cogitada para o papel de Maria 0DFKDGmRDFDERXQmRVHFRQ¿Umando. Ela tem planos de fazer só WHDWURSRUHQTXDQWRHQmRUHYHOD o nome da peça – mas de jeito nenhum.

Empurrou com a barriga 2DQRWHUPLQRXHRFDVR5D¿QKD %DVWRVQD%DQGHLUDQWHV¿FRX sem solução. E não hå atÊ agora QHQKXPPRYLPHQWRTXHLQGLTXH para algo diferente. A única coisa FHUWDpTXHQR³&4&´QmRWHP volta, segundo consta, por desejo de ambas as partes.

Bate-rebate ¡ A Record ainda nĂŁo sabe por quanto tempo a viagem de navio vai durar durante a novela “MĂĄscarasâ€?, do Lauro CĂŠsar Muniz. ¡ Foi feito atĂŠ um acordo comercial FRPDHPSUHVDDPHULFDQD5R\DO Caribean. ¡ Aqui foi dito que hĂĄ planos na Rede TV! para utilizar Paloma Tocci no “Rede TV! Newsâ€?. ¡ E existem mesmo. Mas segundo planejamento da casa nada TXHWHQKDDYHUFRPIXWHERORX esporte. É uma outra coisa. ¡ Por outro lado, na Rede TV! tambĂŠm hĂĄ o desejo de se ampliar a grade esportiva. Em estudos. Ă‚3DWUtFLDGH6DEULWDLQGD aparecendo em “Amor e RevROXomR´QR6%7YDLHVWUHDUQHVWH DQRDSHoDÂł)DOH&RPLJR´ ¡ Um espetĂĄculo, segundo ela, com muita sensualidade. Ă‚0HVPRJUiYLGD*UD]]L0DVsafera vai seguir com a novela Âł$TXHOH%HLMR´DWpRÂżPGDV gravaçþes. EstĂĄ tudo dentro do planejado. ¡ O “Big Brother Brasil 12â€? serĂĄ exibido tambĂŠm pela TV Globo Internacional em todos os paĂ­ses, exceto os Estados Unidos, onde, por lĂĄ, o formato pertence Ă rede de TV CBS. Ă‚6HJXQGRVHLQIRUPDKRXYHHP tempos passados uma conversa entre as partes interessadas para a liberação, mas nada foi fechado. 3DUHFHTXHKiRWHPRUGHTXHD YHUVmREUDVLOHLUDRIXVTXHDHGLomR americana.

&¡HVWÀQL Um dos objetivos da direção da Rede TV! Ê ampliar a sua grade esportivo jå a partir deste começo de ano. O superintendente de Esportes e Jornalismo, AmÊrico Martins, vem jå hå algum tempo tratando desde assunto. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

HORĂ“SCOPO Ă RIES - (21/3 a 19/4) – Neste dia, concentre-se mais em suas tarefas rotineiras para alcançar bons resultados e contenha a sua impetuosidade. Estimule tambĂŠm a colaboração ao seu redor. Encerre RVFRQĂ€LWRVUHVROYDORJRDVGLvergĂŞncias com sua cara-metade. &DUWDGR'LDGH3DXVTXHVLJQLÂżFD6XFHVVRV7HPSRUiULRV,OXVmR TOURO Âą D Âą$EXVFD por prazer deve ser sua grande meta. Mas, para aproveitĂĄ-la plenamente, precisarĂĄ mostrar esforço e dedicação. Evite aborrecimentos DROLGDUFRPTXHPVHFRORFDUHP seu caminho. Na vida sentimental, ĂŠ hora de expressar seu amor. &DUWDGR'LD$0RUWHTXHVLJQLÂżFD Renovação. GĂŠMEOS Âą D Âą1mRVH SUHRFXSHHPDSDUHFHUPRVWUHR TXHpFDSD]GHUHDOL]DUDSHQDVjV SHVVRDVTXHLQWHUHVVDP7UDEDOKH com dedicação para atingir as suas metas pessoais. A felicidade com sua alma gĂŞmea serĂĄ resultado da VHJXUDQoDTXHFRQVHJXLUiVHQWLU &DUWDGR'LD$7RUUHTXHVLJQLÂżFD Convicçþes Erradas, Colapso. CĂ‚NCERÂą D Âą6XD mente estarĂĄ dinâmica e este ĂŠ um Ăłtimo perĂ­odo para trabalhar seus SURMHWRVSURÂżVVLRQDLV2VVRQKRVGH consumo serĂŁo estimulados - faça RUoDPHQWRVGRTXHGHVHMDDGTXLULU Agrados e conversas podem fazer maravilhas pela relação. &DUWDGR'LD2-XOJDPHQWRTXH VLJQLÂżFD1RYR&LFORGH9LGD LEĂƒO Âą D Âą%RP momento para resolver problemas, HVSHFLDOPHQWHRVTXHSRVVDP ocorrer no emprego. TambĂŠm terĂĄ bons frutos ao iniciar atividades TXHH[LMDPHPSHQKR$SURYHLWH SDUDVXSHUDUWRGDVDVGLÂżFXOGDGHV LPHGLDWDV,QVWDELOLGDGHVSRGHP DSDUHFHUFXLGDGR &DUWDGR'LDGH3DXVTXHVLJQLÂżFD,QLFLDWLYD VIRGEM Âą D Âą5HVSLUH IXQGRHQmRGHL[HDLQTXLHWDomR evoluir, ainda mais se precisa tomar uma decisĂŁo importante na carreira. %RDGLVSRVLomRItVLFDPDVQmRVH HVTXHoDGDIp)RUWDOHoDVXDHVSLUitualidade. Maneire na possessividade e amenize divergĂŞncias.

&DUWDGR'LD9DOHWHGH3DXVTXH VLJQLÂżFD$PLJR1RWtFLDV,QHVSHUDdas. LIBRA – D Âą0DQWHQKD XPDTXLHWXGHHVWUDWpJLFDQHVWH GLD6XDVDo}HVPDLVLPSRUWDQWHV devem ser realizadas com discrição. No trabalho, evite se expor. Uma situação desagradĂĄvel com nĂŁo estĂĄ GHVFDUWDGD6XSHUHXPDGLYHUJrQcia com diĂĄlogo e diplomacia. &DUWDGR'LD2GH&RSDVTXH VLJQLÂżFD$PRU ESCORPIĂƒO Âą D Âą 3HTXHQRVSUREOHPDVHPVHXODU podem contribuir para sua irritação, FXLGDGR3RGHUiEULJDUSRUSRVLo}HV XOWUDSDVVDGDVTXHQmROHYDPDRV resultados esperados. &DUWDGR'LD25HLGH&RSDVTXH VLJQLÂżFD3RGHUGH&RQFUHWL]DomR Respeito. SAGITĂ RIO – (22/11 a 21/12) – Empenhe-se mais por seus resultados no trabalho. Faça uma lista de suas atividades e estabeleça RTXHGHYHVHUIHLWRDQWHV'HÂżQD prioridades, sem assumir mais UHVSRQVDELOLGDGHVGRTXHSRVVD cumprir. A energia sexual e a paixĂŁo estarĂŁo em alta. &DUWDGR'LDGH(VSDGDVTXH VLJQLÂżFD$YDUH]D CAPRICĂ“RNIO – (22/12 a 19/1) – 3UHÂżUDWDUHIDVTXHSRVVDGHVHQvolver sem ajuda dos demais e evite GHOHJDURTXHpGHVXDUHVSRQsabilidade. Um dia dedicado aos SHTXHQRVSUD]HUHV &DUWDGR'LD5HLGH(VSDGDVTXH VLJQLÂżFD3RGHU$XWRULGDGH AQUĂ RIO Âą D Âą&RP determinação, conseguirĂĄ cumprir RVFRPSURPLVVRVSURÂżVVLRQDLV (PIDPtOLDDOJXQVFRQĂ€LWRVHQYROYHQGRÂżQDQoDVQmRHVWmRGHVFDUtados. &DUWDGR'LD$5DLQKDGH2XURV TXHVLJQLÂżFD$PELomR3RGHU PEIXES Âą D $SURYHLWH este dia para resolver pendĂŞncias SURÂżVVLRQDLVHWXGRRTXHHQYROYD contratos e documentos. Em famĂ­lia, ĂŠ o momento ideal para conversar e deixar para trĂĄs antigos mal-entendidos. A dois, sentimentos de mĂĄgoa devem ser superados. &DUWDGR'LD20iJLFRTXHVLJQLÂżFD+DELOLGDGH

PELA OBRA

Martin Scorsese serĂĄ homenageado pela Bafta deste ano 2012

O

diretor de cinema americano Martin Scorsese serĂĄ homenageado pela Academia Britânica de Cinema e TelevisĂŁo (Bafta), no prĂłximo dia 12 de fevereiro, em Londres, por sua contribuição ao cinema. Scorsese ĂŠ responViYHO SHOD GLUHomR GH Ă€OPHV como “Taxi Driverâ€? e “A Invenção de Hugo Cabaretâ€?. Considerado o prĂŞmio britânico de maior prestĂ­gio, Scorsese, vencedor de XP2VFDUSHORĂ€OPH´2V ,QĂ€OWUDGRVÂľVHMXQWDUiDRV cineastas Charles Chaplin, Alfred Hitchcock, Steven Spielberg e Ă atriz Judi

Dench, que foram agraciados no passado. â€œĂ‰ uma grande honra ser reconhecido pela Academia Britânica e estar entre um estimado grupo de amigos e colegasâ€?, DĂ€UPRXRFLQHDVWDHP uma nota divulgada nesta quarta-feira. O diretor da Bafta, Tim Corrie, nĂŁo poupou elogios a Martin Scorsese, e o caracterizou como “uma lenda vivaâ€? e “uma verdadeira inspiraomRSDUDWRGRVRVMRYHQV diretores do mundoâ€?. A lista dos indicados pela Bafta serĂĄ anunciada QRGLDGHMDQHLUR


4

TribunaIndependente

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 6 DE JANEIRO DE 2012

felipe1camelo@gmail.com felipecamelo@saladaonline.com.br camelofelipecamelo.blogspot.com

Ao lado de 1 homem bem-sucedido, sempre 1 mulher poderosa. Com AndrĂŠ Generoso, ClĂĄudia Mortmer. Ele, entre os 49 chefs do Brasil e Portugal convidados a rechear o livro Poesia ĂŠ para Comer, iguarias pro corpo e pro espĂ­rito. +, impossĂ­vel

Reduziu, mas...

Toda poderosa da Sue Chamusca Arte & Assessoria. Silvana Valença acompanhou na última 3ª grupo de jornalistas alagoanos pra conhecer os bastidores e assistir Abrakadabra, no tradicionalíssmo Circo Tihany, que estå em Recife e estreia aqui no próximo dia 13. Espetåculo do encantar. Direção, HOHQFR¿JXULQR iluminação... tudo, 1 luxo só. Vale platÊia, vale aplausos

E a guerra contra o Aedes aegypti continua, jå que esses malditos voadores ameaçam principalmente no verão. + de R$ 2 milhþes, 72 municípios alagoanos tiveram projetos de combate à dengue aprovados pelo MinistÊrio da Saúde, e permite que as cidades recebam 20% a + que os repasses regulares do Teto de Vigilância e Promoção à Saúde pro GHVHQYROYLPHQWRGRVSODQRVTXHLQFOXHPDTXDOL¿FDomR das açþes de prevenção e o controle da doença. As cidades que + receberão são Maceió, que terå cerca de R$ 789 mil; Arapiraca, + de R$ 182 mil; Rio Largo, aproximadamente R$ 64 mil; Palmeira dos �ndios, R$ 56 mil; Penedo, + de R$ 49 mil; e União dos Palmares, quase R$ 48 mil. Ao todo, as verbas pra Alagoas somam R$ 2.089.183,35. Em todo o País, 1.159 cidades foram selecionadas. Os recursos estão na ordem dos R$ 92,8 milhþes e os selecionados assinarão termo se comprometendo a ampliar as açþes, a organização da assistência aos pacientes e a vigilância. Em 2011, Alagoas fechou o ano com redução de 80% nos casos de dengue em comparação com 2010. Mas mesmo assim, melhor eliminar estes mosquitos transmissores antes que eles matem + gente. Informando, Larissa Bastos, da Sesau. E alertando, claro.

Comendo Poesia “O Chef AndrĂŠ Generoso, responsĂĄvel pela gastronomia do Restaurante Divina Gula, estĂĄ entre os 49 chefs do Brasil e Portugal convidados a estampar um dos livros mais aguardados pelos crĂ­ticos e amantes de arte, poesia e culinĂĄria: A Poesia ĂŠ para Comer, iguarias para o corpo e para o espĂ­rito, com conceito original e coordenação geral de Ana Vidal, uma das jornalistas e autoras mais renomadas de Portugal. O livro, uma verdadeira obra de arte, tem 200 pĂĄginas e foi lançado pra harmonizar obras dos mais expressivos poetas da lĂ­ngua portuguesa com receitas criadas especialmente para um time estrelar de chefs do Brasil e Portugal. Poemas de Ferreira Gullar, Adelia Prado, Drummond, Leminsky, JoĂŁo Cabral, Manuel Bandeira, obras de arte de Beatriz Milhazes, Tomie Ohtake, IberĂŞ, Volpi, Vick Muniz, associadas a receitas de grandes da gastronomia como Alex Atala, Carla Pernambuco, CharlĂ´, Renata Saboya, Roberta Sudbrack, Salvatori Loi e AndrĂŠ Generoso. O chef do Divina Gula recebeu o convite de Luciana FrĂłes, uma das mais respeitadas jornalistas de gastronomia no Brasil e responsĂĄvel pelo caderno Rio Show Gourmet do jornal O Globo. A receita de Generoso ĂŠ a Feijoada Completa e vem associada Ă mĂşsica Feijoada Completa de Chico Buarqueâ€?. Fiquei muito feliz em receber esta notĂ­cia de Rafaella Romariz e MaĂ­ra Malta, da Salah Comunicação Inteligente, informando e comemorando.

1º Baile do EdÊcio Quem não se lembra do Manhãs Brasileiras e da voz de EdÊcio Lopes todo dia, de manhã cedinho? Eu subia pro Marista e era certeza, papai sintonizava nele. Pois o saudoso radialista e compositor serå + 1 x homenageado com o 1º Baile de Carnaval. Amanhã, na Vox Room, em Jaraguå. Agitando e animando, Allison Cunha (chorinho), Igbonan Rocha e Wilma Araújo (samba), Orquestra do maestro Almir Medeiros (frevo) e o cantor Claudionor Germano, que gravou vårias músicas de EdÊcio. Os ingressos, na Maxhu’s do Maceió Shopping. +, no www.edeciolopes.com.br. É se inspirar nas músicas dele, bolar 1 fantasia bacana, se jogar e se feliz.

Ainda +

Santo Navegante Às 4 da tarde de hoje, devotos e turistas participam da procissão de Bom Jesus dos Navegantes, única procissão marítima de Alagoas, no Pontal do Coruripe. Vårias embarcaçþes cedidas como forma de homenagem ao santo padroeiro dos pescadores seguem atÊ as proximidades da vizinha praia de Barreiras, retornando ao ponto de partida, onde a imagem do padroeiro desembarca e Ê seguida pela multidão pelas principais ruas do povoado. À noite show de encerErik Ferraz era 1 cara totalmente do Bem, bonito por fora e principalmente ramento com as bandas por dentro. Modelo que faria muito sucesso mundo afora teve sua vida e Badalada e Advogados do FDUUHLUDLQWHUURPSLGRVSRULGLRWDVTXHSUDVHD¿UPDUHPFRPRKRPHQVVH Forró. Assessora Marcela DFKDUDPQRGLUHLWRGHDJLUFRPYLROrQFLDPDWDQGRR4XHPHXDPLJR¿TXH Martine, informando e em Paz e sua familia tambÊm convidando.

“O Palato inova mais uma vez e durante todo o mĂŞs de janeiro disponibilizarĂĄ o serviço de translado para o Porto de MaceiĂł nos horĂĄrios de saĂ­das dos navios. Os passageiros de cruzeiros podem aproveitar o complexo de compras Palato Ponta Verde e depois sĂŁo levados para o Porto em JaraguĂĄ. AlĂŠm de produtos selecionados do supermercado e do Palato CafĂŠ, os clientes tambĂŠm podem aproveitar as ofertas da promoção Palato Casa IN OFF - EspeCelebração cial Natal do Palato Casa, que foi estendida atĂŠ dia 6/1â€?. E-mail de Fernanda Tognon, da equipe a[+] Pelo 4Âş ano consecutivo, o Ciclo da Natividade ĂŠ comemorado em SĂŁo JosĂŠ da Laje com o Auto de Natal ‘A Caminho de mais agĂŞncia de imprensa, informando sobre + este BelĂŠm’, de Homero Cavalcante, no adro da Igreja de SĂŁo JosĂŠ. Este ano acontecerĂĄ Ă s 7 da noite de hoje, numa realização da carinho com os clientes do super24h de MaceiĂł. Companhia de Teatro Ronaldo de Andrade e da Associação Cultural Boi DragĂŁo Lajense com a participação da Confraria da PaixĂŁo formada por integrantes do Grupo de Jovens paroquianos. EspetĂĄculo de produção eminentemente privada conta com Com apenas 1 ano, ObservatĂłrio foi eleito pelo PrĂŞmio Espia 2011 como as colaboraçþes do Museu ThĂŠo BrandĂŁo, do Curso de Artes CĂŞnicas - Teatro, da Ufal, e da ATA. O espetĂĄculo ĂŠ ao ar livre, Melhor Restaurante. Levou tambĂŠm como Melhor Petisco, o Balde de gratuito e possui como referĂŞncia cultural pra sua realização, “O destaque do Dia de Reis, como efemĂŠride religiosa tradicionalAsinhas. Comemorando, claro, Wanessa Martins & Caio StĂŞnio Porto mente mais comemorada pelos lajenses dentre as do Ciclo da Natividadeâ€?, 2Âş Ronaldo de Andrade.

OL�VIA DE Cà SSIA – INTERINA oliviadecassiajornalista@hotmail.com

CartĂŁo Postal agradece

PolĂŞmica

Show na AmazĂ´nia

A compra da Cachoeira do Escorrega pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), no início de dezembro do ano passado, pegou de surpresa os moradores e comerciantes do município GH9LVFRQGHGH0DXiQDVHUUDÀXPLQHQVH(OHVHVWmRGHVFRQWHQWHVFRPDSRVVLELOLGDGHGDFREUDQoDGH R$ 11 para entrar na cachoeira, famosa por ser um tobogã natural. A queda-d’ågua integra uma årea de 37 hectares que o parque nacional do Itatiaia --a primeira unidade de conservação criada no Brasil-- comprou por cerca de R$ 1 milhão. A medida faz parte da estratÊgia de regularização da unidade para tornå-la mais atrativa aos turistas e integra o programa parques da Copa, dos ministÊrios do Meio Ambiente e do Turismo.

No próximo domingo (8), a Rede Record estreia o reality show Amazônia, programa de 12 episódios. Serão duas equipes de seis integrantes disputando R$ 1 milhão em proYDVVREUHDPDLRUÀRUHVWDGRPXQGR6HJXQGRDHPLVVRUD o prêmio serå dividido entre o vencedor e uma organização ligada à Amazônia. O objetivo do programa, apresentado por 9LFWRU)DVDQRpPRVWUDUDÀRUHVWDFRPRXPDDOLDGDDVHU preservada – e Ê nesse sentido que todas as provas serão propostas e realizadas. Amazônia Ê um projeto documental HGHLQIRUPDomRTXHYDLGLYXOJDUDÀRUHVWDFRPRFHQiULR de aventuras e tambÊm sua importância, suas dimensþes, suas populaçþes, sua biodiversidade e seus mecanismos de sustentabilidade. O programa começa logo após o Repórter Record deste domingo.

U

ma boa notícia para o meio ambiente foi divulgada esta semana e se a promessa for cumprida, um dos mais lindos cartþes postais do Brasil vai agradecer. O Estado do Rio de Janeiro vai investir na despoluição da Baía de Guanabara (foto ao lado) cerca de R$ 2 bilhþes nos próximos três anos. A despoluição da Baía de Guanabara Ê um dos compromissos assumidos para as Olimpíadas de 2016, no entanto, segundo o presidente da Cedae (Companhia Estadual de à guas e Esgotos), Wagner Victer, a meta deve ser cumprida com dois anos de antecedência. Vårias obras de reconstrução de Estaçþes de Tratamento de Esgoto (ETEs) serão inauguradas ainda este ano. A maior parte dessas estaçþes foi construída em gestþes anteriores e não entraram em funcioQDPHQWRÀFDQGRSDUDGDVSRUPDLVGHGH]DQRV por falta de infraestrutura. AlÊm disso, estão previstas a construção de novas estaçþes e ampliação de outras existentes. Aqui em Alagoas, a despoluição do Riacho Salgadinho não passa de promessa de campanhas eleitorais; uma pena isso!

Carros menos poluentes A partir de 2012 a população das cidades brasileiras tem razão de sobra para respirar aliviada. Pelo menos Ê o que prometem as medidas adotadas pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que começaram a valer no primeiro dia do ano. Se forem colocadas em pråtica, devem elevar a qualidade do ar nos centros urbanos a padrþes internacionais nos próximos anos. É a fase P-7, do Programa Nacional de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores. Segundo o que foi divulgado pela

instituição, estão previstos níveis de redução de poluentes só atingidos atÊ agora pelos países mais desenvolvidos. As novas regras, negociadas com a indústria e com os representantes da sociedade civil no Conama, prometem reduzir drasticamente a poluição que sai do escapamento de ônibus e caminhþes. Juntos, eles são os maiores responsåveis pelo sufoco da população, emitem grande parte dos poluentes que afetam diretamente a saúde dos habitantes das cidades, principalmente grandes e mÊdias.

Indenização de pescadores Um tribunal marítimo da cidade portuåria de Tianjin, norte da China, aceitou pedidos de indenização dos pescadores que acreditam que o vazamento de petróleo das plataformas operadas pela ConocoPhillips no Mar Bohai LQÀXHQFLRXVHXVQHJyFLRV$JLJDQWHQRUWHDPHULFDQDHP energias ConocoPhillps prometeu na semana passada iniciar um processo de indenização sobre os prejuízos causados pelo vazamento nas plataformas petrolíferas B e C do campo Penglai 19-3 na Baía Bohai, mas não revelou mais detalhes. Ainda este mês, mais de 100 pescadores da Província de Hebei abriram um processo judicial contra a ConocoPhillps China, acusando o vazamento de petróleo de causar a morte de muitos mariscos e pepinosdo-mar e pedindo uma indenização no valor de 490 milhþes de yuans (US$ 77,78 milhþes).

Bem-estar animal Dez mil brasileiros aderiram à campanha de mobilização global da Sociedade Mundial de Proteção Animal que irå pedir à Organização das Naçþes Unidas (ONU) a inclusão do tema bem-estar animal na agenda da Rio+20, que terå a presença da presidente Dilma Roussef. O encontro – promovido pela ONU – ocorrerå no próximo mês de junho, no Rio de Janeiro, e discutirå os avanços e retrocessos registrados desde a Conferência Mundial do Clima, conhecida como Rio 92, ocorrida hå 20 anos. O abaixo-assinado foi lançado em todo o mundo, em dezembro, na internet. A ação pretende conscientizar as pessoas sobre a relação entre o bem-estar dos animais, especialmente os usados em processos produtivos e o desenvolvimento sustentåvel. A campanha tem inspiração no conceito da Pegada Ecológica.

Investimentos A Organização das Naçþes Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) deve FRPHoDURDQRLQYHVWLQGRPDLVQD&RRSHUDomR6XO6XO$D¿UPDomRpGRQRYR diretor-geral da agência, JosÊ Graziano da Silva. Ele falou à Rådio ONU, de Roma, em seu primeiro dia de trabalho no posto, sobre uma das propostas que tem para aumentar a cooperação Sul-Sul na årea agrícola. JosÊ Graziano da Silva foi ministro do ex-governo Lula e comandou o Programa Fome Zero. Agora à frente da FAO, ele diz que erradicar a fome serå sua prioridade. De acordo com as Naçþes Unidas, PDLVGHXPELOKmRGHSHVVRDVQmRWrPRVX¿FLHQWHSDUDFRPHUDWXDOPHQWH

Energia sustentĂĄvel A Assembleia Geral das Naçþes Unidas declarou 2012 como o Ano Internacional de Energia SustentĂĄvel para Todos (foto). O objetivo da iniciativa ĂŠ chamar a atenção para a importância de se aumentar o acesso Ă energia renovĂĄvel em todas as partes do mundo. Segundo as Naçþes Unidas, cerca de 1,4 bilhĂŁo de pessoas ainda nĂŁo tĂŞm acesso a fontes modernas de energia. E trĂŞs bilhĂľes dependem de recursos da “biomassa tradicionalâ€? como o carvĂŁo para atividades diĂĄrias como aquecimento e cozimento de alimentos. Os serviços de energia tĂŞm um efeito profundo na produtividade, na saĂşde e na educação, alĂŠm da segurança alimentar e serviços de comunicação. De acordo com especialistas, a falta de acesso Ă  energia limpa e barata impede o desenvolvimento socioeconĂ´mico e humano de comunidades inteiras. O acesso Ă  energia sustentĂĄvel ĂŠ tambĂŠm uma das ferramentas para que o mundo alcance os Objetivos de Desenvolvimento do MilĂŞnio. ‡ 'XUDQWHRPrVGHMDQHLURDWLWXODUGD&ROXQDÂą$OLQH0LUHOOLHVWDUiGHIpULDV

Edição número 1337 06 de janeiro de 2012  

Edição Digital Jornal Tribuna Independente TribunaHoje.com

Advertisement