Issuu on Google+

CIDADES NĂşmero de afogamentos em Alagoas aumentou 200% desde o mĂŞs de julho 11 EXEMPLAR DO ASSINANTE

QUARTA-FEIRA

MACEIĂ“ - ALAGOAS - 23 DE NOVEMBRO DE 2011 - NÂş 1300 - R$ 1,50

tribunahoje.com

PROXIMIDADE DAS ELEIÇÕES

Cresce nĂşmero de assaltos a bancos, lotĂŠricas e Correios SECOM

BOA NOTĂ?CIA!

Galba anuncia novo concurso para a Câmara A Câmara de Vereadores de MaceiĂł vai realizar um novo concurso pĂşblico para contratação de servidores. A informação foi dada ontem pelo presidente da Casa, Galba Novaes, que garantiu dar ao certame “toda transparĂŞncia possĂ­velâ€?, com acompanhamento do MinistĂŠrio PĂşblico. O edital estĂĄ em elaboração e deverĂĄ prever um total de 50 vagas PĂĄg. 2

ENTREVISTA

Sindaçúcar diz que Alagoas vive ‘um novo ciclo’ O presidente do Sindaçúcar$/3HGUR5REpULRDÂżUPRX que Alagoas vive hoje um novo ciclo de desenvolvimento do setor sucroalcooleiro e que o aumento de empregos na construção civil tem levado Ă  migração de mĂŁo-de-obra e Ă  urbanização do emprego. PĂĄg. 14

Assaltos a bancos, agências dos Correios e casas lotÊricas em Alagoas intensificaram-se este ano - e mais ainda nos últimos meses. Apenas este mês, a polícia jå registrou cinco açþes de bandidos contra bancos. O Sindicato das LotÊricas con-

tabiliza 18 assaltos, a maioria nos Ăşltimos meses. Os Correios tiveram 35 agĂŞncias assaltadas este ano, contra 17 em 2010. Para a OAB, MCCE e entidades desses segmentos, nĂŁo hĂĄ coincidĂŞncia: â€œĂ‰ a proximidade do ano eleitoralâ€?, dizem. 9

NOVA AĂ‡ĂƒO

RONALDO LESSA

Marcos Santos Justiça leiloa imĂłvel para pode perder pagar a Maluf o mandato Preso na manhĂŁ de ontem, apĂłs se apresentar Ă  PolĂ­cia Federal e depois encamiPRESIDIĂ RIOS foram transferidos em duplas para o novo mĂłdulo, sob segurança redobrada nhado Ă  Casa de CustĂłdia, o prefeito Marcos Santos, de Traipu - que jĂĄ responde SISTEMA PRISIONAL a diversas açþes por crimes de improbidade, desvio de dinheiro e formação de quadrilha - deve acumular hoje mais um processo: o MinistĂŠrio PĂşblico vai pedir sua cassação e a suspensĂŁo O recĂŠm-inaugurado MĂł- Paulo, identificados como corte de cabelo e barba e fi- de seus direitos polĂ­ticos. 2 dulo de Segurança MĂĄxima “Vaqueirinhoâ€?, “Freigardiâ€? zeram cadastro digital, inrecebeu ontem seus primei- e “Paulistaâ€?. Todos foram clusive impressĂľes digitais, ros “hĂłspedesâ€?. Foram ao transferidos dos presĂ­dios fotos e voz. Eles receberĂŁo todo 31 reeducandos, entre CyridiĂŁo Durval e Baldo- visitas apĂłs 20 dias e terĂŁo eles trĂŞs integrantes de uma mero Cavalcanti. Antes, os direito a trĂŞs horas diĂĄrias facção criminosa de SĂŁo presidiĂĄrios passaram por de banho de sol. 10

Integrantes de facção criminosa vão para Módulo de Segurança Måxima

O apartamento do ex-governador Ronaldo Lessa, no Edifício João Paulo II, em årea nobre da orla de Maceió, vai a leilão hoje por decisão da Justiça paulista. O dinheiro arrecadado - o lance inicial Ê de R$ 806 mil - servirå para pagar indenização ao deputado federal Paulo Maluf (SP), que Lessa chamou de ladrão em entrevista a O Estado de S. Paulo e não mostrou provas. 4 ADAILSON CALHEIROS

ASSESSORIA

CONJUNTURA

O Brasil gasta R$ 40 mil/ano por cada preso em um presĂ­dio federal, enquanto investe R$ 15 mil/ ano com cada aluno do ensino superior; nos estados, um preso sai por R$ 21 mil anuais, nove vezes mais do custo... PĂĄg. 3

YOHANSSON foi recebido no aeroporto por fĂŁs e familiares

COPA SUL-AMERICANA

Vasco escala time misto hoje contra o Universidad GERAĂ‡ĂƒO DE RENDA

Estado lança projeto para reciclar óleo de cozinha

O secretĂĄrio Luiz OtĂĄvio, do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico (Seplande) lançou ontem o “Projeto Coleta Ă“leo – Uma Atitude, Mil BenefĂ­ciosâ€? para reduzir o volume de Ăłleo de fritura descartados, reaproveitando o material para a produção de biomassa e geração de emprego e renda. Apenas nas residĂŞncias, Alagoas utiliza 460 mil litros de Ăłleo ao mĂŞs. PĂĄg. 13

MACEIĂ“ TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

28Âş

MarĂŠs

01:39 07:56 14:00 20:13

2.0 0.1 2.0 0.1

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,80 R$ 1,80 DOLAR PARALELO R$ 1,78 R$ 1,96 OURO: R$ 99,00 POUPANÇA: 0,5795%

SECOM / PMM

Almeida nomeia 48 concursados para a Semed 2'LiULR2¿FLDOGR0XQLFtSLR publica hoje a relação nominal dos 33 novos auxiliares de sala e 15 merendeiras nomeados ontem pelo prefeito Cícero Almeida para a Secretaria Municipal de Educação (Semed). Todos são remanescentes do último concurso público. Påg. 5

O Vasco entra em campo hoje Ă  noite em SĂŁo JanuĂĄrio para encarar a Universidad do Chile, pelas semifinais da Copa Sul-Americana. O tĂŠcnico CristĂłvĂŁo Borges deve escalar um time misto de reservas e titulares. Em MaceiĂł,

o velocista Yohansson Ferreira, um dos cinco paraatletas alagoanos que representaram o Brasil no Parapan, em Guadalajara, no MĂŠxico, desembarcou ontem com trĂŞs medalhas na bagagem - duas de ouro e uma de bronze. 16

PALMEIRA

SE DEU MAL

Mototaxista estå Tentou roubar desaparecido hå moto e levou 2 mais de três dias tiros na cabeça

ALMEIDA assinou ontem a nomeação dos novos servidores

O mototaxista Denisson Leite Barbosa Filho, 32, de Palmeira dos Ă?ndios, estĂĄ sumido desde sĂĄbado. A Ăşltima vez em que foi visto, por volta das 13h, transportava um passageiro. A famĂ­lia jĂĄ acionou a PolĂ­cia Militar, que faz buscas na regiĂŁo com ajuda de policiais pernambucanos.

O jovem Diego Amaral tentou roubar uma moto na noite de ontem e se deu mal: o motoqueiro que seria sua vítima tambÊm estava armado e reagiu, desferindo-lhe dois tiros na cabeça, e depois fugiu. Diego estava em companhia de outro homem, que tambÊm se evadiu do local.

TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

PolĂ­tica

MinistĂŠrio PĂşblico Estadual fez força-tarefa para apurar irregularidades HĂĄ trĂŞs meses foi montada uma verdadeira força-tarefa para a captura do prefeito Marcos Santos. Segundo o procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares, foram 90 dias de investigação minunciosa das contas da municipalidade. “A auditoria se debruçou nos documentos da SUHIHLWXUDHIRLLGHQWLÂżFDGRTXHRSUHIHLWRWRPDYDFRQWDGRGLQKHLURS~EOLFRFRPRVHIRVVHGHOH´VDOLHQWRXRFKHIHGR03$/*HVWRUUHVSRQGH DLQGDSHORGHVYLRGH5PLOK}HVHPYHUEDVIHGHUDLVDRWRGR

Preso, prefeito ĂŠ denunciado hoje por improbidade

6$1'52/,0$

0DUFRV6DQWRVVHHQWUHJRXRQWHPj3ROtFLD&LYLODSyV Tribunal de Justiça decretar sua prisão preventiva Eduardo Tavares. Durante coletiva, ontem, Tavares anunciou que o prefeito prefeito de Traipu, afastado de Traipu tambÊm Marcos Santos (PTB), VHUi LQYHVWLJDGR SRU PRUWHV YROWDDÀFDUDWUiVGDV de algumas pessoas na cidade. grades. Por meio de decisão Mesmo afastado de suas do presidente do Tribunal de funçþes na prefeitura, a proJustiça de Alagoas, desem- motora de Traipu, Karla Pabargador Sebastião Costa dilha, vai denunciar nesta Filho - emitida na sexta-fei- quarta-feira, 23, o prefeito ra, 18, o ex-foragido da polí- Marcos Santos por improbicia apresentou-se no dia de dade administrativa sugeontem, 22, na sede da Polí- rindo condenação do rÊu e de cia Civil, em Maceió. Santos mais 18 pessoas envolvidas desta vez caiu pelo desvio em fraudes contra a admide mais de R$ 7 milhþes nistração pública. do Fundo de Participação Segundo o coordenador dos Municípios, o FPM. O do Grupo de Atuação Espepedido de prisão do prefeito cial de Combate às Organiveio de uma solicitação do zaçþes Criminosas (Gaeco) MinistÊrio Público do Es- - antigo Gecoc, Luiz Vascontado, ou melhor do próprio celos, Marcos Santos utiliprocurador-geral de Justiça, ]RX GH YiULRV PHFDQLVPRV

ANA PAULA OMENA 5(3Ă?57(5

O

para cometer ilĂ­citos. “Ele criava empresas com sĂłcios laranjas, bolsas para pessoas carentes, locação de veĂ­culos que jamais prestaram serviço ao municĂ­pio, contratação de combustĂ­vel, HQWUHRXWURVÂľDĂ€UPRXRSURmotor. A lista de crimes ĂŠ imensa, de acordo com Vasconcelos: “EmissĂŁo de notas frias, contratação de parentes, FRQWUDWDomR GH IXQFLRQiULRV de fachada para empresas, contratação de equipamentos de supostos serviços que nunca foram feitos, alĂŠm de inĂşmeros bens colocados em nome de terceiros, como fazendas e casas, bem como desvio do dinheiro do Fundo de Participação dos MunicĂ­pios (FPM) e ICMSâ€?. ASSESSORIA

Em coletiva organizada pelo MP/AL, Eduardo Tavares listou sĂŠrie de crimes cometidos pelo prefeito

MARCOS SANTOS

Tavares destacou grau de periculosidade de prefeito

Vereadores conseguem limpar pauta da Câmara de Maceió e LDO deve ser apreciada em breve

MACEIĂ“

Em tom de irritação, o coordenador do Gaeco, promotor Luiz Vasconcelos, disse ainda que â€œĂŠ inadmissĂ­vel que uma pessoa passe certo perĂ­odo preso e depois seja VROWR H DLQGD Ă€TXH ]RPEDQdo da ‘cara’ dos ĂłrgĂŁos pĂşblicosâ€?. Esta ĂŠ a quarta ação contra o prefeito de Traipu. Marcos Santos ĂŠ acusado de desviar mais de R$ 7 milhĂľes da Prefeitura de Traipu, somente em uma empresa o desvio ultrapassava R$ 3 milhĂľes. Para Eduardo Tavares, chefe do MinistĂŠrio PĂşblico Estadual, “tudo isso mostra o grau de periculosidade do indivĂ­duoâ€?. Tavares ainda comentou TXH0DUFRV6DQWRVHVWiVHQdo investigado por envolvimento em homicĂ­dios ocor-

ridos no município; alÊm de crimes contra a administração pública, fraudes em processos licitatórios, peculato, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, entre outros. De acordo com o procurador geral substituto, SÊrgio -XFiQmRHVWiGHVFDUWDGDD possibilidade da prisão dos 18 cúmplices. A mulher do prefeito, Juliana Kummer, tambÊm foi indiciada. O relator desembargador Sebastião Costa Filho, desmembrou o processo e assim Santos deve responder pelas acusaçþes no TJ e os demais processos na 17ª Vara CriPLQDO6DQWRVHVWiSUHVRQD Casa de Custódia aguardando condução para o presídio. (A.O) $66(6625,$&Æ0$5$

Vetos do Executivo mantidos e pauta Ê liberada na Câmara readores aprovaram ainda o projeto dos subsídios dos VHUYLGRUHV GD &DVD GH 0i&RPR Mi HUD HVSHUDGR rio Guimarães. Em relação os vereadores por Maceió – aos vetos, eles foram apreapós arrastarem o processo ciados em três sessþes espapor quase um mês – manti- çadas. Na sessão de ontem, veram os vetos do Executivo os seis vetos restantes enàs nove matÊrias pendentes traram em votação e foram que se encontravam no Le- votados um por vez. Primeigislativo municipal, incluin- ro foi apreciado um veto ao do os projetos de lei dos vere- projeto de Marcelo Gouveia adores e as emendas à Lei de (PRB). Sendo mantido pelo 'LUHWUL]HV 2UoDPHQWiULDV placar de 14 a 1. Depois, os Agora, a Câmara Munici- vereadores seguiram o mespal se encontra com a pauta mo raciocínio em relação aos destrancada para aprovar os vetos parciais, com placar demais projetos de lei que semelhante. Sempre com a DJXDUGDP QD ÀOD GHVGH R orientação do líder do goverinício do segundo semestre. no, Sílvio Camelo (PV), em AlÊm dos vetos, os ve- relação à bancada do prefei-

LUIS VILAR 5(3Ă?57(5

to Cícero Almeida (PP). LDO De acordo com Sílvio Camelo (PV), apesar dos vetos do Executivo, houve um entendimento prÊvio para D GHUUXEDGD GHOH Mi FRP ciência do prefeito Cícero Almeida. Tanto que a Lei 2UoDPHQWiULD $QXDO /2$  MiKDYLDVLGRHODERUDGDFRP a possível derrubada dos vetos à LDO. O prefeito havia vetado em função do percentual de remanejamento previsto para 2012 ser de 25%, conforme LOA. O veto foi mantido. Com os vetos jVHPHQGDVD/2$WHUiTXH retornar ao Executivo para Galba Novaes explica a necessidade de concurso na Casa PRGLÀFDo}HV

CĂ‚MARA

Galba anuncia concurso pĂşblico em 2012 Durante a sessĂŁo ordiQiULDGHRQWHPRSUHVLdente da Câmara Municipal de MaceiĂł, vereador Galba Novaes (PRB), anunciou um novo concurso para a Casa GH 0iULR *XLPDUmHV DLQGD VHP GDWD GHĂ€QLGD 'H DFRUdo com o presidente, serĂŁo aproximadamente 50 cargos efetivos para ocupar as funçþes que hoje sĂŁo desempenhadas por comissionados dentro do “parlamento-mirimâ€?. Para Novaes, a Câmara tem a necessidade de R[LJHQDomR ´6RX IDYRUiYHO ao concurso e Ă  redução do nĂşmero de cargos comissionados. A Câmara tem esta necessidade, atĂŠ mesmo porque muitos dos que aĂ­ estĂŁo em breve se aposentarĂŁo e o Poder Legislativo municipal nĂŁo pode pararâ€?, colocou. Em relação ao novo concurso, o presidente coloca que Mi VROLFLWRX TXH D SULPHLUD-secretaria – que ĂŠ ocupada pelo vereador Silvio Camelo (PV) – inicie o estudo para LGHQWLĂ€FDU D TXDQWLGDGH H[DWDGHFDUJRVVDOiULRVHR impacto na folha, por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo o presidente, apesar de todos estes procedimentos ainda precisarem ser adotados, o novo concurso da Câmara Municipal de MaceiĂł deve sair atĂŠ abril do prĂłximo ano, quando ĂŠ o prazo-limite para a realização do certame, com base na OHJLVODomR HOHLWRUDO Mi TXH HP  Ki GLVSXWD SDUD D Prefeitura de MaceiĂł e para as cadeiras da Câmara Municipal. “O prazo ĂŠ para a realização do concurso e nĂŁo para a contratação dos aprovadosâ€?, colocou ainda. (L.V)

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011 POLĂ?TICA

3

Ferro nega interesse em prefeitura de Minador

O risco sobre rodas

D

H-RVp5REHUWRGH7ROHGRHPVHXEORJDUHVSHLWRGHXP FRQIURQWRQHJDWLYRHQWUHDXWRPyYHLVHPRWRFLFOHWDV´$V PRWRVMiPDWDPPDLVGRTXHRVFDUURVQR%UDVLO$YLUDGD DFRQWHFHXHPHGHVGHHQWmRDGLIHUHQoDVyYHPDXPHQWDQGR(PDVPRUWHVGHPRWRFLFOLVWDVXOWUDSDVVDUDPDVGH SHGHVWUHVHDOFDQoDUDPRWRSRGRUDQNLQJGHPRUWHVSRUDFLGHQWHV TXDOTXHUWLSRGHDFLGHQWHQmRVyGHWUkQVLWR(PIRUDP PRUWHVGHPRWRTXHLURVFRQWUDGHSHGHVWUHVH GHRFXSDQWHVGHDXWRPyYHLVVHJXQGRHVWDWtVWLFDVGR6LVWHPDGH ,QIRUPDo}HVGH0RUWDOLGDGH 6,0 WDEXODGDVSHOR(VWDGRDSDUWLU GRVLWHGR'DWDVXV2PDLVDVVXVWDGRUpTXHHQTXDQWRDVPRUWHV SRUDWURSHODPHQWRFDtUDPTXDQGRFRPSDUDGDVjVGHDV GHPRWRFLFOLVWDVFUHVFHUDPQRPHVPRSHUtRGR1RV~OWLPRV GH]DQRVPRWRFLFOLVWDVPRUUHUDPHPDFLGHQWHVSHOR3DtVe uma quantidade de vidas perdidas equivalente aos soldados norteDPHULFDQRVPRUWRVGXUDQWHWRGDD*XHUUDGR9LHWQmµ

Ao mesmo tempo, deputado denunciou prefeita por uso indevido de cadastro ADAILSON CALHEIROS

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

C

Compromisso Marco Fireman, secretårio estadual da Infraestrutura, garante que as casas que estão sendo construídas para os desabrigados das enchentes do ano passado vão ser entregues, de certeza, HPGH]HPEUR2VSULPHLURVEHQH¿FLDdos vão ser os que estão sobrevivendo em barracos de lona. Os detalhes ¿QDLVVREUHDOJXPDVSHQGrQFLDVVHUmR formalizados esta semana, em Brasília, em reuniþes com participação de todos os órgãos envolvidos.

Sonhos 6HPPDQGDWRGHVGHMDQHLURGH5RQDOGR/HVVDUHHOHLWRSUHVLGHQWH GR3'7$/FRQWLQXDID]HQGRSODQRV(VWiEHPQDVSHVTXLVDVSDUDD Prefeitura de Maceió, luta para tirar na justiça o mandato de TÊo Vilela e agora vive nova expectativa, com a citação do seu nome para substituir Carlos Lupi no MinistÊrio do Trabalho.

ProvidĂŞncia A propĂłsito de nota publicada nesta Conjuntura, o senador Benedito de Lira (PP-AL), presidente da ComissĂŁo de Desenvolvimento Regional e Turismo, do Senado Federal, diz que jĂĄ propĂ´s que houvesse incentivo para que empresas de porte se instalassem em regiĂľes mais pobres do paĂ­s, para diminuir as desigualdades.

Chacota

Esperança

A questão do sistema penitenciårio parece sem jeito em Alagoas, como demonstra a fuga em massa do Presídio Cyridião Durval no dia seguinte à inauguração do módulo de segurança måxima com monitoramento eletrônico individualizado. Aliås, não se sabe de alguÊm punido, apesar de tantas fugas por essas bandas.

Os prefeitos alagoanos se queixam de que Dilma Roussef estå retendo recursos devidos aos municípios, mesmo verbas vinculadas às emendas parlamentares aprovadas e incluídas no orçamento da União. Mas eles SUHIHUHP¿FDUFDODGRVQDH[SHFtativa de que seja uma estratÊgia SDUDOLEHUDUWXGRHPDQR de eleição.

Distorção 2%UDVLOJDVWD5PLODQRSRUFDGDSUHVRHPXPSUHVtGLRIHGHUDO HQTXDQWRLQYHVWH5PLODQRFRPFDGDDOXQRGRHQVLQRVXSHULRUQRV HVWDGRVXPSUHVRVDLSRU5PLODQXDLVQRYHYH]HVPDLVGRFXVWR DQXDO 5PLO GHXPDOXQRGRHQVLQRPpGLR,QIRUPDomRGH$OHVVDQdra Duarte e Carolina Benevides, em O Globo.

Cícero Ferro chama atenção para cadastro biomÊtrico em Minador

om bases eleitorais no 6HUWmR GH $ODJRDV H exercendo o mandato de deputado estadual por FRQWD GR SHGLGR GH OLFHQoD mÊdica de Maurício TaYDUHV 37%  &tFHUR )HUUR (PMN) falou sobre a situDomR SROtWLFD GH 0LQDGRU GR 1HJUmR H DÀUPRX TXH QmR tem pretensþes de ser canGLGDWR D SUHIHLWR GD FLGDGH Ferro teria pela frente a DWXDO JHVWRUD GR PXQLFtSLR Maria do Socorro Cardoso )HUUR 36'% YL~YDGH-DFy )HUUR QR HQWDQWR R SDUODmentar descarta que tem interesses em administrar a cidade ou indicar alguÊm de VHXJUXSRSROtWLFR ´1mRWHQKRLQWHUHVVHVHP disputar a prefeitura de MiQDGRU GR 1HJUmR H WDPSRXco vou indicar uma pessoa SDUD FRQFRUUHU DR FDUJR 6H À]HU XPD DQiOLVH GR DWXDO TXDGURSROtWLFRGRPXQLFtSLR percebe-se que a atual prefeita estå utilizando o cadastro ELRPpWULFRSDUDVHEHQHÀFLDU QDVXUQDV&RPRSRGHUHLVHU FDQGLGDWR¾GHFODURX)HUURj reportagem da Tribuna Independente 2 SDUODPHQWDU HUD DWp R PRPHQWR DSRQWDGR FRPR

principal nome para enfrenWDUQDVXUQDV6RFRUUR)HUUR MiTXHQDFLGDGHDDWXDOSUHfeita conseguiu se eleger em  FRQWUD (ODGMD )HUUR esposa de Cícero Ferro com XPDGLIHUHQoDGHYRWRV Em uma conversa explicativa com a Tribuna Independente R GHSXWDGR disse ainda que a família de Socorro Ferro estå articulando todo o processo eleitoral GH  HVWH DQR ´e SUHFLVR TXH D -XVWLoD R 7ULEXQDO 5HJLRQDO (OHLWRUDO R MXL] GD Comarca de Cacimbinhas >6HUWmR@ ÀTXH DWHQWD D HVVD realidade em Minador do 1HJUmR 1mR IXL DR SOHQiULR da Assembleia fazer essa GHQ~QFLD SRUTXH QmR WHQKR interesses em disputar a preIHLWXUD (VWRX QD $/( SDUD FREUDUTXHDVHOHLo}HVVHMDP OLPSDVQRDQRTXHYHP¾UHVVDOWRXRGHSXWDGR O nome de Cícero Ferro foi veiculado como prÊ-candidato à prefeitura de Minador SRUTXH VXD FRQGLomR SROtWLFD no Legislativo estadual Ê de VXSOHQWHQmROKHJDUDQWLQGR LPXQLGDGHSDUODPHQWDUSRLV existem supostos indícios que HODVHMDDXWRULQWHOHFWXDOGRV crimes contra o vereador FerQDQGR$OGRGH'HOPLUR*RXYHLDHGRSUySULR-DFy)HUUR HP(VWUHODGH$ODJRDV

MINADOR DO NEGRĂƒO

Deputado denuncia suposto crime eleitoral O deputado estadual Cícero Ferro (PMN) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa do Estado para alertar ao Tribunal Regional Eleitoral sobre o recadastramento biomÊtrico na cidade GH0LQDGRUGR1HJUmRVLWXDGRQR6HUWmRGRHVWDGR Ferro expôs o número de pessoas que residem no PXQLFtSLR H FRPSDURX D quantidade de eleitores reFDGDVWUDGRV H R UHVXOWDGR segundo o deputado Ê surSUHHQGHQWH ´(P 0LQDGRU

GR 1HJUmR H[LVWHP  KDELWDQWHV H QR UHFDGDVWUR ELRPpWULFR DWp WHUoDIHLUD >@HOHLWRUHVKDYLDP sido recadastrados no cartório eleitoral que estå loFDOL]DGR HP &DFLPELQKDV Atentemos para um detalhe: 0LQDGRUGR1HJUmRID]IURQteira com três cidades de 3HUQDPEXFR D H[HPSOR GH %RP&RQVHOKR,DWLHÉJXDV %HODV(P,DWLSHVVRDV transferiram seus títulos para Minador; em Estrela GH $ODJRDV PDLV  HOHL-

tores mudaram de domicílio HOHLWRUDO¾GHWDOKD O deputado explica ainda que em determinados povoados e regiþes da cidade muitas pessoas recebem assistência da prefeitura de 0LQDGRU GR 1HJUmR D PDQdo da prefeita Socorro FerUR ´e XP DOHUWD DRV MXt]HV de Alagoas para que tentem FRLELU HVVD SUiWLFD 6H LVVR QmR RFRUUHU HP GH]HPEUR quando o recadastramento WHUPLQDWRGDDFLGDGHHVWDUi YRWDQGR HP  &RPR

SRGHLVVR¾LQGDJD VEREADOR Cícero Ferro citou ainda TXH *HQLYDO )HUUR YHUHDGRU WHP PXLWDV DPL]DGHV na fronteira de Pernambuco H SRGH HVWDU EHQHÀFLDQGR D prefeita trazendo eleitores para transferir o título de Bom Conselho para MinaGRUGR1HJUmR´(WHPPDLV A prefeita estå alugando carros para levar o eleitor SDUD ID]HU R FDGDVWUR EDQFDDDOLPHQWDomR¾GHFODURX (NS)

$¿QDGD Marta estå bem cotada para ser, de novo, escolhida a melhor jogadora de futebol do mundo, mas não perde as raízes com sua terra. Sempre que pode, estå por aqui. Såbado passado, esteve na Cachaçaria à gua Doce, em Jatiúca, se empolgou e desandou a cantar. Saiu-se bem, não tanto quanto joga, e foi muito aplaudida.

“

$VHDGPLWLUTXHQDGDDFRQWHoD ao ministro de Estado que mente GLDQWHGHUHSUHVHQWDQWHVGRSRYR o melhor ĂŠ decretar de uma vez por todas que vivemos em uma IDOVDGHPRFUDFLD(TXHRVHUYLGRU S~EOLFRQ~PHURXPRSUHVLGHQWH GD5HS~EOLFDpWDPEpPRIDUVDQWH S~EOLFRQ~PHURXPÂľ RICARDO NOBLAT Jornalista, em seu blog, a respeito da condescendĂŞncia de Dilma Rousseff para com Carlos Lupi, Ministro do Trabalho

* JosĂŠ ClĂĄudio AtaĂ­de Acioli ĂŠ o novo Subprocurador da Procuradoria Geral do Estado. Ele substituiu Edson Vitor de Oliveira Santos, que pediu H[RQHUDomRSDUDWUDWDPHQWRGHVD~GH$SRVVHVHUiKRMHjVKRUDV no auditĂłrio da PGE. * O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas inscreve, de hoje atĂŠ 6ÂŞ feira, FULDQoDVGHDDQRVSDUDR3URMHWR*ROÂżQKRTXHVHLQLFLDHPGH MDQHLURQD3UDLDGH3DMXoDUD$VLQVFULo}HVDEHUWDVDRS~EOLFRFLYLOVmR GDVjVKRUDVQRTXDUWHOGDFRUSRUDomR :HOWRQ5REHUWRFRQVHOKHLURIHGHUDOGD2$%$/ID]SDOHVWUDKRMH Ă s 8h30m, na XXI ConferĂŞncia Nacional dos Advogados, em Curitiba. FalarĂĄ sobre “Piso Nacional do Advogado Empregadoâ€?, no debate “As 3HUVSHFWLYDVGR0HUFDGR3URÂżVVLRQDO´ 7pFQLFRVGRJUXSRGH&RPSUDV*RYHUQDPHQWDLVFRRUGHQDGRSHOD 6HSODQGHSDUWLFLSDPKRMHHDPDQKmHP6mR3DXORGRž(QFRQWUR GH2SRUWXQLGDGHVSDUDDV0LFURH3HTXHQDV(PSUHVDVQDV&RPSUDV *RYHUQDPHQWDLVGHQtYHOLQWHUQDFLRQDO $JrQFLDVGHYLDJHPHVWmRFRPSDFRWHVSDUDDÂżQDOGD6pULH%HQWUH CRB e Joivinville, dia 3, em Santa Catarina. Numa delas, o pacote inclui SDVVDJHPDpUHDGXDVGLiULDVGHKRWHOLQJUHVVRHWUDVODGRVSRU5 [5'HWDOKHV

OS BARROS EM GIRAU

&DQGLGDWXUDIDPLOLDUDLQGDVHPGHĂ€QLomR $VXFHVVmRPXQLFLSDOHP *LUDXGR3RQFLDQR$JUHVWH GH $ODJRDV IRL FRPHQWDGD pelo deputado estadual GilYDQ %DUURV 36'%  $WXDOmente a cidade ĂŠ comandaGD SRU 'DYL %DUURV 37%  VREULQKR GR SDUODPHQWDU 1RHQWDQWRH[LVWHXPDGLVSXWDLQWHUQDGHGRLVLUPmRV do deputado que querem FRQFRUUHUQRSOHLWR *LOYDQHQWHQGHTXHKDMD interesses de alguns componentes de sua famĂ­lia em VDLU FDQGLGDWR D SUHIHLWR

SRUpPHVVHQmRpRPRPHQWR SDUD GHEDWHU D VLWXDomR SROtWLFDHP*LUDX ´eQDWXUDOTXHR*LOEHUWR %DUURV YLFHSUHIHLWR H R 6HEDVWLmR%DUURVHVWHMDPVH HQJDMDQGR SDUD VDLU FRPR candidatos a prefeito em *LUDX GR 3RQFLDQR (QWUHWDQWR R TXH QmR SRGH RFRUrer Ê que duas pessoas do mesmo grupo político saiam FDQGLGDWRVDSUHIHLWXUD¾HVclarece o deputado ao tentar DIDVWDU R ´UDFKD¾ GH VHXV LUPmRVFRPRDSXURXDTri-

buna Independente O parlamentar reitera TXH QmR GHIHQGH HVVH WLSR GH SRVWXUD SULQFLSDOPHQWH tendo em vista que o períRGR GH HOHLo}HV PXQLFLSDLV estå se aproximando rapiGDPHQWH ´,UHPRV QRV UHXQLU FRP FHUWH]D 1mR Ki XPD GDWD prevista para esse tipo de GLVFXVVmR PDV WHUHPRV GH WUDEDOKDU LVVR HP  Existe o interesse de dois VREULQKRV H GRLV LUPmRV Geralmente isso ocorre

ASSEMBLEIA

MEDEIROS

O presidente da Comissão de Orçamento da Assembleia, deputado Gilvan Barros (PSDB) informou que às 9h30, de hoje, no plenårio, haverå uma audiência pública para debater o projeto de Lei que estima e ¿[DDVGHVSHVDVGR(VWDGRSDUD RH[HUFtFLR¿QDQFHLURGH AlÊm dessa questão, o Plano Plurianual (PPA) para o período GHWDPEpPVHUi discutido. Barros convocou os setores da sociedade para que sejam sugeridas emendas que possam entrar na LDO.

O deputado Ronaldo Medeiros (PT), presidente da Comissão Parlamentar de InquÊrito (CPI), que apura må qualidade dos serviços da Eletrobras em Alagoas, divulgou por meio de sua assessoria, que o promotor Max Martins, convidado para ajudar nas investigaçþes estå em fÊrias e só retorna em dezembro. O próximo depoente, caso sua agenda esteja compatível com a dos componentes da CPI, Ê o diretor-geral da ANEEL, Nelson JosÊ Hubner Moreira.

Audiência pública debate orçamento

CPI da Eletrobras deve ouvir ANEEL

quando o pleito estå cheJDQGR PDV Ki JDUDQWLD GH que tudo serå resolvido de PDQHLUD SUiWLFD¾ JDUDQWH *LOYDQ%DUURV Nos bastidores em Girau GR 3RQFLDQR R YLFHSUHIHLWR Gilberto Barros seria o suFHVVRUQDWXUDOHPHVPRDVVLPDSHQDVRSUHIHLWR'DYL %DUURV R DSRLD 'R RXWUR ODGR6HEDVWLmR%DUURVFRORca seu nome como certo na GLVSXWDHLVVRYHPFDXVDQGRXP´PDOHVWDU¾QDIDPtOLD 16

TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

,PSDFWRGRPtQLPR

A

FDGDDQ~QFLRGHUHDMXVWHGRVDOiULRPtQLPRYLJHQWHRXYHVHVHPSUHDPHVPDFDQWLOHQD´SRXFRSDUDTXHPJDQKD PXLWRSDUDTXHPSDJDÂľ2YDORUGRVDOiULRDVHUSDJRD SDUWLUGH 5 FDXVDUiXPLPSDFWRGH5ELOK}HV QRVJDVWRVS~EOLFRVGHDFRUGRFRPHVWLPDWLYDGR0LQLVWpULRGR 3ODQHMDPHQWRQRRUoDPHQWRHQYLDGRDR&RQJUHVVR1DFLRQDO $QWHVTXDQGRRVDOiULRIRLFDOFXODGRHP5RLPSDFWR VHULDGH5ELOK}HV2XVHMDRDXPHQWRGHSRXFRPDLVGHWUrV UHDLVDXPHQWRXRLPSDFWRQDVFRQWDVS~EOLFDVHP5ELOKmR $LQGDVHJXQGRR0LQLVWpULRGR3ODQHMDPHQWRFDGD5DFUHVFLGR DRVDOiULRPtQLPRDXPHQWDDVGHVSHVDVS~EOLFDVHP5 PLOK}HV2DXPHQWRGHSRQWRSHUFHQWXDOFDXVDXPLPSDFWRGH 5ELOKmRVREUHRRUoDPHQWRGH&RPRUHDMXVWHGH 5SDUD5RDXPHQWRpGH5RXRTXH MXVWLĂ€FDRFLWDGRLPSDFWR(VWHUHDMXVWHSUHVVLRQDDVGHVSHVDVS~blicas especialmente nos benefĂ­cios previdenciĂĄrios e sociais que VmRDWUHODGRVDRPtQLPR,VVRHQYROYHDPDLRUSDUWHGDVDSRVHQWDGRULDVSHQV}HVDOpPGRVHJXURGHVHPSUHJRDERQRVDODULDOH WRGRVRVGHPDLVEHQHItFLRVGD/HL2UJkQLFDGH$VVLVWrQFLD6RFLDO 'HDFRUGRFRPDQRYDOHLDSURYDGDQRLQLFLRGRDQRDWpR VDOiULRPtQLPRVHUiUHDMXVWDGRSHOR,13&GRDQRDQWHULRUPDLVD YDULDomRGR3URGXWR,QWHUQR%UXWR 3,% GRVGRLVDQRVDQWHULRUHV

Mercado Cidadão Comerciantes e moradores do entorno do Mercado do Tabuleiro, serão EHQH¿FLDGRVQHVWDTXDUWDIHLUD KRMH  com açþes de cidadania promovidas pela Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidåria. Esta serå a penúltima ação do projeto Mercado Cidadão, segundo Arnóbio Cavalcante, titular da pasta. Entre os benefícios a serem concedidos estå à assistência e consulta jurídica atravÊs do Escritório Jurídico do Cesmac, alÊm da emissão de CPF e de Carteira de Trabalho. O Banco do Brasil tambÊm estarå presente assim como o Posto Móvel do Sine farå o cadastro dos interessados em empregos. Haverå ainda corte de cabelo, exames de saúde (glicemia, pressão etc.), cadastramento do Bolsa-Família, distribuição de mudas e campanhas educativas de trânsito.

Sangue ĂŠ vida Borrachudos infantis

1DSUy[LPDVH[WDIHLUD  VHUi O percentual de cheques comemorado o Dia Nacional do devolvidos por falta de fundos Doador de Sangue e o Hemocentro aumentou 1.92% no mês de de Alagoas esta realizando desde o Outubro, segundo registro da inicio da semana uma sÊrie de ativiSerasa Experian. Este número foi dades culturais e de cidadania para maior que Setembro e tambÊm os doadores voluntårios. A idÊia PDLVTXHHP2XWXEURGH da Direção do Hemoal Ê formar 2010. Para os economistas da um estoque estratÊgico de sangue Serasa a devolução de cheques YLVDQGRjVIHVWLYLGDGHVGH¿PGH aumentou em função do Dia das ano. Serão emitidas Carteiras de Crianças, que impulsionou as Trabalho, e os doadores poderão promoçþes e o uso de cheques realizar exames de glicemia capilar prÊ-datados, visando a primeira e de hepatite. Paralelo ås açþes de parcela do dÊcimo terceiro salårio. cidadania, os doadores receberão Por regiþes, o Norte foi a região ainda um lanche especial, uma com maior numero de devoluçþes camisa comemorativa, brindes e (4,09%). Em seguida aparece o poderão conferir apresentaçþes de Nordeste (3,43%), o Centro Oeste Bandas do ExÊrcito e da Polícia  HR6XOFRP$ Militar alÊm do Guerreiro do Mestre menor variação foi registrada na Benon e da Companhia Teatral do UHJLmR6XGHVWHFRP Avesso.

Produção de vacinas 1

Partido pede suspensĂŁo do pleito eleitoral em JG PSDC impetra mandado de segurança contra eleiçþes diretas na cidade WLYDPXQLFLSDOGR36'&1D DomRDVLJODSHGHTXHDUHVROXomR GR 7ULEXQDO 5HJLRQDO novela da eleição Eleitoral (TRE) que marcou suplementar em RSOHLWRVXSOHPHQWDUSDUD Joaquim Gomes de dezembro deste ano seja SDUHFH QmR WHU Ă€P $SyV DQXODGD 2 PDQGDGR GH VHdenĂşncias recĂ­procas dos JXUDQoD VHUi UHODWDGR SHOD trĂŞs candidatos a prefeito na PLQLVWUD&iUPHQ/~FLD Justiça Eleitoral, foi a vez 2 SDUWLGR DOHJD TXH do Partido da Social Democ- transcorridos dois anos de racia CristĂŁ (PSDC) tentar mandato, uma nova eleição interferir no andamento do para a prefeitura de JoaSOHLWR$OHJHQGDTXHUTXHD quim Gomes deveria ocorrer eleição direta seja suspensa GH IRUPD LQGLUHWD $ WHVH p e que a Câmara de Vere- VXVWHQWDGDSHOD/HL2UJkQLadores decida quem serĂĄ o FDGRPXQLFtSLR QRYR JHVWRU GR PXQLFtSLR Mas uma possĂ­vel susO Tribunal Superior Elei- SHQVmRGRSOHLWRQmRDJUDGD toral (TSE) recebeu nessa WRGRV RV FDQGLGDWRV 3DUD VHJXQGDIHLUD  XPPDQ- Toinho Batista (PSDB), que GDGRGHVHJXUDQoDGDH[HFX- Mi IRL SUHIHLWR HQWUH  H

VICTOR AVNER REPĂ“RTER

A

Apartamento de Ronaldo Lessa vai a leilĂŁo Começa nesta quartaIHLUD   R OHLOmR GH XP LPyYHO GR H[JRYHUQDGRU Ronaldo Lessa (PDT) para VDOGDU SHQGrQFLDV Ă€QDQFHLUDV2DSDUWDPHQWRQRHGLItFLR-RmR3DXOR,,ORFDOL]DGR na orla da Ponta Verde, terĂĄ TXHVHUYHQGLGRSDUDSDJDU XPD LQGHQL]DomR DR H[SUHfeito de SĂŁo Paulo, deputado IHGHUDO3DXOR0DOXI 33  A ordem de leilĂŁo foi GDGD SHOD Â? 9DUD &tYHO GH6mR3DXOR2LPyYHOHVWi DYDOLDGR HP 5  H Ă€FDUi GLVSRQtYHO SDUD UHFHEHU ODQFHV DWp VH[WDIHLUD  jVKQRKRUiULRGH %UDVtOLD 2 SUHJmR p HOHWU{QLFR H VHUi RUJDQL]DGR SHOD HPSUHVD YLUWXDO 0HJD /HLO}HV DWUDYpV GR VLWH KWWS ZZZFDQDOMXGLFLDOFRPEU Parte do valor arrecadaGR VHUi GHVWLQDGR DR SDJDmento de indenização por danos morais a Maluf, em uma ação movida ainda no DQR Em entrevista ao jor-

SEMINĂ RIO

Produção de vacinas 2

COM ASSESSORIA

Publicidade na Web Dados liberados ontem pelo IBGE mostram que a publicidade via interQHWWHPFUHVFLGRFDGDYH]PDLV(PRVHWRUIDWXURX5PLOK}HVGHXPWRWDOGH5ELOK}HVTXHRPHUFDGRSXEOLFLWiULRIDWXURX QDTXHOHDQR2IDWXUDPHQWRGDSURSDJDQGRQD:HEUHSUHVHQWRX de toda a publicidade brasileira. Um dos setores que mais tem colaborado para este crescimento ĂŠ o da compra coletiva, uma ferramenta de PDUNHWLQJFULDGDSDUDVXSULUGHÂżFLrQFLDVHQHFHVVLGDGHVGRPHUFDGR mas que caiu no gosto popular, pelos descontos que oferece e pela participação cada vez maior de empresas e serviços diversos. ‡1HVWDTXLQWDIHLUD HQDSUy[LPDWDPEpP RVFRVWXPHVWUDGLFLRQDLV da sociedade nordestina, especialmente das comunidades do interior, estarĂŁo retratados no palco do Teatro de Arena. ‡Âł8PDQRLWHHP0DFDPELUD´PRVWUDRFRWLGLDQRVLPSOHVHGLYHUWLGR GRLQWHULRUQRUGHVWLQRDWUDYpVGHQRYHSHUVRQDJHQVFXMRGLDDGLDVH HQWUHODoDHPVLWXDo}HVFRPXQVHDRPHVPRWHPSRHQJUDoDGDV ‡2WH[WRXWLOL]DGRQRHVSHWiFXORpEHPWUDGLFLRQDOFRPVRWDTXHH expressĂľes caracterĂ­sticas do sertĂŁo nordestino. Assim tambĂŠm sĂŁo o FHQiULRRÂżJXULQRHRVDGHUHoRVXWLOL]DGRVQDSHoD ‡2HVSHWiFXORIRLPRQWDGRSHODSULPHLUDYH]HPTXDQGRUHFHEHX RVSUrPLRVGHPHOKRUWH[WRHPHOKRUFHQRJUDÂżDQD9,0RVWUDGR7HDWUR $ODJRDQR$JRUDDSHoDYHPUHSDJLQDGDDWXDOL]DGDHFRPLQVHUo}HV PDLVGLYHUWLGDV6HPpFODURSHUGHUDUXVWLFLGDGHHDEHOH]DGDYLGD LQWHULRUDQD ‡Âł8PDQRLWHHP0DFDPELUD´pDSUHVHQWDGDSHOR*UXSR3pGH0ROHTXH começa ĂĄs 19 horas no Teatro de Arena, dentro do Projeto Quinta no $UHQD2SUHoRGRLQJUHVVRpÂłXPDEHOH]XUD´5H53HQVH como ĂŠ barato!

GHVWDFD 2 YHUHDGRU OHPEUD TXH GHVGH R SOHLWR GH  não houve prefeito eleito na FLGDGH ´9DPRV ÀFDU DWp D SUy[LPDHOHLomRVHPSUHIHLWR HVFROKLGR DWUDYpV GR YRWR"¾ TXHVWLRQD%LGD Procurado pela reportaJHP SDUD FRPHQWDU R PDQGDGR GH VHJXUDQoD -RVp Marcelino Alves (PSL), atual prefeito, não foi localizaGR SRU PHLR GH VHX FHOXODU 1R HQWDQWR HP UHFHQWH HQtrevista à Tribuna Independente1HJR6DUUDSLmR FRPR p FRQKHFLGR DÀUPRX que uma eleição direta a esta DOWXUD p SUHMXGLFLDO SDUD D cidade, porque acabaria por suspender temporariamente DDGPLQLVWUDomR

DĂ?VIDA

A Fundação Osvaldo Cruz esta prestes a dobrar sua produção anual GHYDFLQDVFKHJDQGRDPLOK}HVGHGRVHVFDVRFRQVLJDREWHUXP ¿QDQFLDPHQWRGD)XQGDomR%LOOH0HOLQGD*DWHV1RFDVRD)LRFUX] produziria e exportaria vacinas para diversos países pobres do mundo. AlÊm disso, negocia com o Governo do Rio de Janeiro a cessão de XPDiUHDGHPLOPHWURVTXDGUDGRVSDUDLQVWDODomRGR&HQWURGH Processamento Final de Vacinas do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz. Com a construção do Centro estarå garantida a manutenção do Programa Nacional de Imunização e possibilitarå o ingresso no mercado global e no mercado da Unasul (União das Naçþes Sul-Americanas).

O projeto de construção do Centro prevê um sistema totalmente DXWRPDWL]DGR2PDTXLQiULRpWRGRLQYROXFUDGRTXHVLJQL¿FDTXHR SURGXWRVDLGDIiEULFDMiFRPFHUWL¿FDGR$VSHVVRDVQmRWrPDFHVVR ao equipamento. Com o projeto a Fiocruz tambÊm pretende colocar em pråtica alguns dos seus estudos que estavam aguardando oportunidade. Um deles Ê a vacina tetravalente contra dengue, que começarå a ser usada em três capitais em 2012. Outro projeto Ê o do bioinseticida BTI, TXHFRPEDWHODUYDVGRPRVTXLWRGDGHQJXHGD¿ODULRVHHGDPDOiULD Atualmente a Fiocruz tem 1,4 mil projetos de pesquisa, inclusive o desenvolvimento de medicamento contra a tuberculose e outro contra o mal de Parkinson.

 D DomR p XPD PDQRbra política para tumultuar D HOHLomR ´1mR YHMR IXQGDPHQWRQHQKXPQLVVR(VWmR inventando tudo isso para JDUDQWLUYLWyULD¾DÀUPD6HJXQGRRFDQGLGDWRRYRWRSRpular torna o pleito eleitoral PDLV MXVWR H WUDQVSDUHQWH ´(OHLomRLQGLUHWDVyWHPIDOFDWUXD¾DYDOLD´,VVRpLGHLD de um louco de um vereador que não conhece nada de DiUHLWR¾FRPSOHWD Outro candidato, Benedito Pontes (PP), o Bida, WDPEpPQmRFRQFRUGDTXHD escolha do novo prefeito seja realizada de forma indireWD ´e PHOKRU FRP D HOHLomR QRUPDO $Wp PHVPR SRUTXH D FDPSDQKD Mi FRPHoRX¾

ADAILSON CALHEIROS

nal O Estado de São Paulo, Lessa havia dito que o então candidato à prefeitura de São Paulo se confundia FRPDOyJLFDGR´URXEDPDV ID]µ2H[JRYHUQDGRUDLQGD emendou a declaração de que a sociedade estaria canVDGDGDFRUUXSomR &RP SRXFR PDLV GH  m², o apartamento de Lessa tem duas salas, dois quartos, duas suítes e dependência completa para funFLRQiULR$UHVLGrQFLDFRQWD FRP WUrV JDUDJHQV H HVWi localizado em área nobre de 0DFHLy 2 LPyYHO p XP GRV ~OWLPRVEHQVQRQRPHGRH[JRYHUQDGRU Apesar da ordem de leilão, o apartamento está indisponível por conta de pelo menos três ações do MinisWpULR3~EOLFR'XDVGHODVVmR em âmbito federal e a outra p HVWDGXDO 1DV WUrV Do}HV /HVVD p DFXVDGR GH GHVYLDU recursos públicos durante o SHUtRGRHPTXHIRLJRYHUQDDeclaração de Lessa que provocou ação foi feita em 2000 GRUGH(VWDGR 9$

7XFDQRVGLVFXWHPJHVWmRGHPXQLFtSLRV Líderes do PSDB de todo RSDtVVHUH~QHPHP0DFHLy QHVWD VH[WDIHLUD   SDUD GLVFXWLU JHVWmR S~EOLFD 2 encontro serå no seminårio ´'HVDÀRVGR%UDVLO'HVDÀRV GDV &LGDGHV¾ TXH DFRQWHFHUi QR +RWHO 3RQWD 9HUGH As atividades serão coordenadas pelo deputado federal SRU$ODJRDV5XL3DOPHLUD e D SULPHLUD YH] TXH RV tucanos realizam este tipo GH VHPLQiULR 2 HYHQWR YDL IXQFLRQDUFRPRXPDHVSpFLH GHGHEDWHSUpYLRFRPYLVWDV jVHOHLo}HVGRSUy[LPRDQR

´4XHUHPRVID]HUXPDUHà H[mRGDVDo}HVGDEDQFDGD QR&RQJUHVVRHGHEDWHURGHVDÀR GD JHVWmR GDV FLGDGHV brasileiras, tendo em vista TXH  p XP DQR HP TXH HVWD GLVFXVVmR VH DPSOLÀFDUi HP WRGR R SDtV¾ UHVVDOWD 3DOPHLUD 2 GHSXWDGR DODJRDQR IRL HVFROKLGR SDUD FRordenar o encontro pelo seu bom relacionamento com o WXFDQDWRQDFLRQDO $OpP GLVVR VHUi XPD oportunidade para Palmeira fortalecer seu nome junto à sociedade para a disputa SHOD SUHIHLWXUD GH 0DFHLy

DISPUTA

Horårio eleitoral em rådio começou Desde o dia de ontem, 22, os postulantes ao cargo de prefeito em Joaquim Gomes começaram a ocupar a rådio da cidade. Toinho Batista (PSDB), Benedito Pontes (PP), e Marcelino Alves, o nêgo Sarrapião (PSL), vão se revezar no horårio político eleitoral gratuito e vão apresentar seus projetos para os munícipes. Sobre a possibilidade de suspensão do pleito, o Tribunal Regional Eleitoral, por meio da assessoria, informou que ele segue normalmente para acontecer em dezembro.

´(VWH VHUi R SULPHLUR GH um amplo ciclo de debates que queremos fazer ouvindo toda a sociedade, no sentido de buscarmos soluçþes para os problemas de nossa capiWDO¾UHYHODRGHSXWDGR 2V SUy[LPRV VHPLQiULRV DFRQWHFHP DSyV R UHFHVVR OHJLVODWLYR H GHYHP VHU IRcados no meio empresarial HDFDGrPLFR0RELOLGDGHXUbana, saúde, educação e cultura estão elencados como os principais pontos de disFXVVmRGDVLJODFRPDVRFLHGDGHDODJRDQD O encontro tem início

JOAQUIM GOMES

Apoios pesam e reforçam campanhas Enquanto as pendências judiciais são apreciadas pela justiça eleitoral, os candidatos em Joaquim Gomes continuam fazendo seu trabalho de campanha. Esta semana, o prefeito e candidato à reeleição, Marcelino Alves (PSL), o nêgo Sarrapião, conseguiu o apoio do deputado estadual Ronaldo Medeiros (PT). Toinho Bastista (PSDB) tem atacado o seu opositor Benedito Pontes (PP), que recebe apoio da ex-prefeito Cristina Brandão (PP), impedida de assumir a prefeitura em 2008.

jV K GHVWD VH[WDIHLUD H D HQWUDGD p JUDWXLWD 1R evento, haverå palestras dos deputados federais DuDUWH1RJXHLUD 63 OtGHUGR PSDB na Câmara, Antônio ,PEDVVDK\ %$ H[SUHIHLWR GH6DOYDGRUH6pUJLR*XHUra (PE), presidente nacional GRVWXFDQRV ESTRATÉGIAS 1DRFDVLmRDVOLGHUDQoDV do PSDB devem avaliar a atuação do partido durante os três mandatos do PT à frente da presidência da ReS~EOLFD³GHVGH/XODDWpD SUHVLGHQWH'LOPD 9$

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011 POLĂ?TICA

5

Mais 48 concursados são nomeados Prefeito Cícero Almeida convoca concursados para compor quadro efetivo da Educação municipal; nomeaçþes estão no DOM

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

Uma assessoria voluntĂĄria

C

om um projeto que foi destaque em nĂ­vel nacional, a jornalista ThĂĄcia Simone foi uma das vencedoras do prĂŞmio Braskem de jornalismo na categoria “Assessoria de Comunicaçãoâ€?. Apresentando uma assessoria voluntĂĄria, os meninos da cidade de Tanque D’arca tornaram-se destaque apĂłs o apresentador Luciano Huck adotar a ideia e garantir a realização dos irmĂŁos Felipe e Fernando ao presenteĂĄ-los com um ateliĂŞ dotado de toda infraestrutura. A premiação de 7KiFLDIRLRUHFRQKHFLPHQWRGHXPDSURĂ€VVLRQDOGHGLFDGDH que traz as marcas de uma vida de luta, principalmente em realizar gestos nobres para ajudar o prĂłximo.

Transferência na Ufal A Universidade Federal de Alagoas estå com inscriçþes abertas, atÊ o próximo dia 28 de novembro, para transferência e reopção de curso nos Campi Maceió e Arapiraca. Das 1.242 vagas oferecidas para o primeiro semestre de 2012, 629 são para transferência e 613 para reopção. Entre os cursos mais concorridos estão Direito, Medicina, Odontologia, Agronomia e Engenharia de Pesca.

Palavra de CĂŠlia Durante visita do governador Ă  cidade de Arapiraca na Ăşltima segundafeira (21), para entrega de novos equipamentos para a polĂ­cia, a deputada federal CĂŠlia Rocha (PTB-AL) fez o uso da palavra e bradou: “O prefeito Luciano Barbosa, esteja onde estiver, reconhece o trabalho que Teotonio tem feito pelo desenvolvimento de nossa cidadeâ€?. Celia falou, tĂĄ falado!

Uma estrela que brilha O competente e dinâmico advogado Omar Coêlho, presidente da OABAL, teve mais uma vez seu trabalho reconhecido à frente da Ordem. Durante a abertura da Conferencia Nacional dos Advogados, que acontece na cidade de Curitiba-PR, Omar fez um discurso forte e coeso diante de uma plateia que lotou o Centro de Convençþes da capital paranaense e o aplaudiu de pÊ.

SECOM/MACEIĂ“

EDITORIA DE POLĂ?TICA COM ASSESSORIA

O

prefeito Cícero Almeida (PP) assinou as portarias de nomeação de 33 novos auxiliares de sala e 15 merendeiras para o quadro da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A pubOLFDomR VDL QR 'LiULR 2ÀFLDO desta quarta-feira, 23. Todos são remanescentes da lista de aprovados no último concurso público da secretaria e obedecem, rigorosamente, j RUGHP GH FODVVLÀFDomR A nova convocação ocorre em função do não comparecimento de um total de 48 concursados que haviam sido nomeados anteriormente, o que caracterizou a perda do prazo para tomar posse, expirado em agosto passado. Para chamar a nova lista de aprovados, a prefeitura seguiu toda a tramitação burocråtica exigida, com total transparência. Para tomar posse, os nomeados devem se apresentar na Secretaria Municipal de Administração, Recursos Humanos e Patrimônio (Semarhp), localizada na Rua Pedro Monteiro (próximo à Praça dos Palmares), num prazo de 30 dias, contatos a partir do dia da publicação QR 'LiULR 2ÀFLDO GR 0XQLcípio, com original e cópia

O senador Renan Calheiros tem percorrido muitos municípios alagoanos sempre a convite dos prefeitos que fazem questão em destacar empenho do senador para concretização de vårias obras nas cidades.

PORTO CALVO

Atuante O deputado estadual Ronaldo Medeiros (PT) tem se destacado entre os demais pares. Ainda em seu primeiro mandato o parlamentar demonstra um trabalho independente e que tem merecido elogios por parte de analistas políticos, e principalmente pela população. Onde Ronaldo Ê chamado, marca presença!

Mercado cidadão Acontece hoje, no bairro do Tabuleiro, em Maceió, mais uma etapa do projeto Mercado cidadão desenvolvido pela secretaria municipal de trabalho, abastecimento e economia solidaria, com açþes de cidadania para permissionårios e moradores que vão desde assistência jurídica à emissão de documento.

Arco-íris O ritmo e o tom da disputa eleitoral em Joaquim Gomes tem chamado a atenção, tudo por causa das cores que os candidatos denominaram para suas campanhas. Bida, atual prefeito, utilizou-se da cor vermelha; Toinho Batista optou pelo amarelo; e Nego Sarrapião preferiu o azul.

Mais uma Por meio das redes sociais o professor Alexandre Fleming, presidente do PSOL em Maceió, convida os cidadãos para um Ato contra a corrupção, que acontece hoje, às 15h, em frente à Assembleia Legislativa de Estado. Vamos fazer a nossa parte!

reservista, certidþes da Justiça Estadual (penal e civil) e da Justiça Federal, alÊm de uma foto 3 x 4. TambÊm Ê necessåria a apresentação dos resultados dos seguintes exames: hemograma, glicemia de jejum, creatinina, parecer

oftalmolĂłgico, raio X do tĂłrax, parecer cardiolĂłgico (incluindo ECG, com parecer) e atestado de sanidade mental (com parecer psiquiĂĄtrico). AlĂŠm disso, ĂŠ preciso apresentar comprovante de conta corrente ativa no Banco do Brasil.

Cidade Sorriso ganha creche e Creas

Assediado

O deputado federal Renan Filho (PMDB-AL) esteve no Estado do 0DUDQKmRTXDQGRSDUWLFLSRXGHXPMRJRGHIXWHEROEHQH¿FHQWHSDUD arrecadar fundos para a Apae. O time da Câmara Federal, que contou tambÊm com a presença do deputado Romårio (PSB-RJ), venceu o combinado da Câmara de Vereadores de Imperatriz por um placar de 5 x 2, com dois gols de Renan.

dos seguintes documentos: RG, CPF, comprovantes de residência e de escolaridade, título de eleitor com comprovante da última votação, carWHLUD SURÀVVLRQDO FHUWLGmR de nascimento ou casamento HFHUWLGmRGRVÀOKRVQ~PHUR do PIS ou Pasep, carteira de

BENEDITO BENTES II

A comunidade do Conjunto Cidade Sorriso II, localizada no complexo residencial Benedito Bentes, IRL EHQHÀFLDGD SHOD 3UHIHLtura de Maceió com a implantação de um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CreDV  3DHÀ $ VROHQLGDGH GH inauguração aconteceu na manhã da terça-feira (22), com a presença do prefeito Cícero Almeida, do secretårio municipal de Assistência Social, Francisco Araújo e convidados. 2QRYR&UHDV3DHÀ3UR-

Goleador

Novas nomeaçþes foram assinadas por Cícero Almeida; elas estão publicadas no Diårio do Município, hoje

grama de Atenção à Família HDR,QGLYLGXRÀFDQD5XD P, Quadra E, Lote I, do Cidade Sorriso II, conhecido como Amolarzinho. O Creas Ê formado por uma equipe multidisciplinar de assistentes sociais, psicólogas, educadores sociais, coordenadores administrativos e auxiliar de limpeza. E atende pessoas que tiveram seus direitos violados, assim como idosos que sofreram maus-tratos, GHÀFLHQWHV H MRYHQV H D IDmília como um todo. O prefeito Cícero Almeida ressaltou os investimen-

tos que o municĂ­pio tem feito na prestação de serviços para as famĂ­lias mais carentes, por meio da Semas. “Entregar este Creas hoje, nesta comunidade, nos traz uma enorme felicidade por saber que os investimentos na ĂĄrea de assistĂŞncia social estĂŁo sendo bem direcionadosâ€?, falou Almeida, que ainda no conjunto inaugurou uma creche-escola e um terminal de passageiros. CRECHE Sobre a entrega da creche, que homenageia o ex-governador Luiz AbĂ­lio de

Souza Neto, o prefeito ressaltou que “nĂŁo se trata apenas de cuidar das crianças enquanto sua famĂ­lia trabalha, mas de oferecer um tempo e espaço para que os pequenos possam crescer de forma saudĂĄvelâ€?. Para Almeida, a entrega da unidade de ensino representa um compromisso da prefeitura da capital em aumentar o nĂşmero de oferta para creche e para educação infantil. A unidade tem cinco salas, um berçårio e uma sala de vĂ­deo que atenderĂĄ a 200 crianças em dois turnos.

Marciano e Juvenal fecham chapa O prefeito de Maragogi, Marcos Madeira (PTB), e VHXÀOKRRGHSXWDGRHVWDGXal Marquinhos Madeira (PT) aproveitaram as festividades da padroeira de Porto Calvo para mexerem no tabuleiro político da região. A festa era religiosa, porÊm as conversas na cidade foram alÊm do âmbito clerical. A sucessão na cidade de Calabar entrou em pauta. Na noite da segunda-feira, 21, os deputados estaduais Marquinhos Madeira e Inåcio Loiola (PSDB)

acompanharam a procissão na companhia do prefeito Marcos Madeira, alÊm da cúpula de vereadores da cidade discutiram apoios e possíveis indicaçþes. O grupo do prefeito Marcos Madeira acena com a possibilidade de seu irmão, Marciano Madeira (PTB), sair candidato à majoritåria em Porto Calvo. Para completar a chapa de oposição, a vaga de vice-prefeito deve ÀFDUFRPRDWXDOSUHVLGHQWH da Câmara de Porto Calvo, vereador Juvenal Veiga

(PSD). A dupla deve enfrentar o ex-presidente do PTB em Porto Calvo, o empresårio 2UPLQGR8FK{DKRMHÀOLDGR ao PSDB do governador Teotonio Vilela Filho. A título de curiosidade, Uchôa fez oposição a Vilela, nas duas últimas eleiçþes. O empresårio disputou com Carlos Eurico, o Kaika (PMDB), nos últimos pleitos eleitorais – 2008 e 2004 – e perdeu. Kaika, por sua vez, herdou a chave de Porto Calvo do antigo aliado do

então senador Teotonio Vilela Filho - hoje governador do Estado – Jorge Cordeiro, que governou a cidade por dois mandatos. Porto Calvo Ê uma cidade estratÊgica para a política na Região Norte e assim o senador Renan Calheiros (PMDB) teve em suas mãos durante os últimos sete anos o poder na cidade. E deve perdê-lo, pois Kaika ainda QmR GHÀQLX VHX VXFHVVRU H como acreditam algumas forças ligadas à política na cidade, ele não indicarå.

HOMENAGEM

INICIATIVA

Na manhã desta quarta-feira (23), às 10h30, no Palåcio Floriano Peixoto, o secretåriochefe do Gabinete Civil, à lvaro Antônio Machado, assina contrato junto com a Associação de Teatro das Alagoas (ATA) para a construção do mausolÊu em memória da atriz alagoana Linda Mascarenhas. A proposta de construção do mausolÊu foi pleiteada pala ATA para homenagear o legado deixado pela atriz, fundadora da associação, em 1955. O mausolÊu serå construído no cemitÊrio Nossa Senhora da Piedade.

Segundo Machado, “reverenciar e manter viva a memĂłria desta grande atriz ĂŠ essencial para a preservação da histĂłria cultural do nosso Estadoâ€?. Na mesma solenidade, tambĂŠm serĂĄ realizada a assinatura de um convĂŞnio entre a Secretaria de Estado da Cultura e a ATA que prevĂŞ a execução do projeto ‘Novas Estradas’ que irĂĄ fomentar as artes cĂŞnicas em Alagoas, por meio de apresentaçþes gratuitas de espetĂĄculos teatrais da peça “Estrela Radiosaâ€?, direcionados Ă  população do interior do Estado, em escolas pĂşblicas.

Linda Mascarenhas ganha mausolĂŠu

Arte cĂŞnica para o interior do Estado

6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

OpiniĂŁo

Maconha em pauta

O

Supremo Tribunal Federal estå envolto a mais um julgamento polêmico, entre tantos incluídos na pauta da corte maior do Judiciårio brasileiro. Na tarde de hoje, volta à discussão a Marcha da Maconha, ato convocado em vårios Estados brasileiros para defender a droga ilícita, mas que foram proibidos pelas Justiças estaduais, cujos magistrados entenderam que manifestaçþes desta nature]DFRQÀJXUDPDSRORJLDjVGURJDVMi que a comercialização e o uso da maconha são considerados ilícitos penais. Em junho, ministros do STF julgaram que manifestaçþes pela descriminalização da droga devem ser respeitadas. No início deste mês, o assunto entrou em pauta, mas o julgamento foi adiado. O tema entrou em discussão por meio de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) da Pro-

curadoria Geral da República (PGR), que argumenta que criminalizar a defesa da legalização das drogas, por meio de manifestaçþes e passeatas, fere direitos fundamentais. Em vårias ocasiþes, as Marchas da Maconha foram proibidas, sob o argumento de que defender publicamente a legalização equivale a fazer apologia às drogas, em atos públicos em favor da legalização do uso de substâncias ilegais. O assunto que ganhou discussþes durante as decisþes do Judiciårio estadual recebeu foco da mídia e, atualPHQWH HVTXHFLGR SRGH FRQÀJXUDU D partir de hoje, novos debates sobre o uso e comercialização da droga, a partir da defesa pública de sua liberalização. E aí entra, novamente, a apreciação mais apurada sobre liberdade de expressão e apologia ao crime.

LUIZ ANTONIO MELLO Jornalista, radialista, produtor musical e escritor. Trabalhou nas rĂĄdios Federal, Tupi e Jornal do Brasil. Foi colunista ainda dos jornais O Pasquim, Jornal do Brasil, OpiniĂŁo, Folha de NiterĂłi e O Estado de S. Paulo.

Hitler fugiu para a Argentina? Se um turista pedir, em CĂłrdoba, recomendaçþes sobre Mar Chiquita, uma lagoa de sal localizada ao norte dessa provĂ­ncia argentina, ĂŠ provĂĄvel que ouça a desconcertante dica: “Conheça o Hotel Viena, que Hitler e Eva Braun visitavam depois da Segunda Guerraâ€?. De acordo com Sylvia Colombo, da Folha de S. Paulo, Hitler e a mulher nĂŁo se suicidaram num “bunkerâ€? em Berlim no dia 30 de abril de 1945? É o que dizem os livros de histĂłria. Em alguns lugares da Argentina, ĂŠ comum encontrar moradores que contam histĂłrias do casal nazista levando uma tranquila vida no entĂŁo remoto sul do hemisfĂŠrio. A foto do fascĂ­nora morto teria sido uma fraude. Em “The Grey Wolf - The Escape of Adolf Hitlerâ€? (O lobo cinza - a fuga de Adolf Hitler), livro que acaba de ser lançado no Reino Unido, os britânicos Gerrard Williams e Simon Dunstan sustentam que Hitler escapou do “bunkerâ€? trĂŞs dias antes de seu suposto suicĂ­dio. EntĂŁo, voou para a Dinamarca e para a Espanha, e foi embarcado, com ajuda do general Franco, num submarino com destino Ă  Argentina. “O piloto que os tirou de Berlim, Peter Baumgart, foi internado numa

clĂ­nica psiquiĂĄtrica depois de contar a histĂłriaâ€?, disse Williams Ă  Folha, por telefone. Hitler teria se instalado em mais de uma residĂŞncia na PatagĂ´nia, com Eva e GXDVĂ€OKDV9LYHULDPDLV anos, e teria morrido no dia 13 de fevereiro de 1962, aos 72. â€œĂ‰ horrĂ­vel pensar que o homem mais cruel que jĂĄ existiu nĂŁo pagou por seus crimes e viveu atĂŠ avançada idade. Mas jĂĄ passou muito tempo, existem muitos indĂ­cios e precisamos encarar essa possibilidade como realâ€?, disse o autor. Williams trabalhou para a agĂŞncia Reuters e para a %%& $JRUD GLULJH R Ă€OPH “Grey Wolfâ€?, que estreia no Reino Unido no ano que vem. A fuga teria sido articulada por Martin Bormann, da cĂşpula do poder nazista, que tambĂŠm teria escapado para a AmĂŠrica do Sul. A negociação, sustentam os pesquisadores, contou com a anuĂŞncia dos EUA, que deixaram os nazistas fugirem em troca de informaçþes sobre tecnologia de guerra. Bormann teria manejado tambĂŠm a fortuna que foi entregue a governos latino-americanos para que abrigassem os nazistas. A dupla parte do princĂ­pio de que nĂŁo hĂĄ provas conclusivas de que Hitler morreu no “bunkerâ€?. Em 2009,

ANTONIO MACHADO

ANDRÉ CUNHA

Jornalista

Jornalista

descobriu-se, por meio de um exame de DNA, que o famoso pedaço de crânio com uma marca de bala em poder dos russos, na verdade, pertenceu a uma mulher, e nĂŁo a Hitler. Williams e Dunstan reuniram ainda depoimentos de pessoas que dizem ter visto o FĂźhrer ou trabalhado para ele na PatagĂ´nia. Foi comum a acolhida da Argentina, assim como a do Brasil e do Paraguai, a nazistas que deixaram a Alemanha depois da derrota na Segunda Guerra. Josef Mengele, Adolf Eichmann, Klaus Barbie e Erich Priebke sĂŁo alguns dos que se refugiaram na AmĂŠrica do Sul. Em “A Verdadeira Odessaâ€? (Record), o historiador Uki GoĂąi conta como Juan Domingo PerĂłn facilitou a vinda dos criminosos. GoĂąi, porĂŠm, nĂŁo crĂŞ na fuga de Hitler. “HĂĄ evidĂŞncias de que morreu no `bunker`. Os depoimentos sobre sua presença na Argentina sĂŁo parte de uma lenda local, mas faltam provasâ€?, disse. Williams e Dunstan tĂŞm a seu favor o testemunho do lĂ­der soviĂŠtico Josef StĂĄlin (1878-1953), que dizia apĂłs a guerra nĂŁo acreditar na morte de Hitler. TambĂŠm o entĂŁo presidente norte-americano Eisenhower (1890-1969) apontou a falta de provas de seu suicĂ­dio.

Uma comarca centenĂĄria Apelou, perdeu

O termo comarca deriva do latim “commarca ou comarchaâ€? que sĂŁo divisĂľes judiciais correspondentes Ă  juristas de um tribunal de La. Instância, mas a partir de 1835, o termo passou a designar divisĂľes judiciais bĂĄsicas, remontando os “patrasmentesâ€? da histĂłria, os homens de todos os tempos tiveram seus tribunais, tendo como berço Roma Antiga, onde o direito romano atĂŠ hoje constituiu-se o protĂłtipo dos cursos jurĂ­dicos, sendo o JudiciĂĄrio um dos TrĂŞs Poderes esquematizados pelo francĂŞs Jean Jacques Rousseau, e esse poder de tantos valores para a sociedade, chegou a pequenina Olho d’à gua das Flores, atravĂŠs da Lei 1.674 de 11 de novembro de 1961, exatamente hĂĄ cinquenta anos. É uma histĂłria longa, cheia de lutas, perspicĂĄcia e, sobretudo de vitĂłrias, procurando sempre pautar seu trabalho em prol da justiça para a famĂ­lia, a sociedade. Tentamos remontar a histĂłria dessa caminhada, porĂŠm os espaços que nos sĂŁo cedidos sĂŁo comutados, nĂŁo nos permitindo um melhor aprofundamento do caso em tela, mas constatamos que o primeiro juiz desta Comarca CinquentenĂĄria, foi o

ex-padre Dr. Dimureiz Monteiro Amaral, da cidade de Mata Grande, e o primeiro Promotor Público foi o Dr. JosÊ Martins Filho e o 1º Tabelião Público foi o cidadão JosÊ Dória de Souza. Na sequência dessa longa caminhada foram juízes tutelares desta comarca: Dr. Antonio Barros da Silva Lima, Dr. Diógenes Tenório, Dr. Wilton Moreira da Silva, Dr. Paulo Nunes, Dr. Frederico Broderhal, Dr. Aderbal da Silva Mariano, Dr. João da Silva Yoyô Filho, Dr. Odilon Raimundo Maciel Marques Luz, Dr. Adalberto Fernandes Calheiros, Dr. Durval de Mendonça júnior e atualmente estå a frente da Comarca cinquentenåria a Juíza Dra. Danielle Christine Silva Melo %XULFKHO VH ÀFRX DOJXQV TXH não apareceram, Ê que não foi encontrado na pesquisa, dentre os promotores foram muiWRV TXH SRQWLÀFDUDP SRU HVVD Comarca, sem desmerecer os demais citados dois apenas Dr. Ivan Barros, homem de uma eloqßência invulgar e o polêmico Dr. Luiz Tenório, homem de um conhecimento jurídico de grande envergadura moral, que vem se destacando com seu trabalho em defesa da sociedade alagoana, atualmente o promotor da Comarca Ê o Dr. Marcos

AurĂŠlio Gomes Mousinho, que ao lado da Dra. Danielle bem imprimindo um trabalho na Comarca, granjeando a amizade da sociedade, a comarca de Olho d’à gua das Flores AlĂŠm do municĂ­pio sede ainda se entende pelo municĂ­pio de MonteirĂłpolis, com muitos trabalhos. Dentre outros advogados a cidade dispĂľe dos trabalhos jurĂ­dicos do Advogado Antonio Rubens Moura, Dr.Vanero Farias, Dr JosĂŠ Luiz Vasconcelos dos Anjos. O direito deve ser exercido em benefĂ­cio dos homens, o imortal TristĂŁo de Ataide escreveu: “o excesso do direito se converte em negação da justiçaâ€?. A justiça ĂŠ a lei, que deve ser exercida em prol da sociedade, embora o jurista Clovis BebilĂĄqua tenha escrito: “a lei nĂŁo ĂŠ o direito. O direito ĂŠ mais que a leiâ€?. E quando esta Comarca chega ao cimo de seu cinqĂźentenĂĄrio, o povo olhodaguense debruça no balaostre de justiça, rende seu preito de gratidĂŁo a todos aqueles que souberam imprimir e zelar pelas causas nobres de todas as famĂ­lias desta terra, que se reveste de um cĂŠu de opala que serviu de manto, que terra adorada, Olho d’à gua das Flores.

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria

O vale-tudo Ê uma categoria do esporte, assim como a SRUQRJUDÀDpXPWLSRGHFLnema. É legítimo e faz parte do capitalismo. Hå pessoas fazendo e hå pessoas comprando. Ótimo. Canais e sites especializados. Perfeito. Mas se o vale-tudo vai mesmo pra Rede Globo, cabe uma inquietaomR ÀORVyÀFD SRU TXH PRVtrar uma perna fraturada Ê menos hediondo do que exibir um ânus dilatado? Ou libera tudo ou larga de hipocrisia. Cadê a bancada da putaria nessa hora? Eis o fato: a Globo, que outrora zelava pela família brasileira, estå se desintegrando e apelando pro mercado, digamos, não convencional. A sessão de espancamento à meia-noite de um såbado não cai bem a uma empresa-família. E os valores da Globo sempre foram familiares. Foi em cima da família

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

brasileira que a empresa construiu a sua imagem, se valendo da cultura do paĂ­s pra produzir mercadoria. SerĂĄ que o vale-tudo da Globo seria o tipo de programa que Willian Bonner e FĂĄtima Bernardes indicaULDPDRVVHXVĂ€OKRV"2TXH o Roberto Marinho diria disso? Mas o patriarca morreu, e agora trĂŞs herdeiros reencenam Shakespeare e Dostoievsky no Rio de Janeiro: JosĂŠ Roberto Marinho, Vice-Presidente Responsabilidade Social; Roberto Irineu Marinho, Presidente Executivo, e JoĂŁo Roberto Marinho, Vice-Presidente Editorial – executivos das Organizaçþes Globo e acionistas da Globo Comunicação e Participaçþes. “O vale-tudo tambĂŠm passa na TV aberta nos Estados Unidos.â€? Beleza, mas lĂĄ eles tambĂŠm nĂŁo sĂŁo gĂŞnios em tudo. Me parece apenas que D H[SHULrQFLD PHĂ€VWRIpOLFD de ver GalvĂŁo Bueno gritan-

do “Na cabeça!â€? enquanto a cabeça de um ser humano ĂŠ severamente esmurrada nĂŁo deve ser repetida. AliĂĄs, GalvĂŁo deve ter se achado o poeta ao cunhar a expressĂŁo “gladiadores do terceiro milĂŞnio.â€? E o arauto da perspicĂĄcia ao gritar “Na cabeça!â€? pra explicar qual era o membro seviciado, como se nĂŁo fosse explĂ­cito. O capitalismo ĂŠ mesmo uma selvageria: enquanto a Globo apela pro vale-tudo, a Som Livre, sua gravadora, se rende a mĂşsica Gospel. Como anda difĂ­cil vender CD hoje em dia, o lance ĂŠ apelar pra um mercado que considera a pirataria nĂŁo sĂł um crime, mas tambĂŠm um pecado e uma blasfĂŞmia. E assim a empresa que por dĂŠcadas teve como paradigma uma certa classe mĂŠdia carioca, hoje ĂŠ mais a cara do Brasil real, com doses explĂ­citas de violĂŞncia e de fanatismo religioso. Bem-vinda Ă  periferia.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL:

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES.

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2011

PUBLICIDADE

7

8

BRASIL/MUNDO

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

Brasil / Mundo

Cabeleireiro que simulou sexo oral no Acre pede desculpas pelo ato O cabeleireiro, Carlos Duarte, de 56 anos, que durante a 7ÂŞ Parada do Orgulho LBGT, ocorrida no domingo, em Rio Branco-AC, simulou sexo oral com pĂŞnis de borracha, em via pĂşblica da cidade, reconheceu que havia passado dos limites e pediu desculpas. “Chupar aquilo foi mesmo errado. Nem eu mesmo gosto, pois sei que as crianças precisam ser respeitadas, assim como as pessoas mais idosas. Admito que errei e estou envergonhado. Chupei porque havia bebidoâ€?, disse.

Câmara aprova texto que autoriza gasto livre 0HFDQLVPRSHUPLWHDRJRYHUQRJDVWDUVHPFULWpULRVGH¿QLGRVGDVUHFHLWDV

A

Câmara aprovou ontem, por 364 votos a 61, o texto principal da emenda constitucional que prorroga a DRU (Desvinculação de Receitas da UniĂŁo) por mais quatro anos. Os deputados ainda precisam analisar cinco destaques, que SRGHP PRGLĂ€FDU R WH[WR A DRU ĂŠ um mecanismo que permite ao governo gastar livremente 20% de suas receitas. Esse mecanismo vence em dezembro. A proposta ainda precisa ser votada pelo Senado para a prorrogação entrar em vigor. “A aprovação da DRU ĂŠ importante diante da FULVHÂľ DĂ€UPD D SUHVLdenta Dilma Rousseff. A votação de ontem foi o segundo turno da emenda. O primeiro havia sido aprovado no dia 9 de novembro. A ideia era de que a segunda votação acontecesse no mesmo dia, mas a oposição recorreu ao

AGĂŠNCIA CĂ‚MARA

STF (Supremo Tribunal Federal) para que o prazo de cinco sessþes fosse respeitado. Pelo regimento da Casa, emendas constitucionais precisam ser votadas em dois turnos, respeitando-se o intervalo de cinco sessþes do plenårio. A DRU Ê considerada o PDLRU GHVDÀR GR JRYHUQR GD presidente Dilma Rousseff neste segundo semestre. O mecanismo foi criado em 1994, com o Plano Real, para contornar a imposição de despesas pela legislação, principalmente a obrigatoriedade de destinar todos os recursos das contribuiçþes sociais para programas de previdência, saúde ou assistência. A emenda ainda precisa ser votada em dois turnos no Senado atÊ o recesso parlamentar, que tem início no dia 23 de dezembro. Caso contrårio, o mecanismo deixa de vigorar. Governistas QmRWLYHUDPGL¿FXOGDGHVSDUDDSURYDUD'58QD&kPDra

PESQUISA BRASILEIRA

Descoberta vacina contra o câncer Cientistas brasileiros conseguiram criar uma vacina contra o câncer utilizando o Trypanosoma cruzi, protozoårio causador da doença de Chagas. A pesquisa mereceu publicação na prestigiosa revista científica americana PNAS. Os pesquisadores escolheram uma cepa de Trypanosoma não-patogê-

nica, ou seja, incapaz de causar a doença. Depois, modificaram-na geneticamente para que o micro-organismo produzisse uma molÊcula característica de cÊlulas tumorais: o antígeno NY-ESO-1. Desta forma, quando o organismo inicia o combate ao protozoårio, entra em contato com o antígeno que

passa a ser visto pelo sistema imune como um bom indicador das cÊlulas infectadas pelo protozoårio. As defesas do organismo começam a destruir as cÊlulas que possuem o antígeno NY-ESO-1 imaginando que lutam contra a infecção do Trypanosoma. Na realidade, foram induzidas a combater tumores.

O estudo reuniu cientistas do Centro de Pesquisas RenÊ Rachou (CPQRRFiocruz), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e do Instituto Ludwig, em Nova York. O artigo publicado na PNAS apresenta dados promissores em camundongos para prevenção e tratamento de melanomas.

TRANSATLĂ‚NTIC0

EGITO

Uma mulher norte-americana morreu a bordo de um navio que atracou na manhã de ontem no Píer Mauå, no centro do Rio de Janeiro. De acordo com a PF (Polícia Federal), a embarcação veio do Uruguai. $ YtWLPD IRL LGHQWLÀFDGD como Dorothy Missen Philips, de 61 anos. As causas da morte ainda são desconhecidas. A PF informou que aguarda o laudo cadavÊrico e vai colher o depoimento do mÊdico do navio para avaliar a necessidade de abertura de um inquÊrito. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto MÊdico Legal (IML). A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitåria) informou que o relatório do Serviço MÊdico do navio indicou que foram QRWLÀFDGRV  FDVRV GH JDVtrenterite, sendo 79 em passageiros e sete tripulantes. Segundo a Anvisa, os primeiros casos sintomåticos foram registrados no dia 6, quando o transatlântico estava em escala em Valparaiso, no Chile. Nos últimos dois dias foram registrados dois casos novos, o que aponta a diminuição VLJQLÀFDWLYD GR Q~PHUR GH casos no momento de atracação do navio no Brasil (no dia de ontem somente existia um passageiro com sintomas de gastrenterite a bordo).

Com milhares de manifestantes ainda reunidos na Praça Tahrir, no Cairo, o lĂ­der da junta militar que governa o paĂ­s foi Ă  TV ontem para dizer que, se necessĂĄrio, o governo interino estĂĄ preparado para realizar um referendo sobre a transferĂŞncia plena e imediata de poder para os civis. No breve pronunciamento, seu primeiro, desde a queda do ditador Hosni Mubarak, o marechal de campo +XVVHLQ 7DQWDZL FRQĂ€UPRX que as eleiçþes presidenciais, DQWHV SUHYLVWDV SDUD Ă€P GH 2012 ou 2013, serĂŁo realizadas atĂŠ 30 de junho, mas nĂŁo GHXXPDGDWDHVSHFtĂ€FDSDUD a transferĂŞncia de poder. Ele ainda denunciou o que chamou de tentativas de denegrir a imagem dos militares. - As Forças Armadas, representadas pelo Conselho Supremo, nĂŁo aspiram governar e colocam o interesse supremo do povo acima de todas DV FRQVLGHUDo}HV  DĂ€UPRX Tantawi. - As Forças Armadas estĂŁo totalmente preparadas para entregar o poder imediatamente aos civis e retornar ao seu dever original de defender a pĂĄtria, se for isso que o povo quiser atravĂŠs de um referendo, concluiu. Os cerca de 100 mil manifestantes da Praça Tahrir rejeitaram a promessa do governo militar com gritos de “foraâ€?.

Mulher ĂŠ Junta militar achada morta acena com em viagem referendo

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

Cidades

CIDADES

9

Terminal de Ă´nibus do Conjunto Cidade Sorriso II ĂŠ reinaugurado apĂłs reforma $SUHIHLWXUDIH]RQWHPDHQWUHJDRÂżFLDOGRWHUPLQDOGH{QLEXVGR&RQMXQWR Cidade Sorriso II, no Benedito Bentes. O local jĂĄ existia, mas recebeu PHOKRUDPHQWRV3RUOiSDVVDPOLQKDVGH{QLEXVFRPGHVWLQRDEDLUURV FRPR)HLWRVD-DFLQWLQKR&HQWURH3RQWD9HUGHEHQHÂżFLDQGRWDPEpP moradores dos conjuntos Moacir Andrade, Freitas Neto e Bela Vista. â€œĂ‰ um WHUPLQDOVLPSOHVPDVIHLWRFRPPXLWRFDULQKRHFRPERDHVWUXWXUD´DÂżUPRX o prefeito CĂ­cero Almeida. Segundo ele, o terminal serĂĄ utilizado exclusivamente para embarque e desembarque de passageiros e a comunidade GHYHÂżVFDOL]DURVHXIXQFLRQDPHQWRHDVXDSUHVHUYDomR

�ndice de assaltos cresce antes das eleiçþes 1~PHURVHIDODVGHHQWLGDGHVSROtWLFDVDOpPGRVSUySULRVHPSUHViULRVFRQ¿UPDPUHODomRHQWUHFULPHVHSROtWLFRV DANIEL MAIA REPÓRTER

C

onforme o período eleitoral vai se aproximando, profissionais das agências dos Correios, de bancos e casas lotÊricas, localizadas em Alagoas, vão identificando um fenômeno muito comum e ao mesmo tempo assustador no ambiente de trabalho: o índice de assaltos e arrombamentos nas instituiçþes aumentam. A discussão Ê antiga e por si só não sustenta provas concretas que apontem gestores públicos que financiam campanhas com dinheiro de roubo. Mas quem acompanha o vai e vem do período prÊeleitoral não teme em estabelecer relaçþes desse tipo. Nas agências bancårias, o setor de estatísticas do Departamento de Investigaçþes sobre o Crime Organizado (Deic) afirma que, de janeiro a outubro de 2011, foram registrados oito casos de assaltos ou tentativas

de assalto. Mas sĂł em novembro, que ainda nem terminou, a Deic aponta cinco assaltos ou tentativas de assalto. Ontem, foi registrada mais uma ‘saidinha de banco’, na agĂŞncia do ItaĂş do Tabuleiro do Martins. Em agĂŞncias dos Correios, segundo a assessoria de comunicação, em 2011 jĂĄ foram constatados 35 assaltos, enquanto em 2010, a empresa registrou 17 invasĂľes. Os dados revelam que os nĂşmeros de roubos duplicaram. JĂĄ os meses mais recorrentes de assaltos Ă  mĂŁo armada foram a partir de julho. Nesse mĂŞs foram quatro assaltos. Outubro teve cinco, e novembro, quatro. O presidente do Sindicato dos EmpresĂĄrios LotĂŠricos de Alagoas, Luiz Alberto Carvalho Barros, conseguiu registrar, do mĂŞs de janeiro atĂŠ novembro de 2011, 18 casos de assaltos e invasĂľes a casas lotĂŠricas, sendo 16 em MaceiĂł e quatro no interior. Ele nĂŁo informou dados sobre assaltos mais recentes, mas confirma que a incidĂŞncia aumentou.

ADAILSON CALHEIROS

AgĂŞncia do ItaĂş, no bairro do Tabuleiro do Martins, acionou a polĂ­cia ontem apĂłs mais uma ocorrĂŞncia de saidinha de banco em MaceiĂł SANDRO LIMA

POLĂ?TICOS ENVOLVIDOS

MCCE e OAB cobram ação contra quadrilhas organizadas O presidente do Movimento de Combate Ă  Corrupção Eleitoral (MCCE/AL), Antonio Fernando, ĂŠ um dos que mais levantam a tese de que, conforme o perĂ­odo eleitoral vai se aproximando, o nĂşmero de assaltos tende a aumentar. “Um ano antes das eleiçþes, a incidĂŞncia normalmente ĂŠ enorme. Esse dinheiro ĂŠ utilizado para financiar as campanhas. NĂŁo se pode generalizar, mas ĂŠ fato. NĂłs acreditamos no papel da segurança pĂşblica e esperamos que essas quadrilhas sejam desbaratadasâ€?, denuncia. “Estamos fazendo um monitoramento dessa situação e esperamos que a sociedade nĂŁo se omita, porque isso sĂł vai fazer com que o problema

aumenteâ€?, confirma. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL), Omar CoĂŞlho, tambĂŠm se debruçou sobre o assunto e adiantou que a discussĂŁo começou a ser debatida pelo gestĂŁo da OAB hĂĄ oito anos. “Isso foi denunciado pelo ex-presidente da OAB, Marco Melo, em 2003. E nĂłs confirmamos: no perĂ­odo prĂŠ-eleitoral a incidĂŞncia de assaltos ĂŠ maior. Mas essa investigação nĂŁo compete a nĂłsâ€?, disse. â€œĂ‰ uma coisa que acontece religiosamente em cada campanha eleitoral. HĂĄ uma forte suspeita, mas nĂŁo tem como comprovar. Cabe Ă  segurança pĂşblica investigar, nĂŁo ĂŠ obrigação nossaâ€?, ressaltou. (D.M.)

ASSALTOS

ProprietĂĄrio de lotĂŠrica diz que hĂĄ 30 anos vĂŞ ‘fenĂ´meno’

PresidenteGL]TXH2UGHPGHQXQFLRXOLJDomRGHSROtWLFRVHP

O presidente do Sindicato dos EmpresĂĄrios LotĂŠricos de Alagoas, Luiz Alberto Carvalho Barros, dĂĄ o exemplo da sua realidade para confirmar o aumento do nĂşmero de assaltos no perĂ­odo prĂŠ-eleitoral. No assalto registrado no Ăşltimo sĂĄbado, de uma casa lotĂŠrica no bairro do Centro, em Rio Largo, uma caminhonete pertencente a um sargento da PolĂ­cia Militar foi furtada e serviu de suporte para a fuga dos bandidos. “O pique começou mesmo do mĂŞs de maio pra cĂĄ e tomou fĂ´lego entre os meses de agosto e setembro e nĂŁo estĂĄ parando. VocĂŞs devem ter acompanhado, teve um assalto sĂĄbado agoraâ€?, disse. “Isso ĂŠ notĂłrio em ĂŠpo-

ca de festas e campanhas. Tenho 30 anos de loteria vejo que o índice aumenta�, completou. Na última quinta-feira, um mesmo grupo de assaltantes invadiu uma agência do Bradesco no município de Rio Largo e, em seguida, uma agência dos Correios em Coqueiro Seco levando dinheiro e aparelhos eletrônicos. O que chamou a atenção das autoridades e funcionårios dessas instituiçþes foi a audåcia dos meliantes ao conseguirem atuar com uniformes da empresa Segurança Nordeste que abastece os terminais bancårios durante a primeira abordagem, e depois, com fardamentos completos da Polícia Militar. (D.M)

CONSTATAĂ‡ĂƒO

Sindicato dos Trabalhadores dos Correios pede atenção O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e TelÊgrafos de Alagoas (Sintect), JosÊ Balbino, destaca que o problema dos assaltos foi discutido com a diretoria da empresa com ênfase na

possibilidade da instituição estar visada por quadrilhas que atuam a mando de polĂ­ticos. “Fizemos um comentĂĄrio sobre isso com a prĂłpria direção da empresa. É muita coincidĂŞncia. Todo ano elei-

toral aumenta o número de assaltos�. Segundo os Correios, foram assaltadas mais de uma vez as agências dos municípios de Igreja Nova, Ponta Grossa, Jacuípe, JacarÊ dos homens, Coqueiro

Seco, Jequiå da Praia, e Pilar. O bairro da Ponta Grossa, em Maceió, tambÊm demonstrou reincidência. Por e-mail, a empresa informou que o sistema de segurança da instituição estå sendo aprimorado com o re-

forço na vigilância externa e maior sintonia entre a PolĂ­cia Militar e Federal. No comunicado, ela reconheceu o aumento da criminalidade em vĂĄrias instituiçþes. “Quanto aos assaltos em si, nĂŁo ĂŠ somente os Correios

que vêm sofrendo esse tipo de ação, mas tambÊm casas lotÊricas, bancos, farmåcias e pessoas físicas. Entendemos que a pergunta pode ser melhor respondida pelo órgão de segurança estatal�, disse. (D.M.)

RECURSOS HĂ?DRICOS

ASSALTOS

LIVROS E FILMES

O XIX SimpĂłsio Brasileiro de 5HFXUVRV+tGULFRVFRPHoDQR SUy[LPRGRPLQJR  QR&HQWUR &XOWXUDOHGH([SRVLo}HV5XWK Cardoso, no bairro do JaraguĂĄ, em MaceiĂł. É a primeira vez que a capital alagoana receberĂĄ o evento RQGHKDYHUiDSUHVHQWDomRGHFHQtenas de trabalhos e artigos cientĂ­ÂżFRVPHVDVUHGRQGDVWDONVKRZV e conferĂŞncias. Durante o simpĂłVLRVHUiODQoDGRR$WODV1DFLRQDO GH9XOQHUDELOLGDGHD,QXQGDo}HV TXHYDLDMXGDUQDSUHYHQomRGHGHVDVWUHVFRPRDHQFKHQWHGH em Alagoas e Pernambuco.

A PolĂ­cia Civil divulgou ontem a foto de mais um acusado de assaltar estabelecimentos comerciDLVGH%DWDOKD(OHIRLLGHQWLÂżFDGR como sendo Tiago Teixeira da 6LOYDDQRVHVHULDROtGHUGD TXDGULOKD1DVH[WDIHLUD  XP de seus comparsas, JosĂŠ CĂ­cero Pereira dos Santos, conhecido como “Kelâ€? foi preso com objetos roubados de um mercadinho no povoado Alto do Urubu. Tiago jĂĄ foi preso por roubo e porte ilegal GHDUPDGHIRJR,QIRUPDo}HV devem ser passadas pelo telHIRQHRXSHOR'LVTXH 'HQ~QFLD

A Prefeitura de MaceiĂł reabriu ontem a Biblioteca Municipal Graciliano RaPRVQD)XQGDomR 0XQLFLSDOGH$omR &XOWXUDOQD3UDoD MarcĂ­lio Dias. A partir de agora, qualquer pessoa poderĂĄ usufruir o acervo de cinco mil livros. Na nova HVWUXWXUDKiVDODVHVSHFtÂżFDVSDUDOHLWXUDFRQWRVLQIDQWLVWHOHFHQWURHHVSDoRH[FOXVLYRSDUDRVHVFULWRUHVDODJRDQRVODQoDUHPVXDV REUDVOLWHUiULDV7DPEpPH[LVWHXPDVDODSDUDSURMHomRGHÂżOPHV EUDVLOHLURVGRDGRVSHOD$JrQFLD1DFLRQDOGH&LQHPD $QFLQH 

Atlas nacional serå lançado em Alagoas

PolĂ­cia divulga foto de lĂ­der de quadrilha

Prefeitura reabre biblioteca municipal

10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

Segurança måxima tem 31 novos presos Módulo inaugurado quinta-feira passada recebeu, inicialmente, reeducandos que jå estavam em presídios alagoanos

A

SuperintendĂŞncia Geral de Administração PenitenciĂĄria (Sgap) transferiu ontem os primeiros 31 reeducandos considerados perigosos para o MĂłdulo de Segurança MĂĄxima, inaugurado na quinta-feira (17). Foram transferidos nessa primeira etapa 20 reeducandos do PresĂ­dio Baldomero Cavalcanti, e outros 11 internos do PresĂ­dio CyridiĂŁo Durval. De acordo com informaçþes obtidas pela Tribuna Independente, entre os transferidos estĂŁo os criminosos conhecidos como “Vaqueirinhoâ€?, “Freigardiâ€? e o “Paulistaâ€?, que havia fugido no final de semana. Todos fazem parte do grupo criminoso Primeiro Comando da Capital. Ainda nas unidades de origem, os presos passaram por corte de barba e cabelo e em seguida foram levados para a Casa da CustĂłdia para cadastramento digital. No MĂłdulo de Segurança MĂĄxima os reeducandos passaram por uma completa revista e preleção, quando foram lidas as

normas que todos deverĂŁo seguir de agora em diante na nova unidade. De dois em dois, os presos foram sendo chamados para as celas com monitoramento individual. Durante 20 dias, os presos ficarĂŁo sem receber visitas. Todos os dias, eles terĂŁo direito a trĂŞs horas de banho de sol. Como determina a Lei de Execuçþes Penais, os reeducandos tambĂŠm receberĂŁo assistĂŞncia mĂŠdica, psicossocial e jurĂ­dica. A operação, realizada por agentes do Grupo de Intervenção TĂĄtica (GIT), foi acompanhada pelo diretor das Unidades PenitenciĂĄrias, Luciano Gonçalves, e pela corregedora da Sgap, Roseleide Maria Correia Barros. “Vamos acompanhar de perto os primeiros dias de funcionamento do MĂłdulo, para garantir que tudo funcione como planejado, aproveitando o melhor possĂ­vel a tecnologia aqui empregadaâ€?, afirmou o diretor das Unidades PenitenciĂĄrias, Luciano Gonçalves, que nĂŁo quis divulgar os nomes dos presos transferidos. DDDDD

DDDDD

Dos presos transferidosHUDPGR%DOGRPHUR&DYDOFDQWLHGR&\ULGLmR'XUYDOHOHVYmRÂżFDUHPFHODVFRPPRQLWRUDPHQWRLQGLYLGXDO

CONCEITO BAIXO

MEC pune duas faculdades alagoanas EDITORIA DE CIDADES

Ufal foi uma das seis instituiçþes que receberam conceito positivo

Em quatro portarias publicadas ontem, no Diårio Oficial da União, o MinistÊrio da Educação (MEC) anunciou medidas cautelares contra 70 instituiçþes de ensino superior que tiveram baixo desempenho em seus sistemas de avaliação. Duas delas são alagoanas. As instituiçþes obtiveram conceitos considerados inadequados no �ndice Geral de Cursos (IGC). Foram in-

cluídas universidades, faculdades, institutos e centros universitårios que receberam pelo menos dois resultados insatisfatórios nos últimos três anos. Em Alagoas, a Faculdade de Formação de Professores de Penedo (FFPP), atingida pela medida, obteve em 2010 um IGC de 1,02. Em 2008 e 2009, a instituição jå havia recebido nota dois no IGC, o que teria justificado sua penalização. E o Instituto de Ensino Superior Santa Cecília, em

Arapiraca, tambÊm punido, obteve conceitos 1,25 em 2010 e dois em 2008 e 2009. As sançþes incluem a suspensão de processo de recredenciamento e autorização para abertura de novos cursos em trâmite no MinistÊrio, limitação no número de novos estudantes e abertura de processos de supervisão no sentido de sanar as deficiências. As penalizaçþes valem atÊ o relatório final do processo de supervisão, mas podem ser suspensas caso as instituiçþes

atinjam nĂ­vel satisfatĂłrio no IGC relativo a 2011. AVALIAĂ‡ĂƒO O mais recente ICG divulgado pelo MEC apontou 13 faculdades alagoanas reprovadas, com mĂŠdia dois: Cesmac, FCSAP, Uneal, FFPP, Fama, FAT, FIC, FCJAL, Faculdade SĂŁo Vicente, Facima, Iesa, Iesc e Cesama. A Fits conseguiu conceito 4 e outras seis instituiçþes conseguiram nota 3: Uncisal, Ufal, FAL, FAA, Faculdade MaurĂ­cio de Nassau e Ifal.

CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVADLOWRQYLOODQRYD#JPDLOFRP

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

CIDADES

11

NĂşmero de afogamentos jĂĄ teve aumento de 200% $OWDWHPSRUDGDVLJQLÂżFDPDLVRFRUUrQFLDVSULQFLSDOPHQWHHQWUHDVFULDQoDV SANDRO LIMA

ANDREZZA TAVARES REPĂ“RTER

A

SerĂĄ que a galinha sabia?

V

ianey Aragão sempre foi um cara pirado. Desde pequeno. Depois que se divorciou de madame AntuÊrpia, uma sertaneja invocadíssima, foi aí que sua piração triplicou. Em face disso, a família decidiu que o melhor para ele seria uma internação numa clínica de repouso, o que foi feito, e onde ele permaneceu durante cinco anos. Ao cabo desse tempão, seu psiquiatra entendeu de dar-lhe alta e ele voltou a morar com os pais, no interior do Estado. Bela manhã, passeando pelo sítio do tio Ernande, ele se deparou com uma galinha e começou a correr que nem um desesperado, feito uma barata tonta, pra tudo quanto era lado. - Socorro! Socorro! – gritava a plenos pulmþes. A família ficou sem entender aquela reação do Vianey. Como podia o cara ter tanto medo de uma inofensiva galinha! - Vamos ter que leva-lo de volta à clínica! – decidiu seu Juvêncio, o pai. Pegaram o infeliz e o conduziram de volta à presença do psiquiatra, que não era outro senão o competentíssimo e saudoso doutor JosÊ Lopes de Mendonça. - O que foi que houve agora, meu amigo? – indagou o especialista. E Vianey, de olhos arregalados: - Doutor, eu sou uma ervilha e, se não me cuido, posso ser comido por uma galinha! – respondeu o paciente. - Ah, sim, Ê claro! Mas, veja bem, você tem duas mãos, não Ê verdade? - É, sim, e daí, doutor? -Você jå viu ervilha com braços? - Não! - Com duas pernas, como essas que você usou para fugir da galinha? - Nunca pensei nisso, doutor! - Veja outra coisa... uma ervilha nunca estaria aqui falando comigo! - Puxa, doutor, eu nunca tinha pensando nisso antes! Agora eu sei que não posso ser uma ervilha. É uma coisa absurda! E Vianey saiu da clínica tranquilo e feliz. Perto de casa ele viu outra galinha e apavorou-se de novo. Dessa vez foi atropelado por um automóvel e trazido para o Pronto-Socorro de Maceió, de onde chamaram o seu psiquiatra que, com muito boa vontade, foi vê-lo: - O que deu em você, rapaz? Você não me disse que agora sabe que não Ê mais uma ervilha? - Saber eu sei, doutor. Mas serå que a galinha jå estå sabendo?

Apenas um recĂŠm-chegado 2XWURSLUDGmRR$WKD\GHV &DUQHLURWLQKDPDQLDGHVXLFtGLR Seus familiares e amigos perderam DFRQWDGHTXDQWDVYH]HVWHQWRX PDWDUVH $~OWLPDYH]TXHYROWRXDLQVLVWLU HPDFDEDUFRPDYLGDHVWiFRP SRXFRWHPSR %XUODQGRDYLJLOkQFLDGRVVHJXUDQoDVHGHRSHUiULRVGHXPHGLItFLRHPFRQVWUXomR$WKD\GHVVXELX

DWpRTXLQWRDQGDUHVHMRJRXOiGH FLPD8PPRQWHGHFXULRVRVFRUUHXSDUDYHURFRUSRGRFDUDWRGR HVFDWHPEDGRQRFKmR$tXPGRV SRSXODUHVFKHJRXPDLVSUDSHUWRH FRQVWDWRXTXHHOHDLQGDYLYLD 2TXHIRLTXHDFRQWHFHX UDSD]"ÂąSHUJXQWRXRFXULRVR (R$WKD\GHVPDLVSUDOiGR TXHSUDFi 7{SRUIRUD&KHJXHLDJRUD

MercenĂĄria demais! $SDWRWDGHVHPSUHVHHQFRQWUDYDUHXQLGDQDELURVFDGRQHJmR1HVWRUHDt SLQWDQDSDUDGDRPRWRULVWD&DEULROkQLR/RXUHQoRRSURYHUELDO%LGp3HODFDUD REVHUYDYDVHTXHHOHQmRHVWDYDSUDEULQFDGHLUD$tR+pOLR%RFDGH&DoDSD VHXDPLJRPDLVFKHJDGRPDQLIHVWRXVXDHVWUDQKH]D 4XHTXHKiFRPYRFrSDUrLD" 7{SXWRÂąUHVSRQGHXODF{QLFR 0DVSXWRSRUTXr" eD0LULQKDPLQKDQDPRUDGD6DEHTXDOD~OWLPDGHOD" 6HLQmR'L]Dt (ODDJRUDLQYHQWRXGHFREUDUSUDWUDQVDUFRPLJR3RGH" (TXDQWRHODWiWHFREUDQGRPHX" &LQTXHQWDUHDLVpPROH" 7XGHYLDHUDDFKDUERP&RPDJHQWHHODQmRID]SRUPHQRVGHSDXV

“SerĂĄ que tĂ´ fraco, doutor?â€? 0LVDTXLHOSDVVRXRÂżPGH VHPDQDLQWHLULQKRELULWDQGRQRV EDU]LQKRVGDRUODODJXQDU4XDQGR QmRDJXHQWRXPDLVHPERUFRX QRDVIDOWRHÂżFRXOiVHODPHQWDQGR'DtDSRXFROHYDQWRXVH FRPGLÂżFXOGDGHSHJRXXPWi[L IRLSUDFDVDHGRUPLX$FRUGRX jVFLQFRGDPDQKmHDSULPHLUD FRLVDTXHIH]IRLOLJDUSURPpGLFR -RVp&DUYDOKRTXHDWHQGHXDLQGD VRQROHQWR $O{D

'RXWRUDTXLpR0LVDR 0LVDTXLHOWiSRUGHQWUR" 3RUUD$HVWDKRUDUDSD]" eTXHHXHVWRXDSDYRUDGR GRXWRU 2TXHIRLTXHKRXYH" eRVHJXLQWHVHHXHVWRX FRPRVGRLVSpVQRFKmRWXGR EHPVHHXHVWRXVRPHQWHFRP XPSpQRFKmRWDPEpPHVWi WXGREHP0DVVHHXOHYDQWR RVGRLVSpVHXFDLR6HUiTXHp IUDTXH]D"

O mesmo de sempre! 2SRUWXJXrV0DQXHO3HUHLUDYHLRSUR%UDVLODLQGDPRoR$TXLFDVRXVHFRP XPDPRUHQDPXLWRERQLWDHFDULGRVDFKDPDGD0DULD,VUDHOLWD(QTXDQWRHOH GDYDXPGXURGDQDGRQDSDGDULDDPDGDPHÂżFDYDHPFDVDID]HQGRRTXHQmR GHYLD RXGHYLD"  &HUWRÂżPGHWDUGH0DQXHOVHDFKDYDDWHQGHQGRDIUHJXHVLDGHVHPSUH TXDQGRFKHJRXOiXPFDPDUDGDFRPDUFtQLFRHGLVVH Ă?SRUWXJDYRFrSUHFLVDVHOLJDUUDSD] 0DVPHOLJDLUHQRTXryJDMR" 6XDPXOKHUHVWiOKHWUDLQGRFRPRXWUReLVVRDt 2TXr"1mRPRGLJDV*XHQWDDtTXHHXMiYRXOiHPFDVDPDWDLUHHVVH VXMHLWR 'LWRLVWR0DQXHOGHXJDUUDGHXPIDFmRGHYLQWHSROHJDGDVHSDUWLXUHVROXWR SUDFDVD9ROWRXFLQFRPLQXWRVGHSRLVVHPRIDFmRHFRPXPVRUULVRQDFDUD 9RFrPDWRXRFDUD0DQXHO"ÂąSHUJXQWRXRGHGRGXUR (RSRUWXJXrV 7XWHHQJDQDVWHyJDMR1mRHUDRXWUR(UDRPHVPRGHVHPSUH

s praias de Alagoas atraem, alĂŠm de moradores, turistas de todo o paĂ­s e tambĂŠm do exterior. O conjunto de belezas naturais, que propiciam dias agradĂĄveis, requer cuidados, principalmente no banho de mar. O Corpo de Bombeiros registrou um aumento de quase 200% nas ocorrĂŞncias de afogamento de julho a outubro deste ano comparado com o primeiro semestre. As crianças sĂŁo as que mais se afogam, ĂŠ o que revela o Grupamento de Salvamento AquĂĄtico (GSA), do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas. No primeiro semestre de 2011, o GSA registrou 39 afogamentos, um total de 6,5 casos por mĂŞs. Mas com a aproximação do verĂŁo, as pessoas tedem a frequentar mais as praias e consequentemente as ocorrĂŞncias aumentam. De julho a outubro deste ano, foram registrados 74 afogamentos, o que significa 18,5 casos mensais. Quem nunca ouviu a expressĂŁo “criança, cegaâ€?? A atenção sobre elas deve ser redobrada. De acordo com informaçþes do Corpo de

AlĂŠm de ter cuidadoUHIRUoDGRFRPRVSHTXHQRVEDQKLVWDVQmRGHYHPLQJHULUiOFRROHLUSDUDRPDU

Bombeiros, o maior Ă­ndice de afogamento no Estado ĂŠ entre as crianças de atĂŠ 12 anos de idade. “As crianças devem estar sempre acompanhadas de um adulto. Elas querem independĂŞncia e acham que podem fazer tudo sozinha, mas a atenção deve ser constanteâ€?, informou a tenente Viviane Suzuki, assessora de imprensa do GSA. Outro cuidado que os

pais devem tomar com as crianças ĂŠ em relação Ă s bĂłias. “Com as bĂłias as crianças podem ser levadas pelo vento para o fundo, ou num lugar com correnteza podem cair numa vala e nĂŁo terem condição de sairâ€?, alerta a tenente. Os turistas que nĂŁo conhecem a praia devem procurar informaçþes de locais para um banho de mar seguro. A combinação ĂĄlcool

e banho de mar tambĂŠm ĂŠ perigosa. “As pessoas ao ingerir bebidas alcoĂłlicas perdem os reflexos e por isso elas nĂŁo devem entrar no mar. O funcionĂĄrio pĂşblico Ponciano Dias sempre estĂĄ de olho no seu filho de 1 ano e 7 meses de idade, principalmente quando o leva Ă  praia. “Meu filho tem que saber o limite dele ao brincar na praia, sem deixĂĄ-lo com medoâ€?, declara.

CINQUENTINHA

Ladrão vai roubar moto e leva tiro na cabeça %DQGLGRIRLVXUSUHHQGLGRSHORVXSRVWRGRQRGDPRWRFLFOHWDTXHHVWDYDDUPDGR BRENO AIRAN

BRENO AIRAN REPĂ“RTER

LadrĂŁo que rouba ladrĂŁo, tem cem anos de perdĂŁo? NĂŁo foi o que pensou um bandido, segundo constatou a polĂ­cia, ao ser abordado por outro bandido, no bairro da Gruta de Lourdes, em MaceiĂł, ontem Ă  noite. Um jovem, identificado apenas como Diego Amaral, tentou roubar uma moto Shineray, com ajuda de um amigo, utilizando outra moto. Armado, ele anunciou o assalto, mas foi surpreendido pelo suposto proprietĂĄrio da cinquentinha, que acertou um tiro na cabeça de Diego. O fato aconteceu na Rua Germano Lopes Cordeiro, nas proximidades do ginĂĄsio do tradicional ColĂŠgio Montessori. A vĂ­tima da tentativa de homicĂ­dio estava com um revĂłlver calibre 38, reforçado, de trĂŞs polegadas, em inox, mas, quando anunciou o assalto, o jovem que estava para ser roubado foi mais rĂĄpido, sacando seu revĂłlver, tambĂŠm 38, que estava na cintura, e dando dois tiros na altura do ouvido direito do garupa, ainda de capacete. Diego Amaral foi ao chĂŁo na mesma hora. O “amigoâ€? e o jovem bandido fugiram.

'LHJRÂżFRXHPHVWDGRJUDYtVVLPRDSyVOHYDUGRLVWLURVQDFDEHoDHOHIRLVXEPHWLGRjFLUXUJLDRQWHPjQRLWH

Duas equipes de socorristas do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) foram acionadas para o local - a Unidade de Salvamento Båsica 42 (USB-42) e a Unidade de Salvamento Avançada (USA01). A última levou a vítima para o Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro do Trapi-

INSTRUMENTOS E CANTO

6HPDQDGD0~VLFDGD8IDOWHUiRĂ€FLQDVKRMH $SURGXomRGHP~VLFD HP$ODJRDVHVWDUi VHQGRGLVFXWLGDQD8QLYHUVLGDGH)HGHUDOGH $ODJRDVDWpRSUy[LPR GLDGXUDQWHDÂ? 6HPDQDGD0~VLFDGD 8IDO2QWHPIRLUHDOL]DGDPHVDUHGRQGDFRP D2UGHPGH0~VLFRV GR%UDVLO 20% +RMH KDYHUiPRVWUDGHSURMHWRVDUWtVWLFRVHRS~EOLFR SRGHUiUHDOL]DUDSUHVHQWDo}HV1RHYHQWRKDYHUiRÂżFLQDVJUDWXLWDV GHYLROLQRYLROmRWHFQRORJLDPXVLFDOSHUFXVVmRFDQWRFODULQHWD PXVLFDOL]DomRLQIDQWLOHGHSLDQR$VLQVFULo}HVDLQGDSRGHPVHUIHLWDVQRORFDOGRHYHQWRRXSHOREORJZZZPXVLFDXIDOEORJVSRWFRP

che da Barra. Antes do atendimento prÊvio, o ladrão Diego Amaral estava agonizando, soltando sangue pelo nariz e pela boca. AtÊ o fechamento desta edição, ele estava em estado gravíssimo na årea vermelha da unidade de saúde, passando por procedimento cirúrgico.

Com ele, oficiais do 4Âş BatalhĂŁo de PolĂ­cia Militar (BPM), sob o comando do cabo Dias Pinto, apreenderam o revĂłlver e ainda cinco muniçþes intactas, do tipo rollerpoint, que se “espalhaâ€? quando atinge o alvo. O crime deve ser investigado pelos agentes do 4Âş Distrito Policial (DP) da Capital.

FEDERAIS

Grevistas protestam em frente à Justiça &RPSOHWDQGRXPPrVGH JUHYHKRMHUHSUHVHQWDQWHV GRVVHUYLGRUHVGR-XGLFLiULR )HGHUDOGH$ODJRDVUHDOL]DUDPXPDWRHPIUHQWHDR SUpGLRGD-XVWLoD)HGHUDO QREDLUURGD6HUUDULD(OHV ¿]HUDPPDQLIHVWDomRFRP FDUURGHVRPHHPVHJXLGDXPDEUDoRVLPEyOLFRj -XVWLoD+RMHVHUYLGRUHV GHWRGRRSDtVIDUmRXPDWR em frente ao Congresso 1DFLRQDOHP%UDVtOLD8PD GHOHJDomRGH$ODJRDVLUi SDUWLFLSDUGRPDQLIHVWR2VVHUYLGRUHVD¿UPDPQmRWHUUHDMXVWHQR VDOiULRKiVHLVDQRVHTXHUHPDXPHQWRGH

12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

Idoso ĂŠ atropelado e morre em rodovia na zona rural

Eleiçþes em Craíbas

P

AntĂ´nio Ă‚ngelo, de 72 anos de idade, trafegava de bicicleta pela AL-220

rÊ-candidato a prefeito de Craíbas pelo PTB, o empresårio Bruno Pedro, neto do saudoso ex-deputado estadual JosÊ Pedro de Farias, mais conhecido como ZÊ Pedro da Aravel, destaca a união de sua família rumo às eleiçþes municipais de 2012.

96FMARAPIRACA

DAVI SALSA REPĂ“RTER

A

(VWiFRQÂżDQWH

)RLHVTXHFLGD

Bruno Pedro nĂŁo esconGHDFRQÂżDQoDGRWLR Jadson Pedro reassumir o cargo de prefeito da cidade a partir do inĂ­cio do prĂłximo ano. “O processo estĂĄ para ser julgado em BrasĂ­lia e a justiça serĂĄ feita. Ele foi afastado injustamente e os eleitores de CraĂ­bas que o aclamaram nas urnas sabem perfeitamente dissoâ€?, disse o jovem polĂ­tico.

Com relação Ă  administração do prefeito 'LQKR/HLWH%UXQR3HGURDÂżUPDTXH a cidade estĂĄ completamente esquecida, com os serviços essenciais fora do alcance da população. “Quem ĂŠ de CraĂ­bas sabe que a educação, a saĂşde, a assistĂŞncia social, a agricultura, alĂŠm de outros setores bĂĄsicos, nĂŁo tiveram um tratamento adequado para atender a comunidade. No perĂ­odo em que Jadson Pedro estava governando o municĂ­pio havia um tratamento respeitoso e direcionado para as famĂ­lias carentes. Em breve esse quadro vai mudarâ€?, aposta o empresĂĄrio Bruno Pedro.

$FRPSDQKRX 2HGXFDGRU0RDFLU7Hy¿ORTXHUDUDPHQWHpYLVWRHPPDQLIHVWDo}HV políticas, recepcionou o governador Teotonio Vilela no Aeroporto de $UDSLUDFDQDPDQKmGD~OWLPDVHJXQGDIHLUDHPVXDYLVLWDR¿FLDODR município, onde veio lançar o programa Ronda Cidadã, alÊm de instalar um posto de Polícia Comunitåria no Bairro Primavera.

E CĂŠlia Rocha?

)RLDSURYDGR

TÊo estava acompanhado da deputada federal CÊlia Rocha e do secretårio de Articulação Política, 5RJpULR7Hy¿ORTXHpSUpFDQGLGDWR a prefeito de Arapiraca. A presença do educador foi vista como um apoio incondicional à FDQGLGDWXUDGH7Hy¿OR4XDQWRj deputada CÊlia Rocha, aliados de RogÊrio acreditam que ao se integrar à comitiva do governador deu sinais de que o seu voto serå direcionado para os tucanos em 2012.

Na sessão ordinåria de terça-feira, 22, foi aprovado na AssemblÊia Legislativa Projeto Legislativo (PL), de autoria do deputado Antonio Albuquerque (PTdoB), que institui a criação da Ouvidoria Cidadã. Albuquerque solicitou ao presidente da ALE, deputado Fernando 7ROHGRTXHYHUL¿TXHDYLDELOLdade jurídica de haverem duas 2XYLGRULDVQD&DVDXPDYH] que uma outra jå havia sido instalada em 2007.

&RQVXOWD 7ROHGRGLVVHTXHLULDVHFRQVXOWDUMXQWRDRVSURÂżVVLRQDLVGRDSRLR OHJLVODWLYRHWDPEpPGDVFRPLVV}HVGD&DVD2SUHVLGHQWHWDPEpP agradeceu a Antonio Albuquerque por estar “sempre atentoâ€? a todas as matĂŠrias pertinentes ao Legislativo.

&RQFXUVR

&RQFXUVR

$VLQVFULo}HVSDUDRFRQFXUVRS~EOLFR de Arapiraca, com 431 vagas, para os cargos de nível superior, mÊdio e tÊcnico, serão encerradas nesta quinta-feira, 24, e estão sendo feitas atravÊs do site da Fadurpe: www.fadurpe.com.br. As provas estão previstas para os dias GHGH]HPEURHGHGH]HPEUR O valor da inscrição Ê de R$ 90,00 para os cargos de nível superior e R$ 50,00 para os cargos de níveis mÊdio e tÊcnico. Os candidatos devem imprimir o boleto direto no site atÊ às 23h59 de quinta e pagar nas Casas LotÊricas atÊ o dia 25.

Para procurador, professor e agentes de trânsito, o FRQFXUVRVHUiUHDOL]DGR atravÊs de 2 etapas, sendo a primeira de prova objetiva, de caråter eliminatório e FODVVL¿FDWyULR1RFDVR dos agentes, a segunda de aptidão física, de caråter eliminatório. O concurso ofertarå 10% das vagas para pessoas portadoras de GH¿FLrQFLD2FHUWDPHSUHYr ainda vagas para mais 432 cargos.

&RQFXUVR As vagas são para: Administrador, Arquiteto, Assistente Administrativo Educacional, Assistente Social, Bibliotecårio, Biólogo, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Civil, Engenheiro Sanitarista e Ambiental, Farmacêutico, Fiscal Municipal, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, MÊdico Clínico Geral, Museólogo, Nutricionista, Dentista, Professor de Educação Infantil (Creche/PrÊ-escola), Professores de: 3RUWXJXrV0DWHPiWLFD*HRJUD¿D+LVWyULD&LrQFLDV,QJOrV5HOLgião, Artes, e Educação Física, Psicólogo, Secretårio Escolar, TÊcnico $JUtFROD7pFQLFRGH(GL¿FDo}HV7pFQLFRGH(QIHUPDJHP7pFQLFRGH Laboratório, TÊcnico em Eletricidade, Terapeuta Ocupacional, Veterinårio, Zootecnista e Procurador Municipal.

... Começou na noite de ontem (22), a III Edição do Festival de Teatro de Arapiraca – Mostra ZĂŠ de SĂĄ. O evento, apoiado pela Prefeitura de Arapiraca, atravĂŠs da Secretaria de Cultura e Turismo e Comunicação, acontece no Teatro do Sesi e vai atĂŠ o domingo, dia 27. ... EstĂŁo participando do Festival, grupos de Arapiraca, Palmeira dos Ă?ndios, Penedo e MaceiĂł. AlĂŠm das apresentaçþes, serĂŁo realizadas RÂżFLQDVHZRUNVKRSV ... A mostra leva o nome do diretor de teatro, radialista, artista plĂĄstico e musico de Arapiraca, ZĂŠ de SĂĄ, que durante muito tempo contribuiu com o desenvolvimento da cultura arapiraquense. Durante vĂĄrios anos, dirigiu tambĂŠm a PaixĂŁo de Cristo. ... O Festival faz parte do programa “Teatro que te quero bem – Açþes de fomento ao teatroâ€?, da Associação dos Artistas de Massaranduba e tambĂŠm conta com a colaboração da ABAN Produçþes. “Quem for, vai poder prestigiar um grande evento do teatro alagoanoâ€?, disse Wagno Godez, produtor executivo. Maiores informaçþes atravĂŠs dos telefones: 8112-5515 ou 9929-1661.

rapiraca (Sucursal) - O agricultor AntĂ´nio Ă‚ngelo Sobrinho, 72, trafegava em sua bicicleta, em um trecho da rodovia AL-220, nas imediaçþes da comunidade CanaĂŁ, zona rural de Arapiraca, quando foi atropelado, ontem, por um caminhĂŁo. O veĂ­culo, modelo L1620, placa IAO-4747, de Sergipe, transportava uma carga de telhas. Ao colidir com a bicicleta, o motorista perdeu o controle do caminhĂŁo, que saiu da pista e caiu dentro de um açude. Populares foram atĂŠ o local e observaram que AntĂ´nio Ă‚ngelo Sobrinho jĂĄ estava morto. O motorista fugiu antes da chegada da viatura do Serviço de Atendimento MĂłvel de UrgĂŞncia (Samu) e do Corpo de Bombeiros. Os militares tiveram muito trabalho para retirar o caminhĂŁo de dentro do açude, uma vez que o autocarga estava com os pneus para o alto e a cabine encoberta pela ĂĄgua. O corpo de AntĂ´nio Ă‚ngelo foi removido atĂŠ o Instituto MĂŠdico Legal (IML) de Arapiraca, para ser submetido Ă  necropsia e depois liberado para sepultamento. AtĂŠ o fim da tarde de ontem, a polĂ­cia nĂŁo havia identificado o motorista do caminhĂŁo. PRISĂƒO TambĂŠm em Arapiraca, policiais da Ronda Motorizada (Rocam), do 3Âş BatalhĂŁo Militar de Arapiraca, prenderam uma dupla acusada de roubo de motos na cidade e em outras localidades do Agreste. Um menor, de 17 anos, e outro rapaz de 18 anos de idade tentaram assaltar um policial civil. A dupla foi rendida pelo agente, que acionou a PM. A tentativa de assalto ocorreu na Rua Leite Neto, no bairro Cacimbas. Com os acusados, a polĂ­cia apreendeu duas motocicletas, sendo uma Honda Fan 150, de cor preta, sem placa, e uma Honda Fan Biz, cor cinza, sem placa, alĂŠm de um revĂłlver calibre 38 e cano longo, R$ 1.243 em dinheiro, uma munição deflagrada calibre 38, seis telefones celulares, um capacete de motocicleta cor-de-rosa e duas carteiras porta-cĂŠdulas. Segundo informaçþes da polĂ­cia, a motocicleta Biz foi roubada na cidade de Lagoa da Canoa, na tarde de segunda-feira, e a outra moto roubada na noite de domingo. HĂĄ suspeitas de que a dupla ainda teria assaltado dois postos de combustĂ­veis, tambĂŠm em Lagoa da Canoa. As vĂ­timas foram chamadas Ă  Central de PolĂ­cia para fazer o reconhecimento dos acusados. O menor deve ser encaminhado para uma unidade de ressocialização.

Caminhão saiu da pista e caiu dentro de um açude após o atropelamento; motorista fugiu do local

PORTELINHA

Operação ‘Favela Limpa’ prende seis no bairro do Santos Dumont EDITORIA DE CIDADES COM ASSESSORIA

Foi desencadeada ontem de manhĂŁ a operação policial “Favela Limpaâ€?, realizada na Favela da Portelinha, no bairro do Santos Dumont. Policiais militares pertencentes ao BatalhĂŁo de PolĂ­cia de Guardas (BPGd) e militares do BatalhĂŁo de Operaçþes Policiais Especiais (Bope) e BatalhĂŁo de PolĂ­cia de Radiopatrulha (BPRp) participaram da ação. Com a ‘varredura’ da regiĂŁo, alĂŠm das apreensĂľes

de materiais, a Polícia Militar conseguiu efetuar três prisþes e a apreensão de três menores de idade. As guarniçþes prenderam Paulo CÊsar Delmiro, 20; Antônio Monteiro Leite, 30, e Cristiano Ferreira Lima, de 23 anos. Com eles, foi apreendido um revólver Taurus, calibre 38, com seis muniçþes intactas. Os policiais apreenderam tambÊm três adolescentes, todos eles de 16 anos. De acordo com a PM, os menores são envolvidos com o tråfico de drogas na região.

Os menores estavam com 92 pedras de crack e a quantia de R$ 85,50, em espÊcie. Ainda durante a operação da Polícia Militar, foram apreendidos uma escopeta calibre 16 e um cartucho de mesmo calibre; dois aparelhos celulares; um simulacro de brinquedo e um bastão Aspen (retråtil). Paulo CÊsar, Antônio Monteiro e Cristiano Lima foram conduzidos para a Central de Polícia. Jå os menores infratores foram conduzidos para a Delegacia de Menores, localizada no bairro do Jacintinho.

SERVIDOR PĂšBLICO

Polícia Civil começa a investigar hoje crime contra homossexual ANA PAULA OMENA REPÓRTER

A Polícia Civil de Alagoas começa hoje a investigar o segundo crime contra homossexual em que a vítima foi morta dentro de casa, a facadas, registrado este mês. O delegado titular do 6º Distrito, JosÊ Carlos Sales, assume a Delegacia e o caso de possível homofobia que resultou na morte do servidor público que trabalhava em Novo Lino, Aldson Fernando Gomes de Lima, de 46 anos de idade. Ele foi encontrado morto em seu apartamento no bairro de Cruz das Almas, no dia 18 passado, com facadas no pescoço e nas cos-

tas. Durante entrevista à Tribuna Independente, o delegado disse que tem conhecimento deste e do primeiro caso semelhante, contra o professor Ezequias Rêgo, encontrado morto dentro de seu apartamento com uma faca cravada no pescoço, no bairro de Jacarecica. PorÊm, ele ainda não teve acesso aos inquÊritos de ambos. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, o caso do professor Ezequias Rêgo estå sob o comando da Delegacia Geral e as investigaçþes correm em segredo para não atrapalhar o trabalho do Serviço Reservado da Polícia. Para Nildo Correia, pre-

sidente do Grupo Gay de Alagoas (GGAL), tudo leva a crer que os dois crimes tiveram caracterĂ­sticas homofĂłbicas. No caso do funcionĂĄrio pĂşblico Aldson Fernando de Lima, a polĂ­cia jĂĄ tem o apelido de um dos suspeitos, conhecido por Paulinho, que seria da cidade de Novo Lino, onde a vĂ­tima trabalhava. “Estamos aguardando a reuniĂŁo com o secretĂĄrio de Defesa Social, DĂĄrio CĂŠsar, que poderĂĄ ocorrer na prĂłxima quinta ou sexta, e ainda iremos confirmar. O que sabemos ĂŠ que o inquĂŠrito policial que investiga o assassinato do funcionĂĄrio pĂşblico de Novo Lino estĂĄ paradoâ€?, concluiu Correia.

FUNCIONĂ RIOS RENDIDOS

ALUNOS DA REDE

Uma quadrilha assaltou ontem de manhã o Hotel Escuna, na Avenida João Davino, em Mangabeiras. Eles renderam os funcionårios e fugiram em dois veículos, modelos Siena - um verde de placa NMD5023 e um prata de placa NMC-0293. Vårios equipamentos, como computadores e outros objetos foram levados pelos assaltantes que estavam fortemente armados. Os bandidos fugiram em direção à Mangabeiras Veículos. Policiais do ž%DWDOKmRGH3ROtFLD0LOLWDUHGD5DGLRSDWUXOKD¿]HUDPURQGDVQD região, mas não prenderam os assaltantes.

O sorteio de 5.522 vagas para cursos tÊcnicos pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE) serå UHDOL]DGRKRMHjVKRras, no auditório da Secretaria. As ofertas são nas åreas de indústria, comÊrcio, serviços e artes e são destinadas a estudantes da rede pública estadual do 2° e 3° anos do Ensino MÊdio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). A ação Ê da SEE, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino TÊcnico e Emprego (Pronatec). Os cursos acontecem em escolas de vårios municípios.

Hotel no bairro da Mangabeiras ĂŠ assaltado SEE sorteia hoje 5 mil vagas para cursos

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

Economia

ECONOMIA 13

TOP 100 Artesanato ĂŠ vitrine para mercado nacional, ressalta bordadeira â€œĂ‰ possĂ­vel sobreviver do artesanatoâ€?. Essa declaração foi da presidente e artesĂŁ da Associação de InclusĂŁo Social Bordadeiras de Penedo (AISBOPE), Francisca Lima, ao ressaltar a importância do PrĂŞmio Sebrae TOP 100 de Artesanato para o desenvolvimento dessa manifestação cultural em Alagoas. Em 2010, o grupo foi selecionado entre os 100 melhores artesĂŁos do Brasil. â€œĂ‰ a segunda vez que participamos e nos sentimos lisonjeadas. É muito bom ser reconhecida pelo nosso trabalho, nossa cultura, nosso prazer, e, por que nĂŁo dizer, nosso sustentoâ€?, revela a artesĂŁ.

Ă“leo de cozinha serĂĄ reciclado em AL

3URMHWRpODQoDGRSHOD6HSODQGHHYDLEHQHÂżFLDUTXDWURFRRSHUDWLYDVGHUHFLFODJHPGDFDSLWDOJHUDQGRUHQGDjSRSXODomR

O

governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico (Seplande), lançou, ontem, o “Projeto Coleta Ă“leo – Uma Atitude, Mil BenefĂ­ciosâ€?, iniciativa que visa a redução da quantidade Ăłleo de fritura descartados, reaproveitando o material para a produção de biomassa e possibilitando a geração de emprego e renda com inclusĂŁo social. Na pesquisa inicial foi detectado que, sĂł nas unidades residenciais da capital, os alagoanos utilizam 460 mil litros de Ăłleos mensalmente. A projeção inicial ĂŠ reaproveitar pelo menos 10% desse total, o que somaria 46 mil litros/mĂŞs, na primeira etapa do projeto. O evento contou com a participação de secretĂĄrios de Estado, representantes das entidades que apĂłiam o projeto, de empresas privadas e presidentes de quatro cooperativas de catadores de material reciclĂĄvel da capital, alguns dos principais EHQHĂ€FLDGRV FRP R SURMHWR O secretĂĄrio de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico, Luiz

Otavio Gomes, responsĂĄvel pela abertura do evento ocorrido na sede da Seplande, em JaraguĂĄ, destacou o valor ambiental, social e econĂ´mico do projeto, voltado para a geração de renda Campanhas de mobilização e conscientização serĂŁo feitas com a sociedade, com o propĂłsito que o Ăłleo utilizado em residĂŞncias, bares, restaurantes e supermercados seja coletado pelas cooperativas que trabalham com material reciclĂĄvel. AAAAA Essas entidades deverĂŁo vender o Ăłleo reaproveitado Ă  empresa Pratense, indĂşstria alagoana da cadeia da quĂ­mica e do plĂĄstico, com sede no Tabuleiro dos 0DUWLQV TXH Ă€FDUi UHVSRQsĂĄvel por enviar o produto para Minas Gerais, local onde se darĂĄ o processo de transformação em biomassa. Para o secretĂĄrio Luiz Otavio, “com pequenas açþes que estimulem e gerem emprego para as pessoas de baixa renda, o governo de Alagoas tenta cumprir suas metas dentro do seu planejamento estratĂŠgico para os prĂłximos 11 anos – o Programa AlaJRDV 7HP 3UHVVDÂľ DĂ€UPRX

DIVULGAĂ‡ĂƒO

OVINO/CAPRINOS

APL terĂĄ o equivalente a R$ 9 milhĂľes

“

SecretĂĄrio Luiz Otavio Gomes apresenta “Projeto Coleta Ă“leo - Uma Atitude, Mil BenefĂ­ciosâ€?

O projeto vai permitir conscientizar a comunidade da importância de reciclar produtos que muitas são descartados. LUIZ OTAVIO GOMES CARGO SECRETà RIO DO PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

NAVIOS

Alagoas abre amanhã temporada de cruzeiros A temporada de cruzeiros 2011/2012 - a maior realizada no Brasil e em Alagoas – começa a movimentar o Porto de Maceió nesta quinta-feira (24), com a chegada do Grand Celebration, da Ibero, que abre a temporada em Maceió. O navio estå programado para aportar às 11h. No mesmo momento, a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), em parceria com Porto de Maceió e com a Secretaria Municipal de Promoção do Turismo de Maceió, lançarå o terminal turístico. Nessa temporada, segundo dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), nove navios passarão pela cidade em 37 viagens, totalizando mais de 100 mil cruzeiristas na capital alagoana. O número aumenta com os dados da empresa ,UPmRV %ULWWR TXH FRQÀU-

mou mais trĂŞs navios e trĂŞs viagens nessa temporada. MaceiĂł receberĂĄ o Costa Fortuna, Costa MĂĄgica, &RVWD 3DFtĂ€FD *UDQG &Hlebration, Grand Holiday, Grand Mistral, MSC MĂşsica, MSC Orchestra, Ocean Dream, Splendour Off The Seas, Crystal Synphony, Artania e o VitĂłria. Na temporada 2010/2011, MaceiĂł recebeu apenas sete navios. De acordo com a secretĂĄria de Estado do Turismo, 'DQLHOOH 1RYLV R Ă X[R WXrĂ­stico para Alagoas tem aumentado nos Ăşltimos quatro anos, tanto aĂŠreo, quanto de cruzeiros marĂ­timos. “Esse UHVXOWDGR p XP UHĂ H[R GR bom momento pelo qual o destino estĂĄ passando, com investimentos em divulgação, fortalecimento do produto e infraestruturaâ€?, destaca. Splendour Of The Seas

O navio da Royal Caribean, Splendour Of The Seas, terå dois itinerårios em Maceió, um agendado para o dia 15 de fevereiro e o outro para o dia 7 de março. Segundo informaçþes da assessoria de comunicação da Royal Caribean, cada escala trarå a Maceió 2,8 mil pessoas. Segundo a secretåria de Estado do Turismo, Danielle Novis, a vinda do navio da Royal Caribean foi uma conquista da Setur-AL e da Semptur, que articularam o processo. Ela lembrou ainda que Ê a primeira vez que esse navio vem a Maceió. AlÊm do Splendour, segundo dados da empresa Irmãos Britto, mais três navios passarão por Maceió - o Crystal Synphony, Artania e o Vitória -, totalizando 13 navios e 42 viagens de cruzeiros nessa temporada 2011/2012.

As entidades que participaram da rodada de negociaçþes das açþes do Arranjo Produtivo Local (APL) Ovinocaprinocultura para 2012 se comprometeram a investir mais de R$ 9 milhþes SDUDRÀQDQFLDPHQWRGHSURMHWRV $ GHÀQLomR DFRQWHFHX nas primeiras negociaçþes do Programa de Arranjos Produtivos Locais (PAPL), que estão sendo realizadas atÊ esta quinta-feira (24), na sede do Sebrae/AL. Quatro açþes de infraestrutura receberam um aporte de recursos que superaram a marca de R$ 1 milhão. A primeira Ê voltada para a aquisição de kits para melhoria da produção de matÊria-prima (leite de cabra), que consiste na compra de alguns materiais como måquina forrageira, cerca elÊtrica, sal mineral, sorgo, reprodutores, palma, entre outros produtos e ferramentas. Os recursos foram de aproximadamente R$ 2,5 milhþes pra a execução do projeto foram assegurados pelo MinistÊrio do Desenvolvimento Agrårio (MDA) e pela Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), que coordena o PAPL em conjunto com o Sebrae/AL. Jå a segunda consiste em implantar um centro de zoonoses no município de Santana do Ipanema. A prefeitura local, a fundação Banco do Brasil e o Banco Nacional do Desenvolvimento e Econômico Social (BNDES) são os parceiros no ÀQDQFLDPHQWR GD DomR 2V outros dois maiores investimentos previstos são para açþes de estruturação da cadeia de ovinocaprinos no Sertão de Alagoas, com móGXOR GH EHQHÀFLDPHQWR GH peles e de implantação de 15 centros de recepção animal no Sertão. Ontem, durante as rodadas de negociaçþes do APL Apicultura Mel do Sertão, o MinistÊrio da Integração garantiu investir R$ 2 milhþes de reais para a construção de casas de mel e de unidades de extração dos produtos, que promovem o EHQHÀFLDPHQWR GR PDWHULDO

14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

HWMRUQDOLVWD#JPDLOFRP

Capela, bronca contra os serviços pĂşblicos “A população de Capela continua indignada e jĂĄ nĂŁo agĂźenta mais conviver com os serviços prestados das empresas: EletrobrĂĄs, Casal, TIM; e como se nĂŁo bastasse o DER/AL tambĂŠmâ€?. O desabafo ĂŠ do presidente da Câmara de Vereadores, DedĂŠ Almeida (PSD) que hoje se sente cansado de tanto cobrar desses ĂłrgĂŁos, por uma melhor atenção para o povo capelense.

Capela - à gua, Luz e Celular ³$TXLHQIUHQWDPRVVpULRVSUREOHPDVFRPDRSHUDGRUDGHWHOHIRQLDPyYHO 7,0FXMRVLQDOpGHSpVVLPDTXDOLGDGH(RSLRUTXDQGRQmRIDOWDiJXD IDOWDHQHUJLDeXPGUDPDWHUUtYHOTXHHVWDPRVFRQYLYHQGRFRPD&DVDO HD(OHWUREUiVGXDVHPSUHVDVDSDUHQWHPHQWHVXFDWHDGDVHVHPDV PtQLPDVFRQGLo}HVGLJQDVGHVHUYLUDRQRVVRSRYR´GHWRQD'HGp $OPHLGDPDJRDGRSRUTXHKiGRLVGLDVRVFDSHOHQVHVHVWmRVHPiJXD QDVWRUQHLUDV$OPHLGDGLVVHTXHD&DVDOFRVWXPDDWULEXLHVVHWLSRGH SUREOHPDSDUDD(OHWUREUiVDOHJDQGRMXVWDPHQWHDVFRQGLo}HVSUHFiULDVGHHQHUJLDSDUDWRFDUDVERPEDVGHWUDWDPHQWRHDGLVWULEXLomRGH DEDVWHFLPHQWRQDFLGDGH

Capela- Rodovia 2YHUHDGRUQmRHQWHQGHWDPEpPSRUTXHR'(5$/DEDQGRQRXYiULDV SDUWHVGDUHFXSHUDomRGDURGRYLDTXH¿FDHQWUH&DSHODH$WDODLDVLWXDomRTXHYHPFDXVDQGRWUDQVWRUQRHFRPSHULJRSDUDRVFRQGXWRUHVGH YHtFXORV³$WpDJRVWRSDVVDGRRDUJXPHQWRHUDGHTXHHVWDYDFKRYHQGR PXLWRHTXHDVLWXDomRSRGHULDFDXVDUSUHMXt]RSDUDR(VWDGRFDVRD REUDQmRIRVVHSDUDOLVDGD´OHPEUDRYHUHDGRUFREUDQGRDJRUDXPDDomR FRQVLVWHQWHSRUSDUWHGRJRYHUQRDODJRDQRMiTXHDYHUEDIHGHUDODQXQFLDGDSDUDDREUDGHUHFXSHUDomRGDTXHODURGRYLDHUDSDUDVHULQYHVWLGD HPWRGRRWUHFKRGR9DOHGR3DUDtEDTXHFRUWDRVPXQLFtSLRVGH9LoRVD &DMXHLUR&DSHODH$WDODLD

Boca da Mata

Porto Calvo

)RUPDOL]DomRQmRpXPSULYLOpJLR SDUDSRXFRV3DUDTXHPDLQGD QmRVDEHSDUDVHLQVFUHYHUFRPR (PSUHHQGHGRU,QGLYLGXDOEDVWD TXHRWUDEDOKDGRUH[HUoDDWLYLGDGHVGHFRPpUFLRHLQG~VWULDHP JHUDODOpPGHDOJXQVVHUYLoRVGH QDWXUH]DQmRLQWHOHFWXDO(TXHP VHDSURYHLWRXGHVVDYDQWDJHPIRL RPHVWUHDUWHVmR$QGUpGD0DULQKHLUDTXHHVWHYHHP0DFHLyQR 6HEUDHQDPDQKmGHVHJXQGDIHLUDDÂżPGHVHIRUPDOL]DU2 DUWLVWDGH%RFDGD0DWDSURGX] HVFXOWXUDVGHDQLPDLVVDQWRVH RXWUDVLPDJHQVHPPDGHLUD

/LGHUDQoDVSROtWLFDVVHMXQWDUDP SDUDFRPHPRUDURGLDGDSDGURHLUD GDFLGDGHGH3RUWRFDOYR1RVVD6HQKRUDGD$SUHVHQWDomR$SURYHLWDP RPRPHQWRSDUDWUDoDUPHWDVUXPR jHOHLomRGH1RDOPRoRDQWHV GDSURFLVVmRHVWDYDPRVGHSXWDGRV HVWDGXDLV0DUTXLQKRV0DGHLUDH,QiFLR/RLRODQDFRPSDQKLDGRSUHIHLWR GH0DUDJRJL0DUFRV0DGHLUDDOpP GDF~SXODGHYHUHDGRUHVGDFLGDGH 1DGLVSXWDSDUDFRPDQGDU3RUWR &DOYRPXLWDVLQWHQo}HVSRUpP YLVLYHOPHQWHDEHUWDjUHYHODomRGR LUPmRGRJHVWRUGH0DUDJRJL0DUFLDQR0DGHLUD

Teotônio Vilela 2SURJUDPD³$ODJRDV0DLV3HL[H´HVWiSUHVHQWHHPPyGXORVQR (VWDGR8PGRVSULPHLURVLPSODQWDGRVQDEDUUDJHP7pUFLR:DQGHUOH\QR SRYRDGR&DFKRHLUDHP7HRW{QLR9LOHODUHFHEHXDYLVLWDQDVHJXQGDIHLUD GRVHFUHWiULRGH(VWDGRGD3HVFDH$TXLFXOWXUD5HJLV&DYDOFDQWH-XQWDPHQWHFRPDHTXLSHWpFQLFDGRyUJmRHOHVYHUL¿FDUDPRVUHVXOWDGRVTXHD FULDomRGHSHL[HVHPWDQTXHVUHGHJHURXQRORFDODOpPGHFRPXQLFDUTXH QRVSUy[LPRVGLDVMiYDLVHUSRVVtYHOID]HUDGHVSHVFD

Postos nas maternidades 2QWHPR&RPLWr*HVWRU(VWDGXDOSHOD(UUDGLFDomRGR6XEUHJLVWUR&LYLOGH 1DVFLPHQWRH$PSOLDomRGR$FHVVRD'RFXPHQWDomR%iVLFDVHUHXQLX QDVHGHGD6HFUHWDULDGH(VWDGRGD$VVLVWrQFLDH'HVHQYROYLPHQWR6RFLDO 6HDGHV SDUDID]HUXPEDODQoRGDVDo}HVGHVHQYROYLGDVDRORQJRGH 1RHQFRQWURÂżFRXGHÂżQLGDDLPSODQWDomRGDVXQLGDGHVLQWHUOLJDGDV SRVWRVGHFDUWyULRGDVPDWHUQLGDGHV QRVPXQLFtSLRVGH3DOPHLUDGRV Ă‹QGLRV3HQHGR&RUXULSH8QLmRGRV3DOPDUHVH'HOPLUR*RXYHLD DLQGDHVWHDQR

Limoeiro de Anadia

Feira Grande

2WUDGLFLRQDOJUXSRGH4XLORPERV 2PXQLFtSLRHVWHYHSUHVHQWHQR;,9 GH/LPRHLURGH$QDGLDSULQFLSDO &RQJUHVVR%UDVLOHLURGD0DQGLRFDH DWUDomRIROFOyULFDGRPXQLFtSLR GD,)HLUDGD0DQGLRFDUHDOL]DGRGH SDUWLFLSRXQR~OWLPRGRPLQJR TXDUWDDViEDGRGD~OWLPDVHPDQDQR GDVIHVWLYLGDGHVDOXVLYDVDR'LD &HQWURGH&RQYHQoRHVGH0DFHLy(P GD&RQVFLrQFLD1HJUDRFRUULGD VHXHVWDQGHIRUDPH[SRVWRVDOJXQV QD6HUUDGD%DUULJDHP8QLmR SURGXWRVGHULYDGRVGRFXOWLYRGDPDQGRV3DOPDUHV6REDSUHVHQoDGH GLRFDFRPRD)DULQKD7LR)UDQFLVFR PLOKDUHVGHSHVVRDVLQFOXVLYHGH 2SUHIHLWR)iELR/LUDJDUDQWLXRDSRLR HVWUDQJHLURVR4XLORPER/LPRHLSDUDTXHRPXQLFtSLRXPGRVPDLRUHV UHQVHPRVWURXWRGRRVHXFRORULGRH SURGXWRUHVGHPDQGLRFDGR$JUHVWH VLQFURQLD$HQFHQDomRGDEDWDOKD DODJRDQRSDUWLFLSDVVHGRHYHQWR GRVTXLORPERVHP/LPRHLURGH $QDGLDpXPDGDVLPSRUWDQWHVH Alagoas em Brasília WUDGLFLRQDLVGH$ODJRDV $FRPLWLYDDODJRDQDTXHYDLSDUWLFLSDU Limoeiro - Coisa rara GDVFRPHPRUDo}HVGRVDQRV GD&RQIHGHUDomRGD$JULFXOWXUDH 'XUDQWHDDSUHVHQWDomRRV 3HFXiULDGR%UDVLO &1$ HRVDQRV 4XLORPERVVHGLYLGLUDPHPGRLV GR6HUYLoR1DFLRQDOGH$SUHQGL]DJHP JUXSRVRD]XOTXHUHSUHVHQWRX 5XUDO 6(1$5 MiHVWiHP%UDVtOLD2 RVQHJURVHRHQFDUQDGRTXH JUXSRIRUPDGRSRUOtGHUHVVLQGLFDLVH UHSUHVHQWRXRVEUDQFRVHRVtQGLRV DJULFXOWRUHVYDLSDUWLFLSDUQHVWDTXDUWD³1RVVRIROFORUHHVWDYDHVTXHFLIHLUDGRVHPLQiULR¾2V'HVD¿RVGR GRHDJRUDUHVJDWDGRHVWDPRV %UDVLOFRPR�3RWrQFLD0XQGLDOH GLYXOJDQGRSDUDWRGRR(VWDGRHP R3DSHOGR$JURQHJyFLRœ(QWUHRV HYHQWRVFXOWXUDLV´GLVVHRSUHIHLWR SDOHVWUDQWHVHVWmRH[SUHVLGHQWHGR 0DUODQ)HUUHLUD2JUXSRGHTXL%DQFR&HQWUDO$UPtQLR)UDJD$QGUp ORPERVGH/LPRHLURGH$QDGLDpR (VWHYHVGR%7*3DFWXDOH*LOPDU ~QLFRDLQGDH[LVWHQWHHP$ODJRDV 0HQGHVPLQLVWURGR6XSUHPR7ULEXQDO 1D6HUUDGD%DUULJDRJUXSRIRL )HGHUDO 67) &RQIRUPHDSURJUDPDFRPSRVWRSRUYHWHUDQRVHWDPEpP omRDSUHVLGHQWHGD5HS~EOLFD'LOPD SRUFULDQoDVTXHMiGHPRQVWUDP 5RXVVHIIHQFHUUDUiRVHPLQiULRDR PDQWHUDWUDGLomR ODGRGDVHQDGRUD.iWLD$EUHX

“Alagoas vive novo ciclo de desenvolvimento�

“

$ÂżUPDomRpGRSUHVLGHQWHGR6LQGLFDWRGR$o~FDUHGRĂˆOFRRO3HGUR5REpULR

O

mercado de trabalho em Alagoas då sinais de mudanças signiÀFDWLYDVFRPDPLJUDomR GDPmRGHREUDWUDGLFLRQDOPHQWHDEVRUYLGDSHORVHWRU VXFURDOFRROHLURSDUDRXWURV VHJPHQWRVSULQFLSDOPHQWH DFRQVWUXomRFLYLO'XUDQWH HQWUHYLVWDSDUDIDODUVREUHD WD[DomRGDVH[SRUWDo}HVGH Do~FDURSUHVLGHQWHGR6LQdicato da Indústria do Açúcar e do à lcool no Estado de $ODJRDV 6LQGDo~FDU 3HGUR 5REpULR1RJXHLUDLQIRUPRX TXHQRLQtFLRGDVDIUDTXDQdo as indústrias do setor VXFURDOFRROHLURLPSXOVLRQDP o mercado de trabalho no (VWDGRFRPDFRQWUDWDomRGH PmRGHREUDSDUDRFRUWHGD FDQDREVHUYRXVHDFDUrQFLDGHWUDEDOKDGRUHVSDUDR VHWRU (PHQWUHYLVWDj$JrQFLD $ODJRDV3HGUR5REpULRDÀUPRXTXHHQWUHDVUD]}HVGHVVDPXGDQoDSULQFLSDOPHQWH QRSHUtRGRTXHSRWHQFLDOL]DR HPSUHJRQRFDPSRHP$ODJRDVHVWiRSURFHVVRGHXUEDQL]DomRGRHPSUHJRHP$ODJRDVTXHQRV~OWLPRVDQRVIRL DFHOHUDGRSHORDXPHQWRGD RIHUWDGHSRVWRVGHWUDEDOKR QDFRQVWUXomRFLYLOLQFOXLQGRRVSURJUDPDVIHGHUDLVH DVREUDVGD5HFRQVWUXomR TXHSDVVDUDPDDEVRUYHU SDUWHVLJQLÀFDWLYDGDPmRGH REUDSRWHQFLDOPHQWHHPSUHJDGDQRVFDQDYLDLV 3HGUR5REpULRWUDQTXLOL]D RPHUFDGRVREUHRVHIHLWRVGD PLJUDomRGHWUDEDOKDGRUHV UXUDLVSDUDRXWURVVHJPHQWRVDÀUPDQGRTXHRVHWRU VXFURDOFRROHLURHVWiVHSUHSDUDQGRSDUDHVWDPXGDQoD FRPDPHFDQL]DomRSURJUHVVLYDGDVDWLYLGDGHV 3DUDHOHDVLWXDomR UHSUHQVHQWDXPQRYRFLFORGH GHVHQYROYLPHQWRQR(VWDGR TXHQmRVHREVHUYRXQRV~OWLPRVDQRV8PGRVIDWRUHV DSRQWDGRVSDUDHVWDPXGDQoDHTXHVHJXQGR5REpULR DSRQWDSDUDDFRQVROLGDomR GRQRYRPRGHORpDSROtWLFD GHLQFHQWLYRjTXDOLÀFDomR SURÀVVLRQDO

DIVULGAĂ‡ĂƒO

recente entrevista ao blog Moeda Corrente, o sr. fala em 2014 como possĂ­vel cenĂĄrio SDUD R Ă€P GR FRUWH PDQXDO da cana-de-açúcar. O fato de perder essa mĂŁo de obra preocupa o setor? A mecanizaEm termos de ção jĂĄ começou em Alagoas? Pedro RobĂŠrio - O ano utilização de mĂŁo de 2014 ĂŠ limite para a reade obra em outra lização de queimadas de canaviais em SĂŁo Paulo e parte ativbidade, AlaregiĂŁo centro-sul. Por essa goas vive hoje um da razĂŁo, para a cana ser colhida novo processo de FUXDH[LJLUiDLQWHQVLĂ€FDomRGD da colheita. Na desenvolvimento. mecanização regiĂŁo Nordeste e em Alagoas, Isso ĂŠ positivo, nĂŁo existe uma data ou ano estabelecido para tal. Contudo, pois nĂŁo vĂ­amos entendemos que poderĂĄ haver, hĂĄ 30 anosâ€? a partir de entĂŁo, um prazo para o Nordeste se adaptar a NOME PEDRO ROBÉRIO essa nova realidade. Por certo, &$5*235(6,'(17('2 a mecanização ĂŠ o Ăşnico ca6,1''2$dĂ’&$5( minho. Nesse sentido, as uniĂˆ/&22/'($/$*2$6 dades industriais localizadas QDV PLFURUUHJL}HV GH WRSRJUDAgĂŞncia Alagoas - O Sr. Do}HV HPSUHVDULDLV TXH GH- Ă€D SODQD Mi HVWmR FRPHoDQGR DĂ€UPD TXH WHP KDYLGR HVFDV- vem ser desenvolvidas para esse processo. Esta ĂŠ a questĂŁo sez de mĂŁo de obra no setor preencher essa parcela de e a preocupação empresarial sucroalcooleiro, em função do trabalhadores que se deslo- do momento no que respeicrescimento da oferta de pos- cam para atividades urbanas. ta Ă  mĂŁo-de-obra. Temos que AgĂŞncia Alagoas – Na suprir a carĂŞncia de oferta de tos de trabalho em outros setores. Essa tendĂŞncia se manterĂĄ sua opiniĂŁo, essa mudan- trabalhadores, bem como aproapenas num cenĂĄrio a mĂŠdio ça aponta para um cenĂĄ- veitar em outras atividades, no prazo, em função de demandas rio positivo para o Estado? prĂłprio setor, trabalhadores Pedro RobĂŠrio - Pelo ân- que venham a ser dispensaVD]RQDLV RX D GLYHUVLĂ€FDomR da mĂŁo de obra fora da capi- gulo da utilização da mĂŁo de dos pelo uso da mecanização. tal deverĂĄ se consolidar como obra pela existĂŞncia de novas Nesse sentido, estamos pleiteuma mudança socioeconĂ´mi- atividades econĂ´micas no Esta- ando junto ao Planseq [Plano ca sustentĂĄvel em Alagoas? GRVLJQLĂ€FDTXHHVWiLQVWDODGR 6HWRULDO GH 4XDOLĂ€FDomR@ GR Pedro RobĂŠrio - Com o em Alagoas um novo processo MinistĂŠrio do Trabalho e Emprocesso de urbanização da de desenvolvimento. Isso ĂŠ po- SUHJR XP SURJUDPD HVSHFtĂ€FR atividade econĂ´mica, vimos sitivo, pois nĂŁo o vĂ­amos com in- para treinar esses trabalhaconstatando uma escassez de tensidade nos Ăşltimos 30 anos. dores para outras atividades. AgĂŞncia Alagoas – Quais mĂŁo de obra para o corte maAgĂŞncia Alagoas - Com nual de cana-de-açúcar em sĂŁo os setores para os quais que elementos o Sr. acha que nosso Estado. Esse proceso essa migração tem sido mais o Estado e os setores produtide urbanização na ocupação VLJQLĂ€FDWLYD" $ TXH IDWRUHV vos podem contribuir para ajude mĂŁo-de-obra foi acelerado o Sr. atribui essa situação? dar nessa mudança, sem que Pedro RobĂŠrio - A cons- haja graves problemas sociais? em Alagoas pelas obras civis dos programas federais Mi- trução civil ĂŠ o maior destino Pedro RobĂŠrio - É como nha Casa Minha Vida, PAC dessa migração, em decorrĂŞn- estamos fazendo. Um trabae obras de recosntrução nas cia do crescimento dos cantei- lho de parceria junto com a cidades atingidas pela Ăşlti- ros de obras projetadas pelos Secretaria do Trabalho e com ma enchente. A tendĂŞncia de programas federais jĂĄ citados. o MinistĂŠrio do Trabalho, viescassez ĂŠ natural. O que ĂŠ HĂĄ uma pequena migração sando racionalizar e evitar que atĂ­pico ĂŠ a velocidade em face para a atividade canavieira em haja descontrole na produção, da atuação desses programas outros estados do centro-sul, inadaptação do trabalhador governamentais federais. Esse mas, em carĂĄter temporĂĄrio, para essas novas oportuniprocesso vem exigindo estudos visto que o perĂ­odo de colheita dades, mantendo, com isso, H UHĂ H[}HV GR VHWRU DJUtFROD daquela regiĂŁo difere da nossa. o equilibrio social necessĂĄAgĂŞncia Alagoas – Em rio com aumento de renda. agrocanavieiro no sentido das

TribunaIndependente

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

ESPECIAL 15

16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

Esportes

Milan e Barcelona prometem um jogo muito disputado pela Liga dos Campeþes O confronto entre Milan e Barcelona, que serå disputado hoje às 16h45 (de Maceió), pela quinta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeþes, vai muito alÊm da rivalidade entre dois gigantes do futebol europeu. Grandes jogadores devem travar duelos particulares explosivos, como o craque argentino do Barça, Lionel Messi, que serå marcado pelo zagueiro brasileiro Thiago Silva. Ibrahimovic, que não jogou na primeira partida entre as duas equipes, enfrenta seu ex-clube, no qual não conseguiu brilhar na temporada de 2009-2010. Na VXDSROrPLFDDXWRELRJUD¿DTXHEDWHXUHFRUGHVGHYHQGDQRVHXSDtV,EUD confessou que chegou a xingar o tÊcnico Josep Guardiola durante uma partida.

CRB realiza coletivo hoje no Trapichão Fora de campo, dirigentes tentam reverter situação de leilão do Estådio da Pajuçara com decreto da Prefeitura de Maceió

G

rupo completo, hora de trabalhar. Ontem os jogadores se reapresentaram ao tÊcnico Paulo Comelli e a semana da decisão começou oficialmente. O CRB estå focado no jogo contra o Joinville, neste såbado, no Trapichão, agora antecipado para as 16h, a pedido da direção regatiana. Hoje, os atletas fazem um trabalho coletivo no Estådio Rei PelÊ. Comelli afirmou que tem apenas uma dúvida para escalar o time. No setor de ataque, Aloísio Chulapa estå garantido. Mas, ao seu lado, ele estuda colocar Cadu, Pariba ou Marcos Antonio. Este último Ê o favorito.

INGRESSOS Os ingressos com o preço de estudante serão vendidos atÊ sexta-feira (25). O camarote com direito à camisa oficial e open bar custarå R$ 150,00. A cadeira especial R$ 100,00, arquibancada alta R$ 30,00 e arquibancada baixa R$ 15,00. A vendagem antecipada estå marcada para quarta-feira. Os locais ainda serão divulgados pela diretoria do clube. TRIBUNAL Dados do TST mostram que existem atualmente no País 2,5 milhþes de processos trabalhistas que aguardam a execução das decisþes. Para começar a reverter a situação,

a Justiça do Trabalho realizarå o maior leilão nacional de bens da história, no dia 2 de dezembro, com a expectativa de arrecadar cerca de R$ 2 bilhþes para pagar dívidas trabalhistas. Os bens leiloados em um único dia vão de guardanapos, vestidos de noiva e carros a apartamentos, fazendas e atÊ um estådio de futebol, o campo do CRB, em Alagoas. A direção do Galo tenta reverter a situação. A Prefeitura de Maceió publicou no Diårio Oficial do Município em julho de 2009 um decreto de desapropriação do estådio do CRB, na Pajuçara. Pelo decreto, a årea passa a ser de

TRAPICHAO.COM

interesse pĂşblico e nela seria construĂ­do um “complexo esportivoâ€?. O prefeito de MaceiĂł, CĂ­cero Almeida, prometeu entregar hoje o decreto. Com o decreto de desapropriação publicado, a ĂĄrea nĂŁo mais poderĂĄ ser penhorada. “Eu garanto que o clube nĂŁo serĂĄ prejudicado pois tomamos essa decisĂŁo hĂĄ dois anos atrĂĄs jĂĄ para que esse susto nĂŁo pegasse ninguĂŠm de surpresaâ€?, disse Almeida. O prazo para o decreto seria de cinco anos e ainda nĂŁo foi expirado. A causa ĂŠ de R$ 2 milhĂľes e o espaço na Pajuçara ĂŠ orçado em R$ 20 milhĂľes

COPA SUL-AMERICANA

Vasco se despede de SĂŁo JanuĂĄrio hoje (TXLSHFDULRFDHQFDUDR8QLYHUVLGDGGH&KLOHSHODVVHPLÂżQDLVGDFRPSHWLomR Vasco e Universidad de Chile iniciam hoje, Ă s 20h50 (de MaceiĂł), em SĂŁo JanuĂĄrio, o confronto de 180 minutos que decidirĂĄ um dos finalistas da Copa Sul-Americana. CampeĂŁo da Copa do Brasil e na briga pelo tĂ­tulo brasileiro, o Cruz-Maltino busca manter a boa fase e continuar na briga para conquistar a trĂ­plice coroa. JĂĄ os chilenos querem continuar a impressionar os

crĂ­ticos com o futebol rĂĄpido e envolvente que lhe deu o apelido de ‘Barcelona das AmĂŠricas’. DESPEDIDA O Vasco joga pela Ăşltima vez nessa temporada no EstĂĄdio de SĂŁo JanuĂĄrio. Para se ‘despedir’ da melhor forma possĂ­vel do CaldeirĂŁo, o tĂŠcnico CristĂłvĂŁo Borges garantiu a utilização de força mĂĄxima contra os chilenos. O objetivo ĂŠ garantir uma boa vitĂłria sem levar gols

jogando na Colina Histórica, local onde decidiu as classificaçþes contra Aurora (BOL) e Universitario (PER). Sobre o time que entra em campo, o comandante vascaíno não contarå com duas peças importantes para o duelo. Diego Souza, suspenso pela expulsão no segundo jogo contra o Universitario, e Éder Luís, fora da temporada em função de uma fratura no pÊ esquerdo, desfalcam o ataque. Opçþes

não faltam, porÊm resta decidir o esquema tåtico adotado. Leandro e Bernardo devem substituir Éder e Diego, respectivamente. Caso decida por um time mais cauteloso, Cristóvão pode adotar um esquema com três volantes - Rômulo, Fellipe Basto, Allan -, sacando Juninho ou Felipe, jå poupados em outros oportunidades em função da sequência de jogos nessa reta final de temporada. FOTOCOM

TĂŠcnico3DXOR&RPHOOLFRPHoDDGHÂżQLURVWLWXODUHVGR&5%KRMH

AZULĂƒO

CSA começa prÊ-temporada em Viçosa e tem novo reforço

Felipe foi um grandeDVWURQDYLWyULDFRQWUDR$YDtHHVSHUDVHUHVFDODGRKRMHSHORWpFQLFR&ULVWRYmR%RUJHVQRGXHORFRP/D8

Celso Teixeira começa hoje os trabalhos com 22 jogadores em Viçosa. O CSA faz a prĂŠ-temporada no interior e sĂł volta para MaceiĂł em quinze dias. Ontem o grupo fez uma bateria de exames mĂŠdicos com o fisioterapeuta Afonso Brasileiro. “Essa fase inicial ĂŠ muito importante para que durante as competiçþes no ano que vem nenhum jogador tenha problema de ordem fĂ­sicaâ€?, disse o preparador Richard Cabral, que tambĂŠm acompanhou os testes. A movimentação do CSA acontece no Centro de Treinamentos do Comercial, no EstĂĄdio Municipal Senador TeotĂ´nio Vilela. “Vamos conhecendo e entrosando esse grupo aos poucos. JĂĄ temos uma base dos atletas que es-

tiveram comigo no Coruripe�, disse Celso. REFORÇOS Um lateral e um zagueiro devem ser anunciados hoje pela direção azulina. O departamento de futebol do CSA anunciou a contratação de mais um jogador que irå fazer parte do elenco marujo para o Campeonato Alagoano 2012. O contratado Ê o lateral esquerdo Ederson Martins da Silva, conhecido como Cearå, de 24 anos, e que jå passou por times como Guarani (SP), Guaratinguetå (SP), Itumbiara (GO), Anåpolis (GO), Luverdense (MT), entre outros. O novo reforço chegou ontem no Aeroporto Zumbi dos Palmares e se apresenta hoje no CT Gustavo Paiva. Outro que chega Ê o atacante Lindoval.

KLÉBER

EM MACEIĂ“

F-1

O atacante KlĂŠber ĂŠ esperado em Porto Alegre na manhĂŁ desta quartafeira. O jogador jĂĄ realizarĂĄ exames mĂŠdicos na Azenha e serĂĄ apresenWDGRRÂżFLDOPHQWHQRÂżQDOGDWDUGH nas obras da Arena, no bairro HuPDLWi$LQGDQmRKiKRUiULRGHÂżQLGR “SerĂĄ preparada uma estrutura para o jogador conceder coletiva. Nada de anormalâ€?, contou executivo geral do GrĂŞmio, Cristiano Koehler. Ao fazer o anĂşncio na Arena, o GrĂŞmio jĂĄ começa a explorar o apelido de “Gladiadorâ€? do jogador. Novas açþes de marketing serĂŁo realizadas em torno de KlĂŠber.

Uma calorosa comitiva de familiares e amigos recepcionou, ontem o velocista Yohansson Ferreira, 24, um dos cinco paraatletas alagoanos que representaram o Brasil no Parapan, disputado durante oito dias, em Guadalajara, no MÊxico. Com três medalhas na bagagem, duas de ouro e uma de bronze, Yohansson foi ovacionado com gritos de incentivo e algumas faixas em sua homenagem que chamaram a atenção de curiosos e fãs do paraatleta. Yohansson tem se notabilizado no atletismo brasileiro por suas vårias conquistas no Brasil e no exterior.

Felipe Massa DÂżUPRXTXHDFRQVHlhou Rubens Barrichello a deixar as pistas. “Dei o conselho para ele parar. Na minha opiniĂŁo, o Rubinho WHPXPDFDUUHLUDLQFUtYHOQD)yUPXOD 1, andou nas melhores equipes, venceu corridas. Muitos pilotos gostariam de ter a carreira que ele teve. O que eu disse nĂŁo foi ‘para de correr, vocĂŞ estĂĄ velho’. Foi por causa da equipe dele e por tudo o que estĂĄ acontecendo na categoria. SĂŁo 12 equipes lĂĄ, e seis delas pedem dinheiro aos seus pilotos. Pela carreira que o Rubinho teve, nĂŁo consigo vĂŞ-lo terminando deste jeito, precisando pagar para correr na FĂłrmula 1â€?, considera Massa.

Gladiador ĂŠ esperado na Arena GrĂŞmio

Yohansson Ferreira desembarca com festa

Massa nĂŁo quer que Barrichello ‘pague’

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

*UDYDGRUDPDQWpPHPVLJLOR LQpGLWDVGH$P\:LQHKRXVH

%UXFH6SULQJVWHHQFRQÂżUPD WXUQrHQRYRGLVFRSDUD

$JUDYDGRUDGH$P\:LQHKRXVH,VODQG5HFRUGVGLYXOJRX que possui cerca de 12 mĂşsicas inĂŠditas da cantora morta HPMXOKRSRULQJHVWmRH[FHVVLYDGHEHELGDVDOFRyOLFDV(VVDV FDQo}HVQRHQWDQWRQXQFDVHUmRRXYLGDVSHORS~EOLFRVH depender da promessa da empresa, jĂĄ que foi um pedido GDSUySULDDUWLVWDLQJOHVD6HJXQGRH[HFXWLYRVGD,VODQGDV IDL[DVVmRLPSUHVVLRQDQWHV7HG&RFNOHGLUHWRUGDJUDYDGRUD

“As coisas estĂŁo esquentando na E Streetâ€?, disse Bruce Springsteen HPVHXVLWHRÂżFLDO2FDQWRUDPHULFDQR jĂĄ anunciado por Roberto Medina como um de seus principais GHVHMRVSDUDR5RFNLQ5LRHPFRQÂżUPRXTXHVDLUi HPWXUQrHODQoDUiXPQRYRGLVFRQRDQRTXHYHPFRPVXD (6WUHHW%DQG2iOEXPMiHVWiTXDVHSURQWRVHJXQGRQRWD SXEOLFDGDSRU%UXFHQRVLWH

1

APENAS AS GORDAS O

s livros de Jô Soares têm uma personalidade própria e reconhecível. Misturando comÊdia, suspense e História, os romances de Jô são quase esquizofrênicos (parece uma entrevista sua, quando ele não gosta do entrevistado em seu Talk Show). Personagens e situaçþes reais se confundem com a ÀFomRTXHSRGHVHUFUXHO e violenta numa linha e completamente absurda na linha seguinte. Este estilo alcançou seu melhor momento em O Homem Que Matou GeW~OLR9DUJDVDELRJUDÀD ÀFFLRQDOGHXPDVVDVVLQR de encomenda, e mostra sinais vigorosos em As Esganadas, que ele lançou no início deste mês. Quando se concentra na obsessão e loucura de

$V(VJDQDGDVQRYRURPDQFHGR KXPRULVWD-{6RDUHVFKHJRXDRWRSR GDOLVWDGHOLYURVGHÂżFomRPDLV YHQGLGRV1HVWHUHWRUQRjWUDPD SROLFLDOHDRURPDQFHGHpSRFD-{ IDODGHXPKRPHPREFHFDGRSHOD ÂżJXUDPDWHUQDTXHHOH PDWRXHVHJXHPDWDQGRHP WRGDVDVJRUGDVTXHHQFRQWUD

zes, o grande charme de As Esganadas, Ê tambÊm seu maior defeito. A contextualização histórica Ê intercalada na trama sem cuidados, atrapalhando o ritmo da narrativa e emperrando o Caronte, o assassino de complexos e as explicadesenvolvimento do enregordas que escandaliza o çþes para suas peculiares do principal. Rio de Janeiro na dÊcada características físicas. Não Ê sempre que Jô de 1930, As Esganadas O clima pesado que pesa a mão em sua pesconsegue ser divertido. Caronte traz Ê balancequisa histórica. Quando Os ataques de Caronte, e ado pelo trio de investiele usa o jogo de Brasil as passagens dos assassi- gadores responsåvel pelo contra Itålia, na terceira natos são bem defendidas caso das Esganadas: o Copa do Mundo, como por Jô, e são mais sanesquentado Noronha, o preparação para o asgrentas do que se poderia ingênuo Calixto e o versassinato de uma freira esperar de um livro mais borrågico Tobias Estegorducha, tudo funciona voltado para a comÊdia. ves. A jornalista Diana à perfeição. A ação enRevelando a identidade se junta ao grupo lå pelo trecortada – ora com a de seu assassino logo no meio do livro, mas não narração radiofônica do início (segunda pågina, tem muita função na jogo, ora com a reação da depois de uma apresentrama. Parece ter sido torcida, ora com a caça de tação de fatos), As Esencaixada meramente Caronte à freira – Ê um ganadas tem tempo de para dar a Esteves um bom momento de suspenmergulhar na personaliinteresse romântico, mas se do livro – ele disse que dade doentia de Caronte, nem isso funciona. achou a narração, descriseu vício em drogas, seus Mas o que Ê, por veta em um jornal, depois

de uma pesquisa sem muito compromisso. . A chegada de uma ópera alemã em solo brasileiro, com direito a RÀFLDLVQD]LVWDVQDHQtourage, por outro lado, ÀFDQRPHLRGRFDPLQKR Serve por apresentar mais uma vítima de Caronte, mas se excede na explicação e na descrição da chegada da comitiva alemã. &RPXPÀQDOTXHGHYH muito ao terrir, As Esganadas Ê diversão råpida e despretensiosa. Por vezes atÊ demais. É bom um tema pesado ser tratado com leveza e humor, mas de tão leve em alguns momentos, As Esganadas quase que não deixa marca nenhuma. Não que isso seja um crime, mas um pouquinho mais de densidade não faria mal ao novo romance de Jô.

2

TribunaIndependente

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

Pela Luz dos Olhos Teus A Academia e a Companhia de Dança Maria Emília Clark apresentam o espetåculo Pela Luz dos Olhos Teus. Referendando os artistas populares dos municípios alagoanos, como Fernando Rodrigues, da Ilha do Ferro, e outros que compþem o acervo da Casa do Patrimônio do Iphan, o espetåculo percorre a trajetória da colecionadora e pintora Tânia de Maya Pedrosa. No Teatro Gustavo Leite (Centro de Convençþes). Nos dias 19 (19h) e 20 (16h e 19h) de novembro. R$ 25 (ingressos promocionais a preço de meia-entrada). Contato: 3336-8292.

6ÂŞ Mostra Cinema

Pinacoteca UniversitĂĄria

A programação de exibiçþes de ¿OPHVGD�0RVWUD&LQHPDH Direitos Humanos na AmÊrica do Sul, se estende atÊ o dia 1º de dezembro no Cine Sesi (PaMXoDUD 6HUmRPDLVGH¿OPHV de vårios países. Tudo aberto ao S~EOLFR2V¿OPHVVLQRSVHVH horårios no site WWW.centroculturalsesi.com.br.

A partir de amanhã (24), os salþes de arte contemporânea oferecem ao público a exposição Lixo ou Arte? (que nem roupa), do artista carioca Raimundo Brito, radicado em Belo Horizonte. Abertura às 20h e vistação atÊ 20 de janeiro de 2012. A mostra pretende questionar a consciência ecológica de cada cidadão ao descartar objetos que podem ser reaproveitados evitando, desta forma, o acúmulo de rejeitos no planeta Terra.

Chiclete com Engenho de Folguedos Banana O projeto volta amanhĂŁ (24) com

Engenho de Folguedos O projeto Engenho de Folguedos volta amanhã com o Reisado Virgem dos Pobres, de mestre Expedito de Viçosa, e a banda Afro Gurugumbå, tambÊm da cidade de Viçosa. A festa da cultura popular começa às 19h, no påtio do Museu ThÊo Brandão (Avenida da Paz). Aberto ao público. Mais informaçþes: (82) 3221-2651 e 3221-2977.

A cidade de Arapiraca o Reisado Virgem dos Pobres, de recebe, no próximo diae25, mestre Expedito de Viçosa, a banda baiana Chiclete bandaa Afro Gurugumbå, tambÊm com Banana. O show, da cidade de Viçosa. A festaque da serå no Espace Arapiraca, cultura popular começa às 19h, terådo ainda a apresentação no påtio Museu ThÊo Brandão de Forró dos Aberto Plays. Con(Avenida da Paz). ao tato:Contato: 3522.1213 público. (82) 3221-2651 e 3221-2977.

Cinema de graça

Em Arapiraca

ClĂĄssico

As programaçþes especiais do Cine Sesi (Pajuçara) estão a todo vapor. No próximo dia 27, às 15h, começa mais uma sessão Chå de Cinema, que reúne música, cinema e o tradicional chå GDWDUGH2¿OPHH[LELGRpDFRPpGLD romântica francesa Doce Mentira. Jå no início de dezembro, dia 3, estå marcada mais uma edição do Corujão Sesi/Ufal. A programação ainda não foi divulgada. Telefone: 3235-5191.

O Sesc estå com inscriçþes abertas atÊ o próximo dia 30 para a temporada 2012 da Galeria de Artes do Sesc Arapiraca, para produçþes em artes plåsticas, intervenção, videoarte, performance, instalação ou outras experimentaçþes no campo das artes visuais. As inscriçþes são gratuitas e podem ser realizadas no Sesc-Centro (Rua Barão de Alagoas, 229, Centro), das 9h às 18h. O edital estå disponível no site www.sescalagoas.com.br.

O Ballet Eliana Cavalcanti apresenta, pela primeira vez em Maceió, o balÊ O Quebra-Nozes completo. É uma grande produção que conta com três cenårios e um ULFRHYDULDGR¿JXULQR'LUHomRH adaptação de Eliana Cavalcanti. No Teatro Gustavo Leite (Centro de Convençþes). Nos dias 2, 3 e 4 de dezembro. Contato: 32411308.

Deus Ê brasileiro Considerado um dos maiores nomes do cinema brasileiro, o cearense Mårcio Câmara realizarå em Maceió o curso de som direto, que acontece de 28 de novembro a 7 de dezembro, com inscriçþes gratuitas. O curso tem o objetivo de tratar da importância do som em obras audiovisuais, incentivando o processo de captura de som no momento em que as cenas são gravadas. No Teatro Jofre Soares (Sesc-Centro). Das 14h às 18h. Vagas: 20. Inscriçþes gratuitas. Mais informaçþes: 3326-3133.

Dois em um Para quem gosta de um brega animado, no prĂłximo dia 26 tem os shows das bandas Calcinha Preta e Los Borrachos. A partir das 22h, na casa de shows BuganvĂ­lia. A noite ainda conta com o grupo EsquadrĂŁo de Balli. Vendas no estande MaceiĂł Ingressos (MaceiĂł Shopping). Telefone: 3235-6950.

Tuca Fernandes A Le Hotel, em parceria com a Nordeste Promoçþes, anuncia para o dia 9 de dezembro a presença do cantor Tuca Fernandes, conhecido pelos rits da galerinha jovem, que irå aportar na Praia da Barra Nova, para um megashow. 7XFDDEUHR¿FLDOPHQWHR9HUmR alagoano, no Luau do Barú, que conta ainda com grandes atraçþes locais e camarote assinado pela boate Le Hotel. Mais informaçþes: 9114 4000.

Jorge Vercilo

Igbonan Rocha Encerrando as comemoraçþes pelo mês da Consciência Negra, o projeto Sextas Populares oferece ao público o show Coisa de Nêgo, próximo dia 25, a partir das 16h, no påtio do Teatro Deodoro. Entrada gratuita.

Teatro de Arena Nas duas próximas quintas-feiras (24/11 e 1º/12), o projeto Quinta no Arena traz ao palco do Teatro de Arena SÊrgio Cardoso (anexo ao Tetro Deodoro) uma comÊdia regionalista, de cunho assumidamente nordestina. Uma Noite em Macambira retrata com muito humor os costumes, sotaques, trejeitos e toda a simplicidade do povo de grande parte do interior do Nordeste brasileiro. As apresentaçþes começam às 19h, com ingressos a R$ 5 e R$ 10.

Natiruts A banda tambÊm passa por Maceió na temporada de shows do verão. A apresentação estå marcada para o dia 10 de dezembro na Vox (Estacionamento de Jaraguå). A noite ainda conta com bandas e DJs convidados. Preços: pista R$ 25 e camarote R$ 50 no 1º lote. Vendas: Lojas Tchuk Jhones, Point Radical, Jameika e estandes Maceió Ingressos e Folia Brasil. Mais informaçþes: (82) 3031-1750.

Sumido dos palcos alagoanos, o cantor e compositor Jorge Vercilo volta a se apresentar em Maceió no próximo dia 25 de novembro. O show serå na casa de espetåculos Vox (estacionamento do Jaraguå) e ainda conta com a participação da cantora Kel Monalisa. Mais informaçþes: 3034-3282. FALE CONOSCO - A Agenda Ê um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiçþes podem enviar material atravÊs do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

Lúcio explica a Manuela e Inå como serå a rotina da recuperação de Ana. Laudelino consegue provar a Wilson que não foi Moema quem escreveu a carta que recebeu. Manuela confessa a Inå que estå com medo de contar para Ana sobre seu relacionamento com Rodrigo. Lúcio pede que Eva não deixe Ana presenciar nenKXPDFULVHIDPLOLDU$OLFHGHVFRQ¿DGH5HQDWR Cris e Jonas discutem por causa de Tiago. Lúcio leva Manuela para ver Ana.

GLOBO 19h AQUELE BEIJO

Maruschka pede que Ticiano contrate um detetive para fotografar Alberto e Sarita juntos. Rubinho descobre que Lucena vai se casar e decide ajudå-la. ValÊrio comenta que Vicente pSURFXUDGRUGRHVWDGRH$OEHUWR¿FDEDVWDQWH preocupado. Claudia se desanima ao ver os vestidos da Comprare. Brites recebe uma carta anônima e conclui que foi enviada por Locanda. Felizardo planeja construir um muro separando a Vila Caiada do Covil do Bagre e Violante se oferece para conseguir a autorização. Vicente pede para sair da Comissão de InquÊrito.

GLOBO 21h

RECORDE 21h

FINA ESTAMPA

VIDAS EM JOGO

7HRGRUDWHQWDFRQYHQFHU4XLQ]pDGHL[iODÂżFDU em sua antiga casa. RenĂŞ pede para Tereza Cristina nĂŁo pressionar PatrĂ­cia. Teodora se joga no mar e QuinzĂŠ corre para salvĂĄ-la. Antenor entrega o cartĂŁo de Beatriz para a mĂŁe. Celeste enfrenta Baltazar. LetĂ­cia diz a Juan Guilherme que ainda nĂŁo descobriu quem tentou unir os dois. Griselda nĂŁo gosta de saber que Teodora, Pereirinha e Enzo estĂŁo morando juntos.

Ernesto e Severino começam a brigar, mas são contidos por Valdisnei. Elton procura Regina na construtora, mas não a encontra. Na saída, ele esbarra com Adalberto, que conta para Margarida que encontrou Elton na construtora. Elton diz que tentou interceder por Francisco. Durante a gravação do clipe, Rita tenta fugir, mas tropeça H¿FDSHQGXUDGD

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

Nesta quarta-feira, FRPLQtFLR jVKDMRUQDOLVWDRita LisauskasGR³5HGH791HZV´ YDLSDUWLFLSDUGHXPYtGHRFKDW DRYLYRQRVLWHGDHPLVVRUD &RPHoDORJRGHSRLVGRMRUQDO

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

Morte de Marcela relembra Torloni no festival de rock

E

3

Band Lisboa

TV TUDO

Começa hoje em Portugal a convenção da Band. Uma folia. Nem o pessoal da RTP ou SIC, as principais emissoras de lå, conseguiram reunir em Lisboa, em tempo nenhum, tantos diretores e jornalistas. Viajam horas e horas de avião para discutir, num país que não tem nada com isso, os problemas daqui. Depois falam dos outros.

VitĂłria no Emmy Aguinaldo Silva foi o vencedor da vez no Emmy Internacional de melhor novela, com a portuguesa “Laços de Sangueâ€?, escrita por Pedro Lopes, com a sua supervisĂŁo. “Laços de Sangueâ€? concorreu com quatro outras produçþes da Venezuela, Argentina, Filipinas e Brasil (“Araguaiaâ€?).

m “Fina Estampaâ€?, capĂ­tulo desta sexta-feira, Marcela - Suzana Pires - leva um tiro, dentro do carro de Tereza Cristina - Christiane Torloni -, em um assalto forjado por Ferdinand - Carlos Machado. Vai para o hospital em estado grave, mas nĂŁo morre. Agonia de dois dias. JĂĄ no capĂ­tulo da prĂłxima terça, Tereza Cristina se encarrega de entrar na Mudou o dia UTI e diz pra Marcela: “Vamos cantar pra subir, A participação do jogador Neymar nas bebĂŞ!â€? E a sufoca com um travesseiro. A vĂ­tima es- gravaçþes do especial “Show da vitrebucha. A sonoplastia entra com ruĂ­do do moni- radaâ€?, da Globo, formando “duplaâ€? com TelĂł, foi transferida para hoje, tor de pressĂŁo e batimentos cardĂ­acos acelerados. Michel quarta-feira. Câmera no rosto da assassina, atĂŠ que a jornalista O local dos trabalhos ĂŠ o mesmo, no Credicard Hall. nĂŁo se mexe mais. Marcela ainda volta e Tereza, KLVWpULFDĂ€FDDLQGDPDLVHQIXUHFLGD Precisa acertar “Mas que droga, vocĂŞ nĂŁo quer morrer por quĂŞ, A Rede TV! estreou o programa de sua vaca?!â€? debates, “Tema Quenteâ€?, na noite de E aĂ­ bota o travesseiro de novo sobre o rosto da segunda-feira, mas ainda com muitos outra, e força, e força... problemas. A cena se completa com Tereza Cristina cantando Os convidados chegaram a “voarâ€? cenĂĄrio. Em casos como este, “Dorme nenĂŠm/ Que a cuca vem pegar/ MamĂŁe foi pelo nĂŁo hĂĄ nada mais apropriado que um Ă s compras/ Papai foi trabalhar...“. arrozinho com feijĂŁo bem temperado.

Isso estĂĄ certo A direção do SBT tem feito reuniĂľes a respeito da grade do ano que vem. A estreia da novela “Coraçþes Feridosâ€?, no dia 16 de janeiro, jĂĄ estĂĄ resolvida, sĂł que ainda falta acertar o restante.

Mas isto não estå (QWUHRXWUDVTXHVW}HVIDOWDGH¿QLU a ordem de apresentaçþes, com os dias respectivos, de todos os programas da linha de shows. E não estå em cogitação, ao contrårio do que se comenta internamente, o lançamento de um jornal policial no começo da noite. Isso não existe. Esquece.

Simplicidade ĂŠ a palavra exata.

Datena comenta

De volta

Milan x Barcelona, pela Liga dos CampeĂľes, hoje, a partir das 17h15, na Bandeirantes, terĂĄ o reforço de JosĂŠ Luiz Datena nos comentĂĄrios. Vai trabalhar ao lado de TĂŠo JosĂŠ e Mauro Beting. Por causa do jogo, o “Brasil Urgenteâ€?, excepcionalmente, serĂĄ exibido a partir das 16h10.

Agora jĂĄ foi tudo acertado e a reestreia de Maria Lydia na TV Gazeta jĂĄ pode ser FRQÂżUPDGDSDUDRGLDžGH dezembro, quinta-feira da semana que vem. Ela serĂĄ a nova entrevistadora do “Jornal da Gazetaâ€?.

E atenção Ainda sobre jornalismo, existem HVWXGRVQR6%7SDUDÂżQDOPHQWH viabilizar a apresentação do “Jornal do SBT – ManhĂŁâ€? ao vivo, ao invĂŠs de gravar no dia anterior como sempre aconteceu. Pesquisas realizadas tambĂŠm apontaram que Analice Nicolau e Hermano Henning tĂŞm excelentes Ă­ndices de aceitação. Com passagens QDVVpULHV Âł&LGDGHGRV+RPHQV´Âł0D FKR0DQ´HÂł)RUoD7DUHID´QD *ORERHÂł3UHDPDU´QR+%2 Pollyana RochaWDPEpP HVWiQDOLVWDGDVSURYiYHLVD SURWDJRQLVWDGDQRYHOD´*D EULHOD´-iIRLFKDPDGDSDUD WHVWH7HPWRGRRWLSR

Bate-rebate Ă‚2SURJUDPDÂł$VWURV´DJRUDHVWiFRQÂżUPDGRYROWDUiDVHUDSUHVHQWDGR SHOR6%7QRDQRTXHYHP3RVVLYHOPHQWHjVVHJXQGDVIHLUDV ¡ Tem um outro, em parceria com a Warner, que tambĂŠm estĂĄ entre os provĂĄveis. Ă‚%HWH&RHOKRH5DXO*D]RODHVWDUmRHPÂł1DYHJDQWHV´QRPHGHWUDEDOKR GDSUy[LPDQRYHODGH/DXUR&pVDU0XQL]QD5HFRUG ¡ A Espn Brasil, com Paulo Soares, Antero Greco e VinĂ­cius Nicoletti, tambĂŠm faz Milan e Barcelona, hoje, 5 da tarde. Ă‚$GLUHomRGD*D]HWDHVWXGDRODQoDPHQWRGHXPQRYRSURJUDPDQRÂżPGH QRLWH ¡ Por causa dele, o “Todo Seuâ€?, do Ronnie Von, num dia da semana que ainda nĂŁo estĂĄ escolhido, perderĂĄ 30 minutos na sua duração. Ă‚5HGH79QHJRFLDFRPD)UHPDQWOHDUHQRYDomRGHFRQWUDWRSRUPDLV XPDWHPSRUDGDGRSURJUDPDÂł0HJD6HQKD´ ¡ SBT, ampliando seus trabalhos no jornalismo, agora terĂĄ boletins informativos espalhados durante toda a programação. Ă‚6HGHVHMDDSULQFtSLRVHXWLOL]DUWRGRVRVDSUHVHQWDGRUHVGDFDVD ¡ A TransamĂŠrica FM – SP estarĂĄ presente no Mundial de Clubes do JapĂŁo, em dezembro. Ă‚(PEDUFDP(GHU/XL]0DUFLR%HUQDUGHV$QGUp*DOYmRH*XLOKHUPH/DJH SDUDDWUDQVPLVVmRGHTXDWURMRJRV

&¡HVWĂ€QL Hoje, a partir das 19 horas, o dono Amilcare Dallevo estarĂĄ recepcionando os convidados com um coquetel, durante a inauguração da nova sede da Rede TV! em BrasĂ­lia. O vice Marcelo de Carvalho nĂŁo vai porque estĂĄ em viagem pelos Estados Unidos. Ent��Ło ĂŠ isso. Mas amanhĂŁ tem mais. Tchau!

HORĂ“SCOPO PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Mal-humorado; descontente Letra sagrada para os maçons

Meio de acesso a uma carreira estĂĄvel Molho (?), tempero de carnes

Š Revistas COQUETEL 2011

"(?) da Imprensa", programa de rĂĄdio e TV (BR) Nata da sociedade

A Raça RubroNegra, para o Flamengo (fut.) Entregar; oferecer

"Contra fatos nĂŁo hĂĄ (?)" (dito)

DesinĂŞncia verbal do infinitivo Que se aplica ao estudo de uma arte

MoluscosĂ­mbolo da lentidĂŁo

"Enfeite" da borda do copo de Margarita

Freguesia do (?), bairro de SĂŁo Paulo

S Ponteira da Seleção feminina de vôlei brasileiro Rio que corta o Cairo

O sĂŠculo iniciado em 401

A L

(?)-Margret, atriz sueca Menor tamanho de roupa (abrev.)

Ă rvore, em inglĂŞs DĂ­grafo de "passo"

Certo, em inglĂŞs 100, em romanos

Comeu o fruto proibido (BĂ­blia)

Edmilson Ă vila, repĂłrter da Globo

PĂ´r Posto de Figueiredo (Mil.)

Apto para disputar o título (o time) Sintoma de infecção no organismo

Conta-(?), acessĂłrio de carros Arranhada

"Guerra ao (?)": filme que derrotou o favorito "Avatar" no Oscar 2010 D. Maria Top (?): (?): a lista dos Rainha dez meLouca lhores

(?)-T, rapper dos EUA Oferece acesso Ă  internet (ing.)

AntĂ´nio Olinto, romancista brasileiro De (?) a Z: do inĂ­cio ao fim

SĂ­laba de "voraz" OvĂĄrio de peixes

Tenta fazer (algo novo)

Bife Sorteio usado no futebol Feitio dos ganchos do açougue Barulheira (p. ext.) 71

Solução C O I N C C U T R S C O P U FE B L F I C M O

R A L A D A

G E N E R A L

E G L I L T E E S M P A

O A M B U R R E S G E R U S O R M A V E L A N N E T I T I C O L O C I R O S I T H O U S E E R A O C O R U S V O G A Z A R

E N I A Z O A D R A G

A

T D A O R R C R I D E A V O A R

BANCO

Dia (?): marco da Segunda Guerra

3/ann — ice — ten. 4/mari — sure — tree. 6/cultor. 9/algazarra.

Tema do evento "Fashion Week"

A (?) aberto: ao ar livre

Ă RIES D Âą'HVDÂżRV nĂŁo estĂŁo descartados no campo SURÂżVVLRQDOPDVQmRGHVDQLPH )DoDFRQWDWRFRPSHVVRDVLQĂ€Xentes, elas podem trazer benefĂ­cios para sua carreira. O diĂĄlogo vai trazer mais segurança Ă  uniĂŁo. Dica do Dia: Seja paciente com o pessoal de casa e evite confusĂľes. TOURO – (20/4 a 20/5) – É tempo GHRUJDQL]DUVXDVÂżQDQoDV3RGHP surgir mal-entendidos em famĂ­lia, QmRSHUPLWDTXHFRQĂ€LWRVjWRD tomem conta do astral de seu lar. No relacionamento afetivo, cenas de ciĂşme podem trazer complicaçþes ao romance, cuidado! Dica do Dia: Aproveite o perĂ­odo para compartilhar seus sonhos com a pessoa amada. GĂŠMEOS – (21/5 a 21/6) – No camSRSURÂżVVLRQDOWXGRTXHIRUIHLWRHP equipe estĂĄ favorecido. NĂŁo se intimide com pressĂľes familiares, uma boa conversa vai fazer bem para o convĂ­vio. Na ĂĄrea afetiva, nĂŁo tente mudar o jeito de ser do seu amor. Paquera cheia de aventuras. Dica do Dia: Aproveite para trocar ideias e pensar em novos projetos. CĂ‚NCER – (22/6 a 22/7) – PoderĂĄ surgir oportunidades de aumentar VHXVUHQGLPHQWRVÂżTXHGHROKR Os ventos sopram a seu favor nos assuntos do coração. O clima com sua cara-metade ĂŠ de carinho e dedicação. Na paquera, cuidado com a impulsividade. Dica do Dia: Se precisar se um conselho, conte com o apoio de pessoas prĂłximas e parentes. LEĂƒO – (23/7 a 22/8) – Encare os GHVDÂżRVTXHVXUJLUHPVHPPHGR assim poderĂĄ expandir seus horizontes. A troca de experiĂŞncia com pessoas mais velhas deve contribuir para o seu crescimento pessoal. No amor, cuidado com cenas de ciĂşme. Dica do Dia: Evite se magoar com os comentĂĄrios do par, ele sĂł quer o seu bem. VIRGEM – (23/8 a 22/9) – Cuidado com a ansiedade no ambiente SURÂżVVLRQDO6HMDSDFLHQWHWXGR tem um tempo para acontecer. Em casa, um clima mais descontraĂ­do VHUiEHQpÂżFRSDUDRUHODFLRQDPHQWR familiar. 'LFDGR'LD5HĂ€LWDVREUHRVIDWRV

para evitar brigas e reaçþes exageradas. LIBRA – (23/9 a 22/10) – Pense antes de falar, pois suas propostas serĂŁo levadas a sĂŠrio. Dedique-se a alguma atividade que traga mais alegria ao convĂ­vio em casa. Um clima de paz estarĂĄ presente no romance. Dica do Dia: Cuidado com gastos desnecessĂĄrios. ESCORPIĂƒO – (23/10 a 21/11) – Mantenha o foco em tarefas que sĂŁo de sua responsabilidade para nĂŁo ser cobrado(a) depois. Em casa, o clima nĂŁo serĂĄ dos melhores e pressĂľes podem surgir ao longo da semana. Dica do Dia: Seja paciente e nĂŁo desanime! SAGITĂ RIO – (22/11 a 21/12) – Boas energias no contato com seus familiares, mas cuidado com intromissĂľes desnecessĂĄrias. Tudo de bom na relação a dois. Dica do Dia: Aposte no diĂĄlogo e na FRQÂżDQoDP~WXDHRUHODFLRQDPHQWR sĂł terĂĄ a ganhar. CAPRICĂ“RNIO – (22/12 a 19/1) – Seu entusiasmo serĂĄ visĂ­vel, aproveite para se dedicar a tarefas GHVDÂżDGRUDVQRWUDEDOKR'rPDLV atenção ao pessoal de casa, atitudes gentis podem trazer harmonia para o lar. Dica do Dia: Pense um pouco em VXDVÂżQDQoDVDQWHVGHFRPSUDU algo. AQUĂ RIO – (20/1 a 18/2) – Se deseja conquistar autonomia, demonstre sua capacidade e seus talentos aos seus chefes e superiores. No relacionamento amoroso, ĂŠ tempo de assumir compromissos. Dica do Dia: Evite levar serviço para casa ou poderĂĄ comprometer os momentos em famĂ­lia. PEIXES – (19/2 a 20/3) -Fique de olho nas oportunidades, poderĂĄ receber uma nova proposta ou atĂŠ um aumento. Em casa, o clima de uniĂŁo toma conta do astral. Bom momento para trazer a paz de volta ao romance. Se estĂĄ sĂł, poderĂĄ conhecer gente interessante. Dica do Dia: NĂŁo tente resolver a sua vida em um dia, vocĂŞ poderĂĄ SHUGHUDFRQÂżDQoDGDVSHVVRDV seja mais branda.

ESTADO

Sesc leva a música alagoana para circular no interior O projeto Circulação Sesc da Música Alagoana, uma extensão da Festa da Música do Sesc (Femusesc), acontece este ano em duas etapas. A primeira estå sendo realizada desde ontem e vai atÊ o próximo såbado. Jå a segunda acontece de 6 a 10 de dezembro. Os shows reúnem seis dos 14 artistas selecionados para a Femusesc, nas cidades de Arapiraca, Palmeira dos �ndios, Penedo, Teotônio Vilela e Viçosa.

Os shows têm entrada gratuita. Os artistas AndrÊa Laís, João Albrecht e Demis Santana participam da primeira etapa; Ygo, a banda Chakras e Lima Neto participam da segunda rodada de shows, em dezembro. Todas as apresentaçþes começas às 20h. Para mais informaçþes, os interessados devem entrar em contato pelo número 3326-3133.

Programação da primeira etapa Hoje Artistas: AndrÊa Laís, João Albrechet e Demis Santana Local: Praça da Liberdade, s/n, Centro, Teotônio Vilela, AL Amanhã Artistas: AndrÊa Laís, João Albrechet e Demis Santana Local: Praça Apolinårio Rebelo, s/n, Centro, Viçosa, AL Sexta-feira Artistas: AndrÊa Laís, João Albrechet e Demis Santana Local: Praça Luis Pereira Lima (Praça da Prefeitura), Arapiraca, AL Såbado Artistas: AndrÊa Laís, João Albrechet e Demis Santana Local: Orla da cidade, Penedo, AL

4

DIVERSĂƒO&ARTE

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUARTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2011

IHOLSHFDPHOR#JPDLOFRPIHOLSHFDPHOR#VDODGDRQOLQHFRPEUFDPHORIHOLSHFDPHOREORJVSRWFRP

Em Memória 7RGDIHOL]GLUHWRUDGH&RPXQLFDomRH 3URSDJDQGDGD$VVRFLDomR7HDWUDOGH $ODJRDV&LEHOOH$UD~MRHQFDPLQKDQGR FRQYLWHHOHWU{QLFRGH2VYDOGR9LHJDV³2 Secretårio de Estado da Cultura, Osvaldo 9LpJDVWHPRSUD]HUGHFRQYLGDU96D para a solenidade das assinaturas de FRQYrQLRSDUDH[HFXomRGR3URMHWR1RYDV Estradas da ATA e de contrato para a &RQVWUXomRGR0DXVROpXHPPHPyULDGD DWUL]/LQGD0DVFDUHQKDVVHòGD PDQKmGHDPDQKmQR6DOmRGH'HVSDFKRVGR0XVHX3DOiFLR)ORULDQR3HL[RWR

Estilista pra lå de talentoso e inspirado, alÊm de amigo verdadeiro e presente, Audifax Seabra aproveitou + 1 aniversårio pra apresentar as criaçþes da joalheira paulista Rosana Chimche, TXH¿FDDWpKRMHQR ateliê do alagoano. +, no tribunahoje.com/ felipe-camelo

Sabe tudo quando se fala em cerimonial HDÂżQVGiselle Buarque numa cena ‘Casamento da Cinderela’, com 1 tiara pra lĂĄ de preciosa assinada pela joalheira Rosana &KLPFKH TXHÂżFD atĂŠ hoje no $WHOLrGH $XGLID[6HDEUD  Verdadeiro sonho de qualquer noiva

3URÂżVVLRQDLVGHDJrQFLDVDODJRDQDVHVWLYHUDPQR *UDQG3DODGLXP,PEDVVDL5HVRUW 6SDQD%DKLDQR~OWLPRÂżQDOGH VHPDQD&RPRSHUIHLWRVDQÂżWUL}HVUHSUHVHQWDQGRDWRGDSRGHURVD 0DVWHU2SHUDGRUD&DURO)HLWRVDIHUDVGHVXDHTXLSH$QGUpLD )UHLUH(OLVD)DULDVH-{6LOYD$LQGDHVWDVHPDQDWRGDDFREHUWXUDQR tribunahoje.com/felipe-camelo. Ă” terra boa ĂŠ a Bahia

AlĂŠm do Sangue

ClĂŁ

1RžGLDGDFDPSDQKDDOXVLYDj6HPDQD1DFLRQDOGR'RDGRUGH6DQJXHUHDOL]DGDSHOR+HPRFHQWUR GH$ODJRDVRVYROXQWiULRV¿]HUDPH[DPHVSUHYHQWLYRVHJDQKDUDPFDPLVDHVSHFLDOFRQIHFFLRQDGD SURHYHQWR$DomRTXHWHYHLQtFLRQD~OWLPD�WHPFRPRREMHWLYRIRUPDUHVWRTXHHVWUDWpJLFRSUD DWHQGHUDGHPDQGDWUDQVIXVLRQDOGXUDQWHDVIHVWDVGH1DWDOH5pYHLOORQ,VVRSRUTXHHPGH]HPEURR QžGHGRDo}HVpUHGX]LGRGUDVWLFDPHQWHPDVRFRQVXPRGHVDQJXHWULSOLFDSULQFLSDOPHQWHQR+RVSLWDO*HUDOGR(VWDGRHQD8QLGDGHGH(PHUJrQFLD'U'DQLHO+RXOO\ VLWXDomRYHUL¿FDGDSHORDXPHQWR GRQžGRVDFLGHQWHVGHWUkQVLWRHGDYLROrQFLDGHFRUUHQWHGHDUPDVEUDQFDHGHIRJR +RMHRVGRDGRUHVGHVDQJXHWHUmRDFHVVRDDo}HVGR6HQDFTXDQGRSRGHUmRFRUWDURFDEHORHID]HUOLPSH]DGH SHOH$PDQKmRVYROXQWiULRVTXHFRPSDUHFHUHPDR+HPRDO QD5XD'U-RUJHGH/LPDQR7UDSLFKH  SRGHUmRWLUDUFDUWHLUDGRWUDEDOKRJUDoDVDSDUFHULDFRPD6XSHULQWHQGrQFLD5HJLRQDOGR7UDEDOKR HP$ODJRDV1D�RVGRDGRUHVGHVDQJXHIDUmRH[DPHVSUHYHQWLYRVHSRGHUmRGHWHFWDUVHHVWmR FRP'LDEHWHV+HSDWLWHH'RHQoDGH&KDJDVVGDWDUGHDGLUHomRGRyUJmRUHDOL]DDHQWUHJDGR 7URIpX$PLJRGR+HPRDOHQFHUUDQGRDVVLPD6HPDQD1DFLRQDOGR'RDGRUGH6DQJXHQRZZZ VDXGHDOJRYEUKHPRDO

1D&ROXQDGHRQWHPSXEOLTXHLIRWRGR1DWDOQR+RWHO3RQWD9HUGHHQDQRWD IDOHLGDIDPtOLD9DVFRQFHORVFLWDQGRRVFRPRDQ¿WUL}HV)DPtODXQLGtVVLPD HVWDYDPWRGRVOiFODUR0DVQDYHUGDGHYHUGDGHLUDTXHPDGPLQLVWUDRžKRWHO FRQVWUXtGRQD3RQWD9HUGHp0DXUR9DVFRQFHORV FRPDX[tOLRSUDOiGHOX[XRVR GRV¿OKRV0DXULQKR)LOKR0DXUtFLRH$QD/DXUD DSRLRLQGLVSHQViYHOGHVXD EHPDPDGD6LOYDQD'DTXLFRQ¿UPRPLQKDDPL]DGHHFDULQKRSRUWRGRV(VSHFLDOPHQWHSHODPDWULDUFDG$QD/\GLD

Lei da Mordaça $WLYLVWDSHORVGLUHLWRVKXPDQRVTXHULGD$NKLOD*UDoD&DEUDOLQGLJQDGDLQIRUPDQGRTXHDLPSRUWDQWHRUJDQL]DomRSHORVGLUHLWRVGHOpVELFDVJD\VELVVH[XDLV HSHVVRDVWUDQV /*%7V $OO2XWRUJODQoRXFDPSDQKDGHHPHUJrQFLDQR ~OWLPR¿PGHVHPDQDSUDLPSHGLUDDSURYDomRGHSURMHWRGHOHLTXHFULPLQDOL]DULDTXDVHWRGDVDVDWLYLGDGHVUHODFLRQDGDVRXTXHGHIHQGDPRVGLUHLWRV/*%7$ PDWpULDHVWiVHQGRGLVFXWLGDHPGDVLPSRUWDQWHVFLGDGHVUXVVDV6mR3HWHUVEXUJRH0RVFRX&DVRDSURYDGDDOHLUHSUHVHQWDUiUHWURFHVVRSUDFRPXQLGDGH/*%7QD5~VVLDYH]TXHWUDQVIRUPDRVGLVFXUVRVVREUHKRPRHWUDQVH[XDOLGDGHHPDWRVGHSHGR¿OLD2FRIXQGDGRUGD$OO2XWRUJ$QGUH%DQNVGLVVH³(P DSHQDVKRUDVOtGHUHVSROtWLFRVQD5~VVLDYRWDUmRXPDOHLTXH&5,0,1$/,=$ DVPDQLIHVWDo}HVGHOpVELFDVJD\VWUDQVH[XDLVRXWUDYHVWLV&RPRD5~VVLDp SDtVPXLWRSRGHURVRDFRPXQLGDGHLQWHUQDFLRQDO¿FRXFDODGD¹QHQKXPRXWUR JRYHUQDQWHVHSRVLFLRQRXFRQWUDHVWDOHJLVODomRDWpDJRUD´$OO2XWRUJpRUJDQL]DomRTXHSURPRYHFDPSDQKDVFRPGHPLOPHPEURVHPSDtVHV DSRLDQGRDLJXDOGDGHSUD/*%7VPRYLPHQWRTXHWUDEDOKDRQOLQHHRIIOLQHSUD construir 1 mundo onde todas as pessoas possam viver livremente e serem acoOKLGDVSHORTXHHODVVmR$OO2XWRUJDJUHJDRSRGHUGHSHVVRDVGRPXQGRLQWHLUR jOXWDKLVWyULFDSHODLJXDOGDGHGH/*%7V6DLEDQRZZZDOORXWRUJSW

MĂşsica no Mercado

7 Pulos

)RLFRQÂżUPDGDSUDKRMHSHODÂ?;QR3URMHWR Mercado CidadĂŁo, promovido pela SecreWDULD0XQLFLSDOGH7UDEDOKR$EDVWHFLPHQWR e Economia SolidĂĄria, que acontecerĂĄ no 0HUFDGRGR7DEXOHLURDSDUWLFLSDomRGD %DQGDGR([pUFLWR$FHLWDQGRRFRQYLWHGR VHFUHWiULRDGMXQWR*HUDOGR&kPDUDGDV jVGDPDQKmDEDQGDGRƒ%DWDOKmRIDUiDSUHVHQWDomRHVSHFLDOHHPRFLRQDQWH QRKWWSZZZVHPWDEHVPDFHLRDOJRYEU

7ULQFDGHEHODVHIHUDV$QJHOL6RDUHV'D\VH*DPDH Telma Toledo indicando supersimpatia pra entrar pra OiGHEHPR$QR1RYR6DEHDTXHODKLVWyULDGRV SXOLQKRV"1DYHUGDGHYHUGDGHYHUGDGHRVHJUHGR de dar os famosos 7 pulos funciona mesmo se forem QR8UEDOQ5HVRUW5LW]/DJRDGD$QWDRQGHWXUPD GRHVWUHODGR6SD(QJHQKRGR&RUSRHVWiVHIRUPDQGR 'HDGHGH]HPEUR[5SHORVGLDV 6XSHULQYHVWLPHQWRQRFRUSRHQDDOPDQRHQJHQKRGRFRUSRFRPEU9RXWHQWDULUWDPEpP

$FRPSDQKDGDSHORVPDLRUHVIHUDVGDP~VLFDDTXLSURGX]LGDHH[HFXWDGDWilma AraĂşjo IRLD9R]QRDQLYHUViULRGH$XGLID[6HDEUD/HYHVXDYHHPDUFDQWH9HUGDGHLURVKRZ

A era de ouro do rock brasileiro

DocumentĂĄrio ‘Rock BrasĂ­lia’pRSULPHLURGHXPDOHYDGHÂżOPHVOLJDGRVD 5HQDWR5XVVRHGLUHWRUID]SDQRUDPDGDFXOWXUDDWXDOHPGLiORJRFRPRSDVVDGR

“N

inguĂŠm fica impunemente no mesmo lugarâ€?, disse o cineasta Vladimir Carvalho, no Festival de PaulĂ­nia, em julho passado, de onde seu “Rock BrasĂ­lia - Era de Ouroâ€? saiu consagrado com o prĂŞmio de melhor documentĂĄrio. É interessante como a declaração do diretor sugere que as bandas de rock que surgiram no cenĂĄrio retratado - entre elas, LegiĂŁo Urbana, Capital Inicial e Plebe Rude - sĂŁo frutos do local. Aos poucos, o documentĂĄrio de Carvalho, em lançamento nacional em 58 cĂłpias - em MaceiĂł estĂĄ em cartaz no Cine Sesi, em sessĂŁo Ăşnica Ă s 19h - monta um panorama de uma ĂŠpoca e um lugar que, embora com localização especĂ­fica no tempo e no espaço, perdura no paĂ­s inteiro atĂŠ hoje. Afinal, a pergunta “Que PaĂ­s ĂŠ Esse?â€?, na voz de Renato Russo, continua atual hĂĄ mais de duas dĂŠcadas. O documentĂĄrio ĂŠ o primeiro de uma leva de filmes ligados ao mĂşsico (que morreu hĂĄ 15 anos)

e sua obra, que devem chegar aos cinemas no prĂłximo ano. Antonio Carlos da Fontoura (“GatĂŁo da Meia-Idadeâ€?) prepara a cinebiografia do começo da carreira do mĂşsico em “Somos TĂŁo Jovensâ€? e RenĂŠ Belmonte dirige a adaptação para o cinema da famosa saga musical “Faroeste Cabocloâ€?. Carvalho, que jĂĄ foi professor na Universidade de BrasĂ­lia, tem a curiosidade aguçada e o jeito para conversa. Numa entrevista feita com Renato Russo em 1988 - e que atĂŠ agora estava inĂŠdita - o cineasta e o mĂşsico falam de vĂĄrios assuntos. A gravação foi feita na vĂŠspera de um show histĂłrico no EstĂĄdio ManĂŠ Garrincha, que acabou num quebra-quebra documentado no filme. Entrevistas com mĂşsicos (Phillipe Seabra, Bi Ribeiro, Dinho Ouro Preto, Dado Villa-Lobos, entre outros), pais e parentes deles (como a mĂŁe e irmĂŁ de Renato, Carminha e Carmem Tereza) sĂŁo reveladoras e atĂŠ nostĂĄlgicas. Se para uma geração, “Rock BrasĂ­lia - Era de

Ouroâ€? ĂŠ uma viagem ao passado, a lembrança da juventude, para os mais jovens, ĂŠ a descoberta de uma ĂŠpoca. A entrevista de Renato Russo ĂŠ uma espĂŠcie de fio condutor do documentĂĄrio, mas ĂŠ a conversa com Briquet de Lemos, pai de FlĂĄvio e FĂŞ Lemos (do Capital Inicial), que joga mais luz sobre a formação das bandas e seus mĂşsicos. Junto com “Conterrâneos Velhos de Guerraâ€? (1991) e “Barra 68â€? (2000), “Rock BrasĂ­lia - Era de Ouroâ€? forma uma trilogia sobre a formação histĂłria, polĂ­tica e cultural da capital federal. Conhecido tambĂŠm por filmes como “O PaĂ­s de SĂŁo SaruĂŞâ€? e mais recentemente “O Engenho de ZĂŠ Linsâ€?, o cineasta partilha daquele mĂŠtodo de Eduardo Coutinho, no qual se ouve com generosidade e curiosidade o que seus entrevistados tĂŞm a dizer. O resultado ĂŠ um amplo painel sobre a cultura nacional, que fala do passado num diĂĄlogo claro com o presente.


Edição número 1300 23 de novembro de 2011