Page 1

POLĂ?TICA Relator no STF admite Ficha Limpa para 2012, mas pedido de vista adia decisĂŁo 00 EXEMPLAR DO ASSINANTE

QUINTA-FEIRA

MACEIĂ“ - ALAGOAS - 10 de novembro de 2011 - NÂş 1290 - R$ 1,50

DECISĂƒO DA JUSTIÇA

Vereador Luiz Pedro Ê preso acusado de ameaçar pai de vítima SANDRO LIMA

Por decisĂŁo do juiz JoĂŁo Dirceu, da 8ÂŞ Vara Criminal da Capital, o vereador Cabo Luiz Pedro foi preso ontem e levado Ă Casa de CustĂłdia. Ele ĂŠ agora acusado de ter ameaçado SebastiĂŁo Pereira, pai do pedreiro Carlos Roberto Pereira, assassinado em 2004. Luiz Pedro, que ĂŠ apontado como mandante desse homicĂ­dio, negou sua participação, protestou contra a decisĂŁo e LUIZ PEDRO: “o pai desse rapaz nĂŁo ĂŠ santo; matou o disse que a prisĂŁo tem LUPmRSDUDÂżFDUFRPDSDGDULD´ motivação polĂ­tica. 0

Garota Ê morta com nove tiros quando ia a encontro A jovem Amanda Celeste da Conceição, 18, foi assassinada com nove tiros, a maioria deles no rosto, após ter saído de casa, no Tabuleiro do Martins, para

um encontro. Ela estava “produzidaâ€? e perfumada no momento em que foi atingida pelos disparos. Apesar do caso ter chamado a atenção de vizinhos e

ganhado repercussĂŁo no bairro, nem o Boletim de OcorrĂŞncia (BO) nem o inquĂŠrito policial foram abertos. Segundo policiais, o sistema estava fora do ar Ă?TALO TIMĂ“TEO / CORTESIA

JOSÉ THOMà Z NONÔ

Governo federal vai bancar casas para os desabrigados O governo federal vai baixar medida provisória isentando os flagelados das enchentes da cobrança de mensalidade das casas, anunciou ontem o vice-governador e coordenador do Programa da Reconstru-

ção, JosĂŠ Thomaz NonĂ´. As 17.398 casas estĂŁo sendo construĂ­das com recursos da Caixa EconĂ´mica, pelo programa “Minha Casa, CORPO de Aderval AndrĂŠ (destaque) tombou para a frente no banco do veĂ­culo em que estava Minha Vidaâ€? e a medida provisĂłria abrirĂĄ uma excepcionalidade. 00 SANDRO LIMA SANDRO LIMA

PISO da casa de Silene foi quebrado, mas nada foi encontrado

tribunahoje.com

e somente hoje o BO deverĂĄ ser produzido. O caso serĂĄ apurado pelo delegado Gilson RĂŞgo, do 5Âş DP. Ele disse que ouvirĂĄ primeiro os familiares da vĂ­tima. 00

Vice-prefeito Ê encontrado morto com tiro na cabeça O vice-prefeito de Olho D’à gua do Casado, Aderval AndrÊ Souza de Alencar, 26, foi encontrado na manhã de ontem morto em seu carro com um tiro na testa. O veículo estava fechado por dentro e em suas pernas havia um revólver. A possibilidade de suicídio, no entanto, não foi confirmada pela polícia. Segundo familiares, Aderval havia saído de casa para entregar convites de sua formatura em Direito. Antes de morrer, ele foi visto com um motaxista. 0

SERRA DA BARRIGA

3)LGHQWLĂ€FD RFXSDo}HV LUUHJXODUHV

AGENTE da PolĂ­cia Federal avisa que imĂłvel construĂ­do em ĂĄrea tombada deverĂĄ ser retirado

Um levantamento para identificar quantos moradores estão em åreas tombadas na Serra da Barriga, em União dos Palmares, estå em andamento pela Polícia Federal. O objetivo Ê verificar a ocupação do solo, o que estå fora da årea de tombamento, e se Ê ou não årea de passeio. 00

APĂ“S BUSCAS

PolĂ­cia prende ex-namorada de Luana dos Santos Um mandado de busca na casa de Silene Souza Santos, principal suspeita no desaparecimento da ex-namorada Luana Fernandes dos Santos, 22, em 2009, foi cumprido ontem. A polĂ­cia tentava encontrar o corpo enterrado na casa. Silene foi presa por ser a Ăşnica suspeita do crime. PĂĄg. 00

TEMPO

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

28Âş

FINANÇAS

CONCURSO CĂ‚MARA Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MarĂŠs

03:00 09:09 15:15 21:28

1.9 0.3 1.9 0.2

DĂ“LAR COMERCIAL R$ 1,76 R$ 1,76 DOLAR PARALELO R$ 1,78 R$ 1,90 OURO: R$ 100,50

POUPANÇA: 0,6065%

NEYMAR foi reapresentado ao lado do pai e do cartola santista

DIEGO HYPĂ“LITO faz foto com Dilma ao lado dos medalhistas

DIA DO FICO

AMISTOSO

Devolução do Neymar renova atÊ à Copa de 2014 dinheiro começa e vai receber R$ 3 milhþes mensais a partir de hoje 1H\PDU¿UPRXQRYRFRQWUDWRFRPR6DQWRVHYDLSHUPDQHQuem se inscreveu em 2007 para o concurso público da Câmara de Vereadores de Maceió, que nunca foi realizado, pode, a partir de hoje, reaver o dinheiro pago nas agências do Banco do Brasil. O montante a ser devolvido Ê de R$ 695 mil. Påg. 0

cer jogando no Brasil atĂŠ 2014, ano da Copa. Ele vai duplicar seu salĂĄrio - passarĂĄ a receber R$ 3 milhĂľes mensais. Com o acordo, cai por terra a possibilidade do jovem craque brasileiro ir defender o Real Madrid ou o Barcelona, ambos da Espanha. Na apresentação Ă imprensa, Neymar revelou que SHVDUDPHPVXDGHFLVmRRÂżOKRUHFpPQDVFLGRDRSLQLmRGD famĂ­lia e estar se sentindo bem no Brasil e feliz servindo Ă  seleção brasileira. “NĂŁo tem paĂ­s melhor que aqui e espero FRQWLQXDUPHXWUDEDOKRQDVHOHomR´GLVVHPĂĄg. 00

AGRADECIMENTO

Brasil escala hoje Dilma recebe sĂł ‘estrangeiros’ medalhistas do contra o GabĂŁo Pan-Americano A seleção brasileira de futebol farĂĄ na tarde de hoje (15h em Alagoas) jogo amistoso contra a seleção do GabĂŁo, em Libreville, com todo seu elenco composto SRUÂłHVWUDQJHLURV´+DYHUi muitas estreias. PĂĄg. 00

A presidenta Dilma Rousseff recebeu ontem a visita de medalhistas nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Com muita descontração, os atletas ¿]HUDPIRWRVDJUDGHFHUDPR apoio e receberam promessa de mais verbas. Påg. 0


2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

TribunaIndependente

PolĂ­tica SANDRO LIMA

Corte de Contas: servidores cedidos a RXWURVyUJmRVSRGHPÂżFDURQGHHVWmR O presidente do TCE, EustĂĄquio TĂ´ledo, disse que o recadastramento ĂŠ vital pela “necessidade da atualização dos assentamentos, nos correspondentes prontuĂĄrios funcionais, referentes a todos os servidores que, em carĂĄter efetivo, encontram-se providos em cargos da estrutura permanente desta Corteâ€?. Servidores cedidos a outros ĂłrgĂŁos poderĂŁo continuar onde HVWmRFDVRRFXSHPIXQomRJUDWLÂżFDGDRXGHFRPLVVmR)RUDPH[RQHUDGRV ontem, os comissionados de 1Âş de janeiro a 6 de novembro deste ano.

Luiz Pedro ĂŠ preso pela morte de servente Para o pai da vĂ­tima, decisĂŁo da Justiça deveria ter sido tomada “hĂĄ tempoâ€? MILTON RODRIGUES E ANA PAULA OMENA REPĂ“RTERES

O Luiz Pedro foi eleito vereador na prisĂŁo, apontado pelo crime

vereador cabo Luiz Pedro (PMN) foi preso na manhĂŁ da quartafeira (9) em sua residĂŞncia no bairro da ChĂŁ da Jaqueira e encaminhado para a Casa de CustĂłdia da PolĂ­cia Civil, no bairro do Farol. O mandato foi expedido pelo juiz JoĂŁo Dirceu, da 8ÂŞ Vara Criminal da Capital.

Luiz Pedro responde a processo pelo homicídio do servente de pedreiro Carlos Roberto Rocha Santos, de 31 anos, crime ocorrido em agosto de 2004. O vereador jå esteve preso por conta da mesma acusação, em 2008, tendo sido eleito para a Câmara Municipal dentro da cadeia. Segundo investigaçþes, o Luiz Pedro Ê apontado como líder de um grupo de extemínio em Alagoas. De acordo com a Polícia

Civil, o vereador teria ameaçado Sebastião Pereira dos Santos, pai do pedreiro Carlos Roberto Rocha Santos. Luiz Pedro assinou um termo de responsabilidade para não ir ao Instituto MÊdico Legal (IML) realizar o exame de corpo de delito. (P HQWUHYLVWD j Tribuna Independente, o pai da vítima agradeceu o trabalho da Justiça alagoana enquanto recebia uma ligação do seu advogado, Adriano Argolo,

que tambĂŠm dava a notĂ­cia sobre a prisĂŁo do vereador. “Isso deveria ter acontecido hĂĄ muito mais tempo, mas estou satisfeito com o trabalho da Justiça. AtĂŠ hoje o corpo nĂŁo foi encontrado e isso ainda ĂŠ tristeâ€?, conta. SebastiĂŁo Pereira informou ainda que Carlos RoEHUWRGHL[RXWUrVĂ€KRV$HVposa da vĂ­tima, que nĂŁo teve o nome divulgado, ainda estĂĄ QR SURJUDPD GH SURWHomR j testemunha.

ELEIÇÕES

“PrisĂŁo tem motivação polĂ­ticaâ€?, defende-se Luiz Pedro Agindo em sua defesa, o vereador Luiz Pedro declarou que estĂĄ sendo vĂ­tima de um complĂ´ armado por SebastiĂŁo Pereira dos Santos, pai do servente de pedreiro Carlos Roberto Rocha. “Essa prisĂŁo tem motivação polĂ­ticaâ€?, declarou. Longe de parecer tranquilo, por mais que seus tra-

jes pudessem tentar passar esse desleixo - o vereador trajava bermuda, camiseta e chinelos -, as mĂŁos trĂŞmulas e gestos expansivos demonstravam o nervosismo de Luiz Pedro. Para o parlamentar-mirim, a proximidade das eleiçþes pode ter motivado a sua prisĂŁo. “NĂŁo ĂŠ a primeira vez que isso aconteceâ€?,

lembrou. Luiz Pedro conseguiu ser eleito vereador em 2008, mesmo estando preso pelo homicĂ­dio do servente de pedreiro. /XL] 3HGUR FRQĂ€UPRX j imprensa que jĂĄ sabia de sua prisĂŁo e preferiu nĂŁo fugir. “Avisei aos meus familiares que seria preso e que nĂŁo iria fugir, pois sou

inocente nessas acusaçþesâ€?, disse. A prisĂŁo desta vez seria motivada apĂłs a solicitação do promotor de Justiça, Marcus Mousinho, de que o acusado estaria ameaçando o pai da vĂ­tima. No entanto, o vereador negou. “NĂŁo sou louco em fazer isso. NĂŁo iria ameaçar ninguĂŠm e arrumar mais pro-

blemas para me ‘coçar’. Se esse processo da morte do pedreiro fosse julgado hoje tenho certeza que seria condenado, porque em Alagoas, D SRSXODomR PH FODVVLĂ€FRX como bandido, mas na verdade sou uma pessoa tranTXLODKRQHVWDHQmRĂ€]QDGD de errado. Hipocrisia ĂŠ pregar uma coisa para os outros LIS ALBUQUERQUE/ CORTESIA

CONCURSO CĂ‚MARA

Devolução do dinheiro se inicia hoje nas agĂŞncias BB LUIS VILAR REPĂ“RTER A Câmara Municipal de MaceiĂł deve começar – conforme o presidente Galba Novaes (PRB), apĂłs acordo Ă€UPDGR FRP R 0LQLVWpULR PĂşblico Estadual e Justiça – a devolver o dinheiro reIHUHQWH j WD[D GH LQVFULomR para o concurso da Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes, que acabou nĂŁo ocorrendo, no dia de hoje, 10 de novembro. O prazo para a devolução se estende ainda atĂŠ o prĂłximo dia 25 deste mĂŞs, conforme o prĂłprio presidente do Legislativo municipal. As devoluçþes serĂŁo feitas em agĂŞncias do Banco do Brasil. De acordo com Novaes, foi repassado para as agĂŞncias os nomes de todos os inscritos, que devem comparecer com os documentos pessoais (RG e CPF) para a retirada do valor que foi pago no ato da inscrição. O concurso da Câmara seria realizado em 2007, mas devido a irregularidades encontradas pelo MinistĂŠrio PĂşblico Estadual acabou sendo cancelado, apĂłs o pagamento das inscriçþes. Desde entĂŁo se iniciou uma novela pela devolução do dinheiro. Em 2007, a Câmara de MaceiĂł era presidida pelo ex-vereador Arnaldo Fontan (PRTB). Galba era seu primeiro-secretĂĄrio na Mesa Diretora. Desde que assumiu a presidĂŞncia, Novaes DĂ€UPRX TXH D GHYROXomR GR dinheiro era um compromisVRGHVXDJHVWmR(OHDĂ€UPRX ainda que pretende realizar um novo concurso pĂşblico para o “parlamento-mirimâ€?, TXH GHYH RFRUUHU DWp R Ă€QDO deste ano.

A devolução do dinheiro ocorrerĂĄ depois de quatro anos de espera. Ao todo, serĂŁo devolvidos aos inscritos aproximadamente R$ 695 mil. Em janeiro deste ano, o MinistĂŠrio PĂşblico Estadual e a Defensoria PĂşbliFD UHTXHUHUDP j Â? 9DUD o desbloqueio imediato e a devolução dos valores arrecadados pela Funcefet. Chegou a existir um impasse devido a uma taxa que era cobrada pelo Banco do BraVLO PDV ² FRPR Mi DĂ€UPDGR pelo presidente da Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes – o assunto foi superado por meio de um acordo. O pedido de desbloqueio teve base na anĂĄlise da prestação de contas apresentada pela Funcefet ao MPE, na qual foram constatadas vĂĄrias irregularidades, entre HODV GHVSHVDV VHP QRWD Ă€Vcal, contratação de terceiros sem previsĂŁo contratual. Durante uma audiĂŞncia realizada no dia 22 de setembro deste ano, ocorrida no FĂłrum de MaceiĂł, a Justiça determinou que a devolução fosse feita. “Esta foi uma das principais bandeiras levantadas por mim, quando assumi a presidĂŞncia da Câmara. Devolver a taxa de inscrição dos que se inscreveram para este concurso sempre foi prioridade no plano de gestĂŁo desenvolvido pela Mesa Diretora e estou muito feliz em saber que, apĂłs tanta luta, conseguimos a vitĂłriaâ€?, analisou. Ainda sobre um novo concurso, Novaes coloca: â€œĂŠ uma das prĂłximas metas: realizar o concurso e extinguir esta grande quantidade de comissionadosâ€?.

e viver de forma diferente do que se falaâ€?, ressaltou. Luiz Pedro lembrou que as supostas ameaças aconteceram pelo movimento ‘suspeito’ de um carro rondando a casa de SebastiĂŁo. “O pai desse rapaz nĂŁo ĂŠ nenhum santo. Ele matou seu prĂłprio irmĂŁo FRPVHLVWLURVSDUDĂ€FDUFRP uma padariaâ€?, disse.

TCE

580 servidores devem se recadastrar

Recadastramento: adesĂŁo dos servidores ainda ĂŠ baixa; Tribunal quer nĂşmero real de pessoal

SERVIDORES

Tribunal de Contas do Estado inicia recadastramento do quadro No dia de ontem, 9, foi dado início ao processo de recadastramento dos servidores efetivos do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas. A medida foi adotada pelo presidente da Corte, o conselheiro Luiz Euståquio Toledo, como uma resposta ao exposto pela Polícia Federal durante a Operação Rodoleiro, que apontou um desvio de aproximadamente R$ 100 milhþes ao longo dos últimos cinco anos. Os supostos crimes de GHVYLR GH UHFXUVRV IDOVLÀcação de documentos encaPLQKDGRV j 5HFHLWD )HGHral e lavagem de dinheiro teriam sido cometidos pelo empresårio SÊrgio Gomes

de Barros e pelos diretores do Tribunal de Contas, JosÊ Barbosa e Deivid Portela. Diante da repercussão e das consequências da operação, Luiz Euståquio Toledo tomou medidas que foram publicadas no Diårio 2ÀFLDO QR GLD  GH QRYHPbro, como jå antecipou na edição de ontem, a Tribuna Independente. AlÊm do recadastramento, foram exonerados todos os comissionados admitidos atÊ dezembro de 2010 e nomeados novos diretores para o setor Financeiro e Pessoal. Assumiram, respectivamente, Flåvio Ruy Pereira de Melo e Sílvia Lemos Falcão Procópio.

O recadastramento ocorre sob responsabilidade da Diretoria Pessoal e se estende atÊ o próximo dia 14 de novembro, quando o setor terå uma dimensão exata do número de funcionårios do Tribunal de Contas do Estado. A última vez que o TC fez este levantamento de servidores efetivos foi no ano de 2007, quando no dia 27 de abril daquele ano, o então presidente Isnaldo Bulhþes publicou a lista no 'LiULR 2ÀFLDO FRP RV UHVpectivos cargos. A variação para 2011 – conforme informaçþes apuradas – Ê mínima, uma vez que hå apenas a exclusão de aposentados e falecidos. (L.V.)

Ainda sobre o recadastramento do Tribunal de Contas, qualquer novo nome na listagem de funcionårios – em virtude da Constituição de 1988 – só poderia ser incluído por meio de concurso público. A estimativa – conforme informaçþes da assessoria de imprensa do Tribunal de Contas – Ê que aproximadamente 580 pessoas passem pelo recadastramento. Nos bastidores, Ê indagado – inclusive por funcionårios da própria Corte – se todos estes de fato trabalham no Tribunal. A assessoria de imprensa destaca apenas que as medidas fazem parte de mudanças que estão ocorrendo no Tribunal em virtude da crise, pois com a nomeação de novos diretores Ê necessårio que estes possuam a ideia exata de quem são e onde estão lotados os servidores do órgão. Não se sabe ainda se o resultado do recadastramento – semelhante ao que ocorreu em 2007 – serå SXEOLFDGR QR 'LiULR 2ÀFLDO apresentando uma nova lista de funcionårios. Quanto aos comissionados exonerados, ainda não se tem uma ideia de quantos foram, conforme a própria assessoria. PREFEITO Entre os que estão na lista para fazer o recadastramento, alÊm de sobrenomes da política local, estå o nome do prefeito de Traipu, Marcos Santos, que se encontra foragido em função – coincidentemente – de outra operação da Polícia Federal, que detectou desvios de verbas na prefeitura. (L.V)


TribunaIndependente MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

Conhecimento de causa

H

ĂŠrcules Paulo da Silva, leitor de “Vejaâ€?, de MaceiĂł, teve publicada na Ă­ntegra carta enviada Ă revista, edição desta VHPDQD´)XLGDVĂ€OHLUDVGR3&%QRVDQRVHYLDLQ loco como eram o PC do B e suas festas na UJS – que era usada FRPRFDPSRGHWUHLQDPHQWRHFRRSWDomRGHMRYHQVSDUDDVĂ€OHLUDV do partido. Participei de movimentos sociais, de representaçþes estudantis e vi como funcionavam suas ideias e seus anseios por cargos. Vi tambĂŠm no DCE da universidade federal daqui os seus movimentos para conseguir a perpetuação na entidade. Sabemos que existem quadros sĂŠrios nesse partido, convictos da sua ideologia e comprometidos com a massa trabalhadora, mas sabemos tambĂŠm que existem tambĂŠm quadros com interesses alĂŠm do que a verdadeira polĂ­tica pode dar. Fico me lembrando do tempo de nossos embates polĂ­ticos e penso no que se transformou o PC do B durante essas dĂŠcadas e porque tantos escândalos proporcionados desde a ĂŠpoca de uma ruptura com visĂľes mais alĂŠm do que podiam, como jĂĄ citado. Os brasileiros que acreditavam QXPDSROtWLFDVpULDKRQHVWDHVHPFRPSURPLVVRĂ€FDUDPFRPD politicalha dos dias de hoje.â€?

Centenårio Carlos Mendonça, presidente do Instituto Arnon de Mello, comanda hoje, às 19h30m, o evento do centenårio de Arnon de Mello, no InVWLWXWR+LVWyULFRH*HRJUi¿FR&RP palestra de JosÊ Medeiros, apreVHQWDomRGRQRYRSURMHWRJUi¿FR da Gazeta de Alagoas e entrega da Comenda Senador Arnon de Mello a Guilherme Palmeira, JosÊ Guido Rego Santos, Humberto Gomes de Melo, à lvaro Cezar Almeida e à lvaro Mendonça Alves.

Mensagem Em artigo intitulado “Travessiaâ€?, publicado ontem, na Gazeta de Alagoas, Luiz OtĂĄvio Gomes praticamente se despede do cargo de secretĂĄrio estadual do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico. Mas desconversa, dizendo: “Estou somente falando em voz alta o que se passa comigo atualmenteâ€?.

A conferir Os ministros dos tribunais superiores são nomeados pelo presidente da República. No TSE, que julga açþes de Ronaldo Lessa contra TÊo Vilela, inclusive. O atual governador leva vantagem, nesse embate, pela vinculação a Fernando Henrique Cardoso e a simpatia, por incrível que pareça, dos petistas Lula e Dilma Roussef.

Nada a ver

Nem tanto

O mĂŠdico cardiologista JosĂŠ :DQGHUOH\1HWRpH[FHOHQWHSURÂżVsional, reconhecido nacionalmente, JUDQGHÂżJXUDKXPDQDHTXDQGR exerceu mandato de vice-governador, saiu-se muito bem, sem mĂĄcula. NĂŁo precisava do cargo de assessor especial do governador. Ele ĂŠ muito maior do que o cargo que lhe destinaram.

O deputado estadual Marcos Barbosa (PPS), presidente do CRB, nĂŁo quer ouvir falar em festa antecipada para o jogo contra o AmĂŠrica RN, dia 16, quando o clube precisa sĂł de um empate para voltar Ă SĂŠrie %0DVHVEDQMDFRQÂżDQoDDR dizer “faltam quatro jogosâ€?, referindo-se Ă  possibilidade de ser campeĂŁo da SĂŠrie C.

Saudade A família de Antônio Saturnino de Mendonça Neto manda celebrar hoje, às 18 horas, na Igreja de São Pedro, em Ponta Verde, missa por um ano do seu falecimento. Advogado, jornalista, deputado estadual e federal, Mendonça Neto foi sempre polêmico, mas não se pode negar a sua importância para o exercício da democracia.

Atualização A Procuradoria Geral do Estado, atravĂŠs do seu Centro de Estudos, dĂĄ continuidade, Ă s 15h30m, no seu auditĂłrio, ao ciclo de palestras jurĂ­dicas iniciado hĂĄ duas semanas. A palestra de hoje ĂŠ “O projeto do novo CĂłdigo de Processo Civilâ€?, com o professor Pedro Henrique Nogueira, mestre e doutor em Direito.

“

$OpPGHYDORUL]DURSURÀVVLRQDO pretendemos discutir os assuntos de interesse da sociedade em que a årea tÊcnica precisa se posicionar� ROOSEVELT PATRIOTA COTA Presidente eleito do Crea/AL, com 623 votos contra 275, anunciando o engajamento em questþes relevantes como transposição e revitalização do Rio São Francisco, alÊm do uso indiscriminado de agrotóxicos

* O projeto “Quinta no Arenaâ€? apresenta, hoje e no prĂłximo dia 17, no Teatro de Arena SĂŠrgio Cardoso, sempre Ă s 19 horas, o espetĂĄculo “Pedaços de NĂłs Mesmosâ€?, da Companhia Teatral Mestres da Graça, VREUHDREUDHDELRJUDÂżDGH*UDFLOLDQR5DPRV * Pelo projeto Sonora Brasil, o SESC promove hoje, Ă s 19h30m, na sua unidade de Arapiraca, uma apresentação da banda de congo “Panela de Barroâ€?. AmanhĂŁ, o grupo vai se apresentar em MaceiĂł, Ă s 20 horas, no SESC Centro. * A secretaria estadual de Turismo e a AgĂŞncia Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento encerram hoje, em Delmiro *RXYHLDDVRÂżFLQDVUHJLRQDLVSDUDDSUHVHQWDomRGDSURSRVWDGH Zonas TurĂ­sticas, para a regiĂŁo do baixo rio SĂŁo Francisco. * A Setur e o MaceiĂł Convention & Visotors Bureau promovem, hoje, FDSDFLWDomRHPDWHQGLPHQWR*/%7SDUDSURÂżVVLRQDLVGRVHWRUWXUtVWLFR HorĂĄrio: das 8 Ă s 12 horas e das 14 Ă s 18 horas. Local: Centro Cultural e de Exposiçþes Ruth Cardoso, Sala Pitanga. * Com vĂĄrios desfalques, o ASA perdeu de 2x1 para o Boa Esporte, em Varginha, e pela primeira vez entrou na zona de rebaixamento da SĂŠrie %GR&DPSHRQDWR%UDVLOHLUR/RJRDJRUDQDUHWDÂżQDOTXDQGRIDOWDP apenas trĂŞs jogos.

POLĂ?TICA

3

NonĂ´: Governo federal vai isentar taxa das casas Medida ProvisĂłria serĂĄ emitida para custear moradias de desabrigados de AL

O

vice-governador e coordenador do Programa da Reconstrução, JosĂŠ Thomaz NonĂ´ (DEM), anunciou, ontem, 9, que o governo federal irĂĄ baixar uma medida provisĂłria isentando os desabrigados pela enchente de 2010 da cobrança de mensalidade das casas. “Desde o princĂ­pio, defendo a tese de que ĂŠ necessĂĄrio encontrar uma solução do governo federal. NĂłs batalhamos para uma solução sem Ă´nus para os desabrigados. Essa medida provisĂłria serĂĄ o triunfo do trabalho desta coordenação e de toda equipe do Governo Teotonio Vilelaâ€?, declarou JosĂŠ Thomaz NonĂ´. De acordo com o vice-governador, as 17.398 casas estĂŁo sendo construĂ­das com UHFXUVRV Ă€QDQFLDGRV SHOD Caixa EconĂ´mica Federal, por meio do programa “Minha Casa, Minha Vidaâ€?, que, com a medida provisĂłria, vai abrir uma excepcionalidade. â€œĂ‰ uma vitĂłria da persistĂŞnFLD H Ă€UPH]D GR (VWDGR QR pleito da isenção da cobrança. Essa medida irĂĄ agilizar e resolver algumas pendĂŞnFLDVGHVVHSURFHVVRÂľDĂ€UPRX NonĂ´. O vice-governador reforçou que o Estado ĂŠ parceiro dos desabrigados e que a ex-

ARQUIVO

Thomaz Nonô consegue sensibilizar governo federal expondo condição dos desabrigados

pectativa Ê que mais de mil casas sejam entregues atÊ RÀQDOGRDQR´$VREUDVHVtão bem adiantadas, estou cobrando a celeridade no processo e visitando os canteiros de obras. Em 2012, essas pessoas irão morar em cidades bem melhores,

SEM APOIO

Ronaldo Medeiros nĂŁo ĂŠ candidato em Palmeira NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

Pretenso candidato Ă prefeitura de Palmeira dos Ă?ndios, o deputado estadual Ronaldo Medeiros (PT) nĂŁo concorrerĂĄ mais ao cargo na eleição do ano que vem. Problemas com a estrutura de campanha, a demora do partido se posicionar, foram alguns dos fatores que levaram Medeiros a desistir da disputa. “NĂŁo tenho como competir igualitariamente Ă s eleiçþes do ano que vem em Palmeira dos Ă?ndios por conta da estrutura de campanha. NĂŁo se faz polĂ­tica apenas com discursos, mas, com distribuição de santinhos, adesivos, carros de apoio, combustĂ­vel, pessoas interessadas em contribuir. Tudo isso requer um investimento, e isso nĂŁo tivemos como conseguir. Por isso, descartei a possibilidade de sair como candidato a prefeito em Palmeira dos Ă?ndiosâ€?, revela o deputado. O parlamentar argumentou ainda que tentou buscar com o PT em BrasĂ­lia os recursos para investir em sua campanha, porĂŠm, a direção

demorou a responder. Enquanto isso, em Alagoas, a situação nĂŁo foi diferente, no TXDORSDUWLGRMXVWLĂ€FRXTXH a sigla estĂĄ com muitos gastos. “Infelizmente, nĂŁo posso sair candidato apenas com um carro de som. O atual prefeito tem bases e tambĂŠm tem pessoas interessadas em investir em sua reeleição. O que eu nĂŁo admito ĂŠ que Palmeira dos Ă?ndios continue sendo administrada por um prefeito que deixou a cidade um caos, com uma gestĂŁo beirando o descasoâ€?, explicou Ronaldo Medeiros que nĂŁo transferiu seu tĂ­tulo Ă sua cidade natal. Mesmo sem sair candidato, Medeiros garante participação no pleito de 2012. Existe uma movimentação polĂ­tica entre os partidos SDUD GHĂ€QLU XP QRPH SDUD encarar a disputa contra o James Ribeiro (PSDB), denunciado diversas vezes por improbidade administrativa. â€œĂ‰ importante que seja um candidato forte. NĂŁo podemos deixar que saiam dois ou trĂŞs candidatos da oposição, porĂŠm, o cenĂĄrio ainda estĂĄ se formando. Reitero que Palmeira nĂŁo pode continuar abandonadaâ€?.

com casas de boa qualidade, resgatando a cidadania do nosso povo. Orgulha-me e me deixa muito satisfeito o avanço desse processo�, declarou Nonô. As casas terão padrão único, com 41 m² de årea construída, divididos em

OMISSĂƒO

Promotor de Limoeiro ĂŠ denunicado pelo MCCE O Movimento de Combate Ă Corrupção Eleitoral (MCCE) entrou com uma denĂşncia na corregedoria do MinistĂŠrio PĂşblico Estadual para que a conduta do promotor AntĂ´nio Villas Boas seja investigada. Segundo o coordenador-geral do MCCE, AntĂ´nio Fernando dos Santos, o promotor da cidade estĂĄ sendo omisso em sua função. Ă€ Tribuna Independente, o coordenador informou que no dia 21 de setembro a promotoria de Limoeiro de Anadia publicou uma portaULD QR 'LiULR 2Ă€FLDO GR (Vtado informando que o prefeito James Marlan deveria sanar alguns vĂ­cios denunciados em sua administração, a exemplo de nepotismo, exoneração de cargos comissionados destinados aos parentes de vereadores. “Desde a data de publicação que nada foi feito. JĂĄ se passaram mais de 30 dias e existe uma clara demonstração de que o promotor estĂĄ se omitindo e prevaricando. Por isso, o MCCE entrou com uma ação na corregedoria do MP para que ele seja investigado. O prĂłprio promotor toma a medida de

CĂ‚MARA DE TRAIPU

RESOLUĂ‡ĂƒO

O pleno do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJ/AL) decidiu que o afastamento da presidente da Câmara Municipal de Traipu ĂŠ ilegal. Conceição Tavares (DEM) havia sido retirada do cargo diversas vezes por determinação dos vereadores aliados ao prefeito Marcos Santos, que ainda estĂĄ foragido da PolĂ­cia Federal. “Se encontram na decisĂŁo guerUHDGDWUDoRVVXÂżFLHQWHVSDUD caracterizar possĂ­vel teratologia, ilegalidade e abuso de poderâ€?, DÂżUPRXRUHODWRUGRFDVRGHsembargador EstĂĄcio Gama.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) vai regulamentar o pagamento de precatórios do Estado e municípios. A medida foi proposta por Otåvio Lessa e busca adequar a Corte à Constituição Federal. A resolução sobre o tema foi publicada no 'LiULR2¿FLDOQHVVDTXDUWDIHLUD (09). Os gestores terão que enviar ao TCE, em atÊ 60 dias, a lista completa de pagamentos a serem realizados. A partir do próximo ano, a entrega deve ser feita anualmente, junto com suas prestaçþes de contas.

TJ diz que afastamento de presidente ĂŠ ilegal

dois quartos, sala, cozinha, banheiro, varanda e årea de serviço. Cada casa tem um custo mÊdio de R$ 42 mil. Para a construção dos imóveis, a Caixa reservou R$ 713 milhþes. O governo de Alagoas jå investiu R$ 370 milhþes nas obras.

TCE vai regulamentar precatĂłrios de AL

acabar com a improbidade administrativa em Limoeiro de Anadia, e mesmo assim nĂŁo faz a sua parte. O prefeito James Marlan continua a administrar irregularmente a cidadeâ€?, criticou o coordenador do MCCE em Alagoas. De acordo com AntĂ´nio Fernando, os prĂłprios moradores do municĂ­pio relataram ao MCCE que nada mudou apĂłs a portaria publicada pelo promotor Villas Boas. “Os familiares continuam empregados, os parentes de vereadores estĂŁo com seus carros alugados Ă prefeitura, e atĂŠ os servidores que pegam emprĂŠstimos continuam com seus nomes indo parar no SPC/Serasa porque o prefeito nĂŁo repassa o descontoâ€?, complementa AntĂ´nio Fernando. A reportagem da Tribuna Independente tentou estabelecer contato telefĂ´nico com o promotor AntĂ´nio Villas Boas para saber a sua versĂŁo a respeito das acusaçþes feitas pelo Movimento, porĂŠm, ele nĂŁo se encontrava no momento em que ligamos para seu celular e nĂŁo retornou as ligaçþes. (NS)


4 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

SaĂşde a domicilio

C

om direito å cadeia nacional de rådio e TV no horårio nobre, o Governo federal lançou o Programa Melhor em Casa, que pretende ampliar o atendimento domiciliar do Sistema Único de Saúde. AtÊ 2014 o Governo pretende dispor de mil equipes de atendimento em casa e outras 400 de apoio em todo o país. As equipes serão formadas por mÊdicos, enfermeiros, tÊcnicos em HQIHUPDJHPHÀVLRWHUDSHXWDVHYmRDWHQGHUHPFDVDDLGRVRV pacientes com necessidade de reabilitação motora, pacientes crônicos sem agravamento e em situação pós-cirúrgica. A intenção do Governo acredita-se, Ê a melhor possível, mas em termos de saúde S~EOLFDVDEHVHTXHGLÀFLOPHQWHRSURJUDPDFRQVHJXLUiDWLQJLU seus objetivos. Taí o exemplo do Programa Saúde da Família, que HQFRQWUDGLÀFXOGDGHVH[WUHPDVVHMDSHODIDOWDGHUHPXQHUDomR DGHTXDGDSDUDRVSURÀVVLRQDLVVHMDSHODDXVrQFLDGHLQIUDHVtrutura em municípios mais distantes. Para o novo programa, o MinistÊrio da Saúde destinou R$ 1 bilhão e ele serå executado em parceria com estados e municípios. Para aderir as cidades terão que ter, no mínimo, 40 mil habitantes. Para este ano, o MinistÊrio deve repassar a estados e municípios R$ 8,6 milhþes para implantação e manutenção do serviço de atendimento domiciliar. $LGpLDGR*RYHUQRpUHGX]LUDVÀODVGRVVHUYLoRVGHHPHUJrQFLD nos hospitais da rede pública, e desocupar os leitos de quem pode ser atendido em casa. Quem dera que um programa com esta magnitude e com este alcance desse certo no Brasil.

Faxina de verdade? O Presidente do Tribunal de Contas de Alagoas, Conselheiro Luiz Euståquio Toledo, tem nas mãos uma ótima oportunidade para mostrar que a mini-faxina que iniciou na estrutura administrativa do TC pode (e deveria) ser ampliada. Especialmente o Presidente, com o recadastramento, poderia exigir a presença e o trabalho dos servidores fantasmas que sugam os recursos e a credibilidade que aquela Corte deveria ter. São parentes, amigos, protegidos, assessores e atÊ cabos eleitorais folgados e irresponsåveis, que ganharam cargos hå anos e somente se preocupam com os valores salariais depositados nas contas. Luiz Euståquio, que conhece bem o cargo e a situação, tem a chance de marcar sua gestão, resgatando a seriedade que o TC jå deveria ter demonstrado. Por favor!

Se a moda pega

Culpa do colete

Mais um chef de cozinha de um hotel de luxo na capital paulista foi preso por policiais da Delegacia de Saúde Pública e do Departamento de Proteção à Cidadania. Ele foi detido no Hotel Intercontinental onde foram encontrados alimentos VHPLGHQWL¿FDomRGHRULJHPH com validade vencida. Antes outros dois chefes internacionais jå haviam sido detidos. Desta feita foram encontradas 25 bandejas de verduras, um pacote de carne de siri, uma peça aberta de queijo Gruyre, alÊm de uma peça de carne bovina, um pacote de frutos do mar e uma peça de presunto com validade vencida.

eGLItFLOGHHQWHQGHUFRPRXPSUR¿Vsional que vai cobrir um tiroteio em XPDIDYHODQR5LRGH-DQHLURRQGHD arma mais usada, tanto por marginais como pela polícia, Ê um fuzil AR-15, e para se proteger usa um colete que só agßenta tiros de pistola 9mm e revólver calibre 38. No caso GRFLQHJUD¿VWDGD79%DQGHLUDQWHV Gelson Domingos, a situação foi exatamente esta, segundo o Sindicato GRV-RUQDOLVWDVGR5LRGH-DQHLUR O caso foi considerado de extrema irresponsabilidade por parte da empresa jornalística e indignou a família e a categoria. O colete foi entregue å Divisão de Homicídios da Polícia Civil que investiga o crime. A peça era de polietileno, do tipo 2 – A e fabricado em 2003 com validade atÊ 2013.

TrĂĄfego seguro A partir de hoje o serviço de Educação no Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) dĂĄ inĂ­cio a mais uma ação para conscientizar motoristas sobre o trĂĄfego seguro nas rodovias alagoanas. A campanha começa hoje pela Rodovia AL-220 com blitz educativa, distribuição de folhetos e brindes com mensagens educativas e pretende se estender para todo o Estado dentro do projeto “DĂŠcada de Ação Pela Segurança no Trânsito – 2011 a 2020â€?. No prĂłximo dia 16 a campanha chega ĂĄ rodovia AL-110 em Penedo, no dia 24 estarĂĄ na rodovia AL- 205 entre Passo de Camaragibe e Porto de Pedras e assim sucessivamente.

Cinema bilionĂĄrio Que o cinema produzido em Hollywood ĂŠ uma mĂĄquina de fazer dinheiro ninguĂŠm tem dĂşvidas. Agora foi divulgada a relação dos dez ÂżOPHVGHPDLRUELOKHWHULDQDKLVWyULDGRFLQHPDPXQGLDOHRVYDORUHV VmRHVWUDWRVIpULFRV2FDPSHmRHPIDWXUDPHQWRpRÂżOPHÂł$YDWDU´GH -DPHV&DPHURQODQoDGRHPHTXHDWpRPRPHQWRMiIDWXURX86 2.782.275,172 (isso mesmo, quase 3 bilhĂľes de dĂłlares!). O segundo colocado ĂŠ o ĂŠpico “Titanicâ€? (1997) que atĂŠ hoje jĂĄ faturou US$ 2WHUFHLURÂżOPHGHPDLRUELOKHWHULDpÂł+DUU\3RWWHUÂą$V RelĂ­quias da Morteâ€? (2011) que jĂĄ ganhou US$ 1.327.828,650.

Cinema bilionĂĄrio 2 As outras sete produçþes hollywoodianas que jĂĄ superaram a casa de 1 bilhĂŁo de dĂłlares sĂŁo as seguintes: “Transformers – O Lado Oculto da Luaâ€? de 2011 com US$ 1.122.022,953, seguido de “O Senhor dos AnĂŠisâ€? (2003), US$ 1.119,110.941. Depois aparece “Os Piratas do Caribe – O BaĂş da Morteâ€? (2006), US$ 1. 066.179,725 e “Toy Storyâ€? de 2010 que faturou US$ 1.063.171.911. E novamente “Os Piratas do Caribe – Navegando em Ă guas Misteriosasâ€? (2011), US$ 1.039.571802, e “Alice no PaĂ­s das Maravilhasâ€? de 2010, com US$ 1.024.299.904. Em dĂŠcimo lugar aparece “Batman – O Cavaleiro das Trevasâ€? que lucrou US$ 1.001. 921.825.

TribunaIndependente

TJ decide manter prisĂŁo de Francisco TenĂłrio Orlando Manso e procurador foram favorĂĄveis Ă liberdade do ex-deputado SANDRO LIMA

so, foi favorĂĄvel ao habeas corpus. O mesmo posicionamento teve o procurador or dois votos a um, a MĂĄrcio TenĂłrio. De acordo Câmara Criminal do com o membro do MinistĂŠTribunal de Justiça do rio PĂşblico (MP), a Justiça Estado de Alagoas (TJ/AL) errou ao nĂŁo fundamentar a decidiu manter a prisĂŁo do manutenção da prisĂŁo preex-deputado federal Fran- ventiva do ex-parlamentar. cisco TenĂłrio. O procurador “A prisĂŁo ĂŠ ilegal. A 17ÂŞ MĂĄrcio Roberto TenĂłrio de [Vara] soltou o outro rĂŠu que Albuquerque se posicionou estava na mesma situação. a favor da concessĂŁo de ha- E ĂŠ o outro rĂŠu que ĂŠ acusabeas corpus. O ex-deputado GRGDDXWRULDPDWHULDOÂľH[ĂŠ acusado de ser mandante plica TenĂłrio. O procurador do assassinato do Cabo Gon- teve posicionamento conçalves, em 1996, e de CĂ­cero trĂĄrio ao seu colega Dilmar BelĂŠm, ex-assessor parla- Camerino, que havia dado mentar morto, em 2005. parecer contrĂĄrio Ă soltura. O pedido de liberdade foi É a quarta vez que Terelatado pelo desembarga- nĂłrio tem um pedido de dor JosĂŠ Carlos Malta Mar- habeas negado no Tribunal ques. “Ele tem uma prisĂŁo alagoano. O ex-deputado preventiva e nĂŁo hĂĄ nenhu- foi preso em BrasĂ­lia, pouPD LOHJDOLGDGHÂľ FRPHQWD cos dias apĂłs ter deixado o Segundo o magistrado, a mandato por nĂŁo conseguir prisĂŁo ĂŠ necessĂĄria para VH UHHOHJHU &RP R Ă€P GD garantia da ordem pĂşblica. imunidade parlamentar, “Ainda hĂĄ riscos, se ele for TenĂłrio teve sua prisĂŁo deVROWRÂľ H[SOLFD 6HX YRWR IRL cretada pela 7ÂŞ e 17ÂŞ Varas seguido pelo desembargador Criminais, a pedido do enEdivaldo Bandeira Rios. tĂŁo Gecoc, hoje denominado JĂĄ o terceiro magistrado Grupo de Atuação Especial que compĂľe a Câmara, de- de Combate ao Crime Orgasembargador Orlando Man- nizado (Gaeco). VICTOR AVNER REPĂ“RTER

P

Ex-parlamentar foi preso logo apĂłs perder seu mandato

FICHA LIMPA

Pedido de vistas adia julgamento da Lei ta o princĂ­pio irretroabiliO julgamento no Supre- dade. De acordo com o voto mo Tribunal Federal (STF) do ministro, a Ficha Limpa sobre a validade da Lei pode impedir a candidatura Complementar 135/2010, de polĂ­ticos condenados por conhecida como Lei da Fi- ĂłrgĂŁo colegiado antes da viFKD /LPSD YDL Ă€FDU SDUD gĂŞncia da medida. depois. Um pedido de vistas Da mesma forma, Fux do ministro Joaquim Barbo- considerou que a presunção sa suspendeu o julgamento de inocĂŞncia nĂŁo ĂŠ aplicĂĄvel das Açþes DeclaratĂłrias de Ă Lei 135/2010. “A presunConstitucionalidade (ADCs) ção de inocĂŞncia, sempre 29 e 30 e da Ação Direta tida como absoluta, pode e de Inconstitucionalidade deve ser relativizada para (Adin) 4578, que acontecia Ă€QVHOHLWRUDLVÂľDYDOLRX nessa quarta-feira (9). O Fux, no entanto, consirelator das açþes, ministro dera o prazo de oito anos de Luiz Fux, votou pela valida- inelegibilidade muito amde parcial das novas regras. plo. O ministro acredita que Para Fux, a Lei nĂŁo afe- deve haver um desconto pro-

COM ASSESSORIA

porcional ao período entre a condenação do político e o trânsito em julgado de seu processo. AlÊm disso, os casos de renúncia para evitar cassação não seriam plausíveis de inelegibilidade. O julgamento foi interrompido por um pedido de vistas de Barbosa. O ministro explicou que a iniciativa foi para evitar um novo empate na Corte. Desde que a Ministra Ellen Gracie se aposentou, o STF tem apenas dez ministros. As açþes que pedem a constitucionalidade da Lei foram movidas pela Ordem dos Advogados do Brasil

OLHO D’à GUA DO CASADO

Vice-prefeito ĂŠ encontrado morto em carro DAVI SALSA REPĂ“RTER

Arapiraca (Sucursal) - A polĂ­cia e os moradores de Olho d’à gua do Casado, a 280 km de MaceiĂł, estĂŁo intrigados com a morte do vice-prefeito do municĂ­pio, Aderval AndrĂŠ Souza de Alencar, 26. Na manhĂŁ de ontem (9), o corpo de “AderYDO]LQKRÂľ FRPR HUD FKDPDdo por familiares e amigos, foi encontrado no interior de seu veĂ­culo. De acordo com os primeiros levantamentos, o corpo do vice-prefeito apresenta-

va uma perfuração de arma de fogo na parte frontal da cabeça. O veículo estava parado às margens da Rodovia Altemar Dutra, nas imediaçþes da ponte que divide as cidades de Olho d’à gua do Casado e Piranhas. Ainda de acordo com a polícia, Adervalzinho, que era ÀOLDGRDR36'%HVWDYDVHQtado no banco do motorista, com os vidros fechados e um revólver calibre 38 entre as pernas. Um morador relatou que, por volta das 8h, o político foi visto conversando com um mototaxista nas imediaçþes da Companhia

de Polícia Militar. Cerca de uma hora depois, populares encontraram o veículo parado às margens da rodovia. Amigos de AderYDO]LQKR ÀFDUDP VXUSUHVRV com a notícia de sua morte. Ele iria colar grau em Direito na próxima sexta-feira (11), na cidade Arapiraca. Segundo um parente do vice-prefeito, Adervalzinho saiu de Piranhas com os convites da formatura para entregar a amigos na cidade de Olho d’à gua do Casado, e depois seguiria para a cidade de Delmiro Gouveia na companhia de seu pai,

‡$;,,,HGLomRGR1RUGHVWH&DQWDW,QWHUQDFLRQDOSURVVHJXHKRMHFRP apresentaçþes no Teatro Deodoro e tambÊm no interior. No Teatro o preço do ingresso Ê de R$ 10 com mais uma entrada de cortesia. No interior a apresentação Ê gratuita.

HOMICĂ?DIOS

CONTRATOS

‡+RMHHVWDUmRVROWDQGRDYR]R&RUDO9R]HVGH,SLRFDR&RUDOÆQJHOXV o Coral à guas que Cantam, o Coro Som das à guas, Coral Alpha de Maceió e o argentino Antique Cordova Ensemble. Em Coruripe a apresentação serå na Igreja Nossa Senhora das Dores ås 19h.

O Tribunal de Justiça negou dois habeas corpus de Francisco Tenório na quarta-feira (9). O ex-deputadofederal Ê acusado de ter envolvimento nos homicídios do Cabo Gonçalves e de Cícero BelÊm, seu ex-assessor. O primeiro foi covardemente morto em 1996, quando chegava em um posto de combustível na Serraria, alvejado por mais de 70 tiros de pistola e metralhadora. BelÊm, segundo a Polícia, foi executado FRPR³TXHLPDGHDUTXLYR´8PH[DVVHVVRUGH7HQyULRFRQ¿UPRXD autoria intelectual.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) multou os prefeitos de Chã Preta, Viçosa, Craíbas e Arapiraca. Cada gestor municipal terå que pagar 50 UPFALs - o que equivale a apenas R$ 810,50 - por não apresentar documentos referentes a contraWRV¿UPDGRVHQWUHDVSUHIHLWXUDV e empresas privadas. Todos os processos foram relatados por Anselmo Brito, auditor aprovado em concurso público que recentemente foi nomeado Conselheiro - o primeiro do quadro efetivo da Corte de Contas.

‡-iQR7HDWURGH$UHQDRHVSHWiFXORWHDWUDO³3HGDoRVGH1yV0HVPRV´ då continuidade ao Projeto Quinta no Arena. A peça Ê montada pela Cia. Teatral Mestres da Graça, que se propþe a mesclar fragmentos da obra ¿FFLRQDOGH*UDFLOLDQR5DPRVFRPWUHFKRVGDVXDELRJUD¿D ‡$&RPSDQKLDQDVFHXHPQDFLGDGHGH3DOPHLUDGRVËQGLRVFRP RQRPHGH*UXSRGH7HDWUR$PDGRUGH3DOPHLUDGRVËQGLRVTXHMXQWRX atores e adeptos da arte cênica de grupos como Oåsis, Yamarache e Candeeiro. ‡2HVSHWiFXORGHKRMHHVWiPDUFDGRSDUDFRPHoDUiVKFRPLQJUHVsos a R$ 10 e a R$ 5 para a meia entrada. A peça retorna ao palco do Arena na próxima quinta feira (17).

(OAB) e pelo Partido Popular Socialista (PPS). A outra ação, que questiona a Ficha Limpa parcialmente, foi impetrada pelo Conselho Nacional de ProÀVVLRQDLV /LEHUDLV &13/  O órgão considera inconstitucional o dispositivo que torna inelegível quem Ê exFOXtGRGDSURÀVVmRSRUyUJmR competente. RECOMEÇO Não hå previsão para a retomada do julgamento. A Corte ainda deve aguardar a posse de Rosa Maria Weber, indicada pela presidente Dilma Rousseff, para evitar novos empates. (V.A.)

Tenório tem Gonçalves e BelÊm em sua conta

TCE multa gestores de quatro municĂ­pios

TXHHVWDYDjHVSHUDGRÀOKR em uma fazenda nas proximidades de onde o carro foi encontrado. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil foram acionados atÊ o local juntamente com funcionårios do Instituto MÊdico Legal (IML). A Polícia Militar tambÊm esteve QD iUHD TXH ÀFRX LVRODGD para o trabalho da perícia. A primeira hipótese Ê de que o vice-prefeito tenha praticado suicídio, mas familiares não acreditam na versão e aguardam o laudo mÊdico, que deve esclarecer a morte.


TribunaIndependente MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011 POLĂ?TICA

5

DRU: aprovada com relatório de Renan Desvinculação das Receitas da União då poderes ao governo federal de gerir livremente R$ 62 bilhþes, a partir de 2012

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

“Alagoas ĂŠ muito mais que praiaâ€?

E

VWDIRLDDÀUPDomRGRYLFHJRYHUQDGRU7KRPD]1RQ{ '(0  durante um evento na capital alagoana. Nonô ainda foi enfåtico ao dizer que Ê necessårio que os turistas tambÊm conheçam as belezas do sertão e agreste alagoano que são ricos em cultura. Vai aí uma boa dica as empresas de turismo.

JL e JC A cidade de UniĂŁo dos Palmares conseguiu unir no mesmo projeto politico o deputado federal JoĂŁo Lyra e o ex-deputado JoĂŁo Caldas onde ambos apoiam a candidatura do mĂŠdico Beto BaĂ­a para sucessĂŁo de Kil Freitas. Vamos aguardar cenas dos prĂłximos capĂ­tulos.

Entendedor do assunto Durante programa expressão nacional exibido pela TV Câmara, o deputado federal Givaldo Carimbão mostrou que tem larga experiência quando o assunto Ê recuperação de dependentes químicos. Em mais de uma hora de debates com especialistas o parlamentar alagoano fez relatos sobre fatos absurdos quando do sistema implantado para recuperação de jovens dependentes, como tambÊm apresentou dados que chamam a atenção sobre o avanço das drogas no Brasil.

Em sintonia Os jovens deputados federais, Renan Filho (PMDB) e Mauricio Quintella (PR) tem mostrado bastante sintonia quando da participação na comissão especial da Lei Geral da Copa. A prova estå nas trocas de elogios entre eles nas redes sociais, sinal de maturidade e respeito em defesa do bem comum.

Cantou no susto A secretĂĄria de turismo de MaceiĂł, Claudia Pessoa, levou o maior susto quando discursava e houve uma falha no sistema de som durante evento num restaurante, e diante da plateia ela nĂŁo se conteve e cantarolou: “Guerreiro cheguei agora Nossa Senhora ĂŠ nossa defesa!â€?

Lideranças partidårias da base de sustentação do Governo, no Senado aprovaram na quarta-feira, 9, em caråter extraordinårio, como forma de acelerar a tramitação da matÊria nas duas Casas do Congresso, a PEC 61/2011, que desvincula 20% dos recursos orçamentårios da União para o Governo poder gastar livremente, sem permanecer atrelado às despesas constitucionais. O percentual equivale a uma cifra próxima de R$ 62 bilhþes, no próximo ano. A proposta foi aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A manobra regimental contou com a participação decisiva do senador Renan Calheiros, líder do PMDB, que teve seu relatório aprovado e que serå o seu defensor quando da votação em plenårio. A mesma tarefa jå foi desempenhada pelo senador alagoano em 1997, quando relatou a aprovação do então Fundo Social de Emergência, antigo nome da atual DRU – Desvinculação dos Recursos da União. A DRU ainda estå ultimando a votação de alguns destaques, vez que a PEC foi aprovada na madrugada desta quarta-feira na Câmara dos Deputados.

Na terra do bagre

Ao contrario do secretårio de saúde Alexandre Toledo, o secretårio de educação Adriano Soares tem compartilhado com seus seguidores as açþes que vem desenvolvendo a frente da pasta. Basta seguir @adrianosoares69 !

Bateu o pĂŠ 2VHFUHWiULRGHHVWDGRGHDUWLFXODomRSROLWLFD5RJHULR7HyÂżOREDWHX o pĂŠ e disparou: “sou candidato a prefeito de Arapiraca, esse ĂŠ um SURMHWRSROLWLFRGRTXDOQmRDEURPmR´6yOHPEUDQGRTXH7HyÂżOR ingressou no PSDB e contarĂĄ com o apoio irrestrito do PalĂĄcio Republica dos Palmares para essa disputa.

Vereador(es) Boneco(s)? As cidades de Murici e Marechal Deodoro contam em seu parlamento com vereadores que utilizam dessa alcunha, e jå se consagraram como grandes lideranças em seus municípios. Detentores de maciça aprovação popular os Bonecos serão destaque em 2012.

Os senadores querem, agora, que a tramitação da DRU seja apensada ao resultado obtido na Câmara, como forma de acelerar a votação da Proposta, cujo pra]R ÀQDO GH YLJrQFLD p R GLD 31 do próximo mês. Mesmo assim, as lideranças partidårias jå acordaram pela aprovação de requerimento

de quebra de interstício, ou seja, o intervalo de três sessþes entre as duas votaçþes (dois turnos). Na mesma diUHomRÀFRXDFRUGDGRTXHSRderão ser realizadas sessþes deliberativas às segundas e sextas-feiras no mês de dezembro, buscando a mais råpida aprovação da matÊria. Com esse desfecho, Re-

nan estå cumprindo o acorGRÀUPDGRQDVHJXQGDIHLUD (7) com a presidente Dilma Rousseff (PT) pela aprovação da DRU, vålida atÊ 2015. ´e XPD DÀUPDomR GHFLVLYD da soberania nacional frente aos eventuais solavancos econômicos internacionais, como forma positiva de blindar o país�, disse o senador.

Wanderley sugere comissĂŁo

O clima politico na cidade sertaneja de JacarĂŠ dos Homens estĂĄ “pegando fogoâ€?, pois Floriano Silva, ex-aliado de Marcelo Souto, jĂĄ declarou apoio a reeleição do atual prefeito Junior Ernesto. PorĂŠm )ORULDQRHVWiÂżOLDGRQR37GR%FRPDQGDGRSRU0DUFHORHDRVHU perguntado se seria candidato a vereador ele respondeu: “Vou nĂŁo, posso nĂŁo!â€?

Usando twitter

Renan CalheirosÂżUPRXFRPSURPLVVRFRPDSUHVLGHQWH'LOPD5RXVVHIISDUDDSURYDomRGD'58

CARDIOPATIA EM ALAGOAS

Vou NĂŁo, posso nĂŁo!

A politica na cidade do Pilar parece que anda morna, porÊm nomes para a sucessão de Oziel Barros Ê o que não falta, como Ê o caso do vereador Luiz Carlos Omena, que atualmente assume a secretaria municipal de educação, e devido ao seu trabalho tem tido destaque e aprovação popular.

ASSESSORIA

SEMED

Almeida entrega material mobiliårio O prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP) visita, nesta quinta-feira (10), a partir das 9h, a base do sistema de videomonitoramento, implantado nas escolas da rede municipal. A base se localiza na rua Engenheiro Mårio de Gusmão, 738, Ponta Verde, sede da Servipa, em frente à Uroclínica. Jå 10h, Cícero Almeida entrega mobiliårios e material de almoxarifado da Secretaria Municipal de Educação (Semed), na sede da secretaria, localizada no Bom Parto.

O ministro Alexandre Padilha, da Saúde, vai criar uma comissão para indicar sugestþes de solução dos problemas da Cardiologia em Alagoas. A promessa foi feita ao cirurgião-cardíaco alagoano JosÊ Wanderley Neto, durante audiência em Brasília com integrantes da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardíaca, na última semana. Wanderley explicou ao ministro que a alta prevalência de doenças cardiovasculares exige a melhora das estruturas disponíveis para atender aos pacien-

tes. “Temos que ampliar o atendimento e montar redes de emergĂŞnciaâ€?, disse Wanderley. Como exemplo foi citada a descontinuidade dos procedimentos cardiopeGLiWULFRVHLQGHĂ€QLomRGDUHmuneração de cirurgias realizados pelo Sistema Ăšnico de SaĂşde (SUS) em Alagoas. Por conta disso, familiares de crianças que necessitam de intervenção cirĂşrgica estĂŁo buscando assistĂŞncia em outros estados, quando conseguem, ou recorrendo Ă Justiça. O cirurgiĂŁo-cardĂ­aco alagoano mostrou tambĂŠm ao

PLQLVWURTXHRVSURĂ€VVLRQDLV da ĂĄrea em Alagoas temem o risco de insolvĂŞncia dos serviços de atendimento cardiolĂłgico, “que estĂŁo recebendo apenas parte do pagamento pelos procedimentos gerais realizadosâ€?. Uma saĂ­da, apontada por Wanderley, seria os gestores pĂşblicos assumirem com o MinistĂŠrio PĂşblico e Defensoria PĂşblica estaduais o compromisso de colocar em prĂĄtica o programa de cirurgias cardiopediĂĄtricas, dando condiçþes para que os serviços de Cardiologia invistam em estrutura material e tĂŠcnica.


6

OPINIAO

MACEIร“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

Opiniรฃo

TribunaIndependente

Tempo de espera

O

รDJUDQWH GH GHVUHVSHLWR  GDV DJrQFLDV EDQFiULDV DRV FOLHQWHV PRVWUDGRQDSULPHLUDSiJLQDGD 7ULEXQD,QGHSHQGHQWHGHRQWHPPRVWUDTXHDSHVDUGRVGLUHLWRVHGHYHUHV GRFLGDGmRWHUHPVLGRUHJXODPHQWDGRV FRPRSUHFRQL]DD&RQVWLWXLomRGRSDtV QmRVHYHULร€FDDYDQoRVQHVWHDVSHFWR 'HVGHDSURPXOJDomRGD/HL0DJQD D VRFLHGDGH EUDVLOHLUD DVVLVWLX D XPD VpULHGHOHLVDSURYDGDVFRPRREMHWLYR HVWDEHOHFHU XPD PHOKRU FRQGXWD QD UHODomRHQWUHDVRFLHGDGHHVHWRUHVGD HFRQRPLD$VVLP VXUJLUDP UHJUDV  GH UHODFLRQDPHQWRVHQWUHEDQFRVHFOLHQWHVR&yGLJRGR&RQVXPLGRUUHJUDVGRV SODQRVGHVD~GHHVWDWXWRGRLGRVRHVWDWXWR GD LJXDOGDGH UDFLDO H OHJLVODomR VREUH SHVVRDV FRP QHFHVVLGDGHV HVSHFLDLV 1mRUHVWDG~YLGDTXHVRPHQWHDH[LVWrQFLDGHOHLVTXHUHJHPWRGRVRVSUR-

MARCOS ANTONIO DANTAS DE OLIVEIRA sabecomquemestafalando.blogspot.com

FHGLPHQWRV QRV kPELWRV FLWDGRV UHSUHVHQWDXPDDYDQoRSDUDDSRSXODomR1R HQWDQWR R FRWLGLDQR  QRV Gi XP RXWUD GLPHQVmR  TXDQGR VH UHIHUH DR  FXPSULPHQWRGDOHJLVODomRHDGHPRUDQR DWHQGLPHQWR EDQFiULR p  XPD GHVVDV GHVREHGLrQFLDV j OHL2 WHPSR Pi[LPR GH HVSHUD p GH  PLQXWRV FRQIRUPH GLVFLSOLQD R PXQLFtSLR SRUpP R WUDWDPHQWR GHVXPDQR FRQWUD RV FOLHQWHV FKHJDDGXUDUHPPpGLDPLQXWRV2 IDWRWDPEpPVHHVWHQGHDRDWHQGLPHQWR HPKRVSLWDOSDUWLFXODUHVGH0DFHLyHP FDVRV GH XUJrQFLD H HPHUJrQFLD8VXiULRV FRP SODQRV GH VD~GH WDPEpP UHFODPDPGRWHPSRGHHVSHUDTXHQHVWH FDVRJHUDXPDVLWXDomRPDLVVpULDSRU VHWUDWDUGHULVFRjYLGDGDVSHVVRDV8P DFRPSDQKDPHQWR GR 0LQLVWpULR 3~EOLFRQHVVHVGRLVFDVRVVHULDHVVHQFLDOSDUD SUHVHUYDomRGRVGLUHLWRVVRFLDLVHDYLGD GRVHUKXPDQR

Engenheiro Agrรดnomo, mestre em Desenvolvimento Sustentรกvel, membro da Academia Brasileira de Extensรฃo Ruraรงl/Aber, vice-presidente da Sociedade dos Engenheiros Agrรดnomos de Alagoas/Seagra, e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentรกvel/Condraf.

Do ร‰den ao trabalho 2 6HQKRU FDVWLJRX $GmR H (YD H[SXOVDQGRRV GR eGHQ GD*UDoDGLYLQD>GRQmRWUDEDOKR@(VRERHIHLWRGHVVDOHLWXUD $GmR H (YD GR VpFXOR ;;, FRQWLQXDP SDJDQGR XP SUHoR DOWR SRU HVVD FRQGXWD >PXLWR WUDEDOKR@ SULQFLSDOPHQWH RV SRYRV H FRPXQLGDGHV WUDGLFLRQDLVยฒDJULFXOWRUHVHH[WUDWLYLVWDVIDPLOLDUHVFRPRSHQLWHQWH jWHUUDSURPHWLGD 4XDQGR QR VpFXOR ;9, QR %UDVLO HP FRVWD EDLDQD D QDX SRUWXJXHVD DSRUWDYD H ID]LD XPD OHLWXUD GR -DUGLP GR eGHQ XP QRYR FpX H XPD QRYD WHUUD FRQVDJUDGD SHOD %tEOLDHVWDYDGLDQWHGRVROKRV GRPXQGRGRVVHWHSHFDGRVFDSLWDLV R -DUGLP GR eGHQ HUD R HQFRQWUR HQWUH R PXQGR GR SHFDGRHRPXQGRGRHVWDGRGD *UDoDGLYLQDHUDXPSULYLOpJLR SDUDDTXHOHVSRXFRVSHFDGRUHV PDVORJRDVHJXLURFRQWDWR>R FDRV@HQWUHRVLQYDVRUHVGRPLQDGRUHV H SHFDGRUHV H DTXHOHV TXHYLYLDPHPHVWDGRGD*UDoD GLYLQDHGHVVHHQFRQWURPXLWR WUDEDOKRHPXLWDSHQLWrQFLDR %UDVLOFRP0LVpULD (RUHWUDWRWRPDUIRUPDSHOR XVRGRVUHFXUVRVQDWXUDLV>WHUUD iJXD VROR H SODQWD@ SHOR XVR GD PmR GH REUD GRV tQGLRV >HVFUDYL]DGRV@ H HVFUDYRV DIULFDQRV SHOD 6HVPDULD TXH JDQKD PXVFXODWXUD H IRUoD H detentora da propriedade da WHUUD H GD PmR GH REUD H HP PXLWRV FDVRV GR FDSLWDO ร€QDQFHLUR H[SRUWD GHULYDGRV GD FDQD GH Do~FDU SDUD D PHWUySROH ( j VRPEUD GD &DVD *UDQGH GHVHQYROYHVH XPD DJULFXOWXUD GH EHQV DOLPHQWtFLRV H RXWURV SURGXWRV SHORV tQGLRV H DIULFDQRV HVFUDYRV HP JOHEDV SHTXHQDV HP JHUDO H QRV

GLDVOLYUHVGDODEXWDRXVRER UHJLPH GH FRWDV (VVD SUiWLFD WDPEpP VHUYLD SDUD DVVHJXUDU TXH HVVHV HVFUDYRV QmR IXJLVVHP %HP FRPR MXQWDU GLQKHLURSDUDFRPSUDUDOLEHUGDGH >VXD H GH VHXV ร€OKRV@ ( QDVPLVV}HVMHVXtWDVRVtQGLRV GHUDP LPSRUWDQWHV FRQWULEXLo}HVWDQWRSDUDRDXWRFRQVXPR FRPR JHUDomR GH H[FHGHQWHV DJUtFRODV QHJRFLiYHLV ( DVVLP VXVWHQWRX RV DVVHQWDPHQWRV DJRUDVHGHQWiULRV 2XWUR FRQWLQJHQWH LPSRUWDQWH IRUDP RV PHVWLoRV >OLYUH PHVWLoDJHP H EDVWDUGRV@ TXH RFXSDYDPDVWHUUDVPDUJLQDLV IRUQHFHQGR DOLPHQWRV SDUD RV HQJHQKRV H YLODV (VVHV DJULFXOWRUHV FXOWLYDYDP HP WHUUDV GHJUDGDGDV RX HP iUHDV UHPRWDV HP JHUDO HUD XPD DJULFXOWXUD IHLWD SHOR UHJLPH GHPHLDomRRXSDJDQGRXPDUUHQGDPHQWRDRGRQRGDWHUUD $ HVVHV VH MXQWD RV SRUWXJXHVHV QmR KHUGHLURV >UHJLPH GHPRUJDGLRRSULPRJrQLWRpR KHUGHLUROHJDOGRVEHQVGRSDL@ $RVQmRKHUGHLURVSHUPLWLDVH REWHUVXDSUySULDSRVVH7RGDYLDSHODIDOWDGHFDSLWDOHPmR GH REUD HVFUDYD GLร€FLOPHQWH FKHJDYDP j FRQGLomR GH VHVPHLURDVVLPUHVWDOKHVRFXOWLYRHPWHUUDVGHVWLQDGDVjSURGXomRSDUDRPHUFDGRLQWHUQR ,PSRUWDQWH RV LPLJUDQWHV HXURSHXV HOHV FRPHoDUDP D FKHJDUDR%UDVLOSUDWLFDPHQWH FRP'-RmR9,(OHVWLYHUDP VXDV YLDJHQV UHFHEHUDP lotes e os primeiros implemenWRV DJUtFRODV FXVWHDGDV SHOR HUiULRS~EOLFRSDUDIRUPDUQ~FOHRVGHSURGXomRSDUDRDEDVWHFLPHQWRLQWHUQR2UHVXOWDGR p TXH TXDQGR GHL[DUDP GH UHFHEHU R VXEVtGLR QmR WLYHUHP FRQGLo}HV SDUD VXVWHQWDU VHXV

QHJyFLRV $ HOHV D SRGHURVD HOLWHDJUiULDEDUUDYDTXDOTXHU LQLFLDWLYD TXH IRVVH GHVWLQDGD jV FXOWXUDV GH JUDQGH YDORU FRPHUFLDO SRLV UHVXOWDULD HP FRPSHWLomRFRPRV6HQKRUHVGH (QJHQKRH%DU}HVGR&DIp 3RUWDQWRRVtQGLRVHRVDIULFDQRV HVFUDYRV RV PHVWLoRV RV EUDQFRV QmR KHUGHLURV RV LPLJUDQWHV HXURSHXV H VHXV GHVFHQGHQWHV KRMH FXOWLYDP  PLQLI~QGLRV FRP  KHFWDUHV FRP ร€QDQFLDPHQWR GH  ELOK}HV SDUD D VDIUD  H FRP XP VHUYLoR GH $WHU HP JHUDO LQHร€FLHQWH2UDDEDVWHFHPVXD GLVSHQVDHRXQHJRFLDPRH[FHGHQWHQDVFLGDGHV>SURGX] GRV DOLPHQWRV FRQVXPLGRV QR SDtV@/LEHUWRVUHPRWDRSHUtRGRSRPEDOLQRD/HLGHOLEHUGDGHGRVรŒQGLRV>@GDFDQHWD GD 3ULQFHVD ,VDEHO D $EROLomR GD (VFUDYDWXUD >@ GD FDQHWD GRV SDUODPHQWDUHV D &RQVWLWXLomR GH  >DUW  D WLWXODomR GHร€QLWLYD GDV WHUUDVDSDUHFHFRQGLFLRQDGDjH[SUHVVmR FRPXQLWiULD@ WRGDYLD SRUFRQWLQXDUHPDQDOIDEHWRVH VXEQXWULGRV FRP SUROH QXPHURVDFRPPLQLI~QGLRVHVHPD WLWXODomR GHร€QLWLYD >WHUUDV GH SUHWR GH tQGLR WHUUDV GH VDQWR@ VHP FDSLWDO SDUD LQRYDU VHP EHQHItFLRV GD FRRSHUDomR VRFLDOVHPFRQWUROHGRVUHFXUsos naturais e tributos; estรฃo HPOLEHUGDGHFRQGLFLRQDO&RQWLQXDPVHPFLGDGDQLDLJXDO (OHV HVFUHYHP D KLVWyULD >LGHQWLGDGH H FXOWXUD@ GD SHTXHQD DJULFXOWXUD EUDVLOHLUD HHPSDUWLFXODUGD$JULFXOWXUD )DPLOLDU TXH FRQWLQXD )LOKD %DVWDUGDGR6HVPHLURGR*ULOHLUR H GR /DWLIXQGLiULR FRP ELOK}HVSDUDร€QDQFLDUVXD DJULFXOWXUD

JOรƒO BATISTA HERKENHOFF Magistrado aposentado, professor da Faculdade Estรกcio de Sรก de Vila Velha (ES), palestrante e escritor

ANTONIO MACHADO Jornalista

Ainda a Bienal do Livro

&RPR YLVLWDQWH SDUWLFLSHL por dois dias da V Bienal do OLYUR HP 0DFHLy HPERUD D $FDGHPLDGH/HWUDVDTXHSHUWHQoR WHQKD SDUWLFLSDGR FRP DOJXPDV REUDV GH VHXV DXWRUHVHXQDGDODQFHL$VVLVWLSDOHVWUDVPHPRUiYHLVFRPRDGR LPRUWDO /HGR ,YR XP RUJXOKR SDUD $ODJRDV WrOR QD $FDGHmia Brasileira de Letra - ABL; GLVFRUUHQGR FRP PXLWD SURSULHGDGH VREUH D SRHVLD KDMD vista sua versatilidade nesse FDPSR OLWHUiULR H TXH DJRUD DFDED GH FRQTXLVWDU SUrPLRV QD(VSDQKD 2SHUtRGRGD%LHQDOIRLGHYHUDVXPPHUJXOKRQDFXOWXUDGH $ODJRDV H GR SDtV SRLV YiULDV representaรงรตes de editoras FRPRDGR%UDVLOD%DJDoRDV 3DXOLQDVDOpP GH RXWURVVHORV YDORURVRV VH ร€]HUDP SUHVHQWHVFRPVHXVVWDQGVDEDUURWDGRV GH YHUGDGHLUDV REUDV TXH LPSUHVVLRQDYD DRV OHLWRUHV R VHWRU MXUtGLFR GHVWDFRXVH j parte por suas obras valiosas QRFDPSRGRGLUHLWR $V FRQIHUHQFLDV H SDOHVWUDV ORWDUDP RV DXGLWyULRV H VDODV DVKLVWyULDVO~GLFDVFRQTXLVWDUDPDSHWL]DGDTXHHQFKLDGH JDUJDOKDGDFRPRVFRQWDGRUHV GH ยดFDXVRVยต FRPR D YROWDUHP

QR WHPSR HP TXH DV FULDQoDV HDGXOWRVVHGHOHLWDYDPFRPDV IDPRVDV ยดKLVWyULDV GH WUDQFRVRVยตFRQWDGDVSRUQRVVRVDYyV quando nรฃo havia ainda os SURJUDPDVIDPLJHUDGRVGDWHOHYLVmRTXHSDUHFHPGLVVRFLDU DIDPtOLD (YHQWRVFRPRD9%LHQDOGR OLYUR UHFHQWHPHQWH UHDOL]DGR HP0DFHLyHQWUHDGHRXWXEURSUHWpULWRQmRSRGHPRUUHU PHVPR QXP SDtV HP TXH VHOHUSRXFRQXPHVWDGRFDPSHmRGHDQDOIDEHWLVPRPDVRV livros estimulam as boas leituUDVID]RKRPHPUHรHWLUVREUH RV YDORUHV GD YLGD QR FDPSR GD FXOWXUD FRPR GL]LD 2ODYR %LODFยดTXHPYrSHORVROKRVGD DOPD Yr PDLV ORQJH H Yr PHOKRUยต E os livros possuem essa habilidade imorredoura de levar DR OHLWRU SDUD XP FDPLQKR GH FRQKHFLPHQWRGHLQIRUPDomRH GHIRUPDomRPRUPHQWHTXDQGR VH ID] XPD ERD OHLWXUD 2V QHJyFLRV UHDOL]DGRV QD 9 ELHQDO GR OLYUR HP WHUPR HFRQ{PLFR VRPDUDPVH D XP PRQWDQWH YDOLRVR SURSLFLDQGR DRV investidores novas esperanรงas GH FRQWLQXDUHP SDUWLFLSDQGR DWLYDPHQWHQRXWUDVTXHYLUmR $V DFDGHPLDV GH /HWUDV GR

Estado estavam presentes FRPR $FDGHPLD GH /HWUDV GH $ODJRDV $FDGHPLD $UDSLUDquense de Letras e Artes de $UDSLUDFD $&$/$ $FDGHPLD GH/HWUDVGH3DOPHLUDGRVรŒQGLRV $3$/&$ QmR YL D $FDGHPLD GH /HWUDV GH 3HQHGR WRGDVIRUDPFRQYLGDGDVHSDUWLFLSDUDP HVWDQGR SUHVHQWHV FRP VHXV HVFULWRUHV SRHWDV H VXDVREUDV 8P OLYUR p XP PXGR TXH IDOD FRPR GLVVH &DVWUR $OYHV orienta-nos e ainda nos admoHVWD VDELDPHQWH *XLPDUmHV 5RVD HVFUHYHX ยดXP OLYUR jV YH]HV TXDVH VHPSUH p PDLRU TXHDJHQWHยต2VOLYURVVmRPDQDQFLDLVGHFRQKHFLPHQWRVTXH HQOHYDP D YLGD KXPDQD SRUWDQWR3LWiJRUDVGHL[RXHVFULWRยดDTXHOHTXHVDEHRTXHSRGH VDEHUpXPLOXPLQDGRHQWUHRV KRPHQVยต $SDUWLFLSDomRGRS~EOLFRIRL PXLWR JUDQGH GHVGH RV HVWXGDQWHV GR FXUVR IXQGDPHQWDO DRV XQLYHUVLWiULRV FRQVWDWHL LVWR FRP PXLWD SURSULHGDGH YHQGRRLQWHUHVVHHPFDGDXP GHQRWDGR QR ROKDU iYLGR GH TXHUHU VHPSUH PDLV QmR IRL VHPUD]mRTXH0RQWHLUR/REDWRGLVVHTXHXPSDtVVHID]FRP KRPHQVHOLYURV

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceiรณ Alagoas Endereรงo Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceiรณ - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiยฟFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

O que รฉ uma boa aรงรฃo? $IRUoDGDVSDODYUDVQRFRQWH[WRpTXHGiRWLPEUHGRTXH VHMDXPDERDDomRFRPRYHUHPRVQRFRUUHUGHVWHWH[WR $ SURIHVVRUD SUHVFUHYHX R tema sobre o qual os alunos GHYHULDPGLVFRUUHUยด8PDERD DomRยต 5HFRPHQGRX TXH RV PHQLQRV GHVVHP DVDV j FULDWLYLGDGH 4XH R WH[WR WLYHVVH JUDQGH]D H SURFXUDVVH FRPRYHU $XJXVWR VHPSUH FLRVR GH VHU XP ERP DOXQR S{VVH D PHGLWDU ยด(X Mi VHL PXLWR EHP R TXH YRXHVFUHYHUQmRWHQKRDPtnima dรบvida sobre a boa aรงรฃo TXH SURSRUHL DRV PHXV FROHJDV6yQmRVHLFRPRYRXID]HU SDUDFRPRYHUSRLVpLVWRTXHD SURIHVVRUDTXHUยต Lembrou-se entรฃo o menino GHXPDIUDVHTXHGLDVDQWHV VXD 0mH IDORX EDL[LQKR QR RXYLGRGR3DL ยด0DULGRTXDQGRVXDVDo}HV VREHP YRFr p XP RXWUR KRPHPYRFrPHHPRFLRQDยต $XJXVWR HQWmR FRQFOXLX ยดDomRTXHHPRFLRQDpDomRTXH VREHยต (QWUHWDQWR Ki Do}HV TXH QmRVREHPPDVTXHVmRERDV )RL R TXH VHX 3DL IDORX GLD GHVVHVQDKRUDGRMDQWDU ยด$VDo}HVTXHWHPRVFDtUDP FRP HVVD FULVH ร€QDQFHLUD LQ-

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: Josรฉ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

WHUQDFLRQDO PDV TXDQGR D HPSUHVDpIRUWHFRPRR%DQFR GR%UDVLOSRGHPRVร€FDUWUDQTXLORV $ DomR FDL KRMH PDV VREHDPDQKmยต 'HSRLVGHWRGDVHVVDVUHรH[}HV$XJXVWRGHFLGLXVREUHR UXPRDWRPDUHLQLFLRXVROHQHPHQWHVXDUHGDomR ยด8PDERDDomRpDGR%DQFR GR%UDVLO7XGRTXDQWRpHPSUHVDSRGHIDOLUPDVR%DQFR GR %UDVLO VHPSUH HVWDUi JDUDQWLGR2%DQFRGR%UDVLOVy KDYHUiGHIDOLUVHR%UDVLOFDLU HP IDOrQFLD 3RU HVWD UD]mR QmR H[LVWH DomR PHOKRU TXH D GR%DQFRGR%UDVLOยต 2$XJXVWRUHOHXRSDUiJUDIR HDFKRXTXHHVWDYDyWLPR(QWUHWDQWR DWHQWR jV UHFRPHQGDo}HVGDSURIHVVRUDYLXTXH VHXWUDEDOKRHVWDYDLQFRPSOHWR SRLV QmR WLQKD HPRomR ( SHUJXQWRX D VL PHVPR FRPR XPD DomR GR %DQFR GR %UDVLO SRGHFRPRYHU" ,PDJLQRX HQWmR D KLVWyULD GHXPKRPHPTXHWLQKDFRORFDGR WRGR R GLQKHLUR TXH HFRQRPL]RX QD FRPSUD GH Do}HV GR %DQFR GR %UDVLO (VVDV Do}HV FRPR WRGDV DV RXWUDV FDtUDP PXLWR QD EROVD (PERUD VDEHQGR TXH R %DQFR GR %UDVLO HUD PXLWR IRUWH HOH ร€FRXGHVHVSHUDGRWHYHXPHQIDUWHHPRUUHX

No dia em que os trabalhos IRUDPHQWUHJXHVDSURIHVVRUD FRPHQWRXRVWH[WRVSDUDWRGRV RVDOXQRVRXYLUHP ยด$XJXVWRPHXTXHULGRDOXQR 9RFr p PXLWR LQWHOLJHQWH 6XDUHGDomRHVWiSHUIHLWDQmR WHPXPVyHUURGHSRUWXJXrV 0DVXPDERDDomRTXHHXGHL FRPRWHPDQmRpLVVR9HMDDV ERDV Do}HV TXH VHXV FROHJDV DSRQWDUDP DMXGDU XPD SHVsoa idosa a atravessar a rua; GHIHQGHU XP FROHJD TXH VRIUH XPD LQMXVWLoD YLVLWDU XPD SHVVRDGRHQWHยต (VVHpRODPHQWiYHOHStORJR GR LQVXFHVVR HVFRODU GR $XJXVWR &DEHXPDFUpVFLPRjPDUJHP 7ULVWH VRFLHGDGH RQGH DWp DV FULDQoDV GH WDQWR RXYLUHP IDODU HP TXHGD GD EROVDVXS}HPTXHXPDERDDomR VHMDDGR%DQFRGR%UDVLO 2 PXQGR VHULD PHOKRU VH HVWLYHVVH OLEHUWR GD RQLSRWrQFLD GR FDSLWDO H GR VHX PDLV QHIDVWR YpUWLFH R FDSLWDO ร€QDQFHLUR $ร€QDO TXHP p PDLV ~WLO DR FRQYtYLR KXPDQR R EDQTXHLro que manipula o dinheiro e SHGHVRFRUURDRWHVRXURS~EOLFRTXDQGRVHXQHJyFLRIUDFDVVDRXRDJULFXOWRUTXHWUDEDOKDGHVRODVROODYUDDWHUUDH SURGX]DOLPHQWRV"

Nosso noticiรกrio nacional รฉ fornecido pelas agรชncias: Agรชncia Folha e AGรชncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAร‡รƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redaรงรฃo.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SรƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NรƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPรNIรƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

Brasil / Mundo

MACEIÓ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

BRASIL/MUNDO

7

Bebê somali com desnutrição aguda consegue recuperar peso O bebê Minhaj Gedi Farah se tornou símbolo da fome que devasta a Somália, quando há três meses uma foto sua chocou o mundo. Com graves problemas de desnutrição, nem seus pais acreditavam que aquele esquelético Minhaj poderia sobreviver e se transformar numa criança que hoje, com 8 quilos, pode até ser chamada de gordinha. O quase inevitável destino de Minhaj foi transformado graças a ajuda do grupo international Rescue Commitee.

Dilma recebe os medalhistas do Pan

Presidenta deu parabéns aos atletas e garantiu mais apoio à prática esportiva visando as Olimpíadas de 2016 WILSON DIAS

LEI SECA

Projeto amplia rigor contra os infratores Dirigir sob efeito de álcool ou outra substância psicoativa no sangue, independentemente da quantidade, pode virar crime. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou ontem o projeto de lei que criminaliza o condutor de veículo que dirige alcoolizado. A proposta, que foi aprovada em caráter terminativo, isto é, não precisa ser submetida ao plenário do Senado, seguirá para votação da Câmara dos Deputados. O Código Brasileiro de Trânsito prevê tolerância até 0,6 decigramas (dg) de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. O nível de álcool consumido pelo motorista atualmente só pode ser detectado com o teste do bafômetro, que não é obrigatório. A proposta do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) prevê RXWURV WLSRV GH TXDOLÀFDomR de embriaguez, como testes de alcoolemia e exames clínicos, além de “prova testemunhal, imagens, vídeos ou produção de quaisquer outras provas em direito admitidas”. As punições vão desde a detenção de seis meses a três anos a multa e suspensão da carteira de habilitação. No caso de morte provocada pelo motorista embriagado, o condutor do veículo pode cumprir pena de reclusão de quatro a 12 anos, pagar multa e ter a suspensão ou a proibição de nova carteira de habilitação.

Atletas que participaram dos Jogos Pan-Americanos presenteiam Dilma com um agasalho da delegação

TURQUIA

LÍBIA

Um terremoto de 5,7 graus de magnitude derrubou pelo menos um hotel de seis andares e causou o colapso de outros prédios no leste da Turquia ontem, de acordo com informações da mídia turca. Ao menos 18 construções desabaram, deixando um grande número de vítimas sob os escombros.

Com a queda do regime de MuaPDU.DGD¿HDPRUWHGRWLUDQR líbio, a antes temida fortaleza de Bab al-Aziziya, em Trípoli, se transformou num mercado popular que funciona todas às sextasfeiras. Famílias de todos os cantos do país viajam até a capital para conhecer o local.

Terremoto faz hotel de 6 andares desabar

)RUWDOH]DGH.DGDÀ vira feira popular

A

presidenta Dilma Rousseff prometeu ontem mais incentivo ao esporte brasileiro. Ela recebeu, no Palácio do Planalto, atletas que participaram, no mês passado, dos 16º Jogos Pan-Americanos, em Guadalajara, no México. “Vamos não só continuar, como vamos ampliar esse apoio”, destacou. O chefe da delegação brasileira, Bernard Rajzman, destacou que a conquista das 141 medalhas no México resultou na melhor participação do Brasil em Jogos Pan-Americanos. Os atletas presentearam Dilma com um agasalho da delegação. A presidenta deu os parabéns a todos pelo desempenho nos Jogos Pan-Americanos e falou sobre a expectativa para as Olimpíadas de 2016, que ocorrerá no

Brasil. “Agradeço a cada um de vocês e tenho certeza de que vocês serão nossa garantia nas Olimpíadas de 2016”. A medalhista de ouro do atletismo, Rosângela Cristina Oliveira, disse que os atletas vão treinar ainda mais para 2016. “Vamos treinar e nos esforçar ainda mais para representar o Brasil até melhor do que nos Jogos Pan-Americanos”. Também participaram da recepção aos atletas o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Nuzman. 2 %UDVLO ÀFRX HP WHUceiro lugar no quadro geral de medalhas, atrás dos Estados Unidos e de Cuba. Um total de 804 pessoas integraram a delegação brasileira, 515 deles, atletas.


8

PUBLICIDADE

MACEIÓ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

TribunaIndependente


TribunaIndependente

Cidades

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011 CIDADES

9

$ODJRDVWHUiVHLVQRYRVQ~FOHRVSDUD FXPSULPHQWRGHSHQDVDOWHUQDWLYDV O corregedor-geral da Justiça, desembargador James Magalhães, recebeu ontem o superintendente-geral de Administração Penitenciåria, coronel Carlos Luna, o juiz da 11ª Vara Criminal da Capital, Antônio Bitencourt, e representantes da Central e do Núcleo de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas para esclarecer questþes referentes à pena alternativa. Seis novos núcleos da Central serão implantados no interior de $ODJRDV³1mRWHPRVVXSRUWH¿QDQFHLURPDVDVSHQDVDOWHUQDWLYDVVmRGH interesse comum. O objetivo da Central Ê auxiliar juízes, quanto às penas DOWHUQDWLYDVHDRVORFDLVRQGHHODVSRGHUmRVHUFXPSULGDV´D¿UPRX

PolĂ­cia quer saber com quem era encontro de jovem assassinada

TUDO NA HORA

Amanda, 18, teria saĂ­do de casa arrumada e perfumada, mas foi encontrada morta em ĂĄrea afastada do Santa LĂşcia ALANA BERTO REPĂ“RTER

P

or enquanto, o assassinato de Amanda Celeste da Conceição, 18 anos, ocorrido na noite de terça-feira, 8, ainda continua sendo um mistÊrio. Policiais do 5º Distrito vão investigar com quem Amanda iria se encontrar no momento em que foi assassinada. Ela saiu arrumada de casa e, segundo os policiais que atenderam à ocorrência do homicídio, ela estava perfumada. O crime ocorreu na Rua Padre Cícero, afastada da avenida principal do Conjunto Santa Lúcia. O assassinato foi apurado por policiais do 23º DP, delegacia de Pilar, que estavam

de plantĂŁo no momento. Mas como o sistema da PolĂ­cia Civil estava fora do ar, nĂŁo foi criado um Boletim de OcorrĂŞncia (B.O). O que segundo o delegado titular do 5Âş DP, Gilson RĂŞgo, ainda serĂĄ feito. “Quando o B.O for produzido, serĂĄ instaurado um inquĂŠrito sobre o caso. A famĂ­lia da vĂ­tima serĂĄ chamada. Caso ninguĂŠm saiba com quem ela foi se encontrar, o sigilo telefĂ´nico da vĂ­tima pode ser quebrado, mas eu ainda preciso analisar o caso, pois ainda nĂŁo tenho detaOKHVÂľDĂ€UPRX O delegado ainda destacou que nĂŁo sabe quando irĂĄ começar a ouvir os familiares e amigos da vĂ­tima, jĂĄ que existem muitos inquĂŠritos pendentes na delegacia para

ser analisados. “Existem outros casos que ocorreram anWHV6yHVWHĂ€QDOGHVHPDQD houve quatro homicĂ­dios. A demanda ĂŠ muito grande. A polĂ­cia estĂĄ sendo muito solicitadaâ€?, colocou. Amanda foi executada com nove tiros quando saĂ­a de sua residĂŞncia, localizada no bairro do Tabuleiro do Martins. O mais estranho ĂŠ que a maioria dos tiros atingiu o rosto da vĂ­tima. Como o local do crime ĂŠ pouco movimentado, nĂŁo existem testemunhas. Segundo a famĂ­lia, Amanda nĂŁo possuĂ­a nenhuma inimizade e nĂŁo tinha evolvimento com drogas. Ela teria saĂ­do para ir atĂŠ a casa de uma amiga, porĂŠm nĂŁo chegou atĂŠ a residĂŞncia. )DPtOLDDÂżUPRX que a garota disse que iria para a casa de uma amiga, mas nĂŁo chegou ao local

SERRA DA BARRIGA

PF faz levantamento de moradores para desocupação SANDRO LIMA

ĂˆUHDpWRPEDGD hĂĄ cerca de 20 anos, mas estĂĄ ocupada hĂĄ 50 anos, e moradores temem despejo

Histórico Nacional. Conforme o delegado Políbio Brandão, o levantamento A Polícia Federal de Ala- começou no ano de 2010 por goas iniciou um levantamen- meio de uma denúncia de WR SDUD LGHQWLÀFDU TXDQWRV que a årea da Serra da Barmoradores estão em åreas riga estava sendo desmatada tombadas na Serra da Bar- e invadida. riga, no município de União ´(VWDPRV LGHQWLÀFDQGR dos Palmares. quem estå desde antes do De acordo com o delegado tombamento, que teve inicio 3ROtELR %UDQGmR D LGHQWLÀ- na dÊcada de 90. Tem gente cação das famílias começou que estå morando na Serra no último såbado e pretende da Barriga desde a dÊcada prosseguir atÊ o próximo do- de 50�, frisou. mingo. Dezenas de casas foram O delegado informou para construídas dentro da årea a reportagem da Tribuna da Serra. A reportagem conIndependente que 16 famí- versou com alguns moradoOLDV Mi IRUDP LGHQWLÀFDGDV H UHVHHOHVDÀUPDUDPTXHVH localizadas individualmente saírem dali, não terão como e que o terceiro passo seria sobreviver. A agricultura Ê exatamente ouvi-las. o único meio de subsistência O perito da Polícia Fede- deles. ral Petrônio Falcomer Júnior Os terrenos são ricos em explicou que o trabalho da årvores frutíferas, espÊcies polícia Ê justamente fazer o exóticas, roça e atÊ restaulevantamento da situação, rante que serve de apoio sobretudo, no que diz respei- para os turistas. Adriana da to à ocupação do solo, o que Silva Basília, que mora hå 25 estå fora da årea de tomba- anos na Serra, disse, emociomento e se Ê ou não årea de nada, que não sabe qual serå passeio da Serra da Barriga, o destino de sua família, caso jå que o local Ê Patrimônio tenha que deixar o lugar.

ANA PAULA OMENA REPĂ“RTER

DESOCUPAĂ‡ĂƒO

Moradores nĂŁo querem perder agricultura Os moradores da Serra da Barriga nĂŁo contiveram a emoção durante a operação da PolĂ­cia Federal que pode anteceder um despejo. Eles pedem para que nĂŁo os retirem do recinto onde muitos nasceram e se criaram. Seu CĂ­cero JoĂŁo dos Santos, morador da Serra da Barriga hĂĄ mais de 50 anos, diz que ninguĂŠm quer sair de lĂĄ. Ele contou que concorda com as regras de nĂŁo desmatar o local por ser PatrimĂ´nio HistĂłrico Nacional, mas discorda de os moradores terem que sair do lugar. “Moro aqui com minha esposa e sobrevivo do que planto, que ĂŠ laranja. Muitas pessoas vĂŞm buscar carregamento aqui em cima. Apesar de ser pouco, cerca de mil reais por ano, mas jĂĄ ĂŠ alguma coisa, nosso pĂŁo de cada diaâ€?, declarou. “SĂŁo 80 pessoas que sobrevivem da agricultura com plantação de laranja, banana, macaxeira. SĂŁo pessoas que nĂŁo sabem ler, nem escrever, que sĂł sabem fazer isso mesmo, plantar. Se o governo garantisse um pedaço de terra e oferecesse assistĂŞncia era muito bom, porĂŠm, se a gente receber somente a indenização, vai ter que começar do zeroâ€?, reclamou. (A.P.O)

RENOVAĂ‡ĂƒO

CONSTRUTORA ENENGI

PLANEJAMENTO

Integrantes da Força Nacional desembarcaram ontem no Aeroporto Zumbi dos Palmares, para reforçar o policiamento em Alagoas. A tropa veio GH%UDVtOLDH¿FDUiHP Alagoas por tempo indeterminado. Os policiais atuarão em apoio com a Polícia Militar, no combate à criminalidade, princiSDOPHQWHFRPDFKHJDGDGR¿PGHDQRRQGHRÀX[RGHGLQKHLURH compras Ê grande. A Força Nacional estå atuando em Alagoas desde março, mas a tropa de 60 homens serå toda renovada. Ontem chegaram 30.

Trabalhadores da construtora Enengi interditaram ontem a pista em frente ao Residencial Parque PetrĂłpolis I, queimando pneus. Eles alegavam falta de pagamento dos salĂĄrios. Depois que representantes da construtora Enengi conversaram com os trabalhadores e resolveram as pendĂŞncias, o protesto terminou. Segundo a empresa, o dinheiro referente ao pagamento dos salĂĄrios jĂĄ havia sido depositado nas contas desde sexta-feira, mas teria havido um possĂ­vel problema na transferĂŞncia de recursos.

A equipe do Núcleo de Geoprocessamento da Secretaria de Estado do Planejamento Econômico apresentou ontem o 3RUWDO*HRJUi¿FRGH Alagoas à Secretaria de Estado da Defesa Social. O sistema, que disponibilizarå na internet dados relativos a aproximadamente 2.400 km² do território alagoano em imagens de satÊlites, representa uma ferramenta para o planejamento e execução das açþes do governo. O portal Ê composto de mapas - rodoviårio, hiGURJUi¿FRSROtWLFRDGPLQLVWUDWLYRUHOHYRHGHLQGLFDGRUHVVRFLDLV

,QWHJUDQWHVGD)RUoD1DFLRQDOFKHJDPD$/

7UDEDOKDGRUHVIHFKDPYLDSDUDFREUDUVDOiULRV *RYHUQRDSUHVHQWD3RUWDO*HRJUiÀFR


10 ESPECIAL MACEIÓ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

TribunaIndependente


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011 CIDADES 11

Presa suspeita de matar e enterrar ex-namorada PolĂ­cia escavou casa da mulher pela segunda vez, nĂŁo achou nada, mas efetuou prisĂŁo SANDRO LIMA

MILTON RODRIGUES REPĂ“RTER COM EDITORIA DE CIDADES

P Agente secretĂ­ssimo

N

ascido no pĂŠ da Serra do Padre, municĂ­pio de Ă gua Branca, o distinto JosĂŠ Bernardo Algaroba decidiu que venceriana capital. De modo que, numa manhĂŁ ensolarada de novembro arribou de lĂĄ com a cara e a coragem. TĂŁo logo assentou o solado dos pĂŠs em territĂłrio maceioense, ele foi logo ganhando um emprego de serviçal num armazĂŠm de secos e molhados, no bairro da Levada. Trabalhador incansĂĄvel, em pouco tempo caiu nas graças do patrĂŁo JosinĂŠbrio Lucindo, que possuĂ­a, tambĂŠm, um monte de lojas espalhadas pelo interior do Estado. Antes de completar um ano no emprego, olha o Algaroba galgando o posto de gerente do armazĂŠm! Tudo o que o velho JosinĂŠbrio Lucindo queria, era com ele. As tarefas mais importantes da empresa passaram a ser executadas por Algaroba. Um dia, seu Lucindo o chamou num canto e disse: - Vou lhe designar para uma missĂŁo importantĂ­ssima, meu filho! - Pois tĂĄ bom, seu Lucindo. Possa designar. - A missĂŁo ĂŠ sigilosa, vou logo avisando! - NĂŁo tem problema. Pode contar comigo, patrĂŁo. Diga logo qual ĂŠ a missĂŁo, porque jĂĄ tĂ´ morrendo de curiosidade! - Bom... ham... ham... Estou desconfiando que estĂŁo me passando pra trĂĄs! - Quem, patrĂŁo? - Um dos gerentes do interior... - Hummmm... - Como meu homem de confiança, quero que vocĂŞ vĂĄ atĂŠ... (e disse o nome da cidade) e verifique qual a razĂŁo dos prejuĂ­zos da loja de lĂĄ. Mas preste bem atenção: essa viagem deve ser feita em segredo! NĂŁo quero que conte nem pra sua mulher! De modo que o fidelĂ­ssimo Algaroba preparou a maleta e apenas disse Ă esposa que iria viajar. - Mas vocĂŞ vai pra onde, homem de Deus? – quis saber a madame. - É segredo! MissĂŁo secreta! – respondeu ele, com ar misterioso. JosĂŠ Bernardo Algaroba pegou um tĂĄxi e se mandou pra rodoviĂĄria. Chegou lĂĄ, dirigiu-se ao guichĂŞ e, todo empolgado, anunciou: - Uma passagem! - Pra onde, senhor? – indagou o bilheteiro. - Por acaso lhe interessa pra onde eu vou? Deixe de ser abelhudo, rapaz! Me dĂŞ logo essa passagem, que eu estou “avexadoâ€?! - SĂł se o senhor disser pra onde quer viajar! – insistiu o bilheteiro. - Ora mas que petulância, essa sua, rapaz! Se nem pra minha mulher eu disse pra onde estou indo, imagina se vou contar pra vocĂŞ. Estou em missĂŁo secreta!

Namorado inteligentĂ­ssimo Bobinha de dar dĂł, a lindinha Maria Rita, 17 aninhos, conforme fazia sempre aos domingos, foi Ă missa acompanhada dos pais. Em dado momento da celebração, ela necessitou ir ao toalete e, muito distraĂ­da, ao invĂŠs de entrar na parte destinada Ă s mulheres, ela embocou no banheiro dos homens. E tomou aquele susto! Mais tarde, impressionada com o que vira, ele perguntou Ă  mĂŁe: - Por que ĂŠ que os homens tĂŞm aqueles “negĂłciosâ€? de tamanhos

diferentes? A mĂŁe pensou um pouco e enrolou: - Bom, minha querida, varia de acordo com a inteligĂŞncia do homem, entende? Os mais bobos, tĂŞm o pĂŞnis pequeno e os mais inteligentes tĂŞm maiores! Ritinha guardou aquilo na memĂłria e, dias depois, entrou em casa eufĂłrica: - MaĂ­nha! Arrumei um namorado inteligentĂ­ssimo!

Ladrão infeliz! No barzinho de sempre, a patota do Gumercindo Bezerra (o Guma), o aguardava, havia um tempão, e nada de ele aparecer! - Mas onde o Guma se meteu, galera? Ele nunca falta! – observou o amigo ZÊ Patrício. - Falou do mal... olha ele aí! – animou-se Zezito da BÊu – apontando para a porta de entrada. LÊpido e fagueiro, Guma entrou no bar e foi logo contando pros amigos, a grande novidade: - Fui salvo por um ladrão, galera! - Não Ê possível!!! – espantou-se Bia Batista. - Palavra! Vocês não imaginam o que aconteceu lå em casa, enquanto a gente estava biritando aqui, ontem à noite! - Quê que aconteceu? - Entrou um ladrão! - Porra meu louro! E tua mulher, coitadinha? Deve ter passado oior sufoco, hein? - Que nada! Ela quebrou o ladrão de pau, pensando que era eu chegando!

Oooh! TĂĄ pegando fogo! Cansada da vidinha modorrenta interiorana, a bicha antigona intitulada “GardĂŞnia Moniqueâ€? – GagĂĄ, na intimidade -, arrumou os seus paninhos de bunda e arribou pra capital. Mal baixou por aqui, correu lĂŠpida e fagueira para uma pensĂŁozinha locali]DGDQD3UDoD6HQKRUGR%RQÂżPQR Poço, que havia sido indicada pela mona “DĂłris Day Novakâ€?, e lĂĄ aboletou-se. Na capital, duas coisas lhe chamaram a atenção: o canal do Salgadinho, com aqueles seus simpĂĄticos e fedorentos lixĂľes escorrendo a cĂŠu aberto, e a poluidĂ­ssima Praia da Avenida da Paz. Todas as noites haja GagĂĄ a passear pra cima e pra baixo, felicĂ­ssima da vida, entre os dois pontos acima citados. De vez em quando pintava um bofe na parada. Certa tarde de sĂĄbado, eis que foi surpreendida por um cortejo religioso, TXHSDVVDYDDRODUJRGD3UDoD%RQÂżP

Ă€ frente deste, a imagem do padroeiro LQVWDODGDQXPDQGRUEDVWDQWHĂ€RULGR Constituindo a procissĂŁo, um monte GHÂżpLVHQWRDGRRWUDGLFLRQDOtVVLPR “Queremos Deusâ€?. E GagĂĄ, embevecida, emocionada, reparando naquela manifestação da mais autĂŞntica religiosidade. De repente, bateu o olho num grupo de pessoas que se vestiam de modo diferente das demais. Uma dessas era o padre, que puxava cânticos e oraçþes. Ao seu lado, um coroinha trajando uma tĂşnica de linho, ornamentada com rendas e babados. O cara carregava um turĂ­bulo, do qual emanava aquela fumacinha cheirosa de incenso. AĂ­, GagĂĄ nĂŁo se conteve: deu um pinote na frente do cortejo e dirigiu-se ao coroinha: -Que-ri-di-nha, sua roupa ĂŠ um luxo! Seu chapĂŠu, oh!, ĂŠ uma graça! VocĂŞ estĂĄ ma-ra-vi-lho-sa! Mas, cuidado que a sua bolsinha tĂĄ pegando fogo!

oliciais civis e peritos criminais cumpriram ontem de manhã um mandado de prisão e outro de busca e apreensão contra Silene Souza Santos. Ela namorava Luana Fernandes dos Santos, 22, desaparecida desde fevereiro de 2009 e Ê a principal suspeita de ter assassinado a jovem e de ter desaparecido com o corpo. Os mandados foram expedidos pelo juiz Maurício Brêda, da 7ª Vara Criminal da Capital, a pedido do MinistÊrio Público Estadual. De acordo com o juiz, não hå fortes indícios contra Silene, mas a prisão por 30 dias foi decretada para evitar que a suspeita atrapalhe nas buscas. Durante o cumprimento do mandado de busca, os peritos destruíram o piso da cozinha da casa de Silene, onde, segundo denúncias, teria sido enterrado o corpo de Luana. O imóvel passou por reforma após o desaparecimento de Luana. Os peritos encontraram um pedaço pequeno de roupa, que a família da vítima, ansiosa pelo resultado, confirmou ser de Luana. Silene, porÊm, negou. Logo depois, ela disse que poderia ser um

Silene demonstrou tranquilidade durante escavação, apesar de a polícia ter encontrado pedaço de roupa

pedaço de roupa da ex-namorada, mas que seria do tempo em que ela frequentava o local. No mês de maio deste ano, outro mandado de busca foi cumprido no local e o quintal da residência foi todo escavado pelos peritos, mas nada foi encontrado. Em nenhuma das tentativas foi achado o corpo. A operação foi conduzida pelo delegado Denisson Albuquerque e realizada na casa de número oito, na Rua Paulo VI, no Conjunto Denisson

Menezes, Village Campestre II. A motivação para o crime, segundo o delegado, teria sido ciĂşmes, jĂĄ que a vĂ­tima teria trocado Silene por um rapaz, que nĂŁo teve o nome revelado. DESPREOCUPADA Com a presença da polĂ­cia dentro de casa, Silene demonstrou-se bastante tranquila. “Podem revirar, quebrar tudo por aĂ­, que nĂŁo vĂŁo achar nadaâ€?, garantiu a jovem quando os peritos do Instituto de CriminalĂ­stica começavam o trabalho de

escavação na cozinha. Silene foi presa temporariamente e, após 30 dias, serå novamente ouvida pelo delegado. O desaparecimento vem sendo investigado hå mais de dois anos pela polícia. Em um primeiro momento houve um indício de que a vítima estaria em Bom Conselho, no Estado de Pernambuco, mas segundo o delegado, a informação não foi confirmada pela polícia local.

MENOR

Baleado em assalto agoniza por oito horas ApĂłs ser assaltado e baleado, jovem se escondeu atĂŠ bandidos irem embora BRENO AIRAN

DAVI SALSA BRENO AIRAN REPĂ“RTERES

Um assalto seguido de tentativa de homicídio provocou revolta entre os moradores da cidade de Feira Grande, a 140 quilômetros de Maceió. Na noite de terça-feira, por volta das 20h30, um menor, de 16 anos, seguia em sua bicicleta para comprar verduras, em um sítio na zona rural do município, quando foi abordado por quatro homens armados e encapuzados. Um deles apontou a arma para o rapaz, que levou uma coronhada na cabeça e ainda foi atingido por um disparo na perna. O menor correu em direção a um matagal e se escondeu. Ele teve que ficar escondido atÊ a saída do bando. Os bandidos levaram a bicicleta. Ferido e agonizando, o rapaz ficou escondido no mato atÊ as primeiras horas da madrugada desta quarta-feira. A espera durou oito horas. Ele foi socorrido por populares e encaminhado atÊ a Unidade de Emergência do Agreste, onde recebeu atendimento mÊ-

Outro menor vĂ­tima de violĂŞncia foi Evanderson, que iniciaria hoje tratamento

dico e depois foi liberado para ir para casa. OUTRO MENOR Na terça-feira outro menor foi vítima de violência. Evanderson Firmino da Silva, 14, foi assassinado dentro de uma locadora de videogames, no Conjunto Cidade Sorriso II, no Complexo do Benedito Bentes. O adolescente foi atingido por um disparo de revólver 38 en-

MATRIZ

Educação para e faz ato público nesta quinta Trabalhadores da educação de Matriz do Camaragibe realizam paralisação e ato público hoje para cobrar da prefeitura o cumprimento da paridade e integralidade salarial de aposentados da rede municipal. Hå alguns meses o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal) vem cobrando o direito, que Ê previsto na Constituição Federal e tambÊm estå presente no Plano de Cargos e Carreiras do Município, recentemente aprovado e sancionado pela atual prefeita, Josedalva dos Santos (Doda Cavalcante).

quanto jogava. Segundo o sargento Cordeiro, da guarnição do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), que atendeu a ocorrência, o garoto levou pelo menos três tiros: no tórax e na cabeça, chegando a espalhar parte da massa encefålica na arena de jogo. Rondas foram feitas, mas ninguÊm foi encontrado. O crime deve ser investigado

por agentes da Delegacia de HomicĂ­dios. A famĂ­lia nĂŁo tem a quem atribuir o incidente. A madrasta de Evanderson, Maria JosĂŠ da Silva, disse que ele iria iniciar ontem um tratamento contra a dependĂŞncia de drogas. “A tia dele foi atĂŠ comprar uma roupa nova para ele ir. Ele estava atĂŠ empolgado com isso tudoâ€?, diz.

POR PISTOLEIRO

Ex-detento Ê morto com nove tiros Saído da cadeia hå dois meses, Hebert Luiz Pereira Gouveia, 21, foi assassinado com nove tiros na noite de terça-feira. Segundo testemunhas, a vítima estava assistindo a uma partida de futebol, no centro de Massagueira, em Marechal Deodoro, quando um carro – modelo, cor e placa não anotados – teria chegado ao local. Um homem, trajando uma balaclava, teria saído jå com uma arma GHIRJRHPSXQKR(OHIRLQDGLUHomRGH+HEHUWHGHÀDJURXRV disparos: quatro na cabeça e cinco nas costas.


12

CIDADES MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

Socialite na polĂ­tica

A

empresåria e socialite arapiraquense Rose Carrel tem sido assediada por políticos do PSDB, que apostam em seu nome na disputa por uma cadeira na Câmara Municipal em 2012. Carrel não confirma que disputarå o pleito, mas deixa claro que se filiou no partido por acreditar no Governo de TÊo Vilela. Nos últimos dias, a empresåria, que Ê proprietåria de uma tradicional ótica de Arapiraca, recebeu a visita do secretårio de Articulação Política de Alagoas, RogÊrio Teófilo; do seu pai, o educador Moacir Teófilo, e do assessor especial da Governadoria do Agreste, Francisco Azevedo.

Vai pensar

ViolĂŞncia

“Foram visitas de cortesia, de DPLJRVTXHHVWLPRHSUH]RSHOR trabalho que desenvolvem em prol de Arapiraca e, por extensĂŁo, de Alagoas. “Para mim seria uma honra disputar um mandato de vereadora por Arapiraca, mas preciso pensar bastante para tomar uma decisĂŁo como essa. Acredito na plataforma polĂ­tica do 36'%HQRVSROtWLFRVÂżOLDGRVDR partido. Brevemente tomarei uma decisĂŁo. De certo mesmo sĂł a vontade de continuar contribuindo com o desenvolvimento pleno desse importante municĂ­pio alagoanoâ€?, completou a empresĂĄria Rose Carrel.

Ao votar, ontem, favorĂĄvel ao proMHWRGRGHSXWDGR-RDR]LQKR3HUHLUD (PSDB), que proĂ­be o ingresso de aparelhos celulares no interior das agĂŞncias bancĂĄrias, o deputado Antonio Albuquerque (PTdoB) relembrou os graves problemas relativos Ă violĂŞncia recorrentes no Estado. Albuquerque destacou que Alagoas ĂŠ um dos menores Estados do PaĂ­s e disse que todos os constantes problemas relacionados Ă  falta de segurança nĂŁo podem ser atribuĂ­dos a governantes passados, como tenta relacionar o atual governo estadual. “A responsabilidade da falta de segurança ĂŠ do governo Teotonio Vilelaâ€?, apregoou.

TribunaIndependente

Trabalhador de usina morre atropelado por caçamba Colegas que seguiam com ele na caçamba não pararam para prestar socorro ALANA BERTO BRENO AIRAN REPÓRTERES

C

ompanheiros de trabalho de um funcionårio da Usina Santa Clotilde, na zona rural de Rio Largo, negligenciaram ajuda a ele na tarde de ontem. Marcelo Francisco dos Santos, de 37 anos, estava dormindo dentro de uma caçamba, que era puxada por um trator. Ele e mais três funcionårios - alÊm do motorista -, estavam a cerca de cinco quilômetros da usina e indo

para o local de trabalho quando o trator freou bruscamente. Havia uma ‘brecha’ na caçamba, segundo testemunhas, e Marcelo rolou exatamente para o local e caiu no chĂŁo. O trabalhador rural, que era empregado hĂĄ quatro anos da usina, caiu na rodovia AL-210 e teve sua cabeça esmagada por um pneu da prĂłpria caçamba. Os colegas de trabalho continuaram o percurso atĂŠ a usina e nĂŁo chamaram socorro mĂŠdico. Uma equipe do Serviço de Atendimento MĂłvel de

Urgência (Samu) chegou a ir ao local da fatalidade, mas a vítima jå estava em óbito. Os irmãos de Marcelo Francisco dos Santos, identificados como Paulo e Mårcio, estavam no local do acidente inconformados. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto MÊdico Legal (IML) estiveram na rodovia, fazendo os devidos procedimentos. O acidente ocorreu por volta das 15 horas. Segundo o cabo Dorgival, comandante da guarnição do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) que atendeu

a ocorrência, ninguÊm representando a usina voltou ao local. O incidente deve ser investigado pelos agentes do 12º Distrito Policial (DP). Segundo levantamento do MinistÊrio do Trabalho e Emprego não Ê o primeiro acidente de trabalho envolvendo usinas de ålcool e açucar na safra atual que resulta na morte de um trabalhador Este deve ser o sÊtimo caso de morte. As condiçþes de trabalho no setor estå sendo alvo de fiscalização e de debate nas entidades de trabalhadores. ADAILSON CALHEIROS

Mortalidade Foi apresentado ontem, na Comissão de Seguridade Social e Família, o parecer da deputada federal CÊlia Rocha-PTB/AL, ao Projeto de Lei 5741/2001 relacionado ao Substitutivo do Senado Federal. O PL dispþe sobre a criação dos Comitês de Estudos e Prevenção à Mortalidade Materna nos Estados e Municípios. O Substitutivo apresentado ao 3/SHOR6HQDGR)HGHUDOGH¿QHPRUWHPDWHUQDFRPRDTXHRFRUUHGXUDQWH a gestação ou em atÊ 42 dias após o seu tÊrmino; lista os objetivos dos &RPLWrVSDUDLGHQWL¿FDUDVPRUWHVGHPXOKHUHVFODVVL¿FDGDVFRPRWDOHWUDWD da composição dos mesmos.

Melhoria

SugestĂŁo

O parecer da deputada CÊlia Rocha mostrou a necessidade da melhoria da qualidade da informação sobre a mortalidade materna, pois em vårias apresentaçþes estatísticas divulgadas tanto pelo MinistÊrio da Saúde quanto pela Interagencial de Informaçþes para a Saúde (RIPSA), no Brasil ainda Ê preocupante o número de casos apresentados e sua qualidade de informaçþes.

Para tanto, a deputada sugeriu no relatĂłrio, para melhor adequar o PL 5741/2001 ao seu campo de atuação sem que suscite FRQĂ€LWRVGHFRPSHWrQFLDGHFRUULGRVGH] anos de sua apresentação, uma Emenda de Redação e uma Supressiva. Passando-se assim no inciso II do Art. 3Âş a substituição do termo “investigarâ€? para “examinarâ€?, termo mais apropriado para um ComitĂŞ de Estudos e Prevenção. E no inciso III do mesmo DUWLJRDWURFDGDH[SUHVVmRÂłLGHQWLÂżFDU´SRU “analisarâ€?, tendo em vista que os ComitĂŞs serĂŁo constituĂ­dos por representantes de diversos setores da ĂĄrea da saĂşde.

Existem meios Tanto para a deputada CĂŠlia Rocha como para a deputada Carmen Zanotto e deputado JoĂŁo Ananias existem meios para se estagnar a mortalidade materna no Brasil. “Com anĂĄlises mais detalhadas e precisas conseguiremos chegar ao foco do Ăłbito e trabalhar para contĂŞ-loâ€?, disse CĂŠlia.

Convocou

Coordenação

O prefeito Luciano Barbosa (PMDB) convocou todo o secretariado de governo para a elaboração do Plano de Metas Decenal. A idÊia consiste na criação de 12 Câmaras Setoriais, com foco em projetos para açþes de educação, saúde, agricultura, geração de emprego e renda, FXOWXUDOD]HULQIUDHVWUXWXUD urbana, entre outras åreas sociais, para que seja planejado o desenvolvimento do município SHORVSUy[LPRVGH]DQRV

A coordenação dos trabalhos estå a cargo do especialista em Gestão de Convênios, Paulo SÊrgio Barbosa, que Ê natural de Arapiraca e funcionårio da Caixa Econômica Federal hå 30 anos, tendo ocupado as funçþes de gerente de Mercado, superintendente em Alagoas, entre outros cargos. Paulo SÊrgio Barbosa tambÊm foi superintendente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e ocupou durante um ano o cargo de gerente municipal de Convênios na Prefeitura de Arapiraca.

Membros Segundo ele, cada Câmara Setorial serĂĄ composta por 30 membros, sendo GH]GR3RGHU3~EOLFRHRUHVWDQWHGRVGLYHUVRVVHJPHQWRVGDVRFLHGDGH FLYLORUJDQL]DGD “Queremos reunir pessoas e tĂŠcnicos com capacidade administrativa e YLVmRGHIXWXURDÂżPGHTXHSRVVDPRVSODQHMDURGHVHQYROYLPHQWRVRFLDO econĂ´mico e humano sustentĂĄvel de Arapiraca para as futuras geraçþesâ€?, esclareceu Paulo SĂŠrgio Barbosa.

Plano de Metas O grupo serĂĄ formado por 360 pessoas e a primeira reuniĂŁo deve ocorrer nos prĂłximos dias. A proposta do prefeito Luciano Barbosa ĂŠ de que o Plano GH0HWDVVHMDÂżQDOL]DGRDWpRLQtFLRGRSUy[LPRDQR

...6HFUHWiULRVVXEVHFUHWiULRVFKHIHVGHGHSDUWDPHQWRVHÂżVFDLVGHFRQWUDto participaram nesta quarta-feira (9) do segundo e Ăşltimo dia do treinamento de “GestĂŁo e Fiscalização de Contratos e Aplicação de Sançþes Administrativasâ€?, no auditĂłrio da Escola de Governo CĂŠlia Rocha. $DWXDOL]DomRIRLPLQLVWUDGDSHODVSURFXUDGRUDV5DSKDHOD%UDVLO%DUERVD e Maynara Rocha e discutiu medidas e orientaçþes a setem adotadas quando do descumprimento das clĂĄusulas contratuais por parte das empresas contratadas, visando a aplicação de sançþes e penalidades. ... 1mRWHPMHLWR1mRH[LVWHSURÂżVVmRPDLVHVSLQKRVDGRTXHDGHMRUQDOLVWD 2SURÂżVVLRQDOSRGHHORJLDUDYLGDLQWHLUDTXDQGRID]XPDFUtWLFDEHVWDR PXQGRWRGRFDLHPFLPD'LJDDtSRGHXPDFRLVDGHVVDV"

Marcelo pPDLVXPDYtWLPDGHDFLGHQWHGHWUDEDOKRQRVHWRUVXFURDOFRROHLURTXHYHPVHQGRDOYRGHÂżVFDOL]DomRGR07(

PAULO JACINTO

Cidade serå monitorada por 12 câmeras ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

AtĂŠ o final deste ano, a cidade de Paulo Jacinto vai ganhar 12 câmeras de segurança, que serĂŁo distribuĂ­das em pontos estratĂŠgicos, escolhidos pela PolĂ­cia Militar. As câmeras vĂŁo ajudar no trabalho da polĂ­cia na prevenção dos crimes e na identificação dos criminosos. Este ano, foram registrados nove homicĂ­dios, enquanto no ano passado foram apenas trĂŞs, e em 2009 nenhum assassinato foi registrado. De acordo com a PolĂ­cia Militar, as 12 câmeras que serĂŁo instaladas no Centro e nas principais entradas da cidade serĂŁo suficientes para a segurança do municĂ­pio. “Elas vĂŁo ficar em pontos estratĂŠgicos que foram estudados pela PM. As câmeras nĂŁo evitam o crime, mas ajudam na prevenção e na identificação dos criminososâ€?, declara o coman-

dante do 10° BatalhĂŁo da PM, coronel MoisĂŠs do Nascimento. Segundo o comandante, as câmeras tornarĂŁo o trabalho da polĂ­cia mais rĂĄpido e deixarĂŁo a cidade mais segura. “Todo carro que entrar no municĂ­pio serĂĄ identificado pela placa, apĂłs uma anĂĄlise realizada no sistema. SerĂĄ possĂ­vel saber se o veĂ­culo tem queixa de roubo por exemplo, principalmente os que tiverem placa de fora do Estadoâ€?, explica o coronel Nascimento. A exigĂŞncia do 10° BPM ĂŠ que as câmeras instaladas em Paulo Jacinto tenham boa resolução. “NĂŁo adianta colocar câmeras com uma imagem ruim, como alguns municĂ­pios fizeram. Todas deverĂŁo ter boa qualidadeâ€?, enfatiza o coronel MoisĂŠs do Nascimento. As câmeras serĂŁo custeadas pela Prefeitura Municipal e a Central ficarĂĄ na sede do 10° BPM.

Medida foi tomada apĂłs crescimento do Ă­ndice de homicĂ­dios em 2011

PRIMEIRA AĂ‡ĂƒO

Prefeitura demole casas invadidas no Salvador Lyra A prefeitura de Maceió, atravÊs da Superintendência Municipal de Controle e Convívio Urbano, estå demolindo casas que foram construídas em åreas verdes que pertencem ao Município. As açþes visam coibir a ocupação desordenada das åreas públicas e devem continuar em toda a capital. Ontem, a SMCCU demoliu algumas propriedades no Conjunto Salvador Lyra, no Tabuleiro. Segundo informaçþes da Procuradoria Geral do Município, as demoliçþes foram realizadas

em casas que estavam sendo construĂ­das em ĂĄrea verde. “De acordo com a SMCCU, essas invasĂľes do Salvador Lyra foram feitas por pessoas de fora da capital, que vĂŞm para cĂĄ e invadem as ĂĄreas verdesâ€?, relatou Carlos Roberto Ferreira, procurador geral. “A SMCCU vai continuar a realizar essas açþes em toda a capital, para impedir a ocupação desordenada. Essa ação estĂĄ sendo realizada em casas que estĂŁo começando a ser construĂ­dasâ€?, afirma o procurador, acrescen-

tando que as construçþes mais antigas e os processos de reintegração de posse estĂŁo na Justiça. Todas as vezes que a SMCCU detecta novas invasĂľes em ĂĄreas pĂşblicas, o ĂłrgĂŁo notifica, aplica multa e em seguida faz a demolição. Carlos Roberto Ferreira conta que a situação das invasĂľes ĂŠ tĂŁo grave que pessoas estĂŁo construindo em praças. “MĂŞs passado, notificamos uma casa que foi construĂ­da em cima de uma praça. Precisamos coibir esse tipo de açãoâ€?, revela. (A.T.)


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

ECONOMIA 13

Rede de internet acadĂŞmica sediada na Fapeal ĂŠ ampliada em 280%

Economia

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) ampliou a capacidade da rede acadêmica nacional Ipê em Alagoas, de 34 Mbps para 10 Gbps. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) sedia o Ponto de Presença (PoP) da RNP no Estado. Lançada em 2005, a primeira rede óptica nacional acadêmica da AmÊrica Latina teve sua capacidade total agregada ampliada em 280% desde o ano passado, de aproximadamente 60 Gbps para 230 Gbps.

Cooperativa Pindorama lança mel no mercado

“

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Novo produto ĂŠ fruto de parceria com Coopmel que fornece a matĂŠria-prima

J

å estå disponível nas gôndolas das grandes e pequenas redes de supermercados o mel com a marca da Cooperativa Pindorama. O novo produto Ê fruto de uma parceria entre a Pindorama e a Cooperativa de Produtores de Mel de Abelha e Derivados LTDA (Coopmel), que IRUQHFHRSURGXWRHRHQYDVHÀFD por conta da maior cooperativa agrícola do Nordeste. Depois da farinha de mandioca, essa jå Ê a segunda ação de intercooperação adotada pela Pindorama. De acordo com KlÊcio Santos, presidente da Cooperativa, o produto jå pode ser visto nos

supermercados e estĂĄ tendo uma boa aceitação. “Estamos trabalhando hĂĄ dois meses com o mel e abrindo portas para mais esse produto do mix Pindorama. A cooperativa tem um nome sĂłlido no mercado porque prima pela originalidade e qualidade de seus produtos e com o mel nĂŁo ĂŠ diferenteâ€?, declarou. Ofertando sucos de fruta de diversos sabores, sucos em pĂł, balas, vinagre, goiabada, açúcar, entre outros, o mix da cooperativa ganhou reforço da farinha Cooperativa AgropecuĂĄria de Campo Grande (Cooperagro), em julho deste ano, e agora do mel. “A meta da Pindorama

p GLYHUVLÀFDU FDGD YH] PDLV R PL[ H ID]HU LVVR DSRLDQGR outras cooperativas mostra nosso compromisso com o desenvolvimento do setor em AlaJRDV 6DEHPRV TXH D XQLmR ID] a diferença�, reforçou Santos. O diretor-presidente da cooperativa revelou que a unidade trabalha para lançar atÊ maio de 2012 mais dois produtos, o ålcool, de uso domÊstico, e o molho de pimenta. Com mais de 50 anos de fundação, a Cooperativa Pindorama jå distribui seus produtos para diversos estados do Nordeste gerando aproximadamente 12 mil empregos diretos no campo, indústria e comÊrcio.

DICAS

3URFRQHQVLQDFRPRXWLOL]DU melhor o dĂŠcimo-terceiro Com a aproximação das IHVWDVGHĂ€PGHDQRDVSHVsoas jĂĄ começam a contar FRPRžVDOiULRSDUDID]HU as compras natalinas. Presentes, roupas e artigos de Natal sĂŁo alguns dos proGXWRVPDLVFRPHUFLDOL]DGRV nesta ĂŠpoca. PorĂŠm, muitas YH]HVRFRQVXPLGRUVHHVTXHce de outros compromissos e acabam superendividados. 3DUDDPHQL]DUHVWDVLWXação, o Procon/AL adverte a população antes de comprometer o 13Âş salĂĄrio. “As pessoas devem lembrar que logo apĂłs as festividades existem gastos com matrĂ­culas escolares, material escolar, impostos a pagar (IPTU) e dĂ­vidas de cartĂŁo de crĂŠdito. Por isso, ĂŠ importante saber planejar bem o orça-

mento e dar prioridade aos gastos essenciais�, explica o superintendente do Procon/AL, Rodrigo Cunha. De acordo com o Procon/ AL, o primeiro passo Ê sanar as dívidas existentes, tais como cartão de crÊdito e cheque especial. Em seguida evitar compras divididas em muitas parcelas, pois GHSHQGHQGR GD ÀQDQFHLUD pode ter juros embutidos. À VISTA Optar pelas compras à vista, geralmente o consumidor tem mais poder de barganha com este tipo de transação. É importante lembrar que na hora de comprar com o cartão de crÊdito sem parcelamento o preço do produto Ê o mesmo que o de à vista e

nĂŁo pode ter acrĂŠscimo. O Procon/AL tambĂŠm alerta para que em toda e qualquer compra, o consumidor sempre exija a nota Ă€VFDO SRLV HOD p LQGLVSHQsĂĄvel para garantir os seus direitos de consumidor. DICAS  9HULĂ€TXH FRP FXLGDGR se o produto que vocĂŞ estĂĄ adquirindo estĂĄ em perfeito estado. Estas precauçþes evitarĂŁo futuros problemas. Antes de comprar, faça uma pesquisa de preços, utiOL]HRVIROKHWRVGHSURPRomR das lojas e veja a qualidade do produto, pois nem sempre o mais barato ĂŠ o melhor. O ĂłrgĂŁo sempre disponiELOL]D QR VLWH ZZZSURFRQ al.gov.br pesquisas de preços de diversos produtos. DIVULGAĂ‡ĂƒO

É importanteID]HUXPSODQHMDPHQWRGRVJDVWRVSDUDRSHUtRGRGH¿QDOGHDQRFRQIRUPHR3URFRQ$/

A meta da Pindorama pGLYHUVLÀFDUFDGDYH] PDLVRPL[HID]HULVVR apoiando outras cooperativas mostra nosso compromisso com o desenvolvimento do setor em Alagoas� KLÉCIO SANTOS PRESIDENTE DA COOPERATIVA PINDORAMA

PESQUISA

Custo de vida varia 0,25% em Maceió De acordo com a Pesquisa de �ndice de Preços ao Consumidor (IPC), divulgada ontem pela Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, o custo de vida em Maceió apresentou variação de 0,25% neste mês. 2 HVWXGR UHDOL]DGR SHOD 6Xperintendência de Produção da Informação e do Conhecimento, tambÊm aponta acrÊscimo 0,34% no valor da Cesta Båsica em relação a outubro. Segundo o gerente do IPC, Gilvan SinÊsio, as elevaçþes nesses grupos jå eram esperados devido à aproximação das festividades natalinas. Segundo a pesquisa do mês de outubro, a variação acumulada pelos grupos que compþem o cålculo do custo de vida nos últimos seis meses foi de  QRV ~OWLPRV GR]H PHses 6,21%, e neste ano, 4,31%. Os grupos Alimentação (0,36), Habitação (0,19), Despesas Pessoais (0,24) e Fumos e Bebidas (0,18) sofreram, em praticamente todos os seus subgrupos, variaçþes positivas, o que contribuiu para a elevação do índice. O aumento de leguPHV IUXWDV H SDQLÀFDGRV HOHvaram alimentação e o preço do aluguel residencial e artigos GH OLPSH]D LQà XHQFLDUDP QD variação do grupo Habitação. Jå os artigos de higiene pesVRDO H EHOH]D PRWLYDUDP R DXmento em Despesas Pessoais. CESTA Bà SICA No mês de outubro, a Cesta Båsica Alimentar apresentou acrÊscimo de 0,34% em relação ao mês anterior. A pesquisa aponta que 38,17% do salårio mínimo nacional foi comproPHWLGRID]HQGRFRPTXHRWUDbalhador maceioense gastasse R$ 208,00 de sua remuneração com alimentação pessoal.

Presidente GD&RRSHUDWLYD3LQGRUDPD.OpFLR6DQWRVDSUHVHQWDPHO


14

ECONOMIA

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

etjornalista@gmail.com

Piranhas/Boca da Mata

O

presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Sebastião Costa Filho, assinou na terça-feira um convênio com as prefeituras de Boca da Mata e Piranhas para doação de verba que serå aplicada na construção das novas sedes para os Fóruns dos referidos municípios. Na ocasião, o prefeito de Boca da Mata, JosÊ Tenório, e a prefeita de Piranhas, Melina Freitas, doaram ao Fundo Especial de Modernização do Poder Judiciårio (Funjuris), responsåvel pela administração dos recursos e construção dos Fóruns, respectivamente, R$ 90 mil e R$ 50 mil. As prefeituras tambÊm doaram os terrenos onde os Fóruns estão sendo construídos. Em Boca da Mata a obra estå estimada em R$ 1.029.729,67 e em Piranhas o valor Ê de R$ 976.362,17.

Porto Real

Cajueiro

Uma equipe multidisciplinar formada por tÊcnicos do Ceraqua São Francisco realiza desde 2010 um trabalho de assistência tÊcnica e extensão rural (Ater) na årea de qualidade de ågua com piscicultores familiares do Perímetro Irrigado do Itiúba, situado no município de Porto Real do ColÊgio. A equipe Ê formada por engenheiros de pesca, biólogo, tÊcnico em aquicultura, químicos e mÊdico veterinårio com atuação no Centro Tecnológico da Codevasf.

A Secretaria Municipal de EduFDomR¿QDOL]RXQDWHUoDIHLUD a primeira fase do projeto de implantação do Sistema de Informatização Escolar (SIE). Nesta etapa foi instalado o sistema nos computadores das escolas e feita a importação do banco de dados dos alunos. Segundo o secretårio, Jorge Cavalcante, o município Ê o pioneiro em Alagoas na implantação deste sistema. Com o novo programa tambÊm serå possível a informatização das matrículas.

TribunaIndependente

Integrantes do governo visitam polo moveleiro

Objetivo Ê dar celeridade à estruturação do espaço na região de Arapiraca

C

om o objetivo de fortalecer e dar celeridade à estruturação de novos polos industriais, a equipe da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), realizou, ontem, mais uma visita tÊcnica às obras do Polo Moveleiro Nascimento Leão, em Arapiraca. O superintendente de Indústria, ComÊrcio e Serviços, Norlan Dowell, destaca que as visitas realizadas ao polo são constantes, para que possam ser acompanhados de perto todos os traba-

lhos desenvolvidos no local. De acordo com ele, a visita de ontem foi de extrema importância, pois contou com a participação de produtores do setor de mĂłveis. “Eles VHUmR RV PDLV EHQHĂ€FLDGRV com a inauguração do polo, portanto a presença deles ĂŠ fundamental em todo o processo de implantação e execução do projetoâ€?, disse. O secretĂĄrio de Estado do Trabalho, Emprego e 4XDOLĂ€FDomR 3URĂ€VVLRQDO Herbert Motta; o gestor do Arranjo Produtivo Local (APL) MĂłveis do Agreste,

Gilson Melo; tĂŠcnicos do Sistema Nacional de Empregos (Sine) em Alagoas e o secretĂĄrio de Desenvolvimento EconĂ´mico do municĂ­pio de Palmeira dos Ă?ndios, AntĂ´nio Oliveira, tambĂŠm participaram da visita. CAPACITAĂ‡ĂƒO Capacitar produtores de mĂłveis do Agreste, com o objetivo de ampliar o mercado do setor em Alagoas. Esta ĂŠ uma das propostas do projeWR4XDOLĂ€FD$ODJRDVLGHDOLzado pelo Governo do Estado, atravĂŠs da Secretaria do Trabalho, Emprego e Quali-

Ă€FDomR 3URĂ€VVLRQDO 6HWHT  Segundo o secretĂĄrio Herbert Motta, o projeto vai capacitar produtores do setor moveleiro em trĂŞs categorias: serralharia, marcenaria e estofados. “A capacitação vai proporcionar uma abertura no mercado de trabalho, alĂŠm de impulsionar a economia localâ€?, explicou. O terreno e as obras do Polo Moveleiro de Arapiraca foram apresentados ao secretĂĄrio Herbert Motta pelo superintendente de IndĂşstria, ComĂŠrcio e Serviços da Seplande, Norlan Dowell. DIVULGAĂ‡ĂƒO

Estrela Com a participação do Estado, Senar/AL e uma associação local, foi que um grupo de 15 agricultores da comunidade Lagoa dos Porcos, na zona rural de Estrela de Alagoas, foi capacitado na elaboração de derivados da macaxeira. O objetivo Ê agregar valor aos produtos e incluí-los nas compras do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), da Conab para 2012.

Delmiro Ontem, uma equipe da Secretaria de Estado da Infraestrutura foi a Delmiro Gouveia com o objetivo de capacitar as 369 famĂ­lias que serĂŁo EHQHÂżFLDGDVSHOR*RYHUQRFRPQRYDVPRUDGLDVTXHHVWmRVHQGRFRQVtruĂ­das. Houve duas palestras: uma sobre higiene bucal e outra sobre higiene e saĂşde. As atividades foram realizadas em turmas Ă s 14h e Ă s 19h, no salĂŁo do clube PalmeirĂŁo.

Delmiro - Oportunidade Os futuros moradores estão tendo tambÊm a oportunidade de atuar em dois cursos de capacitação, que vão atÊ a outra quinta-feira. São cursos de ornamentação de sandålias e confecção de biscuit, eventos que acontecem no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), localizado no bairro Eldorado. As atividades fazem parte do projeto social desenvolvido pela Superintendência de Articulação de Projetos Sociais da Seinfra, que executa açþes apoiadas em três eixos båsicos: mobilização e organização comunitåria, educação sanitåria e ambiental e geração de emprego e renda.

Coruripe

Coruripe - Dados

Cerca de mil assinaturas dos moradores do município reivindicando melhoria no fornecimento de energia e a solicitação de explanação sobre a instalação de subestação II da Eletrobras, requerida pela vereadora Roberta Beltrão, resultaram na ida da equipe tÊcnica da concessionåria, mediante apresentação de plano de trabalho para Coruripe, no período 2012-2013. De acordo com a Eletrobras, o investimento estå orçado em mais de 15 milhþes de reais. O anúncio foi feito ontem, na sessão da Câmara de Vereadores.

Os investimentos correspondem às obras de ampliação da subestação Coruripe I, instalação da subestação Coruripe II, ampliação seccionada de Periperi, linha de transmissão 69 kv (Penedo-Coruripe-Periperi), com 62 km de extensão. A apresentação do projeto foi realizada pelo gerente de Planejamento e Expansão da Eletrobras, Charles Mariano, e pelo engenheiro da concessionåria, Jonson Barbosa, aos vereadores, secretårios e representantes da sociedade civil organizada.

Macrorregião 2VSUR¿VVLRQDLVGD$WHQomR%iVLFDGRVPXQLFtSLRVDODJRDQRVTXH integram a Primeira Macrorregião, participam nesta quinta-feira de uma capacitação sobre diabetes e hipertensão. A ação, que prossegue atÊ amanhã, Ê destinada a mÊdicos e enfermeiros do Programa de Saúde da Família. O evento Ê promovido pela Secretaria de Estado da Saúde e serå realizado no Hotel Matsubara, das 8 às 17 horas.

Santana do Ipanema Pontal Com o objetivo de fortalecer o controle social sobre a Política de Saúde no Estado e municípios, Ê que amanhã, lå em Santana, o Conselho Estadual de Saúde de Alagoas (CES) realiza a sua VII Reunião Regionalizada da 3ª Região de Saúde composta de 24 municípios sertanejos. O encontro acontece no auditório de Tênis Clube e contarå com a participação do presidente do CES, Benedito Alexandre, e do secretårio de Estado da Saúde, Alexandre Toledo.

Jå estå tudo pronto para o I Encontro dos Núcleos do projeto Tri-Criança – Esporte e Cidadania, nos municípios alagoanos, com patrocínio da Petrobras. O evento de integração acontecerå no outro såbado, a partir das 8h, em Maceió no Complexo Esportivo Gonçalo Minin de Lins, no bairro do Pontal da Barra. O evento conta com o patrocínio da Petrobras e, ainda, das prefeituras dos municípios de Igaci, Atalaia, Pilar, Barra de São Miguel e Maceió, onde os núcleos do Tri estão inseridos.

Pontal - Interagir O encontro serĂĄ cheio de atividades culturais e esportivas, voltadas principalmente para o lazer e brincadeira entre os ‘amarelinhos’. A idĂŠia do evento ĂŠ dar a oportunidade para cada menino e menina conhecer um pouco mais sobre a realidade do outro, interagindo e tambĂŠm se divertindo. Essa atividade estĂĄ prevista no projeto da Petrobras e ĂŠ uma forma de integrar os municĂ­pios e parceiros numa Ăşnica ação.

GestĂŁo pĂşblica Os 102 municĂ­pios alagoanos estĂŁo concorrendo ao “PrĂŞmio JosĂŠ AprĂ­gio Vilela de GestĂŁo PĂşblica ResponsĂĄvel e Empreendedoraâ€?. A solenidade irĂĄ acontecer no prĂłximo dia 9 de dezembro, no Centro de Convençþes de MaceiĂł. Os ganhadores vĂŁo receber, alĂŠm do trofĂŠu referente ao prĂŞmio, o “Diploma da Cidadaniaâ€?, como forma de reconhecimento aos serviços prestados Ă comunidade. Uma ComissĂŁo Especial

Obras do Polo Moveleiro Nascimento LeĂŁoHVWmRHPIDVHÂżQDOHDQLPDSURGXWRUHVORFDLVTXHWDPEpPSDUWLFLSDUDPGDYLVLWDRQWHP

IR

BRASIL

Receita libera consulta Dívida das famílias ao penúltimo lote sobe, informa BC A Receita Federal liberou a consulta ao penúltimo lote de restituiçþes do Imposto de Renda Pessoa Física 2011. Praticamente, todas as pessoas que não tiveram pendências, mas deixaram a entrega para os últimos dois dias, estão incluídas nesse lote. 16 DE NOVEMBRO O dinheiro relativo às restituiçþes estarå disponível no banco no dia 16 de novembro. A consulta deverå ser feita na pågina da Receita na internet ou pelo ReceitaFone (146). Foram liberados ainda GD PDOKD ÀQD ORWHV UHVLGXais referentes ao Imposto de Renda de 2010, 2009 e 2008. Ao todo, serão depositados R$ 1,5 bilhão para 1.219.136 contribuintes.

Para o exercício de 2011, serão creditadas restituiçþes para 1.155.493 contribuintes, totalizando R$ 1.397.532.413,25, com correção de 6,81%. De acordo com a Receita, 9.031 contribuintes estão no lote conforme o Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741). CRÉDITOS De 2010, serão creditadas restituiçþes para 36.711 contribuintes, totalizando R$ 64.396.948,07, com correção de 16,96 %, e de 2009, para 15.600 contribuintes, totalizando R$ 23.948.869,03, corrigidos em 25,42%. Do lote residual de 2008, serão creditadas restituiçþes para 11.332 contribuintes, totalizando R$ 14.121.769,65, com correção de 37,49%.

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Hamilton Araújo, disse ontem, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, que o endividamento das famílias subiu, de 25% de sua renda, em 2006, para 41,3% em meados deste ano. Entretanto, ele observou que a parcela da renda mensal comprometida permaneceu eståvel em cerca de 20% desde 2006 - sem apresentar crescimento. Isso pode ser explicado, segundo ele, pelo aumento dos prazos das operaçþes de crÊdito, pela redução das taxas de juros bancårias registradas nos últimos

anos e, tambĂŠm, pelo aumento da massa salarial. “Temos um acompanhamento de crĂŠdito detalhado. Todas operaçþes acima de R$ 5 mil estĂŁo na central de risco de crĂŠdito [do BC]. Temos mais de 140 milhĂľes de operaçþes, com 32 milhoes de devedores, o que cobre 90% do mercado de crĂŠdito bancĂĄrio. As taxas de inadimplĂŞncia tĂŞm se mantido. NĂŁo se observam mudanças grandes. TĂŞm aumentos de acordo com o ciclo econĂ´mico. O endividamento das famĂ­lias subiu, mas o comprometimento da renda tem se mantido mais ou menos estĂĄvel em torno de 20% da renda desde meados de 2006â€?, DĂ€UPRX R GLUHWRU GR %&


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

ESPORTES 15

Brasil pega o GabĂŁo sem as estrelas Jogadores que atuam no paĂ­s, como Neymar e Ronaldinho, nĂŁo foram convocados; KakĂĄ e Marcelo foram cortados CBF

Hulk serå a grande estrela do Brasil no amistoso desta quinta-feira contra a seleção africana do Gabão

MMA

U

m Brasil sem estrelas enfrenta hoje, em Libreville, às 15h (de Maceió), a seleção do Gabão. País sede da próxima Copa Africana de Naçþes, a seleção da casa encara o amistoso como grande teste para o torneio. Jå para o Brasil, que conta apenas com jogadores que atuam na Europa, o amistoso servirå para Mano Menezes acompanhar atletas que pouco atuaram com a camisa verde e amarela. Neymar e Ronaldinho Gaúcho, que hoje são as grandes estrelas do time nacional, ficarão apenas assistindo o jogo. Sem Kakå e Marcelo, cortados devido a lesþes, Daniel Alves, que cumpre suspensão, e Luiz Gustavo, impedido de entrar no país devido à falta da vacina contra febre amarela, Mano Menezes colocarå em campo um time praticamente reserva, poupando o titular da zaga, Thiago Silva. Assim, a dupla de zaga serå

formada por LuisĂŁo e David Luiz, antigos e companheiros do Benfica. Nas laterais FĂĄbio e Adriano devem ser os titulares. No gol, Neto e Diego Alves lutam pela camisa 1. No meio de campo estĂŁo as principais dĂşvidas. Enquanto Lucas Leiva e Hernanes devem ser titulares, Sandro, Fernandinho, William e Bruno CĂŠsar brigam por duas vagas. No ataque, Hulk ĂŠ presença garantida. Ao seu lado Mano poderĂĄ escalar seu companheiro de Porto, KlĂŠber, que foi convocado pela primeira vez, ou Jonas, atacante do Valencia que ainda nĂŁo foi titular da seleção brasileira. “Quero mostrar meu futebol para sempre ser lembrado pelo treinador nas convocaçþesâ€?, disse o paraibano Hulk. No Ăşltimo treino Diego Alves foi o goleiro. Na zaga, uma linha de quatro formada por FĂĄbio na lateral-direita, LuisĂŁo, David Luiz e Adriano na lateral-esquerda. No meio de campo Sandro, Elias, Her-

nanes e Bruno CÊsar. A dupla de ataque foi Jonas e Hulk. Para o povo do Gabão, alÊm de poder ver em seu país a seleção penta-campeã de futebol, serå a oportunidade de acompanhar de perto seus principais jogadores. Para o tÊcnico do Gabão, o alemão Gernot Rhor, a partida serå a oportunidade de mostrar resultados antes do início da Copa Africana de Naçþes em um momento em que estå sendo questionado devido aos resultados negativos nas últimas partidas. Jå o capitão dos Panteras Negras, Daniel Cousin, acredita que a seleção da casa tem plenas condiçþes de vencer o Brasil antes dos confrontos contra Níger, Marrocos e Tunísia, primeiros adversårios do Gabão no torneio continental. Este serå o penúltimo amistoso do Brasil no ano, que encerra seu calendårio no amistoso da próxima segunda-feira (14), contra o Egito, no Qatar. G1

ADEUS REAL MADRID

Sonnen diz Neymar assina novo contrato que Anderson com Santos e ficarĂĄ atĂŠ 2014 beijarĂĄ seus pĂŠs Nem Real, nem Barcelona. A cursou o presidente santista. As atençþes desse fim de semana estĂŁo todas voltadas para a disputa de tĂ­tulo entre o campeĂŁo dos pesados Cain VelĂĄsquez e o brasileiro JĂşnior Cigano. Mas o falastrĂŁo Chael Sonnen promete roubar um pouco dos holofotes. No Twitter - palco maior de suas polĂŞmicas - o norte-americano soltou novas provocaçþes a Anderson Silva. Ele afirmou que se encontrarĂĄ com o brasileiro em Anaheim, palco do UFC on FOX, em busca de uma revanche. Anderson Silva partiu para Anaheim no começo da semana e, em resposta a uma tuitada em relação a isso, Sonnen partiu para o ataque. “O inseto chegou a Anaheim hoje, eu chego amanhĂŁ. NĂłs teremos um encontro, e eu nĂŁo levarei floresâ€?, escreveu Sonnen, em seu microblog. “Como o verdadeiro campeĂŁo, nĂŁo preciso de nada alĂŠm da minha lista de demandas. Lutar na data que eu escolhi ĂŠ meu direito por ser melhor do que vocĂŞ (Anderson)â€?. “Andy (Anderson) terĂĄ de se sentar em minha frente. Talvez, vai se curvar e beijar as minhas botasâ€?, completou, com seus tradicionais ĂĄcidos comentĂĄrios. Sonnen foi derrotado por Anderson Silva no UFC 117 e, na mesma luta, foi pego por doping. Ele retornou ao evento no Ăşltimo mĂŞs, vencendo Brian Stann na edição 136, em Houston. Aproveitando-se da presença do Aranha no ginĂĄsio, o norte-americano lançou novo desafio ainda no octĂłgono, mas o brasileiro segue dizendo que Sonnen “nĂŁo mereceâ€? a revanche.

torcida santista vai demorar mais um tempo para dar adeus ao seu maior astro. Ontem o Santos acertou a permanência de Neymar no clube atÊ a Copa do Mundo de 2014. O presidente alvinegro, Luis à lvaro de Oliveira Ribeiro, convocou uma entrevista coletiva e anunciou oficialmente o acordo. - Hoje, às 11h30, terminamos as negociaçþes. Sentamos com o pai do Neymar, um homem absolutamente compreensivo, que soube se mostrar diferente de outros, dos que se curvam a cheques polpudos. Ele entendeu que a presença do Neymar no Brasil atÊ 2014 seria um serviço ao nosso país. Essa luta quixotesca chegou a bom termo. O fato concreto Ê que Neymar continua atÊ a Copa de 2014. Contrato firmado e garantido. Não Ê do Real, nem do Barcelona. É do Santos - dis-

Para garantir o craque na Vila Belmiro, o Peixe irĂĄ abrir mĂŁo dos 30% a que tem direito dos contratos futuro de publicidade do atacante. O primeiro acordo com 100% dos recursos para Neymar ĂŠ com o Banco do Brasil. O acordo faz parte tambĂŠm da estratĂŠgia do banco para aproveitar o fato de o Mundial ser no Brasil. - Essa camisa demonstra tudo isso: vou ficar atĂŠ 2014. Sempre falei que nĂŁo sairia. Meu desejo era permanecer. O Santos ĂŠ muito grande. Nunca pensei em sair para ser o melhor do mundo. NĂŁo penso nisso. SĂł penso em disputar os melhores campeonatos. E o Santos jĂĄ disputa isso. Ganhou a Libertadores, agora tem o Mundial. NĂŁo saio daqui - disse Neymar, que entrou ao lado do pai assim que o mandatĂĄrio santista encerrou seu pronunciamento.

Neymar H[LEHFDPLVDVLPEyOLFDIHLWDSHOR6DQWRVSDUDRDQ~QFLRGHTXHHOHÂżFDUiQRFOXEHDWp

ESTADĂƒO

TRANSFERĂŠNCIA

Palmeiras aceita a oferta do GrĂŞmio pelo atacante KlĂŠber

KlĂŠber GHL[DR3DOPHLUDVHYDLGHIHQGHUR*UrPLRHP

A diretoria do Grêmio recebeu do Palmeiras a boa notícia: a proposta pela contratação de Kléber foi aceita. O acerto, entretanto, não será anunciado enquanto não houver a assinatura do contrato. O Grêmio vai adquirir os 50% dos direitos do jogador, que até hoje pertenciam ao Palmeiras. A outra metade segue vinculada ao Cruzeiro, que permanecerá com a mesma fatia. Os valores não foram revelados. O Palmeiras pagou, no ano passado, PLOK}HV FHUFDGH5 milhões, em valores atuais) por 50% dos direitos do ata-

cante. A primeira oferta do Grêmio, recusada pelo Verdão na semana passada, IRL GH   PLOK}HV DOJR HP WRUQRGH5PLOK}HV 2 Verdão queria mais que o GREURPLOK}HV 5 milhþes). Passados alguns dias, porÊm, as diretorias dos dois clubes chegaram a um valor de consenso. Paulo Pelaipe, diretor-executivo do Grêmio, estå na Argentina onde negocia a renovação do emprÊstimo do meia Escudero com o Boca Juniors. Em Porto Alegre, quem finalizarå a negociação com o Palmeiras Ê o presidente Paulo Odone.

O anĂşncio oficial do acerto depende da assinatura do contrato. KlĂŠber realizou exames mĂŠdicos ontem no OlĂ­mpico. Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol do Palmeiras, deu o negĂłcio como “quase certoâ€?. “A proposta estĂĄ dentro do que queremos. Mas ainda precisamos acertar algumas coisas antes de consumar o negĂłcio. Havia outros interessados, mas o GrĂŞmio, desde o inĂ­cio, foi quem manifestou maior interesse. Por isso, a prioridade era negociar com o GrĂŞmio. Vai dar tudo certoâ€?, disse Frizzo.

PERDOADO

CORINTHIANS

RECUPERAĂ‡ĂƒO

Afastado do elenco principal do Flamengo hĂĄ uma semana, o volante Willians foi reintegrado ontem pela diretoria. O jogador estava treinando em separado na GĂĄvea, mas chegou ao CT Ninho do Urubu. Willians foi recebido pelos companheiros e treinou na parte da tarde normalmente com o elenco. Na ocasiĂŁo, o tĂŠcnico Vanderlei Luxemburgo comandou uma atividade tĂŠcnica. Apesar do retorno, ainda nĂŁo se sabe se o camisa 8 enfrentarĂĄ o Coritiba, domingo. O volante foi afastado do elenco apĂłs faltar ao treinamento na vĂŠspera da partida contra o GrĂŞmio,

Uma lesão na coxa esquerda vai tirar Alex dos próximos dois jogos do Corinthians no Campeonato Brasileiro: AtlÊtico-PR, domingo, no Pacaembu, e Cearå, dia 16, em Fortaleza. O problema do jogador foi constatado após exame realizado ontem. O período de recuperação Ê de dez dias. Por conta de dores na mesma coxa, Alex jå havia sido poupado da vitória por 2 a 1 sobre o Avaí, duas rodadas atrås. Voltou a ser titular do Timão no último domingo, quando ainda no primeiro tempo da derrota para o AmÊrica-MG pediu para deixar o campo por ter sentido novamente o problema muscular.

Se na vĂŠspera do jogo contra o AtlĂŠtico-MG, o tĂŠcnico Ricardo Gomes fez uma ligação telefĂ´nica que emocionou todo o grupo. Desta vez o treinador, que se recupera de um Acidente Vascular Cerebral, fez ainda melhor. O treinador foi ao hotel onde os jogadores estĂŁo concentrados para a partida contra o Universitario, GR3HUXSHODVTXDUWDVGHÂżQDOGD Copa Sul-Americana, e almoçou com o grupo. Ricardo ainda bateu um longo papo com CristĂłvĂŁo e os jogadores. “Foi um convite que HXH&ULVWyYmRÂż]HPRVDHOHTXH WRSRXHYHLRDOPRoDUFRQRVFR´DÂżUPRXRGLUHWRU5RGULJR&DHWDQR

Fla surpreende e traz Willians de volta

Lesão na coxa tira Alex dos dois próximos jogos Ricardo Gomes almoça com elenco do Vasco


16 ESPORTES MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

TribunaIndependente

Esportes

Federação reúne clubes alagoanos para GH¿QLUIRUPDWRHWDEHODGR(VWDGXDO O presidente da Federação Alagoana de Futebol (FAF), Gustavo Feijó, recebe hoje às 15h30, todos os representantes dos clubes da Primeira Divisão, SDUDDUHDOL]DomRGDUHXQLmRGR&RQVHOKR$UELWUDOTXHGH¿QLUiDIyUPXODH a tabela do Campeonato Estadual da Primeira Divisão de 2012. De acordo FRP)HLMyDFRPSHWLomRWHUiXPQRYRIRUPDWRXPDYH]TXHR(VWDGXDOMiIRL disputado no mesmo modelo durante dois anos. As novidades no Alagoano VHUmRRVWLPHVGR3HQHGHQVHHGR&(2$FRPSHWLomRGHYHUiVHULQLFLDGDQD segunda semana de janeiro. As equipes do Estadual 2012 são CEO, Penedense, ASA, Coruripe, Murici, Corinthians, Sport, CRB, CSE e CSA.

TrĂŞs empresas querem ‘vestir’ o CRB Presidente executivo Marcos Barbosa deve anunciar a nova fornecedora de material esportivo do Galo esta semana

C

om o iminente litĂ­gio com a Champs, o CRB jĂĄ recebeu trĂŞs propostas para mudança de fornecedor de material esportivo. Com um ‘pÊ’ na SĂŠrie B, o Galo voltou a figurar no cenĂĄrio do futebol nacional e empresas de destaque mundial, como a italiana Lotto, a inglesa Umbro e a brasileira Kanxa apresentaram propostas de intenção de vestir o Regatas na temporada 2012. A confirmação ĂŠ do presidente executivo Marcos Barbosa, que jĂĄ adiantou a rescisĂŁo com a Champs pela quebra de contrato e anunciou que esta semana estarĂĄ

definindo qual serĂĄ a camisa do CRB para 2012. “Quero fazer esse anĂşncio logo, mas algumas empresas ainda estĂŁo negociando. O que me deixou mais feliz foi ver a qualidade e a proposta da Lotto. Eles atĂŠ doam pares de chuteiras ao clube alĂŠm de toda parte de camisas de jogo, de treino e agasalhos. Se nĂŁo conseguir essa semana, no dia do jogo contra o AmĂŠrica-RN (16) eu farei esse anuncio oficial. É certo que o CRB estarĂĄ de camisa nova jĂĄ no Alagoanoâ€?, destacou Barbosa. TREINAMENTOS Ontem o grupo do CRB trabalhou em dois perĂ­odos. Primeiro, pela manhĂŁ, o pre-

TRAPICHAO.COM

parador Claudio Creato fez uma sequência de exercícios com o elenco. Depois, no período da tarde, foi a vez de um trabalho tåtico com o tÊcnico Paulo Comelli. Uma das boas novidades nos últimos treinamentos Ê a presença do atacante AndrÊ Luiz, que se recuperou de uma cirurgia no ombro, alÊm das excelentes participaçþes do volante Adriano, oriundo da base regatiana e que vem mostrando qualidade para brilhar no elenco profissional. A direção do CRB deve começar a venda de ingressos para o jogo contra o AmÊrica-RN, dia 16, no Trapichão , apenas no såbado;

GALO E AZULĂƒO

Clubes de Alagoas conhecem a tabela da Copa SP de Juniores O departamento de competiçþes da Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou a tabela completa da 43ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O torneio terå início no dia 3 de janeiro e e se encerra em 25 de janeiro, data de aniversårio da cidade de São Paulo. A primeira fase contarå com 96 clubes, divididos em 24 grupos de quatro clubes cada. Esta etapa serå disputada do dia 3 atÊ 11 de janeiro. Ao todo, serão 144 partidas somente na

primeira fase, o que proporcionarĂĄ aos fĂŁs do futebol jogos em todos os dias. Juntamente com a tabela, a FPF divulgou tambĂŠm as emissoras que transmitirĂŁo os jogos (Band, Sportv, ESPN, Rede Vida e Band Sports). A segunda fase serĂĄ disputada nos dias 14 e 15 de janeiro; as oitavas-de-final acontecerĂŁo nos dias 17 e 18; as quartas serĂŁo nos dias 19 e 20; as semifinais serĂŁo nos dias 21 e 22; e a final acontecerĂĄ no dia 25. O CRB estĂĄ no grupo R, na

cidade de Porto Feliz, e joga no Estådio Ernesto Rocco. Jå o CSA ficou no grupo V, na cidade de Taboão da Serra, e joga no Estådio JosÊ Ferez. TABELA DE ALAGOAS 4/1 (quarta) 16h Coritiba x CSA 16h AtlÊtico-MG x CRB 7/1 (såbado) 16h Taboão x CSA 16h Desportivo BR x CRB 10/01 (terça) 14h CSA x São Caetano 14h CRB x Criciúma TRAPICHAO.COM

Jogadores realizam hoje novo treinamento no TrapichĂŁo. Umbro, Lotto e Kanxa querem vestir o Galo

ZONA DE REBAIXAMENTO

ASA reĂşne todo mundo para evitar a ‘queda’

Jogadores do ASAÂż]HUDPXPSDFWRSHODPDQXWHQomRGDYDJDGRFOXEHQD6pULH%HP

Tempos de crise em Arapiraca. Agora o ASA nĂŁo depende apenas de si para evitar o rebaixamento para a SĂŠrie C. A diretoria do Alvinegro nĂŁo engoliu a derrota para o Boa Esporte, por 2x1, fora de casa, pela 35ÂŞ rodada do Brasileiro da SĂŠrie B. Tanto que ontem a noite os dirigentes alvinegros tiveram uma reuniĂŁo com o elenco para “lavar a roupa sujaâ€?. Com a derrota o Alvinegro estĂĄ na zona de rebaixamento e briga com Icasa, SĂŁo Caetano, Guarani e ParanĂĄ Clube para nĂŁo cair. O elenco começa a treinar hoje visando o jogo de sĂĄbado contra o Duque de Caxias, no EstĂĄdio Coaracy da Mata Fonseca. Para esta partida o treinador Vica passa a ter Ă

disposição o zagueiro Leandro Cardoso, alÊm dos atacantes Alexsandro e Reinaldo Alagoano após terem cumprido suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Restando agora só três partidas para o encerramento da temporada 2011, ao ASA são três decisþes porque precisa urgentemente pontuar alÊm de torcer por tropeços de quem estå logo acima na tabela para escapar do rebaixamento. AlÊm do Duque, o ASA vai enfrentar o Bragantino, fora, e encerrarå a sua participação em casa diante do Vitória. Estacionado nos 42 pontos, mas agora em 17º lugar, o ASA tem logo acima as equipes do Icasa, com 43, e São Caetano, com 44 pontos.

OPORTUNIDADE

Curso para preparadores em Maceió Começa nesta sexta-feira (11) e vai atÊ såbado o Curso de Preparação Física no Futebol. O evento Ê voltado para estudantes e profissionais de Educação Física, que terão a oportunidade de conhecer novas tendências do treinamento específico do desporto. O professor especialista Rodrigo Albuquerque, serå o ministrante do curso. Serão dois dias de curso, com aulas teóricas e pråticas. Rodrigo Albuquerque (ex-CRB, CSA, Corinthians-AL, Cruzeiro), lembra a todos os interessados que as inscriçþes custam R$ 100 e as vagas são limitadas. Mais informaçþes pelos números 9924-4482 e 96046164.


TribunaIndependente

P

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

Diretor deixa produção do Oscar após insulto na TV

VersĂŁo demo de nova mĂşsica de Madonna vaza na internet

2FLQHDVWD%UHWW5DWQHUGHL[RXVHXHPSUHJRFRPRSURGXWRUGR 2VFDUDRDSUHVHQWDUVXDUHQ~QFLDDRVRUJDQL]DGRUHVGDSUHPLação, depois de ter causado indignação no setor de entretenimento por conta de insulto aos homossexuais. Durante uma sessĂŁo de perguntas e respostas na exibição de sua nova comĂŠdia, “Tower +HLVW´QDVHPDQDSDVVDGDHOHIRLTXHVWLRQDGRVREUHHQVDLRV DQWHVGDJUDYDomRGRÂżOPHHUHVSRQGHXÂłHQVDLDUpSDUDELFKDV´

A versĂŁo demo de uma mĂşsica inĂŠdita de Madonna vazou na internet nesta terça-feira. A faixa chamada “Give Me All Your Loveâ€? apareceu em blogs e no YouTube, mas serĂĄ retirada do ar por quebra de direitos autorais. A nova canção deve estar no prĂłximo ĂĄlbum da cantora. Em sua YHUVmRÂżQDOHODGHYHUiWHUSDUWLFLSDo}HVGH1LFNL0LQDMH0,$2SUy[LPR disco da cantora estĂĄ previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2VHX~OWLPRWUDEDOKRIRLÂł+DUG&DQG\´GH

assagem do tempo, vida conjugal, preguiça, solidĂŁo, anchovas norueguesas. A variedade de temas das crĂ´nicas reunidas no novo livro de Luis Fernando Verissimo, “Em algum lugar do paraĂ­soâ€? (Objetiva), longe de sinalizar uma falta de unidade da obra, aponta para a natureza diversa do gĂŞnero literĂĄrio que tem hoje no autor gaĂşcho um de seus principais praticantes. Escrevendo em jornais regularmente hĂĄ mais de quatro dĂŠcadas, VerisVLPRQmRVHSUHRFXSDHPGHĂ€QLU a crĂ´nica. Ao contrĂĄrio: â€œĂ‰ difĂ­cil dizer o que ĂŠ a crĂ´niFD2QGHWHUPLQDDĂ€FomRHFRPHça o comentĂĄrio? A crĂ´nica aceita quase tudo. E isso ĂŠ Ăłtimoâ€?, diz Verissimo. Os 41 textos reunidos em “Em algum lugar do paraĂ­soâ€? sĂŁo uma boa amostra do leque de assuntos e estilos presentes em suas colunas publicadas na imprensa de todo o paĂ­s - atualmente, elas saem no Globo Ă s quintas-feiras e aos domingos. A crĂ´nica que dĂĄ tĂ­tulo ao volume, por exemplo, começa com uma meditação poĂŠtica sobre o tempo (“O tempo nĂŁo WHPSRQWRVĂ€[RVRWHPSRpXPD sombra que dĂĄ a volta na Terra. Ou a Terra ĂŠ que dĂĄ voltas na sombraâ€?) e termina com uma piada sobre um plĂĄcido AdĂŁo caindo em desgraça com a chegada de Eva - e, com ela, da sexualidade,

nica com a sĂŠrie “Romance dos pequenos anĂşnciosâ€?, inspirada QRVFODVVLĂ€FDGRVGRVMRUQDLV “Esses textos do Maria sĂŁo o melhor exemplo de que ĂŠ possĂ­vel fazer o que se quiser com a crĂ´nica. Ela ĂŠ a liberdade absolutaâ€?, diz Verissimo, no que talvez seja o mais prĂłximo que se possa cheJDUGHXPDGHĂ€QLomRGRJrQHUR Verissimo exerce essa “liberdade absolutaâ€? desde 1969, quando assumiu a seção de crĂ´nicas do jornal gaĂşcho “Zero Horaâ€?. O primeiro texto foi sobre a inauguração do estĂĄdio de seu time de coração, o Internacional de Porto Alegre. Antes disso, havia desempenhado quase todas as funçþes possĂ­veis no jornal: “Devido Ă existĂŞncia precĂĄria do “Zero Horaâ€? naquela ĂŠpoca, alternativa da peça de Beckett na era possĂ­vel ter uma carreira verqual o personagem-tĂ­tulo resolve tiginosa... Eu fui de copidesque a dar as caras. cronista em pouquĂ­ssimo tempo. Se ĂŠ difĂ­cil captar a essĂŞncia Fiz atĂŠ horĂłscopoâ€?, orgulha-se da crĂ´nica, ĂŠ mais fĂĄcil, contuVerissimo, que, em maio deste do, fazer uma lista de cĂŠlebres ano, como parte das comemorapraticantes do gĂŞnero no Brasil, çþes do 47Âş aniversĂĄrio do jornal onde a forma alcançou uma pogaĂşcho, reassumiu por um dia pularidade sem igual no resto do o posto de astrĂłlogo residente mundo. Verissimo destaca trĂŞs: (“Virgem: NĂŁo quero estragar seu Paulo Mendes Campos (“o grande dia, mas.â€?, começava uma das cronista literĂĄrio do paĂ­s, o mais previsĂľes). profundoâ€?, elogia), Rubem Braga Naquela edição especial do ho(“o mais lĂ­rico, despojado, sabia rĂłscopo, assim como nas crĂ´nicas ser simples com encantoâ€?) e AntĂ´- de “Em algum lugar do paraĂ­soâ€?, nio Maria. Verissimo mostra que continua Este, para Verissimo, ilustrou um mestre do humor e da conciDLQĂ€QLWDYHUVDWLOLGDGHGDFU{sĂŁo.

Verissimo, por

Verissimo Luis Fernando Verissimo reĂşne seleção de crĂ´nicas em novo livro, ‘Em algum lugar do paraĂ­so’

da mortalidade, do tempo. Tudo isso num espaço de poucos parĂĄgrafos. Nos demais textos, aparecem outras marcas conhecidas da obra de Verissimo, como as crĂ´nicas em forma de diĂĄlogo ou populadas de personagens Ă€FFLRQDLVHVWUDWpJLDFRQVDJUDda na sĂŠrie “ComĂŠdias da vida privadaâ€?; os aforismos irĂ´nicos e incisivos (“SĂł ĂŠ totalmente livre quem pode exercer a sua vontade sem qualquer limitação moral ou material. Isto ĂŠ: o tiranoâ€?); e RRFDVLRQDOĂ HUWHFRPRQRQVHQse - a crĂ´nica que encerra o livro, “Entra Godotâ€?, ĂŠ uma versĂŁo

1


2

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

TribunaIndependente

Evangelho Segundo São Matheus TragÊdia e comÊdia são gêneros que sempre caminharam lado a lado ao longo da história do teatro. É essa relação que o grupo teatral Delírio, do 3DUDQiH[SORUDQRHVSHWiFXOR(YDQJHOKR6HJXQGR6mR0DWKHXVTXHFKHJDD$ODJRDVSRUPHLRGR3DOFR*LUDWyULR(P0DFHLyDDSUHVHQWDomR estå marcada para esta sexta-feira, às 19h, no Sesc-Centro. Entrada franca. Jå no Sesc Arapiraca, o grupo se apresentou na segunda-feira, dia 6 GHQRYHPEURjVK7DPEpPDEHUWRDRS~EOLFR0DLVLQIRUPDo}HVH

Quebra-Nozes

O Ballet Eliana Cavalcanti apresenta, pela primeira vez em MaceiĂł, o balĂŠ ‘O Quebra-Nozes’ completo. É uma grande produção que conta com trĂŞs FHQiULRVHXPULFRHYDULDGRÂżJXULQR'LUHomRHDGDSWDomRGH(OLDQD&DYDOFDQWL1R7HDWUR*XVWDYR/HLWH &HQWURGH&RQYHQo}HV 1RVGLDVHGH GH]HPEUR0DLVLQIRUPDo}HV

Vozes sagradas

Graciliano Ramos

Devassas

Jazz

Com o tema Sagrados MistÊrios Vozes do Brasil, grupos musicais GDVUHJL}HV1RUWH1RUGHVWHH&HQtro-Oeste estão se apresentando SHORSDtVeXPUHSHUWyULRGHP~VLFD vocal presente nas festividades populares em devoção às entiGDGHVUHOLJLRVDV1RVGLDV 6HVF $UDSLUDFD H 7HDWUR-RIUH6RDUHV 6HVF&HQWUR $ODJRDVUHFHEHD Banda de Congo Panela de Barro, do Espírito Santo. A entrada Ê gratuiWD$VKHKUHVSHFWLYDPHQWH $VDSUHVHQWDo}HVID]HPSDUWHGR SURMHWR6RQRUD%UDVLOQR6HVF

O Quinta no Arena apresenta KRMHHQDSUy[LPDTXLQWDIHLUD  RHVSHWiFXOR3HGDoRVGH Nós Mesmos, da Cia. Teatral da 0HVWUHVGD*UDoD$SHoDPHVFOD IUDJPHQWRVGDREUD¿FFLRQDOGH *UDFLOLDQR5DPRVFRPWUHFKRV GHVXDELRJUD¿D1DDGDSWDomR para o palco há pedaços de obras FRQKHFLGDVFRPR$QJ~VWLDH Memórias do Cárcere. No Teatro GH$UHQD6pUJLR&DUGRVR DQH[R DR7HDWUR'HRGRUR jVKFRP LQJUHVVRVD5H5 HVWXGDQWHV 7HOHIRQH

Para comemorar um ano de sucesso, a comĂŠdia “Devassas – O que as mulheres gostariam TXHÂż]HVVHPFRPHODVQDFDPD´ volta ao palco do Teatro Deodoro QRVGLDV VH[WD H ViEDGR  deste mĂŞs, Ă s 20h. Na tentativa GHUHVSRQGHUDXPDG~YLGDTXH intriga homens e mulheres, o espetĂĄculo traz ao palco, de maneira franca e divertida, o debate sobre alguns clichĂŞs e tabus relacionados Ă  sexualidade feminina. ,QJUHVVRV5H5 PHLD  0DLVLQIRUPDo}HV

O Brasil Modern Jazz Quarteto se DSUHVHQWDGRPLQJR jVKQR4XLQWDO 5HVWDXUDQWH0~VLFDH%DUQD3UDLDGH *DUoD7RUWDHPXPVKRZGHSUpODQoDPHQWRGR³0DJLF+RXU´SULPHLUR&'GR JUXSR1RUHSHUWyULRFOiVVLFRVGRMD]] FRQWHPSRUkQHRDOpPGHFRPSRVLo}HV GRVLQWHJUDQWHV5LFDUGR/RSHV JXLWDUUD &DUORV%DOD EDWHULD )pOL[%D\JRQ EDL[R HGRDPHULFDQR$WLED7D\ORU VD[ HYR] 4XLQWDO5HVWDXUDQWH0~VLFDH %DU¿FDQD3UDoD6mR3HGURHP *DUoD7RUWD SUy[LPRDR5HVWDXUDQWH /XD&KHLD &RXYHUWDUWtVWLFR5,QIRUPDo}HV

Música portuguesa 2SLDQLVWDSRUWXJXrV0iULR0RLWDWUD]SDUD0DFHLyRFRQFHUWR8PD1RLWHHP3RUWXJDO(VWDo}HV)DGRV$DSUHVHQWDomRHVWiPDUFDGDSDUDRGLDžGH GH]HPEURjVKQR7HDWUR'HRGRUR$EHUWRDRS~EOLFR

Festa dark

Orquestra

No próximo såbado, 12 de novembro, serå realizada a 11º festa Dark, na cidade GH3DULSXHLUDFRPDSRLRGD$VVRFLDomR&RPXQLWiULDH%HQH¿FHQWH9LOD$QD 0DULD $EHYLOD HQWLGDGHUHVSRQViYHOSHOD&DVDGD&XOWXUDGH3DULSXHLUD XPDIHVWDGLIHUHQWHTXHWHUiDOpPGHXPGHV¿OHGHPRGDFRPSHoDVHP¿Op SURGX]LGDVSRUDUWHVmVGHSURMHWRVGD21*DSUHVHQWDo}HVFXOWXUDLVHOHLomRGD Miss Dark 2011 e shows musicais. A festa acontecerå no Paripueira Praia Clube, DSDUWLUGDVKFRPLQJUHVVRVD5$)HVWD'DUNDFRQWHFHGHVGH quando surgiu a ideia de movimentar Paripueira que naquela Êpoca era ainda um povoado de Barra de Santo Antônio, com inspiração no Halloween.

'DQGRFRQWLQXLGDGHjVFRPHPRUDo}HVSHORPrVGD&RQVFLrQFLD 1HJUDD'LUHWRULDGH7HDWURVGR(VWDGRGH$ODJRDV 'LWHDO WUD]GH YROWDDRSURMHWR6H[WDV3RSXODUHVQHVWDVH[WD  D2UTXHVWUDGH Tambores, a partir das 16h, no pĂĄtio do Teatro Deodoro, com entrada JUDWXLWD6H[WDV3RSXODUHVpXPSURMHWRTXHYLVDGLYXOJDUDSURGXomR PXVLFDODODJRDQDFRPSHTXHQDVDSUHVHQWDo}HV SRFNHWVKRZV  QXPIRUPDWRGHKDSS\KRXUGR7HDWUR'HRGRUR2VLQWHUHVVDGRVHP SDUWLFLSDUGRSURMHWR6H[WDV3RSXODUHVGHYHPHQWUDUHPFRQWDWRFRPD 'LUHomR$UWtVWLFDGD'LWHDO,QIRUPDo}HV  

FALE CONOSCO$$JHQGDpXPVHUYLoRJUDWXLWRGHRULHQWDomRDROHLWRU2VLQWHUHVVDGRVHPGLYXOJDUHYHQWRVVKRZVHH[SRVLo}HVSRGHPHQYLDUPDWHULDODWUDYpVGRHQGHUHoRWLDJHQGD#KRWPDLOFRP

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h $9,'$'$*(17(

VitĂłria manda Marcos sair de casa. Manuela conversa com Felipe e ele a chama para sair. &HOLQDĂ€DJUD/~FLRYHQGRXPMRJRGH$QD pela internet. InĂĄ tenta convencer Manuela a se deixar envolver por Felipe. Desesperado, 5RGULJRDYLVDTXH-~OLDHQJROLXXPDPRHGD 0DQXHODH5RGULJRÂżFDPDĂ€LWRVGLDQWHGR PpGLFRjHVSHUDGDUDGLRJUDÂżDGH-~OLD/~FLR se preocupa por nĂŁo conseguir convencer Eva DGHL[DUTXH0DQXHODÂżTXHPDLVSUy[LPDGD irmĂŁ. Dora fala para Marcos que nĂŁo poderĂĄ se separar do marido.

GLOBO 19h $48(/(%(,-2 Brigitte fotografa Agenor dormindo e negocia as fotos com uma amiga. Belezinha insinua que �ntima tem um caso com Felizardo. Claudia diz D5XELQKRTXHQmRYDLFRQVHJXLU¿FDUQDFDVD GH&DPLOD5LFDUGRFDLGDHVFDGDQR/DUH quebra a perna. Maruschka descobre que Deusa KHUGRXXPDIRUWXQDHDFRQVHOKD*UDFH.HOO\D se reconciliar com a mãe. Maruschka sugere que Rubinho se case com Claudia e a leve para morar com eles. Violante revela que Raíssa e Sebastião assinaram uma procuração lhe dando poderes para resgatar o dinheiro do prêmio.

GLOBO 21h FINA ESTAMPA

Pereirinha nĂŁo conta para Griselda por que voltou para casa. Zuleika coage Leandro a entregar Rafael. Antenor pergunta para Ă?ris qual ĂŠ o segredo da mĂŁe de PatrĂ­cia. Tereza Cristina chama Paulo para morar em sua casa. Ferdinand descobre por que Pereirinha voltou e tenta fazer um acordo com ele. Wallace diz que levarĂĄ Teodora para se despedir de Quinzinho. Rafael seduz Zuleika e ela entrega as provas que tem contra ele. Griselda avisa a Pereirinha que ele nĂŁo se mudarĂĄ com ela para sua nova casa.

RECORDE 21h 9,'$6(0-2*2

Ernesto conta a Divina que Cleber foi o responsĂĄvel pela falsa pista que foi plantada no FDWLYHLUR0DXUtFLRSHGHDDMXGDGH)UDQFLVFR TXHSURPHWHDMXGiORGHVGHTXHWHQKDXPD FRQÂżVVmRTXHLQFULPLQH,YDQ'HSRLVGHJUDYDU RYtGHR0DXUtFLRVHFRPSURPHWHDHQYLDUDÂżWD para o delegado antes da viagem. A turma do EROmRVHUH~QHSDUDSHQVDUHPDOJRTXHSRVVD SUHMXGLFDU&OHEHU3DWUtFLDRXYHDFRQYHUVDGD turma do bolĂŁo. Todos percebem o comportamento de Andrea e tentam descobrir o que ela tem. A milionĂĄria revela que contraiu HIV depois que foi estuprada. Descontrolada, PatrĂ­cia


municĂ­pios para anĂĄlise tĂŠcnica da escolha.

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

3

',98/*$d­2

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

Rede TV! atrasa entrada da presidente Dilma

$

TV TUDO

Bate-rebate

Novo programa

Ator e diretor, Jacques Lagoa entra como convidado especial no episĂłdio de hoje do “Força Tarefaâ€?, na Globo. Ă‚'LULJLGDSHORÂżOKR3HGUR 1HVFKOLQJ/XFpOLD6DQWRV HVWUHLDViEDGRQR6HVF %HOHQ]LQKRHP6mR3DXOR FRPRHVSHWiFXORÂł$OJXpP DFDEDGHPRUUHUOiIRUD´ ¡ Pedro Nercessian, Ricardo Santos e VitĂłria Frate tambĂŠm estĂŁo no elenco. Ă‚Âł1DYHJDQWHV´GH/DXUR &pVDU0XQL]H5HQDWR 0RGHVWRVXEVWLWXWDGH Âł9LGDVHP-RJR´QD5HFRUG WHPFLQFRFDStWXORVSURQWRV SDUDLQLFLDUDSURGXomR ¡ Quanto ao elenco, o diretor IgnĂĄcio Coqueiro jĂĄ foi avisado sobre a necessidade de escalar atores jĂĄ contratados. Ă‚)HUQDQGR5RFKDDSUHVHQWDGRUGRÂł%HP(VWDU´ GD*ORERFRPHPRUD DQLYHUViULRQHVWDVH[WDIHLUD 6H[WDIHLUDGLDGRPrV GH ¡ A nova temporada do programa “50 por 1â€?, apresentado por Ă lvaro Garnero na Record, vai estrear em abril. Ă‚2MRJDGRU(GQRGD3RUWXJXHVDGHXRQWHPHQWUHYLVWD DRÂł*ORER(VSRUWH´GLULJLQGR HIDODQGRDRFHOXODU1mR SRGH ¡ O SBT nĂŁo pretende chamar ninguĂŠm de fora para a cobertura do carnaval. A ideia ĂŠ utilizar sĂł o pessoal da casa.

³7HQKDHVWLORFRP$UOLQGR*UXQG´p DSUy[LPDHVWUHLDGR6%7DLQGDQR GHFRUUHUGHVWHPrVGHQRYHPEUR'LD HKRUiULRVHUmRDQXQFLDGRVSRVVLYHOPHQWHQRGLDGHKRMH 7RGRHPH[WHUQDV1DGDGHHVW~GLR ,VVRLQGHSHQGHQWHPHQWHGR³(VTXDGUmRGD0RGD´TXHHOHYROWDUiD ID]HUQRDQRTXHYHPFRP,VDEHOOD )LRUHQWLQR

Empresa Brasileira de Comunicação, E.B.C., DQWLJD5DGLREUiVVHPSUHFRPDGHYLGDH segura antecedĂŞncia informa Ă s empresas GH5iGLRH79VREUHDIRUPDomRGHUHGHQDFLRQDO $VVLPDFRQWHFHXWDPEpPQDQRLWHGHWHUoDIHLUD 'XUDQWHPLQSRQWXDOPHQWHDSDUWLUGDV KWLYHPRVRSURQXQFLDPHQWRGDSUHVLGHQWH Dilma Rousseff. Todos esperavam por ele, menos a Rede TV!. Procura-se O programa “TV Famaâ€? continuou normal$SURGXWRUD)ORUHVWDGD(OLVDEHWWD PHQWHDWpKDWpVHULQWHUURPSLGRSDUD =HQDWWLUHVSRQViYHOSHORUHDOLW\GR 8)&HVWijSURFXUDGHXPDFDVDHP FRPSOHWDVXUSUHVDGDDSUHVHQWDGRUD)OiYLD 1RURQKD1RDUPHLRVHPVDEHURTXHID]HU 6mR3DXORFRPDSUR[LPDGDPHQWHPLO PHWURVTXDGUDGRVGHiUHDFRQVWUXtGD ela chamou “para um recadinho da Dilmaâ€?. SDUDUHDOL]DURSURJUDPD-iH[LVWHP %UDQFRH´EODFNÂľVHDOWHUQDUDPDWpĂ€QDODOJXPDVRSo}HV7DPEpPVHEXVFDXP KRWHOGHQWURRXIRUDGDFLGDGHSDUD PHQWHjVKHQWUDUHPUHGHFRPWRGDV WUHLQDPHQWRGRVDWOHWDVHFRORFDomRGR as outras emissoras. RFWyJRQR ,VVRpIDOWDGHFXLGDGR$OJXpPJXDUGRXR FRPXQLFDGRQDJDYHWDHHVTXHFHX7LYHVVHD Inauguração Rede TV! um diretor de programação, como sempre se reclamou a presença de um e como $,QWHU79DÂżOLDGDGD*ORERLQLFLD WUDQVPLVVmRGLJLWDOQHVWDVH[WDIHLUD existem em todas as demais, isso jamais acHP&DPSRVGRV*R\WDFD]HVHQRV GLDVHGHGH]HPEURHP&DER)ULR onteceria. H1RYD)ULEXUJR7DPEpPVHDQXQFLD DSDUWLUGLVVRDHVWUHLDGRÂł5-,QWHU79 Â?(GLomR´SDUDDWHQGHUDVUHJL}HV 1RUWHH1RURHVWHGR(VWDGRGR5LR

Jornalismo 1 0DUtOLD$VVHIVDLXGHIpULDVQD&XOWXUD 7UDWDVHQDYHUGDGHGHXPDVDtGD VHPYROWD8PRXWURSURÂżVVLRQDOVHUi HVFROKLGRDLQGDQHVVHVSUy[LPRVGLDV SDUDRFXSDUDFKHÂżDGDUHGDomR(OD SUHWHQGHGDUXPRXWURUXPRQDYLGD

Jornalismo 2 1D5HGH79&OiXGLD%DUWKHOQmR ĂŠ mais a apresentadora do “Leitura 'LQkPLFDÂą3ULPHLUD(GLomR´ 1DYROWDGHSRLVGDVIpULDVQR1HSDO TXHWDPEpPIRUDPGHWUDEDOKRHODMi HQFRQWURX(GXDUGR&DPSRVHPVHX OXJDU

1DWKDOLD'LOO¿QDOPHQWHYDLWURFDUGHKRUiULRQD*ORER'HSRLV GH³3DUDtVR´³(VFULWRQDV(VWUHODV´H³&RUGHO(QFDQWDGR´jV GDWDUGHHODIRLHVFDODGDSDUD³$YHQLGD%UDVLO´QRYHODGH-RmR (PDQXHO&DUQHLURVXEVWLWXWDGH³)LQD(VWDPSD´

&¡HVWÀQL

-RVp/XL]'DWHQDVHUiR FRQYLGDGRGR³$GQHWDR 9LYR´GR0DUFHOR$GQHW KRMHQD079DSDUWLUGDV K Legendårios 1 Legendårios 2 3URPHWHPDVQmRKDYHUi 2SURJUDPDGR0DUFRV0LRQ³/HJ6HJXQGRLQIRUPDo}HVGHEDVWLGRUHVR VHJXQGRDHPLVVRUD HQGiULRV´JUDYRXQDVHJXQGDIHLUD ³/HJHQGiULRV´GHYHVRIUHUXPDUHIRUPXnecessidade de tirar as XPHVSHFLDOFRP=H]pGL&DPDUJRH ODomRHPVHXHOHQFRSDUDRDQRTXHYHP FULDQoDVGDVDOD Do mesmo jeito /XFLDQRTXHD5HFRUGYDLOHYDUDR $RUGHPTXHYHLRGHFLPDpHQ[XJDU ³6H[R$VWUDO´HVWiHQWUHRV DUQHVWHSUy[LPRViEDGR XPSRXFR0LD0HOORHVWiGHVDtGD-RmR 7XFD$QGUDGDVHDLQGDQmRIRLVHUi QRYRVWtWXORVUHJLVWUDGRV 2VGRLVSDUWLFLSDPGRTXDGUR³9DOHD *RUGRHRSHVVRDOGR³%DQDQD0HFkQLFD´ FRQYLGDGRSDUDRHOHQFRGH³)LQD SHOD*ORER 3HQD9HU'LUHLWR´ WDPEpPQmRGHYHPFRQWLQXDU (VWDPSD´eGHOHDSUHIHUrQFLDSDUD (PERUDQmRVHLQIRUPH YLYHURQRYRIXQFLRQiULRGRSRUWXDLQGDQDGDVREUHHOH Alto comando JXrV*XDUDF\3DXOR5RFKDTXDQGR GHVFRQ¿DVHTXHVHUiXWLOL4XLQ]p0DOYLQR6DOYDGRUYLUDUJHUHQWH $H[HPSORGRTXHDFRQWHFHHPRXWUDVHPLVVRUDVQD5HGH79RSUHVLGHQWH ]DGRQR³$PRU 6H[R´GD QDORMDGDPmH(FRPRR4XLQ]pHOH )HUQDQGD/LPD $PLOFDUH'DOOHYRWDPEpPFRPHoDDDXPHQWDUDSDUWLFLSDomRGHSDUHQWHVPDLV WDPEpPLUiVHHQYROYHUFRPD'DJPDU SUy[LPRVHPDVVXQWRVLPSRUWDQWHVGDVXDHPSUHVD )LFDPRVDVVLP0DV SHUVRQDJHPGD&ULV9LDQQD DPDQKmWHPPDLV7FKDX 1DIUDFDVVDGDQHJRFLDomRGR8)&MiIRLDVVLP

HORĂ“SCOPO PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

Š Revistas COQUETEL 2011

Recurso apelativo Processo de separação típico da do lixo a ser usado "imprensa marrom" na reciclagem Profissão de Pardal (HQ) Recurso fotogråfico do zoom (inglês)

Conjuntos de coisas Represenamontoadas tação Areia, em Parceiro de gråfica de família inglês Vinícius

Et cetera (abrev.)

Oduvaldo Vianna, dramaturgo

Queixa proferida em altas vozes Pai da mĂŁe (fam.) Nosso, em inglĂŞs

Sensação que causa choro no bebê

O efeito de um tsunâmi Ironia

Abreviatura de "teclar" (internet)

Alberto Dines, jornalista carioca

Desejo do montanhista Medida de energia do sistema c.g.s. "A ira (?) mĂĄ conselheira" (dito)

Postas em circulação (mercadorias)

"Hard", em HD (Inform.)

Principal causa dos acidentes de trânsito

O veneno tido por eficaz

Cada cĂŠlula da retina responsĂĄvel pela visĂŁo das cores Caipira; roceira

Seguidor da doutrina de Hitler Dança portenha Maior (síncope)

Profissão de Glória Pires Chega MÊtodo de detecção de câncer feminino

V

E

M

Orlando Teruz, pintor

Zeca Camargo, apresentador de TV

3/erg — our. 4/cone — nazi — sand. 5/close. 6/matuta. 8/escoadas. 10/estranheza.

84

Solução C O C L D E T S A E S E A L F E A T I V M A

S I E N O S V A C T I C O N H A L R I S E M M O

E N T C E S T T R A A D N H U E T Z A M O G R

M A T U T A A P I L H A S

F

S T A A MO R VO N D O R U E E R G S E C O NE A N A L L A N GO R A I Z C I A

BANCO

LendĂĄrio guerreiro do JapĂŁo Antigo

Ă RIES - (21/3 a 19/4) – É preciso VHUPDLVĂ€H[tYHOFRPRVFROHJDV SRLVWXGRLQGLFDTXHKDYHUiPXGDQoDVHPVHXWUDEDOKR&RQYHUVH PDLVFRPRSHVVRDOGHFDVDDOJXQV IDPLOLDUHVSRGHPSUHFLVDUGHVHXV FXLGDGRV&REUDQoDVSRGHPVXUJLU QRFDPSRDIHWLYRGHGLTXHVHD TXHPDPD 'LFDGR'LD,QYLVWDQRGLiORJRSDUD HYLWDUSUREOHPDV TOURO – (20/4 a 20/5) – Ă“timo SHUtRGRSDUDTXHPWUDEDOKDFRP YHQGDVRXRS~EOLFRGHPRGRJHUDO podendo atĂŠ aumentar seus rendiPHQWRV0HVPRTXHQmRGHPRQVWUH VHXVVHQWLPHQWRVDRVIDPLOLDUHVD KDUPRQLDHPFDVDpRTXHJDUDQWH VHXEHPHVWDU$GRLVXPDIDVHGH PDLVHQWHQGLPHQWRVHLQLFLD Dica do Dia: Demonstre seus WDOHQWRV GĂŠMEOS – (21/5 a 21/6) – No FDPSRSURÂżVVLRQDOGrSULRULGDGH DWDUHIDVTXHH[LMDPVLOrQFLRH FRQFHQWUDomR6HGHVHMDDXPHQWDU VHXVOXFURVDYDOLHDWLYLGDGHVDOWHUQDWLYDV(PFDVDRXoDRFRQVHOKR GRVGHPDLVHQmRYDLVHDUUHSHQGHU 1RDPRURFOLPDpGHHQYROYLPHQWR DSURYHLWH 'LFDGR'LD1mRIRUFHRUXPRGRV DFRQWHFLPHQWRV CĂ‚NCER Âą D Âą&XLGDGR FRPVXDVDWLWXGHVQRWUDEDOKRp SUHFLVRPDQWHUXPERPUHODFLRQDPHQWRFRPRVFROHJDV&XUWDRV PRPHQWRVGHGHVFDQVRDRODGRGDV SHVVRDVTXHDPD1RFDPSRVHQWLPHQWDOVXUSUHHQGDVXDFDUDPHWDGHVXDFULDWLYLGDGHVHUiEHQpÂżFDDR URPDQFH 'LFDGR'LD0DQWHQKDXPFOLPDGH KDUPRQLDjVXDYROWD LEĂƒO Âą D Âą7UDEDOhos em equipe contam com boas YLEUDo}HV$SUHQGDDGHOHJDUH DVVXPLUWDUHIDVHQLQJXpPYDLVH VREUHFDUUHJDU(PFDVDMipKRUD GHUHVWDEHOHFHUDKDUPRQLD 'LFDGR'LD2UJDQL]HVHXWHPSRH DSURYHLWHRVPRPHQWRVGHOD]HU VIRGEMÂą D Âą9LDJHQVD WUDEDOKRVHHQFRQWUDPIDYRUHFLGDV 8VHVHXSRGHUGHFRPXQLFDomR HGLYXOJXHVHXVWDOHQWRVSRGH FRQVHJXLUXPDSURPRomRRXXP DXPHQWR$VHQHUJLDVGH9rQXVIDYRUHFHPRHQWHQGLPHQWRHPVHXODU

1RFDPSRDIHWLYRFXLGDGRFRPR TXHSURPHWH 'LFDGR'LD)LTXHGHROKRQDV RSRUWXQLGDGHVSURÂżVVLRQDLV LIBRA Âą D Âą2UJDQL]DU VXDVWDUHIDVVHUiDPHOKRUIRUPDGH DXPHQWDUVXDHÂżFLrQFLDQRWUDEDOKR 6HXVHVIRUoRVSRGHPVHUUHFRPSHQVDGRV(PIDPtOLDFREUDQoDV QmRHVWmRGHVFDUWDGDV$GRLVGr XPQRYRkQLPRDRUHODFLRQDPHQWR 6HHVWiVySRGHFRQKHFHUDOJXpP LQWHUHVVDQWH 'LFDGR'LD0DQWHQKDGLVWkQFLD GRVSUREOHPDV ESCORPIĂƒO – (23/10 a 21/11) – 6HMDPDLVSDFLHQWHDRWUDWDUGHDVVXQWRVGHIDPtOLD$SUHQGHUDRXYLU VHUiHVVHQFLDOQRFDPSRDPRURVR 'rPDLVDWHQomRjVXDDOPDJrPHD HYDLIRUWDOHFHUDXQLmR 'LFDGR'LD(YLWHVHHQYROYHUHP FRQĂ€LWRVDOKHLRV SAGITĂ RIO – (22/11 a 21/12) – 7UDEDOKHFRPGHWHUPLQDomRSDUD DXPHQWDUVHXVUHQGLPHQWRV(P FDVDQmRHVSHUHUHFODPDo}HVSDUD GDUDGHYLGDDWHQomRDRSHVVRDO 'LFDGR'LD1mRGHL[HQDGDSDUD GHSRLVDSURYHLWHDVRSRUWXQLGDGHV CAPRICĂ“RNIO – (22/12 a 19/1) – É WHPSRGHH[SDQGLUVHXVKRUL]RQWHV HPWRGRVRVVHWRUHVGHVXDYLGD 1mRGrWDQWDLPSRUWkQFLDDRV DID]HUHVGRPpVWLFRVYRFrSUHFLVD FXLGDUPDLVGHVHXVSUySULRVLQWHUHVVHV 1RDPRUVHMDPDLVGRFHHPVXDV SDODYUDVHDo}HVDVVLPHYLWDUi GLVFXVV}HV 'LFDGR'LD6LJDHPEXVFDGH VHXVVRQKRV AQUĂ RIO – (20/1 a 18/2) – $SURYHLWHR6ROHPVXDiUHD SURÂżVVLRQDOSDUDFRQTXLVWDUVHXV REMHWLYRV(PIDPtOLDRWHPSRSDVVDGRFRPRVPDLVMRYHQVVHUiEHQpÂżFRSDUDWRGRV 'LFDGR'LD&RPSDUWLOKHVHXVVRQKRVFRPVHXDPRU PEIXESÂą D &XUWDPDLV RVPRPHQWRVDRODGRGDVSHVVRDVGHVXDHVWLPDLVVRYDLWUD]HU XPQRYRkQLPRSDUDVXDYLGD1R VHWRUHPRFLRQDOGHPRQVWUHVHX FRPSDQKHLULVPRHRFOLPDVHUiGH IHOLFLGDGH 'LFDGR'LD&XLGDGRFRPRV JDVWRV

BRASILEIRO

Diretor JosĂŠ Padilha revela detalhes de novo “RoboCopâ€?

O

diretor JosĂŠ Padilha revelou detalhes de seu prĂłximo projeto, a produção hollywoodiana “RoboCopâ€?. Em entrevista ao site Coming Soon, ele DĂ€UPRXTXHVHXĂ€OPHVHUi um complemento Ă primeira SDUWHGDVpULHHFRQĂ€UPRX TXH:DJQHU0RXUDQmRHVWi sendo cotado para o papel principal. “No primeiro ‘RoboCop’, TXDQGR$OH[0XUSK\p baleado, vocĂŞ vĂŞ algumas coisas de hospital e logo corta para ele como RoboCop. 0HXĂ€OPHHVWiHQWUHHVVHV dois momentos. Como vocĂŞ cria um RoboCop?â€?, disse Padilha. Para ele, o protagonista precisa ser um ator norte-americano para dar mais YHUDFLGDGHDRĂ€OPH O diretor declarou ainda TXHSODQHMDFRPHoDUDV

Ă€OPDJHQVQRLQtFLRGH HTXHYDLFRORFDUVXDSHUVRnalidade no longa. “Eles me deram o trabalho, eu vou fazĂŞ-lo do meu jeitoâ€?. E, do seu jeito, Padilha promete abordar a histĂłria do policial transformado em URE{GHIRUPDFUtWLFD´2 conceito de ‘’RoboCop’ ĂŠ briOKDQWHSULPHLURSRUTXHGi PDUJHPDPXLWDVFUtWLFDV VRFLDLVPDVWDPEpPSRUTXH FRORFDXPDTXHVWmRTXDQGR pTXHVHSHUGHDKXPDQLGDde?â€? “RoboCop - O Policial do )XWXURÂľIRLODQoDGRHP FRP3HWHU:HOOHUQRSDSHO SULQFLSDO2Ă€OPHWHYHGXDV VHTXrQFLDVODQoDGDVHP HHUHQGHXXPD VpULHSDUDD79HP 3DGLOKDIRLFRQĂ€UPDGRFRPR diretor da nova versĂŁo em março deste ano.


4

DIVERSรƒO&ARTE

MACEIร“ - QUINTA-FEIRA, 10 DE NOVEMBRO DE 2011

TribunaIndependente

IHOLSHFDPHOR#JPDLOFRPIHOLSHFDPHOR#VDODGDRQOLQHFRPEUFDPHORIHOLSHFDPHOREORJVSRWFRP

Homo Alianรงa $SUHVLGHQWHGD&RPLVVmRGH'LYHUVLGDGH6H[XDOGD2UGHPGRV $GYRJDGRVGR%UDVLOHP$ODJRDVDGYRJDGD(PDQRHOOD5RGULJXHV 5HPLJLRVHUHXQLXQR~OWLPRGLDFRPRFRUUHJHGRUJHUDOGR7ULEXQDOGH-XVWLoDGH$ODJRDVGHVHPEDUJDGRU-DPHV0DJDOKmHVSUD GLVFXWLUDFULDomRGHSURYLPHQWRTXHUHJXODPHQWHDKDELOLWDomR GLUHWDGHFDVDPHQWRKRPRDIHWLYRHPFDUWyULRV2GHVHPEDUJDGRU VHFRPSURPHWHXFRPDFULDomRGRSURYLPHQWRTXHGHYHUiVHU SXEOLFDGRQDSUy[LPDVHPDQDHDVGHWHUPLQDo}HVGRSURYLPHQWR GHYHPVHJXLURPHVPRPRGHORGRSURFHVVRGHKDELOLWDomRDSOLFDGDVQDXQLmRGHFDVDLVKHWHURVVH[XDLV3DUWLFLSDUDPGDUHXQLmRRV GRQRVGRVFDUWyULRVGRยžHยžGLVWULWRGDFDSLWDO0DULD5RVLQHWHH Quero aqui agradecer ao Dr. Sandoval de Arroxelas Nobre pelo pronto :HOOLQJWRQ&DVVLDQRUHVSHFWLYDPHQWH'D$VVHVVRULDGH&RPXQLatendimento, quando precisei de socorro pelas dores nas costas que me FDomR2$%$//XL]D%DUUHLURVH0DUFHOR$OYHVLQIRUPDQGR enlouqueciam. Alรฉm da competรชncia, simpatia nรฃo lhe falta

Power Day ยณ&HUFDGHHPFDGDEUDVLOHLUDVVRIUHPFRPFDEHORVPXLWRGDQLยฟFDGRV3UDDMXGDUDVPXOKHUHVDWHURFXLGDGRQHFHVViULRFRPDVPDGHL[DVR)LRVGH &DEHORVHXQHj/ยถ2UpDO3URIHVVLRQHOSUDSURPRYHUR3RZHU'D\ยฑGLDGHWUDWDPHQWRFRPSUHFLVmRPROHFXODU2VยตKDLUVW\OLVWVยถ)LRVYmRUHDOL]DUKLGUDWDomR FRPVKDPSRRGDVpULH([SHUWDPSROD3RZHU'RVH&RORU2WUDWDPHQWRFRPSUHFLVmRPROHFXODUFRQWpPDWLYRVFDSD]HVGHSHQHWUDUQDV]RQDVGD ยฟEUDVXSHUItFLHFXWtFXODHFyUWH[3UDSDUWLFLSDUEDVWDDJHQGDUWUDWDPHQWRFRPSUHFLVmRPROHFXODUVpULH([SHUWยฑHOHYDGHSUHVHQWHVKDPSRRPO $DomRDFRQWHFHGDVGDPDQKmjVGDWDUGHGHKRMHQR)LRVGH&DEHORXQLGDGH&DVXORQD-DWL~FD

Audiovisuais

Tendรชncias

Presidente do Conselho de Administraรงรฃo da Adit Brasil, Felipe CavalcanteFRQยฟUPDTXHRFXUVRยณ3UHSDUDomRGH3URMHWRVSDUD Captaรงรฃo de Investimentos Imobiliรกriosโ€ se torna importante no momento em que รฉ cada vez maior a interaรงรฃo entre o mercado ยฟQDQFHLURLQYHVWLGRUHVHVHWRULPRELOLiULR6DEHWXGR

Captando

Sem Misรฉria

+RMHHDPDQKmDFRQWHFHDSHQ~OWLPDHGLomRGRFXUVRยณ3UHSDUDomRGH3URMHWRVSDUD &DSWDomRGH,QYHVWLPHQWRV,PRELOLiULRVยด TXHDFRQWHFHHP0DFHLy3URPRYLGRSHOD $GLW%UDVLOHPSDUFHULDFRPR0LQLVWpULRGR 7XULVPRHDSRLRGD6HFUHWDULDGH7XULVPR GH$ODJRDVRFXUVRWHPRREMHWLYRGHHQVLQDURVHPSUHViULRVGRVHJPHQWRLPRELOLiULR HWXUtVWLFRDIRUPDWDUDGHTXDGDPHQWHSURMHWRVTXHYLVDPRSHUDomRGHFDSWDomRGH UHFXUVRV2WUHLQDPHQWRLUiRIHUHFHUWDPEpPLPSRUWDQWHVLQIRUPDo}HVHFRQ{PLFDV HยฟQDQFHLUDVTXHVmRFRPXPHQWHLQVHULGDV HPSODQRVGHQHJyFLRVLPRELOLiULRV2FXUVR pYROWDGRSDUDLQFRUSRUDGRUDVFRQVWUXWRUDVLPRELOLiULDVFRQVXOWRUHVDGYRJDGRV HQJHQKHLURVDUTXLWHWRVDGPLQLVWUDGRUHVH GHPDLVSURยฟVVLRQDLVGRPHUFDGRLPRELOLiULR HWXUtVWLFRFRPLQWHUHVVHHPFDSWDomRGH UHFXUVRV2FXUVRpYROWDGRSDUDLQFRUSRUDGRUDVFRQVWUXWRUDVLPRELOLiULDVFRQVXOWRUHVDGYRJDGRVHQJHQKHLURVDUTXLWHWRV DGPLQLVWUDGRUHVHGHPDLVSURยฟVVLRQDLVGR PHUFDGRLPRELOLiULRHWXUtVWLFRFRPLQWHUHVVH HPFDSWDomRGHUHFXUVRV

&RQYLGDGRGR0LQLVWpULRGR 7UDEDOKRH(PSUHJRRVHFUHWiULR$UQyELR&DYDOFDQWL GD6HFUHWDULD0XQLFLSDOGH 7UDEDOKR$EDVWHFLPHQWR H(FRQRPLD6ROLGiULDHVWi HP%UDVtOLDRQGHSDUWLFLSRXRQWHPGDDXGLrQFLD S~EOLFDGRยณ3ODQR%UDVLO 6HP0LVpULD4XDOLยฟFDomR H(PSUHJRยดUHSUHVHQWDQGR 0DFHLyQRHYHQWRTXHWDPEpPLQWHJUDRODQoDPHQWR GR3ODQR1DFLRQDO3DUD D6XSHUDomRGD3REUH]D ([WUHPDSHOD3UHVLGHQWDGD 5HS~EOLFD'LOPD5RXVVHII ยณ(VWRXLQGRSDUDTXHR PXQLFtSLRVHLQWHUHGDVHVWUDWpJLDVFRQWLGDVQR3ODQR HSDUDEXVFDUDLQVHUomR GH0DFHLyQRUHIHULGRSURJUDPDยดDยฟUPRX$UQyELR QRKWWSZZZVHPWDEHV PDFHLRDOJRYEU

23UrPLR,EUDPGH5RWHLURV$XGLRYLVXDLVTXH ID]SDUWHGR3URJUDPDGH )RPHQWRDRV0XVHXV,EUDP WHPFRPRREMHWLYR SUHPLDUURWHLURVLQpGLWRV SUDSURGXomRDXGLRYLVXDO FRPGHDPELHQWDomR HPPXVHXVEUDVLOHLURVH SURGXo}HVGHPtGLDVGLJLWDLV FRPDUJXPHQWDomRPXVHROyJLFD6HUmRSUHPLDGRV URWHLURVGHORQJDPHWUDJHP URWHLURVGHFXUWDPHWUDJHP URWHLURVGHGRFXPHQWiULR URWHLURVSDUD&LQH79H SURGXo}HVGHPtGLDVGLJLWDLV Sรดnia 2VSUrPLRVYDULDPGH5 Sampaio PLOD5PLO$VLQVFULo}HV sempre marcando devem ser feitas atravรฉs GR6DOLF:HEGLVSRQtYHOQD presenรงa nos eventos SRUWDOGR0LQLVWpULRGD&XOWXUD que Vรขnia ZZZFXOWXUDJRYEU HQD SiJLQDGR,QVWLWXWR%UDVLOHLUR & Mรกrcio GH0XVHXV ZZZPXVHXVJRY Nutels promovem EU ,QVFULo}HVDEHUWDVDWpR na Flu Look SUy[LPRGLDGHQRYHPEUR

ยฌVGDWDUGHGD ~OWLPDย$QLQKD $QD/RXUHLUR UHFHEHXQR5LW] /DJRDGD$QWD FRPRFKDUPHGH VHPSUHSUDRยฟFLQD GHHVWLORTXHD 6FKXW]SURPRYHX 'LYLGLQGRLQIRUPDo}HVGHVFREHUWDV HFRQKHFLPHQWRV DWUHQGUHVHDUFK VSHFLDOLVW HVSHFLDOLVWDHPSHVTXLVD GHWHQGrQFLDV  0DUWLQD3LQKRGR :*614XHULGD .DNi0DULQKR EDGDODQGRH SDUWLFLSDQGR(OD TXHPRVWUDQRVHX ZZZOHPRXVVH FRPEUTXHVDEH WXGRVREUHยตRTXH VHXVDยถHยตFRPRVH XVDยถ

Arco-รris &RPRREMHWLYRGHSUHSDUDURVSURยฟVVLRQDLVOLJDGRVDRWXULVPRSUDDWHQGHUFRPTXDOLGDGHRVHJPHQWR/*%7HRULHQWDUVREUHSURFHGLPHQWRVIRUPDVGHWUDWDPHQWRHGLVSRQLELOLGDGHVGHVHUYLoRVD6HFUHWDULDGH(VWDGRGR7XULVPRHR0DFHLy&RQYHQWLRQUHDOL]DPGDVGD PDQKmjVGDWDUGHGHKRMH&XUVRGH&DSDFLWDomRHP$WHQGLPHQWR/*%72HQFRQWURDFRQWHFHQR&HQWURGH&RQYHQo}HVGH0DFHLy2 FXUVRWHPFRPRS~EOLFRDOYRWRGDHPSUHVDTXHWHQKDRLQWXLWRGHWUDEDOKDUFRPRVHJPHQWRVHMDHODRSHUDGRUDDJrQFLDGHWXULVPRRX PHLRVGHKRVSHGDJHP6HJXQGR'DQLHOOH1RYLVVHFUHWiULDGHHVWDGRGR7XULVPRHPGH]HPEUR$ODJRDVUHFHEHFHUFDGHPLOSHVVRDV SUR5pYHLOORQFRQVLGHUDGRGRVPDLRUHVGR1RUGHVWHHRWUDGHWHPTXHHVWDUSUHSDUDGRSUDUHFHEHUHRIHUHFHUH[SHULrQFLDGRGHVWLQR FRPTXDOLGDGHHSUHSDUDomR$FDSDFLWDomRpRUHVXOWDGRGDGLVFXVVmRGHIRUPDWDomRGHVVHVHJPHQWRFRPIRFRQRWXULVPRSDUDJD\V ELVVH[XDLVWUDYHVWLVWUDQVH[XDLVHWUDQJrQHURV$LGpLDpFULDUHVSpFLHGHJXLDSURVHJPHQWRFRPRULHQWDo}HVVREUHRQGHยฟFDURQGH FRPHURQGHVHGLYHUWLUHUHODomRGHHPSUHVDVTXHWUDEDOKDPFRPHVVHURWHLUR(VVHPDWHULDOVHUYLUiWDQWRSUDSURPRomRHFRPHUFLDOL]DomRGRURWHLURGRVSUpUHTXLVLWRVSUDID]HUSDUWHGHVVHURWHLURpVHFDGDVWUDUQD$VVRFLDomR%UDVLOHLUDGH7XULVPRSDUD*D\V/pVELFDVH 6LPSDWL]DQWHVSHORVLWHZZZDEUDWJOVFRPEUHSDUWLFLSDUGDFDSDFLWDomRDOpPGHMiSRVVXLURFDGDVWURQR0LQLVWpULRGR7XULVPRยžGDGRV GD$EUDWQR%UDVLOPLOK}HVGHEUDVLOHLURVVmRJD\VRTXHUHSUHVHQWDGDSRSXODomRQRSDtV2(VWDGRFRPPDLRUQ~PHURGHJD\V p6mR3DXORFRPRtQGLFHGHGRWRWDODSUHVHQWDGR2VHJXQGRHVWDGRpR5LRGH-DQHLURGHVVHVDPDLRULDVHFRQFHQWUDQDVFODVVHV $H%3DUDDH[SHFWDWLYDpTXHRVHWRUGHWXULVPR/*%7FUHVoD

7RGDSRGHURVDQDUHGHGHORMDVGRV7KHRW{QLRDUTXLWHWDBabel Costa รฉ gente do bem, totalmente do bem. +, impossรญvel

ASSESSORIA& Comunicaรงรฃo Nota de Repรบdio

O

2ยฟFLQD2QOLQH

6LQGLFDWRGRV-RUQDOLVWDV3URร€VVLRnais do Estado de Alagoas (Sindjornal) expediu nota de repรบdio contra a atitude da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Alagoas (Sintufal), que determinou a demissรฃo do vice-presidente da nossa entidade, Flรกvio Miguel de Oliveira Peixoto, tambรฉm diretor da Federaรงรฃo Nacional dos Jornalistas (Fenaj). O Sindjornal informou que iniciou os procedimentos jurรญdicos cabรญveis para tornar sem efeito DGHPLVVmRHUHLQWHJUDURSURร€VVLRQDODR trabalho.

$PDQKm  D(VFRODGH &RPXQLFDomR&RPXQLTXH VHHVWiRIHUHFHQGRDRยฟFLQD RQOLQHยณ&RPRJHUHQFLDU UHGHVVRFLDLVยด2FXUVRYLVD FDSDFLWDURSURยฟVVLRQDOSDUD WUDEDOKDUFRPUHGHVVRFLDLV PRVWUDQGRH[HPSORVSUiWLFRV GRFHUWRHGRHUUDGRQHVVH DPELHQWHDOpPGDDSOLFDomR GHGLQkPLFDVTXHPHQVXUDP RSRWHQFLDOGHVWDIHUUDPHQWD HGmRYLVLELOLGDGHDHVWD SODWDIRUPDFRPRPHLRJHUDGRUGHYDORUQDHPSUHVD2 LQYHVWLPHQWRpGHUHDLV 0DLRUHVLQIRUPDo}HVHP KWWSZZZHVFRODGHFRPXQLFDFDRFRPEU

TVE vence Prรชmio Nacional

Nordeste Cantat

$79(GXFDWLYDGH$ODJRDV 79(  HPLVVRUDGR,QVWLWXWR=XPELGRV 3DOPDUHV ,=3 IRLDJUDQGHYHQFHGRUDGR3UrPLR1DFLRQDO-RUQDOLVWD $EGLDV1DVFLPHQWRQDFDWHJRULD 7HOHYLVmRFRPDPDWpULD4XLORPERODH[LELGDQRSURJUDPD3iJLQD $EHUWDGDHPLVVRUD2VSURยฟVVLRQDLVUHVSRQViYHLVGLUHWRVSHOD

UHSRUWDJHPIRUDPRVMRUQDOLVWDV9HUD 9DOpULR SURGXWRUD )DEUtFLR&DPERLP UHSyUWHU &KULV'XDUWH HGLWRUD  DOpPGRFLQHJUDยฟVWD6DPXHO/LPHLUD $79(FKHJRXjยฟQDOFRQFRUUHQGR FRPD79%UDVLOHD79&kPDUD 2DQ~QFLRRFRUUHXQDQRLWHGHVWD VHJXQGDIHLUD  QR7HDWUR2L&DVD *UDQGHQR5LRGH-DQHLUR

Prรชmio Braskem 23UrPLR%UDVNHPGH-RUQDOLVPRGHVWLQDGRDRVDXWRUHVGDVPHOKRUHV UHSRUWDJHQVSURGX]LGDVHP$ODJRDVYROWDDEDWHUUHFRUGHGHSDUWLFLSDomR HVWHDQRFRPWUDEDOKRVLQVFULWRV2PRQWDQWHpVXSHULRUD TXDQGRIRUDPLQVFULWRV&RQFRUUHPjSUHPLDomRSURยฟVVLRQDLVGH 79-RUQDO5iGLR:HEH$VVHVVRULDGH,PSUHQVDDOpPGHHVWXGDQWHV GD8IDO&HVPDFH)LWV0DLRUHYHQWRGDiUHDGHFRPXQLFDomRHP$ODJRDV R3UrPLR%UDVNHPTXHHVWiHPVXDยHGLomRVHUiHQWUHJXHQRGLDGH QRYHPEURGXUDQWHVROHQLGDGHQDFDVDGHHYHQWRV$UPD]HQ8]LQD&HUFD GHSHVVRDVHQWUHMRUQDOLVWDVHVWXGDQWHVGHMRUQDOLVPRDXWRULGDGHV HPSUHViULRVGDFRPXQLFDomRHRXWURVFRQYLGDGRVGHYHPSUHVWLJLDUDIHVWD TXHWHPLQtFLRjVK23UrPLR%UDVNHPGH-RUQDOLVPRpXPDSURPRomR GR6LQGLFDWRGRV-RUQDOLVWDVGH$ODJRDV 6LQGMRUQDO FRPRSDWURFtQLR H[FOXVLYRGD%UDVNHPHFRQWDFRPRDSRLRGD)HGHUDomR1DFLRQDOGRV

27HDWUR'HRGRURHVWi VHGLDQGRDHGLomRGR )HVWLYDO,QWHUQDFLRQDOGH &RURV1RUGHVWH&DQWDWTXH FRPHoRXQD~OWLPDWHUoDIHLUD HWHUPLQDQRViEDGR   $SUR[LPDGDPHQWHFRURV HVWmRSDUWLFLSDQGRGHVWD HGLomRGRHQFRQWUR2QWHP HQWUHRVJUXSRVTXHVHDSUHVHQWDUDPGHVWDFDPRVR&RUR 3ULVPDGH0DFHLyTXHVRED UHJrQFLDGR0DHVWUR*XVWDYR &DPSRV/LPDHDFRPSDQKDGRSHORSLDQLVWD,OEHUW/HDIj HQFDQWRXDSODWHLDDRH[HFXWDUVXDVSHoDVHUXGLWDV$V DSUHVHQWDo}HVGR1RUGHVWH &DQWDWDFRQWHFHPjV KRUDVHRVYDORUHVVmR5 FRPGLUHLWRDXPGHFRUWHVLD  H5 PHLDHQWUDGD 0DLV LQIRUPDo}HVSHORVWHOHIRQHV HHQR EORJKWWSZZZQRUGHVWHFDQ-

NOS PALCOS

Maria Rita se prepara para viver Elis Regina

Q

uando se lanรงou na vida artรญstica, Maria Rita tentou enveredar por um caminho que evitasse comparaรงรตes com sua mรฃe, Elis Regina. Hoje, passados dez anos, e jรก consolidada por sua prรณpria conta e risco, a cantora HQFDUDXPGHVDร€RTXHSRGH trazer de volta as tais comparaรงรตes. A partir de marรงo

darรก vez e voz ao projeto โ€œViva Elisโ€, que, alรฉm de apresentaรงรตes gratuitas por cinco capitais - Sรฃo Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasรญlia e Porto Alegre -, contarรก ainda com uma exposiรงรฃo itinerante, um livro sobre a trajetรณria da mรฃe e um documentรกrio com depoimentos de mais de 50 personalidades que

reta ou indireta, da carreira e da vida da homenageada. Maria Rita prevรช fortes emoรงรตes quando assumir a empreitada, para a qual DLQGDQmRGHร€QLXUHSHUWyULR ou mesmo os mรบsicos participantes - o detalhamento do projeto deve ocorrer apenas a partir de dezembro, quando ela encerrar a turnรช de lanรงamento do CD

Edição 1290 10 de novembro de 2011  

Edição Digital Jornal Tribuna Independente, TribunaHoje.com

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you