Issuu on Google+

CIDADES Padre anuncia proibição de consumo de bebida alcoólica em festa de padroeira 9 EXEMPLAR DO ASSINANTE

SĂ BADO

MACEIĂ“ - ALAGOAS - 26 DE NOVEMBRO DE 2011 - NÂş 1303 - R$ 1,50

tribunahoje.com

Guerra de torcidas organizadas faz mais um morto em MaceiĂł BRENO AIRAN

O conflito entre torcidas organizadas do CSA e CRB provocou mais uma morte, ontem, em Maceió. A vítima foi o jovem Erivelton Silva dos Santos, 20, que foi executado com 11 tiros num local próximo a sua residência, no Jacintinho. Ele foi atingido na cabeça, tórax e membros. Erivelton era torcedor do CRB e do Vasco da Gama e, segundo

seu pai, não tinha envolvimento com drogas. Em compensação, admitiu, o filho frequentemente participava de brigas, inclusive confrontos com a torcida organizada rival. Hå poucos meses a polícia registrou diversos atentados cometidos mutuamente entre integrantes das torcidas organizadas Comando Vermelho e Mancha Azul. 9

BOCA DA MATA

Um morto e 20 feridos em acidente na AL-215 DEPREDAĂ‡ĂƒO AMBIENTAL

5HGHVGHSHVFDSRGHPWHUPDWDGRJROĂ€QKRQR3RQWDOGD%DUUD 8PJROÂżQKRGDHVSpFLHSotalia Guianensis, conhecida como “boto cinzaâ€? foi encontrado morto ontem na Praia do Pontal da Barra. Integrantes do Instituto Biota, ONG de preservação de animais marinhos, estiveram no local no inĂ­cio da noite HGLVVHUDPVHUFRPXPHQFRQWUDUHVVHVJROÂżQKRVQROLWRUDODODJRDQR2DQLPDOWLQKDPHUDIrPHDDGXOWDHHVWDYD com marcas de redes de pesca. Um exame completo serĂĄ feito no animal para descobrir as causas da morte. PĂĄg. 8 SECOM

CONJUNTURA

potou sobre ela e matou seu condutor. Instante depois, um Ă´nibus que transportava trabalhadores da usina chocou-se com o caminhĂŁo, que estava tombado na pista. Duas unidades do Samu e outra do Corpo de Bombeiros foram ao local para prestar socorro.

ESTALEIRO EISA

AMPLIAĂ‡ĂƒO

O Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante renovou a prioridade de financiamento para o estaleiro Eisa Alagoas. A decisão reabilita o Grupo Synergy a captar crÊdito junto às instituiçþes financeiras para viabilizar o empreendimento e foi comemorada ontem pelo governador Teotonio Vilela Filho, que participou, no Rio de Janeiro, da solenidade de entrega do navio Celso Furtado, construído pelo Grupo Synergy. 5

Com quatro prefeitos, três vice-prefeitos e 35 prÊ-candidatos a prefeitos em 2012, o Partido Social Democråtico (PSD), que tem como presidente nacional o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, amplia bases em Alagoas. A prova disso foi o encontro da legenda realizado em Porto Calvo, com a presença de correligionårios dos municípios da Região Norte. Na ocasião, discutiu-se a ampliação de diretórios municipais. 5

Marinha aprova 36'UHJLVWUD prioridade para FUHVFLPHQWRQD UHĂ€QDQFLDPHQWR 5HJLmR1RUWH

Ideia do agrônomo Dênis Melo, do poeta Sidney Wanderley e do jornalista Esdras Gomes, se inicia hoje a comemoração dos 100 anos de ZÊ do Cavaquinho, saudoso instrumentista e compositor de Viçosa. Às 16 horas, no Oråkulo, em Jaraguå... Påg. 3

TRIBUNA LIVRE

Maior programa habitacional jĂĄ colocado em prĂĄtica no paĂ­s e com um dos orçamentos mais altos do Governo Federal, o ‘Minha Casa, Minha Vida’ parece ter represado os recursos. Segundo o jornal O Globo, agora em 2011 a quase... PĂĄg. 4

Um morto e pelo menos vinte feridos foi o saldo de um acidente ocorrido no inĂ­cio da noite de ontem na Rodovia AL-215, no municĂ­pio de Boca da Mata. O motorista de um caminhĂŁo que transportava cana para a Usina Triunfo tentou livrar uma moto, ca-

TÉO VILELA posa com governador SÊrgio Cabral, do Rio, e o ministro Lobão à frente de Dilma DAVI SALSA

FUTEBOL

Jogos de hoje sĂŁo decisivos para ASA e CRB

TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

28Âş

MarĂŠs

04:04 10:13 16:17 22:39

2.1 0.1 2.1 0.0

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,88 R$ 1,88 DOLAR PARALELO R$ 1,91 R$ 2,04 OURO: R$ 102,00 POUPANÇA: 0,5901%

SESQUICENTENĂ RIA

ALE faz sessĂŁo especial pelos 150 anos da Caixa Uma sessĂŁo extraordinĂĄria na Assembleia Legislativa de Alagoas fez um relato histĂłrico e homenagens aos 150 anos da Caixa EconĂ´mica Federal. O deputado Ronaldo Medeiros lembrou que a Caixa foi o Ăşnico banco a aceitar depĂłsitos dos escravos. O superintendente Herbert Buenos Aires ressaltou a caracterĂ­stica do banco totalmente direcionada Ă  cidadania. Antes, ele fez a entrega, em Arapiraca, das chaves de imĂłveis do Residencial Brisa do Lago, construĂ­do com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida. Pag. 13

Hoje Ê dia de muitas emoçþes no futebol alagoano. O ASA recebe o Vitória-BA, no Estådio Coaracy da Mata Fonseca, para decidir se permanece na SÊrie B do Brasileiro ou Ê rebaixado. Pela SÊrie C, o CRB encara o Joinville no Rei PelÊ no primeiro jogo da decisão ELEIÇÕES do título da Terceirona. O Galo quer largar na frente 36'%RULHQWD no duelo de 180 minutos renovação dos com a equipe catarinense. Os dois jogos começam às quadros em 2012 16h (horårio local). 16 Por orientação do diretório

CONFLITO

Tribos indĂ­genas disputam terra HP6mR6HEDVWLmR PĂĄg. 11

nacional e deliberação de um seminårio realizado recentemente, o PSDB deve renovar seus quadros políticos em todo o país e a decisão passa pela Prefeitura de Maceió, na eleição do próximo ano. A pretensão tucana Ê fazer o deputado federal Rui Palmeira o próximo prefeito. Pag. 2


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

PolĂ­tica

Tucanos alagoanos elogiam Almeida mas destacam problemas sociais O presidente do PSDB em Alagoas, Claudionor Araújo, diz que os GHVD¿RVSDUDRSUHIHLWRGH0DFHLyCícero Almeida (PP), ainda são PXLWRVHGHVWDFDRVSUREOHPDVQDiUHDVRFLDO³$iUHDVRFLDOpXP GRVGHVD¿RVeSUHFLVRSURMHWRVSDUDDWHQGHUDVGHPDQGDVSULQFLSDOPHQWHGDVFRPXQLGDGHVHiUHDVPDLVSREUHV)DOWRXLVWRDSHVDU GHWHUVLGRXPDERDDGPLQLVWUDomReXPDSURSRVWDTXHRVWXFDQRV YmRDSUHVHQWDUSDUD´

PSDB: 45 candidaturas a prefeitos em Alagoas

SANDRO LIMA

'LUHomRWXFDQDDYLVDTXHYDLIRFDUQDVGLVSXWDVGH0DFHLy$UDSLUDFDH'HOPLUR LUIS VILAR REPĂ“RTER

O

s tucanos alagoanos estiveram reunidos, na manhã de ontem, dia 25, para um seminårio com o objetivo central de discutir os prinFLSDLV GHVDÀRV HQIUHQWDGRV pelas cidades e soluçþes administrativas para elas. De acordo com o presidente do PSDB em Alagoas, Claudionor Araújo, se busca LQFOXVLYH H[SHULrQFLDV IRUD do Estado de Alagoas para o centro do debate. Araújo QmR QHJD R IRFR GR SDUWLGR QDVHOHLo}HVGH$ÀQDO muitos dos pontos debatidos no seminårio servirão de pontos de propostas para

as campanhas tucanas nas eleiçþes vindouras, quando o partido jå tem um mapa das localidades onde – muito possivelmente – lançarå candidatos. De acordo com o presidente estadual da legenda, serão 45 candidaturas jV SUHIHLWXUDV PXQLFLSDLV Claudionor Araújo atÊ brinca em relação ao número. ´3DUHFH TXH IRL XP FDVR pensado, pois Ê o número da legenda do PSDB, mas IRL DSHQDV XPD FRLQFLGrQcia (risos). Escolhemos as cidades onde sabemos que RSDUWLGRHVWiIRUWHFRPXP quadro representativo�, colocou ainda. Claudionor Araújo não nega a possibilidade de

alianças em outras cidades, ou atĂŠ mesmo abrir mĂŁo de algumas candidaturas em IXQomR GH SRVVtYHLV DFRUGRV SROtWLFRV $Wp PHVPR D DPpliação deste nĂşmero ĂŠ levado em conta pelo tucano. “Estamos com o nĂşmero FRQIRUPH D VLWXDomR DSUHsentada hoje, mas ainda esWDPRV GLDORJDQGRDĂ€QDO DV eleiçþes ocorrem no prĂłxiPR DQRÂľ IULVRX &ODXGLRQRU AraĂşjo. Entre as candidaturas de destaque, o presidente do PSDB destaca MaceiĂł, Arapiraca e Delmiro Gouveia. Na capital alagoana, o prĂŠ-candidato ĂŠ o tucano HGHSXWDGRIHGHUDO5XL3DOmeira (PSDB). Em Arapiraca, o partido pretende lançar o atual secretĂĄrio de Articu-

ODomR 3ROtWLFD 5RJpULR 7HyÀORTXHDWpSRXFRWHPSRLQtegrava os quadros do PPS, um dos partidos aliados dos tucanos na administração estadual. Em Delmiro Gouveia, o nome elencado Ê o da ex-deputada estadual Kåtia Lisboa Freitas. Em entrevista à Tribuna Independente, Claudionor Araújo destaca que nas outras localidades os quadros do PSDB tambÊm VH PDQWrP IRUWHV SDUD D disputa. Ele avalia que o partido teve um grande reconhecimento e vem dando resposta aos anseios populares por meio da administração do governador de $ODJRDV7HRWRQLR9LOHOD)LClaudionor AraújoGR36'%DFUHGLWDQDIRUoDGRSDUWLGRHP$/ lho (PSDB).

ANTÔNIO IMBASSAHY

([SUHIHLWRGH6DOYDGRUGLYLGLXH[SHULrQFLD +RMHFRPRGHSXWDGRIHGHUDO,PEDVVDK\HQDOWHFHXSRVWXUDGH5XL3DOPHLUD Jå no clima eleitoral de  H FRP R IRFR QD FRQVtrução de propostas para conquistar o maior número GH SUHIHLWXUDV SHOR SDtV LQteiro, o que inclui, evidentemente, Alagoas, os tucanos se reuniram – na manhã de ontem, dia 25 – para o SemiQiULR'HVDÀRVGR%UDVLO'HVDÀRVGDV&LGDGHV2HYHQWR IRL FDSLWDQHDGR SHOR GHSXWDGR IHGHUDO 5XL 3DOPHLUD (PSDB), que Ê prÊ-candidato j3UHIHLWXUDGH0DFHLyPDV contou com uma sÊrie de lideranças do partido, com destaque para o presidente nacional da legenda, SÊrgio Guerra. 3DUD R GHSXWDGR IHGHUDO Antônio Imbassahy (PSDB%$  ´R SDUWLGR VH IRUWDOHFH com encontros como este, ao discutir direcionamentos e estratÊgias para projetos TXHEHQHÀFLDPDSRSXODomR SRU PHLR GH SROtWLFDV S~EOLcas que podem ser implan-

SANDRO LIMA

tadas a partir das gestĂľes comandadas pela legendaâ€?. ,PEDVVDK\²TXHIRLSUHIHLWR GH 6DOYDGRU ² GLVFXUsou sobre o PSDB e a GestĂŁo das Cidades. Considerado, pelos prĂłprios tucanos como XP SUHIHLWR GH H[SHULrQFLD H[LWRVDHOHIRLWLGRFRPRXP H[HPSOR SDUD RXWURV SUHIHLtos do partido. “O tema escolhido estĂĄ associado diretaPHQWH DR PRPHQWR SROtWLFR evidentemente. No prĂłximo ano, estaremos escolhendo QRYRV SUHIHLWRV TXH DSUHsentarĂŁo suas propostas Ă  população. Aqui, vou tentar transmitir a minha experirQFLD HQTXDQWR SUHIHLWR GH uma cidade como Salvadorâ€?, disse. 2 H[SUHIHLWR IULVRX DLQda os quadros do partido no (VWDGR H GHIHQGHX R QRPH GH5XL3DOPHLUDQDGLVSXWD em MaceiĂł. â€œĂ‰ um nome dos quadros do partido que merece reconhecimentoâ€?. (L.V.) AntĂ´nio ImbassahyFRPSDUWLOKRXH[SHULrQFLDHPVHPLQiULR

PALANQUES

(OHLo}HVS}HPÀPRÀFLDO jDOLDQoD9LOHOD$OPHLGD Claudionor Araújo, presidente estadual do PSDB, diz que o governo tucano Ê um dos melhores que o Estado jå teve. Ele salienta ainda que – nas disputas municipais – quem tiver a PDUFDGDJHVWmRGH9LOHODDR lado terå a ajuda da credibilidade do governo estadual. ´2 JRYHUQR GH 7HRWRQLR 9LOHOD p XP JUDQGH JRYHUno. Um marco na história SROtWLFD1XQFDVHWUDEDOKRX tanto, recuperando a crediELOLGDGHGR(VWDGR5HQHJRFLDQGR GtYLGDV VRHUJXHQGR Alagoas, que passou a ter FRQÀDQoD GDV LQVWLWXLo}HV passou a atrair indústrias. Antes não chegava um centavo, agora hå apoio do goYHUQR IHGHUDO 8P WUDEDOKR VpULRTXHID]GH$ODJRDVXP canteiro de obras�, colocou. CAPITAL Com relação à candidaWXUD GR GHSXWDGR IHGHUDO 5XL 3DOPHLUD 36'%  HP Maceió, o PSDB – caso se FRQÀUPHDFDQGLGDWXUDGHOH – terå um postulante no

campo da oposição ao preIHLWR&tFHUR$OPHLGD 33 Mi TXHREORFRDOLDGRGRSUHIHLto da capital discute outros nomes como Galba Novaes 35% TXHSUHVLGHD&kPDra Municipal de Maceió, e o secretårio municipal de InIUDHVWUXWXUD 0R]DUW $PDral (PMDB). Isso pode reSUHVHQWDU²RÀFLDOPHQWH²R ÀPGDDOLDQoDTXHIRLFRQVWUXtGDQDVHOHLo}HVGH TXHDSUR[LPRXRSUHIHLWRGH Maceió do atual governador 7HRWRQLR9LOHOD)LOKRPDLRU representação do partido em Alagoas. &ODXGLRQRU $UD~MR IRL indagado – por conta de o seminårio ser sobre os desaÀRVGDFLGDGHHSRUFRQWDGD busca do PSDB pelo cargo que hoje Ê de Almeida – sobre como enxergava o Executivo municipal. O presidente VDOLHQWRX´RSUHIHLWR&tFHUR Almeida realizou uma boa administração em seu primeiro mandato. Hå avanços que não podemos deixar de reconhecer�. (L.V.) SANDRO LIMA

PREFEITURA DE MACEIĂ“

5XL3DOPHLUDFRQĂ€UPDSUpFDQGLGDWXUD 2 GHSXWDGR IHGHUDO 5XL Palmeira (PSDB) assumiu novamente a condição de SUpFDQGLGDWR j 3UHIHLWXUD de MaceiĂł no ano de 2012. 5XL 3DOPHLUD WUDWDYD R DVsunto com cautela, por conta das discussĂľes internas dentro do prĂłprio “ninho tucanoâ€?, que apontavam outras possibilidades. AlĂŠm disto, hĂĄ ainda – na base aliada do governo estadual tucano – outros partidos que marcham junto com o PSDB que pensam lançar seus nomes na sucessĂŁo municipal da capital alagoana. SĂŁo eles, o Democratas, com R GHSXWDGR HVWDGXDO -HIIHUVRQ 0RUDLV H R GHSXWDGR IHGHUDO *LYDOGR &DULPEmR SHOR 36% 5XL 3DOPHLUD GL] TXH p OHJtWLPR R LQWHUHVVH

dos demais partidos, mas que buscarĂĄ o diĂĄlogo com os aliados para consolidar a prĂłpria candidatura em 2012. Questionado se jĂĄ assumia o discurso de prĂŠ-canGLGDWR R GHSXWDGR IHGHUDO respondeu: “eu sou prĂŠ-canGLGDWR j 3UHIHLWXUD GH 0DceiĂł. O PSDB trabalhava, anteriormente, outros nomes, mas surgiu o consenso HPWRUQRGRPHXQRPH5Hcebi o apoio do partido e sou prĂŠ-candidato. Esta etapa jĂĄ IRLYHQFLGDDJRUDpGLVFXWLU com a base aliada o processo da construção da candidaturaâ€?. De acordo com o deputado tucano, jĂĄ ouve uma primeira conversa com o deputado Givaldo CarimbĂŁo, apĂłs seu

nome ter sido sacramentado pela legenda. Palmeira nĂŁo antecipou detalhes deste primeiro encontro. PorĂŠm, FRQIRUPHLQIRUPDo}HVFROKLGDVQRVEDVWLGRUHVSROtWLFRV a base do governo debate sobre a possibilidade de se IUDJPHQWDUSDUDDVHOHLo}HV municipais em MaceiĂł. O prĂłprio presidente do partido, Claudionor AraĂşjo, destaca esta possibilidade. “Como MaceiĂł ĂŠ uma cidade grande, de um milhĂŁo de habitantes, e existe a possibilidade de um segundo turno. e QDWXUDO TXH DV IRUoDV VH IUDJPHQWHP+iHVWDGLVFXVsĂŁo, atĂŠ mesmo como uma HVWUDWpJLDÂľ FRORFRX 5XL 3DOPHLUDWDPEpPFRQĂ€UPRX que ĂŠ um debate real no proFHVVR SROtWLFR PDV GHL[RX D

entender que nĂŁo concorda FRP HVWD IUDJPHQWDomR GH IRUoDV´+iTXHPDFKHTXHp SRVVtYHOIUDJPHQWDUHVHWHU com isto um bom caminho para a disputaâ€?, colocou. &RP XPD IUDJPHQWDomRGHIRUoDVDXPHQWDVHD possibilidade do grupo “palacianoâ€? chegar ao segundo turno com um dos candidatos, jĂĄ que o quadro mostra XPDGLYLVmRGHIRUoDVPXLWR grande. Claudionor AraĂşjo IRL LQGDJDGR ² SRU H[HPSOR – sobre a presença de nomes FRP IRUWH GHQVLGDGH HOHLWRral, como o ex-governador 5RQDOGR /HVVD 3'7  ´-i YL PXLWR LPEDWtYHO VHU EDtido. A prĂłpria eleição do JRYHUQDGRU 7HRWRQLR 9LOHOD 36'% HPIRLDVVLPÂľ Rui PalmeiraGHVWDFDTXHEDVHWXFDQDEXVFDHQWHQGLPHQWR /9


TribunaIndependente

A “Geni� do governo

2

secretĂĄrio do Gabinete Civil e, mais recentemente, o seFUHWiULRGD(GXFDomRWRPDUDPDWLWXGHVS~EOLFDVRĂ€FLDLV contra a Procuradoria Geral do Estado. Nunca se viu isso na administração pĂşblica estadual. Tais gestos revelam alguns aspectos: a falta de respeito para com o colega titular da PGE; a omissĂŁo do governador, permitindo que venham a pĂşblico as desavenças internas do governo; a aparente intenção de desacreditar da instituição, sabe-se lĂĄ a razĂŁo. A Procuradoria, de forma JHUDOHRVSURFXUDGRUHVGHIRUPDHVSHFtĂ€FDVmRSRVWRVjH[HFUDção pĂşblica, por secretĂĄrios e demais gestores, como responsĂĄveis pela letargia caracterĂ­stica do governo. É o que diz nota divulgada pela entidade da categoria, retribuindo a acusação: “na verdade, HQFDPLQKDPSURFHVVRVGH~OWLPDKRUDHMXVWLĂ€FDPHYHQWXDOGHPRUDGHIRUPDOHYLDQDjGHVtGLDGHFROHJDVSURFXUDGRUHVÂľ1RVFDVRV HVSHFtĂ€FRVGRFRQIURQWRFRPD(GXFDomRHFRPR*DELQHWH&LYLOD Corregedoria Geral atesta que a PGE agiu com acerto, dentro da lei. Resta saber porque, de forma geral, o prĂłprio governo escolheu a instituição para sua “Geniâ€?, como se os demais ĂłrgĂŁos fossem UHIHUrQFLDVGHHĂ€FLrQFLDFRPSHWrQFLDHDJLOLGDGH

Boemia ,GpLDGRDJU{QRPRDĂŞnis Melo, GRSRHWD6LGQH\:DQGHUOH\HGR MRUQDOLVWD(VGUDV*RPHVVHLQLFLD KRMHDFRPHPRUDomRGRVDQRV GH=pGR&DYDTXLQKRVDXGRVR LQVWUXPHQWLVWDHFRPSRVLWRUGH 9LoRVDÂŹVKRUDVQR2UiNXOR HP-DUDJXiRXWRUJDGD&RPHQGD 7URYDGRU%HUUDQWHODQoDPHQWRGH &'HUHYLVWDVREUHRKRPHQDJHDGRFRPVKRZGHÂżOKRVGH=pGR &DYDTXLQKR(VWDGRH3UHIHLWXUDGH 9LoRVDDSRLDPRSURMHWR

Casualidade $DEHUWXUDGDWHPSRUDGDGHFUX]HLURVDQWHRQWHPQR3RUWRGH0DFHLy IH]UHSHWLUXPDFHQDMiDQWLJDGHXPDQRDWUiVRJRYHUQDGRU7pR9LOHOD HRSUHIHLWR&tFHUR$OPHLGDQRPHVPRSDODQTXHFRPRQDFDPSDQKDGH $SHVDUGHUHFHQWHVGLYHUJrQFLDVS~EOLFDVRVGRLVIRUDPVHQVDWRV QDSRVWXUDHQRVGLVFXUVRV

Nada muda 5RQDOGR/HVVDVRIUHXHVWDVHPDQDRXWUDGHUURWDQDWHQWDWLYDGHMXQWR DR7ULEXQDO6XSHULRU(OHLWRUDOREWHURPDQGDWRGRJRYHUQDGRU7pR 9LOHOD0DVLVVRQmRGLPLQXLXRkQLPRGRVVHXVFRUUHOLJLRQiULRVSULQFLSDOPHQWHRVGDiUHDMXUtGLFDeFHUWH]DSDUDHOHVTXHRH[JRYHUQDGRU WHUiJDQKRGHFDXVDSHODIDUWXUDGHSURYDV

Ousadia

Acerto

2GHSXWDGRHVWDGXDO0DUFRV %DUERVD 36% SRGHVHFRQVWLWXLU QRPDLRUSUHVLGHQWHGDKLVWyULD GR&5%'HSRLVGHUHWRUQDUj 6pULH%RFOXEHWHPFKDQFHVGH FRQTXLVWDURWtWXORGHFDPSHmR EUDVLOHLURGD6pULH&(SDUD DQRGRFHQWHQiULRGRFOXEH DSURSRVWDpJDQKDUR&DPSHRQDWR$ODJRDQRHVXELUj6pULH$

5RQDOGR0HGHLURV 37 GHSXWDGR HPSULPHLURPDQGDWRHVWiFRP XPERPGHVHPSHQKRQD$VVHPEOHLD/HJLVODWLYD7HPDERUGDGR WHPDVUHOHYDQWHVHVXVFLWDGR TXHVW}HVTXHVHDGHTXDPDR LQWHUHVVHGDVRFLHGDGH8P WUDEDOKRDWpDJRUDSRVLWLYRSULQFLSDOPHQWHSDUDTXHPQXQFDKDYLD H[HUFLGRXPPDQGDWRSROtWLFR

Objeção 1DUHIRUPDPLQLVWHULDOSUHYLVWDSDUDMDQHLURRJRYHUQRSUHWHQGHH[WLQJXLU DOJXQVyUJmRVFRPVWDWXVGHPLQLVWpULReRFDVRGD6HFUHWDULD(VSHFLDOGH3ROLWLFDV3DUDDV0XOKHUHVTXHLQWHJUDULDRIXWXUR0LQLVWpULRGH 'LUHLWRV+XPDQRV$DGYRJDGD6RODQJH-XUHPDSURWHVWRXFRQWUDLVVRQD &RQIHUrQFLDGD2$%HP&XULWLED

Memória 9ROWDDVHIDODUTXH/DPSLmROtGHUGRFDQJDoRQR1RUGHVWHWHULDVLGR KRPRVVH[XDO4XHPOHYDQWRXDTXHVWmRKiDQRVIRLRSURIHVVRUH DQWURSyORJREDLDQR/XL]0RWW(PHOHDQXQFLRXLVVRHP0DFHLy QXPDHQWUHYLVWDDRSURJUDPD³3DMXoDUD(VSHFLDO´QD793DMXoDUD( LQFOXLX6DQWRV'XPRQWH6mR-RUJHQRURO

“

Antes de entrar na política fui engenheiro, chefe de grandes obras no Brasil. TambÊm fui prefeito e governador e tudo o que possuo foi adquirido com honestidade.� RONALDO LESSA ([JRYHUQDGRUGH$ODJRDVHSUHVLGHQWHUHJLRQDOGR 3'7H[SOLFDQGRDVXDHYROXomRSDWULPRQLDO

$FDVDGHVKRZV%XJDQYLOLDUHDOL]DKRMHD1RLWHGR%UHJDFRPVKRZV GDVEDQGDV&DOFLQKD3UHWDH/RV%RUUDFKRVDOpPGHDSUHVHQWDomRGR RJUXSR(VTXDGUmRGH%DOOL$SDUWLUGDVKRUDV,QIRUPDo}HV  * A cantora Carolina Leopardi se apresenta hoje no Teatro de Arena SĂŠrgio Cardoso, na Praça Deodoro, com um show baseado na obra de Nara LeĂŁo, grande nome da MPB. A partir das 20 horas. Ingresso a R$ 20,00. Informaçþes: 3315.5665. 2DXGLWyULRGR,)$/UHFHEHKRMHDFRPpGLDÂł5RPHX(YDH$GmR´ DSDUWLUGDVKRUDV$PDQKmQRPHVPRKRUiULRHORFDODFRQWHFHD DSUHVHQWDomRGRHVSHWiFXORÂł%UDQFDGH1HYHHDV6HWH3HFLQKDV´,QIRUPDo}HVH * O restaurante e bar Trilha do Mar, em Garça Torta, recebe hoje JoĂŁo Rafael (guitarra e violĂŁo), Heleno Silva (bateria), Artur Pontes (sax) e VĂ­tor Borges (teclado). O quarteto mescla jazz, pop e bossa nova. Ă€s 20 horas. Informaçþes: 9331.0154. 1DPHVPDKRUDGRLVMRJRVGXDVGHFLV}HVÂŹVKRUDVR$6$UHFHEH R9LWyULD%$WHQWDQGRJDUDQWLUSUHVHQoDQD6pULH%HPHP0DFHLyR&5%FRPYROWDJDUDQWLGDj6pULH%LQLFLDDGLVSXWDGRWtWXORGR %UDVLOHLUR6pULH&FRQWUDR-RLQYLOOH

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011 POLĂ?TICA

3

Guerra quer renovação dos quadros do PSDB 3DUWLGRDSRVWDHPQRYRVQRPHVSDUDVHUHD¿UPDUQDSROtWLFDEUDVLOHLUD SANDRO LIMA

VICTOR AVNER REPĂ“RTER

A

o que parece foi necessĂĄrio ser derrotado nas trĂŞs Ăşltimas eleiçþes presidenciais para o PSDB decidir se atualizar politicamente. Em breve participação no seminĂĄrio tucano realizado em MaceiĂł, o presidente nacional da legenda, SĂŠrgio Guerra, revelou que o partido aposta na renovação de seus quadros como trunfo para os prĂłximos pleitos eleitorais. “NĂŁo se exclui as pessoas que tĂŞm experiĂŞncia, mas ĂŠ preciso dar a vez aos novosâ€?, aponta Guerra, que ĂŠ deputado federal por Pernambuco. Pela nova tĂĄtica eleitoral, os tucanos de bico longo — como sĂŁo apelidados os caciques do partido — nĂŁo perderiam seu poder, mas teriam funçþes de bastidores na legenda. “Acho que precisamos ter uma nova geração de lĂ­deresâ€?, avalia o presidente nacional. Para conseguir esse novo gĂĄs, o partido vai realizar uma sĂŠrie de campanhas de Ă€OLDomR HP WRGR R SDtV ´7Rdos os estados precisam disso >PDLV Ă€OLDGRV@ 3DUD TXH DVsim tenhamos uma base de militantes para as prĂŠviasâ€?,

SÊrgio Guerra, presidente nacional do partido, quer dar mais espaço a novas lideranças tucanas

comenta, ao tempo que destaca que o PSDB Ê um das siglas com maior número de ÀOLDGRV E a busca por novas liGHUDQoDV Mi VH UHà HWH QDV eleiçþes municipais de 2012. 2 WXFDQDWR SUHWHQGH ODQçar jovens candidatos para a gestão de vårias cidades

brasileiras. Em MaceiĂł, o nome escolhido foi o de Rui Palmeira. Com experiĂŞncia de apenas duas eleiçþes e 35 anos, o deputado federal serĂĄ RFDQGLGDWRGDOHJHQGDjSUHfeitura da capital. “Vai ser o nosso candidato e vamos estar juntos, apoiando eleâ€?, diz Guerra.

Em Pernambuco não serå GLIHUHQWH 2 GHSXWDGR HVWDdual Daniel Coelho, que tem 33 anos, Ê o mais cotado para DVVXPLUDFKHÀDGDFDQGLGDtura tucana em Recife. É o pontapÊ inicial para a renovação nacional do PSDB, que em 2014 quer reconquistar o poder perdido.

ARAPIRACA

´)DPtOLDHVWiDFLPDGDSROtWLFD¾GL]7HyÀOR Tão disputada quanto a prefeitura de Maceió Ê a eleição em Arapiraca. Na principal cidade do interior do estado, a prÊ-campanha coloca em confronto direto os irmãos RogÊrio e Ricardo 7HyÀOR 2V GRLV QRPHV VmR igualmente bem aceitos pela população agrestina, mas decidiram agir politicamente em lados opostos. Contudo, a disputa familiar não deve resistir atÊ a RÀFLDOL]DomR GDV FDQGLGDWXras. Pelo menos Ê o que indica o irmão mais velho, RoJpULR7HyÀOR´$IDPtOLDHVWi acima da política, a família estå unida�, tergiversa ao ser questionado sobre qual dos irmãos abriria mão da prefeitura. 2FRQà LWRVHLQLFLRXQHVWH ano, quando os ambos deixaram o PPS para seguir camiQKRVGLVWLQWRV2VGRLVRSWDram pela legenda de seus chefes de Executivo. Secretårio de Articulação Política do governo Vilela, RogÊrio escolheu como nova casa, o PSDB. Jå Ricardo, secretårio municipal de Arapiraca, GHFLGLX HQWUDU QDV ÀOHLUDV do PMDB, partido do prefeito Luciano Barbosa. A siglas são adversårias declaradas na disputa pela principal prefeitura do interior. (V.A.)


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Recursos a conta-gotas

M

aior programa habitacional jå colocado em pråtica no país e com um dos orçamentos mais altos do Governo Federal, o Minha Casa, Minha Vida parece ter represado os recursos. Segundo o jornal O Globo, agora em 2011 a quase totalidade de dinheiro liberado veio dos restos a pagar de 2010. Do orçamento deste ano, atÊ o dia 22 de Novembro foi liberado apenas R$ 8,6 milhþes, ou 0,15% do total previsto. Em 2011 foram liberados R$ 6, 605 bilhþes, dos quais R$ 5 597 bilhþes são de restos a pagar jå desembolsados. Quando considerados os três anos de existência do programa (foi lançado em 2009) jå foram previstos R$ 24,6 bilhþes, mas atÊ Novembro apenas R$ 8,7 bilhþes LQFOXLQGRRVUHVWRVDSDJDU IRUDPGHVHPEROVDGRVRTXHVLJQLÀFD um índice de 35,6%. O Programa Ê coordenado pelo MinistÊrio das Cidades e utiliza como agente a Caixa Econômica Federal, tendo como objetivo aumentar a oferta de moradias para famílias com renda de atÊ R$ 5 mil. A sua meta Ê construir 2 milhþes de moradias atÊ 2014. Em 2009, havia R$ 5,25 bilhþes previstos, dos quais 29,94% (R$ 1,57 bilhão) foram pagos. Em 2010 dos R$ 6,68 bilhþes previstos, apenas 2,15% (R$ 143,32 milhþes) foram gastos. No ano passado, assim como agora o volume de restos a pagar do ano anterior foi mais expressivo: R$ 1 428 bilhão, representando 90,88% do total desembolsado em 2010.

(Q¿PR&yGLJR Hå três anos circulando timidamente pelos gabinetes da Assembleia LegislaWLYD¿QDOPHQWHDTXHOD&DVDDSURYRXR Código de Ética e Decoro Parlamentar. Apresentado em 2009 pelo deputado Judson Cabral (PT), o documento se propþe a ser o marco regulatório do decoro da Casa. Ainda de acordo com Judson, o Código foi elaborado tendo como base documentos similares da Câmara Federal e de outras assemblÊias estaduais. O Código prevê a aplicação da censura verbal ou escrita e farå com que a Comissão de Ética da ALE, criada tambÊm em 2009, tenha razão de existir. No caso de ser aberto um processo, a Comissão deverå se posicionar sobre a suspensão e atÊ perda de mandato de algum parlamentar, dependendo da gravidade da ocorrência. A Assembleia de Alagoas era a única do país a não ter um Código de Ética.

Recursos hídricos Considerado o maior evento do país na årea, serå aberto neste Domingo, ås 19h, o 19º Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos. O evento acontecerå no Centro Cultural e de Exposiçþes e se estenderå atÊ a quinta feira (1) com uma vasta programação que inclui palestras, debates, conferências e exposiçþes e que contarå com a participação de vårios especialistas no setor. A organização do Simpósio Ê da Associação Brasileira de Recursos Hídricos, que conta com o apoio da Companhia de à gua e Saneamento de Alagoas (Casal) e da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Narciso perde A TV Senado estrĂŠia em Dezembro um novo programa voltado a difundir a literatura e os grandes escritores brasileiros, especialmente aqueles com assento na Academia Brasileira de Letras. E o primeiro programa tem como personagem principal, “curiosamenteâ€? o prĂłprio Presidente do Senado, JosĂŠ Sarney. Batizado de “HistĂłrias de AcadĂŞmicosâ€?, o programa faz uma trajetĂłria do “imortalâ€? enfocado, visita sua terra natal, analisa suas obras e colhe depoimentos de amigos e admiradores. O Senador JosĂŠ Sarney, autor de obras como “Saramindaâ€?, “O Dono do Marâ€? e “Maribondos de Fogoâ€? entre outras, ingressou na ABL em julho de 1980. Segundo a direção da TV Senado, Sarney foi escolhido como primeiro personagem enfocado pela facilidade em acessĂĄ-lo e contar sua histĂłria. TĂĄ bom!

Ă“leo nosso de cada dia O reaproveitamento do Ăłleo de cozinha utilizado em frituras em residĂŞncias, restaurantes e lanchonetes e transformado em biomassa ĂŠ o objetivo do programa “Projeto Coleta de Ă“leo – Uma iniciativa, mil benefĂ­ciosâ€? lançado esta semana. Um levantamento concluiu que somente nas residĂŞncias da capital sĂŁo utilizados mensalmente 460 mil litros de Ăłleo, e a idĂŠia ĂŠ reciclar 10% deste total (46 mil litros). O projeto vai permitir a geração de renda e inclusĂŁo social de forma produtiva. Iniciativas semelhantes jĂĄ foram colocadas em prĂĄtica em diversas cidades brasileiras, sempre com muito ĂŞxito.

Protesto cultural Artistas e representantes culturais de vårios matizes reuniram-se esta semana em Brasília e protestaram contra a política cultural que vem sendo desenvolvida pelo Governo Federal. AtÊ que livraram a cara da Ministra Ana de Hollanda, considerando que ela não tem recursos nem apoio para desenvolver atividades culturais para atender a demanda. AlÊm de artistas da musica, do circo, do teatro e da televisão, participaram deputados e senadores integrantes da Frente Parlamentar da Cultura. Todo o movimento surgiu em função do corte no orçamento do MinistÊrio da Cultura para 2012. Serå o segundo ano de redução orçamentåria. De 2010 para 2011, o orçamento caiu de R$ 2,29 bilhþes para R$ 2.13 bilhþes. Para 2012 a verba prevista Ê de R$ 1,79 bilhão, fato que tem preocupado a classe artística do país. A esperança para o ano que vem são as emendas parlamentares.

3ROtWLFDGHVWUyL A divergência de opiniþes entre pessoas amigas faz parte do relacionamento e atÊ mesmo Ê salutar. Mas na política, a coisa não funciona assim. Vejam o caso entre o Prefeito Cícero Almeida e o deputado Jeferson Moraes. Amigos-irmãos de longa data, antes mesmo de trabalharem juntos na TV Alagoas por anos, agora trocam desaforos, perdem o bom senso e deixam a relação de amizade azedar por pura bobagem. Antes dos mandatos, mesmo discordando em algumas opiniþes sempre mantiveram o respeito mútuo, a amizade acima das posiçþes contrårias HDDMXGDHPTXDOTXHUPRPHQWRHPTXDOTXHUVLWXDomReRUHÀH[RGH como a política faz mal ao coração e a alma das pessoas. ‡2IXWHEROSRGHPDUFDUHVWH6iEDGRQRFRUDomRGHPLOKDUHVGHDODJRanos. Em Arapiraca, o representante de Alagoas da SÊrie B, o ASA, joga a partida mais importante da sua história, contra o Vitória da Bahia, buscando manter-se entre os 40 melhores clubes do país do futebol. ‡-iQDFDSLWDOR&5%EXVFDXPUHVXOWDGRSRVLWLYRGLDQWHGR-RLQYLOH GH6DQWD&DWDULQDSDUDWHQWDUDOFDQoDURWtWXORLQpGLWRGHFDPSHmREUDVLOHLURGD6pULH&QRSULPHLURGRVGRLVHPEDWHVFRQWUDRVFDWDULQHQVHV 6RXPDLV$ODJRDV ‡1HVWH¿QDOGHVHPDQDSURVVHJXHD2SHUDomR9HUmR6HJXURQDV URGRYLDV$/QRUWHH6XO3DUDPHOKRUDURÀX[RGHYHtFXORVTXH buscam as praias alagoanas e toda a extensão do litoral. ‡$VORPEDGDVHOHWU{QLFDVQDVUXDVURGRYLDVVHUmRGHVOLJDGDVHQWUHK HKSDUDIDFLOLWDUDYLGDGRVPRWRULVWDVHQD6XOFDPLQK}HVFRP PDLVGHTXDWURWRQHODGDVQmRSRGHPFLUFXODU ‡2WUDEDOKRpGHVHQYROYLGRHPFRQMXQWRSHODVIRUoDVGHVHJXUDQoDQR trânsito como DETRAN, DER, SMTT e Polícia Militar.

Luiz Pedro livre deve comparecer a Câmara Advogado ressalta que seu cliente não teve oportunidade para se defender NIGEL SANTANA REPÓRTER

P

or decisão do desembargador Orlando Cavalcanti Manso, o vereador Luiz Pedro (PMN) saiu da Casa de Custódia da Polícia Civil, no bairro do Farol, onde estava detido desde o dia 9 de novembro. O habeas corpus julgado pelo magistrado chegou às mãos do advogado por volta das 12h de ontem. O pedido de prisão foi expedido pelo juiz da 8ª Vara Criminal da Capital, João Dirceu. O vereador Ê acusado de ameaçar Sebastião Pereira dos Santos, pai de Carlos Roberto Rocha, servente de pedreiro assassinado em

2004. Luiz Pedro, segundo apurou o inquĂŠrito policial, ĂŠ o suposto autor intelectual do crime contra o servente. Por conta desse delito, o parlamentar chegou a ser preso novamente em 2008, porĂŠm, logo foi solto. Quem esperou do lado de fora da Casa de CustĂłdia e aguardou que o vereador iria falar com a imprensa se enganou. Luiz Pedro saiu bem tranquilamente, trajando bermuda preta e uma camisa branca. Enquanto alguns jornalistas tentaram conseguir uma entrevista, o vereador entrou em sua caminhonete importada, veĂ­culo tradicional entre os polĂ­ticos alago-

anos, e partiu em direção Ă  sua residĂŞncia. Luiz Pedro deve retornar as atividades na Câmara de Vereadores de MaceiĂł na sessĂŁo da prĂłxima terça-feira (29). O advogado do vereador, JosĂŠ Fragoso, disse Ă  imprensa que a Justiça nĂŁo lhe deu o direito de se defender das acusaçþes quando estava em liberdade, sendo que Luiz Pedro nunca se negou a dar informaçþes sobre o caso. “O decreto de prisĂŁo contra o Luiz Pedro foi ilegal. Lembro-me que as outras trĂŞs prisĂľes tambĂŠm nĂŁo tiveram fundamento, isso porque nunca o procuraram para que ele se defendesse das acusaçþes. Tudo que estou

argumentando foi acatado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas, e consequentemente, o habeas corpus foi julgado favoråvel ao meu cliente�, argumentou Fragoso aos jornalistas. CRIME Carlos Roberto Rocha foi brutalmente assassinado quando retornava a sua casa próximo ao residencial Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió. Ele recebeu 21 tiros e seu corpo nunca foi encontrado. O pai, Sebastião Pereira dos Santos, conseguiu provas e denunciou que o Instituto MÊdico Legal teria recolhido o corpo, embora a direção houvesse negado o recolhimento. SANDRO LIMA

COPA 2014

Deputado quer uma seleção em MaceiĂł Alagoas poderĂĄ ser uma das cidades-bases que poderĂŁo receber uma seleção durante a Copa do Mundo de  e R TXH DĂ€UPD R SUHsidente da comissĂŁo especial da Lei Geral da Copa, deputado Renan Filho (PMDB). De acordo com o parlamentar, MaceiĂł tem grandes possibilidades de ser escolhida por uma seleção que disputarĂĄ o torneio. “MaceiĂł estĂĄ bem localizada. PrĂłximo a Recife e com voos para Salvador e Natal, cidades que receberĂŁo os jogos da Copa do Mundo. Temos uma boa estrutura hoteleira, o estĂĄdio Rei PelĂŠ estĂĄ em boas condiçþes e isso revela boas possibilidades de que Alagoas seja escolhida como uma cidade-base ĂŠ real. Futuramente terei reuniĂŁo com o governador Teotonio Vilela Filho [PSDB] para tratar desse assuntoâ€?, explica. Renan Filho tambĂŠm jĂĄ se reuniu com os demais componentes da Bancada para debater com o ministro dos Esportes, o alagoano Aldo Rebelo. O intuito foi de tentar assegurar que MaceiĂł estivesse entre as 80 cidades-bases que se disponibilizaram a receber os jogadores e suas comissĂľes tĂŠcnicas. Passada a reuniĂŁo, a capital alagoana foi uma das escolhidas, agora o processo ĂŠ outro: ao todo, serĂŁo escolhidas 32 cidades-bases, sendo que alguns municĂ­pios de SĂŁo Paulo e Rio de Janeiro apresentaram uma lista de cidades muito bem estruturadas. “Com o empenho da comissĂŁo especial, dos deputados federais alagoanos, e mais o reforço do ministro Aldo Rebelo, MaceiĂł estĂĄ apta a receber uma seleção da Copa do Mundoâ€?. (NS)

Vereador Luis Pedro consegue sair do presídio e retorna a sua atividade parlamentar na terça-feira

NO SENADO

Renan pede construção das sondas do Estaleiro Eisa Alagoas O senador Renan Calheiros (PMDB) pediu pressa no dia de ontem, 25, ao governo federal, junto Ă  Petrobras, no atendimento da construção de sondas pelo Estaleiro Eisa, que ĂŠ tudo que falta para o inĂ­cio das obras, em Coruripe. “Isso ĂŠ fundamental para que a empresa (Grupo Synergy), o empresĂĄrio (German Efromovich, dono do grupo), possa dar DVJDUDQWLDVTXHRĂ€QDQFLDmento exigeâ€?, defendeu. Renan lembrou que esse assunto jĂĄ foi tratado com a presidente Dilma e em outras reuniĂľes com setores do governo. “Esperamos, portanto, que a evolução

do pleito seja efetivamente atendida. Alagoas precisa muito desse investimento, que apesar de ser privado, ĂŠ fundamental para o desenvolvimento do Estado, para a geração de rendaâ€?, disse. O senador lembrou que dez estaleiros serĂŁo construĂ­dos no Brasil nos prĂłximos meses, no rastro do prĂŠ-sal. Cinco deles iniciaram as obras. â€œĂ‰ necessĂĄrio, tambĂŠm, que nesse esforço nacional tenhamos o estaleiro de Alagoasâ€?, reforçou, reaĂ€UPDQGRTXH´FRPRMiGLVVH em outras oportunidades, vou continuar fazendo tudo para que possamos concretizar essa obra fundamentalâ€?.

MACEIĂ“

INSS

Ontem, no auditório da Federação das Indústrias de Agricultura, representantes da Juventude do PMDB se reuniram para tratar de temas como educação, saúde, segurança pública, e políticas públicas para os jovens que moram em Maceió. O deputado federal Renan Filho (PMDB) informou que o debate foi muito produtivo, e contou com as presenças da prefeita Mellina Freitas, do secretårio de Infraestrutura, Mozart Amaral, e da secretåria de Saúde de Arapiraca, AurÊlia Fernandes.

Ainda no Senado, Renan Calheiros alertou para o avanço do consumo de crack no país. O senador disse que a previsão de investimentos do governo federal para o combate ao crack e outras drogas, neste ano, foi de R$ 410 milhþes. Calheiros tambÊm aproveitou a oportunidade para anunciar a instalação de mais cinco agências do INSS em Alagoas. Municípios de Cacimbinhas, Passo do Camaragibe, Feira Grande, Matriz do Camaragibe e Boca da Mata serão os contemplados.

Juventude do PMDB debate problemas

Calheiros anuncia cinco agĂŞncias em AL

Renan enfatizou os esforços que vĂŞm sendo empreendidos em favor da construção do estaleiro. Revelou que tem conversado com o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) sobre o assunto. “A licença ambiental foi encaminhada depois da reuniĂŁo da bancada federal com o governador e a ministra do Meio Ambiente. O cancelamento da autorização de crĂŠdito, que havia sido concedida ao estaleiro pelo Fundo da Marinha Mercante, pode ser renovado sem problemas. O que falta, efetivamente, ĂŠ a garantia da construção de sondasâ€?, ressaltou o lĂ­der do PMDB.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

POLĂ?TICA

5

PSD mostra liderança na Região Norte Legenda reuniu em Porto Calvo pretensos candidatos aos cargos de prefeitos e vereadores dos municípios nortistas

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

O sorriso de Roseana

D

ona de grande prestígio no Palåcio do Planalto, a ex-prefeita de Feliz Deserto e hoje administradora do Porto de Maceió, Roseana Beltrão, mostra que tem força politica. Na ultima semana conseguiu reunir o governador Teotonio Vilela e o prefeito de Maceió, Cícero Almeida, durante a inauguração da estação receptiva do Porto, diante de evento apoteótico com GLUHLWRDWpGHDSUHVHQWDo}HVFXOWXUDLVGHIROJXHGRV2RTXHPDLV se destacava era o sorriso de Roseana, que com seu jeito tranquilo VDEHDUWLFXODUHFKHJDUDRGHQRPLQDGRU3DUDHODQmRpFDUWD fora do jogo, pelo contrårio, Roseana conta com o apoio irrestrito da presidenta Dilma para qualquer decisão politica.

Força da Medicina Traçando o cenårio politico da cidade de Capela, o prefeito Adelminho Calheiros (PMDB) poderå contar com a mÊdica Petrúcia Morais, viúva do ex-prefeito JosÊ Vânio, como sua candidata a vice. No outro lado tem a família Mello, que jå colocou o nome de Totinho como cabeça na disputa, e o mÊdico Ronaldo Luz seria o nome para composição da chapa.

Transporte para professor Foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados o projeto de lei que permite aos professores o uso do transporte escolar gratuito jå oferecido aos alunos, desde que existam assentos vagos e que não haja alteração da rota. A proposta foi aprovada em caråter conclusivo e serå encaminhada para o Senado.

Sobre a PGE Tem sido pĂşblico a situação desgastante vivida na Procuradoria Geral do Estado, fato este que teve a queda de seu procurador, Charles Weston, apĂłs embate com o secretĂĄrio de estado da Educação, Adriano Soares. Assim, o governador jĂĄ tinha uma carta na manga e nomeou Marcelo Teixeira para o lugar de Weston. Via twitter, Adriano Soares foi claro: “A PGE ĂŠ um ĂłrgĂŁo com carreira de Estado e, por isso, muito importante.O ideal ĂŠ uma PGE forte e compromissada. Torço por issoâ€?. Vamos aguardar o desfecho dessa histĂłria, que parece ter outros capĂ­tulos.

Ă€ francesa 'HSRLVGHVWDFROXQDLQIRUPDUTXHIRQWHVSDODFLDQDVFRQÂżUPDUDPTXH se procurava uma saĂ­da triunfal para o “super-secretĂĄrioâ€? LuĂ­s OtĂĄvio Gomes, parece que estĂŁo agora tentando uma saĂ­da Ă  francesa, sem muita repercussĂŁo. O interessante ĂŠ que o governador Teotonio Vilela jĂĄ anda abusado com o assunto. O vice Thomaz NonĂ´ foi para a linha de fogo e defendeu o “super-secretarioâ€?, mesmo assim vamos aguardar essa semana para a leitura de mais um artigo de LOG; quem sabe serĂĄ a carta de despedida.

“Amigosâ€?! Eleiçþes Ă  parte?! A briga entre o prefeito CĂ­cero Almeida e o deputado Jefferson Morais tomou a proporção que muitos polĂ­ticos gostam, ou seja, ganhou a mĂ­dia. Desde os tempos do PlantĂŁo de PolĂ­cia, onde Jefferson e Almeida faziam o maior sucesso, eles nĂŁo se “bicavamâ€?, e parece que as feridas continuam abertas. Mas, como todos sabemos, o desejo de Morais ĂŠ realmente ser candidato a prefeito da capital, e jĂĄ obteve o sinal verde do DEM, e todo esse barulho se dĂĄ por isso.

Na terra do Artur Ramos Teve inicio ontem, e com recorde de público, a 23ª Edição do Festival do Bagre na cidade do Pilar. O evento, que vai atÊ este domingo, dia 27, contarå com atraçþes culturais, esportivas e gastronômicas, com destaque para o tradicional concurso de Peixada de Bagre, que atrai curiosos e visitantes de toda parte do Brasil.

Tecnologia O Detran/AL implantou uma nova tecnologia para controle da emissão de documentos de veículos, tanto o CRLV (documento de porte obrigatório) quanto o CRV (documento de compra e venda).Devido às adaptaçþes normais na implantação do novo sistema, a entrega desses documentos – de primeiro emplacamento, transferência, alteração de dados do veículo ou segunda via – não estå sendo feita dentro do prazo habitual, de 24 a 48 horas.

ASSESSORIA

EDITORIA DE POLĂ?TICA COM ASSESSORIA

P

resente em 94 municĂ­pios de Alagoas, com diretĂłrios constituĂ­dos, o Partido Social DemocrĂĄtico realizou na sexta-feira (25), em Porto Calvo, o 1Âş Encontro do PSD na RegiĂŁo Norte. O evento contou com D SUHVHQoD GH Ă€OLDGRV H SUp candidatos nas eleiçþes do ano que vem nos municĂ­pios de SĂŁo Miguel dos Milagres, SĂŁo Luiz do Quitunde, Passo de Camaragibe, Matriz de Camaragibe, JundiĂĄ, Maragogi, Japaratinga, JacuĂ­pe, Barra de Santo AntĂ´nio, DOpP GH 3RUWR &DOYR No Estado, o PSD tem hoje quatro prefeitos, trĂŞs YLFHSUHIHLWRVHMiGHĂ€QLX SUpFDQGLGDWRV TXH YmR FRQcorrer Ă  prefeitura em 2012. Porto Calvo tem a maior bancada do Legislativo Municipal, com trĂŞs dos nove vereadores. Com um bom desempenho esperado desde a fundação, segundo o vice-presidente do PSD e lĂ­der do partido na Assembleia, deputado estadual Dudu Hollanda, “o partido soma a proposta e a credibilidade dos polĂ­ticos de seus quadros. É o caso do deputado federal JoĂŁo Lyra e do prefeito de SĂŁo Paulo, Gilberto Kassab, fundador da legendaâ€?. Juvenal

Dudu Holanda, deputado estadual e vice-presidente do PSD, comandou reuniĂŁo em Porto Calvo

Veiga, presidente da Câmara de Vereadores e do diretĂłrio municipal do PSD em Porto &DOYR LQIRUPRX TXH DOpP GRV  Ă€OLDGRV GR PXQLFtSLR o nĂşmero de cadastrados TXH DJXDUGDP FRQĂ€UPDomR GD Ă€OLDomR Mi SDVVD GH  “Em Porto Calvo jĂĄ somos

XP SDUWLGR VXÀFLHQWHPHQWH forte para disputar a prefeiWXUD DQR TXH YHP DOpP GH lançarmos 16 candidatos a vereador�. O encontro foi marcado pelo cadastramento dos provåveis candidatos majoritårios e proporcionais para a

eleição de 2012. Secretårio-geral do PSD em Alagoas, Messias Lino orientou os ÀOLDGRV VREUH D LPSRUWkQFLD da atualização cadastral, fornecendo para cada representante dos diretórios municipais um endereço de HPDLORÀFLDO

MARINHA MERCANTE

Fundo renova prioridade para estaleiro O governador Teotonio Vilela comemorou nesta sexta-feira (25) a renovação, pelo Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante, da SULRULGDGH GH ÀQDQFLDPHQWR para o Estaleiro Eisa Alagoas. A decisão, tomada na última quinta-feira (24), reabilita o Grupo Synergy a captar FUpGLWR MXQWR jV LQVWLWXLo}HV ÀQDQFHLUDV SDUD YLDELOL]DU R empreendimento. O governador participou, no Rio de Janeiro, da solenidade de entrega do navio Celso Furtado, construído pelo Estalei-

ro MauĂĄ, de propriedade do empresĂĄrio German Efromovich. Segundo o governador, o Fundo da Marinha Mercante nĂŁo apenas aprovou a renovação da autorização para o Ă€QDQFLDPHQWR FRPR HORJLRX o projeto para a construção do Estaleiro Eisa Alagoas. 2V DJHQWHV Ă€QDQFHLURV SDUD execução do projeto, orçado em R$ 1,5 bilhĂŁo, devem ser o Banco Nacional de Desenvolvimento EconĂ´mico e Social (BNDES) e o Banco do Nordeste. “NĂŁo havia dĂşvida de que

a autorização seria renovada�, enfatizou o governador, lembrando que a autorização tinha sido concedida hå dois anos e que havia sido suspensa porque o prazo para captação dos recursos expiURX ´2 (VWDOHLUR (LVD p XP empreendimento importante para o desenvolvimento do Estado, desde a capacitação SURÀVVLRQDOjJHUDomRGHHPprego e renda e a competitividade saudåvel do mercado�, salientou. Em seu discurso na cerimônia de entrega do navio Celso Furtado, que contou

com a presença da presidenta Dilma Roussef (PT), o presidente do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval, Ariovaldo Rocha, parabenizou o governador Teotonio Vilela Filho pela vitória do Eisa Alagoas junto à Marinha Mercante. ´3DUDEpQV JRYHUQDGRU Teotonio Vilela, por mais essa etapa vencida na consolidação do Estaleiro Eisa em $ODJRDV¾ DÀUPRX R LQGXVtrial. O secretårio de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz 2WiYLR *RPHV UHDÀUPRX que a renovação da prioridaGH GH ÀQDQFLDPHQWR FRQFHdida pelo Fundo de Marinha 0HUFDQWHpPDLVXPDYLWyULD do governo de Alagoas para a instalação do estaleiro Eisa no Estado.


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

OpiniĂŁo

Ă rvores da AL-220

U

ma colisão entre dois veículos ocorrida em setembro deste ano levantou polêmica sobre a existência de 1600 årvores plantadas, hå mais de 40 anos na rodovia AL-220 que liga o município de São Miguel dos Campos a Campo Alegre. Inúmeros acidentes jå ocorreram com vítimas fatais e a maioria deles motivado por choque de automóveis contra o tronco das årvores. O projeto para a retirada das årvores ganhou fôlego na AssemblÊia Legislativa de Alagoas, proposto que foi pelo deputado Joãozinho Pereira. No entanto, pelo fato do ato se transformar em uma agressão ambiental que pode causar repercussão fora do Estado, o assunto estå sendo levado às câmaras dos vereadores dos municípios por onde a rodovia passa. Ontem, o projeto foi discutido em Arapiraca com parti-

cipação do presidente do Instituto do Meio Ambiente e de ambientalistas. É importante ressaltar neste aspecto, o desprezo das discussþes acerca das causas dos inúmeros acidentes jå ocorrido na AL-220. Imprudência, embriguez no volante, alta velocidade e må conservação dos veículos são fatores resultantes de acidentes com vítimas fatais nas estradas.PorÊm, no caso local, a culpa recaiu sobre a natureza, independentemente da forma como foi manipulada pelo homem. De fato, hå um erro tÊcnico, vísivel, no plantio de årvores a pouco centímetros da pista, contudo, vale salientar que a retirada pode atÊ atenuar a siWXDomR PDV QmR VHUi H[HPSOR GHÀQLtivo de controle de tråfego de veículo na årea.A discussão à exaustão Ê saudåvel neste momento para evitar uma desmotivada degradação ambiental.

PE MANOEL HENRIQUE DE MELO SANTANA PĂĄroco da Igreja de SĂŁo Pedro ApĂłstolo - Ponta Verde Doutorando Univesidade de Grenoble III

As Festas de Padroeira

Domingo, 20 de novembro, em Coruripe, a festa do mastro da novena da Padroeira, que estå prestes a iniciar-se. A princípio, a cidade estå quase vazia, Ê que a multidão de homens, mulheres e jovens se concentra nas matas da Usina Guaxuma. No calor de um sol de quase meio-dia, sob a poeira da estrada, o alvoroço se concentra para os homens que de dentro da mata vêm trazendo o mastro, o mais linheiro possível, este com 20 metros de comprimento. Homens vestidos com a camisa da festa de Nossa Senhora, todos sujos, ostentam o orgulho daquele jeito simbólico, de trazerem o mastro da festa. Outros menores serão destinados à Lagoa do Pau e ao Pontal do Coruripe. A Festa começa assim. O mastro anuncia lå do alto, com a bandeira de Nossa Senhora, que a Festa vai começar. Aparentemente, o clima de alegria, com muita bebida e música, parece fugir do que se espera de uma festa religiosa. A secularização, mas não só, a ausência ou mesmo a omissão de quem poderia controlar, dando-lhe uma dimensão correta, permitem que o profano ocupe um espaço maior. O observador ou mes-

mo o pesquisador necessita de estar presente junto ao mastro, quando chega ao påtio da Igreja. Homens, sujos de lama e poeira, no auge de seu esforço físico, alegres e emocionados, cortam toda a casca da madeira e distribuem, porque, segundo a crença religiosa, aquelas lascas têm poder de cura. De um deles, Geraldo, recebi uma lasca dessas, e ele foi narrando-me entre lågrimas e choro o milagre de Nossa Senhora, que curou o seu braço, TXHDÀQDYDVHPSRGHUPRYr-lo, mesmo depois dos mÊdicos consultados. Agora, o braço estå perfeito e se movimenta satisfatoriamente. Buscar o mastro Ê o seu gesto de gratidão para com Nossa Senhora. A exemplo deste, outros se abraçavam envoltos em profunda comoção, antes que o mastro fosse levantado aos olhos de todos. Estive com Antero Arcanjo, câmera da ASCOM, do CESMAC realizando uma pesquisa, que abrange a temåtica das Festas de Padroeira em Alagoas. Tendo escrito um pequeno texto sobre esse tema, corro em busca destes fenômenos religiosos, antes que eles por algum motivo desapareçam.

Aos pesquisadores de dentro ou não da instituição pesquisem a Festa e seu caråter FLHQWtÀFRHQYROYHQGRFDPSRV da antropologia, psicologia, sociologia, alÊm da história e teologia. A Festa tem toda essa dimensão por ser o homem festivo por natureza. A Festa não pode se acabar, mesmo na Igreja, apesar de sua aparente profanidade. O sagrado se esconde e se revela nos acontecimentos de uma Festa. Para isso leia-se a poesia 2 de julho, que Dr. Emanuel Fay, escreveu relatando, de forma atraente e viva, os movimentos da Festa da Padroeira de Anadia, no dia 2 de fevereiro. Deus estå presente em toda a realidade humana. Não se pode de forma departamentalizada falar da presença de Deus. Os sinais dos tempos, como profeticamente João XXIII apontava, ou tambÊm retorQDQGR D -HVXV TXH GHVDÀDYD os seus contemporâneos a verem o sinal de sua presença nos despertem para a Festa, onde Deus e o povo, o profano e o sagrado se misturam tão misteriosamente, no clima de encontros humanos, ali celebrados na fraternidade, dentro ou fora do espaço da Igreja.

ARTHUR HENRIQUE Presidente nacional da CUT

Luz mais barata. Para todos

RAILTON TEIXEIRA railtonteixeira@gmail.com Jornalista e escritor

Serra da Barriga invadida Serra da Barriga, UniĂŁo dos Palmares – De onde estava predestinado a ser o berço da liberdade, Zumbi e seu povo derramaram o sangue pela LJXDOGDGH2Ă€PGRVRIULPHQto e exploração dos afrodescendentes, que transformados em escravos, mantiveram durante dĂŠcadas o lucro dos barĂľes e exploradores portugueses. Vindos de vĂĄrios locais, os negros nĂŁo tinham a alternativa de retornar ao seu paĂ­s de RULJHP Ă€[DQGR PRUDGD QRV quilombos. Do alto da Serra da Barriga, o povo africano via chegar novos irmĂŁos que fugiam da opressĂŁo e da escravidĂŁo. Fazendo as oferendas aos orixĂĄs sustentavam a mesma crença, mantendo a comunhĂŁo com os irmĂŁos que na Ă friFD Ă€FDUDP 0DV GH XP ODGR proibidos pela coroa e religiĂŁo portuguesa, eram dizimados sĂł por nĂŁo ter a mesma fĂŠ europĂŠia em um “(D)eusâ€? branco. Sobre eles recaiam severamente a mĂĄxima que “fora da igreja nĂŁo hĂĄ salvaçãoâ€?, e

em muitos dos casos, “o negro nĂŁo ĂŠ gente, se ĂŠ bicho temos o direito de matarâ€?, na verdade a alternativa etnocĂŞntrica de fazer prevalecer Ă  crença. Foi desta forma que o CandomblĂŠ, culto de matriz africana, e seus seguidores foram vĂ­timas do sincretismo religioso e diante desta realidade criou uma vertente denominada de Umbanda. A aculturação foi responsĂĄvel por aquilo que talvez nĂŁo estejamos acostumados a observarmos. Enquanto isso nos damos de cara com os “terreirosâ€? de Umbanda com santos que sĂŁo os mesmo cultuados na tradição FULVWmHĂ€FDPRVDQRVTXHVWLRnar. Invadiram e destruĂ­ram a terra prometida. A mesma terra prometida aos descendentes de AbraĂŁo, que corre leite e mel, segundo a cresça cristĂŁ, jĂĄ para aqueles o berço da liberdade, onde talvez por um momento sentiram medo, abalando a fĂŠ na liberdade, mas nunca destruĂ­da, pois ainda mantinham a esperança da salvação.

Vindo de terras jamais conhecidas por muitos, viram o quilombo ser destruĂ­do e os irmĂŁos massacrados, tudo em nome de uma coroa, de uma FUHQoD YHQGLGD DR VLVWHPD Ă€nanceiro e polĂ­tico, e do desejo ativo e sangrento dos barĂľes que detinham o capital e sentiam que seus negĂłcios estavam sendo “prejudicadosâ€?. A morte seria, para eles, uma forma de lição para os demais. Agora o quilombo e o berço da liberdade ĂŠ invadido por muitas pessoas, que talvez esteja carregada de preconceitos, dogmas e crĂ­ticas a ação e a prĂĄtica religiosa dos afrodescendentes. Indo apenas pelo desejo de fazer um percurso turĂ­stico, desrespeitando talvez os espĂ­ritos de muitos “escravosâ€? que derramaram seu sangue ao longo da Serra e dos mais variados locais. Muitos ainda vagam atĂŠ o berço da liberdade para desencarnarem, encontrando-se perdido em algum lugar por entre as veredas nordestinas. Salve Zumbi, axĂŠ... FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

Sim, o Brasil precisa e merece ter uma tarifa de energia elÊtrica mais barata. PorÊm, ao contrårio do que vem sendo apregoado por uma famosa entidade patronal – a mesma que dizia que com R ÀP GD &30) RV SURGXWRV LDPÀFDUPDLVEDUDWRV²QmR serå a ocorrência de novas licitaçþes no setor que vão proporcionar essa melhora nos preços das tarifas. Pela legislação vigente, elaborada durante o apogeu dos processos de privatização, devem ocorrer novos leilþes de privatização de empresas do setor a partir de 2014. Seria repetir a mesma fórmula que não trouxe as tarifas para patamares justos ao consumidor residencial e nem mesmo aperfeiçoou a qualidade do serviço, como deixam claros os apagþes constantes e as frequentes demoras na religação da energia que cai nas cidades brasileiras. Por isso a CUT e sua FNU (Federação Nacional dos Urbanitårios), junto com entidades dos movimentos sociais como MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens) e Conam (Confederação Nacional das Associaçþes

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

de Moradores) e associaçþes SURÀVVLRQDLV FRPR D GRV HQgenheiros, estão defendendo a renovação automåtica das concessþes existentes no setor elÊtrico e o cancelamento de todo e qualquer leilão de empresas geradoras e transmissoras de energia. Nossa opção por renovar as concessþes se deve primeiramente ao fato de que uma suposta concorrência no setor, que melhoraria as condiçþes DR FRQVXPLGRU ÀQDO QmR passa de falåcia. Ou alguÊm conhece um consumidor que possa escolher de qual empresa receber a luz que usa em casa? Portanto, esse argumento, fundamental para os defensores do mercado como årbitro número um da vida em sociedade, cai por terra sem qualquer esforço maior. Outra questão refere-se à vocação dos empreendimentos privados, avessos ao papel social que determinados setores precisam assumir. Não foi o mercado, e sim o Estado, aquele que fez investimentos para levar energia elÊtrica para o sertão, no programa Luz Para Todos. Muitas famílias que hoje assistem TV nas regiþes mais distantes dos centros

urbanos foram consideradas desde sempre como consumidores pouco lucrativos, a quem se reservou isolamento e abandono. No caso de novos leilĂľes ocorrerem, a energia elĂŠtrica pode cair apenas para os grupos privados que porventura adquirirem mais empresas de geração e transmissĂŁo. Hoje a relação jĂĄ ĂŠ bastante perversa. Enquanto os consumidores residenciais – conhecidos no jargĂŁo do setor com o revelador nome de “cativosâ€? – chegam a pagar, em mĂŠdia, R$ 200 pelo megawatt/hora, empresas do ramo de alumĂ­nio, por exemplo, pagam apenas R$ 50 pelo mesmo MW/hora (ambos os valores sem considerar impostos). EstĂĄ claro que o consumidor comum paga pelo subsĂ­dio dado aos empresĂĄrios. Imaginem entĂŁo o que pode ocorrer se estes Ăşltimos tornarem-se donos do que resta de estatal no setor. NĂŁo basta, porĂŠm, renovar as concessĂľes. É preciso aproveitar esse processo para incluir nos editais novas exigĂŞncias que aumentem a qualidade dos serviços e dĂŞ transparĂŞncia Ă s tarifas, tornando-as mais justas para todos.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

PUBLICIDADE

7


8

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

Cidades

Sessão discute retirada das årvores da rodovia AL-220 Uma sessão pública na Câmara de Arapiraca discutiu, ontem, a legalidade da retirada das årvores da AL-220 que då acesso às cidades de Campo Alegre e Arapiara. A sessão teve a presença do presidente do IMA, Adriano Jorge, e de ambientalistas. A proposta da retirada das årvores surgiu depois de uma colisão, neste ano, que provocou a morte de uma família. Parentes das vítimas acompanharam a sessão.

3URFRQĂ€VFDOL]DUiDWLWXGHVGHEDQFRV

Orgão vai autuar agências bancårias que descumprirem leis municipais de garantia à segurança dos clientes

DANIEL MAIA REPĂ“RTER

O

superintendente do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor de Alagoas (Procon/ AL), Rodrigo Cunha, infor-

mou, ontem, Ă  Tribuna Independente que o ĂłrgĂŁo vai inspecionar todas as agĂŞncias bancĂĄrias da capital a partir do mĂŞs de dezembro para saber se elas estĂŁo cumprindo as leis municipais que visam prevenir os roubos do

tipo ‘saidinhas de banco’. Rodrigo Cunha chamou a atenção para os Ă­ndices alarmantes de descumprimento da Lei 5.891/10, conhecida por ‘lei dos tapumes’ por prever a aposição de painĂŠis opacos nas ‘bocas’ dos caixas,

impedindo a visualização GDV WUDQVDo}HV Ă€QDQFHLUDV PRIMEIRA INSPEĂ‡ĂƒO Segundo ele, a primeira inspeção, realizada hĂĄ trĂŞs meses, demonstrou que 70% das agĂŞncias maceioenses nĂŁo cumprem a lei, o que acarDIVULGAĂ‡ĂƒO

retou numa multa estipulada em R$ 5 mil a cada uma. ´$V ÀVFDOL]Do}HV DLQGD não têm data marcada e não estipulamos um valor de multa para as agências. Mas elas devem ser maiores em caso de reincidência�, informou.

O Banco do Brasil aceitou falar sobre o assunto e informou que todas as agências bancårias da instituição de Maceió dispþem de placas que inibem a visualização das transaçþes bancårias nas agências.

MULTAS ÀS AGÊNCIAS

Vereador quer saber da atuação do MPE

Superintendente do Procon5RGULJR&XQKDÂżVFDOL]DomRVREEDQFRV

O presidente da Câmara Municipal dos Vereadores de Maceió, Galba Novaes (PRB), comunicou que vai procurar a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor na próxima segunda-feira para saber como DQGDP DV QRWLÀFDo}HV jV agências bancårias que descumprem a lei, de sua autoria, que prevê a aposição dos tapumes na frente dos caixas das agências bancårias. A última visita ao MinistÊrio Público Estadual (MPE) ocorreu no dia 15 de setembro e serviu para cobrar a punição aos bancos que descumprissem a lei. Após quase quatro meses o vereador não teve notícias

de quantas agĂŞncias foram QRWLĂ€FDGDVQHPGHTXDQWDV pagaram multas. “Vamos procurar a Promotoria de Defesa ao Consumidor na segunda-feira. Farei tambĂŠm um pronunciamento na Câmara dos Vereadores. Estou acompanhado a quantidade de assaltos de saidinhas de banco por meio da imprensa, e realmente o nĂşmero nĂŁo diminuiu. É uma coisa absurdaâ€?. “Os bancos tĂŞm uma renda impressionante e as placas custam tĂŁo pouco. Volto a dizer, parece atĂŠ que os banqueiros querem que os cidadĂŁos sejam assaltados para voltarem e pedirem emprĂŠstimosâ€?, criticou. (D.M.)

PRAIA DA AVENIDA

*ROĂ€QKRpHQFRQWUDGRPRUWRFRPPDUFDVGHUHGH BRENO AIRAN REPĂ“RTER

Na Praia da Avenida, na

Avenida Assis Chateaubriand, no bairro do Pontal da Barra, em MaceiĂł, foi encontrada XPDHVSpFLHGHJROĂ€QKRSotalia Guianensis morta Ă  beira-mar. Integrantes do Instituto Bio-

ta, uma ONG de conservação de animais marinhos, estiveram no local, no início da noite de ontem, e constataram o óbito. O espÊcime Ê o terceiro encontrado em três anos. SegunGR 9DOWLDQH %RQÀP GR %LRWD pFRPXPYHUHVWHVJROÀQKRVQR litoral alagoano, por serem essencialmente de origem costei-

ra. “Ele, conhecido como ‘Boto Cinza’, nĂŁo vai para grandes profundidades. Pelo que notamos, o animal em questĂŁo tem 1,90 m, entĂŁo, se trata se de um adulto e fĂŞmeaâ€?, conta. O que os integrantes do Instituto Biota tambĂŠm perceberam foi a presença de, apĂłs a nadadeira dorsal, marcas que

podem ter sido de redes de pesca na regiĂŁo posterior, perto da FDXGDGRJROĂ€QKR Estavam tambĂŠm na equipe de resgate o integrante da ONG, SĂŠrgio Rickardo, e o diretor-executivo do instituto, o biĂłlogo Bruno Stefanis, que enfatizou que serĂĄ feita uma necropsia.


TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

Cidades

CIDADES

9

Centenas de mulheres vão às ruas protestar contra violência doméstica Centenas de mulheres e representantes de movimentos sociais foram às ruas, ontem, para protestar contra a violência doméstica em Arapiraca e outras cidades do Agreste. A passeata foi parte da programação do Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher. Durante o protesto, as organizadoras do evento portavam faixas, cartazes e distribuíam cartilhas contendo informações sobre a Lei Maria da Penha. A passeata ainda contou com o apoio da Câmara Municipal, representada pelas vereadoras Graça Lisboa (PSD) e Gilvânia Barros (PMDB). Segundo a organização da passeata, 28% das agressões são motivadas por conta da separação de casais e 33% das mulheres sofrem algum tipo de violência sexual.

Briga de torcida deixa mais um morto Pai de Erivelton disse que ele era torcedor do CRB, gostava de se meter em briga e tinha uma rixa com dois jovens ALANA BERTO/ PETRÔNIO VIANA REPORTERES

M

aceió é apontada em matérias da imprensa nacional, junto com Belém (PA) e Goiânia (GO), como uma das três capitais que mais registram brigas entre torcidas organizadas. A rivalidade entre torcidas é uma das causas cogitadas para mais uma morte registrada ontem na capital. Erivelton Silva dos Santos, de 20 anos, foi morto com 11 tiros, próximo à sua residência, localizada na Travessa São Domingos, na Aldeia do Índio, bairro do Jacintinho. Erivelton era torcedor do Vasco e do CRB e o pai da vítima afirmou que ele tinha uma rixa há dois anos com alguns jovens que eram seus amigos. “Esses meninos de hoje não têm nada na cabeça; meu filho era muito novo”, desabafou. Por ironia do destino ou de forma intencional, o corpo do jovem foi coberto por populares com um lençol com estampas do

ALANA BERTO

São Paulo Futebol Clube. Erivelton morava com os pais. Sua mãe, que não foi identificada, passou mal ao ver o filho baleado e desmaiou. O pai de Erivelton disse ainda à reportagem da Tribuna Independente que o filho não tinha envolvimento com drogas e seu único problema era se meter em brigas por vários motivos e entre eles estava a torcida organizada. De acordo com o Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), no local do crime ninguém quis passar informações sobre o autor dos disparos. De acordo com a PM, o suspeito seria um jovem identificado como Felipe Cabeção. O tenente-coronel Gilmar Batinga, comandante do Policiamento da Capital, comentou a possível ligação do homicídio com briga de torcidas. Ele diz que não é só com ações da polícia que as torcidas devem acabar, mas as punições precisam ser mais severas. “Os órgãos precisam se juntar para acabar com isso. Isso prejudica outros torcedores e causa prejuízo aos clubes”, destacou. Corpo foi coberto com bandeira do São Paulo, apesar de jovem ser torcedor do CRB e do Vasco, o que pode ter sido nova provocação

PELO MENOS UM MORTO

Carreta colide com moto e depois com ônibus Veículo ainda teria incendiado após a segunda pancada na ‘Curva do Algueri’ PETRÔNIO VIANA REPÓRTER

Um acidente ocorrido na noite de ontem deixou pelo menos uma pessoa morta e outra ferida na BR-101, entre os municípios de Boca da Mata e Anadia. De acordo com as informações obtidas pela

Tribuna Independente, uma carreta vinha descendo uma ladeira, no trecho conhecido como “Curva do Algueri”, quando tentou se desviar de uma motocicleta e acabou tombando. Nesse momento, o motociclista foi atingido e morreu no local. O motorista do caminhão ficou preso às ferra-

gens. Pouco depois, um ônibus da Usina Roçadinho, lotado de trabalhadores rurais, seguia pelo mesmo trecho em direção à Boca da Mata e se envolveu no acidente. Devido à pouca iluminação no trecho, o motorista do ônibus acabou colidindo com a carreta virada.

Nesse segundo acidente, a carreta teria incendiado. O Corpo de Bombeiros enviou duas unidades de resgate ao local e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência enviou outras duas. Até o fechamento desta edição não havia informações sobre o número exato de feridos.

PADROEIRA DE MARECHAL

Padre proíbe venda e consumo de bebida alcoólica em festa A festa de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Marechal Deodoro, que acontece entre final de novembro e início de dezembro, este ano está gerando uma grande polêmica. O padre da cidade determinou que não vai permitir a venda e até mesmo o consumo de bebida alcoólica durante as noites de festa. O padre Raul, como é conhecido na cidade, disse que é necessário dar mais sentido de santidade às festas católicas do município. Ele alega que há muitos problemas re-

lacionados ao consumo de bebida alcoólica. O padre ainda informou que realizou várias reuniões com autoridades da segurança sobre sua decisão este ano. “Nós, enquanto organização religiosa, colocamos a nossa decisão. Cabe aos departamentos de polícia fiscalizarem ou não”. Por outro lado, os comerciantes afirmam que as pessoas que têm seus negócios fixos não dependem da festa. Segundo eles, acontecendo ou não, a bebida vai continuar sendo vendida.

ASSESSORIA

Padre defende que comemoração religiosa seja repensada


10

PUBLICIDADE

MACEIÓ - SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

TribunaIndependente


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

CIDADES

11

Tribos indĂ­genas brigam por pedaço de terra em AL HĂĄ quatro anos, Funai deveria ter disponibilizado ĂĄrea para grupo que vive ‘de favor’ ANDREZZA TAVARES REPĂ“RTER

U O capetinha do 2° Livro!

D

ebaixo de um sol escaldante, temperatura extrapolando o limite dos 40 graus, o prestamista Valdemar Izidoro havia deixado Delmiro Gouveia para rever sua freguesia em à gua Branca e arredores. Morto de fome e de sede, comendo poeira que nem um condenado, estava a ponto de desmaiar quando, de repente, avistou uma casinha lå longe, no meio de um sitio årido, poeirento. - Finalmente encontrei a salvação! – desabafou p’ros seus botþes. E correu atÊ a moradia, que era humildezinha, derrubadinha, e bateu na porta: - Ô de casa! Uma vozinha infantil respondeu de dentro: - Quem Ê? - É de paz! Prontamente, apareceu um garotinho sambudinho, olhos remelentos, o nariz escorrendo: - UquiÊ? – o menor interpelou. - QuÊde a sua mãe, menino? - indagou o mascate. - Tå não! - E o seu pai? – insistiu o cara. - TomÊm num tå! - E quem estå com você? Estå sozinho? - Tô. Uqui o sinhô quÊ? - Quero ågua. Estou morrendo de sede. Me arrume um caneco d’ågua, por favor. - Só tem um restinho no pote! Agora, tem garapa de limão. Serå qui sinhô vai querê? - Bom, se tem garapa, Ê melhor que ågua. Quero, sim! O sambudinho deu meia-volta, foi lå dentro e voltou com uma cuia de garapa, que deu pro viajante. Valdemar terminou de beber a limonada, estalou a língua no cÊu da boca, soltou um arroto, de leve, e comentou: - Maravilha! - QuÊ mais? - Quero! O prestamista mandou ver noutra cuia. - Tem mais. O sinhô quÊ? - Menino, querer eu quero, mas sua mãe quando chegar não vai reclamar de você? - Vai não sinhô. Tinha um rato morto nessa cuia e ela mandô jogå a garapa fora! - Ah, fio duma Êgua! Vou quebrar essa cuia na sua cabeça! - Pelamordedeus, meu sinhô... num quebre a cuia da mamãe mijå, qui ela me mata!

ma briga entre duas tribos indígenas de São Sebastião estå sendo motivada por causa de ocupação de terra. Segundo informaçþes passadas à reportagem da Tribuna Independente, os índios da tribo Karapató Terra Nova, estão tentando expulsar cerca de três famílias da tribo Karapató Guariri que vivem em suas terras. Os índios da Karapató Guariri estão aguardando a Funai comprar uma terra para que eles possam mon-

tar sua aldeia, ĂŠ o que diz o cacique Chiquinho da etnia Xukuru Kariri. HĂĄ oito dias, a casa de um Ă­ndio foi destruĂ­da. “Eles derrubaram a residĂŞncia do Ă­ndio Leandro, tocaram fogo no ritual sagrado e soltaram os animais deles, tudo isso para obrigar que os Ă­ndios KarapatĂłs Guariri saĂ­ssem de suas terrasâ€?, relata o cacique da aldeia Monte Alegre. Ele aponta o cacique KarapatĂł Terra Nova, AntĂ´nio Isidoro, como o responsĂĄvel pela destruição da casa de Leandro. “Ele pegou 25 Ă­ndios e destruiu a casaâ€?, reiterou. De acordo com Chiquinho,

- Eita! Você faz xixi por um canudinho! E o fedelho: - Faço. E você faz por onde? - Eu faço por um buraquinho. – respondeu a garotinha. O garoto foi mais alÊm: - A minha babå, que Ê mais grande que você, faz xixi por uma escova!

O redondo do gerente 8PDJrQFLDGHFRQFHLWXDGRHVWDEHOHFLPHQWRGHFUpGLWRR¿FLDOLQVWDODGDHP årea privilegiada da urbe, foi invadida por um monte de meliantes que, de arma em punho, foram rendendo todo mundo: - Quietos! É um assalto! Mãos ao alto! 1LVVRXPGRVEDQGLGRVEDWHXRROKRQD¿JXUDGRJHUHQWHXPFDPDUDGD baixinho, barrigudinho e de oclinhos de grau, que tinha no pulso um relójaço suíço. - Ei, mano! Vå passando o redondo! O gerente gordinho não contou conversa: ali mesmo arriou as calças e virou a bunda pro marginal, que reagiu, na moral: - Quê que hå, meu? O redondo que eu estou querendo Ê o relógio!

Deixa nascer primeiro! Como todo adolescente metido DPDFKR+HOHQLQKRÂżOKRGLOHWRGR amigĂŁo Heleno Siqueira, andava doido para fazer a primeira barba. E haveria de ser num salĂŁo de barbeiros, com tudo a que tinha direito. VĂŠspera de Natal, Heleninho montou na sua bicicleta e saiu disparado rua afora. Minutos depois, parou na porta do famoso “SalĂŁo do Guilhermeâ€?, respirou fundo e entrou. Todo cheio de pose, ajeitou-se na cadeira e mandou: - Barba!

Mestre Guilherme não titubeou. Mandou ver um monte de espuma na cara do garoto. Acabou o serviço, guardou o pincel e foi atÊ a porta da UXDRQGH¿FRXGHSDSRIXUDGRFRPXP conhecido. Cansado de esperar, o garotão reclamou: - Ô seu barbeiro, o senhor vem ou não vem fazer a minha barba? E o Guilherme, de gozação: - Vou. Primeiro, tenho que esperar ela crescer!

O outro buraco O ex-galego à lvaro Cleto (ex-galego, porque ele pintou o cabelo, as sobrancelhas e a barba de marrom) voltava de carro da Paraíba, onde fora fazer o conserto de uma das måquinas de certo matutino de lå e, como jå era meio tarde, ele resolveu parar o seu carrão num hotelzinho da cidade pernambucana de Igarassu, e pediu um quarto. O recepcionista foi logo avisando: - Sinto muito, doutor, mas estamos com problema no sistema hidråulico. Se QmRVHLPSRUWDUQR¿QDOGRFRUUHGRUWHPGRLVEXUDFRVTXHRVHQKRUSRGHXVDU pra quebrar o galho. E o à lvaro: - Tudo bem. É só por uma noite. Antes de agarrar no sono, o ex-galego resolveu dar uma evacuada esperta e aí foi ao recepcionista: �JXULRQGH¿FDPRVWDLVEXUDFRVTXHWXPHIDODVWH" 2VHQKRUYDLDWpR¿PGRFRUUHGRUSULPHLUDjGLUHLWDVHJXQGDjHVTXHUGD Só que, cansadão e morto de sono como se achava, à lvaro Cleto trocou as bolas e esbarrou numa porta fechada. Por trås dela, um casal em lua-de-mel encontrava-se em pleno ato sexual. O antigo galego chamou a munheca na porta – pei, pei, pei... - Tå ocupado! – gritou o cara da lua-de-mel. E o à lvaro, desesperado: - Abre a porta e me deixa usar o outro buraco, porra!

Ă  Tribuna Independente nĂŁo eram verdadeiras e que viria a MaceiĂł para falar com a equipe. Na capital, o cacique se recusou a conceder entrevista sem saber quem tinha feito a “denĂşnciaâ€?. A aldeia KarapatĂł Terra Nova fica no povoado de Terra Nova, no municĂ­pio de SĂŁo SebastiĂŁo. JĂĄ a KarapatĂł Guariri, fica no SĂ­tio Salubre, tambĂŠm em SĂŁo SebastiĂŁo. Segundo o cacique Chiquinho, o cacique Jorge BernabĂŠ, que fundou a KarapatĂł Guariri, foi integrante da KarapatĂł Terra Nova, e se afastou para formar seu prĂłprio povo, hoje com 60 famĂ­lias.

TERRAS

Processo de aquisição pode durar atÊ 15 anos SANDRO LIMA

A escova da babå Espichado na areia da praia, o distinto amigo Algamouriz Vasconcelos observava um casal de crianças brincando, enquanto suas respectivas mães papeavam descontraidamente, ao lado. De repente, o menino arriou a sunguinha e começou a fazer pipi. A garotinha reparou na pecinha do amiguinho e exclamou:

esse problema de ocupação de terra vem se arrastando hĂĄ quatro anos, e em abril deste ano, uma comissĂŁo de Ă­ndios reuniu-se com o presidente nacional da Fundação Nacional do Ă?ndio (Funai), mas nada foi resolvido. “Eles disseram que o pessoal da KarapatĂł Guariri aguardassem nas terras da KarapatĂł Terra Nova, atĂŠ a Fundação Nacional do Ă?ndio comprar o terreno para abrigĂĄ-losâ€?, declarou o cacique. A reportagem entrou em contato com o cacique AntĂ´nio Isidoro, dos KarapotĂłs Terra Nova, para ouvir sua versĂŁo sobre os fatos. Por telefone, o cacique disse que as informaçþes passadas

Tribo estaria tendo comportamento nĂŁo condizente com o de Ă­ndios

O processo para a aquisição de terras destinadas aos Ă­ndios ĂŠ um processo muito longo, podendo durar aproximadamente 15 anos. Os KarapotĂłs Guariri fizeram a reivindicação de terra para construir sua aldeia, o que ĂŠ apenas o primeiro passo. “Eles ainda estĂŁo engatinhandoâ€?, declarou Frederico Vieira Campos, coordenador Regional da Fundação Nacional do Ă?ndio. “Os procedimentos administrativos jĂĄ foram tomados, mas o processo de regularização latifundiĂĄria ĂŠ demoradoâ€?, esclarece. O CONFLITO De acordo com informaçþes passadas pelo cacique Isidoro, da etnia KarapotĂł Terra Nova, ao coordenador regional da Funai, os indios KarapotĂłs Guariris extrairam madeira prĂłximo ao ritual sagrado da tribo dos Terra Nova. Os Ă­ndios Terra Nova teriam ido conversar com o dono da casa que extraiu a madeira, mas lĂĄ eles teriam visto que quem morava na casa era uma branco e nĂŁo Ă­ndio. “O cacique Isidoro me disse que o dono da casa sacou uma arma, efetuou dois disparos e fugiu.

Com isso, os Ă­ndios se revoltaram e destruĂ­ram a casaâ€?, explicou. “Eles disseram que dentro da residĂŞncia tinha uma grande quantidade de maconhaâ€?, acrescentou. Segundo Frederico Vieira, os KarapotĂłs Terra Nova aceitam viver pacificamente com os KarapotĂłs Guariris na mesma terra, mas nĂŁo admitem que os Guariris nĂŁo tenham um comportamento condizente com o de Ă­ndio e tambĂŠm que outros Ă­ndios interfiram nos seus problemas. “Os Ă­ndios me relataram, inclusive em documento, que o cacique KarapotĂł Guariri, Jorge BernabĂŠ, estava extraindo madeira em ĂĄrea de preservação permanente e plantando maconha. A denĂşncia foi repassada ao Ibama que foi in loco e constatou a veracidade dos fatos, inclusive autuando e multando o caciqueâ€?, revelou. O presidente da ComissĂŁo de Defesa das Minorias, da OAB/ AL, Alberto Jorge Ferreira dos Santos, vai chamar os Ă­ndios para conversar e tentar apaziguar a situação. A reuniĂŁo deve acontecer na prĂłxima semana. (A.T.) SANDRO LIMA

RECORRENTE

Briga de Ă­ndios por terra ĂŠ histĂłrica, diz antrĂłpologo As disputas por terras entre Ă­ndios ĂŠ uma questĂŁo histĂłrica e que vem se arrastando ao longo do tempo, ĂŠ o que diz o antropĂłlogo Jorge Vieira, membro do Conselho Indigenista MissionĂĄrio, em Alagoas. No municĂ­pio de SĂŁo SebastiĂŁo, a briga entre as tribos KarapotĂł Terra Nova e KarapotĂł Guariri tambĂŠm estĂĄ sendo motivada pela disputa por terra. “Os Ă­ndios foram obrigados a viver na mesma localidade, com liderança e organização polĂ­tica diferente. A sociedade e o governo os empurram para viver em conjuntoâ€?, explica

Jorge Vieira. “A população vai crescendo e a terra continua a mesmaâ€?, acrescenta. De acordo com o antropĂłlogo, essa briga ĂŠ sĂł mais uma ocasionada pelas promessas de governo que nĂŁo foram cumpridas. Outro grande problema ĂŠ a nĂŁo demarcação das terras. “Em Alagoas, nenhuma terra indĂ­gena foi demarcada, e por isso, surgem os conflitosâ€?, revela Vieira. Para ele, alĂŠm das demarcaçþes, os Ă­ndios precisam de polĂ­ticas pĂşblicas. â€œĂ‰ necessĂĄrio assistĂŞncia Ă  saĂşde, educação, dentre outros direitos bĂĄsicosâ€?, declara. (A.T.)

Poder pĂşblico empurra Ă­ndios para viverem em conjutno, defende estudioso

MORTES

Disputa indĂ­gena pode terminar em tragĂŠdia DAVI SALSA

No dia 11 deste mĂŞs, irmĂŁos Ă­ndios foram condenados por homicĂ­dio

Os conflitos indígenas gerados pelas disputas de terras, em alguns casos acabam em morte, segundo ressalta o antropólogo Jorge Vieira. A disputa entre os Karapotós Terra Nova e os Karapotós Guariri, no município de São Sebastião, pode acabar em morte, como o ocorrido na zona rural de Palmeira dos �ndios, onde uma pessoa foi morta. Os irmãos JosÊ Élson Ricardo da Silva e Itamariano Ricardo da Silva, dos Xukurus Kariri, assassinaram JosÊ Cícero Ramos dos Santos e tentaram matar o pai dele, Manoel Salustiano dos Santos. Os crimes aconteceram em outubro de 2008 e teriam sido motivados por vingança, por conta de disputa de terra.

No Ăşltimo dia 11, os irmĂŁos Ricardo, como ficaram conhecidos, foram julgados e condenados a 26 anos de reclusĂŁo pelos dois crimes. O julgamento aconteceu em Arapiraca e foi considerado um marco na atuação relativa aos povos indĂ­genas no Estado, e tambĂŠm no PaĂ­s. “O MinistĂŠrio PĂşblico Federal tem atuado em busca de melhorias na educação e saĂşde dos povos indĂ­genas. Por isso, era preciso parar com esse processo de violĂŞncia entre as famĂ­liasâ€?, ressaltou o procurador JosĂŠ Godoy. O antropĂłlogo Jorge Vieira acredita que a solução para esses conflitos ĂŠ a demarcação das terras e a efetivação das polĂ­ticas pĂşblicas voltadas para os indĂ­genas. (A.T.)


12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

Acidentes de moto causam 15% das mortes no trânsito

Atitude decente

O

s organizadores do Desafio Internacional de Ciclismo Sesc-Gazeta, realizado no Ăşltimo dia 12, reconheceram que houve uma falha que acabou prejudicando o atleta Josenilton Bezerra Silva, que participou de uma das largadas que saĂ­a de sĂŁo Miguel dos Campos com destino a Limoeiro de Anadia, na faixa-etĂĄria entre 35 a 39 anos. O atleta foi um dos primeiros a chegar ao destino final, mas ocorreu um problema no sistema da empresa que organizou o evento e o seu nome acabou nĂŁo aparecendo.

Foi solucionado

Caso explicado

3RU¿PVROXFLRQDGRRSUREOHPDD empresa emitiu a seguinte nota: Caro 6U-RVHQLOWRQ,GHQWL¿FDPRVRTXH aconteceu. Você usou um chip livre de número 5003, o que pode ser conferido caso tenha guardado seu envelope de chip. Como você pegou seu chip à noite não foi possível atualizar o banco de dados para o dia posterior. Lembrando que nós não alteramos por segurança o banco de dados do Sistema na vÊspera da prova.

³6HXWHPSR¿FRXUHJLVWUDGRHP nosso sistema com o número 5003 e na categoria à espera de atualização. Quando você passou pela chegada o Sistema registrou seu tempo, porÊm esse tempo faltava ainda nome e categoria. Após atualizarmos o sistema com as informaçþes que você enviou notamos que sua categoria teve os cinco primeiros alterados. Conforme arquivo em anexo�.

Pediu desculpas “Este email estĂĄ indo com cĂłpia para o organizador do evento, o Sr. (JEHUWRHÂżFDUHPRVQRDJXDUGRGDDXWRUL]DomRGRPHVPRSDUDSRGHU alterar o resultado jĂĄ publicado. Sabemos que ĂŠ possĂ­vel evitar esse tipo de ocorrido e para as prĂłximas provas caso seja a Sistime a empresa que irĂĄ fazer a cronometragem iremos sugerir um controle mais prĂłximo da lista de inscritos. Agradeço sua atenção e pedimos desculpas pelo ocorrido. Nossa empresa toma muito cuidado para que nĂŁo aconteçam fatos como este e quando acontece procuramos a melhor forma de resolver. Att. JoĂŁo Benko - Sistime Soluçþes Esportivas - Goiânia-GOâ€?.

Pobreza

Programação

Secretaria de Estado da AssistĂŞncia e Desenvolvimento Social (Seades), em parceria com o MinistĂŠrio do Desenvolvimento Social e Combate Ă  Fome (MDS), realizou na sexta-feira (25), no Centro de Convençþes, o encontro “Busca Ativa para o Plano Brasil Sem MisĂŠriaâ€?, que levou aos SURÂżVVLRQDLVDFRPSUHensĂŁo das fases e dos procedimentos para a redução da extrema pobreza em Alagoas.

Durante toda a programação, discutiu-se a busca ativa como possibilidade de acesso da população em extrema pobreza aos programas de assistência social e distribuição de renda. Gestores, tÊcnicos, conselheiros e representantes do Programa Bolsa Família dos 102 municípios, alÊm de representantes do CadÚnico de Maceió e Arapiraca, participaram do encontro. A mesa de abertura foi composta pelo secretårio de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, Marcelo Palmeira, e por representantes do MDS, do Coegemas (Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social), do Ceas (Conselho Estadual de Assistência Social), da Ufal (Universidade Federal de Alagoas) e da AMA (Associação dos Municípios Alagoanos).

EstratĂŠgias O secretĂĄrio Marcelo Palmeira destacou que a busca ativa ĂŠ uma das principais estratĂŠgias do Plano Brasil Sem MisĂŠria para retirar 16,2 milhĂľes de brasileiros da extrema pobreza. “A busca ativa tem por objetivo localizar, cadastrar e incluir as famĂ­lias em situação de pobreza extrema nos programas sociais. NĂŁo ĂŠ a população buscando os benefĂ­cios, somos nĂłs buscando a população e inserindo-a nos programasâ€?, explicou Palmeira.

Moradia

Solenidade

O prefeito Luciano Barbosa (PMDB) e o superintendente da Caixa Econômica Federal em Alagoas, Herbert Buenos Aires, assinaram, na manhã de sexta-feira (25), convênio para liberação de R$ 35 milhþes que serão investidos na ampliação das obras de esgotamento sanitårio e projeto de assentamentos precårios no município.

A solenidade foi realizada no auditório do Centro de Referência Integrado em Assistência e Saúde de Arapiraca (Cria), e contou com a presença da gerente de Construção, Aparecida Machado, e da gerente de Desenvolvimento Urbano e Rural da Caixa, Isabel Resende, alÊm do coordenador do Plano Decenal de Arapiraca, Paulo SÊrgio Barbosa; VHFUHWiULRGH*RYHUQR5LFDUGR7Hy¿ORMXL] da Comarca, Giovanni Jatubå; presidente da Câmara de Vereadores, Adalberto Saturnino (PMDB); gerente da agência central da Caixa, em Arapiraca, AndrÊ Brito.

Presença Ainda estiveram presentes Ă  cerimĂ´nia as secretĂĄrias de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Caroline Albuquerque; de AssistĂŞncia Social, AdĂŠlia Leite; de Obras e Viação, Moyses Montenegro, entre outros secretĂĄrios, assessores e lideranças polĂ­ticas e comunitĂĄrias de Arapiraca. Durante a solenidade, o superintendente da Caixa EconĂ´mica Federal, em Alagoas, entregou os contratos das primeiras 615 moradias de um total de 1.900 habitaçþes que estĂŁo sendo construĂ­das no Conjunto Brisa do Lago, na comunidade de Olho d’à gua dos Cazuzinhas. “Entre os anos de 2010 e 2011 jĂĄ investimos 193 milhĂľes no municĂ­pio, EHQHÂżFLDQGRIDPtOLDV3DUDYDPRVFRQWLQXDUDPSOLDQGRRV investimentos nesta importante regiĂŁoâ€?, completou.

... Por sua vez, o prefeito Luciano Barbosa destacou a parceria com a Caixa EconĂ´mica Federal e o apoio do senador Renan Calheiros (PMDB) com a vinda de recursos para obras de desenvolvimento econĂ´mico e social em Arapiraca. ... “TambĂŠm quero parabenizara as famĂ­lias do Brisa do Lago, que agora jĂĄ começam a realizar o sonho da casa prĂłpria, e Ă s equipes das secretarias de Desenvolvimento Urbano, AssistĂŞncia Social e Obras, pelo compromisso de trabalho e carinho na realização do projeto atĂŠ a execução da obraâ€?, frisou. 2VRUWHLRGDORFDOL]DomRGDVFDVDVRFRUUHXQR~OWLPRGLDGHRXWXEURGXUDQWHDVFRPHPRUDo}HVGRVDQRVGHHPDQFLSDomRSROtWLFDGH Arapiraca. 2FURQRJUDPDGD&DL[D(FRQ{PLFD)HGHUDOLQLFLDSDUDRVEHQHÂżFLiULRV FRPRVQRPHVFRPHoDGRVSHODVOHWUDV$H%2VGHPDLVEHQHÂżFLiULRVLUmR receber os seus contratos no Caic, a partir do dia 28 para pessoas com nomes iniciados com as letras C e E. O cronograma segue atĂŠ o dia 1Âş de dezembro, seguindo o mesmo padrĂŁo.

Ocorrências com o veículo começam a preocupar cada vez mais os gestores MILTON RODRIGUES

DEBORAH FREIRE EDITORA DE CIDADES

O

total de 781 vítimas de acidente de trânsito que foram a óbito em Alagoas no ano passado, após receber atendimento, não foi considerado o único número importante ontem durante seminårio para discutir o tema. O total de vítimas de acidente com motos hoje Ê o que chama mais a atenção do poder público: foram 124 mortes em 2010 e o índice só cresce, desde 2008. De acordo com o Hospital Geral do Estado (HGE), 2.858 pessoas foram atendidas ano passado vítimas de acidente com moto. O número jå era próximo do total de vítimas de colisão entre carros, que foi 3.314. Mas no primeiro semestre deste ano, os índices se aproximaram ainda mais. Foram 1.667 atendimentos de vítimas de acidente com moto contra 1.707 de vítimas de colisão. O coordenador do Comitê de Morbimortalidade e Prevenção de Acidentes no Trânsito da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Eloy Yanes Martin, aponta o crescimento da frota de motocicleta como a maior causa do crescimento do número de vítimas de acidente. Com as facilidades oferecidas na hora de comprar o veículo, muita gente estå se tornando condutor mesmo inabilitado. Arapiraca Ê o melhor exemplo da situação em Alagoas. A cidade Ê lotada de motos e o número de acidentes com o veículo no local impressiona. A Unidade de Emergência do Agreste atende 500 vítimas de acidente com moto todo mês. A exposição dos dados aconteceu ontem, durante o 1º Encontro de Segurança no Trânsito, no Maceió Mar Hotel. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e a Sesau organizaram o evento, que discutiu alternativas para reduzir o número de acidentes e de mortes no trânsito em Alagoas.

Uma das maiores causas de acidente de trânsito em Alagoas, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Ê a desobediência à sinalização. Responsåvel por 24% dos acidentes, ela estå em segundo lugar entre as causas, depois de falta de atenção, com 34%, e velocidade incompatível com a via, 18%. Baseados nos dados, gestores de saúde e de trânsito do Estado voltaram a defender ontem o retorno dos pardais nos semåforos. De acordo com o coordenador do Comitê de Morbimortalidade e Prevenção de Acidentes no Trânsito da Sesau, Eloy Yanes Martin, palestrante do 1º Encontro de Segurança no Trânsito,

AÇUDE

CĂ“LERA

CBM acha corpo de jovem que morreu afogado MILTON RODRIGUES REPĂ“RTER

O Corpo de Bombeiros localizou ontem o corpo do jovem Maxuel da Silva, de 17 anos, que morreu afogado junto com um amigo no açude da Estação da Casal, na tarde da Ăşltima quinta-feira (24). O corpo estava desaparecido desde entĂŁo e foi encontrado boiando na manhĂŁ de ontem. De acordo com populares, Maxuel e o amigo Manoel Messias, de 16 anos, tinham saĂ­do do trabalho por volta das 13 horas de quinta quando decidiram tomar um banho em uma construção que represa ĂĄgua da Casal em Rio Largo. ApĂłs algum tempo, Maxuel teria tido dificuldade para emergir na ĂĄgua. “Foi aĂ­ que o amiguinho dele tentou ajudĂĄ-lo e acabou sendo puxado para baixoâ€?, conta Elena Maria da Conceição, mĂŁe da vĂ­tima. Os socorristas tentaram fazer a remoção dos cadĂĄveres - que foram encontrados abraçados ainda na noite da quinta-feira, mas durante o resgate o corpo de Maxuel acabou deslizando e voltando para a ĂĄgua. Com a correnteza e a escuridĂŁo, os bombeiros resolveram parar as atividades e retomĂĄ-las ontem. ApĂłs ser retirado do açude, o corpo do rapaz foi levado ao 12Âş DP, em Rio Largo, de onde foi levado para o Instituto MĂŠdico Legal (IML).

Encontro foi para discutir alternativas aos Ă­ndices de acidentes e mortes, que tambĂŠm assustam no interior

CAUSA DE ACIDENTES

Gestores defendem retorno dos pardais para evitar avanço de sinal EDITORIA DE CIDADES

os pardais sĂŁo capazes de reduzir os Ă­ndices de acidentes causados por motoristas que desobedecem o sinal vermelho. A alternativa foi uma das levantadas ontem no Encontro, que teve participação tambĂŠm da SuperintendĂŞncia Municipal de Transporte de Trânsito (SMTT). “AlĂŠm dos pardais, mais guardas nas ruas, para aumentar a fiscalização, punição mais severa dos infratores, e sensibilização dos condutores por meio da educação para o trânsito seriam as alternativasâ€?, defende Martin. O evento reuniu ainda agentes de trânsito e representantes da PolĂ­cia RodoviĂĄria Federal (PRF). O momento foi importante para destacar a polĂŞmica existen-

te entre a bebida e a implementação da “Lei Secaâ€?. Em entrevista Ă  Tribuna Independente, o superintendente da SMTT, Pinto de Luna, destacou que a embriaguez ao volante estĂĄ entre os maiores causadores de acidente. â€œĂ‰ importante que esse seminĂĄrio sirva para conscientizar os motoristasâ€?, diz. Representando a AssemblĂŠia Legislativa do Estado, o deputado Judson Cabral (PT) falou sobre a necessidade de se buscar alternativas para a locomoção na cidade que evitem o uso constante de carros e agravem os engarrafamentos. Ele falou tambĂŠm da necessidade de se firmar parcerias para que se façam investimentos nas estradas da capital e melhore as condiçþes das rodovias.

CatĂłlicos reverenciam igreja erguida durante epidemia DAVI SALSA

DAVI SALSA REPĂ“RTER

Arapiraca (Sucursal) Construída no início do sÊculo XX, por iniciativa do comerciante JosÊ Zeferino de Magalhães, a Igreja de São Sebastião estå comemorando 107 anos de fundação. A data estå sendo celebrada desde a noite de quinta-feira (24), em Arapiraca, com a abertura do Tríduo de São Sebastião. O templo religioso estå localizado na Praça Deputado Marques da Silva, no centro comercial de Arapiraca, e foi erguido entre os anos de 1904 e 1905, como forma de pagamento de promessa durante uma epidemia de cólera que matou vårias pessoas no município. A comissão organizadora da Festa de São Sebastião estå convidando a todas as famílias e autoridades para participarem das festividades, que incluem celebração de missas, apresentação de banda de pífanos, quermesse e a tradicional procissão de fiÊis que ocorre no fim deste mês. A igreja atualmente faz parte do Patrimônio Histórico e Cultural de Arapiraca.

107 anos do templo ĂŠ comemorado desde a noite de quinta-feira em Arapiraca

No interior do templo religioso repousam os restos mortais do monsenhor Epi-

tĂĄcio Rodrigues, que foi pĂĄroco da cidade e faleceu no ano de 1999.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

Economia etjornalista@gmail.com

&DMXHLURWHPDJRUDDIRUoDGR39

$

o que se sabe, o Partido Verde, no municĂ­pio de &DMXHLURHVWiEHPIRUWDOHFLGR$DJUHPLDomRSDUWLGiULDWHP agora como presidente o odontĂłlogo Genival Messias, de famĂ­lia tradicional e tido como um grande SURĂ€VVLRQDOHPVXDiUHD(SRU conta de seu currĂ­culo, jĂĄ existe DWpOLGHUDQoDTXHUHQGRODQoDU seu nome a disputar um cargo de vereador. É o caso de Gustavo Toledo, um cajueirense que hoje ocupa o cargo de secretĂĄrio de Esporte de MaceiĂł. Por sinal, na ~OWLPDVHPDQD*XVWDYRUHFHEHXRWtWXORGH&LGDGmR+RQRUiULRGD FDSLWDODODJRDQDUHFRQKHFLGRSRUVXDVDo}HVVRFLDLVQDSDVWDTXH comanda. “Genival ĂŠ um nome que qualquer pessoa tem orgulho de lhe apoiarâ€?, comentou Toledo.

São Miguel/Campo Alegre A retirada de årvores da rodovia AL 220, no trecho que liga os municípios de São Miguel dos Campos e Campo Alegre, foi assunto de debate ontem na Câmara Municipal de Arapiraca, iniciativa do vereador arapiraquense Daniel Rocha. A sessão contou com a presença do deputado Joãozinho Pereira, o exótico parlamentar que solicitou do governo do Estado a retirada das årvores que margeiam a referida rodovia que, segundo ele, Ê a grande responsåvel por grandes acidentes na região. Quer uma dica, deputado? Lute para a implantação de radares eletrônicos naquele trecho e esqueça o crime de desmatamento. Jå pensou se um dia o senhor ou outro parceiro inventar de retirar os postes e as årvores das Avenidas Fernandes Lima e Durval Monteiro, em Maceió?

Capela

Feira Grande

Festa para muita gente na última quinta-feira, quando aconceceu o encerramento das aulas do curso ³&R]LQKD%UDVLOGR6HVR´2HYHQto, que contou com a presença do prefeito Adelmo Calheiros, ocorreu no estande montado no centro da cidade. O Programa Sesi &R]LQKD%UDVLORFRUUHHPYiULRV municípios brasileiros, por meio de parcerias com instituiçþes não governamentais e prefeituras, ensinando a fazer receitas culinårias deliciosas e nutritivas, com pouquíssimos investimentos ¿QDQFHLURV

Na última quinta-feira, cerca de 30 mil alevinos foram colocados em diversas barragens do município. A ação fez parte de uma parceria da prefeitura com a Codevasf. Segundo a secretåria de Agricultura, Adriana Rocha, a entrega dos alevinos visa garantir nessas barragens o povoamento em diversas espÊcies de peixes, como Tilåpia, Tambaqui, Xira, Piau, entre outros, gerando ainda assim sustentabilidade nutricional aos moradores dessas localidades, bem como a geração de renda.

Santana do Mundaú Na próxima quarta-feira, agricultores que lidam no plantio de laranja lima, nesta região tida como de maior produtividade dessa fruta, estarão recebendo tÊcnicos da Secretaria de Estado da Agricultura. Os especialistas irão orientå-los para a elaboração de biofertilizantes. O biofertilizante Ê preparado com produtos naturais e substitui RVIHUWLOL]DQWHVDUWL¿FLDLVFRPSUDGRVHPORMDV

Messias

Messias - InĂ­cio

O prazo para a desocupação de åreas que deveriam ser destinadas à reserva ambiental dentro GRDVVHQWDPHQWR)ORUGR%RVque, no município de Messias, se encerra neste domingo. Para garantir o cumprimento do mesmo, o Instituto do Meio Ambiente ,0$ IDUiXPD¿VFDOL]DomRH caso haja necessidade, a desocupação contarå com apoio do %DWDOKmRGH3ROtFLD$PELHQWDO %3$ $PDQKmDDomRVHUiIHLWD com o apoio de 15 militares GR%3$

$LGHQWL¿FDomRGRVWLSRVGHRFXpaçþes irregulares aconteceu dia 27 de julho, após denúncia realizada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT). Naquele dia, o IMA fez uma visita no local, junto com tÊcnicos do Instituto Nacional de Colonização e ReIRUPD$JUiULD ,QFUD HLGHQWL¿cou os limites do assentamento. AlÊm disso, foi dado o prazo de quatro meses para a retirada de toda ocupação irregular realizada por pessoas que não fazem parte do assentamento.

Messias - Dimensão A maioria Ê gente da própria região, que fez a construção de casas, alguns tipo de plantaçþes, criação de animais ou abertura de pequeno comÊrcio. Na Êpoca, uma pessoa recebeu um termo formal de advertência e os demais foram alertados sobre o prazo e orientados a avisar outras pessoas que chegassem ao local. O assentamento possui årea total de 360 hectares, sendo que hå 72 hectares destinados à reserva legal e, desses, apenas 11 hectares possuem mata nativa.

Jovens do campo Ontem, em Maceió, a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado de Alagoas (Fetag/AL) concluiu a 19º turma do Projeto Jovem Cidadão. Os jovens procedentes de vårios municípios alagoanos tiveram a oportunidade de receber uma capacitação para o mercado de trabalho por meio da utilização de políticas públicas voltadas para o trabalhador rural. Com aulas dinâmicas, jogos, cançþes e depoimentos dos próprios estudantes os trabalhos foram concluídos em meio a brincadeiras e muita emoção.

ECONOMIA 13

TÊcnicos orientam sobre elaboração de biofertilizantes para laranja lima Agricultores de Santana do Mundaú que produzem laranja lima serão orientados por tÊcnicos da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrårio (Seagri) para a elaboração de biofertilizantes. A capacitação vai ocorrer na comunidade Amoras, zona rural do município, na quarta-feira (30), a partir das 9h. O biofertilizante Ê preparado com produtos naturais e substitui os fertiOL]DQWHVDUWL¿FLDLVFRPSUDGRVHPORMDV³$XQLGDGHGHPRQVWUDWLYDTXHIRLLQVWDlada na propriedade de um agricultor familiar segue princípios agroecológicos�, explicou a engenheira agrônoma Valdelane Tenório, da Superintendência de Pesquisa, Assistência TÊcnica e Extensão Rural, que coordena as atividades.

Lojas do Centro abrem domingos com mais PMs +RUiULRHVSHFLDOGHÂżQVGHVHPDQDWHPVHJXUDQoDUHIRUoDGDQRSHUtRGRQDWDOLQR

$

$OLDQoD&RPHUFLDOLQforma que, para facilitar a vida dos consumidores para as compras de ÀQDOGHDQRDVORMDVGR&HQWURGH0DFHLyFRPHoDPDIXQcionar em horårio especial GXUDQWH RV ÀQV GH VHPDQD DSDUWLUGHVWHGRPLQJR   Para garantir a seguranoD GH FRQVXPLGRUHV H ORMLVtas durante este período, foi LQLFLDGD QD VH[WDIHLUD   DRSHUDomRHVSHFLDOGHVHJXUDQoD QR &HQWUR GH 0DFHLy $3ROtFLD0LOLWDUDXPHQtou o contingente de policiais QR EDLUUR VHUmR  KRPHQV H PXOKHUHV SRU WXUQR PDQKm H WDUGH  FRP R DX[tOLR de viaturas e de policiais à SDLVDQD VHJXUDQoDYHODGD   2V 30V ÀFDUmR QR &HQtro atÊ o fechamento das loMDV GDQGR DWHQomR DRV SRQWRVGH{QLEXVQRÀPGRGLD 'XUDQWH HVWD VHPDQD ocorreram reuniþes da PM na VHGHGDSUySULD$OLDQoD&Rmercial, onde foram repassados os pontos críticos para D GLVWULEXLomR GRV SROLFLDLV Eles tambÊm atuDUmR QR KRUiULR HVSHFLDO DRV ÀQV GH VHPDQD $ SUHVLGHQWH HP H[HUFtFLRGD$OLDQoD6LOYkQLD)HU-

SANDRO LIMA

UHLUDGHVWDFDDLPSRUWkQFLD GDVHJXUDQoDUHIRUoDGDSDUD DV FRPSUDV GH Ă€QDO GH DQR â€œĂ‰ uma ĂŠpoca bastante esperada, tanto pelos lojistas quanto pelos consumiGRUHV$3ROtFLD0LOLWDUWHP VLGRXPDSDUFHLUDGD$OLDQoD &RPHUFLDOHHVWHDQRMiSXdemos contar com ela quando decidimos abrir as lojas durante alguns domingos e feriados. Essas datas extras GH IXQFLRQDPHQWR VmR LPportantes para dar oportunidade a mais consumidores FRQKHFHUHP R &HQWUR TXH SRVVXLXPDLQĂ€QLGDGHGHORjas e de produtos bem maior que qualquer shoppingâ€?, diz. Veja abaixo as datas e KRUiULRV HP TXH R &HQWUR DEULUi DWp R Ă€QDO GR DQR SĂ BADOS: a princĂ­pio, abrem em horĂĄrio normal, das 8h Ă s 14h; DOMINGOS: todos os domingos, atĂŠ antes do Natal (dias 27/11 e 4, 11 e 18/12), das 9h Ă s 15h; FERIADO: as lojas abrirĂŁo na quinta-feira, dia 8/12, das 9h Ă s 15h.

Meta da Aliança Comercial Ê vender aos domingos com mais tranquilidade

RODADAS DE NEGĂ“CIOS

$3/VYmRPRYLPHQWDUPLOK}HVHP 'XUDQWHDVRQ]HURGDGDV GHQHJRFLDo}HVGR3URJUDPD GH $UUDQMRV 3URGXWLYRV /RFDLV 3$3/  SDUD  DV LQVWLWXLo}HVSDUWLFLSDQWHVDVsumiram o compromisso de injetar recursos na ordem de 5QRV$3/VHP  (VWmR LQVHULGRV QHVses valores emendas parlamentares que jĂĄ contam com recursos garantidos, e que VHUmRGLUHFLRQDGRVSDUDRGHVHQYROYLPHQWRGRV$UUDQMRV 2V Q~PHURV GDV URGDGDV GH QHJRFLDo}HV IRUDP DSUHVHQWDGRV HP UHXQLmR HQWUH D FRRUGHQDomR GR 3URJUD-

PD H RV JHVWRUHV GRV $3/V ocorrida nesta sexta-feira   QD VHGH GD 6HFUHWDULD de Estado do PlanejamenWR H GR 'HVHQYROYLPHQWR (FRQ{PLFR 6HSODQGH  $VURGDGDVGHQHJRFLDo}HV HQYROYHUHP RV $3/V &RVWD GRV &RUDLV 7XULVPR /DJRDV H0DUHVGR6XO&DPLQKRVGR 6mR)UDQFLVFR7HFQRORJLDGD ,QIRUPDomR 2YLQRFDSULQRFXOWXUD $SLFXOWXUD 0HO GR 6HUWmR 0yYHLV GR $JUHVWH 3LVFLFXOWXUDGR'HOWDGR6mR )UDQFLVFR +RUWLFXOWXUD GR $JUHVWH /DUDQMD /LPD GR Vale do MundaĂş e Mandio-

INCLUSĂƒO DIGITAL

50 mil cartĂľes para acesso Ă  curso de informĂĄtica “Ticket para o futuroâ€? foi como o vice-governador, -RVp 7KRPD] 1{QR GHĂ€QLX os 50 mil cartĂľes de acesso a cursos de informĂĄtica bĂĄsica entregues Ă s entidades sociais, ontem. Marco GD LQFOXVmR GLJLWDO HP $ODgoas, o projeto envolve 106 ODQKRXVHVTXHVHUmRSRUWDV de acesso, atravĂŠs da EduFDomR D 'LVWkQFLD (D'  SDUD D SRSXODomR TXH QXQca utilizou um computador. ´$FUHGLWDPRV TXH SRGHPRVPXGDURSDGUmRGHYLGD GD QRVVD SRSXODomR &RP R apoio do governo, hoje, estamos preocupados em levar conteĂşdo para nossas lan houses e transformar a realidade social das comunidadesâ€?, falou emocionado R SUHVLGHQWH GD $VVRFLDomR $ODJRDQD GH &HQWURV GH ,QFOXVmR 'LJLWDO $$/&,'  H

dono de lan house no bairUR GR &OHWR 0DUTXHV 5DIDHO $OEXTXHUTXH &RP GXUDomR GH  KRUDVDXOD o curso tem por objetivo ensinar o bĂĄsico, voltanGR D HGXFDomR SDUD R XVR construtivo do computador. $VHQWLGDGHVVRFLDLVVHlecionadas pela Secretaria GH (VWDGR GD $UWLFXODomR 6RFLDO 6HDV  HVWmR UHVSRQsĂĄveis por distribuir os cartĂľes a pessoas de qualquer LGDGH $ OLVWD GDV HQWLGDGHV sociais e das lan houses cadastradas no projeto podem ser acessadas atravĂŠs do HQGHUHoR HOHWU{QLFR ZZZ bloglanhouseal.com.br. Somente no Benedito Bentes a expectativa ĂŠ de alfabetizar digitalmente 720 usuĂĄrios por mĂŞs, conforme explica o prefeito comuQLWiULR 6LOYkQLR %DUERVD

FD GR $JUHVWH 2V HQFRQWURV ocorreram entre os dias 21 e 24 de novembro, no audiWyULR GR 6HEUDH$/ HQWLGDGH FRRUGHQDGRUD GR 3$3/ juntamente com a Seplande. $VLQVWLWXLo}HVPDQLIHVWDUDPDSRLRjVDo}HVDSUHVHQWDGDV SHOD FRRUGHQDomR GRV $UUDQMRV GHĂ€QLGDV GXUDQWH um planejamento estratĂŠgico elaborado com os comitĂŞs gestores. Projetos de markeWLQJWHFQRORJLDFDSDFLWDomR JHVWmRHLQIUDHVWUXWXUDVHUmR FRQWHPSODGRVFRPDDWXDomR de parceiros como o Banco do Brasil, Banco do Nordeste,

0LQLVWpULR GD $JULFXOWXUD H 'HVHQYROYLPHQWR $JUiULR 0LQLVWpULR GD ,QWHJUDomR Secretaria de Estado da &LrQFLD 7HFQRORJLD H ,QRYDomR 6HFWL  HQWUH RXWURV ´$VHQWLGDGHVDVVXPLUDP o compromisso de investir HVVHV UHFXUVRV QRV $3/V Nosso trabalho junto aos gestores se concentrarå na forPDOL]DomRHFRQFUHWL]DomRGD vinda dos recursos e, posteULRUPHQWHQDÀVFDOL]DomRGR HPSUHJR GHVVH ÀQDQFLDPHQto�, explicou a diretora de &DGHLDV 3URGXWLYDV H $3/V GD6HSODQGH)ODYLDQD5RVD

GARANTIAS

Produtores alagoanos buscam DFHUWLÀFDomRRUJkQLFD $JULFXOWRUHV H HQWLGDGHV vinculadas aos segmentos rural e de meio ambiente e D LQVWLWXLo}HV ÀQDQFHLUDV H GHFRQVXPRYmRVHUHXQLUHP Maceió, no próximo dia 5 de dezembro, para buscar apoio H WHQWDU FULDU HP $ODJRDV R Sistema Participativo de GaUDQWLDVFXMDIXQomRpDSRLDU os pequenos produtores no FUHGHQFLDPHQWR H REWHQomR GD FHUWLÀFDomR RUJkQLFD 2 encontro acontece das 9h às 12h, na sede do Sebrae. (VVD FHUWLÀFDomR p HPLtida pelo MinistÊrio da $JULFXOWXUD 3HFXiULD H $EDVWHFLPHQWR 0DSD  D agricultores que conduzem D SURGXomR GH DOLPHQWRV VHJXLQGR FULWpULRV HVSHFLÀFDdos, entre eles a harmonia FRPRPHLRDPELHQWHHRQmR

uso de adubos, fertilizantes e inseticidas químicos. $ OHJLVODomR EUDVLOHLUD /HL   SUHYr WUrV GLIHrentes maneiras de garanWLUDTXDOLGDGHRUJkQLFDGRV SURGXWRV D &HUWLÀFDomR RV Sistemas Participativos de *DUDQWLD 63*  H R &RQWURle Social, que, juntos, compþem o Sistema Brasileiro GH $YDOLDomR GD &RQIRUPLGDGH 2UJkQLFD 6LV2UJ  3DUD UHIRUoDU DV Do}HV HP SURO GD FULDomR GR 63* HP$ODJRDVSURÀVVLRQDLV – entre agrônomos, tÊcnicos agrícolas e outras åreas GH IRUPDomR GDV FLrQFLDV agrårias – foram capacitados este mês para emitir a FHUWLÀFDomR SDUWLFLSDWLYD de alimentos com garantia GH FRQIRUPLGDGH RUJkQLFD


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

SessĂŁo especial lembra os 150 anos da Caixa

Dados histĂłricos da postura do banco frente Ă  cidadania sĂŁo rememorados na ALE BRENO AIRAN REPĂ“RTER

R

esponsabilidade e foco no social. Com esse discurso foi realizada uma sessĂŁo extraordinĂĄria na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE/AL) na tarde de ontem, em homenagens aos 150 anos da Caixa EconĂ´mica Federal (CEF). Na ocasiĂŁo, estiveram presentes os deputados estaduais Judson Cabral (PT), o presidente da ALE, Fernando Toledo (PSDB), Gilvan Barros (PSDB) e Ronaldo Medeiros (PT), alĂŠm do prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa (PMDB), os desembargadores Washington Luiz e Vanda Lustosa e os superintendentes

Marcos Vieira, do Sebrae, e Herbert Buenos Aires, da CEF. NĂŁo sĂł o quĂłrum desta sessĂŁo era diferente como tambĂŠm quem assistia Ă s homenagens. O primeiro a tomar a palavra foi Ronaldo Medeiros. O parlamentar foPHQWRX D LQVWLWXLomR Ă€QDQceira como “um exemplo de excelĂŞncia no ramo, tendo forte ação no âmbito socialâ€?. Ele relembrou a histĂłria do banco. Depois da rubrica de Dom Pedro II no Decreto de nÂş 2.723 de 12 de janeiro de 1861, criou-se o lugar onde podia-se comprar a liberdade, literalmente. As amarras da escravidĂŁo se quebraram diante da oportunidade. A Caixa foi o Ăşnico banco que pensou nos menos

abastados e favorecidos; o Ăşnico banco a aceitar depĂłsitos dos escravos. Medeiros ainda rememorou seus anos dourados. “Na dĂŠcada de 1980, fui estagiĂĄrio em uma agĂŞncia da Caixa de Palmeira dos Ă?ndios. Devo muito a essa instituiçãoâ€?, coloca o parlamentar. O deputado Judson CaEUDO DĂ€UPRX TXH ´D &DL[D goza da nossa simpatia; ĂŠ muito mais que uma agĂŞnciaâ€?. Emocioando, o superintendente regional da instituição bancĂĄria, Herbert Buenos Aires, foi atĂŠ o pĂşlpito. O que ele exclamou foi o foco que a Caixa tem, totalmente direcionado para a cidadania. De 2003 a este ano, foram investidos R$ 4.560.551,46 em

patrocínios em esporte e cultura no Estado de Alagoas. Hoje, hå 40 agências em Alagoas e mais de 600 pontos de atendimento. O cliente Ê bem tratado; o cliente tem onde morar. Hå pouco a presidenta Dilma Rousseff externou em um de seus pronunciamentos que, se não houvesse a Caixa, não existiria o programa Minha Casa, Minha Vida. Em se tratando dos desabrigados das enchentes, R$ 713 milhþes foram os recursos para a reconstrução da dignidade daquele povo - do nosso povo. A Caixa presenciou diversas das nossas mudanças sociais; viu a democracia nascer e ajuda para o acesso ao crÊdito chegue de fato a todos.

SUL DO PERU

Braskem e PetroPerĂş assinam acordo em projeto

A Braskem, maior produtora de resinas termoplåsticas das AmÊricas, e a Petróleos Del Perú (PetroPerú), empresa estatal deGLFDGD DR WUDQVSRUWH UHÀQR e comercialização de combustíveis e outros derivados do petróleo, se uniram e assinaram um Memorando de Entendimento para anålise tÊcnica e econômica da viabilidade de um projeto petroquímico no Peru. O objetivo das duas empresas Ê estudar a viabilidade da implementação de unidades para a produção integrada de 1,2 milhão de toneladas/ano de eteno e polietilenos, utilizando o etano proveniente das reservas de gås natural da região de Las Malvinas.  $SyV D FRQÀUPDomR GH sua viabilidade e sujeito às

negociaçþes dos contratos GHĂ€QLWLYRVHGDVDSURYDo}HV societĂĄrias das partes, este empreendimento farĂĄ parte do denominado Projeto Integrado do Sul, que inclui a construção do Gasoduto Andino do Sul, pela empresa Kuntur, e de um moderno complexo industrial na regiĂŁo sul do Peru, que serĂĄ um marco no processo de industrialização do paĂ­s. “Com a realização desta parceria, traremos mais desenvolvimento econĂ´mico e social ao nosso paĂ­s. O projeto terĂĄ como grande vantagem sua localização estraWpJLFDQDFRVWDGR3DFtĂ€FRH a capacidade para atender tanto ao mercado peruano como aos de outros paĂ­ses da regiĂŁo andinaâ€?, ressalta Humberto CampodĂłnico, presidente da PetroPerĂş.


TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

PUBLICIDADE

15


16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

Esportes

Com Senna na cabeça, Hamilton voa e faz melhor tempo do dia em Interlagos Em nome do ídolo. Inspirado por usar um capacete com as cores de Ayrton Senna, Lewis Hamilton voou em Interlagos ontem e foi o mais rápido do dia de treinos livres para o GP do Brasil. Com o casco, que será leiloado em prol do instituto que leva o nome do piloto brasileiro, o inglês da McLaren marcou o tempo de 1m13s292 e superou o bicampeão antecipado, Sebastian Vettel, da RBR, por 167 milésimos. O australiano Mark Webber completou a lista dos três primeiros na sexta. Hoje, às 13h (de Maceió), acontece RWUHLQR¿QDOTXHGH¿QHRJULGGHODUJDGDSDUDR~OWLPR*3GDWHPSRUDGD 2011, que tem Sebastian Vettel como grande campeão antecipado.

&5%[-RLQYLOOHFRPHoDDJUDQGHÀQDO Primeira partida da decisão do Campeonato Brasileiro da Série C acontece hoje, às 16h, no Estádio Rei Pelé ADAILSON CALHEIROS

U

ThiaguinhoYHPVHQGRXPGRVJUDQGHVGHVWDTXHVGR&5%QHVWDUHWD¿QDOGHFRPSHWLomRHpUHVSRQViYHOSHODPDUFDomRQRPHLRFDPSR

ma semana de expectativa e o grande dia chegou. Pela primeira vez em sua história o CRB disputa uma final de Campeonato Brasileiro. O Galo entra em campo neste sábado, às 16h, para o primeiro round do duelo com o Joinville. O jogo será no Estádio Rei Pelé. Daqui a uma semana acontece a partida de volta na Arena Joinville. Muita conversa, treinamentos táticos e momentos de reflexão. O CRB foi um time pouco regular durante toda a competição. Na primeira fase levou duas goleadas mas conseguiu se classificar. Mudou de treinador e teve uma postura bem diferente na segunda fase. Agora é mata-mata e o gol marcado fora de casa tem peso maior. O pensamento de todos na Pajuçara é de não levar nenhum aqui em Maceió. “Se vencermos pelo placar mínimo, mas sem tomar gols, será um grande resultado. Lá, na casa deles o cuidado também será grande para não tomar gols. O regulamento proporciona essa condição de emo-

ção”, explicou o técnico Paulo Comelli. Ontem ele fez um treinamento secreto na Pajuçara. Os titulares estão definidos mas ele não confirma. O Galo deve entrar com Anderson Paraíba; Pio, Filipe, Rodrigão e Paulo Rodrigues; Roberto Lopes, Thiaguinho, Davi e Geovani; Aloísio e Ewerton Maradona. HOMENAGEM O CRB prestará hoje uma homenagem especial ao campeão Yohansson Nascimento, para-atleta alagoano, que representou o Brasil e brilhou no Pan de Guadalajara, no México, conquistando duas medalhas de ouro e uma de bronze. OLHO NELE Dono do melhor ataque da competição, o JEC quer explorar seu setor ofensivo para balançar as redes na casa do adversário. “Fazer gols fora de casa é muito importante, mas não podemos dar bobeira na marcação. Acredito que se mantermos o futebol que vínhamos apresentando temos de tudo para fazer um bom jogo”, afirmou o artilheiro Ronaldo Capixaba.

RODADA FINAL

LIBERTADORES

AZULÃO

Volante JorginhoPDUFRXJROVDOYDGRUQD~OWLPDURGDGDGD6pULH%

A Conmebol sorteou, ontem, em Luque (Paraguai), os grupos da fase principal e os confrontos preliminares da Libertadores 2012. A exemplo do que ocorreu na edição de 2011, com o objetivo de “democratizar” a competição, foram mantidos apenas dois cabeças de chave do Brasil (Santos e o campeão brasileiro) e da Argentina. Os outros quatro são Uruguai 1, Paraguai 1, Chile 1 e Bolívia. A disputa da pré-Libertadores está marcada para o 25 de janeiro e 1º de fevereiro. A fase de grupos começa na semana seguinte e se encerra em 25 de abril. As finais estão previstas para 27 de junho e 4 de julho. SANTOS Atual campeão da Libertadores, o Peixe pode ter o quinto colocado do Brasileirão em seu grupo. VASCO Vencedor da Copa do Brasil, o Cruz-Maltino já tem um adversário definido. Trata-se do Nacional do Uruguai.

Parte do elenco do CSA faz hoje pela manhã uma bateria de exames médicos. No período da tarde acontece um trabalho tático com crioterapia. Ontem foi realizado um treino físico na academia com todos os atletas, inclusive com o novo reforço, o atacante Edson Di. Já no período da tarde, os jogadores foram submetidos a um treinamento de resistência física no Estádio Teotônio Vilela, em Viçosa, comandados pelo preparador físico Richard Cabral. O técnico Celso Teixeira, reuniu a comissão técnica e jogadores para uma conversa e disse que satisfação no futebol é ganhar, principalmente no CSA, pois “com todo respeito aos outros times ganhar aqui é mais gostoso”. Celso disse ainda que o grupo está praticamente formado e quem chegar vai ter que entrar no ritmo. “Ritmo de parceria, de grupo, pois no meu time não tem espaço para quem não quer ou quer mais ou menos, tem que querer ganhar”.

SELEÇÕES

ALAGOAS EM QUADRA

ATACANTE

O presidente do Corinthians, Andrés Sanches, é o novo diretor de Seleções da CBF. O dirigente, porém, só vai assumir o cargo em janeiro de 2012 logo após deixar o comando do clube paulista. A escolha foi selada ontem em reunião na CBF. Sanches esteve na entidade e conversou com o presidente Ricardo Teixeira antes de aceitar o cargo. Andrés tem boa relação na entidade e, inclusive, foi o chefe da delegação canarinho na África do Sul durante a disputa da Copa do Mundo de 2010.

A seleção alagoana infanto-juvenil de vôlei feminino joga hoje às 15h, contra o Piauí, no Campeonato Brasileiro da 2ª Divisão, no ginásio do Sesi, em Maceió. A competição reúne 11 seleções estaduais: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Piauí, Rondônia e Tocantins. As alagoanas estão no grupo C, com Amazonas, Piauí e Tocantins. Os dois primeiros colocados de cada grupo mais os dois melhores terceiros colocados avançam jVTXDUWDVGH¿QDO$IDVHYDLDWp domingo. A 2ª fase eliminatória aconWHFHQDVHJXQGD$VVHPL¿QDLVVHUmR na terça e a decisão na quarta.

Dagoberto em um lado, Nilmar no outro, Leandro Damião centralizado. Não é impossível a criação de um ataque dos sonhos para o Inter. Mas é quase isso. O clube gaúcho será comunicado pelo empresário do atacante, Orlando da Hora, sobre a negociação entre o jogador e o São Paulo. Aí caberá à diretoria colorada decidir o que fazer. Da Hora diz que deixará o Inter ciente do que acontece na negociação envolvendo o Villarreal, atual clube dele, e o São Paulo, único brasileiro a formalizar interesse. O Roma, da Itália, continua disposto a tirar o atleta da Espanha.

ASA joga pela sobrevivência na Série B Alvinegro encara o Vitória-BA e precisa da vitória para assegurar a vaga Na hora da decisão vale de tudo. Sabendo da importância da partida de hoje, contra o Vitória, às 16h (de Maceió), no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, pela última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o suspense foi adotado no ASA. Para não depender de outros resultados se quiser permanecer na Série B, o time alagoano precisa da vitória diante de seus torcedores. O técnico Vica realizou ontem um coletivo secreto que praticamente definiu os 11 titulares. O treinador alvinegro contou com dois “reforços”. O lateral-esquerdo Chiquinho Baiano e o atacante Alexsandro, que haviam sido poupados dos últimos treinamentos por conta de fadiga muscular, foram liberados pelo departamento médico e estão confirmados entre os 11 titulares. Do outro lado o técnico Vagner Benazzi evitou trabalho tático ou coletivo e liberou a rapaziada para um rachão,

&%)FRQÀUPD6DQFKHV como novo diretor

TRAPICHAO.COM

ontem, no Estádio Rei Pelé, na capital alagoana. E o bate bola teve a presença dos titulares Nino, Geovanni e Preto, que vinham sendo poupados durante a semana. Todos os jogadores possíveis à disposição para o fim de ano ter chance de ser de primeira. “Queremos encerrar bem. Vamos para o jogo, fazer de tudo para vencer e terminar o ano na Primeira Divisão. Sempre falo que tem que ter fé e essa última partida é isso aí”, acredita o goleiro Douglas. O Vitória precisa ganhar e esperar por tropeços de Sport e Bragantino para garantir a vaga entre os quatro melhores. OUTROS JOGOS ABC x Americana Icasa x Portuguesa Vila Nova-GO x Sport Náutico x Ponte Preta Paraná x Bragantino Duque de Caxias x Boa Guarani x Goiás São Caetano x Criciúma

%UDVLOHLURGH9{OHL)HPLQLQRHP0DFHLy

Grupos e alguns CSA segue os duelos já estão trabalhos físicos confirmados em Viçosa

São Paulo quer trazer Nilmar para 2012


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

1

Primeiras demos da banda Radiohead vazam na rede

Los Hermanos anuncia datas da nova turnĂŞ

Duas faixas inĂŠditas da banda inglesa Radiohead caĂ­ram na rede nesta quarta-feira (ouça abaixo). As mĂşsicas se chamam “Everybody Knowsâ€? e “Girl (In The Purple Dress)â€? e foram lançadas quando a banda, ainda em começo de carreira, se chamava On a Friday, e antes atĂŠ de o guitarrista Jonny Greenwood se juntar ao grupo. As faixas chegaram a ser gravadas na SULPHLUDÂżWDGHPRGDEDQGDTXHIRLJUDYDGDHP

O Los Hermanos anunciou, na manhĂŁ desta quarta-feira, as datas da turnĂŞ de reuniĂŁo do grupo, TXHSDVVDUiSRURLWRFDSLWDLVEUDVLOHLUDVHQWUHDEULOHPDLRGH&RPRMiKDYLDVLGRDGLDQWDGRSHOR7ZLWWHUGRSURGXWRU3DXOR$QGUp3LUHVDWXUQrFRPHoDQRGLDGHDEULOQR&HQWURGH &RQYHQo}HVGR5HFLIHGHQWURGDÂ?HGLomRGRIHVWLYDO$EULO3UR5RFN$VYHQGDVGHLQJUHVVRV SDUDRSULPHLURVKRZFRPHoDPHPMDQHLUR'HSRLVDEDQGDGH0DUFHOR&DPHOR5RGULJR$PDUDQWH%UXQR0HGLQDH5RGULJR%DUEDVHJXHSDUD)RUWDOH]D GHDEULO %UDVtOLD GHPDLR  6DOYDGRU GHPDLR 6mR3DXOR GHPDLR 3RUWR$OHJUH GHPDLR H%HOR+RUL]RQWH GH PDLR $WXUQrVHUiHQFHUUDGDQR5LRGH-DQHLURFLGDGHQDWDOGRJUXSRQRGLDGHPDLR

PELOS CANAIS

AFORA Uma viagem romântica pela Europa não pode deixar de lado um bom passeio pelos canais que o continente possui, e quem pensa que Ê só Veneza que tem esse tipo de atrativo estå enganado

V

eneza, Bruges, Amsterdã. Cidades europeias que têm suas (muitas) peculiaridades, mas todas unidas pelo charme único de suas intrincadas e vitais vias-d’ågua, que continuam inspirando artistas e amantes do mundo todo. Veneza, la serenissima, Ê certamente a mais famosa de todas as cidadescanal e tambÊm a mais improvåvel delas. Não hå nada remotamente parecido com Veneza no mundo, e o mundo todo jå descobriu isso hå sÊculos. Muito antes do sÊculo 20, o local jå era uma cidade global. Vivia do comÊrcio marítimo e tolerava a forte presença de imigrantes perseguidos em outras partes da Europa. A cidade foi construída

numa enorme lagoa sobre 117 pequenas ilhas entrecortadas por mais de 150 canais. Um tradicional passeio de gôndola por alguns deles, caríssimo por sinal (a partir de ₏ 80, por 40 minutos), pode ser a epítome do romantismo. Hå formas mais econômicas de passear sem deixar de apreciar as fachadas dos palåcios, igrejas, pontes e mercados. Logo de cara, pegue o vaporetto 1, que faz os 3,5 km do Grande Canal, entre a estação ferroviåria e a Praça de São Marcos, em 45 minutos. Jå na praça, com multidþes de turistas que resolveram conhecê-la no mesmo dia que você, vale ir a um dos cafÊs ali localizados, como o Florian. Lå, serve-se um chocolate quente (caríssimo) que

não sai por menos de ₏ 12. Veneza nos faz questionar como uma cidade de DSDUrQFLDJHRJUiÀFDWmR frågil consegue suportar tão bem o peso de sua imensa história e patrimônio artístico. E o segredo para se apaixonar por ela Ê que

não Ê nada difícil deixar para trås as hordas de turistas que lotam a Praça São Marcos, seus principais acessos e arredores. Hå, claro, atraçþes imperdíveis, que valem o sacrifício de dividir a experiência com milhares de outros visitantes. A co-

meçar pela própria praça e sua Basílica, as vizinhas Igreja dei Frari e Scuola Grande di San Rocco e as Gallerie dell’Academia, entre tantos atrativos espremidos em pouco espaço. Perder-se ao menos uma vez pelos becos torWXRVRVHQTXDQWRVHUHà HWH sobre se apreciou mais os Ticianos ou os Tintorettos recÊm-admirados faz parte de qualquer estadia em Veneza. Passeios noturnos pelas vias secundårias dos distritos de Dorsoduro, San Polo, Santa Croce e Cannareggio podem dar a impressão de que a cidade Ê só sua. Para matar a fome entre tantas andanças, vale procurar uma das osterie que sirvam cicheti, equivalente veneziano às tapas espanholas.


2

TribunaIndependente

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

Música no interior Na segunda etapa do Festival da Música do Sesc, os 14 artistas selecionados na edição 2011 começam uma maratona de apresentaçþes em diversas cidades do interior de Alagoas. A primeira bateria de shows termina hoje. A segunda acontece de 6 a 10 de dezembro. Os artistas, datas, horårios e locais das apresentaçþes estão no site www.sescalagoanos.com.br

Forró X brega Para quem gosta de um brega animado, hoje, tem os shows das bandas Calcinha Preta e Los Borrachos. A partir das 22h na casa de shows Buganvília. A noite ainda conta com o grupo Esquadrão de Balli. Vendas no estande Maceió Ingressos (Maceió Shopping).Mais informaçþes : 3235-6950.

Sorriso em Dobro

Estacionamento de JaraguĂĄ

ChĂĄ de Cinema

O projeto Sorriso em Dobro oferece ao público GXDVFRPpGLDVHVFUDFKDGDVQHVWH¿PGHVHPDQD Hoje tem Romeu, Eva e Adão. Amanhã Ê a vez de Branca de Neverrr e as 7 Pecinhas. Ambas às 20h, no auditório do Ifal (antiga Escola TÊcnica Federal de Alagoas). Ingressos antecipados custam R$ 5 e R$ 10 (+ 1 kg de alimento não-perecível). Vendas nas agências da Aeroturismo e estande Folia Brasil (GBarbosa do Stella Maris). Mais informaçþes: 3032-2234 e 8874-4602.

A banda Natiruts tambÊm passa por Maceió na temporada de shows do verão. A apresentação estå marcada para o dia 10 de dezembro na Vox (Estacionamento de Jaraguå). A noite ainda conta com bandas e DJs convidados. Preços: pista R$ 25 e camarote R$ 50 no 1º lote. Vendas: Lojas Tchuk Jhones, Point Radical, Jameika e estandes Maceió Ingressos e Folia Brasil. Contato: (82) 3031-1750.

As programaçþes especiais do Cine Sesi (Pajuçara) estão a todo vapor. Amanhã, às 15h, começa mais uma sessão Chå de Cinema, que reúne música, cinema e o tradicional FKiGDWDUGH2¿OPHH[LELGRpDFRPpGLD romântica francesa Doce Mentira. Jå no início de dezembro, dia 3, estå marcada mais uma edição do Corujão Sesi/Ufal. A programação ainda não foi divulgada. Telefone: 3235-5191.

Lixo ou arte?

Em Arapiraca

Os salĂľes de arte contemporânea oferecem ao pĂşblico a exposição ‘Lixo ou Arte?’ (que nem roupa), do artista carioca Raimundo Brito, radicado em Belo Horizonte. Abertura Ă s 20h e visitação atĂŠ 20 de janeiro de 2012. A mostra pretende questionar a consciĂŞncia ecolĂłgica de cada cidadĂŁo ao descartar objetos que podem ser reaproveitados evitando, desta forma, o acĂşmulo de rejeitos no planeta Terra.

O Sesc estå com inscriçþes abertas atÊ o próximo dia 30 para a temporada 2012 da Galeria de Artes do Sesc Arapiraca, para produçþes em artes plåsticas, intervenção, videoarte, performance, instalação ou outras experimentaçþes no campo das artes visuais. As inscriçþes são gratuitas e podem ser realizadas no Sesc-Centro (Rua Barão de Alagoas, 229, Centro), das 9h às 18h. O edital estå disponível no site www.sescalagoas.com.br

FALE CONOSCO - A Agenda Ê um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiçþes podem enviar material atravÊs do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

Rodrigo conforta Manuela. Ana se esforça para conseguir pentear os cabelos. Alice conta para Suzana e Cícero que encontrou seu pai biológico. Manuela ajuda Ana com os exercícios de fonoaudiologia. Rodrigo confessa a Celina que teme por seu relacionamento com Manuela. Lúcio orienta Manuela a esperar para contar qualquer coisa para Ana. Eva pergunta a Manuela e Rodrigo quando irão contar para Ana que estão juntos.

GLOBO 19h AQUELE BEIJO

Iara tem uma vidência com os parentes do bandido e ele desiste de assaltå-la. Claudia discute com Maruschka por conta da decoração da sua festa. Mais um empreiteiro desiste da obra no apartamento de Claudia e Rubinho e eles desFRQ¿DP6HEDVWLmRFRQFRUGDHPGLYLGLURSUrPLR com Raíssa. Agenor tenta fazer as pazes com %HOH]LQKDPDVËQWLPDDWUDSDOKD)HOL]DUGR¿FD amedrontado com a polícia e Eveva suspeita de que a Shunel esteja envolvida em falcatruas com a Comprare. Regina percebe que Claudia estå LQIHOL]HVXJHUHTXHD¿OKDFDQFHOHRFDVDPHQWR

GLOBO 21h FINA ESTAMPA

Guaracy gosta quando Dagmar conta que *ULVHOGD¿FRXFLVPDGDFRPVXDDPL]DGHFRP Esther. Tereza Cristina encontra um carro de polícia e pede ajuda. Ferdinand explode o carro que usou para fazer o assalto. Tereza Cristina se desespera ao constatar que Marcela ainda estå viva. Fåbio, Carolina, Renê Junior e Leonardo saem para comemorar o sucesso de seu plano. Antenor mente para Griselda para comprar um carro. Teodora procura Wallace. Tereza Cristina fala para Ferdinand que ele falhou em seu serviço. Marcela acorda no hospital.

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

Não hå exibição aos såbados


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

3

5('(79',98/*$d­2

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

)DOWDPDLQGDHVFODUHFLPHQWRV HPUHODomRDRKRUiULR QREUHGD79SRUDVVLQDWXUD

TV TUDO Concurso de talentos

D

HROKRQD/HLTXHREULJDFDQDLVSDJRVFRPHVSDoRTXDOLÀFDGRDH[LELUHPHPKRUiULRQREUHKGHFRQWH~GR QDFLRQDODVHPLVVRUDVFRPHoDPDVHPRELOL]DUH MiGLVFXWHPSRVVtYHLVSDUFHULDVFRPSURGXWRUDV LQGHSHQGHQWHV3RGHPYLUQRYLGDGHVMiDSDUWLUGH PDUoRGRDQRTXHYHP 0DVDV79VGL]HPTXHDOJXQVSRQWRVDLQGDSUHFLVDPVHUHVFODUHFLGRVSHOD$QFLQH$JrQFLD1DFLRQDOGR&LQHPDTXHSDVVDDUHJXODPHQWDUR VHWRU3RUH[HPSORRTXHVHULD´KRUiULRQREUH¾" $IDL[DQREUHGD79DEHUWDTXHYDLGDVKj KSRGHQmRVHUDPHVPDGDLQWHUQHWHGD79SRU $VVLQDWXUDGDtDQHFHVVLGDGHVHJXQGRHODVGH XPHVFODUHFLPHQWR &RQVXOWDGDDDJrQFLDUHJXODPHQWDGRUDLQIRUPRX TXHD´GHÀQLomRGRKRUiULRQREUHVHUiREMHWRGH XPD,QVWUXomR1RUPDWLYDGD$QFLQHTXHGHYHUi VHUSRVWDHPFRQVXOWDS~EOLFDQDVHJXQGDTXLQ]HQDGHGH]HPEUR¾(pLVVR

O SBT – Mato Grosso do Sul promove hoje, a partir das 18h, na praça Rådio Clube, em Amambaí, a ¿QDOGRFRQFXUVR³-RYHQV7DOHQWRV Infantis�, idealizado pelo programa ³2SRYRQD79´$QGUp9DVFRYDL FRPDQGDUDDSUHVHQWDomRGR HYHQWRDRODGRGH7DWi0DUTXHV

Prioridade 1DFRQYHQomRGD%DQGTXHDFRQWHFHHP3RUWXJDORDUJHQWLQR'LHJR *XHEHOIRLDSUHVHQWDGRRÂżFLDOPHQWHFRPRQRYRUHVSRQViYHOSHOD SURJUDPDomR$RVHGLULJLUSDUDRV FHUFDGHFRQYLGDGRV*XHEHO revelou que uma das suas prioriGDGHVpIRUWDOHFHUDIDL[DGDWDUGH GDHPLVVRUD

Base no Rio $VHGHEUDVLOHLUDGRFDQDO)R[ 6SRUWVVHUiQR&RVPH9HOKR5LRGH -DQHLURHGHYHFRPHoDUDIXQFLRQDU QRFRPHoRGRDQRTXHYHP 2LPyYHOHVFROKLGRSDUDLVVR SDVVDUiSRUQHFHVViULDVUHIRUPDV GXUDQWHRPrVGHGH]HPEUR

Gato no telhado $)R[6SRUWVWRPDGHVGHMiWRGDVDV SURYLGrQFLDVSDUDLQLFLDUDVXDRSHUDomRQR%UDVLOFRPDWUDQVPLVVmRGD SUy[LPD/LEHUWDGRUHVGD$PpULFD3RU RXWURODGRWDPEpPVHWHPFHUWH]D TXHRVFDQDLV*ORERVDWQmRWrP LQWHUHVVHGHGHL[DUHVVDFRPSHWLomR 5HVWDHVSHUDUSHORTXHYHPSRUDt

Do mesmo jeito 26%7DLQGDQmRHQFRQWURXXPD PDQHLUDGHFRORFDURMRUQDOGD PDQKmDRYLYR2SUREOHPDpPDQter as suas equipes trabalhando na PDGUXJDGD$WpVHJXQGDRUGHP GLDQWHGDVGLÂżFXOGDGHVH[LVWHQWHV FRQWLQXDUiJUDYDGRQDYpVSHUD UHSHWLQGRDPHVPDHGLomRjVTXDWURFLQFRHVHLVGDPDQKm

No “Good Newsâ€?, hoje Ă s KSHOD5HGH79Anelise de OliveiraFRQYHUVDFRP Johan Van LengenFRQVLGHUDGRRSDLGDELRDUTXLWHWXUDQR%UDVLOWpFQLFDGHFRQVWUXomR HFROyJLFDVXVWHQWiYHOHGHEDL[RLPSDFWRDPELHQWDOGHRULJHPLQGtJHQD

TambĂŠm nĂŁo foi

Jornalismo

Boxe

7pR-RVpHVWHYHQD 5HFRUGQRFRPHoRGD semana, atendendo a um FRQYLWHGDVXDGLUHomR )RLFRQYHUVRXPDVSUHIHULXGHL[DUWXGRFRPRHVWi 9DLFRQWLQXDUQD%DQG

$SDUWLUGRGLDR³')79�HGLomR´GD*ORER WHUi)iELR:LOOLDPQDDSUHVHQWDomRGRWHOHMRUQDODQWHVFRPDQGDGRSRU$OH[DQGUH*DUFLD H/LOLDQH&DUGRVR&RPDFKHJDGDGR)iELR $OH[DQGUHSDVVDUiDID]HUSDUWHGDHTXLSHGH FRPHQWDULVWDV/LOLDQHSRUVXDYH]SDVVDUi SDUDDVIXQo}HVGHHGLWRUDHVSHFLDO

1DHGLomRGRSURJUDPD³%DQG &OiVVLFRV´TXHD%DQGHLUDQWHV H[LEHDPDQKmjVK GHVWDTXHSDUDXPDPDWpULD HVSHFLDOVREUHDFDUUHLUDGH (GHU-RIUH$SUHVHQWDomRGH 'DQLHOD)UHLWDV

Investimento *XLOKHUPH%RXU\GHL[DUiGH ser apenas o melhor amigo de &DLR&DVWURHP³)LQD(VWDPSD´ Aguinaldo Silva vai investir no seu SHUVRQDJHP'DQLHO (OHWHUiKLVWyULDSUySULDDSDUWLUGR HQYROYLPHQWRPDLVVpULRFRP6RODQJHYLYLGDSRU&DURO0DFHGR

Balanço 2VQ~PHURVDLQGDQmRHVWmR WRWDOPHQWHIHFKDGRVPDVVHJXQGR HVWLPDWLYDVGRVGRQRV$PLOFDUH 'DOOHYRH0DUFHORGH&DUYDOKR D5HGH79GHYHIHFKDU REVHUYDQGRFUHVFLPHQWRGH FRPSDUDGRFRPRDQRDQWHULRU

Berlinda

Fase do humor

Nos últimos dias o ator Caio Castro, GH³)LQD(VWDPSD´¿FRXQRPHLRGD URGDSRUFRPHQWiULRIHLWRQRWZLWWHU Tudo muito bom, tudo muito bem, HTXDOPDOH[LVWHQLVVR"2SLQLmR GHOHHVHDOJXpPQmRFRQFRUGDU FRQWHVWHHRPXQGRVHJXH(VVH WHPSRGR³SROLWLFDPHQWHFRUUHWR´Mi HVWiHQMRDQGRXPSRXFR

A personagem de Clåudia Abreu HP³0DULDVGR/DU´SUy[LPDQRYHOD GDVVHWHGD*ORERQmRIDUiDOLQKD Teresa Cristina, papel de Christiane 7RUORQLHP³)LQD(VWDPSD´6HUi VLPXPDYLOmPDVHQYHUHGDQGR PDLVSHORODGRFRPpGLD8PWLSR EDVWDQWHDWUDSDOKDGR

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

Š Revistas COQUETEL 2011

Recurso que bloqueia Material como o a passagem da luz azul, em fotografias elastano em preto e branco Perversa

Ăšnico paĂ­s comunista das AmĂŠricas

Palavra que suaviza uma expressĂŁo Consoante como "p" e "b" (Gram.) Estar a Completo (?): dispor Grupo de todos norueguĂŞs os fatos de rock

Roedor de "(?) Monde", esgotos jornal (?) Burton, parisiense cineasta

IndĂ­gena que habitava o Sul da Bahia

Watt (sĂ­mbolo)

Evento prĂłprio do perĂ­odo eleitoral AlcoĂłlicos AnĂ´nimos (sigla) Vegetal como o Carne, em coloniĂŁo inglĂŞs (?) profissional: foi instituĂ­da por Vargas Flor cultivada em jardins Uma das sobrinhas da Margarida (HQ)

A

Massa do elemento quĂ­mico

Tamanho (abrev.) Tipo sanguĂ­neo

Que Elemento pode ser da chamaerguido da escolar Oswaldo Cruz, mĂŠdico sanitarista

R

E

A atual ĂŠ a Cenozoica (Geol.)

(?) France, companhia aĂŠrea Evanildo Bechara, filĂłlogo brasileiro

Em (?) de: em condição superior Mar de (?), lago do Cazaquistão

3/air — mol — tim. 4/meat. 6/aimorÊ. 7/petúnia. 9/showmício. 13/filtro amarelo.

39

Solução C A P L I M P A S H A C E U B A

F I L T R O A M A R E L O

E A R T E T UN I L O T I W M E M L A

F I B R A S I N T E T I C A

C S M O I A L A T O L M A B C I O O M E O C I R A E B A R I M A R A L

BANCO

Descobridores da AmĂŠrica e do Brasil, respectivamente Camada terrestre

Na Record News, neste sĂĄbado, Ă s dez da noite, o programa “Receita pra Doisâ€? irĂĄ exibir uma entrevista do Edu Guedes com Felipe Massa. ¡ Em setores da Globo hĂĄ uma preocupação com a FĂłrmula 1 neste domingo. Ă‚$FRUULGDQmRYDOHULJRURVDPHQWHQDGD ¡ A Globo estĂĄ quietinha com relação ao prĂłximo “Big Brotherâ€?, mas todas as providĂŞncias continuam sendo tomadas. Ă‚$FDVDSRUH[HPSORHVWiHPIDVHÂżQDOGHUHIRUPDVQDVXDSDUWHH[WHUQD ¡ O UFC jĂĄ nĂŁo merece tantos cuidados da Rede TV! nas suas apresentaçþes dos sĂĄbados. Ă‚$RUGHPDJRUDDRTXHSDUHFHpDSHQDVFXPSULUWDEHODHOHYDUGRMHLWR TXHGiDWpRÂżQDOGRDQR ¡ Enquanto nĂŁo ĂŠ chamado pela Globo para novo trabalho, Fulvio Stefanini pretende se dedicar mais intensamente ao teatro. Ă‚$OLiV7DUFtVLR)LOKRpRXWURFRPSOHWDPHQWHHVTXHFLGRSHOD79&RPR HQWHQGHUFHUWDVFRLVDV" ¡ Fernando e Sorocaba serĂŁo os convidados deste domingo no “De Frente com Gabiâ€? do SBT.

&¡HVWÀQL 1HVWHViEDGRDSDUWLUGDVKQR+6%&QR5LRKDYHUiXPDDSUHVHQWDomRGH,YHWH6DQJDOR$FDQWRUDIH]TXHVWmRGHHQYLDUFRQYLWHVGRVKRZ SDUDWRGRRHOHQFRTXHWUDEDOKRXFRPHODQDVpULH³$V%UDVLOHLUDV´ $SURSyVLWRSRUREUDGRDFDVRRXGHSURSyVLWRPHVPR&OiXGLD/HLWWHH ,YHWH6DQJDORRFXSDUDPRVPHOKRUHVFDPDULQVGR&UHGLFDUG+DOOGXUDQWHD JUDYDomRGR³6KRZGD9LUDGD´ 2XWURVPHQRVIDYRUHFLGRVFRPRQmRSRGHULDGHL[DUGHVHUVDtUDPUHFODPDQGR )LFDPRVDVVLP0DVDPDQKmWHPPDLV7FKDX

JAIRO

HORĂ“SCOPO Ă RIES D Âą0DQWHQKD VHÂżUPHHPVHXVSURSyVLWRVHQmR GHL[HRTXHpGHVXDUHVSRQVDELOLGDGHQDVPmRVGHRXWUDVSHVVRDV 1mRFULHH[SHFWDWLYDVGHPDLVQR UHODFLRQDPHQWRDPRURVReWHPSR GHVHDEULUFRPDSHVVRDDPDGD GLYLGLQGRDOHJULDVHDQJ~VWLDV &RU$]XO0DULQKR 3DOSLWHVH TOURO – D Âą&RQWUROH sua impulsividade ou enfrentarĂĄ FRQĂ€LWRV0DQWHQKDDGLVFULomRVREUHVHXVDVVXQWRVHHYLWHVHH[SRU $VLQWRQLDHQWUHYRFrHRSDUQmR VHUiGDVPHOKRUHVPDVDFRQÂżDQoD que tem um no outro vai superar TXDOTXHUGHVDÂżR &RU$]XO7XUTXHVD 3DOSLWHVH GĂŠMEOSÂą D Âą7HQWH ROKDURVSUREOHPDVGHFLPDHFRQVHJXLUiHQFRQWUDUVROXo}HVSDUDDV SHTXHQDVGLÂżFXOGDGHVFRWLGLDQDV 1mRFRQYpPFRQWDUFRPDDMXGDGH VXSHULRUHVQHVWHGLD 1RUHODFLRQDPHQWRDGRLVPDO HQWHQGLGRVVHUmRHVFODUHFLGRV pWHPSRGHDEULUVHSDUDRQRYR aproveite! &RU9HUGH&ODUR 3DOSLWHVH CĂ‚NCER Âą D Âą)DoD planos para sua vida e visualize o TXHSUHFLVDVHUFRORFDGRHPSUiWLFD SDUDDOFDQoDUHVVHVREMHWLYRV 1mRFRQYpPFRQWDUFRPDDMXGDGH WHUFHLURVHPVXDVDWLYLGDGHV1D SDL[mRpWHPSRGHID]HUSURPHVVDVPDVFXLGDGRFRPDTXLORTXH QmRSRGHFXPSULU &RU9LQKR 3DOSLWHVH LEĂƒOÂą D Âą6XDIDOWD GHSDFLrQFLDHVWDUiHPHYLGrQFLD SULQFLSDOPHQWHGHYLGRjIROJDGDV SHVVRDVPDLVSUy[LPDV5HĂ€LWD VREUHVXDVDWULEXLo}HVDQWHVGHDVVXPLUQRYDVUHVSRQVDELOLGDGHV &RU9HUGH0XVJR 3DOSLWHVH VIRGEM Âą D Âą9HMDFRP PDLVDWHQomRRTXHDFRQWHFHDR VHXUHGRUHGHSRLVUHĂ€LWDHFKHJXH jVVXDVSUySULDVFRQFOXV}HV6H VXDVGHVFRQÂżDQoDVWLYHUHPPRWLYRV PDQWHQKDVHHPHVWDGRGHDOHUWD &RU&UHPH 3DOSLWHV

Bate-rebate

LIBRA – D Âą1mR SHUPLWDTXHGHFHSo}HVQRHPSUHJR abalem o seu desempenho nas DWLYLGDGHVGLiULDV&XLGDGRQmR GHYHFRQÂżDUHPWRGRVWHQWHVHSDUDU DVSHVVRDVFRPDVTXDLVSRGHRX QmRFRQWDU &RU&LQ]D 3DOSLWHVH ESCORPIĂƒO – D Âą 0DQWHQKDRIRFRHPVXDVSULRULdades, separando a fantasia da UHDOLGDGH)LTXHDWHQWR D DRSRUWXnidades que surgirem para resolver VHXVSUREOHPDVÂżQDQFHLURV &RU0DUURP(VFXUR 3DOSLWHVH SAGITĂ RIO Âą D Âą%RP GLDSDUDDFDEDUFRPEULJDVHQWUH LUPmRVRXSHQGrQFLDVMXQWRDRV VHXVIDPLOLDUHV&RQÂżHQDVDo}HV GDSHVVRDTXHDPDHGHL[HVH FRQWDJLDUSRUVHXHQWXVLDVPRH VXDVYLWyULDV &RU$]XO&HOHVWH 3DOSLWHVH CAPRICĂ“RNIOÂą D Âą )DoDXPDERDDYDOLDomRGHVXDVÂżQDQoDVSHVVRDLVDQWHVGHVHGHFLGLU SRUXPDFRPSUDGHPDLRUYDORU 1mRVHLOXGDFRPDVFRQYHUVDV paralelas e promessas de pessoas TXHQmRVDEHPGHVXDVYHUGDGHLUDV QHFHVVLGDGHV 6HMDGLVFUHWR D QDPDQLIHVWDomRGH VHXVHQWLPHQWR &RU*UDÂżWH 3DOSLWHVH AQUĂ RIO Âą D Âą&XLGH GHVHXVSUySULRVLQWHUHVVHV 1mRSUHFLVDVHMXVWLÂżFDURXGDU VDWLVIDomRDRVGHPDLV 2FDULVPDHDLQWHQVLGDGHGHVHXV VHQWLPHQWRVSURYRFDPJUDQGH LPSDFWR&XLGDGRSDUDQmRGHL[DU VHXVIDPLOLDUHVHPVHJXQGRSODQR &RU%UDQFR*HOR 3DOSLWHVH PEIXES Âą D 9RFrWHUi XPDPHOKRUSHUFHSomRGDGHfasagem entre sonho e realidade HFRQVHJXLUiGHÂżQLUHVWUDWpJLDV SDUDFRQTXLVWDURVVHXVGHVHMRV No trabalho, invista seus esforços SDUDREWHUXPDQRYDFRORFDomR 1RDPRUpWHPSRGHUHWRPDUXPD DQWLJDFRQYHUVD &RU9HUGH(VPHUDOGD 3DOSLWHVH

3UrPLR3~EOLFRVXJHUHQRPHHP SRUWXJXrVDĂ€OPHGH-RKQQ\'HSS

J

ohnny Depp estrela RÀOPH´7KH5XP'LDU\¾FRPODQoDPHQWR QR%UDVLOSUHYLVWRSDUDR SULPHLURVHPHVWUHGH 6HPXPQRPHGHÀQLGRHP SRUWXJXrVDGLVWULEXLGRUD GRORQJDSURPRYHRFRQFXUVRFXOWXUDO´'rR7tWXOR DR1RYR)LOPHGH-RKQQ\ 'HSS¾2FRQFXUVRYDLDWp DVKGHDPDQKm3DUD SDUWLFLSDUpSUHFLVRHQYLDU

DVXJHVWmRSDUDMRKQQ\GHSS#YLQQ\ÀOPHVFRP EUFRPQRPHFRPSOHWR LGDGHWHOHIRQHHHQGHUHoR FRPSOHWR2UHVXOWDGRVHUi GLYXOJDGRHPGHQRYHPEURHRYHQFHGRUJDQKDUi XPDVHVVmRH[FOXVLYDGH SUpHVWUHLDFRPGLUHLWRD FRQYLGDGRVHXPWDEOHW ´7KH5XP'LDU\¾DSUH-

VHQWDDKLVWyULDGHXPMRUQDOLVWDIUHHODQFHU -RKQQ\ 'HSS QDGpFDGDGH TXHVHPXGDGH1RYD<RUN SDUDR&DULEHSDVVDQGRD HVFUHYHUSDUDXPGHFDGHQWHMRUQDOHVHDGDSWDQGRD XPHVWLORGHYLGDERrPLR$ WUDPDWUD]XPDPHVFODGH FRPpGLDGUDPDURPDQFHH VXVSHQVH 3DUDFRQIHULURWUDLOHU HYHURUHJXODPHQWRGD SURPRomR DFHVVHDSiJLQDHVSHFLDO GDGLVWULEXLGRUDZZZ YLQQ\Ă&#x20AC;OPHVFRP EUMacabro 0yYHLVH REMHWRVGH GHFRUDomRGD FDVDRQGH0LFKDHO-DFNVRQ PRUUHXVHUmR OHLORDGDVHP EUHYHQRV(VWDGRV8QLGRV $VSHoDVTXH LQFOXHPREUDV GHDUWHH DQWLJXLGDGHV SHUWHQFLDPD XPDSURSULHGDGHGH-DFNVRQ HP&DUROZRRG'ULYHHP/RV $QJHOHV2OHLOmRVHUiUHDOL]DGRHPGHGH]HPEURSHOD -XOLHQ¡V$XFWLRQV (QWUHDVSHoDVjYHQGD HVWiDFDEHFHLUDGDFDPD RQGHRFDQWRUPRUUHXHPMXQKRGHVRIiVDUPiULRV HPHVDVDQWLJDVRXDVVLQDGDV SRUGHVLJQHUVGHGHVWDTXH


4

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 26 DE NOVEMBRO DE 2011

felipe1camelo@gmail.com felipecamelo@saladaonline.com.br camelofelipecamelo.blogspot.com

Novo

Por causa das dores nas costas, estou hå quase 1 mês sem malhar na Top, nem participar do Treinamento Funcional na Pajuçara com meu personal Claudinho Araújo. Mas esta próxima semana, tudo volta ao normal

Barra, 100 Anos Com o apoio cultural do Iloa Vida em FamĂ­lia e da Vivendi Empreendimentos, o escritor Josias EleotĂŠrio dos Santos lança o livro â&#x20AC;&#x153;Barra de SĂŁo Miguel â&#x20AC;&#x201C; 100 Anos de HistĂłriaâ&#x20AC;?. Ă&#x20AC;s 9 da noite de hoje, na Praça Miriel Cavalcanti, em frente Ă  Igreja de Santana, na Barra de SĂŁo Miguel. A obra de Josias destaca as belezas naturais e sua gente, a histĂłria e a atuação de algumas IDPtOLDVLQĂ&#x20AC;XHQWHV no cenĂĄrio polĂ­tico e econĂ´mico da cidade; aborda assuntos relativos Ă  evolução do PXQLFtSLRSURÂżVVLRnais de destaque, alĂŠm do folclore, as opçþes turĂ­sticas... a HistĂłria agradece.

â&#x20AC;&#x153;A rede pernambucana Pontes HotĂŠis & Resorts - do qual fazem parte o Mar Hotel, Atlante Plaza e Summerville - tem um novo gerente comercial regional. Com 12 anos de atuação no mercado turĂ­stico, Gilson Azevedo tem agora como função captar novos negĂłcios dentre eventos e hospedagem para a rede hoteleira, alĂŠm de reforçar ainda mais o relacionamento com os clientes corporativos. TurismĂłlogo, o executivo tem em seu currĂ­culo vasta experiĂŞncia em ĂłrgĂŁos governamentais, tendo atuado na Empresa de Turismo de Pernambuco - Empetur - e na Secretaria de Turismo da Prefeitura do Recifeâ&#x20AC;?. Da Assessoria de Comunicação Pontes HotĂŠis & Resorts, MarĂ­lia Gilka e AngĂŠlica Souza informando. REPRODUĂ&#x2021;Ă&#x192;O

Conciliando O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador SebastiĂŁo Costa Filho, e o conselheiro do Conselho Nacional de Justiça, Bruno Dantas, abrem a etapa alagoana da Semana Nacional de Conciliação, na prĂłxima 2ÂŞ feira, Ă s 9 da manhĂŁ, no FĂłrum do Barro Duro. As audiĂŞncias de conciliação começam Ă s 7 e 1/2, em todo o Estado. A desembargadora Vanda Maria Ferreira Lustosa, presidente do Tribunal Regional do Trabalho, e o juiz federal da 9ÂŞ Vara, AndrĂŠ Carvalho Monteiro, tambĂŠm participam da abertura da ação FXMDÂżQDOLGDGHpVROXFLRQDUPLOKDUHVGHSURFHVVRVHPWRGRR(VWDGR&RPR WHPDÂł&RQFLOLDUpDIRUPDPDLVUiSLGDGHUHVROYHUFRQĂ&#x20AC;LWR´HVWDÂ?HGLomRGD Semana Nacional da Conciliação movimenta o FĂłrum da Capital, Juizados Especiais, alĂŠm das diversas Comarcas do TJ no interior do Estado. As conciliaçþes tambĂŠm poderĂŁo ser feitas na Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, atravĂŠs do BalcĂŁo de Direitos, e no Posto Avançado de Conciliação ExtrajudiciĂĄrio, na Associação Comercial, em -DUDJXi6HQVtYHOjLPSRUWkQFLDGDFRQFLOLDomRFRPRLQVWUXPHQWRHÂżFD]SDUD VROXomRGHFRQĂ&#x20AC;LWRVHP$ODJRDVRSUHVLGHQWH6HEDVWLmR&RVWD)LOKRGHVLJQRX o desembargador Alcides GusmĂŁo para condução do NĂşcleo Permanente de 6ROXomRGH&RQĂ&#x20AC;LWRV(PGHSHVVRDVIRUDPDWHQGLGDVQRV dias de atividade, resultando em 85% de conciliaçþes. Dados do Conselho Nacional de Justiça indicam que, em 2010, 361.845 audiĂŞncias de conciliação foram realizadas em todo o PaĂ­s. Destas, houve homologação de 171.437 acordos, que movimentaram valores da ordem de R$ 1,074 bilhĂľes. Robertta Farias informando.

Claro que 1 obra de Pierre Chalita pra ilustrar o convite do Sebrae Alagoas, pro lançamento do livro dos historiadores Douglas Apratto TenĂłrio e CĂĄrmen LĂşcia Dantas, â&#x20AC;&#x2DC;A Presença Holandesa â&#x20AC;&#x201C; A HistĂłria da Guerra do Açúcar Vista por Alagoasâ&#x20AC;&#x2122;, Ă s 7 da noite do prĂłximo dia 20, no Museu

Mulheres Unidas

Esta semana, na XXI ConferĂŞncia Nacional da OAB, em Curitiba, a advogada Solange Jurema falou sobre â&#x20AC;&#x153;A participação da mulher na reforma polĂ­tica e os caminhos de acesso ao poderâ&#x20AC;?. O evento UHXQLXGHPLODGYRJDGRVGHWRGRR%UDVLO0LUHOOD&RVWDLQIRUPD ainda que â&#x20AC;&#x153;Na oportunidade, a alagoana, que ĂŠ conhecida por militar na luta pelo direito da mulher, propĂ´s uma moção contra a possibilidade de incorporar a Secretaria Especial de Politicas para as Mulheres em um futuro MinistĂŠrio de Direitos Humanos. â&#x20AC;&#x153;Essa foi uma luta muito grande do gĂŞnero e acabar com esta secretaria ĂŠ um grande retrocessoâ&#x20AC;?, explicou. Esta secretaria foi criada no governo Fernando Henrique Cardoso e Jurema foi a primeira ministra da pastaâ&#x20AC;?. TĂĄ certa ela. Dupla de â&#x20AC;&#x2DC;fashionistasâ&#x20AC;&#x2122; pra ninguĂŠm botar defeito, TĂŠo SimĂľes e Deri Andrade em dose dupla. No recente lançamento Lacoste Live na Hit (com Lis Nunes na cena) e no tambĂŠm recente lançamento da estilista alagoana NathĂĄlia Amaral no Espaço Casa

AlĂŠm do PĂŁo Nosso

MaceiĂł novamente

Estela Nascimento em jornada tripla. Como jornalista, esposa e mĂŁe, se saindo muito bem nas 3 â&#x20AC;&#x2DC;funçþesâ&#x20AC;&#x2122;. Sou fĂŁĂŁĂŁ

1DWDOVHPSDQHWRQHQmRGiVmRDFDUDHRVDERUGHVWDpSRFDGRDQR(RVGHIDEULFDomRSUySULDGR3DODWRMiHVWmRQRVSUDWHOHLUDVGR6XSHUGDFLGDGH2VTXH vêm com tudo são os light e diet, mas a grande novidade são os panetones salgados, 1 ótima pedida pra degustar com espumantes da grande variedade presente na Adega. AlÊm deles, o tradicional com frutas cristalizadas, chocotone com gotas de chocolate, panetone com frutas glaceadas (receita italiana), chocotone decorado, panetone decorado com açúcar de confeiteiro e frutas douradas, chocotone diet, panetone diet, panetone de calabresa (receita italiana), de tomate seco (receita LWDOLDQD HGHHUYDV¿QDV(VWHDQRRVGHVWDTXHVWDPEpPVmRRVSDQHWRQHVLWDOLDQRV5DLROD3DQGRUR/LPRQFHOOR%RUVDULNJ3DQHWRQH0DQGRUODWR0X]]L/DWDNJ H3DQHWRQH%RUVDUL*UDQ&LRFFRODWRNJ$VVHVVRUDQGRHVDOLYDQGR)HUQDQGD7RJQRQGDD>@PDLVDJrQFLDGHLPSUHQVD

Virada do ano em Trancoso

O

balneĂĄrio de Trancoso virou moda, uma espĂŠcie de Ibiza mais comportada. O sol jĂĄ estarĂĄ se pondo no dia 31 enquanto loucos, bĂŞbabos, nĂ´mades, bregas, hippies e ricos estarĂŁo se preparando para a grande hora da virada. E embriagados por champange, jĂĄ cravados entre amigos, amantes, famĂ­lias, os fogos explodirĂŁo os cĂŠus, e os pĂŠs pularĂŁo as ondas do mar. E se vocĂŞ nĂŁo estiver na hot list da turminha de amigos invejĂĄveis das festas Vips mais badaladas, nĂŁo importa, Trancoso ĂŠ palco de diversas festas badaladas na semana da virada, e todas muitĂ­ssimo EHPIUHTXHQWDGDV9HULĂ&#x20AC;TXHQRKRWHOTXHĂ&#x20AC;FDUiKRVSHdado, pois sempre tem opçþes de virada para quem decide Ă&#x20AC;FDUSHORKRWHOPHVPRHPXLWDVGHODVVmRLPSHFiYHLVFRP muita gente bonita, som e bebida. Separamos algumas das opçþes mais Vips por lĂĄ, durante a semana da virada. Escolha a sua e bom 2012: 28/12 - We love Trncoso - By Mandi - A primeira festa para a comemoração prĂŠ Ano Novo, em grande estilo, acontecerĂĄ no restaurante O Cacau. Um evento exclusivo para 600 pessoas. 30/12 - PrĂŠ-RĂŠveillon O Cacau - Sem dĂşvida uma das melhores festas de Trancoso. HĂĄ cinco anos o PrĂŠ-RĂŠveillon O Cacau promove o evento com uma estrutura de som e luz de alto nĂ­vel, em conjunto com uma decoração exclusiva, que sempre surpreende a todos. 31/12 - RĂŠveillon TaĂ­pe - A virada das viradas; a mais badalada e top de Trancoso. Celebridades, modelos, empresĂĄrios, famosos e aspirantes se reĂşnem no Taipe para comemorar a virada em grande estilo, Ă  beira da praia, com um cenĂĄrio paradisĂ­aco. 2/1 - BEACH CLUB PARTY - O nĂŁo tĂŁo esperado encerramento nĂŁo poderia deixar de ser em grandĂ­ssimo estilo. Dois dos maiores nomes da e-music do paĂ­s se apresentarĂŁo pela primeira vez HP7UDQFRVRHPXPDIHVWDSHQVDGDSDUDĂ&#x20AC;FDUPDUFDGDQD memĂłria de todos: MĂĄrio Fischetti e Raul Boesel, amante da mĂşsica eletrĂ´nica, ex-piloto e DJ desde de 2007.

Maceió Ê novamente destaque em sites de turismo e desta vez como uma das capitais mais baratas do Nordeste. Estranho, jå que amigos (alagoanos ou não) vivem reclamando nos preços das passagens para cå. Mas, verdade seja dita, a matÊria destaca o que temos de melhor. As piscinas, as tapiocas que servem para uma refeição completa, a generosidade do povo daqui e ainda o bom conselho de que agosto não Ê muito bom para visitar cidade por causa dos ventos fartos.

Parque urbano 1

Charters

VĂĄ para Punta

Ainda falando em voos diretos, a companhia Trip solicitou da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a inclusão de duas novas conexþes nas cidades de Curitiba e Porto Alegre, com escala em Belo Horizonte, com destino a Maceió. Os novos voos para a capital alagoana são fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Promoção do Turismo (Semptur), a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Associação Brasileira da Indústria de HotÊis (Abih).

Cada vez mais popular entre brasileiros, Punta del Este ferve no verĂŁo, mas tambĂŠm tem atrativos no inverno, sobretudo para quem aproveita a cidade sem as hordas de turistas que a invadem nos meses quentes. O centro de Punta se concentra numa penĂ­nsula que em alguns lugares tem apenas dois quarteirĂľes de largura. Comer ĂŠ um dos principais programas em Punta del Este, que, internacionalizada, possui vĂĄrios restaurantes de alta gastronomia. Peixes, mariscos e camarĂľes estrelam os cardĂĄpios, mas os restaurantes tambĂŠm oferecem cortes de carne de qualidade.

Uma nova rota do turismo cultural no Rio de Janeiro resgata a memĂłria de uma das mais importantes cidades no perĂ­odo do cafĂŠ Ă s margens da antiga Estrada Real. Caminhar pelas ruĂ­nas da extinta cidade SĂŁo JoĂŁo Marcos, na regiĂŁo do Vale do ParaĂ­ba, que hoje abriga o primeiro parque arqueolĂłgico urbano do Brasil, ĂŠ revisitar uma histĂłria que quase foi apagada.

Parque urbano 2 O Parque Ambiental e ArqueolĂłgico de SĂŁo JoĂŁo Marcos situa-se a vinte quilĂ´metros de uma pequena cidade de 17 mil habitantes, Rio Claro, ao longo da rodovia estadual RJ-149, na Serra do Piloto. Na estrada, hĂĄ trechos que permanecem originais da Estrada Real, com o mirante onde Dom Pedro parava para apreciar a vista e quedas dâ&#x20AC;&#x2122;ĂĄgua pelo caminho. Vale o passeio.

Direto para Maceió A notícia Ê boa. Maceió receberå novos voos a partir de dezembro deste ano. A operadora CVC colocarå em funcionamento três voos charters semanais que virão das cidades de Brasília, Maringå e Caxias do Sul direto para a nossa capital. Os voos irão operar atÊ o Carnaval do ano que vem. Do dia 5 de janeiro atÊ a Påscoa ainda teremos voos fretados semanais da Argentina. Mas a grande novidade Ê a companhia aÊrea Avianca, que começarå a operar com voos regulares para Maceió em 2012. A companhia atua em países da AmÊrica Latina e tambÊm no Brasil.


Edição número 1303 26 de novembro de 2011