Page 1

POL�TICA Deputado Ê convocado pelo TJ para se defender da acusação de estelionato 3 EXEMPLAR DO ASSINANTE

SĂ BADO

MACEIĂ“ - ALAGOAS - 17 DE DEZEMBRO DE 2011 - NÂş 1320 - R$ 1,50 SANDRO LIMA

tribunahoje.com

Justiça afasta mais uma vez Cícero Ferro, Beltrão e Arthur Lira Decisão atinge ainda o prefeito Fåbio Jatobå, de Roteiro, e o ex-deputado Celso Luiz, tambÊm acusados de envolvimento no esquema Taturana; na segunda-feira, juiz deve julgar processo que envolve Antonio Albuquerque

APĂ“S MISSA, manifestantes saĂ­ram em caminhada

CHACINA DA GRUTA

Missa e ato público marcam 13 anos da morte de Ceci Cunha Familiares, amigos e admiradores da deputada Ceci Cunha se transformaram em romeiros, unidos numa súplica por justiça, ontem, data dos 13 anos da Chacina da Gruta que vitimou a deputada, seu marido Juvenal Cunha, �tala Maranhão e Iran

MaranhĂŁo. A missa realizada na Igreja da Catedral de MaceiĂł, foi sequenciada com uma caminhada pelas ruas do Centro. O governador Teotonio Vilela Filho e vĂĄrios polĂ­ticos participaram DRODGRGRVÂżOKRVGD deputada, Rodrigo e Adriana Cunha. PĂĄg. 2

AILTON VILLANOVA

Durante quase um sĂŠculo viveu em Serra Talhada uma senhora muito religiosa chamada Almerinda Tercila Bezerra, bisavĂł, por parte de mĂŁe, dos mĂŠdicos LatĂŠrcio e LupĂŠrcio. AlĂŠm de ligadĂ­ssima Ă Igreja CatĂłlica... PĂĄg. 12

SANDRO LIMA

Os deputados estaduais Cícero Ferro e João Beltrão, e o deputado federal Arthur Lira, foram afastados de seus mandatos e ficam impedidos de assumir funçþes públicas. A decisão Ê do juiz Helestron Costa, da 17ª Vara da Fazenda de Maceió, e atinge, tambÊm, o prefeito Fåbio Jatobå, de Roteiro, o ex-deputado Celso Luiz e uma filha do deputado João Beltrão. Todos são acusados de envolvimento no esquema que desviou mais de R$ 300 milhþes da Assembleia Legislativa, descoberto pela Polícia Federal na Operação Taturana. Segunda-feira o juiz Costa deverå julgar processo anålogo em que Ê rÊu o deputado Antonio Albuquerque. 5

PRESIDIà RIOS ligados a facção criminosas foram transferidos à tarde para módulo de segurança

POLĂ?CIA CIVIL

TERROR X ESTADO

Com nova lei, 150 agentes pedem aposentadoria Desde que entrou em vigor a Lei de Aposentadoria Especial, em setembro, mais de 150 policiais civis deram entrada em pedido de aposentadoria - 50 deles jĂĄ estĂŁo afastados. Segundo estudo do AL PrevidĂŞncia, cerca de 350 - 30% do efetivo - tĂŞm direito ao benefĂ­cio. PĂĄg. 11

Acusados por ataques vão para módulo de segurança måxima A Secretaria de Defesa Social transferiu ontem para o módulo de segurança måxima 29 presidiårios apontados como mentores dos ataques a ônibus ocorridos em Maceió. Eles seriam integrantes de uma facção criminosa paulista e, segundo

o secretårio Dårio CÊsar, passavam as ordens de dentro dos presídios Cyridião Durval e Baldomero Cavalcanti. Ele disse que pedirå ao MinistÊrio da Justiça para que os principais líderes, jå identificados, sejam transferidos para um pre-

sídio federal de segurança måxima. Com as medidas, Dårio CÊsar acredita que cessem os ataques, que jå destruíram três ônibus. Pela manhã, os rodoviårios interditaram ruas do Centro para protestar contra os ataques incendiårios. 9

PESQUISA

Aprovação de Dilma continua nas alturas A aprovação à presidenta Dilma Rousseff Ê a melhor de ¿PGHSULPHLURDQRGHPDQdato quando comparada aos governos de Luiz Inåcio Lula da Silva e de FHC, segundo pesquisa divulgada ontem pela CNI/Ibope. Dilma atingiu 72% de aprovação. Påg. 7

TEMPO

ARAPIRACA Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

28Âş

MarĂŠs

02:15 08:28 14:32 20:54

0.4 1.6 0.5 1.7

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,85 R$ 1,85 DOLAR PARALELO R$ 1,89 R$ 2,00 OURO: R$ 94,45 POUPANÇA: 0,6006%

JOGADORESGR6DQWRVÂż]HUDPWUHLQRGHDSURQWRRQWHPVREIULRLQWHQVRQRVSUHSDUDWLYRVSDUDRMRJRGHDPDQKmFRQWUDR%DUoD BRENO AIRAN

CLIMA BOM

SANTOS X BARÇA

PM acusado de matar professora ĂŠ ouvido por juiz

Land Rover e L-200 batem e ÀFDPIHULGRV

Muricy pode usar tĂĄtica do tempo de SĂŁo Paulo

O cabo PM JosÊ Cabral do Nascimento, 48, acusado de matar a professora Claudenice de Oliveira Pimentel, 43, em Arapiraca, foi ouvido ontem pelo juiz Anderson Passos em julgamento de instrução. Em janeiro, sai a decisão sobre se irå a júri Popular. Påg. 11

O choque entre uma Land Rover e uma L-200, na noite de ontem, deixou ao menos trĂŞs feridos no bairro do Clima Bom. Eles foram atendidos por socorristas do Samu e levados ao hospital. O motorista da Land Rover fugiu logo apĂłs o acidente.

O tĂŠcnico do Santos Muricy Ramalho pode utilizar, na decisĂŁo do Mundial de Clubes amanhĂŁ, contra o Barcelona, o esquema tĂĄtico que o consagrou no SĂŁo Paulo, o 3-52, com o objetivo de neutralizar os toques de bola rĂĄpidos do adversĂĄrio. PĂĄg. 15

LATERAL GD/ÂżFRXFRPSOHWDPHQWHGHVWUXtGDQRFKRTXH


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA 0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'('(=(0%52'(

PolĂ­tica

Recesso judiciårio começa na terça, dia 20, e termina dia 2 de janeiro As atividades jurisdicionais e administrativas do Poder Judiciårio alagoano (Tribunal de Justiça, Corregedoria-Geral da Justiça, Comarcas, Varas, Juizados Especiais e outros órgãos) estão suspensas a partir da terça-feira  HPUD]mRGRUHFHVVRIRUHQVHGH¿QDOGHDQR2H[SHGLHQWHQRUPDOGD -XVWLoD(VWDGXDOVHUiUHWRPDGRQRGLDGHMDQHLURGH$SUHVLGrQFLD do TJ/AL e unidades de primeiro grau estarão em plantão para a resolução GHSURFHVVRVTXHQHFHVVLWHPGHVROXo}HVUiSLGDV

6$1'52/,0$

Ceci: Emoção toma conta de ato contra impunidade

&HQWURGH0DFHLyIRLSDOFRGHDWRS~EOLFRTXHH[LJLX justiça e punição aos acusados da morte da deputada so ao processo chegaram Ă mesma conclusĂŁo: a de que o culpado ĂŠ o ex-deputado Talemoção tomou conta vane Albuquerque [primeiro do centro da capital suplente de Ceci, Ă  ĂŠpoca]â€?, alagoana na manhĂŁ destacou. do dia de ontem, 16. Da CatAs palavras de Rodrigo edral Metropolitana atĂŠ Ă  Cunha revelam nĂŁo um pesede da Ordem dos Advog- dido de vingança, mas uma Rodrigo e Adriana CunhaÂżOKRVGDGHSXWDGDPRUWDVHFRQVRODPHPPLVVDHPPHPyULDGDPmH ados do Brasil - Seccional solicitação por justiça. JustiAlagoas -, parentes, amigos ça que pode estar bem prĂłxiFILHO DE CECI e admiradores da deputada ma, visto que o julgamento Ceci Cunha se transformar- dos acusados, o ex-deputado am em verdadeiros romei- federal Talvane Albuquerros, unidos numa Ăşnica sĂş- que, Jadielson Barbosa da plica, o clamor por justiça. Silva, AlĂŠcio CĂŠsar Alves Ontem completou exatos 13 Vasco, JosĂŠ Alexandre dos anos da Chacina da Gruta, Santos e Mendonça Medeique vitimou a deputada, ros da Silva, estĂĄ marcado DAVI SALSA leiro contou tudo. Foi en- completou. De acordo com seu marido Juvenal Cunha, para o dia 16 de janeiro. 5(3Ă?57(5 Segundo o governatĂŁo que Talvane resolveu a acusação do MinistĂŠrio a senhora Ă­tala MaranhĂŁo planejar a morte de minha PĂşblico Federal, o entĂŁo H VHX Ă€OKR ,UDQ 0DUDQKmR dor Teotonio Vilela Filho O ato pĂşblico na Cate- (PSDB), a sociedade brasiArapiraca (Sucursal mĂŁe. Todas as provas estĂŁo deputado Talvane Albu- O suposto dossiĂŞ contra nos autos com gravaçþes TXHUTXH QD pSRFD Ă€OLDGR dral Metropolitana de Ma- leira aguarda ansiosamente o ex-governador Manoel telefĂ´nicas de assessores ao PTN e primeiro suplen- ceiĂł comoveu os presentes pelo julgamento. “Essa pĂĄGomes de Barros ĂŠ uma dele. Agora, numa tentati- te da coligação de Ceci na QD PLVVD H VHJXQGR R Ă€OKR gina da impunidade precisa mentira. Uma farsa sem va de desespero, ele quer Câmara, foi apontado como mais velho da deputada, o ser virada, serĂĄ um marco advogado Rodrigo Cunha, na nossa histĂłria. Alagoas ‘pĂŠ nem cabeça’ e uma de- mudar o foco e acusar o ex- mandante do crime. monstração de desespero -governador Manoâ€?, desaPara o MPF, ele queria “o ato demonstra que a luta nĂŁo ĂŠ mais terra sem donoâ€?, de Talvane Albuquerque. A bafou. o cargo e a imunidade par- nĂŁo ĂŠ de uma pessoa sĂł, frisou. DĂ€UPDomRpGRĂ€OKRGH&HFL Vilela lembrou que Ceci Cunha disse que sua lamentar que dele adviria. nem de uma famĂ­lia e, sim, Cunha, Rodrigo Cunha. mĂŁe nunca aceitou ganhar Jadielson Barbosa da Silva, da sociedadeâ€?. Para ele, nĂŁo era “uma mulher pautada “Ele queria imunida- dinheiro com a polĂ­tica. Ela AlĂŠcio CĂŠsar Alves Vasco, hĂĄ dĂşvidas quanto a autoria pela verdade, honestidade e de parlamentar e chegou era mĂŠdica e gostava sem- JosĂŠ Alexandre dos Santos do crime, que serĂĄ levado a seriedadeâ€?. a contratar um pistoleiro pre de fazer o bem e lutar e Mendonça Medeiros da JĂşri Popular no dia 16 de ja“Apesar dos 13 anos, a para matar o deputado Au- pelo desenvolvimento de Silva foram apontados pelo neiro de 2012. saudade ĂŠ um sentimento “Todos que tiveram aces- que nunca iremos perder, gusto Farias. Mas o pisto- Arapiraca e de Alagoasâ€?, MPF como executores. EDITORIA DE POLĂ?TICA &205('$d­2

A

“DossiĂŞ contra Mano ĂŠ uma farsaâ€?, desabafa Rodrigo Cunha

CĂ‚MARA DE MACEIĂ“

graças a Deus. Ela foi uma pessoa que começou do nada, se formou e conquistou o povo alagoano atravĂŠs do trabalhoâ€?, expĂ´s Vilela. A deputada federal por Mato Grosso do Sul e presidente Nacional do PSDB Mulher, Thelma de Oliveira, participou da cerimĂ´nia e tambĂŠm cobrou justiça. “NĂŁo podemos aceitar que o &DVR &HFL Ă€TXH QR HVTXHFLmento. Os culpados devem ser punidos ao rigor da Lei. Diante disso, celebraremos a vitĂłria da democraciaâ€?, acentuou. A parlamentar lembrou ainda que a chacina representa um dos dez casos de impunidade selecionados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Os familiares pedem justiça e com as provas do MinistĂŠrio PĂşblico Federal esperamos a condenação dos acusados. Os Ă€OKRV GHOD SUHFLVDP YLUDU essa pĂĄgina de sofrimento, ĂŠ necessĂĄrio e imperativoâ€?. A vigĂ­lia de oraçþes iniciada ontem, aconteceu tambĂŠm em Arapiraca, foram o inĂ­cio do movimento “Queremos Justiçaâ€?, criado por Rodrigo Cunha.

NOVA CASA

Galba Novaes pþe corretor em Especulação imobiliåria pode busca de terreno para nova sede LQà DFLRQDUEXVFDGHWHUUHQR LUIS VILAR 5(3�57(5

',98/*$d­2

De acordo Galba com Novaes, na corrida contra o tempo para poder usar o diA atual Mesa Diretora da nheiro previsto no orçamenCâmara Municipal de MaWR Ă€QDQFHLUR SDUD HVWH DQR ceiĂł estĂĄ numa corrida cono “parlamento-mirimâ€? jĂĄ tem tra o tempo para conseguir um corretor nas ruas da cacomprar o novo prĂŠdio sede pital alagoana em busca do do Legislativo da capital alaprĂŠdio. Foram vistas algugoana. De acordo com o atumas possibilidades, inclusial presidente Galba Novaes ve um espaço que ĂŠ locado (PRB), jĂĄ nĂŁo dĂĄ mais para por um plano de saĂşde, no permanecer no atual prĂŠdiobairro do Farol. -sede localizado no bairro “O espaço ĂŠ bom, mas do Centro, por conta da auhouve dois empecilhos, prisĂŞncia de estacionamento, meiro que o valor do prĂŠdio por nĂŁo haver espaço para ĂŠ alto para o que a Câmara os gabinetes dos vereadores, Municipal dispĂľe hoje. Sedentre outros incĂ´modos. O gundo, parece que o plano de prĂłprio espaço do plenĂĄrio saĂşde vai querer adquirir o terĂĄ que ser adaptado para espaço. Como eles jĂĄ alugao ano de 2013, com a eleição ram, portanto, possuem a de 31 vereadores, jĂĄ que atupreferĂŞncia para a compraâ€?, almente sĂŁo apenas 21. colocou. Para a compra do prĂŠdioNovaes revelou ainda – sede da Casa de MĂĄrio Guiem entrevista Ă Tribuna marĂŁes, os edis jĂĄ tiveram Independente – que exisalgumas opçþes. No inĂ­cio do te a possibilidade da Casa ano, a Prefeitura Municipal de MĂĄrio GuimarĂŁes mudar e a Câmara cogitaram a pospara a parte baixa ou para o sibilidade da doação de um Atual sedeGD&kPDUDQmRFRPSRUWDPDLVH[LJrQFLDVGD&DVD bairro do Tabuleiro do Marterreno pertencente ao Exetins. Depende da anĂĄlise FXWLYRPXQLFLSDOTXHĂ€FDDR dos imĂłveis. Para aquisição lado da SuperintendĂŞncia estacionamento e estrutura verbas de custeio, de aproximadamente R$ 4 milhĂľes. do prĂŠdio, foi tentado ainda Municipal de Transporte e de gabinetes. “Acabaria invadindo uma “Temos este recurso que – por meio de uma emenda Trânsito (SMTT). Ă  Lei de Diretrizes OrçaDe acordo com Novaes, a ĂĄrea da SMTT, que ĂŠ utiliza- pode ser utilizado para a mentĂĄrias do vereador ThĂŠo possibilidade estĂĄ pratica- da pelos funcionĂĄrios. EntĂŁo compra do novo prĂŠdio. Mas, Fortes – que o recurso saĂ­sse mente descartada, uma vez decidimos comprar nosso caso nĂŁo ocorra este dinheiro serĂĄ devolvido para o Exe- do Executivo sem que fosse TXHRHVSDoRQmRpRVXĂ€FLHQ- prĂłprio prĂŠdioâ€?, colocou. Para Novaes, essa tem cutivo, pois mesmo havendo contabilizado pelo duodĂŠcite para uma sede ampla – mo do Legislativo municisegundo o presidente – com sido uma prioridade, so- VREUDV QmR p VLJQLĂ€FDGR GH bretudo diante da sobra de que a Câmara pode gastarâ€?. pal.

$66(6625,$

NovaesH[SOLFDTXHFRPSUDGHLPyYHOYDLGHSHQGHUGRRUoDPHQWR

PorÊm, esta emenda acabou vetada pelo Executivo e em um desentendimento da bancada governista o veto foi mantido. Entretanto, mesmo que a Câmara Municipal devolva os R$ 4 milhþes neste ano, existe a possibilidade desta aquisição ser feita em 2012, em função do incre-

mento no duodÊcimo. De acordo com a nova peça orçamentåria encaminhada para a Câmara, os vereadores terão direito a um repasse anual de R$ 50 milhþes. 1RYDHV DÀUPD TXH QmR houve qualquer negociação com a Prefeitura de Maceió.


TribunaIndependente

0$&(,Ă?SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

POLĂ?TICA

3

Deputado se defende de acusação de estelionato

Toma lĂĄ, dĂĄ cĂĄ

N

otĂ­cia de “O Globoâ€?: “A cĂşpula do PMDB pressionou politicamente pela decisĂŁo do Supremo Tribunal Federal (STF) favorĂĄvel Ă liberação da posse de Jader Barbalho (PMDB-PA) no Senado. Ainda na terça-feira, o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, recebeu um apelo dos peemedebistas para votar o caso ainda este ano... A cĂşpula do partido saiu do gabinete de Peluso com a certeza de que era preciso entrar com um novo pedido para fazer com que o presidente da Corte usasse a prerrogativa do chamado “voto de qualidadeâ€?. Segundo relatos de peemedebistas ao Globo, a conversa foi fundamental para reorientar a ação jurĂ­dica da defesa de Jader Barbalho. Participaram do encontro com Peluso o presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), os lĂ­deres do partido na Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), e no Senado, Renan Calheiros (AL), alĂŠm do lĂ­der do governo no Senado, Romero JucĂĄ (PMDB-RR). O presidente do Senado, JosĂŠ Sarney (PMDB-AP), nĂŁo estava presente, mas trabalhou nos bastidores para aproximar a cĂşpula do PMDB de ministros do 67)Âľ3DUDTXHPGXYLGDYDHLVDtXPDSURYDGDLQĂ XrQFLDSROtWLFD nos tribunais superiores.

,QÀXrQFLD Hå quase uma unanimidade quanto ao fato de que, no julgamento desta semana no TSE, pesou contra Ronaldo Lessa sua maneira intempestiva de ser (agressiva, muitas vezes), LQFOXVLYHFRQWUDGHFLV}HVMXGLFLDLV 1mRIRLRSRQWRIXQGDPHQWDOPDV LQÀXLXEDVWDQWHQDGHFLVmRSHOD preservação do mandato de TÊo Vilela, na ação em que era acusado de doar cabras em troca de votos. 5HVWDD/HVVDRYHOKRFRQVHOKRR bom cabrito não berra.

Nem aĂ­ O PSDB, que organizou a missa e o ato pĂşblico pelos 13 anos da morte GH&HFL&XQKDVHGHFHSFLRQRXFRPRGHVFDVRGRVSDUODPHQWDUHV3HOR que foi anotado pelo partido, sĂł o deputado federal Rui Palmeira compareceu, dentre os alagoanos. De outros estados, aqui estiveram cerca de 20 deputados, entre estaduais e federais.

Melhor assim Teotonio Vilela Filho e Ronaldo Lessa adotaram uma postura respeitosa, apĂłs a decisĂŁo do TSE que preservou o mandato do governador, HYLWDQGRVXDFDVVDomRFRPRSUHWHQGLDRH[1HPRYHQFHGRUWULSXGLRX do seu adversĂĄrio em 2010 nem Lessa esperneou contra o resultado. Atitude louvĂĄvel dos hoje ex-amigos.

O outro lado

Conversa

Faz por merecer maior destaque da PtGLDROLYUR³$3ULYDWDULD7XFDQD´ lançado pelo jornalista Amaury 5LEHLUR-U1HOHRDXWRUIDODD UHVSHLWRGDVSULYDWL]Do}HVRFRUULGDV no governo de Fernando Henrique &DUGRVR2FRQWH~GRQmRpQDGD bom para os tucanos, pródigos em se dizerem Êticos. Uma proposta de &3,DSLPHQWDRDVVXQWR

O senador Benedito de Lira (PPAL) disse que havia conseguido 5PLOK}HVSDUDTXHRTXH resta do Alagoinhas se transformasse numa referĂŞncia turĂ­stica para MaceiĂł, tanto quanto o Mercado Modelo ĂŠ para SalvaGRU1DSUiWLFDQDGDDWpDJRUD E o mostrengo continua a prejudicar a imagem da linda Praia de Ponta Verde.

Cotação A Braskem foi a vencedora do Prêmio Finep de Inovação, na categoria Grande Empresa, e, na premiação, a presença mais ilustre era a da SUHVLGHQWH'LOPD5RXVVHII$HPSUHVDGLVS}HGHGHSyVLWRVGHSDWHQWHVQR%UDVLOHQRH[WHULRU'HWDOKHDVHGHGD%UDVNHPIRLGLYXOJDGD pelos organizadores, como sendo São Paulo.

Positivo 1RWtFLDERDQHPVHPSUHGiPDQFKHWHeRTXHDFRQWHFHFRP&HQWUDO GDV,PSUHVVRUDV,'6ROXo}HV:HEH,QWHUQH[HPSUHVDVDODJRDQDV ligadas ao APL Tecnologia da Informação, que ganharam o Prêmio MPE Brasil 2011. Para se ter ideia da relevância da premiação, mais de 1.200 empresas se inscreveram no evento.

“

Peluso falou que essa não era uma questão política, mas, sim, jurídica. E explicou que os advogados de Jader deveriam ter entrado hå mais tempo com a ação correta.� VALDIR RAUPP Presidente do PMDB, explicando como o presidente GR67)&H]DU3HOXVRRULHQWRXDGHIHVDSDUDTXH pudesse votar duas vezes pela posse do senador Jader Barbalho

*A Academia de Ballet Emília Vasconcelos apresenta, hoje e amanhã, no 7HDWUR*XVWDYR/HLWHGR&HQWURGH&RQYHQo}HVRVHVSHWiFXORV³&RQWRV GD&DURFKLQKD´jVKRUDVH³0LWRV´jVKRUDV 1D3UDoD0XOWLHYHQWRVQD3UDLDGH3DMXoDUDSURVVHJXHDIHVWDQDWDOLQDRUJDQL]DGDSHOD3UHIHLWXUDGH0DFHLy¬VKRUDVDSUHVHQWDVHR &RUDOGH9R]HVGH,SLRFDjVKRUDVVHUiYH]GH3DXOLQH$OHQFDUFRP DDSUHVHQWDomRGR³1DWDO1RUGHVWLQR´ 6XSHULQWHQGHQWHGD&RGHYDVIHP$ODJRDV$QW{QLR1pOVRQ$]HYHGRFRRUGHQDKRMHR~OWLPRGLDGD([SRVLomR$JURSHFXiULDH&XOWXUDOGR%DL[R 6mR)UDQFLVFRHP3HQHGR2WHPDp³6mR)UDQFLVFRSDUFHULDVSDUDR GHVHQYROYLPHQWRVXVWHQWiYHO´ (PpSRFDGHFRPSUDVHGHFUpGLWRIiFLOR3URFRQ$/RULHQWDRFRQVXPLGRUGLDQWHGDVIDFLOLGDGHVGHREWHUFDUWmRGHFUpGLWRHID]HUFRPSUD SDUFHODGDHPDWpYH]HV3DUDHYLWDURHQGLYLGDPHQWRGHVFRQWURODGR RyUJmRGLVSRQLELOL]DRWHOHIRQH 2)ODPHQJRIHVWHMRXQHVWDVHPDQDRWtWXORGR0XQGLDOGH&OXEHVFRQTXLVWDGRHPQR-DSmR2WLPHOLGHUDGRSRU=LFRWLQKDVHWHWLWXODUHV IRUPDGRVQD*iYHD1DHTXLSHEDVHGHVWHDQRDSHQDVRTXHVWLRQDGR Wellington foi formado na base.

Gilvan Barros vai prestar esclarecimento ao Tribunal de Justiça do Estado NIGEL SANTANA REPÓRTER

O

deputado estadual Gilvan Barros (PSDB) deverĂĄ comparecer na sede do Tribunal de Justiça de Alagoas, no prĂłximo dia 5 de janeiro, uma quinta-feira, para prestar esclarecimentos sobre sua suposta participação em um crime de estelionato praticado no Estado do Tocantins. Quem impetra o processo ĂŠ JosĂŠ RonĂ­lson Sampaio Gomes, como estĂĄ publicado no processo relatado pelo desembargador JosĂŠ Carlos Malta Marques. O inquĂŠrito policial que originou o processo indica que Teodorio de Almeida Sandes, vulgo “TĂŠoâ€?, teria efetuado, por meio de contrato verbal, a compra de gado a vĂĄrios pecuaristas no municĂ­pio de Taguatins-TO, sempre com a promessa de pagamento futuro, vindo posteriormente a desaparecer da cidade, sem ter honrado os compromissos assumidos. Ainda de acordo com o inquĂŠrito, as cabeças de gado teriam sido vendidas ao deputado, e neste caso, a polĂ­cia local o indiciou como participante do calote. Gilvan Barros explicou Ă reportagem que hĂĄ mais de cinco anos sofre com o que

ele chama de “armaçãoâ€?. “A origem desse processo se deu quando um parente meu, que nĂŁo tinha nenhum vĂ­nculo com a famĂ­lia, comprou algumas cabeças de gado, no valor de R$ 50 ou R$ 60 mil. Ele acabou nĂŁo pagando e muito tempo depois se suicidou. O juiz do Tocantins direcionou a ação contra mim, na expectativa de que eu arcasse com o prejuĂ­zo de quem vendeu os bovinos. Eu nĂŁo tenho nada a ver com essa histĂłria, inclusive tenho provas de que fui isentado nesse processoâ€?, revela Barros. O magistrado a quem o deputado se refere ĂŠ Marcel Freitas. O juiz aplicou uma multa de R$ 1,6 milhĂŁo por nĂŁo ter pago a dĂ­vida contraĂ­da por seu parente. Barros argumentou que o Tribunal de Justiça de Tocantins derrubou a decisĂŁo do juiz. “EstĂĄ explĂ­cito que esse magistrado tenta a todo o custo me prejudicar. HĂĄ mais de cinco anos tenho sido vĂ­tima de um processo em que nĂŁo tenho ligação. Eu tenho os meus negĂłcios, e todos eles estĂŁo religiosamente em dia. É uma armação para tentar me prejudicar. A parte cĂ­vel dessa ação, inclusive, jĂĄ foi tramitada e vencida por mim. NĂŁo tenho vĂ­nculo com negociatasâ€?.

ARQUIVO

Deputado Gilvan BarrosDÂżUPDTXHHVWiVHQGRYtWLPDGHDUPDomR

DUDU HOLLANDA

PROJETO DE LEI

“Meu afastamento nĂŁo ĂŠ Ronaldo Medeiros quer Ă€PGD*'(QD$VVHPEOHLD SDUDEHQHĂ€FLDU$RX%ÂľGL] O inĂ­cio do recesso parlamentar nĂŁo atrapalhou o deputado Ronaldo Medeiros (PT) a elaborar mais um Projeto de Lei, que deve entrar em votação possivelmente em fevereiro. Medeiros defende a extinção do SDJDPHQWR GD *UDWLĂ€FDomR por Dedicação Excepcional (GDE), alvo de investigação pelo MinistĂŠrio PĂşblico, apĂłs as denĂşncias de irregularidades nos repasses feitas pelo deputado JoĂŁo Henrique Caldas (PTN). 0HGHLURV FRQĂ€UPRX TXH sua equipe jurĂ­dica estava se debruçando no projeto e que provavelmente estaria protocolando na Casa, e assim ser posto em votação assim que as fĂŠrias dos deputados terminarem, no dia 1ÂŞ de fevereiro. Essas sĂŁo algumas das consequĂŞncias depois que JHC fez pronunciamentos na Assembleia e concedeu entrevista coletiva, informando que o pagamento da GDE continha algumas irregularidades que vĂŁo de encontro com a Constituição. O relato causou espanto nos demais parlamentares, embora grande parte deles ainda nĂŁo se pronunciou a

respeito. Ronaldo Medeiros, entretanto, estĂĄ disposto a encarar as resistĂŞncias que esse Projeto de Lei terĂĄ no parlamento. O primeiro a DFUHGLWDUTXHD*UDWLĂ€FDomR Excepcional nĂŁo tem nada de irregular ĂŠ o presidente da Casa, deputado Fernando Toledo (PSDB). “Vamos mostrar a todos como funciona a GDE. Os nĂşmeros, os detalhes serĂŁo informados em tempo hĂĄbil. NĂŁo tenho problemas em insistir que o pagamento ĂŠ legal e constitucional. O parlamento aprovou essa *UDWLĂ€FDomR 2 GHSXWDGR Fernando Toledo nĂŁo tem o poder de aprovar uma Lei sem os votos dos demais deputadosâ€?, defendeu Toledo antes de a Assembleia entrar em recesso. Para Medeiros, o Projeto de Lei deve evitar mais desgastes dos parlamentares com a sociedade. Vale lembrar que a ALE passou por momentos turbulentos em 2007, quando a PolĂ­cia Federal desencadeou a Operação Taturana, descobrindo assim um suposto desvio de 300 milhĂľes do duodĂŠcimo. (N.S)

Quatro meses afastado das funçþes de deputado estadual, Dudu Hollanda (PSD) pediu licença na Ăşltima quarta-feira para se licenciar e cuidar de sua saĂşde. NĂŁo seria apenas um afastamento se no inĂ­cio da 17ÂŞ Legislatura nĂŁo fosse divulgado um suposto rodĂ­zio de licenças parlamentares em benefĂ­cio do deputado e suplente, CĂ­cero Ferro (PMN). Ă€ Tribuna Independente, Hollanda rechaçou que estaria se licenciando na ALE para colaborar com a imunidade parlamentar de CĂ­cero Ferro, acusado de ser o mandante do crime contra o vereador por Delmiro Gouveia, Fernando Aldo. Tal GHOLWRIH]FRPRTXH)HUURĂ€casse foragido da Justiça atĂŠ agosto desse ano. “Esse serĂĄ meu segundo tratamento. O meu mĂŠdico, doutor Joaquim Branco, jĂĄ havia me pedido para tirar essa licença e cuidar da minha saĂşde hĂĄ mais tempo. Esses quatro meses que estarei afastado em nada tĂŞm UHODomRSDUDEHQHĂ€FLDU$RX B. Eu tenho duas cirurgias: uma de redução de estĂ´mago e a outra escopinĂĄria.

4 MESES

RODĂ?ZIO

O primeiro deputado a pedir licença de 121 dias para cuidar de sua saúde foi Maurício Tavares (PTB), a partir do dia 23 de agosto. Em 23 de dezembro, 7DYDUHVGHYHULDUHWRUQDUj&DVD de Tavares Bastos, e não farå isso por conta do recesso. É preciso lembrar que o deputado disse estar sofrendo com os altos níveis de gordura no corpo. Antes mesmo da licença do colega de parlamento encerrar, Dudu Hollanda prontamente protocolou na ALE seu pedido de afastamento por quatro meses.

O suposto rodízio de deputados HVWDGXDLVSDUDEHQH¿FLDU&tFHUR Ferro pode estar sendo acompanhado de perto pelo desembargador-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Orlando Manso. Este ano, 0DQVRLQIRUPRXTXHVH¿FDVVH comprovado que os deputados Dudu Hollanda (PSD), Maurício Tavares (PTB) e Marcelo Victor (PTB) pediriam licenças constantes e favor de Ferro, eles poderiam responder criminalmente pelo ato. AtÊ o momento, ele não se manisfestou.

Tavares foi o primeiro a se licenciar

Orlando Manso estå de olho em licenças

Dessa vez nĂŁo poderei mais adiar, e por isso a minha Ăşltima oportunidade de solicitar o afastamento seria essa semana, jĂĄ que estamos entrando em recesso parlamentarâ€?, detalhou o deputado. +ROODQGD FRQĂ€UPRX DLQda que as notĂ­cias veiculadas na imprensa de um suposto favorecimento a CĂ­cero Ferro fez com o que sua licença mĂŠdica tivesse de ser adiada por algumas oportunidades. Para o deputado, alguns setores da sociedade poderiam interpretar erradamente a sua medida. “Preciso cuidar da minha saĂşde, entretanto, com essas histĂłrias saindo na imprensa, eu poderia ser interpretado de maneira erradaâ€?, complementou. CoincidĂŞncia ou nĂŁo, antes do encerramento da sessĂŁo que aprovou a Lei OrçamentĂĄria Anual, na Ăşltima quarta-feira (14), o deputado CĂ­cero Ferro conversou durante alguns minutos com Dudu Hollanda no plenĂĄrio. A reportagem da Tribuna Independente tentou repercutir o fato com CĂ­cero Ferro, no entanto, ele nĂŁo foi encontrado. (N.S)


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

'LVSXWDSHOD$PD]{QLD

M

etade dos brasileiros acredita que o Brasil poderĂĄ ser atacado nas prĂłximas duas dĂŠcadas, por algum paĂ­s interessado em se apoderar de ĂĄreas estratĂŠgicas, especialmente D$PD]{QLD(VWHpRUHVXOWDGRGHXPDSHVTXLVDGHVHQYROYLGD SHOR,QVWLWXWRGH3HVTXLVD(FRQ{PLFD$SOLFDGD ,SHD UHDOL]DGD em 26 estados e no Distrito Federal, e que ouviu 3.796 pessoas de 212 municĂ­pios. Mais da metade (50,2%) dos entrevistados consideram “muitoâ€? ou “totalmenteâ€? possĂ­vel que o Brasil seja alvo de uma invasĂŁo estrangeira em função dos interesses sobre a $PD]{QLD2XWURVDFUHGLWDPTXHR´DWDTXHÂľSRGHUiDFRQWHFHU por causa das bacias do prĂŠ-sal, que podem transformar o paĂ­s em uma potĂŞncia na ĂĄrea de produção de petrĂłleo. Apenas 30% dos entrevistados acham que “de forma algumaâ€? poderĂĄ acontecer um FRQĂ LWRSRUFDXVDGDVULTXH]DVEUDVLOHLUDV2VWpFQLFRVGR,SHD concluĂ­ram que a população tem a percepção da importância das ĂĄreas citadas, embora nĂŁo façam parte do seu cotidiano. Ainda VHJXQGRDHQTXHWHGDVSHVVRDVWHPHPTXHR%UDVLOSRVVD se envolver em uma guerra com outro paĂ­s nos prĂłximos 20 anos, FRQWUDTXHFRQVLGHUDPLVVRSRXFRSURYiYHOHTXH acham isso impossĂ­vel. Entre os paĂ­ses que representam mais ameaça estĂŁo os Estados Unidos (37%), Argentina (15,6%) e BolĂ­via (12,2%).

Utilidade Pública 3XEOLFDGRRQWHPQR'LiULR2¿FLDOGR Estado, o decreto que considera como Utilidade Pública o Museu dos Esportes Lauthenay Perdigão, que ocupa parte do pavimento tÊrreo do Estådio Rei PelÊ. Fundado em 8 de Agosto de 1993 pelo próprio Lauthenay o Museu sobrevivia com uma pequena ajuda de custo da Secretaria de Educação e do Esporte. A partir de agora poderå dispor de subvençþes e atÊ de emendas parlamentares. O Museu dispþe de uma estrutura bastante simples, apesar de preservar relíquias esportivas de Alagoas e do Brasil. Inclusive com um farto material documental. O decreto foi sancionado pelo governador Teotonio Vilela Filho.

Esquema incendiĂĄrio Em entrevista concedida ontem ao Programa Cidadania, da RĂĄdio Jovem Pan, o secretĂĄrio de Defesa Social, coronel DĂĄrio Cesar, garantiu que as ordens para incendiar alguns Ă´nibus na capital partiram de dentro do presĂ­dio. Ele disse ao radialista França Moura, que o serviço de inteligĂŞncia, tanto da PolĂ­cia Civil como da PolĂ­cia Militar, jĂĄ haviam detectado o problema e que o grupo de detentos nĂŁo irĂĄ sobrepujar a lei e a ordem em Alagoas. “Eles cometeram crimes contra a sociedade e nĂŁo querem pagar por isso. Mas pode ter certeza que vĂŁo cumprir o que a Justiça determinar na medida certaâ€? disse o SecretĂĄrio ainda em BrasĂ­lia, antes de se deslocar para MaceiĂł.

Esquema incendiĂĄrio 2 Ele tambĂŠm renovou o apelo para que a população auxilie a polĂ­cia usando o telefone do Disque-DenĂşncia para repassar qualquer informação relevante. “As pessoas podem contribuir com a polĂ­cia usando o telefone 181 a qualquer hora, para passar informaçþes. A luta contra a violĂŞncia ĂŠ de todos e a população deve ser uma parceira no combate ĂĄ criminalidadeâ€?, disse DĂĄrio Cesar. Segundo ele, a determinação da Secretaria de Defesa Social ĂŠ mostrar aos malfeitores que Alagoas tem Lei e que ela deverĂĄ ser cumprida acima de qualquer coisa. “Ataques covardes como estes praticados contra os Ă´nibus nĂŁo nos intimidam. Quem quiser que pense o contrĂĄrioâ€? concluiu.

Banda larga popular Duas capitais brasileiras BelÊm e São Luiz vão contar a partir do primeiro trimestre de 2012 do serviço de banda larga popular, segundo anunciou o ministro das Comunicaçþes Paulo Bernardo. É o início da implantação do Plano Nacional de Banda Larga que prevê internet a uma velocidade de um megabite por segundo, ao preço de R$ 35 ao mês, que objetiva chegar em 2014 a 214 cidades do país. No próximo ano a meta Ê alcançar 51 municípios, no total de 2 milhþes de domicílios. Em 2013 a proposta Ê ligar 36 cidades com 328 mil residências, e em 2014, outros 127 municípios com 1,2 milhão de casas. O Plano Nacional da Banda Larga Ê coordenado pela Telebrås, que recebeu um aporte de R$ 62,5 milhþes para os investimentos iniciais de infraestrutura.

Motos rurais O trabalho de extensão rural em Alagoas ganhou mais mobilidade e facilidade de deslocamento, com a aquisição de 78 motocicletas pela Secretaria de Agricultura. Elas foram adquiridas com recursos do Pacto FederaWLYR¿UPDGRHQWUHR(VWDGRGH Alagoas e o MinistÊrio do Desenvolvimento Agrårio. As motos estão recebendo adesivos, placas e chips de abastecimento, e a partir da próxima semana começarão a ser enviadas aos escritórios regionais para serem utilizadas pelos extensionistas. Os veículos fazem parte do processo de estruturação da Nova Emater, voltada a prestar assistência ao homem do campo e oferecer mais qualidade à produção.

EvangĂŠlicos X JĂ´ Um abaixo-assinado criado pelo pastor RenĂŞ AraĂşjo Terra Nova, do MinistĂŠrio Internacional da Restauração e que jĂĄ conta com 13 mil assinaturas, esta exigindo um pedido de desculpas por parte do apresentador JĂ´ Soares, da Globo. Os evangĂŠlicos consideram que ele “fĂŞz uma piadaâ€? sobre a BĂ­blia, no programa do dia 17 de novembro, quando JĂ´ entrevistava os cantores Tom ZĂŠ e Moraes Moreira (que dupla!) e surgiu a conversa de que o grupo “Os Novos Baianosâ€? fazia cigarros de maconha com pĂĄginas da BĂ­blia. JĂ´ comentou que a BĂ­blia “tem mesmo mil e uma utilidadesâ€?. A Central Globo de Comunicação considerou que o comentĂĄrio nĂŁo teve carĂĄter ofensivo.

Deputados entregam relatório de CPI para MP Em reunião, procurador se comprometeu a acelerar açþes contra a empresa VICTOR AVNER REPÓRTER

O

s deputados que integram a Comissão Parlamentar de InquÊrito (CPI) da TIM entregaram nesta sexta-feira (16) RUHODWyULRÀQDOGHVHXVWUDbalhos ao MinistÊrio Público do Estado de Alagoas (MP/ AL). O documento tambÊm serå encaminhado ao MinistÊrio Público Federal (MPF). Em reunião com o procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares, e demais representantes do MP/AL, os parlamentares explicaram como se deu o processo investigativo da TIM. O relator da CPI, deputado SÊrgio

7ROHGR 3'7  DĂ€UPD TXH R material foi bem recebido pela instituição. “Foi um encontro muito produtivo. O MinistĂŠrio PĂşblico parabenizou a atuação da comissĂŁo, agradeceu por termos enviado o relatĂłrioâ€?, declara Toledo. Segundo o deputado, o procurador-geral de Justiça teria se comprometido a acelerar os trâmites das açþes contra a TIM dentro do MP/AL. “Ele disse que vai agilizar o processo, tanto na ĂĄrea penal como na ĂĄrea civilâ€?, relata. Mas nenhum prazo foi estabelecido pelo chefe do MP/AL. â€œĂ‰ um volume muito grande de informaçþes. Os promotores vĂŁo ter que

analisar muito para elaborar uma peça boa. Eles (a TIM) tĂŞm advogados bons, a gente estĂĄ lidando com uma multinacionalâ€?, comenta 7ROHGRTXHVHGL]FRQĂ€DQWH nas açþes judiciais contra a empresa. “A gente conseguirĂĄ ter resultado. É um relatĂłrio muito bem elaboradoâ€?. No encontro, Tavares teria questionado o motivo do indiciamento de dois diretores nacionais da empresa de telefonia. “A gente explicou o que aconteceu durante todo o processo e mostramos qual foi a nossa conclusĂŁo. Indiciamos com base no artigo 171 do cĂłdigo penal. Os prĂłprios dirigentes assumiram o crimeâ€?, ressalta To-

ASSESSORIA

PESQUISA FALHA

Collor vai a julgamento por crime eleitoral O senador Fernando Collor de Mello (PTB) serå julgado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ex-candidato ao governo de Alagoas, ele vai responder pela pråtica de crime eleitoral durante o pleito do ano passado. A ação Ê movida pelo MinistÊrio Público Eleitoral (MPE) em Alagoas. De acordo com o procurador Rodrigo Tenório, que assina a ação, Collor teria manipulado o resultado de uma pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Gazeta de Pesquisa (Gape). O ex-governador foi colocado à frente dos demais candidatos ao Governo do Estado, de forma bastante diferente de outras pesquisas produzidas no mesmo período. Os argumentos do MPE haviam sido parcialmente negados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Na ocasião, a Corte alagoana decidiu punir a Gazeta de Alagoas pela divulgação da pesquisa irregular e inocentou Collor e seu vice, o vereador Galba Novaes (PRB). O caso foi parar no TSE por meio de um agravo regimental proposto pelo procurador Tenório. O ministro eleitoral, Arnaldo Versiani, aceitou a ação e determinou que o ex-candidato deve ser julgado na Corte superior. Mas ainda não hå data para que Collor vå a julgamento. FRAUDE A pesquisa do Gape mostrava o senador liderando com 15 pontos percentuais de vantagem em relação ao segundo lugar. Jå uma pesquisa do Ibope colocava os três principais candidatos ao governo — Teotonio Vilela, Ronaldo Lessa e Collor — em empate tÊcnico. (V.A.)

Deputados membros da CPI da TIM formalizam entrega de documentos ao MinistĂŠrio PĂşblico

JOAQUIM GOMES

Prefeito eleito vai nomear novos secretĂĄrios no dia de sua posse O novo prefeito de Joaquim Gomes quer acelerar os trabalhos na administração municipal. Toinho Batista (PSDB) jĂĄ estĂĄ escolhendo seu secretariado e deverĂĄ nomear sua equipe na segunda-feira (19), mesmo dia em que assume a prefeitura da cidade. “Estou escolhendo, estou montando a equipe. É um processo que requer paciĂŞnciaâ€?, declara o tucano. De acordo com Batista, a escolha dos novos secretĂĄrios nĂŁo ĂŠ apenas polĂ­tica. “SĂŁo pessoas com experiĂŞncia e tĂŠcnicas nas ĂĄreasâ€?. AtĂŠ ontem (16), o prefeito eleito sĂł tinha um nome

GHĂ€QLGR 2 PpGLFR $QW{QLR Augusto serĂĄ o secretĂĄrio de SaĂşde de Joaquim Gomes. â€œĂ‰ um homem responsĂĄvel, que jĂĄ trabalhou comigo na minha outra gestĂŁo. AtĂŠ agora ĂŠ o Ăşnico que estĂĄ certo [para assumir uma secretaria]â€?, explica o prefeito. ESPECULAĂ‡ĂƒO Na cidade, cinco nomes tĂŞm sido comentados como futuros secretĂĄrios do municĂ­pio. Pessoas ligadas ao SUHIHLWR DĂ€UPDP TXH -DLOson serĂĄ secretĂĄrio de Agricultura, Adriano Barros serĂĄ o responsĂĄvel pela Secretaria de Esportes e CarliQKRGR0DU{GHYHDVVXPLUD pasta da Adminstração.

‡$SDUWLUGHIHYHUHLURD79SRUDVVLQDWXUDYDLGLVSRUGHPDLVXPFDQDO com programação esportiva: O Fox Sports serå o sexto canal de esportes da TV paga e chega metendo bronca, jå que tem a exclusividade dos direitos de transmissão da Copa Libertadores e da Sul-Americana em 2012.

AUXĂ?LIO

CESTA BĂ SICA

‡$HPLVVRUDSHUWHQFHj1HZV&RUSGRPHJDPLOLRQiULR5XSHUW0XUGRFK TXHHVWDLQYHVWLQGR86PLOK}HVQRFDQDOEUDVLOHLURLQFOXVLYH PRQWDQGRHTXLSHQR5LRGH-DQHLURFRPPDLVGHSHVVRDV

Durante a entrega do relatório da CPI da TIM ao MinistÊrio Público do Estado de Alagoas (MPE), o promotor Saulo Ventura elogiou o trabalho desenvolvido pelos deputados. Ele tambÊm havia aberto uma investigação contra a operadora por causa das constantes reclamaçþes dos usuårios na UHJLmRPDVHQFRQWUDYDGL¿FXOdades para concluir seu trabalho. Um dos problemas era a falta de relatórios tÊcnicos sobre os serviços da TIM, o que a CPI conseguiu junto à Anatel.

O vereador Benedito Pontes (PP), o Bida, vai denunciar uma suposta pråtica de crime eleitoral durante o pleito suplementar de Joaquim Gomes. Derrotado nas eleiçþes para Toinho Batista 36'% RYHUHDGRUD¿UPDTXH o novo prefeito teriam comprado votos na vÊspera da eleição. Um veículo que teria sido utilizado pela coligação de Batista foi apreendido pela Polícia Militar no dia anterior à eleição enquanto distribuía cestas båsicas para a população carente do município interiorano.

‡2)R[6SRUWVDQXQFLRXTXHWUDQVPLWLUiQRYHMRJRVSRUVHPDQDGD Libertadores e cederå um deles para a Rede Globo. Os canais Sportv jå anunciaram que não transmitirão a competição. ‡2JUXSRDPHULFDQRH[SOLFDTXHHVWiLQYHVWLQGRQR%UDVLOSRUTXH DFUHGLWDTXHD79SDJDSDVVDUiGRVDWXDLVPLOK}HVGHDVVLQDQWHV SDUDPLOK}HVQRVSUy[LPRVWUrVDQRVQRSDtV ‡$OpPGDVFRPSHWLo}HVGHIXWHEROR)R[6SRUWVGHWpPDLQGDRVGLUHLWRV de diversas competiçþes esportivas pelo mundo, como a Nascar, os torneios de tênis da ATP, alÊm do novo xodó dos brasileiros, as lutas do UFC.

ledo. A explicação teria sido bem recebida por Tavares. RESULTADOS Desde que foi lançada, a CPI da TIM foi questionada quanto Ă sua efetividade para resolver os problemas dos usuĂĄrios da companhia WHOHI{QLFD 3DUD R UHODWRU D iniciativa parlamentar cumpriu seu papel. “A CPI nĂŁo resolve problema. A CPI apura o que estĂĄ acontecendo e toma as medidas que podem ser tomadas. As açþes, agora, serĂŁo movidas pelo MPE e pelo MPFâ€?, destaca. No relatĂłrio, os deputados ainda recomendaram, a suspensĂŁo imediata da venda de novas OLQKDVWHOHI{QLFDV

CPI colaborou com promotor de Arapiraca

Candidato denuncia crime eleitoral em JG

A Secretaria de Ação SoFLDO SRGHUi Ă€FDU FRP (OKLnho ou com a IrmĂŁ Rosa. Todos os supostos secretĂĄrios sĂŁo pessoas com conhecida atuação polĂ­tica em Joaquim Gomes. A negociação em torno dos novos secretĂĄrios teria começado no dia da eleição. Entretanto, Batista nĂŁo conĂ€UPDQHQKXPGRVQRPHVHVpeculados. â€œĂ‰ como eu disse. Isso [a escolha] ĂŠ demoradoâ€?, desconversa. A posse de Batista serĂĄ na segunda-feira (19), Ă s 9h, na Câmara Municipal. “Com certeza todos os secretĂĄrios MiHVWDUmRGHĂ€QLGRVÂľDĂ€UPD o prefeito eleito. (V.A.)


TribunaIndependente

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'('(=(0%52'( POLĂ?TICA

5

Justiça afasta deputados e prefeitos -XL]+HOHVWURQGD&RVWDGDÂ?9DUDGD)D]HQGD(VWDGXDOGHWHUPLQRXDIDVWDPHQWRHEORTXLHLRGHEHQVGHWDWXUDQDV

Cotidiano LININHO NOVAIS - FRQWDWR#OLQLQKRFRP

Quando o fogo amigo ĂŠ de casa

E

m politica pode tudo. Serå mesmo? Pelo andar da carruagem parece que tudo Ê possível e quando se fala em poder e JRYHUQDQoDRVQHUYRVÀFDPDJLWDGRVHVDOYDVHTXHPSXGHU A situação se agrava quando as articulaçþes contra o governo saem de dentro da própria casa, feitas por aqueles que dividem o mesmo prato e utilizam atÊ o mesmo carro. Resta aguardarmos RUHVXOWDGRSDUDVDEHUTXHPGHIDWRLUiFKHJDUVHPPXLWRV arranhþes.

Perguntando 6REUHRLQFrQGLRFULPLQRVRD{QLEXVQDFDSLWDORUDGLDOLVWD)UDQoD 0RXUDIRLHQIiWLFR³4XHPHVWiSRUWUiVGHWXGRLVVR"2QGHYDPRVSDUDU"´'HLPHGLDWRRFRURQHO'iULR&pVDUOLJRXSDUDRSURJUDPDHD¿UPRX TXHD6HFUHWDULDGH'HIHVD6RFLDOMiVDELDTXHPHVWDYDSRUWUiV

Novas casas 2SUHIHLWRGH0XULFL5HPL&DOKHLURVFRQÂżUPRXSDUDDSUy[LPDWHUoD IHLUDGLDDHQWUHJDGDVSULPHLUDVFDVDVSDUDRVGHVDEULJDGRVGDV HQFKHQWHVGH$FLGDGHGH0XULFLVHUiDSULPHLUDDUHDOL]DUD HQWUHJDQXPWRWDOGHQRYDVFDVDV

Bom nome $QDOLVWDVSROtWLFRVYHHPDVLWXDomRGD LQ VHJXUDQoDHP$ODJRDV FRPRRPDLRUHPDLVSUHRFXSDQWHHL[RSDUDDFDEDUFRPRJRYHUQRGH 7HRWRQLR9LOHOD$VRFLHGDGHFODPDSRUXPDUHVSRVWDHKiTXHPHVWHMD VXJHULQGRRQRPHGRYLFHJRYHUQDGRU7KRPD]1RQ{SDUDDVVXPLU RFRPDQGRGD6HFUHWDULDGH'HIHVD6RFLDO1RQ{TXHpSURPRWRUGH MXVWLoDDWXRXQDiUHDFULPLQDO

Mudou 'XUDQWHHQFRQWURFRPRH[SUHVLGHQWH/XODRVHQDGRU%HQHGLWRGH/LUD IRLSHUJXQWDGRVREUHFRPRHVWDULDRVHX¿OKRGHSXWDGRIHGHUDO$UWKXU /LUDHR%LXUHVSRQGHX³(VWiPXLWREHPPXLWRPHOKRUTXHQDpSRFD HPTXHHUDGHSXWDGRHVWDGXDO´

Decidida $VHFUHWiULDPXQLFLSDOGH(GXFDomRGH%RFDGD0DWD5RVD0HORTXH DVVXPHRFDUJRFRPRSUHVLGHQWHGD8QLmRGRV'LULJHQWHV0XQLFLSDLVGH (GXFDomRGH$ODJRDVHVWiVHQGRVRQGDGDSDUDXPDSRVVtYHOFDQGLGDWXUDHPVHXPXQLFtSLR

Cair na graça 1DFLGDGHGH&DMXHLURWUrVQRPHVGLVSXWDPRDSRLRGRSUHIHLWR3DOPHU\ 1HWRSDUDVXFHGrORWUDWDVHGH-RUJH&DYDOFDQWH 33 -RVH&DUORV 37 H0DUFRV&RQVWUXomR 30'% $GHFLVmR¿FDUiSDUDRPrVGH PDUoRGH

Bom tempo 2FOLPDQDEHODFLGDGHGH3DULSXHLUDHVWiWmRVHUHQRTXHMiVHSRGH LGHQWLÂżFDUDUHHOHLomRGRSUHIHLWR$EUDmR0RXUDTXHVHGHVWDFRXFRPR SUHVLGHQWHGDDVVRFLDomRGRVPXQLFtSLRVDODJRDQRV$RSRVLomRSURPete mudar a temperatura!

Respeitado 6HUWDQHMRGHERPFRUDomRRPpGLFR-RVp:DQGHUOH\1HWRVDEHPXLWR bem como administrar seu tempo entre cuidar das pessoas e ajudar $ODJRDV:DQGHUOH\pUHVSHLWDGRHTXHULGRSHODVYDULDVLQVWkQFLDVGRV JRYHUQRVHVWDGXDOHIHGHUDO

É Alagoas 0HVPRDLQGDVHPFRODUJUDXSRLVWHUPLQRXDPHQRVGHXPPrVDVXD JUDGXDomRDH[DOXQDGRFXUVRGH(QIHUPDJHPGR&HVPDF(PLOLDQD %RP¿PIRLDSURYDGDQRPHVWUDGRHP6D~GH3~EOLFDSHOD8QLYHUVLGDGH GH6mR3DXOR 863 1RVVRVYRWRVGHSDUDEpQVHPXLWRVXFHVVR

Novo presidente 7RPRXSRVVHQD~OWLPDVHPDQDDQRYDGLUHWRULDGD6RFLHGDGH%UDVLOHLUD GH&DUGLRORJLDSDUDRELrQLRHP$ODJRDVDSUHVLGrQFLDVHUi GRFRPSHWHQWH'U$OIUHGR$XUHOLR0DULQKR5RVD

Corrida de jumento 6HUiUHDOL]DGRQR'LDGH1DWDOQD$YHQLGD0RQVHQKRU&OyYLV'XDUWH QRFHQWURGH8QLmRGRV3DOPDUHVDÂ?&RUULGDGR-XPHQWR$ODJRDQR RUJDQL]DGDSHORHVFULWRUHKLVWRULDGRU3DXOR6DUPHQWR)LOKRTXHHVWH DQRHODERURXXPDYDVWDSURJUDPDomRFRPDWUDo}HVJHQXLQDPHQWH WtSLFDVGHUHJLmRIDWRTXHYHPWRUQDQGRRHYHQWRDRORQJRGRVDQRVHP VHXJrQHURRPDLVSRSXODUHLPSRUWDQWHGHWRGRLQWHULRUDODJRDQR

VICTOR AVNER 5(3Ă?57(5

A

17ÂŞ Vara CĂ­vel, da Fazenda Estadual, afastou os deputados CĂ­cero Ferro (PMN) e JoĂŁo BeltrĂŁo (PRTB), o deputado federal Arthur Lira (PP) e o prefeito de Roteiro, FĂĄbio JatobĂĄ (PSDB). A medida tambĂŠm atinge o ex-deputado Celso Luiz e Jully BelWUmR Ă€OKD GH -RmR %HOWUmR A informação foi divulgada na noite de ontem (16), pelo portal Tudo na Hora. Todos tiveram seus bens bloqueados e estĂŁo impedidos de exercer qualquer cargo pĂşblico. A ação se refere aos desvios de recursos investigados pela PolĂ­cia Federal na Operação Taturana, GHĂ DJUDGDHP O afastamento tem duração mĂ­nima de dois meses, mas pode se estender pelo dobro do tempo. A determinação ĂŠ do juiz Helestron Costa, substituo da Vara. O magistrado jĂĄ enviou ofĂ­cio informando sua decisĂŁo Ă Assembleia Legislativa, para a Câmara dos Deputados e Ă  Prefeitura de Roteiro. Helestron ainda nĂŁo julgou o mĂŠrito da ação de improbidade administrativa contra os taturanas. A medida ĂŠ uma decisĂŁo liminar, recurso jurĂ­dico utili-

JoĂŁo BeltrĂŁo, CĂ­cero Ferro, Arthur Lira e demais taturanas sĂŁo acusados de desviar R$ 302 milhĂľes

zado para evitar prejuĂ­zos ao processo judicial. Apesar do afastamento, os polĂ­ticos com mandato terĂŁo seus salĂĄrios mantidos. OPERAĂ‡ĂƒO TATURANA De acordo com as investigaçþes da PolĂ­cia Federal na Operação Taturana, aproxi-

PDGDPHQWH5PLOK}HV foram desviados da ALE. Nove deputados estaduais, incluindo o entĂŁo presidente da Casa, Antonio Albuquerque (PTdoB) chegaram a ser afastados de seus mandatos e hoje sĂŁo rĂŠus em processos por improbidade adminis-

trativa. Fåbio Jatobå foi indiciado pela Polícia Federal porque, na gestão de Celso Luiz na presidência da ALE, período investigado pela Operação Taturana, ele responGLDSHODGLUHWRULDÀQDQFHLUD do Legislativo.

SEM COMPETĂŠNCIA

Advogado questiona decisĂŁo de juiz De acordo com LuĂ­s Guilherme, advogado de JoĂŁo BeltrĂŁo, a decisĂŁo do juiz Helestron da Costa ĂŠ incoerente. “Pelo que vimos atravĂŠs da imprensa, a decisĂŁo foge da competĂŞncia do juizâ€?, comenta. Por ser de primeiro grau, o magistrado nĂŁo teria poder para afastar detentores de mandato parlamentar. O advogado ressalta que seu cliente ainda nĂŁo foi noWLĂ€FDGR DFHUFD GD GHFLVmR “NĂŁo estamos sabendo de absolutamente nada. Tanto eu como a famĂ­lia do depu-

tado fomos informados por meio da imprensaâ€?, declara. A mesma situação de desconhecimento se repete com o demais polĂ­ticos afetados pela decisĂŁo judicial. Guilherme deve se reunir com a famĂ­lia de seu cliente na prĂłxima semana. “Na segunda-feira [19] iremos ao Tribunal de Justiça ver o que realmente ĂŠ verdadeâ€?, ressalta. Somente apĂłs tomar conhecimento do conteĂşdo da decisĂŁo do juiz Helestron o advogado vai entrar com algum recurso na Justiça.

A competência do magistrado de Alagoas para afastar o deputado federal Arthur Lira e do prefeito Fåbio Jatobå tambÊm Ê questionada. No caso do parlamentar, apenas o Supremo Tribunal Federal (STF) poderia tomar tal decisão. Quanto ao prefeito, o afastamento deveria ser determinado pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJ/AL), o desembargador Sebastião Costa Filho. Por ser chefe de Executivo municipal, Jatobå tem foro provilegiado.

Justamente por causa deste detalhe judicial, foi necessåria a intervenção do desembargador Antônio Sapucaia para afastar os deputados indiciados pela PF. FORAGIDOS Segundo apurou a Tribuna Independente, o deputado João Beltrão jå não estaria mais em Maceió. Ele Ê foragido, acusado de envolvimento em diversos crimes de mando. A mesma condição Ê enfrentada por Cícero Ferro, que só tem imunidade porque Ê suplente de Maurício Tavares. (V.A.)

BIOMETRIA EM MACEIĂ“

Tranquilidade tomou conta dos postos NIGEL SANTANA 5(3�57(5 Em relação às confusþes e WXPXOWRV QD UHWD ÀQDO GR UHFDdastramento biomÊtrico em MaFHLy DV ÀODV GLPLQXtUDP FRQVLderavelmente ao menos em dois postos da capital. No Fórum Eleitoral Desembargador Moura Castro, no Farol, mais de mil eleitores foram atendidos atÊ as 19h. Segundo Luis Gustavo de Oliveira, supervisor do recadas-

tramento em MaceiĂł, as pessoas TXH HVWLYHUHP QD Ă€OD QR SiWLR do FĂłrum foram atendidas sem problema. $Wp DV K GD VH[WD R 7ULbunal Regional Eleitoral (TRE) havia cadastrado 84,75% dos eleitores alagoanos e a expectativa era que ultrapasse os 85%. “Uma vitĂłria. MaceiĂł ĂŠ a primeira capital a completar a biometria superando a meta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de 75%â€?, disse Oliveira.

PT FORTE

Para Valter Pomar, alianças são o segredo 2LQWHJUDQWHGD$UWLFXODomRGH(VTXHUGDGR371DFLRQDOValter PomarYHLRD$ODJRDVSDUDOHYDUDGLDQWHDWLYLGDGHVGRSDUWLGRFRP YLVWDVDVHOHLo}HVGH6HJXQGRHOHR37GHYHVDEHUHVFROKHU VXDVDOLDQoDVSDUDVHWUDQVIRUPDUHPIRUoDSROtWLFDQR(VWDGRH H[SOLFRXGHIRUPDJHQpULFDRPRWLYRGHRSDUWLGRGH/XODQmRVHU IRUWHHP$ODJRDV³2SUREOHPDHVWiOLJDGRDRTXH¿]HUDPGHWHUPLQDGDVOLGHUDQoDVGR3DUWLGRHWDPEpPHVWiOLJDGRDVRSo}HV SROtWLFDVGDPDLRULDSDUWLGiULDHPFDGD(VWDGR´H[SOLFRX3RPDU 3DUDRSHWLVWD³TXDQGRR37QmRHOHJHXHOH¿FRXQRVHJXQGROXJDURXFRPRIRUoDDX[LOLDU,VVRUHGX]DVFKDQFHVHOHLWRUDLV´GLVVH RPLOLWDQWH

O atendimento estava sendo råpido, segundo os eleitores. Cada um demorava, em mÊdia, cinco para fazer a revisão. Dessa forma, no posto de recadastramento em Bebedouro, os princípios de tumulto que ocorreram durante a semana não foram vistos. Segundo tÊcQLFRVGR75(PDLVGHSHVVRDV FRQVHJXLUDP VXDV ÀFKDV H foram atendidas. No Tabuleiro do Martins, sucessivas quedas de energia prejudicaram o pro-

FHVVRSRUpPIRLDWLQJLGR do eleitorado. Policiais do Batalhão de Operaçþes Especiais (Bope) e da 3ROtFLD 0LOLWDU À]HUDP D VHJXrança nos dois locais. FORA DO AR No posto instalado na Faculdade Integrada Tiradentes (Fits), em Cruz das Almas, as ORQJDVÀODVSHUVLVWLUDPRVLVWHPDHOHWU{QLFRÀFRXIRUDGRDUQD manhã de ontem. Apesar disso, o prazo não foi prorrogado.

CORRUPĂ‡ĂƒO

Petista culpa neoliberalismo atual Sobre o PT local, Valter Pomar disse: “Desconheço que o PT nacional tenha uma avaliação HVSHFtÂżFDGR37DODJRDQR2 que existe ĂŠ um esforço para que o PT local cresça, tenha mais força social, representação SDUODPHQWDUIHGHUDO´$UHVSHLWR GHFRUUXSomRHOHDÂżUPRXÂł$ corrupção ĂŠ um fenĂ´meno VLVWrPLFRR%UDVLOTXHIRLDJUDYDGRQRSHUtRGRQHROLEHUDOe sistĂŞmico, entre outros motivos, SRUFDXVDGRÂżQDQFLDPHQWRSULvado das campanhas eleitorais, atravĂŠs do qual as empresas privadas compram “cotasâ€? dos mandatos que retribuem com IDYRUHFLPHQWRLOHJDODRVUHVSHFWLYRVÂżQDQFLDGRUHV


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

OpiniĂŁo

Escolha na adoção

A

tualmente, no Brasil, hå cerca de 30 mil famílias habilitadas para adoção e seis mil crianças em condiçþes de serem adotadas. A resposta para essa conta que não fecha Ê que as famílias brasileiras querem crianças de atÊ três anos, brancas, sem irmãos e sem doenças. Muitas das crianças que podem ser adotadas imeGLDWDPHQWHQmRHVWmRQHVVHSHUÀO Para mudar essa situação, Ê preciso cumprir a Lei da Adoção, promovendo cursos e campanhas para mudar essa mentalidade no País. Hå muitas crianças para serem adotadas, mas a falta de campanhas faz com que as pessoas não aceitem porque não estão dentro GRSHUÀOTXHHODVTXHUHP Ao invÊs de mudar a legislação, Ê SUHFLVRSURÀVVLRQDOL]DUDVSHVVRDVTXH trabalham com adoção de crianças e adolescentes – dos funcionårios de en-

tidades não governamentais aos membros do MinistÊrio Público e do Poder Judiciårio a maior parte do País. A adoção Ê tratada hoje com amadorismo e isso tem consequências graves para as crianças. Hå uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça para que todos os juízes que trabalham com adoção sejam assistidos por uma equipe interdisciplinar, capaz de analisar todas as condiçþes envolvidas no processo. Essa recomendação deve ser transformada em uma resolução, com prazo para sua aplicação. O assunto foi debatido em audiência pública realizada pela Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados para discutir os 25 projetos em anålise na Câmara que alteram a Lei da Adoção (Lei 12.010/09).

PE MANOEL HENRIQUE DE MELO SANTANA PĂĄroco da Igreja de SĂŁo Pedro ApĂłstolo - Ponta Verde Doutorando Univesidade de Grenoble III

O Cristianismo moreno alagoano Esta expressĂŁo foi objetivada pelo pesquisador de histĂłria Eduardo Hoornaert, belga, residente em Salvador. O termo moreno nĂŁo tem conotação de cor, mas de miscigenação cultural. Esta caracterização revela o rico e dinâmico campo do chamado sincretismo religioso. AliĂĄs, todo cristianismo ĂŠ sincrĂŠtico, devido Ă sua interação cultural. Esse processo aconteceu no Brasil e portanto em Alagoas, desde o sĂŠculo XVI aos dias atuais. A discussĂŁo inicial considera o cristianismo popular brasileiro como uma realidade secular, muito viva e de uma participação singular. Temos que levar em conta o conceito popular, ideologicamente GLVFXWLGR QR PHLR FLHQWtĂ€FR Internamente no campo eclesiĂĄstico, o termo popular tem uma nota negativa, caracterizada pela conotação de ignorância. Para remediar essa ignorância popular do cristianismo brasileiro, o Vaticano cuidarĂĄ de processar uma nova implementação, tida como “romanizaçãoâ€?. O cuidado primeiro veio pela preparação do novo clero e futuro episcopado sendo formado pelos colĂŠgios PontifĂ­cios em Roma. Em seguida, a vinda de religiosos, congregaçþes religiosas e movimentos eu-

ropeus trouxeram outra forma de cristianismo brasileiro. Nesse momento histĂłrico, muitas realidades presentes e ativas na vida religiosa foram proibidas, perseguidas H GHVĂ€JXUDGDV 6XMHLWDV H protagonistas do cristianismo popular brasileiro foram banidos e colocados do lado GH IRUD GD LQVWLWXLomR RĂ€FLDO Esse fato, porĂŠm, nĂŁo destruiu sua presença, havendo apenas tangido de dentro para a marginalidade as prĂĄticas do cristianismo popular. Essa tentativa controladora do Vaticano nĂŁo consegue mudar o cristianismo, pois o processo sincretizador continua. O cristianismo popular nĂŁo ĂŠ herĂŠtico ou inimigo da Igreja. Suas origens e continuidade acontecem dentro e nĂŁo fora da Igreja. Essa gente frenquenta as celebraçþes na Igreja e seus padres, poucos numericamente, oferecem XPDSHTXHQDPDVRĂ€FLDOFDtolicização. Em Alagoas, a histĂłria do cristianismo se confunde com a prĂłpria histĂłria do desenvolvimento do Estado. As primeiras “missĂľesâ€? encontrarĂŁo os nativos e os negros, em Porto Calvo, Marechal Deodoro, Penedo e seus arredores. Esse cristianismo, contando com o portuguĂŞs e o clero escasso de entĂŁo, atravĂŠs dos Engenhos e Casas Grandes,

vai penetrando o território alagoano formatando a cultura alagoana nascente. No sertão, o Rio São Francisco foi a via mais importante de interiorização geogråÀFD QR (VWDGR GH $ODJRDV Aqui, o homem e a terra se fundem numa feição profundamente sertaneja. 2 SHUÀO GR KRPHP VHUWDnejo enriquece o cristianismo popular alagoano, com a expressão de um homem forte tambÊm na religião, na crenoDHQDYLGD2SHUÀOVHUWDQHMR de ser faz o homem alagoano ser admirado em seu caråter, com o risco de se perder nas ondas da secularização e relativismos modernos. No interior da cultura alagoana, frequentemente, se esconde o cristianismo popular devido a uma visão ideológica que nega a cultura popular e lhe oferece uma visão preconceituosa. Não se pode contar a história alagoana sem se levar em conta essa presença inserida, às vezes, incômoda, nas mais variadas setorizaçþes da sociedade alagoana. Percorrer esses caminhos atravÊs de pesquisas de tudo o que constitui o cristianismo na religiosidade das bênçãos, das curas, das oraçþes, romaULDV H FHOHEUDo}HV VLJQLÀFD LGHQWLÀFDU DV PDUFDV LQGHOpveis culturais do alagoano de ontem e de hoje.

RUBENS MĂ RIO Professor do Cesmac

Antigos natais ALESSANDRO RAGAZZI Advogado, especialista em direito TributĂĄrio e parecerista nas ĂĄreas tributĂĄria e empresarial

Por que a Lei Seca nĂŁo funciona MatĂŠria da revista Veja publicada algumas ediçþes atrĂĄs traçou um panorama assustador do ‘day afterâ€?, trĂŞs anos apĂłs a entrada em vigor da chamada “Lei Secaâ€?. Feita para restringir o consumo de ĂĄlcool e garantir melhores condiçþes de segurança a motoristas e pedestres nas vias pĂşblicas de todo o PaĂ­s, a Lei 11.705 acabou sendo traĂ­da por seu prĂłprio rigor. Pesquisas recentes mostram que, das vĂ­timas fatais de trânsito ocorridas no Ăşltimo ano, 40% estavam embriagadas. Efetivamente, nĂŁo era esta a intenção da nova lei. Seu principal objetivo, convenhamos, foi traçar um paGUmR REMHWLYR SDUD GHĂ€QLU R que seria embriaguez, ao invĂŠs de deixar tal conclusĂŁo para os agentes e autoridades policiais. A medida, como todos nĂłs temos acompanhado, nĂŁo

estå dando certo. Isso porque, para se aferir os tais 0,6 grama de ålcool por litro de sangue (que caracterizam tecnicamente a embriaguez passível de punição criminal), só hå duas formas – ou atravÊs de um exame de sangue, ou atravÊs dos chamados bafômetros – medidas que, sem o consentimento do suposto Êbrio, não podem ser tomadas. E Ê por essa razão que a malandragem tomou ares de regra em nosso país. Todos jå sabem – se for pego dirigindo bêbado, não se submeta ao teste do bafômetro. A recusa tem proteção constitucional – aquela que garante que ninguÊm Ê obrigado a fazer prova contra si mesmo. Desta forma, basta recusar-se a fazer o teste, pagar uma multa – às vezes, ter a carteira de motorista apreendida por alguns dias – e tudo volta ao normal.

NĂŁo se pode negar, entretanto que alguns itens da nova lei sĂŁo absolutamente louvĂĄveis e contribuĂ­ram para que o aumento da criminalidade ao trânsito nĂŁo subisse ainda mais – a proibição da venda de bebidas alcoĂłlicas nas rodovias federais, por exemplo, foi uma destas medidas. Uma pena que nem todo o texto legal mereça tais elogios. Uma boa comparação – feita tambĂŠm pela revista Veja– ĂŠ aquela que analisa as conseqßências de um sujeito armado que sai atirando a esmo. Mesmo que nĂŁo atinja ninguĂŠm, este sujeito serĂĄ punido criminalmente, pois estĂĄ pondo vidas em risco. Ora, dirigir embriagado, respeitadas as diferenças entre os diferentes tamanhos de armas, nĂŁo seria a mesma coisa? Que o digam as famĂ­lias que perderam vidas queridas nas mĂŁos dos “criminoFILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

Quando se aproxima mais um Natal, ou mais precisamente, a vĂŠspera de Natal, relembro com imensa saudade e atĂŠ, uma certa melancolia, da ĂŠpoca em que todos reverenciavam o nascimento do menino Jesus e festejavam, com muito respeito, a data estabelecida hĂĄ milhares de anos pelos cristĂŁos. Naquela ĂŠpoca, nossas mĂŁes, iam ao comĂŠrcio e compravam nossas roupas – lembro das camisas “banlonâ€? e “volta ao mundoâ€?, da calça Lee e do sapato VulcabrĂĄs. Essas verdadeiras preciosidades, que eram compradas, especialmente, para a festa GD ´3UDoD GD )DFXOGDGH Ă€cavam guardadas a sete chaves, atĂŠ chegar o grande dia – a vĂŠspera de Natal; quando esse momento inesquecĂ­vel, Ă€QDOPHQWHFKHJDYDQRLQLFLR da noite, nos arrumĂĄvamos e Ă­amos para nossa querida praça, onde a prefeitura, cuidadosamente, organizava a chamada festa da mocidade, A cada ano a ornamentaomRĂ€FDYDPDLVERQLWDHXPD multidĂŁo se aglomerava no tradicional logradouro – tudo ali lembrava o nascimento de Cristo; o serviço de alto falante tocava mĂşsicas alusivas Ă ĂŠpoca e mandava recados engraçados e ingĂŞnuos enviados pelos frequentadores: “Ei! Fulana! vocĂŞ ĂŠ a garota que mais brilha nessa festa! Assinado, fulano de talâ€?! “Ei! Fulano! VocĂŞ sĂł quer ser as pregas!

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

Mas falta panoâ€?! E assim por diante. 2VMRYHQVĂ€FDYDPFLUFXODQGR D LPHQVD SUDoD Ă HUWDQGR inocentemente, com as moças que tambĂŠm se vestiam a carĂĄter. No meio da praça, a variedade de brinquedos, jogos e folguedos culturais, impressionava – a noite era pequena para aproveitarmos tantas diversĂľes. Mas, tĂ­nhamos que ser bastantes prĂĄticos, porque na madrugada, tĂ­nhamos outro compromisso inadiĂĄvel: colocar os nossos sapatos ao lado cama e esperar, ansiosamente, a chegada do Papai Noel. Quantas saudades daquela nossa inocĂŞncia juvenil! Naquela ĂŠpoca, a perversa televisĂŁo e os outros meios de comunicação modernos, ainda nĂŁo ousavam tomar conta das nossas vidas e nos tornar “crianças adultasâ€?! Hoje ĂŠ que nĂłs compreendemos o quanto era gostoso e salutar ser ingĂŞnuos e inocentes! Quantas saudades! No dia de Natal, felizes e em paz, Ă­amos brincar na praça ou na Praia do Sobral, com os presentes “ganhosâ€? do bom velhinho. Na Praça da Faculdade, todos os anos era construĂ­da, de taipa, uma rĂŠplica de um imenso navio, onde nas noites de festa, os “marinheirosâ€? dançavam a chegança; em outros pontos estratĂŠgicos, eram armados diversos palanques, e, em cada um, se apresenta-

va um folguedo, e eram diversos: o guerreiro, as baianas, o coco de roda, o reisado e, no fundo, um verdadeiro teatro coberto de palhas, onde se exibia a atração maior da ĂŠpoca: o pastoril, todos comandados e animados pelo saudoso folclorista e professor Pedro Teixeira que, com sua belĂ­ssima voz rouca e sua animação incontida, nos enchia de entusiasmos. Me lembro do antigo locutor Luiz de Barros da RĂĄdio Difusora, animando as saudosas jornadas: â€œĂ‰ encarnado ou nĂŁo ĂŠâ€?? â€œĂ‰ azul ou nĂŁo ĂŠâ€??, bradava o antigo locutor sob os aplausos e gritos dos apaixonados pelos dois cordĂľes! Quanta pureza! No Dia dos Santos Reis, no encerramento da festa, era realizada, sob imensa expectativa, a coroação da rainha – a mestra ou a contra mestra. Um dos objetivos dessa narrativa foi chamar a atenção dos leitores para o grande perigo do abandono das nossas raĂ­zes culturais e da perda da inocĂŞncia das nossas crianças! “AmanhĂŁâ€? o que ĂŠ que as crianças de hoje irĂŁo contar das suas festas de Natal? Que foram a JaraguĂĄ e ouviram tiros? Ou que foram agredidas de alguma forma? 2XDLQGDTXHĂ€FDUDPFRP vĂĄrios meninos? Ou, que escutaram um imbecil bradando: “Ai, se eu te pego?â€? Com a resposta, NĂłs, crianças de ontem.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

Brasil / Mundo

BRASIL/MUNDO

Onda de violência no Egito deixa duas pessoas mortas Uma nova série de violentos protestos tomou as ruas do Cairo no início desta sexta-feira, um dia DSyVR¿PGDVHJXQGDIDVHGDVYRWDo}HVSDUODPHQtares no país, causando a morte de duas pessoas e deixando ao menos 105 feridos, informou o Ministério da Saúde. Cerca de 300 manifestantes incendiaram carros e jogaram pedras contra a Polícia Militar, segundo testemunhas.

Governo Dilma é bom e ótimo para 56% Aprovação da maneira como a presidente está governando o país chega a 72%; em setembro era 71%

P

restes a completar um ano, o governo da presidente Dilma Rousseff é considerado bom ou ótimo por 56% da população brasileira, aponta pesquisa Ibope divulgada ontem e encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Houve um crescimento em relação à última pesquisa Ibope encomendada pela CNI, de setembro, quando 51% avaliaram o governo como bom ou ótimo. O índice de Dilma é o melhor se comparado às avaliações do primeiro ano dos governos de FH e Lula. Outros 32% avaliam o governo como regular e 9% como ruim ou péssimo, enquanto 3% não responderam. Na

ROBERTO STUCKERT

pesquisa de setembro, 34% o FODVVLÀFDUDP FRPR UHJXODU H 11% disseram que é ruim ou péssimo. Outros 4% não responderam na ocasião. Ao que parece, os escândalos que levaram seis ministros a deixarem o governo não pesaram contra a avaliação da presidente. A aprovação da maneira como Dilma está governando o Brasil alcançou 72%. O índice era de 71% em setembro. Outros 21% desaprovam (mesmo percentual de setembro) e 7% não responderam (eram 8% na última pesquisa). “Você tem uma população bastante satisfeita com a economia, explicou o gerente executivo de Pesquisa da CNI, Renato da Fonseca.

Dilma tem alta popularidade entre os brasileiros, diz pesquisa

UÍSQUE CONTRA CACHAÇA

Johnnie Walker processa a João Andante A Diageo, empresa responsável pela marca de uísque Johnnie Walker, está processando a cachaça João Andante, acusando a marca mineira de imitar o conceito da bebida escocesa, avaliado em US$ 3,5 milhões. O processo administrativo foi instaurado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi). Após a abertura do processo, a cachaça PLQHLUD VH EHQHÀFLRX GD

publicidade, que acabou por elevar as vendas da bebida. 0DLV GH PLO FOLHQWHV Mi À]Hram pedidos da João Andante por email nas últimas duas semanas, quando a média para o período não costuma ultrapassar 200 garrafas. A cachaça pertence a quatro jovens que começaram a vender a bebida em 2008, mas ainda mantêm suas RXWUDV DWLYLGDGHV SURÀVVLRnais em paralelo à empresa.

7


8

PUBLICIDADE

MACEIÓ - SÁBADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

TribunaIndependente


TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

Cidades

CIDADES

9

PM apreende 13 máquinas caça-níqueis em estabelecimento no Clima Bom 8PDRSHUDomRUHDOL]DGDSHORž%DWDOKmRGD3ROtFLD0LOLWDUQR¿QDOGDWDUGH de ontem resultou na apreensão de 13 máquinas caça-níqueis em um estabelecimento comercial localizado no bairro do Clima Bom. De acordo com militares do 4º BPM, as máquinas foram encontradas a partir de uma denúncia anônima. Elas estavam escondidas nos fundos de um pequeno estabelecimento comercial, atrás de uma porta. Duas pessoas foram detidas e levadas à Central de Polícia de Maceió, no bairro do Prado, mas foram liberadas. De acordo com a Polícia Civil, a liberação acontece nesses casos porque a instalação de máquinas caça-níqueis não é considerada crime, mas contravenção.

Suspeitos de atacar ônibus são transferidos Para a cúpula da Segurança Pública alagoana, a transferência dos presos poderá conter a onda de ataques ALANA BERTO PETRÔNIO VIANA REPÓRTERES

N

o fim da tarde de ontem, 29 detentos que estavam em celas comuns dos presídios Cirydião Durval e Baldomero Cavalcante foram transferidos para o Módulo de Segurança Máxima do sistema penitenciário de Alagoas. A transferência começou por volta das 17 horas e 40 e terminou menos de uma hora depois. De acordo com a assessoria da Secretaria de Defesa Social, são 16 presos do Baldomero e os demais do Cirydião Durval. A medida é considerada preventiva, uma vez que os detentos são suspeitos de terem ordenado a série de ataques a ônibus na capital alagoana. Nas últimas 48 horas, três ônibus foram incendiados. Em 17 dias, foram quatro. O trabalho de identificação dos responsáveis pelas ações foi feito pela Superintendência de Investigação, formada pela Defesa Social

e pela Vara de Execuções Penais. Para a cúpula da Segurança Pública alagoana, a transferência dos presos poderá conter a onda de ataques. Porém ainda não se tem uma confirmação do envolvimento dos detentos transferidos com os ataques a ônibus. O módulo foi inaugurado em novembro, quando 31 presos considerados mais perigosos foram levados para o novo setor. De acordo com o intendente adjunto do sistema penitenciário, coronel Marcos Sérgio, o módulo de segurança máxima tem 12 celas, com capacidade para 96 reeducandos, sendo oito por cela. Atualmente, 55 detentos ocupam esse setor. “Essa transferência é uma resposta forte do Estado aos delinquentes que estão agindo em Alagoas. Há grandes indícios de que esses elementos estão envolvidos nas ações registradas nos últimos dias”, disse o coronel. SANDRO LIMA

SANDRO LIMA

29 detentos saíram dos presídios Baldomero Cavalcante e Cirydião Durval e foram para o Módulo de Segurança Máxima recém-inaugurado

FORA DOS PRESÍDIOS

ADAILSON CALHEIROS

PM já sabe quem cometeu atentados e Bope fará prisão EDITORIA DE CIDADES

Denúncias levaram Superintendência Penitenciária aos presos

O Batalhão de Operações Especiais Policiais (Bope), com ajuda de um helicóptero, está em busca dos bandidos acusados de praticarem os atentados aos ônibus de Maceió, a mando do grupo de presidiários que foi transferido ontem para o Módulo de Segurança Máxima. Segundo apurou a Tribuna Independente, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar já identificou os criminosos e deve prender o bando o mais breve possível, segundo promessa do comando da corporação. Ontem, após o quarto ataque confirmado, o secretário de Defesa Social, Dário César Cavalcante, disse que o Estado não irá tolerar esse tipo de ameaça. “Iremos punir com o rigor da Lei. O governo

não irá tolerar que meia dúzia de presidiários causem tanto estrago. Prontamente irei pedir a transferência desses presos para um presídio federal de segurança máxima”, cogitou em entrevista à Rádio Jornal, antes da transferência feita apenas entre módulos. O comandante do Policiamento da Capital, coronel Gilmar Batinga, também comentou os atos criminosos. “Eu considero uma afronta o que esses criminosos estão fazendo em Maceió. Esse ato de terrorismo será posto em pauta ainda hoje [sexta] numa reunião. Reitero que é dever constitucional da Polícia Militar defender a população”, comunicou Batinga. O resultado da reunião realizada ontem com a cúpula da Segurança Pública não foi divulgado para a imprensa. BEATRIZ NUNES

INCÊNDIOS

Helicóptero do Bope ajuda nas buscas pelos bandidos que estão soltos

ROUBO DE PASSAGEIROS

Atos também teriam sido praticados nos presídios

Bandidos incendiaram quatro ônibus até a noite de sexta

ALANA BERTO DANIEL MAIA REPÓRTERES

BEATRIZ NUNES PETRÔNIO VIANA REPÓRTERES

Por questões de segurança, o juiz da Vara de Execuções Penais, José Braga Neto, não autorizou a divulgação dos nomes dos presos que foram transferidos ontem, suspeitos nos atentados a ônibus em Maceió. Mas a informações são de que todos eles são alagoanos. O superintendente geral do sistema prisional, Carlos Luna, afirmou que a transferência foi feita após uma denúncia que foi repassada à Secretaria de Defesa Social. De acordo com o superintendente Luna, o juiz José Braga Neto entendeu que essas denúncias precisavam ser levadas em consideração. Carlos Luna declarou que atos como os que aconteceram nos ônibus da Capital seriam frequentes em alguns módulos do presídio e esse foi um dos motivos que levaram o sistema de segurança a suspeitar dos

detentos que foram transferidos. “Esses são atos pontuais e têm sido praticados por várias vezes em vários módulos do sistema prisional”, frisou. O superintendente destacou que os presos transferidos podem ser ouvidos a qualquer momento sobre os atos de violência que têm ocorrido na capital. “Eles passarão 40 dias sem ter acesso à visita de familiares; terão acesso somente aos advogados”. Durante a transferência, uma mulher, não identificada, possivelmente, parente de algum detento que estava sendo transferido, teve acesso ao interior do sistema penitenciário e conseguiu ver o momento em que os presos eram levados para o módulo de segurança máxima. “Não abaixe a cabeça. Levanta a cabeça. Você é um homem de bem”, gritou a mulher para os presos. A administração do sistema carcerário não explicou como a mulher teve acesso ao compleNa madrugada de ontem quarto ônibus foi atacado por 10 homens xo.

Os ataques contra ônibus em Maceió chegaram ao total de quatro em 17 dias na madrugada de ontem. No mais recente atentado com incêndio de veículo, um grupo de aproximadamente 10 homens, todos armados, invadiu e incendiou um ônibus. A ação aconteceu na BR-104, próximo da entrada do Conjunto Eustáquio Gomes, no bairro do Tabuleiro do Martins. De acordo com informações passadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), o bando entrou no coletivo da empresa Tropical, de placa KMV-1394, e roubou pertences e dinheiro dos passageiros e do cobrador. Em seguida, os bandidos ordenaram que todos descessem e espalharam gasolina pelo veículo. Após atearem fogo no ônibus, os assaltantes fugiram. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas não conseguiu

evitar que o veículo ficasse totalmente destruído. Os agentes da PRF afirmaram que o motorista do coletivo, que não teve seu nome divulgado, não conseguiu ver como os bandidos fugiram. Também não foi divulgado o número de passageiros que estavam no ônibus no momento do ataque. Muitas características do ataque desta quinta-feira têm semelhança com a ação do dia 28 de novembro, quando 15 homens encapuzados incendiaram um coletivo no terminal do Conjunto Cruzeiro do Sul. A empresa de ônibus foi a mesma. A linha percorrida pelo coletivo também: Cruzeiro do Sul. A única exceção foi que, ao contrário da primeira ação, nenhum cartaz cobrando melhorias no sistema prisional foi deixado no local. Já no ataque cometido horas antes, no bairro da Cambona, quinta-feira à noite, foram deixados cartazes.


10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

Rodoviários decidem não parar Após reunião com representantes do governo, trabalhadores de empresas de ônibus resolveram esperar resultados EDITORIA DE CIDADES

O

s transportadores rodoviários se reuniram na tarde de ontem para cobrar resposta do governo do Estado sobre os ataques aos coletivos registrados em Maceió. Eles estão com medo da ação dos bandidos e querem segurança para trabalhar. A resposta do governo à categoria saiu ontem mesmo, com a transferência dos presos que estariam orquestrando os atentados e com a promessa de que a Polícia Militar vai prender os autores materiais dos incêndios. A categoria decidiu então não fazer greve geral a partir de segunda-feira. O secretário do Gabinete Civil, Álvaro Machado, o comandante do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Thúlio Roberto, e representantes do gerenciamen-

to de crises da PM receberam o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários (Sinttro) e também se comprometeram com outras reivindicações. De acordo com o secretário geral do Sinttro, Ronaldo Leopoldino, na segunda-feira, o sindicato entrega um documento com pedidos que poderão ser cumpridos pelo governo, conforme promessa do secretário. A categoria quer que a polícia faça blitze nos principais corredores de transporte, que a Radiopatrulha e o Bope façam policiamento nos terminais com maiores índices de violência, entre outras medidas. “Dentro do cenário que se apresentou, a paralisação ficou descartada”, reforçou Leopoldino. PROTESTO A intenção dos rodoviários, porém, era bem diferente na manhã de ontem. Eles

pararam dezenas de ônibus em ruas do Centro de Maceió em protesto para cobrar mais segurança e para pedir a reunião com representantes do governo. No entorno do Palácio República dos Palmares, Praça dos Martírios, eles passaram o dia à espera de respostas sobre os ataques. Quatro ônibus foram incendiados nos últimos dias na capital. Ontem os rodoviários relataram uma nova tentativa de depredação a um veículo dentro do campus da Universidade Federal de Alagoas, mas o ato não foi confirmado. Mais tarde, outro veículo foi apedrejado, segundo informações da Polícia Millitar. A reportagem tentou entrar em contato com a Associação dos Transportadores de Passageiros do Estado de Alagoas (Transpal), mas não conseguiu. SANDRO LIMA

SANDRO LIMA

No início do dia, quando rodoviários iniciaram protesto, ideia era fazer paralisação geral a partir de segunda

O DIA INTEIRO

Paralisação de dezenas de ônibus gerou caos em ruas de Maceió MILTON RODRIGUES REPÓRTER

Rodoviários deixaram muitos usuários dos coletivos insatisfeitos em ter que buscar alternativa de transporte

O trânsito ficou paralisado na região central de Maceió durante todo o dia de ontem. Todos os ônibus que tinham destino Centro pararam e aderiram à manifestação gerando caos na cidade. Vários populares reclamaram do movimento. “Isso é um absurdo e eu que moro lá no Cruzeiro como faço pra voltar? Vou ter que pegar lotação!”, conta um dos populares ao passar rapidamente pela equipe de reportagem em busca de um táxi. Em várias outras vias adjacentes foram registrados con-

gestionamentos. Na saída do Palácio do Governo, já nas proximidades do mercado da produção, os passageiros da linha da Real Alagoas tiveram um susto. O ônibus que passava sobre a linha do trem quase foi atingido pelo VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). O veículo ficou parado sobre o trilho sem ter para onde desviar, já que havia um outro coletivo parado na frente. A confusão fez com que o motorista do ônibus acelerasse para liberar a passagem, atingindo assim a traseira de um outro ônibus da empresa São Francisco. De acordo com o cobrador Dário Oliveira, o estopim para a

paralisação foi o atentado ocorrido ainda nas primeiras horas da manhã de ontem, na linha Pontal-Ufal, que passa pela Universidade Federal de Alagoas. “Eu ouvi dos companheiros aqui que um grupo armado tentou quebrar um ônibus lá na Ufal. Eles teriam trocado tiro e tudo com os seguranças”, conta o cobrador. A equipe de reportagem da Tribuna Independente entrou em contato com a assessoria da Ufal, que garantiu que a informação não procede. Segundo a assessoria, a empresa que faz a segurança da universidade disse não ter recebido nenhuma ocorrência desse tipo dentro da instituição.


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

CIDADES

11

Mais de 150 policiais pediram aposentadoria em três meses Efetivo da Polícia Civil deve reduzir ainda mais com a aprovação de nova lei ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

D Acudam! Prenderam o Jesus!

D

urante quase um sĂŠculo viveu em Serra Talhada uma senhora muito religiosa chamada Almerinda Tercila Bezerra, bisavĂł, por parte de mĂŁe, dos mĂŠdicos LatĂŠrcio e LupĂŠrcio. AlĂŠm de ligadĂ­ssima Ă Igreja CatĂłlica, dona Almerinda era professora primĂĄria aposentada. Foi ela que quem inventou no Agreste pernambucano a encenação, ao vivo, da “PaixĂŁo e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristoâ€?. A partir de entĂŁo, essas encenaçþes se tornaram comuns no interior daquele Estado. Os cenĂĄrios do drama da PaixĂŁo de Cristo eram, alguns deles, naturais. Outros, improvisados. Espalhavam-se pela cidade, que produzia os atores. A cada ano que se passava, mais melhorava o exercĂ­cio teatral, para satisfação e orgulho de dona Almerinda. LĂĄ se foram os anos e a nobre senhora mais apaixonada pela peça dramĂĄtica. Numa de suas Ăşltimas apresentaçþes incluiram uma figura muito popular em Serra Talhada, o vigia noturno chamado Manuel de Jesus, ou simplesmente Jesus. Ele estrearia como ator, representando o importante papel de centuriĂŁo. Ocorre que nesse dia ele bebeu demais “para tirar o nervosoâ€?, deu uma alteração no bar e teve de ser preso. Foi substituĂ­do de Ăşltima hora pelo barbeiro Lucindo Beberibe. E chegou o momento da encenação. A cidade em peso acompanhava as dramĂĄticas cenas do grandioso espetĂĄculo. E dona Almerinda ora se agachava, ora ficava na ponta dos pĂŠs. Ă€s vezes, sacudia a cabeça inconformada, deixando transparecer frustração. O cenĂĄrio nĂŁo estava de acordo com o que ela estava acostumada a ver. Ademais, com aquele monte de gente na sua frente nĂŁo dava para ver a figura do Cristo. Em dado momento, perdeu a paciĂŞncia e chegou pro camarada que tomava conta do palco central, para que ninguĂŠm o invadisse, e perguntou: - Ă” meu filho, cadĂŞ o Jesus? NĂŁo estou vendo o Jesus! E o funcionĂĄrio pensando que ela estava se referindo ao vigilante Manuel de Jesus, respondeu: - Ah, a senhora nĂŁo estĂĄ sabendo, nĂŁo? - NĂŁo estou sabendo o quĂŞ, meu santo? - O Jesus foi preso! - O quĂŞ? - É, professora Almerinda. Ele foi preso hoje Ă  tarde, no bar do seu Altivo. Foi nessa hora que a sempre gentil, pacata e educada Almerinda Bezerra perdeu a estribeira. RevoltadĂ­ssima, subiu ao palco e bradou a plenos pulmĂľes: - Atenção, minha gente! Prenderam o Jesus na cadeia da cidade! Isso ĂŠ uma blasfĂŞmia, minha gente! Vamos libertĂĄ-lo! Formou-se, entĂŁo, o maior tumulto e o espetĂĄculo terminou com a invasĂŁo da cadeia, por uma multidĂŁo de fanĂĄticos, liderados por dona Almerinda. Nessa hora ela se deu conta da mancada que protagonizara, ao constatar que o Jesus encarcerado era outro.

Pais inocentes

Bonitinha, perninhas rolicinhas, carinha linda e corpinho maravilhosamente sensacional, a avançadinha Graziela arribou do interior do Estado e veio parar na capital, com uma ideia ¿[DQDFDFKRODYHQFHUGHTXDOTXHU jeito. Seus pais, embora saudosos, ¿FDUDPOiWRUFHQGRSHORVXFHVVRGD garota. Mês e pouco depois, eles UHFHEHUDPDSULPHLUDFDUWLQKDGD¿OKD querida. Lågrimas de saudade descendo pela cara, a mãe sintetizando para o PDULGRRTXHHVWDYDHVFULWR - A Graziela diz aqui que arranjou um bom emprego, numa casa de...

de... Bem, parece que Ê uma casa de mensagens. (RSDLFRPSUHHQVLYRMXVWL¿FDQGR - Pois Ê. Na capital Ê assim. As pessoas não têm tempo de falar direito com as outras. Por isso, elas têm casas especializadas em dar recados. - E Ê? e1RVVD¿OKDGL]DtTXDQWR estão pagando pra ela? (DPmH - É isso que eu não estou entendendo direito. Ela diz aqui que se usar a mão pra mensagem, ganha 100 cruzeiros. Mas ganha 200 se usar a boca...!

Eitafreiozinhomalvado! O agricultor Felisdório Octacílio andou lÊguas, desde os cafundós das lonjuras de Delmiro Gouveia, encravada no Alto Sertão alagoano, atÊ a beira da %5RQGHVHVHQWRXH¿FRXDJXDUGDQGRFRQGXomRjFLGDGHGH$UDSLUDFD$RVHX lado, o cachorrinho de estimação intitulado BidÊ. Vårios carros passaram e nada dos condutores darem atenção ao pobre cristão e a seu animalzinho. AtÊ que um caminhão parou lå. O chofer dispôs-se a lhe dar uma carona com a seguinte FRQGLomRRFmR¿FDULDGHIRUD 0DVR%LGppPDQVLQKRVHXPRoR¹H[SOLFRXRPDWXWR 2PRWRULVWDIRLFXUWRHJURVVR - Nesse carro não anda sarnento nenhum! Se o senhor quiser a carona terå que ser sem o cachorro. Quer? O velho quis. Mas o animal, muito esperto, foi acompanhando o autocarga, correndo pelo acostamento. Quilômetros adiante, o motorista olhou pra fora e viu o danadinho disparado pelo acostamento, quase emparelhando com o caminhão. O velocímento deste marcava 100 km/h. Para testar a resistência do cachorro - e tambÊm por maldade - o motorista encarcou o pÊ no acelerador. E o BidÊ, ó, linguinha de fora, alí do lado, segurando a barra. 2¿OKRGDPmHGRFKRIHUDIXQGRXDLQGDPDLVRSpQRDFHOHUDGRU km/h. E o cãozinho colado, do lado. &HQWRHFLQTXHQWDNPKHQmRGHXRXWUDRFDPLQKmRDFDERXVREUDQGR numa curva e capotou sucessivas vezes, desmantelando-se todo. Sorte que o PRWRULVWDHRFDURQHLUR)HOLVGyULRHVFDSDUDPYLYRV2PDWXWRQmR¿FRXLQWHUQDGR porque só teve alguns arranhþes. Mas o motorista, este quebrou as canelas, os braços, algumas costelas e todos os dentes da frente. Semanas mais tarde, seu Felisdório recebeu autorização para visitar RPRWRULVWDQR+RVSLWDO5HJLRQDOGH$UDSLUDFD&KHJRXOiSX[DQGRR%LGpSHOD corrente. - Vim visitå o amigo! Tå mais milhozinho? - Tô! – gemeu o cara. (XWUX[HRPHXFDFKRUULQKR%LGpSUDPRGHOKHYLVLWiWRPpP�LDHOH aqui! Tå vendo o BidÊ? 2PRWRULVWDDVVHQWLXHIDORXFRPDOJXPDGL¿FXOGDGH - Ah, não foi esse daí o cachorro que acompanhou o caminhão! Eu me lembro muito bem que o animal que tava correndo ao lado do caminhão não tinha essa marca preta no pescoço! (RPDWXWR - E num tinha mermo, não! Mas adonde Ê qui o sinhô pensa que vai parå o cu de um cachorro que freia a 150 quilômbro pur óra?

esde setembro deste ano, quando passou a vigorar a nova Lei de Aposentadoria Especial, mais de 150 policiais civis deram entrada na aposentadoria. Com o afastamento deles, aumenta ainda mais a carência de efetivo. Dos policiais civis que pediram a aposentadoria, mais de 50 jå estão afastados de suas funçþes. De acordo com um estudo realizado pela AL Previdência, com a nova lei cerca de 350 policiais civis jå têm direito à aposenta-

doria, o que representa 30% do efetivo. “A maioria dos policiais que estĂŁo em serviços burocrĂĄticos nĂŁo vai se aposentar agora, pois, quem permanecer, terĂĄ o abono de 11% do Ipasealâ€?, esclarece o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas, Josimar Melo. A nova Lei da Aposentadoria Especial permite, desde setembro, que policiais civis se aposentem com 30 anos de contribuição, independentemente da idade. “Dos 30 anos de contribuição, o policial precisa ter pelo menos 20 anos de polĂ­cia ininterruptosâ€?, explica

Melo. Segundo o Sindpol, os policiais civis podem se afastar das suas funçþes 30 dias apĂłs o pedido de aposentadoria. “AlĂŠm do tempo de serviço, os policiais estĂŁo se afastando por problemas de saĂşdeâ€?, acrescenta. CONCURSO Segundo estatĂ­sticas do Sindpol, a carĂŞncia de efetivo na PolĂ­cia Civil ĂŠ de 1.200 agentes, delegados e escrivĂŁes, enquanto o concurso pĂşblico anunciado para 2012 prevĂŞ apenas 215 vagas distribuĂ­das nas trĂŞs funçþes. Atualmente, o efetivo ĂŠ de 1.900 policiais.

“O concurso pĂşblico nĂŁo vai suprir nem um terço da carĂŞncia atual do efetivo e, com essas aposentadorias, a situação tende a piorarâ€?, ressalta Josimar Melo. Para o presidente do Sindpol, com a falta de efetivo na PolĂ­cia Civil, a delegacia deixa de fazer o seu papel que ĂŠ de investigação. â€œĂ‰ por isso que os inquĂŠritos estĂŁo parados nas delegacias e a impunidade aumentando: porque os bandidos sabem que a polĂ­cia nĂŁo tem efetivo, e por isso quem mata um, mata dois e por aĂ­ vaiâ€?, declara.

BARRA DE SĂƒO MIGUEL

Apenas um policial dĂĄ plantĂŁo em delegacia DIVULGAĂ‡ĂƒO

Na Barra de SĂŁo Miguel, agente tem que fechar delegacia quando sai

A insuficiência de policiais civis em Alagoas chegou ao extremo de deixar delegacias apenas com um agente por plantão, como Ê o caso do 18° Distrito Policial, na Barra de São Miguel, conforme apurou a reportagem da Tribuna Independente. A delegacia conta apenas com 11 policiais, incluindo o delegado, o chefe de serviço e o escrivão, para os plantþes normais e os da Central de Polícia, em Maceió. No 18° DP, a escala de 24 horas conta apenas com um único policial, que tem que fechar a delegacia quando precisa usar o banheiro ou se alimentar. Em casos de ocorrências na cidade, o policial fica impossibilitado de atender a população, porque não pode ir sozinho ao local de um crime. Caso semelhante acontecia no 95° DP, em Porto de Pedras.

“Durante os plantĂľes, eu ficava sozinho, tomando conta do prĂŠdio. Eu era vigiaâ€?, declara o policial civil Hamilton JosĂŠ, que hĂĄ 60 dias estĂĄ afastado, aguardando a sua aposentadoria sair. Essa situação se estende a outras delegacias, como a da cidade de TeotĂ´nio Vilela e Cacimbinhas, que tambĂŠm contam apenas com um policial por plantĂŁo, segundo aponta o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas, Josimar Melo. Os delegados tambĂŠm tĂŞm que se desbobrar para tomar conta de mais de uma delegacia, principalmente quem atua no interior. “Tem delegados que sĂŁo responsĂĄveis por atĂŠ quatro delegaciasâ€?, revela o presidente da Associação dos Delegados de PolĂ­cia de Alagoas, AntĂ´nio Carlos Lessa. (A.T.) DAVI SALSA

INCĂŠNDIO

Militar acusado de matar mulher deve ir a JĂşri Popular DAVI SALSA REPĂ“RTER

Arapiraca (Sucursal) - O juiz da 5ª Vara Criminal de Arapiraca, Anderson Passos, concluiu, na tarde de ontem, o julgamento de instrução do cabo da Polícia Militar, JosÊ Cabral do Nascimento, 48. O magistrado ouviu o depoimento de seis pessoas, incluindo a jovem Karoly Oliveira, 14, sobrevivente do incêndio que destruiu sua casa e provocou a morte de sua mãe, a professora Claudenice de Oliveira Pimentel, 43. Anderson Passos tambÊm ouviu relatos de mais quatro testemunhas de acusação e o advogado de defesa, Raimundo Palmeira. O cabo PM JosÊ Cabral do Nascimento Ê acusado de ter ateado fogo na própria residência e provocado a morte da esposa e deixado

graves ferimentos na enteada. O depoimento mais esperado foi o de Karoly. Ela reafirmou todas as acusaçþes feitas ao padastro, dizendo que meses antes da tragĂŠdia JosĂŠ Cabral havia feito seguidas ameaças a ela e Ă sua mĂŁe. A professora Claudenice Oliveira Pimentel nĂŁo queria vender o prĂŠdio onde morava e onde funcionava tambĂŠm uma escola. “NĂŁo temos dĂşvidas quanto Ă  culpa do acusado. As provas sĂŁo robustas e ele deve ir a JĂşri Popular e pagar pelo crime que vitimou a companheira e a tentativa de homicĂ­dio contra a enteadaâ€?, disse o promotor NapoleĂŁo Amaral. Como a Justiça entra em recesso a partir deste sĂĄbado, o anĂşncio do resultado do julgamento de instrução somente deverĂĄ ser divulgado com a retomada dos trabalhos no FĂłrum de Arapiraca.

Filha de professora disse que militar vinha fazendo ameaças às duas

VIÇOSA

144 prĂŠdios histĂłricos vĂŁo para inventĂĄrio ASSESSORIA

Casas e prĂŠdios pĂşblicos fazem parte de catĂĄlogo feito por estudantes

ApĂłs seis semanas de trabalho, 22 alunos do 5° ano de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) concluĂ­ram o inventĂĄrio do patrimĂ´nio arquitetĂ´nico de Viçosa. Orientada pela professora doutora Josemary Ferrare, a equipe catalogou 144 edificaçþes histĂłricas, entre casas e prĂŠdios pĂşblicos. O resultado da pesquisa foi apresentado na Ăşltima quinta-feira (15), na sede Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. O mapeamento integra o projeto “Conheça seu patrimĂ´nio, valorize sua histĂłriaâ€?, desenvolvido pela Secretaria de Cultura, em parceria com a PrĂł-Reitoria

de extensĂŁo da Ufal, como forma de incentivar a preservação dos prĂŠdios histĂłricos. O levantamento foi iniciado em setembro. “O trabalho que vocĂŞs fizeram, com certeza, terĂĄ continuação nas escolas. Viçosa estĂĄ ganhando visibilidade lĂĄ fora. O trabalho da Secretaria de Cultura estĂĄ gerando emprego e renda e, agora, queremos incrementar o turismo em nosso municĂ­pio. A cidade ĂŠ destaque em vĂĄrios aspectos: cultura, polĂ­tica e em suas belezas naturais, mas, tambĂŠm, tem uma riqueza histĂłrica que precisa ser conhecida. E ĂŠ o que pretendemos fazer a partir desse levantamento do nosso patrimĂ´nioâ€?, disse o prefeito Flaubert Filho.


12

CIDADES

TribunaIndependente

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'('(=(0%52'(

Justiça determina saída de mulheres da Casa de Custódia

Festa em Arapiraca

O

jovem cantor arapiraquense João Felipe grava hoje em Arapiraca o seu segundo DVD. O show serå no tradicional Botequim Nabaxa, no Lago da Perucaba. A banda Terceira Metade abrirå a festa. A organização do evento montou no local uma verdadeira estrutura de palco, som e iluminação, alÊm de instalação de tendas e uma bateria de banheiros químicos. Para manter a tranquilidade na årea, o evento conta com o trabalho de 12 seguranças e apoio da PM. A festa começa a partir das 21h. Vale apena conferir.

CPI da Tim

Coletiva

Finalmente, a operadora Tim serĂĄ responsa ELOL]DGDSHORSpVVLPRVHUYLoRTXHSUHVWDj sociedade. Vejamos: os deputados que inte JUDPD&3,GD7,0DSUHVHQWDUDPQDTXLQWD IHLUDHPHQWUHYLVWDFROHWLYDjLPSUHQVD RUHODWyULRÂżQDOGRVWUDEDOKRVGHLQYHVWL JDomRHPWRUQRGDTXDOLGDGHGRVHUYLoRGH telefonia celular prestado pela operadora 7,0HP$ODJRDV2WH[WRDSURYDGRSHOD ComissĂŁo indicia dois diretores da TIM, &KDUOHV$OEHUW7RVFDQD'DYLHVH/HDQGUR Henrique Lobo Guerra, e recomenda ao MinistĂŠrio PĂşblico a abertura de processo. O UHODWyULRDLQGDSURS}Hj$QDWHODDSOLFDomR GHPXOWDFRQWUDDHPSUHVDTXHSRGHYDULDU GH5PLOK}HVD5PLOK}HV

'XUDQWHDFROHWLYD o presidente da CPI, GHSXWDGR5LFDUGR1H] inho (PMDB), relatou as GL¿FXOGDGHVHQIUHQWDGDV pela Comissão para dar andamento aos trabalhos, entre elas a recusa de SHVVRDVFRQYRFDGDVSDUD GHSRU³$GHVDWHQomRGRV representantes da própria RSHUDGRUDQRVOHYRXD LQWLPiORVDGHSRU´FRQ tou, acrescentando que DSHVDUGDVGL¿FXOGDGHVD CPI cumpriu seu papel.

AlĂŠm de transferĂŞncia, juiz diz que local sĂł receberĂĄ presos da regiĂŁo de Arapiraca DAVI SALSA REPĂ“RTER

A

rapiraca (Sucursal) O juiz da Comarca de Arapiraca, Giovanni Alfredo Jatubå, determinou, ontem, a retirada imediata de 11 detentas da Casa de Custódia de Arapiraca. O magistrado acatou ação do defensor público AndrÊ Chalub, que alega superlotação no estabelecimento prisional. No documento, o juiz Giovanni Jatubå solicitou que ficassem na Casa de Custódia de Arapiraca apenas as pessoas presas com ligação com a Delegacia Regional de Arapiraca, proibindo, a

partir de agora, a chegada de presos vindos de outras cidades, que não fazem parte da jurisdição da delegacia regional. A Casa de Custódia de Arapiraca atualmente abriga mais de 100 presos, entre os quais estão as 11 detentas. Elas foram transferidas para o local porque as celas da Delegacia da Mulher foram interditadas por eterminação da Defensoria Pública Estadual, após laudo expedido pela Vigilância Sanitåria, afirmando que as celas eram insalubres e não ofereciam condiçþes adequadas à permanênmcia de detentos. ASSESSORIA

De acordo com o relator da Co missão, deputado Sérgio Toledo (PDT) o relatório fornecido pela $JrQFLD1DFLRQDOGH7HOHFRPX nicações (Anatel) por solicitação do Ministério Público Estadual, de Arapiraca e da Ordem dos $GYRJDGRVGR%UDVLO 2$%  seccional de Arapiraca, foi de IXQGDPHQWDOLPSRUWkQFLDSDUD concluir os trabalhos. O relatório ¿QDOGD&3,pH[WHQVRFRQWDFRP ODXGDVHIDUWDGRFXPHQWDomR comprobatória das irregularidades praticadas pela TIM em Alagoas.

6HJXQGR7ROHGR¿FRXFRQVWDWDGD a falta de sintonia e de compro misso da Anatel com os usuårios GDWHOHIRQLDFHOXODUQR(VWDGR³$ Anatel não exerce o seu papel ¿VFDOL]DGRUHP$ODJRDV,VVRp FRPSURYDGRHPYiULRVGHSRLPHQ WRV´GHFODURX7ROHGRDFUHV centando que a agência só realiza VHXWUDEDOKRTXDQGRSURYRFDGDD exemplo do que ocorreu em Arapi raca, onde após audiência pública D$QDWHOIRLREULJDGDD¿VFDOL]DUH detectar os problemas que esta YDPDFRQWHFHQGRQDUHJLmR

Foi unânime 2UHODWyULRFRQFOXVLYRGD&3,TXHUHFHEHXDSURYDomRXQkQLPHGRV membros da Comissão, recomenda ao MinistÊrio Público Estadual (MPE) a abertura de processo contra dois diretores da operadora TIM: /HDQGUR*XHUUDH&KDUOHV'DYLHVSRUFULPHGHHVWHOLRQDWRXPDYH] que a diretoria da operadora tem participação nos lucros de todos os VHUYLoRVRIHUHFLGRVSHODHPSUHVDGHWHOHIRQLD5HFRPHQGDDLQGDTXH D$QDWHODSOLTXHPXOWD¹TXHSRGHYDULDUGH5PLOK}HVD5 PLOK}HV¹FRQWUDD7,0SHODPiTXDOLGDGHQDSUHVWDomRGRVVHUYLoRV $&3,UHFRPHQGDj$QDWHOTXHVXVSHQGDDFRQWUDWDomRGHQRYDVOLQKDV WHOHI{QLFDVEHPFRPRDUHDOL]DomRGHQRYRVSDFRWHVSURPRFLRQDLVDWp que a operadora tenha infraestrura e capacidade tÊcnica para atender DGHPDQGDVROLFLWDDLQGDTXHD7,0SURPRYDRUHVVDUFLPHQWRGRV SUHMXt]RV¿QDQFHLURVGHWRGRVRVXVXiULRVGDRSHUDGRUDHSRU¿PTXH R&RQJUHVVR1DFLRQDOSRVVDUHYHUDIXQomRGD$QDWHOQR(VWDGRGH Alagoas.

Estava presente

Processo

O presidente da Casa, deputado Fernando Toledo 36'% TXHHVWHYHSUH VHQWHjFROHWLYDSDUD benizou os integrantes da CPI, bem como o corpo tÊcnico e jurídico da As semblÊia, que auxiliaram nos trabalhos da Comissão. (OHREVHUYRXTXHRUHODWyULR produzido pelos parlamen WDUHVHHQWUHJXHjVRFLH dade alagoana irå subsidiar os órgãos competentes, para que sejam adotadas DVPHGLGDVFDEtYHLV³$ Assembleia cumpre o seu papel. Isso Ê que precisa ¿FDUPDUFDGR$TXLHVWiD YHUGDGHLUDUHSUHVHQWDomR da sociedade alagoana, e Ê em nome dela que agradeço aos membros da CPI pelo WUDEDOKRUHDOL]DGR´GLVVHR FKHIHGR/HJLVODWLYR

5HSUHVHQWDQGRD2$%$/RDGYRJDGR JosÊ Firmino, que tambÊm reforçou os trabalhos da CPI, disse que, a partir de DJRUDR0LQLVWpULR3~EOLFRTXHDOHJDYD não possuir instrumentos legais para processar a TIM, passa a ter farta docu PHQWDomR³203TXHUHQGRHHQWHQ GHQGRDVUD]}HVOHYDQWDGDVSHOD&3, pode muito bem denunciar, não apenas os diretores da TIM, mas o presidente da TIM pelo ato de estelionato que es WmRSUDWLFDQGR´REVHUYRXRDGYRJDGR Os integrantes da CPI entregaram cópia do relatório ao presidente da OAB/AL, Omar Coelho de Melo, nesta TXLQWDIHLUDjVKRUDVHjVKRUDV GHVWDVH[WDIHLUDDRSURFXUDGRU JHUDOGH-XVWLoD(GXDUGR7DYDUHV AlÊm disso, cópia do relatório tambÊm estaria sendo disponibilizada pelo site GD$VVHPEOpLDDLQGDQHVWDTXLQWDIHLUD Os demais integrantes da CPI da TIM, GHSXWDGRV*LOYDQ%DUURV 36'% 'XGX Hollanda (PSD) e Ronaldo Medeiros 37 WDPEpPSDUWLFLSDUDPGDFROHWLYD

Moradia $6HFUHWDULDGH'HVHQYROYLPHQWR8UEDQRH+DELWDomRFRPDSRLRGD 6HFUHWDULDGH$VVLVWrQFLD6RFLDOFRQFOXLXQDVH[WDIHLUD  DHQWUHJD GDVFKDYHVGDVSULPHLUDVGHXPWRWDOGHPRUDGLDVSDUDDV famĂ­lias selecionadas para o Conjunto Residencial Brisa do Lago. 1RLQtFLRGHMDQHLURDSUHIHLWXUDYDLGLYXOJDUDUHODomRGDVIDPtOLDVVHOH cionadas para o segundo lote de moradias.

... O projeto habitacional atende os critĂŠrios estabelecidos pelo pro JUDPDIHGHUDO0LQKD&DVD0LQKD9LGD$REUDSRVVXLXPDiUHDFRP hectares. Cada unidade habitacional tem dois quartos, sala, cozinha, EDQKHLURHiUHDGHVHUYLoRV

DIREITO GARANTIDO

EDITORIA DE CIDADES COM ASSESSORIA

1H]LQKRDSURYHLWRXDLQGDSDUDDJUDGHFHUDRGHSXWDGRIHGHUDO5HQDQ Filho (PMDB), que intermediou a audiência entre a Comissão e o então presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, em Brasília, para que SXGHVVHPWHUDFHVVRDRUHODWyULRUHDOL]DGRSHORyUJmRVREUHRVVHUYLoRV GD7,0HP$UDSLUDFD³(UDGHIXQGDPHQWDOLPSRUWkQFLDWHUPRVHPPmRV esse relatório para que, numa leitura tÊcnica, pudÊssemos entender o TXHUHDOPHQWHHVWDYDDFRQWHFHQGRFRPDWHOHIRQLDPyYHOHHPHVSH FLDOFRPDRSHUDGRUD7,0HP$ODJRDV´LQIRUPRX1H]LQKR

Compromisso

definição sobre o destino das detentas. O coordenador da Casa de CustĂłdia de Arapiraca, Samuel de Oliveira, disse Ă reportagem da Tribuna Independente que soube informalmente da determinação por meio da Defensoria PĂşblica. Ele acredita que as detentas podem ser transferidas de volta para a Delegacia da Mulher, caso a reforma das celas do prĂŠdio tenha sido concluĂ­da. Caso contrĂĄrio, ele vĂŞ como uma das possibilidades, a transferĂŞncia para MaceiĂł. “A direção da PolĂ­cia Civil ĂŠ que vai definir o que ĂŠ melhor para a comunidade e para o bem estar das detentasâ€?, defendeu.

Testes do Olhinho e da Orelhinha serĂŁo feitos na maternidade

AudiĂŞncia

Relator

No mesmo prÊdio onde funciona a Delegacia da Mulher, estå a Delegacia de Menores, que tambÊm teve a interdição solicitada pela Defensoria Pública. De acordo com o defensor público AndrÊ Chalub, as mulheres estão confinadas em uma cela exclusiva para elas. Ele explicou que a detenção na Casa de Custódia Ê provisória, e as presas são acompanhadas periodicamente, atÊ que o governo estadual conclua as obras de reforma na Delegacia da Mulher. A determinação foi expedida ontem pelo juiz e só deve chegar à direção da Casa de Custódia segunda-feira, quando haverå uma

Exames GHWHFWDPGHÂżFLrQFLDVRFXODUHVHDXGLWLYDVQRVUHFpPQDVFLGRV

Desde ontem, os Testes da Orelhinha e do Olhinho, realizados em recÊm-nascidos, passa a ser feito nas maternidades públicas e privadas de Alagoas. Os exames detectam deficiências auditiva e ocular e se tornaram direito das mães e dos bebês por meio da Lei 7.304, sancionada pelo governador Teotonio Vilela Filho. Segundo o texto da nova Lei, as maternidades deverão seguir as recomendaçþes e orientaçþes do MinistÊrio da Saúde (MS), para que os exames sigam os padrþes da Organização Mundial de Saúde (OMS). Com o objetivo de assegurar a qualidade dos procedimentos, os diretores das unidades deverão treinar os profissionais, para que sigam

as diretrizes indicadas pelo Programa Nacional de Triagem Neonatal. De acordo com o artigo 5Âş da Lei, “as despesas decorrentes do cumprimento dos testes serĂŁo pagas pelos estabelecimentos envolvidosâ€?. Para isso, a Secretaria de Estado da SaĂşde (Sesau) estĂĄ autorizada a firmar convĂŞnios necessĂĄrios com instituiçþes de saĂşde e ĂłrgĂŁos pĂşblicos para o seu cumprimento. De acordo com o superintendente de Atenção Ă SaĂşde, Sival Clemente, os Testes da Orelhinha e do Olhinho serĂŁo implantados em sete unidades, que serĂŁo credenciadas pela Sesau. “Todos os equipamentos necessĂĄrios jĂĄ foram comprados e jĂĄ se encontram no almoxarifado central Ă  espera do credenciamento para serem implantadosâ€?, frisou. ASSESSORIA

LĂ BIO LEPORINO

Operação Sorriso vai operar 80 crianças no mês de março A Operação Sorriso, que realiza cirurgias gratuitas em crianças que nasceram com deformidades faciais, tais como a fissura låbio-palatina, jå tem data para acontecer em Maceió. Ficou definido que os atendimentos acontecerão de 14 a 19 de março de 2012. À frente da campanha em A lagoas, Lisiane Torres, diretora da Atenção Especializada e Programas EstratÊgicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), ressalta a importância da ação para inserção da criança na sociedade, visto que, com a possibilidade de cirurgia gratuita, crianças e famílias reconquistam a autoestima. Com um time voluntårio de 50 pessoas, a Operação Sorriso vai operar 80 crianças que possuem a fissura låbio-palatal, popularmente conhecida como låbio leporino, que Ê uma abertura na região do låbio e/ou palato do recÊm-nascido, ocasionada pelo não

fechamento destas estruturas na fase embrionåria, ocasionada por motivos genÊticos ou pela desnutrição infantil.

CRITÉRIOS

De acordo com Luciana Glaser, existem cinco critĂŠrios prioritĂĄrios na triagem para a operação. A primeira ĂŠ o lĂĄbio que nunca foi operado, seguido do palato de crianças de 1 a 6 anos, o palato de qualquer idade, palato que nunca foi operado e outras deformidades faciais. As crianças passam pela avaliação de fonoaudiĂłlogo, ortodĂ´ntico e geneticista. As cirurgias sĂŁo realizadas por cirurgiĂŁo plĂĄstico que trabalha com fissura ou cirurgiĂŁo bucomaxilofacial. “A ideia ĂŠ operar e capacitar centros locais. As crianças que nĂŁo forem atendidas serĂŁo encaminhadas para o serviço local, atingindo a população com resultados mais permanentesâ€?, disse Luciana Glaser.

Prioridade para cirurgia serão crianças que nunca foram contempladas

CRACK

TRĂ FICO E MORTES

pertencente ao 4Âş Batal hĂŁo da PolĂ­cia Militar, conseguiu prender um KRPHPDFXVDGRGHWUiÂżFR no bairro do Tabuleiro do Martins. Os policiais PLOLWDUHVHVWDYDPUHDOL zando patrulhamento em XPDIDYHODSUy[LPRj 3ROtFLD5RGRYLiULD)HGHUDO e conseguiram prender JosĂŠ Maria dos Santos, 37 anos. Com o acusado IRUDPDSUHHQGLGRVJUDPDVGHFUDFNHDTXDQWLDGH5 em espĂŠcie. O acusado foi conduzido para a Central de PolĂ­cia, RQGHIRLDXWXDGRHPĂ€DJUDQWHGHOLWRSRUWUiÂżFRGHGURJDV

O chefe de Operaçþes da 7ÂŞ Del egacia Regional de PolĂ­cia, agente Carlos Welber, informou ontem que mais um foragido da Regional de Penedo foi recapturado. Josinaldo da SilvaYXOJR“Negoâ€?, jĂĄ estĂĄ na Casa de CustĂłdia da Capital. Ele foi preso por policiais do 93Âş Distri to Policial de SĂŁo Luiz do Quitunde DFXVDGRGHWUiÂżFRGHGURJDV$OpP GHWUiÂżFRÂł1HJR´ID]SDUWHGH XPDTXDGULOKDHQYROYLGDHPYiULRV delitos na regiĂŁo do Baixo SĂŁo )UDQFLVFRLQFOXVLYHKRPLFtGLRV (OHHVWDYDIRUDJLGRGHVGHGH IHYHUHLURGHVWHDQR

3ROtFLDSUHQGHWUDÀFDQWHQR7DEXOHLURGR0DUWLQV Mais um foragido de 1DPDGUXJDGDGHRQWHP Penedo Ê recapturado a guarnição motorizada,


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

Economia

ECONOMIA 13

Cruzeiros marĂ­timos chegam a MaceiĂł na semana de Natal e Ano-Novo O Ibero Grand Holiday e o MSC Orchestra sĂŁo os prĂłximos navios a atracar no Porto de MaceiĂł, dando continuidade Ă temporada de cruzeiros 2011/2012, a maior realizada no Brasil e em Alagoas, que foi aberta no dia 24 de novembro com o Grand Celebration, da Ibero. O Grand Holiday chega no dia 26, Ă s 12h, e, logo a seguir, Ă s 13h, chega o Orchestra, ambos procedentes de Recife, trazendo mais turistas para conhecer as belezas da capital alagoana. Deixam o porto de MaceiĂł Ă s 19 e Ă s 20 horas, respectivamente, com destino a Salvador. Para este mĂŞs ainda estĂĄ prevista a chegada do Ocean Dream, procedente de Fernando de Noronha.

0DLVGHMRYHQVQR4XDOLÀFD$ODJRDV *RYHUQDGRU7HRWRQLR9LOHODSDUWLFLSDGHVROHQLGDGHGHFHUWL¿FDomRHGHIHQGHSUHSDUDomRSDUDHQIUHQWDUPHUFDGR O governador Teotonio Vilela e o secretårio de Estado do Trabalho, Emprego H 4XDOLÀFDomR 3URÀVVLRQDO +HUEHUW0RWWDFHUWLÀFDUDP ontem, no Centro Cultural e GH ([SRVLo}HV 5XWK &DUGRso, os 819 jovens da primeira etapa do programa QualiÀFD$ODJRDV O auditório Virgínio LouUHLURÀFRXORWDGRGHDOXQRV representantes das empresas executoras do programa, empresårios e autoridades, para prestigiarem um dos momentos mais importanWHVSDUD$ODJRDVQDiUHDGD HPSUHJDELOLGDGH Na solenidade, Teotonio Vilela saudou os 819 concluintes ressaltando a importância de promover a LQFOXVmR VRFLDO SRU PHLR GR WUDEDOKR 3DUD R JRYHUQDGRU WmR LPSRUWDQWH TXDQWR gerar empregos Ê proporcioQDU D TXDOLÀFDomR SURÀVVLRnal para preencher as vagas TXH Mi H[LVWHP H TXH VXUJLUmR HP $ODJRDV ´(VWDPRV À[DGRV QHVVH IRFR 5HVROYHU o problema do desemprego QR(VWDGRFRPDDWUDomRGH HPSUHVDV H D TXDOLÀFDomR

DIVULGAĂ‡ĂƒO

CONSUMIDORES

1RWD)LVFDO$ODJRDQD SUHPLD5PLO

JovensSUHSDUDGRVSHOR4XDOLÂżFD$ODJRDVFRPHPRUDPFRQFOXVmR

GRV MRYHQV¾ DÀUPRX ´6mR HPSUHVDVH[LJHQWHVHTXHUHmos estar preparados para DWHQGrODV¾ IULVRX R JRYHUQDGRU Segundo o secretårio Herbert Motta, a grande UHSUHVHQWDWLYLGDGH QDTXHOH momento era a resposta a XPD LQLFLDWLYD TXH WHP VHX GLIHUHQFLDO XPD EXVFD DWLYD VHJXLGD GD TXDOLÀFDomR

H LPHGLDWD LQWHUPHGLDomR para o mercado de trabaOKR ´2 4XDOLÀFD $ODJRDV IRLDWUiVGHVVDVSHVVRDVFRP buscas ativas, dos cadastros no Sine e das demandas das VHFUHWDULDV HQYROYLGDV 2 governador nos cobrou esIRUoRV SDUD OHYDU GHVHQYROYLPHQWRSDUDR(VWDGRHIRPRVDWUiVGHVVHS~EOLFRTXH se encontra abaixo da linha

de pobreza, nos redutos de YLROrQFLD $QWHV GH TXDOLĂ€car, procuramos observar a demanda de mercado, porTXHQmREDVWDTXDOLĂ€FDUVHP LQWHUPHGLDU 3DUD LVVR IRL muito importante a parceria das nove secretarias nesVD LQWHUIDFH FRP RV VHWRUHV SURGXWLYRV (VWDPRV PXLWR IHOL]HV SRUTXH D HYDVmR IRL PXLWRSHTXHQDÂľUHVVDOWRX

 $ H[WUDomR GH 1DWDO GR 3URJUDPD1RWD)LVFDO$ODJRDQD 1)$  TXH DFRQWHFH QR dia 23 de dezembro, sorteanGR 5  PLO GLYLGLGRV HP SUrPLRVFRQWDUiFRP DSDUWLFLSDomRGHPDLVGH PLOFRQVXPLGRUHVDODJRDQRV 6mR SHVVRDV FDGDVWUDGDV QR VLWH ZZZVHID]DOJRYEU H TXH LQVHULUDP HQWUH RV PHses de agosto a outubro, o &3)&13- QRV GRFXPHQWRV ÀVFDLV GXUDQWH DV FRPSUDV IHLWDV HP HVWDEHOHFLPHQWRV FRPHUFLDLVGH$ODJRDV 1D JHUDomR GRV ELOKHWHV UHDOL]DGD QD PDQKm GHVWD VH[WDIHLUD   GH IRUPD WRtalmente eletrônica pela Coordenadoria de Tecnologia GD,QIRUPiWLFDH,QIRUPDomR GD 6HID]$/ IRUDP FRQWDELOL]DGRV  FXSRQV SURYHQLHQWHV GH  GRFXPHQWRV ÀVFDLV VROLFLtados pelos consumidores DODJRDQRV Cada bilhete gerado corUHVSRQGH D 5  HP FRPSUDV IHLWDV SHORV FRQVXPLGRUHV0DVSDUDRVRUWHLRGD SUHPLDomR GH 1DWDO DSHQDV RV GRFXPHQWRV ÀVFDLV HPLWLdos entre agosto e outubro HQWUDUDP QD FRQWDJHP 2V ELOKHWHV IRUDP JHUDGRV FRP FRPELQDo}HV GH Q~PHURV aleatórios por meio de uma

semente, vĂĄlida para o sorWHLR GD ƒ H[WUDomR GR SUrPLRGD1)$ Os participantes podem FRQIHULUDQXPHUDomRGHVHXV bilhetes para o sorteio do dia 23 de dezembro na pĂĄgina GRSURJUDPDGD1)$ ZZZ VHID]DOJRYEU  2 OLQN HVWi disponĂ­vel dentro do sistema e pode ser acessado utilizanGRR&3)RX&13-HDVHQKD SHVVRDO PRĂŠMIOS &RP 5  PLO HP SUrPLRV TXH VHUmR GLYLGLGRV HP  PLO SUrPLRV GLVtribuĂ­dos entre os consumidores participantes da camSDQKD GH HGXFDomR Ă€VFDO GD 6HID]$/2VRUWHLRGH1DWDO GD 1)$ WHUi RV SUrPLRV GH 5  PLO 5  PLO H 5 PLO $OpP GLVVR DLQGD VHUmR  SUrPLRV GH 5  FRQWDELOL]DQGR R WRWDO GH 5 PLOTXDWURPLOGH5 JHUDQGRPDLV5PLOHP SUrPLRV H RXWURV WUH]H PLO GH5WRWDOL]DQGR5 PLO 4XDOTXHUSHVVRDSRGHSDUWLFLSDUGR3URJUDPDGD1RWD )LVFDO $ODJRDQD EDVWD SRVVXLU &3) RX &13- H VH FDdastrar no programa pela inWHUQHWSRUPHLRGRVLWHZZZ VHID]DOJRYEUQID


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

etjornalista@gmail.com

PRTB faz festa de confraternização

I

ntegrantes do PRTB promoveram ontem à tarde em Maceió, uma grande festa de confraWHUQL]DomRGHÀQDOGHDQRHQWUH todas as lideranças do partido. O presidente estadual Adeilson Bezerra disse que em 2012, o PRTB estarå presente em cerca de 70% das eleiçþes municipais; tanto disputando prefeituras como tambÊm cargos legislatiYRV´+RMHWHPRVYHUHDGRUHV com mandatos pelo interior e acreditamos que no pleito que se aproxima estaremos aumentando esse número para 60, inclusive contando com a capital. Na verdade, o nosso partido cada vez mais estå se fortalecendo em Alagoas; tanto que jå estamos plaQHMDQGRXPDHVWUDWpJLDDÀPGHEULJDUSRUYDJDVGHGHSXWDGRV estadual e federal nas eleiçþes de 2014�, revelou Adeilson.

PRTB – Unido O presidente municipal do PRTB em MaceiĂł, Ademir Cabral disse que o partido ganha visĂŁo prĂłpria e planeja alcançar ĂŞxito a partir de 2012; VREUHWXGRFRPDSUHVHQoDGHFDQGLGDWRVGLVSRVWRVDVHÂżUPDUHPQXP UXPRGHHQJUDQGHFLPHQWRVRFLDOSDUDRSRYRDODJRDQR$ÂżUPRXDLQGD que na festa de confraternização do PRTB ocorrida ontem, o partido fez questĂŁo de convidar tambĂŠm lideranças do PMN, PSDC, PT do B, PHS, PPS e PMDB. “A nossa agremiação partidĂĄria visa acima de tudo, unir forças para o bem geral de Alagoasâ€? revelou

Penedo

JacuĂ­pe

Meio milhĂŁo de peixes de espĂŠcies QDWLYDVGDEDFLDKLGURJUiÂżFDGRULR SĂŁo Francisco foram inseridos nesta sexta-feira, 16 de dezembro, na vĂĄrzea da Marituba do Peixe pela Codevasf. A iniciativa integra as açþes de repovoamento do “Velho Chicoâ€? HVHXVDĂ€XHQWHVQR3URJUDPDGH Revitalização do Rio SĂŁo Francisco, executado pela Codevasf. Este ano DEDFLDKLGURJUiÂżFDGR6mR)UDQFLVco jĂĄ recebeu mais de 6 milhĂľes de alevinos e peixes jovens somente em açþes de peixamento da Codevasf no Estado de Alagoas.

A população de JacuĂ­pe, agora estĂĄ feliz da vida com o inĂ­cio da construção das 288 casas que darĂŁo um grande alento as famĂ­lias que foram prejudicadas com as enchentes que o municĂ­pio sofreu. “A obra era esperada por todos nĂłs, a prefeitura se empenhou o mĂĄximo por este recomeçoâ€?, ressaltou o prefeito Amaro Jorge, que neste domingo estarĂĄ promovendo para os funcionĂĄrios municipais uma grande confraternização GHÂżQDOGHDQR

Japaratinga A estrada que liga Bintigui ao porto da balsa em Japaratinga retomou seu ritmo normal. A esperança que reina no prefeito Bruno Loureiro Ê que com a conclusão dessa importante obra, o município venha a alavancar com seu potencial turístico na região Norte do estado.

Maragogi

Campo Alegre

Começou ontem e vai atÊ amanhã no povoado São Bento, o tradicional Festival da Mariscada, que entra para a sua 17ª edição. A expectativa Ê que cerca de cinco mil pessoas possam freqßentar o festival durante esses três dias. Show musical com va´ris atraçþes, mas o momento mais aguardado Ê a hora de saborear a fritada de marisco com 17 metros, comemorando 17 anos de evento. AlÊm da fritada, vårios pratos vão concorrer ao prêmio de R$ 500 reais. A marisqueira TXH¿]HURSUDWRPDLVERQLWR e saboroso vai levar a melhor premiação.

Ontem em Campo Alegre , ocorreu a terceira audiência pública para tratar da possível retirada das årvores que margeiam a rodovia AL 220, no trecho entre aquele município e São Miguel dos Campos. O Instituto do Meio Ambiente (IMA) ainda não recebeu nenhum pedido formal para a supressão, mas acompanha as audiências para composição e incremento de anålise. As duas primeiras audiências foram realizadas em Arapiraca e em Limoeiro do Anadia. As próximas estão previstas para acontecer em São Miguel dos Campos e na AssemblÊia Legislativa, em Maceió. Contudo, só devem ser realizadas no próximo ano.

Campo Alegre - Dados As discussþes geram certa polêmica entre a população. Entretanto, segundo Adriano Augusto, diretor-presidente do IMA, Ê importante considerar os dois os aspectos da situação: o perigo para as pessoas que trafegam na årea e o que determina a legislação. Segundo dados do Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER) entre os anos de 2008 e 2010, teria havido 87 mortes de condutores e passageiros de veículos após colisão com årvores, naquele trecho. Em 2011 hå registro de três acidentes e em um deles morreram cinco pessoas da mesma família.

Energia elÊtrica $(OHWUREUDVD¿UPDTXHFRQFOXLXHVWDVHPDQDDVREUDVGHUHGHHOpWULFD nas cidades atingidas pelas enchentes do ano passado. Todas as linhas GHDOWDHEDL[DWHQVmRDOpPGDLQVWDODomRGRVWUDQVIRUPDGRUHV¿FDUDP prontas. Falta apenas a colocação do ramal de serviço atÊ as caixas de medição em um conjunto localizado no município de União dos Palmares, que depende da conclusão do padrão de entrada, por parte de construtora civil. Ao todo, foram indicados pelo governo do Estado, oito obras prioritårias e a Eletrobras concluiu sete delas.

Feira dos município 2012 Para garantir a continuidade do sucesso das últimas Feiras, representantes dos municípios se reuniram na quinta-feira na sede da AMA, D¿PGHDMXVWDURV~OWLPRVGHWDOKHVHDWpSDUDWLUDUDOJXPDVG~YLGDV sobre a organização do sexto evento que se aproxima, que desta vez serå no mês de janeiro, entre os dias 19 a 22, período de alta temporada, dando ao evento uma maior visibilidade.

Feira - Detalhes

Barra de SĂŁo Miguel

Sobre a reunião da próxima feira dos municípios, foram apresentados na reunião ajustes tÊcnicos da montagem dos estandes, horårio de funcionamento, distribuição de crachås, plano de comunicação, o concurso da Miss Municipal e as apresentaçþes folclóricas. Em 2012, a organização vai investir ainda mais em segurança com a instalação de 14 câmeras no Centro de Convençþes e duas centrais de cartão de crÊdito para facilitar as compras. A praça de alimentação serå conduzida pela Associação de Culinåria.

Ainda sobre a Feira dos MunicĂ­pios, para a primeira dama da Barra de SĂŁo Miguel, MĂĄrcia Andrande, a mudança na data ĂŠ de extrema importância para o turismo local. “Os artesĂľes que jĂĄ produziam em grande quantidade para a alta estação, agora estĂŁo produzindo ainda mais para a Feira dos MunicĂ­pios. Uma garantia de boas vendas e maior visibilidade SDUDQRVVDFLGDGH´DÂżUPRX0DLVGH 50 municĂ­pios e seis empresas parFHLUDVMiFRQÂżUPDUDPSUHVHQoDFRP o total de 89 estandes vendidos. A venda ainda estĂĄ sendo feita atravĂŠs da secretĂĄria da AMA e do Instituto parceiro e organizador do evento o IBCOM.

Duas novas fĂĄbricas serĂŁo inauguradas em Alagoas Plastmar e Ultratherm abrem na quarta-feira no consolidado setor plĂĄstico

A

cadeia da QuĂ­mica e do PlĂĄstico, um dos setores consolidados da economia alagoana, serĂĄ ainda mais fortalecida. Na prĂłxima quarta-feira (21), a partir das 10h, as empresas Plastmar e Ultratherm vĂŁo abrir suas novas fĂĄbricas em Alagoas. O governador Teotonio Vilela Filho e o secretĂĄrio de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico, Luiz Otavio Gomes, estarĂŁo presentes Ă cerimĂ´nia de inauguração das unidades, que serĂŁo instaladas no Polo Multissetorial Governador Luiz Cavalcante, no Tabuleiro dos Martins. “A chegada de mais dois empreendimentos de grande porte ĂŠ fruto de uma polĂ­tica EHP GHĂ€QLGD GR JRYHUQR GH Alagoas, que aposta no fortalecimento do setor produtivo para o desenvolvimento econĂ´mico e social dos alagoanos. TambĂŠm vale ressaltar o crescimento da cadeia produtiva da QuĂ­mica e do PlĂĄstico, que proporciona ao Estado ser considerado, atualmente, uma referĂŞncia em todo o paĂ­s neste setorâ€?, destacou o secretĂĄrio Luiz Otavio Gomes. Somadas, as duas empresas investiram aproximadamente R$ 16 milhĂľes para a implantação das unidades fabris no Estado. A perspec-

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Uma das fĂĄbricas ĂŠ especializada em mangueiras plĂĄsticas, um segmento que cresce e torna-se referĂŞncia

tiva Ê que as fåbricas gerem 220 empregos diretos em Alagoas. A Plastmar Ê especializada na produção de mangueiras e componentes plåsticos. A empresa jå conta com uma unidade em Alagoas e ÀJXUDGHVGHHQWUHDV líderes de comercialização nas regiþes Norte e Nordeste. Com a nova fåbrica, que WHUi XPD iUHD WRWDO GH  mil m², a empresa pretende produzir 400 toneladas de materiais por mês. Jå a nova unidade da Ultratherm, empresa pertencente ao grupo Ultra, atuan-

ASSENTADOS

COMPRAS

O Incra ampliou em cinFR DQRV RV SUD]RV GH Ă€QDQciamento e de carĂŞncia para pagamento das modalidades do CrĂŠdito Instalação, concedido a assentados visando a estruturação das ĂĄreas de reforma agrĂĄria e o desenvolvimento de atividades produtivas. Agora, os EHQHĂ€FLiULRV WHUmR  DQRV para quitar as dĂ­vidas, com carĂŞncia de oito anos para começarem a pagar as prestaçþes, a contar da data da comprovação da aplicação dos recursos. A medida, constante na Instrução Normativa nÂş 69, SXEOLFDGD QR 'LiULR 2Ă€FLDO da UniĂŁo da quinta-feira   SHUPLWLUi TXH DV IDPtlias assentadas se preparem PHOKRU Ă€QDQFHLUDPHQWH para a quitação das prestaçþes referentes ao crĂŠdito recebido. O pagamento ĂŠ feito em 17 parcelas anuais e sucessivas. “De acordo com o antigo normativo, os assentados teriam que iniciar o pagamento a partir do terceiro ano da aplicação dos recursos, um tempo exĂ­guo para que essas famĂ­lias estivessem em condição de renda favorĂĄvelâ€?, explica o coordenador geral de Infraestrutura do Incra, SĂŠrgio Ricardo Rezende. Para os crĂŠditos concedidos atĂŠ 31 de dezembro de 2010, o prazo de carĂŞncia foi prorrogado atĂŠ 31 de de]HPEURGHGDWDOLPLWH para o pagamento da primeira parcela. O CrĂŠdito Instalação, FRQFHGLGR GHVGH  WRUnou-se importante instrumento na implantação dos assentamentos. Os valores e modalidades vĂŞm sendo adequados ao longo dos anos com o objetivo de propiciar condiçþes dignas de ocupação, de produção e de manutenção das famĂ­lias nos lotes da reforma agrĂĄria.

Os prĂłximos dias sĂŁo de contagem regressiva para lojistas e consumidores e para facilitar as compras na semana que antecede o Natal, a partir desta segunda (19) atĂŠ 23 de dezembro, o MaceiĂł Shopping amplia seu horĂĄrio e o consumidor ganha uma hora extra para as compras. Todas as lojas e praça de alimentação funcionarĂŁo de 10 atĂŠ 23h. “A iniciativa de ampliar o horĂĄrio ĂŠ realizada hĂĄ mais de cinco anos e conta com a aprovação dos lojistas e clienWHVÂľ DĂ€UPD 5REVRQ 5RGDV superintendente do shopping. Ele explica que ĂŠ bom o consumidor antecipar as compras

Incra amplia prazos para ÀQDQFLDPHQWRV

te em Alagoas hå mais de 30 anos, vem para contemplar a demanda de operação da empresa, responsåvel pela produção de um extenso número de materiais. A Ultratherm tambÊm contarå com XPORWHGHPLOPòQR3ROR Multissetorial Governador Luiz Cavalcante. A Braskem, líder em produção de resinas termoplåsticas nas AmÊricas e maior produtora mundial de biopolímeros, Ê a empresa vencedora do Prêmio FINEP de Inovação na categoria Grande Empresa. A entrega do prêmio aconteceu na

tarde desta quinta-feira, dia QR3DOiFLRGR3ODQDOto, com presença da presidente Dilma Rousseff. Como vencedora desta categoria, a Braskem concorreu com as empresas Weg e Embraer. A estratÊgia de crescimento da petroquímica estå apoiada no desenvolvimento de novas tecnologias, por meio de pesquisas. A empresa tem parcerias para o desenvolvimento de rotas competitivas que utilizem matÊrias-primas renovåveis a serem utilizadas na produção de futuros biopolímeros.

MaceiĂł Shopping terĂĄ horĂĄrios especiais na semana do Natal

“

jĂĄ que na vĂŠspera do Natal, dia 24, o shopping abre 10h e funciona atĂŠ 20h, fechando

A iniciativa de ampliar o horårio Ê realizada hå mais de cinco anos e conta com a aprovação dos lojistas e clientes� ROBSON RODAS SUPERINTENDENTE DO MACEIÓ SHOPPING

duas horas mais cedo. No dia GHGH]HPEURDSHQDVRVFLnemas funcionam.

SERVIÇO HORà RIO DE FUNCIONAMENTO Maceió Shopping de 19 a 23/12 (semana que antecede o Natal) - o shopping abre 10h e fecha uma hora mais tarde, 23h. 24/12 - funcionamento serå de 10 atÊ 20h, fechando assim, duas horas mais cedo. 25/12 - fechado, apenas os cinemas funcionam.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

ESPORTES 15

Mundial vale R$ 4 milhþes ao Santos Diretoria jå estipulou premiação para todos os jogadores pela conquista; somente Muricy levarå sozinho R$ 500 mil

S

e o Santos vencer o Mundial de Clubes, amanhã, contra o Barcelona, o elenco ficarå mais rico. A diretoria do clube promete distribuir R$ 4 milhþes em dinheiro como premiação pela conquista. Só o tÊcnico Muricy Ramalho ganharia R$ 500 mil sozinho. Em prêmios, Muricy jå ganhou R$ 1,6 milhão em 2011. Foram R$ 1,2 milhão pela conquista da Libertadores e R$ 400 mil pelo título paulista. AlÊm do meio milhão para o tÊcnico, cada jogador deve ganhar R$ 150 mil caso a glória seja alcançada. PorÊm, a tarefa Ê duríssima. Considerada a melhor equipe do mundo hå algumas temporadas, o Barcelona jogarå praticamente completo, apenas sem o atacante David Villa, que se machucou contra o Al-Sadd. Messi, Xavi, Iniesta, PiquÊ, todos eles estarão em campo. A equipe do Santos fez a movimentação ontem no penúltimo treino

antes da decisão do Mundial de Clubes, em um local que não leva muitas boas lembranças para o Barcelona, rival da equipe alvinegra na decisão do torneio. O Todoroki Stadium, casa do Kawasaki Frontale, recebeu o time catalão em 2006, ano em que foi derrotado pelo Internacional na final da competição. No corredor da entrada principal do estådio, onde os santistas passaram para acessar o vestiårio, Ê possível encontrar um mural com uma camisa do Barcelona daquele ano, assinada por todo o elenco do clube. Hå tambÊm imagens de Carles Puyol, Deco, Ronaldinho, entre outros ao lado do mascote do Frontale. Para que os mais supersticiosos santistas pensem que treinar no local leva vibraçþes ruins, outro time que esteve no Todoroki Stadium foi o Manchester United, que se sagrou campeão do Mundial sobre a LDU, do Equador, no ano de 2008.

Adriano comemora gol marcado contra o Barcelona, em 2006

ADRIANO GABIRU

Fifa exalta “superâ€? reserva que afundou o Barcelona A dois dias da final do Mundial de Clubes, o site oficial da Fifa fez uma retrospectiva citando jogadores que mostraram-se decisivos nas finais do torneio interclubes. E com trĂŞs tĂ­tulos brasileiros (Corinthians-2000, SĂŁo Paulo-2005 e Internacional-2006), jogadores como Dida, RogĂŠrio Ceni e Adriano Gabiru sĂŁo mostrados como exemplos para os candidatos a campeĂľes, Messi e Neymar. Ex-goleiro do Corinthians e Milan, Dida aparece como Ăşnico jogador a vencer o torneio por dois clubes diferentes. AlĂŠm disso, seu talento em defender pĂŞnaltis ĂŠ exaltado e colocado como fundamental no tĂ­tulo

MUDANÇAS

AtlĂŠtico de Madri sonda Felipe Scolari Luiz Felipe Scolari jĂĄ manifestou por vĂĄrias vezes a vontade de permanecer no Palmeiras. No entanto, a perspectiva de reforços modestos e as rusgas acumuladas durante a atual temporada podem fazer o tĂŠcnico deixar o VerdĂŁo antes GRÂżPGRVHXFRQWUDWRHP dezembro de 2012. ontem, o jornal espanhol “Asâ€? revelou o interesse do AtlĂŠtico de Madri em contar com o tĂŠcnico, campeĂŁo mundial em 2002 com a seleção brasileira.

alvinegro em 2000. JĂĄ cinco anos depois, outro goleiro surgiu como decisivo. Segundo o site, RogĂŠrio Ceni, em uma “partida brilhanteâ€?, garantiu a vitĂłria do SĂŁo Paulo sobre o Liverpool por 1 a 0, em um jogo onde os Reds dominaram os 90 minutos. Em 2006, com Ronaldinho em sua melhor forma, o site relembra o favoritismo dos catalĂŁes sobre o Internacional apĂłs dominarem boa parte da partida. Mas uma substituição “defensivaâ€? de Abel Braga, que colocou o meio-campista Adriano Gabiru no lugar do atacante FernandĂŁo, mudou a histĂłria apĂłs o substituto marcar o gol do tĂ­tulo colorado.

TORU YAMANAKA

Neymar (C) treina com seus companheiros, nesta sexta-feira, em Yokohama, nos preparativos para o jogo contra o Barcelona amanhĂŁ


16 ESPORTES

TribunaIndependente

0$&(,Ă?6Ăˆ%$'2'('(=(0%52'(

Esportes

Gilmar Batista assume nacional de Patos-PB e destaca experiência em AL O novo tÊcnico do Nacional de Patos chegou à cidade ontem pela manhã e jå se reuniu com os membros da Junta Governativa e com o gerente de IXWHERO0DUFRV1DVFLPHQWR(PSDXWDR¿QDOGRVDFHUWRVTXDQWRDRFRQtrato do treinador e a composição do elenco alviverde para 2012. Com um ROKDUEUDQGRHGHIDODWUDQTXLOD*LOPDU%DWLVWDFKHJRXIDODQGRHPUHSHWLU RVERQVWUDEDOKRVTXHGHVHPSHQKRXQRIXWHERODODJRDQR&RPSDVVDJHQV pelo futebol paulista, o tÊcnico espera marcar seu nome no futebol paraiEDQR%DWLVWDIRLGHVWDTXHFRPRWpFQLFRQR&6$TXDQGRHOLPLQRXR6DQWRV GH1H\PDUQD&RSDGR%UDVLOGH

ASA tenta trazer de volta o lateral Didira em 2012

JUNIOR DE MELLO

-RJDGRUHVWiVHPDSURYHLWDPHQWRQR$WOpWLFR0* HWHPYRQWDGHGHGHIHQGHURWLPHTXHRUHYHORX

O

ASA de Arapiraca tenta trazer de volta o lateral Didira, emprestado ao AtlÊtico Mineiro, mas que estå sem aproveitamento na equipe. O jogador foi para Belo Horizonte em plena disputa da SÊrie B do Campeonato Brasileiro, depois de ser um dos destaques do time arapiraquense na primeira fase da competição nacional. O presidente JosÊ da Danco entende que Didira, alÊm de um patrimônio importante do clube, Ê um jogador que se adapta à formação

montada pelo novo tÊcnico Leocir Dall Astra, juntandose aos novos contratados. O atual campeão alagoano estreia no dia 14 de janeiro pelo Campeonato Alagoano contra o Centro Esportivo Olhodaquense, campeão alagoano da Segunda Divisão e jå processou cerca de dez contrataçþes para o Estadual. A última foi o atacante Alamir, ex-Coritiba, que chega com bons recomendaçþes tÊcnicas, principalmente do novo auxiliar tÊcnico Mårcio Tigrão. Trata-se de um jovem ata-

cante de 20 anos, natural de Uberaba-MG, cujo passe pertence ao time do Coritiba-PR. Alamir foi revelado nas categorias de base do Triângulo Mineiro Futebol Clube-MG, onde tambÊm o volante Marielson, ex-ASA, foi descoberto para o futebol brasileiro. O tÊcnico Leocir Dall Astra somente se apresenta à equipe no dia 29 deste mês, devido à recuperação de uma cirurgia, porÊm os treinamentos físicos jå foram iniciados na última quinta-feira na ciadade de Arapiraca. 6$1'52/,0$

DidiraODWHUDOTXHVHGHVWDFRXQRWLPHGR$6$QDVGXDV~OWLPDVWHPSRUDGDVGR(VWDGXDOHGR1DFLRQDO

FAF

AJUSTE

Sub-15 e sub-18 Ubirajara Veiga elogia o começam no elenco do Corinthians mês de março O tÊcnico Ubirajara Veiga estou muito satisfeito com o

TĂŠcnico Paulo Comelli jĂĄ estĂĄ com quase todo o time do CRB pronto para iniciar o campeonato

OUTRO REFORÇO

CRB acerta a contratação de WĂŞnio, que atuava em Portugal A diretoria do CRB acertou a contratação do volante WĂŞnio, 32, que retorna ao futebol alagoano depois de oito anos. Jogador experiente e de um alto nĂ­vel tĂŠcnico, WĂŞnio serĂĄ apresentado no prĂłximo dia 26. O volante teve a indicação do diretor de futebol do clube, Ednilton Lins, e o aval do tĂŠcnico Paulo Comelli. â€œĂ‰ um atleta que reĂşne nĂŁo sĂł experiĂŞncia como uma excelente qualidade

TIME RIBEIRINHO

Penedense anuncia novas contrataçþes

2Q~PHURGHMRJDGRUHVFRQtratados vem aumentando. O 3HQHGHQVHTXHUFKHJDUIRUWH no Estadual 2012. Chegaram Claudinho zagueiroTXHGLVSXWRXD6HJXQGRQDSHORWLPH ribeirinho, e Alisson, tambÊm zagueiro. Para o meio de campo, vieram os seguintes DWOHWDV5RJHUTXHHVWDYD na Lagartense, e Edvaldo, ex-jogador do alvirrubro, prata GDFDVDHTXHDWXDQRPHLR campo, tanto na criação, TXDQWRQXPDIXQomRPDLV defensivista.

tÊcnica. Se encaixa no perfil do elenco que estamos montando para buscarmos mais um título estadual�, disse Ednilton Lins. Em Alagoas, Wênio teve uma atuação de destaque no Corinthians Alagoano, que lhe rendeu a transferência para o futebol português, onde atuou pelo Vitória Guimarães e Leixþes. O presidente Marcos Barbosa voltou a explicar a decisão do clube em anteci-

par os jogos pelos quais terå mando de campo do domingo para o såbado. Barbosa explicou que alÊm de se adaptar às partidas da SÊrie B de 2012, o objetivo Ê escapar da concorrência dos jogos transmitidos pela televisão, geralmente os Campeonatos Paulista e Carioca. O CRB jå fez oito contrataçþes e os primeiros treinamentos estão previstos para a próxima quinta-feira, depois de exames mÊdicos.

DESTAQUE SUB-20

O Campeonato Alagoano de Futebol Amador 2012, nas categorias sub-15 e sub-18, vai começar no dia 10 de março. A definição aconteceu na tarde de quinta-feira na reuniĂŁo do Conselho Arbitral dos Clubes integrantes da competição. A fĂłrmula de disputa serĂĄ a mesma deste ano, com clubes sem representação profissional e com representação profissional. Como forma de incentivar ainda mais os clubes, a Federação Alagoana de Futebol (FAF) distribuiu bolas e materiais esportivos com o campeĂŁo e o vice sem representação profissional deste ano. “Foi uma reuniĂŁo muito tranquila. Tivemos a participação de todos os clubes, com discussĂľes importantes para o bom andamento da competiçãoâ€?, afirmou o vice-presidente de Futebol Amador da FAF, JoĂŁo Batista.

0HOY\QLQWHJUDGRDRHOHQFRSURÀVVLRQDOGR&6$ $QRYLGDGHGHRQWHPIRLDFRQvocação do zagueiro Melvyn, GDEDVHGR&6$SDUDFRPSRU RHOHQFRSUR¿VVLRQDOTXHYDL GLVSXWDUR&DPSHRQDWR$ODJRDQR GH$GHFLVmRIRLWRPDGD atendendo a pedido do tÊcnico Celso Teixeira, e o jogador chega a Viçosa na 2ª feira, onde se MXQWDDRHOHQFRSUR¿VVLRQDOSDUD GDUVHTXrQFLDDRVWUDEDOKRVGH prÊ-temporada. O atleta, de 20 anos, participou da decisão do &DPSHRQDWR$ODJRDQR6XE FRPUHSUHVHQWDomRSUR¿VVLRQDO RQGHR&6$FRQTXLVWRXRWtWXORGH super campeão.

continua ajustando o time do Corinthians na prĂŠ-temporada que segue em ritmo forte no CT Nelson Peixoto FeijĂł, em MaceiĂł. Aos poucos a base do Tricolor vai sendo definida, mas ainda existe uma boa disputa por cada posição entre os atletas, fato que faz o comandante do TimĂŁo ficar muito confiante na boa participação do clube no Alagoano em 2012. “O grupo estĂĄ consciente e

desempenho coletivo dos atletas, fato que considero como importante para o desempenho do trabalho que estamos realizando�, revelou o treinador. A conversa diåria com os atletas Ê encarada como fundamental pelo treinador, que acredita no diålogo transparente para fazer os atletas ganharem um estímulo extra nesta preparação para a próxima temporada. $66(6625,$

TĂŠcnico Ubirajara9HLJDPRQWDHOHQFRGR&RULQWKLDQV$ODJRDQR

EDSON SILVA

São Paulo acerta com ex-jogador do CRB Pretendido por três clubes do futebol paulista (Palmeiras, 6DQWRVH6mR3DXOR RMRYHP zagueiro Edson Silva, 25, Ê o novo reforço do Tricolor PaulisWD(GVRQIRLXPGRVGHVWDTXHV GR%UDVLOHLUmRQDERD FDPSDQKDGR)LJXHLUHQVH6& na competição, marcou três JROVFRQWUD)ODPHQJR$WOpWLFR *2H%RWDIRJRWRGRVGH FDEHoD3UR¿VVLRQDOL]DGRSHOR &RULQWKLDQV$ODJRDQR(GVRQ jogou ainda pelo Palmares-PE, DQWHVGHFKHJDUDR&5%


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

1

Bruce Springsteen encabeça retorno do Rock in Rio a Lisboa

Madonna assina com gravadora de Lady Gaga e lança disco em

Lenny Kravitz, Maroon 5 e nada menos do que Bruce Springsteen lideram atĂŠ agora a programação da nova edição do Rock in Rio em Lisboa. A organização do evento anunciou que os dois primeiros irĂŁo tocar no dia 1Âş de junho, enquanto o “The Bossâ€?, Bruce Springsteen, vai se apresentar no dia 3 desse mesmo mĂŞs. Os ingressos para o “Rock in Rio Lisboa 2012â€? jĂĄ estĂŁo Ă venda por 58 euros, mas a partir de 1Âş de janeiro o valor serĂĄ de 61 euros, devido ao aumento do IVA decreWDGRHP3RUWXJDOSDUDRSUy[LPRDQR7DPEpPHVWiFRQÂżUPDGDDSDUWLFLSDomRGH Ivete Sangalo e dos portugueses Expensive Soul, entre outros artistas.

A cantora Madonna anunciou que assinou contrato de distribuição com a Interscope Records, mesma gravadora que lança os discos de Lady Gaga. As informaçþes sĂŁo da agĂŞncia de notĂ­cias Reuters. O primeiro single da cantora na nova gravadora, “Gimme All Your Luvinâ€? (que tem participação das rappers Nicki Minaj e M.I.A.), deve ser lançado na Ăşltima semana de janeiro, e o disco, ainda sem tĂ­tulo, sai em março. Uma versĂŁo demo da faixa jĂĄ vazou na rede. Ela ainda deve lançar ao menos outros dois discos pela Interscope. O Ăşltimo ĂĄlbum da cantora ĂŠ “Hard Candyâ€?, lançado em 2008.

BRENO AIRAN REPĂ“RTER

D

DIVERSĂƒO&ARTE

izem que a gente sonha trĂŞs vezes por noite, se as oito horas de sono forem devidamente resSHLWDGDV+iTXHPDĂ€UPHDLQGD que, se acordarmos logo depois de um sonho, podemos lembrar, mas, por alguns segundos, a respeito do enredo em nosso imaginĂĄrio. Para isso, ĂŠ recomendĂĄvel – inclusive por especialistas – que se tenha uma caderneta e uma caneta ao lado da cama; ĂŠ a melhor maneira de “lembrarseâ€?. Foi usando essa tĂŠcnica que o garoto JoĂŁo Felipe conseguiu resgatar, naqueles 10 primeiros segundos, o que tinha sonhado num terço de noite. “NĂŁo era um pesadelo. Era algo bem louco. Eu estava sonhando que estava dentro de um sonho de uma mulher. Via as coisas que mais as angustiam, e as esperanças. Nesse ambiente, vocĂŞ sabe, nĂŁo existem regras. Eu via corujas cantando, vacas, chorando; a solução de alguns males no mundo; um ‘sonho de uma mulher’â€?, conta o jovem cantor e compositor arapiraquense. Foi – quase – assim que JoĂŁo Felipe, estudante de 18 anos, descreveu como teve a ideia de compor a segunda mĂşsica de seu primeiro CD, o “Flor do LĂĄcioâ€?, que serĂĄ lançado neste sĂĄbado, em show que tambĂŠm servirĂĄ de registro para DVD. O espetĂĄculo acontece Ă s 21h, com a abertura da banda Terceira Metade. O palco serĂĄ montado no Botequim Nabaxa, no Lago da Perucaba, em Arapiraca. As mesas ainda estĂŁo Ă  venda no local, ao preço de R$ 100, cada. O ingresso indiviGXDOĂ€FDSRU5 “No sonho, a mulher queria que o mundo melhorasse. No começo da canção, jĂĄ ĂŠ narrado: â€˜Ă‰, ĂŠ a tristeza e a fome que deixam o mundo em pÊ’. É a impressĂŁo que ela estĂĄ tendo das coisas erradas que aqui acontecemâ€?, lamenta o jovem, que sonha em ser engenheiro. “SĂł nĂŁo sei ainda de quĂŞ. Talvez ‘civil’â€? , diz ele. JoĂŁo Felipe hĂĄ pouco fez o Exame Nacional do Ensino MĂŠdio, o Enem, o que lhe deixou afastado por algum tempo fora dos palcos. SĂł estava praticando mĂşsica em casa, no quarto. Nesse meio tempo, tudo estava pronto: letras, melodias, vocais. Aagora era sĂł gravar. EntĂŁo, o pai dele, o jornalista Roberto BaĂ­a, que assina algumas FDQo}HVFRPRĂ€OKRUHVROYHXOHYDU-RmR Felipe a outro patamar. Um DVD ao vivo jĂĄ havia sido gravado antes, no dia 5 de dezembro de 2009, na Concha AcĂşstica da ĂĄrea de artesanato da Praça Ceci Cunha, no Centro de Arapiraca. A meta dessa vez seria registrar a performance de JoĂŁo em um estĂşdio. Em quatro paredes, com ondas ecoando em torno de si. O jovem cantor sentiu essa vibração quando soltou os primeiros suspiros no EstĂşdio Carranca, em Recife. LĂĄ, tocaram e gravaram seus CDs mestres como Alceu Valença, Elba Ramalho, Lenine e Jorge Vercilo. A tensĂŁo era latente. “Bem, eu Ă€TXHLXPWDQWRQHUYRVRFRPRGH costume. Mas acabei soltando a voz no discoâ€?, comenta. É o que pretende o jovem

MĂšSICA EM EXPANSĂƒO JoĂŁo Felipe, jovem mĂşsico revelação de Arapiraca, lança seu primeiro CD e grava seu segundo registro em DVD, hoje, no Botequim Nabaxa neste show de sĂĄbado. Acompanhado dos mĂşsicos Ă?ndio, nas guitarras; Lobinho, nos teclados; LeĂŁo, no baixo; Xuxa, nas baquetas, e Marcus Mausan, no violino e nas guitarras. JoĂŁo pretende cantar suas crias e, em algum momento, sucessos da MPB e do rock nacional. A gravação deste novo DVD vai contar com cinco câmeras e a coordenação das imagens do sempre presente Alexandre Oliveira, praticamente um roadie da banda. $PL[DJHPĂ€FDSRUFRQWDGH6DQGUR Bass, que atĂŠ produziu o primeiro play do garoto de Arapiraca. O “Flor do LĂĄcioâ€? foi, no entanto, masterizado por JĂşnior Evangelista, do EstĂşdio Carranca. DE 0 A 10 As 10 mĂşsicas do trabalho de JoĂŁo vĂŁo ser mostradas no botequim, mas algumas delas jĂĄ sĂŁo conhecidas do pĂşblico alagoano, sobretudo arapiraquense. “Apenas lembrançasâ€? e agora “Um sonho de uma mulherâ€? tocaram e tocam em diversas rĂĄdios agrestinas. Entrevistas nesses locais tambĂŠm foram realizadas, sempre com a mostra de que o garoto ĂŠ um artista em ascensĂŁo. Desde seu primeiro DVD, onde toca sucessos do BarĂŁo Vermelho, Paralamas do Sucesso e RPM, a evolução ĂŠ FRQVWDQWHHQRWyULD$YR]Ă€FRXPDLV segura, e grossa, em consequĂŞncia da maturidade chegando Ă s cordas vocais. Em anĂĄlise, jĂĄ de primeira em “Flor do LĂĄcioâ€?, percebe-se o baque. “BaĂş de esquinaâ€? diz: “Sem blablablĂĄ, entĂŁo vem pra cĂĄ. Se nĂŁo me quer entĂŁo pode me deixar [...] Guardei vocĂŞ fora do meu coração, e descobri que na verdade sĂł era paixĂŁoâ€?. Um hardcore envolvente, justamente contrastando com certos pontos do disco,

mais leves. A segunda canção ĂŠ outro baque. Um WURPSHWHDQXQFLDDLQĂ XrQFLDWDQJtYHO da moda praiana dos Paralamas do Sucesso. A batida de “Um sonho de mulherâ€? lembra um ska meio bregueiro. E na terceira “sĂł sobraram ‘Apenas lembranças’â€?. No CD, a faixa vem com um pomposo piano, preenchido por Darlinho, mas, que no show deste sĂĄbado, serĂĄ tocada na versĂŁo original. “Ela foi feita com minha voz, um violĂŁo e um violino. AĂ­ ĂŠ que entra o Marcus Mausanâ€?, enfatiza JoĂŁo Felipe. Empunhado de uma guitarra Stratocaster com um timbre daqueles, ele, JoĂŁo, deve tocar a quarta mĂşsica do CD, uma das melhores. SĂł pelo riff Hard Rock do começo – a distorção ĂŠ a usava pelo Eddie Van Halen –, a mĂşsica jĂĄ vale ser escutada atĂŠ o desfecho com um leve vibrato.

A quinta canção, a “Disco de papelâ€?, tem uma introdução que rememora alguma nuance do TitĂŁs, mas nĂŁo chega a parecer com nenhuma deles em sua totalidade. A track a seguir ĂŠ uma clara homenagem ao Bar do Paulo, ponto cult onde habitam as mentes mais vĂ­vidas da noite de Arapiraca. “Noite adentroâ€?, que na verdade virou reggae, ĂŠ um relato da esperança dos amanhĂŁs e crepĂşsculos, o amanhecer do dia depois de vĂĄrias horas de boa mĂşsica e conversas agradĂĄveis naquele bar. A prĂłxima faixa, chamada de “JoĂŁoâ€?, tem a participação de ninguĂŠm menos que o excelso Nelson da Rabeca. Uma pĂŠrola, juntando rock com mĂşsica regional. Depois de uma investida de Nelson, as palavras de JoĂŁo soam como que em um OLTXLGLĂ€FDGRUDFRPSDQKDQGRDVUiSLGDV linhas de baixo. ´9RFrHHXÂľpXPUHĂ H[RSXURGRVFRQWLdos voos do BarĂŁo Vermelho, pelo menos na pegada do inĂ­cio. Mas JoĂŁo Felipe tem voz prĂłpria e conduz o resto com destreza. Na nona canção do play, “Gabrielâ€? ampliĂ€FDDVSRVVLELOLGDGHVHPPDLVXPDULIIHUDma roqueira. A letra ĂŠ assinada por Roberto BaĂ­a, feita em homenagem a um amigo que nunca atendia ao telefone. Um dos destaques do registro, decerto. A Ăşltima, a “Flor do LĂĄcioâ€?, nĂŁo podia ser menos relevante. Fecha o CD muito bem, com uma letra inconformada e um solo chorado, lembrando bastante Santana. O curioso ĂŠ que nenhum dos registros expĂľe alguma desilusĂŁo amorosa do rapaz de 18 anos. “JĂĄ tive algumas. Cheguei a escrever sobre, mas nĂŁo musiquei. Aindaâ€?, adianta ele, ressaltando a facilidade de pĂ´r letra numa melodia e vice-versa. Talvez seus pais musicais – Paralamas, Cazuza, Engenheiros do Hawaii, Los Hermanos, The Artic Monkeys, The Strokes, The Beatles, System of A Down – tenham algum traço em tudo o que faz. Mas intenção alguma nĂŁo hĂĄ de imitĂĄ-los. Ele, inclusive, prefere nĂŁo seguir a linha de algumas bandas na insistĂŞncia de cantar em inglĂŞs. “Faço 12Âş perĂ­odo de InglĂŞs no Instituto de LĂ­nguas Estrangeiras, mas nĂŁo preciso fazer mĂşsica em inglĂŞs. Em compensação, nos shows canto Chuck Berry, por exemploâ€?, adianta. Dessa forma, JoĂŁo, um dos trĂŞs irmĂŁos, agora apresenta sua ‘prole’. E, para divulga-lo, usa do melhor mecanismo, a internet, utilizado tambĂŠm pelo catarinense-alagoano Wado com seu bem aceito “Samba 808â€? e pelo adventure pop pĂłs-Nintendo feito pelo duo arapiraquense My Midi Valentine, com seu cult “The Fall of Mesblaâ€?. Os novos trabalhos desse dois estĂŁo Ă disposição em versĂŁo digital. O ĂĄlbum todo. Foi o que fez JoĂŁo Felipe, em seu blog, o www.joaofelipeebanda.blogspot. com. Pois bem. VĂĄ ao show e acesse, e veja VHDĂ RUGROiFLRWHEHPRXPDOTXHU Pelo menos, virtualmente.


2

TribunaIndependente

DIVERSรƒO&ARTE 0$&(,ร6รˆ%$'2'('(=(0%52'(

MIB no Anexo 2$QH[R0XVLF%DUQD6HUUDULDFRPSOHWDDQRVHSUHVHQWHLDVHXVFOLHQWHVKRMHFRPGXDVEDQGDVDODJRDQDVTXHID]HPDFDEHoDGDJDOHUD URTXHLUDQDVQRLWHVGH0DFHLy$SDUWLUGDVKRUDVSUHVHQoDGDEDQGD=HURFRPDQGDGDSHODYR]PDUFDQWHGHFernanda Guimarรฃes (foto). /RJRDSyVHQWUDHPFHQDRURFNGDEDQGD/FRPXPUHSHUWyULRQDFLRQDOHLQWHUQDFLRQDO&RXYHUW5 SRUSHVVRD $PDQKmHQFHUUDDV IHVWLYLGDGHVDEDQGD0,%DSDUWLUGDVK

Hoje 3DUDTXHPJRVWDGHP~VLFD HOHWU{QLFDD/RRS/RXQJH&OXE oferece uma noite imperdรญvel, hoje. A partir das 22h entra em cena um time de primeira de DJs. No comando estรก o DJ %DUmRVHJXLGRGH'UL.5HQDWR &RUGLVWDH7[XDOpPGRSRS URFNGDEDQGDDODJRDQD=HUR (WHPPDLVH[SRVLomRGH trabalhos dos fotรณgrafos Helena 2PHQD*XVWDYR%RURQL'UHVVD Mello, Antonio Fon e Joรฃo 6FKZDUW]4XHUPDLV"$SUHVHQtaรงรตes circenses tambรฉm estรฃo QDSURJUDPDomR5XD3URI0DULD(VWHUGD&RVWD%DUURV 6WHOOD0DULV,QJUHVVRV5 (antecipado). Mais informaรงรตes: 

Santa feijoada Abrindo a temporada de verรฃo, D6DQWRUpJDQRHVWUpLDXPDSURgramaรงรฃo, todos os sรกbados, pra lรก de especial. A aposta รฉ uma deliciosa feijoada servida DRVRPGR*UXSR*XHUUHLURV GD3D]2JUXSRpXPTXDUWHWR Disse me disse com violรฃo, cavaquinho, pandeiro e surdo, formado por amigos O escritor Luciano Pontes lanรงa hoje em Maceiรณ o livro โ€˜Disse me disseโ€™, onde ele faz poesia nรฃo sรณ para ser lida, que cantam e tocam juntos hรก mas para ser dita tambรฉm. No livro, ele lanรงa mรฃo de poesias trava lรญngua. A idรฉia รฉ fazer o leitor rir e brincar com as PDLVGHDQRV6DPEDFKRUR SRHVLDVHDOtQJXDSRUWXJXHVD2ODQoDPHQWRVHUiKRMHQR&DIp &XOWXUDTXHยฟFDQD3RQWD9HUGH$REUDVHUiYHQGLGDSRU50DLVLQIRUPDo}HV$RUJDQL]DomRGRODQoDPHQWRยฟFRXSRUFRQWDGD3UHPPLXP(YHQWRV samba de breque e, claro, os FOiVVLFRVGDQRVVD03%ID]HP parte do repertรณrio. O horรกrio LQIRUPDo}HV VDPEDFRPHoDjVKHYDLDWpDVK2FRXYHUWp5 GDIHLMRDGDpGHjVKFRP Tributo Lanรงamento self-service de R$ 22,00. O 3DUDFHOHEUDURWDOHQWRGH&iVVLD(OOHU PRUWDKiDQRV QRSUy[LPRGLD O escritor, dramaturgo, ator e poeVHUiUHDOL]DGRXPWULEXWRFRPDSDUWLFLSDomRGDEDQGDRULJLQDOGDDUWLVWD /DQODQ WD3HGUR2QRIUHODQoDQRSUy[LPR E o palhaรงo? )HUQDQGR1XQHV-RmR9LDQDH:DOWHU9LOODoD HDODJRDQRVFRPR)HUQDQGD*XLdia 22, um volume que reรบne toda 2IDEXORVR&LUFR7LKDQ\DQXQPDUmHV-XQLRU$OPHLGDH/XL]$VVLV$QRLWHGDERDP~VLFDHVWiPDUFDGDSDUD a sua produรงรฃo poรฉtica. ร€s 20h, FRPHoDUjVKQR-DUDJXi7rQLV&OXEH $Y&RPHQGDGRU/HmR ,QJUHVVRV QR$XGLWyULR(oDGH4XHLUR]+RWHO cia sua volta a Maceiรณ para R$ 20, mas a organizaรงรฃo ainda nรฃo divulgou a data e local das vendas. Mais 3DMXoDUD$Y'U$QWRQLR*RXYHLD PDLVXPDWHPSRUDGDGH9HUmR 7RGDVDVDWUDo}HV WUDSH]LVtas, mรกgicos, malabaristas e 3DMXoDUD palhaรงos) voltam a ocupar o Virada do ano picadeiro, que serรก montado no )DURO3DUDLVVRRVLQJUHVVRV &RPHoDUDPDVHUYHQGLGRVRVLQJUHVVRVSUDRUHYHOOLRQGR6HVFTXHYDLDFRQWHFHUQDSUDLDGH*XD[XPD3UHoRV jรก estรฃo sendo vendidos. Mais FRPHUFLiULRVยฑ5FDVDLVFRPHUFLiULRVยฑ5FULDQoDV GHDDQRV 5&RQYHQLDGRยฑ5FDVDLV FRQYHQLDGRVยฑ5FULDQoDV GHDDQRV ยฑ58VXiULRVยฑ5FDVDLVXVXiULRVยฑ5FULDQoDV GHD LQIRUPDo}HVHQR HVWDQGH6XH&KDPXVFDQR DQRV ยฑ53RQWRVGHYHQGDGRVLQJUHVVRV6HVF3RoR 5XD3HGUR3DXOLQR3RoR 6HVF&HQWUR 5XD%DUmR 6KRSSLQJ0DFHLy GH$ODJRDV&HQWUR 6HVF*XD[XPD 5XD&RURQHO0iULR6DUDLYDVQ*XD[XPD H6HVF$UDSLUDFD 5XD0DQRHO FALE CONOSCO - A Agenda รฉ um serviรงo gratuito de orientaรงรฃo ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiรงรตes podem enviar material atravรฉs do endereรงo: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h $9,'$'$*(17(

Ana e Jรบlia se juntam para escolher um nome para o cachorrinho. Ana ouve Manuela reclamar com Rodrigo que ele nรฃo falou nada sobre o FDFKRUUR1DQGDยฟFDVDWLVIHLWDSRUHVWDUVH aproximando de Francisco. Marcos conversa com Miguel. Wilson e Aurรฉlia se emocionam com os presentes que recebem. Manuela reclama da atitude do marido para Alice.

GLOBO 19h $48(/(%(,-2

2OJDยฟFDSUHVDQRSRUmRH&OHRWHPH represรกlias. Joselito entra no quarto errado e GHLWDQDFDPDGH%ULWHV$OEHUWRVDLGHFDVD /XFHQDFRQยฟUPDTXHHVWiJUiYLGD-RVHOLWR FRQWDTXHHVWiQDPRUDQGR$PiOLDH,DUDDOHUWD que ele nรฃo irรก recuperar seus poderes. Claudia se anima com a obra no apartamento. Marisol faz o vestido de noiva de Raรญssa e pede que ela OKHSDJXHDQWHVGHWHUPLQiOR9LRODQWHUHFHEH a indenizaรงรฃo do acidente no shopping e Olavo critica a desonestidade da sogra. Claudia descoEUHTXH/XFHQDHVWiJUiYLGD

GLOBO 21h ),1$(67$03$

7HRGRUDVHDSUHVVDHPJXDUGDUDFDL[DFRPR tesouro e pensa em escondรช-lo no hotel. Amรกlia liga para a madrinha para tentar descobrir quem รฉ o namorado de sua mรฃe. Celeste avisa D*ULVHOGDTXH%DOWD]DUFRQWRXSDUD7HUH]D &ULVWLQDVREUHHODH5HQr*ULVHOGDWHPHTXH 7HUH]D&ULVWLQDIDoDDOJRFRQWUD5HQrVHHOHIRU jVXDIHVWD$QWHQRUH%HDWUL]YHHP3DWUtFLDH $OH[DQGUHQDSL]]DULD*ULVHOGDFRPHQWDTXH HVWiSUHRFXSDGDFRPRVLOrQFLRGH7HRGRUD 7HRGRUDOHYDDFDL[DFRPRWHVRXURSDUDVHU avaliada em um antiquรกrio.

RECORDE 21h 9,'$6(0-2*2

Nรฃo hรก exibiรงรฃo aos sรกbados.


TribunaIndependente

Galisteu grava amanhĂŁ piloto do novo programa

Alvoroço

TV TUDO

A presença do Boni quinta-feira no SBT, para gravar entrevista ao “De Frente com Gabiâ€? que irĂĄ ao ar amanhĂŁ, provocou alvoroço nos bastidores da Anhanguera. Principalmente porque ele tambĂŠm foi visto almoçando no restaurante executivo do canal com Daniela %H\UXWL¹¿OKDGH6LOYLR6DQWRVH responsĂĄvel pela programação. Chamou a atenção, ainda, o fato de Boni ter chegado ao SBT direto do Rio de Janeiro de helicĂłptero prĂłprio.Alguns funcionĂĄrios mais antigos, ao vĂŞ-lo por lĂĄ, relembraram um momento que envolveu as duas partes, negocição nĂŁo concretizada, e que, Ă ĂŠpoca, motivou uma brincadeira. Se tudo tivesse dado certo, o SBT passaria a se chamar Sistema Boni de TelevisĂŁo. O ex-executivo da Globo cumpre maratona de entrevistas na TV para

Acredite se quiser

A

Em televisĂŁo, nos seus bastidores, nĂŁo faltam histĂłrias. Algumas inacreditĂĄveis. Na Record, nĂŁo faz muito tempo, quando o HĂŠlio Vargas ainda estava no seu comando, ele pediu ao diretor de produção – alguĂŠm da igreja - que conseguisse um cenĂłgrafo. Passou certo tempo e nada. Quando o HĂŠlio foi cobrar, o outro perguntou: “cenĂłgrafo? Mas o que ĂŠ isso?â€?.

Bandeirantes, jĂĄ no começo de janeiro, tenta dar um ritmo diferente na sua grade da tarde, com a estreia de “Muito Mais Galisteuâ€?, o novo programa da Adriane Galisteu. DiĂĄrio, serĂĄ levado ao ar das 16h00 Ă s 16h50, ao vivo, antecedendo o “Brasil Urgenteâ€? do JosĂŠ Luiz Datena. Foco no mundo do entretenimento, se valendo de um modelo semelhante ao do “E! Newsâ€?, que exibe notĂ­cias, curiosidades, 0HQVDJHP entrevistas, reportagens e tudo que diz resHebe Camargo gravou um depoipeito ao universo artĂ­stico. mento para o “Tudo ĂŠ PossĂ­velâ€?, da No instante em que a maioria das emisAna Hickmann, na Record. O encontro aconteceu em seu soras concentra as suas atençþes na parte camarim, na Rede TV!, terça-feira da manhĂŁ, a direção da Band entende que passada. Deve ir ao ar no mĂŞs que os investimentos no horĂĄrio da tarde serĂŁo vem. importantes para alavancar a sua faixa nobre.Galisteu, como se sabe, terĂĄ a compan- FĂŠrias coletivas KLDGHGRLVRXWURVDSUHVHQWDGRUHV2Ă€FLDOOntem, depois da festa dos seus mente, os trabalhos do programa começam funcionĂĄrios, começaram as fĂŠrias de todas as produçþes da amanhĂŁ com a gravação do primeiro piloto, coletivas Rede TV!. no estĂşdio, ainda sem cenĂĄrio, e um outro Apenas os departamentos de jornalismo e esporte seguirĂŁo normalno dia 26, valendo.

Bate-rebate

mente com as suas atividades.

Escalada 6X]\5rJRWDPEpPIRLFRQÂżUmada no elenco de “MarajĂłâ€?, tĂ­tulo provisĂłrio da novela de Elizabeth Jhin, escolhida pela Globo para substituir “A Vida da Genteâ€? Ă s seis da tarde. Uma peruaça, casada com Marcelo Faria, bem mais novo do que ela.

Ă’OWLPDGRDQR Rodrigo Faro grava na terça-feira o Ăşltimo “O Melhor do Brasilâ€? do ano, o especial do dia 31, com Latino. Os trabalhos serĂŁo retomados no ÂżQDOGHMDQHLURTXDQGRRDSUHVHQtador tambĂŠm passarĂĄ a se dedicar Ă s audiçþes do “Ă?dolosâ€?.

$VVLPVHMD Na Bandeirantes chegou a se falar na possibilidade do Luciano do 9DOHWUDQVPLWLUD¿QDOGR0XQGLDOGH Clubes, amanhã, no Bandsports. $GLUHomRGDHPLVVRUDQmRFRQ¿Umou. E nem seria justo. Eduardo Vaz fez todos os jogos. Que esta decisão prevaleça.

$LQGDWHPGHVVDV

Nova fase

Leilah Moreno, vilĂŁ em “Aquele Beijoâ€?, novela das 7 da Globo, dia desses precisou deixar um restaurante no Rio porque a cozinheira cismou que quem estava ali era a Grace Kelly. Em meio a uma sĂŠrie de ofensas, a atriz pagou educadamente a conta, se levantou e foi embora.

Rafael, personagem do Marco Pigossi em “Fina Estampaâ€?, voltarĂĄ a trabalhar na loja de motos, mas agora como mecânico. Enquanto ele tenta se adaptar Ă esta nova condição, AmĂĄlia, Sophie Charlotte, alcança cada vez mais sucesso como emSUHViULD2FDVDOWHUiXPÂżOKR

Decolando

Descanso

Amaury Junior tambÊm participou da confraternização da Rede TV!, ontem a tarde, na sede da emissora. Foi o seu último compromisso por aqui. Amanhã ele viaja para Orlando, nos Estados Unidos, e só deve retornar no ¿QDOGRPrVTXHYHP

Ontem, nas primeiras horas da manhĂŁ, acompanhado de toda a famĂ­lia, JosĂŠ Luiz Datena embarcou de Congonhas com destino a FlorianĂłpolis.Foi passar o Natal e Ano Novo, sĂł devendo retomar as suas atividades, no comando do “Brasil Urgenteâ€?, no dia 2 de janeiro.

HORĂ“SCOPO PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

Golpe do jiu-jĂ­tsu

Š Revistas COQUETEL 2012

Limites (fig.) Galinha e faisĂŁo

Nascido sob o 11Âş signo do ZodĂ­aco (Astrol.)

Os dois principais elementos químicos que compþem o Sol Faz oposição a

A da tainha ĂŠ apreciada assada AnĂĄlogo

EdifĂ­cio (abrev.)

Ritual suicida de samurais Fazer a relação (de bens)

Acusados em juízo Entrelaçamento

Sala de (?), cĂ´modo para receber visitas "Meio", em "semiaberto"

Massagear o (?): bajular

Apresentadora e embaixadora do Teleton

Concede a carteira de jornalista (sigla) Dudu (?), sambista Baliza (fut.) Excluir (Inform.)

QuestĂŁo que opĂľe a Igreja Ă s feministas

Jogo como as palavras cruzadas

Capaz Conquista Oswaldo do atleta Cruz, savitorioso nitarista

Condição de quem o paradeiro Ê ignorado

Lugar onde se pendura o lustre

Ă tomo eletrizado Homem, em inglĂŞs

SĂ­mbolo pascal Dor, em inglĂŞs

Levar a (?): perder É infiel

"(?) Simpsons", seriado da Fox

VocĂŞ, em “internetĂŞsâ€? Cidade paulista prĂłxima a Bauru

Forma de compra parcelada, em grupo

3/man. 4/avaí — pain — vela. 5/pódio. 6/sumido. 7/deletar.

53

Solução C F H A R A V O I N V E N E S T D E S E M I A B O R R A P A S S Ç U C O M P I A P O D I C O N

A S A Q U U E T A R A R L IA N N O T O R D A T E V E L E T E O T O A S O R

A B R I O I M P A N T R V A C I

E L I O H

E

H I R I E D I A R G O E G E N I O

BANCO

Ă RIES - (21/3 a 19/4) – NĂŁo se iluda com promessas de sucesso rĂĄpido. Trabalhe com determinação por seus objetivos e nĂŁo disperse a sua atenção inutilmente. É a constância que assegura a felicidade e a estabilidade. Ă“timos momentos com os seus familiares. Cor FavorĂĄvel: Azul Turquesa TOURO – (20/4 a 20/5) – ConseguirĂĄ manter o foco em suas ativiGDGHVSURÂżVVLRQDLVHGHVHQYROYHU um bom ritmo de trabalho. Bom dia para pedir a ajuda de amigos ou de SHVVRDVLQĂ€XHQWHVSDUDXPDPHOKRU colocação no mercado de trabalho. Seu pique tambĂŠm darĂĄ ânimo Ă pessoa amada. Cor FavorĂĄvel: Amarelo Ouro GĂŠMEOS – (21/5 a 21/6) – NĂŁo ÂżTXHFKDWHDGR D VHQmRFRQVHJXLU realizar os seus desejos neste dia. O perĂ­odo da manhĂŁ começarĂĄ meio amarrado, mas com paciĂŞncia conseguirĂĄ driblar os problemas. 8PHVStULWRSDFLÂżFDGRUpWXGRTXH precisa para acalmar os ânimos das pessoas ao seu redor. Cor FavorĂĄvel: Azul Marinho CĂ‚NCER – (22/6 a 22/7) – VocĂŞ e a sua cara-metade parecem caminhar em estradas diferentes, o que nĂŁo quer dizer que irĂŁo se separar. Aproveite a liberdade para cuidar de outros interesses ou se dedicar ao trabalho. Um gesto de generosidade farĂĄ com que conquiste a admiração dos amigos. Cor FavorĂĄvel: Vinho LEĂƒO – (23/7 a 22/8) – A realidade se confronta com os sonhos, mas nĂŁo se deixe vencer pelo pessimismo. Um dia para superar obstĂĄculos, especialmente no lar. O casal nĂŁo estarĂĄ falando a mesma lĂ­ngua e hĂĄ uma certa indiferença no ar. Cuidado! Cor FavorĂĄvel: Azul Celeste VIRGEM – (23/8 a 22/9) – Um forte senso de realidade pode atĂŠ fazer com que adote um pensamento pessimista. Contudo, se ouvir o seu coração, notarĂĄ que existem muitas coisas boas ao seu redor e nĂŁo hĂĄ motivos para a tristeza. Neste mĂŞs, faça planos. Cor FavorĂĄvel: Tons Pastel

3

Leilah Moreno, vilĂŁ em “Aquele Beijoâ€?, novela das 7 da Globo, dia desses precisou deixar um restaurante no Rio porque a cozinheira cismou que quem estava ali era a Grace Kelly.Em meio a uma sĂŠrie de ofensas, a atriz pagou educadamente a conta, se levantou e foi embora

GLOBO/DIVULGAĂ‡ĂƒO

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

www.coquetel.com.br

DIVERSĂƒO&ARTE

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

... Diretor Boninho continua negando todas as notĂ­cias relacionadas ao “The Voiceâ€?. ... Na verdade, a prĂłpria Globo atĂŠ DJRUDQmRVHPDQLIHVWRXRÂżFLDOmente sobre o programa. ... Na Globo tambĂŠm nĂŁo existe XPDGHÂżQLomRVREUHFRPRVHUiR comportamento da emissora na prĂłxima OlimpĂ­ada. &OiXGLD$EUHXDÂżQDGLQKDYDL cantar na prĂłxima das 7 na Globo. 0LFKpO7HOyVHUiXPDGDV DWUDo}HVGRÂł'RPLQJmRGR FaustĂŁoâ€?, amanhĂŁ, na Globo. ... A direção da Record tem que entender que milagre, em televisĂŁo, nĂŁo existe. Precisa haver planejamento. ... Repentinamente, na quarta-feira, colocaram a reprise da minissĂŠrie “Esterâ€? na faixa das 5 da tarde, em uma decisĂŁo que acabou surpreendendo a todos. ... Nem houve tempo para um trabalho de divulgação adequado. ... E deu no que deu: por causa da baixa audiĂŞncia, “Esterâ€? foi encerrada ontem. De um total de 10, mostraram apenas 3 capĂ­tulos. Parece coisa de amador.

&¡HVWĂ€QL Lilia Cabral ĂŠ uma grande atriz e estĂĄ muito bem em “Fina Estampa. E o mesmo se pode dizer do Dalton Vigh. Faz o dele da melhor maneira possĂ­vel. Mas os dois, agora juntos, como casal, parece que sempre ÂżFDPGHYHQGR1mREDWH Ficamos assim. Mas amanhĂŁ tem mais. Tchau!

PREMIAĂ‡ĂƒO LIBRA – (23/9 a 22/10) – Fique longe da inveja dos outros, especialmente ao conhecer novas pessoas. Os contatos importantes deste dia podem ser Ăşteis em breve. Exponha a sua paixĂŁo e a força de seus sentimentos. Hoje haverĂĄ mais alegria em casa e na famĂ­lia. Cor )DYRUiYHO*UDÂżWH ESCORPIĂƒO – (23/10 a 21/11) – Assuma a liderança sobre os seus objetivos e nĂŁo permita que os dePDLVLQWHUÂżUDPHPVXDVDWLYLGDGHV de trabalho. Forme equipes desde TXHWHQKDDOLEHUGDGHSDUDGHÂżQLUD sua atuação. Ainda, analise quem sĂŁo seus verdadeiros amigos. Seja sincero(a) com quem ama. Cor FavorĂĄvel: Verde Musgo SAGITĂ RIO – (22/11 a 21/12) – Dia favorĂĄvel para uma entrevista de trabalho ou para obter benefĂ­cios SURÂżVVLRQDLV)LTXHHPHYLGrQFLD mostre o seu valor e demonstre o que sabe. A criatividade ĂŠ a chave para a solução de pequenos problemas familiares neste dia. Cor FavorĂĄvel: Azul Piscina CAPRICĂ“RNIO – (22/12 a 19/1) – Nesta fase, corra atrĂĄs de seus desejos com a certeza de irĂĄ alcançå-los em breve, pois os melhores resultados dependem apenas de seus prĂłprios esforços. É o impulso que lhe faltava para fazer um convite especial Ă pessoa amada. Cor FavorĂĄvel: Branco Neve AQUĂ RIO – (20/1 a 18/2) – NĂŁo se deixe levar apenas por sonhos, pois poderĂĄ cometer enganos. Lidere os demais para atividades comuns. Incentive os seus familiares, particularmente os mais jovens, a conquistarem os seus desejos. Na relação afetiva, seja sincero(a) ao lidar com seus sentimentos. Cor FavorĂĄvel: Verde Esmeralda PEIXES – (19/2 a 20/3) -As suas relaçþes de ordem pessoal correm da melhor maneira. A sua boa disposição farĂĄ com que a sua companhia seja procurada. Os seus familiares deverĂŁo estar presentes nas suas opçþes e planos para esta fase. Financeiramente, o perĂ­odo ĂŠ de muito equilibrado e sem grandes preocupaçþes. NĂŁo jogue na bolsa, nem faça investimentos de vulto. Cor FavorĂĄvel: Vermelho Rubi

‘O artista’ lidera Globo de Ouro com seis indicaçþes

F

oram divulgados os candidatos da 69ª edição do Globo de Ouro. A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA) anunciou os concorrentes em 25 categorias de cinema e televisão em evento no hotel Beverly Hilton, em Los Angeles. A presidente da HFPA, Aida Takla-O’Reilly, e os atores Woody Harrel-

VRQ*pUDUG%XWOHUH6RĂ€D Vergara foram escolhidos como apresentadores da cerimĂ´nia. O Globo de Ouro serĂĄ apresentado pelo ator inglĂŞs Ricky Gervais e acontece no dia 15 de janeiro. “O DUWLVWD¾ÀOPHPXGRHHP preto e branco que trata da era do cinema silencioso e ainda nĂŁo estreou no Brasil, foi o mais indicado e concorre em seis categorias.

Veja os indicados nas principais categorias 0HOKRUÂżOPHGUDPD “Os descendentesâ€? (2011) “HistĂłrias cruzadasâ€? (2011) “A invenção de Hugo Cabretâ€? (2011) “Tudo pelo poderâ€? (2011) “O homem que mudou o jogoâ€? (2011) “War horseâ€? (2011) 0HOKRUDWRUGUDPD George Clooney, “Os descendentesâ€? (2011) Leonardo DiCaprio, “J. Edgarâ€? (2011) Michael Fassbender, “Shameâ€? (2011) Ryan Gosling, “Tudo pelo poderâ€? (2011) Brad Pitt, “O homem que mudou o jogoâ€? (2011) 0HOKRUDWUL]GUDPD Glenn Close, “Albert Nobbsâ€? (2011) Viola Davis, “HistĂłrias cruzadasâ€? (2011) Rooney Mara, Millennium - “Os homens que nĂŁo amavam as mulheresâ€? (2011) Meryl Streep, “A dama de ferroâ€? (2011) Tilda Swinton, “We need to talk about Kevinâ€? (2011) Melhor diretor Woody Allen, “Meia-noite em Parisâ€? (2011) George Clooney, “Tudo pelo poderâ€? (2011) Michel Hazanavicius, “The artistâ€? (2011) Alexander Payne, “Os descendentesâ€? (2011) Martin Scorsese, “A invenção de Hugo Cabretâ€? (2011/II) Melhor roteiro “The artistâ€? (2011): Michel Hazanavicius “Os descendentesâ€? (2011): Alexander Payne, Nat Faxon, Jim Rash “Tudo pelo poderâ€? (2011): George Clooney, Grant Heslov, Beau Willimon “Meia-noite em Parisâ€? (2011): Woody Allen “O homem que mudou o jogoâ€? (2011): Steven Zaillian, Aaron Sorkin, Stan Chervin


4

DIVERSĂƒO&ARTE

felipe1camelo@gmail.com

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 17 DE DEZEMBRO DE 2011

felipecamelo@saladaonline.com.br

camelofelipecamelo.blogspot.com

$UTXLWHWDSURIHVVRUDORFRPRWLYDIRUPDGRUDGHRSLQLmRH[HFXWLYDGDVORMDV dos TheotĂ´nio, Babel CostapSHVsoa totalmente do Bem. AlĂŠm disso, ĂŠ HVWLORVDWRGD(VWHFRODU&DOHLGRVFySLR SRUH[HPSORIRLGHVHQKDGRSHODSUySULD 0DLOGD)RQWDQLPSRVVtYHO

É Da Hora “Gustavo Baraldi (www.gustavobaraldi.com) e Rodrigo AmbrĂłsio (www.rodrigoambrosio. com.br) mandaram muito bem no design do novo site de Millane Hora! Clean, dinâmico e objetivo! Sem falar nas fotos incrĂ­veis de Gustavo Boroni! Eu, se fosse vocĂŞ, ia lĂĄ ver isso! www.millanehora.com.brâ€?. Pelo Facebook, talentosa, linda, fofa... Milane Hora indicando sua nova vitrine pro mundo. Claro que vale acesso, inclusive pelas assinaturas de Beraldi, AmbrĂłsio e Boroni. AlĂŠm da gata que ĂŠ a prĂłpria Millane. SĂł ela sĂł jĂĄ valem vĂĄrios cliques!!!

3HUQDPEXFDQRSRUQDVFLPHQWRHDODJRDQRSRURSomRWDOHQWRVR DUWLVWDSOiVWLFRHHVFXOWRURicardo Morais. Seu AteliĂŞ de Arte vale YLVLWD QRGDGHSXWDGR/XLV*RQ]DJD&RXWLQKRQDODWHUDOGR Alagoana, esquina com a AmĂŠlia Rosa). O ateliericardomorais.com. br tambĂŠm vale visita, acesso. Aqui, no Ăşltimo domingo no Parque 0XQLFLSDODSODXGLQGRR$UWHQR3DUTXH

A cada ano, as irmĂŁs Luciana Bengo & JocĂŠlia Rocha se VXSHUDP%RQ7RQURXEDDFHQDHFKDPDDWHQomRGHTXHP SDVVDSHODĂˆOYDUR&DOKHLURV21DWDOGHOipGHGHL[DUDWp 3DSDL1RHOVHPTXHUHULUHPERUD

O 1Âş

Feijoada com Roda de Samba

Hoje, em Arapiraca, João Felipe & Banda fazem supershow no Botequim Na Baxa. Na cena, lança seu 1º CD Flor do Låcio, gravado recentemente no Estúdio Carranca, em Recife. Abrindo a noite, participação pra lå de especial da Banda Terceira Metade + Convidados. Vale aplausos.

Abrindo a temporada de verão, SantorÊgano estreia superprogramação. Agora os såbados serão pra lå de especial. A aposta Ê 1 deliciosa feijoada servida ao som do Grupo Guerreiros da Paz. O grupo Ê 1 quarteto com violão, cavaquinho, pandeiro e surdo, formado por amigos que cantam e tocam juntos hå + de 10 anos. Samba, choro, samba de breque e, claro, os clåssicos da nossa MPB, no repertório. Delícia de sabadão diferente.

Papel On-Line

11Âş = Solidariedade

“Pessoal, o Papel no Varal no Botequim Paulista marcou a noite de ontem em MaceiĂł. Para sentir o gostinho do que ocorreu, o vĂ­deo de Matheus Nobre: http://cacosinconexos. blogspot.com/2011/12/ imagens-do-papel-novaral-no-botequim.html. O Papel no Varal contou com o apoio de: Secult, Ao PharmacĂŞutico, Gama Engenharia de Recursos HĂ­dricos, ArmazĂŠm GuimarĂŁes, Operant Creperia, Ufal e IZPâ€?. Indicação do querido produtor cultural, poeta, gente boa... Ricardo CabĂşs. Infelizmente nĂŁo pude ir a esrta edição que aconteceu na noite da Ăşltima 4ÂŞ, 14, mas soube do sucesso, da reação dos presentes, das performances das leituras. Mas mesmo nĂŁo estando lĂĄ pessoalmente, vi o vĂ­deo e indico. Vale acesso!

A partir das 8 da manhĂŁ de hoje, fera do judĂ´ e da solidariedade, Eduardo Acioli, comanda + 1 edição do Projeto Atleta SolidĂĄrio, no GinĂĄsio do ColĂŠgio Santa Ăšrsula e reĂşne atletas de diversas modalidades pra partida festiva de futsal. Com o slogan: “Sustentabilidade. Esse ĂŠ o nosso esporteâ€?, a entrada ĂŠ 1 kg de alimento nĂŁo-perecĂ­vel. Na semana que antecede a realização do jogo, atletas e agentes envolvidos estarĂŁo coletando garrafas Pets para serem entregues Ă ONG Coopvila, que utiliza a reciclagem destes materiais pra gerar renda pros moradores da Vila Emater. Em mĂŠdia, as garrafas pets demoram 450 anos pra se biodegradarem. Paralelo Ă  coleta das garrafas, estĂŁo sendo arrecadados alimentos por funcionĂĄrios da Prefeitura Municipal de MaceiĂł pra serem doados ao Projeto Atleta SolidĂĄrio, que serĂŁo doados ao Abrigo de idosos SĂŁo Vicente de Paula, Associação dos HemofĂ­licos, Casa EspĂ­rita Nosso Lar e Associação %HQHÂżFHQWH1RVVDODU&HUFDGHFULDQoDV estarĂŁo no ginĂĄsio prestigiando os atletas. ApĂłs a partida, haverĂĄ 1 gincana esportiva, entre os alunos do programa Mais Educação atĂŠ ½ dia. A Semed estĂĄ disponibilizando + de 1.500 lanches pros alunos da rede. O projeto Atleta SolidĂĄrio foi criado em dezembro de 2003 pelo judoca internacional Eduardo Acioli. O projeto conta com o patrocĂ­nio da Prefeitura de MaceiĂł, Pacto Engenharia, Grupo Mibasa, Braskem, Secretarias Municipais de Educação, de Esporte e Lazer e de Meio Ambiente, Sport Center, e com o apoio do ColĂŠgio Santa Ăšrsula, Thudo Comunicação Visual, Somar Contabilidade, Projeto Viva a Vila, ONG Pense Brasil e Folha da Barra.

Caciques Nova gestão na Associação Brasileira da Indústria de HotÊis de Alagoas, O Biênio 2012/2013 serå representado pelos empresårios Glênio Cedrim na presidência e Mauro Vasconcelos, como 1º vice. A eleição por aclamação teve chapa única e DFRQWHFHXQR¿QDOGH novembro. A antiga gestão era presidida pelo empresårio, Carlos Gato. No próximo ano, a diretoria serå constituída tambÊm, 2° vice-presidente Eduardo Brandão Tavares, 3° vicepresidente, Marcelo Marques da Costa, 1° tesoureiro Milton Ênio Vasconcelos Neto, 2° tesoureiro Eduardo Pedrosa Cavalcanti, 1° secretårio Ricardo AndrÊ Duarte Santos, 2° secretårio AndrÊ Georges Chambres. Pollyana dos Anjos, assessorando Setur.

Com as chuteiras e o uniforme bem guardados no armĂĄrio, fera JĂşnior Amorim, quando nĂŁo estĂĄ no comando do Red & Blue, tĂĄ batendo 1 bolinha nas quadras de futevolei da Ponta Verde. Nas da 3DMXoDUDWDPEpP$ÂżQDOFUDTXHFRPRHOHVHDSRVHQWDPDVMDPDLVGHL[DDVERODVSUDOi

Sem vagas 1

Q

uando se entra no IaiĂĄ Cozinha de VĂł, da chef Michelle Welcker, logo se tem noção porquĂŞ o restaurante ganhou esse nome. Tudo lĂĄ lembra uma casa de avĂł. A decoração tĂŁo bem cuidada, o aconchego do prĂŠdio pequeno e o atendimento carinhoso. Isso sĂł dĂĄ uma noção, por que sĂł depois que se pede os pratos ĂŠ que se tem a certeza que a escolha do nome foi acertada – e segundo a chef o nome foi mesmo por que suas memĂłrias afetivas da cozinha da sua vĂł, lĂĄ em Petrolina (SE) ĂŠ que lhe inspiram. Para começar o cardĂĄpio ĂŠ engraçado, tem os pratos pra começar, tem uns “pra tapiarâ€?, tem o “sustançaâ€? e o “bĂłia friaâ€?... coisa de vĂł e onde mais, entĂŁo se comeria uns bolinhos de peixe com um caprichado molho de acerola. E peixe tĂ­pico de Sergipe, um tal de Cari, que dizem ser feio mas ĂŠ uma delĂ­cia. Os bolinhos sĂŁo leves, com molho levemente picante. Bom para abrir o apetite. Se gosta de um gosto forte e serWDQHMRFRPDUGHVRĂ€VWLFDomRSHoDRGHFDUQHLUR" Iapos com carneiro guisado, farofa de cuscuz, feijĂŁo GHFRUGDHXPDVDODGLQKD+iTXHPSUHĂ€UDR camarĂŁo no coco e Bredo (alguĂŠm sabe dizer coisa PDLVGHDYyTXHEUHGR" 3RGHVHWDPEpPH[SHULmentar o frango caipira com cachaça de caju. E Para quem gota de aventuras o rubacĂŁo, molho de nata, feijĂŁo verde, arroz, bacon, charque e linguiça. Tem o pintado, uma espĂŠcie de munguzĂĄ com carnes de feijoada – especialidade da avĂł da Michele. E para assentar isso tudo, peça as compotas de frutas (mangaba, caju, goiba..) que vem lĂĄ da chĂĄFDUDEHPHVWDUGRSDLGDFKHITXHĂ€FDjVPDUJHQV sergipanas do Rio SĂŁo Francisco. Depois ĂŠ procurar uma rede e dormir, lembrando dos cafunĂŠs da vĂł!! $KR,iLiĂ€FDQR6WHOD0DULVSHTXHQHQLQKRGH portas azuis ao lado do Divina Gula.

Para a secretĂĄria municipal de Promoção do Turismo, Claudia PessĂ´a, MaceiĂł ĂŠ um destino consolidado no turismo de lazer. “MaceiĂł ĂŠ sonho de consumo dos brasileiros e, mesmo com o aumento do nĂşmero de leitos, a maioria dos hotĂŠis, pousadas e resorts estĂŁo acima dos 90% de ocupação. Todo ano realizamos açþes promocionais que divulgam o destino MaceiĂł e o resultado jĂĄ ĂŠ positivo para o RĂŠveillon. Para o verĂŁo, a previsĂŁo ĂŠ ainda melhorâ€?, disse PessĂ´a.

Desculpas

Novos e ocupados

Sei que na última coluna prometi mais novidades dos resorts Ibero Bahia e Ibero Forte, que visitei no começo do mês, a convite da Master Operadora. Mas tive alguns problemas de ordem pessoal que ocasionaram problemas de ordem tÊcnicas e não tive tempo håbil para escrever a matÊria, da forma como ela merece! Por que os resorts, são o que hå para as fÊrias ou para descansar. Mas prometo para a próxima edição. Aqui minhas GHVFXOSDVSDUD&DURO)HLWRVDHSDUD¿FDUFRPiJXDQD boca para a matÊria da semana que vem, olha só a foto de uma das piscinas do hotel.

Ainda sobre a ocupação total de vagas da aparelhagem política de Maceió, três novos hotÊis (Tropicalis, Mercure e Brisa Mar) inaugurados este ano, estão com 100% de ocupação para o AnoNovo. O hotel Rede Brisa, o Brisa Mar, os 150 apartamentos, inaugurados em outubro, jå estão UHVHUYDGRVGHVGHR¿QDOGHQRYHPEUR20HUFXUH0DFHLy3DMXoDUDGR*UXSR$FFRUWDPEpPHVWi com seus 116 apartamentos lotados e com lista de espera para a festa de virada do ano.

Patins nas alturas Franceses e turistas se reuniram em Paris esta semana para acompanhar a inauguração de uma pista de patinação no gelo a 57 metros de altura, montada no primeiro andar da emblemåtica Torre Eiffel, a TXDO¿FDUiGLVSRQtYHODR público atÊ o próximo dia 1º de fevereiro. Este Ê o segundo ano consecutivo que os visitantes vão poder patinar nesta peculiar pista de gelo de 200 metros quadrados, mas a última nos próximos meses. Isso porque, após a retirada da pista, a Torre Eiffel deverå passar por uma ampla reforma, que deverå se estender por mais de um ano.

Sinalização

Carinho e delĂ­cias de vĂł

A combinação sol forte, praias de åguas mornas e povo sempre sorrindo faz mesmo Alagoas estar com a taxa de ocupação hoteleira sempre em alta. Por isso, a Associação Brasileira da Indústria de HotÊis (Abih/AL) jå avisou que a ocupação para o RÊveillon deve girar entre 90% e 100%. Informalmente, fontes falam de 100% de RFXSDomRDWpR¿QDOGHMDQHLUR

Sem vagas 2

$JRUD¿FRXPDLVIiFLOHQFRQWUDUDVUHJL}HVWXUtVWLFDVDODJRDQDV3ODFDVGHLGHQWL¿FDomRHVWmR VHQGRD¿[DGDVQRVSULQFLSDLVSRQWRVWXUtVWLFRV de Alagoas. O Litoral Sul do Estado Ê um dos primeiros a receber a ação, que destaca o poWHQFLDOORFDO2REMHWLYRGDLGHQWL¿FDomRpIDFLOLWDU RDFHVVRGRÀX[RGHYLVLWDQWHVDRVDWUDWLYRV turísticos, ampliando e melhorando a infraestrutura turística de cada região, por meio de uma OLQJXDJHPFRPXPLGHQWL¿FDQGRRVGHVWLQRVRV locais e os atrativos.

Edição número 1320 17 de dezembro de 2011  

Edição Digital Jornal Tribuna Independente TribunaHoje.com

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you